Sample records for iron 65
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Prevalência de deficiência de ferro em gestantes de primeira consulta em centros de saúde de área metropolitana, Brasil: etiologia da anemia/ The prevalence of iron deficiency in pregnant women at their first consultation in health centers in a metropolitan area, Brazil: etiology of anemia in anemic pregnant women

Guerra, Elvira Maria; Barretto, Orlando Cesar de Oliveira; Pinto, Aymoré Vaz; Castellão, Kátia Gomes
1992-04-01

Resumo em português No período compreendido entre abril e outubro de 1988, foram estudadas 363 gestantes de primeira consulta , que estavam inscritas no Programa de Atendimento à Gestante em oito Centros de Saúde da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo (Brasil). Na ocasião da coleta de material estas gestantes não faziam uso de medicamentos que continham ferro, ácido fólico, vitamina B12 ou associações destes. A idade média das gestantes foi de 25 anos; 65,9% delas pertenci (mais) am a famílias com renda de até um SMPC (salário mínimo per capita) e apenas 3,1% pertenciam a famílias com renda superior a 3 SMPC. Tomando-se a saturação da transferrina inferior a 15% como índice mínimo para definir a deficiência de ferro, a prevalência de deficiência de ferro no primeiro trimestre (4,6%) foi significativamente menor do que a observada no segundo (17,3%), e esta foi menor do que no terceiro trimestre (42,8%). A prevalência de deficiência de ferro total agrupada nos três trimestres foi de 12,4%. Não houve diferença significativa entre as prevalências de deficiência de ferro segundo o número de partos. Esta prevalência foi maior no grupo das gestantes que pertenciam a famílias com renda de até 0,5 SMPC. Nas gestantes anêmicas, 46,7% eram deficientes de ferro, 44,4% de ácido fólico, 20,0% de ferro e ácido fólico e nenhuma delas eram deficientes de vitamina B12. Resumo em inglês Three hundred and sixty-three pregnant women enrolled in the Pregnancy Medical Care Program of S. Paulo Health Department in the district of Butantan, S. Paulo city, Brazil, were studied at their first routine consultation between April and October, 1988. Their average age was 25 and 65,9% of them belonged to families with a monthly income below US$ 50.00 per capita. Only 3.1% presented an income above US$ 150.00 per capita. Taking the minimum transferrin saturation thres (mais) hold of 15% as determining iron deficiency, a 4.6% prevalence of iron deficiency was observed in the first trimester, 17.3% in the second trimester and 42.8% in the third trimester, resulting in an overall prevalence of 12.4%. There was no significant difference between prevalences of iron deficiency according to the number of pregnancies. The prevalence of iron deficiency was higher in women presenting incomes below US$ 50.00 per capita.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Prevalência de deficiência de ferro em gestantes de primeira consulta em centros de saúde de área metropolitana, Brasil: etiologia da anemia/ The prevalence of iron deficiency in pregnant women at their first consultation in health centers in a metropolitan area, Brazil: etiology of anemia in anemic pregnant women

Guerra, Elvira Maria; Barretto, Orlando Cesar de Oliveira; Pinto, Aymoré Vaz; Castellão, Kátia Gomes
1992-04-01

Resumo em português No período compreendido entre abril e outubro de 1988, foram estudadas 363 gestantes de primeira consulta , que estavam inscritas no Programa de Atendimento à Gestante em oito Centros de Saúde da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo (Brasil). Na ocasião da coleta de material estas gestantes não faziam uso de medicamentos que continham ferro, ácido fólico, vitamina B12 ou associações destes. A idade média das gestantes foi de 25 anos; 65,9% delas pertenci (mais) am a famílias com renda de até um SMPC (salário mínimo per capita) e apenas 3,1% pertenciam a famílias com renda superior a 3 SMPC. Tomando-se a saturação da transferrina inferior a 15% como índice mínimo para definir a deficiência de ferro, a prevalência de deficiência de ferro no primeiro trimestre (4,6%) foi significativamente menor do que a observada no segundo (17,3%), e esta foi menor do que no terceiro trimestre (42,8%). A prevalência de deficiência de ferro total agrupada nos três trimestres foi de 12,4%. Não houve diferença significativa entre as prevalências de deficiência de ferro segundo o número de partos. Esta prevalência foi maior no grupo das gestantes que pertenciam a famílias com renda de até 0,5 SMPC. Nas gestantes anêmicas, 46,7% eram deficientes de ferro, 44,4% de ácido fólico, 20,0% de ferro e ácido fólico e nenhuma delas eram deficientes de vitamina B12. Resumo em inglês Three hundred and sixty-three pregnant women enrolled in the Pregnancy Medical Care Program of S. Paulo Health Department in the district of Butantan, S. Paulo city, Brazil, were studied at their first routine consultation between April and October, 1988. Their average age was 25 and 65,9% of them belonged to families with a monthly income below US$ 50.00 per capita. Only 3.1% presented an income above US$ 150.00 per capita. Taking the minimum transferrin saturation thres (mais) hold of 15% as determining iron deficiency, a 4.6% prevalence of iron deficiency was observed in the first trimester, 17.3% in the second trimester and 42.8% in the third trimester, resulting in an overall prevalence of 12.4%. There was no significant difference between prevalences of iron deficiency according to the number of pregnancies. The prevalence of iron deficiency was higher in women presenting incomes below US$ 50.00 per capita.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Análise de metais pesados em amostras de Peumus boldus Mol. (Monimiaceae)/ Analysis of heavy metals in samples of Peumus boldus Mol. (Monimiaceae)

Schwanz, Melissa; Ferreira, Jéferson J.; Fröehlich, Pedro; Zuanazzi, José A. S.; Henriques, Amélia T.
2008-03-01

Resumo em português Oito amostras, provenientes do Brasil, Chile e Argentina, de Peumus boldus Molina (Monimiaceae), espécie comum e abundante no Chile, cujas folhas são amplamente empregadas pela medicina tradicional para o tratamento de uma variedade de afecções do sistema digestivo e hepatobiliar, foram analisadas, após digestão nítrica, para a quantificação de ferro, manganês, cobre, chumbo, cromo, cobalto e níquel, por espectrofotometria de absorção atômica. Chumbo, cromo (mais) e cobalto não foram detectados (limite de detecção de 5 µg/g) em nenhuma das amostras. Todas as amostras apresentaram maior teor em ferro, que variou de 109,7 mg/kg a 315,7 mg/kg, seguido por manganês (65,5 mg/kg a 158,8 mg/kg), cobre (3,04 mg/kg a 9,16 mg/kg) e níquel (0,77 mg/kg a 4,31 mg/kg). Resumo em inglês Eight samples, obtained from Brazil, Chile and Argentina, of Peumus boldus Molina (Monimiaceae), an abundant and widespread native tree in Chile, which leaves are widely used in folk medicine for the treatment of digestive and hepatobiliary disorders, were analyzed, after nitric digestion, for the content of iron, manganese, copper, lead, chromium, cobalt and nickel, by atomic absorption spectrophotometry. Lead, chromium and cobalt were not detected (detection limit of 5 (mais) µg/g) in any sample. The samples showed a high level of iron, which ranged from 109.7 mg/kg to 315.7 mg/kg, followed by manganese (65.5 mg/kg to 158.8 mg/kg), copper (3.04 mg/kg to 9.16 mg/kg) and nickel (0.77 mg/kg to 4.31 mg/kg).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Avaliação do estado nutricional e do consumo alimentar de mulheres no climatério/ Nutritional status and food intake assessment of climacterics women

Montilla, Regina das Neves Girão; Marucci, Maria de Fátima Nunes; Aldrighi, José Mendes
2003-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional e o consumo alimentar de mulheres no climatério. MÉTODOS: Em um estudo transversal foram avaliadas 154 mulheres atendidas no Ambulatório de Saúde da Mulher Climatérica (ASMUC) do Centro de Saúde-Escola da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. As variáveis analisadas foram Índice de Massa Corporal (IMC) e consumo alimentar (energia, distribuição percentual de proteínas, carboidratos e gorduras, vitamin (mais) as A e C, minerais cálcio e ferro). Para analisar valor energético da alimentação e minerais cálcio e ferro foram utilizados dois grupos etários (35-50 anos e 51-65 anos). Para análise de IMC, vitaminas A e C e percentual de macronutrientes, foi considerada a população total estudada (35-65 anos). Em todas as variáveis foram utilizadas médias e desvios padrões. RESULTADOS: O IMC médio foi 29,3 kg/m² (±6,2 kg/m²), com 75% da população acima do índice de normalidade. Quanto à energia, os resultados mostraram-se adequados para os dois grupos etários; quanto à distribuição percentual dos macronutrientes todos apresentaram-se inadequados; em relação às vitaminas e minerais, somente o ferro mostrou-se adequado. CONCLUSÃO: A população avaliada apresenta riscos à saúde, face aos valores elevados de IMC e consumo inadequado de macronutrientes, cálcio, vitaminas A e C. Resumo em inglês BACKGROUND: To evaluate the nutritional status and food intake of climacterics women. METHODS: In a transversal study were evaluated 154 women matriculated in the Clinic of the Climacteric Woman of the Health Center of Public Health College of the São Paulo University, Brazil. The analyzed variables were body mass index (BMI) and food intake (energy, percentual distribution of macronutrients, A and C vitamins, calcium and iron minerals). To analyse food caloric value and (mais) calcium and iron minerals, were utilized two age groups (35-50 y and 51-65 y). To analyse BMI, macronutrients percentage and A and C vitamins were utilized the total population (35-65 years of age). In all variables were calculated mean and standard deviation. RESULTS: The mean BMI was 29.3 kg/m² (±6.2 kg/m²), with 75% of population above normality. About the energy, the results indicated adequacy to two age groups; about the distribution percentual of macronutrients, all were inadequate. In relation to the vitamins and minerals, all were inadequates, with exception of iron. CONCLUSION: The population studied presents risks to health owing to high value of BMI and inadequate intake of macronutrients, calcium, A and C vitamins.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Efeito do uso de leite fortificado com ferro e vitamina C sobre os níveis de hemoglobina e condição nutricional de crianças menores de 2 anos/ Effects of vitamin C and iron-fortified milk use on hemoglobin levels and nutritional condition of children cared for in day

Torres, Marco A. A.; Sato, Kazue; Lobo, Neil Ferreira; Queiroz, Suzana de Souza
1995-08-01

Resumo em português Foi avaliado o impacto do uso do leite em pó integral fortificado com 9 mg de ferro e 65 mg de vitamina C para cada 100 g de pó, sobre os níveis de hemoglobina de crianças menores de 2 anos, em 107 crianças de creches municipais e 228 de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), por um período de 6 meses. Antes de se iniciar a intervenção, 66,4% das crianças das creches e 72,8% da UBS apresentavam níveis de hemoglobina inferiores a 11,0 g/dl. Ao final dos 6 meses de (mais) uso do leite fortificado, esses percentuais reduziram-se para 20,6% nas creches e 18,0% na UBS. A média da hemoglobina, antes de se iniciar o experimento, foi de 10,3 g/dl nas creches e 10,5 g/dl na UBS. Decorridos 6 meses esses valores subiram para 11,6 g/dl nas duas populações estudadas. Em relação à condição nutricional, avaliada pelo critério de Gomez, verificou-se que, nas creches, 57% das crianças acompanhadas apresentaram melhoria na sua condição nutricional, 41,1% ficaram inalteradas e apenas 1,9% pioraram. Na UBS, 11,4% apresentaram melhora, 70,6% ficaram inalteradas e 18% pioraram, o que mostrou uma diferença de resposta quanto à recuperação da condição nutricional, quando o leite enriquecido foi utilizado em ambiente aberto e fechado. Concluiu-se que a utilização de alimentos fortificados apresenta-se como excelente alternativa para o controle da carência de ferro em populações de crianças menores de 2 anos. Resumo em inglês The impact of the use of fortified powdered whole milk (9 mg of iron and 65 mg of vitamin C/100 g of milk) on the hemoglobin levels of children under 2 years of age was evaluated, overa period of 6 months, in 107 children enrolled in municipal Day Care Centers (DCC) and in 228 seen at a Basic Health Care Unit (BHCU). Before the beginning of the intervention, 66.4% of the children in the DCC and 72.8% of those seen at the BHCU had hemoglobin levels under 11.0g/dl. After 6 (mais) months of fortified milk intake, these percentages fell to 20.6% and 18.0% respectively. The average hemoglobin before the intervention was 10.3 g/dl in the DCC and 10.5 in the BHCU. After 6 months these increased to 11.6g/dl in the populations studied. Concerning the nutritional condition, evaluated according to Gomez's criteria, 57% of the DCC children presented an improvement, 41.1% showed changens and only 1.9% became worse. In the BHCU, 11.4% presented better condition, 70.6% remained the same and 18% worsened, which demonstrated differences in response regarding improvement of nutritional condition, when fortified milk was used in closed and open environments. The authors conclude that the utilization of enriched foods is an excellent alternative in the treatment of iron deficiency in populations of children under 2 years of age.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Efeito do uso de leite fortificado com ferro e vitamina C sobre os níveis de hemoglobina e condição nutricional de crianças menores de 2 anos/ Effects of vitamin C and iron-fortified milk use on hemoglobin levels and nutritional condition of children cared for in day

Torres, Marco A. A.; Sato, Kazue; Lobo, Neil Ferreira; Queiroz, Suzana de Souza
1995-08-01

Resumo em português Foi avaliado o impacto do uso do leite em pó integral fortificado com 9 mg de ferro e 65 mg de vitamina C para cada 100 g de pó, sobre os níveis de hemoglobina de crianças menores de 2 anos, em 107 crianças de creches municipais e 228 de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), por um período de 6 meses. Antes de se iniciar a intervenção, 66,4% das crianças das creches e 72,8% da UBS apresentavam níveis de hemoglobina inferiores a 11,0 g/dl. Ao final dos 6 meses de (mais) uso do leite fortificado, esses percentuais reduziram-se para 20,6% nas creches e 18,0% na UBS. A média da hemoglobina, antes de se iniciar o experimento, foi de 10,3 g/dl nas creches e 10,5 g/dl na UBS. Decorridos 6 meses esses valores subiram para 11,6 g/dl nas duas populações estudadas. Em relação à condição nutricional, avaliada pelo critério de Gomez, verificou-se que, nas creches, 57% das crianças acompanhadas apresentaram melhoria na sua condição nutricional, 41,1% ficaram inalteradas e apenas 1,9% pioraram. Na UBS, 11,4% apresentaram melhora, 70,6% ficaram inalteradas e 18% pioraram, o que mostrou uma diferença de resposta quanto à recuperação da condição nutricional, quando o leite enriquecido foi utilizado em ambiente aberto e fechado. Concluiu-se que a utilização de alimentos fortificados apresenta-se como excelente alternativa para o controle da carência de ferro em populações de crianças menores de 2 anos. Resumo em inglês The impact of the use of fortified powdered whole milk (9 mg of iron and 65 mg of vitamin C/100 g of milk) on the hemoglobin levels of children under 2 years of age was evaluated, overa period of 6 months, in 107 children enrolled in municipal Day Care Centers (DCC) and in 228 seen at a Basic Health Care Unit (BHCU). Before the beginning of the intervention, 66.4% of the children in the DCC and 72.8% of those seen at the BHCU had hemoglobin levels under 11.0g/dl. After 6 (mais) months of fortified milk intake, these percentages fell to 20.6% and 18.0% respectively. The average hemoglobin before the intervention was 10.3 g/dl in the DCC and 10.5 in the BHCU. After 6 months these increased to 11.6g/dl in the populations studied. Concerning the nutritional condition, evaluated according to Gomez's criteria, 57% of the DCC children presented an improvement, 41.1% showed changens and only 1.9% became worse. In the BHCU, 11.4% presented better condition, 70.6% remained the same and 18% worsened, which demonstrated differences in response regarding improvement of nutritional condition, when fortified milk was used in closed and open environments. The authors conclude that the utilization of enriched foods is an excellent alternative in the treatment of iron deficiency in populations of children under 2 years of age.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Qualidade da água e sua relação espacial com as fontes de contaminação antrópicas e naturais: bacia hidrográfica do rio São Domingos - RJ/ Water quality and its spatial relation with sources of natural and human contamination: São Domingos river basin, Rio de Janeiro state, Brazil

Menezes, Juliana M.; Prado, Rachel B.; Silva Júnior, Gerson C. da; Mansur, Kátia L; Oliveira, Elba dos S. de
2009-01-01

Resumo em português O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade das águas da Bacia Hidrográfica do Rio São Domingos (BHRSD), correlacionando-a com as possíveis fontes poluidoras advindas das características naturais e antrópicas da área. Alguns parâmetros físico-químicos foram analisados em 65 pontos (superficiais e subterrâneos) de amostragem. Os resultados foram confrontados com os limites estabelecidos pelas Resoluções CONAMA 357/05 (classe 2), que trata das águas superfi (mais) ciais, e CONAMA 396/08 (consumo humano), que contempla as águas subterrâneas. Foram analisados diversos cátions e ânions, temperatura, alcalinidade, pH, condutividade elétrica (CE), sólidos totais dissolvidos (STD), oxigênio dissolvido (OD), demanda bioquímica de oxigênio (DBO), coliformes termotolerantes e alguns agrotóxicos organoclorados e organofosforados. Os parâmetros que apresentaram inconformidades, com maior frequência, foram: alumínio dissolvido, boro total, ferro dissolvido, manganês total, nitratos, pH, OD, DBO e alguns organoclorados e organofosforados. Embora a área esteja situada em terreno cristalino tropical úmido, o que pode justificar os teores elevados de alumínio, manganês e ferro, os resultados apontam que o comprometimento da qualidade das águas da BHRSD é influenciado pela prática agrícola. Resumo em inglês The purpose of this article is the evaluation of São Domingos River Basin (SDRB) water quality and tentative correlations with natural and anthropic polluting sources. In order to achieve it, physicochemical parameters were analyzed in 65 surface and groundwater sampling points, in accordance to standards established by the Brazilian Environmental Authority, CONAMA 357/05, Class 2, for surface water and CONAMA 396/08, Class human, consumption for groundwater. The analyze (mais) d parameters include major cations and anions, temperature, pH, electric conductivity, total dissolved solids (TDS), alkalinity, dissolved oxygen (DO), biochemical oxygen demand (BOD), thermotolerant coliforms, organochlorides and organophosphorus compounds. Parameters with concentrations more frequently in unconformity with regulations are: aluminum, boron, iron, manganese, nitrates, DO, BOD and some organochlorides and organophosphorus compounds. Results show that distribution of contamination is strongly influenced by the human presence, such as rural and urban population and tomato culture. Natural aspects also play a major role, since availability of aluminum, iron, and manganese in near-surface waters in tropical environment depends on input from processes taking place in leaf litter and topsoil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Impacto do tratamento semanal com sulfato ferroso sobre o nível de hemoglobina, morbidade e estado nutricional de lactentes anêmicos/ Impact of weekly treatment with ferrous sulfate on hemoglobin level, morbidity and nutritional status of anemic infants

Lima, Ana C. V. M. S.; Lima, Marilia C.; Guerra, Miriam Q. F.; Romani, Sylvia A. M.; Eickmann, Sophie H.; Lira, Pedro I. C.
2006-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o impacto do tratamento com sulfato ferroso, administrado semanalmente, sobre o nível de hemoglobina, morbidade e estado nutricional de lactentes anêmicos da Zona da Mata Meridional de Pernambuco. MÉTODOS: Estudo de intervenção de base comunitária, controlado, realizado com 378 lactentes acompanhados até 18 meses. Foram selecionadas aleatoriamente 245 crianças para avaliação da hemoglobina aos 12 meses. As crianças foram distribuídas em três (mais) grupos de estudo: dois com tratamento semanal de 45 mg de ferro elementar, dos 12 aos 18 meses de vida (69 crianças com anemia moderada/grave e 111 com anemia leve) e um sem tratamento, constituído de 65 crianças sem anemia. As 133 crianças restantes constituíram o grupo controle, utilizado para comparação do estado nutricional e da morbidade. RESULTADOS: A prevalência de anemia foi de 73,5% aos 12 meses de vida. Após 6 meses de tratamento, houve recuperação do nível de hemoglobina para valores > 11,0 g/dL em 42,3% dos lactentes anêmicos. O aumento médio foi de 1,6 g/dL, sendo maior (2,5 g/dL) para o grupo com nível inicial mais baixo de hemoglobina. Das crianças sem anemia e não tratadas, 40,3% tornaram-se anêmicas ao término do acompanhamento, com uma redução média do nível de hemoglobina de 0,5 g/dL. Observou-se um ganho de peso significativamente maior nos grupos com tratamento, o mesmo não ocorrendo para crescimento linear e duração da diarréia. CONCLUSÕES: A redução da prevalência da anemia em menos da metade das crianças recebendo sulfato ferroso em doses semanais e o surgimento de anemia nos lactentes não anêmicos e sem suplementação de ferro são indicativos da necessidade de estratégias eficazes para seu controle. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the impact of weekly treatment with ferrous sulfate on hemoglobin level, morbidity and nutritional status in a sample of anemic infants from Zona da Mata Meridional in the state of Pernambuco, Brazil. METHODS: A controlled, community-based intervention was carried out with 378 infants who were followed-up for 18 months. Hemoglobin level was measured at 12 months in a total of 245 children randomly selected. Participating infants were divided into th (mais) ree groups: two received 45 mg of elemental iron weekly, from 12 to 18 months of life (69 children with moderate/severe anemia, and 111 with mild anemia); the third group was composed of 65 non-anemic children, who received no intervention. The remaining 133 children constituted the control group, for comparisons on nutritional status and morbidity. RESULTS: The prevalence of anemia was 73.5% at 12 months of life. After 6 months of treatment, 42.3% of anemic children reached hemoglobin levels > 11.0 g/dL. The mean increase was 1.6 g/dL, being higher (2.5 g/dL) in the group with lower levels of hemoglobin at baseline. Children without anemia at baseline received no treatment, and 40.3% of them became anemic at the end of follow-up, with a mean decrease of 0.5 g/dL in hemoglobin levels. A significantly greater weight gain was observed in the two treated groups, while no significant improvements were seen in linear growth and duration of diarrhea. CONCLUSIONS: The fact that less than half the children receiving ferrous sulfate recovered from anemia at the end of follow-up, along with the development of anemia in many untreated, previously non-anemic infants, suggests the need for effective control strategies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Baixa escolaridade como fator limitante para o combate à anemia entre gestantes/ Low educational level as a limiting factor in the fight against anemia in pregnant women

Vitolo, Márcia Regina; Boscaini, Camile; Bortolini, Gisele Ane
2006-06-01

Resumo em português OBJETIVOS: avaliar o impacto sobre os níveis de hemoglobina entre gestantes submetidas à suplementação com sulfato ferroso e orientações alimentares. MÉTODOS: foram avaliadas 197 gestantes acompanhadas no pré-natal de uma unidade de saúde. O grupo intervenção foi composto por 105 gestantes com idade gestacional inicial entre a 14ª e a 20ª semana de gravidez, as quais receberam prescrição de 60 mg de ferro elementar por dia, por meio de sulfato ferroso, orie (mais) ntações alimentares e dosagem de hemoglobina realizada com fotômetro portátil. A partir de 34 semanas gestacionais esse grupo foi reavaliado quanto à hemoglobina e realizado consumo alimentar de freqüência semiquantitativo. O grupo controle foi avaliado transversalmente e era formado por 92 gestantes com idade gestacional superior a 34 semanas. Considerou-se anemia quando a hemoglobina foi inferior a 11 g/dL As gestantes de ambos os grupos foram pesadas e medidas, sendo o diagnóstico nutricional determinado pelo IMC pré-gestacional. Foi realizada análise multivariada por meio de regressão logística utilizando modelo hierárquico. RESULTADOS: a prevalência de anemia ao final do terceiro trimestre, no grupo intervenção, foi de 31,6%, e no grupo controle, 26,1% (p=0,43). O uso do suplemento de ferro foi referido por 65% das gestantes do grupo intervenção, sendo que 67,7% interromperam o uso em algum momento. Os motivos principais foram: esquecimento (43,2%) e enjôo e/ou vômito (27,2%). Gestantes com escolaridade inferior a 8 anos de estudo apresentaram 3 vezes mais risco na ocorrência de anemia no terceiro trimestre. CONCLUSÕES: o uso de sulfato ferroso não mostrou-se associado à menor prevalência de anemia. Os resultados sugerem que são necessárias mudanças estruturais nas condições socioeconômicas para se modificar o quadro atual quanto à anemia ferropriva. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the impact of supplementary ferrous sulfate and dietary counseling on hemoglobin levels in pregnant women. METHODS: a total of 197 pregnant women were evaluated during antenatal care at a health center. The treatment group consisted of 105 women who were prescribed 60 mg dietary iron per day, received dietary counseling and had hemoglobin measured by a portable photometer between the 14th and 20th week of pregnancy. The treatment group was reevaluated (mais) according to hemoglobin levels and food intake by a semiquantitative food frequency questionnaire after the 34th week of pregnancy. The control group consisted of 92 women in a cross-sectional study, at no less than 34 weeks of pregnancy. Hemoglobin was analyzed by a portable photometer and anemia was defined concentrations of less than 11 g/dL. All pregnant women had their weight and height measured. Hierarchical logistic regression model was developed for the multivariate analysis. RESULTS: prevalence of anemia at the end of the third trimester was 31.6% in the treatment group and 26.1% in the control group (p=0.43). Use of the prescribed supplement was reported by 65% of women in the treatment group, of which 67.7% interrupted the treatment at some point. Principal reasons for interrupting treatment were forgetting (43.2%) and nausea or vomiting (27.2%). Risk of anemia in the third trimester was three times higher in women with less than 8 years of schooling. CONCLUSIONS: use of ferrous sulfate was not shown to be associated with lower prevalence of anemia. The results suggest that structural changes in socioeconomic conditions are needed in order to alter the current situation regarding iron deficiency anemia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Prevalência de anemia em pré-escolares e resposta ao tratamento com suplementação de ferro/ Prevalence of anemia among preschoolers and response to iron supplementation

Costa, Juliana T.; Bracco, Mario M.; Gomes, Paulo A. P.; Gurgel, Ricardo Q.
2011-02-01

Resumo em português OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de anemia entre os pré-escolares da rede pública de Ilhabela (SP) e a resposta ao tratamento instituído. MÉTODOS: Estudo com 667 pré-escolares, entre 2007 e 2008. As crianças foram avaliadas na escola quanto ao peso, estatura e concentração de hemoglobina. As anêmicas foram tratadas com sulfato ferroso por 12 semanas, com uma consulta intermediária e outra ao final. RESULTADOS: A prevalência de anemia foi de 25,6% (170 criança (mais) s). A concentração de hemoglobina mais baixa foi de 9,5 g/dL. A maior prevalência de anemia (36%) ocorreu em crianças de 60 a 65 meses de idade. A mediana da concentração de hemoglobina evoluiu de 10,5 g/dL para 11,8 g/dL ao final do tratamento, recuperando 76% das crianças. CONCLUSÃO: A identificação de crianças anêmicas nas escolas, o pronto tratamento da anemia e o acompanhamento durante o tratamento mostrou ser estratégia eficaz no combate a esse importante problema de saúde pública. Resumo em inglês OBJECTIVES: To assess the prevalence of anemia among children attending public preschools in Ilhabela, state of São Paulo, Brazil, and their response to a treatment regimen. METHODS: Between 2007 and 2008, the weight, height, and hemoglobin levels of 667 children were measured in the school setting. Anemic children were prescribed a 12-week course of ferrous sulfate, and follow-up assessment visits were scheduled for halfway through this course and the end of treatment. (mais) RESULTS: The prevalence of anemia was 25.6% (N = 170). The lowest hemoglobin level measured was 9.5 g/dL. Anemia was most prevalent (36%) in children between the ages of 60 and 65 months. Median hemoglobin levels rose to 11.8 g/dL from 10.5 g/dL after treatment; 76% of children recovered from anemia. CONCLUSION: Screening for anemia in the school setting and prompt therapy, including mid-treatment follow-up, proved to be an effective strategy for facing this major public health issue.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Sintomas visuais de deficiência de micronutrientes e composição mineral de folhas em mudas de goiabeira/ Visual symptoms of micronutrient deficiency and of mineral content in guava young plant leaves

Salvador, João Odemir; Moreira, Adônis; Muraoka, Takashi
1999-09-01

Resumo em português Com o objetivo de verificar os sintomas visuais de deficiência nutricional de micronutrientes e avaliar a composição mineral das folhas, conduziu-se um experimento em solução nutritiva. Os tratamentos foram assim constituídos: (1) solução completa (testemunha); (2) menos B; (3) menos Cu; (4) menos Fe; (5) menos Mn; (6) menos Mo; e (7) menos Zn. As soluções foram renovadas a cada 20 dias. As deficiências de boro, cobre, ferro, manganês e zinco resultaram na man (mais) ifestação de sintomas visíveis e característicos. Esse fato não foi verificado com relação ao Mo. As concentrações de cada nutriente no terceiro par de folhas dos tratamentos deficientes e completo, em mg kg-1, foram respectivamente: B (7 e 43); Cu (2 e 6); Fe (55 e 117); Mn (5 e 23) e Zn (9 e 14). Foram verificadas algumas interações, como, Cu x Fe, Cu x Mn, Fe x B, Fe x Zn, Mn x Zn, B x Ca e B x P. A quantidade de matéria seca produzida apresentou redução em todos os tratamentos em que a solução nutritiva era omissa em um micronutriente, exceto naquele em que o Mo estava ausente. Resumo em inglês In order to identify the visual symptoms of micronutrient deficiency and of mineral content in the guava young plant leaves, seedlings were grown in a greenhouse experiment in seven different treatments as follows: (1) complete; (2) without B; (3) without Co; (4) without Fe; (5) without Mn; (6) without Mo; and (7) without Zn. The solutions were changed every 20 days. All symptoms were described and the deficiencies due of boron, copper, iron, manganese and zinc could be c (mais) learly noticed in the leaves. This fact was not observed for Mo. After 65 days, the third pair of leaves was collected, to assess the nutrient contents which were in mg kg-1: B (7 - 43); Cu (2 - 6); Fe (55 - 117); Mn (5 - 23) e Zn (9 - 14). The first number in parentheses represents the deficient treatment, and the second the complete treatment. Several interactions were found, such as Cu with Fe, Cu with Mn, Fe with B, Fe with Zn, Mn with Zn, B with Ca and B with P. A decrease on dry matter yield could be observed when certain micronutrients were not applied, except for the one in which Mo was absent.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Prevalência de anemia em gestantes de primeira consulta em centros de saúde de área metropolitana, Brasil/ The prevalence of anemia in first consultation pregnant women of health centers in a metropolitan area, Brazil

Guerra, Elvira Maria; Barretto, Orlando César de Oliveira; Vaz, Adelaide José; Silveira, Maria Beatriz
1990-10-01

Resumo em português No período de abril a outubro de 1988, foram estudadas 363 gestantes de primeira consulta, as quais estavam inscritas no Programa de Atendimento à Gestante da Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo, subdistrito do Butantã, Município de São Paulo, Brasil. Na ocasião da coleta do material biológico estas gestantes não faziam uso de medicamentos contendo ferro, ácido fólico, vitamina B12 ou associações destes. A idade média das gestantes foi de 25 anos, 65 (mais) ,9% delas pertenciam a famílias com renda até 1 SMPC (salário mínimo per capita) e apenas 3,1% pertenciam a famílias com renda superior a 3 SMPC. A prevalência de anemia foi de 12,4%. A média da concentração de hemoglobina (g/dl) no primeiro trimestre foi significativamente maior que as médias no segundo e terceiro trimestres gestacional. A prevalência de anemia no primeiro trimestre: (3,6%) foi significativamente menor do que aquelas encontradas no segundo (20,9%) e terceiro trimestre (32,1%). As gestantes que tiveram mais que três partos tiveram prevalência de anemia significativamente maior do que aquelas com até três partos. A prevalência de anemia foi maior no grupo das gestantes que pertenciam a famílias com renda até 0,5 SMPC. Resumo em inglês Three hundred and sixty-three pregnant women enrolled in the Pregnancy Medical Care Program of S. Paulo Health Department from the district of Butantan, S. Paulo city, Brazil, were studied at the first routine consultation. At the time they were examined they were not given any medicine containing iron, folie acid or vitamin B12. Their average age was 25 and 65.9% belonged to families with a monthly per capita income below US$ 50.00. Only 3.1% had a per capita income abov (mais) e U$$ 150.00. The prevalence of anemia was 12.4%. The hemoglobin concentration (grams/dl) in the first trimester was significantly higher than in the second and third trimester of pregnancy. The prevalence of anemia in the first trimesters (3.6%) was significantly smaller than that found in the second (20.9%) and third semesters (32.1%). Those women who had had more than three gestations presented a higher prevalence of anemia than those with less than three, and the prevalence of anemia was higher in the group whose families had a monthly per capita income below US$ 25.00.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Prevalência de anemia em gestantes de primeira consulta em centros de saúde de área metropolitana, Brasil/ The prevalence of anemia in first consultation pregnant women of health centers in a metropolitan area, Brazil

Guerra, Elvira Maria; Barretto, Orlando César de Oliveira; Vaz, Adelaide José; Silveira, Maria Beatriz
1990-10-01

Resumo em português No período de abril a outubro de 1988, foram estudadas 363 gestantes de primeira consulta, as quais estavam inscritas no Programa de Atendimento à Gestante da Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo, subdistrito do Butantã, Município de São Paulo, Brasil. Na ocasião da coleta do material biológico estas gestantes não faziam uso de medicamentos contendo ferro, ácido fólico, vitamina B12 ou associações destes. A idade média das gestantes foi de 25 anos, 65 (mais) ,9% delas pertenciam a famílias com renda até 1 SMPC (salário mínimo per capita) e apenas 3,1% pertenciam a famílias com renda superior a 3 SMPC. A prevalência de anemia foi de 12,4%. A média da concentração de hemoglobina (g/dl) no primeiro trimestre foi significativamente maior que as médias no segundo e terceiro trimestres gestacional. A prevalência de anemia no primeiro trimestre: (3,6%) foi significativamente menor do que aquelas encontradas no segundo (20,9%) e terceiro trimestre (32,1%). As gestantes que tiveram mais que três partos tiveram prevalência de anemia significativamente maior do que aquelas com até três partos. A prevalência de anemia foi maior no grupo das gestantes que pertenciam a famílias com renda até 0,5 SMPC. Resumo em inglês Three hundred and sixty-three pregnant women enrolled in the Pregnancy Medical Care Program of S. Paulo Health Department from the district of Butantan, S. Paulo city, Brazil, were studied at the first routine consultation. At the time they were examined they were not given any medicine containing iron, folie acid or vitamin B12. Their average age was 25 and 65.9% belonged to families with a monthly per capita income below US$ 50.00. Only 3.1% had a per capita income abov (mais) e U$$ 150.00. The prevalence of anemia was 12.4%. The hemoglobin concentration (grams/dl) in the first trimester was significantly higher than in the second and third trimester of pregnancy. The prevalence of anemia in the first trimesters (3.6%) was significantly smaller than that found in the second (20.9%) and third semesters (32.1%). Those women who had had more than three gestations presented a higher prevalence of anemia than those with less than three, and the prevalence of anemia was higher in the group whose families had a monthly per capita income below US$ 25.00.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Mobilidade do sulfentrazone em Nitossolo Vermelho e em Neossolo Quartzarênico/ Mobility of sulfentrazone in Red Nitosol and Quartzarenic Neosol

Rossi, C.V.S.; Alves, P.L.C.A.; Marques Júnior, J.
2003-04-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi determinar a mobilidade do herbicida sulfentrazone em duas classes de solos (Nitossolo Vermelho e Neossolo Quartzarênico), em função de índices pluviométricos crescentes, sendo, portanto, influenciado pelas propriedades químicas e físicas dos solos com diferentes teores de ferro. Em tubos de PVC de 10 cm de diâmetro por 50 cm de comprimento, preenchidos com os solos e saturados com água a 65% (p/p), foi aplicado o sulfentrazone (800 (mais) g ha-1). Na seqüência, foram simuladas chuvas diárias de 10 mm até atingir os índices pluviométricos de 30, 60 e 90 mm. Os tubos de PVC foram então desmontados - semeando-se Sorghum bicolor nas profundidades correspondentes de 2,5; 7,5; 12,5; 17,5; 22,5; e 30,0 cm da superfície do tubo - e mantidos em casa de vegetação por 15 dias, para avaliação da germinação e do crescimento inicial das plântulas. No final do experimento foram avaliadas as alterações morfofisiológicas que caracterizavam os efeitos tóxicos do produto, além de se medir o comprimento da parte aérea até a última lígula visível e a fitomassa seca das plantas. Quando sob precipitação de 90 mm no Neossolo Quartzarênico, o sulfentrazone formou uma banda de arraste de até 12,5 cm e, no Nitossolo Vermelho, até os 7,5 cm. Resumo em inglês The objective of this work was to determine the mobility of sulfentrazone in two soil classes (Red Nitosol and Quartzarenic Neosol), as a function of increasing rainfall indices, being the herbicide was influenced by the chemical and physical properties of the soils with different iron contents. Sulfentrazone (800 g ha-1) was applied on 10 cm diameter x 50 cm long PVC tubes, filled with the soils and saturated with water at 65% (w/w). Subsequently, 10 mm rainfall events w (mais) ere simulated daily until 30, 60 and 90 mm rainfall indices were reached. The PVC tubes were then disassembled and Sorghum bicolor seeds were sowed on soil at depths of 2.5; 7.5; 12.5; 17.5; 22.5 and 30.0 cm from the tube surface and maintained in a greenhouse for 15 days for germination and initial growth evaluation. In the end of the experiment the morphophysiological changes, which characterized the toxic effects of the product, were evaluated. The length of the shoot, up to the last visible ligule and the plant dry biomass were also measured. When submitted to a 90 mm rainfall in the Quartzarenic Neosol, sulfentrazone formed a band that percolated down to 12,5 cm and in the Red Nitosol, down to 7,5 cm.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Avaliação nutricional de uma dieta suplementada com multimistura: estudo em ratos/ Nutritional evaluation of a diet supplement with "multimistura": study with rats

Madruga, Marta Suely; Santos, Hosana Bandeira; Bion, Francisca Martins; Antunes, Norma Lúcia Marinho
2004-03-01

Resumo em português Foi realizado estudo utilizando-se 60 ratos machos Wistar, com o objetivo de avaliar a influência de uma multimistura no combate à desnutrição. Todos os ratos foram submetidos a 14 dias de depleção, após este período, 12 ratos foram selecionados para formar o Grupo 0 ou Aprotéico; o restante foi distribuído em 4 grupos: I - dieta controle; II - dieta creche; III - dieta creche mais 1,2g de Multimistura e IV - dieta creche mais 2,4g de multimistura. A multimistur (mais) a constituía-se por 47,5% de fubá de milho; 47,5% de farelo de trigo; 4% de pó de sementes de melão, gergelim, abóbora e amendoim; 0,5% de pó da folha da mandioca e 0,5% do pó da casca de ovo. A composição centesimal da multimistura reportou elevados teores de carboidratos (74,24%) e proteínas (11,75%). A multimistura apresentou em sua composição mineral 8,07% de ferro; 357,45mg% de cálcio; 235,10mg% de magnésio; 677,65% de potássio; 570,21mg% de fósforo e 7,02mg% de sódio. No ensaio biológico, observou-se que o Grupo I - controle - obteve um ganho de peso corporal de 42% mais elevado que os Grupos II e III e 37% a mais que o Grupo IV. As ingestões alimentar e protéica foram superiores no Grupo I. Observou-se que o acréscimo de multimistura não influenciou na recuperação ponderal dos ratos. Resumo em inglês A study was developed with 60 Wistar male rats, aiming to evaluate the influence of a "multimistura" against malnutrition. All animals were submitted to 14 days of malnutrition, and after this period, 12 rats were selected to constitute group "O" or non-protein; the others were distributed among 4 groups: I - control diet of casein; II - crèche diet; III - crèche diet plus 1,2g of multimistura; IV - crèche diet plus 2.4g of "multimistura". The "multimistura" was formul (mais) ated by using 47.5% of corn bran, 47.5% of wheat bran, 4% of powder from melon seeds, sesame, pumpkinseeds and peanut; 0.5% of powder from cassava leaves and 0.5% of eggshell powder. The chemical composition showed that the multimistura presented high contents of carbohydrates (74.24%) and proteins (11.75%). The "multimistura" presented in its mineral composition 8.07mg% of iron; 357.45mg% of calcium; 235.10mg% of magnesium; 677.65mg% of potassium; 570.21mg% of phosphorus and 7.02mg% of sodium. The biological essay revealed that group I presented a body-weight 42% higher than groups II and III, and 37% more than group IV. The food and protein intake were better presented by group I. The addition of multimistura did not affect the rat recovery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Prevalência de anemia e hipovitaminose A em puérperas do Centro de Atenção à Mulher do Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira, IMIP: um estudo piloto/ Anemia and hipovitaminosis in postpartum women seen at the Women's Care Center of the Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira, IMIP: a pilot study

Lopes, Renan Éboli; Ramos, Karla da Silva; Bressani, Cristiane Campello; Arruda, Ilma Kruse de; Souza, Ariani Impieri de
2006-05-01

Resumo em português OBJETIVOS: este estudo avaliou a prevalência de anemia e hipovitaminose A em puérperas no Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira - IMIP. MÉTODOS: estudo descritivo tipo corte transversal com uma amostra de 72 puérperas que já se encontravam de alta hospitalar. RESULTADOS: a idade variou entre 12 e 41 anos, com mediana de 22,5 anos. Observou-se bom nível de escolaridade, embora sete delas referissem três ou menos anos de estudo. Uso de algum tipo de supl (mais) emento contendo ferro durante a gestação foi informado por 48 mulheres. Observou-se que 43,1% apresentaram concentração de hemoglobina menor que 10,0 g/dL e 65,3% menor que 11,0 g/dL. Microcitose ocorreu em 14 pacientes (19,4%), não havendo casos de macrocitose. Os níveis de hipovitaminose A foram elevados: 25,0% apresentaram retinol abaixo de 20 µg/dL. Observou-se uma tendência de associação entre puérperas não anêmicas e normocitose (volume corpuscular médio x anemia); tomando o ponto de corte para anemia de 11,0 g/dL houve associação positiva entre anemia durante a gestação e uso de compostos ferrosos. CONCLUSÕES: a prevalência de anemia foi elevada, embora a freqüência de microcitose tenha sido baixa. A prevalência de hipovitaminose A foi alta, alcançando níveis considerados como problema de saúde pública no Brasil. Resumo em inglês OBJECTIVES: this study assessed anemia and hypovitaminosis A in puerperal women seen at the Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira - IMIP. METHODS: descriptive cross sectional study using a sample of 72 puerperal hospital discharged women. RESULTS: age ranged from 12 to 41 years old, median age of 22.5 years old. A good school level was noted, although seven of these women declared three years or less of education. Some type of iron supplement intake during pr (mais) egnancy was informed by 48 women. It was noted that 43.1% showed hemoglobin concentration below 10,0 g/dL and 65.3% below 11,0 g/dL. Microcitosis occurred in 14 patients (19.4%) with no microcitosis case. The levels of hypovitaminosis A were high: 25.0% had retinol levels under 20 µg/dL. An association tendency between puerperal non-anemic women and normocitosis (median corpuscular weight X anemia) was present; with a cut-off point for anemia of 11,0 g/dL, a positive association between anemia during pregnancy and the use of iron supplements was noted. CONCLUSIONS: anemia prevalence was high, although microcitosis frequency was low. Prevalence of hypovitaminosis A was high reaching levels considered a public health issue in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Mobilidade do sulfentrazone em latossolo vermelho e em chernossolo/ Mobility of sulfentrazone in red latosol and chernosol

Rossi, C.V.S.; Alves, P.L.C.A.; Marques Júnior, J.
2005-12-01

Resumo em português Este trabalho objetivou determinar a mobilidade do sulfentrazone em duas classes de solos em função de índices pluviométricos, bem como possíveis influências das propriedades químicas e físicas de Latossolo Vermelho e Chernossolo com diferentes teores de ferro na ação do herbicida. Foram utilizados como recipientes 36 tubos de PVC de 10 cm de diâmetro por 50 cm de comprimento. Os recipientes foram preenchidos com os solos e umedecidos a 65% (p/p) da capacidade (mais) de saturação, quando se fez a aplicação do sulfentrazone (800 g ha-1 de i.a.) na área exposta dos solos. Na seqüência, foram simuladas chuvas diárias de 10 mm até atingir o índice pluviométrico desejado (30, 60 e 90 mm), sendo, posteriormente, desmontados seis tubos de cada solo (com e sem aplicação). Foram semeadas cinco sementes de sorgo (Sorghum bicolor) nas profundidades de 2,5; 7,5; 12,5; 17,5; 22,5; e 30,0 cm, mantidas em casa de vegetação por 15 dias para avaliação da germinação e do crescimento inicial. Decorrido esse tempo, foi realizada avaliação de possíveis alterações morfofisiológicas que pudessem ser caracterizadas como efeitos tóxicos do produto e mediu-se o comprimento da parte aérea até a última lígula visível. As partes aéreas foram secas em estufa com circulação forçada de ar (70 ºC por 96 horas), para obtenção de matéria seca. No Chernossolo ocorreu uniformidade da distribuição do produto ao longo do tubo, proporcional à precipitação, e no Latossolo Vermelho o sulfentrazone foi pouco móvel, permanecendo na camada superficial, independentemente da precipitação. Resumo em inglês This study aimed to determine the mobility of sulfentrazone in two soil classes as a function of increasing rain indices, as well as possible influences of chemical and physical properties of soils with different iron oxide contents (Red Latosol and Chernosol), on herbicide action. The containers consisted of 36 PVC tubes (10 cm diameter x 50 cm long), which were filled with the soils and saturated in 65% (w/w) water followed by sulfentrazone (800 g ha-1 of a.i.) applicat (mais) ion on the exposed area. Daily rainfalls of 10 mm were subsequently simulated and, as the desired rain indices were reached (30, 60 and 90 mm), six PVC tubes from each soil (with and without application) were disassembled. Five sorghum (Sorghum bicolor) seeds were seeded on soil at depths of 2.5; 7.5; 12.5; 17.5; 22.5 and 30.0 cm, and maintained under greenhouse conditions for 15 days for germination and initial growth evaluation. Also, evaluation of possible morphophysiological changes that could be characterized as toxic effects of the product was carried out and shoot length up to the last visible ligule was measured. The shoots were bagged and dried in a forced draught over (70 ºC for 96 h) to dry matter determination. There was a uniform distribution of the product on the length of the tube, proportional to the rainfall on Chernosol; on Red Latosol, sulfentrazone had little mobility, remaining on the top 2.5 cm, regardless of the rainfall.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Caracterização de quartzo para obtenção de suas variedades gemológicas por irradiação gama e/ou tratamento térmico/ Quartz characterization to obtain its gemological varieties by means of gamma irradiation and/or heat treatment

Drummond, Ney Friedemann; Mendes, Júlio César; Lameiras, Fernando Soares
2010-09-01

Resumo em português Apesar da grande produção de quartzo em Minas Gerais, pouco é conhecido sobre a influência do ambiente geológico na geração das variedades coloridas através de tratamento. Sabe-se que a irradiação gama, seguida ou não de aquecimento, conduz à formação de cores, tais como acontece com a ametista, prasiolita, green gold, beer, cognac, whisky e champagne. Amostras de ambientes hidrotermal e pegmatítico foram submetidas a ensaios por espectroscopia de absorçã (mais) o na região do infravermelho por transformada de Fourier (FTIR) e irradiação gama seguida ou não de tratamento térmico. Os espectros obtidos por FTIR mostram bandas correlacionadas a elementos dopantes, os quais indicam o potencial da amostra pelo aparecimento de cor e permitem determinar as doses que serão aplicadas na irradiação gama e as temperaturas que serão utilizadas no tratamento térmico. Os resultados dos ensaios mostraram que quartzo de ambiente hidrotermal com valores anômalos de ferro, com banda FTIR a 3.585cm-1, fator fa > 3,3 e área entre 400 e 600u.a*cm-1, poderá desenvolver a cor violeta; quartzo com anomalias de lítio na estrutura do cristal derivado de núcleo de pegmatitos altamente diferenciados ricos em minerais de lítio apresentando banda FTIR a 3.485cm-1, fator fLi > 2,0 e irradiado com doses de 65 a 400kGy pode desenvolver cores amarelo-esverdeadas a acastanhadas. É possível concluir que ametista e prasiolita são produzidas de quartzo de ambiente hidrotermal, enquanto variedades gemológicas raras, tais como green gold, beer, cognac, whisky e champagne são produzidas de quartzo de pegmatitos altamente diferenciados, que contêm minerais de lítio. Resumo em inglês Despite the large production of quartz in Minas Gerais, little is known about the geological environment influence on the generation of colored varieties by treatment. It is known that gamma irradiation, followed or not by heating, leads to the generation of colors such as amethyst, prasiolite, green gold, beer, cognac, whisky and champagne. Samples from hydrothermal and pegmatitic environments were subjected to tests by absorption spectrometry in the infrared region with (mais) the FOURIER transform (FTIR), gamma irradiation and heat treatment. The obtained FTIR-spectra show characteristic bands correlated to doping-elements, which indicates the color appearance potential of the sample, and allow to quantify the applied doses of gamma irradiation and the temperatures in heat treatment. The results of the tests indicate that quartz from a hydrothermal environment with anomalous levels of iron, with FTIR-band of 3585cm-1, factor fa > 3.3 and area between 400 a 600u.a*cm-1, may develop a violet color; quartz with lithium anomaly in the crystal structure derived from nuclei of highly differentiated pegmatites rich in lithium minerals, presenting FTIR-band of 3485cm-1, fLi factor > 2 and irradiated with doses of 65 to 400kGy, may develop yellow-green and brown colors. It is possible to conclude that amethyst and prasiolite are produced from quartz from a hydrothermal environment, while rare varieties such as green gold, beer, cognac, whisky and champagne are generated from quartz from highly differentiated pegmatites that bear Li-minerals.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Subpopulações dos reticulócitos e fração de reticulócitos imaturos como indicadores de aumento da eritropoese em doentes com anemia por deficiência de ferro/ Reticulocyte subpopulations and immature reticulocyte fractions as indicators of increased erythropoiesi in patients with iron deficiency anaemia

João, Ana R.; Pinto, Sandra; Costa, Elísio
2008-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho é o de estudar as subpopulações dos reticulócitos e a fração de reticulócitos imaturos (IFR) enquanto indicadores de atividade eritropoética em pacientes com anemia por deficiência de ferro e determinar o seu grau de correlação com os marcadores tradicionais de deficiência de ferro. Estudamos um total de 96 indivíduos, com idades compreendidas entre os 20 e os 86 anos, divididos em dois grupos: indivíduos controle (n=30) e indivídu (mais) os com anemia por deficiência de ferro (n=66). A todos eles foi efetuado hemograma completo, incluindo contagem de reticulócitos e os seus índices de maturação, ferro, transferrina, ferritina e capacidade total de fixação do ferro. Os indivíduos com anemia por deficiência de ferro mostraram um aumento da proporção de IFR quando comparados com o grupo controle (15.02 ± 9.70% vs 6.43 ± 3.98%, p Resumo em inglês The aim of this work is to investigate reticulocyte subpopulations and immature reticulocyte fractions as indicators of bone marrow erythropoietic activity in patients with iron-deficiency anemia and their correlations with traditional hematological and biochemical markers of iron deficiency. A total of 96 individuals, aged 20 to 86 years old, were included in this study. These individuals were divided into two groups: healthy controls (n=30) and iron-deficiency anemia (n (mais) =66). Complete blood counts including reticulocytes and their subpopulations, iron, ferritin and transferrin and total binding capacity were determined in all individuals. Patients with iron-deficiency anemia had an increased proportion of immature reticulocyte fractions when compared with controls (15.02 ± 9.70% vs. 6.43 ± 3.98%, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Seqüência Latossolo Amarelo - Podzólico Amarelo - Areias Quartzosas sob material da formação barreiras na região de Tucuruí, estado do Pará/ Oxisol-Ultisol-Entisol sequence developed from clayey material near Tucuruí region, Pará state, Brazil

Demattê, J.A.M.; Aloisi, R.R.; Demattê, J.L.I.
1994-08-01

Resumo em português Estudou-se uma seqüência de Latossolo Amarelo-Podzólico Amarelo-Areia Quartzosa desenvolvida em sedimentos da Formação Barreiras. A área se localiza no sul do Pará, nas proximidades entre Tucuruí e o Rio Moju, distando 65km da Usina Hidroelétrica de Tucuruí. Foi escolhida uma encosta de aproximadamente 1500 metros formada por Latossolo na parte alta e Podzólico Amarelo na encosta, ambos argilosos, terminando em amplo vale de fundo arenoso, com forte hidromorfí (mais) smo. Os regimes de temperatura são isohipertérmico e hipertérmico e os de umidade ústico e áquico, nas partes elevadas e fundo do vale, respectivamente. Foram abertas quatro trincheiras ao longo da encosta e feitas oito tradagens para apoio. O material de origem é representado pela caolinita. Verificou-se que a diferenciação lateral dos solos: Latossolo Amarelo na parte alta, Podzólico Latossólico na encosta e Areia Quartzosa no fundo do vale, pode ser devida principalmente a processos de remoção e/ou destruição de finos (argila silicatada + óxidos). O encharcamento temporário e a gleização acentuada, exerceram papel preponderante na diferenciação da seqüência estudada. Resumo em inglês The objective of this work was to study the genesis of an Oxisol-Ultisol-Entisol sequence, developed from sediments of the Barreiras Formation in the Tucurui region. The area is located about 65 km from Tucurui. In this area a soil topo sequence was selected, represented by a clayey oxisol in the higher parts, a clayey ultisol in the middle part, ending in an ample valley of sandy botton, with strong hidromorphism. The temperature regimes are isohyperthermic and hyperther (mais) mic and the moisture regimes are udic and aquic, in the higher parts and valley botton, respectively. Four profiles were examined and auger samples were taken in eight representative sites. The parent material is represented by clayey sediments from the Barreiras Formation. Chemically, the soils are leached with high aluminum saturation, dominated by kaolinite clay minerals. In the higher parts of the sequence the textura! gradient is similar and the iron oxides are mainly in crystalline forms. Downslope the textural gradient increases and the iron forms are less crystalline. At the valley botton the process of the fine fraction loss (also due to the hydromorphism) is completed remaining a sandy deep mantle. The iron oxides dissapear, remaining the kaolinite in smaller proportion. The soil sequence evolution may probably be developed by the degradation of the latossolic clayey material of the higher portions of the landscape.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Estudo das mutações C282Y, H63D e S65C do gene HFE em doentes brasileiros com sobrecarga de ferro/ Study of C282Y, H63D and S65C mutations in the HFE gene in Brazilian patients with iron overload

Cançado, Rodolfo D.; Guglielmi, Aline C. O.; Vergueiro, Carmen S. V.; Rolim, Ernani G.; Figueiredo, Maria Stella; Chiattone, Carlos S.
2007-12-01

Resumo em português Hemocromatose é uma das doenças genéticas mais freqüentes no ser humano e uma das causas mais importantes de sobrecarga de ferro. Os objetivos deste estudo foram determinar a freqüência das mutações C282Y, H63D e S65C do gene HFE em doentes brasileiros com sobrecarga de ferro, verificar a coexistência de anemia hemolítica hereditária, hepatite C e consumo excessivo de bebida alcoólica nestes doentes e avaliar a influência destas variáveis sobre os depósitos (mais) de ferro do organismo. Saturação da transferrina, ferritina sérica e análise das mutações C282Y, H63D e S65C do gene HFE, pelo método da PCR, foram determinadas em cinqüenta doentes com sobrecarga de ferro atendidos no Hemocentro da Santa Casa de São Paulo entre janeiro de 2000 e maio de 2004. A freqüência de mutação do gene HFE nos doentes com sobrecarga de ferro foi de 76,0% (38/50). Saturação da transferrina e ferritina foram significativamente maiores nos doentes homozigotos para a mutação C282Y confirmando a correlação entre genótipo C282Y/C282Y e maior risco de sobrecarga de ferro. A coexistência de hepatite C, consumo excessivo de bebida alcoólica ou anemia hemolítica hereditária estão implicados em aumento dos estoques de ferro e constituem fator de risco adicional em pacientes com mutação do gene HFE para a condição de sobrecarga de ferro. Resumo em inglês Hemochromatosis is one of the most frequent genetic diseases in humans and one of the most important causes of iron overload. The aims of this study were to determine the frequency of C282Y, H63D and S65C mutations of the HFE gene in Brazilian patients with iron overload, to verify the coexistence of chronic hemolytic anemia, hepatitis C and excessive alcohol consumption and to evaluate the influence of these variables on body iron deposits. Transferrin saturation, serum (mais) ferritin and C282Y, H63D and S65C HFE gene mutations (by PCR method) were determined in 50 patients with iron overload in the Hemocentro da Santa Casa de São Paulo between January 2000 and May 2004. The frequency of the HFE gene mutations in patients with iron overload was 76.0% (38/50). Transferrin saturation and serum ferritin were significantly higher in homozygous patients with the C282Y mutation confirming the correlation between the C282Y/C282Y genotype and a higher risk of iron overload. The coexistence of chronic hemolytic anemia, hepatitis C and excessive alcohol consumption are implicated in increased iron deposits and constitute additional risk factors in patients with HFE gene mutations for iron overload.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Estado nutricional e absorção intestinal de ferro em crianças com doença hepática crônica com e sem colestase/ Nutritional status and intestinal iron absorption in children with chronic hepatic disease with and without cholestasis

Mattar, Regina Helena Guedes da Motta; Azevedo, Ramiro Anthero de; Speridião, Patricia Graça Leite; Fagundes Neto, Ulysses; Morais, Mauro Batista de
2005-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a ingestão alimentar, a ocorrência de desnutrição energético-protéica e de anemia e a absorção intestinal de ferro em crianças com doença hepática crônica. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram estudados 25 pacientes com doença hepática crônica, sendo 15 com colestase e 11 sem colestase. A idade variou entre 6,5 meses e 12,1 anos. A absorção intestinal de ferro foi avaliada pela elevação do ferro sérico uma hora após a ingestão de 1 mg/kg d (mais) e ferro elementar e pela resposta à ferroterapia oral. A absorção intestinal de ferro foi comparada com um grupo de crianças com anemia ferropriva. RESULTADOS: A ingestão média de energia e proteínas nos pacientes com doença hepática com colestase foi maior do que nos pacientes sem colestase. O déficit nutricional foi mais grave nos pacientes com colestase, predominando os déficits de estatura-idade e peso-idade. A anemia foi freqüente tanto nas crianças com doença hepática com colestase (11/14; 78,6%) como nas sem colestase (7/11; 63,6%). Na doença hepática com colestase, observou-se menor (p Resumo em inglês OBJECTIVES: to evaluate food intake, occurrence of energy-protein malnutrition and anemia, and intestinal iron absorption in children with chronic liver disease. METHODS: The study included 25 children with chronic liver disease, 15 with cholestasis and 11 without cholestasis. The age varied between 6.5 months and 12.1 years. Intestinal iron absorption was evaluated by the increment of serum iron one hour after the ingestion of 1 mg/kg of elemental iron and by the respons (mais) e to oral iron therapy. Iron intestinal absorption was compared to a group with iron deficiency anemia (without liver disease). RESULTS: The mean intake of energy and protein in the cholestatic group was higher than in patients without cholestasis. The nutritional deficit was more severe in cholestatic patients, especially with regard to height-for-age and weight-for-age indices. Anemia was found in both cholestatic group (11/14; 78.6%) and noncholestatic group (7/11; 63.6%). The cholestatic group presented lower (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Disponibilidade de fósforo em solos avaliada por diferentes extratores/ Phosphorus availability in soils, determined by different extracting procedures

Silva, Fábio Cesar da; Raij, Bernardo Van
1999-02-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi o estudo comparativo dos extratores mais importantes do fósforo do solo. É apresentada uma revisão da literatura sobre métodos de avaliação da disponibilidade de fósforo em solos. Os métodos considerados foram: resina trocadora de ânions, Olsen, Bray 1, Bray 2, Mehlich 1, Truog, Morgan, Égner, Água, CaCl2 0,01M, papel de filtro com hidróxido férrico, e as técnicas de troca isotópica, expressos como valor E e valor L. Nos trabal (mais) hos considerados, as comparações de métodos foram feitas com base em correlações entre o P absorvido pelas plantas e o P extraído do solo pelas diferentes técnicas. Inicialmente, foi feita uma comparação conjunta dos resultados de todos os trabalhos, considerando os coeficientes de determinação (r²). Os valores médios obtidos e o número de artigos em que o método foi testado, indicados entre parênteses, foram os seguintes: resina trocadora de ânions, 70% (34); valor E, 68% (16); valor L, 65% (8); Olsen, 54% (48); Bray 1, 50% (42); Mehlich 1, 46% (25); Égner, 44% (9); Bray 2, 42% (19); Água, 42% (15); Truog, 38% (13); CaCl2, 36% (13), e Morgan, 32% (13). O confronto dos diversos métodos em duplas, considerando-se os pares de resultados (r²) obtidos pelos extratores que foram testados conjuntamente, através de correlações lineares e contraste de médias (teste t), levou à conclusão de que o método da resina foi estatisticamente superior aos demais. O método da resina tem os seguintes aspectos favoráveis: (a) apresenta valores de coeficientes de determinação, para a correlação entre P absorvido por plantas e P no solo, consistentemente superiores aos dos demais métodos na maior parte dos 72 trabalhos revisados; (b) pode ser usado tanto em solos ácidos como alcalinos, o que não é o caso para outros extratores importantes; (c) revela, adequadamente, o efeito da calagem em aumentar a disponibilidade de P para as plantas, o que não acontece com os métodos Mehlich 1, Bray 1 e Olsen; (d) não superestima, como os extratores ácidos, a disponibilidade de P em solos tratados com fosfatos naturais; (e) é o que apresenta o melhor embasamento teórico para a determinação do chamado "fator quantidade" de P em solos, que é o mais importante índice da disponibilidade do nutriente. Resumo em inglês The objective of this paper was the comparative study of the most important extractors of soil phosphorus. It presents a literature review of papers that deal with methods of extraction for the evaluation of phosphorus availability in soils. The methods considered were: anion exchange resin, Olsen, Bray 1, Bray 2, Mehlich 1, Troug, Égner, water, 0,01M CaCl2, iron hydroxide impregnated filter paper (Pi) and the determinations of the E and L values. The comparison between (mais) results of soil analysis by different methods of phosphorus extraction in soils and phosphorus uptake by plants was initially made considering the coefficient of determination (r²) for several extractants. The following average values and corresponding numbers of articles in which the method was considered were obtained: resin, 70% (34); E value, 68% (16); L value, 65% (8); Olsen, 54% (48); Bray 1, 50% (42); Mehlich 1, 46% (25); Égner, 44% (9); Bray 2, 42% (19); Water, 42% (15); Truog, 38% (13); CaCl2, 36% (13), and Morgan, 32% (13). The comparison of several methods, considering the pairs of results (r²) obtained for the extractants, that were tested together through linear correlation and average contrasts (t student test), indicated that the resin method was statistically superior to the other methods. The resin method presents the following favorable features: (a) highest values for the determinations coefficients for the correlations between P uptake by plants and soil P by the different methods, as reviewed in 72 papers; (b) it can be used in both acid and alkaline soils, which is not the case for the other most commonly used methods; (c) it reveals adequately the effect of liming on the increase of P availability in soils for crops, which is not the case of Mehlich 1, Bray 1 and Olsen; (d) it does not overestimate P availability in soils treated with rock phosphates, as is the case of acid extractans; (e) it is the method with the best theoretical background.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Determinação da energia metabolizável de alimentos para codornas japonesas em postura/ Metabolizable energy of different feedstuffs tested in female Japanese quails

Moura, A.M.A.; Fonseca, J.B.; Takata, F.N.; Rabello, C.B.V.; Lombardi, C.T.
2010-02-01

Resumo em português Foram determinados os valores de energia metabolizável aparente (EMA), de energia metabolizável aparente corrigida por retenção de nitrogênio (EMAn) e do coeficiente de metabolização aparente da energia bruta (CMAEB%) do milho, sorgo, farelo de soja, farelo de glúten de milho e óleo de soja refinado. Foram utilizadas 240 codornas japonesas (Coturnix japonica), fêmeas com idade inicial de 60 dias, em delineamento experimental inteiramente ao caso, com seis tratam (mais) entos, cinco repetições e oito codornas por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de cinco rações experimentais e uma ração referência. Cada ração experimental foi constituída, na base da matéria natural, por 70% da ração referência e 30% do ingrediente a ser testado, com exceção da ração para determinação da EMAn do óleo de soja, com 10% de inclusão e 90% da ração referência. O experimento foi realizado em gaiolas distribuídas em baterias metálicas. Os valores de EMA, EMAn (em kcal/kg de matéria natural) e do CMAEB (%) do milho moído, sorgo, farelo de soja, farelo de glúten de milho e óleo de soja refinado foram, respectivamente: 3.572 e 3.612kcal/kg e 92,6%; 3.108 e 3.149kcal/kg e 80,9%; 2.633 e 2.676kcal/kg e 65,3%; 4.043 e 4.096kcal/kg e 75,0%; 9.335 e 9.379kcal/kg e 98,8%. Os valores de EMA descritos para outras espécies de aves são discrepantes dos obtidos no presente estudo, não sendo recomendado seu uso em formulação de rações para codornas japonesas em postura. Resumo em inglês The values of the apparent metabolizable energy (AME), the apparent metabolizable energy corrected for nitrogen retention (AMEn), and the apparent metabolization coefficient of crude energy (AMCCE) were determined in corn, sorghum, soybean meal, corn gluten meal, and refined soybean oil. Two-hundred and forty six-day-old female Japanese quails (Coturnix japonica) were used in a completely randomized design, with five replicates and eight quails per experimental unit. The (mais) treatments consisted of six experimental diets and one reference diet. Each experimental diet was constituted, as fed basis, for 70% of the reference ration and 30% of food that would be tested, except the ration that contained refined soybean oil that was tested, as fed basis, with 10% of addition and 90% of the reference ration. The biological assay was carried out in wired floor cages distributed in iron batteries. The respective values of AME, AMEn (kcal/kg of natural matter basis), and AMCCE (%) of ground corn, sorghum, soybean meal, corn gluten meal, and refined soybean oil were respectively: 3,572, 3,612kcal/kg, and 92.6%; 3,108, 3,149kcal/kg, and 80.9%; 2,633, 2,676kcal/kg, and 65.3%; 4,043, 4,096kcal/kg, and 75.0%; and 9,335, 9,379kcal/kg, and 98.8%. The values of AME described for other birds species were different from those obtained in this study and are not recommended to be used in ration composition for Japanese quails.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Crescimento inicial de mudas de pau ferro (Caesalpinia ferreaMart. ex Tul. var. leiostachya Benth.) sob diferentes regimes hídricos/ Initial growth of wood iron (Caesalpinia ferrea Mart. ex. Tul var. leiostachya Benth) under different hydric regimes

Lenhard, Nádia Regina; Scalon, Silvana de Paula Quintão; Novelino, José Oscar
2010-08-01

Resumo em português Objetivou-se, com este estudo avaliar o crescimento inicial de mudas de pau-ferro (Caesalpinia ferrea Mart. ex. Tul. var. leiostachya Benth -Fabaceae-Caesalpinioideae) sob quatro regimes hídricos (alagamento, 70%, 40% e 12,5% de capacidade de campo). As mudas foram submetidas aos tratamentos aos 60 dias de idade. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro repetições de oito mudas por tratamento. Após 7 dias de permanência sob tratamento, ini (mais) ciaram-se as avaliações. O diâmetro (6,5 mm), teor relativo de água (52,45%), área foliar específica (174,58 g cm²), taxa de crescimento relativo (0,0160 g g-1), taxa assimilatória líquida (0,0004 g dm-2 dias-1) e peso específico de folha (0,0062 g cm²) não variaram estatisticamente entre os tratamentos. As mudas sob 70% CC apresentaram maior altura (84,6cm), tamanho da raiz (28,9 cm), massa seca da raiz (6,24 g), área foliar (376,0 cm²), massa seca da folha (1,98 g), massa seca da parte aérea (8,27 g) e teor de clorofila (31,67 ìg cm²). A razão de peso específico (0,2368 g g-1) e o teor de nitrogênio (0,37 g kg-1) foram maiores sob 12,5% CC. A razão de área foliar (35,09 g g-1) foi menor sob 12,5% CC. Dessa forma, a melhor condição para a produção das mudas é em 70% da capacidade de campo. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the initial growth of Caesapinia ferrea Mart ex. Tul var. leiostachva Benth (Fabaceae-Caesalpinioideae) under four hidric regimes (overflow, 70, 40 and 12.5% of field capacity). The seedlings were submitted to the treatments after 60 days of age. The experimental delineation was completely randomized with four repetitions of eight seedlings for treatment. After 7 days of permanence under treatment, the evaluations had been initi (mais) ated. The diameter (6,5 mm), relative water content (52.45%), specific foliar area (174.58 g cm²), rate of relative growth (0.0160 g g-1), liquid assimilated rate (0.0004 g dm-2 days-1) and specific weight of leaf (0.0062 g cm²) did not vary statistically between the treatments. The seeds under 70% CC had presented greater height (84.6 cm), size of the root (28.9 cm), dry mass of the root (6.24 g), foliar area (376.0 cm²), dry mass of the leaf (1.98 g), dry mass of the aerial part (8.27 g) and content chlorofile (31.67 ìg cm²).The ratio of specific weight (0.2368 g g-1) and the nitrogen content (0.37 g kg-1) was higher under 12.5% CC. The ratio of foliar area (35.09 g g-1) was lower under 12.5% CC. Therefore, the best condition for the production of the seedlings is at 70% of the field capacity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Contribuição dos constituintes da fração argila de solos subtropicais à área superficial específica e à capacidade de troca catiônica/ Contribution of clay fraction minerals of subtropical soils to the specific surface area and cation exchange capacity

Souza Junior, Ivan Granemann de; Costa, Antonio Carlos Saraiva da; Sambatti, José Alexandre; Peternele, Wilson Sacchi; Tormena, Cássio Antonio; Montes, Célia Regina; Clemente, Celso Augusto
2007-12-01

Resumo em português A área superficial específica (ASE) está relacionada com diversas propriedades que definem o comportamento físico-químico dos solos. Neste trabalho, foi estudada a fração argila de 23 amostras de solos desenvolvidos a partir de diferentes materiais de origem, encontrados na região Sul do Brasil, a fim de estabelecer a contribuição dos principais constituintes para a ASE e a capacidade de troca de cátions efetiva (CTCe). Foram identificados os minerais por difra (mais) tometria de raios X (DRX); quantificados por análise termogravimétrica (ATG); determinados os valores de CTCe e de ASEt (total), pelo método do etilenoglicol mono-etil éter (EGME); de ASEe (externa), pelo método BET-N2; e de ASEi, pela diferença dos valores obtidos entre os dois métodos. Essas determinações foram feitas antes e após os procedimentos seqüenciais de dissolução seletiva, que visavam remover: a matéria orgânica (argila-NaOCl); a matéria orgânica e os óxidos de Fe livres (argila NaOCl + DCB); e a matéria orgânica, os óxidos de Fe livres, a caulinita, a gibbsita e os minerais aluminossilicatados de baixa cristalinidade (argila-NaOCl+DCB+NaOH 5 mol L-1). Os solos estudados apresentaram grande variação na mineralogia da fração argila; para a maioria deles, a caulinita foi o mineral predominante, seguido dos argilominerais do tipo 2:1 expansíveis ou dos óxidos e hidróxidos de Fe e Al. Entre a ASEe e a CTCe da fração argila-natural não se constatou relação de dependência, devido ao recobrimento da superfície da amostra pela matéria orgânica. O efeito agregante dos óxidos de Fe promoveu diminuição de 21 % da ASEe. Os argilominerais do tipo 2:1 encontram-se em concentrações variando de 3 a 65 % da fração silicatada, contribuindo com valores médios de 1.054 mmol c kg-1 e de 202 m² g-1 para CTCe e ASEt, respectivamente. A ASEi contribui com 58 % da ASEt na fração argila com remanescentes de argilominerais do tipo 2:1. Resumo em inglês The specific surface area (SSA) is related to several properties that define the soil physico-chemical behavior. In this research, 23 soil samples developed from different parent materials found in the southern Brazil were used. They were evaluated for the contribution of the main soil constituents to the effective cation exchange capacity (CECe) and SSA. The clay fraction minerals were identified by X ray diffraction (XRD) and quantified by thermal analysis; the CECe, th (mais) e SSAt (total) by the ethylene glycol monoethyl ether method (EGME), the SSAe (external) by the BET-N2 method, and the ASEi (internal) by the difference of the values obtained with the two methods. The clay fraction samples were determined before and after the following sequential selective dissolution procedures: removal of organic matter (clay-NaOCl); removal of organic matter and free iron oxides (clay-NaOCl + DCB); removal of kaolinite, gibbsite and low cristalinity aluminosilicate minerals (clay-NaOCl+DCB + NaOH 5 mol L-1). The mineralogy of the clay fraction of the soils varied considerably, as verified by X ray diffraction, thermogravimetric analysis, and SSA and CECe values. For most soils kaolinite is the predominant mineral in the clay fraction, followed by expandable 2:1 clay mineral or iron and aluminum oxihydroxides. SSA and CECe of the natural clay fraction were not correlated due to the occlusion of the clay surface by organic matter. Iron oxide aggregate effects reduced SSAe by 21 %. For the studied samples, the 2:1 clay minerals were present in concentrations varying from 3 to 65 % of the silicate fraction and presented average values of 1.054 mmol c kg-1 and 202 m² g-1 for CECe and SSEt, respectively. SSAi contributed with 58 % of SSAt of the clay fraction, mostly due to 2:1 clay type minerals.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Características químicas e valores energéticos de farelos de soja do oeste e sudoeste do Paraná/ Chemistry characteristics and energetics values of soybean meals

Rieger, Clovis; Oliveira, Vladimir de; Lovatto, Paulo Alberto; Araújo, Jocélio dos Santos; Peixoto, Érika Cosendey Toledo Mello; Silva, Marcelo Aparecido da
2008-02-01

Resumo em português Foi realizado um estudo para determinar a variabilidade de características químicas e valores energéticos de farelos de soja (FS) do oeste e sudoeste do Paraná. Foram estudadas 40 amostras colhidas em 10 processadores e distribuidores durante quatro meses consecutivos. Houve diferenças (P(mais) 60, 89,19, 89,08 e 88,72%, respectivamente). O FS 4 teve menor conteúdo de Ca (0,31%), enquanto os FS 5 e 7 mostraram os maiores teores de Ca (0,36 e 0,36%, respectivamente). Ocorreram diferenças (P Resumo em inglês A study was conducted to determine the variability on chemical and nutritional characteristics of soybean meal from the West and Southwest Paraná state. Forty samples of soybean meal were collected in ten different processors and distributors during four months consecutively. There were differences (P(mais) (88.96, 90.60, 89.19, 89.08 and 88.72%, respectively). The soybean meal 4 showed less content of Ca (0.31%), while the soybean meals 5 and 7 had higher levels of Ca (0.36 and 0.36, respectively). The calculated TMEn value of soybean meal 8 was higher (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Avaliação da eficácia do uso intravenoso de sacarato de hidróxido de ferro III no tratamento de pacientes adultos com anemia ferropriva/ Evaluation of the efficacy of intravenous iron III-hydroxide saccharate for treating adult patients with iron deficiency anemia

Cançado, Rodolfo D.; Brasil, Sérgio A. B.; Noronha, Tatiana G.; Chiattone, Carlos S.
2007-06-01

Resumo em português O objetivo desse estudo foi avaliar a eficácia do uso intravenoso de sacarato de hidróxido de ferro III no tratamento de pacientes adultos com anemia ferropriva. No período de janeiro de 2003 a dezembro de 2005, estudamos cinqüenta pacientes com anemia ferropriva que apresentaram intolerância e/ou resposta inadequada ao tratamento com ferro por via oral e/ou valor de hemoglobina inferior a 7,0 g/dL. Os principais exames laboratoriais realizados foram: hemograma compl (mais) eto, contagem de reticulócitos, ferro sérico, capacidade total de ligação de ferro e ferritina sérica. Os pacientes receberam uma dose semanal de 200 mg de sacarato de hidróxido de ferro III diluído em 250 mL de soro fisiológico a 0,9%, administrado por via intravenosa em trinta minutos. O tratamento foi realizado até a obtenção do valor de hemoglobina igual ou maior que 12,0 g/dL para mulheres e 13,0 g/dL para homens, ou até a administração da dose total de ferro parenteral recomendada para cada paciente. A idade mediana dos cinqüenta pacientes estudados foi de 45 anos, variando entre 28 e 76 anos; quarenta (80,0%) eram do sexo feminino. A causa mais comum de anemia ferropriva no sexo feminino foi sangramento uterino anormal observado em 25/40 pacientes (62,5%) e, no sexo masculino, gastrectomia parcial em 7/10 (70,0%). Vinte e quatro (48,0%) pacientes foram incluídos nesse estudo por falta de resposta à terapia com ferro oral, 22 (44,0%) por intolerância ao ferro oral e quatro (8,0%) por hemoglobina Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the efficacy of intravenous iron III-hydroxide saccharate to treat adult patients with iron deficiency anemia. Between January 2003 and December 2005 we studied 50 patients with iron deficiency anemia who presented intolerance or inadequate response to oral iron therapy, or hemoglobin level < 7 g/dL. The main laboratory tests performed were: complete blood cell count, reticulocyte count, serum iron, total iron-binding capacit (mais) y and serum ferritin. The patients received a weekly dose of 200 mg of iron diluted in 250 mL of 0.9% sodium chloride solution administered intravenously during 30 minutes. It was performed until a hemoglobin level = 12.0 g/dL for women or13.0 g/dL for men was reached or completing the administration of the total dose of parenteral iron recommended for each patient. The median age of the patients studied was 45 years (age range from 18 to 76). Forty out of 25 patients (80%) were women. The most common cause of iron deficiency anemia was abnormal uterine bleeding observed in 62.5% of female patients (25 out of 40) and partial gastrectomy in 70% of male patients (7 out of 10). Twenty-four (48%) patients were included in this study due to a lack of response to oral iron therapy, 22 (44%) showed intolerance to oral iron and 2 (8%) presented with a hemoglobin level

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Alterações moleculares associadas à hemocromatose hereditária/ Molecular changes associated with hereditary hemochromatosis

Santos, Paulo C. J. L.; Cançado, Rodolfo D.; Terada, Cristiane T.; Guerra-Shinohara, Elvira M.
2009-01-01

Resumo em português A hemocromatose hereditária (HH) é a mais comum doença autossômica em caucasianos e caracteriza-se pelo aumento da absorção intestinal de ferro, o qual resulta em acúmulo progressivo de ferro no organismo. A classificação da HH é realizada de acordo com a alteração genética encontrada, sendo os casos divididos em tipos 1, 2A, 2B, 3 e 4, quando a sobrecarga de ferro for associada aos genes HFE, HJV, HAMP, TFR2 e SLC40A1, respectivamente. Não existem estudos b (mais) rasileiros que avaliaram a presença de mutações em genes relacionados à fisiopatologia da HH (genes HJV, HAMP, TFR2 e SLC40A1), além da pesquisa das três mutações no gene HFE (C282Y, H63D e S65C). Porém, está descrito, nos estudos realizados no Brasil, que alguns pacientes com sobrecarga de ferro primária não são portadores da HH tipo 1 (associada ao gene HFE). Portanto, é de suma importância a identificação das características genéticas dessa população, uma vez que outras mutações nos genes HJV, HAMP, TFR2 e SLC40A1 podem estar associadas à fisiopatologia da doença, podendo haver interações entre os genes alterados, de forma que possa auxiliar no entendimento da fisiopatologia da HH em pacientes brasileiros. Resumo em inglês Hereditary Hemochromatosis (HH) is the most common autosomal disease in Caucasians. It is characterized by an increase in intestinal absorption of iron, which results in a progressive accumulation of iron in the body. The classification of HH is carried out according to the genetic alteration found; thus cases of HH are divided into Types 1, 2A, 2B, 3 and 4, when the iron overload is associated to the HFE, HJV, HAMP, TFR2 and SLC40A1 genes, respectively. There is research (mais) on the three HFE gene mutations (C282Y, H63D and S65C) in the Brazilian population however there are no Brazilian studies that evaluate the presence of mutations in other genes related to the pathophysiology of HH (HJV, HAMP, TFR2 and SLC40A1 genes). Nevertheless, studies conducted in Brazil have described that some patients with primary iron overload are not carriers of the Type 1 HH (associated with the HFE gene). Hence, it is very important to identify the genetic characteristics of this population, as mutations of the HJV, HAMP, TFR2 and SLC40A1 genes may be associated with the pathophysiology of the disease, and there may be interactions between mutations. These findings will help in understanding the pathophysiology of patients with HH in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)