Sample records for intraperitoneal injection
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Bacterial peritonitis following endoscopic treatment of cecal vascular ectasia in a patient on ambulatory peritoneal dialysis

Marques, P. Pinto; Carvalho, D.
2006-11-01

Resumo em português A peritonite mantém-se uma complicação grave em doentes submetidos a diálise peritoneal, sendo uma causa importante de internamento, mortalidade e perda da viabilidade do catéter, implicando o recurso à hemodiálise. A colonoscopia poderá ser um factor de risco, presumivelmente por translocação bacteriana. As actuais recomendações sobre antibioterapia profilácica não especificam a abordagem neste subgrupo de doentes. Caso clínico: Um doente de 57 anos sob di (mais) álise peritoneal desenvolveu um quadro de peritonite bacteriana após terapêutica endoscópica de uma angiodisplasia no cego com árgon plasma e injecção de adrenalina. Não se observou evidência imagiológica de perfuração. Foi instituída terapêutica antibiótica intra-peritoneal com sucesso. Conclusão: Este caso sublinha a necessidade de remoção do liquido de diálise peritoneal associado à instituição prévia de antibioterapia profiláctica de largo espectro, antes da realização de terapêutica endoscópica no decurso de uma colonoscopia. Resumo em inglês Background: Peritonitis remains a serious problem for patients on peritoneal dialysis, being a leading cause to admissions, mortality and catheter loss with need for hemodialysis. Patients undergoing colonoscopy are at increased risk, presumably from bacteria translocation. Current guidelines for antibiotic prophylaxis don’t emphasise their need in this subset of patients. Case Report: A 57-year-old man on continuous ambulatory peritoneal dialysis (CAPD) developed bacter (mais) ial peritonitis following cecal vascular ectasia - endoscopic treatment with argon plasma coagulation and injection therapy. There was no imaging evidence for perforation. Successful treatment was achieved with intraperitoneal antibiotics. Conclusion: The case underscores the need for emptying the peritoneal cavity of dialysate in peritoneal dialysis patients in association with large-spectrum antibiotic prophylaxis, before endoscopic treatment during colonoscopy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Suplementação com ácido ascórbico tem efeito citoprotetor na cirrose biliar secundária: estudo experimental em ratos jovens/ Ascorbic acid supplementation has a cytoprotective effect on secondary biliary cirrhosis: experimental study in young rats

Passoni, Cynthia R. Matos Silva; Coelho, Cláudio Antônio Rabello
2008-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Testar se a suplementação com ácido ascórbico tem algum afeito citoprotetor em um modelo de cirrose biliar secundária em ratos jovens. MÉTODOS: Foram estudados 40 ratos Wistar desmamados no 21º dia pós-natal. Cada grupo de 10 foi submetido a um dos seguintes quatro tratamentos, até o 49º dia pós-natal, quando foram submetidos a eutanásia: 1) LC - ligadura dupla e ressecção do ducto biliar comum e administração diária de ácido ascórbico [100 mg (mais) /g de peso corporal (pc)]; 2) LA - ligadura dupla e ressecção do ducto biliar comum e administração diária de veículo aquoso (1 mL/g pc); 3) SC - operação simulada e administração diária de ácido ascórbico (100 mg/g pc); 4) SA - ligadura dupla e ressecção do ducto biliar comum e administração diária de veículo aquoso (1 mL/g pc). Os ratos eram pesados diariamente. No 27º dia pós-operatório, eles receberam injeção intraperitoneal de 1,5 mg/g pc de pentobarbital sódico, e o tempo de sono induzido pelo pentobarbital foi medido. Coletou-se sangue para determinação de atividade sérica de alanina aminotransferase e de aspartato aminotransferase, níveis de albumina e globulina séricas, e o fígado foi analisado quanto à conteúdo de água e gordura. Os dados foram submetidos à ANOVA two-way, e comparações pareadas entre grupos foram testadas com o método de SNK. O nível de significância foi estabelecido em 0,05. RESULTADOS: A suplementação com ácido ascórbico atenuou os efeitos da colestase: reduziu o tempo de anestesia pelo pentobarbital, globulina sérica e o conteúdo de gordura no fígado. CONCLUSÕES: Nossos resultados corroboram a hipótese de que a suplementação com ácido ascórbico tem um efeito citoprotetor na cirrose biliar secundária. Resumo em inglês OBJECTIVE: To test whether ascorbic acid supplementation has any cytoprotective effect on a model of secondary biliary cirrhosis in young rats. METHODS: We studied 40 Wistar rats weaned at the 21st postnatal day. Each group of 10 was subjected to one of the following four treatments, until 49th postnatal day, when they suffered euthanasia: 1) LC-double ligature and resection of the common bile duct and daily administration of ascorbic acid [100 mg/g of body weight (bw)]; (mais) 2) LA-double ligature and resection of the common bile duct and daily administration of aqueous vehicle (1 mL/g bw); 3) SC-sham operation and daily administration of ascorbic acid (100 mg/g bw); 4) SA-double ligature and resection of the common bile duct and daily administration of aqueous vehicle (1 mL/g bw). The rats were weighed daily. On the 27th day after the operation they received an intra-peritoneal injection of 1.5 mg/g bw of sodium pentobarbital, and the pentobarbital sleeping time was measured. Blood was collected for serum alanine aminotransferase and aspartate aminotransferase activity measurements, serum albumin and globulin concentrations, and the liver was assessed for liver water and fat content. Data were submitted to two-way ANOVA and paired comparisons between groups were tested using the SNK method. Significance level was set at 0.05. RESULTS: Ascorbic acid supplementation attenuated the effects of cholestasis: decreased the pentobarbital sleeping time, serum globulin, and the liver fat content. CONCLUSIONS: Our results corroborate the hypothesis that ascorbic acid supplementation has a cytoprotective effect in secondary biliary cirrhosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Resposta eritropoética de ratos em diferentes graus de parasitemia por Trypanosoma evansi/ Erithropoietic response in Trypanosoma evansi infected rats with different parasitaemia intensity

Wolkmer, Patrícia; Silva, Aleksandro Schafer da; Cargnelutti, Juliana Felipetto; Costa, Márcio Machado; Traesel, Carolina Kist; Lopes, Sonia Terezinha dos Anjos; Monteiro, Sílvia Gonzalez
2007-12-01

Resumo em português O Trypanosoma evansi é um protozoário hemoflagelado que causa, em várias espécies, uma doença caracterizada por altos níveis de parasitemia, com rápido desenvolvimento de anemia. Este trabalho teve como objetivo investigar a relação entre o grau de parasitemia e a alteração na eritropoese de ratos (Rattus norvegicus) da linhagem Wistar infectados experimentalmente com T. evansi. Foram utilizados 42 ratos, dos quais 36 foram inoculados pela via intraperitoneal c (mais) om 0,2ml de sangue, contendo 2,5 x 104 parasitas. Seis ratos não-inoculados foram utilizados como controles. Após inoculação, a parasitemia foi avaliada a cada 12h. Os grupos para análise foram estipulados de acordo com a média de tripanossomas em 10 campos homogêneos focados aleatoriamente, sendo: A, controle; B, animais que apresentaram um grau de parasitemia entre 1-10 tripanossomas/campo; C, ratos com 11-20 tripanossomas/campo; D, ratos com 21-30 tripanossomas/campo; E, ratos com 31-40 tripanossomas/campo; F, 41-50 tripanossomas/campo; e G, ratos com mais de 51 tripanossomas/campo. Quando os animais apresentaram o número de protozoários equivalente ao grupo, foram coletadas amostras de sangue para realização de hemograma e dosagem de ferro, e foi realizada citologia de medula óssea para avaliação da relação mielóide:eritróide. A análise estatística mostrou redução significativa das hemácias e do hematócrito a partir de 31 tripanossomas/campo (grupos E, F e G; P Resumo em inglês Trypanosoma evansi is a flagellate protozoan that causes a disease characterized by high parasitemia and acute anemia in various species. This study was aimed at evaluating and establishing a relationship between different parasitemia levels and eritropoyesis in Wistar rats (Rattus norvegicus) experimentally infected by T. evansi. Forty two animals were used. In 36 animals parasites were inoculated by intraperitoneal blood injection of 0.2ml containing 2.5x104 parasites. (mais) Six non-inoculated animals were used as controls. Parasitemia was evaluated every 12 hours and the animals were allocated in groups according to parasitemia levels. Then they were classified according to average number of parasites in 10 random homogeneous fields, Group A: control (not-inoculated); B: rats with 1-10 trypanosomes/field; C: 11-20 trypanosomes/field; D: 21-30 trypanosomes/field; E: 31-40 trypanosomes/field; F: 41-50 trypanosomes/field; G: more then 51. Blood samples were taken when the animals reached the correspondent group number of parasites. Hemogram and iron levels were evaluated and a bone marrow cytology was performed to detect the myeloid:erythroid ratio. Statistical analysis showed a significant reduction on red blood cells count and hematocrit from group E on and also hemoglobin on groups F and G. The myeloid:erythroid ratio reduced from 0.7 to 0.6 on groups F and G (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Reação do baço à prostaglandina injetada intraperitonealmente em ratas/ Spleen reaction to Prostalglandin intraperitoneally injected in female rats

Kerr, Italia B.; Cardeman, Leon; Paz, A. Campos da
1975-01-01

Resumo em português Foi estudada a alteração morfológica do baço em ratas injetadas intraperitonealmente com Prostaglandina F2 [alfa] (PgF2 [alfa]). Verificou-se que uma dose única de 0,15 mg para cada animal, acarretou, num intervalo de 12 horas, uma nítida constrição esplênica acompanhada de um progressivo e acentuado desaparecimento dos megacariócitos da polpa vermelha. Os Autores cosnisderaram que este fernômeno poderia estar relacionado com a alteração do mecanismo plaquet� (mais) �rio, constatado por alguns Autores, atrvés das provas bioquímicas em animais injetados intravenosamente com esta substância. Resumo em inglês The autohors studied the morphologic alteration in female rat spleens following intraperitoneal injection of Prostaglandin F2[alpha]. Their conclusion was that only one dose of 0,15 mg to each animal, brought within 12 hours, a sharp splenic constriction followed by a progressive and prominent desappearence of megakaryocytes from the red pulp. Based on these findings, the authors considered that such a phenomenon might be related to alteration of the platelet mechanism, w (mais) hich was already pointed out by some investigators through biochemical tests in animals injected intravenously with these substances.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Proteção da recuperação funcional do miocárdio pelo omeprazol após isquemia-reperfusão em corações isolados de ratos/ Myocardium functional recovery protection by omeprazole after ischemia-reperfusion in isolated rat hearts

Gomes, Otoni Moreira; Magalhães, Mônica de Mônico; Abrantes, Rafael Diniz
2010-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar efeitos do omeprazol na proteção da recuperação funcional de corações isolados de ratos submetidos à lesão de isquemia-reperfusão. MÉTODOS: Foram estudados 12 ratos Wistar, peso corpóreo médio de 280g. Após anestesia com injeção intra-abdominal de 10mg de cetamina e 2mg de xilazina, os corações foram removidos e mantidos em perfusão com solução Krebs-Henseleit (95%O2 e 5% CO2, 37ºC, 110-120mmHg de pressão de perfusão e pressão di (mais) astólica de 8 mmHg) em sistema Langendorff, modificado, descartável, modelo FCSFA-ServCor (Comex Ltda.). Os seis corações do Grupo I (GI) e os seis do Grupo II (GII) foram submetidos a 20 minutos de isquemia e 30 minutos de reperfusão. Nos corações do Grupo II, imediatamente antes da isquemia, foram administrados via perfusão coronária 200mcg de omeprazol. Foram controlados frequência cardíaca (FC), fluxo coronário (FCo), pressão sistólica (PS), +dP/dt e -dP/dt, após estabilização (t0) e no final da reperfusão (t30). Empregou-se método não paramétrico de Kruskal-Wallis (P Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the myocardium contractility alterations of isolated hearts of rats, submitted to ischemia and reperfusion with and without administration of the omeprazole. METHODS: Twelve Wistar breed rats with 270g mean body weight was studied. After anesthesia by intraperitoneal injection of ketamine 10mg and xylazine 2mg, their hearts were removed and perfused with Krebs-Henseleit solution (95% of O2 and 5% of CO2, 37ºC, 110-120 mmHg perfusion pressure, 8 mmH (mais) g ventricular diastolic pressure) in the São Francisco de Assis disposable Langendorff system model Comex Ltda, MG. The six hearts of Group I (GI) and of the Group II (GII) were submitted to 20 min ischemia and 30 min reperfusion. In GII hearts, intracoronary injection of omeprazole 200 mcg was done immediately before the ischemia period induction. The following parameters were registered after the stabilization period (t0), and after the reperfusion period (t30): heart rate (HR), coronary flow (CoF), systolic pressure (SP), +dP/dt and -dP/dt. The Kruskal-Wallis test (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Possibilidades de transmissão e vias de inoculação da lepra murina em ratos e outros animais

Linhares, Herminio
1943-06-01

Resumo em português 1) O A. revê as vias de infecção naturais e os processos de inoculações empregados em ratos, no estudo da lepra murina. 2) Na natureza, o contacto prolongado de animal sadio com doente e a infecção por via gástrica devem ser os modos comuns de contaminação. 3) Foram encontrados dentro do Polyplax spinulosa (Burmeister) capturados em ratos leprosos, bacilos ácido álcool resistentes. Tentativas de cultura com êste material, foram infrutíferas. 4) O A. infectou (mais) ratos colocando no estômago, por meio de sondas de vidro, material leproso. Em cinco animais, todos se infectaram. 5) Por via subcutânea e por via intraperitoneal, a infecção se processa em quase 100% dos casos. 6) Foi possível infectar gambás (Didelphis aurita) com lepra murina. Êsses animais provavelmente são mais suscetíveis à lepra dos ratos que à humana. 7) Conseguiu-se infectar pinto por inoculação de emulsão de lepra murina no músculo do peito, por via intraperitoneal e por via gástrica. 8) Pombos também se infectaram após inoculação no músculo do peito e por via venosa. Resumo em inglês 1) The A. reviews the routes of natural transmission of rat leprosy and the experimentally induced disease. 2) The infection in the natural disease must be made by contact with an infected rat or through the gastro-intestinal route by eating infected tissue. 3) They were found acid-fast bacilli in lice (Polyplax spinulosa) caught on rats dying of leprosy; but it was impossible to obtain cultures in Löwenstein medium, from these lice. 4) Rat leprosy emulsion introduced in (mais) to the stomach, may infect rats. Five rats fed with infected material became infected. 5) After subcutaneous or intraperitoneal inoculation there were obtained infection in almost 100% of cases. 6) It was possible to infect Didelphis aurita after inoculation of infected rat material. These animals most likely are more susceptible to rat leprosy than to human leprosy. 7) It was possible to infect chicks by inoculation in chest muscle, by intraperitoneal injection and by gastrointestinal route. 8) It was possible to infect pigeon by inoculation in chest muscle and by intravenous inoculation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

PERITONITE FECAL EM RATOS: EFICÁCIA DA LAVAGEM DA CAVIDADE PERITONEAL COM SOLUÇÃO DE CLORETO DE SÓDIO A 0,9%/ Fecal peritonitis in rats: efficacy of the peritoneal lavage with saline solution

Torres, Orlando Jorge Martins; Macedo, Eliane Lopes; Melo, Tereza Cristina Monteiro de; Costa, Jeannie Valéria Gonçalves; Nunes, Paulo Márcio Sousa; Viana, Renata Mirelli de Melo; Dietz, Ulrich Andreas
1999-04-01

Resumo em português O presente estudo tem por objetivo analisar a influência da irrigação da cavidade peritoneal com solução de cloreto de sódio 0,9 % em ratos com peritonite fecal. Foram utilizados 36 ratos da linhagem Wistar, adultos ,machos ,pesando entre 160 e 210g. Estes animais foram alocados em três grupos iguais e submetidos a peritonite com homogeneizado de fezes humanas. No grupo I , o procedimento foi realizado para verificar a eficácia da peritonite fecal e todos os anima (mais) is morreram após 24 horas da injeção intraperitoneal. Após 6 horas de evolução da peritonite, os ratos do grupo II foram submetidos a laparotomia e irrigação cavidade abdominal com solução de cloreto de sódio a 0,9 %. Neste grupo todos os animais permaneceram vivos após 48 horas da laparotomia. No grupo III, os ratos foram submetidos a laparotomia e limpeza da cavidade peritoneal com gaze estéril. Foi verificado que somente 6 ratos permaneceram vivos após 48 horas da laparotomia. O presente estudo demonstrou que a irrigação da cavidade peritoneal com solução de cloreto de sódio a 0,9 % foi capaz de reduzir os índices de mortalidade em ratos com peritonite fecal. Resumo em inglês The aim of the present study is to analyze the influence of peritoneal lavage with saline solution in fecal peritonitis in rats. Thirty six Wistar rats were used, adult, male,weighing 160 to 210 g. The animals were allocated into three groups and submitted to peritonitis induced by homogenized human feces. In group I the procedure was carried out to verify the efficacy of the fecal peritonitis and all animals died after 24 hours of the intraperitoneal injection. After 6 h (mais) ours of peritonitis evolution , the rats of the group II were submitted to laparotomy and irrigation of the abdominal cavity with saline solution. In this group all the animals were alive after 48 hours of the laparotomy. In group III the rats were submitted to laparotomy and cleaning of the peritoneal cavity with gauze. It was verify that only 6 rats were alive after 48 hours of the laparotomy.The present study demonstrated that the irrigation of the peritoneal cavity with saline solution was able to reduce the mortality rate in rats with fecal peritonitis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Lesão pulmonar de reperfusão por oclusão da aorta abdominal: modelo experimental em ratos/ Pulmonary reperfusion injury by aortic occlusion: experimental model in rats

PINHEIRO, BRUNO DO VALLE; HORTA, CÂNDIDA MARIA MOREIRA; BALDI, BRUNO GUEDES; SCHIAVON, LEONARDO DE LUCCA; GOLLNER, ÂNGELA MARIA; OLIVEIRA, JÚLIO CÉSAR ABREU DE
2000-08-01

Resumo em português Introdução: Procedimentos cirúrgicos com oclusão da aorta têm sido associados a lesão pulmonar de reperfusão. O objetivo deste trabalho foi estudar a presença de edema pulmonar em um modelo de lesão de reperfusão por oclusão da aorta em ratos. Material e métodos: 33 ratos Wistar foram anestesiados com tiopental sódico (20mg/kg, via intraperitoneal), seguindo-se laparotomia por incisão mediana, para isolamento da aorta e cava inferior. A seguir, os animais fo (mais) ram randomizados em três grupos. Grupo isquemia-reperfusão (GIR, n = 5): animais submetidos a 30min de oclusão dos vasos, seguindo-se 120min de reperfusão. Grupo isquemia (GI, n = 5): animais submetidos a 30min de oclusão dos vasos. Grupo controle (GC, n = 5): animais submetidos apenas ao procedimento cirúrgico, sem oclusão dos vasos, acompanhados por 150min. Após o sacrifício, em 15 animais foram realizados estudos histopatológicos dos pulmões. Para caracterização de edema, foi realizada a análise morfométrica por contagem de pontos, determinando-se o índice de edema alveolar. Realizou-se também uma análise semiquantitativa da infiltração de polimorfonucleares nos pulmões. Em 18 animais retirou-se o pulmão direito para a determinação da relação entre os pesos úmido e seco. O índice de edema alveolar e a relação peso úmido/peso seco foram comparados entre os grupos através de ANOVA, com a correção de Bonferroni para comparação entre os grupos dois a dois. Resultados: Os animais do GIR apresentaram maior edema alveolar em relação aos do GI e GC (0,24; 0,18; 0,17; respectivamente, com p Resumo em inglês Introduction: Surgical procedures requiring aortic occlusion have been associated with pulmonary reperfusion injury. The authors studied the pulmonary edema in a reperfusion injury model by aortic occlusion in rats. Material and methods: Thirty-three Wistar rats were anesthetized with intraperitoneal injection of sodium pentobarbital (20 mg/kg). Using a midline abdominal incision, the infra-renal aorta was isolated and the animals were randomized into three groups. Ischem (mais) ia-reperfusion group (IRG, n = 5): rats that underwent 30 min of aorta occlusion and were followed during 120 min of reperfusion. Ischemia group (IG, n = 5): rats that underwent 30 min of aorta occlusion. Control group (CG, n = 5): rats that underwent sham operations without aorta occlusion and were followed during 150 min. Histopathologic examination of the right lung was performed. The pulmonary edema was studied by morphometric analysis and so was the leukocytes infiltration. Eighteen rats (6 rats in each group) were studied with respect to lung fresh/dry weight ratio. ANOVA was used to analyze the morphometric results and the lung fresh/dry weight ratio, with Bonferroni adjustment for paired multiple comparisons. Animals of the IRG presented more pulmonary edema than those of the IG and CG (0.24 vs. 0.17 and 0.17, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Inibição da formação de abscesso abdominal em rato: mortalidade por sepse/ Inhibition of abdominal abscess formation in rat: Mortality by sepsis

Rodrigues, Fernando Henrique Oliveira Carmo; Carneiro, Bruno Gustavo Muzzi Carvalho e; Rocha, Renata Figueiredo; Petroianu, Andy
2005-03-01

Resumo em português RACIONAL: Atribui-se aos abscessos intra-abdominais e às aderências peritoniais a função de isolar os processos sépticos e proteger o organismo da bacteremia. Por outro lado, esses fenômenos também dificultam o afluxo de fatores imunitários e antibióticos para a região infectada. OBJETIVO: Avaliar o efeito da prevenção de abscessos na sobrevida após peritonite bacteriana. MÉTODOS: Foram estudados 30 ratos Wistar machos que receberam solução de fezes a 50% (mais) intra-abdominal e que foram distribuídos em três grupos (n = 10). Grupo 1: controle (solução de fezes); grupo 2: solução de fezes mais solução salina a 0,9%; grupo 3: solução de fezes mais carboximetilcelulose a 1%, para inibir a formação de aderências. Os três grupos foram divididos em dois subgrupos (n = 5): subgrupo A: nova laparotomia, após 4 dias, para inspeção da cavidade abdominal; e subgrupo B: acompanhamento durante 30 dias para avaliação da mortalidade e da causa de morte. A análise estatística utilizou o teste exato de Fisher. RESULTADOS: O acréscimo de solução salina a 0,9% não aumentou a mortalidade do grupo. Entretanto, no grupo em que se acrescentou a solução de carboximetilcelulose, houve menor formação de abscessos, que também foram mais tênues e a mortalidade aumentou em relação ao grupo controle. CONCLUSÃO: A inibição na formação de aderências peritoniais e de abscessos acompanha-se de maior mortalidade decorrente do processo séptico intra-abdominal generalizado. BACKGROUND: Intra-abdominal abscesses and adhesions play important roles on isolation of a septic process and on organism protection against bacteremia. On the other hand, such phenomenon difficults the afflux of immune factors and antibiotics to the septic site. The purpose of the present study was to evaluate the effect of abscess inhibition on survival of abdominal sepsis. METHODS: Thirty adult Wistar rats were submitted to intraperitoneal injection of 50% rat feces solution. The animals were divided into three groups (n = 10). Group 1: control - feces solution; group 2: feces solution plus 0.9% saline solution; and group 3: feces solution plus 1% carboxymethylcellulose to inhibit abdominal adhesions. The three groups were divided into two subgroups (n = 5). Subgroup A: relaparorotomy after 4 days and investigation of the abdominal cavity; and subgroup B: follow-up during 30 days to evaluate the mortality and its cause. The Fisher test was utilized for statistical analyses. RESULTS: The injection of 0.9% saline solution did not increase the mortality of the rats. However, the mortality enhanced in the group that received carboxymethylcellulose comparing with control group. That group developed less adhesions and abscesses. CONCLUSION: This study demonstrated that the reduction of abscess formation and of intraperitoneal adhesions increases the mortality due to abdominal septic disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Influência da cisplatina administrada no pré e no pós-operatório sobre a cicatrização de anastomoses colônicas em ratos/ Effect of the cisplatin applied before and after the surgical procedure on the healing of colonic anastomoses in rats

Vizzotto Junior, Alvo Orlando; Noronha, Lucia de; Scheffel, Darliany Louise H.; Campos, Antonio Carlos L.
2003-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A cisplatina é utilizada como droga de escolha para o tratamento do câncer de ovário, antes ou depois do procedimento cirúrgico, no qual há freqüentemente a confecção de uma anastomose intestinal. OBJETIVO: Avaliação histológica do efeito da cisplatina sobre a cicatrização das anatomoses colônicas. MATERIAL E MÉTODOS: Foram utilizados 80 ratos Wistar divididos em três grupos: um grupo controle, que foi submetido ao procedimento cirúrgico e r (mais) ecebeu solução salina nos cinco dias subseqüentes, incluindo o dia da operação; um grupo que recebeu cisplatina intraperitoneal na dose de 0,35mg/kg por cinco dias antes do procedimento cirúrgico; e um grupo que recebeu cisplatina intraperitoneal na mesma dose por cinco dias depois do procedimento cirúrgico. O procedimento cirúrgico constou de secção da alça colônica esquerda, 5cm acima da reflexão peritoneal, e anastomose em plano único. Metade dos ratos foi sacrificada no quinto dia de pós-operatório e a outra metade, no oitavo. Foram avaliados parâmetros histológicos de reação inflamatória com a elaboração de índices e escores para comparação entre os grupos do estudo. RESULTADOS: A média do índice infiltrado neutrofílico foi significativamente maior no grupo que recebeu cisplatina depois do procedimento cirúrgico em relação ao grupo controle e ao grupo que recebeu droga antes do procedimento cirúrgico. A média do índice intensidade do edema foi significativamente maior nos grupos que receberam cisplatina em relação ao grupo controle. A análise do escore histológico final permitiu a classificação do processo inflamatório como subagudo nos grupos que receberam cisplatina e como crônico no grupo controle. DISCUSSÃO E CONCLUSÃO: A cisplatina interfere no processo de cicatrização das anastomoses colônicas, produzindo uma lentificação do mesmo. Resumo em inglês BACKGROUND: Cisplatin is the first line drug in the treatment of the ovarian cancer. This drug is often applied before or after a surgical procedure to whom a large bowel anastomosis is done. OBJECTIVE: Histological evaluation of the effect of the cisplatin on the healing of the colonic anastomoses. METHODS: Eighty male Wistar rats were divided in three groups: the control group, the group that received intraperitoneal cisplatin injection for five days before the surgical (mais) procedure and the group that received the cisplatin for five days after the surgical procedure. The cisplatin was used in the dose of 0,35mg/kg. The large bowel was transected 5cm above peritoneal reflection and it was anastomosed in one plan suture. Half of the animals were sacrificed on the fifth day and the other half on the eighth day after the surgical procedure. Histological parameters of inflammatory reaction were evaluated with the elaboration of indexes and scores to compare the groups of this study. RESULTS: The average of neutrophilic infiltrating index was significatively bigger in the group that received cisplatin after the surgical procedure when compared with the control group and the group that received cisplatin before the surgery. The average of intensity of the edema index was significatively bigger in the groups that received cisplatin when compared with the control group. The analysis of the final histological score allowed the classification of the inflammatory process as subacute in the groups that received cisplatin and chronic in the control group. DISCUSSION AND CONCLUSION: Cisplatin produces an impairment on the healing of the colonic anastomoses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Exposição repetida à cafeína aumenta a atividade locomotora induzida pelo femproporex em ratos adolescentes e adultos/ Repeated administration of caffeine increases femproporex-induced locomotor activity in adolescent and adult rats

Paro, Ana Helena; Aizenstein, Moacyr Luiz; DeLucia, Roberto; Planeta, Cleópatra Silva
2008-09-01

Resumo em português A cafeína e o femproporex são substâncias psicoestimulantes. O femproporex é muito utilizado no Brasil como anorexígeno enquanto a cafeína é amplamente consumida como constituinte regular da dieta. A administração repetida de psicoestimulantes induz sensibilização comportamental que se caracteriza pelo aumento progressivo dos seus efeitos locomotores. Pode ocorrer ainda sensibilização cruzada entre essas substâncias. Investigamos se a administração repetid (mais) a de cafeína aumenta a locomoção induzida pelo femproporex em ratos adolescentes e adultos. Quarenta e oito ratos adolescentes (dia pós-natal 27) e 32 adultos (dia pós-natal 60) foram distribuídos em dois grupos que receberam injeção intra-peritoneal de 10,0 mg/kg de cafeína (CAF) (adolescentes N = 24; adultos N = 16) ou salina (SAL) (adolescentes N = 24; adultos N = 16) diariamente durante 10 dias. Três dias após a última injeção, cada grupo CAF ou SAL foi subdividido em dois subgrupos que receberam injeção i.p. de salina (SAL) (1 mL/kg) ou femproporex (FEM) (2,0 mg/kg). Após as injeções, a atividade locomotora foi avaliada automaticamente em intervalos de 5 minutos durante 1 hora. Nossos resultados demonstraram que em ratos adolescentes e adultos o pré-tratamento com CAF aumenta a atividade locomotora induzida pela administração aguda de FEM, sugerindo que a cafeína causa sensibilização aos efeitos locomotores desse derivado anfetamínico. Resumo em inglês Caffeine and femproporex are psychostimulants drugs widely consumed in Brazil. Behavioral sensitization is defined as an augmentation in the behavioral effect of a psychostimulant upon re-administration. Repeated administration of a psychostimulant produces behavioral sensitization to that drug and cross-sensitization to other drugs. We investigated whether repeated administration of caffeine increases femproporex-induced locomotor activity in adolescent and adult rats. F (mais) orty-eight adolescent (postnatal day 27) and 32 adult (postnatal day 60) received i.p. injections of caffeine (CAF) (10.0 mg/kg) (adolescent N = 24; adult N = 16)) or saline (adolescent N = 24; adult N = 16) once daily for ten days. Three days following the last injection each group was subdivided and received a challenge injection of femproporex (2.0 mg/kg, i.p.) or saline. Locomotor activity was recorded for 1 hour in 5 - minute intervals. Our results showed that repeated injections of caffeine increased femproporex - induced locomotor activity in adult and adolescent rats.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Estudo da ação inflamatória aguda do tiopental intraperitoneal em ratos/ Acute inflammatory action of tiopental intraperitoneal in rats

Carregaro, A.B.; Castro, M.B.; Martins, F.S.
2005-04-01

Resumo em português Determinou-se a ação inflamatória aguda do tiopental intraperitoneal (IP) utilizando-se 72 ratos, divididos em grupo-tratado (40mg/kg de tiopental a 2,5% IP) e grupo-controle (0,25ml de solução fisiológica IP). Para determinar o processo inflamatório, colheu-se o lavado peritoneal às 2, 6, 12, 24 e 48h após a inoculação. Os animais foram anestesiados com isoflurano e submetidos à eutanásia por secção dos vasos cervicais. Administraram-se 5ml de solução fi (mais) siológica heparinizada por via IP e, após homogeneização, divulsionou-se o peritôneo e colheu-se a amostra. Determinaram-se a dosagem de proteínas plasmáticas (PP), a contagem global (CGL) e a diferencial (CDL) de leucócitos. Não foi observada diferença na PP entre os grupos em nenhum momento exceto às 2h. Entre os momentos, a dosagem foi superior às 6 e 12h nos dois grupos. Não houve diferença entre os grupos para a CGL. Entre os momentos, a CGL diferiu dos demais às 6h em ambos os grupos. Verificou-se o mesmo perfil para a CDL entre os grupos exceto para os eosinófilos às 6h. Entre os momentos, os valores foram diferentes em relação aos neutrófilos em ambos os grupos, às 6 e 12h. Observou-se reação inflamatória aguda no processo provavelmente desencadeada pela ação mecânica da injeção. A eosinofilia observada no grupo-tratado após 6h sugere uma certa ação irritante do tiopental. Resumo em inglês The acute inflammatory action of thiopental intraperitoneal (IP) in rats was studied. Seventy two animals were divided in treated (40mg/kg of thiopental, 2.5% IP) and control (0.25ml of saline solution IP) rats. In order to evaluate the inflammatory process, peritoneal fluid was taken at 2h, 6h, 12h, 24h e 48h after drug administration. The animals were anesthetized with isoflurane and submitted to euthanasia through cervical vessels section. Five millilitres of hepariniz (mais) ed saline solution were injected IP, homogenized by abdomen massage and then withdrawn. Plasma protein (PP), global leukocyte count (GLC) and differential leukocyte count (DLC) were analysed. No difference in PP intergroup at any moment was observed, but at 2h. Intragroup, PP was higher between 6 and 12h in both groups. There was no statistical difference of GLC intergroup. There was a difference (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Estudo comparativo entre diversos tipos de tratamento para peritonite fecal em rato/ Comparison between several treatments for fecal peritonitis in rat

Carneiro, Bruno Gustavo Muzzi Carvalho e; Petroianu, Andy; Rodrigues, Fernando Henrique Oliveira Carmo; Rocha, Renata Figueiredo
2002-02-01

Resumo em português OBJETIVO: A peritonite é responsável por aproximadamente 50% das mortes por sepse e, apesar de avanços nos métodos usados para o seu diagnóstico e tratamento, cerca de um terço dos pacientes ainda morre de peritonite secundária grave. O objetivo do presente trabalho foi comparar a eficácia de diversos tipos de tratamento para a peritonite fecal grave e estabelecida. MÉTODOS: Foram usadas 40 ratas adultas, submetidas à peritonite fecal com injeção intraperitone (mais) al de uma suspensão de fezes de ratos. Os animais foram divididos em oito grupos (n = 5): Grupo 1, controle; Grupo 2, limpeza mecânica intraperitoneal com gaze; Grupo 3, lavagem com solução salina a 0,9%, à temperatura ambiente; Grupo 4, lavagem com solução salina a 0,9%, a 37,8ºC; Grupo 5, lavagem com povidona-iodo a 0,5%; Grupo 6, lavagem com clorexidina a 0,05%; Grupo 7, injeção intramuscular de gentamicina e clindamicina; Grupo 8, introdução intraperitoneal de açúcar. RESULTADOS: Os grupos 5 e 8 foram os que apresentaram a mortalidade mais rápida (menos de 24 horas). Após 72 horas, permaneceu viva uma rata em cada um dos grupos 2, 3, 4 e 6. Nos grupos 1, 5, 7 e 8 não houve sobrevida. Apesar de todos os animais do Grupo 7 morrerem, o óbito ocorreu em um período mais longo (72 horas) do que o dos demais grupos. CONCLUSÃO: Somente ocorreu sobrevida nos grupos submetidos à limpeza peritoneal menos agressiva. Além disso, um procedimento terapêutico único de limpeza ou antibiótico sistêmico por um dia não é suficiente para prevenir a morte em ratos com peritonite fecal grave e estabelecida. Resumo em inglês BACKGROUND: Despite improvements in diagnosis and treatment of severe peritonitis, one third of patients still die. The purpose of the present study was to compare the efficacy of several treatments on severe and established fecal peritonitis. METHODS: Forty adult Wistar rats, were submitted to intraperitoneal injection of a rat feces solution. Animals were divided into 8 groups (n = 5): Group 1, control; Group 2, intraperitoneal mechanical cleaning with gauze; Group 3, c (mais) leaning with 0.9% saline solution, at 23ºC; Group 4, cleaning with 0.9% saline solution, at 37.8ºC; Group 5, cleaning with 0.5% povidone-iodine; Group 6, cleaning with 0.05% chlorhexidine; Group 7, intramuscular injection of gentamicin and clindamycin; and Group 8, administration of intraperitoneal sugar. RESULTS: The animals of groups 5 and 8 had precocious death. After 72 hours, one rat of each group 2, 3, 4 and 6 survived. No rat of groups 1, 5, 7, 8 survived. However, the animals of Group 7 remained alive for a longer period (72 hours). CONCLUSIONS: Survival occurred only in groups submitted to less aggressive peritoneal cleaning. Besides, only one peritoneal cleaning or a single dose of antibiotic is not sufficient to prevent death due to severe and established fecal peritonitis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Efeito do extrato de Passiflora edulis (maracujá) na cicatrização de bexiga em ratos: estudo morfológico/ Effect of Passiflora edulis (passion fruit) extract on rats bladder wound healing: morphological study

Gonçalves Filho, Antonio; Torres, Orlando Jorge Martins; Campos, Antonio Carlos Ligocki; Tâmbara Filho, Renato; Rocha, Luiz Carlos de Almeida; Thiede, Arnulf; Lunedo, Sandra Maria Corrêa; Barbosa, Raimundo Eri de Araújo; Bernhardt, Joel Antonio; Vasconcelos, Paulo Roberto Leitão de
2006-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o efeito do extrato das folhas de Passiflora edulis na cicatrização de bexiga em ratos, sob aspectos histológico. MÉTODOS: Quarenta ratos da linhagem Wistar, machos foram submetidos à incisão longitudinal na bexiga e síntese em plano único. Após este procedimento comum, os animais foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos, Passiflora e Controle. No grupo Passiflora utilizou-se dose única intra-peritoneal do extrato hidroalcoólico das f (mais) olhas de Passiflora edulis e no grupo controle utilizou-se dose única intraperitoneal de água destilada. Cada grupo foi dividido em dois subgrupos, conforme o dia de morte dos animais, subgrupos Controle três e sete dias e subgrupos Passiflora três e sete dias. Após a morte dos animais, foi feito o inventário da cavidade abdominal e a retirada da bexiga. Uma análise comparativa entre os dois grupos, utilizando-se parâmetros microscópicos da cicatrização, foi realizada. RESULTADOS: Houve menor inflamação aguda (p=0,008), maior colagenização (p=0,001) e maior neoformação capilar (0,000) no subgrupo Passiflora do terceiro dia, quando comparado com o subgrupo Controle do terceiro dia. Encontrou-se menor inflamação aguda (p=0,001), maior proliferação fibroblástica (p=0,011) e maior presença de colágeno (p=0,001) no subgrupo Passiflora do sétimo dia quando comparado ao subgrupo Controle do sétimo dia. CONCLUSÃO: O extrato das folhas de Passiflora edulis diminuiu a inflamação aguda e aumentou a proliferação fibroblástica, a colagenização e a neoformação capilar na cicatrização da bexiga de ratos. Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate the effects of hydroalcoholic extract of Passiflora edulis leaves in the healing of urinary bladder in rats from histological aspects. METHODS: Forty Wistar male rats were submitted to a longitudinal incision of the bladder followed by a stetching in only one level. After this common procedure, animals were divided at random two groups: Passiflora and Control. In the Passiflora group the only dosage used was administered by intraperitonial injection o (mais) f hydoalcoholic extract of Passiflora edulis leaves while in the Control group distilled water was injected. Each subgroup was then divided in two subgroups according to the death of these animals: Control, three and seven days, Passiflora, three and seven days. After the death of these animals, an inventory of the abdominal cavity was performed and the bladder was removed. A comparative analysis was done between the two groups with microscopic evaluation of the healing. There was less acute inflammation (p=0.008), greater colagenous formation (p=0.001) and greater capillary neo-formation (p=0.000) in the third day Passiflora subgroup when compared to the Control subgroup of the third day. RESULTS: There was less acute inflammation (p=0.001), greater fibroblastic proliferation (p=0.011) and greater colagenous formation (p=0.001) in the Passiflora subgroup of seventh day when compared with the Control seventh day subgroup. CONCLUSION: The use of Passiflora edulis leaves extract resulted in less acute inflammation, greater fibroblastic proliferation, colagenous formation and capillary neo-formation on rats bladder wound healing.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Efeito do cloridrato de oxibutinina na hiperatividade vesical conseqüente a cistite hemorrágica/ Effects of oxybutynin in bladder hyperactivity caused by hemorrhagic cystitis

Mizuma, EK; Takeshita, MS; Suaid, Haylton Jorge; Martins, Antonio Carlos Pereira; Tucci Jr, Silvio; Cologna, Adaulto José; Gonçalves, MA
2003-01-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A oxibutinina atua como agente anticolinérgico que tem ação anti-muscarínica e, principalmente, ação antiespasmódica na musculatura lisa vesical. Assim, ela causa aumento da capacidade vesical e diminui a frequência miccional e bloqueia o estímulo inicial da micção. OBJETIVO: Verificar se a oxibutinina atua sobre a hiperatividade vesical causada pela cistite hemorrágica, dependente do óxido nítrico. MÉTODOS: Foram estudados dois grupos de anim (mais) ais. O controle com 5 ratas e o experimental com 10 ratas, cujos pesos variaram entre 200g a 250g. A cistite hemorrágica foi provocada pela injeção intraperitoneal de ciclofosfamida 200mg/kg, na véspera do experimento. Após 24 horas, as ratas foram anestesiadas com uretana 1,25mg/kg. A seguir, foi feita cistostomia com cateter P-50. Esse cateter foi conectado em Y a uma bomba de infusão contínua com fluxo de água de 0,3ml/min e a um polígrafo para o registro da cistometria. O registro cistométrico foi feito com a velocidade do papel de 0,05cm/seg, com sensibilidade de 20 e calibração para um curso de 60mm para uma pressão de 100mmHg. Os parâmetros estudados foram: freqüência de contração (Fc), intensidade das contrações (Ic), tempo de enchimento vesical (Te), tempo de contração vesical (Tc) e capacidade vesical (Cv), que foi determinado pelo Te x Fluxo. Esses parâmetros foram determinados por suas médias durante o período de observação de 10 min. Após o registro, foi infundido por gavagem 71 mg/kg de cloridato de oxibutinina. Uma hora depois foi feita nova cistometria. A análise estatística foi feita pelo método de Kruskal-Wallis que comparou os valores do grupo controle com o experimental. O p foi considerado significante quando menor que 0,05. RESULTADOS: A comparação entre os dois grupos dos parâmetros estudados antes da infusão do cloridrato de oxibutinina mostrou: Fc - p=0,007; Ic - p=0,0002; Te - p=0,768; Tc - p=0,492; Cv - p=0,056 A comparação dos parâmetros estudados depois da droga mostrou: Fc - p= 0,055; Ic - p=0,0002; Te - p=0,957; Tc - p=0,181; Cv - p=0,206. CONCLUSÕES: O cloridrato de oxibutinina nesse modelo experimental atuou de forma a alterar somente a freqüência das miccções, controlando a hiperatividade e não promovendo alterações nos demais parâmetros estudados. Resumo em inglês BACKGROUND: The oxybutynin is an anticholinergic agent that binds to muscarinic receptors of bladder muscle promoting an antispasmodic effect. As a consequence there is an increase in bladder capacity, reduction in frequency and a blockade in the initial stimuli of miction. OBJECTIVE: To verify the action of oxybutynin on bladder overactivity due to hemorrhagic cystitis. METHODS: Hemorrhagic cystitis was provoked through an intraperitoneal injection of 200mg/kg of cycloph (mais) osphamide in 10 female rats, weighting 200-250g, 24h before the experiment. The control group of 5 female rats received an intraperitoneal injection of 0.5ml of saline. In the experiment the animals were anesthetized with 1.25mg/kg of urethane followed by a cystostomy with a P-50 catheter connected in Y to an infusion pump (rate of infusion - 0.3ml/min) and to a polygraph to register bladder pressure. The parameters studied were: frequency of bladder contraction (Fc), contraction intensity (Ci), time of bladder filling (Tf) and contraction (Tc), and vesical capacity (Vc) (Tf x flow). We determined the mean value for each parameter following of 10min of observation. After these determinations all rats received 71mg/kg of oxybutynin chloride through nasogastric tubing and 1h afterward the measures were repeated. The data were compared with the Kruskal-Wallis test considering significant a p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Diazepam, em dose única, inibe a migração celular, a estimulação macrofágica e a atividade de TNF-α na reação inflamatória aguda induzida por LPS em camundongos/ Diazepam, in a single dose, inhibits cellular chemotaxis, macrophage stimulation, and TNF-α activity in LPS-induced acute inflammatory responses in mice

Monteiro, Diana Amaral; Carlos, Iracilda Zeppone; Pinto, Fábio Gonçalves
2008-12-01

Resumo em português Os benzodiazepínicos estão entre as drogas mais freqüentemente prescritas em razão de suas propriedades ansiolíticas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do diazepam sobre a resposta inflamatória peritoneal aguda induzida por lipopolissacarídeo. Para tanto, camundongos Swiss foram tratados com diazepam (1 ou 10 mg/kg de peso), em dose única, por via subcutânea, uma hora antes do desafio intraperitoneal com lipopolissacarídeo bacteriano. Após 16 (mais) horas do desafio, os animais foram sacrificados, coletando-se os lavados peritoneais para determinação do número total de células e das subpopulações de mononucleares e polimorfonucleares, além da atividade de TNF-α e da porcentagem de macrófagos espraiados. Observou-se que o tratamento com diazepam, nas doses de 1 ou 10 mg/kg, reduziu significativamente a porcentagem de macrófagos estimulados por LPS e a liberação de TNF-α independente de estímulo. Houve também significativa redução da migração de leucócitos nos animais estimulados com LPS e tratados com 10 mg/kg de diazepam em relação aqueles não tratados. Concluímos que a administração do diazepam, em dose única, pode influenciar significativamente o influxo celular, a estimulação de macrófagos e a atividade de TNF-α na resposta inflamatória aguda induzida por LPS em camundongos, com possíveis implicações na eficiência da resposta anti-infecciosa. Resumo em inglês Benzodiazepines are one of the most frequently prescribed drugs due to their anxiolytic properties. The aim of this study was to evaluate the effects of diazepam on lipopolysaccharide-induced peritoneal acute inflammatory responses. Swiss mice were treated with diazepam in a single dose of 1 or 10 mg/kg- subcutaneously 1 h before an intraperitoneal injection of lipopolysaccharide or sterile saline solution. The mice were killed 16 h after and the cells were washed from th (mais) e peritoneal cavity to determine the total number of cells and the mononuclear and polimorfonuclear subpopulations, as well as the TNF-alpha activity and percentage of spread macrophages. Our results showed that the diazepam treatment (1 and 10 mg/kg) induced a significant reduction in the LPS-induced macrophage stimulation and TNF-α activity. Diazepam (10 mg/kg) also reduced the inflammatory cellular migration when compared to the control. It can be concluded that the diazepam treatment in a single dose is able to influence the inflammatory cellular influx, macrophage stimulation and TNF-α activity in the acute inflammatory response in mice, having possible implications on the anti-infectious response efficiency.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Contribuição ao estudo das Pasteurellas: pasteurella intermediária n. sp

Magalhães, Octavio de; Rocha, Adyr
1944-08-01

Resumo em português Os autores decreveram uma nova bactéria - Pasteurella intermedia n. ap., obtida pela inoculação em cobaio de 2 cc. de sangue total de um indivíduo morto de bronco-pneumonia e suspeito de ter a forma grave de Tifo exantemático neotrópico. Têm a impressão que a Pasteurella marsupialis e a P. intermedia, constituem um grupo à parte, bem definido, dentro das Pasteurellas. Muito pequenas, de grande e persistente poder patogênico para os animais comuns de laboratório (mais) , mesmo quando as amostras das bactérias são conservadas pelos replantios em agar-comum, na temperatura e iluminação comum em laboratórios, durante anos. Estas duas Pasteurellas, ao contrário das demais, têm alto e inconfundível poder antígenico, para a formação de aglutininas e fixação do complemento e dão com constância uma "reação testicular" em cobaios machos, quando injetadas pela via intra-peritoneal, febre alta, esplenomegalia constante e às vezes notável, prestando-se à confusão para o diagnóstico diferencial e experimental com a raça VB do Tifo exantemático neotrófico no Brasil (Moléstia de Pisa, Gomes e Mayer). Resumo em inglês The authors have described a new bacterium - Pasteurella intermedia, n. sp. obtained by inoculating a guinea-pig with 2 cc. of total blood from an individual who died from bronco-pneumonia and suspected of having a seriou form of neotropic exanthematic Typhus. They have impression that Pasteurella marsupialis and Pasteurella intermedia constitute a distinct and well-defined group among the Pasteurellas. Very small, having a great and persistent pathogenic power over the u (mais) susal laboratory animals, even when the specimens of the bacteria are preserved for years by replanting in common agar in the common temperature and illuminations of the laboratory. These two Pasteurellas, contrary to the others, have a great and unmistakable antigenic power for the formation of agglutinins and fixing of the complement and constantly give a testicular reaction in male guinea-pigs when the injection is intraperitoneal, high fever, constant and sometimes notable espelenmigalia causing confusion for an expermental and differential diagnosis with the VB race of neotropic exanthematic Typhus in Brasil (Disease of Pisa, Gomes and Mayer).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Caracterização anestésica da nanoemulsão não lipídica de propofol/ Anesthetic profile of a non-lipid propofol nanoemulsion/ Caracterización anestésica de la nanoemulsión no lipídica de propofol

Sudo, Roberto Takashi; Bonfá, Laura; Trachez, Margarete Manhães; Debom, Roberto; Rizzi, Marisa D. R; Zapata-Sudo, Gisele
2010-10-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Uso clínico de formulação lipídica de propofol causa dor durante injeção, reação alérgica e crescimento microbiano. Propofol tem sido reformulado em diferentes apresentações não lipídicas para reduzir os efeitos adversos, mas essas mudanças podem modificar sua farmacocinética e farmacodinâmica. Neste trabalho, investigamos a farmacologia e a toxicologia do propofol lipídico (CLP) e da nanoemulsão não lipídica (NLP). MÉTODO: (mais) CLP and NLP foram infundidos na veia jugular de ratos sob medida da pressão arterial (PA), frequência cardíaca (FC) e frequência respiratória (FR). Ambas as formulações (1%) foram infundidas (40 µL.min-1) durante 1 hora. Doses hipnóticas e anestésicas, assim como recuperações, foram determinadas. A dor induzida pelo veículo do CLP e NLP foi comparada por meio da contagem do número de contorções abdominais ("writhing test") após injeção intraperitonial (i.p.) em camundongos. Ácido acético (0,6%) foi usado como controle positivo. RESULTADOS: As doses hipnóticas e anestésicas com 1% CLP (6,0 ± 1,3 e 17,8 ± 2,6 mg.kg-1, respectivamente) e 1% NLP (5,4 ± 1,0 e 16,0 ± 1,4 mg.kg-1, respectivamente) não foram significativamente diferentes. A recuperação da hipnose e da anestesia foi mais rápida com NLP do que com CLP. As alterações de FC, PA e FR causadas pelo NLP não foram significativamente diferentes das do CLP. Ácido acético e veículo do CLP provocaram 46,0 ± 2,0 e 12,5 ± 0,6 contorções em 20 min após injeção i.p., respectivamente. Observou-se ausência de contorções abdominais com veículo de NLP. Nenhuma resposta inflamatória abdominal foi notada com a injeção i.p. de ambos os veículos de propofol. CONCLUSÕES: O NLP pode representar melhor alternativa do que o CLP para anestesia venosa com menores efeitos adversos Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El uso clínico de la formulación lipídica del propofol, causa dolor durante la inyección, reacción alérgica y crecimiento microbiano. El propofol ha sido reformulado en diferentes presentaciones no lipídicas para reducir los efectos adversos, pero esos cambios pueden modificar su farmacocinética y farmacodinámica. En este trabajo, investigamos la farmacología y la toxicología del propofol lipídico (CLP) y de la nanoemulsión no lipí (mais) dica (NLP). MÉTODO: El CLP y el NLP fueron infundidos en la vena yugular de ratones midiendo la presión arterial (PA), frecuencia cardíaca (FC) y frecuencia respiratoria (FR). Las dos formulaciones (1%) fueron infundidas (40 µL.min-1) durante 1 hora. Dosis hipnóticas y anestésicas y recuperaciones, fueron determinadas. El dolor inducido por el vehículo del CLP y NLP se comparó por medio del conteo del número de contorciones abdominales ("writhing test") después de la inyección intraperitoneal en ratones. El ácido acético (0,6%) fue usado como control positivo. RESULTADOS: Las dosis hipnóticas y anestésicas con 1% CLP (6,0 ± 1,3 y 17,8 ± 2,6 mg.kg-1, respectivamente) y 1% NLP (5,4 ± 1,0 y 16,0 ± 1,4 mg.kg-1, respectivamente), no fueron significativamente diferentes. La recuperación de la hipnosis y de la anestesia fue más rápida con NLP que con CLP. Las alteraciones de FC, PA y FR causadas por el NLP no fueron significativamente diferentes de las del CLP. El ácido acético y el vehículo del CLP provocaron 46,0 ± 2,0 y 12,5 ± 0,6 contorciones en 20 minutos después de la inyección i.p., respectivamente. No se observaron contorciones abdominales con vehículo de NLP. Ninguna respuesta inflamatoria abdominal fue notada con la inyección i.p. de los dos vehículos de propofol. CONCLUSIONES: El NLP puede representar una mejor alternativa que el CLP para la anestesia venosa, con menores efectos adversos Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: The clinical use of a lipid propofol formulation causes pain during injection, allergic reactions, and bacterial growth. Propofol has been reformulated in different non-lipid presentations to reduce the incidence of adverse effects, but those changes can modify its pharmacokinetics and pharmacodynamics. In the present study, we investigate the pharmacology and toxicology of lipid propofol (CLP) and the non-lipid nanoemulsion (NLP). METHODS: Conv (mais) entional lipid formulation of propofol and NLP were infused in the jugular veins of rats and blood pressure (BP), heart rate (HR), and respiratory rate (RR) were measured. Both formulations (1%) were infused (40 µL.min-1) over 1 hour. Hypnotic and anesthetic doses as well as recoveries were determined. The pain induced by the CLP and NLP vehicles was compared by counting the number of abdominal contortions ("writhing test") after the intraperitoneal (i.p.) injection in mice. Acetic acid (0.6%) was used as positive control. RESULTS: Hypnotic and anesthetic doses of 1% CLP (6.0 ± 1.3 and 17.8 ± 2.6 mg.kg-1, respectively) and 1% NLP (5.4 ± 1.0 and 16.0 ± 1.4 mg.kg-1, respectively) were not significantly different. Recovery from hypnosis and anesthesia was faster with NLP than with CLP. Changes in HR, BP, and RR caused by NLP were not significantly different from those caused by CLP. Acetic acid and the vehicle of CLP caused 46.0 ± 2.0 and 12.5 ± 0.6 abdominal contortions 20 min after i.p. injection, respectively. The absence of abdominal contractions was observed with the vehicle of NLP. Abdominal inflammatory response was not observed after the i.p. injection of both propofol vehicles. CONCLUSIONS: Non-lipid formulation of propofol can be a better alternative to CPL for intravenous anesthesia with fewer adverse effects

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Capacidade fagocitária de ratos esplenectomizados/ Phagocytic capacity in splenectomy rats

Biondo-Simões, Maria de Lourdes Pessole; Pante, Mônica Lidia; Liberato, Carla Cristina Gularte; Gauginski Jr, José Ciro; Macedo, Vanesa Lara de; Dias, Cristiane
2000-01-01

Resumo em português O baço, durante muito tempo considerado um órgão sem função definida, é hoje considerado um elaborado sistema de defesa, principalmente de fagocitose. O presente estudo visa conhecer a influência da esplenectomia total sobre a capacidade fagocitária total. Utilizaram-se 26 ratos machos com 180 dias de idade, divididos em 3 grupos: controle (n=10), sham (n=8) e esplenectomizados (n=8). Submetreram-se os animais do grupo sham à laparotomia mediana sob anestesia ger (mais) al intra-peritoneal de tiopental sódico e os do grupo esplenectomia à laparotomia e esplenectomia total. Após 7 dias colheram-se amostras de sangue. Em seguida injetou-se ferro na dose de 2mg/kg de ferro e colheram-se novas amostras após 5 e 15 minutos da injeção. Dosou-se o ferro sérico nas amostras coletas e calculou-se o índice de fagocitose pela equação de Biozzi e col. O índice de fagocitose foi semelhante nos grupos controle e sham (p=0,143086) e menor no grupo dos esplenectomizados (p=0,0006850). Observou-se que a capacidade fagocitária total está diminuída após esplenectomia, em ratos. Resumo em inglês The spleen, during a long time was considered an organ without a definite function. Nowadays it is considered an elaborate defense system, mainly of phagocitosis. The present study intends to present the influence of total splenectomy on total phagocytic capacity. Twenty-six male mice were used, 180 days old with medium weight of 289.5 g, which were divided in 3 groups: control ( n=10), sham (n=8) and experiment (n=8). The animals from control group were used to provide t (mais) he phagocytosis standard. The sham group were submitted to median laparotomy under general anesthesia with peritoneal sodium-thiopental. The experiment group suffered the same process and total splenectomy. After 7 days, blood samples were taken and iron solution was injected (2mg/kg). New blood samples were collected after 5 minutes, and 15 minutes of injection. The serum iron from the samples were dosed and the phagocytosis index were calculated from the equation of Biozzi et al. The phagocytosis index were similar in control and sham groups (p=0,143086) and lower in experiment group (p=0,000685). The total phagocytic capacity is diminished after splenectomy in rats.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Avaliação fitoterápica da Jatropha gossypiifolia L. na cicatrização de suturas na parede abdominal ventral de ratos/ Phytotherapic evaluation of Jatropha gossypiifolia L. on rats ventral abdominal wall wound healing

Aquino, José Ulcijara; Czeczko, Nicolau Gregori; Malafaia, Osvaldo; Dietz, Ulrich Andreas; Ribas Filho, Jurandir Marcondes; Nassif, Paulo Afonso Nunes; Araújo, Ubirajara; Boroncello, João; Santos, Manoel Francisco da Silva; Santos, Eduardo Antonio de Andrade
2006-01-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A espécie vegetal Jatropha gossypiifolia L., conhecida também como pião roxo, é utilizada na medicina popular como cicatrizante, anti-hipertensivo, purgativo e diurético. OBJETIVO: Avaliar a influência da administração intraperitoneal da Jatropha gossypiifolia L., na cicatrização de suturas da parede abdominal ventral de ratos, observando-se os seus aspectos macroscópicos, tensiométricos e microscópicos. MÉTODOS: Foram utilizados no procediment (mais) o 40 ratos da linhagem Wistar, machos, distribuídos em dois grupos de 20. Após incisão da parede e abertura da cavidade abdominal, foi instilado 1 ml/kg/peso de cloreto de sódio a 0,9% no grupo controle e no grupo Jatropha o extrato bruto etanólico da Jatropha gossypiifolia L., na concentração de 1 ml/kg/ peso. Realizou-se a sutura da parede abdominal com fio de polipropileno, com pontos separados. Os animais foram avaliados na sua evolução pós-operatória e mortos em dois subgrupos, no 3º e 7º dia. Analisou-se a parede abdominal ventral macroscopicamente, mediu-se a força de resistência a tensão e foram estudados os aspectos histológicos do reparo cicatricial. RESULTADOS: No exame macroscópico encontraram-se aderências mais intensas nos subgrupos Jatropha no 3º e 7º dia. A avaliação tensiométrica foi significantemente maior nos subgrupos Jatropha no 3º e 7º dia. A avaliação histológica comparativa entre os subgrupos demonstrou que o processo inflamatório agudo foi significantemente maior no subgrupo Jatropha no 3º e 7º dia; a neoformação capilar foi significantemente maior no 3º dia pós-operatório do subgrupo Jatropha sendo os outros parâmetros histológicos semelhantes. CONCLUSÃO: O uso do extrato bruto de Jatropha gossypiifolia L. intraperitoneal não demonstrou melhora significativa no processo de cicatrização da sutura da parede abdominal ventral de ratos com a dose e concentração utilizadas. Resumo em inglês INTRODUCTION: The Jatropha gossypiifolia L., which is used in popular medicine is considered to have good diuretic effect in hypertension and is also used as a laxative drug. It seems to have a healing effect, although not proved till now. PURPOSE: To evaluate the influence of intraperitoneum administration of Jatropha Gossypiifolia L., in suture healing of ventral abdominal wall of rats, through tensiometric measurement, macro and microscopic aspect of post-operative per (mais) iod. METHODS: Forty wistar male rates were allocated in two groups of 20 animals . After the incision and exposure of abdominal cavity 1 ml/kg/weight of 0,9% sodium chloride solution was injected in control group, and in the other one the injection was of 1 ml/kg/weight of a gross ethanol extract of Jatropha gossypiifolia L. The suture of the abdominal wall was than performed with polypropylene separated stitches. The animals were followed-up and killed in the third and seventh days. The ventral abdominal wall was macroscopically analyzed, the resistance strength to strain was measured and it was also studied the histological aspects. RESULTS: On macroscopic examination more intense adhesion was found on the group of Jatropha in both third and seventh post-operative days. The strain evaluation was meanly greater on Jatropha group also in third and seventh days. CONCLUSION: The histological comparative analysis between the different groups showed that the acute inflammatory process was meanly greater for the Jatropha group in third and seventh post-operative days. The vascular neoformation was significantly greater in third pos-operative day of Jathopha group; the other histological parameters were just alike. The intraperitoneum injection of Jatropha extract did not have any significant improvement for the wound healing on ventral abdominal wall on the evaluated animals in this study, no matter if analyzed at the third or seventh pos-operative days.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Avaliação em camundongo da eficácia do antiveneno administrado no local da inoculação intramuscular do veneno de Crotalus durissus terrificus/ Evaluation in mice, of the antivenom efficacy injected at the same place of the intramuscular inoculation of the Crotalus durissus terrificus venom

Ribeiro, Lindioneza Adriano; Utescher, Carla Lilian Agostini; Vieira, Silvia Lucia Paro; Fensterseifer, Sara; Mukuno, Helena; Jorge, Miguel Tanús
1993-02-01

Resumo em português A eficácia do antiveneno crotálico por via intramuscular (im) no local da inoculação, também im, do veneno de Crotalus durissus terrificus foi avaliada em camundongos. Em três experimentos inocularam-se duas DLSO do veneno por via im e administrou-se o antiveneno de três formas: metade da DE50 por via intraperitoneal (ip) e metade por via im, no mesmo local, imediatamente após (1º) e 30' após (2º) a inoculação do veneno; quatro quintos de DE50 por via ip e um (mais) quinto por via im, no mesmo local e 30' após a inoculação do veneno (3º). O antiveneno ofereceu, por via ip, maior proteção aos camundongos (menor taxa de óbito em 48 horas) do que quando foi administrado, em parte, por via im, no local da inoculação do veneno (p Resumo em inglês The efficacy of the Crotalus durissus terrificus antivenom administration by intramuscular (im) injection at the same place of the im inoculation, of the C. d. terrificus venom was evaluated in mice. In three experiments two DL50 of the venom were inoculated and the antivenom was administered in three differents ways: half of the ED50 by intraperitoneal (ip) administration and half by injection, at the same place, immediatelly after the venom inoculation and thirty minute (mais) s after the im venom inoculation; four fifth of ED50 by ip administration and one fifth by injection, at the same place and thirty minutes after the venom inoculation. The antivenom that was administred by intraperitoneal route provided a higher protection to mice (a lower death rate in a 48 hours period) than when it was administred in parts, by intramuscular injection, at the same place of the venom inoculation (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Avaliação do efeito do extrato hidroalcoólico de Schinus terebinthifolius Raddi (Aroeira) no processo de cicatrização da linea alba de ratos/ Evaluation of the hydro-alcoholic Schinus terebinthifolius Raddi (Aroeira) extract in the healing process of the alba linea in rats

Nunes Jr., José Aldemir Teixeira; Ribas-Filho, Jurandir Marcondes; Malafaia, Osvaldo; Czeczko, Nicolau Gregori; Inácio, Cristiano Machado; Negrão, Alexandre Wolanski; Lucena, Periguari Luiz Holanda de; Moreira, Hamilton; Wagenfuhr Jr., Jorge; Cruz, Jordan de Jesus
2006-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o processo de cicatrização da parede abdominal de ratos após a injeção intraperitoneal do extrato hidroalcóolico de Schinus terebinthifolius Raddi. MÉTODOS: Utilizaram-se 40 ratos da linhagem Wistar, distribuídos em dois grupos de 20 animais, cada um subdividido em dois subgrupos. Estes ratos foram mortos no 3º e 7º dias após a aplicação intraperitoneal do extrato. No grupo experimento, injetou-se uma única dose de extrato hidroalcoólico d (mais) e Aroeira (100 mg por quilo de peso do animal) e no grupo controle uma única dose de solução salina isotônica a 0.9%. Após a morte dos animais, realizou-se o inventário da cavidade peritoneal à procura de aderências, seguido da ressecção da parede abdominal anterior englobando a ferida operatória para análise. As aderências foram classificadas pelos critérios de adesão de Nair. Realizou-se avaliação tensiométrica da parede abdominal através da medida da carga máxima suportada e da deformação máxima, medidos em máquina universal de ensaios do tipo Tiratest. Por fim, a avaliação histológica foi realizada através da coloração hematoxilina-eosina, com análise dos parâmetros: inflamação aguda, inflamação crônica, necrose isquêmica, reação gigantocelular do tipo corpo estranho, proliferação fibroblástica, fibrose, reepitelização e coaptação das bordas da sutura. RESULTADOS: A avaliacão macroscópica não revelou presença de aderências significativas entre a linha alba e as vísceras intra-abdominais nos grupos de estudo. A tensiometria demonstrou aumento significativo das variáveis carga máxima e deformação máxima (p=0,006 e p=0,000 respectivamente) entre os grupos controle e experimento de sete dias. A avaliação histológica intergrupos (controle e experimento) de três e sete dias não demonstrou alteração significativa para os parâmetros neoformação vascular, necrose, fibrose, reepitelização e coaptação das bordas da sutura. Notou-se diferença significativa para proliferação fibroblástica (p=0,014) na avaliação intergrupo de três dias, e para inflamação crônica (p=0,023) e reação gigantocelular do tipo corpo estranho (p=0,008) na avaliação intergrupo de sete dias. Na análise intragrupo controle, houve diferença significativa para inflamação crônica no subgrupo três dias, e, finalmente, na análise intragrupo experimento, observou-se diferença significativa para inflamação aguda e proliferação de fibroblastos (p=0,001 e p=0,020) no subgrupo de três dias em relação ao subgrupo de sete. CONCLUSÃO: A injeção intraperitoneal do extrato hidroalcoólico de Schinus terebinthifolius Raddi em laparotomias medianas de ratos não alterou a cicatrização na análise macroscópica e induziu a aumento da carga máxima de ruptura e deformação máxima da linha alba na análise tensiométrica. Na análise histológica, determinou efeito cicatrizante no subgrupo de animais experimento de três dias. Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate the healing process in the abdominal wall of rats after the intra-peritoneal injection of the hydro-alcoholic Schinus terebinthifolius Raddi extract. METHODS: Forty Wistar rats were used, distributed in two groups of 20 animals, divided into two subgroups, according to the death day, three or seven, after the intra-peritoneal injection of the extract. The experimental group was injected with only one dose of the hydro-alcoholic Aroeira extract (100mg (mais) per animal kilogram); the control group was injected with only one dose of isotonic saline solution at 0.9%. After the animal death, an inventory of the peritoneal cavity was carried out in a careful search for any adhesion, followed by the resection of the anterior abdominal wall encompassing the operating incision in order to examine it for evidence of infection. The adhesions were classified according to the Nair criteria. The tensiometric assessment was performed by means of the measurement of the maximum charge and maximum deformity tolerated, measured in a universal Tiratest type testing machine and, finally, the histological evaluation was performed by means of the hematoxylin-eosine staining in following parameters: severe inflammation, chronic inflammation, ischemic necrosis, gigantocellular reaction of the foreign body type, fibroblastic proliferation, fibrosis, re-epithelization and co-optation of the suture borders. RESULTS: The macroscopic evaluation didn't have any evidence of significant adherence between the alba linea and the intra-abdominal viscera in the study groups. The tensiometry showed significant effect for the Maximum Charge and Maximum Deformity (p=0.006 and p=0.000, respectively) between the 7-day control and experimental groups. The histological 3-day and 7-day control and experimental intergroup evaluation did not show significant alteration for the parameters vascular neoformation, necrosis, fibrosis, re-epithelization and co-aptation. A significant difference was perceived for fibroblastic proliferation (p=0.014) in the 3-day intergroup evaluation and for chronic inflammation (p=0.023) and gigantocellular reaction of the foreign body type (p=0.008) in the 7-day intergroup evaluation. The control intragroup analysis, had a significant difference for chronic inflammation in the 3-day group and, finally, in the experimental intragroup analysis, a significant difference was observed for acute inflammation and fibroblastic proliferation (p=0.001 and p=0.020) in the 3-day regarding the 7-day group. CONCLUSION: The intraperitoneal injection of the Schinus terebinthifolius Raddi hydro-alcoholic extract in median laparotomies in rats has not determined any significant alteration in the macroscopic analysis, but it induced an increase of maximum charge of rupture and maximum deformity of the alba linea in the tensiometric analysis. In the histological point of view, the Aroeira group had a positive healing effect on the 3-day.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Avaliação da reinfecção peritoneal após peritonite fecal em ratos/ Assessment of peritoneal reinfection after fecal peritonitis in rats

Petroianu, Andy; Carneiro, Bruno Gustavo Muzzi Carvalho e; Rodrigues, Fernando Henrique Oliveira Carmo; Rocha, Renata Figueiredo
2004-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Há poucos estudos sobre os efeitos de uma nova infecção após peritonite séptica. Com o objetivo de compreender melhor esta situação, realizou-se o presente experimento tendo como parâmetro o papel do tempo neste fenômeno. MÉTODO: Foram utilizadas 36 ratas Wistar adultas, submetidas a peritonite fecal com injeção intraperitoneal de uma solução de fezes de ratos. Os animais foram divididos em quatro grupos (n = 9): Grupo 1A - controle: injeção intr (mais) aperitoneal de solução de fezes com uma quantidade sabidamente letal (10 ml/kg); Grupo 1B - reinfecção: injeção intraperitoneal de solução de fezes com uma quantidade sabidamente não letal (2 ml/kg) e, após 30 dias, injeção de solução de fezes (10 ml/kg); Grupo 2A - controle da reinfecção tardia: injeção intraperitoneal de fezes a 10 ml/kg; Grupo 2B - reinfecção tardia: injeção intraperitoneal de fezes a 2ml/kg e, após quatro meses, injeção de 10ml/kg. RESULTADOS: Todos os nove animais do Grupo 1A morreram no período de sete dias após a injeção da solução de fezes. Já no Grupo 1B, pré-infectado, apenas um animal morreu, 24 horas após a injeção da solução de fezes a 10 ml/kg (p Resumo em inglês BACKGROUND: Few studies are available addressing the effects of a new infection after septic peritonitis. Thus, the present study was conducted with the objective to better understanding this situation using the role of time in this phenomenon as a parameter. METHODS: Thirty-six adult female Wistar rats were submitted to fecal peritonitis by an intraperitoneal injection of a solution of rat feces. The animals were divided into 4 groups (n = 9 each): Group 1A - control: in (mais) traperitoneal injection of an amount of fecal solution known to be lethal (10 ml/kg); Group 1B - reinfection: intraperitoneal injection of an amount of fecal solution known not to be lethal (2 ml/kg) followed by an injection of fecal solution (10 ml/kg) 30 days later; Group 2A - control of late reinfection: intraperitoneal injection of 10 ml/kg feces; Group 2B - late reinfection: intraperitoneal injection of 2ml/kg feces followed by an injection of 10 ml/kg 4 months later. RESULTS: All nine animals in Group 1A died within seven days after injection of the fecal solution. In contrast, in the preinfected Group 1B only 1 animal died (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Avaliação da eficácia do antiveneno botrópico administrado no local da inoculação intramuscular do veneno de Bothrops jararaca: estudo experimental em camundongos/ Assessment of the efficacy of antivenom injection at the site of the intramuscular inoculation of Bothrops jararaca venom in mice

Agostini Utescher, Carla Lilian; Vieira, Silvia Lucia Paro; Fensterseifer, Sara; Ribeiro, Liodioneza Adriano; Jorge, Miguel Tanús
1994-06-01

Resumo em português Foi determinada, em camundongos de 18 a 20 g, a dose efetiva 50% do antiveneno botrópico, por via intraperitoneal (ip), imediatamente (DE50 Oh) e 30 minutos (DE50 30') após a inoculação de 2 DL50 do veneno de B. jararaca, por via intramuscular (im). A DE50 30' foi três vezes maior do que a DE50 Oh. A eficácia do antiveneno administrado no local da inoculação do veneno foi avaliada inoculando-se duas DL50 do veneno, por via im, e administrando-se a DE50 do antivene (mais) no imediatamente (DE50 Oh) e 30 minutos após (DE50 30'), de duas formas a saber: totalmente por via ip (1ª) e metade por via ip e metade por via im (2ª), no mesmo local da inoculação do veneno. O antiveneno ofereceu, por via ip, maior proteção aos camundongos (menor taxa de óbito em 48 horas) do que quando metade do mesmo foi administrado, por via im, no local da inoculação do veneno. Conclui-se que, neste modelo experimental, quando se inicia o tratamento tardiamente há necessidade de maior dose de antiveneno botrópico e que não há benefício em administrá-lo no local da picada. Resumo em inglês The 50% effective intraperitoneal (ip) dose of Bothrops jararaca antivenom (ED50) was assessed in mice immediately (ED50 Oh) and thirty minutes (ED50 30') after the intramuscular (im) injection of two 50% lethal dose (LD50) of Bothrops jararaca venom. The efficacy of the antivenom injected at the venom inoculation site was assessed by the inoculation of two LD50 of the venom by im route, followed immediately (ED50 Oh) and 30 minutes later (ED50 30') by administration of t (mais) he ED50 of the antivenom either entirely by the ip route or 50 percent ip plus 50 percent im, at the same inoculation site. It was shown that the ED50 30' was 3 times greater, than the ED50 Oh and that the antivenom was more protective to mice (lower death rate in 48 hours) when given entirely ip. It was concluded that, in this experimental model, a higher dose of bothropic antivenom is needed when the treatment is started lately, and that there is no benefit in its administration at the venom inoculation site.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Atrofia mucosa/translocação bacteriana na sepse experimental em ratos Wistar/ Mucosal atrophy/bacterial translocation in experimental sepsis in Wistar rats

d'Acampora, Armando José; Ortellado, Daniel Knabben; Carvalho, Roberta O. M.; Serafim, João Daniel May; Farias, Débora Cadore de; Tramonte, Ricardo
2004-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Avalizar a relação entre lesão mucosa e translocação bacteriana. MÉTODO: Utilizou-se 50 ratos distribuídos em 5 grupos: 1.Controle: injeção de inóculo padrão de Pseudomonas aeruginosa, 2.Dreno: injeção do inóculo padrão e drenagem da cavidade abdominal, após 6 horas, 3.Lavado: injeção do inóculo padrão e lavagem da cavidade abdominal, após 6 horas, 4.Lavado + dreno: injeção do inóculo padrão e após 6 horas, drenagem e lavagem da cavidad (mais) e, 5.Normal: avaliação histológica da parede intestinal normal. Após o óbito, realizou-se hemocultura e cultura peritoneal. Realizou-se medida da espessura total da parede do jejuno e da camada mucosa em vilosidades seccionadas de forma longitudinal. RESULTADOS: Na hemocultura, houve crescimento de Pseudomonas aeruginosa e Escherichia coli em 90% e 52,5% dos animais. Na cultura peritoneal, houve crescimento de P. aeruginosa, E. coli e Klebsiella sp em 87,5%, 85% e 5% dos animais. Quanto a altura da camada mucosa e da parede intestinal, não houve alteração estatisticamente significativa entre os 5 grupos. CONCLUSÃO: A sepse aguda não causou alteração na camada mucosa do intestino delgado e a translocação ocorrida não pode ser considerada como decorrente de uma lesão da mucosa intestinal. Resumo em inglês PURPOSE: Observe the relation between small intestine's mucosal injury and bacterial translocation. METHODS: 50 adult female rats were distributed in 5 groups: 1. Control: intraperitoneal injection of Pseudomonas aeruginosa, 2. Drainage: intraperitoneal injection of P. aeruginosa and drainage of the abdominal cavity, after 6 hours, 3. Washed: intraperitoneal injection of P. aeruginosa and washing of the abdominal cavity, after 6 hours, 4. Washed + drainage: intraperitonea (mais) l injection of P. aeruginosa plus drainage and washing of the cavity, after 6 hours, 5. Normal: evaluation of the normal intestinal wall. After death, blood and peritoneal cultures were performed. Fragments of jejunum were processed histologically for morphometric measure of the total thickness of the jejujum's wall in comparison to the thickness of the mucosa + submucosa layer. RESULTS: In blood culture, there was growth of Pseudomonas aeruginosa and Escherichia coli in 90% and 52,5% of the animals, respectively. In the peritoneal culture, there was growth of P aeruginosa, E.coli and Klebsiella sp in 87,5%, 85% and 5% of the animals. About the histological analysis and the thickness of the mucosa + submucosa's layer, there was not significant alteration. CONCLUSION: Acute sepsis did not develop any thickness alteration in the small intestine's mucosa layer. Bacterial translocation can not be a direct consequence produced by mucosal intestinal injury.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Análise clínica e morfológica da conjuntivite alérgica induzida por ovalbumina e tratada com chalcona em cobaias/ Clinical and morphologic analysis of allergic conjunctivitis induced by ovalbumin and treated with chalcona in guinea pigs

Albuquerque, Rosemary Jorge de Mendonça; Rodrigues, Lusmar Veras; Viana, Glauce Socorro de Barros
2004-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar, do ponto de vista clínico e morfológico, o efeito da chalcona na conjuntivite alérgica induzida por ovalbumina em cobaias. MÉTODOS: Utilizaram-se 54 cobaias, albinos, machos pesando aproximadamente 400 g. Os animais foram sensibilizados por injeção intraperitoneal de ovalbumina suspensa em solução adjuvante completa de Freund. Posteriormente, a conjuntivite alérgica foi induzida por instilação de ovalbumina no saco conjuntival do olho direi (mais) to. Os animais foram distribuídos em 3 grupos, conforme o tratamento proposto: chalcona, corticóide e salina. A avaliação clínica foi realizada com 5, 10 e 40 min, 7 e 24 h da indução e diariamente até o dia 7 da indução. A avaliação morfológica consistiu em avaliar edema, necrose, vascularização e exocitose nos dias 1, 3 e 7 da indução. RESULTADOS: Em todos os grupos a resposta inflamatória foi mais intensa 24 h após a indução. No grupo chalcona evidenciou-se menos sinais inflamatórios que no grupo salina. O grupo corticóide apresentou menos sinais inflamatórios quando comparados aos grupos chalcona e controle. À análise morfológica evidenciou-se que os grupos chalcona e corticóide apresentaram efeitos terapêuticos semelhantes. CONCLUSÃO: A chalcona teve efeito terapêutico na conjuntivite alérgica induzida por ovalbumina. Resumo em inglês PURPOSE: To study for clinical and morphological point of views, the effects of a chalcone in allergic conjunctivitis induced by ovalbumim in guinea pig. METHODS: Fifty-four white male guinea pigs weighing approximately 400 g were used in the study. All animals were sensitized by intraperitoneal injection of ovalbumin suspended in Freund’s complete adjuvant solution. Conjunctivitis was induced by the ovalbumin by instillation of ovalbumin in conjunctival sac of right eye (mais) ´s. The animals were randomized in 3 groups agreement with the proposed treatment: chalcone,corticoid and saline. The clinical analysis were recorded at 5, 10 e 40 min, 7 e 24 h after induced and daily until 7 days after induced. Morphologic analysis consisted in evaluating edema, necrosis, vascularization and exocytosis at the 1, 3 and 7 days following induction of conjunctivitis. RESULTS: Clinical alterations were more accentuated 24 h after induction. Inflammatory signs were less apparent in chalcone group as compared to saline Corticoid group presented less inflammatory signs when compared to chalcone and control groups. Morphologic analysis disclosed that chalcona effect is similar to corticoid effects. CONCLUSION: It is concluded that chalcona had therapeutic effect in the allergic conjunctivitis induced by ovalbumine in guinea pigs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Anestesia pelas vias intrapleural e intraperitoneal na cobaia/ Intrapleural and intraperitoneal anesthesia in guinea-pigs

Saad-Hossne, Rogério
1997-06-01

Resumo em português Em estudo experimental randomizado foi realizada análise comparativa, quando ao efeito anestésico, das vias de administração intrapleural e intraperitoneal, na cobaia. Foram utilizados 24 animais; empregou-se como droga anestésica, o pentobarbital sódico (0,33mg/Kg peso, solução 100mg em 3ml da solução fisiológica), injetado com seringa de insulina, agulha 13x4. Os efeitos de sedação, anestesia e de resuperação foram mais rápidos no caso de via intrapleura (mais) l. Conclui-se que a via intrapleural pode ser útil em trabalhos de pesquisa experimental, quando se utiliza a cobaia como animal de experimentação. Resumo em inglês In a randomized experimental trial, the intrapleural was compared with the intraperitoneal anesthesia (pentobarbital), in guinea-pig (24 animals). Best results were observed in the intrapleural injection group: sedation and recuperation developed more quickly than the peritoneal group. Accidents and/or adverse reactions were not observed in either group. The author consider this technique useful for surgical procedures, in experimental surgery and for research, in guinea-pig.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Alterações da mucosa intestinal em ratos: estudo morfométrico em três diferentes tratamentos após indução experimental de sepse abdominal aguda/ Alterations of intestinal mucosa in rats: morphometric study in three kinds of treatment after experimental acute abdominal sepsis induction

Tramonte, Ricardo; Carvalho, Roberta O. M.; Farias, Débora Cadore de; Serafim, João Daniel May; Ortellado, Daniel Knabben; d'Acampora, Armando José
2004-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar as possíveis alterações morfológicas da parede intestinal provocadas pela contaminação de uma monocultura bacteriana na cavidade abdominal de ratos, após tratamento por drenagem, lavagem e a combinação destes dois processos. MÉTODOS: Foram utilizados 50 ratos fêmeas da linhagem Wistar, foram distribuídos em 5 subgrupos: grupo Controle (C) - recebeu um inóculo padrão com 1,2.10(9) de Pseudomonas aeruginosa, intraperitonial, sem nenhum tipo (mais) de tratamento; grupo Dreno (D) - inóculo padrão e realizada a drenagem da cavidade abdominal; grupo Lavado (L) - inóculo e realizada a lavagem da cavidade abdominal com solução salina; grupo L+D - inóculo e submetido aos dois tipos de tratamentos; grupo Normal (N) sem nenhum tipo de inoculação ou tratamento. Realizou-se a análise morfométrica das lâminas coradas por H.E da mucosa intestinal e hemocultura. RESULTADOS: Não houve diferenças estatisticamente significantes na espessura da mucosa intestinal entre os 5 subgrupos de ratos analisados no período de 24 horas após a injeção do inóculo. 37 animais que receberam o inóculo evoluíram para o óbtito entre 5,83 e 28 horas, com 2 animais do grupo L sobrevivendo por um período de 28 horas. CONCLUSÃO: A sepse aguda não causou alterações morfológicas mensuráveis através desta metodologia na parede intestinal. Resumo em inglês PURPOSE: To verify which are the possible morphological alterations caused by the contamination of a bacterial monoculture in the abdominal cavity of rats, after treatment by draining, washing and the combination of those two processes. METHODS: Fifty adult female rats were distributed in five groups: 1. Control: intraperitoneal injection of Pseudomonas aeruginosa. 2. Drainage: intraperitoneal injection of P.aeruginosa and drainage of the abdominal cavity, after 6 hours. (mais) 3. Washed intraperitoneal injection of P.aeruginosa and washing of the abdominal cavity, after 6 hours. 4. Washed + drainage: intraperitoneal injection of P.aeruginosa plus drainage and washing of the cavity, after 6 hours 5. Normal: evaluation of the normal intestinal wall. After death, blood culture and peritoneal culture were performed. Fragments of jejunum were removed and processed histologically for morphometric measure. RESULTS: There were not statistically significant differences on the intestinal mucosa's thickness between the 5 groups analyzed in the period of 24 hours. From the 40 animals which received the inoculum, 37 evoluted to death in between 5.83 and 28 hours, with 2 animals from group L surviving for a period of 28 hours. CONCLUSION: The acute sepsis did not cause measurable morphological alterations through this methodology in the intestinal wall of these animals.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Acth e enzimas na supra-renal/ ACTH and enzymes in adrenal gland

Povoa Junior, H.; Souza, A. C.; Souza, E
1974-01-01

Resumo em português Estudou-se a atividade da ceruloplasmina, adenosina desaminase (AD) e transaminases glutâmico oxalacética (TGO) e glutâmico pirúvica (TGP) na supra-renal de ratos normais e injetados previamente (24 horas antes) com uma injeção única, por via intraperitoneal, de ACTH em doses de 0,5 e 1,2 un. internacionais. observou-se uma elevação estatisticamente significativa das TGO e ceruloplasmina enquanto a AD sofria diminuição sensível em sua atividade. Resumo em inglês Activities of several enzymes have been studied in rat adrenal glands after ACTH injection. Activity of glutamic oxalacetic transaminase increases significantly after ACTH. The same was observed with ceruloplasmin. Adrenosine desaminase inthe same gland was decreased after administration of this hormone.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)