Sample records for interfacial tension
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 8 shown.



1

Construção e avaliação de célula de fluxo para estudo da tensão interfacial dinâmica da interface fluxo líquido - sólido por despolarização da fluorescência/ Development of a flow cell to study dynamic interfacial tension of solid-liquid flow by fluorescence depolarization

Castro, Martha T. P. O.; Quintella, Cristina M.
2005-03-01

Resumo em inglês A simple low-cost flow cell was developed, built and optimized in order to observe dynamic interfacial tension of continuous flow systems. Distinct materials can be used in one of the cell walls in order to observe the intermolecular forces between the flowing liquid and the chemical constitution of the walls. The fluorescence depolarization was evaluated using Rhodamine B as fluorescent probe seeded in ethylene glycol. The effects of the positioning angles on the data ac (mais) quired across the cell are reported. The reproducibility of the data was evaluated with a spectrometer assembled in-house and the relative standard deviation was below 3%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Comparação entre o método da gota pendente e o método da gota girante para medida da tensão interfacial entre polímeros/ Comparison between the pendant drop and spinning drop method to measure interfacial tension between polymers

Demarquette, Nicole R.; Kamal, Musa R.
1997-09-01

Resumo em português Dois instrumentos, um deles baseado no princípio da gota pendente e o outro baseado no método da gota girante, para medir a tensão interfacial entre polímeros, são apresentados e comparados aqui. Com ambos instrumentos foi possível visualizar a gota de polímero "on line". Os instrumentos mostraram-se complementares quanto às suas áreas de aplicação. O método da gota pendente deve ser usado quando as quantidades de polímero são limitadas ou quando o polímero (mais) mais denso é opaco. O método da gota girante deve ser usado quando a degradação térmica pode ser um problema ou quando o polímero menos denso é opaco. Resumo em inglês In this paper two apparatuses, one based on the principle of the pendant drop method and one based on the principle of the spinning drop are presented and compared. With both apparatuses it was possible to view the drop in real time and calculate the interfacial tension on-line. The two equipments were shown to be complementary in their use. The pendant drop method should be used when there are limited quantities of polymer and/or the denser polymer is opaque. The spinning drop method should be used when thermal degradation could be a problem and/or when the lighter polymer is opaque.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Comparação entre duas teorias para a determinação da tensão interfacial pelo método de fibra quebrante/ Comparison between two theories for determination of interfacial tension with the breaking thread method

Palmer, Guillermo; Demarquette, Nicole R.
2003-01-01

Resumo em português A tensão interfacial entre polímeros fundidos é um fator chave para a predição da morfologia de blendas poliméricas. Neste trabalho, as teorias de Tomotika e Tjahjadi et al. para medir tensão interfacial entre polímeros fundidos usando o método de fibra quebrante são avaliadas e comparadas. Em particular, foram testadas ambas as teorias para o par de polímeros PP/PS à temperatura de 200 °C. O valor médio de tensão interfacial calculado usando a teoria de Tomotika foi de 5,88 mN/m, e usando a teoria de Tjahjadi et al. foi de 5,66 mN/m. Resumo em inglês Interfacial tension between molten polymers is a key factor that helps predicting the morphology of polymer blends. In this work, the theories of Tomotika and Tjahjadi et al. to measure interfacial tension between molten polymers using the breaking thread method are evaluated and compared. In particular, both theories were tested for PP/PS polymer pair at temperature of 200 °C. The average values of interfacial tension calculated using Tomotika´s theory and Tjahjadi et al.´s theory are 5.88 mN/m and 5.66 mN/m, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Comportamento Viscoelástico Linear e Morfologia de Blendas PP/HDPE/ Linear Viscoelastic Behavior and Morphology of PP/HDPE Blends

Souza, Adriana M. C. de; Demarquette, Nicole R.
2001-01-01

Resumo em português Neste trabalho, o efeito da composição da blenda PP/HDPE e da temperatura no comportamento viscoelástico linear e na morfologia destas blendas foi estudado. A tensão interfacial entre PP e HDPE foi avaliada utilizando o espectro de relaxação das blendas, seguindo as análises de Gramespacher e Meissner[1]. Os resultados indicaram que existe uma faixa de composições da blenda PP/HDPE para a qual é possível utilizar as análises de Gramespacher e Meissner[1] na ob (mais) tenção da tensão interfacial entre polímeros utilizando-se medidas reológicas. A compatibilização da blenda PP/HDPE também foi estudada através de análises morfológicas e da tensão interfacial entre os seus componentes. Três compatibilizantes foram testados: EPDM, SEBS e EVA. Curvas de emulsão relacionando o raio médio da fase dispersa e a tensão interfacial com a concentração de compatibilizante adicionado à blenda foram obtidas. Foi mostrado que o EPDM foi mais eficiente como agente emulsificante para a blenda PP/HDPE que o EVA e o SEBS. Resumo em inglês In this paper the influence of composition and temperature on the linear viscoelastic behavior and morphology of PP/HDPE blends was studied. The interfacial tension between PP and HDPE was evaluated using the relaxation spectra of PP/HDPE blends, following Gramespacher and Meissner analysis[1]. The results seemed to indicate that there is a range of compositions for which it is possible to use Gramespacher and Meissner analysis in order to calculate interfacial tension be (mais) tween polymers using small amplitude oscillatory shear measurements. The compatibilization of PP/HDPE blend was also studied through morphological analysis and interfacial tension between its components. Three types of compatibilizers were tested: EPDM, EVA and SEBS. Emulsion curves relating the average radius of the dispersed phase and the interfacial tension to the concentration of compatibilizer added to the blend were obtained. It was shown that EPDM was more efficient as an emulsifier for PP/HDPE blend than EVA or SEBS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Preparação de fibras de polipropileno modificadas com grupos mercaptan e sua utilização em compósitos com resina epoxídica/ Preparation of mercapto-modified polypropylene fibers and its use in epoxy - based composites

Dutra, Rita C. L.; Soares, Bluma G.; Lourenço, Vera L.; Diniz, Milton F.
1999-09-01

Resumo em português Fibras de polipropileno modificadas com grupos mercaptan foram desenvolvidas através de processo de extrusão/fiação de misturas contendo PP e EVA modificado com grupos mercaptan (EVASH). A superfície destas fibras foi analisada por espectroscopia foto-eletrônica de raios-X (XPS), espectroscopia no infravermelho com transformada de Fourier, utilizando-se a técnica de refletância difusa (DRIFTS), tensão superficial e microscopia eletrônica de varredura. A partir d (mais) estas técnicas, chegou-se à conclusão que o componente polar (EVASH) se situa próximo à superfície da fibra. A utilização destas fibras em compósitos com resina epoxídica resultou em aumento considerável da resistência ao impacto e da temperatura de transição vítrea do material, indicando boa adesão interfacial matriz-fibra. Estas interações foram comprovadas por análise dinâmico-mecânicas. Resumo em inglês Mercapto-modified polypropylene fibers were prepared by a process involving an extrusion followed by spinning of mixtures of PP and EVA modified with mercapto groups (EVASH). The analysis of the surface of these fibers by X-ray photoelectronic spectroscopy (XPS), diffuse reflectance infrared Fourier transform spectroscopy (DRIFTS), surface tension and scanning electronic microscopy indicated that the polar component (EVASH) is located closed to the fiber surface. The epox (mais) y composites containing these modified fibers displayed a considerable increase of the impact resistance. This result can be attributed to the good interfacial adhesion between matrix and PP fiber and the ductile characteristic of the fiber. The dynamic-mechanical behavior also suggests the interfacial adhesion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Metodologia para estimação de parâmetros físico-químicos de espumas

Luz, José Aurélio Medeiros da; Peres, Antônio Eduardo Clark
2001-12-01

Resumo em português A quantificação da partição de fluxo em espuma é necessária em várias instâncias da indústria, sendo exemplo clássico as operações de separação seletiva por flotação. A partição de líquido no circuito pode ser determinada em função da viscosidade, da tensão superficial, assim como da taxa específica de sinérese da polpa intersticial, ao se levar em conta o equilíbrio sob aeração, entre a vazão de líquido drenado da espuma e a de líquido arras (mais) tado pelo gás. A tensão interfacial pode ser calculada pelo método da gota cadente em tubo capilar, usando-se fatores de correção. Esse trabalho expõe técnicas simples para determinação desses parâmetros físico-químicos de espumas, com uso de aparato experimental de fácil aquisição ou construção. Resumo em inglês The calculation of flow splitting in froths and foams is needy in several instances in the industrial field. The liquid splitting can be calculated in terms of viscosity, surface tension, and the syneresis specific rate of the interstitial pulp, considering that, under equilibrium and during air sparging, the drainage flow rate of liquid matches the upward liquid flow rate caused by the air bubbles rising. This works treats on the determination of these properties, using very simple experimental setup.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Efeito da adição de diferentes copolímeros em blendas HDPE/HIPS pós-consumo: morfologia de fases e propriedades térmicas/ The effect of different block copolymers on post consumer HDPE/HIPS Blends: phase morphology and thermal properties

Perez, Igor S. B.; Manrich, Sati; Manrich, Silvio
2008-09-01

Resumo em português Blendas de poliolefinas/HIPS têm sido exploradas para obter filmes especiais com determinadas propriedades desejadas, tornando imperativo desenvolver vários estudos para um melhor conhecimento do comportamento desses materiais. Neste trabalho, efeitos da adição dos copolímeros comerciais de estireno-butadieno multibloco (SBS) e de estireno-(etileno-co-butileno)-estireno (SEBS) tribloco linear em blendas pós-consumo de HDPE e HIPS são reportados. A diminuição nas (mais) dimensões da microfase dispersa, aliada à rugosidade superficial da fase HDPE após extração seletiva do HIPS, independentemente de a fase matriz ser HIPS ou HDPE, mostraram mais eficiência do SEBS como modificador interfacial de tensão ou como surfactante entre os diferentes domínios quando comparado com o SBS. Os resultados das caracterizações térmicas, por exemplo, menor Tm e menor grau de cristalinidade do HDPE, e maior Tg do poliestireno na presença de SEBS corroboraram esta conclusão, como será discutido posteriormente. Resumo em inglês Blending of post-consumer polyolefins/HIPS has been exploited for obtaining special films with a desired set of properties, which has required studies to understand the behavior of these materials. In this work the effects of commercial multiblock styrene-butadiene (SBS) and linear triblock styrene-(ethylene-co-butylene)-styrene (SEBS) copolymers in blends of post-consumer high density polyethylene (HDPE) and HIPS are reported. Thermal properties and phase morphology were (mais) comparatively analyzed for the additives aiming at verifying possible correlations between them. Decreased dimensions of the minor micro phase along with HDPE surface roughness after HIPS selective extraction, independently of the matrix being HIPS or HDPE, showed better effectiveness for SEBS as interfacial tension modifier or as surfactant at the different domains interface when compared with SBS. The results of thermal characterizations, e.g. lower HDPE melting temperature, lower degree of crystallinity, and higher polystyrene glass transition temperature in the presence of SEBS corroborated with this conclusion as it will be discussed further.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Poli(Álcool Vinílico) Modificado com Cadeias Hidrocarbônicas: Avaliação do Balanço Hidrófilo/Lipófilo/ Chemical Modification of Poly(Vinyl Alcohol): Evaluation of Hydrophilic/Lipophilic Balance

Aranha, Isabele B.; Lucas, Elizabete F.
2001-01-01

Resumo em português Terpolímeros de poli(álcool vinílico) foram sintetizados por meio de reação de esterificação do PVA parcialmente hidrolisado com cloretos de ácidos graxos de comprimento de cadeia diferentes. O objetivo da síntese foi obter polímeros à base de PVA com pequenas variações no balanço hidrófilo/lipófilo e nas propriedades interfaciais de suas soluções. A modificação foi acompanhada por ressonância magnética nuclear de hidrogênio e as propriedades foram (mais) avaliadas pela variação na solubilidade e na tensão superficial. Foram obtidos polímeros modificados com baixos teores de grupamento hidrófobo. Testes de tensão superficial, realizados com os produtos solúveis em água, não mostraram variação dessa propriedade. A solubilidade dos produtos diminuiu sensivelmente mesmo para pequenas incorporações de grupamento hidrófobo. Foi observado que, para uma mesma massa, segmentos hidrófobos menores, distribuídos ao longo da cadeia, promovem maior modificação na solubilidade. Resumo em inglês Poly(vinyl alcohol) terpolymers have been obtained by reaction of partially hydrolized poly(vinyl alcohol) with different acid chlorides. The objective is the preparation of polymers with slight differences in their hydrophilic/lipophilic balance and in the interfacial activities of their solutions. The chemical modifications were characterized by means of ¹H NMR and the polymer properties were evaluated in terms of changes in solubility and surface tension. By chemical (mais) modification, polymers with low percentage of hydrophobic group were obtained. The water-soluble polymers obtained did not have the surface tension of their solutions altered. The solubility of the modified polymers decreased markedly, even with low contents of hydrophobic groups.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)