Sample records for indigenous peoples
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Povos indígenas versus petrolíferas: controle constitucional na resistência/ Indigenous peoples versus oil companies: constitutional control within resistance/ Pueblos indígenas versus petroleras: control constitucional en la resistencia

Figueroa, Isabela
2006-06-01

Resumo em português A Constituição equatoriana, orientada por parâmetros do direito internacional, estabeleceu o Estado multicultural e dedicou um de seus capítulos aos direitos coletivos dos povos indígenas e afro-equatorianos. Sua promulgação, em 1998, abriu novas possibilidades para a reivindicação desses direitos nos tribunais e seu desenvolvimento nas leis do país. Na Amazônia equatoriana existem dois casos em que os povos indígenas usaram alguns novos mecanismos legais para (mais) defender seus direitos coletivos diante da indústria petrolífera. Essa ação tornou evidente a agressividade com que as petrolíferas, aliadas ao governo e ao Banco Mundial, impõem seus "programas de relações públicas" nos territórios indígenas, transferindo recentemente à esfera judicial a mesma prática de dividir e conquistar, historicamente utilizada pela indústria petrolífera. (Original em espanhol.) Resumo em espanhol La Constitución ecuatoriana, orientada por parámetros del derecho internacional, estableció el Estado multicultural y dedicó uno de sus capítulos a los derechos colectivos de los pueblos indígenas y afroecuatorianos. Su vigencia, en 1998, ha abierto nuevas posibilidades para la reivindicación de estos derechos en las cortes y su desarrollo en las leyes domésticas. En la Amazonía ecuatoriana existen dos casos en los cuales los pueblos indígenas accionaron algunos (mais) de los nuevos mecanismos legales para defender sus derechos colectivos frente a la industria petrolera. Eso ha evidenciado la agresividad con la que las petroleras, aliadas al gobierno y al Banco Mundial, imponen sus "programas de relaciones públicas" en los territorios indígenas, transfiriendo últimamente hacia la arena legal las mismas dinámicas de dividir y conquistar históricamente utilizadas por la industria petrolera. Resumo em inglês The Ecuadorian Constitution, oriented by guidelines of International Law, has established a multi-cultural State, and devotes one of its chapters to the collective rights of the indigenous and Afro-Ecuadorian peoples. Since approval in 1998, new possibilities have arisen regarding claims of such rights before courts, as well as their development in domestic laws.In Ecuador's Amazonian regions, there are two cases in which indigenous peoples have made use of the new legal (mais) mechanisms to defend their collective rights against the oil industry. Both cases demonstrate the aggressiveness with which oil companies -allied with the government and the World Bank - impose their "public relations programs" in indigenous territories, applying the same divide-and-conquer dynamics historically used by the oil industry in the legal arena. (Original in Spanish.)

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

O direito à identidade cultural dos povos indígenas e das minorias nacionais: um olhar a partir do Sistema Interamericano/ The right to cultural identity of indigenous peoples and national minorities: a look from the Inter-American System/ El derecho a la identidad cultural de los pueblos indígenas y las minorías nacionales: una mirada desde el Sistema Interamericano

Chiriboga, Oswaldo Ruiz
2006-12-01

Resumo em português O presente trabalho pretende apresentar uma aproximação entre conceito e natureza do direito à identidade cultural dos povos indígenas e das minorias nacionais a fim de, posteriormente, buscar as formas de proteção da norma internacional deste direito em suas diversas modalidades. Pretende-se, ainda, construir este direito a partir dos tratados do Sistema Interamericano de promoção e proteção dos direitos humanos para que pelo menos parte dele seja garantida. Resumo em espanhol El presente trabajo pretende presentar una aproximación al concepto y naturaleza del derecho a la identidad cultural de los pueblos indígenas y las minorías nacionales, para luego buscar las formas en que la normativa internacional protege este derecho en sus distintas modalidades. Finalmente, se hará el intento de construir este derecho desde los tratados del Sistema Interamericano de promoción y protección de los Derechos Humanos, con el propósito de contribuir con la justiciabilidad de al menos una parte de este derecho. Resumo em inglês This work intends to present an approximation between the concept and the nature of the right to a cultural identity for indigenous peoples and national minorities, and to subsequently look at the ways international regulations protect this right in its distinct modalities. Finally, there is an intent to construct this right from the treaties of the Inter-American System for the promotion and protection of Human Rights, with the purpose of contributing to the justiciability of at least a part of this right.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Educação e sustentabilidade: o porvir dos povos indígenas no ensino superior em Mato Grosso do Sul/ Education and sustainability: the future of the indigenous peoples in higher learning in Mato Grosso do Sul/ L'éducation et la soutenabilité: l'avenir des peuples indigènes dans l'enseignement supérieur à Mato Grosso do Sul/ Educación y sostenibilidad: el porvenir de los pueblos indígenas en la enseñanza superior en Mato Grosso do Sul

Brostolin, Marta Regina; Cruz, Simone Figueiredo
2010-06-01

Resumo em português Nos últimos anos, o governo brasileiro tem adotado medidas de ações afirmativas na área educacional visando promover a equidade e a inclusão social das populações desfavorecidas e, entre elas, os povos indígenas. Passados os anos e, com os avanços na implementação dos direitos constitucionais dos povos indígenas, aumenta a procura destes por educação, inclusive o ensino superior que, até três a quatro anos atrás, apresentava uma demanda muito tímida. Nes (mais) te cenário, duas Universidades vêm se destacando, a Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), pela sua trajetória histórica no trabalho dos salesianos com os povos indígenas e a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) que, a partir de 2003, instituiu uma política de cotas e de bolsas para esse importante segmento no Estado de Mato Grosso do Sul. Este trabalho se insere neste contexto, apresentando dados relativos à situação dos acadêmicos indígenas em MS e se propõe também a contribuir para o debate sobre o porvir das populações indígenas no ensino superior, entendendo ser a educação reconhecida por eles como um dos elementos chaves para a viabilização de seus projetos de autonomia e sustentabilidade e o grande desafio posto as instituições de ensino superior no que tange à construção de relações mais simétricas e à promoção do diálogo intercultural em seus espaços acadêmicos. Resumo em espanhol Los últimos años, el gobierno brasileño ha adoptado medidas de acciones afirmativas en el área educativa visando promover la equidad y la inclusión social de las poblaciones desfavorecidas y, entre ellas, los pueblos indígenas. Con el paso de los años y, con los avances en la implementación de los derechos constitucionales de los pueblos indígenas, aumenta la búsqueda de estos por educación, inclusive la enseñanza superior que hasta tres a cuatro años atrás (mais) presentaba una demanda muy tímida. En este escenario, dos Universidades vienen destacándose, la Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), por su trayectoria histórica en el trabajo de los salesianos con los pueblos indígenas y la Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), que a partir de 2003, instituyó una política de cotas y de becas para este importante segmento en el Estado de Mato Grosso del Sur. Este trabajo se inserta en este contexto presentando datos relativos a la situación de los académicos indígenas en MS y se propone también a contribuir para el debate sobre el porvenir de las poblaciones indígenas en el enseñanza superior, afirmando ser la educación reconocida por ellos como uno de los elementos claves para la viabilidad de sus proyectos de autonomía y sostenibilidad y el gran desafío impuesto a las instituciones de enseñanza superior en lo que respecta a la construcción de relaciones más simétricas y la promoción del diálogo intercultural en sus espacios académicos. Resumo em inglês In recent years, the Brazilian government has adopted affirmative measures in the area of education seeking to promote equality and social inclusion of needy populations and, among them, the indigenous peoples. With the passing of the years and with advances in the implementation of the constitutional rights of the indigenous peoples, they have more and more sought for education, including higher learning which three or four years ago represented a very small demand. In t (mais) his scenario, two universities stand out, the Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), with the historical trajectory of the work of the salesians with indigenous peoples and the Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), which as of 2003, instituted a policy of quotas and scholarships for this important segment in the State of South Mato Grosso. This study is inserted in this context presenting data relative to the situation of indigenous students in South Mato Grosso who are ready also to contribute to the debate on the future of the indigenous populations in higher learning with the understanding that it is the education recognized by them as one of the key elements for making viable their projects of autonomy and sustainability and the great challenge before the institutions of higher learning as to the construction of more symmetrical relationships and the promotion of an intercultural dialogue within their walls.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

A revolução demográfica dos povos indígenas no Brasil: a experiência dos Kayabí do Parque Indígena do Xingu, Mato Grosso, Brasil, 1970-2007/ The demographic revolution among Brazilian indigenous peoples: the case of the Kayabí in the Xingu Indian Reservation, Mato Grosso State, Brazil, 1970-2007

Pagliaro, Heloisa
2010-03-01

Resumo em português O artigo analisa a dinâmica demográfica dos Kayabí, povo de língua Tupi, do Parque Indígena do Xingu, Brasil Central, no período 1970-2007, com base em informações do registro de eventos vitais do Programa de Saúde da Universidade Federal de São Paulo no Xingu. O contato dos Kayabí com a sociedade nacional, na região do Alto rio Teles Pires, entre 1920 e 1950, deu origem a depopulação das aldeias por confrontos e epidemias de doenças infecto-contagiosas, re (mais) sultando na emigração paulatina de alguns grupos Kayabí para o Xingu, onde até hoje vivem. Entre 1970 e 2007, a população Kayabí no Xingu cresceu 4,8% ao ano, passando de 204 para 1.162 habitantes. No período 2000-2007, a taxa bruta de natalidade era de 51 nascimentos por mil habitantes, a de fecundidade total de 7,8 filhos por mulher, a taxa bruta de mortalidade de 3,5 óbitos por mil habitantes e a de mortalidade infantil de 17,5 óbitos por mil nascimentos. Na população, 56,2% eram menores de 15 anos de idade. Os resultados mostram que, a exemplo do que vem ocorrendo com outros povos indígenas no Brasil, os Kayabí também estão se recuperando em população. Resumo em inglês This paper analyzes the demographic dynamics of the Kayabí, a Tupi people in the Xingu Indian Reservation in Central Brazil, from 1970 to 2007. Data were gathered from vital statistics for the Xingu Indian Reservation at the Federal University in São Paulo. Contact with Brazilian national society from 1920 to 1950 in the Upper Teles Pires River Valley led to a population decrease due to clashes and epidemics. In 1952, part of the Kayabí group gradually began migrating (mais) to the Xingu, where they still live. In 1970 there were 204 Kayabí in Xingu villages, and by 2007 there were 1,162, representing a 4.8% annual growth rate. For 2000-2007 the crude birth rate was 51 per thousand inhabitants; total fertility rate 7.8 children per women; crude death crude 3.5 per thousand inhabitants; and infant mortality rate 17.5 per thousand live births. The majority of the population is under 15 years of age (55.9%). The results show a population recovery process, similar to that of some other indigenous group in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

A revolução demográfica dos povos indígenas no Brasil: a experiência dos Kayabí do Parque Indígena do Xingu, Mato Grosso, Brasil, 1970-2007/ The demographic revolution among Brazilian indigenous peoples: the case of the Kayabí in the Xingu Indian Reservation, Mato Grosso State, Brazil, 1970-2007

Pagliaro, Heloisa
2010-03-01

Resumo em português O artigo analisa a dinâmica demográfica dos Kayabí, povo de língua Tupi, do Parque Indígena do Xingu, Brasil Central, no período 1970-2007, com base em informações do registro de eventos vitais do Programa de Saúde da Universidade Federal de São Paulo no Xingu. O contato dos Kayabí com a sociedade nacional, na região do Alto rio Teles Pires, entre 1920 e 1950, deu origem a depopulação das aldeias por confrontos e epidemias de doenças infecto-contagiosas, re (mais) sultando na emigração paulatina de alguns grupos Kayabí para o Xingu, onde até hoje vivem. Entre 1970 e 2007, a população Kayabí no Xingu cresceu 4,8% ao ano, passando de 204 para 1.162 habitantes. No período 2000-2007, a taxa bruta de natalidade era de 51 nascimentos por mil habitantes, a de fecundidade total de 7,8 filhos por mulher, a taxa bruta de mortalidade de 3,5 óbitos por mil habitantes e a de mortalidade infantil de 17,5 óbitos por mil nascimentos. Na população, 56,2% eram menores de 15 anos de idade. Os resultados mostram que, a exemplo do que vem ocorrendo com outros povos indígenas no Brasil, os Kayabí também estão se recuperando em população. Resumo em inglês This paper analyzes the demographic dynamics of the Kayabí, a Tupi people in the Xingu Indian Reservation in Central Brazil, from 1970 to 2007. Data were gathered from vital statistics for the Xingu Indian Reservation at the Federal University in São Paulo. Contact with Brazilian national society from 1920 to 1950 in the Upper Teles Pires River Valley led to a population decrease due to clashes and epidemics. In 1952, part of the Kayabí group gradually began migrating (mais) to the Xingu, where they still live. In 1970 there were 204 Kayabí in Xingu villages, and by 2007 there were 1,162, representing a 4.8% annual growth rate. For 2000-2007 the crude birth rate was 51 per thousand inhabitants; total fertility rate 7.8 children per women; crude death crude 3.5 per thousand inhabitants; and infant mortality rate 17.5 per thousand live births. The majority of the population is under 15 years of age (55.9%). The results show a population recovery process, similar to that of some other indigenous group in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Anotações sobre a aplicação da Convenção 169 da OIT sobre povos indígenas por tribunais da América Latina/ Notes on the implementation by Latin American countries of the ILO Convention 169 in indigenous peoples/ Apuentes sobre la aplicación del Convenio 169 de la OIT sobre pueblos indígenas por los tribunales de América Latina

Courtis, Christian
2009-06-01

Resumo em português O artigo apresenta alguns casos emblemáticos da aplicação da Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho sobre Povos Indígenas e Tribais em Países Independentes por tribunais da América Latina. O trabalho discute um número reduzido de casos sobre temas diversos e que representam diferentes países da região; bem como o tribunal regional de direitos humanos - a Corte Interamericana de Direitos Humanos. Os casos selecionados foram aqueles que apresent (mais) aram perspectivas particularmente interessantes com relação à temática abordada, inovação em sua interpretação ou relevância de suas consequências. Antes de apresentar os casos, entretanto, exponho alguns esclarecimentos que podem ser úteis para a compreensão do material selecionado e o contexto no qual estes casos estão inseridos. Resumo em espanhol Este trabajo presenta algunos casos emblemáticos de aplicación del Convenio 169 de la Organización Internacional del Trabajo sobre Pueblos Indígenas y Tribales en Países Independientes por Tribunales de América Latina. Discute un número reducido de casos que cubren temas diversos, y representan a distintos países de la región, y al tribunal regional de derechos humanos -la Corte Interamericana de Derechos Humanos y se destacan por su temática, por lo novedoso de (mais) la interpretación que ofrecen o por la relevancia de sus consecuencias. Antes de reseñar los casos, se efectúan algunas aclaraciones previas que pueden ser útiles para explicar el material que aquí se expone, y el contexto en el que debe situarse. Resumo em inglês This article presents some cases that are emblematic of the application of the International Labour Organisation's Convention 169 concerning Indigenous and Tribal Peoples in Independent Countries, by courts of Latin America. It discusses: a limited number of cases that cover various topics and represent the distinct countries of the region; and the regional court of human rights - the Inter-American Court of Human Rights. These cases are highlighted either according to th (mais) eir subject, by the innovative insight they offer, or by the relevance of their consequences. Before outlining these cases, however, some clarifications are presented which might be useful in explaining the material set forth below and the context in which the material should be situated

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Os outros alemães de Sérgio: etnografia e povos indígenas em Caminhos e fronteiras/ The other germans of Sérgio: ethnography and indigenous peoples in Caminhos e fronteiras/ Les autres allemands de Sérgio: ethnographie et indiens dans Chemins et frontières

Françozo, Mariana
2007-02-01

Resumo em português O presente artigo analisa a presença da etnografia, especialmente em sua vertente alemã, em parte da obra do historiador Sérgio Buarque de Holanda. Para isso, aborda-se o livro Caminhos e fronteiras (1957), coletânea de ensaios escritos na década em que Sérgio Buarque foi diretor do Museu Paulista (1946-1956). O texto divide-se em dois eixos que se entrecruzam: de um lado, como a condição de diretor do Museu propiciou o encontro do autor com a etnologia; de outro, (mais) a presença de temas e conceitos caros à etnologia alemã em Caminhos e fronteiras. Assim, pretende-se mostrar como o conhecimento e o contato com a etnografia têm lugar central na interpretação buarqueana sobre a colonização do interior da América Portuguesa. Resumo em inglês This article analyses the presence of ethnography, especially the German ethnographic tradition, in part of the oeuvre by the historian Sérgio Buarque de Holanda. In order to achieve this, we will focus on the book Caminhos e fronteiras (1957), a collection of essays written during the decade in which Sérgio Buarque was the director of the Museu Paulista (1946-1956). This article is divided in two interconnected parts, namely, one about the author’s experience when dir (mais) ecting the Museu Paulista and how he got in contact with ethnology in that period; and one on how themes and concepts that were important in the German ethnological tradition also play a significant role in the book Caminhos e fronteiras. We intend to prove that ethnography was a central part of Sérgio Buarque’s analysis of the colonization of the outskirts of Portuguese America.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Ecologia global contra diversidade cultural? Conservação da natureza e povos indígenas no Brasil: O Monte Roraima entre Parque Nacional e terra indígena Raposa-Serra do Sol/ Global ecology versus cultural diversity? Conservation of nature and indigenous peoples in Brazil. Roraima Mount: National Park vs. Raposa-Serra do Sol Indigenous Land

Lauriola, Vincenzo
2003-01-01

Resumo em português As políticas de conservação da natureza em diversos paises estão cada vez mais ligadas à tomada de decisões ecológicas globais. Exemplos destas ligações variam entre a definição de prioridades e objetivos das políticas, à ação de ONG's ambientalistas internacionais, à existência de fundos e programas globais para o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável, até as novas oportunidades econômicas representadas pelos mercados emergentes para serviços (mais) ecológicos globais e ''commodities ambientais''. Estas políticas freqüentemente conflitam com os direitos e as necessidades de diferentes populações locais, pois a implementação de áreas protegidas que excluem o homem recebe prioridade com respeito a outros modelos de conservação e uso sustentável da biodiversidade. O Brasil não faz exceção a esta regra. Hoje as políticas de conservação da natureza estão entrando em conflito direto com as políticas de preservação do direito à diferença cultural dos povos indígenas. Isto acontece a diversos níveis e em vários contextos locais diferenciados, desde a região Atlântica até a Amazônia e o Escudo das Guianas. A existência de fundos globais e suas prioridades podem contribuir para explicar estes conflitos, pois a ligação ecológica global contribui para redefinir as relações políticas nacionais e locais. O caso do Parque Nacional do Monte Roraima na Terra Indígena Raposa-Serra do Sol ilustra como modelos de conservação baseados na exclusão do homem, concebidos e implementados de cima para baixo, acirram conflitos preexistentes, políticos e sobre o direito à terra. Abordado através de um angulo diferente, este caso também aponta um possível caminho para soluções viáveis. Conversando, andando de canoa a remo e a pé com os índios Ingarikó na Serra do Sol, è possível perceber sua própria perspectiva cultural ecológica como elemento fundamental para a preservação dos recursos naturais. Adotar a perspectiva cultural indígena para entender e esclarecer suas regras efetivas de uso e manejo dos recursos naturais pode representar o ponto de partida para desenvolver e implementar planos de manejo ecologicamente eficazes e socialmente benéficos. Redirecionar a disponibilidade ecológica global a pagar na direção dos povos indígenas representaria uma contribuição nesta direção. Resumo em inglês Nature conservation policies in different countries are increasingly linked to global ecological decision making. Examples of such linkages abound, and range from priorities and policy objectives defined in international forums and institutions to the action of global environmentally concerned NGOs, to global environmental and sustainable development funds and programmes, and new economic opportunities represented by emerging markets for global ecological services and env (mais) ironmental commodities. These policies often clash with the needs and rights of different populations, since the implementation of man-excluding protected areas is given priority over other models of biodiversity conservation and sustainable use. Brazil is no exception to this rule: today, nature conservation policies are entering in direct conflict with policies preserving indigenous people’s rights to cultural difference. This is happening at different levels, and in several different local contexts, from the Atlantic to the Amazon and the Guyana Shield regions. Global policy priorities and funding can contribute to explain these conflicts, as the global ecological link contributes to redefine national and local political relations. The case of Mount Roraima National Park, overlapping with the Raposa-Serra do Sol Indigenous Land, illustrates how conservation policies based on man exclusion, such as National Parks, conceived and implemented in a top-down fashion, stimulate pre-existing political and land rights conflicts. Approached through a different angle, this case also indicates a possible way to viable solutions. By talking, canoeing and walking with the Ingariko Indians across the Serra do Sol, their own cultural ecological perspective can be perceived as a fundamental element in natural resource conservation. Adopting the indians' cultural perspective to elucidate their effective rules for the use and management of natural resources can be the starting point to develop and implement ecologically effective and socially beneficial management plans. Re-directing global willingness to pay for biodiversity conservation to indigenous peoples would contribute to make that happen.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Cidadania e globalização: povos indígenas e agências multilaterais

Oliveira Filho, João Pacheco de
2000-11-01

Resumo em português No mundo atual a situação presente e as perspectivas de futuro dos povos indígenas são cada vez mais afetadas por projetos cuja elaboração e decisão não se dá apenas no âmbito dos Estados-Nacionais, mas que seguem igualmente um conjunto de normas, convenções e diretrizes definidas em foros internacionais e em agências multilaterais. Esse artigo focaliza justamente um desses instrumentos, a diretriz operacional de 1991 que estabelece as condições que devem s (mais) er seguidas em quaisquer projetos apoiados pelo Banco Mundial, realizando uma leitura crítica a partir do contexto histórico brasileiro e dos interesses e demandas indígenas aí manifestados. A análise a seguir aborda basicamente 4 pontos: a) mostra a insuficiência dos critérios socioculturais para identificação das populações indígenas, apontando os prejuízos trazidos pela noção de "vulnerabilidade" (associada freqüentemente à julgamentos sobre a primitividade e autenticidade) e termina por recomendar a retomada dos procedimentos de auto-classificação propostos na Convenção 169 (OIT, 1989); b) faz uma avaliação das condições de salvaguarda apresentadas e do risco de imagens e expressões ambíguas (como a de "mitigação"); c) procede a um exame das formas de participação previstas para os povos indígenas, bem como dos fatores que as podem limitar ou mesmo o anular; d) chama a atenção para o enorme risco de distanciamento entre as diretrizes e as práticas, sendo indicados alguns dos fatores que podem ser responsáveis por tal descompasso. Resumo em inglês In today's world, the present situation and future perspectives of indigenous people are increasingly affected by projects whose elaboration and determination take place not simply within the scope of nation-states, but rather according to a sets of norms, conventions and directives defined in international forums as well in multilateral agencies. This article focuses exactly on one of these instruments, the 1991 operational directive which establishes the conditions whic (mais) h should be followed in any project supported by the World Bank, considered in a critical perspective which takes into account the historical Brazilian context and the demands and interests expressed by the indigenous groups. The Following analysis covers four basic points: a) it shows the inadequate nature of sociocultural criteria for the identification of indigenous populations, underlining the prejudices involved in the notion of "vulnerability" (frequently associated with judgements on primitiveness and authenticity) and recommends the revival of the procedures for auto-classification proposed in Convention 169 (OIT, 1989); b) it evaluates the protective conditions, and the risk of ambiguous images and expressions (such as "mitigation"); c) it examines the forms of participation foreseen for indigenous peoples, as well as the factors which might limit or even annul them; d) it calls attention to the enormous risk of a widening gap between directives and practices, and indicates some factors which could be responsible for this gap.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Geração e transmissão da energia elétrica: impacto sobre os povos indígenas no Brasil/ Electric power generation and transmission: the impact on indigenous peoples in Brazil

Koifman, Sergio
2001-03-01

Resumo em português Este trabalho busca retratar a distribuição de intercorrências nas comunidades indígenas no Brasil associadas à geração e à distribuição da energia elétrica. De acordo com dados da Fundação Nacional do Índio, há 156 áreas geograficamente distribuídas no país caracterizadas por afetarem, presente ou futuramente, assentamentos indígenas através da expansão do setor elétrico - 65% das quais situadas na Região Norte. As principais reclamações destas c (mais) omunidades dizem respeito aos efeitos diretos acarretados pelo alagamento originado com a construção das barragens hidroelétricas: submersão de territórios sagrados (como cemitérios); proliferação de mosquitos (ampliando a difusão da malária e de outras doenças infecciosas); escassez de caça; restrição das terras para a agricultura; e a criação de condições facilitadoras da invasão de terras indígenas. O cenário de perspectivas futuras é esboçado em quadro marcado pelo planejamento da construção de novas usinas hidrelétricas - em especial, na região amazônica - com possíveis efeitos similares nas comunidades indígenas. Resumo em inglês This paper presents an overview of the effects of electric power generation and transmission on indigenous communities in Brazil. According to data from FUNAI (the Brazilian government's Board of Indian Affairs), there are 156 cases of direct impact, present or future, of the electric power sector on Indian settlements geographically distributed throughout Brazil, 65% of which are located in the Northern Region of the country. The principal complaints by indigenous commun (mais) ities relate to the direct effects of flooding following construction of hydroelectric dams, destruction of sacred sites like cemeteries, mosquito proliferation, and health-related hazards such as malaria and other infectious diseases, decrease in game for hunting, crowding out of farm land, and increased invasion of indigenous lands. Future perspectives include a scenario with further construction of hydroelectric dams, especially in the Amazon region, with possible similar effects on indigenous communities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Geração e transmissão da energia elétrica: impacto sobre os povos indígenas no Brasil/ Electric power generation and transmission: the impact on indigenous peoples in Brazil

Koifman, Sergio
2001-03-01

Resumo em português Este trabalho busca retratar a distribuição de intercorrências nas comunidades indígenas no Brasil associadas à geração e à distribuição da energia elétrica. De acordo com dados da Fundação Nacional do Índio, há 156 áreas geograficamente distribuídas no país caracterizadas por afetarem, presente ou futuramente, assentamentos indígenas através da expansão do setor elétrico - 65% das quais situadas na Região Norte. As principais reclamações destas c (mais) omunidades dizem respeito aos efeitos diretos acarretados pelo alagamento originado com a construção das barragens hidroelétricas: submersão de territórios sagrados (como cemitérios); proliferação de mosquitos (ampliando a difusão da malária e de outras doenças infecciosas); escassez de caça; restrição das terras para a agricultura; e a criação de condições facilitadoras da invasão de terras indígenas. O cenário de perspectivas futuras é esboçado em quadro marcado pelo planejamento da construção de novas usinas hidrelétricas - em especial, na região amazônica - com possíveis efeitos similares nas comunidades indígenas. Resumo em inglês This paper presents an overview of the effects of electric power generation and transmission on indigenous communities in Brazil. According to data from FUNAI (the Brazilian government's Board of Indian Affairs), there are 156 cases of direct impact, present or future, of the electric power sector on Indian settlements geographically distributed throughout Brazil, 65% of which are located in the Northern Region of the country. The principal complaints by indigenous commun (mais) ities relate to the direct effects of flooding following construction of hydroelectric dams, destruction of sacred sites like cemeteries, mosquito proliferation, and health-related hazards such as malaria and other infectious diseases, decrease in game for hunting, crowding out of farm land, and increased invasion of indigenous lands. Future perspectives include a scenario with further construction of hydroelectric dams, especially in the Amazon region, with possible similar effects on indigenous communities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Narrativas e imagens dos viajantes alemães no Brasil do século XIX: a construção do imaginário sobre os povos indígenas, a história e a nação/ The narratives and images of German travelers to nineteenth-century Brazil: the construction of an imagination about indigenous peoples, history, and the nation

Sallas, Ana Luisa Fayet
2010-06-01

Resumo em português Analisa relatos e produção iconográfica dos viajantes Wied-Neuwied (1815-1817), Karl Friedich von Martius (1817-1820) e Johann Moritz Rugendas (1822-1825) com base na construção do imaginário sobre os povos indígenas, a história e a nação. Procura demonstrar as relações entre as ideias/imagens que eles produziram e o debate sobre a natureza do Novo Mundo. Aborda sobretudo a visão de seus empreendimentos como o processo de construção de uma história do Bras (mais) il e de sua população, revelando os sentidos e possibilidades existentes para o processo civilizador em curso e o papel que eles desempenharam nesse contexto. Resumo em inglês This analysis of the accounts and iconographic production of German travelers Wied-Neuwied (1815-1817), Karl Friedich von Martius (1817-1820), and Johann Moritz Rugendas (1822-1825) explores the construction of an imagination about indigenous peoples, history, and nation. It shows the relationship between the ideas and images produced by these voyagers and the debate on nature in the New World. Most importantly, it examines their endeavors as a process of constructing a h (mais) istory of Brazil and its people, uncovering the meanings and possibilities relevant to the civilizing process underway and their role in this context.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Saúde, minorias e desigualdade: algumas teias de inter-relações, com ênfase nos povos indígenas no Brasil/ Health, minorities and inequality: some webs of inter-relations, emphasizing indigenous peoples in Brazil

Coimbra Jr., Carlos Everaldo Alvares; Santos, Ricardo Ventura
2000-01-01

Resumo em português No Brasil, não há uma produção sistemática acerca do peso da dimensão étnico-racial na expressão diferenciada dos agravos à saúde. No cotidiano, minorias vivenciam situações de exclusão, marginalidade e discriminação que as colocam em posição de maior vulnerabilidade frente a agravos à saúde. Neste texto é enfocada, em particular, a situação dos povos indígenas. Coeficientes de morbi-mortalidade mais altos do que os registrados em nível nacional, f (mais) ome e desnutrição, riscos ocupacionais e violência social são apenas alguns dos múltiplos reflexos sobre a saúde decorrentes da persistência de desigualdades. É importante que sejam realizados esforços no sentido de reverter uma preocupante invisibilidade demográfica e epidemiológica resultante da ausência de informações confiáveis para as populações indígenas nas bases de dados oficiais. Isso possibilitará compreender melhor a gênese, determinantes e formas de reprodução das desigualdades em saúde no Brasil. Tais conhecimentos são fundamentais para o embasamento tanto de atuações políticas, inclusive por parte de lideranças indígenas, como de intervenções com vistas à promoção da eqüidade em saúde. Resumo em inglês In Brazil, few studies have analyzed the impacts of the ethnic-racial dimension upon the expression of health issues. In their daily lives, minorities experience situations of exclusion, marginality and discrimination that make them particularly vulnerable to health problems. In this paper we primarily focus on indigenous peoples. Rates of morbidity and mortality above national levels, hunger, undernutrition, occupational hazards and social violence are some of the multip (mais) le health-disease outcomes that derive from the persistence of inequalities. It is important that conditions are created in order to revert the current situation of demographic and epidemiological "invisibility" faced by indigenous peoples in Brazil, which in part stem from the absence of information about them in national databases. This will allow for a better understanding of the genesis, determinants and ways of reproduction of health inequalities in Brazil, thus potentially informing political actions and fostering interventions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Saúde, minorias e desigualdade: algumas teias de inter-relações, com ênfase nos povos indígenas no Brasil/ Health, minorities and inequality: some webs of inter-relations, emphasizing indigenous peoples in Brazil

Coimbra Jr., Carlos Everaldo Alvares; Santos, Ricardo Ventura
2000-01-01

Resumo em português No Brasil, não há uma produção sistemática acerca do peso da dimensão étnico-racial na expressão diferenciada dos agravos à saúde. No cotidiano, minorias vivenciam situações de exclusão, marginalidade e discriminação que as colocam em posição de maior vulnerabilidade frente a agravos à saúde. Neste texto é enfocada, em particular, a situação dos povos indígenas. Coeficientes de morbi-mortalidade mais altos do que os registrados em nível nacional, f (mais) ome e desnutrição, riscos ocupacionais e violência social são apenas alguns dos múltiplos reflexos sobre a saúde decorrentes da persistência de desigualdades. É importante que sejam realizados esforços no sentido de reverter uma preocupante invisibilidade demográfica e epidemiológica resultante da ausência de informações confiáveis para as populações indígenas nas bases de dados oficiais. Isso possibilitará compreender melhor a gênese, determinantes e formas de reprodução das desigualdades em saúde no Brasil. Tais conhecimentos são fundamentais para o embasamento tanto de atuações políticas, inclusive por parte de lideranças indígenas, como de intervenções com vistas à promoção da eqüidade em saúde. Resumo em inglês In Brazil, few studies have analyzed the impacts of the ethnic-racial dimension upon the expression of health issues. In their daily lives, minorities experience situations of exclusion, marginality and discrimination that make them particularly vulnerable to health problems. In this paper we primarily focus on indigenous peoples. Rates of morbidity and mortality above national levels, hunger, undernutrition, occupational hazards and social violence are some of the multip (mais) le health-disease outcomes that derive from the persistence of inequalities. It is important that conditions are created in order to revert the current situation of demographic and epidemiological "invisibility" faced by indigenous peoples in Brazil, which in part stem from the absence of information about them in national databases. This will allow for a better understanding of the genesis, determinants and ways of reproduction of health inequalities in Brazil, thus potentially informing political actions and fostering interventions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Estrutura etária, natalidade e mortalidade do povo indígena Xavante de Mato Grosso, Amazônia, Brasil/ Age structure, natality and mortality of the Xavante indigenous people of Mato Grosso State, Brazilian Amazon

Souza, Luciene Guimarães de; Santos, Ricardo Ventura; Coimbra Jr., Carlos Everaldo Alvares
2010-06-01

Resumo em português Os macrodeterminantes das condições demográficas e de saúde dos povos indígenas no Brasil são razoavelmente bem conhecidos. Geralmente, envolvem aspectos como restrição territorial, introdução de doenças, mudanças nas relações econômicas e sociais internas e externas aos grupos, acesso diferenciado a serviços de saúde. Neste trabalho, apresentamos dados demográficos e epidemiológicos relativos aos Xavante, povo indígena localizado em Mato Grosso. São (mais) feitas comparações com dados disponíveis para a população indígena geral e para a população brasileira. As informações para os indígenas apontam para indicadores de mortalidade extremamente elevados, em muito superando as médias nacionais. Além disso, sinalizam para uma concentração de óbitos em crianças, sobretudo aquelas menores de cinco anos de idade. Os resultados sugerem ainda que os indígenas estão atravessando um complexo processo de transição epidemiológica, no qual, ainda que as doenças infecciosas e parasitárias persistam como importantes causas de óbito, nota-se também um peso expressivo de doenças crônicas não transmissíveis e de lesões, envenenamentos e causas externas. Ressalta-se que é fundamental que sejam aprimorados os sistemas de registro e coleta de dados demográficos e epidemiológicos acerca dos povos indígenas no Brasil. Resumo em inglês The overall demographic and health characteristics of indigenous peoples in Brazil are well-known. They are influenced by factors such as territorial restriction, introduction of diseases, changes in social and economic patterns, reduced access to health services, education, all related to patterns of interaction with the Brazilian society. In this paper we analyze demographic and health data on the Xavante Indigenous People, including comparisons with national data. The (mais) data on the Xavante, despite limitations related to methodological issues, point to very high mortality levels, way beyond national averages. Mortality is particularly high in children below age five. Xavante infant mortality is among the highest reported in indigenous peoples in Brazil. The results suggest that indigenous peoples are undergoing a complex process of health transition. Although infectious diseases persist as leading causes of mortality, deaths associated with chronic non-transmissible diseases and external causes (including violence) are becoming more common among the Xavante. The authors emphasize that it is fundamental that more attention should be paid to the improvement of the health and demographic information system on indigenous peoples in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Estrutura etária, natalidade e mortalidade do povo indígena Xavante de Mato Grosso, Amazônia, Brasil/ Age structure, natality and mortality of the Xavante indigenous people of Mato Grosso State, Brazilian Amazon

Souza, Luciene Guimarães de; Santos, Ricardo Ventura; Coimbra Jr., Carlos Everaldo Alvares
2010-06-01

Resumo em português Os macrodeterminantes das condições demográficas e de saúde dos povos indígenas no Brasil são razoavelmente bem conhecidos. Geralmente, envolvem aspectos como restrição territorial, introdução de doenças, mudanças nas relações econômicas e sociais internas e externas aos grupos, acesso diferenciado a serviços de saúde. Neste trabalho, apresentamos dados demográficos e epidemiológicos relativos aos Xavante, povo indígena localizado em Mato Grosso. São (mais) feitas comparações com dados disponíveis para a população indígena geral e para a população brasileira. As informações para os indígenas apontam para indicadores de mortalidade extremamente elevados, em muito superando as médias nacionais. Além disso, sinalizam para uma concentração de óbitos em crianças, sobretudo aquelas menores de cinco anos de idade. Os resultados sugerem ainda que os indígenas estão atravessando um complexo processo de transição epidemiológica, no qual, ainda que as doenças infecciosas e parasitárias persistam como importantes causas de óbito, nota-se também um peso expressivo de doenças crônicas não transmissíveis e de lesões, envenenamentos e causas externas. Ressalta-se que é fundamental que sejam aprimorados os sistemas de registro e coleta de dados demográficos e epidemiológicos acerca dos povos indígenas no Brasil. Resumo em inglês The overall demographic and health characteristics of indigenous peoples in Brazil are well-known. They are influenced by factors such as territorial restriction, introduction of diseases, changes in social and economic patterns, reduced access to health services, education, all related to patterns of interaction with the Brazilian society. In this paper we analyze demographic and health data on the Xavante Indigenous People, including comparisons with national data. The (mais) data on the Xavante, despite limitations related to methodological issues, point to very high mortality levels, way beyond national averages. Mortality is particularly high in children below age five. Xavante infant mortality is among the highest reported in indigenous peoples in Brazil. The results suggest that indigenous peoples are undergoing a complex process of health transition. Although infectious diseases persist as leading causes of mortality, deaths associated with chronic non-transmissible diseases and external causes (including violence) are becoming more common among the Xavante. The authors emphasize that it is fundamental that more attention should be paid to the improvement of the health and demographic information system on indigenous peoples in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Dinâmica demográfica dos Kamaiurá, povo Tupi do Parque Indígena do Xingu, Mato Grosso, Brasil, 1970-1999/ Dinámica demográfica de los Kamaiurá, pueblo Tupí del Parque Indígena del Xingu, Mato Grosso, Brasil, 1970-1999/ Demographic dynamics of the Kamaiurá, a Tupi people living in the Xingu Indigenous Park, in Mato Grosso, Brazil, 1970-1999

Pagliaro, Heloisa; Junqueira, Carmen; Mendaña, Luciana Garrido dos Santos; Mendonça, Sofia Beatriz; Baruzzi, Roberto Geraldo
2008-12-01

Resumo em português Este trabalho analisa a dinâmica demográfica dos Kamaiurá, povo do tronco lingüístico Tupi, que, juntamente com outros nove povos das línguas Aruak, Karib, Tupi e Trumai, habitam o Parque Indígena do Xingu (PIX), ao norte do Mato Grosso. As fontes de dados são as fichas médicas e os livros de registro de eventos vitais do arquivo do Programa de Saúde da Universidade Federal de São Paulo no PIX, alimentado regularmente desde 1965. As medidas demográficas estima (mais) das são: composição por idade e sexo; taxas brutas de natalidade; taxas de fecundidade total; taxas de mortalidade geral e taxas de mortalidade específicas por idade e sexo; mortalidade proporcional por sexo e idade; e taxas de mortalidade infantil. O estudo mostra que os Kamaiurá estão vivenciando um processo de recuperação populacional, com crescimento de 3,1% ao ano, entre 1970 e 1999. Altos níveis de fecundidade contribuíram para a expansão das novas gerações Kamaiurá, garantindo a sobrevivência física do grupo. Níveis de mortalidade relativamente baixos e estáveis resultaram da melhoria das condições de saúde, o que propicia aumento da sobrevivência de crianças, jovens, adultos e idosos, assegurando maior longevidade à população e manutenção de sua organização social. Resumo em espanhol Este trabajo analiza la dinámica demográfica de los Kamaiurá, pueblo del tronco lingüístico Tupí, que, junto con otros nueve pueblos de las lenguas Aruak, Karib, Tupí y Trumai, habitan el Parque Indígena del Xingu (PIX), al norte del Mato Grosso. Las fuentes de datos son las fichas médicas y los libros de registro de eventos vitales del archivo del Programa de Salud de la Universidad Federal de San Pablo en el PIX, alimentado regularmente desde 1965. Las medidas (mais) demográficas estimadas son: composición por edad y sexo; tasas brutas de natalidad; tasas de fecundidad total; tasas de mortalidad general y tasas de mortalidad específicas por edad y sexo; mortalidad proporcional por sexo y edad; y tasas de mortalidad infantil. El estudio muestra que los Kamaiurá están experimentando un proceso de recuperación poblacional, con un crecimiento del 3,1% al año, entre 1970 y 1999. Altos niveles de fecundidad contribuyeron con la expansión de las nuevas generaciones Kamaiurá, garantizando la sobrevivencia física del grupo. Niveles de mortalidad relativamente bajos y estables resultaron de la mejoría de las condiciones de salud, lo que propicia un aumento de la sobrevivencia de los niños, jóvenes, adultos y ancianos, asegurando una mayor longevidad a la población y mantenimiento de su organización social. Resumo em inglês This article analyzes the demographic dynamics of the Kamaiurá, a people of the Tupi linguistic group, which, together with nine other peoples of the Aruak, Karib, Tupi and Trumai languages, inhabit the Xingu Indigenous Parque, in the northern part of the State of Mato Grosso, Brazil. The sources of data are medical records and vital statistics from the health program of the Federal University of São Paulo at Xingu Park, reported regularly since 1965. The demographic me (mais) asurements included are: composition by age and sex, gross fertility rates, total fecundity rates, general death rate, and specific death rate by age and sex, proportional mortality by age and sex, and child mortality rates. The study shows that the Kamaiurá have been in a process of demographic recovery, showing a growth rate of 3.1% per year between 1970 and 1999. High levels of fecundity have contributed to the expansion of new generations of Kamaiurá, guaranteeing the group's physical survival. Relatively low and stable death rates have resulted from improved health conditions, which foster better survival of children, adolescents, adults and the elderly, assuring greater longevity for the population and maintenance of its social organization.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Saúde reprodutiva e mulheres indígenas do Alto Rio Negro/ Reproductive health and indigenous women of the High Rio Negro/ Sante pour la reproduction et les femmes indigenes du Alto Rio Negro

Azevedo, Marta
2009-01-01

Resumo em português O presente artigo descreve e analisa as concepções próprias das mulheres indígenas do Alto Rio Negro sobre saúde reprodutiva, relacionando-as a indicadores de fecundidade. As informações qualitativas apontam para um conhecimento detalhado e complexo que as mulheres indígenas dessa região possuem sobre seu corpo e os cuidados com sua saúde. Os níveis e padrões etários da fecundidade estão relacionados com a etnia das mulheres, portanto, aos sistemas tradicion (mais) ais de cuidados com a saúde desses povos. A pesquisa foi desenvolvida entre 1997 e 2003, na região de Iauaretê, Terra Indígena Alto Rio Negro (AM), e teve como primeira fonte de dados o Censo Indígena Autônomo do Rio Negro - CIARN-, levado a efeito pela Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro - FOIRN - em 1992. Resumo em inglês The present paper describes and analyzes High Rio Negro indigenous women's own conceptions about reproductive health, relating them to fecundity indicators. Qualitative information point to a detailed and complex knowledge that area's indigenous women possess on their bodies and the care with their health. The fecundity levels and age patterns are related with the women's ethnicity, and, therefore, to the traditional healthcare system of these peoples. This research was d (mais) eveloped between 1997 and 2003, in the Iauaretê area Indigenous Land High Rio Negro (AM), and had as first source of data Rio Negro's Autonomous Indigenous Census. CIARN., executed by the Federation of Rio Negro's Indigenous Organizations. FOIRN. in 1992.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Tuberculose em populações indígenas de Rondônia, Amazônia, Brasil/ Tuberculosis among indigenous populations in Rondonia, Amazonia, Brazil

Escobar, Ana Lúcia; Coimbra Jr., Carlos E. A.; Camacho, Luiz A.; Portela, Margareth C.
2001-03-01

Resumo em português A tuberculose permanece como grave problema de saúde pública no Brasil. Atinge níveis preocupantes em certos segmentos sociais, como é o caso dos povos indígenas. O objetivo deste artigo é proceder a uma análise epidemiológica dos registros constantes do banco de dados do Programa Estadual de Controle da Tuberculose em Rondônia, buscando resgatar o perfil da doença entre grupos indígenas, os quais são socialmente mais vulneráveis e exibem problemáticas disti (mais) ntas quanto ao controle da doença. É conduzida análise estatística descritiva e multivariada multinomial dos casos notificados em 1992 e entre 1994 e 1998, buscando identificar fatores relacionados à ocorrência de óbito, abandono do tratamento e ausência de informação. Foram identificadas associações entre variáveis relativas à doença, ao serviço de saúde e aos resultados do tratamento. Há indícios de que as populações indígenas de Rondônia apresentam riscos de adoecer e morrer superiores aos dos demais habitantes do Estado. Chama-se a atenção para a necessidade de implementação de medidas de prevenção e controle voltados especificamente para a realidade dos povos indígenas. Resumo em inglês Tuberculosis persists as a serious public health problem in Brazil. Prevalence rates are alarming in certain social groups, including indigenous peoples. This article presents an epidemiological analysis of records in the Rondonia State Tuberculosis Control Program, identifying the disease's profile among indigenous groups, which are socially more vulnerable and have different issues involved in controlling the disease. The study includes a descriptive statistical and mul (mais) tivariate multinomial analysis of cases reported in 1992 and from 1994 to 1998, attempting to identify factors associated with tuberculosis-related deaths, treatment drop-out, and missing data. Associations were identified between variables related to the disease, to the health service, and to treatment results. There is evidence that the indigenous populations in Rondonia have an increased risk of acquiring and dying from tuberculosis as compared to other residents of the State. Attention is called to the need for prevention and control measures specifically tailored to the reality of indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Tuberculose em populações indígenas de Rondônia, Amazônia, Brasil/ Tuberculosis among indigenous populations in Rondonia, Amazonia, Brazil

Escobar, Ana Lúcia; Coimbra Jr., Carlos E. A.; Camacho, Luiz A.; Portela, Margareth C.
2001-03-01

Resumo em português A tuberculose permanece como grave problema de saúde pública no Brasil. Atinge níveis preocupantes em certos segmentos sociais, como é o caso dos povos indígenas. O objetivo deste artigo é proceder a uma análise epidemiológica dos registros constantes do banco de dados do Programa Estadual de Controle da Tuberculose em Rondônia, buscando resgatar o perfil da doença entre grupos indígenas, os quais são socialmente mais vulneráveis e exibem problemáticas disti (mais) ntas quanto ao controle da doença. É conduzida análise estatística descritiva e multivariada multinomial dos casos notificados em 1992 e entre 1994 e 1998, buscando identificar fatores relacionados à ocorrência de óbito, abandono do tratamento e ausência de informação. Foram identificadas associações entre variáveis relativas à doença, ao serviço de saúde e aos resultados do tratamento. Há indícios de que as populações indígenas de Rondônia apresentam riscos de adoecer e morrer superiores aos dos demais habitantes do Estado. Chama-se a atenção para a necessidade de implementação de medidas de prevenção e controle voltados especificamente para a realidade dos povos indígenas. Resumo em inglês Tuberculosis persists as a serious public health problem in Brazil. Prevalence rates are alarming in certain social groups, including indigenous peoples. This article presents an epidemiological analysis of records in the Rondonia State Tuberculosis Control Program, identifying the disease's profile among indigenous groups, which are socially more vulnerable and have different issues involved in controlling the disease. The study includes a descriptive statistical and mul (mais) tivariate multinomial analysis of cases reported in 1992 and from 1994 to 1998, attempting to identify factors associated with tuberculosis-related deaths, treatment drop-out, and missing data. Associations were identified between variables related to the disease, to the health service, and to treatment results. There is evidence that the indigenous populations in Rondonia have an increased risk of acquiring and dying from tuberculosis as compared to other residents of the State. Attention is called to the need for prevention and control measures specifically tailored to the reality of indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Amazônia indígena: conquistas e desafios

Heck, Egon; Loebens, Francisco; Carvalho, Priscila D.
2005-04-01

Resumo em português CERCA DE 180 povos indígenas vivem na região amazônica do Brasil, somando uma população de aproximadamente 208 mil indivíduos. São povos com as mais diversas situações de relação e contato com as sociedades não indígenas, marcadamente ocidentais e européias. Ali vivem desde povos resistentes (também chamados ressurgidos) até os povos livres (isolados, que não têm contato algum com as sociedades nacionais). Este texto aborda a presença indígena na regi� (mais) �o, o movimento indígena e a relação dos povos com o Estado brasileiro, responsável pela demarcação das terras tradicionalmente indígenas. Aborda-se também a relação com os setores que têm interesses econômicos na região e com setores militares, contrários à demarcação de terras em faixas de fronteira. O texto apresenta, como exemplo desses conflitos, a não-homologação da terra indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima. Resumo em inglês APPROXIMATELY 180 indigenous peoples inhabit Brazil's Amazon region, totaling a population of approximately 208,000 individuals. These peoples face highly variegated situations in terms of their relationship and contact with non-indigenous societies, notably Western and European, ranging from the so-called resistant peoples (also called resurgent) to free peoples (isolated, with no contact at all with national societies). This text discusses the indigenous presence in the (mais) region, the indigenous movement, and the relationship between the indigenous peoples and the Brazilian State, which is responsible for the demarcation of lands that traditionally belonged to native populations. It also comments on their relationship both with groups that have economic interests in the region and with the military, who oppose the demarcation of land near the country's frontiers. As an example of this conflict, the text mentions the non-homologation of the indigenous land Raposa Serra do Sol, in Roraima.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

A terceira margem da história: estrutura e relato das sociedades indígenas/ The third shore of history: structure and narrative of the indigenous societies/ La troisième rive de l'histoire: structure et récit des sociétés indigènes

Calavia Sáez, Oscar
2005-02-01

Resumo em português A partir dos resultados da pesquisa realizada pelo autor entre os Yaminawa do Acre, este artigo faz uma investigação histórica a respeito dos povos indígenas no Brasil. É possível formular algumas questões sobre o papel que cabe a essa historiografia no quadro teórico geral da antropologia. A história dos povos indígenas veio nos dizer algo novo a respeito deles, ou veio, antes, afirmar algo sobre uma antropologia que, durante muito tempo, se apoiou, de modo mai (mais) s ou menos explícito, na distinção entre uma humanidade "com" e outra "sem" história? Assistimos, simplesmente, à dissolução de mais uma falsa dicotomia, ou talvez essa dicotomia era demasiado produtiva para não desaparecer sem deixar atrás de si uma modificação profunda dos seus termos? Resumo em inglês From the point of view of my own research among the Yaminawa of the Acre River, this paper examines the latest historiography on the indigenous peoples in Brazil - a rather new discipline, since these peoples were viewed as "out of history" not long ago. It brings some questions on the role that the historicity of indigenes plays in the broader theoretical frame of anthropology. Does it tell us anything new about "natives" or about this anthropology that has been leaned, (mais) more or less explicitly, in the distinction between humanity "with" and "without" history? Have we either faced the dissolution of another false dichotomy or perhaps such dichotomy used to be too much productive not to have disappeared without leaving behind a profound modification of its terms?

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

A participação dos agentes indígenas de saúde nos serviços de atenção à saúde: a experiência em Santa Catarina, Brasil/ Participation by indians health agents in health services: the experience in Santa Catarina State, Brazil

Langdon, Esther Jean; Diehl, Eliana Elisabeth; Wiik, Flávio Braune; Dias-Scopel, Raquel Paiva
2006-12-01

Resumo em português Este trabalho analisa a formação e o papel do agente indígena de saúde (AIS) nas Terras Indígenas (T.I.) Xapecó e Laklãnõ, Santa Catarina, Brasil, frente à Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas. O papel do AIS na atenção básica de saúde é definido com base na mediação entre os saberes e práticas de atenção à saúde tradicionais e biomédicos, inserido no conceito de atenção diferenciada. Em ambas as T.I. foi constatada uma gr (mais) ande rotatividade de AIS, bem como a falta e/ou a inadequação de cursos de capacitação. Observaram-se ainda dificuldades dos AIS para entender a justificativa das atividades delegadas a eles, agravadas pela ambigüidade de seu papel frente à comunidade e por problemas na comunicação com os outros profissionais de saúde. Considerando os pressupostos da Política Nacional, esta pesquisa indicou que a articulação entre as práticas indígenas de auto-atenção e os serviços biomédicos é precária, necessitando de um aprofundamento nas discussões, com a efetiva participação de todos os atores envolvidos na atenção à saúde. Resumo em inglês This study analyzes the role and training of indian health agents as defined by the National Policy for Health Care of Indians Peoples on two Indian reservations in Santa Catarina, Brazil. The health agent's role in primary care is based on mediation between traditional health practices and biomedicine, subsumed in the concept of differentiated care. On both reservations, a large turnover of indigenous health agents and lack of adequate training were observed. The indigen (mais) ous health agents expressed difficulty in understanding the reasons for their activities, role ambiguity vis-à-vis the community, and communications problems with other health professionals. Considering the national policy guidelines, this study indicates that the provision of differentiated care is precarious and that a dialogue is necessary, with actual participation by all stakeholders in the health services.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

A participação dos agentes indígenas de saúde nos serviços de atenção à saúde: a experiência em Santa Catarina, Brasil/ Participation by indians health agents in health services: the experience in Santa Catarina State, Brazil

Langdon, Esther Jean; Diehl, Eliana Elisabeth; Wiik, Flávio Braune; Dias-Scopel, Raquel Paiva
2006-12-01

Resumo em português Este trabalho analisa a formação e o papel do agente indígena de saúde (AIS) nas Terras Indígenas (T.I.) Xapecó e Laklãnõ, Santa Catarina, Brasil, frente à Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas. O papel do AIS na atenção básica de saúde é definido com base na mediação entre os saberes e práticas de atenção à saúde tradicionais e biomédicos, inserido no conceito de atenção diferenciada. Em ambas as T.I. foi constatada uma gr (mais) ande rotatividade de AIS, bem como a falta e/ou a inadequação de cursos de capacitação. Observaram-se ainda dificuldades dos AIS para entender a justificativa das atividades delegadas a eles, agravadas pela ambigüidade de seu papel frente à comunidade e por problemas na comunicação com os outros profissionais de saúde. Considerando os pressupostos da Política Nacional, esta pesquisa indicou que a articulação entre as práticas indígenas de auto-atenção e os serviços biomédicos é precária, necessitando de um aprofundamento nas discussões, com a efetiva participação de todos os atores envolvidos na atenção à saúde. Resumo em inglês This study analyzes the role and training of indian health agents as defined by the National Policy for Health Care of Indians Peoples on two Indian reservations in Santa Catarina, Brazil. The health agent's role in primary care is based on mediation between traditional health practices and biomedicine, subsumed in the concept of differentiated care. On both reservations, a large turnover of indigenous health agents and lack of adequate training were observed. The indigen (mais) ous health agents expressed difficulty in understanding the reasons for their activities, role ambiguity vis-à-vis the community, and communications problems with other health professionals. Considering the national policy guidelines, this study indicates that the provision of differentiated care is precarious and that a dialogue is necessary, with actual participation by all stakeholders in the health services.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Aspectos epidemiológicos da tuberculose na população indígena Suruí, Amazônia, Brasil/ Epidemiologic aspects of tuberculosis in the Suruí Indians, Brazilian Amazon

Basta, Paulo Cesar; Coimbra Junior, Carlos E.A.; Escobar, Ana Lúcia; Santos, Ricardo Ventura
2004-08-01

Resumo em português A tuberculose permanece como prioridade de saúde pública no Brasil e atinge níveis preocupantes em certos segmentos sociais, como é o caso dos povos indígenas. O objetivo deste artigo é proceder a uma análise epidemiológica do banco de dados do Programa Municipal de Controle da Tuberculose em Cacoal, Rondônia, buscando-se caracterizar o perfil da doença no grupo indígena Suruí. Foi conduzida análise descritiva dos casos notificados entre 1975 e 2002. Os resul (mais) tados evidenciam indicadores epidemiológicos alarmantes se comparados a de outros segmentos populacionais indígenas e não-indígenas. O coeficiente de incidência médio de tuberculose verificado nos Suruí no decênio 1991-2002 foi de 2518,9 por 100.000 habitantes. Foi observado que 45% dos casos foram em crianças Resumo em inglês Tuberculosis persists as a serious public health problem in Brazil. Prevalence rates are alarming in certain social groups, including indigenous peoples. This article presents an epidemiological analysis of records for the Suruí Indians available at the Tuberculosis Control Program in the Municipality of Cacoal, Rondônia. The study includes a descriptive statistical analysis of cases reported from 1975 to 2002. There is evidence that the Suruí have an increased risk of (mais) acquiring and dying from tuberculosis as compared to other indigenous groups in Rondônia as well as non-Indians. The average incidence coefficient for tuberculosis in the Suruí was 2518.9 per 100,000 inhabitants in the period 1991-2002. It was observed that 45% of the cases were diagnosed in children

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Sazonalidade e estado nutricional de populações indígenas: o caso Wari', Rondônia, Brasil/ Seasonality and nutritional status of indigenous peoples: the case of Wari' in Rondônia State, Brazil

Leite, Maurício Soares; Santos, Ricardo Ventura; Coimbra Jr., Carlos E. A.
2007-11-01

Resumo em português A despeito da relevância do tema, as condições de alimentação e nutrição das populações indígenas no Brasil permanecem largamente desconhecidas. O presente estudo examina o caso de uma comunidade Wari', povo indígena localizado em Rondônia, no sudoeste amazônico. Foram realizados dois inquéritos antropométricos de modo a investigar a situação nutricional da população e analisar variações sazonais. Nos inquéritos, seis meses aparte, foram examinados 2 (mais) 79 e 266 indivíduos com idades entre zero e 87 anos. As prevalências de baixa estatura (61,7%) e peso (51,7%) entre as crianças menores de cinco anos estão entre as mais elevadas já registradas na literatura sobre populações indígenas no Brasil. Sobrepeso e obesidade não são expressivos na população, seja qual for a faixa etária considerada. Os perfis antropométricos indicam condições mais desfavoráveis durante os meses de chuva, quando as prevalências de desnutrição em crianças aumentam e adultos de ambos os sexos apresentam menores médias de peso corporal. Aponta-se para a necessidade de se considerar a sazonalidade na definição de rotinas de vigilância nutricional e na discussão dos perfis de nutrição de povos indígenas. Resumo em inglês Despite the importance of nutritional status and eating practices among Brazilian indigenous populations, the subject has received little research attention. This study examines the Wari' community in Rondônia State, in the southwest Amazon. Two anthropometric surveys, six months apart, were carried out to characterize the group's nutritional status and investigate possible seasonal variations (n = 279 and 266; age range, 0-87 years). Prevalence rates of low height for a (mais) ge (61.7%) and weight for age (51.7%) in Wari' under-5 children were among the highest reported in the literature on indigenous populations in Brazil. Overweight and obesity were not common in the population, regardless of age. According to the anthropometric data, nutritional conditions are generally worse during the rainy season, when undernutrition increases in children, and both male and female adults lose weight. Seasonality is an important factor when defining nutritional surveillance protocols and discussing the nutritional status of indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Sazonalidade e estado nutricional de populações indígenas: o caso Wari', Rondônia, Brasil/ Seasonality and nutritional status of indigenous peoples: the case of Wari' in Rondônia State, Brazil

Leite, Maurício Soares; Santos, Ricardo Ventura; Coimbra Jr., Carlos E. A.
2007-11-01

Resumo em português A despeito da relevância do tema, as condições de alimentação e nutrição das populações indígenas no Brasil permanecem largamente desconhecidas. O presente estudo examina o caso de uma comunidade Wari', povo indígena localizado em Rondônia, no sudoeste amazônico. Foram realizados dois inquéritos antropométricos de modo a investigar a situação nutricional da população e analisar variações sazonais. Nos inquéritos, seis meses aparte, foram examinados 2 (mais) 79 e 266 indivíduos com idades entre zero e 87 anos. As prevalências de baixa estatura (61,7%) e peso (51,7%) entre as crianças menores de cinco anos estão entre as mais elevadas já registradas na literatura sobre populações indígenas no Brasil. Sobrepeso e obesidade não são expressivos na população, seja qual for a faixa etária considerada. Os perfis antropométricos indicam condições mais desfavoráveis durante os meses de chuva, quando as prevalências de desnutrição em crianças aumentam e adultos de ambos os sexos apresentam menores médias de peso corporal. Aponta-se para a necessidade de se considerar a sazonalidade na definição de rotinas de vigilância nutricional e na discussão dos perfis de nutrição de povos indígenas. Resumo em inglês Despite the importance of nutritional status and eating practices among Brazilian indigenous populations, the subject has received little research attention. This study examines the Wari' community in Rondônia State, in the southwest Amazon. Two anthropometric surveys, six months apart, were carried out to characterize the group's nutritional status and investigate possible seasonal variations (n = 279 and 266; age range, 0-87 years). Prevalence rates of low height for a (mais) ge (61.7%) and weight for age (51.7%) in Wari' under-5 children were among the highest reported in the literature on indigenous populations in Brazil. Overweight and obesity were not common in the population, regardless of age. According to the anthropometric data, nutritional conditions are generally worse during the rainy season, when undernutrition increases in children, and both male and female adults lose weight. Seasonality is an important factor when defining nutritional surveillance protocols and discussing the nutritional status of indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

As raízes de uma planta que hoje é o Brasil: os índios e o Estado-Nação na era Vargas

Garfield, Seth
2000-01-01

Resumo em português Este artigo examina a construção do Índio por funcionários e intelectuais durante o Estado Novo (1937-1945) e os esforços de povos indígenas para empregar essas imagens. Funcionários do Estado - preocupados com unificação nacional, defesa territorial e configuração racial - sustentaram o Índio como um ícone que trouxe contribuições inestimáveis à formação histórica e cultural brasileira. O proto-patriota, entretanto, só pôde ser completamente redimid (mais) o pela tutela governamental. Confrontados com um projeto estatal ambigüo, grupos indígenas deram várias respostas. Resumo em inglês This article looks at the construction of the Indian by government officials and intellectuals during the Estado Novo (1937-45), and the efforts of indigenous peoples to engage these images. State officials - concerned with national consolidation, territorial defense, and racial pedigree - upheld the Indian as na icon who had made invaluable contributions to Brazilian historical and cultural formation. The proto-patriot, however, could only be fully redeemed through gover (mais) nment tutelage. Confronted by na ambiguos state project, indigenous groups demonstrated varied responses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

A trilha de Morales: novo movimento social indígena na Bolívia

Gutierrez, Carlos Jahnsen; Lorini, Irma
2007-03-01

Resumo em português O artigo discute as condições socioeconômicas que possibilitaram a emergência de novos movimentos sociais na Bolívia, sob a liderança dos povos indígenas e plantadores de coca. Esses movimentos sociais apoiaram o presidente Evo Morales nas eleições de dezembro de 2005. Analisa também as dificuldades e contradições enfrentadas pelo novo governo. Resumo em inglês This paper deals with social and economic conditions which made possible the emergence of new social movements in Bolivia under the leadership of indigenous peoples and coca farmers. These social movements supported the president Evo Morales in December 2005 elections. It also describes hindrances and contradictions faced by this new government.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Desencontro ou "malencontro"? Os biotecnólogos brasileiros em face da sócio e da biodiversidade

Santos, Laymert Garcia dos
2007-07-01

Resumo em português Este ensaio questiona o papel que os biotecnólogos têm assumido no Brasil, tanto em sua não-relação com os povos indígenas e tradicionais quanto em sua relação negativa com os ambientalistas e demais setores da sociedade civil. Se prevalecerem somente os interesses da tecnociência e do mercado, é preciso pensar desde já nos possíveis "efeitos colaterais". Resumo em inglês This essay puts into question the role played by biotechnologists in Brazil. It argues that indigenous and traditional peoples, environmentalists and also the civil society should be taken into consideration. If priorities of techno-science and market are the only ones to prevail, it's already time to think about the "collateral damage".

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Teste tuberculínico na estimativa da prevalência de infecção por Mycobacterium tuberculosis em populações indígenas do continente americano: uma revisão da literatura/ Tuberculin skin test to estimate the prevalence of Mycobacterium tuberculosis infection in indigenous populations in the Americas: a literature review

Basta, Paulo Cesar; Camacho, Luiz Antonio Bastos
2006-02-01

Resumo em português Realizou-se revisão sistemática da literatura sobre trabalhos que utilizaram PPD para estimar a prevalência e o risco de infecção tuberculosa entre os povos indígenas do continente americano. Foram consultadas as bases de dados MEDLINE e LILACS, utilizando-se a combinação dos seguintes descritores: "tuberculosis", "south american indians", "north american indians", "tuberculin skin test", "PPD", "risk assessment" e "BCG vaccine", para o período de 1974/2004. Fora (mais) m incluídos estudos longitudinais e seccionais que consideraram como desfecho a prevalência de infecção por M. tuberculosis definida por reações > 5mm e > 10mm. Foi possível localizar 54 artigos, dos quais 16 foram incluídos nesta revisão. Com base nos artigos selecionados, foram contabilizadas 13.186 pessoas, sendo 50% menores de 15 anos. A prevalência oscilou de 0 a 93,4% e o risco de infecção de 0 a 35,4%. A análise da heterogeneidade nas condições ambientais e nos métodos utilizados para estimar a infecção entre os estudos revisados demonstrou que o teste tuberculínico foi oportuno em decisões clínicas (p.ex., início da quimioprofilaxia), e que os inquéritos tuberculínicos são úteis para avaliar as medidas de controle da tuberculose entre os povos indígenas. Resumo em inglês A systematic review was conducted on articles reporting tuberculin surveys to estimate the prevalence and annual risk of tuberculosis infection (ARI) in indigenous peoples of the Americas. MEDLINE and LILACS databases were searched using the following combination of descriptors: "tuberculosis", "South American Indians", "North American Indians", "tuberculin skin test", "PPD", "risk assessment", and "BCG vaccine". Longitudinal and cross-sectional studies published from 197 (mais) 4 to 2004 were selected if the outcome was Mycobacterium tuberculosis infection defined by tuberculin reactions > 5mm or > 10mm. From a total of 54 candidate studies generated with the descriptors, 16 were selected for review. Altogether, they comprised 13,186 individuals, 50% of whom were below 15 years of age. Estimates of prevalence of tuberculosis infection ranged from 0% to 93.4%, whereas the ARI ranged from 0% to 35.4%. Analysis of heterogeneity in environmental conditions and methods of infection assessment in the studies showed that the tuberculin test is useful for clinical decisions (e.g., to initiate chemoprophylaxis), and that tuberculin surveys are useful to assess tuberculosis control measures among indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Teste tuberculínico na estimativa da prevalência de infecção por Mycobacterium tuberculosis em populações indígenas do continente americano: uma revisão da literatura/ Tuberculin skin test to estimate the prevalence of Mycobacterium tuberculosis infection in indigenous populations in the Americas: a literature review

Basta, Paulo Cesar; Camacho, Luiz Antonio Bastos
2006-02-01

Resumo em português Realizou-se revisão sistemática da literatura sobre trabalhos que utilizaram PPD para estimar a prevalência e o risco de infecção tuberculosa entre os povos indígenas do continente americano. Foram consultadas as bases de dados MEDLINE e LILACS, utilizando-se a combinação dos seguintes descritores: "tuberculosis", "south american indians", "north american indians", "tuberculin skin test", "PPD", "risk assessment" e "BCG vaccine", para o período de 1974/2004. Fora (mais) m incluídos estudos longitudinais e seccionais que consideraram como desfecho a prevalência de infecção por M. tuberculosis definida por reações > 5mm e > 10mm. Foi possível localizar 54 artigos, dos quais 16 foram incluídos nesta revisão. Com base nos artigos selecionados, foram contabilizadas 13.186 pessoas, sendo 50% menores de 15 anos. A prevalência oscilou de 0 a 93,4% e o risco de infecção de 0 a 35,4%. A análise da heterogeneidade nas condições ambientais e nos métodos utilizados para estimar a infecção entre os estudos revisados demonstrou que o teste tuberculínico foi oportuno em decisões clínicas (p.ex., início da quimioprofilaxia), e que os inquéritos tuberculínicos são úteis para avaliar as medidas de controle da tuberculose entre os povos indígenas. Resumo em inglês A systematic review was conducted on articles reporting tuberculin surveys to estimate the prevalence and annual risk of tuberculosis infection (ARI) in indigenous peoples of the Americas. MEDLINE and LILACS databases were searched using the following combination of descriptors: "tuberculosis", "South American Indians", "North American Indians", "tuberculin skin test", "PPD", "risk assessment", and "BCG vaccine". Longitudinal and cross-sectional studies published from 197 (mais) 4 to 2004 were selected if the outcome was Mycobacterium tuberculosis infection defined by tuberculin reactions > 5mm or > 10mm. From a total of 54 candidate studies generated with the descriptors, 16 were selected for review. Altogether, they comprised 13,186 individuals, 50% of whom were below 15 years of age. Estimates of prevalence of tuberculosis infection ranged from 0% to 93.4%, whereas the ARI ranged from 0% to 35.4%. Analysis of heterogeneity in environmental conditions and methods of infection assessment in the studies showed that the tuberculin test is useful for clinical decisions (e.g., to initiate chemoprophylaxis), and that tuberculin surveys are useful to assess tuberculosis control measures among indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Fecundidade e saúde reprodutiva das mulheres Suyá (Kisêdjê): aspectos demográficos e culturais/ Fertility and reproductive health of women Suya (Kisêdjê): demographic and cultural/ Fécondité et la santé reproductive des femmes Suya (Kisêdjê): caractéristiques démographiques et culturelles

Pagliaro, Heloisa; Mendonça, Sofia; Baruzzi, Roberto
2009-01-01

Resumo em português Assim como vem ocorrendo com outros povos indígenas no Brasil, os Suyá, povo habitante do Parque Indígena do Xingu (MT), têm vivenciado, desde 1970, um processo de recuperação demográfica. Trabalhos recentes discutem as razões que levaram à reversão do longo processo de depopulação vivenciado pelos povos indígenas no Brasil. A suposição de que o processo de recuperação populacional dos Suyá tenha sido gerado por mudanças socioculturais, com repercussão (mais) no seu comportamento reprodutivo, estimulou a realização deste estudo, que descreve os seus níveis e padrões da fecundidade entre 1970 e 2007. As bases de dados são estatísticas vitais contínuas e levantamento de campo. A discussão dos resultados apoia-se em informações sobre o sistema sociocultural e os conhecimentos tradicionais de saúde reprodutiva desse povo indígena. Resumo em inglês Since 1970, the Suyá, an Indigenous people, inhabitants of the Xingu Indigenous Park (MT), has been experiencing a demographic recovery, as well as it has been happening with other Brazilian Indigenous peoples. Recent studies analyse the reasons that have led to a reversion of the long depopulation process undergone by Indigenous peoples in Brasil. The conjecture that the Suyá's demographic recovery was due to social and cultural changes that reflected in their reproduc (mais) tive behavior was the reason for this study that describes their fertility levels and patterns between 1970 and 2007. Data is based on continuous vital statistics and field research. Results analysis is grounded on their sociocultural system and historical knowledge of the Suyá's reproductive health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Dimensões e potencialidades dos sistemas de informação geográfica na saúde indígena/ Dimensions and potentialities of the geographic information system on indigenous health

Garnelo, Luiza; Brandão, Luiz Carlos; Levino, Antônio
2005-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Discutir as potencialidades do sistema de informação geográfico na análise do perfil epidemiológico, sociodemográfico e da organização dos serviços de saúde dirigidos aos povos indígenas. MÉTODOS: Foi efetuada a análise georreferenciada das notificações de tuberculose, malária e da mortalidade de 374.123 indígenas distribuídos em 36 Distritos Sanitários Especiais Indígenas em todo o Brasil. Definiu-se um gradiente da intensidade do risco de a (mais) doecimento indígena por tuberculose, malária e mortalidade infantil nos anos de 2000 a 2002, comparando-os com os coeficientes encontrados na população não indígena no mesmo período. RESULTADOS: O estudo mostrou que os dados previamente disponíveis são fragmentários, não possibilitando uma visão de conjunto das condições de vida e da situação de saúde dos grupos étnicos. A construção de gradientes de risco evidenciou coeficientes de incidência de tuberculose superiores em mais de 1.000 vezes àqueles encontrados para a população geral brasileira. O Índice Parasitário Anual médio de malária na população indígena superou em até 10 vezes os valores médios encontrados para a população não-indígena e o Coeficiente de Mortalidade Infantil variou entre 74,7/1.000 nascidos vivos em 2000 e 56,5/1.000 em 2001, superando em mais de 100% a média nacional para o período. CONCLUSÕES: O Sistema de Informação Geográfica se revela uma ferramenta útil para a gestão, possibilitando análises de situações sanitárias, avaliação de risco populacional, construção de cenários que viabilizem o planejamento de estratégias de intervenção nos diversos níveis, transitando com rapidez e eficiência entre macro e micro realidades. Resumo em inglês OBJECTIVE: To discuss the potentials of the Geographic Information System in the analysis of the epidemiological and socio-demographic profiles of indigenous peoples and of the organization of health services directed towards their care. METHODS: Geoprocessing analysis of tuberculosis, malaria and mortality notification of 374,123 indigenous people distributed in 36 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Special Indigenous Sanitary Districts) in Brazil was conducted. (mais) A gradient of risk intensity for tuberculosis, malaria, and infant mortality among indigenous populations was defined for the years 2000 to 2002. These coefficients were then compared with those of non-indigenous populations, during the same period. RESULTS: The analysis showed that the previous available data are fragmentary and do not allow for a comprehensive assessment of life conditions and health situations of these ethnic groups. The construction of gradients of risk indicated incidence of tuberculosis coefficients among the indigenous population more than 1,000 times greater than those found among the general population in Brazil. The mean malaria API among the indigenous population was up to 10 times greater than the mean values found among the non-indigenous population and the coefficient of infant mortality among the indigenous population varied from 74.7/1,000 live births in 2000 to 56.5/1,000 live births in 2001, exceeding the national average (31.8/1,000) for the same period in more than 100%. CONCLUSIONS: The Geographic Information System is a useful administrative tool for assessing health conditions, evaluating population risks, constructing scenarios, and planning intervention strategies in several levels, shifting quickly and efficiently between macro- and micro-level realities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Dimensões e potencialidades dos sistemas de informação geográfica na saúde indígena/ Dimensions and potentialities of the geographic information system on indigenous health

Garnelo, Luiza; Brandão, Luiz Carlos; Levino, Antônio
2005-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Discutir as potencialidades do sistema de informação geográfico na análise do perfil epidemiológico, sociodemográfico e da organização dos serviços de saúde dirigidos aos povos indígenas. MÉTODOS: Foi efetuada a análise georreferenciada das notificações de tuberculose, malária e da mortalidade de 374.123 indígenas distribuídos em 36 Distritos Sanitários Especiais Indígenas em todo o Brasil. Definiu-se um gradiente da intensidade do risco de a (mais) doecimento indígena por tuberculose, malária e mortalidade infantil nos anos de 2000 a 2002, comparando-os com os coeficientes encontrados na população não indígena no mesmo período. RESULTADOS: O estudo mostrou que os dados previamente disponíveis são fragmentários, não possibilitando uma visão de conjunto das condições de vida e da situação de saúde dos grupos étnicos. A construção de gradientes de risco evidenciou coeficientes de incidência de tuberculose superiores em mais de 1.000 vezes àqueles encontrados para a população geral brasileira. O Índice Parasitário Anual médio de malária na população indígena superou em até 10 vezes os valores médios encontrados para a população não-indígena e o Coeficiente de Mortalidade Infantil variou entre 74,7/1.000 nascidos vivos em 2000 e 56,5/1.000 em 2001, superando em mais de 100% a média nacional para o período. CONCLUSÕES: O Sistema de Informação Geográfica se revela uma ferramenta útil para a gestão, possibilitando análises de situações sanitárias, avaliação de risco populacional, construção de cenários que viabilizem o planejamento de estratégias de intervenção nos diversos níveis, transitando com rapidez e eficiência entre macro e micro realidades. Resumo em inglês OBJECTIVE: To discuss the potentials of the Geographic Information System in the analysis of the epidemiological and socio-demographic profiles of indigenous peoples and of the organization of health services directed towards their care. METHODS: Geoprocessing analysis of tuberculosis, malaria and mortality notification of 374,123 indigenous people distributed in 36 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Special Indigenous Sanitary Districts) in Brazil was conducted. (mais) A gradient of risk intensity for tuberculosis, malaria, and infant mortality among indigenous populations was defined for the years 2000 to 2002. These coefficients were then compared with those of non-indigenous populations, during the same period. RESULTS: The analysis showed that the previous available data are fragmentary and do not allow for a comprehensive assessment of life conditions and health situations of these ethnic groups. The construction of gradients of risk indicated incidence of tuberculosis coefficients among the indigenous population more than 1,000 times greater than those found among the general population in Brazil. The mean malaria API among the indigenous population was up to 10 times greater than the mean values found among the non-indigenous population and the coefficient of infant mortality among the indigenous population varied from 74.7/1,000 live births in 2000 to 56.5/1,000 live births in 2001, exceeding the national average (31.8/1,000) for the same period in more than 100%. CONCLUSIONS: The Geographic Information System is a useful administrative tool for assessing health conditions, evaluating population risks, constructing scenarios, and planning intervention strategies in several levels, shifting quickly and efficiently between macro- and micro-level realities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Uso do Índice de Massa Corporal na avaliação do estado nutricional de adultos indígenas Xavánte, Terra Indígena Sangradouro-Volta Grande, Mato Grosso, Brasil/ Use of Body Mass Index to evaluate the nutritional status of Xavánte Indigenous adults, Sangradouro-Volta Grande, Mato Grosso State, Central Brazil

Gugelmin, Silvia Angela; Santos, Ricardo Ventura
2006-09-01

Resumo em português Este artigo examina as relações entre o Índice de Massa Corporal (IMC) e medidas antropométricas de composição corporal de adultos Xavánte, da aldeia São José, Terra Indígena Sangradouro-Volta Grande, Mato Grosso, Brasil, a fim de analisar a potencialidade do IMC como instrumento de avaliação do estado nutricional desse grupo indígena. O trabalho de campo foi realizado em janeiro e fevereiro de 1999, sendo aferidas medidas de massa corporal (MC); estatura (ES (mais) T); perímetro braquial (PB), do quadril (PQUA) e do abdômen (PABD), e dobra cutânea tricipital (DCT) de 128 indivíduos. Os achados indicam, para ambos os sexos, uma alta correlação (r > 0,80) dos valores de IMC com a MC, PB e PABD. Houve, ainda, alta correlação do IMC com as áreas total e de gordura do braço, para as mulheres, e com o PQUA e a área total do braço, para os homens. Esses resultados sugerem que altos valores de IMC indicam excesso de tecido adiposo entre os Xavánte. Diante das evidências de um intenso processo de transição nutricional, resultando em aumento nas freqüências de sobrepeso e obesidade em adultos, é importante monitorar o perfil nutricional dos povos indígenas no Brasil. Resumo em inglês This study evaluates the relationship between Body Mass Index (BMI) and anthropometric measurements in Xavánte adults on the Sangradouro-Volta Grande Indian Reservation, Mato Grosso State, Central Brazil. The objective was to analyze the use of BMI as an indicator of nutritional status in this specific population. Fieldwork was conducted in January-February 1999. Data include body mass, height, arm, hip, and waist circumference, and triceps skinfold of 128 adults over 20 (mais) years of age. The results indicate high correlations (r > 0.80) between BMI and body mass and waist and mid upper arm circumference for both sexes. For women, fat arm area and total arm area were also highly correlated with BMI, while for men hip circumference and total arm area showed a high correlation with BMI. The results suggest that high BMI values are related to excess fat among the Xavánte. It is important to monitor changes in the nutritional status of indigenous peoples in Brazil, since there is evidence that such populations are undergoing rapid processes of nutritional transition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Uso do Índice de Massa Corporal na avaliação do estado nutricional de adultos indígenas Xavánte, Terra Indígena Sangradouro-Volta Grande, Mato Grosso, Brasil/ Use of Body Mass Index to evaluate the nutritional status of Xavánte Indigenous adults, Sangradouro-Volta Grande, Mato Grosso State, Central Brazil

Gugelmin, Silvia Angela; Santos, Ricardo Ventura
2006-09-01

Resumo em português Este artigo examina as relações entre o Índice de Massa Corporal (IMC) e medidas antropométricas de composição corporal de adultos Xavánte, da aldeia São José, Terra Indígena Sangradouro-Volta Grande, Mato Grosso, Brasil, a fim de analisar a potencialidade do IMC como instrumento de avaliação do estado nutricional desse grupo indígena. O trabalho de campo foi realizado em janeiro e fevereiro de 1999, sendo aferidas medidas de massa corporal (MC); estatura (ES (mais) T); perímetro braquial (PB), do quadril (PQUA) e do abdômen (PABD), e dobra cutânea tricipital (DCT) de 128 indivíduos. Os achados indicam, para ambos os sexos, uma alta correlação (r > 0,80) dos valores de IMC com a MC, PB e PABD. Houve, ainda, alta correlação do IMC com as áreas total e de gordura do braço, para as mulheres, e com o PQUA e a área total do braço, para os homens. Esses resultados sugerem que altos valores de IMC indicam excesso de tecido adiposo entre os Xavánte. Diante das evidências de um intenso processo de transição nutricional, resultando em aumento nas freqüências de sobrepeso e obesidade em adultos, é importante monitorar o perfil nutricional dos povos indígenas no Brasil. Resumo em inglês This study evaluates the relationship between Body Mass Index (BMI) and anthropometric measurements in Xavánte adults on the Sangradouro-Volta Grande Indian Reservation, Mato Grosso State, Central Brazil. The objective was to analyze the use of BMI as an indicator of nutritional status in this specific population. Fieldwork was conducted in January-February 1999. Data include body mass, height, arm, hip, and waist circumference, and triceps skinfold of 128 adults over 20 (mais) years of age. The results indicate high correlations (r > 0.80) between BMI and body mass and waist and mid upper arm circumference for both sexes. For women, fat arm area and total arm area were also highly correlated with BMI, while for men hip circumference and total arm area showed a high correlation with BMI. The results suggest that high BMI values are related to excess fat among the Xavánte. It is important to monitor changes in the nutritional status of indigenous peoples in Brazil, since there is evidence that such populations are undergoing rapid processes of nutritional transition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Do dois ao múltiplo na terra do um: a experiência antropológica de David Maybury-Lewis

Sztutman, Renato
2002-01-01

Resumo em português Este artigo busca uma compreensão da trajetória do antropólogo britânico, radicado nos EUA, David Maybury-Lewis. Aborda aspectos de sua formação intelectual, que envolveram uma longa pesquisa entre os Xavante e um estudo comparativo sobre os povos de língua jê e bororo do Brasil Central. Maybury-Lewis é um nome central para o desenvolvimento de um "americanismo tropical". Entre suas contribuições etnográficas e teóricas, pode-se citar a elaboração de um mod (mais) elo analítico jê e bororo, a renovação dos estudos de parentesco e a reflexão sobre a relação entre povos indígenas e o Estado. Um tema parece, com efeito, permear a sua obra: o das organizações dualistas. Não por menos, esse foi o motivo de um longo debate com a obra de Lévi-Strauss, que será aqui destacado. Resumo em inglês This article reaches a further understanding about the trajectory of the british anthropologist, living in USA, David Maybury-Lewis. It discusses some aspects of his intellectual formation, which includes a long period of research among the Xavante e and a comparative study on the gê and bororo speaking people of Central Brazil. Maybury-Lewis is a central character in the development of the so called "tropical Americanism". Among his ethnografical and theoretical contrib (mais) utions, one can quote the elaboration of a gê and bororo analythical model, the renovation of the kinship studies e and the reflection on the relationship between indigenous peoples and the State. A theme seems, in fact, to be present along all his work: the dual organizations. This was, in effect, the motive of a long debate with Lévi-Strauss' works, which will be here reviewed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

História, memória e tradição na educação escolar indígena: o caso de uma escola Kaingang/ History, memory and tradition in Indigenous school education: a Kaingang school case study

Bergamaschi, Maria Aparecida; Medeiros, Juliana Schneider
2010-01-01

Resumo em português A educação escolar indígena no Brasil foi imposta aos povos originários desde os primórdios da colonização, com o intuito de catequizá-los e civilizá-los. No entanto, coerentes com suas cosmologias, esses povos mantiveram um modo próprio de educação. Apesar dos prejuízos infligidos historicamente pela escola nas sociedades indígenas, estas aprenderam a com ela conviver e, em muitos casos, a demandam e a recriam. Observa-se hoje uma "indianização" das escol (mais) as nas aldeias, por meio de práticas que buscam na memória, na tradição, nos saberes ancestrais e no ensino de história a afirmação de suas identidades étnicas, fazendo dessa instituição e das práticas que nela desenvolvem possíveis aliadas de luta. Resumo em inglês Indigenous school education in Brazil has been imposed on indigenous people since the beginnings of colonization, with the aim of catechizing and civilizing them. Nevertheless, in agreement with their cosmologies, these peoples have retained their own way of education. Despite the harm historically inflicted by this form of teaching on indigenous societies, they have learned how to live with it and in many cases they demand it and recreate it. Today we can see a process o (mais) f 'Indianization' in many village schools, through practices that seek in memory, tradition, ancestral wisdom and in the teaching of history the affirmation of their ethnic identities, making this institution and the practices developed within it possible allies in their historical struggles.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Rastreamento do câncer de colo uterino em índias do Parque Indígena do Xingu, Brasil central/ Cervical cancer screening among indigenous women in the Xingu Indian Reservation, central Brazil

Taborda, Wladimir Correa; Ferreira, Selma Carneiro; Rodrigues, Douglas; Stávale, João Norberto; Baruzzi, Roberto Geraldo
2000-02-01

Resumo em português Embora a literatura apresente dados preocupantes sobre a incidência do câncer de colo uterino entre povos indígenas, no Brasil são muito escassas as informações a respeito da ocorrência do câncer nessa população. Assim, o objetivo do presente estudo descritivo foi analisar a prevalência de câncer do colo uterino e de infecções cérvico-vaginais em 423 mulheres índias, habitantes do Parque Indígena do Xingu, Estado do Mato Grosso, com vida sexual ativa pres (mais) ente ou pregressa. Os dados foram coletados entre 1989 e 1996. Foram realizados exames clínico e ginecológico previamente à obtenção de esfregaço da cérvice uterina e estudo da citologia oncológica, complementados por colposcopia e biópsia nos casos positivos. Os resultados demonstraram que 1% das mulheres apresentava carcinoma invasivo e 3% apresentavam lesões pré-malignas. Além disso, evidenciou-se que 84% das mulheres apresentavam atipias celulares de natureza inflamatória, decorrentes de infecções genitais sexualmente transmitidas. Estes achados estão de acordo com a literatura internacional quanto à elevada prevalência dessas doenças em populações nativas e indicam a importância de serem estendidos aos povos indígenas do Brasil os programas de controle, tanto das doenças sexualmente transmissíveis, como de detecção e tratamento precoces do câncer do colo do útero. Resumo em inglês Although the literature presents worrisome data regarding the incidence of cervical cancer among indigenous populations, in Brazil there is very little information regarding the occurrence of this type of cancer among indigenous peoples. Therefore, the objective of the present descriptive study was to assess the prevalence of cervical cancer and of cervical and vaginal infections among 423 indigenous women living in the Xingu Indian Reservation, in the state of Mato Gross (mais) o, Brazil. These women were or had been sexually active. Data were collected between 1989 and 1996. Clinical and gynecological examinations were carried out prior to the collection of cervical specimens and to the performance of cytologic analyses. Upon detection of abnormalities, a colposcopy and a biopsy were also performed. Our results show that 1% of the women studied presented invasive carcinoma and that 3% presented premalignant lesions. In addition, 84% presented inflammatory atypia, resulting from sexually transmitted genital infections. The present findings are in accordance with the results of other international reports regarding the high prevalence of cervical conditions among indigenous populations, and they underscore the need to extend to the indigenous peoples of Brazil programs aiming at the control of sexually transmitted diseases and at the early detection and treatment of cervical cancer.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Morbidade hospitalar indígena Guarani no Sul e Sudeste do Brasil/ Hospital morbidity among Guarani indians in Southeastern and Southern Brazil

Cardoso, Andrey Moreira; Coimbra Jr., Carlos E.A.; Tavares, Felipe Guimarães
2010-03-01

Resumo em português Estudos sobre morbidade hospitalar em povos indígenas no Brasil são relativamente recentes, restritos quanto à cobertura e carecem de fontes de dados capazes de gerar indicadores por etnia. Esse estudo descreve a morbidade hospitalar indígena na população residente em 83 aldeias Guarani no Sul e Sudeste do Brasil (N = 6.483), a partir de dados primários obtidos em um sistema de vigilância de hospitalizações implantado em 2007/2008, especificamente para um estudo (mais) caso-controle sobre infecção respiratória aguda (IRA) em crianças Guarani. No período, ocorreram 666 hospitalizações concentradas em 497 indivíduos, sendo a maioria em Resumo em inglês Studies on hospital morbidity among Brazilian indigenous peoples are relatively recent, show limited coverage, and lack data sources capable of generating specific indicators according to ethnic group. The current study describes hospital morbidity in the indigenous population living in 83 Guarani villages in Southern and Southeastern Brazil (N=6,483), based on primary data obtained from a hospital admissions surveillance system implemented in 2007-2008, specifically for (mais) a case-control study on acute respiratory infections (ARI) in Guarani children. During the study period there were 666 hospitalizations in a total of 497 individuals, the majority under 5 years of age (71.9%). Respiratory illnesses were the main causes of hospitalization (64.6%), especially in children (

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Morbidade hospitalar indígena Guarani no Sul e Sudeste do Brasil/ Hospital morbidity among Guarani indians in Southeastern and Southern Brazil

Cardoso, Andrey Moreira; Coimbra Jr., Carlos E.A.; Tavares, Felipe Guimarães
2010-03-01

Resumo em português Estudos sobre morbidade hospitalar em povos indígenas no Brasil são relativamente recentes, restritos quanto à cobertura e carecem de fontes de dados capazes de gerar indicadores por etnia. Esse estudo descreve a morbidade hospitalar indígena na população residente em 83 aldeias Guarani no Sul e Sudeste do Brasil (N = 6.483), a partir de dados primários obtidos em um sistema de vigilância de hospitalizações implantado em 2007/2008, especificamente para um estudo (mais) caso-controle sobre infecção respiratória aguda (IRA) em crianças Guarani. No período, ocorreram 666 hospitalizações concentradas em 497 indivíduos, sendo a maioria em Resumo em inglês Studies on hospital morbidity among Brazilian indigenous peoples are relatively recent, show limited coverage, and lack data sources capable of generating specific indicators according to ethnic group. The current study describes hospital morbidity in the indigenous population living in 83 Guarani villages in Southern and Southeastern Brazil (N=6,483), based on primary data obtained from a hospital admissions surveillance system implemented in 2007-2008, specifically for (mais) a case-control study on acute respiratory infections (ARI) in Guarani children. During the study period there were 666 hospitalizations in a total of 497 individuals, the majority under 5 years of age (71.9%). Respiratory illnesses were the main causes of hospitalization (64.6%), especially in children (

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Julgamento da Terra Indígena Raposa Serra do Sol: todo dia era dia de índio/ Raposa Serra do Sol Indigenous Land trial

Yamada, Erica Magami; Villares, Luiz Fernando
2010-06-01

Resumo em português O julgamento da demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol expôs o papel do STF como legislador positivo. O recém-publicado acórdão do STF sobre o caso agrega as chamadas salvaguardas institucionais formuladas nas 19 ressalvas à ação do poder executivo e aos direitos dos povos indígenas apresentadas em plenária. Algumas dessas ressalvas, verdadeiros enunciados normativos, ameaçam retroceder o reconhecimento de direitos de minorias étnicas no país, na (mais) contramão de compromissos internacionais de direitos humanos assumidos, especialmente quanto à interpretação do direito originário dos índios sobre suas terras tradicionais e quanto ao não reconhecimento da organização política indígena com o controle sobre suas terras. Resumo em inglês The trial to demarcate the Indigenous Land Raposa Serra do Sol revealed the role of the STF as a positive legislator. The recently published decision on the case incorporated the so called institutional safeguards introduced by the 19 conditions to the executive action and to indigenous peoples rights as presented during the hearings. Some of these safeguards, actual normative statements, threaten to move backwards the recognition of minority ethnic groups in brazil. They (mais) go against the international commitments of the state towards human rights, particularly regarding the interpretation of indigenous peopels original right to lands and the non-recognition of the indigenous political organization a capacity to control their own lands.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

"Mulher-raça": a reprodução da nação em Gabriela Mistral/ "Race woman": reproducing the nation in Gabriela Mistral

Fiol-Matta, Licia
2005-08-01

Resumo em português O artigo desmascara a posição pública assumida por Gabriela Mistral como defensora dos povos indígenas, argumentando que no âmbito privado sua posição foi absolutamente oposta a qualquer afirmação sexual pública não-normativa. A autora sugere três operações críticas para a leitura da obra de Mistral sobre o sujeito da "raça" latino-americana: a recusa da negritude (Mistral reage a ela com ansiedade, sexualização e patologização, ou seja, com atitudes b (mais) rancas estereotipadas), a cumplicidade da linguagem da diversidade com as práticas do pensamento supremacista branco (evidenciada em sua correspondência) e o papel da queerness no nacionalismo racializado de Mistral (sua atitude queer acabou ajudando a aprimorar a heteronormatividade e o projeto racial latino-americanista). Resumo em inglês This article unmasks Gabriela Mistral's fiercely claimed public position, as the champion of the indigenous peoples of Latin America, by arguing that in her intimacy her position was absolutely opposed to any public nonnormative sexual stance. The author proposes three critical operations for the reading of Mistral's work, regarding the subject of the Latin American "race": the disavowal of blackness (Mistral responds to it with anxiety, sexualization, and pathologization (mais) , i.e., stereotypical white responses), the complicity of the language of diversity in the practices of white supremacist thinking (which is made clear in her correspondence), and the role played by Mistral's queerness in her racialized nationalism (her queerness helped improve heteronormativity and the Latin Americanist racial project).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

A variação mítica como reflexão

Calávia Sáez, Oscar
2002-01-01

Resumo em português Variação imaginária que ordena em narrativas diversas as categorias sensíveis, o mito define por contraste conceitos de um pensamento nativo. A abordagem levi-straussiana do mito como conjunto de transformações, instalando a variação no seu centro, dá acesso à reflexão indígena e, de quebra-contra o que é leitura corriqueira-, permite entender o narrador como articulador dessa reflexão. O artigo ilustra esses postulados com mitos de vários povos de língua (mais) Pano (Yaminawa, Yawanawa e Kaxinawá), que tratam da relação entre "humanos" e "animais" instaurando versões diferentes dessas categorias. Comenta assim discussões atuais sobre as "cosmologias" ou "filosofias" indígenas e o seu estatuto epistemológico. Defende uma avaliação - ou uma leitura - diferente da mitologia estruturalista e a contrasta com as propostas pós-modernas de "dialogia" como modelo de relação com o outro e o seu pensamento. Resumo em inglês Lévi-Strauss approach to myth as transformation group outlines variability: each myth can be seen as a set of imaginary variations, which arrange again sensible categories in shifting accounts. So, it defines by contrast the native thought conceits, giving way in native reflection, and the storyteller can be understood, therefore, as the main performer of this reflection. The structuralist "dialog between myths" is at least a fitting support to the post-modernist "dialog (mais) between subjects". This paper exemplify these proposals with some myths of Panoan-speaking Yaminawa, Yawanawa and Kaxinawa peoples, concerning the relations among human and animal, and setting up different versions of these categories. It also comments current discussions on indigenous cosmologies or philosophies and on their epistemological value.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Etnoastronomia no Brasil: a contribuição de Charles Frederick Hartt e José Vieira Couto de Magalhães/ Ethnoastronomy in Brazil: the contribution of Charles Frederick Hartt and José Vieira Couto de Magalhães

Lima, Flavia Pedroza; Figueirôa, Silvia Fernanda de Mendonça
2010-08-01

Resumo em português Após uma breve revisão bibliográfica sobre arqueoastronomia e etnoastronomia, o artigo analisa algumas obras do final do século XIX que trazem informações sobre a etnoastronomia de índios brasileiros. Estes relatos são de autoria do naturalista canadense Charles Frederick Hartt (1840-1878) e do polimata brasileiro José Vieira Couto de Magalhães (1837-1898). Embora moldados pelas cosmovisões dos seus autores e pelas teorias científicas da etnologia da época, r (mais) egistram uma pequena fração dos sistemas de conhecimento indígenas sobre a natureza, seus mitos celestes, constelações e calendários. Os autores são contemporâneos e se corresponderam, mas registraram de forma independente alguns conhecimentos comuns aos povos que falavam uma língua tupi. Resumo em inglês After a brief bibliographical review of Archaeoastronomy and Ethnoastronomy, the paper discusses some works of the late 19th century that contain information on the Ethnoastronomy of Brazilian Indians. These accounts were written by the Canadian naturalist Charles Frederick Hartt (1840-1878) and by the Brazilian polymath José Vieira Couto de Magalhães (1837-1898). Although shaped by the worldviews of their authors and the scientific ethnological theories of that time, t (mais) hey record a small fraction of the indigenous knowledge systems about nature, celestial myths, constellations and calendars. The authors were contemporaries, and corresponded to each other; nevertheless they independently recorded some common knowledge from peoples who spoke a tupi language.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

A mobilidade humana na tríplice fronteira: Peru, Brasil e Colômbia

Oliveira, Márcia Maria de
2006-08-01

Resumo em português OS MOVIMENTOS migratórios nas fronteiras amazônicas ainda são pouco abordados, tanto pela academia quanto pelas instituições que lidam com a temática da mi-gração. Há elementos novos que configuram características peculiares à mobilidade humana na tríplice fronteira Peru-Colômbia-Brasil que merecem uma abordagem mais profunda do ponto de vista dos estudos migratórios. Atualmente, há fluxos conside-ráveis de migração internacional nessa região adentrando (mais) na fronteira brasileira, desafiando o Estado brasileiro a implementar uma política migratória que consiga lidar com fenômenos, tais como a presença de peruanos em situação irregular em território brasileiro, a mobilidade dos povos indígenas nas regiões de fronteira e ainda, mais recentemente, a entrada crescente de colombianos desplazados pela guerrilha interna que pedem refúgio ao Estado brasileiro. Resumo em inglês THE MIGRATORY mobility in the Amazonian borders is less than enough investigated, neither by the academy nor by the institutions that deal with the migration question. There are new elements that depict peculiar characteristics to the human mobility in the triple border of Peru, Colombia and Brazil, that deserve a deeper investigation from the view point of the migratory studies. At the moment, it has conside-rable flows of international migration in this region moving in (mais) the Brazilian border, challenging the Brazilian State to implement a migratory policy that is able to deal with the phenomena such as the presence of Peruvians in an irregular situation in Brazilian territory, the mobility of the indigenous peoples in the border regions and still, more recently, the increasing entrance of the Colombians desplazados through the internal guerrilla who ask for shelter to the Brazilian State.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Educação escolar indígena: um modo próprio de recriar a escola nas aldeias Guarani/ Indigenous school education: a particular way of recreating school in Guarani villages

Bergamaschi, Maria Aparecida
2007-08-01

Resumo em português A educação escolar específica e diferenciada vem sendo constituída pelos povos indígenas brasileiros, com maior intensidade, nas últimas décadas. Os Guarani, zelosos de sua cosmologia e contrários à introdução de aparatos ocidentais em seu modo de vida tradicional, foram historicamente desfavoráveis à escola. Hoje, algumas aldeias buscam-na, como uma forma de se aparelharem para compreender o "mundo dos brancos", acessando, por meio da escola, conhecimentos n (mais) ecessários para uma interação mais simétrica com a sociedade não-indígena. A reflexão proposta neste texto aborda os processos de escolarização, evidenciando as formas de apropriação que ocorrem na escola das aldeias Guarani, no Rio Grande do Sul, por meio de práticas escolares que buscam constituir um modo próprio de ensinar, em diálogo com os princípios que compõem a educação tradicional e a cosmologia desse povo. Resumo em inglês The constitution of a specific and differentiated school education by Brazilian indigenous peoples has become more intensive in the last decades. Concerned about their cosmology and contrary to the introduction of Western instruments in their traditional way of life, the Guarani have historically been against school. Nowadays, some of their villages look for it as a way to provide themselves with tools to understand the "white man’s world" and gain access to the necessar (mais) y knowledge to have a more symmetrical interaction with the non-indigenous society. The reflection proposed in this text approaches school enrollment processes and pinpoints ways of appropriation that occur in the Guarani village schools, in the State of Rio Grande do Sul, through school practices that aim to constitute their own way of teaching in a dialogue with the principles that make up the traditional education and cosmology of this people.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Taxonomias das doenças entre os índios Baniwa (arawak) e desana (tukano oriental) do alto rio negro (Brasil)

Garnelo, Luiza; Buchillet, Dominique
2006-12-01

Resumo em português O presente artigo estuda as taxonomias de doenças de dois povos indígenas da região do Alto Rio Negro, Noroeste amazônico (Brasil): os Baniwa, da família lingüística arawak, e os Desana, da família lingüística tukano oriental. Tomando como base explicativa a produção mítica dessas etnias, as autoras comparam seus sistemas de doença e cura e demonstram que as circunstâncias ligadas ao surgimento de uma doença particular, as representações de pessoa e do m (mais) undo natural, e as modalidades de relação entre os grupos humanos, a natureza e o cosmos, participam da interpretação da doença. Essa ênfase na causalidade social e/ou com a ordem do mundo traduz-se na terminologia vernacular e na classificação das doenças em ambos os grupos estudados. A produção do processo patogênico liga-se a uma "economia simbólica da alteridade" (Viveiros de Castro, 2002). Promover a saúde e evitar a doença exigem cooperação, reciprocidade, diligência, controle das ações predatórias e do apetite alimentar e sexual. Resumo em inglês The present paper studies the disease taxonomies on two indigenous peoples from the upper Negro River region, in the Amazonian northwest (Brazil), the Baniwa, from the Arawak, and the Desana, from the oriental Tukano linguistic families. Taking these ethnies' mythic production as an explicative basis, the authors make comparisons between their disease and cure systems and demonstrate that the circumstances linked to the outbreak of a particular disease, the representation (mais) of people and of the natural world, and the modalities of relations between human groups, nature and the cosmos, participate on the disease's interpretation. Both studied groups translate this emphasis on social causality and/or world order into the vernacular terminology and disease classification. The pathogenic process production is linked to an "alteration symbolic economy" (Viveiros de Castro, 2002). Promoting good health and preventing disease, requires cooperation, reciprocity, diligence, predatory actions and feeding and sexual appetite controlling.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Uma etnologia dos "índios misturados"? Situação colonial, territorialização e fluxos culturais

Oliveira, João Pacheco de
1998-04-01

Resumo em português Até recentemente os estudos sobre os povos e culturas indígenas do Nordeste brasileiro não constituíram um objeto mais sistemático de investigações, parecendo apenas propiciar uma etnologia secundária e menor. Na visão do autor, isso decorreu da dificuldade de aplicação àquelas culturas dos pressupostos da antropologia americanista, a qual opera com modelos societários que enfatizam a descontinuidade cultural, bem como a objetividade e a exterioridade do obse (mais) rvado em face do pesquisador e de sua sociedade. Dialogando com diferentes perspectivas teóricas, o autor delineia ou reelabora algumas noções como, respectivamente, as de "territorialização", "situação colonial", "diáspora" e "viagem da volta" que lhe permitem realizar uma análise compreensiva do processo histórico que veio a transformar tais populações nos grupos étnicos atuais. Sugere, ao final, que os estudos que vêm sendo realizados no Brasil e em diferentes partes do mundo sobre "índios misturados" (isto é, relações interétnicas em áreas de colonização muito antiga) podem contribuir para a construção de uma antropologia mais articulada com a história. Resumo em inglês Until quite recently, indigenous peoples in the Brazilian Northeast were not the object of systematic investigation, rather appearing to inspire a kind of secondary, lesser ethnology. According to the author, this oversight resulted from a difficulty in applying the premises of Americanist anthropology to such cultures, since the latter operates with societal models emphasizing both cultural discontinuity and the objectivity and externality of the observed vis-à-vis the (mais) researcher and his/her society. By establishing a dialogue with different theoretical perspectives, the author delineates or reworks several notions, such as "territorialization", "colonial situation", "diaspora", and "return journey", allowing him to produce a comprehensive analysis of the historical process which turned such populations into the current ethnic groups. Finally, he suggests that studies on "mixed Indians" (i.e., relations between ethnic groups in areas of very old colonization) in Brazil and elsewhere can help construct an anthropology that is better articulated with history.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

O Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI): criação, estrutura e funcionamento/ The Health Information System for Indigenous Peoples in Brazil (SIASI): design, structure, and functioning

Sousa, Maria da Conceição de; Scatena, João Henrique G.; Santos, Ricardo Ventura
2007-04-01

Resumo em português O Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI) foi criado no âmbito do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena, a partir de 1999. Visou melhorar a disponibilidade e o acesso às informações sobre saúde, fundamentais para o planejamento, operação e avaliação das ações. Este trabalho analisa o SIASI, contemplando aspectos relativos à sua criação, implantação, funcionamento, potencialidades e limitações. Procedeu-se levantamento docum (mais) ental no Departamento de Saúde Indígena da Fundação Nacional de Saúde, complementado com análises comparativas com outros sistemas de informação em saúde. O SIASI se estrutura em oito módulos, três dos quais em operação. As principais limitações do SIASI referem-se aos instrumentos de coleta, à capacitação dos recursos humanos, à ausência de interface com os demais sistemas nacionais de informação em saúde, à dificuldade de acesso às informações e a não utilização das informações para o planejamento das ações. Entre as potencialidades, destacam-se a simplicidade do sistema, sua integralidade e as possibilidades de desagregações. Frisa-se a importância de um sistema de informação em saúde específico para os povos indígenas em decorrência de suas especificidades socioculturais e demográficas. Resumo em inglês The Brazilian Health Information System for Indigenous Peoples (SIASI) was created in 1999 as part of the Sub-System for Indigenous Peoples' Health Care. The aim was to improve availability and access to crucial health information for planning, implementation, and evaluation. The current study analyzes the SIASI, focusing on its creation, implementation, functioning, potential, and limitations. Documents were surveyed in the Indigenous Peoples' Health Department of the Na (mais) tional Health Foundation, followed by comparative analyses with other health information systems. The SIASI is organized in eight modules, three of which were in operation at the time of the study. The system's main limitations involve data collection instruments, human resources training, lack of interface with other national health information systems, difficult access to the data, and non-utilization of the data to plan subsequent health activities. The potentialities include the system's simplicity, comprehensiveness, and possibilities for disaggregating data. The study highlights the importance of a specific health information system for indigenous peoples, due to their socio-cultural and demographic specificities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

O Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI): criação, estrutura e funcionamento/ The Health Information System for Indigenous Peoples in Brazil (SIASI): design, structure, and functioning

Sousa, Maria da Conceição de; Scatena, João Henrique G.; Santos, Ricardo Ventura
2007-04-01

Resumo em português O Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI) foi criado no âmbito do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena, a partir de 1999. Visou melhorar a disponibilidade e o acesso às informações sobre saúde, fundamentais para o planejamento, operação e avaliação das ações. Este trabalho analisa o SIASI, contemplando aspectos relativos à sua criação, implantação, funcionamento, potencialidades e limitações. Procedeu-se levantamento docum (mais) ental no Departamento de Saúde Indígena da Fundação Nacional de Saúde, complementado com análises comparativas com outros sistemas de informação em saúde. O SIASI se estrutura em oito módulos, três dos quais em operação. As principais limitações do SIASI referem-se aos instrumentos de coleta, à capacitação dos recursos humanos, à ausência de interface com os demais sistemas nacionais de informação em saúde, à dificuldade de acesso às informações e a não utilização das informações para o planejamento das ações. Entre as potencialidades, destacam-se a simplicidade do sistema, sua integralidade e as possibilidades de desagregações. Frisa-se a importância de um sistema de informação em saúde específico para os povos indígenas em decorrência de suas especificidades socioculturais e demográficas. Resumo em inglês The Brazilian Health Information System for Indigenous Peoples (SIASI) was created in 1999 as part of the Sub-System for Indigenous Peoples' Health Care. The aim was to improve availability and access to crucial health information for planning, implementation, and evaluation. The current study analyzes the SIASI, focusing on its creation, implementation, functioning, potential, and limitations. Documents were surveyed in the Indigenous Peoples' Health Department of the Na (mais) tional Health Foundation, followed by comparative analyses with other health information systems. The SIASI is organized in eight modules, three of which were in operation at the time of the study. The system's main limitations involve data collection instruments, human resources training, lack of interface with other national health information systems, difficult access to the data, and non-utilization of the data to plan subsequent health activities. The potentialities include the system's simplicity, comprehensiveness, and possibilities for disaggregating data. The study highlights the importance of a specific health information system for indigenous peoples, due to their socio-cultural and demographic specificities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Participação e autonomia nos espaços interculturais de Saúde Indígena: reflexões a partir do sul do Brasil/ Participation and autonomy in the intercultural contexts of Indian Health: reflections from southern Brazil

Langdon, Esther Jean; Diehl, Eliana E.
2007-08-01

Resumo em português A democratização das ações e serviços de saúde no Brasil, expressa no Sistema Único de Saúde (SUS) em 1990, tem como base novas relações entre estado e sociedade. Idealisticamente, os princípios e as diretrizes do Sistema Único de Saúde, forjados ainda no Movimento de Reforma Sanitária a partir de 1976, estabelecem o papel central do usuário e deslocam o eixo do poder das macroestruturas para os níveis locais e regionais, com a ampla participação de todo (mais) s os setores que compõem o cenário da saúde. No caso indígena, o Subsistema de Atenção à Saúde Indígena no âmbito do SUS foi implementado em 1999, face às históricas desigualdades e iniqüidades vividas por esses povos no Brasil. Desde a implantação do Subsistema, há sete anos, são poucas as reflexões sobre os conceitos-chaves e sua práxis em contextos interculturais: atenção diferenciada, Agentes Indígenas de Saúde e participação e controle social. Esse artigo traz uma avaliação do modelo de atenção à saúde indígena com base nesses aspectos. A partir de pesquisas realizadas no sul do Brasil, especificamente no Estado de Santa Catarina e na experiência de participação em instâncias de controle social, buscamos contribuir para a avaliação, que é exígua até o momento. Resumo em inglês The democratization of health actions and services in Brazil, as expressed in the National Health System (SUS) established in 1990, is based upon new relations between the State and society. Ideally, the principles and directives of SUS, also created in the Health Care Reform movement from 1976 onwards, establish the central role of the consumer and shift the axis of power from macro-institutions to local and regional levels, with broad participation of all the sectors th (mais) at make up the health service field. In view of the historical inequalities and inequities experienced by the indigenous peoples of Brazil, the Subsystem of Attention to Indian Health as part of SUS was established in 1999. Since the implementation of the Subsystem seven years ago, there have been few reflections regarding the praxis of its key concepts in intercultural contexts: differentiated attention, Indian Health Agents and participation and social control. Considering these aspects, this article evaluates the model of attention to Indian health. Based on research from Southern Brazil, specifically from the State of Santa Catarina, and on the experience of participation in situations of social control, the authors hope to contribute to an evaluation of the Subsystem, which is imperative at this moment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Entre o canto e a caneta: oralidade, escrita e conhecimento entre os Guarani Mbya/ Between lyrical and literate: orality, writing and knowledge among the Mbya Guarani

Testa, Adriana Queiroz
2008-08-01

Resumo em português O tema das relações entre oralidade e escrita é apresentado em grande parte dos estudos e programas dedicados à questão da educação escolar indígena, mas raramente é tomado como problema central para a compreensão dos processos de ensino-aprendizagem nos contextos em que a escola se faz presente. Por outro lado, autores que se dedicam a essa questão enfatizam quase exclusivamente a escrita em detrimento da oralidade. Nesse sentido, associada à necessidade de u (mais) ma discussão teórica de maior fôlego, percebe-se a falta de análises que se dediquem à compreensão do papel e dos significados da escrita e da oralidade entre diferentes povos indígenas. No intuito de contribuir para o aprofundamento e a ampliação desse debate, o presente artigo procura discutir a temática, pautando-se numa abordagem que permite caminhar entre a leitura de textos especializados e relatos que registram interpretações de pessoas Guarani Mbya. Os relatos colhidos e textualizados durante sete anos de pesquisa e convivência com os Mbya em diferentes aldeias das regiões sul e sudeste permitem repensar a oralidade e a escrita como aspectos importantes num conjunto mais amplo de processos de produção, aquisição e transmissão de conhecimento. Desse ponto de vista, a educação é concebida num sentido amplo que não se reduz à escolarização. Resumo em inglês The theme of the relations between orality and writing can be found in most studies and programs dedicated to the issue of the school education of indigenous populations, but it has seldom been taken as the central problem in understanding the teaching-learning processes in the contexts where schools take part. In fact, authors that deal with this question emphasize almost exclusively writing, and tend to forget about orality. In this sense, associated to the need for a d (mais) eeper theoretical discussion, one can observe the lack of analyses dedicated to comprehend the role and meaning of writing and orality among the various indigenous peoples. With the purpose of contributing to expand and advance the debate, this article seeks to discuss the theme based on an approach that allows us to move between the reading of specialized texts and reports that register interpretations by Mbya Guarani individuals. The testimonies collected and transcribed during seven years of research and living with the Mbya in different villages in the South and Southeast regions of the country allowed us to reconceptualize orality and writing as important aspects within a wider group of processes of production, acquisition and transmission of knowledge. From this viewpoint, education is conceived in a wide sense that cannot be reduced to schooling.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

A nova edição de Why Suyá Sing, de Anthony Seeger, e alguns estudos recentes sobre música indígena nas terras baixas da América do Sul

Coelho, Luís Fernando Hering
2007-04-01

Resumo em português Lançado originalmente em 1987, Why Suya Sing? ganhou uma nova edição norte-americana em 2004. Apesar de constituir um marco teórico e etnográfico importante nos campos da etnologia indígena e da antropologia da música, o livro ainda não conta com uma tradução para o português. Neste ensaio, oferece-se uma leitura da obra, buscando resumir alguns de seus pontos principais, junto a uma contextualização geral sumária dos estudos sobre povos Gê, e uma nota brev (mais) e sobre alguns desenvolvimentos recentes nas pesquisas sobre música indígena nas terras baixas da América do Sul. Resumo em inglês Originally published in 1987, Why Suyá Sing? acquired a new US edition in 2004. Despite constituting a theoretical and ethnographic landmark in the fields of indigenous ethnology and anthropology of music, Seeger’s book has yet to be translated into Portuguese. This essay offers a reading of the work, looking to resume some of its key points, along with a brief overall contextualization of the studies on Gê peoples, and a short note on some of the recent developments in the research on indigenous music in the South American lowlands.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

A soma anômala: a questão do suplemento no xamanismo e menstruação Ikpeng

Rodgers, David
2002-10-01

Resumo em português Este ensaio pretende examinar vários aspectos da sociocosmologia dos Ikpeng, povo ameríndio do sul da Amazônia. Através de um esforço de absorção de vários conceitos ikpeng em seu vocabulário analítico, ele explora a convergência das noções de afeto (não de relação) e de devir (não de transformação) desse povo em um plano sociopolítico composto por uma mistura de povos e espécies (não de pessoas). Nesse plano, o xamã figura como uma anomalia de esp� (mais) �cie, posição alcançada pela sua exposição à morte múltipla, versão radicalizada da auto-intoxicação do sujeito ao longo da vida. Sustentadas por uma cosmologia animista/xamânica, tais concepções se provam incompatíveis com os modelos humanistas do sociopolítico predominantes na antropologia contemporânea. Seguir essa linha de pensamento indígena expõe também uma modelagem não-orgânica de diferença sexual intrínseca às composições transespecíficas envolvidas nos rituais ikpeng, mas cujos primeiros pontos de emergência são a iniciação xamânica dos meninos e a menstruação das meninas. Resumo em inglês This essay examines various aspects of the sociocosmology of the Ikpeng, an Amerindian people of southern Amazonia. Through an attempted absorption of various Ikpeng concepts into its analytic vocabulary, it explores the convergence of the notions of affect (not relation) and becoming (not transformation) of this people on a sociopolitical plane composed by a mixture of peoples and species (not persons). On this plane, the shaman figures as a species anomaly, a position a (mais) chieved via his exposure to multiple deaths, a radicalized version of the self-intoxication experienced throughout a subject's lifetime. Sustained by an animistic/shamanic cosmology, these conceptions prove incompatible with the humanistic models of sociopolitics predominant in contemporary anthropology. Following this indigenous line of thinking also exposes a non-organic modelling of sexual difference, intrinsic to the trans-species compositions involved in Ikpeng rituals, but whose first points of emergence are the shamanic initiation of boys and the menstruation of girls.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Organização política e cultivos ilícitos de coca na Bolívia: uma abordagem etnográfica/ Political organization and illicit coca cultivation in Bolivia: an ethnographic approach/ Organisation politique et cultures illicites de coca en Bolivie: un abordage ethnographique

Sousa, Rosinaldo Silva de
2010-06-01

Resumo em português A cultura política de um povo é aspecto relevante para a compreensão do relacionamento que mantém com o seu Estado, assim como de suas reivindicações baseadas em noções particulares de justiça e democracia. No caso boliviano, minha abordagem irá privilegiar dois fatores que ajudam a compreender a orientação política e cultural da maioria de origem indígena: (1) a disputa em torno do direito de cultivar a folha de coca, mesmo contrariando a legislação inter (mais) nacional e nacional; e (2) a influência atual de padrões de ação política ancorados em princípios ancestrais da política andina pré-colombiana. Meu objetivo será mostrar a forma como tanto as estruturas de longa duração, como a aplicação da legislação internacional antidrogas influenciam a conformação da cultura política boliviana. Resumo em inglês The political culture of a peoples is a relevant aspect to understand the relationship they maintain toward its State, as well as their demands based on particular justice and democracy notions. In the Bolivian case, my approach will privilege two factors that help understanding cultural and political orientation of the indigenous majority: (1) the argument around the right to cultivate coca leaf, even if it goes against international and national legislation; and (2) the (mais) present influence on political action standards based on ancestral principles of pre-Colombian Andean politics. My goal is to show how both long-lasting structures and the implementation of international anti-drug legislation influence the conformation of the Bolivian political culture.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Índios e mestiços no Rio de Janeiro: significados plurais e cambiantes (séculos XVIII-XIX)/ Indians and mestiços in Rio de Janeiro: plural and changing meanings (18th - 19th centuries)

Celestino de Almeida, Maria Regina
2008-06-01

Resumo em português As novas proposições teóricas e conceituais da História e da Antropologia sobre os processos de mestiçagem da América têm conduzido à idéia de identidades plurais e à percepção de que as categorias étnicas são historicamente construídas e adquirem significados distintos conforme os tempos, os espaços e os agentes sociais em contato. Este trabalho apresenta uma reflexão sobre esses significados enfocando especialmente os interesses dos índios aldeados do (mais) Rio de Janeiro em suas relações com os demais grupos étnicos e sociais com os quais interagiam. Prioriza-se o período das reformas pombalinas ao século XIX, quando as disputas em torno dessas classificações tornaram-se mais visíveis na documentação: enquanto autoridades políticas e intelectuais afirmavam a condição de mistura e dispersão dos índios aldeados, estes últimos reivindicavam direitos com base na identidade indígena. Essas disputas por classificações étnicas são vistas como disputas políticas e sociais, que não se dissociavam dos conflitos em torno das terras das aldeias e das políticas indigenistas do período pombalino e do Império brasileiro. Resumo em inglês Historians and anthropologists have been developing new concepts and theories about the mixing process of Indians in America which allow us to think that identities are plural and that ethnic classifications are historical constructions that have specific meanings according to regions, spaces and social agents in contact. This paper presents a discussion about these meanings, emphasizing the aims of Rio de Janeiro village's indians, taking into account their relations wit (mais) h other ethnic and social groups with whom they used to interact. The period focused extends specially from Pombal's reforms to the 19 th Century, when the disputes about ethnic classifications comes up more clearly in the sources: while political authorities and intellectuals state mixed condition and dispersion of indian's villages, these ones argued for collective rights based on their indigenous identities. These disputes about indigenous peoples'classification on different categories can be seen as political and social disputes, which must be associated with land conflicts and indigenous policy of Pombal's period and brazilian Imperium.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Tuberculose em indígenas menores de 15 anos, no Estado de Mato Grosso do Sul/ Tuberculosis among Brazilian indigenous individuals aged less than 15 years-old in State of Mato Grosso do Sul, Brazil

Marques, Ana Maria Campos; Pompilio, Maurício Antonio; Santos, Sandra Christo dos; Garnês, Silvio Jacks dos Anjos; Cunha, Rivaldo Venâncio da
2010-12-01

Resumo em português INTRODUÇÃO O objetivo do estudo foi descrever os aspectos epidemiológicos da tuberculose na população indígena com idade inferior a quinze anos, de Mato Grosso do Sul, Brasil, no período de 2000 a 2006, após a implantação do Subsistema de Saúde Indígena. MÉTODOS: Estudo descritivo, retrospectivo, de base de dados secundários, utilizando-se o Banco de dados do Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul e do Sistema de Informações de Agravo (mais) s de Notificação. Variáveis analisadas: frequência por grupo etário, distribuição por sexo, forma clínica e desfecho dos casos. Teste de Fischer e curva de tendência para incidência, p Resumo em inglês INTRODUCTION: This study describes the epidemiological aspects of TB among Brazilian Native Indians aged less than 15 years-old in Mato Grosso do Sul, Brazil, between 2000 and 2006. METHODS: A retrospective observational study based on secondary data collected from the health system of Brazilian indigenous peoples, Special Indigenous Sanitary District (DSEI), and National System of Notifiable Diseases (SINAN) databases. The variables analyzed were: frequency of TB accordi (mais) ng to sex, age, clinical presentation and outcome. The Fisher test and the incidence tendency curve were calculated (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Solos da área indígena Yanomami no médio Rio Catrimani, Roraima/ Soils in the Yanomami indigenous area in the mid-Catrimani River - Roraima

Melo, Valdinar Ferreira; Francelino, Marcio Rocha; Uchôa, Sandra Cátia Pereira; Salamene, Samara; Santos, Célida Socorro Vieira dos
2010-04-01

Resumo em português Em Roraima, a distribuição espacial das populações indígenas identifica um cenário de busca constante de solos capazes de sustentar uma agricultura itinerante. Este trabalho teve como objetivo estabelecer relação entre a compreensão dos solos por parte dos Yanomami da região do médio Catrimani e o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, bem como avaliar o seu tipo de uso em função de análises químicas para diagnóstico da fertilidade do solo. O trab (mais) alho foi executado em duas etapas. A primeira consistiu em visitas a oito malocas para estudar os solos. Foram coletadas amostras em trincheiras até 1,50 m de profundidade para análise e classificação dos solos e (em prospecções com o trado) nas profundidades de 0-10 a 10-30 cm, em 21 tipos de uso agrícola, e da área de floresta para análises químicas de fertilidade. A segunda fase foi uma oficina, abordando os sistemas de exploração agrícola, com duração de 20 h. Focalizou-se a discussão sobre a compreensão do meio ambiente (Urihi)(1) e sistemas de produção agrícolas e sobre a importância do uso correto do conhecimento dos solos. Os solos são denominados pelos Yanomami em função das características morfológicas, pelos teores de matéria orgânica e pela presença de minhocas, e da posição na paisagem - a escolha para agricultura é fundamentada nessas características. As práticas agrícolas consistem da derrubada da mata nativa, queima e plantio das culturas em separado. Os solos descritos na área foram: Argissolo Vermelho-Amarelo (Maxita a uuxi wakë axi), Argissolo Amarelo (Maxita a axi), Latossolo Amarelo (Maxita a axi) e Plintossolo (Maxita a axi a maamaxipë). O processo de derruba e queima promove um incremento inicial do teor de Ca e K trocáveis e P assimilável devido à contribuição das cinzas, o que permite a exploração das áreas por um período máximo de três anos. Resumo em inglês In Roraima, the spatial distribution of indigenous peoples indicates a background of constant search for soils capable of sustaining shift cultivation. This study aimed to establish a relationship between the understanding of soil by the Yanomami tribe from the mid-Catrimani river region and the Brazilian System of Soil Classification and evaluate the type of agricultural land use according to soil fertility tests, in two steps. The first consisted of visiting eight India (mais) n communities to collect soil samples at 21 sites with different types of agriculture and forests, both from profile soil (depth 0-1.50 m) and pits (depth 0-0.1 m and 0.1-0.3 m) for laboratory analysis. The second step was a workshop addressing the shift cultivation systems (duration 20 h). The discussion focused on the understanding of the environment (Urihi) and agricultural production systems, and on the importance of the correct use of knowledge of the soil and its fertility. Soils are named according to their morphology and position in the landscape by the Yanomami. The choice of agricultural areas is based on these features, aside from the organic matter content and the presence of earthworms. Agricultural practices comprise clearing and burning of the native forest immediately before planting a set of separate crops. The soils described in the area were classified according to the Brazilian taxonomic system as follows: Red Yellow Argisol (Maxita a uuxi wake axi), Yellow Argisol (Maxita a axi) Yellow Latosol (Maxita a axi) and Plintosol (Maxita a axi a maaxipé). Slashing and burning initially increases exchangeable Ca, K and available P due to the contribution of the ashes, which allows an agricultural exploitation of these areas for a maximum period of three years.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Saúde indígena e políticas públicas: alteridade e estado de exceção/ Indigenous health and public policies: alterity and state of exception/ Salud indígena y políticas públicas: la alteridad y el estado de excepción

Bernardes, Anita Guazzelli
2011-03-01

Resumo em português O artigo analisa as formas de objetivação das populações indígenas no Brasil no que tange às políticas públicas em saúde. A reflexão parte do modo como as populações indígenas se tornam foco de políticas públicas a partir do Serviço de Proteção ao Índio e Localização de Trabalhadores Nacionais (SPI), criado em 1910. A discussão ampara-se na análise das legislações do SPI no período entre 1910 a 1963. Utiliza-se, como linha principal de investiga� (mais) �ão, a perspectiva foucaultiana de relações de poder/saber, bem como o conceito de alteridade e estado de exceção. A questão indígena é considerada como emergência no território das políticas públicas e discutida como uma linha histórico-política que conforma sujeitos e objetos. Resumo em espanhol El artículo analiza las formas de objetivación de las poblaciones indígenas en Brasil en lo que respecta a las políticas públicas de salud. La reflexión parte de cómo los pueblos indígenas se convirtieron en el foco de las políticas públicas a partir del Servicio de Protección de los Índios y de la Ubicación Nacional de Trabajadores (SPI), formulados en 1910. El debate busca refugio en el análisis de las legislaciones de los SPI entre los años 1910 a 1963. (mais) Se utiliza como la principal línea de investigación la perspectiva foucaultiana de las relaciones de poder / saber, y el concepto de alteridad y el estado de excepción. La cuestión indígena es considerada una emergencia en el territorio de las políticas públicas y es debatida en una línea histórica y política que relaciona los sujetos y objetos. Resumo em inglês This article analyzes the forms of objectivation of indigenous peoples in Brazil regarding health public policies. This reflection has stemmed from the way in which indigenous peoples have become a focus of public policies since 1910, when the Service of Indigenous Protection and Localization of National Workers (SPI) was created. The discussion was grounded on the analysis of SPI's regulations from 1910 to 1963. The main line of investigation was the Foucauldian perspect (mais) ive of power/knowledge relations, as well as the concept of alterity and state of exception. The indigenous issue has been considered as an emergency in the territory of public policies and discussed as a historical-political line which shapes both subjects and objects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Richard Spruce, botânico e desbravador da América do Sul/ Richard Spruce, botanist-South America’s explorer

Seaward, Mark R. D.
2000-10-01

Resumo em português No período entre 1849 e 1864, o botânico e explorador inglês Richard Spruce promoveu minucioso estudo da flora amazônica e dos costumes dos povos que habitavam essa região. Ainda hoje, grande parte do conhecimento sobre várias famílias botânicas daquela região advém do esforço desenvolvido por esse cientista. A amplitude de seus interesses, a meticulosidade e a exatidão de suas descrições foram fenomenais: nada parece ter escapado à sua atenção e capacida (mais) de de documentação. Spruce era não apenas notável botânico, mas também admirável antropólogo, lingüista (sabia francês, espanhol e português), geólogo, e geógrafo, bem como arguto observador sociológico dos sistemas políticos e dos hábitos das tribos amazônicas e andinas entre as quais esteve, trazendo considerável contribuição para o entendimento das crenças e práticas nativas e para o conhecimento das propriedades e usos das plantas, no contexto amazônico. Sua participação na exploração econômica de espécies locais também foi importante, particularmente em relação aos gêneros Hevea e Cinchona. Resumo em inglês Between 1849 and 1864, the English botanist and explorer Richard Spruce carried out a detailed study of the Amazon flora and the costumes of the peoples who inhabited the region. To date a large part of the existing knowledge about several botanical families in the region stems from this scientist’s efforts. His comprehensive interests, his detailed and precise descriptions were outstanding: nothing seems to have been left out of his scrutiny and recording aptitude. Not (mais) only was Spruce a remarkable botanist but he was also a distinctive anthropologist, linguist (he knew French, Spanish and Portuguese), geologist and geographer, as well as an acute sociological observer of the political systems and habits of the Amazonian and Andean tribes in which he has been. He could thus make a considerable contribution to the understanding of indigenous beliefs and practices, as well as to the knowledge and uses of plants within the Amazonian context. Also important was his participation in the economic exploration of local species, particularly as regards the Hevea and the Cinchona genera.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

População indígena: uma reflexão sobre a influência da civilização urbana no estado nutricional e na saúde bucal/ Indigenous peoples: reflection about the influence of urban civilization on nutritional status and oral health

Moura, Patrícia Garcia de; Batista, Luciana Rodrigues Vieira; Moreira, Emilia Addison Machado
2010-06-01

Resumo em português Embora ainda existam sociedades indígenas que mantêm um modo tradicional de viver, nas quais uma alimentação adequada em quantidade e qualidade provém da caça e da prática de agricultura, a maioria dos índios vem sofrendo um processo de aculturação oriundo do contato com a civilização urbana, pois eles não mais dispõem de terra suficiente que garanta a subsistência. Desse modo, acabam tornando-se dependentes do comércio local e consumindo alimentos industr (mais) ializados que podem ser prejudiciais à saúde bucal e ao estado nutricional. A presente comunicação tem como objetivo identificar a influência da transição alimentar, devido ao contato com a civilização urbana, no estado nutricional e na condição bucal da população indígena brasileira. Os dados relacionados nessa investigação foram obtidos na base de dados do SciELO e do MedLine, PubMed, pesquisando-se os termos de indexação: "índios sul-americanos", "comportamento alimentar", "estado nutricional", "saúde bucal". Estudos revelaram a prevalência de desnutrição infantil, sobrepeso e obesidade em adultos, índice de cárie elevado e doença periodontal nas comunidades indígenas que vêm passando por mudanças de hábitos culturais. Conclui-se que a transição alimentar pode levar a desordens nutricionais e ao desenvolvimento de doenças bucais, sugerindo a necessidade de uma intervenção e/ou monitoramento por meio de programas dirigidos à assistência à saúde, ao saneamento básico, ao acesso à terra e à educação. Resumo em inglês Although there are still some indigenous societies that have maintained their traditional way of life, where food consumption in terms of amount and quality is based on hunting and agriculture, most indigenous peoples have been undergoing an acculturation process secondary to the contact with urban civilizations, since they no longer have enough land to guarantee their subsistence. Thus, they become dependent on local trade and consume processed foods that may be harmful (mais) to their oral health and nutritional status. The objective of this communication is to identify the influence of the dietary transition due to contact with urban civilization on the nutritional status and oral condition of native Brazilian populations. The data included in this investigation were obtained from the SciELO and MedLine, PubMed databases using the keywords: "South American natives", "dietary behavior", "nutritional status", "oral health". Studies have revealed a prevalence of childhood malnutrition, adult overweight and obesity, high caries rates and periodontal disease in the native Brazilian communities that have been experiencing changes in their cultural habits. In conclusion, dietary transition can lead to nutritional disorders and the development of oral diseases, suggesting the need for health care and basic sanitation programs and access to land and education, in order to intervene in or monitor these occurrences.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Perfil metabólico e antropométrico de índios Aruák: Mehináku, Waurá e Yawalapití, Alto Xingu, Brasil Central, 2000/2002/ Metabolic and anthropometric profile of Aruák Indians: Mehináku, Waurá and Yawalapití in the Upper Xingu, Central Brazil, 2000-2002

Gimeno, Suely Godoy Agostinho; Rodrigues, Douglas; Pagliaro, Heloisa; Cano, Eduardo Nozaki; Lima, Evandro Emilio de Souza; Baruzzi, Roberto Geraldo
2007-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi descrever o perfil metabólico e antropométrico de índios Aruák (Mehináku, Waurá e Yawalapití) que habitam o Alto Xingu, Brasil Central. Em julho de 2000 e outubro de 2002, 201 indivíduos de ambos os sexos e com idade > 20 anos foram submetidos a exames físicos (antropometria e pressão arterial) e de laboratório (glicemia de jejum, lípides séricos e ácido úrico). Índios do sexo masculino, quando comparados aos do sexo feminino, (mais) apresentaram valores médios menores de dobras cutâneas e de HDL colesterol, e maiores do índice de massa corporal, de circunferência do braço, de pressão arterial sistólica e diastólica, de triglicérides, de VLDL e de ácido úrico. As prevalências de sobrepeso (51,8%,), obesidade (15%), dislipidemia (77,1%) e níveis pressóricos elevados (37,7%) foram maiores entre os homens enquanto que as mulheres apresentaram maior prevalência de obesidade abdominal (52,1%), independentemente da idade e da tribo de origem. Esses achados sugerem a necessidade de implementação de medidas que visem tanto ao controle como à prevenção da obesidade e outros fatores de risco cardiovasculares entre esses indivíduos. Resumo em inglês The objective of this study was to describe the anthropometric and metabolic profile of Aruák Indians (Mehináku, Waurá, and Yawalapití) in the Upper Xingu, Central Brazil. In July 2000 and October 2002, 201 subjects of both genders and aged > 20 years were submitted to physical (anthropometric and blood pressure measures) and laboratory (fasting blood glucose, serum lipids, and uric acid) examination. As compared to females, males had lower mean skinfold thickness mea (mais) surements and serum HDL cholesterol, and higher body mass index, arm circumference, systolic and diastolic blood pressure, serum triglycerides, VLDL cholesterol, and uric acid. The prevalence rates for overweight (51.8%), obesity (15%), dyslipidemia (77.1%), and hypertension (37.7%) were higher among men than women, but prevalence of abdominal obesity (52.1%) was higher among women than men, independently of age and origin. These results corroborate the need to implement measures to control and prevent obesity and other cardiovascular risk factors among these indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Perfil metabólico e antropométrico de índios Aruák: Mehináku, Waurá e Yawalapití, Alto Xingu, Brasil Central, 2000/2002/ Metabolic and anthropometric profile of Aruák Indians: Mehináku, Waurá and Yawalapití in the Upper Xingu, Central Brazil, 2000-2002

Gimeno, Suely Godoy Agostinho; Rodrigues, Douglas; Pagliaro, Heloisa; Cano, Eduardo Nozaki; Lima, Evandro Emilio de Souza; Baruzzi, Roberto Geraldo
2007-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi descrever o perfil metabólico e antropométrico de índios Aruák (Mehináku, Waurá e Yawalapití) que habitam o Alto Xingu, Brasil Central. Em julho de 2000 e outubro de 2002, 201 indivíduos de ambos os sexos e com idade > 20 anos foram submetidos a exames físicos (antropometria e pressão arterial) e de laboratório (glicemia de jejum, lípides séricos e ácido úrico). Índios do sexo masculino, quando comparados aos do sexo feminino, (mais) apresentaram valores médios menores de dobras cutâneas e de HDL colesterol, e maiores do índice de massa corporal, de circunferência do braço, de pressão arterial sistólica e diastólica, de triglicérides, de VLDL e de ácido úrico. As prevalências de sobrepeso (51,8%,), obesidade (15%), dislipidemia (77,1%) e níveis pressóricos elevados (37,7%) foram maiores entre os homens enquanto que as mulheres apresentaram maior prevalência de obesidade abdominal (52,1%), independentemente da idade e da tribo de origem. Esses achados sugerem a necessidade de implementação de medidas que visem tanto ao controle como à prevenção da obesidade e outros fatores de risco cardiovasculares entre esses indivíduos. Resumo em inglês The objective of this study was to describe the anthropometric and metabolic profile of Aruák Indians (Mehináku, Waurá, and Yawalapití) in the Upper Xingu, Central Brazil. In July 2000 and October 2002, 201 subjects of both genders and aged > 20 years were submitted to physical (anthropometric and blood pressure measures) and laboratory (fasting blood glucose, serum lipids, and uric acid) examination. As compared to females, males had lower mean skinfold thickness mea (mais) surements and serum HDL cholesterol, and higher body mass index, arm circumference, systolic and diastolic blood pressure, serum triglycerides, VLDL cholesterol, and uric acid. The prevalence rates for overweight (51.8%), obesity (15%), dyslipidemia (77.1%), and hypertension (37.7%) were higher among men than women, but prevalence of abdominal obesity (52.1%) was higher among women than men, independently of age and origin. These results corroborate the need to implement measures to control and prevent obesity and other cardiovascular risk factors among these indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Os estudos etnográficos no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (1840-1860): história, viagens e questão indígena/ The ethnographic studies of the Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (1840-1860): history, travels and indigenous question

Kodama, Kaori
2010-08-01

Resumo em português O artigo aborda a etnografia do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) em meados do século XIX, dando destaque à produção etnográfica do sócio da instituição, Antônio Gonçalves Dias. Chama a atenção para alguns aspectos que caracterizaram os estudos indígenas do momento: a visão dicotômica entre índios do passado e índios do presente que se desdobrava na percepção dos grupos de origem tupi e os 'tapuias', conhecidos também como não falan (mais) tes do tupi ou índios do sertão; e a dependência da disciplina etnográfica do campo da história, então em pleno desenvolvimento no IHGB. Tais aspectos, que invariavelmente anunciavam uma perspectiva 'decadentista' sobre os índios, repercutiram nas ações políticas que os envolveram no período e, ao mesmo tempo, impossibilitaram a percepção da imensa variabilidade étnica existente no interior do Brasil, quando os intelectuais da instituição seguiram em viagem às províncias do Norte. Não obstante o anúncio constante do desaparecimento dos índios, algum legado dessa viagem permite entrever a riqueza do material coletado junto àquelas populações, que, sob formas distintas de presença na atualidade, continuam a nos fornecer reflexões sobre a complexidade da formação nacional. Resumo em inglês The article examines the ethnography of the Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) in the mid-19th century, highlighting the ethnographic production of its member, Antônio Gonçalves Dias. It emphasizes some of the aspects which characterized the indigenous studies at that moment: the dichotomous image between the Indians of the past and the Indians of the present that echoed in the perception of the Tupi groups and the Tapuia, known as the non-speaking Tup (mais) i language groups or the Indians of the hinterland; and the subjection of ethnography to the field of history, as developed in the IHGB. These aspects were related to the theories about the 'decadence' of the Indians and directly affected both the way the Indigenous policies were built and the incapacity of Brazilian intellectuals to assess the ethnic diversity, when some of the IHGB members travelled to the northern provinces of Brazil. Although the Indians extinction was constantly announced, the legacy of this expedition allows glimpsing the richness of the material collected within the indigenous peoples, which continues to challenge in different ways considerations about the complexity of Brazilian national formation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Organizações indígenas e distritalização sanitária: os riscos de "fazer ver" e "fazer crer" nas políticas de saúde/ Indigenous organizations and health district apportionment: the gap between seeing and believing in health policies

Garnelo, Luiza; Sampaio, Sully
2005-08-01

Resumo em português O trabalho se propõe a analisar repercussões etnopolíticas, éticas e sanitárias nas práticas das organizações indígenas, conveniadas com o Ministério da Saúde, ligadas ao processo de implantação dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) no Estado do Amazonas, Brasil. Os DSEI escolhidos para análise foram o de Manaus e do Rio Negro. As informações trabalhadas são retiradas de relatórios de encontros, reuniões de planejamento e de gestão das (mais) convenentes indígenas, da observação participante em eventos de avaliação do processo de distritalização e entrevistas com gerentes indígenas e não indígenas dos DSEI. É discutida a ambigüidade das organizações indígenas de ter que exercer o seu papel político e ao mesmo tempo de executoras de uma política do Estado, assumindo como uma forma de superação do estigma de incapacidade de estar à frente do processo de implantação dos DSEI. Resumo em inglês This study aims to analyze the ethno-political, ethical, and health repercussions, for indigenous peoples' organizations involved in agreements with the Ministry of Health, resulting from the implementation of Special Indigenous Health Districts (DSEI) in the State of Amazonas, Brazil. The DSEIs chosen for analysis were those of Manaus and Rio Negro. Data were collected from reports drafted during and after planning and other meetings of the respective indigenous peoples' (mais) organizations, participatory observation in events organized to evaluate the health district apportionment process, and interviews with indigenous and non-indigenous managers of DSEIs. The article discusses the ambiguity of indigenous peoples' organizations in having to exercise their own political role while implementing a state policy, assumed as a way to overcome the stigma of their presumed inability to head the process of implementing a DSEI.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Organizações indígenas e distritalização sanitária: os riscos de "fazer ver" e "fazer crer" nas políticas de saúde/ Indigenous organizations and health district apportionment: the gap between seeing and believing in health policies

Garnelo, Luiza; Sampaio, Sully
2005-08-01

Resumo em português O trabalho se propõe a analisar repercussões etnopolíticas, éticas e sanitárias nas práticas das organizações indígenas, conveniadas com o Ministério da Saúde, ligadas ao processo de implantação dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) no Estado do Amazonas, Brasil. Os DSEI escolhidos para análise foram o de Manaus e do Rio Negro. As informações trabalhadas são retiradas de relatórios de encontros, reuniões de planejamento e de gestão das (mais) convenentes indígenas, da observação participante em eventos de avaliação do processo de distritalização e entrevistas com gerentes indígenas e não indígenas dos DSEI. É discutida a ambigüidade das organizações indígenas de ter que exercer o seu papel político e ao mesmo tempo de executoras de uma política do Estado, assumindo como uma forma de superação do estigma de incapacidade de estar à frente do processo de implantação dos DSEI. Resumo em inglês This study aims to analyze the ethno-political, ethical, and health repercussions, for indigenous peoples' organizations involved in agreements with the Ministry of Health, resulting from the implementation of Special Indigenous Health Districts (DSEI) in the State of Amazonas, Brazil. The DSEIs chosen for analysis were those of Manaus and Rio Negro. Data were collected from reports drafted during and after planning and other meetings of the respective indigenous peoples' (mais) organizations, participatory observation in events organized to evaluate the health district apportionment process, and interviews with indigenous and non-indigenous managers of DSEIs. The article discusses the ambiguity of indigenous peoples' organizations in having to exercise their own political role while implementing a state policy, assumed as a way to overcome the stigma of their presumed inability to head the process of implementing a DSEI.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

O PARAÍSO AMEAÇADO: SABEDORIA YANOMAMI VERSUS INSENSATEZ PREDATÓRIA

Rita Ramos, Alcida
2008-07-01

Resumo em português A região do Alto Orinoco alimentou a imaginação de m uitos navegadores, inclusive a de Cristóvão Colombo que, ao ver tão majestosa foz, tomou o Orinoco como um dos rios do Paraíso Terrestre. Trata-se do território yanomami que abraça a fronteira entre Brasil e Venezuela e exibe toda a pujança amazônica e o sábio uso que os indígenas fazem dela. Ao tomar como foco a rede de trilhas que cada aldeia yanomami vem tecendo na foresta ao longo de gerações, o que s (mais) e pretende reafirmar enfaticamente que nada há de "vazio demográfco" na vastidão amazônica, desmentindo de forma categórica a difundida falácia de que os vazios amazônicos, sendo uma ameaça à soberania nacional, devem ser preenchidos com projetos de colonização e exploração comercial de seus recursos, desqualificando assim a evidente e importante presença indígena. Resumo em inglês The Upper Orinoco region incensed many a European imagination, including Columbus' who bewildered by the sight of its majestic mouth took the Orinoco as one of the rivers of the Earthly Paradise. It is, in fact, yanomami country which straddles the Brazil-Venezuela border. It displays both the grandiosity of the Amazon and the wise use the Indians make of it. By focusing on the networks of trails opened up in the immense forest by unbroken generations, I want to empha (mais) tically deny that the Amazon is a "demographic void," thus frmly belying the insidious fallacy that the emptiness of Amazonia places a threat to national security, a danger that should be averted with intensive colonization and economic projects. This recurrent fallacy persistently disqualifes the obvious and important presence of indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Música nas sociedades indígenas das terras baixas da América do Sul: estado da arte

Bastos, Rafael José de Menezes
2007-10-01

Resumo em português Durante os últimos trinta anos, a etnomusicologia das terras baixas da América do Sul experimentou um forte crescimento. O fato está contribuindo para que a região venha a deixar de ser, definitivamente, uma das mais desconhecidas do planeta quanto às suas músicas, embora detentora de algumas das descrições mais antigas do mundo sobre música "primitiva". Um número importante de monografias e outros tipos de textos foram produzidos no período sobre a etnomusicol (mais) ogia da área, especialmente no Brasil e a partir de 1990, assim como tentativas de comparação regionais e sub-regionais. Também uma quantidade significativa de monografias e estudos comparativos sobre a região, feitos durante o período por antropólogos com outras especializações que não a etnomusicológica, apontou para a música - em conexão típica com as demais artes, a cosmologia, o xamanismo e a filosofia - como um domínio cujo conhecimento é estratégico para a compreensão da região. O quadro resultante desses esforços é promissor e está necessitando de análise, tarefa fundamental na direção da projeção de novas pesquisas. Este texto, dividido em duas partes, aproxima tal tarefa, centrando-se na produção escrita. Somente de passagem ele leva em conta as produções fonográfica, videográfica e similares. Na primeira parte do texto, levanto a literatura produzida no período sobre a música na região, assim como suas características. Na segunda, com base na literatura reconhecida, reflito sobre as principais marcas da música, e lanço hipóteses de trabalho para investigações futuras. Resumo em inglês The last thirty years have seen a remarkable growth in the ethnomusicology of the South American lowlands. The region has emerged from relative obscurity - a state in which it languished for decades, despite possessing some of the world's oldest descriptions of 'primitive' music - through the publication of a wide variety of texts on the musical production of its indigenous peoples, along with various attempts at regional and sub-regional comparison. This ethnomusicologic (mais) al output - much of it originating in Brazil from the early 1990s onwards - has been complimented by monographs and regional comparative studies from anthropologists specialized in other areas, whose work has frequently highlighted the importance of music (typically in connection with other art forms, cosmology, shamanism and philosophy) for a clearer understanding of the region. The resulting panorama is promising. However it also requires analysis, a fundamental element in determining paths for future research. Divided into two parts, the article approaches this endeavour by focusing on written production, making secondary use of phonographic, videographic and other documental forms. The first part of the text surveys the literature produced on the region's music over the period. In the second part, I reflect on the main features of indigenous music to emerge from the literature and propose a number of working hypotheses for future investigations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Minas Gerais indígena: a resistência dos índios nos sertões e nas vilas de El-Rei/ Indigenous Minas Gerais: native resistance in the wilderness and towns of the portuguese crown/ Minas Gerais indigène: la résistance des indiens dans les "sertões" et aux villages de la couronne portugaise

Resende, Maria Leônia Chaves de; Langfur, Hal
2007-01-01

Resumo em português O artigo demonstra a atuação dos índios como importantes agentes sociais na formação sociocultural de Minas Gerais: evidencia a presença de populações indígenas de diversas procedências étnicas nos sertões e nas vilas de Minas Gerais, durante todo o período colonial. Trata da resistência dos índios nos sertões do leste, enfatizando os enfrentamentos com os posseiros e com as expedições de conquista. Aborda ainda a luta dos índios incorporados à sociedade colonial como administrados e/ou escravos, em defesa de sua liberdade. Resumo em inglês In the present article, we attempt to depict the conduct of Indians as important social agents in the socio-cultural formation of Minas Gerais. We demonstrate the presence of indigenous peoples of various ethnic origins in the wilderness and towns of Minas Gerais throughout the colonial period. We discuss the resistance of Indians in the eastern backlands, emphasizing conflicts with squatters and expeditions ordered to conquer the region. Finally, we examine the struggle for liberty of those Indians incorporated into colonial society as "administrados" and/or slaves.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Mariátegui e a questão da educação no Peru/ Mariátegui and the issue of education in Peru

Pericás, Luiz Bernardo
2006-01-01

Resumo em português Este artigo discute a participação do jornalista e pensador político marxista José Carlos Mariátegui nos debates que ocorreram no Peru na década de 1920. Os temas das discussões analisadas no presente texto são: as Universidades Populares; a cultura nacional; as bibliotecas; a publicação de livros, revistas e jornais; o movimento estudantil; e o papel do Estado, dos indígenas e dos trabalhadores urbanos e rurais na elaboração de uma política de educação pública abrangente para os setores mais pobres da população daquele país. Resumo em inglês This article deals with the participation of the journalist and Marxist political thinker José Carlos Mariátegui in the debates that occurred in Peru in the 1920’s about the Popular Universities; the national culture; the libraries; the publication of books, magazines and newspapers; the students’ movement; the role of the State, the indigenous peoples and the urban and rural workers in the elaboration of a broad Public Education for the poorest strata of the population of that country.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Hanseníase em populações indígenas do Amazonas, Brasil: um estudo epidemiológico nos municípios de Autazes, Eirunepé e São Gabriel da Cachoeira (2000 a 2005)/ Leprosy in indigenous populations of Amazonas State, Brazil: an epidemiological study in the counties of Autazes, Eirunepé and São Gabriel da Cachoeira (2000 to 2005)

Imbiriba, Elsia Belo; Basta, Paulo Cesar; Pereira, Emilia dos Santos; Levino, Antônio; Garnelo, Luiza
2009-05-01

Resumo em português O Estado do Amazonas, Brasil, apresentou, em 2005, coeficientes hiperendêmicos de detecção de hanseníase e prevalência de média endemicidade. O estado detém a maior população indígena no país, mas inexistem informações sobre o perfil da hanseníase nesses grupos. O estudo objetivou a descrição e análise das características epidemiológicas das notificações de hanseníase nos municípios de Autazes, Eirunepé e São Gabriel da Cachoeira, comparando achad (mais) os entre indígenas e não indígenas, segundo variáveis de interesse. Foram analisados os casos notificados no SINAN, no período de 2000 a 2005. Do total de 386 casos notificados, verificaram-se coeficientes médios de detecção de 3,55, 14,94 e 2,13/10 mil (entre os não indígenas) e de 10,95, 1,93 e 0,78/10 mil (para os indígenas), para Autazes, Eirunepé e São Gabriel da Cachoeira, respectivamente. Houve predomínio de casos paucibacilares em indígenas e em não indígenas, no entanto, a forma dimorfa representou 1/3 das notificações. Apesar das limitações de cobertura e do sub-registro, os achados sugerem que a hanseníase representa importante problema de saúde pública para os indígenas no Amazonas. A classificação segundo "raça/etnicidade" se constituiu em ferramenta útil para elucidar desigualdades em saúde. Resumo em inglês In 2005, Amazonas State, Brazil, showed hyperendemic leprosy detection coefficients and prevalence with medium endemicity. Although this State has the largest indigenous population in Brazil, there are no data on the leprosy profile in these groups. This study aimed to describe and analyze the epidemiological characteristics of leprosy case reporting in the municipalities (counties) of Autazes, Eirunepé, and São Gabriel da Cachoeira, comparing indigenous and non-indigen (mais) ous findings according to target variables. A total of 386 cases reported to SINAN from 2000 to 2005 were analyzed. Mean detection rates were 3.55, 14.94, and 2.13/10,000 (among non-indigenous) and 10.95, 1.93, and 0.78/10,000 (among indigenous peoples) in Autazes, Eirunepé, and São Gabriel da Cachoeira, respectively. Paucibacillary cases predominated among both indigenous and non-indigenous populations; however, dimorphous cases represented one-third of notifications. Despite coverage limitations and underreporting, the findings suggest that leprosy is a major public health problem for indigenous populations in Amazonas State. Classification according to race/ethnicity has been a useful tool for solving health inequalities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Hanseníase em populações indígenas do Amazonas, Brasil: um estudo epidemiológico nos municípios de Autazes, Eirunepé e São Gabriel da Cachoeira (2000 a 2005)/ Leprosy in indigenous populations of Amazonas State, Brazil: an epidemiological study in the counties of Autazes, Eirunepé and São Gabriel da Cachoeira (2000 to 2005)

Imbiriba, Elsia Belo; Basta, Paulo Cesar; Pereira, Emilia dos Santos; Levino, Antônio; Garnelo, Luiza
2009-05-01

Resumo em português O Estado do Amazonas, Brasil, apresentou, em 2005, coeficientes hiperendêmicos de detecção de hanseníase e prevalência de média endemicidade. O estado detém a maior população indígena no país, mas inexistem informações sobre o perfil da hanseníase nesses grupos. O estudo objetivou a descrição e análise das características epidemiológicas das notificações de hanseníase nos municípios de Autazes, Eirunepé e São Gabriel da Cachoeira, comparando achad (mais) os entre indígenas e não indígenas, segundo variáveis de interesse. Foram analisados os casos notificados no SINAN, no período de 2000 a 2005. Do total de 386 casos notificados, verificaram-se coeficientes médios de detecção de 3,55, 14,94 e 2,13/10 mil (entre os não indígenas) e de 10,95, 1,93 e 0,78/10 mil (para os indígenas), para Autazes, Eirunepé e São Gabriel da Cachoeira, respectivamente. Houve predomínio de casos paucibacilares em indígenas e em não indígenas, no entanto, a forma dimorfa representou 1/3 das notificações. Apesar das limitações de cobertura e do sub-registro, os achados sugerem que a hanseníase representa importante problema de saúde pública para os indígenas no Amazonas. A classificação segundo "raça/etnicidade" se constituiu em ferramenta útil para elucidar desigualdades em saúde. Resumo em inglês In 2005, Amazonas State, Brazil, showed hyperendemic leprosy detection coefficients and prevalence with medium endemicity. Although this State has the largest indigenous population in Brazil, there are no data on the leprosy profile in these groups. This study aimed to describe and analyze the epidemiological characteristics of leprosy case reporting in the municipalities (counties) of Autazes, Eirunepé, and São Gabriel da Cachoeira, comparing indigenous and non-indigen (mais) ous findings according to target variables. A total of 386 cases reported to SINAN from 2000 to 2005 were analyzed. Mean detection rates were 3.55, 14.94, and 2.13/10,000 (among non-indigenous) and 10.95, 1.93, and 0.78/10,000 (among indigenous peoples) in Autazes, Eirunepé, and São Gabriel da Cachoeira, respectively. Paucibacillary cases predominated among both indigenous and non-indigenous populations; however, dimorphous cases represented one-third of notifications. Despite coverage limitations and underreporting, the findings suggest that leprosy is a major public health problem for indigenous populations in Amazonas State. Classification according to race/ethnicity has been a useful tool for solving health inequalities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Estrutura ou sentimento: a relação com o animal na Amazônia

Descola, Philippe
1998-04-01

Resumo em português Uma certa tradição antropológica tende a interpretar a simbólica da caça como uma maneira de exprimir a ambivalência, até mesmo a má consciência, que todos os humanos sentiriam ao matarem animais. Se essa interpretação parece legítima no quadro das sociedades modernas, marcadas desde o século XIX por uma evolução profunda das sensibilidades nesse domínio, ela não parece sê-lo para as sociedades pré-modernas, sobre as quais se pode duvidar que partilhem (mais) a mesma moral que os cidadãos euro-americanos do fim do século XX. O exemplo do tratamento da caça na Amazônia indígena mostra que a relação com o animal ali é menos determinada por uma gama de sentimentos universais que por esquemas de comportamento enraizados nos sistemas cosmológicos, ontológicos e sociológicos característicos dessa área cultural. Resumo em inglês A certain anthropological tradition tends to interpret the symbolism of hunting as a way of expressing the ambivalence, or even the troubled conscience, that all humans are supposed to feel upon killing animals. While this interpretation appears legitimate in the framework of modern societies, marked since the 19th century by a profound evolution in the sensitivities pertaining to this domain, the same does not appear to be true for pre-modern societies, who may very well (mais) not share the same morals as late 20th-century Euro-American citizens. The way indigenous peoples deal with hunting in the Amazon illustrates how the relationship to animals there is determined less by a range of universal feelings than by behavioral schemata rooted in this cultural area's characteristic cosmological, ontological, and sociological systems.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Emoções e política: a vítima e a construção de comunidades emocionais

Jimeno, Myriam
2010-04-01

Resumo em português No presente texto, detenho-me na construção cultural da categoria vítima como forma de afirmação da civilidade. Ao longo dos últimos anos, temos presenciado na Colômbia a afirmação de uma linguagem que narra experiências pessoais de sofrimento na forma de testemunho pessoal. Essa linguagem, eminentemente emocional, cria laços entre pessoas diversas, naquilo que podemos chamar sociedade civil, ao redor do compartilhamento da "verdade" a respeito dos fatos de vio (mais) lência ocorridos recentemente. Argumento que esta linguagem do testemunho pessoal tem efeitos políticos, na medida em que constrói uma versão compartilhada dos acontecimentos de violência da última década e serve de alicerce para uma ética do reconhecimento e para ações de protesto e de reparação, visto que é um mediador simbólico entre a experiência subjetiva e a generalização social. Examino a construção social da categoria vítima em três cenários sociais: a encenação e a mobilização por parte da comunidade indígena diante de fatos de violência, as manifestações massivas de 2008 e a luta pela promulgação da Lei de Vítimas. Destaco o papel relevante de mulheres e indígenas ao realizarem testemunhos públicos sobre os fatos de violência, como forma de chegar à verdade, o que aponta para a criação de uma narrativa compartilhada e para a generalização de princípios morais diante dos atos de violência feitos em nome da "política". Resumo em inglês This text focuses on the cultural construction of the category of victim as an affirmation of civility. Over the last few years Colombia has seen the emergence of a genre of language dedicated to narrating experiences of suffering in the form of personal testimony. This highly emotive language creates bonds between different members of ‘civil society' who find common ground in sharing ‘the truth' concerning the acts of violence perpetrated in recent years. I argue that (mais) the idiom of personal testimony produces political effects since it creates a shared version of the violent events occurring over the last decade. Moreover it opens the way for an ethics based on the recognition of demands for reparation by providing a symbolic mediation between subjective experience and the society at large. I examine the social construction of the category of victim in three different settings: the mobilization of the indigenous community in response to violent acts; the massive protests held in 2008 against these acts; and the campaign for approval of the Victims Law. I also highlight the crucial role played by women and indigenous peoples in testifying publicly about this violence as a way of arriving at the truth, a process leading to the construction of a shared narrative and to the generalization of moral principles vis-à-vis acts of violence perpetrated in the name of ‘politics.'

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Desenvolvimento e aplicação de metodologia por cromatografia em camada delgada para determinação do perfil de alcalóides oxindólicos pentacíclicos nas espécies sul-americanas do gênero Uncaria/ Development and application of a thin layer chromatographic method for the determination of the pentacyclic oxindole alkaloid profile in South-American species of the genus Uncaria

Valente, Ligia M.M.; Alves, Flaviane F.; Bezerra, Giselle M.; Almeida, Maria Beatriz S.; Rosario, Sandra L.; Mazzei, José L.; d'Avila, Luiz A.; Siani, Antonio C.
2006-06-01

Resumo em português O gênero Uncaria (Rubiaceae) é representado na América do Sul e Central por duas espécies: U. tomentosa (Willd.) DC. e U. guianensis (Aubl.) Gmel., conhecidas popularmente como unha-de-gato. Ambas são trepadeiras perenes, sendo empregadas na prevenção e cura de várias doenças. Nessas plantas são encontrados alcalóides oxindólicos e indólicos, triterpenos glicosilados, taninos e flavonóides. Seis alcalóides oxindólicos pentacíclicos, considerados seus marc (mais) adores: especiofilina, mitrafilina, uncarina F, isomitrafilina, pteropodina e isopteropodina, são usados na padronização do material vegetal e fitoterápicos derivados. O presente trabalho descreve o desenvolvimento de metodologia analítica qualitativa utilizando cromatografia em camada delgada (CCD) para determinação do perfil dos seis alcalóides oxindólicos pentacíclicos marcadores das espécies. O desenvolvimento do método incluiu a comparação entre o uso do extrato metanólico bruto, e de frações enriquecidas obtidas por partição ácido-base clássica ou pelo uso de resina básica Poliamida 6. Utilizou-se gel de sílica como fase estacionária, e variaram-se alguns parâmetros como: eluentes, concentração da amostra, espaço de eluição e tipos de reveladores. O método desenvolvido em CCD mostrou-se confiável, reprodutível e seletivo para os alcalóides alvos, sendo aplicado na análise de amostras de folhas e caule das duas espécies e também de fitoterápicos comerciais à base de U. tomentosa. Resumo em inglês The species Uncaria tomentosa (Willd.) DC. and U. guianensis Gmel. (Rubiaceae), known as cat's claw, are large woody vines occurring in the Amazon rain forest and other tropical areas of South and Central America. It has been used medicinally by indigenous peoples for at least 2,000 years for several diseases. Tetra- and pentacyclic oxindole alkaloids, triterpenoid glycosides, sterols and flavonoids are found in these plants. Among these metabolites, six pentacyclic oxind (mais) ole alkaloids, speciophylline, mitraphylline, pteropodine, uncarine F, isopteropodine and isomitraphylline, are considered to be the biochemical markers and are used to standardize commercial herbal medicines. The present study describes the development of an analytical methodology to determine the profile of these alkaloid markers through thin layer chromatography (TLC). This development has also included a comparison among the use of the crude methanol extract and fractions obtained through the classical acid-base partition or by using the basic resin Polyamide 6. Silica gel was used as stationary phase with the variation of some parameters such as solvent systems, sample concentration, distance of development and detection method. The TLC method developed was shown to be reliable, reproducible and selective for the target alkaloids. It has been applied to the analysis of leaves and stems from both species as well as phytopharmaceutical derivatives based on U. tomentosa.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Crescimento físico e estado nutricional de populações indígenas brasileiras/ Physical growth and nutritional status of Brazilian indian populations

Santos, Ricardo V.
1993-01-01

Resumo em português Este trabalho revisa a literatura sobre crescimento físico de populações indígenas do Brasil. Os estudos voltados para caracterização do estado nutricional através da antropometria são relativamente recentes e, ainda, não chegam a prover um quadro claro da situação. Quando comparadas com crianças brasileiras ou com populações-referência internacionais (NCHS), as indígenas são em média de menor estatura e peso, ainda que mantenham a proporcionalidade corp (mais) oral, avaliada pelo indicador 'peso para estatura'. Estes resultados podem ser interpretados como evidência de altas freqüências de desnutrição energética-protéico crônica. Pelo menos para alguns grupos, dados oriundos de inquéritos de saúde provêem evidências favoráveis à existência de condições nutricionais marginais. É indicado, contudo, que curvas de referências internacionais talvez não sejam adequadas para avaliar o crescimento físico de populações específicas, incluindo as crianças indígenas brasileiras. Chama-se atenção, também, para o fato de que mudanças nas práticas tradicionais de subsistência e nas condições de saúde devido ao processo aculturativo podem contribuir para a deterioração do estado de nutrição das populações indígenas. Resumo em inglês This paper reviews the literature on the physical growth of native populations from Brazil. Studies aiming at relating the physical growth patterns of these populations to their nutritional status are relatively recent and still do not provide a comprehensive picture of the situation. Compared to non-indigenous Brazilian children and international reference populations (NCHS), indigenous children are short and light for their age, although they maintain their body proport (mais) ionality, as evaluated by weight for height. These findings could be interpreted as an indication of high rates of chronic protein-energy undernutrition. At least for some groups, data derived from health surveys provide further indication of the existence of marginal nutrition. It is pointed out, however, that international reference curves may not be appropriate for evaluating the physical growth of specific populations, which may be the case of Brazilian indigenous children. It is also pointed out that changes in subsistence practices and in health profiles due to the acculturation process may contribute to the deterioration of nutritional status of indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Crescimento físico e estado nutricional de populações indígenas brasileiras/ Physical growth and nutritional status of Brazilian indian populations

Santos, Ricardo V.
1993-01-01

Resumo em português Este trabalho revisa a literatura sobre crescimento físico de populações indígenas do Brasil. Os estudos voltados para caracterização do estado nutricional através da antropometria são relativamente recentes e, ainda, não chegam a prover um quadro claro da situação. Quando comparadas com crianças brasileiras ou com populações-referência internacionais (NCHS), as indígenas são em média de menor estatura e peso, ainda que mantenham a proporcionalidade corp (mais) oral, avaliada pelo indicador 'peso para estatura'. Estes resultados podem ser interpretados como evidência de altas freqüências de desnutrição energética-protéico crônica. Pelo menos para alguns grupos, dados oriundos de inquéritos de saúde provêem evidências favoráveis à existência de condições nutricionais marginais. É indicado, contudo, que curvas de referências internacionais talvez não sejam adequadas para avaliar o crescimento físico de populações específicas, incluindo as crianças indígenas brasileiras. Chama-se atenção, também, para o fato de que mudanças nas práticas tradicionais de subsistência e nas condições de saúde devido ao processo aculturativo podem contribuir para a deterioração do estado de nutrição das populações indígenas. Resumo em inglês This paper reviews the literature on the physical growth of native populations from Brazil. Studies aiming at relating the physical growth patterns of these populations to their nutritional status are relatively recent and still do not provide a comprehensive picture of the situation. Compared to non-indigenous Brazilian children and international reference populations (NCHS), indigenous children are short and light for their age, although they maintain their body proport (mais) ionality, as evaluated by weight for height. These findings could be interpreted as an indication of high rates of chronic protein-energy undernutrition. At least for some groups, data derived from health surveys provide further indication of the existence of marginal nutrition. It is pointed out, however, that international reference curves may not be appropriate for evaluating the physical growth of specific populations, which may be the case of Brazilian indigenous children. It is also pointed out that changes in subsistence practices and in health profiles due to the acculturation process may contribute to the deterioration of nutritional status of indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Condições sanitárias e socioambientais em Iauaretê, área indígena em São Gabriel da Cachoeira, AM/ Sanitary and socio-environmental conditions in the Iauaretê indigenous area, São Gabriel da Cachoeira, Amazonas State, Brazil

Giatti, Leandro Luiz; Rocha, Aristides Almeida; Toledo, Renata Ferraz de; Barreira, Luciana Pranzetti; Rios, Leonardo; Pelicioni, Maria Cecília Focesi; Mutti, Luciane Viero; Cutolo, Silvana Audrá
2007-12-01

Resumo em português OBJETIVOS: Descrever condições sanitárias e socioambientais relevantes à saúde dos habitantes da sede do distrito de Iauaretê, área indígena na Amazônia brasileira que se destaca pela concentração populacional. MÉTODOS: A metodologia adotada foi quali-quantitativa e o método da pesquisa-ação foi utilizado principalmente para abordagens qualitativas, viabilizadas em reuniões comunitárias com indígenas e pesquisadores nas vilas componentes da sede do distr (mais) ito. Foram construídos mapas-falantes; realizadas entrevistas; estudos da disposição de resíduos sólidos; localização, amostragem e análise da água de consumo humano; e aplicação de técnica de georeferenciamento. RESULTADOS: Das 65 amostras de água analisadas, 89,2% apresentaram presença de coliformes fecais.Quanto aos resíduos sólidos, não havia nenhuma solução sanitariamente correta para os mesmos. As práticas sanitárias dos indígenas eram preocupantes do ponto de vista de saúde pública e destoantes em relação ao relativo conhecimento dos mesmos. CONCLUSÕES: A peculiar problemática associada ao modo de vida imposto por uma sociedade envolvente demanda, para o equacionamento de questões de saúde coletiva, o desenvolvimento de ações conjuntas nos campos da infra-estrutura e da educação em saúde, preconizando a participação da comunidade local. Resumo em inglês OBJECTIVE: To describe sanitary, social and environmental conditions that are significant for health of residents in the Iauaretê Indigenous Area in Brazilian Amazonia, notable for its population concentration. METHOD: Qualitative and quantitative methodologies were used, with the action research method deployed mainly for qualitative approaches, through community meetings with tribespeople and researchers in the villages constituting the hub of the Area. Talking maps we (mais) re prepared and interviews were conducted, together with studies of solid wastes disposal techniques, in addition to locating, sampling and analyzing the quality of water used for human consumption, in parallel to the use of geo-referencing techniques. RESULTS: Of the 65 water samples analyzed, 89.2% presented fecal coliforms, with no adequate sanitary solutions found for the disposal of solid wastes. From the public health standpoint, the sanitary practices of these indigenous peoples caused concern, clashing with their own relative knowledge. CONCLUSIONS: The specific set of problems associated with the way of life imposed by mainstream society requires the implementation of joint activities in the infra-structure and health education fields in order to solve collective health issues, stressing local community participation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Condições sanitárias e socioambientais em Iauaretê, área indígena em São Gabriel da Cachoeira, AM/ Sanitary and socio-environmental conditions in the Iauaretê indigenous area, São Gabriel da Cachoeira, Amazonas State, Brazil

Giatti, Leandro Luiz; Rocha, Aristides Almeida; Toledo, Renata Ferraz de; Barreira, Luciana Pranzetti; Rios, Leonardo; Pelicioni, Maria Cecília Focesi; Mutti, Luciane Viero; Cutolo, Silvana Audrá
2007-12-01

Resumo em português OBJETIVOS: Descrever condições sanitárias e socioambientais relevantes à saúde dos habitantes da sede do distrito de Iauaretê, área indígena na Amazônia brasileira que se destaca pela concentração populacional. MÉTODOS: A metodologia adotada foi quali-quantitativa e o método da pesquisa-ação foi utilizado principalmente para abordagens qualitativas, viabilizadas em reuniões comunitárias com indígenas e pesquisadores nas vilas componentes da sede do distr (mais) ito. Foram construídos mapas-falantes; realizadas entrevistas; estudos da disposição de resíduos sólidos; localização, amostragem e análise da água de consumo humano; e aplicação de técnica de georeferenciamento. RESULTADOS: Das 65 amostras de água analisadas, 89,2% apresentaram presença de coliformes fecais.Quanto aos resíduos sólidos, não havia nenhuma solução sanitariamente correta para os mesmos. As práticas sanitárias dos indígenas eram preocupantes do ponto de vista de saúde pública e destoantes em relação ao relativo conhecimento dos mesmos. CONCLUSÕES: A peculiar problemática associada ao modo de vida imposto por uma sociedade envolvente demanda, para o equacionamento de questões de saúde coletiva, o desenvolvimento de ações conjuntas nos campos da infra-estrutura e da educação em saúde, preconizando a participação da comunidade local. Resumo em inglês OBJECTIVE: To describe sanitary, social and environmental conditions that are significant for health of residents in the Iauaretê Indigenous Area in Brazilian Amazonia, notable for its population concentration. METHOD: Qualitative and quantitative methodologies were used, with the action research method deployed mainly for qualitative approaches, through community meetings with tribespeople and researchers in the villages constituting the hub of the Area. Talking maps we (mais) re prepared and interviews were conducted, together with studies of solid wastes disposal techniques, in addition to locating, sampling and analyzing the quality of water used for human consumption, in parallel to the use of geo-referencing techniques. RESULTS: Of the 65 water samples analyzed, 89.2% presented fecal coliforms, with no adequate sanitary solutions found for the disposal of solid wastes. From the public health standpoint, the sanitary practices of these indigenous peoples caused concern, clashing with their own relative knowledge. CONCLUSIONS: The specific set of problems associated with the way of life imposed by mainstream society requires the implementation of joint activities in the infra-structure and health education fields in order to solve collective health issues, stressing local community participation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Bases sócio-culturais do controle social em saúde indígena: problemas e questões na Região Norte do Brasil/ The sociocultural basis for indigenous peoples' health advocacy: problems and issues in the Northern Region of Brazil

Garnelo, Luiza; Sampaio, Sully
2003-02-01

Resumo em português O trabalho discute as bases sócio-culturais do controle social em saúde indígena. A reflexão pauta-se em dois eixos principais: (1) o exercício do controle social no plano local e no funcionamento de conselhos locais ou distritais de saúde e (2) a interface das relações travadas entre as grandes organizações indígenas na Região Norte do Brasil e os gestores das políticas públicas de saúde indígena. As informações foram coletadas por meio de observação (mais) participante em encontros regionais e nacionais de saúde, reuniões e acompanhamento a conselhos locais e distritais de saúde. Demonstram-se o reforço do movimento etnopolítico gerado pela parceria com o Ministério da Saúde e as contradições geradas pela terceirização das ações de saúde indígena. Resumo em inglês This article discusses the sociocultural basis for indigenous peoples' health advocacy in Brazil. The discussion follows two main lines of reasoning: (1) advocacy or "social control" at the local level and the functioning of local or district-level health councils and (2) the interface between the relations among large indigenous peoples' organizations in the Northern Region of Brazil and the managers of public policies for indigenous peoples' health. The information was (mais) gathered through participatory observation in regional and national health meetings and follow-up on local and district-based health councils. The article demonstrates the reinforcement of the ethnic/political movement generated by the partnership with the Ministry of Health and the contradictions generated by measures affecting indigenous peoples' health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Bases sócio-culturais do controle social em saúde indígena: problemas e questões na Região Norte do Brasil/ The sociocultural basis for indigenous peoples' health advocacy: problems and issues in the Northern Region of Brazil

Garnelo, Luiza; Sampaio, Sully
2003-02-01

Resumo em português O trabalho discute as bases sócio-culturais do controle social em saúde indígena. A reflexão pauta-se em dois eixos principais: (1) o exercício do controle social no plano local e no funcionamento de conselhos locais ou distritais de saúde e (2) a interface das relações travadas entre as grandes organizações indígenas na Região Norte do Brasil e os gestores das políticas públicas de saúde indígena. As informações foram coletadas por meio de observação (mais) participante em encontros regionais e nacionais de saúde, reuniões e acompanhamento a conselhos locais e distritais de saúde. Demonstram-se o reforço do movimento etnopolítico gerado pela parceria com o Ministério da Saúde e as contradições geradas pela terceirização das ações de saúde indígena. Resumo em inglês This article discusses the sociocultural basis for indigenous peoples' health advocacy in Brazil. The discussion follows two main lines of reasoning: (1) advocacy or "social control" at the local level and the functioning of local or district-level health councils and (2) the interface between the relations among large indigenous peoples' organizations in the Northern Region of Brazil and the managers of public policies for indigenous peoples' health. The information was (mais) gathered through participatory observation in regional and national health meetings and follow-up on local and district-based health councils. The article demonstrates the reinforcement of the ethnic/political movement generated by the partnership with the Ministry of Health and the contradictions generated by measures affecting indigenous peoples' health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

A situação da tuberculose na população indígena do alto rio Negro (Estado do Amazonas, Brasil)/ Tuberculosis among the Amerindian population of the upper Rio Negro region (Amazonas State, Brazil)

Buchillet, Dominique; Gazin, Pierre
1998-01-01

Resumo em português A presença da tuberculose no alto rio Negro (Brasil) é reportada desde o início deste século. Um inquérito retrospectivo desde 1977 e 1990 dos registros dos casos de tuberculose de duas estruturas sanitárias mostrou 699 casos, refletindo taxa de incidência anual muito elevada, superior a dois por mil habitantes, predominância das formas pulmonares, bem como distribuição da doença em todas as classes de idade. Os dados sobre a observância do tratamento ambulat� (mais) �rio não são confiáveis. No contexto atual de degradação ambiental e de deterioração das condições sócio-econômicas dos índios, pode-se temer uma agravação da situação da tuberculose nesta região. O controle desta doença pode ser melhorado mediante intervenções sobre as condições de vida dos índios, e também sobre as atividades das estruturas de saúde. Resumo em inglês The presence of tuberculosis in the upper Rio Negro region (Brazil) dates to the early 20th century. A retrospective survey of medical records in two clinics (one from 1977 and the other from 1990) showed 699 cases, with an extremely high annual incidence rate of over two per thousand, predominantly pulmonary cases, and distribution of the disease among all age groups. Data on compliance with outpatient treatment are not reliable. In the present context of deteriorating e (mais) nvironmental and socioeconomic conditions among Indians, tuberculosis incidence may increase. Control of this disease could be enhanced by improving living conditions and health services for indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

A situação da tuberculose na população indígena do alto rio Negro (Estado do Amazonas, Brasil)/ Tuberculosis among the Amerindian population of the upper Rio Negro region (Amazonas State, Brazil)

Buchillet, Dominique; Gazin, Pierre
1998-01-01

Resumo em português A presença da tuberculose no alto rio Negro (Brasil) é reportada desde o início deste século. Um inquérito retrospectivo desde 1977 e 1990 dos registros dos casos de tuberculose de duas estruturas sanitárias mostrou 699 casos, refletindo taxa de incidência anual muito elevada, superior a dois por mil habitantes, predominância das formas pulmonares, bem como distribuição da doença em todas as classes de idade. Os dados sobre a observância do tratamento ambulat� (mais) �rio não são confiáveis. No contexto atual de degradação ambiental e de deterioração das condições sócio-econômicas dos índios, pode-se temer uma agravação da situação da tuberculose nesta região. O controle desta doença pode ser melhorado mediante intervenções sobre as condições de vida dos índios, e também sobre as atividades das estruturas de saúde. Resumo em inglês The presence of tuberculosis in the upper Rio Negro region (Brazil) dates to the early 20th century. A retrospective survey of medical records in two clinics (one from 1977 and the other from 1990) showed 699 cases, with an extremely high annual incidence rate of over two per thousand, predominantly pulmonary cases, and distribution of the disease among all age groups. Data on compliance with outpatient treatment are not reliable. In the present context of deteriorating e (mais) nvironmental and socioeconomic conditions among Indians, tuberculosis incidence may increase. Control of this disease could be enhanced by improving living conditions and health services for indigenous peoples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

A saúde indígena no processo de implantação dos Distritos Sanitários: temas críticos e propostas para um diálogo interdisciplinar/ Indigenous peoples' health and the implementation of Health Districts in Brazil: critical issues and proposals for a transdisciplinary dialogue

Athias, Renato; Machado, Marina
2001-03-01

Resumo em português A proposta do presente trabalho é a de expor, a partir das experiências dos autores, alguns problemas que se apresentam no atual processo de implantação dos distritos sanitários indígenas, relacionados à organização dos serviços de saúde segundo o entendimento de profissionais de saúde e de antropólogos. Para tal, os autores reportam-se aos conceitos fundamentais inerentes ao modelo de Distrito Sanitário, explicitam-nos e, por fim, apresentam as abordagens q (mais) ue estão sendo usadas comumente no processo de distritalização para as populações indígenas. As experiências vivenciadas pelos autores referem-se à região do Alto Rio Negro - no noroeste amazônico, representando uma realidade de 10% do total da população indígena do Brasil - e à região Nordeste - mais especificamente, o Estado de Pernambuco - com população indígena estimada em 20.000 indivíduos. Resumo em inglês Based on the authors' experience, this paper discusses a series of problems during the implementation of so-called Indigenous Health Districts (DSEI) in Brazil, related to organization of health services provision as viewed by both health professionals and anthropologists. The authors report on the Health District model's underlying concepts and present the different approaches used to implement the DSEI. The authors' experience refers to the Rio Negro area - in the north (mais) western Amazon, representing 10% of Brazil's total indigenous population - and the Brazilian Northeast, specifically the State of Pernambuco, with an indigenous population estimated at 20,000.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

A saúde indígena no processo de implantação dos Distritos Sanitários: temas críticos e propostas para um diálogo interdisciplinar/ Indigenous peoples' health and the implementation of Health Districts in Brazil: critical issues and proposals for a transdisciplinary dialogue

Athias, Renato; Machado, Marina
2001-03-01

Resumo em português A proposta do presente trabalho é a de expor, a partir das experiências dos autores, alguns problemas que se apresentam no atual processo de implantação dos distritos sanitários indígenas, relacionados à organização dos serviços de saúde segundo o entendimento de profissionais de saúde e de antropólogos. Para tal, os autores reportam-se aos conceitos fundamentais inerentes ao modelo de Distrito Sanitário, explicitam-nos e, por fim, apresentam as abordagens q (mais) ue estão sendo usadas comumente no processo de distritalização para as populações indígenas. As experiências vivenciadas pelos autores referem-se à região do Alto Rio Negro - no noroeste amazônico, representando uma realidade de 10% do total da população indígena do Brasil - e à região Nordeste - mais especificamente, o Estado de Pernambuco - com população indígena estimada em 20.000 indivíduos. Resumo em inglês Based on the authors' experience, this paper discusses a series of problems during the implementation of so-called Indigenous Health Districts (DSEI) in Brazil, related to organization of health services provision as viewed by both health professionals and anthropologists. The authors report on the Health District model's underlying concepts and present the different approaches used to implement the DSEI. The authors' experience refers to the Rio Negro area - in the north (mais) western Amazon, representing 10% of Brazil's total indigenous population - and the Brazilian Northeast, specifically the State of Pernambuco, with an indigenous population estimated at 20,000.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

A população indígena da cidade de Belém, Pará: alguns modos de sociabilidade/ The indigenous population of the city of Belém, Pará: some modes of sociality

Ponte, Laura Arlene Saré Ximenes
2009-08-01

Resumo em português O artigo analisa a questão relativa à presença de índios na cidade de Belém, estado do Pará, enfocando as razões para os deslocamentos e os modos de sociabilidade criados no espaço citadino, além de buscar compreender a dinâmica organizativa de indígenas frente ao poder público e à sociedade em geral. Apresentam-se dados estatísticos sobre a população indígena que habita na cidade de Belém, bem como os problemas enfrentados por parte desta. Enfatiza-se a (mais) construção da identidade indígena no espaço urbano, com o objetivo de questionar se o lugar é determinante para a construção da etnicidade, tendo em vista que as políticas públicas estatais não se estendem para os indígenas citadinos. Com este estudo, chegou-se à conclusão de que ainda há muito a ser feito pelas populações indígenas que moram nos centros urbanos, a começar pelo reconhecimento étnico. Resumo em inglês This paper examines the presence of indigenous populations in the city of Belém, Para, in Brazil, focusing on their motivations for coming to the city, their modes of urban sociality, and more generally on indigenous organizational dynamics in face of the public power and Brazilian society. I present statistical data about the indigenous populations in Belém and present some of the problems they face. Emphasizing the construction of indigenous identity in the urban spac (mais) e, I question to what extent place is determinant for ethnic identity construction, given the fact that public policies for indigenous peoples are not extended to urban populations. I conclude that much work needs to be done in formulating policies regarding indigenous populations who live in urban centers, beginning with questions of ethnic recognition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)