Sample records for in-situ hybridization
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Hibridização in situ com sonda não-radioativa para mRNA: princípios e aplicações em patologia/ In situ hybridization with non-radioactive riboprobes: principles and applications in pathology

Silva-Valenzuela, Maria das Graças da; Almeida, Fernanda Campos S.; Matizonkas-Antonio, Luciana Fasanella; Libório, Tatiana Nayara; Acquafreda, Thais; Cazal, Claudia; Ferraz, Alberto; Nunes, Fábio Daumas
2006-06-01

Resumo em português A técnica de hibridização in situ (ISH) tem sido usada para identificar mRNA (ou DNA) em amostras de tecido de material humano e animal. Embora uma série de protocolos para essa técnica seja utilizada, as descrições não são bem detalhadas. O objetivo deste trabalho é descrever a reação de hibridização in situ em tecido fresco e sua aplicação em patologia, tornando mais compreensível essa técnica tão importante, que possibilita observar a localização t (mais) ecidual e a expressão temporal e espacial dos transcritos de um determinado gene (mRNA). Resultados de reações com as ribossondas PITX1, SHH e WNT-5A, realizadas em amostras de tecido congelado, são apresentados. Resumo em inglês In situ hybridization (ISH) has been used to identify mRNA (or DNA) in fresh tissue samples of humans and animals. Several protocols describing this technique are available, although its description is not usually detailed enough. The present work describes in situ hybridization reaction on fresh tissue in a way to make understandable this important technique, which allows verifying the cellular localization, and the spatial and temporal expression, of gene transcripts (mRNA). Results with PITX1, TGIF, SHH and WNT-5A riboprobes, in fresh tissue samples, are presented.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Tipagem e estado físico de papilomavírus humano por hibridização in situ em lesões intra-epiteliais do colo uterino/ Human papillomavirus typing and physical state by in situ hybridization in uterine cervix intraepithelial lesions

Bagarelli, Lúcia Buchalla; Oliani, Antonio Hélio
2004-02-01

Resumo em português OBJETIVO: realizar estudo molecular (hibridização in situ) de pacientes com lesões intra-epiteliais do colo uterino, visando investigar a freqüência e o estado físico do papilomavírus humano (HPV). MÉTODOS: cortes histológicos de biopsias do colo uterino de 84 pacientes foram avaliados pela hibridização in situ, com sonda de amplo espectro, que permite identificação dos HPVs dos tipos 6, 11, 16, 18, 31, 33, 35, 39, 42, 45 e 56, e com sondas específicas para (mais) HPV dos tipos 6, 11, 16, 18, 31 e 33. Os padrões físicos de marcação do DNA dos HPV encontrados foram: epissomal, quando todo o núcleo ficou corado pela biotina (marrom); integrado, onde se visualizaram um ou dois pontos marrons no núcleo hibridizado, ou misto, com a associação dos dois padrões anteriores. Das 84 pacientes avaliadas, 31 (36,9%) tinham lesões intra-epiteliais de baixo grau (LIE-BG) e 53 (63,1%) tinham lesões intra-epiteliais de alto grau (LIE-AG) ao exame histológico. Para a análise estatística foi empregado o teste exato de Fisher. RESULTADOS: do total dos casos, 46 (54,7%) foram positivos para DNA de HPV pela sonda de amplo espectro. Na tipagem dos vírus, o HPV-16 foi mais freqüente nas LIE-AG, com 12 casos - 22,6% (p Resumo em inglês PURPOSE: to carry out a molecular study (in situ hybridization) on patients who present intraepithelial lesions of the uterine cervix, and to assess the frequency and the physical state of the human papillomavirus (HPV). METHODS: histological sections of biopsies of the uterine cervix from 84 patients were evaluated by in situ hybridization, with a broad-spectrum probe, which allows the identification of the HPV types 6, 11, 16, 18, 31, 33, 35, 39, 42, 45, and 56 and with (mais) specific probes for HPV types 6, 11, 16, 18, 31, and 33. The physical patterns of HPV DNA found were: episomal, when the entire nucleus stains with biotin (brown); integrated - one or two brown points in the hybridized nucleus, or mixed, associating both patterns. Of the 84 patients evaluated, 31 (36.9%) had low-grade squamous intraepithelial lesions (LSIL), and 53 (63.1%) had high-grade squamous intraepithelial lesions (HSIL) on histological examination. Fisher's exact test was used for the statistical analysis. RESULTS: considering all the cases, 46 (54.7%) were positive for HPV DNA with the broad-spectrum probe. Regarding typing, HPV-16 was the most frequent in HSIL (12 cases - 22.6% - p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Enriquecimento de bactérias anaeróbias oxidadoras de amônia - anammox/ Enrichment of anaerobic ammonium oxidizing bacteria - anammox

Araújo, Juliana Calábria de; Campos, Ana Paula; Correa, Marcos Messias de Souza; Silva, Eduardo Carvalho; Sperling, Marcos Von; Chernicharo, Carlos Augusto de Lemos
2010-06-01

Resumo em português Bactérias anaeróbias oxidadoras de amônia (bactérias Anammox, do inglês anaerobic ammonium oxidizing bacteria) foram enriquecidas em reator em batelada sequencial (RBS), a partir de lodo proveniente de um sistema convencional de lodos ativados tratando esgoto doméstico de Belo Horizonte (MG). Após três meses de cultivo, atividade Anammox foi detectada no sistema pelo consumo de quantidades estequiométricas de NO2- e NH4+. Análises de hibridação in situ fluores (mais) cente (FISH, do inglês fluorescent in situ hybridization) confirmaram a presença de bactérias Anammox, provavelmente Candidatus Brocadia anammoxidans, e revelaram que estas representavam 53% do total de células (após 6 meses de cultivo). O desempenho do reator ao longo dos sete meses de operação demonstrou remoção quase que total de nitrito, baseada em concentração afluente de 61 a 95 mg N-NO2-/L. A eficiência máxima de remoção de amônia alcançada foi de 95%, a partir de concentração afluente de 55 a 82 mg N-NH4+/L. Resumo em inglês Anaerobic ammonium-oxidizing (Anammox) bacteria were enriched from sludge collected at a conventional activated sludge system treating domestic wastewater of Belo Horizonte(MG), Brazil, employing a sequencing batch reactor (SBR). After three months of cultivation, Anammox activity was detected in the system by the consumption of stoichiometric amounts of NO2- and NH4+. Fluorescent in situ hybridization (FISH) results revealed the presence of Anammox bacteria (probably Can (mais) didatus Brocadia anammoxidans) and showed that they accounted for 53% of the total bacterial population (after 6 months of cultivation). The reactor performance during the seven months of operation showed a near perfect removal of nitrite, based on the influent NO2--N concentration of 61-95 mg/L. The maximum ammonia removal efficiency was 95% from the influent N-NH4+ concentration of 55-82 mg/L.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Síndrome de deleção 22q11.2: importância da avaliação clínica e técnica de FISH/ 22q11.2 deletion syndrome: importance of clinical evaluation and FISH analysis

Koshiyama, Dayane Bohn; Rosa, Rafael Fabiano Machado; Zen, Paulo Ricardo Gazzola; Pereira, Vera Lúcia Berenstein; Graziadio, Carla; Cóser, Virgínia Maria; Ricachinevsky, Cláudia Pires; Varella-Garcia, Marileila; Paskulin, Giorgio Adriano
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVO: A síndrome de deleção 22q11.2 é considerada hoje uma das doenças genéticas mais frequentes em humanos. Caracteriza-se clinicamente por um espectro fenotípico bastante amplo, com mais de 180 achados já descritos, tanto físicos como comportamentais. Contudo, nenhum deles é patognomônico ou mesmo obrigatório, o que acaba dificultando o diagnóstico. Assim, o objetivo do presente estudo foi determinar a prevalência e as características clínicas de pac (mais) ientes com microdeleção 22q11.2 em uma amostra selecionada de indivíduos com suspeita clínica de síndrome de deleção 22q11.2 e cariótipo normal. MÉTODOS: Uma amostra selecionada de 30 pacientes com suspeita clínica da síndrome de deleção 22q11.2 e cariótipo normal foi avaliada através da aplicação de um protocolo clínico padrão e análise citogenética por meio da técnica de hibridização in situ fluorescente. RESULTADOS: A microdeleção 22q11.2 foi identificada em três pacientes (10%), sendo esta prevalência similar a da maioria dos estudos descritos na literatura que oscila de 4% a 21%. Os pacientes com síndrome de deleção 22q11.2 do nosso trabalho se caracterizaram por um fenótipo variável, com poucos achados clínicos similares, o que foi concordante com a descrição da literatura. CONCLUSÃO: Nossos achados reforçam a ideia de que o diagnóstico clínico da síndrome de deleção 22q11.2 é difícil devido à sua grande variabilidade fenotípica. Assim, uma avaliação clínica detalhada associada a um teste sensível como a hibridização in situ fluorescente, são fundamentais para a identificação destes pacientes. Resumo em inglês OBJECTIVE: The 22q11.2 deletion syndrome nowadays is considered one of the most often observed genetic diseases in humans. It is clinically characterized by a rather wide phenotypic spectrum, with more than 180 clinical features physical as well as behavioral, already described. However, none is pathognomonic or obligatory which makes diagnosis even more difficult. Thus, this study intended to determine the prevalence and clinical characteristics of patients with 22q11.2 (mais) microdeletion in a selected sample of subjects with clinical suspicion of 22q11.2 deletion syndrome and normal karyotype. METHODS: A selected sample of 30 patients with clinical suspicion of 22q11.2 deletion syndrome and normal karyotype was evaluated by application of a standard clinical protocol and cytogenetic analysis with fluorescent in situ hybridization. RESULTS: 22q11.2 microdeletion was identified in 3 patients (10%), a prevalence similar to the majority of published studies, which ranged from 4 to 21%. The 22q11.2 deletion syndrome patients in this study were characterized by a variable phenotype and shared few clinical features, in agreement with the literature description. CONCLUSIONS: These findings strengthen the idea that clinical diagnosis of 22q11.2 deletion syndrome is difficult due to the large phenotypic variability. Therefore a detailed clinical evaluation associated to a sensitive test such as fluorescent in situ hybridization analysis is crucial for the identification of these patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Metodologia diagnóstica e tratamento da recaída após transplante de medula óssea em paciente com leucemia promielocítica aguda/ Diagnostic methodology and treatment of relapse after bone marrow transplantation in a patient with acute promyelocitic leukemia

Pallotta, Ronald; Ramos, Estácio; Ribeiro, Mara R.
2000-12-01

Resumo em português O transplante de medula óssea, que é um consagrado tratamento de várias doenças oncológicas, hematológicas e imunológicas, tem a recaída como um das principais causas de falha. As variáveis de seleção, condicionamento e de seguimento devem ser analisadas, pois influenciam de maneira fundamental tal falha. O diagnóstico precoce da recaída tem como pilar de sustentação a capacidade de detecção a doença residual mínima. A metodologia empregada, com a citom (mais) etria de fluxo, citogénetica convencional, fluorescent in situ hybridization e com o polimerase chain reaction, permite uma detecção cada vez mais precoce deste clone residual que é responsável pela volta da doença de base. L.M.S.O, de 54 anos, teve o diagnóstico de leucemia promielocítica em 1997. Foi submetida a um transplante de medula óssea autogênico em 01/09/98 como terapêutica de consolidação. Dois anos após o transplante de medula óssea apresentou recaída molecular diagnosticada por RT PCR realizado sequencialmente. O uso de ácido all-trans-retinóico foi capaz de induzir a nova remissão molecular. O all-trans-retinóico, que tem um mecanismo de ação não bem estabelecido na indução da remissão completa na LMA M3, pode ser utilizado em recaídas. No caso apresentado o diagnóstico precoce a partir de um esquema de avaliação pós-transplante bem programado permitiu um bom resultado. Conclui-se que as variáveis de seleção, condicionamento e seguimento devem ser muito bem estudadas para planejar um acompanhamento adequado e prolongado após o transplante de medula óssea, permitindo cada vez mais melhores resultados com o procedimento. Resumo em inglês Bone marrow transplantation is a well established modality of treatment for oncologic, hematolologic and immunologic diseases, however the recurrence is the main cause of treatment failure . The variables regarding to selection, conditioning and follow up should be analyzed since them can influence it in a fundamental manner. The early diagnosis of relapse is sustented by the ability to detect the minimal residual disease. The methodology using flowcitometry, conventional (mais) cytogenetic, fluorescence in situ hybridization (FISH) and polymerase chain reaction (PCR) allow the diagnosis of these residual clone that are responsible for relapse. L.M.S.O., 54 year old lady, was diagnosed with promyelocitic leukemia (AML M3) in 1997. She was submitted to an autologous bone marrow transplantation in 09/01/98 as consolidation therapy. Two years after the transplant she was diagnosed with a molecular relapse by RT-PCR sequentially performed. The use of all-trans-retinoic acid (ATRA) was able to induce a new molecular remission. The mechanism of action of ATRA to induce remission in AML M3 is not well established. This drug can be use in relapse. In the case that was presented, the early diagnosis that leaded to this good result happened because of a well planned post transplant evaluation. These variables of selection, conditioning and follow up should be well studied to plan an adequate and prolonged post transplant follow up, allowing better results with the procedure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Mapas genéticos em plantas/ Genetic maps in plants

Carneiro, Monalisa Sampaio; Vieira, Maria Lucia Carneiro
2002-08-01

Resumo em português Ao lado dos projetos de seqüenciamento e das análises do cariótipo pelas técnicas de hibridização in situ, o desenvolvimento de mapas genéticos fundamentados em marcadores de DNA tem propiciado consideráveis avanços à genômica de plantas. Esta revisão aborda as premissas básicas utilizadas para o mapeamento genético e suas principais aplicações, especialmente para o melhoramento vegetal. Fundamentos teóricos sobre segregação, recombinação e ligação (mais) são considerados e relacionados à construção de mapas genéticos com marcas moleculares. Apresentam-se informações sobre tipos de marcadores, populações de mapeamento, cálculo da freqüência de recombinação, distorções da segregação, estabelecimento dos grupos de ligação e da ordenação dos marcadores. Discute-se, também, o uso de mapas de ligação em programas de seleção assistida por marcadores, na clonagem de genes e em estudos sobre sintenia. Resumo em inglês In addition to genome projects and karyotype analysis by in situ hybridization techniques, a major advance in plant genome analysis came from the development of genetic maps based on molecular markers (Figure 1). This review clarifies the basic premises used for genetic mapping and its main applications, especially in plant breeding. The theories of segregation, recombination and linkage are considered and related to the construction of genetic maps (mais) based on molecular markers. Information about marker types, population mapping, calculation of the recombination rate, segregation distortion, linkage groups and genetic order determination is presented. Exploitation of linkage mapping for marker assisted selection, gene cloning and synteny comparisons is discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Presença do papilomavirus humano em lesões malignas de mucosa oral/ Presence of human papillomavirus in malignant oral lesions

Soares, Christiane Pienna; Malavazi, Iran; Reis, Rosana Inácio dos; Neves, Karina Antunes; Zuanon, José Antonio Sampaio; Benatti Neto, Carlos; Spolidório, Luis Carlos; Oliveira, Maria Rita Brancini de
2002-10-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi investigar a prevalência do papilomavírus humano 6/11 e 16/18 em pacientes, com lesões orais clínicamente diagnosticadas como leucoplasias, atendidas na Faculdade de Odontologia de Araraquara, UNESP, Brasil. Após a inclusão em parafina, os cortes corados com H&E, foram selecionadas 30 biópsias e separadas em 3 grupos: lesões sem displasia (n=10), lesões com diferentes graus de displasia (n=10) e carcinoma espinocelular invasivo(n=10). (mais) As lesões que apresentaram displasia epitelial foram classificadas de acordo com os critérios histopatológicos propostos por Van Der Waal. As lesões foram investigadas para a presença de HPV por hibridização in situ com sondas biotiniladas de amplo espectro, 6/11 e 16/18. HPV 16/18 foi detectado em 20% (n=2) das biópsias com displasia severa. A presença de HPV 16/18 em lesões malignas sugere sua importância como fator de risco na carcinogênese oral. Resumo em inglês The purpose of this study was to investigate the prevalence of human papillomavirus 6/11 and 16/18 in patients, with oral lesions clinically diagnosed as leucoplakia, attending the School of Dentistry, University of São Paulo State/UNESP, Brazil. After paraffin embedded process, in the sections staining with H&E, 30 biopsies were screened and separated on 3 groups: 10 oral lesions without dysplasia, 10 with dysplasia, and 10 with invasive squamous cell carcinoma. The les (mais) ions with dysplasia were classified in agreement with Van Der Wall's histopathological standard method. Oral lesions were investigated for the presence of human papillomavirus (HPV) by in situ hybridization with wide-spectrum, 6/11 and 16/18 biotinylated probes. HPV 16/18 was found in 20% (n=2) of the leucoplakia with severe-degree dysplasia. The presence of HPV 16/18 in malignant lesions suggests its importance as a risk factor for oral carcinogenesis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Interrupção do arco aórtico tipo B em uma paciente com síndrome de olho de gato/ Interrupted aortic arch type B in A patient with cat eye syndrome/ Interrupción del arco aórtico tipo B en una paciente con síndrome del ojo de gato

Belangero, Sintia Iole Nogueira; Bellucco, Fernanda Teixeira da Silva; Cernach, Mirlene C. S. P.; Hacker, April M.; Emanuel, Beverly S.; Melaragno, Maria Isabel
2009-05-01

Resumo em português Relatamos um caso de paciente com Síndrome do Olho de Gato (Cat Eye Syndrome-CES) e interrupção do arco aórtico tipo B, um achado típico na síndrome da deleção 22q11.2. A análise cromossômica e a técnica de hibridização fluorescente in situ (FISH) mostraram um cromossomo marcador isodicêntrico supranumerário com bi-satélite derivado do cromossomo 22. O segmento de 22pter a 22q11.2 no cromossomo supranumerário encontrado em nosso paciente não estava em so (mais) breposição com a região deletada em pacientes com a síndrome da deleção 22q11.2. Entretanto, o achado de interrupção do arco aórtico tipo B não é usual na CES, mas é um defeito cardíaco freqüente na síndrome da deleção 22q11. Resumo em espanhol Informamos un caso de paciente con Síndrome de Ojo de Gato (Cat Eye Syndrome-CES) e Interrupción del Arco Aórtico tipo B, un hallazgo típico en el síndrome de la deleción 22q11.2. El análisis cromosómico y la técnica de hibridación in situ fluorescente (FISH) mostraron un cromosoma marcador isodicéntrico supernumerario bisatelitado derivado del cromosoma 22. El segmento de 22pter a 22q11.2 en el cromosoma supernumerario encontrado en nuestro paciente no estaba (mais) en sobreposición con la región deletada en pacientes con el síndrome de la deleción 22q11.2. Con todo, el hallazgo de interrupción del arco aórtico tipo B no es usual en el CES, sino que es un defecto cardíaco frecuente en el síndrome de deleción 22q11. Resumo em inglês We report a patient with cat eye syndrome and interrupted aortic arch type B, a typical finding in the 22q11.2 deletion syndrome. Chromosomal analysis and fluorescent in situ hybridization (FISH) showed a supernumerary bisatellited isodicentric marker chromosome derived from chromosome 22. The segment from 22pter to 22q11.2 in the supernumerary chromosome found in our patient does not overlap with the region deleted in patients with the 22q11.2 deletion syndrome. However, (mais) the finding of an interrupted aortic arch type B is unusual in CES, although it is a frequent heart defect in the 22q11 deletion syndrome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Chlamydia pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae nos nódulos de calcificação da estenose da valva aórtica/ Chlamydia pneumoniae and Mycoplasma pneumoniae in calcified nodes of stenosed aortic valves

Higuchi-dos-Santos, Marilia Harumi; Pierri, Humberto; Higuchi, Maria de Lourdes; Nussbacher, Amit; Palomino, Sueli; Sambiase, Nadia Vieira; Ramires, José Antonio Franchini; Wajngarten, Maurício
2005-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Investigar se chlamydia pneumoniae (CP) ou mycoplasma pneumoniae (MP) estão presentes na estenose da valva aórtica (EA). MÉTODOS: Imuno-histoquímica foi utilizada para identificar os antígenos de CP (Ag-CP), a hibridização in situ para identificar o DNA de MP, e microscopia eletrônica para avaliação dos dois agentes, nos grupos: normal - 11 valvas normais de autópsia; aterosclerose - 10 valvas de pacientes com aterosclerose sistêmica de autópsia e s (mais) em EA; e EA - 14 espécimes cirúrgicos provenientes de pacientes com EA analisados em 3 sub-regiões: EA-preservada - regiões mais preservadas na periferia da valva; EA-fibrose - tecido fibrótico peri-calcificação; e EA-calcificação - nódulos calcificados. RESULTADOS: As medianas da fração de área positiva para Ag-CP foram 0,09; 0,30; 0,18; 1,33; e 3,3 nos grupos acima descritos, respectivamente. A densidade de CP foi significativamente maior nos grupos aterosclerose e EA-calcificação em relação ao normal (p Resumo em inglês OBJECTIVE: We investigated whether Chlamydia pneumoniae (CP) and Mycoplasma pneumoniae (MP) are present in aortic valve stenosis (AS). METHODS: Immunohistochemistry was utilized to identify CP antigens, in situ hybridization to identify MP DNA, and electron microscopy was used to evaluate the following three groups: Normal - 11 normal autopsy valves; Atherosclerosis - 10 autopsy valves from patients with systemic atherosclerosis and no AS; and AS - 14 surgical specimens o (mais) f AS analyzed in 3 sub-regions: AS-Preserved - peripheral, preserved regions; AS-Fibrosis - peri-calcified fibrotic tissue; and AS-Calcification - calcified nodules. RESULTS: The positive area fraction of CP antigen median values were 0.09, 0.30, 0.18, 1.33, and 3.3 in groups Normal, Atherosclerosis, AS-Preserved, AS-Fibrosis, and AS-Calcification, respectively. CP density was significantly greater in Atherosclerosis and AS-Calcification than in Normal (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Abordagem citogenética e molecular em material de abortos espontâneos/ Cytogenetic and molecular evaluation of spontaneous abortion samples

Moraes, Andréa Cristina de; Moron, Antônio Fernandes; Hashimoto, Elza Midori; Silva, Ismael Dale Cotrin Guerreiro da; Torloni, Maria Regina; Souza, Márcia Marcelino de; Patrício, Francy Reis da Silva
2005-09-01

Resumo em português OBJETIVOS: avaliar o desempenho da citogenética e das técnicas de hibridização in situ fluorescente (FISH) e reação em cadeia da polimerase (PCR) no estudo das aneuploidias cromossômicas numéricas e na determinação do sexo fetal em amostras de abortos espontâneos. MÉTODOS: duzentos e dezenove amostras de produtos de abortos espontâneos foram submetidas a estudo citogenético. Deste total, 40 amostras foram também submetidas à técnica de PCR-nested para a d (mais) eterminação do sexo fetal: 32 foram selecionadas devido à falha de crescimento no estudo citogenético e oito foram escolhidas ao acaso. Vinte amostras foram selecionadas para detecção de aneuploidias cromossômicas pela técnica de FISH, utilizando-se sondas para os cromossomos 13, 18, 21, X e Y: 13 casos foram submetidos a FISH devido à falha de crescimento no estudo citogenético e sete foram escolhidos ao acaso. Foi calculada a taxa de sucesso (obtenção de cariótipo) de cada técnica. Para comparação das taxas de sucesso foi utilizado o teste de chi2, sendo considerados significantes resultados com p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the performance of cytogenetic analysis, fluorescent in situ hybridization (FISH) and polymerase chain reaction (PCR) in the study of numerical chromosomal anomalies and in fetal sex determination of spontaneous abortion material. METHODS: cytogenetic analysis was performed on 219 spontaneous abortion specimens. Forty of these cases were also submitted to fetal sex determination using nested-PCR. Thirty-two of these cases were selected due to failed c (mais) ytogenetic culture and the other eight were selected randomly. Twenty samples were submitted to the FISH technique, using probes for chromosomes 13, 18, 21, X and Y. Thirteen of these samples were selected due to failed cytogenetic culture and the other seven were randomly selected. The success rates of each technique were compared using the chi2 test and an established p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Espectro óculo-aurículo-vertebral em pacientes com defeitos cardíacos congênitos/ Oculo-auriculo-vertebral spectrum in patients with congenital heart defects/ Espectro óculo-aurículo-vertebral en pacientes con defectos cardíacos congénitos

Rosa, Rafael Fabiano Machado; Zen, Paulo Ricardo Gazzola; Flores, José Antônio Monteiro; Golendziner, Eliete; Pilla, Carlo Benatti; Roman, Tatiana; Varella-Garcia, Marileila; Paskulin, Giorgio Adriano
2010-10-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Há poucos estudos avaliando a frequência do espectro óculo-aurículo-vertebral (EOAV) nos pacientes com defeitos cardíacos congênitos (DCC). OBJETIVO: Verificar a frequência do EOAV em uma amostra de pacientes com malformações cardíacas graves. MÉTODOS: Avaliamos uma coorte prospectiva de pacientes com DCC, admitidos em uma unidade de terapia intensiva (UTI) cardiopediátrica no Brasil. O diagnóstico de EOAV foi feito com base em dados clínicos, co (mais) nsiderando critérios padrões. Os pacientes que preenchiam esses critérios foram submetidos ao cariótipo de alta resolução com bandamento GTG e hibridização fluorescente in situ para a microdeleção 22q11.2. O teste exato de Fisher (P Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Hay pocos estudios evaluando la frecuencia del espectro óculo-aurículo-vertebral (EOAV) en los pacientes con defectos cardíacos congénitos (DCC). OBJETIVO: Verificar la frecuencia del EOAV en una muestra de pacientes con malformaciones cardíacas graves. MÉTODOS: Evaluamos una cohorte prospectiva de pacientes con DCC, admitidos en una unidad de terapia intensiva (UTI) cardiopediátrica en el Brasil. El diagnóstico de EOAV fue hecho con base en datos clí (mais) nicos, considerando criterios estándares. Los pacientes que llenaban esos criterios fueron sometidos al cariotipo con bandeamiento GTG en alta resolución e Hibridización fluorescente in situ para la microdelección 22q11.2. El Test Exacto de Fisher (P Resumo em inglês BACKGROUND: There have been few studies evaluating the frequency of oculo-auriculo-vertebral spectrum (OAVS) in patients with congenital heart defects (CHDs). OBJECTIVE: To verify the frequency of OAVS in a sample of patients with major heart malformations. METHODS: We evaluated a prospective cohort of patients with CHD admitted in a pediatric cardiac intensive care unit (ICU) in Brazil. The diagnosis of OAVS was made based on the clinical data, considering standard crite (mais) ria. The patients that met these criteria were submitted to high resolution GTG-Banding karyotype and fluorescence in situ hybridization for 22q11.2 microdeletion. Fisher's exact test (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Alterações moleculares no Mieloma Múltiplo/ Molecular abnormalities in Multiple Myeloma

Braggio, Esteban; Renault, Ilana Z.
2007-03-01

Resumo em português Nos últimos anos tem acontecido uma revolução no conhecimento dos mecanismos moleculares envolvidos na patogênese do mieloma múltiplo, principalmente devido à incorporação de técnicas de citogenética molecular (hibridização in situ fluorescente - FISH) e biologia molecular (Reação em cadeia da polimerase - PCR, hibridização genômica comparativa baseada em microarranjos - aCGH e microarranjos de RNA). Estas técnicas permitem estudar as células em interfa (mais) se e detectar alterações cromossômicas crípticas, superando assim problemas metodológicos relacionados à análise por citogenética convencional. Por outro lado, a complexidade metodológica relacionada com a realização das técnicas de FISH e biologia molecular tem impossibilitado que sejam amplamente utilizadas na rotina laboratorial. Este trabalho tem como objetivo fazer uma revisão das principais vias moleculares alteradas no mieloma múltiplo, o seu valor prognóstico e a sua utilização na estratificação dos pacientes em diferentes grupos de risco. São detalhadas diferentes abordagens metodológicas e uma ênfase especial é dada em relação à importância da análise se restringir exclusivamente às células plasmocitárias. Por último, discutimos uma série de prioridades e estratégias de estudo na rotina laboratorial. Resumo em inglês In recent years, we have seen an explosion in knowledge on genetic and cytogenetic mechanisms involved in the pathogenesis of multiple myeloma, mainly due to the incorporation of molecular tools in its study (fluorescence in situ hybridization - FISH, Real time PCR and RNA microarrays). These tools have enabled the study of cells in interphase and to detect cryptic chromosomal abnormalities, replacing cytogenetic techniques. The technical complexities associated with the (mais) performance of these tests, however, have limited their widespread applicability in routine clinical practice. The aim of this work is to review the present status of our knowledge of the pathogenetic pathways of the disease, the prognostic value of the main chromosomal abnormalities and its role in risk stratification of multiple myeloma patients. We detail technical aspects, emphasizing the importance to restrict analysis to myeloma cells. Finally, we discuss different strategies and recommendations for the adoption of routine molecular genetic testing.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Leucoplasia pilosa oral: aspectos histopatológicos da fase subclínica/ Oral hairy leukoplakia: histopathologic features of the subclinical stage

DIAS, Eliane Pedra; SPYRIDES, Kyria Spyro; SILVA JUNIOR, Arley; ROCHA, Mônica Lage; FONSECA, Eliene Carvalho da
2001-06-01

Resumo em português A leucoplasia pilosa oral (LPO) é uma das manifestações orais mais comuns na AIDS, com valor diagnóstico e prognóstico. A LPO está relacionada ao Epstein-Barr vírus (EBV), com características clínicas e histopatológicas definidas. Já existem relatos de uma fase subclínica da LPO, porém sem caracterização histopatológica. O presente trabalho teve por objetivo descrever os aspectos histopatológicos desta fase, bem como realizar uma análise comparativa entr (mais) e a LPO subclínica e clínica, com a finalidade de verificar a suficiência diagnóstica dos critérios histopatológicos. Trata-se de um estudo retrospectivo de 11 casos, obtidos a partir de cinco biópsias realizadas em pacientes com lesão e da borda de seis línguas sem lesão macroscopicamente detectável, provenientes de necropsias. Foram utilizados os seguintes métodos: histopatologia, imuno-histoquímica e hibridização in situ. Os aspectos histopatológicos que caracterizaram a fase subclínica da LPO foram: ausência de paraceratose e papilomatose, acantose leve, presença de células claras e alterações nucleares (inclusão tipo Cowdry A, núcleo em "vidro fosco" e núcleo "em colar"). Houve identificação do EBV através da hibridização in situ e da imuno-histoquímica nas alterações nucleares observadas na histopatologia. Concluiu-se, com fundamentos na identificação do EBV nas alterações nucleares, que a LPO em sua fase subclínica, da mesma forma que na lesão clínica, apresenta características histopatológicas específicas e suficientes para um diagnóstico definitivo, independentemente da identificação do EBV. Resumo em inglês Oral hairy leukoplakia (OHL) is one of the most common oral manifestations of AIDS, with diagnostic and prognostic value. OHL is associated to the Epstein-Barr virus and presents clinical and histological defined characteristics. There have already been reports about a subclinical stage of OHL, although they lacked histopathologic characterization. The present study had the aim to describe the histopathological characteristics of subclinical hairy leukoplakia, as well as (mais) to carry out a comparative analysis between clinical and subclinical OHL. For that, 11 cases were analyzed - 5 biopsies from patients who presented with the lesion and 6 samples from the borders of tongues obtained in necropsies. The histopathological findings in subclinical OHL were: absence of parakeratosis and papillomatosis, mild acanthosis, ballooning cells and nuclear alterations. In situ hybridization and immunostaining were positive for EBV in the nuclear alterations identified in the histophatological analysis. Based on the identification of EBV in the nuclear alterations, it was possible to conclude that subclinical OHL, similarly to the clinical lesion, presents histopathological features that are specific and sufficient to establish the definitive diagnosis, regardless of the identification of the virus.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Detecção do vírus Epstein-Barr em tonsilites recorrentes/ Detection of Epstein-Barr virus in recurrent tonsillitis

Dias, Eliane Pedra; Rocha, Monica Lage da; Carvalho, Maria Odete de Oliveira; Amorim, Lidia Maria da Fonte de
2009-02-01

Resumo em português As tonsilites recorrentes têm sido objeto de muitos estudos. Eventos considerados na predisposição e causa incluem a utilização errônea de antibióticos em crises agudas, alterações da microflora, mudanças estruturais nas criptas epiteliais tonsilares e infecções virais. A infecção pelo vírus Epstein-Barr (EBV) ocorre freqüentemente na infância persistindo em linfócitos de tonsilas, podendo causar tonsilites recorrentes. Pouco se conhece sobre a persistê (mais) ncia e reativação do EBV em pacientes imunocompetentes. Alguns métodos como a hibridização in situ, a reação em cadeia da polimerase (PCR) e a imuno-histoquímica têm sido utilizados no estudo da patogenia do vírus. OBJETIVO: Para caracterizar a associação do vírus Epstein-Barr com tonsilites recorrentes examinamos a presença do EBV pela PCR e por imuno-histoquímica usando como alvo a proteína viral LMP-1. FORMA DE ESTUDO: Estudo transversal com análise de prevalência amostral. MATERIAL E MÉTODOS: Foram selecionados 24 blocos parafinados de tonsilas, provenientes do Serviço de Anatomia Patológica, removidas de crianças de 2 a 12 anos com diagnóstico de tonsilite recorrente. Resultados: O genoma do EBV foi detectado em 13 (54,1%) e a LMP-1 em 9 (37,5%) dos casos. CONCLUSÃO: As tonsilas das crianças podem ser colonizadas pelo EBV e este pode estar associado à patogenia das tonsilites recorrentes. Resumo em inglês Recurrent tonsillitis has been the subject of frequent investigation. Misuse of antibiotic therapy in acute tonsillitis, changes to the tonsillar microflora, structural changes to the tonsillar crypts, and viral infections have been listed as predisposing or causal factors for recurrent tonsillitis. Epstein-Barr virus (EBV) infection usually occurs in early childhood and may persist in tonsillar lymphocytes, thus leading to the onset of recurrent tonsillitis. Little is kn (mais) own about the persistence and reactivation of EBV strains in immunocompetent patients. Methods such as in situ hybridization, polymerase chain reaction (PCR), and immunochemistry have been used to study the pathogenesis of the EBV. AIM: this study aims to characterize the association between EBV and recurrent tonsillitis by investigating the presence of EBV through PCR and immunohistochemistry, using viral protein LMP-1 as a target. STUDY DESIGN: this is a cross-sectional study with analysis of sample prevalence. MATERIALS AND METHOD: twenty-four paraffin-embedded tonsil specimens from the Pathology Service were selected. The specimens were removed from children aged between 2 and 12 years diagnosed with recurrent tonsillitis. RESULTS: EBV genome was detected in 13 (54.1%) specimens, whereas viral protein LMP-1 was found in 9 (37.5%) specimens. CONCLUSION: children's tonsils can be colonized by EBV and such colonies may be associated with the pathogenesis of recurrent tonsillitis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Técnicas para a obtenção de preparações citológicas com alta freqüência de metáfases mitóticas em plantas: Passiflora (Passifloraceae) e Crotalaria (Leguminosae)/ Techniques to obtain cytological preparations with high frequency of mitotic metaphases in plants: Passiflora (Passifloraceae) and Crotalaria (Leguminosae)

Cuco, Silvia Marina; Mondin, Mateus; Vieira, Maria Lúcia Carneiro; Aguiar-Perecin, Margarida L. R.
2003-09-01

Resumo em português Foram conduzidos experimentos visando à otimização de procedimentos para preparações citológicas de pontas de raiz com alta freqüência de metáfases mitóticas, apresentando cromossomos com morfologia nítida, em espécies pertencentes a dois gêneros de plantas, Passiflora (Passifloraceae) e Crotalaria (Leguminosae). Para o acúmulo de metáfases, bem como de prófases e prometáfases com cromossomos bem condensados, foram avaliados pré-tratamentos de raízes, e (mais) m que foram utilizadas diferentes combinações de 8-hidroxiquinolina, inibidor do fuso mitótico, com cicloheximida, inibidor da síntese protéica. As preparações foram coradas pelo método de Feulgen. Os melhores resultados foram obtidos com o tratamento com 8-hidroxiquinolina a 300ppm combinado com cicloheximida a 3,125ppm, por 1 hora e 30 minutos para as espécies de Passiflora, e a combinação de 8-hidroxiquinolina a 300ppm + cicloheximida a 6,25ppm também durante 1 hora e 30 minutos para as espécies de Crotalaria. Esta investigação ilustra a situação de dois gêneros de plantas em que a adequação de pré-tratamentos diferiu entre os grupos, e é fundamental para estudos envolvendo comparação do cariótipo das espécies, sobretudo para a detecção de marcadores cromossômicos evidenciados por meio de métodos diversos de citogenética (bandamento-C, bandamento com fluorocromos e hibridação in situ fluorescente). Resumo em inglês Experiments were carried out aiming to optimize procedures for cytological preparations of root tips with high frequency of metaphase cells showing clear features of chromosome morphology, in species belonging to two genera of plants, Passiflora (Passifloraceae) and Crotalaria (Leguminosae). For the accumulation of metaphases, as well as prophases and prometaphases with well condensed chromosomes, pretreatments of root tips with different combinations of 8-hydroxiquinolin (mais) e, a mitotic fuse inhibitor and with cycloheximide, a protein synthesis inhibitor, were evaluated in Feulgen stained preparations. The treatments with 8-hydroxiquinoline at 300ppm + cycloheximide at 3.125ppm, and with 8hydroxiquinoline at 300ppm + cycloheximide at 6.25ppm, both for 1 hour and 30 minutes, were more effective respectively for Passiflora and Crotalaria species. This investigation illustrates a case of differences of pretreatment procedures between two genera of plants, as well as represents a basic work for studies involving the comparison of the karyotype of species belonging to these genera, and especially, for the detection of chromosome markers via several cytogenetic methods (C-banding, fluorescent-chromosome banding and in situ hybridization).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Expressão de TGFβ1 mRNA nas fases iniciais de expansão da sutura palatina mediana/ The expression of TGFβ1 mRNA in the early stage of the midpalatal suture cartilage expansion

Kobayashi, Emilia Teruko; Shibata, Yasuaki; Veltrini, Vanessa Cristina; Suguino, Rosely; Machado, Fabricio Monteiro de Castro; Provenzano, Maria Gisette Arias; Ferronato, Tatiane; Kato, Yuzo
2010-12-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: a expansão da maxila induz a formação de novo osso na sutura palatina mediana por um processo de proliferação e diferenciação celular. A força de expansão pode estimular, nas células progenitoras, a produção de citocinas com atividade osteoindutiva, tais como o transforming growth factor β1(TGFβ1). OBJETIVOS: o principal objetivo deste estudo foi determinar a função dessa citocina nos estágios iniciais de expansão da sutura palatina (mais) mediana. MÉTODOS: um aparelho ortodôntico foi instalado entre os molares superiores direito e esquerdo de ratos com 4 semanas de idade. A força de expansão inicial foi de 50g. Os grupos controle e experimental foram sacrificados nos dias 0, 2 e 5. Cortes bucais de 6µm foram obtidos e sujeitos à técnica de hibridização in-situ. RESULTADOS: dois dias após a aplicação de força, as células osteocondroprogenitoras, distribuídas no lado interno do tecido cartilaginoso, exibiram altos níveis de transcrição de transforming growth factor β1. No dia 5, o nível de transcrição de TGFβ1 foi observado nos osteócitos e nas células osteoblásticas, na superfície do novo osso. A atividade osteoblástica foi confirmada por meio de um estudo imunohistoquímico utilizando-se Osteocalcina-Pro (OC-Pro). CONCLUSÕES: os dados sugerem que a expansão da sutura palatina induz a diferenciação de células osteocondroprogenitoras em osteoblastos, estimuladas pela produção de citocinas Resumo em inglês INTRODUCTION: The application of an orthodontic expansion force induces bone formation at the midpalatal suture because of cell proliferation and differentiation. Expansion forces may stimulate the production of osteoinductive cytokines, such as transforming growth factor β1 (TGFβ1), in the progenitor cells. OBJECTIVES: This study determined the role of TGFβ1 in the early stage of midpalatal suture cartilage expansion. METHODS: A rectangular orthodontic app (mais) liance was placed between the right and left upper molars of 4-week-old rats. The initial expansion force was 50 g. Animals in the control and experimental groups were sacrified on days 0, 2, and 5 and 6 µmm thick sections were prepared for an in situ hybridization technique. RESULTS: Two days after the application of force, prechondroblastic and undifferentiated mesenchymal cells distributed along the inner side of the cartilaginous tissue had high levels of TGFβ1 transcription. On day 5, the TGFβ1 transcription was found in osteocytes and osteoblastic cells on the surface of newly formed bone. Immunohistochemistry using Osteocalcin-Pro (OC-Pro) confirmed osteoblastic activity. Conclusions: Results suggest that the expansion of midpalatal suture cartilage induces differentiation of osteochondroprogenitor cells into osteoblasts after stimulation by cytokine production

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Síndrome de deleção 22q11.2: compreendendo o CATCH22/ 22q11.2 deletion syndrome: catching the CATCH22

Rosa, Rafael Fabiano M.; Zen, Paulo Ricardo G.; Roman, Tatiana; Graziadio, Carla; Paskulin, Giorgio Adriano
2009-06-01

Resumo em português OBJETIVO:Realizar uma revisão dos aspectos históricos, epidemiológicos, clínicos, etiológicos e laboratoriais da síndrome de deleção 22q11.2, salientando-se a importância e as dificuldades do seu diagnóstico. FONTES DE DADOS: Pesquisa nas bases de dados Medline, Lilacs e SciELO, além da Internet e capítulos de livros em inglês, acerca de publicações feitas entre 1980 e 2008. Para isso, utilizaram-se os descritores "22q11", "DiGeorge", "Velocardiofacial" e " (mais) CATCH22". SÍNTESE DOS DADOS: A síndrome de deleção 22q11.2, também conhecida como síndrome de DiGeorge ou velocardiofacial, foi identificada no começo da década de 1990. A microdeleção 22q11.2 é considerada uma das síndromes de microdeleção genética mais frequentes em seres humanos. Caracteriza-se por um espectro fenotípico bastante amplo, com mais de 180 achados clínicos já descritos do ponto de vista físico e comportamental. Contudo, nenhum achado é patognomônico ou mesmo obrigatório. A maioria dos pacientes apresenta uma deleção pequena, detectada somente por técnicas de genética molecular, como a hibridização in situ fluorescente. Apresenta padrão de herança autossômico dominante, ou seja, indivíduos acometidos apresentam um risco de 50% de transmiti-la a seus filhos. CONCLUSÕES: Pacientes com a síndrome de deleção 22q11.2 frequentemente necessitam, ao longo de suas vidas, de um grande número de intervenções médicas e hospitalizações. O diagnóstico precoce é fundamental para a adequada avaliação e manejo clínico dos indivíduos e seus familiares. Resumo em inglês OBJECTIVE:To review historical, epidemiological, clinical, etiological and laboratorial aspects of the 22q11.2 deletion syndrome, highlighting the importance of the diagnosis and its difficulties. DATA SOURCES: MedLine, Lilacs e SciELO databases, as well as internet and book chapters written in English, were searched for the period of 1980-2008, with the following descriptors "22q11", "DiGeorge", "Velocardiofacial" and "CATCH22". DATA SYNTHESIS: 22q11.2 deletion syndrome, (mais) also known as DiGeorge or velocardiofacial syndrome, was identified in the beginning of the 1990 decade. The 22q11.2 microdeletion is one of the most common human genetic microdeletion syndromes. It is characterized by a very broad phenotypic spectrum. More than 180 physical and behavioral clinical findings have already been described. However, none of them is characteristic or essential to diagnosis. The majority of the patients present a small deletion only detected by molecular genetic techniques as the fluorescent in situ hybridization. The deletion segregates in the families with an autosomal dominant pattern of inheritance, so the recurrence risk in the families is 50%. CONCLUSIONS: Individuals with 22q11.2 deletion syndrome have a great possibility to undergo medical interventions and hospitalizations throughout their lives. Early diagnosis is essential for the evaluation and clinical management of the patients and their families.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Quantificação morfométrica de Chlamydia pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae em aneurismas de aorta abdominal humana/ Morphometrical quantification of Chlamydia pneumoniae and Mycoplasma pneumoniae in human atherosclerotic abdominal aortic aneurysms

Pires, Lucas José Tachotti; Gutierrez, Paulo Sampaio
2007-09-01

Resumo em português OBJETIVO: A inflamação aterosclerótica, com possível papel de agentes infecciosos, pode contribuir na patogênese dos aneurismas da aorta abdominal (AAA). O achado de Chamydia pneumoniae (CP) nessas lesões, em estudos prévios, sem quantificação, variou de 0-100%. O objetivo é quantificar a presença de CP e de Mycoplasma pneumoniae (MP) nos AAA. MÉTODO: A espessura, o número de células positivas para CP detectadas por imunoperoxidase e a porcentagem de área o (mais) cupada por MP detectada por hibridização "in situ", nas três camadas da aorta, foram medidos com sistema de análise de imagens, em 10 aortas abdominais aneurismáticas. Usouse três grupos-controle: 1) amostras das mesmas aortas, fora do aneurisma, exceto se a dilatação tomasse toda a porção sub-renal da artéria (n=7); 2) aortas com aterosclerose grave, mas sem aneurismas (n=10); 3) aortas sem aterosclerose ou com grau leve da doença (n=10). Todos os espécimes foram obtidos em necropsias. Usou-se o teste de Wald para comparar os grupos; fixou-se o nível de significância em 5%. RESULTADOS: A íntima era mais fina e a média mais espessa nos casos normais que nos outros grupos (p0,05). Também se detectou MP em todos os grupos. Este agente predominou no grupo de pacientes com aterosclerose, mas sem aneurisma na íntima e na adventícia; entretanto, as diferenças entre os grupos não foram significativas (p>0,05). CONCLUSÕES: Nossos dados sugerem que os agentes enfocados não têm papel importante na patogênese dos AAA. Resumo em inglês OBJECTIVE: Atherosclerotic inflammation, with a possible role of infectious agents, could contribute to the pathogenesis of abdominal aortic aneurysms (AAA). Finding of Chlamydia pneumoniae (CP) in these lesions in previous, non-quantifying studies ranged from 0-100%. The objective is to quantify the presence of CP and Mycoplasma pneumoniae (MP) in AAA. METHODS: Thickness, number of cells positive for CP by immunohistochemistry and percent area occupied by MP, detected by (mais) "in situ" hybridization in the three layers of the aorta, were measured in the three aortic layers using an image-analysis system in 10 necropsy abdominal aneurysmatic aortas. Three groups of controls were used: 1) samples of the same aortas, outside the aneurysms, except if the dilatation took the whole sub-renal portion of the artery (n=7); 2) aortas with severe atherosclerosis but without aneurysms (n=10); 3) aortas with no or mild atherosclerosis (n=10). All specimens were obtained at necropsies. Wald's test was used to compare groups; significance level was established at 5%. RESULTS: The intima was thinner and the media thicker in the normal cases than in the other groups (p0.05). MP was also detect in all groups. This agent predominated in the group of patients with atherosclerosis, but no aneurysms at both intima and adventitia; nevertheless, differences between the groups were not significant (p>0.05). CONCLUSIONS: our data suggest that the bacteria we focused have not an important role in the pathogenesis of AAA.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Síndrome de deleção 22q11 e cardiopatias congênitas complexas/ 22q11.2 deletion syndrome and complex congenital heart defects

Rosa, Rafael Fabiano Machado; Trevisan, Patrícia; Koshiyama, Dayane Bohn; Pilla, Carlo Benatti; Zen, Paulo Ricardo Gazzola; Varella-Garcia, Marileila; Paskulin, Giorgio Adriano
2011-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar a frequência da síndrome de deleção 22q11 (SD22q11) entre pacientes portadores de cardiopatia congênita do tipo complexa. MÉTODOS: A amostra foi constituída por uma coorte prospectiva e consecutiva de pacientes com cardiopatia complexa em sua primeira hospitalização em uma unidade de tratamento intensivo cardiológica de um hospital pediátrico. Para cada paciente foi preenchida uma ficha de avaliação, com coleta de dados clínicos, e realiz (mais) ado o cariótipo de alta resolução e técnica de hibridização in situ fluorescente (FISH) com pesquisa de microdeleção 22q11. Os defeitos cardíacos foram classificados por um cardiologista participante do estudo. RESULTADOS: A amostra foi composta de 66 pacientes. Quanto à análise cariotípica, alterações foram observadas em cinco pacientes (7,6%); contudo, nenhum deles apresentava deleção 22q11. A avaliação pela técnica de FISH pôde ser realizada com sucesso em 65 pacientes, sendo que a microdeleção 22q11 foi identificada em dois (3,1%). Dos 66 pacientes com defeitos complexos, 52 eram portadores de malformações do tipo conotruncal, sendo que em 51 a pesquisa para microdeleção 22q11 foi realizada. Os dois pacientes portadores da microdeleção 22q11 fizeram parte deste grupo, representando uma frequência de 3,9%. Eles apresentavam tetralogia de Fallot. CONCLUSÃO: A SD22q11 é uma anormalidade frequente entre pacientes com cardiopatias congênitas complexas e conotruncais. Variações da frequência da SD22q11 entre os estudos parecem estar associadas, principalmente, com a forma adotada para a seleção da amostra e às características da população em análise. Resumo em inglês OBJECTIVE: Investigate the frequency of 22q11 deletion syndrome among patients with complex congenital heart disease. METHODS: A prospective and consecutive cohort of patients with complex heart defects was evaluated in their first hospitalization at a cardiac intensive care unit of a pediatric hospital. For each patient a protocol of demographic and clinical evaluation was filled. High resolution karyotype and 22q11 microdeletion by fluorescence in situ hybridization was (mais) investigated. The heart defects were classified by a cardiologist of the study. RESULTS: The cohort comprised 66 patients. Karyotypic anomalies were observed in 5 patients (7.6%), however none of those was the 22q11 deletion. Evaluation by means of FISH was successful in 65 patients and 22q11 microdeletion was identified in 2 (3.1%). Of the 66 patients with complex defects, 52 were carriers of conotruncal malformations and in 51 the 22q11 microdeletion analysis by FISH was successful. Both 22q11 microdeletion carriers belonged to this group, representing a frequency of 3.9%. They presented tetralogy of Fallot. CONCLUSION: 22q11DS is a frequent abnormality among patients with complex and conotruncal heart defects. Variations of the 22q11DS frequency among studies seem to be mainly associated to criteria for patient selection and specific characteristics of the population in analysis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Desenvolvimento reprodutivo de Hyptis suaveolens (L.) Poit.: relação entre fotoperíodo, densidade celular meristemática e padrão de expressão de um ortólogo putativo do gene LEAFY de arabidopsis/ Reproductive development of Hyptis suaveolens (L.) Poit.: relationship among photoperiod, meristem cell density and expression pattern of a putative arabidopsis gene LEAFY ortholog

Martins, Felipe Terra; Polo, Marcelo
2009-03-01

Resumo em português Hyptis suaveolens (L.) Poit. é uma planta da família Lamiaceae, considerada uma espécie tipicamente invasora. Entretanto, é produtora de óleo essencial, ao qual várias atividades biológicas são atribuídas. Informações sobre o desenvolvimento reprodutivo nesta espécie seriam úteis à elucidação de mecanismos adaptativos relacionados à indução floral em espécies invasoras, e ao incremento na produção de óleo essencial, devido sua preponderância nas fl (mais) ores. Assim, aqui caracterizamos alguns aspectos do desenvolvimento reprodutivo em Hyptis suaveolens. Plantas de H. suaveolens foram submetidas a dois tratamentos fotoperiódicos (fotoperíodo natural de Alfenas e fotoperíodo mínimo de 16 h) para amostragem de ápices aéreos vegetativos e florais em cinco datas. Nestes materiais botânicos foram realizadas análises anatômicas, ensaios de hibridização in situ para detecção dos transcritos de um ortólogo putativo de LEAFY e microscopia eletrônica de varredura. Hyptis suaveolens é uma planta de dias curtos, com fotoperíodo crítico em torno de 13 h. A atividade meristemática vegetativa ou floral pôde ser evidenciada pela densidade celular. O ortólogo putativo de LEAFY em H. suaveolens exibiu o padrão de expressão clássico descrito em Antirrhinum e Arabidopsis, mas também foi expresso em ápices vegetativos de plantas cultivadas sob fotoperíodo natural, independente da época de amostragem. Entretanto, não foi expresso em meristemas vegetativos de plantas cultivadas em fotoperíodo mínimo de 16 h. Estes resultados sugerem uma expressão basal de LEAFY em meristemas vegetativos de H. suaveolens, que é fortemente reduzida sob fotoperíodo mínimo de 16 h ou incrementada em fotoperíodos inferiores a 13 h, atingindo níveis satisfatórios à determinação floral. Resumo em inglês Hyptis suaveolens (L.) Poit. (Lamiaceae) is a typical invasive plant that produces an essential oil with several biological properties. The largest essential oil content is found at the flowers. So, advances in the current knowledge about the H. suaveolens reproductive development are important when the essential oil productivity is sought. Furthermore, the comprehension of the mechanisms involved in the H. suaveolens floral induction would be useful to clarify the adapti (mais) ve responses in invasive plants. We here reported some H. suaveolens reproductive development features. The plants were grown at two photoperiodic treatments (natural photoperiod from Alfenas, Minas Gerais, Brazil and natural photoperiod extended of 16 h). Samples of floral and vegetative aerial apices were taken at five different periods of time, for anatomical and scanning electron microscopic analysis, as well as in situ hybridization experiments, in order to detect the transcripts of a putative ortholog of Arabidopsis thaliana LEAFY gene. Hyptis suaveolens is a short day plant, with critical photoperiod nearby 13 h. The cell density has increased according to higher vegetative or floral meristem activities. The putative ortholog of LEAFY in H. suaveolens has shown an expression pattern similar to that reported in Antirrhinum and Arabidopsis, although it was also expressed in vegetative apices at the natural photoperiod plants. Nevertheless, under extended natural photoperiod (16 h) no gene expression was detected in vegetative meristem. These results suggest a basal expression of LEAFY in H. suaveolens vegetative meristem, which is strongly decreased by extended day length conditions, or is increased under photoperiods lower than 13 h, when suitable levels are reached for floral determination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Aplicação de uma técnica inovadora de FISH na investigação do atraso mental idiopático/ The use of a new FISH technique in the study of idiopathic mental retardation

Pinto, Maximina Rodrigues; Lima, Margarida Reis; Fortuna, Ana Maria; Mota, Maria do Céu; Silva, Maria da Luz Fonseca e; Teles, Natália Olívia; Freitas, Maria Manuela Mota
2006-02-01

Resumo em português Introdução: Apesar do atraso mental afectar 3% da população, a sua patogénese continua a ser em muitas situações, "idiopática". Recentemente foi reconhecida a importância dos rearranjos cromossómicos submicroscópicos (não visíveis no cariótipo convencional) nas regiões terminais (subteloméricas) dos cromossomas, na etiologia do atraso mental "idiopático". Métodos: Para evidenciar estes rearranjos várias técnicas podem ser utilizadas, sendo a mais comum (mais) a técnica de Fluorescence in situ hybridization (FISH) com sondas subteloméricas. Esta técnica foi aplicada em 50 indivíduos com atraso mental idiopático, seleccionados por geneticistas para determinar o "peso" destes rearranjos na patogénese do atraso mental, bem como tentar definir/confirmar os critérios clínicos de selecção para este tipo de teste. Resultados: Neste estudo apenas 2 indivíduos (4%) apresentaram rearranjos subteloméricos considerados responsáveis pela patologia. Ambos tinham associados anomalias/dismorfias e história familiar de atraso mental. Conclusão: A pequena percentagem de anomalias subteloméricas encontradas permite-nos sugerir que: 1- O cariótipo convencional com bandas de alta resolução (BAR) permite excluir a grande maioria das anomalias cromossómicas, inclusive algumas subteloméricas; 2- A maioria dos doentes com estes rearranjos tem associadas anomalias/ dismorfias; 3- Essas anomalias/dismorfias não são específicas e não permitem definir com confiança "bons indicadores clínicos" para selecção de doentes candidatos a estes estudos; 4- Até existirem novas tecnologias mais simples, mais rápidas e mais baratas, para pesquisar anomalias cromossómicas submicroscópicas causadoras do desequilíbrio de dosagem genómica e consequente atraso mental, a técnica de FISH utilizada neste estudo não deverá ser considerada uma análise protocolada para o estudo do atraso mental. Resumo em inglês Introduction: Although mental retardation affects 3% of the population, aetiological factors are still unknown in a considerable number of patients - the so called idiopathic mental retardation. In the last few years, submicroscopic subtelomeric rearrangements were recognized as a cause of idiopathic mental retardation in individuals with a normal conventional karyotype. Different techniques have been developed to detect such rearrangements being FISH the most commonly us (mais) ed. Methods: In a group of 50 mentally retarded individuals selected from our Genetics Clinic, FISH studies with subtelomeric probes were used to determine the frequency of these rearrangements in our study group. At the same time it was our aim to determine/confirm the clinical criteria for future selection of patients to be submitted to these studies. Results: Pathological subtelomeric submicroscopic chromosome abnormalities were only detected in two patients (4%). Both patients have dysmorphic features and anomalies as well as a positive family history of mental retardation. One of the patients was moderately retarded and the other one severely affected. Conclusion: The low frequency of subtelomeric rearrangements found may suggest: 1 - Conventional cytogenetics analysis with high resolution banding allows the exclusion of the majority of chromosome abnormalities including some of the subtelomeric ones; 2 - The majority of patients with these rearrangements have associated anomalies; 3- These anomalies do not seem specific enough to establish reliable clinical pre-selection; 4 - Until simple, cheaper and rapid screening methods become available for diagnostic service, the FISH technique for subtelomeric screening should not be used in non-selected mentally retarded patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Deleção 22q11.2 em pacientes com defeito cardíaco conotruncal e fenótipo da síndrome da deleção 22q11.2/ 22q11.2 deletion in patients with conotruncal heart defect and del22q syndrome phenotype/ Deleción 22q11.2 en pacientes con defecto cardiaco conotruncal y fenotipo del síndrome de la deleción 22q11.2

Belangero, Sintia Iole Nogueira; Bellucco, Fernanda T.S.; Kulikowski, Leslie Domenici; Christofolini, Denise M.; Cernach, Mirlene C. S. P.; Melaragno, Maria Isabel
2009-04-01

Resumo em português FUNDAMENTO: A síndrome da deleção 22q11.2 é a mais freqüente síndrome de microdeleção humana. O fenótipo é altamente variável e caracterizado por defeito cardíaco conotruncal, dismorfias faciais, insuficiência velofaríngea, dificuldade de aprendizagem e retardo mental. OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi investigar a freqüência da deleção 22q11.2 em uma amostra brasileira de indivíduos portadores de cardiopatia conontrucal isolada e do fenótipo da (mais) síndrome da deleção 22q11.2. MÉTODOS: Vinte e nove pacientes foram estudados por meio de citogenética clássica, por hibridação in situ fluorescente (FISH) e por técnicas moleculares. RESULTADOS: A análise citogenética por meio de bandamento G revelou cariótipo normal em todos os pacientes, com exceção de um que apresentou cariótipo 47,XX,+idic(22)(q11.2). Com o uso de técnicas moleculares, a deleção foi observada em 25% dos pacientes, todos portadores do fenótipo da síndrome da deleção 22q11.2. Em nenhum dos casos, a deleção foi herdada dos pais. A freqüência da deleção 22q11.2 foi maior no grupo de pacientes portadores do espectro clínico da síndrome da deleção 22q11.2 do que no grupo de pacientes com cardiopatia conotruncal isolada. CONCLUSÃO: A investigação da presença da deleção e sua correlação com os dados clínicos dos pacientes podem auxiliar os pacientes e suas famílias a terem um melhor aconselhamento genético e um seguimento clínico mais adequado. Resumo em espanhol FUNDAMENTO: El síndrome de la deleción 22q11.2 es el más frecuente síndrome de microdeleción humana. El fenotipo, altamente variable, se caracteriza por defecto cardiaco conotruncal, dismorfias faciales, insuficiencia velofaríngea, dificultad de aprendizaje y retardo mental. OBJETIVO: El objetivo de este trabajo fue investigar la frecuencia tanto de la deleción 22q11.2 en una muestra brasileña de individuos portadores de cardiopatía conotrucal aislada, como del f (mais) enotipo del síndrome de la delación 22q11.2. MÉTODOS: Se estudiaron a 29 pacientes por medio de citogenética clásica, por hibridación in situ fluorescente (FISH) y también por técnicas moleculares. RESULTADOS: El análisis citogenético por medio de bandeo G reveló cariotipo normal en todos los pacientes, con excepción de uno, que presentó cariotipo 47,XX,+idic(22)(q11.2). Con la utilización de técnicas moleculares, se observó la deleción en el 25% de los pacientes, todos portadores del fenotipo del síndrome de la deleción 22q11.2. En ningún de los casos, la deleción se heredó de los padres. La frecuencia de la deleción 22q11.2 en el grupo de pacientes portadores del espectro clínico de este síndrome resultó mayor que en el grupo de pacientes con cardiopatía conotruncal aislada. CONCLUSIÓN: La investigación de la presencia de deleción y su correlación con los datos clínicos de los pacientes pueden auxiliar los pacientes y sus familias a tener un mejor aconsejamiento genético, así como un seguimiento clínico más adecuado. Resumo em inglês BACKGROUND: The 22q11.2 deletion syndrome is the most frequent human microdeletion syndrome. The phenotype is highly variable, being characterized by conotruncal heart defect, facial dysmorphisms, velopharyngeal insufficiency, learning difficulties and mental retardation. OBJECTIVE: The objective of this study was to investigate the frequency of deletion 22q11.2 in a Brazilian sample of individuals with isolated conotruncal heart defect and 22q11.2 deletion syndrome pheno (mais) type. METHODS: Twenty-nine patients were studied by classical cytogenetics, by fluorescence in situ hybridization (FISH), and by molecular techniques. RESULTS: Cytogenetic analysis by G-banding revealed a normal karyotype in all patients except one who presented a 47,XX,+idic(22)(q11.2) karyotype. Using molecular techniques, a deletion was observed in 25% of the patients, all exhibiting a 22q11.2 deletion syndrome phenotype. In none of the cases the deletion was inherited from the parents. The frequency of 22q11.2 deletion was higher in patients with the clinical spectrum of the 22q11.2 deletion syndrome than in patients with isolated conotruncal heart defect. CONCLUSION: Investigating the presence of the deletion and its correlation with the patients' clinical data can help the patients and their families to have a better genetic counseling and more adequate clinical follow-up.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Interspecific hybridization in oysters: Restriction enzyme digestion chromosome banding confirms Crassostrea angulata x Crassostrea gigas F1 hybrids

Leitao A; Chaves R; Santos S; Guedes Pinto H; Boudry Pierre

The taxonomic status of the two commercially important cupped oysters, Crassostrea angulata, the Portuguese oyster (Lamarck, 1819) and Crassostrea gigas, the Japanese oyster (Thunberg, 1793) has long been in question. The recent observation of the hybridization between C. gigas and C. angulata and t...

DRIVER (Portuguese)