Sample records for immunoglobulins
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Imunoglobulinas na fase crônica da doença de Chagas

Freitas, Gilberto de; Costa, Sylvio Celso Gonçalves da; Pereira, Neize de Moura; Quintão, Liège Galvão; Souza, José Gomes de
1976-01-01

Resumo em português De um grupo de 112 casos crônicos de Doença de Chagas recebidos, foi possível selecionar 32 casos dotados de dados clínicos e testes de diagnóstico completos que permitiram uma avaliação da resposta imunitária humoral em face de quadros clínicos e cardiológicos bem definidos. Observou-se um ligeiro aumento dos níveis de IgG, sem que houvesse significância destes resultados quando feita a comparação com um grupo de habitantes da região de Bambuí, cujos test (mais) es, empregados normalmente para diagnóstico da Doença de Chagas, foram negativos. Este grupo, que foi considerado como o "normal" da região, não apresentava nenhuma sintomatologia e, tanto quanto foi possível observar, gozava bom estado de saúde. Os níveis de IgM e IgA apresentavam-se dentro da faixa de normalidade, enquanto os títulos de anticorpos heterófilos, ficaram entre 1/56 e 1/112. Na Correlação que se tentou estabelecer entre anticorpos heterófilos e cardiopatias chagásicas constatou-se não existir, aparentemente, relação entre concentração e cardiopatia. Resumo em inglês Since dibergent results were obtained by different authors about immunoglobulins concentration in sera from acute and chronic cases of Chagas disease, the problem was submited to statistical approach in field conditions in the endemic zone of Bambui, state of Minas Gerais, Brazil. Positives cases were considered in all individuals presenting evidences in parasitological, immunological or electrocardiographical examination living exactly in the same conditions, but without (mais) any evidence of infection under the same criteria. The sample consisted of 32 chronic cases and no significant difference in the immunoglobulins levels were detected in chronic cases of Chagas disease as compared with the control group. Heterophili antibodies are being determined in chronic cases and apparently there is no relationship between its concentration and pathogenic effects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Imunoglobulinas antitoxoplásmicas e retinocoroidite em suínos/ Antitoxoplasmics imunoglubulins and retinochoroiditis in swine

Grünspan, Elisabete Dockhorn; Moreira, Wlademir Silveira; Edelweiss, Maria Isabel Albano; Ulon, Sara Noemi; Daudt, Helena Maria Lizardo
1995-01-01

Resumo em português Soro de 200 suínos abatidos em frigorífico, oriundos de rebanhos intensivos, híbridos, em idade de terminação, da região noroeste do RS, Brasil, foram coletados e testados para imunoglobulinas antitoxoplásmicas através da Hemaglutinação Indireta (HAI). Ao mesmo tempo, fez-se a relação entre soro positivos e a formação de lesões de retinocoroidite através de cortes histológicos em globos oculares, usando a coloração de Hematoxilina-Eosina (HE). A preval� (mais) �ncia da infecção toxoplásmica, considerando títulos positivos a partir de 1:64, foi de 18%. Os títulos ficaram entre 1:64 (39%); 1:128 (5,5%); 1:256 (39%); 1:512 (5,5%) e 1:1024 (11 %). Alterações histopatológicas encontradas em 3 amostras positivas foram: atrofia da retina (1:64 e 1:256) e hiperemia da mácula (1:256). Pelos resultados obtidos, não foi possível estabelecer uma relação entre retinocoroidite e sorologia positiva nestes animais estudados. Resumo em inglês Sera samples derived from 200 finishing pigs from confinement herds, hibrids were used. The sera were collected in abattoirs of me North-west region of Rio Grande do Sul state, Brazil. Tested for antitoxoplasmics immunoglobulins using the Indirect Hemagglutination test (IHA). A relation of the positive sera samples and formation of retinochoroiditis in histological studies with Hematoxilin-Eosin (HE) staining was stablished. The prevalence rate of seropositivity toxoplasm (mais) ic infection was 18%, starting from titers 1:64. The titer varied from 1:64 (39%); 1:128 (5.5%); 1:256 (39%); 1:512 (5.5%); 1:1024 (11%). Histophathogical alterations findings in 3 positive sera samples were: retinal atrophy (1:64; 1:256) and macular hiperemy (1:256). Retinochoroiditis lesions were not found in the present study.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Imunoglobulinas no trato respiratório de bezerros sadios durante o primeiro mês de vida/ Immunoglobulin in the respiratory tract of healthy calves during their first month of life

Bertagnon, Heloisa G.; Silva, Paulo E.G. da; Wachholz, Lucia; Leal, Marta L.R.; Fernandes, Wilson R.; Benesi, Fernando J.
2007-12-01

Resumo em português Estudou-se o perfil de variação das imunoglobulinas em lavados das regiões traqueobrônquica e broncoalveolar do trato respiratório de bezerros neonatos sadios. Vinte bezerros da raça Holandesa, recém-nascidos e clinicamente sadios, receberam o colostro e foram distribuídos em dois grupos de dez animais cada. O Grupo 1 foi submetido à técnica de sondagem nasotraqueal para obtenção de lavado bronco-alveolar (LBA) e o Grupo 2, à traqueocentese para colheita de l (mais) avado traqueobrônquico (LTB), sendo estes procedimentos realizados em intervalos semanais, iniciando-se nos primeiros dias pós-nascimento até, aproximadamente, um mês de vida. Verificaram-se maiores teores de IgG que IgA ao longo do trato respiratório e estas imunoglobulinas sofreram influências da região do trato respiratório lavado, bem como influência do tempo de vida dos bezerros. Pôde-se detectar maiores teores de imunoglobulinas no LTB, assim como as maiores taxas de IgM e IgA em comparação com aquelas do LBA. As imunoglobulinas do LBA tenderam a aumentar seus teores com a evolução das semanas de vida dos bezerros, enquanto tenderam a diminuir no LTB. Resumo em inglês The immunoglobulin variation profile in lavages from the broncoalveolar and tracheo-bronchial regions of 20 healthy newborn Holstein male calves was studied. They were fed with colostrum and distributed into 2 groups, 10 animals each. Group 1 underwent the nasotracheal catheterization technique to get the bronchoalveolar lavage (BAL), and Group 2 underwent the tracheocenthesis to collect the tracheobronchial lavage (TBL), both procedures being carried out at a 7-day-inter (mais) val, starting on the first days up to about one month of life. Higher IgG contents, as compared to IgA, were noted across the respiratory tract. These immunoglobulins were impacted by the site of the respiratory tract washed, as well as by the calves' life time in weeks. Higher immunoglobulin contents were detected in TBL, as well as higher IgM and IgA rates, as compared to BAL. The BAL immunoglobulins showed a tendency to be reduced in TBL.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Imunoglobulinas séricas em crianças com exposição perinatal ao vírus da imunodeficiência humana/ Serum immunoglobulins in children perinatally exposed to human immunodeficiency virus

Silva, Marcos T. N. da; Centeville, Maraisa; Tani, Sergio M.; Toro, Adyleia A. D. C.; Rossi, Claudio; Vilela, Maria Marluce dos S.
2001-06-01

Resumo em português OBJETIVO: a hipergamaglobulinemia é uma manifestação precoce da infecção perinatal por HIV. O objetivo foi analisar as diferenças nos níveis séricos de imunoglobulinas entre crianças infectadas e sororreversoras, e sua associação com a evolução clínica. MÉTODOS: Em um estudo prospectivo histórico, avaliaram-se 107 crianças infectadas e 90 sororreversoras. Compararam-se: IgA, IgG e IgM entre infectados e sororreversores nos primeiros 18 meses de vida; IgA, (mais) IgG e IgM como marcadores indiretos de infecção; IgA, IgG e IgM nos 5 primeiros anos em infectados, de acordo com a evolução clínica. Utilizou-se o teste de Mann-Whitney para a comparação entre grupos. Na avaliação de marcadores indiretos, analisaram-se Sensibilidade, Especificidade, Valores Preditivos Positivo e Negativo, e índice J. RESULTADOS: Infectados, em relação a sororreversores, apresentaram níveis significativamente superiores de IgM, do 1o ao 5o trimestre; IgA e IgG, do 2o ao 6o trimestre (P 90 mg/dl no 2o trimestre e IgG > 1.700 mg/dl ou 1.200 mg/dl no 2o e 3o trimestres associaram-se à infecção por HIV com índices J de 0,97, 0,92 e 0,93, respectivamente. Crianças infectadas nas categorias B e C, comparadas àquelas nas categorias N e A, apresentaram níveis superiores de IgM, do 2o ao 4o ano e IgA, do 3o ao 5o ano (P £.0,05). CONCLUSÕES: A evolução temporal dos níveis de IgA, IgG e IgM demonstra um estímulo intenso e precoce à síntese de imunoglobulinas em infectados. Indicadores clínico-epidemiológicos demonstram que tais níveis podem ser marcadores indiretos de infecção. Níveis superiores de IgM e IgA do 2o ao 5o ano em crianças infectadas com maior gravidade sugerem disfunção na regulação imune secundária ao estímulo antigênico persistente. Resumo em inglês OBJECTIVE: Hypergammaglobulinemia is an early manifestation of perinatal HIV infection. Our objective was to analyze the differences in serum immunoglobulin levels between infected and seroreverting children and their association with clinical outcome. METHODS: We carried out a historical prospective study with 107 infected and 90 seroreverting children. We compared the IgA, IgG, and IgM levels between infected and seroreverting patients within the first 18 months of life (mais) ; IgA, IgG, and IgM as surrogate markers of infection; and IgA, IgG, and IgM levels within the first 5 years in infected children, according to clinical outcome. The Mann-Whitney test was used for comparison between groups. Surrogate markers were assessed according to sensitivity, specificity, positive and negative predictive values, and Youden's index. RESULTS: Infected children, when compared to seroreverters, showed significantly higher levels of IgM between the 1st and 5th trimesters; IgA and IgG between the 2nd and 6th trimesters (P less than or equal to 0.05). Levels of IgA greater than or equal to 90 mg/dl in the 2nd trimester and IgG greater than or equal to 1,700 mg/dl or 1,200 mg/dl in the 2nd and 3rd trimesters were associated with HIV infection, with Youden's indexes of 0.97, 0.92, and 0.93, respectively. Infected children in the B and C categories, compared to those in the N and A, showed higher levels of IgM between the 2nd and 4th years, and IgA between the 3rd and 5th year (P > 0.05). CONCLUSIONS: The temporal progression of IgA, IgG, and IgM levels showed an early and intense stimulation to the synthesis of immunoglobulin in infected children. Clinical and epidemiological indicators showed that such levels may be surrogate markers of infection. Higher IgM and IgA levels between the 2nd and 5th years in more severely infected children suggest a dysfunction in immune regulation secondary to persistent antigenic stimulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Estudo de imunoglobulinas, complementos e auto-anticorpos em 58 trabalhadores expostos à sílica/ Immunoglobulins, complements and autoantibodies in 58 workers exposed to silica

Castro, Hermano Albuquerque de; Silva, Carolina Gimenes da; Lemle, Alfred
2004-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A silicose é a doença pulmonar ocupacional de maior prevalência em nosso meio. O agente patogênico da silicose é a poeira de sílica-livre ou dióxido de silício (SiO2) na forma cristalina. O processo inflamatório envolvendo o sistema imunológico na silicose ainda não está bem esclarecido. OBJETIVO: Estudar o perfil de IgG, IgM, IgA, C3, C4 e alguns auto-anticorpos no soro de trabalhadores expostos à sílica, com ou sem silicose, através de avali (mais) ação laboratorial imunológica, abrangendo tanto a imunidade inespecífica quanto a específica. MÉTODO: Foi examinada uma amostra de 58 pacientes ambulatoriais, do sexo masculino, constituída por trabalhadores expostos à sílica. Foram realizadas avaliações imunológica, radiológica e funcional pulmonar. Foram dosadas as imunoglobulinas IgG, IgA e IgM, os componentes C3 e C4 do sistema complemento e determinados auto-anticorpos. RESULTADOS: Vinte trabalhadores apresentaram radiograma normal e 38 apresentaram-no alterado, compatível com silicose. As médias dos valores de IgG no grupo com silicose foi maior que no grupo com radiograma normal (p 0.05). O percentual de positividade dos auto-anticorpos foi maior no grupo silicótico em relação ao grupo com radiograma normal. CONCLUSÃO: O aumento de IgG nos doentes com silicose constitui um achado importante pois pode indicar a continuidade da reação granulomatosa, mesmo com o trabalhador afastado da exposição. Entretanto, ainda são necessários estudos que possibilitem a compreensão do processo imunogênico na silicose. Resumo em inglês BACKGROUND: The primary work-related lung disease in Brazil is silicosis. Its pathogenic agent is the dust of crystalline free silica (SiO2; silicon dioxide). The inflammatory process of silicosis is not yet well understood. OBJECTIVE: To analyze, through immunologic laboratory evaluation, including nonspecific and specific immunity, the profile of IgG, IgM, IgA, C3, C4 and autoantibodies in the serum of workers, with or without silicosis, exposed to silica. METHODS: Fift (mais) y-eight male workers were studied. All had been exposed to silica. Immunologic, radiologic and functional evaluations were made. The immunoglobulins IgG, IgA, and IgM, the complement system components C3 and C4, and the autoantibodies were assessed. RESULTS: Chest X-rays were normal in 20 of the 58 workers and compatible with silicosis in 38. Among the 38 who were positive, IgG values were, on average, higher than in the group with normal X-rays (p 0.05). The percentage of autoantibody positivity was higher in the silicosis group than in the group with normal X-rays. CONCLUSION: The increased levels of IgG in patients with silicosis constitutes an important discovery. It may represent continuity of the granulomatous reaction, even when the individual is no longer being exposed to silica. However, further studies are necessary in order to increase understanding of the mechanism involved in the silicosis immunologic process.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Detecção de imunoglobulinas IgG, IgM e IgA anti-Toxoplasma gondii no soro, líquor e saliva de pacientes com síndrome da imunodeficiência adquirida e neurotoxoplasmose/ Detection of anti-Toxoplasma gondii IgG, IgM and IgA immunoglobulins in the serum, cerebrospinal fluid and saliva of patients with acquired immunodeficiency syndrome and neurotoxoplasmosis

Borges, Aercio Sebastião; Figueiredo, José Fernando de Castro
2004-12-01

Resumo em português Estudamos 55 pacientes com sindrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) e neurotoxoplasmose (grupo 1); 37 pacientes com SIDA e comprometimento neurológico por outra etiologia (grupo 2) e 18 indivíduos anti-HIV negativos com manifestações neurológicas (grupo 3), pesquisando IgG, IgA e IgM anti-Toxoplasma gondii, no soro, líquor e saliva, utilizando teste ELISA, para fins diagnósticos. O valor preditivo negativo do teste para o encontro de IgG no soro foi 100% e no (mais) líquor, 92,4%. Não houve diferença entre os três grupos quanto aos anticorpos IgA neste material. Para IgA, no líquor, o teste alcançou 72,7% de especificidade (p Resumo em inglês We studied 55 patients with acquired immunodeficiency syndrome (AIDS) and neurotoxoplasmosis (group 1), 37 patients with AIDS and neurological involvement due to another etiology (group 2) and 18 anti-HIV-negative individuals with neurological manifestations, by searching for anti-T. gondii IgG, IgA and IgM immunoglobulins in serum, cerebrospinal fluid (CSF)and saliva, using ELISA. The negative predictive value of the test for IgG in serum was 100% and in CSF, 92.4%. Ther (mais) e was no difference among the three groups studied regarding IgA in serum. For IgA, in CSF the test reached 72.7% specificity (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Concentração de imunoglobulinas G e M no soro sanguíneo de bezerros da raça Holandesa até os 90 dias de idade/ Serum immunoglobulins G and M concentration in the serum of holstein calves until 90 days old

Feitosa, Francisco Leydson Formiga; Borges, Alexandre Secorun; Benesi, Fernando José; Birgel, Eduardo Harry; Mendes, Luiz Cláudio Nogueira; Peiro, Juliana Regina
2003-01-01

Resumo em português Avaliou-se os níveis de imunoglobulinas G e M no soro sangüíneo de 32 bezerros da raça Holandesa desde o nascimento até os 90 dias de vida, levando-se em consideração a forma de ingestão (mamada natural na mãe ou em mamadeira) e a quantidade de colostro administrado. Os animais foram distribuídos em quatro grupos. O grupo 1 recebeu quatro litros de colostro fornecido na mamadeira; o grupo 2 recebeu dois litros de colostro também fornecido através da mamadeira; (mais) o grupo 3 ingeriu colostro diretamente nas mães e o grupo 4 foi tratado exclusivamente com leite administrado através de mamadeira. Os resultados obtidos para as concentrações de IgG sérica não apresentaram diferenças estatísticas significativas quanto a forma de fornecimento do colostro (mamada na mãe ou em mamadeira), porém os níveis dessa imunoglobulina sempre foram mais elevados nos animais que mamaram nas mães, seguidos pelos que receberam quatro litros de colostro. Nos animais que não mamaram colostro, a produção de imunoglobulinas G e M é mais precoce, respectivamente, a partir de 30 e 15 dias de vida. Resumo em inglês This study evaluated the G and M concentrations in serum of 32 calves until 90 days old, considering the way (direct suckling from mother or by bottle) and the volume of ingested colostrum. The calves were divided into 4 groups. Group 1: four liters of colostrum fed by bottle; Group 2: two liters of colostrum fed by bottle; Group 3: direct suckling from mother and and Group 4: two liters of milk by bottle. Serum IgG concentrations obtained in this study had no significant (mais) difference in the way of colostrum feeding (direct suckling from mother or by bottle), but their levels were higher in the former way of administration of colostrum, followed by those which received 4 liters of colostrum. Those animals which were not fed with colostrum presented IgG and IgM levels earlier, from 30 and 15 days old, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Variação da concentração de imunoglobulinas G e M, de proteína total e suas frações eletroforéticas e da atividade da gamaglutamiltransferase no soro sangüíneo de vacas holandesas, antes e após o parto/ Variation of G and M immunoglobulins, total protein and eletrophoretic fractions and activity of gama glutamyltransferase in Holstein cow blood sera before and after parturition

Feitosa, F.L.F.; Birgel, E.H.
2000-04-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar a dinâmica do proteinograma sangüíneo e da atividade enzimática da gamaglutamiltransferase sérica de vacas antes e após o parto, foram utilizadas 26 vacas do período pré-parto até 180 dias após o parto, todas da raça Holandesa. Os resultados permitiram concluir que as vacas, no momento do parto, apresentam menores concentrações séricas de proteína total, das frações albumina e betaglobulina, bem como de imunoglobulinas G e M, (mais) do que nos períodos ante e pós-parto, apresentando, a partir dos nove dias pós-parto, elevação gradativa desses constituintes até os 180 dias após o parto. Não houve diferença na atividade da enzima gamaglutamiltransferase nos momentos estudados. Resumo em inglês In an attempt to determine proteinogram and gamma glutamyltransferase (GGT) dynamics from cows before and after parturition, 26 Holstein cows were studied from prepartum to 180 days postpartum. At parturition cows showed lower seric protein concentration, albumin and beta globulin, and G and M immunoglobulin than during gestation period and after parturition. From nine to 180 days after parturition it was observed an incerase of these constituents. The gestation and pre and postpartum did not influence the activity of gamma-glutamyltransferase.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Concentrações séricas de imunoglobulinas em sangue do funículo umbilical e em sangue materno no momento do parto/ Immunoglobulins concentration in umbilical cord blood and in maternal blood at delivery

Hironaka, Hideaki Cláudio; Casanova, Lucy Duailibi
2003-03-01

Resumo em português OBJETIVO: Identificar as concentrações das imunoglobulinas no sangue do funículo umbilical comparando-as às do sangue materno no momento do parto. MÉTODOS: Foram analisadas amostras colhidas de 323 RN e de 321 mães pelo método de turbidimetria. Os resultados foram submetidos à análise estatística, estabelecendo-se coeficiente de correlação r e nível de significância p 0,05. As retas de regressão obedeceram ao limite de 95%. RESULTADOS: Houve aumento progres (mais) sivo de IgG sérica do RN, diretamente proporcional à idade gestacional ( r=0,31;p=0,0001); quanto ao peso de nascimento, esta relação não foi tão evidente (r=0,14;p=0,008), possivelmente por estarem incluídos na amostra RNPT e RN com restrição ao crescimento intra-uterino. O aumento da IgG do RN foi maior que o da mãe (r=0,20;p=0,0001). Houve queda de concentração da IgM com o aumento da idade materna e aumento da IgM e IgA maternas comparadas à IgG do RN. Observou-se queda da concentração de IgG do funículo umbilical quando relacionada ao tempo maior de ruptura da bolsa (r=-0,13;p=0,018). CONCLUSÕES: A concentração de IgG no funículo umbilical aumentou proporcionalmente à idade gestacional e diminuiu com tempo maior de ruptura de membranas.Concentrações de IgM e IgA no sangue materno aumentaram significativamente quantdo comparadas à IgG do funículo umbilical e a IgM diminuiu significativamente com o aumento da idade materna. Resumo em inglês PURPOSE: To compare the immunoglobulins concentration in umbilical cord blood and in venous maternal blood at delivery. METHODS: imunoglobulin's concentration was determined by Behringer turbitime System from serum samples of 323 umbilical cords and 321 peripheral maternal veins. The results were statistically analysed, correlation coeficient r was calculated; statistical significance established at p= or(mais) on progressively increased with gestational age (r- 0,31;p=0,0001) and with increasing birth weight (0,14;p=0,08). The relation with birth weight, although significant was not so expressive as with gestational age probably depending of inclusion of preterm and intrauterine groowth restraint infants in the data. IgG concentracion was higher in cord blood than in mother's serum (r=0,02;p=0,0001). IgM concentracion lowers as mother's age increases. Mother's IgM and IgA were higher if comparad to IgG of cord blood; IgG of cord blood lowes as time of rupture of membranes increeases (r=-0,13;p=0,018). CONCLUSIONS: IgG concentracion increases with increasing gestational age and lowers as the time of rupture of membranes increases. IgM and IgA of maternal blood are higher when compared to IgG of umbilical cord. IgM lowers when maternal age increases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Detecção de soroalbuminas e imunoglobulinas no leite bovino como indicadores de mastite subclínica/ Evaluation of serum albumin and immunoglobulins in bovine milk as an indicator of subclinical mastitis

Amaral, Jackson Barros do; Charles, Terezinha Padilha; Brito, Maria Aparecida Vasconcelos Paiva e
1995-01-01

Resumo em português Com o objetivo de verificar a utilidade da detecção de soroalbumina (BSA) e imunoglobulinas (Ig) no leite como diagnóstico da mastite subclínica, avaliou-se a relação entre a concentração dessas proteínas, o exame microbiológico e o teste "California Mastitis Test" (CMT). Amostras de leite de 172 quartos mamários previamente examinadas pelo CMT foram colhidas e levadas imediatamente ao laboratório para exames bacteriológicos. Uma alíquota de cada amostra foi (mais) congelada a -20°C e posteriomente testada para a presença de BSA e Ig, por meio da técnica de imunodifusão radial simples. Das amostras testadas, 111 apresentaram níveis fisiológicos de BSA ( Resumo em inglês This work aimed to evaluate the feasibility of milk serum albumin (BSA) and immunoglobulin (Ig) detection for the diagnosis of subclinical mastitis. Bacteriological examinations and concentrations of BSA and Ig were determined in 172 milk samples. The samples were also examined by the California Mastitis Test (CMT). Immediately after collection, the samples were taken to the laboratory and bacteriologically examined. An aliquot of each sample was kept at -20°C and lat (mais) er, concentrations of BSA and Ig were determined by radial immunodiffusion. A total of 111 milk samples had physiological levels of BSA (

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Perfil eletroforético e concentração de imunoglobulinas G (IgG) do soro sanguíneo de cabras Saanen com mastite experimental induzida por Staphylococcus aureus suplementadas com vitamina E/ Electrophoretic profile and concentration of immunoglobulins G (IgG) in blood serum of Saanen goats with experimental mastitis induced by Staphylococcus aureus suplemented with vitamin E

Fonteque, Joandes H.; Kohayagawa, Aguemi; Mattoso, Cláudio R.S.; Lopes, Sônia T.A.; Paes, Paulo R.O.; Cassetari, Maria Luiza; Langoni, Hélio
2010-01-01

Resumo em português O objetivo do trabalho foi avaliar o perfil eletroforético das proteínas e a concentração sérica de imunoglobulina G (IgG) em cabras da raça Saanen com mastite induzida experimentalmente por Staphylococcus aureus e suplementadas com vitamina E (acetato de dl-α-tocoferol). Utilizaram-se 14 cabras adultas, gestantes, primíparas, com sorologia negativa para Artrite Encefalite Caprina (CAEV), clinicamente sadias, divididas em dois grupos experimentais de sete anim (mais) ais. Grupo não suplementado (G1) e grupo suplementado com 2.000 U.I. de acetato de dl-α-tocoferol (G2 Vit E) via intramuscular no dia do parto e sete dias após o parto. Ao nono dia do pós-parto foram inoculados 300 UFCs da cepa de S. aureus ATCC 225923, na metade esquerda da glândula mamária de cada animal. A mastite foi determinada pela colheita das amostras de leite para a comprovação da infecção, por meio de exames bacteriológicos, contagem de células somáticas (CCS) e California Mastitis Test (CMT), a partir deste momento foram efetuadas colheitas às 12, 24, 48 e 72 horas, sendo posteriormente instituído o tratamento intramamário com antimicrobiano e nova avaliação 48 horas após o tratamento. O perfil eletroforético em gel de agarose das proteínas séricas das cabras, apresentaram cinco frações, sendo: albumina e globulinas (α, β1, β2 e γ). Houve aumento na produção de γ-globulina e menor produção da fração β2-globulina 12 horas após a infecção, com os valores reduzindo mais rapidamente no grupo suplementado, evidenciando a influência da vitamina E na diminuição da produção das proteínas de fase aguda. Não houve influência da vitamina E na concentração sérica de imunoglobulina G (IgG) nos animais suplementados. A suplementação com vitamina E aumentou a concentração de imunoglobulinas e diminuiu a produção de proteínas de fase aguda, provavelmente pelo efeito antioxidante minimizando a lesão tecidual durante o processo inflamatório localizado na glândula mamária. Resumo em inglês The objective was to evaluate the electrophoretic profile of proteins and serum concentration of immunoglobulin G (IgG) in Saanen goats with mastitis experimentally induced by Staphylococcus aureus (dl-α-tocopherol acetated). 14 adult goats, (supplemented with vitamin E DL-α-tocopherol) primiparous pregnant, seronegative for caprine arthritis encephalitis (CAEV), clinically healthy, were divided into two groups of seven animals: Not supplemented group (G1) and g (mais) roup supplemented with 2.000 UI of DL-α-tocopherol (G2 Vit E), by intramuscular injection on the day of the parturition and seven days later. At the 9th day after delivery 300 UFCs of the S. aureus ATCC 225923 strain were inoculated into the left half of the mammary gland of each animal. The mastitis was determined through collection of milk samples for evidence of infection by means of bacteriological examination, somatic cell count (SCC) and California Mastitis Test (CMT). Then samples were collected after 12, 24, 48 and 72 hours, antimicrobial intra-mammary gland treatment was initiated, with new evaluation 48 hours after treatment. The electrophoretic profile of serum protein of the goats, showed five fractions, as follows: albumin and globulin (α, β1, β2 e γ-globulin). There was an increase in the production of γ-globulin and lower production of β2-globulin fraction 12 hours after infection, and faster decrease in the supplemented group, showing the influence of vitamin E in the production of acute phase proteins. There was no influence of vitamin E in the serum concentration of immunoglobulin G (IgG) in supplemented animals. The supplementation with vitamin E increased the concentration of immunoglobulin and decreased the production of acute phase proteins, probably the antioxidant effect minimizing the tissue injury during the inflammatory process in the mammary gland.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Avaliação da síntese intratecal de imunoglobulinas no transplante de medula óssea/ Immunoglobulins intrathecal synthesis evaluation in bone marrow transplantation

Almeida, Sérgio Monteiro de; Livramento, José Antonio; Pasqüini, Ricardo; Palou, Viviana Boccardi; Oliveira, Aparecido Mendes de; Doi, Elvira Missako; Ono, Margaret; Aso, Mirna Cigemi; Ferreira, Eurípides
1997-01-01

Resumo em português O envolvimento da doença do enxerto contra o hospedeiro crônica (DECH-C) no sistema nervoso central tem sido especulado. Há uma série de semelhanças clínicas e fisiopatológicas entre DECH-C e doenças auto-imunes, o que leva a questionar sobre a síntese intratecal de imunoglobulinas. Este estudo avalia esta síntese, em particular durante a DECH-C, de forma quantitativa e qualitativa, a fim de observar sua incidência e possível fisiopatologia. Foram estudadas am (mais) ostras pareadas de LCR e soro de 33 pacientes com leucemia mielóide crônica submetidos a transplante de medula óssea (TMO) alogênico, com doador aparentado, HLA idêntico. As amostras foram coletadas nos períodos pré TMO, pós TMO e concomitante à DECH-C. Não foi evidenciada produção intratecal de IgG ou IgA nas várias fases do TMO. Apenas casos isolados evidenciaram síntese, inclusive de IgM, durante a DECH-C. Resumo em inglês The central nervous system involvement in chronic graft versus host disease (GVHD) has been suggested. Chronic GVHD resembles auto immune connective tissue disorders. In order to investigate the immunoglobulin intra blood brain barrier (BBB) synthesis during chronic GVHD, and contribute to understanding the pathophysiology of the disease, we studied 33 patients who underwent allogeneic bone marrow transplants (BMT) from HLA identical related donors. Immunoglobulin intra B (mais) BB synthesis was investigated quantitative and qualitatively. The samples were collected pre BMT, pos BMT and during chronic GVHD. There were no evidence of immunoglobulin intra BBB synthesis, and no oligoclonal bands were found. Only isolated cases suggested IgG and IgA intra BBB synthesis, and in one case IgM during GVHD.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Influência do tipo de parto sobre a concentração de imunoglobulinas A, G e M no colostro materno/ Influence of type of delivery on A, G and M immunoglobulin concentration in maternal colostrum

Striker, Gabriel A. J.; Casanova, Lucy D.; Nagao, Aparecida Tiemi
2004-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar a influência do tipo de parto sobre a concentração das imunoglobulinas (Ig) A, G e M no colostro materno. MÉTODOS: Foram selecionadas 82 puérperas com idade cronológica entre 21 e 41 anos, idade gestacional de 37 ou mais semanas, paridade até IV gesta, bom estado nutricional e sem patologias associadas durante a gestação e o puerpério. Foram também critérios de inclusão para os recém-nascidos: peso > 2.500 g, escore de Apgar > 7 no primei (mais) ro minuto e aleitamento materno exclusivo durante o período da internação. As puérperas foram divididas em três grupos: A - parto vaginal; B - cesárea precedida de trabalho de parto; e C - cesárea eletiva. O colostro foi colhido manualmente entre 48 e 72 horas pós-parto. IgA, IgG e IgM foram dosadas pela técnica de ELISA RESULTADOS: Não se observou diferença significativa entre os tempos de coleta do colostro nos três grupos maternos estudados. Quanto menor o tempo de coleta, maior foi a concentração de IgA no colostro materno; quanto menor a paridade, maior foi a concentração de IgA e IgM no colostro materno. O grupo de puérperas submetidas a cesárea precedida de trabalho de parto apresentou concentração mais elevada de IgA no colostro do que o grupo de puérperas que havia dado à luz por parto normal. A concentração de IgM e IgG no colostro materno não foi influenciada pelo tipo de parto. CONCLUSÃO: A ocorrência do trabalho de parto, somada ao estresse cirúrgico, induz a uma concentração mais elevada de IgA no colostro materno na puérpera submetida a cesárea precedida de trabalho de parto. Resumo em inglês OBJECTIVE: To investigate the association between type of delivery and immunoglobulin concentration in maternal colostrum. METHODS: We studied 82 women who were giving birth. Age was between 21 and 41 years, gestational age was 37 or more weeks and parity up to IV pregnancies. The women were in good nutritional condition and did not have any pregnancy or puerperium- associated diseases. The following aspects were also considered as inclusion criteria for the newborn: weig (mais) ht > 2,500 g, Apgar score > 7 in the first minute and exclusive breastfeeding until discharge from the nursery. The women were divided into three groups: A - vaginal delivery, B - caesarean section with labor and C - elective caesarean section. Colostrum was collected manually between 48 and 72h after delivery. Immunoglobulins were dosed using the ELISA technique. RESULTS: There were no differences between the three groups in terms of time of colostrum collection. The shorter the time of colostrum collection, the greater the concentration of immunoglobulin A. Primiparous women had higher concentrations of IgA and IgM in maternal colostrum than did multiparous women. The group submitted to caesarean section with labor had higher concentrations of IgA in maternal colostrum than did the normal delivery group. IgM and IgG concentrations in colostrum were not influenced by type of delivery. CONCLUSION: The occurrence of labor together with surgical stress induce higher IgA concentrations in the colostrum of women submitted to caesarean section with labor.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Pneumonias de repetição em paciente com deficiência de anticorpos e imunoglobulinas normais/ Recurrent pneumonias in patient with antibody deficiency and normal immunoglobulins

COSTA-CARVALHO, BEATRIZ TAVARES; COCCO, RENATA RODRIGUES; RODRIGUES, WALDINEI M.; COLLA, VIVIANE A.; SOLÉ, DIRCEU; CARNEIRO-SAMPAIO, MAGDA M.
2002-06-01

Resumo em português É relatado o caso de uma menina de sete anos de idade com infecções de vias aéreas de repetição (otites, pneumonias e sinusites) desde os cinco meses de vida. A avaliação imunológica demonstrou produção inadequada de anticorpos ao Streptococcus pneumoniae após imunização para todos os sorotipos (1, 3, 5, 6, 9 e 14) testados, embora a paciente apresentasse níveis normais de imunoglobulinas. A avaliação radiológica, no momento da admissão, demonstrou pres (mais) ença de atelectasias difusas associadas a bronquiectasias. Após início do tratamento com imunoglobulina endovenosa e fisioterapia respiratória houve esvaecimento gradual até reversão das alterações radiológicas. Demonstrou-se, assim, a importância de um diagnóstico preciso para início de tratamento específico, com melhora gradual do quadro clínico e radiológico, evitando seqüelas pulmonares irreversíveis. Resumo em inglês The authors report the case of a 7-year-old girl, with a history of recurrent respiratory infections since five months of age. Immunological evaluation at four years of age revealed a normal level of total serum immunoglobulins, but a deficient humoral response to Streptococcus pneumoniae. Although having all normal IgG subclasses, the patient had inadequate antibody levels to all serotypes tested (1, 3, 5, 6, 9, and 14). Concurrent radiological evaluation showed diffuse (mais) atelectasis and bronchiectasis. Patient was started on IVIG, and subsequent chest CT scan revealed resolution of the above-mentioned lesions. To prevent irreversible damage to lung parenchyma, due to recurrent lower respiratory infections, it is important to identify immunocompromised individuals and treat them accordingly.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

DIAGNÓSTICO DE FALHA DE TRANSFERÊNCIA DE IMUNIDADE PASSIVA EM BEZERROS ATRAVÉS DA DETERMINAÇÃO DE PROTEÍNA TOTAL E DE SUAS FRAÇÕES ELETROFORÉTICAS, IMUNOGLOBULINAS G E M E DA ATIVADE DA GAMA GLUTAMIL TRANSFERASE NO SORO SANGÜÍNEO/ DIAGNOSIS OF PASSIVE IMMUNITY TRANSFER FAILURE IN CALVES BY TOTAL PROTEIN AND ITS ELETROPHORETIC FRACTIONS, IMMUNOGLOBULINS G AND M QUANTIFICATION AND GAMMA GLUTAMYL TRANFERASE ACTIVITY IN SERUM

Feitosa, Francisco Leydson Formiga; Birgel, Eduardo Harry; Mirandola, Regina Mieko Sakata; Perri, Sílvia Helena Venturoli
2001-04-01

Resumo em português Determinou-se a concentração de proteína total e de suas frações (albumina, alfa globulina, beta globulina e gama globulina), imunoglobulinas G e M, bem como, a atividade da gama glutamil transferase (GGT) em amostras sangüíneas de 40 bezerros com 24 horas de vida, com o objetivo de identificar a ocorrência de falha de transferência de imunidade passiva em bezerros. A maioria dos animais que morreu nos primeiros meses de vida apresentou, às 24 horas de vida, men (mais) ores teores de proteína total, das frações beta e gama globulina, de IgG e IgM e de GGT do que os animais que sobreviveram Resumo em inglês The total protein and its fractions (albumin, alpha globulin, beta globulin and gamma globulin), G and M immunoglobulins and the activity of gamma glutamyl transferase were determined in the blood samples of 40 calves, 24 hours old, in an attempt to identify calves with failure of passive immunoglobulin transfer. The majority of newborn calves that died in the first months of life had lower levels of total protein, beta globulin, gamma globulin, IgG, IgM and GGT, than those found in newborn calves that survived.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Avaliação de níveis séricos de imunoglobulina, proteína e o desempenho de bezerras da raça Holandesa/ Evaluation of levels of serum immunoglobulins, proteins and the performance of Holstein heifers

Pauletti, Patricia; Machado Neto, Raul; Packer, Irineu Umberto; Bessi, Rosana
2002-01-01

Resumo em português Os níveis séricos de imunoglobulina G, proteína total e o desempenho foram avaliados em 59 bezerras da raça Holandesa do nascimento até 60 dias de idade, em um delineamento experimental inteiramente casualizado em parcelas subdivididas no tempo. Os animais foram separados de acordo com a concentração inicial de imunoglobulinas séricas adquiridas passivamente e alocados nos seguintes grupos: grupo 1: animais com baixo nível de imunidade passiva (até 20 mg/mL de I (mais) gG); grupo 2: animais com nível médio de imunidade passiva (entre 20 a 30 mg/mL de IgG), e grupo 3: animais com alto nível de imunidade passiva (acima de 30 mg/mL de IgG). Picos de concentrações de proteína total em todos os grupos experimentais foram encontrados nos primeiros dias de vida, conseqüência da imunoglobulina G sérica de origem exógena. Não foi observado efeito do mecanismo de anabolismo de anticorpos estabelecido precocemente -- verificado em animais com baixos níveis iniciais de imunidade passiva adquirida do colostro (7,70±1,45 mg/mL de IgG) -- nem do período prolongado de catabolismo de anticorpos adquiridos passivamente -- verificado nos animais com níveis iniciais elevados de imunidade passiva adquirida do colostro (39,62±1,68 mg/mL de IgG) -- sobre o desempenho animal até 60 dias de idade. Resumo em inglês The serum immunoglobulin concentration, the total protein and the performance were evaluated in fifty-nine female Holstein heifers from birth to sixty days of life. Data were analyzed as a randomized split-plot statistical model. The animals were separated into three groups according to the initial level of passive immunity, and allocated to the groups described as follows: group 1: animals with low level of passive immunity (bellow 20 mg of IgG/mL); group 2: animals with (mais) medium level of passive immunity (between 20 and 30 mg of IgG/mL) and group 3: animals with high level of passive immunity (above 30 mg of IgG/mL). Peaks of concentration of total protein in all experimental groups were observed in the first days of live, consequence of serum immunoglobulin G of exogenous origin. No effect of the anabolism mechanism -- established in the group with low level of acquired passive immunity (7.70±1.45 mg/mL of IgG) -- nor of the immunoglobulin catabolism mechanism -- established in the group with high level of acquired passive immunity (39.62±1.68 mg/mL of IgG) -- was observed on the heifers performance on the first 60 days of life.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Evolução das imunoglobunilas envolvidas na resposta imune de camundongos ao Schistosoma mansoni/ The evolution of immunoglobulins involved in the immune response to mice infected with Schistosoma mansoni

Bastos, Othon de Carvalho; Rangel, Humberto de Araújo; Magalhães, Luiz Augusto; Piedrabuena, Aquiles Eugênico
1984-04-01

Resumo em português Foi estudada a evolução das imunoglobulinas envolvidas na resposta imune de camundongos ao Schistosoma mansoni durante oito semanas de infecção, utilizando soros pluri-específicos como reativos biológicos e a técnica da imunoeletroforese bidimensional. Os resultados expressaram modulação da resposta imune humoral, tanto em soros de animais parasitados (I) como nos normais, tomados como controle (C). Aumentos relativos dos níveis de imunoglobulinas entre estes do (mais) is grupos foram constatados pela relação I/C. Foi possível verificar o aparecimento de uma resposta primária, ocorrida entre o início da doença e a segunda semana de infecção, constituída de IgM e IgA, e uma secundária, iniciada na sexta semana de infecção, constituída pelas IgA; IgG1 e IgM, com aumentos relativos de 4.5; 3 e 2 vezes normal. Resumo em inglês The evolution of immunoglobulins involved in the immune response of mice infected with Schistosoma mansoni was studied by using plurispecific sera and the bi-dimensional immunoelectrophoresis technique. Determinations of the level of different immunoglobulins in infected animals and control groups which were mantained under similar conditions detected significant variations in both groups over the 8 weeks of observation. The study of the relationship (I/C) between the lev (mais) el of immunoglobulins of the infected animals (I) and that of corresponding control (C) showed that the infected animals presented a primary response (1-2 weeks after infection date) and a secondary response that was initiated in the 6th week of infection, with levels of IgA, IgG and IgM that were respectively 4.5, 3 and 2 times higher than those of corresponding control.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Evolução das imunoglobunilas envolvidas na resposta imune de camundongos ao Schistosoma mansoni/ The evolution of immunoglobulins involved in the immune response to mice infected with Schistosoma mansoni

Bastos, Othon de Carvalho; Rangel, Humberto de Araújo; Magalhães, Luiz Augusto; Piedrabuena, Aquiles Eugênico
1984-04-01

Resumo em português Foi estudada a evolução das imunoglobulinas envolvidas na resposta imune de camundongos ao Schistosoma mansoni durante oito semanas de infecção, utilizando soros pluri-específicos como reativos biológicos e a técnica da imunoeletroforese bidimensional. Os resultados expressaram modulação da resposta imune humoral, tanto em soros de animais parasitados (I) como nos normais, tomados como controle (C). Aumentos relativos dos níveis de imunoglobulinas entre estes do (mais) is grupos foram constatados pela relação I/C. Foi possível verificar o aparecimento de uma resposta primária, ocorrida entre o início da doença e a segunda semana de infecção, constituída de IgM e IgA, e uma secundária, iniciada na sexta semana de infecção, constituída pelas IgA; IgG1 e IgM, com aumentos relativos de 4.5; 3 e 2 vezes normal. Resumo em inglês The evolution of immunoglobulins involved in the immune response of mice infected with Schistosoma mansoni was studied by using plurispecific sera and the bi-dimensional immunoelectrophoresis technique. Determinations of the level of different immunoglobulins in infected animals and control groups which were mantained under similar conditions detected significant variations in both groups over the 8 weeks of observation. The study of the relationship (I/C) between the lev (mais) el of immunoglobulins of the infected animals (I) and that of corresponding control (C) showed that the infected animals presented a primary response (1-2 weeks after infection date) and a secondary response that was initiated in the 6th week of infection, with levels of IgA, IgG and IgM that were respectively 4.5, 3 and 2 times higher than those of corresponding control.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Testes laboratoriais para avaliação do componente monoclonal/ Laboratory tests for evaluating the M-component

Bottini, Paula Virginia
2007-03-01

Resumo em português As gamopatias monoclonais resultam de hiperprodução de um único clone anormal de células plasmocitárias ou linfócitos B. O objetivo da avaliação laboratorial nas gamopatias é demonstrar a presença, a quantidade e o tipo de proteína anormal presente no soro e/ou na urina através do estudo do perfil protéico, quantificação das imunoglobulinas e cadeias leves e avaliação da proteinúria. Este artigo descreve as principais técnicas laboratoriais disponíveis, bem como suas indicações e limitações. Resumo em inglês Monoclonal gammopathies result from an overproduction of a single abnormal clone of a plasma cell or B lymphocyte. The purpose of the laboratory protocols in these situations is to demonstrate the presence, the characterization and the concentration of an abnormal protein detected in serum and/or urine samples. The laboratory investigation is based on the electrophoretic protein profile, quantification of immunoglobulins, free light chains and proteinuria. This paper describes the major available laboratory methods as well their indications and limitations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Amiloidose localizada laríngea: relato de caso e revisão de literatura/ Localized laryngeal amyloidosis: case report and literature review

Valera, Fabiana C. P.; Fomin, Denílson S.; Maggioni Jr, Gilberto S.; Grellet, Marcos
2004-06-01

Resumo em português A amiloidose localizada laríngea é uma doença rara, correspondendo a menos de 1% dos tumores benignos da laringe. No entanto, a amiloidose localizada acomete principalmente a laringe nas vias aéreas, sendo assim de grande importância para o otorrinolaringologista. Ela está relacionada à produção monoclonal de imunoglobulinas de cadeia leve, principalmente l e k. Este estudo tem como objetivo relatar um caso de amiloidose laríngea atendida no Ambulatório de Laringologia e Voz do Hospital das Clínicas da FMRP - USP, assim como discutir a revisão de literatura. Resumo em inglês Localized laryngeal amyloidosis is a rare disease, corresponding to less than 1% of benign tumors in larynx. However, localized amyloidosis occurs mostly in larynx, being of great importance its diagnose by Otorhinolaryngologists. It is related to monoclonal production of light chain immunoglobulins, mainly l and k. This study has the purpose of relating a case of laryngeal amyloidosis assisted in Laryngology and Voice Clinics at Clinics Hospital FMRP - USP, and discussing literature as well.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Dinâmica das proteínas séricas de fêmeas bovinas da raça holandesa naturalmente infectadas pelo vírus da leucose dos bovinos/ Serum protein dynamics in Holstein cows naturally infected with bovine leukemia virus

Birgel Junior, Eduardo Harry; Salvatore, Lucila Cardoso de Almeida; Neves, Flávia Signorini; Mirandola, Regina Mieko Sakata; Souza, Patrício Marques de; Birgel, Eduardo Harry
2001-08-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar a dinâmica das proteínas séricas de fêmeas bovinas da raça holandesa, criadas no Estado de São Paulo e naturalmente infectadas pelo vírus da leucose dos bovinos, foram colhidas 60 amostras de soro sangüíneo. Os animais foram divididos em 3 grupos experimentais: Grupo 1 - composto de 20 fêmeas não reagentes ao antígeno gp-51 do vírus da leucose dos bovinos; Grupo 2 - composto de 20 fêmeas reagentes ao antígeno gp-5l do vírus da leu (mais) cose dos bovinos sem linfocitose; Grupo 3 - composto de 20 fêmeas reagentes ao antígeno gp-5l do vírus da leucose dos bovinos com linfocitose. A avaliação do proteinograma sérico foi realizada pela determinação dos teores séricos de proteína total pelo método do biureto e a separação das frações albumina, alfaglobulina, betaglobulina e gamaglobulina através de eletroforese. A determinação quantitativa dos níveis séricos de imunoglobulinas IgM e IgG foi realizada através de imunodifusão radial simples. Os valores séricos do proteinograma e da concentração sérica das imunoglobulinas IgG e IgM dos animais não reagentes ao vírus da leucose dos bovinos foram semelhantes àqueles observados nos animais reagentes ao vírus da leucose dos Bovinos sem linfocitose e no grupo de animais reagentes ao vírus da leucose dos bovinos com linfocitose. Resumo em inglês In an attempt to determine the serum protein dynamics in cattle naturally infected with bovine leukemia virus, samples of blood sera from 60 cows of Holstein breed, raised in the State of São Paulo, Brazil, were collected.The animals were divided in three Groups: Group 1- was composed of 20 bovine leukemia virus antibody negative cows; Group 2 - was composed of 20 cows reacting to the antigen (gp-51) of the bovine leukemia virus without lymphocytosis and Group 3 - was co (mais) mposed of 20 cows reacting to the antigen (gp-51) of the bovine leukemia virus with lymphocytosis. Serum total protein was determined by the biuret reaction and serum protein fractions (alpha, beta and gammaglobulin) by electrophoresis. Immunoglobulins IgM and IgG were determined by single radial imunodiffusion.There were no signifcant differences in the serum protein profiles and the concentration of serum IgG and IgM between the three groups (bovine leukemia virus antibody negative cows; bovine leukemia virus antibody positive cows without lymphocytosis and bovine leukemia virus antibody positive cows with lymphocytosis).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Associação entre os níveis plasmáticos de TNF-α, IFN-γ, IL-10, óxido nítrico e os isotipos de IgG específicos nas formas clínicas da doença de Chagas crônica/ Association between the plasma levels of TNF-α, IFN-γ, IL-10, nitric oxide and specific IgG isotypes in the clinical forms of chronic Chagas disease

Pissetti, Cristina Wide; Correia, Dalmo; Braga, Teodoro; Faria, Gladstone Eustáquio Lima; Oliveira, Rafael Faria de; Ribeiro, Betânia Maria; Rodrigues, Denise Bertulucci Rocha; Rodrigues, Virmondes
2009-08-01

Resumo em português A doença de Chagas é uma importante doença parasitária crônica, que acomete cerca de 9-11 milhões de pessoas na América Latina. Provavelmente, uma combinação de fatores relacionados ao parasito e ao hospedeiro podem ser os responsáveis pela patogênese na fase crônica da doença. Dentre os fatores relacionados ao hospedeiro, a resposta imunológica é um parâmetro de especial interesse. Objetivamos avaliar os níveis plasmáticos das citocinas interferon gama, (mais) interleucina 10, fator de necrose tumoral alfa e das imunoglobulinas G total, 3 e 4, por ELISA e do óxido nítrico, pela reação de Griess, entre indivíduos soronegativos e soropositivos para Trypanosoma cruzi, com as formas clínicas cardíaca, indeterminada e digestiva. Os indivíduos soropositivos para Trypanosoma cruzi produziram níveis significativamente mais elevados de imunoglobulinas G total e G3. Indivíduos com a forma digestiva apresentam níveis mais elevados de imunoglobulina G4 e interleucina 10. Entretanto, tais indivíduos apresentaram menores níveis de óxido nítrico do que controles. Os resultados sugerem que os maiores níveis de IL-10 observados nos indivíduos com a forma digestiva poderiam contribuir com os maiores níveis de IgG4 específicos observados. Resumo em inglês Chagas disease is an important chronic parasitic disease that affects around 9-11 million people in Latin America. A combination of parasite and host-related factors are probably responsible for pathogenesis in the chronic phase of the disease. Among the host-related factors, the immunological response is a parameter of special interest. Our aim here was to evaluate the plasma levels of the cytokines interferon gamma, interleukin 10 and tumor necrosis factor alpha and the (mais) immunoglobulins total IgG and its subclasses 3 and 4, by means of ELISA, and the levels of nitric oxide by means of the Griess reaction, among individuals who were seropositive for Trypanosoma cruzi, presenting the cardiac, indeterminate and digestive clinical forms of the disease, and among seronegative individuals. The seropositive individuals produced significantly higher levels of total IgG and IgG-3. Individuals with the digestive form presented higher levels of IgG-4 and interleukin 10. However, these individuals presented lower levels of nitric oxide than the controls did. The results suggest that the higher levels of interleukin 10 observed among individuals with the digestive form may contribute towards the higher levels of the specific IgG-4 that were seen.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

LLC: critérios diagnósticos, imunofenotipagem e diagnóstico diferencial/ CLL: diagnostic criteria, immunophenotyping and differential diagnosis

Lorand-Metze, Irene
2005-12-01

Resumo em português O diagnóstico da LLC é baseado em dados do hemograma e da imunofenotipagem dos linfócitos periféricos: linfocitose acima de 5 (ou 10) x 10(9)/L com fenótipo CD19, CD5, CD23 e expressão fraca de imunoglobulinas de superfície monoclonais. A expressão de CD38 ocorre em cerca da metade dos casos e tem relação com o estado não mutado de Ig V. A biópsia de medula só deverá ser realizada antes do tratamento ou quando os dois exames acima não permitirem um diagnós (mais) tico definitivo. O diagnóstico diferencial é com os outros linfomas B indolentes, que freqüentemente apresentam células neoplásicas circulantes. Este diagnóstico diferencial é baseado na imunofenotipagem, biópsia de medula ou linfonodo. Resumo em inglês The diagnosis of CLL is based on the finding of peripheral lymphocytosis of over 5 (or 10) x 10(9)/L presenting the CD19, CD5, CD23 phenotype and a weak monoclonal expression of membrane immunoglobulins. The CD38 expression is observed in half of the cases and is correlated with the unmutated status of the Ig V gene. Bone marrow biopsy should only be performed before starting treatment or if necessary for the differential diagnosis with other low-grade lymphomas. This dif (mais) ferential diagnosis is based on the morphology of circulating lymphocytes, their immunophenotypes and pattern of bone marrow infiltration.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Estudo da imunofluorescência direta, imunomapeamento e microscopia ótica na porfiria cutânea tardia/ Study of direct immunofluorescence, immunofluorescence mapping and light microscopy in porphyria cutanea tarda

Vieira, Fátima Mendonça Jorge; Aoki, Valéria; Oliveira, Zilda Najjar Prado de; Martins, José Eduardo Costa
2010-12-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Apesar de a porfiria cutânea tardia ser a mais frequente das porfirias, há poucos estudos que abordam sua fisiopatologia cutânea. OBJETIVO: Avaliar as alterações cutâneas na porfiria cutânea tardia utilizando a microscopia ótica e a imunofluorescência direta, antes e depois do tratamento com cloroquina. Realizar o imunomapeamento antigênico da bolha para estudo do seu nível de clivagem. MÉTODOS: Relata-se a microscopia ótica e imunofluorescência (mais) direta de 28 pacientes em três fases diferentes: 23 pacientes com porfiria ativa antes do tratamento (Fase A), sete pacientes com remissão clínica durante o tratamento (Fase B) e oito pacientes com remissão bioquímica (Fase C). O imunomapeamento foi realizado em sete pacientes. RESULTADOS: Na porfiria ativa, a imunofluorescência direta demonstrou fluorescência homogênea e intensa no interior e na parede dos vasos e na junção dermoepidérmica. Na remissão clínica (Fase B) e na remissão bioquímica (Fase C), o depósito de imunoglobulinas se manteve, mas o depósito de complemento apresentou diminuição na maioria. O imunomapeamento não demonstrou plano de clivagem fixo. CONCLUSÃO: Não houve correlação entre a resposta clínica e os depósitos de imunoglobulinas. A diminuição do complemento favorece a hipótese de que a ativação da cascata do complemento representa uma via adicional que leva à lesão endotelial. Resumo em inglês BACKGROUND: Even though porphyria cutanea tarda is the most frequent type of porphyria, there are few studies about its cutaneous physiopathology. OBJECTIVE: To evaluate skin changes in porphyria cutanea tarda using light microscopy and direct immunofluorescence before and after treatment with chloroquine. To perform antigen immunomapping of bullae to study their level of cleavage. METHODS: Light microscopy and direct immunofluorescence of 28 patients are reported in thre (mais) e different phases: 23 patients with active porphyria before treatment (Phase A), 7 patients with clinical remission during treatment (Phase B), and 8 patients with biochemical remission (Phase C). Immunomapping was performed on 7 patients. RESULTS: In active porphyria, direct immunofluorescence showed homogenous and intense fluorescence on the inside and on the walls of blood vessels as well as in the dermal-epidermal junction. In clinical remission (Phase B) and biochemical remission (Phase C), the deposit of immunoglobulins was maintained, but the deposit of complement was reduced in most cases. Immunomapping revealed no standard cleavage plane. CONCLUSION: No correlation was observed between clinical response and immunoglobulin deposits. The reduction of complement favors the hypothesis that activation of the complement cascade represents an additional pathway that leads to endothelial damage.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Análise imunocitoquímica do infiltrado inflamatório na miosite com corpos de inclusão citoplasmática e em outras doenças neuromusculares com vacúolos marginados/ Immunocytochemical analysis of the inflammatory infiltrate in inclusion body myositis and other neuromuscular disorders with rimmed vacuoles

SCOLA, ROSANA HERMINIA; WERNECK, LINEU CESAR; IWAMOTO, FÁBIO MASSAITI; MESSIAS, IARA TABORDA DE; TSUCHIYA, LUINE VIDAL
1998-09-01

Resumo em português Encontramos 16 casos com vacúolos marginados entre 1400 biópsias musculares cujo diagnóstico final foi miosite com corpos de inclusão citoplasmática esporádica (MCIC) (4 casos), atrofia muscular espinhal juvenil (6 casos), miopatias distais (3 casos), distrofia das cinturas pélvica e escapular (2 casos) e neuropatia periférica (1 caso). Foram utilizados anticorpos monoclonais contra linfócitos T totais e subpopulações (CD4+ e CD8+), linfócitos B, macrófagos, (mais) células exterminadoras naturais (NK), imunoglobulinas e porção C3 do complemento. A análise foi quantitativa e de acordo com o local de acúmulo (interstício, intra-fibra e perivascular). Linfócitos CD8+ foram encontrados no interstício na maioria dos casos, sendo menos comuns dentro das fibras musculares e raros no espaço perivascular. Os casos de MCIC apresentaram maior número de linfócitos CD8+ se comparados às outras doenças. A proporção de células CD8+/CD4+ foi maior na MCIC do que nas outras doenças. Existiam macrófagos em grande proporção na MCIC, miopatias distais e em um dos casos de distrofia das cinturas pélvica e escapular. Células NK foram frequentes no interstício nos casos de MCIC e mais raras nas outras doenças. Houve maior depósito de imunoglobulinas e complemento nos casos de MCIC do que nas demais doenças. O grande número de células CD8+ e a relação CD8+/CD4+ podem auxiliar no diagnóstico diferencial da MCIC de outras doenças neuromusculares com vacúolos marginados. Resumo em inglês Among 1400 muscle biopsies, we found 16 cases with rimmed vacuoles whose diagnosis were sporadic inclusion body myositis (IBM) (4 cases), juvenile spinal muscular atrophy (6 cases), distal myopathies (3 cases), limb-girdle muscular dystrophy (2 cases), and peripheral neuropathy (1 case). Monoclonal antibodies reactive for T lymphocytes and subsets, B lymphocytes, macrophages, natural killer cells, immunoglobulins, and complement were used to analyze the inflammatory infil (mais) trate. The analysis was quantitative and according to the site of accumulation (interstitial, endomysial, and perivascular). The immunocytochemical analysis showed CD8+ lymphocytes in the interstitial in most cases, occasionally inside of muscle fibers, and rarely in the perivascular region. The IBM cases had an increased number of CD8+ lymphocytes comparing with the other diseases. CD8+/CD4+ ratio was increased in IBM compared with the other diseases. Macrophages were frequent in IBM, distal myopathy, and one case of limb-girdle muscular dystrophy. Natural killer cells were frequent at interstitial site in IBM but rare in the other diseases. Immunoglobulins and complement deposition were slightly more intense in IBM than in the other diseases. The case of peripheral neuropathy had no cells or immunoglobulins deposition. The increased number of CD8+ lymphocytes and the CD8+/CD4+ ratio help to distinguish IBM from other neuromuscular disorders with rimmed vacuoles.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Transferência de imunidade passiva em equinos: comportamento imunológico do recém nascido/ Passive immunity transference in equinus: immunological behaviour of the new-born

Scotoni, Carla Maria de Meo; Machado Neto, Raul
1991-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi observar o comportamento imunológico de potros recém-nascidos das raças Mangalarga e Anglo-Árabe no que se refere ao processo de aquisição de anticorpos maternos e sua correlação com os níveis de imunoglobulina do colostro. Foram utilizados 7 potros Anglo-Árabe e 6 potros Mangalarga para amostragem de sangue imediatamente após o nascimento (antes de qualquer ingestão de colostro), 24 e 48 horas, 5, 10, 15, 20, 25, 30, 40, 50, 60 e (mais) 70 dias após o nascimento, e suas respectivas mães cujo colostro foi amostrado imediatamente após a parição, antes da primeira mamada. A quantificação das imunoglobulinas séricas foi efetuada pelo método do ZST (Zinc Sulfate Turbidity) e para a análise dos resultados foram testados modelos matemáticos que estudam o processo em questão. Para a raça Mangalarga o modelo matemático foi: y = 23,9274 - 0,39766x + 6,4675 10-3 x², com r = 0,91 e P Resumo em inglês The objective of this work was to study the immunological behavior of newborn Mangalarga and Angle-Arabian foals, the acquiring process of maternal immunoglobulins and its correlation to the levels of colostral immunoglobulin. The Mangalarga and Angle-Arabian foals serum immunoglobulins were analysed by the ZST (Zinc Sulfate Turbidity) method. The results were tested by mathematical models which study the biological process of passibe immunity transfer in that period of o (mais) bservation: to the Mangalarga foals the tested model was: y = 23.9274 - 0.39766X + 6.4675 10-3 x², with r = 0.91 and P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

IgM e IgG como marcadores da infecção transplacentária por Neospora caninum em fetos bovinos/ IgM and IgG as markers of infection transplacentary Neospora caninum in bovine fetuses

Cadore, Gustavo C.; Vogel, Fernanda S.F.; Sangioni, Luis Antonio; Pena, Hilda F.J.; Gennari, Solange M.
2010-07-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi determinar a ocorrência de anticorpos anti-Neospora caninum em 260 amostras de soro coletadas de fetos bovinos de julho de 2007 a março de 2008, em abatedouro do município de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para detecção de anticorpos anti-N. caninum, a técnica de imunofluorescência indireta foi utilizada tanto para a detecção de imunoglobulinas G e M. Amostras com títulos e" 25 foram consideradas positivas. Das 260 amostras t (mais) estadas, 15% (39/260) foram positivas para anticorpos anti-N. caninum. Destas, em 38 (97,4%) foi detectada a presença de IgG anti-N. caninum e em seis (15,4%) de IgM. Em cinco amostras (12,8%) detectaram-se ambos, IgG e IgM. Os resultados reafirmam a habilidade do N. caninum em determinar infecção fetal. A pesquisa de IgM foi de limitada importância na detecção da infecção via transplacentária em soro fetal bovino. Resumo em inglês The aim of this study was to determine the occurrence of anti-Neospora caninum antibodies in serum samples collected from 260 bovine fetuses, between July 2007 and March 2008, in an abattoir in the municipality of Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brazil. An indirect fluorescent antibody test was used to detect anti-N. caninum immunoglobulins G (IgG) and M (IgM), using a cut-off of 1:25. Considering IgG or IgM detection, 15% (39/260) of the samples tested were found positiv (mais) e. Among the positive samples, 38 (97.4%) were positive for IgG and 6 (15.4%) for IgM. However 5 (12.8%) of it were positive for both IgG and IgM. These results are in agreement with the proven ability of N. caninum to fetal infection. IgM testing was few relevant to detect N. caninum transplacental infection through fetal bovine serum analisys.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Flutuação das variáveis séricas em cabras e estudo comparativo da absorção de anticorpos em cabritos recém-nascidos utilizando colostro bovino e caprino/ Fluctuation of serum variables in goats and comparative study of antibody absorption in new-born kids using cattle and goat colostrum

Lima, Anali Linhares; Pauletti, Patricia; Susin, Ivanete; Machado-Neto, Raul
2009-11-01

Resumo em português Objetivou-se determinar a flutuação no nível de anticorpos séricos em cabras nos períodos pré e pós-parto e a eficiência do processo de aquisição de imunidade passiva em cabritos recém-nascidos utilizando colostros bovino e caprino, visando à avaliação de uma alternativa de manejo de colostro. Foram utilizadas 18 cabras e suas respectivas crias, num total de 33 animais. A coleta de sangue das cabras foi iniciada 45 dias antes da data prevista para o parto e (mais) foi realizada em intervalos de cinco dias até o 5º dia após o parto. Os cabritos foram distribuídos em dois grupos: um grupo recebeu colostro caprino e o outro colostro bovino. As coletas de sangue foram feitas às 0, 12, 24 e 48 horas e aos 5, 10, 15, 17, 20, 25, 30, 35, 40, 50 e 60 dias de vida. Foram analisadas as concentrações séricas de proteína total e imunoglobulinas, além da concentração de imunoglobinas no colostro. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado e as variáveis séricas analisadas como medidas repetidas. A ausência de queda na concentração sérica de proteínas totais e imunoglobinas no período pré-parto indica que a mobilização de anticorpos para glândula mamária ocorre em concentrações que permitem o animal manter essas variáveis sem grandes alterações. No grupo que recebeu colostro bovino, a data de concentração máxima de proteínas totais (7,16 ± 0,28 g/dL) foi verificada às 48,68 ± 0,70 horas de vida e a de imunoglobinas, às 48,75 ± 0,73 horas, com média de 37,56 ± 2,38 unidades ZST (turvação por sulfato de zinco). No grupo que recebeu colostro caprino, os valores máximos de proteínas totais e imunoglobinas séricas ocorreram mais tardiamente, aos 20,05 ± 1,36 e 20,11 ± 1,72 dias de vida, com médias de 5,91 ± 0,22 g/dL e 28,17 ± 2,05 unidades ZST, respectivamente. O colostro caprino pode ser substituído pelo colostro bovino, que promove melhor aquisição inicial de imunoglobulinas aos neonatos. Resumo em inglês The objective of this study was to determine the fluctuation of serum antibodies in goats in the period before and immediately after kidding and the passive immunity acquisition efficiency in kids fed bovine and goat colostrum, to assess an alternative for colostrum management. Eighteen goats and their offspring were used in a total of 33 animals. Goat blood samples started to be collected 45 days before the predicated kidding date, at five-day intervals until the 5th day (mais) post kidding. The kids were distributed in two groups: one group received goat colostrum and the other cattle colostrums. Blood collections were made 0, 12, 24 and 48 hours, and at 5, 10, 15, 17, 20, 25, 30, 40, 50 and 60 days of age. The serum concentration of total protein (TP) and immunoglobulins (Ig), and the colostrum IgG concentration were analyzed. A randomized complete design was used and the serum variables were analyzed as repeated measurements. The absence of fall in TP and Ig serum concentration in the pre partum period, indicated that the mobilization of serum antibodies to mammary gland occurred in concentrations that allow the animals to keep these variables without great alterations. In the group that received cattle colostrum, the highest concentration data for TP was observed at 48.68 ± 0.79 hours after birth, with mean of 7.16 ± 0.28 g/dL, and the highest concentration date for Ig at 48 ± 0.73, with mean of 37.56 ± 2.38 ZST units (zinc sulfate turbidity). In the group that received goat colostrum, the maximum values for serum TP and Ig occurred later, at 20.05 ± 1.36 and 20.11 ± 1.72 days after birth, with means of 5.91 ± 0.22 g/dL and 28.17 ± 2.05 ZST units (zinc sulphate turbidity), respectively. Goat colostrum can be substituted by cattle colostrums, that promotes better initial immunoglobulin acquisition by the neonates.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Hepatotoxicidade por Nimesulide A propósito de um caso clínico

Nobre, S. Rito; Romãozinho, J.M.; Ferreira, M.; Amaro, P.; Cabral, J.E. Pina; Leitão, M. C.
2008-10-01

Resumo em português Doente do sexo feminino, com 44 anos de idade, residenteem ambiente rural, com um quadro inicial de leucorreia e adenopatias inguinais, pelo que foi medicada com nimesulide. Dois dias depois desenvolveu sintomas constitucionais. Na admissão hospitalar apresentava icterícia, sufusão conjuntival e hiperémia orofaríngea. Laboratorialmente destacavam-se citopenia, citólise hepática marcada, colestase, insuficiência renal e elevação da proteína C reactiva. A investi (mais) gação complementar revelou anticorpos antinucleares positivos, ligeiro aumento das imunoglobulinas M e E, e espessamento da parede vesicular. O teste de transformação linfoblástica para o nimesulide foi positivo. Registou-se melhoria clínica e laboratorial após a suspensão do fármaco. Os autores discutem as principais hipóteses diagnósticas, enfatizando os critérios definidores de hepatotoxicidade e a dificuldade inerente à comprovação deste diagnóstico. Resumo em inglês A case of a forty-four years old rural female admitted due to vaginal discharge and inguinal lymphadenopathies is presented. She took nimesulide and, after two days, started with constitutional symptoms. At hospital admission she presented with jaundice, conjunctival suffusion and pharyngeal injection. Blood tests revealed cytopenia, marked hepatic citolysis, cholestasis, renal failure and reactive C protein elevation. Complementary studies showed positive antinuclear aut (mais) oantibodies, mild elevation of immunoglobulins M and E, and a thickened gallbladder wall. Lymphocyte transformation test was positive for nimesulide. There was a clinical and laboratorial improvement after cessation of the drug. The authors discuss the main diagnostic hypotheses enfatizing definition criteria for hepatotoxicity and also the difficulty in establishing this diagnosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Paniculite eosinofílica localizada em conseqüência de injeções intramusculares de composto de antimônio para tratamento de leishmaniose tegumentar americana/ Localized eosinophilic panniculitis following intramuscular injection of pentavalent antimonium for treatment of american tegumentary leishmaniasis

Oliveira-Neto, Manoel P; Mattos, Marise; Cuzzi-Maya, Tulia; Pirmez, Claude
2004-08-01

Resumo em português Paniculite eosinofílica pode ser desencadeada por muitos fatores; aqui os autores descrevem a síndrome em conseqüência de injeções intramusculares de compostos de antimônio para tratamento de leishmaniose tegumentar americana em três pacientes. Todos eles desenvolveram lesões em placa, profundamente infiltradas, no local da injeção antimonial. A histopatologia mostrou acentuado infiltrado inflamatório da hipoderme com numerosos eosinófilos. O estudo imunológ (mais) ico não demonstrou imunoglobulinas ou frações do complemento nas lesões. O diagnóstico final foi de paniculite eosinofílica ocorrendo como efeito colateral da terapia antimonial. O mecanismo patogênico dessa paniculite não pôde ser definido. As hipóteses sugeridas foram de lesão induzida por fenômeno físico - a pressão exercida pelo volume do líquido injetado - ou de uma reação alérgica ao antimônio. Resumo em inglês Eosinophilic panniculitis may be induced by several triggering factors and this syndrome is described here following the intramuscular injection of antimonial compounds for treatment of American muco-cutaneous leishmaniasis. Three patients, treated with intramuscular injections of pentavalent antimony (Glucantime®) were studied through clinical examination, histopathology and immunologic methods. The three patients developed deep infiltrated plaques at the site of antimo (mais) ny injection. Histopathology disclosed a prominent inflammatory infiltrate of the subcutaneous fat with numerous eosinophils. Immunologic studies could not detect immunoglobulins or complement fractions in the lesions. The final diagnosis was eosinophilic panniculitis occurring as a side-effect of antimonial therapy. The pathogenesis was not clear and it is suggested that the disease could be induced by a physical factor such as pressure or an immunological reaction to antimony.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Anticorpos antifosfolípides em 66 pacientes com infarto cerebral entre 15 e 40 anos/ Antiphospholipid antibodies in 66 patients with cerebral infarction between 15 and 40 years old

Siqueira Neto, José Ibiapina; Santos, Antonio C.; Fábio, Soraia R. Cabette; Sakamoto, Américo C.
1996-12-01

Resumo em português Os anticorpos antifosfolípides (aFLs) constituem grupo heterogêneo de imunoglobulinas que tem sido relacionado com alterações na coagulabilidade. Indivíduos com títulos elevados teriam maior probabilidade de desenvolver tromboses de repetição, tanto arterial como venosa, e por conseguinte infarto cerebral (IC). Os testes para detecção mais utilizados em estudos clínicos são o inibidor lúpico e a anticardiolipina. Têm-se relatado maiores percentuais de positi (mais) vidade nesses testes em pacientes jovens com IC. Neste estudo procuramos investigar a prevalência desses anticorpos em pacientes com IC entre 15 e 40 anos em nosso Serviço. Examinamos 66 pacientes para presença de aFLs e obtivemos 16,65% de resultados positivos. Confirmamos diagnóstico de síndrome do anticorpo antifosfolípide primária em três (4,55%) casos. Concluímos que a pesquisa de rotina para aFLs em pacientes jovens com IC está indicada neste grupo de pacientes, mas correlacioná-los com o episódio isquêmico nem sempre é possível. Resumo em inglês The antiphospholipid antibodies (aPLs) are a heterogenous group of immunoglobulins that have been related with alterations in blood coagulability in recent years. Patients with elevated titers of these antibodies have a high probability to develop thrombotic events, including cerebral infarct (CI). The tests currently used to detect these antibodies are the lupus anticoagulant and ELISA for anticardiolipin antibodies which have a larger proportion of positivity among youn (mais) g patients with CI. In our study we tested 66 patients with cerebral infarcts whose ages ranged from 15 to 40 years for the presence of lupus anticoagulant and anticardiolipin antibodies. The results showed that eleven (16.65%) patients were positive for aPLs and three (4.55%) of them fulfilled the diagnostic criteria for primary antiphospholipid syndrome. These data point out to the importance of investigating aPLs in young patients with CI and its high prevalence in this group compared with healthy population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Condição imunológica de bovinos das raças Holandesa e Nelore frente a Babesia bovis e B. bigemina em duas regiões do Estado de São Paulo/ Immunological condition of cattle in Holstein and Nelore breed in regard to Babesia bovis and B. bigemina in two regions of the State of São Paulo

D'Andrea, Lourdes A.Z.; Sartor, Izidoro F.; Madruga, Cláudio R.; Freitas, Selma B.Z.; Kroll, Lúcio B.; Kronka, Sérgio N.
2006-06-01

Resumo em português A resposta imunológica de uma população frente a um agente infeccioso pode variar entre as raças e o manejo dessa população. Dessa maneira, torna-se relevante a pesquisa regional, visando o conhecimento da inter-relação do agente com seu hospedeiro. Partindo desses pressupostos, investigou-se a ocorrência de imunoglobulinas da classe IgG, anti-Babesia bovis e anti-B. bigemina nas raças Nelore (Bos indicus) e Holandesa (Bos taurus), em duas regiões do Estado de (mais) São Paulo, distantes a 300 km. Pelo método de ELISA indireto, foram testadas 1.161 amostras de soro de bovinos. As freqüências médias de anticorpos mostraram que ambas as regiões se encontram em situação de estabilidade enzoótica para B. bovis para ambas as raças estudadas, embora haja tendência para área marginal na região de Presidente Prudente para raça Nelore. No referente a B. bigemina ambas as regiões são de estabilidade enzoótica para a raça Holandesa e de instabilidade enzoótica para a raça Nelore. Essa constatação é um alerta sanitário, pois casos agudos da doença ou surtos específicos de B. bigemina na raça Nelore podem ocorrer nessas regiões. Resumo em inglês The immunological reply of a population to an infectious agent can vary between races and handling of this population. Regional research becomes important, in order to know the interrelation between the agent and its host. In this way, the occurrence of immunoglobulins of class G, anti-Babesia bovis and anti-Babesia bigemina in the Nelore (Bos indicus) and Hostein breed (Bos taurus), was investigated in two regions of the State of São Paulo, 300 km distant from each othe (mais) r. For the indirect method of ELISA, 1,161 bovine serum samples were tested. The medium frequencies of antibodies showed that in the two regions exists an enzootic stability for B. bovis in both breeds studied; even so there was a tendency of marginal area for the Nelore breed in one of the regions. Regarding B. bigemina, in both regions exists enzootic stability for the Hostein and enzootic instability for the Nelore breed. Therefore, acute cases of the disease or specific outbreaks by B. bigemina infection in the Nelore breed may occur in these regions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Aspectos imunológicos da esquistossomose mansoni hepatoesplênica após cirurgia terapêutica/ Immune profiles in hepatosplenic schistosomiasis mansoni after therapeutic surgery

Petroianu, Andy; Antunes, Lucyr J.
2003-01-01

Resumo em português A forma hepatoesplênica da esquistossomose mansoni pode apresentar complicações, como o sangramento de varizes esofágicas e gástricas, que requerem tratamento cirúrgico. Apesar de a esplenectomia ser freqüentemente necessária, esses pacientes raramente desenvolvem os fenômenos sépticos, que são mais freqüentemente encontrados em pessoas asplênicas do que na população em geral. Essa particularidade dos esquistossomóticos pode ser relacionada a alguma caract (mais) erística particular do sistema imune nessa afecção. Com o objetivo de investigar os aspectos imunológicos de pacientes com esquistossomose, foram estudados os linfócitos T e B além das imunoglobulinas M, A, e G (IgM, IgA, e IgG) em pacientes esquistossomóticos submetidos ou não a procedimentos cirúrgicos para tratamento de complicações da hipertensão porta. Esses pacientes foram comparados com voluntários normais sem afecção sistêmica aparente. Os pacientes operados por derivação esplenorrenal distal com a preservação do baço apresentaram aumento dos linfócitos T em comparação com o grupo-controle, de pessoas normais. Os níveis de IgG e IgM foram mais elevados nos pacientes submetidos a esplenectomia total do que no grupo-controle. Esses resultados sugerem que a esquistossomose mansoni crônica pode influenciar o sistema imune, garantindo que, mesmo na ausência do baço, os pacientes estejam protegidos de fenômenos infecciosos graves. Resumo em inglês Schistosomiasis mansoni has a particular immunological pattern. Its hepatosplenic form develops sometimes to esophageal and gastric varices, hemorrhages that require surgical treatment. Despite of splenectomy frequently being required, these patients rarely present with septic events. These findings may be related to changes in the immunological system. In order to investigate the immunological pattern of patients with schistosomiasis, we studied the B- and T- lymphocytes (mais) and immunoglobulins - IgM, IgA and IgG - in operated and non-operated patients. Distal splenorenal shunts were related to increased T-lymphocytes. IgM and IgA were increased in patients submitted to subtotal and total splenectomy. The IgM was also increased in non-operated patients. These results suggest that chronic schistosomiasis may affect the immune system and protect patients even after total splenectomy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Estudo clínico-epidemiológico da toxocaríase em população infantil/ Clinical-epidemiological study of toxocariasis in a pediatric population

Figueiredo, Silvana D. P.; Taddei, José A. A. C.; Menezes, Joaquim J. C.; Novo, Neil F.; Silva, Elizabete O. M.; Cristóvão, Helena L. G.; Cury, Maria C. F. S.
2005-04-01

Resumo em português OBJETIVO: A diversidade de manifestações clínicas da toxocaríase e sua relação com asma motivaram este estudo, cujo objetivo foi estudar a soropositividade de T. canis nas crianças atendidas no serviço público de saúde e sua associação com variáveis clínicas, epidemiológicas e laboratoriais. MÉTODOS: Este estudo é de corte transversal e controlado. Foram realizadas sorologias em 208 crianças de 1 a 14 anos de idade, atendidas nos ambulatórios de Pediatr (mais) ia, Imunologia e Pneumologia Pediátrica da Universidade de Santo Amaro, no período de janeiro de 2000 a janeiro de 2001. Os anticorpos foram detectados por ELISA usando-se antígeno de excreção e secreção do T. canis.. Foi utilizado teste qui-quadrado para associações da soropositividade para T. canis (título > 1:320) com cães filhotes domiciliares, contato com terra, geofagia, onicofagia, escolaridade materna, asma, tosse crônica, pneumonias de repetição, manifestações cutâneas, rinite, hepatomegalia, esplenomegalia, dor abdominal, anemia, eosinofilia, imunoglobulinas, parasitoses e desnutrição, e método de análise de variância por postos de Kruskal-Wallis para comparação média dos soropositivos e soronegativos, sendo significante p Resumo em inglês OBJECTIVE: The variety of toxocariasis clinic manifestations and its relationship with asthma motivated this study. The aim was to study T.canis seropositivity at a public pediatric service and its association with laboratory, epidemiological and clinical factors. METHODS: This study was cross-sectional and controlled. Two hundred and eight children, from 1 to 14 years old and treated at the University of Santo Amaro Pediatric Department's Immunology and Pneumology clinic (mais) between January 2000 and January 2001, underwent serology testing. Antibodies were detected by ELISA testing for the larval excretory-secretory antigen of T. canis. We used the chi-square test for T.canis seropositivity (titers > 1:320) associations with: puppies at home, contact with soil, geophagia, onicophagia, mother's educational level, asthma, chronic cough, repetitive pneumonia, skin manifestations, rhinitis, hepatomegaly, splenomegaly, abdominal pain, anemia, eosinophilia, immunoglobulins, parasitosis and stunted growth. The Kruskal-Wallis variance analysis method was used for mean comparisons between seropositive and seronegative groups. Significance was set at p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Avaliação do fornecimento adicional de colostro para bezerros/ Effect of additional colostrum to newborn calves

Machado Neto, Raul; Cassoli, Laerte Dagher; Bessi, Rosana; Pauletti, Patricia
2004-04-01

Resumo em português A imunidade adquirida pelos recém-nascidos depende, no caso de ruminantes, da ingestão e absorção de quantidades adequadas de imunoglobulinas do colostro. A suplementação adicional de colostro pode ser um procedimento que determine a correção de possíveis falhas de manejo. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito da suplementação de colostro de superior qualidade imunológica às 12 horas de vida sobre os níveis séricos de proteína total e de imu (mais) noglobulinas G, em bezerros recém-nascidos. Foram amostrados 45 bezerros recém-nascidos, distribuídos em dois tratamentos: Tratamento 1 - colostro suplementar após 12 horas de nascimento (10% peso vivo) e Tratamento 2 - controle. Posteriormente, de acordo com a concentração de imunoglobulina G (IgG) sérica adquirida até o momento da suplementação, os animais foram subdivididos em grupos: Grupo 1 (baixo suplementado) IgG 20 mg/mL; Grupo 3 (baixo controle) IgG 20 mg/mL. A concentração média de IgG dos "pools" de colostro foi de 68,49 ± 4,21 mg/mL. Nos animais com níveis adequados de anticorpos, independentemente da suplementação, as concentrações foram semelhantes, não sendo verificadas diferenças significativas. Já para os animais com baixa aquisição inicial de anticorpos, verificou-se um processo de compensação em que os animais alcançaram níveis compatíveis aos animais com níveis iniciais normais de anticorpos séricos. Resumo em inglês The acquired immunity by newborns calves is dependent of ingestion and absorption of adequate quantity of colostral immunoglobulins. Supplemental pooled colostrum can be an important procedure to correct miscarried management. This study was performed to evaluate the effect of additional colostrum of super immunological quality at 12 hours of live on total serum protein and immunoglobulin G concentration in newborn calves. Fourty five newborn calves, separated in two trea (mais) tments: Treatment 1 - additional colostrum 12 hours after birth (10% body weight) and Treatment 2 - control, were evaluated. According to the initial level of passive immunity, the animals were allocated to the groups described as follows: Group 1 (low level supplemented) IgG 20 mg/mL; Group 3 (low level control) IgG 20 mg/mL. The average concentration of pooled colostrum was 68,49 ± 4,21 mg/mL. In the animals with adequate levels of antibodies, despite of the additional colostrum, the concentrations were similar at all ages, without significant differences. However, in the group with low level of passive immunity the additional colostrum promoted a compensation effect with animals reaching the levels comparable with the ones with normal initial concentration of serum antibodies

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Funções do remenescente esplênico após esplenectomia subtotal para o tratamento de lesões complexas do baço humano/ Functions of the splenic remnant after subtotal splenectomy for treatment of severe splenic injuries

RESENDE, VIVIAM; PETROIANU, ANDY
2002-03-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar a possibilidade de realizar esplenectomia subtotal na presença de lesões graves do baço por trauma ou que acometam o seu pedículo vascular principal, avaliar as repercussões clínicas, hematológicas e imunológicas que essa operação pode trazer nos pós-operatórios, viabilidade e a função de filtração do pólo superior do baço remanescente. MÉTODOS: Foram estudados 34 pacientes, 25 submetidos à esplenectomia subtotal (Grupo I), nove à (mais) esplenectomia total sem preservação de tecido esplênico (Grupo II), 22 pessoas com baços íntegros (Grupo III). No pós-operatório tardio realizaram-se exames hematológicos (hematimetria, hemoglobina, hematócrito, plaquetas, leucócitos globais e segmentados, linfócitos e corpúsculos de Howell Jolly). Dosaram-se as imunoglobulinas (IgA, IgM e IgG) e linfócitos T totais (LTT), linfócitos T ativos (LTA) e linfócitos B. Realizou-se cintilografia esplênica com enxofre coloidal marcado com 99mTc. RESULTADOS: Em nenhum dos grupos houve leucocitose ou trombocitose. Os corpúsculos de Howell-Jolly foram observados no Grupo II e neste grupo a IgM esteve reduzida. A cintilografia demonstrou tecido esplênico captante no Grupo I. CONCLUSÃO: A esplenectomia subtotal pode ser uma alternativa cirúrgica para as lesões graves distais do baço ou quando o seu pedículo principal estiver acometido e não leva a repercussões clínicas e laboratoriais nos pacientes submetidos a esse procedimento. Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate clinical and laboratory variables in patients submitted to subtotal splenectomy. METHODS: 34 patients with severe trauma of the spleen and its pedicle were studied: 25 patients were submitted to subtotal splenectomy, preserving only the upper pole of the spleen (Group I), 9 were submitted to total splenectomy (Group II), and other 22 people with intact spleen were the control (Group III). Immediate and late postoperative complications were investigate (mais) d. Laboratory exams were performed in the late postoperative period (red blood cells, hemoglobin, white blood cells, platelets and Howell-Jolly bodies). We studied the B- and T-lymphocyte counts and the immunoglobulins A, G and M (IgA, IgG and IgM) levels. Splenic scintigraphy with technetium 99mTc sulfur colloid was carried out on all patients. RESULTS: Group II presented Howell-Jolly bodies increased and low level of immunoglobulin M. The splenic scintigraphy demonstrated the viability and the filtering function of the splenic remnant in Group I . CONCLUSIONS: Subtotal splenectomy is a surgical alternative technique for treatment of severe distal injuries of the spleen or when its main vessels are damaged.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

"Hiperesplenismo" em hipertensão porta por esquistossomose mansônica/ "Hiperesplenism" in portal hypertension provoked by Manson's schistosomiasis

Petroianu, Andy; Oliveira, Antônio E.; Alberti, Luiz R.
2004-01-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: Durante anos, as alterações hematológicas que ocorrem na esquistossomose mansônica hepatoesplênica vêm sendo definidas como hiperesplenismo. Inicialmente, acreditava-se que apenas a remoção do baço normalizava os valores hematológicos, entretanto, em cirurgias para o tratamento da hipertensão porta nas quais o baço era preservado, observou-se normalização dos valores hematimétricos. Cabe correlacionar o quadro clínico e laboratorial para defi (mais) nir a real existência de hiperesplenismo. MÉTODO: Foram estudados 51 doentes portadores de hipertensão porta por esquistossomose mansônica distribuídos em cinco grupos: Grupo 1- pacientes não operados e em controle clínico, Grupo 2- pacientes submetidos a anastomose esplenorrenal distal, Grupo 3 - pacientes com esplenectomia subtotal e anastomose esplenorrenal proximal, Grupo 4 - pacientes com esplenectomia total e anastomose esplenorrenal proximal e Grupo 5 - pacientes com esplenectomia total e desconexão porta-varizes. Sinais clínicos de hiperesplenismo foram pesquisados em todos os doentes. Os valores hematológicos e as contagens das imunoglobulinas do pré e do pós-operatório foram comparados pelos testes de Friedman e t para amostras emparelhadas. Os grupos foram comparados pelo teste de Kruskal-Wallis, com significância p Resumo em inglês For many years, the hematologic changes occurring in hepatosplenic Manson's schistosomiasis have been defined as hypersplenism. Initially, the belief was that removal of the spleen would normalize the hematologic values. However, hematimetric normalization was observed in surgeries for the treatment of portal hypertension in which the spleen was preserved. In view of these findings, it is necessary to verify the clinical and laboratory profile of these patients in order t (mais) o define the real presence of hypersplenism. This study was conducted on 51 patients with Manson's schistosomatic portal hypertension divided into five groups: Group 1, non-operated patients under clinical control; Group 2, patients submitted to distal splenorenal shunt; Group 3, patients with subtotal splenectomy and central splenorenal shunt; Group 4, patients with total splenectomy and central splenorenal shunt; Group 5, patients with total splenectomy and portal-variceal disconnection. Clinical signs of hypersplenism were assessed in all patients. Hematologic values of the pre- and postoperative periods were compared. Immunoglobulin counts of the patients were verified in the late postoperative period. The five groups were compared by Kruskal-Wallis test. The pre- and postoperative values were compared using Friedman and paired t tests, with significance for p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Obtenção e caracterização de anticorpo monoclonal murino anti-fator VIII da coagulação sangüínea/ Attainment and characterization of murine monoclonal anti-factor VIII antibodies

Rossi-Ferreira, Rosana; Deffune, Elenice; Thomazini-Santos, Izolete; Machado, Paulo E. A.
2006-06-01

Resumo em português Entre os avanços da engenharia celular e biotecnologia nas últimas décadas, destaca-se a produção de anticorpos monoclonais murinos (AcMm) utilizados no aprimoramento diagnóstico nas rotinas laboratoriais. A produção de fator VIII de alta pureza sempre foi o desejo e a preocupação das indústrias de hemoderivados para tratamento de pacientes portadores de hemofilia A, porém este produto inexiste no Brasil, sendo necessária sua obtenção no mercado internacion (mais) al a custos elevados. O trabalho tem por objetivo a produção de AcMm anti-fator VIII humano (FVIII H) através da expansão dos clones e caracterização imunoquímica do anticorpo. Camundongos Balb/c foram imunizados com FVIII H purificado como também proveniente de crioprecipitado e as células esplênicas dos animais foram fusionadas com células mielomatosas murinas segundo o método descrito por Kohler e Milstein para produção de híbridos em cultura. Foram testados 1.983 híbridos dos quais 105 foram submetidos à clonagem. Destes, 39 obtiveram monoclonalidade e 7 destes clones foram caracterizados através de técnicas de immunoblotting. Foram submetidas à purificação por cromatografia três imunoglobulinas de diferentes classes pertencentes aos clones LAMB1-10A1A4, LAMB1-17A1A1 e LAMB1-24A2A1. A imunoglobulina purificada pertencente ao clone LAMB1-10A1A4 foi adsorvida em coluna de imunoafinidade para purificação de concentrado de FVIII proveniente de crioprecipitado plasmático. Resumo em inglês Among the advances in cellular engineering and biotechnology over the last decades, the production of murine monoclonal antibodies (AcMm), used to improve laboratory diagnoses, stands out. The production of very pure factor VIII has always been a concern of suppliers of blood products to treat patients with hemophilia A and this product is still not produced in Brazil. Hence, it can only be attained on the international market at a high cost. The aim of this work was to p (mais) roduce AcMm anti-factor VIII human (FVIIIh) by expanding clones and characterizing the antibodies by immunochemistry. Balb/c mice were immunized with FVIII both purified and from cryoprecipitation and the splenic cells of the animals were fused with myelomatous murine cells according to the method described by Kohler and Milstein to produce hybrids in a culture. A total of 1983 hybrids were tested and 105 were selected for cloning. Of these, 39 developed monoclonality and 7 of these clones were characterized through immunoblotting techniques. Three immunoglobulins from different classes, LAMB1-10A1A4, LAMB1-17A1A1 and LAMB1-24A2A1, were submitted to chromatography for purification. The purified immunoglobulin from the LAMB1-10A1A4 clone was adsorbed in the immunoaffinity column to purify the factor VIII concentrate coming from the plasmatic cryoprecipitate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Resultados do controle de qualidade de produtos hemoderivados: análise sanitária/ Results of quality control of plasma derivatives products: sanitary analysis

Adati, Marisa C.; Gemal, André L.; Guedes, Helena C. B.
2009-08-01

Resumo em português O Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde - INCQS, unidade técnico-científica da Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz, desempenha seu papel no controle de qualidade pericial, de bens e serviços sujeitos ao regime de Vigilância Sanitária, em particular medicamentos denominados de hemoderivados. Este trabalho fundamentou-se na análise de 3.100 lotes de hemoderivados, no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2004, assim distribuídos: 31,6% (n=980) de al (mais) bumina humana, 28,7% (n=890) de fator VIII, 21,4% (n=662) de imunoglobulina humana, 8,3% (n=257) de fator IX, 7,1% (n=220) de imunoglobulinas específicas como anti-Rho (D), antitetânica, anti-rábica, anti-Hepatite B e antivaricela zoster e 2,9% (n=91) de complexo protrombínico. As amostras foram recebidas para análise oriundas dos segmentos: portos, aeroportos e fronteiras de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo e de apreensões realizadas pelos estados de Pernambuco, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Quanto à modalidade de análise: 92,3% correspondem à análise controle, 5,9% fiscal, 1,4% orientação e 0,4% análise prévia. Da internalização dos hemoderivados importados: 40,0% ocorreram pelo aeroporto de Brasília, 26,9% por São Paulo e 25,2% pelo Rio de Janeiro. Concluindo, dos lotes de hemoderivados analisados, 99,1% apresentaram resultados satisfatórios e 0,9% foram insatisfatórios quanto ao ensaio de inspeção visual, solubilidade, ensaio de estabilidade e químico, e quanto ao teste de pirogênio e toxicidade inespecífica. Desta forma, monitorar a qualidade dos produtos hemoderivados é um instrumento fundamental no exercício das ações de Vigilância Sanitária. Resumo em inglês The technical scientific unit of the National Institute of Quality Control in Health (INCQS), part of the Oswaldo Cruz Foundation, has a role of investigational quality control of products and services related to health surveillance, in particular medicines denominated plasma derivative products. This paper is based on the analysis of the 3100 plasma derivative products from January 2000 to December 2004: 31.6% (n=980) of human albumin, 28.7% (n=890) of factor VIII, 21.4% (mais) (n=662) of human immunoglobulins, 8.3% (n=257) of factor IX, 7.1% (n=22) of specific immunoglobulin classes containing anti-Rho (D) immunoglobulin, anti-hepatitis B, anti-tetanus, anti-rabies and anti-varicella-zoster and 2.91% (n=91) of prothrombin complex. The products submitted to analysis came from airports and frontiers of Brasília, Rio de Janeiro and São Paulo, and products confiscated by the states of Pernambuco, Santa Catarina, Rio de Janeiro and Rio Grande do Sul. The type of analysis was characterized as: 92.3% control analysis; 5.9% fiscal analysis; 1.4% guidance and 0.4% preliminary analysis. In respect to imported plasma derivatives, 40.0% originated from the airport in Brasilia, 26.9% in São Paulo and 25.2% in Rio de Janeiro. In conclusion, 99.1% of the plasma derivative products analyzed was considered satisfactory and 0.9% unsatisfactory as identified by visual inspection, solubility, stability and chemical assays and pyrogenic and unspecific toxicity tests. Thus, the assessment of the quality of plasma derivative products is an essential tool for health surveillance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

O pólo inferior do baço de ratos e a oxigenoterapia hiperbárica/ The splenic inferior pole of rats and hyperbaric oxygen

Paulo, Isabel Cristina Andreatta Lemos; Paulo, Danilo Nagib Salomão; Ferrari, Thiago Antunes; Azeredo, Thiago Caetano Valadão de; Silva, Alcino Lázaro da
2008-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar aspectos funcionais e morfológicos do pólo inferior do baço de ratos tratados ou não com oxigênio hiperbárico no pós-operatório. MÉTODOS: Foram operados 79 ratos, Wistar, pesando 248,7g ± 27 , distribuídos em dois grupos: A - Simulação (n= 40), B - pólo inferior (n=39), e divididos em dois subgrupos: 11 e 70 dias. Cada subgrupo foi subdividido em não tratado com oxigênio hiperbárico (nt) (A11nt-n=10, B11 nt-n= 13, A70nt-n= 10, B70n (mais) t-n= 9) e tratado (t); A11t-n=10, B11t- n=9, A70 t- n= 10, B70t- n= 8). Foram dosados os lípides e imunoglobulinas e contadas as plaquetas e os corpúsculos de Howell-Jolly no pré e no pós-operatório. O baço e o pólo inferior foram retirados para histologia. RESULTADOS: Houve aumento do colesterol total (p=0,002), VLDL-colesterol e triglicérides (p= 0,003), da LDL-colesterol (p=0,013) no subgrupo B11nt e não houve alteração nos demais subgrupos. A IgM caiu nos subgrupos B11t (p=0,007), B11nt (p= 0,0000), B70nt (p=0,0005) e B70t (p=0,02) e não alterou no grupo simulação. O número de plaquetas aumentou nos subgrupos B11nt (p=0,002), B11t (p=0,01) e não alterou nos demais subgrupos. Os corpúsculos de Howell-Jolly foram menos numerosos no subgrupo B70nt que no B11nt (p=0,019). A viabilidade do pólo inferior foi melhor no subgrupo B11t que no B11nt; no subgrupo B70 que no B11 e não diferiu entre os subgrupos B70t e B70nt. CONCLUSÃO: A função e a viabilidade do pólo inferior remanescente melhoraram tardiamente. Os animais submetidos à oxigenoterapia hiperbárica apresentaram melhor viabilidade e função do pólo inferior precocemente, mas não tardiamente. Resumo em inglês OBJECTIVE: To study the functional and morphological features of the lower pole of the spleen in rats submitted, or not, to postoperative hyperbaric oxygen therapy. METHODS: Seventy-nine Wistar rats, weighing 248.7 ± 27 g, divided into two groups [group A - simulation (n=40), group B - lower pole (n=39)] underwent surgery and were subdivided into two groups: 11 and 70 postoperative days. Each subgroup was subdivided into animals not treated (nt) (A11nt, n=10; B11nt (mais) , n=13; A70nt, n=10; B70nt, n=9) and treated with hyperbaric oxygen (t) (A11t, n=10; B11t, n=9; A70t, n=10; B70t, n=8). Blood was collected for measurement of lipids and immunoglobulins, platelet and Howell-Jolly body count before and after surgery. The spleen and lower pole were removed for histology. RESULTS: There was an increase of total cholesterol (p=0.002), VLDL-cholesterol and triglycerides (p=0.003) and of LDL-cholesterol (p=0.013) in subgroup B11nt, and no alterations were observed in the other subgroups. IgM decreased in subgroups B11t (p=0.007), B11nt (p=0.0000), B70nt (p=0.0005), B70t (p=0.02), and no change was observed in the simulation group. The number of platelets increased in subgroups B11nt (p=0.002) and B11t (p=0.01) and remained unchanged in the other subgroups. Howell-Jolly bodies were less numerous in subgroup B70nt than in subgroup B11nt (p=0.019). Lower pole viability was better in subgroup B11t than in B11nt and in subgroup B70 than in B11, and did not differ between subgroups B70t and B70nt. CONCLUSION: Function and viability of the remaining lower pole improved during the late postoperative period. Viability and function of the lower pole were better during the early but not during the late postoperative period, in animals submitted to hyperbaric oxygen therapy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Aspectos morfológicos e funcionais dos autoimplantes esplênicos em ratos tratados com oxigenio hiperbárico/ Splenic autoimplant and hyperbaric oxygen therapy in rats

Paulo, Isabel Cristina Andreatta Lemos; Silva, Alcino Lázaro da; Piras, Cláudio; Ramos, Bernardo Faria; Zanetti, Fernando Roberto; Paulo, Danilo Nagib Salomão
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar aspectos morfológicos e funcionais dos autoimplantes esplênicos de ratos submetidos ou não à oxigenioterapia hiperbárica (OHB). MÉTODOS: Foram estudados em dois períodos distintos 105 ratos Wistar. No período mediato (n= 56) os animais foram avaliados até o 11º dia de pós-operatório, e no período tardio (n= 49), até o 70º dia. Em cada período os ratos foram distribuídos nos grupos: A- Simulação, B- Autoimplante esplênico, tratados com (mais) oxigênio hiperbárico ou não. Nos animais do Grupo A realizou-se apenas manipulação do baço. Nos animais do Grupo B realizou-se esplenectomia total e a seguir quatro fragmentos do baço foram implantados no grande omento. Em todos os animais foram dosados os lípides e imunoglobulinas e contadas as plaquetas e os corpúsculos de Howell-Jolly no pré-operatório e no 11º ou 70º dia de pós-operatório. O baço dos animais do Grupo A e os autoimplantes dos animais do Grupo B foram retirados e enviados para avaliação morfológica. RESULTADOS: No grupo B11nt houve aumento do colesterol total, LDL-colesterol, VLDL-colesterol e triglicérides. No grupo B70nt houve aumento do colesterol total e LDL-colesterol. Nos grupos tratados não houve alterações lipídicas. A IgM caiu nos grupos B e não alterou nos grupos A. Os corpúsculos de Howell - Jolly foram menos freqüentes nos grupos Bt que nos grupos Bnt. As plaquetas aumentaram nos grupos B11t e B11nt e não se alteraram nos demais grupos. A viabilidade microscópica dos grupos Bt foi melhor que a dos grupos Bnt. CONCLUSÃO: Os autoimplantes esplênicos dos animais tratados com OHB apresentaram melhor função e viabilidade do que os autoimplantes dos animais não tratados. Resumo em inglês OBJECTIVE: To study the functional and morphological features of splenic autoimplants in rats subjected, or not, to postoperative hyperbaric oxygen therapy. METHODS: One hundred and five male Wistar rats, weighing 251.6 g ± 29.5 g, were studied ot early (11th day) and late (70th day ) postoperative periods. For each period the animals were distributed in the following groups: A (n=40), splenic manipulation; B (n=65),splenic autoimplants, not treated (nt) (A11nt- n=10, B1 (mais) 1nt- n=21, A70nt- n= 10, B70nt-n= 18) and treated with hyperbaric oxygen (t) ( A11t- n= 10, B11t- n=15, A70t - n=10, B70t- n=11). Blood was collected for measurement of lipids and immunoglobulins , platelet and Howell-Jolly body count before and after surgery. The spleen and autoimplants were removed for histologic analyses. RESULTS: There was an increase of total cholesterol (p=0.00068), LDL-cholesterol (p=0.002), VLDL-cholesterol and triglycerides (p=0.0033) in B11nt group. There was an increase of total cholesterol (p= 0.0007) and LDL-cholesterol (p=0.0000) in B70nt group, and no alterations were observed in the other groups. IgM decreased in B groups (p=0.0000) and no changes were observed in the splenic manipulation group. Number of Howell-Jolly bodies were lesser in Bt groups than in Bnt groups( p=0.03). Platelets were increased in B11t and B11nt groups (p=0.0000) and remained unchanged in the other groups. Autoimplants microscopic viability was better in Bt groups than in Bnt. CONCLUSION: The splenic autoimplants of rats treated with hyperbaric oxygen therapy showed a better functionality and viability than those subjected to other procedures.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Nódulos linfóides medulares/ Bone marrow lymphoid nodules

Magalhães, Silvia M. M.; Rocha Filho, Francisco D.; Vassallo, José; Lorand-Metze, Irene
2003-06-01

Resumo em português A biópsia de medula óssea é parte integrante do estadiamento e seguimento de pacientes com doenças hematológicas. Nódulos linfóides são um achado comum, usualmente observados em associação com doenças inflamatórias crônicas, infecção, hemólise, síndromes mieloproliferativas e doenças auto-imunes. São, em geral, considerados reacionais. Sendo a medula óssea o sítio extranodal mais comumente envolvido nos linfomas foliculares, o diagnóstico diferencial (mais) mais importante é a infiltração medular por doença linfoproliferativa. Do ponto de vista prático, os infiltrados linfóides são, em geral, facilmente distinguíveis ao estudo histológico. Agregados reacionais são pequenos, têm bordas delimitadas, são compostos por uma população celular heterogênea e têm localização central. Nódulos malignos infiltram a medula óssea na região paratrabecular e são compostos por células clivadas. A análise imunofenotípica, utilizando um painel de anticorpos monoclonais, é capaz de definir a linhagem celular, subpopulação e estágio de diferenciação da população neoplásica, contribuindo para a confirmação do diagnóstico. Nos casos controversos, a análise molecular da proliferação linfóide pode ser útil. A monoclonalidade pode ser demonstrada pela restrição de cadeias leves ou através do rearranjo do DNA da cadeia pesada das imunoglobulinas. Idealmente, os resultados da análise molecular devem ser interpretados em conjunto com a análise morfológica e imunofenotípica. A morfologia continua sendo o padrão-ouro na avaliação da infiltração medular por linfoma folicular e as análises imunofenotípica e molecular devem ser consideradas complementares. Resumo em inglês Bone marrow trephine biopsies are an integral part of the diagnosis, staging and follow-up of patients with haematologic disorders. Lymphoid nodules are a common finding, usually reported in association with chronic inflammatory syndromes, infection haemolysis, myeloproliferative disorders and autoimmune diseases. They are usually considered to be a reactional feature. As bone marrow is the most common site of extranodal involvement of follicular lymphoma, the most import (mais) ant differential diagnosis is represented by bone marrow involvement by malignant lymphoma. From a practical point of view bone marrow lymphoid infiltrates are easy to diagnose on a histological basis. Benign aggregates are typically smaller, well distinguishable, contain a mixed population of cells and are nonparatrabecular. Neoplastic aggregates involving bone marrow as a paratrabecular infiltrate composed of cleaved cells. Immunophenotyping using a panel of monoclonal antibodies is capable of determining the lineage, subset and stage of differentiation of neoplastic lymphoid cells and may therefore contribute to confirm diagnosis. Especially in controversial cases, immunogenotypic analysis of the lymphoid proliferation may be helpful. Monoclonality may be detected by monotypic expressions of immunoglobulins or clonal rearrangements in the immunoglobulin heavy chain or T cell receptor genes. Ideally, the results of immunogenotypic analysis should be interpreted only in conjunction with the results of morphologic evaluation and immunophenotypic analysis. Morphology is still the gold standard in evaluating bone marrow infiltration by follicular lymphoma and immunophenotypic and immunogenotypic analysis should be considered as useful complementary investigations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Bronquiolite obliterante pós-infecciosa: aspectos clínicos e exames complementares de 48 crianças/ Post-infectious bronchiolitis obliterans: clinical aspects and complementary testing of 48 children

Santos, Rosaly Vieira dos; Rosário, Nelson A.; Ried, Carlos Antônio
2004-02-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A evolução clínica da bronquiolite obliterante pós infecciosa é variável. OBJETIVO: Verificar as características clínicas, a evolução e os exames complementares de 48 pacientes com bronquiolite obliterante (BO) pós-infecciosa. MÉTODO: Estudo observacional e retrospecitvo. O diagnóstico de bronquiolite obliterante foi baseado em critérios clínicos, tomográficos e pela exclusão de outras doenças. Avaliou-se a história prévia ao diagnóstico (mais) e exames complementares. A saturação arterial foi avaliada pela primeira e última medidas. RESULTADOS: A média da idade dos pacientes (32 do sexo masculino e 16 do feminino) no quadro agudo da doença infecciosa foi de 9,6 meses e na primeira consulta de 30,5 meses, com um tempo médio de acompanhamento de 3,3 anos. Todos foram internados no quadro agudo, sendo que 14 (29%) em UTI.Quatro pacientes faleceram dois anos após o quadro de bronquiolite aguda. Na evolução, todos necessitaram de consultas de emergência por exacerbação do quadro pulmonar e 24 (50%) de hospitalização, dos quais 2 em UTI. A maioria persistiu com tosse, sibilos e estertores, porém em menor intensidade. A média da saturação arterial inicial foi de 89% e a final de 92%. Na cultura de escarro, os agentes infecciosos mais comuns foram: H. influenzae, S. pneumoniae e M. catarrhalis. As imunoglobulinas séricas M e G encontravam-se elevadas em 9 e 7 pacientes, respectivamente. Os achados mais freqüentes na tomografia axial computadorizada de tórax foram: perfusão em mosaico, bronquiectasias, aprisionamento de ar, atelectasia e espessamento brônquico. CONCLUSÃO: A BO pós-infecciosa é uma doença crônica e grave, com sintomas contínuos, que geralmente compromete lactentes. A microbiologia de escarro e as imunoglubulinas séricas aumentadas refletem um processo infeccioso e inflamatório crônico persitente. Resumo em inglês BACKGROUND: The clinical evaluation of patients with postinfectious bronchiolitis obliterans (BO) is variable. OBJECTIVE: Substantiate the clinical characteristics, the evolution and the complementary tests of 48 patients with post infectious bronchiolitis obliterans (BO). METHOD: Observational and retrospective study. Diagnosis of BO was based upon clinical criteria, CT scan findings and exclusion of other diseases. History prior to diagnosis and complementary tests were (mais) evaluated as well as initial and final values of oxygen saturation. RESULTS: Mean age of patients at the acute stage of the infectious disease was of 9.6 Thirty two of the patients were male. All were hospitalized during the acute stage, 14 of them (29%) in the ICU. Four patients died two years after onset of acute bronchiolitis. During evolution all required emergency care due to exacerbation of the pulmonary condition and 24 (50%) were hospitalized, 2 of them in the ICU. The majority continued presenting cough, wheezing, crackles and hyperinflation, however to a lesser degree. Mean of initial arterial saturation was of 89% and final of 92%. The most common infectious agents in the sputum samples were H. influenzae, S. pneumoniae and M. caterrhalis. Increased serum IgM and IgG were found in 9 and 7 patients respectively. The most frequent findings at thorax CT scan were mosaic perfusion, bronchioectasis, atelectasis and bronchial wall thickening. CONCLUSION: Post infectious BO is a chronic and severe disease with persistent symptoms that in general affect infants. Positive serum cultures and increased serum immunoglobulins are suggestive of a chronic infectious inflammatory condition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Conjugação e validação de controle isotípico IgG1-FITC para uso em citometria de fluxo/ Conjugation and validation of IgG1-FITC isotype control to be used in flow cytometry

Golim, Márjorie A.; Deffune, Elenice; Rossi-Ferreira, Rosana; Oliveira, Ana Paula E.; Padovani, Carlos Roberto; Machado, Paulo Eduardo A.
2007-12-01

Resumo em português Em meados da década de 50 iniciou-se o desenvolvimento da citometria de fluxo, tecnologia que permite verificar características físico-químicas de células ou partículas suspensas em meio fluido. Esta tecnologia utiliza anticorpos monoclonais marcados com fluorocromos como ferramenta de investigação em diversas análises e necessita de controles isotípicos para definição da região negativa (background). Estes controles são constituídos por imunoglobulinas de (mais) mesmo isotipo e fluorocromo dos anticorpos testes, sendo o isotiocianato de fluoresceína (FITC) o marcador fluorescente mais utilizado na conjugação de anticorpos. Os controles isotípicos têm como função definir a fluorescência inespecífica (células negativas) e as regiões fluorescentes (células positivas). No presente estudo foi selecionado anticorpo monoclonal murino (AcMm) dirigido contra antígeno eritrocitário canino, produzido no Laboratório de Anticorpos Monoclonais do Hemocentro de Botucatu, o qual reage positivamente com hemácias de cães, mas nunca com leucócitos humanos, tendo, portanto, potencial utilidade como controle negativo em citometria de fluxo. A purificação do AcMm da subclasse IgG1 foi feita por cromatografia de afinidade em Proteína-A Sepharose, e o controle da purificação realizado por eletroforese em géis de ágarose e poliacrilamida (SDS-PAGE). A imunoglobulina purificada foi conjugada ao FITC e filtrado em coluna de Sephadex G-25 para separação das proteínas marcadas e não-marcadas. O AcMm conjugado foi testado contra hemácias de cães, e o êxito da conjugação comprovado por testes de fluorescência, sendo a mediana de positividade de 94,70. Frente a leucócitos humanos a mediana de positividade foi 0,03 contra 0,50 dos reagentes comerciais. Os testes estatísticos não-paramétricos de Wilcoxon e correlação de Spearman comprovaram a eficiência e validam o controle isotípico produzido em comparação aos reagentes comerciais testados. Resumo em inglês It was during the 1950's that the development of flow cytometry started, technology that allow to measure physiochemical characteristics of cells or suspended particles in fluid. This technology uses monoclonal antibodies labeled by fluorochromes as investigation tool in several analysis and needs isotype controls to define the negative region (background). These controls are constituted by immunoglobulins of the same isotype and fluorochrome from test antibodies, being f (mais) luorescein isothiocyanate (FITC) the most fluorescent marker used in antibody conjugations. The isotype controls have the function to define the unspecific fluorescence (negative cells) and the fluorescent regions (positive cells). In this study was selected monoclonal antibody (mAb) against canine erythrocyte antigen, produced in the Monoclonal Antibodies Laboratory - Blood Center of Botucatu, which reacts positively with dog red blood cells, but never with human leukocytes, having therefore, utility potential as negative control in flow cytometry. The purification mAb of IgG1 subclass was made by affinity chromatography in Sepharose Protein-A and the purification control was performed by electrophoresis in ágarose and polyacrylamide gels (SDS-PAGE). The purified immunoglobulin was conjugated to FITC and after was filtered in Sephadex G25 column to separation of labeled and unlabeled proteins. The conjugated mAb was tested against dog red blood cells and the conjugation success was verified by fluorescence tests, being the median positivity of 94.70. To the human leucocytes the positivity median was 0.03 against 0.50 of the commercial reagents. The nonparametric statistical tests of Wilcoxon and the correlation Spearman showed the efficiency and validate the isotype control produced in relation to the tested commercial reagents.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Anestesia em paciente obstétrica portadora de anemia falciforme e traço talassêmico após plasmaféresis: relato de caso/ Anesthesia in obstetric patient with sickle cell anemia and thalassemic trait after plasmapheresis: case report/ Anestesia en paciente obstétrica portadora de anemia falciforme y trazo talasémico después de plasmaféresis: relato de caso

Leão, Eduardo Barbosa; Barros, Guilherme A M de; Navarro, Laís H C; Castiglia, Yara Marcondes Machado
2005-06-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A plasmaféresis é a técnica de tratamento de escolha para pacientes com anemia hemolítica grave. Uma de suas conseqüências é a depleção de colinesterase plasmática, o que interfere na metabolização de alguns bloqueadores neuromusculares de uso corrente na prática anestesiológica. RELATO DO CASO: Paciente com 26 anos, estado físico ASA IV, gestação de 30 semanas e 3 dias, portadora de anemia falciforme, traço talassêmico e alo- (mais) imunização para antígenos de alta freqüência. Apresentou crise de falcização, sendo transfundida com derivado sangüíneo incompatível. Evoluiu com hemólise maciça, sendo admitida com hemoglobina de 3 g/dL e hematócrito de 10%, icterícia intensa, taquicardia, apatia e descoramento. Na avaliação hematológica concluiu-se ser situação de inexistência de sangue compatível para transfusão. Foi tratada com corticoterapia, imunoglobulinas e plasmaféresis. No segundo dia de internação, evoluiu com insuficiência renal aguda e edema pulmonar agudo, piora do estado geral e instabilidade hemodinâmica. Indicada a resolução da gestação em decorrência do quadro clínico da paciente e do sofrimento fetal agudo que se sobrepôs. A paciente foi admitida na sala de operações consciente, dispnéica, pálida, ictérica, SpO2 de 91% em ar ambiente, freqüência cardíaca de 110 bpm e pressão arterial de 110 x 70 mmHg, em uso de dopamina (1 µg.kg-1.min-1) e dobutamina (10 µg.kg-1.min-1). Optou-se por anestesia geral balanceada, com alfentanil (2,5 mg), etomidato (14 mg) e atracúrio (35 mg) e isoflurano. Não se observou intercorrências anestésico-cirúrgicas. Ao final, a paciente foi encaminhada à UTI, sob intubação orotraqueal, e em uso de drogas vasoativas, tendo sido extubada após 3 horas. CONCLUSÕES: Este caso mostrou-se um desafio para a equipe, visto que a paciente apresentava instabilidade hemodinâmica e alteração do coagulograma, condições que contra-indicam a anestesia regional; além disto, a plasmaféresis potencialmente depleta os estoques de colinesterases plasmáticas, o que interfere na anestesia. Entretanto, o arsenal medicamentoso disponível permitiu o manuseio seguro desta situação. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La plasmaféresis es una técnica de tratamiento de elección para pacientes con anemia hemolítica grave. Una de sus consecuencias es la depleción de colinesterasa plasmática, lo que interfiere en la metabolización de algunos bloqueadores neuromusculares de uso corriente en la práctica anestesiológica. RELATO DEL CASO: Paciente con 26 años, estado físico ASA IV, gestación de 30 semanas y 3 días, portadora de anemia falciforme, trazo ta (mais) lasémico y alo-inmunización para antígenos de alta frecuencia. Presentó crisis de falcización, siendo transfundida con derivado sanguíneo incompatible. Evolucionó con hemólisis maciza, siendo admitida con hemoglobina de 3 g/dL y hematócrito del 10%, ictericia intensa, taquicardia, apatía y con pérdida de color. En la evaluación hematológica se concluyó ser una situación de inexistencia de sangre compatible para transfusión. Fue tratada con corticoterapia, inmunoglobulinas y plasmaféresis. En el segundo día de internación, evolucionó con insuficiencia renal aguda y edema pulmonar agudo, empeoramiento del estado general e inestabilidad hemodinámica. Indicada la resolución de la gestación como resultado del cuadro clínico de la paciente y del sufrimiento fetal agudo que se sobrepuso. La paciente fue admitida en la sala de operaciones consciente, disneica, pálida, ictérica, SpO2 del 91% en aire ambiente, frecuencia cardiaca de 110 lpm y presión arterial de 110 x 70 mmHg, en uso de dopamina (1 µg.kg-1 min-1) y dobutamina (10 µg.kg-1.min-1). Se optó por anestesia general balanceada, con alfentanil (2,5 mg), etomidato (14 mg) y atracúrio (35 mg) e isoflurano. No se observó interocurrencias anestésico- quirúrgicas. Al final, la paciente fue encaminada a la UTI, bajo intubación orotraqueal, y en uso de drogas vasoactivas, habiendo sido extubada después de 3 horas. CONCLUSIONES: Este caso se mostró un desafío para el equipo, ya que la paciente presentaba inestabilidad hemodinámica y alteración del coagulograma, condiciones que contraindican la anestesia regional, además de esto, la plasmaféresis potencialmente depleta las existencias de colinesterasas plasmáticas, lo que interfiere en la anestesia. Mientras, el arsenal medicamentoso disponible, permitió el manoseo seguro de esta situación. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Plasmapheresis is the technique of choice for severe hemolytic anemia patients. A consequence is plasma cholinesterase depletion, which interferes with metabolism of some neuromuscular blockers currently used in anesthesiology. CASE REPORT: Pregnant patient, 26 years old, physical status ASA IV, 30 weeks and 3 days gestational age, with sickle cell anemia, thalassemic trait and allo-immunization for high frequency antigens. Patient presented sic (mais) kling crisis being transfused with incompatible blood. Patient evolved with massive hemolysis being admitted with 3 g/dL hemoglobin and 10% hematocrit, severe jaundice, tachycardia, apathic and pale. Hematological evaluation has concluded for the inexistence of compatible blood for transfusion. Patient was treated with steroids, immunoglobulins and plasmapheresis. In the second admission day patient evolved with acute renal failure and pulmonary edema, general state worsening and hemodynamic instability. Gestation resolution was indicated due to patient's clinical conditions and consequent acute fetal suffering. Patient was admitted to the operating room conscious, pale, with dyspnea, jaundice, 91% SpO2 in room air, heart rate of 110 bpm and blood pressure of 110 x 70 mmHg, under dopamine (1 µg.kg-1.min-1) and dobutamine (10 µg.kg-1.min-1). We decided for balanced general anesthesia with alfentanil (2.5 mg), etomidate (14 mg), atracurium (35 mg) and isoflurane. There were no anesthetic-surgical intercurrences. Patient was referred to ICU after surgery completion under tracheal intubation and vasoactive drugs, being extubated 3 hours later. CONCLUSIONS: This case was a challenge for the team since patient was hemodynamically instable with coagulogram abnormalities counterindicating regional anesthesia. In addition, plasmapheresis potentially depletes plasma cholinesterase reserves, interfering with anesthesia. However, available drug armamentarium has allowed for the safe management of this situation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Anemia crônica e glomerulopatia secundárias à Doença de Depósito das Cadeias Leves/ Chronic anemia and glomerulopathy secondary to Light-chain Deposition Disease

Silveira, Ítala P.; Jerônimo, Antonio L. C.; Silva, Herivaldo F.; Nogueira, José O. L.; Correia, José W.; Moura, Luiz A.
2004-01-01

Resumo em português Os autores relatam o caso de uma paciente do sexo feminino, 65 anos de idade, internada com anemia de longa evolução que se associou posteriormente a uma glomerulopatia manifestada por proteinúria, cilindrúria e perda de função renal. As cadeias leves no plasma e na urina estavam elevadas, sobretudo a fração kappa e uma biópsia renal estudada por imunofluorescência e microscopia eletrônica confirmou o diagnóstico de Doença de Depósito das Cadeias Leves. A ne (mais) fropatia de cadeia leve ocorre pela superprodução de cadeia leve de imunoglobulina produzida por linfócitos B com deposição nas membranas tubulares e no glomérulo. Resumo em inglês The authors present a case of a 65-year-old female patient, with chronic anemia associated with glomerulopathy manifested as proteinuria, cylindruria and renal failure. There were high serum and urinary levels of light chains and the diagnosis was performed by renal biopsy, examined using immunofluorescence and by electron microscopy that showed light chain paraproteins. Nephropathy of light-chain deposition disease occurs due to an over-production of light chains from immunoglobulins produced by B lymphocytes with a deposit in tubular and glomerular membranes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Influência do fornecimento prolongado de colostro sobre a flutuação de proteínas séricas em bezerros com diferentes níveis de imunidade passiva sérica/ Influence of extended colostrum feeding on protein fluctuation of new born calves with different acquired passive immunity

Baracat, R.S.; Machado Neto, R.; Daniele, C.; Bessi, R.; Packer, I.U.
1995-12-01

Resumo em português O presente trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento das proteínas séricas de 32 bezerros recém-nascidos submetidos a diferentes programas de aleitamento. Foram utilizados animais com duas diferentes condições de imunidade passiva adquirida, alta e baixa, divididos em dois grupos, com e sem fornecimento prolongado de colostra. Os tratamentos foram os seguintes: T1 - alto/leite; T2 -baixo/leite; T3 - alto/colostro; T4 - baixo/ colostro. Foram avaliados os pa (mais) râmetros séricos de proteína total (PT), albumina e imunoglobulina G (IgG). O grupo alto (T1 e T3) apresentou uma concentração média superior de proteína total (p = 0,0033) e imunoglobulina (p = 0,0001) séricas comparadas com os valores encontrados para o grupo baixo (T2 e T4). Proteína total e albumina apresentaram concentrações médias superiores (p = 0,0001 e p = 0,059) no grupo colostra (T3 e T4) comparado com o grupo leite (T1 e T2). Os valores mínimos médios para PT e IgG foram superiores (p = 0,082 e p = 0,0001) no grupo alto comparado com o grupo baixo. A data de ocorrência do valor médio mínimo no grupo alto para PT foi 40 dias, valor superior (p = 0,0012) aos 20 dias encontrado para o grupo baixo. O mesmo ocorreu para IgG (p = 0,060), tendo sido obtido 50 e 40 dias, respectivamente, para os grupos alto e baixo. Os animais que receberam colostra (T3 e T4) apresentaram, apenas para PT, valor superior (p = 0,0002) para o parâmetro menor valor médio, que ocorreu aos 30 dias de idade. A data de ocorrência do valor médio mínimo para IgG não diferiu entre os animais que receberam colostro e leite (40 dias). O fornecimento prolongado de colostro na dieta pode favorecer o processo de síntese de proteínas séricas em bezerros recém-nascidos. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the protein fluctuation of 32 Holstein newborn calves under different milk feeding programs. Animals with high and low condition of acquired passive immunity, were splited in two groups, with and without extended colostrum feeding. The treatments were: T1 - high/milk; T2 - low/milk; T3 -high/colostrum; T4 - low/colostrum. Total protein (TP), albumin and imunoglobulin G (IgG) present in the serum of the calves were evaluated. Cal (mais) ves of Tl and T3 showed higher concentration of TP and IgG as compared to T2 and T4. TP and albumin concentration were higher (P = 0,0001 e p = 0,059) in T3 and T4 in relation to animals in T1 and T2. The lowest concentration of PT and IgG were higher (p = 0,082 e p = 0,0001) in Tl and T3 as compared to T2 and T4. The date when the lowest concentrations of TP ocurred in Tl and T3, 40 days, was superior (p = 0,0012) to 20 days found in T2 and T4. The same ocurred to IgG (p = 0,060) with dates of 50 and 40 days for high (T1 and T3) and low (T2 and T4) groups respectively. Animals that received colostrum (T3 and T4) showed, only for TP, higher (p = 0,0002) concentrations in relation to the minimum concentration, which was registred at the age of 30 days. The date when the lowest concentration of IgG occurred was not different between animals that received colostrum and milk (40 days). According to the results it is suggested that colostrum in the diet has a positive effect in the serum protein synthesis, which in addition to immunoglobulins play an important role in the serum protein fluctuation of the newborn calves.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Detecção do rearranjo da proteína BCL2/JH em carcinomas epidermoides de boca e faringe/ Detection of protein BCL2/JH rearrangement in epidermoid carcinomas of mouth and pharynx

Montovani, Jair; Sales, Magaly M; Pardini, Maria Inês M C
2010-09-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A proteína BCL2 encontrada na membrana mitocondrial interna, regula a apoptose inibindo a morte celular programada. A translocação (14;18), detectada em 70 a 85% dos linfomas foliculares, leva a superexpressão da proteína BCL2, pela justaposição do gene BCL2 ao segmento JH do gene da cadeia pesada da imunoglobulina. Porém, os achados da expressão da BCL2 em carcinoma de cabeça e pescoço são contraditórios. OBJETIVO: Investigar a presença da tra (mais) nslocação (14;18) do gene BCL2 em carcinomas de cabeça e pescoço. MÉTODO: Foram examinadas 16 amostras de DNA, sendo 13 de carcinomas de células escamosas (CCE) e 3 de epidermoide (CE), por meio da reação em cadeia da polimerase (PCR). RESULTADOS: O rearranjo BCL2/JH foi encontrado em 2 (15%) dos 13 casos de CCE e em nenhum dos 3 casos de CE. A média de frequência de moléculas com rearranjo foi de 46,44 x 107. Não foi observada associação entre a presença de rearranjo e a exposição ao tabaco e álcool (p=0,6545). CONCLUSÃO: Diferente dos resultados encontrados em linfomas foliculares a presença da translocação (14;18) em carcinomas de cabeça e pescoço não é comum e, quando ocorre, pode ser uma mutação ocasional não associada a exposição ao tabaco e álcool. Resumo em inglês INTRODUCTION: The BCL2 protein found in the internal mothocondrial membrana regulates the apoptosis preventing the programmed cell death. The translocation (14:18), detected in 70 to 85% of the follicular lymphoma, lead the super expression of BCL2 protein, by juxtaposition of BCL2 gene to the JH segment of the immunoglobulins' heavy chain gene. However, the found of the BCL2 expression in head and neck carcinoma are contradictious. OBJECTIVE: To investigate the presence (mais) of the translocation (14:18) of the BCL2 gene in head and neck carcinoma. METHOD: Sixteen DNA samplers were examinated being 13 of squamous cells carcinoma (SCC) and 3 of epidermoid (CE), y means of chain reaction of the polymerase (PCR). RESULTS: The BCL2/JH rearrangement in 2 (15%) of the CCE 13 cases and in none of the 3 cases of CE. The average of the frequency of molecules with rearrangement was 46,44x107. Was not observed association between the rearrangement presence and the exhibition to tobacco and alcohol (p=0, 6545). CONCLUSION: Different from the results found in follicular lymphoma, the presence of the translocation (14; 18) in head and neck carcinomas is not common and, when it occurs, it can be an occasional mutation not associated to exhibition to the tobacco and alcohol.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Técnica de peroxidase-antiperoxidase (PAP) em biópsia renal: estudo comparativo

Sarno, Euzenir Nunes; Vieira, Leila Maria Machado; Ruzany, Frederico; Szwarcwald, Celia; Landmann, Jayme
1980-01-01

Resumo em português Os métodos de imunoperoxidase têm muito em comum com os da imunofluorescência para a demonstração de antígenos teciduais e celulares como no campo das doenças renais relacionadas a imunoglobinas e imunocomplexos. Neste trabalho os autores fazem um estudo comparativo da sensibilidade dos dois métodos (IF e PAP) em tecido de congelação e blocos parafinizados de material de biópsia renal. A análise estatística dos resultados mostrou uma concordãncia significat (mais) iva entre a IF de congelação e a imunoperoxidase em tecido parafinizado com exceções para a detecção de frações de complemento e de fibrinogênio. Não houve concordância entre a IF em congelação e IF em tecido parafinizado. Resumo em inglês Immunofluorescent (IF) and immunoperoxidase (PAP) technics have a lot in commum in the detection of cellular and tissue antigens. In renal diseases they have been used in the detection of immunoglobulins and immune complexes. In the present paper the authors compare the technics of IF and PAP in paraffin sections to frozen renal biopsy sections by in 25 cases. There was significant correlation between IF of frozen renal biopsies with PAP of paraffin sections for immunoglo (mais) bulins. There was on correlation for complement components and fibrinogen as well as for IF on paraffin sections for all components investigated. IF in paraffin sections was inadequate for the detection of deposits in renal glomeruli when perfomed in routine sections.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Proteinograma sérico de cães sadios e com linfoma obtido por eletroforese em gel de poliacrilamida (SDS-PAGE)/ Serum protein concentrations in healthy dogs and dogs with lymphoma by means of sodium dodecil sulphate-polyacrylamide gel electrophoresis (SDS-PAGE)

Calazans, S.G.; Daleck, C.R.; Fagliari, J.J.; Repetti, C.F.; De Nardi, A.B.; Castro, J.H.T.; Fernandes, S.C.; César, J.R.F.; Rodigheri, S.M.
2009-10-01

Resumo em português Foram avaliadas amostras de soro sanguíneo de 10 cães sadios e de 12 com linfoma, utilizando-se a eletroforese em gel de poliacrilamida contendo dodecil sulfato de sódio. Houve diferença entre as médias dos teores de proteína total de cães sadios, 7,68g/dL±0,46 e de cães com linfoma, 7,93g/dL±2,49. As concentrações de IgA e IgG não foram diferentes entre os grupos. Os teores das proteínas de pesos moleculares 142000, 110000, 52000, 49000, 24000 e 18000 dált (mais) ons foram mais elevados em cães com linfoma. Os cães com linfoma apresentaram concentrações mais elevadas de ceruloplasmina, 43,95mg/dL±18,19, e haptoglobina, 554mg/dL±449,51, e menores de albumina, 2908mg/dL±476,67, em comparação aos cães sadios (ceruloplasmina: 3,42mg/dL±7,44; haptoglobina: 94,54mg/dL±59,50 e albumina: 4207mg/dL±206,18). Conclui-se que concentrações séricas mais elevadas de ceruloplasmina e haptoglobina e menores de albumina podem estar associadas ao linfoma em cães. Resumo em inglês Blood serum samples of ten healthy dogs and 12 dogs with lymphoma were evaluated by means of sodium dodecil sulphate-polyacrylamide gel electrophoresis. There was difference in total protein concentrations among healthy dogs, 7.68g/dL±0.46 and dogs with lymphoma, 7.93g/dL±2.49 values of immunoglobulins A and G presented no difference between groups. Serum proteins with molecular weights 142,000; 110,000; 52,000; 49,000; 24,000; and 18,000 Daltons presented increased con (mais) centrations in dogs with lymphoma. Dogs with lymphoma presented increased ceruloplasmin (43.95mg/dL±18.19) and haptoglobin (554mg/dL±449.51) values and lesser albumin concentration (2,908mg/dL±476.67) when compared to healthy dogs (ceruloplasmin: 3.42mg/dL±7.44; haptoglobin: 94.54mg/dL±59.50, and albumin: 4,207mg/dL±206.18). In conclusion, increased ceruloplasmin and haptoglobin and lesser albumin serum concentrations are possibly related to lymphoma in dogs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Otimização da reação de polimerase em cadeia para detecção de Toxoplasma gondii em sangue venoso e placenta de gestantes/ Optimization of Toxoplasma gondii detection by PCR in pregnants blood and placenta

Spalding, Silvia Maria; Amendoeira, Maria Regina Reis; Coelho, Janice M.C.; Angel, Sergio O.
2002-01-01

Resumo em português A detecção de Toxoplasma gondii no sangue venoso e na placenta de gestantes pela reação de polimerase em cadeia pode facilitar o diagnóstico pré-natal da toxoplasmose congênita. Foram avaliadas gestantes IgM-reagentes e os seus filhos. Além das dosagens de IgG, IgM, IgA e reação de avidez de IgG (MEIA), foram realizadas a técnica de imunoperoxidase e a inoculação em camundongos. De cada amostra foi efetuada amplificação gênica com primers do gene B1 e novo (mais) s primers do gene TGR (chamados ABGTg7 C1 e N1). É preciso observar que o tratamento poderia ser responsável por uma diminuição da infecção. Desta forma, o diagnóstico negativo confirmaria a eficiência do tratamento preventivo na replicação parasitária no útero. A reação de polimerase em cadeia mostrou-se sensível e específica; evidenciou a presença de um a dez taquizoítas; pode ser utilizada com segurança e confiabilidade, além de tornar rápido o diagnóstico da toxoplasmose congênita, sendo, assim, ferramenta importante na avaliação pré-natal. Resumo em inglês The Toxoplasma gondii detection in venous blood and placenta of pregnants by polymerase chain reaction may facilitate the diagnosis of congenital toxoplasmosis. We evaluated pregnants with reagent immunoglobulin M (IgM) and their children. Beyond serological toxoplasma-specific immunoglobulins G (IgG), M (IgM), A (IgA) and IgG avidity (MEIA), we did immunoperoxidasis and mice inoculation. Genomic amplification with gene B1 primers and new TgR primers (called ABGTg7 C1 and (mais) N1) was conducted for each sample. It's necessary to observe that treatment probably is responsible for the infection decrease, that manner, negative results would confirm uteri therapeutic efficiency. PCR was sensitive and specific, it identified one to ten tachyzoites. Besides being a fast form of congenital toxoplasmosis diagnosis, it may be used safely and trustly, as an important tool for congenital evaluation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Inquérito sorológico para a rubéola em professoras do município de São Paulo, Brasil/ Serum inquiry for rubella in schoolteachers in the city of S. Paulo, Brazil

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.
1974-12-01

Resumo em português Estudou-se a distribuição etária de anticorpos inibidores da hemaglutinação para o vírus da rubéola em 415 soros de professoras de 27 parques infantis e 75 escolas municipais, da rede municipal de ensino de São Paulo. Deste total, 67,9% dos soros apresentavam títulos iguais ou superiores a 8, considerados como indicativos da presença de imunidade. Não se observaram diferenças significativas entre os diversos grupos etários estudados, relativamente à distribu (mais) ição dos porcentuais de positividade. A distribuição porcentual dos títulos de anticorpos inibidores da hemaglutinação foi de 32,1% para títulos menores do que 8, 29,3% para título 8, 18,1% para título 16, 12,1% para título 32 e 8,4% para títulos iguais ou superiores a 64. De 35 soros com títulos iguais ou superiores a 64, após tratamento com 2-mercapto-etanol, 4 sofreram uma redução significativa do título. São feitas algumas considerações sobre os riscos de infecção a que estão sujeitas as professoras e sugere-se, entre os requisitos exigidos para a admissão das mesmas nas redes oficiais e particulares de ensino, o diagnóstico sorológico da rubéola, bem como o estabelecimento de um serviço de vacinação, devidamente controlado. Resumo em inglês The sera of 415 female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil, were tested for rubella hemagglutination-inhibiting antibodies. Antibodies to rubella virus were found in 67.9%. Of these, 59.5% had titers ranging from 1:8 to 1:32 and 8.4% had titers of 1:64 and higher. No significant differences were observed between age-groups. Four of 35 sera with titers of 1:64 and higher showed reduction in the hemagglutination-inhibiting antibo (mais) dy titer after treatment with 2 ME, a sulphydryl-reduction compound wich breaks down IgM immunoglobulins. Some comments are presented on the necessity of developing programs of routine tests for the continuing assessment of the susceptibility of schoolteachers to rubella infection and vaccination, provided adequate precautions are followed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Inquérito sorológico para a rubéola em professoras do município de São Paulo, Brasil/ Serum inquiry for rubella in schoolteachers in the city of S. Paulo, Brazil

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.
1974-12-01

Resumo em português Estudou-se a distribuição etária de anticorpos inibidores da hemaglutinação para o vírus da rubéola em 415 soros de professoras de 27 parques infantis e 75 escolas municipais, da rede municipal de ensino de São Paulo. Deste total, 67,9% dos soros apresentavam títulos iguais ou superiores a 8, considerados como indicativos da presença de imunidade. Não se observaram diferenças significativas entre os diversos grupos etários estudados, relativamente à distribu (mais) ição dos porcentuais de positividade. A distribuição porcentual dos títulos de anticorpos inibidores da hemaglutinação foi de 32,1% para títulos menores do que 8, 29,3% para título 8, 18,1% para título 16, 12,1% para título 32 e 8,4% para títulos iguais ou superiores a 64. De 35 soros com títulos iguais ou superiores a 64, após tratamento com 2-mercapto-etanol, 4 sofreram uma redução significativa do título. São feitas algumas considerações sobre os riscos de infecção a que estão sujeitas as professoras e sugere-se, entre os requisitos exigidos para a admissão das mesmas nas redes oficiais e particulares de ensino, o diagnóstico sorológico da rubéola, bem como o estabelecimento de um serviço de vacinação, devidamente controlado. Resumo em inglês The sera of 415 female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil, were tested for rubella hemagglutination-inhibiting antibodies. Antibodies to rubella virus were found in 67.9%. Of these, 59.5% had titers ranging from 1:8 to 1:32 and 8.4% had titers of 1:64 and higher. No significant differences were observed between age-groups. Four of 35 sera with titers of 1:64 and higher showed reduction in the hemagglutination-inhibiting antibo (mais) dy titer after treatment with 2 ME, a sulphydryl-reduction compound wich breaks down IgM immunoglobulins. Some comments are presented on the necessity of developing programs of routine tests for the continuing assessment of the susceptibility of schoolteachers to rubella infection and vaccination, provided adequate precautions are followed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Elisa de captura com IgY para quantificação de acetato de lupeol em Vernonia scorpioides lam. Pers (asteraceae)/ Capture IgY-elisa to quantify lupeol acetate in Vernonia scorpioides lam. Pers (asteraceae)

Freire, Ronald Bastos; Freire, Márcia de Fátima Inácio; Berbara, Ricardo Louro
2004-08-01

Resumo em português O presente experimento descreve, pela primeira vez, a elaboração de um ensaio imunoenzimático (ELISA de captura) com anticorpos IgY para a detecção e quantificação de acetato de lupeol (LAc) em Vernonia scorpioides Lam. Pers (Asteraceae). Anticorpos anti-LAc, obtidos partir do soro das aves e gemas de seus ovos, após imunização com o conjugado acetato de lupeol-cBSA, foram concentrados em coluna contendo LAc-BSA acoplado a sepharose. A eficácia da metodologia d (mais) e detecção imunológica foi de 97%, com índices de sensibilidade e especificidade de 99% e 95%, respectivamente com limites de detecção do ensaio entre 0,02µg.g-1 (inferior) e 10 µg.g-1 (superior). A robustez do método foi atestada pela sua elevada reprodutibilidade (entre 94,75% e 96,81%), e pelo baixo coeficiente de variação interna (4,22 ± 1,03%) nas condições de execução descritas. Resumo em inglês For the first time, a yolk immunoglobulins-based immunenzymatic assay (capture IgY-ELISA) was carried out to detect Lupeol acetate (LAc) from Vernonia scorpioides Lam. Pers (Asteraceae). Antibodies (IgY) against lupeol acetate (anti-LAc antibodies) were raised in White Leghorn hens immunized with LAc conjugated to the bovine serum albumin (LAc-BSA). The anti-LAc antibodies were recovered by cleanup columns containing LAc-BSA coupled to sepharose. The capture IgY-ELISA eff (mais) icacy was of 97% when the predictive indices of sensitivity and specificity were 99.0% and 95%, respectively. The lowest and highest detection limits were of 0.02µg g-1 and 10µg.g-1 of plant extract, respectively. The strength of this method was attested by its high reproducibility (between 94.75% and 96.81%), and a low internal variation (4.22 ± 1.03%), under the described conditions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Efeito do miriadenolídeo isolado de Alomia myriadenia (Asteraceae) sobre o tumor de Erlich ascítico no camundongo/ Effect of myriadenolide isolated from Alomia myriadenia (Asteraceae) on Ehrlich tumor in its ascitic form

Verçosa Júnior, D.; Souza-Fagundes, E.M.; Cassali, G.D.; Ribeiro, E.L.; Zani, C.L.; Melo, M.M.
2006-10-01

Resumo em português Estudou-se atividade antineoplásica de um produto natural isolado de Alomia myriadenia (miriadenolídeo) no modelo do tumor de Ehrlich em camundongos. Dezoito fêmeas de camundongo Swiss foram inoculadas com 2x10(7) células viáveis de tumor de Ehrlich via intraperitoneal (0,3ml) e posteriormente distribuídas aleatoriamente em três grupos que receberam: grupo I (controle) - 0,3ml de solução de Hanks; grupo II - 31µg/kg de miriadenolídeo; e grupo III - 139&mic (mais) ro;g/kg de miriadenolídeo. No oitavo dia de experimento, foram realizados exames hematológicos e perfil protéico sérico eletroforético. Coletou-se todo o líquido ascítico para avaliação do volume, aparência, pH, contagem de células viáveis e inviáveis, realização de esfregaços para contagem de células claras e escuras, leucócitos e avaliação das regiões organizadoras de nucléolos argentafins (AgNORs). Foram realizados exames macro e microscópicos do baço, fígado e rins e aspirado o conteúdo da medula óssea dos fêmures direito e esquerdo de cada animal para avaliação da relação mielóide:eritróide. Não houve diferença significativa no volume, pH, contagem de células viáveis e inviáveis entre os três grupos estudados, observando-se valores de 17,6 x 10(4) células tumorais viáveis no grupo III, 27,7 x 10(4) no grupo II e 21,1 x 10(4) no grupo I. As AgNORs apresentaram-se pequenas, com distribuição difusa e incontáveis no grupo I, e em menor quantidade no grupo III. Os animais do grupo III apresentaram a menor concentração protéica total sérica (4,7g/dl) (P Resumo em inglês Antitumoral activity of a natural product of Alomia myriadenia (myriadenolide) in Ehrlich tumor in mice was studied. Eighteen Swiss female mice were intra-peritoneal inoculated 2x10(7) viable cells of Ehrlich Tumor (0.3ml) and randomly distributed in three groups receiving via intra-peritoneal on the 3rd and 5th day post-inoculation the following treatments: group I (control) - 0.3ml Hanks solution; group II: 31µg/kg myriadenolide; and group III: 139µg/kg myri (mais) adenolide. On the eighth day of the experiment blood profile and protein serum electrophoresis were performed. All ascitic liquid was collected to evaluate the volume and pH; to observe the aspect; to count viable and no viable cells, dark and clear cells, leukocytes and nucleolar organizer regions (NORs). Macro and microscopic exams were performed and bone marrow was aspirated from right and left femurs of each animal to evaluate myeloid:erythroid ratio. It was not observed difference in volume, pH, counts viable and no viable cells in the groups, although group III showed smaller number of viable tumoral cells (17.6 x 10(4)) when compared to the group II (27.7 x 10(4)) and group I (21.1 x 10(4)). The investigation of NORs to evaluate the proliferative capacity of tumoral cells after myriadenolide treatment showed that cells were smaller, uncountable and with diffuse distribution in group I. They were in lower quantity in group III. These results suggest that myriadenolide in dose 139µg/kg (group III) delay the tumoral growing and, probably, cell proliferation. The animals of group III showed lower value of total protein (4.7g/dl) (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)