Sample records for immune tolerance
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 17 shown.



1

Significado do epitope spreading na patogênese dos pênfigos vulgar e foliáceo/ Significance of epitope spreading in the pathogenesis of pemphigus vulgaris and foliaceus

Aoki, Valéria; Lago, Fernanda; Yamazaki, Márcia Harumi; Santi, Cláudia Giuli; Maruta, Celina Wakisaka; The Cooperative Group on Fogo Selvagem Research
2008-04-01

Resumo em português Os pênfigos são dermatoses bolhosas auto-imunes, em que há a produção de auto-anticorpos direcionados contra moléculas de adesão dos epitélios, levando à perda da coesão celular. A produção de auto-anticorpos ocorre quando os pacientes desenvolvem um desequilíbrio da resposta imune (quebra da tolerância imunológica), passando a reconhecer antígenos próprios. A resposta é geralmente direcionada contra um único epítopo alvo; entretanto, como conseqüênc (mais) ia da resposta inflamatória do processo primário e do extenso dano tecidual ocasionado, pode haver exposição de componentes protéicos ocultos, levando à produção de diferentes auto-anticorpos. Assim, é possível que surja uma nova doença cutânea auto-imune, em decorrência do fenômeno intra ou intermolecular de epitope spreading. São revistos os principais conceitos desse fenômeno e sua ocorrência nas dermatoses bolhosas auto-imunes, com ênfase nos pênfigos, grupo de dermatoses bolhosas autoimunes mais prevalente no Brasil. Resumo em inglês Pemphigus comprises autoimmune blistering skin diseases in which autoantibodies directed against antigens (epithelial adhesion molecules) are found, leading to loss of cell cohesion. The production of autoantibodies occurs due to an immune imbalance (break of immune tolerance) driving to recognition of self- antigens. The response is usually directed against an exclusive target epitope; however, due to the inflammatory response and to the extensive tissue damage, it is po (mais) ssible that the exposure of hidden protein components leads to distinct autoantibody production. Hence, a new autoimmune disease may occur in consequence of an intra- or intermolecular epitope spreading phenomenon. The authors review the main concepts of this phenomenon, and its occurrence in autoimmune blistering diseases, with emphasis on pemphigus, the most prevalent disease of this group in our country.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Balanço entre ácidos graxos ômega-3 e 6 na resposta inflamatória em pacientes com câncer e caquexia/ Omega-3 and 6 fatty acids balance in inflammatory response in patients with cancer and cachexia

Garófolo, Adriana; Petrilli, Antônio Sérgio
2006-10-01

Resumo em português O emagrecimento, associado à perda de massa magra, é um fenômeno observado com freqüência em pacientes com câncer. Tal condição predispõe o paciente ao maior risco de infecções, pior resposta aos tratamentos implantados e, como conseqüência, desfavorece o prognóstico de cura. Além disso, a desnutrição também está associada à pior qualidade de vida. Dessa forma, algumas terapias têm sido propostas na tentativa de reverter o catabolismo, por meio da ate (mais) nuação da resposta inflamatória, observado em grande porcentagem de pacientes com câncer e caquexia. Entre elas, a suplementação com ácidos graxos da família ômega-3 pode representar uma estratégia na redução da formação de citocinas pró-inflamatórias, favorecendo a tolerância metabólica dos substratos energéticos e atenuando o catabolismo protéico, com o intuito de melhorar o prognóstico de cura de pacientes com câncer. Entretanto, os estudos mostram alguns resultados conflitantes da suplementação com ômega-3 na resposta imunológica. Por outro lado, em pacientes com câncer, os ensaios clínicos mostraram atenuar a resposta inflamatória e melhorar o estado nutricional. O objetivo deste artigo é realizar uma revisão criteriosa do assunto. Resumo em inglês Emaciation and loss of lean body mass is a frequent phenomenon observed in cancer patients. This condition leads to infection risk and a poor response to treatment, thus reducing the chances of cure. Furthermore, malnutrition is also associated with a poor quality of life. Therefore, therapies have been proposed in attempt to revert the catabolism observed in most of these patients by attenuating the inflammatory response. Among them, omega-3 fatty acid supplementation ma (mais) y be a strategy to reduce the production of pro-inflammatory cytokines and improve metabolic substrate tolerance, decreasing protein catabolism in order to ameliorate the prognosis of cure in cancer patients. However, studies demonstrate some conflicting results of ômega-3 supplementation on immune response. On the other hand, clinical trials in cancer patients demonstrate that the inflammatory response decreases and the nutritional status improves. The aim of this paper is to elaborate a strict review of the subject.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Imunidade relacionada à resposta alérgica no início da vida/ Immunity related to allergic response at the beginning of life

Correa, Joaquina M.M.; Zuliani, Antonio
2001-12-01

Resumo em português OBJETIVO: considerando-se que é na infância que as manifestações alérgicas mais comuns (asma, rinite, dermatite, alergia alimentar) ocorrem, porque é no início da vida que o sistema imune pode ser induzido à sensibilização ao invés de tolerância alergênica, analisamos as principais peculiaridades imunológicas do feto e da criança jovem, inerentes à sensibilização e resposta alérgica. MÉTODOS: os autores realizaram revisão literária detalhada concerne (mais) nte à resposta imune inespecífica (barreiras físico-químicas, células mielóides) e específica (linfócitos T e B, citocinas) do feto e de crianças mais jovens, enfatizando os estudos mais relevantes nos últimos quinze anos. RESULTADOS: vários compartimentos do sistema imune do feto e de crianças mais jovens são diferentes daqueles da criança maior e do adulto. Conseqüentemente, aspectos relativos ao desenvolvimento da imunidade inespecífica e específica, podem contribuir para a geração de atopia. CONCLUSÕES: a predisposição atópica determina-se no início da vida e parece originar-se, além dos fatores genéticos, por aqueles ocorridos no ambiente intra-uterino e fase inicial da infância, os quais influenciam o sistema imune à síntese elevada de IgE. Resumo em inglês OBJECTIVE: given that the most common allergic manifestations (asthma, rhinitis, dermatitis, food allergies) occur during childhood, because the immune system can be induced into sensitization rather than into allergenic tolerance at the beginning of life, we analyzed the main immunological aspects of fetuses and infant in terms of allergic sensitization and response. METHODS: detailed bibliographic revision concerning nonspecific immune response (physical and chemical ba (mais) rriers, myeloid cells) and specific immune response (T and B lymphocytes, cytokines) of the fetus and infant, with special attention to studies carried out in the last fifteen years. RESULTS: various compartments of the immune system in fetuses and infants are different from those present in older children and adults. Thus, developmental aspects of nonspecific and specific immunity may contribute to atopic disease. CONCLUSIONS: atopic predisposition is determined at the beginning of life and seems to originate not only from genetic factors, but also from intrauterine environment and initial stage of childhood, inducing the immune system to increase the synthesis of IgE.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Sistema imunitário: parte III. O delicado equilíbrio do sistema imunológico entre os pólos de tolerância e autoimunidade/ Immune system: part III. The delicate balance of the immune system between tolerance and autoimmunity

Souza, Alexandre Wagner Silva de; Mesquita Júnior, Danilo; Araújo, Júlio Antônio Pereira; Catelan, Tânia Tieko Takao; Cruvinel, Wilson de Melo; Andrade, Luís Eduardo Coelho; Silva, Neusa Pereira da
2010-12-01

Resumo em português O sistema imunológico é constituído por uma intrincada rede de órgãos, células e moléculas e tem por finalidade manter a homeostase do organismo, combatendo as agressões em geral. A imunidade inata atua em conjunto com a imunidade adaptativa e caracteriza-se pela rápida resposta à agressão, independentemente de estímulo prévio, sendo a primeira linha de defesa do organismo. Seus mecanismos compreendem barreiras físicas, químicas e biológicas, componentes c (mais) elulares e moléculas solúveis. A primeira defesa do organismo frente a um dano tecidual envolve diversas etapas intimamente integradas e constituídas pelos diferentes componentes desse sistema. A presente revisão tem como objetivo resgatar os fundamentos dessa resposta, que apresenta elevada complexidade e é constituída por diversos componentes articulados que convergem para a elaboração da resposta imune adaptativa. Destacamos algumas etapas: reconhecimento molecular dos agentes agressores; ativação de vias bioquímicas intracelulares que resultam em modificações vasculares e teciduais; produção de uma miríade de mediadores com efeitos locais e sistêmicos no âmbito da ativação e proliferação celulares; síntese de novos produtos envolvidos na quimioatração e migração de células especializadas na destruição e remoção do agente agressor; e finalmente a recuperação tecidual com o restabelecimento funcional do tecido ou órgão Resumo em inglês The immune system consists of an intricate network of organs, cells, and molecules responsible for maintaining the body's homeostasis and responding to aggression in general. Innate immunity operates in conjunction with adaptive immunity and is characterized by rapid response to aggression, regardless of previous stimulus, being the organism first line of defense. Its mechanisms include physical, chemical and biological barriers, cellular components, as well as soluble mo (mais) lecules. The organism first line of defense against tissue damage involves several steps closely integrated and constituted by different components of this system. The aim of this review is to restore the foundations of this response, which has high complexity and consists of several components that converge to articulate the development of adaptive immune response. We selected some of the following steps to review: perception and molecular recognition of aggressive agents; activation of intracellular pathways, which result in vascular and tissue changes; production of a myriad of mediators with local and systemic effects on cell activation and proliferation, synthesis of new products involved in the chemoattraction and migration of cells specialized in destruction and removal of offending agent; and finally, tissue recovery with restoration of functional tissue or organ

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Potencial de rendimento de grãos e outras características agronômicas e tecnológicas de novos genótipos de trigo/ Grain yield potencial and agronomic and technologic characteristics of new wheat genotypes

Felício, João Carlos; Camargo, Carlos Eduardo de Oliveira; Pereira, José Carlos Vila Nova Alves; Germani, Rogério; Gallo, Paulo Boller; Castro, Jairo Lopes de; Ferreira Filho, Antonio Wilson Penteado
2006-01-01

Resumo em português Estudou-se o comportamento de17 novos genótipos de trigo (Triticum aestivum L.) tendo como testemunha as cultivares IAC 370, IAC 289 e IAC 350 em experimentos semeados em dois sistemas de cultivo, sequeiro: Capão Bonito e Itapeva, e com irrigação por aspersão: Paranapanema, Ribeirão Preto e Mococa, no período de 2001 a 2002, no Estado de São Paulo. Avaliaram-se os rendimentos de grãos de cada genótipo em relação às diferentes condições de cultivo, tolerânc (mais) ia ao alumínio com o emprego de soluções nutritivas, reação às principais doenças fúngicas e a qualidade tecnológica da farinha. Destacaram-se, na média geral, quanto ao rendimento de grãos os genótipos ALD/CEP76630//CEP73234/PF7219/3/BUC"S"/BYJ"S" e MARNG/BUC"S"//BLO"S" /PSN"S"/3/BUC/PVN"S", em cultivo de sequeiro e com irrigação por aspersão, respectivamente. Os genótipos CNO79/PRL"S'//IAC 227 e RAC 646/BH 1146 foram tão tolerantes à toxicidade de Al3+ quanto a cultivar tolerante BH 1146. A incidência da ferrugem-da-folha não foi constatada nos genótipos CHAT"S"/CEP7780//PRL"S"/ BOW"S'", SABUF, WG 3070/2*WEAVER e ALDAN"S"/IAS 58//IAC 60 que foram imunes à doença, no biênio em estudo, em ambos os sistemas de cultivo. Todos os genótipos foram suscetíveis aos agentes causais das manchas foliares. A qualidade tecnológica das amostras de farinhas procedentes de Capão Bonito, Região Sudoeste, foram superiores às obtidas em Ribeirão Preto, Região Central do Estado São Paulo. Resumo em inglês Seventeen new wheat (Triticum aestivum L.) genotypes and the control cultivars IAC 370, IAC 289 and IAC 350 were evaluated in experiments carried out in two cultivation systems, upland: Capão Bonito and Itapeva, and with sprinkler irrigation: Paranapanema, Ribeirão Preto e Mococa, during the years of 2001 and 2002, in the State of São Paulo, Brazil. Grain yield of each genotype in both cultivation systems, aluminum tolerance in nutritious solutions, reaction to the mai (mais) n fungic diseases and the technologic flour quality were evaluated. The genotypes ALD/CEP76630 //CEP73234/PF7219/3/BUC"S"/BYJ"S" and MARNG/BUC"S"//BLO"S"/PSN"S"/3/ BUC/PVN"S" showed good performance in upland and sprinkler irrigation system, respectively. The genotypes CNO79/PRL"S'//IAC 227 and RAC 646/BH 1146 were as tolerant to Al3+ toxicity as the tolerant cultivar BH 1146. CHAT"S"/CEP7780//PRL"S"/BOW"S'", SABUF, WG 3070/2*WEAUER and ALDAN "S"/IAS 58//IAC 60 genotypes were immune to the causal agent of leaf rust in the considered years and in both cultivation systems. All genotypes were susceptible to the causal agents of leaf spots. The technologic quality of the flour samples originated from Capão Bonito, Southeast region was superior to the ones from Ribeirão Preto, Central region of the State of São Paulo.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Papel das células T reguladoras no desenvolvimento de dermatoses/ Role of regulatory T cells in the development of skin diseases

Lima, Hermênio Cavalcante
2006-06-01

Resumo em português Células T, em particular as células T CD4+, têm sido associadas a muitos aspectos das doenças de pele. A evidência atual sugere, porém, que o papel dos linfócitos T CD4+ no desenvolvimento de inflamação cutânea excede o de ativador pró-inflamatório das células T de ação que dirigem a resposta imune. Subtipos de células T com capacidade reguladora, tais como Tregs CD4+CD25+high, têm sido identificadas. Observações recentes sugerem que em algumas doenças (mais) da pele a função dessas células está modificada. Portanto, o desenvolvimento e a função de Tregs na dermatologia são atualmente um tópico atraente devido a sua importância no controle da resposta do sistema imune contra tumores e doenças infecciosas, bem como inibindo o desenvolvimento de auto-imunidade e alergia. Assim, mecanismos reguladores defeituosos podem permitir a quebra da tolerância imune periférica seguida por inflamação crônica e doença. Detalham-se as anormalidades funcionais e a contribuição de diferentes subtipos de células T reguladoras no desenvolvimento de doenças dermatológicas nesta revisão. Acentuam-se os possíveis alvos terapêuticos e as modificações dos T reguladores causados por imunomoduladores usados no campo da dermatologia. Resumo em inglês T cells, particularly CD4+ T cells, have been associated with many aspects of skin disease. Current evidence suggests, however, that the role of CD4+ T lymphocytes in the development of cutaneous inflammation surpasses that of pro-inflammatory activation of effector T cells that direct the immune response. T cell subtypes with regulatory capacity, such as CD4+CD25+high Tregs, have been identified. Recent observations suggest that in some skin diseases the function of thes (mais) e cells is modified. Therefore, the development and function of Treg cells in Dermatology are currently attractive topics because of their importance in controlling the immune system response against tumors and infectious diseases, as well as in inhibiting auto-immunity and allergy development. Therefore, defective regulatory mechanisms may allow a breach in peripheral immune tolerance followed by chronic inflammation and disease. Functional abnormalities and contributions of different subtypes of regulatory T cells in the development of dermatological illnesses are detailed in this review. Possible targets for therapy and modifications of regulatory T cells caused by immunomodulators used in Dermatology are highlighted.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Obtenção de variedades de pimentão resistentes ao mosaico/ Breeding sweet pepper varieties for resistance to mosaic

Nagai, Hiroshi
1968-01-01

Resumo em português Tendo em vista as perdas consideráveis causadas pela moléstia conhecida como "mosaico do pimentão", induzida por estirpes do vírus Y da batatinha, nas culturas de pimentão (Capsicum annuum L.), formulou-se um projeto visando criar variedades resistentes. Como fontes de resistência, cêrca de 45 introduções de pimentão e 46 de pimenteiras, compreendendo oito espécies do gênero Capsicum, foram submetidas aos testes de inoculação. Três novos fatores genéticos (mais) responsáveis pela resistência aos grupos n e w do vírus Y foram encontrados em certas variedades de C. annuum: Gene "H": dominante, encontrado nas variedades Casca Dura e Mogi cias Cruzes, que condiciona reação de hipersensibilidade ao vírus Yn. Gene "w": recessivo, que controla a tolerância da var. Pôrto Rico Wonder ao vírus Yw. Gene "f": recessivo, que condiciona a tolerância ao vírus Yf na var. Moura. Há indicação de alelismo entre os genes "w" e "f", sendo que o nível de tolerância dêste é mais elevado que o daquele. A imunidade ao vírus Y constatada em P 11 (P. I. 264281), cujo comportamento foi atribuído à ação de um par de genes recessivos "yª", foi confirmada também com relação às estirpes do virus Y que aqui ocorrem. As combinações de tôdas as fontes de resistência acima citadas possibilitaram a criação de novas variedades de pimentão pràticamente imunes ao vírus Y, bastante produtivas e com características comerciais satisfatórias. Agronômico 7 produz frutos quadrados (tipo California Wonder) e Agronômico 8 apresenta frutos cônico-alongados (tipo Casca Dura). Resumo em inglês A highly prevalent type of mosaic that induces heavey losses to sweet pepper (Capsicum annuum L.) plantings in São Paulo and other neighboring states is caused by two groups of the potato virus Y complex, designated as n and w. Group n is represented by strain Yn; group w by strains Yw and Yf. Screening tests with 45 sweet pepper varieties and 46 others of the pungent type, belonging to several species of Capsicum, were carried out in the greenhouse and in the field to d (mais) etect resistance to mosaic. A hypersensitive type of resistance to Yn was found in the sweet pepper varieties Mogi-das-Cruzes and Casca-Dura. Porto Rico Wonder was tolerant to Yw, but not so to a related strain, Yf. A sweet pepper variety called Moura was highly tolerant to Yf. A variety known as P 11 (P.I. 264281) (Capsicum annuum) was found to be immune to all Y virus strains tested. The pungent types SA 112 (C. pubescens), 1-30771 and 1-30772 (C. pendulum) also behaved immune to Y virus strains, but were not used as sources of resistance because they are not compatible with C. annuum. Inheritance studies disclosed the existence of 3 new pairs of genes responsible for the various types of resistant reactions to strains of the potato Y virus in Capsicum annuum. They can be described as follows: Gene "H" is a dominant allele found in Mogi-das-Cruzes and Casca-Dura, that conditions hypersensitivity to Yn. Gene "w" is a recessive factor that controls tolerance of Porto Rico Wonder to strains of Yw. Gene "f" is a recessive factor that conditions tolerance to Yf in the sweet pepper variety Moura. Gene "f" behaves as an allele of "w", affording a higher level of tolerance to strains of the Y virus complex. The immunity to various strains of the Y virus complex found in Florida in P 11 (P.I. 264281) by COOK & ANDERSON (7), and attributed by these investigators to a pair of recessive genes "yªyª", was also verified for strains of the Y virus complex present in São Paulo. The sweet pepper varieties Yolo Wonder and All Big were introduced in the breeding program because they carry the partially dominant genes "LiLi" (17) that controls resistance to tobacco mosaic virus in pepper. Early in the development of the present breeding program, the genes "HH", "ww" and "LiLi" were combined in several improved lines, but appearence of a new strain Yf showed the need of a higher resistance level than that present in these tri-hybrid lines. The incorporation of the Moura type of tolerance due to genes "ff" permitted the development of commercial lines highly tolerant to strains of the Y virus complex. The immunity to strains of the Y virus complex from P 11, due to genes "yªyª", was incorporated to sweet pepper genotypes already possessing the other types of resistance to Y mosaic and to TMV. This resulted in two new groups of sweet pepper varieties that are immune to all strains of the Y complex so far tested, resistant to TMV, high yielding, and with good commercial characteristics: Agronomico 7 has fruits of the blocky type (California Wonder type) and Agronomico 8 has tapering, elongated fruits (Casca-Dura type).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

O papel do complexo principal de histocompatibilidade na fisiologia da gravidez e na patogênese de complicações obstétricas/ Major histocompatibility complex: its role in the physiology of pregnancy and in the pathogenic mechanisms of obstetric complications

Alves, Crésio; Veiga, Sâmia; Toralles, Maria Betânia P.; Lopes, Antônio Carlos Vieira
2007-12-01

Resumo em português Este trabalho tem por objetivo discutir a estrutura e função dos Antígenos Leucocitários Humanos (HLA), seus métodos de detecção, nomenclatura e os mecanismos imunopatológicos que o associam com a fisiologia da gestação e morbidades obstétricas. Sabe-se que o equilíbrio imunológico entre mãe e concepto é imprescindível na manutenção da gravidez. Moléculas do HLA - notadamente o HLA-G expresso na interface materno-fetal - exercem função importante na t (mais) olerância imunológica materna, evitando rejeição fetal e algumas complicações obstétricas. Além disso, o HLA permeia diversas etapas do desenvolvimento conceptual como clivagem, formação do trofoblasto e implantação. Para revisão, foram pesquisados os bancos de dados MEDLINE e LILACS, utilizando os descritores: "HLA antigens"; "pregnancy"; "embryonic development"; "pregnancy complication"; "abortion, habitual"; "pre-eclampsia". O conhecimento sobre a influência do HLA na gravidez é necessário para melhor manejo da gestação e patologias obstétricas auto-imunes, favorecendo intervenções precoces e terapêutica específica, reduzindo a morbimortalidade materna e perinatal. Resumo em inglês The aim of this paper is to review Human Histocompatibility Antigens (HLA) structure and function, its detection methods, nomenclature and pathogenic mechanisms associated with pregnancy physiology and obstetrics diseases. Immunological equilibrium between mother and conceptus is indispensable for the maintenance of pregnancy. Molecules from the HLA - mainly HLA-G expressed in the mother-fetus interface - fulfill an important function in maternal immune tolerance, contrib (mais) uting to avoid fetal rejection and obstetrical complications. In addition, HLA influences different stages of fetal development, such as embryonic cleavage, trophoblast, formation and implantation. For this review, were surveyed in the MEDLINE and LILACS databases, using the following keywords: "HLA antigens", "pregnancy", "embryonic development", "pregnancy complication", "abortion, habitual", "pre-eclampsia". Knowledge of the HLA role in pregnancy is necessary to improve pregnancy management and autoimmune obstetrical illnesses, by allowing early interventions and specific therapeutics to reduce maternal and perinatal morbidity and mortality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Melhoramento do trigo: XXVIII. Novos genótipos obtidos por seleções em população segregante interespecífica submetida a irradiação gama/ Wheat breeding: XXVIII. New genotypes obtained by selections in a interespecific segregating population submitted to gamma irradiation

Camargo, Carlos Eduardo de Oliveira; Felício, João Carlos; Tulmann Neto, Augusto; Ferreira Filho, Antonio Wilson Penteado; Pettinelli Junior, Armando; Castro, Jairo Lopes de
1995-01-01

Resumo em português Compararam-se 23 linhagens provindas de seleções em população submetida à irradiação gama (27,5 krad), em geração F4, do cruzamento interespecífico entre 'BH-1146' (Triticum aestivum L.) e 'Anhinga' "S" x Winged "S" (Triticum durum L.) e os cultivares BH-1146 e Yavaros "S" (T. durum L.) em nove ensaios, denominados "Novas variedades III", instalados em condições de irrigação por aspersão e de sequeiro, analisando-se a produção de grãos, outros componente (mais) s da produção e resistência às doenças. Em condição de laboratório, estudou-se a tolerância ao alumínio em soluções nutritivas. As linhagens 11, 12, 13 e 14, de porte médio, com moderada resistência ao acamamento, com ciclo médio da emergência ao florescimento e tolerância à toxicidade de alumínio, destacaram-se quanto à produção de grãos, considerando-se a média dos nove experimentos. Yavaros "S" e as linhagens 8 e 12 apresentaram-se, ao mesmo tempo, imunes ao agente causal da ferrugem-da-folha e moderadamente resistentes ao agente causal de oídio. Todos os genótipos foram suscetíveis aos agentes causais de manchas foliares. As linhagens 3, 9 e 10 mostraram ser fontes genéticas de espiga comprida; a 12, de maior número de espiguetas por espiga; as linhagens 12, 13 e 14, de maior número de grãos por espiga; Yavaros "S", de maior número de grãos por espigueta, e 1, 2, 3, 4, 6, 7, 10, 15 e Yavaros "S", de grãos mais pesados. Todos os genótipos se mostraram tolerantes à toxicidade de Al3+, com exceção de Yavaros "S" e das linhagens 9 e 15, que exibiram elevada sensibilidade. Resumo em inglês Twenty three selected lines originated from population submitted to gamma irradiation (27.5 krad), in the F4 generation, from the interespecific hybrid between BH-1146 (Triticum aestivum L.) and Anhinga "S" x Winged "S" (Triticum durum L.) and the check cultivars BH 1146 and Yavaros "S" (T durum L.) were evaluated in nine trials, named "New Varieties 111". Evaluation trials were carried out at different locations under upland and sprinkler irrigation conditions, for grain (mais) yield, yield components and disease resistance. In laboratory conditions, the germplasms were evaluated for their Al toxicity tolerance in nutrient solutions. The lines 11, 12, 13 and 14 presenting semidwarf plant type, moderate lodging resistance, medium cycle from emergence to flowering and tolerance to aluminum toxicity showed higher productivity in the average of nine experiments. Yavaros "S" and the lines 8 and 12 showed at the same time immune to the causal agent of leaf rust and moderate resistance to the causal agent of mildew, in adult stage. All analysed genotypes were susceptible to the causal agent of leaf spots. The lines 3, 9 and 10 showed to be good genetic sources for long spike; the line 12 for large number of spikelets per spike; the lines 12, 13 and 14 for large number of grains per spike; Yavaros "S" for higher number of grains por spikelet; and the lines 1, 2, 3, 4, 6, 7, 10 and 15, and Yavaros "S", for high grain weight. All of them were tolerant to aluminum toxicity excepting Yavaros "S" and the lines 9 and 15 which exhibited high sensibility.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Mecanismos adaptativos do sistema imunológico em resposta ao treinamento físico/ Adaptative mechanisms of the immune system in response to physical training

Leandro, Carol Góis; Castro, Raul Manhães de; Nascimento, Elizabeth; Pithon-Curi, Tânia Cristina; Curi, Rui
2007-10-01

Resumo em português O treinamento físico, de intensidade moderada, melhora os sistemas de defesa, enquanto que o treinamento intenso causa imunossupressão. Os mecanismos subjacentes estão associados à comunicação entre os sistemas nervoso, endócrino e imunológico, sugerindo vias autonômicas e modulação da resposta imune. Células do sistema imune, quando expostas a pequenas cargas de estresse, desenvolvem mecanismo de tolerância. Em muitos tecidos tem-se demonstrado que a respost (mais) a a situações agressivas parece ser atenuada pelo treinamento físico aplicado previamente, isto é, o treinamento induz tolerância para situações agressivas/estressantes. Nesta revisão são relatados estudos sugerindo os mecanismos adaptativos do sistema imunológico em resposta ao treinamento físico. Resumo em inglês Moderate physical training enhances the defense mechanisms, while intense physical training induces to immune suppression. The underlying mechanisms are associated with the link between nervous, endocrine, and immune systems. It suggests autonomic patterns and modulation of immune response. Immune cells, when exposed to regular bouts of stress, develop a mechanism of tolerance. In many tissues, it has been demonstrated that the response to aggressive conditions is attenua (mais) ted by moderate physical training. Thus, training can induce tolerance to aggressive/stressful situations. In this review, studies suggesting the adaptation mechanisms of the immune system in response to physical training will be reported.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Lúpus induzido por drogas: da imunologia básica à aplicada/ Drug-induced lupus: from basic to spplied immunology

Mota, Licia Maria Henrique da; Haddad, Gustavo Pavlik; Lima, Rodrigo Aires Corrêa; Carvalho, Jozélio Freire de; Muniz-Junqueira, Maria Imaculada; Santos Neto, Leopoldo Luiz dos; Lima, Francisco Aires Corrêa
2007-12-01

Resumo em português O lúpus induzido por drogas (LID) é descrito como o desenvolvimento de sintomas semelhantes ao do lúpus eritematoso sistêmico idiopático, temporalmente relacionado à exposição a drogas, havendo, comumente, a resolução do quadro com a suspensão do medicamento desencadeante. A associação mais clássica é feita com a procainamida e a hidralazina. Recentemente, com a introdução de novas drogas na prática clínica, tem sido relatado um aumento no número de me (mais) dicamentos implicados como causadores da doença, e a lista atual inclui quase uma centena de drogas relacionadas à ocorrência de LID. Embora descrito há mais de 60 anos, o mecanismo imunológico básico do LID ainda não está totalmente compreendido. Há várias hipóteses para o processo de indução de auto-imunidade pelas drogas, e o fenômeno geralmente é interpretado como uma inapropriada ativação do sistema imunitário. Entre as diversas teorias propostas, as mais aceitas são: a inibição da metilação do ácido desoxirribonucléico (DNA) por algumas drogas, o que permitiria a ativação das células T; a oxidação de certas substâncias pelos monócitos, gerando metabólitos ativos que ocasionariam ativação das células apresentadoras de antígenos e/ou a interferência dos metabólitos de determinadas drogas com a tolerância do sistema imune. Novos estudos são necessários para a melhor compreensão da imunopatogenia do LID, objetivando desenvolver tratamentos específicos com base no melhor conhecimento dos mecanismos patogênicos. Resumo em inglês Drug-induced lupus (DIL) has been described as the development of idiopathic systemic lupus erythematous-like symptoms, temporarily associated to the exposition to drugs, and as a rule, the condition is improved with the suspension of the triggering medication. The most classical association is with procainamide and hydralazine. Recently, with the introduction of new drugs in the clinical practice, an increase on the number of medications associated with the occurence of (mais) the disease has been reported, and the current list includes almost one hundred drugs associated to the occurrence of DIL. The basic DIL immunologic mechanism, although described for more than 60 years, is not yet fully understood. There are several hypotheses for the drug-induced autoimmunity process, and the phenomenon is generally interpreted as an inappropriate activation of the immune system. Among the several theories proposed, the most accepted ones are: the inhibition of the DNA methylation by some drugs, what would allow the activation of T-cells; the oxidation of some substances by monocytes, what would generate active metabolites that in turn would lead to the activation of antigen-presenting cells and/or the interference of the metabolites of some drugs with the immune system tolerance. Further studies should be conducted in order to elucidate the DIL immunopathogeny with the objective of developing specific treatments based on the better knowledge on the pathogenic mechanisms.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Imunidade na gestação normal e na paciente com lúpus eritematoso sistêmico (LES)/ Immunity in the normal pregnancy and in the patient with systemic lupus erythematosus (SLE)

Pereira, Alessandra Cardoso; Jesús, Nilson Ramires de; Lage, Lais Verderame; Levy, Roger Abramino
2005-06-01

Resumo em português A gravidez é uma condição fisiológica na qual ocorrem várias mudanças imunoendócrinas com a finalidade de facilitar a imunossupressão e a tolerância aos antígenos paternos e fetais. Na gravidez humana normal existe uma relativa supressão de citocinas tipo Th1 na resposta dos linfócitos, levando a uma prevalência na resposta do tipo Th2. No LES, onde prevalece a resposta imune do tipo Th2, a gravidez pode estar relacionada com a ativação da doença. Este art (mais) igo é uma revisão dessas alterações relacionadas com a resposta imune durante a gestação normal e na da paciente com LES. Resumo em inglês Pregnancy is a physiologic condition where several immuno-endocrine changes take place with the aim of facilitating immunosuppression and tolerance towards paternal and fetal antigens. In normal human pregnancy there is a relative suppression of Th1 type cytokines in response to lymphocytes, leading to a Th2 type response. In SLE, where a Th2 type response prevails, pregnancy may exacerbate the disease. This article reviews the alterations related to the immune response during normal pregnancy and in SLE patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Células T regulatórias naturais (T REGS) em doenças reumáticas/ Natural regulatory T cells in rheumatic diseases

Cruvinel, Wilson de Melo; Mesquita Jr., Danilo; Araújo, Júlio Antônio Pereira; Salmazi, Karina Carvalho; Kállas, Esper Georges; Andrade, Luis Eduardo Coelho
2008-12-01

Resumo em português O sistema imune sadio deve manter o balanço entre a capacidade de responder a agentes infecciosos e de sustentar a autotolerância. A ausência de resposta adequada submete o indivíduo aos efeitos deletérios da invasão por patógenos, ao passo que o sistema respondendo de modo exacerbado pode gerar respostas inflamatórias prejudiciais. Acreditava-se que os mecanismos de deleção clonal e anergia fossem os mecanismos essenciais no controle de clones de linfócitos T (mais) auto-reativos. Apesar das evidências funcionais a favor da existência de células T supressoras, por muitos anos a imunologia falhou em identificar suas características fenotípicas e confirmar sua existência, motivo pelo qual o tema passou por longo período de descrédito. A recente demonstração de diferentes fenótipos de células, agora chamadas células T regulatórias, reintroduziu o paradigma de que a auto-reatividade é ativamente regulada também por subtipos particulares de linfócitos. Este tema é de grande interesse contemporâneo e a literatura está repleta de estudos descrevendo novos subtipos de células regulatórias, bem como a função, o fenótipo e a freqüência em condições fisiológicas e patológicas. Nesse universo, destaca-se o subtipo mais importante de células com função imunorregulatória, conhecido como células T regulatórias naturais (T REGS). Representando cerca de 5% dos linfócitos T CD4 do sangue periférico, são células caracterizadas pela expressão constitutiva das moléculas FOXP3, GITR, CTLA-4 e altos níveis de CD25. As alterações deletérias nesta população resultam o desencadeamento de doenças auto-imunes em camundongos, muito semelhantes às doenças auto-imunes humanas. A presente revisão aborda os conhecimentos básicos sobre as T REGS e seu estudo em doenças reumáticas de classificação auto-imune, abrindo perspectivas para o entendimento dos mecanismos de regulação periférica e sobre a fisiopatologia dessas enfermidades. Apresenta, ainda, a perspectiva de futuras abordagens terapêuticas fundamentadas na manipulação dessas células. Resumo em inglês The healthy immune system must keep the delicate balance between the capacity to respond to exogenous antigens and to keep the tolerance to endogenous antigens. In the absence of an adequate response to exogenous agents the individual is subjected to the deleterious effect of the invasion for pathogens. On the other hand, if the immune system responds in an unwary exacerbated way harmful inflammatory consequences may result. Well-established mechanisms of maintaining self (mais) -tolerance include clonal deletion and anergy. Despite the functional evidence in favor of the existence of suppressor T cells, for many years immunologists failed to identify the phenotypic characteristics and to confirm the existence of these lymphocytes. The recent demonstration of different phenotypes of cells, now designated regulatory T cells, reintroduced the paradigm of active regulation of auto-reactivity by particular subtypes of lymphocytes. This subject is of great interest in the contemporary literature. It has been shown that excess regulatory function may be associated with increased susceptibility to infectious and neoplastic diseases. On the other hand decreased regulatory function may cause autoimmunity. In fact, several experimental models of diverse autoimmune conditions have been developed by decreasing or abolishing regulatory T cells. Counterpart of this phenomenon has been sought for in several human autoimmune diseases. At this moment it seems that the most important subtype of regulatory cells are the natural regulatory T cells (TREGS), which represent about 5% of peripheral blood CD4 T lymphocytes. These cells are characterized by the constitutive expression of FOXP3, GITR, CTLA-4 and high levels of CD25. The present article reviews the basic knowledge on the TREGS and the several studies describing the status and function of these cells in autoimmune rheumatic diseased.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Ação dos linfócitos T regulatórios em transplantes/ T regulatory lymphocytes action in transplants

Faria, Bruno A.; Silva, Simone M.; Abreu, Maria Theresa C. L.; Napimoga, Marcelo H.
2008-08-01

Resumo em português O sistema imunológico humano possui um significado comum de proteção contra antígenos estranhos com potencialidade patogênica ou não, ativando uma ação coletiva e coordenada entre células e moléculas. Embora sendo um sistema benéfico, deve ser controlado para evitar que auto-antígenos sejam alvejados. Recentemente, por meio de novas técnicas, tem-se observado uma corrente de estudo para as células T CD4+CD25+ Foxp3 como células reguladoras que controlam ati (mais) vamente a função de outras células imunes impedindo sua atividade e, conseqüentemente, o desenvolvimento de doenças auto-imunes, rejeição de enxerto e combate a células tumorais. Em pacientes submetidos ao transplante alogênico, os mecanismos que levam a hiporresponsividade, assim como os mecanismos que permitem uma maior sobrevida do enxerto ainda são pouco conhecidos. Este artigo aborda uma revisão da literatura sobre as células T regulatórias, vislumbrando uma nova possibilidade de terapia imunomoduladora para pacientes transplantados. Resumo em inglês The human immune system mounts specific responses against a vast array of foreign antigens, pathogenic or otherwise, activating a coordinated action between cells and molecules. Although this is beneficial, it must be carefully controlled to ensure that normal self antigens are not targeted. Recently, with the development of new techniques, it has been observed that T CD4+CD25+Foxp3 act as regulatory cells which actively control the properties of other immune cells by sup (mais) pressing their functional activity to prevent autoimmunity and transplant rejection as well as to trigger the immune system against tumor cells. In patients submitted to allogeneic transplantation, specific unresponsive mechanisms and mechanisms that induce and maintain graft tolerance are little understood. This article reviews what is currently known about these so-called regulatory T cells and discusses the potential use of these cells in transplantation immunolog.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Avaliação de linhagens de trigo provenientes de cruzamentos interespecíficos em dois locais no Estado de São Paulo e em laboratório/ Evaluation of wheat inbred lines originated from interespecific crosses in two locations in the state of São Paulo, Brazil, and in the laboratory

Lobato, Mary Túlia Vargas; Camargo, Carlos Eduardo de Oliveira; Ferreira Filho, Antonio Wilson Penteado; Barros, Benedito de Camargo; Castro, Jairo Lopes de; Gallo, Paulo Boller
2007-01-01

Resumo em português Avaliaram-se 18 linhagens semi-anãs, provenientes de cruzamento interespecífico entre trigo comum e trigo duro e duas cultivares-controle (IAC-24 e IAC-370). As linhagens foram avaliadas em quatro ensaios, com quatro repetições em Capão Bonito, condição de sequeiro e solo ácido e em Mococa, condição de irrigação e solo corrigido, em 2003 e 2004, em relação à produção de grãos, altura das plantas e resistência à ferrugem-da-folha. A tolerância à toxic (mais) idade ao alumínio foi avaliada em soluções nutritivas contendo 0, 2, 4, 6, 8 e 10 mg L-1, em laboratório. Em Capão Bonito, a linhagem 14 foi imune a Puccinia recondita f. sp. tritici, agente causal da ferrugem-da-folha, e destacou-se em relação à produção de grãos e à tolerância ao alumínio. Nos quatro ensaios, as cultivares IAC-24 e IAC-370 e as linhagens 5, 9, 10, 12, 13, 18, 19 e 20 foram moderadamente resistentes ao agente causal dessa ferrugem. A linhagem 14 pela resistência ao agente causal da ferrugem-da-folha em todos os ensaios, poderá ser utilizada como fonte genética para esta característica. Todos os genótipos foram tolerantes à toxicidade de alumínio, por ocorrer crescimento da raiz primária após o tratamento com 10 mg L-1 de Al3+, com exceção da cultivar Anahuac sensível a 2 mg L-1 de Al3+, e da IAC-370, além da linhagem 13, sensíveis a 4 mg L-1 de Al3+. Produção de grãos, em condição de sequeiro e de solo ácido, e porte da planta foram afetados de forma semelhante pela toxicidade de alumínio. Resumo em inglês Eighteen semidwarf type wheat inbred lines, originated from interespecific cross between bread and durum wheat and two control cultivars (IAC-24 and IAC-370), were evaluated in four trials, with four replications, carried out at Capão Bonito, in acid soil without lime application and upland condition, and at Mococa, acid soil with lime application and sprinkler irrigation condition, in 2003 and 2004, in relation to grain yield, plant height and resistance to leaf rust. T (mais) he tolerance to Al3+ toxicity was evaluated in nutrient solutions containing 0, 2, 4, 6, 8 and 10 mg L-1, in the laboratory. The inbred line 14, in Capão Bonito, was immune to the Puccinia recondita f. sp. tritici, causal agent of leaf rust and was superior for grain yield and tolerance to aluminum toxicity. In the four trials, the cultivars IAC-24 and IAC-370 and the inbred lines 5, 9, 10, 12, 13, 18, 19 and 20 showed moderate resistance to the causal agent of this rust. The inbred line 14 due to the resistance to the causal agent of leaf rust in all trials could be used considered a source of genetic for this character. In general, genotypes were tolerant to aluminum toxicity because they showed root growth after treatment in solution containing 10 mg L-1, except for the cultivar Anahuac sensitive to 2 mg L-1 of Al3+, and the cultivar IAC-370 and the line 13, sensitive to 4 mg L-1 of Al3+. Grain yield in acid soil without lime application in upland condition and plant height were affected in the same way by aluminum toxicity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Avaliação da interferência da tolerância oral na rejeição do transplante de coração alogênico avascular na orelha de camundongo/ Evaluation of the interference of oral tolerance in the rejection of avascular allogeneic heart grafts to mouse ears

Valencia, Alberto; Bastos, Eduardo Sérgio; Conceição, Vinicius da; Campos, Sylvia Maria da Nicolau; Carvalho, Isabela di Puglia; Madi, Kalil; Teixeira, Gerlinde
2006-03-01

Resumo em português OBJETIVO: Apesar da evolução das técnicas cirúrgicas que permitiram a padronização do transplante cardíaco e da descoberta dos imunossupressores, ainda hoje, a rejeição, os efeitos colaterais dos medicamentos e o processo de vasculopatia crônica são os principais problemas nos pós-transplantados. A procura por alternativas para superar estes impedimentos é o objetivo principal deste trabalho. Assim, foram realizados experimentos para determinar se a tolerânc (mais) ia oral pode interferir no transplante cardíaco. MÉTODO: Camundongos C57BI/6J e C3H/HEJ, machos adultos foram divididos em dois grupos. O grupo denominado tolerante recebeu amendoim ad libitum na dieta por sete dias, enquanto o grupo imune foi mantido com uma dieta convencional para murinos. Ambos foram imunizados com 100 mg de extrato protéico derivado do amendoim por via sc. O transplante de coração de BAL/C recém-nato, de 24h, foi depositado no tecido subcutâneo das orelhas dos animais de ambos os grupos, com ou sem imunização concomitante do antígeno alimentar. RESULTADOS: Confirmamos que a administração de proteínas por via oral é capaz de induzir tolerância sistêmica, uma vez que os grupos tolerantes apresentam títulos de anticorpos específicos ao amendoim mais baixos que os grupos imunes. O coração transplantado apresentou-se mais preservado no grupo de animais C3H/HEJ tolerantes que foram desafiados concomitantemente com o antígeno da dieta do que os demais grupos. CONCLUSÃO: Foi determinado que os mecanismos de tolerância oral interferem no processo de rejeição de transplantes cardíacos alogênicos avasculares para a orelha de camundongos adultos, no entanto, de maneira não homogênea. Como os mecanismos de tolerância oral que alteram o sistema imunológico de modo a reduzir a rejeição ainda não foram esclarecidos, são precisos mais trabalhos nesta linha de pesquisa. Resumo em inglês OBJECTIVE: Although the development of surgical techniques and the discovery of immune-suppressors permitted heart transplantation to be accepted as a widespread treatment for terminally ill patients, rejection, complications due to these drugs and the chronic vasculopathies continue to be majority problems. The search for alternatives to supplant these impediments by performing avascular allogeneic heart transplants from newborn BALB/C mice (24h old) to the subcutaneous (mais) tissue of the ears of adult male C57BI/6J and C3H/HEJ mice to evaluate the interference of systemic oral tolerance on the rejection mechanisms are our main goal. METHOD: Adult, male C57BI/6 e C3H/HEJ were divided in two groups. The tolerant group received peanuts ad libitum for one week in the diet while the immune group continued to eat mouse chow. Both groups were immunized sc with 100mg of peanut extract. The transplanted newborn BALB/C hearts were deposited of into the subcutaneous tissue of the ears of tolerant and immune mice in the presence or not of concomitant immunization to peanut protein. RESULTS: We demonstrated that feeding proteins induces systemic tolerance since animals of both strains that ate the seeds before being immunized had lower systemic antibodies than immune animals. Tolerant C3H/HEJ mice with concomitant administration of the tolerogenic antigen presented a more preserved transplanted heart than all other groups. CONCLUSION: Although not homegeneously, the immunoregulatory mecanisms of oral tolerance modified the rejection process of alogenic avascular heart transplant to the ear of adult mice. As these mecanisms are not yet well understood more work needs to be done in this field.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Alterações Endócrinas e Imuno-modulação na Gravidez/ Endocrine Alterations and Imuno-modulation on Pregnancy

Neves, Celestino; Medina, José Luís; Delgado, José Luís
2007-01-01

Resumo em português Os sistemas endócrino e imunológico sofrem alterações significativas de modo a proporcionar uma evolução normal da gestação. Nesta revisão são delineadas as principais modificações endócrinas que ocorrem durante a gravidez, salientando-se a importância da adeno e da neuro-hipófise, das paratireóides, das supra-renais e da tireóide na multiplicidade de alterações hormonais, cujo objectivo consiste em proporcionar uma interacção maternofetal, que permit (mais) a o perfeito desenvolvimento físico e neuropsíquico do feto, num ambiente de imuno-tolerância materna. Também são delineados os principais factores hormonais envolvidos na indução do estado Th2 (T helper tipo 2) durante a gestação, salientando-se a acção das células T, das células NK (Natural Killer), dos macrófagos e das citocinas na imuno-modulação na gravidez. Resumo em inglês The endocrine system and the immune system suffer significant alterations in order to provide a normal evolution of the gestation. This review delineates the main endocrine modifications that occur during the pregnancy, pointing out the importance of the adeno, the neuro-hypophysis, the adrenal glands and the thyroid in the multiplicity of the hormonal alterations, whose objective consists of providing a fetal-maternal relationship, that allows the perfect physical and ps (mais) ychoneurological development of the embryo on an immune tolerance hormone environment. Also mentioned are the main hormonal factors in the induction of the Th2 state during the gestation, pointing out the action of T cells, NK cells, the macrophages and the cytokines on the immune modulation in the pregnancy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)