Sample records for i-v characteristic
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Os efeitos da polaridade do estímulo nos Potenciais Evocados Auditivos de Tronco Encefálico/ Polarity stimulation effects on brainstem auditory evoked potentials

Lima, Janaina Patricio de; Alvarenga, Kátia de Freitas; Foelkel, Tábata Pierini; Monteiro, Camila Zotelli; Agostinho, Raquel Sampaio
2008-10-01

Resumo em português Os Potenciais Evocados Auditivos de Tronco Encefálico (PEATE) são considerados potenciais exógenos, ou seja, as respostas obtidas são altamente dependentes da característica do estímulo utilizado para evocá-los. OBJETIVO: Averiguar a influência da polaridade do estímulo clique na pesquisa dos PEATE em diferentes intensidades, utilizando-se fone de inserção. FORMA DE ESTUDO: Clínico. MATERIAL E MÉTODO: 33 indivíduos, idade entre 18 e 28 anos, sem alteração (mais) auditiva foram submetidos à pesquisa dos PEATE, com estímulo clique nas polaridades de rarefação, condensação e alternada, em diferentes intensidades. RESULTADOS: As latências absolutas da onda V mostraram-se menores na polaridade de rarefação quando comparadas às demais e na intensidade de 80 dBnHL houve diferença significante entre a rarefação e as demais polaridades para as latências interpicos III-V e I-V. Houve alta correlação entre as polaridades de condensação e alternada para as latências absolutas e interpicos na intensidade de 80 dBnHL. CONCLUSÃO: A polaridade do estímulo clique influência significativamente nos PEATE. Na rotina em que se utiliza o fone TDH 39, com apresentação de polaridade alternada, sugere-se que o uso da polaridade de condensação seja mais adequado para efeitos de comparação padronizada, devido à maior semelhança das latências encontradas nesse estudo com fone de inserção. Resumo em inglês Brainstem Auditory Evoked Potentials are considered exogenous potentials, that is, the responses obtained are highly dependent upon the characteristic of the stimulus used to evoke them. AIM: To investigate the influence of the click stimulus polarity in the study of Brainstem Evoked Response Audiometry (BERA) at different intensities, using insertion-canal earphones. TYPE OF STUDY: Clinical. MATERIALS AND METHODS: 33 individuals, aged between 18 and 28, with no auditory (mais) alteration were submitted to BERA testing, with click stimulus on the rarefaction, condensation and alternate polarities, in different intensities. RESULTS: The absolute latencies of the V wave proved to be lower in the rarefaction polarity when compared to the others and, at 80 dBnHL, there was a significant difference between rarefaction and the other polarities for interpeak latencies III-V and I-V. There was a high correlation between the condensation and alternating polarities for absolute and interpeak latencies at 80 dBnHL. CONCLUSION: the click stimulus polarity has a significant influence on BERA. In the routine use of the TDH 39 earphone, with alternating polarity, we suggest that condensation polarity is more adequate for standardized comparison purposes, due to the higher similarity of the latencies found in this insertion earphone study.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Caracterização térmica e morfológica de fibras contínuas de basalto/ Thermal and morphological characterization of basalt continuous fibers

Schiavon, M. A.; Redondo, S. U. A.; Yoshida, I. V. P.
2007-06-01

Resumo em português Os basaltos são rochas vulcânicas abundantes provenientes de extensos derrames de lava. A tecnologia de fiação contínua produz filamentos de basalto na forma de fios micrométricos amorfos. Neste trabalho são apresentados resultados da caracterização térmica e morfológica de fibras longas de basalto, de diâmetro micrométrico. Estas fibras apresentaram excelente estabilidade térmica, resultando em alterações de massa menor que 1% sob aquecimento até a tempe (mais) ratura de 1000 ºC, em atmosfera inerte ou oxidante. Por outro lado, a ~ 800 ºC ocorreu a cristalização parcial das fibras de basalto, com a formação de fases cristalinas de silicatos e alumino-silicatos, como a anortita, da classe dos plagioclásios. A morfologia das fibras, aquecidas a 1000 ºC, foi alterada devido à fusão e cristalização das fases presentes. Resumo em inglês The basalts are abundant volcanic rocks formed from extensive wastes. The technology of continuous wiring produces basalt filaments in micrometric amorphous long fibers. In this work are presented results of the thermal and morphologic characterization of micrometric basalt fibers. These fibers showed excellent thermal stability, resulting in low weight change (less than 1 wt.%) up to 1000 ºC, under heating in inert or oxidant atmosphere. On the other hand, partial cryst (mais) allization of basalt fibers occurred at ~ 800 ºC, resulting in diffraction peaks in the X-ray patterns, characteristic of silicates and aluminosilicates as the anorthite from the plagioclase class. The morphology of fibers after heating at 1000 ºC was changed due to the fusion and crystallization of the present phases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)