Sample records for hypoxia
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



3

Importância clínica da dosagem de lactato e contagem de eritroblastos no sangue colhido no segmento placentário da veia umbilical para o diagnóstico de hipóxia-isquemia em prematuros/ Clinical value of lactate measurement and nucleated red blood cell counts in the placental segment of the umbilical vein of premature newborns for diagnosis of hypoxia-ischemia

Gea, Yvi; Araujo, Orlei; Silva, Luiz Vicente R.
2007-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar a validade clínica das dosagens de lactato e contagem de eritroblastos quando comparados com o excesso de bases (EB) em sangue do segmento placentário da veia umbilical de prematuros. MÉTODOS: foram colhidas amostras de 25 prematuros, após ligadura e dequitação. Os prematuros foram seguidos até a alta. Estatística incluiu regressão linear, correlação de Spearman, curvas ROC, Teste de Fisher. RESULTADOS: Lactato mostrou boa correlação com (mais) pH e EB (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the clinical value of lactate measurement and nucleated red blood cell (NRBC) counts when compared to base excess (BE) in the blood collected from the placental segment of the umbilical vein. METHODS: 25 umbilical cords from premature babies were sampled after placental delivery and cord clamping. Babies were followed until discharge. Statistics involved linear regression, Spearman's correlation, ROC curves, and Fisher's exact test. RESULTS: The rel (mais) ationship between lactate in the umbilical vein blood and pH and BE was significant (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Cortisol, resposta glicêmica e secreção de insulina em equinos clinicamente sadios submetidos a sessões de hipóxia normobárica/ Serum cortisol, glycemic response and insulin secretion in healthy horses exposed to normobaric hypoxia sessions

Gasperi, Diego De; Silveira, Eduardo Almeida da; Silva, Diego Rafael Palma da; Pereira, Roberta Carneiro da Fontoura; Portela, Luiz Osório Cruz; Brass, Karin Erica; De La Corte, Flávio Desessards
2011-03-01

Resumo em português Os níveis séricos de cortisol, resposta glicêmica e secreção de insulina foram avaliados em equinos não exercitados submetidos a sessões de hipóxia normobárica. Cavalos adultos sadios (n=8) foram selecionados após exame físico e submetidos ao teste de tolerância à glicose intravenosa (0,5g kg-1) (TTGIV). Amostras de sangue (n=11) foram coletadas entre 0 e 180 minutos após a administração de glicose para avaliar a resposta glicêmica e a secreção de insul (mais) ina. Os animais foram então expostos a sessões de uma hora de hipóxia duas vezes ao dia, totalizando 43 sessões, com concentração decrescente de O2 de 17 a 12%. A frequência cardíaca e as amostras sanguíneas para a determinação do cortisol sérico foram coletadas antes e a cada 15 minutos durante as sessões 1, 4, 6, 8, 10, 14, 22 e 43. A TTGIV foi repetida ao final do estudo. Os níveis de cortisol sérico foram maiores na sessão 1 (S1) (17% O2) quando comparados aos níveis da S10 (13% O2) e da S43 (12% O2)(P Resumo em inglês The cortisol levels, glycemic response and insulin secretion were evaluated in non-exercised horses submitted to sessions of normobaric hypoxia. Healthy adult horses (n=8) were selected after physical examination and underwent an intravenous glucose tolerance test (0.5g kg-1) (IVGTT). Blood samples (n=11) were collected between 0 and 180 minutes after glucose administration to evaluate glycemic response and insulin secretion. Then, they were exposed to 1-hour hypoxia sess (mais) ions twice a day, reaching a total of 43 hypoxia sessions, with [O2] decreasing from 17 to 12%. Heart rate and serum samples to measure cortisol were collected before and every 15 minutes during the sessions 1, 4, 6, 8, 10, 14, 22 and 43. The IVGTT was repeated at the end of the study. The serum cortisol levels were higher in session 1 (S1) (17% O2) when compared to the levels of S10 (13% O2) and S43 (12% O2) (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Valor da Taxa de Eritroblastos no Sangue da Veia Umbilical de Recém-Nascidos como Marcador Hematológico da Hipóxia Perinatal/ Importance of Erythroblast Count in the Newborn's Umbilical Vein as a Hematological Marker for Perinatal Hypoxia

Behle, Ivo; Fernandes, Rogério Carapeto; Peres, Celze Clarde Mousquer Calderon; Wildholzer, Débora; Espinosa, Sérgio Moreira; Zimmer, Lucia Pellanda; Zilz, Cristiane Kopaceck
2001-02-01

Resumo em português Objetivo: examinar se a taxa de eritroblastos, no sangue da veia umbilical de recém-nascidos, tem relação com a hipoxia perinatal, analisada pelos parâmetros que expressam o equilíbrio ácido-básico (EAB) do sangue funicular. Métodos: de recém-nascidos vivos com pelo menos 37 semanas de gestação, assistidos no Hospital de Alvorada-RS, foram coletadas amostras de sangue da veia umbilical antes da instalação da respiração. Parte do sangue foi coletado em frasc (mais) o contendo EDTA, determinando-se as séries vermelha e branca. No sangue coletado em seringa com heparina, foram determinados valores do pH, pO2, pCO2 e calculado o EAB. Em lâmina corada pelo corante panótico, procedeu-se à contagem manual do número de eritroblastos. A taxa de eritroblastos foi calculada em relação ao número de leucócitos. Resultados: dos 158 casos que compõem o estudo, em 55 as condições perinatais permitiram considerá-los como isentos de acometimento de processo hipóxico. A média da taxa de eritroblastos foi 3,9%, com o desvio-padrão de 2,8%. Os valores mínimo e máximo foram 0% e 10%, respectivamente. Dentre os 158 casos, a taxa dos eritroblastos foi 5,7%, com desvio-padrão de 5,3%. Os valores mínimo e máximo foram 0% e 28%, respectivamente. A aplicação do teste de Pearson a taxa dos eritroblastos e valores dos parâmetros do EAB mostrou correlação significativa para o pH e pCO2. A elaboração da curva ROC revelou que 5% de eritroblastos e pH de 7,25 representam pontos de corte que contrabalançam a sensibilidade e especificidade (54% e 56%), respectivamente. Dos 23 conceptos com taxa de eritroblastos maior que 10%, 7 (30,4%) estavam acidóticos, 11 (48,7%) eram grandes para a idade gestacional, 3 (13%) eram pequenos para a idade gestacional, 7 (30,4%) tinham anemia e em 3 (13%) não foram constatadas anormalidades. Conclusões: em recém-nascidos de gestações e partos sem complicações, a taxa de eritroblastos ao nascimento foi menor do que 10%. Quando a taxa de eritroblastos foi maior do que 10% houve correlação principalmente com acidemia, distúrbios do crescimento intra-uterino e anemia fetal. Resumo em inglês Purpose: nucleated red blood cell counts are increased in several hypoxic conditions. The authors aimed to establish if there is a correlation between erythroblast counts in the umbilical vein of newborns and the presence of perinatal hypoxia detected by acid-base balance parameters. Methods: blood samples were obtained from the umbilical vein of pregnant subjects with at least 37 weeks of gestation attended at the Hospital de Alvorada-RS, just before the newborns' first (mais) breathing movement. Part of the blood was placed in an EDTA-containing vial and white and red blood cells were analyzed. The remaining amount of blood was aspirated into insulin type syringe previously washed with heparin and pH, pO2, pCO2 and acid-base excess/deficit were analyzed. Slides were also prepared with the panoptic stain for visual identification and count of the erythroblast number. The erythroblast/leukocyte ratio was calculated. Results: of the 158 cases included in the study, 55 were considered free of perinatal hypoxia. In this population, the average erythroblast rate was 3.9% with a standard deviation of 2.8%. The minimum and maximum values were 0% and 10%, respectively. When considering all the cases, the average was 5.7%, with a standard deviation of 5.3%. The minimum and maximum values were 0% and 28%, respectively. Application of Pearson's test for the analysis of the erythroblast rate and acid-base parameters showed a significant correlation for pH and pCO2. The construction of a Receiver Operation Curve showed that for an erythroblast rate of 5%, a 7.25-pH cutoff yields a sensitivity of 54% and a specificity of 56%. Out of the 23 newborns whose normoblast rate was greater than 10%, there was acidemia in 7 (30.4%), 11 (48.7%) were large for gestational age, 3 (13%) were small for gestational age, 7 (30.4%) were anemic, and in 3 (13%) there were no abnormalities. Conclusions: in newborns from uncomplicated pregnancies and deliveries, the erythroblast rate was less than 10%. When it was greater than 10%, a correlation was found mainly with large or small for gestational age, fetal anemia and acidemia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Perfil proteico de tilápia nilótica chitralada (Oreochromis niloticus), submetida ao estresse crônico por hipóxia/ Proteic electrophoretic profile of chitralada tilapia nilotic (Oreochromis niloticus), exposed to hypoxia chronic stress

Melo, D.C.; Oliveira, D.A.A.; Melo, M.M.; Júnior, D.V.; Teixeira, E.A.; Guimarães, S.R.
2009-10-01

Resumo em português Avaliou-se a variação da resposta secundária ao estresse causado por hipóxia durante 18 dias, em sistema de recirculação, em uma linhagem de tilápia nilótica (Oreochromis niloticus), chitralada, refletida no perfil proteico eletroforético do peixe e avaliou-se a diferença entre sexos para essa resposta. Foram utilizados 126 peixes, sendo 60 machos e 66 fêmeas, ambos com média de peso de 800g. O estresse crônico por hipóxia alterou (P(mais) relativos de albumina, α+β-globulinas e de γ-globulina, provocou alteração (P Resumo em inglês This study evaluated the secundary response variation to hypoxia stress in a strain of chitralada nilotic tilapia (Oreochromis niloticus) during 18 days, in a recirculation system. The effects were measured by the proteic electrophoretic profile and the difference between the genders. One hundred twenty-six fish were used, 60 males and 66 females, both averaging 800g. The chronic hypoxia stress altered (P(mais) γ-globulin; modified (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Modelo experimental de indução de lesão oxidativa hepática em ratos por halotano/ Experimental model of liver oxidative damage induction in rats by halothane

Brasil, Luis Josino; Amaral, José Luiz Gomes do; Zettler, Claudio Galeano; Marroni, Claudio Augusto; Vercelino, Rafael; Marroni, Norma
2007-03-01

Resumo em português RACIONAL: O anestésico halotano pode ser metabolizado redutivamente a intermediários reativos que podem iniciar a lipoperoxidação acompanhada de injúria hepática. O tratamento prévio com hipóxia e fenobarbital em ratos aumenta o metabolismo do halotano e o estresse oxidativo e causa mudanças nas enzimas antioxidantes no fígado com dano hepático. MÉTODOS: Investigou-se o efeito do halotano na lipoperoxidação e histologia hepáticas após o aumento do metaboli (mais) smo redutor do halotano induzido pela hipóxia e fenobarbital. Vinte e cinco ratos machos Wistar foram divididos em cinco grupos: Co (controle), HO14 (Halotano/Hipóxia), F (Fenobarbital), O14 (Hipóxia) e H (Halotano). Após 24 horas os ratos foram sacrificados, seus fígados foram retirados para determinar quimiluminescência, substâncias que reagem ao ácido tiobarbitúrico, enzimas antioxidantes, superóxido dismutase, catalase e amostras de sangue foram tomadas para determinar AST e a ALT. A avaliação histopatológica foi realizada pela técnica de hematoxilina-eosina. Os dados da avaliação histológica foram apresentados através de mediana e amplitude entre quartis. RESULTADOS E CONCLUSÕES: A exposição ao halotano/hipóxia causou lipoperoxidação hepática e mudanças significativas na atividade das enzimas antioxidantes. Além disso, provocou lesão histopatológica do fígado e aumento significativo dos níveis plasmáticos de AST e ALT. Resumo em inglês BACKGROUND: The anesthetic halothane can be reductively metabolized to reactives intermediates that may initiate lipid peroxidation accompanied by hepatic injury. Hypoxia and phenobarbital pretreatment in rats increases metabolism of halothane, the oxidative stress, cause liver antioxidant enzymes changes and tissue damage. AIMS: We investigated the effect of halothane on hepatic lipid peroxidation and on hepatic histology after increases reductive metabolism of halothane (mais) caused by hypoxia and phenobarbital pretreatment. METHODS: Twenty-five male wistar rats were divided in five equals groups: CO (Control), HO14 (Halothane/Hypoxia), F (fenobarbital alone), O14 (Hypoxia alone) and H (Halothane alone). After 24 hours the rats were killed, their livers removed to determine chemoluminescence, thiobarbituric acid-reactive substances, catalase, superoxide dismutase, and blood samples were taken to determine AST and ALT. The histopathologic evaluation was performed with hematoxylin and eosin staining. Histopathologic scores are presented as 25th-75th percentile/range values and median ± range. RESULTS/CONCLUSION: Halothane-hypoxic exposure resulted in a significant changes in the activities of antioxidant enzymes, and induced hepatic lipoperoxidation. Moreover it resulted in histopathologic liver injury as well as significant increase of serum activity of AST and ALT.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Alterações anatomopatológicas da placenta e variações do índice de Apgar/ Anatomic and pathological placenta alterations and Apgar score variations

Corrêa, Rosana Rosa Miranda; Salge, Ana Karina Marques; Ribeiro, Gustavo Augusto; Ferraz, Mara Lúcia Fonseca; Reis, Marlene Antônia dos; Castro, Eumenia Costa da Cunha; Teixeira, Vicente de Paula Antunes
2006-06-01

Resumo em português OBJETIVOS: descrever possíveis alterações anatomopatológicas placentárias associadas à hipóxia fetal, avaliada pelo índice de Apgar. MÉTODOS: foram estudadas 167 placentas de partos realizados no Hospital Escola da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, em Uberaba, através da análise macroscópica e microscópica, e de informações clínicas obtidas de prontuários. O índice de Apgar menor que sete foi o parâmetro utilizado para se diagnosticar hipóxia (mais) fetal. RESULTADOS: foram encontradas alterações placentárias compatíveis com hipertensão e infiltrado inflamatório. As placentas com alterações compatíveis com baixo fluxo sanguíneo cursaram mais freqüentemente com fetos com índice de Apgar Resumo em inglês OBJECTIVES: to describe possible placental anatomopathological alterations associated to fetal hypoxia as evaluated by the Apgar score. METHODS: one hundred sixty seven placentas of children delivered at the Hospital Escola da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba city were analyzed both macro and microscopically; their clinical records were reviewed as well. Apgar Scores below 7 were considered consistent with fetal hypoxia. RESULTS: placental alterations c (mais) ompatible with inflammatory infiltrate and arterial hypertension were found. The latter was more often diagnosed in fetuses with 5 minutes Apgar scores below 7 (p=0.017). CONCLUSIONS: there may be a relationship between placental alterations and fetal hypoxia as diagnosed by the Apgar score. Therefore, the exam of the placenta by the pathologist could be a mean to elucidate a plausible cause of clinically undetected perinatal hypoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Avaliação de um modelo experimental de enterocolite necrosante neonatal em ratos/ Evaluation of an experimental model of necrotizing enterocolitis in rats

Meyer, Karine Furtado; Martins, José Luiz; Freitas Filho, Luiz Gonzaga de; Oliva, Maria Luiza Vilela; Patrício, Francy Reis da Silva; Macedo, Maurício; Wang, Lina
2006-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar um modelo experimental de enterocolite necrosante em ratos proposto por Okur e colaboradores em 1995. MÉTODOS: Utilizou-se 28 ratos da raça EPM-Wistar no primeiro dia de vida, com peso entre 4 a 6 gramas. Os animais foram submetidos a hipóxia (H) colocando os filhotes em uma câmara de gás CO2 para sacrifício de roedores onde receberam um fluxo de ar contendo 100% de CO2 durante 5 minutos. Após a hipóxia os animais foram reanimados (R) com fluxo d (mais) e ar contendo O2 a 100%, também durante 5 minutos. Os animais divididos em dois grupos: G1: controle (n=12): ratos não submetidos a H-R; G2: (n=16): ratos submetidos a H-R. Segmentos de intestino delgado e cólon foram preparados para análise histológica. O restante do intestino foi utilizado para dosagem de malondialdeído tecidual. RESULTADOS: Dosagem de malondialdeído do G1 foi em média 1,05 (0,44-2,03) e do G2 foi em média 2,60 (0,59- 6,4) nmol MDA/mg proteína. O G2 teve média significativamente maior do que a do grupo controle (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate an experimental model of necrotizing enterocolitis in rats proposed by OKUR e col. in 1995. METHODS: On their first day of life, 28 EPM-Wistar rats weighing between 4 and 6 grams were submitted to hypoxia (H) by placing them in a CO2 gas chamber for rodents' sacrifice, where they received a 100% CO2 air flow for 5 minutes. After the hypoxia the animals were reanimated (R) with a 100% O2 air flow, also for 5 minutes. The animals were allocated in two (mais) groups: G1: control (n=12): rats not submitted to H-R; G2: (n=16): rats submitted to H-R. Segments of the small intestine and colon were prepared for histological analysis. The remaining intestine was used to measure tissular malondialdehyde. RESULTS: Mean malondialdehyde dosages were 1.05 (0.44-2.03) and 2.60 (0.59- 6.4) nmol MDA/mg protein for G1 and G2, respectively. G2's mean value was significantly higher than in the control group (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Avaliação dos efeitos da altitude sobre a visão/ Analysis of vision effects at altitude

Alves, Luiz Filipe de Albuquerque; Ribeiro, Alexandre Sampaio de Abreu; Brandão, Lívia Mello; Teixeira, Roberto de Almeida; Bisol, Tiago
2008-10-01

Resumo em português Este trabalho de revisão bibliográfica é direcionado para a investigação dos efeitos da hipóxia da altitude sobre a visão. Pretende assim, ser uma contribuição na identificação dos sinais e sintomas presentes durante a exposição do aeronavegante às altas altitudes. O conhecimento sobre as características da atmosfera terrestre e o comportamento dos gases quando submetidos à variação de pressão atmosférica são muito importantes para o correto diagnóst (mais) ico dos disbarismos, hipóxia e doença da descompressão para os profissionais de saúde voltados para a atividade aeroespacial. O ambiente atmosférico a que os aeronavegantes são expostos, é capaz de interferir de forma significativa na função visual, podendo gerar lesões de caráter reversíveis ou não, tais como: hemorragias retinianas, diminuição da visão noturna e da acuidade visual, restrição do campo visual, aparecimento de estrabismos latentes, diminuição da pressão intra-ocular e alterações refracionais em indivíduos previamente submetidos às cirurgias refrativas. Resumo em inglês This bibliographic review work is pointed to the effects of altitude hypoxia on sight. It intends to contribute for the identification of signs and symptoms of hypoxia during high altitude exposition. The understanding of the terrestrial atmosphere and the laws of physics related to gas behavior under atmospheric pressure variation are very important for the correct diagnosis of the dysbarisms, hypoxia, decompression disease and others, by the aerospace health professiona (mais) ls. The atmospheric environment that pilots are exposed is able to interfere in a significant way on visual function and can lead to reversible or irreversible lesions such as: retinal bleeding, decrease of the night vision and vision acuity, restriction of the visual field, emergence of latent strabismus, decrease of the intra-ocular pressure and refractive alterations in individuals that went through refractive surgery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Nutrição para os praticantes de exercício em grandes altitudes/ Nutritional strategy for exercising in high altitudes

Buss, Caroline; Oliveira, Álvaro Reischak de
2006-02-01

Resumo em português Quando o atleta ascende a uma grande altitude, ele é exposto a uma pressão barométrica reduzida, e os efeitos fisiológicos que acompanham estas mudanças da pressão atmosférica podem ter grande influência sobre o seu organismo e seu desempenho físico. Acredita-se que a hipóxia seja responsável pelo início de uma cascata de eventos sinalizadores que, ao final, levam à adaptação à altitude. A exposição aguda à hipóxia provoca sonolência, fadiga mental e (mais) muscular e prostração. Cefaléia, náusea e anorexia são sintomas provocados pela Doença Aguda das Montanhas, que pode ocorrer nos primeiros dias de permanência na altitude. Uma estratégia nutricional adequada é fundamental para que o organismo não sofra nenhum estresse adicional. O objetivo deste trabalho foi apresentar os principais efeitos da altitude sobre o organismo e sobre o desempenho físico, discutir e/ou sugerir recomendações nutricionais para esta situação e, se possível, apresentar uma orientação nutricional prática para o atleta na altitude. Algumas das principais conclusões encontradas foram: o consumo energético deve ser aumentado; é fundamental monitorar a quantidade de líquidos ingeridos e escolher alimentos agradáveis ao paladar, ricos em energia e nutrientes. Recomenda-se trabalhar com um nutricionista do esporte com antecedência, para que um plano alimentar individual seja elaborado e colocado em prática antes mesmo da viagem à altitude. Resumo em inglês When athletes are subject to high altitudes, they are exposed to a lower barometric pressure and the physiological effects that accompany these atmospheric pressure changes can have a strong influence on their bodies and performance. Hypoxia is thought to be responsible for triggering a cascade of signaling events that eventually leads to altitude acclimatization. Acute exposure to hypoxia causes sleepiness, mental and muscle fatigue and prostration. Headache, nausea and (mais) anorexia are some of the symptoms of Acute Mountain Sickness which may occur in the first days of high altitude sojourn. An adequate nutritional strategy is essential to protect the body from any additional stress. The aim of this paper was to present the main effects of altitude on the human body and physical performance; to discuss and/or suggest nutritional recommendations for this situation; and, if possible, to present practical nutritional guidelines for athletes in high altitudes. Some of the main conclusions found were: energy intake must be increased; it is essential to monitor fluid intake and to choose palatable energy and nutrient-dense foods. It is recommended to work with a sports dietitian in advance, so that an individual nutrition plan can be made and put into practice even before being exposed to high altitudes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Reatividade vascular da artéria mamária interna: estudos farmacológicos comparativos entre artérias caninas direita e esquerda/ Vascular reactivity of the internal mammary artery: comparative pharmacological studies between canine right and left arteries

EVORA, Paulo Roberto B.; PEARSON, Paul J.; OELTJEN, Marilyn; DISCIGIL, Berent; SCHAFF, Hartzell V.
1999-10-01

Resumo em português Para estudos comparativos da reatividade vascular entre artéria mamária interna (AMI) canina direita e esquerda, realizaram-se experimentos "in vitro" utilizando-se banhos orgânicos ("organ chambers") e ensaios biológicos: 1) os produtos plaquetários ADP e 5-HT induziram, respectivamente, vasodilatação dependente e independente do endotélio; 2) os autacóides, bradicinina e histamina, também induziram vasodilatação, respectivamente, dependente e independente do (mais) endotélio; 3) o A23187, vasodilatador independente de receptor, induziu relaxamentos dependentes do endotélio; 4) dopamina, dobutamina, papaverina e a poli-L-arginina induziram vasodilatações independentes do endotélio; 5) a NOR induziu intensa vasoconstrição comparável à causada pelo KCI e pela endotelina; 6) em 83% de 24 ensaios, a liberação basal de NO foi maior na AMI esquerda, em comparação com a AMI direita; 7) ensaios biológicos de AMIs demonstraram a importância da PGI2 nas condições de hipóxia, uma vez que a indometacina aboliu vasodilatação adicional em resposta à hipóxia em condições de vasodilatação induzida pela liberação basal de NO; 8) não ocorreram diferenças significantes de resposta, comparando-se estudos realizados em AMIs direita e esquerda. Resumo em inglês To study factors which modulate the tone of internal mammary artery (IMA) bypass grafts, right and left canine IMAs were studied in vitro in organ chambers: 1) increasing concentrations of the platelet-derived products adenosine diphosphate (ADP) or serotonin (5-HT) induced vasodilation of contracted right and left IMAs. The vasodilation caused by ADP was endothelium-dependent while serotonin acted directly on the vascular smooth muscle; 2) the autacoids histamine and bra (mais) dykinin also induced IMA vasodilation, histamine via a direct action on the smooth muscle, and bradykinin through the release of nitric oxide; 3) in canine IMAs, the calcium ionophore A23187, which acts independently of receptors produced endothelium-dependent vasodilation of contracted blood vessels; 4) dopamine, dobutamine, and papaverine induced vasodilation of the IMA, regardless of the presence or absence of an intact intima; 5) norepinephrine induced profound IMA vasoconstriction which was comparable to contraction to potassium ions or the constrictor peptide endothelin; 6) in 83% of 20 biological assays the basal release of nitric oxide was bigger in left IMAs than right IMAs; 7) biological assays of IMAs confirmed the importance of prostacyclin (PGI2) in response to hypoxia; 8) no differences between right and left IMAs were observed studying the different drugs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Produção e germinação de sementes de "capim dourado", Syngonanthus nitens (Bong.) Ruhland (Eriocaulaceae): implicações para o manejo/ Production and germination of "capim dourado" seeds, Syngonanthus nitens (Bong.) Ruhland (Eriocaulaceae): implications for management

Schmidt, Isabel Belloni; Figueiredo, Isabel Benedetti; Borghetti, Fabian; Scariot, Aldicir
2008-03-01

Resumo em português A venda de artesanato feito com escapos de S. nitens é uma importante fonte de renda na região do Jalapão, TO. Conhecer a época de produção e dispersão das sementes, bem como seu potencial germinativo, é essencial para propor formas de manejo que garantam a sustentabilidade econômica e ecológica deste extrativismo. Com o intuito de caracterizar a época de produção de sementes foram coletados capítulos entre agosto e dezembro/2003. Foram realizados experiment (mais) os de germinação em câmara a 22-30 ºC, sob foto e termoperíodo de 12 horas, e também em condições de escuro. Caracterizou-se também a germinação em condições de hipóxia (imersão em água) e acidez (pH 4 e 5). A produção de sementes iniciou-se em setembro e a maior parte da dispersão ocorreu entre outubro e novembro. A germinação das sementes coletadas entre setembro e outubro foi de 92 ± 7% (média ± DP), sementes coletadas a partir de novembro tiveram germinação significativamente menor. A acidez e a hipóxia não afetaram negativamente a germinação em relação ao controle. As sementes são fotoblásticas positivas e mantêm a germinação após congelamento a -20 ºC. A colheita de escapos após a frutificação (a partir do final de setembro) e a dispersão manual das sementes pelos próprios extrativistas no momento da colheita são estratégias importantes para o manejo da espécie e não prejudicam a atividade artesanal que está focada nos escapos e não nas flores, como ocorre para outras sempre-vivas. Resumo em inglês The sale of handcraft made from S. nitens' scapes is an important source of income in the Jalapão region, Tocantins state. Understanding seed production and dispersal periods, and germination potential is essential to management strategies that guarantee the ecological and economic sustainability of this activity. To characterize the seed production period, capitula were collected from August to December 2003. Germination experiments were conducted in a germination chamb (mais) er at 22-30 ºC, under white light (12hour photoperiod) and darkness. Germination was also studied under conditions of hypoxia and acidity (pH 4 and 5). Seed production began in September and most dispersal occurred from October to November. The germination of seeds collected in September and October was 92 ± 7% (m ± SD). Seeds collected after November had significantly lower germination capacity. Acidity and hypoxia did not affect seed germination. The seeds are positive photoblastic and maintain high germination even after freezing (-20 ºC). Harvesting and manual seed dispersal by the harvesters just after harvesting are important management strategies to guarantee the sustainability of this important economic activity and have no negative impact on handcraft activity, which is based on the use of scapes and not flowers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Sedação consciente para endoscopia digestiva alta realizada por médicos endoscopistas/ Conscious sedation for upper digestive endoscopy performed by endoscopists/ Sedación consciente para la endoscopia digestiva alta realizada por médicos endoscopistas

Kauling, Ana Laura Colle; Locks, Giovani de Figueiredo; Brunharo, Guilherme Muriano; Cunha, Viriato João Leal da; Almeida, Maria Cristina Simões de
2010-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A sedação consciente na prática ambulatorial, embora comum, não é isenta de riscos. Este trabalho teve por objetivo avaliar a pressão arterial, a frequência cardíaca e a saturação periférica de oxigênio em pacientes submetidos à sedação consciente para endoscopia digestiva alta, realizada por médicos endoscopistas. MÉTODOS: Foram selecionados 105 pacientes de ambos os sexos, com idade mínima de 18 anos, estado físico ASA I a I (mais) II, submetidos a endoscopia digestiva alta sob sedação consciente. Os pacientes foram monitorados com medidas de pressão arterial não invasiva, oximetria de pulso e frequência cardíaca, registradas antes, durante e após o exame. A sedação foi administrada com os fármacos midazolam e/ou meperidina. RESULTADOS: As variações de saturação de oxigênio, pressão arterial e frequência cardíaca ao longo do tempo não foram estatisticamente significativas. Entretanto, observou-se incidência de hipóxia de 41,9%; em 53,3% dos casos, houve hipotensão arterial e taquicardia em 25,6%. Os pacientes obesos demonstraram-se mais suscetíveis à hipóxia e à hipotensão que aqueles não obesos. CONCLUSÕES: A ocorrência de hipóxia e hipotensão arterial é comum nos exames de endoscopia digestiva alta sob sedação consciente quando utilizados midazolam e meperidina associados. Pacientes obesos demonstraram-se mais suscetíveis à hipoxemia e à hipotensão arterial. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La sedación consciente en la práctica ambulatorial, aunque sea algo común, no está exenta de riesgos. Este trabajo tuvo el objetivo de evaluar la presión arterial, la frecuencia cardíaca y la saturación periférica del oxígeno en pacientes sometidos a la sedación consciente para la endoscopia digestiva alta, realizada por médicos endoscopistas. MÉTODOS: Se seleccionaron 105 pacientes de los dos sexos, con una edad mínima de 18 años, (mais) estado físico ASA I a III, sometidos a la endoscopia digestiva alta bajo sedación consciente. Los pacientes fueron monitorizados con medidas de presión arterial no invasiva, oximetría de pulso y frecuencia cardíaca registradas anteriormente, durante y después del examen. La sedación fue administrada con los fármacos midazolam y/o meperidina. RESULTADOS: Las variaciones de saturación de oxígeno, presión arterial y frecuencia cardíaca a lo largo del procedimiento, no fueron estadísticamente significativas, pero se observó la incidencia de hipoxia en un 41,9%. En un 53,3% de los casos, se registró hipotensión arterial y en un 25,6%, taquicardia. Los pacientes obesos fueron más susceptibles a la hipoxia y a la hipotensión que los pacientes no obesos. CONCLUSIONES: La incidencia de hipoxia e hipotensión arterial es algo común en los exámenes de endoscopia digestiva alta bajo sedación consciente cuando están asociados al midazolam y a la meperidina. Los pacientes obesos fueron más susceptibles a la hipoxemia y a la hipotensión arterial. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Conscious sedation in the ambulatory setting albeit common is not risk-free. The present study aimed at evaluating the blood pressure, heart rate and peripheral oxygen saturation in patients submitted to conscious sedation for upper digestive endoscopy performed by endoscopists. METHODS: A total of 105 patients of both sexes were selected, aged 18 and older, physical status ASA I to III, submitted to upper digestive endoscopy under conscious sed (mais) ation. The patients were monitored through noninvasive blood pressure measurements, pulse oximetry and heart rate recorded before, during and after the examination. The sedation was carried out with midazolam or meperidine. RESULTS: The variations in oxygen saturation, blood pressure and heart rate throughout time were not statistically significant. However, an incidence of hypoxia of 41.9% was observed; 53.3% of the cases presented arterial hypotension and 25.6% presented tachycardia. Obese patients were more prone to hypoxia and hypotension than those non obese. CONCLUSIONS: The occurrence of hypoxia and arterial hypotension is common in upper digestive endoscopic examinations under conscious sedation when midazolam and meperidine are associated. Obese patients demonstrated to be more susceptible to hypoxemia and arterial hypotension.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Traço falciforme: heterozigose para hemoglobina S/ Sickle cell trait: heterozygous for the hemoglobin S

Murao, Mitiko; Ferraz, Maria Helena C.
2007-09-01

Resumo em português A hemoglobina S (HbS) é uma das alterações hematológicas hereditárias de maior freqüência. No Brasil, a prevalência do traço falciforme (HbAS) varia de 2% a 8%. Com esta freqüência gênica, estima-se, no Brasil, a existência de mais de dois milhões de portadores do traço falciforme. Diferentemente dos portadores em homozigose para a Hb S (Hb SS), os indivíduos com traço falciforme não apresentam sintomas vaso-oclusivos sob condições fisiológicas. Algun (mais) s sinais clínicos associados ao traço falciforme somente ocorrem sob condições que propiciam o processo de falcização, como hipóxia, acidose e desidratação. A expectativa de vida é semelhante ao do resto da população. Assim, a condição de portador assintomático não deve ter nenhum impacto no estilo e qualidade de vida. Resumo em inglês Hemoglobin S (HbS) is one of the most common hereditary hematological alterations. In Brazil, the frequency of the sickle cell trait (HbAS) varies from 2% to 8%. Thus, there is an estimate of more than two million carriers of the HbAS sickle cell trait in Brazil. Different to homozygous carriers for Hb S (Hb SS), individuals with the sickle cell trait do not present with vaso-occlusive symptoms under physiologic conditions. Some clinical signals associated to the sickle c (mais) ell trait only occur under conditions that favor the sickling process, including hypoxia, acidosis and dehydration. Life expectancy is similar to the general population. Hence, the condition of asymptomatic carrier should not affect the style and quality of life.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Úlcera de membros inferiores na anemia falciforme/ Leg ulcers in sickle cell disease

Paladino, Silvia F.
2007-09-01

Resumo em português A úlcera de membros inferiores é uma complicação usualmente observada na doença falciforme. Ocorre com maior freqüência em pacientes SS do sexo masculino acima de 10 anos de idade. Seu aparecimento depende de vários fatores como o fenômeno de vaso-oclusão, hipóxia tecidual, hemólise, fatores genéticos e é inconclusiva a participação da insuficiência venosa na sua gênese. A cicatrização da úlcera é geralmente lenta e a taxa de recorrência é alta. Se (mais) u tratamento consiste em limpeza local e aplicação de produtos tópicos, como antibióticos, papaína, colágeno, entre outros. Podem-se utilizar medicamentos sistêmicos, transfusões periódicas e intervenção cirúrgica em casos especiais, mas não existe um consenso para a indicação de cada um deles. Não foram realizados estudos controlados e comparativos entre os diversos tipos de tratamento, a fim de se determinar qual a melhor conduta para as úlceras recorrentes ou refratárias. Resumo em inglês Leg ulcers are a common cutaneous manifestation in sickle cell disease. They are more common in homozygous patients (SS) and in over 10-years-old male patients. Their development depends on several factors such as the vaso-occlusion phenomenon, tissue hypoxia, hemolisis and genetic factors. Venous incompetence may play a role in their pathogenesis and persistence. Topical treatment and elevation of the affected leg are recommended. Dressings, surgical interventions, trans (mais) fusions and systemic medications are used in special cases. There have been no studies published comparing the different therapies and their efficacies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Uso da eletroestimulação transcutânea para alívio da dor durante o trabalho de parto em uma maternidade-escola: ensaio clínico controlado/ The use of transcutaneous nerve stimulation for pain relief during labor in a teaching hospital: a randomized controlled trial

Orange, Flávia Augusta de; Amorim, Melania Maria Ramos de; Lima, Luciana
2003-02-01

Resumo em português OBJETIVOS: determinar os desfechos maternos e neonatais de acordo com a aplicação ou não de estimulação elétrica transcutânea (EET) para alívio da dor do trabalho de parto antes da instalação da técnica combinada (raquianestesia + peridural). MÉTODOS: realizou-se ensaio clínico, randomizado, aberto, envolvendo 22 parturientes, com gestação a termo e feto único em apresentação cefálica, atendidas em hospital-escola de nível terciário em Recife, Brasil. (mais) Estas pacientes foram randomizadas para receber ou não EET antes da instalação da anestesia combinada (raquianestesia + anestesia peridural) para analgesia de parto. Avaliaram-se a intensidade da dor pela escala analógica visual (EAV), o tempo transcorrido entre a avaliação inicial e a necessidade de instalação da anestesia combinada, a duração do trabalho de parto, a freqüência de cesariana e parto instrumental, os escores de Apgar e a freqüência de hipóxia neonatal. Para análise estatística, foram utilizados os testes de Mann-Whitney e exato de Fisher, considerando-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: o tempo decorrido entre a avaliação da dor da parturiente e a necessidade de instalação da técnica combinada foi significativamente maior no grupo da EET (mediana de 90 minutos) quando comparado ao grupo controle (mediana de 30 minutos). A duração do trabalho de parto foi similar nos dois grupos (em torno de seis horas). Não houve diferença na evolução dos escores de EAV durante o trabalho de parto. A freqüência de cesariana foi de 18,2% nos dois grupos. Apenas um parto foi ultimado a fórcipe, no grupo controle. A mediana do escore de Apgar no quinto minuto foi 10, não se encontrando nenhum caso de hipóxia neonatal. CONCLUSÕES: a aplicação de EET foi efetiva em retardar a instalação da anestesia combinada para manter analgesia satisfatória durante o trabalho de parto, porém não apresentou efeito significativo sobre a intensidade da dor e a duração do trabalho de parto. Não houve efeitos deletérios maternos e neonatais. Resumo em inglês PURPOSE: to determine maternal and neonatal outcome according to the application or not of transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS) for relief of labor pain before installation of combined spinal epidural (CSE) block. METHODS: a randomized open clinical trial was conducted involving 22 parturients with a singleton, vertex, term fetus, managed in a tertiary-care academic medical center in Recife, Brazil. These patients were randomly assigned to receive or not TEN (mais) S before CSE block for labor analgesia. Outcome analysis included pain intensity as measured by visual analog scale (VAS), interval between initial evaluation and CSE installation, labor duration, cesarian section and instrumental delivery rate, Apgar scores and frequency of neonatal hypoxia. Statistical analysis was performed using Mann-Whitney and Fisher's exact tests with a 5% level of significance. RESULTS: a significantly prolonged interval between initial evaluation and CSE block was observed in the TENS group (median of 90 min) when compared with the control group (median of 30 min). Duration of labor was similar (about 6 h). No significant difference was found in VAS scores. Cesarian section rate was 18.2% in both groups. There was only one forceps delivery (in the control group). The median of Apgar scores at the 5th minute was 10 and no case of neonatal hypoxia was found. CONCLUSONS: TENS was effective in delaying CSE analgesia installation without affecting pain intensity and duration of labor. There were no adverse effects on mothers or newborns.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Fatores que influenciaram a evolução de 206 pacientes com traumatismo craniencefálico grave/ Relevant factors in 206 patients with severe head injury

Dantas Filho, Venâncio Pereira; Falcão, Antonio Luis Eiras; Sardinha, Luis Antonio da Costa; Facure, José Jorge; Araújo, Sebastião; Terzi, Renato G.G.
2004-06-01

Resumo em português A busca de fatores prognósticos para o traumatismo craniencefálico (TCE) tem sido alvo de muitos estudos nas últimas décadas. A identificação de indicadores consistentes da evolução destes pacientes tem representado um grande desafio e sua utilidade considerada evidente tanto para orientar o tratamento, quanto para a estimativa do resultado final. Baseados numa casuística de 206 pacientes com TCE grave (8 pontos ou menos pela Escala de Coma de Glasgow - ECG), est (mais) udamos a influência de vários fatores sobre a evolução dos pacientes. A gravidade inicial medida pela ECG, a presença de hipertensão intracraniana (níveis acima de 20 mmHg), o tipo de lesão intracraniana e a presença de hipoxia, hipotensão arterial e a associação de hipóxia e hipotensão arterial tiveram influência significativa sobre a evolução dos pacientes. A presença de politraumatismo (pelo menos dois sítios de lesão além do TCE) e a idade (acima e abaixo de 40 anos) não influenciaram significativamente a evolução dos pacientes desta casuística. Resumo em inglês The search for head injury prognostic factors has been intense in the last decades. The importance of identification of these factors has been also recognised to treatment orientation and results estimatives. Based on 206 severe head injuried patients series, we analized the influence of factors over the outcome. The initial severity by Glasgow coma scale, the presence of intracranial hypertension (over 20 mmHg), the type of intracranial lesion and the presence of hypoxia (mais) , systemic hypotension or both, significantly influenced the results. The presence of multiple traumas (at least two sites of lesion over head injury), as age, did not influence the final results in this series.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Mecanismo de centralização: da insuficiência placentária à adaptação circulatória fetal/ Brain sparing effect: from placental insufficiency to fetal circulatory adaptation

Villas-Bôas, Juliana Marques Simões; Maestá, Izildinha; Consonni, Marcos
2008-07-01

Resumo em português A aplicação e o desenvolvimento da doplervelocimetria obstétrica apresentam base para conhecimento da insuficiência placentária e comprovam o comportamento dinâmico da circulação fetal em regime de hipóxia. Na prática clínica, tornou-se quase rotineira a necessidade de se avaliar a hemodinâmica em três territórios vasculares envolvidos na gestação: artérias uterinas, umbilical e cerebral média. Em linhas gerais, a artéria cerebral expressa o balanço en (mais) tre a oferta de oxigênio nas uterinas e a captação pelas umbilicais. Atualmente, quando este balanço é desfavorável, procura-se ainda conhecer a reserva cardíaca fetal pelo estudo do ducto venoso. Contudo, precisar e interpretar índices de resistência vascular nem sempre é tarefa fácil. O ponto de partida é ter em mente os fundamentos sobre os quais se assenta o papel da doplervelocimetria para a avaliação do bem-estar fetal. Resumo em inglês The application and development of obstetric Dopplervelocimetry provide a basis for the investigation of placental insufficiency and demonstrate the dynamic behavior of fetal circulation during hypoxia. In clinical practice, assessing hemodynamics in three vascular regions involved in pregnancy, namely the uterine, umbilical and middle cerebral arteries, has become routine. Roughly, the cerebral artery expresses the balance between uterine artery oxygen supply and umbilic (mais) al artery oxygen uptake. Currently, when such balance is unfavorable, the fetal cardiac reserve is investigated by assessing the venous duct. However, determining and interpreting vascular resistance indexes is not an easy task. The starting point is to know the physiopathology of placental insufficiency and fetal circulatory adaptation through which Doppler confirmed its role in the assessment of fetal well-being.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Uncária tomentosa e a lesão renal aguda isquêmica em ratos/ Uncaria tomentosa and acute ischemic kidney injury in rats/ Uncária tomentosa e a lesão renal aguda isquêmica em ratos

Vattimo, Maria de Fátima Fernandes; Silva, Natalia Oliveira da
2011-03-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito renoprotetor do fitoterápico Uncaria tomentosa sobre a lesão renal aguda isquêmica induzida pelo clampeamento dos pedículos renais de ratos. A hipóxia e a hipoperfusão geradas com a isquemia intensificam a produção de espécies reativas já presentes no processo inflamatório. Os resultados mostraram que a função renal avaliada pelo clearance de creatinina, a excreção de peróxidos urinários (FOX) e a excreção ur (mais) inária de malondealdeído (TBARS) desses animais apresentou renoproteção induzida pela UT, provavelmente relacionada às suas atividades antioxidantes. Resumo em espanhol El objetivo de este estudio fue evaluar el efecto rinoprotector del fitoterápico Uncaria tormentosa sobre la lesión renal aguda isquémica inducida por el clampeo de los pedículos renales de ratones. La hipoxia y la hipoperfusión generadas con la isquemia intensifican la producción de especies reactivas ya presentes en el proceso inflamatorio. Los resultados mostraron que la función renal evaluada por el clearance de creatinina, la excreción de peróxidos urinarios (mais) (FOX) y la excreción urinaria de malondialdehido (TBARS) de esos animales demostró rinoprotección inducida por la UT, probablemente relacionada con sus propiedades antioxidantes. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the renoprotective effects of Uncaria Tomentosa (cat's claw) on ischemic acute kidney injury induced by renal clamping in rats. The hypoxia and hypoperfusion increase the production of reactive species already present in the inflammatory process. Results showed that the renal function evaluated by creatinine clearance, the urinary excretion of peroxides and malondealdehyde indexes demonstrated that UT induced renoprotection, probably related to its antioxidant activities.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Avaliação da vitalidade fetal anteparto/ Antenatal fetal surveillance

Nomura, Roseli Mieko Yamamoto; Miyadahira, Seizo; Zugaib, Marcelo
2009-10-01

Resumo em português O contexto atual da atividade médica exige do obstetra e ginecologista ampla compreensão dos avanços científicos e tecnológicos de sua área. O objetivo primordial da avaliação fetal antenatal é identificar fetos de risco para eventos adversos ou para o óbito e, assim, atuar preventivamente para evitar o insucesso. O perfil biofísico fetal atinge sua máxima eficiência quando aplicado dentro do contexto clínico de cada caso. Em gestações de alto risco, a dop (mais) lervelocimetria da artéria umbilical mostrou-se útil para melhorar os resultados perinatais. Na restrição de crescimento fetal por insuficiência placentária grave, antes da 34ª semana de gestação, a doplervelocimetria do ducto venoso tem sido importante instrumento na condução dos casos. Nenhum teste isoladamente é considerado o melhor na avaliação da vitalidade fetal anteparto, entretanto, a análise conjunta de todos os métodos irá propiciar melhor compreensão da resposta fetal à hipóxia. Resumo em inglês The present context of medical practice demands from the obstetrician and gynecologist broad understanding of the scientific and technological advances of the area. The main purpose of prenatal evaluation is to identify fetuses at risk for adverse events or death, for preventive action to avoid mishappenings. The determination of fetal biophysical profile reaches its maximum efficiency when applied within the clinical context of each case. In high risk gestations, the Dop (mais) pler velocimetry of the umbilical artery has shown to be useful to improve perinatal outcome. In the fetal growth deficit, due to severe placentary insufficiency, Doppler velocimetry of the venous duct has been showing to be an important tool in handling of the cases before the 34th week of gestation. Although no test itself is considered the best to evaluate the fetus's prenatal vitality, the joint analysis of all methods may lead to a better understanding of the fetal response to hypoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Cirurgia e anestesia na doença falciforme/ Anesthesia and surgery in sickle cell disease

Friedrisch, João R.
2007-09-01

Resumo em português Pacientes com doença falciforme (DF) que serão submetidos a procedimentos anestésicos e cirúrgicos demandam cuidados específicos. Condições comumente associadas a estes procedimentos, como hipóxia, acidose, hipotermia, infecção e hipovolemia, podem ter conseqüências deletérias especialmente graves no paciente com DF. Há uma tendência ao aumento da eritrofalciformação e dos fenômenos vaso-oclusivos, o que pode levar à síndrome torácica aguda, episódio (mais) álgico agudo, priapismo, acidente vascular cerebral dentre outras complicações diretamente relacionadas à DF. Para minimizar o risco destas complicações, recomenda-se que pacientes com DF tenham avaliação pré-operatória multidisciplinar, atenção especial à hidratação e oxigenação, escolha de procedimentos cirúrgicos menos invasivos e cuidados pós-operatórios intensivos. Mesmo com a adoção destes cuidados, a incidência de complicações cirúrgicas em pacientes com DF é especialmente alta, estimada em 25% a 30%. O objetivo desta revisão é abordar as principais condições cirúrgicas associadas à DF e os cuidados perioperatórios que devem ser tomados neste grupo de pacientes. Resumo em inglês Individuals with sickle cell disease (SCD) have special perioperative concerns that must be considered before their anesthesia and surgery. During the perioperative period, these individuals are at risk for vaso-occlusive events, including acute chest syndrome, pain crises, priapism and stroke because they are exposed to hypoxia, acidosis, hypothermia, infections and hypovolemia. Several suggestions to reduce risk have been made, including a structural multidisciplinary a (mais) pproach, paying special attention to hydration and oxygenation, postoperative respiratory care and selection of less aggressive or extensive surgical procedures. Even with meticulous care, approximately 25% to 30% of individuals with SCD will have a postoperative complication. This article provides readers with information about the role of surgery in SCD and the measures that should be taken to ensure patients are well cared for in the perioperative period.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Anestesia combinada e extubação precoce em paciente com persistência do canal arterial: relato de caso/ Combined anesthesia and early extubation in patient with patent ductus arteriosus: case report/ Anestesia combinada y extubación precoz en paciente con persistencia del canal arterial: relato de caso

Gouvêa, Paulo Antônio de Mattos; Bernardes, Cassiano Franco
2001-01-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O canal arterial é uma estrutura que integra a circulação fetal. Fatores como prematuridade, hipóxia, acidose e sepse contribuem para a sua patência. O objetivo deste relato é demonstrar a utilização da anestesia combinada em cirurgia para correção da persistência do canal arterial. RELATO DO CASO: Paciente masculino, 14 meses, 11 kg,estado físico ASA II com infecções respiratórias de repetição, foi submetido à correção cirú (mais) rgica de PCA. Utilizou-se midazolam (0,5 mg.kg-1) por via oral, no pré-anestésico, seguido de indução inalatória com halotano 1-2%. A hidratação foi feita com solução de Ringer com lactato (8 ml.kg-1.h-1). Após intubação orotraqueal foi iniciada ventilação mecânica em sistema circular pediátrico com reabsorvedor de CO2. Procedeu-se bloqueio peridural torácico no espaço T1-T2 com injeção única de bupivacaína a 0,125% com adrenalina 1:800.000 no volume de 0,5 ml.kg-1. A manutenção foi feita com halotano (0,5-0,6 CAM). O procedimento cirúrgico durou 70 minutos e foi feito por toracotomia látero-posterior com boa estabilidade cardiovascular. A criança foi extubada na sala cirúrgica e encaminhada para SRPA em boas condições. CONCLUSÕES: A técnica de anestesia combinada em anestesia pediátrica promove melhora na qualidade da analgesia per e pós-operatória. O bloqueio peridural torácico, com indicação criteriosa, pode ser utilizado com bons resultados. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El canal arterial es una estructura que integra la circulación fetal. Factores como prematuridad, hipóxia, acidosis y sepse contribuyen para su patencia. El objetivo de este relato es demostrar la utilización de la anestesia combinada en cirugía para corrección de la persistencia del canal arterial. RELATO DE CASO: Paciente masculino, 14 meses, 11 kg, estado físico ASA II con infecciones respiratorias de repetición, fue sometido a correcc (mais) ión cirúgica de PCA. Se utilizó midazolam (0,5 mg.kg-1) por vía oral, en el pré-anestésico, seguido de inducción inhalatoria con halotano 1-2%. La hidratación fue hecha con solución de Ringer con lactato (8 ml.kg-1.h-1). Después de intubación orotraqueal fue iniciada ventilación mecánica en sistema circular pediátrico con reabsorvedor de CO2. Se procedió bloqueo peridural torácico en el espacio T1-T2 con inyección única de bupivacaína 0,125% con adrenalina 1:800.000 en el volumen de 0,5 ml.kg-1. La manutención fue hecha con halotano (0,5-0,6 CAM). El procedimiento cirúrgico duró 70 minutos y fue hecho por toracotomia látero-posterior con buena estabilidad cardiovascular. El niño fue extubado en la sala cirúgica y encaminado para SRPA en buenas condiciones. CONCLUSIONES: La técnica de anestesia combinada en anestesia pediátrica promueve mejoría en la calidad de la analgesia per y pós-operatoria. El bloqueo peridural torácico, con indicación criteriosa, puede ser utilizado con buenos resultados. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: The ductus arteriosus is a structure of fetal circulation. Prematurity, hypoxia, acidosis and sepsis contribute for patent ductus arteriosus (PDA). This case report aimed at evaluating the use of combined regional/general anesthesia for surgical PDA repair. CASE REPORT: Male patient, 14 months of age, 11 kg, physical status ASA II, with repeated respiratory infections, was submitted to surgical PDA repair. Patient was premedicated with oral 0.5 (mais) mg.kg-1 midazolam followed by inhalational induction with 1-2% halothane. Hydration consisted of 8 ml.kg-1.h-1 lactated Ringer’s. After tracheal intubation, mechanical ventilation was installed with a pediatric closed system with CO2 absorber. Epidural puncture was performed at T1-T2 interspace, followed by a bolus injection of 0.5 ml.kg-1 of 0.125% bupivacaine with epinephrine 1:800,000. Anesthesia was maintained with halothane (0.5-0.6 CAM). The surgery lasted 70 minutes and was performed by latero-posterior thoracotomy, with good hemodynamic stability. The child was extubated in the operating room and sent to PACU in good conditions. CONCLUSIONS: Combined regional/general anesthesia in pediatric patients improves peri and postoperative analgesia. Thoracic epidural blockade can be used with good results, if carefully indicated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Mudança no padrão biológico da migrânea com aura após a utilização da tetrabenazina: relato de caso/ Change in the biologic pattern of the migraine with aura after the use of tetrabenazine: case report

PIOVESAN, ELCIO JULIATO; LANGE, MARCOS CRISTIANO; TEIVE, HÉLIO AURÉLIO GHIZONI; TATSUI, CLÁUDIO ESTEVES; KOWACS, PEDRO ANDRÉ; PIOVESAN, LICIANE MAIA; WERNECK, LINEU CESAR
2000-06-01

Resumo em português A participação do sistema dopaminérgico na fisiopatologia da migrânea tem sido proposta a partir de recentes conquistas genéticas. Uma possível hipereatividade dos receptores dopaminérgicos DRD2 tornou as evidências mais contundentes neste sentido. Descrevemos paciente masculino, 31 anos, portador de distonia generalizada, secundária a hipóxia perinatal. Aos 16 anos, começou a ter crises de cefaléia que preenchiam os critérios para migrânea com aura. Três a (mais) nos após tratamento da distônia com tetrabenazina, observou-se nítida redução da frequência, intensidade e duração das crises. Durante dois períodos, superiores a dois meses, a interrupção do tratamento com tetrabenazina induziu piora nas crises de migrânea. Apresentamos este relato como sendo a primeira descrição na literatura mostrando efeitos benéficos da tetrabenazina, um bloqueador dos receptores dopaminérgicos, sobre o comportamento da migrânea com aura. Resumo em inglês The influence of the dopaminergic system on the pathophysiology of migraine has been suggested as a result of recent genetic discoveries. A possible hyper-reactivity of the dopaminergic receptors DRD2 reinforced the evidence regarding this. We describe a 31 years-old male patient affected by a generalized dystonia secondary to perinatal hypoxia. At age 16, the patient started having headache crises that met the criteria for migraine with aura. After three years of treatme (mais) nt for dystonia with tetrabenazine, a clear reduction in the frequency, intensity and duration of the crises was perceived. During two periods longer than two months, the interruption of the treatment with tetrabenazine brought about an aggravation of the migraine crises. We present this case as being the first description in the literature showing the beneficial effects of tetrabenazine, a blocker of dopaminergic receptors, on the behavior of migraine with aura.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Efeitos da exposição à altitude sobre os aspectos neuropsicológicos: uma revisão da literatura/ Effects of exposure to altitude on neuropsychology aspects: a literature review

Lemos, Valdir de Aquino; Antunes, Hanna Karen Moreira; Santos, Ronaldo Vagner Thomatieli dos; Prado, Juliana Martuscelli da Silva; Tufik, Sergio; Mello, Marco Túlio De
2010-03-01

Resumo em português OBJETIVO: Discutir os efeitos da exposição à altitude sobre as funções neuropsicológicas. MÉTODO: Foi realizada uma revisão de literatura usando como fonte de pesquisa artigos indexados no Pubmed, no período de 1921 a 2008, utilizando as palavras-chave "cognition and hypoxia", "hypoxia and neuropsychology", "acute hypoxia", "chronic hypoxia" e "acclimatization and hypoxia", além de livros específicos do assunto. DISCUSSÃO: Os efeitos agudos e crônicos da hip� (mais) �xia podem alterar inúmeras funções neuropsicológicas em diferentes altitudes, decorrentes de alterações fisiológicas que resultam da diminuição parcial de oxigênio (O2), que podem levar as alterações neuropsicológicas, como atenção, memória, tomada de decisão e demais funções executivas, em indivíduos expostos a grandes altitudes. CONCLUSÃO: Indivíduos que se expõem às grandes altitudes devem utilizar suplementação de O2 e prática de aclimatização, entre outras estratégias para minimizar os efeitos negativos da hipóxia nos aspectos neuropsicológicos. Resumo em inglês OBJECTIVE: Discuss the effects of altitude exposure on neuropsychological functions. METHOD: We have conducted a literature review using as source indexed articles at Pubmed in the period from 1921 to 2008, using the following key words: "cognition and hypoxia", "hypoxia and neuropsychology", "acute hypoxia", "chronic hypoxia", and "acclimatization and hypoxia", as well as specific books on the subject. DISCUSSION: Acute and chronic effects of Hypoxia can alter many of th (mais) e neuropsychological functions in different altitudes due to physiological changes resulted by the oxygen (O2) partial decrease that can lead to neuropsychological alterations in individuals exposed to high altitudes. CONCLUSION: Individuals exposed to high altitudes must use an O2 supplementation and the practice of acclimatization, among other strategy ways that can be used in order to minimize the negative effects of hypoxia on neuropsychological aspects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Oximetria do estômago: estudo comparativo entre vagotomia gástrica proximal e seromiotomia da curvatura gástrica menor anterior com vagotomia troncular posterior na úlcera duodenal crônica/ Oximetry of stomach: comparative study between proximal gastric vagotomy and anterior lesser curve seromyotomy with posterior truncal vagotomy in chronic duodenal ulcer

ARASAKI, CARLOS HARUO; MARTINEZ, JÚLIO CÉSAR; DEL GRANDE, JOSÉ CARLOS
2002-12-01

Resumo em português Retardo do esvaziamento gástrico de alimentos sólidos ocorre mais intensamente depois de vagotomia gástrica proximal (VGP) que após seromiotomia da curvatura gástrica menor anterior com vagotomia troncular posterior (SMAVTP), podendo estar relacionado à hipóxia da parede gástrica e, principalmente, do marcapasso gástrico. OBJETIVO: Determinar a repercussão da desvascularização cirúrgica da curvatura menor e do fundo gástrico no estômago como um todo e, part (mais) icularmente, na região do marcapasso. MÉTODOS: Mediu-se a saturação de oxigênio da hemoglobina (SpO2) intra-operatória, por oximetria de pulso, da parede gástrica anterior em 20 portadores de úlcera duodenal crônica, alocados casualmente em dois grupos de 10 pacientes para tratamento cirúrgico por VGP ou SMAVTP. RESULTADOS: As medições, obtidas antes de fundoplicatura parcial, mostraram que o fundo gástrico e a curvatura menor proximal tiveram redução significante da SpO2 quando comparados ao corpo gástrico (p Resumo em inglês Delayed gastric emptying of solid food is greater after proximal gastric vagotomy (PGV) than after anterior lesser curve seromyotomy with posterior truncal vagotomy (ASPTV) and may be due to the hypoxia in the gastric wall and mainly in the gastric pacemaker. PURPOSE: To verify if operative devascularization of the lesser curve and the gastric fundus could affect the entire stomach and particularly the pacemaker area. METHODS: Measures of intraoperative oxyhemoglobin satu (mais) ration (SpO2) were taken by pulse oximetry on the anterior gastric wall in 20 patients with chronic duodenal ulcer, randomly allocated in two groups of 10 individuals for surgical treatment, by PGV or ASPTV. RESULTS: Measurements, before partial fundoplication, showed that the area of the proximal lesser curve and the gastric fundus had a significant decrease in the SpO2 when compared to the gastric corpus (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Óxido nítrico inalatório para crianças com síndrome do desconforto respiratório agudo/ Inhaled nitric oxide for children with acute respiratory distress syndrome

Fioretto, José Roberto; Carpi, Mário Ferreira; Bonatto, Rossano César; Ricchetti, Sandra Mara Queiroz; Moraes, Marcos Aurélio de
2006-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O objetivo desse estudo foi rever a literatura sobre a utilização de óxido nítrico inalatório em crianças com síndrome do desconforto respiratório agudo. CONTEÚDO: Revisão bibliográfica e seleção de publicações mais relevantes sobre óxido nítrico inalatório, utilizando a base de dados MedLine e Cochrane de Revisões Sistemáticas. A revisão incluiu descrição de aspectos da definição, fisiopatologia e tratamento ventilatór (mais) io da síndrome do desconforto respiratório agudo, assim como o metabolismo, efeitos biológicos e aplicação clínica do óxido nítrico inalatório, comentando dose, administração e retirada do gás, precações, efeitos adversos e contra-indicações. CONCLUSÕES: O óxido nítrico, vasodilatador pulmonar seletivo, tem efeitos benéficos sobre as trocas gasosas e ventilação em crianças com hipóxia grave. É seguro quando administrado em ambiente de tratamento intensivo sob rigorosa monitorização. Estudos aleatórios e controlados devem enfocar a administração precoce do gás na síndrome do desconforto respiratório agudo, quando essa é potencialmente reversível. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVE: The objective of this study was to review the literature on inhaled nitric oxide to children with acute respiratory distress syndrome. CONTENTS: A review of literature and selection of the most important publications on inhaled nitric oxide, using the MedLine and Cochrane Systematic Review Databases. This review was organized as follows: introduction; metabolism and biological effects; clinical applications; dosage, gas administration and weaning (mais) process; warnings and side-effects. Inhaled nitric oxide use was described in acute respiratory distress syndrome. CONCLUSIONS: Inhaled nitric oxide as the first vasodilator to produce selective pulmonary vasodilation has beneficial effects on gas exchange and ventilation, improving outcome in children with severe hypoxia. It is safe when administered in intensive care units under strict surveillance and monitoring. Further studies should be concentrated on early treatment, when acute respiratory distress syndrome is potentially reversible.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Análise do comportamento do hemometabolismo cerebral durante endarterectomia carotídea com pinçamento transitório/ Analysis of brain hemometabolism behavior during carotid endarterectomy with temporary clamping/ Análisis del comportamiento del hemometabolismo cerebral durante endarterectomia carotídea con pinzamiento transitorio

Duval Neto, Gastão Fernandes; Niencheski, Augusto H.
2004-04-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A endarterectomia carotídea com pinçamento transitório altera a relação entre o fluxo sangüíneo cerebral e a demanda metabólica cerebral de oxigênio, com conseqüente geração de uma tendência a hipóxia oliguêmica ou desacoplamento hemometabólico. O objetivo do presente estudo foi identificar as alterações do hemometabolismo cerebral, avaliados através das alterações da saturação da oxihemoglobina no bulbo da veia jugular in (mais) terna (SjO2), durante endarterectomia carotídea com pinçamento, correlacionando essas alterações com fatores com potencialidade de interferir com as mesmas, principalmente a pressão de CO2 expirada (P ET CO2) e a pressão de perfusão cerebral (PPC). MÉTODO: Participaram do estudo 16 pacientes com doença estenosante unilateral e submetidos a pinçamento arterial transitório durante endarterectomia carotídea. Os parâmetros monitorizados (saturação da oxihemoglobina no bulbo da veia jugular interna, stump pressure e a pressão de CO2 expirado) foram analisados nos seguintes momentos: M1 - pré-pinçamento; M2 - 3 minutos pós-pinçamento; M3 - pré- despinçamento; M4 - pós-despinçamento. RESULTADOS: A comparação entre a SjO2 (%, Média ± DP) nos períodos estudados evidenciou uma diferença entre a registrada nos momentos M1 (52,25 ± 7,87) e M2 (47,43 ± 9,19). Essa redução inicial estabilizou-se durante o pinçamento transitório, com diminuição na comparação entre M2 e M3 (46,56 ± 9,25), sem significado estatístico (p = ns). Na fase pós-despinçamento, M4 (47,68 ± 9,12), a média da SjO2 apresentou uma elevação, quando comparada com os momentos de pinçamento M2 e M3, ainda inferior ao momento pré-pinçamento M1 (M4 x M1 - p Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La endarterectomia carotídea con pinzamiento transitorio altera la relación entre el flujo sanguíneo cerebral y la demanda metabólica cerebral de oxígeno, con consecuente generación de una tendencia a hipóxia oliguemica o desacoplamiento hemometabólico. El objetivo del presente estudio fue identificar las alteraciones del hemometabolismo cerebral, evaluados por medio de las alteraciones de la saturación de la oxihemoglobina en el bulbo (mais) de la vena yugular interna (SjO2), durante endarterectomia carotídea con pinzamiento, correlacionando esas alteraciones con factores con potencialidad de interferir con las mismas, principalmente la presión de CO2 expirada (P ET CO2) y la presión de perfusión cerebral (PPC). MÉTODO: Participaron del estudio 16 pacientes con enfermedad estenosante unilateral y sometidos al pinzamiento arterial transitorio durante endarterectomia carotídea. Los parámetros monitorizados (saturación de la oxihemoglobina en el bulbo de la vena yugular interna, stump pressure y la presión de CO2 expirado) fueron analizados en los siguientes momentos: M1 - pre-pinzamiento; M2 - 3 minutos pos-pinzamiento; M3 - pre-despinzamiento; M4 - pos-despinzamiento. RESULTADOS: La comparación entre la SjO2 (%, Media ± DP) en los períodos estudiados evidenció una diferencia entre la registrada en los momentos M1 (52,25 ± 7,87) y M2 (47,43 ± 9,19). Esa reducción inicial estabilizó durante el pinzamiento transitorio, con disminución en la comparación entre M2 y M3 (46,56 ± 9,25), sin significado estadístico (p = ns). En la fase pos despinzamiento, M4 (47,68 ± 9,12), la media de la SjO2 presentó una elevación, cuando comparada con los momentos de pinzamiento M2 e M3, más inferior al momento pre-pinzamiento M1 (M4 x M1 - p Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Carotid endarterectomy with temporary clamping changes cerebral blood flow and cerebral metabolic oxygen demand ratio with consequent oligemic hypoxia or hemometabolic uncoupling. This study aimed at identifying changes in brain hemometabolism, evaluated through changes in oxyhemoglobin saturation in internal jugular vein bulb (SvjO2) during carotid endarterectomy with clamping, and at correlating these changes with potentially interfering facto (mais) rs, mainly end tidal CO2 pressure (P ET CO2) and cerebral perfusion pressure (CPP). METHODS: Sixteen patients with unilateral carotid stenotic disease scheduled to carotid endarterectomy with carotid arterial clamping were enrolled in this study. Parameters including internal jugular bulb oxyhemoglobin saturation, stump pressure and end tidal CO2 pressure were measured at the following moments: M1 - pre-clamping; M2 - 3 minutes after clamping; M3 - pre-unclamping; M4 - post-unclamping). RESULTS: The comparison among SvjO2 (%, mean ± SD) in all studied periods has shown differences between those recorded in moments M1 (52.25 ± 7.87) and M2 (47.43 ± 9.19). This initial decrease stabilized during temporary clamping, showing decrease in the comparison between M2 and M3 (46.56 ± 9.25), without statistical significance (p = ns). At post-unclamping, M4 (47.68 ± 9.12), SvjO2 was increased as compared to M2 and M3 clamping stages, however it was still lower than that of pre-clamping stage M1.(M4 x M1 - p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Síndrome ascítica em frangos de corte: uma revisão sobre a fisiologia, avaliação e perspectivas/ Ascitic syndrome in broiler chickens: a review about physiology, evaluation and perspectives

Rosário, Millor Fernandes do; Silva, Marco Aurélio Neves da; Coelho, Antonio Augusto Domingos; Savino, Vicente José Maria
2004-12-01

Resumo em português Os programas de melhoramento genético de frangos de corte que buscam máxima velocidade de ganho de peso, alta eficiência alimentar, alta viabilidade, maior rendimento de carcaça e menor deposição de gordura podem desencadear algumas síndromes fisiológicas, dentre as quais destacam-se o estresse calórico, a morte súbita e a ascite. A ascite se enquadra no conceito das síndromes multifatoriais, uma vez que sua manifestação ocorre quando certos fatores genético (mais) s e ambientais atuam em conjunto determinando o processo. As limitações anatômica e fisiológica da circulação sanguínea nos pulmões provocam a síndrome de hipertensão pulmonar (PHS); esta pode provocar grande acúmulo de fluido na cavidade abdominal, quadro este denominado de ascite. Ocorre redução da eficiência da circulação sangüínea, levando as aves à morte por hipóxia, predominantemente no período entre 30 e 40 dias de idade. Uma vez desencadeado o processo ascítico, a ave dificilmente é aproveitada no abate já que a mesma restringe o consumo de alimento, ganhando menos peso. Adicionalmente, a carcaça apresenta aumento do volume da cavidade abdominal e conseqüente congestão dos órgãos internos. A descrição da fisiologia, medidas de avaliação e perspectivas são apresentadas neste trabalho. Resumo em inglês Poultry genetic breeding programs which look for maximum weight gain, improved feed conversion, high viability, high carcass yield and low fat deposition may cause some physiologic syndromes, for example caloric stress, sudden death and ascites. Ascites is framed in concept of the multifactorial syndromes, once its manifestation happens when certain genetic and environment factors act together, determining the process. Anatomical and physiological limitations in blood cir (mais) culation in the lungs give rise to pulmonary hypertension syndrome (PHS), producing great fluid accumulation in abdominal cavity, which is denominated ascites. Ascites causes reduction of blood circulation efficiency, leading broilers to death due to hypoxia, mainly between 30 and 40 days of age. Ascitic broilers have reduced body weight gain as a consequence of feed restriction. Additionally, there is increased abdominal cavity volume and internal organ congestion. Ascites is discussed through this manuscript based on physiological description, evaluation measures and perspectives.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Hiperlactatemia à admissão na UTI é um determinante de morbimortalidade em intervenções cirúrgicas não cardíacas de alto risco/ Hyperlactatemia at ICU admission is a morbid-mortality determinant in high risk non-cardiac surgeries

Almeida, Samantha L. S.; Amendola, Cristina P.; Horta, Vanessa M.; Sousa, Érica; Gusmão, Célio A. B.; Silva Júnior, João M.; Rezende, Ederlon
2006-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Um dos maiores desafios dos médicos intensivistas é o controle da hipoperfusão tecidual, sendo o lactato sérico classicamente aceito como indicador de hipóxia tecidual. Deste modo, estudos demonstraram boa correlação entre o lactato e o prognóstico no choque e durante a reanimação. O objetivo deste estudo foi avaliar a utilidade clínica do lactato arterial à admissão na UTI como indicador de morbimortalidade em pacientes críticos n (mais) o pós-operatório de intervenções cirúrgicas não cardíacas de alto risco. MÉTODO: Estudo de coorte prospectivo observacional, realizado em UTI de hospital terciário no período de 4 meses. Foram coletados dados demográficos, lactato arterial e complicações no pós-operatório de pacientes submetidos à intervenções cirúrgicas de grande porte. Para análise estatística foi considerado significativo p 3,2 versus 21,2% de sobreviventes (OR = 2,95 IC95% 1,98 - 4,38, p 3,2 mmol/L (log rank 0,007). CONCLUSÕES: Os pacientes cirúrgicos não cardíacos de alto risco admitidos na UTI com hiperlactatemia, definida com lactato >3,2 mmol/L, apresentaram risco aumentado de morte e permanência prolongada na UTI. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: One of the greatest challenges found by the intensivists in their daily activities is tissue hipoperfusion control. Blood lactate is generally accepted as a marker of tissular hypoxia and several studies have demonstrated good correlation between blood lactate and prognosis during shock and resuscitation. The aim of this study was to evaluate the clinical utility of arterial blood lactate as a marker of morbidity and mortality in critically ill (mais) patients in the post-operative period of high risk non-cardiac surgeries. METHODS: Prospective and observational cohort study realized in an ICU of a tertiary hospital during a four month period. Demographic data of the patients submitted to high risk surgeries were collected, besides arterial lactate measures and number and type of complications in the post-operative period. To the statistic analysis was considered as significant a p 3.2 did not survive versus 21.2% of survivors (OR = 2.95 IC95% 1.98- 4.38, p 3.2 mmol/L (log rank 0.007) lactate. CONCLUSIONS: High risk patients submitted to non cardiac surgeries and admitted to the ICU with hiperlactatemia, defined as an arterial lactate > 3.2 mmol/L, are prone to a longer ICU lenght of stay and to die.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Alterações cognitivas na SAOS/ Cognitive impairment in obstructive sleep apnea syndrome

Bruin, Pedro Felipe Carvalhedo de; Bagnato, Mauricio da Cunha
2010-06-01

Resumo em português Alterações da cognição e do desempenho estão bem estabelecidas em pacientes com SAOS, causando um impacto significativo sobre a qualidade de vida e o risco de acidentes nesses indivíduos. Tais alterações são mais profundas nos quadros mais graves de SAOS, o que explica a aparente discrepância na frequência e gravidade desse prejuízo entre estudos com pacientes de clínicas de sono e estudos de base populacional. Vários aspectos podem estar comprometidos, incl (mais) uindo o processamento cognitivo, a atenção sustentada, as funções executivas e a memória. Entretanto, os mecanismos causais desses déficits não estão inteiramente elucidados, e existem controvérsias, particularmente em relação à contribuição relativa da hipóxia intermitente e da interrupção do sono presentes na SAOS. O impacto da sonolência diurna sobre o desempenho desses pacientes nos diversos testes cognitivos também ainda deve ser determinado, assim como o possível efeito de comorbidades frequentes, incluindo o diabete melito, a hipertensão arterial sistêmica, a doença cardiovascular e a obesidade. Existem evidências convincentes de que o tratamento com CPAP produz uma significativa melhora do desempenho e da cognição, sobretudo nos portadores de SAOS moderada e grave, embora sejam necessários mais estudos acerca do seu impacto a longo prazo. Resumo em inglês Cognitive and performance impairment is well established in patients with obstructive sleep apnea syndrome (OSAS), having a significant impact on the quality of life and the risk of accidents in these individuals. The severity of the impairment correlates with that of the OSAS, which explains the apparent discrepancy between studies using patients from sleep clinics and population-based studies in terms of the reported frequency and severity of such impairment. Cognitive (mais) processing, sustained attention, executive functioning, and memory have all been reported to be impaired in OSAS. However, the causal mechanisms of these deficits have not been entirely clarified, and the relative contribution of intermittent hypoxia and sleep disruption in OSAS is particularly controversial. The potential effect of daytime sleepiness on the performance of these patients on various cognitive tests has yet to be determined, as does that of common comorbidities, such as diabetes, systemic arterial hypertension, cardiovascular disease, and obesity. There is compelling evidence that CPAP treatment can improve performance and cognition, particularly in mild to moderate cases, although further studies on the long-term impact of this type of treatment are still needed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Propofol-cetamina racêmica e propofol-cetamina levógira em cadelas: parâmetros eletrocardiográficos e outras variáveis fisiológicas/ Propofol-racemic ketamine or propofol-levogire ketamine in dogs: effects on electrocardiography and other physiological parameters

Almeida, R.M.; Silva, C.E.V.; Zimmermann, M.; Maguilnik, S.
2008-12-01

Resumo em português Estudaram-se os efeitos da infusão contínua da associação propofol e cetamina sobre variáveis fisiológicas e eletrocardiográficas e sua possível analgesia em 12 cadelas. Após indução com propofol, os animais receberam 0,4mg/kg/min de propofol + 0,2mg/kg/min de cetamina racêmica (n = 6, grupo PC) ou 0,4mg/kg/min de propofol + 0,1mg/kg/min de cetamina S+ (n = 6, grupo PCS). Avaliaram-se: teste álgico, freqüência cardíaca (FC), parâmetros eletrocardiográfic (mais) os, freqüência respiratória (FR), pressão arterial sistólica, média e diastólica (PAS, PAM, PAD), saturação da oxiemoglobina (SpO2) e temperatura retal (TR). Houve elevação da FC sem alterações eletrocardiográficas, com exceção de aumento na amplitude da onda T em um animal de cada grupo. A FR diminuiu, e os valores de SpO2 ficaram abaixo de 90% em alguns momentos nos dois grupos. PAS, PAM e PAD diminuíram, mas não houve diferença entre os protocolos. Não se observou analgesia em sete animais, três cadelas apresentaram analgesia discreta, e apenas duas demonstraram analgesia favorável. Conclui-se que os protocolos são seguros em cadelas, contudo não há analgesia suficiente para procedimento cirúrgico. As alterações eletrocardiográficas foram relacionadas à FC e à amplitude de onda T, sendo esta sugestiva de hipóxia do miocárdio. Resumo em inglês The effects of propofol and ketamine on physiological parameters, electrocardiography, and analgesia were evaluated in twelve dogs that received propofol-ketamine (0.4mg/kg/min + 0.2mg/kg/min, n=6, PK group) or propofol-S+ketamine (0.4mg/kg/min + 0.1mg/kg/min, n=6, PKS group) after induction of anesthesia with propofol (8.0mg/kg). Assessments of pain; heart rate (HR); electrocardiography (ECG); respiratory rate (RR); systolic, medium, and diastolic arterial pressures (SAP (mais) , MAP, DAP); saturation of hemoglobin (SpO2); and rectal temperature (RT) were conducted. There was a rise in HR with no electrocardiographically changes, but an increase in amplitude of T wave in one animal of each group. RR decreased and SpO2 were lower than 90% in two moments of both groups. SAP, MAP, and DAP were reduced during the experimental period, but with no statistical difference between the protocols. There was no analgesia in seven bitches, mild analgesia was observed in three, and satisfactory analgesia in only two animals tested. It was concluded that the protocols are safe for dogs, but there is no analgesia for surgical procedures. The changes in ECG are related to HR and amplitude of T wave, which may be due to myocardial hypoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Diagnóstico por imagem e aspectos clínicos da trombose venosa cerebral em recém-natos a termo sem dano cerebral: revisão em 10 anos/ Imaging diagnosis and clinical findings of cerebral venous thrombosis in full-term neonates without brain damage: a ten-year review

Monteiro, Alexandra Maria Vieira; Lima, Claudio Marcio Amaral de Oliveira; Ribeiro, Érica Barreiros; Lins, Maria Cristina; Miranda, Silvia; Miranda, Luis Eduardo
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Descrever e comparar os métodos de imagem e os aspectos clínicos em quatro recém-natos a termo diagnosticados como trombose venosa cerebral, sem dano encefálico, adscritos a uma unidade de terapia intensiva neonatal. MATERIAIS E MÉTODOS: Revisão em 10 anos com quatro casos diagnosticados como trombose venosa cerebral por meio de ultrassonografia transfontanela com Doppler e confirmados por ressonância magnética/angiorressonância, correlacionados aos asp (mais) ectos clínicos e evolução neurológica. RESULTADOS: A ultrassonografia foi normal em 75% dos casos e a ressonância magnética, em 100%. No caso alterado, a dilatação venosa foi identificada. O Doppler e a angiorressonância estavam alterados em 100% dos casos. Dos aspectos clínicos, a hipóxia (100%) e a convulsão precoce (100%) predominaram, com potencial evocado alterado em 50% dos casos. Na avaliação do neurodesenvolvimento, todas as áreas estiveram dentro da normalidade até a última avaliação. CONCLUSÃO: A ultrassonografia associada ao Doppler é capaz de identificar as alterações da trombose venosa cerebral, devendo ser complementada com a ressonância magnética, que é o padrão ouro de diagnóstico. Resumo em inglês OBJECTIVE: To describe and compare imaging methods and clinical findings of cerebral venous thrombosis in four full-term neonates without brain damage, admitted to a neonatal intensive care unit. MATERIALS AND METHODS: Ten-year review of four cases diagnosed with cerebral venous thrombosis by transfontanellar ultrasonography associated with Doppler fluxometry and confirmed by magnetic resonance imaging/magnetic resonance angiography in correlation with clinical findings a (mais) nd neurological progression. RESULTS: Ultrasonography presented normal results in 75% of cases and magnetic resonance imaging in 100%. Doppler fluxometry and magnetic resonance angiography were abnormal in 100% of cases. Hypoxia (100%) and early seizures (100%) were predominant among clinical findings with evoked potential changes in 50% of cases. In the assessment of the neurodevelopment all the areas remained within normality parameters up to the conclusion of the present study. CONCLUSION: Ultrasonography in association with Doppler can identify changes related to cerebral venous thrombosis and should be complemented with magnetic resonance imaging that is the gold standard for diagnosis in these cases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Complicações da intubação traqueal em pediatria/ Complications of tracheal intubation in pediatrics

Souza, Nélio de; Carvalho, Werther Brunow de
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Descrever a frequência e os tipos de complicações da intubação traqueal e suas principais causas. MÉTODOS: Estudo transversal de pacientes internados na UTI Pediátrica da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, entre maio/98 e dezembro/99 e que foram submetidos a intubação traqueal por mais de 24 horas. Os critérios de exclusão incluíam intubações anteriores, cirurgias ou traumas em região cervical ou orofaringe. RESULTADOS: Foram estudados 147 (mais) casos com idade variando de um mês até 15 anos e três meses. Em 31,3% foram usados tubos traqueais de tamanho inadequado e 14,3% necessitaram cinco ou mais tentativas para serem intubados. Houve maior dificuldade de intubação por parte dos médicos residentes. O maior número de tentativas de intubação traqueal foi relacionado com aumento de traumas, hipóxia, bradicardia e piora no escore de Downes após a extubação. Foram observados 21,8% de extubação acidental, que se relacionou com piora no escore de Downes e necessidade de reintubação. Os médicos residentes também causaram maior número de traumas e de bradicardia. CONCLUSÃO: A maioria das complicações pode ser atribuída à falta de experiência e treinamento do médico que realizou a intubação traqueal, devendo-se para minimizá-las implementar programas de treinamento e aumentar a supervisão durante a intubação traqueal. Resumo em inglês OBJECTIVE: To describe the frequency and types of tracheal intubation complications and their main causes. METHODS: Cross sectional study of patients who were submitted to tracheal intubation for more than 24 hours at the Pediatric ICU of Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, between May 1998 and December 1999. Exclusion criteria were previous intubations, surgeries or traumas in the cervical region or oropharynx. RESULTS: A study of 147 patients with ages varying fr (mais) om 1 month to 15 years and 3 months was carried out. An inadequate tracheal tube had been used in 31.3% of patients submitted to tracheal intubation and 14.3% needed 5 or more attempts to achieve intubation. Resident physicians had more difficulty with intubation. Most tracheal intubation attempts were related to increased traumas, hypoxia, bradycardia and worsening of the Downes score after extubation. Accidental extubation was observed in 21.8%, related to worsening in the score of Downes and need for reintubation. The resident physicians also caused a higher number of traumas and bradycardia. CONCLUSION: Most complications may be attributed to lack of experience and training of the physician performing the tracheal intubation. We should implement training programs and increase supervision during tracheal intubation to minimize these outcomes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Tratamento cirúrgico das estenoses traqueais congênitas/ Surgical treatment of congenital tracheal stenoses

Terra, Ricardo Mingarini; Minamoto, Helio; Mariano, Lívia Caroline Barbosa; Fernandez, Angelo; Otoch, José Pinhata; Jatene, Fabio Biscegli
2009-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar os desfechos dos pacientes submetidos ao reparo de estenose congênita de traqueia. MÉTODOS: Análise retrospectiva dos pacientes com estenose traqueal congênita tratados no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo entre 2001 e 2007. RESULTADOS: Seis meninos e uma menina (idade ao diagnóstico entre 28 dias e 3 anos) foram incluídos. Cinco pacientes apresentavam malformações intracardíacas e/ou de grandes vasos (mais) associadas. A extensão das estenoses foi curta em três pacientes, média em um e longa em três. As técnicas utilizadas foram traqueoplastia com enxerto de pericárdio em três pacientes, ressecção e anastomose em dois, traqueoplastia em bisel em um e correção de anel vascular em um. Um paciente morreu no intraoperatório por hipóxia e instabilidade hemodinâmica e outro no 11º dia pós-operatório por choque séptico. Outras complicações observadas foram pneumonia, arritmia, estenose na anastomose e estenose residual, malácia e formação de granulomas. O tempo médio de seguimento pós-operatório foi de 31 meses; quatro pacientes ficaram livres da doença e um necessitou de tubo T para manter a via aérea pérvia. CONCLUSÕES: A estenose congênita de traqueia é uma doença curável. Entretanto, seu reparo é complexo e está associado a taxas de morbidade e mortalidade significativas. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the outcomes of patients undergoing repair of congenital tracheal stenosis. METHODS: This was a retrospective review of congenital tracheal stenosis patients treated between 2001 and 2007 at the University of São Paulo School of Medicine Hospital das Clínicas in São Paulo, Brazil. RESULTS: Six boys and one girl (age at diagnosis ranging from 28 days to 3 years) were included. Five of the patients also had cardiac or major vessel malformations. The (mais) stenosis length was short in three patients, medium in one and long in three. The techniques used were pericardial patch tracheoplasty in three patients, resection and anastomosis in two, slide tracheoplasty in one and vascular ring correction in one. One patient died during surgery due to hypoxia and hemodynamic instability, and one died from septic shock on postoperative day 11. Other complications included pneumonia, arrhythmia, stenosis at the anastomosis level, residual stenosis, granuloma formation and malacia. The mean follow-up period was 31 months; four patients were cured, and one required the use of a T tube to maintain airway patency. CONCLUSIONS: Congenital tracheal stenosis is a curable disease. However, its repair is complex and is associated with high rates of morbidity and mortality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

O uso de células-tronco na asfixia perinatal: do laboratório à prática clínica/ Use of stem cells in perinatal asphyxia: from bench to bedside

Paula, Simone de; Greggio, Samuel; DaCosta, Jaderson Costa
2010-12-01

Resumo em português OBJETIVOS: Apresentar evidências científicas recentes sobre os efeitos do transplante com células-tronco em modelos animais de lesão cerebral hipóxico-isquêmica neonatal e abordar os aspectos translacionais relevantes à aplicação clínica da terapia celular nesse contexto. FONTES DOS DADOS: Para a seleção dos artigos, utilizou-se a base de dados PubMed e Scopus. O critério de seleção de artigos foi a especificidade em relação ao tema estudado, preferencial (mais) mente a partir do ano de 2000. Também foram revisados artigos clássicos de anos anteriores que se aplicavam ao propósito desta revisão. SÍNTESE DOS DADOS: Células-tronco de diferentes fontes exógenas podem exibir propriedades neuroprotetoras em modelos experimentais de hipóxia-isquemia neonatal. Na maioria dos experimentos animais, os benefícios morfológicos e funcionais observados foram independentes da diferenciação neural, sugerindo mecanismos de ação associados, tais como a liberação de fatores tróficos e a modulação inflamatória. CONCLUSÕES: Baseado nos estudos experimentais analisados, a terapia celular pode tornar-se uma promissora abordagem terapêutica no tratamento de crianças com encefalopatia hipóxico-isquêmica. No entanto, estudos adicionais necessitam ser realizados a fim de elucidar os possíveis mecanismos de ação dessas células e definir estratégias clínicas seguras e efetivas. Resumo em inglês OBJECTIVES: To present recent scientific evidence on the effects of stem cell transplantation in animal models of neonatal hypoxic-ischemic brain injury and address the translational relevance of cell therapy for clinical application in this context. SOURCES: The PubMed and Scopus databases were used to select articles. The selection criterion was the specificity of articles regarding the subject studied, preferably articles published from 2000 onward. We also reviewed cl (mais) assic articles from previous years that were applicable to this review. SUMMARY OF THE FINDINGS: Stem cells from different exogenous sources may exhibit neuroprotective properties in experimental models of neonatal hypoxia-ischemia. In most animal experiments, the morphological and functional benefits observed were independent of neural differentiation, suggesting associated mechanisms of action, such as the release of trophic factors and inflammatory modulation. CONCLUSIONS: Based on the experimental studies analyzed, cell therapy may become a promising therapeutic approach in the treatment of children with hypoxic-ischemic encephalopathy. However, further studies are warranted to elucidate potential mechanisms of action of these cells and to define safe and effective clinical strategies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Influência do Tabagismo no Sistema Vascular Materno-fetal: estudo com Dopplervelocimetria/ Effect of Cigarette Smoking on Maternal-fetal Blood Flow: Doppler Velocimetry Study

Pinto, Gilberto Rodrigues; Botelho, Clovis
2000-12-01

Resumo em português Objetivo: avaliar a influência do tabagismo materno na dinâmica vascular materno-fetal, por meio da dopplervelocimetria obstétrica das artérias uterinas, umbilical e cerebral média. Métodos: estudo prospectivo em 42 gestantes saudáveis, sendo 20 fumantes e 22 não-fumantes. Foram realizadas ultra-sonografias para determinar o tempo de gestação e exame de dopplervelocimetria pulsátil das artérias uterinas, umbilical e cerebral média nas 24ª, 28ª, 32ª e 36ª (mais) semana para avaliar o fluxo vascular materno-fetal. As fumantes foram orientadas a não fumar por pelo menos 2 horas antes do exame. Resultados: o índice de resistência (IR) médio das artérias uterinas D e E foi maior no grupo de fumantes na 36ª semana com média de 0,50 e desvio padrão de 0,034. O índice de pulsatilidade (IP) da artéria umbilical foi maior no grupo de fumantes na 28ª semana [x (DP) = 1,135 (0,182)], p = 0,008; o IP da artéria cerebral média (ACM) não se mostrou diferente entre os grupos, porém, a relação IP ACM/umbilical foi menor no grupo de fumantes, na 32ª semana [x (DP) = 1,9 (0,291)], p = 0,027 e na 36ª semana [x (DP) = 1,850 (0,465)], p = 0,014. Conclusões: os índices de dopplervelocimetria mostraram que no grupo de fumantes há aumento na resistência da circulação útero-placentária e feto-placentária, associado a concomitante diminuição na resistência da ACM, mimetizando uma tendência do tabagismo levar à hipóxia crônica do feto. Resumo em inglês Purpose: to evaluate the influence of cigarette smoking on uteroplacental, fetoplacental and fetal blood flow by obstetric Doppler velocimetry of the uterine, umbilical and middle cerebral arteries. Method: a prospective study with 42 healthy pregnant women, 20 of whom were smokers and 24 nonsmokers. Ultrasound was performed initially to determine the gestation time. The pregnant women next underwent pulsed and color Doppler velocimetry of the uterine, umbilical and middl (mais) e cerebral arteries at the 24th, 28th, 32nd, 36th, and 40th week. The smokers were instructed not to smoke for at least two hours before the test. Results: the mean resistance index (RI) of the right and left uterine arteries was greatest in the smoking group at the 36th week [mean (SD) = 0.501 (0.034)], (p = 0.002). The pulsatility index (PI) of the umbilical artery was greatest in the smoking group at the 28th week [mean (SD) = 1.135 (0.182)], (p = 0.008). No difference in the PI of the middle cerebral artery (MCA) was detected between the two groups. However, the MCA/umbilical PI ratio was lower in the smoking group at the 32nd [mean (SD) = 1.977 (0.291)], (p = 0.027), and 36th week [mean (SD) = 1.850 (0.465)], (p = 0.014). Conclusion: it was concluded that smoking increases resistance in the uteroplacental and fetoplacental circulation while simultaneously reducing resistance in the MCA, imitating a "brain-sparing" effect, most likely due to chronic hypoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Quimiossensibilidade durante exercício na insuficiência cardíaca: respostas ventilatórias, cronotrópicas e neurohormonais/ Exercise chemosensitivity in heart failure: ventilatory, chronotropic and neurohormonal responses/ Quimiosensibilidad durante ejercicio en la insuficiencia cardíaca: respuestas ventilatorias, cronotrópicas y neurohormonales

Moura, Lídia Zytynski; Guimarães, Guilherme Veiga; Pires, Philippe Vieira; Cruz, Fátima; Stopa, Gabriela; Bocchi, Edimar Alcides
2010-09-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Insuficiência cardíaca (IC) está associada com aumento da quimio-sensibilidade periférica e central em repouso, que pode estar correlacionada com um aumento na resposta ventilatória durante exercício. Entretanto, SUS sensibilidade na IC durante o exercício ainda não foi reportada. OBJETIVO: Testar se o estímulo dos quimiorreceptores centrais e periféricos em pacientes com IC pode modular respostas ventilatórias, cronotrópicas e neurohormonais duran (mais) te exercício submáximo. MÉTODOS: Investigamos a quimio-sensibilidade central e periférica em 15 pacientes com insuficiência cardíaca (IC) e 7 controles normais (C), comparando a resposta durante 3 testes de caminhada de 6 minutos (TC6M), realizado em esteira ergométrica com: ar ambiente, em hipóxia e em hipercapnia (em ordem randômica). RESULTADOS: FR em ar ambiente nos grupos C e IC foi 17±2 e 22±2 (p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: La insuficiencia cardíaca (IC) está asociada con aumento de la quimiosensibilidad periférica y central en reposo, que puede estar correlacionada con un aumento en la respuesta ventilatoria durante ejercicio. Mientras tanto, SUS sensibilidad en la IC durante el ejercicio aun no fue reportada. OBJETIVO: Verificar si el estímulo de los quimiorreceptores centrales y periféricos en pacientes con IC puede modular respuestas ventilatorias, cronotrópicas y neuro (mais) hormonales durante ejercicio submáximo. MÉTODOS: Investigamos la quimiosensibilidad central y periférica en 15 pacientes con insuficiencia cardíaca (IC) y 7 controles normales (C), comparando la respuesta durante 3 tests de caminata de 6 minutos (TC6M), realizado en cinta ergométrica con: aire ambiente, en hipoxia y en hipercapnia (en orden randómico). RESULTADOS: FR en aire ambiente en los grupos C y IC fue 17±2 y 22±2 (p Resumo em inglês BACKGROUND: Heart failure (HF) is associated with resting increased peripheral and central chemosensitivity which may correlate with an increased ventilatory response to exercise. However, its sensitivity in HF during exercise was never really reported. OBJECTIVE: We tested if stimulation of central and peripheral chemoreceptors in HF patients could modulate ventilatory, chronotropic, and neurohormonal response during submaximal exercise. METHODS: We investigated central (mais) and peripheral chemosensitivity in 15 HF and 7 control (C) comparing response through three 6 minute walking tests conducted in a treadmill with : room air, hypoxia, and hypercapnia (in a randomic order). RESULTS: RR at room air C and HF was 17±2 and 22±2 (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Complicações da sedação e realização da colonoscopia/ Complications of sedation and colonoscopy performance

Torres Neto, Juvenal da Rocha; Silvino, Cristiane Jesus; Prudente, Ana Carolina Lisboa; Teixeira, Fábio Ramos; Torres, Felipe Augusto do Prado; Torres, Júlio Augusto do Prado
2010-09-01

Resumo em português A realização da colonoscopia pode acarretar complicações decorrentes do preparo, sedação e dos procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos. Esses eventos, relativamente comuns, possuem taxa de morbidade em torno de 1% e, em geral, são transitórios e subnotificados. Objetivo: Avaliar a incidência de complicações da sedação e realização da colonoscopia, durante e imediatamente após a mesma; relacioná-las às variáveis: gênero, idade, co-morbidades, dos (mais) e das drogas para sedação/analgesia, hipertensão, hipotensão, hipóxia, taquicardia, bradicardia. Método: Estudo observacional, prospectivo e descritivo, acompanhando-se a colonoscopia de 90 pacientes em clínica privada. Utilizou-se midazolan e meperidina para a sedação. Foi aferida pressão arterial, saturação de oxigênio e freqüência cardíaca durante e imediatamente antes e após o exame. Resultados: Dos pacientes examinados, 53,3% (n=48) eram homens. A média de idade foi 48,4 anos. Para sedação utilizaram-se 2,95mg de midazolan e 29,5mg de meperidina em média. Dos inicialmente hipertensos, 11 (40,7%) permaneceram hipertensos ao final do exame. Observou-se saturação de oxigênio menor que 90% em 16 (17,8%) pacientes; bradicardia em 19 (21,1%) e taquicardia em 13 (14,4%). Náuseas, vômitos e dor abdominal foram alterações presentes em 11 (12,2%) pacientes e foram devido ao preparo do cólon para a colonoscopia. Nenhuma complicação importante foi verificada. Resumo em inglês The accomplishment of the colonoscopy can cause decurrent complications of the preparation, sedation and of the disgnostic and/or therapeutical procedures. These events, relatively common, around possess tax of morbidity of 1% e, in general, transitory and are subnotificados. Objective: To evaluate the incidence of complications of the sedation and accomplishment of the colonoscopy, during and immediately after the same one; to relate them it the 0 variable: sort, age, co (mais) morbid, amount of the drugs for sedation/analgesic, hypertension, hypotension, hypoxia, tachycardia, bradycardia. Method: Observational, prospective and descriptive study, being accompanied by it colonoscopy of 90 patients in private clinic. One used midazolan and meperidina for the sedation. It was surveyed arterial pressure, saturation of oxygen and cardiac frequency during and immediately before and after the examination. Results: Of the examined patients, 53.3% (n=48) were men. The age average was 48,4 years. For sedation they had on average used 2,95mg of midazolan and 29,5mg of meperidina. Of the initially hypertensive ones, 11 (40.7%) had remained hypertensive to the end of the examination. Saturation of lesser oxygen was observed that 90% in 16 (17.8%) patient ones; bradycardia in 19 (21.1%) and tachycardia in 13 (14.4%). Nauseas, vomits and abdominal pain had been alterations gifts in 11 (12.2%) patient ones and had had to the preparation of the large bowel for the colonoscopy. No important complication was verified.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Pesquisa de interferon gama em tecido periodontal de ratos submetidos à movimentação dentária induzida/ Gamma-interferon investigation in rat periodontal tissue under induced dental movement

Silveira, Daniel Mascarenhas da; Franco, Fernanda Catharino Menezes; Nascimento, Ivana Lúcia de Oliveira; Salomão, Milene de Freitas Lima; Araujo, Telma Martins de
2009-04-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: durante o tratamento ortodôntico, um processo inflamatório é induzido, desencadeando uma série de eventos bioquímicos que resultam na movimentação dentária. Estímulos como a hipóxia e a deformação mecânica são os principais fatores responsáveis pela quebra da homeostasia celular, resultando em estresse e liberação de diversos mediadores importantes para o movimento do dente. Para que a remodelação óssea ocorra durante o tratamento ortodô (mais) ntico, fatores reguladores,como subprodutos do ácido araquidônico e citocinas,são liberados.Ao interferon gama (INF-γ , uma citocina principal liberada após a indução da resposta imune adaptativa, é atribuída a função de atrair os macrófagos, que auxiliam na remoção de restos celulares e promovem a cicatrização e reorganização das áreas com inflamação. OBJETIVO: visto que alguns aspectos biológicos que permeiam a movimentação dentária ainda não estão totalmente esclarecidos, procurou-se, neste trabalho, verificar a expressão do INF-γ por células do periodonto de ratos submetidos à movimentação ortodôntica. MÉTODOS: a amostra foi constituída por nove ratos, cujos primeiros molares superiores direitos foram movimentados com uma força de 0,5N, por 3, 7 e 14 dias. Os molares esquerdos desempenharam o papel de grupo controle. RESULTADOS: através da imunohistoquímica, foi verificada a ausência de expressão de INF-γ na quase totalidade dos tecidos estudados,tanto no lado de pressão quanto no lado de tração. Resumo em inglês INTRODUCTION: During the orthodontic treatment, an inflammatory process is induced, triggering series of biochemical events that results in dental movement. Stimuli such as hypoxia and mechanical deformation are the main factors responsible for the breaking of cell homeostasis, resulting in stress and liberation of several important mediators for tooth movement. To occur osseous remodeling during orthodontic treatments, regulating factors such as sub products of arachidon (mais) ic acid and cytokines are released. To interferon-gamma (INF-γ ), a main cytokine released after induction of adaptive immune response, is attributed the function of attracting the macrophages, which aids in removing cell rests and promote healing and reorganization of the inflamed areas. AIM: Given that some biological aspects that permeate dental movement are not yet fully clear, we aimed in this study to investigate INF-γ expression in the periodontium of rats under orthodontic movement. METHODS: The sample was composed of 9 rats, whose first upper right molars were moved with a force of 0,5N, for 3, 7 and 14 days. The left molars were used as controls. RESULTS: Through immunohistochemistry, we verified the absence of INF-γ expression in almost all the studied tissues, in both the traction and pressure sides.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Anomalia de Ebstein: resultados com a reconstrução cônica da valva tricúspide/ Ebstein's anomaly: results of the conic reconstruction of the tricuspid valve

Silva, José Pedro da; Baumgratz, José Francisco; Fonseca, Luciana da; Afiune, Jorge Yussef; Franchi, Sônia Meiken; Lopes, Lílian Maria; Magalhães, Daniel Marcelo Silva; Vila, José Henrique Andrade
2004-03-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar os resultados de uma modificação técnica de plastia da valva tricúspide na anomalia de Ebstein. MÉTODOS: De novembro/1993 a agosto/2002, 21 pacientes com anomalia de Ebstein da valva tricúspide, com idades variando de 20 meses a 37 (média: 23) anos, foram submetidos a uma nova técnica de plastia da valva tricúspide, onde o megafolheto anterior tricúspide é desinserido da parede ventricular e do anel valvar, total, ou quase totalmente, transfo (mais) rmando-o num cone, cujo vértice permanece fixo na ponta do ventrículo direito e cuja base é suturada ao verdadeiro anel tricúspide, inclusive na região septal, após o ajuste, com uma plicatura do anel, ao tamanho da base do cone. RESULTADOS: Houve um (4,7%), óbito hospitalar, causado por baixo débito cardíaco em portador de miocardiopatia causada pela hipóxia crônica. O tempo médio de seguimento foi de 4 anos e os ecocardiogramas recentes mostraram boa morfologia do ventrículo direito e valva tricúspide com discreta ou mínima insuficiência em 18 pacientes e moderada em 2. Em dois dos três portadores de feixe anômalo foi possível localizá-los e seccioná-los no ato cirúrgico. Não ocorreu bloqueio atrioventricular em nenhum dos pacientes. CONCLUSÃO: A técnica utilizada foi eficiente para a correção da insuficiência tricúspide e a restauração da morfologia do ventrículo direito, e aplicável para todos os tipos anatômicos de Ebstein, exceto o tipo D da classificação de Carpentier. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the results of a technical modification of tricuspid valvuloplasty in Ebstein's anomaly. METHODS: From November 1993 to August 2002, 21 patients with Ebstein's anomaly of the tricuspid valve, with ages ranging from 20 months to 37 years (mean, 23 years), underwent a new technique of tricuspid valvuloplasty. This technique consisted of total or almost total detachment of the anterior tricuspid megaleaflet from the ventricular wall and valvular ring, tr (mais) ansforming it into a cone, whose vertex remained fixed in the right ventricular tip, and the base was sutured to the tricuspid ring, after its plication, adjusting it to the size of the base of the cone (tricuspid ring), including the septal region. RESULTS: One (4.7%) patient with cardiomyopathy caused by chronic hypoxia died in the hospital due to low cardiac output. The mean follow-up lasted 4 years, and the recent echocardiograms showed good morphology of the right ventricle and tricuspid valve with mild or minimal insufficiency in 18 patients and moderate insufficiency in 2 patients. In 2 of the 3 patients with an anomalous bundle, it could be located and sectioned during surgery. No atrioventricular block occurred. CONCLUSION: The technique used was efficient in repairing tricuspid insufficiency and restoring right ventricular morphology, being applicable to all anatomic types of Ebstein's anomaly, except for Carpentier classification type D.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Apneia obstrutiva do sono em crianças/ Obstructive sleep apnea in children

Fagondes, Simone Chaves; Moreira, Gustavo Antonio
2010-06-01

Resumo em português Em crianças, SAOS é caracterizada por episódios recorrentes de obstrução parcial ou completa das vias aéreas superiores durante o sono. Caracteriza-se por um continuum que vai desde o ronco primário (uma situação benigna de ronco sem alterações fisiológicas e complicações associadas), passando por resistência aumentada das vias aéreas, hipoventilação obstrutiva e, finalmente, SAOS. A prevalência de ronco é elevada e, dependendo da forma como ele é def (mais) inido, varia entre 1,5% e 15%. O diagnóstico da SAOS, combinando questionários de relatos dos pais e exames complementares, apresenta uma prevalência de 1-4%. A SAOS é mais frequente nos meninos, nas crianças com sobrepeso, de ascendência africana, com história de atopia e prematuridade. Ronco alto e frequente, apneias observadas pelos familiares e sono agitado são os sintomas mais frequentes. O exame físico deve identificar a situação ponderostatural do paciente, avaliar evidências de obstrução crônica das vias aéreas superiores e ainda verificar a presença de alterações craniofaciais. A polissonografia de noite inteira é o exame padrão tanto para o diagnóstico, como para a definição da pressão necessária em equipamentos de pressão positiva e também para a avaliação do tratamento cirúrgico. A hipóxia intermitente e os múltiplos despertares resultantes dos eventos obstrutivos contribuem para as consequências cardiovasculares, neurocognitivas e comportamentais bem descritos nesses pacientes. A adenoamigdalectomia é o principal tratamento para a SAOS em crianças. O uso da pressão positiva nas vias aéreas (CPAP ou Bilevel) é outra opção de uso crescente na população pediátrica. Resumo em inglês Childhood obstructive sleep apnea syndrome (OSAS) is characterized by recurrent episodes of partial or complete upper airway obstruction during sleep. The disease encompasses a continuum from primary snoring (a benign condition without physiological alterations or associated complications) to increased upper airway resistance, obstructive hypoventilation and OSAS. The prevalence of snoring is high, ranging from 1.5% to 15%, depending on how it is defined. Based on parent- (mais) reported questionnaires and complementary tests, the prevalence of OSAS is 1-4%. This syndrome is more common in boys, overweight children, of African ancestry, with a history of atopy and prematurity. The most common symptoms are snoring that is frequent and loud; family-reported apnea; and restless sleep. The physical examination should assess growth status, signs of chronic upper airway obstruction, and craniofacial malformations. Overnight polysomnography is the gold standard test for the diagnosis and for the determination of the appropriate positive pressure level, as well as for postsurgical treatment evaluation. Intermittent hypoxia and multiple arousals resulting from obstructive events contribute to the well-described cardiovascular, neurocognitive, and behavioral consequences in pediatric patients with OSAS. Although the main treatment for OSAS in children is adenotonsillectomy, treatment with CPAP or Bilevel is becoming more widely used in the pediatric population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Síndrome pulmonar por hantavírus com disfunção de múltiplos órgãos: relato de caso/ Hantavirus pulmonary syndrome with multiple organ dysfunctions: case report

Moreno, Marcelo Spegiorin; Castelão, Ricardo Condi; Braga, Rodrigo Teno Castilho; Lobo, Suzana Margareth
2007-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hantavirose é uma zoonose que apresenta distribuição mundial e sua transmissão está relacionada com o íntimo contato com roedores. Causa dois tipos de doença: a febre hemorrágica com síndrome renal (FHSR), endêmica na Ásia e Europa e a síndrome pulmonar por hantavírus (SPH), encontrada no continente americano, inclusive no Brasil, com elevadas taxas de mortalidade. O objetivo deste estudo foi relatar um caso de SPH com disfunção (mais) de múltiplos órgãos, que recebeu tratamento intensivo precoce e reanimação guiada por parâmetros de fluxo e de perfusão tecidual. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 36 anos, iniciou quadro febril inespecífico, dispnéia progressiva, hipóxia grave e insuficiência respiratória aguda. Apresentava infiltrado interstício-alveolar difuso na radiografia de tórax. Evoluiu com disfunção de múltiplos órgãos (pulmonar, renal, hematológica, cardiovascular e metabólica). Recebeu tratamento e monitorização hemodinâmica invasiva precoces. As alterações laboratoriais mais importantes foram plaquetopenia, elevação dos níveis de hematócrito e hemoglobina, leucocitose, elevação de transaminases, de lactado desidrogenase e sorologia positiva para hantavírus (ELISA IgM positivo). O paciente apresentou reversão das disfunções orgânicas, recebendo alta hospitalar após 21 dias de hospitalização. CONCLUSÕES: A reanimação precoce e agressiva dirigida por metas levou à reversão da síndrome de falência de múltiplos órgãos e a um desfecho clínico favorável, apesar da gravidade da doença. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Hantavirus infection is a zoonose with worldwide distribution. The transmission is related to the intimal contact with rodents. It causes two syndromes: hemorrhagic fever with renal syndrome (HFRS), endemic in Asia and Europe and the Hantavirus pulmonary syndrome (HPS), found in the American continent, including Brazil, with high mortality rates. The aim of this study is to report a case of HPS with multiple organ failure, managed with early goa (mais) l-directed therapy guided by flow and tissue perfusion parameters. CASE REPORT: A 36 year-old male had fever with progressive dispnea, severe hypoxia and acute respiratory failure. Diffuse interstitial alveolar infiltrates were seen in the chest X-Ray. He developed multiple organ dysfunction syndromes (pulmonary, renal, coagulation, cardiovascular and metabolic). Treatment and invasive hemodynamic monitoring with pulmonary artery catheter was early instituted. The most important laboratory findings were thrombocytopenia, elevated hematocrit and hemoglobin concentrations, elevated liver enzymes, elevated lactate dehydrogenase and a positive sorology for Hantavirus (ELISA IgM positive). Organ dysfunctions reverted to normal and he was discharged after 21 days in hospital. CONCLUSIONS: An early and adequate resuscitation with goal-directed therapy enabled the reversion of the multiple organ failure syndromes and a favorable outcome, despite the severity of the disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Aspectos epidemiológicos e sociais da doença falciforme/ Epidemiologic and social aspects of sickle cell disease

Felix, Andreza Aparecida; Souza, Helio M.; Ribeiro, Sonia Beatriz F.
2010-01-01

Resumo em português A doença falciforme (DF) é uma doença genética frequente. Predomina entre negros e pardos e, no Brasil, a cada ano, nascem 3.500 crianças com DF e 200.000 com traço falciforme. As hemácias com hemoglobina S assumem, em condições de hipóxia, forma semelhante à foice, podendo levar à oclusão dos capilares, provocando lesões teciduais agudas e crônicas de órgãos, quase sempre acompanhadas de dor. Através de visitas domiciliares objetivou-se ampliar o conhec (mais) imento dos aspectos epidemiológicos e de enfrentamento da doença. Foram estudados 47 pacientes falcêmicos da cidade de Uberaba (MG), com idade igual ou superior a 18 anos, sendo 78,7% negros, 17% pardos e 4,3% brancos, preponderando o gênero feminino (59,6%). Quanto ao tipo de hemoglobinopatia, 63,8% eram SS, 17% SC e 10,6% β-talassemia. A maioria (74,5%) residia em bairros periféricos; 42,5% tinham o segundo grau completo; 38,2% eram aposentados ou não tinham profissão definida. A renda per capita de 48,9% era de até um salário mínimo e 19,1% não percebiam qualquer rendimento. Quanto aos sentimentos relacionados à doença, 38,3% referiram aceitação, 21,3% revolta, 17% tristeza; 46,8% relatavam, após o diagnóstico, mudança para pior em relação ao trabalho e 31,9% em relação ao lazer. Verificou-se neste estudo que a DF reflete negativamente nas atividades laborais e na qualidade de vida do paciente. Contudo, as dificuldades no enfrentamento da doença, habitação precária, desemprego e/ou trabalho mal remunerado poderiam ser minimizadas com acompanhamento social e psicoterápico adequados, que deveriam ser disponibilizados a todo doente falciforme. Resumo em inglês Sickle cell disease (SCD) is the commonest genetic illness of human beings. In Brazil it is predominant among black and dark-skinned people; every year 3,500 children are born with SCD and 200,000 with the sickle cell trait. In conditions of hypoxia, red blood cells assume the shape of a sickle. Patients may evolve with capillary occlusion causing acute and chronic tissue lesions in organs, which is almost always accompanied by pain. With the purpose of improving knowledg (mais) e related to the epidemiologic aspects of the illness and how patients cope with it, 47 over 18-year-old patients from the city of Uberaba were studied during home visits. Of these predominantly female patients (59.6%), 78.7% were black, 17% dark-skinned and 4.3% white. In respect to the type of hemoglobinopathy, 63.8% had hemoglobin SS; 17% had hemoglobin SC and 10.6% had sickle beta-thalassemia. The majority (74.5%) lived in poor regions of the city, 42.5% had concluded high school, 38.2% were either retired or did not have any specific profession, 48.9% earned up to one minimum wage and 19.1% did not receive any wages. In respect to their feelings, 38.3% showed they accepted their illness, 21.3% were resentful, 17% were sad and 46.8% said their lives had changed for the worse in relation to work and 31.9% in relation to leisure. It was possible to show with this study that SCD negatively reflects on activities related to work and on the patient's quality of life. Thus, difficulties in coping with the illness, such as poor housing, unemployment and/or badly paid jobs, may be minimized with social and psychotherapeutic accompaniment, which should be made available to every SCD patient.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Como evitar a formação de substâncias tóxicas durante a absorção de dióxido de carbono pela cal sodada com uso de anestésicos halogenados/ Preventing toxic substances production during carbon dioxide absorption by soda lime with halogenate anesthetics/ Como evitar la formación de substancias tóxicas durante la absorción de dióxido de carbono por la cal sodada con uso de anestésicos halogenados

Saraiva, Renato Ângelo
2004-06-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A cal sodada desde o início do seu uso sempre apresentou algumas complicações que resultaram em dificuldade na sua aplicabilidade. No entanto, devido as grandes vantagens que oferecia em relação a redução do fluxo de gases frescos, despoluição da sala de cirurgia e umidificação do sistema de inalação e via aérea, fizeram com que continuassem as pesquisas para que pudesse ser melhorada e corrigida de forma que a continuidade da sua (mais) utilização fosse assegurada. Atualmente existe o problema da desidratação com elevação da temperatura e da degradação metabólica dos anestésicos halogenados que necessitam de cuidados especiais para evitar a formação de produtos tóxicos. CONTEÚDO: Existe uma reação em cadeia a partir da cal sodada desidratada ou ressecada com baixos volumes percentuais de água. Há aumento da temperatura, maior absorção de anestésico halogenado para o interior do granulo de cal em seguida maior degradação metabólica das moléculas destes agentes e conseqüentemente a produção de substâncias tóxicas como o Composto A pela reação dos hidróxidos com o sevoflurano. Há também formação de monóxido de carbono produzido da mesma forma pela reação entre os halogenados e as bases fortes da cal. O composto A é nefrotóxico e o monóxido de carbono leva a hipóxia e alterações graves da coagulação do sangue. Além dos cuidados para a hidratação da cal sodada é possível usá-la sem conter as bases fortes como os hidróxidos de potássio e de sódio, contendo apenas hidróxido de cálcio para evitar excessivo aumento da temperatura e grande degradação metabólica dos halogenados sem prejudicar a absorção do dióxido de carbono. CONCLUSÕES: Deve-se ter o cuidado em usar a cal sodada mais recente possível e quando ela fica exposta ao meio ambiente (ar seco) por muitas horas como por exemplo em um final de semana (mais de 48 horas) é recomendável colocar água, de preferência destilada, na relação de 25 ml para cada 500 g de cal. Atualmente a indústria está bem informada sobre o problema da composição da cal, então, deve-se preferir a cal sodada que tenha somente o hidróxido de cálcio e seja totalmente desprovida de hidróxido de potássio e hidróxido de sódio. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La cal sodada desde el inicio de su uso siempre presentó algunas complicaciones que resultaron en dificultad en su aplicabilidad. No entanto, debido a las grandes ventajas que ofrecía en relación a la reducción del flujo de gases frescos, despolución de la sala de cirugía y humidificación del sistema de inhalación y vía aérea, hicieron con que continuasen las pesquisas para que pudiese ser mejorada y corregida de forma que la continuid (mais) ad de su utilización sea asegurada. Actualmente existe el problema de la deshidratación con elevación de la temperatura y de la degradación metabólica de los anestésicos halogenados que necesitan de cuidados especiales para evitar la formación de productos tóxicos. CONTENIDO: Existe una reacción en cadena a partir de la cal sodada deshidratada o resecada con bajos volúmenes porcentuales de agua. Hay aumento de la temperatura, mayor absorción de anestésico halogenado para el interior del granulo de cal y en seguida mayor degradación metabólica de las moléculas de estos agentes y consecuentemente la producción de substancias tóxicas como el Compuesto A por la reacción de los hidróxidos con el sevoflurano. Hay también formación de monóxido de carbono producido de la misma forma por la reacción entre los halogenados y las bases fuertes de la cal. El compuesto A es nefrotóxico y el monóxido de carbono lleva a la hipóxia y alteraciones graves de la coagulación de la sangre. Además de los cuidados para la hidratación de la cal sodada es posible usar ésta sin contener las bases fuertes como los hidróxidos de potasio y de sodio, conteniendo apenas hidróxido de calcio para evitar excesivo aumento de la temperatura y grande degradación metabólica de los halogenados sin perjudicar la absorción del dióxido de carbono. CONCLUSIONES: Se debe tener el cuidado en usar la cal sodada lo antes posible y cuando ella queda expuesta al medio ambiente (aire seco) por muchas horas como por ejemplo en un final de semana (mas de 48 horas) es recomendable colocar agua, de preferencia destilada, en la relación de 25 ml para cada 500 g de cal. Actualmente la industria está bien informada sobre el problema de la composición de la cal, entonces, se debe preferir la cal sodada que tenga solamente el hidróxido de calcio y sea totalmente desprovista de hidróxido de potasio e hidróxido de sodio. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Since the beginning, soda lime use has presented some complications which resulted in its difficult application. However major advantages such as decreasing fresh gas flow, anesthetic consumption and operating room pollution, and improving breathing system and airway humidity, have pushed research forward to improve it and assure the continuity of its use. Currently, there are problems with dehydration, increased temperature and metabolic degrad (mais) ation of halogenate agents, which require special care to prevent toxic substances formation. CONTENTS: There is a chain reaction as from dehydrated or dried out soda lime with very low percent volume of water. There is increased temperature, more halogenate anesthetic absorption by lime granules, followed by higher metabolic degradation of these agents' molecules and, as a consequence, the production of toxic substances, such as Compound A by reaction of hydroxides with sevoflurane. There is also carbon monoxide production by reaction of halogenate anesthetics and strong lime bases. Compound A is nephrotoxic and carbon monoxide may lead to hypoxia and severe coagulation problems. In addition to care with soda lime hydration it is possible to use it without strong bases, such as potassium and sodium hydroxides, with just calcium hydroxide to prevent excessive temperature increase and major metabolic degradation of halogenate anesthetics without impairing carbon dioxide absorption. CONCLUSIONS: Care should be taken to use the newest possible soda lime; and when it is exposed to environment (dry air) for many hours, such as during weekends (more than 48 hours) it is recommended to add distilled water in the ratio of 25 mL to 500 g of soda lime. Industry is currently well aware of lime composition problems so, soda lime containing exclusively calcium hydroxide and totally potassium and sodium hydroxide-free should be preferred.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Avanços recentes do impacto da apneia obstrutiva do sono na hipertensão arterial sistêmica/ Recent advances of the impact of obstructive sleep apnea on systemic hypertension

Pedrosa, Rodrigo P.; Krieger, Eduardo M.; Lorenzi-Filho, Geraldo; Drager, Luciano F.
2011-01-01

Resumo em português A apneia obstrutiva do sono (AOS) é uma condição clínica comum na população em geral, principalmente entre os pacientes portadores de doenças cardiovasculares. Mais do que um fenômeno local de obstrução das vias aéreas superiores, a AOS traz repercussões sistêmicas que podem incluir a hipóxia intermitente, a redução abrupta da pressão intratorácica e a ocorrência de microdespertares com fragmentação do sono. Nas últimas décadas, inúmeras evidência (mais) s apontam de forma consistente a AOS como um importante fator envolvido na ocorrência de doenças cardiovasculares. Particularmente, a relação entre a AOS e a hipertensão arterial sistêmica (HAS) é a que encontra um maior conjunto de evidências. Atualmente, encontram-se dados que consideram a AOS uma importante causa secundária de HAS. Mais do que isso, a AOS está independentemente associada a um pior controle pressórico, alteração do descenso noturno da pressão arterial e à presença de lesões de órgãos-alvo, tais como a hipertrofia do ventrículo esquerdo e a microalbuminúria. Estudos randomizados sugerem que o tratamento da AOS, especialmente com a pressão positiva contínua de vias aéreas superiores (CPAP), considerado o tratamento padrão para a AOS, promove redução significante da pressão arterial nas 24 horas, efeito esse mais significante no subgrupo de pacientes com HAS não controlada e nos pacientes com HAS resistente. A despeito de todas essas evidências, a AOS ainda continua sendo subdiagnosticada. O objetivo desta revisão é discutir os recentes avanços nos mecanismos fisiopatológicos, na apresentação clínica e no tratamento da AOS, e o benefício sobre a pressão arterial. Resumo em inglês Obstructive sleep apnea (OSA) is a common clinical condition in the general population, especially among patients with cardiovascular diseases. More than just a local phenomenon of upper respiratory tract obstruction, OSA leads to systemic consequences that may include intermittent hypoxia, sudden reduction of the intrathoracic pressure, and the occurrence of micro-awakenings with sleep fragmentation. In the past decades, innumerous evidences have consistently pointed to (mais) OSA as an important factor related to the presence of cardiovascular diseases. In particular, the relationship between OSA and systemic hypertension (SH) is the one supported by the largest body of evidence. Currently, there are data suggesting that OSA is an important secondary cause of SH. More importantly, OSA is independently associated with poorer blood pressure control, changes in sleep dip, and presence of target-organ damage such as left ventricular hypertrophy and microalbuminuria. Randomized studies suggest that the management of OSA, especially with continuous positive airway pressure (CPAP) - which is considered the standard treatment for OSA - promotes a significant 24-hour blood pressure reduction, and this effect is more significant in the subgroup of patients with uncontrolled SH and drug-resistant SH. Despite all those evidences, OSA has still been underdiagnosed. The objective of this review is to discuss the recent advances in the pathophysiological mechanisms, clinical presentation, and treatment of OSA, as well as the benefits this treatment can bring on blood pressure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Embolia gordurosa: uma revisão para a prática ortopédica atual/ Fat embolism: a review for current orthopaedics practice

Filomeno, Luiz Tarcisio B.; Carelli, Clara R.; Silva, Nuno C. L. Figueiredo da; Barros Filho, Tarcisio Eloy Pessoa de; Amatuzzi, Marco Martins
2005-01-01

Resumo em português A embolia gordurosa (EG) é a oclusão de pequenos vasos por gotículas de gordura, geralmente originadas nas fraturas do fêmur, tíbia e bacia, e nas artroplastias do joelho e quadril. Normalmente não causa danos aos órgãos atingidos, a menos que seja maciça. Em poucos casos a EG evolui para a "síndrome da embolia gordurosa" (SEG) a qual afeta principalmente os pulmões e o cérebro, embora qualquer órgão ou estrutura do organismo possa ser afetada. A gordura emb (mais) olizada é hidrolizada pela lipase, originando os ácidos graxos livres (AGL) que agem toxicamente sobre o endotélio capilar e que intensificam a ação das integrinas as quais acentuam a adesividade dos neutrófilos às células endoteliais, facilitando a ação das enzimas proteolíticas dos lisossomas desses neutrófilos sobre o endótelio. O resultado dessas reações é a ruptura da rede capilar seguida de hemorragia e edema nos órgãos afetados. A SEG apresenta desde insuficiência respiratória e alterações neurológicas variadas até convulsões e coma profundo. O diagnóstico da SEG é puramente clínico, não existindo nenhum exame laboratorial que o confirme. Dentre os exames de imagens, apenas a ressonância magnética cerebral demonstra claramente as áreas do edema perivascular e dos infartos. O tratamento da EG com inúmeras drogas não apresentou resultados positivos; no entanto, a medida mais requisitada para a SEG é a assistência ventilatória. A mortalidade é quase de 100% nas formas fulminantes; aproximadamente de 20% nas formas sub-agudas e não há mortalidade na forma sub-clínica. Para prevenir a SEG é fundamental evitar o choque e a hipóxia desde a cena do acidente, e proceder à fixação precoce das fraturas, o que diminui a incidência de SARA e a mortalidade pós-trauma. Resumo em inglês Fat embolism (FE) is the occlusion of small blood vessels by fat droplets originated mainly from femur, tibia and pelvis fractures, as well as from knee and hip arthroplasty. It usually does not cause damage to the involved organs, unless when it is massive. In a few cases, FE evolves to the 'fat embolism syndrome' (FES), affecting most often the lungs and the brain, although any organ or structure of the body can be damaged. Fat embolisms are hydrolyzed by lipase, formin (mais) g free fatty acids (FFA), which cause a toxic effect to capillary endothelium, intensifying integrins activity, which, in turn, intensify neutrophils' adherence to endothelial cells, making easier the activity of the proteolytic enzymes of such neutrophils' lysosomes on the endothelium. The result of those reactions is the capillary meshwork rupture, followed by hemorrhage and edema on affected organs. The FES presents many conditions, ranging from respiratory failure and variable neurological changes, to convulsions and deep coma. The diagnosis of FES is essentially made on clinical basis only, since there are no laboratory tests to validate it. Among imaging tests, only brain magnetic resonance clearly shows the perivascular edema and infarction areas. FE treatment with uncountable drugs did not present positive results; however, the most required measure to FES is mechanical ventilation. Mortality rate is almost 100% in fulminant forms; approximately 20% in the sub acute forms, and there is no mortality in a sub clinical form. In order to prevent FES is crucial to avoid shock and hypoxia from the accident scenery, and to proceed to the early fixation of fractures, which reduces the incidence of SARA and post-trauma mortality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Análise inicial do uso de enxerto tubular orgânico L-D-Hydro - (Eato L-D-Hydro) para realização de Blalock-Taussig modificado nas cardiopatias congênitas com hipofluxo pulmonar/ Initial analysis of the use of the L-D-Hydro (Eato L-D-Hydro) organic tubular graft for performing the modified Blalock-Taussig procedure in congenital heart diseases with decreased pulmonary blood flow

Silveira, Wilson Luiz da; Sousa, Mirna de; Peixoto, Fernanda A. Oliveira; Lobo, Rogério Souza; Rios, Mailza A. Costa; Souza, Carlos César Elias de; Ferreira, Fabiana A. Penachi Bosco; Costa, Lincoln Henrique; Pansanni, João Alberto; Leite, Adélio Ferreira
2005-03-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar os resultados iniciais da utilização do enxerto tubular orgânico, utilizados para anastomoses sistêmico-pulmonares. MÉTODOS: De março/2002 a abril/2003, 10 pacientes foram submetidos à realização de shunt sistêmico pulmonar tipo Blalock-Taussig modificado utilizando um novo tipo de enxerto biológico originado da artéria mesentérica bovina tratada com poliglicol denominado L-D-Hydro. A idade variou de 3 dias a 7 anos e 60% dos pacientes eram (mais) do sexo masculino. O diagnóstico das cardiopatias foi determinado pela ecocardiografia, todos apresentando sinais clínicos de hipóxia severa (cianose). As cardiopatias foram: tetralogia de Fallot (40%), atresia tricúspide (50%), defeito do septo atrioventricular (10%). RESULTADOS: Em 10 pacientes, ocorreu um óbito por sepse e em nove houve melhora imediata na saturação de O2 ao oxímetro de pulso e da pressão parcial de oxigênio à gasometria arterial. Nenhum paciente apresentou obstrução do shunt no pós-operatório imediato ou qualquer outra complicação. Todos os pacientes mostraram shunt pérvio ao exame ecocardiográfico no pós-operatório imediato e tardio, realizado no 3º mês de pós-operatório. Nenhum paciente apresentou sangramento no intra e pós-operatório. CONCLUSÃO: O enxerto tubular L-D-HYDRO demonstrou ser promissor para a realização de shunt sistêmico pulmonar, como alternativa para produtos inorgânicos existentes no mercado, entretanto, temos de ter maior número de implantes e acompanhamento tardio para uma avaliação definitiva. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the initial results of the use of an organic tubular graft for systemic-pulmonary anastomoses. METHODS: From March 2002 to April 2003, 10 patients underwent systemic-pulmonary shunt of the modified Blalock-Taussig type, using a new type of biological graft originating from the bovine mesenteric artery treated with polyglycol, the so-called L-D-Hydro. The patients' ages ranged from 3 days to 7 years, and 60% of them were of the male sex. The diagnoses (mais) of heart disease were determined on echocardiography. All patients had clinical signs of severe hypoxia (cyanosis). The heart diseases were as follows: tetralogy of Fallot (40%), tricuspid atresia (50%), and atrioventricular septal defect (10%). RESULTS: One patient died due to sepsis and 9 had an immediate improvement in O2 saturation on pulse oximetry and in the partial oxygen pressure on arterial blood gas analysis. The intensive care unit length of stay ranged from 2 to 6 days. No patient had obstruction of the shunt on the immediate postoperative period or any other complication. All patients had a patent shunt on the echocardiographic studies performed in the immediate postoperative period and later, in the third postoperative month. No bleeding occurred during surgery or in the postoperative period. CONCLUSION: The tubular L-D-Hydro graft proved to be promising for performing systemic-pulmonary shunt as an alternative for the inorganic products available in the market, however, we need a greater number of implantations and late follow-up for definitive assessment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

A hepcidina como parâmetro bioquímico na avaliação da anemia por deficiência de ferro/ Hepcidin as a biochemical parameter for the assessment of iron deficiency anemia

Lemos, Andrea dos Reis; Ismael, Lorene Aparecida Silva; Boato, Claudia Carvalho Maltese; Borges, Maria Tereza Frota; Rondó, Patricia Helen de Carvalho
2010-01-01

Resumo em português A anemia por deficiência de ferro caracteriza-se como o mais prevalente problema nutricional em todo o mundo. Nesta revisão reuniu-se informações a respeito do metabolismo da hepcidina, avaliando-se seu valor como parâmetro bioquímico na anemia por deficiência de ferro. Realizou-se um levantamento bibliográfico nas bases de dados PUBMED e LILACS, período 2006-2010, referentes à hepcidina como um biomarcador para a regulação do metabolismo do ferro. Foram local (mais) izados 35 estudos publicados em revistas internacionais e um estudo sobre o assunto em revista nacional. A produção de hepcidina é regulada homeostaticamente pela anemia e hipóxia. Quando a oferta de oxigênio está inadequada ocorre diminuição do nível de hepcidina. Consequentemente, maior quantidade de ferro proveniente da dieta e dos estoques dos macrófagos e hepatócitos se tornam disponíveis. A hepcidina possui a função de se ligar à ferroportina, regulando a liberação do ferro para o plasma. Quando as concentrações de hepcidina estão baixas, as moléculas de ferroportina são expostas na membrana plasmática e liberam o ferro. Quando os níveis de hepcidina aumentam, a hepcidina liga-se às moléculas de ferroportina induzindo sua internalização e degradação, e o ferro liberado diminui progressivamente. Aparentemente o desenvolvimento do diagnóstico e terapia da anemia baseados no bioindicador hepcidina pode oferecer uma abordagem mais efetiva. Estudos epidemiológicos são necessários para comprovar o valor da hepcidina no diagnóstico diferencial das anemias, incluindo protocolos de amostragem para análise, com padronização similar às utilizadas em outras avaliações bioquímicas, e estabelecimento de pontos de corte para a expressão urinária e plasmática desse peptídeo. Resumo em inglês Iron deficiency anemia is the most prevalent nutritional problem in the world. Information on the metabolism of hepcidin and its possible significance as a biochemical parameter for assessment of iron deficiency anemia is reported in this review. A literature review was carried out in the databases PubMed and LILACS, between 2006-2010, assessing hepcidin as a parameter for the regulation of iron metabolism. During this period 35 studies were published in international jou (mais) rnals and one study in a Brazilian journal. The production of hepcidin is homeostatically regulated by anemia and hypoxia. When oxygen supply is inadequate the level of hepcidin decreases. Therefore, more iron from the diet and from the stock of macrophages and hepatocytes becomes available. Hepcidin links to ferroportin, regulating iron release to plasma. When the hepcidin concentrations are low, the molecules of ferroportin are exposed on the plasmatic membrane and release iron. When hepcidin levels increase, hepcidin binds to molecules of ferroportin inducing its internalization and degradation and iron release gradually decreases. Apparently, development of diagnosis and therapy for anemia based on the parameter hepcidin may provide a more effective approach. Large-studies are needed to demonstrate the importance of hepcidin for the differential diagnosis of anemia, including sample protocols for analysis, with standards similar to those used in other biochemical evaluations, as well as the definition of cut-off points for the plasma and urinary expression of this peptide.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Ativação imune-inflamatória na insuficiência cardíaca/ Immune-inflammatory activation in heart failure

Candia, Angelo Michele de; Villacorta Júnior, Humberto; Mesquita, Evandro Tinoco
2007-09-01

Resumo em português Apesar de relativamente recente, nota-se um acúmulo crescente e robusto de evidências experimentais e clínicas que apontam um estado gradativo de ativação imune-inflamatória em pacientes com insuficiência cardíaca (IC). Níveis elevados de diversas citocinas são encontrados na circulação e no músculo cardíaco de indivíduos com IC, correlacionando-se, invariavelmente, com o grau de gravidade da doença e agindo na disfunção endotelial, no estresse oxidativo (mais) , na indução de anemia, na apoptose miocitária e na perda gradativa de massa muscular esquelética - no que se convencionou denominar o paradigma inflamatório da IC. Não só o miocárdio, mas diversos tecidos parecem sintetizar tais citocinas e perpetuar esse contínuo estado de inflamação em baixo grau, inclusive leucócitos, monócitos, células musculares esqueléticas e endoteliais - em resposta a estímulos hemodinâmicos, infecciosos, à hipóxia, ao estresse oxidativo e à ativação neuro-humoral, entre outros. Desse modo, forma-se uma rede de moléculas que interagem entre si, estabelecendo, ainda, conexões com outros eixos que efetivamente contribuem para a deterioração clínica dos pacientes - o que se encaixa no modelo fisiopatológico de acometimento multissistêmico que tem sido cada vez mais atribuído à IC. Ainda que a dosagem periférica desses biomarcadores reúna evidências bastante sólidas de poder prognóstico, os resultados dos ensaios terapêuticos que modularam em fase clínica a alça imune-inflamatória foram, até então, pouco encorajadores. Desse modo, acreditamos que é fundamental compreender melhor a ativação inflamatória e sua multifacetada relação com os eixos de descompensação da doença, para que possamos estabelecer novas perspectivas terapêuticas com impacto de relevância em um futuro próximo. Resumo em inglês Despite being relatively recent, a growing and significant accumulation of experimental and clinical evidence has been observed that points to a gradual state of immune-inflammatory activation in patients with heart failure (HF). High levels of several cytokines are found in the circulation and cardiac muscle of individuals with HF, and invariably correlate with the severity of the disease. These cytokines act on endothelial dysfunction, oxidative stress, induction of ane (mais) mia, myocyte apoptosis, and on the progressive loss of skeletal muscle mass – which is conventionally called the inflammatory paradigm of HF. Not only the myocardium, but also several tissues seem to synthesize these cytokines and perpetuate this continuous inflammatory state at a low degree, including leukocytes, monocytes, skeletal muscle cells and endothelial cells – in response to hemodynamic and infectious stimuli, to hypoxia, to oxidative stress, to neurohumoral activation, and others. Thus, a network of molecules that interact with each other is formed, and connections with other axes that effectively contribute to the clinical deterioration of the patients are also established – which fits into the pathophysiological model of multisystemic involvement that has been increasingly attributed to HF. Although the determination of these biomarkers in peripheral blood provides solid evidence of prognostic power, the results of therapeutic trials that modulated the immune-inflammatory loop in the clinical phase have been, so far, hardly encouraging. Therefore, we believe that a better understanding of the inflammatory activation and its multifaceted relation with the axes of decompensation of the disease is key for new therapeutic perspectives with a relevant impact to be established in the near future.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Segurança da ecocardiografia transesofágica em adultos: estudo em um hospital multidisciplinar/ Safety of transesophageal echocardiography in adults: study in a multidisciplinary hospital/ Seguridad de la ecocardiografía transesofágica en adultos: estudio en un hospital multidisciplinario

Cury, Alexandre Ferreira; Vieira, Marcelo Luiz Campos; Fischer, Claudio Henrique; Rodrigues, Ana Clara Tude; Cordovil, Adriana; Monaco, Claudia; Naccarato, Gustavo Alberto; Tavares, Glaucia; Lira Filho, Edgar Bezerra; Guimarães, Laise Antonia; Morhy, Samira Saady
2009-11-01

Resumo em português FUNDAMENTO: A ecocardiografia transesofágica (ETE) é um exame semi-invasivo amplamente utilizado e seu uso associado a sedativos poderá influenciar a segurança do procedimento. OBJETIVO: analisar aspectos da segurança da ETE associada ao uso de midazolam (MZ) e flumazenil (FL) e a influência de variáveis clínicas na taxa de eventos. MÉTODO: estudo prospectivo com 137 pacientes que realizaram ETE com MZ associado à sedação moderada. Analisamos as seguintes ocor (mais) rências: complicações com anestesia tópica, ao uso do MZ e complicações relacionadas ao procedimento. Análises uni e multivariada foram usadas para testar a influência das variáveis clínicas: idade, sexo, acidente vascular cerebral (AVC), miocardiopatia (MP), duração do exame, insuficiência mitral (IM) e dose de MZ. RESULTADOS: todos pacientes (65±16 anos; 58% masculino) completaram o exame. As doses médias de MZ e FL foram de 4,3±1,9 mg e 0,28±0,2 mg, respectivamente. A duração do exame e a fração de ejeção (FE) média foram de 16.4±6.1 minutos e 60±9%, respectivamente. O evento mais comum foi a hipóxia leve (SO25mg) tiveram associação com tais eventos (p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: La ecocardiografía transesofágica (ETE) es un examen semiinvasivo ampliamente utilizado y su uso asociado a sedantes puede influir sobre la seguridad del procedimiento. OBJETIVO: Analizar aspectos de la seguridad de la ETE asociada al uso de midazolam (MZ) y flumazenil (FL) y la influencia de variables clínicas en la tasa de complicaciones. MÉTODO: Estudio prospectivo con 137 pacientes, a quienes se realizó ETE con MZ asociado a la sedación moderada. Ana (mais) lizamos los siguientes eventos: complicaciones con anestesia local, relacionadas al uso de MZ y complicaciones relacionadas con el procedimiento. Se utilizaron análisis uni y multivariados para evaluar la influencia de las variables clínicas: edad, sexo, accidente cerebrovascular (ACV), miocardiopatía (MP), duración del estudio, insuficiencia mitral (IM) y dosis de MZ. RESULTADOS: Todos los pacientes (65±16 años; 58% masculino) completaron el estudio. Las dosis promedio de MZ y FL fueron de 4,3±1,9 mg y 0,28±0,2 mg, respectivamente. La duración del estudio y la fracción de eyección (FE) promedio fueron de 16.4±6.1 minutos y 60±9%, respectivamente. El evento más común fue la hipoxia leve (SO25mg) se asociaron a tales complicaciones (p Resumo em inglês BACKGROUND: TEE is a semi-invasive tool broadly used and its utilization associated to sedatives drugs might to affect the procedure safety. OBJECTIVE: to analyze aspects of TEE safety associated to the use of Midazolan (MZ) and Flumazenil (FL) and the influence of the clinical variables on the event rate. METHOD: prospective study with 137 patients that underwent TEE with MZ associated to moderate sedation. We analyzed the following events: complications related with the (mais) topical anesthesia, with MZ use and with the procedure. Uni- and multivariate analyses were used to test the influence of the clinical variables: age, sex, stroke, myocardiopathy (MP), duration of the test, mitral regurgitation (MR) and the MZ dose. RESULTS: All patients (65±16 yrs; 58% males) finished the examination. The mean doses of MZ and FL were 4.3±1.9 mg and 0.28±0.2 mg, respectively. The duration of the examination and the mean ejection fraction (EF) were 16.4±6.1 minutes and 60±9%, respectively. Mild hypoxia (SO25mg) were associated with events (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Dopplervelocimetria arterial em gestantes com antecedente de crescimento intra-uterino retardado/ Arterial doppler velocimetry in pregnant women with previous idiopathic intrauterine growth retardation

Sasaki, Solange; Bittar, Roberto Eduardo; Martinelli, Silvio; Yamasaki, Arlete Ayako; Miyadahira, Seizo; Nomura, Roseli Mieko Yamamoto; Zugaib, Marcelo
1998-10-01

Resumo em português Objetivo: verificar o comportamento da dopplervelocimetria no decorrer de gestações de risco e analisar os resultados perinatais obtidos entre os conceptos que apresentaram crescimento intra-uterino retardado (CIUR) e os considerados adequados para a idade gestacional (AIG). Método: avaliou-se prospectivamente a evolução da dopplervelocimetria em 38 gestantes com antecedente de CIUR idiopático, correlacionando-a com a presença do CIUR na gestação atual. A popula� (mais) �ão gestacional em estudo foi dividida em dois grupos, de acordo com o peso de seus respectivos recém-nascidos. O grupo 1 apresentou recém-nascidos com CIUR e o grupo 2, recém-nascidos adequados para idade gestacional. O CIUR foi diagnosticado em 23,7% (9/38) dos casos. A dopplervelocimetria das artérias umbilical e uterina foi realizada entre a 20ª e a 40ª semana de gestação. A dopplervelocimetria da artéria cerebral média foi analisada após a 28ª semana de gestação e repetida duas vezes por mês, valorizando-se o último exame antes do parto. Resultado: verificamos uma correlação entre a média do índice S/D da dopplervelocimetria da artéria uterina e umbilical na 24ª e 28ª semana de gestação, respectivamente, e a ocorrência de CIUR. Não houve diferença entre os dois grupos quanto à presença ou ausência da incisura protodiastólica na artéria uterina e os índices da artéria cerebral média no último exame antes do parto. Houve relação entre a internação no berçário, superior a três dias, e a presença de CIUR. Conclusões: A dopplervelocimetria é um recurso propedêutico que deve ser empregado no acompanhamento de casos com maior risco para o CIUR. Com isso, consegue-se detectar aqueles fetos com maior risco de hipóxia e, ao se interromper oportunamente a gestação, evitam-se as complicações relacionadas ao sofrimento fetal. Resumo em inglês Purpose: to determine the behavior of doppler velocimetry during the course of risk pregnancies and to compare the perinatal results obtained for concepti with retarded intrauterine growth (RIUG) with those for concepti considered adequate for gestational age (AGA). Methods: a prospective study of the evolution of doppler ultrasound was made in 38 pregnant women with of idiopathic intrauterine growth retardation (IUGR) in previous pregnancy. A relationship was established (mais) between this antecedent and the new pregnancy. The pregnant women studied were divided into two groups in agreement with their neonates birthweight. Group 1 was associated with IUGR and group 2 with adequate birth weight. IUGR was confirmed in 23.7% of the cases. Umbilical and uterine artery doppler velocimetry was performed from 20 to 40 weeks of gestation. Middle cerebral artery doppler velocimetry was analyzed after 28 weeks of gestation, twice a month, being the last valued examination before birth. Results: the uterine and umbilical artery ratio at 24 and 28 weeks of gestation, respectively, correlated with the presence of IUGR. There was no difference between the two groups regarding the presence or absence of a small notch in the uterine artery wave form and middle cerebral artery doppler velocimetry ratio, at the last examination before birth. There was a relationship between neonatal stay in hospital for more than three days and the presence of IUGR. Conclusions: doppler ultrasound should be used in the follow-up of cases with a high risk of IUGR. It allows the detection of the fetuses at high risk of hypoxia and, by interrupting the pregnancy, fetal distress-related complications may be avoided.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

A operação de Glenn bidirecional deve ser realizada com ou sem o auxílio de circulação extracorpórea?/ Should the Bidirectional Glenn Operation be performed with or without cardiopulmonary bypass?

Crotti, Ulisses Alexandre; Braile, Domingo Marcolino; Godoy, Moacir Fernandes de; Gonzalez Murillo, Harold; De Marchi, Carlos Henrique; Chigutti, Miriam Yukiko; Prieto Rincon, Omar Yesid; Moscardini, Airton Camacho
2004-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Comparar os pacientes onde a operação foi realizada com circulação extracorpórea (CEC) àqueles sem CEC, analisando suas características e verificando se houve ou não superioridade de alguma das técnicas empregadas. MÉTODO: Entre janeiro de 2002 e janeiro de 2004, 16 pacientes foram submetidos à operação de Glenn bidirecional (GB), todos com defeitos cardíacos complexos. Quatorze eram do sexo feminino, com idade mediana de 19 meses. Os pacientes for (mais) am divididos em dois grupos: A (GB com CEC) e B (GB sem CEC), sendo sete do grupo A e nove do grupo B. Foram analisadas comparativamente as variáveis: sexo, idade, pressão arterial pulmonar média (PAPM), operação realizada, tempo de CEC, pinçamento da aorta, derivação venoatrial, operações prévias, internação na unidade de terapia intensiva (UTI), hospitalização e complicações imediatas. RESULTADOS: A mediana da PAPM foi 13 mmHg. No grupo A, o tempo foi de CEC 91 ± 47 minutos (57-195 minutos) e o de isquemia miocárdica 25 ± 33 minutos (0-80 minutos). Destes, quatro necessitaram de procedimento intracardíaco ou ampliação de ramos pulmonares e três, auxílio da CEC como suporte ventilatório. No grupo B o tempo de desvio venoatrial foi de 21 ± 10 minutos (0-39 minutos). O tempo para extubação 9 ± 13 horas, mediana 3 horas (1-43 horas). A permanência UTI foi de 8 ± 12 dias, mediana 5 dias (1-50 dias). O período médio de internação hospitalar foi de 12 ± 12 dias, mediana 7 dias (0-50 dias). Cinco pacientes haviam sido submetidos à operação prévia. Dois (12,5%) faleceram, sendo um em cada grupo. Não houve complicações neurológicas, derrame pleural ou pericárdico. Todas as variáveis estudadas entre os grupos não apresentaram diferença estatística significativa. CONCLUSÃO: Apesar da amostra relativamente pequena, o presente estudo sugere que a operação de GB pode ser realizada com ou sem CEC com resultados semelhantes no que se refere à morbidade e mortalidade. Assim sendo, a operação sem CEC pode ser empregada com segurança quando os achados anatômicos forem apropriados e não houver hipóxia grave. Resumo em inglês OBJECTIVE: To compare patients who underwent the Bidirectional Glenn Operation with and without cardiopulmonary bypass (CPB), analyzing the characteristics and confirming if there is superiority of either of the employed techniques. METHOD: Between January 2002 and January 2004, 16 patients with complex heart defects were submitted to this operative technique. The mean age of the patients was 19 months and 14 were female. The patients were divided into two groups: Group A (mais) with seven patients (using CPB) and group B with 9 patients (without the use of CPB). Gender, age, mean pulmonary artery pressure (MPAP), CPB time, aortic clamping time, venoatrial shunt, previous operations, time in intensive care unit (ICU), total hospitalization time and immediate complications were all compared between the two groups. RESULTS: The median MPAP was 13 mmHg. In group A the CPB time was 91 ± 47 minutes (57-195 minutes), myocardial ischemia was 25 ± 33 minutes (0-80 minutes). Of these four patients required intracardiac procedures or enlargement of the pulmonary branches and in three, CPB assistance as ventilatory support was needed. In group B the venoatrial shunt was 21 ± 10 minutes (0-39 minutes). The time to extubation was 9 ± 13 hours with a median of 3 hours (1-43 hours). The ICU stay was 8 ± 12 days with a median of 5 days (1-50 days). Hospitalization was 12 ± 12 days with a median of 7 days (0-50 days). Five patients had been submitted to surgeries previously. Two, one patient from each group, died (12.5%). No neurological complications, pleural or pericardial effusions were observed. No significant differences were evidenced between the two groups in respect to all the variables studied. CONCLUSION: In spite of the relatively small cohort, this study suggests that the bidirectional Glenn operation can be performed with or without CPB giving similar results in respect to morbidity and mortality. Thus, the operation without CPB can be safely employed when the anatomic findings are appropriate and there is no severe hypoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Fatores preditivos de hipertensão gestacional em adolescentes primíparas: análise do pré-natal, da MAPA e da microalbuminúria/ Predictive factors for pregnancy hypertension in primiparous adolescents: analysis of prenatal care, ABPM and microalbuminuria

Carvalho, Regina Coeli Marques de; Campos, Henry de Holanda; Bruno, Zenilda Vieira; Mota, Rosa Maria Salani
2006-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Quantificar a prevalência de HG em adolescentes primíparas; definir fatores de preditividade para a ocorrência de HG e sua repercussão nos recém-nascidos. MÉTODOS: Foram acompanhadas 29 adolescentes primíparas durante o pré-natal até a 12ª semana de puerpério, com idade média de dezesseis anos, do ambulatório do Serviço de Adolescentes da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC) da Universidade Federal do Ceará (Fortaleza). As gestantes foram (mais) dividas em dois grupos; ou seja, nas que permaneceram normotensas (Grupo I) e naquelas que desenvolveram hipertensão gestacional -HG - (Grupo II). As variáveis investigadas na avaliação de valor de preditividade no desenvolvimento de HG foram valores antropométricos, aspectos socioeconômicos, o hábito de fumar, a hereditariedade para HAS (pai/mãe), os exames do pré-natal solicitados na primeira consulta do pré-natal e a microalbuminúria e a monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) na 28ª semana de gestação. As gestantes foram acompanhadas no parto e no puerpério tardio (12ª semana de puerpério). Os recém-nascidos das mães do nosso estudo foram avaliados ao nascer pelos índices de APGAR e de Capurro, peso, estatura e pela presença de hipóxia perinatal. RESULTADOS: A prevalência de HG foi de 51,7% . A hereditariedade para HAS apresentou-se com o maior valor de preditividade para HG com odds ratio de 10,99. A pressão arterial diastólica maior ou igual a 70 mmHg, na idade média gestacional de 35 semanas, apresentou significância estatística como valor de preditividade para HG. Na MAPA encontramos valor de preditividade para HG: carga pressórica diastólica em vigília, carga pressórica sistólica e diastólica no sono noturno, variabilidade pressórica e pressão máxima diastólica no sono. Especificamente a pressão arterial diastólica (PAD) máxima na MAPA no período do sono noturno ³64 mmHg apresentou odds ratio de 6 para HG com sensibilidade de 80% e especificidade de 60% para o desenvolvimento de HG. CONCLUSÃO: A pesquisa de fatores de preditividade de HG em adolescentes primíparas se demonstrou de fácil aplicabilidade e útil para estratificar gestantes de alto risco no desenvolvimento de HG. Resumo em inglês OBJECTIVE: To quantify PH prevalence in primiparous adolescents; define predictive factors for the occurrence of PH and its impact on newborns. METHODS: We followed 29 primiparous adolescents from the prenatal period through the 12th week of the puerperium, with a mean of sixteen years of age, served at the Outpatient Facility for Adolescents of Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC) of Universidade Federal do Ceará (Fortaleza, Brazil). The pregnant adolescents we (mais) re divided into two groups, that is, those who remained normotensive (Group I) and those who developed PH (Group II). The variables investigated in the assessment of the value of predictability for the development of PH were anthropometric measures, socioeconomic aspects, smoking habit, inheritance for SAH (father/mother), prenatal tests requested in the first prenatal care visit in addition to microalbuminuria and ambulatory blood pressure monitoring (ABPM) in the 28th week of gestation. The pregnant adolescents were followed up at delivery and late puerperium (12th week after the puerperium). The newborns to the mothers included in our study were assessed at birth according to the Apgar score and the Capurro method, for weight, height and perinatal hypoxia. RESULTS: The prevalence of PH was 51.7%. Inheritance for SAH presented the highest predictive value for PH with an odds ratio of 10.99. Diastolic arterial pressure equal to or above 70 mmHg at the gestational age of 35 weeks was statistically significant as a predictive value for PH. At ABPM we found a predictive value for PH: diastolic pressure load during alertness, diastolic and systolic pressure load during night sleep, pressure variability and maximum diastolic pressure during sleep. Specifically a maximum diastolic arterial pressure (DAP) at ABPM during the period of night sleep ³64 mmHg presented an odds ratio of 6 for PH with a sensitivity of 80% and a specificity of 60% for the development of PH. CONCLUSION: The research for PH predictive factors in primiparous adolescents showed to be easy to apply and useful to stratify high-risk pregnant women as regards the development of PH.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Anestesia e apnéia obstrutiva do sono/ Anesthesia and obstructive sleep apnea/ Anestesia y apnea obstructiva del sueño

Machado, Charles; Yamashita, Américo Massafuni; Togeiro, Sonia Maria Guimarães Pereira; Poyares, Dalva; Tufik, Sérgio
2006-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A manutenção da permeabilidade das vias aéreas superiores (VAS) é fundamental para anestesia e para pacientes com apnéia obstrutiva do sono (AOS). Durante ambos os estados ocorre uma redução do tônus da musculatura faríngea. Identificar pacientes com AOS é importante a fim de prevenir riscos durante o período perioperatório. O objetivo deste trabalho foi apresentar uma revisão sobre a relação entre AOS e anestesia, levando em cont (mais) a o planejamento da anestesia, enfatizando a importância da identificação da síndrome da apnéia e hipopnéia obstrutiva do sono (SAHOS). CONTEÚDO: A SAHOS ocorre principalmente por colapso total ou parcial da faringe, podendo levar a diminuição na saturação da oxiemoglobina e complicações cardiovasculares. Os principais fatores predisponentes são sexo masculino, obesidade, características crânio e orofaciais. Seu diagnóstico é clínico e polissonográfico, o que também quantifica a gravidade da AOS. Os pacientes com SAHOS especialmente acentuada podem apresentar problemas durante a intubação traqueal e sedação, estando alguns mais susceptíveis à ocorrência de hipóxia e hipercapnia, mesmo na vigência de pulmões normais. Os autores discutem a importância do diagnóstico prévio e tratamento da SAHOS na tentativa de reduzir o risco anestésico. CONCLUSÕES: O diagnóstico e tratamento prévio da SAHOS com pressão positiva contínua nas VAS podem reduzir complicações perioperatórias e influenciar na conduta anestésica e na recuperação pós-anestésica. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El mantenimiento de la permeabilidad de las vías aéreas superiores (VAS) es fundamental para la anestesia y para pacientes con apnea obstructiva del sueño (AOS). Durante los de los estados, ocurre una reducción del tono de la musculatura faríngea. Identificar pacientes con AOS es importante para prevenir riesgos durante el período perioperatorio. El objetivo de este trabajo fue el de presentar una revisión sobre la relación entre AOS y a (mais) nestesia, teniendo en cuenta la planificación de la anestesia, enfatizando la importancia de la identificación del síndrome de la apnea e hipopnea obstructiva del sueño (SAHOS). CONTENIDO: La SAHOS se da principalmente por colapso total o parcial de la faringe pudiendo llevar a la disminución en la saturación de la oxihemoglobina y complicaciones cardiovasculares. Los principales factores de predisposición son el sexo masculino, obesidad, características del cráneo y orofaciales. Su diagnóstico es clínico y del gráfico de poli sueño, lo que también cuantifica la gravedad de la AOS. Los pacientes con SAHOS especialmente acentuada, pueden presentar problemas durante la intubación traqueal y la sedación pudiendo estar más susceptibles para la incidencia de hipoxia e hipercapnia, incluso con los pulmones normales. Los autores discuten la importancia del diagnóstico previo y el tratamiento de la SAHOS con la intención de reducir el riesgo anestésico. CONCLUSIONES: El diagnóstico y tratamiento previo de la SAHOS con presión positiva continua en las VAS pueden reducir complicaciones perioperatorias e influenciar la conducta anestésica y en la recuperación postanestésica. Resumo em inglês BACKGROUND AND METHODS: Maintaining the patency of the upper airways is fundamental to anesthesia and patients with obstructive sleep apnea (OSA). During anesthesia and while a person is sleeping, the tonus of the pharyngeal muscles is reduced. It is important to identify patients with OSA to prevent risks in the perioperative period. The objective of this report was to present a revision of the relationship between OSA and anesthesia regarding planning of anesthesia, str (mais) essing the importance of identifying the obstructive sleep apnea hypopnea syndrome (OSAHS). CONTENTS: OSAHS is caused mainly by total or partial pharyngeal collapse, which may cause a reduction in hemoglobin saturation and cardiovascular complications. The main predisposing factors include male gender, obesity, and cranial and orofacial characteristics. It is diagnosis by its clinical and polysomnographic characteristics, which also determine its severity. Patients with severe OSAHS may present problems during tracheal intubation and sedation, and may be more susceptible to hypoxia and hypercapnia, even in the presence of normal lungs. The authors discuss the importance of diagnosing and treating OSAHS before surgeries in order to reduce the anesthetic risk. CONCLUSION: Prior diagnosis and treatment of OSAHS with continuous positive pressure in the upper airways may reduce perioperative complications and influence the anesthetic and postanesthetic management.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Interação entre a analgesia de parto e o seu resultado: avaliação pelo peso e índice de Apgar do recém-nascido/ The interaction between labor analgesia and its results: assessment using the newborn´s weight and Apgar score/ Interacción entre la analgesia de parto y su resultado: evaluación por el peso e índice e Apgar del recién nascido

Eberle, Andrea Stolf; Ganem, Eliana Marisa; Módolo, Norma Sueli Pinheiro; Amorim, Rosa Beatriz; Nakamura, Giane; Marques, Christiane D'Oliveira; Castiglia, Yara Marcondes Machado
2006-08-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Existem controvérsias quanto à possibilidade de a analgesia de parto interferir no andamento do trabalho de parto e na vitalidade do recém-nascido. O objetivo deste estudo foi a interação entre analgesia do parto pelas técnicas peridural contínua e duplo bloqueio, com pequena dose de anestésico local, e o tipo de parto ocorrido, pela análise do peso e índice de Apgar do recém-nascido. MÉTODO: Analisaram-se, prospectivamente, os resul (mais) tados de 168 analgesias de parto (janeiro de 2002 a janeiro de 2003), divididas em quatro grupos: G1 (n = 58) peridural contínua e evolução para parto vaginal; G2 (n = 69) duplo bloqueio e evolução para parto vaginal; G3 (n = 25) peridural contínua e evolução para cesariana; G4 (n = 16) duplo bloqueio e evolução para cesariana. Para G1 foi administrada ropivacaína a 0,125% (12 a 15 mL), para G2, bupivacaína a 0,5% (0,5 a 1 mL), sufentanil (10 mg), por via subaracnóidea. Administrou-se ropivacaína a 0,5%, por via peridural, para o parto vaginal (8 mL) e para cesariana (20 mL). Avaliaram-se idade, peso, altura, índice de massa corpórea (IMC), idade gestacional (IG), paridade e complicações (hipotensão arterial, bradicardia e hipóxia), e, do recém-nascido, peso e índice de Apgar (1º, 5º e 10º min). RESULTADOS: A maioria das parturientes era primigesta, com gestação de termo (uma IG de 28 semanas e nenhum pós-datismo), com peso, G2 G3. CONCLUSÕES: As técnicas de analgesia, peridural contínua e duplo bloqueio, com pequenas doses de anestésico local, não apresentaram interação com o resultado do parto, se a análise estiver focalizada no peso e no índice de Apgar do recém-nascido. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Existen controversias en cuanto a la posibilidad de que la analgesia de parto interfiera en el trabajo de parto y en la vitalidad del recién nacido. El objetivo de este estudio fue el de analizar la interacción entre la analgesia del parto por las técnicas peridural continua y doble bloqueo, con una pequeña dosis de anestésico local, y el tipo de parto ocurrido, a través del análisis del peso e índice de Apgar del recién nacido. MÉTODO (mais) : Se analizaron, en estudios de prospección, los resultados de 168 analgesias de parto (de enero de 2002 a enero de 2003), divididas en 4 grupos: G1 (n = 58) peridural continua y evolución para parto vaginal; G2 (n = 69) doble bloqueo y evolución para parto vaginal; G3 (n = 25) peridural continua y evolución para cesárea; G4 (n = 16) doble bloqueo y evolución para cesárea. Para G1 se administró ropivacaína a 0,125% (12 a 15 mL), para G2, bupivacaína a 0,5% (0,5 a 1 mL), sufentanil (10 mg), por vía subaracnoidea. Se administró ropivacaína a 0,5%, por vía peridural, para el parto vaginal (8 mL) y para cesárea (20 mL). Se evaluaron la edad, el peso, la altura, el índice de masa corpórea (IMC), tiempo de gestación (TG), paridad y complicaciones (hipotensión arterial, bradicardia y hipoxia), y del RN, peso e índice de Apgar (1º, 5º y 10º min). RESULTADOS: La mayoría de las parturientes era primeriza, después de la 38ª semana de gestación (una TG de 28 semanas y ningún pos-datismo), con peso, G2 G3. CONCLUSIONES: Las técnicas de analgesia, peridural continua y doble bloqueo, con pequeñas dosis de anestésico local, no presentaron interacción con el resultado del parto, si el análisis está centrado en el peso y en el índice de Apgar del recién nacido. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: There are controversies regarding whether labor analgesia can interfere with labor and the vitality of the newborn. The objective of this study was the interaction between labor analgesia, using the continuous epidural and combined spinal-epidural techniques with a small dose of local anesthetic, and the type of delivery analyzing the newborn's weight and Apgar score. METHODS: The results of 168 labor analgesias (from January 2002 to January 200 (mais) 3) were analyzed. They were divided in 4 groups: G1 (n = 58), continuous epidural and evolution to vaginal delivery; G2 (n = 69), combined spinal-epidural and evolution to vaginal delivery; G3 (n = 25), continuous epidural and evolution to cesarean; G4 (n = 16), combined spinal-epidural and evolution to cesarean. G1 received 0.125% ropivacaine (12 to 15 mL), G2 received subarachnoid 0.5% bupivacaine (0.5 to 1 mL) and sufentanil (10 mg). Epidural ropivacaine 0.5% for the vaginal delivery (8 mL) and for cesarean (20 mL). The patient's age, weight, height, body mass index (BMI), gestational age, number of prior pregnancies, and complications (arterial hypotension, bradycardia, and hypoxia) and the newborn's weight and Apgar score (at 1, 5, and 10 minutes) were evaluated. RESULTS: The majority of pregnant women were primiparous and presented with a term pregnancy (one with gestational age of 28 weeks and none post-term pregnancy); weight, G2 G3. CONCLUSIONS: If the analysis focuses the newborn's weight and Apgar score, the techniques of analgesia, continuous epidural and combined spinal-epidural with small doses of local anesthetic, do not interfere with the result of the delivery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Barotrauma pulmonar no intra-operatório de procedimento cirúrgico oftalmológico: relato de caso/ Intraoperative pulmonary barotrauma during ophthalmologic surgery: case report/ Barotrauma pulmonar en el intraoperatorio de procedimiento quirúrgico oftalmológico: relato de caso

Zugliani, Affonso Henrique; Claro, Flávia; Mega, Ana Cláudia C.; Rodrigues, Marcelo F.; Ancelmé, Gilblainer
2008-02-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Acidentes anestésicos graves por mau funcionamento de ventiladores mecânicos tornaram-se raros nos tempos atuais. Porém, detalhes técnicos, mesmo em aparelhos de fabricação recente, podem resultar em armadilhas para o anestesiologista e ameaçar a segurança do paciente. O objetivo deste relato de caso foi enfatizar a necessidade de análise criteriosa do material em uso, assim como de detectar e tratar o pneumotórax hipertensivo intra-op (mais) eratório. RELATO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 16 anos, estado físico ASA I, submetida a recobrimento conjuntival de córnea sob anestesia geral. A manutenção foi feita com isoflurano e ventilação controlada mecânica. A anestesia transcorreu sem anormalidades. Na fase final do procedimento cirúrgico, após mobilização do aparelho de anestesia para o início do procedimento de despertar, observou-se quadro de hipóxia, hipotensão arterial e dificuldade ventilatória. Retirados os campos cirúrgicos, evidenciou-se importante enfisema subcutâneo, envolvendo a face, o pescoço e o membro superior. Procedeu-se à troca da cânula traqueal, observando-se a presença de sangue em seu interior. A radiografia de tórax confirmou o diagnóstico de pneumotórax, que foi prontamente drenado. A inspeção no equipamento revelou acotovelamento da mangueira que liga a região inferior do canister ao corpo do aparelho, em função da mobilização do braço articulado, bloqueando o fluxo normal de gases e levando a barotrauma pulmonar. CONCLUSÕES: O pneumotórax hipertensivo durante anestesia geral com ventilação com pressão positiva deve ser sempre um acidente a ser considerado. Múltiplos fatores podem precipitá-lo, o que exige alto grau de suspeição sempre que estiverem envolvidos no ato anestésico-cirúrgico. O equipamento de anestesia deve ser cuidadosamente examinado para que sejam detectadas potenciais causas de acidentes anestésicos. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Accidentes anestésicos graves por mal funcionamiento de ventiladores mecánicos se hicieron escasos en los tiempos actuales. Sin embargo, detalles técnicos, incluso en aparatos de reciente fabricación, pueden ser trampas para el anestesiólogo y amenazar la seguridad del paciente. El objetivo de este relato de caso fue enfatizar la necesidad de un análisis de criterio del material en uso, como también detectar y tratar el neumotórax hipert (mais) ensivo intraoperatorio. RELATO DEL CASO: Paciente del sexo femenino, 16 años, estado físico ASA I, sometido al recubrimiento conjuntival de córnea bajo anestesia general. El mantenimiento se hizo con isoflurano y ventilación controlada mecánica. La anestesia transcurrió sin anormalidades. En la fase final del Procedimiento Quirúrgico, después de la movilización del aparato de anestesia para iniciar el Procedimiento de despertar, se observó un cuadro de hipoxia, hipotensión arterial y dificultad en la ventilación. Retirados los campos quirúrgicos, se vio un importante enfisema subcutáneo, involucrando la cara, el cuello y el miembro superior. Se procedió entonces al cambio de la cánula traqueal, observando la presencia de sangre en su interior. La radiografía de tórax confirmó el diagnóstico de neumotórax, que fue rápidamente drenado. La inspección en el equipo reveló un amontonamiento de la manguera que conecta la región inferior del canister al cuerpo del aparato, en función de la movilización del brazo articulado, bloqueando el flujo normal de gases y conllevando a baro trauma pulmonar. CONCLUSIONES: El neumotórax hipertensivo durante anestesia general con ventilación con presión positiva debe ser siempre un accidente a ser considerado. Múltiples factores pueden precipitarlo, lo que exige un alto grado de sospecha siempre que estén involucrados en el acto anestésico quirúrgico. El equipo de anestesia debe ser cuidadosamente examinado para que se detecten potenciales causas de accidentes anestésicos. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Nowadays, severe anesthetic complications caused by the improper use of mechanical ventilators are rare. However, technical details even in recent models can be a trap for the anesthesiologist and threaten patient safety. The objective of this report was to demonstrate the importance of a careful analysis of the device to be used, as well as to detect and treat intraoperative tension pneumothorax. CASE REPORT: A 16-year old female patient, physi (mais) cal status ASA I, underwent corneal conjunctival covering under general anesthesia. Anesthesia was maintained with isoflurane and controlled mechanical ventilation. No abnormalities were observed during anesthesia. At the final phase of the surgery, after mobilizing the anesthesia device to start the awakening process, the patient developed hypoxia, hypertension and ventilatory difficulties. After removal of the sterile drapes from the surgical field, subcutaneous emphysema was evident in the face, neck and upper limb. The tracheal cannula, which contained blood, was changed. A chest X-ray confirmed the diagnosis of pneumothorax that was immediately drained. Inspection of the equipment revealed the presence of a kink in the tubing connecting the inferior portion of the canister to the equipment itself caused by mobilization of the articulated arm, blocking the normal flow of gases and leading to pulmonary barotrauma. CONCLUSIONS: The development of tension pneumothorax during general anesthesia with positive pressure ventilation should always be considered. Several factors can contribute to the development of this condition, which should be considered when they are present during surgeries. The anesthesia equipment should be examined carefully to detect potential causes of anesthetic complications.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Velocidade crítica de natação (Ucrit) de matrinxã (Brycon amazonicus) após exposição à hipoxia/ Critical swimming speed of matrinxã (Brycon amazonicus) exposed to hypoxia

Ferreira, Marcio Soares; Oliveira, Alzira Miranda de; Val, Adalberto Luis
2010-12-01

Resumo em português A primeira resposta ao estresse é a fuga, que depende do desempenho natatório e de ajustes fisiológicos. Este estudo investigou a velocidade crítica de natação (Ucrit) de matrinxã após exposição à hipoxia. Para isso, os peixes foram expostos à hipoxia, sendo uma parte do grupo analisada antes e outra após natação forçada, por meio da Ucrit. A hipoxia resultou no aumento de lactato, glicose, cortisol e hematócrito. Mudanças nos níveis de sódio e potáss (mais) io, bem como os valores de Ucrit não foram observadas. Sugere-se que o matrinxã seja sensível à hipoxia, mas os ajustes fisiológicos são suficientes para manter seu desempenho natatório. Resumo em inglês Escape is the first response of fish to stress, that depends on the swimming performance and the physiological adjustments. This study has investigated the critical swimming speed (Ucrit) of matrinxã after exposure to hypoxia. To achieve that, the fishes were exposed to hypoxia and analyzed before and after forced swimming, using Ucrit. The hypoxia caused an increase of lactate, glucose, cortisol and hematocrit. No changes of plasma sodium and potassium levels, as well a (mais) s the Ucrit, were observed. We suggest that matrinxã is sensitive to hypoxia, but the physiological adjustments are sufficient to keep its swimming performance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Uso do óxido nítrico em pediatria/ Inhaled nitric oxide in pediatrics

Fioretto, José R.
2003-11-01

Resumo em português OBJETIVO: Rever a literatura sobre óxido nítrico inalatório e descrever suas principais indicações clínicas em pediatria. FONTES DOS DADOS: Revisão bibliográfica e seleção de publicações mais relevantes sobre óxido nítrico inalatório, utilizando a base de dados Medline (últimos dez anos) e a base de dados Cochrane de revisões sistemáticas. SÍNTESE DOS DADOS: A revisão incluiu os seguintes tópicos: introdução; metabolismo e efeitos biológicos; aplic (mais) ações clínicas; dose, administração e retirada do gás; precações e efeitos adversos e contra-indicações. Quanto às aplicações clínicas, foram descritos o uso de óxido nítrico em hipertensão pulmonar persistente e insuficiência respiratória de recém-nascidos, síndrome do desconforto respiratório agudo, hipertensão pulmonar primária, cirurgia cardíaca, doença pulmonar obstrutiva crônica, anemia falciforme e broncoespasmo. CONCLUSÕES: O óxido nítrico inalatório é um tratamento com amplas possibilidades de utilização em clínica pediátrica. Seu uso é seguro em ambiente de terapia intensiva sob monitorização rigorosa. Como vasodilatador pulmonar seletivo, o óxido nítrico tem efeitos benéficos sobre as trocas gasosas e ventilação. Estudos controlados que enfoquem a administração precoce do gás são necessários em muitas condições, principalmente na síndrome do desconforto respiratório agudo. Resumo em inglês OBJECTIVE: To review the literature on inhaled nitric oxide and to describe its main clinical applications in pediatrics. SOURCES OF DATA: A 10 year literature review with selection of the most important publications on inhaled nitric oxide, using the Medline and Cochrane Systematic Review databases. SUMMARY OF THE FINDINGS: This review was organized as follows: introduction; metabolism and biological effects; clinical applications; dosage, gas administration and weaning; (mais) precautions and side-effects. Inhaled nitric oxide use was described in persistent pulmonary hypertension and hypoxia of the newborn, acute respiratory distress syndrome, primary pulmonary hypertension, heart surgery, chronic obstructive pulmonary disease, sickle cell anemia, and bronchospastic disease. CONCLUSIONS: Inhaled nitric oxide is a therapeutic approach with wide clinical applications in pediatrics. Its use is safe when administered in pediatric intensive care units under strict monitoring. As a pulmonary vasodilator, nitric oxide has beneficial effects on gas exchange and ventilation. Controlled trials, focusing on early gas administration should be performed under many clinical conditions, especially acute respiratory distress syndrome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Troponina: Estrutura, Fisiopatologia e Importância Clínica para Além da Isquemia Miocárdica/ Troponins

Martins, Carla Soa
2009-11-01

Resumo em português As troponinas cardíacas (I e T), introduzidas, na definição de enfarte agudo do miocárdio (EAM), inicialmente em 2000, pelas directrizes conjuntas da American College of Cardiology (ACC) e da European Society of Cardiology (ESC), e actualizadas em 2007, são consideradas, actualmente, os biomarcadores bioquímicos padrão de necrose miocárdica, dada a sua cardio-selectividade e ratio sinal / ruído elevado (o ruído depende do limiar de detecção da troponina, (mais) que com os testes actuais é muitíssimo baixo). A ânsia de diagnosticar enfarte do miocárdio nas primeiras 4h do início dos sintomas, levou ao aperfeiçoamento dos testes de doseamento da troponina (Tp), de tal forma que, presentemente, é possível detectar níveis extremamente baixos dessa proteína no plasma, com a consequência inevitável do aparecimento de indivíduos (incluindo pessoas saudáveis) com níveis detectáveis de Tp cujo significado fica por esclarecer. Uma possível interpretação é que essa Tp resulte de lesão, não isquémica, dos miocardiócitos, subsequente a certas agressões hemodinâmicas / químicas, como a hipoxia, a hipertensão arterial sistémica ou pulmonar, a insuficiência renal ou a hipertrofia ventricular esquerda, entre outros. Resumo em inglês Cardiac troponins (I and T), introduced, into acute myocardial infarction definition, formerly in 2000, by the joint task force of American College of Cardiology (ACC) and European Society of Cardiology (ESC), and updated in 2007, are considered, nowadays, the standard chemical biomarkers of myocardial necrosis, in face of their cardio-selectivity and high sign/noise ratio (the noise depending on troponina detection threshold, which is actually very low with current assay (mais) s). The urge to diagnose myocardial infarction in the first 4h of symptoms presentation conducted to improvements in troponin assays, in such a way that currently is possible to detect extremely low levels of that protein in plasma, which leads inevitably to appearance of people (including those formerly named healthy) with detectable levels of troponina, whose meaning remains to be clarified. One possible explanation is that this troponina results from non-ischaemic myocardiocytes injury, in response to certain homodynamic/chemical stress, like hypoxia, systemic or pulmonary hypertension, renal failure or left ventricular hypertrophy, among others.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Transporte de pacientes sem oxigenoterapia para a sala de recuperação pós-anestésica: repercussões na saturação de oxigênio e fatores de risco associados à hipoxemia/ Transportation of patients to the post-anesthetic recovery room without supplemental oxygen: repercutions on oxygen saturation and risk factors associated with hypoxemia/ Transporte de pacientes sin oxigenoterapia para la sala de recuperación postanestésica: repercusiones en la saturación de oxígeno y factores de riesgo asociados a la hipoxemia

Marcondes, Giancarlo; Soeiro, Fábio Scalet; Ferreira, Eduardo de Abreu; Udelsmann, Artur
2006-08-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O transporte de pacientes da sala de cirurgia para a sala de recuperação pós-anestésica sem o uso de oxigenoterapia suplementar é prática comum, sendo utilizada apenas em pacientes de alto risco para o desenvolvimento de hipoxemia. O objetivo deste estudo foi avaliar a incidência das alterações na saturação de oxigênio durante esse transporte e identificar os fatores de riscos associados ao desenvolvimento de hipoxemia. MÉTODO: Aval (mais) iou-se uma amostra de 882 pacientes de ambos os sexos, estado físico ASA I, II e III, submetidos a intervenções cirúrgicas eletivas de várias especialidades e sob quatro técnicas anestésicas. A variável de saturação de oxigênio foi medida e registrada imediatamente antes da saída da sala de cirurgia e, de novo, na admissão na sala de recuperação pós-anestésica. RESULTADOS: Houve maior incidência de hipoxemia moderada/intensa durante o transporte de pacientes do sexo feminino (14,47%), nos pacientes estado físico ASA II e III (14,74% e 16,46%, respectivamente) e naqueles submetidos a cirurgias cardiotorácicas (28,21%), gastroproctológicas (14,18%) e de cabeça-pescoço (18,18%). A anestesia geral, entre as técnicas anestésicas empregadas, foi fator de risco associado ao desenvolvimento de hipoxemia. CONCLUSÕES: Existem fatores associados à ocorrência de hipoxemia durante o transporte da sala de cirurgia até a sala de recuperação pós-anestésica. A utilização seletiva de oxigenoterapia deve ser orientada pela presença desses fatores de risco, ou pelo uso do oxímetro de pulso, com o intuito de diminuir a morbimortalidade e a incidência de hipoxemia no pós-operatório imediato. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El transporte de pacientes de la sala de cirugía para la sala de recuperación postanestésica sin el uso de oxigenoterapia suplementaria es una práctica común, siendo utilizada apenas en pacientes de alto riesgo con desarrollo de hipoxemia. El objetivo de este estudio fue el de evaluar la incidencia de las alteraciones en la saturación de oxígeno durante ese transporte e identificar los factores de riesgos asociados al desarrollo de la hip (mais) oxemia. MÉTODO: Se evaluó una muestra de 882 pacientes de ambos sexos, estado físico ASA I, II y III, sometidos a intervenciones quirúrgicas electivas de varias especialidades y bajo cuatro técnicas anestésicas. La variable de saturación de oxígeno se midió y registró inmediatamente antes de la salida de la sala de cirugía y nuevamente, a la admisión de la sala de recuperación postanestésica. RESULTADOS: Se registró una mayor incidencia de hipoxemia moderada/intensa durante el transporte de pacientes del sexo femenino (14,47%), en los pacientes estado físico ASA II y III (14,74 y 16,46%, respectivamente) y en aquellos sometidos a cirugías cardiotorácicas (28,21%), gastro-proctológicas (14,18%) y de cabeza y cuello (18,18%). La anestesia general, entre las técnicas anestésicas empleadas fue un factor de riesgo asociado al desarrollo de la hipoxemia. CONCLUSIONES: Existen factores asociados al aparecimiento de hipoxemia durante el transporte de la sala de cirugía hasta la sala de recuperación postanestésica. La utilización selectiva de oxigenoterapia debe ser orientada por la presencia de esos factores de riesgo, o por el uso del oxímetro de pulso, con la intención de disminuir la morbimortalidad y la incidencia de hipoxemia en el postoperatorio inmediato. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: The transportation of patients from the operating room to the post-anesthetic recovery room without supplemental oxygen is a common practice, since oxygen supplementation is used only in patients at high risk of developing hypoxemia. The objective of this study was to evaluate the incidence of changes in oxygen saturation during this transportation and to identify the risk factors associated to the development of hypoxemia. METHODS: A cohort of (mais) 882 patients of both genders, physical status ASA I, II, and III, who underwent elective surgeries of several subspecialties using four different anesthetic techniques, was evaluated. Oxygen saturation was measured and recorded just before the patients left the operating room and as soon as they arrived in the recovery room. RESULTS: There was a greater incidence of moderate to severe hypoxia during the transport of female patients (14.47%), patients with physical status ASA II and III (14.74% and 16.46%, respectively), and those who underwent cardiothoracic (28.21%), gastroproctologic (14.18%), and head and neck (18.18%) surgeries. Among the anesthetic techniques used, general anesthesia was a risk factor associated with the development of hypoxia. CONCLUSIONS: There are factors associated with the development of hypoxia during the transportation of patients from the operating room to the post-anesthetic recovery room. The selective use of supplemental oxygen should be guided by the presence of those risk factors or by the use of a pulse oxymeter, in order to reduce the morbidity, mortality, and the incidence of hypoxemia early in the post-operatory period.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Tolerância à inundação de Cecropia pachystachya Trec. (Cecropiaceae): aspectos ecofisiológicos e morfoanatômicos/ Flood tolerance in Cecropia pachystachya Trec. (Cecropiaceae): ecophysiological and morpho-anatomical aspects

Batista, Claudia Universal Neves; Medri, Moacir Eurípedes; Bianchini, Edmilson; Medri, Cristiano; Pimenta, José Antonio
2008-03-01

Resumo em português Visando elucidar aspectos da tolerância à hipoxia, plantas de Cecropia pachystachya foram submetidas a 30 dias de inundação. O crescimento e desenvolvimento, a condutância estomática, a fotossíntese e a morfo-anatomia foram avaliadas. A taxa de crescimento relativo (TCR) da raiz e do caule foi inferior em plantas alagadas, não havendo diferenças nesta taxa para as folhas e para a planta inteira. A não variação na TCR das folhas pode ter sido em função da mai (mais) or esclerofilia foliar das plantas alagadas, que apresentaram menor área. A condutância estomática e a taxa fotossintética diminuíram nas plantas submetidas ao alagamento. Foram observadas alterações morfo-anatômicas em caules e principalmente em raízes de plantas alagadas. A análise dos resultados indica que a tolerância desta espécie a períodos de inundação está relacionada à sua capacidade de manter uma satisfatória produção energética. A manutenção de um balanço energético positivo possibilita que mesmo sob estresse, com queda na taxa fotossintética, as plantas desta espécie apresentem uma considerável TCR. Portanto, C. pachystachya pode ser forte competidora em áreas sujeitas ao alagamento. Resumo em inglês To elucidate certain aspects of hypoxia tolerance in Cecropia pachystachya, plants were submitted to 30 days of flooding. Growth and development, stomatal conductance, photosynthetic rates and morpho-anatomy were studied. Root and stem relative growth rates (RGR) were lower in flooded plants. There was no difference in leaf RGR and whole plant RGR. The maintenance of leaf RGR is possibly related to greater sclerophylly in flooded plants. Stomatal conductance and photosynt (mais) hetic rate decreased due to flooding. Stems and roots, especially the latter, showed morpho-anatomical alterations in flooded plants. The results so far suggest that flood tolerance in C. pachystachya is related to the capacity to maintain satisfactory energy production. The maintenance of a positive energy balance allows this species to maintain a substantial RGR, even under stress with a lower photosynthetic rate. Therefore C. pachystachya may be a strong competitor in flooded areas.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Sildenafil no tratamento da hipertensão pulmonar após cirurgia cardíaca/ Sildenafil for pulmonary hypertension treatment after cardiac surgery

Bentlin, Maria Regina; Saito, Adriana; De Luca, Ana Karina C.; Bossolan, Grasiela; Bonatto, Rossano C.; Martins, Antonio S.; Rugolo, Ligia M. S. S.
2005-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Relatar o uso do Sildenafil no tratamento da hipertensão pulmonar em recém-nascido após cirurgia cardíaca. DESCRIÇÃO: Recém-nascido de termo, feminino, com diagnóstico de dupla via de saída de ventrículo direito, hipoplasia de pulmonar e comunicação interventricular subaórtica, foi submetido à cirurgia de Blalock na primeira semana de vida. No pós-operatório, evoluiu com hipertensão pulmonar e hipoxemia persistente, não-responsiva ao óxido ní (mais) trico, porém com melhora da oxigenação após infusão endovenosa contínua de prostaglandina E1. Depois de várias tentativas malsucedidas de retirada da prostaglandina E1, optou-se pela introdução do Sildenafil via oral. Houve queda da resistência vascular pulmonar, com conseqüente melhora na oxigenação e, 48 horas após, foi possível suspender a infusão de prostaglandina E1. COMENTÁRIOS: O Sildenafil pode ser alternativa terapêutica na hipertensão pulmonar, especialmente quando não houver resposta à terapia convencional. Resumo em inglês OBJECTIVE: To report on the use of sildenafil for pulmonary hypertension treatment of a newborn patient after cardiac surgery. DESCRIPTION: A female, full term newborn infant with diagnosis of double outlet right ventricle, pulmonary hypoplasia and subaortic ventricular septal defect, was submitted to Blalock surgery in the first week of life. In postoperative the newborn had pulmonary hypertension and persistent hypoxia, without response to nitric oxide, but with improve (mais) d oxygenation after continuous intravenous infusion of prostaglandin E1. After several failed attempts to discontinue prostaglandin E1, oral sildenafil was used. There was a decrease in pulmonary vascular resistance with consequent oxygenation improvement and 48 hours later it was possible to discontinue prostaglandin E1 infusion. COMMENTS: Sildenafil can be an alternative therapy for pulmonary hypertension, especially when there is no response to conventional therapy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Seqüestro pulmonar extralobar: análise anatomopatológica de dois casos em natimortos e revisão da literatura/ Extralobar pulmonary sequestration: anatomical analysis of two cases in stillbirths and review of literature

Oliveira, Ítalo Martins de; Opaleye, Davi Tunde Câmara; Santiago Jr., José Felipe; Sousa, Augusto Tadeu Barros de; Lima, Rafael Siqueira Athayde; Grangeiro, Maria do Patrocínio Ferreira; Menezes, Dalgimar Beserra de; Alencar Jr., Carlos Augusto
2008-06-01

Resumo em português O seqüestro pulmonar é definido como uma massa anormal de tecido pulmonar sem comunicação com a árvore brônquica. É anomalia rara, responsável por 0,15-6,45% das malformações pulmonares congênitas. Quando possui revestimento pleural próprio, chama-se seqüestro pulmonar extralobar (SPE). Este trabalho descreve dois casos de SPE em natimortos (NM) com 32 (1) e 34 (2) semanas de gestação com diagnóstico clínico de hipoxia intra-uterina e adenomatose cística (mais) , respectivamente, e faz revisão da literatura. O diagnóstico envolveu análise ultra-sonográfica, sindrômica, macroscópica e microscópica dos NM. Foi observada massa supradiafragmática no hemitórax esquerdo ligada à aorta torácica (1) e ao diafragma (2). As MFs associadas foram agenesia tímica (2), hipoplasia pulmonar (2), pé torto congênito (1) e acondroplasia de membros (2). A microscopia evidenciou, nos dois casos, tecido pulmonar imaturo e pedículo vascularizado e inervado. Resumo em inglês Pulmonary sequestration represents an abnormal pulmonary mass that does not communicate with the tracheobronchial tree. It is a rare malformation (MF), accountable for 0.15%-6.45% of pulmonary congenital MFs. When it has its own pleural covering, it is called extralobar (EBPS). This work describes two cases of EBPS in stillbirths (SB), at 32 (1) and 34 (2) weeks' gestation, with clinical diagnosis of intrauterine hypoxia and cystic adenomatosis, respectively. It also revi (mais) ews the literature on the subject. The diagnosis involved ultrasonographic, syndromic, macroscopic and microscopic analysis. The macroscopy showed a supradiaphragmatic mass in the left hemithorax linked to thoracic aorta (1) and diaphragm (2). The associated MFs were: thymic agenesis (2), pulmonary hypoplasia (2), clubfoot (1) and achondroplasia (2). Microscopy demonstrated, in both cases, immature pulmonary tissue and vascularized and innervated pedicle.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Reticulócitos e hematócrito de cães pré e pós esplenectomia parcial/ Reticulocytes and hematocrit of dogs before and after partial splenectomy

Lopes, Sonia Terezinha dos Anjos; Maciel, Roberto Marinho; Franciscato, Carina; Emanuelli, Mauren Picada; Rivera, Rodrigo Siqueira; Mazzanti, Alexandre; Teixeira, Luciele Varaschini
2006-06-01

Resumo em português Os reticulócitos são células eritróides que exibem RNA residual e são liberados da medula óssea em resposta à hipoxia tecidual. Após sua liberação da medula óssea, ficam temporariamente seqüestrados no baço, onde adquirem forma de eritrócitos maturos. Além disso, o baço também é responsável pelo armazenamento do sangue e seus elementos. A esplenectomia é indicada para casos de torção ou ruptura esplênica, esplenomegalia sintomática e massas esplên (mais) icas. Este estudo tem como objetivo avaliar a resposta dos reticulócitos e do hematócrito em cães submetidos à remoção parcial do baço. Para isso, foram utilizados nove cães, sem raça definida, machos e fêmeas. As coletas foram feitas uma hora antes e 48, 96, 144 e 168 horas após o procedimento cirúrgico. Os resultados demonstraram que o hematócrito diminuiu significativamente após a esplenectomia parcial. O valor máximo de reticulócitos foi alcançado 96 horas após a cirurgia, a partir daí houve um declínio na quantidade de reticulócitos na corrente sangüínea, permanecendo, porém, em número superior à condição pré-esplenectomia parcial. Resumo em inglês The reticulocytes are erythroid cells that exhibit residual RNA, being released from bone marrow by erythropoietin stimulus in response to tissue hypoxia. After its release from bone marrow, they are temporarily sequestred in the spleen, where they acquire form of mature erythrocytes. Besides, the spleen is also responsible for storage of the blood and their elements. The splenectomy is indicated in cases of splenic torsion or rupture, symptomatic splenomegaly, and spleni (mais) c masses. This study aimed to evaluate the response of reticulocytes and of hematocrit in dogs submitted to partial splenectomy. Nine mongrel males and female dogs were used. The samples were obtained one hour before the surgery and 48, 96, 144 and 168 hours after this procedure. The findings demonstrated that the hematocrit decreases significantly after the partial splenectomy. Highest values reticulocytes were reached 96 h after the surgery, followed by a decline in number, nevertheless, the counting was higher than moments before of the partial splenectomy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Percepção materna de movimentos fetais como método de avaliação da vitalidade fetal em gestantes diabéticas/ Maternal perception of fetal movements as a method to evaluate fetal condition in diabetic women

Pereira, Belmiro Gonçalves; Faúndes, Aníbal; Parpinelli, Mary Angela; Silva, José Carlos Gama da
1999-12-01

Resumo em português Objetivo: avaliar a acurácia da percepção materna dos movimentos fetais (PMMF) na predição de alguns resultados perinatais em gestantes diabéticas. Métodos: análise retrospectiva de 209 gestantes diabéticas atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM), entre junho de 1988 e maio de 1996, que tinham registro de PMMF dentro dos três dias anteriores ao parto, monitorização eletrônica da freqüência cardíaca fetal intraparto, idade gest (mais) acional > ou = 30 semanas, avaliação do recém-nascido (RN) e diagnóstico neonatal. O teste de PMMF foi considerado normal quando a mulher detectou um mínimo de 7 movimentos em 60 minutos. Resultados: a sensibilidade do teste foi de 23 e 29% para Apgar Resumo em inglês Purpose: to evaluate the accuracy of maternal perception of fetal movements (MPFM) in diabetic pregnant women, using Apgar score at the 1st and 5th min of life, intrapartum fetal distress and neonatal hypoxia as parameters. Methods: two hundred and nine diabetic women evaluated at the High Risk Prenatal Care Clinic of the Women's Hospital (CAISM) were analyzed retrospectively between June 1988 and May 1996. All patients had MPFM records within three days before delivery, (mais) fetal heart rate recordings during labor, gestational age greater than 30 weeks and a complete neonatal evaluation. MPFM was classified as normal if seven movements were recorded in 60 min. Results: the sensitivity of the test was 23 and 29% for Apgar score 7 at 5 min and neonatal hypoxia. Conclusions: MPFM is a useful test to identify diabetic women needing fetal evaluation with more complex techniques, given the high NPV, that indicates the capacity to separate the cases where the fetus is in good condition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Operação de Blalock-Taussig modificada para o tratamento paliativo de cardiopatias congênitas com hipofluxo pulmonar/ Blalock-Taussig operation for palliative treatment of congenital heart disease with low pulmonary flow

Maluf, Miguel A; Andrade, José Carlos S; Carvalho, Antônio; Catani, Roberto; Vega, Hermínio; Andrade, José L; Silva, Célia; Carvalho, Werther B; Buffolo, Ênio
1995-09-01

Resumo em português De janeiro de 1990 a novembro de 1994, 72 pacientes portadores de cardiopatias congênitas com hipofluxo pulmonar foram submetidos à operação de Blalock-Taussig. A idade variou entre 2 dias e 11 anos (M:9,0 meses); 44 (61,1%) eram do sexo masculino e 28 (38,8%) do feminino; 38 (52,8%) casos portadores de tétrade de Fallot; 7 (9,7%) atresia pulmonar com septo interventricular íntegro (AP c/ SIVI); 6 (8,4%) transposição das grandes artérias (TGA) + estenose pulmonar (mais) (EP); 6 (8,4%) atresia tricúspide (AT) + EP; 6 (8,4%) dupla via de entrada (DVE) do ventrículo direito (VD) ou ventrículo esquerdo (VE) + (EP); 3 (4,2%) transposição corrigida das grandes artérias (TCGA) + comunicação interventricular (CIV) + EP; 2 (2,7%) dupla via de saída (DVS) de VD ou VE + EP; 2 (2,7%) defeito septal atrioventricular (DSAV) + EP; 2 (2,7%) isomerismo direito (D) ou (E) + EP. Os critérios de indicação foram: a) neonatos com cardiopatias "dueto dependente"; b) lactentes com piora de cianose ou crise de hipoxia; c) crianças durante a infância com cardiopatias sem chance de uma correção biventricular. A técnica empregada foi a operação de Blalock-Taussig modificada, interpondo prótese entre artéria subclávia e artéria pulmonar. A prótese de Polytetrafluoroethylene (PTFE) foi usada em 69 (94,5%) casos, veia umbilical em 3 (4,1%) casos e artéria mamária bovina em 1 (1,4%) caso. Durante o ato operatório foi administrada dose única de heparina (1mg x kg peso), não sendo neutralizada no pós-operatório (PO) e no seguimento tardio, dispensado o uso de anticoagulantes ou antiagregantes plaquetários. Houve 8 (11,1%) óbitos no PO imediato: 5 (6,9%) casos por obstrução da prótese (3 foram reoperados), 2 (2,7%) casos por morte súbita (AP c/ SIVI) e 1 (1,3%) devido a processo infeccioso pulmonar. A obstrução da prótese como principal causa de óbito esteve diretamente relacionada à anatomia dos vasos (calibre da artéria subclávia e pulmonar) e ou problemas de técnica cirúrgica. A operação de Blalock-Taussig modificada demonstrou ser um método confiável e seguro no tratamento paliativo das cardiopatias com hipofluxo pulmonar Resumo em inglês From January 1990 to November 1994, 72 patients with congenital heart defects and low pulmonary flow underwent modified Blalock-Taussig produce. There were 44 (61.1%) males and 28 (38.8%) females with ages ranging from 2 days to 11 years (average 9 months). Thirty eight (52,8%) patients had Tetralogy of Fallot; 7 (9,7%) had pulmonary atresia with intact ventricular septum (PA/IVS); 6 (8.4%), had transposition of the great arteries (TGA) with pulmonary stenosis (PS); 6 (8, (mais) 4%) had tricuspid atresia (TA) with PS; 6 (8.4%) had double inlet of right ventricle (RV) or left ventricle (LV) and PS; 3 (4.2%) had corrected transposition of the great arteries (CTGA) with ventricular septal defects (VSD) and PS; 2 (2.7%) had double outlet of RV or LV and PS; 2 (2.7%) had atrio-ventricular canal defects (A-VC) and PS; 2 (2.7%) patients had right or left Isomerism and PS. The decision to surgical indication was based on: a) new borns with "ductus dependent" heart defects; b) lactents with important cianosis or hypoxia; c) infants with heart defects without possibilities of biventricular correction. The surgical technique employed was the Blalock-Taussig operation using 4 or 5 mm Polytetrafluoroethy (PTFE) prosthesis in 69 (94.5%) cases, umbilical vein in 3 (4.1%) cases and bovine thoracic artery in 1 (1.4%) case. Before the arteries were clamped 1 mg/kg of héparine was given without mobilization, with protamine, after the procedure. During the post-operative period, anticoagulants were not given. The prosthesis obstruction was the main cause of death and was related to artery anatomy: subclavian and pulmonary artery diameter and/or problems with the technique. The modified Blalock-Taussig operation showed itself to be a reliable palliative treatment to heart defects with low pulmonary flow

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

O impacto de estratégias de ventilação mecânica que minimizam o atelectrauma em um modelo experimental de lesão pulmonar aguda/ The impact of mechanical ventilation strategies that minimize atelectrauma in an experimental model of acute lung injury

Viana, Mario E. G.; Sargentelli, Guilherme A.; Arruda, André L. M.; Wiryawan, Budi; Rotta, Alexandre T.
2004-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar se estratégias ventilatórias que buscam a estabilização alveolar e a prevenção do atelectrauma estão associadas a desfechos fisiológicos mais favoráveis em um modelo experimental de lesão pulmonar aguda combinada. MÉTODOS: Trinta e nove coelhos foram instrumentados e ventilados com uma fração inspirada de oxigênio (FiO2) de 1,0. A lesão pulmonar foi induzida pela infusão venosa de lipopolissacarídeo de E. coli e por repetidas lavagens tr (mais) aqueais com solução salina. Os animais foram randomizados a receber ventilação mecânica convencional com volume corrente de 10 ml/kg, pressão expiratória final (PEEP) de 4 cm H2O; ventilação mecânica convencional com surfactante (Infasurf, 3 mg/kg, ET); ventilação líquida parcial (18 ml/kg de perflubron, ET); ou ventilação oscilatória de alta freqüência, com pressão média de via aérea de 14 cm H2O e freqüência de 10 Hz. Animais sadios submetidos a instrumentação e ventilação convencional serviram como controles. Os grupos ventilação mecânica convencional com surfactante, ventilação líquida parcial e controle foram ventilados com parâmetros idênticos ao grupo ventilação mecânica convencional. Os animais foram estudados por 4 horas, durante as quais gasometrias arteriais foram obtidas a cada 30 minutos. Após o sacrifício, os pulmões foram retirados para graduação de lesão através de um escore de dano histológico e dosagem de 4-hidroxi-nonenal, um marcador de peroxidação lipídica. RESULTADOS: A ventilação mecânica convencional resultou em hipoxemia e lesão pulmonar significativa. Animais tratados com ventilação líquida parcial, ventilação oscilatória de alta freqüência ou ventilação mecânica convencional com surfactante apresentaram oxigenação adequada, mas a ventilação mecânica convencional com surfactante resultou em escores de lesão pulmonar mais elevados e maior dano oxidativo. CONCLUSÕES: Estratégias que minimizam o atelectrauma (ventilação mecânica convencional e ventilação oscilatória de alta freqüência) estão associadas a oxigenação adequada e atenuação da lesão pulmonar. A reposição de surfactante melhora a oxigenação em comparação com a ventilação mecânica convencional, mas resulta em lesão pulmonar aumentada, presumivelmente porque o PEEP inadequadamente baixo foi insuficiente para estabilizar os alvéolos durante a expiração. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate whether ventilation strategies that target alveolar stabilization and prevention of atelectrauma would be associated with more favorable physiologic outcomes in a combined model of acute lung injury. METHODS: Thirty-nine rabbits were instrumented and ventilated with FiO2 of 1.0. Combined lung injury was induced by an infusion of lipopolysaccharide and tracheal saline lavage. Animals were randomized to receive conventional ventilation with tidal volu (mais) me of 10 ml/kg, PEEP of 4 cm H2O; conventional ventilation with surfactant (Infasurf, 3 mg/kg IT); partial liquid ventilation (18 ml/kg of perflubron IT); or high-frequency oscillatory ventilation with mean airway pressure of 14 cm H2O and frequency of 4 Hz. Uninjured ventilated animals served as controls. Conventional ventilation with surfactant, partial liquid ventilation and control groups were ventilated with settings identical to the conventional ventilation group. Animals were studied for 4 hours, during which serial blood gas measurements were obtained. After sacrifice, lungs were harvested for injury grading by a microscopic lung injury score and measurement of 4-hydroxy-nonenal, a marker of lipid peroxidation. RESULTS: Conventional ventilation resulted in hypoxia and greater evidence of lung injury. Animals treated with partial liquid ventilation, high-frequency oscillatory ventilation or conventional ventilation with surfactant had adequate oxygenation, but conventional ventilation with surfactant resulted in higher lung injury scores and increased pulmonary oxidative damage. CONCLUSION: Strategies that minimize atelectrauma (partial liquid ventilation and high-frequency oscillatory ventilation) are associated with adequate oxygenation and attenuated lung injury. Surfactant improves oxygenation in comparison to conventional ventilation alone but resulted in increased injury, presumably because the inadequately low PEEP was insufficient to stabilize the alveoli during expiration.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Metabolismo respiratório de raízes de espécies arbóreas tropicais submetidas à inundação

ROGGE, G.D.; PIMENTA, J.A.; BIANCHINI, E.; MEDRI, M.E.; COLLI, S.; ALVES, L.M.T.
1998-08-01

Resumo em português Visando elucidar alguns aspectos do metabolismo respiratório de raízes inundadas de espécies arbóreas tropicais tolerantes (L. muehlbergianus, S.commersoniana e S. virgata) e intolerantes (P. dubium e S. terebinthifolius), plantas foram submetidas a 2, 10 e 60 dias de alagamento. Após estes períodos, determinou-se a absorção de O2 e liberação de CO2 pelas raízes. O metabolismo respiratório das raízes de espécies tolerantes apresentou uma queda com o alagamen (mais) to. Somente S. commersoniana apresentou uma recuperação da respiração após 60 dias de inundação. A espécie intolerante S. terebinthifolius não teve seu metabolismo aeróbico afetado pelo alagamento, enquanto que P. dubium, também intolerante, apresentou queda na absorção de O2 com dois dias de hipoxia e recuperação após 60 dias. A liberação de CO2 nas espécies tolerantes seguiu o mesmo padrão da absorção de O2, com exceção de S. commersoniana, que teve uma redução na liberação de CO2 após 60 dias de inundação semelhante ao ocorrido com P. dubium. Em S. terebinthifolius não houve redução significativa com o alagamento. A dificuldade de se estabelecer diferenças no metabolismo respiratório das espécies estudadas, quanto a tolerância a inundação, ressalta a complexidade de respostas das plantas tropicais. Resumo em inglês Aiming at elucidating certain aspects of the respiratory metabolism of roots of flood-tolerant tropical tree species (Lonchocarpus muehlbergianus, Sebastiania commersoniana and Sesbania virgata) as well as flood-intolerant species (Peltophorum dubium and Schinus terebinthifolius), plants were submitted to 2, 10 and 60 days of flooding. After these periods, the absorption of O2 and liberation of CO2 by the roots were determined. The respiratory metabolism of the roots of t (mais) olerant species presented a drop due to flooding. Only S. commersoniana presented a recovery in respiration after 60 days of flooding. The intolerant species S. terebinthifolius did not present alterations caused by flooding in its aerobic metabolism, whereas P. dubium, also intolerant, presented a drop in the absortion of O2 with two days of hypoxia, and recovery after 60 days. The liberation of CO2 in the tolerant species followed the same pattern of O2 absorption, with the exception of S. commersoniana, which presented a reduction in the liberation of CO2 after 60 days of flooding similar to what happened to P. dubium. In S. terebinthifolius there was no significant reduction with flooding. The difficulty in establishing a difference pattern in the respiratory metabolism of the species studied, concerning tolerance to flooding, emphasizes the complexity of tropical plant responses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Metabolismo da glicose cerebral no trauma crânio-encefálico: uma avaliação/ Cerebral glucose metabolism and head injury: an overview

Schelp, AO.; Burini, R.C.
1995-09-01

Resumo em português Os autores apresentam revisão geral da distribuição e metabolização da glicose, com ênfase para os distúrbios que ocorrem no trauma crânio-encefálico, como a hiperglicemia que ocorre na fase aguda. Finalizando, são feitos comentários sobre as possíveis conseqüências desses conhecimentos sobre os procedimentos atuais, que aconselham a restrição na oferta de glicose a pacientes com catabolismo acentuado e que necessitam poupar o contingente de proteína corporal. Resumo em inglês The authors give a general overview on the cerebral glucose metabolism, with special reference to brain injury, including intake, blood-brain barrier properties for glucose transport, oxidative metabolism and energetic needs during the head trauma. The evidences of the presence of ischemia and hypoxia in those situations and the relationships with the cerebral glucose metabolism are discussed. They point to the several explanations for hyperglicemia present up to 10 days (mais) after admission in brain injury, relating to the energetic needs at different phases of head trauma recovery. Some considerations are made about the lack of evidences on increase in glucose consumption or lactate production when hyperglycemia occurs in association with brain damage and ischemia caused by head trauma. The brain capacity to compensate metabolic disturbances is discussed. Some questions are made about current indications for restriction of glucose infusion in pacients who are in catabolic phase and need to spare their body protein pool. At the same way, the polemic about previous hyperglycemia and cerebral injury is revised. Some considerations are made about the moment to introduct increases in glucose administration.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Intoxicação aguda por nitrogênio através de inalação em paciente com insuficiência respiratória e coma: relato de caso/ Acute nitrogen intoxication by patient inhalation with breathing insufficiency and coma: case report

Torrecillas, Pedro Henrique Masjuan; Barros, Maria Aparecida Nogueira de; Cruz, Valeria Lima; Martins, Audineia Aparecida; Coelho, João Antônio Aidar
2006-06-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Apresentação de um caso único não encontrado na literatura nacional. O objetivo deste relato foi apresentar um caso de grave intoxicação por nitrogênio líquido (NO), com edema agudo de pulmão e encefalopatia isquêmica, em que se obteve bom desfecho, provavelmente, pela rapidez no atendimento e na administração adequada da terapêutica. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 26 anos, encontrado desacordado havia aproximadamente u (mais) ma hora, em sala fechada onde havia uma máquina utilizada para manutenção do gelo de pista de patinação. Constatou-se aspiração de conteúdo gástrico e edema das vias respiratórias altas. A intubação na emergência foi difícil pelo intenso edema de laringe. O paciente desenvolveu edema agudo de pulmão e sinais de edema encefálico por encefalopatia anóxica. Evoluiu com melhora pulmonar lenta com ventilação protetora para síndrome da angústia respiratória aguda (volume corrente de 5 mL/kg, PEEP de 15 cmH2O) e corticoterapia com hidrocortisona (200 mg) a cada seis horas para tratamento de broncoespasmo. CONCLUSÕES: Trata-se do primeiro caso publicado em nosso meio de intoxicação por nitrogênio. Na literatura internacional encontram-se várias citações de situações semelhantes ao deste caso pelo fato de existir varias pistas de gelo para prática de esportes como por exemplo o hockey. Há relatos de exacerbações de quadros de broncoespasmo nas pessoas que assistem ao jogo, apresentando-se de forma tardia, por vezes até sete a dez horas após a exposição aos vapores que exalam destas pistas que são ricas em nitrogênio. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: To present the first case reported in the Brazilian literature of liquid nitrogen intoxication. The objective of this report was to present a case of severe intoxication by liquid nitrogen, with acute lung edema and ischemic encephalopathy, which a good outcome, due to a fast diligence and a proper therapy administration. CASE REPORT: Male patient, 26 years, unconscious for one hour, in a close room with a machine to keep frozen the ice-roller r (mais) ing. There was evidence of gastric aspiration and laryngeal edema. The intubation was difficult. The patient developed acute lung edema and brain edema due to hypoxia. There was a slow lung resolution with a protective ventilatory strategy for ARDS (VT 5 mL/kg, PEEP de 15 cmH2O) and corticotherapy with hydrocortisone (200 mg) every 6 h to treat bronchospasm. CONCLUSIONS: This the first case published in Brazil of nitrogen intoxication. In the international literature there are several reports of similar cases occurred in gymnasiums for hockey game. There are reports of bronchospasm exacerbations in people after the matches, even up to 10h after exposal to the gases riches in nitrogen.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Incidentes críticos em anestesia no Uruguai - dez anos após: estudo comparativo (1990-2000)/ Critical anesthetic incidents in Uruguay - ten years after: comparative study (1990-2000)/ Incidentes criticos en anestesia en el Uruguay - diez años después: estudio comparativo (1990 - 2000)

Bello, Manuel da Fonte; Liberman, Gladys Miriam Lejbusiewicz; Escudero, Gonzalo Manuel Barreiro
2003-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Descreve-se uma pesquisa sobre Incidentes Críticos (IC) em Anestesia. Os resultados encontrados em 2000 são comparados aos de 1990, na busca de variações de padrão de IC ao longo da década. MÉTODO: Foram utilizados 2 formulários diferentes. No primeiro (F1), constava uma lista pré-determinada de incidentes críticos para que os pesquisados apontassem com quais tinham tido algum tipo de contato para o estudo de freqüência relativa de c (mais) ada incidente. No segundo (F2), solicitava-se a descrição de um incidente em particular, a critério do pesquisado. RESULTADOS: No F1 de 2000, foram assinalados 9.482 IC, em que os 13 mais freqüentes constituíram 50% de todas as ocorrências do período. Os resultados foram muito similares aos de 1990, já que dentre os mais freqüentes, 9 repetem-se em ambas as investigações. Os incidentes que alcançaram os primeiro e segundo lugares também se repetem: intubação difícil e disritmia cardíaca. Em F2 foram descritos 20% de IC com conseqüência mortal. Cinqüenta e quatro por cento das mortes deveram-se a 5 IC: parada cardíaca inesperada, tromboembolismo pulmonar, infarto agudo de miocárdio, aspiração de vômito e choque hipovolêmico. Quarenta e seis por cento dos IC foram de origem respiratória e 24% tiveram origem hemodinâmica. Destaca-se um aumento significativo de IC na recuperação e no pós-operatório imediato. A observação clínica do paciente foi responsável pela detecção de 63% dos IC. Comprova-se um aumento substancial dos IC relatados como imprevisíveis. CONCLUSÕES: Manteve-se a diversidade de incidentes críticos com diminuição dos fenômenos respiratórios. Este segue sendo o grupo mais freqüente. Há uma clara redução dos acidentes graves hipóxicos vinculados à intubação esofágica e óxido nitroso como gás único. Manteve-se a gravidade dos incidências hemodinâmicos. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Se describe la investigación sobre Incidentes Criticos en anestesia. Se compararon los resultados actuales con los de 1990, buscando cambios en el patrón de IC a lo largo de esta década. MÉTODO: Se utilizaron 2 formulários distintos: El primero (F1) constaba de un listado predeterminado de IC para el estudio de la frecuencia relativa de cada incidente, y el segundo (F2) pedía la descripción de un incidente en particular, a elección del e (mais) ncuestado. RESULTADOS: En el F1 se señalaron 9482 IC, los 13 IC más frecuentes dan cuenta del 50 % de todos los ocurridos en el período. Los resultados son muy similares a los de 1990, ya que entre los más frecuentes, 9 de ellos se repiten en ambas encuestas, y tanto el primero como el segundo lugar también se repiten: Intubación dificultosa y disritmias. En el F2 se describieron un 20 % de IC con consecuencia mortal. El 54% de las muertes se debieron a 5 IC: paro cardíaco inopinado, tromboembolismo pulmonar, infarto agudo de miocardio, aspiración de vómito, y shock hipovolémico. El 46% de los IC fueron de origen respiratorio y el 24% hemodinámicos. Se destaca un incremento significativo de IC en el despertar y postoperatorio inmediato. En el 63% de los casos la detección del IC se debió a la observación clínica del paciente. Se comprueba un incremento sustancial de los IC relatados como imprevisibles. CONCLUSIONES: se mantiene la diversidad de IC con disminución de los fenómenos respiratorios. Este igualmente sigue siendo el grupo más frecuente. Hay una clara reducción de los accidentes graves hipóxicos vinculados a Intubación esofágica y Protóxido como gas único, y se mantiene la gravedad de los incidentes hemodinámicos. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: A survey of Critical Incidents (CI) in Anesthesia is described. Year 2000 results are compared to those obtained in 1990 in search for CI pattern changes throughout this decade. METHODS: Two different forms were used: the first, F1, was a list of predetermined CI to determine the relative frequency of each incident. The second, F2, requested the description of a specific incident chosen by the respondent. RESULTS: In F1 forms, 9482 CI were recor (mais) ded and the 13 most frequent CI accounted for 50% of events. Results were very similar to those found in 1990, since among the most frequent, 9 CI were repeated in both surveys. First and second most common incidents were also repeated: difficult intubation and arrhythmias. In form F2, 20% of CI had fatal consequences. Five CI accounted for 54% of deaths were due to 5 CI: unexpected cardiac arrest, pulmonary thromboembolism, acute myocardial infarction, vomiting aspiration and hypovolemic shock. Respiratory incidents accounted for 46% of CI, and 24% were due to hemodynamic causes. It is to be noted a significant CI increase during recovery and in the immediate postoperative period. Patients’ clinical observation accounted for 63% CI detection. A substantial increase in unpredictable events has been identified. CONCLUSIONS: CI diversity was maintained with decreased respiratory events, although these are still the most frequent. There is a sharp decrease in severe hypoxia accidents related to esophageal intubation and nitrous oxide as single gas. Hemodynamic incidents severity was maintained.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Freqüência relativa de hipomagnesemia em pacientes com limitação crônica do fluxo aéreo atendidos em ambulatório de referência do norte do Paraná/ The relative frequency of hypomagnesemia in outpatients with chronic airflow limitation treated at a referral center in the north of the state of Paraná, Brazil

Cerci Neto, Alcindo; Ferreira Filho, Olavo Franco; Parreira, Johnathan de Sousa
2006-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar a freqüência relativa de hipomagnesemia em pacientes com limitação crônica do fluxo aéreo atendidos num ambulatório de referência do norte do Paraná, nos anos de 2000 a 2001, e verificar se há relação entre esse distúrbio e hipoxemia, outros distúrbios eletrolíticos e com a gravidade da doença. MÉTODOS: Estudo descritivo sobre a freqüência relativa de hipomagnesemia em 72 pacientes com limitação crônica do fluxo aéreo. Os pacien (mais) tes realizaram dosagens séricas de magnésio e outros eletrólitos, além de realizarem o estadiamento de sua doença de base. RESULTADOS: A prevalência encontrada de hipomagnesemia foi de 27,8%. A idade média foi de 65 ± 9,9 anos, com predominância de homens. O volume expiratório forçado no primeiro segundo médio foi de 1,13 ± 0,52 L. A maioria dos pacientes encontrava-se em estádios avançados da doença (68,1%). Não houve associação do magnésio sérico baixo com outros distúrbios eletrolíticos, hipoxemia ou estádios de gravidade. CONCLUSÃO: A alta freqüência de pacientes em estádios avançados deve-se, provavelmente, ao fato de o ambulatório ser um centro de referência da região. Novos estudos devem ser realizados para determinar prováveis causas dessa alta prevalência de hipomagnesemia. Resumo em inglês OBJECTIVE: To determine the relative frequency of hypomagnesemia among patients with chronic airflow limitation treated as outpatients at a referral center in the northern part of the state of Paraná between 2000 and 2001, as well as to determine whether hypomagnesemia correlates with hypoxia, with other electrolyte disturbances and with the severity of airflow limitation. METHODS: This was a descriptive study of the relative frequency of hypomagnesemia in 72 patients wi (mais) th chronic airflow limitation. All of the patients were submitted to blood tests to determine serum levels of magnesium and other electrolytes, as well as to staging of the underlying disease. RESULTS: The prevalence of hypomagnesemia was 27.8%. The mean age was 65 ± 9.9 years, and there was a predominance of males. The mean forced expiratory volume in one second was 1.31 ± 0.52 L. Most of the patients (68.1%) were found to be in the advanced stages of the disease. Hypomagnesemia was not found to correlate with other electrolyte disturbances, hypoxemia or disease stage. CONCLUSION: The high frequency of patients in the advanced stages is likely attributable to the fact that the outpatient facility is a referral center for the region. Further studies should be conducted in order to determine the probable causes of this high prevalence of hypomagnesemia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Evolução da anatomia radicular do milho 'Saracura' em ciclos de seleção sucessivos/ Evolution of the root anatomy of 'Saracura' maize in successive selection cycles

Pereira, Fabricio José; Castro, Evaristo Mauro de; Souza, Thiago Corrêa de; Magalhães, Paulo César
2008-12-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo verificar as modificações nas características anatômicas radiculares relacionadas à hipoxia, durante 18 ciclos de seleção da variedade de milho (Zea mays) BRS 4154 Saracura, adaptada a áreas sujeitas a alagamento. A variedade BR 107 e o híbrido simples BRS 1010, suscetíveis ao alagamento, foram utilizados como controle. As diferentes cultivares foram submetidas a alagamentos intermitentes, a cada dois dias, durante dois meses. As (mais) amostras radiculares foram preparadas e analisadas em microscopiaóptica. Em relação ao grupo controle e aos ciclos anteriores de seleção, a BRS 4154 teve aumento na formação de aerênquima, diminuição do córtex, diminuição do diâmetro dos vasos, diminuição da camada subepidérmica, aumento na espessura do floema e epiderme. Os sucessivos ciclos de seleção melhoraram as características do milho 'Saracura' e sua tolerância a ambientes alagados. Resumo em inglês This work aimed to verify the modifications in the root anatomical characteristics related to hypoxia, along 18 selection cycles of the maize (Zea mays) cultivar BRS 4154 Saracura, adapted to areas subject to flooding. Cultivars not tolerant to fooding, BR 107 and the simple hybrid BRS 1010, were used as controls. The different cultivars were subjected to intermittent soil waterlogging every two days for two months. The root samples were prepared and analyzed through ligh (mais) t microscopy. Compared to the controls group and to early selection cycles, BRS 4154 had increased development of aerenchyma, decreased cortex thickness, decreased metaxylem diameter, decreased subepidermal layer, and increased epidermis and phloem thickness. The successive selection cycles improved 'Saracura' maize characteristics and its tolerance to flooding environments.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Efeitos ototóxicos da exposição ao monóxido de carbono: uma revisão/ Ototoxic effects of carbon monoxide exposure: a review

Lacerda, Adriana; Leroux, Tony; Morata, Thais
2005-12-01

Resumo em português TEMA: efeitos ototóxicos da exposição ao monóxido de carbono: uma Revisão. OBJETIVO: analisar a literatura sobre audição e o monóxido de carbono (CO). MÉTODO: descrever as propriedades físicas, a absorção, a distribuição e o metabolismo do CO, bem como a sua origem, sua produção, suas fontes e os seus limites internacionais de exposição ocupacional. Foram discutidos vários estudos sobre os efeitos do CO no sistema auditivo animal e humano. Finalmente, f (mais) oram identificados os principais setores onde podemos encontrar a exposição combinada ruído e CO e descrevermos os mecanismos básicos de ação do CO que poderão potencializar a perda auditiva induzida por ruído. CONCLUSÃO: a revisão de literatura indicou que: 1. A poluição atmosférica, o fumo passivo, a exposição ocupacional, e o tabagismo ativo, são exemplos de fontes de exposição ao CO. 2. A ação tóxica principal do CO resulta em anoxia provocada pela conversão da oxihemoglobina em carboxihemoglobina. 3. Os estudos animais sobre a exposição combinada ao ruído e ao CO foram realizados em sua grande maioria com ratos e o conjunto destes estudos demonstraram os efeitos da exposição aguda e simultanêa ao CO e ao ruído. 4. Os estudos relatando a nocividade da exposição ao CO sobre o sistema auditivo humano foram realizados, na grande maioria, seguidos de uma exposição aguda ao CO. A exposição ao ruído não foi relatada ou controlada como um fator relacionado com os problemas auditivos observados. A evidência existente até o momento indica a necessidade do desenvolvimento de pesquisas sobre os efeitos auditivos da exposição a CO, com e sem exposição ao ruído. Resumo em inglês BACKGROUND: ototoxic effects of carbon monoxide exposure: a review. AIM: to analyze the literature on hearing and Carbon Monoxide (CO). Methods: to describe the physical properties, the absorption, distribution and metabolism of CO, as well as its origin, production, sources and the international standards for occupational exposure. Several studies about the effects of CO exposure to the auditory system of humans and experimental animals were discussed. The main economic (mais) sectors where the combined exposure to noise and CO takes place were identified. A description of the basic CO toxic mechanisms that are able to raise occupational noise-induced hearing loss was given. CONCLUSION: the review of the literature indicated the following: 1. Examples of CO exposure sources include air pollution, smoking and second-hand smoking, and occupational exposures. 2. CO's main toxic mechanism can lead to hypoxia due to the conversion of oxyhemoglobin to carboxyhemoglobin. 3. Rats have been the most used experimental animals in CO auditory effects studies, this group of studies has demonstrated the combined effects of acute exposure to CO and noise. 4. Studies about the negative effects of CO exposure over the human auditory system were mainly carried out after acute exposures to CO. These studies did not control or report exposure to noise as a contributor to the observed hearing deficits. Currently the available evidence indicates the need for further research on the effects of CO exposure to the auditory system, alone or in combination with noise.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Dopplervelocimetria fetoplacentária em gestantes hipertensas e resultados perinatais segundo a idade gestacional/ Fetal and placental Doppler velocimetry in hypertensive pregnant women and perinatal outcomes according to gestational age

Pires, Pedro; Latham, Aníbal Eusébio Faúndes; Mabessone, Suellene Keylla de Magalhães; Ferreira, Ana de Fátima de Azevedo; Rodrigues, Fabiana Gomes de Souza; Leon, Janaina Souza; Ramos, Juliana Limeira de Moura
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar índices de pulsatilidade das artérias umbilical (IPAU) e cerebral média (IPACM) e relação do índice de pulsatilidade umbilico-cerebral (IPAU/IPACM) em fetos de gestantes hipertensas e presença de resultados perinatais adversos. MATERIAIS E MÉTODOS: Analisamos IPAU, IPACM e IPAU/IPACM de 289 fetos de gestantes hipertensas quanto à previsão dos resultados perinatais adversos. Os resultados foram comparados sem e com ajuste pela idade gestacional. (mais) RESULTADOS: O índice de Apgar Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the pulsatility index of umbilical artery (UAPI) and middle cerebral artery (MCAPI), as well as the umbilical-cerebral pulsatility (UAPI/MCAPI) ratio in fetuses of hypertensive pregnant women and associated adverse perinatal outcomes. MATERIALS AND METHODS: The authors have analyzed UAPI, MCAPI and UAPI/MCAPI ratio in 289 fetuses of hypertensive women, correlating the results with the presence of adverse perinatal outcomes. Results were compared wit (mais) h and without adjustment for gestational age. RESULTS: Apgar score

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Dopplervelocimetria dos Compartimentos Arterial e Venoso da Circulação Fetal e Umbilical em Gestação de Alto-Risco: Análise dos Resultados Perinatais/ Dopplervelocimetry of the Arterial and Venous Compartments of the Fetal and Umbilical Circulation in High-Risk Pregnancy: Perinatal Results

Andrade, Joelma Queiroz; Miyadahira, Seizo; Nomura, Roseli Mieko Yamamoto; Francisco, Rossana Pulcinelli Vieira; Zugaib, Marcelo
2002-01-01

Resumo em português Objetivos: estudar o perfil hemodinâmico fetal em gestantes de alto risco e avaliar a relação das suas alterações com os resultados perinatais. Métodos: realizou-se estudo prospectivo transversal em 108 gestantes atendidas no ambulatório de pré-natal da Clínica Obstétrica do HCFMUSP. Tais gestantes foram encaminhadas ao Setor de Avaliação de Vitalidade Fetal, onde foram submetidas à dopplervelocimetria das artérias umbilicais, cerebral média, aorta, ducto v (mais) enoso e veia cava inferior. Os critérios de inclusão foram gestantes que apresentavam qualquer doença ou intercorrência na gravidez encaminhadas para avaliação da vitalidade fetal, nas quais a resolução da gestação ocorreu nas próximas 24 horas após os exames. Foram excluídas as pacientes com gestação gemelar ou com malformação fetal. Resultados: as repercussões hemodinâmicas na circulação fetal foram demonstradas pela observação de alterações na dopplervelocimetria das artérias umbilicais, aorta, artéria cerebral média, ducto venoso e veia cava inferior. Valores alterados do índice de pulsatilidade (IP) da artéria umbilical foram observados em 25,9% dos casos, da aorta em 24,0% e da artéria cerebral média em 34,2%. O IPV do ducto venoso estava alterado em 18,2% dos casos e o da veia cava inferior em 46,6%. Os segmentos da circulação fetal que melhor se correlacionaram com os resultados perinatais foram a artéria umbilical e o ducto venoso. O IP alterado da artéria umbilical correlacionou-se significativamente com índices de Apgar de 1º minuto inferior a 7 em 42,8% e com necessidade de UTI neonatal em 50,0% dos casos. O IPV (indice de pulsatilidade para veias) do ducto venoso alterado apresentou associação significativa com o índice de Apgar de 1º minuto inferior a 7 (52,6%), Apgar de 5º minuto inferior a 7 (15,7%), acidemia no nascimento (60,0%), necessidade de UTI neonatal (52,6%) e óbito neonatal (21,1%). Os valores de predição da alteração do IPV do ducto venoso para o diagnóstico de acidemia foram: sensibilidade de 39,1; especificidade de 90,4; valor preditivo positivo de 60,0 e valor preditivo negativo de 80,2. Conclusão: a dopplervelocimetria permite avaliar a hemodinâmica fetal nas mais variadas situações e o estudo do ducto venoso constitui exame importante na avaliação das alterações hemodinâmicas decorrentes da hipoxia fetal. Resumo em inglês Purpose: to study the fetal hemodynamic profile in high-risk pregnancy and correlate it with perinatal results. Methods: transverse prospective study of 108 patients of the Obstetric Clinic of the Hospital das Clínicas, São Paulo University School of Medicine. The patients were evaluated at the Fetal Surveillance Unit, and Doppler examinations of umbilical, aorta, middle cerebral artery, inferior vena cava and ductus venosus were performed. The criteria for inclusion we (mais) re patients whose delivery was in the next 24 hours after evaluation. Twin pregnancies and fetal malformations were excluded. Results: the hemodynamic implications in the fetal circulation were demonstrated by changes in the Doppler ultrasonographic results in the umbilical artery, aorta, middle cerebral artery, ductus venosus and in the inferior vena cava. The Doppler examinations were abnormal in the umbilical artery (25.9%), fetal aorta (24%), middle cerebral artery (34.2%), ductus venosus (18.2%) and inferior vena cava (46,6%). Segments of the fetal circulation which best correlated with the perinatal results were the umbilical artery and the ductus venosus. The abnormal results in the umbilical artery were significantly associated with 1st minute Apgar score

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Cálcio e o desenvolvimento de aerênquimas e atividade de celulase em plântulas de milho submetidas a hipoxia/ Calcium and the development of aerenchyma and celulase activity in corn seedlings subjected to hypoxia

Dantas, Bárbara França; Aragão, Carlos Alberto; Alves, José Donizeti
2001-06-01

Resumo em português A formação de aerênquimas é conhecida como uma das mais importantes adaptações anatômicas pelas quais as plantas passam quando são submetidas à deficiência de oxigênio. Esse tecido se desenvolve pela ação de enzimas de degradação ou afrouxamento da parede celular. Este trabalho foi conduzido com o objetivo de verificar o desenvolvimento de aerênquima em plântulas de milho cv. Saracura- BRS 4154, submetidas à hipoxia. Associou-se, ao desenvolvimento dessa (mais) estrutura, a atividade da celulase. Para tanto, plântulas com 4 dias de idade foram submetidas aos tratamentos de hipoxia, pela imersão em tampão de alagamento, na ausência e presença de cálcio. Após 0, 1, 2, 3 e 4 dias da aplicação dos tratamentos, foram feitos cortes anatômicos na região apical dos coleóptiles e na região intermediária da raiz para a avaliação da formação de aerênquimas, e coletado o material para os ensaios enzimáticos de celulase. A atividade celulase foi medida através de método viscosimétrico. Nas raízes, a formação de aerênquima aumentou logo após a hipoxia e atingiu 50% do total do córtex ao quarto dia de hipoxia. Este órgão apresentou uma área cortical com aerênquima em média sete vezes maior que nos coleóptiles, onde a área de espaços intercelulares atingiu 15% do córtex. A atividade da celulase em coleóptiles e raízes sofreu, inicialmente, um decréscimo devido ao estresse, aumentando em seguida, acompanhando os resultados de aerênquima. Na presença de cálcio o desenvolvimento de aerênquima foi inibido; no entanto, a atividade enzimática foi induzida. Resumo em inglês Aerenchyma formation is known as one of the most important anatomical adaptations of plants submitted to oxygen shortage. This tissue develops by action of degrading enzymes and resulting in cell wall loosening. This work was conducted with the objective of verifying aerenchyma development in corn seedlings cv. Saracura - BRS 4154, submitted to hypoxia. The development of aerenchyma was observed in association to cellulase activity. The seedlings were submitted to the hyp (mais) oxia treatments 4 days after germination , by immersion in a flooding buffer, in the absence and presence of calcium. After 0, 1, 2, 3 and 4 days under hypoxic conditions the evaluation of aerenchyma formation was made by transversal sections of coleoptiles apex , where the development of damages caused by hypoxia were also observed, and the intermediary region of roots. The material for the cellulase assays was collected after each of the hypoxia periods. The activity of cellulase was measured by the viscosimetric method. Aerenchyma formation in the roots increased immediately after the induction of hypoxia and reached 50% of the total cortex area at the fourth day of hipoxia. This organ presented an average aerenchyma area seven times higher than coleoptiles, where the area of intercellular spaces reached 15% of the cortex; cell injuries were observed on 65% of the total seedlings. Cellulase activity showed an initial decrease due to the forced stress, but subsequently increased along with the aerenchyma development. The presence of calcium apparently inhibited the aerenchyma development without affecting the enzymatic activity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Crescimento de plântulas do milho 'Saracura' e atividade de alfa-amilase e invertases associados ao aumento da tolerância ao alagamento exercido pelo cálcio exógeno/ Growth of maize 'Saracura' (BRS-4154) and alpha-amylase and invertases activity associated with the increase of flooding tolerance caused by exogenous calcium

Fries, Daniela Deitos; Alves, José Donizeti; Delú Filho, Nelson; Magalhães, Paulo César; Goulart, Patrícia de Fátima Pereira; Magalhães, Marcelo Murad
2007-01-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar o crescimento da plântula e o metabolismo de carboidratos associados ao aumento da tolerância à hipoxia exercido pela presença do cálcio no período de germinação e/ou alagamento de plântulas de milho com diferentes idades. O experimento foi desenvolvido na Universidade Federal de Lavras, MG, em 2002. Cariopses de milho da variedade 'Saracura' (BRS-4154) foram germinadas em água ou solução de CaCl2. Após dois e quatro dias, as plântulas f (mais) oram submetidas ao alagamento em tubos de PVC com tampão (com ou sem CaCl2) por três dias, sendo então avaliadas a sobrevivência, massa seca e as características bioquímicas. O cálcio aumentou a sobrevivência ao alagamento de plântulas com quatro dias, entretanto, não influenciou naquelas com dois dias. O alagamento reduziu a massa seca das plântulas sem prejudicar sua recuperação pós-estresse, entretanto, o cálcio influenciou no acúmulo de massa seca pós-hipoxia somente em plântulas com quatro dias, mostrando uma recuperação mais rápida dos danos causados no período de alagamento, o que ocorre em plântulas de dois dias de germinação, independentemente desse elemento. Em plântulas mais jovens também houve maior mobilização das reservas de amido, assim como, maior translocação e utilização dessas reservas. O alagamento reduziu drasticamente a atividade da invertase ácida do vacúolo, independentemente da presença do cálcio, comprovando sua não participação nos processos comandados por essa enzima. A redução na atividade das invertases favorece menor concentração de hexoses, diminuindo a respiração anaeróbica e, conseqüentemente, a produção de substâncias tóxicas, aumentando a sobrevida das plântulas em condições de hipoxia. Resumo em inglês This research evaluated the plantlet growth and carbohydrate metabolism associated with the increase in hypoxia tolerance caused by calcium presence during germination and/or flooding of maize plantlets with different ages. The experiment was conducted at Universidade Federal de Lavras, MG, in 2002. Maize caryopses (var.'Saracura') were germinated in water or CaCl2. After two and four days, the plantlets were submitted to flooding in PVC tubes with buffer (with or without (mais) CaCl2) during three days, being evaluated the survival, dry weight and biochemical characteristics. Calcium increased plantlet survival to flooding at four days, although there was no influence on two-day samples. Flooding reduced the plantlet dry weight without affect on the recovery after stress, therefore calcium influenced dry weight accumulation after hypoxia only in plantlets at four days, showing a faster recovery from damages caused during the flooding period, which also occurs in plantlets treated at two days of germination, but independently of this element. Younger plantlets also showed higher mobilization of the starch reserves, as well as higher translocation and utilization of these reserves. Flooding reduced drastically the vacuole acid invertase activity, independent of calcium presence, demonstrating that it has no participation in the processes coordinated by this enzyme. The reduction in the invertase activity favors a lower hexose concentration, decreasing anaerobic respiration and, consequently, the production of toxic substances, thereby increasing the survival of plantlets in hypoxia conditions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Controle do fornecimento e da utilização de substratos energéticos no encéfalo/ Modulation of energy substrate supply and consumption by the brain

Schelp, A.O.; Burini, R.C.
1995-09-01

Resumo em português Correspondendo a apenas 2% do peso corpóreo, o cérebro apresenta taxa metabólica superior à maioria dos demais órgãos e sistemas. A maior parte do consumo energético encefálico ocorre no transporte iônico para manutenção do potencial de membrana celular. Praticamente desprovido de estoques, os substratos energéticos para o encéfalo são fornecidos necessariamente pela circulação sanguínea.O suprimento desses substratos sofre também a ação seletiva da ba (mais) rreira hemato-encefálica (BHE). O principal substrato, que é a glicose, tem uma demanda de 150 g/dia (0,7 mM/g/min). A metabolização intracelular parece ser controlada pela fosfofrutoquinase. A manose e os produtos intermediários do metabolismo (frutose 1,6 bifosfato, piruvato, lactato e acetato) podem substituir, em parte, a glicose, quando os níveis sangüíneos desta encontram-se elevados. Quando oxidado, o lactato chega a responder por 21% do consumo cerebral de Ov Em situações de isquemia e inflamação infecciosa, o tecido cerebral passa de consumidor a produtor de lactato. Os corpos cetônicos também podem reduzir as necessidades cerebrais de glicose desde que oferecidos em quantidades suficientes ao encéfalo. Entretanto, devem ser considerados como um substrato complementar e nunca alternativo da glicose, pois comprometem a produção cerebral de succinil CoA e GTP. Quanto aos demais substratos, embora apresentem condições metabólicas, não existem demonstrações consistentes de que o cérebro produza energia a partir dos ácidos graxos sistêmicos, mesmo em situações de hipoglicemia. De maneira análoga, etanol e glicerol são considerados apenas a nível de experimentação. A utilização dos aminoácidos é dependente da sua captação, limitada tanto pela baixa concentração sangüínea, como pela seletividade da BHE. A maior captação ocorre para os de cadeia ramificada e destes, a valina. A menor captação é a de aminoácidos sintetizados no cérebro (aspartato,gluconato e alanina). Todos podem ser oxidados a CO, e H(2)0. Entretanto, mesmo com o consumo de glicose reduzido a 50%, a contribuição energética dos aminoácidos não ultrapassa 10%. Para manter o suprimento adequado de glicose e oxigênio, o fluxo sangüíneo cerebral é da ordem de 800 ml/min (15% do débito cardíaco). O consumo de O, pelo cérebro é equivalente a 20% do total consumido pelo corpo. Esses mecanismos, descritos como controladores da utilização de substratos energéticos pelo cérebro, sofrem a influência da idade apenas no período perinatal, com a oxidação do lactato na fase pré-latente e dos corpos cetônicos, no início da amamentação. Resumo em inglês Altrough accounting for 2% of body weight, brain has one of the greatest metabolic rates compared with other organs and systems. The energy metabolic consum is expended mainly in the maintenance of ionic gradient, essential to neuronal activity. Brain receives energy substrates from circulation, with interference of blood brain barrier (BBB). Glucose is the main substrate and has a metabolic rate so high as 150 g/day (0,7 mM/G/min). At cellular level, metabolism of glucos (mais) e seems to be controlled by phosphofructokynase. If the cellular level were high enough, manose and other products like fructose 1,6 biphosphate, pyruvate, lactate and acetate can be used in the place of glucose. Lactate, when oxyded, consums at least 21 % of the cerebral needs of 0,. In ischemia and inflammatory infections, brain tissue produces lactate instead of use it. Ketone bodies reduce cerebral needs of glucose; in view of the disturbances that occur in cerebral production of succinyl CoA and guanosine 3 phosphate (GTP), they must be considered as complementary substrate but not as an alternative one. Although they can be metabolized, there are no evidences that brain could produce energy from systemic free fatty acids, even when hypoglicemia is present. Ethanol and glycerol are considered only at experimental level. Brain uptake of aminoacids occur better for long chain aminoacids, specially valine. The aminoacids that are synthetised in the brain (aspartate,gluconate and alanine) show the lower absortion rates. All aminoacids should be oxided to CO, and H,0. Even when glucose consum is reduced to 30%, aminoacid accounts for only 10% of the energetic expenditure of the brain. To maintain cerebral glucose and oxygen supply to the brain , blood flow must be at least 800 ml/min. The regulation of supply and consumption of energy substrate by the brain is changed in few situations. Among them, are included the oxidation of lactate immediately before milk diet early in development and utilization of ketone bodies at the beginning of lactation. This review includes a brief discussion about the relevance of glucose as the main energy substrate for cerebral tissue in different ages and ischemia or hypoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Comprometimento respiratório secundário a acidente ofídico crotálico (Crotalus durissus)/ Respiratory abnormalities following Crotalus durissus snakebite

Amaral, Carlos Faria Santos; Magalhães, Renato Almeida; Rezende, Nilton Alves de
1991-08-01

Resumo em português São analisados três pacientes que apresentaram comprometimento da função respiratória após acidente por Crotalus durissus. As manifestações respiratórias surgiram nas primeiras 48 horas após a picada do ofídio e consistiram de dispnéia, taquipnéia, uso da musculatura acessória da respiração (casos 1 e 2) e batimento das aletas nasais (caso 2). Dois pacientes (casos 1 e 2) apresentaram insuficiência respiratória aguda. O diagnóstico desta complicação n (mais) o caso 1 foi clínico pois o paciente apresentou apnéia. O paciente do caso 2, 24 horas após o acidente ofídico apresentou dificuldade respiratória intensa e períodos de apnéia sendo intubado, permanecendo em respiração espontânea. Houve agravamento dos sinais clínicos de insuficiência respiratória e a determinação de pH e gases do sangue arterial mostrou em relação ao exame inicial elevação da pressão parcial de gás carbônico (40 mmHg para 50,3 mm Hg) caracterizando insuficiência ventilatória aguda. Ambos foram tratados com emprego de ventilação artificial mecânica, tendo o paciente do caso 1 permanecido no ventilador durante 33 dias e o do caso 2 durante 15 dias. Ambos desenvolveram insuficiência renal aguda, necessitaram de diálise peritoneal e recuperaram a função renal. A paciente do caso 3, apesar dos sintomas e sinais de comprometimento respiratório não apresentou alterações do pH e gases arteriais. Espirometria realizada 58 horas após o acidente mostrou capacidade vital forçada (CVF) e volume espirado no primeiro segundo (VEF1) abaixo do previsto (60 e 67% respectivamente). As espirometrias realizadas nos dias subseqüentes evidenciaram melhora progressiva destes parâmetros. No 10º dia após o acidente constatou-se aumento de 20% da CVF e de 17% do VEF1 comparativamente ao exame inicial. A relação entre VEF1 e a CVF manteve-se praticamente inalterada e em valores próximos ao previsto, caracterizando distúrbio ventilatório do tipo restritivo. O comprometimento respiratório nestes pacientes foi atribuído à ação da crotoxina na musculatura respiratória desde que não se encontravam presentes outras condições etiológicas que pudessem ocasioná-lo como uremia avançada, atelectasias, infecção pulmonar, hipopotassemia, congestão e edema pulmonar agudo. Resumo em inglês Three patients presented respiratory abnormalities following Crotalus durissus snakebite. These abnormalities appeared in the first 48 h after the snake bite and consisted of dyspnea, tachypnea, use of accessory muscles of respiration (cases 1 and 2) and flaring of the nostrils (case 2). Cases 1 and 2 developed acute respiratory failure. Case 2, 24 h after the snakebite presented difficult breathing and periods of apnea. He was intubated in the emergency room and transfer (mais) red to the intensive case unit where he arrive with spontaneous breathing. His respiratory pattern worsened and measurement of arterial pH and blood gases showed metabolic and respiratory acidosis with partial carbon dioxide pressure increasing from 40 to 50,3 mmHg compatible with acute ventilatory failure. Both patients needed mechanical ventilation. Weaning from the ventilator was accomplished after 33 days in case 1 and after 15 days in case 2. Both patients also presented acute renal failure treated with peritoneal dialysis with full recovery of the renal function. Measurements of forced vital capacity (FVC) and forced expiratory volume in the first second (FEV 1.0) was carried out 58 hours after the snakebite in case 3. Both FVC and FEV 1.0 were reduced in relation to the predicted values (60 and 67% respectively) but the ratio FEV 1.0/FVC was in the normal range. These findings were compatible with a restrictive pattern of ventilatory failure. Serial measurements showed progressive increase of both FVC and FEV 1.0 reaching 72 and 79% of the predicted values, respectively, in the 10 th day after the snakebite. Case 1 developed deep coma attributed to cerebral hypoxia suffered during several episodes of seizure and died of pulmonary infection 10 months after the snakebite. Cases 2 and 3 recovered completely. These respiratory abnormalities were attributed to the action of crotoxin in the respiratory muscles since the patients did not present complications such as severe uremia, atelectasis, pulmonary infection, cardiac failure and pulmonary edema that could also produce them.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Características fisiológicas e anatômicas de plantas de sibipiruna submetidas à hipoxia/ Physiological and anatomical characteristics of Sibipiruna plants under hipoxia

Henrique, Paôla de Castro; Alves, José Donizeti; Goulart, Patrícia de Fátima Pereira; Deuner, Sidnei; Silveira, Neidiquele Maria; Zanandrea, Ilisandra; Castro, Evaristo Mauro de
2010-02-01

Resumo em português Plantas em seu ambiente natural estão sujeitas a condições adversas, passando por períodos de estresse breves ou duradouros. Algumas espécies desenvolvem mecanismos que as fazem suportar as condições adversas, permitindo sua sobrevivência. O objetivo deste estudo foi avaliar as respostas fisiológicas e anatômicas no desenvolvimento inicial de plantas de sibipiruna submetidas à hipoxia. Plantas com três a quatro folhas completamente expandidas foram submetidas (mais) a três tratamentos: plantas sem alagamento, alagadas nas raízes e totalmente alagadas. Foram realizadas avaliações dos teores de amido, açúcares solúveis totais e redutores em folhas e raízes coletadas a cada cinco dias, durante 30 dias. Características anatômicas foram avaliadas 15 dias após o início de cada tratamento. A maior redução nos teores de amido nas folhas e raízes foi observada nas plantas totalmente alagadas. Para açúcares solúveis totais e redutores, foi observado comportamento semelhante ao obtido em amido; porém, as plantas alagadas nas raízes apresentaram, em alguns períodos de avaliação, teores, principalmente nas raízes, superiores aos observados nas plantas sem alagamento. Essas plantas também apresentaram maior densidade estomática em relação aos demais tratamentos. Para a espessura do córtex e do cilindro vascular das raízes, foi observada uma redução para os tratamentos alagados, cujas plantas totalmente alagadas apresentaram uma maior barreira apoplástica imposta pelo espessamento em fi caracterizada pela formação de septos nas células próximas à endoderme. Resumo em inglês Plants in their natural environment are subject to adverse conditions, and the stress periods can be short or long. Some species develop mechanisms that make them bear the adverse conditions, allowing their survival. The aim of this study was to evaluate the anatomic and physiological responses in the initial development of Sibipiruna plants submitted to hypoxia. Plants with three to four leaves fully expanded were subjected to three treatments: plants without flooding, f (mais) looded on roots and totally flooded. Evaluations were carried out in the starch, total soluble sugars and reducing sugars levels in the leaves and roots collected every five days, for 30 days. Anatomical characteristics were evaluated 15 days after the beginning of each treatment. The largest reduction in starch level in leaves and in roots was observed in plants completely flooded. For total soluble sugars and reducing sugars were observed behavior similar to that achieved in starch However, the plants which had flooded roots, in some periods of assessment, had levels, mainly in the roots, higher than the plants without flooding. These plants also showed higher stomatal density than the other treatments. For the thickness of the cortex and the cylinder vascular roots, a reduction was observed for the flooded treatment, which completely flooded plants had a higher apoplastic barrier imposed by thickening in phi, which is characterized by the formation of septa in cells near the endodermis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Avaliação experimental de novo eletrodo para implante de marca-passo em fetos/ Experimental assessment of a new electrode for fetal pacing

Assad, Renato Samy; Thomas, Petrônio Generoso; Valent, Acrísio Sales; Costa, Roberto; Barbero-Marcial, Miguel; Oliveira, Sérgio Almeida de
2006-09-01

Resumo em português OBJETIVO: O bloqueio atrioventricular total (BAVT) fetal apresenta mau prognóstico quando associado à hidropisia. O implante de marca-passo pode melhorar as chances de sobrevida fetal. Este estudo analisa as características eletrofisiológicas do novo eletrodo de marca-passo fetal, a hemodinâmica e metabolismo fetal sob freqüências cardíacas variadas. MÉTODO: O novo eletrodo (formato de "T") foi implantado no coração de cinco fetos de cabras. O débito cardíaco (mais) fetal foi medido com fluxômetro. O BAVT foi obtido por meio da crioablação do nó atrioventricular fetal. Os parâmetros eletrofisiológicos, hemodinâmica e metabolismo fetal foram analisados sob diversas freqüências cardíacas. RESULTADOS: O eletrodo fetal apresentou baixos limiares agudos, sem falhas no comando do estímulo. A curva do limiar de estimulação permaneceu relativamente constante para larguras de pulso acima de 0,5 mseg. A resistência foi de 1050,4 ± 76,6 ohms; e a onda R foi de 8,6 ± 5,6 mV. A freqüência cardíaca fetal abaixo de 60 bpm produziu baixo débito cardíaco fetal e hipotensão arterial (p Resumo em inglês OBJECTIVE: The prognosis of congenital complete heart block (CHB) is very poor when manifested with fetal hydrops. Fetal pacing may improve the survival rate. This study aims to assess the electrophysiological characteristics of a new lead, as well as fetal hemodynamic and metabolism under different fetal heart rates. METHODS: The new lead (T-shaped) was deployed into the myocardium of five fetal goats. Fetal cardiac output was measured by a flow transducer. CHB was achie (mais) ved by cryosurgical ablation of fetal AV node. Electrophysiological parameters, hemodynamic and metabolic behavior of the fetus under different fetal heart rates were evaluated. RESULTS: The acute stimulation thresholds were consistently low. The voltage strength-duration curve remained relatively constant at pulse widths > 0.5 msec. The stimulation resistance was 1050.4 ± 76.6 ohms, and the sensed fetal R wave was 8.6 ± 5.6 mV. Fetal heart rate bellow 60 bpm was associated to low cardiac output and low blood pressure (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Avaliação da porosidade e placa férrica de raízes de arroz cultivado em hipoxia/ Evaluation of porosity and iron plaque on rice roots grown under hypoxia

Holzschuh, Marquel Jonas; Bohnen, Humberto; Anghinoni, Ibanor
2010-10-01

Resumo em português A alta difusividade do oxigênio em diversos materiais dificulta a criação e, ou, manutenção de um ambiente livre de O2. As técnicas utilizadas são pouco eficientes na exclusão do O2 e, portanto, não expressam a condição do solo alagado. Os objetivos deste trabalho foram desenvolver um método para obtenção de raízes em condição de hipoxia e avaliar a placa férrica e a formação de aerênquima no arroz. Foi criada uma condição de hipoxia semelhante à d (mais) o solo alagado em tanques de 50 L, explorando a capacidade de difusão do O2 por meio do vinil em contato com solo reduzido. Cada tanque preenchido com solo (Gleissolo háplico) recebeu cinco sacos de vinil e foi mantido alagado. Plantas dos genótipos IRGA 423 e IRGA 424 previamente cultivadas em campo foram coletadas, tendo as raízes cortadas junto ao colo, lavadas e um terço da lâmina foliar removido. Cada saco de vinil recebeu 12 plantas de cada genótipo e solução nutritiva. Após sete dias, as novas raízes adventícias formadas foram utilizadas na determinação da porosidade e a da placa férrica em segmentos de 0-2, 2-4 e 4-6 cm a partir da ponta da raiz. As raízes foram colocadas em contato com a solução de um solo em processo de redução por 4 h e a placa férrica determinada após a extração do Fe com HCl 0,5 mol L-1. A porosidade foi determinada pela aplicação de ciclos de vácuo, com auxílio de seringas. A diferença de peso antes e depois do tratamento com vácuo e entrada de água foi assumida como sendo a estimativa da magnitude do aerênquima ao longo da raiz. A eficácia do método foi testada com a produção de raízes adventícias em saco de vinil com aeração e hipoxia. A porosidade nas raízes foi maior em ambiente hipóxico, comparado à aeração. A porosidade foi maior na proximidade da base da planta e, à medida que a porosidade aumentou, houve aumento do conteúdo de Fe na superfície das raízes, indicando que a placa férrica pode servir como estimativa da formação de aerênquima no arroz. O método de obtenção de raízes foi eficiente em promover a eliminação de O2 do saco de vinil para estudar a formação do aerênquima. Resumo em inglês The high oxygen diffusion in different materials makes the establishment and maintenance of oxygen-free environments difficult. The techniques used to obtain oxygen-free environments are little efficient and not representative of flooded soil conditions. The purpose of this study was to develop a method for obtaining roots in a hypoxic environment to evaluate iron plaque and aerenchyma formation in rice plants. A hypoxic condition similar to that of flooded soils was crea (mais) ted in 50 L tanks, based on the oxygen diffusion capacity through vinyl plastic in contact with flooded soil. Each tank was filled with soil (Gley soil), five vinyl bags and then flooded. Rice plants of the genotypes IRGA 423 and IRGA 424 grown in the field were collected, the roots cut at the stem, washed and 1/3 of the leaves removed. Each bag was filled with 12 plants of each genotype and nutrient solution. After seven days, the new adventitious roots were used to determine the iron plaque and aerenchyma formation in the segments 0-2, 2-4 and 4-6 cm from the root tips. The roots were exposed the solution of a flooded soil for 4 hours. The iron plaque was determined in the root segments after iron extraction with HCl 0.5 mol L-1. Porosity was determined in vacuum cycles applied with a syringe. The weight difference before and after vacuum treatment and water entrance was assumed as estimate of the magnitude of the aerenchyma of the roots. The method was tested with the production of new adventitious roots in vinyl bags under aerated and hypoxic conditions. Root porosity was higher in the hypoxic than in the aerated environment. Porosity was higher near plant base and as porosity increased, iron increased near the root surface, indicating the iron plaque as a parameter to estimate aerenchyma formation in rice roots. The tested root-growth method was efficient in eliminating O2 from the vinyl bags to study aerenchyma formation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Atualização em síndrome da apnéia obstrutiva do sono na infância/ Update in obstructive sleep apnea syndrome in children

Balbani, Aracy P. S.; Weber, Silke A. T.; Montovani, Jair C.
2005-02-01

Resumo em português A prevalência de SAOS em crianças é de 0,7-3%, com pico de incidência nos pré-escolares. Fatores anatômicos (obstrução nasal severa, más-formações craniofaciais, hipertrofia do tecido linfático da faringe, anomalias laríngeas, etc.) e funcionais (doenças neuromusculares) predispõem à SAOS na infância. A principal causa da SAOS em crianças é a hipertrofia adenotonsilar. As manifestações clínicas mais comuns são: ronco noturno, pausas respiratórias, (mais) sono agitado e respiração bucal. A oximetria de pulso noturna, a gravação em áudio ou vídeo dos ruídos respiratórios noturnos e a polissonografia breve diurna são métodos úteis para triagem dos casos suspeitos de SAOS em crianças, e o padrão-ouro para diagnóstico é a polissonografia em laboratório de sono durante uma noite inteira. Ao contrário dos adultos com SAOS, as crianças costumam apresentar: menos despertares associados aos eventos de apnéia, maior número de apnéias/hipopnéias durante o sono REM e dessaturação mais acentuada da oxihemoglobina mesmo nas apnéias de curta duração. O tratamento da SAOS pode ser cirúrgico (adenotonsilectomia, correção de anomalias craniofaciais, traqueostomia) ou clínico (higiene do sono, pressão positiva contínua nas vias aéreas - CPAP). Resumo em inglês The prevalence of OSAS in children is 0.7-3%, with peak incidence in pre-schoolers. It is characterised by partial or complete upper airway obstruction during sleep, causing intermittent hypoxia. Both anatomical (severe nasal obstruction, craniofacial anomalies, hypertrophy of the pharyngeal lymphoid tissue, laryngeal anomalies, etc.) and functional factors (neuromuscular diseases) predispose to OSAS during childhood. The main cause of OSAS in children in adenotonsillar h (mais) ypertrophy. The most common clinical manifestations of OSAS are: nocturnal snoring, respiratory pauses, restless sleep and mouth breathing. Nocturnal pulse oximetry, nocturnal noise audio/videotape recording and nap polysomnography are useful tools for screening suspected cases of OSAS in children, and the gold-standard for diagnosis is overnight polysomnography in the sleep laboratory. On the contrary of SAOS adults, children usually present: less arousals associated to apnea events, more numerous apneas/hypopneas during REM sleep, and more significant oxihemoglobin dessaturation even in short apneas. The treatment of OSAS may be surgical (adenotonsillectomy, craniofacial abnormalities correction, tracheostomy) or clinical (sleep hygiene, continuous positive airway pressure - CPAP).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Aspectos morfo-anatômicos e fisiológicos de Peltophorum dubium (Spr.) Taub. submetida ao alagamento e à aplicação de etrel

MEDRI, MOACYR E.; BIANCHINI, EDMILSON; PIMENTA, JOSÉ A.; DELGADO, MARCOS F.; CORREA, GERALDO T.
1998-12-01

Resumo em português Visando elucidar aspectos de tolerância das plantas à hipoxia, estudaram-se os efeitos do alagamento e da aplicação de etrel em P. dubium (canafístula), num período de 70 dias. Durante o experimento foram avaliados a espessura da base do caule e a alocação de matéria seca para as raízes, caules e folhas. A inundação provocou aumento da espessura da base do caule e grande hipertrofia de lenticelas. A aplicação de etrel não induziu a formação de raízes adv (mais) entícias, porém estimulou a hipertrofia de lenticelas. O alagamento e/ou aplicação de etrel afetaram significativamente o crescimento e o desenvolvimento das plantas. Este efeito foi maior nas plantas alagadas que tiveram suas lenticelas vedadas. Os resultados indicam que P. dubium pode tolerar certos períodos de inundação, possivelmente em razão das modificações morfo-anatômicas induzidas por variações nos níveis hormonais, lideradas pelo etileno. Resumo em inglês The effects of flooding and ethrel application on P. dubium for a 70-day period were studied in order to elucidate the aspects of plants tolerance to hypoxia. During the experiment the thickness of the stem base, and the allocation of dry matter for the roots, stems and leaves were evaluated. Flooding increased both the thickness of the stem base as well as a great hypertrophy of the lenticels. The ethrel application did not induce the formation of adventitious roots, but (mais) it stimulated the hypertrophy of lenticels. The flooding and/or ethrel application significantly affected the growth and development of the plants. This effect was greater in the flooded plants which had their lenticels sealed. The results show that P. dubium can tolerate periods of flooding, possibly because of the morpho-anatomic modifications induced by variations in the hormone levels, led by ethylene.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Asfixia perinatal e comportamento maternal

Canete, Sandra; Pires, António
2002-07-01

Resumo em português O presente estudo tem como objectivo construir um modelo teórico acerca do comportamento de mães de crianças que fizeram asfixia perinatal. Os participantes são quatro mães cujos filhos têm idades compreendidas entre os quatro meses e os três anos de idade. Três das participantes eram primíparas e uma tinha já um filho. As mães foram contactadas na Maternidade Dr. Alfredo da Costa, tendo os dados sido recolhidos através de entrevistas semi-estruturadas. A aná (mais) lise dos dados foi feita através do método Grounded Theory e permitiu constatar que toda a situação de crise é vivenciada por etapas, as mães têm necessidade de separar a situação em fases, como o nascimento, a alta da mãe, o internamento do bebé, a alta da criança e a fase pós-alta da criança. Algumas categorias reveladoras da situação vivida pelas mães destas crianças no período pós-alta são a preocupação em relação ao desenvolvimento, vigilância permanente do desenvolvimento da criança e como consequência uma dependência entre a mãe e a criança. Resumo em inglês The purpose of the present study is to build a theoretical model about parental behavior of mothers of children who have suffered from perinatal hypoxia. The participants are 4 mothers of children aged 4 months to 3 years old. Three of the participants were primiparous mothers. Mothers were contacted at Maternity ward. Data was collected by means of semi-structured interviews and analyzed according to the Grounded Theory. We found that all crisis is lived trough stages, m (mais) others need to separate the birth, mothers discharge from the maternity ward, the child's' internment, and baby's discharge, and at home with the baby. Some categories from the after the child's discharge include mothers' concern about child development, vigilance of child development and as consequence mother and child dependence.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Angiogênese e doenças da retina/ Angiogenesis and retinal diseases

Damico, Francisco Max
2007-06-01

Resumo em português Angiogênese é o processo de formação de vasos sangüíneos a partir de vasos preexistentes, que ocorre em condições fisiológicas e patológicas. É fenômeno complexo no qual participam inúmeras moléculas que estimulam e inibem a formação dos neovasos. O aumento da permeabilidade vascular e a neovascularização sub-retiniana são as causas da perda visual nas doenças proliferativas da retina, como a degeneração macular relacionada à idade e a retinopatia d (mais) iabética, e o fator de crescimento do endotélio vascular ("vascular endothelial growth factor", VEGF) desempenha um papel muito importante nesse processo. Existem quatro isoformas da molécula de VEGF biologicamente ativas em seres humanos, das quais o VEGF165 é a isoforma predominante no olho humano, e existem evidências de que seja a isoforma responsável pela neovascularização patogênica no olho. Além de ser potente mitógeno de células endoteliais, o VEGF aumenta a permeabilidade vascular, inibe a apoptose das células endoteliais e promove migração de precursores de células endoteliais. O VEGF não é a única molécula cuja expressão está aumentada na angiogênese patológica. O fator de crescimento de fibroblasto ("basic fibroblast growth factor", bFGF), as angiopoetinas, o fator derivado do epitélio pigmentado ("pigment epithelium-derived factor", PEDF) e os fatores de adesão relacionados à matriz extracelular também exercem papel importante no balanço entre fatores pró- e antiangiogênicos. Todo o conhecimento adquirido sobre o mecanismo da angiogênese ocular patológica tem possibilitado o desenvolvimento de vários inibidores desse processo. Atualmente existem dois anticorpos anti-VEGF para uso intravítreo e outras abordagens terapêuticas do bloqueio da angiogênese ocular estão em fase de desenvolvimento. As novas drogas deverão ser armas poderosas no tratamento das principais causas de cegueira legal irreversível em indivíduos com mais de 65 anos. Resumo em inglês Angiogenesis is the process involving the growth of new blood vessels from preexisting vessels which occurs in both physiologic and pathological settings. It is a complex process controlled by a large number of modulating factors, the pro-and antiangiogenic factors. The underlying cause of vision loss in proliferative retinal diseases, such as age-related macular degeneration and proliferative diabetic retinopathy, are increased vascular permeability and choroidal neovasc (mais) ularization, and vascular endothelial growth factor (VEGF) plays a central role in this process. VEGF is produced in the eye by retinal pigment epithelium (RPE) cells and is upregulated by hypoxia. There are four major biologically active human isoforms, of which VEGF165 is the predominant in the human eye and appears to be the responsible for pathological ocular neovascularization. Besides being a potent and specific mitogen for endothelial cells, VEGF increases vascular permeability, inhibits endothelial cells apoptosis, and is a chemoattractant for endothelial cell precursors. VEGF is not the only growth factor involved in ocular neovascularization. Basic fibroblast growth factor (bFGF), angiopoietins, pigment epithelium-derived factor (PEDF), and adhesion molecules also play a role in the pro- and antiangiogenic balance. Advances in the understanding of the bases of pathological ocular angiogenesis and identification of angiogenesis regulators have enabled the development of novel therapeutic agents. Anti-VEGF antibodies have been developed for intravitreal use, and other approaches are currently under investigation. These new drugs may be powerful tools for the treatment of the leading causes of irreversible blindness in people over age 65.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

Alguns aspectos da função endotelial em cirurgia cardíaca/ Some aspects of the enothelial function in cardiac surgery

Évora, Paulo Roberto B; Pearson, Paul J; Schaff, Hartzell V
1993-09-01

Resumo em português Este estudo mostra alguns aspectos da função endotelial relacionados, diretamente, com a cirurgia cardíaca: 1) Após isquemia miocárdica global seguida de reperfusão, o endotélio coronariano perde a habilidade de expressar vasodilatação endotélio-dependente mediada por receptores, ao passo que o relaxamento endotélio-dependente mediado pelo cálcio ionóforo A23187 e a fosfolipasec C, que não dependem de estimulação de receptores, encontra-se inalterada. O re (mais) laxamento produzido pelo fluoreto de sódio, o qual atua através de G-proteína(s), encontra-se comprometido. Estes experimentos indicam que o comprometimento da produção de EDRF/NO mediada por receptores após a lesão de reperfusão possa ser devido a uma disfunção de G-proteínas que liga os receptores da célula endotelial à via da síntese de EDRF/ NO; 2) Quarenta e cinco minutos de parada cardioplégica de corações de cães, pela solução St.Thomas não comprometem a produção de EDRF/NO em artérias epicárdicas coronárias. Estudos farmacológicos in vitro semelhantes, testando-se os efeitos da solução UW, suportaram o conceito de que ela não lesa o endotélio coronariano sendo segura para a preservação cardíaca durante transplantes cardíacos; 3) Em segmentos de artérias coronárias, renais, femorais, e em segmentos de artéria pulmonar, a protamina induziu vasodilatação endotélio-dependente, mediada pela estimulação da liberação de EDRF/NO. Nas circulações coronariana e sistêmica, ao contrário do que se verificou nos experimentos envolvendo a circulação pulmonar, este efeito foi independente da presença de heparina; 4) Em 83% dos ensaios biológicos, o efluente da AMI esquerda induziu um relaxamento maior do anel coronariano bioensaiado do que o efluente da AMI direita,por liberação basal de EDRF/NO. Este inibe a adesividade e a agregação plaquetárias e a aterogêne, contribuindo para os resultados superiores obtidos quando se utiliza esta artéria para a revascularização do miocárdio. Quando expostos à hipoxia, as atividades vasodilatadoras da AMI e da veia safena foram maiores. Esta acentuação da vasodilatação causada pela hipoxia foi inibida pelo tratamento com a indometacina, e, rapidamente, revertida, quando se restabeleceu a normóxia. Resumo em inglês This study shows some aspects of endothelial function closely related with cardiac surgery: 1) Following global myocardial ischemia and reperfusion, the coronary endothelium has an impaired ability to express endothelium-dependent vasodilation to the receptor-dependent agonists while endothelium-dependent relaxation to the receptor-independent A23187 and phospholipase C is unaltered. The relaxation to sodium fluoride, which acts on a pertussis toxin-sensitive G-protein is (mais) impaired. These experiments indicate that impaired receptor-mediated production of EDRF/NO following reperfusion injury could be due to G-protein dysfunction in the pathway which links endothelial cell receptors to the pathway of EDRF/NO synthesis; 2) Forty-five minutes of cardioplegic arrest of the canine heart does not alter the production EDRF/NO in the epicardial coronary artery. Similar experiments support the concept that UW solution is safe for cardiac preservation during heart transplantation; 3) In coronary, renal, femoral and pulmonary arterial segments, protamine induced endothelium-dependent vasodilation mediated by the stimulated release of EDRF/NO. In the pulmonary circulation, differently of the coronary, renal and femoral arteries, protamine-induced endothelium-dependent vasodilation could be inhibited by comparable amounts of heparin, and this effect was overcome by adding additional protamine; 4)ln 83% of the superfusion experiments, effluent from the left IMA induced greater relaxation of the bioassay ring than did the right IMA due to the basal release of EDRF/NO. Because EDRF/NO induces vasodilation and also inhibits platelet adhesion, platelet aggregation, and atherogenesis, luminal release of EDRF/NO by the IMA could contribute to superior results when the artery is used in bypass grafting. Upon exposure of the grafts to hypoxia, the vasodilator activity of effluent from both IMA and saphenous vein grafts was augmented.This hypoxic augmentation could be inhibited by indomethacin treatment and the relaxation was quickly reversed with return to normoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

Adaptações morfofisiológicas da soja em solo inundado/ Morphophysiologic changes of soybean in flooded soils

Pires, João Leonardo Fernandes; Soprano, Eliséo; Cassol, Bibiana
2002-01-01

Resumo em português Há restrições ao crescimento de plantas em condições de inundação do solo, o que limita a sua exploração agrícola a poucas espécies. A soja pode ser uma alternativa, pela alta capacidade adaptativa a estas condições. O objetivo deste trabalho foi identificar as formas de adaptação da soja à inundação do solo, e estabelecer a melhor estratégia para fornecimento de N em solos inundados. Foi conduzido um experimento em casa de vegetação, na Faculdade de (mais) Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), de setembro a novembro de 1998. Foram testadas duas cultivares de soja (FT-Abyara e BR 4) cultivadas sob dois regimes hídricos (inundação e capacidade de campo) e duas estratégias de fornecimento de N (inoculação e N mineral). Manteve-se a soja sob inundação do estádio V2 até V5 (21 dias). A soja apresentou mecanismos que permitem sua adaptação a condições de hipoxia geradas pela inundação do solo. Houve redução nos teores de N, K, Mg e Mn, e aumento nos teores de Fe nas folhas, quando da inundação. Existiram diferenças entre cultivares em solo inundado, destacando-se a cultivar FT-Abyara, pela maior adaptação. O diâmetro do caule sob a lâmina de água foi a característica mais importante na diferenciação de cultivares com vistas a tolerância à inundação. A melhor estratégia para fornecimento de N em condições de solo inundado foi a aplicação de N mineral em cobertura. Porém, mesmo em solo inundado ocorreu nodulação em soja. Resumo em inglês There are restrictions to the growth of plants in flooded soils, and this limits their agricultural exploration to few species. Soybean is becoming an alternative, due to its high adaptation capacity to these conditions. The objective of this work was to identify the forms of adaptation of soybean in flooded soils, and to establish the best strategy for supplying N in flooded conditions. An experiment was carried out in greenhouse in the Faculdade de Agronomia of Universi (mais) dade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), in Brazil, from September to November 1998. Two cultivars of soybean (FT-Abyara and BR 4) grown under two humidity conditions (flooded soil and field capacity) and two strategies for supplying nitrogen (inoculation and mineral N) were tested. The soybean stayed under flood from stadium V2 to V5 (21 days). Soybean presented mechanisms (stem base hypertrophy and adventitious roots with aerenchyma), that allowed its adaptation to hypoxia conditions under flooded soil. There was reduction in the levels of N, K, Mg and Mn and increase in the level of Fe in the leaves when flooded. Differences existed between cultivars under flooded soil; cultivar FT-Abyara was the best adapted. Stem diameter under flooded conditions was the most important characteristic in the differentiation of cultivars for tolerance to flooding. The best strategy for supplying N in conditions of flooded soil was the application of mineral N in covering. Even under flood, nodulation in soybean happened.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

Acurácia do teste de Clements para avaliação da maturidade pulmonar fetal em gestantes com doença hipertensiva específica da gestação/ Accuracy of Clements' test for evaluation of fetal lung maturation in preeclamptic patients

Amorim, Melania Maria Ramos de; Faúndes, Aníbal; Santos, Luiz Carlos; Azevedo, Elvira
1998-06-01

Resumo em português Objetivos: determinar sensibilidade, especificidade e valor preditivo positivo e negativo do teste de Clements para avaliação da maturação pulmonar fetal na DHEG. Métodos: foi realizado um estudo prospectivo para validação de técnica diagnóstica, envolvendo 163 gestantes (com idade gestacional entre 28-34 semanas) internadas no IMIP com diagnóstico de DHEG (leve, grave, pura ou superposta) e indicação de pesquisa de maturidade pulmonar fetal. O diagnóstico de (mais) DHEG e suas formas clínicas foi realizado de acordo com os parâmetros propostos pelo "National High Blood Pressure Working Group", 1990. O teste de Clements foi realizado em três tubos, considerando-se para análise os resultados positivos, intermediários e negativos (em relação à presença ou não de maturação pulmonar fetal). Os parâmetros de acurácia já descritos foram calculados levando em consideração a real incidência de doença da membrana hialina (maturidade positiva = ausência de doença) ao nascimento. A análise dos dados foi realizada em Epi-Info 6.04, utilizando-se o teste chi² de associação e considerando-se um nível de significância de 5%. Resultados: para determinação da acurácia do método, foram considerados os resultados intermediários como positivos ou negativos. Quando estes foram considerados positivos, determinou-se uma sensibilidade de 87,9% e uma especificidade de 74,5%, valor preditivo positivo e negativo de respectivamente 89,4% e 71,4%, com uma acurácia de 84%. Em se analisando como negativos esses resultados intermediários, a sensibilidade caiu para 62%, ao passo que a especificidade elevou-se para 89,4%, com um valor preditivo positivo de 93,5% e valor preditivo negativo de 51,2% (acurácia em torno de 70%). Os resultados falso-positivos foram raros e em geral associados à hipoxia neonatal: somente 5 (6.5%) de 77 recém-nascidos com Clements positivo apresentaram DMH após o nascimento. No entanto, os resultados falso-negativos foram freqüentes, em torno de 40% para os resultados negativos/intermediários. Conclusões: o teste de Clements representa um bom teste para investigação maturação pulmonar fetal em casos de DHEG, sendo raros os resultados falso-positivos. No entanto, em virtude da especificidade baixa, com elevada freqüência de resultados falso-negativos, seus resultados devem ser analisados com cautela, complementando-se a pesquisa de maturidade com outros métodos (sobretudo em casos graves, quando a maturidade pulmonar presente irá determinar a indicação de interrupção da gestação). Resumo em inglês Objectives: To determine sensitivity, specificity, positive and negative predictive values of the shake test (Clements) for evaluation of fetal lung maturation in preeclamptic patients. Methods: A prospective study for validation of a diagnostic method was conducted enrolling 163 preeclamptic patients (gestational age between 28-34 weeks) admitted at CAM-IMIP with indication for fetal maturity testing. Preeclampsia diagnosis and classification followed criteria of the Nat (mais) ional High Blood Pressure Working Group, 1990. Clements' test was performed in three tubes and positive, negative or intermediate results were considered for analysis (related to presence or absence of fetal lung maturity). Accuracy parameters were calculated considering actual incidence of hyaline membrane disease (positive maturity = absent disease) after birth. Hyaline membrane disease was defined by criteria of CLAP, 1978. Statistical analysis was performed using c² test (Epi-Info 6.04b) with a 5% significance level. Results: Intermediate results were considered alternately as positive or negative for analysis. When considered positive, sensitivity was 87.9% and specificity 74.5% with positive and negative predictive values of 8.9.4% and 71.4% respectively - efficiency was 84%. When intermediate results were evaluated as negative, sensitivity decreased to 62% and specificity raised to 89.4% and positive and negative predictive values were 93.5% and 51.2% respectively (efficiency = 70%). False-positive results were rare and usually related to neonatal hypoxia: only 5 (6.5%) of 77 neonates with previous positive Clements had hyaline membrane disease. Nevertheless, false negatives were frequent: almost 40% for negative/intermediate results. Conclusions: Despite its limitations, Clements' test remains a good method for investigation of fetal lung maturation in preeclamptic patients since false positive results are unusual. However sensitivity is low and results have be cautiously analyzed because of elevated rate of false negative results. A good policy is to complement fetal maturity investigation with other tests if a negative result is determined, specially in severe cases when confirmed maturity represents indication for interruption of pregnancy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

A terapia celular no tratamento da isquemia crítica dos membros inferiores/ Cell therapy for the treatment of critical ischemia of the lower limbs

Araújo, José Dalmo de; Araújo Filho, José Dalmo de; Ciorlin, Emerson; Ruiz, Milton Artur; Ruiz, Lílian Piron; Greco, Oswaldo Tadeu; Lago, Mario Roberto; Ardito, Roberto Vito
2005-01-01

Resumo em português Os autores fazem um histórico sobre as pesquisas com células-tronco embrionárias e do cordão umbilical, suas respectivas vantagens e desvantagens. Seguem com as discussões sobre células-tronco adultas, sua definição, histórico, fontes e participação nos processos de regeneração tecidual, particularmente no endotélio. Ressaltam a importância de fatores que mobilizam as células-tronco adultas a partir da medula óssea: citocinas, angiopoietinas e outros fato (mais) res de crescimento. As células-tronco adultas mobilizam-se sob a forma de células endoteliais progenitoras, que têm origem comum com as células endoteliais a partir dos hemangioblastos. Os fatores de mobilização manifestam-se em condições de hipoxia e fazem com que as células endoteliais progenitoras se localizem nos locais de isquemia para produzir a neovasculogênese, que se faz por três possíveis mecanismos: a angiogênese (formação de novos capilares a partir de brotos de capilares já existentes), a arteriogênese (relacionada à circulação colateral) e a vasculogênese (vasos realmente novos). Fazem, a seguir, uma análise da literatura relativa à experimentação animal e aos estudos clínicos. Concluem ressaltando que as células-tronco adultas, embora tenham um grande potencial de uso, ainda demandam muito estudo e pesquisa para se firmar como método terapêutico. Resumo em inglês The authors review the history of the researches on embryonic and umbilical cord vein stem cells, their advantages and disadvantages. They proceed with comments on adult stem cells, their concept, history, sources and role on tissue regenerative processes, mainly on the endothelium. They stress the importance of factors that mobilize the adult stem cells from the bone marrow: cytokines, angyopoietine and other growth factors. The adult stem cells are mobilized as endothel (mais) ial progenitor cells, which have a common origin with the endothelial cells from the hemangioblasts. The mobilizing factors are activated under hypoxia and promote the homing of the endothelial progenitor cells on the ischemic sites in order to generate the neovasculogenesis, which is accomplished through three possible mechanisms: angiogenesis (new capillaries from sprouts of the existing ones), arteriogenesis (related to collateral circulation) and vasculogenesis (actual new vessels). An appraisal of the literature is made with regard to animal and clinical sets Finally, they stress that adult stem cells, although bearing an enormous potential, still demand a considerable amount of work to become a current therapeutic method.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)