Sample records for hypertonic solutions
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 12 shown.



1

Viabilidade celular da mucosa do intestino delgado de ratos, após correção de choque hipovolêmico com solução de NaCl 7,5%/ Celular viability of rat small bowel mucosa, after hypovolemic shock correction with NaCl 7,5% solution

Brito, Marcus Vinicius Henriques; Nigro, Amaury José Texeira; Montero, Edna Frasson de Souza; Nascimento, José Luiz Martins do; Silva, Paula Roberta Ferreira da; Siqueira, Roberta Bianca Peres
2003-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar o efeito da correção volêmica com diferentes tipos de solução, na mucosa do intestino delgado de ratos. MÉTODOS: Foram utilizados 120 ratos Wistar (Rattus norvegicus albinus), machos, adultos, com peso individual entre 310 e 410g, oriundos do Instituto Evandro Chagas de Belém do Pará, submetidos a período de adaptação por 15 dias, recebendo água e ração ad libitum, durante todo o experimento. Os animais foram distribuídos em: Grupo Padrão (mais) (P), Grupo Choque (C), Grupo Solução Fisiológica (SF) e Grupo Solução Hipertônica (SH), com 30 animais cada. Estes foram divididos em subgrupos com 10 animais cada, de acordo com o dia de pós-operatório (DPO) previsto para a eutanásia dos animais, (1º, 3º ou 7º DPO), sendo após esta, colhido material para realização de teste de absorvância pelo MTT em todos os animais. RESULTADOS: O grupo SF apresentou menores índices de viabilidade celular comparado aos grupos SH e C (p Resumo em inglês PURPOSE: Study the effect of the volemic correction with different solutions, in the mucous of the small bowel in rats. METHODS: Were used 120 rats Wistar (Rattus norvegicus albinus), males, adults, seemingly healthy, with individual weight varying between 310 and 410g, originating from of the Instituto Evandro Chagas of Belém of Pará, submitted to an adaptation period of 15 days, receiving water and ration ad libitum, during the role experiment. For the research, ten a (mais) nimals were distributed, in groups and subgroups as following: Standard group (S), Shock group (Sh), Physiological Solution group (PS) and Hypertonic Solution Group (HS). The groups were divided in subgroups with 10 animals each, in agreement with the day of postoperative (DPO) foreseen for the euthanasis of the animals, (1st, 3rd or 7th DPO), being after this, picked material for cellular viability in every animals. RESULTS: The group PS took less quantity viable cells. CONCLUSION: The volemic correction with chloride of sodium solution at 7.5%, when compared the correction with chloride of sodium at 0.9% (isotonic solution), took the maintenance of larger amount of viable cells, in the small bowel in rats.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Variação da pressão sistólica como indicadora precoce de hipovolemia e guia de reposição volêmica com solução hiperosmótica e hiperoncótica no cão/ Systolic pressure variation as an earlier hypovolemia indicator and a guide for volume replacement with hypertonic and hyperoncotic solution in dogs/ Variación de la presión sistólica como indicadora precoz de hipovolemia y guía de reposición volemica con solución hiperosmótica e hiperoncótica en el perro

Paiva Filho, Odilar de; Braz, José Reinaldo Cerqueira; Silva, Fredson de Paula e; Pedro, Tiago Otávio; Nascimento Júnior, Paulo do
2003-06-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Estudos introduziram novo método para avaliação da pré-carga, baseado na análise da variação da pressão sistólica (VPS) durante ventilação artificial. O objetivo desta pesquisa é avaliar se a VPS e sua derivada delta down (ddown) são indicadoras precoces de hipovolemia e guias de reposição volêmica com solução hiperosmótica e hiperoncótica. MÉTODO: Doze cães foram submetidos a sangramentos parciais de 5% da volemia até se (mais) atingir 20% da volemia (14 ml.kg-1). Antes (controle) e após cada sangramento foram realizadas análises hemodinâmicas, respiratórias e sangüíneas. Após, os cães foram submetidos à reposição com solução de NaCl a 7,5% em dextran 70 a 3,75% (SHD) (4 ml.kg-1) e novas análises dos atributos estudados foram realizadas aos 5 e 30 minutos após a reposição. RESULTADOS: A pressão arterial média diminuiu durante o sangramento e aumentou após a reposição, sem retornar aos valores do controle. As pressões da artéria pulmonar e do átrio direito (PAD) diminuíram antes e aumentaram após a reposição para valores semelhantes aos do controle. A pressão da artéria pulmonar ocluída (PAPO) diminuiu após o primeiro sangramento e manteve-se em valores abaixo aos do controle, mesmo após a reposição. O índice cardíaco não se alterou, mas aumentou após a reposição, para valores superiores aos do controle. O índice sistólico (IS) diminuiu antes e aumentou após a reposição, em níveis superiores aos do controle. Os índices de resistência vascular sistêmica (IRVS) e pulmonar (IRVP) não se alteraram antes, mas diminuíram após a reposição, com o IRVS em níveis inferiores aos do controle, e o IRVP em níveis semelhantes aos do controle. Os índices de trabalho sistólico dos ventrículos direito (ITSVD) e esquerdo (ITSVE) diminuíram durante o sangramento, mas aumentaram após a reposição, com o ITSVD em níveis superiores aos do controle e o ITSVE em níveis semelhantes aos do controle. A VPS e ddown aumentaram progressivamente durante o sangramento e diminuíram após a reposição, mas mantendo-se em valores superiores aos do controle. As maiores correlações de VPS e ddown foram com IS, PAPO, PAD e ITSVE. CONCLUSÕES: No cão, nas condições empregadas, a VPS e sua derivada ddown são indicadoras precoces de hipovolemia e guias sensíveis de reposição volêmica com SHD. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Estudios introdujeron un nuevo método para evaluación de la pré-carga, baseados en la análisis de la variación de la presión sistólica (VPS) durante ventilación artificial. El objetivo de esta investigación es evaluar se la VPS y la derivada delta down (ddown) son indicadoras precoces de hipovolemia y guías de reposición volémica con solución hiperosmótica e hiperoncótica. MÉTODO: Doce perros fueron sometidos a sangramientos parc (mais) iales de 5% de la volemia hasta llegar a 20% de la volemia (14 ml.kg-1). Antes (control) y después de cada sangramiento fueron realizadas análisis hemodinámicas, respiratorias y sanguíneas. Después, los perros fueron sometidos a la reposición con solución de NaCl a 7,5% en dextran 70 a 3,75% (SHD) (4 ml.kg-1) y nuevas análisis de los atributos estudiados fueron realizadas a los 5 y 30 min después de la reposición. RESULTADOS: La presión arterial media diminuyó durante el sangramiento y aumentó después de la reposición, sin retornar a los valores del control. Las presiones de la arteria pulmonar y del átrio derecho (PAD) diminuyeron antes y aumentaron después de la reposición para valores semejantes a los del control. La presión de la arteria pulmonar ocluida (PAPO) diminuyó después del primero sangramiento y se mantuvo en los valores abajo a los del control mismo después de la reposición. El índice cardíaco no se alteró, más, aumentó después de la reposición, para valores superiores a los del control. El índice sistólico (IS) diminuyó antes y aumentó después de la reposición, en niveles superiores a los del control. Los índices de resistencia vascular sistemica (IRVS) y pulmonar (IRVP) no se alteraran antes, más diminuyeron después de la reposición, con el IRVS en niveles inferiores a los del control y el IRVP en niveles semejantes a los do control. Los índices de trabajo sistólico de los ventrículos derecho (ITSVD) e izquierdo (ITSVE) diminuían durante el sangramiento, más aumentaron después de la reposición, con el ITSVD en niveles superiores a los del control y el ITSVE en niveles semejantes a los del control. La VPS y ddown aumentaron progresivamente durante el sangramiento y diminuyeron después de la reposición, mas manteniendo en valores superiores a los del control. Las mayores correlaciones de VPS y ddown fueron con IS, PAPO, PAD y ITSVE. CONCLUSIONES: En el perro, en las condiciones utilizadas, la VPS y su derivada ddown son indicadoras precoces de hipovolemia y guías sensibles de reposición volémica con SHD. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Studies have introduced a new method for preload evaluation based on systolic pressure variation analysis (SPV) during mechanical ventilation. This research aimed at evaluating whether SPV and its delta down derived (ddown) are earlier hypovolemia indicators and guides for volume replacement with hypertonic and hyperoncotic solutions. METHODS: Twelve dogs were submitted to graded hemorrhage of 5% of their volume until reaching 20% of volume (14 (mais) ml.kg-1). Before (control) and after every hemorrhage, hemodynamic, ventilatory and blood parameters were evaluated. Then, dogs were submitted to volume replacement with 7.5% NaCl in 3.75% dextran 70 (SHD) (4 ml.kg-1), and the parameters were again evaluated 5 and 30 minutes after volume replacement. RESULTS: Mean blood pressure decreased during hemorrhage and increased after SHD infusion, however without returning to baseline values. Right atrium (RAP) and pulmonary artery pressure (PAP) decreased before and increased after volume replacement reaching values similar to baseline. Pulmonary capillary wedge pressure (PCWP) decreased after the first hemorrhage and remained below baseline values even after volume replacement. Cardiac index has not changed, but increased after SHD infusion reaching values above baseline. Stroke volume index (SVI) decreased before, and increased after volume replacement reaching values above baseline. Systemic vascular and pulmonary resistance did not change during hemorrhage, but decreased after volume replacement, with SVRI remaining below baseline values and SVPRI in levels similar to baseline. Left ventricular stroke work index (LVSWI) and right ventricular stroke work index (RVSWI) decreased before and increased after SHD infusion, with RVSWI remaining above baseline values and LVSWI in levels similar to baseline. SPV and ddown progressively increased during hemorrhage and decreased after volume replacement, however remaining above baseline values. Major SPV and ddown correlations were found with SVI, PWCP, RAP, PAP and LVSWI. CONCLUSIONS: In dogs under our experimental conditions, SPV and its derived ddown are early hypovolemia indicators and sensitive guides for volume replacement with hypertonic and hyperoncotic solutions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Sobre os efeitos vasomotôres exercidos pela agua distilada e pelas soluções anisotonicas de clorêto de sodio/ Vaso-motricity induced by distilled water and anisotonic salt solutions

Xavier, Antonio Augusto
1939-01-01

Resumo em inglês The writer reports experiments done with distilled water and hypotonic and hypertonic salt solutions of definite osmotic concentrations. The experiments were performed according to the Laewen-Trendelenburg technic using the vascular system of the frog's hind legs, and according to the Pissemski-Krawkow method using the capillaries of the rabbit's ear. Both preparations react to distilled water by marked vaso-constriction, the same phenomenon taking place in the case of th (mais) e hypotonic salt solutions. The lower the concentration pf the hypotonic salt solution the stronger the vaso-constriction obtained. With hypertonic salt solutions was observed a strong but rather transient vaso-dilatation followed by secondary vaso-constriction. The later results were found only in the experiments with the frog's hind legs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Qualidade nutricional de goiabas submetidas aos processos de desidratação por imersão-impregnação e secagem complementar por convecção/ Nutritional quality of osmo-convective dried guavas

Queiroz, Valéria Aparecida Vieira; Berbert, Pedro Amorim; Molina, Marília Amorim Berbert de; Gravina, Geraldo de Amaral; Queiroz, Luciano Rodrigues; Silva, José Accácio da
2008-06-01

Resumo em português Na desidratação por imersão-impregnação há transferência de água e de compostos naturais do produto para a solução hipertônica, porém poucos trabalhos têm sido realizados para identificar e quantificar as perdas destes compostos. Sendo assim, o presente trabalho teve por objetivo avaliar as alterações nos teores dos minerais Na, K, Ca, Mg, Zn e Mn e de vitamina C em goiabas submetidas aos processos combinados de desidratação por imersão-impregnação (50 (mais) ºC por 2 horas) e secagem por convecção até teor de água de 20% b.u. Os solutos empregados foram: a sacarose, em soluções de 0,4 e 0,5 g.mL-1, e o açúcar líquido invertido, em soluções a 41% (p/p) e sem diluição. Utilizou-se ainda solução mista de sacarose a 0,3 g.mL-1 e sucralose a 0,2 g.L-1, além do tratamento controle, que consistiu apenas na secagem por convecção, empregando-se um nível de temperatura e velocidade do ar de secagem, 60 ºC e 1,25 m/s, respectivamente. O efeito das condições de armazenamento sobre a estabilidade do ácido ascórbico foi avaliado sob duas temperaturas, 7 e 25 ºC, durante 60 dias. Os resultados indicaram reduções de 20 a 64% no teor de minerais ao final da desidratação por imersão-impregnação e perdas não significativas de ácido ascórbico, exceto no tratamento com açúcar invertido sem diluição. A secagem por convecção promoveu perdas significativas de vitamina C, de 32 a 68%; os valores correspondentes para as perdas de vitamina C durante o armazenamento a 7 e 25 ºC foram de 58 a 82% e de 70 a 86%, respectivamente. Resumo em inglês During dewatering and impregnation soaking (DIS), transfer of water and of natural compounds from the product to the hypertonic solution occurs, however, few studies have been carried out to identify and quantify the losses of these compounds. Thus, this work reports on the losses of vitamin C and of the following minerals: Na, K, Ca, Mg, Zn and Mn, in red guavas submitted to the combined process of DIS (at 50 ºC for 2 hours) and convective drying (at 60 ºC and air velo (mais) city of 1.25 m/s, to a final moisture content of 20% w.b.). Studies were carried out employing two types of solutes: sucrose (in 0.4 and 0.5 g.mL-1 solutions) and liquid invert sugar (in a 41% w/w solution and as an undiluted syrup). Also, a test was performed using a solution comprised of 0.3 g.mL-1 sucrose and 0.2 g.L-1 sucralose. The control treatment consisted of drying guava solely in the convective drier. The effect of storage conditions on the stability of ascorbic acid was assessed after 60 days at 7 and 25 ºC. Results indicated reductions in the range of 20 to 64% in the amounts of the minerals studied at the end of the DIS process, as compared to the amount found in fresh fruits, and negligible losses of vitamin C, except in the treatment with undiluted liquid invert sugar. Convective drying promoted losses of vitamin C in the range of 32 to 68%. The ranges of vitamin C loss in storage at 7 and 25 ºC were 58 to 82% and 70 to 86%, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Novas terapias para hipertensão endocraniana/ New therapies for intracranial hypertension

Barbosa, Arnaldo Prata; Cabral, Sérgio Augusto
2003-11-01

Resumo em português OBJETIVOS: São revistos os principais conceitos envolvidos na abordagem terapêutica da hipertensão endocraniana, desde a abordagem tradicional até a apresentação das novas terapias preconizadas. FONTES DOS DADOS: Foram revistas as principais bases de dados da literatura médica, particularmente o Medline e o Lilacs, nos últimos 10 anos, além de livros textos consagrados e teses dedicadas ao assunto. SÍNTESE DOS DADOS: A hipertensão endocraniana pode estar associ (mais) ada a diversas lesões neurológicas cerebrais, sejam de origem traumática, infecciosa ou metabólica, podendo, nos casos graves, se constituir em importante fator de morbimortalidade. O aumento da pressão intracraniana interfere com o fluxo sangüíneo cerebral, de modo que para se manter uma pressão de perfusão cerebral adequada, é necessário tanto a redução e o controle da hipertensão endocraniana, como o combate agressivo à hipotensão arterial, desde as fases iniciais do atendimento. A monitorização adequada é fundamental, e as principais medidas adotadas no tratamento convencional envolvem a elevação da cabeceira do leito a 30 graus, o posicionamento centrado da cabeça, a hipocapnia otimizada, o perfeito equilíbrio hidroeletrolítico e metabólico, a sedação, a terapia anticonvulsiva, a drenagem liquórica, o uso de barbitúricos, manitol e furosemida. As novas terapias que vêm sendo estudadas incluem, principalmente, o dexanabinol, as soluções salinas hipertônicas, a hipotermia moderada, a craniotomia descompressiva, a otimização da pressão de perfusão cerebral e a redução da pressão na microvasculatura cerebral (terapia de Lund). CONCLUSÕES: O uso de novas terapias para o controle eficaz da hipertensão endocraniana, particularmente em casos refratários ao tratamento usual, representam um cenário promissor na abordagem destes quadros. Resumo em inglês OBJECTIVE: The main concepts involved in the therapeutic management of intracranial hypertension are revisited, including pathophysiology, monitoring, the traditional approach, and also the presentation of recently proposed therapies. SOURCE OF DATA: The main medical literature data bases (especially Medline and Lilacs) were searched for articles published in the last 10 years, and traditional text books and dissertations focusing the subject were consulted. SUMMARY OF TH (mais) E FINDINGS: Intracranial hypertension may be associated with several cerebral neurologic lesions from traumatic, infectious or metabolic origin, and in severe cases may represent an important factor for morbidity and mortality. Increases in intracranial pressure interfere with cerebral blood flow; in order to maintain an adequate cerebral perfusion pressure, it is necessary to both reduce and control intracranial hypertension and combat low blood pressure from the very beginning of treatment. Adequate monitoring is essential, and the main points addressed in conventional management include elevation of the head of bed to 30° C, central positioning of the head, optimization of hypocapnia, perfect metabolic and hydro-electrolyte balance, sedation, anti-convulsive therapy, liquor drainage, and the use of barbiturics, mannitol and furosemide. New therapies currently under investigation include the use of dexanabinol, hypertonic saline solutions, moderate hypothermia, decompressive craniectomy, optimization of cerebral perfusion pressure, and reduction in cerebral microvasculature pressure (Lund therapy). CONCLUSIONS: The use of new therapies to effectively control intracranial hypertension, especially in cases that are refractory to the usual treatment, represent a promising scenario in the management of this problem.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Irrigação intranasal: avaliação dos efeitos do uso de soluções hidroeletrolíticas na mucosa de ratos/ Nasal irrigation: effects of hydroelectrolytic solutions on rats mucosa

Viertler, Erika Y. C.; Testa, José R. G.; Morgado, Plínio F.; Ferreira, Rimarcs G.
2003-08-01

Resumo em português A irrrigação intranasal tem grande importância como terapia adjuvante de doenças nasossinusais. Entretanto, faltam estudos que avaliem as alterações histológicas que as diferentes soluções utilizadas podem causar na mucosa do nariz. OBJETIVO: Analisar os aspectos histológicos da mucosa nasal de ratos após irrigação local com diferentes soluções hidroeletrolíticas. FORMA DE ESTUDO: Experimental. MATERIAL E MÉTODO: 120 ratos Wistar foram divididos igualment (mais) e em 4 grupos. O grupo número 1 recebeu solução salina a 0,9%. Os grupos 2 e 3 receberam soluções contendo Cloreto de Sódio associado a Cloreto de Potássio e Glicose, em diferentes concentrações. O grupo 4 foi o grupo controle. Duas vezes ao dia, 0,1ml (2 gotas) das soluções foram aplicados na narina esquerda dos ratos, através de uma seringa. Metade dos animais de cada grupo foi sacrificado após a primeira semana e a metade restante após a quarta semana de tratamento. Os fragmentos de mucosa obtidos foram processados e estudados em microscopia óptica, utilizando a hematoxilina e eosina. RESULTADOS: Pôde-se observar que a infiltração de células inflamatórias foi estatisticamente mais intensa no grupo 2, em 1 e 4 semanas de administração das soluções (p Resumo em inglês Nasal irrigation is an important adjuvant therapy for nasosinusis diseases. Many hydroelectrolytic solutions have been used for it, but studies are lacking to analyze the histological reactions they may cause to the nasal mucosa. PURPOSE: to examine the histological patterns in nasal mucosa after application of three different hydroelectrolytic solutions. STUDY DESIGN: Experimental. MATERIAL AND METHOD: 120 Wistar rats were equally divided into four groups. Group number 1 (mais) received a 0.9% saline solution. Group's number 2 and 3 received solutions composed by Sodium Chloride, associated to Potassium Chloride and Glucose in different concentrations. Group 4 was the control group. Twice a day, 0.1ml (2 drops) of the solutions were applied to the rats left nostril, using a bulb syringe. Half of the rats of each group were sacrificed after 1 week and the rest after 4 weeks of nasal irrigation. The collected nasal septal mucosa was studied on H&E stain, under optic microscopy. RESULTS: Inflammatory cell infiltration was statistically more intense for the group 2, in both 1 and 4 weeks of drug administration (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Influência da irrigação de soluções nutricionais no colo excluso de trânsito intestinal: estudo experimental em ratos/ Influence of irrigation of nutritional solutions in the colon excluded of fecal stream: experimental study in rats

Nassri, Carlos Guilherme Giazzi; Nassri, Adriana Bassani; Favero, Emerson; Rotta, Carlos Mateus; Martinez, Carlos Augusto Real; Margarido, Nelson Fontana
2008-09-01

Resumo em português A colite por exclusão é descrita como processo inflamatório que ocorre nos segmentos colorretais desprovidos do trânsito fecal. A deficiência dos ácidos graxos de cadeia curta vem sendo considerada como principal fator causal. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi avaliar, em modelo experimental de colite de exclusão, a importância da irrigação do segmento desprovido de trânsito com soluções nutricionais na prevenção e tratamento do processo inflamat� (mais) �rio. MÉTODO: Foram utilizados trinta ratos Wistar, machos, com peso inicial variando entre 350 e 500 gramas, submetidos à derivação do trânsito intestinal através da realização de colostomia proximal e fístula mucosa distal. Os animais foram divididos em três grupos de 10 animais segundo a irrigação do segmento excluso de trânsito ter sido realizada, empregando-se: Grupo SF: solução fisiológica a 0,9%; Grupo GH: solução de glicose a 50%; e Grupo AG: solução de ácidos graxos de cadeia curta. Em todos os animais, a irrigação do colo excluso foi realizada em intervalos de quatro dias sendo sacrificados sempre no 21º pós-operatório. Os fragmentos removidos dos segmentos intestinais foram corados pelas técnicas da hematoxilina-eosina e tricrômio de Masson. As variáveis histológicas estudadas foram: espessura da túnica mucosa, congestão vascular; infiltrado inflamatório e a deposição de colágeno. Os resultados encontrados foram submetidos a estudo estatístico considerando nível de significância de 5% (p Resumo em inglês Diversion colitis is described as an inflammatory process that occurs in the colorectal segments excluded of the fecal stream. The deficiency of the short-chain fatty acids inside of intestinal lumen was considered the main etiologic factor. AIM: The aim of the present study was valued, in experimental model of diversion colitis, the importance of the irrigation of the segment without fecal stream with nutritional solutions in prevention and treatment of the colic mucosa (mais) inflammation. METHOD: There were used thirty Wistar males rats, with initial weight varying between 350 and 500 grammas, submitted to the derivation of the fecal stream through proximal colostomy and distal mucous fistula. The animals were divided in three groups with 10 animals according to the irrigation of the excluded colic segment had been carried out with: SF Group: 0.9 % physiologic solution; GH Group: hypertonic glucose solution of 50 % and AG Group: solution of short-chain fatty acids. In all the animals, the irrigation of the excluded colon was carried each four days and the animals were sacrificed ever in 21st post-operative day. The removed fragments of the intestinal segments were colored by the techniques of hematoxylin-eosin and Masson trichromium. The histological variables studied were: thickness of the mucous layer, vascular congestion; inflammatory infiltrate and the level of tissue collagen. The considered results were subjected to statistical study considering signification level of 5 % (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Eficácia da solução de cloreto de sódio a 7,5% com e sem dextran 70 a 6% na preservação da função renal de cães hipovolêmicos submetidos à isquemia-reperfusão/ Efficacy of 7.5% hypertonic sodium chloride, with and without 6% dextran 70, in renal function preservation of hypovolemic dogs submitted to ischemia-reperfusion/ Eficacia de la solución de cloreto de sodio a 7,5% con y sin dextran 70 a 6% en la preservación de la función renal de canes hipovolémicos sometidos a isquemia-reperfusión

Rodrigues Júnior, Geraldo Rolim; Amaral, José Luiz Gomes do; Castiglia, Yara Marcondes Machado; Marques, Mariangela Esther Alencar
2002-02-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As soluções hipertônicas de cloreto de sódio, associadas ou não a colóides hiperoncóticos, podem ser eficazes em proteger o rim em situações de hipovolemia. O objetivo deste estudo foi verificar, em cães, o real benefício dessas soluções sobre a função renal, em vigência de hipovolemia e isquemia do órgão. MÉTODO: Em 24 cães, anestesiados com pentobarbital sódico, submetidos à nefrectomia direita e à expansão volêmica co (mais) m solução de Ringer (1 ml.kg-1.min-1), foram observadas possíveis alterações renais morfo-funcionais após hemorragia de 20 ml.kg-1 e trinta minutos de total isquemia renal esquerda, com posterior reperfusão, além da repercussão renal da administração de soluções de cloreto de sódio 7,5% (SH) e esta em dextran 70 a 6% (SHD). Atributos estudados: FC, PAM, pressão de veia cava inferior, fluxo sangüíneo renal, resistência vascular renal, hematócrito, Na+, K+, osmolaridade plasmática, PaO2, PaCO2 e pH, depuração (para-aminohipurato de sódio - PAH-1, creatinina, osmolar, água livre, Na+, K+), fração de filtração, volume e osmolaridade urinários, excreções urinárias e fracionárias de Na+ e K+ e exame histopatológico do rim. Os atributos foram estudados em três grupos (G1, G2 e G3) e em cinco momentos. RESULTADOS: Houve elevação estatisticamente significativa da pressão arterial média em G2 e G3, da resistência vascular renal em G1, do fluxo sangüíneo renal e da depuração de PAH em G3, da excreção fracionária de Na+ em G2 e G3, das depurações de creatinina, osmolar, de água livre e de Na+ e K+, da excreção urinária de Na+ e K+ e do volume urinário em G3. CONCLUSÕES: A SHD administrada 15 minutos após hemorragia moderada e 30 minutos antes de insulto isquêmico de 30 minutos foi eficiente em proteger o rim de cães das repercussões da isquemia-reperfusão. Não foi constatada alteração histopatológica renal à microscopia óptica. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Las soluciones hipertónicas de cloreto de sodio, asociadas o no a coloides hiperoncóticos, pueden ser eficaces en proteger el riñón en situaciones de hipovolemia. El objetivo de este estudio fue verificar en canes, el real beneficio de esas soluciones sobre la función renal, en vigencia de hipovolemia e isquemia del órgano. MÉTODO: En 24 canes, anestesiados con pentobarbital sódico, sometidos a nefrectomia derecha y a expansión volémic (mais) a con solución de Ringer. Fueron observadas posibles alteraciones renales morfo-funcionales después hemorragia de 20 ml.kg-1 y treinta minutos de total isquemia renal izquierda, con posterior reperfusión, además de la repercusión renal da administración de soluciones de cloreto de sodio 7,5% (SH) y ésta en dextran 70 a 6% (SHD). Atributos estudiados: FC, PAM, presión de vena cava inferior, flujo sanguíneo renal, resistencia vascular renal, hematócrito, Na+, K+, osmolaridad plasmática, PaO2, PaCO2 y pH, depuración (para-aminohipurato de sodio - PAH-1, creatinina, osmolar, agua libre, Na+, K+), fracción de filtración, volumen y osmolaridad urinarios, excreciones urinarias y fraccionarias de Na+ y K+, temperatura rectal y examen histopatológico del riñón. Los atributos fueron estudiados en tres grupos (G1, G2 y G3) y en cinco momentos. RESULTADOS: Hubo elevación estadísticamente significativa de la presión arterial media en G2 y G3, de la resistencia vascular renal en G1, del flujo sanguíneo renal y de la depuración de PAH en G3, de la excreción fraccionaria de Na+ en G2 y G3, de las depuraciones de creatinina, osmolar, de agua libre y de Na+ y K+, de la excreción urinaria de Na+ y K+ y del volumen urinario en G3. CONCLUSIONES: La SHD administrada 15 minutos después de hemorragia moderada y 30 min antes de insulto isquémico de 30 min fue eficiente en proteger el riñón de los canes de las repercusiones de la isquemia-reperfusión. No fue constatada alteración histopatológica renal a la microscópia óptica. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Sodium chloride hypertonic solutions, with or without hyperoncotic colloids, may be effective in protecting kidney against hypovolemia. This experiment aimed at evaluating, in dogs, the real benefit of these solutions on renal function in the presence of hypovolemia and ischemia. METHODS: Experiments were performed in 24 mixed-breed dogs anesthetized with sodium pentobarbital, submitted to right nephrectomy and volume expansion with Ringer’s so (mais) lution (1 ml.kg-1.min-1). Renal morphological and physiological changes were studied after 20 ml.kg-1 hemorrhage and 30 min of total left renal ischemia followed by reperfusion, in addition to renal repercussion of 7.5% NaCl (HS) and 7.5% NaCl in 6% dextran 70 (HSD). The following parameters were studied: HR, MBP, inferior vena cava pressure, renal blood flow, renal vascular resistance, hematocrit, Na+, K+, plasma osmolarity, PaO2, PaCO2 and pH; clearance (para-aminohipuric acid - PAH-1, creatinine, free water, osmolar, Na+ and K+), filtration fraction, urine output and osmolarity, sodium and potassium urine and fractionated excretions; rectal temperature; and kidney histopathology. Atributes where studied in five moments in three groups (G1, G2 and G3). RESULTS: There has been a statistically significant increase in mean blood pressure in G2 and G3. RVR was higher in G1; RBF and PAH clearance were higher in G3; Na+ fractionated excretion was increased in G2 and G3; creatinine, free water, osmolar, Na+ and K+ clearances, diuresis, and urinary excretions of Na+ and K+ were higher in G3. CONCLUSIONS: HSD infusion 15 min after mild hemorrhage and 30 min before ischemia was effective in protecting kidney of dogs from ischemia-reperfusion repercussions. There have been no histopathologic changes under optical microscopy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Efeitos da solução salina hipertônica a 7,5% em glicose a 5% nas concentrações séricas de sódio, cloreto e potássio de eqüinos com hipovolemia induzida/ Effects of 7,5% hypertonic saline in 5% glucose on serum levels of sodium, chloride and potassium in induced hypovolemic horses

Bordin, A.I.; Oliveira, H.P.; Freitas, C.F.; Verçosa Junior, D.; Marval, C.A.; Fonseca, M.R.; Pagliosa, G.; Souza, M.V.; Alves, G.E.S.
2007-06-01

Resumo em português Estudaram-se os efeitos de soluções salinas isotônica e hipertônica em eqüinos hipovolêmicos sobre as concentrações séricas de sódio, cloreto e potássio e freqüências cardíaca (FC) e respiratória (FR). Quinze eqüinos machos com peso entre 390 e 475kg e idades entre quatro e 18 anos foram submetidos à retirada de sangue correspondente a 2% do peso corporal e distribuídos em três grupos de igual número: o grupo GSH recebeu solução hipertônica de NaCl (mais) a 7,5% em glicose a 5%; o GSI, solução isotônica de NaCl a 0,9%; e o GC não foi tratado. Os eletrólitos séricos foram avaliados antes (T0), após a retirada de sangue (T1) e após a infusão das soluções, entre 20 e 30 minutos (T2), entre 60 e 70 minutos (T3) e entre 120 e 130 minutos (T4). Após T0, houve elevação da FC e da FR, e as concentrações séricas de Na, Cl, K permaneceram inalteradas. Após a infusão, houve melhora das variáveis clínicas em GSI e GSH, em relação ao GC. Quanto a T3 e T4, os valores de Na em T2 do GSH foram maiores, e os de Cl e de K não se alteraram. As soluções hipertônica e isotônica são seguras na correção da hipovolemia induzida e não produzem alteração eletrolítica significativa. Resumo em inglês The effect of isotonic and hypertonic solutions on serum levels of sodium, chloride and potassium and cardiac (CR) and respiratory rates (RR) of hypovolemic horses were studied. Fifteen horses weighting from 390 to 475kg, aging from four to 18-years-old were submitted to bleeding of 2% of body weight and divided in three groups: 7.5% NaCl hypertonic saline in 5% glucose (GSH), 0.9% NaCl isotonic saline and control group (GC). Serum electrolytes were evaluated before (T0) (mais) and after bleeding (T1) and after the administration of the solutions between 20 and 30 minutes (T2), 60 and 70 minutes (T3) and 120 and 130 minutes (T4). After T0, CR and RR increased while serum sodium, chloride, potassium were not affected. After the treatment, the clinical variables improved in GSI and GSH as compared to GC. The Na levels increased in GSH at T2 being higher than T3 and T4 while chloride and potassium concentrations did not change. The hypertonic and isotonic solutions safely corrected the hypovolemia of the horses, without altering significantly the electrolyte balance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Desidratação por imersão-impregnação de abacaxi em soluções de sacarose e em xarope de açúcar invertido/ Osmotic dehydration of sliced pineapple in sucrose and in inverted sugar syrup

Dionello, Rafael Gomes; Berbert, Pedro Amorim; Molina, Marília Amorim Berbert de; Viana, Alexandre Pio; Carlesso, Vinicius de Oliveira; Queiroz, Valéria Aparecida Vieira
2007-12-01

Resumo em português Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a influência do tipo de soluto, da temperatura e concentração da solução hipertônica e do emprego de agitação da solução sobre a cinética de desidratação por imersão-impregnação de fatias de abacaxi. Os solutos utilizados foram a sacarose, em soluções com concentrações de 0,40, 0,44 e 0,47 g.mL-1, e açúcar líquido invertido, sem diluição. Foram empregados: relação fruta - xarope de 1:10; dois (mais) níveis de temperatura da solução de desidratação, 40 e 50 °C; dois níveis de agitação, zero e 60 min-1; e tempo de imersão de 2 horas. Verificou-se que a desidratação em xarope não diluído de açúcar invertido foi o tratamento que provocou o maior aumento no teor de sólidos solúveis totais das amostras de abacaxi. Os parâmetros que caracterizam a cinética da desidratação osmótica apresentaram valores mais elevados para as fatias que foram desidratadas a 50 °C, sob agitação. Resumo em inglês This work consisted of evaluating the effect of the type of osmotic agent, degree of stirring, and temperature and concentration of the hypertonic solution on the kinetics of osmotic dehydration of sliced pineapple. The osmotic agents used here were sucrose in solutions with concentrations of 0.40, 0.44 and 0.47 g.mL-1, and undiluted inverted sugar syrup. Osmotic dehydration was carried out using a fruit to syrup weight ratio of 1:10, and employing two levels of temperatu (mais) re of the solutions, 40 and 50 °C, two shaking rates, 0 and 60 min-1, and a total immersion time of 2 hours. The results showed that immersion in undiluted inverted sugar caused a greater increase in the total soluble solids content in sliced fruit. The parameters characterizing the kinetics of osmotic dehydration showed higher values in the sliced fruit dehydrated in syrup at 40 to 50 °C under shaking.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Cinética de transferência de massa de melão desidratado osmoticamente em soluções de sacarose e maltose/ Mass transfer kinetics of osmodehydrated melon with sucrose and maltose solutions

Ferrari, C.C.; Rodrigues, L.K.; Tonon, R.V.; Hubinger, M.D.
2005-09-01

Resumo em português Cubos de melão de 20mm da variedade Cucumis melo inodorus, cultivar Gold Mine foram desidratados osmoticamente com o objetivo de se estudar a cinética de transferência de massa durante o processo. As amostras foram imersas em soluções hipertônicas de sacarose ou maltose nas concentrações de 40 a 60°Brix e a desidratação foi conduzida por 8 horas com temperatura controlada (30 ou 40°C) e agitação de 120rpm. Perda de água e incorporação de sólidos na (mais) fruta foram avaliados ao longo do processo em função da temperatura de tratamento, tipo e concentração da solução. Os coeficientes de difusão para a água e os açúcares foram estimados através de um modelo empírico da literatura, baseado na equação de Fick. Para todos os ensaios, a perda de água aumentou significativamente com a elevação da temperatura e da concentração da solução desidratante, entretanto, os ensaios com maltose promoveram uma maior taxa de saída de água da fruta e menor ganho de sólidos. O modelo empírico utilizado se ajustou adequadamente aos dados experimentais, apresentando valores do coeficiente de correlação (R²) superiores a 0,92. Resumo em inglês Melon cubes of 20mm from the Cucumis melo inodorus variety, Gold Mine cultivar were osmotically dehydrated with the aim of studying the mass transfer kinetics during the process. The samples were immersed in hypertonic solution of sucrose or maltose with different concentrations (40 to 60°Brix) and the osmotic dehydration was carried out for eight hours under controlled temperature (30°C or 40°C) and agitation (120rpm). Water loss and solids gain were evaluate (mais) d throughout the process as a function of temperature, osmotic agent and solution concentration. The diffusion coefficients for water and sugar were estimated using an empiric model from literature based on Fick's unsteady law of diffusion. For all treatments, water removal increased at a significant level for higher temperature and solution concentrations, but the greatest water loss rate and lowest sugar uptake was verified when using maltose solutions. The empiric model showed a good fit to experimental values with a high degree of correlation (R² > 0,92).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Soluções hipertônicas em pediatria/ Hypertonic solutions for pediatric patients

Carvalho, Werther Brunow de
2003-11-01

Resumo em português OBJETIVO: Descrever o conhecimento atual e as possíveis aplicações de solução hipertônica em pediatria. FONTES DOS DADOS: As referências foram obtidas através do banco de dados Medline, artigos de revisão recentes e através do arquivo pessoal. SÍNTESE DOS DADOS: Inicialmente, fizemos uma revisão dos princípios fisiológicos básicos dos fluidos com a distribuição destes nos três compartimentos: intravascular, intersticial e intracelular. Revisamos os achad (mais) os a respeito dos mecanismos responsáveis pela ação rápida cardiocirculatória, o efeito adicional do componente colóide, descrevemos os termos médicos em relação à ressuscitação de pequenos volumes, as indicações para a sua aplicação, as evidências das pesquisas clínicas (choque hemorrágico, etapa pré-hospitalar do trauma, choque séptico, trauma de crânio), as desvantagens e os efeitos potenciais adversos da ressuscitação com pequenos volumes. CONCLUSÕES: A ressuscitação através de solução salina hipertônica, associada ou não a soluções colóides, envolve um dos conceitos mais inovadores da última década para a ressuscitação primária no paciente com trauma e choque. Atualmente, o espectro de indicações potenciais envolve não apenas a etapa pré-hospitalar no trauma, mas também o período perioperatório e a terapêutica na unidade de cuidados intensivos. Entretanto, tanto para o paciente pediátrico quanto para o paciente adulto, existe a necessidade de pesquisas clínicas randomizadas duplo-cegas adicionais para confirmar as vantagens promissoras em termos de sobrevida. Resumo em inglês OBJECTIVE: To describe the current knowledge and indications for use of hypertonic saline solutions in pediatrics patients. SOURCE OF DATA: Medline recent review articles and personal files. SUMMARY OF THE FINDINGS: Basic physiologic principles were reviewed concerning the distribution of fluid inside the intravascular, interstitial and intracellular compartments. We also reviewed the findings concerning the mechanisms responsible for the rapid onset of cardiocirculatory (mais) effects and the additional effect of the colloid component. Finally, we present the medical terms used in the context of small-volume resuscitation, the indications for clinical use, the evidence from clinical research (hemorrhagic shock, preclinical trauma care, septic shock, and head trauma), and the disadvantages and potential adverse effects of small-volume resuscitation. CONCLUSIONS: Resuscitation by means of hypertonic saline solutions associated or not with colloid solutions is one of the most innovative concepts for primary resuscitation from trauma and shock established in the past decade. Currently, the spectrum of potential indications involves not only prehospital trauma care, but also perioperative and intensive care therapy. However, additional randomized double-blind studies are required with both children and adult patients to confirm the advantages of the method in terms of survival.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)