Sample records for htlv iii virus
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 3 shown.



1

Soroprevalência de vírus linfotrópico de células T humanas, vírus da imunodeficiência humana, sífilis e toxoplasmose em gestantes de Botucatu - São Paulo - Brasil: fatores de risco para vírus linfotrópico de células T humanas/ Soroprevalence of HTLV-I/II, HIV, siphylis and toxoplasmosis among pregnant women seen at Botucatu - São Paulo - Brazil: risk factors for HTLV-I/II infection

Olbrich Neto, Jaime; Meira, Domingos Alves
2004-02-01

Resumo em português Com o objetivo de estudar a soroprevalência de vírus linfotrópico de células T humanas I/II (HTLV-I/II), vírus da imunodeficiência humana, sífilis e toxoplasmose, em gestantes atendidas em unidade básicas de saúde do município de Botucatu - São Paulo - Brasil, bem como os fatores de risco para a infecção pelo HTLV -I/II, foram realizados inquérito sorológico e avaliação dos resultados de exames solicitados na rotina do prénatal. Em 913 gestantes, a sorop (mais) revalência de HTLV- I e de HTLV- II foi de 0,1%. Sífilis, toxoplasmose e infecção pelo HIV foram encontradas. Nenhum dos fatores de risco pesquisados mostrou-se seguro para identificar gestantes com infecção pelo HTLV- I/II. A comparação da proporção de gestantes infectadas e de doadores de sangue da região sudeste do Brasil com testes reagentes para HTLV- I/II não mostrou diferença estatística. Resumo em inglês In order to asses the soroprevalence of HTLV- I/II, HIV, siphylis, and toxoplasmosis infection among pregnant women seen at Basic Health Units in the municipality of Botucatu - São Paulo - Brazil, and risk factors for HTLV- I/II infection, sorologic surveys were carried out and results of sorologic surveys carried in pregnance routine evaluation were assessed. Seroprevalence was 0.1% (1 in 913) for both HTLV-I and HTLV-II. Seroprevalence was 0.1% (1 in 913) for both HTLV (mais) -I and HTLV-II. Siphylis, toxoplasmosis and HIV were identified. None of the factors or characteristics risks was found to be useful to identify those prenant women HTLV-II infected. Infection among pregnant women and southeast brazilian blood donnors were not diferent in statistical evaluation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Infecção pelo vírus linfotrópico de células T humanas e transmissão vertical em gestantes de estado da Região Centro-Oeste do Brasil/ T-cell leukemia virus infection in pregnant women in a Central-Western state of Brazil

Figueiró-Filho, Ernesto Antonio; Lopes, Alessandro Henrique Antunes; Senefonte, Flávio Renato de Almeida; Souza Júnior, Virgilio Gonçalves de; Botelho, Carlos Augusto; Duarte, Geraldo
2005-12-01

Resumo em português OBJETIVOS: avaliar a prevalência, características epidemiológicas (idade e procedência) e a taxa de transmissão vertical da infecção pelo HTLV I/II em gestantes submetidas à triagem pré-natal de acordo com o Programa de Proteção à Gestante do Estado de Mato Grosso do Sul. MÉTODOS: estudo descritivo transversal que incluiu 32.512 gestantes submetidas à triagem pré-natal no período de novembro de 2002 a outubro de 2003. Todas as gestantes da amostra foram su (mais) bmetidas aos testes sorológicos pelo método ELISA para o diagnóstico da infecção pelo HTLV, sendo os casos positivos confirmados pelos métodos Western blot e/ou PCR. O diagnóstico neonatal de infecção congênita foi realizado pela pesquisa de anticorpos anti-HTLV I/II confirmados por Western blot e PCR. A relação entre as variáveis (idade e procedência) foi avaliada pelo teste do chi2, em tabelas de dupla entrada, considerando p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the prevalence, epidemiological profile (age and origin) and vertical transmission rate of HTLV I/II infection in pregnant women screened by the Pregnant Protection Program of the State of Mato Grosso do Sul Brazil. METHODS: it is a descriptive and transversal study of 32,512 pregnant women submitted to a prenatal screening from November 2002 to October 2003. HTLV I/II infection was diagnosed in all pregnant women by ELISA, confirmed by Western blot a (mais) nd PCR. Congenital HTLV infection was investigated by ELISA test, Western blot and PCR performed on the child's blood sample. The associations between data (age, origin and HTLV infection) were statistically analyzed by the chi2 test considering p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Freqüência das infecções pelo HIV-1, rubéola, sífilis, toxoplasmose, citomegalovírus, herpes simples, hepatite B, hepatite C, doença de Chagas e HTLV I/II em gestantes, do Estado de Mato Grosso do Sul/ Frequency of HIV-1, rubella, syphilis, toxoplasmosis, cytomegalovirus, simple herpes virus, hepatitis B, hepatitis C, Chagas’ disease and HTLV I/II infection in pregnant women of State of Mato Grosso do Sul

Figueiró-Filho, Ernesto Antonio; Senefonte, Flávio Renato de Almeida; Lopes, Alessandro Henrique Antunes; Morais, Orlando Oliveira de; Souza Júnior, Virgílio Gonçalves; Maia, Tamara Lemos; Duarte, Geraldo
2007-04-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar a freqüência das infecções por sífilis, rubéola, hepatite B, hepatite C, toxoplasmose, doença de Chagas, HTLV I/II, herpes simples, HIV-1 e citomegalovírus em gestantes e relacionar a faixa etária das pacientes com a freqüência das infecções. Estudo transversal de 32.512 gestantes submetidas à triagem pré-natal no período de novembro de 2002 a outubro de 2003. As freqüências encontradas foram de 0,2% para infecção pelo vírus HIV-1 (mais) , 0,03% para rubéola, 0,8% para sífilis, 0,4% para toxoplasmose, 0,05% para infecção aguda pelo citomegalovírus, 0,02% pelo vírus herpes simples, 0,3% para hepatite B (HBsAg), 0,1% para hepatite C, 0,1% para HTLV I/II e 0,1% para doença de Chagas. Houve associação significativa entre faixa etária e infecções por rubéola, citomegalovírus, doença de Chagas e herpes vírus. As freqüências de rubéola, sífilis, toxoplasmose, doença de Chagas e citomegalovírus nas gestantes encontram-se abaixo dos valores descritos na literatura. Resumo em inglês It was aimed to estimate the frequency of syphilis, rubella, hepatitis B, hepatitis C, toxoplasmosis, Chagas’ disease, HTLV I/II, simple herpes virus, HIV-1 and cytomegalovirus in pregnant women and to evaluate the relationship between age and the frequency of the infections studied. A transversal study of 32,512 pregnant women submitted to pre-natal sreening in the period of November 2002 to October 2003. The frequency of the tried infections among the pregnant women we (mais) re 0.2% of HIV-1, 0.03% of rubella, 0.8% of syphilis, 0.4% of toxoplasmosis, 0.05% of cytomegalovirus, 0.02% of simple herpes virus, 0.3% of HBsAg, 0.1% of hepatitis C, 0.1% of HTLV and 0.1% of Chagas’ disease. There was significative statistical association between age and prenatal infection of rubella, cytomegalovirus, Chagas’ disease and herpes virus. The rates of frequency of rubella, syphilis, toxoplasmosis, Chagas’ disease and cytomegalovirus in pregnant women studied were lower than the compared rates.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)