Sample records for homeostasis
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Homeostase pressórica e complicações microvasculares em pacientes diabéticos/ Blood pressure homeostasis and microvascular complications in diabetic patients

Rodrigues, Ticiana C.; Pecis, Miriam; Azevedo, Mirela J.; Gross, Jorge L.
2005-12-01

Resumo em português A retinopatia e a nefropatia estão entre as mais prevalentes e incapacitantes complicações associadas a dano microvascular no diabete melito (DM). A gravidade da hiperglicemia e a presença de hipertensão arterial sistêmica estão entre os principais fatores de risco para essas complicações. A monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) permitiu uma melhor compreensão dos padrões de variação da pressão arterial em pacientes diabéticos. Vêm-se ac (mais) umulando evidências de que pacientes com DM podem apresentar padrões alterados da homeostase pressórica durante as 24h. Mesmo pequenas alterações da homeostase pressórica, freqüentemente vistas em pacientes normotensos na avaliação da pressão arterial por aferição em consultório, podem estar implicadas em aumento de risco de complicações microvasculares. Essas alterações pressóricas, associadas à hiperglicemia, podem produzir perda da auto-regulação dos vasos retinianos, acelerando ou agravando a retinopatia diabética. Provavelmente a MAPA poderá se tornar um instrumento útil de avaliação clínica em pacientes diabéticos normotensos, auxiliando no processo de identificação precoce do risco de desenvolvimento de complicações microangiopáticas. O objetivo desse artigo é fornecer uma revisão atualizada e orientada para a prática clínica sobre homeostase pressórica e DM. Resumo em inglês The retinopathy and nephropathy are among the most prevalent and disabling complications associated to microvascular damage in diabetes mellitus. The severity of hyperglicaemia and the presence of arterial systemic hypertension are among the main risk factors for these complications. The ambulatory blood pressure provided a better understanding of patterns of blood pressure in diabetic patients. There is a growing number of evidence relating diabetic patients with abnorma (mais) l 24h blood pressure patterns. Even subtle modifications of these patterns, frequently shown by patients diagnosed as normotensives in office blood pressure measurings, may be implicated in an increased risk of microvascular complications. Hyperglicaemia and these abnormal pressure patterns appear to have a synergistic effect on promoting and aggravating diabetic retinopathy. Impairment of the normal retinal autoregulation is one of the implicated physiopathological mechanisms. Probably, ABP may be useful in predicting an increased risk of microvascular complications on diabetic normotensive patients. The objective of this paper is to provide an updated and clinically oriented review in blood pressure homeostasis and diabetes mellitus.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Participação da excreção renal de cálcio, fósforo, sódio e potássio na homeostase em cães sadios e cães com doença renal crônica/ Participation of renal excretion of calcium, phosphorus, sodium and potassium on the homeostasis in healthy dogs and in dogs with chronic kidney disease

Martínez, Pedro P; Carvalho, Marileda B
2010-10-01

Resumo em português Na doença renal crônica (DRC) a manutenção da homeostase de água e sódio é o primeiro problema a ser contornado pelo organismo e com o agravamento das lesões renais surgem outros problemas graves relacionados à homeostase de cálcio e fósforo. O presente estudo tem por escopo avaliar a excreção renal de cálcio, fósforo, sódio e potássio, e o perfil sérico destes eletrólitos em cães normais e em cães com DRC naturalmente adquirida. Foram avaliados três (mais) grupos de cães adultos, machos ou fêmeas, de raças variadas. Animais normais compuseram o grupo controle (G1) e os cães com DRC foram distribuídos em dois grupos de acordo com os estágios de comprometimento da função renal (G2 e G3, respectivamente, estágios 1-2 e estágios 3-4, descritos pela IRIS 2006 staging CKD). Os cães do G3 apresentaram aumento das concentrações séricas de cálcio ionizado e fósforo, além de diminuição da concentração sérica de sódio. Quanto à excreção renal dos eletrólitos analisados, os animais dos grupos G1 e G2 apresentaram diminuição de carga filtrada e aumento de excreção fracionada, mas as excreções urinárias não variaram significativamente. Os resultados são indicativos de que os rins de cães com DRC podem manter a excreção urinária dos eletrólitos em valores se melhantes aos dos normais. O mecanismo envolve aumento da excreção fracionada na medida em que haja diminuição da filtração glomerular. Esse processo de compensação, entretanto, pode perder a eficiência nos estágios mais avançados da enfermidade no que se refere à manutenção das concentrações séricas de fósforo e sódio. Resumo em inglês In chronic kidney disease (CKD), the first problem to be solved by the organism is to maintain water and sodium homeostasis and, with the worsening of the renal injuries, other severe problems related to the calcium and phosphorus homeostasis emerge. The present study has the purpose to evaluate the renal excretion and serum profile of calcium, phosphorus, sodium and potassium in healthy dogs and in dogs with naturally acquired CKD. Three groups of adult male and female d (mais) ogs of varied breeds were evaluated. Normal dogs were in the control group (G1) and the CKD dogs were distributed into two groups in accordance with the stage of renal function impairment (G2 e G3, respectively, stages 1-2 and stages 3-4, proposed by IRIS 2006 staging CKD). The G3 dogs showed increased serum levels of ionized calcium and phosphorus, in addition to the reduction of sodium levels. Regarding the renal excretion of the analyzed electrolytes, the G1 and G2 groups showed a decrease of filtered load and increase of fractional excretion, yet there were no significant variations on the urinary excretions. The results suggest that the kidneys of the CKD dogs can maintain similar values of electrolytes urinary excretion as the kidneys of normal dogs. The mechanism involves an increase of fractional excretion while glomerular filtration decreases. This compensation process, however, can lose its efficiency in the later stages of the disease, in relation to the maintenance of phosphorus and sodium serum levels.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Receptor ativado por proliferadores de peroxissoma gama (Ppargama): estudo molecular na homeostase da glicose, metabolismo de lipídeos e abordagem terapêutica/ Peroxisome proliferator-activated receptor gamma (PPARgamma): molecular study in glucose homeostasis, lipid metabolism and therapeutic approach

Tavares, Vladimir; Hirata, Mario Hiroyuki; Hirata, Rosario D. Crespo
2007-06-01

Resumo em português Os receptores ativados por proliferadores de peroxissoma (PPARs) são fatores de transcrição pertencentes à família de receptores nucleares que regulam a homeostase da glicose, metabolismo de lipídeos e inflamação. Três proteínas, codificadas por genes distintos, têm sido identificadas: PPARalfa, PPARbeta e PPARgama, que controlam a expressão gênica pela ligação a elementos responsivos específicos (PPREs) localizados na região promotora. Estudos recentes s (mais) ugerem que a ativação do PPARgama pode diminuir a progressão da aterosclerose e aumentar a sensibilidade à insulina, podendo ser um potencial alvo terapêutico para o tratamento de diversas enfermidades, incluindo o diabetes melito do tipo 2 e dislipidemia. Esta revisão destaca os estudos recentes e os avanços das principais funções que esse receptor desempenha no metabolismo, com ênfase nos mecanismos moleculares e eficácia terapêutica. Resumo em inglês The peroxisome proliferators-activated receptors (PPARs) are transcription factors belonging to the family of nuclear receptors that regulate glucose homeostasis, lipid metabolism and inflammation. Three proteins, encoded by distinct genes, have been identified: PPARalpha, PPARbeta and PPARgamma, which control gene expression by binding to specific response elements (PPREs) in the promoters. Recent studies suggest that activation of PPARgamma might decrease atherosclerosi (mais) s progression and increase the insulin sensitivity, might be a potential therapeutic target for the treatment of a diverse array of disorders, including type 2 diabetes and dyslipidaemia. This review highlights recent studies, which have advanced our understanding of the pivotal role that this receptor plays in metabolism, with particular reference to the molecular mechanisms and therapeutic efficacy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Efeito do nível de condicionamento físico e da hidratação oral sobre a homeostase hídrica em exercício aeróbico/ Effect of physical conditioning level and oral hydration on hydric homeostasis in aerobic exercise

Ferreira, Fabrícia Geralda; Alves, Kamila; Costa, Neuza Maria Brunoro; Santana, Ângela Maria Campos; Marins, João Carlos Bouzas
2010-06-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar a influência do nível de condicionamento físico no estado de hidratação e a eficácia do consumo de 3mL de água/kg de peso corporal para manter a eu-hidratação de indivíduos atletas ou ativos saudáveis. Foram avaliados 15 atletas {VO2máx 68 ± 5,4mL (kg.min)-1} e 15 sujeitos ativos {VO2máx 50,3 ± 6,3mL(kg.min)-1} saudáveis do sexo masculino. O estado de hidratação foi diagnosticado por meio do monitoramento do peso corporal, da gravida (mais) de específica da urina e do hematócrito durante 80 minutos de corrida em esteira. Foram consumidos, durante a atividade, 3mL de água/kg de peso corporal. As condições ambientais do teste foram de 21,9 ± 1,5°C e 89,2 ± 5,6% de umidade relativa do ar (URA) para os atletas e 21,8 ± 1,6°C e 93,2 ± 3,5% URA para os ativos. O percentual médio de desidratação e a perda de peso relativa foram significativamente maiores nos atletas (2,15 ± 0,7% e 1,3 ± 0,5kg), comparados aos ativos (1,03 ± 0,7% e 0,74 ± 0,43kg), respectivamente. A gravidade específica da urina aumentou significativamente apenas nos atletas, enquanto o hematócrito não variou significativamente entre os grupos. Considerando as condições de teste, conclui-se que o nível de condicionamento mais alto permitiu menor estado de hidratação e que, embora a perda hídrica não tenha atingido níveis críticos, a estratégia de hidratação utilizada (3mL de água/kg de peso corporal) não foi suficiente para manter os avaliados completamente eu-hidratados. Resumo em inglês The objective was to evaluate the influence of the level of physical conditioning on the hydration status and the efficiency of the intake of 3 mL of water / kg of body weight to maintain the euhydration of athletes or healthy active individuals. Two groups of subjects consisting of 15 male athletes {VO2max 68 ± 5.4 mL (kg.min)-1} and 15 healthy active male subjects {VO2max 50.3 ± 6.3 mL (kg.min)-1} were evaluated. The hydration status was diagnosed through monitoring o (mais) f body weight, specific gravity of the urine and the hematocrit during 80 minutes of treadmill running. 3 mL of water / kg of body weight were drunk during the activity. The environmental conditions of the test were 21.9 + 1.5 °C and 89.2 ± 5.6 % relative air humidity (RAH) for the athletes and 21.8 ± 1.6°C and 93.2 ± 3.5 % RAH for the active subjects. The average percentage of dehydration and the relative weight loss were significantly greater in the athletes (2.15 ± 0.7 % and 1.3 ± 0.5 kg), compared to the active subjects (1.03 ± 0.7 % and 0.74 ± 0.43 kg), respectively. The specific gravity of the urine increased significantly only in the athletes, while the hematocrit did not vary significantly between groups. Considering the conditions of the test, it was concluded that the higher level of conditioning allowed a lower hydration status and that, although the hydric loss had not reached critical levels, the strategy of hydration utilizing 3 mL of water / kg of body weight was not sufficient to maintain the subjects here completely euhydrated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Metabolismo do ferro: uma revisão sobre os principais mecanismos envolvidos em sua homeostase/ Iron metabolism: an overview on the main mechanisms involved in its homeostasis

Grotto, Helena Z. W.
2008-10-01

Resumo em português Um perfeito sincronismo entre absorção, utilização e estoque de ferro é essencial para a manutenção do equilíbrio desse metal no organismo. Alterações nesses processos podem levar tanto à deficiência como ao seu acúmulo de ferro, duas situações com repercussões clínicas e laboratoriais importantes para o paciente. Essa revisão aborda os diversos aspectos relacionados com a cinética do ferro, descrevendo as proteínas e mediadores nela envolvidos. Aprese (mais) nta, ainda, como é feita a regulação intracelular e sistêmica do ferro que visa a manutenção de uma quantidade ótima de ferro para o metabolismo das células e, em especial, para uma perfeita hematopoiese.É discutido também o importante papel da hepcidina, como regulador da homeostase sistêmica. Será a apresenta da a relação entre a hepcidina e a resposta de fase aguda, e como as alterações na expressão da hepcidina podem contribuir com a fisiopatogênese da anemia de doença crônica. Resumo em inglês The perfect synchronism of intestinal absorption, use and storage of iron is critical for maintaining a balance in the organism. Disorders in these processes may lead either to iron deficiency or to iron overload, both of which have important clinical and laboratorial consequences for the patient. This review describes aspects related to iron metabolism and the participation of several proteins and mediators in these mechanisms. Moreover, intracellular and systemic regula (mais) tion is responsible for providing the optimal iron concentration for cellular metabolism and, in particular, for adequate hematopoiesis. The relationship between hepcidin and acute phase response is presented and how changes in hepcidin expression may be related to the physiopathogenesis of anemia of chronic disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Aspectos fisiológicos do balanço energético/ Physiologic aspects of energy balance

Mancini, Marcio C.; Halpern, Alfredo
2002-06-01

Resumo em português Esta revisão apresenta informações a respeito de substâncias fisiológicas que afetam a homeostase energética. Os autores fizeram uma extensa revisão em relação aos mecanismos fisiológicos que modulam o balanço energético quando administrados central ou perifericamente (por exemplo, nutrientes, monoaminas e peptídeos). Resumo em inglês This review presents information regarding physiologic compounds that affect energetic homeostasis. Authors made an extensive review about physiological mechanisms that modulate energy balance centrally and/or peripherally (e.g., nutrients, monoamines and peptides).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Mutações do Gene do Receptor Sensível ao Cálcio Extracelular e Suas Doenças Associadas/ Mutations of the Extracellular Calcium-Sensing Receptor Gene and its Associated Diseases

Miyashiro, Kozue; Hauache, Omar M.
2002-08-01

Resumo em português O receptor sensível ao cálcio extracelular (CaR) é um receptor acoplado à proteína G (GPCR), que exerce um papel essencial na regulação da homeostase do cálcio extracelular. O CaR encontra-se expresso em todos os tecidos relacionados com o controle desta homeostase (paratiróides, células C tiroideanas, rins, intestino e ossos). Logo após a clonagem do CaR, mutações inativadoras e ativadoras do gene deste receptor foram associadas com doenças genéticas human (mais) as: hipercalcemia hipocalciúrica familiar (FHH) e hiperparatiroidismo neonatal severo (NSHPT) são causados por mutações inativadoras do gene do CaR, enquanto que a hipocalcemia autossômica dominante é resultante de mutações ativadoras do gene do CaR. Apesar de raras, tais doenças devem ser consideradas no diagnóstico diferencial de distúrbios hipercalcêmicos e hipocalcêmicos. O reconhecimento do papel fundamental do CaR na manutenção da homeostase do cálcio extracelular motivou o desenvolvimento de drogas capazes de modular a função do CaR, ativando-o (drogas calcimiméticas) ou inativando-o (drogas calciolíticas). Tais drogas têm uma implicação terapêutica potencial, como o controle clínico de casos específicos de hiperparatiroidismo primário e urêmico com o uso de drogas calcimiméticas e um tratamento promissor para osteoporose com o uso de drogas calciolíticas. Resumo em inglês The extracellular calcium-sensing receptor (CaR) is a G protein coupled receptor (GPCR) that plays a key role in the regulation of extracellular calcium homeostasis, being expressed in all tissues related to this control (parathyroid glands, thyroid C-cells, kidneys, intestine and bones). The cloning of the CaR was immediately followed by the association of genetic human diseases with inactivating and activating mutations of the CaR gene: familial hypocalciuric hypercalce (mais) mia (FHH) and neonatal severe hyperparathyroidism (NSHPT) are caused by inactivating mutations of the CaR gene, whereas autosomal dominant hypoparathyroidism is secondary to activating mutations of the CaR gene. In spite of being rare, these diseases should be considered in the differential diagnosis of hypercalcemic and hypocalcemic disorders. Recognition of the important role of the CaR for the regulation of extracellular calcium homeostasis motivated the development of drugs that modulate the CaR function, by either activating (calcimimetic drugs) or antagonizing it (calcilytic drugs). These drugs have potential therapeutic implications, such as medical control of specific cases of primary and uremic hyperparathyroidism with calcimimetic drugs and a potential treatment for osteoporosis with a calcilytic drug.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Oxintomodulina e obesidade/ Oxyntomodulin and obesity

Pimentel, Gustavo Duarte; Mota, João Felipe; Oyama, Lila Missae
2009-10-01

Resumo em português Desde o descobrimento da leptina, avanços consideráveis foram obtidos na caracterização dos mecanismos hipotalâmicos do controle da ingestão alimentar e, atualmente, a oxintomodulina é reconhecida como um regulador da homeostase energética. O presente artigo de revisão enfoca algumas das mais relevantes inter-relações do hormônio oxintomodulina com o apetite, a homeostase energética e aspectos de seu papel na bioquímica e fisiologia nutricional. A oxintomodu (mais) lina é um peptídeo intestinal anorexígeno produzido pelas células L do intestino. Recentes estudos têm demonstrado que em longo prazo a administração de oxintomodulina reduz a ingestão alimentar e o ganho de peso. Pesquisas em humanos têm verificado que o seu uso reduz o consumo energértico em 25%. Portanto, a oxintomodulina representa uma potente terapia anti-obesidade. Entretanto, o mecanismo de ação da oxintomodulina ainda é desconhecido. Atuais evidências sugerem que tem ação via receptor do peptídeo semelhante ao glucagon 1. Além disso, a literatura mostra que, juntamente com a adoção de hábitos saudáveis e a mudança do estilo de vida, a oxintomodulina pode proporcionar menor avanço da obesidade. Resumo em inglês Since the discovery of leptin, great advances occurred in the characterization of hypothalamic mechanisms involved in the control of food intake and oxyntomodulin is currently recognized as a homeostasis energy regulator. This review discusses the most important interrelationships between the hormone oxyntomodulin and appetite, energy homeostasis and aspects of its role in nutritional biochemistry and physiology. Oxyntomodulin is an anorexigenic peptide produced by the L (mais) cells of the small intestine. Recent studies have shown that long-term use of oxyntomodulin in rats leads to reduced food intake and weight gain. Studies in humans have demonstrated that its administration reduces food intake by 25%. Therefore, oxyntomodulin represents a potent anti-obesity therapy. However, its mechanism of action is unknown. Current evidence suggests that it acts via the peptide receptor similar to glucagon 1. Moreover, the literature shows that together with the adoption of healthy habits and lifestyle changes, oxyntomodulin can reduce weight gain.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

O normal e o patológico em Freud/ Normal and pathologic in Freud/ Le normal et le pathologique en Freud

Prata, Maria Regina
1999-06-01

Resumo em português Este artigo discute o problema do normal e do patológico no discurso freudiano, a partir de dois modelos: num primeiro modelo, haveria a idéia de uma homeostase psíquica, um estado de equilíbrio dinâmico, que balizaria as concepções de normal e de patológico, as quais se diferenciariam quantitativamente. Num segundo modelo, que poderia ser pensado a partir de 1920, com a construção do conceito de pulsão de morte, Freud se depararia com o campo para além do princípio de prazer, trazendo a idéia de um desequilíbrio inerente ao sujeito. Resumo em inglês This article discusses the problem of normal and pathologic in Freud's work on the basis of two models: in the first one, there would be a notion of "psychic homeostasis", a status of dynamic balance that would gauge the conceptions of normal and pathologic, quantitatively distinct one fram another. In the second model, which could be seen since 1920, with the construction of Todestrieb's concept, Freud would confront the field beyond the pleasure principle. conveying the idea of a disequilibrium inherent to the subject.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Efeito de banhos terapêuticos com formalina sobre indicadores de estresse em tambaqui/ Effect of formalin therapeutic bath on stress indicators in tambaqui

Araújo, Lucelle Dantas de; Chagas, Edsandra Campos; Gomes, Levy de Carvalho; Brandão, Franmir Rodrigues
2004-03-01

Resumo em português A formalina tem sido usada no controle de doenças parasitárias, porém existem poucas informações sobre o efeito secundário desse produto sobre os peixes. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de concentrações terapêuticas de formalina na homeostase de tambaqui (Colossoma macropomum Cuvier 1818) por meio de índices fisiológicos. Os banhos terapêuticos foram realizados em tanques de 100 L, com soluções de formalina a 0, 100, 150, 200 e 250 mg/L, em te (mais) mpos de exposição de 0, 30, 60 e 120 minutos; a recuperação dos animais em tanques, sem adição de formalina à água, foi avaliada após 24 horas. Foi realizada a coleta de sangue da veia caudal dos peixes para determinação de glicose, cloretos, sódio, potássio e cálcio. Os peixes não exibiram sinais de estresse na concentração de 100 mg/L de formalina em todos os tempos de exposição. Contudo, banhos de 200 e 250 mg/L causaram aumentos significativos nos níveis de glicose após 30 minutos de exposição. Os resultados sugerem que a formalina pode ser usada nas concentrações de 100 e 150 mg/L em banhos de 30, 60 e 120 minutos e nas concentrações de 200 e 250 mg/L em banhos de até 30 minutos sem comprometer a homeostase do tambaqui. Resumo em inglês The formalin has been used to control fish disease, however there are little information on secondary effect of this chemical on fish. The objective of this work was to evaluate the effect of formalin therapeutic concentrations on tambaqui (Colossoma macropomum Cuvier 1818) homeostasis by physiological parameters. Therapeutic baths were carried out in tanks of 100 L with formalin solution at 0, 100, 150, 200 and 250 mg/L and exposures of 0, 30, 60 and 120 minutes; recover (mais) y of the animals in water without formalin solution was evaluated after 24 hours. Blood was withdrawn from caudal vein to evaluate glucose, chlorides, sodium, potassium and calcium. Fish did not present stress signs in the formalin concentration of 100 mg/L in all exposure times. Although, baths of 200 and 250 mg/L promote significant increase in glucose levels after 30 minutes exposure. Formalin might be used in bath solutions of 100 and 150 mg/L for 30, 60 and 120 minutes and in baths of 200 and 250 mg/L up to 30 minutes without compromising tambaqui homeostasis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Fisiologia e metabolismo do ferro/ Iron physiology and metabolism

Grotto, Helena Z. W.
2010-06-01

Resumo em português O conhecimento sobre a fisiologia e metabolismo do ferro foi bastante incrementado nos últimos anos. A identificação de alguns genes e as repercussões quando de suas mutações, principalmente as relacionadas ao acúmulo de ferro, auxiliaram no entendimento dos mecanismos regulatórios responsáveis pela manutenção da homeostase desse nutriente essencial para numerosos processos bioquímicos. A função de diversas moléculas já está bem estabelecida, como da tran (mais) sferrina e seu receptor e, nas últimas décadas, novas moléculas têm sido identificadas, como a ferroportina, o transportador de metal divalente e hemojuvelina. Um elegante mecanismo de controle mantém o equilíbrio entre os processos de absorção do ferro, reciclagem, mobilização, utilização e estoque. Alterações no sincronismo desses processos podem causar tanto a deficiência como a sobrecarga de ferro, ambos com importantes repercussões clínicas para o paciente. Nessa minirrevisão serão abordados aspectos relacionados ao metabolismo do ferro e à participação de várias proteínas e mediadores envolvidos. Serão também apresentados os mecanismos regulatórios celular e sistêmico responsáveis pela disponibilidade do ferro em concentrações ideais para a manutenção de sua homeostase. Resumo em inglês Knowledge of the iron physiology and metabolism has increased greatly over the last few years. The identification of genes and the consequences of mutations, especially those related to the accumulation of iron, have improved the understanding of the regulatory mechanisms responsible for maintaining homeostasis of this essential nutrient in many biochemical processes. The function of several molecules is well established, as in the case of transferrin and its receptor and (mais) , in recent decades, new molecules have been identified such as ferroportin, divalent metal transporter, hemojuvelin and hepcidin. An elegant control mechanism maintains the balance between the processes of iron absorption, recycling, mobilization, utilization and storage. Disturbances in the synchronism among those processes may lead either to iron deficiency or to iron overload, both of which have important clinical consequences. This mini-review attempts to describe aspects related to iron metabolism and the participation of several proteins and mediators involved in these mechanisms. Moreover, intracellular and systemic regulation mechanisms responsible for providing the most suitable iron concentration for iron homeostasis maintenance will be presented.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Sexualidade: um conceito psicanalítico freudiano/ Sexuality: a freudian psychoanalytical concept

Bearzoti, Paulo
1994-03-01

Resumo em português É realçada a dificuldade em se conceituar sexualidade por ser assunto complexo e controvertido. É apresentada uma conceituação baseada na psicanálise freudiana. Para tanto, muitas das referências de Freud sobre o assunto são reunidas e citadas tendo como fonte a Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Assim, pouco a pouco, a seguinte conceituação de sexualidade é elaborada: sexualidade é energia vital instintitiva direc (mais) ionada para o prazer, passível de variações quantitativas e qualitativas, vinculada à homeostase, à afetividade, às relações sociais, às fases do desenvolvimento da libido infantil, ao erotismo, à genitalidade, à relação sexual, à procriação e à sublimação. Resumo em inglês Emphasis is placed in the difficulty in conceptualizing sexuality as a complex and controversial subject. This is a presentation of a concept based on freudian psychoanalysis. With this in mind, many of Freud's references are collected from the Brazilian Standard Edition of the Complete Psychological Works of Sigmund Freud. The following concept is arrived at: sexuality is an instinctive vital energy directed to pleasure, with the possibility of quantitative and qualitati (mais) ve variations, closely bound to homeostasis, to affection, to social relations, to phases of development of childhood-libido, to eroticism, to genitality, to sexual relations, to procreation and to sublimation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Exercício físico reduz a hiperglicemia de jejum em camundongos diabéticos através da ativação da AMPK/ Physical exercise decreases fasting hyperglycemia in diabetic mice through AMPK activation

Pádua, Mônica F. de; Pádua, Thomas F. de; Pauli, José R.; Souza, Cláudio T. de; Silva, Adelino S. R. da; Ropelle, Eloize C. C.; Cintra, Dennys E.; Carvalheira, José Barreto C.; Ropelle, Eduardo R.
2009-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A deficiência na captação de glicose em tecidos periféricos e o aumento da gliconeogênese hepática são fenômenos fisiopatológicos observados em pacientes diabéticos do tipo 2. O exercício físico é considerado um importante aliado para a melhora do perfil glicêmico em pacientes diabéticos; entretanto, os mecanismos envolvidos nesse processo não estão completamente elucidados. OBJETIVO: Avaliar o papel da proteína AMPK no controle glicêmico (mais) em camundongos diabéticos após o exercício físico. MÉTODOS: Durante o jejum, o teste de tolerância à insulina (ITT) e a técnica de Western blot foram combinados para avaliar a homeostase da glicose em camundongos diabéticos (ob/ob e db/db) submetidos a uma única sessão de natação. RESULTADOS: A hiperglicemia de jejum, a severa resistência à insulina e a deficiência na sinalização da via AMPK/ACC no músculo e no fígado observadas nos camundongos diabéticos foram revertidas após a sessão de exercício. A restauração da via AMPK/ACC reduziu a expressão da enzima gliconeogênica PEPCK no fígado e aumentou a translocação do GLUT4 no músculo esquelético. Esses dados apontam que a ativação da via AMPK/ACC induzida pelo exercício físico é importante para a redução da glicemia de jejum em modelos experimentais de diabetes tipo 2. Esses dados abrem novas frentes para o entendimento de como a atividade física controla da homeostase da glicose em pacientes diabéticos. Resumo em inglês INTRODUCTION: The deficiency in glucose uptake in peripheral tissues and increased hepatic gluconeogenesis are physiopathological phenomena observed in type 2 diabetes patients. Physical exercise plays an important role in the improvement of glycemic profile in diabetic patients; however, the mechanisms involved in these processes have not been fully elucidated. OBJECTIVE: to assess the role of AMPK protein in the glycemic control of diabetic mice after exercise. METHODS: (mais) During fasting condition, the insulin tolerance test (ITT) and Western blot technique, were combined to assess the glucose homeostasis in diabetic mice (ob/ob and db/db) after a single swimming session. RESULTS: Fasting hyperglycemia, severe insulin resistance and deficiency in the AMPK/ACC signaling in muscle and liver observed in the diabetic mice were reversed after the exercise session. The restoration of AMPK/ACC signaling reduced the expression of the gluconeogenic enzyme, PEPCK in the liver, and increased the translocation of GLUT4 in the skeletal muscle. These data indicate that the activation of AMPK/ACC pathway induced by physical exercise is important to reduce fasting glucose levels in experimental models of type 2 diabetes. These data open new insights for determination of physical activity control on the glucose homeostasis in diabetic patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Raquitismo hipofosfatêmico: da clínica à genética molecular

Nunes, Adriana B.; Lazaretti-Castro, Marise
2000-04-01

Resumo em português O raquitismo hipofosfatêmico dominante ligado ao cromossomo X é a forma mais comum de raquitismo familial, e caracteriza-se por hipofosfatemia associada a hiperfosfatúria e metabolismo anormal da vitamina D. Existem outras formas de hiperfosfatúrias hereditárias, sugerindo um complexo processo de homeostase do fosfato. Como não está definida qual a lesão básica do distúrbio, torna-se difícil o esclarecimento da fisiopatologia. Recentemente, através da abordage (mais) m de clonagem posicional, foi identificado um forte gene candidato, o PEX, que seria o responsável pelo distúrbio. Diversos tipos de mutações no PEX foram encontradas em cerca de 60 famílias. Os recentes avanços genéticos no estudo dessa doença muito têm contribuído para melhorar o entendimento da sua fisiopatologia e do controle do equilíbrio do fosfato. Resumo em inglês X-linked hypophosphatemic rickets is the most common familial form of rickets and is characterized by hypophosphatemia associated to hyperphosphaturia and abnormal 1,25-dihydroxyvitamin D metabolism. There are several other forms of hereditary hyperphosphaturias, which may indicate the complexity of phosphate homeostasis. As the basic damage has not been defined, its physiology comprehension is still unclear. Recently, using the positional cloning method, a strong candida (mais) te gene was identified: the PEX gene (Phosphate-regulating gene homologies to Endopeptidases on the X-chromosome), which seems to be the responsible for the disease. Many types of mutations in PEX were found in more than 60 families. The recent genetic advances in the study of this disease have allowed a much better understanding of its physiopathology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Associação da concentração plasmática de cobre com metaloproteínas cobre-dependentes em atletas de elite/ Association between copper plasma concentration and copper-dependent metaloproteins in elite athletes

Koury, Josely Correa; Oliveira, Cyntia Ferreira de; Donangelo, Carmen Marino
2007-08-01

Resumo em português O cobre é um elemento-traço essencial para a manutenção de vários processos biológicos, tais como metabolismo energético, homeostase de ferro e mecanismos de proteção antioxidante através da atividade da cobre-zinco superóxido dismutase (Cu-Zn SOD), da ceruloplasmina e da metalotioneína. No entanto, o cobre também participa de reações oxidativas que promovem a liberação de radicais livres, podendo prejudicar a integridade e a funcionalidade celular. A ati (mais) vidade física afeta a homeostase do cobre e promove maior utilização de oxigênio, favorecendo a instalação do estresse oxidativo quando mecanismos naturais de proteção antioxidante, incluindo os dependentes de cobre, não atuam adequadamente. Não há relatos na literatura sobre a associação de diferentes níveis de concentração plasmática de cobre com indicadores antioxidantes cobre-dependentes em atletas de elite. O presente estudo objetivou verificar a associação entre diferentes níveis plasmáticos de cobre e metaloproteínas cobre-dependentes, com atividade antioxidante, em atletas de elite. Os indicadores bioquímicos (metalotioneína e Cu-Zn SOD eritrocitárias, ceruloplasmina e cobre plasmáticos) foram avaliados em 50 atletas, homens e adultos, utilizando metodologias já consolidadas. Os resultados mostraram que 32% dos atletas apresentaram níveis de cobre plasmático inferiores a 11µmol/L, 38% entre 11-13µmol/L e 30% > 13µmol/L. As associações encontradas entre cobre plasmático e ceruloplasmina (r = 0,31; p = 0,04) e Cu-Zn SOD (r = 0,32, p = 0,02); metalotioneína eritrocitária e ceruloplasmina (r = 0,40, p = 0,006) e Cu-Zn SOD (0,73, p = 0,001) e entre Cu-Zn SOD e ceruloplasmina (r = 0,37, p Resumo em inglês Copper is a trace element essential in several biological processes, some of them important for physical activity, such as energy metabolism, iron homeostasis and antioxidant protection through the plasma ceruloplasmin, erythrocyte Cu-Zn superoxide dismutase (Cu-Zn SOD) and metallothionein. However, copper also participates in oxidative reactions releasing free radicals, which may adversely affect cell integrity and function. Physical activity is known to affect copper ho (mais) meostasis and may interfere in the copper antioxidant capacity. Intense physical activity results in higher oxygen consumption, which favors the release of free radicals and may cause irreversible damage to the body when the natural mechanisms of protection, including those copper-dependent, are not properly stimulated. Few studies related exercise with plasma copper level and copper-dependent metalloproteins in elite athletes. The present study aimed at evaluating the association between different levels of plasma copper and copper-dependent metalloproteins in male elite athletes (n = 50). The biochemical indices studied were plasma copper and ceruloplasmin, and erythrocyte Cu-Zn superoxide dismutase and metallothionein by validated methods. The results showed that 32% of the athletes had plasma copper levels lower than 11µmol/L, 38% between 11-13 µmol/L and 30% higher than 13 µmol/L. Plasma copper was associated with plasma ceruloplasmin level (r = 0.31, p = 0.004), and with Cu-Zn SOD (r = -0.32, p = 0.02); metallothionein erythrocyte were associated with Cu-Zn SOD (r = 0.73, p = 0.001) and with ceruloplasmin (r = 0.40, p = 0.006). These results suggest that both plasma and erythrocyte antioxidant capacity favor homeostatic adjustments in agreement with plasma copper levels in elite athletes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

A importância dos níveis de vitamina D nas doenças autoimunes/ The importance of vitamin D levels in autoimmune diseases

Marques, Cláudia Diniz Lopes; Dantas, Andréa Tavares; Fragoso, Thiago Sotero; Duarte, Ângela Luzia Branco Pinto
2010-02-01

Resumo em português Além do seu papel na homeostase do cálcio, acredita-se que a forma ativa da vitamina D apresenta efeitos imunomoduladores sobre as células do sistema imunológico, sobretudo linfócitos T, bem como na produção e na ação de diversas citocinas. A interação da vitamina D com o sistema imunológico vem sendo alvo de um número crescente de publicações nos últimos anos. Estudos atuais têm relacionado a deficiência de vitamina D com várias doenças autoimunes, co (mais) mo diabetes mellitus insulino-dependente (DMID), esclerose múltipla (EM), doença inflamatória intestinal (DII), lúpus eritematoso sistêmico (LES) e artrite reumatoide (AR). O artigo faz uma revisão da fisiologia e do papel imunomodulador da vitamina D, enfatizando sua participação nas doenças reumatológicas, como o lúpus e a artrite reumatoide. Resumo em inglês In addition to its role in calcium homeostasis, it is believed that the active form of vitamin D has immunomodulatory effects on cells of the immune system, particularly T lymphocytes, as well as on the production and action of several cytokines. The interaction of vitamin D with the immune system has been the target of a growing number of publications in recent years. Current studies have linked the deficiency of vitamin D with different autoimmune diseases, including in (mais) sulin-dependent diabetes mellitus (IDDM), multiple sclerosis (MS), inflammatory bowel disease (IBD), systemic lupus erythematosus (SLE), and rheumatoid arthritis (RA). This article reviews the physiology and immunomodulatory role of vitamin D, emphasizing its involvement in rheumatic diseases such as SLE and RA.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Aspectos atuais da relação entre exercício físico, estresse oxidativo e magnésio/ Current aspects of the relationship between physical exercise, oxidative stress and magnesium

Amorim, Aline Guimarães; Tirapegui, Julio
2008-10-01

Resumo em português Este trabalho visa a contribuir com informações atualizadas sobre a relação entre exercício, estresse oxidativo e magnésio. São escassos os trabalhos que discutem a produção de radicais livres nesse contexto. A deficiência de magnésio altera a fluidez das membranas celulares e mitocondriais e promove perturbações na homeostase do cálcio e na atividade das defesas antioxidantes. No exercício, a falta de magnésio nos tecidos musculares os torna mais suscetí (mais) veis à infiltração de macrófagos e neutrófilos e ao rompimento do sarcolema, dificultando o processo de regeneração e podendo ocasionar queda no desempenho físico. Conclui-se que o papel metabólico da deficiência de magnésio no estresse oxidativo induzido pelo exercício deve ser mais pesquisado, focalizando os seus efeitos na musculatura esquelética em indivíduos que praticam exercício regular e na deficiência marginal de magnésio. Resumo em inglês This article contributes to updated information about the relationship between exercise, oxidative stress and magnesium. There are few studies that discuss free radical production in this context. Magnesium deficiency alters cellular and mitochondrial membrane fluidity and promotes disturbances on calcium homeostasis and on the activity of antioxidant defenses. During exercise, lack of magnesium in muscle tissue turns them more susceptible to macrophage and neutrophil inf (mais) iltration and to sarcolema damage, impairing the regeneration process and leading to decreased physical performance. In conclusion, the metabolic role of magnesium deficiency on exercise-induced oxidative stress should be further researched, focusing on its effects on skeletal muscle in individuals who practice regular physical exercise and in marginal magnesium deficiency.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Predição da resistência à insulina em crianças: indicadores antropométricos e metabólicos/ Predicting insulin resistance in children: anthropometric and metabolic indicators

Moreira, Sérgio R.; Ferreira, Aparecido P.; Lima, Ricardo M.; Arsa, Gisela; Campbell, Carmen S. G.; Simões, Herbert G.; Pitanga, Francisco J. G.; França, Nanci M.
2008-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Predizer a resistência à insulina em crianças a partir de indicadores antropométricos e metabólicos por análise de sensibilidade e especificidade dos pontos de corte. MÉTODOS: Estudo transversal foi realizado em 109 crianças de 7 a 11 anos, sendo 55 obesas, 23 sobrepesadas e 31 eutróficas, classificadas pelo índice de massa corporal (IMC) para idade. Foram medidos IMC, circunferências da cintura e quadril, razão circunferência da cintura/circunferê (mais) ncia do quadril, índice de conicidade e percentual de gordura (absortometria de raio X de dupla energia). Coleta sangüínea em jejum foi realizada para mensuração da trigliceridemia, glicemia e insulinemia. A resistência à insulina foi avaliada pelo método homeostase glicêmica, considerando-se o percentil 90 como ponto de corte. Na identificação dos preditores de homeostase glicêmica, foi adotada a análise das curvas receiver operating characteristic com intervalo de confiança de 95%, calculando-se posteriormente a sensibilidade e especificidade. RESULTADOS: Os indicadores com poder de predição da resistência à insulina analisando a área sob a curva receiver operating characteristic (intervalo de confiança), com respectivos pontos de corte, foram, nesta ordem: insulinemia = 0,99 (0,99-1,00), 18,7 µU×mL-1; percentual de gordura = 0,88 (0,81-0,95), 41,3%; IMC = 0,90 (0,83-0,97), 23,69 kg×m²-¹; circunferência da cintura = 0,88 (0,79-0,96), 78,0 cm; glicemia = 0,71 (0,54-0,88), 88,0 mg×dL-1; trigliceridemia = 0,78 (0,66-0,90), 116,0 mg×dL-1 e índice de conicidade = 0,69 (0,50-0,87), 1,23 para amostra total; e insulinemia = 0,99 (0,98-1,00), 19,54 µU×mL-1; percentual de gordura = 0,76 (0,64-0,89), 42,2%; IMC = 0,78 (0,64-0,92), 24,53 kg×m²-¹; circunferência da cintura = 0,77 (0,61-0,92), 79,0 cm e trigliceridemia = 0,72 (0,56-0,87), 127,0 mg×dL-1 para os obesos. CONCLUSÕES: Indicadores antropométricos e metabólicos apresentaram bom poder de predição da resistência à insulina em crianças entre 7 e 11 anos, utilizando-se pontos de corte com melhor equilíbrio entre sensibilidade e especificidade da técnica preditora. Resumo em inglês OBJECTIVE: To predict insulin resistance in children based on anthropometric and metabolic indicators by analyzing the sensitivity and specificity of different cutoff points. METHODS: A cross-sectional study was carried out of 109 children aged 7 to 11 years, 55 of whom were obese, 23 overweight and 31 well-nourished, classified by body mass index (BMI) for age. Measurements were taken to determine BMI, waist and hips circumferences, waist circumference/hip circumference (mais) ratio, conicity index and body fat percentage (dual emission X-ray absorptiometry). Fasting blood samples were taken to measure triglyceridemia, glycemia and insulinemia. Insulin resistance was evaluated by the glycemic homeostasis method, taking the 90th percentile as the cutoff point. Receiver operating characteristic curves were analyzed to a 95% confidence interval in order to identify predictors of glycemic homeostasis, and sensitivity and specificity were then calculated. RESULTS: After analysis of the area under the receiver operating characteristic curve (confidence interval), indicators that demonstrated the power to predict insulin resistance were, in the following order: insulinemia = 0.99 (0.99-1.00), 18.7 µU×mL-1; body fat percentage = 0.88 (0.81-0.95), 41.3%; BMI = 0.90 (0.83-0.97), 23.69 kg×m2-¹; waist circumference= 0.88 (0.79-0.96), 78.0 cm; glycemia = 0.71 (0.54-0.88), 88.0 mg×dL-1; triglyceridemia = 0.78 (0.66-0.90), 116.0 mg×dL-1 and conicity index = 0.69 (0.50-0.87), 1.23 for the whole sample; and were: insulinemia = 0.99 (0.98-1.00), 19.54 µU×mL-1; body fat percentage = 0.76 (0.64-0.89), 42.2%; BMI = 0.78 (0.64-0.92), 24.53 kg×m2-¹; waist circumference = 0.77 (0.61-0.92), 79.0 cm and triglyceridemia = 0.72 (0.56-0.87), 127.0 mg×dL-1, for the obese subgroup. CONCLUSIONS: Anthropometric and metabolic indicators appear to offer good predictive power for insulin resistance in children between 7 and 11 years old, employing the cutoff points with the best balance between sensitivity and specificity of the predictive technique.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Osteoporose após transplante de órgãos sólidos/ Osteoporosis after solid organs transplantation

Cipriani, Rogério; Farias, Maria Lucia F.
2005-06-01

Resumo em português A osteoporose é uma complicação comum após os transplantes de rim, coração, fígado e pulmão. Os esquemas imunossupressores para evitar a rejeição do órgão enxertado após o transplante freqüentemente incluem glicocorticóides, ciclosporina A e tacrolimus, os quais possuem efeitos danosos sobre a homeostase mineral óssea, impostos a um esqueleto já comprometido. Outros fatores que provavelmente contribuem para a patogênese da osteoporose pós-transplante s� (mais) �o deficiência de vitamina D, hiperparatireoidismo secundário e hipogonadismo. Medidas para avaliação da saúde óssea antes do transplante deveriam ser realizadas: densitometria mineral óssea, radiografia da coluna, avaliação do nível de vitamina D e dos hormônios gonadais. Todos os pacientes transplantados deveriam ser submetidos à profilaxia da perda óssea. Estudos clínicos sugerem que os bisfosfonatos são os agentes mais promissores para a prevenção e o tratamento da osteoporose pós-transplante. Resumo em inglês Osteoporosis is a common complication following kidney, heart, liver and lung transplantation. Immununosuppressive regimens to prevent graft rejection after transplantation commonly include glucocorticoids, cyclosporin A and tacrolimus which are detrimental to bone and mineral homeostasis and are superimposed on an already compromised skeleton. Additional factors likely to contribute to post-transplantation osteoporosis pathogenesis are vitamin D insufficiency, secondary (mais) hyperparathyroidism and hypogonadism. Measures should be taken to optimize bone health prior transplantation: bone mineral density and spinal X-rays should be performed, and vitamin D and gonadal status assessed. Prophylaxis against bone loss after transplantation should be considered for all patients. Data from clinical trials suggest that bisphosphonates are the most promising agents for the prevention and treatment of post-transplantation osteoporosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Estimulação tátil-cinestésica: uma integração entre pele e sistema endócrino?/ Tactile-kinesthetic stimulation: integration between skin and endocrine system?

Fogaça, Monalisa C.; Carvalho, Werther B. de; Verreschi, Ieda T. N.
2006-09-01

Resumo em português Apresenta-se uma revisão da literatura sobre os aspectos neuroendócrinos da pele e as conseqüências da estimulação tátil-cinestésica sobre o córtex adrenal. Os artigos foram identificados a partir das bases de dados MEDLINE e LILACS, usando as palavras-chave "córtex supra-renal", "pele", "massagem", "lactentes", "glicocorticóide" e "ritmo circadiano". O período pesquisado foi de 1990 a 2003. Foram também consultados artigos de destaque publicados antes desse (mais) período. Estudos reconhecem o hipotálamo, a hipófise e a glândula adrenal como órgãos dinâmicos durante o desenvolvimento fetal e neonatal, e que respostas de estresse estão presentes ao nascer. A maioria dos estudos revisados, utilizando a estimulação tátil-cinestésica, seja em humanos ou animais, evidencia a capacidade da pele em metabolizar, coordenar e organizar estímulos externos, procurando manter a homeostase interna e externa, demonstrando a interação entre sistema neuroendócrino e a pele. A estimulação tátil-cinestésica parece ter um efeito sobre a reatividade hormonal, porém essa questão merece uma investigação mais aprofundada. Resumo em inglês A literature review on skin neuroendocrine aspects and the consequences of the tactile- kinesthetic stimulation on the adrenal cortex are presented. The articles were identified through MEDLINE and LILACS data bases, using the keywords "suprarenal cortex", "skin", "massage", "infants", "glucocorticoid" and "circadian rhythm". Single articles published between 1990 and 2003 were considered, as well as outstanding ones prior to this period. Studies recognize that the hypoth (mais) alamus, the pituitary and the adrenal gland are dynamic organs during fetal and neonatal development, and that stress responses are active at birth. Most of the studies reviewed, using tactile-kinesthetic stimulation, both in humans and animals, confirm skin's ability to metabolize, coordinate and organize external stimuli, attempting to maintain both external and internal homeostasis, demonstrating an interaction between the neuroendocrine system and tactile stimulation. Tactile-kinesthetic stimulation seems to have an effect on hormonal reactivity, although the issue demands further investigation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

O endotélio na síndrome metabólica/ The endothelium in the metabolic syndrome

Bahia, Luciana; Aguiar, Luiz G. K. de; Villela, Nivaldo Ribeiro; Bottino, Daniel; Bouskela, Eliete
2006-04-01

Resumo em português O endotélio é responsável pela manutenção da homeostase vascular. Em condições fisiológicas, mantém o tônus vascular, o fluxo sangüíneo laminar, a fluidez da membrana plasmática, o equilíbrio entre coagulação e fibrinólise, a inibição da proliferação e da migração celulares e o controle da resposta inflamatória. A disfunção endotelial é definida como uma alteração do relaxamento vascular por diminuição da biodisponibilidade de fatores de rel (mais) axamento derivados do endotélio, principalmente o óxido nítrico (NO). Estas respostas vasomotoras anormais ocorrem na presença de inúmeros fatores de risco para a aterosclerose. A síndrome metabólica é considerada um estado de inflamação crônica que se acompanha de disfunção endotelial e ocasiona aumento na incidência de eventos isquêmicos cardiovasculares e elevada mortalidade. Essa revisão abordará o processo fisiológico de regulação da função vascular pelo endotélio, os métodos disponíveis para avaliação in vivo da disfunção endotelial e as terapias capazes de melhorar a função vascular e conseqüentemente minimizar o risco cardiovascular dessa síndrome tão prevalente no nosso meio. Resumo em inglês The endothelium is responsible for the maintenance of vascular homeostasis. In physiological conditions it acts keeping vascular tonus, laminar blood flow, plasmatic membrane fluidity, the balance between coagulation and fibrinolysis and the inhibition of cellular proliferation, migration and the inflammatory response. Endothelial dysfunction is defined as an alteration of vascular relaxation induced by reduction of endothelium-derived relaxing factors (ERRFs), mainly nit (mais) ric oxide. These abnormal vasomotor responses occur in the presence of various risk factors for atherosclerosis. The metabolic syndrome is considered a state of chronic inflammation accompanied of endothelial dysfunction causing an increased incidence of ischemic cardiovascular events and high mortality. This revision will encompass the physiological process of vascular function regulation, methods for in vivo assessment of endothelial dysfunction and therapies capable to improve vascular function and consequently minimize the cardiovascular risk due to metabolic syndrome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Síndrome de Wolfram: da definição às bases moleculares/ Wolfram syndrome: from definition to molecular bases

Ribeiro, Maria Regina F.; Crispim, Felipe; Vendramini, Márcio F.; Moisés, Regina S.
2006-10-01

Resumo em português A síndrome de Wolfram (SW) é uma condição neurodegenerativa progressiva de herança autossômica recessiva caracterizada pela presença de diabetes mellitus e atrofia óptica. Freqüentemente também estão presentes o diabetes insipidus e disacusia neurossensorial, explicando o acrônimo DIDMOAD (diabetes insipidus, diabetes mellitus, optic atrophy, deafness) pelo qual a síndrome é também conhecida. Além desses, outros comemorativos tais como bexiga neurogênica, (mais) ataxia, nistagmo e predisposição a doenças psiquiátricas podem também estar presentes. Em 1994 identificou-se no cromossomo 4p16.1 um dos genes responsáveis pela SW, que foi denominado WFS1 ou wolframina. Esse gene codifica uma proteína de 890 aminoácidos de localização no retículo endoplasmático. A função da proteína wolframina ainda não está completamente definida, porém sua localização no retículo endoplasmático sugere um papel na regulação da homeostase do cálcio, transporte de membrana ou processamento protéico. O entendimento de como alterações na função da wolframina resultam em diabetes e neurodegeneração é essencial para o desenvolvimento de terapias para prevenir ou atenuar as conseqüências da SW. Resumo em inglês Wolfram syndrome (WS) is an autosomal recessive progressive neurodegenerative disorder characterized by diabetes mellitus and optic atrophy. Diabetes insipidus and sensorineural deafness are also noted frequently, explaining the acronym DIDMOAD (diabetes insipidus, diabetes mellitus, optic atrophy and deafness) by which the syndrome is also referred. Additional manifestations such as atonic bladder, ataxia, nystagmus and predisposition for psychiatric illness may be prese (mais) nt. The Wolfram syndrome gene, WFS1, was mapped to chromosome 4p16.1 by positional cloning. It encodes an 890-amino-acid polypeptide named wolframin. Although the wolframin function is still not completely known, its localization to the endoplasmic reticulum suggests it can play a role in calcium homeostasis, membrane trafficking and protein processing. Knowing the cellular function of wolframin is necessary for understanding the pathophysiology of Wolfram syndrome. This knowledge may lead to development of therapies to prevent or reduce the outcomes of WS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

O uso da acupuntura no auxílio à terapia da doença idiopática do trato urinário inferior dos felinos/ Use of acupuncture in the management and therapy of feline idiopathic lower urinary tract disease

Giovaninni, Luciano Henrique; Piai, Viviane dos Santos
2010-03-01

Resumo em português Diferentes afecções podem acometer o trato urinário inferior dos felinos, acarretando sinais clínicos inespecíficos como: hematúria, disúria, polaquiúria, estrangúria, periúria ou obstrução, caracterizando a doença do trato urinário inferior dos felinos (DTUIF). Entretanto, em até 65% dos felinos acometidos, a etiologia é indeterminada, denominada de doença idiopática do trato urinário inferior dos felinos (DTUIF idiopática), que tem se mostrado como u (mais) m desafio ao clínico veterinário, uma vez que não há diagnóstico específico ou terapia efetiva. Atualmente, tem sido estudado o papel da inflamação neurogênica da bexiga urinária secundária ao estresse, como etiologia da DTUIF idiopática. Há evidências científicas de que a acupuntura restaure a homeostase, reduza o estresse e, pela estimulação neural periférica, ative mecanismos endógenos de antinocicepção, regulando a liberação de mediadores dos mecanismos da dor e do processo inflamatório, como a substância P. O objetivo desta revisão bibliográfica foi descrever como a acupuntura pode ser um recurso na terapia da DTUIF idiopática, tendo como base a modulação da inflamação neurogênica da bexiga urinária e o controle do estresse desses gatos. Resumo em inglês Several diseases may affect feline lower urinary tract, causing unspecific signs such as: hematuria, dysuria, pollakiuria, stranguria, periuria or urethral obstruction, which are clinically described as feline lower urinary tract disease (FLUTD). However, FLUTD is of unknown etiology in up to 65% cases, named as idiopathic feline lower urinary tract disease (idiopathic FLUTD), which is a challenge to veterinary, since there is nor diagnostic or effectiveness treatment ava (mais) ilable. Recently, many studies have evaluated the role of neurogenic inflammation related to stress as etiology factor to idiopathic FLUTD. There are scientific evidences that acupuncture recuperate homeostasis, reduce stress and, by peripheral nerves stimulation, active endogenous antinociception mechanisms, modulating inflammatory and pain mediators' release, such as substance P. The aim of this review was to describe how acupuncture may be recommended to idiopathic FLUTD therapy, based in modulating bladder neurogenic inflammation and reducing the stress in these cats.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

O sistema endocanabinóide: novo paradigma no tratamento da síndrome metabólica/ The endocannabinoid system: a new paradigm in the metabolic syndrome treatment

Godoy-Matos, Amélio F. de; Guedes, Erika Paniago; Souza, Luciana Lopes de; Valério, Cynthia Melissa
2006-04-01

Resumo em português O balanço energético é um dos mais importantes mecanismos de homeostase e de sobrevivência das espécies. O sistema endocanabinóide é um novo e importante componente entre estes mecanismos. Os seus receptores e agonistas endógenos se expressam no sistema nervoso central (SNC) e perifericamente, em vários sítios, estabelecendo uma rede de comunicação periferia­SNC. Um aspecto marcante é a sua expressão no tecido adiposo, onde regula a lipogênese e aumenta (mais) a expressão de genes influentes no metabolismo dos lipídeos e dos carboidratos. Estes aspectos são importantes para o controle do peso corporal e da Síndrome Metabólica (SM). O sistema é ativado sob demanda e desativado rapidamente, atuando autócrina e paracrinamente, e as evidências sugerem que mantém-se hiperativado em estados de obesidade. Um antagonista específico do seu principal receptor (CB1), o Rimonabant, tem se mostrado importante ferramenta no controle do peso em modelos animais de obesidade e de SM. Da mesma forma, grandes estudos em humanos confirmam sua eficácia no controle do peso e das variáveis metabólicas, sugerindo um papel importante deste medicamento para o controle do risco cardiovascular associado à SM. Resumo em inglês Energetic balance is a fundamental homeostasis mechanism, which contributes to the species' survival. The endocannabinoid system is a new and important component among such mechanisms. Its receptors and endogenous agonists are expressed in central nervous system (CNS) and at various peripheral organs, establishing a CNS­periphery net communication. A relevant aspect is its expression in the adipose tissue, where it regulates lipogenesis and increases the expression of (mais) influent genes on lipids and carbohydrate metabolism. Interestingly, it seems to be upregulated in human and animal obesity, although it is activated on demand and rapidly deactivated. Its activation increases food intake and promotes weight gain, contributing to Metabolic Syndrome (MS). Rimonabant is a specific antagonist to the main endocannabinoid receptor (CB1). In animal models of obesity and MS, as well as in humans, Rimonabant has demonstrated to be a useful tool in controlling weight and metabolic aspects. Indeed, some new human trials suggest a possible role for this substance in controlling cardiovascular risk factors related to MS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Temperaturas elevadas afetam a distribuição de íons em plantas de feijão caupi pré-tratadas com NaCl1/ High temperatures affect ion distribution in NaCl-pretreated cowpea plants

Dutra, Antonia T. B.; Silva, Evandro N.; Rodrigues, Cícera. R. F.; Vieira, Suyanne A.; Aragão, Rafael M.; Silveira, Joaquim A. G.
2011-04-01

Resumo em português Objetivou-se com este trabalho caracterizar o efeito de diferentes temperaturas sobre a distribuição de Na+, Cl- e K+ em raízes, caules e folhas de feijão caupi pré-tratadas com NaCl. Após o período de aclimatação as plantas foram divididas em 2 grupos: 0 NaCl e 100 mM de NaCl por 2 dias. Posteriormente, as plantas foram divididas em 4 subgrupos e submetidas a temperaturas crescentes de 27, 32, 37 e 42 ºC, separadamente, por um fotoperíodo de 12 h para cada tem (mais) peratura. O tratamento sem NaCl a 27 ºC foi adotado como referência. As concentrações de Na+ e Cl- nos diferentes órgãos foram aumentadas pelo pré-tratamento com NaCl e esta acumulação foi intensificada com a exposição a altas temperaturas. Nas raízes, por exemplo, observou-se que na temperatura de 42 ºC as concentrações de Na+ foram 4 vezes maiores do que nas folhas, enquanto o Cl- se acumulou principalmente nas folhas, tendo um aumento de 20 vezes na concentração deste íon em relação às plantas referência. Inversamente, as concentrações de K+ foram reduzidas em todos os órgãos analisados. Desta forma, conclui-se que temperaturas elevadas afetam a distribuição de íons nos diferentes órgãos afetando diretamente a homeostase iônica das plantas. Resumo em inglês The purpose of this study was to characterize the effect of temperature on the distribution of Na+, Cl- and K+ in roots, stems and leaves of cowpea pre-treated with NaCl. After the acclimation period, plants were divided into two groups: 0 NaCl and 100 mM NaCl for 2 days. Subsequently, the plants were divided into 4 sub-groups and subjected to increasing temperatures of 27, 32, 37 and 42 ºC, separately, for a photoperiod of 12 hours at each temperature. The treatment wit (mais) hout NaCl at 27 ºC was used as reference. The concentrations of Na+ and Cl- in different organs were increased by pretreatment with NaCl and this accumulation was intensified by exposure to high temperatures. In roots, for example, at temperature of 42 ºC concentrations of Na were four times higher than in leaves. While Cl- accumulated mainly in leaves, with a 20-fold increase in the concentration of this ion in relation to reference plants. Inversely, K+ concentrations were reduced in all organs analyzed. Thus, it is conclude that high temperatures affect the distribution of ions in different organs directly affecting ion homeostasis in plants.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Miocardiopatia diabética/ Diabetic cardiomyopathy

Okoshi, Katashi; Guimarães, Julliano F. Campos; Di Muzio, Bruno Paulino; Fernandes, Ana Angélica H.; Okoshi, Marina Politi
2007-03-01

Resumo em português A miocardiopatia diabética é uma doença do músculo cardíaco causada pelo diabetes mellitus e não relacionada às patologias vascular e valvular ou à hipertensão arterial sistêmica. Observações experimentais e clínicas têm demonstrado hipertrofia, necrose, apoptose e aumento do tecido intersticial miocárdico. Acredita-se que a miocardiopatia diabética seja decorrente de anormalidades metabólicas como hiperlipidemia, hiperinsulinemia e hiperglicemia, e de al (mais) terações do metabolismo cardíaco. Tais alterações podem causar aumento do estresse oxidativo, fibrose intersticial, perda celular e comprometimento do trânsito intracelular de íons e da homeostase do cálcio. Clinicamente, é possível a detecção de disfunção diastólica assintomática na fase inicial. No momento em que surgem os sinais e sintomas de insuficiência cardíaca, observamos disfunção diastólica isolada, sendo que o comprometimento da função sistólica, habitualmente, é tardio. O tratamento da miocardiopatia diabética com insuficiência cardíaca não difere das miocardiopatias de outras etiologias e deve seguir as diretrizes de acordo com o comprometimento da função ventricular, se diastólica isolada ou diastólica e sistólica. Resumo em inglês Diabetic cardiomyopathy is a myocardial disease caused by diabetes mellitus unrelated to vascular and valvular pathology or systemic arterial hypertension. Clinical and experimental studies have shown that diabetes mellitus causes myocardial hypertrophy, necrosis, and apoptosis, and increases interstitial tissue. The pathophysiology of diabetic cardiomyopathy is incompletely understood. It appears that metabolic perturbations such as hyperlipidemia, hyperinsulinemia, hype (mais) rglycemia, and changes in cardiac metabolism are involved in cellular consequences leading to increased oxidative stress, interstitial fibrosis, myocyte death, and altered intracellular ions transient and calcium homeostasis. Clinically, an early detection of asymptomatic diastolic dysfunction is possible. When patients develop signals and symptoms of heart failure, isolated diastolic dysfunction is usually detected. Systolic dysfunction is a late finding. Treatment of heart failure due to diabetic cardiomyopathy is not different from myocardiopathies of other etiologies and must follow the guidelines according to ventricular function, whether diastolic or diastolic and systolic impairment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

A influência dos ácidos graxos trans na disfunção da célula endotelial e o possível efeito terapêutico do exercício sobre o tecido endotelial como forma de prevenção ou regressão da aterosclerose/ Influence of trans fatty acids on endothelial cell dysfunction and possible therapeutic effects of physical activity on endothelial tissue for prevention or regression of atherosclerosis

Masi, Laureane Nunes; Silva, Érica Paula Portioli
2009-06-01

Resumo em português O endotélio atua ativamente na regulação do tônus vascular, sintetizando e liberando substâncias vasoativas. A inflamação e os fatores de risco cardiovasculares alteram a homeostase vascular, levando à disfunção endotelial e possível formação de placas de ateroma. O aumento das concentrações plasmáticas de ácidos graxos livres pode causar lipotoxicidade vascular, disfunção do endotélio e, finalmente, aterosclerose. Dieta rica em lipídeos contendo áci (mais) dos graxos trans tem correlação positiva com a progressão de doenças cardiovasculares. Mudanças no estilo de vida, na adoção de dieta balanceada e atividade física são estratégias para a prevenção de doenças cardiovasculares e a reabilitação de pacientes. Nesta revisão, discutimos a influência benéfica do exercício físico em aspectos importantes da disfunção endotelial causados pelos ácidos graxos trans, incluindo evidências recentes e/ou ainda não exploradas. Discutimos também quais seriam os mecanismos envolvidos no comprometimento funcional da célula endotelial frente ao aumento de ácidos graxos trans na circulação. Resumo em inglês The endothelium actively participates in the regulation of vascular tone through the synthesis and release of vasoactive mediators. Inflammation and cardiovascular risk factors affect vascular homeostasis, causing endothelial dysfunction and atheromatous plaque formation. Increased free fatty acid concentrations may result in vascular lipotoxicity, endothelium dysfunction and, ultimately, atherosclerosis. A lipid-rich diet including trans fatty acids has a positive correl (mais) ation with the progression of cardiovascular diseases. Lifestyle changes, such as eating a well-balanced diet and participating in regular physical activity, have been proposed to prevent cardiovascular diseases and improve rehabilitation. In this review, we discuss the beneficial effects of regular exercise on important aspects of endothelial dysfunction caused by trans fatty acids, including recent and/or yet-to-be-described evidence. The discussion also comprehends the mechanisms involved in endothelial cell dysfunction due to increased trans fatty acid concentrations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Diabetes mellitus tipo 2: fatores preditivos na população nipo-brasileira/ Type 2 diabetes mellitus: predictive factors in a Japanese-Brazilian population

Nascimento, Rogéria do; Franco, Laércio J.; Gimeno, Suely G.A.; Hirai, Amélia T.; Ferreira, Sandra R.G.; Grupo de Estudos de Diabetes Mellitus em Nipo-Brasileiros
2003-10-01

Resumo em português O objetivo deste estudo é identificar os principais preditores para o desenvolvimento do diabetes mellitus tipo 2 (DM2), em população com alta prevalência de DM, ou seja, a nipo-brasileira. Foram avaliados 314 indivíduos de origem japonesa em Bauru, SP, com 40 ou mais anos de idade, sem miscigenação, em 1993 e 2000. Os parâmetros avaliados, obtidos em 1993, foram sexo, idade, índice de massa corpórea (IMC), circunferência da cintura e do quadril, glicemia, insu (mais) lina e pró-insulina de jejum e de 2hs após sobrecarga de glicose, HOMA (função das células b e resistência insulínica), perfil lipídico e pressão arterial. A homeostase glicêmica, avaliada em 2000, mostrou que os indivíduos com glicemia de jejum alterada ou tolerância à glicose diminuída apresentavam maiores chances de progressão ao DM2 (60 e 70%, respectivamente) do que os normais (19%). As principais variáveis envolvidas nessa progressão foram IMC, circunferência da cintura (apenas mulheres), pressão arterial sistólica, glicemia de jejum e de 2h e VLDL-colesterol. Esses resultados evidenciam o potencial existente para a redução da incidência de DM2 nessa população, pois esses fatores são passíveis de intervenção apenas com mudanças no estilo de vida. Resumo em inglês In order to identify the main predictors for the development of type 2 diabetes mellitus (DM2) in a population with high prevalence of DM - the Japanese-Brazilians -, we evaluated 314 individuals with Japanese ancestry from Bauru, SP, aged 40 years or more, without miscegenation, in 1993 and 2000. The parameters evaluated, obtained in 1993, were sex, age, body mass index (BMI), waist and hip circumferences, fasting and 2h after 75g of glucose load glycemia, insulinemia an (mais) d proinsulinemia, HOMA (function of the b cell and insulin resistance), lipid profile and blood pressure. The glycemic homeostasis evaluated in 2000 showed that individuals with impaired fasting glycemia or impaired glucose tolerance presented a higher risk for the progression to DM2 (60 and 70%, respectively) than normals (19%). The main variables involved in the progression to DM were BMI, waist circumference (only women), systolic blood pressure, fasting and 2h glycemia, and VLDL-cholesterol. These results showed the existing potential for the reduction in the incidence of DM2 in this population, because the main risk factors can be modified by interventions in lifestyle.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

O tecido adiposo como centro regulador do metabolismo/ The adipose tissue as a regulatory center of the metabolism

Fonseca-Alaniz, Miriam H.; Takada, Julie; Alonso-Vale, Maria Isabel C.; Lima, Fabio Bessa
2006-04-01

Resumo em português Os avanços da pesquisa sobre as propriedades metabólicas do tecido adiposo e as recentes descobertas sobre sua capacidade em produzir hormônios atuantes em processos fisiológicos e fisiopatológicos, estão revolucionando conceitos sobre a sua biologia. O seu envolvimento em processos como obesidade, diabetes mellitus tipo 2, hipertensão arterial, arteriosclerose, dislipidemias, processos inflamatórios agudos e crônicos, entre outros, indicam que a compreensão das (mais) suas propriedades funcionais contribuirão para melhorar o prognóstico daquelas doenças, cuja prevalência vem crescendo de forma preocupante. Nesta revisão, abordamos aspectos funcionais dos adipócitos, como o metabolismo, a participação na homeostase energética, a sua habilidade endócrina e a adipogênese, entendida como a capacidade de pré-adipócitos, presentes no parênquima do tecido, de se diferenciarem em novos adipócitos e reconstituírem o tecido. Além disso, estamos incluindo estudos sobre as relações entre o tecido adiposo e a glândula pineal, aspecto novo e pouco conhecido, mas, como será visto, muito promissor da fisiologia do adipócito com possíveis repercussões favoráveis para a terapêutica das moléstias relacionadas com a obesidade. Resumo em inglês The recent progress in the research about the metabolic properties of the adipose tissue and the discovery of its ability to produce hormones that are very active in pathophysiologic as well as physiologic processes is rebuilding the concepts about its biology. Its involvement in conditions like obesity, type 2 diabetes mellitus, arterial hypertension, arteriosclerosis, dislipidemias and chronic and acute inflammatory processes indicate that the understanding of its funct (mais) ional capacities may contribute to improve the prognosis of those diseases whose prevalence increased in a preoccupying manner. Here we review some functional aspects of adipocytes, such as the metabolism, its influence on energy homeostasis, its endocrine ability and the adipogenesis, i.e., the potential of pre-adipocytes present in adipose tissue stroma to differentiate into new adipocytes and regenerate the tissue. In addition, we are including some studies on the relationship between the adipose tissue and the pineal gland, a new and poorly known, although, as will be seen, very promising aspect of adipocyte physiology together with its possible favorable repercussions to the therapy of the obesity related diseases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Análise das redes interpessoais: aplicação na realidade de uma equipe de enfermagem atuando em unidade de hematologia/ Interpersonal network analysis: application to the reality of a nursing team working in a hematology unit

Landim, Fátima Luna Pinheiro; Fernandes, Andreia Morais; Mesquita, Rafael Barreto de; Collares, Patrícia Moreira Costa; Frota, Mirna Albuquerque
2010-12-01

Resumo em português A equipe de Enfermagem do Serviço de Hematologia depara-se constantemente com situações de sofrimento intenso, podendo afetar sua homeostase. Considerando o postulado acerca da tendência à atualização do ser humano, as redes interpessoais podem ser benéficas, disponibilizando suportes para atualização da pessoa, que passa a transformar sua energia em comportamento útil, favorecendo o desempenho de funções e promovendo saúde. Este estudo foi realizado sobre a (mais) metodologia de análise das redes sociais, com o objetivo de analisar a rede interpessoal dos componentes de uma equipe de Enfermagem, que atua em unidade de hematologia de um hospital-escola na cidade de Fortaleza-CE. Foi realizado no ano de 2009, com 10 informantes-chaves. Os dados foram coletados no questionário gerador de nomes e qualificador da relação, processados nos programas: UCINET 6.123 e NETDRAW 2.38. O emprego da metodologia de análise de redes sociais permitiu reunir elementos elucidativos acerca da estrutura do grupo, sendo possível, a partir daí, tecer considerações acerca da posição ocupada pelos indivíduos, bem como do núcleo de relações constituído ao redor de cada um. Resumo em inglês The nursing team of the Hematology Service are constantly facing situations of intense suffering and this can affect their homeostasis. Considering the premise according to which human beings tend to upgrade themselves, interpersonal networks may be beneficial, providing support so that the person can upgrade herself, and starts to transform her energy into useful behavior, favoring the performance of duties and promoting health. This study employed the methodology of Soc (mais) ial Network Analysis, and it aimed to analyze the interpersonal network of the members of a nursing team that work in the hematology unit of a hospital-school in the city of Fortaleza, Northeastern Brazil. The study was conducted in 2006, with ten key informants. Data were collected through a questionnaire that generates names and evaluates the relationship, and were processed by the programs: UCINET 6.123 and NETDRAW 2.38. The use of Social Network Analysis enabled us to learn about the structure of the group. Based on this, it was possible to make considerations about the position occupied by the individuals and about the nucleus of relationships constituted around each one of them.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Efeitos do aumento na sobrecarga de treinamento sobre parâmetros bioquímicos e hormonais em ratos/ Effects of increase of overload training on biochemical and hormonal parameters in rats/ Efectos del aumento de sobrecarga de entrenamiento sobre parámetros bioquímicos y hormonales en ratones

Santos, Ronaldo Vagner Thomatieli; Caperuto, Érico Chagas; Rosa, Luís Fernando Bicudo Pereira Costa
2006-06-01

Resumo em português Para o treinamento ser bem sucedido deve ser suficientemente intenso para provocar a quebra da homeostase, a adaptação e, por fim, a supercompensação. Todavia, condições de estresse excessivo induzido pelo exercício físico podem provocar efeitos indesejáveis. Este trabalho tem como objetivo avaliar se o aumento na sobrecarga de treinamento altera parâmetros hormonais e bioquímicos similares ao overreaching. Os animais foram divididos em três grupos: SED (anima (mais) is sedentários), MOD (animais que treinaram de forma moderada durante seis semanas) e grupo EXT (que treinaram de forma semelhante ao grupo MOD por quatro semanas, duas sessões diárias de treinamento na quinta semana e três sessões na sexta semana). Houve aumento da concentração plasmática de glutamato no grupo EXT (p Resumo em espanhol Para que el entrenamiento tenga éxito, éste debe ser lo suficientemente intenso para provocar la quiebra de homeostasis, la adaptación y por fin la supercompensación. Sin embargo, condiciones de estrés excesivo inducidos por el ejercicio físico pueden provocar efectos indeseables. Este trabajo tiene como objetivo evaluar si el aumento en la sobrecarga de entrenamiento altera parámetros hormonales y bioquímicos similares al overreaching. Los animales fueron dividid (mais) os en tres grupos: SED (animales sedentarios), MOD (animales que entrenaron de forma moderada durante 6 semanas) y EXT (que entrenaron de forma semejante al grupo MOD por 4 semanas, 2 sesiones diarias de entrenamiento en la quinta semana y 3 sesiones la sexta semana). Hubo aumento en la concentración plasmática de glutamato en el grupo EXT (p Resumo em inglês The training will be efficient if it is intensive enough to promote homeostasis break, adaptation and super compensation consequently. On the other hand, excessive stress conditions induced by exercise may promote undesirable effects. This paper aims to evaluate the effects of the increase in overload training upon some hormonal and biochemical parameters similar to overreaching. The animals were divided in three groups: SED (sedentary animals), MOD (moderate training dur (mais) ing six weeks) and EXT (similar training to MOD for four weeks and increase to two and three daily training sessions in the 5th and 6th weeks, respectively). There was an increase in glutamate in EXT group (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Possíveis efeitos do cobre sanguíneo sobre parâmetros hematológicos em idosas/ Possible effects of blood copper on hematological parameters in elderly

Baierle, Marília; Valentini, Juliana; Paniz, Clóvis; Moro, Angela; Barbosa Junior, Fernando; Garcia, Solange Cristina
2010-12-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: O cobre é um elemento traço essencial e sua homeostase é importante, principalmente em idosos, uma vez que seu metabolismo está associado a doenças neurodegenerativas e distúrbios na eritropoiese, entre outros. OBJETIVO: O presente estudo avaliou a associação entre cupremia, parâmetros hematológicos e estresse oxidativo. MATERIAIS E MÉTODOS: Amostras de sangue de 39 mulheres idosas (grupo de estudo) e de 20 indivíduos adultos saudáveis (grupo-co (mais) ntrole) foram coletadas. As concentrações de cobre sérico foram quantificadas por espectrometria de massa por plasma indutivamente acoplado (ICP-MS), a atividade e o índice de reativação da enzima δ-aminolevulinato desidratase (ALA-D) foram determinados por espectrofotometria e parâmetros sanguíneos foram analisados em sistema automatizado. Os resultados foram expressos em média ± desvio padrão (DP). RESULTADOS: As concentrações de cobre, parâmetros hematológicos e índice de reativação da ALA-D para ambos os grupos encontraram-se dentro dos valores de referência. Porém, a atividade da ALA-D (11,47 ± 2,81 U.L-1) foi significativamente inferior no grupo de estudo em comparação com o grupo-controle. Correlações de Spearman (observadas somente nas mulheres idosas) entre as concentrações de cobre versus hemoglobina, hematócrito e atividade da ALA-D foram -0,384; -0,408 e -0,395, respectivamente (p Resumo em inglês INTRODUCTION: Copper is an essential trace element, and its homeostasis is important, mainly among the elderly, since their metabolism is associated with neurodegenerative diseases and erythropoiesis disorders, among others. OBJECTIVE: This study evaluated the association among cupremia, hematological parameters and oxidative stress. MATERIAL AND METHODS: Blood samples from 39 elderly women (study group) and 20 health individuals (control group) were collected. The concen (mais) trations of serum copper were quantified by ICP-MS. The activity and enzyme ALA-D reactivation index were determined by spectrophotometry and blood parameters were analyzed in the automated system. The results were expressed as mean ± standard deviation. RESULTS: Concentrations of copper, hematological parameters and ALA-D reactivation were within the reference values in both groups. However, ALA-D activity (11.47 ± 2.81 UL-1) was significantly lower in the study group compared to the control group. Spearman correlations (observed only in elderly women) between copper concentration versus hemoglobin, hematocrit and ALA-D activity were -0.384, -0.408 and -0.395, respectively (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Resposta divergente da testosterona e do cortisol séricos em atletas masculinos após uma corrida de maratona/ Divergent responses of serum testosterone and cortisol in athlete men after a marathon race

França, Sheyla Carla A.; Barros Neto, Turíbio Leite; Agresta, Marisa Cury; Lotufo, Renato Fraga M.; Kater, Claudio E.
2006-12-01

Resumo em português O exercício físico altera a homeostase, pois requer rápida mobilização de fontes metabólicas. Neste estudo, analisamos a resposta dos níveis séricos de testosterona (T) e cortisol (C) e das enzimas de desgaste muscular CK, CKMB e LDH, em 20 atletas masculinos sadios (25 a 40 anos), participantes de uma maratona (42,2 km). Coletas de sangue venoso foram feitas em 3 períodos: (i) pela manhã, 48 h antes da maratona (controle), (ii) logo após o término da corrida (mais) (final) e (iii) na manhã seguinte, 20 h após a realização da prova (recuperação). Ao final, T estava significantemente mais baixa (de 673 para 303 ng/dl) e C mais elevado (de 20,3 para 42,5 µg/dl) que no período controle. Na recuperação, ambos praticamente retornaram aos níveis basais. CK, CKMB e LDH estavam significantemente mais elevadas ao final da corrida e mais ainda na recuperação (exceto a CKMB), caracterizando o desgaste muscular. Enquanto CK e LDH apresentaram significante correlação negativa com a T (-0,412 e -0,546, respectivamente), CKMB correlacionou-se positivamente com o C (0,4521). Concluímos que a correlação inversa entre T e C, e o comportamento das enzimas CK, CKMB e LDH, permite comprovar que uma corrida de maratona causa intenso stress físico, provocando desequilíbrio hormonal e lesão celular severa. Resumo em inglês Physical exercise alters homeostasis, as it requires prompt mobilization of metabolic sources. In this study, we measured serum testosterone (T) and cortisol (C) levels and the muscle-wastage enzymes CK, CKMB and LDH in 20 healthy male athletes (ages 25 to 40 years) in response to a marathon race (42.2 km). Venous blood samples were drawn in 3 different periods: (i) in the morning, 48 h before the competition (control), (ii) at the end of the race (end), and (iii) in the (mais) next morning, 20 h after the race (recovery). At the end, T was significantly lower (from 673 to 303 ng/dl) and C higher (from 20.3 to 42.5 µg/dl) as compared to the control period. At recovery, both were virtually identical to control levels. CK, CKMB and LDH were significantly higher at the end of the competition and even higher in the recovering period (except for CKMB), characterizing muscle wastage. CK and LDH disclosed a significant negative correlation with T (-0.412 and -0.546, respectively), whereas CKMB correlated positively with C (0.4521). We conclude that the inverse correlation observed between T and C levels, and the pattern of CK, CKMB and LDH increase, allow us to confirm that a marathon race may cause a marked physical stress, resulting in a distinct hormonal imbalance and severe cellular damage.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Influências do exercício na resposta imune/ Exercise influence on immune response

Costa Rosa, Luiz Fernando Pereira Bicudo; Vaisberg, Mauro W
2002-08-01

Resumo em português RESUMO O estudo da relação entre o exercício e a resposta imune teve grande impulso a partir da metade da década de 70, tendo como principais áreas de interesse o estudo da infecção de vias aéreas superiores em atletas submetidos a grandes esforços, o exercício como modelo de estresse e a resposta do treinamento como resposta adaptativa frente a situações de estresse. A descrição da interação entre os sistemas imune e neuroendócrino foi de importância ca (mais) pital no desenvolvimento desses estudos. O exercício gerando um desvio da homeostase orgânica leva à reorganização das respostas de diversos sistemas, entre eles o sistema imune. É adequado dividir a resposta ao exercício em resposta aguda, resposta transitória ao estresse e resposta de adaptação crônica, na qual o treinamento capacita o organismo a lidar com o estímulo estressante de maneira mais adequada. Ambas as respostas afetam os diversos componentes do sistema imune, tanto a resposta inata em seu componente celular compreendendo neutrófilos, macrófagos e células natural killer, como em seu componente humoral, proteínas de fase aguda, sistema do complemento e enzimas, como o sistema imune adaptativo, em seu componente celular (linfócitos T e B), como no componente humoral (anticorpos e citocinas). Apesar das incorreções que cometemos quando das generalizações, podemos dizer que, de modo geral, o exercício de intensidade moderada, praticado com regularidade, melhora a capacidade de resposta do sistema imune, enquanto o exercício de alta intensidade praticado sob condições estressantes provoca um estado transitório de imunodepressão. Resumo em inglês ABSTRACT The study of the influence of exercise on immune response is a field in constant grow since the 1970s. The main areas studied are infection of upper respiratory airways in athletes submitted to extenuating exercises, the exercise as a model of stress and the effects of training as an adaptive mechanism to cope with stress. Exercise promotes an imbalance in organic homeostasis, and all of the systems, including the immune system, must adequate their function to th (mais) is new situation. The responses to exercise can be expressed as acute response, a transitory response to stress and chronic adaptive response, when training provides better conditions for the organism to cope with stress. In both situations the components of the immune system, the cellular and humoral arms of the innate and adaptive systems, are affected by exercise. Not as a rule, one can say that moderate exercise is associated with a better function of the immune system and high intensity exercise in stressful situations is associated with a transitory state of immunodepression.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Hiperparatireoidismo em gatos com hipertireoidismo experimental/ Hyperparathyroidism in cats with experimental hyperthyroidism

Cardoso, M.J.L.; Costa, F.S.; Muniz, L.M.R.; Valério, M.A.; Melussi, M.
2008-06-01

Resumo em português Os efeitos do hipertireoidismo experimental, 150µg/kg/dia/42 dias de levotiroxina sódica, na homeostase do cálcio foram estudados em 14 gatos sem raça definida, com idades entre um e três anos. A cada 14 dias foram colhidas amostras de soro para a determinação da concentração da tiroxina total (T4), tiroxina livre (FT4), paratormônio intacto (PTH), cálcio total e ionizado, fósforo e, além disso, realizaram-se radiografias para a determinação da densidade mi (mais) neral óssea (DMO). Observou-se aumento das concentrações séricas do PTH a partir do momento inicial (M0), com diferença significativa deste em relação às concentrações obtidas aos 14 (M1), 28 (M2) e 42 (M3) dias. Não houve diferença significativa nas concentrações séricas de cálcio total e fósforo entre todos os momentos. O cálcio ionizado diminui de M0 para M1 e de M1 para M3, com diferença significativa. Os hormônios tireoidianos apresentaram correlação positiva com o PTH e negativa com o cálcio ionizado. A correlação entre DMO e PTH a partir de M2 foi negativa e entre DMO e fósforo foi negativa somente em M2. Não se observou correlação entre DMO e as demais variáveis. Em M1, M2 e M3 foi observada correlação negativa entre o PTH e o cálcio ionizado. Conclui-se que o hipertireoidismo em gatos adultos jovens está associado ao hiperparatireoidismo secundário devido ao aumento do PTH e diminuição do cálcio ionizado. Os efeitos combinados dos hormônios tireoidianos e do PTH contribuíram para a diminuição da DMO. Resumo em inglês The effect of experimental hyperthyroidism, 150µg/kg/day/42 days, on calcium homeostasis was studied in 14 mongrel cats aging from one to three-year-old. Total thyroxine (T4), free thyroxine (FT4), parathyroid hormone (PTH), total and ionized calcium, phosphorus, bone mineral density were measured. Serum concentrations of PTH of increased from the initial moment (MO), with significant differences to when measured after 14(M1), 28(M2), and 42(M3) days. However, significan (mais) t differences on serum concentrations were not observed among the values of M1, M2, and M3. The ionized calcium significantly decreased from M0 to M1 and from M1 to M3. Thyroid hormones showed positive correlation with PTH and negative with ionized calcium. Bone mineral density showed negative correlation with PTH from M2 to M3 and with phosphorus on M2, with no correlation with the other variables. Negative correlation of PTH with ionized calcium was observed on M1, M2, and M3. In conclusion, hyperthyroidism in young adult cats is associated to secondary hyperparathyroidism due to increase of PTH and decrease of ionized calcium. The combined effects of thyroid hormones and PTH contributed to the reduction of bone mineral density.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Distribuição da gordura corporal e perfis lipídico e glicêmico de pacientes infectados pelo HIV/ Corporal fat distribution and lipidic and glicemic profiles of HIV-infected patients

Guimarães, Milena Maria M.; Greco, Dirceu Bartolomeu; O. Júnior, Antônio Ribeiro de; Penido, Mariana Guimarães; Machado, Lucas José de C.
2007-02-01

Resumo em português Os objetivos foram avaliar dados antropométricos e perfis lipídico e glicêmico de pacientes infectados pelo HIV usuários e não usuários de anti-retrovirais (ARV), e verificar a associação entre ARV e alterações da gordura corporal, distúrbios lipídicos e da homeostase da glicose. Foram incluídos 176 pacientes (133 usuários e 43 não usuários de ARV). Os pacientes foram submetidos a avaliação clínica, exames laboratoriais, ultrassonografia, biompedanciome (mais) tria e medida de pregas cutâneas. Pacientes usuários de ARV apresentaram maior relação cintura/quadril (p= 0,0002), maior espessura da gordura intra-abdominal medida pela ultrassonografia (p= 0,003) e menores pregas de gordura bicipital (p= 0,01) e tricipital (p= 0,0002). Estes pacientes tiveram níveis mais elevados de triglicérides (p= 0,0002), colesterol total (p= 0,00007) e colesterol HDL (p= 0,009). Eles também apresentaram maiores níveis de glicose aos 60 (p= 0,01) e 120 minutos (p= 0,001) após dextrosol, maiores níveis de insulina de jejum (p= 0,03) e maiores valores do índice HOMA (p= 0,02). As drogas anti-retrovirais estão associadas a acúmulo central e perda periférica de gordura. Além disso, estas drogas estão associadas a alterações lipídicas e a aumento da resistência insulínica, conhecidos fatores de risco cardiovascular. Resumo em inglês The aims of this study were to describe anthropometric data and glycemic and lipidic profiles of HIV-infected patients treated or not with antiretrovirals (ARV) drugs, and to assess association between these drugs and body composition changes, lipid and glucose homeostasis disturbances. There were 176 patients included (133 ARV-treated patients and 43 ARV-naïve). The patients were submitted to clinical evaluation, laboratorial analysis, ultrasonographic measurements, bio (mais) electrical impedance analysis and skin folds thickness measurements. The ARV-treated group showed higher waist-to-hip ratio (p= 0.0002), higher intra-abdominal fat thickness measured by ultrasonography (p= 0.003) and lower bicipital (p= 0.01) and tricipital (p= 0.0002) skin folds. This group also showed higher triglyceride (p= 0.0002), total cholesterol (p= 0.00007), HDL cholesterol (p= 0.009), glucose measurements one hour (p= 0.01) and two hours (p= 0.001) after dextrose load, higher levels of fasting insulin (p= 0.03) and higher HOMAR index (p= 0.02). The antiretroviral drugs are associated with increased visceral fat and decreased peripheral fat pads. Beside that, these drugs are associated with atherogenic lipid profile and insulin resistance, two independent risk predictors of cardiovascular disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Papel da vitamina D na função neuro-muscular/ Role of vitamin D in the neuro-muscular function

Pedrosa, Márcia A. Carneiro; Castro, Marise Lazaretti
2005-08-01

Resumo em português A vitamina D, através de suas ações no intestino, rim, osso e glândulas paratiróides, é um hormônio fundamental para a homeostase do cálcio e para o desenvolvimento de um esqueleto saudável. Além disso, receptores deste hormônio podem ser encontrados em quase todos os tecidos do organismo e outras ações não relacionadas ao metabolismo mineral têm sido imputadas a ele. Na célula muscular esquelética, a vitamina D atua através do mecanismo clássico de lig (mais) ação a um receptor nuclear e também através da ligação a um receptor de membrana, realizando ações que envolvem o transporte de cálcio, a síntese protéica e a velocidade de contração muscular. Clinicamente, a deficiência de vitamina D, que é bastante comum em idosos, inclusive em nosso país, tem sido relacionada a um aumento da incidência de quedas, a uma diminuição da força muscular e a uma deterioração do equilíbrio, avaliada pela oscilação do corpo na postura ereta. Por outro lado, tem sido demonstrado que a suplementação associada de cálcio e vitamina D em idosos deficientes contribui para melhoria destes aspectos da função neuro-muscular. Nesta revisão, serão discutidos os mecanismos conhecidos envolvidos na associação entre vitamina D e função neuro-muscular, e também a suplementação de vitamina D e cálcio na prevenção de fraturas osteoporóticas não-vertebrais sob a perspectiva dos efeitos neuro-musculares. Resumo em inglês Through its action in the kidney, intestines, bone and parathyroid glands vitamin D is a major regulator of calcium homeostasis and for the development of a healthy skeleton. Moreover, receptors for this hormone are present in almost all body tissues and other actions which are not related to the mineral metabolism have been imputed to it. In the skeletal muscle cell, vitamin D acts through the classic mechanism of binding to a nuclear receptor and also by binding to a me (mais) mbrane receptor, carrying out actions that involve calcium transport, protein synthesis and kinetics of muscle contraction. Clinically, vitamin D deficiency, which is very common among the elderly, including the ones in our country, has been related to an increase in the incidence of falls, as well as the reduction of muscle strength and deterioration of body sway, evaluated by the oscillation of the body in the erect position. On the other hand, it has been demonstrated that supplementation of calcium associated to vitamin D in deficient elderly contributes to the improvement of these aspects of the neuro-muscular function. In this review, the mechanisms involved in the association between vitamin D and neuro-muscular function will be discussed, as well as the supplementation of vitamin D and calcium to prevent non-vertebral osteoporotic fractures under the perspective of the neuro-muscular effects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Excreção renal de fósforo em cães nefropatas sob estimulação dopaminérgica/ Renal excretion of phosphorus in nephropathy dogs under dopaminergic stimulation

Brum, Alexandre Martini de; Carvalho, Marileda Bonafim
2010-06-01

Resumo em português A dopamina possui um amplo espectro de ação no sistema urinário. Aumento da taxa de filtração glomerular, do fluxo sanguíneo renal e da excreção fracionada de sódio e fósforo é um efeito renal esperado em indivíduos normais. Este estudo foi realizado com o propósito de testar a hipótese de que a dopamina é capaz de aumentar a excreção fracionada de fósforo em cães nefropatas. Cinco cães sadios e quatro cães nefropatas, com doença predominantemente t� (mais) �bulo-intersticial, foram submetidos à infusão de solução controle (NaCl 0,9%) e solução de dopamina em duas taxas de infusão diferentes (1µg kg-1 min-1 e 3µg kg-1 min-1), sendo realizadas avaliações antes, durante e 30 minutos após a infusão. Os cães sadios apresentaram aumento significativo (P≤0,05) na excreção fracionada e excreção renal de fósforo durante a infusão de 3µg kg-1 min-1, porém a concentração sérica permaneceu sem alterações durante o tratamento. Já os cães nefropatas apresentaram aumento significativo (P≤0,05) na excreção fracionada e excreção renal de fósforo, tanto na dose de 1µg kg-1 min-1, como na de 3µg kg-1 min-1. Além disso, após a infusão de 1µg kg-1min-1, a concentração sérica de fósforo apresentou redução significativa. Os resultados são indicativos de que a dopamina nas doses de 1µg kg-1 min-1 e 3µg kg-1 min-1 podem ser incluídas na terapia de cães nefropatas para melhorar a homeostase de fosfato. Resumo em inglês The dopamine has a wide spectrum of action on the urinary system. Increases in glomerular filtration rate, renal blood flow, sodium and phosphate fractioned excretion are renal effects expected in healthy people. Thus, this study was conducted in order to test the hypothesis that the dopamine is efficient to increase the fractioned excretion of phosphorus in nephropathic dogs. Five healthy dogs and four dogs nephropathic, predominantly with tubule-interstitial illness wer (mais) e submitted to a solution control infusion (NaCl 0.9%) and to a dopamine solution in two different rates of infusion (1µg kg-1min-1 and 3µg kg-1min-1) and were assessed before, during, and 30 minutes after the infusion. The healthy dogs presented a significant increase (P≤0.05) in the fractioned excretion and renal excretion of phosphate during the infusion of 3µg kg-1min-1, however, the seric concentration remained without alterations during the treatment. The nephropathic dogs presented a significant increase (P≤0,05) in the fractioned excretion and renal excretion of phosphate, in the 1µg kg-1 min-1, and in the 3µg kg-1 min-1 doses. Moreover, after the infusion of 1µg kg-1 min-1, the seric concentration of phosphate presented a significant reduction. The results indicate that the dopamine in the doses of 1µg kg-1 min-1 and 3µg kg-1 min-1 can be included in the intensive therapy of nephropathic dogs to improve the phosphate homeostasis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Uso da termografia infravermelha na análise da termorregulação de cavalo em treinamento/ Infrared thermography to evaluate the training horse thermoregulation

Moura, Daniella J. de; Maia, Ana Paula de A; Vercellino, Rimena do A; Medeiros, Brenda B. L; Sarubbi, Juliana; Griska, Paulo R
2011-02-01

Resumo em português O estresse térmico em equinos aciona mecanismos termorregulatórios, como mudanças no fluxo sanguíneo periférico, para a manutenção da homeostase corporal. A termografia infravermelha permite detectar estas alterações, sendo uma ferramenta útil para avaliar o estresse em animais. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o uso da termografia infravermelha na termorregulação de equino em condição de treinamento. Foi utilizado um cavalo anglo-árabe, exercitad (mais) o uma vez ao dia. Foram captadas imagens termográficas da axila, garupa, peito e virilha do cavalo e registrados os parâmetros fisiológicos antes e após exercício e 0; 5 e 10 minutos após o banho, durante 8 dias. A temperatura, a umidade relativa e a velocidade do ar foram monitoradas. A temperatura de superfície da garupa e do peito não diferiu entre os tratamentos, indicando baixa participação destas partes na termorregulação. Em contrapartida, a temperatura superficial da axila e da virilha aumentou após o exercício e diminuiu após o banho, sugerindo evidência dos mecanismos vasomotores para a troca térmica do cavalo. Comportamento semelhante foi observado para as variáveis fisiológicas, o que demonstra tentativas orgânicas do organismo para sair das condições de estresse térmico. Concluiu-se que a termografia infravermelha permitiu determinar com precisão a temperatura de superfície corporal do cavalo, sendo possível inferir sobre a termorregulação. Resumo em inglês Heat-regulation mechanisms, such as changes in peripheral blood flow, are activated by thermal stress to maintain body homeostasis. The infrared thermography enables to identify changes in blood flow and it has been valuable for recognizing stress in animals. This research aimed to evaluate the use of infrared thermography in the training horse thermoregulation. An Anglo-Arab horse was studied and exercised once a day. Infrared thermography images of horse´s armpit, crou (mais) p, breast and groin and physiological parameters were taken before and after exercise and 0, 5 and 10 minutes after shower for eight days. The air temperature, relative humidity and air velocity were also registered. There were no differences between the surface temperature of croup and breast and the treatments, implying low participation in thermoregulation. However, the armpit and groin temperature increased after the exercise and decreased after shower, suggesting that vasomotor mechanisms were activated to heat exchange. Similar results were found for physiological parameters which show organism thermal responses for heat loss. It was concluded that infrared thermography allowed accuracy in determining the horse body surface temperature and it was possible to infer on thermoregulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Apoptose, neutrófilos e o cirurgião/ Apoptosis, neutrophils and the surgeon

Spencer Netto, Fernando Antonio Campelo; Ferraz, Edmundo Machado
2001-02-01

Resumo em português O estudo do processo de morte celular programada ganhou impulso a partir da demonstração da sua presença em células maduras não germinativas em 1971. A apoptose é um mecanismo vital normal, que acontece a todo o tempo nos organismos, permitindo a preservação da homeostase e renovação celular, possuindo características cito/histológicas próprias. Este trabalho faz uma revisão sumária de aspectos básicos da apoptose de interesse do cirurgião. São revistos (mais) dados da literatura referentes à apoptose no tocante às características cito/histológicas e sua importância na ontogênese, homeostasia, patogênese, inflamação sistêmica, sepse abdominal e trauma. Alterações no processo de apoptose no embrião podem levar a malformações congênitas. No adulto, algumas doenças expressam-se por aumento (ex. isquemia miocárdica, Alzheimer etc.) ou diminuição nas taxas de apoptose (ex. câncer, doenças auto-imunes etc.). De particular interesse para o cirurgião, a elevação numérica dos neutrófilos que ocorre durante processos de inflamação sistêmica e trauma, deve-se à inibição da apoptose. A morte celular programada nos neutrófilos pode ser alterada por uma série de processos celulares (ex: adesão, transmigração etc.), substâncias endógenas e exógenas (ex: citocinas e lipopolissacarídeo), produzindo diferentes taxas de apoptose de acordo com a interação dos fatores. O aprofundamento no estudo da morte celular programada, com a possibilidade de sua modulação, a coloca como potencialmente aliada na terapêutica. Resumo em inglês Studies addressing programmed cellular death process as have increased since 1971, when their presence in non-germinatives mature cells were observed. Apoptosis is a normal vital process that always happens in organisms preserves homeostasis and allows cellular renovation, with proper morphologic characters. This article reviews the basic aspects about apoptosis that are interesting for surgeons read. Literature data regarding apoptosis are reviewed toward morphological a (mais) spects and their role in ontogenesis, homeostasis, pathogenesis, systemic inflammatory syndrome, abdominal sepsis and trauma. Changes in apoptosis rates in the embryo could cause congenital malformations. In adults, some diseases present increases (ex. miocardic ischemia, Alzheimer's disease, etc.) or decreases in apoptosis rates (ex. cancer, autoimmunity, etc.). With particular interest to the surgeon, the numeric increase in the neutrophills during systemic inflammatory response or trauma, occur due to inhibition of apoptosis in these cells. The neutrophil's programmed cellular death can be changed for several cellular process (ex: adhesion, transmigration, etc.), endogenous and exogenous substances (ex: cytokines and endotoxin), producing different apoptosis' rates, depending on the interaction of agents.The apoptosis' study permits its modulation and potential benefits.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Citocinas pró-inflamatórias e dor/ Pro-inflammatory cytokines and pain

Kraychete, Durval Campos; Calasans, Maria Thais de Andrade; Valente, Camila Motta Leal
2006-06-01

Resumo em português Este artigo revisa a interação entre citocinas, células da glia e o mecanismo de dor. O ser vivo é capaz de identificar um estímulo agressivo e memorizá-lo para sua defesa diante de uma nova ameaça, através de fenômenos motores de retirada e ativação do sistema nervoso simpático. Como as células da glia possuem os mesmos sistemas de receptores e de transdutores do sinal que os neurônios, há interação dinâmica entre essas células na amplificação da res (mais) posta neuronal à agressão periférica ou central. Em ambas, a lesão tissular ativa as células endoteliais, a micróglia e os astrócitos, com conseqüente infiltração de células do sistema imune no local da agressão, e a produção de citocinas e de quimiocinas. De forma que, na persistência do estímulo agressivo local, as propriedades auto-regulatórias da resposta glial não seriam mais capazes de manter adequadamente a homeostase bioquímica, evoluindo o neurônio para disfunção celular e morte programada. Por outro lado, em doenças que cursam com processo inflamatório agudo ou crônico, é possível que as citocinas induzam o organismo a criar uma série de respostas na tentativa de acelerar as reações enzimáticas defensivas, reduzir a replicação de patógenos, aumentar a proliferação de células imune, imobilizar a área que foi lesada e conservar energia. Desse modo, as citocinas podem ser reconhecidas por neurônios e utilizadas para desencadear diversas reações intracelulares que irão determinar alterações na atividade elétrica do nervo por tempo indefinido. Resumo em inglês This review aims to describe the interaction between cytokines, glial cells and pain mechanism. Humans can identify an aggressive stimulus and memorize it for their own defense to face new threats through a withdrawal motor phenomenon and sympathetic nervous system activation. As the glial cells have the same receptors and transduction systems as neurons, there is dynamic interaction between these cells in the amplification of neuronal response to the peripheral or centra (mais) l aggression. In both, tissue injury activates endothelial cells, the microglia, the astrocytes, permeating the site with immune cells and producing cytokines and chemiokines. If the aggressive stimulus persists, glial responses' self-regulatory properties would not be able to maintain appropriate biochemical homeostasis making the neuron develop to cell dysfunction and programmed death. From the other side, in diseases with chronic or acute inflammatory process it is possible that cytokines induce responses in order to accelerate defensive enzymatic reactions, reduce pathogenic replication, increase immune cells proliferation, fix injured site and conserve energy. And so, cytokines can be recognized by neurons and used to provoke several intracellular reactions that will determine electric nervous activity alterations for undetermined time.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Efeitos da suplementação de creatina na captação de glicose em ratos submetidos ao exercício físico/ Effects of creatine supplementation on glucose uptake in rats submitted to exercise training

Freire, Thiago Onofre; Gualano, Bruno; Leme, Marco Dias; Polacow, Viviane Ozores; Lancha Jr, Antonio Herbert
2008-10-01

Resumo em português Estudos recentes têm sugerido que a suplementação de creatina é capaz de modular a homeostase da glicose, aumentando sua captação pelos tecidos periféricos. O objetivo deste trabalho foi investigar o efeito da suplementação de creatina na tolerância à glicose e no conteúdo de glicogênio muscular e hepático em ratos submetidos ou não à atividade física por quatro e oito semanas. Ratos Wistar foram divididos em dois grupos: quatro e oito semanas de interven (mais) ção. Posteriormente, cada grupo foi subdividido em quatro subgrupos, de acordo com a ingestão do suplemento e o treinamento: controle cedentário, controle treinado, suplementado sedentário e suplementado treinado. Os animais tiveram livre acesso à água e ração; o grupo suplementado teve 2% de sua ração sob a forma de creatina monoidratada. Os grupos exercitados nadaram 40 minutos por dia, quatro dias por semana, com carga entre 2 e 5% do seu peso amarrado ao peito. Após quatro e oito semanas, o teste oral de tolerância à glicose e as dosagens de glicogênio muscular e hepático foram realizadas. Não foram observadas diferenças significativas entre os grupos no teste de tolerância oral à glicose e no conteúdo de glicogênio muscular e hepático. Este estudo mostrou que a suplementação de creatina não exerceu influência na tolerância à glicose nem nas concentrações de glicogênio em ratos submetidos ou não à atividade física por quatro ou oito semanas. Resumo em inglês Recently, studies have suggested that creatine supplementation can modulate glucose homeostasis by increasing glucose uptake in peripheral tissues. The aim of this study was to investigate the effects of creatine supplementation on glucose tolerance, muscle and hepatic glycogen content in rats submitted or not to physical activity for four and eight weeks. Wistar rats were divided in two groups: four and eight weeks of intervention. Afterwards, each group was subdivided i (mais) n four subgroups, according to supplement intake and exercise: Sedentary Control; Trained Control; Supplemented Sedentary; and Supplemented Trained. The animals had free access to water and chow and the supplemented groups had two % of their diet as creatine monohydrated. The exercise groups swam for 40 minutes a day, four days a week, with two to five % of their body weight attached to their chests. After four and eight weeks, oral glucose tolerance tests were performed and both hepatic and muscle glycogen were determined. No significant differences were observed between groups on glucose tolerance and glycogen content in muscle and hepatic tissue. This study shows that creatine supplementation does not influence neither glucose tolerance nor glycogen concentrations in rats submitted or not to physical activity for four and eight weeks.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Ensino de imunologia na educação médica: lições de Akira Kurosawa/ Teaching immunology in medical education: lessons from Akira Kurosawa

Siqueira-Batista, Rodrigo; Gomes, Andréia Patrícia; Albuquerque, Verônica Santos; Madalon-Fraga, Rodrigo; Aleksandrowicz, Ana Maria Coutinho; Geller, Mauro
2009-06-01

Resumo em português O ensino e a investigação no campo da Imunologia se inscrevem, prevalentemente, num paradigma marcial - ou belicoso -, segundo o qual as interações hospedeiro-microrganismo são vistas de acordo com uma concepção de processos de ataque-defesa. Uma vez que este saber é tradicionalmente abordado nos cursos de graduação da área de saúde, tal perspectiva tem evidente influência na formação destes profissionais, incluídos os médicos. No presente artigo, reflete (mais) -se sobre as questões pedagógicas relativas ao modelo ataque-defesa. Realizou-se uma pesquisa teórica, utilizando-se o seguinte método: (1) revisão crítica da literatura, com textos obtidos nos livros e nos capítulos de livros de Imunologia; (2) leitura crítica dos textos; (3) elaboração de síntese reflexiva sobre o tema. Identificou-se que o modelo marcial da Imunologia se apresentou hegemônico nos livros-texto consultados, estando inscrito em idêntica concepção teórica inerente à medicina ocidental, ajudando a compor a visão dos estudantes dos cursos de graduação e pós-graduação e dos trabalhadores da área de saúde. É possível buscar alternativas, inclusive possibilidades para pensar a Imunologia em termos de novos modelos, em termos de homeostase e interdependência (ambos delimitando um paradigma ecológico), talvez mais propícios à abordagem das questões que ora se impõem nos seus horizontes, com inquestionáveis efeitos na educação. Resumo em inglês Teaching and research in the field of Immunology adhere predominantly to a military or warlike paradigm, according to which the host-microorganism interactions are viewed from the perspective of attack-and-defense processes. Since such knowledge is traditionally addressed in undergraduate health courses, this perspective has an obvious impact on the training of future health professionals, including physicians. The current article reflects on the pedagogical issues pertai (mais) ning to the attack-and-defense model. A theoretical inquiry was conducted according to the following method: (1) critical review of the literature, with texts obtained from books and book chapters on Immunology; (2) critical reading of the texts; and (3) elaboration of a reflexive synthesis on the theme. The military model of Immunology is hegemonic in the textbooks, consistent with the identical theoretical concept that is inherent to Western medicine, helping condition the views of undergraduate and graduate students and future health professionals. It is possible to seek alternatives, including possibilities for conceiving Immunology in terms of new models, including homeostasis and interdependence (both shaping an ecological paradigm), potentially more amenable to an approach to the issues now on the horizon, with undeniable effects on medical education.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Sistema imunitário - parte II: fundamentos da resposta imunológica mediada por linfócitos T e B/ Immune system - part II: basis of the immunological response mediated by T and B lymphocytes

Mesquita Júnior, Danilo; Araújo, Júlio Antônio Pereira; Catelan, Tânia Tieko Takao; Souza, Alexandre Wagner Silva de; Cruvinel, Wilson de Melo; Andrade, Luís Eduardo Coelho; Silva, Neusa Pereira da
2010-10-01

Resumo em português O sistema imunológico é constituído por uma intrincada rede de órgãos, células e moléculas, e tem por finalidade manter a homeostase do organismo, combatendo as agressões em geral. A imunidade inata atua em conjunto com a imunidade adaptativa e caracteriza-se pela rápida resposta à agressão, independentemente de estímulo prévio, sendo a primeira linha de defesa do organismo. Seus mecanismos compreendem barreiras físicas, químicas e biológicas, componentes (mais) celulares e moléculas solúveis. A primeira defesa do organismo frente a um dano tecidual envolve diversas etapas intimamente integradas e constituídas pelos diferentes componentes desse sistema. A presente revisão tem como objetivo resgatar os fundamentos dessa resposta, que apresenta elevada complexidade e é constituída por diversos componentes articulados que convergem para a elaboração da resposta imune adaptativa. Destacamos algumas etapas: reconhecimento molecular dos agentes agressores; ativação de vias bioquímicas intracelulares que resultam em modificações vasculares e teciduais; produção de uma miríade de mediadores com efeitos locais e sistêmicos no âmbito da ativação e proliferação celulares, síntese de novos produtos envolvidos na quimioatração e migração de células especializadas na destruição e remoção do agente agressor, e finalmente a recuperação tecidual com o restabelecimento funcional do tecido ou órgão. Resumo em inglês The immune system consists of an intricate network of organs, cells, and molecules responsible for maintaining the body's homeostasis and responding to aggression in general. Innate immunity operates in conjunction with adaptive immunity and is characterized by rapid response to aggression, regardless of previous stimulus, being the organism first line of defense. Its mechanisms include physical, chemical and biological barriers, cellular components, as well as soluble mo (mais) lecules. The organism first line of defense against tissue damage involves several steps closely integrated and constituted by different components of this system. The aim of this review is to restore the foundations of this response, which has high complexity and consists of several components that converge to articulate the development of adaptive immune response. We selected some of the following steps to review: perception and molecular recognition of aggressive agents; activation of intracellular pathways, which result in vascular and tissue changes; production of a myriad of mediators with local and systemic effects on cell activation and proliferation, synthesis of new products involved in the chemoattraction and migration of cells specialized in destruction and removal of offending agent; and finally, tissue recovery with restoration of functional tissue or organ.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Interferência por RNA: uma nova alternativa para terapia nas doenças reumáticas/ RNA interference: a new alternative for rheumatic diseases therapy

França, Natália Regine de; Mesquita Júnior, Danilo; Lima, Amanda Bandeira; Pucci, Fernando Vianna Cabral; Andrade, Luís Eduardo Coelho; Silva, Neusa Pereira
2010-12-01

Resumo em português A interferência por RNA (RNAi) é um mecanismo de silenciamento gênico pós-transcricional conservado durante a evolução. Esse mecanismo, recentemente descrito, é mediado por pequenos RNAs de fita dupla (dsRNAs) capazes de reconhecer especificamente uma sequência de mRNA-alvo e mediar sua clivagem ou repressão traducional. O emprego da RNAi como uma ferramenta de terapia gênica tem sido muito estudado, especialmente em infecções virais, câncer, desordens genét (mais) icas herdadas, doenças cardiovasculares e mesmo em doenças reumáticas. Aliados aos dados do genoma humano, os conhecimentos do silenciamento gênico mediado por RNAi podem permitir a determinação funcional de praticamente qualquer gene expresso em uma célula e sua implicação para o funcionamento e homeostase celular. Vários estudos terapêuticos in vitro e in vivo em modelos de doenças autoimunes vêm sendo realizados com resultados encorajadores. As vias de quebra de tolerância e inflamação são alvos potenciais para terapia com RNAi em doenças inflamatórias e autoimunes. Nesta revisão vamos recordar os princípios básicos da RNAi e discutir os aspectos que levaram ao desenvolvimento de propostas terapêuticas baseadas em RNAi, começando pelos estudos in vitro de desenvolvimento de ferramentas e identificação de alvos, chegando até os estudos pré-clínicos de disponibilização da droga in vivo, e testes em células humanas e modelos animais de doenças autoimunes. Por fim, vamos revisar os últimos avanços da experiência clínica da terapia com RNAi Resumo em inglês RNA interference (RNAi) is a post-transcriptional gene silencing mechanism preserved during evolution. This mechanism, recently described, is mediated by small double-stranded RNAs (dsRNAs) that can specifically recognize a target mRNA sequence and mediate its cleavage or translational repression. The use of RNAi as a tool for gene therapy has been extensively studied, especially in viral infections, cancer, inherited genetic disorders, cardiovascular and rheumatic diseas (mais) es. Together with data from human genome, the knowledge of gene silencing mediated by RNAi could allow a functional determination of virtually any cell expressed gene and its involvement in cellular functioning and homeostasis. Several in vitro and in vivo therapeutic studies with autoimmune disease animal models have been carried out with promising results. The pathways of tolerance breakage and inflammation are potential targets for RNAi therapy in inflammatory autoimmune diseases. This review will present the basic principles of RNAi and discuss several aspects of RNAi-based therapeutic approaches, from in vitro tool design and target identification to in vivo pre-clinical drug delivery, and tests of autoimmune diseases in human cells and animal models. Finally, this review will present some recent clinical experience with RNAi-based therapy

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Delirium e demência no idoso: existem fatores de risco comuns?/ Delirium and dementia in the elderly: are there common risk factors?

Wacker, Priscilla; Nunes, Paula V.; Forlenza, Orestes V.
2005-06-01

Resumo em português Delirium é uma síndrome neurocomportamental decorrente da quebra transitória da homeostase cerebral. Deve-se, invariavelmente, a perturbações sistêmicas ou do sistema nervoso central. No contexto médico geral, a ocorrência de delirium está associada à maior incidência de complicações clínico-cirúrgicas, maior tempo de permanência hospitalar e pior recuperação funcional. O envelhecimento e o comprometimento cognitivo são fatores de risco conhecidos para (mais) o delirium. Em pacientes idosos, a ocorrência aumenta o reconhecimento de quadros demenciais preexistentes. Em contrapartida, indivíduos idosos não-demenciados que desenvolvem um episódio de delirium durante uma dada internação hospitalar têm incidência aumentada de demência na evolução em longo prazo. Estudos prospectivos e controlados demonstraram uma associação significativa entre o diagnóstico prévio de delirium e o ulterior desenvolvimento de síndromes demenciais. Essa associação parece ser ainda maior em indivíduos muito idosos. O presente estudo de revisão aborda criticamente a natureza da associação entre delirium e demência. Hipotetiza-se que a sua ocorrência em indivíduos idosos cognitivamente preservados é fator preditivo de deterioração cognitiva, e de risco aumentado para o desenvolvimento de demência, no seguimento de longo termo. As bases neurobiológicas da associação entre delirium e demência são discutidas à luz da hipótese colinérgica da doença de Alzheimer, uma vez que o comprometimento da neurotransmissão colinérgica é denominador comum a essas duas perturbações neuropsíquicas. Resumo em inglês Delirium is a neurobehavioral syndrome caused by the transient disruption of cerebral homeostasis, which is invariably subsequent to systemic or central nervous system insults. In general medical settings, the occurrence of delirium is also associated with a higher incidence of post-operative complications, longer hospital stays, and poor functional recovery. Ageing and cognitive decline are known risk factors for the occurrence of delirium. In elderly patients, delirium (mais) has been shown to be associated with pre-existing dementia. Conversely, non-demented elderly subjects who develop a new delirium episode display an increased incidence of dementia in the long-term outcome. Prospective case-control studies have demonstrated a significant association between the previous diagnosis of delirium and the development of dementia. The association between delirium and dementia may be even higher among the eldest elderly. After reviewing the relevant literature on the association between delirium and dementia, we hypothesize that the occurrence of delirium in non-demented elderly individuals is predictive of a worse cognitive outcome, and increased risk of dementia, in the long-term follow-up. We further discuss the biological nature of this association in the light of the cholinergic deficit observed in the pathophysiology of both delirium and Alzheimer's disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Perfil de risco cardíaco no diabetes mellitus e na glicemia de jejum alterada/ Cardiac risk profile in diabetes mellitus and impaired fasting glucose

Schaan, Beatriz D'Agord; Harzheim, Erno; Gus, Iseu
2004-08-01

Resumo em português OBJETIVO: A mortalidade dos pacientes diabéticos é maior do que a da população em geral e decorre especialmente das doenças cardiovasculares. O objetivo do estudo foi identificar a prevalência dos fatores de risco cardiovasculares em indivíduos com diabetes mellitus (DM) ou glicemia de jejum alterada, a fim de direcionar as ações em saúde. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, com amostragem aleatória por conglomerado, constituída de 1.066 individ (mais) uos, representativa da população urbana adulta (>20 anos) do Estado do Rio Grande do Sul, realizado entre 1999 e 2000. Foi aplicado um questionário estruturado sobre os fatores de risco coronariano e as características sociodemográficas a todos os adultos maiores de 20 anos residentes no domicílio selecionado. Após.os pacientes foram submetidos à avaliação clínica e coleta de sangue para determinação de colesterol total e glicemia de jejum. Para a análise dos dados foi utilizado o pacote estatístico Stata 7. Foi estabelecido nível prévio de significância de 5%. As variáveis categóricas foram comparadas utilizando-se qui-quadrado de Pearson, enquanto que as contínuas mediante teste t de Student ou Anova, além de análise multivariável, todas controladas para efeito de conglomerado. RESULTADOS: De 992 indivíduos, 12,4% eram diabéticos e 7,4% apresentavam glicemia de jejum alterada. Dos fatores de risco estudados, os indivíduos com algum grau de alteração da homeostase glicêmica apresentaram maior prevalência de obesidade (17,8, 29,2 e 35,3% em normais, glicemia de jejum alterada e DM, respectivamente, p Resumo em inglês OBJECTIVE: Mortality of diabetic patients is higher than that of the population at large, and mainly results from cardiovascular diseases. The purpose of the present study was to identify the prevalence of cardiovascular risk factors in subjects with diabetes mellitus (DM) or abnormal fasting glucose (FG) in order to guide health actions. METHODS: A population-based cross-sectional study was carried out in a representative random cluster sampling of 1,066 adult urban popu (mais) lation (>20 years) in the state of Rio Grande do Sul between 1999 and 2000. A structured questionnaire on coronary risk factors was applied and sociodemographic characteristics of all adults older than 20 years living in the same dwelling were collected. Subjects were clinically evaluated and blood samples were obtained for measuring total cholesterol and fasting glycemia. Statistical analysis was performed using Stata 7 and a 5% significance level was set. Categorical variables were compared by Pearson's chi-square and continuous variables were compared using Student's t-test or Anova and multivariate analysis, all controlled for the cluster effect. RESULTS: Of 992 subjects, 12.4% were diabetic and 7.4% had impaired fasting glucose. Among the risk factors evaluated, subjects who presented any kind of glucose homeostasis abnormality were at a higher prevalence of obesity (17.8, 29.2 and 35.3% in healthy subjects, impaired fasting glucose and DM respectively, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Perfil de risco cardíaco no diabetes mellitus e na glicemia de jejum alterada/ Cardiac risk profile in diabetes mellitus and impaired fasting glucose

Schaan, Beatriz D'Agord; Harzheim, Erno; Gus, Iseu
2004-08-01

Resumo em português OBJETIVO: A mortalidade dos pacientes diabéticos é maior do que a da população em geral e decorre especialmente das doenças cardiovasculares. O objetivo do estudo foi identificar a prevalência dos fatores de risco cardiovasculares em indivíduos com diabetes mellitus (DM) ou glicemia de jejum alterada, a fim de direcionar as ações em saúde. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, com amostragem aleatória por conglomerado, constituída de 1.066 individ (mais) uos, representativa da população urbana adulta (>20 anos) do Estado do Rio Grande do Sul, realizado entre 1999 e 2000. Foi aplicado um questionário estruturado sobre os fatores de risco coronariano e as características sociodemográficas a todos os adultos maiores de 20 anos residentes no domicílio selecionado. Após.os pacientes foram submetidos à avaliação clínica e coleta de sangue para determinação de colesterol total e glicemia de jejum. Para a análise dos dados foi utilizado o pacote estatístico Stata 7. Foi estabelecido nível prévio de significância de 5%. As variáveis categóricas foram comparadas utilizando-se qui-quadrado de Pearson, enquanto que as contínuas mediante teste t de Student ou Anova, além de análise multivariável, todas controladas para efeito de conglomerado. RESULTADOS: De 992 indivíduos, 12,4% eram diabéticos e 7,4% apresentavam glicemia de jejum alterada. Dos fatores de risco estudados, os indivíduos com algum grau de alteração da homeostase glicêmica apresentaram maior prevalência de obesidade (17,8, 29,2 e 35,3% em normais, glicemia de jejum alterada e DM, respectivamente, p Resumo em inglês OBJECTIVE: Mortality of diabetic patients is higher than that of the population at large, and mainly results from cardiovascular diseases. The purpose of the present study was to identify the prevalence of cardiovascular risk factors in subjects with diabetes mellitus (DM) or abnormal fasting glucose (FG) in order to guide health actions. METHODS: A population-based cross-sectional study was carried out in a representative random cluster sampling of 1,066 adult urban popu (mais) lation (>20 years) in the state of Rio Grande do Sul between 1999 and 2000. A structured questionnaire on coronary risk factors was applied and sociodemographic characteristics of all adults older than 20 years living in the same dwelling were collected. Subjects were clinically evaluated and blood samples were obtained for measuring total cholesterol and fasting glycemia. Statistical analysis was performed using Stata 7 and a 5% significance level was set. Categorical variables were compared by Pearson's chi-square and continuous variables were compared using Student's t-test or Anova and multivariate analysis, all controlled for the cluster effect. RESULTS: Of 992 subjects, 12.4% were diabetic and 7.4% had impaired fasting glucose. Among the risk factors evaluated, subjects who presented any kind of glucose homeostasis abnormality were at a higher prevalence of obesity (17.8, 29.2 and 35.3% in healthy subjects, impaired fasting glucose and DM respectively, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Sistema imunitário: parte III. O delicado equilíbrio do sistema imunológico entre os pólos de tolerância e autoimunidade/ Immune system: part III. The delicate balance of the immune system between tolerance and autoimmunity

Souza, Alexandre Wagner Silva de; Mesquita Júnior, Danilo; Araújo, Júlio Antônio Pereira; Catelan, Tânia Tieko Takao; Cruvinel, Wilson de Melo; Andrade, Luís Eduardo Coelho; Silva, Neusa Pereira da
2010-12-01

Resumo em português O sistema imunológico é constituído por uma intrincada rede de órgãos, células e moléculas e tem por finalidade manter a homeostase do organismo, combatendo as agressões em geral. A imunidade inata atua em conjunto com a imunidade adaptativa e caracteriza-se pela rápida resposta à agressão, independentemente de estímulo prévio, sendo a primeira linha de defesa do organismo. Seus mecanismos compreendem barreiras físicas, químicas e biológicas, componentes c (mais) elulares e moléculas solúveis. A primeira defesa do organismo frente a um dano tecidual envolve diversas etapas intimamente integradas e constituídas pelos diferentes componentes desse sistema. A presente revisão tem como objetivo resgatar os fundamentos dessa resposta, que apresenta elevada complexidade e é constituída por diversos componentes articulados que convergem para a elaboração da resposta imune adaptativa. Destacamos algumas etapas: reconhecimento molecular dos agentes agressores; ativação de vias bioquímicas intracelulares que resultam em modificações vasculares e teciduais; produção de uma miríade de mediadores com efeitos locais e sistêmicos no âmbito da ativação e proliferação celulares; síntese de novos produtos envolvidos na quimioatração e migração de células especializadas na destruição e remoção do agente agressor; e finalmente a recuperação tecidual com o restabelecimento funcional do tecido ou órgão Resumo em inglês The immune system consists of an intricate network of organs, cells, and molecules responsible for maintaining the body's homeostasis and responding to aggression in general. Innate immunity operates in conjunction with adaptive immunity and is characterized by rapid response to aggression, regardless of previous stimulus, being the organism first line of defense. Its mechanisms include physical, chemical and biological barriers, cellular components, as well as soluble mo (mais) lecules. The organism first line of defense against tissue damage involves several steps closely integrated and constituted by different components of this system. The aim of this review is to restore the foundations of this response, which has high complexity and consists of several components that converge to articulate the development of adaptive immune response. We selected some of the following steps to review: perception and molecular recognition of aggressive agents; activation of intracellular pathways, which result in vascular and tissue changes; production of a myriad of mediators with local and systemic effects on cell activation and proliferation, synthesis of new products involved in the chemoattraction and migration of cells specialized in destruction and removal of offending agent; and finally, tissue recovery with restoration of functional tissue or organ

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Sistema imunitário: Parte I. Fundamentos da imunidade inata com ênfase nos mecanismos moleculares e celulares da resposta inflamatória/ Immune system: Part I. Fundamentals of innate immunity with emphasis on molecular and cellular mechanisms of inflammatory response

Cruvinel, Wilson de Melo; Mesquita Júnior, Danilo; Araújo, Júlio Antônio Pereira; Catelan, Tânia Tieko Takao; Souza, Alexandre Wagner Silva de; Silva, Neusa Pereira da; Andrade, Luís Eduardo Coelho
2010-08-01

Resumo em português O sistema imunológico é constituído por uma intrincada rede de órgãos, células e moléculas, e tem por finalidade manter a homeostase do organismo, combatendo as agressões em geral. A imunidade inata atua em conjunto com a imunidade adaptativa e caracteriza-se pela rápida resposta à agressão, independentemente de estímulo prévio, sendo a primeira linha de defesa do organismo. Seus mecanismos compreendem barreiras físicas, químicas e biológicas, componentes (mais) celulares e moléculas solúveis. A primeira defesa do organismo frente a um dano tecidual envolve diversas etapas intimamente integradas e constituídas pelos diferentes componentes desse sistema. A presente revisão tem como objetivo resgatar os fundamentos dessa resposta, que apresenta elevada complexidade e é constituída por diversos componentes articulados que convergem para a elaboração da resposta imune adaptativa. Destacamos algumas etapas: reconhecimento molecular dos agentes agressores; ativação de vias bioquímicas intracelulares que resultam em modificações vasculares e teciduais; produção de uma miríade de mediadores com efeitos locais e sistêmicos no âmbito da ativação e proliferação celulares, síntese de novos produtos envolvidos na quimioatração e migração de células especializadas na destruição e remoção do agente agressor, e finalmente a recuperação tecidual com o restabelecimento funcional do tecido ou órgão. Resumo em inglês The immune system consists of an intricate network of organs, cells, and molecules responsible for maintaining the body's homeostasis and responding to aggression in general. Innate immunity operates in conjunction with adaptive immunity and is characterized by rapid response to aggression, regardless of previous stimulus, being the organism first line of defense. Its mechanisms include physical, chemical and biological barriers, cellular components, as well as soluble mo (mais) lecules. The organism first line of defense against tissue damage involves several steps closely integrated and constituted by different components of this system. The aim of this review is to restore the foundations of this response, which has high complexity and consists of several components that converge to articulate the development of adaptive immune response. We selected some of the following steps to review: perception and molecular recognition of aggressive agents; activation of intracellular pathways, which result in vascular and tissue changes; production of a myriad of mediators with local and systemic effects on cell activation and proliferation, synthesis of new products involved in the chemoattraction and migration of cells specialized in destruction and removal of offending agent; and finally, tissue recovery with restoration of functional tissue or organ.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Influência do nível de força máxima na produção e manutenção da potência muscular/ Influence of maximum strength on muscle power production and endurance

Paulo, Anderson Caetano; Tavares, Lucas Duarte; Cardoso, Ronaldo Kobal; Lamas, Leonardo; Pivetti, Bruno; Tricoli, Valmor
2010-12-01

Resumo em português Indivíduos mais fortes (com nível mais elevado de força máxima, Fmax) demonstram menor resistência de força que indivíduos mais fracos (com nível mais baixo de Fmax) em uma mesma intensidade relativa. Como o nível de Fmax influencia a produção de potência, espera-se que sujeitos mais fortes também apresentem uma menor resistência de potência. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência do nível de Fmax na produção e na resistência de potência dur (mais) ante repetições e séries múltiplas do exercício meio-agachamento. Quarenta e dois sujeitos foram classificados de acordo com o resultado no teste de força dinâmica máxima (1RM) e destes os 10 mais fortes e os 10 mais fracos foram selecionados para participar no estudo. Para avaliar a resistência de potência os dois grupos realizaram 10 séries de seis repetições a 40% e a 60% 1RM na maior velocidade possível. A potência absoluta (PA) e a potência relativa ao peso corporal (PR) desenvolvidas na fase concêntrica do exercício foram medidas. A análise de variância (ANOVA two-way) revelou que os sujeitos mais fortes diminuíram a PA a 60% 1RM a partir da quarta repetição e a PR a partir da quinta repetição. Já os sujeitos mais fracos diminuíram a PA apenas na sexta repetição e mantiveram o rendimento na PR ao longo das 10 séries. Não houve efeito significante na intensidade de 40% 1RM. Isso sugere que sujeitos mais fortes fadigam antes em maiores intensidades de carga. Essa fadiga precoce nos sujeitos mais fortes poderia estar ligada a diferentes fatores associados ao controle da homeostase orgânica como o comportamento da pressão arterial, da atividade eletromiográfica e a proporção de fibras musculares dos tipos I e II. Resumo em inglês It seems that stronger subjects present less strength endurance compared to weaker subjects at the same relative intensity. Since the level of maximum strength affects power production, it is also expected that stronger subjects present lower power endurance. The aim of this study was to evaluate the effects of maximum strength on power production and endurance over multiple sets and repetitions of the half-squat exercise. Forty- two subjects were classified according to (mais) the result in the 1RM test and the 10 strongest and 10 weakest were selected to participate. In order to evaluate power endurance, both groups performed 10 sets of 6 repetitions at 40% and 60% 1RM as fast as possible. The absolute power (AP) and relative power (RP) (corrected by body weight) developed in half-squat concentric phase were measured. Analysis of variance for repeated measures (Two-Way ANOVA) revealed that the stronger subjects decreased AP from 4th repetition on and RP from 5th repetition on at 60% 1RM. The weakest subjects decreased AP from 6th repetition on and maintained RP production over the ten series. There was no significant effect on 40% 1RM. This result suggests that stronger subjects fatigue first at higher intensities. The early fatigue in stronger subjects could be associated with different factors related to body control of homeostasis such as blood pressure, motor units recruitment and proportion of types I and II muscle fibers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Perfil glicometabólico inicial em pacientes com síndrome coronariana aguda e síndrome metabólica/ Early glucometabolic profile in patients with acute coronary syndromes and metabolic syndrome/ Perfil glucometabólico inicial en pacientes con síndrome coronario agudo y síndrome metabólico

Monteiro, Carlos M. C.; Oliveira, Luciene; Izar, Maria C. O.; Helfenstein, Tatiana; Santos, Andreza O.; Fischer, Simone M.; Barros, Sahana W.; Pinheiro, Luiz F. M.; Carvalho, Antonio C. C.; Fonseca, Francisco A. H.
2009-02-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Pacientes com síndrome metabólica (SM) têm alto risco coronariano e a disfunção da célula beta ou resistência à insulina pode prever um risco adicional de eventos cardiovasculares precoces. OBJETIVO: Avaliar as alterações glicometabólicas precoces em pacientes com SM, mas sem diagnóstico de diabete tipo 2, após síndrome coronariana aguda. MÉTODOS: Um total de 114 pacientes foi submetido ao teste oral de tolerância à glicose (TOTG), 1-3 dias da (mais) alta hospitalar, após infarto agudo do miocárdio ou angina instável. Baseado no TOTG, definimos três grupos de pacientes: tolerância normal à glicose (TNG; n=26), tolerância alterada à glicose (TAG; n=39) ou diabetes mellitus (DM; n=49). O Modelo de Avaliação da Homeostase (HOMA-IR) foi usado para estimar a resistência à insulina; a responsividade da célula beta foi avaliada através do índice insulinogênico de 30 minutos (ΔI30/ΔG30). RESULTADOS: Baseado no HOMA-IR, os pacientes com DM eram mais insulino-resistentes do que aqueles com TNG ou TAG (p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Pacientes con síndrome metabólico (SM) tienen alto riesgo coronario y la disfunción de la célula beta o la resistencia a la insulina puede prever un riesgo adicional de eventos cardiovasculares precoces. OBJETIVO: Evaluar las alteraciones glucometabólicas precoces en pacientes con SM, pero sin diagnóstico de diabetes tipo 2, tras el síndrome coronario agudo. MÉTODOS: Un total de 114 pacientes fue sometido a la prueba oral de tolerancia a la glucosa (PO (mais) TG), de un a tres días tras el alta hospitalaria, y luego de infarto agudo de miocardio o angina inestable. Basado en el POTG, definimos tres grupos de pacientes: tolerancia normal a la glucosa (TNG; n=26), tolerancia alterada a la glucosa (TAG; n=39) o diabetes mellitus (DM; n=49). Se utilizó el Modelo de Evaluación de la Homeostasis (HOMA-IR) para estimarse la resistencia a la insulina; se evaluó la responsividad de la célula beta a través del índice insulinogénico de 30 minutos (ΔI30/ΔG30). RESULTADOS: Basado en el HOMA-IR, los pacientes con DM se mostraban más insulinoresistentes que los individuos con TNG o TAG (p Resumo em inglês BACKGROUND: Patients with metabolic syndrome (MetS) are at high coronary risk and beta-cell dysfunction or insulin resistance might predict an additional risk for early cardiovascular events. OBJECTIVE: This study aimed to evaluate early glucometabolic alterations in patients with MetS, but without previously known type 2 diabetes, after acute coronary syndrome. METHODS: A total of 114 patients were submitted to an oral glucose tolerance test (OGTT) 1-3 days after hospita (mais) l discharge due to myocardial infarction or unstable angina. Based on the OGTT, we defined three groups of patients: normal glucose tolerance (NGT; n=26), impaired glucose tolerance (IGT; n=39), or diabetes (DM; n=49). The homeostasis model assessment (HOMA-IR) was used to measure insulin resistance; beta-cell responsiveness was assessed by the insulinogenic index at 30 min (ΔI30/ΔG30). RESULTS: Based on the HOMA-IR, patients with DM were more insulin-resistant than those with NGT or IGT (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Melatonina: modulador de morte celular/ Melatonin: cell death modulator

Ferreira, Cecília da Silva; Maganhin, Carla Cristina; Simões, Ricardo dos Santos; Girão, Manoel João Batista Castello; Baracat, Edmund Chada; Soares-Jr, José Maria
2010-01-01

Resumo em português A apoptose ou morte programada é um fenômeno biológico essencial para o desenvolvimento e manutenção de uma população celular. Neste processo, as células senescentes ou indesejáveis são eliminadas após ativação de um programa de morte celular, que envolve a participação de moléculas pró-apoptóticas (Fas, FasL, Bax, Caspases 2, 3, 6, 7, 8 e 9). A ativação destas moléculas provoca típicas alterações morfológicas como a retração celular, perda de a (mais) derência à matriz extracelular e às células vizinhas, condensação da cromatina, fragmentação do DNA e formação de corpos apoptóticos. Moléculas antiapoptóticas (Bcl2, FLIP) bloqueiam o surgimento e a evolução destas alterações celulares e evitam a morte celular. É o equilíbrio entre moléculas pró e antiapoptóticas que assegura a homeostase tecidual. O descontrole da apoptose pode contribuir para o aparecimento de diversas doenças neoplásicas, autoimunes e neurodegenerativas. Diversos agentes indutores e inibidores de apoptose são reconhecidos como armas potenciais no combate a doenças relacionadas a distúrbios de proliferação e morte celular, dentre eles, destacam-se os hormônios. A melatonina tem sido relatada com importante ação antiápoptótica em diversos tecidos, modulando a expressão de agentes, reduzindo a entrada de cálcio na célula, bem como atenuando a produção de espécies reativas de oxigênio e de proteínas pró-apoptóticas, tal como, diminuição da Bax. O conhecimento de novos agentes capazes de atuar nas vias da apoptose é de grande valia para o desenvolvimento de futuras terapias no tratamento de diversas doenças. Assim, o objetivo dessa revisão é elucidar os principais aspectos da morte celular pela apoptose e o papel da melatonina neste processo. Resumo em inglês Apoptosis or programmed death is a biological phenomenon, which is essential for the development and maintenance of a cell population. In this process, senescent or damaged cells are eliminated after activation of a cell death program involving participation of pro-apoptotic molecules (Fas, Fas-L, Bax, caspases 2, 3, 6, 7, 8 and 9). Molecule activation causes typical morphological changes, such as cell shrinkage, loss of adhesion to the extracellular matrix and neighborin (mais) g cells, chromatin condensation, DNA fragmentation and formation of apoptotic bodies. Anti-apoptotic molecules (Bcl-2, FLIP) block the emergence and evolution of these cell changes and prevent cell death. The balance between molecules pro and anti-apoptotic ensures tissue homeostasis. When apoptosis is out of control, it contributes to the emergence of several neoplastic, autoimmune and neurodegenerative diseases. Several inducing and inhibitors of apoptosis agents are recognized as potential weapons in the fight against diseases related to proliferation and cell death disorders among which stand out hormones. Melatonin has been reported as important anti-apoptotic agent in various tissues by reducing cell calcium uptake, modulating expression of anti-oxidants and decreasing pro-apoptotic protein, such as Bax. The knowledge of new agents capable to act on the course pf apoptosis is important and of great value for developing further therapies against many diseases. Thus, the objective of this review was to elucidate the main aspects of cell death by apoptosis and the role of melatonin in this process.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Relevância da temperatura e do esvaziamento gástrico de líquidos consumidos por praticantes de atividade física/ Relevance of temperature and gastric emptying of liquids consumed by individuals who practice physical activities

Silva, Rafael Pires da; Altoé, Janaína Lubiana; Marins, João Carlos Bouzas
2009-10-01

Resumo em português A prática de atividade física implica alterações da homeostase hidroeletrolítica, que podem trazer impactos adversos ao desempenho do indivíduo e, talvez, à saúde, caso os líquidos corporais perdidos no suor são sejam suficientemente repostos. A eficiência da hidratação depende também do esvaziamento gástrico, que, por sua vez, é influenciado por vários fatores, dentre os quais a temperatura da solução ingerida. Este estudo objetiva analisar criticament (mais) e os procedimentos de reposição de líquidos adotados por praticantes de atividade física e discutir como o efeito da temperatura do líquido sobre o esvaziamento gástrico influencia esse comportamento de hidratação. Verificou-se que estudos relacionados ao tema apresentavam resultados conflituosos, que se devem, provavelmente, aos diferentes procedimentos metodológicos utilizados. Em condições de exercício, são insuficientes os trabalhos que avaliam a temperatura do líquido no trato gastrintestinal. Durante o repouso, observa-se que os efeitos de temperaturas extremas, considerando o tempo total de esvaziamento gástrico, não são significantes, uma vez que a temperatura intragástrica após a ingestão da bebida normaliza-se rapidamente. Contudo, existem evidências científicas claras de que o consumo de bebidas geladas aumenta o esvaziamento gástrico nos primeiros minutos após a ingestão. Este fato deve ser melhor estudado, quando associado a outros fatores pré-competição, como o estado psicológico do atleta. Entretanto, baixas temperaturas melhoram a palatabilidade da solução, implicando maior ação de hidratação pelos atletas, diminuindo o risco de desidratação. Os efeitos da baixa temperatura sobre o esvaziamento gástrico não são determinantes, tendo a reposição de líquidos fatores de intervenção mais relevantes do que a temperatura. Resumo em inglês Physical activity implies in changes to the water and electrolyte homeostasis which may result in adverse effects on performance and possibly on health if the body liquids lost by sweating are not completely replaced. Hydration efficiency also depends on gastric emptying, which is affected by several factors, including the temperature of the ingested liquid. The objective of this study was to critically assess the fluid replacement practices used by individuals who practi (mais) ce physical activities and discuss how the effect of liquid temperature on gastric emptying influences this hydrating behavior. Studies on the theme have found contradicting results, probably due to the different methods used. The studies that investigate liquid temperature in the gastrointestinal tract during exercise are limited. Considering the total gastric emptying time during rest, extreme liquid temperatures have no significant effect on the total gastric emptying time, since the temperature inside the stomach normalizes quickly after ingestion of the liquid. However, there are clear scientific evidences that the ingestion of ice-cold liquids increases gastric emptying in the first minutes after ingestion. This fact needs to be better investigated when it is associated with other pre-competition factors, such as the psychological state of the athlete. However, low temperatures improve the palatability of the drink, implying in greater consumption by the athletes and reducing the risk of dehydration. The effects of low temperature on gastric emptying are not decisive, since fluid replacement has intervention factors that are more relevant than temperature.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Efeitos hemodinâmicos e metabólicos da infusão de vasopressina em crianças com choque/ Hemodynamic and metabolic effects of vasopressin infusion in children with shock

Baldasso, Elisa; Garcia, Pedro Celiny Ramos; Piva, Jefferson P.; Einloft, Paulo Roberto
2007-11-01

Resumo em português OBJETIVO: A vasopressina é um hormônio neuropeptídico utilizado clinicamente há mais de 50 anos, com papel importante na homeostase circulatória e na regulação da osmolalidade sérica. Seu papel no tratamento do choque vem recebendo ênfase recentemente. Foram revisadas a fisiologia deste neuro-hormônio e as evidências disponíveis para sua utilização no contexto de choque com vasodilatação na criança. FONTES DOS DADOS: MEDLINE, usando os termos vasopressin, (mais) vasodilation, shock, septic shock, e sinônimos e termos relacionados, além de publicações clássicas referentes ao tema, sendo escolhidas as mais representativas. SÍNTESE DOS DADOS: A vasopressina é sintetizada na neuro-hipófise e liberada em resposta à diminuição da volemia ou ao aumento da osmolalidade plasmática. A ação da vasopressina dá-se pela ativação de vários receptores acoplados à proteína G, os quais são classificados, de acordo com sua localização e rotas de transmissão intracelular, em receptores V1 (ou V1b), V2 e V3 (ou V1b) e por receptores de ocitocina. A função central da vasopressina é causar vasoconstrição, embora, em determinados órgãos, possa promover vasodilatação seletiva. Diversos estudos clínicos em adultos e crianças apontam efeitos benéficos e seguros da vasopressina no tratamento do choque com vasodilatação por diversas causas. CONCLUSÃO: As evidências são restritas, os estudos na maioria são retrospectivos e com número reduzido de pacientes, mas já há uma experiência bastante significativa no que diz respeito a seu uso em pediatria. A vasopressina possui um efeito clinico benéfico na criança e pode ser indicada no tratamento do choque refratário com vasodilatação, depois de adequada reposição volêmica e quando altas doses de outros vasopressores não foram eficazes. Resumo em inglês OBJECTIVE:Vasopressin is a neuropeptide hormone which has been used clinically for more than 50 years and plays a major role in circulatory homeostasis and in the regulation of serum osmolality. Recent work has emphasized its role in the treatment of septic shock. This paper reviews the physiology of this neurohormone and the available evidence in favor of its use as a vasodilator for children in shock. SOURCES: MEDLINE, using the terms vasopressin, vasodilation, shock an (mais) d septic shock, plus synonyms and related terms. Classic publications on the topic were also reviewed and selected depending on their relevance to the study objectives. SUMMARY OF THE FINDINGS: Vasopressin is synthesized in the neurohypophysis and released in response to a decrease in plasma volume or an increase in serum osmolality. The action of vasopressin is mediated by the activation of oxytocin receptors and of several G protein-coupled receptors, which are classified according to their location and intracellular transmission routes as V1 receptors (or V1b), V2 and V3 receptors (or V1b). The main role of vasopressin is to induce vasoconstriction. However, in certain organs, it can also induce selective vasodilation. Several clinical studies in adults and children have reported that the effects of vasopressin for the treatment of vasodilatory septic shock, due to a variety of causes, are both beneficial and safe. CONCLUSIONS: The evidence is restricted. Most studies are retrospective and include a small number of patients. Nevertheless, there is significant experience concerning the use of vasopressin in Pediatrics. Vasopressin has a beneficial clinical effect in children and can be indicated in the treatment of refractory vasodilatory shock, after adequate volume resuscitation and when high doses of other vasopressors are not effective.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

(Mal) adaptações metabólicas ao treinamento contínuo: concepções não consensuais de terminologia e diagnóstico/ Metabolic (mal) adaptations to training continuum: misconceptions of terminology and diagnosis

Burini, Franz Homero Paganini; Oliveira, Erick Prado de; Burini, Roberto Carlos
2010-10-01

Resumo em português Altos desempenhos esportivos demandam treinamentos pesados necessários ao estímulo adaptativo específico a cada esporte. A elevada carga de treino é geralmente acompanhada de discreta fadiga e reduções agudas no desempenho, mas caso acompanhada de períodos apropriados de recuperação, resulta em supercompensação metabólica ao treinamento, refletida como aumento na capacidade aeróbica e/ou força muscular. Visto como contínuo, os processos de intensificação (mais) do treinamento e o estresse relacionado à supercompensação, o aumento da sobrecarga ou do estresse poderá, em algum momento, acarretar a quebra da homeostase e a queda temporária da função (supra-alcance - OR ou supra-alcance funcional - FOR). Quando a sobrecarga excessiva de treinamento é combinada com recuperação inadequada há instalação do estado de supratreinamento (OT) ou supra-alcance não funcional (NFOR). O OT excede o OR, cujo pico é também o limiar do OT resultando em desadaptações fisiológicas e queda crônica do desempenho físico. A forma crônica de desadaptação fisiológica ao treinamento físico é chamada de síndrome do supertreinamento (OTS). A própria expressão da síndrome denota a etiologia multifatorial do estado e reconhece que o exercício não é necessariamente seu único fator causal. O diagnóstico de OTS é baseado na recuperação ou não do desempenho. Não há biomarcador objetivo para OTS. A distinção entre OTS e NFOR (supratreinamento extremo) é dependente de desfecho clínico e exclusão diagnóstica de doenças orgânicas, mais comuns na OTS. Também a diferença entre OR e OT é sutil e nenhum de seus marcadores bioquímicos pode ser universalizado. Não há evidências confirmatórias que OR evolui para OT ou que os sintomas de OT são piores dos que os de OR. Apenas pela fadiga aguda e queda de rendimento experimentada em sessões isoladas de treinamento, não é possível diferenciar presentemente os estados de OR e OT. Isto é devido, parcialmente, à variabilidade das respostas individuais ao treinamento e à falta de ambos instrumentos diagnósticos e estudos bem controlados. Resumo em inglês Sports top-level performance requires heavy training loads that provide a stimulus to sport-specific adaptation. Competitive training involving high workload is generally accompanied by minor fatigue and acute performance reduction, but when followed by appropriate recovery periods results in training-metabolic supercompensation reflected as increase in aerobic capacity and muscular strength. When the intensified training process leading to supercompensation and related-s (mais) tress is seen as a continuum, the increased stress or overload might result in disruption of homeostasis and temporary decrease in function (overreaching - OR or functional overreaching - FOR). When excessive overload is combined with inadequate recovery, a state of overtraining (OT) or non-functional overreaching (NFOR) is installed. OT exceeds OR and the OR peak is also the OT threshold, resulting in stark physiological maladaptations and chronically reduced exercise performance. The chronic form of physiological maladaptation to training is called overtraining syndrome (OTS). The expression of the syndrome emphasizes the multifactorial etiology of the state and acknowledges that exercise (training) is not necessarily the sole causative factor. There is no objective biomarker for OTS besides the diagnosis based on performance recovery. Other distinctions between NFOR (extreme OT) and OTS depend on clinical outcome and exclusion diagnosis of organic diseases more common in OTS. Additionally, the difference between OR and OT is subtle and none of their biochemical markers should be considered universal. There is no evidence to confirm that OR will develop into OT or that OT symptoms are worse than those of OR. It is presently not possible to differentiate OR and OT states from the acute fatigue and decreased performance experienced from isolated training sessions. This situation is partially due to the variability of individual responses to training and to a lack of both diagnostic tools and well controlled studies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Análise da redistribuição de calor com agentes inalatórios, em ratos submetidos a laparotomia e pneumoperitônio, através da termografia infravermelha/ Analysis of heat loss using inhalation agents in rats subjected to laparotomy and increased intra-abdominal pressure, using digital infrared thermal image/ Análisis de la redistribución de calor con agentes inhalatorios, en ratones sometidos a laparotomia y pneumoperitonio, a través de termografia infraroja

Colman, Daniel; Melo, Maria Célia Barbosa Fabrício de; Brioschi, Marcos Leal; Silveira, Fábio; Cimbalista Júnior, Mário
2002-06-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A Anestesiologia envolve o manuseio de situações inerentes ao ato anestésico e operatório que cursam com o desequilíbrio da homeostase térmica do paciente, ocasionando efeitos fisiológicos deletérios. O presente estudo objetiva qualificar e quantificar os fenômenos de redistribuição térmica em ratos submetidos à anestesia inalatória, durante a indução, e em situações cirúrgicas de laparotomia e pneumoperitônio. MÉTODO: Foram (mais) utilizados 90 ratos, que foram submetidos à anestesia inalatória, distribuídos em três grupos, em que foram utilizados: halotano, isoflurano e sevoflurano. Em cada grupo houve divisão em outros três sub-grupos: I - controle, II - laparotomia mediana com exposição de alças intestinais; III - pneumoperitônio de 15 mmHg. A análise termodinâmica realizou-se de duas formas: através da temperatura central esofágica e da imagem digital térmica infravermelha. RESULTADOS: Não houve diferença significativa em relação aos anestésicos inalatórios entre os grupos I e II em relação a perda de calor. Em relação ao grupo III, houve diferença entre o isoflurano e o sevoflurano, sendo o isoflurano o anestésico responsável pela maior perda de temperatura no animal. CONCLUSÕES: O sevoflurano foi o agente anestésico inalatório que determinou menor perda de calor frente ao pneumoperitônio, em relação ao isoflurano e halotano. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La Anestesiología envuelve el manoseo de situaciones inherentes al acto anestésico y operatorio que cursan con el desequilibrio de la homeóstasis térmica del paciente, ocasionando efectos fisiológicos deletéreos. El presente estudio objetiva calificar y cuantificar los fenómenos de redistribución térmica en ratones sometidos a anestesia inhalatoria, durante la inducción, y en situaciones quirúrgicas de laparotomia y pneumoperitonio. M (mais) ÉTODO: Fueron utilizados 90 ratones, sometidos a anestesia inhalatoria, distribuidos en tres grupos, en que fueron utilizados: halotano, isoflurano y sevoflurano. En cada grupo hubo división en otros tres sub-grupos: I - control, II - laparotomia mediana con exposición de alzas intestinales; III - pneumoperitonio de 15 mmHg. La análisis termodinámica se realizó de dos formas: a través de la temperatura central esofágica y de la imagen digital térmica infrarroja. RESULTADOS: No hubo diferencia significativa en relación a los anestésicos inhalatorios entre los grupos I y II en relación a la pérdida de calor. En relación al grupo III, hubo diferencia entre el isoflurano y el sevoflurano, siendo el isoflurano el anestésico responsable por la mayor pérdida de temperatura en el animal. CONCLUSIONES: El sevoflurano fue el agente anestésico inhalatorio que determinó menor pérdida de calor frente al pneumoperitonio, en relación al isoflurano y halotano. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Anesthesiology involves the handling of situations inherent to anesthetic and surgical procedures which lead to patients thermal homeostasis unbalance, with noxious physiological effects. This study aimed at qualifying and quantifying thermal redistribution in rats subjected to inhalation anesthesia, during induction and in surgical situations of laparotomy and increased intra-abdominal pressure. METHODS: The study involved 90 rats, submitted to (mais) inhalation anesthesia, which were distributed in three groups: halothane; isoflurane; sevoflurane. Each group was divided in subgroups: I - control; II - median laparotomy with bowel exposure; III - 15 mmHg Increase in intra-abdominal pressure. Heat loss was measured by an esophageal probe and infrared thermal image. RESULTS: There were no significant differences among inhalation anesthetics regarding heat loss between groups I and II. In group III, there was a difference between isoflurane and sevoflurane and isoflurane was responsible for the highest heat loss.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Citocinas e anestesia/ Cytokines and anesthesia/ Citocinas y anestesia

Garcia, João Batista Santos; Issy, Adriana Machado; Sakata, Rioko Kimiko
2002-02-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Vários trabalhos têm abordado as citocinas que podem ser estimuladas e liberadas por lesão cirúrgica, trauma, infecção, inflamação e câncer. Níveis elevados circulantes das citocinas parece ter implicações no aparecimento de complicações e retardo da recuperação pós-operatória de pacientes. O objetivo da presente revisão é resumir as informações hoje disponíveis sobre citocinas. CONTEÚDO: As citocinas são moléculas poli (mais) peptídicas produzidas por uma grande variedade de células e parecem não ter função na homeostase, sob condições normais. Esses mediadores são responsáveis por respostas locais ou sistêmicas, gerando alterações imunológicas, metabólicas, hemodinâmicas, endócrinas e neurais. Podem ativar respostas biológicas benéficas, como estimulação da função antimicrobiana, cicatrização de feridas, mieloestimulação e mobilização de substratos. No entanto, a secreção abundante de citocinas está associada a efeitos deletérios como hipotensão arterial, falência de órgãos e morte. CONCLUSÕES: Ao concluir esta revisão, fica evidente que as citocinas desempenham um papel de fundamental importância como mediadores de respostas metabólicas, hormonais, imunológicas e hematológicas, que há potencial terapêutico com o bloqueio de sua expressão e que a anestesia pode interferir de alguma forma na sua ativação. No entanto, muitas perguntas não estão ainda respondidas e estudos devem ser realizados nos próximos anos buscando esclarecer as ações das citocinas não só para a experimentação mas também para a prática clínica. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Varios trabajos han abordado las citocinas que pueden ser estimuladas y liberadas por lesión quirúrgica, trauma, infección, inflamación y cáncer. Niveles elevados circulantes de las citocinas parece que tienen implicaciones en el aparecimiento de complicações y retardo de la recuperación pós-operatoria de pacientes. El objetivo de la presente revisión es resumir las informaciones hoy disponibles sobre las citocinas. CONTENIDO: Las cito (mais) cinas son moléculas polipeptídicas producidas por una gran variedad de células y parecen no tener función en la homeostasis, bajo condiciones normales. Esas mediadoras son responsables por respuestas locales o sistémicas, generando alteraciones inmunológicas, metabólicas, hemodinámicas, endócrinas y neurales. Pueden activar respuestas biológicas benéficas, como estimulación de la función antimicrobiana, cicatrización de heridas, mieloestimulación y movilización de substratos. Sin embargo, la secreción abundante de citocinas está asociada a efectos deletéreos como hipotensión arterial, falencia de órganos y muerte. CONCLUSIONES: Al concluir esta revisión, se hace evidente que las citocinas desempeñan un papel de fundamental importancia como mediadores de respuestas metabólicas, hormonales, inmunológicas y hematológicas, que hay potencial terapéutico con el bloqueo de su expresión y que la anestesia puede interferir de alguna forma en su activación. Sin embargo, muchas preguntas no están aún respondidas y deben ser realizados estudios en los próximos años buscando esclarecer las acciones de las citocinas no solo para la experimentación, mas también para la práctica clínica. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Cytokines can be stimulated and released by surgical injury, trauma, infection, inflammation and cancer. High cytokine circulating levels may lead to complications and delay of postoperative recovery. This study review and summarizes available information on cytokines. CONTENTS: Cytokines are polypeptide molecules produced by a wide variety of cells, which seem not to play a role in homeostasis under normal conditions. These mediators are respon (mais) sible for local or systemic responses and produce immune, metabolic, hemodynamic, endocrine and neural changes. They may activate beneficial biologic responses, such as antimicrobial function stimulation, wound healing, myelostimulation and substrate mobilization. However, abundant cytokine secretion is associated to deleterious effects, such as hypotension, organ failure and death. CONCLUSIONS: In closing this review, it is clear that cytokines have a fundamental role as metabolic, hormonal, immune and hematological response mediators; that there is a therapeutic potential for their expression block; and that anesthesia may interfere in their activation. However, several questions are still to be answered and further studies are needed to explain cytokine actions not only for experimental, but also for clinical purposes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Comparação de diferentes critérios de definição para diagnóstico de síndrome metabólica em idosas/ Comparison of the different definition criteria for the diagnosis of the metabolic syndrome in elderly women/ Comparación entre distintos criterios de definición para diagnóstico de síndrome metabólico en mujeres adultas mayores

Paula, Hudsara Aparecida de Almeida; Ribeiro, Rita de Cássia Lanes; Rosado, Lina Enriqueta Frandsen Paez de Lima; Pereira, Renan Salazar Ferreira; Franceschini, Sylvia do Carmo Castro
2010-09-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Os critérios para melhor definição da síndrome metabólica (SM), especialmente para a população idosa, ainda são pouco conhecidos, e sua compreensão torna-se cada vez mais necessária. OBJETIVO: Comparar quatro propostas de definição da SM, duas oficiais (National Cholesterol Education Program's Adult Treatment Panel III/NCEP-ATPIII e International Diabetes Federation/IDF) e duas candidatas definições propostas (Síndrome Metabólica - National Cho (mais) lesterol Education Program's Adult Treatment Panel III - modificada/SM-ATPM e Síndrome Metabólica - International Diabetes Federation - modificada/SM-IDFM), derivadas da modificação de critérios oficiais. MÉTODOS: Participaram deste estudo 113 mulheres (60-83 anos), submetidas a avaliação antropométrica, de pressão arterial, de perfil lipídico, de glicemia de jejum e de questões relacionadas a hábitos de vida e condições de saúde. Análises estatísticas foram efetuadas por meio dos testes qui-quadrado e de determinação do coeficiente Kappa. RESULTADOS: A frequência dos altos níveis pressóricos foram similares nas duas definições oficiais (54,8%), com redução nas duas definições propostas (33,6%). A alteração na homeostase de glicose foi maior pela definição IDF e SM-IDFM (30,1%). A hipertrigliceridemia e os baixos níveis de HDL-c foram similares em todas as definições (35,4%). No que se refere à obesidade abdominal, a maior ocorrência foi registrada pelo critério do IDF (88,5%). A presença de síndrome metabólica teve maior e menor frequências de acordo com a proposta do IDF (45,1%) e SM-IDFM (22,1%), respectivamente. Foi encontrada maior concordância entre a definição modificada SM-ATPM com NCEP-ATPIII e SM-IDFM (Kappa: 0,79 e 0,77; p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Los criterios para mejor definición del síndrome metabólico/(SM), especialmente para la población de adultos mayores, son todavía poco conocidos, y su comprensión se convierte en cada vez más necesaria. OBJETIVO: Comparar cuatro propuestas de definición del SM, dos oficiales (National Cholesterol Education Program's Adult Treatment Panel III/NCEP-ATPIII e International Diabetes Federation/IDF) y dos candidatas definiciones propuestas (síndrome metabó (mais) lico - National Cholesterol Education Program's Adult Treatment Panel III - modificada/SM-ATPM y Síndrome Metabólico - International Diabetes Federation - cambiada/SM-IDFM), derivadas del cambio de criterios oficiales. MÉTODOS: Participaron en este estudio 113 mujeres (60-83 años), sometidas a evaluación antropométrica, de presión arterial, de perfil lipídico, de glucemia de ayuno y de cuestiones relacionadas a hábitos de vida y condiciones de salud. Análisis estadísticas se efectuaron por medio de las pruebas chi-cuadrado y de determinación del coeficiente Kappa. RESULTADOS: La frecuencia de los altos niveles de presión fue similar en las dos definiciones oficiales (54,8%), con reducción en las dos definiciones propuestas (33,6%). La alteración en la homeostasis de glucosa fue mayor por la definición IDF y SM-IDFM (30,1%). La hipertrigliceridemia y los bajos niveles de HDL-c fueron similares en todas las definiciones (35,4%). En lo que se refiere a la obesidad abdominal, la mayor ocurrencia se registró por medio del criterio del IDF (88,5%). La presencia de síndrome metabólico tuvo mayor y menor frecuencias de acuerdo con la propuesta del IDF (45,1%) y SM-IDFM (22,1%), respectivamente. Se encontró una mayor concordancia entre la definición cambiada SM-ATPM con NCEP-ATPIII y SM-IDFM (Kappa: 0,79 y 0,77; p Resumo em inglês BACKGROUND: The criteria for best defining the metabolic syndrome (MS), especially in the elderly population, are still little known, and the understanding is increasingly necessary. OBJECTIVE: Compare the four MS definition proposals, two official ones (National Cholesterol Education Program's Adult Treatment Panel III/NCEP-ATPIII and International Diabetes Federation/IDF) and two proposed definitions (Metabolic Syndrome - National Cholesterol Education Program's Adult T (mais) reatment Panel III - modified/MS-ATPM and Metabolic Syndrome - International Diabetes Federation - modified/MS-IDFM), derived from the changes in the official criteria. METHODS: A total of 113 women (60-83 years old) participated in this study; they were submitted to anthropometric, blood pressure, lipid profile, fasting glycemia tests and answered questions related to life style habits and health conditions. Statistical analyses were performed using the chi-square test and Kappa coefficient determination. RESULTS: The frequency of the high pressure levels was similar in the two official definitions (54.8%), with a reduction in the two proposed definitions (33.6%). The homeostasis change of the glucose was higher as per the IDF and MS-IDFM (30.1%). The hypertriglyceridemia and the low levels of HDL-c were similar in all the definitions (35.4%). In relation to the abdominal obesity, the higher occurrence was registered by the IDF criteria (88.5%). The presence of the metabolic syndrome presented higher and lower frequencies as per the IDF proposal (45.1%) and MS-IDFM (22.1%), respectively. Higher agreement was found between the modified definition MS-ATPM with NCEP-ATPIII and MS-IDFM (Kappa: 0.79 and 0.77; p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Suspeita de Apneia Obstrutiva do Sono definida pelo Questionário de Berlim prediz eventos em pacientes com Síndrome Coronariana Aguda/ Suspicion of Obstructive Sleep Apnea by Berlin Questionnaire predicts events in patients with Acute Coronary Syndrome/ Sospecha de apnea obstructiva del sueño definida por el cuestionario de Berlín predice eventos en pacientes con síndrome coronario agudo

Jesus, Eryca Vanessa S. de; Dias-Filho, Euvaldo B.; Mota, Bethania de M.; Souza, Luiz de; Marques-Santos, Celi; Rocha, João Bosco G.; Oliveira, Joselina L. M.; Sousa, Antônio C. S.; Barreto-Filho, José Augusto
2010-09-01

Resumo em português FUNDAMENTO: De um ponto de vista mecanístico, a apneia obstrutiva do sono (SAOS) pode causar distúrbios extras à homeostase cardiovascular na presença de síndrome coronariana aguda (SCA). OBJETIVO: Investigar se um diagnóstico clínico padronizado de SAOS, em pacientes com SCA, prediz o risco de eventos cardiovasculares durante hospitalização. MÉTODOS: Em um estudo de coorte prospectivo, um grupo de 200 pacientes com diagnóstico de SCA estabelecido entre Setembr (mais) o de 2005 e Novembro de 2007, foram estratificados pelo Questionário de Berlim (QB) para o risco de SAOS (alto ou baixo risco). Foi testado se o subgrupo de alto risco para SAOS apresenta maior tendência à eventos cardiovasculares. O endpoint primário avaliado foi um desfecho composto de morte cardiovascular, eventos cardíacos isquêmicos recorrentes, edema pulmonar agudo e acidente vascular cerebral durante a hospitalização. RESULTADOS: Noventa e quatro (47%) dos pacientes identificados pelo QB apresentavam suspeita de SAOS. Alto risco para SAOS estava associado com uma mortalidade mais elevada, embora sem diferença estatística (4,25% vs 0,94%; p=0,189), mas com uma estatisticamente significante maior incidência de desfecho composto de eventos cardiovasculares (18,08% vs 6,6%; p=0,016). No modelo de regressão logística, os preditores multivariados de desfecho composto de eventos cardiovasculares foram idade (OR = 1,048; IC95%: 1,008 a 1,090; p=0,019), fração de ejeção do VE (OR = 0,954; IC95%: 0,920 a 0,989; p=0,010), e risco mais elevado de SAOS (OR = 3,657; IC95%: 1,216 a 10,996; p=0,021). CONCLUSÃO: O uso de um questionário simples e validado (QB) para identificar pacientes com risco mais elevado de SAOS pode ajudar a prever o desfecho cardiovascular durante a hospitalização. Além disso, nossos dados sugerem que SAOS é muito comum em pacientes com SCA. Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Desde un punto de vista mecanístico, la apnea obstructiva del sueño (SAOS) puede ocasionar disturbios extras a la homeostasis cardiovascular en la presencia del síndrome coronario aguda (SCA) OBJETIVO: Investigar si un diagnóstico clínico estandarizado de SAOS, en pacientes con SCA, predice el riesgo de eventos cardiovasculares durante la hospitalización. MÉTODOS: En un estudio de cohorte prospectivo, un grupo de 200 pacientes con diagnóstico de SCA el (mais) ecido entre Septiembre de 2005 y Noviembre de 2007, fueron estratificados por el Cuestionario de Berlín (CB) para el riesgo de SAOS (alto o bajo riesgo). Se probó si el subgrupo de alto riesgo para SAOS presenta mayor tendencia a eventos cardiovasculares. El endpoint primario evaluado fue un desenlace conformado por muerte cardiovascular, eventos cardíacos isquémicos recurrentes, edema pulmonar agudo y accidente vascular cerebral durante la hospitalización. RESULTADOS: Noventa y cuatro (47%) de los pacientes identificados por el CB presentaban sospecha de SAOS. Alto riesgo para SAOS estaba asociado con una mortalidad más elevada, aunque sin diferencia estadística (4,25% vs 0,94%; p=0,189), pero con una estadísticamente significativa mayor incidencia de desenlace conformada por eventos cardiovasculares (18,08% vs 6,6%; p=0,016). En el modelo de regresión logística, los predictores multivariados de desenlace conformado por eventos cardiovasculares fueron edad (OR= 1,048; IC95%: 1,008 a 1,090; p=0,019), fracción de eyección del VI (OR= 0,954; IC95%: 0,920 a 0,989; p=0,010), y riesgo más elevado de SAOS (OR= 3,657; IC95%: 1,216 a 10,996; p=0,021). CONCLUSIÓN: El uso de un cuestionario sencillo y validado (CB) para identificar a pacientes con riesgo más elevado de SAOS puede ayudar a prever el desenlace cardiovascular durante la hospitalización. Además de ello, nuestros datos sugieren que SAOS es mucho común en pacientes con SCA. Resumo em inglês BACKGROUND: From a mechanistic standpoint, obstructive sleep apnea (OSA) may further disturb cardiovascular homeostasis in the setting of acute coronary syndrome (ACS). OBJECTIVE: We sought to investigate if a standardized clinical diagnosis of OSA, in acute coronary syndrome patients, predicts the risk of cardiovascular events during hospitalization. METHODS: In a prospective cohort study, a group of 200 patients diagnosed with ACS between September 2005 and November 200 (mais) 7 were stratified by the Berlin Questionnaire (BQ) regarding the risk for OSA (high or low risk). We tested if the subgroup of high risk for OSA was prone to a higher frequency of cardiovascular events. The primary endpoint evaluated was a composite outcome of cardiovascular death, recurrent cardiac ischemic events, acute pulmonary edema and stroke during hospitalization. RESULTS: Ninety four (47%) patients assessed by the BQ were likely to have OSA. High risk for OSA was associated with a non-significant higher mortality (4.25% vs 0.94%; p=0.189), but a significant higher incidence of composite cardiovascular events (18.08% vs 6.6%; p=0.016). In the logistic regression model, multivariate predictors of composite cardiovascular events were age (OR= 1.048; 95% CI 1.008 to 1.090; p=0.019), left ventricular ejection fraction (OR= 0.954; 95% CI 0.920 to 0.989; p=0.010), and higher risk for OSA (OR= 3.657; 95% CI 1.216 to 10.996; p=0.021). CONCLUSION: The use of a simple and validated questionnaire (BQ) to identify patients with higher risk for OSA may help in the prediction of cardiovascular outcome during hospitalization. Moreover, our data suggests that OSA is very common in patients with ACS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Síndrome metabólica em hipertensos de Cuiabá - MT: prevalência e fatores associados/ Metabolic syndrome in patients with high blood pressure in Cuiabá - Mato Grosso State: prevalence and associated factors/ Síndrome metabólico en hipertensos de Cuiabá - MT: prevalencia y factores asociados

Franco, Gilberto Paulo Pereira; Scala, Luiz César Nazário; Alves, Carlos José; França, Giovanny Vinícius Araújo de; Cassanelli, Tatiane; Jardim, Paulo César Brandão Veiga
2009-06-01

Resumo em português FUNDAMENTO: A síndrome metabólica (SM) é um agregado de fatores predisponentes para doenças cardiovasculares e diabete melito, cujas características epidemiológicas são insuficientemente conhecidas nos níveis regional e nacional. OBJETIVO: Estimar a prevalência de SM e fatores associados em uma amostra de hipertensos da área urbana de Cuiabá - MT. MÉTODOS: Estudo de corte transversal (maio a novembro de 2007) em amostra de 120 hipertensos (com 20 anos ou mais) (mais) , pareados por gênero e selecionados por amostragem sistemática de uma população fonte de 567 hipertensos de Cuiabá. Todos os selecionados responderam a um inquérito em domicílio para obtenção de dados sócio-demográficos e hábitos de vida. Foram medidos: pressão arterial; índice de massa corpórea (IMC); circunferências da cintura e quadril; glicemia; insulinemia; lípides séricos; cálculo do índice de homeostase da resistência insulínica (HOMA); proteína C-reativa; ácido úrico e fibrinogênio. O critério para hipertensão adotado foi: média da PAS > 140mmHg e/ou PAD > 90mmHg, para síndrome metabólica segundo a I Diretriz Brasileira de Síndrome Metabólica e NCEP-ATP III. RESULTADOS: Foram analisados 120 hipertensos (60 mulheres), com média de idade de 58,3 ± 12,6 anos. Observou-se prevalência de SM de 70,8% (IC95% 61,8-78,8), com predomínio entre as mulheres (81,7% vs. 60,0%; p=0,009), sem diferenças entre adultos (71,4%) e idosos (70,2%). A análise de regressão múltipla revelou uma associação positiva entre a SM e o IMC > 25 kg/m², a resistência insulínica e algum antecedente familiar de hipertensão. CONCLUSÃO: Observou-se uma elevada prevalência de SM entre hipertensos de Cuiabá, associada significativamente ao IMC >25 kg/m², à resistência insulínica (Índice HOMA) e, em especial, a uma história familiar de hipertensão. Estes resultados sugerem o aprofundamento deste assunto através de novos estudos. Resumo em espanhol FUNDAMENTO: El síndrome metabólico (SM) es un agregado de factores que predisponen para enfermedades cardiovasculares y diabetes mellitus, cuyas características epidemiológicas no son suficientemente conocidas a nivel regional y nacional. OBJETIVO: Estimar la prevalencia de SM y factores asociados en una muestra de hipertensos del área urbana de Cuiabá - MT. MÉTODOS: Estudio de corte transversal (mayo a noviembre de 2007) en muestra de 120 hipertensos (con 20 años (mais) o más), clasificados por sexo y seleccionados por muestreo sistemático de una población fuente de 567 hipertensos de Cuiabá. Todos los seleccionados respondieron a una encuesta en domicilio para la obtención de datos sociodemográficos y hábitos de vida. Se midió: presión arterial; índice de masa corporal (IMC); circunferencias de cintura y cadera; glicemia; insulinemia; lípidos séricos; cálculo del índice de homeostasis de la resistencia insulínica (HOMA); proteína C-reactiva; ácido úrico y fibrinógeno. El criterio para hipertensión adoptado fue: Promedio de PAS > 140mmHg y/o PAD > 90mmHg, para síndrome metabólico según la I Directriz Brasileña de Síndrome Metabólico y NCEP-ATP III. RESULTADOS: Se analizaron 120 hipertensos (60 mujeres), con un promedio de edad de 58,3 ± 12,6 años. Se observó una prevalencia de SM del 70,8% (IC95% 61,8-78,8), con predominio entre las mujeres (81,7% vs 60,0%; p=0,009), sin diferencias entre adultos (71,4%) y ancianos (70,2%). El análisis de regresión múltiple reveló una asociación positiva entre el SM y el IMC >25 Kg/m², la resistencia insulínica y algún antecedente familiar de hipertensión. CONCLUSIÓN: Se observó una elevada prevalencia de SM entre hipertensos de Cuiabá, asociada significativamente al IMC >25 Kg/m², a la resistencia insulínica (Índice HOMA) y, en especial, a una historia familiar de hipertensión. Estos resultados sugieren la profundización de este asunto mediante nuevos estudios. Resumo em inglês BACKGROUND: Metabolic Syndrome (MS) is a cluster of predisposing factors for cardiovascular diseases and diabetes mellitus, whose epidemiological characteristics are poorly known at regional and national levels. OBJECTIVE: To estimate the prevalence of MS and its associated factors in a sample of patients with high blood pressure in the urban area of Cuiabá, Mato Grosso State. METHODS: This was a cross-sectional study (May to November 2007) in a sample of 120 patients wi (mais) th high blood pressure (aged > 20 years), paired by gender and selected by the systematic sampling of a source population of 567 patients with high blood pressure in Cuiabá. All patients answered to home inquiries to provide sociodemographic and life habits data. The following measurements were taken: blood pressure; body mass index (BMI); waist and hip circumferences; plasma glucose, insulin, and lipid levels; homeostasis model assessment-estimated insulin resistance (HOMA); C-reactive protein, uric acid and fibrinogen levels. High blood pressure criterion: average systolic blood pressure > 140mmHg and/or diastolic blood pressure > 90mmHg; and Metabolic Syndrome diagnosis according to the I Brazilian Directive for Metabolic Syndrome and the NCEP-ATP III criteria. RESULTS: 120 patients (60 women), with high blood pressure and an average age of 58.3 ± 12.6 years, were analyzed. We found a MS prevalence of 70.8% (95%CI 61.8 to 78.8), predominantly among women (81.7% vs. 60.0%; p=0.009), with no difference between adults (71.4%) and elderly patients (70.2%). The multiple regression analysis showed a positive association between MS and BMI > 25 kg/m², insulin resistance and family history of high blood pressure. CONCLUSION: A high prevalence of MS was observed among patients with high blood pressure living in Cuiabá, with a significant association with BMI > 25 kg/m², insulin resistance (HOMA index) and, especially, a family history of high blood pressure. These results suggest the need for deeper studies on this subject.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Hidratação durante o exercício: a sede é suficiente?/ Exercise fluid replacement: is thirst enough?/ Hidratación durante el ejercicio: ¿la sed es suficiente?

Machado-Moreira, Christiano Antônio; Vimieiro-Gomes, Ana Carolina; Silami-Garcia, Emerson; Rodrigues, Luiz Oswaldo Carneiro
2006-12-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho é fazer uma revisão sobre a hidratação e discutir se, durante o exercício, a reposição de líquidos de acordo com a sede é suficiente para hidratar o indivíduo. A perda hídrica pela sudorese induzida pelo exercício, especialmente realizado em ambientes quentes, pode levar à desidratação, pode alterar o equilíbrio hidroeletrolítico, dificultar a termorregulação e, assim, representar um risco para a saúde e/ou provocar uma diminu (mais) ição no desempenho esportivo. Tem sido citado que os atletas não ingerem voluntariamente água suficiente para prevenir a desidratação durante uma atividade física. Em função disso, têm sido propostas recomendações internacionais sobre a hidratação. Segundo o American College of Sports Medicine (ACSM), deve-se ingerir aproximadamente 500mL de líquidos nas duas horas antecedentes ao exercício. Durante o exercício, os atletas devem começar a beber desde o início e em intervalos regulares, em volume suficiente para repor as perdas pela sudorese ou o máximo tolerado. A National Athletic Trainer's Association (NATA) faz as seguintes recomendações: ingerir 500 a 600mL de água ou outra bebida esportiva duas a três horas antes do exercício e 200 a 300mL 10 a 20 minutos antes do exercício; durante o exercício, a reposição deve aproximar as perdas pelo suor e pela urina e pelo menos manter a hidratação, com perdas máximas correspondentes a 2% de perda de peso corporal; após o exercício a hidratação deve ter como objetivo corrigir quaisquer perdas líquidas acumuladas. Além disso, o ACSM e o NATA fazem referências sobre temperatura e palatabilidade do líquido, adição de carboidratos e eletrólitos de acordo com a intensidade e duração do exercício e estratégias de hidratação para facilitar a acessibilidade do atleta ao líquido. No entanto, outros autores questionam o uso da reidratação em volumes predeterminados e sugerem que a ingestão de líquidos de acordo com a sede seja capaz de manter a homeostase. Resumo em espanhol El objetivo de este trabajo es hacer una revisión sobre la hidratación y discutir si, durante el ejercicio, la reposición de líquidos de acuerdo con la sed es suficiente para hidratar al individuo. La pérdida hídrica por la sudoración inducida por el ejercicio, especialmente realizado en ambientes calurosos, puede llevar a la deshidratación, puede alterar el equilibrio hidroelectrolítico, dificultar la termorregulación y, así, representar un riesgo para la salu (mais) d y/o provocar una disminución en el desempeño deportivo. Ha sido citado que los atletas no ingieren voluntariamente agua suficiente para prevenir la deshidratación durante una actividad física. En función de eso, han sido propuestas recomendaciones internacionales sobre la hidratación. Según American College of Sports Medicine (ACSM), se debe ingerir aproximadamente 500 ml de líquidos durante las dos horas antecedentes al ejercicio. Durante el ejercicio, los atletas deben comenzar a beber desde el inicio y a intervalos regulares, en volumen suficiente para reponer las pérdidas por la sudoración o el máximo tolerado. La National Athletic Trainer's Association (NATA) hace las siguientes recomendaciones: ingerir 500 a 600 ml de agua u otra bebida deportiva dos a tres horas antes del ejercicio y 200 a 300 ml de 10 a 20 minutos antes del ejercicio; durante el ejercicio, la reposición debe aproximarse a las pérdidas por el sudor y por la orina y por lo menos mantener la hidratación, con pérdidas máximas correspondientes a 2% de pérdida de peso corporal; después del ejercicio la hidratación debe tener como objetivo corregir cualesquier pérdidas líquidas acumuladas. Además de esto, la ACSM y la NATA hacen referencias sobre temperatura y palatabilidad del líquido, adición de carbohidratos y electrólitos de acuerdo con la intensidad y duración del ejercicio y estrategias de hidratación para facilitar la accesibilidad del atleta al líquido. A pesar de esto, otros autores cuestionan el uso de la rehidratación en volúmenes predeterminados y sugieren que la ingestión de líquidos de acuerdo con la sed sea capaz de mantener la homeostasis. Resumo em inglês The present work proposes a review about exercise fluid replacement and a discussion whether, during exercise, the fluid ingested according to thirst is sufficient to maintain hydration. Exercise sweat loss, mainly in the heat, can cause dehydration, can alter the hidroelectrolyte balance, disturb thermoregulation, presenting a health risk and/or impairing the athletic performance. It has been asserted that athletes do not drink, spontaneously, the sufficient fluid volume (mais) to prevent dehydration during the physical activity. Thus, international recommendations to fluid replacement during physical activities have been proposed. According to the American College of Sports Medicine (ACSM), about 500 mL of fluid on the two hours before the exercise must be ingested. During exercise, they propose that athletes should start fluid replacement since the beginning in regular periods and should drink enough fluid to restore all the sweating losses or ingest the maximal volume tolerated. The National Athletic Trainer's Association (NATA) proposes the following recommendations: ingestion of 500 to 600 mL of water two or three hours before exercise or other sport drink and ingestion of 200 to 300 mL 10 to 20 minutes before exercise starting. During exercise, the fluid replacement should match the sweating and urine losses and at least should maintain hydration status reaching maximal body weight losses of 2%. After the exercise, fluid replacement must restore all the fluid losses accumulated. In addition, ACSM and NATA asserted about fluid temperature and palatability, beverage carbohydrate and electrolyte additions according to exercise duration and intensity and recommended hydration schedules to provide easier access to fluid ingestion. However, other authors contest the use of hydration schedules based on predetermined fluid volumes and suggest that fluid replacement according to thirst is enough to maintain body homeostasis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Uso de dexmedetomidina em anestesia geral para tratamento cirúrgico de aneurisma cerebral, em paciente gestante, portadora de doença hipertensiva específica da gestação: relato de caso/ Dexmedetomidine in general anesthesia for surgical treatment of cerebral aneurysm in pregnant patient with specific hypertensive disease of pregnancy: case report/ Uso de dexmedetomidina en anestesia general para tratamiento quirúrgico de aneurisma cerebral, en paciente embarazada, portadora de enfermedad hipertensiva específica del embarazo: relato de caso

Souza, Kleber Machareth de; Anzoategui, Luiz César; Pedroso, Washington Cássio Justino; Gemperli, Werner Alfred
2005-04-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A incidência de cirurgias não obstétricas em pacientes gestantes é de 0,36% a 2%. No entanto, cirurgias visando o tratamento cirúrgico de aneurisma cerebral em gestantes são extremamente raras. A doença hipertensiva específica da gestação, apresenta prevalência clínica de 10% na população gestante. Trata-se de uma doença de elevada complexidade clínica, acometendo múltiplos órgãos e sistemas. A dexmedetomidina, fármaco agonis (mais) ta alfa2, apresenta importante seletividade para estes receptores, quando utilizada em doses clínicas terapêuticas e promove adequada estabilidade hemodinâmica, se empregada no período peri-operatório. O objetivo deste relato foi apresentar uma técnica com a qual fosse possível a manutenção da homeostase materna, preservando ao máximo o fluxo sangüíneo útero-placentário e a vitalidade fetal, sem deixar de lado aspectos fundamentais relativos à otimização da relação oferta/demanda de oxigênio cerebral e adequação das condições do tecido cerebral propícias ao manuseio cirúrgico. RELATO DO CASO: Gestante com 19 anos encaminhada para tratamento cirúrgico de aneurisma cerebral, estando na vigésima sétima semana de gestação. No pré-operatório, apresentava-se consciente, orientada, com presença de déficit à esquerda e quadro clínico compatível com toxemia gravídica. Foi administrada dexmedetomidina (1 µg.kg-1) em 20 minutos, seguida de indução anestésica com propofol (2,5 mg.kg-1), fentanil (7,5 µg.kg-1), lidocaína (1 mg.kg-1) e rocurônio (2 mg.kg-1) em seqüência rápida. A manutenção da anestesia foi obtida com propofol (50 µg.kg-1.min-1), alfentanil (1 µg.kg-1.min-1) e dexmedetomidina (0,7 µg.kg-1.min-1). A cirurgia foi realizada sem qualquer intercorrência, não havendo seqüela neurológica subjacente. CONCLUSÕES: Neste caso o uso da dexmedetomidina tornou possível um adequado manuseio hemodinâmico, mantendo otimizado o fluxo sangüíneo útero-placentário e a vitalidade fetal. Ressaltam-se, ainda, as condições adequadas de manuseio cirúrgico do tecido cerebral, assim como a ausência de influência na morbidade após o procedimento anestésico-cirúrgico. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La incidencia de cirugías no obstétricas en pacientes embarazadas es del 0,36% a 2%. Sin embargo, cirugías con la finalidad de tratamiento quirúrgico de aneurisma cerebral en embarazadas son extremadamente raras. La enfermedad hipertensiva específica de la gestación, presenta superioridad clínica del 10% en la población gestante. Se trata de una enfermedad de elevada complejidad clínica, acometiendo múltiples órganos y sistemas. La de (mais) xmedetomi- dina, fármaco agonista alfa-2, presenta importante selectividad para estos receptores cuando utilizada en dosis clínicas terapéuticas y promueve adecuada estabilidad hemodinámica cuando empleada en el período peri-operatorio. El objetivo de este relato fue presentar una técnica con la cual hubiera sido posible el mantenimiento de la homeostasis materna, preservando al máximo el flujo sanguíneo útero-placentario y la vitalidad fetal, sin dejar de lado aspectos fundamentales relativos a la optimización de la relación oferta/demanda de oxígeno cerebral y adecuación de las condiciones del tejido cerebral propicias al manoseo quirúrgico. RELATO DEL CASO: Embarazada con 19 años encaminada para tratamiento quirúrgico de aneurisma cerebral, en la vigésima séptima semana de embarazo. En el pre-operatorio, se presentaba consciente, orientada, con presencia de déficit a la izquierda y cuadro clínico compatible con toxemia gravídica. Fue administrada dexmedetomidina (1 µg.kg-1) en 20 minutos, seguida de inducción anestésica con propofol (2,5 mg.kg-1), fentanil (7,5 µg.kg-1), lidocaína (1 mg.kg-1) y rocurônio (2 mg.kg-1) en secuencia rápida. El mantenimiento de la anestesia fue lograda con propofol (50 µg.kg-1.min-1), alfentanil (1 µg.kg-1.min-1) y dexmedetomidina (0,7 µg.kg-1.min-1). La cirugía fue realizada sin cualquier acontecimiento, no habiendo secuela neurológica subyacente. CONCLUSIONES: El presente caso mostró que el uso de la dexmedetomidina posibilitó un adecuado manoseo hemodinámico, manteniendo optimizado el flujo sanguíneo útero-placentario y la vitalidad fetal. Se resaltan aún las condiciones adecuadas de manipulación quirúrgica del tejido cerebral, así como la ausencia de influencia en la morbidad después del procedimiento anestésico-quirúrgico. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: The incidence of non-obstetrical surgeries in pregnant patients is about 0.36% to 2%. However, surgeries aiming at surgical treatment of cerebral aneurysm in pregnant women are extremely rare. Specific hypertensive disease of pregnancy, shows clinical prevalence of 10%. It is a disease with high clinical complexity compromising multiple organs and systems. Dexmedetomidine, alpha2-adrenoceptor agonist drug, in therapeutic clinical doses has major (mais) selectivity for these receptors and promotes suitable hemodynamic stability if used in the preoperative period. The purpose of this report was to present an anesthetic technique able to provide adequate maintenance of maternal homeostasis, preserving to the highest level uterus-placental blood flow and fetal vitality, without neglecting fundamental aspects regarding the optimization of brain oxygen supply/demand ratio and favorable brain tissue conditions for surgical management. CASE REPORT: Pregnant patient, 19 years old, 27 weeks of gestation, was referred to the operating room for surgical treatment of cerebral aneurysm. In the preoperative period she was conscious, oriented, eupneic but with left side motor deficit and clinical signs compatible with toxemia of pregnancy. Dexmedetomidine (1 µg.kg-1.h-1) was administered in 20 minutes, followed by anesthetic induction with propofol (2.5 mg.kg-1), fentanyl (7.5 µg.kg-1), lidocaine (1 mg.kg-1) and rocuronium (1.2 mg.kg-1) in rapid sequence. Anesthesia was maintained with propofol (50 µg.kg-1.min-1), alfentanil (1 µg.kg-1.min-1) and dexmedetomi- dine (0.7 µg.kg-1.h-1). Surgical procedure went on with no complications, including brain sequelae. CONCLUSIONS: This case report has shown that dexmedetomidine made possible the handling of hemodynamic responses, keeping optimized uterus-placental blood flow and fetal vitality. Adequate conditions of surgical brain tissue manipulation and the absence of influence in postoperative morbidity are also emphasized.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Índice HOMA (homeostasis model assessment) na prática clínica: uma revisão/ HOMA (homeostasis model assessment) index in clinical practice: a review

Oliveira, Ernesto Pereira de; Souza, Mirabeau Levi Alves de; Lima, Maria das Dores Acioli de
2005-08-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: Progressivamente, desde a década de 1980, a resistência à insulina vem sendo associada ao risco de doenças cardiovasculares e diabetes mellitus tipo 2. Um dos métodos mais empregados para sua estimativa é o índice HOMA que, embora bem estabelecido para estudos epidemiológicos, ainda carece de resultados consensuais para aplicação mais consistente na prática clínica, campo em que ampliaria a possibilidade de antecipação de medidas preventivas. M (mais) ÉTODO: Conduzimos uma revisão sistemática nesse campo, considerando o período 2000-2004. RESULTADOS: No período, a sigla HOMA aparece em 670 artigos, dos quais 49 foram selecionados pela ênfase na utilização na prática clínica. A maioria traz o índice como medida de desfecho em ensaios terapêuticos e são poucos aqueles com desenho mais apropriado à avaliação de testes de diagnóstico. DISCUSSÃO: O índice HOMA apresenta uma variabilidade que reduz a sensibilidade e a especificidade do método, assim como o poder discriminatório entre resultados, o que limita seu uso na prática clínica, mas não impede sua aplicação em estudos epidemiológicos de base populacional. CONCLUSÃO: Os resultados apontam para a necessidade de uma padronização das condições de realização do teste, a definição de um valor de corte mais amplamente aplicável e critérios para interpretação e utilização dos resultados. Resumo em inglês INTRODUCTION: Since the 1980’s, insulin resistance (IR) has been associated to the risk of cardiovascular disease and type 2 diabetes mellitus. HOMA index is one of the methods used for IR measurement, mainly in epidemiological studies. However, the current state of application of this index in clinical practice, where it should be helpful in the anticipation of preventive intervention, still needs to achieve consensual results. METHOD: A systematic review of the literat (mais) ure, from 2000 to 2004, relating to HOMA index in clinical practice. RESULTS: Among 670 articles where the term HOMA was found, 49 met eligibility criteria. Most of them refer to the index as an outcome measure in therapeutic trials and only a few are designed to evaluate diagnosis tests. DISCUSSION: HOMA index variability reduces the sensitivity and the specificity of the method as much as the discriminant power of the results, which turn to be a limitation for clinical trials. However, it does not prevent the index to be reliably used in population-based epidemiological investigation. CONCLUSION: The results point out the need of establishment of standard conditions to improve the test, better definition of cut-off limits as much as confident criteria for the HOMA index interpretation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Transportadores de glicose na síndrome metabólica/ Glucose transporters in the metabolic syndrome

Machado, Ubiratan Fabres; Schaan, Beatriz D.; Seraphim, Patrícia M.
2006-04-01

Resumo em português A regulação da homeostasia intra e extra-celular da glicose está diretamente relacionada ao controle preciso da expressão dos genes que codificam as diferentes isoformas de proteínas transportadoras de glicose, as quais se expressam de maneira tecido-específica, em conseqüência do padrão de ativação dos fatores transcricionais reguladores de cada gene, em cada tipo celular. A síndrome metabólica (SM) abrange uma grande variedade de alterações fisiopatológi (mais) cas, todas de repercussões sistêmicas, acometendo os mais distintos territórios do organismo, nos quais alterações nos transportadores de glicose presentes são observadas em maior ou menor grau. A presente revisão abordará as alterações na expressão de transportadores de glicose claramente demonstradas na literatura, cujas repercussões nos fluxos territoriais de glicose auxiliam na compreensão de mecanismos fisiopatológicos da SM, assim como dos tratamentos propostos para esta entidade. Resumo em inglês Intra- and extra-cellular glucose homeostasis is directly related to gene expression control of different isoforms, which encode different glucose transporters, being tissue-specifically expressed, as a consequence of transcriptional factors activity of each gene, in each cellular type. The metabolic syndrome (MS) comprises a wide range of physiopathological abnormalities, all involved in systemic changes, which occur in different territories of the body, where glucose tr (mais) ansporters changes are observed in diverse degrees. The present review will describe the glucose transporters expression changes clearly shown in literature, which reflexes in glucose flow, and can facilitate the MS physiopathological understanding, as well as possible treatments for the syndrome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Taxa de sudação e parâmetros histológicos de bovinos submetidos ao estresse calórico/ Sweat rate and histological parameters of cattle submitted to heat stress

Ferreira, F.; Campos, W.E.; Carvalho, A.U.; Pires, M.F.A.; Martinez, M.L.; Silva, M.V.G.B.; Verneque, R.S.; Silva, P.F.
2009-08-01

Resumo em português Caracterizaram-se o pelame, a taxa de sudação e os parâmetros histológicos de 71 bovinos F2 (½ Gir x ½ Holandês), 39 machos e 32 fêmeas, entre 14 e 20 meses de idade, submetidos a condições de termoneutralidade (22ºC e 70% de umidade relativa - UR) e ao estresse calórico (42ºC e 60% UR). Os tratamentos foram realizados nas estações de verão e inverno em câmara bioclimática. O comprimento dos pelos e a espessura da capa foram maiores no inverno que no ver (mais) ão, sendo de 1,58 e 1,04cm e 5,31 e 3,91mm, respectivamente (P Resumo em inglês Coat thickness, sweat rate, and histological parameters were characterized in 39 males and 32 females crossbred cattle (½ Holstein x ½ Gir), averaging 14 to 20 months of age, submitted to thermoneutrality (22ºC and 70% of relative humidity - RH) and heat stress (42ºC and 60% RH) in summer and winter in a climatic chamber. Fur length and coat thickness were significantly higher in summer than winter, 1.58 and 1.04cm and 5.31 and 3.91mm, respectively (P(mais) ology showed that sweat gland area and distance of gland to epithelium was shorter in summer than in winter, 2,589 and 4,051µm and 294 and 344µm, respectively (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Revisão anatômica do seio venoso sagital dorsal no crânio de cães braquicéfalos/ Anatomic features of the dorsal venous sinus in skull of brachycephalous dogs

Machado, Thaís Fernanda S.; Ferrigno, Cássio Ricardo A.; Stopiglia, Ângelo João; Pinto, Ana Carolina B.C.F
2007-05-01

Resumo em português Os seios venosos do crânio realizam a drenagem do cérebro e da medula espinhal, a fim de manter a homeostasia e o perfeito funcionamento do sistema nervoso central. Lesões na rede venosa cerebral podem causar déficits severos tais como hemiplegia, hemorragia, coma e morte. Os seios venosos são importantes pontos de referência para a realização de técnicas cirúrgicas de acesso ao cérebro. Este estudo visou analisar o trajeto do seio venoso sagital dorsal no crâ (mais) nio de cães braquicéfalos. Os animais braquicéfalos possuem crânios curtos e com características biométricas específicas. Foram utilizados 8 crânios de cães da raça Boxer, que foram submetidos à injeção de látex com pigmento corado e sulfato de bário. Após a perfusão, foram feitas radiografias contrastadas e imagens de tomografia computadorizada para relacionar o seio venoso com a estrutura óssea e dimensões relativas da calota craniana. Os crânios apresentaram índice cefálico (IC) médio de 91,24±8,34mm e índice crânio-facial (ICF) médio de 2,89±0,23mm. As mensurações do seio venoso sagital dorsal, relativas à calota craniana, apresentaram os seguintes valores médios: Área = 10,18±4,69mm²; D1 = 11,84±2,35mm; D2 = 19,57±2,61mm; D3 = 17,88±2,31mm; D4 = 25,32±5,68mm; e D5= 24,84±4,40mm. Resumo em inglês The dorsal venous sinuses of the Dura mater perform the cerebral and spinal cord drainage to keep homeostasis of the Central Nervous System. Injuries in the cerebral venous network may cause severe deficits, including hemiplegia, hemorrhage, coma and death. The main landmark for neurologic surgery is the Dura mater venous sinus. The aim of this study is to analyse the pathway of the Sinus sagittalis dorsalis in the brachycephalous skull, as the brachycephalous dogs have s (mais) pecific characteristics. The skulls were taken from 8 Boxer dogs and venous perfusion with latex and barium sulfate solution was performed. After the perfusion, radiographies and tomographies were obtained to relate the dorsal sagittal sinus and the skull averages. The cephalic index showed mean values of 91.24±8.34cm, and the cranio-facial index was 2.89±0.23cm. The venous sinus mensuration interface to the skull was: Área = 10.18±4.69mm²; D1 = 11.84±2.35mm; D2 = 19.57±2.61mm; D3 = 17.88±2.31mm; D4 = 25.32±5.68mm e D5 = 24.84±4.40mm.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Respostas fisiológicas ao exercício agudo em ratos obesos tratados com metformina/ Physiological responses to intense exercise in obese rats treated with metformin

Araujo, Gustavo Gomes de; Araújo, Michel Barbosa de; Mota, Clécia Soares de Alencar; Ribeiro, Carla; D'Angelo, Ricardo Antonio; Manchado, Fúlvia de Barros; Luciano, Eliete
2007-12-01

Resumo em português O objetivo do presente estudo foi investigar as respostas fisiológicas ao exercício agudo em ratos Wistar obesos, tratados com metformina. Os animais receberam injeção subcutânea de glutamato monossódico (4mg/g peso corporal), para indução da obesidade. Os animais foram divididos em 4 grupos, conforme o tratamento recebido: obesos controles (OC); obesos metformina (OM); obesos controles exercitados (OCE) e obesos metformina exercitados (OME). Foram analisados, ant (mais) es e após uma sessão de exercício agudo: glicose sérica (mg/dL), triglicerídeos (g/100g), colesterol total (mg/dL) e hematócrito (%). Os valores de glicose sérica e colesterol total foram reduzidos significativamente no grupo controle exercitado (OCE - 68,4 ± 14,7 e 70,8 ± 18,3) em comparação ao grupo controle sedentário (OC - 83,6 ± 12,8 e 91,3 ± 9,6). A administração de metformina isoladamente diminuiu a concentração de glicose de 83,6 ± 12,8 (OC) para 70,8 ± 5,9 (OM). Por outro lado, a associação de metformina com exercício aumentou a disponibilidade de triacilgliceróis livres após a atividade (OM - 166,6 ± 11,3, OME - 184,0 ± 4,3). Em conclusão o programa de intervenção utilizado (exercício físico agudo) mostrou-se eficiente na homeostasia glicêmica, bem como, nos níveis circulantes de lipídios em ratos obesos tratados com metformina. Resumo em inglês The purpose of the present study was to investigate the physiological responses to intense exercise in obese Wistar rats treated with metformin. To induce obesity, all animals were infused with monosodic glutamate (4 mg/g of body weight) via subcutaneous injection. The rats were divided in 4 groups according to the received treatment: obese control (OC); obese metformin ( OM); obese control exercise (OCE) and obese metformin exercise (OME). Before and after one session of (mais) intense exercise the following parameters were measured: serum glucose (mg/dl), triglycerides (g/100g), total cholesterol (mg/dl) and haematocrit (%). The values of serum glucose and total cholesterol were significantly reduced in control exercise group (OCE - 68.4 ± 14.7 and 70.8 ±18.3) compared to obese control sedentary group (OC - 83.6 ± 12.8 and 91.3 ± 9.6). The isolate metformin infusion decreased the glucose concentration from 83.6 ± 12.8 (OC) to 70.8 ± 5.9 (OM). On the other hand, metformin associated with exercise increased the availability of free triglycerides after exercise (OM - 166.6 ± 11.3, OME - 184.0 ± 4.3). In conclusion, the present intervention program (intense physical exercise) showed to be efficient on glicemic homeostasis, as well as on lipids circulatory levels in obese rats treated with metformin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Representações gustativas no córtex humano, e o controle central do apetite/ Taste representation in the human cortex and the central control of appetite

Araújo, Ivan E de
2003-12-01

Resumo em português Tem sido estabelecido que o controle da ingestão de nutrientes e o decorrente estado de equilíbrio homeostático dependem de uma série de sinais periféricos que atuam diretamente sobre o sistema nervoso central, levando a respostas adaptativas apropriadas. Entretanto, em humanos, a crescente incidência de patologias produzidas em grande medida por distúrbios da preferência alimentar, tais como obesidade e anorexia, implica no envolvimento do córtex no controle da (mais) ingestão de alimentos. Estudos recentes fazendo uso da neuroimagem funcional em voluntários humanos revelam que o processamento central da informação gustativa é implementado em humanos em áreas análogas a de outros primatas. As áreas corticais gustativas primárias, localizadas no complexo ínsulo-opercular, respondem eficientemente durante a decodificação de estímulos externos através do isolamento dos sinais que codificam o estado fisiológico do organismo. As áreas específicas do córtex pré-frontal em sua parte ventro-média parecem, por sua vez, integrar informações acerca dos aspectos sensoriais dos estímulos com os sinais de origem periférica que refletem o estado homeoestático do organismo. Resumo em inglês The control of food intake and the mechanisms of energy homeostasis are now known to depend on a series of peripheral signals that act directly on the central nervous system leading to appropriate adaptive responses. However, in humans, the increasing occurrence of associated pathologies due to abnormal food-intake preferences such as obesity and anorexia implies that food intake control depend also on cortical processing. Recent functional neuroimaging studies on human v (mais) olunteers reveal that the central processing of gustatory information in humans is performed in similar areas to those of other primates, with primary gustatory cortical areas in the frontal operculum/anterior insula complex responding efficiently to stimulus decoding by isolating peripheral signals on internal physiological states whereas regions of the ventromedial prefrontal cortex seem to integrate information on the sensory aspects of taste stimuli with the abovementioned peripheral signals on the current homeostatic state of the organism.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Regulação da Absorção Intestinal de Glicose: Uma Breve Revisão/ Regulation of Intestinal Sugar Transport

Araújo, João R.; Martel, Fátima
2009-03-01

Resumo em português A absorção intestinal de glicose engloba duas componentes. Uma consiste na absorção mediada por um transportador activo de glicose dependente do sódio (SGLT1); a outra é constituída por um transporte facilitado de glicose independente do sódio (GLUT2). O SGLT1 presente na membrana apical do enterócito comporta-se como um sensor de glicose, regulando a inserção membranar do GLUT2 apical. Em conjunto, o GLUT2 e o SGLT1 são responsáveis pela absorção intestina (mais) l de glicose. A absorção intestinal de glicose proveniente da dieta desempenha um papel importante na regulação dos níveis de glicose no plasma. Por sua vez, os níveis de glicose plasmática controlam a ingestão alimentar e regulam a secreção de insulina pelo pâncreas. A hiperinsulinémia e consequente insulino-resistência periférica (associadas a intolerância à glicose) estão relacionadas com o desenvolvimento de síndrome metabólica, uma patologia multifactorial que pode conduzir ao desenvolvimento de aterosclerose, patologias cardiovasculares, diabetes e elevada taxa de mortalidade. Como tal, o objectivo deste artigo é fazer uma breve descrição dos mecanismos subjacentes à absorção intestinal de glicose e sua modulação, e destacar a sua importância na prevenção e terapêutica de patologias como a diabetes, obesidade e síndrome metabólica. Resumo em inglês Intestinal glucose absorption involves two components. One is mediated by an active sodium-dependent glucose transporter (SGLT1) and the other one is mediated by a facilitated sodium-independent glucose transporter (GLUT2). SGLT1 is present in the apical membrane of the enterocyte where it acts as a glucose sensor, regulating membrane insertion of apical GLUT2. Together, these two transporters are responsible for intestinal glucose absorption. Intestinal absorption of glu (mais) cose derived from the diet plays an important role in blood glucose homeostasis. Blood glucose levels, in turn, play a role in the control of food intake and in the regulation of insulin secretion by the pancreas. Hyperinsulinemia and its consequent peripheral insulin resistance (with its associated glucose intolerance) are closely linked to the development of metabolic syndrome, a multifactorial condition leading to accelerated atherosclerosis and increased risk for diabetes, major cardiovascular events and a high mortality rate. So, the main aim of this article is to briefly describe the mechanisms involved in intestinal glucose absorption and its modulation, emphasizing its importance in the prevention and therapeutics of diseases such as diabetes, obesity and metabolic syndrome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Pesquisa de interferon gama em tecido periodontal de ratos submetidos à movimentação dentária induzida/ Gamma-interferon investigation in rat periodontal tissue under induced dental movement

Silveira, Daniel Mascarenhas da; Franco, Fernanda Catharino Menezes; Nascimento, Ivana Lúcia de Oliveira; Salomão, Milene de Freitas Lima; Araujo, Telma Martins de
2009-04-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: durante o tratamento ortodôntico, um processo inflamatório é induzido, desencadeando uma série de eventos bioquímicos que resultam na movimentação dentária. Estímulos como a hipóxia e a deformação mecânica são os principais fatores responsáveis pela quebra da homeostasia celular, resultando em estresse e liberação de diversos mediadores importantes para o movimento do dente. Para que a remodelação óssea ocorra durante o tratamento ortodô (mais) ntico, fatores reguladores,como subprodutos do ácido araquidônico e citocinas,são liberados.Ao interferon gama (INF-γ , uma citocina principal liberada após a indução da resposta imune adaptativa, é atribuída a função de atrair os macrófagos, que auxiliam na remoção de restos celulares e promovem a cicatrização e reorganização das áreas com inflamação. OBJETIVO: visto que alguns aspectos biológicos que permeiam a movimentação dentária ainda não estão totalmente esclarecidos, procurou-se, neste trabalho, verificar a expressão do INF-γ por células do periodonto de ratos submetidos à movimentação ortodôntica. MÉTODOS: a amostra foi constituída por nove ratos, cujos primeiros molares superiores direitos foram movimentados com uma força de 0,5N, por 3, 7 e 14 dias. Os molares esquerdos desempenharam o papel de grupo controle. RESULTADOS: através da imunohistoquímica, foi verificada a ausência de expressão de INF-γ na quase totalidade dos tecidos estudados,tanto no lado de pressão quanto no lado de tração. Resumo em inglês INTRODUCTION: During the orthodontic treatment, an inflammatory process is induced, triggering series of biochemical events that results in dental movement. Stimuli such as hypoxia and mechanical deformation are the main factors responsible for the breaking of cell homeostasis, resulting in stress and liberation of several important mediators for tooth movement. To occur osseous remodeling during orthodontic treatments, regulating factors such as sub products of arachidon (mais) ic acid and cytokines are released. To interferon-gamma (INF-γ ), a main cytokine released after induction of adaptive immune response, is attributed the function of attracting the macrophages, which aids in removing cell rests and promote healing and reorganization of the inflamed areas. AIM: Given that some biological aspects that permeate dental movement are not yet fully clear, we aimed in this study to investigate INF-γ expression in the periodontium of rats under orthodontic movement. METHODS: The sample was composed of 9 rats, whose first upper right molars were moved with a force of 0,5N, for 3, 7 and 14 days. The left molars were used as controls. RESULTS: Through immunohistochemistry, we verified the absence of INF-γ expression in almost all the studied tissues, in both the traction and pressure sides.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Perfil eletrocardiográfico e conteúdo glicogênico muscular de ratos tratados com nandrolona/ Electrocardiographic profile and muscle glycogen content of rats treated with nandrolone/ Perfil electrocardiográfico y contenido glicogénico muscular de ratones tratados con nandrolona

Silva, Carlos Alberto da; Pardi, Adriano Cesar Rocco; Gonçalves, Talita Moral; Borin, Sergio Henrique
2010-12-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Considerou-se o uso indiscriminado de esteroides tanto por atletas de elite quanto por praticantes de atividades físicas. OBJETIVO: Avaliar os efeitos do decanoato de nandrolona sobre o perfil eletrocardiográfico, conteúdo glicogênico e de proteínas totais dos músculos cardíacos e esqueléticos, bem como as concentrações plasmática de albumina. MÉTODOS: Os animais do grupo tratado receberam a droga na concentração 5 mg/kg pela via subcutânea, dua (mais) s vezes por semana, durante três semanas. Uma vez por semana, os ratos foram anestesiados com Pentobarbital sódico (50 mg/kg, ip) e submetidos à avaliação por meio do eletrocardiograma (ECG). Após o período experimental, amostras dos músculos cardíaco (ventrículo esquerdo - VE), sóleo (S), gastrocnêmio branco (GB), gastrocnêmio vermelho (GV), peitoral (P), intercostal (IC) e diafragma (D) foram prontamente coletadas e analisadas. Os dados (média ± epm) foram avaliados de acordo com ANOVA, segundo teste de Tukey (p>0,05). RESULTADOS: Os ratos do grupo tratado apresentaram alterações nos seguintes parâmetros cardíacos: intervalo QRS, intervalo QTc e frequência cardíaca, caracterizados por um aumento desses, tendo o ápice no intervalo da semana de pré-tratamento para a primeira semana. As reservas de glicogênio no VE apresentaram aumento de 127%. Em relação à quantidade de proteínas totais, a diferença significativa foi constatada no S, GV e D. Quanto ao perfil bioquímico e ao hematócrito, foi observado um aumento na porcentagem de eritrócitos. CONCLUSÃO: O estudo mostra que importantes alterações cardíacas são deflagradas precocemente, sugerindo uma hierarquia na sequência de modificações que comprometem a homeostasia do organismo. Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Se consideró el uso indiscriminado de esteroides tanto por atletas de elite como por practicantes de actividades físicas. OBJETIVO: Evaluar los efectos del decanoato de nandrolona sobre el perfil electrocardiográfico, contenido glicogénico y de proteínas totales de los músculos cardíacos y esqueléticos, así como las concentraciones plasmática de albúmina. MÉTODOS: Los animales del grupo tratado recibieron la droga en la concentración 5mg/kg por v� (mais) �a subcutánea, dos veces por semana, durante tres semanas. Una vez por semana, los ratones fueron anestesiados con Pentobarbital sódico (50mg/Kg, ip) y sometidos a evaluación por medio de electrocardiograma (ECG). Después del período experimental, muestras de los músculos cardíaco (ventrículo izquierdo - VI), sóleo (S), gastrocnemio blanco (GB), gastrocnemio rojo (GV), pectoral (P), intercostal (IC) y diafragma (D) fueron colectadas y analizadas. Los datos (media±epm) fueron evaluados de acuerdo con ANOVA, segundo test de Tukey (p>0,05). RESULTADOS: Los ratones del grupo tratado presentaron alteraciones en los siguientes parámetros cardíacos: intervalo QRS, intervalo QTc y frecuencia cardíaca, caracterizados por un aumento de estos, teniendo el ápice en el intervalo de la semana de pretratamiento a la primera semana. Las reservas de glicógeno en el VI presentaron aumento de 127%. En relación a la cantidad de proteínas totales, una diferencia significativa fue constatada en el S, GV y D. En cuanto al perfil bioquímico y al hematocrito, fue observado un aumento en el porcentaje de eritrocitos. CONCLUSIÓN: El estudio muestra que importantes alteraciones cardíacas son provocadas precozmente, sugiriendo una jerarquía en la secuencia de modificaciones que comprometen la homeostasia del organismo. Resumo em inglês BACKGROUND: We considered both the indiscriminate use of steroids by top athletes and by physically active individuals. OBJECTIVE: To evaluate the effects of nandrolone decanoate on the electrocardiographic profile, glycogen content and total-protein profile of skeletal and cardiac muscles, as well as the plasma albumin concentrations. METHODS: The drug was administered subcutaneously, at a concentration of 5 mg/kg, twice a week for three weeks, to animals in the treated (mais) group. Once a week, the rats were anesthetized with sodium pentobarbital (50 mg/kg, ip) and they underwent an electrocardiogram (ECG). After the trial period, samples of the cardiac muscle (left ventricle - LV), soleus muscle (S), white gastrocnemius muscle (WG), red gastrocnemius muscle (RG), pectoral muscle (P), intercostal muscle (IC) and diaphragm muscle (D) were promptly collected and analyzed. An analysis of variance (ANOVA) and then a Tukey test (p>0.05) were carried out to assess the data (mean ± sem). RESULTS: There were changes in the following parameters of rats in the treated group: QRS interval, QTc interval and heart rate, characterized by an increase in these parameters, with the peak being reached in the period between the pre-treatment week and the first week. There was an increase of 127% in glycogen reserves in the LV. In relation to the total-protein amount, the significant difference was found in S, RG and D. As for the hematocrit and biochemical profile, it was possible to notice an increase in the percentage of erythrocytes. CONCLUSION: The study shows that major cardiac changes are triggered at an early stage, which indicates a hierarchy in the sequence of changes that compromise the homeostasis of the body.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

O impacto da obesidade sobre os componentes da síndrome metabólica e as adipocitoquinas em crianças pré-púberes/ Impact of obesity on metabolic syndrome components and adipokines in prepubertal children

Madeira, Isabel R.; Carvalho, Cecilia N. M.; Gazolla, Fernanda M.; Pinto, Liana W.; Borges, Marcos A.; Bordallo, Maria Alice N.
2009-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar o impacto da obesidade sobre os componentes da síndrome metabólica e sobre os níveis de adipocitoquinas em crianças pré-púberes. MÉTODOS: Estudo transversal comparando 30 crianças obesas, 31 com sobrepeso e 33 eutróficas, oriundas do ambulatório de pediatria geral de um hospital universitário, quanto às médias de glicose, lipídios séricos, insulina, HOMA-IR (homeostasis model assessment-insulin resistance), relação glicose/insulina, ad (mais) iponectina e leptina. Compararam-se as frequências de acantose nigricans e das alterações de cintura, pressão arterial, glicose, lipídios séricos e insulina. Avaliou-se a correlação entre escore z de índice de massa corporal (IMC) e adipocitoquinas. RESULTADOS: Houve diferença nas médias dos obesos, quanto a HDL-colesterol e adiponectina, e nas dos eutróficos, quanto a insulina, HOMA-IR, relação glicose/insulina e leptina (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To verify the impact of obesity on metabolic syndrome components and adipokine levels in prepubertal children. METHODS: This cross-sectional study compared 30 obese, 31 overweight and 33 eutrophic children attending a university hospital-based outpatient pediatric clinic. Parameters assessed included glucose, serum lipids, insulin, homeostasis model assessment-insulin resistance (HOMA-IR), glucose/insulin relation, adiponectin, and leptin. We compared the frequ (mais) ency of acanthosis nigricans and changes in waist, blood pressure, glucose, serum lipids, and insulin. The correlation between body mass index (BMI) z score and adipokines was evaluated. RESULTS: Among obese children, there was a difference in the mean values of HDL cholesterol and adiponectin, whereas among the eutrophic children, there was a difference in the mean values of insulin, HOMA-IR, glucose/insulin relation, and leptin (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Leptina: o diálogo entre adipócitos e neurônios

Negrão, André B.; Licinio, Julio
2000-06-01

Resumo em português A descoberta da leptina trouxe consigo um interesse renovado sobre o estudo do controle homeostático da energia. Sabe-se agora que o tecido adiposo branco é o maior sítio de produção da leptina. Uma vez na circulação sangüínea ela se liga a receptores específicos no cérebro, levando ao sistema nervoso central um sinal de saciedade que reflete a quantidade existente de energia em forma de gordura no organismo. Agindo por intermédio de receptores que fazem uso d (mais) a via JAK/SAT de transdução do sinal intracelular, a leptina modifica a expressão e a atividade de inúmeros peptídeos hipotalâmicos que regulam o apetite e o gasto de energia. Além disso, a leptina sinaliza o estado nutricional do organismo a outros sistemas fisiológicos, modulando a função de várias glândulas alvo. Mais recentemente, a leptina recombinante foi administrada com sucesso numa paciente obesa com deficiência do hormônio devido a uma mutação do gene ob. Por outro lado, os efeitos da leptina recombinante no único estudo em pacientes com obesidade e concentrações elevadas de leptina foram menos impressionantes. Nesta revisão, discutiremos a complexidade das ações da leptina com ênfase no seu papel integrativo de sinalizadora do estado nutricional para o organismo. Resumo em inglês The discovery of leptin led to a renewed interest in the study of enegy homeostasis. It is now recognized that white adipose tissue is the major site of leptin synthesis. After it is secreted into the bloodstream leptin binds itself to specific receptors in the brain, providing the central nervous system with a satiety signal that reflects the amount of energy stored as fat. Acting through receptors that transduce a signal by the JAK/STAT pathway, leptin modifies the expr (mais) ession and activity of hypothalamic peptides that regulate appetite and energy expenditure. In addition, leptin signals nutritional status to other physiological systems and modulates the function of several target glands. More recently, recombinant leptin was successfully given to an obese patient with leptin deficiency due to a mutation in the ob gene. On the other hand, the effects of recombinant leptin in the only study with obese patients and increased levels of circulating leptin were less impressive. Here we review the complexity of leptin actions with a focus on its integrative role as a signal of nutritional status for the organism.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Indicadores do perfil lipídico plasmático relacionados à resistência à insulina/ Plasmatic lipid profile indicators related to insulin resistance

Vasques, Ana Carolina Junqueira; Rosado, Lina Enriqueta Frandsen Paez de Lima; Rosado, Gilberto Paixão; Ribeiro, Rita de Cassia Lanes; Franceschini, Sylvia do Carmo Castro; Priore, Silvia Eloiza; Geloneze, Bruno; Oliveira, Dirce Ribeiro de
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVOS: Investigar a habilidade de indicadores bioquímicos do perfil lipídico plasmático em identificar resistência à insulina (RI), avaliada pelo índice HOMA-IR (Homeostasis Model Assessment - Insulin Resistance). MÉTODOS: Foram avaliados 138 homens saudáveis (20-59 anos). Analisaram-se os seguintes indicadores bioquímicos do perfil lipídico: triglicérides (TG), colesterol total (CT), HDL-C, LDL-C, e as relações CT/HDL-C e TG/HDL-C. Considerou-se o percen (mais) til 75 como ponto de corte para o índice HOMA-IR. A análise estatística constou do cálculo do coeficiente de correlação de Spearman e da construção de curvas ROC, com o cálculo das áreas abaixo da curva (AUC). RESULTADOS: A relação TG/HDL-C (r = 0.334 e AUC = 0.724 ± 0.046 p 0,05). CONCLUSÃO: A relação TG/HDL-C apresentou melhor habilidade em identificar RI, representando um instrumento alternativo e de fácil acesso para a avaliação da RI na prática clínica, proporcionando intervenções de caráter preventivo de doenças na população do sexo masculino. Resumo em inglês PURPOSE: To investigate the effectiveness of biochemical indicators from the plasmatic lipid profile to identify the insulin resistance (IR), assessed by the HOMA-IR index (Homeostasis Model Assessment -Insulin Resistance). METHODS: 138 healthy men (20-59 years) were evaluated. The lipid profile biochemical indicators analyzed were the following: triglycerides (TG), total cholesterol (TC), HDL-C, LDL-C, and TC/HDL-C and TG/HDL-C ratios. The percentile 75 was considered as (mais) the cut-off point for IR. Statistical analysis consisted of Spearman correlation coefficient, ROC curves and calculation of the areas under the curve (AUC). RESULT: The TG/HDL-C ratio showed the strongest correlation and the greatest AUC (r = 0.334 and AUC = 0.724 ± 0.046, p 0.05). CONCLUSION: The TG/HDL-C ratio showed the greatest ability to identify IR, proved to be an alternative and easy access instrument to assess IR in clinical practice, therefore providing diseases prevention for the adult male population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Indicadores antropométricos e as doenças crônicas não transmissíveis em mulheres na pós-menopausa da região Sudeste do Brasil/ Anthropometric measures: predictors of non-transmissible chronic diseases in postmenopausal women in the Southeast region of Brazil

Orsatti, Fábio Lera; Nahas, Eliana Aguiar Petri; Nahas-Neto, Jorge; Maestá, Nailza; Padoani, Nathália Pompeu; Orsatti, Cláudio Lera
2008-04-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a influência dos indicadores antropométricos sobre os marcadores de risco cardiovascular e metabólico para doenças crônicas não-transmissíveis em mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: realizou-se estudo clínico transversal, com 120 mulheres sedentárias na pós-menopausa (com idades entre 45 e 70 anos e última menstruação há, pelo menos, 12 meses). Foram excluídas as diabéticas insulino-dependentes e usuárias de estatinas ou terapia hormon (mais) al até seis meses prévios. Para avaliação antropométrica, foram obtidos peso, estatura, índice de massa corpórea (IMC=peso/altura²) e circunferência da cintura (CC). As variáveis metabólicas avaliadas foram colesterol total (CT), HDL, LDL, triglicérides (TG), glicemia e insulina, para os cálculos do índice aterogênico plasmático (IAP) e resistência insulínica (Homeostasis model assessment-insulin resistance, HOMA-IR). Na análise estatística, utilizara-se análise de variância one-way (ANOVA) e Odds Ratio (OR). RESULTADOS: os dados médios caracterizaram amostra com sobrepeso, com obesidade central e dislipidêmica. Sobrepeso e obesidade estiveram presentes em 77,1% e deposição central de gordura ocorreu em 87,3% das participantes. Os valores médios de CT, LDL e TG estavam acima do recomendável em 67,8, 55,9 e 45,8% das mulheres, respectivamente, com HDL abaixo dos valores adequados em 40,7%. Valores de CC >88 cm ocorreram em 14,8% das mulheres eutróficas, 62,5% no grupo com sobrepeso e 100% nas obesas (p>0,05). Os valores médios de IAP, TG e HOMA-IR aumentaram significativamente com o aumento do IMC e da CC, enquanto que o HDL diminuiu (p88 cm, encontrou-se risco de 5,8 (IC95%=2,3-14,8), 2,61 (IC95%=1,2-5,78), 3,4 (IC95%=1,2-9,7) e 3,6 (IC95%=1,3-10,3) para HDL reduzido, hipertrigliceridemia, IAP elevado e resistência a insulina, respectivamente (p30 kg/m² associou-se apenas com HDL reduzido (OR=3,1; IC95%=1,44-6,85). CONCLUSÕES: a associação de duas medidas antropométricas (CC e IMC) foi eficiente para adequado diagnóstico de obesidade relacionada a alterações metabólicas em mulheres na pós-menopausa. Contudo, a simples avaliação da CC pode ser indicativo do risco cardiovascular e metabólico das doenças crônicas não transmissíveis. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the anthropometric measures as predictors of cardiovascular and metabolic risk in non-transmissible chronic diseases in postmenopausal women. METHODS: a clinical and sectional study enrolling 120 sedentary postmenopausal women (amenorrhea for at least 12 months, age 45 to 70 years was conducted). Exclusion criteria included insulin-dependent diabetes and use of statins or hormone therapy within the preceding six months. Anthropometric indicators inclu (mais) ded: weight, height, body mass index (BMI=weight/height²), and waist circumference (WC). Metabolic profiles as total cholesterol (TC), HDL, LDL, triglycerides (TG), glycemia, and insulin were measured and the atherogenic index of plasma (AIP) and Homeostasis model assessment-insulin resistance (HOMA-IR) were calculated. One-way analysis of variance (ANOVA) and Odds Ratio (OR) were used in the statistical analysis. RESULTS: subjects were classified on average as overweight and showed central fat distribution. Overweight and obesity were observed in 76% and abdominal obesity in 87.3% of the patients. On average, TC, LDL and TG levels were higher than recommended in 67.8, 55.9 and 45.8% of the women, respectively, and HDL was low in 40.7%. Values of WC >88 cm were observed in 14.8% of women with normal weight, 62.5% overweight and 100% obesity p>0.05). On average, the values of AIP, TG, and HOMA-IR increased significantly along with values of BMI and WC, while decreased HDL (p88 cm, a risk association was observed with low HDL (OR=5.86; 95%CI=2.31-14.82), with higher TG (OR=2.61; 95%CI=1.18-5.78), with higher AIP (OR=3.42; 95%CI=1.19-9.78) and with IR (OR=3.63; 95%CI=1.27-10.36). There was a risk of low HDL (OR=3.1; 95%CI=1.44-6.85) with increased obesity (BMI>30 kg/m²). CONCLUSIONS: in the postmenopausal women, the simple measure of WC can predict cardiovascular and metabolic risk of non-transmissible chronic diseases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Implicações da lipoclasia dermossônica no metabolismo energético e na composição corporal de ratos Wistar saudáveis/ Implications of dermosonic lipoclasis for energy metabolism and body composition of healthy Wistar rats

Gonçalves, WLS; Cirqueira, JP; Abreu, GR; Moysés, MR
2009-02-01

Resumo em português OBJETIVOS: Investigar as implicações da lipoclasia dermossônica (LCD), lipólise do tecido adiposo branco subcutâneo induzido por ultrassom (US), no metabolismo energético e na composição corporal de ratos saudáveis. MÉTODOS: Utilizaram-se 20 ratos Wistar saudáveis, com 4 meses de idade, pesando ±380g, divididos aleatoriamente em 2 grupos: 1) controle-sham (CS), 2) terapia ultrassônica de baixa intensidade (TUSBI). Durante 10 dias, após sedação (halotano-3% (mais) vaporizado), os animais eram submetidos à TUSBI (I SATA=3MHz, 1W.cm-2, modo pulsado 2:8ms, ciclo de 30% por 3 minutos) em região infra-abdominal e inguinal. Medidas de peso, comprimento naso-anal e parâmetros metabólicos (ingestão e excreção) foram controlados durante o estudo. Ao final do tratamento, amostras de sangue foram coletadas para dosagens bioquímicas, e então avaliadas adiposidades retroperitoneal (RET), perirenal (PR), epididimal (EP) e inguinal (ING). O HOMA-IR (homeostasis model assessment) foi calculado para estimar resistência insulínica (RI). Para análise estatística, utilizou-se ANOVA, teste de Tukey e teste t de Student, com diferenças estabelecidas em p Resumo em inglês OBJECTIVES: To investigate the implications of Dermosonic lipoclasis (DLC), i.e. lipolysis on subcutaneous white adipose tissue induced by ultrasound, for the energy metabolism and body composition of healthy rats. METHODS: Twenty four-month-old male Wistar rats weighting ±380g were randomly divided into two groups: 1) sham control (SC) and 2) low-intensity ultrasound therapy (LIUST). For 10 days, after sedation with 3% vaporized halothane, the animals underwent LIUST (I (mais) SATA =3MHz, 1 Wcm-2, pulsed mode 2:8ms, 30% cycles for 3 minutes) in the infra-abdominal and inguinal regions. Weight measurements, naso-anal length and metabolic parameters (food and water intake and excretion) were monitored during the study. At the end of the treatment, blood samples were collected for biochemical analyses. Retroperitoneal (RET), perirenal (PR), epididymal (EP) and inguinal (ING) adiposity was evaluated. HOMA-IR (homeostasis model assessment) was calculated to estimate insulin resistance. For statistical analyses, the Student t test, ANOVA and the Tukey test were used, and differences were established as p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Impacto da perda de peso nas adipocitocinas, na proteína C-reativa e na sensibilidade à insulina em mulheres hipertensas com obesidade central/ Impact of weight loss on adipocytokines, C-reactive protein and insulin sensitivity in hypertensive women with central obesity

Borges, Rodolfo Leão; Ribeiro-Filho, Fernando Flexa; Carvalho, Kenia Mara Baiocchi; Zanella, Maria Teresa
2007-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o impacto do tratamento da obesidade nas adipocitocinas, na proteína C-reativa (PCR) e na sensibilidade à insulina em pacientes hipertensas com obesidade central. MÉTODOS: O estudo foi realizado a partir do banco de dados e de amostras estocadas de soro de pacientes submetidas previamente a um estudo para tratamento de obesidade. Foram selecionadas 30 mulheres hipertensas, com idade entre 18 e 65 anos, índice de massa corpórea (IMC) > 27 kg/m², (mais) com distribuição central de gordura. As pacientes foram aleatoriamente submetidas a dieta hipocalórica e orlistat 120 mg três vezes por dia ou apenas a dieta hipocalórica, durante 16 semanas. As pacientes que apresentaram perda de peso superior a 5% (n = 24) foram avaliadas em relação a níveis pressóricos, valores antropométricos, gordura visceral, índices de resistência (HOMA-R - homeostasis model assessment of insulin resistance) e de sensibilidade à insulina (ISI - Insulin Sensitivity Index), perfil lipídico, e dosagens das adipocitocinas (adiponectina, leptina, IL-6 e TNF-a) e de PCR. RESULTADOS: Após redução do IMC de cerca de 8% em ambos os grupos, foi verificada diminuição de gordura visceral, glicemia de jejum, triglicérides e TNF-a. Apenas o grupo orlistat, que inicialmente era mais resistente à insulina, apresentou redução significativa da glicemia pós-sobrecarga oral de glicose e aumento da sensibilidade à insulina. CONCLUSÃO: Os achados deste estudo indicam que a perda de peso superior a 5% se associa à melhora do perfil inflamatório e à redução da resistência à insulina, a qual ocorreu de maneira independente das variações de adiponectina e de TNF-a. Os maiores benefícios na sensibilidade à insulina obtidos no grupo orlistat não puderam ser atribuídos ao uso do medicamento em virtude da maior concentração de indivíduos resistentes à insulina nesse grupo. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the impact of weight reduction on serum adipocytokines, C-reactive protein (CRP), and insulin sensitivity in hypertensive female patients with central obesity. METHODS: This study was performed using the database and stored serum samples of female patients who had participated in an intervention study focused on weight loss. Thirty hypertensive women aged 18 to 65, body mass index (BMI) > 27 kg/m², and central obesity were selected. They were ran (mais) domly assigned to receive either a low-calorie diet plus orlistat 120 mg three times daily or a low-calorie diet alone for 16 weeks. Patients who experienced weight loss greater than 5% (n = 24) were assessed for blood pressure, anthropometric parameters, visceral fat, insulin resistance (HOMA-R - homeostasis model assessment of insulin resistance) and sensitivity (ISI - Insulin Sensitivity Index) indices, plus serum lipids, adipocytokines (adiponectin, leptin, IL-6, and TNF-a) and CRP levels. RESULTS: After BMI had been reduced by approximately 5% in both groups, visceral fat, fasting glucose, triglycerides, and TNF-a decreased. Only the orlistat group, which was more insulin resistant at baseline, showed a significant reduction in blood glucose after oral glucose load, in addition to increased insulin sensitivity. CONCLUSION: This study's findings indicate that a weight loss greater than 5% is associated with improved inflammatory status and decreased insulin resistance, regardless of changes in adiponectin and TNF-a levels. The greatest improvements in insulin sensitivity experienced by the orlistat-treated patients could not be attributed to the use of this drug because of the higher number of insulin-resistant subjects in this group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Impacto da inflamação na regulação do ferro e deficiência funcional de ferro/ Importance of inflammation on iron homeostasis and functional iron deficiency

Figueiredo, Maria Stella
2010-06-01

Resumo em português Deficiência funcional de ferro (Fe) pode ser definida como o desbalanço entre a quantidade necessária de Fe para a síntese de hemoglobina e o seu suprimento. Ela ocorre na ausência de estoque de Fe, característica da anemia ferropênica (AF), e na presença de bloqueio da homeostasia do Fe, como na anemia da inflamação (AI). Na AI, citocinas e células do sistema retículo-endotelial induzem alterações que interferem em diferentes vias da eritropoese levando à (mais) anemia. O bloqueio na mobilização do Fe de estoque pela hepcidina, embora não único, é o mecanismo etiológico mais evidente da AI. A hepcidina, regulador negativo da entrada de Fe no plasma, atua ligando-se à ferroportina, induzindo sua internalização e degradação. Embora a diferenciação entre AF e AI seja relativamente tranquila, pacientes com AI podem cursar com deficiência de Fe associada. O diagnóstico diferencial entre AI e AI com deficiência de Fe tem evidente importância clínica, e novas técnicas laboratoriais têm sido sugeridas para auxiliar neste diagnóstico. Resumo em inglês Functional iron deficiency can be defined as an imbalance between the iron needs of the erythroid marrow and iron supply. Iron deficiency occurs in the absence of iron deposits, as in the case of iron deficiency anemia (IDA), or when there is an impaired iron mobilization, such as in anemia of inflammation (AI). Cytokines and cells of the reticuloendothelial system can induce changes in several pathways, interfering in erythropoiesis and causing anemia. The retention of i (mais) ron within cells of the reticuloendothelial system is due to hepcidin. Although this is not the only mechanism evolved in AI, it is the most important. Hepcidin is a negative regulator of iron entry into the plasma. Hepcidin binds to ferroportin, inducing its internalization and degradation. Differentiation between IDA and AI is relatively easy, but patients with AI can have the association of true iron deficiency. The differential diagnosis of AI and AI with iron deficiency is clinically important and new laboratorial markers can be used to help this differentiation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Glutamina: aspectos bioquímicos, metabólicos, moleculares e suplementação/ Glutamine: biochemical, metabolic, molecular aspects and supplementation

Cruzat, Vinicius Fernandes; Petry, Éder Ricardo; Tirapegui, Julio
2009-10-01

Resumo em português A glutamina é o aminoácido livre mais abundante no plasma e no tecido muscular. Nutricionalmente é classificada como um aminoácido não essencial, uma vez que pode ser sintetizada pelo organismo a partir de outros aminoácidos. A glutamina está envolvida em diferentes funções, tais como a proliferação e desenvolvimento de células, o balanço acidobásico, o transporte da amônia entre os tecidos, a doação de esqueletos de carbono para a gliconeogênese, a part (mais) icipação no sistema antioxidante e outras. Por meio de técnicas de biologia molecular, estudos demonstram que a glutamina pode também influenciar diversas vias de sinalização celular, em especial a expressão de proteínas de choque térmico (HSPs). As HSPs contribuem para a manutenção da homeostasia da célula na presença de agentes estressores, tais como as espécies reativas de oxigênio (ERO). Em situações de elevado catabolismo muscular, como após exercícios físicos intensos e prolongados, a concentração de glutamina pode tornar-se reduzida. A menor disponibilidade desse aminoácido pode diminuir a resistência da célula a lesões, levando a processos de apoptose celular. Por essas razões, a suplementação com L-glutamina, tanto na forma livre, quanto como dipeptídeo, tem sido investigada. Alguns aspectos bioquímicos, metabólicos e mecanismos moleculares da glutamina, bem como os efeitos de sua suplementação, são abordados no presente trabalho. Resumo em inglês Glutamine is the most frequent free amino acid in the serum and muscular tissue. Nutritionally, it is classified as a non-essential amino acid, once it can be synthesized by the body from other amino acids. Glutamine is involved in different functions, such as cell proliferation and development, basic acid balance, ammonia transportation between tissues, carbon skeleton donation to the gluconeogenesis, participation in the antioxidant system, among others. Molecular biolo (mais) gy techniques show that it may also influence several cell signaling ways, especially the expression of heat shock proteins (HSP). The HSPs contribute to the maintenance of the cellular homeostasis in the presence of stress agents such as oxygen reactive species (ORE). In situations of high cellular catabolism, as after intense and prolonged physical exercises, the glutamine concentration may become reduced. Lower availability of this amino acid may decrease the cell resistance to injuries, leading to cellular apoptosis processes. Therefore, L-glutamine supplementation either in free form or as dipeptide has been investigated. Some biochemical and metabolic aspects, molecular mechanism of glutamine, as well as the effects of its supplementation are approached in the present article.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Doença hepática gordurosa não alcoólica em escolares obesos/ Nonalcoholic fatty liver disease in obese children

Souza, Fabíola Isabel S.; Amâncio, Olga Maria S.; Sarni, Roseli Oselka S.; Pitta, Tassiana Sacchi; Fernandes, Ana Paula; Fonseca, Fernando Luiz A.; Hix, Sonia
2008-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a prevalência de alterações hepáticas ao ultra-som e de elevação da alanina aminotransferase (ALT) em crianças com sobrepeso e obesidade, além de relacionar a presença de alterações com peroxidação lipídica, perfil lipídico e resistência insulínica. MÉTODOS: Estudo transversal, prospectivo e controlado de 67 crianças com sobrepeso/obesidade (38 do sexo feminino e média de idade de 8,6 anos), pareadas por sexo e idade com 65 eutrófica (mais) s. A avaliação bioquímica consistiu de perfil lipídico (LDL-c, HDL-c e triglicerídeos); ALT; substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS); glicemia e insulina, utilizadas para o cálculo do Homeostasis Model Assessment Insulin Resistance (HOMA-IR). A esteatose hepática, avaliada por ultra-sonografia por um único examinador, foi classificada em difusa leve, moderada e grave. RESULTADOS: Elevação de ALT (>40U/L) foi encontrada em 3% e alterações ultra-sonográficas do fígado em 57,4% das crianças com sobrepeso e obesidade. O Grupo Sobrepeso/Obesidade apresentou maior percentual de ALT >18U/L (OR 4,2; p=0,0006) e de hipertrigliceridemia (OR 4,2; p18U/L. CONCLUSÕES: A freqüência de ALT >40U/L foi baixa e a de esteatose foi alta. As alterações ultra-sonográficas hepáticas não mostraram associação com o estado nutricional nem com os níveis de ALT. Por sua vez, triglicerídeos aumentados associaram-se com níveis mais elevados de ALT. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the prevalence of altered hepatic ultrasound and elevated serum alanine aminotransferase (ALT) in overweight and obese children, as well as to relate them to lipid peroxidation, lipid profile and insulin resistance. METHODS: A prospective, controlled, cross-sectional study was performed with 67 overweight and obese children (38 female, mean age of 8,6 years) paired by gender and age with 65 eutrophic controls. The following parameters were evaluated (mais) : lipid profile (LDL-c, HDL-c, triglycerides), ALT, lipid peroxidation measured by thiobarbituric acid reaction substance (TBARS), serum glucose and insulin resistance (Homeostasis Model Assessment). Hepatic steatosis was evaluated by ultrasound by a single professional and classified as diffuse mild, moderate or severe. RESULTS: Elevated ALT (>40 U/L) was observed in 3% and altered ultrasound in 57.4% of the overweight/obese children. Obese/overweight children showed a higher percentage of ALT >18 U/L (OR 4.2, p=0.0006) and hypertriglyceridemia (OR 4.2, p18 U/L. CONCLUSIONS: The frequency of altered ALT (>40U/L) was low and of altered hepatic ultrasound was high. There was no association between fatty liver at ultrasound with nutritional status or ALT levels. Elevated triglycerides were associated with higher levels of ALT.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Diferentes aferições do diâmetro abdominal sagital e do perímetro da cintura na predição do HOMA-IR/ Different measurements of the sagittal abdominal diameter and waist perimeter in the prediction of HOMA-IR/ Mediciones distintas del diámetro abdominal sagital y del perímetro de la cintura en la predicción del HOMA-IR

Vasques, Ana Carolina Junqueira; Rosado, Lina Enriqueta Frandsen Paez de Lima; Rosado, Gilberto Paixão; Ribeiro, Rita de Cassia Lanes; Franceschini, Sylvia do Carmo Castro; Geloneze, Bruno; Priore, Silvia Eloiza; Oliveira, Dirce Ribeiro de
2009-11-01

Resumo em português FUNDAMENTO: A correlação entre aumento de gordura visceral e de resistência à insulina coloca o diâmetro abdominal sagital e o perímetro da cintura como instrumentos potenciais para a predição de resistência à insulina. OBJETIVO: Avaliar a reprodutibilidade de diferentes aferições do diâmetro abdominal sagital e do perímetro da cintura e analisar o poder discriminante dos mesmos para predizer resistência à insulina. MÉTODOS: Foram avaliados 190 homens adu (mais) ltos. O diâmetro abdominal sagital (menor cintura, maior diâmetro abdominal, nível umbilical e ponto médio entre as cristas ilíacas) e o perímetro da cintura (nível umbilical, menor cintura, imediatamente acima da crista ilíaca e ponto médio entre a crista ilíaca e a última costela) foram aferidos em quatro locais diferentes. A resistência à insulina foi avaliada pelo índice HOMA-IR. RESULTADOS: Todas as medidas apresentaram correlação intraclasse de 0,986-0,999. Tanto o diâmetro abdominal sagital aferido na menor cintura (r=0,482 e AUC=0,739±0,049) como o perímetro da cintura aferido no ponto médio entre a última costela e a crista ilíaca (r=0,464 e AUC=0,746±0,05) apresentaram maiores correlações com o HOMA-IR, bem como um melhor poder discriminante para o HOMA-IR segundo a análise ROC (p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: La correlación entre aumento de la grasa visceral y de la resistencia a la insulina pone el diámetro abdominal sagital y el perímetro de la cintura como los instrumentos potenciales para la predicción de resistencia a la insulina. OBJETIVO: Evaluar la reproductibilidad de distintas mediciones del diámetro abdominal sagital y del perímetro de la cintura y analizar el poder discriminante de las mismas para predecir resistencia a la insulina. MÉTODOS: Se e (mais) valuaron a 190 varones adultos. El diámetro abdominal sagital (menor cintura, mayor diámetro abdominal, nivel umbilical y punto promedio entre las crestas ilíacas) y el perímetro de la cintura (nivel umbilical, menor cintura, inmediatamente superior a la cresta ilíaca y punto promedio entre la cresta ilíaca y la última costilla) se calcularon en cuatro locales diferentes. La resistencia a la insulina se evaluó por el índice HOMA-IR. RESULTADOS: Todas las mediciones presentaron correlación intraclase de 0,986-0,999. Tanto el diámetro abdominal sagital calculado en la menor cintura (r=0,482 y AUC=0,739±0,049) como el perímetro de la cintura calculado en el punto promedio entre la última costilla y la cresta ilíaca (r=0,464 e AUC=0,746±0,05) presentaron mayores correlaciones con el HOMA-IR, así como un mejor poder discriminante para el HOMA-IR según el análisis ROC (p Resumo em inglês BACKGROUND: The correlation between the increase in visceral fat and insulin resistance makes the sagittal abdominal diameter and the waist perimeter as potential tools for the prediction of insulin resistance. OBJECTIVE: To assess the reproducibility of different measurements of the sagittal abdominal diameter and the waist perimeter and analyze the discriminating power of the measurements when predicting insulin resistance. METHODS: A total of 190 adult males were studi (mais) ed. The sagittal abdominal diameter (smallest girth, larger abdominal diameter, umbilical level and midpoint between the iliac crests) and the waist perimeter (umbilical level, smallest girth, immediately above the iliac crest and midpoint between the iliac crest and the last rib) were measured at four different sites. Insulin resistance was assessed by the homeostasis model of assessment-insulin resistance (HOMA-IR) index. RESULTS: All measurements presented an intraclass correlation of 0.986-0.999. The sagittal abdominal diameter measured at the smallest girth (r=0.482 and AUC=0.739±0.049) and the waist perimeter measured at the midpoint between the last rib and the iliac crest (r=0.464 and AUC=0.746±0.05) presented the highest correlations with the HOMA-IR and the best discriminating power for HOMA-IR according to the ROC analysis (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Determinação dos valores de glicemia, insulinemia e índice (HOMA) em escolares e adolescentes eutróficos/ Determination of glycemia and insulinemia and the homeostasis model assessment (HOMA) in schoolchildren and adolescents with normal body mass index

Almeida, Carlos A. N. de; Pinho, Adriana P.; Ricco, Rubens G.; Pepato, Maria Tereza; Brunetti, Iguatemy Lourenço
2008-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar, entre um grupo de crianças e adolescentes eutróficos, os valores de glicemia e insulinemia de jejum e de índice homeostasis model assessment (HOMA). MÉTODOS: Estudo de corte transversal realizado em duas escolas públicas de Ribeirão Preto (SP). Foram obtidas medidas antropométricas, dados pessoais e colhida amostra de sangue venoso de 447 crianças e adolescentes eutróficos, de ambos os sexos, com idades entre 7 e 17,9 anos, maturadores médi (mais) os. Mediram-se glicemia de jejum e insulinemia de jejum e calculou-se o HOMA. Utilizando o teste de Mann-Whitney, foram realizadas comparações entre os valores obtidos para meninos e meninas em cada faixa etária. Posteriormente, utilizando o teste de Kruskal-Wallis, foram comparados os valores em cada faixa etária para meninos e meninas. RESULTADOS: Entre as meninas, os valores de glicemia apresentaram variação entre 7 a 8,9 anos (p = 0,0005). Para ambos os sexos, em relação à insulinemia, ocorreu variação de acordo com a idade (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To determine fasting glycemia and insulinemia levels and the HOMA index in a group of children and adolescents with normal body mass index (BMI). METHODS: This was a cross-sectional study conducted at two public schools in Ribeirão Preto, SP, Brazil. A total of 447 children and adolescents of both sexes, with normal BMI, aged 7 to 17.9 years and of average maturity for their age, underwent anthropometric measurements and provided personal data and a sample of (mais) venous blood so that glycemia, insulinemia and HOMA index could be determined. The results obtained for boys and girls were compared for each age range using the Mann-Whitney test. The results within each age band were then compared for boys and girls using the Kruskal-Wallis test. RESULTS: Glycemia results varied from 7 to 8.9 years (p = 0.0005). Fasting insulinemia varied significantly with age in both sexes (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Deficiência de magnésio e resistência à insulina em pacientes com diabetes mellitus tipo 2/ Magnesium deficiency and insulin resistance in patients with type 2 diabetes mellitus

Lima, Maria de Lourdes; Pousada, Judith; Barbosa, Cynara; Cruz, Thomaz
2005-12-01

Resumo em português O magnésio é um íon predominantemente intra-celular, que participa como co-fator de mais de 300 reações enzimáticas, dentre elas na atividade da tirosino-cinase. Sua deficiência pode aumentar a resistência periférica à insulina, especialmente em pacientes com síndrome metabólica e diabetes mellitus tipo 2 (DM2). Este trabalho avaliou, em 27 pacientes com DM2 descompensado, o conteúdo intra-celular de magnésio, correlacionando-o com índices laboratoriais de (mais) resistência insulínica e controle glicêmico. Hipomagnesemia foi encontrada em 75% dos pacientes e déficit intra-celular em 30,8%. Houve correlação negativa do Mg intra-celular (Mg IC) com HbA1 e com IMC. 59,2% dos pacientes apresentaram HOMA IR > 3,5, e tendência para correlação negativa com o Mg IC, porém sem significância estatística. Apesar do número pequeno de pacientes, ressalta-se que uma vez que deficiência de magnésio é comum em pacientes com diabetes, sua relação com resistência insulínica deve ser mais estudada. Resumo em inglês Magnesium is a predominantly intracellular ion, and it is a cofactor in more than 300 enzymatic reactions, like tyrosinokinase activity. Its deficiency may increase insulin resistance, especially in patients with metabolic syndrome or type 2 diabetes. This study evaluated in 27 patients with poorly controlled type 2 diabetes if there was correlation between intracellular magnesium levels, laboratorial indexes of insulin resistance and glycemic control. Decreased serum and (mais) intracellular magnesium depletion were found in 75% and 30.8% of patients, respectively. A negative correlation between intracellular magnesium levels (ICMg) and BMI and HbA1 was found. The homeostasis model assessment for insulin resistance (HOMA-IR) was higher than 3.0 in 59.2% of patients and there was a tendency to negative correlation with ICMg levels, although without statistical significance. Despite the small number of patients, this study shows that magnesium deficiency is frequent in patients with diabetes and its correlation with insulin resistance should be more studied.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Células-tronco mesenquimais/ Mesenchymal stem cell

Monteiro, Betânia Souza; Argolo Neto, Napoleão Martins; Del Carlo, Ricardo Junqueira
2010-02-01

Resumo em português Dentre todas as células-tronco estudadas até o presente momento, as mesenquimais (MSC) destacam-se por sua elevada plasticidade, podendo originar tecidos mesodermais e não mesodermais. Além disso, possuem características imunomoduladoras e imunossupressoras que ampliam as possibilidades de utilização terapêutica. As MSC secretam uma grande variedade de citocinas pró e anti-inflamatórias e fatores de crescimento e, por meio dessas moléculas bioativas, proporcion (mais) am a modulação da resposta inflamatória, o restabelecimento do suprimento vascular e a reparação adequada do tecido, contribuindo para a homeostasia tissular e imunológica sob condições fisiológicas. Também podem induzir as demais células presentes no nicho tecidual a secretarem outros fatores solúveis que estimulam a diferenciação dessas células indiferenciadas, favorecendo o processo de reparação. A terapia celular com MSC é uma alternativa terapêutica promissora, porém a compreensão da biologia dessas células ainda é uma ciência em formação. Este artigo tem por objetivo realizar uma breve revisão sobre as células mesenquimais indiferenciadas. Resumo em inglês Of all the stem cells studied so far, the mesenchymal stem cells (MSC) stand out for their high plasticity and capacity of generating mesodermal and non-mesodermal tissues. In addition, immunomodulatory and immunosuppressive features that expand possibilities for therapeutic use are present in these cells. A variety of pro and anti-inflammatory cytokines and growth factors are secrete for MSC and provide a modulation of inflammatory response, re-establishment of vascular (mais) supply and adequate repair of the tissue, contributing to tissue homeostasis under physiologic conditions. Therefore, they can induce secretion of soluble factors that stimulate their differentiation by other cells present at the niche's tissue, promoting the repair process. Cell therapy using MSC is a promises therapeutic alternative, but understanding the biology of these cells is still under construction. The aim of the article is to conduct a short review of these undifferentiated mesenchymal cells.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Células reguladoras/ Regulatory cells

Borrego, Luís Miguel; Rosa, Sónia; Algueró, Cármen; Trindade, Hélder; Pinto, José Rosado
2007-05-01

Resumo em português O papel das células T reguladoras na indução e manutenção da tolerância periférica tem recebido uma atenção crescente nos últimos anos. Foram descritos vários subgrupos de células T reguladoras, com base em marcadores de superfície e na produção de citocinas, não havendo no entanto marcadores específicos para nenhum destes subgrupos, pelo que a sua classificação se baseia no seu mecanismo de supressão. Desconhece-se qual dos subgrupos de células T reg (mais) uladoras terá papel preponderante na prevenção e controlo das doenças alérgicas, sendo no entanto consensual a sua importância para a homeostasia. Resumo em inglês The role of regulatory T cells in the induction and maintenance of peripheral tolerance has received growing attention during the last years. Several subsets of regulatory T cells were described based on their surface markers and citokine production, but nevertheless, there are no specific markers for any subsets and their classification relies on their suppression mechanism. It is unknown which of the subgroups of regulatory T cells is more important in the prevention and control of allergic diseases, being commonly accepted its importance in homeostasis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Conseqüências em longo prazo da deficiência do hormônio de crescimento/ Long time consequences of the growth hormone deficiency

Oliveira, Carla R. P.; Pereira, Rossana M. C.; Barreto-Filho, José A. S.; Aguiar-Oliveira, Manuel H.
2008-07-01

Resumo em português Este artigo descreve as conseqüências puras, em longo prazo, da deficiência isolada e vitalícia do hormônio de crescimento (GH) porque usa um modelo único de resistência ao hormônio liberador do GH (GHRH), em virtude da mutação homozigótica no gene do receptor do GHRH, em uma centena de indivíduos acometidos. Elas incluem baixa estatura grave com estatura final entre -9,6 a -5,2 desvios-padrão abaixo da média, com redução proporcional das dimensões óssea (mais) s, redução do volume da adenohipófise corrigido para o volume craniano e da tireóide, do útero, do baço e da massa ventricular esquerda, todos corrigidos para a superfície corporal, em contraste com o tamanho de pâncreas e fígado, maior que o de controles, quando igualmente corrigidos. As alterações características da composição corporal incluem redução acentuada da quantidade de massa magra (kg) e aumento do percentual de gordura com depósito predominante no abdome. Nos aspectos metabólicos são encontrados aumento de colesterol total e LDL, redução de insulina e do índice de resistência à insulina homeostasis model assessment, acompanhados de aumento da proteína C reativa de alta sensibilidade e da elevação da pressão arterial sistólica nos adultos, embora sem evidências de aterosclerose precoce. Outros achados incluem resistência óssea menor, embora acima do limiar de fraturas, puberdade atrasada, fertilidade normal, paridade diminuída, climatério antecipado e qualidade de vida normal. Resumo em inglês This article describes the long time consequences of the isolated and lifetime growth hormone (GH) deficiency using a single model of GH releasing hormone resistance (GHRH) due to a homozygous mutation in the GHRH receptor gene, in a hundred of subjects. These consequences include severe short stature with final height between -9.6 and -5.2 standard deviations below of the mean, with proportional reductions of the bone dimensions; reduction of the anterior pituitary corre (mais) cted to cranial volume and the thyroid, the uterus, the spleen and left ventricular mass volume, all corrected to body surface, in contrast of pancreas and liver size, bigger than in controls, when equally corrected. Body composition features included marked reduction in the amount of fat free mass (kg) and increase of fat mass percentage, with predominant abdominal deposit. In the metabolic aspects, we find increase in the total cholesterol and LDL cholesterol; reduction of the insulin and the insulin resistance assessed by Homeostasis model assessment; increase of ultra sensitive C reactive protein and systolic body pressure in adults, although without evidences of premature atherosclerosis. Other findings include smaller bone resistance, although above of the threshold of fractures, delayed puberty, normal fertility, small parity, anticipated climacteric and normal quality of life.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Circunferência da cintura como indicador de gordura corporal e alterações metabólicas em adolescentes: comparação entre quatro referências/ Waist circumference as indicator of body fat and metabolic alterations in teenagers: comparison among four references

Pereira, Patrícia Feliciano; Serrano, Hiara Miguel Stanciola; Carvalho, Gisele Queiroz; Lamounier, Joel Alves; Peluzio, Maria do Carmo Gouveia; Franceschini, Silvia do Carmo Castro; Priore, Silvia Eloiza
2010-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a validade diagnóstica de quatro tabelas de referência para circunferência da cintura em adolescentes do sexo feminino para detecção de alterações lipídicas, hiperinsulinemia, homeostasis model assessment (HOMA) elevado, hiperleptinemia e elevada adiposidade corporal. MÉTODOS: Avaliadas 113 adolescentes com idade entre 14 e 19 anos, provenientes de escolas públicas de Viçosa (MG). Em amostras de sangue foram dosados colesterol total, LDL, HDL, (mais) triglicerídeos, insulina e leptina. Determinado percentual de gordura corporal através de bioimpedância elétrica tetrapolar. Pela medida de menor diâmetro abdominal foi determinada a circunferência da cintura do abdômen e calculados valores de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e negativo. Foram elaboradas tabelas de contingência de classificação de circunferência da cintura em adolescentes para quatro critérios: Freedman et al., 1999; Taylor et al., 2000; McCarthy et al., 2001; e Moreno et al., 2007. RESULTADOS: Valores de sensibilidade em geral foram baixos para as referências avaliadas, sendo os maiores obtidos para a de McCarthy et al. Ao contrário, as especificidades foram altas, principalmente para a tabela de Freedman et al. Os valores preditivos positivos foram mais relevantes para colesterol total e percentual de gordura corporal. CONCLUSÃO: Os pontos de corte para circunferência da cintura de McCarthy et al. demonstraram-se os mais adequados para avaliações populacionais. A proposta de Freedman et al. por apresentar maior especificidade, é útil para uso clínico e pode substituir a realização de exames de custo elevado que em muitos locais não se encontram ao alcance dos profissionais de saúde, como leptina e insulina. Resumo em inglês OBJECTIVE: Assess diagnostic validity of four reference tables for waist circumference in female teenagers in order to detect lipid alterations, hyperinsulin, elevated homeostasis model assessment (HOMA), hyperleptinemia and excess of body adiposity. METHODS: A total of 133 female subjects, ranging from 14 to 19 years opf age , were evaluated. All adolescents were recruited from public schools in Viçosa/MG. Blood samples were collected for determination of fasting plasma (mais) cholesterol total, LDL, HDL, triglycerides, insulin and leptin. Percentage of body fat was determined through tetrapolar electrical bioimpedance. Using the smallest abdominal measure it was possible to determine waist circumference and calculated values of sensibility, specificity, positive and negative predictive values. Waist circumference contingency tables were obtained using four criteria: Freedman et al., 1999; Taylor et al., 2000; McCarthy et al., 2001; e Moreno et al., 2007. RESULTS: In general, sensibility values were low for circumferences assessed and the highest values were obtained for the table of Mc Carthy et al., on the other hand, specificity values were high considering the table of Freedman et al. The positive predictive values were more relevant for total cholesterol and body fat percentage. CONCLUSION: Cutoffs for waist circumference used by Mc Carthy et al. were the most appropriate for populational assessments. Freedman's et al. proposal is appropriate for clinical use since it presents higher specificity. In addition, it can substitute high costs exams, out of the professionals' reach such as insulin and leptin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

Circunferência abdominal como indicador de parâmetros clínicos e laboratoriais ligados à obesidade infanto-juvenil: comparação entre duas referências/ Abdominal circumference as an indicator of clinical and laboratory parameters associated with obesity in children and adolescents: comparison between two reference tables

Almeida, Carlos A. N. de; Pinho, Adriana P.; Ricco, Rubens G.; Elias, Cecília P.
2007-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar sensibilidade e especificidade de duas tabelas de referência para circunferência abdominal em crianças na detecção de valores elevados de índice de massa corporal, colesterol total, insulinemia de jejum, leptinemia de jejum e homeostasis model assessment. MÉTODOS: Foram avaliados 624 indivíduos, de ambos os sexos, com idades entre 7 e 18 anos, provenientes de duas escolas públicas, obtendo-se amostra de sangue venoso em jejum para dosagens de in (mais) sulina, glicemia, leptina e colesterol total. Peso, estatura e circunferência abdominal foram aferidos de acordo com recomendações internacionais. Foram montadas tabelas de contingência em que se compararam, de um lado, a presença ou ausência de aumento na circunferência abdominal segundo os pontos de corte propostos de Taylor et al. e Freedman et al. e, de outro, presença ou ausência de valores alterados dos parâmetros avaliados. RESULTADOS: Os valores de sensibilidade foram sempre superiores para a tabela de Taylor et al., ao contrário da especificidade, sempre mais elevada para a tabela de Freedman et al. Os valores preditivos positivos foram, em geral, bastante baixos, mostrando-se relevantes apenas para o indicador índice de massa corpórea. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos apontam para que se considere a referência de Taylor et al. melhor do ponto de vista da triagem, selecionando indivíduos com maior probabilidade de apresentarem as alterações estudadas; por outro lado, a referência de Freedman et al. mostrou-se mais adequada para uso clínico, sendo possível a sua utilização para substituir dosagens que possam não estar ao alcance do profissional, como insulinemia e leptinemia. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the sensitivity and specificity of two pediatric abdominal circumference reference tables to detect abnormally high body mass index, total cholesterol, fasting blood insulin and leptin levels, and homeostasis model assessment values. METHODS: A total of 624 male and female subjects, with ages ranging from 7 to 18 years, were evaluated. All children were recruited from two public schools. Venous blood samples were collected for determination of fasti (mais) ng plasma insulin, glucose, leptin, and total cholesterol levels. Weight, height and abdominal circumference were assessed according to internationally accepted guidelines. Contingency tables were constructed, comparing the presence or absence of increased abdominal circumference, according to cutoff points established by Taylor et al. and Freedman et al., with the presence or absence of abnormal values in the laboratory tests. RESULTS: Sensitivity values were consistently higher for the table by Taylor et al., whereas the table by Freedman et al. showed greater specificity. Positive predictive values were quite low in general, and were only relevant for body mass index. CONCLUSIONS: Results indicate that the table by Taylor et al. is best for screening purposes, as it identifies individuals at higher risk of presenting abnormal test results. On the other hand, the reference table by Freedman et al. is more suitable for clinical practice, as it could be used to replace laboratory measurements, such as blood insulin or leptin levels, which may not be available at all sites.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

Avaliação quantitativa de Streptococcus do grupo mutans e Candida sp e fatores salivares na cavidade bucal de pacientes submetidos à radioterapia/ Quantitative evaluation of Streptococcus mutans and Candida sp and salivary factors in the oral cavity of patients submitted to radiotherapy

SPOLIDORIO, Denise Madalena Palomari; SPOLIDORIO, Luís Carlos; BARBEIRO, Roberto Henrique; HÖFLING, José Francisco; BERNARDO, Wagner Luís Carvalho; PAVAN, Sabrina
2001-12-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi analisar quantitativamente os microrganismos, Streptococcus do grupo mutans e Candida sp, da cavidade bucal de pacientes com carcinoma de orofaringe antes, durante e após o tratamento com radioterapia e correlacionar fatores salivares como pH, capacidade tampão (CT) e fluxo salivar (FS). Amostras de saliva foram coletadas, diluídas e inoculadas em ágar SB-20 e ágar Sabouraud, respectivamente para Streptococcus do grupo mutans e Candida s (mais) p. Previamente à diluição, a saliva concentrada foi analisada, determinando-se os fatores salivares. Após crescimento das colônias, o número de microrganismos foi determinado em UFC/ml. A análise dos resultados permitiu concluir que houve correlação positiva entre os fatores salivares e a presença de microrganismos ilustrada pelo aumento no número de UFC/ml dos microrganismos analisados concomitantemente com a diminuição do fluxo salivar. Os efeitos da radiação comprometeram a homeostasia salivar e favoreceram o aumento das infecções por leveduras e bactérias durante o tratamento radioterápico. Resumo em inglês The aim of this study was to quantify the microorganisms Streptococcus mutans and Candida sp in the oral cavity of patients with oropharynx carcinoma, before, during and after radiotherapy, and to correlate the results with salivary factors such as pH, buffer capacity (CT) and flow rate (FS). Saliva samples were collected, diluted and inoculated in SB-20 agar and in Sabouraud agar, for Streptococcus mutans and Candida sp, respectively. Previously to dilution, the concentr (mais) ated saliva was analyzed, and the salivary factors were determined. After the growth of colonies, the number of microorganisms was determined in CFU/ml. The analysis of the results allowed to conclude that the salivary factors are related to the presence of microorganisms, and that the number of CFU/ml increased as salivary flow rate decreased. The effects of radiation compromised salivary homeostasis and favored the increase of infection by yeasts and bacteria.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

Avaliação do sequestro do óxido nítrico (NO) pelo extrato metanólico da alga Bryothamnion triquetrum (Gmelin) Howe/ Evaluation of nitric oxide (NO) scavenging for the metanol extract of the alga Bryothamnion triquetrum (Gmelin) Howe

Maia, Robinson M.; Moura, Carlos W. N.; Bispo, Vanderson S.; Santos, João L. A.; Santana, Rafael S.; Matos, Humberto R.
2010-09-01

Resumo em português O excesso de óxido nítrico (NO) produzido por indução da enzima óxido nítrico sintase (iNOS) participa do desenvolvimento de inúmeras desordens que conduzem à perda da homeostasia. O estresse oxidativo gerado pelo aumento da produção endógena de NO pode levar a efeitos de toxidade induzida, tais como peroxidação lipídica, nitração de proteínas e danos ao DNA. Compostos que sejam capazes de sequestrar o radical NO podem diminuir a toxicidade das espécies (mais) reativas de nitrogênio (RNS), atuando na modulação de processos inflamatórios. Trabalhos realizados com alga da espécie Bryothamnion triquetrum (Gmelin) Howe, demonstraram que a mesma apresenta ação antioxidante, tendo sido eficiente no sequestro do radical DPPH, além de inibição da peroxidação lipídica, com uma atividade comparável ao ácido ascórbico e ao α-tocoferol. Este estudo objetivou avaliar a capacidade de sequestro do radical NO in vitro pelo extrato metanólico da Bryothamnion triquetrum. Os resultados obtidos revelaram a presença de polifenóis sendo que todas as concentrações testadas (1,0; 2,5; 7,5; 10,0 mg/mL) foram capazes de inibir a formação de nitrito a partir de uma solução de nitroprussiato de sódio 5 mM sendo a concentração de 7,5 mg/mL a que apresentou maior percentual de inibição com 46,6%. Resumo em inglês The excess of nitric oxide (NO) produced by induction of nitric oxide sintase enzyme (iNOS) participates in the development of countless disorders that lead to the loss of homeostasis. The oxidative stress generated by the increase of endogenous production of NO can lead to some effects of induced toxicity, such as fatty per oxidation, nitration of proteins and DNA damages. Compounds that scavenge the NO radical can reduce the toxicity of reactive nitrogen species (RNS), (mais) and act in the modulation of inflammatory processes. Works accomplished with the alga species Bryothamnion triquetrum (Gmelin) Howe demonstrated that it presents an antioxidant action, and it is efficient in the scavenging of DPPH radical and in the inhibition of fatty per oxidation, with activity comparable to the ascorbic acid and α-tocoferol. This study aimed to evaluate the capacity of NO radical scavenging in vitro for the methanol extract of the alga Bryothamnion triquetrum. The results revealed that the presence of poliphenol in all tested concentrations (1,0; 2,5; 7,5; 10,0 mg/mL) was capable to inhibit the nitrite formation, starting from a solution of sodium nitroprussiate 5 mM whose concentration of 7,5 mg/mL presented the largest inhibition percentage of 46,6%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

Avaliação do hiperinsulinismo em amostra de crianças pré-puberes/ Hyperinsulinism assessment in a sample of prepubescent children

Mieldazis, Stephanye Felicye Armecy; Azzalis, Ligia Ajaime; Junqueira, Virginia Berlanga Campos; Souza, Fabíola Isabel Suano; Sarni, Roseli Oselka Sacardo; Fonseca, Fernando Luiz Affonso
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVOS: Determinar a relação entre o índice de massa corporal (IMC), o homeostasis model assessment - insulin resistance (HOMA-IR) e a insulinemia. MÉTODOS: Realizou-se um estudo observacional prospectivo transversal com 132 crianças pré-púberes em idade escolar e residentes no município de Santo André (SP). Fez-se a avaliação antropométrica e a mensuração da glicemia, da insulinemia e do índice HOMA-IR. RESULTADOS: Dentre as 132 crianças avaliadas, 78 (mais) eram meninas (59,1%) e 54 eram meninos (40,9%), com média de idade de 8,7 anos e média de IMC de 13,7 kg/m². Observou-se uma associação significativa e positiva entre HOMA-IR e IMC, insulina e IMC, peso e HOMA e entre insulina e peso; também foi constatado que, quanto maior for o IMC, maior será o valor de HOMA. CONCLUSÕES: Os resultados do presente estudo permitem concluir que há uma forte associação entre o hiperinsulinismo e a obesidade, devendo ser tomadas algumas medidas para evitar o ganho de peso durante a infância e a adolescência. Resumo em inglês OBJECTIVES: To determine the relationship between body mass index (BMI), homeostasis model assessment - insulin resistance (HOMA-IR) and insulinemia. METHODS: This was a prospective cross-sectional observational study of 132 prepubescent schoolchildren residents in the municipality of Santo André, Brazil. Children underwent anthropometric assessment, their glycemia and insulinemia were measured and their HOMA-IR index calculated. RESULTS: Seventy-eight of the 132 childre (mais) n (59.1%) were girls and 54 were boys (40.9%), with a mean age of 8.7 years and mean BMI of 13.7 kg/m². A significant positive association was detected between HOMA-IR and BMI, insulin and BMI, weight and HOMA and between insulin and weight. It was also found that the higher the BMI, the greater the HOMA score. CONCLUSIONS: The results of this study allow for the conclusion that there is a strong association between hyperinsulinism and obesity. Measures should be taken to avoid weight gain during childhood and adolescence.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

Avaliação do Metabolismo Glicídico e da Gordura Visceral em Adultos Deficientes de Hormônio de Crescimento/ Evaluation of Glucose Metabolism and Visceral Adiposity in Growth Hormone Deficient Adults

Spina, Luciana D.C.; Soares, Débora V.; Conceição, Flávia L.; Brasil, Rosane R.L.O.; Silva, Eliana M.C. da; Lobo, Priscila M.; Costa, Antônio José L.; Vaisman, Mário
2002-10-01

Resumo em português A síndrome da deficiência de hormônio de crescimento (DGH) no adulto e o conseqüente aumento no risco cardiovascular têm sido bastante estudados nos últimos anos. Com o objetivo de avaliar as alterações na composição corporal e a presença de resistência à insulina em adultos com DGH, estudamos 27 pacientes comparados a 27 indivíduos saudáveis pareados por idade, sexo e índice de massa corporal, através de tomografia computadorizada de abdômen para medida (mais) da gordura visceral e teste de tolerância oral à glicose (TTOG), com curva de glicose e insulina e estimativa da resistência à insulina pelo Homeostasis Model Assessment (HOMA). Observamos, nos pacientes, aumento do tecido adiposo visceral (p= 0,008) sem aumento da freqüência de alterações no TTOG. As glicemias e insulinemias basais e após 2 horas de sobrecarga oral de glicose e as áreas sob as curvas de glicose e insulina foram semelhantes ao grupo controle (p> 0,05). Não houve diferença na sensibilidade à insulina pelo método HOMA (p= 0,989). Houve correlação positiva significativa da medida de gordura visceral nos pacientes com as dosagens de glicemia (r= 0,583; p= 0,001) e insulina (r= 0,728; p= 0,001) após sobrecarga de glicose e as áreas sob a curvas de glicose (r= 0,403; p= 0,040) e insulina (r= 0,713; p= 0,001), porém sem correlação significativa nos controles (r 0,05). Em conclusão, não houve alteração significativa no metabolismo glicídico, apesar do aumento da adiposidade visceral observada em adultos DGH. Resumo em inglês Growth hormone deficiency (GHD) syndrome in adults and the resulting increased cardiovascular risk have been extensively studied in recent years. To evaluate body composition abnormalities and insulin resistance in GHD adults, we studied 27 patients using abdominal CT, considering glucose and insulin responses during an oral glucose tolerance test (OGTT) and the Homeostasis Model Assessment (HOMA). The group of patients was compared to a control group of 27 healthy indivi (mais) duals matched by age, gender and body mass index. GHD patients showed increase in the amount of visceral adipose tissue (p= 0.008). The frequency of abnormalities indicated by OGTT was similar to that found within the control group. Fasting and after-oral glucose load plasma glucose and insulin levels were similar to those identified within the control group (p>0.05). The areas under the glucose and insulin curves were also similar (p>0.05) and there were no differences in the insulin sensitivity measured by HOMA (p= 0.989). There was a strong positive correlation between increased visceral adipose tissue with after-oral glucose load plasma glucose (r= 0.58; p= 0.001) and insulin (r= 0.72; p= 0.001) levels and the areas under the glucose (r= 0.40; p= 0.040) and insulin (r= 0.71; p= 0.001) curves on the patient group, but not within the control group (r0.05). In conclusion, it was not observed any significant difference in glucose metabolism, despite the increased amount of visceral fat found in GHD patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

94

Avaliação antropométrica e metabólica de parentes de primeiro grau do sexo masculino de mulheres com síndrome do ovário policístico/ Anthropometric and metabolic evaluation of first-degree male relatives of women with polycystic ovary syndrome

Reis, Karina Schiavoni Scandelai Cardoso dos; Moreira, Rodrigo Oliveira; Coutinho, Walmir Ferreira; Vaisman, Fernanda; Gaya, Carolina
2010-07-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar as características clínicas e laboratoriais de parentes de primeiro grau do sexo masculino de pacientes com diagnóstico confirmado de síndrome de ovários policísticos (SOP) e comparar os achados com um grupo controle sem história familiar de SOP. MÉTODOS: foram selecionados aleatoriamente 28 homens com idade entre 18 e 65 anos que possuíam parentesco de primeiro grau com mulheres diagnosticadas com SOP e 28 controles pareados por idade, cintura (mais) e índice de massa corporal (IMC). RESULTADOS: homens com parentesco de 1º grau com mulheres com SOP comparados ao Grupo Controle apresentaram níveis mais elevados de triglicerídeos (189,6±103,1 versus 99,4±37,1; p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate clinical and laboratory characteristics of first-degree male relatives of patients with a confirmed diagnosis of polycystic ovary syndrome (PCOS) and to compare the findings with a control group with no family history of PCOS. METHODS: we randomly selected 28 male individuals aged 18 to 65 years who were first-degree relatives of women diagnosed with PCOS and 28 controls matched for age, waist and body mass index (BMI). RESULTS: men with 1st degree ki (mais) nship with women with PCOS had higher levels of triglycerides (189.6±103.1 versus 99.4±37.1, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

95

Aspectos moleculares da sensibilidade aos glicocorticóides/ Molecular aspects of glucocorticoid sensitivity

Faria, Cláudia D.C.; Longui, Carlos Alberto
2006-12-01

Resumo em português Os glicocorticóides exercem um papel importante na regulação fisiológica e na adaptação a situações de stress, sendo a maioria dos efeitos destes hormônios mediada pela interação com os receptores glicocorticóides. A sensibilidade ao glicocorticóide depende da densidade celular de receptores expressos, bem como da eficiência da transdução do sinal mediada pelo complexo hormônio-receptor. Os estados de resistência ou de hipersensibilidade ao glicocorticó (mais) ide, observados, respectivamente, nas doenças inflamatórias auto-imunes e na síndrome metabólica, podem representar a variabilidade dos fatores que influenciam a cascata de sinalização do glicocorticóide. O reconhecimento destes fatores contribui para uma melhor compreensão tanto do fenótipo clínico e da evolução destas doenças quanto da resposta terapêutica com glicocorticóide. A compreensão destes mecanismos fisiopatológicos também pode contribuir para a escolha de intervenções terapêuticas. Neste artigo de revisão, descrevemos os múltiplos fatores envolvidos nesta cascata de sinalização, os quais são capazes de influenciar a sensibilidade ao glicocorticóide. Resumo em inglês Glucocorticoids play an essential role in maintaining basal and stress-related homeostasis. Most known effects of glucocorticoids are mediated by the intracellular glucocorticoid receptors. The glucocorticoid sensitivity seems to depend on the amount of receptors expressed and the efficiency of glucocorticoid receptor-mediated signal transduction. Glucocorticoid resistance or hypersensitivity, seen in autoimmune-inflammatory diseases and in metabolic syndrome respectively (mais) , can represent the variability of several steps that influence the signaling cascade of glucocorticoid action. The recognition of these steps could provide the understanding of the clinical phenotype and course of such diseases as well as their responsiveness to glucocorticoid therapy. The comprehension of these pathophysiological mechanisms can also improve the possible therapeutic interventions. In this review, we have summarized the multiple factors that have been shown to be involved in this signaling cascade and, thus, to influence glucocorticoid sensitivity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

96

As bases neurobiológicas do transtorno bipolar/ Neurobiological basis of bipolar disorder

Machado-Vieira, Rodrigo; Bressan, Rodrigo A.; Frey, Benício; Soares, Jair C.
2005-01-01

Resumo em português Neste artigo, os autores revisam importantes aspectos associados às bases biológicas do transtorno de humor bipolar (THB). O THB está relacionado com o surgimento de diversas alterações bioquímicas e moleculares em sistemas de neurotransmissão e vias de segundos-mensageiros geradores de sinais intracelulares. Essas modificações em neurônios e glia parecem estar associadas com o surgimento de sintomas maníacos e depressivos. Ainda neste contexto, disfunções na (mais) homeostasia e no metabolismo energético cerebral tem sido associado com alterações comportamentais, na modulação do humor e ritmo circadiano em humanos e em modelos animais da doença. Assim, alterações metabólicas em neurônios e células gliais têm sido associadas com quadros depressivos e maníacos. Nos últimos anos, avanços nas técnicas de neuroimagem, genéticos e de biologia moleculares têm gerado novos conhecimentos acerca das bases biológicas da bipolaridade. Os autores destacam que a doença parece estar relacionada diretamente com disfunções em diferentes mecanismos adaptativos a estresse em células neurais, gerando perda na capacidade celular de induzir neuroplasticidade e neurotrofismo, facilitando assim o surgimento da doença. Resumo em inglês In this article, the authors review relevant aspects related to the neurobiological basis of bipolar disorder. This illness has been associated with complex biochemical and molecular changes in brain circuits linked to neurotransmission and intracellular signal transduction pathways, and changes on neurons and glia have been proposed to be directly associated with clinical presentation of mania and depression. In the same context, dysfunctions on brain homeostasis and ene (mais) rgy metabolism have been associated with alterations on circadian rythms, behavior and mood in human and animal models of bipolarity. In the recent years, advances on techniques of neuroimaging, molecular biology and genetics has provided new insights about the biology of bipolarity. The authors emphasize that bipolar disorder has been shown to be directly associated with dysfunctions on neural adaptative mechanisms, promoting neural stress. The resulted stress, even that do not lead to cell death, may limit the neuroplasticity and neurotrophism in neurons and glia, which in turn may facilitate the arousal of this pervasive illness.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

97

Análise crítica do uso dos índices do Homeostasis Model Assessment (HOMA) na avaliação da resistência à insulina e capacidade funcional das células-beta pancreáticas/ Critical analysis on the use of the homeostasis hodel assessment (HOMA) indexes in the evaluation of the insulin resistance and the pancreatic beta cells functional capacity

Vasques, Ana Carolina J.; Rosado, Lina Enriqueta F. P. L.; Alfenas, Rita de Cássia G.; Geloneze, Bruno
2008-02-01

Resumo em português A disfunção das células-beta e a resistência insulínica são anormalidades metabólicas inter-relacionadas na etiologia do diabetes tipo 2. Em diversos países, tem sido observado o aumento da prevalência de obesidade e diabetes em associação com a presença da resistência insulínica. Nesse contexto, é útil a mensuração da resistência insulínica e da capacidade funcional das células-beta nos indivíduos. Os índices Homeostasis Model Assessment (HOMA) tê (mais) m sido amplamente utilizados, representando uma das alternativas para avaliação desses parâmetros, principalmente por figurarem um método rápido, de fácil aplicação e de menor custo. Esta revisão discute sobre a origem e a evolução dos índices HOMA, bem como as particularidades do método, abordando aspectos relacionados à sua validação e aos pontos de corte existentes para sua interpretação. Resumo em inglês Beta-cell dysfunction and insulin resistance are interrelated metabolic abnormalities in the aetiology of Type 2 Diabetes. In several countries, increases in the prevalence of obesity and diabetes have been observed in association with the presence of insulin resistance. In this context, measurement of insulin resistance and beta-cell function is useful. The HOMA indexes (Homeostasis Model Assessment) have been widely used, representing an alternative for the evaluation o (mais) f these parameters, particularly as a fast, easy and cheap method. This review discusses the origin and evolution of the HOMA index, as well as details of the method, analyzing features related to its validation and the cutoff limits for its interpretation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

98

Antioxidantes na manutenção do equilíbrio redox cutâneo: uso e avaliação de sua eficácia/ Antioxidants in the skin: applications and evaluation of their efficacy

Guaratini, Thais; Medeiros, Marisa H. G.; Colepicolo, Pio
2007-02-01

Resumo em inglês The skin is a very complex organ, continuously exposed to physical, chemical and microbiological agents. Enzymes as well as low-molecular weight antioxidants are present in the cutaneous tissue to counterbalance the deleterious effect caused by an oxidative stress and thus maintain homeostasis. Antioxidants such as vitamins C and E, carotenoids, and extracts with these properties have been extensively used for treatment of pathologies and skin aging prevention. We review (mais) here different mechanisms that can interfere in the redox equilibrium of the skin, as well as the chemical reactions involved in these processes. Moreover, we discuss the importance of endogenous or exogenous antioxidants that can be acquired from the diet or from oral or topical administration, and methodologies that have been developed to evaluate their efficacy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

99

Alterações do metabolismo da glicose na deficiência de magnésio/ Metabolic changes of glucose in the magnesium deficiency

REIS, Marise Auxiliadora de Barros; VELLOSO, Lício Augusto; REYES, Felix Guillermo Reyes
2002-09-01

Resumo em português O magnésio é um cátion essencial o qual age como co-fator para adenosina trifosfatases em inúmeras reações enzimáticas. Vários estudos mostram seu envolvimento na ação e secreção de insulina e os efeitos deste hormônio sobre o metabolismo e transporte do magnésio. Entretanto, os resultados são conflitantes. Sugerem que a deficiência de magnésio está implicada direta ou indiretamente com a resistência à insulina no diabetes mellitus, enquanto outros des (mais) crevem uma relação inversa ou, ainda, um aumento da captação de glicose decorrente da falta de magnésio. A interação deste cátion com outros íons, os mecanismos hormonais e neuro-hormonais compensadores e possivelmente a duração da deficiência são alguns dos fatores descritos como responsáveis pelas variações na regulação glicêmica observadas durante a deficiência de magnésio. Resumo em inglês Magnesium is an essential cation involved in many enzymatic reactions as a cofactor for adenosine triphosphatases. Several studies have documented its role in the insulin action and secretion and the effects of this hormone on magnesium metabolism and transport. These results, however, are unclear. Magnesium deficiency could be one of the causes of insulin resistance in diabetes mellitus or, inversely, could be one of the consequences of it. Moreover, an increased glucose (mais) disposal is suggested. The interaction between magnesium and other ions, the hormonal and neurohormonal compensating mechanisms and probably the duration of the deficiency are some factors responsible for the changings in glucose homeostasis during the magnesium deficiency.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

100

A glândula pineal e o metabolismo de carboidratos

Seraphim, Patrícia Monteiro; Sumida, Doris Hissako; Nishide, Fabiana Tumi; Lima, Fábio Bessa; Cipolla Neto, José; Machado, Ubiratan Fabres
2000-08-01

Resumo em português A influência da glândula pineal sobre o metabolismo de carboidratos vem sendo investigada há décadas. Entretanto, resultados contraditórios não esclarecem, até o momento, o verdadeiro papel da melatonina sobre a homeostasia dos carboidratos. Através de estudos recentes, contribuímos de maneira ineqüívoca para a caracterização do papel da glândula pineal como moduladora do metabolismo de carboidratos. Além disso, à luz dos conhecimentos atuais, demonstramos (mais) quais passos do mecanismo de ação da insulina estão envolvidos nessa modulação. Nossos estudos revelaram que a pinealectomia promove um quadro de resistência à insulina, sem obesidade. A captação máxima de 2-deoxi-glicose, estimulada por insulina, em adipócitos isolados está diminuída, sem entretanto modificar a capacidade da insulina ligar-se ao seu receptor e estimular a fosforilação dos substratos intracelulares representados pela pp 185. Por outro lado, em vários tecidos sensíveis à insulina, observou-se uma diminuição no conteúdo da proteína transportadora de glicose GLUT4, mas diminuição no mRNA do GLUT4 apenas em alguns desses tecidos, sugerindo uma regulação tecido-específica. Adicionalmente, foi demonstrado que a regulação da glândula pineal sobre o metabolismo de carboidratos é mediado pela melatonina: o hormônio aumentou a sensibilidade à insulina de adipócitos isolados e o tratamento de reposição com melatonina restaurou o conteúdo de GLUT4 no tecido adiposo branco. Em síntese, os estudos aqui relatados evidenciam um importante papel da glândula pineal na modulação da homeostasia de carboidratos. Essa regulação é dependente da melatonina e pode ser resumida, até o presente momento, como um aumento da sensibilidade tecidual à insulina, que envolve alterações na expressão gênica do GLUT4. Resumo em inglês For decades, the influence of the pineal gland on carbohydrate metabolism has been investigated. However, contradictory results have not yet elucidated the role played by melatonin in carbohydrate homeostasis. In our recent studies, we have contributed to characterize the role of the pineal gland as a modulator of carbohydrate metabolism. In addition, based on present-day knowledge, we have demonstrated the steps of insulin action mechanism involved in this modulation. Ou (mais) r studies reveal that pinealectomy causes a condition of obesity-free insulin resistance. The maximum uptake of 2-deoxi-glucose prompted by insulin in isolated adipocytes is diminished, without however changing the insulin capacity to bind to its receptor, and to stimulate the phosphorilation of intracellular substrates represented by pp 185. Conversely, in several insulin-sensitive tissues, our studies detected a decrease in the amount of glucose transporter protein GLUT4, and a decrease in GLUT4 mRNA in only some of these tissues, suggesting a tissue-specific regulation. Additionally, it was demonstrated that the pineal gland regulation influences carbohydrate metabolism through melatonin, by our demonstration that the hormone increased insulin sensitivity of isolated adipocytes, and that melatonin replacement therapy restored the amount of GLUT4 in white adipose tissue. In summary, the studies reported here evidence an important role played by the pineal gland in the modulation of carbohydrate homeostasis. This regulation seems to be melatonin-dependent and can be described, so far, as an increase in tissue sensitivity to insulin, which involves changes in GLUT4 gene expression.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)