Sample records for hiv
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



2

HIV - recentes avanços na pesquisa de fármacos/ HIV - highlights in drug research

Cunico, Wilson; Gomes, Claudia R. B.; Vellasco Junior, Walcimar T.
2008-01-01

Resumo em inglês The development of new antiretroviral drugs is a dynamic process that is continuously fueled by identification of new molecular targets and new compounds for know targets. The current available drugs can be classified into five categories: nucleoside analogues reverse transcriptase inhibitors, non-nucleoside reverse transcriptase inhibitors, protease inhibitors, integrase inhibitors and entry inhibitors (fusion inhibitors and CCR5 antagonist). In addition, the maturation (mais) inhibitors may be considered as potential target for chemotherapeutic intervention. This review presents some anti-HIV agents that have already gone through the advance development process for final approval for the treatment of AIDS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

HIV em mulheres de meia-idade: fatores associados/ HIV in middle-aged women: associated factors

Valadares, Ana Lúcia Ribeiro; Pinto-Neto, Aarão Mendes; Abdo, Carmita; Melo, Victor Hugo de
2010-01-01

Resumo em português A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) tem aumentado significativamente entre mulheres de meia-idade. Nesta revisão foi feito um levantamento de estudos recentes que buscam identificar possíveis fatores de risco associados à infecção pelo HIV em mulheres climatéricas. São abordados diversos fatores associados, como: sintomas climatéricos, mudança de comportamento do parceiro sexual frente a novos medicamentos, negociação sobre o uso de prese (mais) rvativos em relações sexuais, comportamento de risco para HIV, autoestima global e autoestima sexual, história pregressa de abuso sexual, uso de drogas, estereótipo da vida sexual na maturidade, uso de terapia antirretroviral e abordagem da função sexual. Resumo em inglês Human immunodeficiency virus (HIV) infection has increased considerably among middle-aged women. In this work we reviewed recent studies aimed at identifying possible factors related to HIV infection in climacteric women. Several associated factors are considered, such as: climacteric symptoms, partner's change in sexual behavior in face of new drugs, negotiation for use of condoms in sexual intercourse, risk behavior for HIV, global self-esteem and sexual self-esteem, hi (mais) story of sexual abuse, use of drugs, stereotypes of sex life in maturity, use of antiretroviral therapy and approach to sexual function.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

HIV indeterminate serology in a Portuguese blood donor population – review of seven years

Marques, Adelina; Leite, Fernanda; Ferreira, Carla; Dias, Francisco; Oliveira, Fátima; Mota, Ana

DRIVER (Portuguese)

7

HIV: mecanismo de replicação, alvos farmacológicos e inibição por produtos derivados de plantas/ HIV: replication mechanism, pharmacological targets and inhibition by products derived from plants

Ferreira, Roberta Costa Santos; Riffel, Alessandro; Sant'Ana, Antônio Euzébio Goulart
2010-01-01

Resumo em inglês The AIDS epidemy has spread out and led to the diversification on the research for new antiviral drugs. Natural products, especially those derived from plants, are well-recognized as excellent sources of new drugs. Several of them have inhibitory activity against HIV replication, and some have been already clinically tested, with favorable results. This review presents the biochemical basis of the viral cycle and the research up to date on the identification, determinatio (mais) n of the mechanism of biological action together with the therapeutical potential of plants-derived natural products, in the inhibition of HIV.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

HIV/aids e meia idade: avaliação do conhecimento de indivíduos da região do Vale do Sinos (RS), Brasil/ HIV/aids and middle aged: knowledge assessment of people from Vale do Sinos, Rio Grande do Sul State, Brazil

Lazzarotto, Alexandre; Reichert, Marina Tonin; Venker, Carolina; Kramer, Andréa Sebben; Sprinz, Eduardo
2010-06-01

Resumo em português O objetivo deste estudo é avaliar o nível de conhecimento sobre HIV/aids nos indivíduos de meia idade, participantes de grupos de convivência do Vale do Sinos (RS). O estudo caracterizou-se como transversal, obtendo-se uma amostra de 168 indivíduos, sendo 9,5% homens e 90,5% mulheres, na faixa etária entre 40 e 59 anos. Utilizou-se como instrumento um questionário composto pelos domínios "conceito", "transmissão", "vulnerabilidade", "prevenção" e "tratamento". (mais) O ensino fundamental caracterizou 61,3% da escolaridade dos participantes e a renda mensal situou-se entre um e três salários mínimos para 45,2%. No domínio "conceito", 65,2% desconheciam a fase assintomática da infecção e 34,5% apontaram o mosquito como transmissor da aids, no domínio "transmissão". Nos domínios "prevenção" e "vulnerabilidade", 19,5% desconheciam a existência do preservativo feminino e 29,2% acreditaram que a doença é característica de grupos específicos. Quanto ao "tratamento", 12,5% ignoraram a sua existência. De acordo com os achados, os indivíduos da meia idade participantes de grupos de convivência do Vale do Sinos tinham conceitos errôneos sobre HIV/aids que poderiam aumentar o risco à infecção. Sendo assim, é necessário proporcionar programas de saúde pública direcionados para esta população para prevenir ou diminuir o risco de transmissão do HIV. Resumo em inglês The objective of this article is to assess the knowledge about HIV/aids in middle aged acquaintance group participants from the Vale do Sinos, Rio Grande do Sul State, Brazil. A prospective cross-sectional study with 168 individuals (9.5% male and 90.5% female) between 40 and 59 years of age was performed. A questionnaire comprising questions about the concept, transmission, vulnerability, prevention, and treatment domains on HIV issues was constructed. It was observed th (mais) at 61.3% of the sample had finished elementary education and 45.2% had a monthly income ranging from 1 to 3 minimum wages. In the conceptual domain, 65.2% did not know that HIV infection has an asymptomatic phase and 34.5% believed HIV could be transmitted by a mosquito bite. In prevention and vulnerability domains, 19.5% had no knowledge about female condoms and 29.2% believed that the disease was confined to specific groups. Regarding to antiretroviral treatment, 12.5% had no idea about its existence. According to findings, middle aged participants from acquaintance groups in Vale do Sinos had misconceptions about HIV/aids which might enhance the risk of infection. Therefore it is necessary to provide public health programs directed to this population group in order to prevent or decrease the risk of HIV transmission.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

HIV/aids e meia idade: avaliação do conhecimento de indivíduos da região do Vale do Sinos (RS), Brasil/ HIV/aids and middle aged: knowledge assessment of people from Vale do Sinos, Rio Grande do Sul State, Brazil

Lazzarotto, Alexandre; Reichert, Marina Tonin; Venker, Carolina; Kramer, Andréa Sebben; Sprinz, Eduardo
2010-06-01

Resumo em português O objetivo deste estudo é avaliar o nível de conhecimento sobre HIV/aids nos indivíduos de meia idade, participantes de grupos de convivência do Vale do Sinos (RS). O estudo caracterizou-se como transversal, obtendo-se uma amostra de 168 indivíduos, sendo 9,5% homens e 90,5% mulheres, na faixa etária entre 40 e 59 anos. Utilizou-se como instrumento um questionário composto pelos domínios "conceito", "transmissão", "vulnerabilidade", "prevenção" e "tratamento". (mais) O ensino fundamental caracterizou 61,3% da escolaridade dos participantes e a renda mensal situou-se entre um e três salários mínimos para 45,2%. No domínio "conceito", 65,2% desconheciam a fase assintomática da infecção e 34,5% apontaram o mosquito como transmissor da aids, no domínio "transmissão". Nos domínios "prevenção" e "vulnerabilidade", 19,5% desconheciam a existência do preservativo feminino e 29,2% acreditaram que a doença é característica de grupos específicos. Quanto ao "tratamento", 12,5% ignoraram a sua existência. De acordo com os achados, os indivíduos da meia idade participantes de grupos de convivência do Vale do Sinos tinham conceitos errôneos sobre HIV/aids que poderiam aumentar o risco à infecção. Sendo assim, é necessário proporcionar programas de saúde pública direcionados para esta população para prevenir ou diminuir o risco de transmissão do HIV. Resumo em inglês The objective of this article is to assess the knowledge about HIV/aids in middle aged acquaintance group participants from the Vale do Sinos, Rio Grande do Sul State, Brazil. A prospective cross-sectional study with 168 individuals (9.5% male and 90.5% female) between 40 and 59 years of age was performed. A questionnaire comprising questions about the concept, transmission, vulnerability, prevention, and treatment domains on HIV issues was constructed. It was observed th (mais) at 61.3% of the sample had finished elementary education and 45.2% had a monthly income ranging from 1 to 3 minimum wages. In the conceptual domain, 65.2% did not know that HIV infection has an asymptomatic phase and 34.5% believed HIV could be transmitted by a mosquito bite. In prevention and vulnerability domains, 19.5% had no knowledge about female condoms and 29.2% believed that the disease was confined to specific groups. Regarding to antiretroviral treatment, 12.5% had no idea about its existence. According to findings, middle aged participants from acquaintance groups in Vale do Sinos had misconceptions about HIV/aids which might enhance the risk of infection. Therefore it is necessary to provide public health programs directed to this population group in order to prevent or decrease the risk of HIV transmission.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

UNGASS-HIV/Aids: balanço da resposta brasileira, 2001-2005/ UNGASS-HIV/AIDS: a review of the Brazilian response, 2001-2005

Grangeiro, Alexandre; Ferraz, Dulce; Barbosa, Regina; Barreira, Dráurio; Veras, Maria Amélia de S M; Villela, Wilza; Veloso, José Carlos; Nilo, Alessandra
2006-04-01

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

UNGASS-HIV/Aids: balanço da resposta brasileira, 2001-2005/ UNGASS-HIV/AIDS: a review of the Brazilian response, 2001-2005

Grangeiro, Alexandre; Ferraz, Dulce; Barbosa, Regina; Barreira, Dráurio; Veras, Maria Amélia de S M; Villela, Wilza; Veloso, José Carlos; Nilo, Alessandra
2006-04-01

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Infecção pelo HIV, hepatites B e C e sífilis em moradores de rua, São Paulo/ HIV infection, hepatitis B and C and syphilis in homeless people, in the city of São Paulo, Brazil

Brito, Valquiria O. C.; Parra, Deolinda; Facchini, Regina; Buchalla, Cassia Maria
2007-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Estimar a prevalência das infecções pelo HIV, vírus das hepatites B e C, e da sífilis em moradores de rua. MÉTODOS: Estudo transversal com intervenção educativa, realizado no município de São Paulo, de 2002 a 2003. Selecionou-se amostra de conveniência de moradores de rua que utilizavam albergues noturnos, segundo os critérios: >18 anos e não apresentar distúrbios psiquiátricos. Em entrevistas, foram coletados dados sociodemográficos e de comport (mais) amento, e realizados exames laboratoriais para HIV, hepatite B e C e sífilis, e aconselhamento pós-teste. RESULTADOS: Participaram 330 usuários dos albergues, com 40,2 anos (média), 80,9% homens, nas ruas, em média, há um ano. Observaram-se prevalências de 1,8% de HIV, 8,5% de vírus de hepatite C, 30,6% de infecção pregressa por hepatite B, 3,3% de infecção aguda ou crônica pelo vírus hepatite B e 5,7% de sífilis. Uso consistente de preservativo foi referido por 21,3% e uso de droga injetável, por 3% dos entrevistados. A positividade para HIV foi de 10% e 50% para vírus da hepatite C entre usuários de drogas injetáveis, versus 1,5% para HIV e 7,3% para hepatite C nos demais, evidenciando associação entre esse vírus e uso de droga injetável. Prisão anterior foi referida por 7,9% das mulheres e 26,6% dos homens, com prevalência de 2,6% para HIV e 17,1% para vírus da hepatite C. CONCLUSÕES: As elevadas prevalências de HIV e vírus de hepatite B e C requerem programas de prevenção baseados na vacinação contra hepatite B, diagnóstico precoce dessas infecções e inserção dos moradores de rua em serviços de saúde. Resumo em inglês OBJECTIVE: To estimate the prevalence of HIV infections, as well as hepatitis B and C and syphilis viruses in homeless people. METHODS: Cross-sectional study with educational intervention, conducted in the city of São Paulo, between 2002 and 2003. A convenience sample of homeless people who used night shelters was selected, according to the following criteria: aged 18 or older and not showing psychiatric disturbances. During interviews, sociodemographic and behavioral da (mais) ta were gathered and HIV, hepatitis B and C and syphilis laboratorial tests and post-test counseling were carried out. RESULTS: A total of 330 shelter users participated, with an average age of 40.2 years, 80.9% of them male, having lived on the streets for one year in average. Prevalences of 1.8% for HIV, 8.5% for hepatitis C virus, 30.6% for previous hepatitis B infection, 3.3% for chronic or acute infection by hepatitis B virus, and 5.7% for syphilis. The consistent use of condoms was referred to by 21.3% of interviewees and the use of injecting drugs by 3% of them. Positivity was 10% for HIV and 50% for hepatitis C virus among injectable drug users, versus 1.5% for HIV and 7.3% for hepatitis C among the others, showing an association between the virus and the use of injecting drugs. Previous imprisonment was referred to by 7.9% of women and 26.6% of men, with a prevalence of 2.6% for HIV and 17.1% for hepatitis C virus. CONCLUSIONS: The high prevalences of HIV and hepatitis B and C viruses require prevention programs based on vaccination against hepatitis B, early diagnosis of these infections and placement of homeless people into health services.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Infecção pelo HIV, hepatites B e C e sífilis em moradores de rua, São Paulo/ HIV infection, hepatitis B and C and syphilis in homeless people, in the city of São Paulo, Brazil

Brito, Valquiria O. C.; Parra, Deolinda; Facchini, Regina; Buchalla, Cassia Maria
2007-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Estimar a prevalência das infecções pelo HIV, vírus das hepatites B e C, e da sífilis em moradores de rua. MÉTODOS: Estudo transversal com intervenção educativa, realizado no município de São Paulo, de 2002 a 2003. Selecionou-se amostra de conveniência de moradores de rua que utilizavam albergues noturnos, segundo os critérios: >18 anos e não apresentar distúrbios psiquiátricos. Em entrevistas, foram coletados dados sociodemográficos e de comport (mais) amento, e realizados exames laboratoriais para HIV, hepatite B e C e sífilis, e aconselhamento pós-teste. RESULTADOS: Participaram 330 usuários dos albergues, com 40,2 anos (média), 80,9% homens, nas ruas, em média, há um ano. Observaram-se prevalências de 1,8% de HIV, 8,5% de vírus de hepatite C, 30,6% de infecção pregressa por hepatite B, 3,3% de infecção aguda ou crônica pelo vírus hepatite B e 5,7% de sífilis. Uso consistente de preservativo foi referido por 21,3% e uso de droga injetável, por 3% dos entrevistados. A positividade para HIV foi de 10% e 50% para vírus da hepatite C entre usuários de drogas injetáveis, versus 1,5% para HIV e 7,3% para hepatite C nos demais, evidenciando associação entre esse vírus e uso de droga injetável. Prisão anterior foi referida por 7,9% das mulheres e 26,6% dos homens, com prevalência de 2,6% para HIV e 17,1% para vírus da hepatite C. CONCLUSÕES: As elevadas prevalências de HIV e vírus de hepatite B e C requerem programas de prevenção baseados na vacinação contra hepatite B, diagnóstico precoce dessas infecções e inserção dos moradores de rua em serviços de saúde. Resumo em inglês OBJECTIVE: To estimate the prevalence of HIV infections, as well as hepatitis B and C and syphilis viruses in homeless people. METHODS: Cross-sectional study with educational intervention, conducted in the city of São Paulo, between 2002 and 2003. A convenience sample of homeless people who used night shelters was selected, according to the following criteria: aged 18 or older and not showing psychiatric disturbances. During interviews, sociodemographic and behavioral da (mais) ta were gathered and HIV, hepatitis B and C and syphilis laboratorial tests and post-test counseling were carried out. RESULTS: A total of 330 shelter users participated, with an average age of 40.2 years, 80.9% of them male, having lived on the streets for one year in average. Prevalences of 1.8% for HIV, 8.5% for hepatitis C virus, 30.6% for previous hepatitis B infection, 3.3% for chronic or acute infection by hepatitis B virus, and 5.7% for syphilis. The consistent use of condoms was referred to by 21.3% of interviewees and the use of injecting drugs by 3% of them. Positivity was 10% for HIV and 50% for hepatitis C virus among injectable drug users, versus 1.5% for HIV and 7.3% for hepatitis C among the others, showing an association between the virus and the use of injecting drugs. Previous imprisonment was referred to by 7.9% of women and 26.6% of men, with a prevalence of 2.6% for HIV and 17.1% for hepatitis C virus. CONCLUSIONS: The high prevalences of HIV and hepatitis B and C viruses require prevention programs based on vaccination against hepatitis B, early diagnosis of these infections and placement of homeless people into health services.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Sexo oral e HIV entre homens que fazem sexo com homens/ Oral sex and HIV among men who have sex with men

Funari, Sergio Luis
2003-12-01

Resumo em português A transmissão sexual do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) representa um problema de saúde pública em todo o mundo, e homens que fazem sexo com homens encontram-se sob risco diferenciado para essa infecção. Ainda que existam evidências suficientes para se afirmar que o HIV pode ser transmitido via sexo oral, a percepção desse risco é ambígua, e relaciona-se de forma paradoxal com mudanças de atitude. Novos modelos de percepção de risco devem ser desenvolvidos em diversas áreas de conhecimento para se alcançar compreensão aprofundada desse fenômeno. Resumo em inglês Sexual transmission of the human immunodeficiency virus (HIV) continues to pose a public health problem worldwide. Men who have sex with men are still at differential risk of infection. Although there is evidence to claim that HIV can be transmitted by oral sex, the perception of this risk is ambiguous and relates paradoxically to behavior change. New models of risk perception must be developed in various areas of knowledge to obtain a fuller understanding of this phenomenon.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Sexo oral e HIV entre homens que fazem sexo com homens/ Oral sex and HIV among men who have sex with men

Funari, Sergio Luis
2003-12-01

Resumo em português A transmissão sexual do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) representa um problema de saúde pública em todo o mundo, e homens que fazem sexo com homens encontram-se sob risco diferenciado para essa infecção. Ainda que existam evidências suficientes para se afirmar que o HIV pode ser transmitido via sexo oral, a percepção desse risco é ambígua, e relaciona-se de forma paradoxal com mudanças de atitude. Novos modelos de percepção de risco devem ser desenvolvidos em diversas áreas de conhecimento para se alcançar compreensão aprofundada desse fenômeno. Resumo em inglês Sexual transmission of the human immunodeficiency virus (HIV) continues to pose a public health problem worldwide. Men who have sex with men are still at differential risk of infection. Although there is evidence to claim that HIV can be transmitted by oral sex, the perception of this risk is ambiguous and relates paradoxically to behavior change. New models of risk perception must be developed in various areas of knowledge to obtain a fuller understanding of this phenomenon.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Inibidores da HIV-integrase: potencial abordagem farmacológica para tratamento da AIDS/ HIV-integrase inhibitors: potential pharmacological approach for AIDS therapy

Melo, Eduardo Borges de; Bruni, Aline Thaís; Ferreira, Márcia Miguel Castro
2006-06-01

Resumo em inglês AIDS has the HIV as its etiological agent. Researches has been done to find new pharmacological agents to be used in therapy, because of problems of resistance and side effects. The HIV-integrase inhibitors are some of those new agents that are being studied. This updating focusses on the fundamental information about HIV and HIV-integrase and the main methods being used to develop these new drugs, with examples for each case.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Carga viral vaginal de HIV em mulheres brasileiras infectadas pelo HIV/ HIV vaginal viral load in Brazilian HIV-infected women

Campos, Angela; Amaral, Eliana; Levi, José Eduardo; Portugal, Priscila; Villarroel, Marina; Bezerra, Karina C.; Silva, Marcos T. Nolasco da; Morais, Sirlei Siani
2008-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar os fatores associados à presença de RNA-HIV na vagina. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, em mulheres infectadas por HIV, excluindo-se aquelas com antecedente de histerectomia, as em uso de medicações vaginais nas últimas 48 horas, as que se referiram à relação sexual desprotegida há menos de 72 horas, as gestantes e aquelas com sangramento genital. Após consentimento, coletou-se amostra sanguínea para contagem de linfócitos T CD4 e carga (mais) viral plasmática de HIV, além de lavado vaginal com 10mL de solução salina, que foi centrifugado, aliquotado e armazenado em freezer -70°C para posterior quantificação de RNA-HIV livre. A mensuração de carga viral de RNA-HIV livre plasmática e vaginal foi realizada utilizando-se o kit HIV Monitor v1.5 Cobas Amplicor®, Roche. Pesquisou-se a presença de HPV de alto e baixo risco, clamídia e gonococo por Captura Híbrida II®, Digene, em amostra endocervical. Colheu-se amostra vaginal para bacterioscopia com coloração de Gram, utilizando-se os critérios de Nugent. RESULTADOS: Entre as 200 mulheres estudadas, 73,5% usavam terapia anti-retroviral (TARV) com drogas múltiplas. O RNA-HIV foi detectável no lavado vaginal de 18 delas (9%), mas em apenas uma daquelas que tinham carga viral plasmática indetectável (0,5%). A prevalência de HIV vaginal foi 24 vezes maior naquelas em que HIV plasmático era detectável. Carga viral plasmática de HIV, não usar TARV, CD4 reduzido e vaginose bacteriana aumentaram a prevalência de RNA-HIV vaginal, mas apenas a carga viral plasmática se manteve significativa na análise ajustada. CONCLUSÃO: A prevalência de RNA-HIV vaginal foi baixa (9%). A carga viral acima de 1.500 cópias/mL foi a única variável que permaneceu como fator de risco para RNA-HIV vaginal livre. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate factors associated to presence of free RNA-HIV in the vagina. METHODS: Cross-sectional study with HIV-infected women, excluding those who had undergone histerectomy, had used vaginal medication within the last 48 hours, had had unprotected sex less than 72 hours before, were pregnant, or had genital bleeding. After signing an informed consent, blood samples were obtained for T CD4 lymphocytes count and plasmatic viral load, in addition to cervico-va (mais) ginal lavage using 10mL of sterile normal saline, later centrifuged, aliquoted and stored at - 70°C to quantify free HIV-RNA. Plasmatic and vaginal viral load were measured using the kit HIV Monitor v1.5 Cobas Amplicor, Roche. Hybrid Capture test Digene was utilized for HPV (high and low risk), clamydia trachomatis and N. gonorrhoae detection from an endocervical sample. Vaginal swab for bacterioscopy by the Gram method, evaluated according to Nugent criteria was obtained. RESULTS: Among 200 women evaluated, 73.5% were using HAART. The RNA-HIV was detectable in the vaginal lavage of 18 (9%), but in only one of those who had undetectable plasma viral load (0.5%). The vaginal prevalence of HIV was 24 times higher among those with detectable plasmatic HIV. Plasma viral load > 1500 copies/mL, no HAART use, reduced CD4 and bacterial vaginosis had increased prevalence of vaginal HIV-RNA, but in the adjusted statistical analysis, only the former remained significant CONCLUSION: Prevalence of vaginal HIV-RNA was low (9%). Plasmatic viral load > 1500 copies/mL, was the only risk factor for free vaginal HIV-RNA.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

A diversidade do HIV-1: uma ferramenta para o estudo da pandemia/ HIV-1 diversity: a tool for studying the pandemic

Pinto, Mônica Edelenyi; Struchiner, Claudio José
2006-03-01

Resumo em português Uma das características mais marcantes do HIV-1 é a imensa diversidade observada entre as cepas que compõem a pandemia de HIV/AIDS. Na última década, a classificação das variantes do vírus em grupos, subtipos e formas recombinantes circulantes (CRF) e a observação de padrões específicos de mutação têm provado serem ferramentas poderosas para os estudos da dinâmica molecular do vírus. O acompanhamento da distribuição mundial da diversidade do HIV-1 tem s (mais) ido empregado, por exemplo, em programas de vigilância epidemiológica, bem como na reconstrução da história de epidemias regionais. Além disto, a observação de padrões específicos de distribuição espacial do vírus sugere a existência de diferenças na patogenia e transmissibilidade entre os diversos subtipos. A análise molecular das seqüências do vírus também permite a estimativa do tempo de divergência entre as variantes e das forças dinâmicas que modelam as árvores filogenéticas. Resumo em inglês HIV-1 is remarkable for the diversity of strains comprising the HIV/AIDS pandemic. In the last decade, classification of viral variants as groups, subtypes, and circulating recombinant forms (CRF) and the observation of specific mutational patterns have become powerful tools for studying viral molecular dynamics. Monitoring the worldwide distribution of HIV-1 diversity has been used in both epidemiological surveillance programs and in reconstructing the history of regiona (mais) l epidemics. Specific patterns of virus spatial distribution also suggest differences in pathogenicity and transmissibility among the various subtypes. Molecular analyses of viral sequences allow estimating the rate of divergence among variants and the dynamic forces shaping the phylogenetic trees.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

A diversidade do HIV-1: uma ferramenta para o estudo da pandemia/ HIV-1 diversity: a tool for studying the pandemic

Pinto, Mônica Edelenyi; Struchiner, Claudio José
2006-03-01

Resumo em português Uma das características mais marcantes do HIV-1 é a imensa diversidade observada entre as cepas que compõem a pandemia de HIV/AIDS. Na última década, a classificação das variantes do vírus em grupos, subtipos e formas recombinantes circulantes (CRF) e a observação de padrões específicos de mutação têm provado serem ferramentas poderosas para os estudos da dinâmica molecular do vírus. O acompanhamento da distribuição mundial da diversidade do HIV-1 tem s (mais) ido empregado, por exemplo, em programas de vigilância epidemiológica, bem como na reconstrução da história de epidemias regionais. Além disto, a observação de padrões específicos de distribuição espacial do vírus sugere a existência de diferenças na patogenia e transmissibilidade entre os diversos subtipos. A análise molecular das seqüências do vírus também permite a estimativa do tempo de divergência entre as variantes e das forças dinâmicas que modelam as árvores filogenéticas. Resumo em inglês HIV-1 is remarkable for the diversity of strains comprising the HIV/AIDS pandemic. In the last decade, classification of viral variants as groups, subtypes, and circulating recombinant forms (CRF) and the observation of specific mutational patterns have become powerful tools for studying viral molecular dynamics. Monitoring the worldwide distribution of HIV-1 diversity has been used in both epidemiological surveillance programs and in reconstructing the history of regiona (mais) l epidemics. Specific patterns of virus spatial distribution also suggest differences in pathogenicity and transmissibility among the various subtypes. Molecular analyses of viral sequences allow estimating the rate of divergence among variants and the dynamic forces shaping the phylogenetic trees.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Desafios operacionais persistentes determinam a não redução da transmissão materno-infantil do HIV/ Persistent operational challenges lead to non-reduction in maternal-infant transmission of HIV

Fernandes, Regina Célia de Souza Campos; Ribas, Gustavo Fernandes; Silva, Danielli Pires e; Gomes, Alexandre Machado; Medina-Acosta, Enrique
2010-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar os obstáculos à efetiva redução da transmissão materno-infantil do HIV em Campos dos Goytacazes (RJ). MÉTODOS: Estudo de coorte, com acompanhamento médico de gestantes com diagnóstico confirmado de infecção pelo HIV e de seus bebês, atendidos no Serviço Municipal de Atendimento Especializado de Doenças Sexualmente Transmissíveis e AIDS, no período de janeiro de 2004 a abril de 2007; coleta de informações relativas às variáveis de ex (mais) posição e desfecho a partir dos prontuários; determinação de frequências das variáveis e análise bivariada entre os fatores de exposição e o desfecho; cálculo de riscos relativos de transmissão materno-infantil do HIV associados às variáveis de exposição, com intervalo de confiança de 95%; e avaliação de significância estatística de associações de risco. RESULTADOS: Foram acompanhados 78 binômios, sendo de 7,7% a taxa de transmissão materno-infantil do HIV. As variáveis que mostraram associações estatisticamente significantes com a transmissão materno-infantil do HIV foram: a não utilização de antirretrovirais para profilaxia ou tratamento na gestação (RR = 21,00; IC95% 2,64-166,74, p = 0,001); e o diagnóstico materno após a gestação (RR = 6,80; IC95% 1,59-29,17, p = 0,025). Novas gestações em mulheres com outros filhos já expostos ao HIV ocorreram em 19,12% dos casos. CONCLUSÕES: Não houve redução da taxa de transmissão materno-infantil do HIV no período de 2004-2007 em relação ao triênio anterior. Foram caracterizados como obstáculos determinantes desta não redução: a baixa cobertura pela testagem anti-HIV no pré-natal, impossibilitando tratamento ou profilaxia materna eficiente; e o uso incorreto do teste rápido na admissão para o parto. Resumo em inglês OBJECTIVE: To determine impediments to the effective reduction of maternal-infant transmission of HIV in the municipality of Campos dos Goytacazes, RJ, Brazil. METHODS: This is a cohort study, with medical follow-up, of pregnant women with confirmed diagnosis of HIV infection, and their infant children, assisted at the Municipal Specialized Service of Sexually Transmitted Diseases/AIDS from January 2004 to April 2007. Information regarding exposure and outcome variables w (mais) as collected from their medical records. Frequencies of variables were determined and bivariate analysis performed for exposure factors and transmission of HIV. Relative risks of HIV transmission associated with exposure variables were calculated using 95% confidence intervals. Statistical significance of risk associations was evaluated. RESULTS: Seventy-eight mother-child pairs were studied; the rate of maternal-infant transmission of HIV was 7.7%. Variables showing significant association with maternal-infant transmission of HIV were the non-utilization of antiretrovirals for prophylaxis or treatment during pregnancy (RR = 21.00; 95%CI 2.64-166.74, p = 0.001) and diagnosis of maternal disease after pregnancy (RR = 6.80; 95%CI 1.59-29.17, p = 0.025). New pregnancies in women with other children also exposed to HIV occurred in 19.12% (15/78) of cases. CONCLUSIONS: There was no reduction in the rate of maternal-infant transmission of HIV in the period 2004-2007 in relation to the preceding triennium. The following were recognized as impediments to the effective reduction of maternal-infant transmission of HIV: low prenatal screening coverage of maternal HIV infection, impairing maternal treatment or prophylaxis; and the incorrect use of the rapid screening test at admission for delivery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Testes de contato e HIV: avaliação comparativa quanto à confiabilidade dos resultados/ Patch tests and HIV: comparing reliability of results

Stefani, Sabrina de; Razera, Fernanda; Olm, Gislaine Silveira; Papadopol, Alessandra; Bonamigo, Renan Rangel
2008-02-01

Resumo em português FUNDAMENTOS: A ocorrência da dermatite de contato alérgica em pacientes soropositivos para o HIV foi pouco estudada até o momento (apenas relatos de caso). Os testes de contato são considerados o exame complementar padrão para a investigação diagnóstica desse tipo de reação alérgica e não foram avaliados cientificamente nesse grupo de pacientes. OBJETIVO: Avaliar a aplicabilidade dos testes de contato em pacientes soropositivos para o HIV. MÉTODO: Estudo tran (mais) sversal, descritivo, com controles. Um grupo com 16 pacientes soropositivos para o HIV foi comparado a um grupo com 32 pacientes com sorologia desconhecida para o HIV com relação à positividade aos testes. Foi realizada análise estatística bivariada com nível de significância p Resumo em inglês BACKGROUND: Allergic contact dermatitis in HIV-positive patients has not been thoroughly studied (there are only case reports). Patch tests are the gold standard for diagnosis of this type of allergic reaction and have not been scientifically assessed in such patients. OBJECTIVE: To evaluate the applicability of patch tests in HIV-positive patients. METHODS: A cross-sectional, controlled and descriptive study. A group of 16 HIV-positive patients was compared to a group of (mais) 32 patients with unknown HIV sorology results. Bivariate statistical analysis was performed with significance level of p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Fatores de proteção relacionados à promoção de resiliência em pessoas que vivem com HIV/AIDS/ Protective factors and resilience in people living with HIV/AIDS

Carvalho, Fernanda Torres de; Morais, Normanda Araujo de; Koller, Sílvia Helena; Piccinini, Cesar Augusto
2007-09-01

Resumo em português Este artigo busca, com base na revisão da literatura, articular o conceito de resiliência com questões da realidade de vida de pessoas portadoras de HIV/AIDS. Em especial, será enfatizada a análise dos fatores de proteção tradicionalmente descritos como promotores de resiliência (características individuais e rede de apoio social e afetiva). Os estudos revisados revelam que existem importantes fatores de proteção, que contribuem para a saúde e bem-estar dos po (mais) rtadores de HIV/AIDS, entre eles o enfrentamento cognitivo e a aceitação da infecção; a participação da família no tratamento e como fonte de apoio afetivo; o papel das organizações governamentais e não-governamentais e a religiosidade. Acredita-se que a compreensão da resiliência como uma "capacidade do ser humano de superar adversidades" é essencial ao entendimento da infecção e tratamento de pacientes com HIV/AIDS. Isso contribui para acabar com o estigma e preconceito em relação à doença e aos seus portadores. Essa perspectiva desmistifica a questão de que bem-estar e qualidade de vida são estados contraditórios à vida das pessoas infectadas, além de contribuir para a elaboração de novas perspectivas de prevenção e tratamento da infecção por HIV/AIDS. Resumo em inglês The aim of this theoretical review was to articulate the resilience concept with key aspects in the lives of people living with HIV/AIDS. We emphasize the analysis of protective factors traditionally related to resilience (personal characteristics and social and affective support networks). The reviewed studies show important protective factors that contribute to the health and well-being of people with HIV/AIDS, such as cognitive coping and acceptance of their HIV status (mais) , family participation in treatment and family support, the role of governmental and nongovernmental institutions, and religious beliefs. The concept of resilience defined as a dynamic process that allows human beings to overcome adversities is essential for understanding HIV infection and treatment of AIDS patients. It helps decrease stigmatization and prejudice towards the disease and patients. It also helps alter the notion that living with AIDS is incompatible with well-being and quality of life and fosters the creation of new HIV/AIDS prevention and treatment perspectives.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Fatores de proteção relacionados à promoção de resiliência em pessoas que vivem com HIV/AIDS/ Protective factors and resilience in people living with HIV/AIDS

Carvalho, Fernanda Torres de; Morais, Normanda Araujo de; Koller, Sílvia Helena; Piccinini, Cesar Augusto
2007-09-01

Resumo em português Este artigo busca, com base na revisão da literatura, articular o conceito de resiliência com questões da realidade de vida de pessoas portadoras de HIV/AIDS. Em especial, será enfatizada a análise dos fatores de proteção tradicionalmente descritos como promotores de resiliência (características individuais e rede de apoio social e afetiva). Os estudos revisados revelam que existem importantes fatores de proteção, que contribuem para a saúde e bem-estar dos po (mais) rtadores de HIV/AIDS, entre eles o enfrentamento cognitivo e a aceitação da infecção; a participação da família no tratamento e como fonte de apoio afetivo; o papel das organizações governamentais e não-governamentais e a religiosidade. Acredita-se que a compreensão da resiliência como uma "capacidade do ser humano de superar adversidades" é essencial ao entendimento da infecção e tratamento de pacientes com HIV/AIDS. Isso contribui para acabar com o estigma e preconceito em relação à doença e aos seus portadores. Essa perspectiva desmistifica a questão de que bem-estar e qualidade de vida são estados contraditórios à vida das pessoas infectadas, além de contribuir para a elaboração de novas perspectivas de prevenção e tratamento da infecção por HIV/AIDS. Resumo em inglês The aim of this theoretical review was to articulate the resilience concept with key aspects in the lives of people living with HIV/AIDS. We emphasize the analysis of protective factors traditionally related to resilience (personal characteristics and social and affective support networks). The reviewed studies show important protective factors that contribute to the health and well-being of people with HIV/AIDS, such as cognitive coping and acceptance of their HIV status (mais) , family participation in treatment and family support, the role of governmental and nongovernmental institutions, and religious beliefs. The concept of resilience defined as a dynamic process that allows human beings to overcome adversities is essential for understanding HIV infection and treatment of AIDS patients. It helps decrease stigmatization and prejudice towards the disease and patients. It also helps alter the notion that living with AIDS is incompatible with well-being and quality of life and fosters the creation of new HIV/AIDS prevention and treatment perspectives.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Liderança brasileira à luz da Declaração de Compromisso sobre HIV/Aids da UNGASS/ Brazilian leadership in the context of the UNGASS Declaration of Commitment in HIV/Aids

Bermúdez, Ximena Pamela Díaz; Seffner, Fernando
2006-04-01

Resumo em português O tema liderança da Declaração de Compromisso sobre HIV/Aids das Nações Unidas foi discutido quanto aos seus avanços, desafios e limites da atuação das principais forças sociais presentes no controle da epidemia de HIV/Aids no Brasil. A resposta nacional caracterizou-se, principalmente, pela experiência brasileira de convocação de múltiplas iniciativas governamentais, da sociedade civil e do setor privado para lutar contra a epidemia de HIV/Aids. As sinergias (mais) entre os diversos parceiros devem ser estreitadas, assim como articular esforços no campo do desenvolvimento científico e tecnológico para minimizar efeitos da dependência tecnológica. Essas ações visam a alcançar a sustentabilidade necessária para a produção de medicamentos e outros insumos, na perspectiva de aprimorar o cumprimento do preceito constitucional que preconiza a saúde como direito de todos. Resumo em inglês The present article focuses on the subject of leadership in the United Nations Declaration of Commitment in HIV/AIDS, discussing the advancements, challenges, and limitations to the action of major social forces acting to control the HIV/AIDS epidemic in Brazil. The national policy on AIDS was characterized by the illustrative Brazilian experience in summoning multiple government, civil society, and private sector initiatives to fight the HIV/AIDS epidemic. The synergy be (mais) tween different partners needs to be enhanced and efforts in the field of scientific and technological development must be articulated in order to minimize the effects of technological dependence. These actions are aimed at the sustainable production of drugs and other products, with the perspective of improving the fulfillment of the constitutional precept of health as a universal right.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Liderança brasileira à luz da Declaração de Compromisso sobre HIV/Aids da UNGASS/ Brazilian leadership in the context of the UNGASS Declaration of Commitment in HIV/Aids

Bermúdez, Ximena Pamela Díaz; Seffner, Fernando
2006-04-01

Resumo em português O tema liderança da Declaração de Compromisso sobre HIV/Aids das Nações Unidas foi discutido quanto aos seus avanços, desafios e limites da atuação das principais forças sociais presentes no controle da epidemia de HIV/Aids no Brasil. A resposta nacional caracterizou-se, principalmente, pela experiência brasileira de convocação de múltiplas iniciativas governamentais, da sociedade civil e do setor privado para lutar contra a epidemia de HIV/Aids. As sinergias (mais) entre os diversos parceiros devem ser estreitadas, assim como articular esforços no campo do desenvolvimento científico e tecnológico para minimizar efeitos da dependência tecnológica. Essas ações visam a alcançar a sustentabilidade necessária para a produção de medicamentos e outros insumos, na perspectiva de aprimorar o cumprimento do preceito constitucional que preconiza a saúde como direito de todos. Resumo em inglês The present article focuses on the subject of leadership in the United Nations Declaration of Commitment in HIV/AIDS, discussing the advancements, challenges, and limitations to the action of major social forces acting to control the HIV/AIDS epidemic in Brazil. The national policy on AIDS was characterized by the illustrative Brazilian experience in summoning multiple government, civil society, and private sector initiatives to fight the HIV/AIDS epidemic. The synergy be (mais) tween different partners needs to be enhanced and efforts in the field of scientific and technological development must be articulated in order to minimize the effects of technological dependence. These actions are aimed at the sustainable production of drugs and other products, with the perspective of improving the fulfillment of the constitutional precept of health as a universal right.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Tuberculose e infecção pelo HIV no Brasil: magnitude do problema e estratégias para o controle/ Tuberculosis and HIV infection in Brazil: magnitude of the problem and strategies for control

Jamal, Leda Fátima; Moherdaui, Fábio
2007-09-01

Resumo em português O objetivo do artigo foi propor, a partir da análise da situação e da interação entre a tuberculose e a Aids, estratégias que minimizem o impacto epidemiológico de uma doença sobre a outra no Brasil. Analisa-se a maneira como políticas de saúde para o controle da epidemia de HIV/Aids - como acesso aos anti-retrovirais, campanhas para o conhecimento precoce da infecção pelo HIV e adesão ao tratamento - impactam as metas de controle da tuberculose. Discutem-se (mais) também a implementação de ações para prevenção do aparecimento de tuberculose no indivíduo infectado com HIV, detecção precoce da tuberculose-doença e garantia de adesão ao tratamento. São feitas considerações sobre o papel que o Brasil pode desempenhar no cenário global de desenvolvimento de arsenal terapêutico e a necessidade de trabalho articulado das áreas programáticas de tuberculose e de HIV/Aids. Resumo em inglês The aim of the article was to propose, based on an analysis of the current scenario and of the interaction between tuberculosis and AIDS, strategies to minimize the epidemiological impact of one disease over the other in Brazil. The manner by which health policies aimed at controlling the HIV/AIDS epidemic is analyzed - such as access to antiretroviral drugs and campaigns for the early detection of HIV infection and for encouraging adherence to treatment - and their impac (mais) t on the achievement of goals related to controlling tuberculosis. The implementation of measures for preventing the onset of tuberculosis in HIV-infected individuals, early detection of tuberculosis disease, and ensuring treatment adherence, is discussed. It is commented upon the role that Brazil may assume in the global effort to develop a therapeutic arsenal and the need for integrated work between the fields of tuberculosis and HIV/AIDS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Tuberculose e infecção pelo HIV no Brasil: magnitude do problema e estratégias para o controle/ Tuberculosis and HIV infection in Brazil: magnitude of the problem and strategies for control

Jamal, Leda Fátima; Moherdaui, Fábio
2007-09-01

Resumo em português O objetivo do artigo foi propor, a partir da análise da situação e da interação entre a tuberculose e a Aids, estratégias que minimizem o impacto epidemiológico de uma doença sobre a outra no Brasil. Analisa-se a maneira como políticas de saúde para o controle da epidemia de HIV/Aids - como acesso aos anti-retrovirais, campanhas para o conhecimento precoce da infecção pelo HIV e adesão ao tratamento - impactam as metas de controle da tuberculose. Discutem-se (mais) também a implementação de ações para prevenção do aparecimento de tuberculose no indivíduo infectado com HIV, detecção precoce da tuberculose-doença e garantia de adesão ao tratamento. São feitas considerações sobre o papel que o Brasil pode desempenhar no cenário global de desenvolvimento de arsenal terapêutico e a necessidade de trabalho articulado das áreas programáticas de tuberculose e de HIV/Aids. Resumo em inglês The aim of the article was to propose, based on an analysis of the current scenario and of the interaction between tuberculosis and AIDS, strategies to minimize the epidemiological impact of one disease over the other in Brazil. The manner by which health policies aimed at controlling the HIV/AIDS epidemic is analyzed - such as access to antiretroviral drugs and campaigns for the early detection of HIV infection and for encouraging adherence to treatment - and their impac (mais) t on the achievement of goals related to controlling tuberculosis. The implementation of measures for preventing the onset of tuberculosis in HIV-infected individuals, early detection of tuberculosis disease, and ensuring treatment adherence, is discussed. It is commented upon the role that Brazil may assume in the global effort to develop a therapeutic arsenal and the need for integrated work between the fields of tuberculosis and HIV/AIDS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Transtornos depressivos em usuários de drogas injetáveis infectados pelo HIV: um estudo controlado/ Depressive disorders in injecting drug users infected by the HIV virus

Malbergier, André; Andrade, Arthur Guerra de
1999-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar os transtornos psiquiátricos em pacientes usuários de drogas injetáveis infectados pelo HIV. MÉTODOS: Pacientes que se apresentavam para tratamento da dependência de drogas, foram divididos em dois grupos de acordo com a sorologia para o HIV (vírus da imunodeficiência humana), vírus causador da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS). Trinta pacientes HIV-positivos e 30 pacientes HIV-negativos submeteram-se a uma entrevista estruturada pa (mais) ra avaliação de transtornos psiquiátricos. Inicialmente, foram analisados os transtornos depressivos e os relacionados ao uso de substâncias psicoativas. RESULTADOS: Os resultados revelaram que o diagnóstico de dependência de cocaína foi mais freqüente em pacientes infectados pelo HIV do que nos não-infectados. A sorologia positiva para o HIV não foi fator associado a maior prevalência de depressão. As tentativas de suicídio foram freqüentes nesta amostra, mas as freqüências foram iguais nos dois grupos. CONCLUSÃO: Os pacientes HIV-positivos tendem a diminuir ou cessar o consumo de cocaína após conhecimento de sua sorologia. Resumo em inglês OBJECTIVE: Study psychiatric disorders on injecting drug users infected by the HIV. METHODS: Injecting drug users entering treatment for drug dependence were selected in two groups according to their HIV (human immunodeficiency virus) status. The HIV is a virus that causes AIDS (acquired immunodeficiency syndrome). Thirty HIV-positive and 30 HIV-negative patients were submitted to a structured interview to assess psychiatric disorders. Initially, depressive disorders and (mais) disorders related to substance use were analyzed. RESULTS: The results showed that the cocaine dependence diagnosis was more frequent in HIV infected patients than in the non-infected. Being HIV positive was not associated with higher prevalence of depression. Suicide attempts were frequent in this sample, but the frequencies were equal in the two groups. CONCLUSION: Patients infected with HIV tended to reduce or cease their drug use after the knowledge of the HIV status.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Estimativa da prevalência de HIV em gestantes por análise espacial, Porto Alegre, RS/ Estimate of HIV prevalence in pregnant women by means of spatial analysis in Southern Brazil

Barcellos, Christovam; Acosta, Lisiane Morelia Weide; Lisboa, Eugênio Pedroso; Brito, Maria Regina Varnieri; Flores, Rui
2006-10-01

Resumo em português Por meio de técnicas de análise espacial foram estimados os diferenciais intra-urbanos da prevalência de HIV entre gestantes no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. As estimativas foram obtidas por meio da suavização espacial dos pontos referentes às residências de nascidos vivos e gestantes HIV positivas para o ano de 2003. Foi identificada a sobreposição de áreas de alta prevalência com favelas da cidade, o que ratifica o processo de pauperização da Aids e aponta locais onde estratégias de atenção primária e educação devem ser reforçadas. Resumo em inglês Spatial analysis techniques were used to estimate the interurban differential HIV prevalence among pregnant women in the city of Porto Alegre, Southern Brazil. The estimates were produced through the spatial smoothing of residence pinpoints with live newborns and HIV infected pregnant women for the year of 2003. The overlay of high prevalence areas in city slums was identified. This finding confirms the intensification of AIDS epidemic among poor urban populations, and indicates areas where basic care and educational strategies should be reinforced.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Estimativa da prevalência de HIV em gestantes por análise espacial, Porto Alegre, RS/ Estimate of HIV prevalence in pregnant women by means of spatial analysis in Southern Brazil

Barcellos, Christovam; Acosta, Lisiane Morelia Weide; Lisboa, Eugênio Pedroso; Brito, Maria Regina Varnieri; Flores, Rui
2006-10-01

Resumo em português Por meio de técnicas de análise espacial foram estimados os diferenciais intra-urbanos da prevalência de HIV entre gestantes no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. As estimativas foram obtidas por meio da suavização espacial dos pontos referentes às residências de nascidos vivos e gestantes HIV positivas para o ano de 2003. Foi identificada a sobreposição de áreas de alta prevalência com favelas da cidade, o que ratifica o processo de pauperização da Aids e aponta locais onde estratégias de atenção primária e educação devem ser reforçadas. Resumo em inglês Spatial analysis techniques were used to estimate the interurban differential HIV prevalence among pregnant women in the city of Porto Alegre, Southern Brazil. The estimates were produced through the spatial smoothing of residence pinpoints with live newborns and HIV infected pregnant women for the year of 2003. The overlay of high prevalence areas in city slums was identified. This finding confirms the intensification of AIDS epidemic among poor urban populations, and indicates areas where basic care and educational strategies should be reinforced.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

O papel da mídia na prevenção do HIV/Aids e a representação da mulher no contexto da epidemia/ The paper of the media in the prevention of HIV/AIDS and the woman's representation in the context of the epidemic

Gonçalves, Erli Helena; Varandas, Renata
2005-03-01

Resumo em português O presente artigo questiona o papel da mídia diante da epidemia do HIV/Aids. Toda a discussão é travada à luz da bioética, tentando sempre apreender os dilemas morais subjacentes nas mensagens de prevenção do HIV/Aids. Pautar se a mídia considerou os rumos da epidemia na medida em que essa ia se modificando; refletir se as campanhas educativas do HIV/Aids ponderavam as assimetrias de gênero, a sexualidade e os processos de socialização. Resumo em inglês The present article tries to question the mission of the media before the epidemic of HIV/AIDS. The whole discussion is supposed, in the light of the bioethics, to try to apprehend the tenor of the messages transmitted in the context of the disease. To discuss if the media had considered the different ways of the epidemic while they were being modified; to think if the HIV/AIDS educative campaigns had considered the gender differences, the sexuality and the socialization process.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

O papel da mídia na prevenção do HIV/Aids e a representação da mulher no contexto da epidemia/ The paper of the media in the prevention of HIV/AIDS and the woman's representation in the context of the epidemic

Gonçalves, Erli Helena; Varandas, Renata
2005-03-01

Resumo em português O presente artigo questiona o papel da mídia diante da epidemia do HIV/Aids. Toda a discussão é travada à luz da bioética, tentando sempre apreender os dilemas morais subjacentes nas mensagens de prevenção do HIV/Aids. Pautar se a mídia considerou os rumos da epidemia na medida em que essa ia se modificando; refletir se as campanhas educativas do HIV/Aids ponderavam as assimetrias de gênero, a sexualidade e os processos de socialização. Resumo em inglês The present article tries to question the mission of the media before the epidemic of HIV/AIDS. The whole discussion is supposed, in the light of the bioethics, to try to apprehend the tenor of the messages transmitted in the context of the disease. To discuss if the media had considered the different ways of the epidemic while they were being modified; to think if the HIV/AIDS educative campaigns had considered the gender differences, the sexuality and the socialization process.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Qualidade de vida de mulheres vivendo com o HIV/aids de um município do interior paulista/ Quality of life in women with HIV/aids in a municipality in the state of São Paulo/ Calidad de vida de mujeres viviendo con HIV/aids en un municipio del interior paulista

Gaspar, Joice; Reis, Renata Karina; Pereira, Fernanda Maria Vieira; Neves, Lis Aparecida de Souza; Castrighini, Carolina de Castro; Gir, Elucir
2011-03-01

Resumo em português A terapia antirretroviral de alta potência beneficia os indivíduos com HIV/aids na sobrevida, cronicidade e qualidade de vida. Este estudo de corte transversal, com abordagem quantitativa, objetivou avaliar a qualidade de vida de mulheres com HIV/aids, utilizando o WHOQOL - HIV bref e sua associação com variáveis sociodemográficas. Foi realizado em dois ambulatórios especializados no atendimento a indivíduos com HIV/aids. De 106 mulheres participantes, 99,1% eram (mais) heterossexuais e 92,4% foram infectadas por via sexual. Dentre os domínios de qualidade de vida, espiritualidade obteve maior escore (65,7), seguido pelo físico (64,7), psicológico (60,6), relações sociais (59,5). Menores escores foram atingidos nos domínios nível de independência (58,6) e meio ambiente (54,5). Evidenciou-se que os fatores baixo nível socioeconômico e educacional tiveram associação com diferentes domínios, denotando a relação entre qualidade de vida e condições de vida. Concluiu-se que persistem os desafios no âmbito das relações sociais, afetivas, financeiras, requerendo intervenções efetivas focando o empoderamento das mulheres com HIV/aids. Resumo em espanhol La terapia retroviral de alta potencia es beneficiosa para los individuos con HIV/AIDS en su sobrevida, cronicidad y calidad de vida. Este estudio de corte transversal, con abordaje cuantitativo objetivó evaluar la calidad de vida de mujeres con HIV/AIDS utilizando el WHOQOL-HIV BREF y su asociación con variables sociodemográficas. Fue realizado en dos ambulatorios especializados en la atención a individuos con HIV/AIDS. De 16 mujeres participantes, el 99,1% eran hete (mais) rosexuales y el 92,4% fueron infectadas por vía sexual. Entre los dominios de calidad de vida, espiritualidad obtuvo el mayor puntaje (65,7), seguido por el físico (64,7), psicológico (60,6), relaciones sociales (59,5). Menores puntajes fueron alcanzados en los dominios nivel de independencia (58,6) y medio ambiente (54,5). Se evidenció que los factores bajo nivel socioeconómico y educacional estuvieron asociados con diferentes dominios, denotando la relación entre calidad de vida y condiciones de vida. Los desafíos persisten en el ámbito de las relaciones sociales, afectivas, financieras, requiriendo intervenciones efectivas, enfocando al empoderamiento de las mujeres con HIV/AIDS. Resumo em inglês High potency antiretroviral therapy brings benefits to people with HIV/AIDS, related to survival, chronicity and quality of life. The objective of this quantitative and cross-sectional study was to assess the quality of life of women with HIV/AIDS, using the WHOQOL - HIV bref and its association with sociodemographic variables. The study was performed in outpatient clinics specialized in care to HIV/AIDS patients. Of the 106 interviewed women, 99.1% were heterosexual and (mais) 92.4% were infected sexually. Among the domains of quality of life, spirituality had the highest score (65.7), followed by physical (64.7), psychological (60.6), social relationships (59.5). Level of independence (58.6) and environment (54.5) scored the lowest. The factors low socioeconomic and educational levels were associated with different domains of quality of life, showing the relationship between quality of life and living conditions. Challenges persist in the scope of social, affective and financial relations, which require effective interventions regarding empowerment of women with HIV/Aids.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Aconselhamento na testagem anti-HIV no ciclo gravídico-puerperal: o olhar da integralidade/ Counseling in HIV testing in the pre and post labor periods: the look of the integrality

Carneiro, Ana Jaqueline Santiago; Coelho, Edméia de Almeida Cardoso
2010-06-01

Resumo em português A sorologia para HIV em mulheres no pré-natal e os testes rápidos anti-HIV em maternidade devem ser realizados com aconselhamento pré e pós-teste. Na prática, observa-se que esse nem sempre é realizado, predominando o cumprimento de procedimentos técnicos destinados a prevenir a transmissão vertical. O objetivo deste estudo foi analisar o cuidado profissional a mulheres que tomaram conhecimento da positividade para o HIV durante o trabalho de parto ou puerpério. (mais) Trata-se de estudo exploratório de natureza qualitativa, utilizando como categorias analíticas gênero e integralidade. Participaram do estudo doze puérperas usuárias de um centro de referência para HIV/aids, em Salvador (BA). Foi recortado para este artigo o olhar das mulheres sobre o aconselhamento no processo de testagem para o HIV. Os resultados foram produzidos a partir de entrevista semiestruturada e analisados pela técnica de análise de discurso segundo Fiorin. A análise revelou que a testagem anti-HIV foi incorporada à prática clínica sem aconselhamento em nenhuma das etapas da atenção ao ciclo gravídico-puerperal, na realidade investigada. As relações entre profissionais e usuárias refletem mecanismos de poder que comprometem a autonomia das mulheres, distanciando o cuidado da perspectiva da integralidade. Resumo em inglês The sorology for HIV in woman and rapid HIV testing in maternity hospitals must be carried with pre and pos-test counseling. However, it has been observed that the counseling has not been accomplished by many health professionals, who give more importance to the prophylactic measures which intend to prevent vertical transmission. The objective of this qualitative study is to investigate how women evaluate the health care received during the HIV testing at pre and post-lab (mais) or periods. For this paper the look of woman about counseling in the process of HIV testing was cut. We used gender and integrality as analytic categories. The technique used to collect data was the semi-structured interview, carried out in women seen at the CTA for diagnostic conclusion. The testing lost its specificity through its inclusion in the clinical practice as a routine without a counseling in any stages of the care during pre and post labor periods. The relationship between users and professionals reflect power mechanisms that compromise the autonomy of women, distancing the care from the perspective of the integrality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Aconselhamento na testagem anti-HIV no ciclo gravídico-puerperal: o olhar da integralidade/ Counseling in HIV testing in the pre and post labor periods: the look of the integrality

Carneiro, Ana Jaqueline Santiago; Coelho, Edméia de Almeida Cardoso
2010-06-01

Resumo em português A sorologia para HIV em mulheres no pré-natal e os testes rápidos anti-HIV em maternidade devem ser realizados com aconselhamento pré e pós-teste. Na prática, observa-se que esse nem sempre é realizado, predominando o cumprimento de procedimentos técnicos destinados a prevenir a transmissão vertical. O objetivo deste estudo foi analisar o cuidado profissional a mulheres que tomaram conhecimento da positividade para o HIV durante o trabalho de parto ou puerpério. (mais) Trata-se de estudo exploratório de natureza qualitativa, utilizando como categorias analíticas gênero e integralidade. Participaram do estudo doze puérperas usuárias de um centro de referência para HIV/aids, em Salvador (BA). Foi recortado para este artigo o olhar das mulheres sobre o aconselhamento no processo de testagem para o HIV. Os resultados foram produzidos a partir de entrevista semiestruturada e analisados pela técnica de análise de discurso segundo Fiorin. A análise revelou que a testagem anti-HIV foi incorporada à prática clínica sem aconselhamento em nenhuma das etapas da atenção ao ciclo gravídico-puerperal, na realidade investigada. As relações entre profissionais e usuárias refletem mecanismos de poder que comprometem a autonomia das mulheres, distanciando o cuidado da perspectiva da integralidade. Resumo em inglês The sorology for HIV in woman and rapid HIV testing in maternity hospitals must be carried with pre and pos-test counseling. However, it has been observed that the counseling has not been accomplished by many health professionals, who give more importance to the prophylactic measures which intend to prevent vertical transmission. The objective of this qualitative study is to investigate how women evaluate the health care received during the HIV testing at pre and post-lab (mais) or periods. For this paper the look of woman about counseling in the process of HIV testing was cut. We used gender and integrality as analytic categories. The technique used to collect data was the semi-structured interview, carried out in women seen at the CTA for diagnostic conclusion. The testing lost its specificity through its inclusion in the clinical practice as a routine without a counseling in any stages of the care during pre and post labor periods. The relationship between users and professionals reflect power mechanisms that compromise the autonomy of women, distancing the care from the perspective of the integrality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Crianças órfãs e vulneráveis pelo HIV no Brasil: onde estamos e para onde vamos?/ Orphans and vulnerable children affected by HIV/AIDS in Brazil: where do we stand and where are we heading?

França-Junior, Ivan; Doring, Marlene; Stella, Isete Maria
2006-04-01

Resumo em português O objetivo do artigo foi identificar a magnitude e a situação de alguns direitos humanos, conforme expressos na United Nations General Assembly Special Session on HIV/AIDS, de crianças e adolescentes portadores de HIV/Aids, afetados não-órfãos e órfãos por Aids, com base em pesquisa sobre o tema na literatura científica nacional e internacional. Os principais achados não permitiram indicar com segurança quantos seriam as crianças e os adolescentes portadores d (mais) o HIV e afetados não-órfãos. Há informações sobre o número de portadores de Aids e de órfãos. Estas estimativas, sejam elas oriundas do sistema de vigilância, modelos matemáticos ou inquéritos, são discutidas em suas limitações e possibilidades. Apesar da literatura ainda ser relativamente pequena, há indícios de comprometimento de vários direitos como saúde, educação, moradia, alimentação, não discriminação, integridade física e mental. Verificou-se que o Brasil ainda precisa avançar para responder às necessidades adicionais dos órfãos e outras crianças vulneráveis. A resposta brasileira, até o momento, é limitada à assistência médica para crianças e adolescentes portadores do HIV/Aids, ao combate à transmissão vertical do HIV e ao financiamento da instalação e manutenção de casas de apoio (abrigos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente) para infectados afetados, órfãos ou não. Essas medidas são insuficientes para garantir um ambiente de apoio para órfãos, crianças e adolescentes infectados ou afetados pelo HIV/Aids. Propõem-se formas do Brasil criar e aprimorar bases de dados para responder a esses desafios. Resumo em inglês This study aimed at identifying human rights' status and situation, as expressed in the United Nations General Assembly Special Session on HIV/AIDS, of children and adolescents living with HIV/AIDS, non-orphans and orphans affected by AIDS, based on local and international literature review. The main study findings did not allow to accurately estimating those children and adolescents living with HIV and non-orphans affected by HIV/AIDS but data was available on those livi (mais) ng with AIDS and orphans. The limitations and possibilities of these estimates obtained from surveillance systems, mathematical models and surveys are discussed. Though studies in literature are still quite scarce, there is indication of compromise of several rights such as health, education, housing, nutrition, nondiscrimination, and physical and mental integrity. Brazil still needs to advance to meet further needs of those orphaned and vulnerable children. Its response so far has been limited to providing health care to those children and adolescents living with HIV/AIDS, preventing mother-to-child HIV transmission and financing the implementation and maintenance of support homes (shelters according to Child and Adolescent Bill of Rights) for those infected and affected by HIV/AIDS, either orphans or not. These actions are not enough to ensure a supportive environment for children and adolescents orphaned, infected or affected by HIV/AIDS. It is proposed ways for Brazil to develop and improve databases to respond to these challenges.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Crianças órfãs e vulneráveis pelo HIV no Brasil: onde estamos e para onde vamos?/ Orphans and vulnerable children affected by HIV/AIDS in Brazil: where do we stand and where are we heading?

França-Junior, Ivan; Doring, Marlene; Stella, Isete Maria
2006-04-01

Resumo em português O objetivo do artigo foi identificar a magnitude e a situação de alguns direitos humanos, conforme expressos na United Nations General Assembly Special Session on HIV/AIDS, de crianças e adolescentes portadores de HIV/Aids, afetados não-órfãos e órfãos por Aids, com base em pesquisa sobre o tema na literatura científica nacional e internacional. Os principais achados não permitiram indicar com segurança quantos seriam as crianças e os adolescentes portadores d (mais) o HIV e afetados não-órfãos. Há informações sobre o número de portadores de Aids e de órfãos. Estas estimativas, sejam elas oriundas do sistema de vigilância, modelos matemáticos ou inquéritos, são discutidas em suas limitações e possibilidades. Apesar da literatura ainda ser relativamente pequena, há indícios de comprometimento de vários direitos como saúde, educação, moradia, alimentação, não discriminação, integridade física e mental. Verificou-se que o Brasil ainda precisa avançar para responder às necessidades adicionais dos órfãos e outras crianças vulneráveis. A resposta brasileira, até o momento, é limitada à assistência médica para crianças e adolescentes portadores do HIV/Aids, ao combate à transmissão vertical do HIV e ao financiamento da instalação e manutenção de casas de apoio (abrigos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente) para infectados afetados, órfãos ou não. Essas medidas são insuficientes para garantir um ambiente de apoio para órfãos, crianças e adolescentes infectados ou afetados pelo HIV/Aids. Propõem-se formas do Brasil criar e aprimorar bases de dados para responder a esses desafios. Resumo em inglês This study aimed at identifying human rights' status and situation, as expressed in the United Nations General Assembly Special Session on HIV/AIDS, of children and adolescents living with HIV/AIDS, non-orphans and orphans affected by AIDS, based on local and international literature review. The main study findings did not allow to accurately estimating those children and adolescents living with HIV and non-orphans affected by HIV/AIDS but data was available on those livi (mais) ng with AIDS and orphans. The limitations and possibilities of these estimates obtained from surveillance systems, mathematical models and surveys are discussed. Though studies in literature are still quite scarce, there is indication of compromise of several rights such as health, education, housing, nutrition, nondiscrimination, and physical and mental integrity. Brazil still needs to advance to meet further needs of those orphaned and vulnerable children. Its response so far has been limited to providing health care to those children and adolescents living with HIV/AIDS, preventing mother-to-child HIV transmission and financing the implementation and maintenance of support homes (shelters according to Child and Adolescent Bill of Rights) for those infected and affected by HIV/AIDS, either orphans or not. These actions are not enough to ensure a supportive environment for children and adolescents orphaned, infected or affected by HIV/AIDS. It is proposed ways for Brazil to develop and improve databases to respond to these challenges.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Uso do score APRI na avaliação de doença hepática, após início de terapia antirretroviral, em pacientes portadores do HIV co-infectados com HCV versus monoinfectados por HIV/ Evaluation of APRI score in liver disease following the introduction of antiretroviral therapy in HIV and HCV coinfected versus HIV monoinfected patients

Antonello, Vicente Sperb; Tovo, Cristiane Valle; Kliemann, Dimas Alexandre; Santos, Breno Riegel; Zaltron, Vanice Ferrazza
2010-12-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: O impacto da terapia antirretroviral altamente ativa na progressão da fibrose hepática em pacientes co-infectados com HIV e hepatite C não está totalmente esclarecido. Marcadores não-invasivos de fibrose hepática podem ser considerados promissores no estadiamento e na monitorização da sua evolução. MÉTODOS: Um total de 24 pacientes, divididos em dois grupos: 12 monoinfectados por HIV e 12 co-infectados com HIV e HCV foram acompanhados de julho de (mais) 2008 a agosto de 2009, desde o início de HAART, a cada três meses, com avaliação de dados clínicos, epidemiológicos e laboratoriais, assim como o cálculo do índice da relação aspartato aminotransferase sobre plaquetas. O objetivo deste estudo foi comparar a progressão de APRI, marcador não-invasivo de fibrose hepática, entre populações portadoras do vírus do HIV e co-infectados com HIV e HCV. RESULTADOS: Os grupos estudados não mostraram diferenças quando avaliados idade, sexo, medida de CD4 e carga viral para HIV em todas visitas, tipo de HAART e APRI antes do início de HAART. O grupo de pacientes co-infectados com HIV e HCV apresentava APRI significativamente maior que o grupo de monoinfectados por HIV no terceiro (0,57 + 0,31 x 0,27 + 0,05, p = 0,02) e sexto mês (0,93 + 0,79 x 0,28 + 0,11, p = 0,04). CONCLUSÕES: Neste estudo, HAART foi associado com aumento de APRI no terceiro e sexto mês de seguimento nos pacientes co-infectados, sugerindo que nestes pode estar ocorrendo hepatotoxicidade cumulativa e síndrome inflamatória da reconstituição imune após início dos antirretrovirais. Resumo em inglês INTRODUCTION: The impact of highly active antiretroviral therapy (HAART) on hepatic fibrosis progression in HIV and hepatitis C virus coinfected patients is not completely understood. Noninvasive hepatic fibrosis markers show great promise in determining liver fibrosis staging and monitoring disease progression. METHODS: Twenty-four patients divided equally into two groups: 12 HIV-monoinfected and 12 with HIV/HCV coinfected patients, were followed from July 2008 to August (mais) 2009, after initiating HAART, with clinical, epidemiological and laboratorial assessments every 3 months and calculation of the aspartate aminotransferase to platelet ratio index (APRI). This study aimed to compare the progression of APRI, a noninvasive hepatic fibrosis marker, among populations with HIV and HIV/HCV coinfection. RESULTS: No differences were observed between the groups regarding age, sex, measurement of CD4 and HIV viral load in all consultations, type of HAART and APRI before initiating HAART. Coinfected patients showed a significantly higher APRI than the monoinfected group in month 3 (0.57 ± 0.31 x 0.27 ± 0.105, p = 0.02) and 6 (0.93 ± 0.79 x 0.28 ± 0.11, p = 0.04). CONCLUSIONS: In the present study, HAART was associated with APRI increases over six months follow-up in HIV/HCV coinfected patients, suggesting that these may be experiencing cumulative hepatotoxicity and immune reconstitution inflammatory syndrome after initiating antiretroviral drugs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Disfunção do eixo gonadotrófico em homens com infecção pelo HIV/Aids/ Gonadotrophic axis dysfunction in men with HIV-infection/Aids

Ponte, Clarisse Mourão Melo; Gurgel, Maria Helane Costa; Montenegro Jr., Renan Magalhães
2009-11-01

Resumo em português A disfunção do eixo gonadotrófico é frequentemente observada em pacientes infectados pelo HIV. A patogênese é multifatorial e está relacionada à duração da infecção pelo HIV, aos efeitos citopáticos diretos do vírus, ao uso de drogas gonadotóxicas, às infecções oportunistas, às neoplasias, à desnutrição, entre outros fatores. Em homens, a redução dos níveis de testosterona está associada à perda de massa e de força muscular, à redução da den (mais) sidade mineral óssea, à lipodistrofia, à depressão, à astenia, à fadiga e à disfunção sexual. Em pacientes infectados pelo HIV com hipogonadismo, inúmeros estudos têm comprovado os efeitos benéficos da reposição de testosterona sobre o perfil metabólico e a distribuição da gordura corporal, com aumento da massa corporal magra, além de promover melhora da qualidade de vida, reduzir a perda de massa óssea e reduzir os índices de depressão. Assim, esta revisão teve como objetivo trazer uma breve atualização sobre o presente tema, abordando dados epidemiológicos, mecanismos fisiopatológicos e estratégias terapêuticas para as principais anormalidades do eixo gonadotrófico masculino associadas à infecção pelo HIV e ao seu tratamento. Resumo em inglês Gonadotrophic axis dysfunction is commonly observed in HIV-infected patients. The pathogenesis is multifactorial and related to duration of HIV infection, direct cytopathic effects of viruses, use of drugs, opportunistic infections, malignancies, and malnutrition, among other factors. In men, reduced levels of testosterone is associated with loss of muscle mass and strength, decreased bone mineral density, lipodystrophy, depression, asthenia, fatigue and sexual dysfunctio (mais) n. In HIV-infected patients with hypogonadism, numerous studies have shown the beneficial effects of testosterone replacement on the metabolic profile and distribution of body fat, with increased body mass weight, and promote better quality of life, reduce the bone mass loss and the rates of depression. Thus, this review aimed to present a brief update of epidemiologic data, pathophysiology aspects and treatment strategies for the major abnormalities of male gonadotrophic axis associated with HIV infection and its treatment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Manifestações eletrofisiológicas em adultos com HIV/AIDS submetidos e não-submetidos à terapia anti-retroviral/ Electrophysiological manifestations in adults with HIV/AIDS submitted and not submitted to antiretroviral therapy

Matas, Carla Gentile; Silva, Sara Manami; Marcon, Bruna de Almeida; Gonçalves, Isabela Crivellaro
2010-06-01

Resumo em português TEMA: os potenciais evocados auditivos (PEA) avaliam a atividade neuroelétrica na via auditiva, desde o nervo auditivo até o córtex cerebral, em resposta a um estímulo ou evento acústico. Estudos demonstram anormalidades eletrofisiológicas em indivíduos com HIV/AIDS. OBJETIVO: caracterizar as manifestações eletrofisiológicas da audição em adultos com HIV/AIDS, comparando os resultados obtidos no grupo exposto a tratamento anti-retroviral com os obtidos no grup (mais) o não exposto a tratamento. MÉTODO: realizada avaliação eletrofisiológica da audição (PEATE, PEAML e P300) em 56 indivíduos portadores do HIV/AIDS, sendo 24 do Grupo I (não expostos ao tratamento anti-retroviral) e 32 do Grupo II (expostos ao tratamento). RESULTADOS: foram encontradas alterações em todos os PEA nos indivíduos com HIV/AIDS, principalmente no PEATE; sendo que neste, o grupo exposto ao tratamento antiretroviral apresentou mais alterações. CONCLUSÃO: indivíduos com HIV/AIDS podem apresentar alterações no sistema nervoso auditivo periférico e central, sendo que o grupo exposto a tratamento anti-retroviral apresenta mais alterações na via auditiva em tronco encefálico. Resumo em inglês BACKGROUND: auditory evoked potentials (AEP) assess the neuroelectric activity on the auditory pathway -from the auditory nerve to the cerebral cortex - in response to an acoustic stimulus or event. Studies have demonstrated electrophysiological abnormalities in individuals with HIV/AIDS. AIM: to characterize the hearing electrophysiological manifestations in adults with HIV/AIDS by comparing the results obtained in the group exposed to antiretroviral therapy with those o (mais) btained in the group not exposed to such treatment. METHOD: electrophysiological evaluation of hearing (Auditory Brainstem Response - ABR, Auditory Middle Latency Reponse - AMLR and P300) was conducted in 56 individuals with HIV/AIDS: 24 participants composed group I (not exposed to antiretroviral treatment) and 32 participants composed group II (exposed to treatment). RESULTS: alterations in every AEP were observed in individuals with HIV/ AIDS, especially in the ABR. Indeed, the group exposed to antiretroviral treatment presented more alterations. CONCLUSION: individuals with HIV/AIDS may present alterations on the central and peripheral auditory nervous system. The group exposed to antiretroviral therapy presents more alterations on the brainstem auditory pathway.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Polineuropatia desmielinizante inflamatória crônica pós-tratamento com interferon peguilado alfa 2b em um paciente co-infectado HIV/HCV: relato de caso/ Chronic inflammatory demyelinating polyneuropathy after treatment with pegylated interferon alpha 2b in a patient with HIV/HCV coinfection: case report

Bassetti, Bil Randerson; Trés, Eduardo Sturzeneker; Ciríaco, Jovana Gobbi Marchesi; Pinto Neto, Lauro Ferreira Silva
2010-02-01

Resumo em português A polineuropatia desmielinizante inflamatória cônica possui forte associação com a infecção pelo HIV e HCV. Uma rara associação entre PDIC e o tratamento da hepatite C com interferon peguilado alfa foi descrita recentemente. Nós descrevemos o primeiro caso de polineuropatia desmielinizante inflamatória crônica em um paciente branco, sexo masculino infectado por HIV e HCV associado a interferon peguilado alfa 2b. O paciente recuperou-se completamente após o uso (mais) de imunoglobulina hiperimune endovenosa. Infectologistas e hapatologistas devem estar atentos à esta rara e grave associação, que exige imediata descontinuação da droga e tratamento precoce. Resumo em inglês Chronic inflammatory demyelinating polyneuropathy has a strong association with HIV and HCV infection. A rare association between chronic inflammatory demyelinating polyneuropathy and hepatitis C treatment with pegylated interferon alpha was described recently. We described the first case of chronic inflammatory demyelinating polyneuropathy associated with pegylated interferon alpha 2b in a white man infected with HIV and HCV. The patient recovered completely with the use (mais) of intravenous hyperimmune immunoglobulin. Infectologists and hepatologists should be alert regarding this rare and serious association, which requires immediately drug discontinuation and early treatment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Implementação do diagnóstico da infecção pelo HIV para gestantes em Unidade Básica de Saúde da Família em Fortaleza, Ceará/ HIV-testing for pregnant women in a Family Health Unit in Fortaleza, Ceará

Araújo, Maria Alix Leite; Vieira, Neiva Francenely Cunha; Silva, Raimunda Magalhães da
2008-12-01

Resumo em português A garantia do diagnóstico da infecção pelo HIV em gestantes representa a primeira etapa de prevenção da transmissão vertical. Falhas na cobertura desse diagnóstico impossibilitam a adoção precoce das medidas profiláticas. Esse estudo objetivou analisar a implementação da detecção da infecção pelo HIV em gestantes em uma Unidade Básica de Saúde da Família em Fortaleza, Ceará. Utilizou referencial teórico-metodológico da grounded theory, que propõe a (mais) construção de modelo teórico a partir dos dados da realidade social. Realizou-se observação participante e entrevistas abertas com médicos, enfermeiros, gestantes e grupos focais com gestantes e agentes de saúde. As gestantes enfrentam barreiras de acesso à consulta pré-natal e ao teste anti-HIV. Evidenciaram-se dificuldades na marcação da consulta, na captação precoce da gestante e demora para atendimento. Quanto ao teste anti-HIV, detectou-se que a unidade básica não realiza a coleta do material biológico, poucos laboratórios o realizam e há distância geográfica entre os laboratórios e a residência da gestante. Concluiu-se que, mesmo em Unidades de Saúde da Família, o acesso à consulta pré-natal é difícil e a prevenção da transmissão vertical do HIV depende de mudanças políticas, institucionais e estruturais. Resumo em inglês Free access to prenatal care and HIV tests represent the first step in the prevention of vertical transmission and guarantees early prophylactic measures. This study aims at analyzing the coverage of HIV testing in pregnant women in a Basic Family Health Unit in the city of Fortaleza, Ceará. The theoretical-methodological basis of the study was the grounded theory, which proposes generation of theory from data derived from the social reality. Data were collected through (mais) participant observation, open interviews with physicians, nurses and pregnant women and in focal groups with pregnant women and health agents. The women faced institutional barriers to prenatal care and HIV testing. Difficulties in making the appointments for prenatal care hampered early identification of pregnant women and delayed their assistance. With respect to HIV testing, the study found that the Basic Health Unit does not collect the biologic material; there are few laboratories performing this kind of exam and those who do are very far from the pregnant women's residences. This study concludes that even in the Family Health Unit, the access to prenatal care for pregnant women remains difficult, and that the prevention of vertical HIV transmission depends on political, institutional and structural changes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Implementação do diagnóstico da infecção pelo HIV para gestantes em Unidade Básica de Saúde da Família em Fortaleza, Ceará/ HIV-testing for pregnant women in a Family Health Unit in Fortaleza, Ceará

Araújo, Maria Alix Leite; Vieira, Neiva Francenely Cunha; Silva, Raimunda Magalhães da
2008-12-01

Resumo em português A garantia do diagnóstico da infecção pelo HIV em gestantes representa a primeira etapa de prevenção da transmissão vertical. Falhas na cobertura desse diagnóstico impossibilitam a adoção precoce das medidas profiláticas. Esse estudo objetivou analisar a implementação da detecção da infecção pelo HIV em gestantes em uma Unidade Básica de Saúde da Família em Fortaleza, Ceará. Utilizou referencial teórico-metodológico da grounded theory, que propõe a (mais) construção de modelo teórico a partir dos dados da realidade social. Realizou-se observação participante e entrevistas abertas com médicos, enfermeiros, gestantes e grupos focais com gestantes e agentes de saúde. As gestantes enfrentam barreiras de acesso à consulta pré-natal e ao teste anti-HIV. Evidenciaram-se dificuldades na marcação da consulta, na captação precoce da gestante e demora para atendimento. Quanto ao teste anti-HIV, detectou-se que a unidade básica não realiza a coleta do material biológico, poucos laboratórios o realizam e há distância geográfica entre os laboratórios e a residência da gestante. Concluiu-se que, mesmo em Unidades de Saúde da Família, o acesso à consulta pré-natal é difícil e a prevenção da transmissão vertical do HIV depende de mudanças políticas, institucionais e estruturais. Resumo em inglês Free access to prenatal care and HIV tests represent the first step in the prevention of vertical transmission and guarantees early prophylactic measures. This study aims at analyzing the coverage of HIV testing in pregnant women in a Basic Family Health Unit in the city of Fortaleza, Ceará. The theoretical-methodological basis of the study was the grounded theory, which proposes generation of theory from data derived from the social reality. Data were collected through (mais) participant observation, open interviews with physicians, nurses and pregnant women and in focal groups with pregnant women and health agents. The women faced institutional barriers to prenatal care and HIV testing. Difficulties in making the appointments for prenatal care hampered early identification of pregnant women and delayed their assistance. With respect to HIV testing, the study found that the Basic Health Unit does not collect the biologic material; there are few laboratories performing this kind of exam and those who do are very far from the pregnant women's residences. This study concludes that even in the Family Health Unit, the access to prenatal care for pregnant women remains difficult, and that the prevention of vertical HIV transmission depends on political, institutional and structural changes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Perfis de causas múltiplas de morte relacionadas ao HIV/AIDS nos municípios de São Paulo e Santos, Brasil, 2001/ Profiles of multiple causes of death related to HIV/AIDS in the cities of São Paulo and Santos, Brazil, 2001

Pereira, Claudia Cristina de Aguiar; Machado, Carla Jorge; Rodrigues, Roberto do Nascimento
2007-03-01

Resumo em português Após a introdução da terapia anti-retroviral de alta potência (TARV), o perfil da morbimortalidade relacionada ao HIV alterou-se, passando de óbitos causados por doenças oportunistas para quadros mórbido-crônicos de doenças "pré-AIDS", ou não definidoras de AIDS, causadas pelos efeitos adversos da terapia. Investigou-se a mortalidade relacionada ao HIV/AIDS através das causas múltiplas de morte, utilizando-se as declarações de óbito de residentes nos munic (mais) ípios de São Paulo e Santos, Brasil, que faleceram de causas relacionadas à doença pelo HIV em 2001. Utilizou-se o método Grade of Membership (GoM), que possibilitou criar perfis de causas de morte. Foram encontrados três perfis de mortalidade: o primeiro, relacionado às causas de morte identificadas no período pré-TARV, com predominância de doenças oportunistas; no segundo, houve uma mistura de características do período pré e pós-TARV; o terceiro perfil, residual, não contemplou a doença pelo HIV, mas incorporou grupos de causas de morte associadas aos períodos pré e pós-TARV. Espera-se que este estudo contribua para a elaboração de políticas direcionadas à adequação dos serviços de saúde ao novo cenário de morbimortalidade relacionada ao HIV. Resumo em inglês Following the introduction of highly active antiretroviral therapy (HAART), the HIV-related morbidity-mortality profile has changed. Opportunistic infections are not as prevalent as before, and "pre-AIDS" diseases have become more common, related mostly to the side effects of HAART. This study focused on HIV/AIDS-related mortality, based on multiple causes of death among individuals who died of HIV-related causes in the cities of São Paulo and Santos, Brazil, in 2001. Gr (mais) ade of Membership (GoM) analysis was used. Three mortality profiles were detected: (1) causes of death normally observed before the introduction of HAART, marked by opportunistic infections; (2) causes of death with mixed characteristics, both pre- and post-HAART; and (3) a residual profile, which did not contemplate HIV disease, but incorporated causes of death associated with the pre and post-HAART periods. It is hoped that the current study will contribute to the understanding of the HIV/AIDS morbidity-mortality scenario and help improve the treatment and care provided by public health services.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Perfis de causas múltiplas de morte relacionadas ao HIV/AIDS nos municípios de São Paulo e Santos, Brasil, 2001/ Profiles of multiple causes of death related to HIV/AIDS in the cities of São Paulo and Santos, Brazil, 2001

Pereira, Claudia Cristina de Aguiar; Machado, Carla Jorge; Rodrigues, Roberto do Nascimento
2007-03-01

Resumo em português Após a introdução da terapia anti-retroviral de alta potência (TARV), o perfil da morbimortalidade relacionada ao HIV alterou-se, passando de óbitos causados por doenças oportunistas para quadros mórbido-crônicos de doenças "pré-AIDS", ou não definidoras de AIDS, causadas pelos efeitos adversos da terapia. Investigou-se a mortalidade relacionada ao HIV/AIDS através das causas múltiplas de morte, utilizando-se as declarações de óbito de residentes nos munic (mais) ípios de São Paulo e Santos, Brasil, que faleceram de causas relacionadas à doença pelo HIV em 2001. Utilizou-se o método Grade of Membership (GoM), que possibilitou criar perfis de causas de morte. Foram encontrados três perfis de mortalidade: o primeiro, relacionado às causas de morte identificadas no período pré-TARV, com predominância de doenças oportunistas; no segundo, houve uma mistura de características do período pré e pós-TARV; o terceiro perfil, residual, não contemplou a doença pelo HIV, mas incorporou grupos de causas de morte associadas aos períodos pré e pós-TARV. Espera-se que este estudo contribua para a elaboração de políticas direcionadas à adequação dos serviços de saúde ao novo cenário de morbimortalidade relacionada ao HIV. Resumo em inglês Following the introduction of highly active antiretroviral therapy (HAART), the HIV-related morbidity-mortality profile has changed. Opportunistic infections are not as prevalent as before, and "pre-AIDS" diseases have become more common, related mostly to the side effects of HAART. This study focused on HIV/AIDS-related mortality, based on multiple causes of death among individuals who died of HIV-related causes in the cities of São Paulo and Santos, Brazil, in 2001. Gr (mais) ade of Membership (GoM) analysis was used. Three mortality profiles were detected: (1) causes of death normally observed before the introduction of HAART, marked by opportunistic infections; (2) causes of death with mixed characteristics, both pre- and post-HAART; and (3) a residual profile, which did not contemplate HIV disease, but incorporated causes of death associated with the pre and post-HAART periods. It is hoped that the current study will contribute to the understanding of the HIV/AIDS morbidity-mortality scenario and help improve the treatment and care provided by public health services.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Aspectos históricos do feminino e do maternal e a infecção pelo HIV em mulheres/ Historical aspects, maternity and HIV infection in women

Carvalho, Fernanda Torres de; Piccinini, Cesar Augusto
2008-12-01

Resumo em português O presente artigo teve por objetivo examinar aspectos históricos ligados ao feminino e ao maternal, buscando ampliar a compreensão sobre a maternidade no contexto da infecção pelo HIV/aids. Apresenta-se uma revisão do papel da mulher ao longo da história, demonstrando a dissociação histórica do feminino dividido entre a mãe, digna de respeito e consideração, e a prostituta, marginalizada e desrespeitada. Nesse contexto, discutem-se as doenças sexualmente tran (mais) smissíveis e as reações sociais diante destas infecções em mulheres e, em especial, a questão da maternidade no contexto de HIV/aids. Destaca-se a presença de crenças sociais historicamente construídas a respeito dos comportamentos femininos como fatores que dificultam a efetiva prevenção de DST/HIV/aids em mulheres, o que indica a necessidade de reflexão quanto às estratégias de prevenção e assistência. Resumo em inglês The aim of this article was to examine historical aspects related to the feminine and to being a mother for deepening the comprehension of motherhood in the context of HIV/Aids infection. We reviewed the traditional role of the woman in society, showing the historical division between the mother, deserving respect and consideration, and the prostitute, marginalized and not worth of respect. In this context, we discuss the sexually transmitted diseases and the social react (mais) ions toward these infections in women, especially as refers to motherhood in the context of HIV/Aids infection. The paper emphasizes the presence of socially constructed beliefs about women's behaviors as a factor hampering an effective prevention of STD/HIV/AIDS in women and the great need for reflecting about the strategies for prevention and care.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Aspectos históricos do feminino e do maternal e a infecção pelo HIV em mulheres/ Historical aspects, maternity and HIV infection in women

Carvalho, Fernanda Torres de; Piccinini, Cesar Augusto
2008-12-01

Resumo em português O presente artigo teve por objetivo examinar aspectos históricos ligados ao feminino e ao maternal, buscando ampliar a compreensão sobre a maternidade no contexto da infecção pelo HIV/aids. Apresenta-se uma revisão do papel da mulher ao longo da história, demonstrando a dissociação histórica do feminino dividido entre a mãe, digna de respeito e consideração, e a prostituta, marginalizada e desrespeitada. Nesse contexto, discutem-se as doenças sexualmente tran (mais) smissíveis e as reações sociais diante destas infecções em mulheres e, em especial, a questão da maternidade no contexto de HIV/aids. Destaca-se a presença de crenças sociais historicamente construídas a respeito dos comportamentos femininos como fatores que dificultam a efetiva prevenção de DST/HIV/aids em mulheres, o que indica a necessidade de reflexão quanto às estratégias de prevenção e assistência. Resumo em inglês The aim of this article was to examine historical aspects related to the feminine and to being a mother for deepening the comprehension of motherhood in the context of HIV/Aids infection. We reviewed the traditional role of the woman in society, showing the historical division between the mother, deserving respect and consideration, and the prostitute, marginalized and not worth of respect. In this context, we discuss the sexually transmitted diseases and the social react (mais) ions toward these infections in women, especially as refers to motherhood in the context of HIV/Aids infection. The paper emphasizes the presence of socially constructed beliefs about women's behaviors as a factor hampering an effective prevention of STD/HIV/AIDS in women and the great need for reflecting about the strategies for prevention and care.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Estratégias para comunicação de diagnóstico de HIV a parceiros sexuais e práticas de saúde/ Strategies for disclosing HIV status to sexual partners and their relationship to healthcare provision

Silva, Neide Emy Kurokawa e; Ayres, José Ricardo de Carvalho Mesquita
2009-08-01

Resumo em português A comunicação de diagnóstico de HIV a parceiros sexuais representa um desafio às práticas de saúde e evidenciam tanto a responsabilidade com o controle da epidemia quanto com o bem-estar psicossocial do paciente. O objetivo do estudo é apreender as estratégias utilizadas pelos profissionais de saúde para a realização da comunicação. Trata-se de estudo qualitativo baseado nos discursos de profissionais de saúde e pacientes de serviços especializados em DST/A (mais) IDS do Município de São Paulo, Brasil, com entrevistas individuais e grupos focal e educativo. Oscila-se entre estratégias de ameaça e de cumplicidade e o principal foco é minimizar o estigma que cerca o portador do vírus. Vislumbra-se que a ativa problematização do estigma nas situações concretas da atenção pode ser um caminho possível e prático para o seu enfrentamento, por meio da criação de repertórios argumentativos, possibilitando a emergência de horizontes normativos técnica, ética e politicamente relevantes para integrar comunicação de diagnóstico de HIV ao parceiro sexual e atenção à saúde das pessoas vivendo com HIV. Resumo em inglês Disclosure of HIV status to sexual partners poses a challenge during healthcare provision, highlighting both the responsibility for controlling the epidemic and ensuring the patient's psychosocial well-being. This study's objective was to grasp the strategies used by health professionals for such disclosure. This is a qualitative study based on the discourse of health professionals and patients at specialized STD/AIDS clinics in the city of São Paulo, Brazil, using indiv (mais) idual interviews and focus and educational groups. The strategies range from threatening to complicity, and the main focus is to minimize the stigma attached to individuals with HIV. It is believed that an active problem-solving approach to stigma in real situations in the clinic can provide a possible and practical path for dealing with such stigma, by creating argumentative repertoires, allowing the emergence of normative horizons that are technically, ethically, and politically relevant for integrating disclosure of the HIV diagnosis to the sexual partner and healthcare for persons with HIV.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Estratégias para comunicação de diagnóstico de HIV a parceiros sexuais e práticas de saúde/ Strategies for disclosing HIV status to sexual partners and their relationship to healthcare provision

Silva, Neide Emy Kurokawa e; Ayres, José Ricardo de Carvalho Mesquita
2009-08-01

Resumo em português A comunicação de diagnóstico de HIV a parceiros sexuais representa um desafio às práticas de saúde e evidenciam tanto a responsabilidade com o controle da epidemia quanto com o bem-estar psicossocial do paciente. O objetivo do estudo é apreender as estratégias utilizadas pelos profissionais de saúde para a realização da comunicação. Trata-se de estudo qualitativo baseado nos discursos de profissionais de saúde e pacientes de serviços especializados em DST/A (mais) IDS do Município de São Paulo, Brasil, com entrevistas individuais e grupos focal e educativo. Oscila-se entre estratégias de ameaça e de cumplicidade e o principal foco é minimizar o estigma que cerca o portador do vírus. Vislumbra-se que a ativa problematização do estigma nas situações concretas da atenção pode ser um caminho possível e prático para o seu enfrentamento, por meio da criação de repertórios argumentativos, possibilitando a emergência de horizontes normativos técnica, ética e politicamente relevantes para integrar comunicação de diagnóstico de HIV ao parceiro sexual e atenção à saúde das pessoas vivendo com HIV. Resumo em inglês Disclosure of HIV status to sexual partners poses a challenge during healthcare provision, highlighting both the responsibility for controlling the epidemic and ensuring the patient's psychosocial well-being. This study's objective was to grasp the strategies used by health professionals for such disclosure. This is a qualitative study based on the discourse of health professionals and patients at specialized STD/AIDS clinics in the city of São Paulo, Brazil, using indiv (mais) idual interviews and focus and educational groups. The strategies range from threatening to complicity, and the main focus is to minimize the stigma attached to individuals with HIV. It is believed that an active problem-solving approach to stigma in real situations in the clinic can provide a possible and practical path for dealing with such stigma, by creating argumentative repertoires, allowing the emergence of normative horizons that are technically, ethically, and politically relevant for integrating disclosure of the HIV diagnosis to the sexual partner and healthcare for persons with HIV.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Primeira descrição da caracterização fenotípica e susceptibilidade in vitro a drogas de leveduras do gênero Cryptococcus spp isoladas de pacientes HIV positivos e negativos, Estado de Mato Grosso/ First description of phenotypic profile and in vitro drug susceptibility of Cryptococcus spp yeast isolated from HIV-positive and HIV-negative patients in State of Mato Grosso

Favalessa, Olivia Cometti; Ribeiro, Luciano Correa; Tadano, Tomoko; Fontes, Cor Jesus Fernandes; Dias, Flávio Basili; Coelho, Bruno Pereira Albuquerque; Hahn, Rosane Christine
2009-12-01

Resumo em português Foram avaliados 37 isolados de 10 pacientes HIV negativos e 26 positivos, em Mato Grosso. Exame direto, cultura e quimiotipagem de espécies foram realizados. Cetoconazol, itraconazol, voriconazol, fluconazol e anfotericina B foram avaliados. Foram identificadas 37 leveduras do gênero Cryptococcus spp sendo 26 de pacientes HIV- positivos (25 Cryptococcus neoformans e um Cryptococcus gattii) e 10 de HIV- negativos (cinco Cryptococcus neoformans e cinco Cryptococcus gattii (mais) ). Considerando isolados clínicos (Cryptococcus neoformans) de HIV positivos observou-se resistência (8% e 8,7%) e susceptibilidade dose-dependência (20% e 17,4%) para fluconazol e itraconazol respectivamente. Para isolados de Cryptococcus neoformans oriundos de pacientes HIV negativos, observou-se susceptibilidade dose-dependência (40%) ao fluconazol. Os isolados de Cryptococcus gattii provenientes de pacientes HIV- negativos mostraram-se susceptíveis a todos os antifúngicos, exceto um isolado de Cryptococcus gattii que foi susceptível dose-dependente ao fluconazol (20%). O isolado proveniente do paciente HIV- positivo demonstrou resistência ao fluconazol (CIM > 256µg/mL) e itraconazol (CIM=3µg/mL). Resumo em inglês Thirty-seven isolates from 10 HIV-negative and 26 HIV-positive patients in Mato Grosso were evaluated. Direct examination, culturing and chemotyping of species were performed. Ketoconazole, itraconazole, voriconazole, fluconazole and amphotericin B were evaluated. Thirty-seven yeasts of Cryptococcus spp were identified, of which 26 were from HIV-positive patients (25 Cryptococcus neoformans and one Cryptococcus gattii) and 10 from HIV-negative patients (five Cryptococcus (mais) neoformans and five Cryptococcus gattii). The Cryptococcus neoformans clinical isolates from HIV-positive patients showed resistance (8% and 8.7%) and dose-dependent susceptibility (20% and 17.4%) to fluconazole and itraconazole, respectively. Among the Cryptococcus neoformans isolates from HIV-negative patients, there was dose-dependent susceptibility (40%) to fluconazole. Cryptococcus gattii isolates from HIV-negative patients were shown to be susceptible to all antifungal agents, except for one isolate of Cryptococcus gattii that showed dose-dependent susceptibility to fluconazole (20%). The Cryptococcus gattii isolate from an HIV-positive patient showed resistance to fluconazole (MIC > 256 ¼g/ml) and itraconazole (MIC = 3 ¼g/ml).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

O desafio da prevenção da transmissão vertical do HIV no Município de Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil/ Prevention of vertical HIV transmission in Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brazil

Fernandes, Regina Célia de Souza Campos; Araújo, Luciana Cordeiro de; Medina-Acosta, Enrique
2005-08-01

Resumo em português A transmissão vertical do HIV continua sendo um importante desafio para a Saúde Pública. A partir de 1996 se iniciou no Brasil o uso da profilaxia com Zidovudina durante a gestação, no momento do parto e para o recém-nascido, com redução da transmissão para menos de 5,0% em muitos serviços. Desde 1999, o Programa Municipal de DST/AIDS de Campos dos Goytacazes (população: 416.441), Rio de Janeiro, atua na prevenção da transmissão perinatal do HIV. Merecem de (mais) staque o moderado aumento da captação de gestantes HIV positivas do município (de 28,0% para 36,0% no período 2001-2003), por meio da maior oferta do teste de HIV no pré-natal e o maior conhecimento que as gestantes demonstram sobre a transmissão materno-infantil do HIV. Persistem como desafios a extensão da testagem de HIV a toda a população de gestantes e, no caso das não testadas, o uso do teste rápido para diagnóstico no momento do parto. Com isso, se conseguiria modificar o panorama atual em que apenas 6,8% das crianças infectadas e em acompanhamento tiveram acesso à profilaxia da transmissão materno-infantil do HIV. Resumo em inglês Prevention of mother-to-child HIV transmission is an emerging public health challenge. In Brazil, preventive prophylaxis with AZT during pregnancy, at delivery, and for newborns was introduced in 1996, with a marked reduction in transmission (less than 5.0% nationwide). Since 1999 the Municipal STD/AIDS Program in Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro State (population = 416,441) has acted in the prevention of vertical transmission. In 2001/2003, there was a moderately in (mais) creased implementation (from 28.0% to 36.0%) of HIV screening services during pregnancy, and more pregnant women were knowledgeable about vertical HIV transmission. Remaining challenges are to expand HIV screening to pregnant women at large and to effectively introduce rapid diagnostic tests for HIV in the delivery room. Such actions are expected to change the current situation, in which only 6.8% of infected children under observation had access to prophylaxis for vertical HIV transmission.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Vida reprodutiva de pessoas vivendo com HIV/AIDS: revisando a literatura/ Reproductive life of people who live with HIV: a literature review

Gonçalves, Tonantzin Ribeiro; Carvalho, Fernanda Torres de; Faria, Evelise Rigoni de; Goldim, José Roberto; Piccinini, Cesar Augusto
2009-08-01

Resumo em português No contexto atual da epidemia de HIV/AIDS, temáticas como a reprodução e a transmissão materno-infantil tornaram-se frequentes e têm suscitado diversos posicionamentos por parte de pessoas portadoras e das equipes de saúde. O presente artigo teve por objetivo examinar o impacto da infecção por HIV/AIDS na vida reprodutiva de pessoas portadoras, considerando o direito à maternidade e à paternidade. Foi realizada uma revisão da literatura acerca de aspectos biol� (mais) �gicos, psíquicos e sociais que compõem o cenário da assistência em saúde reprodutiva. Constatou-se que a prevalência da lógica biomédica e o impacto social da epidemia restringem o exercício do direito à maternidade e à paternidade dos indivíduos portadores de HIV/AIDS. Diante disso, entende se que as políticas públicas e as ações em saúde devem ser direcionadas pelo respeito ao princípio da integralidade e pelo respeito à autonomia individual, dentro de um contexto de apoio e orientação psicossocial. Resumo em inglês Considering the current context of the HIV epidemic, issues like reproduction and mother-to-child HIV transmission became frequent. They have led to different opinions from infected people and healthcare professionals. the present study aimed to identify the impact of the HIV infection on the reproductive life of those affected, considering motherhood and fatherhood rights. An extensive literature review on biological, psychological and social aspects that are part of the (mais) reproductive health assistance was conducted. We identified that the predominance of a biological logic and the social impact of the epidemic restrict the reproductive experiences of motherhood and fatherhood of people infected with HIV. We believe that health policies should be oriented by principles of integrality and individual autonomy, in a context of a psychosocial support and orientation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

As bases filosóficas e históricas do cuidado e a convocação de parceiros sexuais em HIV/aids como forma de cuidar/ The philosophical and historical bases of the care and the call of sexual partners in HIV/AIDS as a form to look after

Luz, Priscilla Mesquita; Miranda, Karla Correa Lima
2010-06-01

Resumo em português Trata-se de um artigo no qual discutimos o conceito do cuidado na perspectiva da filosofia, articulando-o com a prática do enfermeiro, que se apropria desse conceito para fundamentar sua prática profissional. Defendemos que uma maneira de cuidar com ética pode ser realizada na convocação dos parceiros de portadores do HIV/aids. Acreditamos que esse momento é de grande delicadeza e merece ser discutido e institucionalizado pela equipe interdisciplinar que realiza atendimento especializado em HIV/aids. Resumo em inglês This is an article in which we discuss the concept of the care according to the perspective of the philosophy, linking with the practice of the nurses, who appropriates themselves of this concept to substantiate their professional practice. We defend that a way to look after with ethics can be carried out when the professional call upon the partners of the HIV/AIDS infected patients. We believe that this moment is very delicate and deserves to be argued and to be institutionalized by the professional team that carries out the specialized attendance in HIV/AIDS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

As bases filosóficas e históricas do cuidado e a convocação de parceiros sexuais em HIV/aids como forma de cuidar/ The philosophical and historical bases of the care and the call of sexual partners in HIV/AIDS as a form to look after

Luz, Priscilla Mesquita; Miranda, Karla Correa Lima
2010-06-01

Resumo em português Trata-se de um artigo no qual discutimos o conceito do cuidado na perspectiva da filosofia, articulando-o com a prática do enfermeiro, que se apropria desse conceito para fundamentar sua prática profissional. Defendemos que uma maneira de cuidar com ética pode ser realizada na convocação dos parceiros de portadores do HIV/aids. Acreditamos que esse momento é de grande delicadeza e merece ser discutido e institucionalizado pela equipe interdisciplinar que realiza atendimento especializado em HIV/aids. Resumo em inglês This is an article in which we discuss the concept of the care according to the perspective of the philosophy, linking with the practice of the nurses, who appropriates themselves of this concept to substantiate their professional practice. We defend that a way to look after with ethics can be carried out when the professional call upon the partners of the HIV/AIDS infected patients. We believe that this moment is very delicate and deserves to be argued and to be institutionalized by the professional team that carries out the specialized attendance in HIV/AIDS.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Impacto de intervenções no uso de preservativos em portadores do HIV/ Impact of interventions promoting condom use among HIV-infected individuals

Silveira, Mariângela F; Santos, Iná dos
2005-04-01

Resumo em português Pretendeu-se identificar intervenções educativas dirigidas a indivíduos HIV positivos, com desfecho uso de preservativos masculinos. Trata-se de revisão sistemática, onde foram pesquisadas bases de dados (Lilacs/Bireme, Medline, Popline) e sites (CDC e UNAIDS), sem limite de tempo. Os unitermos utilizados foram: women; men; interventions; HIV; Aids; HIV positive; risk behaviors; sexual risk behaviors; intervention studies. Foram incluídos 14 estudos, oito deles com (mais) efeito positivo. As limitações mais freqüentes foram: ausência de randomização, falta de controle para fatores de confusão, altas perdas, falta de poder estatístico e avaliação do desfecho baseada em relato. A possibilidade de viés de publicação, favorecendo estudos de intervenção que mostraram efeitos benéficos, deve ser considerada. Intervenções efetivas para aumentar o uso de preservativos em pessoas HIV positivas são importantes para obter maior efeito na prevenção da disseminação do vírus. Resumo em inglês In order to identify educational interventions promoting male condom use during intercourse among HIV+ persons, we conducted a systematic review of publications. Lilacs/Bireme, Medline and Popline data sets and CDC and UNAIDS sites were searched without time limit. Uniterms used were: women; men; interventions; HIV; Aids; HIV positive; risk behaviors; sexual risk behaviors; and intervention studies. Fourteen interventions were included, eight of which reported a positive (mais) result. Most frequent methodological weaknesses observed were lack of randomization, no control for confounding, high rates of losses to follow-up, small sample sizes, and outcome of condom use stated by patient self-report. Publication bias favoring studies showing a beneficial effect has to be considered. Effective interventions aiming to promote condom use among HIV positive persons are currently an important tool in the prevention of HIV dissemination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Impacto de intervenções no uso de preservativos em portadores do HIV/ Impact of interventions promoting condom use among HIV-infected individuals

Silveira, Mariângela F; Santos, Iná dos
2005-04-01

Resumo em português Pretendeu-se identificar intervenções educativas dirigidas a indivíduos HIV positivos, com desfecho uso de preservativos masculinos. Trata-se de revisão sistemática, onde foram pesquisadas bases de dados (Lilacs/Bireme, Medline, Popline) e sites (CDC e UNAIDS), sem limite de tempo. Os unitermos utilizados foram: women; men; interventions; HIV; Aids; HIV positive; risk behaviors; sexual risk behaviors; intervention studies. Foram incluídos 14 estudos, oito deles com (mais) efeito positivo. As limitações mais freqüentes foram: ausência de randomização, falta de controle para fatores de confusão, altas perdas, falta de poder estatístico e avaliação do desfecho baseada em relato. A possibilidade de viés de publicação, favorecendo estudos de intervenção que mostraram efeitos benéficos, deve ser considerada. Intervenções efetivas para aumentar o uso de preservativos em pessoas HIV positivas são importantes para obter maior efeito na prevenção da disseminação do vírus. Resumo em inglês In order to identify educational interventions promoting male condom use during intercourse among HIV+ persons, we conducted a systematic review of publications. Lilacs/Bireme, Medline and Popline data sets and CDC and UNAIDS sites were searched without time limit. Uniterms used were: women; men; interventions; HIV; Aids; HIV positive; risk behaviors; sexual risk behaviors; and intervention studies. Fourteen interventions were included, eight of which reported a positive (mais) result. Most frequent methodological weaknesses observed were lack of randomization, no control for confounding, high rates of losses to follow-up, small sample sizes, and outcome of condom use stated by patient self-report. Publication bias favoring studies showing a beneficial effect has to be considered. Effective interventions aiming to promote condom use among HIV positive persons are currently an important tool in the prevention of HIV dissemination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Papilomavírus humano: prevalência e genótipos encontrados em mulheres HIV positivas e negativas, em um centro de referência no extremo Sul do Brasil/ Human papillomavirus: prevalence and genotypes found among HIV-positive and negative women at a reference center in the far south of Brazil

Entiauspe, Ludmila Gonçalves; Teixeira, Lisiane Ortiz; Mendoza-Sassi, Raul Andrés; Gonçalves, Carla Vitola; Gonçalves, Paulo; Martinez, Ana Maria Barral de
2010-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo foi detectar a presença do papilomavírus humano e verificar a prevalência e distribuição dos genótipos HPV-6, -11, -16 e -18 em mulheres HIV-1 positivas e negativas. MÉTODOS: Analisou-se amostras de secreção cervical de 98 mulheres por reação em cadeia da polimerase nested para presença do HPV e tipo-específica para detecção dos genótipos, sendo estes confirmados por análise dos fragmentos de restrição. Realizou-se (mais) os testes do qui-quadrado e Fisher para a análise estatística. RESULTADOS: O DNA-HPV foi observado em 66,3% das amostras analisadas, 76,4% no grupo HIV positivo e 60% no grupo HIV negativo (p=0,1). Uma prevalência maior de infecção viral por genótipos oncogênicos foi observada no grupo de pacientes HIV positivo (65,2%) quando comparado ao grupo HIV negativo (28,6%), (p=0,006), sendo HPV-16 foi o mais frequente nos dois grupos, seguido pelo HPV-18. CONCLUSÕES: Sugere-se que mulheres HIV positivas apresentam maior probabilidade de se infectar por genótipos oncogênicos de HPV, ressaltando a importância de um programa de rastreamento e diagnóstico diferenciado para este grupo. Resumo em inglês INTRODUCTION: The aim of this study was detect the presence of human papillomavirus and investigate the prevalence and distribution of the HPV-6, 11, 16 and 18 genotypes among HIV-1 positive and negative women. METHODS: Samples of cervical smears from 98 women were analyzed using the nested polymerase chain reaction for the presence of HPV and using the type-specific technique for genotype detection. Genotypes were confirmed by means of restriction fragment analysis. The (mais) chi-square and Fisher tests were performed for the statistical analysis. RESULTS: HPV-DNA was observed in 66.3% of the samples analyzed: 76.4% in the HIV-positive group and 60% in the HIV-negative group (p = 0.1). Higher prevalence of viral infection due to oncogenic genotypes was observed in the HIV-positive group (65.2%) than in the HIV-negative group (28.6%), (p = 0.006), and HPV-16 was the most frequent in the two groups, followed by HPV-18. CONCLUSIONS: It is suggested that HIV-positive women present a higher likelihood of infection by oncogenic HPV genotypes, and the importance of a screening and differential diagnosis program for this group is highlighted.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

O estresse oxidativo e o exercício físico em indivíduos HIV positivo/ Oxidative stress and physical exercise in HIV positive individuals

Deresz, Luís Fernando; Lazzarotto, Alexandre Ramos; Manfroi, Waldomiro Carlos; Gaya, Adroaldo; Sprinz, Eduardo; Oliveira, Álvaro Reischak de; Dall'Ago, Pedro
2007-08-01

Resumo em português A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) é acompanhada por alterações estruturais e funcionais relacionadas ao sistema imunológico. Além disso, o aumento do estresse oxidativo (EO) nos portadores do HIV, caracterizado por diminuição nos níveis de glutationa (GSH), aumentos na glutationa oxidada (GSSG), na razão GSSG/GSH e lipoperoxidação, bem como redução da atividade de enzimas antioxidantes - catalase, superóxido dismutase (SOD) e glutati (mais) ona peroxidase (GPx) - é uma conseqüência da evolução dos pacientes infectados com HIV. As células do sistema imunológico necessitam de altas concentrações de antioxidantes para manter o balanço redox e preservar a sua integridade e função. Quando ocorre a depleção dos antioxidantes, há diminuição da resposta imunológica e aumento na replicação do HIV. O uso da terapia anti-retroviral combinada (TARV) melhorou significativamente a evolução clínica dos pacientes, porém, mesmo assim, alguns continuam apresentando EO aumentado e outros efeitos da TARV, como alterações no metabolismo lipídico e muscular. O treinamento físico é utilizado como intervenção não farmacológica nos pacientes infectados pelo HIV para proporcionar melhoria nos parâmetros antropométricos, aeróbios, musculares e psicológicos, porém, há carência de estudos sobre a sua utilização em relação ao estresse oxidativo. Nesta revisão, foram analisados os tópicos referentes ao estresse oxidativo nos pacientes HIV positivos e os possíveis benefícios do exercício físico na capacidade antioxidante. O treinamento físico é uma estratégia auxiliar para os pacientes, com ou sem uso da TARV, uma vez que melhora os aspectos cardiorrespiratórios, musculares, antropométricos e psicológicos sem induzir a imunossupressão. Referindo-se ao estresse oxidativo, infere-se, a partir dos dados em indivíduos HIV negativos, que o treinamento físico pode gerar adaptações que minimizam os efeitos deletérios provocados pelo EO através de melhorias nos níveis das defesas antioxidantes enzimáticas e não enzimáticas. Resumo em inglês Human immunodeficiency virus (HIV) infection is characterized by functional and structural changes related to the immunological system. Moreover, increase in oxidative stress (OS) in HIV patients, characterized by a reduction in the glutathione (GSH) levels, increases in glutathione disulfide (GSSG), in the ratio GSSG/GSH and in lipid peroxidation, as well as a reduction in antioxidant enzymes - catalase, superoxid dismutase (SOD) and gluthatione peroxidase (GPx) - is a c (mais) onsequence of the evolution in HIV-infected patients. Higher levels of antioxidant activity are necessary to maintain the immunological system cells redox balance and preserve their function. In an antioxidant depleted state, there is a reduction in the immunological response and an increase in HIV replication. The use of highly active antiretroviral therapy (HAART) has improved the clinical evolution of these patients. However, some patients remain showing higher OS and other effects of HAART, such as changes in lipidic and muscle metabolism. Exercise training has been used as a non pharmacological treatment in HIV-infected patients to promote improvements in anthropometrics, aerobic, muscle and psychological outcomes; however, there are insufficient data about the effects of exercise training in OS. This review analyzes the topics related to the oxidative stress in HIV-infected patients and the possible benefits of the physical exercise in the antioxidant capacity. Physical training is a complementary procedure for the patients, with or without use of the HAART, since it improves the cardiorespiratory, muscle, anthropometrics and psychological performance without inducing immunodepression. In relation to oxidative stress, it is inferred, from the data obtained in non-HIV individuals, that the physical training could promote adaptations that minimize the deleterious effect induced by OS through improvements in the activity of the enzymatic and non-enzymatic antioxidant defenses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Diferenças de gênero ao acolhimento de pessoas vivendo com HIV em serviço universitário de referência de São Paulo, Brasil/ Gender differences among persons with HIV admitted to a university reference center in São Paulo, Brazil

Braga, Patrícia Emilia; Cardoso, Maria Regina Alves; Segurado, Aluisio Cotrim
2007-11-01

Resumo em português O número de mulheres brasileiras vivendo com HIV aumentou, exigindo dos serviços especializados atenção às demandas femininas. Neste estudo avaliaram-se diferenças de gênero ao acolhimento em serviço de referência no cuidado a pessoas vivendo com HIV em São Paulo, com revisão de 1.072 prontuários de pacientes atendidos entre 1998 e 2002. As mulheres eram mais jovens, mais freqüentemente casadas e heterossexuais e apresentavam menor escolaridade do que os home (mais) ns à admissão. Enquanto 36% das mulheres realizaram teste anti-HIV por possuírem parceiro soropositivo, 43% dos homens o fizeram por apresentarem sintomas. Ao acolhimento, 55% dos homens e 38% das mulheres tinham AIDS. As mulheres apresentaram contagem de linfócitos CD4+ mais elevada e, mais freqüentemente, carga viral indetectável. Não houve diferença entre os sexos no acesso ao tratamento anti-retroviral após estratificação por estádio clínico. Embora as diferenças sócio-demográficas observadas à admissão apontem para a vulnerabilidade social das mulheres, estas buscaram cuidado especializado em estágios clínicos menos avançados. O conhecimento de características distintivas entre homens e mulheres ao acolhimento pode contribuir para estruturar serviços, aprimorar a assistência e otimizar os benefícios do cuidado. Resumo em inglês The number of women living with HIV has increased in Brazil, demanding special attention to women's needs. To evaluate gender differences at an HIV reference center in São Paulo, 1,072 patient medical records from 1998 and 2002 were reviewed. As compared to male counterparts, women tended to be younger and have less schooling, and higher proportions of women were married and heterosexual. Thirty-six percent of women had undergone HIV testing because of an HIV+ partner. I (mais) n contrast, 43% of men had undergone testing because of AIDS symptoms. At admission, 55% of men and 38% of women had an AIDS diagnosis. Women presented higher CD4+ cell counts and a higher proportion of undetectable HIV viral loads. No difference in access to antiretroviral therapy was seen after stratification for clinical status. Although the observed gender differences in socio-demographic characteristics emphasize women's social vulnerability to HIV, as compared to men, women in this cohort sought specialized care at earlier stages of infection. Knowledge about particular gender characteristics at admission to a reference center may contribute to organizing services delivery, improving care, and maximizing benefits.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Diferenças de gênero ao acolhimento de pessoas vivendo com HIV em serviço universitário de referência de São Paulo, Brasil/ Gender differences among persons with HIV admitted to a university reference center in São Paulo, Brazil

Braga, Patrícia Emilia; Cardoso, Maria Regina Alves; Segurado, Aluisio Cotrim
2007-11-01

Resumo em português O número de mulheres brasileiras vivendo com HIV aumentou, exigindo dos serviços especializados atenção às demandas femininas. Neste estudo avaliaram-se diferenças de gênero ao acolhimento em serviço de referência no cuidado a pessoas vivendo com HIV em São Paulo, com revisão de 1.072 prontuários de pacientes atendidos entre 1998 e 2002. As mulheres eram mais jovens, mais freqüentemente casadas e heterossexuais e apresentavam menor escolaridade do que os home (mais) ns à admissão. Enquanto 36% das mulheres realizaram teste anti-HIV por possuírem parceiro soropositivo, 43% dos homens o fizeram por apresentarem sintomas. Ao acolhimento, 55% dos homens e 38% das mulheres tinham AIDS. As mulheres apresentaram contagem de linfócitos CD4+ mais elevada e, mais freqüentemente, carga viral indetectável. Não houve diferença entre os sexos no acesso ao tratamento anti-retroviral após estratificação por estádio clínico. Embora as diferenças sócio-demográficas observadas à admissão apontem para a vulnerabilidade social das mulheres, estas buscaram cuidado especializado em estágios clínicos menos avançados. O conhecimento de características distintivas entre homens e mulheres ao acolhimento pode contribuir para estruturar serviços, aprimorar a assistência e otimizar os benefícios do cuidado. Resumo em inglês The number of women living with HIV has increased in Brazil, demanding special attention to women's needs. To evaluate gender differences at an HIV reference center in São Paulo, 1,072 patient medical records from 1998 and 2002 were reviewed. As compared to male counterparts, women tended to be younger and have less schooling, and higher proportions of women were married and heterosexual. Thirty-six percent of women had undergone HIV testing because of an HIV+ partner. I (mais) n contrast, 43% of men had undergone testing because of AIDS symptoms. At admission, 55% of men and 38% of women had an AIDS diagnosis. Women presented higher CD4+ cell counts and a higher proportion of undetectable HIV viral loads. No difference in access to antiretroviral therapy was seen after stratification for clinical status. Although the observed gender differences in socio-demographic characteristics emphasize women's social vulnerability to HIV, as compared to men, women in this cohort sought specialized care at earlier stages of infection. Knowledge about particular gender characteristics at admission to a reference center may contribute to organizing services delivery, improving care, and maximizing benefits.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Transplante renal em pacientes infectados pelo HIV/ Kidney transplantation in HIV infected patients

Moreno, Carina Nilsen; Siqueira, Raquel Cruzeiro de; Noronha, Irene L
2011-02-01

Resumo em português Este artigo de revisão tem como objetivo apresentar as principais considerações sobre o transplante renal em pacientes HIV positivos. Na última década, com o advento da terapia antirretroviral de alta atividade (Highly Active Antiretroviral Therapy - HAART), a evolução dos pacientes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (Human Immunodeficiency Virus - HIV) mudou significativamente, com uma acentuada diminuição das taxas de morbimortalidade nesta popu (mais) lação. Neste contexto, o número de pacientes HIV positivos com doença renal crônica com necessidade de terapia dialítica vem aumentando progressivamente. Diante desta nova realidade, o transplante renal, antes considerado uma contraindicação absoluta para tais pacientes, passou a ser considerado uma alternativa de terapia substitutiva da função renal. Questões sobre o uso de imunossupressores neste grupo de pacientes e sua possível ação aumentando a replicação do HIV, além do risco de infecções oportunistas e de desenvolvimento de neoplasias, são amplamente discutidas. Porém, a experiência clínica nessa área mostra que a utilização dessas drogas para pacientes soropositivos parece ser segura, inclusive com relatos de ação antirretroviral de algumas das drogas imunossupressoras. Apesar disso, ainda hoje existem poucos relatos de transplantes nesta população. Em resumo, os dados da literatura sugerem que o transplante renal, seguindo critérios de seleção dos pacientes, parece ser uma alternativa segura como terapia de substituição renal em pacientes HIV positivos. Resumo em inglês This review presents current considerations for renal transplantation in HIV patients. In the last decade, with the advent of highly active antiretroviral therapy (HAART), life expectancy of patients infected with human immunodeficiency virus (HIV) has significantly improved, showing a marked decrease in the rates of morbidity and mortality in this population. In this setting, the number of HIV-positive patients with end stage chronic kidney disease requiring dialysis is (mais) progressively growing. Kidney transplantation, previously considered as absolute contraindication for HIV-infected patients is currently, in the HAART era, considered a possible treatment alternative. Concerns for the effects of immunosuppressive drugs in these patients and the possible effects on progression of HIV disease, in addition to the risk of opportunistic infections and cancer development are widely discussed. Clinical experience in the HAART era shows that use of immunosuppressive drugs does not adversely affect HIV-seropositive patients. Furthermore, several transplant centers have reported improved patient and graft outcomes for kidney transplant recipients infected with HIV. In summary, results obtained so far are encouraging, supporting that renal transplantation, following specific selection criteria, can be considered an alternative of renal replacement therapy in HIV-infected patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Colagenoma eruptivo em paciente HIV+/ Eruptive collagenoma in an HIV-positive patient

Coimbra, Daniel Dal'Asta; Lustosa, Joana Cabral; Sarmento, Denise de Freitas; Lima, Ricardo Barbosa; Pessoa, Osvania M. N.
2008-04-01

Resumo em português Colagenomas são hamartomas do tecido conjuntivo gerados por aumento anormal do colágeno dérmico. O colagenoma eruptivo caracteriza-se por pequenos nódulos duros, assintomáticos, sem relato de trauma ou processo inflamatório prévios. Descreve-se caso de paciente do sexo masculino, de 28 anos, que há 10 anos notou surgimento espontâneo de lesões papulosas no tronco, nos membros superiores e abdômen, e há três anos descobriu ser soropositivo para HIV. O diagnós (mais) tico diferencial, a classificação da doença como entidade própria e a associação casual com o HIV são discutidos, bem como a necessidade da realização da coloração vermelho Picrosirius/luz polarizada para confirmação diagnóstica dos colagenomas. Resumo em inglês Collagenomas are connective tissue nevi predominantly composed of excessive dense and coarse collagen in the dermis. Eruptive collagenoma is a rare disorder occurring in young adults as asymptomatic dermal nodules, with no previous history of injury or inflammation and usually localized on the back. We describe the case of a 28-year-old male patient who was examined for numerous asymptomatic little nodules on the trunk and upper arms, which appeared ten years ago with no (mais) previous inflammation or injury. Three years ago the patient was diagnosed HIV-positive. Differential diagnoses, classification of the disease as an autonomous entity, its casual association with HIV, as well as the real need for picrosirius red staining to confirm diagnosis of collagenoma are discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres brasileiras/ Contexts of HIV vulnerability among Brazilian women

Santos, Naila J. S.; Barbosa, Regina Maria; Pinho, Adriana A.; Villela, Wilza V.; Aidar, Tirza; Filipe, Elvira M. V.
2009-01-01

Resumo em português Este artigo tem como objetivo identificar os contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres brasileiras. Entre novembro de 2003 a dezembro de 2004 foi realizado um estudo de corte transversal em 13 municípios distribuídos nas cinco regiões do país, incluindo, respectivamente, 1.777 mulheres com diagnóstico positivo para HIV e 2.045 mulheres usuárias de serviços públicos de atenção à saúde da mulher sem diagnóstico conhecido de soropositividade para o (mais) HIV. A comparação entre os dois grupos mostrou que as mulheres com diagnóstico de HIV/AIDS não apresentaram um número de parceiros significativamente diferente com relação às mulheres sem diagnóstico de HIV/AIDS. No entanto, as mulheres vivendo com HIV/AIDS apresentaram início da vida sexual mais precoce, menor aderência ao uso de preservativos, e uma maior proporção dessas mulheres relatou uso de drogas, ocorrência de DST e de violência sexual na vida. Tais resultados sugerem a importância de pensar em estratégias de prevenção voltadas para o fortalecimento das mulheres e não apenas focadas em seus comportamentos individuais. Resumo em inglês This article aims to identify contexts of vulnerability related to HIV among Brazilian women. From November 2003 to December 2004, a cross-sectional study was conducted in 13 municipalities in the five Brazilian regions. The study included 1,777 women with a positive HIV diagnosis and 2,045 women attending public health care services. There were no significant differences between the two groups concerning number of sexual partners. However, HIV-positive women had a histor (mais) y of earlier sexual initiation and lower frequency of condom use. Higher proportions of HIV-positive women had used drugs, had a history of previous STDs, and had been victims of sexual violence some time in their life. The findings suggest the importance of considering strategies for HIV prevention focused on women's empowerment as a whole, and not focused only on their individual behaviors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres brasileiras/ Contexts of HIV vulnerability among Brazilian women

Santos, Naila J. S.; Barbosa, Regina Maria; Pinho, Adriana A.; Villela, Wilza V.; Aidar, Tirza; Filipe, Elvira M. V.
2009-01-01

Resumo em português Este artigo tem como objetivo identificar os contextos de vulnerabilidade para o HIV entre mulheres brasileiras. Entre novembro de 2003 a dezembro de 2004 foi realizado um estudo de corte transversal em 13 municípios distribuídos nas cinco regiões do país, incluindo, respectivamente, 1.777 mulheres com diagnóstico positivo para HIV e 2.045 mulheres usuárias de serviços públicos de atenção à saúde da mulher sem diagnóstico conhecido de soropositividade para o (mais) HIV. A comparação entre os dois grupos mostrou que as mulheres com diagnóstico de HIV/AIDS não apresentaram um número de parceiros significativamente diferente com relação às mulheres sem diagnóstico de HIV/AIDS. No entanto, as mulheres vivendo com HIV/AIDS apresentaram início da vida sexual mais precoce, menor aderência ao uso de preservativos, e uma maior proporção dessas mulheres relatou uso de drogas, ocorrência de DST e de violência sexual na vida. Tais resultados sugerem a importância de pensar em estratégias de prevenção voltadas para o fortalecimento das mulheres e não apenas focadas em seus comportamentos individuais. Resumo em inglês This article aims to identify contexts of vulnerability related to HIV among Brazilian women. From November 2003 to December 2004, a cross-sectional study was conducted in 13 municipalities in the five Brazilian regions. The study included 1,777 women with a positive HIV diagnosis and 2,045 women attending public health care services. There were no significant differences between the two groups concerning number of sexual partners. However, HIV-positive women had a histor (mais) y of earlier sexual initiation and lower frequency of condom use. Higher proportions of HIV-positive women had used drugs, had a history of previous STDs, and had been victims of sexual violence some time in their life. The findings suggest the importance of considering strategies for HIV prevention focused on women's empowerment as a whole, and not focused only on their individual behaviors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Resposta brasileira à epidemia de HIV/Aids, 2001-2005/ Brazilian response to the HIV/AIDS epidemic, 2001-2005

Bastos, Francisco Inácio; Buchalla, Cássia Maria; Ayres, José Ricardo de C M; Silva, Luiz Jacintho da
2006-04-01

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Resposta brasileira à epidemia de HIV/Aids, 2001-2005/ Brazilian response to the HIV/AIDS epidemic, 2001-2005

Bastos, Francisco Inácio; Buchalla, Cássia Maria; Ayres, José Ricardo de C M; Silva, Luiz Jacintho da
2006-04-01

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

Convivendo com a diferença: o impacto da sorodiscordância na vida afetivo-sexual de portadores do HIV/AIDS/ Living with the difference: the impact of serodiscordance on the affective and sexual life of HIV/AIDS patients/ Conviviendo con la diferencia: el impacto de la serodiscordancia en la vida afectiva-sexual de portadores del VIH/SIDA

Reis, Renata Karina; Gir, Elucir
2010-09-01

Resumo em português Este estudo descritivo exploratório e qualitativo objetivou descrever e analisar o impacto da sorodiscordância na vida afetivo-sexual de indivíduos com HIV/AIDS que convivem em parceria heterossexual e soronegativa ao HIV. Foram entrevistados 11 portadores do HIV/AIDS que realizavam acompanhamento clínico ambulatorial em um hospital universitário-referência do interior paulista. Os dados foram coletados através de entrevista individual gravada, e analisados segundo (mais) análise de Prosa. A vivência com a sorodiscordância ao HIV/AIDS impõe a esses casais o manejo de muitas dificuldades relacionadas à sua intimidade, diante da possibilidade de transmissão do HIV para o parceiro soronegativo, com impacto negativo na vivência da sexualidade entre parceiros sorodiscordantes, repercutindo em alterações da resposta sexual humana, favorecendo até mesmo a abstinência sexual. Apontamos a necessidade de atendimento por equipes interdisciplinares junto aos portadores do HIV/AIDS, e também de sua parceria sexual, proporcionando assistência integral, contemplando a sexualidade e as dificuldades advindas com a sorodiscordância. Resumo em espanhol Este estudio descriptivo, exploratorio y cualitativo, tuvo como objetivo describir y analizar el impacto de la serodiscordancia en la vida afectivo-sexual de individuos con HIV/aids que conviven con pareja heterosexual seronegativa al HIV. Fueron entre-vistados 11 portadores de HIV/aids que efectuaban seguimiento clínico ambulatorio en un hospital universitario de referencia del interior de San Pablo, Brasil. Los datos fueron recogidos a través de entrevista individual (mais) grabada, y analizados según análisis de la Prosa. La convivencia con la serodiscordancia impone a tales parejas el manejo de muchas dificultades relacionadas con su intimidad, ante la posibilidad de transmisión del HIV al compañero seronegativo, con impacto negativo en la experiencia de la sexualidad entre parejas serodiscordantes, repercutiendo eso en altera-ciones de la respuesta sexual humana y favoreciendo hasta la propia abstinencia sexual. Se pone de manifiesto la necesidad de atención por parte de equipos interdisciplinarios para los portadores de HIB/aids y también de sus parejas, a fin de proporcionarles asistencia integral, contemplando la sexualidad y las dificultades derivadas de la serodiscordancia. Resumo em inglês The purpose of this descriptive-exploratory qualitative study was to describe and analyze the impact of serodiscordance on the affective-sexual life of HIV/AIDS patients who have HIV seronegative heterosexual partners. Eleven HIV/AIDS carriers in outpatient clinic follow-up were interviewed, in a reference university-hospital in the state of São Paulo. Data were collected through recorded individual interviews and analyzed according to Prose analysis. Living with HIV/AID (mais) S serodiscordance implies these couples have to deal with several intimacy-related difficulties, due to the possibility of HIV transmission to the seronegative partner. This has a negative effect on serodiscordant partners, reflecting in chan-ges in human sexual response, which could lead to sexual abstinence. Interdisciplinary care should be provided to HIV/AIDS carriers and their partners, thus providing comprehensive care regarding their sexuality and difficulties caused by serodiscordance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

Utilidade da investigação rotineira de infecção fúngica pela broncoscopia em pacientes infectados ou não pelo HIV em um hospital geral, referência para SIDA/ Usefulness of routine investigation of fungal infection through bronchoscopy in patients HIV-infected or not in a general hospital, reference to AIDS

Lazzarini-de-Oliveira, Luiz Claudio; Arantes, Adriana A.; Caiuby, Maria Julieta M.
1999-06-01

Resumo em português Avaliamos a freqüência de fungos nos materiais de broncofibroscopia em pacientes infectados ou não pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), quais as espécies de fungos mais encontradas e se a infecção pelo HIV alterava o perfil destes fungos. Foram revistas 1943 broncofibroscopias realizadas em hospital de referência para SIDA, no período de 1990-1995. Deste total, 47% foram realizadas em pacientes HIV positivos e 53% em HIV negativos . Dos 908 HIV positivos (mais) , 38 (4%) tiveram diagnóstico de micose pulmonar enquanto que dos 1035 HIV negativos, somente 4 (0,2%) tiveram tal diagnóstico (p < 0,001). O diagnóstico de histoplasmose e criptococose predominou no grupo soropositivo para o HIV (p < 0,001). A paracoccidioidomicose foi diagnosticada em três pacientes não infectados pelo HIV. O estudo mostrou que, embora a positividade da pesquisa de fungos nestes materiais tenha baixo percentual de positividade, o grupo soropositivo para o HIV parece se beneficiar desta pesquisa rotineira. Resumo em inglês The diagnostic yields and the spectrum of pulmonary fungal infection obtained in samples collected by fiberoptic bronchoscopy from HIV-positive and HIV-negative patients were evaluated from 1990 to 1995. A total of 1943 bronchoscopies were performed during this period, 47% in the HIV-positive group and 53% in the HIV- negative group. Of 908 HIV-positive patients, 38 (4%) had a fungus isolated from the pulmonary sample whereas of 1035 HIV-negative patients, only 4 (0.2%) h (mais) ad a fungus isolated. Histoplasmosis and Cryptococcosis were more frequently found in HIV-positive than in HIV-negative patients (p < 0.001). Paracoccidioides brasiliensis was found in only 3 patients, all of them immunocompetent. The study demonstrated that, despite the low yields, the HIV-positive group may benefit from routine screening for fungal elements in specimens obtained by fiberoptic bronchoscopy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

A circuncisão masculina e a transmissão heterossexual do HIV/ Male circumcision and HIV heterosexual transmission

Eyer-Silva, Walter A
2003-10-01

Resumo em português Desde os primeiros anos da epidemia de Aids, grandes diferenças geográficas na prevalência de infecção pelo HIV foram registradas entre países vizinhos e regiões vizinhas dentro de um mesmo país na África subsaariana. Tais diferenças não podiam ser completamente explicadas por fatores como o comportamento sexual e o uso de preservativos. Um acúmulo de dados epidemiológicos vem mostrando que a circuncisão masculina desempenha um efeito protetor contra a aquis (mais) ição heterossexual do HIV pelo homem na África subsaariana e provavelmente contribui para as acentuadas diferenças de prevalência de HIV. Assim, realizou-se uma atualização dos estudos conduzidos em solo africano sobre a associação entre circuncisão masculina e infecção pelo HIV, as origens da prática da circuncisão entre as populações humanas, os mecanismos pelos quais a presença do prepúcio aumentaria a susceptibilidade de aquisição heterossexual do HIV pelo homem, sua associação com outras doenças infecciosas e também neoplásicas, o debate sobre a conveniência da adoção de práticas de circuncisão como estratégia de controle da epidemia de HIV na África, a escassa literatura brasileira sobre circuncisão masculina e as perspectivas de investigações futuras. Resumo em inglês Since the early years of the AIDS epidemic significant geographic differences in HIV prevalence were reported within neighboring countries and neighboring regions within the same country in sub-Saharan Africa. These differences could not be fully explained by factors such as sexual behavior and condom use. Mounting epidemiological data have demonstrated that male circumcision is a major protective factor against male heterosexual HIV infection in sub-Saharan Africa and pr (mais) obably contributes to these significant differences in HIV prevalence. This is a review of African studies on the association between male circumcision and HIV infection, the origin of circumcision practices in human societies, potential prepuce mechanisms for increasing male vulnerability to heterosexual HIV infection, its association with other infectious and neoplastic diseases, controversies on the convenience of male circumcision as an HIV control strategy in Africa, the scarce Brazilian literature on male circumcision and perspectives of future research.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

A circuncisão masculina e a transmissão heterossexual do HIV/ Male circumcision and HIV heterosexual transmission

Eyer-Silva, Walter A
2003-10-01

Resumo em português Desde os primeiros anos da epidemia de Aids, grandes diferenças geográficas na prevalência de infecção pelo HIV foram registradas entre países vizinhos e regiões vizinhas dentro de um mesmo país na África subsaariana. Tais diferenças não podiam ser completamente explicadas por fatores como o comportamento sexual e o uso de preservativos. Um acúmulo de dados epidemiológicos vem mostrando que a circuncisão masculina desempenha um efeito protetor contra a aquis (mais) ição heterossexual do HIV pelo homem na África subsaariana e provavelmente contribui para as acentuadas diferenças de prevalência de HIV. Assim, realizou-se uma atualização dos estudos conduzidos em solo africano sobre a associação entre circuncisão masculina e infecção pelo HIV, as origens da prática da circuncisão entre as populações humanas, os mecanismos pelos quais a presença do prepúcio aumentaria a susceptibilidade de aquisição heterossexual do HIV pelo homem, sua associação com outras doenças infecciosas e também neoplásicas, o debate sobre a conveniência da adoção de práticas de circuncisão como estratégia de controle da epidemia de HIV na África, a escassa literatura brasileira sobre circuncisão masculina e as perspectivas de investigações futuras. Resumo em inglês Since the early years of the AIDS epidemic significant geographic differences in HIV prevalence were reported within neighboring countries and neighboring regions within the same country in sub-Saharan Africa. These differences could not be fully explained by factors such as sexual behavior and condom use. Mounting epidemiological data have demonstrated that male circumcision is a major protective factor against male heterosexual HIV infection in sub-Saharan Africa and pr (mais) obably contributes to these significant differences in HIV prevalence. This is a review of African studies on the association between male circumcision and HIV infection, the origin of circumcision practices in human societies, potential prepuce mechanisms for increasing male vulnerability to heterosexual HIV infection, its association with other infectious and neoplastic diseases, controversies on the convenience of male circumcision as an HIV control strategy in Africa, the scarce Brazilian literature on male circumcision and perspectives of future research.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

94

Associação entre violência por parceiro íntimo contra a mulher e infecção por HIV/ Association between intimate partner violence against women and HIV infection/ Asociación entre violencia contra la mujer por pareja íntima e infección por VIH

Barros, Claudia; Schraiber, Lilia Blima; França-Junior, Ivan
2011-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar a associação entre a violência por parceiro íntimo contra mulheres e a infecção ou suspeita de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). MÉTODOS: Estudo transversal com base em dados de questionários aplicados face-a-face e de prontuários médicos de 2.780 mulheres de 15 a 49 anos, atendidas em unidades do sistema único de saúde da Grande São Paulo, SP, em 2001-2002. As mulheres foram categorizadas em: usuárias em tratamento (mais) por serem "soropositivas para o HIV", com "suspeita de HIV" e aquelas que procuraram os serviços por outros motivos. A violência por parceiro íntimo contra mulheres na vida foi categorizada por gravidade e recorrência dos episódios de violência. A associação com o desfecho foi testada pelo modelo de Poisson com variância robusta e ajustada por variáveis sociodemográficas, sexuais e reprodutivas. RESULTADOS: A prevalência de violência foi de 59,8%. Sofrer violência reiterada e grave apresentou maior associação de infecção confirmada pelo HIV (RP = 1,91). A violência independente da gravidade e da recorrência dos episódios apresentou maior associação para a suspeita de infecção por HIV (RP = 1,29). CONCLUSÕES: A violência por parceiro íntimo contra mulheres tem papel relevante nas situações de suspeita e confirmação da infecção pelo HIV, sendo essencial incluir sua detecção, controle e prevenção como parte da atenção integral à saúde das mulheres. Resumo em espanhol OBJETIVO: Analizar la asociación entre la violencia contra mujeres por pareja íntima y la infección o sospecha de infección por el virus de inmunodeficiencia humana (VIH). MÉTODOS: Estudio transversal con base en datos de cuestionarios aplicados cara-a cara y de prontuarios médicos de 2.780 mujeres de 15 a 49 años, atendidas en unidades del sistema único de salud de la Gran Sao Paulo, Sureste de Brasil, en 2001-2002. Las mujeres fueron categorizadas en: usuarias e (mais) n tratamiento por ser "seropositivas para el VIH", con "sospecha de VIH" y aquellas que buscaron los servicios por otros motivos. La violencia contra mujeres por pareja íntima en la vida fue categorizada por gravedad y recurrencia de los episodios de violencia. La asociación con la infección fue evaluada por el modelo de Poisson con variancia robusta y ajustada por variables sociodemográficas, sexuales y reproductivas. RESULTADOS: La prevalencia de violencia fue de 59,8%. Sufrir violencia reiterada y grave presentó mayor asociación de infección confirmada por el VIH (RP=1,91). La violencia independiente de la gravedad y de la recurrencia de los episodios presentó mayor asociación para la sospecha de infección por VIH (RP= 1,29). CONCLUSIONES: La violencia contra mujeres por pareja íntima tiene papel relevante en las situaciones de sospecha y confirmación de la infección por el HIV, siendo esencial incluir su detección, control y prevención como parte de la atención integral a la salud de las mujeres. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the association between intimate partner violence against women and infection or suspected infection by the human immunodeficiency virus (HIV). METHODS: A cross-sectional study was conducted, based on data from questionnaires applied face-to-face and medical records of 2,780 women aged between 15 and 49 years, cared for in Sistema Único de Saúde (Unified Health System) units of the Greater São Paulo area, Southeastern Brazil, in 2001-2002. Women w (mais) ere categorized into: users in treatment because they are "HIV seropositive", those "suspected of having HIV" and others who sought health services for different reasons. Intimate partner violence against women throughout life was categorized according to the severity and recurrence of episodes of violence. The association with the outcome was tested using the Poisson model with robust and adjusted variance for sociodemographic, sexual and reproductive variables. RESULTS: The prevalence of violence was 59.8%. Suffering repeated and severe violence was more closely associated with confirmed HIV infection (PR = 1.91). Violence independent from severity and recurrence of episodes showed greater association with suspected HIV infection (PR = 1.29). CONCLUSIONS: Intimate partner violence against women has a key role in situations of suspected and confirmed HIV infection. Thus, it is essential to include its detection, control and prevention as part of the comprehensive care provided for women's health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

95

Associação entre violência por parceiro íntimo contra a mulher e infecção por HIV/ Association between intimate partner violence against women and HIV infection/ Asociación entre violencia contra la mujer por pareja íntima e infección por VIH

Barros, Claudia; Schraiber, Lilia Blima; França-Junior, Ivan
2011-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar a associação entre a violência por parceiro íntimo contra mulheres e a infecção ou suspeita de infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). MÉTODOS: Estudo transversal com base em dados de questionários aplicados face-a-face e de prontuários médicos de 2.780 mulheres de 15 a 49 anos, atendidas em unidades do sistema único de saúde da Grande São Paulo, SP, em 2001-2002. As mulheres foram categorizadas em: usuárias em tratamento (mais) por serem "soropositivas para o HIV", com "suspeita de HIV" e aquelas que procuraram os serviços por outros motivos. A violência por parceiro íntimo contra mulheres na vida foi categorizada por gravidade e recorrência dos episódios de violência. A associação com o desfecho foi testada pelo modelo de Poisson com variância robusta e ajustada por variáveis sociodemográficas, sexuais e reprodutivas. RESULTADOS: A prevalência de violência foi de 59,8%. Sofrer violência reiterada e grave apresentou maior associação de infecção confirmada pelo HIV (RP = 1,91). A violência independente da gravidade e da recorrência dos episódios apresentou maior associação para a suspeita de infecção por HIV (RP = 1,29). CONCLUSÕES: A violência por parceiro íntimo contra mulheres tem papel relevante nas situações de suspeita e confirmação da infecção pelo HIV, sendo essencial incluir sua detecção, controle e prevenção como parte da atenção integral à saúde das mulheres. Resumo em espanhol OBJETIVO: Analizar la asociación entre la violencia contra mujeres por pareja íntima y la infección o sospecha de infección por el virus de inmunodeficiencia humana (VIH). MÉTODOS: Estudio transversal con base en datos de cuestionarios aplicados cara-a cara y de prontuarios médicos de 2.780 mujeres de 15 a 49 años, atendidas en unidades del sistema único de salud de la Gran Sao Paulo, Sureste de Brasil, en 2001-2002. Las mujeres fueron categorizadas en: usuarias e (mais) n tratamiento por ser "seropositivas para el VIH", con "sospecha de VIH" y aquellas que buscaron los servicios por otros motivos. La violencia contra mujeres por pareja íntima en la vida fue categorizada por gravedad y recurrencia de los episodios de violencia. La asociación con la infección fue evaluada por el modelo de Poisson con variancia robusta y ajustada por variables sociodemográficas, sexuales y reproductivas. RESULTADOS: La prevalencia de violencia fue de 59,8%. Sufrir violencia reiterada y grave presentó mayor asociación de infección confirmada por el VIH (RP=1,91). La violencia independiente de la gravedad y de la recurrencia de los episodios presentó mayor asociación para la sospecha de infección por VIH (RP= 1,29). CONCLUSIONES: La violencia contra mujeres por pareja íntima tiene papel relevante en las situaciones de sospecha y confirmación de la infección por el HIV, siendo esencial incluir su detección, control y prevención como parte de la atención integral a la salud de las mujeres. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the association between intimate partner violence against women and infection or suspected infection by the human immunodeficiency virus (HIV). METHODS: A cross-sectional study was conducted, based on data from questionnaires applied face-to-face and medical records of 2,780 women aged between 15 and 49 years, cared for in Sistema Único de Saúde (Unified Health System) units of the Greater São Paulo area, Southeastern Brazil, in 2001-2002. Women w (mais) ere categorized into: users in treatment because they are "HIV seropositive", those "suspected of having HIV" and others who sought health services for different reasons. Intimate partner violence against women throughout life was categorized according to the severity and recurrence of episodes of violence. The association with the outcome was tested using the Poisson model with robust and adjusted variance for sociodemographic, sexual and reproductive variables. RESULTS: The prevalence of violence was 59.8%. Suffering repeated and severe violence was more closely associated with confirmed HIV infection (PR = 1.91). Violence independent from severity and recurrence of episodes showed greater association with suspected HIV infection (PR = 1.29). CONCLUSIONS: Intimate partner violence against women has a key role in situations of suspected and confirmed HIV infection. Thus, it is essential to include its detection, control and prevention as part of the comprehensive care provided for women's health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

99

Problemas com a mama puerperal revelados por mães soropositivas/ Problems with the puerperal breast revealed by HIV-infected mothers/ Problemas puerperales en las mamas de madres seropositivas

Machado, Márcia Maria Tavares; Braga, Meyssa Quezado Cavalcante; Galvão, Marli Teresinha Gimeniz
2010-03-01

Resumo em português Em virtude da recomendação de não amamentar, a mulher soropositiva para o HIV poderá enfrentar problemas mamários. Objetivou-se conhecer situações vivenciadas e reveladas por mulheres HIV positivas, diante da não-amamentação. Estudo qualitativo, com 15 mulheres com HIV/Aids, realizado em ambulatório de um hospital referência em Fortaleza, Ceará. Entrevistas gravadas tiveram seus conteúdos transcritos e analisados. As mães revelaram problemas com as mamas ap (mais) ós o parto, como o ingurgitamento e dores neste local. Informaram ter recebido orientação no pré-natal para não amamentar, mas não houve continuidade do cuidado no pós-parto. Foi reduzido o uso de inibidores da lactação e enfaixamento das mamas. Para orientar as puérperas soropositivas, os profissionais de saúde devem adotar medidas adequadas. Também os serviços de saúde necessitam ampliar estratégias para minimizar os problemas emocionais decorrentes da não-amamentação, bem como do desconforto na mama puerperal. Resumo em espanhol En virtud de la recomendación de no amamantar, la mujer seropositiva al HIV podrá sufrir problemas mamarios. Se planteó el objetivo de conocer situaciones vivenciadas y referidas por mujeres HIV positivas frente al hecho de no poder amamantar. El estudio fue de carácter cualitativo, con quince mujeres con HIV/AIDS, realizado en el Ambulatorio de un hospital referencial en Fortaleza, Ceará, Brasil. Las entrevistas fueron grabadas, y sus contenidos, transcriptos y anal (mais) izados. Las madres refirieron problemas con las mamas después del parto, como ingurgitación y dolores en la zona. Informaron haber recibido orientación en la etapa prenatal para no amamantar, más no hubo continuidad del cuidado en la etapa posparto. El uso de inhibidores de la lactación y el fajado de las mamas fue escaso. Para orientar a las puérperas seropositivas, los profesionales de la salud deben adoptar medidas adecuadas. De igual modo, los servicios de salud necesitan ampliar estrategias para minimizar los problemas emocionales derivados del no amamantar, así como para la incomodidad de la mama puerperal. Resumo em inglês Given the recommendation not to breastfeed their infants, HIV-positive women may experience breast problems. The aim of the study was to gain knowledge regarding breast health as revealed by HIV+ women before the non-breast-feeding. This qualitative study was performed with 15 mothers with HIV/ AIDS in Fortaleza, Brazil. Recorded interviews were transcribed and analyzed. The mothers revealed problems with their breasts following childbirth, such as engorgement and pain in (mais) the breasts. They revealed that they received instruction in the course of prenatal care not to breastfeed; however, there was no further instruction or care in the postpartum period. The use of lactation inhibitors and bandaging (binding) of the breast were reduced. Health professionals should adopt appropriate measures to guide HIV- positive parturient women. Health services need to broaden strategies to minimize the current emotional problems resulting from non-breast-feeding, as well as the discomfort in the puerperal breast.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

100

Alta prevalência de usuários que não retornam ao Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) para o conhecimento do seu status sorológico: Rio Grande, RS, Brasil/ High prevalence of users who did not return to the Testing and Counseling Center (TCC) for knowing their serological status: Rio Grande, RS, Brazil

Germano, Fabiana Nunes; Silva, Tânia Maria Gonçalves da; Mendoza-Sassi, Raúl; Martínez, Ana Maria B.
2008-06-01

Resumo em português Os Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) constituem importantes fontes de informações epidemiológicas, que quando bem gerenciadas e atualizadas, permitem o conhecimento e a análise das características da população atendida por esses serviços. Esse estudo descreve o perfil dos usuários do CTA de Rio Grande (RS) que foram submetidos à sorologia anti-HIV entre os anos de 2001 e 2004. Variáveis demográficas relativas ao comportamento e práticas das pessoas q (mais) ue procuraram o serviço foram analisadas, mediante consulta ao banco de dados SISCTA-2002/RG. A soropositividade para HIV-1 foi de 1,1%; 2,4%; 2,3% e 1,7% de 2001 a 2004, respectivamente. Nos anos de 2003 e 2004, 37,7% e 36%, respectivamente, dos pacientes HIV-1+ não retornaram ao CTA para conhecimento dos exames anti-HIV ou confirmatório. Os resultados analisados parecem refletir algumas tendências da epidemia em Rio Grande e no país. É importante ressaltar a alta porcentagem de pacientes HIV-1 positivos que não procuram o resultado do seu teste. Em termos de saúde pública essa situação pode colocar em risco os esforços para o controle da epidemia. Resumo em inglês The Testing and Counseling Centers are important sources of epidemiological information. This study describes a research conducted with the users of the Testing and Counseling Center of Rio Grande-RS submitted to anti-HIV test during the period 2001-2004. Demographic and behavioral factors of individuals attended in the service were analyzed using the database SISCTA-2002/RG. HIV-1 seropositivity between 2001 and 2004 was of 1,1%; 2,4%; 2,3% and 1,7%, respectively. In 200 (mais) 3 and 2004, 37,7% and 36% of the HIV-1 positive patients did not return to the Testing and Counseling Center for getting the result of their serological anti-HIV or confirmatory tests. These results seem to reflect some tendencies of the HIV epidemic in Rio Grande and in Brazil. It is important to emphasize the high percentage of HIV-1 positive patients who do not return for getting the result of their test. In terms of public health this risk behavior may jeopardize the efforts for controlling the epidemic.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

101

Alta prevalência de usuários que não retornam ao Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) para o conhecimento do seu status sorológico: Rio Grande, RS, Brasil/ High prevalence of users who did not return to the Testing and Counseling Center (TCC) for knowing their serological status: Rio Grande, RS, Brazil

Germano, Fabiana Nunes; Silva, Tânia Maria Gonçalves da; Mendoza-Sassi, Raúl; Martínez, Ana Maria B.
2008-06-01

Resumo em português Os Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) constituem importantes fontes de informações epidemiológicas, que quando bem gerenciadas e atualizadas, permitem o conhecimento e a análise das características da população atendida por esses serviços. Esse estudo descreve o perfil dos usuários do CTA de Rio Grande (RS) que foram submetidos à sorologia anti-HIV entre os anos de 2001 e 2004. Variáveis demográficas relativas ao comportamento e práticas das pessoas q (mais) ue procuraram o serviço foram analisadas, mediante consulta ao banco de dados SISCTA-2002/RG. A soropositividade para HIV-1 foi de 1,1%; 2,4%; 2,3% e 1,7% de 2001 a 2004, respectivamente. Nos anos de 2003 e 2004, 37,7% e 36%, respectivamente, dos pacientes HIV-1+ não retornaram ao CTA para conhecimento dos exames anti-HIV ou confirmatório. Os resultados analisados parecem refletir algumas tendências da epidemia em Rio Grande e no país. É importante ressaltar a alta porcentagem de pacientes HIV-1 positivos que não procuram o resultado do seu teste. Em termos de saúde pública essa situação pode colocar em risco os esforços para o controle da epidemia. Resumo em inglês The Testing and Counseling Centers are important sources of epidemiological information. This study describes a research conducted with the users of the Testing and Counseling Center of Rio Grande-RS submitted to anti-HIV test during the period 2001-2004. Demographic and behavioral factors of individuals attended in the service were analyzed using the database SISCTA-2002/RG. HIV-1 seropositivity between 2001 and 2004 was of 1,1%; 2,4%; 2,3% and 1,7%, respectively. In 200 (mais) 3 and 2004, 37,7% and 36% of the HIV-1 positive patients did not return to the Testing and Counseling Center for getting the result of their serological anti-HIV or confirmatory tests. These results seem to reflect some tendencies of the HIV epidemic in Rio Grande and in Brazil. It is important to emphasize the high percentage of HIV-1 positive patients who do not return for getting the result of their test. In terms of public health this risk behavior may jeopardize the efforts for controlling the epidemic.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

102

Sarcoma de Kaposi primário do pênis/ Primary Kaposi's sarcoma of the penis

Mukai, Maira Mitsue; Chaves, Talitha; Caldas, Lucio; Fillus Neto, José; Santamaría, Jesus Rodriguez
2009-10-01

Resumo em português Sarcoma de Kaposi é um tumor vascular que afeta a parede dos vasos linfáticos. Possui quatro formas: clássica, endêmica, iatrogênica e associada ao HIV. É uma doença sistêmica, maligna, multifatorial e de curso variável. A apresentação inicial no pênis é rara, e mais observada em pacientes HIV positivos. Em pacientes HIV negativos, os casos que ocorrem nesta região, apresentam-se com pápulas, nódulos, placas e lesões verruciformes, assintomáticas. Para o (mais) tratamento da forma clássica, dispõem-se de excisão cirúrgica, crioterapia, eletrocirurgia, laser e radioterapia. Neste trabalho, é relatado um caso raro de um paciente com a forma clássica, em região peniana tratado com sucesso com radioterapia. Resumo em inglês Kaposi's sarcoma is a vascular tumor involving the wall of lymphatic vessels. There are four types: classic, endemic, iatrogenic and HIV-associated. It is a systemic, malignant and multifactorial disease and has a variable course. The primary presentation on the penis is uncommon and is mainly observed in HIV-positive patients. In HIV-negative individuals, asymptomatic papules, nodules, plaques and verrucous lesions are found. The treatment for the classic form involves s (mais) urgery, cryotherapy, electrosurgery, laser and radiation therapy. The authors present a rare case of a patient with the classic form on the penis, who was successfully treated by radiation therapy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

103

AA-amyloidosis caused by visceral leishmaniasis in a human immunodeficiency virus-infected patient.

de Vallière, S; Mary, C; Joneberg, JE; Rotman, S; Bullani, R; Greub, G; Gillmore, JD; Buffet, PA; Tarr, PE

AA-amyloidosis in the setting of chronic visceral leishmaniasis (VL) has been reported in animal models but documentation in humans is unavailable. Here, we report on a Portuguese man who in 1996 was diagnosed with both human immunodeficiency virus (HIV)-infection and VL. Antiretroviral treatment le...

DRIVER (Portuguese)