Sample records for high rooms
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 7 shown.



1

O atendimento em salas de recursos para alunos com altas habilidades/superdotação: o caso do Paraná/ Attendance in resource classrooms for highly talented children in the State of Paraná, Brazil

Mori, Nerli Nonato Ribeiro; Brandão, Silvia Helena Altoé
2009-12-01

Resumo em português Este estudo objetivou conhecer o atendimento educacional realizado em Salas de Recursos para alunos com Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD) no Estado do Paraná. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas com duas professoras que atuam neste contexto escolar. Os relatos foram analisados sob a perspectiva da Teoria Histórico-Cultural, que pressupõe a disponibilidade de mediadores materiais e simbólicos como condição essencial para o acesso à (mais) cultura. Os resultados indicam práticas pedagógicas pautadas no ecletismo e o esforço pessoal das docentes para equipar as suas salas. Conclui-se que, apesar das dificuldades identificadas, a continuidade e efetivação da proposta pode se constituir em uma importante contribuição para o enriquecimento dos níveis conceituais dos alunos superdotados. Resumo em inglês Current research describes educational attendance in Resource Classrooms for highly talented children (HTC) in the state of Paraná, Brazil. Data were collected through half-structured interviews by two teachers who work within the school context. Reports were analyzed from the historical and cultural theory approach which presupposes availability of material and symbolic mediators as an important condition for access to culture. Results show pedagogical practices based o (mais) n the teachers' eclectic and personal efforts to furnish the classroom with the necessary apparatuses. In spite of the difficulties, continuation and efficaciousness of the proposal may be an important contribution for the enrichment of the conceptual levels of highly talented children.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

TENTATIVAS DE TRANSMISSÃO DE UM ISOLADO DO VÍRUS DO MOSAICO SEVERO DO CAUPI (CpSMV-SP) POR ARTRÓPODOS, EM LABORATÓRIO/ TRANSMISSION TRIALS OF A COWPEA SEVERE MOSAIC VIRUS ISOLATE (CpSMV-SP) BY ARTHROPODS UNDER LABORATORY CONDITIONS

Salas, Fernando Javier Sanhueza; Barradas, Maria Mércia; Parra, José Roberto Postali
1999-01-01

Resumo em português O coleóptero Cerotoma arcuata Oliv. (1791), "vaquinha-preta-e-amarela-da-soja", é descrito no Brasil como vetor de diversos vírus que infectam leguminosas, entre eles o vírus do mosaico severo do caupi ("cowpea severe mosaic Comovirus" - CpSMV). Em 1991, detectou-se uma infecção viral em plantas de Vigna luteola Jacq. (Leguminosae), coletadas no município de Praia Grande, no litoral Sul do Estado de São Paulo e, posteriormente, o vírus foi identificado como um is (mais) olado deste Comovirus. Visando fornecer subsídios a uma melhor compreensão do processo de transmissão do fitovírus isolado de V. luteola (CpSMV-SP), foram feitas tentativas de transmissão por diferentes artrópodos, incluindo sete espécies de insetos e uma de ácaro. Determinaram-se altas taxas de transmissão (46,6, 50,0 e 70,0%) do CpSMV-SP em plantas de feijão, por adultos de C. arcuata. O vírus foi transmitido ainda por larvas de 1° ínstar, com taxas de 10,0% (caupi) e 40,0% (feijoeiro). Ausência de transmissão foi constatada nos ensaios por artrópodos pertencentes a outras ordens (Hemiptera: Aleyrodidae, Aphididae; Acari: Tetranychidae; Thysanoptera: Thripidae) e outras espécies de coleópteros (Diabrotica bivittula, D. speciosa e Epicauta atomaria). Resumo em inglês The beetle Cerotoma arcuata Oliv. (1791) is a vector of the cowpea severe mosaic Comovirus (CpSMV) and of several leguminous viruses in Brazil. In 1991, an isolate of CpSMV, later designed as CpSMV-SP, was found on plants of Vigna luteola Jacq. (Leguminosae) from the region of Praia Grande, in the South coastal area of the São Paulo State, Brazil. In order to obtain a better understanding of the CpSMV-SP transmission, different arthropod species, including seven insects (mais) species and one mite, species were studied as vectors. The transmission rates by adults of C. arcuata were high (46.6, 50.0 and 70.0%) on bean and by 1st instar larvae were 40.0% on bean and 10.0% on cowpea. Transmission by other arthropod orders (Hemiptera: Aleyrodidae, Aphididae; Acari: Tetranychidae; Thysanoptera: Thripidae) and by other Coleoptera species failed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Alterações eletrocardiográficas e sua relação com os fatores de risco para doença isquêmica do coração em população da área metropolitana de São Paulo/ Electrocardiographic abnormalities and cardiovascular risk factors for ischemic heart disease in an adult population from São Paulo, Brazil

CARDOSO, ELISABETH; MARTINS, IGNEZ SALAS; FORNARI, LUCIANA; MONACHINI, MARISTELA C.; MANSUR, ANTONIO DE PÁDUA; CARAMELLI, BRUNO
2002-09-01

Resumo em português OBJETIVO: A doença isquêmica do coração apresenta altas taxas de mortalidade e é a mais prevalente entre as doenças cardiovasculares. É uma doença multifatorial, cuja prevenção depende do controle dos fatores de risco. O eletrocardiograma de repouso pode ser utilizado para detectar manifestações da doença isquêmica do coração quando o indivíduo ainda é assintomático. O objetivo do estudo foi o de analisar a relação entre as anormalidades eletrocardiog (mais) ráficas e os fatores de risco para doença isquêmica do coração em uma população adulta residente na área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Realizou-se um estudo transversal com população do município de Cotia (SP). A amostra constou de 1067 indivíduos com idade acima de 20 anos, de ambos os sexos. Os dados foram obtidos por meio de entrevista com utilização de um questionário padronizado. As variáveis estudadas foram: sexo, idade, tabagismo, atividade física, índice de massa corpórea, relação cintura/quadril, pressão arterial, diabetes melito, dislipidemia (colesterol total, LDL-colesterol, HDL-colesterol e triglicérides) e alterações eletrocardiográficas. As alterações eletrocardiográficas foram agrupadas em três categorias: alterações de repolarização ventricular (ARV), sobrecarga do ventrículo esquerdo (SVE) e alterações não relacionadas à isquemia miocárdia ou sem alterações (NRI). RESULTADOS: A população de estudo era predominantemente jovem, sendo 79% abaixo de 50 anos, com idade de 39,8 anos ± 13,2 anos. Cerca de 59,3% dos indivíduos eram do sexo feminino. O eletrocardiograma mostrou que 9,5% da população apresentava ARV e 3,3% apresentava SVE. O sexo feminino, a idade de risco (acima de 65 anos para mulheres e acima de 55 anos para homens), a presença de diabetes, hipertensão arterial, colesterol total ³ a 200 mg/dl, LDL-colesterol ³ a 130 mg/dl, triglicérides acima de 200 mg/dl, índice de massa corpórea indicativo de sobrepeso ou obesidade (³25 Kg/m2),relação cintura/quadril alterada correlacionaram-se positivamente com ARV. O sexo masculino, diabetes, hipertensão arterial e o tabagismo foram correlacionados positivamente com SVE. Na presença de ARV no ECG encontramos uma razão de chance de 3,54 para a ocorrência do diagnóstico de hipertensão sistólica e de 1,83 para colesterol total ³ a 200 mg/dl. Na presença de SVE no ECG, a razão de chance para a ocorrência do diagnóstico de hipertensão sistólica observada foi de 5,92. Dos três fatores de risco correlacionados às alterações eletrocardiográficas associadas à isquemia miocárdia, dois são controláveis e ligados a condições nutricionais (hipertensão e colesterol ³ a 200 mg/dl), o que demonstra a importância da sua detecção precoce. Em estudos epidemiológicos e de intervenção nutricional, o eletrocardiograma, método simples e de baixo custo, pode auxiliar na identificação de fatores de risco cardiovascular. Seria importante que estas informações fossem confirmadas por estudos prospectivos que incluíssem a determinação dos valores preditivos do ECG nesta situação. Resumo em inglês OBJETIVE: Ischemic heart disease is associated with high rates of mortality and it is the most prevalent among cardiovascular diseases. It is a multifactorial disease, and its prevention depends on control of risk factors. Resting electrocardiogram can be used to detect manifestations of ischemic heart disease, since some electrocardiographic abnormalities are indicative of coronary disease in asymptomatic subjects. The aim of the study was to analyze the relationship bet (mais) ween electrocardiographic abnormalities and risk factors for ischemic heart disease in an adult population from the metropolitan area of São Paulo. METHODS: A cross-sectional study was carried out in an adult population (age 20 years and over) from Cotia, near São Paulo, southeastern of Brazil. The study population comprised 1067 subjects. The subjects were interviewed using a questionnaire. The variables studied were: gender, age, smoking behaviour, physical activity, body mass index, waist-to-hip ratio, blood pressure, diabetes mellitus, blood lipids (total cholesterol, LDL-cholesterol, HDL-cholesterol and triglycerides) and electrocardiographic abnormalities. Electrocardiographic abnormalities were grouped according to the classification: ST-T changes, left ventricular hypertrophy and abnormalities non related to ischemic myocardial disease or without abnormalities. RESULTS: The population was relatively -young (79% younger than 50 years, mean age 39.8 ± 13.2 years old), and 59.3% were female. The resting electrocardiogram showed ST-T changes in 9.5% of the subjects and left ventricular hypertrophy in 3.3%. Female gender, age over 65 years for women and 55 years for men, diabetes, hypertension, total cholesterol > or = 200 mg/dl, LDL-cholesterol > or = 130 mg/dl, Triglycerides > or = 200 mg/dl, body mass index > or = 25 Kg/m² and abnormal waist-to-hip ratio, were positively related to ST-T changes. Male gender, diabetes, hypertension and smoking behaviour were positively related to left ventricular hypertrophy. In the presence of ST-T changes on the ECG, we observed an odds ratio of 3.54 for the diagnosis of systolic hypertension an of 1.83 for total cholesterol > or = 200 mg/dl. In the presence of left ventricular hypertrophy on the ECG, we found an odds ratio of 5.92 for systolic hypertension diagnosis. Among the three most important risk factors correlated to electrocardiographic abnormalities indicative of myocardial ischemia, two can be controlled by nutritional intervention (hypertension and total cholesterol > or = 200 mg/dl). This findings suggest the importance of its early detection. Future studies should determine the predictive value of the electrocardiogram, a simple and inexpensive method, suggesting the presence of cardiovascular risk factors in epidemiologycal and nutritional studies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Valores típicos do "produto dose-área" (DAP) obtidos durante o estudo videofluoroscópico da deglutição/ Typical dose area product (DAP) values for videofluoroscopic swallowing study

Costa, Milton Melciades Barbosa; Canevaro, Lucia Viviana; Azevedo, Ana Cecília Pedrosa de; Marinha, Marcelo Diniz Santa
2003-01-01

Resumo em português Analisamos o produto dose-área ("dose area product" - DAP) de 12 pacientes submetidos a videofluoroscopia da deglutição. O objetivo foi estimar a exposição à radiação produzida neste tipo de estudo. Utilizamos medidor de DAP (PTW-Diamentor), que registra, de modo cumulativo, as doses de radiação que atingem o examinado durante todo o procedimento. Obtivemos nossos dados em duas salas dotadas com equipamentos da mesma marca e modelo. O protocolo, rigorosamente o (mais) mesmo, foi efetuado por um único e experiente profissional. Os valores do DAP para o estudo da deglutição em três fases (oral, faríngea e esofágica) foram: sala 1 (sete pacientes) - 4.101 cGy.cm² de DAP médio com 577 cGy.cm²/min.; sala 2 (cinco pacientes) - 804 cGy.cm² de DAP médio com 119 cGy.cm²/min. Estes resultados díspares foram obtidos de indivíduos com média de 1,57 m de altura e 56 kg de peso, em protocolo que se cumpriu em cerca de sete minutos. Concluímos que as doses, cinco vezes mais baixas, obtidas na sala 2, retratam mais adequadamente a exposição determinada pela videofluoroscopia da deglutição. Acreditamos que as doses mais altas, da sala 1, embora dentro dos padrões internacionais para exames do tubo digestivo, devam-se ao desconhecimento do desempenho, nem sempre perfeito, dos equipamentos radiológicos. Esta conclusão encontra apoio no fato de, em nosso meio, não ser usual que os serviços de radiodiagnóstico tenham implementado um rotineiro "programa de garantia de qualidade" e aponta para a importância do DAP na qualificação dos métodos e equipamentos radiológicos. Resumo em inglês We analyzed the dose area product (DAP) of 12 patients submitted to videofluoroscopic swallowing studies. The aim of this study was to establish, in a preliminary manner, the values of radiation exposure for patients submitted to this type of examination. A Diamentor equipment was used to register the cumulative radiation doses emitted by the x-ray tubes. Two different rooms with identical radiological equipment were used to collect the data. The protocol used was rigorou (mais) sly the same and the same experienced professional performed the examinations. DAP's values for the three phases (oral, pharyngeal and esophagogastric) of the videofluoroscopic swallowing study were, for the room A (7 patients), 4,101 cGy.cm², DAP/min. = 577 cGy.cm²/min., and for the room B (5 patients), 804 cGy.cm², DAP/min = 119 cGy.cm²/min. These different results were obtained from patients of the same height and weight, using the same examination time (around 7 minutes) for all patients. We concluded that the data showing doses five times lower in room B are more reliable that those obtained for room A and that DAP and DAP/min. are good elements to inform patient doses imparted by videofluoroscopic swallowing examination. We believe that the high dose differences observed between the two groups are due to lack of calibration of the x-ray equipment, since unfortunately "quality assurance programs" are not routinely implemented.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Efeito de estresse ambiental sobre a pressão arterial de trabalhadores/ Effect of environmental stress on blood pressure during the working journey

Rocha, Renato; Porto, Marcelo; Morelli, Monica Yara Gabriel; Maestá, Nailza; Waib, Paulo Henrique; Burini, Roberto Carlos
2002-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar o comportamento de pressão arterial (PA) e a freqüência cardíaca (Fc) de indivíduos ao longo da jornada de trabalho em dois ambientes com estresses ambientais distintos. MÉTODOS: Foram avaliados 46 funcionários, trabalhadores de uma indústria processadora de madeira, de Botucatu, SP, sendo 27 funcionários da linha de produção (esforço físico moderado-intenso, altas temperaturas e elevados níveis de ruído) (G1), e 19 da administração (se (mais) m esforço físico, salas aclimatadas, baixos níveis de ruído) (G2). Todos foram submetidos a avaliação antropométrica da composição corporal (obesidade e adiposidade) e bioquímica do sangue (lipidemia) e, adicionalmente, o registro da PA e da Fc em três momentos do turno de serviço: início, meio e fim. RESULTADOS: Houve semelhança na variação da PA entre G1 e G2, mas com maiores elevações de PA e Fc em G1. Os resultados mostraram grande variabilidade na resposta da PA, levando à subdivisão dos grupos G1 e G2 em respondedores (GR, aumento maior de 10% na PA média) e não respondedores (GN). Os subgrupos GR e GN apresentaram semelhanças nos padrões antropométrico e bioquímico diferindo apenas na resposta pressórica e no caso do GR1 na história familiar de hipertensão. Comparando os subgrupos GR1 e GR2, foi constatado que os primeiros apresentaram maiores variações de PA e Fc que os segundos. CONCLUSÕES: A variação individual da resposta pressórica e da Fc conforme o tipo de estresse ambiental indica ser este um fator adicional a ser considerado na avaliação da pressão arterial e, talvez, na gênese da hipertensão arterial de operários. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate blood pressure (BP) and heart rate (HR) behavior in individuals during the working journey in two environments with different work stressors. METHODS: The study comprised 46 male individuals working in a wood processing factory in Botucatu, Brazil. Twenty seven (27.4±5.4 yrs, mean±SD) worked in the production line performing intense physical activity (G1) at high room temperatures and noise levels. Nineteen (33.2±7.6 yrs old) pe (mais) rformed managerial tasks mostly comfortably seated at low noise, air-conditioned offices (G2). After anthropometric measurements (obesity, total and local adiposity) and blood biochemistry analyses (glucose, triglycerides and cholesterol), their BP and HR were registered during three consecutive days at 3 different time of the day: in the beginning, in the middle and at the end of the working journey. RESULTS: There were similar BP and HR changes during the journey for G1 and G2, but G1 showed higher rates. Due to the wide variability of BP responses within each group, participants were divided in two subgroups: responders (GR1 and GR2) with BP increase >10%, and non-responders (GN1 and GN2). Both subgroups showed similar anthropometric and biochemical patterns differing only in their BP response and, in the case of GR1,family history for hypertension. GR1 showed higher BP and HR than GR2. CONCLUSIONS: Individual changes of BP and HR responses to environmental stressors during the working journey indicates that these factors should be considered while evaluating BP measurements and might be considered as potential factors for hypertension.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Efeito de estresse ambiental sobre a pressão arterial de trabalhadores/ Effect of environmental stress on blood pressure during the working journey

Rocha, Renato; Porto, Marcelo; Morelli, Monica Yara Gabriel; Maestá, Nailza; Waib, Paulo Henrique; Burini, Roberto Carlos
2002-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar o comportamento de pressão arterial (PA) e a freqüência cardíaca (Fc) de indivíduos ao longo da jornada de trabalho em dois ambientes com estresses ambientais distintos. MÉTODOS: Foram avaliados 46 funcionários, trabalhadores de uma indústria processadora de madeira, de Botucatu, SP, sendo 27 funcionários da linha de produção (esforço físico moderado-intenso, altas temperaturas e elevados níveis de ruído) (G1), e 19 da administração (se (mais) m esforço físico, salas aclimatadas, baixos níveis de ruído) (G2). Todos foram submetidos a avaliação antropométrica da composição corporal (obesidade e adiposidade) e bioquímica do sangue (lipidemia) e, adicionalmente, o registro da PA e da Fc em três momentos do turno de serviço: início, meio e fim. RESULTADOS: Houve semelhança na variação da PA entre G1 e G2, mas com maiores elevações de PA e Fc em G1. Os resultados mostraram grande variabilidade na resposta da PA, levando à subdivisão dos grupos G1 e G2 em respondedores (GR, aumento maior de 10% na PA média) e não respondedores (GN). Os subgrupos GR e GN apresentaram semelhanças nos padrões antropométrico e bioquímico diferindo apenas na resposta pressórica e no caso do GR1 na história familiar de hipertensão. Comparando os subgrupos GR1 e GR2, foi constatado que os primeiros apresentaram maiores variações de PA e Fc que os segundos. CONCLUSÕES: A variação individual da resposta pressórica e da Fc conforme o tipo de estresse ambiental indica ser este um fator adicional a ser considerado na avaliação da pressão arterial e, talvez, na gênese da hipertensão arterial de operários. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate blood pressure (BP) and heart rate (HR) behavior in individuals during the working journey in two environments with different work stressors. METHODS: The study comprised 46 male individuals working in a wood processing factory in Botucatu, Brazil. Twenty seven (27.4±5.4 yrs, mean±SD) worked in the production line performing intense physical activity (G1) at high room temperatures and noise levels. Nineteen (33.2±7.6 yrs old) pe (mais) rformed managerial tasks mostly comfortably seated at low noise, air-conditioned offices (G2). After anthropometric measurements (obesity, total and local adiposity) and blood biochemistry analyses (glucose, triglycerides and cholesterol), their BP and HR were registered during three consecutive days at 3 different time of the day: in the beginning, in the middle and at the end of the working journey. RESULTS: There were similar BP and HR changes during the journey for G1 and G2, but G1 showed higher rates. Due to the wide variability of BP responses within each group, participants were divided in two subgroups: responders (GR1 and GR2) with BP increase >10%, and non-responders (GN1 and GN2). Both subgroups showed similar anthropometric and biochemical patterns differing only in their BP response and, in the case of GR1,family history for hypertension. GR1 showed higher BP and HR than GR2. CONCLUSIONS: Individual changes of BP and HR responses to environmental stressors during the working journey indicates that these factors should be considered while evaluating BP measurements and might be considered as potential factors for hypertension.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Desflurano: propriedades físico-químicas, farmacologia e uso clínico/ Desflurane: physicochemical properties, pharmacology and clinical use/ Desflurano: propiedades físico-químicas, farmacologia y uso clínico

Saraiva, Renato Ângelo
2003-04-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Seguindo o desenvolvimento da química nuclear com a síntese dos halogenados desde a década de 50 no século passado, vários agentes foram ensaiados clinicamente e alguns tiveram grande aplicação prática. A busca pelo agente ideal continua. Atualmente estão em uso clínico o halotano, enflurano, isoflurano, sevoflurano e desflurano. Todos apresentam vantagens e desvantagens. O desflurano é o mais recente destes agentes. O objetivo deste (mais) trabalho é descrever as propriedades físico-químicas e farmacológicas do desflurano e relatar a aplicação clínica obtida com o uso deste novo agente. CONTEÚDO: As propriedades físico-químicas e as características farmacocinéticas e farmacodinâmicas são determinantes do uso clínico do desflurano. Tendo ponto de ebulição baixo, volatiliza facilmente nas temperaturas das salas de operação, e sua CAM elevada requer que seja administrado em concentrações altas. Então, é recomendável o uso de fluxo baixo de gás fresco e vaporizador especial para que sua aplicabilidade clínica seja economicamente viável. Além disto, o uso de um agente coadjuvante, como o óxido nitroso, reduz sua CAM e possibilita ser usado em menores concentrações. Sua farmacocinética permite indução e regressão rápida, salientando-se também que tem molécula muito estável, sendo pouquíssimo metabolizado, oferecendo grande tolerabilidade para o organismo humano. Suas repercussões farmacodinâmicas são doses-dependentes, semelhantes aos demais agentes inalatórios potentes. CONCLUSÕES: O desflurano representa uma etapa a mais na evolução para se chegar ao anestésico ideal. Suas propriedades físico-químicas lhe conferem características farmacocinéticas bastante desejáveis, que propiciam indução (progressão) e regressão rápidas e também metabolização mínima com a mais baixa toxicidade orgânica entre os anestésicos halogenados, e forte estabilidade molecular, inclusive na presença de absorventes de dióxido de carbono. Tomando-se as devidas precauções quanto à vaporização, armazenamento e consumo, o desflurano pode ser usado inclusive em larga escala, sendo economicamente viável. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Siguiendo el desenvolvimiento de la química nuclear con la síntesis de los halogenados desde la década de 50 en el siglo pasado, varios agentes fueron ensayados clínicamente y algunos tuvieron grande aplicación práctica. La búsqueda por el agente ideal continua. Actualmente están en uso clínico el halotano, enflurano, isoflurano, sevoflurano y desflurano. Todos presentan ventajas y desventajas. El desflurano es el más reciente de estos (mais) agentes. El objetivo de este trabajo es describir las propiedades físico-químicas y farmacológicas del desflurano y relatar la aplicación clínica obtenida con el uso de este nuevo agente. CONTENIDO: Las propiedades físico-químicas y las características farmacocinéticas y farmacodinámicas son determinantes del uso clínico del desflurano. Teniendo punto de ebullición bajo, volatiliza fácilmente en las temperaturas de las salas de operación, y su CAM elevada requiere que sea administrado en concentraciones altas. Entonces, es recomendable el uso de flujo bajo de gas fresco y vaporizador especial para que su aplicabilidad clínica sea económicamente viable. Además de esto, el uso de un agente coadyuvante, como el óxido nitroso, reduce su CAM y posibilita que sea usado en menores concentraciones. Su farmacocinética permite inducción y regresión rápida, destacándose también que tiene molécula muy estable, siendo muy poco metabolizado, ofreciendo grande tolerabilidad para el organismo humano. Sus repercusiones farmacodinámicas son dosis dependientes, semejantes a los demás agentes inhalatorios potentes. CONCLUSIONES: El desflurano representa una etapa a más en la evolución para llegar al anestésico ideal. Sus propiedades físico-químicas le confieren características farmacocinéticas bastante deseables, que propician inducción (progresión) y regresión rápidas y también metabolización mínima con la más baja toxicidad orgánica entre los anestésicos halogenados, y fuerte estabilidad molecular, inclusive en la presencia de absorbentes de dióxido de carbono. Tomándose las debidas precauciones cuanto a la vaporización, almacenamiento y consumo, el desflurano puede ser usado inclusive en larga escala, siendo económicamente viable. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Following the development of nuclear chemistry with halogenate synthesis in the 50’s of past century, several anesthetics were clinically studied and some of them had wide practical application. The search for the ideal agent continues. Currently, halothane, isoflurane, enflurane, sevoflurane and desflurane are in clinical use. All have advantages and disadvantages. Desflurane is the newest agent. This study aimed at describing physicochemical (mais) and pharmacological properties of desflurane and reporting clinical experiences with this agent. CONTENTS: Physicochemical properties and pharmacokinetic and pharmacodynamic properties of desflurane determine its clinical use. With a low boiling point, it volatizes easily in normal operating room temperatures and its high MAC requires it to be administered in high concentrations. So, the use of low fresh gas flow and special vaporizer is recommended for it to be economically feasible. In addition, the use of coadjuvant anesthetics, such as nitrous oxide, decreases its MAC and allows it to be used in lower concentrations. Its pharmacokinetics provides fast induction and recovery being also worth mentioning that it has a highly stable molecule and is minimally metabolized, thus being well tolerated by the human body. Its pharmacodynamic repercussions are dose-dependent and similar to other potent inhalation anesthetics. CONCLUSIONS: Desflurane is an additional step in the evolution toward the ideal anesthetic agent. Its physicochemical properties give it highly desirable pharmacokinetic characteristics which provide fast induction (progression) and recovery and also minimal metabolic degradation with the lowest organic toxicity among halogenate anesthetics, in addition to strong molecular stability, even in the presence of carbon dioxide absorbents. With special attention regarding vaporization, storage, and consumption, desflurane may be used even in large scale, being economically feasible.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)