Sample records for hematologic agents
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 3 shown.



1

Ação do prebiótico sobre as proteínas de fase aguda de pacientes com neoplasia hematológica/ Action of prebiotics on proteins in the acute phase of hematologic neoplasia

Búrigo, Telma; Fagundes, Regina L. M.; Trindade, Erasmo B. S. M.; Vasconcelos, Helena C. F. F.; Massaut, Ires H. B.; Rotolo, Marco Antônio S.
2007-06-01

Resumo em português Os pacientes com neoplasias hematológicas são submetidos a tratamento quimioterápico que induz uma intensa alteração na integridade da mucosa intestinal, favorecendo um aumento da sua morbi-mortalidade. O presente trabalho foi desenvolvido na Unidade de Transplante de Medula Óssea do Centro de Pesquisas Oncológicas em Florianópolis - SC e teve como objetivo estudar a ação do prebiótico na resposta de proteína da fase aguda de pacientes com neoplasias hematoló (mais) gicas submetidos à quimioterapia. Foi realizado um estudo clínico randomizado duplo cego envolvendo 25 pacientes divididos em dois grupos que receberam por 15 dias: 12g de FOS (n=14) ou placebo (maltodextrina) (n=11). Todas as variáveis foram determinadas antes e após a suplementação. Foram avaliados os níveis séricos das proteínas de fase aguda negativas (albumina e pré-albumina) e a proteína de fase aguda positiva, proteína C reativa (PCR). Verificaram-se a presença de diarréia e de constipação, bem como a quantidade de bifidobactérias e valores de pH fecal. A redução dos níveis séricos de proteínas de fase aguda negativas (albumina e pré-albumina) comprovam o intenso catabolismo protéico, priorizando a síntese de proteína de fase aguda positiva (PCR). O grupo suplementado apresentou um aumento significante na quantidade de bifidobactérias e o pH fecal não foi alterado em ambos os grupos. Os níveis séricos de PCR foram estatisticamente superiores no grupo controle, indicando a ocorrência de processos inflamatórios e maior demanda metabólica, sugerindo que a quantidade de bifidobactérias pode ter favorecido a redução deste quadro no grupo suplementado, confirmado pela correlação negativa entre estas variáveis. Resumo em inglês Patients with hematologic neoplasias are submitted to chemotherapeutic treatment that induces intense alterations in the integrity of the intestinal mucous membrane, favoring an increase in the morbimortality rate. The current work was developed in the Bone Marrow Transplantation Unit of the Oncology Research Center in Florianopolis and was aimed at studying the action of prebiotic agents on protein response in the acute phase of hematologic neoplastic patients submitted (mais) to chemotherapy. A double-blind randomized clinical trial was performed involving 25 patients divided into two groups. Patients received 12 g FOS (n=14) or placebo (maltdextrine) (n=11) over 15 days. All the variables were determined before and after supplementation. The serum levels of negative acute phase proteins, albumin and pre-albumin, and positive acute phase proteins, C-reactive protein, were evaluated. The presence of diarrhea and constipation are reported, as are the quantity of bifidobacteria and fecal pH measurements. Reductions in the serum levels of negative acute phase proteins (albumin and pre-albumin) show intense proteic catabolism thereby, favoring the synthesis of protein in the positive acute phase. The supplemented group presented with a significant increase in the quantity of bifidobacteria. The fecal pH levels were affected in both groups. The serum levels of positive acute phase proteins were statistically higher in the control group indicating the occurrence of inflammatory processes and a higher metabolic demand suggesting that the quantity of bifidobacteria may favor a reduction of these adverse conditions in the supplemented group as was confirmed by the negative correlation between variables.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Uso tópico de agente antifibrinolítico na redução do sangramento após revascularização cirúrgica do miocárdio/ Topical use of antifibrinolytic agent to reduce postoperative bleeding after coronary artery bypass surgery

Breda, João Roberto; Gurian, Danilo Bortoloto; Breda, Ana Silvia Castaldi Ragognetti; Meneghine, Adriano; Freitas, Andréa Cristina de Oliveira; Luongo, Leandro Mattos; Abreu, Luiz Carlos de; Pires, Adilson Casemiro
2009-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar o efeito do uso tópico do ácido epsilon-aminocapróico (AEAC), aplicado na cavidade pericárdica, na redução do sangramento e necessidade de transfusão sanguínea no pós-operatório de revascularização cirúrgica do miocárdio. MÉTODOS: Entre outubro de 2007 e outubro de 2008, 53 pacientes da mesma instituição foram alocados em um estudo prospectivo, randomizado e duplo-cego. Foram selecionados portadores de insuficiência coronariana crôni (mais) ca com indicação para revascularização cirúrgica do miocárdio. Os pacientes foram divididos em dois grupos: grupo AEAC e grupo Placebo, comparados de acordo com as características clínicas, demográficas e variáveis operatórias. Foram avaliados o volume de sangramento pelos drenos, a necessidade de transfusão e os níveis de hemoglobina e hematócrito de pós-operatório. RESULTADOS: O sangramento pós-operatório pelos drenos nas primeiras 24 horas (grupo AEAC 154,66±74,64 x grupo placebo 220,21±136,42 ml; P=0,031) foi menor no grupo AEAC, porém, em 48 horas (grupo AEAC 259,14±420,07 x grupo placebo 141,67±142,58 ml; P=0,197) e a perda acumulada até a retirada dos drenos (grupo AEAC 832,07±576,86 x grupo placebo 827,50±434,12 ml; P=0,975) não apresentou diferença estatística significante. Houve menor necessidade de transfusão no grupo AEAC, com diferença estatística significante (grupo AEAC 185,90±342,07 x grupo placebo 439,42±349,07 ml; P=0,016). Os valores de hemoglobina (grupo AEAC 9,18±0,92 x grupo placebo 8,85±1,48 g/dL; P=0,331) e hematócrito (grupo AEAC 28,15±3,35 x grupo placebo 26,67±4,15%; P=0,162) não mostraram diferença estatística significante na comparação entre os grupos. CONCLUSÕES: O uso tópico do ácido epsilon-aminocapróico apresentou efeito favorável na redução do sangramento nas primeiras 24 horas de pós-operatório e na necessidade de transfusão sanguínea após revascularização cirúrgica do miocárdio. Trabalhos adicionais com maior número de pacientes serão necessários para confirmar estes resultados Resumo em inglês OBJECTIVE: Antifibrinolytic agents reduce bleeding after cardiac surgery, but there are adverse effects after their systemic use. These effects are avoided by topical application of antifibrinolytic agents in pericardial cavity. We compared the effects of topically applied epsilon-aminocaproic acid (EACA) and placebo on postoperative bleeding and transfusion requirements after coronary artery bypass surgery. METHODS: In this single center prospective, randomized, double-b (mais) lind trial, 53 patients were randomized into two groups to receive EACA (24 g in 250 ml of saline solution) or placebo (250 ml of saline solution) before sternal closure. Groups were comparable with respect to all preoperative and intraoperative variables. Postoperative bleeding, transfusion requirements and hematologic parameters were evaluated. RESULTS: Postoperative bleeding within first 24 hours (h) period (EACA group 154.66±74.64 x Placebo group 220.21±136.42 ml; P=0.031) showed statistically significant inter-group difference, within 48 h (EACA group 259.14±420.07 x Placebo group 141.67±142.58 ml; P=0.614), as well as cumulative blood loss (EACA group 832.07±576.86 x Placebo group 827.50±434.12 ml; P=0.975), not showed statistically inter-group differences. Inter-group difference of blood product requirements was statistically significant (EACA group 185.90±342.07 x Placebo group 439.42±349.07 ml; P=0.016). Laboratory analyses showed no differences between the two groups postoperative (hematologic characteristics: hemoglobin (g/dl)- EACA group 9.18±0.92 x Placebo group 8.85±1.48 g/dL; P=0.11; hematocrit (%)-EACA group 28.15±3.35 x Placebo group 26.67±4.15%; P=0.06). CONCLUSION: Topical use of epsilon aminocaproic acid reduces postoperative bleeding in the first 24 hours and requirements of blood transfusion after coronary artery bypass graft surgery

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Importância da presença de granulações tóxicas para o diagnóstico hematológico de septicemia/ The investigation of the presence of toxic granulation for septicemia hematologic diagnostic

Salgado, Danielle Nazaré S.; Carvalho, Raimundo Gladson; Oliveira, Maria de Fátima P.; Santos, Eduardo José M.; Brito Junior, Lacy C.
2007-12-01

Resumo em português Este trabalho visou investigar a associação da coexistência da presença de granulações tóxicas com resultados de hemocultura positivas, idade dos pacientes, condições de internamento e tipos de agentes bacterianos. Foi realizada análise retrospectiva e prospectiva, cega, para a presença de granulações tóxicas em amostras sangüíneas de trezentos pacientes, de ambos os sexos, internados em hospitais da Cidade de Belém - Pará, com solicitação de hemocultu (mais) ra, num período de dois anos. Com os hemogramas e as hemoculturas realizadas por métodos de automação, e todos os dados submetidos à metodologia de comparação estatística pelo Qui-quadrado (método de clump). Nossos resultados mostraram a existência de associação estatística entre: (1) a presença de granulações tóxicas e os resultados de hemoculturas positivas; (2) a menor idade dos pacientes (neonatos) associadas a hemocultura positiva; (3) a condição de internamento em UTI com hemocultura positiva; e (4) a presença de granulações tóxicas e a observação de leucocitose e desvio à esquerda, em pacientes internados em UTI, com hemoculturas positivas. E que os cinco principais agentes bacterianos identificados nas hemoculturas deste estudo foram Klebsiella oxytoca (22%), Acinetobacter calcoaceticus (20%), Escherichia coli (18%), Enterobacter cloacae (14%), e Pseudomonas aeruginosa (8%). Resumo em inglês This work aims at investigating the association of the presence of toxic granulation with positive blood cultures, age of patients, conditions of hospitalization and types of bacterial agents. Blind prospective and retrospective, analyses were carried out for the presence of toxic granulations-in blood samples of 300 patients of the both genders hospitalized in the City of Belém, Pará, Brazil. Request blood tests over a two year period were evaluated. The blood tests an (mais) d cultures were performes using automated methods. All the data were statistically compared using the Qui-square test (clump method). The results show statistical associations between: (1) the presence of toxic granulations and positive blood cultures; (2) lower ages of patients (the newborn) and positive blood cultures; (3) hospitalization in the ICU and positive blood cultures and (4) toxic granulations-and the observation of leucocytosis and right-left shunts in patients hospitalized in the ICU with positive blood cultures. The commonest bacterial agents identified were klebsiella oxytoca (22%), Acinetobacter calcoaceticus (20%), Escherichia coli (18%), Enterobacter cloacae (14%), and Pseudomonas aeruginosa (8%).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)