Sample records for hemagglutination
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Prova de hemaglutinação passiva para a evidenciação da toxina do C. diphtherias na lesão diftérica

Christovão, Dacio de Almeida; Cotillo Z., Luís G.; Candeias, José Alberto Neves
1967-12-01

Resumo em português Foi demonstrada a presença da toxina do C. diphtheriae, através de prova de hemaglutinação passiva, usando-se hemácias sensibilizadas com antitoxina diftérica, na lesão da garganta de 47,7% dos casos suspeitos de difteria examinados no presente trabalho. De 53,0% dos mesmos pacientes pôde ser isolado bacilo diftérico toxígeno. A prova de hemaglutinação passiva foi a única positiva em 13,0% dos casos e a cultura, a única positiva em 18,9%. Em 42 crianças nor (mais) mais ou portadoras de faringite ou amigdalite sem nenhuma característica clínica de difteria, a prova de hemaglutinação passiva foi negativa. O processo descrito, de execução muito simples, pode acusar o resultado em menos de 2 horas e oferece grande possibilidade de aplicação vantajosa no diagnóstico da difteria. Resumo em inglês The presense of C. diphteriae toxin was demonstrated in throat lesions of 47.7 per cent of case with probable diagnosis of diphtheria, by passive hemagglutination test using erithrocytes previously sensitized by diphtheria anti-toxin. From 53.0 per cent of the same patients toxigenous bacilli were isolated. Hemagglutination test was the only positive one in 13.6 per cent of cases and cultivation in 18.9 per cent. The passive hemagglutination tests performed on 42 children (mais) , normal or with pharyngitis or tonsillitis but without clinical characteristics of diphtheria were all negative. The procedure described in this paper, of very simple execution can show results in less than two hours and offers great possibility of advantageous application in the diagnosis of diphtheria.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Prova de hemaglutinação passiva para a evidenciação da toxina do C. diphtherias na lesão diftérica

Christovão, Dacio de Almeida; Cotillo Z., Luís G.; Candeias, José Alberto Neves
1967-12-01

Resumo em português Foi demonstrada a presença da toxina do C. diphtheriae, através de prova de hemaglutinação passiva, usando-se hemácias sensibilizadas com antitoxina diftérica, na lesão da garganta de 47,7% dos casos suspeitos de difteria examinados no presente trabalho. De 53,0% dos mesmos pacientes pôde ser isolado bacilo diftérico toxígeno. A prova de hemaglutinação passiva foi a única positiva em 13,0% dos casos e a cultura, a única positiva em 18,9%. Em 42 crianças nor (mais) mais ou portadoras de faringite ou amigdalite sem nenhuma característica clínica de difteria, a prova de hemaglutinação passiva foi negativa. O processo descrito, de execução muito simples, pode acusar o resultado em menos de 2 horas e oferece grande possibilidade de aplicação vantajosa no diagnóstico da difteria. Resumo em inglês The presense of C. diphteriae toxin was demonstrated in throat lesions of 47.7 per cent of case with probable diagnosis of diphtheria, by passive hemagglutination test using erithrocytes previously sensitized by diphtheria anti-toxin. From 53.0 per cent of the same patients toxigenous bacilli were isolated. Hemagglutination test was the only positive one in 13.6 per cent of cases and cultivation in 18.9 per cent. The passive hemagglutination tests performed on 42 children (mais) , normal or with pharyngitis or tonsillitis but without clinical characteristics of diphtheria were all negative. The procedure described in this paper, of very simple execution can show results in less than two hours and offers great possibility of advantageous application in the diagnosis of diphtheria.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Reação de inibição da hemaglutinação para o vírus da rubéola: técnica simplificada/ Rubella hemagglutination-inhibition test: a simplified technique

Candeias, J. A. N.; Neira, Lucía; Rácz, M. L.; Candeias, Nelly M. F.
1978-12-01

Resumo em português A comparação dos resultados obtidos com uma técnica simplificada de inibição da hemaglutinação para o vírus da rubéola e a técnica padronizada pelo "Center for Disease Control", permitiu determinar índices de sensibilidade e especificidade da técnica simplificada em relação à técnica padrão de, respectivamente, 99,4% e 90,0%. Esta técnica pode facilitar a execução de levantamentos sorológicos para a rubéola em larga escala. Resumo em inglês A hemagglutination-inhibition test for rubella is described. In comparing the results obtained using this technique and the CDC standard rubella hemagglutination-inhibition test, the sensitivity and specificity indexes were, respectively, 99.4% and 90.0%. This technique should simplify mass screening of populations for immunity to rubella.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Reação de inibição da hemaglutinação para o vírus da rubéola: técnica simplificada/ Rubella hemagglutination-inhibition test: a simplified technique

Candeias, J. A. N.; Neira, Lucía; Rácz, M. L.; Candeias, Nelly M. F.
1978-12-01

Resumo em português A comparação dos resultados obtidos com uma técnica simplificada de inibição da hemaglutinação para o vírus da rubéola e a técnica padronizada pelo "Center for Disease Control", permitiu determinar índices de sensibilidade e especificidade da técnica simplificada em relação à técnica padrão de, respectivamente, 99,4% e 90,0%. Esta técnica pode facilitar a execução de levantamentos sorológicos para a rubéola em larga escala. Resumo em inglês A hemagglutination-inhibition test for rubella is described. In comparing the results obtained using this technique and the CDC standard rubella hemagglutination-inhibition test, the sensitivity and specificity indexes were, respectively, 99.4% and 90.0%. This technique should simplify mass screening of populations for immunity to rubella.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Avaliação de antígenos do trypanosoma cruzi para a reação de hemaglutinação indireta: II. Antígenos de diferentes amostras e formas evolutivas/ Evaluation of Trypanosoma cruzi antigens for the indirect hemagglutination test: II. Different stocks and evolutive forms

Vítor, Ricardo Wagner de Almeida; Chiari, Egler
1987-06-01

Resumo em português Para aprimorar a sensibilidade e a especificidade da reação de hemaglutina-ção indireta no diagnóstico da doença de Chagas, foram utilizados eritrocitos sensibilizados com antígeno de epimastigotas de diferentes amostras (clones Al.7, B12, Cl e cepas D150 e Y), de tripomastigotas metacíclicos de cultura (TMC) e de tri-pomastigotas de cultura de células (TCC) do Trypanosoma cruzi. Foram titulados 132 soros de indivíduos chagásicos e 161 soros de não chagásicos (mais) , diagnosticados pela reação de imunofluorescência indireta (RIFI), considerada como reação de referência no cálculo dos índices de co-positividade (i.c.p.), co-negatividade (i.c.n.) e concordância. Utilizando o título discriminante (T.D.) de 1:40, os antígenos da cepa Y e do clone B12 apresentaram valores elevados para os três índices calculados, indicando boa sensibilidade e especificidade em relação à RIFI. Os antígenos dos clones Al .7 e Cl apresentaram baixa especificidade considerando o T.D. de 1:40, mas ocorreu um aumento acentuado para o i.c.n. considerando o T.D. de 1:80, indicando um aumento de especificidade relativa sem alteração significativa da sensibilidade relativa. Com os antígenos T.M.C, e T.C.C, foram observados títulos mais baixos e valores menores para o i.c.p., indicando pouca sensibilidade em relação à RIFI. Resumo em inglês To improve sensitivity and specificity of the indirect hemagglutination test (IHA) for Chagas' disease serodiagnosis, different antigens of Trypanosoma cruzi extracts from epimastigotes (A1.7, B12 and CI clones; Y and D150 strains) and from trypomastigotes (metacyclics and tissue cell cultures) -were tested. Sera of 132 individuals with chronic Chagas' disease, demonstrated by immunofluorescence test (IFT) and sera of 161 non chagasic individuals were assayed. The IFT was (mais) the reference test to evaluate the co-positivity index (c.p.i.) and co-negativity index (c.ni.). The antigens of Y strain and B12 clone presented high values for the calculated index with a cut off of 1:40, suggesting sensitivity, specificity and agreement of IHA in relation to IFT. Antigens of A1.7 and CI clones presented high values for the calculated index only with a cut off of 1:80. Titers presented by sera from chagasics tested by IHA with trypomastigote antigens were lower than those with epimastigote antigens. Trypomastigote antigens gave lower values for co-positivity index, suggesting little sensitivity in relation to IFT.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Influenza em animais heterotérmicos/ Influenza in heterothermics

Mancini, Dalva Assunção Portari; Mendonça, Rita Maria Zucatelli; Cianciarullo, Aurora Marques; Kobashi, Leonardo Setsuo; Trindade, Hermínio Gomes; Fernandes, Wilson; Pinto, José Ricardo
2004-06-01

Resumo em português O objetivo foi pesquisar Ortomyxovirus em animais heterotérmicos. Coletou-se sangue de serpentes dos gêneros Bothrops e Crotalus e de sapo e rãs dos gêneros Bufo e Rana, para a detecção dos receptores de hemácias e anticorpos específicos, ao vírus influenza, pelos testes de hemaglutinação e inibição da hemaglutinação, respectivamente. Pelo teste de hemaglutinação, verificou-se que serpentes e sapos em cativeiro apresentaram receptores em suas hemácias pa (mais) ra o vírus influenza, humano e eqüino do tipo A e tipo B. O mesmo ocorreu com serpentes recém chegadas. Quanto ao teste de inibição da hemaglutinação dos soros dos répteis observou-se títulos protetores de anticorpos aos vírus influenza tipo A (origens humana e eqüina) e tipo B. Com soro de sapo não se observou reação de inibição da hemaglutinação porém, 83,3% das rãs obtiveram médias de 40UIH para algumas cepas. Conclui-se que animais heterotérmicos podem oferecer condições de hospedeiros aos vírus influenza, assim como susceptibilidade à infecção. Resumo em inglês The objective was to study Orthomyxovirus in heterothermic animals. Blood samples from snakes (genus Bothrops and Crotalus) and from toads and frogs (genus Bufo and Rana) were collected to evaluate the red cell receptors and antibodies specific to influenza virus by the hemagglutination and hemagglutination inhibition tests, respectively. Both snakes and toads kept in captivity presented receptors in their red cells and antibodies specific to either influenza virus type A (mais) (human and equine origin) or influenza type B. The same was observed with recently captured snakes. Concerning the influenza hemagglutination inhibition antibodies protective levels were observed in the reptiles' serum, against influenza type A and type B. Unlike the toads, 83.3% of the frogs presented mean levels of Ab 40HIU for some influenza strains. It was concluded that heterothermic animals could offer host conditions to the influenza virus and also susceptibility to the infection.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Isolamento do vírus Parainfluenza bovino tipo 3 no Rio Grande do Sul, Brasil/ Isolation of bovine Parainfluenza virus type 3 in Rio Grande do Sul, Brazil

Gonçalves, Diocela Andrade; Spilki, Fernando Rosado; Chiminazzo, Cláudio; Oliveira, Michelle Andrade; Franco, Ana Cláudia; Roehe, Paulo Michel
2003-10-01

Resumo em português É descrito o isolamento do vírus Parainfluenza bovino tipo 3 (bPI-3) a partir de secreções nasais coletadas de um bovino com infecção respiratória. A identificação do agente foi realizada através de isolamento em cultivo celular e confirmada por testes de hemaglutinação, inibição da hemaglutinação, hemadsorção e imunofluorescência direta. Este é o primeiro registro do isolamento do vírus no Rio Grande do Sul. Resumo em inglês The isolation of bovine parainfluenza virus type 3 (bPI-3) from a case of mild respiratory disease in a calf is described. Identification was carried out by virus isolation in cell cultures and confirmed by hemagglutination, hemagglutination inhibition, hemadsorbtion and direct imunofluorescence. This is the first report on the isolation of bPI-3 in Rio Grande do Sul, Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Vigilância sorológica para arbovírus em Juruti, Pará, Brasil/ Serological survey for arboviruses in Juruti, Pará State, Brazil

Cruz, Ana Cecilia Ribeiro; Prazeres, Assis do Socorro Correa dos; Gama, Eliana Colares; Lima, Maxwell Furtado de; Azevedo, Raimunda do Socorro Silva; Casseb, Lívia Medeiros Neves; Nunes Neto, Joaquim Pinto; Martins, Lívia Carício; Chiang, Jannifer Oliveira; Rodrigues, Sueli Guerreiro; Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa
2009-11-01

Resumo em português O objetivo foi avaliar a prevalência de anticorpos para arbovírus na área de influência do Projeto Juruti antes da exploração mineral local. Foram examinados 1.597 soros humanos e 85 de animais silvestres. A pesquisa de anticorpos foi realizada pelo teste de inibição da hemaglutinação contra antígenos dos arbovírus mais prevalentes na Amazônia brasileira e IgM-ELISA para dengue e febre amarela. Soros humanos inibidores da hemaglutinação positivos para Mayar (mais) o e Oropouche foram também testados por IgM-ELISA. Anticorpos inibidores da hemaglutinação para alfavírus, orthobunyavirus e/ou flavivírus foram detectados, sendo 28,7% reações monotípicas. Infecções recentes para Oropouche (n = 23), Mayaro (n = 5), e dengue (n = 20) foram confirmadas por IgM-ELISA. A prevalência de anticorpos inibidores da hemaglutinação em soros de animais silvestres foi de 8,2% para flavivírus. Os resultados obtidos mostram que houve circulação ativa dos vírus Mayaro, Oropouche e dengue no período do estudo em humanos em Juruti, Pará, Brasil, e de diversos arbovírus em animais silvestres, indicando presença desses vírus em áreas do Município de Juruti. Resumo em inglês This study aimed to measure the prevalence of antibodies to arboviruses in the area affected by the Juruti Project before local mining operations. A total of 1,597 human and 85 wild animal sera were examined, using the hemagglutination inhibition test against 19 antigens from the most prevalent arboviruses in the Brazilian Amazon and IgM-ELISA for dengue and yellow fever. Positive sera for Mayaro and Oropouche viruses were also tested by IgM-ELISA. Prevalence of hemagglut (mais) ination inhibition antibodies to alphaviruses, flaviviruses, and orthobunyaviruses in humans was 28.7%, while for wild animals it was 8.2% for flaviviruses. Recent infections based on presence of IgM was confirmed for Mayaro (n = 5), Oropouche (n = 23), and dengue (n = 20). The results showed active circulation of the dengue, Mayaro, and Oropouche viruses in Juruti, as well as flaviviruses in wild animals, suggesting the circulation of these viruses in the Municipality of Juruti.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Vigilância sorológica para arbovírus em Juruti, Pará, Brasil/ Serological survey for arboviruses in Juruti, Pará State, Brazil

Cruz, Ana Cecilia Ribeiro; Prazeres, Assis do Socorro Correa dos; Gama, Eliana Colares; Lima, Maxwell Furtado de; Azevedo, Raimunda do Socorro Silva; Casseb, Lívia Medeiros Neves; Nunes Neto, Joaquim Pinto; Martins, Lívia Carício; Chiang, Jannifer Oliveira; Rodrigues, Sueli Guerreiro; Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa
2009-11-01

Resumo em português O objetivo foi avaliar a prevalência de anticorpos para arbovírus na área de influência do Projeto Juruti antes da exploração mineral local. Foram examinados 1.597 soros humanos e 85 de animais silvestres. A pesquisa de anticorpos foi realizada pelo teste de inibição da hemaglutinação contra antígenos dos arbovírus mais prevalentes na Amazônia brasileira e IgM-ELISA para dengue e febre amarela. Soros humanos inibidores da hemaglutinação positivos para Mayar (mais) o e Oropouche foram também testados por IgM-ELISA. Anticorpos inibidores da hemaglutinação para alfavírus, orthobunyavirus e/ou flavivírus foram detectados, sendo 28,7% reações monotípicas. Infecções recentes para Oropouche (n = 23), Mayaro (n = 5), e dengue (n = 20) foram confirmadas por IgM-ELISA. A prevalência de anticorpos inibidores da hemaglutinação em soros de animais silvestres foi de 8,2% para flavivírus. Os resultados obtidos mostram que houve circulação ativa dos vírus Mayaro, Oropouche e dengue no período do estudo em humanos em Juruti, Pará, Brasil, e de diversos arbovírus em animais silvestres, indicando presença desses vírus em áreas do Município de Juruti. Resumo em inglês This study aimed to measure the prevalence of antibodies to arboviruses in the area affected by the Juruti Project before local mining operations. A total of 1,597 human and 85 wild animal sera were examined, using the hemagglutination inhibition test against 19 antigens from the most prevalent arboviruses in the Brazilian Amazon and IgM-ELISA for dengue and yellow fever. Positive sera for Mayaro and Oropouche viruses were also tested by IgM-ELISA. Prevalence of hemagglut (mais) ination inhibition antibodies to alphaviruses, flaviviruses, and orthobunyaviruses in humans was 28.7%, while for wild animals it was 8.2% for flaviviruses. Recent infections based on presence of IgM was confirmed for Mayaro (n = 5), Oropouche (n = 23), and dengue (n = 20). The results showed active circulation of the dengue, Mayaro, and Oropouche viruses in Juruti, as well as flaviviruses in wild animals, suggesting the circulation of these viruses in the Municipality of Juruti.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Resposta sorológica de adultos à vacinação contra a rubéola/ Serologic response in adults to vaccination for rubella

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.; Rácz, M. L.
1977-09-01

Resumo em português Foi estudada a resposta sorológica à vacinação contra a rubéola, por via subcutânea, com a cepa vacinal viva atenuada Wistar RA 27/3, num grupo de 30 professoras da rede municipal de ensino de São Paulo. Foram escolhidos, como participantes do grupo, indivíduos destituídos de imunidade contra a rubéola, tendo as dosagens de anticorpos inibidores da hemaglutinação e fixadores do complemento sido feitas em amostras de soro colhidas 10, 30, 90 e 180 dias após a (mais) vacinação. Tanto nas provas de inibição da hemaglutinação, como fixação do complemento, observou-se uma soro-conversão de 96,6%. Não se observaram quaisquer relações vacinais no grupo em estudo. Resumo em inglês The effect of Wistar RA 27/3 live attenuated rubella virus vaccine, given subcutaneously, was evaluated in 30 susceptible female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil. The serum samples, to be tested for hemagglutination-inhibiting (HI) and complement fixing (CF) antibodies, were collected 10, 30, 90 and 180 days after vaccination. Of the 30 susceptible adults who received the Wistar RA 27/3 vaccine, 96,6% showed seroconversion in the HI and CF tests. No unusual reactions occured.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Resposta sorológica de adultos à vacinação contra a rubéola/ Serologic response in adults to vaccination for rubella

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.; Rácz, M. L.
1977-09-01

Resumo em português Foi estudada a resposta sorológica à vacinação contra a rubéola, por via subcutânea, com a cepa vacinal viva atenuada Wistar RA 27/3, num grupo de 30 professoras da rede municipal de ensino de São Paulo. Foram escolhidos, como participantes do grupo, indivíduos destituídos de imunidade contra a rubéola, tendo as dosagens de anticorpos inibidores da hemaglutinação e fixadores do complemento sido feitas em amostras de soro colhidas 10, 30, 90 e 180 dias após a (mais) vacinação. Tanto nas provas de inibição da hemaglutinação, como fixação do complemento, observou-se uma soro-conversão de 96,6%. Não se observaram quaisquer relações vacinais no grupo em estudo. Resumo em inglês The effect of Wistar RA 27/3 live attenuated rubella virus vaccine, given subcutaneously, was evaluated in 30 susceptible female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil. The serum samples, to be tested for hemagglutination-inhibiting (HI) and complement fixing (CF) antibodies, were collected 10, 30, 90 and 180 days after vaccination. Of the 30 susceptible adults who received the Wistar RA 27/3 vaccine, 96,6% showed seroconversion in the HI and CF tests. No unusual reactions occured.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Diferenças nas propriedades adesivas de Staphylococcus saprophyticus a células HEp-2 e eritrócitos/ Differences on the adhesive property of Staphylococcus saprophyticus to HEp-2 cells and erythrocytes

Milagres, Lucimar Gonçalves; Melles, Carmo E.A.
1992-08-01

Resumo em português S. saprophyticus é freqüentemente isolado de infecções do trato urinário de mulheres jovens e sexualmente ativas. Ao contrário de S. aureus, esta espécie não possui fatores de virulência bem definidos. O objetivo deste estudo é analisar a aderência de S. saprophyticus a células HEp-2 e eritrócitos de carneiro. As amostras foram isoladas a partir da urina de pacientes com infecção urinária. Foram realizados testes de hemaglutinação, aderência a células (mais) HEp-2 e a capacidade de carboidratos específicos inibirem as interações entre estes tipos celulares e S. saprophyticus. A maioria das cepas se mostrou hemaglutinante e sensível a inibição da hemaglutinação pela manose (100mM). Foram verificados altos níveis de aderência às células HEp-2. As diferenças em especificidade e nível de aderência do microrganismo a células de HEp-2 e eritrócitos sugerem a participação de diferentes adesinas nos processos de interações celulares. Resumo em inglês S. saprophyticus has been frequently isolated from urinary tract infections in young women. In contrast with S. aureus, no defined virulence factors have been recognized for the coagulase negative Staphylococcus species. The objective this study was to analyze the adherence of S. saprophyticus to HEp-2 cells and sheep erythrocytes. The sample were isolated from urine of patients with urinary infection. Hemagglutination, adherence to HEp-2 cells tests and inhibition by spe (mais) cific carbohydrates of the interactions between these cells were analyzed. Most of the strains were hemagglutinanting whose properties was inhibited by mannose (100mM). There was a high adherence level to HEp-2 cells. The differences in specificity and attachment level noted in this study suggest that multiple adhesins are involved in the mechanism of cellular interaction.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Inquérito sorológico para a rubéola em professoras do município de São Paulo, Brasil/ Serum inquiry for rubella in schoolteachers in the city of S. Paulo, Brazil

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.
1974-12-01

Resumo em português Estudou-se a distribuição etária de anticorpos inibidores da hemaglutinação para o vírus da rubéola em 415 soros de professoras de 27 parques infantis e 75 escolas municipais, da rede municipal de ensino de São Paulo. Deste total, 67,9% dos soros apresentavam títulos iguais ou superiores a 8, considerados como indicativos da presença de imunidade. Não se observaram diferenças significativas entre os diversos grupos etários estudados, relativamente à distribu (mais) ição dos porcentuais de positividade. A distribuição porcentual dos títulos de anticorpos inibidores da hemaglutinação foi de 32,1% para títulos menores do que 8, 29,3% para título 8, 18,1% para título 16, 12,1% para título 32 e 8,4% para títulos iguais ou superiores a 64. De 35 soros com títulos iguais ou superiores a 64, após tratamento com 2-mercapto-etanol, 4 sofreram uma redução significativa do título. São feitas algumas considerações sobre os riscos de infecção a que estão sujeitas as professoras e sugere-se, entre os requisitos exigidos para a admissão das mesmas nas redes oficiais e particulares de ensino, o diagnóstico sorológico da rubéola, bem como o estabelecimento de um serviço de vacinação, devidamente controlado. Resumo em inglês The sera of 415 female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil, were tested for rubella hemagglutination-inhibiting antibodies. Antibodies to rubella virus were found in 67.9%. Of these, 59.5% had titers ranging from 1:8 to 1:32 and 8.4% had titers of 1:64 and higher. No significant differences were observed between age-groups. Four of 35 sera with titers of 1:64 and higher showed reduction in the hemagglutination-inhibiting antibo (mais) dy titer after treatment with 2 ME, a sulphydryl-reduction compound wich breaks down IgM immunoglobulins. Some comments are presented on the necessity of developing programs of routine tests for the continuing assessment of the susceptibility of schoolteachers to rubella infection and vaccination, provided adequate precautions are followed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Inquérito sorológico para a rubéola em professoras do município de São Paulo, Brasil/ Serum inquiry for rubella in schoolteachers in the city of S. Paulo, Brazil

Candeias, J. A. N.; Rosenburg, Cornélio P.
1974-12-01

Resumo em português Estudou-se a distribuição etária de anticorpos inibidores da hemaglutinação para o vírus da rubéola em 415 soros de professoras de 27 parques infantis e 75 escolas municipais, da rede municipal de ensino de São Paulo. Deste total, 67,9% dos soros apresentavam títulos iguais ou superiores a 8, considerados como indicativos da presença de imunidade. Não se observaram diferenças significativas entre os diversos grupos etários estudados, relativamente à distribu (mais) ição dos porcentuais de positividade. A distribuição porcentual dos títulos de anticorpos inibidores da hemaglutinação foi de 32,1% para títulos menores do que 8, 29,3% para título 8, 18,1% para título 16, 12,1% para título 32 e 8,4% para títulos iguais ou superiores a 64. De 35 soros com títulos iguais ou superiores a 64, após tratamento com 2-mercapto-etanol, 4 sofreram uma redução significativa do título. São feitas algumas considerações sobre os riscos de infecção a que estão sujeitas as professoras e sugere-se, entre os requisitos exigidos para a admissão das mesmas nas redes oficiais e particulares de ensino, o diagnóstico sorológico da rubéola, bem como o estabelecimento de um serviço de vacinação, devidamente controlado. Resumo em inglês The sera of 415 female schoolteachers aged 20 to 35 years and over, from the city of São Paulo, Brazil, were tested for rubella hemagglutination-inhibiting antibodies. Antibodies to rubella virus were found in 67.9%. Of these, 59.5% had titers ranging from 1:8 to 1:32 and 8.4% had titers of 1:64 and higher. No significant differences were observed between age-groups. Four of 35 sera with titers of 1:64 and higher showed reduction in the hemagglutination-inhibiting antibo (mais) dy titer after treatment with 2 ME, a sulphydryl-reduction compound wich breaks down IgM immunoglobulins. Some comments are presented on the necessity of developing programs of routine tests for the continuing assessment of the susceptibility of schoolteachers to rubella infection and vaccination, provided adequate precautions are followed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Observações sobre o TESA blot no diagnóstico sorológico da doença de Chagas/ Observations on the use of TESA blot for the serological diagnosis of Chagas' disease

Amato Neto, Vicente; De Marchi, Cláudia Regina; Ferreira, Cláudio Santos; Ferreira, Antonio Walter
2005-12-01

Resumo em português Comparamos o TESA blot com a hemaglutinação indireta, imunofluorescência indireta e ELISA. Nos 30 soros de pessoas infectadas pelo Trypanosoma cruzi, as quatro técnicas foram positivas em todos, e nos 30 não-infectados, totalmente negativas. Nos soros indeterminados e nos de leishmaniose visceral, comprovamos muitas positividades falsas, em quantidade bastante menor com o TESA blot. Resumo em inglês TESA blot was compared with indirect hemagglutination, indirect immunofluorescence and ELISA tests. In sera from 30 participants infected with Trypanosoma cruzi, and in 30 non infected the four techniques produced entirely equivalent results, all positive and all negative, respectively. In cases admitted to be inconclusive or in visceral leishmaniasis, frequent false positives were detected. However, TESA blot contributed with the least proportion of them.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Avaliação soroepidemiológica do vírus influenza em aves domésticas e silvestres no Estado do Rio de Janeiro/ Serological survey on influenza virus in domestic and wild birds from Rio de Janeiro State, Brazil

Oliveira Jr., J.G.; Belluci, M.S.P.; Vianna, J.S.M.; Mazur, C.; Andrade, C.M.; Fedullo, L.P.L.; Portz, C.; Loureiro, B.O.
2001-06-01

Resumo em português Estudou-se a presença de anticorpos para o vírus da influenza aviária, subtipos H1N1 e H3N2, por meio da técnica de inibição da hemaglutinação no plasma de 225 aves da Fundação RIO-ZOO, do Bwana Park e de pequenas criações do Estado do Rio de Janeiro. Entre as aves estudadas 60 (26,6%) foram soropositivas, sendo 22 (9,8%) para o subtipo H1N1, 28 (12,4%) para o subtipo H3N2 e 10 (4,4%) para os dois subtipos. Esses resultados indicam a ocorrência dos subtipos d (mais) o vírus da influenza aviária investigados no Rio de Janeiro e apontam para o risco potencial de sua transmissão para a avicultura industrial e para pessoas. Resumo em inglês The presence of antibodies to the avian influenza virus subtypes H1N1 and H3N2, was studied through the technique of hemagglutination inhibition in the plasma of 225 birds of RIO-ZOO Foundation, Bwana Park and of small flocks of the Rio de Janeiro State. Among the studied birds, 60 (26.6%) were seropositives, being 22 (9.8%) for the subtype H1N1, 28 (12.4%) for the subtype H3N2 and 10 (4.4%) for both subtypes. These results indicate the occurrence of these avian influenza (mais) virus subtypes in Rio de Janeiro and point out the potential risk of their transmission for the industrial poultry and humans.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Soroprevalência de anticorpos contra o sarampo de uma determinada população infantil de Botucatu, SP/ A seroprevalence of measles antibodies of a children population of Botucatu, São Paulo State, Brazil

Godoy, Ilda de; Meira, Domingos Alves
2000-06-01

Resumo em português Esta pesquisa trata-se de um estudo de soroprevalência de anticorpos contra o sarampo, de uma determinada população infantil residente em Botucatu, SP, com o objetivo de avaliar o estado imunólogico, induzido quer por infecção natural, quer por meio de vacinação. Foram estudadas 101 crianças, sendo que todas receberam a vacina contra o sarampo. Os exames laboratoriais utilizados para avaliar a presença de anticorpos, nas amostras de sangue coletadas, foram o tes (mais) te de Inibição de Hemaglutinação (IH) e o Ensaio imunoenzimático (ELISA). Os resultados do teste de IH, mostraram que 92,1% das amostras apresentavam anticorpos contra o sarampo. As amostras com títulos Resumo em inglês A study of the seroprevalence of measles antibodies was conducted in a population of children residing in Botucatu, SP, in order to asses their immunological status whether induced by natural infection or by vaccination. A total of 101 children were studied, all of which had been vaccinated against measles. The laboratory tests used to determine the presence of antibodies in the collected blood samples were hemagglutination inhibition (HI) and immunoenzymatic assay (ELISA (mais) ). HI results showed that 92.1% of the samples presented antibodies against measles. Samples with titers

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Epidemiologia da doença de Chagas em quatro localidades rurais de Jaguaruana, Estado do Ceará: soroprevalência da infecção, parasitemia e aspectos clínicos/ Epidemiology of Chagas disease in four rural localities in Jaguaruana, State of Ceará: seroprevalence of infection, parasitemia and clinical characteristics

Borges-Pereira, José; Sarquis, Otília; Zauza, Patrícia Lago; Britto, Constança; Lima, Marli Maria
2008-08-01

Resumo em português Um estudo transversal sobre a doença de Chagas realizado com o exame da população de quatro localidades (nº= 541 habitantes) do município de Jaguaruana, estado do Ceará, mostrou: a soroprevalência da infecção chagásica em 3,1%, avaliada pelos testes de imunofluorescência indireta, hemaglutinação indireta e ELISA, maior entre as pessoas com mais de 50 anos e sem diferença em relação ao sexo; a parasitemia positiva em 11,8% (2/17) soropositivos, determinada (mais) pelo xenodiagnóstico indireto e em 75% (9/12) pela reação em cadeia da polimerase (p Resumo em inglês A cross-sectional study on Chagas disease that examined the populations of four localities (nº = 541 inhabitants) in the municipality of Jaguaruana, State of Ceará, showed seroprevalence of Chagas infection of 3.1%, as assessed by indirect immunofluorescence, indirect hemagglutination and ELISA tests. The rate was higher among adults over 50 years old, without any difference in relation to sex. Positive parasitemia was found in 11.8% (2/17) of the seropositive individua (mais) ls by means of indirect xenodiagnosis and in 75% (9/12) by means of the polymerase chain reaction (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Detecção de anticorpos para Toxoplasma gondii em soro de suínos criados e abatidos em frigoríficos da região da grande Porto Alegre-RS, Brasil/ Detection of antibodies against Toxoplasma gondii in sera from swine bred and slaughtered in the great Porto Alegre-RS abbattoirs, Brazil

Fialho, Cristina Germani; Araujo, Flávio Antônio Pacheco de
2003-10-01

Resumo em português No presente trabalho, objetivou-se contribuir com dados sobre a freqüência de sororeagentes para Toxoplasma gondii em suínos criados e abatidos na Região da Grande Porto Alegre e fornecer subsídios sobre a importância da transmissão deste protozoário, por suínos. Foram coletadas amostras de 240 suínos em frigoríficos da região. A freqüência de anticorpos anti- Toxoplasma gondii, determinada através da técnica de hemaglutinação indireta, foi de 20 % de so (mais) ros iguais ou superiores a diluição 1:64. Na técnica de imunofluorescência indireta, foram encontrados 33,75% de soro com diluição iguais a 1:16 ou superiores. Resumo em inglês This report objectived to contribuite with data about the antibodies occurence of Toxoplasma gondii in swine bred and slaughtered in the area of Great Porto Alegre- RS, Brazil. The data should supply with subsidies on the importance of this protozoan transmission through swines. Samples were taken from 240 swines at slaughterhouses in that region. The frequency of anti-Toxoplasma gondii antibodies, determinanet through the indirect hemagglutination technic was of 20% of s (mais) erum equal or superior to 1:64 dilution. In the indirect immunofluorescence technic was found 33.75% in serum with a diluition equal to 1:16 or superior.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Estudos sobre a reação de Guerreiro-Machado. Efeitos da inativação do soro chagásico na fixação do complemento com antígeno de Trypanosoma cruzi/ Study on Guerreiro-Machado reaction. Inactivation effect of Chagas's serum in complement fixation with Trypanosoma cruzi antigen

Almeida, José Oliveira de; Cunha, Therezinha Aparecida
1981-09-01

Resumo em português O aquecimento de soros chagásicos a 56 grausC por 30 minutos, não só inativa o complemento, como altera a mobilidade iônica das proteínas séricas. Com a inativação, os títulos dos soros por fixação de complemento decrescem sendo a queda do poder fixador relacionada com a diminuição da avidez do complexo-imune, formado com o antígeno de Trypanosoma cruzi para o complemento. Não se observaram diferenças na reatividade específica dos soros chagásicos, antes (mais) e depois de inativados, quando os títulos foram determinados por técnicas que não envolvem o complemento, tais como a imunofluorescência e a hemaglutinação. Resumo em inglês The heating for 30 minutes at 56°C not only modifies the electrophoretic profiles of the Chagasic sera, but also their specific reactivity in complement-fixation with Trypanosoma cruzi antigens. the complement fixation titers are lower in inactivated sera and the avidity for complement of the immune-complex is reduced. It was found a correlation between the diminution of the CF titers and the reduction of the avidity for complement. The effects of inactivation on the spe (mais) cific reactivity of Chagasic sera was not observed with immunofluorescent antibody test or with hemagglutination. This finding does no support the hypothesis of thermolability of chagasic antibodies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Arbovírus Ilheus em aves silvestres (Sporophila caerulescens e Molothrus bonariensis)/ Ilheus arbovirus in wild birds (Sporophila caerulescens and Molothrus bonariensis)

Pereira, Luiz Eloy; Suzuki, Akemi; Coimbra, Terezinha Lisieux Moraes; Souza, Renato Pereira de; Chamelet, Esther Luiza Bocato
2001-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Relatar o isolamento do vírus Ilheus no Estado de São Paulo e avaliar o seu impacto para a saúde pública. MÉTODOS: O isolamento de vírus foi realizado em camundongos albinos Swiss, a partir de sangue de aves silvestres, capturadas com redes de espera tipo mist net, armadas no nível do solo, no Parque Ecológico do Tietê, São Paulo. A identificação das cepas isoladas foi feita pelos testes de inibição da hemaglutinação, fixação de complemento e n (mais) eutralização em camundongos. Amostras de plasma de aves e de mamíferos silvestres foram submetidas à pesquisa sorológica para detecção de anticorpos inibidores de hemaglutinação. RESULTADOS: Foram isoladas duas cepas do vírus Ilheus em sangue de aves das espécies Sporophila caerulescens e Molothrus bonariensis e detectados anticorpos em aves das espécies Columbina talpacoti, Geopelia cuneata, Molothrus bonariensis e Sicalis flaveola, em sagüis das espécies Callithrix jacchus e Callithrix penicillata e no quati Nasua nasua. CONCLUSÕES: O isolamento do vírus Ilheus e a detecção de anticorpos específicos em aves residentes, migratórias e de cativeiro, em sagüis e quatis, comprovam a presença desse agente no Parque Ecológico do Tietê. O comportamento migratório de aves silvestres pode determinar a introdução do vírus em outras regiões. Considerando-se a patogenicidade para o homem e a confirmação da circulação desse agente viral em área urbana, freqüentada para atividade de lazer e de educação, o risco de ocorrência de infecção na população humana não pode ser descartado. Resumo em inglês OBJECTIVE: To report the first Ilheus arboviruses isolated from wild birds and analyze its public health impact. METHODS: Wild birds and mammals were captured using mist nets and Tomahawk traps, respectively. Blood samples were drawn from these animals and inoculated intracerebrally in Swiss suckling mice found in the Parque Ecológico do Tietê, Brazil. The isolates were identified by serological tests, such as hemagglutination, hemagglutination inhibition, complement fi (mais) xation and neutralization. Besides virus isolation, serum samples were also tested for the presence of hemagglutination inhibition antibodies. RESULTS: Two strains of Ilheus virus were isolated from the bird species Sporophila caerulescens and Molothrus bonariensis. Specific antibodies to Ilheus virus were detected in serum samples of some birds (Columbina talpacoti, Geopelia cuneata, Sicalis flaveola and Molothrus bonariensis), marmosets (Callithrix jacchus and Callithrix penicillata) and coati (Nasua nasua). CONCLUSIONS: Virus isolation and detection of specific antibodies in serum samples of local, migratory and captive birds, captive marmosets and wild coati corroborate the circulation of Ilheus virus in the Parque Ecológico do Tietê. The migrating behavior of some species of wild birds, like Sporophila caerulescens, enables the virus spread to other regions. Taking into consideration its human pathogenicity and the presence of the virus in this area, local authorities should be aware of the risk of infecting the local community.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Arbovírus Ilheus em aves silvestres (Sporophila caerulescens e Molothrus bonariensis)/ Ilheus arbovirus in wild birds (Sporophila caerulescens and Molothrus bonariensis)

Pereira, Luiz Eloy; Suzuki, Akemi; Coimbra, Terezinha Lisieux Moraes; Souza, Renato Pereira de; Chamelet, Esther Luiza Bocato
2001-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Relatar o isolamento do vírus Ilheus no Estado de São Paulo e avaliar o seu impacto para a saúde pública. MÉTODOS: O isolamento de vírus foi realizado em camundongos albinos Swiss, a partir de sangue de aves silvestres, capturadas com redes de espera tipo mist net, armadas no nível do solo, no Parque Ecológico do Tietê, São Paulo. A identificação das cepas isoladas foi feita pelos testes de inibição da hemaglutinação, fixação de complemento e n (mais) eutralização em camundongos. Amostras de plasma de aves e de mamíferos silvestres foram submetidas à pesquisa sorológica para detecção de anticorpos inibidores de hemaglutinação. RESULTADOS: Foram isoladas duas cepas do vírus Ilheus em sangue de aves das espécies Sporophila caerulescens e Molothrus bonariensis e detectados anticorpos em aves das espécies Columbina talpacoti, Geopelia cuneata, Molothrus bonariensis e Sicalis flaveola, em sagüis das espécies Callithrix jacchus e Callithrix penicillata e no quati Nasua nasua. CONCLUSÕES: O isolamento do vírus Ilheus e a detecção de anticorpos específicos em aves residentes, migratórias e de cativeiro, em sagüis e quatis, comprovam a presença desse agente no Parque Ecológico do Tietê. O comportamento migratório de aves silvestres pode determinar a introdução do vírus em outras regiões. Considerando-se a patogenicidade para o homem e a confirmação da circulação desse agente viral em área urbana, freqüentada para atividade de lazer e de educação, o risco de ocorrência de infecção na população humana não pode ser descartado. Resumo em inglês OBJECTIVE: To report the first Ilheus arboviruses isolated from wild birds and analyze its public health impact. METHODS: Wild birds and mammals were captured using mist nets and Tomahawk traps, respectively. Blood samples were drawn from these animals and inoculated intracerebrally in Swiss suckling mice found in the Parque Ecológico do Tietê, Brazil. The isolates were identified by serological tests, such as hemagglutination, hemagglutination inhibition, complement fi (mais) xation and neutralization. Besides virus isolation, serum samples were also tested for the presence of hemagglutination inhibition antibodies. RESULTS: Two strains of Ilheus virus were isolated from the bird species Sporophila caerulescens and Molothrus bonariensis. Specific antibodies to Ilheus virus were detected in serum samples of some birds (Columbina talpacoti, Geopelia cuneata, Sicalis flaveola and Molothrus bonariensis), marmosets (Callithrix jacchus and Callithrix penicillata) and coati (Nasua nasua). CONCLUSIONS: Virus isolation and detection of specific antibodies in serum samples of local, migratory and captive birds, captive marmosets and wild coati corroborate the circulation of Ilheus virus in the Parque Ecológico do Tietê. The migrating behavior of some species of wild birds, like Sporophila caerulescens, enables the virus spread to other regions. Taking into consideration its human pathogenicity and the presence of the virus in this area, local authorities should be aware of the risk of infecting the local community.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Prevalência de anticorpos para o vírus da Influenza Eqüina, subtipo H3N8, em eqüídeos apreendidos no Estado do Rio de Janeiro/ Antibody prevalence of Equine Influenza virus, subtype H3N8, in equids apreehend on Rio de Janeiro State, Brazil

Oliveira, Gabrielle Sales de; Schiavo, Paula Amorim; Mazur, Carlos; Andrade, Cláudio de Moraes
2005-10-01

Resumo em português O vírus Influenza A, subtipo H3N8, é o agente etiológico da Influenza Eqüina, responsável por diversas epidemias e endemias respiratórias em nível mundial, inclusive no Estado do Rio de Janeiro, Brasil. O objetivo deste trabalho foi avaliar a importância de eqüídeos errantes, como fontes de infecção do vírus Influenza, subtipo H3N8. A enquete foi realizada a partir da pesquisa de anticorpos específicos para este vírus em 1106 soros analisados através da pr (mais) ova de inibição da hemaglutinação. O elevado percentual (35,9%) de animais soropositivos encontrados evidencia seu papel como uma importante fonte de infecção deste vírus para o rebanho eqüino nacional. Resumo em inglês The Influenza virus type A, subtype H3N8, is the etiological agent of the Equine Influenza, responsible for several epidemics and endemic respiratory diseases in world level, besides in the Rio de Janeiro State, Brazil. The objective of this work was to evaluate the role of errant equids, as infectious sources of the Influenza virus, subtype H3N8. The survey was performed from the research of specific antibodies for this virus in 1106 sera analyzed by the inhibition of th (mais) e hemagglutination test. The high percentile (35,9%) of seropositive animals found in this study evidenced its importance as infectious sources of the Influenza virus, subtype H3N8, to the national equine flock.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Investigação epidemiológica de, um novo caso de leishmaniose visceral ocorrido na Grande São Paulo, Brasil/ Epidemiological investigation of a new case of visceral leishmaniasis in Greater S. Paulo, Brazil

Iversson, Lygia Busch; Pires, Raquel B. Robert; Ribeiro, Maracy Alves; Takeda, Augusta K.; Escrivão Júnior, Alvaro; Tolezano, José Eduardo; Buralli, Geraldo Magela
1982-08-01

Resumo em português Descreve-se uma investigação epidemiológica realizada em zona urbana do município de São Paulo, Brasil, para esclarecer um caso de leishmaniose visceral ocorrido em criança de 2 anos de idade, nascida e sempre residente no local. Afastou-se a possibilidade de transmissão por via transfusional e por vetor biológico, tendo como base os dados levantados da anamnese do doente, os resultados de inquéritos realizados na área em população humana, utilizando testes de (mais) imunofluorescência indireta, hemaglutinação passiva e intradermoreação de Montenegro, em população canina com o teste de imunofluorescência indireta, além de pesquisa entomológica em mata residual. Resumo em inglês An epidemiological investigation was made in the urban zone of S. Paulo, Brazil, to elucidate a case of visceral leishmaniasis that occurred in a two-year old child, born and always resident in that place. The possibility of congenital transmission was eliminated. The transmission by blood transfusion and biological vector was discussed on the basis of the past history of the child and the results of a serological survery in human population with indirect imunofluorescenc (mais) e, passive hemagglutination and leishmanin tests, serological survey on dogs and furthermore entomological research in residual forest situated in the neighbourhood of the patient's house.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Investigação epidemiológica de, um novo caso de leishmaniose visceral ocorrido na Grande São Paulo, Brasil/ Epidemiological investigation of a new case of visceral leishmaniasis in Greater S. Paulo, Brazil

Iversson, Lygia Busch; Pires, Raquel B. Robert; Ribeiro, Maracy Alves; Takeda, Augusta K.; Escrivão Júnior, Alvaro; Tolezano, José Eduardo; Buralli, Geraldo Magela
1982-08-01

Resumo em português Descreve-se uma investigação epidemiológica realizada em zona urbana do município de São Paulo, Brasil, para esclarecer um caso de leishmaniose visceral ocorrido em criança de 2 anos de idade, nascida e sempre residente no local. Afastou-se a possibilidade de transmissão por via transfusional e por vetor biológico, tendo como base os dados levantados da anamnese do doente, os resultados de inquéritos realizados na área em população humana, utilizando testes de (mais) imunofluorescência indireta, hemaglutinação passiva e intradermoreação de Montenegro, em população canina com o teste de imunofluorescência indireta, além de pesquisa entomológica em mata residual. Resumo em inglês An epidemiological investigation was made in the urban zone of S. Paulo, Brazil, to elucidate a case of visceral leishmaniasis that occurred in a two-year old child, born and always resident in that place. The possibility of congenital transmission was eliminated. The transmission by blood transfusion and biological vector was discussed on the basis of the past history of the child and the results of a serological survery in human population with indirect imunofluorescenc (mais) e, passive hemagglutination and leishmanin tests, serological survey on dogs and furthermore entomological research in residual forest situated in the neighbourhood of the patient's house.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Diagnóstico sorológico de infecções por dengue e febre amarela em casos suspeitos no Estado do Pará, Brasil, 1999/ Serological diagnosis of dengue and yellow fever infections in suspected cases from Pará State, Brazil, 1999

Araújo, Tais Pinheiro de; Rodrigues, Sueli Guerreiro; Costa, Maria Irene Weyl de A.; Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa; Rosa, Amélia P.A. Travassos da
2002-12-01

Resumo em português De junho a dezembro de 1999, foram coletadas 785 amostras de soro de pacientes com suspeita clínica de dengue e/ou febre amarela. Os pacientes foram atendidos nas unidades de saúde distribuídas pelas seis mesorregiões do Estado do Pará, Brasil. As amostras de soro foram testadas pelo método de inibição da hemaglutinação para detecção de anticorpos para Flavivirus e pelo ensaio imunoenzimático para detecção de imunoglobulina M para dengue e febre amarela. Da (mais) s amostras coletadas, 563 (71,7%) foram positivas pelo IH, e dentre estas 150 (26,6%) foram positivas pelo ELISA-IgM. O vírus dengue foi responsável pela maioria das infecções recentes em todas as mesorregiões e os casos de febre amarela detectados neste estudo foram restritos às mesorregiões Marajó e Sudeste. Resumo em inglês From June to December 1999, 785 serum samples were obtained from patients clinically suspected of having dengue or yellow fever. The patients were referred by public health centers distributed within the six mesoregions of Pará State, Brazil. Serum samples were tested for Flavivirus antibodies by hemagglutination inhibition test and for dengue and yellow fever viruses by enzyme-linked immunosorbent assay for IgM detection. Of the sera collected, 563 (71.7%) were positive (mais) by HI test and out of these 150 (26.6%) were positive by ELISA-IgM. Dengue virus was responsible for most of the recent infections in all regions; yellow fever cases detected in the current study were restricted to the Marajó and Southeast regions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Soroepidemiologia de Toxoplasma gondii em gatos domiciliados atendidos em clínicas particulares de Porto Alegre, RS, Brasil/ Seroepidemiology of Toxoplasma gondii in domestic cats treated in private clinics of Porto Alegre, Brazil

Pinto, Luciane Dubina; Araujo, Flávio Antônio Pacheco de; Stobb, Neusa Saltiél; Marques, Sandra Márcia Tietz
2009-11-01

Resumo em português Com o objetivo de contribuir com dados sobre freqüência de anticorpos para Toxoplasma em felinos domiciliados da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, soros de 245 animais foram testados pelas técnicas sorológicas de Hemaglutinação Indireta (HAI) e Imunofluorescência Indireta (IFI). Informações sobre o animal, tais como raça, sexo, idade, acesso ou não à rua e tipo de alimentação, foram avaliadas por meio de questionário epidemiológico e análise esta (mais) tística para correlacionar com os resultados obtidos na sorologia. Os resultados dos testes mostraram que os valores encontrados foram de 26,9% (HAI) e 37,9% (IFI), inferindo que esses gatos em algum momento de sua vida foram fonte de contaminação ambiental, sendo eliminadores potenciais de oocistos, principalmente aqueles que tiveram livre acesso à rua. Resumo em inglês The sera of 245 cats from Porto Alegre, southern Brazil, were tested by indirect hemagglutination (IHA) and indirect immunofluorescence (IIF) in order to determine the frequency of Toxoplasma antibodies. Information such as breed, sex, age and access or not to the street and dietary habits were assessed using an epidemiological questionnaire and also statistical analysis for correlation with the serological results obtained. The test results showed rates of 26,9 and 37,9% (mais) for IHA and IIF, respectively, suggesting that these cats have acted as a source of environmental contamination at some time during the course of their lifetime, possibly shedding oocysts, especially those with free access to the street.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Helicobacter pylori em crianças e associação de cepas CagA na transmissão mãe-filho na Amazônia brasileira/ Helicobacter pylori in children and association with CagA strains in mother-child transmission in the Brazilian Amazon region

Cartágenes, Vivian D'Annibale; Martins, Luísa Carício; Carneiro, Lígia Maia; Barile, Katarine Antonia dos Santos; Corvelo, Tereza Cristina
2009-06-01

Resumo em português Investigou-se a prevalência de infecção pela Helicobacter pylori em amostras de sangue de 100 crianças de 1 a 12 anos e de suas mães através dos métodos de hemaglutinação indireta e anti-CagA pelo ensaio ELISA. Destas 100 crianças, foram obtidas 79 amostras de fezes e realizada pesquisa de antígenos da bactéria nas fezes por ELISA de captura. Os antígenos foram detectados em 54,4% (43/79) das crianças, e os anticorpos no soro em 43% (34/79), métodos que apr (mais) esentaram desempenhos semelhantes, com maiores discordâncias nas crianças de 1 a 4 anos. A soroprevalência nas crianças foi de 50% (50/100) e nas mães de 86% (86/100). Mães infectadas representaram fator de risco 19 vezes superior ao de mães soronegativas para determinar infecção em seus filhos (p Resumo em inglês The prevalence of Helicobacter pylori infection was investigated in blood samples from 100 children aged 1 to 12 years and from their mothers, by means of the indirect hemagglutination and anti-CagA methods, using ELISA assays. From these 100 children, 79 stool samples were obtained and bacterial antigens in the stools were investigated using capture ELISA. The antigens were detected in 54.4% (43/79) of the children, and serum antibodies in 43% (34/79). These methods pres (mais) ented similar performance, with greatest disagreement among the children aged 1 to 4 years. The seroprevalence was 50% (50/100) among the children and 86% (86/100) among the mothers. Infected mothers represented a risk factor that was 19 times greater than that of seronegative mothers, with regard to infecting their children (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Imunoglobulinas antitoxoplásmicas e retinocoroidite em suínos/ Antitoxoplasmics imunoglubulins and retinochoroiditis in swine

Grünspan, Elisabete Dockhorn; Moreira, Wlademir Silveira; Edelweiss, Maria Isabel Albano; Ulon, Sara Noemi; Daudt, Helena Maria Lizardo
1995-01-01

Resumo em português Soro de 200 suínos abatidos em frigorífico, oriundos de rebanhos intensivos, híbridos, em idade de terminação, da região noroeste do RS, Brasil, foram coletados e testados para imunoglobulinas antitoxoplásmicas através da Hemaglutinação Indireta (HAI). Ao mesmo tempo, fez-se a relação entre soro positivos e a formação de lesões de retinocoroidite através de cortes histológicos em globos oculares, usando a coloração de Hematoxilina-Eosina (HE). A preval� (mais) �ncia da infecção toxoplásmica, considerando títulos positivos a partir de 1:64, foi de 18%. Os títulos ficaram entre 1:64 (39%); 1:128 (5,5%); 1:256 (39%); 1:512 (5,5%) e 1:1024 (11 %). Alterações histopatológicas encontradas em 3 amostras positivas foram: atrofia da retina (1:64 e 1:256) e hiperemia da mácula (1:256). Pelos resultados obtidos, não foi possível estabelecer uma relação entre retinocoroidite e sorologia positiva nestes animais estudados. Resumo em inglês Sera samples derived from 200 finishing pigs from confinement herds, hibrids were used. The sera were collected in abattoirs of me North-west region of Rio Grande do Sul state, Brazil. Tested for antitoxoplasmics immunoglobulins using the Indirect Hemagglutination test (IHA). A relation of the positive sera samples and formation of retinochoroiditis in histological studies with Hematoxilin-Eosin (HE) staining was stablished. The prevalence rate of seropositivity toxoplasm (mais) ic infection was 18%, starting from titers 1:64. The titer varied from 1:64 (39%); 1:128 (5.5%); 1:256 (39%); 1:512 (5.5%); 1:1024 (11%). Histophathogical alterations findings in 3 positive sera samples were: retinal atrophy (1:64; 1:256) and macular hiperemy (1:256). Retinochoroiditis lesions were not found in the present study.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Anticorpos contra Toxoplasma gondii em estudantes de medicina veterinária de Campo Grande, MS, Brasil/ Antibodies to Toxoplasma Gondii in veterinary medicine students of Campo Grande, MS, Brazil

Araújo, Flábio Ribeiro de; Sarti, Enio Cesar; Crocci, Adalberto José; Seabra, Viviane Maria Souza; Amorim, Jan Heber; Cusinato, Flávia Queiróz; Araújo, Cristina Pires de; Carvalho, Cristiano Marcelo Espinola
2000-12-01

Resumo em português Amostras de soro obtidas de estudantes do curso de Medicina Veteriná ria da Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal, Campo Grande, MS, Brasil, foram examinadas para a presença de anticorpos contra Toxoplasma gondii. Dos 145 soros testados, 44 (30,34%) foram positivos na hemaglutinação, com título igual ou superior a 1:16. Não foram observadas associações entre as caracterí sticas epidemiológicas examinadas, tais como hábitos alime (mais) ntares (ingestão de carne bovina crua ou malpassada, vegetais crus/não lavados, produtos lácteos não pasteurizados) ou contato constante com cães e a presença de anticorpos contra T. gondii, exceto pelo percentual significativamente maior de estudantes soropositivos que relataram ter contato freqüente com gatos (P=0,03). Resumo em inglês Serum samples obtained from students of the School of Veterinary Medicine, Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal, Campo Grande, MS, Brazil, were examined for Toxoplasma gondii gondii antibodies. Serum samples from 44 (30.34%) of the 145 veterinary students examined were positive on the hemagglutination test, yielding a titer of 1:16 or greater. There were no relations between the epidemiological characteristics examined, such as food habit (mais) s (eating of raw or rare-cooked cattle meat, raw/uncleaned vegetables, unpasteurized dairy products), frequent contact with dogs and the presence of T. gondii antibodies, except for a significantly higher percentual of seropositive students that reported frequent contact with cats (P=0.03).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Soroprevalência da doença de Chagas em crianças em idade escolar do Estado do Espírito Santo, Brasil, em 1999-2000/ Chagas' disease seroprevalence among school-age children in Espírito Santo State, Brazil, 1999-2000

Sessa, Paulo Augusto; Pimentel, Ricardo Ramos; Ferreira, Adelson Luiz; Falqueto, Aloísio
2002-12-01

Resumo em português Embora o Estado do Espírito Santo não seja considerado endêmico para a doença de Chagas, triatomíneos silvestres que lá ocorrem freqüentemente invadem as casas, com chances de transmissão da doença às pessoas. Avaliou-se o padrão epidemiológico da moléstia no Estado por meio de um inquérito sorológico realizado em 5.243 escolares de 7 a 14 anos de idade, residentes em 17 municípios. Os testes de Imunofluorescência Indireta, Hemaglutinação Indireta e Imu (mais) noenzimático (ELISA) foram positivos em apenas uma pessoa, representando 0,019% do total. O resultado foi semelhante aos encontrados por outros autores em investigações anteriores. Concluiu-se que, apesar da intensa destruição da Mata Atlântica ocorrida nas últimas décadas, o padrão epidemiológico da doença de Chagas permanece estável, a julgar pelo resultado dos testes sorológicos. Resumo em inglês Although the Brazilian State of Espírito Santo is not considered endemic for Chagas' disease, the sylvatic triatomines occurring there frequently invade houses, increasing the chances of Trypanosoma cruzi transmission to man. The epidemiological pattern of the disease in Espírito Santo was evaluated by a serological survey of 5,243 schoolchildren ages 7 to 14 years, residents of 17 municipalities. Indirect immunofluorescence, indirect hemagglutination, and immunoenzymat (mais) ic (ELISA) tests were positive in only one person, representing only 0.019% of the total. This result was similar to those found by other authors in previous studies. Based on the results of serological tests it is concluded that the epidemiological pattern of Chagas' disease in Espírito Santo remains stable, despite the intensive destruction of the Atlantic Forest that has occurred in recent decades.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Soroprevalência da doença de Chagas em crianças em idade escolar do Estado do Espírito Santo, Brasil, em 1999-2000/ Chagas' disease seroprevalence among school-age children in Espírito Santo State, Brazil, 1999-2000

Sessa, Paulo Augusto; Pimentel, Ricardo Ramos; Ferreira, Adelson Luiz; Falqueto, Aloísio
2002-12-01

Resumo em português Embora o Estado do Espírito Santo não seja considerado endêmico para a doença de Chagas, triatomíneos silvestres que lá ocorrem freqüentemente invadem as casas, com chances de transmissão da doença às pessoas. Avaliou-se o padrão epidemiológico da moléstia no Estado por meio de um inquérito sorológico realizado em 5.243 escolares de 7 a 14 anos de idade, residentes em 17 municípios. Os testes de Imunofluorescência Indireta, Hemaglutinação Indireta e Imu (mais) noenzimático (ELISA) foram positivos em apenas uma pessoa, representando 0,019% do total. O resultado foi semelhante aos encontrados por outros autores em investigações anteriores. Concluiu-se que, apesar da intensa destruição da Mata Atlântica ocorrida nas últimas décadas, o padrão epidemiológico da doença de Chagas permanece estável, a julgar pelo resultado dos testes sorológicos. Resumo em inglês Although the Brazilian State of Espírito Santo is not considered endemic for Chagas' disease, the sylvatic triatomines occurring there frequently invade houses, increasing the chances of Trypanosoma cruzi transmission to man. The epidemiological pattern of the disease in Espírito Santo was evaluated by a serological survey of 5,243 schoolchildren ages 7 to 14 years, residents of 17 municipalities. Indirect immunofluorescence, indirect hemagglutination, and immunoenzymat (mais) ic (ELISA) tests were positive in only one person, representing only 0.019% of the total. This result was similar to those found by other authors in previous studies. Based on the results of serological tests it is concluded that the epidemiological pattern of Chagas' disease in Espírito Santo remains stable, despite the intensive destruction of the Atlantic Forest that has occurred in recent decades.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Comportamento do método quimioluminescente-ELISA em relação a resultados considerados discordantes por meio de três técnicas convencionais para diagnóstico da doença de Chagas/ Behavior of the chemiluminescent ELISA method in relation to results considered discordant via three conventional techniques for diagnosing Chagas disease

De Marchi, Cláudia Regina; Amato Neto, Vicente; Almeida, Igor Correia de
2007-02-01

Resumo em português Quando utilizadas, em conjunto, a hemaglutinação indireta, a imunofluorescência indireta e ELISA para diagnóstico sorológico da doença de Chagas por vezes ocorrem resultados considerados discordantes, por não haver concordância entre o que indicam essas técnicas. A disponibilidade do método quimioluminescente-ELISA permitiu executá-lo com 200 soros que examinados pelos três testes citados que motivaram a obtenção de resultados discordantes. Com o método qui (mais) mioluminescente-ELISA sucederam 193 negativos e sete positivos. O emprego desse novo procedimento trouxe mais um subsídio para compreensão do assunto, mas avanço mais concreto dependerá de documentação com soros de pessoas infectadas ou não pelo Trypanosoma cruzi conforme comprovação parasitológica. Resumo em inglês When indirect hemagglutination, indirect immunofluorescence and enzyme-linked immunosorbent assay are used together for serologically diagnosing Chagas disease, results that are considered discordant sometimes occur because there is disagreement between what these tests indicate. The availability of the chemiluminescent ELISA method enabled tests on 200 serum samples that had previously produced discordant results from the three abovementioned methods. CL-ELISA revealed t (mais) hat 193 of these samples were negative and seven were positive. The use of this new procedure provides further support for understanding this subject, but more concrete advances will depend on documentation with blood analyses from people previously demonstrated to be unquestionably infected or uninfected with Trypanosoma cruzi.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Estudo da infecção e morbidade da doença de Chagas no município de João Costa: Parque Nacional Serra da Capivara, Piauí, Brasil/ Study of the infection and morbidity of Chagas' disease in municipality of João Costa: National Park Serra da Capivara, Piauí, Brazil

Borges-Pereira, José; Castro, José Adail Fonseca de; Campos, José Henrique Furtado; Nogueira, José de Souza; Zauza, Patrícia Lago; Marques, Patrícia; Cardoso, Maria Angélica; Britto, Constança; Araújo, Adauto José Gonçalves de
2002-08-01

Resumo em português Com o objetivo de investigar aspectos da infecção e morbidade da doença de Chagas no município de João Costa, Piauí, Brasil, realizamos pesquisa sorológica para detectar Ig G anti-T. cruzi em 2.080 moradores através dos testes de imunofluorescência indireta, hemaglutinação indireta e ELISA. Em seguida, 189 pacientes soropositivos e 141 soronegativos foram avaliados pelo exame clínico e eletrocardiograma (ECG), enquanto a parasitemia foi pesquisada em 106 chag� (mais) �sicos pelo xenodiagnóstico indireto e teste da reação polimerásica em cadeia (PCR). A soropositividade total para Ig G anti-T.cruzi foi de 9,8%, com variação de 0,5% em menores de 10 anos a 39,4% em maiores de 59 anos, independentemente do sexo. O percentual de ECG alterados foi de 41,3% entre os chagásicos e de 15,6% entre os não-chagásicos (p Resumo em inglês In order to investigate aspects of the infection and morbidity of Chagas' disease in the municipality of João Costa, Piauí State, Brazil, we carried out a serological survey to detect anti-Trypanosoma cruzi antibodies in 2,080 individuals, by indirect immunofluorescence, indirect hemagglutination and ELISA. A total of 189 seropositive and 141 seronegative patients were evaluated by anamnesis, physical exam and electrocardiogram (EKG). The parasitaemia of 106 chagasic pa (mais) tients was evaluated by indirect xenodiagnosis and PCR (polymerase chain reaction). The total seropositivity was 9.8%, with intervals of 0.5% in patients younger than 10 years old, and 39.4% among patients older than 59 years old, independently of the sex. The PCR and xenodiagnosis were positive, respectively in 74.5% and 15.1% of the seropositive patients (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Prevalência de infecção chagásica em doadores de sangue do Hemocentro Regional de Iguatu, CE/ Chagasic infection prevalence in blood donors for the Hemocentro Regional de Iguatu

Sobreira, Ana Claudia de Menezes; Gomes, Francisca Vânia Barreto Aguiar Ferreira; Silva, Marcos Antônio Martins da; Oliveira, Maria de Fátima
2001-04-01

Resumo em português Esse estudo tem como objetivo avaliar a prevalência de infecção pelo Trypanosoma cruzi em doadores de sangue do Hemocentro regional de Iguatu, CE, 1996-1997, usando os testes Ensaio Imunoenzimático (ELISA ) e Hemaglutinação Passiva Reversa (HPR). Dos 3.232 doadores analisados 61 (1,9%) foram soropositivos para a infecção chagásica, onde o maior número de soropositividade foi encontrado no grupo de 41-50 anos, no entanto, o maior número de doadores que procuram (mais) o branco de sangue encontra-se na faixa etária de 18-30 anos. Do total de doadores analisados 2.991 (92,5%) foram do sexo masculino e destes 57 (1,9%) foram soropositivos. Com relação a procedência dos doadores observamos que 1.825 (56,5%) foram procedentes da área rural. Os resultados mostram que o ELISA detectou 49 doadores com a infecção e por HPR apenas 38, mostrando portanto que a utilização de dois ou mais testes em bancos de sangue poderá prevenir a transmissão da doença de Chagas associada à transfusão. Resumo em inglês The objective of this study is to evaluate the frequency of Trypanosoma cruzi infection among blood donors at the Iguatu Regional Hemocenter, CE, 1996 - 1997, using the Enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) and hemagglutination passive reverse (HPR) tests. Of the 3,232 donors analyzed a total of 61 (1.9%) were seropositive for chagasic infection. The greatest number of infected donors was found in the 41-50 year age group, while the majority of donors were in the 18-3 (mais) 0 year age group. Of the total number of donors analyzed 2,991 (92.5%) were men and 57 (1.9%) of these were soropositive. In all 1,825 (56.5 %) of the donors were from a rural area. The results showed that the ELISA test detected 49 cases of infection, but HPR only 38, thereby demonstrating that the use of two or more different tests by blood banks prevents transfusion associated Chagas' disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Isolamento e caracterização biológica da amostra JAP99 do vírus da doença de Newcastle isolada de patos domésticos (Neta sp) no Rio de Janeiro/ Isolation and biological characterization of JAP99 Newcastle disease virus isolated from domestic ducks (Neta sp) in Rio de Janeiro State

Oliveira Júnior, Jorge Granja de; Schiavo, Paula Amorin; Doretto Júnior, Luciano; Orsi, Maria Ângela; Mazur, Carlos; Andrade, Cláudio de Moraes
2005-08-01

Resumo em português O vírus da doença de Newcastle (VDN) é o agente etiológico de uma das doenças mais importantes da avicultura e tem sido identificado na maioria das espécies aviárias, silvestres e domésticas. Neste trabalho, obteve-se o isolamento em ovos embrionados da amostra denominada JAP99 do VDN, a partir de fezes de patos coletadas no Município de Japeri, RJ. A amostra foi identificada pela técnica da inibição da hemaglutinação (HI) e a caracterização biológica da (mais) patogenicidade do novo isolado foi realizada no Laboratório Regional Animal, MAPA, Campinas, SP (LARA-Campinas). Pela inoculação intracerebral em pintos de um dia (IPIC), o índice foi 1,4. Na inoculação intravenosa em aves de seis semanas (IPIV), o índice encontrado foi 0,0 (zero) e o tempo médio de morte embrionária (TMME) foi de 62 horas. Estes resultados indicaram que o isolado JAP99 é mesogênico para galinhas comerciais, oferecendo risco para a avicultura industrial. Resumo em inglês Newcastle disease virus (NDV) is the etiological agent of one of the most important diseases of the poultry industry and it has been identified in most of the avian species, wild and domestic birds. In this work, the isolation of the sample denominated JAP99 was obtained from duck feces collected in Japeri, RJ, which was identified by hemagglutination-inhibition technique (HI). The biological characterization of the pathogenicity of the new isolate was investigated at the (mais) Animal Regional Laboratory, Ministry of Agriculture, Campinas, SP. By intracerebral inoculation in one day chicks, the index was 1.4. In the intravenous inoculation in birds of six weeks, the index found was 0.0 and the mean death time in chicken embryos was 62 hours. These results pointed out that the isolate JAP99 is mesogenic for commercial chickens, offering risk for the poultry industry.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Contribuição para o diagnóstico de peste/ Contribution towards plague diagnosis

Almeida, Alzira Maria Paiva de; Souza, Gerlane Tavares de; Santos, Silvana; Silva, Soraya Cavalcante; Petribú, Marina de Moraes Vasconcelos; Haver, Patrícia de Oliveira; Aragão, Antônia Ivoneida; Tavares, Celso
2007-02-01

Resumo em português Apesar de sua fundamentação clínico-epidemiológica, numerosos casos suspeitos de peste nos focos brasileiros têm sido descartados por serem negativos pelo teste de hemaglutinação para detecção de anticorpos contra o antígeno F1 da Yersinia pestis. A transcendência da peste justifica estudar se tais resultados decorrem da falta de resposta ao F1, e se outras proteínas da Yersinia pestis poderiam ser reconhecidas nos soros suspeitos, sendo desta forma candidatas (mais) como alvo diagnóstico alternativo ao F1. Assim sendo, cepas de Yersinia pestis e de Yersinia pseudotuberculosis, uma proteína YopH recombinante e a F1 foram utilizadas para analisar soros de pacientes e soros imunes de coelhos. A F1 e a YopH não foram reconhecidas pelos soros humanos HA- e nenhuma proteína majoritária, comum a todos os soros humanos e coelhos, foi identificada, o que permite concluir que os casos suspeitos devem ser submetidos a uma avaliação clínico-laboratorial mais rigorosa, aprofundando a investigação epidemiológica em busca de outras etiologias. Resumo em inglês Despite the clinical-epidemiological features of plague, numerous suspected cases in Brazilian outbreaks have been discarded because of negative results from the hemagglutination test for antibodies against the Yersinia pestis F1 antigen. The transcendence of plague justifies studying whether such results are due to unresponsiveness to F1, and whether other Y. pestis proteins might be recognized in suspect serum. These would therefore be candidates to be alternative diagn (mais) ostic targets to the F1 antigen. Thus, strains of Y. pestis and Y. pseudotuberculosis, a recombinant YopH protein and the F1 antigen were used to analyze serum from patients and immune serum from rabbits. F1 and YopH were not recognized by HA-negative human serum and no major protein common to all the human and rabbit serum samples was identified. This allows the conclusion that suspected cases must be subjected to more rigorous clinical-laboratory evaluation, with strengthening of epidemiological investigations in the search of other etiologies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Epidemia de dengue em Ipupiara e Prado, Bahia. Inquérito soro-epidemiológico/ Outbreak of dengue in Ipupiara and Prado, Bahia State. Seroepidemiologic survey

Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa; Mota, Karla; Straatmann, Andréa; Santos-Torres, Sandro; Rosa, Amélia P.A. Travassos da; Tavares Neto, José
2000-02-01

Resumo em português No Brasil, os inquéritos sorológicos têm assinalado taxa de infecção pelo vírus do dengue de 25% a 56%, porém esses estudos foram realizados em populações de cidades de médio ou grande porte. No presente estudo, são descritas duas epidemias de febre clássica de dengue (DEN) no Estado da Bahia. A primeira, ocorrida em 1987 e causada pelo sorotipo DEN-1 em Ipupiara e, a segunda, causada pelo DEN-2, em Prado e que ocorreu em 1995. O diagnóstico laboratorial foi (mais) realizado utilizando o teste de inibição da hemaglutinação (IH). Em 1995, foram coletadas 461 amostras sorológicas de uma população de 3.868 habitantes em Ipupiara (região da Chapada Diamantina) e 228 de um total de 9.126 habitantes em Prado (Litoral Extremo Sul). A soro-positividade das amostras foi de 11,9% (55/461) em Ipupiara e 17,5% (40/228) em Prado. Não houve diferença, estatisticamente significante, quanto a idade e o gênero entre os indivíduos soro-positivos e negativos das duas cidades estudadas. Entretanto, em Ipupiara os soro-positivos (15,9% vs. 9,3%) relataram, mais freqüentemente (p Resumo em inglês Serologic studies in Brazil have indicated a 25% to 56% prevalence of dengue virus infections. However, these studies were carried out in populations of middle-sized and larger cities. The present study describes two epidemics of classic dengue fever in two small cities in the State of Bahia. The first occurred in 1987, in Ipupiara and was caused by dengue serotype-1 (DEN-1), the second occurred in 1995, in Prado and was caused by dengue serotype-2 (DEN-2). The laboratory (mais) diagnosis was made by the hemagglutination-inhibitation test. 461 serum samples were collected in 1995 in Ipupiara (district of Chapada Diamantina) out of a population of 3,868 and 228 samples out of a total of 9,126 inhabitants of Prado (in the Southernmost coastal region). The seropositivity of the samples was 11.9% (55/461) in Ipupiara and 17.5% (40/228) in Prado. These were no statistically significant differences as to age and sex between seropositive and seronegative individuals of the two cities studied. However, the seropositive cases in Ipupiara indicated a higher percentage (15.9% vs. 9.3%) of residency in or travel to other states of Brazil (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Avaliação pós-vacinal de lobos guarás Chrysocyon brachyurus (Illiger, 1811) contra os vírus da cinomose e parvovirose caninas/ Immune response of maned wolves Chrysocyon brachyurus (Illiger, 1811) after vaccination against canine distemper virus (CDV) and canine parvovirus (CPV)

Maia, O.B.; Gouveia, A.M.G.; Souza, A.M.; Barbosa, E.F.
1999-10-01

Resumo em português Este estudo teve como objetivos acompanhar a resposta sorológica pós-vacinal de lobos guarás cativos imunizados contra os vírus da cinomose (CDV) e da parvovirose (CPV) caninas com vacina vírus vivo modificado (VVM) produzida para cães domésticos e determinar um programa de vacinação para a espécie. Amostras de soro foram coletadas de 47 lobos com idades variadas, provenientes de seis zôos. Foram utilizados os testes de soroneutralização (SN) e inibição da (mais) hemaglutinação (HI) para mensurar os títulos de anticorpos contra CDV e CPV, respectivamente, sendo testadas 361 amostras para CDV e 353 para CPV. A avaliação pós-vacinal demonstrou que 72% dos espécimes desenvolveram títulos de SN > ou = 100 contra CDV e 98% desenvolveram títulos de HI > ou = 80 contra CPV. Lobos guarás sem histórico de vacinação apresentaram soroconversão após a vacinação. Espécimes com histórico de vacinação e títulos considerados protetores para cães domésticos mantiveram títulos estáveis ao longo de 12 meses após a vacinação. A VVM utilizada (CDV atenuado por passagens em ovos embrionados de aves SPF e posteriormente adaptado às células da linhagem VERO) mostrou-se segura para os lobos guarás adultos e filhotes. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate the immune response of maned wolves vaccinated with modified-live vaccine (MLV) against canine distemper virus (CDV) and canine parvovirus (CPV), developed for use in domestic dogs. Serum samples were collected from 47 maned wolves from zoos and were analysed by the serum neutralization (SN) and hemagglutination-inhibition (H) tests against CDV and CPV, respectively, being 361 samples tested for CDV and 353 for CPV. The results showed (mais) that 72% of samples had SN titers > or = 100 against CDV and 98% developed H titers > or = 80 against CPV. Maned wolves without vaccination history were able to develop antibodies to CDV and CPV after the vaccination. Specimens with vaccination history that showed titers considered protective mantained their response over the period of one year after the vaccination. The MLV used in this study proved to be safe and immunogenic to adult and pup maned wolves.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Avaliação de antígenos do Trypanosoma Cruzi para a reação de hem aglutinação indireta: I. diferentes extratos antigênicos/ Evaluation of Trypanosoma cruzi antigens for the indirect hemagglutination test: I. Different antigenic extracts

Vítor, Ricardo Wagner de Almeida; Chiari, Egler
1987-06-01

Resumo em português Alguns procedimentos descritos na literatura (ultrasom, água destilada, NaOH, TRITON x 100 e congelamento-descongelamenao) foram avaliados determinando o melhor extrato antigênico para a reação de hemaglutinação indireta (RHI) no diagnóstico sorológico da doença de Chagas. Para isso, foram ensaiados 30 soros de indivíduos chagásicos e 30 soros de indivíduos não chagásicos. A reação de imuno-fluorescência indireta foi considerada como reação de referênc (mais) ia no cálculo dos indices de co-positividade (i.c.p.) e co-negatividade (i.cn.). O valor do i.c.p, para a RHI com antígeno obtido por NaOH foi mais elevado do que para os outros antígenos. Os cinco antígenos apresentaram valores máximos para o i.cn., indicando boa especificdade. Os títulos apresentados pelos soros chagásicos com antígeno obtido por NaOH foram, significativamente, superiores aos demais antígenos. A avaliação de cinco partidas de antígeno extraídas por NaOH em épocas diversas indicam boa sensibilidade, especificidade e reprodutibilidade de resultados, traduzidas pelos valores elevados para os i.c.p. e i.cn., além de títulos próximos entre si. Resumo em inglês To improve the sensitivity and specificity of the indirect hemagglutination test (IHA) for the serodiagnosis of Chagas' disease some previously described procedures (sonication, destil-led water, NaOH, TRITON x 100, freezing and thawing) were tested to determine the most useful antigenic extract. Sera of 30 individuals with chronic Chagas' disease, demonstrated by immunofluorescence test, and sera of 30 non •chagasic individuals were assayed. The immunofluorescence test (mais) (IFT) was the reference test to evaluate the co-positivity index and co-negativity index. Co-positivity results were better when the NaOH antigen was used. All antigens gave maximum values for co-negativity in relation to IFT. Titers presented by sera from cha-gasics tested by IHA with NaOH antigen were higher than those of the other four antigens. Moreover, reliability of IHA with NaOH antigen was indicated by the sensitivity, specificity and reproducibility observed with five different reagent batches prepared with antigens extracted on different days.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Doença de Chagas na população urbana do distrito sanitário de Rio Verde, Mato Grosso do Sul, Brasil/ Chagas' disease on urban population of the sanitarian district of Rio Verde, Mato Grosso do Sul State, Brazil

Borges-Pereira, José; Zauza, Patrícia Lago; Galhardo, Maria Cecília; Nogueira, José de Souza; Pereira, Gracy Regina de Oliveira Leite; Cunha, Rivaldo Venâncio da
2001-10-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar alguns aspectos da doença de Chagas na população urbana dos 12 municípios do distrito sanitário de Rio Verde, Mato Grosso do Sul, em 1998 realizamos a pesquisa de IgG anti-T. cruzi pela imunofluorescência indireta em amostras de sangue obtidas em papel de filtro de 14.709 moradores, com posterior confirmação pelos testes de hemaglutinação indireta e ELISA em soros. A parasitemia foi avaliada por xenodiagnóstico indireto em 134 chagási (mais) cos crônicos e a cardiopatia por anamnese, exame físico e eletrocardiograma (ECG) em 191 pares de chagásicos/não-chagásicos. No total os resultados mostraram: soropositividade de 1,83% (0,93% em autóctones e 5,01% em alóctones), positividade do xenodiagnóstico de 17,2% (12,3% em autóctones e 20,8% em alóctones) e proporção de cardiopatia chagásica crônica de 24,6% (19,1% em autóctones e 27,8% em alóctones). A análise dos dados indicou a população de alóctones como a principal responsável pelas características da infecção e morbidade da doença de Chagas na área estudada. Resumo em inglês In order to evaluate some aspects of the Chagas' disease on urban population of the 12 municipalities of the sanitarian district of Rio Verde, Mato Grosso do Sul state, on 1998 we carried out a serological survey investigating anti-T. cruzi IgG by indirect immunofluorescence on blood samples collected on filter paper of 14,709 resident persons, confirmed by indirect hemagglutination and ELISA in serum. The parasitaemia was evaluated by indirect xenodiagnosis on 134 chagas (mais) ic patients and the morbidity evaluated by anamnesis, physical exam and electrocardiogram in 191 pairs of chagasic/non-chagasic patients. The seropositivity was 1.83% (0.93% in autochtonous, 5.01% in alochtonous), xenodiagnosis was positive in 17.2% of the individuals (12.3% in autochtonous, 20.8% in alochtonous) and 24.6% of the seropositive patients presented chronic chagasic cardiopathy (19.1% in autochtonous, 27.8 in alochtonous). The analysis of the dates showed that alochtonous population is the main responsible for presence of the infection and morbidity of Chagas disease in the studied area.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Avaliação do impacto das ações de controle vetorial da doença de Chagas através do inquérito sorológico em Mambaí/Buritinópolis, Goiás/ Evaluation of the impact of vector control programs through serological testing in Mambaí/Buritinópolis, Goiás State

Peñaranda-Carrillo, Rosaura; Moreira, Eliana Furtado; Silveira, Antônio Carlos; Leite, João; Vinhaes, Márcio Costa; Castro, Cleudson; Macêdo, Vanize
2002-08-01

Resumo em português Em 1999, realizamos a avaliação do impacto das medidas de controle vetorial sobre a transmissão da doença de Chagas nas áreas endêmicas Mambaí e Bruritinópolis (GO). Após o recenseamento populacional foram realizados os inquéritos entomológico das unidades domiciliares e sorológico da população. As amostras de sangue foram coletadas por punção digital, em papel de filtro. O teste sorológico utilizado inicialmente para detectar anticorpos contra Trypanosom (mais) a cruzi foi a reação de imunofluorescência indireta (IFI) quantitativa com ponto de corte a diluição 1/20 e, os reagentes realizaram a reação de hemaglutinação indireta (HAI). A prevalência da IFI reagente foi 12,3% (95% IC: 11,5-13,2%). Triatoma infestans não foi encontrado nas habitações. A ausência de infecção de indivíduos menores de 14 anos e a ausência de T. infestans no inquérito entomológico demonstra o sucesso do programa de controle da doença de Chagas nessas áreas, podendo ser considerada interrompida a transmissão vetorial. Resumo em inglês In 1999, we performed serological and entomological surveys to evaluate the impact of vectorial control measures against transmission of Chagas' disease in the endemic area of Mambaí and Buritinópolis (GO). A census was undertaken of the population, after which the entomological survey was performed regarding the dwelling units and serological evaluation of the human population. Blood samples were collected by digital puncture in filter paper. The first serologic test p (mais) erformed to detect antibodies against Trypanosoma cruzi was the indirect immunofluorescence test (IFI) with 1/20 positive dilution as cut-off point and, positive samples were further evaluated with indirect hemagglutination reaction (HAI). The prevalence of positive IFI reactions was 12.3% (95%CL: 11.5-13.2). Triatoma infestans was not found within the dwellings. The absence of infection among individuals younger than 14 years and, the absence of T. infestans during the last entomological survey demonstrates the success of the control program of Chagas' disease in the studied area where the vectorial transmission can be considered to have been interrupted.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Estado imune contra o vírus vacinal (17D) da febre amarela em duas populações do Estado da Bahia/ Immunity against yellow fever vaccinal virus (17D) in two population of the Bahia State, Brazil

Santos-Torres, Sandro; Straatmann, Andrea; Mota, Karla; Vasconcelos, Pedro F.C.; Rosa, Amélia P.A. Travassos da; Tavares-Neto, José
2000-02-01

Resumo em português A ocorrência de casos de febre amarela (FA) e a ampla distribuição do A. aegypti no Brasil, motivou o estudo da estimativa da proteção imune contra o vírus amarílico vacinal (17D) em moradores de duas cidades do Estado da Bahia, Ipupiara (n = 461) e Prado (n = 228). Nesta área não-endêmica de FA, a pesquisa de anticorpos séricos contra o 17D (Ac17D) e contra 18 outros arbovírus, foi realizada pelo método da inibição da hemaglutinação (IH). Somente 1,2% (8 (mais) /689) dos indivíduos apresentaram Ac17D, sendo seis com resposta monotípica. A resposta sorológica do tipo heterotípica para Flavivírus (FLV) foi interpretada também como associada à resposta imune ao 17D, sendo mais freqüente em Prado (30,3%) do que em Ipupiara (23,2%). A idade > ou = 50 anos e moradia em outros Estados foram associadas com a soropositividade para FLV, do mesmo modo que a história de vacinação (17D). Mas, a história de vacinação apresentou baixos percentuais de sensibilidade (£ 45,4%) e de valor preditivo-positivo ( ou = 70,8%) e do valor preditivo-negativo ( > ou = 78,8%). Em conclusão, foi baixa a freqüência (1,2%) de moradores com Ac17D, apesar da freqüência maior (25,5%) de portadores de anticorpos FLV, o que significa que 26,7% da população estudada pode apresentar proteção contra o vírus da FA. Resumo em inglês The occurrence of cases of yellow fever (YF) and also the extensive distribution of A. aegypti in Brazil, inspired a study about the estimate of immunity against vacinal virus (17D) among the residents at two cities of the Bahia state, Ipupiara (n = 461) and Prado (n = 228). At this non-endemic area of YF, the search for serology antibody against 17D (Ab17D) and 18 another arbovirus was made thereby hemagglutination inhibition (HI). Only 1.2% (8/689) showed Ab17D, six of (mais) those with monotypic sort. The heterotypic sort for flavivirus (FLV) was interpretted as associated to immunity against 17D too, being much frequent in Prado (30.3%) than in Ipupiara (23.2%). The age > or = 50 years and residence in another states were related to seropositive for FLV, the same way that vaccination's history (17D). Howener, the history of vaccination presented low percentages of sensibility ( or = 70.8%) and predictive-negative value ( > or = 78.8%). Therefore, the frequency of residents with Ab17D was low (1.2%), althoug the higher frequency (25.5%) of antibody FLV carrier's , what signifies that 26.7% of the studied population should present protection against the YF virus.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Avidez de anticorpos IgG específicos como marcadores de infecção primária recente pelo Toxoplasma gondii/ Avidity of specific IgG antibody as a marker of recent and old toxoplasma infections

Camargo, Mário E.; Silva, Sueli M. da; Leser, Paulo G.; Granato, Celso H.
1991-06-01

Resumo em português A caracterização de infecção primária recente pelo Toxoplasma gondii se apoia principalmente na presença, no soro, de anticorpos específicos IgM. Para fins diagnósticos de toxoplasmose aguda, ou de contágio recente, a possibilidade de outros marcadores é altamente desejável. Um marcador de infecção recente atualmente referido é a baixa afinidade ou avidez de anticorpos específicos IgG. Para avaliação do novo marcador, titularam-se os soros contra poliant� (mais) �genos do T. gondii pelo teste imunoenzimático (ELISA), antes e após tratamento dos complexos antígeno-anticorpo formados, com solução de ureia 6 M como agente dissociante. O deslocamento de anticorpos de baixa avidez foi indicado por uma queda de títulos, calculada em porcentagem em relação aos títulos iniciais. Foram estudados 69 soros, 23 de cada um dos 3 perfis sorológicos sucessivos, observados na infecção, e que a caracterizam respectivamente como recente, em fase de transição e crônica. Os perfis foram determinados segundo os resultados de uma bateria de testes, incluindo os de imunofluorescência IgG e IgM, de captura de anticorpos IgM e de hemaglutinação. Para os soros de infecção crônica a queda observada foi de 3% ± 3%, de 34% ± 12% para toxoplasmose recente e de 12% ± 9% para a fase de transição. Conclue-se que a determinação da avidez de anticorpos IgG pode ser utilizada como marcador de infecção primária recente pelo T. gondii. Resumo em inglês For serologically characterizing a recent primary toxoplasma infection, the low avidity of IgG specific antibodies was studied. Avidity was evaluated as the decrease of IgG antibody titers in ELISA after treating plates with 6 M urea, as a dissociating solution of low avidity antigen-antibody complexes. Sixty nine serum samples were studied, presenting characteristic patterns of recent, transitional or chronic toxoplasmosis. Serological patterns were determined according (mais) to results of IgG and IgM immunofluorescence, IgM-capture, and hemagglutination tests. Twenty three serum samples from each of the referred patterns I,II and III were titrated. For chronic toxoplasmosis infections, which presented a serological pattern III, observed decrease of titers was 3% ± 3%. For pattern I recent toxoplasmosis sera it was 34% ± 12%, and for transition pattern II, 12% ±9%. Thus, a low avidity of IgG specific antibodies can be applicable for the diagnosis of a recent toxoplasmosis infection.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Anticorpos anti-HBs obtidos em coelhos e sua utilização como reagentes para testes sorológicos no diagnóstico da hepatite B/ Anti-HBs antibodies obtained in rabbits and its use as reagents for serological tests in the diagnosis of hepatitis B

Yoshida, C. F. T.; Mercadante, L. A. C.; Gaspar, A. M. C.; Maia, M. M. S.; Berro, O. J.; Almeida, E. C. C. de; Schatzmayr, H. G.
1984-09-01

Resumo em português Pela técnica de cromatografia de afinidade, utilizando-se a resina de Sepharose 4B ligada ao anti-HBs, obteve-se na passagem de plasma de portador assintomático de antígeno HBs, um antígeno parcialmente purificado. Este antígeno foi utilizado para a inoculação em coelhos, num esquema de cinco doses, sendo a primeira dose de 1mg e as quatro subseqüentes de 0,5 mg, com intervalos aproximadamente de quinze dias. Observando-se que os títulos não mais variaram após (mais) a quinta inoculação, os animais foram sangrados no 62° dia e os anticorpos anti-HBs obtidos foram padronizados através dos seguintes métodos para detecção de antígeno HBs: a) Hemaglutinação passiva reversa (HAPR) – utilizando-se a gamaglobulina específica obtida de soro imune dos coelhos através de cromatografia de afinidade, alcançando uma concentração ótima de apenas 10µg/ml para a sensibilização de hemácias de carneiro a 5%, fixadas com glutaraldeído. B) Contraimunoeletroforese (CIEF) – utilizando-se o soro imune diluído até 1/20 como reagente para a detecção do antígeno HBs. O soro imune anti-HBs foi também utilizado para a conjugação com uma nova resina de Sepharose 4b tendo uma captação aproximada de 0,5 a 1,0mg antígeno HBs por ml de resina após completa saturação. Resumo em inglês By the method of affinity chromatography a partially purified antigen was obtained after passing the plasma of an asymptomatic carrier of HBs Ag through a column of Sepharose 4 B linked to angi-HBs. This antigen was inoculated in rabbits using a schedule of 1.0 mg in the first dose and 4 other doses of 0,5 mg with intervals of approximately 15 days. Observing that blood samples colletcted after the 5th inoculation showed no change in antibody levels, the animals were bled (mais) on the 62 th day and these immune ser were standardized with the following tests for the detection of HBsAg: a) reverse passive hemagglutination (R-PHA) – using specific gamma globulin that was obtained from rabbit sera by affinity chromatography and reaching an optimal concentration of 10µg/ml to sensitise SRBC at 5% fixed in glutaraldehyde. b) Counter immuno electrophoresis (CIEP) – using the rabbit immune sera diluted to 1/20 as a reagent for the detection of HBsAg. The immune sera was also used to conjugate new Sepharose 4B for affinity chromatography and was found having a linking capacity of approximately 0,5 to 1,0mg of HbsAg per ml of Sepharose after complete saturation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Encefalite na região do Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil, no período pós-epidêmico de 1978 a 1983: situação do diagnóstico etiológico e características epidemiológicas/ Encephalitis in the Ribeira Valley (S. Paulo, Brazil) in the post-epidemic period of 1978-1983: a discussion on aspects of etiological diagnosis and epidemiological characteristics

Iversson, Lygia Busch; Coimbra, Terezinha Lisieux Moraes
1984-08-01

Resumo em português Relatam-se os resultados do levantamento de dados referentes ao diagnóstico etiológico, distribuição e letalidade das encefalites na região do Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil, no período de 1978 a 1983, após uma epidemia de encefalite por arbovírus. Verificou-se que não foi possível o diagnóstico etiológico em nenhum dos 80 casos conhecidos. Em apenas 9 doentes (11,25%) foram coletadas duas amostras pares de soro, não se tendo observado conversão soroló (mais) gica, Em 29 dos 33 pacientes em que se dispunha de pelo menos uma amostra de soro realizou-se teste de inibição de hemaglutinação para os flavivírus Rocio, Ilhéus e St. Louis, observando-se em 8 a presença de títulos > 20 para esses vírus. Testes para os alphavírus VEE, EEE e Mucambo foram efetuados em quatro dos 33 pacientes, com resultados negativos. A distribuição espacial, etária e por sexo dos casos apresentou padrões semelhantes aos do período epidêmico, ao contrário de letalidade que mostrou um aumento significante, de 9,9% para 25,0%. Os autores enfatizam a urgência no incremento da Vigilância epidemiológica das encefalites por arbovírus na região, sugerindo medidas dirigidas ao diagnóstico etiológico. Resumo em inglês The results of observations on encephalitis etiology, distribution and case fatality ratio in the Ribeira Valley, S. Paulo, Brazil, in the period ranging from 1978 to 1983, after an arbovirus encephalitis epidemic, are reported. In none of the eighty known cases was it possible to make the arbovirus etiological diagnosis as only 9 patients (11.25%) had two sera samples collected and no serological conversion was observed. Hemagglutination-inhibition tests for flavivirus R (mais) ocio, Ilheus and St. Louis were performed on the 33 patients who had at least one serum sample. In 8 sera titles >20 were observed. Alphavirus VEE, EEE and Mucambo were tested for in 4 of the 33 patients, with negative results. The distribution of cases according to geography, age and sex showed patterns similar to those of the epidemic period. There was a progressive decrease of morbidity during the period 1978-1983, but a significant increase in the case fatality ratio as from the epidemic to the post-epidemic period: 9.9% to 25.0%. The need for urgent improvement in arbovirus encephalitis surveillance has been emphasized by the authors, who have suggested the adoption of measures with a view to etiological diagnosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Encefalite na região do Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil, no período pós-epidêmico de 1978 a 1983: situação do diagnóstico etiológico e características epidemiológicas/ Encephalitis in the Ribeira Valley (S. Paulo, Brazil) in the post-epidemic period of 1978-1983: a discussion on aspects of etiological diagnosis and epidemiological characteristics

Iversson, Lygia Busch; Coimbra, Terezinha Lisieux Moraes
1984-08-01

Resumo em português Relatam-se os resultados do levantamento de dados referentes ao diagnóstico etiológico, distribuição e letalidade das encefalites na região do Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil, no período de 1978 a 1983, após uma epidemia de encefalite por arbovírus. Verificou-se que não foi possível o diagnóstico etiológico em nenhum dos 80 casos conhecidos. Em apenas 9 doentes (11,25%) foram coletadas duas amostras pares de soro, não se tendo observado conversão soroló (mais) gica, Em 29 dos 33 pacientes em que se dispunha de pelo menos uma amostra de soro realizou-se teste de inibição de hemaglutinação para os flavivírus Rocio, Ilhéus e St. Louis, observando-se em 8 a presença de títulos > 20 para esses vírus. Testes para os alphavírus VEE, EEE e Mucambo foram efetuados em quatro dos 33 pacientes, com resultados negativos. A distribuição espacial, etária e por sexo dos casos apresentou padrões semelhantes aos do período epidêmico, ao contrário de letalidade que mostrou um aumento significante, de 9,9% para 25,0%. Os autores enfatizam a urgência no incremento da Vigilância epidemiológica das encefalites por arbovírus na região, sugerindo medidas dirigidas ao diagnóstico etiológico. Resumo em inglês The results of observations on encephalitis etiology, distribution and case fatality ratio in the Ribeira Valley, S. Paulo, Brazil, in the period ranging from 1978 to 1983, after an arbovirus encephalitis epidemic, are reported. In none of the eighty known cases was it possible to make the arbovirus etiological diagnosis as only 9 patients (11.25%) had two sera samples collected and no serological conversion was observed. Hemagglutination-inhibition tests for flavivirus R (mais) ocio, Ilheus and St. Louis were performed on the 33 patients who had at least one serum sample. In 8 sera titles >20 were observed. Alphavirus VEE, EEE and Mucambo were tested for in 4 of the 33 patients, with negative results. The distribution of cases according to geography, age and sex showed patterns similar to those of the epidemic period. There was a progressive decrease of morbidity during the period 1978-1983, but a significant increase in the case fatality ratio as from the epidemic to the post-epidemic period: 9.9% to 25.0%. The need for urgent improvement in arbovirus encephalitis surveillance has been emphasized by the authors, who have suggested the adoption of measures with a view to etiological diagnosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Soroprevalência da infecção chagásica em moradores de municípios da região de Botucatu, Estado de São Paulo/ Seroprevalence of Chagas infection among inhabitants of municipalities in the Botucatu region, State of São Paulo

Godoy, Ilda de; Meira, Domingos Alves
2007-10-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi o de procurar evidências da transmissão vetorial da doença de Chagas, nos domicílios e peridomicílios de indivíduos residentes em municípios da região de Botucatu, que tiveram xenodiagnóstico positivos. Foram estudados 58 indivíduos e foi coletada amostra do sangue para a realização de exames laboratoriais. Os resultados deste estudo mostraram que os indivíduos, de ambos os grupos, tinham baixa escolaridade e exerciam profissões q (mais) ue não exigiam qualificações técnicas. Houve discreto predomínio de indivíduos do sexo feminino. Quando comparadas às condições anteriores, verificou-se que houve discreta melhora nas condições de habitação, por outro lado, houve aumento de moradores em zona rural. Os indivíduos nascidos antes de 1983, apresentaram conhecimento e contato com triatomídeo estaticamente mais elevado quando comparado com os nascidos a partir 1983. A análise e comparação dos resultados das sorologias, referentes aos hemaglutinação passiva indireta, imunofluorescência indireta e ensaio imunoenzimático, mostrou que o ELISA apresentou maior sensibilidade. Os resultados deste estudo mostram que a população nascida a partir de 1983 não conhecia o vetor transmissor da doença de Chagas. Resumo em inglês The aim of this study was to look for evidence of vector transmission of Chagas disease, in and around the homes of individuals living in municipalities in the Botucatu region who presented a positive xenodiagnosis. Fifty-eight subjects were studied and blood samples were collected from them for laboratory analysis. The results from this study showed that the individuals in both groups presented low formal education levels and had been working in unskilled professions The (mais) re was a slight predominance of females. In comparison with previous conditions, it was observed that there had been a slight improvement in the subjects' housing conditions, but on the other hand there had been an increase in the numbers of individuals living in rural areas. Subjects born before 1983 presented statistically greater knowledge of and contact with triatomines than did those born from 1983 onwards. Analysis and comparison of the results from the serological tests, including indirect passive hemagglutination, indirect immunofluorescence and immunoenzymatic assay, showed that ELISA presented greatest sensitivity. The results from this study have shown that the population born from 1983 onwards did not know about the transmission vector for Chagas disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Inquérito soroepidemiológico para pesquisa de infecções por arbovírus em moradores de reserva ecológica/ Serological survey on arbovirus infection in residents of ecological reserve

Romano-Lieber, Nicolina S; Iversson, Lygia B
2000-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Inquéritos sorológicos têm evidenciado ampla circulação de arbovírus causadores de doença humana na Região do Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil. Com o propósito de estabelecer a prevalência de infecções por esses agentes em reserva ecológica, localizada naquela área, pesquisou-se a presença de anticorpos, bem como suas possíveis associações com características individuais e familiares dos investigados. MÉTODOS: Pesquisaram-se anticorpos par (mais) a os antígenos dos vírus Rocio (ROC), Ilhéus (ILH), encefalite de St. Louis (SLE), encefalites eqüinas do leste (EEE), oeste (WEE) e venezuelana (VEE), em 182 pessoas pertencentes a 58 famílias residentes na Estação Ecológica de Juréia-Itatins, utilizando-se testes de inibição de hemaglutinação e neutralização com redução de placas. Usou-se Mac-Elisa para pesquisar anticorpos IgM para os vírus ROC, ILH e EEE. RESULTADOS: Foi observada a presença de anticorpos para todos os arbovírus testados, com exceção do vírus WEE. A prevalência total de anticorpos foi 26,9% (21,4% para alfavírus e 12,6% para flavivírus). Não foram encontrados anticorpos IgM. Entre as várias características pesquisadas dos indivíduos e de suas famílias, a idade, a ocupação, a naturalidade e o hábito de entrar na mata mostraram-se estatisticamente associados a infecções por arbovírus (p Resumo em inglês OBJECTIVE: Serological inquires conducted in the Ribeira Valley, S. Paulo State, Brazil, showed an intense circulation of pathogenic arboviruses in the region. The goal was to verify the prevalence of arboviral infections in people living at the local ecological, and its potential association with these population' individual and familiar characteristics. METHODS: The study was carried out among 182 persons of 58 families to identify the presence of antibodies to the foll (mais) owing viruses: Rocio (ROC), Ilheus (ILH), Eastern equine encephalitis virus (EEE), Western equine encephalitis virus (WEE), Venezuelan equine encephalitis virus (VEE) and St. Louis encephalitis virus (SLE). Inhibition hemagglutination test and plaque reduction neutralization test were the laboratory assays of choice. MAC-ELISA was used to identify IgM antibodies to ROC, ILH and EEE viruses. RESULTS: The prevalence of antibodies was 26.9% (21.4% to alphavirus and 12.6% to flavivirus). There were no antibodies to WEE virus. IgM antibodies were not observed suggesting no recent infection in study population. Among the characteristics investigated, age, occupation, place of birth and the habit of going into the forest were shown to be statistically associated with arboviral infection (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Inquérito soroepidemiológico para pesquisa de infecções por arbovírus em moradores de reserva ecológica/ Serological survey on arbovirus infection in residents of ecological reserve

Romano-Lieber, Nicolina S; Iversson, Lygia B
2000-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Inquéritos sorológicos têm evidenciado ampla circulação de arbovírus causadores de doença humana na Região do Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil. Com o propósito de estabelecer a prevalência de infecções por esses agentes em reserva ecológica, localizada naquela área, pesquisou-se a presença de anticorpos, bem como suas possíveis associações com características individuais e familiares dos investigados. MÉTODOS: Pesquisaram-se anticorpos par (mais) a os antígenos dos vírus Rocio (ROC), Ilhéus (ILH), encefalite de St. Louis (SLE), encefalites eqüinas do leste (EEE), oeste (WEE) e venezuelana (VEE), em 182 pessoas pertencentes a 58 famílias residentes na Estação Ecológica de Juréia-Itatins, utilizando-se testes de inibição de hemaglutinação e neutralização com redução de placas. Usou-se Mac-Elisa para pesquisar anticorpos IgM para os vírus ROC, ILH e EEE. RESULTADOS: Foi observada a presença de anticorpos para todos os arbovírus testados, com exceção do vírus WEE. A prevalência total de anticorpos foi 26,9% (21,4% para alfavírus e 12,6% para flavivírus). Não foram encontrados anticorpos IgM. Entre as várias características pesquisadas dos indivíduos e de suas famílias, a idade, a ocupação, a naturalidade e o hábito de entrar na mata mostraram-se estatisticamente associados a infecções por arbovírus (p Resumo em inglês OBJECTIVE: Serological inquires conducted in the Ribeira Valley, S. Paulo State, Brazil, showed an intense circulation of pathogenic arboviruses in the region. The goal was to verify the prevalence of arboviral infections in people living at the local ecological, and its potential association with these population' individual and familiar characteristics. METHODS: The study was carried out among 182 persons of 58 families to identify the presence of antibodies to the foll (mais) owing viruses: Rocio (ROC), Ilheus (ILH), Eastern equine encephalitis virus (EEE), Western equine encephalitis virus (WEE), Venezuelan equine encephalitis virus (VEE) and St. Louis encephalitis virus (SLE). Inhibition hemagglutination test and plaque reduction neutralization test were the laboratory assays of choice. MAC-ELISA was used to identify IgM antibodies to ROC, ILH and EEE viruses. RESULTS: The prevalence of antibodies was 26.9% (21.4% to alphavirus and 12.6% to flavivirus). There were no antibodies to WEE virus. IgM antibodies were not observed suggesting no recent infection in study population. Among the characteristics investigated, age, occupation, place of birth and the habit of going into the forest were shown to be statistically associated with arboviral infection (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Líquido cefalorraqueano em 50 pacientes com AIDS/ Cerebrospinal fluid in 50 AIDS patients

Hinrichsen, S. L.; Ataíde Jr, L.; Travassos, F.; Travassos, P; Alburquerque, E.; Moura, L.; Arraes, L. C.; Rocha, L. V.; Amorim, M. R. G.; Luz, L. M. D. R.; Braga, A.
1996-06-01

Resumo em português Foram estudados 50 pacientes com AIDS. Todos estes pacientes apresentavam anticorpos anti-HIV1 (ELISA) e preenchiam os critérios de pontuação OPAS/Caracas de definição de casos de AIDS em adultos. A análise do liquido cefalorraqueano (LCR) incluiu: pressão; citologia (número de células e aspectos citomorfológicos); proteína total e eletroforese; concentrações de glicose, cloretos e testes imunológicos para sífilis, toxoplasmose e infecções virais (citomeg (mais) alovírus, varicela-zoster, Herpes simplex, e HI VI). Investigações bacteriológicas e micológicas (pesquisa direta e cultura), além de teste de aglutinação (látex) para Cryptococcus foram também realizados. Os testes imunológicos usados foram fixação do complemento, imunofluorescência indireta, hemaglutinação passiva e/ou ELISA. Todos os LCR foram analisados no mesmo laboratório seguindo sempre a mesma metodologia. O LCR esteve alterado em 45 pacientes (90,0%) dos 50 pacientes estudados. As principais alterações encontradas no LCR foram: aumento de gamaglobulina em 25 casos (55,5%); aumento da proteína total em 23 (51,1%); hipercitose em 22 (48,9%) e diminuição dos cloretos em 18(40,0%). A detecção de anticorpos anti- HIV1 estiveram presentes em 42 pacientes (93,3%). Toxoplasmose isolada ou associada a outros agentes foi a infecção oportunista mais freqüente, detectada em 26 casos (57,7%). O LCR deverá ser sempre analisado em todos os pacientes com AIDS, com ou sem sintomas neurológicos. Resumo em inglês Fifty AIDS patients were studied. AH patients had anti-HIV antibodies (ELISA) present and met OPAS/ Caracas punctuation criteria for AIDS cases in adults. Cerebrospinal fluid (CSF) analysis included pressure, cytology (number and cytomorphological aspects), total protein and electrophoresis, glucose and chloride concentration. Bacteriological and mycological investigations were performed as well as agglutination tests for Cryptococcus. Complement fixation, indirect immuno (mais) florescence, passive hemagglutination and/or ELISA tests were performed for syphilis, toxoplasmosis, viral and fungal infections. AH CSF analysis were made in the same laboratory following the same methodology. CSF was alterated in 45 cases (90.0%) of the 50 patients studied. The most important alterations observed were: gammaglobulin (55.5%) and total protein (51.1%) increase, hypercytosis (48.9%) and decrease of chloride concentration (40.0%). HIV antibodies were detected in 42 patients (93.3%). Toxomoplamosis, isolated or associated to other agents, was the most frequent opportunistic infection (57.7%). Cerebrospinal fluid should always be examined in AIDS patients with or without neurological symptoms.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Inquérito soroepidemiológico para os vírus influenza em Belém, Pará, Brasil, 1992-1993/ Seroepidemiological survey for influenza virus in Belém, Pará, Brazil, 1992-1993

Santos, Domingos Ezenildo Matos dos; Cardias, Cláudia Alessandra da Silva; Mello, Wyller Alencar de
1997-01-01

Resumo em português Um estudo soroepidemiológico foi realizado para determinar a prevalência de anticorpos IH para os sorotipos de influenza circulantes entre pacientes atendidos no Laboratório de Virologia do IEC, em Belém, PA, Brasil, em 1992 e 1993. Um total de 179 (11%) amostras de sangue foi coletado durante período pós-epidêmico e processado pelo teste da Inibição da Hemaglutinação para os vírus da influenza A/Taiwan/1/86 (H1N1), A/Beijing/353/89 (H3N2) e B/Yamagata/16/88. (mais) Os resultados indicaram a circulação de vírus antigenicamente relacionados aos três sorotipos pesquisados. Em 1992, altas taxas de soropositividade foram observadas para as cepas H1N1 (84%) e H3N2 (56%), bem como anticorpos IH foram detectados em todas as faixas de idade, sugerindo intensa circulação desses vírus. No mesmo ano, a atividade da influenza B revelou-se em níveis moderados. A prevalência de anticorpos IH para os vírus H1N1, em 1993, foi similar à observada em 1992, indicando a circulação desses vírus em ambos os anos. Um aumento na prevalência dos vírus H3N2, em 1993, sugere que a cepa A/Beijing/353/89 (ou uma antigenicamente relacionada) também circulou intensamente naquele ano. Do mesmo modo, a atividade dos vírus da influenza B aumentou em 1993, como apontam as infecções em todas as idades, particularmente entre os adultos jovens. Resumo em inglês A seroepidemiological study was carried out from 1992 to 1993 to estimate the prevalence of antibody to prevailing influenza virus strains circulating among patients attending the IEC Virology Laboratory in Belem, Northern Brazil. A total of 179 (11%) of serum samples were obtained during the post-epidemic period and processed by the hemagglutination inhibition test against the A/Taiwan/1/86 (H1N1), A/Beijing/353/89 (H3N2), and B/Yamagata/16/88 types of influenza virus. T (mais) he serological results indicate circulation of viruses antigenically related to all three strains during the two-year study period. In 1992, the overall prevalence rates of HI antibodies to H1N1 and H3N2 were 84% and 56%, respectively. Presence of antibodies to both strains was detected in all age groups, suggesting intense viral activity that year. Antibodies to influenza B were detected at lower levels in all patients during this period. Similar prevalence to the H1N1 virus was noted in 1993, indicating that this strain occurred in both years. However, an increase in prevalence rates for the H3N2 virus was seen in 1993, suggesting that this strain (or a related virus) circulated intensively during this year. Influenza B activity also increased in 1993, causing infection mainly among young adults.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Inquérito soroepidemiológico para os vírus influenza em Belém, Pará, Brasil, 1992-1993/ Seroepidemiological survey for influenza virus in Belém, Pará, Brazil, 1992-1993

Santos, Domingos Ezenildo Matos dos; Cardias, Cláudia Alessandra da Silva; Mello, Wyller Alencar de
1997-01-01

Resumo em português Um estudo soroepidemiológico foi realizado para determinar a prevalência de anticorpos IH para os sorotipos de influenza circulantes entre pacientes atendidos no Laboratório de Virologia do IEC, em Belém, PA, Brasil, em 1992 e 1993. Um total de 179 (11%) amostras de sangue foi coletado durante período pós-epidêmico e processado pelo teste da Inibição da Hemaglutinação para os vírus da influenza A/Taiwan/1/86 (H1N1), A/Beijing/353/89 (H3N2) e B/Yamagata/16/88. (mais) Os resultados indicaram a circulação de vírus antigenicamente relacionados aos três sorotipos pesquisados. Em 1992, altas taxas de soropositividade foram observadas para as cepas H1N1 (84%) e H3N2 (56%), bem como anticorpos IH foram detectados em todas as faixas de idade, sugerindo intensa circulação desses vírus. No mesmo ano, a atividade da influenza B revelou-se em níveis moderados. A prevalência de anticorpos IH para os vírus H1N1, em 1993, foi similar à observada em 1992, indicando a circulação desses vírus em ambos os anos. Um aumento na prevalência dos vírus H3N2, em 1993, sugere que a cepa A/Beijing/353/89 (ou uma antigenicamente relacionada) também circulou intensamente naquele ano. Do mesmo modo, a atividade dos vírus da influenza B aumentou em 1993, como apontam as infecções em todas as idades, particularmente entre os adultos jovens. Resumo em inglês A seroepidemiological study was carried out from 1992 to 1993 to estimate the prevalence of antibody to prevailing influenza virus strains circulating among patients attending the IEC Virology Laboratory in Belem, Northern Brazil. A total of 179 (11%) of serum samples were obtained during the post-epidemic period and processed by the hemagglutination inhibition test against the A/Taiwan/1/86 (H1N1), A/Beijing/353/89 (H3N2), and B/Yamagata/16/88 types of influenza virus. T (mais) he serological results indicate circulation of viruses antigenically related to all three strains during the two-year study period. In 1992, the overall prevalence rates of HI antibodies to H1N1 and H3N2 were 84% and 56%, respectively. Presence of antibodies to both strains was detected in all age groups, suggesting intense viral activity that year. Antibodies to influenza B were detected at lower levels in all patients during this period. Similar prevalence to the H1N1 virus was noted in 1993, indicating that this strain occurred in both years. However, an increase in prevalence rates for the H3N2 virus was seen in 1993, suggesting that this strain (or a related virus) circulated intensively during this year. Influenza B activity also increased in 1993, causing infection mainly among young adults.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Níveis séricos de IgG anti-Trypanosoma cruzi na evolução da cardiopatia chagásica crônica, no período de 10 anos/ Sera levels of Ig G anti-Trypanosoma cruzi on evolution of the chronic chagasic cardiopathy in interval of 10 years

Zauza, Patrícia Lago; Borges-Pereira, José
2001-10-01

Resumo em português Com o objetivo de investigar a relação entre os níveis de anticorpos (IgG) anti-T. cruzi e a evolução da cardiopatia chagásica crônica, no período de 10 anos, foi realizado um estudo envolvendo soros de 140 pacientes não submetidos ao tratamento específico de Virgem da Lapa, Minas Gerais. Entre os pacientes, 92 são mulheres e 48 homens, com idades ao exame inicial de 10 a 70 anos (média = 38 ±13,7 anos). Os níveis de anticorpos foram estimados pelas médias (mais) dos títulos registrados através dos testes de imunofluorescência indireta e hemaglutinação indireta, e pelo índice de reatividade (D.O. da amostra /cut-off) indicado nos testes ELISA convencional e recombinante CRA+FRA. No período, 49 pacientes se mantiveram sem cardiopatia, 29 desenvolveram cardiopatia, 33 mantiveram o grau inicial da cardiopatia, 25 evoluíram com agravamento da cardiopatia inicial e 4 normalizaram o eletrocardiograma. A análise dos resultados de todos os testes sorológicos mostrou aumento estatisticamente significativo dos níveis de IgG anti-T. cruzi no grupo de pacientes com evolução progressiva da cardiopatia principalmente na faixa etária de 20 a 59 anos, independentemente do sexo. Estes resultados indicaram uma associação direta entre os níveis séricos desses anticorpos e a evolução progressiva da cardiopatia chagásica crônica. Resumo em inglês In order to investigate the relationship between T. cruzi specific antibodies (IgG) levels and the clinical course of chronic chagasic cardiopathy, the authors analyzed sera from 140 non-treated patients with specific drugs from Virgem da Lapa, Minas Gerais, during 10 years. Of these patients, 92 were women and 48 men, varying from 10 to 70 years old (mean = 38 ±13.5 years). Antibody levels were estimated by the mean of titers obtained by an indirect immunofluorescence t (mais) est, indirect hemagglutination assay and by the mean reactivity indexes (OD/cut-off) obtained by ELISA tests using a conventional antigens and recombinant proteins (CRA+FRA). During the study period, the course of the disease was as follows: 49 did not present cardiac alterations, 29 coursed to cardiopathy, 33 maintained initial cardiopathy, 25 evolved with aggravation of the cardiopathy and 4 with normalization of the electrocardiogram. Statistical analysis showed a significant increase in antibody levels among patients in the group with progressive cardiopathy, as well as in patients with age interval of 20 to 59 years, independent of sex. These findings indicated a direct association between T. cruzi specific antibodies (IgG) levels and the clinical course of chronic chagasic cardiopathy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Aspectos ecológicos da leishmaniose tegumentar americana: 9. Prevalência/incidência da infecção humana nos municípios de Pedro de Toledo e Miracatu, São Paulo, Brasil/ Ecological aspects of American cutaneous leishmaniasis: 9. Prevalence/incidence of the human infection in Pedro de Toledo and Miracatu municipalities, São Paulo, Brazil

Gomes, Almério de Castro; Yamamoto, Yoshimi Imoto; Capinzaiki, Antonio Norberto; Amaral, Neusa Maria Moreira; Guimarães, Alberto Jorge Garcia
1992-04-01

Resumo em português Este trabalho apresenta aspectos epidemiológicos da leishmaniose tegumentar nos municípios de Pedro de Toledo e Miracatu, região do Vale do Ribeira, estado de São Paulo, referente ao período 1973-1984. Foi feita uma análise retrospectiva de 108 e 65 casos humanos, respectivamente, para os dois municípios acima. Outro estudo prospectivo foi realizado através do exame clínico e testes de Montenegro, imunofluorescência indireta (IF) e hemaglutinação passiva (HA). (mais) Duzentos e setenta e três pessoas foram examinadas, sendo que 22 tinham leishmaniose clínica; 10,2 e 12,8% foram soropositivos à IF e HA, respectivamente. O teste de Montenegro foi aplicado em 154 indivíduos residentes em Pedra do Largo, com prevalência de 25,5% de infecção humana. Destes, 5,8% eram crianças com idade entre 0 e 9 anos. A morbidade mostrou-se variável no tempo, manifestada sob a forma de surtos epidêmicos explosivos e sugerindo feição cíclica ainda mal definida. Notou-se tendência para incidência nula em período subseqüente a cada surto. O aspecto epidemiológico geral mostra uma leishmaniose tegumentar com baixa endemicidade. O padrão de transmissão pareceu não depender do contato do homem com a floresta e a infecção humana sem distinção entre crianças e adultos Resumo em inglês The epidemiological study was conducted during the 1973-1984 period. The clinical prospective exam and Montenegro skin, immunoflurescent and passive hemagglutination tests have been carried out in three small localities between Pedro de Toledo e Miracatu municipalities, São Paulo, Brazil. The retrospective study of human-cases involved 108 and 65 cases registered in Pedro de Toledo e Miracatu, respectively. In the three communities studied, 273 people were examinated cli (mais) nically and serologically. Twenty two individuals had had signals of cutaneous leishmaniasis; 10.2 and 12.8% were seropositive to IF and HA. Leishmanin skin testing of a sample of 154 people residents in Pedra do Largo showed prevalence of Leishmania infection in 25.5%. This result involved individual of all ages and sex. However, 5.8% of them were from 0 to 9 years old. The data confirmed that active parasite transmission didn't occur every year, either. The human infection seems not to depend on man contact with a forest. The incidence relatively low suggests low endemic area for cutaneous leishmaniasis and an explosive behavior of the cases. The temporal distribution of disease was irregular and the epidemiological pattern seen was different from the other endemic area of South America

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Epidemia de dengue em Fortaleza, Ceará: inquérito soro-epidemiológico aleatório/ Dengue epidemic in a Northeastern Brazil: random epidemiological serum survey

Vasconcelos, Pedro F. C.; Lima, José Wellington O.; Rosa, Amélia P. A. Travassos da; Timbó, Maria J.; Rosa, Elizabeth S. Travassos da; Lima, Hascalon R.; Rodrigues, Sueli G.; Rosa, Jorge F. S. Travassos da
1998-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Seguindo-se à epidemia de dengue (DEN), em 1994, em Fortaleza, Ceará, causada pelo sorotipo 2 (DEN-2), realizou-se inquérito soro-epidemiológico aleatório para avaliar e dimensionar o impacto da mesma e a prevalência do dengue por distrito sanitário. MÉTODO: Foi aplicado questionário contendo informações gerais, condições socio-econômicas, informações sobre o quadro clínico e tempo de doença. A amostra foi calculada para estimar uma prevalênci (mais) a de 20%, com erro relativo de 10%, e intervalo de confiança de 95% (erro a de 5%). O sorteio e as análises foram realizadas por meio de computador usando programas apropriados. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Foram colhidas 1.341 amostras de soro de 9 distritos sanitários, testadas por inibição da hemaglutinação, sendo classificadas como negativas e positivas (respostas primária - RP e secundária - RS). Foram reativas 588 (44%) amostras, sendo 93 (7%) RP e 495 (37%) RS. A prevalência global em Fortaleza variou de 21% a 71%. Houve 41% (243/588) de infecções assintomáticas (IA) e 59% (346/588) sintomáticas (IS). Não houve diferença da prevalência quanto ao sexo, faixa etária e escolaridade, ao contrário da condição socioeconômica que apresentou diferenças estatisticamente significantes (p Resumo em inglês OBJECTIVE: A seroepidemiological random survey was carried out in Fortaleza city, State of Ceará, Brazil, following an epidemic of dengue virus type 2 (DEN 2), with the purpose of evaluating the frequency of clinical manifestations (signs and symptoms) and the prevalence of dengue infection. METHOD: A questionnaire calling for information on address, sex, age, clinical, epidemiological and economic status was applied to the population, followed by venupuncture collection (mais) of 5-10 ml of blood for testing by hemagglutination-inhibition (HI). The sample was calculated to obtain a prevalence of 20% with relative risk of 10% and confidence interval of 95%. All information obtained was analyzed by computer using Epi Info 5.0®, Lotus 123®, Excel 5.0®, and Stata® software. RESULTS AND CONCLUSIONS: A total of 1,341 serum samples were obtained from nine Health Districts (SD) and tested by hemagglutination inhibition. Of these, 589 (44%) were positive and 752 (56%) negative. Of the positive results, 93 primary responses (PR) (7%) to DEN-2 and 496 secondary responses (SR) (37%) were observed. The global prevalence in the SD ranged from 21% to 71%. There were 41% (243/589) asymptomatic infections and 59% (346/589) symptomatic infections. Data analysis showed no difference in frequency by sex, age, on schooling, although a highly statistically significant difference was found as between the different social classes, the infection most commonly observed being among people of better social status.The stratification of positive cases showed greater prevalence of AI (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Epidemia de dengue em Fortaleza, Ceará: inquérito soro-epidemiológico aleatório/ Dengue epidemic in a Northeastern Brazil: random epidemiological serum survey

Vasconcelos, Pedro F. C.; Lima, José Wellington O.; Rosa, Amélia P. A. Travassos da; Timbó, Maria J.; Rosa, Elizabeth S. Travassos da; Lima, Hascalon R.; Rodrigues, Sueli G.; Rosa, Jorge F. S. Travassos da
1998-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Seguindo-se à epidemia de dengue (DEN), em 1994, em Fortaleza, Ceará, causada pelo sorotipo 2 (DEN-2), realizou-se inquérito soro-epidemiológico aleatório para avaliar e dimensionar o impacto da mesma e a prevalência do dengue por distrito sanitário. MÉTODO: Foi aplicado questionário contendo informações gerais, condições socio-econômicas, informações sobre o quadro clínico e tempo de doença. A amostra foi calculada para estimar uma prevalênci (mais) a de 20%, com erro relativo de 10%, e intervalo de confiança de 95% (erro a de 5%). O sorteio e as análises foram realizadas por meio de computador usando programas apropriados. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Foram colhidas 1.341 amostras de soro de 9 distritos sanitários, testadas por inibição da hemaglutinação, sendo classificadas como negativas e positivas (respostas primária - RP e secundária - RS). Foram reativas 588 (44%) amostras, sendo 93 (7%) RP e 495 (37%) RS. A prevalência global em Fortaleza variou de 21% a 71%. Houve 41% (243/588) de infecções assintomáticas (IA) e 59% (346/588) sintomáticas (IS). Não houve diferença da prevalência quanto ao sexo, faixa etária e escolaridade, ao contrário da condição socioeconômica que apresentou diferenças estatisticamente significantes (p Resumo em inglês OBJECTIVE: A seroepidemiological random survey was carried out in Fortaleza city, State of Ceará, Brazil, following an epidemic of dengue virus type 2 (DEN 2), with the purpose of evaluating the frequency of clinical manifestations (signs and symptoms) and the prevalence of dengue infection. METHOD: A questionnaire calling for information on address, sex, age, clinical, epidemiological and economic status was applied to the population, followed by venupuncture collection (mais) of 5-10 ml of blood for testing by hemagglutination-inhibition (HI). The sample was calculated to obtain a prevalence of 20% with relative risk of 10% and confidence interval of 95%. All information obtained was analyzed by computer using Epi Info 5.0®, Lotus 123®, Excel 5.0®, and Stata® software. RESULTS AND CONCLUSIONS: A total of 1,341 serum samples were obtained from nine Health Districts (SD) and tested by hemagglutination inhibition. Of these, 589 (44%) were positive and 752 (56%) negative. Of the positive results, 93 primary responses (PR) (7%) to DEN-2 and 496 secondary responses (SR) (37%) were observed. The global prevalence in the SD ranged from 21% to 71%. There were 41% (243/589) asymptomatic infections and 59% (346/589) symptomatic infections. Data analysis showed no difference in frequency by sex, age, on schooling, although a highly statistically significant difference was found as between the different social classes, the infection most commonly observed being among people of better social status.The stratification of positive cases showed greater prevalence of AI (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Síndrome da meningite asséptica por enterovírus e Leptospira sp em crianças de Salvador, Bahia/ Aseptic meningitis syndrome due to enterovirus and Leptospira sp in children of Salvador, Bahia

Silva, Hagamenon R.; Tanajura, Gustavo Mustafa; Tavares-Neto, José; Gomes, Maria de Lourdes C.; Linhares, Alexandre da Costa; Vasconcelos, Pedro F C; Ko, Albert Icksang
2002-04-01

Resumo em português Objetivando verificar a freqüência de enterovírus (EV), leptospiras e arbovírus como agentes causais da síndrome da meningite asséptica (SMA), em períodos não-epidêmicos, e comparar os pacientes com e sem diagnóstico etiológico determinado, foram selecionados 112 pacientes de idade entre 3 meses e 15 anos, com suspeita clínica de SMA, referenciados para Hospital Couto Maia, especializado em Doenças Infecciosas e Parasitárias (Salvador, Bahia), Em 44,6% (n=50 (mais) ) a etiologia foi determinada: enterovírus em 37,7% (n=42) dos casos, pelo teste de PCR Amplicor, por cultura do líquor e/ou de fezes; a Leptospira sp. em 7,1% (n=8), pelo método da micro-aglutinação, e nenhum caso de arbovírus foi detectado (inibição da hemaglutinação passiva). Entre os 14 enterovírus dos 22 isolados, foram identificados seis diferentes sorotipos, sendo o Echovirus-4 predominante (27,2%; 6/22) entre outros (Coxsackie B2, B3, B6 e B9; EV 71). Conclui-se que, os enterovírus foram os agentes mais freqüentes, e que a leptospirose deve ser lembrada no diagnóstico diferencial da SMA. Uma vez que as características clínicas e liquóricas dos pacientes dos grupos com e sem determinação do agente etiológico foram semelhantes, pode-se supor que o diagnóstico presuntivo de SMA é de provável etiologia viral ou pela leptospira. Resumo em inglês For the purpose of identifying the frequency that enterovirus, leptospires, arbovirus cause aseptic meningitis syndrome (AMS) during non-epidemic periods and comparing patients with and without laboratory evidence for an etiologic agent, 112 patients were selected aged between 3 months and 15 years and a clinical suspicion of AMS and were referred to Couto Maia Hospital, the Infectious and Parasitic Disease Reference Center for Salvador, Bahia. In 44.6% (n=50), the etiolo (mais) gic agent for the diagnosis was laboratory-confirmed: enterovirus was identified in 37.7% (n=42) of the cases by the PCR Amplicor diagnostic kit, cerebrospinal fluid or fecal culture isolation; Leptospira sp. in 7.12% (n=8) by the microagglutination test; and arbovirus in non of the cases by inhibition of passive hemagglutination. In 14 of the 22 enteroviral isolates that were evaluated, 6 different serotypes were identified with Echovirus-4 being the major serotype (27.2%; 6/22) among all found (Coxsackie B2, B3, B6 and B9; Enterovirus 71). In conclusion, enteroviruses were the most frequent etiologic agent of AMS and that leptospirosis should be included in the differential diagnosis. In addition, patients with and without laboratory-confirmed identification of the etiologic agent had similar demographic and clinical characteristics and cerebrospinal fluid findings (p >0.05), therefore suggesting that patients without a confirmed diagnosis had enteroviral or leptospiral etiologies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Toxoplasmose aguda: avaliação da técnica de imunoensaio em camada delgada para a detecção de anticorpos IgM, anti-Toxoplasma gondii/ Acute toxoplasmosis: evaluation of the thin-layer immunoassay for detecting IgM antibodies to Toxoplasma gondii

Requejo, Henry Inácio Zanevan; Matsumoto, Tokiko Kyomen; Kawarabayashi, Massami; Nakamura, Paulo Mutuko; Ebner Filho, Waldemar; Nunes, José de Jesus Chaves
1990-02-01

Resumo em português Um método de reação antígeno-anticorpo denominado IMUNOENSAIO EM CAMADA DELGADA (ICD) foi padronizado e avaliado para o imunodiagnóstico da toxoplasmose aguda, através da detecção de anticorpos IgM, anti-Toxoplasma gondii (ICD-IgM). Um total de 300 amostras de soros, tendo ou não o perfil sorológico da toxoplasmose aguda, foi estudado pelo ICD-IgM e os resultados analisados quanto aos aspectos qualitativos e quantitativos em relação aos testes convencionais de (mais) imunofluorecência indireta para a detecção de IgM, (IFI-IgM) e de hemaglutinação pré e após tratamento com 2-mercaptoetanol (HA-2ME). Foram calculados os coeficientes de correlação entre os resultados fornecidos pelo ICD-IgM e as técnicas convencionais, de acordo com as concentrações do antígeno, assim como, foi verificada a influência dessas concentrações antigênicas nos índices relativos de sensibilidade e de especificidade. O estudo estatístico mostrou reprodutibilidades significativas dos resultados inter e intra testes, assim como no reaproveitamento do antígeno por 10 vezes. Os resultados de ICD-IgM mostraram que as concentrações antigênicas ideais foram de 70 a 100µg/ml, para o ensaio em questão, para se obter máximas sensibilidade e especificidade. Portanto, ICD-IgM, por fornecer resultados tão sensíveis e específicos quanto aqueles dos testes convencionais referidos, poderá ser empregado para fins diagnósticos. Resumo em inglês A solid phase method, thin-layer immunoassay (IgM-TIA) was standardized and evaluated for the immunodiagnosis of acute toxoplasmosis, through the detection of IgM antibodies to Toxoplasma gondii. A total of 300 serum samples from serologically defined acute toxoplasmosis and, from non-related infections, was investigated by IgM-TIA. Statistical analysis were carried out in comparison with conventional tests, the immunofluorescence test for the detection of IgM antibodies (mais) (IgM-IFI) and hemagglutination test which uses 2-mercaptoetanol serum treatment (2ME-HA). Also the correlation coefficients were calculated for various Toxoplasma gondii antigen concentrations, as well as, the influence of the antigenic concentration on the relative indices of sensitivity and specificity were verified. The intra and inter test reproducibilities were demonstrated statistically, as well as, the reutilization of T. gondii antigen was proven to be possible for at least 10 times. The data indicated that antigenic concentrations, from 70 to 100 Çmg/ml, were able to provide maximum sensitivity and specificity. IgM-TIA displayed similar diagnostic efficiency to those two conventional tests here utilized, and may be employed to make diagnosis of acute toxoplasmosis, mainly if laboratory animals are avaiable.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Inquérito soro-epidemiológico na Ilha de São Luis durante epidemia de dengue no Maranhão/ Seroepidemiologic survey in São Luis Island, State of Maranhão, Brazil, during a dengue fever epidemics

Vasconcelos, Pedro Fernando da C.; Lima, José W.O.; Raposo, Maria L.; Rodrigues, Sueli G.; Rosa, Jorge F.S. Travassos da; Amorim, Sílvia M.C.; Rosa, Elizabeth S. Travassos da; Moura, Cleide M.P.; Fonseca, Niedja; Rosa, Amélia P.A. Travassos da
1999-04-01

Resumo em português Nos anos de 1995 e 1996, ocorreu em São Luis uma epidemia de dengue (DEN), causada pelo sorotipo DEN1. Objetivando avaliar o impacto da mesma na população da grande São Luis (municípios de Paço do Lumiar - PL, São José de Ribamar - SJR e São Luis SL), realizamos um inquérito soro - epidemiológico aleatório, onde aplicamos um questionário. Os soros foram testados por inibição da hemaglutinação (IH), e os resultados, negativo e positivo (resposta primária (mais) - RP e resposta secundária - RS), foram analisados utilizando os "software's" Lotus 123, Epi-info 6.0, Excel 5.0 e STATA. Coletaram-se 1217 amostras, (101 de PL, 100 de SJR e 1016 de SL). A positividade foi: 55,4% em PL, 28% em SJR e 41,4% em SL. Destes, 505 (41,2%) amostras foram positivas sendo 96 RP (7,9%) e 405 RS (33,3%). Da amostra obtida, 508 soros (227 positivos) foram do sexo masculino e 709 (278 positivos) do feminino, não havendo diferença estatística significativa. Houve significância (p < 0,003) na estratificação de acordo com a renda, sendo mais freqüente nas populações com melhor nível sócio econômico. Estimou-se em 401.933 infecções causadas pelo vírus dengue. Os pacientes referiram febre, cefaléia, calefrios, tontura, astenia, dor retro ocular, mialgia, artralgia, náuseas, anorexia, prurido e exantema. Há uma grande população sensibilizada pelo DEN-1, suscetível a outro sorotipos o que aumenta o risco de dengue hemorrágico. Resumo em inglês The Island of São Luis in the State of Maranhão, constituted by the municipalities of São Luis - SL (835,428 inhabitants), São José de Ribamar - SJR (60,633 inhabitants) and Paço do Lumiar - PL (80,274 inhabitants), has been suffering dengue (DEN) fever epidemics since 1995, caused by DEN-1. In 1996, from August through October, an aleatory sero-epidemiologic survey was carried out in order to estimate the incidence of DEN infection and to analyze other clinical and (mais) epidemiological parameters. A questionnaire was applied and serum samples were simultaneously obtained. Serum samples were tested by hemagglutination inhibition (HI). Results were analyzed using Lotus123, Epi-info 6.0, Excel 5.0 and STATA softwares. A total of 1,217 serum samples were obtained (101 of PL, 100 of SJR and 1017 of SL). The rate of DEN was 55.4% in PL, 28% in SJR and 41.4% in SL, suggesting the occurrence of 401,933 infections. No difference was seen between males and females, but infection occurred more in the upper social class than in poor people (p < 0.003), and was more frequent in adults than in children (p < 0.0004). In SL, the incidence was stratified into seven sanitary districts (SD), and prevalence was found to range from 26.1% in SD4 to 56.8% in SD1 (p < 0.0001). Symptoms were more frequently reported by people whose HI was positive: they included fever, headache, chills, dizziness, retrobulbar pains, muscle and joint pains, nausea, anorexia and skin rash. In spite of the high incidence of infection, no hemorrhagic cases were reported.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Imunidade à rubéola: inquérito soro-epidemiológico em hospital, Estado de São Paulo - Brasil/ Immunity to rubella: a serological-epidemiological survey in female hospital employees, S. Paulo State, Brazil

Machado, Alcyone Artioli; Costa, João Carlos da; Campos, Antonio Dorival
1988-06-01

Resumo em português Os títulos de anticorpos no soro pela reação de inibição da hemaglutinação para rubéola, empregando o caulim para adsorção de beta-lipoproteínas bloqueadores inespecíficos, foram determinados em funcionárias do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (Brasil), no período de 1982-1983 e confrontados com idade, cor, unidade hospitalar, local, cargo, tempo de emprego, antecedentes de rubéola ou comunican (mais) te na vigência ou não de gravidez. Participaram do estudo 1.886 funcionárias (88,9% de 2.121) tendo títulos com a distribuição: 9,6% @ 0); 87,1% das funcionárias negaram antecedentes de rubéola e destas 73,9% tiveram títulos > 20; 57,6% negaram ser comunicantes e apresentaram títulos ³ 20; em 1,1% que referiram história de rubéola, os títulos foram £20; 97% negaram contacto com rubéola durante a gravidez. Houve somente um caso de malformação congênita após rubéola no primeiro trimestre da gravidez. Das 351 funcionárias sãs, e com títulos ³ 640, em 9,4% demonstrou-se IgM específica. Não foi notada flutuação significativa dos títulos em diferentes amostras em período de observação de até um ano. Conclui-se que a maioria das funcionárias é imune à rubéola (título > 20) independente de quaisquer parâmetros analisados; a presença de IgM específica em algumas funcionárias pode ser compatível com doença subclínica. Este inquérito foi considerado útil na orientação de funcionárias grávidas comunicantes de caso suspeito ou confirmado de rubéola, e para as não-grávidas e não-imunes a indicação da profilaxia pela vacina. Resumo em inglês Antibody titers to rubella were determined by the hemagglutination inhibition test in sera of 1,886 female employees of the Hospital das Clínicas, of the School of Medicine, Ribeirão Preto, University of S. Paulo, in 1982-1983, and related to age, color, hospital unit, position and place of work, period of employment, and history of rubella or contagion when pregnant or not otherwise. In 1,617 of the 1,886 sera (85.7%), titers (reciprocal) were > 20, and in 269 (14.3%) (mais) ³ 20, distributed as follows: in 9.6% @ 0); 87.1% of the employees denied a history of rubella and 73.9% of them had > 20 titers; 57.5% denied communicant status, all also having > 20 titers; in 1.1% of 11.1% who reported a history of rubella, titers were £ 20; 97% denied contact with rubella during pregnancy. There was one case of congenital malformation after rubella during the 1st trimester of pregnancy. Specific IgM was detected in 9.4% or 351 employees with ³ 640 titers. No significant titer fluctuation was observed in different samples of one and the same employee. It follows that most employees are immune to rubella (> 20 titer) regardless of the other parameters considered. The specific IgM may indicate subclinical disease or IgM persistence. The survey was considered useful for medical guidance of pregnant employees when they contacted a patient with suspected or confirmed rubella, and phrophylaxis for non-pregnant employees known to be non immune.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Imunidade à rubéola: inquérito soro-epidemiológico em hospital, Estado de São Paulo - Brasil/ Immunity to rubella: a serological-epidemiological survey in female hospital employees, S. Paulo State, Brazil

Machado, Alcyone Artioli; Costa, João Carlos da; Campos, Antonio Dorival
1988-06-01

Resumo em português Os títulos de anticorpos no soro pela reação de inibição da hemaglutinação para rubéola, empregando o caulim para adsorção de beta-lipoproteínas bloqueadores inespecíficos, foram determinados em funcionárias do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (Brasil), no período de 1982-1983 e confrontados com idade, cor, unidade hospitalar, local, cargo, tempo de emprego, antecedentes de rubéola ou comunican (mais) te na vigência ou não de gravidez. Participaram do estudo 1.886 funcionárias (88,9% de 2.121) tendo títulos com a distribuição: 9,6% @ 0); 87,1% das funcionárias negaram antecedentes de rubéola e destas 73,9% tiveram títulos > 20; 57,6% negaram ser comunicantes e apresentaram títulos ³ 20; em 1,1% que referiram história de rubéola, os títulos foram £20; 97% negaram contacto com rubéola durante a gravidez. Houve somente um caso de malformação congênita após rubéola no primeiro trimestre da gravidez. Das 351 funcionárias sãs, e com títulos ³ 640, em 9,4% demonstrou-se IgM específica. Não foi notada flutuação significativa dos títulos em diferentes amostras em período de observação de até um ano. Conclui-se que a maioria das funcionárias é imune à rubéola (título > 20) independente de quaisquer parâmetros analisados; a presença de IgM específica em algumas funcionárias pode ser compatível com doença subclínica. Este inquérito foi considerado útil na orientação de funcionárias grávidas comunicantes de caso suspeito ou confirmado de rubéola, e para as não-grávidas e não-imunes a indicação da profilaxia pela vacina. Resumo em inglês Antibody titers to rubella were determined by the hemagglutination inhibition test in sera of 1,886 female employees of the Hospital das Clínicas, of the School of Medicine, Ribeirão Preto, University of S. Paulo, in 1982-1983, and related to age, color, hospital unit, position and place of work, period of employment, and history of rubella or contagion when pregnant or not otherwise. In 1,617 of the 1,886 sera (85.7%), titers (reciprocal) were > 20, and in 269 (14.3%) (mais) ³ 20, distributed as follows: in 9.6% @ 0); 87.1% of the employees denied a history of rubella and 73.9% of them had > 20 titers; 57.5% denied communicant status, all also having > 20 titers; in 1.1% of 11.1% who reported a history of rubella, titers were £ 20; 97% denied contact with rubella during pregnancy. There was one case of congenital malformation after rubella during the 1st trimester of pregnancy. Specific IgM was detected in 9.4% or 351 employees with ³ 640 titers. No significant titer fluctuation was observed in different samples of one and the same employee. It follows that most employees are immune to rubella (> 20 titer) regardless of the other parameters considered. The specific IgM may indicate subclinical disease or IgM persistence. The survey was considered useful for medical guidance of pregnant employees when they contacted a patient with suspected or confirmed rubella, and phrophylaxis for non-pregnant employees known to be non immune.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Aspectos da padronização de testes sorológicos para a doença de Chagas: um teste imunoenzimático para a triagem de doadores de sangue/ Standardization of serological tests in Chagas' disease: immunoenzimatic test for screening of blood bank donnors

Ferreira, A. Walter; Belem, Zila R.; Moura, M. Emilia G.; Camargo, M. E.
1991-04-01

Resumo em português No diagnóstico sorológico da doença de Chagas podem ser encontradas acentuadas divergências mesmo entre laboratórios de grande experiência. Para a padronização de um teste imunoenzimático destinado primariamente à seleção de doadores de sangue foram cuidadosamente escolhidos painéis de soros que se buscaram como representativos das populações de chagásicos e de não chagásicos. Produzido para máxima sensibilidade e estabilidade, o novo reagente (bioELISA (mais) - cruzi*) foi testado em 1648 soros, com diagnóstico clínico de doença de Chagas em 219 e de outras afecções em 104. O teste foi comparado com testes já bem padronizados, de imunofluorescência (IF) e de hemaglutinação (HA), em 1325 soros. O limiar de reatividade (cut off), estabelecido como ideal, foi indicado nos testes pela absorbância de um soro de reatividade mínima. A sensibilidade do teste imunoenzimático foi de 0,9954 e a especificidade, como conegatividade, de 0,9969. Não foram vistos resultados falso-positivos em casos de sífilis, toxoplasmose, mononucleose e de soros com altos títulos de anti-estreptolisina 0, mas foram encontrados em 5 de 15 casos de leishmaniose tegumentar, 10 de 24 casos de calazar, 1 de 15 casos de artrite reumatóide e 1 de 12 casos de lupus eritematoso sistêmico. Os altos índices de sensibilidade em chagásicos e de especificidade na população geral, traduzem a elevada confiabilidade do teste para triagem de doadores de sangue e para a confirmação de suspeita clínica de doença de Chagas. Resumo em inglês In the serological diagnosis of Chagas disease large divergences may be found even between laboratories with experience, as a consequence of different criteria for the standardization of the tests. To standardize a immunoenzimatic test developed primarily for screening blood donors, serum panels were carefully chosen so as to best represent chagasic and non-chagasic populations. Produced for the highest sensibility and stability, the new reagent (bioELISA cruzi, Biolab Di (mais) agnóstica S/A, Brasil), was tested in serum from 1648 patients 219 with Chagas disease and 104 with other diseases, plus a comparison with well standardized immunofluorescence and hemagglutination tests in 1325 sera. In the immunoenzimatic assays, the cut off was indicated by the absorbance value of a chagasic serum showing a minimal reactivity. ELISA sensibility was 0,9954 and specificity 0,9969, as conegativity. False positive results were absent with sera from sifilis, toxoplasmosis, mononucleosis and high titered sera for antistreptolysin 0 antibodies. However they were seen in 5 to 15 cases of tegu-mentar leishmaniosis, 1 of 12 Kala-azar 1 of 15 reumatoid arthritis and 1 of 12 sistemic lupus erythematosus. The high sensibility in chagasics and high specificity in the general population indicate the confiability of the imunoenzimatic assay for screening blood donors and even to confirm a clinical diagnosis of Chagas' disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Descolamento de retina exsudativo bilateral associado a alterações de comportamento em paciente com diagnóstico de neurossífilis: relato de caso/ Exudative bilateral retinal detachment and behavior changes in a patient with neurosyphilis: case report

Malerbi, Fernando Korn; Ghanem, Ramon Coral; Chiang, Jeane; Takahashi, Walter Yukihiko
2006-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Descrever caso de descolamento de retina bilateral associado a alterações de comportamento. RESULTADO: Paciente de 62 anos, sexo feminino, apresentou-se com baixa de visão bilateral, progressiva, de 3 meses de duração, associada a alterações de comportamento e agitação psicomotora. Ao exame oftalmológico apresentava acuidade visual de percepção luminosa em olho direito; e conta dedos a 30 cm em olho esquerdo. A biomicroscopia evidenciou reação de c (mais) âmara anterior; à fundoscopia, apresentava edema e hiperemia do disco óptico bilateralmente, áreas extensas de descolamento de retina seroso, placas sub-retinianas amareladas peripapilares e exsudação sub-retiniana e intra-retiniana em ambos os olhos. O exame sorológico para sífilis foi positivo (FTA-Abs e VDRL). A análise liquórica revelou FTA-Abs e teste de hemaglutinação indireta positivos. Foi feito, então, diagnóstico de neurossífilis, e a paciente foi internada para antibioticoterapia endovenosa, e prednisona oral 40 mg/dia (0,5 mg/kg). Após 2 semanas, a paciente passou a apresentar melhora importante do quadro ocular com reabsorção da exsudação e melhora da acuidade visual. CONCLUSÃO: A sífilis é doença pleomórfica, podendo ter como manifestação ocular uma uveíte difusa associada a descolamento de retina exsudativo bilateral. O envolvimento do sistema nervoso central deve sempre ser considerado e descartado, e o tratamento eficaz da doença pode promover melhora da função visual e diminuir suas seqüelas. Resumo em inglês PURPOSE: To report a case of bilateral retinal detachment associated with behavior changes. RESULTS: A 62-year-old, female patient presented agitated, complaining of progressive bilateral low vision for the 3 past months, along with anxiety and behavior changes. On examination, she had visual acuity of light perception in the right eye and conting fingers at 30 cm in the left eye; anterior chamber reaction; bilateral hyperemic and edematous optic disc and bilateral serous (mais) retinal detachment, yellow-white subretinal peripapillary plaques and subretinal and intraretinal exudation. On laboratory work-up, the patient had positive VDRL and FTA-Abs tests. Lumbar puncture was done; she had positive FTA-Abs and hemagglutination treponemal test on spinal fluid analysis. Neurosyphilis diagnosis was established, and the patient was admitted to the hospital for an intravenous penicillin course associated with oral prednisone (0.5 mg/kg). After 2 weeks, the patient showed marked improvement of her retinal findings, with reatachment of the retina and also an improvement of visual acuity. CONCLUSION: Syphilis is a pleomorphical disease, and may present as diffuse uveitis associated with bilateral exudative retinal detachment. Central nervous system involvement must always be evaluated and discarded; proper treatment may lead to visual function improvement and diminished sequelae.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Níveis de anticorpos para arbovírus em indivíduos da região de Ribeirão Preto, SP (Brasil)/ Arbovirus antibody levels in the population of the Ribeirão Preto area, S.Paulo State (Brazil)

Figueiredo, Luiz Tadeu Moraes; Rosa, Amélia P.A. Travassos da; Fiorillo, Adhemar Mário
1986-06-01

Resumo em português Com o objetivo de conhecer os níveis de anticorpos para arbovírus, foram estudados 302 indivíduos da região de Ribeirão Preto (Brasil), moradores em 3 tipos de locais com distintas formas de organização do espaço: próximos à área de paisagem natural; com paisagem modificada para a agropecuária; comunidades urbanas. Foram efetuados testes sorológicos de inibição da hemaglutinação, neutralização e fixação do complemento para 21 arbovírus. Os resultados (mais) mostraram que 19,9% dos indivíduos investigados apresentaram anticorpos, sugerindo infecções pregressas por vários arbovírus. A maior percentagem de habitantes que se infectaram por estes agentes foi observada em locais próximos à área de paisagem natural, 38,5%. O vesiculovírus Piry foi o agente para o qual se encontrou o maior número de soros reagentes, 12,5%. A maior ocorrência de portadores de anticorpos para o vírus Piry foi observada nos indivíduos: do sexo masculino; com idade superior a 40 anos; guardas-florestais, lavradores e profissionais com atividades ligadas ao rio. Resumo em inglês The area of Ribeirão Preto is located in the north of S.Paulo State - Brazil. The population is 611,742. The climate is sub-tropical warm and humid. The area of Ribeirão Preto is almost completely deforested and covered by extensive plantations of sugar cane and coffee and pasture. With the purpose of discovering the arbovirus antibody levels, a serologic survey was carried out among people of the Ribeirão Preto area living in different geographical environments. Fifty (mais) two inhabitants located close to natural landscap, 38 in places with landscape modified by agriculture and cattle raising, and 93 in urban communities were studied. Serologic tests for hemagglutination inhibition by 20 Togaviridae and Bunyaviridae arbovirus, and neutralization and complement fixation tests on Piry Rhabdoviridae were carried out. It was discovered that 19.9% of the sample population presented antibodies against arbovirus. The Flavivirus Togaviridae antibodies were the most frequent among inhabitants from urban communities (8.5%). Anti amarilic vaccination, carried out 8 years ago, explains this fact. Piry Rhabdoviridae obtained 12.5%, the most significant population in proportion of antibodies detected. Thirty two percent of inhabitants in a place close to natural landscape, 11.5% of inhabitants in places with landscape modified by agriculture and cattle raising, and 7,5% of inhabitants in urban communities presented Piry antibodies. This virus has never before been discovered in the south of Brazil. The highest risk of infection by Piry virus was found in men, especially older than forty: agricultural workers, forestry wardens and river workers. These conclusions are typical of a virus related to a natural environment. Geographical space is changeable, and organized according to the characteristics of a civilization at a particular point in time. The geographical space approach is more advantageous than a purely ecological view on zoonoses research in populated and organized areas in the south of Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Níveis de anticorpos para arbovírus em indivíduos da região de Ribeirão Preto, SP (Brasil)/ Arbovirus antibody levels in the population of the Ribeirão Preto area, S.Paulo State (Brazil)

Figueiredo, Luiz Tadeu Moraes; Rosa, Amélia P.A. Travassos da; Fiorillo, Adhemar Mário
1986-06-01

Resumo em português Com o objetivo de conhecer os níveis de anticorpos para arbovírus, foram estudados 302 indivíduos da região de Ribeirão Preto (Brasil), moradores em 3 tipos de locais com distintas formas de organização do espaço: próximos à área de paisagem natural; com paisagem modificada para a agropecuária; comunidades urbanas. Foram efetuados testes sorológicos de inibição da hemaglutinação, neutralização e fixação do complemento para 21 arbovírus. Os resultados (mais) mostraram que 19,9% dos indivíduos investigados apresentaram anticorpos, sugerindo infecções pregressas por vários arbovírus. A maior percentagem de habitantes que se infectaram por estes agentes foi observada em locais próximos à área de paisagem natural, 38,5%. O vesiculovírus Piry foi o agente para o qual se encontrou o maior número de soros reagentes, 12,5%. A maior ocorrência de portadores de anticorpos para o vírus Piry foi observada nos indivíduos: do sexo masculino; com idade superior a 40 anos; guardas-florestais, lavradores e profissionais com atividades ligadas ao rio. Resumo em inglês The area of Ribeirão Preto is located in the north of S.Paulo State - Brazil. The population is 611,742. The climate is sub-tropical warm and humid. The area of Ribeirão Preto is almost completely deforested and covered by extensive plantations of sugar cane and coffee and pasture. With the purpose of discovering the arbovirus antibody levels, a serologic survey was carried out among people of the Ribeirão Preto area living in different geographical environments. Fifty (mais) two inhabitants located close to natural landscap, 38 in places with landscape modified by agriculture and cattle raising, and 93 in urban communities were studied. Serologic tests for hemagglutination inhibition by 20 Togaviridae and Bunyaviridae arbovirus, and neutralization and complement fixation tests on Piry Rhabdoviridae were carried out. It was discovered that 19.9% of the sample population presented antibodies against arbovirus. The Flavivirus Togaviridae antibodies were the most frequent among inhabitants from urban communities (8.5%). Anti amarilic vaccination, carried out 8 years ago, explains this fact. Piry Rhabdoviridae obtained 12.5%, the most significant population in proportion of antibodies detected. Thirty two percent of inhabitants in a place close to natural landscape, 11.5% of inhabitants in places with landscape modified by agriculture and cattle raising, and 7,5% of inhabitants in urban communities presented Piry antibodies. This virus has never before been discovered in the south of Brazil. The highest risk of infection by Piry virus was found in men, especially older than forty: agricultural workers, forestry wardens and river workers. These conclusions are typical of a virus related to a natural environment. Geographical space is changeable, and organized according to the characteristics of a civilization at a particular point in time. The geographical space approach is more advantageous than a purely ecological view on zoonoses research in populated and organized areas in the south of Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Identificação do vírus causador de encefalomielite eqüina, Paraná, Brasil/ Identification of the encephalitis equine virus, Brazil

Fernández, Zoraida; Richartz, Rosária; Rosa, Amélia Travassos Da; Soccol, Vanete T
2000-06-01

Resumo em português OBJETIVO: No período de 1996 a 1999, um agente viral causador de encefalomielite afetou as populações de eqüinos em diferentes regiões do Estado do Paraná, Brasil. Objetivou-se realizar pesquisa sorológica na tentativa de isolar o vírus causador da doença. MÉTODOS: Em quatro municípios do Estado do Paraná, Brasil, foram coletados culicídeos com armadilha Shannon e isca humana, identificados e processados para isolamento de vírus. Em dois municípios estudado (mais) s foram colhidas amostras de sangue de eqüinos para isolamento de vírus e para pesquisa sorológica. Os soros foram analisados pelo teste de inibição da hemaglutinação frente a diferentes antígenos de Alphavirus e Flavivirus. Aqueles que revelaram reações positivas-cruzadas foram analisados pelo teste de neutralização. RESULTADOS: Foram coletados culicídeos dos gêneros: Culex, Aedes, Mansonia, Coquillettidia, Psorophora, Sabethes, Wyeomyia e Limatus. Embora não sendo isolado o agente viral, foram detectados anticorpos hemaglutinantes para os vírus Encefalomielite eqüina do Leste, Mucambo, Pixuna, Maguari e St. Luis. Em doze amostras de soros foram detectados anticorpos neutralizantes para os vírus Encefalomielite eqüina do Leste. CONCLUSÕES: Foram coletadas espécies de culicídeos, considerados na bibliografia como vetores de vírus causadores de encefaliomielite buniavírus e outras arboviroses de importância epidemiológica. Pela presença de sintomas de encefalomielite e de anticorpos para o vírus Encefalomielite eqüina do Leste nos soros dos cavalos, supõe-se ser esse o vírus causador da doença nos eqüinos das regiões estudadas. Resumo em inglês INTRODUCTION: In the period of 1996-1999 some virus associated with encephalitis have been reported in horses from different regions of Paraná State, Brazil. To identify the etiologic agent associated with this illness, mosquitoes and serum samples were collected in the endemic area. METHODS: The study area corresponded to four municipalities of Paraná State, Brazil. Mosquitoes were captured in Shannon trap and human bait. After identification, they were processed for v (mais) irus isolation. Blood of equines were collected in the municipalities of Querência do Norte and Colorado. Antibodies to different Alphavirus and Flavivirus were analyzed by hemagglutination inhibition test. Specific seroneutralization reactions were performed in those sera with a positive reaction in the hemagglutination test. RESULTS: The mosquitoes genus collected were: Culex, Aedes, Mansonia, Coquillettidia, Psorophora, Sabethes, Wyeomyia, and Limatus . Even thought no virus was isolated, serologic analyses showed hemagglutinazing antibodies to Eastern equine encephalitis, Mucambo, Pixuna, Maguari, and St Luis encephalitis viruses. The neutralization test showed specific reaction to Eastern equine encephalitis virus in 12 tested sera. CONCLUSIONS: Species of mosquitoes that could be potential vectors of encephalitis, buniavirus, and other arboviruses of epidemiological importance were collected. It is believed that Eastern equine encephalitis virus affected the equines populations in the study regions because of the symptoms and antibodies for the virus in the sera detected in these equines.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Identificação do vírus causador de encefalomielite eqüina, Paraná, Brasil/ Identification of the encephalitis equine virus, Brazil

Fernández, Zoraida; Richartz, Rosária; Rosa, Amélia Travassos Da; Soccol, Vanete T
2000-06-01

Resumo em português OBJETIVO: No período de 1996 a 1999, um agente viral causador de encefalomielite afetou as populações de eqüinos em diferentes regiões do Estado do Paraná, Brasil. Objetivou-se realizar pesquisa sorológica na tentativa de isolar o vírus causador da doença. MÉTODOS: Em quatro municípios do Estado do Paraná, Brasil, foram coletados culicídeos com armadilha Shannon e isca humana, identificados e processados para isolamento de vírus. Em dois municípios estudado (mais) s foram colhidas amostras de sangue de eqüinos para isolamento de vírus e para pesquisa sorológica. Os soros foram analisados pelo teste de inibição da hemaglutinação frente a diferentes antígenos de Alphavirus e Flavivirus. Aqueles que revelaram reações positivas-cruzadas foram analisados pelo teste de neutralização. RESULTADOS: Foram coletados culicídeos dos gêneros: Culex, Aedes, Mansonia, Coquillettidia, Psorophora, Sabethes, Wyeomyia e Limatus. Embora não sendo isolado o agente viral, foram detectados anticorpos hemaglutinantes para os vírus Encefalomielite eqüina do Leste, Mucambo, Pixuna, Maguari e St. Luis. Em doze amostras de soros foram detectados anticorpos neutralizantes para os vírus Encefalomielite eqüina do Leste. CONCLUSÕES: Foram coletadas espécies de culicídeos, considerados na bibliografia como vetores de vírus causadores de encefaliomielite buniavírus e outras arboviroses de importância epidemiológica. Pela presença de sintomas de encefalomielite e de anticorpos para o vírus Encefalomielite eqüina do Leste nos soros dos cavalos, supõe-se ser esse o vírus causador da doença nos eqüinos das regiões estudadas. Resumo em inglês INTRODUCTION: In the period of 1996-1999 some virus associated with encephalitis have been reported in horses from different regions of Paraná State, Brazil. To identify the etiologic agent associated with this illness, mosquitoes and serum samples were collected in the endemic area. METHODS: The study area corresponded to four municipalities of Paraná State, Brazil. Mosquitoes were captured in Shannon trap and human bait. After identification, they were processed for v (mais) irus isolation. Blood of equines were collected in the municipalities of Querência do Norte and Colorado. Antibodies to different Alphavirus and Flavivirus were analyzed by hemagglutination inhibition test. Specific seroneutralization reactions were performed in those sera with a positive reaction in the hemagglutination test. RESULTS: The mosquitoes genus collected were: Culex, Aedes, Mansonia, Coquillettidia, Psorophora, Sabethes, Wyeomyia, and Limatus . Even thought no virus was isolated, serologic analyses showed hemagglutinazing antibodies to Eastern equine encephalitis, Mucambo, Pixuna, Maguari, and St Luis encephalitis viruses. The neutralization test showed specific reaction to Eastern equine encephalitis virus in 12 tested sera. CONCLUSIONS: Species of mosquitoes that could be potential vectors of encephalitis, buniavirus, and other arboviruses of epidemiological importance were collected. It is believed that Eastern equine encephalitis virus affected the equines populations in the study regions because of the symptoms and antibodies for the virus in the sera detected in these equines.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Malária no município de Humaitá, estado do Amazonas: XXI. Prevalência da deficiência de glicose-6-fosfato desidrogenase (G6PD) Em amostra da população e em doentes com malaria causada pelo Plasmodium falciparum/ Malaria in the Humaitá County, Amazonas State, XXI: Prevalence of glucose-6-phosphate dehydrogenase deficiency in a population sample and in malaria patients (Plasmodium falciparum)

Barraviera, Benedito; Meira, Domingos Alves; Machado, Paulo Eduardo de Abreu; Curi, Paulo Roberto
1987-12-01

Resumo em português Os autores estudaram a prevalência da deficiência de glicose-6-fosfato desidrogenase (G6PD), pelo método de BREWER et alii, em 141 indivíduos da população do município de Humaitá, Estado do Amazonas. Destes, 128 eram amazônides, 67 dos quais nunca tiveram malária, enquanto que 61 tinham tido ou estavam tendo a doença; os 13 restantes que estavam com malária não eram arnazônides. Os resultados revelaram que 7 arnazônides (4,96%), eram deficientes. Destes, 5 (mais) eram do sexo feminino e 2 do masculino. Em todos os indivíduos do sexo feminino o teste foi positivo com comportamento do tipo heterozigoto. Dos indivíduos deficientes, 4 nunca tinham tido malária; dos outros 3, 2 apresentavam a reação de hemaglutinação positiva com título 1/16 e o terceiro estava tendo malária causada pelo Plasmodium falciparum pela primeira vez. Este doente apresentou forma benigna de malária evoluindo para cura clínica e parasitológica no 3.° dia de tratamento com a clindamicina. Nenhum dos 13 doentes não arnazônides apresentava deficiência de G6PD. Dessa forma, não houve diferença na prevalência da deficiência de G6PD em arnazônides que nunca tiveram malária e em arnazônides que tinham tido ou estavam tendo a doença. Portanto, os indivíduos com deficiência de G6PD estão sujeitos a infecções por Plasmodium falciparum na mesma proporção que os não deficientes. Por outro lado, o aumento da prevalência da deficiência de G6PD, na amostra estudada, poderia estar relacionado com a pressão seletiva exercida pela malária em população submetida à homozigose. Resumo em inglês The authors studied the prevalence of glucoses-phosphate dehydrogenase (G6PD) deficiency by BREWER method et al, in 141 individuals from Humaita county, Amazonas State. From this total, 128 were born in Amazonian 67 had never had malaria, but 61 had already had this disease or were with; it the others thirteen left, who had this disease were not from Amazonian. The results revealed that 7 (4,96%) Amazonian individuals were deficients. From this total, there were 5 females (mais) and 2 males individuals. In all female individuals the test was positive according to heterozygote kind of behaviour. Among the deficient individuals, four had never had malaria from the 3 left, 2 presented a positive hemagglutination reaction with 1/16 tittle and the third was with malaria for the first time, caused by Plasmodium falciparum. This patient presented the benign form of malaria followed by clinical and parasitological remission in the third day of treatment with clindamycin. None of the 13 patients who weren't Amazonian individuals presented G6PD deficiency. Being so, there were no diference in the prevalence of G6PD in Amazonian individuals who had never had the disease and in Amazonian individuals who had already had or were with the disease. Thus, the individuals with G6PD deficiency are subject to contamination by Plasmodium falciparum in the same proportion to the no deficients. In the other hand, the increase of prevalence of G6PD deficiency in the sample studied, could be related to the seletive pressure on malaria in population submited to homozygous.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Padrões de imunofluorescência do fator antinuclear (FAN) em células HEp-2 de soros reagentes para anti-SSA/Ro/ Antinuclear antibodies (ANA) immunofluorescent pattern’s in HEp-2 cells on samples positive for anti-SSA/Ro

Lora, Priscila Schmidt; Laurino, Claudia Cilene Fernandes Correia; Freitas, Adriana Estigarribia de; Brenol, João Carlos T.; Montecielo, Odirlei; Xavier, Ricardo Machado
2007-02-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar os padrões de imunofluorescência do fator antinuclear (FAN) em soros reagentes para anticorpos anti-SSA/Ro e sua associação clínica. MÉTODO: foi realizado um estudo transversal retrospectivo, no qual foram revisadas as solicitações de anticorpos antiantígenos nucleares extraíveis (anti-ENA) encaminhadas ao SPC/HCPA no período de dois anos. Das solicitações com resultado positivo para anti-ENA identificou-se qual ou quais auto-anticorpos esta (mais) vam envolvidos (anti-SSA/Ro, anti-SSB/La, anti-RNP, anti-Sm, anti-Scl-70), bem como os padrões de imunofluorescência do FAN e os quadros clínicos dos pacientes anti-SSA/Ro positivo. As técnicas usadas para detecção e identificação foram FAN por imunofluorescência indireta (IFI) em células HEp-2 e anti-ENA por hemaglutinação. RESULTADOS: das 392 solicitações analisadas 90 eram anti-ENA positivo. Houve um predomínio do sexo feminino (94%) (86/91) e a idade média foi de 42 anos. O anti-SSA/Ro foi o mais freqüente (67,8%) (61/90), sendo que todas as amostras anti-SSA/Ro positivas eram positivas para o FAN. O padrão de imunofluorescência nuclear pontilhado fino foi o predominante (68,9%) (42/61) nos pacientes com anti-SSA/Ro positivo, e o quadro clínico mais encontrado foi de lúpus eritematoso sistêmico, em 50,8% (31/61) dos pacientes. CONCLUSÃO: o teste de FAN por IFI utilizando células HEp-2 é um bom método de triagem para detecção de auto-anticorpos anti-SSA/Ro, apresentando maior associação com o padrão nuclear pontilhado fino. Diferente do que tem sido descrito na literatura, não encontramos nenhuma amostra de pacientes com anti-SSA/Ro que tenham apresentado FAN falso-negativo na IFI. Pelo menos na nossa experiência, esses dados questionam o custo-efetividade da solicitação de rotina desse exame em pacientes FAN negativo pelo teste de IFI. Resumo em inglês OBJECTIVE: to evaluate the pattern at immunofluorescence of the antinuclear antibodies (ANA) detected by the indirect immunofluorescence (IIF) technique in positive samples for anti-SSA/Ro autoantibody and the clinical associations. METHODS: a retrospective transversal study was performed in a period of two years where the all the solicitations of testing for the presence of anti-extractable nuclear antigen (anti-ENA) antibodies delivered to the SPC/HCPA were analyzed. We (mais) selected the positive samples and identified which autoantibodies were involved (anti-SSA/RO, anti-SSB/La, anti-RNP, anti-Sm and anti-Scl70) as well as the immunofluorescence patterns by ANA testing and the clinical associations found in the patients presenting anti-SSA/Ro positive serum. IIF was used for ANA using HEp-2 cells and hemagglutination for anti-ENA antibodies detection. RESULTS: 90 out of the 392 solicitations analyzed were anti-ENA positive, with a predominance of women (86/91 - 94%) and the mean age was 42 years old. The most frequent autoantibody was anti-SSA/Ro (61/90 - 67.8%) and all samples that were anti-SSA/Ro positive were also ANA positive. Speckled nuclear immunofluorescence was the most frequent ANA pattern (42/61 - 68.9%) among the anti-SSA/Ro positive samples and systemic lupus erythematosus was the most common clinical diagnosis (31/61 - 50.8%). CONCLUSION: ANA testing by IIF using HEp-2 cells proved to be a good screening test for the detection of anti-SSA/Ro antibodies, that showed a strong positive association to the speckled nuclear IIF pattern. As opposed to what has been described in the literature, there was no ANA negative among the anti-SSA/Ro positive samples. At least in our experience, these data question the cost-effectiveness of performing routine screening for anti-SSA/Ro antibodies in ANA negative samples by IIF testing.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Epidemia de febre clássica de dengue causada pelo sorotipo 2 em Araguaiana, Tocantins, Brasil/ Dengue epidemic, serotype 2, in Araguaina, Tocantins, Brazil

Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa; Travassos da Rosa, Elizabeth Salbé; Travassos da Rosa, Jorge Fernando Soares; Freitas, Ronaldo Barros de; Dégallier, Nicolas; Rodrigues, Sueli Guerreiro; Travassos da Rosa, Amélia Paes de Andrade
1993-04-01

Resumo em português Registramos a ocorrência de epidemia de dengue causada pelo sorotipo 2 (DEN 2) na cidade de Araguaina, estado do Tocantins (TO) situado no Brasil central. Quatrocentos indíviduos de 74 famílias, residentes nos bairros S. João, Araguaina Sul e Neblina foram entrevistados e sangrados, independentemente de terem adoecido ou não. Os soros tanto de adultos quanto de crianças de ambos os sexos foram usados para pesquisa de anticorpos inibidores da hemaglutinação (IH) e (mais) IgM através de ensaio imunoenzimático (MAC ELISA). Nas casas onde haviam doentes no momento do inquérito, sangue total também foi colhido para tentativa de isolamento de vírus. O quadro clínico apresentado pelos pacientes foi caracterizado por febre, cefaléia, mialgias, artralgias e exantema do tipo máculo-papular não pruriginoso. A infecção foi mais frequente em mulheres (33.9%) do que nos homens (23.8%), ocorrendo em todas as faixas etárias, inclusive em crianças com menos de um ano de idade, bem como em maiores de 70 anos. Um total de 1105 mosquitos (56 fêmeas e 45 machos de Culex quinquefasciatus e 567 fêmeas e 437 machos de Aedes aegypti) foram obtidos a partir de larvas coletadas em Araguaina. As fêmeas de Ae. aegypti obtidas das larvas fizeram repasto sangüíneo em 8 pacientes febris. O diagnóstico laboratorial foi feito por isolamento de vírus (cultura de células de Aedes albopictus, clone C6/36) e por sorologia (IH e MAC ELISA). Foram isoladas 5 amostras de DEN 2 de pacientes febris e tipadas por imunofluorescência indireta usando anticorpos monoclonais de dengue. Nenhuma amostra viral foi isolada de mosquitos. Outrossim, comprovou-se infecção em 111 pessoas sangradas, o que revelou um índice de positividade de 27.75% (111 em 400), sendo que 66.2% das famílias estudadas apresentaram pelo menos um indivíduo positivo. Ocorreram ainda, 26.1% de infecções assintomáti-cas. Por outro lado, a correlação de positividade entre os dois testes usados (IH e MAC ELISA) foi de 94.6%. Estimamos que ocorreram aproximadamente 83.250 casos da doença, entre 15 de março a 31 de maio de 1991. Esta é a primeira epidemia de DEN 2 em um estado da Amazônia Brasileira, portanto em área endêmica de febre amarela, e a primeira evidência da interiorização do DEN 2, até então restrito ao Rio de Janeiro. Resumo em inglês We report the first outbreak of dengue fever caused by dengue 2 (DEN 2) in Araguaina, Tocantins State. Four hundred people of 74 families, living at S. João, Araguaina Sul and Neblina districts were questioned and then bled, in order to obtain sera to test for anti-dengue antibodies. If a person was sick, a small quantity of blood was collected for virus isolation. The main clinical picture of disease was characterized by fever, headache, myalgias, arthralgias and skin r (mais) ash. Were obtained 1,105 (56 females and 45 males of Culex quinquefasciatus and 567 females and 437 males of Aedes aegypti) mosquitoes from larvae collected in Araguaina. The females of Aedes aegypti obtained from larvae were allowed to feed on 8 febrile patients. The diagnosis of infection was made by both virus isolation into Aedes albopictus (C6/36) cells, and serology, by Hemagglutination-inhibi-tion (HI) and IgM capture ELISA (MAC ELISA). No virus was isolated from mosquitoes. Although five strains of DEN 2 were obtained from humans, and another 111 infections were diagnosed sero-logically (IgM positive). The positivity rate of the samples was 27.75% (111 of 400), while that of the families was 66.2% (45 of 72), where at least one member of the each family was infected. It was also detected 26.1% of asymptomatic infections. All age groups were affected. Therefore, the infection was more frequent in females (33.5%) than males (23.8%). It was estimated in about 83,250 cases of dengue infection in Araguaina between March 15 and May 31,1991. This is the first epidemic of DEN 2 in the Brazilian Amazonian region, as well as the first evidence of the spread of this serotype outside Rio de Janeiro.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Pesquisa de autoanticorpos em pacientes com artrite psoriásica sob terapia anti-TNFα/ Autoantibodies in patients with psoriatic arthritis on anti-TNFα therapy

Viana, Vilma S Trindade; Carvalho, Jozélio Freire de; Moraes, Júlio César Bertacini de; Saad, Carla Gonçalves Schain; Ribeiro, Ana Cristina de Medeiros; Gonçalves, Célio; Bueno, Cleonice; Vendramini, Margarete B; Bonfá, Eloísa
2010-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A terapia imunobiológica anti-TNFα tem-se mostrado efetiva no tratamento de pacientes com artrite psoriásica (APs) refratária. No entanto, não está bem definido o risco de desenvolvimento de autoanticorpos comumente encontrados nas doenças reumatológicas em pacientes com APs na vigência desse tratamento. OBJETIVO: avaliar a indução de autoanticorpos específicos durante a terapia anti-TNFα em pacientes com APs. PACIENTES E MÉTODOS: Foram (mais) analisadas amostras de soro de 23 pacientes com APs (mulheres: 61%, idade: 45,04 ± 12,68 anos, quadro poliarticular: 69,6%, duração da doença: 13,3 ± 7,7 anos, infliximabe: 82,60%) obtidas imediatamente antes (basal) e cerca de um ano após a introdução da terapia anti-TNF (última amostra) (385 ± 131,45 dias). A pesquisa incluiu a detecção de anticorpos antinucleares (ANA) e anticorpos para dsDNA (imunofluorescência indireta em células Hep-2 e em Crithidia luciliae, respectivamente); RNP e Sm (hemaglutinação passiva); Ro/SS-A e/ou La/SS-B, cromatina, histona, peptídeo citrulinado (CCP) e cardiolipina (ELISA). RESULTADOS: A pesquisa basal de ANA revelou positividade em 47,8% dos pacientes, com predomínio do padrão nuclear homogêneo (81,8%). Todas as amostras de soro testadas foram negativas para fator reumatoide e anticorpos anticardiolipina, RNP, Sm, Ro/SS-A, La/SS-B, histona e dsDNA, enquanto dois pacientes apresentaram positividade para anticromatina e um para anti-CCP. Todas as amostras de ANA positivas no tempo basal, exceto uma, mantiveram essa reatividade após a introdução da terapia anti-TNF. Reatividade "de novo" ANA foi observada em quatro dos pacientes originalmente negativos (33,3%). Anticorpos anti-Ro/SS-A, La/SS-B, cardiolipina, histona, dsDNA e fator reumatoide foram sistematicamente negativos em todas as amostras finais de soro testadas e positividade anticromatina foi detectada em outros três pacientes. CONCLUSÃO: Nossos achados mostram que a terapia anti-TNF induziu positividade ANA em um terço dos pacientes com APs e o uso concomitante de metotrexato não alterou esse achado. Além disso, todos os soros foram sistematicamente negativos para a maioria dos autoanticorpos específicos de doenças reumatológicas testados após a introdução da terapia biológica. Resumo em inglês INTRODUCTION: Anti-TNFα therapy has been effective in the treatment of patients with refractory psoriatic arthritis (PSA). However, the risk of developing autoantibodies commonly found in rheumatic diseases in PSA patients undergoing this therapy is not clear. OBJECTIVE: To evaluate the induction of specific autoantibodies after anti-TNFα therapy in PSA patients. PATIENTS AND METHODS: Serum samples from 23 PSA patients (women: 61%, age: 45.04 ± 12.68 years, pol (mais) yarticular: 69.6%, disease duration: 13.3 ± 7.7 years, infliximab: 82.60%) obtained immediately before (baseline) and approximately one year after the introduction of anti-TNF therapy (last sample) (385 ± 131.45 days), were analyzed. The analysis included detection of antinuclear antibodies (ANA) and anti-dsDNA antibodies (indirect immunofluorescence on Hep-2 cells and Crithidia luciliae, respectively); anti-RNP and anti-Sm (passive hemagglutination); and anti-Ro/ SS-A and/or anti-La/SS-B, anti-chromatin, anti-histones, anti-citrullinated peptide (CCP), and anti-cardiolipin (ELISA) antibodies. RESULTS: At baseline, ANA was positive in 47.8% of patients, with predominance of homogeneous nuclear pattern (81.8%). All baseline serum samples were negative for rheumatoid factor and antibodies to cardiolipin, RNP, Sm, Ro/SS-A, anti-La/SS-B, anti-histone, and anti-dsDNA antibodies, while two patients were positive for anti-chromatin and one for anti-CCP. All ANA-positive samples at baseline, except for one, remained positive after the introduction of anti-TNF therapy; however, de novo ANA reactivity was observed in four originally negative patients (33.3%). Anti-Ro/SS-A, La/SS-B, cardiolipin, histones, dsDNA, and rheumatoid factor antibodies remained negative in all final serum samples tested, and anti-chromatin positivity was detected in three other patients. CONCLUSION: Our findings have shown that anti-TNF therapy induced ANA positivity in one third of PSA patients. The concomitant use of methotrexate did not interfere with this finding. In addition, all serum samples were systematically negative for specific rheumatic autoantibodies tested after the introduction of the biological treatment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Triagem neonatal para infecção chagásica congênita: aplicação de análise de classe latente para avaliação dos testes diagnósticos/ Neonatal screening for congenital Chagas infection: application of latent class analysis for diagnostic test evaluation

Andrade, André Queiroz de; Gontijo, Eliane Dias
2008-12-01

Resumo em português O presente estudo tem como objetivo avaliar os testes sorológicos convencionais usados na triagem neonatal para doença de Chagas, discutindo métodos estatísticos disponíveis. Estudou-se uma amostra aleatória dentre 23.308 recém-nascidos triados para doença de Chagas congênita por meio de três testes: imunoensaioenzimático, imunofluorescência indireta e hemoaglutinação indireta. Os dados obtidos foram analisados por diferentes metodologias estatísticas: a an (mais) álise de classe latente, o teste Kappa e a análise de sensibilidade relativa. Utilizando a análise de classe latente, a maior sensibilidade foi do imunoensaioenzimático (48,6%), seguido pela imunofluorescência indireta (39,8%) e pela hemoaglutinação indireta (23,2%). O valor Kappa foi 0,496. A razão entre as sensibilidades dos testes imunoensaioenzimático e imunofluorescência indireta foi de 92% [0,74;1,13]. A análise de classe latente não se mostrou adequada para determinação de sensibilidade e especificidade, mas forneceu dados importantes sobre a equivalência dos testes, corroborados pela análise de sensibilidade relativa. Os resultados mostraram que o teste imunoensaioenzimático em sangue-seco pode ser utilizado com a mesma segurança do teste imunofluorescência indireta. Resumo em inglês The present study had the aim of evaluating conventional serum tests that are used in neonatal screening for Chagas disease, with a discussion on the statistical methods available. A random sample among 23,308 newborns who were screened for congenital Chagas disease was studied using the following three tests: enzyme immunoassay, indirect immunofluorescence and indirect hemagglutination. The data were analyzed by different statistical methodologies: latent class analysis, (mais) Kappa test and relative sensitivity analysis. Using latent class analysis, enzyme immunoassay had the highest sensitivity (48.6%), followed by indirect immunofluorescence (39.8%) and indirect hemagglutination (23.2%). The kappa value was 0.496. The ratio between the sensitivities of enzyme immunoassays and indirect immunofluorescence tests was 92% [0.74;1.13]. Latent class analysis was not found to be adequate for sensitivity and specificity determination, but it provided important data about the equivalence of the tests, corroborated by relative sensitivity analysis. The results showed that enzyme immunoassaying of dry blood samples can be used as safely as the indirect immunofluorescence test.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Síntese de amidas e sulfonamidas de beta-D-galactopiranosilamina e beta-lactosilamina e avaliação de suas interações com lectinas de Erythrina cristagalli e de Ricinus communis/ Synthesis of amides and sulfonamides of beta-D- galactopyranosylamine and beta-lactosylamine and evaluation of their interactions with the lectins from Erythrina cristagalli and Ricinus communis

Butera, Anna Paola; Souza Filho, José Dias de; Carvalho, Diogo Teixeira; Figueiredo, Rute Cunha; Faria, Luiz Carlos Alves de; Nunes, Maria Angélica; Prado, Maria Auxiliadora Fontes; Alves, Ricardo José; Andrade, Milton Hércules Guerra de; Silva, Karina Taciana Santos
2007-10-01

Resumo em inglês We report herein the synthesis of some beta-D-galactopyranosylamine and beta-lactosylamine amides and sulfonamides. The interactions of these compounds with lectins from the seeds of Erythrina cristagalli (LEC) and Ricinus communis (RCA120) were evaluated in a hemagglutination inhibitory activity assay. D-Galactose and lactose were used as reference compounds. The beta-lactosylamine amides and sulfonamides were nearly as active as lactose in inhibiting LEC mediated hemagg (mais) lutination and were less active against RCA120 agglutinin. The beta-D-galactopyranosylamine amides and sulfonamides were, with one exception, considerably less active than D-galactose in the assay with both lectins.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Resistência do vírus da gripe à ação oligodinâmica da prata/ Resistence of the influenza virus to the silver oligodynamic action

Lacorte, J. Guilherme; Monteiro, Estácio; Loures, J. Carvalho
1955-12-01

Resumo em português Tentamos verificar, em algumas séries de experiências a ação oligodinâmica da prata sôbre o vírus da gripe, tipo A, amostra PR8 e tipo A-primo, amostra DL Rio empregando, para tal fim, recipientes, ora recobertos internamente, em delgadíssima camada, pela prata metálica ora contendo-a, sob a forma de pó, de mistura com o próprio material que constitui as paredes do frasco. Neste foi colocado o líquido alantóide contendo vírus verificando-se, de tempos em tem (mais) pos, o seu poder patogênico para camundongos brancos e a persistência do seu poder hemaglutinante. Pelos resultados acima expostos vê-se que o referido vírus nada sofreu pela ação oligodinâmica da prata, nas condições experimentais descritas ao passo que, concomitantemente a mesma teve efeito ràpidamente mortal para bactérias pertencentes às espécies Micrococcus pyogenes e Escherichia coli. Assim sendo, logo se destaca a importância do fenômeno observado sabendo-se, além do mais, que a ação oligodinâmica, letal ou nociva, se tem verificado sôbre os sêres vivos em geral. Verificamos ainda, no decorrer dessas experiências, que a junção de bactérias não alterou a atividade do vírus quer as mesmas se encontrassem vivas quer mortas. As nossas pesquisas prosseguem com outros vírus, os mais diversos, cumprindo-nos salientar, desde logo, que o processo poderá ser empregado para o isolamento dêsses agentes conforme já o verificamos para o da gripe, em experiência acima descrita. Será uma das decorrências práticas da observação que fizemos, dependendo, as demais, de puro interêsse biológico, de investigações subseqüentes, baseadas na observação inicial que ora apresentamos. Resumo em inglês In some experiments we tried to verify the silver oligodynamic action upon the influenza vírus, A type, PR8 strain and A-prime, DL Rio strain. In the tests we used clay pitchers covered in the inside parte with a thin layer of silver or with powdered silver mixed into the clay material. The infected allantoic fluid was put into the pitcher and the pathogenic power for mice and the hemagglutination reaction verified at regular intervals. The results expressed in the table (mais) s indicated that no alterations were presented by the virus in comparison with the controls. Experiments made with Micrococcus pyogenes and Excherichia coli died in 24 to 48 hours. The reported phenomenon is important because we know that the oligodynamic effect is observed upon microorganisms like bacteria, protozoa and other living beings. The alive or dead bacteria didn't alter the referred properties of the virus. We are stil investigating the phenomenon with other viruses and, now, we emphasize that it can be applied for the isolation of viruses as we verified for the influenza virus. This will be one of their practical applications. We think that many others, from the biologic point of view, may arise based on our first observation here presented.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Reações entre caolim, virus de influenza suína e inibidor de clara de ôvo da hemoaglutinação de vírus/ Reactions involving kaolin, swine influenza virus, and egg-whiteinhibidor of virus hemagglutination

Lanni, Frank; Lanni, Yvonne Thery
1952-03-01

Resumo em português O caolim adsorve a atividade inibitória mais ràpidamente que o nitrogênio total da clara de ôvo bruta e menos ràpidamente que o nitrogênio total das preparações semipurificadas de inibidor. A adsorção do inibidor é reversível. O tratamento de preparações semipurificadas pelo vírus ativo da influenza suína causa um ligeiro aumento da adsorção da atividade e do nitrogênio total. O vírus ativo combina-se no frigorífico com o caolim que adsorveu o inibid (mais) or e pode ser em grande parte recuperado à temperatura ambiente. Uma quantidade menor de vírus é fixada pelo caolim não tratado. O aquecimento do vírus durante 30 minutos a 53°C aumenta sua adorção pelo caolim. Resumo em inglês Kaolin adsorbs inhibitory activity more rapidly than total nitrogen from crude egg-white and less rapidly than total nitrogen from semipurified inhibitor preparations. The adsorption of inhibitoris reversible. Treatment of semipurified preparations with active swine influenza virus causes a slight increase in the adsorption of activity and total nitrogen. Active virus combines with inhibitor-coated kaolin in the cold and can be recovered in great part at room temperature. (mais) A smaller amount of virus is bound by untreated kaolin. Heating the virus for 30 minutes at 53°C increases its adsortion by kaolin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Primeiro registro de epidemias causadas pelo vírus Oropouche nos Estados do Maranhão e Goiás, Brasil/ Epidemic outbreaks of Oropouche virus in the Maranhão and Goiás States, Brazil

Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa; Travassos da Rosa, Jorge Fernando Soares; Guerreiro, Sueli Corrêa; Dégallier, Nicolas; Travassos da Rosa, Elizabeth Salbé; Travassos da Rosa, Amélia Paes de Andrade
1989-08-01

Resumo em português Os autores descrevem a ocorrência de epidemias causadas pelo vírus Oropouche (ORO) nos Estados do Maranhão (MA) e Goiás (GO) em 1988. 36 amostras de vírus foram obtidas a partir da inoculação do sangue de 120 pacientes em camundongos recém nascidos. A doença foi caracterizada por febre, cefaléia, dores musculares, articulares, fotofobia, dor retro ocular, náuseas e tontura. 128 das 197 pessoas examinadas em Porto Franco, MA, tinham anticorpos inibidores da hema (mais) glutinação (IH) para o agente e, em 106 foram detectados anticorpos IgM por MAC ELISA. Todos os grupos etários foram infectados, embora a incidência tenha sido mais elevada entre aqueles com 10 a 19 anos de idade. Quanto ao sexo, a infecção ocorreu igualmente em ambos os sexos. Recorrência dos sintomas foi observada em 56% dos casos positivos estudados. A inoculação em camundongos Swiss recém nascidos de 3.624 Culicoides paraensis (Ceratopogonidae) e 1.970 Culex (Culex) quinquefasciatus (Culicidae), coletados em Porto Franco-MA, resultou em um único isolamento do vírus ORO a partir dos Culicoides. Essa é a primeira descrição de casos confirmados de infecção pelo vírus Oropouche nos Estados do Maranhão e Goiás, Brasil. Resumo em inglês The authors describe the occurrence of outbreaks caused by Oropouche virus (ORO) in the states of Maranhão and Goiás, Brazil in 1988. 36 strains of the virus were obtained from the intracerebral inoculation of the blood of 120 patients into 2-3 day-old infant mice. The illness was characterized by headache, fever, pain in the muscles, joints and back, photophobia, retrobulbar pain, nausea and dizziness. 128 of 197 people examined in Porto Franco, MA, had hemagglutinatio (mais) n-inhibiting antibodies to the agent, while 106 of them had IgM antibodies by MAC ELISA test. All age groups were infected, although the incidence was higher among who had 10 to 19 years old. There was no difference, in relation to sex infections. Recurrence of symptoms was reported in 56% of sick people. Mice inoculated with 3624 Culicoides paraensis (Ceratopogonidae) and 1970 Culex (Cux.) quinquefasciatus (Culicidae) collected in Porto Franco resulted in one single isolation of ORO virus, from the Culicoides. These are the first confirmed cases of ORO infection in Maranhão and Goiás states.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Níveis de anticorpos contra o vírus da cinomose canina e o parvovírus canino em cães não vacinados e vacinados/ Antibodies levels against canine distemper virus and canine parvovirus in vaccinated and unvaccinated dogs

Hass, R.; Johann, J.M.; Caetano, C.F.; Fischer, G.; Vargas, G.D.; Vidor, T.; Hübner, S.O.
2008-02-01

Resumo em inglês Antibody titres to canine distemper virus (CDV) and canine parvovirus (CPV) were measured in 132 dogs: 80 had been vaccinated at least once, 22 had not been vaccinated, and 30 had unknown vaccination history. Serum antibody titers were measured by means of serum neutralization (CDV) or hemagglutination inhibition (CPV). Serum CDV titers >20 and serum CPV titers >80 were considered protective. Protective antibodies to CDV were present in 40.1% of the population: 39.8% of t (mais) he vaccinated dogs, 31.8% unvaccinated, and in 46.6% of the dogs with unknown vaccination history. Protective antibodies to CPV were present in 90.9% of the dogs: 93.7% of the vaccinated dogs, 90.9% of the unvaccinated, and 83.3% of the dogs with unknown vaccination history.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Estudos sorológicos para pesquisa de anticorpos de arbovírus em população humana da região do Vale do Ribeira: III - inquérito em coabitantes com casos de encefalite por Flavivirus Rocio/ Serological studies for research of arbovirus antibodies in human population of the Ribeira Valley: III - survey among persons cohabiting with encephalitis cases by Flavivirus Rocio

Iversson, Lygia Busch; Rosa, Amélia P.A. Travassos da; Rosa, Jorge Travassos da; Costa, Clodoaldo da Silveira
1982-06-01

Resumo em português Foi realizado inquérito sorológico para pesquisa de anticorpos de 17 arbovírus existentes no país, em coabitantes com doentes de encefalite por Rocio, residentes em zona urbana da região do Vale do Ribeira, São Paulo (Brasil), onde ocorreu recentemente uma extensa epidemia dessa moléstia. Não se verificou maior prevalência de anticorpos IH para vírus Rocio nessas pessoas quando comparadas com indivíduos que não coabitavam com doentes de encefalite. Foram obser (mais) vados e discutidos alguns aspectos já verificados em outros grupos populacionais estudados anteriormente: maior prevalência de anticorpos IH de arbovírus em homens, particularmente pescadores; aumento dessa prevalência com a idade e presença de pessoa com antecedente de encefalite que apresentou, exclusivamente anticorpos neutralizantes para o Alphavirus EEL, o qual até agora não tem sido responsabilizado por moléstia na região. Encontrou-se baixa proporção de indivíduos com anticorpos para Rocio e Flavivirus em geral, fato este estranhável considerando a recente epidemia. Resumo em inglês A serological survey for hemagglutination-inhibition antibodies to 17 arbovirus was carried out in households with cases of Rocio encephalitis, in the urban zone of four cities of the Ribeira Valley, Brazil, where an epidemic of Rocio encephalitis occurred recently. Among those households the prevalence of Rocio antibodies was not higher than in households without cases of encephalitis. Some facts, which were reported before, were again observed: a large prevalence of ant (mais) ibodies in men, particulary fishermen, an increase of antibodies with age and the presence of one past case of encephalitis that presented only neutralizing antibodies against EEE. That Alphavirus has never been responsible for human disease in the area. There is also a very small proportion of people with Rocio and Flavivirus antibodies which, in view of the recent epidemic, was surprising.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Estudos sorológicos para pesquisa de anticorpos de arbovírus em população humana da região do Vale do Ribeira: III - inquérito em coabitantes com casos de encefalite por Flavivirus Rocio/ Serological studies for research of arbovirus antibodies in human population of the Ribeira Valley: III - survey among persons cohabiting with encephalitis cases by Flavivirus Rocio

Iversson, Lygia Busch; Rosa, Amélia P.A. Travassos da; Rosa, Jorge Travassos da; Costa, Clodoaldo da Silveira
1982-06-01

Resumo em português Foi realizado inquérito sorológico para pesquisa de anticorpos de 17 arbovírus existentes no país, em coabitantes com doentes de encefalite por Rocio, residentes em zona urbana da região do Vale do Ribeira, São Paulo (Brasil), onde ocorreu recentemente uma extensa epidemia dessa moléstia. Não se verificou maior prevalência de anticorpos IH para vírus Rocio nessas pessoas quando comparadas com indivíduos que não coabitavam com doentes de encefalite. Foram obser (mais) vados e discutidos alguns aspectos já verificados em outros grupos populacionais estudados anteriormente: maior prevalência de anticorpos IH de arbovírus em homens, particularmente pescadores; aumento dessa prevalência com a idade e presença de pessoa com antecedente de encefalite que apresentou, exclusivamente anticorpos neutralizantes para o Alphavirus EEL, o qual até agora não tem sido responsabilizado por moléstia na região. Encontrou-se baixa proporção de indivíduos com anticorpos para Rocio e Flavivirus em geral, fato este estranhável considerando a recente epidemia. Resumo em inglês A serological survey for hemagglutination-inhibition antibodies to 17 arbovirus was carried out in households with cases of Rocio encephalitis, in the urban zone of four cities of the Ribeira Valley, Brazil, where an epidemic of Rocio encephalitis occurred recently. Among those households the prevalence of Rocio antibodies was not higher than in households without cases of encephalitis. Some facts, which were reported before, were again observed: a large prevalence of ant (mais) ibodies in men, particulary fishermen, an increase of antibodies with age and the presence of one past case of encephalitis that presented only neutralizing antibodies against EEE. That Alphavirus has never been responsible for human disease in the area. There is also a very small proportion of people with Rocio and Flavivirus antibodies which, in view of the recent epidemic, was surprising.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Estudos sorológicos para pesquisa de anticorpos de arbovírus em população humana da região do Vale do Ribeira: II - inquérito em pacientes do Hospital Regional de Pariquera-Açú, 1980/ A serological study for research of arbovirus antibodies in human population of the Ribeira Valley Region: II - a survey of patients in the Pariquera-Açú Regional Hospital, 1980

Iversson, Lygia Busch; Rosa, Amélia P.A. Travassos da; Rosa, Jorge Travassos da
1981-12-01

Resumo em português Foi realizado inquérito sorológico para pesquisa de anticorpos inibidores de hemaglutinaçãc de arbovírus em 516 moradores das zonas urbana e rural da região do Vale do Ribeira, Brasil, área extensamente coberta de florestas onde ocorreu recentemente uma epidemia de encefalite atribuída ao Flavivirus Rocio. Verificou-se que 24,2% destas pessoas tinham anticorpos IH para um ou mais arbovírus (11,2% para Alphavirus; 13,2% para Flavivirus; 4,6% para o Bunyavirus Cara (mais) paru e 0,8% para outros arbovírus). Alguns dos investigados, sem antecedente de vacinação contra febre amarela, apresentaram anticorpos neutralizantes para o vírus da encefalite equina do Leste, St. Louis e da febre amarela, os dois últimos ainda não isolados na região. A análise das características dos indivíduos com sorologia positiva sugeria que a transmissão de arboviroses não era fato recente e estava se fazendo em pelo menos 9 municípios da área, não só no ambiente silvestre como fora do mesmo. Os indivíduos de sexo masculino e entre estes os que trabalham em pesca, em geral no período vespertino e noturno, apresentaram maior risco à infecções arbovíricas. Resumo em inglês A serological survey for hemagglutination - inhibition antibodies to arbovirus was carried out on 516 residents of the rural and urban zones of the Ribeira Valley, Brazil, a largely forested area where there recently occurred an encephalitis epidemic attributed to Flavivirus Rocio. It was discovered that 24.2% of the sample population presented HI antibodies (11.2% against Alphavirus, 13.2% against Flavivirus, 4.6% against the Caraparu virus and 0.8% against other arbovir (mais) uses). Neutralizing antibodies for Eastern equine encephalitis, St. Louis encephalitis and yellow fever virus were detected in some of the people, not vaccinated against yellow fever, who have always lived in the region. These last two viruses have never before been isolated in the area. The characteristics of people who presented antibodies suggest that the transmission of arboviruses has been going on for a long time, in and outside the forested area, in at least nine districts of the region. Men, and especially fishermen, among other professions, who generally work in the evening and at night, present the highest risk of infection.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Estudos sorológicos para pesquisa de anticorpos de arbovírus em população humana da região do Vale do Ribeira: II - inquérito em pacientes do Hospital Regional de Pariquera-Açú, 1980/ A serological study for research of arbovirus antibodies in human population of the Ribeira Valley Region: II - a survey of patients in the Pariquera-Açú Regional Hospital, 1980

Iversson, Lygia Busch; Rosa, Amélia P.A. Travassos da; Rosa, Jorge Travassos da
1981-12-01

Resumo em português Foi realizado inquérito sorológico para pesquisa de anticorpos inibidores de hemaglutinaçãc de arbovírus em 516 moradores das zonas urbana e rural da região do Vale do Ribeira, Brasil, área extensamente coberta de florestas onde ocorreu recentemente uma epidemia de encefalite atribuída ao Flavivirus Rocio. Verificou-se que 24,2% destas pessoas tinham anticorpos IH para um ou mais arbovírus (11,2% para Alphavirus; 13,2% para Flavivirus; 4,6% para o Bunyavirus Cara (mais) paru e 0,8% para outros arbovírus). Alguns dos investigados, sem antecedente de vacinação contra febre amarela, apresentaram anticorpos neutralizantes para o vírus da encefalite equina do Leste, St. Louis e da febre amarela, os dois últimos ainda não isolados na região. A análise das características dos indivíduos com sorologia positiva sugeria que a transmissão de arboviroses não era fato recente e estava se fazendo em pelo menos 9 municípios da área, não só no ambiente silvestre como fora do mesmo. Os indivíduos de sexo masculino e entre estes os que trabalham em pesca, em geral no período vespertino e noturno, apresentaram maior risco à infecções arbovíricas. Resumo em inglês A serological survey for hemagglutination - inhibition antibodies to arbovirus was carried out on 516 residents of the rural and urban zones of the Ribeira Valley, Brazil, a largely forested area where there recently occurred an encephalitis epidemic attributed to Flavivirus Rocio. It was discovered that 24.2% of the sample population presented HI antibodies (11.2% against Alphavirus, 13.2% against Flavivirus, 4.6% against the Caraparu virus and 0.8% against other arbovir (mais) uses). Neutralizing antibodies for Eastern equine encephalitis, St. Louis encephalitis and yellow fever virus were detected in some of the people, not vaccinated against yellow fever, who have always lived in the region. These last two viruses have never before been isolated in the area. The characteristics of people who presented antibodies suggest that the transmission of arboviruses has been going on for a long time, in and outside the forested area, in at least nine districts of the region. Men, and especially fishermen, among other professions, who generally work in the evening and at night, present the highest risk of infection.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Eco-epidemiologia dos arbovírus na área de influência da rodovia Cuiabá-Santarém (BR 163), Estado do Pará, Brasil/ Arbovirus eco-epidemiology in the area affected by the Cuiabá-Santarém Highway (BR-163), Pará State, Brazil

Nunes, Marcio Roberto Teixeira; Barbosa, Taciana Fernandes Souza; Casseb, Lívia Medeiros Neves; Nunes Neto, Joaquim Pinto; Segura, Nazaré de Oliveira; Monteiro, Hamilton Antônio de Oliveira; Pinto, Eliana Vieira; Casseb, Samir Mansour; Chiang, Jannifer de Oliveira; Martins, Lívia Caricio; Medeiros, Daniele Barbosa de Almeida; Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa
2009-12-01

Resumo em português O presente estudo descreve os aspectos eco-epidemiológicos sobre arbovírus nos Municípios de Novo Progresso e Trairão, Estado do Pará, Brasil, na área de influência da BR 163. Anticorpos IH foram detectados para diferentes arbovírus, com reações monotípicas para os VMAY e VORO, dois importantes arbovírus associados a epidemias na Amazônia. Anticorpos IgM para o VORO e VMAY foram detectados em soros humanos, sugerindo infecção recente por esses arbovírus. D (mais) uas cepas do VDEN-3 foram isoladas de pacientes febris residentes em Novo Progresso e identificadas como genótipo III. Em termos gerais, os dados obtidos sugerem uma área propícia para a circulação e manutenção de arbovírus e uma população pouco imunizada. Portanto, é importante um monitoramento dinâmico das populações locais e de imigrantes e de animais silvestres quanto à presença de anticorpos e isolamentos de arbovírus, o que permitirá um efetivo controle das infecções por esses agentes virais em residentes da área da rodovia dentro do território paraense. Resumo em inglês The current study describes the eco-epidemiological aspects of arbovirus diseases in the municipalities (counties) of Novo Progresso and Trairão, Para State, Brazil, in the area affected by highway BR-163. Hemagglutination inhibition (HI) antibodies to different arboviruses were detected, with monotypic reactions to MAYV and OROV, two important arboviruses associated with epidemics in the Amazon. IgM antibodies to OROV and MAYV were found in human sera, suggesting recent (mais) infections by these viruses. Two DENV-3 strains were isolated from febrile patients in Novo Progresso and identified as genotype III strains. In general, the data suggest that the area displays ideal conditions for maintenance and circulation of arboviruses, plus a population with low immunization levels. Dynamic surveillance of local immigrants and wild animals is thus important, focusing on antibody prevalence and isolation of arboviruses, thereby allowing effective control of infections by these viral agents in the resident population along highway BR-163 in Pará State.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Eco-epidemiologia dos arbovírus na área de influência da rodovia Cuiabá-Santarém (BR 163), Estado do Pará, Brasil/ Arbovirus eco-epidemiology in the area affected by the Cuiabá-Santarém Highway (BR-163), Pará State, Brazil

Nunes, Marcio Roberto Teixeira; Barbosa, Taciana Fernandes Souza; Casseb, Lívia Medeiros Neves; Nunes Neto, Joaquim Pinto; Segura, Nazaré de Oliveira; Monteiro, Hamilton Antônio de Oliveira; Pinto, Eliana Vieira; Casseb, Samir Mansour; Chiang, Jannifer de Oliveira; Martins, Lívia Caricio; Medeiros, Daniele Barbosa de Almeida; Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa
2009-12-01

Resumo em português O presente estudo descreve os aspectos eco-epidemiológicos sobre arbovírus nos Municípios de Novo Progresso e Trairão, Estado do Pará, Brasil, na área de influência da BR 163. Anticorpos IH foram detectados para diferentes arbovírus, com reações monotípicas para os VMAY e VORO, dois importantes arbovírus associados a epidemias na Amazônia. Anticorpos IgM para o VORO e VMAY foram detectados em soros humanos, sugerindo infecção recente por esses arbovírus. D (mais) uas cepas do VDEN-3 foram isoladas de pacientes febris residentes em Novo Progresso e identificadas como genótipo III. Em termos gerais, os dados obtidos sugerem uma área propícia para a circulação e manutenção de arbovírus e uma população pouco imunizada. Portanto, é importante um monitoramento dinâmico das populações locais e de imigrantes e de animais silvestres quanto à presença de anticorpos e isolamentos de arbovírus, o que permitirá um efetivo controle das infecções por esses agentes virais em residentes da área da rodovia dentro do território paraense. Resumo em inglês The current study describes the eco-epidemiological aspects of arbovirus diseases in the municipalities (counties) of Novo Progresso and Trairão, Para State, Brazil, in the area affected by highway BR-163. Hemagglutination inhibition (HI) antibodies to different arboviruses were detected, with monotypic reactions to MAYV and OROV, two important arboviruses associated with epidemics in the Amazon. IgM antibodies to OROV and MAYV were found in human sera, suggesting recent (mais) infections by these viruses. Two DENV-3 strains were isolated from febrile patients in Novo Progresso and identified as genotype III strains. In general, the data suggest that the area displays ideal conditions for maintenance and circulation of arboviruses, plus a population with low immunization levels. Dynamic surveillance of local immigrants and wild animals is thus important, focusing on antibody prevalence and isolation of arboviruses, thereby allowing effective control of infections by these viral agents in the resident population along highway BR-163 in Pará State.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Aspectos biológicos e moleculares de amostras uropatogênicas de Escherichia coli isoladas na Cidade do Rio de Janeiro/ Biological and molecular characteristics of uropathogenic Escherichia coli strains isolated in the city of Rio de Janeiro

Esparis, Carmen Macedo; Teixeira, Lúcia Martins; Irino, Kinue; Gil, Paola F.; Almeida, Monica M.T. Barros; Lopes, Guilherme Santoro; Bravo, Vera Lúcia R.; Pacheco, Raquel S.; Regua-Mangia, Adriana Hamond
2006-12-01

Resumo em português Amostras uropatogênicas de Escherichia coli isoladas de indivíduos moradores de localidades distintas na Cidade do Rio de Janeiro, foram caracterizadas quanto o sorotipo, propriedades hemolíticas e hemaglutinantes, susceptibilidade a antimicrobianos e perfil isoenzimático. O método molecular empregado associado com a investigação de marcadores de urovirulência, permitiu detectar uma grande diversidade entre os isolados. Entretanto, foi observada uma relação mais estreita entre amostras de Escherichia coli epidemiologicamente relacionadas. Resumo em inglês Uropathogenic Escherichia coli strains isolated from individuals living in different areas of the city of Rio de Janeiro were characterized according to serotype, hemolytic properties, hemagglutination properties, antimicrobial susceptibility and isoenzymatic profile. The molecular approach used, together with investigation of urovirulence markers, enabled detection of great diversity among the isolates. However, closer relationships were observed between epidemiologically related Escherichia coli samples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)