Sample records for heat resistant materials
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Precauções de contato em Unidade de Terapia Intensiva: fatores facilitadores e dificultadores para adesão dos profissionais/ Contact precautions in Intensive Care Units: facilitating and inhibiting factors for professionals' adherence/ Precauciones de contacto en Unidades de Terapia Intensiva: factores facilitadores y limitantes para la adhesión de los profesionales

Oliveira, Adriana Cristina; Cardoso, Clareci Silva; Mascarenhas, Daniela
2010-03-01

Resumo em português Objetivou-se identificar os fatores que facilitam ou dificultam a adesão às precauções de contato, por parte de profissionais de um Centro de Terapia Intensiva de hospital geral. Tratou-se de um estudo transversal, realizado de maio a outubro de 2007, utilizando-se um questionário semi-estruturado para coleta de dados. Participaram do estudo 102 profissionais: técnico de enfermagem (54,9%), enfermeiro (12,7%), médico preceptor (10,8%), fisioterapeuta aprimorando (8 (mais) ,8%), fisioterapeuta preceptor (7,8%) e médico residente (4,9%). Os fatores dificultadores para a adesão à higienização das mãos foram o esquecimento, falta de conhecimento, distância da pia, irritação da pele e falta de materiais. O uso do capote apresentou maior dificuldade (45%) pela sua ausência no box, acondicionamento inadequado, calor, e ao seu uso coletivo. O uso de luvas foi a conduta de maior facilidade na prática cotidiana. Os resultados deste estudo apontam a necessidade de implementar medidas de precaução a fim de minimizar a disseminação de microrganismos resistentes. Resumo em espanhol Este estudio tuvo por objetivo identificar los factores facilitadores y limitantes de la adhesión a las precauciones de contacto por parte de los profesionales de la Unidad de Terapia Intensiva de un hospital general. Se trató de un estudio transversal realizado entre mayo y octubre de 2007, utilizándose un cuestionario semiestructurado para la recopilación de datos. Participaron del estudio 102 profesionales de las siguientes áreas: técnicos de enfermería (54,9%), (mais) enfermeros (12,7%), médicos de planta (10,8%), fisioterapeutas residentes (8,8%), fisioterapeutas de planta (7,8%) y médicos residentes (4,9%). Los factores limitantes para la adhesión a la higienización de manos fueron: el olvido, la falta de conocimiento, la distancia hasta los lavatorios, irritación de la piel y falta de materiales. El uso de guardapolvos y similares presentó mayor dificultad (45%) por su ausencia en el box, acondicionamiento inadecuado, calor y uso colectivo. La utilización de guantes fue la conducta de mayor aceptación en la práctica cotidiana. Los resultados de este estudio indican la necesidad de implementar medidas de precaución para minimizar la propagación de microorganismos resistentes. Resumo em inglês The objective of this study was to identify facilitating and limiting factors for professionals' compliance with contact precautions in an intensive care unit of a general hospital. This cross-sectional study was performed from May to October 2007, using a semi-structured questionnaire for data collection. Participants were 102 professionals, as follows: nursing technician (54.9%), nurse (12.7%), preceptor physician (10.8%), apprentice physiotherapist (8.8%), preceptor ph (mais) ysiotherapist (7.8%) and resident physician (4.9%). The limiting factors for compliance with hand cleansing were forgetting, lack of knowledge, distance from sink, skin irritation, and lack of materials. The use of scrubs presented the most difficulty (45%) because they were not available at the shower box, were inappropriately stored, and due to the heat and collective use. Glove use was the practice most easily conducted in everyday practice. Results show the need to implement precaution measures to minimize the dissemination of resistant microorganisms.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Estudo comparativo de três ligas austeníticas com cobalto resistentes à cavitação depositadas por plasma pulsado térmico/ Comparative study of three austenitic alloy with cobalt cavitation resistant deposited by plasma welding

Will, Cristhian Ramos; Capra, André Ricardo; Pukasiewicz, Anderson Geraldo Marenda; Chandelier, Joceli da Guia; Paredes, Ramón Sigifredo Cortés
2010-03-01

Resumo em português A necessidade de diminuição dos tempos de parada e custos de manutenção de turbinas geradoras de energia elétrica tem motivado o desenvolvimento de novos materiais e processos de recuperação de áreas cavitadas. Atualmente diferentes processos automatizados de soldagem vêm sendo estudados, principalmente a soldagem por plasma de arco transferido, PTA (plasma transferred arc), em substituição à soldagem FCAW (flux cored arc welding). O processo PTA apresenta com (mais) o principais vantagens a baixa diluição, estreita zona termicamente afetada, excelente estabilidade de arco e baixo índice de respingos, entretanto, poucas ligas resistentes à cavitação foram desenvolvidas para este processo. Este trabalho tem por objetivo comparar três ligas resistentes à cavitação com Cobalto, depositadas por PTA. A primeira desenvolvida para soldagem FCAW, a segunda desenvolvida para soldagem PTA e uma liga nacional em desenvolvimento do tipo inoxidável austenítica com cobalto. As amostras foram analisadas através de microscopia ótica, eletrônica de varredura, microdureza Vickers, raios-X e ensaio de cavitação acelerada, ASTM G-32-95. Os resultados mostraram a formação de microestruturas austeníticas refinadas nas três amostras. A liga comercial desenvolvida para soldagem PTA apresentou melhor estabilidade do arco, além de menor quantidade de defeitos. A liga nacional apresentou bom resultado durante a deposição, enquanto que a liga FCAW apresentou melhor resultado no ensaio de cavitação. Resumo em inglês The necessity of time and maintenance costs reduction, in electric energy generation turbines promotes the development of new materials and processes to recovering cavitated areas. Nowadays different automated welding process have been studied, mainly, plasma transferred arc welding, PTA, in substitution to flux cored arc welding FCAW. PTA process presents as main advantages: low dilution, narrow heat affected zone and excellent arc stability, however, few cavitation resi (mais) stant alloys are developed for this process. This work has the objective to compare three cobalt cavitation resistant alloys, deposited with PTA process. The first alloy is a cobalt stainless steel alloy developed for FCAW process, the second is a cobalt stainless steel alloy developed for PTA process and a national developed stainless steel alloy with cobalt. The samples were analyzed by optical and electronic microscopy, micro hardness and accelerated cavitation test, ASTM G32-95. The results show that a refined austenitic microstructure was observed in all samples. The commercial alloy, developed for PTA welding, presented a better arc stability and lower quantity of defects. The national alloy had shown good result during deposition, while FCAW alloy presented better cavitation resistance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)