Sample records for hawaii
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 9 shown.



1

Adolpho Lutz: um esboço biográfico/ Adolpho Lutz: a biographical sketch

Benchimol, Jaime Larry
2003-04-01

Resumo em português Este artigo retrata as origens familares e a trajetória de Adolpho Lutz (1855-1940) até sua transferência para o Instituto Oswaldo Cruz (IOC), em 1908. Utiliza o cientista como fio condutor para a análise da instituição das medicinas pasteuriana e tropical no Brasil. Examina seus estudos superiores e de aperfeiçoamento na Europa germânica, suas atividades como clínico e como investigador de temas relacionados à helmintologia, parasitologia, veterinária e bacter (mais) iologia no interior de São Paulo, sua estada no leprosário de Molokai, no Havaí, e controvérsias médicas de que participou durante o período em que chefiou o Instituto Bacteriológico de São Paulo, especialmente aquelas concernentes ao cólera, às disenterias, à febre tifóide, à malária e à febre amarela. Resumo em inglês This article portrays the family origins and life story of Adolpho Lutz (1855-1940) up to his transfer to the Instituto Oswaldo Cruz in 1908. His life history is used as a motif for an analysis of the institution of pasteurian and tropical medicine in Brazil. His university and postgraduate study in German-speaking Europe are examined, as are his activities as a clinician and researcher on subjects related to helminthology, parasitology, veterinary medicine and bacteriolo (mais) gy in the interior of São Paulo state; his stay at the Molokai leprosarium in Hawaii; and the medical controversies in which he participated as head of the Bacteriological Institute of São Paulo, especially those on cholera, dysenteries, typhoid fever, malaria and yellow fever.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Phytophthora palmivora, agente da podridão de raiz e frutos de mamoeiro no Estado de Alagoas/ Phytophthora palmivora, causal agent of root and fruit rots of papaya in the State of Alagoas, Brazil

Carnaúba, Juliana Paiva; Sobral, Márcio Félix; Furtado, Daniela Cavalcanti de Medeiros; Silva, Izael Oliveira; Silva, Kirley Michelly Marques da; Amorim, Edna Peixoto da Rocha
2006-04-01

Resumo em português O mamoeiro (Carica papaya) é uma das mais importantes fruteiras tropicais, e seus frutos contribuem com uma produção de 1,65 milhão de toneladas por ano para o Brasil. Um isolado de Phytophthora sp. obtido de frutos de mamoeiro da cultivar Havaí, em Alagoas, foi caracterizado morfologicamente e sua patogenicidade foi confirmada em frutos e mudas deste hospedeiro. Em meio suco V-8, os esporangióforos apresentaram-se delgados, simples ou pouco ramificados, enquanto os (mais) esporângios se apresentaram ovóides a elipsóides, proeminentemente papilados e um pedicelo curto na porção basal, medindo em média 37,68 x 27,52 mm. Através das características apresentadas pelo isolado e os sintomas induzidos, o agente causal foi identificado como Phytophthora palmivora. Apesar de essa doença já ocorrer em outros estados, como Bahia, Espírito Santo, São Paulo, Pernambuco e Pará, este é o primeiro relato de Phytophthora palmivora em mamoeiro no Estado de Alagoas. Resumo em inglês The papaya (Carica papaya) is one of the most important tropical fruit crops and its fruit contribute with a production of 1.65 millions tons/year in Brazil. An isolated of Phytophthora sp. gotten from papaya fruits cv. Hawaii, in the state of Alagoas, was characterized morphologically and its pathogenicity to this fruits and seedling was confirmed. In a V-8 medium, the sporangiophores presented to be slim, simple or little ramified, while the sporangia presented ovoid to (mais) ellipsoid, prominently papillae and one short pedicel in the basal portion, measuring in average 37,68 x 27,52 (m. Through the characteristics presented by the isolated and the induced symptoms, the causal agent was identified as Phytophthora palmivora. Despite of this disease already occurring in other states like in Bahia, Espirito Santo, São Paulo, Pernambuco and Pará, this is the first report of Phytophthora palmivora on papaya in the state of Alagoas, Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Viabilidade de uso do híbrido Hawaii 7996 como porta-enxerto de cultivares comerciais de tomate/ Potential of Hawaii 7996 hybrid as rootstock for tomato cultivars

Cardoso, Suane Coutinho; Soares, Ana Cristina Fermino; Brito, Alexsandro dos Santos; Carvalho, Léa Araújo de; Ledo, Carlos Alberto da Silva
2006-01-01

Resumo em português A técnica de enxertia é utilizada em algumas hortaliças, principalmente em áreas infestadas, para atribuir resistência a patógenos do solo, minimizando as perdas de produção de cultivares suscetíveis. Este trabalho teve como objetivo avaliar o desenvolvimento e a produtividade de plantas de tomateiro enxertadas em híbrido, tido como resistente a Ralstonia solanacearum, em comparação a pés-francos. O experimento foi desenvolvido em viveiro (produção de mudas (mais) e enxertia) e em céu aberto, no município de Cruz das Almas, Bahia, no período de outubro de 2003 a fevereiro de 2004. Utilizou-se o método de enxertia de fenda cheia, com o híbrido 'Hawaii 7996' como porta-enxerto e as cultivares Santa Clara, Santa Cruz Kada e Débora Plus, suscetíveis a R. solanacearum, como enxerto. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com seis tratamentos (3 enxertados e 3 pés-francos), 5 repetições e 6 plantas por parcela útil. Avaliaram-se os caracteres: diâmetro do caule, altura da planta e da primeira inflorescência, distância entre inflorescências e produtividade comercial de frutos. O desenvolvimento das plantas, a produção total e a massa média dos frutos foram semelhantes para os tratamentos enxertados em relação a seus respectivos pés-francos e não houve incompatibilidade entre porta-enxerto e enxerto. A cultivar Santa Cruz Kada foi mais sensível às condições agroecológicas do município de Cruz das Almas, refletindo negativamente na produção e no peso médio dos frutos. Observou-se na enxertia com o híbrido 'Hawaii 7996' potencial para viabilizar a produção de tomateiros comerciais suscetíveis à murcha bacteriana, em áreas infestadas com R. solanacearum. Resumo em inglês Grafts have been used in horticultural crops, to overcome soilborne plant pathogens, and thus minimize yield losses of susceptible cultivars. This work aimed at to evaluate growth and yield of tomato plants grafted on to a hybrid resistant to Ralstonia solanacearum, as compared to non-grafted seedlings. Seedling production and grafting were done in nursery and grafted plants essayed Cruz das Almas, State of Bahia, Brazil, from October of 2003 to February of 2004. Cleft gr (mais) aft was used on to Hawaii 7996 hybrid as rootstocks, and 'Santa Clara', 'Santa Cruz Kada' and 'Débora Plus', susceptible to the disease were used as scion. The experimental design was a completely randomized blocks with six treatments and five replicates (3 scion-rootstock combinations and 3 types of non-grafted seedlings). The following characteristics were evaluated: stem diameter, plant and first inflorescence height, distance between inflorescences and commercial fruit yield. Plant growth, average fruit weight and yield did not differ between grafted treatments and non-grafted seedlings. There was no incompatibility between the rootstock and the scion plants. 'Santa Cruz Kada' showed more sensitivity to the agroecological conditions of Cruz das Almas, which reflected negatively in the yield and average fruit weight. The hybrid 'Hawaii 7996' is a promising rootstock allowing the growth of tomato crop bacterial wilting susceptible cultivars, in areas infested with R. solanacearum.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Raças de Xanthomonas spp. associadas à mancha-bacteriana em tomate para processamento industrial no Brasil/ Races of Xanthomonas spp. associated to bacterial spot in processing tomatoes in Brazil

Quezado-Duval, Alice Maria; Camargo, Luis Eduardo A.
2004-03-01

Resumo em português A grande diversidade genética dos agentes causadores da mancha-bacteriana dificulta sobremaneira o desenvolvimento de variedades de pimentão e tomate com resistência durável. Setenta e dois isolados de Xanthomonas spp. provenientes de campos comerciais de tomate para processamento industrial dos estados de Goiás, Minas Gerais, Pernambuco e Bahia foram classificados em raças com base nas reações de genótipos diferenciais de tomateiro (Walter, Hawaii 7998 e NIL 216 (mais) ) e de Capsicum (ECW [Early Calwonder], ECW-10R, ECW-20R, ECW-30R e PI235047). As plantas foram inoculadas no estádio de três a cinco folhas verdadeiras por infiltração de suspensão bacteriana (5 ´ 10(8) UFC/ml) na superfície abaxial da folha. Em seguida, foram mantidas em câmara de crescimento em fotoperíodo de 12 h/12 h (luz/escuro) a 28ºC. A reação de hipersensibilidade foi observada até 36 horas após a inoculação, dependendo do genótipo da hospedeira. Foram identificadas as raças T1P2, T1P8 e T3 em X. axonopodis pv. vesicatoria; a raça T2 em X. vesicatoria; e as raças T2P7 e T2P8 em X. gardneri. A presença dos genes avrRxv e avrXv3 nos isolados que causaram reação de hipersensibilidade em 'Hawaii 7998' (raça T1) e 'NIL 216' (raça T3), respectivamente, foi confirmada por reação em cadeia da polimerase (PCR) usando iniciadores específicos. Este é o primeiro relato da ocorrência no Brasil das raças T3, T1P8, T2P7 e T2P8. Resumo em inglês The great genetic diversity of the causal agents of bacterial spot is the main problem to the development of tomato and pepper varieties with durable resistance. Seventy two strains of Xanthomonas spp. collected from commercial fields of processing tomatoes in the states of Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, and Bahia were classified in races according to their reactions on differential genotypes of tomato (Walter, Hawaii 7998 and NIL 216) and Capsicum [ECW (Early Calwonde (mais) r), ECW-10R, ECW-20R, ECW-30R and PI 235047]. Bacterial suspensions (5 ´ 10(8) UFC/ml) were infiltrated in the abaxial leaf face of the plants at the three to five true-leaf stage. The plants were then kept in a growth chamber at 28ºC and a 12-h light/dark photoperiod. The response reactions were observed up to 36 hours after inoculation, depending on the genotype. Races T1P2, T1P8 and T3 were identified in X. axonopodis pv. vesicatoria; race T2 in X. vesicatoria; and races T2P7 e T2P8 in 'X. gardneri'. The presence of genes avrRxv and avrXv3 was confirmed by polymerase chain reaction (PCR) with specific primers in strains that produced hypersensitive reaction on 'Hawaii 7998' (races T1) and 'NIL 216' (race T3), respectively. This is the first report of races T3, T1P8, T2P7 and T2P8 in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Qualidade de frutos de tomateiro com e sem enxertia/ Quality characteristics of tomato fruits from grafted plants

Cardoso, Suane Coutinho; Soares, Ana Cristina Fermino; Brito, Alexsandro dos Santos; Carvalho, Lea Araújo de; Peixoto, Celma Cardoso; Pereira, Márcio Eduardo Canto; Goes, Elaine
2006-01-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo a caracterização física e físico-química de frutos de tomateiro oriundos de plantas enxertadas em comparação com plantas pés-franco. A enxertia foi realizada utilizando-se o método de fenda cheia tendo o híbrido Hawaii 7996 como porta-enxerto, resistente à murcha bacteriana, e as cultivares Santa Clara e Santa Cruz Kada e o híbrido Débora Plus como enxerto. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com seis tratament (mais) os (três enxertados e três pés-franco) e cinco repetições de campo. Foram avaliadas as seguintes características: massa média dos frutos, diâmetros transversal e longitudinal, sólidos solúveis totais (SST), pH, acidez total titulável (ATT), e a relação SST/ATT. A enxertia não alterou as características acima descritas para os frutos de tomate, quando comparados aos frutos oriundos de plantas pés-franco, com exceção do pH para as duas cultivares utilizadas. O híbrido 'Hawaii 7996' pode ser utilizado como porta-enxerto com as cultivares comerciais Santa Clara e Santa Cruz Kada e o híbrido Débora Plus, sem prejuízo para a qualidade do fruto do tomateiro. Resumo em inglês This research was conducted with the objective of characterizing the physical and physical-chemical characteristics of tomato fruits from grafted plants as compared to those from own rooted seedlings. Cultivars Santa Clara, Santa Cruz Kada, and the hybrid Débora Plus were cleft grafted on to hybrid Hawaii 7996, resistant to bacterial wilting, as the rootstock. The experimental design was the completely randomized blocks, with six treatments (three grafted and three ungra (mais) fted), with five replications in the field. It were evaluated fruit weight, length and width, total soluble solids (TSS), pH, titratable total acidity (TTA), and the ratio TSS/TTA. Grafting did not affect the above characteristics. Except for pH of the two cultivars. Thus, the hybrid 'Hawaii 7996' can be used as commercial rootstock for cultivars 'Santa Clara'; 'Santa Cruz Kada' and the 'Débora Plus' hybrid, without affecting fruit quality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Luta biológica clássica com Hyperaspis pantherina Fürsch (Coleoptera: Coccinellidae) no combate à Orthezia insignis Browne (Homoptera: Ortheziidae) em jacarandá/ Biological control with Hyperaspis pantherina Fürsch (Coleoptera: Coccinellidae) to control Orthezia insignis Browne (Homoptera: Ortheziidae) on blue jacaranda

Félix, Ana Paula; Aguiar, António Miguel Franquinho; Brazão, Celestina; Rocha, Paula
2008-12-01

Resumo em português Os jacarandás e várias plantas ornamentais que ornamentam passeios e áreas ajardinadas da cidade do Funchal encontram-se infestados pela cochonilha Orthezia insignis Browne. Para combater esta praga foi importada do Quénia, uma joaninha, Hyperaspis pantherina Fürsch. Este predador é específico de O. insignis e tem sido utilizado, com sucesso em programas de luta biológica, em vários países de África, no Peru, Hawai e na Ilha de Santa Helena. Na Ilha da Madeira, (mais) desde Julho de 2002, H. pantherina está a ser criado em laboratório e largado em jacarandás infestados com o objectivo de combater a cochonilha-dojacarandá através da luta biológica clássica. Referem-se as largadas de H. pantherina e o sistema de monitorização adoptado para verificar a aclimatação do predador. Resumo em inglês The Jacaranda trees and other ornamental plants used in sidewalks and gardenlike areas of sidewalks and other gardened areas of the downton Capital city of Madeira Island (Funchal), are infested by the Jacaranda or Lantana Bug, Orthezia insignis Browne. A ladybird, Hyperaspis pantherina Fürsch, was imported from Kenya to control this pest. This ladybird is a specific predator of O. insignis and it has been used, successfully in biological control programs, in several cou (mais) ntries of Africa, in Peru, Hawaii and in Santa Helena Island. In Madeira Island, H. pantherina is being reared in laboratory and released into infested jacarandas since July 2002, in a classical biological control way. The releasing of H. pantherina is described in detail as well as the adopted monitoring system to verify its acclimation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Herança da resistência à mancha-bacteriana em tomateiro/ Inheritance of resistance to bacterial spot in tomato

Lobo, Valácia L. da S.; Giordano, Leonardo de B.; Lopes, Carlos A.
2005-08-01

Resumo em português A herança da resistência do tomateiro (Lycopersicon esculentum) à mancha-bacteriana (Xanthomonas campestris pv. vesicatoria, raça T2) foi estudada, em condições de campo, cruzando-se os genótipos resistentes 'Ohio 8245' e 'Hawaii 7998' com os genótipos suscetíveis 'CNPH 401-08' e 'CNPH 416.81.01.02', em um esquema dialélico desconsiderando-se os recíprocos. Foram obtidas cinco famílias, cada uma constituída por seis gerações: Genitor1, Genitor2, F1, F2 e os (mais) retrocruzamentos (RC1 e RC2). A família 'Ohio 8245 ' Hawaii 7998' apresentou menor média para severidade da doença, seguida por 'Hawaii 7998 ' CNPH 416.81.01.02' e 'Ohio 8245 ' CNPH 416.81.01.02', as quais, apresentaram maiores estimativas de herdabilidade e de predição de ganho por seleção. Em todas combinações, a herança da resistência genética à mancha-bacteriana foi do tipo quantitativa, com estimativa do número de genes variando de quatro a oito genes, conforme a família analisada. Foi observada segregação transgressiva nas famílias 'Ohio 8245 ' CNPH 401-08', 'Hawaii 7998 ' CNPH 401-08' e 'Hawaii 7998 ' CNPH 416.81.01.02'. Os efeitos gênicos foram do tipo aditivo para todas as famílias e os dados ajustados ao modelo aditivo-dominante, com o componente aditivo apresentando maior magnitude. Resumo em inglês The inheritance of resistance to bacterial spot (Xanthomonas campestris pv. vesicatoria, race T2) in tomato (Lycopersicon esculentum) was investigated in a field trial. The genotypes 'Ohio 8245' and 'Hawaii 7998' (resistant), 'CNPH 401-08' and 'CNPH 416.81.01.02' (susceptible) were crossed in a diallel scheme without reciprocals. Each cross was labeled as one family, represented by six different generations: Parent1, Parent2, F1, F2 and Backcrosses to parents (BC1 and BC2 (mais) ). The family 'Ohio 8245 ' Hawaii 7998' presented the lowest disease severity, followed by the family 'Hawaii 7998 ' CNPH 416.81.01.02' and by the family 'Ohio 8245 ' CNPH 416.81.01.02'. These last two families showed both higher broad and narrow sense inheritability estimates and the highest prediction of selection gain. The resistance was found to be quantitative, with four to eight genes involved, depending on the family. Transgressive segregation was observed in the 'Ohio 8245 ' CNPH 401-08', the 'Hawaii 7998 ' CNPH 401-08' and the 'Hawaii 7998 ' CNPH 416.81.01.02' families. The relevance of the additive effects was observed and for all the families the data fitted to additive-dominant model, with the additive component showing greater magnitude.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Componentes da resistência à mancha-bacteriana e crescimento de Xanthomonas campestris pv. vesicatoria, raça T2, em genótipos de tomateiro/ Resistance components to bacterial spot and growth of Xanthomonas campestris pv. vesicatoria, race T2, in tomato genotypes

Lobo, Valácia L. da S.; Lopes, Carlos A.; Giordano, Leonardo de B.
2005-02-01

Resumo em português Componentes da resistência e crescimento da população bacteriana de Xanthomonas campestris pv. vesicatoria (Xcv), raça T2, foram quantificados em genótipos de tomateiro (Lycopersicon esculentum) resistentes ('Ohio 8245', 'Agrocica 30' e 'Hawaii 7998') e suscetíveis ('CNPH 401-08'e 'CNPH 416.81.01.02'). A população bacteriana de Xcv evoluiu diferentemente em genótipos resistentes e suscetíveis, atingindo valor até 100 vezes maior no genótipo suscetível 'CNPH 4 (mais) 01-08', sete dias após a inoculação. Os componentes de resistência avaliados foram tamanho de lesão, número de lesões, área lesionada e período latente. Os genótipos resistentes e suscetíveis diferiram estatisticamente entre si para todos os componentes avaliados, exceto para o diâmetro da lesão, onde somente o genótipo 'CNPH 416.81.01.02' diferiu dos genótipos resistentes. O período latente foi significativamente diferente em genótipos resistentes e suscetíveis no campo, casa de vegetação e câmara de crescimento, e variou entre seis e 11 dias. Tamanho de lesão não foi um bom indicador para separar genótipos quanto à resistência, por ser um caráter bastante influenciado pelo ambiente. O número de lesões e o período latente apresentaram-se como caracteres fáceis e rápidos de serem avaliados; estes componentes explicam, em grande parte, a resistência observada nos genótipos avaliados pelo sistema de notas. Resumo em inglês Resistance components and the growth of Xanthomonas campestris pv. vesicatoria (Xcv) were quantified on resistant ('Ohio 8245', 'Agrocica 30' and 'Hawaii 7998') and susceptible ('CNPH 401-08' and 'CNPH 416.81.01.02') tomato (Lycopersicon esculentum) genotypes. The bacterial population increased differently on resistant and susceptible groups of genotypes and it was about 100 times higher in the susceptible genotype 'CNPH 401-08', seven days after inoculation. The resistan (mais) ce components evaluated were lesion size, number of lesions, lesion area, and latent period. All the components of resistance were statistically different in resistant and susceptible genotypes, except for lesion size, which discriminated only 'CNPH 416.81.01.02' from resistant genotypes. The latent period varied from six to 11 days in susceptible and resistant genotypes when assessed in the field, greenhouse, and growth chamber. Lesion number and latent period were considered reliable components for evaluating resistance to bacterial spot, in contrast to lesion size, which was unstable and very dependent on environmental conditions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)