Sample records for ground release
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 7 shown.



1

Monitoramento da atenuação natural de pluma de contaminação pelo método de radar de penetração no solo (GPR)

Moreira, César Augusto; Dourado, João Carlos
2007-12-01

Resumo em português O monitoramento da atenuação natural em áreas contaminadas tem se mostrado uma técnica alternativa e de baixo custo para a remediação de áreas contaminadas. A degradação por microorganismos é um dos processos mais importantes na atenuação natural de contaminantes, especialmente compostos de fase líquida não aquosa (NAPL). Em muitos casos, a ação efetiva deste processo resulta na geração de ácidos orgânicos, que sob elevadas concentrações ocasionam a (mais) dissolução de minerais presentes em subsuperfície onde se encontra a contaminação, com conseqüente liberação de íons. O aumento na quantidade de íons colabora para o aumento da condutividade elétrica do meio. O princípio físico da técnica de Radar de Penetração no Solo (GPR) é a emissão de ondas eletromagnéticas de alta freqüência. A propagação da onda eletromagnética é condicionada à freqüência de sinal emitido e as propriedades elétricas do meio. O aumento da condutividade elétrica do meio resulta na atenuação do sinal e, por conseqüência, na diminuição da profundidade de penetração da onda eletromagnética. Este fator permite o monitoramento de áreas contaminadas sob atenuação natural a partir de análises temporais com o GPR. Este trabalho apresenta um estudo comparativo entre perfis de GPR adquiridos em 1998 e 2003 em uma área contaminada por compostos de fase líquida leve não aquosa (LNAPL), sob atenuação natural. Os resultados indicam um aumento da condutividade elétrica do meio, a partir da atenuação acentuada do sinal GPR observada nas seções de 2003. Este aumento pode estar associado à liberação de íons por dissolução de minerais, pelo ataque de ácidos orgânicos resultantes do processo de biodegradação. Resumo em inglês The monitoring of the natural attenuation in contaminated areas has shown an alternative technique of low cost for the remediation of contaminated areas. The microorganisms degradation is one of the most important processes in the natural attenuation of contaminants, especially composites of Non-Aqueous Phase Liquid (NAPL). In many cases, the action effective of this process results in generation of organic acid, under high concentrations causes the mineral dissolution pr (mais) esents in the subsurface where if it finds the contamination, with release of ions. The increase on the amount of ions collaborates for the increase of the electric conductivity of the environment. The physical principle of the Ground Penetrating Radar (GPR) is the emission of electromagnetic waves of high frequency. The propagation of the electromagnetic wave depends on the frequency of emitted signal and the electric properties of the subsurface. The increase of electrical conductivity in the subsurface results in the attenuation of the signal and, for consequence, in the reduction of the of penetration depth of electromagnetic wave. This factor allows the monitoring of contaminated areas with natural attenuation from temporal analyses with the GPR. This paper presents a comparative study between profiles of GPR acquired in 1998 and 2003 in an area contaminated for composites of Light Non-Aqueous Phase Liquid (LNAPL), in processes of the natural attenuation. The results indicate an increase of the conductivity in the subsurface, from the accented attenuation it signal GPR observe in the 2003 sections. This increase can be associated to the release of ions for mineral dissolution, for the attack of organic acid resultants of the biodegradation process.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Liberação de magnésio estrutural da vermiculita por dissolução ácida/ Release of magnesium from vermiculite by acid dissolution

Kinjo, T.; Silveira, R.I.; Marconi, A.; Abrahão, I.O.
1988-01-01

Resumo em português Estudou-se a liberação de magnésio estrutural da vermiculita procedente de Paulistânia, Estado de Piauí. O material foi triturado e peneirado para obter duas frações de 0,50 a l,15mm e de (mais) o conc. para avaliar a eficiência dos ácidos na liberação de magnésio. Em seguida, estudou-se a liberação de magnésio em função da quantidade de ácido sulfúrico e a necessidade de carbonato de cálcio para neutralizar a acidez residual do produto. Não houve diferença entre o ácido sulfúrico e o ácido fosfórico quanto a extração de magnésio da vermiculita. A granulometria e o aquecimento não influiram na liberação de magnésio pelos ácidos. A adição de ácido sulfúrico à vermiculita em quantidades iguais liberou mais que 80% de magnésio. A quantidade de carbonato de cálcio necessária para neutralizar a acidez residual do produto foi aproximadamente a metade do peso da vermiculita. Resumo em inglês The vermiculite from Paulistânia, State of Piauí, was used to study a release of magnesium by acid dissolution. The material was ground and sieved to separate two fractions: 0.50 to 0.15mm and (mais) in acid dissolution of vermiculite. A release of magnesium in relation to a quantity of sulfuric acid added and a amount of calcium carbonate necessary to neutralize a residual acidity of the product were also investigated. The sulfuric acid was just as effective as phosphoric acid in the dissolution of vermiculites and the release of magnesium. The particle-size and heat treatment of vermiculite had no influence on the amount of magnesium released by acid dissolution. The addiction of sulfuric acid to vermiculite in equal amount released more than 80% of magnesium. A quantity of calcium carbonate necessary to neutralize the residual acidity of the product was about one half the weight of the vermiculite.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Liberação de macronutrientes das palhadas de milheto solteiro e consorciado com feijão-de-porco sob cultivo de feijão/ Macronutrient release from straw of millet and millet - jack - bean intercropping under common bean

Teixeira, Cícero Monti; Carvalho, Gabriel José de; Silva, Carlos Alberto; Andrade, Messias José Bastos de; Pereira, Janser Moura
2010-04-01

Resumo em português A ciclagem de nutrientes está relacionada com a capacidade de absorção das diferentes espécies de plantas de cobertura. Já as velocidades de decomposição e liberação de nutrientes, das palhadas produzidas pelas mesmas, têm com fator principal a relação C/N, com diferença marcante entre gramíneas e leguminosas. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de matéria seca, teor, acúmulo, decomposição e liberação de macronutrientes da (mais) palhada de milheto (Pennisetum typhoides (Burm.) Stapf) solteiro e consorciado com feijão-de-porco (Canavalia ensiformes (L.) DC.), em ambiente de campo, sob a cultura do feijoeiro, semeada em agosto de 2005 (inverno/primavera), em um Latossolo Vermelho distroférrico típico. A liberação de nutrientes foi determinada por meio da distribuição de bolsas confeccionadas com telas de náilon, com malha de 1 mm, de dimensões de 0,2 x 0,2 m, preenchidas com quantidades de palha proporcionais à área da bolsa. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema de parcelas subdivididas. As parcelas foram constituídas pelos dois tipos de palhadas (milheto e milheto + feijão-de-porco), e as subparcelas, pelas épocas de avaliação ao longo do cultivo do feijoeiro (0, 8, 16, 24, 40, 56 e 72 dias após o manejo das plantas de cobertura). Os resíduos coletados foram secos em estufa de circulação forçada de ar, a 65 ºC, até atingirem peso constante, para determinação da matéria seca remanescente, sendo posteriormente moídos e encaminhados para a determinação dos teores de macronutrientes. Com base nos teores e na matéria seca remanescente, foram calculadas as quantidades remanescentes dos macronutrientes, sendo elas expressas em percentagem do valor inicial. Os valores foram ajustados a modelos não lineares, escolhendo-se aqueles com melhor ajuste em cada situação. A palhada de milheto + feijão-deporco apresentou maior quantidade de matéria seca e maiores teores de N e Ca, ciclando maior quantidade de todos os macronutrientes. A palhada de milheto + feijão-de-porco apresentou maiores velocidades de decomposição e liberação de N, Ca e Mg. Resumo em inglês Nutrients recycle is related to the absorption capacity by different cover crop species. Already speeds of decomposition and of nutrient release of straws produced is mostly related with C/N ratio, with a marked difference between grasses and leguminous. In this sense, the objective of this study was to evaluate the biomass production and macronutrient contents and accumulation, decomposition, and nutrient release from straw of millet (Pennisetum typhoides (Burm.) Stapf) (mais) and millet - jack - bean (Canavalia ensiformes (L.) DC.) intercropping, under field conditions, under common bean, sown in August (winter/spring). Decomposition and nutrient release was determined in nylon bags (0.2 x 0.2 m, 1 mm mesh) filled with straw quantities according to the area of the bag. The experimental design was randomized blocks with four replications in split plot arrangement. The straws represented the plots and the subplots evaluation periods (0, 8, 16, 24, 40, 56, and 72 days). The residues were dried to constant weight in a forced-air oven at 65 ºC to determine the remaining dry matter, then ground and sent to a laboratory to analyze macronutrient contents. Based on the contents and remaining dry matter amounts, the remaining nutrient amounts were determined, expressed in relation to the initial amount. Non-linear models were fit to the values, choosing the best adjustment in each case. Biomass quantity, N and Ca contents and cycling of nutrient quantities was greatest in the intercropping straw. The decomposition and nutrient release speeds were also highest in millet - jack - bean intercropping straw.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Introdução e recuperação do parasitóide exótico Diachasmimorpha longicaudata (Ashmead) (Hymenoptera: Braconidae) em pomares comerciais de goiaba no norte de Minas Gerais/ Introduction and recovering of the exotic parasitoid Diachasmimorpha longicaudata (Ashmead) (Hymenoptera: Braconidae) in commercial guava orchards in the North of the State of Minas Gerais, Brazil

Alvarenga, Clarice D.; Brito, Eliane S.; Lopes, Elisângela N.; Silva, Márcio A.; Alves, Delmácio A.; Matrangolo, Carlos A.R.; Zucchi, Roberto A.
2005-02-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi conhecer a capacidade de Diachasmimorpha longicaudata (Ashmead) em parasitar larvas de moscas-das-frutas em pomares comerciais de goiaba, localizados nos municípios de Jaíba e Nova Porteirinha, no ecossistema semi-árido do norte de Minas Gerais. Em cada um dos pomares foram liberados 34.000 casais do parasitóide no período de fevereiro a agosto/2003. Para recapturar os parasitóides, sete dias após as liberações, foram coletadas as go (mais) iabas (maduras ou em fase de amadurecimento), independente da altura da copa das árvores e frutos recém-caídos ao solo. Os frutos foram levados ao laboratório e mantidos em condições controladas de temperatura (27 ± 1ºC), para a obtenção de pupários. Foram recuperados 37 espécimes de D. longicaudata (24 em Jaíba e 13 em Nova Porteirinha) indicando que a espécie completou o ciclo nas condições locais e portanto, tem possibilidade de se estabelecer na região. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the capacity of Diachasmimorpha longicaudata (Ashmead) to attack fruit fly larvae in commercial guava orchards in Jaiba and Nova Porteirinha, in the north of Minas Gerais State, Brazil. A total of 34,000 parasitoids couples was released in each one of the two orchards from February to August/2003. To recover the parasitoids, guavas (green or mature) were collected from any height of the trees, beyond the fruits just-fallen on the (mais) ground, seven day after the release. The fruits were taken to the laboratory and kept under controlled conditions of temperature (27 ± 1ºC), to obtain pupae. Thirty seven specimens of D. longicaudata were recovered (24 in Jaiba and 13 in Nova Porteirinha) This shows that the species completed its life cycle under local conditions and indicates the possibility of its establishment in the region.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Efeito cariostático de restaurações adesivas em superfícies radiculares: estudo in vitro/ Caries inhibition around adhesive restorations in roots: in vitro study

HARA, Anderson Takeo; MAGALHÃES, Cláudia Silami de; RODRIGUES Jr., Antonio Luiz; SERRA, Mônica Campos
2000-06-01

Resumo em português Materiais restauradores que liberam íons flúor e/ou promovem adesão à estrutura dental têm sido relacionados com a inibição do desenvolvimento de lesões de cárie adjacentes às restaurações. A hipótese testada neste estudo foi a de que o uso de resina composta/sistema adesivo tem efeito cariostático semelhante a um material adesivo que libera íons flúor - cimento de ionômero de vidro - sobre a superfície radicular adjacente às restaurações. Foram utili (mais) zadas 20 raízes de terceiros molares humanos extraídos, embutidas em resina de poliestireno e planificadas. Cavidades padronizadas foram preparadas e restauradas aleatoriamente com (a) Chelon-Fil (Espe) ou (b) Z100/SingleBond (3M). Valores iniciais (KHNi) de microdureza superficial Knoop da dentina foram obtidos a 100, 200 e 300 mim da margem oclusal das restaurações. Uma área de 2,0 mm ao redor da restauração foi delimitada e submetida à indução de cárie artificial. Obtiveram-se, então, os valores finais (KHNf) de microdureza, nas mesmas condições e localizações da leitura inicial. As diferenças entre KHNi e KHNf foram consideradas para a análise estatística. As medianas de KHNi - KHNf nas distâncias de 100, 200 e 300 mim foram para (a): -3,8; -0,3; -1,0; e para (b): 3,3; 2,5; 1,7. O teste de Kruskal-Wallis não evidenciou diferença significativa entre as distâncias dentro de cada grupo. Às distâncias de 200 e 300 mim, não houve diferença significativa entre os materiais avaliados. À distância de 100 mim, (a) diferiu significativamente de (b) (p Resumo em inglês Dental materials that release fluoride have been shown to be effective in caries inhibition around restorations. Adhesive materials would also be effective in caries inhibition by sealing and protecting cavity margins from acidic demineralization. This in vitro study tested the hypothesis that composite restorations with a dentin adhesive system have a caries preventive effect similar to that of an adhesive material with fluoride - glass-ionomer cement - on root surfaces. (mais) Twenty roots from extracted sound third molars were embedded in polystyrene resin and ground flat. Standardized cavities were prepared in leveled root surfaces and randomly restored with (a) Chelon-Fil (Espe) or (b) Z100/SingleBond (3M). Baseline indentations were measured at 100, 200 and 300 mum from the occlusal margins of each restoration and the surface microhardness values were obtained using a Knoop diamond indenter. A 2.0 mm wide margin around the restorations was submitted to a pH-cycling model, at 37ºC. After that, surface microhardness was measured again, as it was before. The differences between baseline and final surface microhardness were considered for statistical analysis. The median values of differences were (a): -3.8; -0.3; -1.0; and (b): 3.3; 2.5; 1.7, for the distances of 100, 200 and 300 mum, respectively. The Kruskal-Wallis test did not show statistically significant difference between 100, 200 and 300 mum distances in each tested group. There was no difference between the studied materials at the distances of 200 and 300 mum. Chelon-Fil was statistically different from Z100/SingleBond, at 100 mum (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Degradabilidade ruminal in situ da matéria seca e proteína bruta de duas variedades de grão de soja com diferentes teores de inibidor de tripsina, em bovinos/ Dry matter and crude protein in situ ruminal degradability of two varieties of ground soybean with different levels of trypsin inhibitor in cattle

Silva, Leandro das Dores Ferreira da; Ramos, Bruno Mazzer de Oliveira; Ribeiro, Edson Luis de Azambuja; Mizubuti, Ivone Yurika; Rocha, Marco Antônio da; Moraes, Fábio Lucas Zito de
2002-06-01

Resumo em português Foram utilizados quatro bovinos da raça holandesa canulados no rúmen, distribuídos em blocos, ao acaso, alimentados a pasto de coast-cross (Cynodon dactylon). Os animais foram suplementados com ração concentrada contendo grãos de soja moídos colocados no rúmen, às sete e às dezoito horas. Em todos os animais foram incubados sacos de náilon com amostras de cada tratamento: grãos de soja comercial moídos (S), grãos de soja comercial moídos e parcialmente dese (mais) ngordurados (SD), grãos de soja com baixo inibidor de tripsina moídos (SBIT); grãos de soja com baixo inibidor de tripsina moídos e parcialmente desengordurados (SBITD); e farelo de soja (FS). Determinaram-se os desaparecimentos no rúmen da matéria seca (MS), matéria orgânica (MO) e proteína bruta (PB) nos tempos de 6, 24 e 48 horas. As solubilidades da MS, MO e da PB do S foram superiores às determinadas para o SBIT. A degradabilidade potencial (DP) apresentou valores semelhantes entre os alimentos. A degradabilidade efetiva (DE) da MS e MO dos SBS foi 9% menor que os valores observados para S e a DE da PB do SBIT foi aproximadamente 6% menor. Todos os alimentos apresentaram altas velocidades de degradação dos componentes estudados, variando de 5%/hora para o FS a 15%/hora para SBITD, enquanto os SBIT apresentaram menor taxa de degradação. Estes valores sugerem que estes alimentos devem ser associados a outros com menores velocidades de fermentação nas rações de ruminantes, para que haja melhor sincronismo entre liberação de amônia, aminoácido, peptídeos e cetoácidos no rúmen, quando for necessário maximizar a produção de proteína microbiana e/ou aumentar a quantidade de proteína bypass. Resumo em inglês Four ruminally fistulated Holstein, distributed in randomized blocks and fed with coastcross grass, were used. They were supplemented with 2 kg of concentrate containing ground soybean, put through the rumen fistula daily, at 7 a.m. and 6 p.m. Nylon bags were incubated into the rumen of each animal, and contained samples of each of the following feed: ground soybean (S); low fat ground soybean (LFS); ground low trypsin inhibitor soybean (LTIS); ground low fat and low tryp (mais) sin inhibitor soybean (LFLTIS); and soybean meal (SM). Dry matter (DM), organic matter (OM) and crude protein (CP) solubility and disappearance into the rumen were determined after 6, 24 and 48 hours of incubation. The DM, OM and CP solubilities of S were higher than low trypsin inhibitor soybean. The DM and OM effective degradability (ED) of LTIS was about 9% lower than the observed values of S and the ED of the LTIS crude protein was about 6% lower. All feedstuffs showed high degradation rate for the studied nutritive components, with fermentation rates varying from 5% for SM to 15%/hour for LFLTIS. The LTIS showed the lowest nutritive component degradation. The values suggest that these feedstuffs should be associated with others with low degradation velocity for ruminant feed as a way of improving the synchronization between the release of ammonia, aminoacid, peptides and ketoacids into the rumen, when the increase of microbial protein yield and/or increase the amount of bypass protein is necessary.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Decomposição e liberação de nitrogênio, fósforo e potássio de resíduos da cultura do feijoeiro/ Decomposition and release of nitrogen, phosphorus and potassium from residues of common bean crop

Chagas, Eduardo; Araújo, Adelson Paulo; Teixeira, Marcelo Grandi; Guerra, José Guilherme Marinho
2007-08-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo mensurar a velocidade de decomposição e de liberação de nutrientes in situ de resíduos da cultura do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.). Em condições de campo, foram coletadas as folhas senescentes durante o ciclo da cultura, bem como os caules e a palhada de vagens após trilhagem dos grãos, de cultivares de feijoeiro. Esses resíduos continham 2,3 Mg ha-1 de massa, 31 kg ha-1 de N e 2,4 kg ha-1 de P, que correspondiam a 63, 41 e 2 (mais) 8 % do total de massa, N e P, respectivamente, acumulados durante o ciclo da cultura. Foram realizados dois ensaios, nos períodos de inverno-primavera e primavera-verão, quando os caules, as vagens e as folhas senescentes foram colocados separadamente em litterbags, dispostos sobre o solo, e coletados entre 2 e 120 dias. As quantidades de matéria seca e nutrientes remanescentes em cada tipo de resíduo foram ajustadas a um modelo exponencial simples. O tempo de meia-vida dos resíduos foi de, no primeiro e segundo ensaios, respectivamente, 133 e 179 dias para caules, 70 e 80 dias para folhas e 64 dias para vagens. A relativamente lenta decomposição dos resíduos pode ser associada à sua alta relação C:N - acima de 60 para caule e palhada de vagens. A liberação de N e P pelos resíduos foi similar à dinâmica de decomposição, enquanto a liberação de K foi mais rápida. Os resultados indicam que as folhas senescentes e os resíduos produzidos após trilhagem dos grãos podem restituir parte da demanda de nutrientes do feijoeiro, assumindo relevância para sistemas de agricultura sustentável. Resumo em inglês The objective of this study was to measure the speed of decomposition and nutrient release in situ from residues of common bean (Phaseolus vulgaris L.) crop. In field conditions, leaves of common bean cultivars senesced during the growth cycle and stems and podwalls after pod threshing were collected. These residues contained 2.3 Mg ha-1 of mass, 31 kg ha-1 of N and 2.4 kg ha-1 of P that corresponded to 63, 41 and 28 % of total mass, N and P, respectively accumulated duri (mais) ng the crop growth cycle. Two experiments were conducted, during winter-spring and spring-summer. Stems, podwalls and senesced leaves were placed separately in litterbags on the ground and collected, from the 2nd to the 120th day. The dry matter and nutrient amounts found in each residue type were adjusted to a simple exponential model. The half-life of the residues was, in the first and second trial respectively, 133 and 179 days for stems, 70 and 80 days for leaves, and 64 days for podwalls. The relatively slow residue decomposition may be associated with the high C:N ratio (C:N > 60 in stems and podwalls). Nitrogen and P release by residues was similar to the decomposition pattern, while K release was faster. The results indicate that senescent leaves and residues produced after pod threshing can cover part of the nutrient demand of common bean crop, which is relevant for sustainable agricultural systems.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)