Sample records for gross national product
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 14 shown.



1

A importância do agronegócio familiar no Brasil

Guilhoto, Joaquim J. M.; Silveira, Fernando G.; Ichihara, Silvio M.; Azzoni, Carlos R.
2006-09-01

Resumo em português Este trabalho teve por objetivo avaliar o nível de atividade do agronegócio da agricultura familiar no Brasil, para o período de 1995 a 2003. Através dos Modelos de Insumo-Produto foi possível estimar a importância do Produto Interno Bruto do agronegócio familiar no contexto nacional. Concretamente, os resultados demonstram que cerca de 1/3 do agronegócio brasileiro advém da produção agropecuária realizada pelos agricultores familiares, cabendo observar, tamb� (mais) �m, que o desempenho recente da agropecuária familiar e de todo o complexo a ela articulada vem sendo bastante positivo, superando, inclusive, as taxas de crescimento relativas ao segmento patronal. Resumo em inglês This paper presents the results for the familiar activity level of the agricultural agribusiness in the Brazilian economy for the period from 1995 to 2003. Using input-output models it was possible to estimate the importance of the Gross Domestic Product of the familiar agribusiness in the national economy. The results show that around 1/3 of the Brazilian agribusiness come from the agricultural production done by the familiar agriculture, it was also noticed that the rec (mais) ent development of the familiar agriculture and of its links has been very positive, suppressing, the growth rates found in the non-familiar segment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Sustentabilidade da política de acesso a medicamentos anti-retrovirais no Brasil/ Sustainability of Brazilian policy for access to antiretroviral drugs

Grangeiro, Alexandre; Teixeira, Luciana; Bastos, Francisco I.; Teixeira, Paulo
2006-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Os gastos com a aquisição de anti-retrovirais no Brasil têm suscitado debates sobre a sustentabilidade da política de acesso universal a medicamentos para Aids, a despeito de seus evidentes benefícios. O objetivo do estudo foi analisar, no período de 1998 a 2005, a evolução dos gastos do Ministério da Saúde do Brasil com a aquisição de anti-retrovirais e seus determinantes, assim como a sustentabilidade desta política a médio prazo (2006-2008). MÉ (mais) TODOS: O estudo da evolução dos gastos com anti-retrovirais compreendeu a análise de seus preços, do dispêndio ano a ano, do número de pacientes que utilizam a medicação, do gasto médio por paciente e das estratégias para a redução de preços adotadas no período. No tocante à análise de sustentabilidade da política de acesso a anti-retrovirais foram estimadas as despesas com a aquisição de medicamentos no período de 2006 e 2008 e a participação desses gastos no Produto Interno Bruto e nas despesas federais com saúde. Os dados foram coletados do Ministério da Saúde, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e do Ministério do Planejamento. RESULTADOS: As despesas com anti-retrovirais aumentaram 66% em 2005, interrompendo a tendência de redução observada no período 2000-2004. Os principais fatores associados a esse aumento foram o enfraquecimento da indústria nacional de genéricos e os resultados insatisfatórios dos processos de negociação com empresas farmacêuticas. CONCLUSÕES: A política de acesso universal no Brasil não é sustentável com as atuais taxas de crescimento do Produto Interno Bruto, sem que o País comprometa investimentos em outras áreas. Resumo em inglês OBJECTIVE: The expense of acquiring antiretroviral drugs in Brazil has given rise to debate about the sustainability of the policy of universal access to Aids medications, despite the evident benefits. The objective of this study was to analyze the evolution of the Ministry of Health's spending on acquiring antiretroviral drugs from 1998 to 2005, the determining factors and the medium-term sustainability of this policy (2006-2008). METHODS: The study on the evolution of s (mais) pending on antiretrovirals included analysis of their prices, the year-by-year expenditure, the number of patients utilizing the medication, the mean expenditure per patient and the strategies for reducing the prices maintained during this period. To analyze the sustainability of the policy for access to antiretrovirals, the cost of acquiring the drugs over the period from 2006 to 2008 was estimated, along with the proportion of gross domestic product and federal health expenditure represented by this spending. The data were collected from the Ministry of Health, the Brazilian Institute for Geography and Statistics (IBGE) and the Ministry of Planning. RESULTS: The expenditure on antiretrovirals increased by 66% in 2005, breaking the declining trend observed over the period from 2000 to 2004. The main factors associated with this increase were the weakening of the national generics industry and the unsatisfactory results from the process of negotiating with pharmaceutical companies. CONCLUSIONS: The Brazilian policy for universal access is unsustainable at the present growth rates of the gross domestic product, unless the country compromises its investments in other fields.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Sustentabilidade da política de acesso a medicamentos anti-retrovirais no Brasil/ Sustainability of Brazilian policy for access to antiretroviral drugs

Grangeiro, Alexandre; Teixeira, Luciana; Bastos, Francisco I.; Teixeira, Paulo
2006-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Os gastos com a aquisição de anti-retrovirais no Brasil têm suscitado debates sobre a sustentabilidade da política de acesso universal a medicamentos para Aids, a despeito de seus evidentes benefícios. O objetivo do estudo foi analisar, no período de 1998 a 2005, a evolução dos gastos do Ministério da Saúde do Brasil com a aquisição de anti-retrovirais e seus determinantes, assim como a sustentabilidade desta política a médio prazo (2006-2008). MÉ (mais) TODOS: O estudo da evolução dos gastos com anti-retrovirais compreendeu a análise de seus preços, do dispêndio ano a ano, do número de pacientes que utilizam a medicação, do gasto médio por paciente e das estratégias para a redução de preços adotadas no período. No tocante à análise de sustentabilidade da política de acesso a anti-retrovirais foram estimadas as despesas com a aquisição de medicamentos no período de 2006 e 2008 e a participação desses gastos no Produto Interno Bruto e nas despesas federais com saúde. Os dados foram coletados do Ministério da Saúde, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e do Ministério do Planejamento. RESULTADOS: As despesas com anti-retrovirais aumentaram 66% em 2005, interrompendo a tendência de redução observada no período 2000-2004. Os principais fatores associados a esse aumento foram o enfraquecimento da indústria nacional de genéricos e os resultados insatisfatórios dos processos de negociação com empresas farmacêuticas. CONCLUSÕES: A política de acesso universal no Brasil não é sustentável com as atuais taxas de crescimento do Produto Interno Bruto, sem que o País comprometa investimentos em outras áreas. Resumo em inglês OBJECTIVE: The expense of acquiring antiretroviral drugs in Brazil has given rise to debate about the sustainability of the policy of universal access to Aids medications, despite the evident benefits. The objective of this study was to analyze the evolution of the Ministry of Health's spending on acquiring antiretroviral drugs from 1998 to 2005, the determining factors and the medium-term sustainability of this policy (2006-2008). METHODS: The study on the evolution of s (mais) pending on antiretrovirals included analysis of their prices, the year-by-year expenditure, the number of patients utilizing the medication, the mean expenditure per patient and the strategies for reducing the prices maintained during this period. To analyze the sustainability of the policy for access to antiretrovirals, the cost of acquiring the drugs over the period from 2006 to 2008 was estimated, along with the proportion of gross domestic product and federal health expenditure represented by this spending. The data were collected from the Ministry of Health, the Brazilian Institute for Geography and Statistics (IBGE) and the Ministry of Planning. RESULTS: The expenditure on antiretrovirals increased by 66% in 2005, breaking the declining trend observed over the period from 2000 to 2004. The main factors associated with this increase were the weakening of the national generics industry and the unsatisfactory results from the process of negotiating with pharmaceutical companies. CONCLUSIONS: The Brazilian policy for universal access is unsustainable at the present growth rates of the gross domestic product, unless the country compromises its investments in other fields.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Os afazeres domésticos contam/ Accounting for housekeeping activities

Melo, Hildete Pereira de; Considera, Claudio Monteiro; Di Sabbato, Alberto
2007-12-01

Resumo em português Este artigo tem como objetivo propor uma mensuração para as atividades realizadas pelas pessoas no interior dos lares, as quais têm enorme importância na reprodução da vida e no bem-estar da sociedade. Esses serviços gerados na execução dos afazeres domésticos, por não estarem associados a uma geração equivalente de renda, são ignorados pela teoria econômica que não os valora e não contabiliza no Produto Interno Bruto (PIB) dos países. Uma provável inte (mais) rpretação para esse não-reconhecimento origina-se na histórica discriminação sofrida pelas mulheres nas diversas sociedades, a quem foi delegada a execução dos afazeres domésticos. Desconhecê-los reforça o conceito de invisibilidade, que caracteriza o trabalho doméstico e a inferioridade do papel da mulher na sociedade. Tendo por base os procedimentos usuais de estimativas de bens ou serviços não mensurados por estatísticas econômicas, estatísticas demográficas e sociais originárias da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) que, desde 2001 investiga o tempo gasto na execução de tarefas domésticas, chega-se à conclusão de que, no Brasil, esses afazeres corresponderam, em média, a 11,2% dos PIBs brasileiros do período 2001-2005. Resumo em inglês This paper proposes a measurement for housekeeping activities, which play an enormous role in the reproduction of life and in the well-being of society. These housekeeping activities are ignored in economic theory, which neither values them nor accounts for them in the Gross Domestic Product measures, as far as they are not associated with an equivalent flow of monetary revenue. A plausible interpretation for this non-consideration derives from the historical discriminati (mais) on, in most societies against women, to whom the carrying out of housekeeping activities has been delegated. Ignoring housekeeping activities reinforces the concept of invisibility, which characterizes domestic labor and the inferior role of women in society. With basis on usual procedures to estimate goods or services not measured by economic statistics, and using demographic and social statistics from the National Survey through Household Samples (PNAD), which since 2001 inquires about the time spent in doing domestic activities, we find that housekeeping activity corresponds on average to 11,2% of Brazilian GDP of 2001-2005 period.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Sustentabilidade financeira e econômica do gasto público em saúde no nível municipal: reflexões a partir de dados de municípios mato-grossenses/ Financial and economic sustainability of public spending on health care by local governments: an analysis of data from municipalities in Mato Grosso State, Brazil

Scatena, João Henrique Gurtler; Viana, Ana Luiza d'Ávila; Tanaka, Oswaldo Yoshimi
2009-11-01

Resumo em português O financiamento do SUS é regido pelo modelo de federalismo fiscal, pelas regras de partilha do Orçamento da Seguridade Social (OSS), por normas do Ministério da Saúde, e pela Emenda Constitucional nº. 29 (EC-29), que vincula à saúde recursos dos entes federados brasileiros. Discute-se aqui a sustentabilidade do gasto público com saúde no nível municipal. Foram estudados 21 municípios, utilizando-se dados dos balanços municipais. De 1996 a 2006 as receitas corr (mais) entes gerais per capita subiram 280% acima da inflação acumulada e do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, variando conforme o porte do município, o qual também definiu a composição dos orçamentos municipais. Já o orçamento que conforma a base da EC-29 elevou-se bem menos (178%), impondo limitações ao incremento da contrapartida municipal em saúde. Acredita-se que o observado nesses municípios se reproduza em milhares de municípios brasileiros e comprometa a capacidade de investimento municipal em saúde, principalmente a partir de 2008. A situação ainda pode se agravar tendo em vista a extinção da Contribuição Provisória sobre a Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e Direitos de Natureza Financeira (CPMF), a tramitação dos Projetos de Lei nº. 306/08 e nº. 233/08, e a recessão mundial, a partir da crise do sistema financeiro norte-americano. Resumo em inglês Brazil's Unified National Health System is financed according to a model known as fiscal federalism, the fund-sharing rules of the Social Security Budget, Ministry of Health norms, and Constitutional Amendment 29 (EC-29), which links Federal, State, and municipal resources to health. This article discusses the sustainability of public spending on health at the municipal level. Twenty-one municipalities were studied, using municipal budget data. From 1996 to 2006, total cu (mais) rrent per capita revenues increased by 280% above the accumulated inflation and Gross Domestic Product, varying by size of municipality, which also defined the composition of the municipal budgets. Meanwhile, the budget comprising the basis for EC-29 increased less (178%), thus placing limits on the municipal share of health spending. The results observed in these municipalities are believed to reflect the reality in thousands of other Brazilian municipalities, thus jeopardizing the capacity for municipal investment in health, especially beginning in 2008. The situation may become even worse, considering the repeal of the so-called Bank Transaction Tax (CPMF), Bills of Law 306/08 and 233/08 (currently under review in the National Congress), and the world recession stemming from the U.S. financial crisis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Sustentabilidade financeira e econômica do gasto público em saúde no nível municipal: reflexões a partir de dados de municípios mato-grossenses/ Financial and economic sustainability of public spending on health care by local governments: an analysis of data from municipalities in Mato Grosso State, Brazil

Scatena, João Henrique Gurtler; Viana, Ana Luiza d'Ávila; Tanaka, Oswaldo Yoshimi
2009-11-01

Resumo em português O financiamento do SUS é regido pelo modelo de federalismo fiscal, pelas regras de partilha do Orçamento da Seguridade Social (OSS), por normas do Ministério da Saúde, e pela Emenda Constitucional nº. 29 (EC-29), que vincula à saúde recursos dos entes federados brasileiros. Discute-se aqui a sustentabilidade do gasto público com saúde no nível municipal. Foram estudados 21 municípios, utilizando-se dados dos balanços municipais. De 1996 a 2006 as receitas corr (mais) entes gerais per capita subiram 280% acima da inflação acumulada e do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, variando conforme o porte do município, o qual também definiu a composição dos orçamentos municipais. Já o orçamento que conforma a base da EC-29 elevou-se bem menos (178%), impondo limitações ao incremento da contrapartida municipal em saúde. Acredita-se que o observado nesses municípios se reproduza em milhares de municípios brasileiros e comprometa a capacidade de investimento municipal em saúde, principalmente a partir de 2008. A situação ainda pode se agravar tendo em vista a extinção da Contribuição Provisória sobre a Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e Direitos de Natureza Financeira (CPMF), a tramitação dos Projetos de Lei nº. 306/08 e nº. 233/08, e a recessão mundial, a partir da crise do sistema financeiro norte-americano. Resumo em inglês Brazil's Unified National Health System is financed according to a model known as fiscal federalism, the fund-sharing rules of the Social Security Budget, Ministry of Health norms, and Constitutional Amendment 29 (EC-29), which links Federal, State, and municipal resources to health. This article discusses the sustainability of public spending on health at the municipal level. Twenty-one municipalities were studied, using municipal budget data. From 1996 to 2006, total cu (mais) rrent per capita revenues increased by 280% above the accumulated inflation and Gross Domestic Product, varying by size of municipality, which also defined the composition of the municipal budgets. Meanwhile, the budget comprising the basis for EC-29 increased less (178%), thus placing limits on the municipal share of health spending. The results observed in these municipalities are believed to reflect the reality in thousands of other Brazilian municipalities, thus jeopardizing the capacity for municipal investment in health, especially beginning in 2008. The situation may become even worse, considering the repeal of the so-called Bank Transaction Tax (CPMF), Bills of Law 306/08 and 233/08 (currently under review in the National Congress), and the world recession stemming from the U.S. financial crisis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Fatores associados à incapacidade funcional dos idosos no Brasil: análise multinível/ Factors associated with functional disability of elderly in Brazil: a multilevel analysis/ Factores asociados a la incapacidad funcional de los ancianos en Brasil: análisis multinivel

Alves, Luciana Correia; Leite, Iúri da Costa; Machado, Carla Jorge
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar a influência dos fatores demográficos, socioeconômicos, de condições de saúde e do contexto das unidades da federação na incapacidade funcional dos idosos. MÉTODOS: Estudo transversal que utilizou dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) de 2003, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A amostra foi constituída de 33.515 indivíduos com 60 anos ou mais (mais) de idade. A variável dependente foi a incapacidade funcional, mensurada pela dificuldade por subir ladeira ou escada. As variáveis independentes foram divididas em dois níveis: individual (características demográficas, socioeconômicas e relativas à saúde) e de contexto (Índice de Gini e Produto Interno Bruto per capita por unidade da federação em 2000). Um modelo de regressão logística multinomial multinível foi utilizado para estimar o efeito das variáveis independentes na incapacidade funcional dos idosos. RESULTADOS: A incapacidade funcional foi associada com fatores demográficos, socioeconômicos e de saúde. Em nível individual, o sexo, a educação, a renda, a ocupação, a autopercepção de saúde e as doenças crônicas foram os fatores mais fortemente relacionados. Em nível de contexto, a desigualdade de renda exibiu uma importante influência. CONCLUSÕES: A autopercepção de saúde é o fator mais fortemente relacionado com a incapacidade funcional dos idosos no Brasil, seguida das doenças crônicas. Sexo, ocupação, escolaridade e renda também são altamente associados. Ações que abordam os principais fatores associados à incapacidade funcional podem contribuir significativamente para o bem-estar e qualidade de vida dos idosos. Resumo em espanhol OBJETIVO: Analizar la influencia de los factores demográficos, socioeconómicos, de condiciones de salud y del contexto de las unidades de la federación en la incapacidad funcional de los ancianos. MÉTODOS: Estudio transversal que utilizó datos de la Pesquisa Nacional por Muestra de Domicilio (PNAD) de 2003, del Instituto Brasilero de Geografía y Estadística y del Instituto de Pesquisa Económica Aplicada. La muestra fue constituida de 33.515 individuos con 60 años (mais) o más de edad. La variable dependiente fue la incapacidad funcional, medida por la dificultad para subir ladera o escalera. Las variables independientes fueron divididas en dos niveles: individual (características demográficas, socioeconómicas y relativas a la salud) y de contexto (Índice de Gini y Producto Interno Bruto per capita por unidad federación en 2000). Un modelo de regresión logística multinomial multinivel fue utilizado para estimar el efecto de las variables independientes en la incapacidad funcional de los ancianos. RESULTADOS: La incapacidad funcional fue asociada con factores demográficos, socioeconómicos y de salud. En nivel individual, el sexo, la educación, la renta, la ocupación la autopercepción de salud y las enfermedades crónicas fueron los factores más fuertemente relacionados. En nivel de contexto, la desigualdad de renta exhibió una importante influencia. CONCLUSIONES: La autopercepción de salud es el factor más fuertemente relacionado con la incapacidad funcional de los ancianos en Brasil, seguido por las enfermedades crónicas. Sexo, ocupación, escolaridad y renta también son altamente asociados. Acciones que abordan los principales factores asociados a la incapacidad funcional pueden contribuir significativamente para el bienestar y calidad de vida de los ancianos. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the influence of demographic, socioeconomic, health, and contextual factors of the Brazilian federation units on the functional disability of the elderly. METHODS: Cross-sectional study based on data from the 2003 PNAD (Brazilian National Household Survey), of IBGE (Brazilian Institute of Geography and Statistics) and Ipea (Institute of Applied Economic Research). The sample was composed of 33,515 individuals aged 60 years and older. The dependent va (mais) riable was functional disability, measured by difficulty in climbing slopes or stairs. The independent variables were divided into two levels: individual (demographic, socioeconomic and health-related characteristics) and contextual (Gini Index and Gross Domestic Product per capita by Brazilian state in 2000). A multinomial and multilevel logistic regression model was utilized in order to estimate the effect of the independent variables on the functional disability of the elderly. RESULTS: Functional disability was associated with demographic, socioeconomic and health factors. At the individual level, sex, level of schooling, income, occupation, self-perception of health and chronic diseases were the factors that were most strongly related to functional disability. At the contextual level, income inequality proved to exert an important influence. CONCLUSIONS: Self-perception of health is the factor that is most strongly related to the functional disability of the elderly in Brazil, followed by chronic diseases. Sex, occupation, level of schooling and income are also highly associated with it. Actions that approach the main factors associated with functional disability can contribute significantly to the well-being and quality of life of the elderly.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Fatores associados à incapacidade funcional dos idosos no Brasil: análise multinível/ Factors associated with functional disability of elderly in Brazil: a multilevel analysis/ Factores asociados a la incapacidad funcional de los ancianos en Brasil: análisis multinivel

Alves, Luciana Correia; Leite, Iúri da Costa; Machado, Carla Jorge
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar a influência dos fatores demográficos, socioeconômicos, de condições de saúde e do contexto das unidades da federação na incapacidade funcional dos idosos. MÉTODOS: Estudo transversal que utilizou dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) de 2003, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A amostra foi constituída de 33.515 indivíduos com 60 anos ou mais (mais) de idade. A variável dependente foi a incapacidade funcional, mensurada pela dificuldade por subir ladeira ou escada. As variáveis independentes foram divididas em dois níveis: individual (características demográficas, socioeconômicas e relativas à saúde) e de contexto (Índice de Gini e Produto Interno Bruto per capita por unidade da federação em 2000). Um modelo de regressão logística multinomial multinível foi utilizado para estimar o efeito das variáveis independentes na incapacidade funcional dos idosos. RESULTADOS: A incapacidade funcional foi associada com fatores demográficos, socioeconômicos e de saúde. Em nível individual, o sexo, a educação, a renda, a ocupação, a autopercepção de saúde e as doenças crônicas foram os fatores mais fortemente relacionados. Em nível de contexto, a desigualdade de renda exibiu uma importante influência. CONCLUSÕES: A autopercepção de saúde é o fator mais fortemente relacionado com a incapacidade funcional dos idosos no Brasil, seguida das doenças crônicas. Sexo, ocupação, escolaridade e renda também são altamente associados. Ações que abordam os principais fatores associados à incapacidade funcional podem contribuir significativamente para o bem-estar e qualidade de vida dos idosos. Resumo em espanhol OBJETIVO: Analizar la influencia de los factores demográficos, socioeconómicos, de condiciones de salud y del contexto de las unidades de la federación en la incapacidad funcional de los ancianos. MÉTODOS: Estudio transversal que utilizó datos de la Pesquisa Nacional por Muestra de Domicilio (PNAD) de 2003, del Instituto Brasilero de Geografía y Estadística y del Instituto de Pesquisa Económica Aplicada. La muestra fue constituida de 33.515 individuos con 60 años (mais) o más de edad. La variable dependiente fue la incapacidad funcional, medida por la dificultad para subir ladera o escalera. Las variables independientes fueron divididas en dos niveles: individual (características demográficas, socioeconómicas y relativas a la salud) y de contexto (Índice de Gini y Producto Interno Bruto per capita por unidad federación en 2000). Un modelo de regresión logística multinomial multinivel fue utilizado para estimar el efecto de las variables independientes en la incapacidad funcional de los ancianos. RESULTADOS: La incapacidad funcional fue asociada con factores demográficos, socioeconómicos y de salud. En nivel individual, el sexo, la educación, la renta, la ocupación la autopercepción de salud y las enfermedades crónicas fueron los factores más fuertemente relacionados. En nivel de contexto, la desigualdad de renta exhibió una importante influencia. CONCLUSIONES: La autopercepción de salud es el factor más fuertemente relacionado con la incapacidad funcional de los ancianos en Brasil, seguido por las enfermedades crónicas. Sexo, ocupación, escolaridad y renta también son altamente asociados. Acciones que abordan los principales factores asociados a la incapacidad funcional pueden contribuir significativamente para el bienestar y calidad de vida de los ancianos. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the influence of demographic, socioeconomic, health, and contextual factors of the Brazilian federation units on the functional disability of the elderly. METHODS: Cross-sectional study based on data from the 2003 PNAD (Brazilian National Household Survey), of IBGE (Brazilian Institute of Geography and Statistics) and Ipea (Institute of Applied Economic Research). The sample was composed of 33,515 individuals aged 60 years and older. The dependent va (mais) riable was functional disability, measured by difficulty in climbing slopes or stairs. The independent variables were divided into two levels: individual (demographic, socioeconomic and health-related characteristics) and contextual (Gini Index and Gross Domestic Product per capita by Brazilian state in 2000). A multinomial and multilevel logistic regression model was utilized in order to estimate the effect of the independent variables on the functional disability of the elderly. RESULTS: Functional disability was associated with demographic, socioeconomic and health factors. At the individual level, sex, level of schooling, income, occupation, self-perception of health and chronic diseases were the factors that were most strongly related to functional disability. At the contextual level, income inequality proved to exert an important influence. CONCLUSIONS: Self-perception of health is the factor that is most strongly related to the functional disability of the elderly in Brazil, followed by chronic diseases. Sex, occupation, level of schooling and income are also highly associated with it. Actions that approach the main factors associated with functional disability can contribute significantly to the well-being and quality of life of the elderly.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

O PIB do agronegócio no estado de Minas Gerais: uma análise insumo-produto

Cruz, Aline Cristina da; Teixeira, Erly Cardoso; Gomes, Marília Fernandes Maciel
2009-12-01

Resumo em português Neste trabalho, foram avaliadas as transformações na estruturaprodutiva do agronegócio de Minas Gerais, segundo as definições de agregado I(fornecedor de bens e insumos para a agropecuária), agregado II (agropecuária),agregado III (processamento e industrialização agrícolas) e agregado IV(distribuição agrícola). Para isso, foi utilizada a matriz de insumo-produto deMinas Gerais, de 1999. O agronegócio gerou rendas equivalentes a 29,76% do PIBde Minas Gerais (mais) e 9,6% do PIB do agronegócio nacional. Do PIB do agronegóciomineiro, os setores fornecedores de insumos para a agropecuária participaramcom 20,73%; a agropecuária, com 27,53; e as atividades de processamento,industrialização e distribuição, com 51,75%. A economia mineira apresentoucaracterísticas de economia alimentar industrializada, considerando aparticipação da produção agropecuária próxima de um terço do valor total doagronegócio. Tais resultados são significativos e evidenciam o grau deimportância do agronegócio ao desenvolvimento da economia mineira. Resumo em inglês Agribusiness productive structures and its changes in Minas Gerais state wereanalyzed in this study, according to following aggregate definitions: aggregate one (suppliersof input and goods for agricultural sector); aggregate two (agricultural production); aggregatethree (processing and industrialization agricultural); and aggregate four (agriculturaldistribution). For this purpose, the 1999's input-output table of Minas Gerais state was used.Incomes generated by agribusi (mais) ness represented 29.76 percent from the GDP (Gross DomesticProduct) in Minas Gerais state and 9.6 percent from the GDP in the national agribusiness. Asfor GDP from Minhas Gerais state, agricultural input supplier sectors reached 20.73 percent;agricultutural sector (27.53 percent); processing, industrialization and distribution activities(51.75 percent). The Minas Gerais state economy was characterized as an industrial foodeconomy due to its agricultural production near of one-third of the total agribusiness value.The results are relevant and emphasize how important is the agricultural sector for thedevelopment of the economy in Minas Gerais state.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Les perspectives de l'industrie des pêches portugaises Prospects of the Portuguese fishing industry

Silva Joao

In the Portuguese national economy, the role of the fishing industry is very important, although its contribution to GDP (Gross Domestic Product) is only about 1%. This sector employs 41,724 fishermen and more than 50,000 people for all activities associated with fishing. The volume of exports ensur...

DRIVER (Portuguese)

12

Economia brasileira na década de oitenta e seus reflexos nas condições de vida da população/ The Brazilian economy of the 80's and its impact on the living conditions of the population

Ometto, Ana Maria H.; Furtuoso, Maria Cristina O.; Silva, Marina Vieira da
1995-10-01

Resumo em português A economia brasileira na década de 80 atravessou uma das mais graves crises de sua história, a qual resultou na estagnação do Produto Interno Bruto e em taxas de inflação sem precedentes. Apesar desse quadro econômico crítico os indicadores sociais apresentaram evolução positiva. Foi mostrado que, embora as famílias brasileiras adotassem como estratégia para o enfrentamento desta crise a super utilização da força-de-trabalho familiar no mercado de trabalho, (mais) a evolução da renda e da pobreza nesse período foi desfavorável. Concluiu-se que a ampliação dos dispêndios e transformação das formas de implementação das políticas públicas nas áreas de saúde e nutrição são fatores decisivos no desempenho dos indicadores sociais. Resumo em inglês In the 80's the Brazilian economy underwent one of the most severe crises of its history, resulting in the stagnation of the gross national product and inflation rates such as never previously reportted. Despite this unfavorable scenario social indicators have presented a positive evolution. This work shows that although the Brazilian family has adopted the over-use of the family work force as a strategy for facing this crisis on the work market, the evolution of both inc (mais) ome and poverty in that period were poor. The increase of expenses and the transformation of the forms of implementation of public policy in the health and nutrition areas are shown to be decisive factors in the performance of social indicators.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Economia brasileira na década de oitenta e seus reflexos nas condições de vida da população/ The Brazilian economy of the 80's and its impact on the living conditions of the population

Ometto, Ana Maria H.; Furtuoso, Maria Cristina O.; Silva, Marina Vieira da
1995-10-01

Resumo em português A economia brasileira na década de 80 atravessou uma das mais graves crises de sua história, a qual resultou na estagnação do Produto Interno Bruto e em taxas de inflação sem precedentes. Apesar desse quadro econômico crítico os indicadores sociais apresentaram evolução positiva. Foi mostrado que, embora as famílias brasileiras adotassem como estratégia para o enfrentamento desta crise a super utilização da força-de-trabalho familiar no mercado de trabalho, (mais) a evolução da renda e da pobreza nesse período foi desfavorável. Concluiu-se que a ampliação dos dispêndios e transformação das formas de implementação das políticas públicas nas áreas de saúde e nutrição são fatores decisivos no desempenho dos indicadores sociais. Resumo em inglês In the 80's the Brazilian economy underwent one of the most severe crises of its history, resulting in the stagnation of the gross national product and inflation rates such as never previously reportted. Despite this unfavorable scenario social indicators have presented a positive evolution. This work shows that although the Brazilian family has adopted the over-use of the family work force as a strategy for facing this crisis on the work market, the evolution of both inc (mais) ome and poverty in that period were poor. The increase of expenses and the transformation of the forms of implementation of public policy in the health and nutrition areas are shown to be decisive factors in the performance of social indicators.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

A mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias na população idosa brasileira/ Mortality due to infectious and parasitic diseases in the elderly in Brazil

Paes, Neir Antunes
2004-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Traçar o perfil da mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias na população de mais de 65 anos no Brasil e nas unidades da federação e investigar sua associação com determinadas variáveis socioeconômicas no período de 1980 a 1995. MÉTODOS: Foram utilizados os dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade. Foram calculadas taxas de mortalidade padronizadas para tuberculose, tripanossomíase e septicemia, assim como a participação relat (mais) iva dessas causas na mortalidade geral. Analisou-se a relação entre as taxas de mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias e sexo e as seguintes variáveis socioeconômicas: produto interno bruto per capita; número de leitos hospitalares por habitante; relação entre a população urbana e a total; número de benefícios em manutenção pela previdência social por habitante; coeficiente de letalidade; e esperança de vida ao nascer. Para esta análise foi utilizado o modelo normal de regressão linear múltipla. RESULTADOS: Não houve alteração significativa no percentual de óbitos por doenças infecciosas e parasitárias na população idosa brasileira no período para ambos os sexos. Por outro lado, verificou-se uma importante transição no período, caracterizada pela diminuição da participação da tuberculose pulmonar e da tripanossomíase e pela tendência de aumento na participação da septicemia para ambos os sexos. A análise ecológica mostrou que os indicadores socioeconômicos analisados tiveram baixo poder explicativo para os diferentes padrões de mortalidade nas diferentes regiões do país. CONCLUSÕES: Os presentes resultados sugerem uma estagnação das políticas de prevenção e combate às doenças infecciosas e parasitárias como um todo. Essa observação, juntamente com a progressiva pressão populacional dos idosos, indica que os níveis de mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias não deverão diminuir nessa faixa etária, pelo menos em um futuro próximo. Resumo em inglês OBJECTIVE: To describe the mortality due to infectious and parasitic diseases in persons over 65 years of age in all of Brazil and in individual states and to study the association between that mortality due to these causes and specific socioeconomic variables over the period from 1980 to 1995. METHODS: Data were obtained from Brazil's national Mortality Information System. Standardized mortality rates were calculated for tuberculosis, Chagas' disease, and sepsis. The rel (mais) ative contribution of these causes of death to overall mortality was also calculated. The study also analyzed the relationship between mortality rates and gender and the following socioeconomic variables: per capita gross domestic product; number of hospital beds per inhabitant; proportion of the total population living in urban areas; number of benefits provided per capita by the social welfare system; number of deaths reported for every 100 hospitalizations; and life expectancy at birth. A normal multiple linear regression model was used for this analysis. RESULTS: There were no significant changes in the proportion of deaths due to infectious and parasitic diseases in the elderly population during the period studied, regardless of sex. However, for both men and women there was a sizeable decrease in the impact of tuberculosis and Chagas' disease, while that of sepsis appeared to increase. According to the results of the ecological analysis, socioeconomic indicators had little power to explain the differences in mortality patterns seen in the different states of the country. CONCLUSIONS: Our results suggest that policies to prevent and control infectious and parasitic diseases among the elderly in Brazil have stagnated. Given this situation and the progressive increase in the elderly population, mortality due to infectious and parasitic diseases is not likely to decrease in this age group, at least in the near future.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)