Sample records for glutamic acid
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Perfil bioquímico e nutricional do ácido glutâmico e da vitamina K no soro e no fígado de frangos de corte de 1 a 21 dias de idade/ Biochemical and nutritional profile of glutamic acid and vitamin K in serum and liver of broilers from 1 to 21 days

Minafra, Cibele Silva; Moraes, George Henrique Kling de; Rodrigues, Ana Cláudia Peres; Silva, Fernanda Alvares da; Stringhini, José Henrique; Rezende, Cíntia Silva Minafra e
2008-11-01

Resumo em português Foram investigados os efeitos nutricionais de dois níveis de ácido L-glutâmico (L-Glu) combinados a quatro níveis de vitamina K (vit. K) no soro e no fígado de pintos de corte machos, Hubbard, de 1 dia de idade, criados em baterias aquecidas recebendo dieta básica purificada suplementada com 6,25 e 12,5% de ácido glutâmico combinados a 0,02; 0,2; 2,0 e 20,0 mg de vit. K/kg. Duzentas e cinqüenta e seis aves foram distribuídas em esquema fatorial 2 × 4, em de (mais) lineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições de oito aves. As concentrações de cálcio e a fosfatase alcalina (FA) no soro não diferiram aos 7, 14 e 21 dias de idade. Os níveis séricos de fósforo diferiram aos 21 dias de idade e foram maiores com 12,5% de ácido glutâmico. O peso de fígado foi maior nas aves alimentadas com a dieta com 6,25% de ácido glutâmico e 12,5% de ácido glutâmico + 0,02 mg vit. K/kg. Os níveis séricos de proteínas totais mantiveram-se muito abaixo do normal. As concentrações da enzima glutamato-piruvato transaminase (GPT) foram elevadas nas aves alimentadas com ácido glutâmico e vit. K nos níveis avaliados. A enzima alanina aminotransferase foi encontrada em concentração muito superior aos níveis considerados normais para aves alimentadas com dietas contendo ácido glutâmico e vitamina K nos níveis avaliados. Os níveis de vit. K estudados não afetaram a absorção de cálcio e fósforo e da enzima fosfatase alcalina nem o metabolismo do tecido ósseo. O nível de nitrogênio não-específico (ácido glutâmico) de 6,25% das dietas alterou o metabolismo do tecido ósseo, como resultado da maior concentração de fosfatase alcalina no soro das aves. Resumo em inglês Nutritional effects of two levels of L-glutamic acid (L-Glu) combined with four levels of vitamin K (vit. K) in serum and the liver of chicks of day-old broilers, male, Hubbard, raised in brooded batteries, receiving basic purified diet supplemented with 6.25 and 12.5% of L-Glu combined with 0.02, 0.2, 2.0 and 20.0 mg vit. K/kg. Two hundred and fifty birds were allotted to completely randomized design an in 2 × 4 factorial arrangement, with four replications of eight (mais) birds each. Calcium and alkaline phosphatase (AP) enzyme concentrations in serum did not differ at 7, 14 and 21 days old. Serum phosphorus levels differed at 21 days and were higher with 12.5% L-Glu. Liver weight was higher in birds fed diet with 6.25% L-Glu and 12.5% L-Glu + 0.02 mg vit. K/kg. Total serum protein remained far below normal levels. Concentrations of the alanine aminotransferase enzyme were high in birds fed L-Glu and vit. K in the evaluated levels. Serum concentrations of alanine aminotransferase enzyme was much higher than that levels considered normal for birds fed diets containing L-Glu and vit. K, in the evaluated levels. Vitamin K levels affected nor the absorption of calcium and phosphorus and the AP enzyme neither the bone tissue metabolism. No-specific nitrogen level (glutamic acid) of 6.25% of the diets changed the metabolism of bone tissue, as a result of the higher concentration of alkaline phosphatase enzyme in the serum of birds.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Ácido L-glutâmico na prevenção da calcificação de pericárdio bovino fixado em glutaraldeído: estudo em ratos/ L-glutamic acid in the prevention of the calcification of bovine pericardial fixed in glutaraldehyde: study in rats

Ferreira, Andrea Dumsch de Aragon; Costa, Francisco Diniz Affonso da; Santos, Eduardo Antonio Andrade dos; Sardeto, Evandro Antonio; Gomes, Carlos Henrique Gori; Collatusso, Claudinei; Lopes, Sérgio Augusto Veiga; Perruzzo, Ângela; Costa, Iseu de Santo Elias Affonso da
2007-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a eficácia do ácido L-glutâmico na prevenção da calcificação do pericárdio bovino implantado no subcutâneo de ratos. MÉTODO: Utilizaram-se 54 ratos Wistar, distribuídos em seis grupos, de acordo com o segmento de pericárdio bovino implantado. Inicialmente, todos os pericárdios foram fixados com glutaraldeído 0,5% por 72h. No grupo I, após a fixação, o pericárdio foi preservado em glutaraldeído 0,2% até o implante. O grupo II foi estoc (mais) ado em solução de Paraben. No grupo III e IV, após a fixação inicial, os pericárdios foram tratados com ácido L-glutâmico 8% com pH 7,4 e 3,5, respectivamente, sendo em seguida estocados em Paraben. Os grupos V e VI foram semelhantes aos grupos III e IV, exceto pela concentração do ácido L-glutâmico que foi de 0,8%. Os explantes foram feitos com 15, 30 e 60 dias, e as amostras submetidas à análise histológica com hematoxilina-eosina e Von Kossa, além da mensuração de cálcio por espectofotometria de absorção atômica. RESULTADOS: A mensuração por espectofotometria de absorção atômica demonstrou aumento progressivo da calcificação nos grupos I, II e III, aos 15, 30 e 60 dias. Nos grupos IV, V e VI, os níveis de cálcio permaneceram sem alteração nos períodos estudados. A análise microscópica demonstrou calcificação progressiva nos grupos I, II e III. Nos grupos IV, V e VI, a calcificação, quando observada, foi focal e de grau leve. CONCLUSÃO: O uso do ácido L-glutâmico em segmentos de pericárdio bovino, fixados pelo glutaraldeído, foi efetivo na prevenção da calcificação, quando implantados no subcutâneo de ratos por até 60 dias. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the efficiency of L-glutamic acid to prevent calcification of glutaraldehyde bovine pericardium implanted in rats' subcutaneous tissues. METHODS: Fifty four Wistar rats were divided in six groups according to the type of the bovine pericardium implanted. At first, all pericardia were initially cross-linked with 0.5% glutaraldehyd (GDA) fixative for 72 h. In Group I, after the initial fixation, the pericardia were preserved in 0.2% GDA fixative until (mais) the implantation, whereas in Group II they were stocked in Paraben solution. In Groups III and IV, after the initial fixation in 0.5% GDA fixative, the pericardia were treated with 8% L-glutamic acid at pH 7.4 and 3.5, respectivelly, being subsequently stocked in Paraben solution. Groups V and VI were similar to III and IV, except for the concentration of L-Glutamic acid which was 0.8%. Explantation was done at 15, 30, and 60 days, and the specimens submitted to histological analysis with Hematoxylin and eosin (HE) and Von Kossa stains, besides calcium quantification with atomic spectrofotometry. RESULTS: Microscopic analysis demonstrated severe and progressive calcification in groups I, II, and III, whereas in groups IV, V, and VI calcification, when present, was mild and focal. Spectrofotomety confirmed these findings, revealing calcium contents of 1.93µg/mg of tissue at 60 days in the control group. Groups IV and VI showed the least calcium contents (0.063 e 0.066, respectively). CONCLUSIONS: The use of L-glutamic acid in segments of bovine pericardium with glutaraldehyde fixative was effective in preventing the calcification when implanted in rats' subcutaneous up to 60 days.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Efeitos do ácido L-glutâmico e da vitamina K na composição bioquímica parcial de fêmures de frangos de corte/ Effects of dietary L-glutamic acid and K vitamin in the biochemical composition in femurs of broilers at 14 days of age

Moraes, George Henrique Kling de; Rodrigues, Ana Claudia Peres; Silva, Fernanda Álvares da; Rostagno, Horacio Santiago; Minafra, Cibele Silva; Bigonha, Solange Mara
2010-04-01

Resumo em português Objetivou-se estudar os efeitos da combinação de ácido L-glutâmico (L-Glu) e vitamina K na composição bioquímica de fêmures (proteínas colagenosas; não-colagenosas e totais) de frangos de corte. O experimento, que teve 14 dias de duração, foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, em fatorial 2 × 4, com dois níveis de ácido L-glutâmico (6,25 e 12,5%) combinados com quatro níveis de vitamina K (0,02; 0,2; 2,0 e 20,0 mg/kg de ração), cada (mais) combinação com quatro repetições de dez animais. Foram utilizados pintos machos, Avian Farm, de 1 dia, criados em baterias aquecidas e alimentados à vontade com dieta básica contendo L-aminoácidos essenciais, minerais e vitaminas (exceto vitamina K) suplementada com ácido L-glutâmico e vitamina K. Ao término do experimento, os animais foram sacrificados por deslocamento cervical e seus fêmures removidos, medidos, desengordurados e pesados. Não foi observada interação significativa entre ácido L-glutâmico e vitamina K para os parâmetros estudados. Os teores de proteínas não-colagenosas foram maiores e o de proteínas colagenosas, menores nos fêmures dos pintos alimentados com a ração com 6,25% de ácido L-glutâmico. Os teores de proteínas totais, no entanto, não foram afetados pelos níveis de ácido L-glutâmico e de vitamina K. Os níveis de vitamina K tiveram efeito quadrático decrescente nos teores de proteínas não-colagenosas e efeito crescente na composição de proteínas colagenosas dos fêmures. A composição em proteínas colagenosas e não-colagenosas pode ser utilizada como indicador bioquímico de anormalidades de pernas causadas por baixo nível de nitrogênio não-específico. Resumo em inglês This work aimed to study the effects of L-glutamic acid (L-Glu) and K vitamin on the biochemical composition (collagenous proteins, CP; non collagenous proteins, NCP; and total proteins, TP) in femurs of broilers. The experiment which lasted for 14 days, was carried out in a completely randomized design in a 2 × 4 factorial with two levels of L-glutamic acid (6.25% and 12.5%) combined with four levels of K vitamin (0.02; 0.2; 2.0 and 20.0 mg of feed) each combination (mais) with four replicates of 10 animals. It was used Avian farm male broilers at 1 day of age, reared in electrically heated batteries with raised wire mesh floors and they were fed ad libitum with a basic diet containing essential L-amino acids, minerals and K vitamin. At the end of the experiment, the broilers were sacrificed through cervical dislocation and their femurs were removed, measured, fat removed and weighted. It was not observed a significant interaction among Lglutamic acid and K vitamin for the studied parameters. The non-collagenous protein levels were higher and the collagenous proteins levels were lower in the femurs of the animals fed with 6.25% of L-Glu. However, the total protein levels were not affected by the levels of L-glutamic acid and K vitamin. The levels of K vitamin had a decreasing quadratic effect on the levels of non-collagenous proteins and increasing effect on the level of collageonous proteins in the femurs. The composition on collagenous and non collagenous proteins can be used as a biochemical marker of leg abnormalities caused by low level of non-specific nitrogen.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Efeitos do Ácido L-Glutâmico e da Vitamina D3 na Composição Química de Fêmures e Tibiotarsos de Pintos de Corte/ Effects of L-Glutamic Acid and Vitamin D3 on Chemical Composition of Tibiotarsus and Femur of Broiler Chicks

Silva, Fernanda Alvares da; Moraes, George Henrique Kling de; Rodrigues, Ana Cláudia Peres; Fonseca, Cláudio César; Oliveira, Maria Goreti de Almeida; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rostagno, Horacio Santiago; Minafra, Cibele Silva
2001-12-01

Resumo em português Um experimento foi conduzido com o objetivo de estudar os efeitos de níveis (5, 10 e 15%) de ácido L-Glutâmico (L-Glu) e níveis (0, 5.000, 10.000 e 15.000 UI de vitamina D3/kg) de vitamina D3 (VD) na composição química de ossos de pintos de corte, machos, Hubbard, criados em baterias aquecidas, recebendo dieta básica purificada. O experimento foi realizado utilizando-se esquema fatorial, em delineamento inteiramente casualizado 3 x 4, com quatro repetições de se (mais) te aves cada. A maior porcentagem de cinza óssea do fêmur (40,6%) foi obtida com 15% de L-Glu e 8.503 UI de VD e a do tibiotarso (40,73%), com 15% de L-Glu e 15.000 UI de VD. Não houve efeito de tratamento para as concentrações de cálcio (37,01%) e fósforo (20,55%) nas cinzas do tibiotarso. A relação Ca:P no tibiotarso foi constante e igual a 1,80. No fêmur, a melhor relação Ca:P (1,95) foi obtida com 5% de L-Glu e 15.000 UI de VD. No fêmur, houve decréscimo nos níveis de magnésio com a suplementação de L-Glu e de vitamina D3. No tibiotarso, a maior concentração de magnésio (1,2%) foi obtida com 5% de L-Glu e 5.000 UI de VD. Embora algumas diferenças tenham sido observadas na composição mineral dos ossos, os conteúdos se encontravam numa faixa fisiológica normal e não foram relacionados com a incidência de problemas de pernas. Resumo em inglês The experiment aimed to study the effects of three levels (5; 10; and 15%) of L-Glutamic Acid (L-Glu) and four levels of vitamin D3 (VD) on the chemical composition of bones of broiler chicks, Hubbard. The purified diets used contained all essential amino acids, vitamins and minerals at adequate levels and were supplemented with of L-Glu and with 0, 5,000, 10,000 and 15,000 IU of vitamin D3. The experimental design was a factorial 3 x 4 with four replicates with seven chi (mais) cks each. The highest content of femur ash (40.6%) and tibiotarsus ash (40.73%) was obtained with, respectively, 15% of L-Glu and 8,503 IU of VD and 15% of L-Glu and 15,000 IU of VD. There was no significant effect on calcium (37.01%) and phosphorus (20.55%) contents of tibiotarsus ash. The better Ca:P relationship on tibiotarsus was equal 1.80. The better Ca:P relationship of the femur (1.95) was obtained with 5% of L-Glu and 15,000 IU of VD. There was a reduction on magnesium contents of the femur with L-Glu and VD supplementation. The highest tibiotarsus magnesium content (1.2%) was obtained with 5% of L-Glu and 5,000 IU of VD. Although some differences were observed in the mineral composition of bones, the mineral contents were in physiological range and were not related with leg weakness incidence observed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Efeitos do Ácido L-Glutâmico e da Vitamina D3 no Desempenho e nas Anomalias Ósseas de Pintos de Corte/ Effects of L-Glutamic Acid and Vitamin D3 on Performance and Incidence of Leg Problems of Broilers Chicks

Silva, Fernanda Alvares da; Moraes, George Henrique Kling de; Rodrigues, Ana Cláudia Peres; Oliveira, Maria Goreti de Almeida; Rostagno, Horacio Santiago; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Fonseca, Cláudio César; Minafra, Cibele Silva
2001-12-01

Resumo em português Um experimento foi conduzido para estudar os efeitos de níveis de ácido L-Glutâmico (L-Glu) e vitamina D3 (VD) da dieta em pintos de corte de um dia, machos, Hubbard, recebendo dieta básica purificada, contendo todos os L-aminoácidos essenciais, minerais e vitaminas (exceto vitamina D3), suplementada com 5, 10 e 15% de L-Glu, combinados com 0, 5.000, 10.000 e 15.000 UI de vitamina D3. O experimento foi realizado utilizando-se esquema fatorial, em delineamento inteira (mais) mente casualizado 3 x 4, com quatro repetições de sete aves cada. O ganho de peso aumentou até o nível máximo estimado, de 8,56% de L-Glu e 15.000 UI de vitamina D3. A melhor taxa de conversão alimentar foi verificada com nível estimado de 8,40% de L-Glu. O maior consumo de ração estimado foi obtido com 8,48% de L-Glu e 15.000 UI de vitamina D3. Houve redução na incidência de problemas de pernas com 10% de L-Glu e 15.000 UI de vitamina D3. L-Glu estimado em 8,56% e 15.000 UI de vitamina D3 permitiu um melhor desempenho das aves, confirmando que esse aminoácido é boa fonte de nitrogênio não-específico para maximizar o desempenho e reduzir a incidência de problemas de pernas. Resumo em inglês An experiment was conducted to study the effects of L-Glutamic acid (L-Glu) and vitamin D3 on the performance of one-day-old male Hubbard broiler chicks, reared in heated batteries, for a 14 days period. The chicks were fed purified diets containing all essential L-amino acids, minerals, and vitamins (except Vitamin D3) and were supplemented with three levels of L-Glu (5, 10 and 15%) and with four levels of vitamin D3 (0; 5,000; 10,000 and 15,000 IU). The experimental des (mais) ign was a factorial 3 x 4 with four replicates with seven chicks each. The weight gains increased up to an estimated level of 8.56% of L-Glu and 15,000 IU of vitamin D3. The highest feed intake was obtained at an estimated level of 8.48% of L-Glu and 15,000 IU of vitamin D3. There was a reduction of leg problems with 10% of L-Glu and 15,000 IU of vitamin D3. L-Glu, at 8.56% estimated and 15.000 IU of vitamin D3 improved performance and reduced to a minimum the incidence of leg problems.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Efeitos do Ácido L-Glutâmico e da Vitamina D3 nos Fêmures e Tibiotarsos de Pintos de Corte/ Effects of L-Glutamic Acid and Vitamin D3 on Femur and Tibiotarsus of Broiler Chicks

Silva, Fernanda Alvares da; Moraes, George Henrique Kling de; Rodrigues, Ana Cláudia Peres; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rostagno, Horacio Santiago; Oliveira, Maria Goreti de Almeida; Fonseca, Cláudio César; Fanchiotti, Flávia Escapini
2001-12-01

Resumo em português Um experimento foi conduzido com o objetivo de estudar os efeitos de três níveis (5, 10 e 15%) de ácido L-glutâmico (L-Glu) e quatro níveis (0, 5000, 10.000 e 15.000 UI/kg) de vitamina D3 (VD) nos parâmetros ósseos de pintos de corte machos, Hubbard. Os animais foram criados em baterias aquecidas e alimentados, à vontade, com dietas de aminoácidos purificados de 1 a 14 dias de idade. O experimento foi realizado em esquema fatorial, em delineamento inteiramente ca (mais) sualizado 3 x 4, com quatro repetições de sete aves cada. Observaram-se comprimentos máximos (37,61 e 50,36 mm), com 9,51% de L-Glu e 15.000 UI de VD e 9,99% de L-Glu e 15.000 UI de VD, para o fêmur e tibiotarso, respectivamente. O diâmetro do fêmur (3,62 mm) e tibiotarso (3,17 mm) aumentou até o nível máximo estimado, de 10,49% de L-Glu e 15.000 UI de VD, e 11,04% de L-Glu e 15.000 UI de VD, respectivamente. A resistência máxima estimada para o fêmur (52,47 kgf/mm) foi determinada com 7,57% de L-Glu e 8.978 UI, e a do tibiotarso (43,35 kgf/mm) com 6,24% de L-Glu e 12.591 UI de VD. Não foi observado efeito de tratamento nas concentrações de proteínas colagenosas (PC) no fêmur, que foi constante e igual a 23,44 mg/100 g. As menores concentrações de proteínas não-colagenosas (PNC) (2,5 mg/100 g e 2,15 mg/100 g) foram obtidas com 9,32% e 9,73% de L-Glu, no fêmur e tibiotarso, respectivamente. As maiores concentrações de proteínas totais (PT) no fêmur e tibiotarso foram de 30,04 mg/100 g e 30,03 mg/100 g. As aves alimentadas com 10% de L-Glu apresentaram adequado desenvolvimento dos ossos, baixas concentrações de PNC nos ossos e menor incidência de problemas de pernas. Resumo em inglês An experiment was conducted to study the effects of three levels (5, 10 and 15%) of L-Glutamic Acid (L-Glu) and four levels (0, 5000, 10,000 and 15,000 IU/kg of diet) of vitamin D3 (VD) on bone parameters of 14 days male broilers, Hubbard. They were fed purified amino acid diets and reared in electrically heated batteries. The experimental design was a factorial 3 x 4 with four replicates with seven chicks each. The length of bones increased up to an estimated level of 9. (mais) 51% of L-Glu and 15,000 IU of VD for femur bone (37.61 mm) and 9.99% of L-Glu and 15,000 IU of VD for tibiotarsus (50.36 mm). The femur (3.62 mm) and tibiotarsus (3.17 mm) diameters increased up, respectively, an estimated level of 10.49% of L-Glu and 15,000 IU of VD and 11.04% of L-Glu and 15,000 IU of VD. The maximum breaking strength for femur (52.47 kgf/mm) and tibiotarsus (43.35 kgf/mm) was obtained with 8,978 IU and 12,591 IU, respectively. No significant effects were observed on femur collagenous proteins contents (23.44 mg/100 g). On the other side, the smallest contents of non-collagenous proteins (NCP) were observed with 9.32% and 9.73% of L-Glu on femur (2.5 mg/100 g) and tibiotarsus (2.15 mg/100 g), respectively. The highest contents of total protein in femur and tibiotarsus were, respectively, 30.04 mg/100 g and 30.03 mg/100 g. Chicks fed 10% L-Glu and 15,000 IU VD had good development of bones, better performance, lower NCP contents and a lower incidence of leg problems.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Efeitos do Ácido L-Glutâmico da Dieta em Pintos de Corte/ Effects of Dietary L-Glutamic Acid in Broiler Chicks

Silva, Fernanda Alvares da; Moraes, George Henrique Kling de
2002-01-01

Resumo em português Com o objetivo de estudar os efeitos de diferentes níveis de ácido L-glutâmico (L-Glu) sobre as concentrações de proteínas colagenosas (PC), proteínas não-colagenosas (PNC), proteínas totais (PT), cálcio (Ca), fósforo (P), magnésio (Mg), manganês (Mn), sódio (Na) e potássio (K) nos fêmures e tíbias, um experimento foi conduzido com pintos de um dia, machos, Hubbard, criados em baterias aquecidas com piso de tela elevado, alimentados com dieta básica puri (mais) ficada contendo todos os L-aminoácidos essenciais, vitaminas e minerais em níveis requeridos e suplementada com 5; 7,5; 10; e 12,5% de ácido L-glutâmico (L-Glu), por um período de 14 dias. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com quatro tratamentos, cinco repetições de cinco aves cada. Os pintos alimentados com 7,5% de L-Glu apresentaram maior ganho de peso, melhor eficiência alimentar e maiores comprimentos de tíbias e fêmures. Foram necessários 12,5% de L-Glu para reduzir a um mínimo (19,92%) a incidência de deformações nas pernas, sem contudo eliminá-las. Não foi observado efeito dos níveis de L-Glu no consumo (P>0,05). Não houve efeito significativo dos tratamentos sobre os teores de PC, PT, Ca, P, Mg, Mn, Na e K nas tíbias e fêmures. Os teores de PNC das tíbias e fêmures foram significativamente maiores nos animais alimentados com 12,5% de L-Glu. Embora algumas diferenças tenham sido observadas na composição mineral dos ossos, os conteúdos se encontravam numa faixa fisiológica normal. Resumo em inglês In order to study the effects of L- glutamic acid (L-Glu) levels on contents of collagenous (CP), non collagenous (NCP) total proteins (TP) and minerals in femur and tibia of male broiler chicks, one experiment was conducted with day-old broiler chicks, male Hubbard, reared in electrically heated batteries with raised wire mesh floors and fed purified amino acid diets and water ad libitum for a 14 days period. The basal diet contained all essential L-amino acids, minerals (mais) and vitamins at requirement levels and was supplemented with 5,0; 7,5; 10,0; 12,5% L-Glutamic acid (L-Glu). Each treatment had five replicates of five chicks each. Supplementation of 7.5% L-Glu was sufficient to improve growth, feed/gain ratio and the higher tibia and femur length. To reduce leg problems to a minimum observed (19.92%) were necessary higher level of non-specific nitrogen (12,5% L-Glu). No effects were observed of L-Glu levels upon feed consumption. There was no significant dietary effect in the content of CP, TP and Ca, P, Mg, Mn, Na e K tibia and femur ash. The NCP contents of both the tibia and femur were significant higher in chicks fed 12,5% L-Glu. Increasing the dietary level of non-specific nitrogen, it was observed a tendency to increase NCP content of tibia and femur. Although some differences were observed in the mineral composition of bones, the mineral contents were in physiological range.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Efeitos de níveis de ácido L-glutâmico e de vitamina K da dieta sobre a atividade de alfa-amilase em frangos de corte/ Effects of dietary levels of L-glutamic acid and vitamin K in the activity of alpha-amylase of chicks

Fanchiotti, Flavia Escapini; Moraes, George Henrique Kling de; Oliveira, Maria Goreti de Almeida; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rodrigues, Ana Cláudia Peres; Reis, Efraim Lázaro; Monteiro, Marcela Piedade
2005-04-01

Resumo em português Foram investigados os efeitos nutricionais de dois níveis de ácido L-glutâmico (L-Glu) combinados com quatro níveis de vitamina K (Vit K) sobre a atividade de alfa-amilase no quimo e pâncreas de aves de corte. Frangos de corte machos de um dia foram criados em baterias aquecidas e alimentados, à vontade, com dietas contendo todos L-aminoácidos essenciais, minerais e vitaminas (exceto Vit K) até os 14 dias de idade. O experimento foi realizado em esquema fatorial, (mais) em delineamento inteiramente casualizado 2x4, com quatro repetições de oito aves cada. A dieta básica foi suplementada com 6,25 e 12,5% de L-Glu combinados com 0,02; 0,2; 20,0 e 200,0 mg de Vit K/kg de ração. Efeitos significativos de L-Glu e Vit K foram observados no quimo. A atividade específica máxima (1.005,78±245,25 UI/mg de proteína) foi observada nas aves alimentadas com 6,25% de L-Glu e 20,0 mg de Vit K. Houve redução da atividade com a suplementação de 12,5% de L-Glu. No pâncreas, não houve interação entre L-Glu e Vit K, todavia, foi observado efeito de L-Glu sobre as atividades relativas, expressas em UI/g de tecido e UI/100 g de peso corporal. Os resultados sugerem que a associação entre L-Glu e Vit K interfere na atividade enzimática de alfa-amilase em aves de corte submetidas a dietas purificadas. Os resultados indicam que o nível de 12,5% de L-Glu associado aos diferentes níveis de vitamina K reduziu a atividade enzimática. Resumo em inglês The effects of two levels of L-glutamic acid (L-Glu) combined with four levels of vitamin K (Vit K) were studied with the objective of evaluating the activities of alpha-amylase in the chyme and pancreas of chicks. Day-old male broilers were reared in eletrically heated batteries, fed with purified amino acids diets, minerals and vitamins (except Vit K) at the requirement levels, for 14 days. Feed and water were provided ad libitum. The experimental design was a factorial (mais) 2x4 with four replicates with eight chicks each The experimental diet was supplemented with 6.25 and 12.5% of L-Glu combined with .02; .2; 20; 200 mg Vit K/kg diet. Effects of L-Glu and Vit K were observed in the chyme with maximum specific activity (1,005.78±245.25 IU/g tissue) observed in chicks fed with 6.25% of L-Glu and 20 mg of Vit K. Reduction in activity was observed with 12.5% L-Glu. In pancreas, there was no significant interaction between L-Glu and Vit K for alpha-amylase activity, but significant effect of L-Glu was observed (IU/g tissue and IU/100 g body weight). Results suggest that alpha-amylase activity is affected by an association between L-Glu and Vit K in chickens fed purified diets. In general, 12.5% L-Glu regardless of Vit K levels led to reduction in alpha-amylase activity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Estudo comparativo da eficácia do etanol e do ácido L-glutâmico na prevenção da calcificação das cúspides e parede aórtica porcina: estudo experimental em ratos/ Comparative study on the efficacy of ethanol and of l-glutamic acid for preventing calcification of pig cusps and aortic wall: experimental study in rats

ROSA, George Ronald Soncini da; COSTA, Francisco Diniz Affonso da; MESQUITA, Lismari; COSTA, Iseu de Santo Elias Affonso da
2002-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: As cúspides porcinas tratadas com glutaraldeído (GDA) são um dos tecidos biológicos mais utilizados em biopróteses, porém a calcificação tardia pós-implante constitui a causa predominante de sua falência. OBJETIVO: Analisar comparativamente dois métodos de prevenção da calcificação (etanol 80% e ácido L-glutâmico 0,8%) em cúspide e parede aórtica porcina implantadas no subcutâneo em ratos, tendo como grupo controle as cúspides e os segme (mais) ntos de parede aórtica fixadas em glutaraldeído (GDA), num período de 15, 30 e 60 dias após implante. MATERIAL E MÉTODOS: Foram utilizados 45 ratos jovens, distribuídos em 3 grupos contendo 15 animais cada, que por sua vez foram subdivididos em 3 subgrupos de 5 animais, nos quais foram implantados, em 2 bolsas no subcutâneo, uma cúspide e um segmento de parede aórtica em cada. Em cada grupo assim nominados: GDA (grupo controle), E80% (grupo cujas estruturas foram pré-tratadas com etanol 80%) e o AG 0,8% (grupo cujas estruturas foram pré-tratadas com ácido L-glutâmico 0,8%) foram realizadas a mensuração do cálcio e análise microscópica quanto à presença de calcificação (localização e intensidade da mesma) e de Infiltrado inflamatório (localização e tipo), no período de 15, 30 e 60 dias após implante. RESULTADOS: Na mensuração do cálcio na cúspide aórtica encontrou-se no grupo E80% 15 dias (1,30±0,21 mg cálcio/mg tecido), E80% 30 dias (1,05±0,22 mg cálcio/mg tecido) e E80% 60 dias (0,53±0,42 mg cálcio/mg tecido); no grupo AG 0,8% 15 dias (12,17±0,66 mg cálcio/mg tecido), AG 0,8% 30 dias (15,31±2,82 mg cálcio/mg tecido) e AG 0,8% 60 dias (34,24±16,28 mg cálcio/mg tecido) com o grupo controle GDA 15 dias (12,44±2,26 mg cálcio/mg tecido), GDA 30 dias (13,44±3,34 mg cálcio/mg tecido) e GDA 60 dias (50,85±8,71 mg cálcio/mg tecido). Em relação à mensuração do cálcio na parede aórtica, encontrou-se no grupo de E80% 15 dias (4,62±0,68 mg cálcio/ mg tecido), E80% 30 dias (9,47 ± 2,59mg cálcio/mg tecido) e E80% 60 dias (23,56±7,75 mg cálcio/mg tecido) no grupo de AG 0,8% 15 dias (4,31±0,85 mg cálcio/mg tecido), AG 0,8% 30 dias (7,69±1,48 mg cálcio/mg tecido) e AG 0,8% 60 dias (20,50± 1,22 mg cálcio/mg tecido) com o grupo controle GDA 15 dias (7,34±1,32 mg cálcio/mg tecido), GDA 30 dias (9,28±0,76 mg cálcio/mg tecido) e GDA 60 dias (27,60±1,08 mg cálcio/mg tecido). Na avaliação microscópica da cúspide aórtica houve uma progressiva calcificação naquelas submetidas à fixação com GDA. Este processo foi parcialmente encontrado com o AG 0,8% e totalmente ausente com o E80%. Quanto à avaliação referente aos segmentos da parede aórtica, também evidenciou-se progressiva calcificação, não sendo inibida pelos tratamentos com AG 0,8% e E80%. CONCLUSÕES: O pré-tratamento com etanol a 80% inibiu a calcificação nas cúspides aórticas porcinas, entretanto, não teve a mesma eficácia na parede aórtica. Contudo, o ácido L-glutâmico a 0,8% demonstrou minimizar a calcificação na parede aórtica. Estudos devem ser feitos para evidenciar se a ação anticalcificante do etanol a 80% mantém-se nas biopróteses aórticas porcinas se estas forem implantadas no sistema circulatório. Resumo em inglês INTRODUCTION: The glutataldehyde (GDA) treated pigs cusps are one of most employed tissues in bioprosthesis, but is late post-implant calcification is main cause of its failure. BACKGROUND: This study aims at comparing and analyzing two methods (ethanol 80% and l-glutamic acid 0.8%) to prevent calcification in pig cusps and aortic wall implanted subcutaneously in rats, the cusps and aortic wall segments of the control were in glutaraldehyde (GDA), during a 15, 30 and 60 d (mais) ays period after the implant. MATERIAL AND METHODS: We used 45 young rats, distributed in 3 groups of 15 rats each, which in turn were subdivided in 3 subgroups of 5 rats each, in which we implanted one cusp and one aortic wall segment in 2 subcutaneous pouches for each rat. We called each group as follows: GDA (control group), E80% (the group whose structures were previously prepared with ethanol 80%) and GA 0.8% (group previously prepared with L-glutamic acid 0.8%); in those groups we measured calcium and performed a microscopic analysis seeking for any calcification, its location and intensity; inflammatory infiltrate, location and type, during a 15, 30, and 60-day period after the implant. RESULTS: Calcium was found in the aortic cusp in the E80% group (1.30±0.21 mg calcium/mg tissue) at day 15, (1.05±0.22 mg calcium/mg tissue) at day 30, and (0.53±0.42 mg calcium/mg tissue) at day 60; in the GA 0.8% group (12.17±0.66 mg calcium/mg tissue) at day 15, (15.31±2.82 mg calcium/mg tissue) at day 30, and (34.24±16.28 mg calcium/mg tissue) at day 60; and in the control group, GDA at day 15 (12.44±2.26 mg calcium/mg tissue), at day 30 (13.44±3.34 mg calcium/mg tissue), and at day 60 (50.85±8.71 µg calcium/mg tissue). As for the calcium measured in the aortic wall, in the E80% group we found (4.62±0.68 µg calcium/mg tissue) at day 15, (9.47±2.59 µg calcium/mg tissue) at day 30, and (23.56±7.75 µg calcium/mg tissue) at day 60; in the GA 0.8% group at day 15 (4.31±0.85 µg calcium/mg tissue), at day 30 (7.69±1.48 µg calcium/mg tissue), and at day 60 (20.50±1.22 µg calcium/mg tissue); and in the control group (GDA) at day 15 (7.34±1.32 µg calcium/mg tissue), at day 30 (9.28±0.76 µg calcium/mg tissue), at day 60 (27.60±1.08 µg calcium/mg tissue). Microscopic evaluation of the aortic cusp, showed a progressive calcification in those fixed with GDA. Such process was found partially in the GA 0.8% group, and totally absent in the E80% group. As for the assessment of the aortic wall segments, we also observed progressive calcification, which was not inhibited by the treatment with either GA 0.8% or E80%. CONCLUSIONS: We concluded that a pre-treatment with ethanol at 80% inhibited calcification in pig aortic cusps, however it was not as effective on the aortic wall. However, L-glutamic acid at 0.8% did show that it minimizes calcification in the aortic wall. Further studies are required, to evidence if the anti-calcifying action of ethanol 80% is kept if the pig aortic bioprostheses are implanted in the circulatory system.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Redução de aminoácidos em polpas de bacuri (Platonia insignis Mart), cupuaçu (Theobroma grandiflorum Willd ex-Spreng Schum) e murici (Byrsonima crassifolia L.) processado (aquecido e alcalinizado)/ Amino acids reduction in processed (heated and alkalinized) pulps of bacuri (Platonia insignis Mart), cupuaçu (Theobroma grandiflorum Willd ex-Spreng Schum) and murici (Byrsonima crassifolia L.)

Porte, Alexandre; Rezende, Claudia Moraes; Antunes, Octavio Augusto Ceva; Maia, Luciana Helena
2010-09-01

Resumo em português A literatura científica é pobre a respeito de frutas da Amazônia, como o murici, e suas características químicas devem ser estudadas. Por isso, esta pesquisa teve por proposta determinar o perfil aminoacídico das polpas de bacuri, cupuaçu e murici sob diferentes valores de pH (3,3, 5,8, 8,0 e 12,0), sem aquecimento ou com aquecimento por 12 horas/100 ºC com agitação e refluxo. Valores de pH, glicose, frutose e sacarose também foram determinados nas polpas sem a (mais) quecimento. Os nutrientes foram determinados por CLAE (Cromatografia Líquida de Alta Eficiência). As polpas de bacuri, cupuaçu e murici apresentaram valores de pH 3,2, 3,6 e 3,35, respectivamente. A sacarose foi, quantitativamente, o principal carboidrato nas polpas de cupuaçu (38,34%) e bacuri (36,93%), sendo que os teores de frutose e glicose foram similares, tanto na polpa de cupuaçu (8,93% e 9,03%) como na de bacuri (12,63% e 11,65%), respectivamente. Em contraste, a polpa de murici foi quase isenta de sacarose (0,57%), mas não de frutose (11,51%) ou glicose (11,39%). Nas polpas sem aquecimento, os principais aminoácidos foram: ácido glutâmico (46,6 mg/kg), ácido aspártico (28,8 mg/kg) e arginina (25,3 mg/kg) na polpa de bacuri; ácido aspártico (56,3 mg/kg), ácido glutâmico (44,0 mg/kg) e alanina (24,2 mg/kg) na polpa de cupuaçu; prolina (73,5 mg/kg), ácido glutâmico (23,7 mg/kg) e ácido aspártico (23,5 mg/kg) na polpa de murici. O aquecimento reduziu as concentrações de todos os aminoácidos nas 3 polpas. O meio fortemente alcalino (pH 12) produziu a maior degradação de aminoácidos. Lisina foi mais sensível ao aquecimento do que outros aminoácidos em pH 12. Resumo em inglês Scientific literature presents few studies about fruits of the Amazonia, like murici, and yours chemical characteristics should be studied. Therefore, amino acid profiles of the bacuri, cupuaçu and murici pulps were determined under different values of pH (3.3, 5.8, 8.0 and 12.0) with heating (12 hours/100 ºC, with stirring and refluxing) or without heating. Glucose, fructose, sucrose and pH values also were obtained in the pulps without heating. All nutrients were anal (mais) ised by HPLC. The pHs were: 3.2, 3.6 and 3.35 in the bacuri, cupuaçu and murici pulps, respectively. Sucrose (38.34% and 36.93%) was the major carbohydrate while fructose (8.93% and 12.63%) and glucose (9.03% and 11.65%) shown similar percentages in the cupuaçu and bacuri pulps. Murici pulp was almost free of sucrose (0.57%), but not of fructose (11.51%) or glucose (11.39%). In the pulps without heating the major amino acids were: glutamic acid (46.6 mg/kg), aspartic acid (28.8 mg/kg) and arginine (25.3 mg/kg) in the bacuri pulp; aspartic acid (56.3 mg/kg), glutamic acid (44.0 mg/kg) and alanine (24.2 mg/kg) in the cupuaçu pulp; proline (73.5 mg/kg), glutamic acid (23.7 mg/kg) and aspartic acid (23.5 mg/kg) in the murici pulp. The heating of the 3 pulps decresead the concentration of all amino acids. The medium strongly alkaline (pH 12) produced more degradation of the amino acids than others pHs. Lysine was more sensible to the heating than others amino acids in pH 12.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Eletrodo modificado com filme de poli aminoácido para determinação de hidrazina em água de caldeira/ Modified electrode with poly aminoacid film for determination of hydrazine in industrial kettle

Brugnera, M. F.; Santos, D. P.; Zanoni, M. V. B.
2006-01-01

Resumo em português Eletrodos de carbono vítreo foram modificados com filmes de poli ácido glutâmico (PAG) pela eletropolimerização do ácido glutâmico em tampão fosfato pH 7,0, utilizando-se varreduras sucessivas de potencial entre ­0,8 a +2,0 V. Os eletrodos modificados foram aplicados na determinação de hidrazina, a qual é pré-concentrada na superfície através da interação entre grupos carboxílicos livres no filme e grupo amino da hidrazina. Embora a hidrazina não sej (mais) a oxidada em intervalo útil de potencial sobre eletrodo convencional, no eletrodo modificado caracteriza-se pelo pico de oxidação em potencial de +0,57 V usado para fins analíticos. Gráfico de calibração linear foi obtido no intervalo de concentração entre 4 x 10-5 a 1 x 10-3 mol L-1, usando voltametria de pulso diferencial. O limite de detecção foi de 1,2 x 10-6 mol L-1. O método foi aplicado para a determinação de hidrazina em amostras coletadas de água de caldeira com recuperação de 94%. Resumo em inglês Glassy carbon electrodes were modified by films of poly glutamic acid (PAG) obtained after electropolymerization of the glutamic acid in pH 7.0 phosphate buffer solution under successive voltammetric scans from -0.8 V to +2.0 V. The modified electrode were applied for determination of hydrazine, which is pre-concentrated on the electrode surface by interaction of free carboxylic groups bearing in the PAG film and amino group of hydrazine. Although, hydrazine is not electr (mais) ochemically oxidized on bare electrode, a well defined peak is observed at + 0.57 V with great analytical potentiality. Linear calibration graphs were obtained for hydrazine at concentrations from 4 x 10-5 to 1 x 10-3 mol L-1, using differential pulse voltammetry. Detection limit was calculated and values around 1.2 x 10-6 mol L-1 were obtained. The proposed method was applied to the determination of hydrazine in samples collected from industrial kettle with recovery of around 94 %.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Aminoácidos livres majoritários no suco de caju: variação ao longo da safra/ Major free amino acids in cashew apple juice: behaviour during the harvest season

OLIVEIRA, MARIA ELISABETH BARROS DE; OLIVEIRA, GERARDO SÉRGIO FRANCELINO DE; MAIA, GERALDO ARRAES; MOREIRA, RENATO DE AZEVEDO; MONTEIRO, ANA CRISTINA DE OLIVEIRA
2002-04-01

Resumo em português Visando a contribuir para o conhecimento dos aminoácidos livres majoritários presentes no suco de caju (Anacardium occidentale L.), estudou-se o seu comportamento ao longo da safra de 1995, no período de agosto a novembro, no clone de cajueiro-anão precoce, CCP 09, com aptidão para a produção de suco. O suco foi obtido de cajus cultivados no município de Pio IX, Estado do Piauí, Brasil. Os frutos foram colhidos em intervalos de 21 dias, perfazendo cinco amostrage (mais) ns. Os aminoácidos foram determinados utilizando-se um auto-analisador de aminoácidos. Preliminarmente, foram feitos ensaios para conhecer o espectro total dos aminoácidos livres presentes no suco; destes, foram escolhidos os oito majoritários, sobre os quais está baseado o estudo. Os aminoácidos majoritários encontrados, na ordem decrescente, foram: alanina, serina, fenilalnina, leucina, ácido glutâmico, ácido aspártico, prolina e tirosina Resumo em inglês The major free amino acids in cashew apple juice were studied during the crop season August to November 1995. The cashew apples were obtained from the clone CCP 09 cultivated in the county of Pio IX, state of Piauí-Brazil. Analysis were carried out in five samples harvested at twenty-one days intervals by using an amino acid analyser. The amino acids present in the juice were preliminary evaluated. Only the major eight ones were selected. The major amino acids detected, (mais) in decreasing order were: alanine, serine, phenylalanine, leucine, glutamic acid, aspartic acid, proline and tyrosine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Diabetes autoimune em adultos: características clínicas e autoanticorpos/ Autoimmune diabetes in adults: clinical characteristics and autoantibody pattern

Silva, Maria Elizabeth R.; Ursich, Mileni J.M.; Rocha, Dalva M.; Fukui, Rosa T.; Correia, Márcia R.S.; Marui, Suemi; Alves, Lais I.; Santos, Rosa F.; Wajchenberg, Bernardo L.
2003-06-01

Resumo em português Avaliamos a prevalência dos anticorpos anti-insulina (IAA), anti-decarboxilase do ácido glutâmico (anti-GAD), anti-ilhota de Langerhans (ICA) e as características clínicas e metabólicas de 66 pacientes com diabetes mellitus (DM) de início na idade adulta (47,2±11,6 anos) e duração do DM de 14,3±8,4 anos. RESULTADOS: ICA foi positivo em 10 casos (10 a 640U JDF), três deles também positivos para anti-GAD (15,6 a 113,5U/ml) e um deles para IAA (naqueles sem tera (mais) pia insulínica). 15,2% dos pacientes tinham um ou mais autoanticorpos, com maior prevalência para ICA. Os pacientes com e sem autoanticorpos não diferiram quanto à apresentação clínica do DM ou à prevalência de complicações. Apenas os níveis de colesterol foram menores no grupo anticorpo positivo (205,2±49,6 vs. 247,1±61,3mg/dl; p Resumo em inglês The prevalence of anti-insulin (IAA), anti-glutamic acid decarboxylase 65 (anti-GAD) and anti-islet cell antibodies (ICA) and the clinical and metabolic findings of 66 patients with adult-onset diabetes mellitus (DM) manifested at 47.2±11.6 years with known duration of 14.3±8.4y were determined. RESULTS: ICA was positive in 10 cases (10 to 640 JDF U), 3 of them being also positive for anti-GAD (15.6 to 113.5 U/ml) and one for IAA (in those without previous insulin thera (mais) py). 15.2% of the patients had one or more autoantibodies, with greater prevalence for ICA. There were no differences between patients with and without autoantibodies for clinical DM presentation and prevalence of chronic complications. Only the cholesterol levels were lower in the antibody positive group (205.2±49.6 vs. 247.1±61.3mg/dl; p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Aspectos químicos e bioquímicos de leguminosas enlatadas em diferentes estádios de maturação/ Chemical and biochemical aspects of legumes canned at different maturation stages

BARCELOS, M.F.P.; TAVARES, D.Q.; MIRANDA, M.A.C.; GERMER, S.P.M.
1999-01-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo estudar a composição química e aspectos bioquímicos dos grãos de soja cultivar IAC PL-1 e de guandu cultivar IAC Fava Larga, crus e pós-enlatamento em diferentes estádios de maturação avaliando os efeitos do processamento sobre os grãos dos dois cultivares. A composição química dos grãos crus , principalmente no último estádio verde, e na maturação de colheita foi de modo geral semelhante. O enlatamento conservou 95% e 98 (mais) % do total das proteínas dos grãos de soja e guandu, respectivamente. Nos enlatados de soja obteve-se a inativação da atividade de lectinas. Os processamentos térmicos utilizados para os enlatamentos, 121ºC por 6 a 7 minutos para a soja e 5 a 6 minutos para o guandu foram suficientes para eliminar 83% da atividade dos inibidores de tripsina da soja e do guandu. A digestibilidade da proteína do guandu enlatado (62%) foi inferior em relação à soja enlatada (78%). Com exceção do ácido glutâmico, prolina, lisina e histidina, os demais aminoácidos do grão de soja enlatado colhido no 64º DAF tiveram seus conteúdos iguais aos enlatados do 85º DAF pós-armazenados e pós-macerados. Os teores de aminoácidos dos grãos de guandu enlatados no 62º DAF, com exceção do ácido glutâmico e fenilalanina, foram iguais àqueles presentes na última colheita (92º DAF). A metionina disponível no grão de soja não se modificou com a evolução da maturação, porém a do guandu se elevou no 92º DAF e o processo de enlatamento reduziu a metionina disponível da soja apenas no 55º e 64º DAF e do guandu no 57º e 92º DAF. Rafinose e estaquiose nos grãos de soja estão mais elevadas no estádio verde, e nos grãos de guandu, apenas a estaquiose está mais elevada no estádio verde. O processo de enlatamento provocou um pequeno decréscimo nestes dois açúcares da soja e guandu nos dois últimos estádios de maturação estudados. Resumo em inglês This work intended to study the chemical composition and biochemical aspects of soybean grains, cultivar IAC PL-1 and pigeon pea cultivar IAC Fava Larga, both raw and post-canning at different maturation stages, evaluating the effects of the processing caused on the grain. The chemical composition of the raw grains, mainly in the last green stage and in the harvest maturation it was in general similar. The canning of soybean conserved by 95% and pigeon pea by 98% the whol (mais) e protein content of grains. In soybean canned products, inactivation of the activity of lectins was obtained. The heat processings utilized for the cannings, 121ºC for 6 to 7 minutes for soybean and 5 to 6 minutes for pigeon pea, were enough to remove 83% the activity of soybean and pigeon pea trypsine inhibitors. The in vitro digestibility of the canned pigeon pea protein was lower (62%) relative to canned soybean (78%). With exception of glutamic acid, proline, lysine and histidine, the other amino acids of the canned soybean grain harvested on the 64th DAF had their contents equal to those canned on the 85th DAF post stored and post-soaking. The amino acid of the pigeon pea grains canned on the 62nd DAF, with exception of glutamic acid and phenilalanine, were equal to those amino acids present at the last harvest (92nd DAF). The available methionine in soybean grain did’t change with the evolution of the maturation, but that of pigeon pea rose at the 92nd DAF and the canning process decreased the available methionine of the soybean at 55th and 64th and pigeon pea at 57th and 92nd DAF. Both raffinose and stachyose in soybean grains are higher in green stages and in pigeon pea grains only stachyose is higher in green stage. The canning process caused a small reduction in these two sugars of soybean and pigeon pea in the last two studied maturation stages.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Purificação da enzima polifenoloxidase (PFO) de polpa de pinha (Annona squamosa L.) madura/ Purification of polyphenoloxidase (PPO) from ripe custard apple (Annona squamosa L.) pulp

LIMA, Eliza Dorotea Pozzobon de A.; PASTORE, Gláucia Maria; LIMA, Carlos Alberto de A.
2001-01-01

Resumo em português A PFO (EC 1.10.3.2) extraída de polpa de pinha madura (Annona squamosa L.), foi parcialmente purificada por fracionamento em sulfato de amônio a 80% e purificada 411 (Fração I) e 118 (Fração II) vezes após cromatografia em coluna de troca iônica em DEAE-Toyopearl 650M, e 566 vezes em coluna de Toyopearl HW55F. A enzima da fração mais ativa foi caracterizada bioquimicamente. Quanto aos parâmetros cinéticos, a enzima apresentou valores de Km e Vmax de 7,14mM e 3 (mais) 02,0 unidades/min/ml para catecol e 25,0mM e 180,2 unidades/min/ml para L-dopa respectivamente, substratos que demonstraram maior especificidade. O peso molecular foi estimado em 90.700 daltons através de filtração em gel Sephadex G-200. O teor de cobre da enzima purificada encontrado foi de 11ppm/peso da amostra liofilizada. Quanto à composição de aminoácidos, a PFO apresentou maiores teores de ácido aspártico, ácido glutâmico e lisina e menores teores de metionina, arginina e tirosina, com ausência de cisteína. Resumo em inglês The PPO (EC 1.10.3.2) extract of ripe custard apple (Annona squamosa L.) pulps, was partially purified by ammonium sulphate fractionation and purified 411 (Fraction I) and 118 (Fraction II) fold in an ion exchange column of DEAE-Toyopearl 650M, and 566 fold in a gel column of Toyopearl HW 55F. The enzyme of the most active fraction was characterized biochemically. The partially purified and purified enzyme used the o-diphenols as substrates and no activity towards monophe (mais) nols was detected. With respect to the kinetic parameters, the purified enzyme presented values for Km and Vmax of 7.14 mM and 302.0 units/min/ml for catechol and 25.0 mM and 180.2 units/min/ml for L-dopa respectively, substrates which show greater specificity. The molecular weight was estimated as 90.700 daltons using gel filtration on Sephadex G-200. In the analysis of copper, the purified enzyme gave a value of 11ppm by weight of the liofilized sample. The amino acid composition of the custard apple fruit PPO, presented greater amounts of aspartic acid, glutamic acid and lysine and smaller amounts of methionine, arginine and tyrosine, with an absence of cysteine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Solubilização do fosfato de ferro em meio de cultura/ Solubilization of hardly soluble iron phosphate in culture medium

Barroso, Cinthya Babá; Nahas, Ely
2008-04-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de solubilização de FePO4 por Aspergillus niger, em meio de cultura com diferentes fontes de carbono (C) e nitrogênio (N) e com concentrações crescentes de fosfato. A quantidade de fosfato solúvel, acidez e pH final foram determinados após o crescimento do fungo, em cultura estacionária a 30ºC. A eficiência de solubilização aumentou conforme o crescimento do fungo, atingiu o máximo no 11º dia (68%) e depois (mais) regrediu. Das fontes de C e de N testadas, as maiores eficiências de solubilização foram obtidas com manitol (21%) e ácido glutâmico (17%). Com o aumento da concentração de fosfato (0 a 1.330 µg mL-1), a máxima eficiência de solubilização (70%) foi obtida com 330 µg mL-1 de PO4(3-) e decresceu até 47% com 1.330 µg mL-1. A produção de ácidos foi o principal mecanismo de solubilização do FePO4, com base na correlação positiva e significativa entre a produção de fosfato e a acidez. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the efficiency of solubilization of FePO4 by Aspergillus niger, in culture medium with different carbon (C) and nitrogen (N) sources, and enhancing concentrations of phosphate. The amount of soluble phosphate, acidity and final pH were determined after the fungus growth in a stationary culture at 30ºC. Efficiency of solubilization increased according to fungus growth, reaching the maximum at the 11th day (68%) and later decrease (mais) d. In relation to C and N sources, the largest efficiencies of solubilization were found with mannitol (21%) and glutamic acid (17%). Increasing phosphate concentration (0 to 1,330 µg mL-1), maximal efficiency of solubilization (70%) was found with 330 µg mL-1 PO4(3-), and decreased up to 47% with 1,330 µg mL-1 PO4(3-). The amount of acids produced was the factor that more influenced FePO4 solubilization, based in the positive and significant correlation between phosphate and acidity production.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Composição físico-química e valores energéticos dos resíduos de goiaba e tomate para frangos de corte de crescimento lento/ Physicochemical composition and energy and nutritional characteristics of guava and tomato residues for free range broilers

Silva, Edney Pereira da; Silva, Demósthenes Arabutan Travassos da; Rabello, Carlos Bôa-Viagem; Lima, Rodrigo Barbosa; Lima, Michele Bernardino; Ludke, Jorge Vitor
2009-06-01

Resumo em português Objetivou-se determinar a composição físico-química e o valor energético dos farelos de goiaba e de tomate para frangos de corte de crescimento lento. Analisou-se a composição químico-fisica e, em seguida, realizou-se ensaio de metabolismo utilizando-se 60 frangos da linhagem Caipirão, com 65 dias de idade, distribuídos ao acaso em três tratamentos e cinco repetições de quatro aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de uma ração-referênci (mais) a e duas rações-teste, formuladas com 70% da ração-referência e 30% de farelo de goiaba ou tomate. O experimento teve duração de dez dias, cinco para adaptação das aves às rações e cinco para coleta total das excretas. A composição químico-física dos farelos de tomate e de goiaba (na matéria natural) foi: 90,81 e 91,96% de matéria seca (MS); 10,09 e 21,74% de proteína bruta (PB); 11,71 e 12,01% de extrato etéreo (EE); 1,25 e 4,76% de matéria mineral (MM); 55,62 e 43,66% de fibra bruta (FB); 64,06 e 51,53% de fibra em detergente neutro (FDN); 57,38 e 42,22% de fibra em detergente ácido (FDA); 6,67 e 9,32% de hemicelulose; 4.290 e 4.368 kcal/kg de energia bruta (EB), 576,32 e 201,90 g/L de densidade; e 1.271,56 e 1.092,66 µm de diâmetro geométrico médio, respectivamente. Para os aminoácidos, os valores encontrados foram: 0,17 e 0,33% de metionina; 0,32 e 0,30% de cistina; 0,16 e 1,12% de lisina; 0,23 e 0,75% de treonina; 1,47 e 1,57% de arginina; 0,32 e 0,78% de isoleucina; 0,71 e 1,27% de leucina; 0,39 e 0,90% de valina; 0,25 e 0,43% de histidina; 0,44 e 0,93% de fenilalanina; 0,85 e 1,08% de glicina; 0,42 e 0,99% de serina; 0,30 e 1,05% de prolina; 0,35 e 0,945 de alanina; 0,97 e 2,19% de ácido aspartico; 1,91 e 3,105 de ácido glutâmico, respectivamente. Os valores de energia metabolizável aparente corrigida, com base na matéria natural, foram 1.436 e 1.969 kcal/kg, respectivamente. Resumo em inglês The objective of this work was to determine the physicochemical composition and metabolizable energy values of guava and tomato meal for free range broilers. The physicochemical composition was analyzed and later the metabolism assay was performed with sixty Caipirão lineage 65-day-old free range broilers distributed in a completely randomized design with three treatments and five replicates of four birds each. The treatments were: reference diet and two test diets, one (mais) with 70% of reference diet and 30% of guava residue meal and another with 30% of tomato residue meal. The experiment lasted ten days, five for adaptations and five for the total excreta collection. The physicochemical composition of the guava and tomato residue was: 90.81 and 91.96% of DM; 10.09 and 21.74% of CP; 11.71 and 12.01% of EE; 1.25 and 4.76% of ASH, 55.62 and 43.66% of CF; 64.06 and 51.53% of NFD; 57.38 and 42.22% of AFD; 6.67 and 9.32% of hemicellulose; 4,724 and 4,750 kcal/kg GE, 576.32 and 201.90 g/L densities and geometric diameter of the particles 1,271.56 and 1,092.66 µm. The amino acids profile was: 0.17 and 0.33% of methionine; 0.32 and 0.30% of cystine; 0.16 and 1.12% of lysine; 0.23 and 0.75% of threonine; 1.47 and 1.57% of arginine; 0.32 and 0.78% of isoleucine; 0.71 and 1.27% of leucine; 0.39 and 0.90% of valine; 0.25 and 0.43% of histidine; 0.44 and 0.93% of phenylalanine; 0.85 and 1.08% of glycine; 0.42 and 0.99% of serine; 0.30 and 1.05% of proline; 0.35 and 0.945 of alanine; 0.97 and 2.19% of aspartic acid; 1.91 and 3.105 of glutamic acid, respectively. The apparent metabolizable energy values were: 1.436 and 1.969 kcal/kg, respectively, for guava and tomato residues.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Hemoglobina C em homozigose e interação com talassemia beta/ Homozygous hemoglobin C and its interaction with beta thalassemia

Angulo, Ivan L.; Picado, Sandra B. R.
2009-01-01

Resumo em português A hemoglobina C (Hb C) é originária do oeste da África e é detectada por migração lenta na eletroforese alcalina em acetato de celulose. Consiste na mutação do gene da globina beta no códon 6 (GAG-AAG), resultando na substituição do sexto aminoácido da cadeia beta da hemoglobina humana, o ácido glutâmico, pelo aminoácido lisina. A cromatografia de alto desempenho (HPLC) separa completamente as frações C e A2, permitindo caracterizar a presença da intera� (mais) �ão com talassemia beta. Esta entidade (Hb CC, em homozigoze) é considerada benigna em relação à doença falciforme, já que a falcização não faz parte de sua fisiopatologia. A raridade do diagnóstico C homozigoto e C talassemia beta nos pacientes portadores de hemoglobinopatias nos alertou para a necessidade de se conhecer melhor e estudar aspectos clínicos e hematológicos dos casos dessa mutação em homozigose e na interação com a talassemia beta no ambulatório de anemias do Centro Regional de Hematologia e Hemoterapia de Ribeirão Preto, SP, Brasil. Resumo em inglês Hemoglobin C (Hb C) originated in the west of Africa and is detected by alkaline electrophoresis by slow migration in cellulose acetate. It consists of a mutation of the beta globin gene in codon 6 (GAG-AAG), resulting in a substitution of glutamic acid, the sixth amino acid of the beta string of the human hemoglobin, for lysine. High performance chromatography (HPLC) separates the C and A2 fractions completely, allowing the characterization of the presence of interaction (mais) s with thalassemia beta. This entity (Hb CC) is considered benign in respect to sickle cell disease, as sickle cells are not part of its physiopathology. The rarity of the diagnosis of homozygous C and beta thalassemia in patients with hemoglobinopathies showed the necessity of studying clinical and hematologic aspects of the cases of this mutation in homozygosis carriers and the interaction with beta thalassemia in the anemias clinic of the Regional Blood Center in Ribeirao Preto, SP, Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Talidomida: indicações em Dermatologia/ Thalidomide: indications in Dermatology

Azulay, Rubem David
2004-10-01

Resumo em português A talidomida, descoberta na Alemanha Oriental, em 1954, mostrou vários efeitos terapêuticos: antiemético, sedativo e hipnótico. De 1959 a 1961, foram descritas cerca de 12.000 crianças nascidas com defeitos teratogênicos. Seu uso foi, conseqüentemente, suspenso. Sheskin, entretanto, recomeçou a usar a droga e verificou efeito benéfico no eritema nodoso leprótico. A talidomida é derivada do ácido glutâmico. Sua eliminação urinária é mínima (1%). Tem açõ (mais) es: antiinflamatória, imunomoduladora e antiangiogênica. Tem sido usada, com certo êxito terapêutico, em algumas entidades mais adiante estudadas. O principal efeito adverso é teratogênico: alterações nos membros, orelhas, olhos e órgãos internos. Supõe-se que esses efeitos teratogênicos decorram da ação antiangiogênica. Outros efeitos adversos: cefaléia, secura da pele e da mucosa da boca, prurido, erupção cutânea, aumento de peso, hipotireoidismo, neutropenia, bradicardia ou taquicardia e hipotensão. Interage com outros fármacos: barbitúrico, clorpromazina, reserpina, álcool, acetaminofen, histamina, serotonina e prostaglandina. Resumo em inglês Thalidomide was discovered in East Germany in 1954. It presented with several therapeutic effects: antiemetic, sedative and hypnotic. From 1959 to 1961, roughly 12,000 children born with teratogenic defects were described. Its use was consequently halted. Sheskin started using the drug again and observed its beneficial effect on erythema nodosa leprosum. Thalidomide is derived from glutamic acid. Its urinary elimination is minimal (1%). It has the following actions: anti- (mais) inflammatory, immunomodulary and antiangiogenic. It has been used with a successful therapeutic outcome on some entities, which have been studied further. The main side effect is teratogenic: limb alterations, ears, eyes and internal organs. The teratogenic effects are assumed to result from antiangiogenic action. Other side effects are cephalea, dry skin and mouth mucous, pruritus, cutaneous eruption, weight gain, hypothyroidism, neutropenia, bradycardia or tachycardia, and hypotension. It interacts with other medicine: barbiturates, chlorpromazine, reserpine, alcohol, acetaminophen, histamine, serotonin and prostaglandin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Caracterização de hemoglobina N-Baltimore em doador de sangue de São José do Rio Preto, SP/ Hemoglobin N-Baltimore caracterization in a blood donor of São José do Rio Preto, SP, Brazil

Bonini-Domingos, Claudia Regina; Silveira, Eduardo Lani Volpi da; Viana-Baracioli, Lígia Márcia Silveira; Canali, Andreia Averci
2003-01-01

Resumo em português As alterações que envolvem as globinas devem-se a modificações em genes responsáveis pela seqüência e estrutura das cadeias polipeptídicas, bem como aos genes reguladores da síntese destas cadeias. Hemoglobinas variantes apresentam estrutura química diferente da hemoglobina normal correspondente, resultante de mutações em uma ou mais bases nitrogenadas, ocasionando a troca de aminoácidos nas globinas alfa, beta, delta ou gama. A hemoglobina N-Baltimore é uma (mais) variante de globina beta, com substituição da lisina, na posição 95, por ácido glutâmico, apresentando mobilidade eletroforética mais rápida que a hemoglobina A em pH alcalino. Nas análises eletroforéticas em pH alcalino realizadas em doadores de sangue do Hemocentro de São José do Rio Preto (SP) identificamos a presença de portador de hemoglobina rápida em heterozigose, posteriormente confirmada por focalização isoelétrica e cromatografia líquida de alta pressão (HPLC). Os estudos de hemoglobinas anormais em doadores de sangue permitem a identificação de variantes raras e possibilitam o aconselhamento genético adequado a cada caso com estudo familial. Resumo em inglês The alterations that involve globin chains are due to modifications in genes responsible for the sequence and structures of each polypeptide chain, as well as to regulator genes of the synthesis. Variant hemoglobin presents different chemical structure from the corresponding normal hemoglobin, resultant of mutations in one or more bases, causing change of amino acids in the alpha, beta, delta or gamma chain. The hemoglobin N is a beta globin variant, with substitution of (mais) lisina, in the position 95, for a glutamic acid, promoting electrophoretic mobility faster than the hemoglobin A in alkaline pH. In electrophoretical analysis of blood donor from São José do Rio Preto, SP, a carrier of hemoglobin N was identified in heterozygous, confirmed by isoelectric focusing and HPLC. The hemoglobin studies in blood donors permit the identification of rare variants and facilitate the genetic counseling and familial study.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Composição aminoacídica e digestibilidade ileal de aminoácidos de alimentos energéticos determinados com suínos submetidos à anastomose ileo-retal/ Amino acids composition and ileal digestibility of amino acids in energetics feedstuffs measured in pigs with ileo-rectal anastomosis

Fontes, D.O.; Donzele, J.L.; Mascarenhas, A.G.; Apolônio, L.R.; Silva, F.C.O.; Fontes, F.A.P.V.; Corrêa, G.S.S.
2007-02-01

Resumo em português Com o objetivo de determinar os coeficientes de digestibilidade ileal aparente (CDA) dos aminoácidos de alimentos energéticos foi realizado um ensaio de metabolismo com suínos machos castrados submetidos à anastomose íleo-retal com isolamento do intestino grosso, utilizando-se o método da coleta total de excretas e três repetições por alimento avaliado. Os animais cujo peso médio inicial foi de 35,1kg foram alojados em gaiolas de metabolismo sendo um animal por (mais) unidade experimental. Os alimentos avaliados (milho comum, milho de alta proteína, milheto, sorgo e farelo de trigo) constituíram a única fonte protéica das dietas, isoprotéicas em 8% de PB. As dietas foram fornecidas duas vezes ao dia e a sua quantidade calculada com base no peso metabólico dos animais. A glicina, treonina e prolina apresentaram os menores CDA (respectivamente 49,37; 59,36 e 59,62%), enquanto arginina e ácido glutâmico, os maiores valores, (respectivamente 89,67 e 85,09% para o CDA). Os dados obtidos podem ser utilizados como referência para a formulação de dietas para suínos em crescimento com base em aminoácidos digestíveis. Resumo em inglês A metabolism assay that utilized pigs ileo-rectal anastomosis with complete isolation of large intestine was conducted to determine aparent (ADC) ileal amino acids digestibility coefficients of energetic feedstuffs for swine. The method employed was the total feces collection with three repetitions for evaluated feedstuff. The pigs, averaging 35,5kg initial live weight, were allotted in metabolism cages. The metabolism cage was considerate one experimental unit. The value (mais) d feedstuffs (corn, QPM corn, millet, sorghum and wheat bran) was single protein source of diets, every one with 8% of crude protein. The diets was provide in twice time and the quantity calculated of accord with the metabolic weight. In the feedstuffs evaluated glycine, threonine and proline exhibited the smaller values of ADC (respectively, 49,37; 59,36 and 59,62%), whereas arginine and glutamic acid presented the greater values of ADC (respectively, 89,67 and 85,09%).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Classificação do diabete melito/ Diabetes mellitus classification

Maraschin, Jorge de Faria; Murussi, Nádia; Witter, Vanessa; Silveiro, Sandra Pinho
2010-08-01

Resumo em português A correta classificação do diabete melito (DM) permite o tratamento mais adequado e compreende quatro categorias: DM tipo 1; DM tipo 2; Outros tipos e Diabete Gestacional. Em alguns casos, pode ocorrer sobreposição de quadros, principalmente no DM que inicia no adulto jovem ou que se apresenta inicialmente com cetoacidose, intermediários ao DM 1 e DM 2. Assim, acréscimos ao sistema de classificação clássico têm sido propostos, avaliando a presença de autoimunid (mais) ade (anticorpos) e a função de célula β (peptídeo-C) para definir mais precisamente os subtipos. O objetivo desta revisão foi de analisar o desempenho desses índices diagnósticos para a classificação do DM e descrever os subtipos em detalhe. Os anticorpos contra o pâncreas evidenciam a autoimunidade, sendo o anticorpo contra insulina o mais acurado antes dos 5 anos de idade e o anti-descarboxilase do ácido glutâmico para início da doença acima dos 20 anos, é esse o teste que permanece positivo por mais tempo. Já a medida do peptídeo-C avalia a reserva pancreática de insulina, e os métodos de estímulo mais usados são a medida após refeição ou após glucagon endovenoso. Valores de peptídeo-C Resumo em inglês The right classification for diabetes mellitus (DM) allows a more adequate treatment and comprises four categories: type 1 DM, type 2 DM, other types, and gestational diabetes. In some cases, there might be a superposition of situations, especially with regard to the DM that initiates in the young adult or is initially presented with diabetic ketoacidosis intermediately to type 1 and 2 DM. Thus, additions to the classic classification system have been proposed as assessin (mais) g the presence of autoimmunity (antibody) and b cell function (C-peptide) to precisely define the subtypes. The aim of this literature review was to analyze these diagnostic indexes’ performance in the DM classification and to describe subtypes with details. The antibodies against pancreas confirm autoimmunity, and the antibody against insulin is more accurate before 5 years old, while the anti-glutamic acid decarboxylase is more accurate after 20 years old, a test which remains positive for a longer period. The measurement of C-peptide evaluates the pancreatic insulin reserve, and the most largely used methods of stimulation are the measurement after meals or after intravenous glucagon. C-peptide values

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Composição de aminoácidos de cultivares de feijão e aplicações para o melhoramento genético/ Amino acid composition in common bean cultivars and applications for genetic breeding

Ribeiro, Nerinéia Dalfollo; Londero, Patrícia Medianeira Grigoletto; Cargnelutti Filho, Alberto; Jost, Evandro; Poersch, Nerison Luis; Mallmann, Carlos Augusto
2007-10-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi determinar a composição de aminoácidos em grãos de cultivares de feijão e a presença de interação cultivares x locais, nos teores de aminoácidos, e identificar cultivares para uso direto na alimentação e derivações em programas de melhoramento. Os aminoácidos foram determinados por cromatografia líquida de alta performance (HPLC), em grãos de 19 cultivares de feijão cultivadas em dois locais. Os dados médios obtidos para cad (mais) a cultivar, em duplicata, foram comparados entre si com a utilização do teste t, a 5% de probabilidade para cada local. Os grãos das cultivares analisadas apresentaram teores de aminoácidos essenciais e não-essenciais, adequados às necessidades diárias de um indivíduo adulto, o que indica alta qualidade da proteína do feijão. As cultivares de feijão apresentam, em ordem decrescente, os aminoácidos essenciais: leucina, lisina, fenilalanina, valina, isoleucina, treonina, histidina e metionina; e os aminoácidos não-essenciais: ácido glutâmico, ácido aspártico, arginina, serina, alanina, glicina, tirosina, prolina e cisteína. Os teores de leucina, isoleucina, histidina, valina, treonina, glicina e alanina foram afetados pela interação cultivares x locais. A cultivar Iraí apresenta composição de aminoácidos adequada e é indicada para uso em dietas e derivações em programas de melhoramento. Resumo em inglês The objective of this work was to determine the amino acid composition of seeds of common bean cultivars and to examine the presence of cultivar x location interactions in amino acid contents, and to identify common bean cultivars for direct consumption or use in breeding programs. The amino acid contents were determinated through high performance liquid chromatography (HPLC), in 19 common bean cultivars obtained in two localities. The mean data sets of each cultivar, in (mais) duplication, were compared by the F test at 5% probability for each location. Grains of the common bean cultivars analyzed showed essential and nonessential amino acids contents appropriate for daily supply requirements of human adults, which indicates the high quality of common bean protein. The common bean cultivars were constituted mainly of the following essencial amino acids: leucine, lysine, phenylalanine, valine, isoleucine, threonine, histidine and methionine; and, also, the following nonessencial amino acids: glutamic acid, aspartic acid, arginine, serine, alanine, glycine, tyrosine, proline and cysteine. The leucine, isoleucine, histidine, valine, threonine, glycine and alanine contents were affected by the cultivar x location interactions. Cultivar Iraí presents amino acid content suitable for diet enrichment and germplasm improvement.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Composição em aminoácidos de silagens químicas, biológicas e enzimáticas preparadas com resíduos de sardinha/ Determination of amino-acid composition of silages prepared from sardine residues

MORALES-ULLOA, Doris Floridalma; OETTERER, Marília
1997-12-01

Resumo em português Determinou-se a composição em aminoácidos de silagens químicas, biológicas e enzimáticas elaboradas com resíduos de sardinha. Entre os aminoácidos essenciais a leucina apresentou valores mais altos para todas as silagens, a saber, em g/100g de proteína, 8,31 (química); 8,33 (protease 1 semana); 8,42 (pepsina), e 8,06 (inóculo L. plantarum + melaço 2 semanas), seguida pela lisina 6,46; 6,50 6,45, e 9,01; a fenilalanina com 5,32; 5,35 e 5,25 e 5,18. Destaque esp (mais) ecial para o aumento na concentração de valina no decorrer do processo de ensilagem passando de 4,80 g/100g de proteína na matéria-prima para 7,67 na silagem química (3 semanas); 6,26 na silagem com meio inóculo de L.plantarum + melaço (48 horas); 6,27 na silagem protease (1 semana) e 6,02 na silagem pepsina (2 semanas). A maior concentração de aminoácidos encontrados foi para o ácido glutâmico, que apresentou teor inicial de 15,20g/100g de proteína e posteriormente 14,02 na silagem química após 1 semana; 14,89 na silagem enzimática com protease (1 semana) e 17,09 na silagem biológica com meio inóculo L.plantarum + melaço após 48 horas. Resumo em inglês The composition and amino-acid concentration of chemical, biological and enzymatic silages prepared from sardine residues, were determined. The essential amino-acid, leucine showed the highest values in all silages (8.31; 8,33 8.42; and 8.06 g/100g protein), followed by lysine (6.46, 6.50, 6.45 and 9,.01 g/100 protein), for chemical silage, protease silage after one week pepsin silage in the L. plantarum after 2 weeks respectively). Phenylalanine showed a value of 5.32g/1 (mais) 00g protein in the chemical silages after one week, 5.35g/100g in the protease silage after one week, 5.25g/100g in the pepsin silage after two weeks and 5.18g/100g in the silage inoculated with L. plantarum plus its medium, also after two weeks. The increase in the valine during the silage processing deserves special mention, increasing from 4.80/100g protein in the raw material to 7.67 in the chemical silage (3 weeks); 6.26 in the biological silage (L. plantarum + molasse) after 48 hours and 6.27 in the protease silage after one week and 6.02 in the pepsine silage after 2 weeks. The greatest concentration was present by glutamic acid, showed an initial value of 15.20 g/100g protein and later, 14.02 in the chemical silage (1 week), 14.89 in the enzymatic silage with protease (1 week) and 17.09 in the L. plantarum + molasse silage after 48 hours.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Digestibilidade do extrato de leveduras em frangos de corte/ Yeast extract digestibility for broilers

Silva, Vanessa Karla; Amoroso, Lizandra; Fukayama, Ellen Hatsumi; Dourado, Leilane Rocha Barros; Moraes, Vera Maria Barbosa de
2009-10-01

Resumo em português O objetivo neste trabalho foi determinar a composição química e de energia metabolizável e os coeficientes de digestibilidade da matéria seca, proteína bruta e dos aminoácidos contidos no extrato de leveduras fornecido para frangos de corte. Dois ensaios de metabolismo foram conduzidos: no primeiro ensaio, foram utilizados 200 frangos de corte machos Cobb-500® com 14 dias de idade alojados em baterias metálicas, distribuídos em delineamento inteiramente casualiz (mais) ado em grupos de 10 aves por unidade experimental. Utilizou-se o método de coleta total para determinar a energia metabolizável aparente (EMA) e aparente corrigida pelo balanço de nitrogênio (EMAn) e os coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca e da proteína bruta. No segundo ensaio, foi utilizado o método da alimentação forçada em oito galos cecectomizados para determinação do coeficiente de digestibilidade dos aminoácidos. O delineamento experimental foi em blocos casualizados repetidos no tempo, com um grupo de cinco aves recebendo o extrato de leveduras e outro com três aves mantidas em jejum para determinação das perdas endógenas de aminoácidos. Para avaliação da composição química do ingrediente, foram determinados os teores de bruta (PB), matéria seca (MS), energia bruta (EB) e aminoácidos. O extrato de leveduras contém em média 92,49% de MS, 48,07% de PB, 4.883 kcal de EB/kg e 2.073 kcal de EMAn/kg e coeficientes de digestibilidade de 65,79% da matéria seca, 65,47% da proteína bruta e 99,42% dos aminoácidos em frangos de corte. Os aminoácidos em maior proporção no extrato de leveduras são ácido glutâmico, leucina, ácido aspártico, alanina, prolina, lisina, valina, serina, isoleucina, glicina e treonina. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the chemical composition, metabolizable energy, the digestibility coefficients of dry matter, crude protein and the amino acids contained in yeast extract supplied to broiler chickens. Two metabolism assays were carried out. In the first assay, 200 14-day old Cobb-500® male broiler chickens were used kept in metallic cages in a randomized complete design in groups of 10 birds per experimental unit. The total excreta collection (mais) method was used to determine the apparent metabolizable energy (AME) and apparent corrected by the nitrogen balance (AMEn) and the apparent digestibility coefficients of the dry matter and crude protein. The second assay used the forced feeding method in eight roosters which were cecectomized to determine the amino acid digestibility coefficient. The experimental design was randomized blocks repeated in time, with a group of 5 roosters that received the yeast extract and another group of 3 fasted roosters to determine the endogenous losses of amino acids. The yeast extract contained on average 92.49% DM, 48.07% CP, 4.883 kcal GE/kg and 2.073 kcal EMAn/kg and digestibility coefficients of 65.79% dry matter, 65.47% crude protein and 99.42% amino acids in broilers. The largest proportion of amino acids in the yeast extract was glutamic acid, leucine, aspartic acid, alanine, proline, lysine, valine, serine, isoleucine, glycine, and threonine.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Determinação das perdas endógenas e da digestibilidade ileal da proteína e dos aminoácidos em suínos utilizando-se duas técnicas/ Use of different techniques to determine endogenous losses and ileal digestibility of protein and amino acids for swine

Costa, Leidimara Feregueti; Lopes, Darci Clementino; Freitas, Letícia Silva de; Hannas, Melissa Izabel; Pupa, Júlio Maria Ribeiro; Corassa, Anderson
2008-07-01

Resumo em português Objetivou-se neste estudo determinar os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeira da proteína e dos aminoácidos digestíveis de um extrato protéico de levedura utilizando-se duas técnicas - dieta isenta de proteína (DIP) e dieta com caseína hidrolisada enzimaticamente (CHE) - para determinação das perdas endógenas de proteína, aminoácidos e nitrogênio. Foram utilizados 12 suínos mestiços, machos castrados, com peso médio de 35 kg, submetidos previame (mais) nte a cirurgia para implantação da cânula T simples. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com três tratamentos (dieta com CHE; dieta isenta de proteína (DIP); e dieta com 23% do extrato protéico de levedura - ingrediente teste), quatro repetições e um animal por unidade experimental. As perdas endógenas de ácido glutâmico, ácido aspártico, lisina, arginina e serina diferiram entre as dietas; os maiores valores foram obtidos nos animais que receberam a dieta com CHE. O maior valor de perda endógena do aminoácido glicina foi determinado nos animais alimentados com a dieta DIP. Os coeficientes de digestibilidade ileal verdadeira de metionina, treonina, triptofano e serina determinados pelas perdas endógenas utilizando-se a dieta CHE foram superiores àqueles determinados utilizando a dieta DIP. As quantidades das secreções protéicas e de aminoácidos obtidas pela técnica da CHE foram maiores que as determinadas pela técnica da DIP. Os coeficientes de digestibilidade verdadeira da proteína foram menores e os dos aminoácidos, maiores, quando determinados pela técnica CHE. Resumo em inglês The objective of this study was to determine the true ileal digestibility coefficients of the protein and digestible amino acid of a yeast protein extract using two techniques - diet without protein (DIP) and diet with enzime-hydrolysed casein (CHE) - for the determination of protein amino acid and nitrogen losses. Twelve half-breed barrows were used, with average weight of 35 kg, previously submitted to a surgery for "T" simple cannula implantation. A completely randomiz (mais) ed experimental design with three treatments, four replications and one animal per experimental unit was used. The treatments diets with CHE, DIP diet with 23% CP were constituted by yeast protein extract. Endogenous losses of glutamic acid, aspartic acid, lysine, arginine and serine differ among diets, the higher values were observed for animals consumed CHE diet. The higher endogenous losses values observed for glycine was determined in the animals fed DIP diet. The true ileal digestibility coefficients of methionine, threonine, tryptophan and serine determined with the endogenous losses using CHE diet were higher than those determined using DIP diet. The amounts of protein and amino acids secretions obtained by using CHE technique were higher than those obtained by the DIP technique. True protein digestibility coefficients of protein were lower and amino acid higher when determined by CHE technique.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Avaliação eletroforética, cromatográfica e molecular da Hb D Los Angeles no Brasil/ Electrophoretical, chromatographic and molecular valuations of Hb D Los Angeles in Brazil

Chinelato-Fernandes, Ana R.; Leoneli, Guilherme G.; Calderan, Patrícia O.; Oliveira, Rute Blasi de; Silva Jr., Wilson Araújo da; Hidalgo, Claudia Augusta; Bonini- Domingos, Claudia Regina
2003-01-01

Resumo em português A variante de hemoglobina (Hb) D mais comum, Hb D Los Angeles ou D Punjab, é originada de uma transversão GAA->CAA no códon 121 da globina beta; essa mutação resulta na substituição do ácido glutâmico por glutamina na proteína. É a terceira variante de hemoglobina mais freqüente da população brasileira. Como as hemoglobinas D apresentam migração similar à hemoglobina S em pH alcalino, e com a hemoglobina A em pH ácido, são necessários vários testes pa (mais) ra o correto diagnóstico. No presente estudo objetivou-se relacionar os diferentes procedimentos laboratoriais de rotina diagnóstica, além da análise molecular, para estabelecer o perfil de Hb D Los Angeles no Brasil. Foram analisados 47 indivíduos da população brasileira com provável Hb D Los Angeles, por vários procedimentos eletroforéticos em diferentes condições de pH, além da cromatografia líquida de alta pressão, e testes moleculares para confirmação da mutação. Foram encontrados quatro tipos de combinações de hemoglobinas: 42 indivíduos portadores de hemoglobina AD Los Angeles, dois indivíduos com doença de Hb S/D Los Angeles, dois indivíduos com Hb D Los Angeles e talassemia beta e um indivíduo com Hb D Los Angeles e Hb Lepore. Os indivíduos heterozigotos para D Los Angeles são assintomáticos, entretanto, em associação com outras variantes e talassemias podem apresentar graus variáveis de manifestações clínicas. Os resultados apresentados enfatizaram a necessidade da associação de várias metodologias para a identificação da Hb D Los Angeles, além de auxiliar na elucidação de combinações raras. Resumo em inglês The most common Hb D variant, the Hb D-Los Angeles, also know as Hb D-Punjab, originates through a GAA->CAA change at the 121 codon of the beta globin gene; this mutation results in the replacement of glutamic acid for glutamine in the protein. It is the third most common hemoglobin variant in the Brazilian population. This variant has electrophoretic migration in alkaline pHs similar to Hb S and identical migration to hemoglobin A in acidic pHs. Thus, several techniques (mais) are necessary for its correct diagnosis. The purpose of this work was to relate the different laboratorial techniques and molecular analyses to determine the profile of Hb D Los Angeles in Brazil. Forty-seven individuals from the Brazilian population with Hb D Los Angeles were studied. Multiple electrophoresis in several experimental conditions were carried out, in addition to high performance liquid chromatography (HPLC) and molecular analysis to confirm this mutation. Four compound heterozygotes were observed: 42 individuals heterozygous Hb AD Los Angeles, two with Hb S/D Los Angeles disease, two individuals with Hb D Los Angeles and beta-thalassemia and one with Hb D Los Angeles and Hb Lepore. The heterozygous hemoglobin D Los Angeles is asymptomatic, even though its association with other variants and thalassemias may present varying degrees of clinical manifestations. The results presented emphasize the significance of the association of different laboratorial techniques for D Los Angeles diagnosis, and help to elucidate rare combinations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Dieta aminoacídica na determinação da perda endógena ileal de frangos de corte: uma proposta metodológica/ Aminoacidic diet in determining Ileal endogenous losses in broiler chickens: a methodological proposal

Brito, Claudson Oliveira; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Rostagno, Horacio Santiago; Gomes, Paulo Cezar; Nery, Lídson Ramos; Silva, Eliane Aparecida da
2009-11-01

Resumo em português O objetivo neste estudo foi propor o uso de dieta livre de proteína (DLP) combinada com um complexo de aminoácidos sintéticos (AA) como metodologia para determinação da perda endógena de aminoácidos e proteínas em frangos de corte, visto que o fluxo endógeno normal é subestimado com o uso da DLP. Utilizaram-se 84 frangos de corte machos, Ross 308, de 17 a 22 dias idade, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, totalizando dois tratamentos com seis (mais) repetições e sete aves por unidade experimental. A partir dos resultados das análises, foram determinadas as perdas endógenas de aminoácidos. Não foi observada diferença na perda endógena de proteína e de aminoácidos entre os frangos de corte alimentados com a DLP e a DLP+AA, exceto dos aminoácidos não-essenciais cistina (0,216 × 0,162 mg/g matéria seca ingerida, MSI) e serina (0,432 × 0,356 mg/g MSI), que foram maiores nas aves alimentadas com DLP+AA em comparação àquelas que receberam a DLP, respectivamente. Com exceção dos aminoácidos lisina, triptofano, arginina, leucina e histidina, as perdas de todos os demais foram numericamente maiores nas aves que receberam a DLP+AA. Em ambas as dietas (DLP e DLP+AA), os aminoácidos com menor perda foram metionina (0,087 e 0,096 mg/kg MSI) e triptofano (0,079 e 0,066 mg/kg MSI) e os de maior perda, treonina (0,481 e 0,600 mg/kg MSI) e ácido glutâmico (0,623 e 0,648 mg/kg MSI). O uso de DLP+AA é uma metodologia alternativa ao uso da dieta livre de proteína para determinação da perda endógena de aminoácidos e proteína em frangos de corte. Resumo em inglês The objective of the present study was to propose the use of protein free diet (PFD) associated with synthetic amino acids (AA) as method to determine the amino acid and protein endogenous loss in broiler chicks, as the normal endogenous flux is underestimated in PFD use. Eighty-four Ross 308 male chickens were used, aged from 17 to 22 days in a randomized complete design, totaling two treatments with six replications, with seven birds per experimental unit. The endogenou (mais) s amino acid losses were determined from the results of the analyses. No difference was observed in the endogenous losses of protein and amino acids in broilers fed with PFD+AA or PFD, except for the nonessential amino acid cystine (0.216 × 0.162 mg/g Dry Matter Intake, DMI) and serine (0.432 × 0.356 mg/g DMI), that was greater in birds fed with PFD+AA than in those fed PFD, respectively. With the exception of lysine, tryptophan, arginine, leucine and histidine, all other amino acids were lost in a considerable amount when the birds received PFD+AA. In both diets, the amino acids with lowest losses were methionine (0.087 and 0.096 mg/kg DMI) and tryptophan (0.079 and 0.066 mg/kg DMI) and the greatest losses were threonine (0.481 and 0.600 mg/kg DMI) and acid glutamic (0.623 and 0.648 mg/kg DMI). The use of PFD+AA is an alternative method to the use of the protein-free diet to determine the endogenous loss of amino acids in broiler chickens.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Perfil enzimático de α-amilase, lipase e tripsina do pâncreas e crescimento do fígado, intestino e pâncreas de frangos de corte na fase de 1 a 21 dias de idade/ Enzymatic profile of α-amylase, lipase and trypsin in the pancreas and the growth of the liver, intestine and pancreas in broiler chicks from one to 21 days of age

Moraes, George Henrique Kling de; Rodrigues, Ana Claudia Peres; Oliveira, Maria Goreti de Almeida; Albino, Luiz Fernando Teixeira; Silva, Fernanda Álvares da; Lopes, Rita de Cássia Stampini de Oliveira
2009-11-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar o desenvolvimento de órgãos do aparelho digestório e o perfil enzimático de α-amilase, lipase e tripsina, realizou-se um experimento com duração de 21 dias utilizando-se pintos de 1 dia, machos, Avian Farm, criados em baterias aquecidas e alimentados à vontade com água e dieta purificada contendo os L-aminoácidos essenciais, ácido L-glutâmico (fonte de nitrogênio não-específico), minerais e vitaminas. O delineamento experimenta (mais) l foi inteiramente casualizado com quatro repetições de dez aves. No primeiro dia de vida e aos 7, 14 e 21 dias de idade, quatro animais foram sacrificados por deslocamento cervical e o fígado, pâncreas e intestino delgado foram removidos e pesados para determinação das atividades de α-amilase, lipase e tripsina. Os pesos absolutos aumentaram com a idade. O peso relativo do pâncreas e dos intestinos reduziu aos 21 dias. As atividades específicas (UI/mg de proteína) das enzimas α-amilase e lipase foram maiores no 1º dia, diminuíram no 7º dia, alcançando pico máximo no 14º dia e tornando a reduzir no 21º dia de idade. A atividade específica (UI/mg de proteína) de tripsina não se alterou com a idade. As atividades relativas da a-amilase, lipase e tripsina (UI/100 g de peso corporal) aumentaram do 1º ao 14º dia de idade e reduziram no 21º de idade. As atividades máximas das enzimas digestivas α-amilase e lipase ocorrem no 14º dia de idade. O perfil enzimático da tripsina, de modo geral, não se altera com a idade, o que pode ser explicado pelo fato de os animais serem criados com dietas purificadas, que não estimulam a produção de enzimas proteolíticas. Resumo em inglês With the objective of assessing the development of organs of the digestive tract and the enzymatic profile α-amylase, lipase and trypsin, an experiment lasting 21 days was carried out using one-day-old male Avian Farm broiler chicks, reared in heated batteries and fed ad libitum with water and purified diets containing all L-essential amino acids, glutamic acid (nonspecific nitrogen source), minerals and vitamins. A randomized complete design was used with four repli (mais) cations of ten birds. At one, seven, 14 e 21 days of age, four chicks were sacrificed and the liver, pancreas and intestine were removed and weighed to determine the pancreas a-amylase, lipase e trypsin activities. The absolute weights increased with age. The pancreas and intestine relative weight reduced at 21 days of age. Specific activities (UI/mg protein) of α-amylase and lipase were higher on the 1st day, decreased on the 7th day, reaching the maximum peak on the 14th day decreasing again on the 21st day. Trypsin specific activity (UI/mg protein) did not vary with age. The activities per 100 g of body weight of α-amylase, lipase and trypsin (UI/100g body weight) increased from the first to the 14th day of age and showed a reduction on the 21st day. The maximum activities of the digestive enzymes α-amylase and lipase occurred on the 14th day of age. The enzymatic profile of trypsin in general did not alter with age, that can be explained by the fact that the animals were raised on purified diets, that did not stimulate proteolytic enzymes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Modelos matemáticos para estimar as exigências de lisina digestível para aves de corte ISA Label/ Mathematical models to estimate digestible lysine of ISA Label broilers

Siqueira, Jefferson Costa de; Sakomura, Nilva Kazue; Nascimento, Dáphinne Cardoso Nagib; Fernandes, João Batista Kochenborger
2009-09-01

Resumo em português O objetivo neste estudo foi avaliar diferentes modelos ajustados às respostas de ganho de peso obtidas em experimento com aves da linhagem ISA Label no período de 1 a 28 dias de idade. Foram utilizados 480 pintos de ambos os sexos, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 4 X 2 (níveis de lisina X sexo), com três repetições, com 20 aves por unidade experimental. Uma ração basal foi formulada para atender às exigências das aves, (mais) exceto em lisina. Essa ração foi suplementada com L-lisina HCl em substituição ao ácido L-glutâmico, resultando em rações experimentais isonitrogênicas e isoenergéticas contendo 0,85; 0,97; 1,09 e 1,21% de lisina digestível. As respostas de ganho de peso foram ajustadas de acordo com os níveis de lisina da ração pelos modelos Linear Reponse Plateau (LRP), segmentado de duas inclinações, polinomial quadrático e exponencial. A primeira intersecção da equação quadrática com o platô do LRP também foi utilizado para estimar o nível ótimo. Os níveis de lisina digestível estimados pelos modelos LRP, segmentado e quadrático, foram 0,999; 1,010 e 1,116%, respectivamente. Na combinação do modelo quadrático com o LRP, a estimativa da exigência de lisina digestível foi de 1,041%. O modelo exponencial proporcionou estimativa de 1,066%, considerando 95% da resposta assintótica. Com base nos custos com alimentação, esse mesmo modelo gerou estimativas de 1,000 e 1,030% quando o custo do quilograma de L-lisina HCl foi R$ 8,50 e R$ 6,50, respectivamente. Considerando as limitações de cada um dos modelos propostos, o procedimento para estimar as exigências de lisina digestível pela primeira intersecção da equação quadrática com o platô do LRP foi o mais adequado para melhorar o ganho de peso das aves quando variáveis econômicas não foram consideradas. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate different models in the adjustment of weight gain (WG) responses, obtained in an experiment carried out with ISA Label birds from 1 to 28 days of age. A total of 480 male and female chicks were distributed in a completely randomized design, in a 4 X 2 factorial arrangement (lysine levels X sex), with three replications of 20 birds each. The basal diet was formulated to meet the chick requirements, except for lysine. This diet wa (mais) s supplemented with L-lysine HCl replacing the L-glutamic acid and resulting in experimental diets containing 0.85, 0.97, 1.09 and 1.21% digestible lysine. The weight gain response was adjusted to lysine levels according to following models: Linear Response Plateau (LRP), segmented regression with two slopes, quadratic and exponential. The first interception of the quadratic model on the LRP plateau was used to estimate the optimum lysine level. The lysine levels estimated according to LRP, segmented regression and quadratic models were 0.999, 1.010 and 1.116%, respectively. The digestible lysine level estimated by the combination of quadratic with LRP models was 1.041%. The exponential model provided an estimate of digestible lysine digestible of 1.066%, considering 95% of the asymptotic response. Based on the economic approach this model generated estimates of 1.000 and 1.030%, when the L-lysine cost was R$ 8.50 and R$ 6.50, respectively. Considering the limitations of each one of the proposed models, procedure to estimate the digestible lysine by the interception of quadratic equation with LRP plateau was the most adequate to optmize the weight gain of the birds when economic variables were not considered.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Insuficiência aguda hepática associada ao ácido valpróico na infância: relato de três casos/ Acute hepatic failure with valproic acid in children: report of three cases

Antoniuk, Sérgio A.; Bruck, Isac; Hönnicke, Léo Ricardo; Martins, Luzilma Terezinha Flenik; Carreiro, José Eduardo; Cat, Rubens
1996-12-01

Resumo em português Relatamos três casos da insuficiência aguda hepática associada ao uso de ácido valpróico (AVP) em crianças epilépticas. A idade variou de 2 anos e 8 meses a 5 anos e 1 mês. Todos os pacientes apresentavam epilepsia de difícil controle e dois deles tinham desenvolvimento psicomotor severamente comprometido. O AVP foi usado em associação com outros antiepilépticos (carbamazepina em dois, fenobarbital em um). Todos os pacientes apresentaram sinais clínicos de in (mais) suficiência hepática.Vômitos, edema e icterícia foram os sinais iniciais. Febre ocorreu em dois pacientes. Os exames laboratoriais mostraram transaminases pouco aumentadas (inferiores a 194 U/l) e níveis de bilirrubina entre 5,5 e 19,8 mg%. Um dos pacientes usava a droga há 12 meses e os dois outros, há menos de 6 meses. Dois pacientes apresentaram resolução do quadro hepático após a retirada da droga e um faleceu. Com este relato, salientamos a toxicidade do AVP em crianças epilépticas mesmo acima de dois anos de idade, principalmente em uso de politerapia, com comprometimento neurológico, e que o quadro pode ser reversível com a retirada da droga. Resumo em inglês We report the cases of three epileptic children who developed hepatotoxicity induced by valproic acid. Two patients had developmental delay. Including the one who died, all patients were receiving polytherapy (carbamazepine in two and phenobarbital in one). The patients age ranged from 2 years and 8 months to 5 years and 1 month. The onset of hepatic complications occurred within 6 months of valproate therapy in two patients and 12 months in one. All patients developed th (mais) e classical clinical signs of hepatotoxicity. Vomiting, edema and jaundice were the initial symptoms. Fever occurred in two patients. The serum levels of glutamic oxaloacetic transaminase were mildly elevated with a maximum of 194 IU. The bilirubin levels ranged from 5.5 to 19.8 mg%. Two patients recovered clinically and showed normalization of the laboratory abnormalities and one had fatal course. The hepatotoxicity must be considered as a side effect of valproic acid mainly in children under two years age, with polytherapy regimen and neurologic damage. The hepatic insufficiency can be reversible.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Associação entre polimorfismo Gln27Glu do receptor beta2-adrenérgico e hipertensão arterial sistêmica em obesos mórbidos

Villares, Sandra M.; Mancini, Marcio C.; Gomez, Sérgio; Charf, Ana M.; Frazzatto, Eliana; Halpern, Alfredo
2000-02-01

Resumo em português Há alguns relatos na literatura sugerindo associação entre polimorfismos do receptor beta2-adrenérgico com obesidade e outros com hipertensão arterial. O objetivo do nosso estudo foi estudar a freqüência de um polimorfismo do receptor beta2 adrenérgico (Gln27Glu) em pacientes obesos (BMI 48 ± 8,2kg/m²) e relacioná-lo com hipertensão arterial, e níveis de triglicérides, colesterol, insulina e glicose no sangue. Encontramos associação deste polimorfismo em obesos com hipertensão arterial. Resumo em inglês beta2-adrenergic receptors (beta2AR) are membrane-bound receptors, which upon binding the endogenous cathecolamines epinephrine and nore-pinephrine signal to the interior of cells via stimulatory guanine nucleotide-binding protein Gs. The sympathetic nervous system activation stimulates energy mobilization and utilization in the adipose tissue that is a favored target for high-energy substrate storage, mobilization and utilization. Adrenergic responsiveness may be altered (mais) in obesity and could be an important factor in the pathogenesis and maintenance of obesity state. In the hypertensive state there is physiological and biochemical evidence that b-adrenergic responsiveness is diminished in the face of increased sympathetic tone. Recently, several different polymorphic forms of the human beta2AR have been identified in general population, including N-terminal substitutions of glutamine (Gln) for glutamic acid (Glu) at position 27. The aim of this study was to investigate the potential interaction between the beta2AR (Gln27Glu) polymorphism and obesity accumulation and hypertension in morbidly obese subjects. The Ita I genotypes of beta2AR were established using RFLP methods in 135 individuals with BMI 48 ± 8.02kg/m². The frequency of Gln/Glu was 31.9% and in the homozygous Glu/Glu was 12.6%. No association was found between BMI, weight gain during the past years and the Ita I genotypes and neither was associated with levels of triglycerides, cholesterol, insulin and glucose. Positive association was found between blood pressure (systolic and diastolic) and presence of polymorphism. The results indicate at the first time that presence of polymorphism 27Glu may provide a mechanism for enhanced vascular reactivity and identify a candidate gene for hypertension in this obesity group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)