Sample records for fumigants
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Combate aos nematóides pela aplicação de fumigantes no solo: efeito do d-d e dowfume w-40 no combate aos nematóides formadores de galhas, em tubérculos de batatinha

Boock, O. J.
1951-03-01

Resumo em português No presente trabalho relatamos os resultados a que pudemos chegar com o emprêgo dos fumigantes "D-D" (Dicloropropeno-Dicloropropano), e "Dowfume W-40", na base de dibrometo de etileno, no combate aos nematóides formadores de galhas, em tubérculos de batatinha. As experiências foram efetuadas em Campinas, em terreno do tipo "Glacial", e divididas em duas fases distintas. Na primeira, tratamos o terreno com os fumigantes 18 dias antes do plantio e adubamos alguns lotes, (mais) ena segunda fase, que foi realizada no mesmo terreno, não adubamos e nem tratamos o terreno, com o fim de verificar o efeito residual dos produtos, empregando, além disso, duas variedades ao invés de uma, como na fase inicial. Os resultados apresentados vieram indicar que : a) tanto o "D-D" como o "Dowfume W-40" não prejudicaram a brotação dos tubérculos ; b) entre produções, houve, na primeira fase da experiência, uma ligeira superioridade dos lotes com fumigantes e adubados sobre o "sem tratamento com fumigante mas com adubação", e dêste, por sua vez, sôbre o "sem fumigante- e sem adubação". Na segunda fase quase não houve diferenças entre tratados e adubados ; c) tanto o "D-D" como o "Dowfume W-40" foram eficientes na redução dos nematóides formadores das galhas nos tubérculos, pois enquanto na primeira fase os canteiros "sem tratamento e sem adubação" produziram, em média, 49,5% de galhas, a maioria de caráter grave, e os "adubados mas sem fumigante" deram 20%, já nos tratados e adubados, houve apenas uma leve incidência de 1,5% para o "D-D" e 0% para o "W-40". No segundo plantio, no mesmo terreno, observamos que, além de uma reinfestação do solo, os restos da adubação não impediram a formação das galhas como na primeira fase. Para confirmação dêstes resultados, novas experiências serão executadas com fumigantes no solo. Resumo em inglês Results are reported on the application of the soil fumigants "D-D" (dichloropropene-dichloropropane) and "Dowfume W-40" (ethylene dibromide) for the control of the root-knot nematode on potatoes. The experiments were done at Campinas (State of São Paulo, Brazil) in soil of the "Glacial" type. The tests cover two distinct phases. In the first the soil of certain plots was fumigated 18 days prior to planting. There were four treatments : fumigation and fertilizer, fumigat (mais) ion without fertilizer, fertilizer alone, and without fumigation or fertilizer. In the second phase, performed a year later on the same land, no fertilizer was used and no fumigant applied in order to determine the residual effect of the chemicals. In the second phase two potato varieties were used instead of only one as in the first. The results show that : a) Neither "D-D" nor "Dowfume W-40" harmed the production of tubers. b) In the first phase of the experiment the production of the plots with fumigants and fertilizers was slightly better than that of the plots with fertilizer only and in turn the latter was better than that of the plots without fumigants and without fertilizer. In the second phase there was almost no difference between plots with chemical treatments and plots with fertilizer. c) "D-D" as well as "Dowfume W-40" efficiently reduced root-knot nematodes on the tubers. This is shown in the 1st phase of the experiment by the plots without fumigation and without fertilizer, where 49.5% of the tubers were galled, mostly seriously ; on the plots that received only fertilizer, 20% were galled while those fertilized and fumigated with "D-D" were 1.5% galled and with "Dowfume W-40" 0% In the 2nd planting on the same site the residual fertilizer however did not reduce the formation of galls. Further experiments are planned.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Influência da temperatura da massa de grãos sobre a toxicidade do ozônio a Tribolium castaneum/ Influence of the grain temperature on the ozone toxicity to Tribolium castaneum

Pereira, Alexandre de M.; Faroni, Lêda R. D'A.; Sousa, Adalberto H. de; Urruchi, Wilfredo I.; Paes, Juliana L.
2008-10-01

Resumo em português Considerando que a temperatura da massa de grãos pode influenciar o período de exposição dos fumigantes, desenvolveu-se este trabalho com o propósito de investigar a influência de temperaturas crescentes da massa de grãos (20, 30, 35 e 40 ºC) no período de exposição do ozônio necessário para matar 50 e 95% de insetos adultos de Tribolium castaneum Herbst (Coleoptera: Tenebrionidae). Grãos de milho foram distribuídos em recipientes cilíndricos de PVC com co (mais) nexões para injeção e exaustão de gás. Os insetos contidos em gaiolas foram colocados na camada mediana da massa de grãos em cada recipiente e estes, por sua vez foram fumigados com ozônio na concentração de 50 ppm. Os tempos letais (TL50 e TL95) para os insetos adultos de T. castaneum foram reduzidos com o aumento da temperatura da massa de grãos, de 20 para 30 ºC, porém a 35 ºC os tempos letais não foram reduzidos em relação às temperaturas menores, mas a 40 ºC os tempos letais foram reduzidos novamente, resultando no menor TL95. Resumo em inglês Considering that the grain temperature may influence the exposure time of the fumigants, the present study was carried out to investigate the influence of increasing temperatures of the grain mass (20, 30, 35 and 40 ºC) on the exposure time to ozone required to kill 50 and 95% of adult insects of Tribolium castaneum (Herbst) (Coleoptera: Tenebrionidae). Maize grains were distributed in cylindrical polyvinyl chloride recipients having connections for gas injection and exh (mais) austion. The insects held in cages were placed at the median height of the grain mass in each recipient, which was then fumigated with ozone at the concentration of 50 ppm. The lethal times (LT50 and LT95) for adult insects of T. castaneum were reduced by increasing grain temperature, from 20 to 30 ºC; however, at 35 ºC the lethal times were not reduced compared with lower temperatures; but at 40 ºC the exposure time decreased again, resulting in lower LT95.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)