Sample records for fsh
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Concentrações de FSH, LH, estradiol, progesterona e histamina no soro, no fluido peritoneal e no fluido folicular de mulheres com e sem endometriose/ FSH, LH, estradiol, progesterone, and histamine concentrations in serum, peritoneal fluid and follicular fluid of women with and without endometriosis

Lima, Andréa Pereira de; Rosa e Silva, Alzira Amélia Martins; Moura, Marcos Dias de
2006-11-01

Resumo em português OBJETIVOS: relatos da literatura mostram que não há dados conclusivos sobre a associação entre a endometriose e as concentrações de hormônios envolvidos no controle da reprodução. Este estudo foi realizado para determinar as concentrações de FSH, LH, estradiol (E), progesterona (P) e histamina (Hi) no soro, no fluido peritoneal e no fluido folicular de mulheres com e sem endometriose. MÉTODOS: a extensão da doença foi estadiada de acordo com a American Ferti (mais) lity Society classification (1997). Para a coleta de soro e de fluido peritoneal foram selecionadas 28 mulheres com endometriose submetidas à laparoscopia diagnóstica (18 mulheres inférteis com endometriose I-II e dez mulheres inférteis com endometriose III-IV). Para o grupo controle, foram selecionadas 21 mulheres férteis submetidas à laparoscopia para esterilização tubárea. O fluido folicular foi obtido de 39 mulheres inférteis submetidas a fertilização in vitro (21 mulheres com endometriose e 18 mulheres sem endometriose). RESULTADOS: as concentrações de FSH e LH no soro, no fluido peritoneal e no fluido folicular não diferiram significativamente entre os grupos. As concentrações de E e P no fluido peritoneal foram significativamente mais baixas em mulheres inférteis com endometriose (E: 154,2±15,3 para estágios I-II e 89,3±9,8 ng/mL para estágios III-IV; P: 11,2±1,5 para estágios I-II e 7,6±0,8 ng/mL para estágios III-IV) em comparação com mulheres controle (E: 289,1±30,1; P: 32,8±4,1 ng/mL) (Testes de Kruskal-Wallis/Dunn; p Resumo em inglês PURPOSE: literature reports show that there are no conclusive data about the association between endometriosis and the concentrations of hormones involved in the control of reproduction. Thus, the present study was undertaken to determine FSH, LH, estradiol (E), progesterone (P), and histamine (Hi) concentrations in serum, peritoneal fluid and follicular fluid of women with and without endometriosis. METHODS: the extent of the disease was staged according to the revised A (mais) merican Fertility Society classification (1997). For the collection of serum and peritoneal fluid, 28 women with endometriosis undergoing diagnostic laparoscopy were selected (18 infertile women with endometriosis I-II and ten infertile women with endometriosis III-IV). For the control group, 21 fertile women undergoing laparoscopy for tubal sterilization were selected. Follicular fluid was obtained from 39 infertile women undergoing in vitro fertilization (21 women with endometriosis and 18 women without endometriosis). RESULTS: FSH and LH levels in serum, peritoneal fluid and follicular fluid did not differ significantly between groups. On the other hand, E and P concentrations in the peritoneal fluid were significantly lower in infertile women with endometriosis (E: 154.2±15.3 for stages I-II and 89.3 ng/mL±9.8 ng/mL for stages III-IV; P: 11.2±1.5 for stages I-II and 7.6 ng/mL±0.8 for stages III-IV) in comparison with control women (E: 289.1 ng/mL±30.1; P: 32.8±4.1 ng/mL) (Kruskal-Wallis/Dunn tests; p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Superovulação em caprinos da raça Moxotó com FSH-p/ Superovulation in Moxotó goats with FSH-p

ANDRIOLI, Alice; SIMPLÍCIO, Aurino Alves; VISINTIN, José Antônio; SOARES, Adriana Trindade
2000-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar as taxas de manifestação de sintomas de estro, de resposta superovulatória e de recuperação de embriões em 20 cabras da raça Moxotó em três tratamentos consecutivos, em intervalos de 56 dias. O ciclo estral das fêmeas foi sincronizado com esponjas vaginais contendo 60 mg de acetato de medroxiprogesterona (MGA) durante 11 dias e com 100 mig de cloprostenol (PGF2alfa ) administrado no nono dia. Neste dia, iniciou-se o tratamen (mais) to superovulatório com 250 UI de FSH-p por cabra, fracionadas em oito doses decrescentes, com intervalo de 12 horas. A repetição do tratamento superovulatório com FSH-p diminuiu a taxa de manifestação de sintomas de estro, porém não afetou a taxa de ovulação e reduziu a taxa de regressão prematura de corpos lúteos. A taxa de recuperação de embriões foi influenciada pela ocorrência de regressão prematura de corpos lúteos e pela ação das repetidas colheitas de embriões sobre o genital. Não foi possível avaliar o efeito das repetidas superovulações sobre a taxa de recuperação de embriões. Resumo em inglês The aim of the work was to evaluate the rates of estrous, superovulatory response and embryos recovery in Moxotó goats after three treatments with porcine FSH. Twenty goats were synchronised with medroxyprogesterone acetate sponges (60 mg for 11days) and cloprostenol (l00 mug on ninth day). The animals were superovulated with 250 IU of FSH-p in 8 decreasing doses at intervals of 12 hours. The repetition of superovulatory treatment decreased estrous symptoms, but didn’t (mais) affect the ovulation rate and decreased the regressed corpus luteum rate. The embryos recovery was affected by regressed corpus luteum and embryo collection technique.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Produção in vitro de embriões bovinos com soro de égua ou de vaca em estro com ou sem a adição de LH/FSH/ In vitro production of bovine embryos with oestrus mare's serum or oestrus cow serum with or without LH/FSH

Figueiró, Giuliano Moraes; Leivas, Fábio Galas; Rauber, Lúcio Pereira; Sá Filho, Manoel Francisco de; Teichmann, Cristiane Elise; Mezzalira, Alceu; Rubin, Mara Iolanda Batistella; Silva, Carlos Antonio Mondino
2004-04-01

Resumo em português Mil duzentos e setenta e um oócitos foram divididos em 4 tratamentos com a finalidade de se avaliar a influência da adição de LH e FSH na produção in vitro de embriões bovinos com soro de vaca em estro (SVE) ou soro de éguas obtido no 1º dia do estro (SE). Independente do tratamento os oócitos foram maturados com TCM199 + 5,95mg/ml de Hepes, 0,025mg/ml de piruvato de sódio e 2,2mg/ml de bicarbonato de sódio, sendo adicionado 10% de soro de égua (ES), 10% (mais) de SVE (VS), 10% de soro de égua + 0,5mg/ml de hormônio luteinizante bovino (LHb) + 0,01UI/ml de hormônio folículo estimulante recombinante humano-rFSHh (EH) e 10% SVE + LHb + rFSHh (VH). Os oócitos assim tratados, foram maturados em estufa com 5% de CO2 a 39ºC sob umidade saturada por 22-24h. Depois, foram fecundados em TALP-FERT por 18-20h e cultivados por 8 dias em meio SOF + 5% de SE (ES e EH) ou SVE (VS e VH). As taxas de clivagem de 72% obtidas no grupo VH (229/316) e 61% no grupo VS (193/315) foram significativamente menores (p Resumo em inglês A thousand two hundread and seventy-one oocytes were allocated in four treatments, in order to evaluate the influence of the addition of FSH and LH on in vitro production of bovine embryos, with oestrous cow serum (OCS) or mare´s serum obtained at the first day of estrus (OMS). In all treatments oocytes were matured with TCM199 + 5.95mg/ml Hepes and 0.025mg/ml sodium pyruvate and 2.2mg/ml of sodium bicarbonate, supplemented with 10% OMS (ES), 10% of OCS (VS), 10% of (mais) OMS + LHb + rFSHh (EH) and 10% of OCS + LHb + rFSHh (VH). All the treatments groups were matured in a controlled incubator at 39ºC with 5% CO2 and saturated humidity for 22-24h. IVF was performed in TALP-FERT for 18-20h, with a pool of Bos taurus semen selected by swim up procedure in TALP-SPERM with 1x106 spermatozoa/ml dose, and cultured for 8 days under SOF medium + 5% OMS (ES and EH) or OCS (VS and VH). The 72% of cleavage rate obtained for treatment VH and 61% obtained in the VS group were significantly less (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Influência do folículo dominante sobre a dinâmica folicular ovariana em vacas Nelore tratadas com FSH/ Influence of the dominant follicle on the ovarian follicular dynamics in Nelore cows treated with FSH

GRADELA, Adriana; MALHEIROS, Ramon; URBINATTI, Elizabeth Crisciolo; BARBOSA, José Carlos; ALMEIDA JR, Ivo Luís de; ESPER, César Roberto
2000-01-01

Resumo em português Os objetivos deste estudo foram: 1) determinar o diâmetro máximo e a taxa de crescimento do folículo dominante (FD) em vacas Nelore; 2) determinar o intervalo entre a administração de PGF2µ e as manifestações de estro; 3) investigar a influência da remoção do FD sobre o número de corpos lúteos (CL) e folículos não ovulados (FNO) determinados por ultra-sonografia (CLus e FNOus); e 4) determinar as concentrações de progesterona (P (mais) 4, ng/ml) e estradiol-17beta (E2, pg/ml) em vacas Nelore submetidas a superovulação com FSH. Após os exames ultra-sonográficos no D0 (48 horas antes do início da superovulação), 42 vacas Nelore foram divididas em 3 grupos experimentais: GI (sem FD, n = 15), GII (com FD, n = 15), e GIII (com FD aspirado, n = 12). Sete dias após a primeira inseminação artificial (D6), foi determinado o número de CL e FNO e colhidos os embriões (D13). Amostras de sangue foram colhidas em D0, D2, D4 (injeção de PGF2µ ), D6 e D13. Os resultados permitem concluir que, embora o diâmetro máximo e a taxa de crescimento apresentados pelos FD tenham sido semelhantes aos descritos previamente em doadoras européias, na raça Nelore a ação do FD sobre a dinâmica folicular ovariana ocorre de maneira diferente. Resumo em inglês The objectives of this study were: (1) to determine the maximum diameter and the growth rate of the dominant follicle (DF) in Nelore cows; (2) to determine the interval between PGF2µ administration and the manifestation of estrus; (3) to investigate the influence of the DF removal on the number of corpora lutea (CL) and non-ovulated follicles (NOF) determined by ultrasonography (CLus and NOFus); and (4) to determine the progesterone (P4; ng/ml) (mais) and estradiol-17beta (E2; pg/ml) concentrations in Nelore cows submitted to superovulation with FSH. After ultrasonographic examinations on D0 (48 hours before the beginning of the superovulatory treatment), 42 Nelore donors were divided into three experimental groups: GI (without a DF, n = 15), GII (with a DF, n = 15), and GIII (with an aspirated DF, n = 12). Seven days after the first artificial insemination (D6) the number of CL and NOF was determined and the embryos collected (D13). Blood samples were collected on D0; D2; D4 (PGF2µ injection), D6 and D13. The results permit to conclude that although the maximum diameter and the growth rate of the DF were similar to those previously observed in European donors, in the Nelore breed it acts in a different manner on the ovarian follicular dynamic.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Altas concentrações de FSH-p na maturação in vitro de oócitos Bos indicus/ High concentrations of FSH-p on the in vitro maturation of Bos indicus oocytes

Alves, Joana D'Arc Rocha; Oliveira, Marcos Antonio Lemos; Lima, Paulo Fernandes; Caldas, João Gustavo Luz; Santos Filho, Antônio Santana; Barreto, Marcia Brayner Paes
2001-08-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de diferentes concentrações de um FSH-p comercial sobre a maturação nuclear de oócitos Bos indicus, clivagem e desenvolvimento in vitro de embriões até estádios de blastocisto. Após seleção e transferência para o meio TCM 199/HEPES suplementado com diferentes concentrações de FSH-p (T1 = 10mg/m ; T2 = 20m (mais) g/m ; T3 = 40mg/m), os oócitos foram incubados, durante 24 horas, a 39ºC em atmosfera úmida contendo 5% de CO2. Parte dos oócitos foram retirados para análise da maturação nuclear e os demais foram transferidos para o meio de fecundação (mDM). Após 18 horas de incubação nas mesmas condições atmosféricas mencionadas para os oócitos, os presumíveis zigotos foram distribuídos no meio de desenvolvimento embrionário (KSOM) contendo monocamada de células da granulosa. As porcentagens de metáfase II, de clivagem e de blastocisto foram, respectivamente, de 81,8/62,5/17,6% (T1); 55,6/64,0/19,5% (T2) e 50,0/65,0/16,3% (T3). A análise estatística revelou que uma menor porcentagem (P £ 0,05) de oócitos tratados com 20mg/m e 40mg/m de FSH-p alcançou o estádio de metáfase II e que as taxas de clivagem e blastocisto não diferiram (P ³ 0,05) entre os tratamentos. Os resultados permitem concluir que a adição de 20mg/m e 40mg/m de FSH-p ao meio de cultura interfere no processo de maturação nuclear, mas todas as concentrações testadas podem ser utilizadas sem prejuízo aparente para a clivagem e o posterior desenvolvimento embrionário. Resumo em inglês The aim of this work was to evaluate the efficiency of different concentrations of a commercial FSH-p on the nuclear maturation of Bos indicus oocytes, cleavage and in vitro development of embryos until blastocyst stages. The oocytes were selected and transferred to the maturation medium (TCM 199/25 mM HEPES) supplemented with different concentrations of FSH-p (T1 = 10mg/m(mais) f"> ; T2 - 20mg/m ; T3 - 40mg/m) and after 24 hours of incubation, at 39ºC in a moist 5% CO2 atmosphere. Some of the oocytes were removed and submitted to the analysis of nuclear maturation and the others were placed in the fertilization medium (mDM). After 18 hours of incubation, at the same atmosfhere condition mentioned above, the presumptive zygotes were transferred to the culture medium (KSOM) with a granulosa cells monolayer. The metaphase II, cleavage and blastocyst percentages were, respectively, 81.8/62.0/17.6% (T1), 55.6/64.0/19.5% (T2) and 50.0/65.0/16.3% (T3). The statistic analysis showed that a lower percentage of oocyte (P £ 0.05) treated with 20mg/m and 40mg/m of FSH-p reached the metaphase II stage and that the cleavage and blastocyst rate do not differ among treatments (P ³ 0.05). The results allow to conclude that the addition of 20mg/m and 40mg/m of FSH-p to the culture medium interfere in the nuclear maturation process, however all tested concentrations may be used without apparent damage to the cleavage and subsequent embryonic development.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Avaliação dos níveis basais de FSH em pacientes inférteis com endometriose profunda de ovário tratadas cirurgicamente/ Evaluation of basal FSH serum levels in infertile patients with deep ovarian endometriosis who underwent surgery

Frankfurt, Sandra; Nunes, Ana Luiza; Reis, Audrey dos; Christofolini, Denise Maria; Bianco, Bianca; Barbosa, Caio Parente
2009-07-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a reserva ovariana de pacientes inférteis portadoras de endometriose profunda de ovário, submetidas à cirurgia excisional dos endometriomas, atendidas entre os meses de Fevereiro e Novembro de 2008. MÉTODOS: estudo prospectivo que incluiu 30 pacientes portadoras de endometriose graus III e IV com comprometimento profundo de ovário submetidas à cirurgia excisional dos endometriomas e 30 pacientes portadoras de endometriose graus I e II que foram alo (mais) cadas como Grupo Controle. A reserva ovariana foi avaliada indiretamente a partir do valor do hormônio folículo estimulante (FSH) basal (U/L), entre o terceiro e quinto dias do ciclo, após um período de 12 meses da cirurgia. O índice de massa corpórea (IMC) foi calculado conforme a fórmula de Quetelet [peso (kg)/estatura (cm²)]. Para a comparação das variáveis "idade", "IMC" e "valores de FSH basal" entre os grupos, foi utilizado o teste não paramétrico U de Mann-Whitney. RESULTADOS: não foi encontrada diferença significativa entre os grupos em relação à idade e ao IMC. Em relação ao FSH basal, observou-se que, no grupo das pacientes com endometriose profunda, o valor médio foi de 7,0 U/L, enquanto que, no Grupo Controle, foi de 5,6 U/L (p=0,3), o que demonstra que a diferença no valor médio de FSH encontrado nos dois grupos não foi significativa. CONCLUSÕES: a cirurgia não influenciou de forma deletéria a reserva ovariana das pacientes com endometriose profunda de ovário. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the ovarian reserve of infertile patients with severe ovarian endrometriosis, submitted to excisional surgery of endometriomas and attended from February to November, 2008. METHODS: prospective study, including 30 patients with endometriosis grades III and IV, with severe ovarian impairment, submitted to excisional surgery of the endometriomas, and 30 patients with endometriosis grades I and II, allocated as a Control Group. The ovarian reserve was in (mais) directly assessed, through the basal (U/L) follicle stimulating hormone (FSH), between the third and fifth days of the cycle, 12 months after the surgery. The body mass index (BMI) was calculated according to Quetelet's formula [weight (kg)/height(cm²)]. The Mann-Whitney non-parametric U test was used to compare the variables "age", "BMI" and "basal SFH" between the groups. RESULTS: there was no significant difference between the groups about age and BMI. Concerning basal FSH, in the group of patients with severe endometriosis, the average value was 7.0 U/L, while in the Control Group, it was 5.6 U/L (p=0.3), what demonstrates that the difference between the two groups was not significant. CONCLUSIONS: the surgery did not affect the ovarian reserve of patients with severe ovarian endometriosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Associação entre depressão na perimenopausa e níveis séricos de estradiol e hormônio folículo-estimulante/ Association between depression in the perimenopause and serum levels of estradiol (E2) and follicle-stimulating hormone (FSH)

Soares, Cláudio N; Almeida, Osvaldo P
2000-03-01

Resumo em português OBJETIVOS: A perimenopausa é freqüentemente associada ao surgimento de alterações físicas e emocionais. Estudos prévios indicam uma associação entre variações dos hormônios folículo-estimulante (FSH), luteinizante (LH) bem como de estrógenos e o surgimento de transtornos do humor, particularmente depressão. Este estudo investigou a correlação entre mudanças nos níveis de estradiol (E2) e FSH e a sintomatologia depressiva em mulheres na perimenopausa. MÉ (mais) TODOS: Cinqüenta mulheres foram recrutadas nos atendimentos de uma clínica de menopausa e de um serviço psiquiátrico para realização de ensaio clínico com uso de 17 b-estradiol ou placebo. Selecionaram-se mulheres em perimenopausa (idade entre 40 e 55 anos, presença de alterações vasomotoras, irregularidade menstrual nos últimos 6 meses e/ou amenorréia há no máximo 12 meses, níveis de FSH>20 UI/L) e com diagnóstico de transtorno depressivo pelo DSM-IV (transtorno depressivo maior, transtorno distímico ou transtorno depressivo sem outra especificação). Dosagens séricas iniciais e finais (semana 12) de FSH e E2, bem como avaliações da sintomatologia depressiva (escores da MADRS) foram analisadas e suas correlações investigadas. RESULTADOS: As pacientes apresentaram mudanças (p Resumo em inglês OBJECTIVES: Previous studies suggest that the perimenopause is a period of increased risk for physical and emotional disturbances. The intense fluctuation in hormone levels during the perimenopause has been associated with the presence of depressive symptoms. The present study investigated the association between levels of estradiol (E2) and follicle-stimulating hormone (FSH) and the severity of depressive symptoms of women in the perimenopause. METHODS: Fifty perimenopau (mais) sal women (age: 40-55 years, all meeting DSM-IV criteria for depressive disorders [major depressive disorder, dysthymia or depressive disorders NOS], with irregular periods and FSH levels > 20 IU/L) were selected from a larger sample of patients attending specialized gynecologic (n=101) and psychiatric (n=75) outpatient services. They were randomized to receive treatment with patches of placebo or 17 b-estradiol for 12 weeks. Serum levels of estradiol and FSH, and scores on the Montgomery-Åsberg Depression Scale (MADRS) were used as outcome measures. RESULTS: There was a significant correlation between changes in MADRS scores and changes in FSH (r de Pearson=0.554, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Evidência da resposta folicular ao FSH pelo hormônio antimülleriano em mulheres ovulatórias/ Evidence of follicle responsiveness to FSH by antimüllerian hormone in ovulating women

Scheffer, Juliano Brum; Lozano, Daniel Méndez; Frydman, René; Bussab, Augusto; Taieb, Joelle; Fanchin, Renato
2009-03-01

Resumo em português OBJETIVO: examinar a hipótese de que o nível sérico do hormônio antimülleriano (AMH) reflete a resposta dos folículos antrais à administração do FSH. MÉTODOS: estudo prospectivo, no qual foram incluídas 116 pacientes normo-ovulatórias inférteis submetidas à hiperestimulação ovariana controlada com agonista de GnRH e FSH. Depois de atingir a supressão pituitária e antes da administração de FSH (dia basal), o nível sérico de AMH foi mensurado. O númer (mais) o de folículos antrais foi determinado pela ultrassonografia no dia basal (folículos antrais precoces; 2 a 8 mm) e no dia da administração do hCG (dhCG; folículos pré-ovulatórios; >16 mm). A resposta folicular ao FSH foi determinada pela percentagem de folículos antrais precoces que atingiram os estágios pré-ovulatórios em resposta ao FSH (taxa de maturação). Foram estudadas as correlações do AMH com a idade das pacientes, número total de folículos antrais precoces e pré-ovulatórios, oócitos coletados, dose total de FSH na estimulação ovariana controlada e a taxa de maturação folicular. Para análise estatística, foram usados a regressão simples e o teste de Spearman's, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: o nível sérico de AMH foi positivamente correlacionado com o número de folículos antrais precoces no dia basal (r=0,64; p Resumo em inglês PURPOSE: to test the hypothesis that the anti-müllerian hormone (AMH) serum level reflects the antral follicles' response to the administration of FSH. METHODS: prospective study, including 116 normo-ovulatory infertile patients submitted to controlled ovarian hyperstimulation with GnRH and FSH agonists. The AMH serum level was measured after reaching the pituitary suppression and before the FSH administration (basal day). The number of antral follicles was determined by (mais) ultrasonography at the basal day (precocious antral follicles; 2 to 8 mm) and at the day of hCG administration (dhCG; pre-ovulatory follicles; >16 mm). The follicle response to FSH was determined by the percentage of precocious antral follicles which reached pre-ovulatory stage in response to FSH (maturation rate). The correlation of AMH with the patients' age, the total number of precocious antral and pre-ovulatory follicles, collected oocytes, total dose of FHS in the controlled ovarian stimulation and the rate of follicular maturation was studied. For the statistical analysis, it simple regression analysis and the Spearman's test were used, at a 5% significance level. RESULTS: The serum level of AMH was positively correlated with the number of precocious antral follicles at the basal day (r=0.64; p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Avaliação dos efeitos do estradiol e do FSH nos níveis de leptina em mulheres com supressão da função hipofisária/ Effects of estradiol and FSH on leptin levels in women with pituitary suppression

Geber, Selmo; Sampaio, Marcos
2005-04-01

Resumo em português OBJETIVO: identificar a correlação entre os níveis séricos de leptina e os níveis de estradiol e do hormônio folículo-estimulante (FSH) em mulheres com supressão da função hipofisária, e suas possíveis interferências no eixo reprodutivo. MÉTODOS: estudamos prospectivamente 64 pacientes submetidas à hiperestimulação ovariana controlada com FSH recombinante para tratamento pela técnica de reprodução assistida, devido a fator masculino ou tubário, e 20 p (mais) acientes em uso de valerato de estradiol, para preparo endometrial, em tratamento de doação de óvulos, por falha de resposta ovariana em ciclo prévio. Todas as pacientes utilizaram análogo de GnRH no início do tratamento, de forma a obter a supressão da função hipofisária. Para a análise estatística dos resultados, foram utilizados os testes chi2, t de Student e correlação de Pearson, quando adequado. Os resultados foram considerados significativos quando p Resumo em inglês PURPOSE: to identify the relationship between serum levels of leptin and the levels of estradiol and follicle-stimulating hormone (FSH) in women with pituitary suppression and to evaluate its possible interference on the reproductive axis. METHODS: a total of 64 patients submitted to controlled ovarian hyperstimulation with recombinant FSH for assisted reproduction, due to a male or tubal factor, and 20 patients using estradiol valerate, for endometrial preparation in ord (mais) er to be submitted to oocyte donation treatment were studied. All patients used GnRH analogues before starting treatment in order to avoid premature LH surge. Data were analyzed statistically by the chi2 test, Student's t-test and the Pearson correlation test, when appropriate, with the level of significance set at p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Superovulação de novilhas da raça Nelore com diferentes doses de FSH/LH e congelação de embriões pelo método one-step com etilenoglicol/ Superovulation of Nelore heifers with different FSH/LH doses and embryo freezing by one-step method with ethylene-glycol

VISINTIN, José Antonio; ARRUDA, Rubens Paes de; MADUREIRA, Ed Hoffman; MIZUTA, Katia; CELEGHINI, Eneiva Carla Carvalho; ASSUMPÇÃO, Mayra Elena Ortiz D’Avila; GUSMÕES, Pedro Paulo Gimenes; CANDINI, Pedro Henrique
1999-01-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo identificar a dose mais eficiente de FSH/LH (300, 400 e 500 UI) no tratamento superovulatório de novilhas da raça Nelore, assim como avaliar o método one-step no processo de congelação de embriões. A variação da resposta superovulatória tem sido muito grande, o que explica o interesse de diversos pesquisadores em encontrar novos hormônios, doses e momentos para realizar a estimulação ovariana. Foram empregadas doses de 300 (n = (mais) 20), 400 (n = 21) ou 500 UI (n = 21) de FSH/LH, iniciando-se no décimo dia do ciclo estral, em 8 aplicações decrescentes, durante quatro dias consecutivos. Foi aplicado PGF2alfa concomitante com a quinta subdose de FSH/LH e realizadas duas inseminações artificiais às 12 e às 24 horas após o início dos sintomas de estro. As colheitas dos embriões foram realizadas 6,5 dias após a primeira inseminação artificial. Pelo exame ultra-sonográfico, avaliaram-se os números de folículos no momento da inseminação artificial (15,12; 15,76; e 14,94) e de corpos lúteos (10,68; 11,55; e 10,81) no dia da colheita, encontrando 5,20; 1,81; e 2,76 embriões viáveis, respectivamente, para 300 UI, 400 UI e 500 UI de FSH/LH. O grupo de 300 UI de FSH/LH apresentou os melhores resultados em relação aos embriões viáveis. Dos 106 embriões congelados pelo método one-step em 1,5 M de etilenoglicol e transferidos pelo método não-cirúrgico, 8 resultaram em prenhez (7,5%). A dose de 300 UI de FSH/LH apresentou melhor resposta superovulatória em comparação com as de 400 e 500 UI para novilhas da raça Nelore. A transferência de embriões Bos taurus indicus congelados pelo método one-step em 1,5 M de etilenoglicol não foi eficiente. Resumo em inglês The objetive of this study was to identify the better dose between 300 (n = 20), 400 (n = 21) and 500 IU (n = 21) of FSH/LH to stimulate Nelore heifers. The superovulation treatment started on day 10 (D0 = estrous) of the estrous cycle in 8 decreasing aplications for 4 days. The embryo recovery was achieved on day 6.5 after the first artificial insemination. The superovulatory response for 300, 400 and 500 IU FSH/LH was follicles (15.12, 15.76 and 14.94); corpus luteum (1 (mais) 0.68, 11.55 and 10.81) and transferable embryos (5.20, 1.81 and 2.76). The 300 IU of FSH/LH group presented the best results in regard to transferable embryos. The transferable embryos were cryopreserved by one-step method with 1.5 M of ethylene-glycol, resulting in 8 pregnancies (7.5%) of 106 embryos transferred by non-curgical method. The 300 IU of FSH/LH presented better superovulatory response in comparison with 400 and 500 IU in Nelore heifers. The transfer of Bos taurus indicus embryos cryopreserved by one-step method in 1.5 M of ethilene glycol was not efficient.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Avaliação da Reserva Ovariana: Comparação entre a Dosagem do FSH Basal e o Teste do Clomifeno/ Evaluation of Ovarian Reserve: Comparison Between Basal FSH Level and Clomiphene Test

Franco, Rodrigo Coelho; Ferriani, Rui Alberto; Moura, Marcos Dias; Reis, Rosana Maria dos; Ferreira, Rodrigo Alves; Sala, Maria Matheus de
2002-06-01

Resumo em português Objetivo: avaliar a reserva ovariana por meio da dosagem do FSH no 3º dia do ciclo menstrual, comparando-o com o teste do clomifeno, e correlacionar os resultados com a resposta ovariana à hiperestimulação controlada com gonadotrofinas para a fertilização in vitro. Métodos: foram selecionadas 49 pacientes com idade superior a 30 anos que apresentavam quadro clínico de infertilidade há pelo menos 1 ano. Foi realizada avaliação da reserva ovariana destas paciente (mais) s pelo teste do citrato de clomifeno. Posteriormente, 26 das 49 pacientes foram submetidas à hiperestimulação ovariana controlada com gonadotrofinas. Destas 26 pacientes, 18 tiveram boa resposta à hiperestimulação ovariana e 8, má resposta. Foram calculadas as médias e os desvios-padrão referentes aos valores do FSH do 3º dia, do 10º dia e do somatório de ambos, no grupo das pacientes que responderam favoravelmente à estimulação ovariana. Posteriormente foi realizada a correlação dos valores obtidos com a resposta ovariana após a estimulação dos ovários com gonadotrofinas. Resultados: empregando-se a dosagem do FSH no 10º dia (média somada a 2 desvios-padrão) com valor >16,1 UI/mL para predizer a má resposta ovariana ao teste do clomifeno, observaram-se sensibilidade, especificidade e valores preditivos positivo e negativo de 50, 100, 100 e 81,8%, respectivamente. Considerando-se o teste do clomifeno positivo quando o valor do somatório das dosagens do FSH do 3º e do 10º dia somado a dois desvios-padrão foi > 22,6 UI/mL, obtiveram-se sensibilidade de 62,5%, especificidade de 100%, valor preditivo positivo de 100% e valor preditivo negativo de 85,7% . O uso da dosagem única do FSH no 3º dia do ciclo acima de 10 UI/mL para predizer a má resposta ovariana mostrou sensibilidade de 87%, especificidade de 100%, valor preditivo positivo de 100% e valor preditivo negativo de 94,7%. Conclusão: no presente estudo, a dosagem única do FSH no 3º dia do ciclo apresentou maior sensibilidade quando comparada ao teste do clomifeno para a avaliação da reserva ovariana. Resumo em inglês Purpose: to assess ovarian reserve by FSH determination on the 3rd day of the menstrual cycle compared to the clomiphene test and to correlate the results with the ovarian response to controlled hyperstimulation with gonadotrophins for in vitro fertilization. Methods: a total of 49 patients older than 30 years who had been presenting a clinical picture of infertility for at least 1 year were selected. All patients were evaluated for ovarian reserve by the clomiphene citra (mais) te test and 26 of them were later submitted to controlled ovarian hyperstimulation with gonadotrophins. Of these 26 patients, 18 showed a good response to ovarian hyperstimulation and 8 showed a poor response. Mean (+ SD) FSH values were calculated for the determinations on the 3rd and on the 10th day and for their sum in the group of patients who responded favorably to ovarian stimulation, and were later correlated with the ovarian response after gonadotrophin stimulation. Results: employing a FSH value > 16.1 IU/mL on the 10th day (mean plus 2 SD) for the prediction of a poor ovarian response in the clomiphene test, the sensitivity, specificity, and positive and negative predictive values of this parameter were 50, 100, 100 and 81.8%, respectively. Considering the clomiphene test to be positive when the sum of the FSH values determined on the 3rd and 10th day plus 2 SD was > 22.6 IU/mL, we obtained 62.5% sensitivity 100% specificity, 100% positive predictive value, and 85.7% negative predictive value. A single FSH determination of 10 IU/mL on the 3rd day of the cycle for the prediction of a poor ovarian response showed 87% sensitivity, 100% specificity, 100% positive predictive value and 94.7% negative predictive value. Conclusion: in the present study, a single FSH determination on the 3rd day of the cycle showed to be more sensitive than the clomiphene test for the evaluation of ovarian reserve.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Relação entre os níveis séricos do hormônio anti-Mulleriano, inibina B, estradiol e hormônio folículo estimulante no terceiro dia e o status folicular ovariano/ Relationship of serum anti-Müllerian hormone, inhibin B, estradiol and FSH on day 3 with ovarian follicular status

Scheffer, Juliano Brum; Lozano, Daniel Méndez; Frydman, René; Fanchin, Renato
2007-04-01

Resumo em português OBJETIVO: examinar a hipótese de que o nível sérico do hormônio anti-Mülleriano (HAM) reflete o status folicular ovariano. MÉTODOS: Desenho: estudo prospectivo. Pacientes: foram incluídas 101 candidatas à FIV-TE submetidas à estimulação ovariana controlada com agonista de GnRH e FSH. Depois de atingir a supressão da hipófise e antes da administração de FSH (dia basal), os níveis séricos de HAM, inibina B e FSH foram avaliados. O número de folículos antr (mais) ais foi determinado pela ultra-sonografia (dia basal) (folículo antral precoce; 3-10 mm). RESULTADOS: as médias do nível sérico de HAM, inhibina B, E2, P4 e FSH (dia basal) foram 3,4±0,14 ng/mL, 89±4,8 pg/mL, 34±2,7 pg/mL, 0,22±0,23 ng/mL e 6,6±0,1 mUI/mL, respectivamente, e a média do número de folículos antrais precoces foi 17±0,39. O nível sérico do HAM foi negativamente correlacionado com a idade (r= -0,19, p Resumo em inglês PURPOSE: to examine the hypothesis that serum anti-Müllerian hormone (AMH) levels reflect the ovarian follicular status. METHODS: Design: prospective study. Patients: we studied 101 IVF-ET candidates undergoing controlled ovarian hyperstimulation with GnRH agonist and FSH. After the achievement of pituitary suppression and before FSH administration (baseline), serum AMH, inhibin B, and FSH levels were measured. The number of antral follicles was determined by ultrasound (mais) at baseline (early antral follicles; 3-10 mm). RESULTS: at baseline, median serum levels of AMH, inhibin B, E2, P4 and FSH were 3.42±0.14 ng/mL, 89±4.8 pg/mL, 34±2.7 pg/mL, 0.22±0.23 ng/mL and 6.6±0.1 mIU/mL, respectively, and the mean number of early antral follicles was 17±0.39. Serum levels of AMH were negatively correlated with age (r=-0.19, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Efeito da superovulação sobre o desempenho de bovinos doadores de embrião importados de clima temperado para clima tropical nos dois primeiros anos de adaptação/ Effect of superovulation on performance of bovine embryo donors imported from temperate zone to tropical climate during the first two years of adaptation

Bényei, B.; Barros, C.C.W.
2000-08-01

Resumo em português Avaliou-se o desempenho de fêmeas bovinas doadoras de embrião nos primeiros dois anos de trabalho em um centro do programa multiple ovulation and embryo transfer (MOET). Utilizaram-se novilhas prenhes de recente importação de clima moderado para o Nordeste Brasileiro. Compararam-se os resultados de superovulação em 1996, primeiro ano de adaptação dos animais, e 1997 com AUSA-Superov (FSH) e Folligon (eCG). O número de CL contados no ovário foi 3,3 (FSH) e 4,2 (e (mais) CG) em 1996 e 8,2 (FSH) e 9,6 (eCG) em 1997, o de óvulos e embriões degenerados coletados de 2,8 (FSH) e 3,8 (eCG) em 1996 e 6,5 (FSH) e 7,4 (eCG) em 1997, o de embriões de boa qualidade de 1,9 (FSH) e 2,3 (eCG) em 1996 e 5,5 (FSH) e 4,0 (eCG) em 1997. A eficiência da coleta foi de 40% (FSH) e 35% (eCG) em 1996 e 85% (FSH) e 83% (eCG) em 1997. Todos os valores citados para 1996 e 1997 foram significativamente diferentes (P Resumo em inglês The results of a multiple ovulation and embryo transfer (MOET) program, obtained in its first two years, were evaluated. The donor heifers were imported already pregnant from Hungary to the North-East area of Brazil. Comparisons of the results obtained in 1996 and 1997 with superovulation programs with AUSA-Superov (FSH) and Folligon (eCG) were made. The number of CL found on both ovaries was 5.3 (FSH) and 4.2 (eCG) in 1996, and 8.2 (FSH) and 9.6 (eCG) in 1997, while the (mais) number of degenerated eggs and embryos was 2.8 (FSH) and 3.8 (eCG) in 1996, and 6.5 (FSH) and 7.4 (eCG) in 1997. The number of good quality embryos was 1.9 (FSH) and 2.3 (eCG) in 1996, and 5.5 (FSH) and 4.0 (eCG) in 1997. The embryo collection efficiency was 40% (FSH) and 35% (eCG) in 1996, and 85% (FSH) and 83% (eCG) in 1997. Significant differences were found for all results obtained in 1996 and 1997 (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Preservação dos ovários em cirurgia radical para câncer do colo uterino/ Ovarian preservation in radical surgery for cervical cancer

Vieira, Sabas Carlos; Silva, André Gonçalves da; Vale, Lia Rachel Gomes do; Lima, Murilo Moura; Teles, João Batista Mendes
2002-12-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a função ovariana em pacientes com câncer do colo uterino, que se submeteram a histerectomia radical com preservação dos ovários. MÉTODOS: foram analisadas retrospectivamente pacientes com câncer do colo uterino, submetidas a histerectomia radical com preservação dos ovários na Clínica Ginecológica do Hospital São Marcos-SPCC, de abril de 1998 a outubro de 2001, com avaliação dos sintomas de privação estrogênica (fogachos, vagina seca) (mais) e mensuração dos níveis de FSH pós-operatórios. Os dados foram analisados pelo teste de Pearson. RESULTADOS: os níveis de FSH foram mensurados em 42 pacientes; destas, 33 (78,5%) apresentaram níveis normais de FSH no pós-operatório (menores que 30 mU/mL); os valores variaram entre 1,2 e 132,44 mU/mL (mediana de 21,05 mU/mL). Das nove pacientes com níveis elevados de FSH, cinco (55,6%) haviam sido submetidas a radioterapia pós-operatória (p Resumo em inglês PURPOSE: to assess ovarian function in patients with cervical cancer following radical hysterectomy with ovarian preservation. METHODS: we retrospectively analyzed patients with cervical carcinoma, submitted to radical hysterectomy with ovarian preservation at the Gynecologic Clinic of the São Marcos Hospital-SPCC, from April 1998 to October 2001, with evaluation of symptoms of estrogenic deprivation (flushing, dry vagina) and the measurement of FSH levels after surgery. (mais) All data were analyzed using the Pearson test. RESULTS: FSH levels were measured in 42 patients; of these, 33 (78.5%) patients had normal FSH levels (below 30 mU/mL). The median level was 21.05 mU/mL (range 1.2-132.44 mU/mL). Five (55.6%) of the nine patients with high FSH levels had received postoperative radiotherapy (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Modificações dos níveis de gonadotrofinas durante a vida reprodutiva/ Gonadotropin level changes during the reproductive life

Medeiros, Sebastião Freitas de; Medeiros, Márcia Marly Winck Yamamoto de
2007-01-01

Resumo em português As modificações nas concentrações das gonadotrofinas ao longo da vida reprodutiva dependem de amadurecimento funcional harmônico entre conexões neurais, neurônios-GnRH no hipotálamo, gonadotropos hipofisários e células da granulosa e teca da parede folicular. As concentrações de LH e FSH sofrem variações com o período do dia, fase do ciclo menstrual e idades ginecológica e cronológica. A variação circadiana é marcante para o LH e ocorre na fase puberal (mais) , quando os pulsos têm maior freqüência e amplitude no período noturno. Na fase puberal tardia, os pulsos das gonadotrofinas ocorrem também durante o dia e perdem a variação noite-dia, permanecendo discretas alterações durante as 24 horas do dia. No ciclo menstrual, durante os anos reprodutivos, o FSH eleva-se no final da fase lútea tardia, declina na fase folicular média, eleva-se bruscamente na fase ovulatória e permanece em níveis basais até a fase lútea tardia. O LH permanece em níveis constantes durante toda a fase folicular, eleva-se no pico ovulatório e declina a níveis basais na fase lútea. Na quarta década, há modificações hipotálamo-neurais na secreção de GnRH, atenuação do retrocontrole positivo exercido pelo estradiol e diminuição na freqüência e prolongamento dos pulsos de GnRH. A hipófise responde com diminuição na densidade de receptores-GnRH, perda da sensibilidade do gonadotropo, secreção de gonadotrofinas mais básicas com maior meia-vida, diminuição na freqüência e maior amplitude dos pulsos de LH e FSH e secreção preferencial de FSH. Estas modificações, associadas à aceleração no consumo folicular, explicam a elevação monotrópica mais rápida de FSH após os 37-38 anos e a manutenção de níveis quase constantes de LH até o final do período reprodutivo. Estudos consistentes mostram que a elevação seletiva dos níveis basais de FSH na fase folicular precoce na verdade é gradual, sendo observada já na terceira década de vida. A discordância entre pulsos e níveis basais de FSH e LH ao longo dos anos reprodutivos permite especular a existência de mecanismos mais complexos, não totalmente compreendidos, na regulação do eixo hipotálamo-hipófise-ovariano. Resumo em inglês Changes in the levels of gonadotropins throughout the reproductive life depend on a fine tuned functional development of neural pathways and GnRH-neurones, pituitary gonadotrophs and granulosa-theca cells of the follicular wall. Both, LH and FSH levels change according to the day-time, menstrual cycle phase, and gynecological age. Initiating the puberty, changes in LH pulses are remarkable, showing higher frequency and amplitude at night. Later in puberty, the pulses of L (mais) H are also maintained during the day, remaining its levels with very little variation within the 24 hours period. During the menstrual cycle, the FSH levels increase at the end of the luteal phase, decrease during the medium and late follicular phase, increase rapidly in the ovulatory phase and remain at low basal levels until the late luteal phase. The levels of LH remain unaltered during the whole follicular phase, increase in the ovulatory surge, and decrease to the basal levels in the luteal phase. At the forth decade of life, the GnRH secretion changes, with hypothalamic loss of sensitivy to the estradiol positive feedback and decrease in frequency and prolongation of the GnRH pulses. The pituitary response is atenuated due to decrease in the density of GnRH receptors on gonadotroph cells, loss of gonadotroph sensitivity, secretion of more basic FSH and LH molecules, decrease in frequency and increase in amplitude of LH and FSH pulses. These modifications result in monotropic increase of the FSH secretion. Current studies show that the selective increase in the FSH levels in the early follicular phase is gradual, beginning as early as the third decade of life. These alterations in FSH are associated with an accelerated follicular depletion in women after 37-38 years old. On the other side, the LH levels remain almost constant up to the end of reproductive life. The different levels of FSH and LH seen throughout the reproductive years may be due to yet unknown regulatory mechanisms in the hypothalamic-pituitary-ovarian axis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Efeito do intervalo entre recrutamentos foliculares na superovulação de vacas da raça Holandesa não-lactantes/ Effect of interval between follicular recruitments on superovulatory response in non-lactanting Holstein cows

Santos, R.M.; Vasconcelos, J.L.M.
2007-08-01

Resumo em português Vacas da raça Holandesa não-lactantes, distribuídas em dois grupos, foram sincronizadas com o protocolo Ovsynch modificado. No dia sete (dia 0 = dia do segundo GnRH), o grupo 7 (G-7; n=19) recebeu CIDR usado previamente por cinco dias e 100mcg de GnRH, e o grupo 14 (G-14; n=21), CIDR e 25mg de PGF2alfa. No dia 14 foi aspirado o folículo dominante (FD), trocado o CIDR usado por um novo e foram aplicados 25mg de PGF2alfa. Iniciou-se o tratamento com FSH 36h depois, remo (mais) veu-se o CIDR com o sétimo FSH e aplicou-se GnRH 36h depois. As inseminações foram feitas 12 e 24h depois. Recuperaram-se os embriões sete dias depois da inseminação artificial. O diâmetro do FD no G-7 foi 13,1±0,57mm no dia sete e 11,2±0,57mm no dia 14. O diâmetro FD persistente no G-14 aumentou de 12,6±0,55mm no dia sete para 16,4±0,55mm no dia 14 (P8mm, 48h após o início do tratamento com FSH, foi maior (P Resumo em inglês Dry Holstein cows were synchronized by a modified Ovsynch protocol. On day 7 (day 0 = day of the second GnRH), group 7 (G-7; n=19) received an used CIDR and GnRH (100µg). Group 14 (G-14; n=21) received an used CIDR and PGF2alpha (25mg). On day 14, the dominant follicle (DF) was removed, by aspiration; the used CIDR was changed for a new CIDR plus PGF2alpha. Thirty-six hours later, the FSH treatment was initiated. On the seventh injection of FSH, the CIDR was removed. Thi (mais) rty-six hours after, the cows received GnRH. Donors were inseminated 12 and 24h after the GnRH injection. Embryos were recovered seven days after AI. The DF diameter in G-7 was 13.1mm on day 7 and 11.2mm on day 14. The persistent DF in the G-14 increased from 12.6mm on day 7 to 16.4mm on day 14 (P8mm, 48h after the beginning of the FSH treatment, was 15.6 in G-7 and 12.5 in G-14 (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

DESENVOLVIMENTO DE FOLÍCULOS PRÉ-ANTRAIS BOVINOS IN VITRO EM MONOCAMADA DE CÉLULAS OVARIANAS/ IN VITRO DEVELOPMENT OF BOVINE PREANTRAL FOLLICLES IN MONOLAYER OF OVARIAN CELLS

Costa, Luís Fabiano Santos da; Gonçalves, Paulo Bayard Dias; Figueiredo, José Ricardo; Carámbula, Silvia Ferreira; Neves, Jairo Pereira; Montagner, Marcelo Marcos
2001-04-01

Resumo em português O presente trabalho teve como objetivos determinar a influência de células ovarianas no desenvolvimento in vitro de folículos pré-antrais, avaliar a viabilidade das células ovarianas em monocamada e a influência do soro na manutenção de folículos pré-antrais in vitro. Folículos pré-antrais (FPs) e células ovarianas foram isolados de ovários de fetos bovinos, com idade entre 6 e 8 meses de gestação, oriundos de matadouro. Células ovarianas em monocamada fo (mais) ram cultivadas em meio TCM-199, e a viabilidade celular, após o cultivo na presença ou ausência de FSH, foi determinada com o corante vital azul de tripan. FPs foram distribuidos em quatro tratamentos e cultivados em TCM-199 modificado, contendo soro de novilho castrado (SNC), SNC em monocamada de células ovarianas (MCO), MCO com FSH ou meio definido com álcool polivinílico (PVA) como macromolécula. A viabilidade celular não foi afetada em conseqüência da presença ou ausência de FSH. No entanto, houve um incremento significativo no tamanho dos FPs cultivados na presença de SNC, MCO e FSH (P Resumo em inglês The aim of the present work was to determine the influence of ovarian cells in the in vitro development of preantral follicles (PF). The viability of monolayer ovarian cells and the effect of the serum in the survive of in vitro PF was also investigated. Ovarian cells and PF were isolated from ovaries of bovine fetus between 6 and 8 months of pregnancy, obtained in a slaughterhouse. Monolayer of ovarian cells were cultured in a modified TCM-199 in the presence and absence (mais) of FSH and its viability after incubation was determined with Trypan Blue. PFs were divided in four different treatments, cultured in modified TCM-199, containing serum of castrated steer (SCS), SCS in monolayer of ovarian cells (MOC), MOC with FSH or a defined medium with polyvinyl alcohol (PVA) as macromolecule. The cellular viability was not affected by the presence or absence of FSH. However, PFs had a significant development (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Consumo voluntário e digestibilidade de fenos triturados de gramíneas tropicais em caprinos/ Intake and apparent digestibility of chopped grass hays fed to goats

Aguiar, Emerson Moreira de; Lima, Guilherme Ferreira da Costa; Santos, Mércia Virgínia Ferreira dos; Carvalho, Francisco Fernando Ramos de; Medeiros, Henrique Rocha de; Maciel, Francisco Canindé; Januário, Ana Cristina da Costa
2006-12-01

Resumo em português Objetivou-se determinar o consumo voluntário e a digestibilidade dos nutrientes de fenos triturados de milheto, sorgo sudanense, capim-elefante e cultivares de sorgo forrageiro SF-25 e IPA-467-4-2 em caprinos. Utilizaram-se 25 animais (18 meses de idade e 19,5 kg de PV inicial) distribuídos em um delineamento em blocos completos casualizados, com cinco tratamentos e cinco repetições. Os consumos de MS (CMS) e MO (CMO), quando expressos em porcentagem de peso vivo (%PV (mais) ), não foram influenciados pelos tratamentos. O CMS representou, respectivamente, 2,41; 2,33; 2,25; 1,82 e 1,85% do PV dos caprinos. Os consumos voluntários de PB (%PV) evidenciaram diferenças significativas para os fenos de milheto e sorgo sudanense, que foram superiores aos de capim-elefante e aos dos sorgos SF-25 e IPA-467-4-2. Os consumos de FDN não diferiram entre os fenos e variaram de 236,14 a 322,10 g/dia, representando 1,25 a 1,61% do PV dos caprinos. A digestibilidade aparente da MS dos fenos não sofreu influência significativa e variou de 49,87 a 55,90%. Para a digestibilidade da PB (DPB), não foram constatadas diferenças significativas entre os fenos de milheto, sorgo sudanense, capim-elefante e sorgo SF-25. A digestibilidade da FDN (DFDN), no entanto, apresentou variação significativa entre os fenos do milheto (64,44%) e sorgo IPA-467-4-2 (54,72%). Os valores de digestibilidade, indicativos de qualidade, dos fenos triturados das cinco gramíneas foram aproximados e as diferenças requerem a realização de ensaios de desempenho para suas comprovações. Resumo em inglês The objective of this trial was to investigate intake and apparent digestibility of nutrients on goats fed one of the following chopped grass hays: pearl millet (PMH), sudangrass (SH), elephantgrass (EH) or two cultivars of forage sorghum (FSH1 and FSH2). Twenty-five goats averaging 18 months of age and 19.5 kg of body weight were assigned to a completely randomized block design with five treatments and five replicates. DM intake (DMI), expressed as percentage of body wei (mais) ght (% BW), did not differ and averaged 2.41, 2.33, 2.25, 1.82, and 1.85%, respectively, for PMH, SH, EH, FSH1, and FSH2. The same was observed for the intakes of OM and NDF. However, CP intake as % BW was greater on goats fed PMH and SH than on those fed EH, FSH1, and FSH2. No significant differences were observed for the apparent total tract digestibility of DM that varied from 49.87 to 55.90% across hays. CP digestibility was lowest on FSH2, intermediate on SH and FSH1, and greatest on PMH and EH while that of NDF differed significantly only by comparing PMH (64.44%) with FSH2 (54.72%). It can be concluded that the overall nutritional quality of all five hays were similar and further research is required to verify potential differences in animal performance among these forage sources.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Avaliação da inibição do eixo neuroendócrino com contraceptivo oral de baixa dosagem/ Evaluation of neuroendocrine axis inhibition with a low-dose oral contraceptive

Ferreira, Dalton; Medeiros, Sebastião Freitas de
2004-07-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar as variações dos hormônios folículo-estimulante (FSH) e luteinizante (LH) na semana de pausa em usuárias de anticoncepcional hormonal oral contendo 20 mg de etinilestradiol combinado com 75 mg de gestodene. MÉTODOS: foram incluídas 31 mulheres, com idade entre 17 e 36 anos, média de 24,5 anos; 19% eram adolescentes. FSH, LH, prolactina (PRL) e estradiol (E2) foram medidos por imunoquimioluminescência em um dos últimos quatro dias de ingestão d (mais) o comprimido de uma cartela de 21 e no 7º dia de pausa entre duas cartelas. Os parâmetros hormonais foram comparados pelo teste t de Student para amostras pareadas. Fez-se correlação entre os níveis de hormônios e dados antropométricos por regressão linear. Valores de p £ 0,05 foram considerados significantes. RESULTADOS: setenta e um porcento das mulheres usavam o anticoncepcional pela primeira vez. As concentrações de FSH aumentaram de 1,3 mUI/ml nos últimos dias da cartela para 5,7 mUI/ml no 7º dia de pausa. O LH aumentou de 0,8 mUI/ml para 4,3 mUI/ml neste mesmo período. O aumento de E2 foi de 20,2 para 28,0 pg/ml. Os níveis de PRL diminuíram de 12,4 para 10,2 ng/ml. Não houve associação entre as variações das gonadotrofinas com parâmetros antropométricos em mulheres com índice de massa corpórea Resumo em inglês OBJECTIVE: to evaluate serum levels of follicle-stimulating hormone (FSH) and luteinizing hormone (LH) in the pill-free interval of a combined oral contraceptive containing 20 mg of ethynylestradiol and 75 mg of gestodene. METHODS: thirty-one women from 17 to 36 years old, mean age of 24.5 years old, 19% adolescents, were included. FSH, LH, prolactin (PRL) and estradiol (E2) levels were measured by immunochemoluminescence. Both FSH and LH levels were measured within the l (mais) ast four days of pill intake and on the 7th day of the pill-free interval between two cycles. Hormonal levels were compared by the Student t-test. Comparisons between hormonal and anthropometric data were made by linear regression; values of p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Efeito da pré-estimulação ovariana sobre características de oócitos após punção folicular em bovinos/ Effect of ovarian pre-stimulation on the ultrasound-guided follicular puncture

Viana, J.H.M.; Ferreira, A.M.; Camargo, L.S.A.; Sá, W.F.; Fernandes, C.A.C.; Marques Júnior, A.P.
2003-02-01

Resumo em português Avaliaram-se os efeitos da pré-estimulação ovariana com FSH e da imunização ativa contra inibina suína sobre o número e classificação morfológica de oócitos recuperados por punção folicular. Catorze vacas da raça Gir, pluríparas e não-lactantes, foram distribuídas em: TI - submetidas a pré-estimulação com 250 UI de FSH (n=4), TII - submetidas a imunização ativa contra inibina suína (n=4) e TIII - não tratadas (n=6; controle). Todos os animais tiver (mais) am seus folículos com diâmetro superior a três milímetros aspirados uma vez por semana, durante 10 semanas consecutivas. O TI apresentou aumento na população folicular total (P Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate the effects of ovarian pre-stimulation with FSH and active immunization against swine inhibin on the number and quality of oocytes recovered by follicular puncture. Pluriparous, non-lactating Gir cows (n=14) were distributed as: TI - pre-treatment with 250 IU of FSH (n=4), TII - active immunization against swine inhibin (n=4) and TIII - not treated (n=6; control group). All animals had their ovarian follicles above three millimeters i (mais) n diameter aspirated once a week during 10 consecutive weeks. The TI presented an increase in total follicular population (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Efeito da somatotropina na população folicular, recuperação de oócitos e produção in vitro de embriões em vacas Gir/ Effect of somatotropin on follicular population, oocyte retrieval and in vitro embryo production in Gir cows

Ramos, Alessandra de Almeida; Ferreira, Ademir de Moraes; Sá, Wanderlei Ferreira de; Viana, João Henrique Moreira; Camargo, Luiz Sérgio de Almeida; Polisseni, Juliana; Henry, Marc
2007-04-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito da pré-estimulação ovariana com somatotropina bovina recombinante (rbST), associada ou não ao FSH, sobre a população folicular, a recuperação de oócitos e a produção in vitro de embriões em vacas Gir. Utilizaram-se vacas não-lactantes, em boas condições reprodutiva e corporal, cujo ciclo estral foi sincronizado pela administração de 0,5 mg de cloprostenol. Durante o experimento, as vacas receberam continuamente implantes auriculares de (mais) norgestomet, renovados a cada 14 dias, e, posteriormente, foram submetidas aos tratamentos: T1 ou controle - punção sem tratamento pré-estimulatório; T2 - aplicação única de 160 mg de rbST antes de cada punção; e T3 - punção após o tratamento com 160 mg de rbST em aplicação única, seguida de administração de 250 UI de FSH em doses decrescentes. Os oócitos foram maturados e fertilizados in vitro e os presumíveis zigotos foram cultivados por 192 horas pós-fertilização. Os tratamentos não foram diferentes quanto à população folicular presente no ovário. Entretanto, com a administração de 250 UI de FSH (T3), verificou-se aumento no diâmetro do maior folículo e no número de folículos grandes e médios e diminuição no número de folículos pequenos. A taxa de recuperação não diferiu entre o tratamento controle e T3 (com administração de FSH), mas foi menor no T2 (aplicação, em dose única, de 150 mg de rbST antes de cada punção). O número de oócitos de grau 1 foi maior e o de degenerados, menor no T3 em relação ao T1 e ao T2. O rbST (T2) aumentou a taxa de clivagem e a produção de blastocistos e, quando associado ao FSH, melhorou a qualidade dos oócitos nos animais Gir. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate ovarian pre-stimulation using recombinant bovine somatotropin (rbST) or rbST associated to FSH on follicular population, oocyte retrieval and in vitro embryo production in Gir cows (Bos indicus). Estrous cycle of non-lactating cycling cows with similar body and reproductive conditions were synchronized with cloprostenol followed by norgestomet ear implants, replaced every fourteen days. The animals were randomly distributed in three t (mais) reatments: TI or control (punctured without pre-stimulation), TII (injection of 160 mg of rbST, before each aspiration) and TIII (injection of 160 mg of rbST followed by administration of 250 U.I. of FSH, before each aspiration). Oocytes were maturated and fertilized in vitro and presumptive zygotes were cultured in vitro for 192 hours post-fertilization. Treatments did not differ for ovarian follicular population. However, an increase in the diameter of the largest follicle and in the number of large and medium follicles with reduction in the number of small follicles was observed for TIII. Oocyte recovery did not differ between TI and TIII, but recovery rate was lower for TII. The number of grade I oocytes was higher and the number of degenerated oocytes was lower for TIII than for TI or TII. The rbST increased cleavage rate and blastocyst production, and when associated to FSH the quality of oocyte in Gir animals was improved.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Importância da dosagem da 17OH-progesterona na síndrome dos ovários policísticos

Pinheiro, Solange Alves; Clapauch, Ruth
2001-08-01

Resumo em português A dosagem da 17-hidroxiprogesterona (17OHP) é usada para screening de hiperplasia congênita de adrenal (HCSR) por defeito da 21-hidroxilase e, nesta situação, se encontra muito aumentada. Pode estar alterada em mulheres com síndrome de ovários policísticos (SOP), porém a freqüência e a magnitude desta alteração foram pouco descritas. Analisamos retrospectivamente queixas, índice de massa corpórea (IMC), dosagens na fase folicular precoce de LH, FSH, testoste (mais) rona livre, 17OHP, sulfato de deidroepiandrosterona (SDHEA) e volume ovariano ao ultra-som de 83 mulheres no menacme com SOP, antes de iniciar tratamento. HCSR foi excluída pela prova de ACTH nas que apresentaram valores basais de 17OHP maiores que 200ng/dL. A 17OHP esteve acima do valor de referência em 67,5% dos casos comparada a 38,6% para o LH; 10,8% para testosterona livre e 4,9% para SDHEA. A relação LH/FSH esteve maior que 1 em 50,6% das mulheres. O volume de pelo menos um dos ovários esteve aumentado em 53,5% das pacientes. O aumento médio da 17OHP foi de 30% acima do limite superior da normalidade (mediana 18%). Correlacionou-se inversamente com os valores de FSH e houve uma tendência de relação direta com os níveis de SDHEA. Das dosagens analisadas, a 17OHP foi a mais freqüentemente aumentada, sugerindo que além de funcionar como screening para HCSR, aumentos discretos desse hormônio possam apoiar o diagnóstico de SOP dentro de um quadro clínico compatível Resumo em inglês 17-Hydroxyprogesterone (17OHP) is measured to screen for congenital adrenal hyperplasia (CAH) caused by 21-hydroxylase deficiency, in which 17OHP levels are extremely elevated. It can also be abnormal in PCO but the frequency and magnitude of this alteration is poorly described. We analyzed retrospectively: complaints, body mass index (BMI), follicular phase levels of LH, FSH, testosterone (T), 17OHP, dehydroepiandrosterone sulfate (DHEAS) and ovarian volume by ultrasound (mais) from 83 PCO patients not previously treated. CAH has been excluded by ACTH testing if basal 17OHP levels were > 200ng/dL. Hormone levels were above reference values in 67.5% for 17OHP; 38.6% for LH; 10.8% for T and 4.9% for DHEAS. LH/FSH ratio was above 1 in 50.6% of the women. At least one of the ovaries was increased in 53.5% of the patients. The mean increase in 17OHP was 30% above the normal limit (median 18%). There was a negative correlation with FSH and a positive correlation trend with DHEAS. 17OHP was the most frequently elevated hormone, suggesting that in addition to screening for CAH, mild increases of this hormone can be used to support PCO diagnosis in an appropriate clinical setting

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Pré-tratamento com somatotropina bovina (rbST) na superovulação de doadoras da raça Holandesa/ Pre-treatment with bovine somatotropin (rbST) in the superovulation of Holstein donors

Neves, E.F.; Ramos, A.F.; Marques Júnior, A.P.
2005-04-01

Resumo em português Estudou-se o efeito da somatotropina bovina recombinante (rbST) sobre o número e qualidade dos embriões de 40 vacas da raça Holandesa, distribuídas aleatoriamente em três grupos: controle (GI, n=15), tratadas com 250mg de rbST (GII, n=11) e tratadas com 500mg de rbST (GIII, n=14) no sexto dia do ciclo estral. No décimo dia após o estro, as doadoras foram submetidas ao tratamento superovulatório com 360mg de hormônio folículo estimulante (FSH) em doses decrescent (mais) es, duas vezes ao dia, com intervalos de 12 horas. Juntamente com a sétima aplicação de FSH foram administrados 0,5mg de cloprostenol (análogo da PGF2alfa) e as doadoras inseminadas artificialmente 12, 20 e 28 horas após o início da manifestação de estro. Os embriões foram coletados, não cirurgicamente, no sétimo dia após a primeira inseminação. A administração de 250 ou 500mg de rbST aumentou (P Resumo em inglês The use of recombinant bovine somatotropin (rbST) in superovulated Holstein donors to increase the number and quality of the embryos was studied. Forty cows were randomly allotted into three groups: control (n=15), treated with 250mg rbST (n=11) and treated with 500mg rbST (n=14) on the 6th day of the oestrous cycle. On the 10th day after estrus the donors were submitted to a superovulatory treatment with 360mg of FSH in decreasing doses, twice-a-day, with 12 hours interv (mais) al. Along with the 7th application of FSH, 0.5mg of cloprostenol was injected and the donors were inseminated 12, 20 and 28 hours after the onset of estrus. Embryos were collected non-surgically on the 7th day after the 1st insemination. The use of 250 or 500mg of rbST increased (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Produção in vitro de embriões bovinos: utilização de diferentes fontes de gonadotrofinas na maturação dos oócitos/ In vitro production of bovine embryos: utilization of different gonadotropin sources for in vitro maturation of oocytes

Coelho, Lia de Alencar; Esper, César Roberto; Alvarez, Rafael Herrera; Vantini, Roberta; Almeida Junior, Ivo Luis
2002-06-01

Resumo em português O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar o efeito da utilização de diferentes fontes de gonadotrofinas para maturação in vitro dos oócitos bovinos fecundados e desenvolvidos in vitro sobre as taxas de clivagem (TC) e de blastocistos (TBL). Oócitos imaturos provenientes de ovários de vacas de abatedouro foram submetidos a maturação in vitro sob diferentes condições: meio TCM 199, acrescido de 10% de soro de vaca em estro (SVE), aditivos, hepes (mais) , NaHCO3, piruvato de sódio, antibióticos (meio B-199), 20 UI/mL de PMSG e 10 UI/mL de hCG (PMSG/hCG) ou meio B-199, acrescido de 5 mig/mL de FSH e 5 mig/mL de LH (FSH/LH). Seguidos 24 h de cultura a 38,5ºC em atmosfera com 5% de CO2, os oócitos maturos foram incubados com sêmen descongelado durante 18 a 21 horas. Após esse período, os oócitos foram transferidos para placas contendo microgotas de meio Ménezo suplementado com 10% de SVE e células epiteliais do oviduto bovino em suspensão, cobertas com óleo de silicone, os quais permaneceram em cultura por mais 9 dias. Os dados foram analisados pelo teste do Qui-quadrado. A TC e a TBL, para PMSG/hCG e FSH/LH, foram 60 e 13,9% e 61,2 e 10,6%, respectivamente. Não houve diferença entre os tratamentos com relação a TC ou a TBL. Esses resultados sugerem que ambas as fontes de gonadotrofinas podem ser utilizadas para maturação in vitro dos oócitos fecundados e desenvolvidos in vitro. Resumo em inglês This study aimed to evaluate the effect of different gonadotropin sources for in vitro maturation of bovine oocytes fertilized and developed in vitro on cleavage (CR) and blastocysts rates (BLR). The immature oocytes from slaughterhouse cows ovaries were matured in vitro under different conditions: TCM 199 medium with 10% eostrous cow serum (ECS), aditives, hepes, NaHCO3, sodium pyruvate, antibiotics (B-199 medium), 20 UI/mL PMSG and 10 UI/ml hCG (PMSG/hCG) or B-199 mediu (mais) m with 5 mug/mL FSH and 5 mug/mL LH (FSH/LH). After 24 hours of culture at 38.5°C with 5% CO2 in air the mature oocytes were incubated with frozen-thawed semen for 18-21 hours. After this, the oocytes were transferred into microdroplets of Ménezo medium with 10% ECS and bovine oviduct ephitelial cells (BOEC) in suspension and were further cultured for 9 days. The data were analyzed by chi-square test. The CR and BLR for PMSG/hCG and FSH/LH were 60 and 13.9% and 61.2 and 10.6%, respectively. There was no difference between treatments regarding to CR and BLR. The results indicate that both gonadotropin sources can be used for in maturation medium of oocyte fertilized and developed in vitro.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

PROP1 gene analysis in Portuguese patients with combined pituitary hormone deficiency

Lemos, MC; Gomes, L; Bastos, M; Leite, V; Limbert, E; Carvalho, D; Bacelar, C; Monteiro, M; Fonseca, F; Agapito, A; Castro, JJ

OBJECTIVE: Mutations of the PROP1 gene lead to combined pituitary hormone deficiency (CPHD), which is characterized by a deficiency of GH, TSH, LH/FSH, PRL and, less frequently, ACTH. This study was undertaken to investigate the molecular defect in a cohort of patients with CPHD. DESIGN, PATIENTS AN...

DRIVER (Portuguese)

29

Perfil hormonal sexual de mulheres em programa crônico de diálise em tratamento com eritropoetina humana recombinante/ Sex hormones in women on dialysis

Dal Maso, Rosina Conceição Graçaplena; Cavagna Neto, Mário; Yu, Luis; Juliano, Yara; Novo, Neil Ferreira; Cury, Maria Cristina; Bogossian, Miguel
2003-01-01

Resumo em português A IRC (insuficiência renal crônica) terminal é acompanhada por alterações sistêmicas, inclusive do eixo hipotálamo-hipofisário-gonadal. Após o aparecimento da EPO (eritropoetina humana recombinante), surgiram relatos de melhora da disfunção sexual em homens, havendo relativa escassez de dados sobre dosagens hormonais e função sexual das mulheres. No Brasil, há poucos dados sobre o perfil hormonal de mulheres em programa crônico de diálise. OBJETIVOS: Avali (mais) ação e comparação do perfil hormonal sexual, através das dosagens de FSH (hormônio folículo estimulante), LH (hormônio luteinizante), PRL (prolactina) e E2 (estradiol) de mulheres em programa crônico de diálise, sob terapêutica com EPO. MÉTODOS: Foram avaliadas 47 mulheres (uma em diálise peritoneal intermitente, quatro em diálise peritoneal ambulatorial contínua e 42 em hemodiálise), subdivididas em três grupos: (1) Grupo I, de mulheres com menos de 48 anos de idade e menstruando regularmente; (2) Grupo II, de mulheres com menos de 48 anos de idade e amenorreicas; (3) Grupo III, de mulheres com mais de 48 anos de idade e amenorreicas. Os grupos foram comparados entre si através do teste de Mann-Whitney para duas amostras independentes. RESULTADOS: Todos os grupos mostraram valores normais das dosagens séricas de FSH, LH e E2, e não houve diferença estatisticamente significante nos níveis desses hormônios entre as mulheres que menstruam e as amenorreicas com idade inferior a 48 anos. Os níveis de PRL encontravam-se acima da normalidade em todos os grupos, independentemente da idade e do padrão menstrual, não havendo diferenças estatísticas significantes entre os grupos. As pacientes do grupo III apresentaram perfis hormonais compatíveis com a menopausa, ou seja, níveis séricos de FSH e LH elevados e de E2 diminuídos. Resumo em inglês OBJECTIVE: The end stage renal disease has accompaniments in body systems, including hormonal changes. The present study was designed to evaluate the pattern of follicle stimulating hormone (FSH), luteinizing hormone (LH), prolactin (PRL) and estradiol (E2) in 47 women with end stage renal disease (ESRD), on regular dialysis and receiving recombinant human erythropoietin (r-HuEPO). METHODS: One patient was on intermitent peritoneal dialysis, 4 on continuous ambulatory per (mais) itoneal dialysis and 42 on maintenance haemodialysis. They were divided into: Group I consisted of 10 women with regular menses, aged lesser than 48 years; Group II consisted of 15 women with amenorrhea, aged lesser than 48 years and; Group III, consisted of 22 women with amenorrhea, aged 48 years or more. Levels of FSH, LH, PRL e E2 were obtained by ELISA. RESULTS: All groups showed FSH, LH and E2 levels in the normal range for normal women without renal failure, and there was no statistical significance in the levels of these hormones between women with regular menses or women with amenorrhea aged lesser than 48 years. The serum concentrations of PRL were above the normal range in all groups. The patients aged 48 or more showed hormonal profile consistent with post-menopausal (i.e. high FSH, high LH and low estradiol). CONCLUSIONS: We conclude that ovarian function is intact on ESRD and we have to search for other causes for amenorrhea in women that do not have na abnormal hormonal sex profile.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Estimulação hormonal, punção folicular transvaginal e avaliação ovocitária em bezerras pré-púberes da raça Nelore (Bos taurus indicus)/ Hormonal stimulation and ultrasound guided transvaginal follicle aspiration and oocyte recovery in Nelore (Bos taurus indicus) prepubertal calves

Snel-Oliveira, Marilia Viviane; Pereira, Daniela Costa; Malagoli Junior, Danilo; Rumpf, Rodolfo
2003-02-01

Resumo em português O uso de bezerras pré-púberes como doadoras de ovócitos oferece um considerável potencial para acelerar o ganho genético através da diminuição do intervalo de gerações, além de incrementar o aproveitamento de fêmeas bovinas de alto valor genético. Os objetivos deste estudo foram analisar o efeito da idade e do tratamento estimulatório com gonadotrofinas sobre a resposta folicular, a taxa de recuperação, a produção e a avaliação morfológica de ovócito (mais) s colhidos em bezerras da raça nelore (B. t. indicus) a partir de 10 meses de idade. As bezerras foram distribuídas aleatoriamente em três grupos (n=4) e receberam tratamentos hormonais distintos, repetidos nos mesmos animais nos três períodos, aos 10, 11 e 12 meses de idade. No dia zero (D0), todas as bezerras receberam um implante intravaginal de progesterona e, em D1, 2 mg de benzoato de estradiol intramuscular (im). Em D6, deu-se início à diferenciação dos tratamentos (T): T1- 120 UI de FSH, divididos em quatro aplicações im a cada 12 horas; T2 - 120 UI de FSH, em uma única aplicação subcutânea (sc), mais 300 UI de eCG sc, T3 - sem tratamento estimulatório. No D8, o implante de progesterona foi retirado e a punção folicular transvaginal, guiada por ultra-som (PFTV), foi realizada no D9. Dos 402 ovócitos coletados, 53 foram desnudados e medidos, incluindo a zona pelúcida, encontrando-se um diâmetro médio de 153,38 (8,06) mm. Não houve diferença significativa entre os tratamentos e entre as idades para quantidade de folículos > 3 mm, de ovócitos recuperados e de ovócitos viáveis. A média de ovócitos recuperados e ovócitos viáveis para cada tratamento foi: T1- 11,08 (6,20) e 59,58% (25,80), T2- 12,75 (8,04) e 66,02% (36,71), T3 - 9,66 (8,15) e 51,51% (30,69), respectivamente. O valor médio da taxa de recuperação foi de 78,70%. O uso de FSH e FSH + eCG não aumentou significantemente a quantidade de folículos > 3 mm no momento da PFTV, assim como dos ovócitos recuperados e viáveis aos 10, 11 e 12 meses de idade. Resumo em inglês The use of pre-pubertal calves as oocyte donors offers a considerable potential to increase the genetic gain lowering the generations interval, as well as increase the usage of bovine females with high genetic value. The objectives of this study were to analyze the effect of age and of the stimulatory treatment with gonadotropins in the follicular response, the recovery rate, quantity and quality of oocytes of the prepubertal Nelore (B. t. indicus) calves. Twelve Nelore p (mais) repubertal females were stimulated with gonadotrophin hormone and were submitted to ultrasound guided transvaginal oocyte recovery (OPU) at 10, 11 and 12 months of age. Before OPU the females were randomly distributed into three treatment groups (n=4), which consist of different protocols of ovarian super stimulation. For all treatments the animals on day zero (D0) received one intravaginal progesterone implant (CIDR-G®) and on D1, 2 mg of estradiol benzoate im (Estrogin®). The stimulatory treatment began on D6 according to the following treatments: T1-120 IU of FSH (Foltropin®), divided in 4 im injections with 12 hours interval; T2-120 IU of FSH in one sc application plus 300 IU of eCG (Folligon®) on D6; T3 - without stimulatory treatment (control). At D8 the CIDR-G®was removed and OPU was performed on D9. Among the 402 oocytes retrieved, 53 were denuded and measured (including the pellucid zone) where a mean diameter of 153.38 ± 8.06 mm was obtained. No significant difference was detected among treatments and among ages for the quantity of follicles > 3 mm, quantity of oocytes recovery and quantity of oocytes morphologically viable. The mean of recovery oocytes and viable oocytes for each treatment was T1- 11.08 (6.20) and 59.58% (25.80), T2 - 12.75 (8.04) and 66.02% (36.71), T3 - 9.66 (8.15) and 51.51% (30.69), respectively. The mean value of recovery rate was 78.70%. The use of FSH or FSH + eCG does not increase significantly the amount of follicles > 3 mm at the OPU moment, as well as the total and viable oocytes by 10, 11 and 12 months of age.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

O papel dos receptores das gonadotrofinas na reprodução feminina

Kohek, Maria Beatriz da Fonte; Latronico, Ana Claudia
2001-08-01

Resumo em português As ações fundamentais das gonadotrofinas hipofisárias na vida sexual reprodutiva de ambos os sexos dependem da integridade estrutural e funcional dos seus respectivos receptores. Os receptores das gonadotrofinas localizados na membrana citoplasmática são membros da grande família dos receptores acoplados à proteína G e apresentam uma estrutura comum caracterizada por uma extensa porção extracelular e setes hélices transmembranas. A recente identificação de mu (mais) tações inativadoras e ativadoras de ocorrência natural nos genes dos receptores do LH e do FSH contribuíram para a maior compreensão de estados patológicos gonadais. Neste trabalho, revisamos os aspectos moleculares dos defeitos dos genes dos receptores das gonadotrofinas e suas implicações fenotípicas no sexo feminino. Nas mulheres com mutações inativadoras em homozigose nestes genes, sintomas freqüentes como alterações menstruais (amenorréia secundária e oligoamenorréia) e infertilidade podem alertar o endocrinologista para o estabelecimento do diagnóstico definitivo da resistência ovariana ao LH ou ao FSH. Resumo em inglês The critical actions of the pituitary gonadotropins in the sexual reproductive life in both sexes depend on the structural and functional integrity of their respective receptors. Gonadotropin receptors located within the cytoplasmic membrane are members of the G-protein coupled receptor superfamily which displays a common structure composed by a large extracellular region and seven-transmembrane helices. The recent identification of natural-occurring inactivating and acti (mais) vating mutations in the LH and FSH receptor genes has contributed to our better understanding of gonadal disorders. In the present study, we reviewed the molecular aspects of the defects of these genes and their phenotypic implications in females. In women with homozygous inactivating mutations in these genes, frequent symptoms, such as menstrual irregularities (secondary amenorrhea or oligoamenorrhea) and infertility can drive the endocrinologist to establish the final diagnosis of LH or FSH ovarian resistance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Rendimento, composição tecidual e musculosidade da carcaça de cordeiros Santa Inês alimentados com diferentes níveis de feno de flor-de-seda na dieta/ Yield, tissue composition and carcass muscularity of Santa Inês lambs fed diets with different ratios of forage sorghum hay to silk flower hay

Marques, Ana Valéria Mello de Souza; Costa, Roberto Germano; Silva, Aderbal Marcos de Azevedo; Pereira Filho, José Morais; Madruga, Marta Suely; Lira Filho, Gerson Edmo
2007-06-01

Resumo em português Foi avaliada a inclusão de níveis crescentes de feno de flor-de-seda (Calotropis procera SW) (FFS) em substituição ao feno de sorgo forrageiro (Sorghum bicolor, L.) (FSF) na dieta e seus possíveis efeitos sobre os rendimentos verdadeiro, biológico e comercial, a perda ao resfriamento, o rendimento dos cortes, a composição tecidual e a musculosidade da carcaça de cordeiros Santa Inês. Foram utilizados 24 cordeiros (machos não-castrados) distribuídos em um delin (mais) eamento inteiramente casualisado, com quatro tratamentos (relações FSF:FFS: 100:0, 66:33, 33:66 e 0:100). Os animais foram abatidos com 30,0 (±0,4) kg ou aos 70 dias de experimento. Não houve efeito das relações FSF:FFS na dieta sobre os rendimentos biológico, verdadeiro e comercial, sendo obtidos valores médios de 53,17; 45,97 e 44,34%, respectivamente. Foram observadas diferenças significativas no peso vivo ao abate, no peso de corpo vazio, nos pesos de carcaça quente e de carcaça fria, no rendimento dos cortes, na composição tecidual e na musculosidade da carcaça. À exceção dos cortes paleta e perna, as variáveis apresentaram valores mais elevados quando fornecidos os menores níveis de FFS na dieta. O feno de flor-de-seda pode ser utilizado na alimentação de cordeiros para produção de carne em proporções de até 16,5% da dieta (33% da fração volumosa), pois não ocasiona prejuízo à qualidade da carcaça. Resumo em inglês This study evaluated the effects of different dietary ratios of forage sorghum (Sorghum bicolor L) hay (FSH) to silk flower hay (Calotropis procera SW) (SFH) on true, biological, and retail carcass yields, carcass cooling losses, retail cut yields, tissue composition and carcass muscularity of Santa Inês lambs. Twenty-four intact male lambs were assigned to one of the following four treatments: 100:0 FSH:SFH, 66:33 FSH:SFH , 33:66 FSH:SFH, or 0:100 FSH:SFH in a completel (mais) y randomized design (six animals/treatment). Animals were slaughtered at 30.0±0.4 kg of body weight or at 70 days of experiment. There was no effect of treatments on the biological, true, and retail carcass yields, which averaged, respectively 53.17, 45.97%, and 44.34%. Except for shoulder clod and leg cuts, increasing the dietary levels of SFH significantly reduced the slaughter body weight, empty body weight, hot and cold carcass weights, retail cut yields, tissue composition, and carcass muscularity. It can be concluded that the inclusion of up to 16.5% of the diet DM (33% of the dietary forage) as SFH had no detrimental effect on carcass quality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Folículo Dominante e Resposta Superovulatória em Novilhas da Raça Nelore/ Dominant Follicle and Superovulatory Response in Nelore Heifers

Santiago, Luciene Lomas; Torres, Ciro Alexandre Alves; Nogueira, Eduardo Terra; Costa, Eduardo Paulino da; Guimarães, José Domingos
2002-01-01

Resumo em português Dezessete novilhas da raça Nelore foram superovuladas a partir do nono dia do ciclo estral, sendo oito novilhas com 250 UI (T1) e nove com 500 UI (T2) de FSH, em oito doses decescentes. Os animais foram monitorados por meio de ultra-sonografia durante o período superovulatório e no dia da coleta de embriões. Não houve diferença na taxa de recuperação e qualidade das estruturas coletadas entre os animais dos dois tratamentos. Foram coletados 4,16 embriões viáveis (mais) /doadora nos animais do T1 e 3,15 embriões viáveis/doadora nos animais do T2. A presença do folículo dominante no início do tratamento superovulatório não interferiu na resposta superovulatória. O diâmetro do maior e do segundo maior folículo e número de folículos subordinados entre os animais dos tratamentos durante a superovulação não diferiram. O diâmetro do maior folículo e do segundo maior e o número de folículos subordinados foram de 11,36 mm, 8,91 mm e 16,93 e de 11,59 mm, 9,42 mm e 17,44 para os tratamentos com 250 e 500 UI de FSH, respectivamente. Resumo em inglês Seventeen Nelore heifers were submitted to a superovulation protocol, beginning on the ninth day of the estrous cycle. Eight heifers were superovulated with 250 IU (T1) and nine with 500 IU (T2) of FSH. The animals were monitored by ultrasonography during the superovulation period and on the embryo collection day. There were no differences on the recovery rate and quality of the structures collected among the animals of the two treatments. Animals treated with 250 (T1) an (mais) d 500 IU (T2) of FSH produced 4.16 and 3.15 embryos viables/donor, respectively. The presence of the dominant follicle in the beginning of the superovulatory treatment did not affect the superovulatory response. The largest diameter follicle and second largest one and number of subordinate follicles during the superovulation from the animals of the treatments did not differ among treatments. The diameter for the largest follicle, the second largest and the number of subordinate follicles for the animals treated with 250 versus 500 IU, were: 11.36 x 11.59 mm; 8.91 x 9.42 mm and 16.93 x 17.44 mm, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Efeito de diferentes protocolos de superovulação sobre a concentração plasmática de progesterona e de metabólitos lipídicos de vacas Nelore/ Effect of different superovulation protocols on plasma progesterone concentration and lypidic metabolites in Nelore cows

Ramos, A.F.; Neves, E.F.; Marques, V.S.; Lima, F.P.C.; Drumond, D.L.; Marques Jr, A.P.
2007-04-01

Resumo em português Avaliaram-se as concentrações plasmáticas de triglicérides, colesterol, aspartato transaminase (AST) e progesterona (P4) em vacas Nelore não lactantes com elevado escore corporal, superovuladas com diferentes protocolos. Foram utilizados três grupos de animais, G1 (n=11), G2 (n=8) e G3 (n=5), superovulados com 500UI de FSH, 200mg e 180mg de FSH (hormônio folículo estimulante), respectivamente, em doses decrescentes, duas vezes ao dia, durante quatro dias. As amost (mais) ras de sangue foram coletadas antes da superovulação (A), no terceiro dia da superovulação (B), no momento da inseminação artificial (C) e na coleta dos embriões (D). As concentrações de triglicérides, AST e colesterol foram verificados por espectrofotometria, e a de progesterona (P4) por radioimunoensaio. Não houve alteração (P>0,05) na concentração de triglicérides, AST e colesterol entre as amostras. Não houve efeito (P>0,05) do protocolo de superovulação sobre a concentração de triglicérides, AST e P4 nas diferentes amostras. O G2 apresentou menor concentração de colesterol (P Resumo em inglês The purpose of this research was to evaluate the concentration of tryglicerides, cholesterol, aspartate transaminase (AST) and progesterone (P4) in embryo donor Nelore cows superovulated with different protocols. Twenty four donors were randomly distributed in three groups: group 1 (n=11), donors superovulated with 500UI of FSH and group 2 (n=8) and group 3 (n=5) respectively with 200mg and 180mg of FSH, in decreasing doses, twice a day, during four consecutive days. Bloo (mais) d samples were collected before superovulation (A), in the third day of superovulation (B), at the artificial insemination time (C) and at the embryo collection time (D). The concentrations of tryglicerides, aspartate transaminase (AST) and cholesterol were measured by spectrophotometry and progesterone (P4) by radioimmunoassay. There was no alteration (P0.05) of the superovulation protocol on the concentration of tryglicerides, AST and P4 in the samples. In the samples A and B of group 2 the concentration of cholesterol was lower (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Estudo da atividade hormonal de mulheres tratadas com tamoxifeno no menacme/ A study of hormone activity in premenopausal tamoxifen-treated women

Bernardes Jr, Júlio Roberto de M.; Gebrim, Luiz Henrique; Nazário, Afonso Celso Pinto; Kemp, Claúdio; Lima, Geraldo Rodrigues de; Baracat, Edmund Chada
1998-10-01

Resumo em português Objetivos: Avaliar o efeito do tamoxifeno nos níveis séricos de progesterona, estradiol, prolactina, hormônio luteinizante (LH), hormônio folículo-estimulante (FSH) e da globulina transportadora dos hormônios sexuais (SHBG), quando administrado a mulheres no menacme, nas doses de 10 e 20 mg/dia por 22 dias. Métodos: Estudo aleatório e duplo-cego. Foram incluídas 43 mulheres pré-menopausadas e eumenorréicas. Foram distribuídas em 3 grupos: A (N = 15; placebo), (mais) B (N = 15; 10 mg/dia) e C (N = 13; 20 mg/dia). Foram realizadas duas dosagens hormonais, sendo a primeira no 22º dia do ciclo menstrual que precedeu o uso da droga e a segunda após 22 dias de uso do medicamento. Utilizaram-se os testes de Levene e t-pareado para avaliar a homogeneidade da amostra e a variação das dosagens hormonais, respectivamente. Resultados: As concentrações séricas de estradiol, progesterona e SHBG aumentaram significantemente nos grupos B e C. No grupo C, observou-se ainda elevação no nível sérico de FSH (p Resumo em inglês Purpose: to evaluate the effects of tamoxifen (TAM) on plasma levels of estradiol, progesterone, prolactin, luteinizing hormone (LH), follicle-stimulating hormone (FSH) and steroid hormone-binding globulin (SHBG) when given to premenopausal women in the doses of 10 and 20 mg/day for 22 days. Patients and Methods: a randomized double-blind study was performed with 43 premenopausal eumenorrheic women. The patients were divided into three groups: A (N = 15, placebo); B (N = (mais) 15, TAM 10 mg/day) and C (N = 13, 20 mg/day). They started taking an oral dose of TAM or placebo on the very first day of the menstrual cycle. Two hormone determinations were performed, both on the 22nd day of the menstrual cycle: the first in the cycle that preceded the use of the drug and the second, in the following cycle, after 22 days of using the medication. We used the Levine and Student tests in order to evaluate the homogeneity of the sample and the variation of the hormone determinations respectively. Results:serum levels of estradiol, progesterone and SHBG increased significantly in groups B and C. In group C, we also observed increase in serum level of FSH (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Avaliação dos Níveis Séricos de Leptina em Mulheres Portadoras da Síndrome dos Ovários Policísticos/ Leptin Levels in Women with Polycystic Ovary Syndrome

Melo, Marco Antônio Barreto de; Sabino, Sandro Magnavita; Sampaio, Marcos Aurélio Coelho; Geber, Selmo
2001-09-01

Resumo em português Objetivos: verificar os níveis de leptina em pacientes com síndrome dos ovários policísticos (SOP) e suas relações com a testosterona, o estradiol, o FSH e a insulina. Métodos: estudo transversal realizado com 40 pacientes portadoras de SOP, divididas em dois grupos, de acordo com o seu índice de massa corporal (IMC): Grupo I (n = 20): pacientes obesas (IMC >28 kg/m²) e Grupo II (n = 20): pacientes não-obesas (IMC (mais) a significativa na relação glicemia/insulina entre os dois grupos (p=0,043). Os níveis de leptina se mostraram fortemente correlacionados com o IMC (p Resumo em inglês Purpose: to investigate leptin levels in patients with polycystic ovary syndrome (PCOS), and relationships with testosterone, estradiol, follicle-stimulating hormone (FSH) and insulin levels. Methods: transversal study on 40 patients with PCOS divided into two groups: Group I (n = 20)- obese women (body mass index - BMI > or = 28 kg/m²), and Group II (n = 20) - non obese women (BMI (mais) leptin concentrations were significantly correlated with BMI (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Efeito de diferentes dosagens de vitamina A injetável na produção e qualidade de embriões bovinos da raça Nelore/ Effect of different dosages of vitamin A injection on production and quality of cattle embryos

Amaral, Bruno Cesar do; Souza, José Camisão de; Bertechini, Antônio Gilberto; Viveiros, Ana Tereza de Mendonça; Teixeira, Júlio César; Arantes, Alexandre Francisco Amaral
2004-06-01

Resumo em português Conduziu-se este trabalho com o objetivo de avaliar o efeito de quatro diferentes doses de vitamina A (0 - (n=14), 500.000 (n=15), 1.000.000 (n=17) e 1.500.000 (n=16) (UI) (na forma de palmitato de retinol) na produção e qualidade de embriões coletados de vacas doadoras da raça nelore (n=64). O experimento foi realizado na Central de Transferência de Embriões Cauembryo no município de Funilândia - MG. As vacas foram superovuladas no 10º (n=18), 11º (n=10), 12º (mais) (n=26) ou 13º (n=10) dia após a data do cio com 20 ml de Folltropin® (Vetrepharm, Belleville, Canada) ou 10 ml Pluset® (I.F. Serono, Roma, Itália) distribuídos em dosagens decrescentes durante quatro dias, em duas aplicações diárias (intercaladas de doze horas). Os tratamentos com vitamina A foram iniciados juntamente com a primeira dose de FSH. A luteólise foi induzida no quarto dia do tratamento de FSH com uma aplicação de 0,75 mg de cloprostenol sódico (Ciosin®, Coopers do Brasil, São Paulo, Brasil) e as doadoras observadas em cio foram inseminadas às 12 e 24 horas após o seu início, usando sêmen de diferentes touros. As análises estatísticas foram feitas utilizando o procedimento GENMOD do SAS (SAS INSTITUTE, 1995). O número de embriões viáveis aumentou significativamente (P Resumo em inglês The objective was to evaluate the effect of four different dosages of retinol palmitate 0 - (n=14), 500,000 (n=15), 1,000,000 (n=17) and 1,500,000 (n=16) International Units (IU) of vitamin A in the form of retinol palmitate on production and quality of embryos recovered from Nelore donor cows (n=64). The experiment was carried out in the Embryo Transfer Company Cauembryo in the county of Funilândia - MG. Cows were superovulated on the 10th (n=18),11th (n=10),12th (n=26) (mais) or 13th (n=10) days after estrus onset with an injection of 20 ml of Folltropin® (Vetrepharm, Belleville, Canada) or 10 ml of Pluset® (I.F. Serono,Roma, Itália) administered in decreasing doses for four days twice daily (each 12 h). Vitamin A injection was delivered with the first FSH injection. Luteolysis was induced on the 4th day of FSH treatment by giving 0.75 mg of sodium cloprostenol (Ciosin®, Coopers do Brasil, São Paulo, Brasil) and donors observed in estrus were artificially inseminated 12 and 24 hours after the onset of estrus using semen of different bulls of proven fertility. Statistical analysis was carried out using the GENMOD procedure of SAS (SAS INSTITUTE, 1995). The number of viable embryos differed (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Resultados obtidos em mulheres portadoras de endometriose pélvica avançada e mulheres com ligadura tubária, submetidas a ICSI: análise comparativa/ Outcome of women with advanced pelvic endometriosis and women with tubal sterilization submitted to ICSI: a comparative analysis

Aoki, Tsutomu; Donadio, Nilson; Auge, Antonio Pedro; Prado, Roberto Adelino de Almeida; Borges Junior, Edson; Ribeiro, Paulo Augusto Ayroza G.; Santos, Roberto Euzébio dos
2005-10-01

Resumo em português OBJETIVO: análise comparativa dos resultados obtidos em mulheres portadoras de endometriose pélvica avançada e mulheres com ligadura tubária, submetidas a injeção intracitoplasmática de espermatozóide (ICSI). MÉTODOS: noventa e três mulheres com diagnóstico de infertilidade, com ciclo menstrual normal, não submetidas a qualquer tratamento hormonal e cirúrgico durante o último ano, índice de massa corporal igual a 20-25, portadoras de ovários sem a presenç (mais) a de cistos ou tumores participaram deste estudo e foram divididas em dois grupos: tubário (TUB), 39 mulheres com ligadura tubária, e endometriose (EDT), 54 mulheres com EDT-III e EDT-IV, submetidas a indução ovulatória com FSH-r e ICSI. Os dados clínicos e laboratoriais foram comparados. Testes chi2, Fisher, t pareado, t de Student e Mann-Whitney foram empregados. RESULTADOS: níveis mais baixos de estradiol (2243,1 vs 1666,3; p=0,001) e número menor de folículos por paciente (16,9 vs 13,9; p=0,001) foram recuperados no grupo EDT, apesar da utilização de maior número de unidades de FSH-r (1775,6 vs 1998,6; p=0,007, para TUB e EDT, respectivamente). Não houve diferença quanto à taxa de recuperação ovocitária (69 vs 73,5%; p=0,071) assim como nas taxas de fertilização normal (83,7 vs 81,7%; p=0,563 respectivamente para TUB e EDT. No entanto, menor número de pré-embriões ótimos foi obtido no grupo EDT (36,4 vs 24,8%, respectivamente para TUB e EDT; p=0,005). As taxas de gestação total (41,0 vs 42,6%; p=0,950) e de implantação (13,9% x 14,5%; p=0,905) não foram significativamente diferentes quando TUB e EDT foram comparados. CONCLUSÕES: os ovários das mulheres do grupo EDT parecem ser menos responsivos à indução da ovulação com FSH-r. A endometriose parece comprometer o número médio de folículos e de pré-embriões ótimos sem prejudicar as taxas de recuperação ovocitária e fertilização. No entanto, uma vez formados, os pré-embriões do grupo EDT exibem chances de implantação e gestação semelhantes àquelas do grupo TUB. Resumo em inglês PURPOSE: comparative analysis of the outcome of women with advanced pelvic endometriosis and women with tubal sterilization submitted to intracytoplasmic sperm injection (ICSI). METHODS: ninety-three infertile women, with normal menstrual cycle, without hormonal or surgical treatment during 12 months, body mass index of 20-25, ovaries with no tumors or cysts were included in the present study and divided into two groups: tubal sterilization (TUB), 39 women, and endometrio (mais) sis (EDT), 54 women with III-EDT and IV-EDT, undergoing ovulatory induction using r-FSH and ICSI. Clinical and laboratorial data were compared. chi2, Fisher, Student's t, and Mann-Whitney tests were employed. RESULTS: lower estradiol levels (2,243.1 vs 1,666.3; p=0.001) and lower number of follicles per patient (16.9 vs 13.9, p=0.001) were noted in EDT group, in spite of more units of r-FSH (1,775.6 vs 1,998.6; p=0.007, for TUB and EDT, respectively). There were no differences in the rates of retrieved oocyte (69 vs 73.5%; p=0.071) as well as in normal fertilization rates (83.7 vs 81.7%; p=0.563, for TUB and EDT, respectively. However, lower number of top quality preembryos were obtained in patients from EDT group (36.5 vs 24.8%, TUB and EDT, respectively; p=0.005). Total pregnancy (41.0 vs 42.6%; p=0.950) and implantation rates (13.9 vs 14.5%; p=0.905) were not different when groups TUB and EDT were compared. CONCLUSIONS: ovaries of women from EDT group seem to be less responsive to ovulatory induction with r-FSH. EDT seems to impair the mean number of follicles and top quality preembryos with no impairment of retrieved oocyte and fertilization rates. However, once obtained, preembryos from EDT patients are able to exhibit similar implantation potential and pregnancy when compared with patients from TUB group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Tabagismo e antecipação da idade da menopausa/ Smoking and earlier menopause

Aldrighi, José Mendes; Alecrin, Israel Nunes; Oliveira, Paulo Rogério de; Shinomata, Henrique O.
2005-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o impacto do tabagismo sobre a idade de instalação da menopausa. MÉTODOS: No período de janeiro de 1998 a janeiro de 2001 foram avaliadas 775 mulheres no climatério, com idade entre 40 e 65 anos, por meio de um questionário que, entre outras variáveis, incluía a data da menopausa, uso de hormônios sexuais esteróides, número de partos, cirurgias ginecológicas, hábito de fumar cigarros e número de cigarros fumados por dia. Foram excluídas as (mais) mulheres com menopausa cirúrgica, menopausa prematura e usuárias de terapia de reposição hormonal. Caracterizou-se o estado menopausal pelas determinações séricas do FSH (> 30 UI) e estradiol ( Resumo em inglês OBJECTIVES: to evaluate the impact of smoking on the onset age of menopause. METHODS: From January of 1998 to January of 2001 775 postmenopausal women, with ages ranging from 40 to 65 years, were evaluated by means of a questionnaire. They were asked about their birth date; last menstrual bleeding, number of children, smoking habits, use of hormone medication, number of cigarettes per day, and gynecological surgeries. The menopausal status was characterized by blood deter (mais) minations of FSH (> 30 UI) and estradiol (

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Efeito de diferentes níveis de ingestão de energia sobre a produção e viabilidade de embriões em novilhas e vacas/ Effect of different levels of energy intake on production and viability of embryos in heifers and cows

Rigolon, Luiz Paulo; Prado, Ivanor Nunes do; Cavalieri, Fábio Luiz Bim; Nascimento, Willian Gonçalves do; Negrão, João Alberto
2003-12-01

Resumo em português O objetivo do trabalho foi estudar o efeito do nível de ingestão de matéria seca (IMS/% do PV) sobre ganho de peso, produção e viabilidade de embriões em novilhas mestiças e vacas Nelore. No primeiro experimento foram utilizadas 27 novilhas cruzadas ( ½ Nelore x ½ Simental) distribuídas em três tratamentos e nove repetições: 1,2; 1,6 e 2,6% de IMS/dia em relação ao peso vivo, respectivamente. Os animais foram submetidas à superovulação com FSH e a coleta (mais) dos embriões realizada sete dias após a inseminação artificial, através de lavagem uterina. Este procedimento foi repetido por mais duas vezes com intervalos de 45 dias. No segundo experimento foram usadas 21 vacas Nelore de três anos, distribuídas em três tratamentos: 1,0; 1,8 e 2,6% de IMS em relação ao peso vivo. Após 30 dias os animais foram sincronizados com implante auricular de norgestomet e superovulados com FSH, sendo a coleta dos embriões realizada sete dias após a inseminação artificial, através de lavagem uterina. O peso vivo final, ganho médio diário e peso de carcaça foram maiores para os animais alimentados com 2,6% de IMS. O nível de IMS e o período de coleta não tiveram influência sobre o número de corpos lúteos, número de estruturas totais transferíveis e degeneradas e ovócitos, tanto para novilhas como para vacas. Resumo em inglês This work was carried out to study the effect of dry matter feed intake level (DMI/% BW), weight gain, production and viability of embryos in cross-breed heifers so does production and viability of embryonic structures in Nellore cows. During the first trial, 27 cross-breed (½ Nelore x ½ Simental) heifers were used divided in 3 treatments and 9 replications: 1.2%; 1.6% and 2.6% of DMI/day in relation to body weight, respectively. The heifers were synchronized and after (mais) nine days these animals were superovulated using FSH. The embryos were collected seven days after the artificial insemination by uterus flushing. This procedure was repeated twice with intervals of 45 days. In the second trial, 21 Nellore cows of 3 years old were used. The cows were divided in 3 treatments: 1.0; 1.8 and 2.6% of DMI according to body weight. After 30 days, the cows were synchronized with norgestomet implant and superovulated with FSH. The embryos were collected seven days after artificial insemination by uterus flushing. The final body weight, average daily gain and carcass weight were superior for cows fed 2.6% of DMI. On the other hand, the DMI levels and collect period did not influence on corpus luteum number nor on total, transferable and degenerated numbers of structures and not fertilized oocites for heifers and the cows.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Detecção de estro em jaguatirica (Leopardus pardalis) utilizando citologia vaginal/ Vaginal cytology for estrus detection in ocelot (Leopardus pardalis)

Paz, R.C.R; Adania, C.H; Barnabe, V.H; Barnabe, R.C
2010-12-01

Resumo em português Utilizou-se a citologia vaginal por meio de diferentes métodos de coloração para detecção de cio em jaguatirica, Leopardus pardalis, pela estimulação hormonal exógena e pela avaliação das estruturas ovarianas por videolaparoscopia. Cinco fêmeas foram tratadas com eCG/hCG e FSH/LH a cada quatro meses pelo período de dois anos. Videolaparoscopia foi realizada após cada tratamento utilizando-se cetamina-xilazina e isoflurano. Esfregaços vaginais foram obtidos 1 (mais) 5 dias antes e após a videolaparoscopia. As lâminas foram analisadas ao microscópio de luz quanto aos tipos celulares predominantes. Todos os animais apresentaram folículos maduros (>2mm) e corpos lúteos recentes em todas as intervenções. Não houve diferença significativa entre os resultados obtidos na mesma coloração de acordo com os tratamentos utilizados. Todas as técnicas mostraram-se eficientes na detecção de células superficiais queratinizadas anucleadas e nucleadas, intermediárias, parabasais e basais. Foi possível determinar a fase de estro em Leopardus pardalis por meio da citologia vaginal Resumo em inglês Vaginal cytology was evaluated for estrus detection using different stains after hormonal stimulation with exogenous gonadotrophin (eCG/hCG, FSH/LH) and videolaparoscopy for ovarian structure evaluation. Five L. pardalis were treated four times during two years. After each treatment, videolaparoscopy was performed using Ketamine-Xylazine and Isoflurane. Vaginal cytology was made 15 days before and after videolaparoscopy. Three stains were used: Diff Quick, Papanicolaou, a (mais) nd Shorr. The slides were analyzed for the typical cell predominance. All the animals showed mature follicles (>2mm) and recent corpus luteum in all procedures. No significative difference was observed between the results in the same stain according to the treatment eCG/hCG and FSH/LH. All stains were efficient in detection of nucleated and anuclear superficial keratinized cells; intermediated, parabasal, and basal cells. Vaginal cytology can be used for estrus detection in Leopardus pardalis

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Influência das gonadotrofinas na regulação da maturação nuclear de oócitos eqüinos/ Influence of gonadotropins on nuclear maturation of equine oocytes

Borges, Juan Manuel Larre; Rubin, Mara Iolanda Batistella; Silva, Carlos Antonio Mondino; Gonçalves, Paulo Bayard Dias; Rieck, Ana Cristina
1998-06-01

Resumo em português A maturação in vitro, fecundação e as técnicas de cultivo de embriões na espécie eqüina são extremamente importantes e necessárias para se examinar as causas de repetição de cio, redução de concepção em éguas velhas e também para a preservação da espécie eqüina. Para avaliar o efeito das gonadotrofinas na regulação da maturação nuclear de oócitos eqüinos, folículos com diâmetro entre 5 a 20mm foram aspirados de 551 ovários provenientes de ma (mais) tadouro obtendo-se 408 oócitos aptos para cultivo. Após a aspiração, os oócitos foram avaliados no próprio líquido folicular quanto a sua integridade e distribuídos nos diferentes tratamentos. No Tratamento I (T1) - grupo controle - os oócitos (n=92) foram cultivados em TCM-199 modificado (mod.), com 25mM de HEPES, 2,2mg/ml de bicarbonato de sódio, 1 mi g/ml 17-beta estradiol, 250mi M de piruvato de sódio e 0,4% de albumina sérica bovina. No tratamento 2 (T2), os oócitos (n= 108) foram cultivados no mesmo meio TC M-199 mod. acrescido de lug/ml de hormônio luteinizante suíno (LHs). No Tratamento 3 (T3), os oócitos (n=102) também foram cultivados em TCM-199 mod. porém com 0,5mi g/ml de hormônio folículo estimulante suíno (FSHs) e no Tratamento 4 (T4) os oócitos (n= 106) foram cultivados com 1mi g/ml de LHs e 0,5mi g/ml, de FSHs. Os oócitos dos quatros tratamentos foram cultivados em estufa a 39°C com 5% de CO2 , e 95% de umidade relativa no ar, durante 24 h. Após este período, as células do Cumulus oophorus foram removidas e os oócitos fixados em solução de ácido acético glacial-metanol (1:3) em placas de Petri 10 x 35mm por 24h sendo posteriormente corados com aceto-orceína. O percentual de oócitos em telófase I / metáfase II foi de 55,6% (59/106) para o T4 (FSHs/LHs) e de 53,9% (55/102) para o T3 (FSHs), os quais não diferiram significativamente. No entanto, estes percentuais foram significativamente superiores (p Resumo em inglês In vitro maturation, in vitro fertilization and embryo culture in equine are extremely important and necessaries for examining reproductive problems in the mare. The aim of the present study was to determine the effect of gonadotropins on nuclear maturation of equine oocytes. Follicles-smaller than 20mm were aspirated from 551 ovaries obtained at slaughterhouse, 408 oocytes suitable for culture being recovered. After aspiration, oocytes were evaluated in follicular fluid (mais) and distributed in four treatments. In the first treatment, control group, oocytes (n=92) were cultured for 24 hours in modifled TCM-199 with 25mM HEPES, 2.2mg/ml sodium bicarbonate, 1mug/ml 17 beta estradiol, 250mu M piruvic acid and 0.4% bovino serum albumin. In the second treatment, oocytes (n=108) were cultured in modified TC M-199 plus 1mu g/ml porcine LH. In the third treatment, 102 oocytes were cultured in modifled TCM-199 with the addition of 0.5mu g/ml porcino FSH and on the fourth treatment oocytes (n=106) were cultured in modifled TC M-199 with 1mu g/ml porcine LH and 0.5mug/ml porcine FSH. All four groups were cultured for 24h in an atmosphere with 5% CO2 at 39°C. Afterwards, cumulus cells were removed and oocytes were fixed in acetic acid-methanol (1:3) solution for 24h and stained with aceto-orcein. A significantly greater percentage of MII was observed in oocytes cultured with FSH/LH 59/106 (55.6%) and with FSH 55/102 (53,9%) than in the other groups. When oocytes were cultured in the presence of porcine LH, only 35/108 (32,4%) reached the MII stage, a similar percentage being obtained with the control group. This results demonstrate that equine oocytes cultured in vitro are stimulated to reach metaphase II when they are cultured in the presence of porcine FSH alone or added with porcine LH. Otherwise, porcine LH alone does not stimulate nuclear maturation beyond that obtained with oocytes cultured in the absence of gonadotropins.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Segurança da radioiodoterapia em pacientes com carcinoma de tireóide com menos de 21 anos/ Safety of radioiodine therapy in patients with thyroid carcinoma younger than 21 years

Rosário, Pedro Weslley S.; Cardoso, Ludmilla David; Barroso, Álvaro Luís; Padrão, Eduardo L.; Rezende, Leonardo Lamego; Purisch, Saulo
2005-04-01

Resumo em português Avaliamos 20 pacientes com carcinoma diferenciado de tireóide que receberam radioiodoterapia (dose > 100mCi) antes dos 21 anos: 10 sem metástases distantes receberam uma dose média de 145mCi e 10 com acometimento pulmonar difuso, 270mCi. Após um ano ou mais da terapia ablativa, xerostomia estava presente em dois pacientes sem complicações mais sérias, como úlceras orais ou fissuras, e a cintilografia com 99mTcO4- confirmou a disfunção salivar. Um deles apresenta (mais) va ceratoconjutivite seca. O hemograma não revelou anormalidades atribuíveis à radioiodoterapia. FSH foi normal em 18 deles, e os pacientes com valores elevados haviam recebido radioiodo há pouco mais de um ano e, na repetição do exame em 6 meses, houve normalização. Os seis pacientes masculinos tinham LH e testosterona normais. Nossa avaliação não revelou sinais de fibrose pulmonar secundária ao tratamento nos 10 casos com metástases captantes neste órgão. Nossos dados sugerem que a terapia ablativa com dose de 100 a 300mCi é segura em jovens, mas complicações persistentes como disfunção salivar e conjuntivite podem ocorrer. Resumo em inglês We studied 20 patients with differentiated thyroid carcinoma undergoing radioiodine therapy (>100mCi dose) before the age of 21: 10 patients without distant metastases received a mean dose of 145mCi and 10 with lung involvement received 270mCi. One or more years after ablative therapy, xerostomia was present in two patients but was not accompanied by more severe complications such as oral ulcers or fissures, and 99mTcO4- scintigraphy confirmed salivary dysfunction. One pa (mais) tient showed keratoconjunctivitis sicca. Blood counts did not reveal abnormalities caused by radioiodine therapy. FSH was normal in 18 patients. Patients with elevated levels had received radioiodine just over a year ago and repetition of the exam after 6 months showed that FSH had returned to normal. The 6 male patients had normal LH and testosterone levels. Analysis did not reveal signs of pulmonary fibrosis secondary to treatment in the 10 cases with iodine-accumulating metastases in this organ. Our data suggest that ablative therapy employing a dose of 100 to 300mCi is safe in young individuals, but persistent complications such as salivary dysfunction and conjunctivitis may occur.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Avaliação da aplicabilidade da técnica de maturação in vitro de oócitos humanos e posterior fertilização/ Evaluation of the usefulness of the in vitro maturation technique of human oocyte and subsequent fertilization

Amaral, Maria Clara Magalhães dos Santos; Camargos, Maria das Graças Rocha Santana; Vieira, Marco Aurélio Fernandes; Tavares, Rubens Lene Carvalho; Lemos, Claudia Navarro Carvalho Duarte; Camargos, Aroldo Fernando
2003-08-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a aplicabilidade da técnica de maturação in vitro de oócitos humanos e posterior fertilização. MÉTODOS: estudo prospectivo não randomizado descritivo realizado no período de novembro de 1999 a março de 2001 no qual foram incluídas 15 pacientes com infertilidade tubária e 20 ciclos de fertilização in vitro. Todas assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido antes de iniciar o estudo. As pacientes tinham idade entre 18 e 32 anos inc (mais) ompletos, obstrução tubária como causa exclusiva de infertilidade e índice de massa corporal inferior a 25 kg/m². As pacientes receberam 300 UI de hormônio folículo estimulante (FSH) recombinante por via intramuscular no segundo dia do ciclo e doses adicionais de 150 UI no quarto e no sexto dia do ciclo. A coleta ovular foi realizada no sétimo dia do ciclo. Os oócitos foram colocados em meio TCM 199 acrescido de antibióticos, piruvato, FSH, gonadotrofina coriônica humana e soro (Serum Substitute Supplement - Irvine Scientific®). Após 48 h de cultivo, os oócitos que atingiram o estágio de metáfase II foram inseminados e os fertilizados foram transferidos. RESULTADOS: foram puncionados 144 folículos com a coleta de 67 oócitos imaturos (46,5%). Quarenta e três oócitos atingiram o estágio de metáfase II (64,2%) e foram inseminados. Destes, 30 fertilizaram e 25 embriões foram transferidos para 10 pacientes. Houve uma gravidez com nascimento de um bebê. CONCLUSÃO: concluiu-se que a técnica de maturar oócitos humanos in vitro previamente à fertilização in vitro é técnica exeqüível, capaz de gerar gravidez. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the usefulness of the in vitro maturation technique of human oocyte and subsequent fertilization. METHODS: this is a prospective nonrandomized, descriptive study, carried out during the period of November 1999 to March 2001, with 20 cycles of in vitro fertilization of 15 patients with tubal infertility. All signed the written informed consent before the beginning of the study. The selected patients were at least 18 and at most 32 years of age, with on (mais) ly tubal infertility, and body mass index less than 25 kg/m². The patients received 300 UI of recombinant follicle stimulating hormone (FSH) by intramuscular injection at the second day of the cycle and additional doses of 150 IU at the fourth and sixth days of cycle. The oocyte retrieval was performed at the seventh day of the cycle. Those oocytes classified as immature were cultured in tissue culture medium 199 (TCM-199) with antibiotics, pyruvate, FSH, human chorionic gonadotropin (hCG) and serum (serum substitute supplement - Irvine Scientific®). After 48 h of culture, the oocytes that achieved metaphase II stage were inseminated, and the fertilized ones were transferred. RESULTS: one hundred and forty-four follicles were aspirated. There were 67 (46.5%) immature retrieved oocytes and 43 (64.2%) reached the metaphase II stage and were inseminated. Thirty fertilized oocytes and 25 embryos were transferred to 10 patients. There was one pregnancy with a baby born. CONCLUSION: we conclude that to mature human oocytes in vitro before in vitro fertilization is a procedure able to achieve pregnancy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Função gonadal de sobreviventes de doença de Hodgkin tratados na infância e adolescência com quimioterapia

Bordallo, Maria Alice N.; Guimarães, Marília M.; Carriço, Maria K.; Dobbin, Jane
2001-02-01

Resumo em português Avaliamos a função gonadal de 21 pacientes do sexo masculino com doença de Hodgkin (grupo A), que receberam quimioterapia durante a infância e adolescência, e comparamos com 20 indivíduos adultos jovens sadios (grupo B). A mediana da idade dos pacientes no momento do estudo foi de 18 anos (17-23 anos), e do início da quimioterapia 10 anos (6-19 anos). Na época do tratamento, 14 pacientes eram impúberes e 7 já estavam na puberdade. No momento da investigação to (mais) dos se encontravam no estágio puberal V de Tanner e tinham completado quimioterapia entre 3 e 11 anos previamente. A mediana do volume testicular foi menor no grupo A do que no B, p = 0,001. Não houve diferenças significativas da TT, SHBG, PRL e LH entre os grupos. A mediana dos níveis basais do FSH do grupo A foi maior do que no B, p = 0,0001. Houve significativa diferença entre as medianas do pico máximo do FSH e do LH após estímulo com GnRH entre os grupos, p = 0,002 e p = 0,0002 respectivamente. Encontramos uma correlação positiva entre a idade do paciente na época do tratamento e o valor máximo do LH ao estímulo com GnRH (r = 0,4; p = 0,03) e uma correlação negativa com o tempo decorrido entre o término do tratamento e o estudo (r = -0,5; p = 0,008). Onze pacientes apresentavam azoospermia, 4 oligospermia e 3 pacientes apresentavam espermograma normal. Um paciente recuperou a fertilidade, com normalização do espermograma, 11 anos após o término do tratamento. Concluímos que pacientes tratados na infância e adolescência com quimioterapia apresentam importante dano no epitélio germinativo, mantendo níveis normais de testosterona às custas do aumento da secreção de LH. A presença de redução do volume testicular nestes pacientes é sugestiva de dano no epitélio germinativo, sendo necessário um longo período de acompanhamento para avaliar possível recuperação da função gonadal. Resumo em inglês We studied the gonadal function in 21 male patients with Hodgkin's disease (group A), who had received chemotherapy during childhood and adolescent, and compared them to 20 healthy young men (group B). The median age at the time of the study was 18 years (17-23), and at the time of chemotherapy, 10 years (6-19). At that time, 14 were prepubertal and 7 pubertal; by the time of the study all were Tanner V, and had completed chemotherapy 3 to 11 years previously. The median (mais) testicular volume was significantly higher in patients than controls (p= 0.001). No significant differences were found in TT, SHBG, PRL and LH concentrations between patients and controls. The median serum FSH concentration was significantly higher in patients than controls (p= 0.0001). We detected an appreciable difference in peak FSH and LH levels after a GnRH test in group A and B (p= 0.002 and p= 0.0002, respectively). We observed a positive correlation between the age of the patients at the time of treatment and peak LH levels (r= 0.4; p= 0.03), and a negative correlation with the period of time between the end of treatment and the study (r= -0.5; p= 0.008). Eleven patients had azoospermia, 4 oligospermia and 3 patients had a normal semen analysis; one had recovered fertility, with normalization of sperm count 11 years after the end of the treatment. We conclude that chemotherapy causes severe damage to germinal epithelium in children treated during prepubertal and adolescent age. Normal testosterone levels may be secondary to compensated LH secretion. Reduction of testicular size in these patients suggests germ cell damage. Long-term follow up is necessary to establish whether the gonadal function will recover.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Hormônio folículo estimulante como preditor do achado de espermatozóides móveis na biópsia testicular de casos de azoospermia/ Follicle stimulating hormone as predictor of mobile spermatozoa in testicular biopsy of azoospermic patients

Souza, Carlos Augusto Bastos de; Cunha Filho, João Sabino; Santos, Débora; Gratão, Ana Angélica; Filippon, Lauren; Tedesco, Cristiana; Freitas, Fernando; Passos, Eduardo Pandolfi
2003-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Determinar fatores preditivos do achado de espermatozóides móveis em casos de azoospermia. MÉTODOS: Sessenta pacientes com diagnóstico de azoospermia tiveram avaliado seu volume testicular e dosagens séricas de hormônio folículo estimulante (FSH), hormônio luteinizante (LH), prolactina e testosterona. Os pacientes foram submetidos à biópsia testicular bilateral com anestesia local. As amostras obtidas foram submetidas à avaliação no laboratório de (mais) biologia de reprodução, sendo classificadas em: ausência de espermatozóides, presença de espermatozóides móveis e imóveis, e à avaliação histológica. Foram comparados: idade, valores hormonais, volume testicular e histologia com o achado de espermatozóides móveis. Foi considerado significativo um P Resumo em inglês OBJECTIVE: To define predictive factors of mobile spermatozoa recovery in azoospermic patients. METHODS: Testicular volume, serum follicle stimulating hormone (FSH), luteinizing hormone (LH), prolactin (PRL) and testosterone levels were assessed in 60 azoospermic patients. Patients underwent bilateral testicular biopsy with local anesthesia. Samples were classified according to absence of spermatozoa, presence of motile and nonmotile spermatozoa, and histological findings (mais) . Age, hormone levels, testicular volume and histology with motile spermatozoa recovery were compared. P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Efeitos dos Fitoestrogênios sobre Alguns Parâmetros Clínicos e Laboratoriais no Climatério/ Phytoestrogen Effects on Some Clinical and Laboratory Parameters in Climacterium

Han, Kyung Koo; Soares Júnior, José Maria; Haidar, Mauro Abi; Girão, Manoel João Batista C.; Nunes, Marcia Gaspar; Lima, Geraldo Rodrigues de; Baracat, Edmund C.
2002-09-01

Resumo em português Objetivo: avaliar os efeitos estrogênicos de fitoestrogênios da soja em pacientes na pós-menopausa. Métodos: foram avaliadas pacientes na pós-menopausa pré-selecionadas no Setor de Climatério do Departamento de Ginecologia da Universidade Federal de São Paulo- Escola Paulista de Medicina. As pacientes foram divididas em dois grupos de 40 cada: GI (isoflavona) - recebeu 100 mg de isoflavona por dia, em cápsulas (divididas em 3 tomadas); e GCrt - recebeu placebo (c (mais) ontrole). Na inclusão do trabalho, foram avaliadas por meio do índice de Kupperman, exame físico e submetidas a dosagens bioquímicas de colesterol total e frações, triglicérides, estradiol, FSH e LH, além de avaliação ultra-sonográfica do eco endometrial. Para comparar os dois grupos antes e após o tratamento, utilizou-se o teste não paramétrico de Kruskal-Wallis para o índice de Kupperman, ao passo que os dados foram analisados pelo teste t para duas amostras independentes. Resultados: no que se refere aos sintomas avaliados pelo índice de Kupperman, 80 % das pacientes do GI (isoflavona) melhoraram, ao passo que no GCtr (controle) a melhora foi de apenas 12,5%. Com relação aos níveis de colesterol total plasmático, das 35 pacientes do GI que apresentaram níveis superiores a 200 mg/dL, ao passo que a queda registrada no GCtr foi em apenas 13 pacientes. Com relação ao índice de massa corpórea, houve redução no grupo GI (isoflavona), mantendo-se estável no GCtr (controle). Notamos também que a espessura endometrial e os níveis sérios de FSH não apresentaram variações significativas. Houve elevação dos valores de estrogênio após o tratamento com isoflavona. Conclusão: concluímos que a isoflavona, na dose de 100 mg/dia, pode ser utilizada como alternativa para atenuar os sintomas climatéricos. Comprovamos que houve redução dos níveis de colesterol total plasmático. Resumo em inglês Purpose: to evaluate the estrogenic effects of soy phytoestrogens in postmenopausal patients. Method: we selected postmenopausal patients from the Climacteric Service of the Gynecology Department of the Federal University of São Paulo - Escola Paulista de Medicina. The patients were divided into two groups: GI (n=40) received daily 100 mg isoflavone (3 x 33.3 mg/day); and GCtr (n=40) received daily placebo. We included in this study the Kuppermann menopausal index, physi (mais) cal examination and the biochemical determination of total and fractions of cholesterol, triglycerides, estradiol, FSH e LH. We also performed sonographic examination to measure endometrial thickness. To compare baseline and after treatment values of both groups, the nonparametric Kruskal-Wallis test was used for the Kuppermann index, while the t test was performed for other data. Results: evaluation of the Kupperman Menopausal Index, 80% patients of GI showed a decrease in the total score, while the improvement of symptoms in GCtr was 12,5%. The analysis of total cholesterol levels showed that 35 patients of GI had levels above 200 mg/dL, and only 13 of GCtr presented similar levels. The body mass index reduction occurred in GI and the control group showed no changes. We also verified that echo endometrial thickness and FSH levels were similar to baseline values. However the values of estrogen increased after isoflavone treatment. Conclusion: we concluded that 100 mg/day isoflavone may be an alternative treatment for attenuating the climacteric symptoms in 80% of isoflavone users and that it reduced total cholesterol.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Metabolismo de repouso de mulheres pós-menopausadas submetidas a programa de treinamento com pesos (hipertrofia)/ Resting metabolism of post-menopause women submitted to a training program with weights (hypertrophy)

Trevisan, Mara Cléia; Burini, Roberto Carlos
2007-04-01

Resumo em português O estudo objetivou avaliar o gasto energético de repouso (GER) de mulheres pós-menopausadas submetidas a programa de treinamento com pesos. Foram estudadas 30 mulheres (FSH > 40mIU/mL) entre 45 e 70 anos, separadas em dois grupos (GT: treinamento, n = 15 e GC: controle, n = 15). Calculou-se o índice de massa corporal (kg/m²) e por meio da impedância bioelétrica (BIA) determinaram-se o percentual de gordura corporal e a massa muscular. O GER foi obtido por meio da ca (mais) lorimetria indireta (O2 e CO2 respiratórios) e calculado pela equação de Weir. A mensuração ocorreu após 12 horas de jejum, durante 30 minutos sob temperatura e umidade controladas. O GT participou do programa de treinamento com pesos durante 16 semanas, na freqüência de três vezes por semana. Os dados analisados pelos testes t de Student, Mann-Whitney e ANOVA (p Resumo em inglês The study had as objective to evaluate the resting energy expenditure (REE) of post-menopause women submitted to a training program with weights. Thirty women, age between 45 and 70 years (FSH > 40 mIUmL), separated in two groups (TG: training n = 15 and CG: control n = 15) were studied. The body mass index (kg/m²) was calculated and the body fat percentage and the muscular mass were determined through bioelectric impedance (BIA). The REE was obtained through indirect ca (mais) lorimetry (respiratory O2 and CO2) and calculated by the Weir equation. The measurement occurred after 12 hours of fasting, during 30 minutes under controlled temperature and humidity. The TG participated of the training program with weights during 16 weeks, in the frequency of three times per week. The analyzed data by the t-Student, Mann-Whitney and ANOVA tests (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Quantificação de transcritos maternos em oócitos bovinos submetidos a diferentes condições de maturação/ Quantification of maternal transcripts in bovine oocytes under different maturation systems

Pereira, M.M; Costa, F.Q; Oliveira, A.P; Serapião, R.V; Machado, M.A; Viana, J.H. M; Camargo, L.S.A
2010-12-01

Resumo em português Comparou-se a quantidade relativa de transcritos de origem materna entre oócitos bovinos maturados in vivo e maturados em diferentes condições in vitro. Avaliou-se também o efeito dos sistemas de maturação in vitro sobre a viabilidade das células do cumulus. Para a maturação in vivo, os oócitos foram coletados 19-20h após aplicação de gonadorelina em doadoras superestimuladas com FSH e sincronizadas com implante de progesterona. Para a maturação in vitro, o (mais) ócitos imaturos, obtidos de ovários coletados em matadouro, foram maturados sob diferentes tensões de oxigênio e suplementação proteica. Avaliou-se a abundância dos transcritos de Zar1, MATER e GDF9 por PCR em tempo real. A viabilidade das células do cumulus de oócitos maturados in vitro foi analisada pela coloração de Azul de Tripan. Observou-se sub-regulação (P Resumo em inglês The relative abundance of maternal transcripts among bovine oocytes in vivo matured or under different in vitro conditions was compared. Viability of cumulus cells of in vitro matured oocytes was also evaluated. For in vivo maturation, oocytes were recovered from 19 to 20h after gonadorelin injection in donor cows, which were previously superestimulated with FSH and synchronized with progesterone implant. For in vitro maturation, immature cumulus-oocyte complexes, obtaine (mais) d from ovaries collected at slaughterhouse, were matured under different oxygen tensions and protein supplementation. Relative amount of Zar1, MATER, and GDF9 transcrispts were analyzed by real time PCR. Cumulus cell viability was analyzed by trypan blue. The expression of maternal effect genes were down-regulated (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

A taxa de gestação em mulheres submetidas a técnicas de reprodução assistida é menor a partir dos 30 anos/ The pregnancy rate in women submitted to assisted reproduction techniques is lower after the age of 30 years

Abreu, Lauriane Giselle de; Santana, Laura Ferreira; Navarro, Paula Andréa de Albuquerque Salles; Reis, Rosana Maria dos; Ferriani, Rui Alberto; Moura, Marcos Dias de
2006-01-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar as taxas de gestação diagnosticada química (beta-HCG > 25 mUI/mL sérica obtida 14 dias após transferência embrionária) ou clinicamente (saco gestacional visualizado por ultra-sonografia quatro a seis semanas após transferência embrionária) e aborto em mulheres submetidas a fertilização in vitro (FIV) ou injeção intracitoplasmática de espermatozóide (ICSI) em serviço terciário de reprodução assistida e correlacionar estas taxas com a i (mais) dade. MÉTODOS: estudo transversal retrospectivo, com análise de 1016 ciclos de hiperestimulação ovariana controlada de 932 mulheres inférteis com indicação para FIV (370 ciclos) ou ICSI (646 ciclos). A idade das pacientes variou entre 22 e 46 anos. Todas as mulheres com idade superior a 35 anos incluídas no estudo apresentavam FSH Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the rate of chemically diagnosed pregnancy (serum beta-HCG>25 mIU/mL levels obtained fourteen days after the embryonic transfer) clinically diagnosed pregnancy (gestational sac visualized by ultrasound four to six weeks after the embryonic transfer) and miscarriage rates in women submitted in vitro fertilization to (IVF) and intracytoplasmic sperm injection (ICSI) in a tertiary center of assisted reproduction and to correlate these rates with age. MET (mais) HODS: retrospective transverse study with analysis of 1016 cycles of controlled ovarian hyperstimulation of 932 infertile women with indication of IVF (370 cycles) or ICSI (646 cycles). The patients' age ranged from 22 to 46 years. All women with age over 35 years included in the study had FSH

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

O espectro das falências ovarianas ligadas ao cromossomo X

Hassum Filho, Péricles A.; Silva, Ismael D.C.; Verreschi, Ieda T.N.
2001-08-01

Resumo em português A falência ovariana manifesta-se clinicamente por amenorréia primária ou secundária, e do ponto de vista hormonal caracteriza-se pelos níveis elevados de gonadotrofinas hipofisárias, principalmente FSH, cuja etiologia pode ser atribuída a varias causas, como redução numérica ou rearranjos do cromossomo X, entre outras. Além da síndrome de Turner (monossomia do cromossomo X, com ou sem mosaicismo cromossômico), cujo principal estigma - a baixa estatura - e o i (mais) nfantilismo sexual apontam o diagnóstico, rearranjos do braço longo de X (Xq), ou mutações instaladas em genes mapeados neste cromossomo estão relacionados com a falência ovariana em meninas pré-púberes e em mulheres adultas jovens, sem outros sinais clínicos. Neste cromossomo, nos segmentos da falência ovariana precoce (FOP1 e FOP2) situam-se genes já relacionados à insuficiência ovariana de instalação precoce. Esta revisão trata destas alterações, algumas detectadas pelas técnicas citogenéticas convencionais, outras somente por meio de recursos de biologia molecular Resumo em inglês Clinically ovarian failure is presented by primary or secondary amenorrhea and high levels of pituitary gonadotropins mainly FSH. Monossomy or X-chromosome rearrangements are among a variable number of suggested etiopathogenic factors of ovarian failure in young women. Besides in Turner syndrome (X-monossomy or mosaicism), where the short stature and sexual infantilism point to the diagnosis, X-chromosome long arm (Xq) rearrangements, or genetic mutations of genes mapped (mais) at this segment are related with ovarian failure presented in prepubertal girls and in young women without other clinical signal. The present revision focuses these chromosomal abnormalities, some of them disclosed by conventional cytogenetic methods and other only disclosed by means of molecular biological tools

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Insensibilidade completa aos andrógenos em pacientes brasileiras causada pela mutação P766A no gene do receptor androgênico/ Complete form of androgen insensitivity syndrome in brazilian patients due to P766A mutation in the androgen receptor

Corrêa, Rafaela V.; Wey, João C.; Billerbeck, Ana E.C.; Melo, Karla F.S.; Mendonça, Berenice B.; Wey, Marta V.; Arnhold, Ivo J.P.
2005-02-01

Resumo em português A síndrome de insensibilidade aos andrógenos é uma doença rara ligada ao X, causada por mutações no gene do receptor androgênico (AR), associada a uma variedade de fenótipos em indivíduos 46,XY. Avaliamos duas irmãs gêmeas de 23 anos com sexo social feminino encaminhadas por amenorréia primária, e que apresentavam gônadas palpáveis na região inguinal e cariótipo 46,XY. A ultra-sonografia pélvica não evidenciou útero. As dosagens basais revelaram concen (mais) trações elevadas de LH (35 e 42U/L), normais de FSH (7,9 e 7,8U/L) e altas de testosterona (1330 e 1660ng/dl). O estudo molecular identificou uma rara mutação missense no exon 5 do gene do AR com a troca de uma prolina por uma alanina na posição 766 da proteína. O aminoácido prolina 766 do AR é altamente conservado entre as espécies e situa-se em região correspondente ao domínio de ligação ao andrógeno. Resumo em inglês Androgen insensitivity syndrome (AIS) is a rare X-linked disorder, caused by mutations in the androgen receptor gene (AR), associated with a variety of phenotypes in 46,XY individuals. We studied two 23 year-old twin-sisters with female social sex referred due to primary amenorrhea, who exhibited bilateral palpable gonads in the inguinal region and a 46,XY karyotype. The uterus was absent in pelvic sonograms. Basal LH levels were elevated (35 and 42U/L), with normal FSH ( (mais) 7.9 and 7.8U/L) and high testosterone levels (1330 and 1660ng/dl). The molecular analysis identified a missense mutation in exon 5 of AR gene that changed a proline to an alanine at position 766 of the protein. Proline 766 is a highly conserved amino acid in the AR of several species and is located in the androgen binding domain.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Estradiol transdérmico e perfil lipídico: efeitos em um grupo específico de mulheres brasileiras pós-menopausadas/ Transdermal estradiol and lipid profile: effects on a specific group of Brazilian postmenopausal women/ Estradiol transdérmico y perfil lipídico: efectos en un grupo específico de mujeres brasileñas posmenopáusicas

Callejon, Daniel R.; Rios, Danyelle Romana. A.; Franceschini, Sílvio A.; Toloi, Maria Regina T.
2009-12-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Em mulheres pós-menopausadas, mudanças significantes ocorrem, que podem induzir doenças cardiovasculares, tais como o perfil lipídico aterogênico devido a um aumento nos níveis de colesterol total e LDL, e uma diminuição nos níveis de HDL. A terapia de reposição hormonal (TRH) pode evitar essas mudanças no perfil lipídico. OBJETIVO: Determinar os efeitos da TRH constituída por estradiol transdérmico e acetato de medroxiprogesterona nos parâmetr (mais) os bioquímicos e lipídicos de mulheres brasileiras pós-menopausadas. MÉTODOS: Este é um estudo prospectivo, longitudinal, aberto, no qual trinta mulheres pós-menopausadas receberam estradiol em gel transdérmico (1 mg/dia) de forma contínua, combinado com acetato de medroxiprogesterona (MPA) (5 mg/dia) por 12 dias/mês. Os seguintes parâmetros foram determinados: colesterol total, triglicérides, lipoproteína de alta densidade (HDL-colesterol), lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol), lipoproteína de muito baixa densidade (VLDL-colesterol), glicose, aspartato aminotransferase (AST), alanina aminotransferase (ALT), gama-glutamil transferase (GGT) e hormônio folículo estimulante (FSH). RESULTADOS: Os parâmetros do perfil lipídico mostraram uma diminuição não-significante, enquanto os níveis de GGT e FSH apresentaram uma diminuição estatisticamente significante. CONCLUSÕES: O tratamento com estradiol em gel transdérmico não mostrou um impacto significante no perfil lipídico, de forma que não resultou em um efeito benéfico nos marcadores de doenças cardiovasculares, sugerindo que a dose, modo de administração e o tempo de tratamento foram importantes para esses resultados. Além disso, o tratamento com dose baixa e modo de administração transdérmico também demonstrou um significante efeito hepático nessa população. Dessa forma, esse tratamento pode fornecer efeitos interessantes sobre o perfil lipídico em mulheres brasileiras pós-menopausadas. Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Cambios significantes ocurren en las mujeres posmenopáusicas que pueden inducir enfermedades cardiovasculares, tales como el perfil lipídico aterogénico debido a un aumento en los niveles de colesterol total y LDL y una disminución en los niveles de HDL. La terapia de reemplazo hormonal (TRH) puede evitar esos cambios en el perfil lipídico. OBJETIVO: Determinar los efectos de la TRH constituida por estradiol transdérmico y acetato de medroxiprogesterona (mais) en los parámetros bioquímicos y lipídicos de mujeres brasileñas posmenopáusicas MÉTODOS: Este es un estudio prospectivo, longitudinal, abierto, en el que treinta mujeres posmenopáusicas recibieron estradiol en gel transdérmico (1 mg/día) de forma continua, combinado con acetato de medroxiprogesterona (MPA) (5 mg/día) por 12 días/mes. Se determinaron los seguientes parámetros: colesterol total, triglicéridos, lipoproteína de alta densidad (HDL-colesterol), lipoproteína de baja densidad (LDL-colesterol), lipoproteína de muy baja densidad (VLDL-colesterol), glucosa, aspartato transaminasa (AST), alanina aminotransferasa (ALT), Gammaglutamiltranspeptidasa (GGT) y hormona foliculoestimulante (FSH). RESULTADOS: Los parámetros del perfil lipídico mostraron una disminución insignificante, mientras los niveles de GGT y FSH presentaron una disminución estadísticamente significante. CONCLUSIONES: El tratamiento con estradiol en gel transdérmico no mostró un impacto significante en el perfil lipídico, causando un efecto benéfico en los marcadores de enfermedades cardiovasculares, sugiriendo que la dosis, el modo de administración y el tiempo de tratamiento fueron importantes para esos resultados. Además, el tratamiento con dosis baja y modo de administración transdérmico también demostró un significante efecto hepático en esa población. Así pues, ese tratamiento puede surtir efectos interesantes sobre el perfil lipídico en las mujeres brasileñas posmenopáusicas. Resumo em inglês BACKGROUND: In postmenopausal women, significant changes occur that can induce cardiovascular diseases, such as atherogenic lipid profile, due to an increase in total cholesterol and LDL levels, and a decrease in HDL cholesterol levels. The hormone replacement therapy (HRT) can prevent these changes in lipid profile. OBJECTIVE: Verify the effects of HRT consisting of transdermal estradiol gel associated with medroxyprogesterone acetate on the lipid profile and biochemical (mais) parameters in Brazilian postmenopausal women. METHODS: This study is an open prospective longitudinal study, in which thirty postmenopausal women received transdermal estradiol gel (1 mg/day) continuously combined with oral medroxyprogesterone acetate (MPA) (5 mg/day) for 12 days/month. The following parameters were determined: total cholesterol, triglycerides, high density lipoprotein (HDL), low density lipoprotein (LDL), very low density lipoprotein (VLDL), glucose, aspartate aminotransferase (AST), alanine aminotransferase (ALT), gama glutamyl transferase (GGT) and follicle-stimulating hormone (FSH). RESULTS: The parameters of the lipid profile did not show a significant decrease, while the levels of GGT and FSH had a statistically significant decrease. CONCLUSIONS: the treatment with transdermal estradiol gel did not have a significant impact on the lipid profile, thus not resulting in a beneficial effect on cardiovascular disease markers, suggesting that the dose, administration route and the time of treatment were important for these results. Moreover, the treatment using small dose and the transdermal administration route also had a significant hepatic effect in this population. Therefore, this treatment might provide interesting effects on the lipid profile in Brazilian postmenopausal women.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Uso de meia dose de agonista do GnRH de depósito para supressão hipofisária em ciclos de fertilização in vitro/ Half-dose long-acting form of GnRH agonist for pituitary suppression in cycles of in vitro fertilization

Tognotti, Élvio; Cabar, Fábio Roberto; Tso, Leopoldo de Oliveira; Soares, Jonathas Borges; Busso, Newton Eduardo; Antunes Junior, Nélson
2007-04-01

Resumo em português OBJETIVO: descrever a experiência de um serviço de reprodução assistida com a utilização de meia dose de agonista do GnRH de depósito para a supressão hipofisária em ciclos de fertilização in vitro (FIV). MÉTODOS: estudo prospectivo em que foram avaliados ciclos de FIV ou "intracytoplasmatic sperm injection" (ICSI) utilizando meia dose de acetato de leuprolide de depósito, iniciado na fase lútea média do ciclo menstrual, no período de agosto de 2005 a mar� (mais) �o de 2006. Foi administrado FSH recombinante para indução ovariana controlada em dose variada. O hCG era administrado quando pelo menos um folículo atingisse 19 mm de diâmetro máximo. Realizou-se FIV ou ICSI nos oócitos maduros de acordo com fator de infertilidade. Transferiram-se até quatro embriões por paciente no segundo ou terceiro dia após a captação. O uso de progesterona foi iniciado no mesmo dia da coleta oocitária. A dosagem sérica de beta-hCG foi realizada no 14° dia após a coleta dos oócitos. Foram avaliados os seguintes parâmetros: número de ciclos aspirados, ciclos cancelados e ciclos transferidos, quantidade total de FSH utilizado, número de oócitos maduros, taxa de fertilização, número de embriões transferidos, taxa de implantação embrionária e taxa de gestação clínica. RESULTADOS: 109 ciclos de FIV/ICSI utilizaram o protocolo descrito. A média de idade das pacientes foi 34,9 anos. A taxa de cancelamento foi de 1,8% dos ciclos iniciados. Foram utilizadas 1.905 UI de gonadotrofina, em média, por ciclo iniciado. Um total de 86,5% dos oócitos obtidos eram maduros, e a taxa de fertilização foi de 76,3%. A média de embriões transferidos foi 2,7. As taxas de gestação por aspiração e por transferência foram 25,2 e 25,7%, respectivamente. Um total de 26,3% das gestações eram gemelares e 5,3%, trigemelares. CONCLUSÃO: a administração de meia dose (1,87 mg) de acetato de leuprolide de depósito para bloqueio hipofisário pode ser utilizada com sucesso em ciclos de estimulação ovariana para FIV. Maior conforto, praticidade e menor custo são suas principais vantagens. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the experience of an assisted reproduction center that uses depot administration of half-dose of GnRH agonist for pituitary suppression in assisted reproductive cycles. METHODS: prospective study that evaluated in vitro fertilization or intracytoplasmatic sperm injection (IVF/ICSI) cycles utilizing half-dose of leuprolide acetate between August 2005 and March 2006. Recombinant FSH was administered for controlled ovarian induction based on the protocol (mais) . hCG was administered when at least one follicle reached 19 mm in diameter. IVF or ICSI was performed according to infertility factor. Up to four embryos were transferred on the second or third day after oocyte retrieval. Progesterone supplementation was initiated on the same day of oocyte retrieval, and after 14 days beta-hCG was measured. The following parameters were evaluated: number of aspirated cycles, cancelled cycles, transferred cycles, total dose of FSH employed, number of mature oocytes retrieved, fertilization rate, number of transferred embryos, embryo implantation rate, and pregnancy rate. RESULTS: A hundred and nine IVF/ICSI cycles were initiated. The mean age of the patients was 34.9 years. We observed 1.8% of cancellation rate. The mean total dose of gonadotrophins employed was 1,905 IU per cycle. We obtained 86.5% of mature oocytes and the fertilization rate was 76.3%. The mean number of embryos transferred was 2.7. Pregnancy rates per aspiration and per transfer were 25.2 and 25.7%, respectively. Of those who reached pregnancy, 26.3% were twins and 5.3% were triplets. CONCLUSIONS: the half-dose of GnRH depot employed for pituitary suppression was a useful alternative for ovarian stimulation in IVF cycles because it is comfortable and practical for the patient, besides its low cost.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Efeitos da isoflavona sobre os sintomas climatéricos e o perfil lipídico na mulher em menopausa/ Effects of isoflavone on menopausal symptoms and blood lipids in postmenopausal women

Nahás, Eliana Aguiar Petri; Nahás Neto, Jorge; De Luca, Laurival A.; Traiman, Paulo; Pontes, Anaglória; Dalben, Ivete
2003-06-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar os efeitos da isoflavona, do gérmen da soja, sobre os sintomas climatéricos e o perfil lipídico na mulher em menopausa. MÉTODOS: foi conduzido estudo prospectivo, com 50 mulheres em menopausa, divididas em: G1, usuárias de isoflavona (60 mg/dia) (n=25), e G2, placebo (n=25). Os critérios de inclusão foram FSH >40 mUI/mL e presença de fogachos. Foram excluídas as vegetarianas, fumantes, asiáticas, portadoras de doenças gastrointestinais e usuá (mais) rias de terapia de reposição hormonal. No seguimento, de seis meses, foram obtidos o índice menopausal de Kupperman (IMK), o perfil hormonal e o lipídico. Na análise estatística, empregaram-se ANOVA, o teste t pareado e as provas não paramétricas de Wilcoxon e Mann-Whitney. RESULTADOS: os valores medianos do IMK, inicialmente iguais entre os grupos (IMK = 20), reduziram-se nas usuárias de isoflavona aos 2 e 4 meses (IMK = 14 e 9, respectivamente) e no grupo controle, apenas aos 2 meses (IMK = 15) (p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the effects of soy germ isoflavone on menopausal symptoms and blood lipids in postmenopausal women. METHODS: a prospective study was performed on 50 women, randomly divided into two groups: 25 women on soy germ isoflavones (60 mg/day, capsules) (G1) and 25 women on placebo (G2). Inclusion criteria: women with hot flushes and FSH >40 mIU/mL, non-vegetarian, non-smoker, non-Asiatic, not in use of hormone replacement therapy and without disease of the ga (mais) strointestinal tract. For six months, the menopausal Kupperman index (MKI) and hormonal and lipid profiles were assessed. For statistical analysis, ANOVA, t test and the non-parametric Kruskal-Wallis and Mann-Whitney tests were used. RESULTS: the median MKI values, initially similar in both groups, decreased in G1 at two and four months (MKI = 14 and 9, respectively), and in G2 at two months (MKI = 15) (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Índice de recuperação e qualidade de ovócitos de bezerras Nelore, superovuladas e não superovuladas, de dois a três meses de idade/ Recovery index and quality of oocytes from Nellore heifers two to three months old superovulated and non-superovulated

Malard, P.F.; Peixer, M.A.S.; Marques Júnior, A. P.; Rumpf, R.
2001-12-01

Resumo em português Avaliaram-se o índice de recuperação e a qualidade de ovócitos aspirados de ovários de bezerras Nelore de dois a três meses de idade. Foram utilizadas 18 bezerras para aspiração folicular e colheita de ovócitos, divididas em dois grupos, controle (GC, n=9) e superovulado (GT, n=9), com a superovulação feita com 140mg de FSH três dias antes da cirurgia e 1,6mg de LH endovenoso 18 horas antes da aspiração folicular. Os ovócitos foram classificados em QI, com (mais) várias camadas de células do cumulus e citoplasma homogêneo, QII, com aproximadamente três camadas de células do cumulus e citoplasma apresentando alguma granulação, QIII, com células do cumulus expandidas, QIV, com poucas células do cumulus ou desnudos e QV, degenerados. O índice médio de ovócitos obtidos do GC foi de 24,5 ovócitos/animal e do GT de 25,22 (P>0,05). O GT apresentou maior percentual de ovócitos QIII em relação ao GC, 24,7 e 5%, respectivamente. Bezerras Nelore de dois a três meses de idade possuem potencial para serem doadoras de ovócitos sem necessidade de superovulação. Resumo em inglês Nelore heifers two to three months of age were evaluated for the recovery index and quality of their oocytes. For follicular aspiration and oocyte harvest were constituted the groups control (CG, n=9) and treated (TG, n=9), with the superovulation done with 140mg of FSH three days before surgery and 1.6 mg of LH intravenous 18 hours before surgery. The oocytes were classified as: QI-several layers of cumulus cells and homogeneous cytoplasm, QII-more than three cumulus cel (mais) ls layers and cytoplasm with some granulation, QIII-expanded cumulus cells, QIV-few cumulus cells or denuded, and QV-degenerated. No difference between the average index of oocyte for CG (24.5 oocytes/animal) and TG (25.2 oocytes/animal) was found. The TG showed higher percentage of QIII oocytes (24.7) than the CG (5). It can be concluded that Nelore heifers two to three months of age are fit to be oocyte donors without superovulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Falência ovariana prematura: aspectos atuais/ Premature ovarian failure: present aspects

Vilodre, Luiz Cesar; Moretto, Marcelo; Kohek, Maria Beatriz da Fonte; Spritzer, Poli Mara
2007-08-01

Resumo em português A falência ovariana prematura (FOP) acomete aproximadamente 1:1000 mulheres antes dos 30 anos, 1:250 em torno dos 35 anos e de 1:100 aos 40 anos. Manifesta-se como amenorréia primária ou amenorréia secundária, não podendo ser considerada definitiva em todas as pacientes, uma vez que a concepção espontânea pode ocorrer em até 5-10% das FOP. Na maioria dos casos apresenta-se na forma esporádica, pois apenas 5% apresentam história familial. Entre as causas conhec (mais) idas estão as alterações cromossômicas, dos genes ligados ao cromossomo X e cromossomos autossômicos, doenças autoimunes, alterações tóxicas e iatrogênicas. Com relativa freqüência, a causa etiológica não é obtida, sendo então denominada de idiopática. O diagnóstico da FOP é feito baseado na história clínica e níveis elevados do hormônio folículo estimulante (FSH), sendo posteriormente investigadas as causas mais específicas. O manejo clínico visa o suporte emocional, o tratamento hormonal com estrogênios e progestogênios, a abordagem da infertilidade e a prevenção de co-morbidades como a osteoporose e potencial maior risco cardiovascular. Resumo em inglês Premature ovarian failure occurs in approximately 1:1000 women before 30 years, 1:250 by 35 years and 1:100 by the age of 40. It is characterized by primary or secondary amenorrhea and cannot be considered as definitive because spontaneous conception may occur in 5 to 10% of cases. In 95% of cases, premature ovarian failure is sporadic. The known causes of premature ovarian failure include chromosomal defects, autoimmune diseases, exposure to radiation or chemotherapy, su (mais) rgical procedures, and certain drugs. Frequently, however, the etiology is not clear and these cases are considered to be idiopathic. Premature ovarian failure is defined by gonadal failure and high serum follicle-stimulating hormone (FSH) levels. Clinical approach includes emotional support, hormonal therapy with estrogens and progesterone or progestogens, infertility treatment, and prevention of osteoporosis and potential cardiovascular risk.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Avaliação da função das células beta pancreáticas através do modelo matemático de HOMA em portadoras de síndrome dos ovários policísticos: comparação entre obesas e não-obesas/ beta-cell function evaluation in patients with polycystic ovary syndrome using HOMA model: a comparison between obeses e nonobeses

Vieira, Carolina Sales; Gomes, Mariana Kefalás de Oliveira; Rodrigues, Paola Cândido; Pinto, André Pera Marques; Reis, Rosana Maria dos; Ferriani, Rui Alberto; Sá, Marcos Felipe Silva de
2007-03-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar o efeito da obesidade sobre a função das célulasbeta pancreáticas de pacientes portadoras de síndrome dos ovários policísticos (SOP). MÉTODOS: estudo transversal no qual foram avaliadas 82 pacientes portadoras de SOP, selecionadas de forma consecutiva, no momento do diagnóstico de SOP. Pacientes com índice de massa corporal (IMC) maior ou igual a 30 kg/m² foram consideradas SOP obesas (n=31). Valores de índice de massa corporal menores que es (mais) te limite foram consideradas SOP não-obesas, o que correspondeu a 51 mulheres. Foram utilizadas a glicemia e a insulina de jejum para cálculo da função das células beta pancreáticas (HOMA-%beta-Cell) e da resistência à insulina (HOMA-IR e QUICKI) entre os grupos. Analisaram-se, também, variáveis secundárias como idade, idade da menarca, níveis séricos hormonais (testosterona, prolactina, LH e FSH) e de colesterol total, triglicerídeos, HDL colesterol e LDL-colesterol. RESULTADOS: a idade da menarca das pacientes obesas com SOP (11,7±1,8 anos) foi menor que as não-obesas (12,7±1,9) (p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the effect of obesity on beta-cell function in patients with polycystic ovary syndrome (PCOS). METHODS: this cross-section study evaluated 82 patients with PCOS selected consecutively, at the moment of the diagnosis. We compared 31 PCOS obese women (BMI >30 kg/m²) to 51 age-matched PCOS nonobese patients (BMI (mais) ent beta-cell function (HOMA-%beta-cell) were calculated. As secondary variables, the age at PCOS diagnosis, age of menarche, hormonal levels (testosterone, prolactin, FSH and LH), total cholesterol, triglycerides, HDL cholesterol and LDL cholesterol were also analyzed. RESULTS: menarche was significantly earlier in obese PCOS patients (11.7±1.8 years) than in nonobese patients (12.67±1.86 years) (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Protocolos de produção in vitro de embriões na raça Gir/ In vitro embryo production protocols in Gir breed

Ramos, A.A.; Ferreira, A.M.; Sá, W.F.; Camargo, L.S.A.; Viana, J.H.M.; Henry, M.R.J.M.
2006-06-01

Resumo em português Avaliaram-se os efeitos de dois protocolos de punção folicular na quantidade/qualidade dos oócitos e na produção in vitro de embriões, em vacas da raça Gir, não-lactantes. O ciclo estral foi sincronizado com cloprostenol e ao longo do experimento os animais receberam implantes auriculares de norgestomet, renovados a cada 14 dias. Os animais foram submetidos aos protocolos I (sem estimulação hormonal, com punção folicular duas vezes/semana) e II (pré-tratament (mais) o com 250 UI de FSH em doses decrescentes, três dias antes da punção folicular). Os oócitos recuperados foram levados ao laboratório em meio TALP-Hepes e submetidos à maturação. Na fecundação in vitro utilizou-se sêmen de touro Gir, previamente capacitado. Após 22 horas de fecundação, os prováveis zigotos foram co-cultivados com células da granulosa em CR2aa acrescido de 10% de soro fetal bovino. A taxa de clivagem foi avaliada 72 horas pós-fecundação e a de blastocisto 192 horas pós-fecundação. O número total de folículos foi maior (P0,05). O número de oócitos de grau I e a taxa de clivagem foram maiores (P Resumo em inglês The effect of two ovum pick-up protocols on amount/quality of oocytes retrived and on in vitro embryo production of Gyr cows was evaluated in non-lactating cycling cows with good body and reproductive conditions. Estrous cycles were synchronized with cloprostenol. During the experiment, animals received norgestomet ear implants, replaced every 14 days. Animals were submitted to protocol I (without hormonal estimulation) and protocol II (pre-stimulation with 250 IU of FSH (mais) three days before aspiration). Recovered oocytes were transported in Talp-Hepes to the laboratory, classified and maturated. Twenty two hours after fertilization, presumptive zygotes were co-culture with granulosa cells in CR2aa supplemented with 10% of fetal calf serum. Cleavage rate was assessed at 72 hours post-fertilization, and blastocyst production 192 hours post-fertilization. The total number of follicles, the number of large and medium follicles and the diameter of the largest follicle were higher (P0.05). The number of grade I oocytes and cleavage rate were higher (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Eficiência da recuperação de embriões e os efeitos de consecutivas colheitas sobre o aparelho reprodutor de doadoras da espécie caprina/ Efficiency and effect of consecutive embryo recoveries on the reproductive system of goat donnors

ANDRIOLI, Alice; SIMPLÍCIO, Aurino Alves; SOARES, Adriana Trindade; VISINTIN, José Antonio
1999-01-01

Resumo em português O objetivo deste experimento foi comparar a eficiência e o efeito de consecutivas colheitas de embriões, por três diferentes métodos (transcervical-T1, laparoscopia-T2 e laparotomia-T3), sobre a atividade reprodutiva de doadoras da espécie caprina. Utilizaram-se 10 cabras em cada método (T1, T2 e T3), sendo as colheitas de embriões repetidas três vezes consecutivas, nas mesmas fêmeas, com intervalo de 56 dias. As fêmeas foram sincronizadas com esponjas vaginais (mais) impregnadas com 60 mg de acetato de medroxiprogesterona durante 10 dias e 100 µg de cloprostenol aplicados pela via IM no oitavo dia da sincronização. No 8º dia, iniciou-se a superovulação com 250 UI de FSH de origem suína, divididas em oito doses decrescentes, aplicadas em intervalo de 12 horas. As fêmeas foram acasaladas e as colheitas de embriões realizadas no 5º ou 6º dia após a última cobertura. Após 56 dias da terceira colheita de embriões, foram realizados o abate e a necrópsia das doadoras. O tempo necessário para a colheita de embriões em cada método foi de 21 minutos e 32 segundos; 37 minutos e 14 segundos e 56 minutos e 22 segundos, respectivamente, para T1, T2 e T3 (p Resumo em inglês The purpose of this trial was to compare the efficiency and effect of consecutive embryo recoveries by three different methods (T1 - transcervical; T2 laparoscopy and T3 laparotomy) on the reproductive activity of goat donors. Ten goats were allocated into each treatment (T1, T2 and T3) and submitted to three consecutive embryo recoveries. These were performed 56 days apart. The superovulation begun on 8th day of oestrus synchronization and all goats received 250 UI of po (mais) rcine FSH splited into eight decreasing dosages at 12 hours intervals. The embryo recovery took place on the 5th or 6th day from the last mating. Fifty-six days after the third recovery of embryos, the animals were sacrified and the genital tract was evaluated. The time spent to recovery the embryos was 21min 32sec; 37min 14sec and 56min 22sec, respectively to T1; T2 and T3 (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Aspectos moleculares da tumorigênese hipofisária/ Molecular aspects of pituitary tumorigenesis

Pinto, Emilia M.; Bronstein, Marcello D.
2008-06-01

Resumo em português Os tumores hipofisários, adenomas em sua quase totalidade, são de ocorrência freqüente, representando 10% a 15% de todas as neoplasias intracranianas. Estas lesões são classificadas em microadenomas ( 10 mm) e como secretoras ou quiescentes (não-funcionantes). Estes tumores são capazes de secretar, de maneira autônoma, os hormônios adenohipofisários, como o hormônio de crescimento (GH), a prolactina (PRL), o hormônio adrenocorticot (mais) rófico (ACTH), o hormônio tireotrófico (TSH), o hormônio folículo estimulante (FSH) e o hormônio luteinizante (LH). A ocorrência de metástase, caracterizando um carcinoma hipofisário, é bastante rara, mas são relativamente comuns tumores de comportamento agressivo que exibem sinais de invasão local. Embora a sua patogênese ainda não seja plenamente caracterizada, muitos mecanismos moleculares envolvidos na tumorigênese hipofisária já foram desvendados. Nesta revisão, serão descritos avanços consideráveis realizados na última década relativos à compreensão dos fatores envolvidos na progressão tumoral, incluindo a participação de oncogenes, supressores tumorais e fatores de crescimento. Resumo em inglês Pituitary tumors, almost invariably adenomas, are of frequent occurrence, accounting for 10% to 15% of all the intracranial neoplasm. They are classified as microadenomas ( 10 mm) and as secreting or clinically non-secreting (or not functioning) adenomas. These tumors are autonomously capable to release pituitary hormones such as the growth hormone (GH), prolactin (PRL), adrenocorticotropic hormone (ACTH), thyroid stimulating hormone (TSH), fol (mais) licle-stimulating hormone (FSH) and luteinizing hormone (LH). The occurrence of metastases, characterizing a pituitary carcinoma, is exceedingly rare. However tumors with aggressive behavior, leading to local invasion, are relatively common. Although the pathogenesis of pituitary tumors is fully characterized, many molecular mechanisms of pituitary tumorigenesis had already been revealed. This review intents to describe advances in the understanding of the involved advances that have been made in the last decade concerning pituitary tumors progression, including the participation of oncogenes, tumor suppressor genes and growth factors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Avaliação tardia do eixo hipofisário-gonadal em pacientes adultos que sofreram traumatismo cranioencefálico grave/ Late evaluation of the pituitary-gonadal axis in survivors of severe traumatic brain injury

Hohl, Alexandre; Daltrozo, Jordana Bernardi; Pereira, Camila Girardi; Weber, Thaís Rossoni; Pinto, Heyde Francine; Gullo, Jackson da Silva; Bernardini, Juçara Deitos; Coral, Marisa Helena César; Walz, Roger
2009-11-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a função hipofisária-gonadal nos pacientes vítimas de TCE graves ocorridos na Grande Florianópolis, entre 2000 e 2004. MÉTODOS: Foram estudados 30 pacientes, sendo 22 homens e 8 mulheres, submetidos à avaliação clínica e laboratorial em seguimento médio de 4 anos após a data do traumatismo. RESULTADOS: Os homens possuíam em média 38 anos no ano da avaliação, enquanto as mulheres, 42 anos. A maioria dos traumatismos está relacionada aos a (mais) cidentes de trânsito (63,3%). Três pacientes (10%) estavam com valores de FSH abaixo do normal e apenas 1 paciente (3,3%) apresentou LH alterado. Nas mulheres avaliadas, os níveis de estradiol foram normais. Na população masculina, foi evidenciado nível de testosterona baixo em 2 pacientes (9,1%). Todos os pacientes apresentavam normoprolactinemia. CONCLUSÃO: Dois casos de hipogonadismo masculino (9,1%) foram diagnosticados neste estudo. Isso indica a necessidade de atenção aos pacientes sobreviventes de TCE grave para realizar diagnóstico precoce de hipogonadismo. Resumo em inglês OBJECTIVE: The purpose of this study is to evaluate pituitary function impairment in order to verify the prevalence of sex hormone deficiency and to analyze the profile of TBI population. METHODS: Thirty patients were studied, 22 were male and 8 were female. All patients had their gonadal function assessed and they were evaluated at a median of 4 years post-trauma. RESULTS: The average age of the men was 38 years at the time of the evaluation, while the mean age of women (mais) was 42 years. The majority of TBI was related to traffic accidents (63.3%). Three patients (10%) had low FSH and only 1 patient (3.3%) had low LH. There was no biochemical evidence of hypogonadism in women. Two male patients presented low testosterone (9.1%) and were diagnosed with hypogonadism. Prolactin levels were normal in all patients. CONCLUSION: Two cases of hypogonadism (9.1%) were diagnosed among men in this study. It is therefore necessary that medical professionals involved in the management of TBI patients are aware of hypogonadism as a complication of TBI, in order to diagnose it early.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Transferência de embrião em vacas da raça Simental na região noroeste do Paraná e Sul do Mato Grosso do Sul/ Embryotransfer in Simmental cows in northwest Paraná and South of Mato Grosso do Sul

DEMCZUK, Estefano; KOZICKI, Luiz Ernandes; PONTELLI, Edilson Santos; SALLES, Jackson Oliveira
1998-01-01

Resumo em português No experimento foram utilizadas vacas da raça Simental procedentes de fazendas das Regiões Noroeste do Estado do Paraná e Sul do Mato Grosso do Sul, administrando-se o hormônio folículo estimulante (FSH) para a superovulação e utilizando-se o método cirúrgico para a inovulação dos embriões nas receptoras. No total foram efetuadas 103 colheitas e utilizadas 749 vacas receptoras. Foram colhidos 1.014 embriões sendo 81,8% destes transplantados e os restantes con (mais) gelados ou rejeitados. Colheram-se em média 9,8 embriões por doadora sendo 8,0 transplantados, proporcionando 3,8 animais prenhes por colheita. Ocorreram 4,8% de colheitas sem embrião e 1,9% de óvulos não-fertilizados. Relativamente ao tamanho do corpo lúteo (CL) palpado nas vacas receptoras, os dados demonstraram que os Corpora lutea de médio e maior tamanho tiveram significativa influência sobre a taxa de prenhez em relação aos de menor tamanho (p0,05) (o mais significa que o estro nas receptoras ocorreu após o da doadora e vice-versa), sendo muito baixa além destes limites. Os embriões classificados como ótimos e bons e inovulados influíram significativamente sobre o percentual de prenhez, e o total geral da taxa de gestação foi de 47,0%. Resumo em inglês Simmental cows from northwest of the Paraná State and south of Mato Grosso do Sul, were used. A superovulation of donors’ cows was induced with FSH, and for embryos inovulation in recipient cows, the surgical method was used. Hundred and three recovered ova were employed and 749 recipients cows were utilized. From 1014 recovered embryos, 81.8% were transferred and the remaining embryos were frozen or rejected. The number of embryos recovered per cow averaged 9.8 ± (mais) 6.6 and transferred 8.0, resulting in 3.8 pregnancies per recovery. There were 4.8% of recoveries without embryos and 1.9 % of unfertilized ova. Middle and larger Corpora lutea in the recipients cows, had a significant influence on the pregnancy rate in relation to the smaller (p0.05) (the + sign indicates that the oestrus in the recipient started after that in the donor and vice versa), being very poor after this time. Embryos classified as very good and good and inovulated, influenced significantly the pregnancy rate. The general pregnancy rate was 47.0%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Estádios de desenvolvimento embrionário de vacas zebuínas superovuladas/ Superovulated zebu cows embryonic developmental stages

Fonseca, J.F.; Silva Filho, J.M.; Pinto Neto, A.; Palhares, M.S.
2001-12-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi relatar o estádio de desenvolvimento de embriões coletados a partir de processos superovulatórios em zebuínos. Foram utilizadas 26 vacas, 16 da raça Nelore Padrão, três da Nelore Mocho, quatro da Gir, duas da Brahman e uma da raça Guzerá. Para o processo de superovulação utilizaram-se 350 UI de FSH em oito doses decrescentes a cada 12 horas, a partir do 10ºdia do ciclo estral (estro = dia 0). Ao sétimo dia após o estro os embriõe (mais) s foram coletados pelo método não cirúrgico e avaliados ao microscópio estereoscópio quanto à qualidade e estádio de desenvolvimento embrionário. Foram coletados 135 embriões viáveis, sendo 68,2% (92/135) Nelore Padrão, 12,6% (17/135) Nelore Mocho, 11,1% (15/135) Gir, 5,2% (7/135) Brahman e 3,0% (4/135) Guzerá. Os embriões foram classificados segundo a qualidade em grau I, 51,1% (69/135), grau II, 43,7% (59/135), grau III, 4,4% (6/135), e grau IV, 0,7% (1/135), e segundo o estádio de desenvolvimento em mórula, 3,7% (5/135), blastocisto inicial, 16,3% (22/135), blastocisto, 37,0% (50/135), blastocisto expandido, 42,2% (57/135), e blastocisto eclodido, 0,7% (1/135). Observou-se predominância de estádios embrionários avançados (blastocisto, blastocisto expandido e blastocisto eclodido) que representaram 80% do total de embriões. Resumo em inglês This study was carried out with the objective of reporting the developing stages of embryos collected from superovulated zebu cows. Twenty-six zebu cows of Nelore (16), Polled Nelore (3), Gir (4), Brahman (2) and Guzerá (1) breeds were superovulated with 350IU of FSH, divided into eight decreasing doses administered each 12 hours, starting on day 10 of the estrous cycle (estrous = day 0). Seven-day embryos were collected non-surgically and evaluated at microscopy to dete (mais) rmine the grade and stage of development. A total of 135 viable embryos were collected, being 68.2% (92/135) Nelore, 12.6% (17/135) Pooled Nelore, 11.1% (15/135) Gir, 5.2% (7/135) Brahman and 3.0% (4/135) Guzerá. Embryos were classified according to quality as grade I, 51.1% (69/135), grade-II, 43.7% (59/135), grade-III, 4.4% (6/135), and grade-IV, 0.7% (1/135), and according to developmental stage in morulae, 3.7% (5/135), young blastocyst, 16.3% (22/135), blastocyst, 37.0% (50/135), expanded blastocyst, 42.2% (57/135), and hatched blastocyst, 0.7% (1/135). These results showed the predominance of advanced developing stages (blastocyst, expanded blastocyst and hatched blastocyst) witch represented 80% of the total of embryos.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Avaliação da atividade secretora, proliferação celular e expressão da proteína p27 em tumores hipofisários

Lima, Marcus Aurelho de; Rios, Jacqueline Fonseca; Oliveira, Lília Beatriz; Machado, Maria Eliza; Araújo, Leopoldo P.; Borges, Maria de Fátima
2000-10-01

Resumo em português A finalidade deste estudo foi avaliar a atividade secretora, proliferação celular e inibição do ciclo celular das neoplasias hipofisárias. Os tecidos foram obtidos de 13 pacientes incluindo acromegalia (n=5), adenomas não-secretores (n=4), hiperprolactinemia (n=3) e doença de Cushing (n=1). Os espécimes foram examinados por técnica imuno-histoquímica com anticorpos anti-ACTH, anti-TSH, anti-LH, anti-FSH, anti-PRL, anti-hGH, anti-MIB-1 (análise da proliferação (mais) celular) e anti-p27 (análise da inibição do ciclo celular). A expressão imuno-histoquímica quanto à atividade secretora nos tumores hipofisários demonstrou que todos produziam mais que um hormônio. As células positivas para o marcador de proliferação celular MIB-1 mostraram-se presentes em aproximadamente 46% dos casos. A maior taxa proliferativa foi encontrada nos tumores com quadro clínico de acromegalia (80% dos casos). A taxa de positividade para a proteína p27 foi de aproximadamente 38%, sendo, em média, maior no tumor responsável pela doença de Cushing. Esses resultados demonstram que os adenomas multisecretores são relativamente comuns. Os índices de proliferação celular baixos e os níveis de p27 próximos àqueles observados em tecidos normais expressam o baixo nível de proliferação celular destes tumores. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate the secretory activity, cell proliferation and inhibition of the cell cycle of pituitary neoplasm. Tissues were obtained from 13 patients presenting with acromegaly (n=5), non-secreting adenomas (n=4), hyperprolactinemia (n=3) and Cushing's disease (n=1). Specimens were examined by an immunohistochemical technique using anti-ACTH, anti-TSH, anti-LH, anti-FSH, anti-PRL, anti-hGH, anti-MIB-1 (analysis of cell proliferation) and anti-p27 (mais) (analysis of cell cycle inhibition) antibodies. Regarding secretory activity all tumors produced more than one hormone. Cells positive for MIB-1 were present in approximately 46% of the cases. The highest incidence of proliferation was found in those presenting acromegaly (80% of the cases). Expression of the p27 protein was positive in approximately 38%, being on an average, highest in Cushing's disease. These results demonstrate the presence of multisecretory pituitary adenomas, a relative common finding. The rela-tively low cell proliferation indexes and the near normal tissue levels of p27 confirm that these tumors grow at a rather slow rate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Fatores associados à densidade mamográfica de mulheres na pós-menopausa/ Factors associated with mammographic density in postmenopausal women

Siqueira, Renata Ferreira Cleto Bittencourt; Sá, Danielle Santos Bezerra; Pinto Neto, Aarão Mendes; Cabello, César; Conde, Délio Marques; Paiva, Lúcia Helena Simões da Costa; Fonsechi-Carvasan, Gislaine Aparecida
2004-02-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a associação de fatores epidemiológicos, antropométricos, reprodutivos e hormonais com a densidade mamográfica de mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: estudo retrospectivo, tipo corte transversal, incluindo 144 mulheres com idade igual ou superior a 45 anos, com no mínimo 12 meses de amenorréia e não usuárias de terapia de reposição hormonal nos últimos seis meses. Foram revisados os prontuários médicos, avaliando-se: idade, peso, altura, (mais) índice de massa corpórea (IMC), paridade, idade à menarca, idade à menopausa e os níveis dos hormônios estradiol, folículo-estimulante (FSH) e luteinizante. As mamografias foram analisadas nas incidências crânio-caudal e médio-lateral oblíqua por dois examinadores, de forma cega, sendo classificadas em densas e não densas, segundo os critérios de Wolfe. Na análise estatística, utilizou-se a freqüência, mediana, valores mínimo e máximo, teste de Wilcoxon e odds ratio. Foi realizada análise de regressão logística múltipla, utilizando o processo de seleção passo a passo, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: a freqüência de mamas densas foi de 45%. As mulheres com mamas consideradas densas apresentaram menor peso (60,5 vs 71,9 kg - p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the relationship between epidemiologic, anthropometric, reproductive and hormonal factors and mammographic density in postmenopausal women. METHODS: this is a retrospective, cross-sectional study, including 144 women aged 45 years or more, with at least 12 months of amenorrhea and who were non users of hormone replacement therapy during the last six months. Medical charts were reviewed to evaluate age, weight, body mass index (BMI), parity, age at men (mais) arche, age at menopause and levels of estradiol, follicle stimulating (FSH) and luteinizing hormones. Mammograms were analyzed by two blinded investigators. The films were taken in the craniocaudal and mediolateral views and mammography was classified as dense and nondense, according to the Wolfe criteria. For statistical analysis, the frequency, median, minimum and maximum values, the Wilcoxon test and the odds ratio were used. Multiple logistic regression was performed, using the stepwise selection, with a 5% significance level. RESULTS: the frequency of dense breasts was 45%. Women with dense breasts were of lower weight (60.5 vs. 71.9 kg - p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Concentrações séricas hormonais em vacas azebuadas submetidas à baixa e alta ingestão alimentar/ Serum hormone concentrations of zebu cows under low and high feed intake

Martins, Aline Carvalho; Mollo, Marcos Rollemberg; Bastos, Michele Ricieri; Guardieiro, Monique Mendes; Sartori, Roberto
2008-02-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da ingestão alimentar nas concentrações séricas de hormônios reprodutivos e metabólicos em vacas azebuadas. Dezoito vacas foram divididas em dois grupos: 170% (alta ingestão = A) e 66% (baixa ingestão = B) da dieta de manutenção. Com 21 dias nas dietas experimentais, as vacas tiveram o estro sincronizado. Posteriormente, os ovários foram avaliados por ultra-sonografia transretal e sangue foi coletado diariamen (mais) te até o dia 7 do ciclo (ovulação = dia 1). Na análise estatística, utilizou-se o teste t. As vacas ganharam 1,1 kg por dia no grupo A e perderam 1,5 kg por dia de PV no grupo B. Apesar de não ter havido diferença entre os grupos no diâmetro máximo do folículo ovulatório, o grupo A apresentou pico pré-ovulatório de estradiol sérico menor. Não foi observada diferença entre os grupos quanto ao volume luteal e concentração sérica de progesterona no dia 7 do ciclo e de FSH, IGF-I e insulina séricos no período peri-ovulatório. As dietas experimentais não alteraram a função ovariana e as concentrações séricas de hormônios reprodutivos e metabólicos, com exceção do estradiol, sugerindo que, no grupo de alta ingestão, ocorreu maior metabolismo desse hormônio. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the influence of feed intake on serum concentrations of reproductive and metabolic hormones in zebu cows. Eighteen cows were divided into two groups: 170% (high feed intake = H) and 66% (low feed intake = L) of the maintenance diet. Within 21 days on the experimental diets, cows had estrus synchronized. Subsequently, ovaries were scanned by trans-rectal ultrasonography and blood samples were collected daily until day 7 of the cyc (mais) le (ovulation = day 1). For statistical analysis, t test was utilized. Cows from group H gained 1.1 kg per day and from group L lost 1.5 kg per day of body weight. Although there was no difference between groups regarding maximum diameter of the ovulatory follicle, a lower preovulatory estradiol surge was observed in group H cows. There was no difference between groups for luteal tissue volume and serum progesterone concentration on day 7 and serum FSH, IGF-I and insulin concentrations during the periovulatory period. Experimental diets did not alter ovarian function and serum concentrations of reproductive and metabolic hormones, except for estradiol, suggesting that greater metabolism of this hormone has occurred on the cows under high feed intake.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Pubarca precoce: estudo retrospectivo clínico e laboratorial

Borges, Maria F.; Paula, Fernanda; Nomeline, Maria B.; Tavares, Fernanda S.; Fonseca, Elvi R.; Ferreira, Beatriz P.; Mendonça, Berenice B.
2000-10-01

Resumo em português Analisaram-se 109 prontuários de pacientes atendidos no período de janeiro de 1990-2000, cujo diagnóstico era pubarca precoce, com o objetivo de se avaliar a etiologia e evolução destes pacientes. Os mesmos foram divididos em 4 grupos: G1, n=41 (35F/6M, idades entre 11 meses e 7anos e 11 meses, mediana: 7anos e 1 mês), nos quais foram dosados: 17-OH progesterona (17OHP), DHEA, DHEA-S, androstenediona, testosterona total e/ou livre, e feito teste de estímulo do LH e (mais) FSH com GnRH (Relisorm®, 100mig iv); no grupo G2, n=28 (20F/8M, idades entre 9meses e 8anos e 11 meses, mediana: 7anos e10meses), além dos exames mencionados, investigou-se a deficiência da 21-hidroxilase através da dosagem de 17OHP sob estímulo agudo com ACTH (Cortrosina®, 250mig iv), O grupo G3, n=23 (19F/4M, idades entre 1ano e 2meses e 8anos e 10meses, mediana: 7anos e 6meses), além dos exames anteriores, foi investigado para deficiências de 11 beta-hidroxilase e 3beta-hidroxi-esteróide desidrogenase pelas dosagens de 11-deoxicortisol, e relação DHEA/androstenediona, respectivamente. As dosagens de testosterona total e/ou livre, DHEA-S e estradiol (em meninas) foram feitas nos 3 grupos. No grupo G4, n=14 (12F/2M, idades entre 1ano e 1 mês e 8anos e 9meses, mediana: 6anos e 5meses) o diagnóstico foi feito apenas com dados clínicos. Três meninas (6meses, 2anos e 1 mês e 2anos e 7meses) foram consideradas à parte; tiveram puberdade precoce associada a hiperandrogenismo, como primeira manifestação de adenocarcinoma adrenal. A investigação demonstrou níveis muito elevados de DHEA-S e massas adrenais ressecadas posteriormente. Um grupo controle de 18 crianças normais pré-púberes (8F/10M) foi submetido ao teste agudo do ACTH. No estímulo com GnRH, um delta LH > ou = 7,0 foi considerado indicativo de resposta púbere. Andrógenos e estradiol foram dosados por RIE e kits comerciais DPC; LH e FSH foram dosados por métodos imunométricos. As respostas entre pacientes e grupo controle foram comparadas pelo teste de Mann-Whitney. Nos grupos G1, G2 e G3 apenas 4 pacientes responderam com um delta LH > ou = 7,0 e 2 evoluíram com puberdade precoce verdadeira. A resposta da 17OHP ao ACTH (G2 e G3, n=51) diagnosticou 2 casos de deficiência da 21-hidroxilase, forma não-clássica. Nos outros, as respostas não diferiram do grupo controle. Não houve acúmulo de outros precursores testados pelo ACTH no G3. Concluímos que uma minoria de crianças com adrenarca precoce evoluem para puberdade precoce ou têm hiperplasia adrenal congênita na forma não clássica, o que mostra que, após avaliação dos níveis de esteróides basais, o seguimento apenas clínico seria mais prático e econômico, deixando a realização de testes para quando houvesse algum dado inicial ou evolutivo que o indicasse. Resumo em inglês The records of 109 patients with premature pubarche, evaluated in the Pediatric Endocrinology Unit during January 1990-2000, were reviewed, aiming to study the etiology and outcome of this condition. They were divided in 4 groups: group 1, G1, n: 41, 6 boys, 35 girls, at ages ranging from 11 months to 7.11 years (median: 7.1ys). In this group, basal steroid levels (17-OH-progesterone, DHEA, DHEA-S, delta4- androstenedione, total and free testosterone), LH and FSH stimulat (mais) ed by acute GnRH test (100mug iv, Relisorm®) were determined. In a second group, G2, n: 28, 8 boys and 20 girls, at ages between 9 months and 8.11 ys (median: 7ys), besides G1 tests, 21-hydroxylase deficiency (CYP21A2) was investigated by the 17-OH-progesterone response to acute ACTH test (250mug iv, Cortrosyn®, basal and 60min.), A third group, G3, n: 23, 4 boys, 19 girls at ages between 1.2ys and 8.10ys (median: 7.6ys) underwent the same tests as formers groups, but in addition, the 11 beta-hydroxylase (CYP11B1) and 3beta-hydroxysteroid dehydrogenase (3betaHSD) deficiencies were ruled out according to 11-deoxycortisol level and the DHEA/delta4-androstenedione ratio respectively, during acute ACTH test. Plasma concentrations of total and free testosterone, DHEA-S and estradiol (in girls) were determined in the 3 groups. A fourth group, n: 14, 12 girls and 2 boys, at ages between 1.1y and 8.9ys (median: 6.5ys) had the diagnosis on a clinical basis only. Three girls aged 6 months, 2.1 years and 2.7 years were considered apart, they had premature pubarche and hyperandrogenic signs heralding an adrenal adenocarcinoma. Investigation showed increased DHEA-S level due to adrenal tumor. A control group of 18 pre-pubertal normal children (8 girls and 10 boys) underwent an acute ACTH test. During stimulation with GnRH an increment of 7mUI/ml (delta-LH) was considered suggestive of pubertal response. Androgens and estradiol levels were measured by RIA (kits from DPC; Los Angeles, California); LH and FSH were measured by immunometric methods. Statistical analysis used Mann-Whitney test. In groups 1, 2 and 3 only 4 patients responded to GnRH acute test with deltaLH > or = 7UI/ml and 2 of them developed true precocious puberty. The 17-OH-progesterone response to acute ACTH (G2 and G3, n: 51) underscored 2 cases of 21-hydroxylase deficiency. In group 3 there wasn't accumulation of other precursors after the acute ACTH stimulation. We observed that very few children with premature adrenarche developed precocious puberty or had congenital adrenal hyperplasia, suggesting that after ruling out adrenal tumors, clinical follow-up would be more practical, less expensive and that the tests would be performed when some evolutive clinical finding indicates.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Monitorizando a terapia de reposição estrogênica (TRE) na menopausa

Wygoda, Márcia Magalhães; Filippo Jr., Roberto Brando; Gomes, Maria Amélia S.; Clapauch, Ruth
1999-10-01

Resumo em português Acompanhamos 62 mulheres pós-menopausadas, previamente sintomáticas, mensalmente, durante 3 meses após início de terapia de reposição estrogênica (TRE) com 17-beta estradiol em gel percutâneo, na dose de 0,75 a 3,0 mg/dia (meia a duas réguas). Nas com útero, associou-se progesterone natural micronizada, 100 a 200 mg/dia cíclica ou contínua, ou acetato de medroxiprogesterona, 5 mg/dia cíclico. Durante tratamento, todas as pacientes com fogachos ou secura vagin (mais) al apresentaram níveis de E2 sérico 193 pg/ml. Os sintomas correlacionaram-se significantemente com as dosagens plamáticas de estradiol (p=0,0001) e FSH (p=0,001) mas não de LH. As pacientes assintomáticas mostraram dosagens muito variáveis, com sobreposição de valores em relação aos grupos com hipo e hiperestrogenismo clínico; tal fato demonstra a necessidade da verificação laboratorial de suplementação estrogênica adequada em pacientes assintomáticas durante TRE. Em um subgrupo de 22 mulheres, analisaram-se também variações da relação cintura-quadril (RCQ) e do índice de massa corporal (IMC) a cada mês, correlacionando-as ao estado clínico e laboratorial das pacientes. A RCQ caiu significativamente já no primeiro mês de TRE (p=0,0008); houve flutuação no segundo mês e estabilização no terceiro. Sua variação não foi capaz de indicar o estado clínico da paciente. O IMC não variou significativamente no período. Resumo em inglês We followed 62 post-menopausal previously symptomatic women monthly during 3 months after percutaneous (0.75 to 3.0 mg/d) 17-beta estradiol percutaneous gel. Those with an intact uterus also received cyclic or continuous natural micronized progesterone, 100-200 mg/d or cyclic medroxyprogesterone acetate, 5 mg/d. During treatment all patients presenting with hot flashes or craurosis had oestradiol levels (mais) values >193 pg/ml. Symptoms were highly correlated to oestradiol (p=0,0001) and FSH levels (p=0,001) but not to LH. Assymptomatic patients showed variable hormonal levels, with superposition of values in relation to clinically hypo and hyperestrogenic groups. This points to the need of laboratory proof of adequate estrogen supplementation in assymptomatic patients during ERT. In a 22 patient subgroup, waist-hip ratio (WHR) and body mass index (BMI) monthly variation were also analyzed and correlated with clinical and laboratory status. WHR fell significantly as early as in the first month (p=0,0008); mean values fluctuated in the second month and stabilized in the third. The variation could not predict the patient's clinical status. BMI did not change significantly during the period.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Pseudopuberdade Precoce Causada Por Tumor de Células da Granulosa Juvenil/ Pseudo-precocious Puberty Due to a Juvenile Granulosa Cell Tumor

Borges, Maria de Fátima; Lima, Marcus Aurelho de; Murta, Eddie Fernando C.; Dias, Débora Isis; Fonseca, Elvi Rojas; Ferreira, Beatriz Pires
2002-04-01

Resumo em português Descrevemos um caso de tumor ovariano das células da granulosa cuja manifestação inicial foi puberdade precoce isossexual, em criança de 7 anos e 4 meses, de evolução progressiva e rápida, associada a massa hipogástrica palpável. A avaliação hormonal demonstrou estradiol: 296pg/ml; 17alfaOH-progesterona: 20ng/ml; S-DHEA: 27µg/dl; betahCG: 0,66mUI/ml; testosterona: 120ng/dl; progesterona: 3,4ng/ml; LH: 0,5mUI/ml; e FSH: 0,01mUI/ml e não responsivos ao estímul (mais) o com o GnRH, (Relisorm®: 100µg iv). Exames de imagem confirmaram massa tumoral em ovário esquerdo. A paciente foi submetida à salpingo-ooforectomia esquerda com retirada completa do tumor que pesou 656g e mediu 14,5 x 10,0 x 7,0cm, restrito ao ovário e cujo exame histopatológico demonstrou tumor de células da granulosa juvenil. Durante a cirurgia amostras sangüíneas foram obtidas da veia ovariana ipsilateral ao tumor e as concentrações de esteróides foram estudadas. Níveis elevados de estradiol (969pg/ml), progesterona (15,8ng/ml), 17alfaOH-progesterona (34ng/ml) e testosterona (158ng/dl) foram encontrados. No pós-operatório observou-se rápida regressão das mamas, dos pêlos pubianos, com normalização das concentrações hormonais. Durante o seguimento, a paciente apresentou desenvolvimento puberal normal, e não há sinais de reincidência do tumor. Resumo em inglês We report a case of juvenile granulosa cell tumor of the ovary in a 7.4 years old girl, who presented isosexual pseudo-precocious puberty of progressive outcome and palpable hypogastric mass. Hormonal measurements showed: oestradiol: 296pg/ml; 17-alpha-OH-progesterone: 20ng/ml; DHEAS: 27µg/dl; betahCG: 0.66mIU/ml; testosterone: 120ng/dl; progesterone: 3.4ng/ml; LH: 0.5mIU/ml; and FSH: 0.01mIU/ml not responsive to GnRH test (Relisorm®: 100µg iv). Abdominal images confir (mais) med left ovarian mass. Unilateral salpingo-oophorectomy was performed with complete resection of a 656g and 14.5 x 10 x 7cm tumor restricted to the left ovary. The histologic analysis revealed a juvenile granulosa cell tumor. During the surgery blood from left ovary vein was obtained and steroids concentration were analyzed. Elevated levels of oestradiol (969pg/ml), progesterone (15.8ng/ml), 17-alpha-OH-progesterone (34ng/ml) and testosterone (158ng/dl) were found. Few days after the surgery, rapid regression of breast and pubic hair was observed, with return of steroid concentrations to the normal pre-pubertal levels. During 9 years of follow-up, normal pubertal development happened at an expected age, and no signs of tumor relapse were found.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Resposta superovulatória de novilhas mestiças holandês-zebu tratadas com somatotropina bovina recombinante (rbST)/ Superovulatory response of holstein-zebu crossbred heifers treated with recombinant bovine somatotropin (rbST)

Borges, Álan Maia; Torres, Ciro Alexandre Alves; Ruas, José Reinaldo Mendes; Rocha Júnior, Vicente Ribeiro; Carvalho, Giovanni Ribeiro de
2001-10-01

Resumo em português O objetivo do experimento foi estudar o efeito do pré-tratamento com 500 mg de sometribove (rbST) sobre a resposta superovulatória, o número e a qualidade dos embriões coletados de 26 novilhas mestiças holandês-zebu, divididas em dois tratamentos: T1 = tratadas com rbST (n=13) e T2 = controle (n=13). Foram feitas 13 superovulações entre o mês de setembro e o início de dezembro de 1997 (período 1) e 13 superovulações entre o final do mês dezembro de 1997 e fe (mais) vereiro de 1998 (período 2), sendo que, para cada período, sete animais receberam 500 mg de rbST (T1) por via subcutânea, no terceiro dia do ciclo estral, e seis animais (T2) não receberam medicação. Os animais foram superovulados com FSH a partir do 10º dia do ciclo estral, e as coletas foram realizadas entre os dias 7 e 8 após a inseminação artificial. A resposta superovulatória, o número total de estruturas, o número de embriões viáveis, de não-viáveis e de ovócitos não foram afetados pelo tratamento com somatotropina bovina. Foram coletadas médias de 15,3 ± 9,5 e 17,4 ± 10,9 estruturas totais, 8,5 ±8,3 e 11,5 ± 10,0 embriões viáveis, 4,6 ± 4,7 e 3,4 ± 1,3 embriões não-viáveis, 2,2 ± 2,8 e 2,8 ± 4,0 ovócitos por coleta dos tratamentos 1 e 2, respectivamente. As mórulas e os blastocistos jovens foram os estádios de desenvolvimento coletados em maior percentagem, entre o sétimo e oitavo dia após a inseminação artificial. Resumo em inglês The objective of the experiment was to study the effect of pretreatment with 500 mg of sometribove (rbST) on superovulatory response, on number and embryos quality of twenty six crossbred holstein-zebu heifers, allocated into two treatments: T1 -- treated with rbST (n=13) and T2 - control (n=13). Thirteen superovulations were done between september and december of 1997 (period 1), and thirteen superovulations between the end of december 1997 and february of 1998 (period 2 (mais) ). For each period seven animals were injected with 500 mg SC sustained-release formulated rbST (T1) on day 3 of estrous cycle, while six animals (T2) did not receive any medication. The animals were superovulated with FSH on day 10, and the embryo collection were performed on day 7 or 8 after the artificial insemination (A.I.). Pretreatment of heifers with rbST did not increase the superovulatory response, total number of structures recover, viable and non viable embryos and ova per collection. The average of total number of structures recovered, viable and non viable embryos and ova per collection were: 15.3 ± 9.5 and 17.4 ± 10.9; 8.5 ± 8.3 and 11.5 ± 10.0; 4.6 ± 4.7 and 3.4 ± 1.3; 2.2 ± 2.8 and 2.8 ± 4.0, respectively, for T1 and T2. The morulae and initial blastocists were recovered in greater percentage on day 7 or 8 after A.I.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Leptina: aspectos sobre o balanço energético, exercício físico e amenorréia do esforço/ Leptin: aspects on energetic balance, physical exercise and athletic amenorhea

Ribeiro, Sandra Maria Lima; Santos, Zirlene Adriana dos; Silva, Renata Juliana da; Louzada, Eliana; Donato Junior, José; Tirapegui, Julio
2007-02-01

Resumo em português O presente manuscrito teve por objetivo realizar uma revisão bibliográfica acerca do papel da leptina no balanço energético, no exercício físico e na incidência da amenorréia do esforço. A leptina é um hormônio secretado pelo tecido adiposo, reconhecido principalmente por sua ação adipostática sobre o sistema nervoso central. Esse hormônio sinaliza o hipotálamo a respeito das reservas energéticas, modulando o funcionamento dos eixos hormonais que envolvam (mais) o hipotálamo e a hipófise. A leptina tem ainda ações periféricas importantes, incluindo seu papel sobre o tecido ovariano. Os mecanismos de sinalização intracelular desse hormônio foram identificados no hipotálamo, porém em tecidos periféricos há necessidade de maiores investigações. Existe certo consenso de que quando o exercício e a ingestão alimentar são capazes de promover um balanço energético negativo, as concentrações plasmáticas de leptina diminuem, alterando conseqüentemente: a liberação hipotalâmica de GnRH (fator hipotalâmico de liberação de gonadotrofinas); a liberação hipofisária de LH (hormônio luteinizante) e FSH (hormônio folículo-estimulante). Como resultado, há menor liberação de estrógenos ovarianos. Esse processo pode iniciar a chamada amenorréia hipotalâmica funcional, com repercussões na saúde da mulher. Nessa perspectiva, a avaliação do gasto energético e a elaboração de um plano alimentar adequado em atletas são fundamentais. Resumo em inglês The aim of this manuscript was to review the knowledge about leptin, detailing its relationship with energetic intake and physical activity. Leptin is an adipocyte hormone, recognized mainly for its putative role in control of energy expenditure, food intake, body weight and reproductive function. Leptin has still important peripheral actions, including its role on the ovarian tissue. The intracellular signaling mechanisms are recognized in hypothalamus, but in peripheral (mais) tissue are not fully understood. The exercise, when practiced by women, if not appropriately planned according to food intake, can modify the leptin release. When energy imbalances induced by exercise and/or deficient food ingestion occurs, low leptin levels are observed, leading to a reduction in GnRH (gonadotropin-release hormone), in LH (luteinizing hormone) and FSH (follicle-stimulating hormone) in pituitary, and consequently a minor release of ovarian estrogens. This process is named hypothalamic amenorrhea, and has repercussions in the woman's health. In this perspective, it is important to emphasize the need to evaluate the energy expenditure from exercise and to formulate adequate alimentary plans to these individuals.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Prevalência de distúrbios do sono na pós-menopausa/ Sleep disturbance prevalence in postmenopausal women

Campos, Helena Hachul de; Bittencourt, Lia Rita Azeredo; Haidar, Mauro Abi; Tufik, Sérgio; Baracat, Edmund Chada
2005-12-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a prevalência das queixas de distúrbios do sono pela polissonografia em amostra de mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: foram selecionadas 33 mulheres na pós-menopausa com média de idade de 56 anos, índice de massa corporal médio de 27, tempo de pós-menopausa de 7,7 anos e índice de Kupperman de 17. Adotaram-se os seguintes critérios de inclusão: idade entre 50 e 65anos, no mínimo um ano de amenorréia e FSH plasmático superior ou igual a 30 (mais) mU/mL, sem uso de terapia hormonal prévia e exames laboratoriais normais. Foram excluídas as pacientes com doenças clínicas graves e/ou descompensadas, suspeita de câncer de endométrio e/ou mama; índice de massa corporal maior ou igual a 30 e uso de hipnóticos. As pacientes responderam a questionário específico contendo perguntas sobre as características do sono e foram submetidas a polissonografia completa durante uma noite inteira. Foram calculadas separadamente as freqüências em porcentagens das queixas de sono e dos diagnósticos polissonográficos. RESULTADOS: a prevalência de insônia subjetiva foi 61%, sendo que na polissonografia foi de 83%. A queixa de apnéia foi registrada em 23% e, na polissonografia, em 27%. A prevalência subjetiva de movimentos periódicos de pernas foi de 45% e a objetiva foi de 27%. CONCLUSÃO: houve alta prevalência de distúrbios do sono na pós-menopausa, em especial de insônia, apnéia e de movimentos periódicos das pernas. Nesta fase da vida, ocorre piora da qualidade do sono. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the prevalence of reported sleep disturbances through polysomnographic recording (PSG) in a sample of postmenopausal women. METHODS: thirty-three postmenopausal women with a mean age of 56 years, a mean body mass index (BMI) of 27 kg/m², with 7.7 years of recognized postmenopausal period, and a mean Kupperman index of 17, were selected. The inclusion criteria were: age range from 50 to 65 years, at least one year of amenorrhea and an FSH which equale (mais) d or exceeded 30 mU/ml; they should not be undergoing hormone therapy, and should display normal laboratory test results. The patients with severe clinical diseases and/or decompensated were excluded; also the ones with suspicion of carcinoma of endometrium and/or breast cancer, a BMI over 30 kg/m² and those who ingested hypnotic drugs. The patients followed a routine climacteric check-up, answered a questionnaire about sleep and underwent an all-night PSG recording. Frequencies in percentage of emerging sleep complaints based on the questionnaire and those pertaining to PSG diagnosis were then calculated separately. RESULTS: the subjective prevalence of insomnia was 61% against 83% in the PSG recordings. The prevalence of apnea reported was 23% against 27% in the PSG. The subjective restless legs syndrome prevalence was 45%, and the objective, 27%. CONCLUSION: there was a high prevalence of sleep disturbances in postmenopausal patients, specially insomnia, apnea and restless legs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Participação dos androgênios adrenais na síndrome dos ovários policísticos/ Adrenal androgen participation in the polycystic ovary syndrome

Gil Junior, Angelo Barrionuevo; Rezende, Ana Paula Rodrigues; Carmo, Anselmo Verlangieri do; Duarte, Erico Isaias; Medeiros, Márcia Marly Winck Yamamoto de; Medeiros, Sebastião Freitas de
2010-11-01

Resumo em português OBJETIVO: reavaliar a função adrenal em pacientes com síndrome dos ovários policísticos, após a introdução dos critérios de Roterdã. MÉTODOS: estudo descritivo de corte transversal, incluindo 53 pacientes com média de idade de 26±5,1 anos. Glicose, hemoglobina glicada, lipídios, estradiol, progesterona, 17-OHP4, DHEAS, FSH, LH, TSH, PRL, androstenediona, tiroxina livre, insulina, testosterona total, SHBG e índice de androgênios livres foram estimados. Resi (mais) stência à insulina, examinada pelo modelo homeostático, foi admitida com índice >2,8. A resposta adrenal à cortrosina foi avaliada pelo incremento hormonal observado após 60 minutos e área sobre a curva. RESULTADOS: entre as 53 pacientes elegíveis, hiperandrogenismo bioquímico foi encontrado em 43 (81,1%). Trinta e três delas, com idade de 25,1±5,0 anos, apresentaram hiperandrogenismo adrenal (62,2%), pesavam 74,9±14,9 kg; tinham IMC de 28,8±6,0 e razão cintura/quadril de 0,8±0,1. DHEAS foi >6,7 nmol/L em 13 (39,4%) e androstenendiona >8,7 nmol/L em 31 (93,9%). Cortisol, 17-OHP4, A e progesterona tiveram incremento de 153%, 163%, 32% e 79%, respectivamente. O modelo usado para avaliar a resistência á insulina foi >2,8 em 14 (42,4%). Não foi encontrada correlação entre as concentrações de insulina ou estradiol com as de cortisol ou androgênios. CONCLUSÕES: a utilização de múltiplos parâmetros hormonais revela alta prevalência de hiperandrogenismo bioquímico na SOP, sendo que as adrenais têm participação em dois terço dos casos. Níveis de estradiol e insulina não influenciam a secreção adrenal de androgênios e cortisol. Resumo em inglês PURPOSE: to reassess the adrenal function of patients with PCOS after the introduction of the Rotterdam's criteria. METHODS: descriptive and cross-sectional study including 53 patients 26±5.1 years old. Glucose, glycosylated hemoglobin, lipids, estradiol, progesterone, 17-OHP4, DHEAS, FSH, LH, TSH, PRL, androstenedione, free thyroxine, insulin, total testosterone, SHBG, and free androgen index were measured. Insulin resistance was considered to be present with a homeosta (mais) tic model assessment index >2.8. The adrenal response to cortrosyn was assessed by the hormonal rise observed at 60 minutes, and by the area under the response curve. RESULTS: biochemical hyperandrogenism was found in 43 of 53 eligible patients (81.1%). Thirty-three women had adrenal hyperandrogenism (62.2%). The weight of these 33 women, aging 25.1±5.0 years, was 74.9±14.9 kg, BMI was 28.8±6.0 and the waist/hip ratio was 0.8±0.1. DHEAS was >6.7 nmol/L in 13 (39.4%) and androstenendione was >8.7 nmol/L in 31 (93.9%). The increments in 17-OHP4, cortisol, A, and progesterone were 163%, 153%, 32%, and 79%, respectively. The homeostatic insulin resistance model was >2.8 in 14 (42.4%). Insulin and estradiol were not correlated with cortisol or androgens. CONCLUSIONS: the use of multiple endocrine parameters showed a high prevalence of biochemical hyperandrogenism in patients with PCOS. Two thirds of the patients had adrenal hyperandrogenism, and estradiol and insulin did not influence adrenal secretion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Ensaio clínico placebo-controlado com isoflavonas da soja para sintomas depressivos em mulheres no climatério/ Placebo-controlled clinical trial with soy isoflavones for depressive symptoms in climacteric women

Sousa, Rilva Lopes de; Filizola, Rosália Gouveia; Diniz, Margareth de Fátima Formiga Melo; Sousa, Eduardo Sérgio Soares; Moraes, João Leonardo Ribeiro de
2006-02-01

Resumo em português OBJETIVOS: avaliar a eficácia do uso de isoflavonas da soja no tratamento de sintomas depressivos em mulheres com síndrome climatérica. MÉTODOS: estudo experimental placebo-controlado, randomizado e duplo-cego, com 84 pacientes climatéricas atendidas ambulatorialmente no Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa (PB). Na avaliação de sintomas depressivos empregou-se o Questionário de Auto-avaliação da Escala de Hamilton para Depressão (QAEH-D) na (mais) s visitas pré-tratamento (VT1) e na 8ª (VT2) e na 16ª (VT3) semana pós-tratamento. O grupo experimental (GExp) recebeu extrato de isoflavonas da soja, 120 mg por dia, e o controle (GCont), placebo. A comparação dos escores do QAEH-D entre os grupos em VT1, VT2 e VT3 constituiu a medida primária de eficácia (teste t, p0,05). De VT1 para VT3, evidenciou-se diferença estatisticamente significativa de 8,9% na redução dos escores entre os grupos (p=0,03). Não houve correlação da redução dos sintomas depressivos com resposta dos sintomas vasomotores (p>0,05). Houve redução das concentrações de FSH apenas no GExp (p=0,02), sem alterações do estradiol. Não ocorreram eventos adversos clinicamente relevantes. CONCLUSÕES: o efeito do extrato de isoflavonas foi superior ao do placebo, porém de pequena magnitude e apenas após 8 semanas de tratamento. Este pequeno efeito atribuído ao tratamento experimental, de boa tolerabilidade, poderá beneficiar pacientes que têm efeitos colaterais aos estrógenos ou que preferem não usar estes hormônios. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the efficacy of the use of isoflavones in the treatment of depressive symptoms in climacteric women. METHODS: placebo-controlled, randomized double-blind experimental study with 84 climacteric women who were assisted at the Lauro Wanderley University Hospital Ambulatory, in João Pessoa, Paraíba, Brazil. In the evaluation of the depressive symptoms the Self-evaluation questionnare of Hamilton's rating scale for depresion (QAEH-D) was used in the pret (mais) reatment visit (VT1), and in the 8th (VT2) and 16th (VT3) week after treatment. The experimental group (GExp) received soy extract with isoflavones, 120 mg per day, and the control group (GCont), placebo. The comparison of the scores of the QAEH-D between the VT1, VT2 and VT3 groups constituted the primary measure of efficacy (t test, p0.05). From VT1 to VT3, there was a significant difference (8.9%) in the reduction of the scores between GExp and GCont (p=0.03). There was no correlation between the reduction of the depressive symptoms and alterations of the vasomotor symptoms (p>0.05). There was a reduction of FSH concentrations only in GExp (p=0.02), without estradiol modifications. Side effects were not clinically relevant. CONCLUSIONS: the effect of soy isoflavones was superior to the placebo, however, of small magnitude and only identified after 8 weeks of treatment. This small effect attributed to the experimental treatment, of good tolerability, may benefit patients who have side effects due to estradiol, or those who prefer not to use hormones.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Manifestações Endócrinas das Mutações da Proteína Gsalfae do Imprinting do Gene GNAS1/ Gsalpha Protein Mutations and Imprinting of the GNAS1 Gene

Fragoso, Maria Candida B. Villares
2002-08-01

Resumo em português Esta revisão resume o papel da patogênese molecular das mutações do gene da proteína Gsalfa em doenças endócrinas. As proteínas G transmitem o sinal celular de receptores de membrana 7TM. Este sistema pode ser ativado por fotons de luz, odorantes e hormônios (LH, FSH, TSH, PTH, etc). Seu efetor é a adenilato-ciclase que induz a formação de AMPc. A proteína G inativa é heterotrimérica e associada ao GDT. Receptores que ativam a proteína Gsalfa dissociam o G (mais) DT para GTP, enquanto a atividade intrínseca GTPase hidrolisa o GTP, mantendo a proteína Gsalfa no estado inativo, ligado ao GDP. Mutações no gene GNAS1, que codifica a proteína Gsalfa, alteram sítios altamente conservados (Arg201 e Gln227), críticos para a atividade GTPase, levando à ativação constitutiva do sinal celular. Tais mutações são encontradas em raros tumores endócrinos, na fibrodisplasia óssea e na síndrome de McCune Albright. Ao contrário, mutações inativadoras podem levar à osteodistrofia hereditária de Albright, se transmitidas pelo alelo paterno e pseudohipoparatireoidismo tipo Ia, se transmitidas pelo alelo materno. Em ratas com knockout, o gene Gnas sofre o fenômeno de imprinting tecido específico. Em tumores de hipófise, o gene GNAS1 também sofre imprinting com expressão preferencial do alelo materno. No pseudohipoparatireoidismo tipo Ib, um defeito do imprinting na região promotora do exon 1A do gene GNAS1 parece justificar a resistência renal isolada ao PTH. Estes exemplos ilustram como defeitos da proteína Gsalfa podem ser responsáveis pela patogênese molecular de diferentes doenças endócrinas. Resumo em inglês This review summarizes the role of the molecular pathogenesis of Gsalpha protein gene in endocrine disease. G proteins transmit the cellular signal of 7 transmembrane receptors (7TM). Agonists as light photons, odorants and hormones (LH, FSH, TSH, PTH, etc) can activate the system. The effector of Gsalpha protein is adenyl-cyclase, which induces the formation of cAMP. The receptors that activate Gsalpha protein dissociates GDT into GTP, while the intrinsic GTPase activity (mais) hydrolyses GTP, keeping Gsalpha protein in its inactive state, bound to GDP. Mutations in the GNAS1 gene, which codifies the Gsalpha protein, alter highly conserved sites (Arg201 and Gln227) that are critical for GTPase activity, leading to the constitutive activation of cell signaling. Such mutations are found in rare endocrine tumors, bone fibrodysplasia and McCune Albright syndrome. Conversely, inactivating mutations can lead to Albright hereditary osteodystrophy or pseudohypoparathyroidism type Ia, when transmitted by the paternal or maternal alleles, respectively. In knockout female mice the Gnas gene exhibits the phenomenon of tissue-specific imprinting. In pituitary tumors the GNAS1 gene also undergoes imprinting, when expressed preferably by the maternal allele. In pseudohypoparathyroidism type Ib, a defect of imprinting in the promoter region of exon 1A of GNAS1 gene appears to justify the isolated renal resistance to PTH. These examples illustrate how defects in Gsalpha protein can be responsible for the molecular pathogenesis of different endocrine disorders.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Avaliação endócrina e morfológica de transplante ovariano homógeno/ Endocrine and morphological assessment of ovarian homologous transplantation

Petroianu, Andy; Alberti, Luiz Ronaldo; Vasconcellos, Leonardo de Souza; Leite, Juliana Moysés; Castro, Lúcia Porto Fonseca de
2004-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A insuficiência ovariana decorre de ooforectomia bilateral em diversas afecções do ovário, como neoplasia e sepse, além de quimioterapia, radiação pélvica e fatores relacionados à idade. Suas complicações sistêmicas, como insuficiências hormonais, podem ser de difícil controle. OBJETIVOS: Avaliar aspectos endócrinos e histológicos ovarianos após seu transplante ortotópico, sem anastomose vascular e submetidos à imunossupressão pela ciclos (mais) porina. MATERIAL E MÉTODO: Foram utilizadas 12 coelhas da raça Nova Zelândia Branca (n = 6) e Califórnia (n = 6), divididas em dois grupos: grupo 1 (n = 4), de controle, submetido apenas a laparotomia, sem outro procedimento cirúrgico; e grupo 2 (n = 8), submetido a ooforectomia bilateral e transplante ortotópico dos ovários, que foram trocados entre as duas raças de animais. De um lado, foi transplantado o ovário íntegro e, do outro, o ovário fatiado. Não houve anastomose vascular. As coelhas foram imunossuprimidas com ciclosporina (10mg/kg ao dia). No final do período de acompanhamento de seis meses, foram feitas dosagens de estradiol, progesterona, hormônio foliculoestimulante (FSH) e hormônio luteinizante (LH), além de estudo histológico de ovários, tuba uterina e útero. RESULTADOS: Os ovários transplantados estavam rodeados por tecido conjuntivo, bem vascularizados, mostrando folículos em diferentes estádios de desenvolvimento. A histologia tubária e uterina também foi preservada em ambos os grupos. A dosagem hormonal foi normal em todas as coelhas, indicando que, do ponto de vista endócrino, o ovário transplantado estava funcionando. O transplante ovariano homógeno ortotópico, sem pedículo vascular e submetido à imunossupressão pela ciclosporina, foi eficaz para a manutenção de hormônios ovarianos em níveis normais. Resumo em inglês INTRODUCTION: Ovarian failure may be due to bilateral oophorectomy on several ovarian diseases, such as infection and neoplasm; chemo and radiotherapy as well as factors related to age led to endocrine disturbances followed by systemic complications. OBJECTIVES: To assess endocrine and histological ovarian aspects following allogeneic ovarian transplantation without vascular pedicle and immunosupressed by cyclosporine. MATERIAL AND METHOD: Twelve female New Zealand White (mais) and California rabbits were divided into 2 Groups: group 1 (n = 4), sham operation; and group 2 (n = 8), submitted to a laparotomy and ovarian bilateral transplantation between pairs of animals. In one side the ovary was intact and in the other side the ovary was sliced. At the end of the follow-up period, blood samples were studied for estradiol, progesterone, FSH and LH. At the end of the experiment, histological studies of ovaries, uterus and tubes were carried out. RESULTS: The ovary implants were surrounded by connective tissue; they were well vascularized, and presented follicles in different stages of development. Hormonal values were normal in all rabbits. CONCLUSIONS: Allogeneic orthotopic ovarian transplantation without vascular pedicle and immunosupressed by cyclosporine was effective to preserve normal level of ovarian hormone.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Homocisteinemia em mulheres com síndrome dos ovários policísticos/ Homocysteinemia in polycystic ovary syndrome women

Cerqueira, Joeline Maria Cleto; Costa, Laura Olinda Bregieiro Fernandes; Nogueira, Andrea de Almeida Vasconcelos; Silva, Daniela Celestino Catão da; Torres, Dilênia de Oliveira Cipriano; Santos, Ana Célia Oliveira dos
2010-03-01

Resumo em português OBJETIVOS: comparar os níveis sanguíneos de homocisteína em mulheres com e sem a síndrome dos ovários policísticos (SOP) e correlacioná-los com os parâmetros clínicos, hormonais e metabólicos. MÉTODOS: estudo tipo corte transversal com 110 mulheres: 56 com SOP e 54 controles normais. As pacientes foram submetidas à anamnese, exame físico e ultrassonografia pélvica, dosagens de homocisteína, da proteína C reativa (PCR), glicose, insulina, hormônio folícul (mais) o-estimulante (FSH), hormônio luteinizante (LH), hormônio tireoide-estimulante (TSH), tiroxina livre (T4L), prolactina e testosterona.. Para análise estatística, foram usados os testes t de Student, χ2 e a correlação de Pearson. A realização da análise multivariada, pelo método "enter", foi utilizada para verificar a associação independente entre as variáveis. RESULTADOS: encontrou-se um aumento significativo na média dos níveis plasmáticos de homocisteína nas pacientes com SOP quando comparadas ao Grupo Controle (5,9±2,9 versus 5,1±1,3 µmol/L; p=0,01). Como era esperado, por fazerem parte do quadro clínico da SOP, o índice de massa corpórea, circunferência abdominal, colesterol total, colesterol HDL, triglicerídeos, insulina e HOMA também se mostraram com diferenças significativas entre os dois grupos. Houve correlação da SOP e do IMC com os níveis de homocisteína. A análise multivariada mostrou que a SOP por si só não se correlaciona com altos níveis de homocisteína. CONCLUSÕES: pacientes com SOP estão expostas a níveis significativamente altos de homocisteína, porém outros fatores intrínsecos à síndrome, e não identificados neste estudo, seriam os responsáveis por esta alteração. Resumo em inglês PURPOSE: to compare serum homocysteine levels in polycystic ovary syndrome (PCOS) and non-PCOS women and correlate them with clinical, hormonal and metabolic parameters. METHODS: transverse study with carried out on 110 women, including 56 with PCOS and 54 normal controls. Patients were submitted to anamnesis, physical examination and pelvic sonograms and to the determination of homocysteine, C-reactive protein (CRP), glucose insulin, follicle-stimulating hormone (FSH), l (mais) uteinizing hormone (LH), thyroid-stimulating hormone (TSH), free thyroxin (Free T4), prolactin, and testosterone. For the statistical analysis, we used the Student's t test, Pearson's product-moment correlation coefficient and the χ2 test. The "enter" method was used to determine independent association between variables. RESULTS: there was a significant increase in the average serum homocysteine levels in the group of patients with PCOS compared to controls (5.97±2.95 versus 5,17±1.33 µmol/L; p=0,015). As expected, since they are affected by PCOS, values of body mass index (BMI), waist circumference, total cholesterol, HDL cholesterol, triglycerides, insulin and HOMA were significantly different between groups. Serum homocysteine levels, BMI and PCOS were correlated. Multivariate analysis showed that PCOS, by itself, does not correlate with high serum homocysteine levels. CONCLUSIONS: PCOS women have significantly higher serum levels of homocysteine that may increase their risk for cardiovascular disease. However, other intrinsic PCOS-related factors, not identified in this study, may be responsible for this alteration.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Desenvolvimento testicular, espermatogênese e concentrações hormonais em touros Angus/ Testicular development, spermatogenesis and hormonal concentrations in Angus bulls

Aguiar, Gyselle Viana; Araújo, Airton Alencar; Moura, Arlindo de Alencar Araripe
2006-08-01

Resumo em português Este estudo foi realizado com a finalidade de avaliar a evolução das secreções hormonais e do epitélio seminífero em touros da raça Angus de 10 a 38 semanas de idade. Foram castrados 1 a 5 animais em intervalos de quatro semanas (total de 25 touros) para coleta de amostras do parênquima testicular e do plasma sanguíneo. As variáveis relacionadas ao crescimento testicular, aos aspectos quantitativos da espermatogênese e aos níveis hormonais foram transformadas (mais) em logaritmo e avaliadas por meio de análise de variância. O diâmetro dos testículos e túbulos seminíferos e o peso testicular apresentaram variações mais acentuadas após 26 semanas de idade. A porcentagem do parênquima testicular ocupado pelos túbulos seminíferos aumentou de 49,3 para 75,2% durante o experimento. A maioria dos túbulos (>90%) apresentou-se com células de Sertoli somente entre 10 e 14 semanas, mas na 18ª (13,8±1,7%) e 22ª semanas (19±1%), o número de túbulos com gonócitos e espermatogônias aumentou em relação às semanas iniciais. Espermatogônias intermediárias e B predominaram na 26ª semana (24,5±8,2%) e a porcentagem de túbulos com espermatócitos foi mais elevada na 30ª semana (42,3±9,9%). Espermátides arredondadas foram detectadas partir da 26ª semana e, na 38ª semana, 62,3±1,5% dos túbulos seminíferos continham espermátides alongadas ou maduras. As variações mais acentuadas no crescimento testicular e, principalmente, no peso testicular após as 26 semanas coincidiram com o estabelecimento da meiose, com as alterações morfológicas do núcleo e nucléolo das células de Sertoli (indicativos do processo de diferenciação das mesmas), com os níveis reduzidos de androstenediona e os incrementos significativos de testosterona e estradiol 17beta. As associações entre o crescimento testicular e os níveis de FSH e LH na circulação periférica foram menos evidentes. Resumo em inglês This study aimed to evaluate changes in hormone secretion and in seminiferous epithelium of Angus bulls between 10 and 38 weeks of age. Samples of testicular parenchyma and blood were collected from 25 animals castrated in 4 week intervals. Traits associated to testicular development and quantitative aspects of spermatogenesis and hormonal concentrations were transformed by logarithm before analyses of variance. Changes in testis and seminiferous tubule diameter and testi (mais) s weight were more pronounced after 26 weeks of age. The percentage of testicular parenchyma occupied by seminiferous tubules increased from 49.3 to 75.2% from 10 to 38 weeks. Most tubules (>90%) had only Sertoli cells at 10 and 14 weeks, but the number of tubules with gonocytes and A spermatogonia increased at 18 (13.8±1.7%) and 22 weeks (19±1%). Tubules with B and intermediate spermatogonia became predominant at 26 weeks (24.5±8.2%) and those with spermatocytes as the most advanced germ cell type were more evident at 30 weeks (42.3±9.9%). Round spermatids were detected at 26 weeks and at 38 weeks of age, 62.3±1.5% of all tubules had either elongate or mature spermatids. Variations in testis growth (specially testis weight) after 26 weeks were coincident with the establishment of meiosis in the seminiferous tubules, morphological alterations in nucleus and nucleolus of the Sertoli cells (indicators of Sertoli cell differentiation), lower levels of androstenedione and significant increases in testosterone and estradiol 17beta. Associations between testis development and concentrations of FSH and LH were less evident.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Saúde reprodutiva em homens com lúpus eritematoso sistêmico/ Reproductive health in male systemic lupus erythematosus

Silva, Clovis Artur Almeida da; Bonfá, Eloísa; Borba, Eduardo Ferreira; Braga, Aline Presto; Soares, Pollyana Maria Ferreira; Moraes, Ana Julia Pantoja de; Saito, Osmar; Cocuzza, Marcello
2009-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a saúde reprodutiva em homens com lúpus eritematoso sistêmico (LES) e compará-la com controles saudáveis. MÉTODOS: Vinte e cinco pacientes com LES do sexo masculino foram avaliados com dados demográficos, exame urológico (incluindo parâmetros pubertários e função sexual/erétil), ultrassonografia testicular com Doppler, perfil hormonal, análise seminal, características clínicas e tratamento. O grupo-controle incluiu 25 homens saudáveis. R (mais) ESULTADOS: A mediana da idade atual foi similar nos pacientes com LES comparada aos controles (26 versus 27 anos, P = 0,756). As frequências de disfunções sexual/erétil foram significativamente maiores nos pacientes com LES em relação aos controles (20% versus 0%, P = 0,0001) e o número de gestações espontâneas foi menor (20% versus 60%, P = 0,0086). Uma tendência de uso infrequente de contraceptivos foi observada em pacientes com LES comparada aos controles (48% versus 76%, P = 0,079). Além disso, as frequências de parâmetros de disfunção gonadal: atrofia testicular avaliada pela ultrassonografia (36% versus 8%, P = 0,037), níveis elevados de FSH e/ou LH (36% versus 0%, P = 0,002) e alterações dos espermatozoides (48% versus 0%, P = 0,0001) foram estatisticamente maiores nos pacientes com LES versus controles. Os pacientes com LES e disfunção sexual/erétil não realizaram atividade sexual no último mês versus 95% dos pacientes sem disfunção (P = 0,0001). Entretanto, nenhuma diferença foi evidenciada nos pacientes com LES com e sem disfunção sexual/erétil em relação a dados demográficos, atividade da doença, dano cumulativo e tratamento. CONCLUSÃO: Este é o primeiro estudo que identificou disfunção sexual/erétil e gonadal em homens lúpicos. Uma abordagem multidisciplinar é essencial para oferecer medidas preventivas para esses pacientes. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess reproductive health in male systemic lupus erythematosus (SLE) patients and compare them with controls. METHODS: Twenty-five male SLE patients were evaluated for demographic data, urologic evaluation (including pubertal parameters, sexual/erectile function), testicular Doppler ultrasound, hormone profile, semen analysis, clinical features and treatment. The control group included 25 healthy men. RESULTS: The current median age was similar in SLE patie (mais) nts compared with controls (26 versus 27 years, P = 0.756). The frequencies of sexual/erectile disfunction were significantly higher (20% versus 0%, P = 0.0001) and the number of spontaneous pregnancies were lower in SLE patients than in controls (20% versus 60%, P = 0.0086). A trend to low contraceptive use was observed in SLE patients compared with controls (48% versus 76%, P = 0.079). Moreover, the frequencies of gonadal dysfunction parameters, such as testicular atrophies measured by ultrasound (36% versus 8%, P = 0.037), elevated FSH and/or LH levels (36% versus 0%, P = 0.002), and sperm abnormalities (48% versus 0%, P = 0.0001), were statistically higher in SLE patients versus controls. SLE patients with sexual/erectile disfunction had no sexual activity in the last month versus 95% of SLE patients without dysfunction (P = 0.0001). On the other hand, no differences were evidenced in SLE patients with or without sexual/erectile disfunction according to demographic data, disease activity, cumulative damage and treatment. CONCLUSION: This is the first study to identify sexual/erectile and gonadal disfunction in male SLE patients. A multidisciplinary approach is essential in order to offer preventive measures for these patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Fatores determinantes do ganho na altura em meninas com puberdade precoce central idiopática tratadas com análogo de GnRH/ Predictive factors for height gain in idiopathic central precocious puberty treated with GnRH analogues

Benetti-Pinto, Cristina Laguna; Camargo, Luciana Bandeira Nunes; Magna, Luis Alberto; Garmes, Heraldo Mendes; Petta, Carlos Alberto
2008-12-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar fatores determinantes de maior ganho na estatura como resultado do tratamento com GnRHa. MÉTODOS: estudo retrospectivo de 33 meninas com puberdade precoce central idiopática tratadas com GnRHa. Foram avaliadas: idade no início dos sintomas e no início do tratamento, tempo decorrido entre o início de aparecimento dos caracteres puberais e o início do tratamento, idade óssea, avanço da idade óssea, duração do tratamento com GnRHa, altura real e (mais) escore Z, altura predita e escore Z e dosagens hormonais de FSH e LH após estímulo com GnRH, que foram correlacionadas com o ganho de altura no final do tratamento, calculada pela diferença entre altura predita no final e início do tratamento. Para análise estatística foi utilizada a correlação linear de Pearson, além da regressão linear múltipla. RESULTADOS: a média de idade no início do tratamento foi 7,8±1,3 anos, com idade óssea média de 10,1±1,6 anos. O avanço da idade óssea era de 2,3±1,1 anos e foi controlado com o tratamento. O ganho em altura predita foi de 2,5±1,3 cm e foi correlacionado positivamente com o tempo decorrido entre o início dos sintomas e o início do tratamento e com o avanço da idade óssea, além de se correlacionar negativamente com o escore Z da altura no início do tratamento e com a altura predita no início do tratamento, sendo este último o principal fator determinante do ganho obtido com o tratamento. CONCLUSÕES: meninas com maior comprometimento da altura predita para a idade adulta, visualizado pelo maior desvio em relação à população (escore Z) e pelo maior avanço na idade óssea foram as que obtiveram maior benefício com o tratamento com GnRHa, não devendo ser excluídas do grupo a ser tratado. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate predictive factors of response to GnRHa treatment in girls with idiopathic central precocious puberty. METHODS: a retrospective cohort study was conducted involving 33 girls diagnosed with idiopathic central precocious puberty and treated with GnRHa. The following independent variables were assessed: age at the beginning of therapy and at the onset of symptoms, time elapsed since the appearance of pubertal characteristics and the beginning of treatmen (mais) t, bone age, bone age advance, duration of GnRHa treatment, actual height and Z-score, predicted height and Z-score and hormone measurements of FSH and LH after GnRH stimulation, which were correlated with gain in height as a dependent variable at treatment discontinuation, calculated by the difference between the predicted height at the end and beginning of treatment. For statistical analysis, Pearson's linear correlation was used, in addition to multiple linear regression analysis. RESULTS: the mean age at the beginning of treatment was 7.8±1.3 years, with a mean bone age of 10.1±1.6 years. Bone age advance was 2.3±1.1 years and was controlled during the treatment period. Gain in predicted height was 2.5±1.3cm. It was positively correlated with time elapsed since the beginning of symptoms and the beginning of treatment and with bone age advance, while negatively correlated with the Z-score of height at the beginning of treatment and predicted height at the beginning of treatment, and the latter was the main factor determining gain from treatment. CONCLUSIONS: girls who had the most significant compromise of predicted adult height, as detected by a larger deviation from the population (Z-score) and the most considerable advance in bone age, received benefit from GnRHa therapy, and they must not be excluded from the group to be treated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Efeito de sistema de cultivo, célula somática e soro em co-cultura sobre o desenvolvimento de embriões bovinos fecundados in vitro/ Effects of culture system, somatic cells and serum in co-culture on the development of in vitro fertilized bovine embryos

Camargo, L.S.A.; Sá, W.F.; Ferreira, A.M.; Viana, J.H.M.
2001-02-01

Resumo em português O objetivo deste experimento foi o de avaliar o efeito de sistemas de cultivo e de diferentes células somáticas e soro bovino na co-cultura sobre a produção de embriões bovinos fecundados in vitro. No experimento um avaliou-se o efeito do sistema de co-cultura com células da tuba uterina e do sistema "definido". No experimento dois utilizaram-se células da granulosa ou da tuba uterina para a co-cultura em meio CR1aa (Charles Rosenkrans). No experimento três utiliz (mais) ou-se soro de vaca em cio (SVC) ou soro fetal bovino (SFB), ambos em co-cultura com células da granulosa em CR1aa. Os ovócitos utilizados foram obtidos de ovários colhidos em matadouro e maturados in vitro em meio 199 com soro de vaca em cio e FSH por 24h. Após a maturação, os ovócitos foram fecundados in vitro por 22h e posteriormente divididos aleatoriamente nos tratamentos. Avaliaram-se a taxa de clivagem no dia três do cultivo, a produção de blastocistos nos dias sete e oito, e de blastocistos eclodidos nos dias nove e dez. Não houve diferença entre os sistemas em co-cultura e "definido" quanto à taxa de clivagem (80,7% e 75,4%) e de produção de blastocisto (19,4% e 17,7%). Entretanto, a taxa de blastocistos eclodidos foi superior para o sistema em co-cultura (37,5%) quando comparado com o sistema "definido" (8,7%). O cultivo embrionário em células da tuba uterina ou da granulosa resultaram em taxas de clivagem, produção de blastocisto e blastocistos eclodidos semelhantes entre si (65,5% e 66,7% de clivagem, 11,6% e 13,7% de blastocistos e 23,1% e 50,0% de blastocistos eclodidos; P>0,05), bem como o cultivo com SFB ou SVC (63,9% e 70,2% de clivagem, 14,3% e 8,7% de blastocisto e 41,2% e 33,3% de blastocistos eclodidos; P>0,05). Conclui-se que o sistema de cultivo "definido" pode ser utilizado para estudos com cultivo de embriões in vitro, no entanto, os resultados quanto à taxa de eclosão ainda são inferiores ao sistema em co-cultura. As células da granulosa e da tuba uterina possuem efeito semelhante sobre o desenvolvimento embrionário, assim como o soro de vaca em cio e o soro fetal bovino, quando em co-cultura. Resumo em inglês The aims of this study were to evaluate the effects of culture system and different somatic cells and bovine serum in co-culture on in vitro production of bovine embryos. On the first experiment oviduct epithelial cells for co-culture system in CR1aa (Charles Rosenkrans) medium for "defined" system were studied. On the second experiment granulosa or oviduct epithelial cells, both in CR1aa medium were used. On the third experiment estrous cow serum (ECS) or fetal calf seru (mais) m (FCS), both in granulosa cells co-culture in CR1aa medium was used. Bovine cumulus-oocytes complexes, obtained from ovaries collected at slaughterhouse, were matured in vitro in medium 199 added with ECS and FSH for 24h. Right after, the oocytes were fertilized in vitro for 22h and randomly divided in the treatments of the experiments. The cleavage rate was evaluated on day three, the blastocyst production on seventh and eighth days and the hatched blastocysts on ninth and tenth days. No differences were obtained (P>0.05) between co-culture and "defined" systems on the cleavage rate (80.7% and 75.4%) and on the blastocysts production (19.4% and 17.7%). However, the hatched blastocyst rate was higher (P0.05), as well as with FCS and ECS (63.9% and 70.2% of cleavage, 14.3% and 8.7% of blastocyst and 41.2% and 33.3% of hatched blastocyst; P>0,05). The results show that the "defined" system can be used for in vitro embryo culture studies. Nevertheless, the hatched blastocyst rate was higher in co-culture system. Granulosa and oviduct epithelial cells had similar effects on the in vitro embryonic development. Similar results were also obtained using estrous cow serum and fetal calf serum, when in granulosa cells co-culture.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Aspectos da saúde reprodutiva em homens com miopatia inflamatória idiopática: um estudo multicêntrico/ Reproductive health aspects in men with idiopathic inflammatory myopathy: a multicenter study

Silva, Clovis Artur Almeida da; Moraes, Ana Julia Pantoja; Leal, Marta Miranda; Sallum, Adriana Maluf Elias; Bonfá, Eloísa; Borges, Claudia Tereza Lobato; Hilário, Maria Odete Esteves; Terreri, Maria Teresa; Ronchezel, Marcos; Saito, Osmar; Hallak, Jorge
2009-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a saúde reprodutiva de homens com miopatia inflamatória idiopática (MII) e compará-la com controles saudáveis. MÉTODOS: Vinte e cinco pacientes com MII (dermatomiosite ou polimiosite) foram avaliados com relação aos dados demográficos, exame urológico (incluindo parâmetros pubertários e função sexual/erétil), ultrassonografia testicular, perfil hormonal, análise seminal, características clínicas e tratamento. O grupo controle incluiu 25 (mais) homens saudáveis. RESULTADOS: A mediana da idade atual foi similar nos pacientes com MII e controles (24 versus 27 anos, P = 0,566). As frequências de atividade sexual, número de parceiras com gestações espontâneas após início da doença e uso de preservativo masculino foram significativamente menores nos pacientes com MII versus controles (60% versus 96%, P = 0,004; 16% versus 60%, P = 0,0031; 40% versus 76%, P = 0,021; respectivamente). Além disso, as frequências de atrofia testicular (28% versus 4%, P = 0,049), níveis elevados de FSH e/ou LH (25% versus 0%, P = 0,05) e alterações dos espermatozoides (40% versus 0%, P = 0,0006) foram estatisticamente maiores nos pacientes com MII quando comparados aos controles. As medianas das idades de início da doença e atual foram estatisticamente maiores nos pacientes com MII que apresentaram disfunção sexual/erétil versus sem disfunção (41 versus 12,5 anos, P = 0,014; 46 versus 21 anos, P = 0,027; respectivamente). Entretanto, comparando-se, pacientes com disfunção sexual/erétil e sem disfunção, nenhuma diferença foi evidenciada em relação à idade da espermarca, parâmetros de função gonadal, atividade da doença, enzimas musculares e tratamento. CONCLUSÃO: Este foi o primeiro estudo que identificou alterações da saúde reprodutiva e disfunção gonadal em homens com MII. Reumatologistas devem discutir problemas sexuais e orientar contracepção aos seus pacientes. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate reproductive health of males with idiopathic inflammatory myopathies (IIM), and comparing them with a control group. METHODS: Demographic data, urologic evaluation (including pubertal parameters and sexual/erectile function), testicular ultrasound, hormone profile, semen analysis, clinical features, and treatment of 25 IIM patients were evaluated. The control group was composed of 25 healthy males. RESULTS: Median age of IIM patients was similar to (mais) that of the control group (24 versus 27 years, P = 0.566). The frequency of sexual activity, number of partners with spontaneous pregnancies after the onset of the disease, and use of condom were significantly lower in IIM patients than in the control group (60% versus 96%, P = 0.004; 16% versus 60%, P = 0.0031; 40% versus 76%, P = 0.021, respectively). Moreover, the frequency of testicular atrophy (28% versus 4%, P = 0.049), elevated levels of FSH and/or LH (25% versus 0%, P = 0.05), and sperm abnormalities (40% versus 0%, P = 0.0006) were statistically higher in IIM patients than in the control group. Median age of onset of IIM and current age were significantly higher in IIM patients with sexual/erectile dysfunction than in patients without this dysfunction (41 versus 12.5 years, P = 0.014; 46 versus 21 years, P = 0.027, respectively). On the other hand, differences in the age of spermarche, parameters of gonadal function, disease activity, muscle enzymes, and treatment were not observed between IIM patients with or without sexual/erectile dysfunction. CONCLUSION: This is the first study to identify changes in reproductive health and gonadal dysfunction in male IIM patients. Rheumatologists should discuss sexual problems with their patients, counseling them on contraceptive methods.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Resultados das técnicas de reprodução assistida em mulheres doadoras de oócitos no ciclo de tratamento/ Outcome of assisted reproductive technologies in women with oocyte donation in the treatment cycle

Cavalcante, Edvaldo; Juliano, Yara; Pereira, Dirceu Mendes; Catafesta, Edir; Shimabukuro, Litsuko; Cury, Maria Cristina Faria da Silva; Cavagna, Mario
2005-11-01

Resumo em português OBJETIVO: comparar os resultados de ciclos de reprodução assistida em mulheres doadoras de oócitos no ciclo de tratamento com o de mulheres não doadoras. MÉTODOS: foram avaliadas, retrospectivamente, as taxas de gravidez, implantação e abortamento de 50 pacientes que doaram oócitos durante o ciclo de reprodução assistida (grupo de doadoras) e de 50 pacientes que não doaram oócitos (grupo de não-doadoras), em clínica privada de reprodução assistida em São (mais) Paulo, entre os anos de 2001 e 2003. Os critérios de inclusão no estudo foram os seguintes: idade menor que 35 anos; ciclos menstruais regulares; dosagem basal de FSH0,05). CONCLUSÃO: em pacientes que recuperam mais de seis oócitos, a doação de oócitos no ciclo de tratamento não prejudica os resultados dos ciclos de reprodução assistida e não eleva as taxas de abortamento. Resumo em inglês PURPOSE: to compare the outcome of treatment in patients undergoing assisted reproductive technology (ART) cycles who donated eggs during their own ART treatment with the outcome of patients undergoing ART without egg donation. METHODS: we studied retrospectively the pregnancy and implantation rates of 50 patients who donated eggs during the course of their ART treatment (donor group), and the pregnancy and implantation rates of 50 patients who underwent ART cycles and ke (mais) pt all their eggs (non-donor group). between the years 2001-2003. The inclusion criteria used were as follows: age 0.05). CONCLUSION: this study suggests that in patients who produce more than 6 oocytes, egg donation in the treatment cycle does not influence adversely the outcome of ART cycles and does not increase the miscarriage rate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Uso de antagonista de GnRH (cetrorelix) em dose única para evitar ovulações prematuras em ciclos de fertilização assistida/ Single dose of GnRH antagonist (cetrorelix) to avoid premature ovulation in assisted fertilization cycles

Rosan, Pedro Luís; Romão, Gustavo Salata; Reis, Rosana Maria dos; Moura, Marcos Dias de; Ferriani, Rui Alberto
2003-09-01

Resumo em português OBJETIVO: verificar a eficácia de uma dose única subcutânea de acetato de cetrorelix em evitar a ovulação prematura em ciclos de fertilização assistida. MÉTODOS: estudo prospectivo, randomizado e controlado, pelo qual foram avaliados 20 ciclos de estimulação ovariana em mulheres submetidas a fertilização assistida, 10 das quais utilizaram o esquema tradicional de bloqueio hipofisário com análogos de GnRH em doses diárias (grupo controle) e 10 utilizaram ant (mais) agonista de GnRH em dose única de 3 mg no 7º dia de estimulação ovariana (grupo cetrorelix). Foram dosados FSH, LH, estradiol e progesterona no soro no primeiro e sétimo dia da estimulação, no dia da injeção de HCG e no dia da captação de oócitos. Os grupos foram comparados entre si quanto a eficácia do bloqueio hipofisário (nível de progesterona no dia da aplicação do HCG) e desempenho nos ciclos de fertilização assistida (ampolas de gonadotrofinas utilizadas, folículos maiores que 18 mm, oócitos captados, taxas de fertilização, implantação e gravidez) utilizando os testes de Mann-Whitney e exato de Fisher. RESULTADOS: não houve diferença significativa entre os grupos controle e cetrorelix, respectivamente, para a mediana da idade (31,5 e 34 anos), índice de massa corpórea (24 e 22), ampolas de gonadotrofinas utilizadas (34 e 32), folículos recrutados (3,5 e 3,0), oócitos captados (11 e 5), embriões obtidos (4 e 3), taxas de fertilização (93,7 e 60%, p = 0,07) e gravidez (50 e 60%, p = 0,7). Em ambos os grupos observou-se bloqueio hipofisário eficaz durante o período de estimulação ovariana. CONCLUSÕES: estes resultados confirmam a eficácia da dose única de 3 mg de acetato de cetrorelix em prevenir ovulações prematuras em pacientes submetidas a fertilização assistida, mostrando tendência a obtenção de menor número de embriões e menores taxas de fertilização no grupo cetrorelix em relação ao grupo controle. As taxas de implantação e gravidez foram semelhantes entre os dois grupos. Estudos prospectivos com maior número de pacientes são necessários para confirmar estes achados. Resumo em inglês PURPOSE: to verify the efficacy of a single subcutaneous dose of cetrorelix acetate to avoid premature ovulation in assisted fertilization cycles. METHODS: this is a prospective, controlled and randomized study, with 20 women undergoing ovarian stimulation for assisted fertilization, 10 of whom were submitted to classical GnRH agonist protocol (control group) while 10 utilized a 3-mg subcutaneous dose of the GnRH antagonist on the 7th day of ovarian stimulation (cetroreli (mais) x group). Serum FSH, LH, estradiol and progesterone concentrations were assessed on the first, seventh, HCG administration and oocyte retrieval days. Both groups were compared for pituitary suppression (progesterone concentration on HCG day) and assisted fertilization cycle performance (gonadotropin ampoules utilized, follicles over 18 mm, retrieved oocytes, fertilization, implantation and pregnancy rates), utilizing Mann-Whitney and Fisher exact tests. RESULTS: no significant difference was observed between control and cetrorelix groups, respectively, for medians of age (31.5 and 34 years), body mass index (24 and 22), gonadotropin ampoles utilized (34 and 32), follicles over 18 mm (3.5 and 3.3), retrieved oocytes (11 and 5), obtained embryos (4 and 3), fertilization (93,7 and 60%, p=0.07) and pregnancy rates (50 and 60%, p=0.07). Efficient pituitary blockade through the ovarian stimulation period was observed for both groups. CONCLUSIONS: these results confirm the efficacy of a 3-mg dose of cetrorelix acetate to prevent premature ovulation in patients undergoing assisted fertilization and suggest a tendency towards a smaller number of embryos and fertilization rates in the cetrorelix group than in the control group. Implantation and pregnancy rates were similar between groups. Other prospective studies with a greater number of patients should be performed to confirm these results.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Relative expression of insulin like growth factor I (IGFI) and follicle stimulating hormone receptor (FSHR) in follicles and ovarian tissue from Bos primigenius indicus (Nelore)/ Expressão relativa de fator semelhante a insulina (IGFI) e receptor do homômonio folículo estimulante (FSHR) em folículos e tecido ovariano de Bos primigenius (Nelore)

Ferreira, Jorge Luís; Toniolli, Ricardo; Duarte, Ana Beatriz Graça; Campagnari, Francine; Boscaro, Ariadne Padovez; Pazini, Fabiane Siqueira; Garcia, José Fernando
2002-01-01

Resumo em português O aperfeiçoamento das técnicas que objetivam a exploração do potencial reprodutivo das fêmeas requer a compreensão mais ampla dos mecanismos de controle de desenvolvimento folicular. Uma alternativa de estudo nesta esfera, é a quantificação da expressão relativa de genes envolvidos nos processos de recrutamento, seleção e desenvolvimento folicular, pelo emprego da técnica de transcrição - reversa associado a reação em cadeia pela polimerase (RT - PCR). O (mais) presente trabalho objetivou quantificar a expressão relativa dos genes insulin-like growth factor I (IGF-I) e do receptor do hormônio folículo estimulante (FSHR), tendo como controle interno o gene da gliceraldeído 3-fosfato desidrogenase (GAPDH). Foram utilizados ovários bovinos de animais de matadouro em diferentes fases do ciclo estral. O RNA total dos folículos e tecido ovarianos foi purificado por TRIZOL. As reações de RT-PCR foram realizadas com o "kit" SuperScriptTM First-Strand. Os produtos de PCR foram analisados em gel de agarose e as bandas submetidas à análise densitométrica. Todos os genes foram amplificados observando-se a curva exponencial de amplificação, a validação do método foi realizada através de análise de regressão, sendo estabelecido o coeficiente de amplificação (E). A expressão relativa de mRNA para cada gene de interesse foi calculada pela fórmula estabelecida por Prelle et al.12. Em todos os tecidos analisados, todos os genes foram expressos, sobressaltando-se diferenças nos diferentes ciclos estudados. Com relação os dados referentes ao coeficiente de amplificação (E), observou-se tanto para gene controle (GAPDH), como para o gene IGF-I concordância nos valores encontrados para as diferentes classes analisadas. Quanto ao gene IGF-I, a interpretação dos achados para a expressão relativa de mRNA pode está relacionada ao caráter constitutivo dessa proteína ou devido os transcritos não serem dependentes dos níveis de FSH. Observou-se diferenças na expressão relativa de mRNA de FSHR entre as classes de tecidos analisados, o que pode ser explicado pela variação do número de receptores nas células da granulosa nas diferentes fases do ciclo estral. Pode-se perceber a partir desse estudo que a técnica de RT-PCR semi quantitativo é de grande importância biotecnológica, possibilitando auxílio na compreensão da dinâmica folicular. Entretanto esses estudos devem ser ampliados com outros genes para melhor compreensão das etapas fisiológicas envolvidas na foliculogênese. Resumo em inglês The improvement of techniques to maximize reproductive potential of females needs the whole comprehension of the controlling mechanisms of follicular development. An alternative for this purpose is the quantification of relative gene expression from those genes involved in recruitment, selection and follicular development, using reverse transcriptase - polymerase chain reaction (RT - PCR). The present study aimed to quantify relative gene expression from insulin-like grow (mais) th factor I (IGF-I) and follicle stimulating hormone receptor (FSHR) in cattle (Bos primigenius indicus), using as internal control the gliceraldheyde 3 phosphate dehydrogenase (GAPDH) gene. Ovaries in different estral cycle stages were obtained from slaughtered animals. Total RNA from follicles and ovarian tissue was purified and the RT-PCR conditions were standardized. PCR products were analyzed in ethydium bromide agarose gels and the bands submitted to densitometric analysis. Exponential amplification curves were constructed and the method's validation was performed using regression analysis to determine the amplification coefficient (E) for each of the three genes. Relative expression for each gene was calculated using the formula described by Prelle et al.12. In every sample there was gene expression detected for each gene showing differences related to cycle temperature. Amplification coefficient (E) was similar between control gene (GAPDH) and IGFI, independently of the class analyzed. IGFI linear amplification could be related to the constitutive characteristic of this protein since the transcripts are not dependents of FSH levels. It was observed difference in FSHR mRNA expression between the classes analyzed. It could be due to the variation of the receptor number in granulosa cells for each different phase of estral cycle. Semi-quantitative RT-PCR has a large application in biotechnology since it is useful to help us the better understanding of follicular dynamics. However these studies must be conducted using other genes in order to provide new clues for the physiology of folliculogenesis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Caracterização clínica e imunoistoquímica dos adenomas clinicamente não-funcionantes de hipófise: clinical features and immunohistochemistry/ Non-functioning pituitary adenomas

Ferreira, Jane Eyre Alves; Mello, Paulo Andrade de; Magalhães, Albino Verçosa de; Botelho, Carlos Henrique Aguiar; Naves, Luciana Ansaneli; Nosé, Vania; Schmitt, Fernando
2005-12-01

Resumo em português Adenomas clinicamente não-funcionantes de hipófise, não produzem clínica de hipersecreção hormonal. Por esse motivo, seus sinais e sintomas dependem de seu efeito de massa no sistema nervoso central. A sua etiopatogenia é complexa com vários fatores provavelmente influenciando seu desenvolvimento como os hormônios hipotalâmicos (GHRH), fatores de crescimento (FGF), fatores de proliferação (PCNA, e KI-67), proteína P53 e proto-oncogene c-erb-B2. OBJETIVOS: 1) (mais) Determinar as características clínicas da população de 117 pacientes tratados com adenoma clinicamente não-funcionante de hipófise (idade, sexo, tamanho do tumor, número de procedimento cirúrgico, desenvolvimento de deficiência hormonal e hiperprolactinemia). 2) Identificar, após a caracterização clínica desses pacientes, aqueles com adenoma clinicamente não-funcionante que apresentam imunoistoquímica positiva para os hormônios hipofisários PRL LH, FSH, GH, TSH e ACTH. 3) Precisar nessa população a positividade imunoistoquímica para o fator de proliferação celular Ki-67, para a proteína P53 e para a proteína C-erb-B2 correlacionando a sua positividade com o tamanho e invasão tumoral. Dessa forma avaliando o valor prognóstico desses fatores de proliferação. 4) Confrontar os resultados da imunoistoquímica realizada através do bloco padrão com os resultados da imunoistoquímica obtidos através do tissue micro-array. MÉTODO: Estudo das características clínicas de 117 pacientes com adenoma clinicamente não-funcionate de hipófise (idade, sexo, tamanho do tumor, número de procedimento cirúrgico, desenvolvimento de deficiência hormonal e hiperprolactinemia). Estudo imunoistoquímico (H&E) de 39 pacientes para hormônios hipofisários, para a proteína P53, proteína C-erb-B2, Ki-67 e sua correlação com crescimento tumoral. A seguir, também foi realizado o tissue micro-array dos 39 casos, estudados anteriormente, com imunoistoquímica para os hormônios hipofisários, para a proteína P 53, proteína C-erb-B2, Ki-67 e sua correlação com o crescimento tumoral. RESULTADOS: Não houve diferença estatisticamente significante entre os sexos masculino e feminino com relação à idade, tamanho tumoral e número de procedimentos cirúrgicos (p=0,279, p=0,813, p=0,139 respectivamente). Existe uma correlação estatisticamente significativa entre tamanho do tumor, número de procedimentos cirúrgicos realizados e deficiência hormonal (p=0,032, p=0,0223 respectivamente). Não houve correlação estatisticamente significativa entre imunoístoquímica positiva para proteína P53, para a proteína C-erb-B2, Ki-67 e o tamanho do tumor (r=0,182, p=0,396; r=-0,181, p=0,397; r=0,272, p=0,199, respectivamente) .O tissue micro-array também não demonstrou uma correlação entre a imunoistoquímica positiva para Ki-67 e C-erb-B2 e o tamanho do tumor, porém mostrou uma correlação negativa estatisticamente significativa entre a positividade imunoistoquímica para p53 e o tamanho do tumor (r=-0,696;p Resumo em inglês Clinically non-functioning pituitary adenomas do not produce clinical signs of hormonal hypersecretion. Therefore, signs and symptoms will depend on the mass effect of these adenomas over the central nervous system. Their etiopathogeny is complex and their development is probably influenced by several factors, such as hypothalamic hormones (GHRH), growth factors (FGF), proliferation factors (PCNA, and KI-67), protein P53 and the proto-oncogene c-erb-B2. OBJECTIVE: 1) Dete (mais) rmining the clinical features of a population of 117 patients treated for clinically non-functioning pituitary adenoma (age, sex, tumor size, number of surgical procedures, development of hormonal deficiency and hyperprolactinemia). 2) Identifying, after the patients had been clinically characterized, those with clinically non-functioning adenomas with positive immunohistochemistry for hypophyseal hormones (PRL, LH, FSH, GH, TSH and ACTH). 3) Determining if the immunohistochemistry of this population was positive for the cellular proliferation factor Ki-67, protein P53 and protein C-erb-B2 and establishing a correlation with tumor size and tumor invasiveness. This will help in the evaluation of the prognostic value of these proliferation factors. 4) Confronting the results of immunohistochemistry using a standard block with the results of immunohistochemistry using a tissue micro-array. METHOD: Study of the clinical features of 117 patients with clinically non-functioning pituitary adenoma (age, sex, tumor size, number of surgical procedures, development of hormonal deficiency and hyperprolactinemia). Immunohistochemical study (H&E) of 39 patients for hypophyseal hormones, protein P53, protein C-erb-B2, Ki-67 to establish their correlation to tumor growth. The next step was a tissue micro-array of the 39 previously studied cases, using immunohistochemistry for hypophyseal hormones, protein P 53, protein C-erb-B2, Ki-67 to establish their correlation to tumor growth. RESULTS: There was no statistically significant difference between males and females with regards to age, tumor size and number of surgical procedures (p=0.279, p=813, p=139 respectively). There is a statistically significant correlation between the size of the tumor, the number of surgical procedures and hormonal deficiency (p=0.032, p=0.223 respectively). There was no statistically significant correlation between a positive immunohistochemistry for protein P53, protein C-erb-B2, Ki-67 and tumor size (r=0.182, p=0.396; r=-0.181, p=0.397; r=0.272, p=0.199, respectively). The tissue micro-array also did not demonstrate a correlation between positive immunohistochemistry for Ki-67 and C-erb-B2 and tumor size, but it showed a statistically significant correlation between a positive immunohistochemistry for p53 and tumor size (r=-0.696; p=001). CONCLUSION: The biological behavior of the clinically non-functioning adenoma is similar for both sexes. The larger the tumor the greater the number of surgical procedures needed. Hormonal deficiency also becomes more significant as the size of the tumor increases. This paper suggests that a positive immunohistochemistry for p53 is negatively correlated to tumor size, thus demonstrating that it has a predictor value. However, a positive immunohistochemistry for Ki-67 and protein C-erb-B2 does not seem to be a prognostic factor for clinically non-functioning pituitary adenomas, as is the case with other neoplasias.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Efeitos tardios na função hipotálamo-hipófise após tratamento de tumores parasselares/ Late effects on hypothalamic-pituitary function following treatment of paraselar tumours

Motta, Luiz A. Casulari Roxo da; Martinelli, Claudio; Motta, Lucília Domingues Casulari da; Abrahão, André L. Andrade; Farage Filho, Miguel; Gagliardi, Antônio R. de Toledo
1991-09-01

Resumo em português O acompanhamento a longo prazo de pacientes submetidos a tratamento de tumores da região parasselar é importante para detectar complicações tardias da terapêutica. Neste estudo avaliamos 6 pacientes com craniofaringioma, 1 com meningioma, 1 com germinoma e 1 com cisto epidermóíde, localizados na região parasselar. Eles haviam sido tratados, em média, 3,8±3,2 anos antes, por cirurgia e radioterapia (6 casos) ou somente cirurgia (3 casos). Cinco pacientes eram do (mais) sexo feminino e a média de idade era de 24,3±18,8 anos. A avaliação consistiu na infusão endovenosa de TRH (200 mg), GnRH (100 mg) e insulina regular (0,1 UI Kg/peso), bem como na dosagem dos hormônios hipofisários antes (0) e após 20, 40, 60 e 80 minutos. Encontramos os seguintes resultados: (a) resposta deficitária do GH e do cortisol era todos pacientes; (b) 7/9 pacientes não tiveram respostas adequadas do FSH e 3/9 do L.H; (c) 4/9 tiveram respostas inadequadas da prolactina e 2/8 do TSH. Concluimos que: (a) o déficit de GH e cortisol são os mais frequentes nestes pacientes; (b) a lesão após radioterapia pode localizar-se tanto no hipotálamo quanto na hipófise ou, ainda, em ambos; (c) a sensibilidade das células hipofisárias e hipotalâmicas à irradiação é diferente de acordo com os hormônios que produzem; (d) é necessário o acompanhamento endocrinológico frequente dos pacientes submetidos a tratamento de tumores parasselares, a fim de detectar déficits hormonais tardios. Resumo em inglês Long term follow-up of patients submitted to treatment of paraselar tumours region is important for the detection of late therapeutic complications. In this study the authors conducted an evaluation of six patients with craniopharyngioma, one with germinoma, one with meningioma, and one epidermoid cyst. All above tumours were localized at paraselar region. Six out of nine patients had been treated both by surgery and by radiotherapy and the other three surgically only, on (mais) an average 3.8±3.2 years before this observation was carried out. Five patients were female with their ages average 24.3±18.8 years old. Evaluation consisted: in the first place, an intravenous infusion of thyrotropin-releasing hormone (TRH, 200 mg), gonadotropin-releasing hormone (GnRH, 100 mg), and insulin tolerance test (0,1 IU/Kg, regular insulin); and secondly, in measurements of pituitary hormones secretion at different time points - 0, 20,40, 60 and 80 minutes. We found both diminished response of growth hormone and Cortisol in all the patients. Seven out of nine patients did not have adequate response to follicle-stimulating hormone. Three out of nine responded unsatisfactory to luteinizing hormone. Four out of nine showed inadequate responses to prolactin as well as, two out of eight to thyrotropin. We concluded that: (a) growth hormone and Cortisol deficiency are the most frequent finding in these patients; (b) post-radiotherapy lesions can be located in the hypothalamus or pituitary, or even in both; (c) hypophsial and hypothalamic cell sensitivity to irradiation is different, according to their respective hormones; and (d) it is necessary a frequent endocrinologic follow-up of patients to detect late hormonal deficiences.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

Avaliação pós-transplante de ovários íntegros e fatiados sem anastomose vascular/ Endocrinological, morphological and gestational assessment of intact and sliced ovarian orthotopic reimplantation or transplantation without vascular pedicle

Petroianu, Andy; Alberti, Luiz Ronaldo; Vasconcellos, Leonardo de Souza
2006-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a fertilização, bem como aspectos endócrinos e histológicos do ovário após seu reimplante ou transplante ortotópico, sem anastomose vascular. MÉTODOS: Foram utilizadas 56 coelhas da raça Nova Zelândia Branca e Califórnia distribuídas em: Grupo 1 (n=8) - controle, apenas laparotomia e laparorrafia; Grupo 2A (n=8) - reimplante ortotópico de ovários íntegros; Grupo 2B (n=8) - reimplante ortotópico de ovários fatiados; Grupo 2C (n=8) - reimp (mais) lantes ovarianos de um lado, íntegros, e, do outro lado, fatiados; Grupo Grupo 3A (n=8) - transplante ortotópico de ovários íntegros; Grupo 3B (n=8) - transplante ortotópico de ovários fatiados; Grupo 3C (n=8) - transplantes ovarianos de um lado, íntegros, e, do outro lado, fatiados. A partir do terceiro mês pós-operatório, cada coelha foi colocada para cópula. Dosou-se o estradiol, a progesterona, o FSH e o LH no nono mês pós-operatório. Estudou as morfologias macro e microscópicas dos ovários, tubas e útero, de todas os animais. Os números de gestações e de filhotes foram avaliados por meio do teste Qui-quadrado e as dosagens hormonais foram comparadas pelo one-way Anova, seguido pelo teste de Tukey-Kramer. RESULTADOS: No Grupo 1, sete (87,5%) coelhas engravidaram entre o segundo e terceiro meses após início da cópula. No Grupo 2, as gestações ocorreram entre o quinto e o oitavo meses pós-operatórios e, no Grupo 3, entre o quarto e o oitavo meses pós-operatórios. A porcentagem de gravidez observada foi de 37,5% no Grupo 2A, 50% no Grupo 2B e 2C, 37,5% no Grupo 3A, 50% no Grupo 3B e 62,5% no Grupo 3C. Os níveis hormonais e o estudo morfofuncional dos ovários, tubas e úteros não apresentaram alterações. CONCLUSÃO: O reimplante ou transplante ovariano homógeno ortotópico sem pedículo vascular é eficaz para a manutenção de níveis normais de hormônios ovarianos e permitiu a fertilização natural. Resumo em inglês OBJETIVE: To assess the natural pregnancy and to determine the morphofunctional aspects of ovaries of rabbits submitted to bilateral oophorectomy and orthotopic allogeneic or autologous intact and sliced ovarian transplantation without a vascular pedicle. METHODS: Fifty-six female New Zealand White and California rabbits were studied. The ovaries were removed and orthotopically transplanted or replaced without vascular anastomoses: Group 1 (n = 8), only laparotomy and lap (mais) arorrhaphy were performed; Group 2A (n = 8) intact ovaries were reimplanted on both sides; Group 2B (n = 8) both ovaries were sliced and orthotopically reimplanted; Group 2C (n = 8), an intact ovary was reimplanted on one side and a sliced ovary on the other side; Group 3A (n = 8) intact ovaries were transplanted on both sides, Group 3B (n = 8) both ovaries were sliced and orthotopically transplanted, Group 3C (n = 8), an intact ovary was transplanted on one side and a sliced ovary on the other side. Three months later, the females were paired with males for copulation. Estradiol, progesterone, follicle stimulating hormone and luteinizing hormone levels were assessed. The morphological aspect of the ovaries was studied and the number of pregnancies and litters were also determined.Tthe number of successful pregnancies and the number of litters was compared between the groups by the chi-square test. One-way ANOVA and the Tukey-Kramer tests compared the hormonal dosages. The significance was of p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

Puberdade precoce: dilemas no diagnóstico e tratamento

Monte, Osmar; Longui, Carlos Alberto; Calliari, Luis Eduardo P.
2001-08-01

Resumo em português Novos critérios para o diagnóstico e tratamento da puberdade precoce (PP) central (GnRH-dependente) têm sido propostos. Frente a uma menina com desenvolvimento sexual precoce o médico deve considerar: 1) O que é o desenvolvimento puberal normal e quando ele se inicia? O início puberal em meninas normais aparentemente tem ocorrido cada vez mais cedo. A idade limite para o desenvolvimento puberal normal é de 9 anos nos meninos e 8 anos nas meninas. Entre 6 e 8 anos, (mais) muitas meninas apresentam sinais puberais isolados, associados apenas a discreto avanço da velocidade de crescimento (VC) e da idade óssea (IO). O quadro representa uma aceleração constitucional do crescimento e puberdade e não necessita tratamento. A puberdade precoce GnRH-dependente patológica cursa com progressão dos caracteres puberais, aumento significante da VC e avanço desproporcional da IO, determinando redução da estatura final prevista. 2) Quais os valores normais de LH e FSH? Com o advento de novas técnicas os valores do normal devem ser cuidadosamente interpretados. 3) Por que devemos tratar a PP? Devido à perda estatural e comprometimento psicossocial. 4) Todas as crianças com PP necessitam tratamento? Quem deve ser tratado? Apenas as crianças com PP que apresentam avanço significante da IO e da VC com previsão de perda da estatura final e resposta puberal do LH. A etiologia do processo é investigada com a RM de crânio. Deve ser tratada com agonistas hiperativos do GnRH. Pode-se utilizar leuprolide ou triptorelina, na dose de 3,75mg IM, uma vez a cada 4 semanas. Habitualmente, obtem-se bom controle dos caracteres puberais. 5) Quais são os resultados do tratamento? Os resultados sobre a estatura final dependem do diagnóstico e tratamento precoces, preferencialmente antes dos 6 anos, e praticamente não existem efeitos colaterais importantes. 6) Quando associar o GH? Durante o tratamento com GnRHa, parte dos pacientes apresenta grande redução da VC e intenso comprometimento da previsão estatural. Nesta situação, a associação com GH pode ser considerada. Resumo em inglês New criteria have been proposed for the diagnosis and treatment of patients with central precocious puberty (PP) (GnRH-dependent). In girls, breast and pubic hair development are occurring significantly earlier than previously suggested. Usually, the age limit to consider puberty as normal is 9 years for boys and 8 years for girls. Between ages 6 and 8 years, some girls show isolated telarche or pubarche with absent or slightly elevated growth velocity (GV) and bone age ( (mais) BA). This represents a constitutional acceleration of growth and puberty, and when compared to familial target, it presents no influence on predicted final height. Long-term clinical follow-up is recommended, but usually no treatment is required. On the other hand, pathologic GnRH-dependent PP is associated to progressive pubertal manifestation, increased GV and accelerated bone maturation, with consequent negative impact on the final height. The age of clinical manifestation is variable, and in part dependent on the etiology. When starting between the ages 6 and 8 the puberty is rapidly progressive. The cause for early hypothalamic-pituitary activation should be investigated by cranial MR. GnRH-dependent PP is best treated with slow-release GnRH analogues (leuprolide or tryptorelin). The initial recommended dose is 3.75mg IM, every four weeks. With this schedule, pubertal characteristics are efficiently controlled. The results on final height are influenced by the age of diagnosis and therapy, and the best outcome is observed when treatment begins before the age of 6. During GnRHa therapy, some patients show intense decrease in GV and substantial reduction in predicted final height. In this condition, additional use of growth hormone should be considered.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

Tumorigênese hipofisária/ Pituitary tumorigenesis

Bronstein, Marcello D.; Melmed, Shlomo
2005-10-01

Resumo em português Os tumores hipofisários, adenomas na sua quase totalidade, representam de 10% a 15% das neoplasias intracranianas (1) e são encontrados em até 27% de autópsias não selecionadas, como achado incidental (2). Morfologicamente são classificados em microadenomas ((mais) ar dois ou mais hormônios) e clinicamente não secretores ou "não funcionantes". O diagnóstico é feito pelo fenótipo da hipersecreção (acromegalia, Cushing etc.) e, nos macroadenomas com efeito de massa, por hipopituitarismo e/ou distúrbios neurológicos, onde predominam as queixas visuais e cefaléia. Quanto aos mecanismos de tumorigênese hipofisária, a disputa entre causa primária hipotalâmica versus hipofisária ganhou força a favor da segunda graças às evidências da monoclonalidade dos tumores, juntamente com outros argumentos como a ausência de tecido hiperplásico circundando o adenoma cirurgicamente removido e a relativa independência do controle hipotalâmico. No entanto, admite-se que um papel permissivo do hipotálamo é importante para a progressão tumoral. Muitos mecanismos moleculares envolvidos na tumorigenese hipofisária já foram desvendados, incluindo oncogenes, genes supressores tumorais e fatores de crescimento, e serão descritos neste artigo de revisão. Resumo em inglês Pituitary adenomas, almost invariably adenomas, account for 10% to 15% of all intracranial neoplasms and are incidentally detected in up to 27% of non selected autopsies. They are morphologically classified as microadenomas (diameter (mais) "non functioning" tumors. Diagnosis is based on the hypersecretion phenotype (acromegaly, Cushing, etc), and on mass effect of macroadenomas leading to neurological disturbances, mainly visual complaints and headache. Pituitary tumorigenesis mechanisms include those of primary hypothalamic versus pituitary origin, the latter is supported by evidence of pituitary adenoma monoclonality, as well as the absence of hyperplastic tissue surrounding the surgically removed tumor, and the relative independence of tumor hypothalamic control. Nevertheless, a permissive role of the hypothalamus on tumor progression is also postulated. Several molecular mechanisms involved in pituitary tumorigenesis have been unraveled including oncogenes, tumor suppressor genes and growth factors involved in neoplastic development, and will be described in this review.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

Transporte de oócitos bovinos em meio de maturação sem controle de atmosfera gasosa/ Transport of bovine oocytes in maturation medium without a controlled gaseous atmosphere

Leivas, Fábio Gallas; Brum, Daniela dos Santos; Mezzalira, Alceu; Pilla, Luis Fernando Cáceres; Bernardi, Mari Lourdes; Rubin, Mara Iolanda Batistella; Silva, Carlos Antonio Mondino
2004-02-01

Resumo em português Oócitos (n=1177) bovinos obtidos da aspiração de folículos com diâmetro entre 2 e 8mm, de ovários de matadouro foram divididos aleatoriamente em quatro tratamentos com 11 repetições. Os oócitos foram maturados por 24h em TCM-199 Sais de Earle, acrescido de 25mM de bicarbonato de sódio, 25mM de HEPES, rFHS-h, Soro de Vaca em Estro (SVE) e piruvato, em estufa a 39ºC, com 5% de CO2 em ar e umidade saturada (Grupo Controle, n=296) ou, submetidos ao transporte simul (mais) ado por 6 (T6, n=286), 12 (T12, n=294) ou 18h (T18, n=301) em meio de maturação TCM+HEPES, em banho-maria a 39ºC, com os mesmos componentes utilizados para o Grupo Controle, porém com apenas 1mM de bicarbonato. Decorrido cada período de transporte, os mesmos foram transferidos para placas com meio de maturação, completando o período de 24h em estufa, nas mesmas condições do Grupo Controle. O período de fecundação foi de 18h em condições semelhantes de temperatura e atmosfera gasosa, em FERT-TALP acrescido de heparina, sendo a dose inseminante de 1x106 espermatozóides/mL, selecionados por migração ascendente. Os prováveis zigotos foram cultivados em meio SOF + 5% SVE por 8 dias, em estufa a 39ºC, em bolsas gaseificadas com 5% CO2, 5% O2 e 90% N2. Na avaliação da clivagem, não houve diferença entre os tratamentos. As taxas de desenvolvimento embrionário no dia 7 foram semelhantes para os grupos Controle (20,9%), T6 (19,2%) e T12 (21,4%), com uma redução (P0,05) na taxa de eclosão. O número médio de células dos blastocistos eclodidos não diferiu (P>0,05) entre os grupos Controle (136), T6 (125,5) e T12 (126,8). Esses resultados indicam a possibilidade do transporte de oócitos bovinos em meio de maturação TCM+HEPES, sem controle da atmosfera gasosa, a 39ºC, pelo período de até 12h. Esta técnica oferece uma alternativa prática e eficiente para o transporte dos oócitos bovinos destinados à produção in vitro de embriões bovinos (PIV). Resumo em inglês Oocytes (n=1177) aspirated from 2 to 8mm follicles obtained from bovine slaughterhouse ovaries (11 replications) were randomly distributed in four treatments. Oocytes were matured for 24h with modified TCM-199 Earle salts, plus 25mM bicarbonate, 25 mM HEPES, rFSH-h, Estrus Cow Serum (ECS), and piruvate at 39ºC, in incubator with 5% CO2 and saturated humidity (Control Group, n=296) or exposed to a simulated transport for 6 (T6, n=286), 12 (T12, n=294) or 18h (T18, n=301) (mais) in maturation medium containing TCM + HEPES, in a 39ºC water bath, with the same components used in the Control Group, but with 1mM bicarbonate. At the conclusion of each transport period, oocytes were transferred to dishes with maturation medium to reach 24h in incubator, under the same conditions described for the Control group. Fertilization was accomplished during 18h, with the same temperature and gaseous atmosphere, in FERT-TALP plus heparin. The insemination dose was 1x106 spermatozoa/mL, sorted by swim-up. Presumptive zygotes were cultured in SOF medium + 5% ECS for 8 days, in incubator at 39ºC using gasified bags with 5% CO2, 5% O2 and 90% N2. Cleavage rates did not differ between treatments. Embryonic development rates at D7 were similar for Control (20.9%), T6 (19.2%) and T12 (21.4%) groups, with a reduction (P0.05) in hatched blastocyst rate. The average number of cells of hatched blastocysts was similar (P>0.05) in Control (136), T6 (125.5) and T12 (126.8) groups. These results indicate the possibility of transporting bovine oocytes in maturation medium containing TCM + HEPES, without controlled gaseous atmosphere environment, at 39ºC, for up to 12 hours. This technique offers a practical and efficient alternative for the transport of bovine oocytes for in vitro production of bovine embryos (IVP).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

Influência dos níveis de prolactina e tamanho tumoral na função hipofisária pós-operatória em macroadenomas hipofisários clinicamente não-funcionantes/ Influence of hyperprolactinemia and tumoral size in the postoperative pituitary function in clinically nonfuncioning pituitary macroadenomas

Fonseca, Ana Luiza Vidal; Chimelli, Leila; Santos, Mario José C. Felippe; Santos, Alair Augusto S.M. Damas dos; Violante, Alice Helena Dutra
2002-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar a influência da hiperprolactinemia e de tamanho tumoral na função hipofisária em macroadenomas hipofisários clinicamente não funcionantes. MÉTODOS: Foram analisados 23 pacientes com macroadenomas hipofisários clinicamente não funcionantes, com exames de imagem (tomografia computadorizada ou ressonância magnética) e dosagens hormonais basais; 16 tinham provas de função hipotálamo-hipofisária (megateste) pré-operatórios. Todos os tumores t (mais) iveram diagnóstico histológico e em 17 foi realizado também estudo imuno-histoquímico para os hormônios adeno-hipofisários. A análise estatística foi feita por meio dos testes t de Student, qui-quadrado, exato de Fisher e de Mc Neman. O nível de significância adotado foi 5% (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To study the influence of hyperprolactinemia and tumoral size in the pituitary function in clinically nonfuncioning pituitary macroadenomas. METHODS: Twenty three patients with clinically nonfuncioning pituitary macroadenomas were evaluated by image studies (computed tomography or magnetic resonance) and basal hormonal level; 16 had preoperative hypothalamus-hypophysial function tests (megatests). All tumors had histological diagnosis and in seventeen immunohis (mais) tochemical study for adenohypophysial hormones was also performed. Student's t test, chi square test, exact test of Fisher and Mc Neman test were used for the statistics analysis . The level of significance adopted was 5% (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

94

Desenvolvimento embrionário de oócitos bovinos mantidos em fluido folicular bovino de folículos de diferentes diâmetros/ Embryo development of bovine oocytes held in follicular fluid from bovine follicles of different diameters

Rauber, Lucio Pereira; Alves, Denis Faustino; Figueiró, Giuliano Moraes; Brum, Daniela dos Santos; Hilgert, Tiago Fernando; Bernardi, Mari Lourdes; Silva, Carlos Antônio Mondino; Rubin, Mara Iolanda Batistella
2003-01-01

Resumo em português Oócitos bovinos têm sido mantidos em fluido folicular como meio para transporte e para aumento de sua competência, antes da maturação. Oitocentos e oitenta e um (881) oócitos foram aspirados de folículos de 2 a 8mm, de ovários de abatedouro, para avaliar o efeito da manutenção de oócitos bovinos em fluido folicular bovino de folículos de diferentes tamanhos sobre o desenvolvimento embrionário. Os oócitos foram distribuídos aleatoriamente em quatro tratament (mais) os, com sete repetições cada. No grupo controle (n=217), os oócitos foram maturados por 24h em TCM-199 com Soro de Égua em Estro (SEE), piruvato e rFSH-h, em estufa a 39°C, com 5,00% de CO2 e umidade saturada. No tratamento FFpequeno (n=216), os oócitos foram mantidos por 6h em fluido folicular de folículos de 3 a 5mm a 30°C e posteriormente maturados por 18h nas mesmas condições do grupo controle. Os oócitos dos tratamentos FFmédio (n=226) e FFgrande (n=222) foram mantidos em fluido folicular de folículos com 5,1 a 8mm e folículos maiores de 8,1mm, respectivamente e, após, maturados por 18h. Após a fecundação por 18h, os zigotos foram cultivados por 8 dias em SOFaaci com 5,00% de SEE, em estufa a 39°C, em bolsas gaseificadas com 5,00%CO2, 5,00%O2 e 90,00%N2. Oócitos do grupo FFpequeno resultaram em menor (P0,05) entre os grupos. O fluido folicular de folículos médios e grandes pode ser utilizado para o manutenção de oócitos bovinos por 6h a 30°C, antes da maturação por 18h. Resumo em inglês Bovine oocytes have been maintained in the follicular fluid to be transported and to increase their competence, before maturation. Eight hundred eighty-one (881) oocytes, aspirated from bovine slaughterhouse ovaries, were used to evaluate the effect of holding bovine oocytes in follicular fluid (FF) of bovine follicles of different diameters on the rate of embryo development. The oocytes were randomly distributed in four treatments with seven replicates each: The control (mais) group (n=217) was constituted by oocytes matured for 24h in modified TCM-199 with Estrus Mare Serum (EMS), pyruvate and rFSH-h in incubator with 5,00% CO2, 39°C and saturated humidity. In the FFsmall group (3 to 5mm follicles; n=216), the oocytes were held for 6h in follicular fluid at 30°C and matured for 18h in the same conditions of the Control-group. The oocytes of the FFmedium group (5,1-8mm follicles; n=226) and of the FFlarge group (>8,1mm follicles; n=222) were held in follicular fluid and matured like FFsmall. Fertilization was accomplished during 18h and, after this, the zygotes were cultured for 8 days in SOFaaci medium + 5,00% EMS in incubator at 39°C using plastic bags gasified with 5,00%CO2, 5,00%O2 and 90,00%N2. FFsmall oocytes produced a lower (P0,05) between the groups. Follicular fluid of medium and large follicles could be used to hold for 6h at 30°C bovine oocytes before their maturation for 18h.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

95

Avaliação descritiva sobre o uso de esteroides anabolizantes e seu efeito sobre as variáveis bioquímicas e neuroendócrinas em indivíduos que praticam exercício resistido/ Descriptive assessment on the use of anabolic steroids and their effect on the biochemical and neuroendocrine variables in practitioners of resisted exercise

Venâncio, Daniel Paulino; Nóbrega, Antonio Claudio Lucas da; Tufik, Sergio; Mello, Marco Túlio de
2010-06-01

Resumo em português O uso dos esteroides anabolizantes vem se tornando um problema de saúde pública ao longo dos últimos anos. No bojo do uso abusivo, muitos efeitos deletérios são observados, na sua totalidade por disfunções dos vários sistemas fisiológicos. Sendo assim, o objetivo do estudo foi o de avaliar o eixo hipófise-gonadal, a função hormonal, as transaminases hepáticas e o perfil de hemograma de 61 voluntários distribuídos em três grupos: 20 usuários de esteroides (mais) anabolizantes praticantes de exercício físico resistido, 21 praticantes de exercício resistido sem uso de esteroides anabolizantes e 20 sedentários. Foi observada elevação do nível de creatina quinase nos dois grupos de indivíduos que se exercitavam de maneira resistida, em relação ao grupo de sedentários (p Resumo em inglês The use of anabolic asteroids has become a public health problem over the last years. Concerning their abusive use, many deleterious effects caused in their totality by dysfunction of the various physiological systems can be observed. Therefore, the aim of the present study was to assess the hypophyseal-gonadal axis, hormone function, hepatic transaminases and hemogram profile of 61 volunteers distributed in three groups: 20 anabolic steroid users, practitioners of resist (mais) ed physical exercise; 21 practitioners of resisted physical exercise with no use of anabolic steroids and 20 sedentary subjects. Increase of the creatine kinase level was observed in the two exercised groups in comparison to the sedentary group (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)