Sample records for formic acid
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 19 shown.



1

Níveis de ácido fólico em dietas contendo ácido fórmico para leitões de 21 a 48 dias de idade/ Levels of folic acid in diets containing formic acid for piglets from 21 to 48 days old

Corassa, Anderson; Lopes, Darci Clementino; Ostermann, José Dagoberto; Sanfelice, Alexandre Mendes; Teixeira, Alexandre de Oliveira; Silva, Gérson Fausto da; Pena, Sérgio de Miranda
2006-04-01

Resumo em português Foi conduzido um experimento com o objetivo de avaliar níveis de ácido fólico em dietas suplementadas com ácido fórmico para leitões de 21 a 48 dias de idade. Foram utilizados 160 leitões de 5,67 ± 0,90 kg, em um delineamento experimental de blocos casualizados, com cinco tratamentos, oito repetições e quatro animais por repetição. Formularam-se duas dietas basais, pré-inicial I (21 a 35 dias) e pré-inicial II (36 a 48 dias), balanceadas para atender às exi (mais) gências nutricionais dos animais e adicionadas de ácido fórmico em 0,24 e 0,20%, respectivamente. Os tratamentos consistiram de cinco níveis de ácido fólico: 0; 0,30; 0,60; 0,90 e 1,20 mg/kg de ração. O desempenho dos leitões foi avaliado nos períodos de 21 a 35, 36 a 48 e 21 a 48 dias de idade. No 49º dia, os animais submetidos a jejum e oito leitões por tratamento foram destinados à coleta de sangue, para confecção de hemograma e quantificação de folato. Não houve efeito dos níveis de ácido fólico sobre o consumo médio diário de ração (CMDR) em nenhum dos períodos analisados. A adição de ácido fólico melhorou o ganho de peso médio diário de forma quadrática, enquanto a conversão alimentar foi influenciada pelos níveis de ácido fólico apenas no período de 21 a 35 dias. Os valores de hematócrito, hemoglobina e hemácias aumentaram de forma linear conforme os níveis de ácido fólico. Os valores de folato sérico diminuíram com o aumento de ácido fólico na dieta. Dietas com ácido fórmico para leitões de 21 a 48 dias de idade devem ser suplementadas com 0,64 mg de ácido fólico por kg de ração. Resumo em inglês A trial was conduced with to evaluate the levels of folic acid in diets supplemented with formic acid for piglets from 21 to 48 days old. 160 crossbred piglets were used with initial average weight of 5.67 ± 0,90 kg in a completely randomized experimental block design, with five treatments, eight replications of four animals each. Two basal diets with increasing formic acid levels (0.24 and 0.20%) were formulated (pre-starter I = from 21 to 35 days old and pre-starter II (mais) = from 36 to 48 days old) to meet the animal nutritional requirements. The treatments consisted of five dietary levels of folic acid: 0, 0.30, 0.60, 0.90, and 1.20 mg/kg. Piglets performance was evaluated at three periods: from 21 to 35 days, from 36 to 48 days and from 21 to 48 days. At 49th day, animals were fasted and blood samples of eight piglets from each treatment were collected for folate quantification. No effect of dietary levels of folic acid on daily average feed intake was observed in the analyzed periods. Increasing folic acid levels increased quadractlyaverage daily weight gain and affected feed:gain ratio only from 21 to 35 days. Hematocrit, hemoglobin and red blood cell values increased linearly with increasing folic acid levels. Serum folate values decreased as dietary folic acid levels increased. Diets with formic acid for piglets from 21 to 48 days old should be supplemented with 0.64 mg of folic acid per kg of diet.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Silagem de resíduos da filetagem de tilápia do nilo (Oreochromis niloticus), com ácido fórmico - análise Bromatológica, físico-química e microbiológica/ Silage of tilapia (Oreochromis niloticus) filetage residues with formic acid Bromatological, phisico-chemical and microbiological analyses

Oliveira, Marinez Moraes de; Pimenta, Maria Emília de Sousa Gomes; Camargo, Antônio Cléber da Silva; Fiorini, João Evangelista; Pimenta, Carlos José
2006-12-01

Resumo em português O experimento avaliou o valor nutritivo da silagem ácida da filetagem da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus Linneaus, 1758), visando sua utilização em substituição à farinha de peixe na alimentação de organismo aquático. A silagem consistiu de resíduos da filetagem de tilápia (carcaça) e 3% de ácido fórmico, armazenada em temperatura ambiente (máxima média de 21,5ºC) e temperatura mínima média de 15ºC, por trinta dias, em baldes de polietileno com (mais) um orifício, por onde os gases saiam. O pH foi monitorado no 1º, 15º e 30º dia. Foram realizadas análises microbiológicas para contagem total de microrganismos e coliformes a 35ºC e 45ºC. O pH apresentou média de 3,95 ao final dos 30 dias. Nas análises microbiológicas observou-se a ausência de coliformes a 45ºC e, que a quantidade de microrganismos diminuiu gradativamente. Do ponto de vista microbiológico, a silagem ácida de resíduo da filetagem de tilápia mostrou-se como alimento alternativo viável para a alimentação animal. Resumo em inglês The experiment was carried out for evaluate the nutritional value of the silage of Nile tilapia (Oreochromis niloticus Linneaus, 1758) filetage residues with formic acid as a replace of fish meal in aquatic organisms feeding as protein source. The silage consisted of tilapia filetage residues (carcass) and 3% formic acid, and it was stored in environmental temperature with a maximum average of 21,5º C and a minimum average of 15 º C, during thirty days, in polyethylene (mais) pails with an orifice for the exhaustion of gases. The pH was monitored on the 1st, 15th and 30th day. The microbiological analyses were made for the total count of microorganisms and coliforms at 35º C and 45º C. The average pH was 3.95 at the end of 30 days. The microbiological analyses showed absence of coliformes at 45º C and a gradual reduction in the quantity of microorganisms. From the microbiological standpoint, the acid silage of tilapia residues was shown to be an alternative viable diet for animal feeding.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Ácido fumárico e sua combinação com os ácidos butírico ou fórmico em dietas de leitões recém desmamados/ Fumaric, butyric and formic acid combinations in feed formulation for recently weaned piglets

Gomes, F.E.; Fontes, D.O.; Saliba, E.O.S.; Ferreira, W.M.; Fialho, E.T.; Silva, F.C.O.; Silva, M.A.; Corrêa, G.S.S.; Salum, G.M.
2007-10-01

Resumo em português Avaliaram-se o desempenho e as características morfológicas e morfométricas do intestino delgado de 210 leitões, desmamados aos 15 dias de idade, com peso médio inicial 4,04±0,66kg, em dois períodos experimentais (15-30 e 15-36 dias de idade). O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com sete tratamentos (T1: ração-controle sem adição de acidificante; T2: ração-controle + 0,5% de ácido fumárico; T3: ração-controle + 1,0% de ácido fumári (mais) co; T4: ração-controle + 0,5% de ácido fumárico +0,1% de ácido butírico; T5: ração-controle + 0,5% de ácido fumárico + 0,5% de ácido fórmico; T6: ração-controle + 1,0% de ácido fumárico + 0,1% de ácido butírico e T7: ração-controle + 1,0% de ácido fumárico +0,5% de ácido fórmico), cinco repetições e seis animais por unidade experimental. O peso dos leitões aos 30 dias de idade não foi influenciado pelos tratamentos, mas houve efeito significativo de tratamento sobre ganho de peso e consumo alimentar diário no período de 15-30 dias de idade, com maior desempenho para os leitões alimentados com dietas suplementadas com ácido fumárico. Não houve efeito significativo dos tratamentos sobre o peso médio aos 36 dias, o ganho de peso, o consumo diário e a conversão alimentar dos leitões de 15 a 36 dias de idade. Houve diferença entre tratamentos para a altura do epitélio do duodeno, porém não houve diferença em relação à do jejuno e à do íleo. As eletromicrografias do duodeno dos leitões alimentados com as diferentes dietas experimentais revelaram vilosidades com características normais. Resumo em inglês Performance, morphological and morphometric characteristics of the small intestine of 210 recently weaned piglets, averaging 4.04 ± 0.66 kg, during two periods ( from 15 to 30 days of age and from 15 to 36 days of age) were evaluated in a randomized block experimental design with seven treatments, T1: control diet (CD); T2: CD + 0.5% fumaric acid; T3: CD + 1.0% fumaric acid; T4: CD + 0.5% fumaric acid + 0.1% butyric acid; T5: CD + 0.5% fumaric acid + 0.5% formic ac (mais) id; T6: CD + 1,0% fumaric acid + 0.1% butyric acid and T7: CD + 1.0% fumaric acid + 0.5% formic acid, five replicates and six piglets per experimental unit. No effects of treatment (P0.05) from 16 to 36 days of age. Significant differences (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Atividade eletrocatalítica de eletrodos compostos por Pt, RuO2 e SnO2 para a eletrooxidação de formaldeído e ácido fórmico/ Electrocatalytical activity of Pt, SnO2 and RuO2 mixed electrodes for the electrooxidation of formic acid and formaldehyde

Profeti, L.P.R.; Profeti, D.; Olivi, P.
2005-01-01

Resumo em português A atividade eletrocatalítica para a oxidação de ácido fórmico e formaldeído em eletrodos binários de Pt e SnO2 e ternários de Pt, RuO2 e SnO2 em diferentes composições, foi investigada através das técnicas de voltametria cíclica e cronoamperometria. Os materiais foram preparados por decomposição térmica de precursores poliméricos na temperatura de 400°C. Os experimentos de voltametria cíclica mostraram que os eletrodos mistos proporcionaram uma dimin (mais) uição de ~100 mV (ERH) no potencial de pico de oxidação das moléculas orgânicas em relação ao eletrodo contendo somente Pt e indicaram que a composição Pt0,6Ru0,2Sn0,2Oy possui maior densidade de corrente de oxidação em potenciais inferiores ao potencial de pico. Os experimentos de cronoamperometria confirmam a contribuição da adição de SnO2 e RuO2 para o aumento da atividade catalítica em menores valores de potencial. Resumo em inglês The electrocatalytical activity of binary electrodes of Pt and SnO2 and ternary electrodes of Pt and SnO2 and RuO2 for the electrooxidation of formic acid and formaldehyde was investigated by cyclic voltammetry and chronoamperometry techniques. The electrode materials were prepared by the thermal decomposition of polymeric precursors at 400 ºC. The cyclic voltammetry results showed that the methanol electrooxidation process presents peak potentials for those electrodes a (mais) pproximately 100 mV lower than the values obtained for metallic platinum electrodes. The Pt0.6Ru0.2Sn0.2Oy electrodes presented the highest current density values for potentials lower than the peak potential values. The chronoamperometric experiments also showed that the addition of SnO2 and RuO2 contributed for the enhancement of the electrode activity in low potential values. The preparation method was found to be useful to obtain high active materials.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Desempenho de frangos de corte sob suplementação com ácidos lático, fórmico, acético e fosfórico no alimento ou na água/ Performance of broilers supplemented with blends of lactic, formic, acetic, and phosphoric acids in the feed or water

Viola, Eduardo Spillari; Vieira, Sergio Luiz; Torres, Cibele Araújo; Freitas, Dimitri Moreira de; Berres, Josemar
2008-02-01

Resumo em português Este estudo foi realizado para avaliar os efeitos da suplementação de ácidos orgânicos nas dietas e de ácidos orgânicos e ácido ortofosfórico na água de bebida sobre o desempenho de frangos de corte. Foram utilizadas 2.112 aves divididas em seis tratamentos, cada um com oito repetições. As dietas, exclusivamente vegetais, foram formuladas à base de milho e farelo de soja sem antibióticos ou anticoccidianos. A dieta controle não foi suplementada com ácidos o (mais) rgânicos. As demais foram suplementadas com misturas de ácidos orgânicos, formuladas para cada fase de crescimento (1 a 7, 8 a 21 e 22 a 35 dias de idade): mistura A: ácidos lático (52%), fórmico (1%) e acético (2%); mistura B: ácidos lático (76%), fórmico (2%) e acético (4%); mistura C: ácidos lático (50%), fórmico (8%) e acético (7%); mistura D: ácido fórmico (85%). A mistura E continha 40% de ácido lático, 5% de ácido acético e 5% de ácido ortofosfórico e foi adicionada à água de bebida. As doses adicionadas nas dietas, por fase, foram: 8,0; 4,5 e 2,5 kg/t para as misturas A, B e C e 2,5; 2,5 e 2,0 kg/t para a mistura D. A mistura E foi utilizada na água de bebida nas doses de 3,0; 2,0; 1,0 kg/1.000 L. O experimento foi conduzido em delineamento completamente casualizado. Houve um benefício geral da suplementação da mistura de ácidos sobre o ganho de peso das aves. Entretanto, não houve diferença na conversão alimentar ao final do estudo. O consumo de alimento foi menor para a mistura B, enquanto o consumo de água foi negativamente afetado pela mistura E fornecida na água. O peso relativo das seções do intestino delgado aos 7 dias de idade foi menor nas aves da dieta controle, enquanto, aos 21 dias de idade, foi menor nas aves alimentadas com a dieta suplementada com as misturas A e C. A mistura E utilizada na água determinou redução no comprimento de jejuno aos 7 dias de idade, enquanto a mistura B teve efeito negativo sobre os comprimentos de íleo e intestino delgado aos 21 dias de idade. Em comparação à dieta controle, sem suplementação de antibióticos promotores de crescimento, as dietas suplementadas com acidificantes foram eficientes em melhorar o ganho de peso de frangos de corte. Resumo em inglês This study was carried out to evaluate the effect of the supplementation of organic acids in the diets and ortho-phosphoric acid in the drinking water on broiler performance. A total of 2,112 broiler chicks was allotted to six treatments, each one with eight replications. The diets, all vegetable, were composed by corn-soybean meal without antibiotic growth promoters or anticoccidials. A control diet did not have organic acids, whereas the other treatments had supplementa (mais) tion of organic acid blends as follow for the feeding phases from 1 to 7, 8 to 21, and 22 to 35 days of age: blend A: lactic acid (52%), formic (1%) and acetic (2%); blend B: lactic acid (76%), formic (2%) and acetic (4%); blend C: lactic acid (50%), formic (8%) and acetic (7%); blend D: formic acid (85%). Blend E contained 40% of lactic acid, 5% of acetic acid and 5% of ortho-phosphoric and was added to drink water. The added doses in diets, for phase, were: 8.0, 4.5, and 2.5 kg/t for blends A, B and C and 2.5, 2.5, and 2.0 kg/t for blend D. Blend E was used in drink water in doses of 3.0, 2.0, and 1.0 kg/1,000 L. A completely randomized design was used. There was a general benefit of the supplementation of the organic acid blend on weight gain of birds. However, no difference was observed for feed conversion at the end of the study. Feed intake was lower for birds fed blend B, whereas water intake was reduced by the blend E added to the drinking water. Relative weight of small intestines sections at 7 days of age was smaller in the birds on the control diet, while at the 21 days of age, was smaller in the birds supplemented with blends A and C. The blend E used in the water determined a reduction in the jejunum length at 7 days of age, while blend B had negative effects on the ileum and small intestine lengths at 21 days of age. In comparison to the control diet, without supplementation of growth promoters antibiotics, the diets supplemented with organic acids were efficient in improving the weight gain of broilers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Aditivos na conservação do bagaço de laranja in natura na forma de silagem/ Conservation of fresh orange peel by ensilage process using additives

Ítavo, Luís Carlos Vinhas; Santos, Geraldo Tadeu dos; Jobim, Clóves Cabreira; Voltolini, Tadeu Vinhas; Bortolassi, João Ricardo; Ferreira, Camila Celeste Brandão
2000-10-01

Resumo em português Estudaram-se os efeitos de aditivos na fermentação e composição do bagaço de laranja, em silos laboratoriais de PVC com capacidade para 15 kg, distribuídos ao acaso com três silos por tratamento: sem aditivo (CT), inoculante enzimático microbiano (IN) e ácidos fórmico (FO), propiônico (PP) e acético (AC). As amostras foram tomadas antes (0) e 2, 8, 16, 32 e 64 dias após a ensilagem. Analisaram-se os teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra em (mais) detergente neutro (FDN) e detergente ácido (FDA), a digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS) e da parede celular (DIVPC), o pH, a capacidade tampão (CATP) e o N amoniacal. A silagem sem aditivo apresentou os menores teores de MS. Os teores de PB, FDN e FDA da silagem tratada com ácido fórmico (FO) foram os menores. As DIVMS e DIVPC foram constantes, com exceção do tratamento com ácido fórmico (FO), que foi linear negativo, em função do tempo de ensilado. O comportamento do pH apresentou equações de regressão cúbicas, com exceção do tratamento com ácido fórmico, que foi linear. A silagem tratada com ácido fórmico apresentou os menores valores de CATP (25,7 a 39,1 mg HCl/100 g MS) e os maiores de N amoniacal (3 a 4% N total). Os aditivos não melhoraram a qualidade e o valor nutricional da silagem de bagaço de laranja Resumo em inglês The objective of this experiment was to study the effects of different additives on fermentation and composition of orange peel silage. Fresh orange peel was ensiled in 15-kg capacity PVC laboratory silos that were arranged according to a randomized design with three silos per treatment: without additive (control), enzyme inoculate (EI), formic acid (FA), propionic acid (PA) and acetic acid (AA). Samples of orange peel were taken before ensiling (0), and 2, 8, 16, 32 and (mais) 64 days after ensiling. Samples of fresh and ensiled orange peel were analyzed for dry matter (DM), crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF), acid detergent fiber (ADF), in vitro dry matter disappearance (IVDMD), in vitro cell wall disappearance (IVCWD), pH, buffering capacity and ammonia N. The control silage had the lowest DM values (12.2%). Percentages of CP, NDF and ADF of FA silage were lower than those of the other silages. The IVDMD and IVCWD did not change, but FA silage was linear negative in function of days after ensiling. The pH presented cubic regression comportment, except for the treatment with formic acid, that was linear. The FA silage had the lowest buffering capacity (25.7 to 39.1 meq of HCl/100 g of DM) and the greatest ammonia N values (3.0 to 4.0% of total N). Additives do not improve the quality and nutritional value of orange peel silage.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Inclusão de ácidos graxos de cadeia curta em diferentes níveis de cálcio na dieta de frangos de corte/ Inclusion of short chain fatty acids and different calcium levels in diets for broilers

Vieira, Maitê de Moraes; Kessler, Alexandre de Mello; Ribeiro, Andréa Machado Leal
2010-02-01

Resumo em português Noventa e seis frangos de corte, machos, de linhagem Cobb e de 21 aos 31 dias de idade foram alimentados com a inclusão de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) e diferentes níveis de cálcio. Foram determinados o balanço de cálcio (Ca) e de fósforo (P), a metabolizabilidade da matéria seca (MetMS), matéria orgânica (MetMO) e matéria mineral, da energia bruta e proteína bruta da dieta, a porcentagem de cinzas nas tíbias (%CzT), além do desempenho das aves. Uti (mais) lizou-se um esquema fatorial 5x4 (sem ácido orgânico; ácido fórmico, ácido acético, ácido propiônico e ácido butírico) x (0,40, 0,59, 0,78 e 0,97% de Ca), com um delineamento completamente casualizado. O acréscimo de Ca na dieta afetou de forma positiva e quadrática o balanço de Ca e P, sendo os melhores níves estimados em 0,87 e 0,75% de Ca dietético, respectivamente, e afetou positiva e linearmente a MetMS e a MetMO, bem como a %CzT. Houve redução na eficiência de retenção do Ca, de forma quadrática, com o aumento do nível de cálcio. Os AGCC não apresentam efeitos detectáveis sobre as respostas estudadas e nem interação com os níveis dietéticos de Ca utilizados. A melhor exigência estimada de Ca dietético, considerando o balanço de cálcio, foi de 0,87%. Resumo em inglês Ninety six Cobb male broilers from 21 to 31 days of age were fed including short chain fatty acids (SCFA) and different level of calcium. Calcium (Ca), phosphorus (P), balance, dry, organic and mineral matter metabolizability, crude energy and crude protein metabolizability, tibia ash percentage and animal performance were measured. Experimental diets were assigned in a 5x4 factorial arrangement (without acids, formic acid, acetic acid, propionic acid and butyric acid) x (mais) (0.40, 0.59, 0.78 and 0.97% of Ca) in a randomized completely design. Increasing Ca levels affected positively and in a quadratic form Ca and P balance and the best levels were estimated at 0,87% and 0,75% of Ca dietary, respectively and affected linearly dry, organic matter metabolizability and tibia ash percentage. However, the efficiency of Ca retention was decreased quadratically with the increase of Ca level. The SCFA did not show detectable effects on the studied responses, and no interaction with dietary levels of Ca used. The estimated Ca requirement considering calcium balance was 0.87%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Oxidação eletroquímica do metanol sobre partículas de PtRu e PtMo suportadas em carbono de alta área superficial/ The electro-oxidation of methanol on PtRu and PtMo particules supported on high-surface-area carbon

Oliveira Neto, A.; Linardi, M.; Gonzalez, E. R.
2003-01-01

Resumo em português A reação de eletro-oxidação do metanol foi estudada sobre eletrocatalisadores de Pt/C, PtRu/C e PtMo/C preparados pelo método do ácido fórmico em diferentes composições atômicas. Os produtos da oxidação do metanol foram monitorados pela técnica de DEMS. O desempenho dos catalisadores frente a reação de oxidação do metanol foi estudado através dos perfis voltamétricos e experimentos de cronoamperoometria. Resumo em inglês The electro-oxidation of methanol was studied on Pt/C, PtRu/C and PtMo/C. These catalysts were prepared by the formic acid method developed in this laboratory. The products of methanol oxidation were monitored by DEMS experiments. The activity of the catalysts for the oxidation of methanol was studied by cyclic voltametry and cronamperometry.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Preservação da proteína verde fluorescente no tecido ósseo descalcificado/ Preservation of the green fluorescent protein on decalcified bone tissue

Boeloni, Jankerle Neves; Ocarino, Natália de Melo; Hell, Rafaela Chitarra Rodrigues; Silva, Guilherme Resende da; Goes, Alfredo Miranda; Gomes, Dawidson Assis; Serakides, Rogéria
2010-10-01

Resumo em português A proteína verde fluorescente (GFP) foi originalmente descoberta no cnidário Aequorea victoria. Células-tronco GFP positivas podem ser rastreadas in vivo quando usadas na terapia de doenças. No entanto, no osso, a fluorescência gerada pela GFP pode ser perdida durante o processo de descalcificação, dificultando o rastreamento das células-tronco usadas no tratamento de doenças ou defeitos ósseos. O objetivo deste estudo foi comparar diferentes técnicas de preser (mais) vação da GFP no tecido ósseo descalcificado. Foram utilizados fêmures de ratas GFP Lewis distribuídos em quatro grupos: 1) descalcificado em ácido fórmico e incluído em parafina; 2) descalcificado em ácido fórmico e submetido à criomicrotomia; 3) descalcificado em EDTA e incluído em parafina; e 4) descalcificado em EDTA com criomicrotomia. Secções de tecido ósseo de todos os grupos foram analisadas para identificação da fluorescência natural e posteriormente submetidas à imunofluorescência, sendo utilizados anti-GFP e Alexa Flúor 555. As imagens foram obtidas por microscopia confocal. Osteócitos, osteoblastos e células da medula óssea de ratos GFP somente tiveram sua fluorescência natural preservada no tecido ósseo descalcificado em EDTA e submetido à microtomia por congelação. Nos demais grupos, houve perda da fluorescência natural, e as células GFP somente puderam ser identificadas com o uso da reação de imunofluorescência com anti-GFP. Conclui-se que a descalcificação em EDTA e a criomicrotomia são as melhores técnicas para preservar a fluorescência natural das células GFP no tecido ósseo e que a visualização de células GFP em tecido ósseo descalcificado em ácido fórmico e incluído em parafina somente pode ser realizada com o uso da técnica de imunofluorescência. Resumo em inglês Green fluorescent protein (GFP) was originally derived from the cnidarians Aequorea victoria. GFP-positive stem cells can be tracked in vivo when used in the therapy of diseases. However, in the bone, the fluorescence generated by GFP can be lost during the decalcification process, hindering the tracking of stem cells used in the treatment of diseases or bone defects. The aim of this study was to compare different techniques of preservation of GFP in the decalcified bone (mais) tissue. Femurs of female Lewis GFP rats were distributed in four groups: 1) decalcified in formic acid and paraffin-embedded; 2) decalcified in formic acid submitted to cryomicrotomy; 3) decalcified in EDTA and paraffin-embedded and 4) decalcified in EDTA with cryomicrotomy. Sections of bone tissue of all the groups were analyzed for identification of the natural fluorescence and subsequently submitted to the immunofluorescence using anti-GFP and Alexa Flúor 555. The images were obtained by confocal microscopy. Osteocytes, osteoblasts and bone marrow cells of GFP rats only had natural fluorescence preserved in the bone tissue decalcified in EDTA and submitted to cryomicrotomy. In others groups there were loss of the natural fluorescence and the GFP cells could be only identified with the use of the immunofluorescence with anti-GFP. In conclusion, the decalcification in EDTA and the cryomicrotomy are the best techniques to preserve the natural fluorescence of the GFP cells in the bone tissue and the GFP cells in bone tissue decalcified in formic acid and paraffin-embedded can be visualized only with the use of the immunofluorescence with anti-GFP.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Composição e digestibilidade aparente da silagem de bagaço de laranja/ Composition and apparent digestibility of orange peel silage additives

Ítavo, Luís Carlos Vinhas; Santos, Geraldo Tadeu dos; Jobim, Clóves Cabreira; Voltolini, Tadeu Vinhas; Faria, Karla Peron; Ferreira, Camila Celeste Brandão
2000-10-01

Resumo em português Avaliou-se a silagem de bagaço de laranja, com ou sem aditivo enzimático microbiano e ácido fórmico ou acético, com o objetivo de determinar a digestibilidade aparente da matéria seca (MS), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA), extrato etéreo (EE) e carboidratos não-estruturais (CNE). O bagaço de laranja foi ensilado por 70 dias, em tubos de concreto com capacidade de 700 kg, em um ensai (mais) o com ovinos, machos, alojados em gaiolas metabólicas. O alimento fornecido foi feno de aveia (70%) e silagem (30%) com base na MS. Não houve diferença entre os tratamentos para os coeficientes de digestibilidade da silagem. Os aditivos não alteraram o valor nutricional do alimento. A silagem demonstrou ter alta digestibilidade aparente. Resumo em inglês The orange peel silage additives, with or without the additives microbial enzymatic additive, formic acid and acetic acid, was evaluated to determine the apparent digestibility of the dry matter (DM), organic matter (OM), crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF), acid detergent fiber (ADF), ether extract (EE) and nonstructural carbohydrates (NSC). The orange peel was ensiled for 70 days, in concrete tubes with capacity for 700 kg, in a trial with male sheep, hous (mais) ed in metabolic cages. The diet constituted on oat hay (70%) and orange peel silage (30%) on a DM basis. There was no difference among the treatments for the digestibility coefficients for the orange peel silage. The additives did not alter the nutritional value of the feed. The orange peel silage showed a high apparent digestibility.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Efeitos de absorventes de umidade e de aditivos químicos e microbianos sobre o valor nutritivo, o perfil fermentativo e as perdas em silagens de capim-marandu/ Effect of moisture absorbents, chemical and microbial additives on the nutritional value, fermentative profile and losses of Brachiaria brizantha cv. Palisadegrass silages

Ribeiro, José Leonardo; Nussio, Luiz Gustavo; Mourão, Gerson Barreto; Queiroz, Oscar Cezar Muller; Santos, Mateus Castilho; Schmidt, Patrick
2009-02-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar o valor nutritivo, o perfil fermentativo e as perdas de silagens de capim-marandu submetidas aos efeitos de absorventes de umidade e aditivos. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 3 × 5, com três teores de matéria seca (obtidos com adição de polpa cítrica (PCP) ou casca de soja (CSP), ambas peletizadas, em comparação à ausência de aditivos) e cinco aditivos (ausência ou presença de inoculante bacteriano, (mais) benzoato de sódio ou ácido fórmico 62% ou 44%). O arranjo resultou em 15 silagens, com 4 repetições, portanto 60 silos experimentais. Avaliaram-se o valor nutritivo, as perdas por gases e efluente e a recuperação de matéria seca (MS). A adição de polpa cítrica ou casca de soja peletizada elevou os teores de MS (29,4 e 28,9%), o que reduziu a produção de efluente (4,1 e 3,8 kg/t MV) e disponibilizou substratos fermentescíveis aos microrganismos, fato confirmado pela maior capacidade fermentativa e pela digestibilidade das silagens. Os aditivos à base de ácido fórmico foram mais efetivos em preservar carboidratos solúveis e proteína, o que culminou em maior digestibilidade. Esses aditivos também reduziram as perdas por gases e elevaram a recuperação de MS. O inoculante contendo bactérias homoláticas não diferiu desses aditivos quanto à digestibilidade das silagens e ainda reduziu as perdas por gases. Entre os aditivos, o benzoato foi o menos efetivo em alterar o padrão fermentativo das silagens de capim-marandu. O valor nutritivo e as perdas da silagem com teor de umidade original, não aditivada, podem ser considerados satisfatórios, contudo, a polpa cítrica e principalmente a casca de soja peletizadas se mostraram opção interessante e devem ser mais estudadas. O uso de aditivos contendo ácido fórmico também deve ser mais explorado com gramíneas tropicais, pois promove benefícios ao longo de todo processo fermentativo. Resumo em inglês The objective of this trial was to evaluate the nutritional value, fermentation profile and dry matter losses of Palisadegrass silages ensiled with either dried citrus pulp, soybean hulls, chemical or microbial additives. The trial was carried out in a completely randomized experimental design and in a factorial arrangement (3 × 5), with three dry matter levels (wet forage or forage ensiled with pelleted citrus pulp or pelleted soybean hulls) and five additives (without (mais) or with the presence of bacterial inoculants or the addition of: sodium benzoate, formic acid in the concentration of 62% or 44%), totalizing 15 treatments and 60 experimental silos. The variables analyzed were: nutritional value, losses due to gases and effluents, and dry matter recovery. The use of dried citrus pulp or soybean hulls at the ensiling time increased the dry matter content (29.4 and 28,9%) and decreased the effluent production (4.1 and 3.8 kg/t of fresh matter), also providing fermentable substrate to microorganisms, resulting in increased fermentation coefficient and digestibility of silages. The use of formic acid resulted in silages with higher digestibility and increased water-soluble carbohydrates and crude protein content. This additive was also effective in reducing the losses due to gases and, as a result, increased the total dry matter recovery. The treatment containing homolactic bacteria showed similar trend of increasing the digestibility and reducing the losses due to gases. The use of sodium benzoate was less effective in altering the fermentation pattern of tropical silages. The nutritional value and total dry matter losses of silages ensiled without additives can be considered satisfactory. However, wet forage ensiled with dried citrus pulp and, mainly, with soybeans hulls showed the best results. Treatments containing formic acid had a beneficial effect on the fermentation profile of tropical grass silages.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Produção, caracterização e avaliação biológica de silagens de resíduos de camarão para tilápia-do-nilo/ Production, characterization and biological evaluation of shrimp waste silage for Nile tilapia

Gonçalves, L.U.; Viegas, E.M.M.
2007-08-01

Resumo em português Elaboraram-se e caracterizaram-se nutricionalmente dois tipos de silagens fermentadas de resíduos de camarão-sete-barbas (Xiphopenaeus kroyeri), alterando-se as fontes de carboidratos. As silagens foram formuladas com resíduo de camarão, 15% de carboidrato -melaço de cana-de-açúcar (SM) ou varredura da farinha láctea (SF)-, 10% de iogurte, 0,25% de ácido sórbico e 1% de ácido fórmico. Cada silagem foi caracterizada durante a estocagem, por 120 dias, quanto à (mais) composição centesimal, nitrogênio não protéico e todas comparadas por meio do teste de digestibilidade in vivo com juvenis de tilápia-do-nilo. Após o 30° dia de estocagem, observou-se que a SM apresentou maior (P0,05), mas observou-se alta digestibilidade nas dietas (CDA SM= 78,2% e CDA SF= 73,1%). Independente da fonte de carboidrato, as silagens elaboradas com resíduos de camarão-sete-barbas mantiveram-se estáveis durante 120 dias e podem ser utilizadas como ingrediente de rações para a tilápia-do-nilo. Resumo em inglês Two types of fermented shrimp waste silage (Xiphopenaeus kroyeri) were elaborated and characterized, alternating the sources of carbohydrates. The silages were elaborated with shrimp waste, 15% of carbohydrate - sugar cane molasses (SM) or "Farine Lactée" (SF) -, 10% of yogurt, 0.25% of sorbic acid, and 1% of formic acid. Each silage was characterized during storage for 120 days on proximate composition and non protein nitrogen, besides nutritionally compared by digestib (mais) ility trials to Nile tilapia juveniles. After the 30th storage day, it was observed that SM presented higher ashes content (SM= 34.97g.100g-1 and SF= 30.92g.100g-1) and lower dry matter content (SM= 20.02g.100g-1, SF= 21.11g.100g-1). The apparent digestibility (ADC) and digestible protein coefficients did not vary between trials (P>0.05), but higher digestibility in the diets (ADC SM= 78.2%, ADC SF= 73.1%) was observed. No matter which carbohydrate source used, silage made from shrimp waste remained stable for 120 days and may be used in diets to Nile tilapia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Controle da infecção por Salmonella Enteritidis em frangos de corte com ácidos orgânicos e mananoligossacarídeo/ Control of the infection caused by Salmonella Enteritidis with organic acids and mannanoligosaccharide in broiler

Bassan, Joana Darc Lopes; Flôres, Maristela Lovato; Antoniazzi, Taiane; Bianchi, Eloisa; Kuttel, Javier; Trindade, Michele Martins
2008-10-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi avaliar a ação de dois ácidos orgânicos (ácido fórmico e ácido propiônico) e de um mananoligossacarídeo (MOS) adicionados à dieta no controle da infecção intestinal por Salmonella Enteritidis (SE) em frangos de corte. Neste estudo de 39 dias, foram utilizadas 150 aves, de um dia de idade, da linhagem Cobb, lote misto, livre de SE, divididas em seis tratamentos (T) com 25 animais cada, em que: T1 (ausência de infecção), T2 (ácido (mais) s orgânicos e ausência de infecção), T3 (ácidos orgânicos + MOS e ausência de infecção), T4 (ácidos orgânicos e infecção com SE), T5 (ácidos orgânicos + MOS e infecção com SE) e T6 (infecção com SE). No 4° dia após o alojamento, a cama foi instilada com SE e a cada sete dias cinco aves por grupo foram submetidas à eutanásia por deslocamento cervical e necropsiadas. Depois foram realizados exames bacteriológicos para SE nesses animais, utilizando fezes coletadas sobre a cama de maravalha dos grupos e das tonsilas cecais dos animais necropsiados. No 18° dia, somente 60% das aves estavam infectadas nos tratamentos T4 e T5; no 25° dia, 40% das aves no T4 e 20% no T5 estavam infectadas; no 32° dia 100% das amostras testadas foram negativas em ambos os tratamentos (T4 e T5). Constatou-se que o T6 foi 100% positivo até o 32° dia e no 39° dia reduziu em 20% o número de animais infectados. Dentro dos parâmetros de avaliação deste experimento, os ácidos orgânicos e o mananoligossacarídeo adicionados à dieta contribuíram para o controle da infecção por SE. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the effect of two organic acids (formic acid and propionic acid) and of one mannanoligosaccharide added to the diet to control the intestinal infection caused by Salmonella Enteritidis (SE) in broilers. In this study of 39 days 150 birds were used, with one day of age, of the Cobb lineage, both sexes and free of SE. They were divided in 6 different treatments (T) with 25 birds each, where: T1 (no infection), T2 (organic acids + (mais) no infection), T3 (organic acids + mannanoligosaccharide and no infection), T4 (organic acids and infection with SE) T5 (organic acids + mannanoligosaccharide + and infection with SE) T6 (infection with SE). After housing, the chicken litter was instilled on the 4th day with SE and every seven days, five birds from each group were euthanized through cervical dislocation. The necropsy was performed and also the bacteriological exams to detect SE, using the feces collected over the chicken litter of the groups, bacteriological analysis of the cecal tonsils was done as well. On the 18th day only 60% of birds were infected in treatments T4 and T5; on the 25th day, 40% of birds in T4 and 20% in the T5 were infected; on the 32nd day, 100% of tested samples were negative in both treatments. The T6 group was 100% positive until the 32nd day, but on the 39th day, it got reduced in 20% of the number of infected animals. In the experimental conditions of this study, the organic acids and the mannanoligosaccharide added to the diet contributed to control the infection caused by SE.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Desempenho de frangos de corte alimentados com dietas contendo diformiato de potássio/ Broilers performance fed with diets contend potassium diformiate

Santos, Samuel Augusto dos; Meurer, Régis Fernando Pastorelo; França, Marcelo; Maiorka, Alex; Oliveira, Édson Gonçalves de; Silva, Ana Vitória Fisher da; Borges, Sebastião Aparecido
2009-11-01

Resumo em português A proibição do uso de antibióticos como aditivos promotores de crescimento causou grandes impactos à avicultura de corte, trazendo consigo a necessidade do desenvolvimento de novos aditivos. Nesse contexto, o diformiato de potássio (DK), um sal de ácido fórmico, surge como uma dessas alternativas. O presente estudo foi realizado com o objetivo de avaliar a ação do DK sobre o desempenho de frangos de corte. Foram utilizados 1.800 frangos de corte machos da linhage (mais) m Ross 308, distribuídos em dois experimentos de 900 aves cada, formados por cinco tratamentos de seis repetições, em um delineamento inteiramente ao acaso. Os tratamentos foram constituídos pela inclusão de níveis crescentes de DK às dietas (0, 3, 6, 9 e 12kg DK t-1). As aves foram pesadas ao alojamento, aos 21 e aos 42 dias e, posteriormente, os dados obtidos foram submetidos a uma análise de regressão linear. No primeiro experimento, não houve melhoria no desempenho zootécnico das aves, havendo ainda uma redução no consumo alimentar. Da mesma forma, no segundo experimento a adição de DK reduziu linearmente o consumo de ração e ganho de peso, não demonstrando qualquer efeito sobre a conversão alimentar das aves. Conclui-se que doses elevadas de DK causam desequilíbrio ácido-básico das dietas, com efeitos negativos sobre o desempenho das aves. Resumo em inglês The use of prohibited antibiotics as growth promoters additives caused great impacts on poultry, bringing the need for the development of new additives. The diformiate potassium (DK), a salt of formic acid, is emerging as one of those alternatives. This experiment was conducted to evaluate the action of DK on the performance of broilers. One thousand and eight hundred broilers male of Ross 308 breed, distributed into two trials of 900 birds each, and then randomly separat (mais) ed by five treatments with six replications, in a completely randomized experimental design, The treatments consisted by inclusion of increasing levels of DK to the diets (0, 3, 6, 9 and 12kg DK t-1). In the first trial carried out, the birds were fed with diets containing DK during the period 1 to 42 days. In the second trial, DK received only in the period from 21 to 42 days old. In both, the birds were weighed to housing, at 21 and 42 days and then the data were subjected to a linear regression analysis. In the first experiment, there was no improvement in the performance of birds, and there was a reduction in feed intake. Similarly, in the second trial, the addition of DK reduced linearly the feed intake and weight gain, however, any effect on feed conversion in poultry. It was concluded that high dosis of DK cause acid-base imbalance of diets, with negative effects on the birds performance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Técnica histoquímica aplicada ao tecido ósseo desmineralizado e parafinado para o estudo do osteócito e suas conexões/ Histochemical tecnique for osteocyte and its connections study in descalcified and paraffined bone tissue

Ocarino, Natália de Melo; Gomes, Mardelene Geísa; Melo, Eliane Gonçalves de; Serakides, Rogéria
2006-02-01

Resumo em português O osteócito vem sendo alvo de pesquisas recentes. A avaliação in situ de sua morfologia, da atividade e das características de suas conexões é difícil, portanto é realizada apenas com técnicas avançadas. Devido à importância desse tipo celular na manutenção da matriz óssea, este estudo propõe uma técnica de coloração pela prata como alternativa para o estudo do osteócito e suas conexões em tecido ósseo desmineralizado e parafinado. Cortes de 4µm do (mais) fêmur de ratas foram desmineralizados, desparafinados em xilol e hidratados em concentrações decrescentes de álcool etílico (ETOH) e água miliQ. Para a impregnação foram utilizadas soluções de nitrato de prata a 50% e de ácido fórmico a 1% com 2% de gelatina microbiológica em estufa a 40ºC. Essa técnica permite visualizar facilmente as bordas lacunares dos osteócitos e suas conexões, proporcionando uma alternativa simples e eficaz para o estudo da morfologia desse tipo celular até então ainda não proposta com essa finalidade. Resumo em inglês The osteocyte has been the subject of recent research; however the in situ evaluation of its morphology, activity and connection characteristics is difficult and has been performed solely through advanced techniques. Due to the importance of this type of cell in the maintenance of the bone matrix, this study proposes a technique of silver staining as an alternative for the study of the osteocyte and its connections in demineralized and paraffined bone tissue. Cuts of 4µm (mais) from the femur of female rats were de-mineralized, deparaffined in xylol and hydrated in decreasing concentrations of ETOH and miliQ water. For the impregnation, solutions of silver nitrate at 50% and formic acid at 1% with 2% microbiological gel were used and incubated at 40ºC. This technique allows the easy visualizing of the osteocytes lacunae edges and its connections, offering a simple and efficient alternative to the study of this type of cellular morphology, so far not proposed with this purpose.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Teores de catequinas e teaflavinas em chás comercializados no Brasil/ Cathechin and theaflavin levels of teas commercialized in Brazil

Matsubara, Simara; Rodriguez-Amaya, Delia B.
2006-06-01

Resumo em português No presente estudo, foram determinados os teores de catequinas e teaflavinas em três marcas de chá verde e quatro de chá preto comercializadas no Brasil. A metodologia analítica consistiu de extração aquosa bastante simples e cromatografia líquida de alta eficiência. Foi utilizada uma coluna de fase reversa Novapak C18 (3,9 mmx150 mm, 4 µm) com um gradiente de água e metanol ambos em ácido fórmico como fase móvel. Em chás verdes, os conteúdos de catequ (mais) inas (em mg/g de folha seca) variaram substancialmente: catequina, 0,8 a 2,8; epigalocatequina, 8 a 44; epigalocatequina galato, 11 a 50; epicatequina, 2,3 a 8,5 e epicatequina galato, 3,1 a 7,3. No caso dos chás pretos, as concentrações (mg/g de folha seca) de catequinas estiveram nas faixas de: 10 a 50 de epigalocatequina, 14 a 37 de epigalocatequina galato, 5 a 9 de epicatequina e 10 a 21 de epicatequina galato. As teaflavinas apresentaram variação menor: entre 5 (para teaflavina 3'-galato) e 13 mg/g (para teaflavina 3,3'-digalato) de folha seca. Amostras de chás muito consumidas no Brasil (erva doce, camomila, erva cidreira, hortelã, boldo, mate, erva mate, maçã e morango) também foram investigadas, não sendo encontrada nenhuma catequina ou teaflavina. Resumo em inglês In the present study, the catechin and theaflavin levels in three brands of green tea and four brands of black tea commercialized in Brazil were determined. The analytical methodology consisted of a very simple aqueous extraction and high performance liquid chromatography. A reverse phase Novapak C18 (3.9 mmx150 mm, 4 µm) column was used with a gradient of water and methanol, both in formic acid, as mobile phase. In green tea, the catechin contents (in mg/g of dry l (mais) eaf) varied substantially: catechin, 0.8 to 2.8; epigallocatechin, 8 to 44; epigallocatechin gallate, 11 to 50; epicatechin, 2.3 to 8.5; and epicatechin gallate, 3.1 to 7.3. In the case of black tea, the concentrations (mg/g of dry leaf) of catechins were in the ranges of: 10 to 50 of epigallocatechin, 14 to 37 of epigallocatechin gallate, 5 to 9 of epicatechin and 10 to 21 of epicatechin gallate. The theaflavins had less variation: between 5 (for theaflavin 3'-gallate) to 13 mg/g (for theaflavin 3,3'-digallate) of dry leaf. Samples of teas widely consumed in Brasil (anise, camomile, lemon grass, peppermint, boldo, maté, green maté, apple and strawberry) were also investigated but no catechin or theaflavin was detected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Avaliação da silagem de bagaço de laranja com diferentes aditivos por intermédio dos parâmetros de fermentação ruminal de ovinos e contribuição energética dos ácidos graxos voláteis/ Evaluation of orange peel silage with different additives by rumen fermentation parameters and energy contribution from volatile fatty acids

Ítavo, Luís Carlos Vinhas; Santos, Geraldo Tadeu dos; Jobim, Clóves Cabreira; Voltolini, Tadeu Vinhas; Ferreira, Camila Celeste Brandão
2000-10-01

Resumo em português O bagaço de laranja, com aditivo enzimático microbiano, ácidos fórmico e acético, ensilado por 70 dias, em tubos de concreto com capacidade de 700 kg, foi avaliado por intermédio dos parâmetros de fermentação ruminal, em ensaio experimental realizado com ovinos, machos, alojados em gaiolas metabólicas. O alimento fornecido foi feno de aveia (70%) e silagem de bagaço de laranja (30%), com base na MS. O fluido ruminal foi coletado por sonda esofagiana nos tempos (mais) 2, 5 e 8 horas após o fornecimento do alimento e antes da alimentação, tomado como tempo zero (0). Foram avaliados pH, N amoniacal, ácidos graxos voláteis (acético, propiônico e butírico) e contribuição energética desses ácidos em kcal. Não houve diferença entre os tratamentos para os parâmetros avaliados. As equações de regressão apresentaram comportamento quadrático para todas as características estudadas e as médias dos parâmetros foram: pH, 6,97; N amoniacal, 6,78 mg/100 mL de fluido ruminal e dos AGV; e acético, propiônico e butírico, 45,99; 11,16; e 5,50 mM/mL de fluido ruminal, respectivamente. Os aditivos não alteraram o valor nutricional do alimento, quando avaliados os parâmetros de fermentação ruminais. Entretanto, para a produção de AGV, houve melhor eficiência de transformação (kcal de AGV/kcal de glicose), 72,92% para o tratamento sem aditivo (controle). Resumo em inglês The orange peel with enzymatic microbial additive, formic or acetic acids was ensiled for 70 days, in concrete tubes with 700 kg of volume capacity, was evaluated by rumen fermentation parameters in a experimental trial using males sheep, housed in metabolic cages. The used diet was oat hay (70%) and orange silage (30%) on DM base. The ruminal fluid was collected with esophageal tube at 2, 5 and 8 hours after, and before feeding that was taken as zero time (0). The pH, N (mais) ammonia, volatile fatty acids (acetic, propionic and butyric) and the energy contribution of these acid in kcal were evaluated. There were no differences among treatments for the evaluated characteristics. The regression equations presented quadratic behavior for all studied characteristics and the averages of the characteristics were: pH, 6.97, N amoniacal, 6.78 mg/100 mL of ruminal fluid and acetic, propionic and butyric acids values of 45.99, 11.16 and 5,50 mM/mL of ruminal fluid, respectively. The additives did not alter the nutritional value of the diet when evaluated by the rumen fermentation characteristics. However, for VFA production, there was a better energy conversion efficiency (kcal of VFA/kcal of glucose), 72.92% for the control treatment (without additive).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Otimização e validação de método para determinação de ácidos orgânicos em vinhos por cromatografia líquida de alta eficiência/ Optimization and validation method for organic acid determination in wines by high performance liquid cromatography

Lima, Luciana L. de Andrade; Schuler, Alexandre; Guerra, Nonete Barbosa; Pereira, Giuliano Elias; Lima, Taciana L. de Andrade; Rocha, Helena
2010-01-01

Resumo em inglês The organic acids (tartaric, malic, citric, lactic and succinic) are de main components responsible for the acidity in the wine. This method for simultaneous determination of organic acids and interfering peaks in wines can be achieved in 16 min. The sample preceded by a dilution and filtration step. The chromatographic separation required one reversed phase column, isocratic mobile phase (acetonitrila, formic acid in water) and detection wavelength was set at 212 nm. The validation confirmed good repeatability, recovery and application in red and white wines.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Otimização de método para determinação de flavonóis e flavonas em frutas por cromatografia líquida de alta eficiência utilizando delineamento estatístico e análise de superfície de resposta/ Optimization of a method for determination of flavonols and flavones in fruits by HPLC using statistical design and response surface analysis

Hoffmann-Ribani, Rosemary; Rodriguez-Amaya, Delia B.
2008-01-01

Resumo em inglês This work optimized the HPLC conditions for the simultaneous determination of luteolin, apigenin, myricetin, quercetin and kaempferol in aglycone form, as well defined the best conditions for hydrolysis/extraction of these flavonoids in fruits, using the statistical central composite design and response surface analysis. A reverse phase method was developed using a gradient of methanol/water acidified with 0.3% formic acid as mobile phase and a photodiode array detector. (mais) The samples were extracted with methanol/water (50:50 v/v) at 90 ºC. The optimum time and HCl concentration varied for the different fruits investigated, demonstrating the necessity of optimizing these conditions for each fruit analyzed. Good recovery (87.1 to 96.3%), repeatability and linearity were obtained.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)