Sample records for fetuses
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Fetos anencefálicos e embriões para pesquisa: sujeitos de direitos?/ Anencephalic fetuses and research embryos: subjects of rights?

Luna, Naara
2009-08-01

Resumo em português O artigo analisa a emergência de sujeitos sociais em seres antes embutidos na figura materna, depois definidos e circunscritos pela biomedicina: os embriões extracorporais formados por fertilização in vitro e os fetos anencefálicos. Os embriões estiveram no centro de controvérsia nos debates para a aprovação da Lei de Biossegurança, que autorizou o seu uso em pesquisa. Já os fetos anencefálicos foram objeto do debate quanto à possibilidade de ampliação dos (mais) permissivos para o aborto. Analisando notícias da grande imprensa, principalmente em levantamento sistemático do jornal O Globo, entre 2000 e 2005, o objetivo é retratar os argumentos que integraram esses debates. Os argumentos que justificam ou recusam o uso de embriões para pesquisa e a antecipação de parto de anencéfalo coincidem em vários pontos porque são tributários da mesma configuração de valores e se fundamentam na figura de pessoa: o indivíduo como valor segundo Dumont. Resumo em inglês The present article analyzes the emergence of social subjects in the form of beings which had previously been embedded in mother's bodies and which have later become defined and circumscribed by biomedicine: extracorporal embryos, created by in vitro fertilization, and anencephalic fetuses. The embryos were at the center of the controversy regarding their use in scientific research during the debates for the approval of Brazil's new biosecurity law. Anencephalic fetuses b (mais) ecame the center of a debate regarding the relaxing of Brazil's abortion laws. This article analyzes mass media news stories provided mostly by a systematic review of articles published in O Globo newspaper between 2000 and 2005 in order to recover the arguments presented in these debates. The arguments to justify or ban embryo research or to anticipate the birth of anencephalic fetuses coincide, in large part, because they are derived from the same value configuration and are founded upon the person: Dumont's individual-as-value.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Evolução de 58 fetos com meningomielocele e o potencial de reparo intra-útero/ Fetal myelomeningocele and the potential in-utero repair: follow-up of 58 fetuses

Sbragia, Lourenço; Machado, Isabela Nelly; Rojas, Carlos Eduardo Braidos; Zambelli, Helder; Miranda, Márcio Lopes; Bianchi, Maria Otília; Barini, Ricardo
2004-06-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: O diagnóstico pré natal da meningomielocele (MM) permite melhor planejamento de sua abordagem e, mais recentemente , um possível reparo intra-útero. OBJETIVO: Descrição da evolução perinatal de fetos com MM, acompanhados em um centro de referência em Medicina Fetal, identificando os possíveis fetos candidatos à cirurgia intra-uterina. MÉTODO: Análise retrospectiva descritiva de 58 casos de MM fetal, atendidos no CAISM-UNICAMP, de janeiro de 1997 (mais) a dezembro de 2001, identificando-se os casos cuja indicação de cirurgia fetal seria possível. RESULTADOS: Média da idade gestacional ao diagnóstico de 29 semanas (17-39); nível da lesão acima da região sacral em 85%; associação com hidrocefalia em 86%; taxa de complicações cirúrgicas de 39%. Na evolução, 98% apresentaram bexiga neurogênica e 60% deficiência neuro-mental. O potencial reparo intra-útero foi de 42%. CONCLUSÃO: MM está associada a graves e frequentes sequelas. Quase um terço dos nossos casos poderiam ter tido a cirurgia fetal como opção terapêutica. Resumo em inglês INTRODUCTION: Prenatal diagnosis of myelomeningocele (MM) allows planning its management and, recently, a possible in utero repair. OBJECTIVE: To describe the perinatal outcome of fetuses with MM, in a Fetal Medicine Unit, identifying possible candidates for the in utero surgical repair. METHODO: Retrospective and descriptive study of 58 cases of prenatally diagnosed MM, at CAISM-UNICAMP, from January 1997 to December 2001, identifying possible fetal candidates for in ute (mais) ro repair. RESULTS: the diagnosis mean gestacional age was 29 weeks (17-39); level of lesions was above sacral region in 85%, association with hydrocephaly in 86%. Surgical complications were present in 39% of the neonates. During follow-up, 98% presented neurogenic bladder and 60% neurological/mental handicap. Twenty eight fetuses (42%) could have indication of in utero repair. CONCLUSION: MM is associated with severe and frequent poor results. Almost one third of our cases could had fetal repair as a treatment choice.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Análise morfológica dos ovários de fetos bovinos da raça Nelore (Bos primigenius indicus) em diferentes fases de gestação/ Morphological analysis of ovaries of Nelore bovine fetuses (Bos primigenius indicus) at various gestation stages

Monteiro, Cristina Maria Rodrigues; Carvalhal, Roberto; Perri, Silvia Helena Venturoli
2003-01-01

Resumo em português Vinte fetos fêmeas em diferentes fases de gestação da raça Nelore foram coletados para a realização desta pesquisa. Os ovários direitos e esquerdos foram dissecados e mensurados para verificação de seus comprimentos e larguras e em seguida, foram fixados inteiros em paraformaldeído tamponado a 4,00%, processados e incluídos em paraplástico. Os cortes com 5 mm foram submetidos à coloração com hematoxilina, tricrômio de Masson (para fibras colágenas), Verho (mais) eff (para fibras elásticas) e com reticulina (para fibras reticulares). Os resultados mostraram que não há diferença significativa das mensurações entre os lados direito e esquerdo para os ovários dos fetos bovinos em diferentes fases de gestação, mas há correlação entre os valores obtidos das mensurações dos ovários em função da idade dos fetos, ou seja, o crescimento dos ovários acompanha o crescimento fetal. Os fetos em diferentes fases de gestação, apresentam epitélio germinativo, túnica albugínea e tecido conjuntivo no córtex e medula característicos da morfologia ovariana. Nos ovários de fetos com até 19 semanas de idade gestacional, é evidente a presença em grande quantidade de folículos primordiais e primários. A partir de 22 semanas de gestação, é evidente a presença em grande número, de folículos ovarianos em diferentes estágios de crescimento. A partir de 17 semanas de gestação, observa-se na medula, cordões com luz irregular revestidos por células cúbicas. As variações mais marcantes ocorreram a partir de 22 semanas de gestação. Resumo em inglês In this research, twenty Nelore female fetuses in different phases of gestation were collected. The right and left ovaries were dissected and measured for verification of the length and width and soon after that, the entire ovaries were fixed in 4.00% tamponed paraformaldeido, processed and enclosed in paraplastic. The histological sections with 5 mm were stained with hematoxilin and eosin, Masson's trichrome (to colagens fibers), Verhoeff (to elastic fibers) and with ret (mais) iculin (to reticulares fibers). The results showed that there is no significative differences among the right and left sides for the bovine ovaries in fetuses in different phases of gestation, but there is correlation of the ovaries values in function of the age of the fetuses, or either, the growth of the ovaries follow the fetal growth. The fetuses in different phases of gestation, present germinative epithelium, tunica albuginea and connective tissue in the cortical and medullar parts characteristically of ovarian morphology. In the ovaries of fetuses with up to 19 weeks of gestacional age, the presence in great amount of primordial and primary follicles is evident. From 22 weeks of gestation, the presence in great number, of follicles in different periods of growth is evident. From 17 weeks of gestation, was observed medullar cords with irregular lumen covered by cubical cells. The more characteristic variations occurred from 22 weeks of gestation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Anomalias congênitas em fetos bovinos abortados no Sul do Brasil/ Congenital anomalies in aborted bovine fetuses in Southern Brazil

Pavarini, Saulo P.; Sonne, Luciana; Antoniassi, Nadia A.B.; Santos, Adriana S. 0; Pescador, Caroline A.; Corbellini, Luís G.; Driemeier, David
2008-03-01

Resumo em português Abortos e mortes neonatais são causas importantes de perdas reprodutivas na bovinocultura. Abortos causados por anomalias congênitas são esporádicos, mas podem ocorrer de forma epidêmica. Um levantamento retrospectivo realizado no setor de Patologia Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul incluiu 307 casos de aborto bovino submetidos de setembro de 2001 a março de 2007. Em dez casos (3,5%), foram observadas anomalias congênitas, das quais, artrogr (mais) ipose, Amorphus globosus e fenda palatina (palatosquise) foram as mais freqüentes. Causas infecciosas foram investigadas, mas somente infecção por BVDV foi detectada por imunoistoquímica em um aborto com porencefalia. Resumo em inglês Abortion, stillbirth and neonatal death are important causes of production losses to the livestock industry. Abortions caused by congenital anomalies may occur sporadically, or appear in epidemics. This retrospective study was conducted at Laboratory of Veterinary Pathology of Federal University of Rio Grande do Sul, and included 307 cases of bovine abortion submitted for diagnosis from September 2001 to March 2007. Most of them were from southern Brazil. Ten cases (3.25% (mais) ) of congenital anomalies were seen. The most frequent congenital anomalies were artrogryposis, Amorphous globosus, and cleft palate (palatoschisis). Infectious causes were investigated, but only BVDV infection was detected by immunohistochemistry in one case, which was affected with porencephalia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Achados histológicos em fetos bovinos abortados e não abortados/ Histological findings in aborted and non-aborted cattle fetuses

Okano, W.; Bracarense, A.P.F.R.L.; Reis, A.C.F.; Alfieri, A.A.
2003-04-01

Resumo em inglês Tissue fragments from 17 non-aborted and 93 aborted fetuses were histologically studied. No histological lesions were observed in non-aborted fetuses, and 51.6% of the aborted fetuses presented histological lesions. The main lesions were: focal gliosis and mononuclear infiltrate in liver, CNS, lungs and muscular tissues.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Resultado perinatal de fetos com malformações do trato urinário/ Perinatal outcome of fetuses with congenital uropathies

Macedo, Maria Letícia Sperandéo de; Consonni, Marcos; Borges, Vera Therezinha M; Calderon, Iracema de Mattos Paranhos; Rudge, Marilza Vieira Cunha
2003-12-01

Resumo em português OBJETIVO: analisar a evolução perinatal de fetos portadores de malformações do trato urinário. MÉTODOS: estudo retrospectivo envolvendo 35 fetos portadores de malformações do trato urinário. As malformações foram classificadas de acordo com as seguintes características: tipo de uropatia e acometimento. As uropatias estudadas foram: hidronefrose, classificada em alta e baixa, displasia e agenesia renal; quanto à lateralidade da malformação, foi considerado o (mais) acometimento uni e bilateral. O resultado perinatal foi confrontado com as características citadas. A análise estatística foi realizada usando-se o teste do c² e teste exato de Fisher, sendo adotado 5% como limite de significância (p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the perinatal outcome of fetuses with congenital anomalies of the urinary tract. METHODS: we reviewed the perinatal outcome of 35 fetuses with congenital anomalies of the urinary tract. The following characteristics related to the uropathy were analyzed: type (hydronephrosis, dysplasia and renal agenesis), side of lesion (bilateral or unilateral), and level of the obstruction (high or low, in hydronephrosis). The perinatal outcome was evaluated accord (mais) ing to these characteristics. The data were analyzed by the c² test and by the exact Fisher test. The level of significance was 0.05. RESULTS: the incidence of hydronephrosis was 68.6%. Half of the fetuses had unilateral hydronephrosis. Renal dysplasia occurred in 17.1% of the cases; 83.3% of these were bilateral and 16.7%, unilateral. The incidence of renal agenesis was 14.3%, all bilateral. The fetuses with dysplasia/agenesis had a 91% incidence of oligohydramnios, preterm birth, low birth weight, and death. In the group with bilateral disease the presence of oligohydramnios, preterm birth, low birth weight, death, urinary tract infections, and the need of hospitalization for a period greater than 7 days was significant when compared to the group with unilateral disease. The need of hospitalization for a period greater than 7 days in patients with low obstruction was significantly higher when compared to the patients with high obstruction. CONCLUSIONS: hydronephrosis, bilateral disease, and lower obstruction were the most frequent uropathies. The dysplasia/agenesis group had a worse prognosis when compared with the hydronephrosis group. Bilateral disease had a worse prognosis when compared with the unilateral disease group. In the low obstruction group, the need for a period of hospitalization greater than seven days was higher than in the high obstruction group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Morfometria dos canais e anéis inguinais de fetos natimortos e cadáveres adultos humanos e sua relação com as hérnias inguinais/ Morphometric analysis of inguinal canals and rings of human fetus and adult corpses and its relation with inguinal hernias

Figueiredo, Carlos Manoel de Oliveira; Lima, Sônia Oliveira; Xavier Júnior, Sebastião Duarte; Silva, Caroline Baptista da
2009-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar as diferenças anatômicas na região inguinal de fetos e adultos do gênero masculino, assim como a existência de uma possível base morfológica para a maior incidência de hérnias inguinais à direita em crianças e adultos. MÉTODOS: Foram dissecados 20 fetos natimortos e 20 cadáveres humanos adultos in natura, todos do gênero masculino, comparando-se o comprimento do canal inguinal, o maior diâmetro dos anéis inguinais superficial e profundo e (mais) m ambos os lados de cada cadáver e a existência ou não de superposição entre os anéis superficial e profundo. RESULTADOS: Não foram observadas, nos dois grupos, diferenças significativas na comparação das medidas dos anéis profundos e superficiais, assim como dos canais inguinais, com seus respectivos contralaterais em cada espécime. Entretanto, houve diferença significativa entre os diâmetros dos anéis inguinais homolaterais, sendo o anel superficial maior do que o profundo nos fetos (p = 0,0002) e nos cadáveres adultos (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the anatomical differences of fetus and adults concerning the inguinal region of male gender, as well as the presence of possible morphological basis for the higher incidence of inguinal hernias in the right side in both groups. METHODS: Twenty human stillborn fetuses and twenty in natura adult male corpses were dissected in order to compare the length of the inguinal canals, the longer diameter of the deep and superficial inguinal rings in both sid (mais) es of each corpse, and the presence or not of overlap between the deep and superficial rings. RESULTS: No statistically significant differences were observed in both groups regarding the measures of the deep and the superficial rings, as well as the inguinal canals, when in comparison to the respective contralateral anatomical structures of each specimen. Nevertheless, there was a statistically significant difference between the diameter of homolateral inguinal rings, once the superficial ring was longer than the deep ring in fetus (p=0.0002) and adult corpses (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Estudo do sonograma do ducto venoso em fetos com centralização hemodinâmica: avaliação de repercussões perinatais/ Study of ductus venosus in fetuses with brain sparing reflex: evaluation of perinatal outcomes

Carvalho, Paulo Roberto Nassar de; Moreira, Maria Elisabeth Lopes; Sá, Renato Augusto Moreira de; Cosmos, Ynesmara; Lopes, Laudelino Marques
2006-04-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a associação da relação sístole ventricular/atrial (S/A) do ducto venoso (DV) com resultados perinatais em fetos prematuros com centralização de fluxo à dopplervelocimetria. MÉTODOS: o estudo foi delineado como um estudo observacional, transversal, com os dados colhidos de forma prospectiva. A relação S/A do DV foi estudada em 41 fetos centralizados com idade gestacional (IG) entre 25 e 33ª semana completa, no período de novembro de 2002 a j (mais) ulho de 2005. Os recém-nascidos foram acompanhados até o 28º dia pós-parto na UTI da Clínica Perinatal Laranjeiras, buscando-se complicações neonatais. A população de estudo foi dividida em dois grupos a partir do resultado do DV. Foram incluídos no grupo normal os fetos com relação S/A menor ou igual a 3,6 e no grupo alterado aqueles com valores de S/A maiores que 3,6. A comparação entre os grupos foi realizada com os testes estatísticos de Mann-Whitney, chi2 e exato de Fisher. Todos os resultados foram considerados estatisticamente significativos se p3,6). Não houve diferença significativa entre os grupos quanto à IG ao nascimento e Apgar Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the relationship between S/A ratio in ductus venosus (DV) and perinatal outcomes in fetuses with brain sparing reflex. METHODS: the study was designed as an observational, sectional study with prospectively collected data. Forty-one fetuses with brain sparing reflex and gestational age between 25 and 33 weeks were studied between November 2002 and July 2005. The newborns were observed during the neonatal period in the intensive care unit of "Clínica (mais) Perinatal Laranjeiras" in order to find adverse outcomes. The study population was divided into two groups according to DV assessment. In the normal group all the fetuses with S/A ratio values of 3.6 or less were included, and in the abnormal group the fetuses with values of S/A ratio greater than 3.6. The statistical analysis was performed by the Mann-Whitney U-test, chi2 test and Fisher exact test. The results were considered significant when p3.6). There was no statistically signicant difference between the groups according to gestational age at delivery and Apgar

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Segmentação do pulmão de fetos de bovinos azebuados/ Segmentation of the lung of the fetuses of zebu-crossed bovines

Trindade, Liliane Boide de; Andrade, Eliane Aparecida Alves de; Melo, Alan Peres Ferraz de
2003-01-01

Resumo em português Estudamos no presente trabalho 30 pulmões de fetos de bovinos azebuados, entre machos e fêmeas, de diferentes faixas etárias, que foram coletados no Frigorífico Boi Rio, Município de São José do Rio Preto, Estado de São Paulo. Os pulmões foram colocados em água corrente por três horas, com objetivo de retirar o excesso de sangue que apresenta o órgão. Após a lavagem, colocamos em recipiente contendo solução aquosa de formaldeido a 20,00% por período não (mais) inferior a 72 horas, com objetivo de fixar o órgão. Antes de dissecarmos o parênquima pulmonar, identificamos o limite do hilo, a fim de determinar onde encontra-se fora e dentro do parênquima. Observamos que os pulmões de fetos de bovino azebuados podem apresentar 9 segmentos (3,33%), 10 segmentos (80,00%) ou 11 segmentos (16,66%). O padrão para nomear os segmentos baseou-se na visualização macroscópica dos brônquios lobares antes de penetrarem no parênquima pulmonar. Uma vez observados, nomeou-se segundo o padrão da posição, ou seja, cranial, médio e caudal, e em seguida o nome do lobo pulmonar. Resumo em inglês We studied in the present work 30 lungs of fetuses of bovines zebu-crossed, between males and females, of different ages, that were collected at the Frigorífico Boi Rio, municipal district of São José do Rio Preto, state of São Paulo. The lungs were placed in running water by 3 hours, with objective of removing the excess of blood from the organ. After washings, lungs were placed in recipient containing 20.00% aqueous solution of formaldehyde for period non inferior t (mais) o 72 hours, with objective of fastening the organ. Before dissecting the lung parenchyma, we identified the limit of the hilo, in order to determine where had been outside and inside the parenchyma. We observed that the lungs of fetuses of zebu-crossed bovine can present 9 segments (3.33%), 10 segments (80.00%) or 11 segments (16.66%). The pattern to name the segments was based on the macroscopic visualization of the bronch lobares before they penetrating in the lung parenchyma. Once observed, it was named according to the pattern of the position, in other words, cranial, medium and flow, and soon after the name of the lung lobulus.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Sinais ultra-sonográficos em fetos portadores de toxoplasmose congênita/ Ultrasonographic markers for fetal congenital toxoplasmosis

Couto, Júlio César de Faria; Leite, Juliana Moysés
2004-06-01

Resumo em português OBJETIVO: descrever as alterações ultra-sonográficas em fetos com toxoplasmose congênita, correlacionando-as com o prognóstico neonatal. MÉTODOS: entre junho de 1997 e maio de 2003 foram examinadas 150 gestantes com suspeita de toxoplasmose. A infecção aguda foi confirmada em 72 (48%) gestantes e a toxoplasmose congênita foi diagnosticada em 12 (16%) fetos. O diagnóstico pré-natal foi realizado pela reação em cadeia da polimerase no líquido amniótico. Todas (mais) as pacientes receberam terapia antiparasitária. O acompanhamento ultra-sonográfico foi quinzenal e todos os recém-nascidos foram acompanhados no primeiro ano de vida. RESULTADOS: as alterações ultra-sonográficas foram observadas em oito fetos. Todos apresentavam dilatação ventricular bilateral, associada a calcificações periventriculares em cinco casos. Outras alterações como calcificação hepática, hepatomegalia, poliidrâmnio e derrame pericárdico foram menos freqüentes. Dentre esses fetos, quatro foram neomortos e três apresentaram seqüelas (coriorretinite e retardo neuropsicomotor). Os quatro fetos com ultra-sonografia normal evoluíram satisfatoriamente. CONCLUSÃO: observou-se elevada incidência de alterações ultra-sonográficas nos fetos com toxoplasmose congênita, principalmente cerebrais. Outras alterações como hepatomegalia e derrame pericárdio são menos freqüentes e traduzem infecção sistêmica. O prognóstico dos fetos parece correlacionar-se com a presença de lesões ultra-sonográficas, uma vez que nesse grupo de fetos observou-se alta mortalidade e entre os sobreviventes a incidência de seqüelas foi importante. Os fetos sem alterações ultra-sonográficas evoluíram de forma favorável, sem seqüelas de desenvolvimento. Esses resultados destacam a importância da ultra-sonografia no acompanhamento desses fetos, a fim de se estabelecer um prognóstico e permitir a elaboração de conduta pós-natal adequada. Resumo em inglês OBJECTIVE: to describe ultrasonographic alterations in fetuses infected with Toxoplasma gondii, correlating them with neonatal prognosis. METHODS: between June 1997 and May 2003, 150 pregnant women with suspected toxiplasmosis were examined. Acute infection was confirmed in 72 (48%) of these pregnant women and congenital toxoplasmosis was diagnosed in 12 (16%) fetuses. Prenatal diagnosis was established by polymerase chain reaction in the amniotic fluid. All the patients (mais) received antiparasitic therapy. Ultrasound examination was performed every fortnight and all the infants were evaluated during their first year of life. RESULTS: ultrasonographic changes were observed in eight fetuses. All of them showed symmetric bilateral ventricular enlargement that was associated with periventricular calcifications in five cases. Other changes as hepatic calcification, hepatomegaly, polyhydramnium, and pericardial effusion were less frequent. Among these fetuses, four were stillborn and three showed sequelae (chorioretinitis and neuro-psychomotor retardation). The four fetuses that showed normal ultrasonography had a satisfactory development. CONCLUSION: There was a high incidence of ultrasonographic changes in fetuses with congenital toxoplasmosis, mainly brain damage. Other changes as hepatomegaly and pericardial effusion were less frequent and were related to a systemic infection. The prognosis of these fetuses seems to be correlated with the presence of these lesions mainly because they had high mortality ratio and among the survivors the incidence of sequelae was high. The non-symptomatic fetuses evolved in a favorable way without developing sequelae. These results highlight the value of ultrasonographic examination of these fetuses in order to establish a prognosis and allow the elaboration of a suitable post-natal procedure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Efeitos da betametasona sobre os fetos e placentas da rata albina/ Effects of betamethasone on the fetuses and placentas of female albino rats

Souza, Eduardo de; Simões, Manuel J.; Camano, Luiz; Kulay Júnior, Luiz
2001-03-01

Resumo em português Objetivos: analisar os efeitos da betametasona sobre o binômio materno-fetal da rata albina. Métodos: utilizamos 60 ratas albinas prenhes divididas ao acaso em três grupos numericamente iguais. As ratas do grupo I foram tratadas com betametasona na dose de 1 mg/kg de peso em 0,5 ml de água destilada, por via intramuscular no 11º, 12º, 18º e 19º dia de prenhez; as do grupo II receberam 0,5 ml de água destilada, por via intramuscular no 11º, 12º, 18º e 19º dia (mais) de prenhez, e as do grupo III não receberam qualquer fármaco ou veículo. O ganho de peso das matrizes foi avaliado nos dias 0, 7, 14 e 20 de prenhez, sendo que no 20º dia todos os animais foram sacrificados por decapitação. Foram quantificados o número de implantações, de reabsorções, de fetos, de placentas, de malformações maiores, de mortalidade materna e fetal, assim como o peso dos fetos e das placentas. Resultados: nossos resultados revelaram que as matrizes tratadas com betametasona apresentaram menor ganho de peso. Quanto aos fetos e as placentas do grupo tratado, observamos que os pesos foram inferiores aos dos outros grupos. A média de peso dos fetos foi de 3,20 g contra 3,75 g no grupo controle. A média de peso das placentas foi de 0,36 g no grupo tratado com betametasona contra 0,48 g no grupo controle. Todas estas diferenças foram estatisticamente significantes. Conclusões: a betametasona apresenta efeito negativo sobre o ganho de peso das matrizes, fetos e placentas, quando administrada de forma repetitiva a partir da segunda metade da prenhez. Resumo em inglês Purpose: to analyze the effect of betamethasone on the pregnancy of rats. Methods: thirty pregnant rats were divided into three groups of ten animals each. Group I -- the animals received betamethasone IM (1 mg/kg body weight, in 0.5 ml distilled water) on the 11th, 12th, 18th and 19th day of pregnancy. Group II -- the rats received distilled water (0.5 ml) IM on the 11th, 12th, 18th and 19th day of pregnancy. Group III - the rats did not receive any drug or vehicle. The (mais) animals were weighed on days 0, 7, 14 and on the 20th of pregnancy, and on the last day of weighing, the animals were sacrificed. The number of implantations, resorptions, fetuses, placentas, malformations, maternal and fetal mortality as well as the weight of the fetuses and placentas were obtained and analyzed. Results: our results show that the rats treated with betamethasone gained significantly less weight. Their fetuses had an average weight of 3.2 g compared with 3.75 g in the control group. The results regarding placental weight were 0.36 g vs 0.48 g, respectively. All these differences were statistically significant. Conclusions: betamethasone had a negative effect on the gain of weight of matrices, fetuses and placentas when administered repeatedly and continuousy after the second half of pregnancy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Metodologia aplicada na avaliação de fetos suínos abortados e natimortos/ Methodology used in the evaluation of stillborns and aborted fetuses from swine

Pescador, Caroline A.; Bandarra, Paulo Mota; Antoniassi, Nadia Aline Bobbi; Santos, Adriana da Silva; Oliveira, Eduardo Conceição de; Barcellos, David Emilio Santos Neves de; Driemeier, David
2010-12-01

Resumo em português Este artigo revisa dados relativos à realização de necropsia em fetos suínos abortados e natimortos. Aspectos descritos incluem coleta de material, procedimentos de necropsia, achados macroscópicos e histopatológicos alguns dos quais de pouco ou nenhum significado patológico são frequentemente observados numa rotina de diagnóstico e geralmente interpretados erroneamente como lesões reais ou de importância. Resumo em inglês This paper reviews information on necropsies in stillborn and aborted fetuses from swine. Aspects dealt with include sampling collection, necropsy procedures, gross and histopathological findings, some of which are of little or no pathological significance but often observed in the routine diagnostic work and misinterpreted as real or important lesions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Fluxo no ducto venoso e na veia cava inferior dos fetos em gestações isoimunizadas/ Assess flow velocity in the ductus venosus and inferior vena cava in fetuses in isoimmunized pregnancies

Lage, Eura Martins; Cabral, Antônio Carlos Vieira; Leite, Henrique Vitor
2006-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a velocidade de fluxo na veia cava inferior e no ducto venoso em fetos, nas gestações isoimunizadas. MÉTODOS: De junho de 1999 a junho de 2004, foram avaliados 61 fetos, entre 27 e 35 semanas, de gestantes portadoras de isoimunização por antígenos eritrocitários. Em todos os fetos foram avaliadas as velocidades de fluxo na veia cava inferior e no ducto venoso. Obteve-se amostra de sangue fetal para determinação dos valores da hemoglobina e calcu (mais) lou-se o déficit da concentração de hemoglobina. Esses fetos foram divididos em quatro grupos, de acordo com o déficit da concentração de hemoglobina: fetos não anêmicos, anêmicos leves, anêmicos moderados e anêmicos graves. Utilizou-se o teste Qui-quadrado para comparar os quatro grupos de fetos quanto à proporção da alteração da velocidade média de fluxo na veia cava inferior e no ducto venoso. RESULTADOS: A velocidade de fluxo na veia cava inferior estava alterada em 3,8% dos fetos não anêmicos, em 3,1% dos fetos com anemia leve, em 40% dos anêmicos moderados e em 76% dos fetos com anemia grave. Já a velocidade de fluxo no ducto venoso estava alterada em 7,7% dos fetos não anêmicos, em 3,1% dos fetos com anemia leve, em 32,5% dos anêmicos moderados e em 68% dos fetos com anemia grave. O valor p foi inferior a 0,001. CONCLUSÃO: Verificou-se aumento da freqüência de alteração da velocidade de fluxo na veia cava inferior e no ducto venoso à medida que a anemia se agravava. Resumo em inglês OBJECTIVE: Ductus venosus and inferior vena cava flow velocity was assessed in fetuses in isoimmunized pregnancies. METHODS: Examination of 61 fetuses aged 27 to 35 weeks from Rh-erythrocyte antigen isoimmunized women was carried out from June 1999 to June 2004. All fetuses were submitted to the examination of ductus venosus and inferior vena cava flow velocity. Blood samples were collected to determine hemoglobin values and hemoglobin concentration deficits. Accordingly, (mais) fetuses were grouped as follows: non-anemic; mildly anemic; moderately anemic and severely anemic fetuses. Comparison of the variation of average flow velocity in the inferior vena cava and ductus venosus across the four groups was carried out using the chi-square test. RESULTS: Inferior vena cava flow velocity was found to be altered in 3.8% of non-anemic fetuses; in 3.1% of the mildly anemic, in 40.0% of those moderately anemic; and in 76.0% of the severely anemic ones. Alteration in ductus venosus flow velocity, in turn, was identified in 7.7% of non-anemic fetuses; 3.1% of mildly anemic; 32.5% of moderately anemic and 68.0% of those severely anemic. Results were statistically significant with p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Dopplerfluxometria do ducto venoso: relação com a gasometria em fetos prematuros com centralização de fluxo sangüíneo/ Ductus venosus velocimetry: relationship with fetal blood gases in preterm fetuses presenting brain sparing reflex

Sá, Renato Augusto Moreira de; Netto, Hermógenes Chaves; Lopes, Laudelino Marques; Barreto, Mário Jorge Viegas; Cabral, Antônio Carlos Vieira
2003-05-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar o desempenho da dopplerfluxometria do ducto venoso (DV) na detecção da acidemia em fetos prematuros apresentando centralização de fluxo sangüíneo. MÉTODOS: estudo observacional transversal. A população em estudo consistiu de 48 gestantes entre a 25ª e a 33ª semana de gestação, que apresentavam centralização de fluxo sangüíneo fetal (relação umbílico/cerebral >1). O tempo decorrido entre o diagnóstico de centralização fetal e o nasc (mais) imento (cesariana sob anestesia peridural) foi de até cinco horas. Os seguintes parâmetros foram estudados: relação sístole ventricular atrial (S/A) do ducto venoso, pH e base excess (BE) de amostra de sangue da veia umbilical colhida imediatamente após o nascimento. A relação S/A do DV foi considerada anormal quando maior que 3,6. Os conceptos foram classificados quanto ao resultado da gasometria, sendo considerada gasometria anormal quando pH Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate Doppler velocimetry of the ductus venosus as a noninvasive test of abnormal pH and gas analysis in preterm fetuses with "brain sparing reflex". METHODS: a cross-sectional study was performed. The studied population consisted of 48 pregnant women between the 25th and the 33rd week of gestation, whose fetuses presented brain sparing reflex (umbilical/cerebral ratio >1). The time elapsed between Doppler velocimetry and the birth (cesarean section under p (mais) eridural anesthesia) was of up to 5 h. The following parameters were studied: S/A ratio of the ductus venosus, pH and base excess (BE) of fetal blood sample (collected from the umbilical vein immediately after birth). The S/A ratio of the ductus venosus was considered abnormal when superior to 3.6. The fetuses were classified according to the gas analysis result. They were considered abnormal when pH

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Desenvolvimento morfológico dos ovários em fetos eqüinos sem raça definida/ Morphological development of ovaries in fetuses of cross-breed equines

Naves, Christiana Savastano; Vieira, Rogério Chaves; Diniz, Elmo Gomes; Jacomini, José Octávio; Belleti, Marcelo Emílio; Oliveira, Rafael Carvalho de
2008-04-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi caracterizar histologicamente o desenvolvimento ovariano pré-natal em fetos eqüinos sem raça definida (SRD) nos trópicos, ressaltando surgimento e quantificação de ovogônias e folículos. Foram obtidos 131 fetos em frigorífico, os quais foram mensurados quanto ao comprimento (cm) equivalente à distância cefalococcígea (CR), seguido de corte das gônadas e fixação das amostras em Bouin por 24 horas. As idades foram estimadas por r (mais) egressão. Foram preparados cortes histológicos ovarianos de 7µm de espessura, os quais foram corados com hematoxilina-eosina. O surgimento de ovogônias, folículos primordiais, em crescimento e antrais foi verificado, respectivamente, em fetos com CR entre 4,1 e 6,5cm (40 a 49 dias de gestação (DG)); 9,1 e 12,0cm (60 a 69 DG); 23,1 e 29,0cm (116 a 135 DG) e 50,1 e 65,0cm (201 a 245 DG). A quantidade máxima de ovogônias, folículos primordiais, em crescimento e antrais foi observada em fetos com CR entre, 4,1 e 6,0cm (40 a 49 DG); 16,1 e 23,0cm (90 a 115 DG); 29,1 e 36,0cm (136 a 155 DG) e 50,1 e 97,0cm (201 a 320 DG), respectivamente. Os resultados sugerem que o desenvolvimento morfológico dos ovários fetais de eqüinos SRD nos trópicos é mais precoce que o observado nos relatos de literatura referentes a estudos de eqüinos de diversas raças em regiões temperadas. Resumo em inglês This research research was aimed at histologically characterizing the pre-natal ovarian development of cross-breed equine fetuses in the tropics, observing the rise and the quantification of oogonia and follicles. One hundred and thirty one fetuses were obtained from a slaughterhouse, their crown-rump length (CRL) was measured in centimeters (cm). Next, the gonads were sectioned and the samples were placed to rest in Bouin´s liquid for 24 hours. The ages were estima (mais) ted by regression. 7µm thick histological ovarian cuts were prepared and stained with hematoxylin-eosin. Oogonia, primordial, growing and antral follicles were observed in fetuses whose CRL was between 4.1 and 6.5cm (40 to 49 gestation days (GD)); 9.1 and 12.0cm (60 to 69 GD); 23.1 and 29.0cm (116 to 135 GD); 50.1 and 65.0cm (201 to 245 GD) respectively. The maximum amount of oogonia and of primordial, growing and antral follicles occurred in fetuses whose CRL was between 4.1 and 6.0cm (40 to 49 GD); 16.1 and 23.0cm (90 to 115 GD); 29.1 and 36.0cm (136 to 155 GD); 50.1 and 97.0cm (201 to 320 GD), respectively. These results suggest that the development of cross-breed equine ovarian fetuses in the tropics is more premature than that described in the literature on studies of various equine breeds in temperate regions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Fluxo no ducto venoso e hipertrofia miocárdica em fetos de mães diabéticas/ Ductus venosus flow and myocardial hypertrophy in fetuses of diabetic mothers

Zielinsky, Paulo; Marcantonio, Silvana; Nicoloso, Luiz Henrique; Luchese, Stelamaris; Hatem, Domingos; Scheid, Marlui; Mânica, João Luiz; Gus, Eduardo Ioschpe; Satler, Fabíola; Piccoli Jr., Antônio L.
2004-07-01

Resumo em português OBJETIVO: Testar a hipótese de que o índice de pulsatilidade do ducto venoso (IPDV) é maior nos fetos de mães diabéticas (FMD) com hipertrofia miocárdica (HM) do que em FMD sem HM e em fetos controles de mães não diabéticas (FMND) comparando os resultados com os picos de velocidade dos fluxos diastólicos nas valvas mitral e tricúspide. MÉTODOS: Estudo transversal incluindo fetos com idade gestacional entre 20 semanas até o termo, divididos em 3 grupos: 56 FMD (mais) com HM (grupo I), 36 FMD sem HM (grupo II) e 53 FMND (grupo III, controle). O Doppler-ecocardiograma avaliou o IPDV através da razão (velocidade sistólica - velocidade pré-sistólica)/velocidade média. As ondas E e A dos fluxos mitral e tricúspide foram também avaliadas. RESULTADOS: A média do IPDV no grupo I foi de 1,13 ± 0,64, no grupo II, de 0,84 ± 0,38 e no grupo III de 0,61±0,17. Aplicando-se a ANOVA e o teste de Tukey, houve diferença estatisticamente significativa entre os 3 grupos (p= 0,015 entre os grupos I e II, p Resumo em inglês OBJECTIVE: To test the hypothesis that the pulsatility index of ductus venosus (PIDV) is greater in the fetuses of diabetic mothers (FDM) with myocardial hypertrophy (MH) than in the FDM with no MH and in the control fetuses of nondiabetic mothers (FNDM). Comparing the results with mitral and tricuspid diastolic peak flows. METHODS: The cross-sectional study included fetuses with gestational ages ranging from 20 weeks to term, divided into the following 3 groups: 56 FDM w (mais) ith MH (group I), 36 FDM with no MH (group II), and 53 FNDM (group III, control). The Doppler echocardiogram assessed the PIDV through the ratio (systolic velocity - presystolic velocity)/mean velocity. The mitral and tricuspid E and A waves were also assessed. RESULTS: The mean PIDV in groups I, II, and III were 1.13 ± 0.64, 0.84 ± 0.38, and 0.61±0.17, respectively. Using ANOVA and the Tukey test, a statistically significant difference was found in the 3 groups (P = 0.015 between groups I and II; P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Desenvolvimento morfológico dos ovários em embriões e fetos bovinos da raça Nelore/ Morphological development of the ovaries in embryos and fetuses of Nelore breed

Diniz, E.G.; Esper, C.R.; Jacomini, J.O.; Vieira, R.C.
2005-02-01

Resumo em português Investigaram-se os eventos morfológicos relacionados ao desenvolvimento pré-natal de ovários de 81 embriões e fetos da raça Nelore, coletados em frigoríficos, com idades variando de 26 a 240 dias pós-fecundação. Observou-se formação da crista gonádica e presença de células germinativas em seu interior aos 29 e 34 dias, respectivamente. As oogônias e folículos primordiais, ao contrário dos folículos em crescimento, apresentaram diferenças significativas (mais) de diâmetro nos vários períodos estudados. Verificou-se correlação positiva (P Resumo em inglês The morphologic events related to the prenatal development of the ovaries in 81 Nelore breed embryos and fetuses gathered in a local slaughterhouse, with age range from 26 to 240 days following fecundation were studied. The age of fetuses was estimated from measures taken in the cranium-caudal direction. The sex was identified from macroscopic observations and using Polymerase Chain Reaction (PCR) technique. For histology the gonads were fixed in Bouin’s fluid for 24 hou (mais) rs and 5 µm thick section’s were stained with hematoxylin-eosin. Formation of gonadal ridge and presence of germinal cells were found within it at 29 and 34 days, respectively. Oogonia and primordial follicles, unlike the growing follicles, exhibited significant differences in diameter in the various periods studied. Positive correlation (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Estudo do encurtamento global do átrio esquerdo em fetos de mães diabéticas/ Study of global left atrial shortening in fetuses of diabetic mothers

Zielinsky, Paulo; Satler, Fabíola; Luchese, Stelamaris; Nicoloso, Luiz Henrique; Piccoli Jr, Antonio L.; Gus, Eduardo I.; Manica, João Luiz; Scheid, Marlui; Marcantonio, Silvana; Hatem, Domingos
2004-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Testar a hipótese de que a fração de encurtamento atrial esquerda seja menor nos fetos de mães diabéticas do que em fetos de mães sem doenças sistêmicas. MÉTODOS: Foram examinados, por ecocardiografia, 42 fetos de mães com diabetes prévio ou gestacional e 39 fetos normais de mães sem doença sistêmica (controles), com idades gestacionais a partir da 25ª semana até o termo. A fração de encurtamento atrial esquerda foi obtida pelo quociente diâme (mais) tro máximo do átrio esquerdo (AE) - diâmetro mínimo AE/diâmetro máximo AE. Os dados foram comparados pelo teste t de Student, com um alfa crítico de 0,05. RESULTADOS: Os filhos de mães diabéticas apresentaram fração de encurtamento atrial esquerda média de 0,39 ± 0,15 e os fetos do grupo controle de 0,51 ± 0,11. Esta diferença foi significativa, com p Resumo em inglês OBJECTIVE: To test the hypothesis that left atrial shortening fraction is lower in fetuses of diabetic mothers than in fetuses of mothers with no systemic disease. METHODS: Forty-two fetuses of mothers with previous diabetes or gestational diabetes and 39 healthy fetuses of mothers with no systemic disease (controls) underwent echocardiographic examination. Their gestational ages ranged from 25 weeks to term. The left atrial shortening fraction was obtained with the follo (mais) wing formula: (left atrial maximum diameter - left atrial minimum diameter)/left atrial maximum diameter. Data were compared using the Student t test, with an alpha level of 0.05. RESULTS: Mean left atrial shortening fractions in fetuses of diabetic mothers and in those in the control group were 0.39±0.15 and 0.51±0.11, respectively. This difference was significant with P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Avaliação de índices dopplerfluxométricos da veia cava inferior e do ducto venoso em fetos submetidos à transfusão intravascular/ Inferior vena cava and ductus venosus doppler ultrasound index evaluation of fetuses undergoing intravascular transfusion

Lopes, Ana Paula Brum Miranda; Rezende, Cézar de Alencar de Lima; Cabral, Antônio Carlos Vieira; Leite, Henrique Vitor
2002-12-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar os efeitos da transfusão intravascular nos índices dopplerfluxométricos do ducto venoso e da veia cava inferior (SV/CA) e relacionar essas alterações com o nível de hemoglobina pré-transfusão intravascular. MÉTODOS: trata-se de estudo transversal prospectivo. Foram realizadas 62 transfusões intravasculares em 27 fetos de gestações complicadas por isoimunização materno-fetal. Os 62 casos foram divididos em dois grupos: (A) fetos com níveis (mais) de hemoglobina pré-transfusão £10 g/dL, (B) fetos com níveis de hemoglobina pré-transfusão >10 g/dL. Os índices SV/CA e CA/SV foram medidos usando Doppler colorido 6 horas antes e 12 horas após a transfusão. Compararam-se os valores dos índices antes e após as transfusões em todos os 62 casos, e após a transfusão em cada grupo. O teste de Wilcoxon foi usado para comparação. Os resultados foram considerados estatisticamente significativos quando p£10 g/dL não foi observada diferença significativa nos valores de ambos os índices SV/CA e CA/SV, com p=0,061 e p=0,345, respectivamente. Após a transfusão intravascular houve aumento significativo do índice CA/SV em fetos com níveis de hemoglobina pré-transfusão >10 g/dL (p=0,049), mas o índice SV/CA não se alterou nesse grupo (p=0,086). CONCLUSÕES: o estudo por dopplervelocimetria venosa pode ser útil para a compreensão dos ajustes hemodinâmicos fetais após a transfusão intravascular. O aumento no índice SV/CA sem alteração no índice CA/SV após a transfusão em fetos anêmicos pode ser mecanismo compensatório importante em resposta ao aumento do volume intravascular. O aumento do índice CA/SV em fetos com hemoglobina pré-transfusão Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the effect of intravascular transfusion on ductus venosus and inferior vena cava Doppler ultrasound indexes (SV/CA) and to relate it to hemoglobin levels before transfusion. METHODS: this is a transversal prospective study. A total of 62 intravascular transfusions were performed in 27 fetuses from pregnancies with red blood cell isoimmunization. The 62 cases were divided into two groups: (1) fetuses with hemoglobin levels before transfusion (mais) =Symbol>£10 g/dL and (2) fetuses with hemoglobin levels before transfusion >10 g/dL. The SV/CA and CA/SV indexes were measured using color Doppler ultrasound 6 h before and 12 h after intravascular transfusion. The index values before and after transfusion in all 62 cases were compared. Thereafter we compared these indexes before and after transfusion regarding each group. The Wilcoxon test was used and the results were considered statiscally significant when p£10 g/dL (p=0.061 and p=0.345, respectively). There was a significant increase in the CA/SV index after transfusion in fetuses with hemoglobin levels before transfusion >10 g/dL (p=0.049), but the SV/CA index did not change in this group (p=0.086). CONCLUSION: venous Doppler study may be useful to understand fetal hemodynamic adjustment after intravascular transfusion. An increase in SV/CA without change in CA/SV after transfusion in anemic fetuses may be an important compensatory mechanism to increase intravascular volume. The increase in CA/SV index in fetuses with hemoglobin levels before transfusion

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Dopplerfluxometria de ducto venoso: identificação não invasiva da acidemia em fetos prematuros centralizados/ Ductus venosus velocimetry: noninvasive identification of fetal acidemia in preterm fetuses with brain sparing reflex

Sá, Renato Augusto Moreira de; Chaves Netto, Hermógenes; Lopes, Laudelino Marques; Carvalho, Paulo Roberto Nassar de; Cosmo, Ynesmara Coelho
2004-06-01

Resumo em português OBJETIVO: estabelecer o ponto de corte a partir do qual seja possível identificar fetos prematuros com centralização do fluxo sangüíneo que apresentem gasometria anormal. MÉTODO: foi realizado estudo observacional transversal, cuja população consistia de 60 gestantes com fetos centralizados (relação umbílico-cerebral maior que 1), com idade gestacional entre 25 e 33 semanas. O ducto venoso foi identificado com auxílio da dopplerfluxometria colorida e obtida a (mais) relação S/A a partir do sonograma (relação entre a velocidade de pico da sístole ventricular e a velocidade de pico da sístole atrial). Imediatamente após a cesariana foi colhida amostra de sangue da veia umbilical para gasometria. Os conceptos foram classificados de acordo com a análise gasométrica e considerados anormais quando pH Resumo em inglês OBJECTIVE: to assess through Dopllerfluxometry the S/A ratio of the ductus venosus and determine the cut-off point to identify preterm fetuses with the 'brain sparing phenomenon". METHOD: a cross-sectional study was performed in 60 pregnant women that presented the "brain sparing phenomenon" (umbilical cerebral ratio >1) and gestational age between 25 and 33 weeks. The following parameters were studied: S/A ratio of the ductus venosus, pH and base excess (BE) of a fetal b (mais) lood sample collected from the umbilical vein immediately after birth. The fetuses were classified according to the gas analysis result. They were considered abnormal when pH

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Correlação entre medidas ultra-sonográficas do coração e o deficit de hemoglobina em fetos de gestantes aloimunizadas/ Correlation between echographic cardiac measurements and hemoglobin deficit in fetus of red cell alloimmunized pregnancies

Hanan, Marília Zicker; Cabral, Antônio Carlos Vieira; Pereira, Alamanda Kfoury; Leite, Henrique Vitor; Reis, Zilma Nogueira
2008-07-01

Resumo em português OBJETIVO: verificar a correlação entre as medidas ultra-sonográficas do coração fetal e o deficit de hemoglobina em fetos de gestantes aloimunizadas. MÉTODOS: estudo transversal, no qual foram incluídos 60 fetos de 56 mulheres aloimunizadas, com idade gestacional entre 21 e 35 semanas. Foram realizados 139 procedimentos. Antes da cordocentese para a coleta de sangue fetal, as medidas cardíacas e o comprimento do fêmur (CF) foram avaliados pela ultra-sonografia. O (mais) diâmetro biventricular externo (DBVE) foi obtido no final da diástole, com o cursor modo-M perpendicular ao septo interventricular, nas válvulas atrioventriculares, medindo-se a distância entre as partes externas dos epicárdios. A medida do diâmetro atrioventricular (DAV) foi obtida posicionando-se o mesmo cursor ao longo do septo interventricular, avaliando-se a distância entre a base e o ápice do coração. O CF foi determinado do trocanter maior à metáfise distal. Foi calculada a circunferência cardíaca (CC). Para ajustar as medidas cardíacas à idade gestacional, dividiu-se cada uma dessas medidas pela medida do CF. A concentração de hemoglobina foi determinada por espectrofotometria no sistema Hemocue®. O deficit de hemoglobina foi calculado baseado na curva de normalidade de Nicolaides. RESULTADOS: observaram-se correlações diretas e significativas entre as medidas cardíacas avaliadas e o deficit de hemoglobina. Para a predição das anemias moderada e grave, a sensibilidade e a especificidade encontradas foram, respectivamente, de 71,7 e 66,3% para a razão DBVE e CF; 65,8 e 62,4% para a DAV e CF e 73,7 e 60,4% para a CC e CF. CONCLUSÕES: nos fetos de gestantes aloimunizadas, as medidas cardíacas ultra-sonográficas avaliadas correlacionam-se diretamente com o deficit de hemoglobina. Resumo em inglês PURPOSE: to verify the correlation between ultrasonography heart measures and hemoglobin deficit in fetuses of alloimmunized pregnant women. METHODS: a transversal study, including 60 fetuses, with 21 to 35 weeks of gestational age, from 56 isoimmunized pregnant women. A number of 139 procedures were performed. Before cordocentesis for the collection of fetal blood, cardiac measures and femur length (FL) were assessed by ultrasonography. The external biventricular diamete (mais) r (EBVD) was obtained by measuring the distance between the epicardic external parts at the end of the diastole, with the M-mode cursor perpendicular to the interventricular septum, in the atrioventricular valves. The measure of the atrioventricular diameter (AVD) was obtained by positioning the same cursor along the interventricular septum, evaluating the distance between the heart basis and apex. The FL was determined from the trochanter major to the distal metaphysis. The cardiac circumference (CC) was also calculated. To adjust the cardiac measure to the gestational age, each of these measures were divided by the FL measure. Hemoglobin concentration has been determined by spectrophotometry with the Hemocue® system. Hemoglobin deficit calculation was based in the Nicolaides's normality curve. RESULTS: direct and significant correlations were observed between the cardiac measures evaluated and the hemoglobin deficit. To predict moderate and severe anemia, the sensitivity and specificity found were 71.7 and 66.3% for EBVD and FL, 65.8 and 62.4% for AVD and FL, and 73.7 and 60.4% for CC and FL, respectively. CONCLUSIONS: ultrasonography cardiac measures assessed from fetuses of isoimmunized pregnant women correlate directly with hemoglobin deficit.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Avaliar a correlação entre a concentração da hemoglobina e a medida ecográfica do diâmetro biventricular externo em fetos anêmicos de gestantes isoimunizadas/ Assessment of the correlation between hemoglobin concentration and the echographic measurement of biventricular outer diameter in anemic fetuses of isoimmunized women

Rodrigues, Rosangela Lopes Miranda; Pereira, Alamanda Kfoury; Taveira, Marcos Roberto; Melo, Isabela Gomes de; Osanan, Gabriel Costa; Cabral, Antônio Carlos Vieira
2005-05-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar se existe correlação significativa entre a medida ecográfica do diâmetro biventricular externo e a concentração sérica da hemoglobina fetal pré-transfusional e se essa medida ecográfica poderá vir a ser utilizada como marcador não invasivo da anemia fetal. MÉTODOS: Estudo transversal prospectivo, no qual foram selecionadas 65 cordocenteses realizadas em 36 fetos anêmicos de mães portadoras de isoimunização pelo fator Rh. Obteve-se a med (mais) ida do diâmetro biventricular externo (DBVE), por meio do modo M, utilizando-se aparelho de ultra-som convencional. Anterior à transfusão foi obtida amostra de 0,5ml de sangue fetal, para dosagem da hemoglobina, sendo a medida imediatamente realizada através de espectrofotometria, no equipamento Hemocue®. Como análise estatística foi utilizada a regressão dos mínimos quadrados, aceitando-se p Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess whether a significant correlation exists between the echographic measurement of biventricular outer diameter and the pretransfusional serum concentration of fetal hemoglobin and whether that echographic measurement can be used as a noninvasive marker of fetal anemia. METHODS: A prospective cross-sectional study was carried out comprising 65 cordocenteses performed in 36 anemic fetuses of mothers with isoimmunization to the Rh antigen. The biventricula (mais) r outer diameter (BOD) was obtained by M-mode evaluation. Previous to the transfusion, a 0.5-mL fetal blood sample was obtained for hemoglobin measurement with spectrophotometry in the Hemocue device. The minimum square regression was used with p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Detecção de ácidos nucléicos de Brucella spp., Leptospira spp., herpesvirus bovino e vírus da diarréia viral bovina, em fetos bovinos abortados e em animais mortos no perinatal/ Detection of Brucella spp., Leptospira spp., bovine herpesvirus and bovine viral diarrhea virus nucleic acids in aborted fetuses and bovines dead perinatal

Cortez, A.; Castro, A.M.G.; Heinemann, M.B.; Soares, R.M.; Leite, R.C.; Scarcelli, E.; Genovez, M.E.; Alfieri, A.A.; Richtzenhain, L.J.
2006-12-01

Resumo em inglês Samples of 114 bovine fetuses and 10 calves, which dead in perinatal period, were examined for detection of DNA. The most common detected agent was Brucella spp. in 17 samples (13.7%) followed by Leptospira spp. in 4 cases (3.2%),bovine herpesvirus (BHV) and bovine viral diarrhea (BVDV) in 3 animals (2.4%) each, and 1 for the association of BVDV and BHV. In 77.4 % (96/124) of the samples it was not possible to detect any agent.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Avaliação da densidade folicular em ovários de fetos humanos/ Follicular density evaluation in ovaries of human fetuses

Geber, Selmo; Megale, Rodrigo; Prates, Luis Felipe Victor Spyer; Ferreira, Daniela Parreiras; Lanna, Ana Maria Arruda; Cabral, Antônio Carlos Vieira
2007-12-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a variação da população de folículos ovarianos ao longo do desenvolvimento fetal e acrescentar dados aos escassos, incompletos e, algumas vezes, divergentes dados descritos na literatura. MÉTODOS: doze ovários de fetos necropsiados foram estudados, sendo nove de fetos e três de neonatos. As idades dos fetos foram determinadas pela cronologia e por ultra-sonografia, enquanto os neonatos nascidos na 39ª semana de gravidez faleceram nas primeiras h (mais) oras de vida. As peças foram fixadas com formaldeído e incluídas em parafina. Foram realizados cortes seriados com espessura de 7 mm e a cada 50 cortes, o material foi corado com HE e analisado com microscópio com aumento de 400 vezes. Foram contados os folículos em dez diferentes regiões do córtex ovariano, cada região com uma área de 625 mm². O número total de folículos em 1 mm³ foi calculado usando-se a fórmula: Nt=(No x St x t)/do, onde Nt é o número de folículos, No é a média de folículos observados em 1 mm², St é o total de cortes em 1 mm³ do ovário, t é a espessura do corte e do é o diâmetro médio do núcleo. RESULTADOS: a idade dos fetos variou de 24 a 39 semanas. O número de folículos por 0,25 mm² variou de 10,9 ± 4,8 em um neonato até 34,7 ± 10,6 também em um neonato. Entre os fetos, tivemos o menor valor com 36 semanas (11,1 ± 6,2) e o maior valor com 28 semanas (25,3 ± 9,6). O número de cortes observados por ovário variou de seis a 13, correspondendo à contagem de folículos em áreas que variaram de 15 a 32,5 mm². O total de folículos estimado variou de 500.000, na idade de 22 semanas, a mais de 1.000.000, na idade de 39 semanas. CONCLUSÕES: nossos resultados demonstram as diferentes densidades de folículos ovarianos durante o período gestacional, contribuindo para o escasso conhecimento existente na literatura até o momento. Resumo em inglês PURPOSE: to determine the variation of the number of ovarian follicles during fetal life. METHODS: twelve ovaries donated for research were included in our study, nine from fetuses and three from newborn babies who died in the first hour after being delivered with 39 weeks of pregnancy. Fetal age was confirmed both by the last menstrual period of the woman and by ultrasonography. Ovaries were fixed in formaldehyde, included in paraffin and serially sliced at 7 mm. At ever (mais) y 50 cuts, the obtained material was haematoxilin-eosin stained and evaluated with an optical microscope (400 X). The follicles were counted in ten different regions of the ovarian cortex, each region with an area of 625 mm². The presence of a nucleus was considered the parameter for counting. Follicular density, per 1 mm³ was calculated using the formula Nt=(No x St x t)/do, where Nt is the number of follicles; No is the mean number of follicles in 1 mm²; St is the total number of slices in 1 mm³; t is the slice thickness and do is the nuclei mean diameter. RESULTS: the gestational age of fetuses ranged from 24 to 39 weeks. The number of follicles per 0.25 mm² ranged from 10.9 ± 4.8 in a newborn to 34.7 ± 10.6 in another newborn. Among the fetuses, the least value was obtained in a 36 week-old fetus (11.1 ± 6.2) and the highest in a 28 week-old fetus (25.3 ± 9.6). The total number of slices per ovary ranged from six to 13, corresponding to follicles counted in areas from 15 to 32.5 mm². The total number of follicles ranged from 500,000 at the age of 22 weeks to > 1,000,000 at the age of 39 weeks. CONCLUSIONS: our results demonstrate different (increasing) densities of ovarian follicles along the gestational period, providing more knowledge about this still not well-known subject.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

A mobilidade do Septum primum não depende do diâmetro do forame oval em fetos normais/ Mobility of the Septum primum does not depend on the foramen ovale diameter in normal fetuses

Zielinsky, Paulo; Sallum, Marcelo; Satler, Fabíola; Gus, Eduardo Ioschpe; Nicoloso, Luiz Henrique; Mânica, João Luiz; Piccoli Jr, Antônio Luiz
2004-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Testar a hipótese de que existe correlação entre o diâmetro máximo diastólico do forame oval e o índice de excursão do septum primum em fetos normais. MÉTODOS: Foram examinados, por ecocardiografia, 102 fetos normais de gestantes com idades gestacionais entre 20 e 40 semanas. O diâmetro do forame oval e a excursão máxima do septum primum foram medidos num corte de 4 câmaras. Na análise dos dados utilizou-se o coeficiente de correlação de Pearson. (mais) RESULTADOS: A média do forame oval foi de 5,06 ± 1,29 mm; a da excursão máxima do septum primum de 5,42 ± 1,41 mm; a do átrio esquerdo 11,47 ± 2,76 mm e a do índice de excursão 0,48 ± 0,09. A relação média FO/IE foi de 11,35 ± 3,94 mm. Não houve correlação FO/IE (r = -0,03) e observou-se correlação fraca do forame oval com o átrio esquerdo (r = 0,031) e com a excursão do septum primum (r = 0,21). CONCLUSÃO: A mobilidade do septum primum não depende do diâmetro do forame oval em fetos normais, sugerindo que as modificações da sua excursão diastólica não decorram do grau de abertura interatrial. Resumo em inglês OBJECTIVE: To test the hypothesis that a correlation exists between the maximum foramen ovale diastolic diameter and the excursion index (EI) of the septum primum in normal fetuses. METHODS: One hundred and two normal fetuses with gestational ages ranging from 20 to 40 weeks were submitted to echocardiography. The foramen ovale diameter and the "maximal excursion" of the septum primum were measured in a 4-chamber view. The data were analyzed by Pearson's correlation coeff (mais) icient. RESULTS: The mean foramen ovale (FO) diameter was 5.06 ± 1.29 mm; the maximal excursion of the septum primum was 5.42 ± 1.41 mm; the left atrium diameter 11.47 ± 2.76 mm; the septum primum "excursion index" was 0.48 ± 0.09. Mean FO/EI ratio was 11.35 ± 3.94 mm. No FO/EI correlation (r = -0.03) existed, and a weak foramen ovale/left atrium correlation (r = 0.31) was observed, as well as a weak foramen ovale/excursion of septum primum correlation (r = 0.21). CONCLUSION: Septum primum mobility does not depend on the foramen ovale diameter in normal fetuses, suggesting that the modifications of its diastolic displacement is not influenced by the size of the interatrial opening.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Cardiotocografia computadorizada em gestações complicadas pelo diabete melito pré-gestacional: padrões da freqüência cardíaca em fetos grandes para a idade gestacional/ Computerized cardiotocography in pregnancies complicated by pregestational diabetes mellitus: heart rate patterns in large for gestational age fetuses

Nomura, Roseli Mieko Yamamoto; Costa, Verbênia Nunes; Sakamoto, Kathia; Maganha, Carlos Alberto; Miyadahira, Seizo; Zugaib, Marcelo
2005-12-01

Resumo em português OBJETIVO: verificar os padrões da freqüência cardíaca de fetos grandes para a idade gestacional (GIG), em gestantes com diabete melito pré-gestacional. MÉTODOS: sessenta e quatro gestantes diabéticas pré-gestacionais foram avaliadas semanalmente quanto à vitalidade fetal. Os critérios de inclusão foram: diagnóstico pré-gestacional de diabetes melito, gestação única, feto vivo, ausência de anomalia fetal e cardiotocografia computadorizada realizada na 37ª (mais) semana. Os critérios de exclusão foram: diagnóstico pós-natal de anomalia fetal e parto não realizado na instituição. Os padrões da freqüência cardíaca fetal (FCF) foram investigados pela cardiotocografia computadorizada (Sistema-8002 Sonicaid). Os parâmetros foram analisados de acordo com a classificação pela adequação do peso do recém-nascido em GIG (acima do percentil 90 para a idade gestacional). Os parâmetros cardiotocográficos incluíram: FCF basal, acelerações, episódios de alta variação, episódios de baixa variação e variação de curto prazo. RESULTADOS: do total, 42 pacientes preencheram os critérios propostos. Houve 10 recém-nascidos GIG (23,8%). A cardiotocografia apresentou resultado normal em todos os casos. As acelerações da FCF (superiores a 15 bpm) estavam presentes em 7 (70%) dos casos GIG e em 29 (90,6%) dos casos não GIG (p=0,135). A freqüência dessas acelerações foi maior no grupo não GIG (1,5±1,3 acelerações/10 min) quando comparado ao grupo GIG (0,8±0,9 acelerações/10 min, p=0,04, teste de Mann-Whitney). Os episódios de alta variação foram detectados em todos os casos. A média da variação nesses episódios foi diferente no grupo GIG (16,2±2,5 bpm) quando comparado ao não GIG (19,7±4,2 bpm, p=0,02, teste de Mann-Whitney). CONCLUSÕES: os padrões da FCF verificados em fetos não GIG (maior freqüência de acelerações e a maior variação da FCF em episódios de alta variação) refletem parâmetros comumente analisados pela cardiotocografia tradicional na higidez fetal. Esse fato sugere a existência de padrões indicativos de melhor condição de oxigenação dos fetos menos comprometidos pelos efeitos do diabetes na gravidez. Resumo em inglês PURPOSE: to verify the fetal heart rate (FHR) patterns of large for gestational age (LGA) fetuses in pregnancies at term complicated by pregestational diabetes. METHODS: fetal surveillance was performed weekly in 64 fetuses of mothers with pregestational diabetes. Inclusion criteria were: diagnosis of pregestational diabetes mellitus, single pregnancy, alive fetus, absence of fetal anomalies, and computerized cardiotocography performed at the 37th week of gestation. Exclu (mais) sion criteria included: postnatal diagnosis of fetal anomalies and delivery not performed at the local hospital. The FHR patterns were studied with computerized cardiotocography and the parameters were analyzed according to a fetal weight as LGA (birth weight above percentile 90). The cardiotocography parameters included: basal FHR, episodes of high variation, episodes of low variation, and short-term variation. RESULTS: forty-two patients fulfilled the proposed criteria. Ten (23.8%) newborns were LGA. Normal criteria were met in all performed examinations. FHR accelerations (above 15 bpm) were present in 7 (70%) LGA cases and in 29 (90.6%) non-LGA (p=0.135). Accelerations were more frequent in the non-LGA group (1.5±1.3 accelerations/10 min) when compared to LGA group (0.8±0.9 accelerations/10min, p=0.04, Mann-Whitney test). The high variation episodes were detected in all cases. The mean FHR variation in these episodes was different in the LGA group (16.2±2.5 bpm) when compared to the non-LGA group (19.7±4.2 bpm, p=0.02, Mann-Whitney test). CONCLUSION: the FHR patterns of non-LGA (higher frequency of accelerations and higher FHR variation in the high variation episodes) reflect parameters commonly analyzed by traditional cardiotocography of a healthy fetus. This fact appears to confirm the patterns of better oxygen supply to the fetuses less compromised by diabetes in pregnancy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

IgM e IgG como marcadores da infecção transplacentária por Neospora caninum em fetos bovinos/ IgM and IgG as markers of infection transplacentary Neospora caninum in bovine fetuses

Cadore, Gustavo C.; Vogel, Fernanda S.F.; Sangioni, Luis Antonio; Pena, Hilda F.J.; Gennari, Solange M.
2010-07-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi determinar a ocorrência de anticorpos anti-Neospora caninum em 260 amostras de soro coletadas de fetos bovinos de julho de 2007 a março de 2008, em abatedouro do município de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para detecção de anticorpos anti-N. caninum, a técnica de imunofluorescência indireta foi utilizada tanto para a detecção de imunoglobulinas G e M. Amostras com títulos e" 25 foram consideradas positivas. Das 260 amostras t (mais) estadas, 15% (39/260) foram positivas para anticorpos anti-N. caninum. Destas, em 38 (97,4%) foi detectada a presença de IgG anti-N. caninum e em seis (15,4%) de IgM. Em cinco amostras (12,8%) detectaram-se ambos, IgG e IgM. Os resultados reafirmam a habilidade do N. caninum em determinar infecção fetal. A pesquisa de IgM foi de limitada importância na detecção da infecção via transplacentária em soro fetal bovino. Resumo em inglês The aim of this study was to determine the occurrence of anti-Neospora caninum antibodies in serum samples collected from 260 bovine fetuses, between July 2007 and March 2008, in an abattoir in the municipality of Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brazil. An indirect fluorescent antibody test was used to detect anti-N. caninum immunoglobulins G (IgG) and M (IgM), using a cut-off of 1:25. Considering IgG or IgM detection, 15% (39/260) of the samples tested were found positiv (mais) e. Among the positive samples, 38 (97.4%) were positive for IgG and 6 (15.4%) for IgM. However 5 (12.8%) of it were positive for both IgG and IgM. These results are in agreement with the proven ability of N. caninum to fetal infection. IgM testing was few relevant to detect N. caninum transplacental infection through fetal bovine serum analisys.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Estudo de uma nova técnica para criação cirúrgica de um defeito semelhante a meningomielocele em fetos de coelhos/ A different technique to create of a myelomeningocele-like defect in the fetal rabbit

Pedreira, Denise A. L.; Valente, Paulo R.; Abou-Jamra, Rogério C.; Pelarigo, Cláudio L.; Silva, Lilian M.; Goldenberg, Saul
2003-03-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a sobrevida fetal usando uma nova técnica cirúrgica para criação de um defeito semelhante a meningomielocele em fetos de coelho. MÉTODOS: Foram utilizadas seis coelhas da linhagem Nova Zelândia que tiveram um defeito espinhal criado em seus fetos no 23° dia de gestação. O defeito foi criado em 19 fetos e a tentativa de correção foi feita em 15 casos (grupo I), 4 fetos permaneceram sem correção (grupo II). No 30° dia de gestação, os (mais) fetos foram submetidos a avaliação anátomo-patológica. RESULTADOS: No 30° dia a meningomielocele estava presente em todos os fetos sobreviventes. A sobrevida total foi de 73,68% (14/19), 11 fetos sobreviveram no grupo I, e 3 no grupo II. CONCLUSÃO: A técnica modificada apresenta sobrevida fetal satisfatória, no modelo experimental de criação de defeito espinhal em fetos. Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate fetal survival rate using a modified technique to surgically create a "myelomeningocele-like" defect in the rabbit model. METHODS: Six white New Zealand rabbits had a spinal defect created in their fetuses at 23 days of gestation. The defect was created in 19 fetuses and an attempt to correct it was made in 15 cases (group I), 4 fetuses where left without correction (group II)At 30 days of gestation, fetuses were harvested for anathomo-pathologic eval (mais) uation. RESULTS: At 30 days, a "myelomeningocele-like" defect was present in all surviving fetuses. The total survival rate was 73,68% (14/19), 11 fetus survived in group I and 3 in group II. CONCLUSION: The technique modifications including fetal positioning and exposure of its back prior to the incision of the lamina associated to a different technique for miometrium closure offers an alternative and probably safer method to surgically create a spinal defect in the fetal rabbit.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Taquiarritmias supraventriculares no feto. Experiência de uma unidade de referência em cardiologia fetal/ Fetal supraventricular tachyarrhythmias. Experience of a fetal cardiology reference center

Zielinsky, Paulo; Dillenburg, Rejane F.; Lima, Gustavo G. de; Zimmer, Lúcia P.
1998-05-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a forma de apresentação, diagnóstico e tratamento das taquiarritmias supraventriculares fetais, através do relato de uma série de casos acompanhados em um centro terciário de cardiologia fetal. MÉTODOS: São descritos 25 casos de taquiarritmia supraventricular diagnosticados intra-útero, no período de janeiro/89 a outubro/97, em uma população compreendendo 3117 gestantes. RESULTADOS: Foram diagnosticados 17 casos de taquiarritmia supraventricu (mais) lar e 8 casos de flutter atrial fetal. As idades gestacionais variaram de 26 a 40 semanas. Doze fetos apresentavam hidropisia no momento do diagnóstico (6 com taquicardia supraventricular (TSV) e 6 com flutter atrial). Quatro fetos com TSV apresentavam cardiopatias estruturais (dois casos de anomalia de Ebstein e dois com comunicação interventricular). Todos os fetos foram internados na Unidade de Cardiologia Fetal para monitorização e tratamento. Entre os 17 fetos com TSV, 12 apresentaram reversão da arritmia após administração de digoxina, mas esta medida não foi eficaz em nenhum paciente com flutter. Dois pacientes com TSV e seis com flutter necessitaram interrupção da gestação para cardioversão elétrica pós-natal. A mortalidade foi de 3/17 no grupo da TSV (incluindo dois pacientes com anomalia de Ebstein) e de 0/8 no grupo com flutter. CONCLUSÃO: As taquiarritmias supraventriculares fetais são eventos raros na população geral. Entretanto, podem provocar insuficiência cardíaca e óbito intra-uterino. Como a resposta ao tratamento é satisfatória, tornam-se de extrema importância o diagnóstico precoce e o tratamento adequado. Resumo em inglês PURPOSE: To describe the presentation, diagnosis and treatment of fetal supraventricular tachyarrhythmias in a series of fetuses followed in a tertiary Fetal Cardiology Center. METHODS: Twenty-five fetuses with diagnosis of supraventricular tachyarrhytmia were reported from January 1989 to October 1997, among 3117 pregnant women referred for fetal cardiac evaluation. RESULTS: There were 17 fetuses with the diagnosis of supraventricular tachycardia (SVT) and 8 patients wit (mais) h atrial flutter (AF). Gestational age ranged from 26 to 40 weeks. Twelve patients were hydropic at presentation (6 with SVT and 6 AF). Four fetuses with SVT showed structural abnormalities (two with Ebsten's anomaly and two with VSD). All patients were admitted to the Fetal Cardiology Unit for monitoring and treatment. Among 17 fetuses with SVT, twelve showed good response to digoxin administration, but this drug was not useful in any of the patients with flutter. In two patients with SVT and in six with AF, the pregnancy was interrupted to perform post-natal cardioversion. The mortality rate was 3/17 in the SVT group (including 2 patients with ebstein's anomaly and 0/8 in the flutter group) CONCLUSION: Fetal supraventricular tachyarrithmias are rare in the general population. Nevertheless, the fetus may present with severe heart failure and death. Considering the satisfactory therapeutic response, accurate diagnosis and early treatment of these conditions are extremely important.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Bases morfológicas para o estudo do septo interatrial no feto humano/ Morphological basis for the study of the interatrial septum in the human fetus

Amaral, Hugo Becker; Zielinsky, Paulo; Silveira, Aron Ferreira da; Costabeber, Ijoni; Nicoloso, Luiz Henrique; Souza Filho, Olmiro Cezimbra de; Salum, Marcelo; Manica, João Luiz; Zanettini, Juliana Silveira; Costabeber, Ane Micheli
2007-05-01

Resumo em português OBJETIVO: Descrever observações morfológicas sobre o septo interatrial em fetos normais, especialmente o forame oval e o septo primeiro, de forma a comparar a excursão do septo primeiro com o diâmetro do forame oval. MÉTODOS: As medidas da excursão do septo primeiro (ESP) em direção ao átrio esquerdo (AE) e do diâmetro do forame oval (DFO) foram realizadas em corações de dez fetos humanos formolizados com 28 a 36 semanas. Os cortes histológicos foram feitos (mais) no FO, SP, septo segundo e nos AE e AD. RESULTADOS: Os resultados da análise anatômica estão expressos em amplitude das medidas do DFO e da ESP: 3 fetos com idade gestacional (IG) presumida de 28 semanas, DFO (3,1-3,5 mm) e ESP (2,8-3,1 mm); 4 fetos com IG presumida de 34 semanas, DFO (3,3-3,5 mm) e ESP (4,0-5,0 mm); e 3 fetos com IG presumida de 36 semanas, DFO (3,3-4,5 mm) e ESP (6,0-9,0). Foram identificadas fibras musculares cardíacas no SP e no segundo. CONCLUSÃO: Pode-se sugerir que o SP apresenta caráter ativo devido às fibras musculares que o constituem, influenciando o fluxo sangüíneo através do FO, a mobilidade do SP e a sua excursão para o interior do AE. Resumo em inglês OBJECTIVE: To describe morphological features of the interatrial septum in normal fetuses, especially foramen ovale (FO) and septum primum (SP), in order to compare septum primum excursion with foramen ovale diameter. METHODS: Septum primum excursion (SPE) toward the left atrium (LA) and foramen ovale diameter (FOD) were measured in the hearts of ten formaldehyde-fixed human fetuses ranging from 28 to 36 weeks of gestation. Histological sections were obtained from the for (mais) amen ovale (FO), septum primum (SP), septum secundum (SS), left atrium (LA), and right atrium (RA). RESULTS: FOD and SPE measurements were the following: FOD 3.1-3.5 mm and SPE 2.8-3.1 mm in three fetuses with presumed gestational age (GA) of 28 weeks; FOD 3.3-3.5 mm, and SP excursion 4.0-5.0 mm in four fetuses with presumed GA of 34 weeks, plus FOD 3.3-4.5 mm and SPE 6.0-9.0 in three fetuses with presumed GA of 36 weeks. Cardiac muscular fibers were identified in both the septum primum and secundum. CONCLUSION: Based on its muscular components, it may be suggested that SP is active in character, influencing blood flow through the FO, SP mobility, and its excursion into the LA.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Modelo experimental para restrição do crescimento fetal em ratos: efeito sobre o glicogênio hepático e morfometria intestinal e renal/ Experimental rat model for fetal growth restriction: effects on liver glycogen and intestinal and renal morphometry

Bueno, Márcia Pereira; Barini, Ricardo; Gonçalves, Frances Lilian Lanhellas; Veríssimo, Rilde Plutarco; Sbragia, Lourenço
2010-04-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a eficácia do modelo de RCIU por ligadura da artéria uterina simulando insuficiência placentária em ratos. MÉTODOS: fetos de ratas prenhes Sprague-Dawley foram divididos em três grupos: RCIU (restrição de crescimento intrauterino), com fetos submetidos à ligadura da artéria uterina com 18,5 dias de gestação (termo = 22 dias), C-RCIU (controle da restrição), com fetos do corno contralateral à ligadura, CE (Controle Externo), com fetos de ra (mais) tas sem manipulação. Com 21,5 dias de gestação, foi realizada cesárea, os fetos foram pesados e dissecados para análise morfométrica e histológica do fígado, intestino e rins. RESULTADOS: os dados morfométricos avaliados mostraram o peso corpóreo (PC), hepático (PH) e intestinal (PI) dos fetos com RCIU menor que C-RCIU e CE (p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the effectiveness of the IUGR model by uterine artery ligation mimicking placental insufficiency in rats. METHODS: sprague-Dawley rat fetuses were divided into three groups: IUGR (intrauterine growth restriction), with fetuses in the right horn of pregnant rats subjected to right uterine artery ligation at 18.5 days of gestation (term = 22 days); C-IUGR (control of restriction), with control fetuses in the left horn, and EC (external control), with fe (mais) tuses of intact rats. Animals were harvested by cesarean section at day 21.5 days of gestation. Fetuses were weighed and then sacrificed. The intestine, liver, kidney and placenta were weighed and dissected for morphometric and histological analysis. RESULTS: the morphometric data showed decreased body weight (BW), liver weight (LW) and intestinal weight (IW) of fetuses with IUGR compared to C-IUGR and EC (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Tratamento das uropatias obstrutivas fetais: experiência com novo cateter/ A new catheter in the treatment of fetal obstructive uropathies

Lopes, Ana Paula B.M.; Cabral, Antônio Carlos V.; Leite, Henrique Vitor
1998-04-01

Resumo em português A abordagem das uropatias diagnosticadas no período pré-natal é controversa, principalmente, porque o prognóstico desses fetos é variável. Contudo, trabalhos pioneiros têm demonstrado que a drenagem pré-natal do trato urinário obstruído pode melhorar o resultado em fetos selecionados. O objetivo deste trabalho é relatar a experiência do Serviço no tratamento das lesões obstrutivas do trato urinário, utilizando o cateter desenvolvido no Centro de Medicina Fe (mais) tal do Hospital das Clínicas da UFMG. No total, 25/25 fetos com uropatia obstrutiva receberam o cateter. Três fetos necessitaram de mais de uma inserção; 10 dos 25 fetos que receberam o cateter (40%) sobreviveram com boa função renal e pulmonar pós-natal. Ocorreram complicações em 12/25 casos (48%) incluindo 6 com drenagem inadequada ou migração do cateter (24%); 1/25 (4%) ascite urinária; 1/25 (4%) descolamento prematuro de placenta; 1/25 (4%) rutura prematura de membrana; 2/25 (08%) trabalho de parto prematuro; 01/25 (04%) fibrose ou cicatrização do parênquima renal. Três dos 25 fetos (12%) morreram intra-útero e 12 (48%) fetos morreram no período neonatal. Concluindo, a drenagem do trato urinário com esse cateter provou ser tecnicamente possível e segura para mãe e feto, com uma taxa de sobrevida de 40%. Resumo em inglês Management of prenatally diagnosed uropathies is controversial, mainly because the prognosis for these fetuses is quite different. However pioneering studies have shown that prenatal drainage of obstructed urinary tract can improve the outcome of selected fetuses. The aim of this study is to describe the experience of the Service with the treatment of fetal obstrutive uropathy with the catheter developed by the Centro de Medicina Fetal do Hospital das Clínicas da UFMG. A (mais) total of 25 fetuses with obstructive uropathy received the catheter. Three fetuses required more than one insertion. Ten of 25 (40%) shunted fetuses survived with good postnatal renal and pulmonary function. Complications occurred in 12/25 (48%) cases including: 06/25 (24%) inadequate shunt drainage or migration; 01/25 (04%) urinary ascitis; 01/25 (04%) DPP, 01/25 (04%) premature rupture of membranes, 02/25 (08%) premature labor, 01/25 (04%) scarring and fibrosis of the renal parenchyma. Three of 25 (12%) fetuses died intra-utero and 12 (48%) died during the neonatal period. In conclusion, the drainage of the obstructed urinary tract with this catheter proved to be technically feasible and safe for both mother and fetus, with a survival rate of 40%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Crescimento pré-natal do corpo e de alguns órgãos de Zebu mestiço coletados em matadouros de São Paulo/ Prenatal growth of body and some organs of crossbred Zebu collected from São Paulo slaughterhouse

Tse, M.C.P.; Tse, H.G.; Padovani, C.R.; Aragon, F.F.; Pinto e Silva, J.R.C.
1999-08-01

Resumo em português Cento e noventa e seis fetos de Zebu mestiço, entre 106 e 246mm de comprimento, coletados em matadouros do Estado de São Paulo e divididos a cada 10mm, em 15 classes, foram medidos e pesados. Alguns órgãos como fígado, coração e pulmões foram removidos e pesados. Para selecionar um método de avaliação do crescimento nesse período fetal, várias funções matemáticas foram examinadas. Entre as equações de regressão significativas, a função monologarítmic (mais) a foi a escolhida. Além disso, os fetos em condições semelhantes de comprimento e peso foram comparados com fetos de raça pura. Resumo em inglês A total of 196 fetuses of crossbred Zebu between 106 to 246mm in length collected from a slaughterhouse in São Paulo, Brazil, and divided into groups of 10mm size differences intervals into 15 classes were measured and weighed. Liver, heart and lungs were also removed and weighed. In order to select the method of evaluation of growth several mathematical functions were applied. Among significant equations the monologarithmic function was selected. Furthermore, the fetuses in similar conditions of length and weight were compared with racially pure fetuses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Sucção digital: observação em ultra-sonografia e em recém-nascidos/ Evaluation of digital sucking by prenatal ultrasound and in newborns

Tenório, Maria Dânia Holanda; Rocha, José Elias Soares da; Fraga, Angelina Bossi; Tenório, Diene Maria Holanda; Pereira, Pakiza Santos
2005-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Observar a sucção digital ou da mão em fetos, identificar os fatores relacionados à gravidez de importância para sua manifestação e identificar, após o nascimento do bebê, a permanência da sucção digital. MATERIAIS E MÉTODOS: Dois exames de ultra-sonografias fetais foram realizados em 55 gestantes, nos períodos de 20-24 e 25-32 semanas. Para avaliar os fatores relacionados à gravidez, foram utilizados questionários. Para identificar a permanênci (mais) a da sucção digital, visitas foram realizadas uma semana após o nascimento. RESULTADOS: A sucção digital foi detectada na maioria dos fetos, exceto em 20. Estatisticamente não houve diferenças significativas entre estado de saúde da gestante e o grau de aceitação da gravidez com a manifestação da sucção digital em fetos. O teste Q de Cochran não evidenciou diferenças significativas entre os sinais de sucção digital em fetos e a instalação do hábito em recém-nascidos. CONCLUSÃO: A ultra-sonografia é um método importante para a observação de sinais de sucção digital em fetos. Esses sinais não implicam hábito bucal após o nascimento. Resumo em inglês OBJECTIVE: To observe digital sucking or hand sucking habits in fetuses using ultrasound, to identify pregnancy related factors that influence its appearance and to evaluate the persistence of digital sucking after delivery. MATERIALS AND METHODS: Two ultrasound examinations were performed in 55 pregnant women with 20-24 and 25-32 weeks of pregnancy. Questionnaires were used to evaluate the factors related to pregnancy. In order to verify the persistence of digital suckin (mais) g, visits to the newborns were performed one week after delivery. RESULTS: Digital sucking was detected in 35 of the 55 fetus studied. Digital sucking in fetuses was not associated with the health status of the pregnant women and the level of pregnancy acceptance. The Q Cochran test showed no relationship between the observation of digital sucking in the fetuses and the development of sucking habit in the newborns. CONCLUSION: Ultrasound is an effective method to observe digital sucking in the fetus. There is no association between prenatal digital sucking and the development of sucking habits after delivery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Estudo pré-natal da hiper-refringência endocárdica fetal e sua relação com toxoplasmose materna/ Prenatal study of fetal endocardial hyperrefringence and its relation to maternal toxoplasmosis

Nicoloso, Luiz Henrique Soares; Henke, Tiene Zingano; Zielinsky, Paulo
2004-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar, comparativamente, um grupo de fetos de mães com toxoplasmose aguda ou recente e um grupo sem doença sistêmica, analisando-se a presença de alterações da refringência endocárdica. MÉTODOS: Avaliados 91 fetos cujas mães tinham diagnóstico de toxoplasmose aguda ou recente, detectados por soroconversão ou presença de títulos elevados de IgM e IgG, confirmados através do teste de captura e comparados com um grupo controle constituído de 182 f (mais) etos, selecionados a partir de uma população de baixo risco, participante de um programa de rastreamento de cardiopatias pré-natais. RESULTADOS: Não houve diferença significativa entre as idades médias gestacionais (29,2±4,6 semanas; 29,2±4,6 semanas) e maternas (25,7±6,7 anos; 26±5,4 anos) nos dois grupos. Áreas de hiperecogenicidade endocárdica observadas em 69 fetos com toxoplasmose materna (75,8%) e em apenas 6 fetos do grupo controle (3,3%) (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To compare a group of fetuses whose mothers had acute or recent toxoplasmosis with a group of fetuses whose mothers had no systemic disease, analyzing the presence of changes in endocardial refringence. METHODS: This study assessed 91 fetuses of mothers diagnosed with acute or recent toxoplasmosis, detected by seroconversion or the presence of elevated IgM and IgG titers, confirmed through the IgM-capture ELISA. They were compared with a control group comprisin (mais) g 182 fetuses selected from a low-risk population participating in a prenatal screening program for heart diseases. RESULTS: No significant difference was observed between the mean gestational (29.2±4.6 weeks; 29.2±4.6 weeks) and maternal (25.7±6.7 years; 26±5.4 years) ages in the 2 groups. Areas of endocardial hyperechogenicity were observed in 69 fetuses whose mothers had toxoplasmosis (75.8%) and in only 6 fetuses of the control group (3.3%) (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Transfusão Intra-uterina na Isoimunização Materna pelo Fator Rh/ Intrauterine Transfusion in Maternal Rh Immunization

Cabral, Antonio Carlos Vieira; Taveira, Marcos Roberto; Lopes, Ana Paula Brum Miranda; Pereira, Alamanda Kfoury; Leite, Henrique Vitor
2001-06-01

Resumo em português Objetivos: avaliar os resultados do tratamento intra-útero de fetos anêmicos devido a isoimunização materna pelo fator Rh. Pacientes e Métodos: foram acompanhados 61 fetos submetidos a transfusão intra-uterina seja por via intraperitoneal, intravascular ou combinada. Os casos de fetos hidrópicos corresponderam a 19,7% do total, sendo que nestes a via de tratamento sempre foi a intravascular. Foram realizadas em média 2,7 transfusões por feto, com um total de 163 (mais) procedimentos. A indicação para a transfusão se baseou na espectrofotometria do líquido amniótico (método de Liley) ou quando a dosagem de hemoglobina em sangue de cordão obtido por cordocentese fosse menor que 10 g/dl. Resultados: em metade dos casos submetidos a transfusão intra-uterina, empregou-se a via intravascular. Em relação aos casos de fetos hidrópicos a sobrevida foi de 46% e nos fetos não-hidrópicos, de 84%. Não ocorreram complicações maternas relacionadas ao procedimento. A idade média da interrupção da gestação foi de 34,8 semanas. Conclusões: apesar da melhora do resultado com a transfusão intra-uterina guiada pelo ultra-som e da cordocentese, a isoimunização materna pelo fator Rh permanece como causa de elevada morbimortalidade perinatal. Resumo em inglês Purpose: to evaluate the intrauterine treatment of anemic fetuses that underwent intrauterine transfusions due to rhesus isoimmunization. Methods: the authors studied sixty-one fetuses undergoing intrauterine transfusions by the intravascular, intraperitoneal or both routes. The hydropic fetuses (19.7%) received only intravascular intrauterine transfusions. There was an overall number of 163 intrauterine transfusions with a mean of 2.7 procedures for each case. The indica (mais) tions for intrauterine transfusions were high values of bilirubin in amniotic fluid analyses by the Liley method or a hemoglobin concentration of cord blood below 10.0 g/mL. Results: the overall perinatal survival rate was 46% for hydropic fetuses and 84% for the nonhydropic ones. There were no maternal side effects related to the procedures. Half of the intrauterine transfusions were performed by the intravascular route. The mean gestational age at the delivery was 34.8 weeks. Conclusions: despite better perinatal results with intrauterine transfusions guided by ultrasound, especially using intravascular procedures, rhesus isoimmunization remains as an important cause of high rates of perinatal morbidity and mortality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Predição da restrição do crescimento fetal pela biometria do diâmetro transverso do cerebelo/ Prediction of fetal growth restriction by biometry of the transverse diameter of the cerebellum

Nery, Luiz; Moron, Antonio Fernandes; Kulay Junior, Luiz
2004-06-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar, em gestações de risco, a acurácia da medida do diâmetro transverso do cerebelo (DTC) e da relação diâmetro transverso do cerebelo/circunferência abdominal (DTC/CA) para detecção de restrição de crescimento fetal (RCF). MÉTODO: foi realizado um estudo prospectivo transversal envolvendo 260 pacientes com idade gestacional entre a 28ª e a 40ª semana. Os fetos foram avaliados por meio da ultra-sonografia, obtendo-se o DTC e CA. Fetos (mais) com DTC menor que o percentil 10 para idade gestacional ou com relação DTC/CA acima do percentil 90 (>14,6) foram classificados como suspeitos para RCF. Após o parto, avaliou-se a acurácia da medida do DTC e da relação DTC/CA para a predição da RCF, utilizando-se como critério diagnóstico o peso do recém-nascido menor que o percentil 10 para idade gestacional. RESULTADOS: após o parto, foram identificados 79 recém-nascidos com RCF (30,4%). O DTC foi adequado para a idade gestacional em 74 desses fetos (93,7%), e compatível com pequeno para a idade gestacional em apenas 5 (6,3%). A sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo e acurácia do DTC na predição de RCF foi de 6,3, 93,4, 29,4, 69,5 e 67%, respectivamente. A relação DTC/CA maior que 14,6 identificou 59 dos 79 fetos com RCF, com 27 falso-positivos e 20 falso-negativos, apresentando, portanto, sensibilidade de 74,5%, especificidade de 85,1%, valor preditivo positivo de 68,6%, valor preditivo negativo de 88,5% e acurácia de 81,9%. CONCLUSÕES: a medida isolada do DTC não é bom parâmetro para rastrear RCF, porém a relação DTC/CA acima do percentil 90 mostrou-se eficaz para detectar fetos com restrição de crescimento. Resumo em inglês OBJECTIVE: to evaluate the accuracy of both the transverse diameter of the cerebellum (TDC) and of the transverse diameter/abdominal circumference (TDC/AC) ratio in the detection of fetal growth restriction (FGR), in high-risk pregnancies. METHOD: a prospective cross-sectional study was carried out in 260 patients with gestational age between 28 and 40 weeks. The TDC and AC of fetuses were measured through ultrasound and the fetuses with TDC below the 10th percentile or T (mais) DC/AC ratio above the 90th percentile (>14.6) were classified as FGR suspects. After birth, the accuracy of the TDC and TDC/AC was evaluated using the neonatal diagnosis of FGR as the gold standard (birth weight 14.6 correctly identified 59 of the 79 growth-restricted fetuses, with 27 false-positives and 20 false-negatives, SE of 74.5%, SP of 85.1%, PPV of 68.6%, NPV of 88.5% and 81.9% accuracy. CONCLUSION: the TDC is not a good screening parameter for the detection of FGR while the TDC/AC ratio above the 90th percentile is effective in this detection.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Detecção ultrassonográfica do ovário fetal em loba-guará (Chrysocyon brachyurus): relato de caso/ Ultrasonographic detection of fetal ovary in maned wolf (Chrysocyon brachyurus): case report

Feliciano, M.A.R.; Vicente, W.R.R.; Motheo, T.F.; Padilha, L.C.; Candioto, C.G.
2010-02-01

Resumo em português Identificaram-se, por ultrassonografia, os ovários fetais e o sexo dos fetos em uma loba-guará. Ao exame ultrassonográfico, foi possível identificar estruturas fetais e realizar medidas (relação entre diâmetro cranial e abdominal dos fetos) que indicavam idade fetal de 59 dias. Observaram-se: estruturas torácicas e abdominais formadas, diafragma, membros, estruturas do crânio definidas, coluna vertebral, medula, costelas, batimentos cardíacos normais, movimenta� (mais) �ão fetal, câmaras e valvas cardíacas, grandes vasos, rins, peristaltismo intestinal e ovários fetais. O exame ultrassonográfico foi eficaz nessa espécie, pois foi possível observar estruturas fetais para a avaliação da viabilidade fetal e, também, identificou-se a imagem ovariana em um dos fetos, mostrando-se importante para estudos de sexagem fetal. Resumo em inglês The ovaries and the gender of the fetuses in a female maned wolf (Chrysocyon brachyurus) were identified by ultrasound examination. It was possible to identify fetal structures and to determine measures, i.e., cranial and abdominal diameters and these elements indicated 59-day of fetal age. The main visualized structures were diaphragm, members, cranium, spine, marrow, ribs, cardiac chambers and valves, veins and arteries, kidneys, and fetal ovaries. Normal heartbeats and (mais) fetal and bowel movements were recorded. The ultrasound examination was an effective method in this species, since enabled the correct observation of the fetal structures as well as viability; in addition, proved to be an important method for fetal sexing determination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Anomalias e prognóstico fetal associados à translucência nucal aumentada e cariótipo anormal/ Fetal abnormalities and prognosis associated with increased nuchal translucency and abnormal karyotype

Saldanha, Fátima Aparecida Targino; Brizot, Maria de Lourdes; Lopes, Lilian M; Liao, Adolfo Wenjaw; Zugaib, Marcelo
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Descrever a frequência de anomalias cromossômicas em fetos com translucência nucal (TN) aumentada, e a frequência de malformações estruturais, a evolução e o resultado da gestação nos fetos com TN aumentada e cariótipo anormal. MÉTODOS: Estudo retrospectivo envolvendo 246 casos com medida da TN acima do percentil 95º para a idade gestacional, com cariótipo fetal conhecido ou avaliação clínica das crianças no período pós-natal. Os casos foram (mais) acompanhados no setor de Medicina Fetal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. RESULTADOS: O resultado do cariótipo fetal esteve alterado em 14,2% dos casos. O acompanhamento dessas gestações revelou anormalidade estruturais em 80,8% dos fetos, sendo as anormalidades cardíacas as mais comuns (61,5%). Resultados gestacionais adversos, como abortamento, óbitos intraútero e neonatal ocorreram em 76,5% dos fetos. CONCLUSÃO: Translucência nucal aumentada, entre 11 - 13 semanas e 6 dias, é importante marcador de anomalias cromossômicas fetais e malformações estruturais fetais, principalmente cardíacas. Diante deste achado, há aumento do risco de abortamento, óbito intrauterino e neonatal para estas gestações. Resumo em inglês OBJECTIVES: This study aimed to evaluate the incidence of chromosomal abnormalities in fetuses with increased nuchal translucency (NT) measurement. Incidence of structural abnormalities and pregnancy outcome was also described in fetuses with increased NT and abnormal karyotype. METHODS: This was a retrospective study involving 246 fetuses with increased NT and known karyotype followed at the Fetal Medicine Unit, Hospital das Clínicas, São Paulo University Medical Schoo (mais) l. RESULTS: Fetal karyotype was abnormal in 14.2% of the cases. Ultrasound anomaly scan and specialized echocardiographic studies in these cases showed fetal structural abnormalities in 80.8% and cardiac defects were found in 61.5% of the fetuses. Pregnancy outcome was abnormal in 76.5% of these women. CONCLUSION: Increased NT measurement at 11 to 13 weeks and 6 days is an important marker for fetal chromosomal and structural abnormalities, mainly fetal cardiac defects. This finding also indicates increased risk of spontaneous fetal and neonatal death.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Valor preditivo do resultado fetal da dopplervelocimetria de ducto venoso entre a 11ª e a 14ª semanas de gestação/ Predictive value for fetal outcome of Doppler velocimetry of the ductus venosus between the 11th and the 14th gestation week

Gollo, Carlos Alberto; Murta, Carlos Geraldo Viana; Bussamra, Luiz Cláudio; Santana, Renato Martins; Moron, Antônio Fernandes
2008-01-01

Resumo em português OBJETIVO: estudar o valor da dopplervelocimetria do ducto venoso (DV) entre a 11º e a 14º semanas de gestação, associado à medida da translucência nucal (TN), na detecção de resultado fetal adverso. MÉTODOS: foram estudados 1.268 fetos consecutivamente. Em 56 casos, realizou-se estudo citogenético no material obtido, por meio de biópsia de vilosidade coriônica e, em 1.181 casos, o resultado teve como base o fenótipo do recém-nascido. Todos os fetos foram sub (mais) metidos, além da ultra-sonografia de rotina, à medida da TN e à dopplervelocimetria do DV. Trata-se de um estudo transversal e prospectivo. Foram calculados e analisados, para fins de prevalência e índices de acurácia: sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo (VPP), valor preditivo negativo (VPN), probabilidade de falso-positivo (PFP), probabilidade de falso-negativo (PFN), razão de probabilidade positiva e razão de probabilidade negativa. RESULTADOS: do total de 1.268 fetos, foram selecionados para análise 1.183 casos. Deste total, 1.170 fetos eram normais (98,9%) e 13 fetos tiveram resultado fetal adverso ao nascimento (1,1%) - incluindo morte fetal (trissomia 21 e 22) em dois casos, síndrome genética (Nooman) em um caso, fetos polimalformados em dois casos, cardiopatia em três casos e outros defeitos estruturais em cinco casos. A prevalência do DV alterado (onda A zero/reversa) na população estudada foi de 14 casos (1,2%), com taxa de falso-positivo de 0,7%. CONCLUSÕES: há correlação significativa entre alteração da dopplervelocimetria do DV e a medida da TN, como marcadores ultra-sonográficos de primeiro trimestre, na detecção de resultado fetal adverso, especialmente para malformações graves. O Doppler do DV foi capaz de diminuir o resultado falso-positivo, comparativamente ao uso isolado da TN, melhorando consideravelmente o VPP do teste. Resumo em inglês PURPOSE: to study the value of Doppler velocimetry of the ductus venosus, between the 11th and 14th weeks of pregnancy, associated to the nuchal translucency thickness measurement, in the detection of adverse fetal outcome. METHODS: a transversal and prospective study in which a total of 1,268 fetuses were studied consecutively. In 56 cases, a cytogenetic study was performed on material obtained from a biopsy of the chorionic villus and, in 1,181 cases, the postnatal phen (mais) otype was used as a basis for the result. In addition to the routine ultrasonographic examination, all the fetuses were submitted to measurement of the nuchal translucency thickness and to Doppler velocimetry of the ductus venosus. Aiming at prevalence and accuracy indices, sensitivity, specificity, positive predictive value, negative predictive value, probability of false-positive, probability of false-negative, reason of positive probability and reason of negative probability were calculated and analyzed. RESULTS: from the total of 1,268 fetuses, 1,183 cases were selected for analysis. From this number, 1,170 fetuses were normal (98.9%) and 13 fetuses presented adverse outcome at birth (1.1%), including fetal death (trisomy 21 and 22) in two cases; genetic syndrome (Nooman) in one case; two cases of polymalformed fetuses; cardiopathy in three cases; and other structural defects in five cases. The prevalence of the modified ductus venosus (wave A zero/reverse) in the studied population was of 14 cases (1.2%), with a false-positive rate of 0.7%. CONCLUSIONS: there is a significant correlation between the alteration of the ductus venosus Doppler velocimetry and the thickness of the nuchal translucency as an ultrasonographic marker for the first trimester of gestation, in the detection of adverse fetal outcome, especially serious malformations. The ductus venosus was able to diminish the false-positive result in comparison to the isolated use of the nuchal translucency thickness, improving considerably the positive predictive value of the test.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Cariótipo Fetal em Líquido Pleural Obtido por Toracocentese/ Fetal Karyotyping of Pleural Fluid Obtained by Thoracocentesis

Cabral, Antonio Carlos Vieira; Machado, Isabela Nelly; Leite, Henrique Vitor; Pereira, Alamanda Kfoury; Vitral, Zilma Nogueira Reis
2001-05-01

Resumo em português Objetivos: avaliar a efetividade da realização de cariótipo em líquido pleural obtido por toracocentese de um grupo de fetos portadores de derrame pleural. Métodos: foram avaliados 15 fetos com derrame pleural uni ou bilateral nos quais se realizou uma punção da cavidade torácica. A idade gestacional variou entre 19 e 34 semanas. Os fetos foram estudados com ultra-sonografia morfológica para determinar a presença de anomalias associadas. Nos casos em que não se (mais) obteve o cultivo em líquido pleural foi realizada cordocentese para a realização do cariótipo. O líquido pleural obtido foi enviado para cultura de linfócitos e cariótipo, sendo a técnica de cultivo semelhante à realizada com sangue. Resultados: dos 15 casos estudados foi obtido cariótipo em 12, e destes, em quatro se encontrou a trissomia do cromossomo 21 e os outros 8 foram normais. Em todos os casos, normais ou alterados, o cariótipo foi confirmado no sangue dos recém-nascidos e por meio do exame neonatal ou da necropsia. Não ocorreram complicações maternas ou fetais relacionadas ao procedimento invasivo. Conclusões: o cariótipo em líquido pleural obtido por toracocentese mostrou ser procedimento eficaz e seguro, devendo ser empregado nos casos de fetos com derrame pleural. Resumo em inglês Purpose: to evaluate the possibility and accuracy of fetal karyotyping in pleural effusions. Methods: we studied fifteen fetuses with unilateral or bilateral pleural effusions. All of these fetuses underwent intrauterine thoracocentesis guided by ultrasound examinations. The gestational age varied from 19 to 34 weeks. A morphogenetic ultrasound examination was performed in each case by the authors in order to identify associated structural anomalies. When the cellular cul (mais) tures of pleural effusion samples were negative, an alternative karyotype was obtained by cordocentesis. A fetal lymphocyte culture was made of pleural effusion samples for karyotype in a similar technique as for fetal blood. Results: the fetal karyotype was successful in 12 cases. There were 4 abnormal results, all of them were Down syndromes, and in the other 8 cases the chromosomal analyses were normal. The fetal karyotype was confirmed and compared by newborn blood chromosomal analysis, genetic evaluation or necropsy. There were no maternal or fetal side effects related to the procedure. Conclusions: the fetal karyotyping performed in pleural effusions obtained by intrauterine thoracocentesis proved to be highly efficient and safe. It must be the method of choice for rapid karyotyping in fetuses with pleural edema.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

O valor da ultra-sonografia e da ressonância magnética fetal na avaliação das hérnias diafragmáticas/ The value of fetal ultrasonography and magnetic resonance imaging in the assessment of diaphragmatic hernias

Amim, Bruno; Werner Jr., Heron; Daltro, Pedro Augusto; Antunes, Erika; Fazecas, Tatiana; Rodrigues, Leise; Guerra, Fernando; Marchiori, Edson; Gasparetto, Emerson Leandro; Domingues, Romeu Côrtes
2008-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Demonstrar a significância dos achados da ressonância magnética e da ultra-sonografia na caracterização pré-natal e avaliação do prognóstico de pacientes com hérnia diafragmática congênita. MATERIAIS E MÉTODOS: Catorze gestantes (idade gestacional média de 28,7 semanas) examinadas com ultra-sonografia e apresentando fetos com suspeita de hérnia diafragmática congênita foram avaliadas por meio da ressonância magnética. Os exames foram realizado (mais) s em aparelho de 1,5 tesla usando seqüências-padrão. Dois radiologistas avaliaram as imagens e estabeleceram os achados por consenso. RESULTADOS: Doze fetos tinham hérnia diafragmática à esquerda e dois, à direita. O fígado fetal foi localizado no interior do tórax de cinco fetos pela ultra-sonografia (três com hérnia diafragmática esquerda e dois com hérnia diafragmática direita) e de oito pela ressonância magnética (seis com hérnia diafragmática esquerda e dois com hérnia diafragmática direita). Herniação do estômago e alças de intestino delgado foi observada em todos os fetos com hérnia diafragmática esquerda (n = 12), tanto pela ultra-sonografia quanto pela ressonância magnética. Oito fetos sobreviveram após cirurgia (sete com hérnia diafragmática esquerda e um com hérnia diafragmática direita). CONCLUSÃO: A ultra-sonografia e a ressonância magnética são métodos de imagens complementares na avaliação das hérnias diafragmáticas congênitas. A ressonância magnética pode auxiliar a ultra-sonografia na avaliação da posição do fígado, o qual representa importante fator prognóstico. Resumo em inglês OBJECTIVE: To demonstrate the relevance of ultrasonography and magnetic resonance imaging findings in the prenatal characterization and prognostic evaluation in cases of congenital diaphragmatic hernia. MATERIALS AND METHODS: Fourteen pregnant women (mean gestational age = 28.7 weeks) who had undergone ultrasonography for suspicion of fetuses with congenital diaphragmatic hernia were assessed by means of magnetic resonance imaging on a 1.5 tesla equipment, following the s (mais) tandard protocol. Two radiologists evaluated the images and the findings were defined by consensus. RESULTS: Twelve fetuses had left diaphragmatic hernia and two, right diaphragmatic hernia. Ultrasonography showed the fetal liver inside the thorax of five fetuses (three with left diaphragmatic hernia, and two with right diaphragmatic hernia) and magnetic resonance imaging in eight fetuses (six with left diaphragmatic hernia, and two with right diaphragmatic hernia). Stomach and small bowel loop herniation was observed in all of the fetuses with left diaphragmatic hernia (n = 12) at both magnetic resonance imaging and ultrasonography. Eight fetuses (seven with left diaphragmatic hernia and one with right diaphragmatic hernia) survived after surgical treatment. CONCLUSION: Ultrasonography and magnetic resonance imaging are complementary imaging methods in the evaluation of congenital diaphragmatic hernia. Magnetic resonance imaging is a helpful diagnostic method complementary to ultrasonography for evaluation of the fetal liver positioning, considering its relevance as a prognostic factor in cases of congenital diaphragmatic hernia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

O papel da translucência nucal no rastreamento de cardiopatias congênitas/ The role of nuchal translucency in the screening for congenital heart defects

Bruns, Rafael Frederico; Moron, Antonio Fernandes; Murta, Carlos Geraldo Viana; Gonçalves, Luís Flávio de Andrade; Zamith, Marina Maccagnano
2006-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a acurácia da medida da translucência nucal (TN) entre onze e treze semanas e seis dias como marcador ultra-sonográfico para rastreamento de cardiopatias congênitas (CC). MÉTODOS: Estudo multicêntrico retrospectivo, no qual foram analisadas gestações únicas de fetos euplóides. A medida da TN foi realizada no exame de primeiro trimestre quando os fetos tinham entre 45 e 84 mm de comprimento cabeça-nádega (CCN), segundo os critérios estabeleci (mais) dos pela Fetal Medicine Foundation. Os casos foram seguidos até um mês após o parto para avaliar a presença de CC. RESULTADOS: Foram analisadas 3.664 gestações, das quais vinte recém-nascidos apresentaram alguma cardiopatia congênita até o primeiro mês de vida (prevalência de 0,55%). A mediana da TN nos fetos com CC foi de 1,70 mm e nos fetos sem CC foi de 1,60 mm; entretanto, não houve diferença significativa entre as duas medianas (Teste de Mann-Whitney, p>0,05). A sensibilidade da TN na detecção de CC variou de 15% a 20%, com probabilidade de falso-positivos de 86,4% a 97,9%, dependendo do ponto de corte utilizado. A razão de chance para CC foi alta, quando comparada com as indicações clássicas de ecocardiografia fetal, variando de 4,7 a 33,7, de acordo com o ponto de corte utilizado. CONCLUSÃO: Apesar da baixa sensibilidade do teste, a TN aumentada é um importante fator de risco para CC, devendo ser incluída na estratégia do seu rastreamento pré-natal. Resumo em inglês OBJECTIVE: Assess the accuracy of the nuchal translucency (NT) measurement between 11 and 13 weeks and 6 days of gestation as a sonographic marker to screen for congenital heart defects (CHD). METHODS: Multicentric retrospective study, analyzing single pregnancies from euploid fetuses. NT measurement was performed in the first trimester, when fetuses had from 45 to 84 mm of crown-rump length (CRL), according to the criteria established by the Fetal Medicine Foundation. Ca (mais) ses were followed until 1 month after delivery to verify the presence of CHD. RESULTS: 3,664 pregnancies were analyzed and 20 newborns had CHD diagnosed until the first month of life (prevalence of 0.55%). The median NT of the fetuses with CHD was 1.70 mm and 1.60 mm for fetuses without CHD, however no significant difference was found (Mann-Whitney test, p > 0.05). The sensitivity of NT in detection of CHD varied from 15% to 20%, with a range of false positive probability from 86.4% to 97.9%, depending on the cut-off point used. However, the odds ratio was high, compared to the classic indications of echocardiography, ranging from 4.7 to 33.7 according to the cutt-off point. CONCLUSION: In spite of the low sensitivity of the test, enlarged NT is an important risk factor for CHD and should be used in prenatal screening for CHD.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Efeito do ultra-som terapêutico em ratas prenhes/ Therapeutic ultrasound effect on pregnant rats

Oliveira, Rosana de Paiva; Elias, Marco Aurélio Faria; Bellei, Pedro Martins; Silveira, Sâmia Martins da Costa; Peters, Vera Maria; Guerra, Martha de Oliveira
2008-07-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar o efeito da exposição de ratas ao ultra-som terapêutico na fase de pré-implantação. MÉTODOS: ratas Wistar prenhes foram expostas, na fase de pré-implantação, ao ultra-som de 3 MHz, 0,6 W/cm², com ondas pulsadas (USP) ou ondas contínuas (USC), e os controles (USS) ao ultra-som desligado, por cinco minutos. As ratas foram sacrificadas no 20º dia pós-inseminação. Foram feitas análises bioquímicas e hematológicas. Os animais foram submetid (mais) os à necrópsia para identificação de lesões de órgãos internos, remoção e pesagem de fígado, rins e ovários. Foram contados os fetos vivos, malformados, mortos e reabsorvidos. Os fetos, seus cérebros, pulmões, fígados, rins e placentas foram pesados. Os dados obtidos foram analisados por ANOVA - uma via - seguida de teste de Dunnett, qui quadrado ou Kruskal-Wallis (α = 0,05). RESULTADOS: as ratas não apresentaram alteração de peso corporal, de órgãos e nem na capacidade reprodutiva, mas houve o aumento dos triglicérides em ambos os grupos, quando comparados ao USS. Os pesos relativos do coração (0,7 ± 0,9), fígado (9,8 ± 0,8), rins (6,2 ± 0,8) e pulmão (3,8 ± 0,4) dos fetos aumentaram no USC, quando comparados ao coração (0,6 ± 0,1), fígado (8,8 ± 0,5), rins (5,52 ± 0,5) e pulmão (3,4 ± 0,4) do USS. CONCLUSÕES: no modelo experimental usado, o ultra-som terapêutico não causou toxicidade materna significativa. Ondas pulsadas não alteraram a morfologia fetal, mas as ondas contínuas acarretaram aumento nos pesos relativos do coração, fígado, pulmão e rins dos fetos. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the effect of exposure of female rats to therapeutic ultrasound in the pre-implantation phase. METHODS: pregnant Wistar female rats have been exposed to 3 MHz, 0.6 W/cm² ultrasound, pulsatile ultrasound (PUS) or continuous ultrasound (CUS), and controls, unplugged ultrasound (UUS), for five minutes. The rats were sacrificed at the 20th day post-insemination. Biochemical and hematological analyses have been done. Animals have been submitted to necrops (mais) y in order to identify lesions of internal organs, and to remove and weight the liver, kidneys and ovaries. Alive, malformed, dead and reabsorbed fetuses have been counted. RESULTS: the rats have not presented changes in their body and organs weight, and neither in their reproductive capacity, but there has been an increase in triglycerides in the PUS and CUS groups, when compared to the UUS group. The fetuses' relative weights of the heart (0.7 ± 0.9), liver (9.8 ± 0.8), kidneys (6.2 ± 0.8) and lungs (3.8 ± 0.4) increased in the CUS, when compared to the heart (0.7 ± 0.9), liver (9.8 ± 0.8), kidneys (6.2 ± 0.8) e lungs (3.8 ± 0.4) of the UUS. CONCLUSIONS: in the experimental model, the therapeutic ultrasound used has not caused meaningful maternal toxicity. Pulsatile waves have not changed fetal morphology, but continuous waves have caused increase in the relative weight of the fetuses' heart, liver, lungs and kidneys.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Espinha bífida aberta: achados ultra-sonográficos e presença de contrações uterinas na predição da evolução motora neonatal/ Open spina bifida: antenatal ultrasound findings and uterine contractions as predictors of the neonatal neuromotor outcome

Hisaba, Wagner Jou; Moron, Antônio Fernandes; Cavalheiro, Sérgio; Santana, Renato Martins; Passos, Jurandir Piassi; Cordioli, Eduardo
2003-07-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a influência das alterações ultra-sonográficas pré-natais e das contrações uterinas de trabalho de parto na evolução motora neonatal em fetos portadores de espinha bífida aberta. MÉTODOS: foram analisados fetos portadores de espinha bífida aberta. Estes fetos foram acompanhados nos serviços de Medicina Fetal do Hospital São Paulo (Universidade Federal de São Paulo) e do Hospital e Maternidade Santa Joana. Todos os partos foram realizados n (mais) estes serviços e a avaliação neonatal foi realizada pela equipe de Neurocirurgia comum a ambas as instituições Foi observada a influência das alterações ultra-sonográficas (macrocrania, microcrania, nível da falha de fechamento da coluna, pé torto e tipo de apresentação fetal) na força muscular de membros inferiores no período neonatal. Foi analisada, também, a influência das contrações uterinas sobre a movimentação dos membros inferiores. Todos os partos foram realizados por cesárea. Foram utilizados os testes de c² e Fisher para comparações categóricas, com p Resumo em inglês PURPOSE: to determine whether prenatal sonographic findings and uterine contractions can predict neonatal motor outcome in fetuses with open spina bifida. METHODS: we evaluated retrospectively 53 fetuses with open spina bifida from 1993 to 2001. These fetuses were born and followed-up at the fetal medicine units of the Hospital São Paulo ("Universidade Federal de São Paulo") and the "Hospital Santa Joana". The influence of the alterations observed through ultrasound sca (mais) n on neonatal muscular strength (macrocrania, microcrania, level of the spinal column opening, clubfoot and type of fetus position) was evaluated. The influence of uterine contractions on neonatal motor outcome was also evaluated. All deliveries were made through cesarian section. c² and Fisher tests were used for categorical comparisons. A p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Dopplervelocimetria fetoplacentária em gestantes hipertensas e resultados perinatais segundo a idade gestacional/ Fetal and placental Doppler velocimetry in hypertensive pregnant women and perinatal outcomes according to gestational age

Pires, Pedro; Latham, Aníbal Eusébio Faúndes; Mabessone, Suellene Keylla de Magalhães; Ferreira, Ana de Fátima de Azevedo; Rodrigues, Fabiana Gomes de Souza; Leon, Janaina Souza; Ramos, Juliana Limeira de Moura
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar índices de pulsatilidade das artérias umbilical (IPAU) e cerebral média (IPACM) e relação do índice de pulsatilidade umbilico-cerebral (IPAU/IPACM) em fetos de gestantes hipertensas e presença de resultados perinatais adversos. MATERIAIS E MÉTODOS: Analisamos IPAU, IPACM e IPAU/IPACM de 289 fetos de gestantes hipertensas quanto à previsão dos resultados perinatais adversos. Os resultados foram comparados sem e com ajuste pela idade gestacional. (mais) RESULTADOS: O índice de Apgar Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the pulsatility index of umbilical artery (UAPI) and middle cerebral artery (MCAPI), as well as the umbilical-cerebral pulsatility (UAPI/MCAPI) ratio in fetuses of hypertensive pregnant women and associated adverse perinatal outcomes. MATERIALS AND METHODS: The authors have analyzed UAPI, MCAPI and UAPI/MCAPI ratio in 289 fetuses of hypertensive women, correlating the results with the presence of adverse perinatal outcomes. Results were compared wit (mais) h and without adjustment for gestational age. RESULTS: Apgar score

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Sexagem fetal em ovelhas Santa Inês por ultra-sonografia/ Fetal sexing in Santa Inês ewes by ultrasonography

Santos, Maico Henrique Barbosa dos; Moraes, Érica Paes Barreto Xavier de; Guido, Sebastião Inocêncio; Bezerra, Filipe Queiros Gondim; Melo, Arthur Nascimento; Lima, Paulo Fernandes de; Oliveira, Marcos Antonio Lemos de
2006-04-01

Resumo em português O presente estudo teve a finalidade de identificar o sexo e de determinar o dia da migração do tubérculo genital (TG) de fetos ovinos através da ultra-sonografia em tempo real. O sexo foi identificado no Experimento I (EI) levando-se em consideração a localização do TG e no Experimento II (EII), a presença do pênis, prepúcio e bolsa escrotal no feto macho e das tetas, vulva e clitóris no feto fêmea. No EI, as fêmeas (n=17) foram monitoradas em intervalos de (mais) 12 horas, do 35o ao 46o dia de gestação, por via transretal com transdutor linear (6,0 e 8,0 MHz). No EII, as fêmeas (n=30) com gestação de 55 a 75 dias foram examinadas apenas uma vez, utilizando-se o mesmo transdutor e via de exame do EI. Das 17 fêmeas do EI, 11 (64,6%) tiveram seus fetos corretamente sexados, independente da gestação ter sido simples (7/11), dupla (3/11) ou tríplice (1/11). Nas 6 (35,4%) gestações restantes, 3 (17,7%) foram duplas, sendo impossível sexar um feto de cada gestação. Nas outras 3 (17,7%) gestações, os fetos foram corretamente sexados, apesar dos nascimentos não coincidirem com a quantificação. Num feto macho de uma gestação simples, a migração ocorreu no 37° dia e até o 46°, todos os fetos das outras gestações estavam corretamente sexados. Das 30 fêmeas do EII, 16 (53,4%) apresentaram gestações simples e a acurácia da sexagem foi de 100%. Nas 14 (46,6%) restantes, as gestações foram duplas, sendo impossível, em quatro casos, determinar o sexo de, pelo menos, um dos gêmeos. De todos os fetos nascidos, a acurácia geral da sexagem foi de 88,0% (EI) e 90,9% (EII), não sendo observada diferença (P>0,05) entre ambos os experimentos. Os resultados permitem concluir que a ultra-sonografia em tempo real é um método eficiente para diagnosticar o sexo fetal pela visualização do TG, assim como pela identificação do pênis, prepúcio e bolsa escrotal no feto macho e das tetas, vulva e clitóris no feto fêmea, desde que os exames sejam realizados a partir do 50o dia de gestação. Resumo em inglês The present study aimed to identify the sex and to determine the day of genital tubercle (GT) migration of ovine fetuses using real time ultrasonography. The sex was identified in Experiment (EI) taking into consideration the localization of GT and in Experiment II (EII) the presence of penis, prepuce and scrotal bag in male fetus and nipples, genital swelling and clitoris in female fetus. In EI, the females (n=17) were monitored with 12 hour intervals from the 35th to th (mais) e 46th day of pregnancy, by transrectal via with linear transducer (6.0 and 8.0MHz). In EII, the females (n=30) with pregnancy period from 55 to 75 days were examined once only, using the same transducer and via used in EI. Among 17 females in EI, 11 (64.6%) fetuses were correctly sexed independent of single (7/11), twin (3/11) or triple (1/11) pregnancy In 6 (35.4%) pregnancies, 3 (17.7%) were twins, being impossible to sex one fetus of each pregnancy. In other 3 (17.7%) pregnancies the fetuses were correctly sexed, although the birth did not coincide with the quantification. In a male fetus of a single pregnancy, the migration of the GT began on day 37 of pregnancy and on the 46th day all the fetuses of the other pregnancies were correctly sexed. Among 30 females in EII, 16 (53.4%) pregnancies were single being sexed with accuracy of 100%. In other 14 (46.6%) remainder the pregnancies were twins, being impossible, in four cases, to be determined the sex of one of each twin. The incorrect diagnoses were fetuses sexed as females, however born as males. From the all born fetuses the total accuracy was 88.0% (EI) and 90.9% (EII), being not observed difference (P>0.05) between both experiments. The results allow to conclude that ultrasonography in real time is an efficient method to diagnose the fetal sex by visualization of GT, as well as by identification of penis, prepuce and scrotal bag in male fetus and nipples, genital swelling and clitoris in female fetus, since the scanning are performed from Day 50 of pregnancy

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Aborto por Aspergillus fumigatus e A. niger em bovinos no sul do Brasil/ Abortus by Aspergillus fumigatus and A. niger in cattle in southern Brazil

Corbellini, Luís G.; Pescador, Caroline A.; Frantz, Fernanda J.; Lima, Marcelo de; Ferreiro, Laerte; Driemeier, David
2003-06-01

Resumo em português As infecções micóticas apresentam distribuição mundial e podem causar placentite e aborto em diversas espécies de animais. Entre setembro 2001 e novembro 2002, foram processados no Setor de Patologia Veterinária, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 147 fetos bovinos abortados com o objetivo de avaliar as principais causas de aborto infeccioso bovino no sul do Brasil. Destes, 34 estavam acompanhados da placenta. Aborto micótico foi diagnosticado em cinco cas (mais) os (3,4%) mediante cultivo puro de quatro amostras de Aspergillus fumigatus e uma de A. niger associado a lesões histológicas características de fungo. Os exames virológico, bacteriológico e imunofluorescência direta para Leptospira sp foram negativos nestes casos. A idade dos fetos variava entre 5 e 8 meses de idade. Lesões macroscópicas foram observadas em quatro casos e eram caracterizadas por áreas circulares multifocais branco-acinzentadas na pele, principalmente na região da cabeça e dorso, em dois fetos, lesões nodulares no fígado em um caso e espessamento dos cotilédones em duas placentas enviadas juntamente com os fetos. Lesões histológicas foram observadas principalmente no fígado, pulmão e placenta, caracterizadas por hepatite necrótica multifocal, broncopneumonia supurativa e placentite necrótica. Através da coloração de Grocott hifas septadas foram observadas em duas placentas e nas bordas das lesões necróticas no fígado de um feto. Em dois casos hifas foram observadas somente na placenta e não no feto, salientando-se a importância deste tecido para o diagnóstico de aborto micótico bovino. Resumo em inglês Mycotic infection has worldwide distribution and may cause placentitis and abortion in almost all domestic animals. From September 2001 through November 2002 specimens from 147 aborted bovine fetuses along with 34 placentas were submitted to the Laboratory of Veterinary Pathology, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, to investigate infectious causes of abortion in southern Brazil. Mycotic abortion was diagnosed in five cases (3.4%). Aspergillus fumigatus was isolate (mais) d from four cases and A. niger from one. Virological, bacteriological and direct immunofluorescent antibody tests for Leptospira sp were negative in those cases where Aspergillus sp was cultured. The gestational age of those fetuses ranged from 5 to 8 months. Macroscopic lesions were observed in four cases. One had several nodular lesions disseminated throughout the liver, two had skin lesions characterized by white-grayish round plaques mostly on the head and neck, and thickened cotyledons in two placentas sent with those fetuses. The histological lesions were observed in the liver, lungs and placenta and consisted primary of necrotizing hepatitis, suppurative bronchopneumonia of varying degrees and necrotizing placentitis. With the use of Grocott's methenamine-silver staining, septate hyphae could be observed in three cases, surrounding necrotizing lesions in the liver of one fetus and in two placentas. In two cases hyphae were observed in placental tissues and not in fetal tissues, indicating the importance of the placenta in diagnosing mycotic abortion in cattle.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Uropatias obstrutivas bilaterais fetais: sinais ultrassonográficos durante a gravidez e evolução pós-natal/ Fetal bilateral obstructive uropathies: ultrasound findings during pregnancy and postnatal outcomes

Peralta, Cleisson Fábio Andrioli; Figueiredo Neto, Mário de; Hidalgo, Simone Ravacci; Sbragia Neto, Lourenço; Rosa, Izilda Rodrigues Machado; Marussi, Emílio Francisco; Barini, Ricardo
2009-11-01

Resumo em português OBJETIVO: verificar a associação entre sinais ultrassonográficos durante a gestação e evoluções pós-natais em casos de fetos com uropatias obstrutivas bilaterais, acompanhados de forma expectante. MÉTODOS: fetos com uropatias obstrutivas bilaterais apresentando oligoâmnio grave e tórax estreito foram comparados a fetos com uropatias obstrutivas bilaterais que não desenvolveram estas alterações com relação à presença ou ausência de cistos em ambos os rin (mais) s e à presença ou ausência de hiperecogenicidade de parênquima em ambos os rins. Casos em que houve óbito do neonato foram comparados com aqueles em que o neonato teve alta do berçário em relação aos mesmos aspectos ecográficos renais acima citados, à presença de oligoâmnio grave e de tórax estreito. A sensibilidade, a especificidade, os valores preditivos positivo e negativo da presença de cistos renais bilaterais, hiperecogenicidade renal bilateral, oligoâmnio grave e tórax fetal estreito para óbito do neonato foram calculados. RESULTADOS: o oligoâmnio grave e o tórax estreito foram mais frequentes (p=0,03; p Resumo em inglês PURPOSE: to verify the association between ultrasonographic signs during gestation and post-delivery evolution in fetuses with bilateral obstructive uropathies, followed up in an expectant way. METHODS: fetuses with bilateral obstructive uropathies presenting severe oligoamnios and narrow thorax have been compared with fetuses with bilateral obstructive uropathies without those alterations, concerning the presence or absence of cysts in both kidneys, and the presence or a (mais) bsence of parenchymal hyperechogenicity in both kidneys. Cases of neonatal death were compared with cases of neonatal discharge from the nursery, regarding the same renal echographic aspects mentioned above, the presence of severe oligoamnios and narrow thorax. The sensitivity, specificity, positive and negative predictive value of the presence of bilateral renal cysts, bilateral renal hyperechogenicity, severe oligoamnios and narrow fetal thorax for the neonatal death were calculated. RESULTS: severe oligoamnios and narrow thorax were more frequent (p=0.03; p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Desenvolvimento pós-natal e potencial teratogênico da prole de ratos Wistar no estudo da toxicidade reprodutiva de duas preparações fitoterápicas contendo soja Glycine max (L.) Merr/ Neonatal development and teratogenic potential of Wistar rats offspring in the study of reproductive toxicity of two commercial phytotherapic preparations with soy Glycine max (L.) Merr

Hollenbach, C.B.; Bortolini, C.E.; Batista, J.M.; Hollenbach, E.B.; Schuch, T.L.; Pacheco, M.H.; Mello, F.B.; Mello, J.R.
2010-08-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito de duas preparações fitoterápicas comerciais que continham soja sobre o desenvolvimento geral e sexual da progênie de ratos Wistar e sobre o potencial teratogênico das preparações fitoterápicas durante um estudo de toxicidade reprodutiva. Para tanto, observaram-se, diariamente, as características de desenvolvimento dos filhotes e analisou-se o comportamento em campo aberto, e, para avaliar o potencial teratogênico, realizou-se diafanização (mais) dos fetos removidos por cesariana. Inferiu-se que o tratamento dos pais não comprometeu o desenvolvimento de sua progênie e também não determinou efeitos teratogênicos aos fetos de ratos Wistar. Resumo em inglês The effect of two commercial phytotherapic preparations containing soy was evaluated on the general and sexual development of Wistar rats offspring and on the teratogenic potential during a reproductive toxicity study. For this, the offspring development characteristics were daily observed, and the behavior in open field was studied. To assess the teratogenic potential, diaphanization of the fetuses removed by caesarean section was done. It was concluded that the treatmen (mais) t of the parents did not compromise the development of their progeny and also did not determine the teratogenic effects in the fetuses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Curva de referência para a medida da translucência nucal na população capixaba/ Reference range curve of nuchal translucency in the population of the State of Espírito Santo, Brazil

França, Luiz Cláudio; Murta, Carlos Geraldo Viana
2004-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar o comportamento da medida da translucência nucal (TN) na população capixaba, no período entre a 10ª e a 14ª semanas de gestação. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudou-se de forma transversal 853 fetos, consecutivamente, que apresentaram cariótipos ou fenótipos normais. Todos os fetos foram submetidos, durante a ultra-sonografia de rotina, à medida da TN. A análise estatística utilizou o teste "t" de Student e ANOVA. O teste de regressão ajustou o m (mais) elhor modelo matemático para traduzir o comportamento da TN. RESULTADOS: A idade materna variou de 14 a 49 anos (média de 30,2 anos), sendo que 22,1% encontravam-se com mais de 35 anos. A TN mostrou comportamento crescente com a idade gestacional e o comprimento cabeça-nádegas (CCN). Houve 73 casos (6,46%) de fetos normais com TN maior que 2,5 mm. O melhor modelo matemático encontrado para representar o comportamento da TN foi a regressão linear simples (TN = 0,414 + 0,020 × CCN), que permitiu estabelecer curva de normalidade com os percentis 5, 10, 25, 50, 75, 90 e 95. CONCLUSÃO: A TN apresenta comportamento crescente com o avançar da idade gestacional, no período de 10 a 14 semanas. A população capixaba apresenta medidas de TN semelhantes às demais populações já testadas. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the behavior of nuchal translucency (NT) in the population of the State of Espírito Santo, Brazil, during weeks 10 to 14 of pregnancy and to establish a reference range for this population. MATERIALS AND METHODS: A transversal study was performed in 853 fetuses which presented normal cariotype or phenotype. All the fetuses were submitted to ultrasound analysis for NT measurement, during routine ultrasound examinations. The Student's "t" test and ANOV (mais) A were used in the statistical analysis. The regression test was used to adjust the better mathematical model to translate the NT behavior. RESULTS: Maternal age varied between 14 to 49 years (mean 30.2%), and 22.1% were above 35 years of age. The NT measurement increased with gestational age and the crown-rump length (CRL). In 73 normal fetuses (6.46%) the NT was thicker than 2.5 mm. The better mathematical model was the linear correlation (NT = 0.414 + 0.020 × CRL) which allowed to establish the reference range (percentiles 5, 10, 25, 50, 75, 90 and 95). CONCLUSION: The NT measurement is a manageable method during the usual ultrasonography. NT measurements increase with gestational age during weeks 10 to 14 of pregnancy. The NT measurements seen in the population of the State of Espírito Santo were similar to other population tested.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Translucência nucal aumentada e cariótipo normal: evolução pré e pós-natal/ Increased fetal nuchal translucency thickness and normal karyotype: prenatal and postnatal follow-up

Saldanha, Fátima Aparecida Targino; Brizot, Maria de Lourdes; Moraes, Edécio Armbruster de; Lopes, Lilian M; Zugaib, Marcelo
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi avaliar a evolução pré e pós-natal dos fetos com translucência nucal (TN) aumentada e cariótipo normal. MÉTODOS: Duzentos e setenta e cinco fetos com TN aumentada foram avaliados no setor de Medicina Fetal da Clínica Obstétrica do HC-FMUSP. Esses casos foram submetidos à avaliação do cariótipo, ultrassonografia seriada, ecocardiografias fetal e pós-natal e avaliação clínica genética pós-natal. RESULTADOS: Em 1 (mais) 4,2% dos casos, o cariótipo esteve alterado e em 85,8% o cariótipo ou fenótipo foi normal. Nos casos com cariótipo normal, a ultrassonografia morfológica de segundo trimestre esteve alterada em 24,7%, destes, um terço apresentou malformações estruturais maiores, sendo 35,7% cardíacas. Resultados gestacionais adversos, como abortamento, óbitos intraútero e neonatal ocorreram em 10,2% dos casos. A avaliação pós-natal foi realizada em 72,7% das crianças, mostrando-se alterada em 14,8%. A frequência de criança viva e saudável diminuiu com o aumento da medida da TN, sendo de 37,5% quando a TN foi igual ou maior que 4,5 mm. CONCLUSÃO: Nos fetos com TN aumentada e cariótipo normal, quanto maior a medida da TN maior a frequência de malformações estruturais, em especial defeitos cardíacos, resultados gestacionais adversos e alterações na avaliação pós-natal. Resumo em inglês OBJECTIVE: The aim of this study was to evaluate pregnancy and postnatal outcomes of fetuses with increased nuchal translucency thickness (NT) and normal karyotype. METHODS: Two hundred seventy five fetuses with increased NT were examined with karyotyping analysis, serial ultrasound scans, echocardiography and postnatal clinical and genetic evaluation at the Fetal Medicine Unit - Department of Obstetrics - São Paulo University. RESULTS: The karyotype was abnormal in 14.2 (mais) % of the cases and normal in 85.8%. In cases with normal karyotype 24.7% presented structural abnormalities at the anomaly scan, one third of these were major malformations with 35.7% of heart defects. Adverse pregnancy outcome such as miscarriages, intrauterine and neonatal deaths occurred in 10.2% of cases. Of the infants 72.7% had postnatal examination, with 14.8% presenting abnormalities. Chances of having a live and healthy child decreased with increased NT thickness, and were of 37.5% for NT above 4.5mm. CONCLUSION: In cases with increased NT thickness and normal karyotype, the frequency of fetal malformations, especially heart defects, adverse pregnancy outcome and postnatal abnormalities is related to the NT thickness.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Modelo experimental de artroscopia do quadril em cadáveres de recém-nascidos/ Experimental hip arthroscopy model in newborn cadavers

Oliveira, Ronaldo Silva de; Leite, José Alberto Dias; Patrocínio, Régia Maria do Socorro Vidal; Castro, Juvêncio Oliveira Araújo de; Santana, Mariana Gonçalves de
2005-01-01

Resumo em português O quadril apresenta anatomia e topografia complexa onde procedimentos diagnósticos são freqüentemente pouco elucidativos, entretanto, o artroscópio possibilitou o acesso direto à articulação. As indicações crescem a cada ano, mas em crianças são restritas. Com objetivo de desenvolver um modelo experimental de treinamento do método em quadril e verificar danos a estruturas submetidas à tração durante a artroscopia, realizamos o estudo. Utilizando 20 cadáver (mais) es de recém-nascidos, foi testada a possibilidade de realizar esse procedimento. Seis fetos representaram o projeto piloto, servindo para desenvolver o modelo de pesquisa e catorze o estudo principal. Em todos os fetos, realizou-se o procedimento através dos portais ântero-lateral e lateral e a análise histomorfológica das estruturas do quadril. Os portais lateral e o ântero-lateral ofereceram boa segurança, sendo possível identificar a maior parte das estruturas anatômicas intra-articulares através da artroscopia. Através de um só acesso não foi possível visualizar toda a articulação. A artroscopia do quadril tem técnica difícil, mas factível em cadáveres de recém-nascidos com peso superior a 1700g e não foram encontradas lesões macroscópicas ou histológicas sobre as estruturas estudadas em fetos submetidos a uma tração de até 88 N. Resumo em inglês The hip presents a complex topography and anatomy. Diagnostic procedures are generally not very helpful. However, direct access to the joint was made possible by the use of arthroscopy. Surgical indications for its use are becoming more frequent year after year. Usage in children is still not very common. This paper is aimed at developing an experimental model of hip arthroscopy. Damages resulting from its use in structures subjected to traction were evaluated. Twenty new (mais) born cadavers were used to test the feasibility of the procedure. Six fetuses were used during the pilot project for the development of a research model. The remainder fourteen fetuses were used during the main study. Antero lateral and lateral ports were used for surgical access to the hip. Histomorphological studies of the hip structures were carried out in each case. Lateral and antero-lateral ports offered safe access and adequate viewing of most intra-articular anatomical structures through arthroscopy. It was not possible to see all structures through just one port. Hip arthroscopy is not an easy procedure although feasible in newborn cadavers weighing more than 1700 g. No macroscopic or histological lesions were identified in fetuses submitted to traction of up to 88 N.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Aborto bovino por Neospora caninum no Rio Grande do Sul/ Bovine abortion due to Neospora caninum in Rio Grande do Sul state, Brazil

Corbellini, Luís Gustavo; Driemeier, David; Cruz, Cláudio; Dias, Marcelo Maronna
2000-10-01

Resumo em português Casos de aborto bovino submetidos ao Setor de Patologia da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul entre os anos de 1995 e o primeiro trimestre de 1999 foram selecionados e analisados histologicamente. Um total de 30 fetos abortados foram avaliados através da coloração de Hematoxilina e Eosina (HE) e lesões inflamatórias não supurativas foram encontradas principalmente no cérebro e/ou coração de seis casos. Realizou-se imunoistoquí (mais) mica pela técnica de streptavidina-biotina, utilizando-se anticorpos anti-Neospora caninum e anti-Toxoplasma gondii nesses seis casos. Taquizoítos marcados pelo anticorpo anti-N. caninum foram visualizados em três dos seis fetos bovinos testados e não houve reação com o anticorpo anti-T. gondii. Esses resultados comprovam a existência de aborto bovino causado por N. caninum no Estado do Rio Grande do Sul. Resumo em inglês Aborted bovine fetuses submitted to the Pathology Laboratory at Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brazil between 1995 and the first trimester of 1999 were selected and examined histologically. Tissue from thirty aborted fetuses were examined after staining with Hematoxylin & Eosin and non-suppurative inflammations were observed mainly in the brain and/or heart of six cases. The avidin-biotin immunohistochemistry technique was done using antiserum against Neospora (mais) caninum and Toxoplasma gondii in those six cases. Tachyzoites that reacted with N. caninum antisera were seen in three of the six fetuses with non-suppurative inflammation. There was no reaction with T. gondii antiserum. These results confirm the presence of Neospora caninum abortion in cattle in the state of Rio Grande do Sul, Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Efeitos da ivermectina (Ivomec® 1% injetável) administrada a ratas Wistar durante o período de organogênese/ Effects of the endectocid ivermectin (Ivomec(r) 1% injection) on pregnants females wistar rats

Möller, Vanessa Maraschin; Dallegrave, Eliane; Coelho, Ricardo; Pereira, Janaína; Langeloh, Augusto
2003-01-01

Resumo em português Avaliou-se a segurança da ivermectina (IVOMEC 1% injetável), um fármaco muito utilizado, administrado a ratas prenhes, no início da fase organogênica, em dosagem até 60 vezes superior (12mg/kg) a utilizada para o tratamento de escabiose em caninos e felinos. Os resultados revelaram ausência de toxicidade sistêmica e reprodutiva, fundamentados na ausência de alterações no desenvolvimento ponderal, consumo de água e ração, absorções embrionárias, massa rela (mais) tiva e exame histopatológico dos órgãos das ratas prenhes, bem como na massa corporal, vitalidade dos fetos, número de fetos por fêmea e alterações macroscópicas externas. Conclui-se pela segurança da ivermectina, quando administrada, em dose única, no início da fase de organogênese de ratas prenhes. Resumo em inglês In order to evaluate the possible effect of ivermectin used on pregnant animals, Wistar rats were treated orally on sixth pregnancy day, with dosage of 20 and 60 times higher than therapeutic dosage used to treat scabiosis in dogs and cats. During all pregnant period, body weight, water and pellet food consuption of dams were determined. The dams were sacrificed at term for the evaluation of maternal and fetal parameters. The numbers of corporea lutea, post implantation l (mais) oss and living and death fetuses were recorded. Also the organs of dams were removed, weighted and histopatologically examined. Fetuses were weighted, sexed, examined for external macroscopic malformations. Results showed absence of systemic and reproductive toxicity. It is concluded that ivermectin is no toxic to the dams and fetus, when administered in the beginning of organogenic period.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Efeitos do uso crônico do nelfinavir sobre a prenhez da rata albina: ensaio biológico/ Effects of chronic nelfinavir treatment on rat pregnancy: biological assay

Mathias, Camila Fernandes Venneri; Mathias, Cícero Venneri; Simões, Ricardo Santos; Oliveira-Filho, Ricardo Martins; Amed, Abes Mahmed; Simões, Manuel de Jesus; Kulay Júnior, Luiz
2006-03-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar o efeito do uso crônico do nelfinavir sobre o peso de ratas albinas prenhes e seus conceptos, bem como o número de implantações, fetos, placentas, reabsorções e mortalidade materna e fetal. MÉTODOS: 50 ratas albinas EPM-1 Wistar, prenhes, foram aleatoriamente divididas em cinco grupos: 2 controles, Contr1 (controle do estresse) e Contr2 (controle do veículo), e três experimentais, Exp40, Exp120 e Exp360, que receberam, respectivamente, 40, 120 e (mais) 360 mg/kg por dia de nelfinavir por via oral. A droga e o veículo (água destilada) foram administrados por gavagem em duas tomadas diárias (12/12 horas), desde o primeiro dia até o dia 20 da prenhez. No último dia do experimento, todos os animais foram anestesiados e sacrificados. Foram avaliados a evolução do peso, número de implantações, reabsorções, fetos, placentas, óbitos intra-uterinos, o peso dos fetos e das placentas e malformações maiores. A análise estatística foi realizada pela análise de variância (ANOVA) completada pelo teste de Kruskal-Wallis. RESULTADOS: em relação ao ganho de peso das ratas, houve ganho normal em todos os grupos, não sendo constatadas diferenças significantes entre eles. ANOVA mostrou ausência de diferenças significativas entre os grupos quanto aos parâmetros estudados. As médias do número de fetos foram: controles = 9,7±0,50; grupos tratados com nelfinavir = 9,7±0,81. Para as médias de números de placentas e implantações, controles = 9,7±0,50; grupos tratados com nelfinavir = 9,7±0,78. Quanto às médias de pesos fetais, controles = 4,04±0,50; grupos tratados com nelfinavir = 3,91±0,33 g. Finalmente, para as médias de pesos de placentas, controles = 0,64±0,02; grupos tratados com nelfinavir = 0,67±0,02 g. Além disto, não foram observadas reabsorções, mortalidade das matrizes, óbitos e malformações fetais. CONCLUSÕES: o nelfinavir, em todas as doses administradas, não influiu no ganho de peso das ratas prenhes e não mostrou efeitos deletérios sobre os conceptos. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the chronic effects of nelfinavir on body weight gain of pregnant albino rats and their concepts, as well as on the number of implantations, reabsorptions, fetuses, placentae, and maternal and fetal mortality. METHODS: fifty pregnant EPM-1 Wistar albino rats were randomly divided into five groups: two controls, Contr1 (control of stress) and Contr2 (drug vehicle control), and 3 experimental groups, Exp40, Exp120, Exp360, which received 40, 120 or 360 (mais) mg/kg per day of oral solution of nelfinavir, respectively. The drug and the vehicle (distilled water) were administered twice a day (12/12 h) by gavage from the first up to the 20th day of pregnancy. After sacrifice under deep anesthesia, the following parameters were evaluated: number of implantations and reabsorptions, the weight of fetuses and placentae, and the number of intrauterine deaths as well as inspection for major malformations. Data were evaluated by ANOVA followed by the Kruskal-Wallis multiple comparison test. RESULTS: body weight gain during pregnancy was normal for all the groups, and no significant differences were detected between them. ANOVA did not reveal any significant effect of nelfinavir on the studied parameters. The means of number of fetuses were: control = 9.7±0.50; nelfinavir-treated groups = 9.7±0.81. Regarding the means of number of placentae and implantations, controls = 9.7±0.50; nelfinavir-treated groups = 9.6±0.78. The mean fetal weights were as follows: controls = 4.04±0.50; nelfinavir-treated groups = 3.91±0.33 g. Finally, control placental weights averaged 0.64±0.02; nelfinavir-treated groups = 0.67±0.02 g. CONCLUSION: nelfinavir was well tolerated at all the administered doses; no damage was produced on the fetuses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Desenvolvimento embrionário em ratas tratadas com tacrolimus durante a fase de pré-implantação/ Embryo development in rats treated with tacrolimus during the preimplantation phase

Ramos, Alessanda Fernandez Louzada Hoegmann; Rodrigues, Jhennifer Kliemchen; Silva, Lorena Ribeiro da; Guerra, Martha de Oliveira; Peters, Vera Maria
2008-05-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a toxicidade do tacrolimus sobre o desenvolvimento embrionário em ratas tratadas durante o período de trânsito tubário. MÉTODOS: sessenta ratas Wistar foram distribuídas em quatro grupos (15 animais cada), que receberam diferentes doses de tacrolimus por via intragástrica: (T1) 1,0 mg/kg/dia, (T2) 2,0 mg/kg/dia e (T3) 4,0 mg/kg/dia. O grupo controle (C) recebeu água destilada. As ratas foram observadas diariamente para detectar sinais clínicos d (mais) e toxicidade. O tratamento foi realizado do primeiro ao quinto dia de gestação. As seguintes variáveis maternas foram analisadas: peso corporal, de ovários, fígados e rins, consumo de alimento, número de corpos lúteos, implantes, fetos vivos e mortos e índice de implantação. Os fetos e placentas foram pesados e os primeiros foram observados para detectar malformações externas. Estatística: análise de variância (ANOVA), uma via, seguida de teste de Dunnett (alfa=0,05). RESULTADOS: não ocorreram indícios clínicos de toxicidade materna, tais como perda de peso, redução do consumo de alimento ou do peso de órgãos (p>0,05). Também não houve diferença significativa no peso corporal dos fetos (C: 1,8±0,6; T1: 2,2±0,5; T2: 1,9±0,5 e T3: 2,0±0,5 g) e de placentas (C: 1,6±0,4; T1: 1,5±0,4; T2: 1,8±0,4 e T3: 1,6±0,4 g), com p>0,05. Nenhuma malformação externa foi detectada. CONCLUSÕES: a administração de tacrolimus a ratas prenhes durante o período de trânsito tubário não parece ter qualquer efeito tóxico e materno ou embrionário. Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the toxicity of tacrolimus on embryonic development in rats treated during the tubal transit period. METHODS: sixty Wistar rats were distributed into four groups (15 animals each), which received different doses of tacrolimus through intragastric administration: (T1) 1.0 mg/kg/day, (T2) 2.0 mg/kg/day and (T3) 4.0 mg/kg/day. The control group (C) received distilled water. The rats were observed daily to detect clinical signs of toxicity. The treatments (mais) were performed from the first to the fifth day of pregnancy. The following maternal variables were analyzed: body, ovary, liver, and kidney weights, food intake, number of corpora lutea, implants, alive and dead fetuses, and implantation rates. The fetuses and placentae were weighed and the former were observed in order to detect external malformation. Statistical analysis was performed by one way: analysis of variance (ANOVA), folowed by the Dunnet test (alpha=0.05). RESULTS: there were no signs of maternal toxicity, such as body weight loss, decrease in food intake or in organ weights (p>0.05). There was also no significant difference among weights of fetuses (C: 1.8±0.6; T1: 2.2±0.5; T2: 1.9±0.5 and T3: 2.0±0.5 g) and placentae (C: 1,6±0.4; T1: 1.5±0.4; T2: 1.8±0.4 e T3: 1.6±0.4 g), with p>0.05; no external malformation was detected in the fetuses. CONCLUSIONS: the administration of tacrolimus to pregnant rats during the tubal transit period does not seem to generate any toxic effect to mother or embryo.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Derivação vésico-amniótica no tratamento intra-uterino das uropatias obstrutivas: revisão e análise crítica da experiência de um Centro de Medicina Fetal/ Vesicoamniotic shunt in the intrauterine treatment of obstructive uropathies: a review and critical analysis of the experience of the Fetal Medicine Center

Pereira, Alamanda Kfoury; Ozanan, Gabriel Costa; Rezende, Guilherme de Castro; Reis, Zilma Silveira Nogueira; Leite, Henrique Vitor; Cabral, Antônio Carlos Vieira
2005-03-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a eficácia, a segurança e os benefícios do uso do cateter de derivação vésico-amniótico no tratamento intra-uterino das uropatias obstrutivas. MÉTODOS: análise retrospectiva dos registros de 35 fetos portadores de uropatia obstrutiva, acompanhados em um centro de Medicina Fetal, no período compreendido entre 1990 e 2004, tratados pela insersão do cateter de derivação vésico-amniótica. As pacientes consentiram em submeter-se ao procedimento (mais) . Os casos selecionados seguiram os seguintes critérios de inclusão: gestação única; idade gestacional até 32 semanas; ausência de outras malformações; cariótipo normal; ultra-sonografia mostrando lesão obstrutiva no trato urinário, bilateral ou unilateral com comprometimento do rim contralateral, caracterizando hidronefrose (diâmetro ântero-posterior da pelve maior que 10 mm), associada ou não a megaureter e megabexiga; oligoâmnio, dado por índice de líquido amniótico menor que 8; função renal normal, dada por critério ecográfico (aspecto dos rins à ecografia) e por estudo bioquímico da urina fetal (osmolaridade). Considerou-se normal a osmolaridade de até 210 mOsm como indicativo de função renal preservada. Após o nascimento foram acompanhados pelo setor de Nefrologia Pediátrica do Hospital das Clínicas da UFMG. Os neomortos ou natimortos foram encaminhados para o setor de Anatomia Patológica. Foi realizada análise descritiva dos seguintes parâmetros: diagnóstico pré-natal da uropatia, idade gestacional à insersão do cateter, tempo de permanência do cateter, complicações pós-procedimento, mortalidade perinatal e sobrevida neonatal. RESULTADOS: a válvula de uretra posterior foi a uropatia mais freqüente (62,8%). A idade gestacional média da insersão do cateter foi 26,1 semanas. O tempo médio de permanência do cateter após a colocação até o parto foi de 46 dias (variando entre um e 119 dias). Ocorreram 4 mortes fetais e 17 mortes neonatais (mortalidade perinatal de 60%). A principal causa dos óbitos foi a hipoplasia pulmonar. O oligoidrâmnio esteve presente em 33 dos 35 fetos acompanhados (94,3%), tendo sido revertido em 23 casos (70%), dos quais 14 sobreviveram ao período neonatal. Há 4 crianças em acompanhamento no setor de Nefrologia Pediátrica do Hospital das Clínicas da UFMG. Duas estão em diálise peritoneal, com expectativa de transplante renal, e duas apresentam-se com função renal preservada, com idades variando entre 2 meses e 4 anos. CONCLUSÃO: a derivação vésico-amniótica apresenta-se como uma alternativa viável de tratamento intra-uterino das uropatias graves, apresentando índice de sobrevida neonatal de 40% entre fetos que provavelmente evoluiriam para o óbito. Entretanto, o sucesso do procedimento esteve diretamente relacionado com a adequada seleção dos fetos e a precocidade da intervenção intrauterina, isto é, restringindo o procedimento àqueles fetos com menos de 32 semanas, com obstrução bilateral, sem malformações associadas e com função renal ainda preservada. A reversão do oligoidrâmnio não garantiu melhor prognóstico neonatal. Permanece controverso se a derivação vésico-amniótica é capaz de garantir a função renal preservada a longo prazo. Resumo em inglês PURPOSE: to analyze the efficacy, safety and real advantage of vesicoamniotic shunt catheter in the intrauterine treatment of obstructive uropathy. METHODS: a retrospective and descriptive study, in which the evolution of 35 fetuses with obstructive uropathy, submitted to vesicoamniotic shunt from 1990 to 2004 in a Fetal Medical Center was evaluated. All these fetuses fitted the selection criteria defined by a protocol of this service, and had the parents' consent for the (mais) procedure. The Pediatric Nephrology Sector of the Hospital das Clínicas of UFMG assessed all of them after delivery to confirm the prenatal diagnosis and outcome. The dead neonates were studied by the Pathological Anatomy Sector of UFMG. Descriptive analysis of the following parameters was performed: prenatal diagnosis of the uropathy, gestational age at shunt insertion, time of catheter utilization, post-surgery complications, perinatal mortality and neonatal survival. RESULTS: posterior urethral valve was the most common uropathy (62.8%). The mean gestational age at the vesicoamniotic shunt placement was 26.1weeks and the mean time of its presence was 46 days (1-119 days). There were four intrauterine fetal deaths and 17 in the neonatal period (60% perinatal mortality). The main cause of death was pulmonary hypoplasia. Olygohidramnios was present in 33/35 fetuses (94.3%) and it was reversed in 23 of them (70%); fourteen fetuses survived the neonatal period. At present, there are 4 children followed up by the Pediatric Sector of Nephrology of Hospital das Clínicas. Two of them have been treated with peritoneal dialysis, awaiting renal transplantation. The other two have normal renal function. Their age varies from 2 months to 4 years. CONCLUSION: the vesicoamniotic shunt may be a viable intrauterine treatment for severe obstructive uropathy, with 40% of survival rate of fetuses that might have progressed to death. However, the procedure's success was directly related to the adequate selection, and to the early intervention in the uterus, performed before 32 weeks of gestation in fetuses with bilateral obstruction, without any associated malformation and with still preserved renal function. Olygohidramnios reversion did not guarantee a good prognosis. It remains controversial if the vesicoamniotic shunt can really ensure long-term renal function.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Efeito do sevofluorano sobre a freqüência cardíaca fetal no terço final de gestação de cadelas/ Effect of sevoflurane on fetal heart rate in last third pregnant bitches

Matsubara, L.M.; Oliva, V.N.L.S.; Gabas, D.T.; Bevilacqua, L.; Rodello, L.; Perri, S.H.V.
2007-02-01

Resumo em português Estudaram-se os efeitos do sevofluorano sobre a freqüência cardíaca nos fetos de cadelas no terço final de gestação, mediante a mensuração da freqüência cardíaca fetal com a utilização do ultra-som. Nove cadelas, sem raça definida, entre um e cinco anos de idade, com aproximadamente 45 dias de gestação, foram anestesiadas com acepromazina (0,05mg/kg, IV), propofol (5mg/kg, IV) e sevofluorano. O monitoramento da freqüência cardíaca fetal foi realizado an (mais) tes da medicação pré-anestésica (M0), 15 minutos após a intubação traqueal (M1), aos 30 minutos (M2) e 60 minutos (M3) do período de manutenção anestésica. A pressão arterial sistólica (PAS), média (PAM) e diastólica (PAD) foram obtidas pelo método não invasivo, sendo a PAM avaliada também pelo método invasivo. Por meio do monitoramento da freqüência cardíaca fetal média não se observou diferença significativa entre M0, M1 e M2, e verificou-se elevação apenas aos 60 minutos da manutenção anestésica (M3) em relação ao M0, porém sem significado clínico. O protocolo anestésico provocou diminuição significativa da pressão sangüínea arterial materna sem alterar, porém a freqüência cardíaca dos fetos. Resumo em inglês The effect of sevoflurane on fetal heart rate of 45-day fetuses was investigated through monitoring fetal heart rate by ultrasonographic evaluation in nine adult bitches aging from 1 to 5-year-old. After sedation with acepromazine (0.05mg/kg, IV), the anesthetic induction was accomplished using propofol (5mg/kg, IV) and the maintenance was kept with sevoflurane. The fetal heart rate was measured before sedation (M0), 15 minutes after endotracheal intubation (M1), at 30 (M (mais) 2) and 60 minutes (M3) from the beginning of general anesthesia. The systolic, diastolic and mean blood pressures were obtained by indirect techniques, while mean blood pressure were also obtained by direct technique. The measure of fetal heart rate did not show any difference between M0, M1 and M2, but there was a remarkable increase in the last moment of the study (M3) comparing to M0, however without clinical relevance. The anesthetic protocol employing acepromazine, propofol and sevoflurane in 45-day pregnancy bitches decreased their arterial blood pressure without affecting the fetal heart rate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Dopplerfluxometria no estudo da circulação fetal: revisão do aspecto segurança/ Doppler velocimetry in the study of the fetal circulation: review on safety

Murta, Carlos Geraldo Viana; Batistuta, Paulo Novaes; Cunha Filho, João Sabino
2002-11-01

Resumo em português Os autores apresentam os métodos Doppler e sua evolução no estudo da circulação fetal, dando ênfase à segurança e aos bioefeitos. Os aparelhos de ultra-sonografia utilizados correntemente funcionam com índice térmico máximo e índice mecânico automaticamente mantidos em níveis inferiores a 1,0. Até os dias atuais, não foi descrita lesão biológica em fetos humanos submetidos ao Doppler diagnóstico. Portanto, o Doppler pulsado, o colorido e o "power" Doppler são seguros na exposição ultra-sonográfica do pré-natal. Resumo em inglês The authors review the Doppler imaging methods and their evolution for the study of the fetal circulation emphasizing safety and bioeffects. Ultrasound machines work with thermal and mechanical indexes that are automatically kept under 1.0. Up to date, there have been no reports on biological lesions in human fetuses caused by diagnostic Doppler. Consequently, color, pulsed and power Doppler sonography are considered safe in prenatal exposure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Avaliação ultra-sonográfica do osso nasal fetal: evolução das medidas ao longo da gestação/ Ultrasonographic assessment of fetal nasal bone: normal ranges throughout gestation

Mazzoni Júnior, Gui Tarcísio; Faria, Marcos; Castro, Mário Jorge Barreto Viegas; Chaves, Aristóteles dos Santos; Teixeira, Luciano da Silva; Correa Júnior, Mário Dias; Pettersen, Heverton
2006-03-01

Resumo em português OBJETIVO: além da ausência ultra-sonográfica do osso nasal fetal, sua hipoplasia também apresenta forte associação com a trissomia 21, porém por não haver clara definição do que seja tal hipoplasia, objetivou-se estabelecer seus valores de referência ao longo da gestação, em população brasileira. MÉTODOS: este estudo seccional se baseou em 625 dentre 902 fetos, entre 10 e 39 semanas, considerando-se uma medida de cada indivíduo. Foram excluídos os malfor (mais) mados e aqueles cujas mães apresentavam doenças que, sabidamente, interferem em seu crescimento. Utilizou-se a imagem ecográfica do perfil fetal, com feixe acústico incidindo em ângulo de 45 ou 135° em relação ao plano da face. A média de cada idade gestacional foi estimada pela regressão polinomial. O teste de Anderson-Darling verificou a distribuição normal das medidas (p>0,05). RESULTADOS: dos 625 fetos, 88,3% originaram-se de gestações simples e 11,7% de gestações múltiplas. O avanço da idade gestacional implicou aumento da medida do osso nasal e aumento de sua variabilidade. Encontrou-se tamanho mínimo de 1,0 mm e 4,7 mm no primeiro e segundo trimestres, respectivamente. CONCLUSÕES: há correlação direta entre o tamanho do osso nasal e a idade gestacional. Essa correlação é válida tanto para gestação simples quanto para múltipla. Este trabalho permite adotar a avaliação ecográfica do osso nasal fetal como marcador de cromossomopatias, ao estabelecer os valores de referência de sua medida ao longo da gestação, útil para a população brasileira, com grande miscigenação étnica. Entretanto, necessita-se aprimorar a sistematização e padronização do estudo ecográfico do osso nasal fetal, além de estabelecer seu real valor em fetos previamente classificados como de alto e baixo risco para aneuploidias. Resumo em inglês PURPOSE: the absence of fetal nasal bone is correlated with trisomy 21. Although a hypoplastic nasal bone is also correlated with trisomy 21, there is no clear definition of this term in the literature. Our objective was to establish the reference values for fetal nasal bone size throughout gestation in a local population in Brazil. METHODS: it is a cross-sectional study on 902 fetuses at 10 to 39 weeks of gestation. After having excluded fetal malformations and maternal (mais) diseases which are known to interfere with fetal growth, 625 fetuses were selected. We obtained a mid-sagittal view of the fetal profile by holding the ultrasound bean at an angle of 45º or 135º. The nasal bone size mean was calculated by using polynomial regression. The Anderson-Darling test proved the normal distribution of the measurements (p>0.05). RESULTS: of the 625 fetuses, 88.3% were from single gestations and 11.7% from multiple ones. There was a direct correlation between fetal nasal bone size and gestational age. The variability of nasal bone size became larger as gestational age increased. Minimal length of 1.0 and 4.7 mm in the first and second trimesters, respectively, were found. CONCLUSIONS: there is a direct correlation between fetal nasal bone size and gestational age. This correlation is valid either for a single gestation or a multiple one. These measurements of the fetal nasal bone will allow us to use them as a screening test for cromosomal abnormalities. This is a useful study if we consider the large miscegenation of the Brazilian population. However, further systematic and standardized approach to study the fetal nasal bone is needed to establish its real value in fetuses once classified as at high or low risk for aneuploidies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Proteção fetal frente a desafio com o vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) em ovelhas imunizadas com duas amostras de vírus modificadas experimentalmente/ Fetal protection against challenge with bovine viral diarrhea virus (BVDV) in pregnant ewes immunized with two strains experimentally attenuated

Brum, Mário C.S.; Weiblen, Rudi; Flores, Eduardo F.; Pituco, Edviges M.; Tobias, Fernando L.; Winkelmann, Evandro R.
2002-04-01

Resumo em português Duas amostras do vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) submetidas a múltiplas passagens em cultivo celular e exposição à radiação ultravioleta (UV) a cada passagem foram avaliadas como candidatos a vírus vacinais. As amostras foram testadas quanto à sua atenuação para bezerros e fetos ovinos, reatividade antigênica contra isolados de campo, e capacidade de induzir proteção fetal em ovelhas prenhes. Inoculação intramuscular (IM) dos vírus modificados em q (mais) uatro bezerros produziu apenas uma elevação discreta e passageira da temperatura corporal, seguida de produção de altos títulos de anticorpos neutralizantes. O vírus não foi detectado em secreções nasais ou sangue nos dias seguintes à inoculação. Porém, a inoculação IM desses vírus em quatro ovelhas prenhes foi seguida de transmissão transplacentária e infecção em todos os fetos. Para os testes de proteção fetal, ovelhas prenhes previamente imunizadas com duas doses vacinais, foram inoculadas por via intranasal com amostras de BVDV-1 (SV-126.8, n=6) ou BVDV-2 (SV-260, n=5). No dia do desafio (134 dias após a segunda dose), todos os animais apresentavam altos títulos de anticorpos neutralizantes (256 a >4096) contra os vírus vacinais; além de títulos variados (8 a >4096) contra várias isolados brasileiros de BVDV-1 e BVDV-2. Quinze dias após o desafio, as ovelhas foram sacrificadas e os tecidos fetais foram examinados para a presença de vírus. Todos os fetos das ovelhas controle não-vacinadas apresentaram-se (n=4) positivos para os vírus utilizados no desafio. Em contraste, nenhum feto das ovelhas imunizadas (n=11) foi positivo para vírus, indicando que a resposta imunológica induzida pela vacinação com os vírus modificados foi capaz de prevenir a infecção fetal. Estes resultados indicam que é possível obter-se forte resposta imunológica e proteção fetal contra o BVDV com o uso de vacinas vivas modificadas. Resumo em inglês Two isolates of bovine viral diarrhea virus (BVDV) submitted to multiple passages in tissue culture associated with ultraviolet irradiation were evaluated as vaccine virus candidates. The attenuation of the modified viruses was assessed in calves and in pregnant ewes. Intramuscular inoculation of the viruses in four seronegative calves produced only a mild and transient rise in body temperature, followed by the production of high titers of neutralizing antibodies. The vir (mais) uses were not detected in nasal secretions or in the blood following inoculation. However, intramuscular inoculation of these viruses in four pregnant ewes resulted in transplacental transmission and infection of all fetuses. To assess fetal protection conferred by immunization, pregnant ewes immunized twice with the modified viruses were subsequently challenged by intranasal inoculation of BVDV-1 (SV-126.8, n=6) or BVDV-2 (SV-260, n=5). At the day of challenge (134 days after the second immunization), all ewes had high titers of neutralizing antibodies (256 to >4096) to the vaccine viruses and variable titers (8 to >4096) to Brazilian BVDV-1 and BVDV-2 field isolates. Fifteen days after challenge, the ewes were euthanized and fetal tissues were examined for infectivity. All fetuses from non-vaccinated, challenged ewes (n=4) were infected. In contrast, none of the fetuses from the immunized dams (n=11) were positive for virus, indicating that the immunological response induced by immunization with the vaccine candidate viruses was capable of preventing fetal infection. These results indicate that it is possible to achieve fetal protection to BVDV by induction of a strong immunological response using modified live vaccines.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

DOPPLERVELOCIMETRIA DO DUTO VENOSO NO CÁLCULO DE RISCO PARA SÍNDROME DE DOWN NO PRIMEIRO TRIMESTRE DA GRAVIDEZ/ First-trimester ductus venosus Doppler velocimetry for estimation of risk of Down syndrome

Murta, Carlos Geraldo Viana; Ávila, Márcio Augusto Pinto de; Moron, Antônio Fernandes
2002-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Investigar a validade da Dopplervelocimetria do duto venoso em detectar a síndrome de Down entre 10 e 14 semanas de gestação e propor novo cálculo de risco. PACIENTES E MÉTODOS: Foram estudados 491 fetos, consecutivamente. Em 132 casos realizou-se estudo citogenético no material obtido por biópsia de vilosidade coriônica e em 359 o resultado baseou-se no fenótipo do recém-nascido. Em todos os fetos realizaram-se, além da ultra-sonografia de rotina, a (mais) medida da translucência nucal e a Dopplervelocimetria do duto venoso. Na análise estatística foram utilizados o teste paramétrico T de "student", a análise de variância e a regressão linear. Posteriormente, calcularam-se: sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivo e negativo, probabilidade de falso-positivo e razões de probabilidades. RESULTADOS: Ocorreram 21 casos de trissomia do cromossomo 21. Desses casos, o fluxo no duto venoso durante a contração atrial foi ausente em três casos e reverso em 17 - sensibilidade de 95,2%. No grupo de fetos normais (470 casos), oito avaliações mostraram alterações do Doppler do duto venoso (especificidade de 98,2%, valores preditivos positivo e negativo de 71,4% e 99,8%, respectivamente, e razões de probabilidades positiva e negativa de 56 e 0,1, respectivamente). CONCLUSÕES: Nossos resultados preliminares sugerem que a presença de síndrome de Down pode ser fortemente suspeitada se houver fluxo reverso ou ausente no duto venoso. Especulamos a possibilidade de cálculo de novo risco para trissomia do 21 com base no Doppler do duto venoso. Utilizando o programa de risco da Fetal Medicine Foundation como risco basal, teríamos um fator multiplicador de aproximadamente 0,1 (razão de probabilidade negativa), caso duto normal, ou de 50 (razão de probabilidade positiva), caso duto reverso ou ausente, e assim, teremos novo risco corrigido. Resumo em inglês OBJECTIVE: To test the hypothesis that the application of ductus venosus Doppler velocimetry between 10--14 weeks gestation may serve as a screening tool for the detection of fetuses with Down syndrome and estimate a new criteria of risk. PATIENTS AND METHODS: 491 fetuses were studied consecutively. In 132 cases a cytogenetic study was performed on material obtained from a biopsy of the chorionic villus, and in 359 cases the postnatal phenotype was used as a basis for the (mais) result. In addition to the routine ultrasonographic examination, all the fetuses were submitted to measurement of the nuchal translucency thickness. T "student" and ANOVA tests were used for the statistical analysis. The sensitivity, specificity, positive and negative predictive values, true-positive probability and likelihood ratio were calculated. RESULTS: There were 21 cases of Down syndrome. On these 21 fetuses the ductus venosus blood flow during atrial contraction was either absent (n = 3) or reversed (n = 17) - sensitivity = 95.2%. In the chromosomally normal fetuses (n = 470) only 8 had abnormal Doppler findings in the ductus venosus (specificity = 98.2%, positive and negative predictive values = 71.4% and 99.8%, respectively, and positive and negative likelihood ratio = 56 and 0.1, respectively). CONCLUSION: Our preliminary results suggest that the presence of Down syndrome may be strongly suspected when there is reverse or absent flow in the ductus venosus Doppler velocimetry during atrial contraction. We speculate the possibility of a new criteria to calculate the new risk of Down syndrome based on Doppler examination of the ductus venosus. Using the program of the Fetal Medicine Foundation to assess the baseline risk, a multiplying factor of approximately 0.1 (negative predictive value) is applied for normal ductus whereas a multiplying factor of 50 is applied in case of reverse or absent ductus, thus establishing a new adjusted risk factor.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Cálculo do volume de sangue necessário para a correção da anemia fetal em gestantes isoimunizadas/ Blood volume calculation required for the correction of fetal anemia in pregnant women with alloimmunization

Santiago, Mônica Deolindo; Rezende, Cezar Alencar de Lima; Cabral, Antônio Carlos Vieira; Leite, Henrique Vitor; Vitral, Zilma Nogueira dos Reis; Apocalypse, Isabela Melo
2008-04-01

Resumo em português OBJETIVO: obter uma equação capaz de estimar o volume de concentrado de hemácias a ser infundido para correção da anemia em fetos de gestantes portadoras de isoimunização pelo fator Rh, baseado em parâmetros alcançados durante a cordocentese prévia à transfusão intra-uterina. MÉTODOS: em estudo transversal, foram analisadas 89 transfusões intra-uterinas para correção de anemia em 48 fetos acompanhados no Centro de Medicina Fetal do Hospital das Clínicas d (mais) a Universidade Federal de Minas Gerais. A idade gestacional mediana, no momento da cordocentese, foi de 29 semanas e a média de procedimentos por feto foi de 2,1. A hemoglobina fetal foi dosada antes e após a cordocentese, sendo verificado o volume de concentrado de hemácias transfundido. Para determinação de uma fórmula para estimar o volume sanguíneo necessário para correção da anemia fetal, tomou-se como base o volume necessário para elevar em 1 g% a hemoglobina fetal (diferença entre a concentração de hemoglobina final e a inicial, dividida pelo volume transfundido) e o volume de quanto seria necessário para se atingir 14 g%, em análise de regressão múltipla. RESULTADOS: a concentração da hemoglobina pré-transfusional variou entre 2,3 e 15,7 g%. A prevalência de anemia fetal (Hb Resumo em inglês PURPOSE: to obtain an equation to estimate the volume of red blood cells concentrate to be infused to correct anemia in fetuses of pregnant women with Rh factor isoimmunization, based in parameters obtained along the cordocentesis previous to intrauterine transfusion. METHODS: a transversal study analyzing 89 intrauterine transfusions to correct anemia in 48 fetuses followed-up in the Centro de Medicina Fetal do Hospital das Clínicas da Universidade de Minas Gerais. The (mais) median gestational age at the cordocentesis was 29 weeks and the average number of procedures was 2.1. Fetal hemoglobin was assayed before and after cordocentesis, leading to the volume of transfused red blood cells concentrate. The determination of an equation to estimate the blood volume necessary to correct the fetal anemia was based in the blood volume necessary to raise the fetal hemoglobin in 1 g% (the difference between the final and the initial hemoglobin concentration divided by the transfused volume) and in the volume of the amount necessary to reach 14 g%, in the multiple regression analysis. RESULTS: the concentration of pre-transfusion hemoglobin varied between 2.3 and 15.7 g%. The prevalence of fetal anemia (Hb

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Óleo de copaíba (Copaifera langsdorfii Desf.) em padrões reprodutivos de camundongos e no desenvolvimento embriofetal/ Copaiba oil (Copaifera langsdorfii Desf.) on mouse reproductive patterns and embryonic or fetal development

Lourenço, A.C.S.; Miguel, L.K.; Guarido, K.L.; Sensiate, L.A.; Salles, M.J.S.
2009-01-01

Resumo em português A utilização de plantas medicinais sempre foi bem difundida, porém hoje se faz necessária uma abordagem científica para comprovar sua eficácia. Este estudo foi realizado para avaliar a possível toxicidade materna e teratogenicidade do óleo de copaíba, um óleo resina exudado do tronco de Copaifera langsdorfii, muito utilizado na medicina natural. Três doses de óleo de copaíba, administradas por gavage durante 5 dias do período gestacional de fêmeas de camund (mais) ongos, foram testadas 0,3 mL Kg-1, 0,6 mL Kg-1 e 0,9 mL Kg-1 (p.c.). Em relação ao ganho de peso materno, peso dos órgãos, número de fetos vivos e implantes e viabilidade fetal, não houve diferença estatística entre os grupos. Os dados demonstram que este fitoterápico não apresenta toxicidade materna. Com relação às médias de peso e comprimento fetal dos grupos tratados, houve diferença estatística quando comparados ao controle, mas os fetos ainda se encontravam dentro do peso adequado à idade de prenhez. A prole das fêmeas tratadas não apresentou malformações ou alterações externas, viscerais e esqueléticas. Os resultados deste estudo indicam que o óleo de copaíba, nas doses administradas e período estudado, não apresentou toxicidade materna ou causou teratogenicidade na prole das fêmeas tratadas. Portanto, podemos considerar seu uso seguro durante o período gestacional. Resumo em inglês The use of medicinal plants has always been widely spread, but today a scientific approach is needed to prove their efficiency. The present study was performed to evaluate the possible maternal toxicity and teratogenicity of copaiba oil, a resin oil exudate from the trunk of Copaifera sp., extensively used in natural medicine. Three copaiba oil levels, administered through gavage for 5 days during the gestational period of female mice, were tested: 0.3 mL Kg-1, 0.6 mL Kg- (mais) 1 and 0.9 mL Kg-1 (b.w.). As regards maternal weight gain, organ weight, live fetus number, implants and fetal viability, there was no statistical difference among groups. Data indicate that this phytotherapic drug does not show maternal toxicity. Considering the means of fetal weight and length of treated groups, there was statistical difference when compared with the control group, but the fetuses were still within the appropriate weight to that pregnancy age. The offspring from treated females did not present external, visceral and skeletal alterations or malformations. The results from this study indicate that copaiba oil at the administered levels and studied period did not present maternal toxicity or cause teratogenicity to the offspring of treated females. Therefore, its use can be considered safe during pregnancy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Erros de anotações na elaboração de índices de produção em granjas industriais de suínos no Sul do Brasil/ The human effect on data collection of birth-related production indices in Brazilian swine industrial farms

Schneider, L.G.; Bortolozzo, F.P.; Wentz, I.; Borchardt Neto, G.
2004-02-01

Resumo em português Foram realizadas observações em quatro granjas de suinocultura industrial nas 24 horas do dia, registrando-se o número de fetos mumificados, de natimortos, de nascidos vivos e total segundo as observações feitas por funcionários da granja (FUN) e por pesquisadores (AO). Foram também registrados resultados de um número semelhante de anotações das mesmas características no período imediatamente anterior à pesquisa, obtidas dos relatórios das granjas. Verificar (mais) am-se diferenças entre as avaliações dos FUN e dos AO quanto aos registros dos mumificados e total de nascidos em todas as granjas (P Resumo em inglês Observational studies were carried out in four industrial swine farms. The observations were performed on a 24 hours basis and mummified fetuses, stillborn and born alive piglets were recorded by observers (OB) and by employees (EM). In all farms, it was also obtained a retrospective data previous to the observational study period, comprising the same number of farrowings. Differences among mummified fetuses and total born piglets recorded by OB and EM in all farms (P(mais) 5) were observed. The recorded number of stillborn piglets differed between OB and EM in three farms (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Morfologia e funcionalidade do pneumócito tipo II e sua relação e variação com a idade gestacional em bovinos/ Morphology and functionality of the type II pneumocytes and their variation in relation to bovine gestational age

Toquetti, Rita de Cássia; Guerra, Ricardo Romão; Ambrosio, Carlos Eduardo; Santos, José Manoel; Favaron, Phelipe Oliveira; Franciolli, André Luiz Rezende; Alberto, Miryan Vilia; Meirelles, Flávio Vieira; Miglino, Maria Angelica
2009-11-01

Resumo em português Este estudo objetivou caracterizar a presença de pneumócitos tipo II e o início da produção de lipoproteína surfactante em bovinos, correlacionando a idade gestacional com a síntese de surfactante durante o desenvolvimento fetal. Pulmões de fetos com quatro meses de idade gestacional estavam na fase canalicular de desenvolvimento, sem a presença de pneumócitos tipo II ou bandas eletroforéticas compatíveis com a presença de proteínas surfactante. No 5° m� (mais) �s gestacional, os pulmões dos fetos encontravam-se em fase de saculação terminal, com a presença de alvéolos por epitélio cúbico, com áreas formadas por pneumócitos I e II. Nesse período ainda não foi possível identificar proteína surfactante nos pulmões. Esses órgãos em fetos com seis meses de idade gestacional estavam em fase de saco terminal, com presença de pneumócitos tipo I e II. Nessa fase a análise para determinação protéica do surfactante de feto bovino (SDS - PAGE) demonstrou presença de bandas entre 26 e 36kDa, confirmando produção de SP - A, proteína surfactante encontrada em maior quantidade. A partir do 7° mês gestacional, a fase de saco terminal é mais evidente e complexa, com desenvolvimento de intensa vascularização. O pneumócito tipo I apresentava aspecto mais pavimentoso, e o tipo II apresentava aspecto mais globoso. Na análise SDS - PAGE do lavado bronco - alveolar, bandas de proteína surfactante com aspecto similar ao de animais recém-nascidos foram encontradas. Em recém-nascidos, pulmões na fase alveolar foram observados com pneumócitos tipo I e II característicos. O perfil das bandas do lavado bronco-alveolar dos recém-nascidos foi igual ao de animais adultos. Esses achados sugerem que um animal nascido precocemente, a partir dos sete meses de gestação, teria sua sobrevivência garantida devido a uma possível funcionalidade do sistema respiratório do feto, pois o pulmão possuiria as características necessárias para a síntese de proteínas surfactantes. Entretanto, mais estudos clínicos sobre a funcionalidade do sistema respiratório abrem novas fronteiras de experimentos sobre fisiologia respiratória em recém-nascidos bovinos. Resumo em inglês The aim of this study was to characterize the presence of type II pneumocyte and the beginning of the surfactant protein production in bovines to the correlated gestational age. Lungs of fetuses at 4 months gestational age were found to be in the canalicular development phase, without presence of type II pneumocytes or appearance of electrophoretic bands compatible with the presence of the surfactant protein. In fetuses at 5 months of gestational age, the lungs were at th (mais) e terminal sac phase, with the presence of primitive alveolus, formed by cubical epithelium and areas formed by pneumocytes I and pneumocytes II. No electrophoretic bands compatible to the surfactants proteins were identified. In contrast, lungs of fetuses at 6 months of gestational age showed, development of terminal sac phase, with the presence of type I and type II pneumocytes. In this phase, proteic determination for the SDS - PAGE analysis showed the presence of bands between 26 to 36kDa, demonstrating SP - A production, which is the surfactant protein found in highest amount. From the 7th gestational month on, the phase of terminal sac is more evident and complex, with intense sprouting vascularization. The type I pneumocyte had a more squamous aspect and type II pneumocyte were more globular. In the SDS - PAGE analysis of the bronchial - alveolar wash, surfactant protein bands had been observed with a profile similar to that of the newborn animals. In newborn animals, lungs in alveolar phase showed the development of type I and II pneumocytes. The profile of the bronchial - alveolar wash from the newborn was similar to an adult animal, presenting the same bands in triplets. These results suggest that early born fetuses, from 7 months of pregnancy could have a guarantee of surviving due to possible functionality of respiratory system because the lung presented all necessary features for surphactant protein syntheses. However, new clinical studies related to respiratory system functionality open new venues for newborn bovine's experiments respiratory physiology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Aspectos morfológicos do saco vitelino em roedores da subordem Hystricomorpha: paca (Agouti paca) e cutia (Dasyprocta aguti)/ Morphological aspects of yolk sac from rodents of Hystricomorpha subordem: paca (Agouti paca) and agouti (Dasyprocta aguti)

Conceição, Rogério Arcuri; Ambrósio, Carlos Eduardo; Martins, Daniele S.; Carvalho, Ana Flávia; Franciolli, André Luis R.; Machado, Marcia Rita F.; Oliveira, Moacir F.; Miglino, Maria Angélica
2008-05-01

Resumo em português Este trabalho visou caracterizar macro e microscopicamente o saco vitelino em pacas (Agouti paca) e cutias (Dasyprocta aguti) no início de gestação. Três embriões/fetos de pacas e três de cutias foram utilizados para a análise do saco vitelino, durante as fases iniciais de gestação. Fragmentos do saco vitelino foram removidos do embrião/feto e rotineiramente processados para inclusão em parafina (técnica histológica rotineira) e em resina Spurr (análise ultr (mais) a-estrutural). Macroscopicamente, a placenta vitelínica em ambas as espécies inseria-se na superfície da placenta principal, com suas margens projetando-se completamente sobre o embrião/fetos. Na microscopia de luz, a placenta vitelínica apresentava-se constituída pelo epitélio endodérmico e um mesenquima com inúmeros vasos vitelínicos. Ultraestruturalmente, a placenta vitelínica visceral da paca era formada por células endodérmicas com núcleos na região mediana e da cutia por núcleos dispostos apicalmente; outra característica foi o grande número de mitocôndrias, vesículas de conteúdo eletrodenso e com microvilosidades. Com base nos resultados concluímos, que (1) a placenta vitelínica das duas espécies apresenta inserção na superfície da placenta principal; (2) a placenta vitelínica de paca se apóia na membrana de Reichert, diferentemente da cutia, que não possui tal membrana; (3) o cório e alantóide apresentam-se fusionados, formando a placenta corioalantoídea; e (4) o saco vitelino em ambas as espécies é invertido e vascularizado. Resumo em inglês The study aimed to characterize gross and microscopic features of the yolk sac in paca (Agouti paca) and agouti (Dasyprocta aguti) in early gestation. Fragments of the yolk sac of 3 paca and 3 agouti fetuses at early gestation were taken and processed for histological and ultrastructural analyses. Gross features of the vitelline placenta in both species showed its insertion over the main placenta surface and projections to the embryos/fetuses. Microscopically, the vitelli (mais) ne placenta was constituted by endoderm epithelium and mesenchyme, in which vitelline vessels are abundant. The ultrastructure of the samples showed that the visceral yolk sac of the paca was formed by endodermic cells with nuclei in the median region, and that the visceral yolk sac of the agouti was formed by nuclei arranged apically; other characteristic was the large number of mitochondrias, eletrodense vesicles with microvilosities We conclude that (1) the vitelline placenta of the two species presents insertion in the surface of the main placenta; (2) the vitelline placenta of paca rests on the Reichert's membrane, whereas the agouti vitelline placenta does not have this membrane; (3) the chorion and allantoic are fusioned; and (4) the chorioallantoic placenta and the yolk sac in both species are reversed and vascularized.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Rastreamento de cardiopatias congênitas associadas ao diabetes mellitus por meio da concentração plasmática materna de frutosamina/ Congenital cardiopathies screening associated with diabetes mellitus using maternal fructosamine plasma concentration

Reis, Zilma Silveira Nogueira; Miranda, Ana Paula Brum; Rezende, Cezar de Alencar Lima; Detofol, Renan Bragança; Costa, Carolina Ribeiro; Cabral, Antônio Carlos Vieira
2010-02-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar a importância da concentração plasmática materna de frutosamina como indicador de cardiopatias congênitas fetais, em gestações complicadas pelo diabetes mellitus. MÉTODOS: o estudo retrospectivo incluiu 91 gestantes portadoras de diabetes mellitus, as quais foram submetidas à ecocardiografia fetal de rotina em centro universitário de referência em Medicina Fetal. Foram selecionadas 65 pacientes que apresentavam diabete pré-gestacional e regis (mais) tro em prontuário médico de frutosamina plasmática anterior ao exame ultrassonográfico. A primeira dosagem registrada foi confrontada com o resultado da ecocardiografia fetal de rotina, realizada por médico especialista do serviço. A presença ou ausência de achados ecográficos de cardiopatia congênita (AECC) foi relacionada aos níveis plasmáticos de frutosamina, por meio de teste de médias, e sua acuidade para AECC verificada por curva ROC. Foram discutidos como pontos de corte os valores da concentração plasmática materna de frutosamina de 2,68, 2,9 e 2,23 mmol/L, que são, respectivamente, o valor de referência local do laboratório, o do kit de dosagem empregado e o de maior acurácia global. RESULTADOS: o AECC foi encontrado em 52,3% dos fetos. A primeira dosagem de frutosamina durante o pré-natal aconteceu em média com 20,4±8,0 semanas de gestação. A capacidade da concentração materna de frutosamina em identificar fetos com AECC foi significante (p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the importance of maternal plasma concentration of fructosamine as an indicator of fetal congenital cardiopathies in pregnancies complicated by diabetes mellitus. METHODS: this was a retrospective study conducted on 91 pregnant women with diabetes mellitus who underwent routine fetal echocardiography at a university reference center in fetal medicine. Sixty-five patientes who presented pre-gestational diabetes mellitus and plasma fructosamine level we (mais) re registered in the medical records prior to the ultrasound exam. The first measurement recorded was compared with the result of routine fetal echocardiography, carried out by a specialist physician of the service. The presence or absence of echocardiographic findings of congenital cardiopathies (EFCC) was related to plasma levels of fructosamine by the mean t-test and its accuracy for EFCC was verified by the ROC curve. Plsama fructosamine concentrations of 2.68, 2.9 and 2.23 mmol/L, which are, respectively, the local reference laboratory values, the value of the kit employed for measurement and the one of highest overall accuracy, were discussed as the cut-off values. RESULTS: EFCC was found in 52.3% of the fetuses. The first measurement of fructosamine, during the prenatal care period, was performed, on average, at 20.4±8.0 weeks of pregnancy. The maternal concentration ability of the fructosamine to identify fetuses with EFCC was significant (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Avaliação do efeito cumulativo do antimoniato de meglumina sobre a prole de camundongos swiss: ensaio biológico/ Evaluate the cumulative effect of meglumine antimoniate on the progeny of swiss mice: biologic assay

Santos, Michelle Rodrigues dos; Krignl, Clarisse Juliana; Nava, Alexandra; Reik, Camila Michele Sabedot; Silva, Fabiana Ernestina Barcellos da; Roman, Silvane Souza
2008-02-01

Resumo em português OBJETIVOS: Avaliar o efeito do antimoniato de meglumina na transferência materno-fetal na geração F1 (prole de matrizes expostas ao composto), e conseqüências em progênies F2. MÉTODOS: Camundongos fêmeas Swiss foram tratados com antimoniato de meglumina, via subcutânea, com administração diária, do sétimo ao 12º dia de gestação (ddg), na dose equivalente a 100mgSb v/kg peso/dia. O grupo controle recebeu apenas o veículo (água destilada). Após o nascimen (mais) to da prole (geração F1), 59 fêmeas foram examinadas diariamente para determinação do ciclo estral. Quando determinado o ciclo estro, acasalou-se 18 fêmeas com machos da mesma linhagem. No 18º ddg, as fêmeas foram eutanasiadas por câmara de CO2, o abdômen incisado e o útero exposto, quando avaliou-se os sítios de desenvolvimento embrionário e fetal quanto ao número de reabsorções, fetos vivos e mortos. Todos os fetos e placentas foram pesados para calcular o índice placentário. Três placentas de cada ninhada foram separadas para análise microscópica. RESULTADOS: A exposição ao antimoniato de meglumina não interferiu no ciclo estral dos animais tratados, pelo fato de não alterar o intervalo precoital e o índice de fertilidade. Não foram observadas alterações placentárias em progênies F2. CONCLUSÃO: O antimoniato de meglumina não altera a performance reprodutiva das mães expostas cronicamente. Estes dados sugerem que ocorre uma gradual eliminação do antimoniato de meglumina no organismo materno, sem acarretar danos a proles futuras. Resumo em inglês OBJECTIVES: Evaluate the effect of Meglumine Antimoniate on maternal-fetal transference in F1 generations (offspring of dams exposed to the drug), and embryotoxicity in F2 generations. METHODS: Female Swiss mice were treated with daily s.c. injection of Meglumine Antimoniate (100mgSb v/kg bw/day) from day 7 until day 12 of pregnancy. The control group received only the vehicle (distilled water). After birth of offspring (F1 generation), 59 females were examined daily for (mais) determination of the estral cycle. When the cycle estrus was determined, males were mated with 18 females of the same lineage. On day 18 of pregnancy, females were euthanasied in a chamber of CO2 and after incision of the abdomen, the uterus was exposed. Then, resorptions as well as living and dead fetuses were evaluated, also the number of embryo/fetal implantation sites. Fetuses and their placenta were weighted to calculate the placental index. Three placentas of each litter were separated for microscopic analysis. RESULTS: Administration of the Meglumine Antimoniate did not interfere in the estral cycle of the treated group, since it did not alter the precoital interval and fertility index. Placenta alterations were not observed in the F2 generations. CONCLUSION: Meglumine Antimoniate did not interfere in the reproductive performance, after chronic exposition of dams. Data suggest that there is a gradual elimination of Meglumine Antimoniate by the maternal organism without damaging the future offspring.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Fertilidade de novilhas após aborto induzido com cloprostenol/ Fertility of heifers after abortion induced by cloprostenol

Fernandes, C.A.C.; Viana, J.H.M.; Ferreira, A.M.; Sá, W.F.
2002-06-01

Resumo em português O efeito da interrupção da gestação sobre a fertilidade foi avaliada em 50 novilhas da raça Holandesa, gestantes de fetos do sexo masculino entre 55 e 90 dias de idade. O aborto foi induzido pela administração de cloprostenol sódico, após o diagnóstico do sexo fetal. Os animais foram inseminados no segundo estro normal após o aborto. A interrupção da gestação ocorreu em 86% dos animais tratados e a via de administração, intramuscular ou intravulvar, não (mais) afetou a taxa de aborto. Os intervalos do aborto à primeira inseminação e do aborto à concepção foram de 38,94± 4,96 e 47,32± 15,89 dias, respectivamente. Não houve diferença no número médio de serviços por concepção pré e pós-interrupção da gestação (1,22 vs. 1,34; P>0,05). Conclui-se que a indução do aborto no terço inicial da gestação em novilhas não compromete a fertilidade dos animais. Resumo em inglês The effect of interruption of pregnancy on fertility was evaluated in 50 Holstein heifers, carrying male fetuses ranging from 55 to 90 days post conception. Abortion was induced by administration of sodic cloprostenol after fetal gender diagnosis. Heifers were inseminated on the second normal estrus after abortion. The interruption of gestation was 86% in treated animals, and route of administration, IM ou IV (intra-vulvar), did not affect the rate of abortion. The aborti (mais) on to first insemination and abortion to conception intervals were 38.94± 4.96 and 47.32± 15.89 days, respectively. No difference on the number of inseminations per conception before or after the interruption of pregnancy (1.22 vs. 1.34; P>0.05) was observed. It was conclude that abortion induction in the first third of pregnancy did not affect heifer fertility.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Intoxicação aguda e abortos em cobaias pelas favas de Enterolobium contortisiliquum (Leg. Mimosoideae)/ Acute poisoning and abortions in guinea pigs by the pods of Enterolobium contortisiliquum (Leg. Mimosoideae)

Bonel-Raposo, Josiane; Riet-Correa, Franklin; Guim, Thomas Normanton; Schuch, Isabel Duarte; Grecco, Fabiane Boreli; Fernandes, Cristina Gevehr
2008-12-01

Resumo em português Os objetivos deste trabalho foram determinar a toxicidade aguda e o efeito abortivo de favas de Enterolobium contortisiliquum. Em um experimento frutos da árvore foram administrados a 4 grupos de 3 cobaias cada. Outro grupo de 3 cobaias foi utilizado como controle. Para os Grupos 1 e 2 foram administradas 5 e 10g de favas por kg de peso vivo, respectivamente, em doses únicas. Para os Grupos 3 e 4 foram administradas 10 e 15g/kg, respectivamente, divididas em doses diár (mais) ias de 5g/kg. Uma cobaia do Grupo 2 e uma do Grupo 4 morreram 12 e 18 horas após o final da administração da planta. As lesões macroscópicas consistiam hemorragias no estômago e intestinos delgado e grosso, fígado aumentado e vesícula biliar distendida. Histologicamente, o fígado apresentava severa vacuolização e necrose dos hepatócitos periportais. Em outro experimento, ração contendo 4% de favas de E. contortisiliquum foi administrada a dois grupos de 4 cobaias 35 dias após o acasalamento. Das 8 cobaias, 4 abortaram 6-15 dias após o início da ingestão. As outras 4 cobaias não estavam prenhes. Duas cobaias controle pariram normalmente. Todas as cobaias foram eutanasiadas no final do experimento. Histologicamente, as cobaias que ingeriram as favas apresentaram, no fígado, necrose hemorrágica periportal de moderada a severa. Todos os fetos apresentavam graus variáveis de autólise. Em 4 fetos que foram estudados histologicamente não foram observadas lesões significantes. As lesões agudas observadas nas cobaias são semelhantes às observadas na intoxicação por favas de E. contortisiliquum em bovinos e às da intoxicação experimental com saponinas da árvore.Os resultados do experimento em cobaias prenhes demostram o efeito abortivo de E. contortisiliquum e sugerem que esta espécie pode ser utilizada para estudar o efeito abortivo da planta ou de princípios ativos identificados na mesma. Resumo em inglês The objective was to study the acute toxicity and the abortive properties of Enterolobium contortisiliquum pods in guinea pigs. Pods of E. contortisiliquum were administered orally to 4 groups of 3 guinea pigs each. Another group of 3 guinea-pigs was used as control. Group 1 and 2 were fed with one dose of 5 and 10g of pods for kg body weight, respectively. The guinea pigs of Group 3 and 4 received 10 and 15g/kg, respectively, divided into daily doses of 5g/kg. One guinea (mais) pig from Group 2 and one from Group 4 died 12 and 18 hours after the end of the administration. Gross lesions were hemorrhages of the stomach and of the large and small gut, enlarged liver, and dilated gall bladder. Histologically, the liver had severe vacuolation and necrosis of periportal hepatocytes. In another experiment a ration containing 4% of pods of E. contortisiliquum was fed to 2 groups of 4 guinea-pigs, 35 days after mating. Four of the 8 guinea pigs aborted 6-15 days after the beginning of ingestion. The other 4 guinea pigs were not pregnant. All guinea pigs were euthanized after abortion or at the end of the experiment. Histologically all animals had mild to severe periportal hemorrhagic necrosis. All fetuses had variable degree of autolysis. In 4 fetuses studied no significant histologic lesions were observed. The acute lesions observed in guinea-pigs are similar than those observed in the spontaneous poisoning by Enterolobium spp. in cattle. Similar lesions are observed in guinea-pigs poisoned experimentally with saponins from E. gummiferum. The results of the experiments in pregnant guinea pigs suggest that E. contortisiliquum can be used to study the abortive effect of its pods or its toxic compounds.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Caracterização preliminar de amostras do vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) isoladas no Brasil/ Preliminary characterization of brazilian isolates of bovine viral diarrhea virus (BVDV)

Botton, Sônia A.; Gil, Laura Helena V.G.; Silva, Adriana M. da; Flores, Eduardo F.; Weiblen, Rudi; Pituco, E. Maristela; Roehe, Paulo M.; Moojen, Valéria; Wendelstein, Ana Cristina
1998-04-01

Resumo em português O presente artigo relata a caracterização inicial de 19 amostras do vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) isoladas no Brasil, com relação a aspectos biológicos, antigênicos e moleculares. Onze amostras foram isoladas de fetos bovinos, seis foram obtidas do sangue de animais clinicamente saudáveis de rebanhos com problemas reprodutivos e duas amostras foram isoladas de casos clínicos de enfermidade gastrentérica. Os casos de doença entérica afetaram animais jo (mais) vens e cursaram com diarréia, às vezes sanguinolenta, erosões e ulcerações na mucosa oronasal e do trato digestivo, e eventualmente hemorragias digestivas e petéquias na vulva. Dezesseis amostras (84,2%), incluindo aquelas isoladas de fetos e dos casos clínicos, pertencem ao biotipo não-citopático (ncp). A replicação de outras três amostras (15,8%), foi caracterizada pelo aparecimento de vacuolização e destruição progressiva do tapete celular. A análise das amostras que produziram citopatologia, após clonagem, revelou tratar-se de populações mistas composta de vírus citopáticos (cp) e não-citopáticos. A análise de polipeptídeos virais através de SDS-PAGE seguida de "Western-immunoblot" revelou a produção da proteína não-estrutural NS3/p80 em células infectadas com as amostras cp. Em contraste, não se evidenciou a geração da NS3/p80 em células infectadas com as amostras ncp que produziram apenas o polipeptídeo precursor NS23/p125. A subsequente análise de reatividade frente a um painel de 15 anticorpos monoclonais (AcMs) revelou uma diversidade antigênica marcante entre os isolados, sobretudo na glicoproteína E2/gp53. Embora um AcM contra essa glicoproteína reagiu com 18 isolados (94,7%), outros nove AcMs anti-E2/gp53 reconheceram entre zero e 57,9% das amostras brasileiras. A grande variabilidade antigênica detectada entre as amostras brasileiras do BVDV pode ter importantes implicações para o diagnóstico e estratégias de controle e imunização contra o vírus. Resumo em inglês This article reports the preliminary characterization of 19 Brazilian bovine viral diarrhea virus (BVDV) isolates, regarding the biological, antigenic and molecular properties. Eleven viruses were isolated from bovine fetuses, six were obtained from blood of animals from herds with reproductive problems, and two were isolated from clinical cases of gastroenteric disease. The clinical cases affected young animals and were characterized by diarrhea, oronasal and digestive e (mais) rosions and ulceration, and occasional digestive bleeding and vulvar petechial hemorrhage. Sixteen isolates (84.2%), including those obtained from fetuses and clinical cases, were of the non-cytopathic (ncp) biotype. Replication of three isolates (15.8%) in tissue culture was characterized by appearance of cellular vacuolation and progressive destruction of the monolayers. Analysis of these isolates after cloning revealed a mixed population of cytopathic (cp) and non-cytopathic viruses. Analysis of viral polypeptides by SDS-PAGE followed by "Western immunoblot" revealed the production of the non-structural protein NS3/p80 in cells infected with the cp viruses. In contrast, generation of NS3/p80 was not observed in cells infected with the ncp isolates, which only expressed the precursor polypeptide NS23/p125. Analysis of reactivity with a panel of 15 monoclonal antibodies (MAbs) revealed a marked antigenic variability among the isolates, mainly in the envelope glycoprotein E2/gp53. Although one MAb to this glycoprotein recognized 18 isolates (94.7%), the other nine E2/gp53 MAbs recognized zero to 57.9% of the isolates. The marked antigenic diversity observed among the brazilian BVDV isolates may have important implications on diagnosis and immunization strategies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Alterações anatomopatológicas da placenta e variações do índice de Apgar/ Anatomic and pathological placenta alterations and Apgar score variations

Corrêa, Rosana Rosa Miranda; Salge, Ana Karina Marques; Ribeiro, Gustavo Augusto; Ferraz, Mara Lúcia Fonseca; Reis, Marlene Antônia dos; Castro, Eumenia Costa da Cunha; Teixeira, Vicente de Paula Antunes
2006-06-01

Resumo em português OBJETIVOS: descrever possíveis alterações anatomopatológicas placentárias associadas à hipóxia fetal, avaliada pelo índice de Apgar. MÉTODOS: foram estudadas 167 placentas de partos realizados no Hospital Escola da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, em Uberaba, através da análise macroscópica e microscópica, e de informações clínicas obtidas de prontuários. O índice de Apgar menor que sete foi o parâmetro utilizado para se diagnosticar hipóxia (mais) fetal. RESULTADOS: foram encontradas alterações placentárias compatíveis com hipertensão e infiltrado inflamatório. As placentas com alterações compatíveis com baixo fluxo sanguíneo cursaram mais freqüentemente com fetos com índice de Apgar Resumo em inglês OBJECTIVES: to describe possible placental anatomopathological alterations associated to fetal hypoxia as evaluated by the Apgar score. METHODS: one hundred sixty seven placentas of children delivered at the Hospital Escola da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba city were analyzed both macro and microscopically; their clinical records were reviewed as well. Apgar Scores below 7 were considered consistent with fetal hypoxia. RESULTS: placental alterations c (mais) ompatible with inflammatory infiltrate and arterial hypertension were found. The latter was more often diagnosed in fetuses with 5 minutes Apgar scores below 7 (p=0.017). CONCLUSIONS: there may be a relationship between placental alterations and fetal hypoxia as diagnosed by the Apgar score. Therefore, the exam of the placenta by the pathologist could be a mean to elucidate a plausible cause of clinically undetected perinatal hypoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Efeito diabetogênico das drogas anti-retrovirais em ratas Wistar prenhes/ Diabetogenic effect of antiretroviral drugs on pregnant Wistar rats

Figueiró-Filho, Ernesto Antonio; Duarte, Geraldo; El Beitune, Patrícia; Quintana, Silvana Maria; Marcolin, Alessandra Cristina
2004-02-01

Resumo em português OBJETIVO: estudar a ação diabetogênica de drogas anti-retrovirais em ratas prenhes e o prognóstico perinatal das crias. MÉTODOS: estudo com ratas fêmeas prenhes adultas da raça Wistar, pesando entre 200-230 g. Foram testadas a azidotimidina (AZT), lamivudina (3TC) e nelfinavir (NFV), cujas dosagens foram padronizadas em 10 vezes a dose utilizada em gestantes, proporcionalmente ao peso dos animais. Foram avaliados sete grupos, incluindo o controle, contendo 10 ratas (mais) por grupo. O início do experimento foi o dia zero da prenhez e as cesarianas realizadas no 21º dia, após decapitação, sendo os fetos contados e pesados. Procedeu-se a dosagens de glicemia, insulina, glucagon e lactato no 21º dia. Avaliou-se também o peso do tecido adiposo retroperitoneal. Os dados foram analisados utilizando-se o teste t de Student para a análise estatística. RESULTADOS: os grupos tratados com 3TC, AZT + 3TC e AZT + 3TC + NFV demonstraram alterações com a redução das médias de ganho de peso materno diário, do peso da gordura retroperitoneal e peso das crias (grupo controle: 6,2 g; grupos contendo 3TC: 4,1 a 5,6 g), bem como dos valores de lactato (grupo controle: 5,8 mmol/mL; grupos contendo 3TC: 3,2 a 3,7 mmol/mL), quando comparados ao controle. Todos os grupos tratados com drogas anti-retrovirais apresentaram redução significativa do número de fetos por ninhada (grupo controle: 14,7; grupos medicamentos: 11,1 a 12,7) e dos valores séricos de insulinemia (grupo controle: 6,2 µUI/mL; grupos medicamentos: 2,1 a 2,7 µUI/mL) e elevação da glucagonemia (grupo controle: 88,2 pg/mL; grupos medicamentos: 99,7 a 120,7 pg/mL). Não houve diferenças estatisticamente significantes entre o grupo controle e tratados nos valores de glicemia. CONCLUSÕES: o uso de anti-retrovirais em ratas prenhes causa interferência no metabolismo glicídico dos animais durante o período de prenhez, provocando significativa redução do número das crias. Observou-se que o uso do 3TC resultou em menor ganho de peso materno e das crias, redução de insulina e lactato e elevação do glucagon. Resumo em inglês PURPOSE: to experimentally evaluate the diabetogenic effects of antiretroviral drugs on pregnant Wistar rats and the perinatal effects on the offspring. METHODS: adult female pregnant Wistar rats weighing 200-230 g were used. The antiretroviral drugs zidovudine (ZDV), lamivudine (3TC) and nelfinavir (NFV) were used alone and in association at daily doses of ten times the dose normally used in pregnant women, proportionally to the animal's body weight. Seven groups were st (mais) udied, including the control. The experiment started on day 0 of pregnancy and the pregnant animals were sacrificed on day 21. The fetuses were counted and weighed. Blood determinations of glucose, insulin, glucagon and lactate were performed on day 21. The retroperitoneal adipose tissue was weighed. Data were analyzed statistically by Student's t-test. RESULTS: the groups treated with 3TC, ZDV + 3TC and ZDV + 3TC + NFV showed decreasing values of maternal daily body weight gain, retroperitoneal adipose tissue weight and weight of fetuses (control group: 6.2 g; 3TC group variation: 4.1-5.6 g). The serum lactate levels were also decreased when compared to the control in these groups (control group: 5.8 mmol/mL; 3TC group variations: 3.2-3.7 mmol/mL). All antiretroviral-treated groups showed a decreasing number of fetuses when compared to the control (control group: 14.7; drug group variation: 11.1-12.7). All treated groups also showed decreasing serum values of insulin (control group: 6.2 µIU/mL; drug group variation: 2.1 to 2.7 µIU/mL) and increasing serum levels of glucagon when compared to the control (control group: 88.2 pg/mL; drug group variation: 99.7 to 120.7 pg/mL). There was no statistical significance of glucose levels when comparing treated groups to the control. CONCLUSIONS: the antiretroviral drugs interfered in carbohydrate metabolism of pregnant rats and reduced the number of fetuses. 3TC caused less maternal body weight gain, decreased fetus weight and lactate and insulin levels and increased serum glucagon.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Avaliação da vitalidade fetal anteparto/ Antenatal fetal surveillance

Nomura, Roseli Mieko Yamamoto; Miyadahira, Seizo; Zugaib, Marcelo
2009-10-01

Resumo em português O contexto atual da atividade médica exige do obstetra e ginecologista ampla compreensão dos avanços científicos e tecnológicos de sua área. O objetivo primordial da avaliação fetal antenatal é identificar fetos de risco para eventos adversos ou para o óbito e, assim, atuar preventivamente para evitar o insucesso. O perfil biofísico fetal atinge sua máxima eficiência quando aplicado dentro do contexto clínico de cada caso. Em gestações de alto risco, a dop (mais) lervelocimetria da artéria umbilical mostrou-se útil para melhorar os resultados perinatais. Na restrição de crescimento fetal por insuficiência placentária grave, antes da 34ª semana de gestação, a doplervelocimetria do ducto venoso tem sido importante instrumento na condução dos casos. Nenhum teste isoladamente é considerado o melhor na avaliação da vitalidade fetal anteparto, entretanto, a análise conjunta de todos os métodos irá propiciar melhor compreensão da resposta fetal à hipóxia. Resumo em inglês The present context of medical practice demands from the obstetrician and gynecologist broad understanding of the scientific and technological advances of the area. The main purpose of prenatal evaluation is to identify fetuses at risk for adverse events or death, for preventive action to avoid mishappenings. The determination of fetal biophysical profile reaches its maximum efficiency when applied within the clinical context of each case. In high risk gestations, the Dop (mais) pler velocimetry of the umbilical artery has shown to be useful to improve perinatal outcome. In the fetal growth deficit, due to severe placentary insufficiency, Doppler velocimetry of the venous duct has been showing to be an important tool in handling of the cases before the 34th week of gestation. Although no test itself is considered the best to evaluate the fetus's prenatal vitality, the joint analysis of all methods may lead to a better understanding of the fetal response to hypoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

A infecção pelo vírus da diarréia viral bovina (BVDV) no Brasil: histórico, situação atual e perspectivas/ Bovine viral diarrhea virus (BVDV) infection in Brazil: history, current situation and perspectives

Flores, Eduardo F.; Weiblen, Rudi; Vogel, Fernanda S. Flores; Roehe, Paulo M.; Alfieri, Amauri A.; Pituco, Edviges M.
2005-09-01

Resumo em português O vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) possui distribuição mundial e é considerado um dos principais patógenos de bovinos. A infecção e as enfermidades associadas ao BVDV têm sido descritas no Brasil desde os anos 60. Diversos relatos sorológicos, clínico-patológicos e de isolamento do agente demonstram a ampla disseminação da infecção no rebanho bovino brasileiro. Além de sorologia positiva em níveis variáveis em bovinos de corte e leite, anticorpos c (mais) ontra o BVDV têm sido ocasionalmente detectados em suínos, javalis, caprinos, cervos e bubalinos. O BVDV tem sido freqüentemente detectado em fetos abortados, na capa flogística de animais persistentemente infectados (PI) oriundos de rebanhos com problemas reprodutivos, em amostras clínicas e/ou material de necropsia de animais com as mais diversas manifestações clínicas, em sêmen de touros de centrais de inseminação artificial, em fetos saudáveis coletados em matadouros e em soro bovino comercial e/ou cultivos celulares. Aproximadamente 50 isolados do vírus já foram caracterizados genética e/ou antigenicamente, enquanto um número semelhante de amostras aguarda caracterização. A maioria dos isolados caracterizados pertence ao genótipo BVDV-1, biotipo não-citopático (NCP), embora vários isolados de BVDV-2 (e alguns BVDV citopáticos CP) já tenham sido identificados. Os isolados brasileiros apresentam grande variabilidade antigênica, além de diferenças antigênicas marcantes quando comparados a cepas vacinais norte-americanas. Algumas vacinas polivalentes (BHV-1, PI-3, BRSV), contendo o BVDV inativado, têm sido utilizadas no rebanho brasileiro. No entanto, o uso de vacinação ainda é incipiente na maioria das regiões; apenas 2,5 milhões de doses foram comercializadas em 2003. A baixa reatividade sorológica cruzada entre os isolados brasileiros e as cepas vacinais tem estimulado laboratórios nacionais a desenvolver vacinas com isolados autóctones de BVDV-1 e 2. O conhecimento sobre a infecção pelo BVDV no Brasil tem aumentado consideravelmente nos últimos anos, à medida em que cresce o número de laboratórios envolvidos em diagnóstico e pesquisa sobre esse vírus. Diagnóstico sorológico, virológico ou molecular; estudos sobre epidemiologia sorológica e molecular, patogenia e produção de reagentes para diagnósitco têm contribuído para o aumento no conhecimento sobre a infecção pelo BVDV no país. Resumo em inglês Bovine viral diarrhea virus (BVDV) is one of the most important pathogens of cattle worldwide. BVDV infection and associated diseases have been reported in Brazil since the late 1960ties. Several serological, virological, clinical and pathological reports demonstrate the widespread distribution of BVDV infection among Brazilian cattle. In addition to variable levels of positive serology in beef and dairy cattle, BVDV antibodies have been occasionally detected in swine, wi (mais) ld boars, goats, cervids and water buffaloes. BVDV infection has been diagnosed in aborted fetuses, buffy coats of persistently infected (PI) animals, clinical specimens from animals suffering from different clinical syndromes, semen of bulls of artificial insemination (AI) centers, in healthy fetuses and in commercial fetal bovine serum and/or cultured cells. About 50 isolates have been genetically and/or antigenically characterized up to date, whilst roughly an equivalent number of isolates awaits characterization. Most of the characterized isolates belong to BVDV-1 genotype, non-cytopathic (NCP) biotype, yet some BVDV-2 (and some CP BVDV) have been identified as well. Brazilian BVDV isolates display a high antigenic variability and are markedly different from North American vaccine strains. A few inactivated, polyvalent vaccines are currently licensed in the country, yet vaccination is still incipient in many regions: only about 2.5 million doses were marketed in 2003. The low serological cross-reactivity between vaccine strains and field isolates has recently stimulated national industries to develop vaccines containing Brazilian BVDV-1 and BVDV-2 strains. The overall knowledge about BVDV infection in Brazil has grown considerably in the last years, due to an increasing number of laboratories performing diagnosis and research. Studies on the pathogenesis, serological and molecular epidemiology and production of reagents for diagnosis have contributed decisively for the recent growing knowledge on BVDV infections in the country.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Diagnóstico Pré-Natal de Fenda Labial e Palatina: Experiência de 40 Casos/ Prenatal Diagnosis of Lip and Palate Cleft: Experience of 40 Cases

Bunduki, Victor; Ruano, Rodrigo; Sapienza, Andréia David; Hanaoka, Beatriz Yae; Zugaib, Marcelo
2001-10-01

Resumo em português Objetivos: avaliar casos de fenda facial fetal quanto ao tipo de lesão, associação com outras malformações e aneuploidias. Métodos: as fendas faciais foram estudadas quanto a idade materna e antecedentes, idade gestacional no diagnóstico, lado da lesão, tipo de lesão, presença de malformações associadas e/ou aneuploidias, mortalidade e seguimento pós-natal. Resultados: em 40 fetos com fenda, a lesão era labial pura em 18 casos (45%), labiopalatina em 19 (47, (mais) 5%) e palatina em 3 (7,5%). Em 10 casos a fenda era isolada (25%), todas unilaterais. No grupo de malformações associadas, a aneuploidia esteve presente em 10/30 (33,3%). A lesão labiopalatina predominou neste grupo (18/30 - 60%), seguida por fenda bilateral (8/30 - 26,7%) e mediana (10/30 - 33,3%). Conclusões: as fendas faciais constituíram excelente marcador para malformações associadas e aneuploidias fetais. Casos de fendas faciais devem ser encaminhados para centros especializados para que se realizem adequados exames ultra-sonográfico e genético tecendo em seguida a conduta. O caráter isolado da fenda facial esteve associado a excelente prognóstico. Resumo em inglês Purpose: to evaluate fetuses with facial cleft as to type of lesion, associated malformations and aneuploidies. Method: the following parameters were evaluated: maternal age and previous history, gestational age at diagnosis, lesion side, type of lesion, presence of associated malformations and aneuploidies, mortality rate and postnatal follow-up. Results: forty fetuses had facial cleft, 18 (45%) cases had cleft lip, 19 (47.5%) had cleft lip and palate, and 3 (7.5%) cases (mais) presented with cleft palate. Isolated facial cleft was observed in 10 fetuses (25%), all of them unilaterally located. Aneuploidies were identified in 10/30 (33.33%) of the patients with associated malformations. Cleft lip and palate was more often seen in this group (18/30 - 60%), followed by bilateral lesion (8/30 - 26.7%) and median cleft (10/30 - 33.3%). Conclusion: facial clefts are considered excellent signs for the presence of associated malformations and fetal aneuploidies. Fetuses with facial cleft must be referred to specialized centers in order to have specialized ultrasound and genetic analysis which can provide the best prenatal counseling for these cases. Isolated facial cleft was associated with very good prognosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Desempenho reprodutivo de cabras alpinas tratadas com hCG cinco dias após o acasalamento/ Reproductive performance of alpine goats treated with hCG five days after breeding

Fonseca, Jeferson Ferreira da; Torres, Ciro Alexandre Alves; Maffili, Vitor Valério; Borges, Alan Maia; Espeschit, Cláudio José Borela; Balbinot, Paula de Zorzi; Oliveira, Rita Flávia Miranda; Leite, Pedro A. G.
2005-04-01

Resumo em português Objetivou-se com este estudo avaliar o efeito da administração de hCG sobre o desempenho reprodutivo de cabras Alpinas durante a estação de acasalamento natural. Trinta e duas fêmeas nulíparas e 124 lactantes, após a identificação de estro e acasalamento, foram aleatoriamente divididas, de acordo com a categoria, em dois tratamentos. Em T1 (n=75) e T2 (n=81), os animais receberam 1 mL de solução salina ou 250 UI de hCG, respectivamente, por via intramuscular ci (mais) nco dias após o acasalamento. A gestação foi verificada por ultra-sonografia transabdominal (probe de 3,5 MHz) nos dias 35 e 70 após o acasalamento, para detecção e confirmação da gestação, respectivamente. As taxas de gestação não diferiram entre T1 (86,7%) e T2 (70,6%) para nulíparas e T1 (78,3 %) e T2 (84,4 %) para lactantes. Não houve diferença entre a taxa de parição (75,0 e 75,7%), o período de gestação (150,47 e 150,80 dias) e a prolificidade (1,75 e 1,80 fetos) entre os animais do T1 e T2, respectivamente. A prolificidade foi superior em cabras lactantes (1,90) que em nulíparas (1,41). A administração de hCG cinco dias após o acasalamento não elevou o desempenho reprodutivo em cabras da raça Alpina. Resumo em inglês The effect of hCG administration on reproductive performance of Alpine goats during the natural breeding season was evaluated. Thirty-two nulliparous and 124 lactating goats, after estrus identification and breeding, were randomly assigned according to the categories to two treatments. In T1 (n=75) and T2 (n=81) the animals received 1 mL of saline solution or 250 IU of hCG intramuscularly, respectively, five days after breeding. Pregnancy was detected and confirmed on day (mais) s 35 and 70 after breeding by transabdominal ultrasonography (3.5 MHz probe), respectively. Pregnancy rate did not differ between T1 (86.7 %) and T2 (70.6%) for nulliparous and T1 (78.3%) and T2 (84.4%) for lactating does. There were no differences for kidding rate (75.0 and 75.7%), gestation period (150.47 and 150.80 days) and prolificacy (1.75 and 1.80 fetuses) between T1 and T2, respectively. Prolificacy was superior in lactating (1.90) than in nulliparous (1.41) goats. The administration of hCG five days after breeding did not increase reproductive performance in Alpine goats.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

A toxicidade do Hypericum perforatum administrado a ratas prenhes/ Evaluation of Hypericum perforatum toxicity when administered to pregnant rats

Borges, Luciana Valente; Carmo, Juliana Corrêia do; Peters, Vera Maria; Las Casas, Lucimar; Guerra, Martha de Oliveira
2005-08-01

Resumo em português OBJETIVO: No presente trabalho foi avaliada a toxicidade do H. perforatum administrado a ratas no período de organogênese (9º ao 15º dia de gestação). MÉTODOS: Trinta ratas Wistar inseminadas foram distribuídas aleatoriamente nos grupos controle e tratado, que receberam, respectivamente, 0,5 mL de solução fisiológica e 36 mg/kg de extrato seco de Jarsin diluídos em 0,5 mL de solução fisiológica por gavagem. A toxicidade materna foi avaliada por: consumo de (mais) água e ração, peso corporal, piloereção, deambulação, diarréia e ocorrência de mortes. As ratas foram sacrificadas no 21º dia de gestação, quando foram removidos e pesados: rins, fígado e ovários. Foram calculados os índices de implantação e de reabsorção e foi verificado o número médio de fetos por rata. RESULTADOS: Não foram observados sinais clínicos de toxicidade materna e nenhuma das variáveis analisadas apresentou diferenças estatisticamente significativas entre os grupos experimentais. CONCLUSÃO: Na dose administrada e no modelo experimental utilizado, o Hypericum perforatum não apresenta manifestações tóxicas para ratas prenhas no período de organogênese. Resumo em inglês BACKGROUND: Saint John's wort (Hypericum perforatum) is a medicinal plant used in the treatment of depression and other psychiatric disorders. OBJECTIVE: In the present paper, the toxicity of H. perforatum administered to female rats during organogenesis (9th to 15th day of pregnancy) was evaluated. METHODS: Thirty inseminated Wistar rats were randomly distributed into Control and Treated groups, which received by gavage, respectively, 0.5 ml of saline and 36 mg/Kg body w (mais) eight of Jarsin dried extract diluted into 0.5 ml of saline. Maternal toxicity was evaluated by means of: water and food intake, body weight, piloerection, walking activity, diarrhea and death. Animals were killed on the 21st day of pregnancy, when kidneys, liver and ovaries were weighed. Implantation and reabsorption indices were calculated, as well as the average number of fetuses per mother. RESULTS: Clinical signs of maternal toxicity were not observed and none of the variables analyzed showed statistically significant differences. CONCLUSION: At the dose administered in the experimental model used, H. perforatum does not seem to be toxic to the mother.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Avaliação do desfecho dos conceptos com risco aumentado de ocorrência de anomalias cromossômicas calculado pela medida da translucência nucal/ Outcome of fetuses with increased risk of chromosomal anomalies, based on nuchal translucency measurement

Camano, Luiz; Moron, Antonio Fernandes; Nardozza, Luciano Marcondes Machado; Pares, David Baptista da Silva; Chinen, Paulo Alexandre
2005-03-01

Resumo em português OBJETIVO: avaliar o desfecho dos fetos que apresentam risco de anomalia cromossômica superior a 1:300, calculado pela medida da translucência nucal, por meio do programa da Fetal Medicine Foundation. MÉTODOS: nas gestações únicas com risco para aneuploidia fetal superior a 1:300 foram avaliadas variáveis como: cariótipo fetal, abortamento espontâneo e provocado, prematuridade, óbito fetal, óbito neonatal, malformações estruturais e recém-nascidos normais. Us (mais) amos o teste exato de Fisher para fazer comparações de diferenças de proporções entre grupos. RESULTADOS: foram observadas 193 (3,6%) gestações únicas com risco de aneuploidia fetal acima de 1:300. Somente 165 gestações preencheram os critérios. Destas, apenas 32,1% foram submetidas a estudo do cariótipo fetal, com 8,5% de anomalias cromossômicas (85,7% de trissomia do cromossomo 21). Foram os seguintes os desfechos das gestações: 4,2% de abortos espontâneos, 4,2% de abortos induzidos, 4,8% de prematuridade, 1,8% de óbito neonatal, 1,8% de óbito fetal e 4,2% de malformações estruturais (85,7% de malformações cardíacas). Aproximadamente 85,0% dos casos eram recém-nascidos normais. Pacientes com cariótipo anormal tiveram significativamente mais abortos induzidos (p Resumo em inglês PURPOSE: to evaluate the outcome of fetuses with risk of chromosomal anomalies over 1:300, based on the nuchal translucency measurement, according to the Fetal Medicine Program. METHODS: in the pregnancies with risk of chromosomal anomalies over 1:300, variables like fetal karyotype, spontaneous or induced abortion, prematurity, stillbirth, neonatal death, malformations, and healthy newborn were considered. We used Fisher's exact test to compare differences in proportions (mais) between groups. RESULTS: we selected 193 (3.6%) single pregnancies with risk of chromosomal anomalies over 1:300. Only 165 cases fulfilled the inclusion criteria. Of these only 32.1% underwent fetal karyotyping and of which 8.5% had chromosomal anomalies (85.7% had trisomy 21). Regarding pregnancy outcomes, 4.2% were spontaneous miscarriages, 4.2% induced abortions, 4.8% were premature, 1.8% had neonatal death, 1.8% were stillborn, and 4.2% had structural malformation (85.7% congenital heart diseases). Almost 85.0% were healthy newborns. Patients with abnormal karyotyping had more induced abortions (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Perdas reprodutivas associadas com infecção por Toxoplasma gondii em caprinos no sul do Brasil/ Reproductive losses linked to Toxoplasma gondii infection in goats in southern Brazil

Pescador, Caroline A.; Oliveira, Eduardo C.; Pedroso, Pedro M.O.; Bandarra, Paulo M.; Okuda, Líria H.; Corbellini, Luís G.; Driemeier, David
2007-04-01

Resumo em português Infecção por Toxoplasma gondii foi associada com perdas reprodutivas em um rebanho caprino no Rio Grande do Sul, Brasil. Lesões macroscópicas foram observadas em dois de seis produtos caprinos enviados para diagnóstico e incluíram linfonodos mesentéricos pálidos e aumentados e pulmões com consistência firme e áreas claras intercaladas com vermelhas. Lesões histológicas, especialmente caracterizadas por infiltrados linfoplasmocitários no cérebro e pulmões, (mais) foram observadas em todos os fetos. Nefrite intersticial linfoplasmocitária, linfadenite necrosante e hepatite periportal linfoplasmocitária também foram observadas. Enquanto tanto o exame bacteriológico quanto o teste de imunofluorescência direta para Leptospira sp. foram negativos em todos os casos, a PCR e a imunoistoquímica resultaram positivamente para T. gondii em quase todas as amostras testadas. Anticorpos anti-T.gondii, em titulações de 1:512 a 1:2048, foram detectados nas amostras de soro sangüíneo das cabras que pariram natimortos (3), abortaram (1) ou cujos neonatos morreram (2). Este trabalho descreve os achados clínicos, patológicos, sorológicos, imunoistoquímicos e de PCR observados em um rebanho caprino infectado por T. gondii. Resumo em inglês Toxoplasma gondii was implicated with reproductive losses in a goat herd in Rio Grande do Sul, Brazil. Gross changes were present in 2 out of 6 fetuses/offsprings submitted for diagnosis and included enlarged, pale mesenteric lymph nodes, and edematous, mottled red and tan lungs. Microscopic changes were observed in most fetuses and were especially characterized by lymphoplasmacytic infiltration in the brain and lungs. Other histological changes included lymphoplasmacytic (mais) interstitial nephritis, necrotizing lymphadenitis and periportal lymphoplasmacytic cell infiltrates. While bacteriological and direct immunofluorescent antibody tests for Leptospira sp. were negative in samples from all cases, immunohistochemical and PCR procedures for Toxoplasma gondii reacted positively in most of them. Antibody titles against T. gondii varying from 1:512 to 1:2048 were detected in serum samples from the mother goats of these aborted (1), stillborn (3) or dead newborn (2) kids. This paper describes the clinical, pathological, serological, molecular and immunohistochemical findings of a Toxoplasma gondii-infected goat flock.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Diagnóstico precoce da restrição do crescimento fetal pela estimativa ultra-sonográfica do peso fetal/ Early diagnosis of intra-uterine growth restriction by ultrasonographic estimation of fetal weight

Martins, Maria Marta; Tedesco, José Júlio de Azevedo
2005-02-01

Resumo em português OBJETIVOS: Com a finalidade da atuação pré-natal oportuna e diminuição da morbiletalidade perinatal e tardia, este estudo se propôs a avaliar a evolução do peso fetal determinado pela ecografia entre a 25ª e 27ª semanas de gestação, estabelecer valores de corte de peso fetal úteis no diagnóstico do pequeno para esta época da gestação e propor modelo matemático para reconhecer a probabilidade de ocorrência de recém-nascido pequeno para a idade gestacion (mais) al (PIG). MÉTODOS: Avaliaram-se 85 recém-nascidos, 35 pequenos e 50 adequados para a idade gestacional (AIG). As mães haviam feito o pré-natal no serviço, eram hígidas ou apresentavam hipertensão arterial crônica como única doença, sem história de vícios, fetos gemelares ou malformados. Todas realizaram exames ultra-sonográficos na 25ª e 27ª semanas para cálculo do peso fetal. RESULTADOS: O ganho de peso ecográfico fetal entre a 25ª e a 27ª semanas de gestação foi menor no grupo PIG havendo desaceleração do crescimento em relação ao grupo AIG. Os valores de corte de pesos ecográficos fetais foram de 775 gramas e 1015 gramas para a 25ª e 27ª semanas, respectivamente Obteve-se modelo matemático útil para quantificar a probabilidade de crescimento intra-uterino inadequado. Resumo em inglês OBJECTIVE: Aiming to reduce the perinatal and late morbidity and lethality through opportune prenatal intervention, this study proposed to sequentially evaluate the echographic fetal weight at the 25th and 27th weeks of gestation, establishing cut-off values for echographic fetal weight useful in the diagnosis of small-for-gestational-age at this gestation time, and developing a mathematical model able to recognize the probability of a newborn small-for- gestational-age. (mais) METHODS: Eighty-five newborns were evaluated, 35 small and 50 adequate for gestational age. The mothers who underwent prenatal care at our Instituition were healthy or presented chronic arterial hypertension as the only disease, no history of addictions, gemellarity or malformed fetuses. All mothers performed ultrasonographic exams at the 25th and 27th weeks for estimation of the fetal weight. Results: The exams were able to detect the inadequate development of those fetuses small-for-gestational-age group. The cut-off values for echographic fetal weight were established as 775 grams and 1015 grams for the 25th and 27th weeks, respectively A mathematical model was developed, capable of quantifying the probability of newborns exhibiting insufficient intra-uterine growth, being small-for-gestational-age.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Alfafetoproteína: valores normais no líquido amniótico entre 14 e 21 semanas/ Alphafetoprotein: amniotic fluid normal values between 14 and 21 weeks

Maestri, D.; Sanseverino, M.T.V.; Cheinquer, N.; Correa, M.C.M.; Kessler, R.G.; Magalhães, J.A. de Azevedo
1998-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Definir uma curva de normalidade dos valores de alfafetoproteína (AFP) no líquido amniótico em gestantes entre 14 e 21 semanas de gravidez no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. MATERIAIS E MÉTODOS: Nas 137 mulheres que procuraram o diagnóstico pré-natal e tiveram indicação de coleta de líquido amniótico. A alfafetoproteína foi dosada em todas as amostras por enzima imunoensaio. Foram selecionadas 109 gestações normais (sem malformações, carió (mais) tipo normal, não-gemelares) e cujas amostras de líquido amniótico não eram sanguinolentas. Essas foram divididas quanto à idade gestacional e tiveram calculadas as medianas dos valores de AFP e seus múltiplos. RESULTADOS: As medianas da alfafetoproteína (KUI/ml) para cada idade gestacional foram as seguintes: 14 semanas:16,32; 15 semanas:14,36; 16 semanas: 13,43; 17 semanas:10,93; 18 semanas: 8,22; 19 semanas: 7,35; 20 semanas: 5,62; 21 semanas:4,47. CONCLUSÃO: O estabelecimento de uma curva normal de AFP em nosso serviço permite a utilização deste exame para pacientes em risco de defeitos de fechamento de tubo neural. Permite também que sejam analisadas amostras enviadas para estudos citogenéticos ou metabólicos de maneira a identificar fetos com níveis elevados de AFP que necessitarão de estudos ultrasonográficos mais detalhados pela possibilidade de defeitos morfológicos. Resumo em inglês BACKGROUND: To define the normal values of amniotic fluid alphafetoprotein in pregnant women, whose gestational ages range from 14 to 21 weeks, in the Hospital de Clínicas de Porto Alegre. MATERIAL AND METHOD: One hundred thirty seven women with indication for amniocentesis were studied. The alphafetoprotein was measured in all samples using enzyme immunoassay. One hundred and nine normal pregnancies were selected. All of these fetuses had normal cariotype and had no mal (mais) formation. They were not twins and their amniotic fluid samples were not bloody. These samples were divided by their gestational ages. Then the medians of the alphafetoprotein values and their multiples were calculated. RESULTS: The medians of alphafetoprotein (KUI/ml) for each gestational age were as follows: 14 weeks: 16.32; 15 weeks: 14.36; 16 weeks: 13.43; 17 weeks: 10.93; 18 weeks: 8.22; 19 weeks: 7.35; 20 weeks: 5.62; 21 weeks: 4.47. CONCLUSION: The establishment of alphafetoprotein normal values in our service allows us to use this assay for patients at risk of neural tube defects. It also makes possible to analise samples sent for cytogenetic or metabolic studies, in order to identify elevated levels of alphafetoprotein, so that these fetuses could have a more detailed sonography study to look for malformations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

Estimativa de peso ao nascimento utilizando a ultrassonografia bidimensional e tridimensional/ Estimate of birth weight using two- and three-dimensional ultrasonography

Nardozza, Luciano Marcondes Machado; Araújo Junior, Edward; Vieira, Marcio Fragoso; Rolo, Liliam Cristine; Moron, Antonio Fernandes
2010-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a acurácia de uma fórmula utilizando o volume do braço (VolBra), da coxa (VolCox) e parâmetros bidimensionais [circunferência abdominal (CA) e comprimento do fêmur (CF)] fetais na predição de peso ao nascimento. MÉTODOS: Realizou-se um estudo do tipo corte transversal envolvendo 78 gestações únicas de fetos vivos, euploides e sem malformações estruturais, dentro de 48 horas antes do nascimento. O VolBra e o VolCox foram aferidos por meio da (mais) ultrassonografia tridimensional utilizando-se o modo multiplanar a intervalos de 5 mm. A CA e o CF foram aferidos por meio da ultrassonografia bidimensional. Foram realizadas análises de regressão linear e polinomial para determinação da melhor fórmula para predizer o peso fetal com base no VolBra, VolCox, CA e CF. Os erros obtidos com essas fórmulas foram comparados com os obtidos com as fórmulas de Shepard e Hadlock por meio de ANOVA. RESULTADOS: A melhor fórmula que estimou o peso ao nascimento foi uma linear simples (Peso= -1486,1 + 60,5CA + 140,57CF + 16,6VolBra + 4,8VolCox), com R2= 0,932. O erro (E), erro absoluto (EA), erro percentual (EP) e erro percentual absoluto (EPA) da fórmula que utiliza os parâmetros bi e tridimensionais foram 0 g, 0,2%, 112,2 g e 3,7%, respectivamente. Em relação às fórmulas bidimensionais, a nova equação apresentou menores E, EA, EP e EPA que a fórmula de Shepard, e menores EA e EPA em relação à fórmula de Hadlock. CONCLUSÃO: A fórmula de predição de peso utilizando o VolBra, VolCox, CF e CA se mostrou superior às fórmulas que utilizam apenas parâmetros bidimensionais. Resumo em inglês OBJECTIVE: Assess and compare accuracy of birth weight prediction using a combination of two-dimensional (abdominal circumference - AC and femur length - FL) and three-dimensional parameters (fetal arm -VolArm and thigh -VolTh volumes). METHODS: A cross sectional study was carried out involving 78 singleton, live, euploid fetuses without structural malformations born within 48 hours after ultrasonography. VolArm and VolTh were obtained by three-dimensional ultrasound usin (mais) g the multiplanar mode at 5 mm intervals. AC and FL were measured by two-dimensional ultrasound. Linear and polynomial regressions were calculated to determine the best formula to predict birth weight using VolArm, VolTh , CA and FL. ANOVA was used to compare errors in birth weight prediction using this formula and those obtained using the Shepard and Hadlock formulae. RESULTS: The best formula for prediction of birth weight was a simple linear regression (Weight = -1486.1 + 60.5AC + 140.57FL + 16.6VolArm + 4.8VolTh), R2= 0.932. The error (E), absolute error (AE), percent error (PE) and absolute percent error (APE) for this new formula were 0 g, 0.2%, 112.2 g and 3.7%. This new formula had smaller E, AE, PE and APE than the Shepard formula and smaller AE and APE than Hadlock´s formula. CONCLUSION: A formula using VolArm, VolTh, AC and FL was more accurate for prediction of birth weight than formulae using only two-dimensional parameters.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

Lesões perinatais em cordeiros induzidas pela administração de Tetrapterys multiglandulosa (Malpighiaceae) a ovelhas em diferentes estágios de gestação/ Perinatal lesions caused in lambs by feedingTetrapterys multiglandulosa (Malpighiaceae) to sheep at different stages of their pregnancy

Cardinal, Suzamar G.; Aniz, Ana C.; Santos, Bethânia S.; Carvalho, Nilton M.; Lemos, Ricardo A.A.
2010-01-01

Resumo em português Foi realizada a intoxicação experimental em ovelhas em diferentes dias de gestação, 12 ovelhas foram dividas em quatro grupos. As ovelhas do Grupo 1 consumiram quatro doses de 5g/kg de folhas verdes durante quatro dias; ovinos do Grupo 2 consumiram duas doses de 10g/kg durante dois dias, o Grupo 3 consumiu uma dose de 20g/kg em um único dia e os ovinos do Grupo 4 não consumiram a planta (controle-negativo). Para testar a toxicidade da planta um ovino macho consumiu (mais) 5g/kg até manifestação dos sintomas. Não foram observados sinais clínicos da intoxicação nas ovelhas, mas três cordeiros tiveram morte perinatal, e um cordeiro morreu com três meses de idade; o ovino controle-positivo morreu após 38 dias de consumo diário da planta e os sinais clínicos foram taquipnéia, taquicardia, sonolência, incoordenação e fraqueza. Todos os quatro cordeiros e o ovino controle-positivo foram necropsiados e os achados de necropsia foram áreas esbranquiçadas no miocárdio, evidenciação do padrão lobular do fígado, pulmão vermelho enegrecido e rúmen acentuadamente distendido com presença de gases livres. Os achados histopatológicos foram fibrose cardíaca, necrose dos cardiomiócitos, congestão e edema pulmonar, congestão hepática centrolobular e degeneração esponjosa na região subcortical do encéfalo. Tetrapterys multiglandulosa demonstrou ser tóxica para os fetos ovinos em dosagens que não foram suficientes para induzir sinais clínicos nas ovelhas prenhes, e que a intoxicação pode ocorrer com morte de cordeiros logo após o parto, mesmo após meses de ter cessada a ingestão da planta. Resumo em inglês In order to verify the effects of non-lethal doses of Tetrapterys multiglandulosa on ovine fetuses, experimental poisoning in sheep at different days of pregnancy was performed. Green leaves of shooting plants were administered to 9 pregnant ewes divided into three experimental groups. Sheep from Group 1 received four doses of 5g/kg of fresh leaves for 4 days; those from Group 2 received 10g/kg for 2 days; Group 3 sheep received a dose of 20g/kg for one day, and sheep fro (mais) m Group 4 did not receive the plant and served as negative controls. To check the plant toxicity, a male sheep (positive control) received 5g/ kg until the onset of clinical signs. No signs of poisoning were observed in pregnant ewes; three lambs died 1-5 days after birth, and a fourth lamb died within 3 months after have been born. The positive control died after 38 days of daily consumption of the plant, presenting tachypnea, tachycardia, drowsiness, incoordination, weakness and sudden death. All four dead lambs and the positive control sheep were necropsied. The gross lesions were whitish areas in the myocardium, increased lobular pattern of the liver, dark red lungs, metabolization of pericardial fat, and ruminal distention with free gas. Histological findings were cardiac fibrosis, cardiomyocyte necrosis, pulmonary congestion and edema, and spongy degeneration in subcortical cerebral white matter. Tetrapterys multiglandulosa resulted toxic for ovine fetuses at doses that were not suffient to induce clinical signs in the pregnant ewes, demonstrating that the poisoning may be a cause of death of lambs soon after birth, even several months after the ingestion of the plant has been discontinued.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

Curva de referência da área do septo interventricular fetal pelo método STIC: estudo preliminar/ Reference curve of the fetal ventricular septum area by the STIC method: preliminary study

Rolo, Liliam Cristine; Nardozza, Luciano Marcondes Machado; Araujo Júnior, Edward; Simioni, Christiane; Zamith, Marina Maccagnano; Moron, Antonio Fernandes
2011-01-01

Resumo em português FUNDAMENTO: A detecção precoce de alterações septais, tais como a hipertrofia septal comumente presente em fetos de mães diabéticas, contribuiria para a redução das altas taxas de mortalidade infantil. OBJETIVO: Determinar intervalos de referência para a área do septo interventricular fetal por meio da ultrassonografia tridimensional (US3D) utilizando o método STIC (Spatio-Temporal Image Correlation). MÉTODOS: Realizou-se um estudo de corte transversal com 69 (mais) gestantes normais entre a 18ª e 33ª semanas de gestação. Utilizou-se como referência o plano de quatro câmaras com a ROI (Região de Interesse) posicionada a partir dos ventrículos, sendo a área do septo delimitada de modo manual. Para se avaliar a correlação da área do septo interventricular com a idade gestacional (IG), construíram-se diagramas de dispersão e calculou-se o coeficiente de correlação de Pearson (r), sendo o ajuste realizado pelo coeficiente de determinação (R²). Foram calculadas médias, medianas, desvios-padrão (dp), valores máximo e mínimo. Para o cálculo da reprodutibilidade intraobservador, utilizou-se o coeficiente de correlação intraclasse (CCI). Obteve-se a medida da espessura do septo interventricular e ela foi correlacionada com a IG e a área septal obtida pelo modo renderizado em 52 pacientes utilizando-se o CCI. RESULTADOS: A área do septo interventricular foi altamente correlacionada com a idade gestacional (r = 0,81), e a média aumentou de 0,47 cm² na 18ª para 2,42 cm² na 33ª semana de gestação. A reprodutibilidade intraobservador foi excelente com CCI = 0,994. Não se observou correlação significativa entre a medida do septo interventricular e a IG (R² = 0,200), assim como não houve correlação com a área do septo obtida pelo modo renderizado com CCI = 0,150. CONCLUSÃO: Intervalos de referência para a área do septo interventricular entre a 18ª e 33ª semanas de gestação foram determinados e se mostraram altamente reprodutíveis. Resumo em inglês BACKGROUND: Early detection of septal changes such as septal hypertrophy commonly present in fetuses of diabetic mothers would help reduce the high rates of infant mortality. OBJECTIVE: Determine reference ranges for the fetal ventricular septal area through three-dimensional ultrasound (US3D) using the STIC method (Spatio-Temporal Image Correlation). METHODS: We conducted a cross-sectional study with 69 pregnant women between the 18th and 33rd weeks of pregnancy. We used (mais) as a reference the four-chamber plane with the ROI (Region of Interest) positioned from the ventricles; the septum area were manually marked. To assess the correlation of the interventricular septum area with gestational age (GA), we constructed scatter plots and calculated Pearson's correlation coefficient (r), and the adjustment was performed by the coefficient of determination (R²). We calculated averages, medians, standard deviations (sd), as well as maximum and minimum values. To calculate the intraobserver reproducibility, we used the intraclass correlation coefficient (ICC). The interventricular septum thickness was measured and it was correlated with gestational age and the septal area rendered in 52 patients using the ICC. RESULTS: The interventricular septum area was highly correlated with gestational age (r = 0.81), and the average increased from 0.47 cm² in the 18th week to 2.42 cm² in the 33rd of gestation. The intraobserver reproducibility was excellent with ICC = 0.994. No significant correlation was observed between the interventricular septum measurement and the GA (R² = 0.200), as well as there was no correlation with the septal area rendered with ICC = 0.150. CONCLUSION: Reference intervals for the interventricular septum area between the 18th and the 33rd pregnancy week were determined to be highly reproducible.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

Rabdomiomas cardíacos fetais: análise de cinco casos/ Fetal cardiac rhabdomyoma: analysis of five cases

Carvalho, Sandra Regina Marques; Marcolin, Alessandra Cristina; Cavalli, Ricardo Carvalho; Crott, Gerson Cláudio; Mendes, Maria Célia; Duarte, Geraldo; Berezowski, Aderson Tadeu
2010-04-01

Resumo em português OBJETIVO: analisar o diagnóstico, evolução e conduta terapêutica em cinco casos de tumores cardíacos primários diagnosticados no período pré-natal. MÉTODOS: no período de Janeiro 1997 a Dezembro 2008, 7.989 gestantes foram submetidas à avaliação ultrassonográfica morfológica fetal devido à presença de fatores de risco para malformações fetais. Foram selecionados os casos com massas hipercogênicas intracardíaca maiores que 1 mm diagnosticados na avalia (mais) ção ultrassonográfica do coração fetal. O diagnóstico diferencial dos tumores foi realizado segundo as características ultrassonográficas das massas. RESULTADOS: em cinco fetos foram diagnosticadas massas hiperecogênicas intracardíaca correspondendo a uma taxa de prevalência de 0,06%. A idade gestacional variou entre a 28ª e a 36ª semanas (média=31) e a idade materna variou de 23 a 45 anos (média=34,2). A localização mais frequente das massas foi o ventrículo esquerdo (100%). Ecograficamente, todas as massas eram hipercogênicas, homogêneas, únicas ou múltiplas e bem delimitadas, compatíveis com diagnóstico de um rabdomioma. Nos casos em que os diâmetros das massas foram menores que 20 mm, a conduta foi expectante e não houve complicações no período pré-natal. Um caso com tumor de grande volume apresentou arritmia e insuficiência cardíaca na 35ª semana de gestação, sendo indicada a interrupção da gestação. Em 80% dos casos foi observada associação com esclerose tuberosa no seguimento pós-natal. A regressão dos tumores cardíacos ocorreu em três casos (60%) durante um seguimento médio de três anos. Todos os recém-nascidos eram do sexo masculino e sem antecedentes familiares de esclerose tuberosa. CONCLUSÕES: a avaliação ultrassonográfica morfológica fetal é a principal forma de detecção precoce dos tumores cardíacos primários. A avaliação cardíaca fetal é fundamental para a caracterização morfológica diferencial das massas cardíacas e para avaliação funcional cardíaca. Os rabdomiomas são o tipo mais comum de tumor no feto. A conduta pré e pós-natal são expectantes, com baixo risco de complicações, havendo possibilidade de regressão espontânea na maioria dos casos. O seguimento clínico pós-natal é obrigatório devido à frequente associação à esclerose tuberosa. Resumo em inglês PURPOSE: to analyze the differential diagnosis, follow-up and therapeutic approach in five cases of primary cardiac tumors diagnosed during the prenatal period. METHODS: during the period from January 1997 to December 2008, 7989 pregnant women were submitted to morphological ultrasound due to the presence of risk factors for fetal malformations. Fetuses with hyperechogenic intracardiac masses larger than 1 mm diagnosed by ultrasound evaluation of the fetal heart, were sel (mais) ected for study. The differential diagnosis between the different tumor types was made on the basis of the ultrasound characteristics of the masses. RESULTS: five fetuses with hiperechogenic intracardiac masses were diagnosed, corresponding to a 0.06% prevalence rate. Gestational age ranged from 28 to 36 weeks (mean: 31), and maternal age ranged from 23 to 45 years (mean: 34,2). The most frequent location of the masses was the left ventricle (100%). Echographically, all masses were single or multiple, hyperechogenic, homogeneous and well delimited, compatible with a diagnosis of rhabomyoma. In cases in which the diameters of the masses were less than 20 mm, an expectant conduct was followed and no complications occurred during the prenatal period. One case with a huge tumor presented arrhythmia and cardiac insufficiency during the 35 gestational weeks, and the interruption of pregnancy was indicated. Tuberous sclerosis was associated in four cases (80%) and the diagnosis was confirmed during the postnatal follow-up. CONCLUSIONS: fetal morphological ultrasonography is the main form of early detection of primary cardiac tumors. The fetal cardiac evaluation is of fundamental importance for the differential morphological characterization of cardiac masses and for the evaluation of cardiac function. Rhabdomyomas are the most common type of fetal tumor. An expectant pre and postnatal conduct is followed, with a low risk of complications and with the possibility of spontaneous regression in most cases. Postnatal clinical follow-up is mandatory due to the high frequency of associated tuberous sclerosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

Avaliação de riscos teratogênicos em gestações expostas ao misoprostol/ Evaluation of the teratogenic risks in gestations exposed to misoprostol

Opaleye, Emérita Sátiro; Coelho, Helena Lutéscia Luna; Schüler-Faccini, Lavínia; Almeida, Paulo César de; Santos, Elaine Cavalcante dos; Ribeiro, Ana Júlia Velozo; Costa, Fabrício da Silva
2010-01-01

Resumo em português OBJETIVOS: a tentativa de aborto mal sucedida com o uso do misoprostol (Cytotec®) sem indicação médica tem sido associada a malformações congênitas. Este estudo teve por objetivo identificar, em recém-nascidos malformados e controles normais, a frequência de exposição ao misoprostol e o espectro de malformações associadas. MÉTODOS: estudo de caso-controle desenvolvido em 2005 nas quatro principais maternidades públicas de Fortaleza (CE). Através de busca a (mais) tiva diária, foram identificados recém-nascidos com diagnóstico de malformação fetal (caso) e controles saudáveis de mesmo sexo nascidos em seguida na mesma maternidade (pareamento 1:1). A amostra foi de 252 parturientes entrevistadas por equipe treinada utilizando questionário estruturado com base no Estudo Colaborativo Latino-Americano de Malformações Congênitas (ECLAMC). Além de abordar questões sociodemográficas e histórico familiar de malformação, o questionário objetivou identificar exposições diversas durante a gestação, incluindo o misoprostol. A análise bivariada com teste do χ2 comparou os grupos quanto às características e fatores associados à malformação e foi calculada a Odds Ratio para verificar a razão de chances de o Grupo Caso apresentar malformação em relação ao Grupo Controle com relação à exposição ao misoprostol. RESULTADOS: não houve diferenças significativas entre os grupos caso e controle quanto à maioria dos fatores de riscos investigados para malformações. O relato de tentativa de aborto foi de 6,8%, havendo uma maior exposição ao misoprostol durante a gestação em neonatos malformados comparados a saudáveis, Odds Ratio (OR)=3,65 (IC95%=0,74-17,91). O espectro de malformações encontradas entre os recém-nascidos expostos ao misoprostol foi compatível com a literatura, como os decorrentes de defeitos do tubo neural e disrupção vascular. CONCLUSÕES: os achados deste estudo, apesar de não apresentarem significância estatística, sugerem que os fetos expostos ao misoprostol apresentam uma tendência a maior risco de defeitos congênitos comparados aos não-expostos. Outras investigações devem ser incentivadas para que se identifique melhor o dano causado pela utilização indevida do misoprostol, principalmente em países onde o controle de medicamentos é ineficaz. Resumo em inglês PURPOSE: failed attempted abortions with the use of misoprostol (Cytotec®) without medical indication have been associated with the occurrence of congenital malformations. The objective of the present study was to identify, in newborns with malformations and in normal controls, the frequency of exposure to misoprostol and the spectrum of associated malformations. METHODS: this was a case-control study involving a daily survey at four public maternities in Fortaleza (CE) (mais) for the identification of newborns with malformations and paired controls (1:1) during the period from July to November 2005. The sample comprised 252 parturients interviewed by a trained team by means of a structured questionnaire based on the Latin American Collaborative Study of Congenital Malformations (Estudo Colaborativo Latino-Americano de Malformações Congênitas, ECLAMC). The questionnaire was used to obtain sociodemographic data and a family history of malformations, as well as to identify diverse forms of exposure during pregnancy, including misoprostol. Bivariate analysis and the chi-square test were used to compare cases and controls regarding their characteristics and factors associated with malformation, and the Odds Ratio was calculated to determine the chance of the Case Group to present malformations as compared to the Control Group after exposure to misoprostol. RESULTS: there were no significant differences between groups regarding most of the risk factors for malformations investigated. Attempted abortion was reported by 6.8% of the mothers, with a higher exposure to misoprostol during pregnancy resulting in a greater proportion of malformed newborns, Odds Ratio (OR)=3.65 (95%CI=0.74-17.91). The spectrum of congenital defects encountered with exposure to misoprostol included defects of the central nervous, musculoskeletal, urogenital and cardiovascular systems, in agreement with literature data. CONCLUSION: the findings of this study suggest that fetuses exposed to misoprostol tend to be at higher risk of developing congenital malformations in comparison to non-exposed fetuses. Other studies should be encouraged for a better identification of the damage caused by the improper use of misoprostol, especially in countries where the control of medication is inadequate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

94

Proteção fetal contra o vírus da diarréia viral bovina (BVDV) em vacas prenhes previamente imunizadas com uma vacina experimental atenuada/ Fetal protection against bovine viral diarrhea virus (BVDV) in pregnant cows previously immunized with an experimental attenuated vaccine

Arenhart, Sandra; Silva, Letícia Frizzo da; Henzel, Andréia; Ferreira, Rogério; Weiblen, Rudi; Flores, Eduardo Furtado
2008-10-01

Resumo em português Esse artigo relata a avaliação da resposta sorológica e proteção fetal conferida por uma vacina experimental contendo duas amostras atenuadas do vírus da diarréia viral bovina tipos 1 (BVDV-1) e 2 (BVDV-2). Vacas foram imunizadas com a vacina experimental (n=19) e juntamente com controles não-vacinadas (n=18) foram colocadas em cobertura e desafiadas, entre os dias 60 e 90 de gestação, pela inoculação intranasal de quatro amostras heterólogas de BVDV-1 e BVDV (mais) -2. A resposta sorológica foi avaliada por testes de soro-neutralização realizados a diferentes intervalos após a vacinação (dias 34, 78 e 138 pós-vacinação [pv]). A proteção fetal foi monitorada por exames ultra-sonográficos e clínicos realizados durante o restante da gestação; e pela pesquisa de vírus e anticorpos no sangue pré-colostral coletado dos fetos abortados e/ou dos bezerros recém nascidos. No dia do desafio (dia 138 pv), todas as vacas vacinadas apresentavam anticorpos neutralizantes em títulos altos contra o BVDV-1 (1.280- >10.240) e, com exceção de uma vaca (título 20), todas apresentavam títulos médios a altos contra o BVDV-2 (80-1.280). O monitoramento da gestação revelou que, dentre as 18 vacas não-vacinadas, apenas três (16,6%) pariram bezerros saudáveis e livres de vírus. As 15 restantes (83,3%) apresentaram indicativos de infecção fetal e/ou falhas reprodutivas. Sete dessas vacas (38,8%) pariram bezerros positivos para o vírus, sendo que cinco eram saudáveis e sobreviveram (27,7%); e dois apresentavam sinais de prematuridade ou fraqueza e morreram três e 15 dias após o nascimento, respectivamente. As oito vacas controle restantes (44,4%) abortaram entre o dia 30 pós-desafio e às proximidades do parto, ou deram à luz bezerros prematuros, inviáveis ou natimortos. Por outro lado, 17 de 19 (89,4%) vacas vacinadas deram à luz bezerros saudáveis e livres de vírus. Uma vaca vacinada abortou 130 dias pós-desafio, mas o produto não pôde ser examinado para a presença de vírus. Outra vaca vacinada pariu um bezerro positivo para o vírus (5,2%). Em resumo, a vacina experimental induziu títulos adequados de anticorpos na maioria dos animais; e a resposta imunológica induzida pela vacinação foi capaz de conferir proteção fetal e prevenir as perdas reprodutivas frente ao desafio com um pool de amostras heterólogas de BVDV. Assim, essa vacina experimental pode representar uma boa alternativa para a redução das perdas reprodutivas associadas com a infecção pelo BVDV. Resumo em inglês This paper reports the antibody response and fetal protection in pregnant cows conferred by an experimental vaccine containing two attenuated strains of bovine viral diarrhea virus (BVDV-1 and BVDV-2). Cows (n=19) were vaccinated twice, with a 34 days-interval, with the experimental vaccine and together with non-vaccinated controls (n=18), were mated and challenged between days 60 and 90 of gestation by intranasal inoculation of four heterologous BVDV-1 and BVDV-2 isolate (mais) s. The antibody response was evaluated by serum-neutralization tests performed at different intervals after vaccination (days 34, 78 and 138 post-vaccination [pv]). Fetal protection was monitored by ultrassonographic and clinical examination of the dams and fetuses during the rest of gestation; and through virological and serological examination of pre-colostral blood obtained from aborted and/or recently born fetuses/calves. At the day of challenge (day 138 pv), all vaccinated cows had neutralizing antibodies in high titers against BVDV-1 (1,280->10,240), and with one exception (titer 20), presented moderate to high titers to BVDV-2 (80-1,280). At the end of the monitoring, only three out of 18 control cows (16.6%) delivered healthy, virus-free calves. Fifteen non-vaccinated cows (83.3%) presented signs of fetal infection and/or had reproductive losses. Seven of these cows (38.8%) delivered virus-positive calves; five were healthy and survived (27.7%); two were premature or weak and lasted three and 15 days, respectively. The other eight cows (44.4%) aborted between day 30 post-challenge and the parturition; or delivered premature or stillbirth calves. In contrast, 17 out of 19 (89.4%) vaccinated cows delivery virus-free, healthy calves. One vaccinated cow aborted around day 130 post-challenge, yet this fetus could not be examined for the presence of virus. Another cow delivered a virus-positive calf (5.2%). In summary, the experimental vaccine induced adequate antibody titers in most animals and the immunological response induced by vaccination was able to prevent fetal infection and reproductive losses upon challenge with a pool of heterologous BVDV isolates. Hence, this experimental vaccine may be an attractive alternative for the prevention of reproductive losses associated with BVDV infection.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

95

Imunidade relacionada à resposta alérgica no início da vida/ Immunity related to allergic response at the beginning of life

Correa, Joaquina M.M.; Zuliani, Antonio
2001-12-01

Resumo em português OBJETIVO: considerando-se que é na infância que as manifestações alérgicas mais comuns (asma, rinite, dermatite, alergia alimentar) ocorrem, porque é no início da vida que o sistema imune pode ser induzido à sensibilização ao invés de tolerância alergênica, analisamos as principais peculiaridades imunológicas do feto e da criança jovem, inerentes à sensibilização e resposta alérgica. MÉTODOS: os autores realizaram revisão literária detalhada concerne (mais) nte à resposta imune inespecífica (barreiras físico-químicas, células mielóides) e específica (linfócitos T e B, citocinas) do feto e de crianças mais jovens, enfatizando os estudos mais relevantes nos últimos quinze anos. RESULTADOS: vários compartimentos do sistema imune do feto e de crianças mais jovens são diferentes daqueles da criança maior e do adulto. Conseqüentemente, aspectos relativos ao desenvolvimento da imunidade inespecífica e específica, podem contribuir para a geração de atopia. CONCLUSÕES: a predisposição atópica determina-se no início da vida e parece originar-se, além dos fatores genéticos, por aqueles ocorridos no ambiente intra-uterino e fase inicial da infância, os quais influenciam o sistema imune à síntese elevada de IgE. Resumo em inglês OBJECTIVE: given that the most common allergic manifestations (asthma, rhinitis, dermatitis, food allergies) occur during childhood, because the immune system can be induced into sensitization rather than into allergenic tolerance at the beginning of life, we analyzed the main immunological aspects of fetuses and infant in terms of allergic sensitization and response. METHODS: detailed bibliographic revision concerning nonspecific immune response (physical and chemical ba (mais) rriers, myeloid cells) and specific immune response (T and B lymphocytes, cytokines) of the fetus and infant, with special attention to studies carried out in the last fifteen years. RESULTS: various compartments of the immune system in fetuses and infants are different from those present in older children and adults. Thus, developmental aspects of nonspecific and specific immunity may contribute to atopic disease. CONCLUSIONS: atopic predisposition is determined at the beginning of life and seems to originate not only from genetic factors, but also from intrauterine environment and initial stage of childhood, inducing the immune system to increase the synthesis of IgE.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

96

Tratamento das malformações fetais intraútero/ Intrauterine fetal abnormalities therapy

Sbragia, Lourenço
2010-01-01

Resumo em português RESUMO Aproximadamente 1% das gestações apresenta anomalias estruturais. Durante as últimas três décadas, vários estudos experimentais em animais de grande porte associados ao avanço tecnológico dos equipamentos de imagem diagnóstica e de fetoscopia permitiram grande evolução no conhecimento da fisiopatologia de vários defeitos congênitos. Tais conhecimentos aplicados na correção intraútero das anomalias transformaram a história natural de muitas doenças (mais) que passaram do óbito para um considerável número de sobreviventes. Intervenção fetal, como a cirurgia fetal aberta, pode ser indicada na meningomielocele ou na malformação adenomatoide cística congênita e no teratoma sacrococcígeo, que levam à hidropsia fetal secundária. Além disso, procedimentos minimamente invasivos utilizando fetoscópios podem ter aplicação na hérnia diafragmática congênita, nas transfusões feto-fetais, na gravidez gemelar com feto acárdico, na válvula de uretra posterior e na hipoplasia de câmaras cardíacas com bons resultados. Embora cirurgia fetal aberta e procedimentos minimamente invasivos ainda sejam experimentais e necessitem ser plenamente validados, o diagnóstico ecográfico correto e o encaminhamento da paciente para centros terciários com atendimento multidisciplinar de medicina fetal permitem oferecer aumento da sobrevivência de muitas doenças congênitas de evolução fatal. Resumo em inglês ABSTRACT About 1% of all pregnancies present structural anomalies. During the last three decades, various experimental studies in large animals, associated with the technological advance of diagnostic imaging and fetoscopy equipment, have led to great progress in the knowledge of the pathophysiology of various congenital defects. Such knowledge applied to intrauterine correction of abnormalities has transformed the natural history of several previously fatal diseases, lea (mais) ding to a considerable number of survivors. Fetal intervention, such as open fetal surgery, may be indicated in meningomyelocele or in congenital cystic adenomatoid malformation, and in sacrococcygeal teratoma, which lead to secondary fetal hydropsy. Besides, minimally invasive procedures using fetoscopy may have application in congenital diaphragmatic hernia, in feto-fetal transfusion, in twin pregnancies with an acardiac fetus, in the posterior urethral valve, and in hypoplasia of the cardiac chambers, with good results. Even though open fetal surgery and minimally invasive procedures are still experimental and still need to be fully validated, a correct echographic diagnosis and the patient's referral to tertiary centers providing multidisciplinary fetal care contribute to the survival of fetuses with congenital diseases of usually fatal evolution.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

97

Atividade física e gestação: saúde da gestante não atleta e crescimento fetal/ Physical activity and pregnancy: non-athletic pregnant women's health and fetal growth

Batista, Daniele Costa; Chiara, Vera Lucia; Gugelmin, Sílvia Angela; Martins, Patrícia Dias
2003-06-01

Resumo em português São reconhecidos os benefícios da prática de atividade física sobre o ciclo vital, sem consenso quanto à gestação. Este artigo reviu considerações e efeitos da prática da atividade física durante a gestação sobre a saúde da gestante não-atleta e o feto. Foram utilizados os bancos de dados Medline e Pubmed referentes ao período 1992-2002. Dentre os benefícios, os artigos destacam: prevenção e redução de lombalgias, de dores das mãos e pés e estresse (mais) cardiovascular, fortalecimento da musculatura pélvica, redução de partos prematuros e cesáreas, maior flexibilidade e tolerância à dor, controle do ganho ponderal e elevação da auto-estima da gestante. No feto, observou-se aumento do peso ao nascer e melhoria da condição nutricional. Não se encontraram recomendações de necessidades nutricionais para a gestante não-atleta. Não existiu consenso quanto às necessidades nutricionais e o tipo de atividade física dessa gestante, sendo o exercício na água o mais indicado. Porém destacaram-se diversas contra-indicações da prática de exercícios na gestação. Concluiu-se que a atividade física, sendo regular, moderada e controlada desde o início da gestação, promove benefícios para a saúde materna e fetal. Resumo em inglês The benefits of physical activity on the life cycle are recognized but there is no consensus of physical activity when related to pregnancy. This article reviews aspects and effects of the practice of physical activities during pregnancy on non-athletic pregnant women and on the fetus. Medline and Pubmed were referred to in the period of 1992-2002. Among the benefits, the articles highlights: prevention and reduction of backaches, pains on hands and feet and cardiovascula (mais) r stress, strengthening of pelvic muscles, reduction of premature deliveries and C-sections, more flexibility and tolerance to pain, ponderal gain control and increase of the self-esteem in pregnant women. As for the fetus there was improvement of weight and nutritional conditions. There were no recommendations of nutritional needs for non-athletic pregnant women. There was no consensus related to nutritional needs and the type of physical activities for pregnant women. Physical exercises in the water were considered more adequate. There are various counter-indications for exercises during pregnancy. The conclusion is that regular and moderate physical and controlled activities in the beginning of pregnancy are beneficial to mothers and fetuses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

98

Óbito fetal no descolamento prematuro da placenta: comparação entre dois períodos/ Fetal death in placental abruption: comparison of two different time periods

Cabar, Fábio Roberto; Nomura, Roseli Mieko Yamamoto; Machado, Tânia Regina Schupp; Zugaib, Marcelo
2008-06-01

Resumo em português OBJETIVOS: Comparar a incidência de descolamento prematuro da placenta (DPP), de óbito fetal e o perfil dos fatores maternos associados ao óbito fetal em casos acometidos por DPP em dois períodos, num mesmo serviço médico terciário. MÉTODOS: Avaliação retrospectiva dos casos de DPP ocorridos entre 1º de janeiro de 1994 a 31 de dezembro de 1997 (período 94-97) e 1º de abril de 2001 a 31 de março de 2005 (período 01-05), em gestações únicas com peso do rec (mais) ém-nascido superior a 500g e idade gestacional acima da 20ª semana. Foram analisados os fatores: idade materna, cor, antecedentes obstétricos, ocorrência de hipertensão arterial ou ruptura prematura de membranas ovulares, presença de sangramento genital, hemoâmnio, características do tônus uterino, ocorrência de CIVD, insuficiência renal, anemia puerperal, bem como a idade gestacional e peso do RN no parto. RESULTADOS: No período 94-97, foram realizados 7.692 partos e o DPP ocorreu em 0,78% (60 casos), e no período 01-05 foram 8.644 partos com 0,59% (51 casos) de DPP, sem diferença significativa. No período 94-97, a proporção de casos sem sangramento genital foi significativamente maior no grupo que evoluiu com óbito fetal quando comparado aos casos cujo feto nasceu vivo (57,9% vs 22,0%; p=0,01). No período 01-05, a proporção de casos com hipertonia uterina foi significativamente maior no grupo que evoluiu com óbito fetal quando comparado aos casos com recém-nascido nativivo (66,7% vs 29,3%; p=0,04). As complicações maternas no pós-parto foram mais freqüentes nos casos de óbito fetal, em ambos os períodos 94-97 e 01-05 (31,6% vs 4,9%, p=0,009, e, 50,0% vs 5,1%, p=0,001, respectivamente). CONCLUSÃO: O DPP permanece grave problema obstétrico com conseqüências potencialmente fatais, principalmente nos casos com maior área de descolamento da placenta. Maior gravidade do quadro clínico materno é observada nos casos de óbito fetal. Resumo em inglês OBJECTIVE: To compare the incidence of placental abruption (PA), fetal death and the profile of maternal factors associated with fetal death in pregnancies affected by placental abruption during two different time periods in the same hospital. METHODS: retrospective study between January 1, 1994 and December 31, 1997 and April 1, 2001 and March 31, 2005, including singleton pregnancies with a birth weight higher than 500g and gestational age of more than 20 weeks. Factors (mais) analyzed were maternal age, race, obstetric history, presence of arterial hypertension or premature rupture of membranes, presence of genital bleeding, presence of amniotic fluid contaminated with blood, characteristics of uterine tonus, occurrence of renal insufficiency, postpartum coagulopathy, puerperal anemia, gestational age and weight at birth. RESULTS: there were7692 births in the 1994-1997 period, placental abruption incidence of 0.78% (60 cases); 8644 births occurred in the 2001-2005 period, placental abruption incidence of 0.59% (51 cases), with no statistical difference. During the 1994-1997 period, proportion of cases without genital bleeding was significantly higher in the group whose fetuses died compared to cases of live born fetuses (57.9% vs 22.0%; p=0.01). During the 2001-2005 period, proportion of cases with uterine hypertonia was significantly higher in the group whose fetuses died compared to cases of live born fetuses (66.7% vs 29.3%; p=0.04). Postpartum maternal complications were more frequent in cases of fetal death during both periods (31.6% vs 4.9%; p=0.009; and 50% vs 5.1%; p=0.001, respectively). CONCLUSION: Placental abruption continues to be a serious obstetric problem, with fatal consequences, especially when the placental abruption area is large. Maternal clinical symptoms are more severe in cases of fetal death.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

99

Válvula de uretra anterior/ Anterior urethral valves

Tucci Jr., Silvio; Franco, Paulo B.; Molina, Carlos A.F.; Suaid, Haylton J.; Cologna, Adauto J.; Martins, Antônio C.P.
2003-02-01

Resumo em português Objetivo: apresentar os aspectos clínicos, diagnósticos e terapêuticos de pacientes portadores de válvula da uretra anterior. Descrição: em dois neonatos, o diagnóstico presuntivo de patologia obstrutiva do trato urinário foi sugerido pela ultra-sonografia realizada no período pré-natal, confirmando-se o diagnóstico de válvula de uretra anterior pela avaliação pós-natal. Os pacientes foram submetidos a tratamento cirúrgico paliativo, com vesicostomia tempo (mais) rária e, posteriormente, definitivo, pela fulguração endoscópica das válvulas. Ambos evoluíram com função renal normal. Comentários: a válvula da uretra anterior é anomalia rara que deve ser considerada em meninos com quadro radiológico pré-natal sugestivo de obstrução infravesical, secundariamente à hipótese mais comum de válvula da uretra posterior. Ressaltamos a utilização da vesicostomia como derivação urinária temporária nestes casos, prevenindo potenciais complicações pela manipulação da uretra do recém-nascido. Resumo em inglês Objective: to discuss clinical signs, diagnostic tools and therapeutics of anterior urethral valves, an obstructive anomaly of the urinary system in males. Description: signs of urinary tract obstruction were identified on pre-natal ultrasound in two male fetuses and the diagnosis of anterior urethral valves was made through post-natal evaluation. As an initial treatment, vesicostomy was performed in both patients. Later, the valves were fulgurated using an endoscopic pro (mais) cedure. During the follow-up period both patients presented normal renal function. Comments: anterior urethral valves are a rare form of urethral anomaly that must be ruled out in boys with pre-natal ultrasound indicating infravesical obstruction. Vesicostomy used as an initial treatment rather than transurethral fulguration may prevent potential complications that can occur due to the small size of the neonatal urethra.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

101

Caracterização sociodemográfica e resultados perinatais das gestações com diagnóstico ultrassonográfico de malformação fetal/ Socio demographic characteriation and perinatal outcome of pregnancies with ultrasonographic diagnosis of major fetal malformation in a referral centre

Ramos, Juliana Limeira de Araújo Moura; Carvalho, Mário Henrique B de; Zugaib, Marcelo
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Caracterizar, do ponto de vista sociodemográfico, e obter a evolução pós-natal, das gestantes com diagnóstico ultrassonográfico pré-natal de malformação fetal maior, atendidas no Setor de Medicina Fetal do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, entre 15/12/2005 e 15/12/2006. METHODS: Estudo descritivo com 335 gestantes entrevistadas após a obtenção do termo de consentimento pós-informado. Os dados pós-na (mais) tais foram obtidos mediante contato até um mês após a data provável do parto. Foram excluídas aquelas que não aderiram e que não tiveram confirmação da malformação fetal. RESULTADOS: A idade materna média das gestantes foi de 27,1 anos; a cor da pele predominante parda (48,1%). Em relação à escolaridade, 57,8% das gestantes apresentavam grau de escolaridade igual ou inferior ao ensino médio completo. A renda salarial média foi de 3,1 salários mínimos. Quanto aos antecedentes de malformação fetal, 10,4% das gestantes o referiram. Dentre os casos de malformação atual, as do sistema nervoso central foram as mais prevalentes (28%), seguidas das malformações renais (9,2%) e cardíacas (8,9%). Das gestantes submetidas à pesquisa do cariótipo fetal, 23,6% obtiveram resultados anormais. Em 311 casos (92,8%), o resultado da gestação foi obtido. Destes, 76,8% nasceram vivos; 25,7% evoluíram com óbito neonatal; 16,4% foram natimortos e em 6,3% houve interrupção da gestação. CONCLUSÃO: O presente estudo permitiu conhecer as características sociodemográficas e os resultados gestacionais de mulheres com diagnóstico de malformação fetal, o que poderá ser útil para o planejamento periconcepcional deste grupo de pacientes. Resumo em inglês OBJECTIVE: The purpose of this study is to describe the socio demographic profile and perinatal outcome of pregnant women with prenatal ultrasound diagnosis of major fetal malformation at the Hospital das Clínicas, Medical School, São Paulo University. The study was performed from December 15th 2005 to December 15th 2006. METHODS: This is an observational descriptive study where 335 pregnant women were interviewed after agreement. Postnatal information was obtained unti (mais) l a month after due date of birth. Cases that were not confirmed and did not consent to participate in the study were excluded. RESULTS: Mean maternal age was 27.1 years and skin color was brown in 48.1% of cases. According to the education level and salary, 57.8% did not finish college and the mean monthly income was 3.1 minimal wages. A previous history of fetal malformation was reported by 10.4% of women. The central nervous system was the most frequent site of malformation (28.1%), followed by renal (9.3%) and cardiac (9%) defects. Fetal karyotype results were abnormal in 23.6% of fetuses. Pregnancy outcome was ascertained in 311 cases (92.8%): 76.8% were alive, 25.7% were neonatal deaths, 16.4% were stillborn and 6.3% miscarried. CONCLUSION: This study describes socialdemographic features and perinatal outcome in pregnancies with major fetal malformation diagnosed antenatally. This information is useful for parent counselingin cases with an abnormal fetal diagnosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)