Sample records for european economic community
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 7 shown.



1

Um modelo VAR para uma Avaliação Macroeconómica de Efeitos da Integração Europeia da Economia Portuguesa An Evaluation of Macroeconomic Effects of the Portuguese European Integration with a VAR Model

Andrade, João Sousa

Procuramos com este estudo fazer uma identificação, seguida de quantificação, de possíveis choques de natureza macroeconómica a que a economia portuguesa esteve sujeita durante os finais dos anos 80. Propomos para isso um modelo resumido para representar o seu comportamento. As variáveis do modelo n...

DRIVER (Portuguese)

4

O alargamento da União Européia e a América Latina

Martins, Estevão de Rezende
2004-12-01

Resumo em português O alargamento da União Européia em 2004, com a adesão inédita de dez países de uma só vez, representa um movimento de concentração endógena, com a absorção de meios e esforços intra-europeus. Esse alargamento acarreta dificuldades adicionais para as relações externas da União, inclusive com a América Latina. O legado cultural parcialmente comum da Europa com países como os latino-americanos é insuficiente para alterar o campo das relações econômicas e (mais) comerciais prevalentes. Um obstáculo adicional está na inconsistência política e conceitual de "América Latina", que não é um interlocutor ou parceiro orgânico. As iniciativas políticas da União e seus eventuais desdobramentos não ultrapassam o plano da retórica afável e das boas intenções ou ficam no plano da assistência do desenvolvimento. A União Européia e seus países-membro, em virtude das competências concorrentes em matéria de relações bi e multilaterais, preferem lidar com os blocos equivalentes, como o Mercosul ou a Comunidade Andina, cujos perfis se delineiam melhor. Resumo em inglês The European Union's expansion in 2004 owing to the unprecedented adhesion of ten countries simultaneously signaled a movement toward endogenous concentration based on intra-European means and efforts. This expansion entails further difficulties for EU's external relations, including those with Latin America. The cultural legacy partially shared by Europe and countries such as the Latin American countries is insufficient to change current economic and trade relations. A f (mais) urther obstacle is the political and conceptual inconsistency of a "Latin America" that is neither an interlocutor nor a natural partner. The EU's political initiatives and their possible outcome do not go beyond affable rhetoric and good intentions or are restricted to development aid. Owing to their competing interests in bilateral or multilateral relations, the European Union and its member countries prefer to deal with similar blocs, such as Mercosur or the Andean Community, which have a more clearly defined profile.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Diplomacia e política doméstica: a lógica dos jogos de dois níveis/ Diplomacy and domestic politics: the logic of the two-level games/ La diplomatie et la politique intérieure: la logique du jeu de deux niveaux

Putnam, Robert D.
2010-06-01

Resumo em português A política doméstica e as relações internacionais com freqüência são inextricavelmente vinculadas; todavia, as teorias existentes (particularmente as estatocêntricas) não levam adequadamente em considerações tais vínculos. Quando os líderes nacionais devem obter as ratificações (formais ou informais) dos membros de seus parlamentos para um acordo internacional, seus comportamentos em negociações refletem os imperativos simultâneos tanto de um jogo de pol (mais) ítica doméstica quanto de um jogo de política internacional. Usando exemplos de cúpulas econômicas ocidentais, das negociações do Canal do Panamá e do Tratado de Versalhes, dos programas de estabilização do Fundo Monetário Internacional, da Comunidade Européia e de muitos outros contextos diplomáticos, o artigo oferece uma teoria da ratificação. Ele enfatiza o papel das preferências, coalizões, instituições e práticas domésticas, das estratégias e táticas dos negociadores, da incerteza, das reverberações domésticas das pressões externas e o papel dos interesses do negociador-chefe. Essa teoria de "jogos de dois níveis" também pode ser aplicável a muitos outros fenômenos políticos, tais como a dependência, os comitês legislativos e as coalizões multipartidárias. Resumo em inglês Domestic politics and international relations are often inextricably entangled, but existing theories (particularly state-centric theories) do not adequately account for these linkages. When national leaders must win ratification (formal or informal) from their constituents for an international agreement, their negotiating behavior reflects the simultaneous imperatives of both a domestic political game and an international game. Using illustrations from Western economic s (mais) ummitry, the Panama Canal and Versailles Treaty negotiations, IMF stabilization programs, the European Community, and many other diplomatic contexts, this article offers a theory of ratification. It addresses the role of domestic preferences and coalitions, domestic political institutions and practices, the strategies and tactics of negotiators, uncertainty, the domestic reverberation of international pressures, and the interests of the chief negotiator. This theory of "two-level games" may also be applicable to many other political phenomena, such as dependency, legislative committees, and multiparty coalitions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Cuba após a Guerra Fria: mudanças econômicas, nova agenda diplomática e o limitado diálogo com os EUA/ Cuba after the Cold War: economic change, new diplomatic agenda and the limited dialogue with the United States

Santoro, Maurício
2010-07-01

Resumo em português Cuba passou por muitas transformações após a Guerra Fria. A economia está mais diversificada e o país logrou escapar do isolamento internacional, estabelecendo parcerias com China, União Européia e América Latina. Além disso, a transformação na comunidade cubano-americana coloca em posições de influência ativistas mais jovens, com maior disposição para o diálogo com os Estados Unidos, inclusive em temas comerciais. Contudo, é difícil que as negociações avancem em pontos controversos, pela relutância de Havana em liberalizar o regime político. Resumo em inglês Cuba has undergone several transformations after the Cold War. The economy has become more diversified and the country has been able to overcome international isolation, and in so doing establish partnerships with China, the European Union and Latin America. In addition, the changes in the Cuban-American community have put younger activists who are more willing to enter into dialogue with the United States, on such matters for example as foreign trade. However, it is diff (mais) icult for the negotiations to solve more controversial points because of the continued reluctance of Havana to liberalize the political regime.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

A União Européia: uma comunidade em construção/ The European Union: a community under construction

Camargo, Sonia de
2008-08-01

Resumo em português O novo Tratado da União, o Tratado Reformador ou Tratado de Lisboa, aprovado na Cúpula Européia de Chefes de Estado e de Governo em outubro de 2007 durante a presidência de Portugal, abre um período de profunda reflexão sobre as razões que levaram a França e a Holanda a dizer "não" ao Tratado Constitucional apresentado à população em 2005 e sobre o novo rumo a ser tomado. Neste artigo, proponho-me a reconstituir o debate político-institucional que cercou esse (mais) s dois momentos, debate profundamente influenciado pela incorporação ao espaço territorial da União Européia de 130 milhões de novos habitantes de diferentes procedências e identidades, o que certamente vai produzir um impacto crescente na distribuição de recursos políticos e econômicos e na percepção das diferentes identidades entre seus cidadãos. Tanto o debate normativo quanto o da diversidade cultural serão examinados à luz das principais teorias que cercam os estudos sobre a União Européia. Resumo em inglês The European Lisbon Treaty, approved by the European Council in October 2007 during the Portuguese presidency, opened a period of profound discussions about the reasons that led France and the Netherlands to reject in referenda the Constitutional Treaty presented to the population in 2005 as well about the new course that should be adopted in designing Union's new institutions. The present text summarizes the political-institutional debate that surrounded these two moment (mais) s. This debate is affected by the incorporation of 130 million new European citizens from different origins and identities to the European Union territorial space, having a growing impact on political and economic resource distribution and on the perception of differences among the European population. Similarly to the normative debate, the cultural diversity will be examined in light of the main theories in the field of European studies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)