Sample records for estrous cycle
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Influência do ciclo estral sobre a sensibilidade da resposta cronotrópica à norepinefrina em ratas submetidas a estresse agudo/ Influence of estrous cycle on the sensitivity of cronotropic answer to norepinephrine in rats submitted to acute stress

Tanno, Ana Paula; Bianchi, Fábio José; Marcondes, Fernanda Klein
2002-03-01

Resumo em português O estresse pode alterar a sensibilidade da resposta cronotrópica às catecolaminas em vários tecidos. O objetivo deste estudo foi avaliar a sensibilidade à norepinefrina (NE) em átrios direitos de ratas submetidas ao estresse agudo por natação nas fases de estro e proestro. Ratas Wistar em estro ou proestro foram submetidas a uma sessão de 50 min de natação, após a qual foram anestesiadas e sacrifícadas. Os átrios direitos destes animais e de ratas controle fo (mais) ram isolados para obtenção de curvas concentração-efeito à NE antes e após o bloqueio dos sistemas de metabolização das catecolaminas (fenoxibenzamina + estradiol). Os dados foram analisados por ANOVA ou teste t de Student. Não houve diferenças de sensibilidade à NE entre as fases de estro e proestro nos tecidos isolados de animais controle (p>0,05). No proestro, a natação induziu supersensibilidade à NE (p Resumo em inglês Stress may change the response to catecholamines in many tissues. The aim of this study was to investigate the influence of the estrous cycle on the sensitivity to norepinephrine in right atria from female rats submitted to a single swimming session. Wistar female rats were submitted to one swimming session at estrus or proestrus. Immediately after the stress session, the animal was sacrificed and its right atria set up for isometric recording of spontaneous beating. Conc (mais) entration-effect curves to norepinephrine were obtained before and after inhibition of uptake1 (phenoxibenzamine) and uptake2 (estradiol). Swimming stress did not change the sensitivity to noradrenaline in right atria from rats at estrus. However, at proestrus swimming induced supersensitivity to norepinephrine (pD2 control: 7.14 ± 0.03 vs. pD2 swimming: 7.55 ± 0.04; p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Perfil hormonal de Progesterona durante o ciclo Estral em novilhas Nelore confinadas com Diferentes Ondas de Crescimento Folicular/ Plasma Progesterone Level during the Estrous Cycle in Nelore Heifers Confined with Two, Three and Four Waves of Follicular Growth

Santiago, Luciene Lomas; Torres, Ciro Alexandre Alves; Uribe-Velásquez, Luiz Fernando; Cecon, Paulo Roberto; Nogueira, Eduardo Terra
2001-12-01

Resumo em português Efetuaram-se coletas diárias de sangue, de 16 novilhas Nelore confinadas, para análise de progesterona plasmática pelo método de radioimunoensaio (RIA). Os dias analisados para progesterona foram o dia zero (estro) e a cada três dias até o dia -1 e o dia zero. Os animais foram divididos em dois grupos: 1) com ciclo estral de 21 dias aproximadamente (novilhas que apresentaram duas e três ondas de crescimento folicular) e 2) com ciclo estral superior a 25 dias (novil (mais) has com quatro ondas de crescimento folicular). As concentrações médias de progesterona plasmática dos animais durante o ciclo estral diferiram entre os dois grupos, sendo superiores (4,27 ng/mL) para os ciclos de maior duração. A concentração média de progesterona no ciclo de aproximadamente 21 dias foi de 2,54 ng/mL. Os resultados sugerem que as novilhas que apresentam maior duração do ciclo estral necessitam de tempo adicional para que seus folículos cheguem ao estádio pré-ovulatório, havendo, dessa maneira, prolongamento e aumento da secreção de progesterona. Resumo em inglês Blood were collected daily from 16 Nelore heifers confined, for radioimmunoassay (RIA).analyses of progesterone The plasma progesterone assay were at day zero (estrus) and at each three days until the -1 and the day zero.again The animals were divided in two groups: 1) with regular estrous cycle of 21 days (heifers with two and three follicular growth waves) and 2) with prolonged estrous cycle, greater than 25 days (heifers with four follicular growth waves). The mean pla (mais) sma progesterone level from the animals during the estrous cycle differed between the two groups, being greater (4,27 ng/mL) for the extended cycles.(above 25 days; 4,27 ng/mL) than for the regular estrous cycle (21 days; 2,54 ng/mL). Results suggest that those heifers which showed an extended estrous cycles, needs an additional time for the follicles to each the pre-ovulatory stadium, resulting in prolonged and increased progesterone secretion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

População folicular ovariana durante o ciclo estral em vacas da raça Gir/ Ovarian follicular population during estrous cycle in Gir breed (Bos indicus) cows

Ferreira, Ademir de Moraes; Viana, João Henrique Moreira; Camargo, Luiz Sérgio de Almeida; Sá, Wanderlei Ferreira de; Pereira, Pedro Augusto Carvalho
2004-12-01

Resumo em português A população folicular ovariana de 14 vacas da raça Gir foi monitorada diariamente, por ultra-sonografia, ao longo de um ciclo estral completo. Em cada avaliação, os folículos ovarianos foram identificados, mensurados e classificados por tamanho, em três categorias: de 3 a 5 mm (folículos pequenos), de 6 a 8 mm (folículos médios) e iguais ou superiores a 9 mm (folículos grandes). Foram observados ciclos com três (69,23%) e quatro (30,77%) ondas de crescimento f (mais) olicular. O número médio de folículos presentes ao longo do ciclo estral foi de 12,85 ± 0,26, tendo a população de pequenos folículos constituído a maior fração deste total (70,08% a 93,18%). Observou-se efeito significativo do dia do ciclo sobre o número de folículos identificados em cada classe de tamanho. A população de folículos pequenos e a população folicular total apresentaram redução significativa ao longo do ciclo. A população de folículos médios foi maior nos animais que apresentaram ciclos com quatro ondas de crescimento folicular. A população folicular total e o número de folículos de cada classe de tamanho nos ovários variaram ao longo do ciclo estral em decorrência do estabelecimento de ondas de crescimento folicular. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate follicular population during estrous cycle in Gir cattle. The ovaries of cows (14) were evaluated daily, during one estrous cycle, using a portable ultrasound device. During each exam, ovarian follicles were identified, measured and classified by size in tree groups: from 3 to 5 mm (small follicles), from 6 to 8 mm (medium follicles) and equal or larger than 9 mm (large follicles). Cycles with three (69.23%) and four (30.77%) follicul (mais) ar waves were observed. The mean number of follicles present during the estrous cycle was 12.85 ± 0.26. The major part of this population (70.08% to 93.18%) was of small follicles. There was a significant effect of estrous cycle day on the number of follicles in each size class. The number of small follicles and the total follicular population decreased during estrous cycle. Cows with four follicular waves during the estrous cycle presented more medium follicles. Total follicular population, and the number of follicles in each size class varied during the estrous cycle according to the establishment of the follicular waves.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Características morfológicas e funcionais do corpo lúteo durante o ciclo estral em vacas da raça Gir/ Morphologic and functional characteristics of corpora lutea during estrous cycle in Gir cattle

Viana, J.H.M.; Ferreira, A.M.; Sá, W.F.; Camargo, L.S.A.
1999-06-01

Resumo em português Estudaram-se o desenvolvimento, a função e a regressão luteal em vacas da raça Gir. As características morfológicas do corpo lúteo foram avaliadas ao longo de um ciclo estral completo (n=15), utilizando-se um aparelho portátil de ultra-som. A atividade luteal foi monitorada pela concentração plasmática de progesterona. O corpo lúteo foi inicialmente identificado aos 3,28±0,19 dias após a ovulação. Observou-se efeito significativo do dia do ciclo sobre a á (mais) rea da seção transversal do corpo lúteo (P50,05cm²/dia, e a taxa de regressão entre os dias 16 e 21 foi de -0,36±0,04cm²/dia. As características morfológicas e funcionais do corpo lúteo de vacas da raça Gir são semelhantes àquelas observadas em outras raças bovinas. Resumo em inglês Luteal development, function and regression were studied in Gir cattle. Morphologic characteristics of corpora lutea were evaluated during the estrous cycle (n=15), using a portable ultrasound device. Luteal activity was evaluated by serum progesterone. The corpus luteum was first identified at 3.28±0.19 days after ovulation. There was a day effect on corpus luteum cross-section area (P(mais)

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Perfil de glicosaminoglicanos sulfatados no útero de camundongas durante o ciclo estral/ Profile of sulphated glycosaminoglycans content in the murine uterus during the different phases of the estrous cycle

Gomes, Regina Célia Teixeira; Simões, Ricardo Santos; Soares Júnior, José Maria; Nader, Helena Bonciani; Simões, Manuel de Jesus; Baracat, Edmund C.
2007-06-01

Resumo em português OBJETIVOS: Quantificar glicosaminoglicanos sulfatados (GAGs) no útero de camundongas durante o ciclo estral. MÉTODOS: Utilizaram-se quatro grupos de camundongas virgens com 100 dias de idade (n= 10 cada) conforme a fase ciclo estral: proestro, estro, metaestro e diestro. Amostras da porção média dos cornos uterinos foram preparadas para observação em microscopia de luz (H/E e Alcian blue + PAS). Os GAGs foram extraídos e caracterizados por eletroforese em gel de a (mais) garose. Os dados foram analisados pelo teste t de Student não pareado. RESULTADOS: À microscopia de luz, os GAGs sulfatados apresentam-se em todas as camadas do útero, em especial no endométrio, entre as fibras colágenas, na membrana basal e ao redor dos fibroblastos. A análise bioquímica mostrou haver dermatam sulfato (DS), condroitim sulfato (CS) e heparam sulfato (HS) durante todas as fases do ciclo estral. Não houve separação eletroforética clara entre DS e CS, de modo que estes dois GAGs foram considerados em conjunto (DS+CS) (proestro = 0,854 ± 0,192; estro = 1,073 ± 0,254; metaestro = 1,003 ± 0,255; e diestro = 0,632 ± 0,443 µg/mg). Os resultados de HS foram: proestro = 0,092 ± 0,097; estro = 0,180 ± 0,141; metaestro = 0,091 ± 0,046; e diestro = 0,233 ± 0,147 µg/mg. A concentração DS+CS apresentou-se maior no estro (ação estrogênica) e a do HS no diestro (ação progestagênica). CONCLUSÃO: Os GAGs no útero de camundongas sofrem alterações durante as fases do ciclo estral, refletindo o constante processo de renovação, sendo modulados pelos hormônios sexuais. Resumo em inglês OBJECTIVE: Identification and quantitation of sulphated glycosaminoglycans (GAGs) in the uterus of female mice during the estrous cycle. METHODS: Four groups (n = 10 each) of virgin, 100-day old female mice were assembled according to the estrous cycle phase: proestrus, estrus, metaestrus and diestrus. Samples of the median portion of uterine horns were processed for light microscopy examination (H/E and Alcian blue + PAS). The GAGs were extracted and characterized by aga (mais) rose gel electrophoresis. Data were analyzed by the unpaired Student's t-test. RESULTS: At light microscopy GAGs appear in all layers of the uterus, especially in the endometrium, between collagen fibers, in the basal membrane and around fibroblasts. Biochemical analyses disclosed presence of dermatan sulphate (DS), chondroitin sulphate (CS and heparan sulphate (HS) during all estral cycle phases. There was no clear electrophoretic separation between DS and CS, thus these two GAGs were considered together (DS+CS) (proestrus = 0.854 ± 0.192; estrus = 1.073 ± 0.254; metaestrus = 1.003 ± 0.255; diestrus = 0.632 ± 0.443 µg/mg). HS was as follows: proestrus = 0.092 ± 0.097; estrus = 0.180 ± 0.141; metaestrus = 0.091 ± 0.046; diestrus = 0.233 ± 0.147 µg/mg. The uterine content of DS+CS peaked at estrus (estrogenic action) and that of HS at diestrus (progestagen action). CONCLUSION: Due to a constant turnover process, there are definite alterations in the uterine profile of GAGs content during the estrous cycle in mice, which may be modulated by female sex hormones.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Efeito da frequência de amamentação sobre a taxa de ovulação após tratamento com desmame temporário + GnRH, sobre a incidência de luteólise prematura no primeiro ciclo estral pós-parto e sobre o desempenho da progênie de vacas Nelore/ Effect of suckling frequency on ovulation rate after temporary weaning + GnRH treatment, incidence of premature luteolysis in the first postpartum estrous cycle, and performance of calves from Nelore cows

Claro Junior, I.; Sá Filho, O.G.; Rodrigues Junior, M.M.; Vasconcelos, J.L.M.
2010-04-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito da restrição na frequência de amamentação sobre o diâmetro folicular no dia 0 (DFOL), sobre a taxa de ovulação (TO), e sobre a incidência de luteólise prematura no primeiro ciclo estral pós-parto (ILP) de vacas Nelore multíparas, em anestro, submetidas à amamentação ad libitum (controle; n= 115) ou amamentação uma vez ao dia (restrito; n= 109), entre os dias -14 e 9 do experimento, e estudou-se o efeito desses tratamentos sobre o peso (mais) à desmama da progênie dessas vacas. Induziu-se ovulação com remoção de bezerros entre os dias -2 e 0 e aplicação de 100μg de GnRH no dia 0. Somente animais que ovularam foram mantidos no experimento (n= 125). A ocorrência de luteólise prematura foi avaliada por meio da dosagem da concentração sérica de progesterona nos dias 5 e 9. A TO não foi influenciada pelos tratamentos (55,8%; P>0,1), e as vacas do tratamento restrito apresentaram maior DFOL (10,90±0,26 vs. 10,18±0,21mm; P Resumo em inglês The effects of restricted suckling on follicular diameter at day 0 (FDDO), ovulation rate (OR), and incidence of premature luteolysis in the first post partum estrous cycle (PLI) of Nelore cows and the effects on weight at weaning (WW) of progenie of these cows were evaluated. Multiparous anestrous postpartum Nelore cows were submitted to ad libitum suckling (control; n= 115) or once-a-day suckling (restricted; n= 109) from days -14 to 9 of the experiment. For both treatm (mais) ents, a temporary calf removal was performed from days -2 to 0, and on day 0 cows received 100μg of GnRH. Only animals that ovulated after GnRH treatment were used in the experiment (n= 125). The occurrence of premature luteolysis was evaluated by dosage of serum progesterone concentrations on days 5th and 9th. The OR was not affected by treatments (55.8%; P>0.1), but cows from restricted treatment had larger FDDO at time of GnRH treatment (10.90±0.26 vs. 10.18±0.21mm; P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Estudo estereológico comparativo de complexos cumulus-ovócito aspirados de folículos durante o ciclo estral em bovinos/ Comparative stereological study of cumulus-oocyte complexes aspirated from follicles during the estrous cycle in bovine

Calado, A.M.; Rocha, E.; Colaço, A.; Sousa, M.
2005-08-01

Resumo em português Realizou-se uma análise estereológica comparativa de complexos cumulus-ovócito (COCs) de bovino da raça Holtein-Friesian aspirados de folículos antrais pequenos (com diâmetro de 1-4mm) e médios (com diâmetro de 4-8mm) durante as fases de metaestro, diestro e de proestro. Foram estimados o volume médio dos COCs, dos ovócitos (com e sem zona pelúcida), dos núcleos dos ovócitos e das células foliculares e seus respectivos núcleos. Estimou-se a espessura da zon (mais) a pelúcida e calculou-se a percentagem relativa da freqüência dos diferentes tipos de células foliculares encontradas no cumulus. Os folículos pequenos apresentaram crescimento acelerado e sem sincronia entre o volume do citoplasma e o do núcleo. No folículo médio ocorreu expansão harmoniosa núcleo-citoplasmática. Identificaram-se três populações de células foliculares (C1, C2 e C3), cuja distribuição na massa do cumulus é independente de sua posição relativamente ao ovócito. Durante o ciclo estral, as células C1 foram progressivamente substituídas por C2 e estas, por C3. Resumo em inglês A comparative stereological analysis was performed in cumulus-oocyte complexes from Holstein-Friesian cows, aspirated from small (with diameter of 1-4mm) and medium (with diameter of 4-8mm) antral follicles during metestrous, diestrous and proestrous. The mean volumes of COCs, oocytes (with and without zona pellucida), nucleus of the oocyte, as well as the volumes of the follicular cells and their nucleus were estimated. The mean thickness of the zona pellucida and the re (mais) lative percentage of the three follicular cell types in the cumulus mass were also obtained. Small antral follicles had an accelerate growth without synchrony between the volume of the oocyte and the respective nucleus, while in medium antral follicles an harmonious nucleus-cytoplasmic expansion was observed. These follicular cell populations were classified in their types, C1, C2 and C3, which the distribution in the cumulus mass appeared to be independent to their position in relation to the oocyte. During the estrous cycle, cell type C1 progressively developed to C2, and this one to C3.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Aspectos histopatológicos da adenomiose em úteros bovinos nas diferentes fases do ciclo estral/ Histophatological aspects of adenomyosis in bovine uteri in different phases of the estrous cycle

Moreira, L.; Carvalho, E.C.Q.; Caldas-Bussiere, M.C.
2007-10-01

Resumo em português Relacionaram-se as características da adenomiose com as fases do ciclo estral em 61 peças de úteros de bovinos colhidas em matadouros. A adenomiose foi classificada em superficial e profunda. A fase do ciclo estral foi estimada pela morfologia, pela coloração e pela vascularização do corpo lúteo e presença ou não de folículos ovarianos maiores que 8mm. Os animais que estavam em anestro (n=11) apresentaram a menor ocorrência de adenomiose (8,2%), e os que estav (mais) am na fase lútea média (n=21), a maior (31,0%). Nas fases lútea inicial (n=13) e folicular (n=16) as ocorrências foram semelhantes, 18,0 e 22,9%, respectivamente. A maior porcentagem de adenomiose profunda ocorreu nas fases lútea inicial e média, 45,0 e 47,4%, respectivamente, e durante o anestro e a fase folicular foram de 20,0 e 14,3%, respectivamente. Os resultados sugerem que a fase do ciclo estral influencia na ocorrência de adenomiose e no grau de infiltração miometrial das glândulas endometriais. Resumo em inglês The relationship of the adenomyosis characteristics and the phases of the estrus cycle in 61 cows bovine’s uteruses collected in slaughterhouses was studied. The adenomyoses were classified as superficial and deep. The morphology, staining and vascularization of the corpus luteum and the presence or not of larger ovarian follicles than 8mm helped to estimate tthe estrus cycle. The cows in anestrus (n=11) showed the least occurrence of adenomyosis (8.2%) and the animals i (mais) n the medium luteal phase (n=21) the largest one(31,0%). In the initial luteal phase (n=13) and the follicular phase (n=16) the occurrences of adenomyosis were similar and equals to 18.0 and 22.9%, respectively. The largests percentage of deep adenomyosis were found in the initial and in the medium luteal phases, 45.0 and 47.4%, respectively, and during the anestrus and the follicular phase they were 20.0 and 14.3%, respectively. The data suggest that the cycle phase influences in adenomyosis occurrence and in the degree of miometrial infiltration of the endometrial glands.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Taxas de gestação de novilhas receptoras submetidas à administração de rbST, GnRH ou hCG no quinto dia do ciclo estral/ Pregnancy rates of recipient heifers submitted to administration of rbST, GnRH or hCG on day five of the estrous cycle

Fonseca, J.F.; Silva Filho, J.M.; Pinto Neto, A.; Palhares, M.S.; Ruas, J.R.M.
2001-08-01

Resumo em português Estudou-se a habilidade de diferentes hormônios administrados no quinto dia do ciclo estral em elevar a taxa de gestação em 196 novilhas receptoras, mestiças Holandês-Zebu, aleatoriamente distribuídas em quatro tratamentos: T1-controle (n=50), T2-administração subcutânea de 500mg de rbST (n=44), T3-administração intramuscular de 100m g de GnRH (gonadorelina; n=46) e T4-administração de 3000UI de hCG (1000UI endovenosa e 2000UI intramuscular; n=56). Embriões (mais) coletados aos sete dias foram eqüitativamente distribuídos (estádio e qualidade) e transferidos para as receptoras no sétimo dia do ciclo estral. As taxas de gestação detectadas por palpação transretal 53 dias após a transferência dos embriões não diferiram entre os tratamentos, sendo: 15/24 em T1 (62,5%), 15/25 em T2 (60,0%), 13/29 em T3 (44,8%) e 22/31 em T4 (71,0%). Estes resultados demonstraram que a administração de rbST, GnRH ou hCG no quinto dia do ciclo estral não foi capaz de elevar as taxas de gestação. Resumo em inglês The ability of different hormones administered on day five of the estrous cycle to increase pregnancy rates was studied in 196 recipient crossbred Holstein-Zebu heifers, randomly assigned to four treatments: T1-control (n=50), T2- subcutaneous administration of 500mg of rbST (n=44), T3- intramuscular administration of 100m g of GnRH (gonadorelin; n=46) and T4-administration of 3000IU of hCG (1000IU endovenous and 2000IU intramuscular; n=56). Seven-day embryos were equally (mais) distributed (stage and quality) and transferred to recipient heifers on day seven of the estrous cycle. Pregnancy rates detected on day 53 after embryo transfer did no differ among treatments, being: 15/24 in T1 (62.5%), 15/25 in T2 (60.0%), 13/29 in T3 (44.8%) e 22/31 in T4 (71.0%). The results showed that administration of rbST, or GnRH or hCG on day five of the estrous cycle was not capable to increase pregnancy rates.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Concentração plasmática de progesterona em novilhas receptoras submetidas à administração de rbST, GnRH ou hCG no quinto dia do ciclo estral/ Plasma progesterone concentration in recipient heifers submitted to administration of rbST, GnRH or hCG on day five of the estrous cycle

Fonseca, J.F.; Silva Filho, J.M.; Palhares, M.S.; Ruas, J.R.M.; Pinto Neto, A.
2001-08-01

Resumo em português Avaliaram-se a habilidade de diferentes hormônios administrados no quinto dia do ciclo estral em induzir a ovulação do folículo dominante da primeira onda folicular (FDPO) e formar um corpo lúteo acessório (CLa) e seus efeitos sobre a concentração plasmática de progesterona (P4) em novilhas receptoras. Cinqüenta e duas novilhas mestiças Holandês-Zebu foram aleatoriamente distribuídas em quatro tratamentos: T1-controle, T2-administração subcutânea de 500mg (mais) de rbST, T3-administração intramuscular (IM) de 100mig de GnRH e T4-administração IM de 2000UI e endovenosa de 1000UI de hCG. Realizou-se palpação transretal nos dias 5, 13 e 60 para detecção de corpo lúteo original (CLo), de CLa e de gestação, respectivamente. A formação de CLa foi de: T1-0/12 (0,0%), T2-0/13 (0,0%), T3-5/12 (41,7%) e T4-10/15 (66,7%)(P0,05). As taxas de gestação, T1=37,5% (3/8), T2=62,5% (5/8), T3=28,6% (2/7) e T4=33,3% (3/9), não diferiram entre tratamentos (P>0,05). Estes resultados mostraram que o FDPO no quinto dia do ciclo estral foi capaz de responder ao GnRH e à hCG, ovular e formar um CLa, o que elevou a concentração plasmática de P4 de novilhas no 13º dia do ciclo estral, período crítico para o estabelecimento da gestação em bovinos. Resumo em inglês The ability of different hormones administered on day five of the estrous cycle to induce the ovulation of the first wave dominant follicle (FWDF) and to form an accessory corpus luteum (CLa), and the respective effects on plasma progesterone concentrations were studied in recipient heifers. Fifty-two crossbred Holstein-Zebu heifers were randomly assigned to four treatments: T1-control, T2-subcutaneous administration of 500mg of rbST, T3-intramuscular administration of 10 (mais) 0mug of GnRH and T4-administration of 3000IU of hCG (1000IU endovenous and 2000IU intramuscular). Transrectal palpation was performed on days 5, 13 and 60 to check original corpus luteum, CLa and pregnancy, respectively. CLa formation was as follow: T1-0/12 (0.0%), T2-0/13 (0.0%), T3-5/12 (41.7%) and T4-10/15 (66.7%), being T1 and T2 different from T3 and T4 (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Dinâmica folicular em cabras da raça Toggenburg em lactação tratadas ou não com somatotropina bovina recombinante/ Follicular dynamics of lactating Toggenburg does treated with recombinant bovine somatotropin

Amorim, E.A.M.; Torres, C.A.A.; Amorim, L.S.; Fonseca, J.F.; Bruschi, J.H.; Guimarães, J.D.; Carvalho, G.R.; Alves, N.G.; Cecon, P.R.
2007-12-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito da injeção de somatotropina bovina recombinante (r-bST) sobre o ciclo estral de cabras. Foram utilizadas 24 fêmeas da raça Toggenburg, distribuídas em dois tratamentos: T1 (n=12), cabras tratadas com r-bST; e T2 (n=12), cabras tratadas com solução salina (controle). A partir da primeira injeção do tratamento, acompanhou-se o ciclo dos animais em estro até o estro subseqüente. O comprimento médio do ciclo estral e o período interovulatório (mais) não diferiram (P>0,05) entre os tratamentos. Foram verificados ciclos estrais de duas, três e quatro ondas de crescimento folicular. Não houve diferença (P>0,05) entre os tratamentos quanto ao número de ondas do ciclo estral. O número de folículos detectados com diâmetro >3mm nas cabras do T1 foi maior (P0,05). A r-bST não alterou a dinâmica folicular de cabras lactantes da raça Toggenburg, mas promoveu o aumento do número de folículos recrutados ³3mm durante o ciclo estral. Resumo em inglês The effect of the r-bST injection was evaluated on the goats estrous cycles. Twenty-four Toggenburg does were used in two treatments: T1 (n=12) treated with r-bST; and T2 (n=12) treated with saline solution (control). After the first r-bST injection, the estrous cycles were checked between two estrus. The estrous cycle length and interovulatory period of the goats did not differ between treatments (P>0.05). Estrous cycles with two, three and four waves of follicular growt (mais) h were observed. The number of waves during the estrous cycle were not affected by the r-bST treatment (P>0.05). The number of 3mm follicles was different between T1 and T2 (P0.05) between treatments. The r-bST did not affect the ovarian response during the estrous cycle. The r-bST not affected the follicular dynamic of Toggenburg lactating does, but increased the number of emerging follicles >3mm during the estrous cycle.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Concentração plasmática de colesterol total e lipoproteína de alta densidade em novilhas mestiças doadoras de embriões tratadas com somatotropina bovina recombinante/ Total plasma cholesterol and high-density lipoprotein levels in crossbred heifer embryo donors treated with bovine recombinant somatotropin

Borges, Á.M.; Torres, C.A.A.; Ruas, J.R.M.; Carvalho, G.R.; Rocha Júnior, V.R.
2001-10-01

Resumo em português O objetivo do experimento foi o de estudar as concentrações plasmáticas de colesterol total e lipoproteína de alta densidade (HDL) em novilhas mestiças tratadas com somatotropina bovina recombinante (rbST). Coletas de sangue foram feitas durante dois ciclos estrais, normal e superovulado, em 26 fêmeas distribuídas em dois tratamentos: T1 = aplicação de 500mg de rbST no terceiro dia do ciclo estral utilizado para a superovulação e T2 = controle. Análises dos me (mais) tabólitos sangüíneos foram feitas utilizando-se o método enzimático, cujas concentrações médias plasmáticas de colesterol total e de HDL durante o ciclo estral normal não foram diferentes (P>0,05) entre os dois tratamentos: 87,9 e 25,8mg/dl e 85,9 e 26,7mg/dl para T1 e T2, respectivamente. O ciclo estral utilizado para a superovulação foi dividido em três períodos: P1 = do estro à inseminação artificial (0 ao15º dia), P2 = da inseminação artificial até a coleta de embriões (15º ao 21º dia) e P3 = da coleta até o final do período experimental (21º ao 27º dia). As concentrações plasmáticas de colesterol total e HDL no P1 não diferiram entre os tratamentos (P>0,05). Em P2 e P3 houve diferença nas concentrações de HDL e colesterol total entre os dois tratamentos: 29,0 e 88,5mg/dl (T1) e 27,1 e 81,8mg/dl (T2) no P2; e 30,4 e 88,0mg/dl (T1) e 26,6 e 80,5mg/dl (T2) no P3, respectivamente (P Resumo em inglês The objective of the experiment was to study the total cholesterol and high-density lipoprotein (HDL) levels in crossbred heifers treated with bovine recombinant somatotropina (rbST). Blood samples were collected for two estrous cycles, normal and superovulated, from 26 animals randomly distributed into two treatments: T1 - injected with 500mg rbST on day 3 of estrous cycle and T2 - control. The lipidic metabolite levels were determined by an enzymatic method, and plasma (mais) levels of total cholesterol and HDL in normal estrous cycle did not differ (P>0.05) between treatments: 87.9 and 25.8mg/dl for T1 and 85.9 and 26.7mg/dl for T2, respectively. The superovulated estrous cycle was divided into three periods: P1 - from estrus to artificial insemination (AI) (0 to 15th day), P2 - from AI to embryo collection (15th to 21st day) and P3 - from collection to the end of the experiment (21st to 27th day). The rbST treatment did not affect the HDL and cholesterol levels in the P1 (P>0.05), but did so in P2 and P3: 29.0 and 88.5mg/dl (T1) and 27.1 and 81.8mg/dl (T2) during P2; 30.4 and 88.0mg/dl (T1) and 26.6 and 80.5mg/dl (T2) during P3, respectively (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Avaliação ultra-sonográfica da dinâmica folicular e lútea em vacas da raça Guzerá/ Ultrasonographic evaluation of follicular dynamics and luteal function in Guzerá cows

Coutinho, G.T.R.M.; Viana, J.H.M.; Sá, W.F.; Camargo, L.S.; Ferreira, A.M.; Palhão, P.M.; Nogueira, L.A.G.
2007-10-01

Resumo em português Caracterizaram-se o padrão de crescimento folicular e a função lútea ao longo do ciclo estral em vacas da raça Guzerá (n=5), multíparas, não-lactantes. Os animais utilizados apresentavam idade e condição corporal semelhantes e peso corporal médio de 518± 48.5kg. A dinâmica folicular foi monitorada diariamente a partir do dia da ovulação, durante dois ciclos consecutivos, utilizando-se um aparelho de ultra-sonografia equipado com uma probe linear retal de 5M (mais) Hz. Amostras de sangue foram coletadas a cada 48h, a partir do momento da ovulação, durante os dois ciclos. O primeiro ciclo foi sincronizado pela administração de um luteolítico (cloprostenol), e o segundo foi natural. Os folículos foram identificados e mensurados; e os dados obtidos, registrados em função do dia do ciclo. O comprimento do ciclo estral foi de 19,10± 1,86 dias. Observou-se maior incidência de ciclos com três ondas de crescimento folicular (50%), mas ciclos com duas (37,5%) ou quatro ondas (12,5%) também foram identificados. O diâmetro máximo dos folículos dominantes não ovulatórios foi de 11,60± 2,37 mm, e dos folículos ovulatórios de 14,4± 0,5 mm. A taxa de crescimento dos folículos dominantes da primeira, segunda, terceira e quarta onda foi de 1,48± 0,60; 0,81± 0,13; 1,10± 0,27 e 1,33mm/dia, respectivamente. A concentração máxima de progesterona no diestro foi de 5,50± 0,92ng/ml. A raça Guzerá apresenta características da dinâmica folicular semelhantes àquelas observadas em outras raças zebuínas, como a tendência ao maior número de ondas de crescimento associadas à menor taxa de crescimento, diâmetro máximo e persistência dos folículos dominantes das ondas intermediárias. Resumo em inglês The follicular growth pattern and luteal function during the estrous cycle were studied using multiparous, non-lactating Guzerá cows (n=5). The animals presented similar age, body score condition, and mean body weight of 518 ± 48.5kg. Follicular dynamics was daily monitored between ovulations during two consecutive estrous cycles, using an ultrasound device equipped with a linear rectal 5MHz transducer. Blood samples were collected each 48h after ovulation, during the e (mais) valuated cycles. The first cycle was synchronized using a luteolytic agent (cloprostenol), and the second estrous cycle was natural. Follicles were identified and measured, and data were individually recorded according to the day of the cycle. The mean length of the cycles was 19.10 ± 1.86 days. There was a higher incidence of cycles presenting three follicular growth waves (50%), but cycles presenting two (37.5%) or three (12.5%) waves were also observed. The maximum diameter of non-ovulatory follicles was 11.60± 2.37mm, and that of ovulatory follicles was 14.40± 0.50mm. The growth rate of dominant follicles during the first, second, third and fourth waves were 1.48 ± 0.60; 0.81 ± 0.13; 1.10 ± 0.27 and 1.33mm/day, respectively. Progesterone maximum concentration during diestrus was 5.50± 0.92ng/ml. These results show that the Guzera breed presents characteristics of the follicular dynamics similar to those observed in other Zebu breeds, like the trend to a higher number of follicular waves associated with lower growth rate, maximum diameter and persistence of the dominant follicles emerging during non-ovulatory waves.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Taxa de ovulação e concentração plasmática de progesterona em fêmeas bovinas imunizadas com líquido folicular suíno/ Number of ovulations and progesterone profile in bovine females immunized against swine follicular fluid

Fernandes, C.A.C.; Oba, E.; Ferreira, A.M.; Uribe-Velaquez, L.F.; Viana, J.H.M.
2002-12-01

Resumo em português O presente estudo objetivou avaliar os efeitos da imunização ativa contra proteínas do líquido folicular suíno sobre a taxa de ovulação, duração do ciclo estral e concentração plasmática de progesterona em vacas e novilhas da raça Limousin. Realizaram-se duas imunizações com 15 dias de intervalo, aplicando-se um imunógeno composto do conteúdo protéico de 25ml de fluido folicular suíno adicionados de 1ml de gel de hidróxido de alumínio, via subcutânea (mais) . O número de ovulações foi mensurado por palpação retal e ultra-sonografia sete a nove dias após cada período de estro. Após a última imunização, os animais apresentaram maior incidência de ovulações duplas (41,7%). As médias de ovulações pré e pós-imunização foram 1,00+0,00 e 1,40+0,31 ovulações/ciclo, respectivamente (P Resumo em inglês This study aimed to evaluate the effects of active immunization against swine follicular liquid in Limousin cows and heifers, based on progesterone plasma levels, estrous cycle length and ovulation rate. Two immunization procedures were performed with 15 days interval, administering an immunogenic substance containing the proteic content of 25ml of swine follicular fluid, plus 1ml aluminum hydroxide gel, subcutaneous. The ovulation was measured by rectal palpation and ult (mais) ra-sonographic evaluation, seven to nine days after each estrus period. Results show that after the last immunization, the animals presented higher double ovulation incidence (41.7%). The average ovulation before and after immunization were 1.00±0.00 and 1.40±0.31 ovulations/cycle, respectively (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Características reprodutivas da paca fêmea (Agouti paca) criada em cativeiro/ Reprodutive characteristics of the female paca (Agouti paca) raised in captivity

Guimarães, Diva Anelie de Araújo; Bastos, Luciana Valois; Ferreira, Ana Cássia Sarmento; Luz-Ramos, Rosemar Silva; Ohashi, Otávio Mitio; Ribeiro, Haroldo Lobato
2008-01-01

Resumo em português O objetivo do trabalho foi estudar a biologia reprodutiva da Agouti paca criada em cativeiro. Os resultados demonstraram que, a duração média do ciclo estral foi de 32,5 + 3,7 dias e o período gestacional de 148,6 + 4,8 dias. O intervalo entre partos foi de 224,5 + 52,2 dias e o primeiro cio pós-parto foi de 25,6 + 8,8 dias. A maioria (55,6 %) das fêmeas apresentou dois partos por ano, com o nascimento de um filhote por parto, sendo 44,7 % fêmeas e 55,3 % machos. A (mais) o nascer o peso médio das fêmeas foi de 605,9 + 87,5 g e dos machos 736,7 + 108,4 g (P Resumo em inglês The objective of this paper was to study the reproductive biology of the Agouti paca raised in captivity. It was observed that the estrous cycle average was 32.5 + 3.7 days, gestation length 148.6 + 4.8 days, parturition interval 224.5 + 52.2 days, and the first post-partum 25.6 + 8.8 days. It was also observed that 55.5% of the females presented two parturitions per year with one young per parturition, of which 44.7% were females and 55.3% were males. The birth weight wa (mais) s 605.9 + 87.8 g for females and 736.7 + 108.4 g for males (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Resposta superovulatória de novilhas mestiças holandês-zebu tratadas com somatotropina bovina recombinante (rbST)/ Superovulatory response of holstein-zebu crossbred heifers treated with recombinant bovine somatotropin (rbST)

Borges, Álan Maia; Torres, Ciro Alexandre Alves; Ruas, José Reinaldo Mendes; Rocha Júnior, Vicente Ribeiro; Carvalho, Giovanni Ribeiro de
2001-10-01

Resumo em português O objetivo do experimento foi estudar o efeito do pré-tratamento com 500 mg de sometribove (rbST) sobre a resposta superovulatória, o número e a qualidade dos embriões coletados de 26 novilhas mestiças holandês-zebu, divididas em dois tratamentos: T1 = tratadas com rbST (n=13) e T2 = controle (n=13). Foram feitas 13 superovulações entre o mês de setembro e o início de dezembro de 1997 (período 1) e 13 superovulações entre o final do mês dezembro de 1997 e fe (mais) vereiro de 1998 (período 2), sendo que, para cada período, sete animais receberam 500 mg de rbST (T1) por via subcutânea, no terceiro dia do ciclo estral, e seis animais (T2) não receberam medicação. Os animais foram superovulados com FSH a partir do 10º dia do ciclo estral, e as coletas foram realizadas entre os dias 7 e 8 após a inseminação artificial. A resposta superovulatória, o número total de estruturas, o número de embriões viáveis, de não-viáveis e de ovócitos não foram afetados pelo tratamento com somatotropina bovina. Foram coletadas médias de 15,3 ± 9,5 e 17,4 ± 10,9 estruturas totais, 8,5 ±8,3 e 11,5 ± 10,0 embriões viáveis, 4,6 ± 4,7 e 3,4 ± 1,3 embriões não-viáveis, 2,2 ± 2,8 e 2,8 ± 4,0 ovócitos por coleta dos tratamentos 1 e 2, respectivamente. As mórulas e os blastocistos jovens foram os estádios de desenvolvimento coletados em maior percentagem, entre o sétimo e oitavo dia após a inseminação artificial. Resumo em inglês The objective of the experiment was to study the effect of pretreatment with 500 mg of sometribove (rbST) on superovulatory response, on number and embryos quality of twenty six crossbred holstein-zebu heifers, allocated into two treatments: T1 -- treated with rbST (n=13) and T2 - control (n=13). Thirteen superovulations were done between september and december of 1997 (period 1), and thirteen superovulations between the end of december 1997 and february of 1998 (period 2 (mais) ). For each period seven animals were injected with 500 mg SC sustained-release formulated rbST (T1) on day 3 of estrous cycle, while six animals (T2) did not receive any medication. The animals were superovulated with FSH on day 10, and the embryo collection were performed on day 7 or 8 after the artificial insemination (A.I.). Pretreatment of heifers with rbST did not increase the superovulatory response, total number of structures recover, viable and non viable embryos and ova per collection. The average of total number of structures recovered, viable and non viable embryos and ova per collection were: 15.3 ± 9.5 and 17.4 ± 10.9; 8.5 ± 8.3 and 11.5 ± 10.0; 4.6 ± 4.7 and 3.4 ± 1.3; 2.2 ± 2.8 and 2.8 ± 4.0, respectively, for T1 and T2. The morulae and initial blastocists were recovered in greater percentage on day 7 or 8 after A.I.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Concentrações Plasmáticas de Progesterona e Metabólitos Lipídicos em Novilhas Mestiças Tratadas ou Não com Hormônio de Crescimento e Superovuladas/ Plasma Progesterone Concentrations and Lipidic Metabolites in Crossbred Holstein-Zebu Heifers Treated or not with Growth Hormone and Superovulated

Borges, Álan Maia; Torres, Ciro Alexandre Alves; Ruas, José Reinaldo Mendes; Rocha Júnior, Vicente Ribeiro; Carvalho, Giovanni Ribeiro de; Borges, Juliana Corrêa
2001-12-01

Resumo em português O objetivo do experimento foi estudar as concentrações plasmáticas de progesterona em novilhas mestiças, correlacionando-as com as concentrações de metabólitos lipídicos. Utilizaram-se 26 fêmeas divididas em dois tratamentos: T1 = aplicação de 500 mg de sometribove zinco (somatotropina bovina recombinante) no terceiro dia do ciclo estral superovulado e T2 = controle. As coletas de sangue foram feitas durante dois ciclos estrais: normal e superovulado, e as aná (mais) lises de progesterona e dos metabólitos foram realizadas por radioimunoensaio e pelo método enzimático, respectivamente. O período experimental do ciclo estral superovulado foi dividido em três fases: P1 = do estro à inseminação artificial (0 ao 15° dia); P2 = da inseminação artificial até a coleta de embriões (15° ao 21° dia) e P3 = da coleta de embriões até o final do período (21º ao 27° dia). Houve diferença nas concentrações de progesterona entre os animais dos dois tratamentos durante o P1, porém não diferiram nos P2 e P3. As concentrações plasmáticas de progesterona alcançaram valores superiores a 60 ng/mL após a superovulação. Os valores de colesterol total e de HDL foram diferentes entre os dois tratamentos, durante os períodos P2 e P3. Não houve correlações entre as concentrações plasmáticas dos metabólitos lipídicos e de progesterona durante os ciclos estrais estudados. Resumo em inglês The objective of this experiment was to study the progesterone plasma concentrations in crossbred heifers, and the correlation with lipid metabolites concentrations. Twenty-six heifers were distributed into two treatments: T1 - treated with 500 mg sometribove zinc (recombinant bovine somatotropin) on day 3 of superovulated estrous cycle and T2 - control. The blood samples were collected during two estrous cycles: normal and superovulated one. The progesterone and metaboli (mais) c lipids concentrations were determined by RIA and enzymatic method, respectively. The experimental period of the superovulated estrous cycle was divided into three periods: P1 = from estrus to artificial insemination (0 to 15th day); P2 - from artificial insemination to embryo collection (15th to 21st day) and P3 - from embryo collection to the end of the experiment (21st to 27th day). Plasma progesterone concentration differed between the two treatments during P1, but did not during P2 and P3. Progesterone concentration was greater than 60 ng/mL in superovulated heifers. The total plasma cholesterol and HDL concentrations were different between the two treatments, during P2 and P3. There were no correlations among the lipid metabolites and progesterone concentrations during the estrous cycles.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Desenvolvimento luteal e concentrações plasmáticas de progesterona em vacas das raças Gir e Nelore/ Follicular dynamic and luteal regression in Gir and Nelore cows after treatment with cloprostenol sodic

Borges, Álan Maia; Torres, Ciro Alexandre Alves; Ruas, José Reinaldo Mendes; Rocha Júnior, Vicente Ribeiro; Carvalho, Giovanni Ribeiro de
2003-04-01

Resumo em português A dinâmica folicular e a regressão luteal foram avaliadas em 12 vacas da raça Gir e em sete da raça Nelore tratadas com cloprostenol sódico entre os dias 10 e 12 do ciclo estral. A porcentagem de sincronização foi superior a 92% para as duas raças, e a ovulação do folículo dominante da segunda onda foi verificada em 72,7% da raça Gir e em todas as vacas Nelore. O diâmetro do folículo ovulatório na raça Nelore foi inferior (11,0 ± 0,9 mm) ao da raça Gir ( (mais) 13,0 ± 1,7 mm). O intervalo médio da aplicação do luteolítico ao estro, à ovulação e o momento de ovulação após o início do estro foram de 88,7 e 91,6h, 119 e 113h, 26,5 e 24,3h para as raças Nelore e Gir, respectivamente. Resumo em inglês The follicular dynamics and luteal regression were studied in 12 Gir and seven Nelore cows, treated with prostaglandin F2a analog, between days 10 and 12 of the estrous cycle. The synchronization rate was higher than 92% for the Gir and Nelore cows, and the ovulation of the second dominant follicle occurred in 72.7% of the Gir and all the Nelore cows. The Nelore ovulatory follicle diameter was lower than Gir cows ((11.0 ± 0.9 mm x 13.0 ± 1.7 mm). The intervals from trea (mais) tment to estrus, treatment to ovulation time and from the onset of the estrus to ovulation were 88.7 and 91.6h, 119 and 113h, 26.5 and 24.3h for Nelore and Gir cows, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Correlação morfométrica do ovário de fêmeas bovinas em diferentes estádios reprodutivos/ Morphometric correlation of the ovary of bovine females on different reproductive stages

Nascimento, Aparecida Alves do; Pinheiro, Nadja Lima; Sales, Armando; Viana, João Henrique Moreira
2003-01-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar as características morfométricas de ovários recuperados de bovinos em diferentes estádios reprodutivos. Os ovários utilizados (N=200) foram obtidos em matadouro e transportados para o laboratório, onde foram realizadas as mensurações do tamanho do órgão, dos folículos e corpos lúteos. Os pares de ovários foram classificados em função do estádio reprodutivo, da fase do ciclo estral ou do período de gestação dos animais dos quais fora (mais) m recuperados. Observou-se que o tamanho do ovário diferiu (P0,05) no tamanho do órgão entre os animais apresentando AOLC ou gestantes, porém nestes o corpo lúteo foi maior e o diâmetro do maior folículo menor (P Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate morphometric characteristics of bovine ovaries recovered on different reproductive stages. The ovaries used (N=200) were recovered at slaughterhouses and sent to the laboratory, were the size of the ovary, of follicles and of corpus luteum were measured. The pairs of ovaries were classified according to the reproductive stage, and to the estrous cycle or pregnancy stages of the animals from which they were recovered. There was a diffe (mais) rence (P0,05) on organ size between animals presenting estrous cycles or pregnancy, but pregnant cows presented larger corpora lutea and smaller diameter of the largest follicle (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Características da dinâmica folicular e regressão luteal de vacas das raças Gir e Nelore após tratamento com cloprostenol sódico/ Follicular dynamic and luteal regression in Gir and Nelore cows after treatment with cloprostenol sodic

Borges, Álan Maia; Torres, Ciro Alexandre Alves; Ruas, José Reinaldo Mendes; Rocha Júnior, Vicente Ribeiro; Carvalho, Giovanni Ribeiro de; Fonseca, Jeferson Ferreira da; Marcatti Neto, Alberto; Assis, Anderson Jorge de
2003-02-01

Resumo em português A dinâmica folicular e a regressão luteal foram avaliadas em 12 vacas da raça Gir e em sete da raça Nelore tratadas com cloprostenol sódico entre os dias 10 e 12 do ciclo estral. A porcentagem de sincronização foi superior a 92% para as duas raças, e a ovulação do folículo dominante da segunda onda foi verificada em 72,7% da raça Gir e em todas as vacas Nelore. O diâmetro do folículo ovulatório na raça Nelore foi inferior (11,0 ± 0,9 mm) ao da raça (mais) Gir (13,0 ± 1,7 mm). O intervalo médio da aplicação do luteolítico ao estro, à ovulação e o momento de ovulação após o início do estro foram de 88,7 e 91,6h, 119 e 113h, 26,5 e 24,3h para as raças Nelore e Gir, respectivamente. Resumo em inglês The follicular dynamics and luteal regression were studied in 12 Gir and seven Nelore cows, treated with analog prostaglandin F2alpha, between day 10 and 12 of the estrous cycle. The synchronization rate was higher than 92% for the two breeds, and the ovulation of second dominant follicle occurred in 72.7% of Gir and all Nelore cows. Ovulatory follicle diameter for Nelore was lower (11.0 ± 0.9 mm) than Gir cows (13.0 ± 1.7 mm). The average intervals from tre (mais) atment to estrus, treatment to ovulation time and from the beginning of the estrus to ovulation were 88.7 and 91.6h, 119 and 113h, 26.5 and 24.3h for Nelore and Gir cows, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Atividade Ovariana em Fêmeas Bovinas da Raça Holandesa e Mestiças Holandês x Zebu, Durante Dois Ciclos Estrais Normais Consecutivos/ Ovarian Activity in Holstein and Crossbreed Holstein x Zebu Cows During Two Normal Estrous Cycles

Alves, Nadja Gomes; Costa, Eduardo Paulino da; Guimarães, José Domingos; Silva, Márcio Ribeiro; Zamperlini, Belmiro; Costa, Flávio Marcos Juqueira; Santos, Anselmo Domingos Ferreira; Miranda Neto, Tamires
2002-01-01

Resumo em português Foram utilizadas 25 fêmeas, distribuídas de acordo com o grau de sangue Holandês x Zebu nos grupos: I = 1/2 Holandês x Zebu; II = 3/4 Holandês x Zebu; III= 15/16 Holandês x Zebu; IV= Holandês--PB¾PC; e V= 7/8 Holandês x Zebu. Após o segundo estro natural pós-parto, esses animais foram monitorados por exames ultra-sonográficos diários por dois ciclos estrais consecutivos, para verificar a atividade ovariana quanto à dinâmica folicula (mais) r e à atividade do corpo lúteo. O período interovulatório médio foi de 22,08±2,46 dias, sendo de 21,76±3,33 e 21,94±2,90 dias no primeiro e no segundo ciclo estral, respectivamente, não havendo diferença entre os grupos estudados. Observou-se o crescimento de uma (6%), duas (78%) e três (16%) ondas foliculares durante o ciclo estral, com a predominância de duas ondas foliculares. O período interovulatório dos ciclos com três ondas mostrou-se mais longo (25,33±4,37 dias), em comparação com uma (16,0±3,6 dias) e duas (21,83±1,77 dias) ondas foliculares. A duração das ondas foliculares para ciclos estrais com três ondas de crescimento folicular foi de 11,0±3,69; 7,17±1,60; e 8,5±1,52 dias na 1ª, 2ª e 3ª ondas, respectivamente, e de 11,15±1,65 e 12,07±2,32 dias nos ciclos estrais com duas ondas foliculares. Os dias de maior concentração plasmática de progesterona no 1º e 2º ciclos estrais foram, respectivamente, de 13,6±3,0 (7,29±4,3 ng/mL) e 11,8±3,4 (5,6±2,0 ng/mL) dias, não se mostrando diferentes entre os grupamentos genéticos e ciclos estrais estudados. Pelas análises dos dados, pode-se concluir que os diferentes grupamentos genéticos apresentaram o mesmo comportamento na dinâmica folicular e que as concentrações de progesterona, embora diferentes em números absolutos entre os grupamentos, mostraram-se indicativas de atividade luteal normal. Resumo em inglês To verify the ovarian activity in respect to follicular dynamics and corpus luteum activity, 25 cows distributed in five experimental groups according to the crossbreeding level as: group 1: 1/2 Holstein x Zebu, group 2: 3/4 Holstein x Zebu, group 3: 15/16 Holstein x Zebu, group 4: crossbreed pure Holstein and group 5: 7/8 Holstein x Zebu, were daily monitored by ultrasonography examination during two estrous cycle after the second postpartum cycle. The average in days fo (mais) r the interovulatory period were respectively, for the first and second cycles: 21.76±3.33 and 21.94 ± 2.90. There was no difference between these values. The average for the interovulatory period between cycles was 22,08±2,46 days. In this experiment, the development of one (16%), two (78%) and three (16%) follicular waves was verified, with predominance of two follicular waves. The interovulatory period in three waves cycles (25.33±4.36 days) was longer when compared to one (16.0±3.6 days) and two (21.69±1.97 days) waves cycles. The follicular waves average length were: 11.0±3.69, 7.17±1.60 and 8.5±1.52 days, respectively, for the first, second and third follicular waves. In estrous cycles where only two waves occurred, the waves average length were: 11.15±1.65 and 12.07±2.82 days. The highest progesterone concentrations in the first and second estrous cycle were, respectively, in the 13.6±3.0 (7.29±4.3 ng/mL) and 11.8±3.4 (5.6±2.0 ng/mL) days and were not different among experimental groups and estrous cycle. After the analyses, it was concluded that the different experimental groups presented the same follicular dynamics behavior, and despite the differences in absolute numbers in progesterone concentration among the groups, they were indicative of normal luteal activity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Influência da glândula pineal sobre a ingestão de água e NaCl em ratas normais e ooforectomizadas/ Influence of oophorectomy and pinealectomy on water and NaCl ingestion by adult rats

Soares Jr., José Maria; Baracat, Edmund Chada; Oliveira, Shirley; Haidar, Mauro Abi; Simões, Manoel Jesus; Reis, Luiz Carlos
1999-07-01

Resumo em português Objetivo: avaliar a influência da pineal sobre a ingestão de água e de NaCl em ratas normais e ooforectomizadas. Métodos: utilizaram-se 48 (n = 48) ratas adultas, divididas ao acaso em quatro grupos: GI - mantidas sem manipulação, servindo como controle (n = 20); GII - submetidas à ooforectomia bilateral (n = 8); GIII - submetidas à pinealectomia (n = 12); GIV - submetidas à ooforectomia bilateral e à pinealectomia (n = 8). A seguir, todos os animais foram manti (mais) dos em gaiolas individuais; após três semanas. Determinou-se diariamente a fase do ciclo por esfregaço vaginal e anotou-se diariamente o volume ingerido de água e NaCl a 0,25 M, por aproximadamente três meses. Resultados: 1) as ratas submetidas somente à pinealectomia apresentaram maior freqüência da fase de estro, sendo que algumas entraram em estado de estro permanente; 2) o consumo de líquidos (água e solução salina) não se alterou durante as diferentes fases do ciclo estral; 3) as ratas do grupo submetido à ooforectomia tiveram maior consumo de água, sendo que a pinealectomia nesses animais restabeleceu o consumo normal de água; 4) os animais ooforectomizados e os ooforectomizados e pinealectomizados mostraram redução do consumo médio de solução salina. Conclusões: os dados obtidos sugerem que a glândula pineal poderia modular a ação dos esteróides ovarianos sobre a ingestão de sal e água em ratas adultas. Resumo em inglês Purpose: to evaluate the effects of oophorectomy and pinealectomy on the ingestion of water and NaCl solution by adults female rats. Methods: forty-eight adult virgin female rats (Wistar EPM 1) weighing 200 g were kept on routine laboratory care and fed water and Purina rat chow ad libitum. The animals were random by divided into four groups: GI - maintained without manipulation as a control group (n = 20); GII - submitted to bilateral oophorectomy (n = 8); GIII - submitt (mais) ed to pinealectomy (n = 12); GIV - submitted to bilateral oophorectomy and pinealectomy (n = 8). All animals were maintained in individual cages. After three weeks the cycle phase was daily determined by vaginal smears and the volume of water and NaCl (0.25 M) solution was daily recorded for approximately three weeks. Results: the main results were: 1) rats submitted to pinealectomy alone presented a greater frequency of the estrous phase, some of these undergoing persistent estrus; 2) the liquid ingestion (water and saline solution) did not alter during the phases of the estrous cycle; 3) rats submitted to oophorectomy presented greater water ingestion and after pinealectomy water consumption returned to normal levels; 4) the oophorectomized and pinealectomized animals and those only oophorectomized showed reduction in the average consumption of saline solution. Conclusions: the data suggest that the ovaries and the pineal gland could have effects on the ingestion of salt and water in adult rats.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Ingestão de concentrado e concentração plasmática de progesterona em vacas da raça Holandesa/ Concentrate intake and plasmatic progesterone concentration in Holstein cows

Santos, R.M.; Vasconcelos, J.L.M.
2006-12-01

Resumo em português Vacas da raça Holandesa não-lactantes (n=7), que receberam 4kg/dia de concentrado durante 28 dias e pasto ad libitum, foram sincronizadas com protocolo Ovsynch. No dia 0 (segunda aplicação de GnRH), as vacas foram distribuídas em dois grupos: as do grupo 2kg receberam 2kg/dia, e as do grupo 8kg receberam 8kg/dia de concentrado, oferecido duas vezes/dia. Os animais foram sincronizados novamente na fase 2. Aqueles que receberam 2kg de concentrado na primeira fase passa (mais) ram a receber 8kg na segunda fase e vice-versa. As estruturas ovarianas foram avaliadas diariamente por ultra-sonografia. Amostras de sangue para dosagem de progesterona (P4), por radioimunoensaio, foram colhidas diariamente, antes do fornecimento do concentrado e quatro horas depois, até o dia 16 do ciclo estral. Não houve diferença entre os grupos quanto ao diâmetro do folículo ovulatório no dia 0 e ao diâmetro do maior folículo no dia 16. O diâmetro do corpo lúteo foi maior (P Resumo em inglês Non-lactating Holstein cows (n=7) fed 4kg/day of concentrate for 28 days and kept on pasture were synchronized by Ovsynch protocol. On day 0 (day of 2nd GnRH injection), the cows were distributed in two groups: Group2 = 2kg/day and Group8 = 8kg/day of concentrate, fed twice a day. One replicate was performed (phase 1 and 2). Animals were synchronized again at the beginning of phase-2 and those that fed 2kg of concentrate on phase-1, fed 8kg on phase-2 and vice-versa. The (mais) ovarian structures were daily evaluated by ultrasound. Blood samples for progesterone (P4)dosage by RIA were collected daily, just before feeding the concentrate and 4 hours afterwards, until day 16 of the estrous cycle. No difference was detected between the groups in ovulatory follicle diameter on day 0 and in diameter of the largest follicle on day 16. The CL diameter was higher (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Folículo Dominante e Resposta Superovulatória em Novilhas da Raça Nelore/ Dominant Follicle and Superovulatory Response in Nelore Heifers

Santiago, Luciene Lomas; Torres, Ciro Alexandre Alves; Nogueira, Eduardo Terra; Costa, Eduardo Paulino da; Guimarães, José Domingos
2002-01-01

Resumo em português Dezessete novilhas da raça Nelore foram superovuladas a partir do nono dia do ciclo estral, sendo oito novilhas com 250 UI (T1) e nove com 500 UI (T2) de FSH, em oito doses decescentes. Os animais foram monitorados por meio de ultra-sonografia durante o período superovulatório e no dia da coleta de embriões. Não houve diferença na taxa de recuperação e qualidade das estruturas coletadas entre os animais dos dois tratamentos. Foram coletados 4,16 embriões viáveis (mais) /doadora nos animais do T1 e 3,15 embriões viáveis/doadora nos animais do T2. A presença do folículo dominante no início do tratamento superovulatório não interferiu na resposta superovulatória. O diâmetro do maior e do segundo maior folículo e número de folículos subordinados entre os animais dos tratamentos durante a superovulação não diferiram. O diâmetro do maior folículo e do segundo maior e o número de folículos subordinados foram de 11,36 mm, 8,91 mm e 16,93 e de 11,59 mm, 9,42 mm e 17,44 para os tratamentos com 250 e 500 UI de FSH, respectivamente. Resumo em inglês Seventeen Nelore heifers were submitted to a superovulation protocol, beginning on the ninth day of the estrous cycle. Eight heifers were superovulated with 250 IU (T1) and nine with 500 IU (T2) of FSH. The animals were monitored by ultrasonography during the superovulation period and on the embryo collection day. There were no differences on the recovery rate and quality of the structures collected among the animals of the two treatments. Animals treated with 250 (T1) an (mais) d 500 IU (T2) of FSH produced 4.16 and 3.15 embryos viables/donor, respectively. The presence of the dominant follicle in the beginning of the superovulatory treatment did not affect the superovulatory response. The largest diameter follicle and second largest one and number of subordinate follicles during the superovulation from the animals of the treatments did not differ among treatments. The diameter for the largest follicle, the second largest and the number of subordinate follicles for the animals treated with 250 versus 500 IU, were: 11.36 x 11.59 mm; 8.91 x 9.42 mm and 16.93 x 17.44 mm, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Dinâmica folicular ovariana em novilhas mestiças Holandês-Zebu/ Ovarian follicular dynamics in crossbred Holstein-Zebu heifers

Borges, Á.M.; Torres, C.A.A.; Ruas, J.R.M.; Rocha Júnior, V.R.; Carvalho, G.R.
2001-10-01

Resumo em português O estudo do crescimento folicular ovariano foi realizado em 26 novilhas mestiças Holandês-Zebu, por meio de acompanhamento ultra-sonográfico diário a partir do dia do estro, por um ou dois ciclos estrais consecutivos. Foram medidos os diâmetros do maior e segundo maior folículos presentes em cada ovário, detectando-se predominância de ciclos com três ondas de crescimento folicular (58,3%) sobre ciclos com duas ondas (33,3%). O início das ondas foi detectado nos (mais) dias 0,4 e 9,7 para os ciclos com duas ondas e nos dias 0,4, 8,2 e 15,9 para os ciclos com três ondas de crescimento folicular. Os diâmetros máximos dos folículos dominantes nos ciclos de duas ondas foram de 12,7 e 13,3mm e de 12,2, 10,0 e 11,7mm para os ciclos com três ondas. Para os folículos subordinados, os diâmetros médios foram de 7,0mm, independente do número de ondas. As taxas de crescimento folicular foram de 1,1 e 1,0mm/dia, e as taxas de atresia foram de 1,1 e 1,2mm/dia para os folículos dominantes e subordinados, respectivamente. Um animal apresentou quatro ondas de crescimento folicular, enquanto dois animais apresentaram um ciclo estral com apenas uma onda folicular. Resumo em inglês Twenty-six crossbred heifers were used to study daily ovarian follicular growth by ultrasonography from the estrus, for one or two consecutive estrous cycles. The follicle diameters of the first and second large follicles were determined for each ovary. The follicular dynamic in crossbred heifer was characterized by the predominance of three follicular waves (58.3%), over the two waves (33.3%). For cycles with three waves, the waves 1, 2 and 3 could be detected on days 0. (mais) 4, 8.2 and 15.9 and for cycles with two waves, the waves 1 and 2 begun, on average, on days 0.4 and 9.7. The dominant follicle maximum diameters were 12.7 and 13.3mm, and 12.2, 10.0 and 11.7mm, in the estrous cycles with two and three waves, respectively. The maximum diameter reached by the second largest follicle (subordinate) was 7.0mm, in the estrous cycle with two or three follicular waves. The growth rates (mm/day) for dominant and subordinate follicles were 1.1 and 1.0, and the atresia rates were 1.1 and 1.2, respectively. One heifer exhibited four follicular waves, while two others presented just one follicular wave.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Uréia para vacas leiteiras no pós-parto: teor plasmático de uréia e pH uterino/ Urea for dairy cows in the postpartum: urea levels in the plasma and uterine pH

Oliveira, Margarida Maria Nascimento Figueiredo de; Torres, Ciro Alexandre Alves; Costa, Eduardo Paulino da; Carvalho, Giovanni Ribeiro de
2004-02-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi verificar os efeitos de níveis crescentes de uréia nas dietas de vacas leiteiras no pós-parto sobre os teores plasmáticos de N-uréia (NUP) e o pH uterino no estro e na fase luteal. Utilizaram-se dezesseis vacas mestiças (Holandês-zebu) com escore corporal ao parto entre 3,5 e 4,0 (escala 1 a 5), que foram alocadas em quatro tratamentos constituídos de dietas contendo volumoso (silagem de milho) e concentrado, na proporção 60:40: T1 (mais) = 0,0; T2 = 0,7; T3 = 1,4; e T4 = 2,1% de uréia na matéria seca total. No estro e na fase luteal, do segundo ou terceiro ciclo estral pós-parto, realizou-se a medição do pH uterino quatro horas após o fornecimento da dieta e; simultaneamente foram coletadas amostras de sangue para determinação dos teores plasmáticos de uréia. A ingestão de matéria seca dos 70 aos 110 dias de lactação reduziu a partir do nível 0,7% de uréia e a produção de leite não foi influenciada pelos níveis de uréia das dietas. Não houve influência dos níveis de uréia sobre os teores plasmáticos de N-uréia, em amostras de sangue coletadas no estro, que foram, em média, de 19,59 mg/dL. O pH uterino no estro (6,66) e na fase luteal (6,97) também não foi influenciado pelos diferentes níveis de uréia nas dietas. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the effects of increasing levels of urea in the diets in postpartum crossbred dairy cows on plasma level of N-urea (NUP) and uterine pH in the estrus and luteal phase. Sixteen crossbred cows (Holstein-zebu) with body condition score at parturition between 3.5 and 4.0 (1 to 5 scale) were assigned in four treatments with diets made up with corn silage and concentrate in the proportion of 60:40 as: T1=0.0; T2=0.7; T3=1.4; and T4=2.1 (mais) % of urea in the dry matter. The uterine pH was measured four hours after the diet intake, during the estrus and luteal phase from the second or third estrous cycle postpartum period in dairy cows. Simultaneously, blood samples were collected for determination of the level of plasma urea. The dry matter intake from 70 to 110 days of lactation reduced from 0.7% of urea. The levels of plasma N-urea were not affected in the samples collected during the estrus (19.59 mg/dL). The uterine pH during estrus (6.66) and luteal phase (6.97) were not affected by the different levels of urea.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Estádios de desenvolvimento embrionário de vacas zebuínas superovuladas/ Superovulated zebu cows embryonic developmental stages

Fonseca, J.F.; Silva Filho, J.M.; Pinto Neto, A.; Palhares, M.S.
2001-12-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi relatar o estádio de desenvolvimento de embriões coletados a partir de processos superovulatórios em zebuínos. Foram utilizadas 26 vacas, 16 da raça Nelore Padrão, três da Nelore Mocho, quatro da Gir, duas da Brahman e uma da raça Guzerá. Para o processo de superovulação utilizaram-se 350 UI de FSH em oito doses decrescentes a cada 12 horas, a partir do 10ºdia do ciclo estral (estro = dia 0). Ao sétimo dia após o estro os embriõe (mais) s foram coletados pelo método não cirúrgico e avaliados ao microscópio estereoscópio quanto à qualidade e estádio de desenvolvimento embrionário. Foram coletados 135 embriões viáveis, sendo 68,2% (92/135) Nelore Padrão, 12,6% (17/135) Nelore Mocho, 11,1% (15/135) Gir, 5,2% (7/135) Brahman e 3,0% (4/135) Guzerá. Os embriões foram classificados segundo a qualidade em grau I, 51,1% (69/135), grau II, 43,7% (59/135), grau III, 4,4% (6/135), e grau IV, 0,7% (1/135), e segundo o estádio de desenvolvimento em mórula, 3,7% (5/135), blastocisto inicial, 16,3% (22/135), blastocisto, 37,0% (50/135), blastocisto expandido, 42,2% (57/135), e blastocisto eclodido, 0,7% (1/135). Observou-se predominância de estádios embrionários avançados (blastocisto, blastocisto expandido e blastocisto eclodido) que representaram 80% do total de embriões. Resumo em inglês This study was carried out with the objective of reporting the developing stages of embryos collected from superovulated zebu cows. Twenty-six zebu cows of Nelore (16), Polled Nelore (3), Gir (4), Brahman (2) and Guzerá (1) breeds were superovulated with 350IU of FSH, divided into eight decreasing doses administered each 12 hours, starting on day 10 of the estrous cycle (estrous = day 0). Seven-day embryos were collected non-surgically and evaluated at microscopy to dete (mais) rmine the grade and stage of development. A total of 135 viable embryos were collected, being 68.2% (92/135) Nelore, 12.6% (17/135) Pooled Nelore, 11.1% (15/135) Gir, 5.2% (7/135) Brahman and 3.0% (4/135) Guzerá. Embryos were classified according to quality as grade I, 51.1% (69/135), grade-II, 43.7% (59/135), grade-III, 4.4% (6/135), and grade-IV, 0.7% (1/135), and according to developmental stage in morulae, 3.7% (5/135), young blastocyst, 16.3% (22/135), blastocyst, 37.0% (50/135), expanded blastocyst, 42.2% (57/135), and hatched blastocyst, 0.7% (1/135). These results showed the predominance of advanced developing stages (blastocyst, expanded blastocyst and hatched blastocyst) witch represented 80% of the total of embryos.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Função do interferon-tau durante o reconhecimento materno da gestação em ruminantes/ The role of interferon-tau during maternal recognition of pregnancy in ruminants

Antoniazzi, Alfredo Quites; Henkes, Luiz Ernani; Oliveira, João Francisco Coelho; Hansen, Thomas Ross
2011-01-01

Resumo em português O reconhecimento materno da gestação é o período em que o concepto sinaliza sua presença para a mãe. Em ruminantes, este período coincide com o alongamento do embrião e a máxima produção de interferon-tau (IFNT). O IFNT produzido pelo concepto age via parácrina no útero inibindo a expressão dos receptores de estrógenos (ESR1) e de ocitocina (OXTR) no epitélio luminal do endométrio, evitando, assim, a liberação de pulsos luteolíticos de prostaglandina F (mais) 2 alfa (PGF2 ), hormonio responsável pelo início da luteólise. Além da sua ação durante o reconhecimento materno da gestação em ruminantes, o IFNT aumenta a expressão de vários genes estimulados por interferons (ISGs) no útero, no corpo lúteo (CL) e em células sanguíneas. Estudos recentes demonstraram que o IFNT possui ação endócrina no CL ovino e também estende o ciclo estral (pseudo gestação) além do dia 32 após a infusão de IFNT recombinante ovino (roIFNT) na veia uterina. A comprovação da saída de IFNT do útero pela veia uterina sugere que a ação endócrina do IFNT possa ser um mecanismo complementar ao mecanismo intrauterino de reconhecimento materno da gestação. A ação direta do IFNT em tecidos extrauterinos estimula a expressão de ISGs que, no CL, podem estar envolvidos com a resistência luteal à ação luteolítica da PGF2a. Resumo em inglês Maternal recognition of pregnancy is the period when the conceptus signals its presence to the dam. In ruminants, it requires conceptus elongation, which coincides with maximum production of interferon-tau (IFNT). Conceptus IFNT acts in a paracrine manner silencing estrogen receptor alpha (ESR1) and oxytocin receptor (OXTR) in the luminal epithelium, thus preventing luteolytic prostaglandin F2 alpha (PGF2 ) pulses. Besides its role during maternal recognition of pregnancy (mais) , IFNT induces the expression of several interferon stimulated genes (ISGs) in the endometrium, corpus luteum (CL) and blood cells. Recently, it was suggested an endocrine role for IFNT during the period of maternal recognition of pregnancy in sheep. It was demonstrated that infusion of IFNT into the uterine vein can extend the estrous cycle beyond 32 days. This direct action of IFNT in extrauterine tissues induces ISGs expression, which might be involved in the rescue of the CL from the luteolytic effects of PGF2 pulses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Comportamento de vacas da raça Gir (Bos taurus indicus) em estro/ Estrus behaviour in Gir cows (Bos taurus indicus)

Pires, M.F. Ávila; Alves, N.G.; Silva Filho, J.M.; Camargo, L.S.A.; Verneque, R.S.
2003-04-01

Resumo em português O comportamento de vacas da raça Gir em estro e a concentração plasmática de progesterona foram avaliadas durante um estro induzido e o natural subseqüente, em 35 animais da raça Gir, no inverno e no verão de dois anos consecutivos. Observou-se efeito de interação entre estação e ano do experimento sobre a duração do ciclo estral. O proestro foi maior no verão (51,82± 4,77h) do que no inverno (33,43± 4,82h) e no estro natural (64,41± 4,9 (mais) 5h) do que no induzido (20,85± 4,64h). Observou-se menor duração da atividade sexual total no estro induzido do que no natural (41,62± 4,81 vs 94,83± 4,56h no inverno, e 64,00± 4,14 vs 127,44± 4,04h no verão). A duração do estro foi similar no inverno (12,33± 0,74h) e no verão (11,82± 0,74h), e maior nas vacas sincronizadas (13,24± 0,70 vs 10,91± 0,78h). O número de montas recebidas durante o estro foi similar no inverno (28,16± 2,61) e no verão (22,98± 2,58) e maior nos animais sincronizados (29,97± 2,48 vs 21,17± 2,17). Observou-se efeito de interação entre estação e tipo de luteólise sobre o número de montas recebidas por hora em estro. O inverno não se constituiu em fator limitante à manifestação do estro, cuja duração e intensidade foram suficientes para permitir sua detecção; contudo, a sincronização dos estros interferiu com a manifestação do comportamento sexual. Resumo em inglês The estrus behaviour and the plasma progesterone concentration were monitored during an induced and a natural subsequent estrus, in 35 Gir cows, during the winter and summer seasons of two consecutives years. The length of estrous cycle was influenced by the interaction between season and experimental year. The proestrus period was longer in the summer (51.82± 4.77h) compared to the one in the winter (33.43± 4.82h) season as far as in the natural (64.41&plus (mais) mn; 4.95h) vs in the induced estrus (20.85± 4.64h). The total sexual activity was shorter in the induced than in the natural estrus (41.62± 4.81 vs 94.83± 4.56h in the winter, and 64.00± 4.14 vs 127.44± 4.04h in the summer). The length of estrus was similar between winter (12.33± 0.74h) and summer (11.82± 0.74h), and longer in the synchronized cows (13.24± 0.70 vs 10.91± 0.78h). The number of mounts accepted during the estrus was similar between winter (28.16± 2.61) and summer (22.98± 2.58), and greater in the synchronized animals (29.97± 2.48 vs 21.17± 2.17). It was observed effect of interaction between season of the year and luteolysis type on the total received mountings per hour in estrus. The winter was not a limiting factor to the estrus manifestation, once its length and intensity allowed heat detection, however, heat synchronization meddled the manifestation of sexual behaviour.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Superovulação de novilhas da raça Nelore com diferentes doses de FSH/LH e congelação de embriões pelo método one-step com etilenoglicol/ Superovulation of Nelore heifers with different FSH/LH doses and embryo freezing by one-step method with ethylene-glycol

VISINTIN, José Antonio; ARRUDA, Rubens Paes de; MADUREIRA, Ed Hoffman; MIZUTA, Katia; CELEGHINI, Eneiva Carla Carvalho; ASSUMPÇÃO, Mayra Elena Ortiz D’Avila; GUSMÕES, Pedro Paulo Gimenes; CANDINI, Pedro Henrique
1999-01-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo identificar a dose mais eficiente de FSH/LH (300, 400 e 500 UI) no tratamento superovulatório de novilhas da raça Nelore, assim como avaliar o método one-step no processo de congelação de embriões. A variação da resposta superovulatória tem sido muito grande, o que explica o interesse de diversos pesquisadores em encontrar novos hormônios, doses e momentos para realizar a estimulação ovariana. Foram empregadas doses de 300 (n = (mais) 20), 400 (n = 21) ou 500 UI (n = 21) de FSH/LH, iniciando-se no décimo dia do ciclo estral, em 8 aplicações decrescentes, durante quatro dias consecutivos. Foi aplicado PGF2alfa concomitante com a quinta subdose de FSH/LH e realizadas duas inseminações artificiais às 12 e às 24 horas após o início dos sintomas de estro. As colheitas dos embriões foram realizadas 6,5 dias após a primeira inseminação artificial. Pelo exame ultra-sonográfico, avaliaram-se os números de folículos no momento da inseminação artificial (15,12; 15,76; e 14,94) e de corpos lúteos (10,68; 11,55; e 10,81) no dia da colheita, encontrando 5,20; 1,81; e 2,76 embriões viáveis, respectivamente, para 300 UI, 400 UI e 500 UI de FSH/LH. O grupo de 300 UI de FSH/LH apresentou os melhores resultados em relação aos embriões viáveis. Dos 106 embriões congelados pelo método one-step em 1,5 M de etilenoglicol e transferidos pelo método não-cirúrgico, 8 resultaram em prenhez (7,5%). A dose de 300 UI de FSH/LH apresentou melhor resposta superovulatória em comparação com as de 400 e 500 UI para novilhas da raça Nelore. A transferência de embriões Bos taurus indicus congelados pelo método one-step em 1,5 M de etilenoglicol não foi eficiente. Resumo em inglês The objetive of this study was to identify the better dose between 300 (n = 20), 400 (n = 21) and 500 IU (n = 21) of FSH/LH to stimulate Nelore heifers. The superovulation treatment started on day 10 (D0 = estrous) of the estrous cycle in 8 decreasing aplications for 4 days. The embryo recovery was achieved on day 6.5 after the first artificial insemination. The superovulatory response for 300, 400 and 500 IU FSH/LH was follicles (15.12, 15.76 and 14.94); corpus luteum (1 (mais) 0.68, 11.55 and 10.81) and transferable embryos (5.20, 1.81 and 2.76). The 300 IU of FSH/LH group presented the best results in regard to transferable embryos. The transferable embryos were cryopreserved by one-step method with 1.5 M of ethylene-glycol, resulting in 8 pregnancies (7.5%) of 106 embryos transferred by non-curgical method. The 300 IU of FSH/LH presented better superovulatory response in comparison with 400 and 500 IU in Nelore heifers. The transfer of Bos taurus indicus embryos cryopreserved by one-step method in 1.5 M of ethilene glycol was not efficient.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Histomorfometria e histoquímica da tuba uterina e do útero de ratas púberes e pré-púberes induzidas ao hipertireoidismo/ Histomorphometry and histochemistry of the uterine tubes and uterus of puberal and prepuberal rats induced for hyperthyroidism

Oliveira, T.S.; Nunes, V.A.; Nascimento, E.F.; Serakides, R.
2005-08-01

Resumo em português Foram estudadas a histomorfometria e a atividade secretória das tubas uterinas e do útero de 38 ratas Wistar púberes, distribuídas em quatro grupos: (1) eutireóideo em proestro-estro, (2) hipertireóideo em proestro-estro, (3) eutireóideo em metaestro-diestro e (4) hipertireóideo em metaestro-diestro. Posteriormente, foram utilizadas outras 24 ratas Wistar pré-púberes, com 12 dias de idade, distribuídas em dois grupos: (1) hipertireóideo (n=12) e (2) eutireóid (mais) eo (n=12). O útero e as tubas uterinas foram colhidos para avaliação histomorfométrica e histoquímica. A altura do epitélio da ampola, tanto no proestro-estro quanto no metaestro-diestro, elevou-se com a administração de tiroxina, tornando-se semelhante à do istmo. O hipertireoidismo aumentou a secreção PAS positiva e de mucossubstâncias ácidas do infundíbulo na fase estrogênica, igualando-a à do istmo. A parede uterina apresentou-se mais espessa na fase estrogênica, resultado da ação conjunta da tiroxina no endométrio e no miométrio. A atividade secretória e a composição do colágeno uterino não diferiram entre tratamentos. Nas ratas pré-púberes, o hipertireoidismo aumentou a espessura do miométrio e da parede uterina, mas não alterou a tuba uterina. O hipertireoidismo em ratas pré-púberes induz modificações significativas somente no útero; após a maturidade sexual, as modificações ocorrem no útero e na tuba uterina em intensidade variável e dependentes da fase do ciclo estral. Resumo em inglês The histomorphometry and the secretory activity of the uterine tubes and uterus of 38 puberal Wistar rats were studied. Rats were divided in four groups: (1) euthyroid in proestrus-estrus, (2) hyperthyroid in proestrus-estrus, (3) euthyroid in metestrus-diestrus and, (4) hyperthyroid in metestrus-diestrus. In other experiment, 24 prepuberal 12-day-old Wistar rats were divided in two groups: (1) hyperthyroid and (2) euthyroid. The uterus and the uterine tubes were collecte (mais) d for histomorphometry and histochemical analyses. The ampulla's epithelial height has risen under the thyroxine treatment in proestrus-estrus as well as in metestrus-diestrus, becoming similar to the isthmus. The hyperthyroidism increased the PAS positive and acid mucosubstances secretions of the infundibulum on the estrogenic phase coming up to the isthmus. The uterine wall in the estrogenic phase was thicker due to the thyroxine action on the endometrium and myometrium. The secretory activity and uterine collagen composition did not differ between treatments. In puberal rats, the hyperthyroidism increased the thickness of the myometrium and the uterine wall, but did not alter the uterine tubes. Hyperthyroidism on prepuberal rats induced significant changes only in the uterus. After sexual maturity, changes in the uterus and uterine tubes were observed with variable intensity and were dependent on the estrous cycle phase.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Dinâmica folicular ovariana de vacas leiteiras no pós-parto após tratamentos com buserelina (GnRH) e cloprostenol (PGF2alfa)/ Ovarian follicular dynamics of postpartum dairy cows after treatment with buserelin (GnRH) and cloprostenol (PGF2alpha)

Figueiredo, Margarida Maria Nascimento; Fonseca, Francisco Aloizio; Torres, Ciro Alexandre Alves; Galimberti, Antônio Marcos; Almeida, Cláudia D'Ávila de
2000-06-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi verificar os efeitos da administração de 10 mig de buserelina (GnRH), mediante a presença de um folículo ovariano com diâmetro ³ 10 mm, associada a uma dose de 500 mig de cloprostenol seis dias após, ou de duas doses de 500 mig de cloprostenol (PGF2alfa) no 12º 26º dia após o parto, sobre a dinâmica folicular e o restabelecimento da atividade ovariana cíclica em 15 vacas mestiças holandês-zebu, eqüitativamente e aleatoriamente (mais) distribuídas em três grupos de tratamento. Realizou-se a ultra-sonografia em dias alternados do 14º ao 26º dia pós-parto e em dias consecutivos até o final do segundo ciclo estral e coletaram-se amostras de sangue, duas vezes por semana, para determinação das concentrações de progesterona, pelo método de radioimunoensaio. Observou-se que, independente do tratamento hormonal, os segundos ciclos estrais pós-parto apresentam como padrão duas ondas de crescimento folicular, em que a emergência da primeira e da segunda onda ocorreu nos dias 0 e 10, respectivamente, e folículos dominantes da primeira onda podem persistir durante todo o intervalo inter-ovulatório, sem influenciar a dinâmica folicular. O tratamento com duas doses de PGF2a reduziu em 20 dias o período de serviço e tendeu a melhorar o índice de concepção ao primeiro serviço, o que sugere possível efeito deste hormônio no eixo hipotalâmico-hipofisário-ovariano de vacas pós-parto. Resumo em inglês The objective of this work was to study the effects of the injection of 10 mug buserelin (GnRH) in the presence of an ovarian follicle with ³ 10 mm diameter associated to a dose of 500 mug of cloprostenol six days later, or with two doses of 500 mug of cloprostenol (PGF2alpha) at the 12th and 26th days postpartum about the follicular dynamic and the reestablishment of cyclic ovarian activity in crossbred Holstein-Zebu cows. Fifteen crossbred Holstein-Zebu cows were rando (mais) mly and evenly allocated into three treatments. Ultrasonography was performed every other day from the 14th to the 26th day postpartum and every day, from 26th day until the end of the second estrous cycle. Blood samples were collected twice a week, in order to determine progesterone concentrations by radioimmuno assay. It was observed a pattern of two follicular growth waves during the second postpartum estrous cycles, independent of the hormonal treatment, with the emergence of the first and the second waves, at days 0 and 10, respectively. The dominant follicle from the first wave could persist throughout the interovulatory period without an effect on the follicular dynamic. The two doses of PGF2alpha reduced days open by 20 days and the conception rate at the first service was slightly improved, suggesting a possible effect of the treatment on the hypothalamic-pituitary-ovarian axis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Efeito da somatotropina na população folicular, recuperação de oócitos e produção in vitro de embriões em vacas Gir/ Effect of somatotropin on follicular population, oocyte retrieval and in vitro embryo production in Gir cows

Ramos, Alessandra de Almeida; Ferreira, Ademir de Moraes; Sá, Wanderlei Ferreira de; Viana, João Henrique Moreira; Camargo, Luiz Sérgio de Almeida; Polisseni, Juliana; Henry, Marc
2007-04-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito da pré-estimulação ovariana com somatotropina bovina recombinante (rbST), associada ou não ao FSH, sobre a população folicular, a recuperação de oócitos e a produção in vitro de embriões em vacas Gir. Utilizaram-se vacas não-lactantes, em boas condições reprodutiva e corporal, cujo ciclo estral foi sincronizado pela administração de 0,5 mg de cloprostenol. Durante o experimento, as vacas receberam continuamente implantes auriculares de (mais) norgestomet, renovados a cada 14 dias, e, posteriormente, foram submetidas aos tratamentos: T1 ou controle - punção sem tratamento pré-estimulatório; T2 - aplicação única de 160 mg de rbST antes de cada punção; e T3 - punção após o tratamento com 160 mg de rbST em aplicação única, seguida de administração de 250 UI de FSH em doses decrescentes. Os oócitos foram maturados e fertilizados in vitro e os presumíveis zigotos foram cultivados por 192 horas pós-fertilização. Os tratamentos não foram diferentes quanto à população folicular presente no ovário. Entretanto, com a administração de 250 UI de FSH (T3), verificou-se aumento no diâmetro do maior folículo e no número de folículos grandes e médios e diminuição no número de folículos pequenos. A taxa de recuperação não diferiu entre o tratamento controle e T3 (com administração de FSH), mas foi menor no T2 (aplicação, em dose única, de 150 mg de rbST antes de cada punção). O número de oócitos de grau 1 foi maior e o de degenerados, menor no T3 em relação ao T1 e ao T2. O rbST (T2) aumentou a taxa de clivagem e a produção de blastocistos e, quando associado ao FSH, melhorou a qualidade dos oócitos nos animais Gir. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate ovarian pre-stimulation using recombinant bovine somatotropin (rbST) or rbST associated to FSH on follicular population, oocyte retrieval and in vitro embryo production in Gir cows (Bos indicus). Estrous cycle of non-lactating cycling cows with similar body and reproductive conditions were synchronized with cloprostenol followed by norgestomet ear implants, replaced every fourteen days. The animals were randomly distributed in three t (mais) reatments: TI or control (punctured without pre-stimulation), TII (injection of 160 mg of rbST, before each aspiration) and TIII (injection of 160 mg of rbST followed by administration of 250 U.I. of FSH, before each aspiration). Oocytes were maturated and fertilized in vitro and presumptive zygotes were cultured in vitro for 192 hours post-fertilization. Treatments did not differ for ovarian follicular population. However, an increase in the diameter of the largest follicle and in the number of large and medium follicles with reduction in the number of small follicles was observed for TIII. Oocyte recovery did not differ between TI and TIII, but recovery rate was lower for TII. The number of grade I oocytes was higher and the number of degenerated oocytes was lower for TIII than for TI or TII. The rbST increased cleavage rate and blastocyst production, and when associated to FSH the quality of oocyte in Gir animals was improved.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Taxa de prenhez de vacas Nelore lactantes tratadas com progesterona associada à remoção temporária de bezerros ou aplicação de gonadotrofina coriônica eqüina/ Pregnancy rates in milking Nelore cows submitted to progesterone treatment associated to temporary calf removal or eCG administration

Ereno, Ronaldo Luiz; Barreiros, Thales Ricardo Rigo; Seneda, Marcelo Marcondes; Baruselli, Pietro Sampaio; Pegorer, Marcelo Figueira; Barros, Ciro Moraes
2007-10-01

Resumo em português Avaliaram-se os efeitos da remoção temporária de bezerros (RTB) ou da aplicação de gonadotrofina coriônica eqüina (eCG) na taxa de prenhez (TP) de vacas Nelore lactantes tratadas com um dispositivo intravaginal liberador de progesterona (DILP). No experimento 1, 83 vacas Nelore e 102 mestiças (Nelore × Red Angus) foram distribuídas em três grupos. Em dia aleatório do ciclo estral (D0), os animais do grupo 1 foram tratados com benzoato de estradiol (BE; 2, (mais) 5 mg, IM, Estrogin®) e um DILP (1 g de progesterona, DIB®), removido no D9, quando também se administrou d-cloprostenol (150 µg, IM, Prolise®) e aproximadamente 12 horas após identificação do estro realizou-se a inseminação artificial. No grupo 2 (IATF), o tratamento foi semelhante ao aplicado no grupo 1, porém, administrou-se uma segunda dose de benzoato de estradiol (1 mg) no D10 e 30-36 horas mais tarde realizou-se a inseminação artificial em tempo fixo (IATF). No grupo 3 (IATF/RTB), os bezerros foram removidos a partir do D9 até a inseminação artificial com tempo fixo (IATF). As taxas de prenhez para as vacas Nelore e mestiças foram, respectivamente, de 7,69 e 41% (Controle); 23,52 e 59,57% (IATF); 69,44 e 55,81% (IATF/RTB). No experimento 2, 255 vacas Nelore lactantes foram distribuídas em três grupos. Os animais do grupo 4 (IATF) foram tratados com benzoato de estradiol (2 mg) e um DILP (1,9 g de progesterona, CIDR-B®) no D0 e no D8 sofreram remoção do DILP no D8 e administração de 25 mg de dinoprost (IM, Lutalyse®). No D9, foi aplicado benzoato de estradiol (1 mg) realizando-se a IATF 30-36 horas mais tarde. No grupo 5 (IATF/RTB), os bezerros foram removidos no D9 até a IATF. O grupo 6 (eCG) foi semelhante ao IATF, exceto pela aplicação de eCG no D9 (400 UI, IM, Novormon®). As taxas de prenhez foram de 50,57 (IATF), 53,57 (IATF/RTB) e 54,76% (eCG). A associação de RTB ao tratamento hormonal com DILP aumenta as taxas de prenhez, enquanto a adição de eCG ao tratamento não melhora as taxa de prenhez de vacas Nelore lactantes ciclando e em boa condição corporal. Resumo em inglês This study aimed to evaluate the effects of temporary calf removal (TCR) or eCG administration on pregnancy rates of milking Nelore cows treated with a intravaginal progesterone releasing device (IPRD). In the first experiment 83 Nelore and 102 Nelore vs. Red Angus crossbred cows were randomly allocated to 3 groups. Animals in Group 1 (CON) received estradiol benzoate (EB; 2.5 mg, i.m., Estrogin®) and an IPRD (1g progesterone, DIB®) in a random stage of the estrous cycl (mais) e (D0). At D9 the IPRD was removed and the animals were treated with d-cloprostenol (150µg, i.m., Prolise®). The animals were artificially inseminated (AI) 12 h after estrus detection. Group 2 (FTAI) was similar to CON, except that another dose of EB (1mg) was administered at D10, and 30-36 hours later artificial insemination (FTAI) was performed at a fixed time. In Group 3 (FTAI/TCR) the calves were removed from D9 to the FTAI. Pregnancy rates for Nelore and crossbred cows were, respectively, 7.69 and 41% (CON); 23.52 and 59.57 (FTAI); 69.44 and 55.81 (FTAI/TCR). In the second experiment, 255 lactating Nelore cows were allocated to 3 groups. At D0, animals in Group 4 (FTAI) received EB (2 mg) and one IPRD (1.9g progesterone, CIDR-B®), which was removed at D8 when the cows received 25 mg of dinoprost (i.m., Lutalyse®). At D9 EB (1 mg) was administered and 30-36 hours later all animas were FTAI. In Group 5 (FTAI/TCR) the calves were removed from D9 to FTAI. The Group 6 (eCG) was similar to IATF except for the administration of eCC in D9 (400 IU, i.m., Novormon®). Pregnancy rates were: 50.57% (FTAI), 53.57% (FTAI/TCR) and 54.76% (eCG). These results indicated that TCR associated with IPRD increase pregnancy rates, whereas the addition of eCG to IPRD do not improve pregnancy rates in Nelore cows which are cycling and in lactation with good body condition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Sincronização de estro com CIDR reutilizado em cabras lactantes da raça Toggenburg tratadas com somatotropina bovina recombinante (r-bST)/ Estrous synchronization with recycled CIDR in lactating Toggenburg does treated with recombinant bovine somatotropin (r-bST)

Amorim, E.A.M.; Torres, C.A.A.; Fonseca, J.F.; Amorim, L.S.; Maffili, V.V.; Bruschi, J.H.; Guimarães, J.D.; Cecon, P.R.; Alves, N.G.
2008-02-01

Resumo em português Avaliou-se a resposta de cabras tratadas com r-bST no protocolo de sincronização de estro. Foram utilizadas 26 cabras Toggenburg, divididas em dois tratamentos: T1 (n=13), tratadas com quatro injeções de 250mg de r-bST, a intervalos de 14 dias, e T2 (n=13), tratadas com solução salina (controle). Na semana seguinte à última injeção da r-bST, colocou-se o dispositivo intravaginal com progesterona (dia 0), previamente utilizado por cinco dias, e injetou-se PGF2alf (mais) a (22,5µg) nos animais dos dois tratamentos, e o dispositivo foi retirado no dia 6. Todas as fêmeas em estro foram submetidas à monta natural. A porcentagem de animais em estro e a taxa de gestação foram 76,9 e 70,0 e 84,6 e 72,7%, no T1 e T2, respectivamente. Não houve diferença (P>0,05) na duração do estro, no intervalo tratamento-início do estro, no número de ovulações, nos intervalos: início e final do estro à ovulação e retirada do dispositivo à ovulação entre os animais dos dois tratamentos. O diâmetro médio dos folículos ovulatórios das fêmeas não diferiu (P>0,05). Durante a permanência do dispositivo, as concentrações séricas de progesterona apresentaram valores semelhantes (P>0,05) entre as cabras de T1 e T2. A r-bST não afetou a sincronização de estro. Resumo em inglês The response of goats treated with r-bST in the estrous synchronization protocol was evaluated. Twenty-six Toggenburg females were divided in two treatments: T1 (n=13) treated with four injections of 250mg r-bST, at 14 days intervals, and T2 (n=13) treated with saline solution (control). The intravaginal device previously used by five days was inserted (day 0) one week after the last injection of r-bST and PGF2alpha (22.5µg) was injected in the animals of both treatments (mais) . The device was removed on day 6. All the females in estrus were bred by fertile bucks. The percentage of animals in estrus and the pregnancy rate were: 76.9 and 70, and 84.6 and 72.7% for goats in T1 and T2, respectively. The estrous cycle length; the interval from treatment to the onset of estrus; the ovulation number; and the intervals from the onset of estrus to ovulation, end of estrus to ovulation, and from device removal to ovulation were not affected by r-bST injection. The r-bST did not affect the diameter of the ovulatory follicles (P>0.05). Progesterone concentration showed similar values (P>0.05) among the goats of T1 and T2 during the treatment with device. The r-bST administration did not affect estrous synchronization.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Resposta ovariana de cabras submetidas a implantes de progesterona seguidos de aplicações de gonadotrofina coriônica equina/ Ovarian response of goats submitted to implants of progesterone followed by administration of equine corionic gonadotrophin

Uribe-Velásquez, Luis Fernando; Souza, Maria Inês Lenz; Osorio, Jose Henry
2010-06-01

Resumo em português Objetivou-se comparar os efeitos de diferentes doses de gonadotrofina coriônica equina (eCG) na dinâmica folicular e nas concentrações hormonais em cabras alpinas. Durante a estação reprodutiva, as cabras foram submetidas à sincronização do estro e da ovulação com um dispositivo de progesterona por 14 dias. As cabras (n=24) foram divididas aleatoriamente, em quatro grupos de seis e, no dia da remoção do dispositivo, receberam 0 (controle), 200, 300 e 400 UI d (mais) e eCG. O desenvolvimento folicular foi observado via ultrassonografia um dia antes da administração da eCG até a ovulação seguinte. Determinaram-se diariamente as concentrações plasmáticas de estradiol e progesterona por radioimunoensaio. Todos os animais tratados manifestaram estro. Observaram-se ciclos estrais com três e quatro ondas de crescimento folicular. O tamanho do maior folículo nos animais controle na terceira onda (5,5 ± 0,50 mm) foi menor que naqueles tratados com 300 UI de eCG (7,17 ± 0,35 mm). A aplicação de gonadotrofina aumentou o número de folículos pequenos e médios em relação ao grupo controle, uma vez que o número médio de corpos lúteos foi maior nas fêmeas tratadas com 400 UI (4,27 ± 0,23) em comparação àquelas tratadas com 200 UI (1,95 ± 0,19). A concentração plasmática de progesterona e estradiol diferiu entre os grupos experimentais. A combinação de progestágenos e eCG é uma alternativa adequada para a sincronização do estro e suporta o desenvolvimento de novos protocolos de técnicas reprodutivas, como a superovulação e a transferência de embriões em cabras. Resumo em inglês The objective of the present study was to compare the effect of different dosages of equine chorionic gonadotrophin (eCG) on the follicular dynamics and hormonal concentrations in Alpine goats. During the breeding season, the goats were submitted to estrous and ovulation synchronization with a device containing progesterone for 14 days. Female goats (n=24) were divided at random into four groups of 6 animals each. On the day of dispositive removal, the animals received 0 (mais) (Control), 200, 300 and 400 UI of eCG. Follicular development was observed by ultrasonography one day prior to administration of eCG until next ovulation. The plasma estradiol (E2) and progesterone (P4) concentrations were daily determined using RIA. All treated animals showed estrous. Estrous cycle with three and four waves of follicular growth were observed. Size of the largest follicle was smaller in control group animals of the third wave (5.5 ± 0.50 mm) when compared to those treated with 300 UI of eCG (7.17 ± 0.35 mm). Gonadotrophin increased the number of small and medium follicles considering the control group because the average number of corpora lutea were higher in 400 UI (4.27 ± 0.23) females than those treated with 200 UI (1.95 ± 0.19). Plasma concentrations of progesterone and stradiol showed differences among experimental groups. Combinations among progesterones and eCG is an adequate alternative for estrus synchronization and support the development of new protocols for reproduction techniques as superovulation and embryo transfer in goats.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Implante Autólogo Ovariano no Omento Maior: Estudo Experimental/ Ovarian Autotransplantation to the Greater Omentum: Experimental Model

Alberti, Luiz Ronaldo; Vasconcellos, Leonardo de Souza; Barbosa, Juliano Ferreira; Petroianu, Andy
2002-01-01

Resumo em português Objetivos: avaliar os aspectos morfofuncionais de ovários implantados no omento maior, bem como a melhor técnica para implantação do ovário: se íntegro ou fatiado. Métodos: foram divididas aleatoriamente 40 ratas Wistar com ciclos estrais normais em quatro grupos: Grupo I (n = 5), controle - laparotomia; Grupo II (n = 5), ooforectomia total bilateral; Grupo III (n = 15), implante autólogo íntegro no omento maior e Grupo IV (n = 15), implante autólogo fatiado no (mais) omento maior. Realizaram-se esfregaços vaginais nos 3º e 6º mes pós-operatório e estudos histológicos dos implantes ovarianos, avaliando-se: degeneração, fibrose, reação inflamatória, angiogênese, cistos foliculares, desenvolvimento folicular e corpos lúteos. Resultados: os animais do Grupo I ciclaram normalmente. As ratas do Grupo II não apresentaram ciclo, permanecendo em diestro. No Grupo III, 11 ratas permaneceram em diestro, três apresentaram ciclos incompletos e apenas uma ciclou normalmente. No Grupo IV, três animais não ciclaram, oito tiveram esfregaços vaginais incompletos e quatro ciclaram normalmente. Os achados histológicos dos animais pertencentes ao Grupo III evidenciaram histoarquitetura normal em dez ratas, porém nas outras cinco, houve degeneração ovariana. No Grupo IV, 14 ratas tiveram ovários com histoarquitetura preservada e em apenas uma houve sinais de degeneração. Conclusões: o implante autólogo ovariano no omento maior foi viável, obtendo-se melhor preservação morfofuncional com a implantação de fatias. Resumo em inglês Purpose: in order to maintain the gonadal function after oophorectomy, morphofunctional aspects of ovarian autotransplantation to the greater omentum and the best kind of implantation, intact or sliced, were investigated. Methods: forty cycling female Wistar rats were randomly divided into four groups: Group I (n = 5), control - laparotomy; Group II (n = 5), bilateral oophorectomy; Group III (n = 10), intact ovarian autotransplantation to the greater omentum; and Group IV (mais) (n = 10), sliced ovarian autotransplantation, both to the greater omentum. The estrous cycle was investigated in the third and sixth postoperative months and histological studies of the ovarian implants were carried out considering: degeneration, fibrosis, inflammatory reaction, angiogenesis, follicular cysts, follicular development and corpora lutea. Results: the animals of Group I preserved the cycling sequence. The rats of Group II remained in diestrus. In Group III, 11 rats remained in diestrus, three presented incomplete cycles and one showed normal cycle. In Group IV, three animals remained in diestrus, eight showed incomplete cycles and four showed normal cycles. The histology of the ovaries of Group III was normal in ten female rats; however, the ovaries of the other five animals presented degeneration. In Group IV, 14 female rats had ovaries with preserved morphological aspect, and signs of degeneration occurred in one. Conclusions: the ovarian autotransplantation to the greater omentum is viable and the sliced form presented better morphofunctional aspects than the intact implants.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Histomorfometria e histoquímica dos ovários, tubas e útero de ratas hipotireóideas em metaestro-diestro/ Histomorphometry and histochemistry of the ovaries, oviduct and uterus in hypothyroid rats in the metaestrus-diestrus

Silva, C.M.; Serakides, R.; Oliveira, T.S.; Ocarino, N.M.; Nascimento, E.F.; Nunes, V.A.
2004-10-01

Resumo em português A foliculogênese ovariana foi estudada em ratas adultas Wistar, hipotireóideas na fase de metaestro-diestro. O hipotireoidismo foi induzido pela administração oral e diária de propiltiouracil (1mg/animal). As ratas eutireóideas receberam placebo. Após 120 dias de tratamento, foi colhido o plasma para dosagem de tiroxina livre, progesterona e estradiol após o que foram sacrificadas para colheita dos ovários, tubas e útero, para avaliação histomorfométrica e hi (mais) stoquímica. O hipotireoidismo reduziu significativamente o peso dos ovários e o número de folículos secundários e terciários e de corpos lúteos sem, no entanto, alterar a porcentagem de folículos atrésicos e o número de folículos primários e pré-ovulatórios. As células da granulosa dos folículos secundários das ratas hipotireóideas apresentavam núcleo pequeno com significativa redução do número de regiões organizadoras de nucléolo (NORs). Essas mudanças não alteraram os valores periféricos de estradiol e de progesterona. Houve redução significativa da espessura do endométrio, do número de glândulas endometriais e da altura do epitélio do infundíbulo. Resumo em inglês Ovarian folicullogenesis was studied in adult Wistar rats. The animals were hypothyroid in the metaestrus/diestrus phase of the estrous cycle. Hypothyroidism was induced by oral treatment with 1mg/animal of propylthiouracil. Euthyroid rats were kept under the same experimental conditions receiving placebo. After 120 days under treatment, all animals were killed and plasma was taken to assessing free thyroxine, progesterone, and estradiol. The ovaries, tubes and uterus wer (mais) e sampled for histomorphometric and histochemistry evaluation. Hypothyroidism significantly reduced the weight of the ovaries and the number of secondary and tertiary follicles, and corpora luteum. The number of atretic follicles as well as primary and pre-ovulatory follicles was not affected. Granulosa cells in the secondary follicles of treated rats had small nuclei with a reduced number of AgNORs. Significant reduction of the endometrium thickness, number of endometrial glands and the infundibulum epithelium height was observed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Concentrações hormonais e desenvolvimento folicular de vacas leiteiras em hipertermia sazonal e aguda/ Hormone concentration and follicular development in dairy cows under seasonal and acute hyperthermia

Lew, B.J.; Meidan, R.; Wolfenson, D.
2006-10-01

Resumo em português Avaliaram-se as concentrações hormonais e os parâmetros de desenvolvimento folicular de vacas leiteiras expostas ao calor sazonal e agudo. Dividiram-se os animais em quatro grupos: verão (n=5), outono (n=5), inverno com hipertermia aguda (grupo câmara climática, (CC), n=5) e inverno (n=9). Os animais foram abatidos no sétimo dia após a ovulação, e os parâmetros de desenvolvimento folicular avaliados. O líquido folicular do maior folículo foi aspirado e armaze (mais) nado para posterior análise de hormônios esteróides e inibina. O número de células da granulosa vivas no verão e no outono foi 40 e 45% respectivamente, menor que no inverno (P Resumo em inglês The present study evaluated the seasonal and acute heat stress on follicular development and steroid and inhibin concentrations in follicular fluid, in bovine dominant follicle. Cows were distributed into four treatments: summer (n=5), autumn (n=5), animals heat stressed during the winter (n=5) and winter (n=9). On day 7 of the estrous cycle, animals were slaughtered and parameters related to follicle development were evaluated. The follicular fluid (FF) was aspirated and (mais) stored for further hormonal analysis. During the summer, the number of viable granulosa cells was 40% lower than during the winter, and there was a 45% decrease in this parameter during the autumn (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Altura do epitélio da tuba uterina normal e patológica de porcas nas fases folicular e luteínica/ Epithelium of the uterine tube of sows in the folicular and lutheal phases

Sant'Ana, F.J.F.; Nascimento, E.F.; Nogueira, J.C.; Serakides, R.
2003-04-01

Resumo em inglês The aim of this work was to perform a morphometric analysis of the uterine tube epithelium of sexually mature sows, with or without pathological changes. The sows were either in follicular or luteal phases. One hundred and twenty-four uterine tubes of sixty-two sows were obtained from slaughterhouses. Sections of the uterine tube, uterus and ovary were processed for morphometrical evaluation. The uterine tubes were divided into four groups. The first (LSP) group was compo (mais) sed by animals in luteal phase without pathological changes (n=45), the second (LCP) by animals in luteal phase with pathological changes (n=19), the third (FSP) by animals in follicular phase without pathological changes (n=45) and the fourth (FCP) by animals in follicular phase with pathological changes (n=15). In the follicular phase (FSP), the ampulla had a higher epithelium, followed by the infundibulum and the isthmus (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

A fase estrogênica altera a resposta do osso e do metabolismo mineral de ratas com hipertireoidismo?/ Does the estrogenic phase modify the bone and mineral metabolism response in rats under hyperthyroidism?

Ocarino, N.M.; Serakides, R.; Nunes, V.A.
2003-08-01

Resumo em inglês The effect of the estrogenic phase in the bone and in the mineral metabolism was studied in Wistar adult female rats kept under euthyroidism or hyperthyroidism for 60 days. The rats were divided, according to the stage of the estrous cycle, into four groups: 1) euthyroid (proestrus-estrus), 2) euthyroid (metaestrus-diestrus), 3) hyperthyroid (proestrus-estrus), and 4) hyperthyroid (metaestrus-diestrus). After 60 days the blood plasma was collected and the concentrations o (mais) f free T4, estradiol, progesterone, calcium, phosphorus, and of alkaline phosphatase were determined. The bones (femur and tibia) were analysed microscopically. Despite of the functional state of the thyroid, the levels of estrogen were significantly higher in the proestrus-estrus. The estrogenic phase increased the plasmatic concentration of calcium significantly in the euthyroid rats but it did not alter the levels of phosphorus and alkaline phosphatase. In the hyperthyroid state no significant differences in the plasmatic concentrations of calcium, phosphorus and alkaline phosphatase throughout the cycle were found. The phases of the cycle did not also influence the bone morphology in the euthyroid and hyperthyroid states. It was concluded that the estrogenic phase increases the plasmatic concentration of calcium, even without altering the bone morphology of the euthyroid rats. In addition the estrogenic phase does not increase the plasmatic calcium and it does not modify the response of the bone as well as of the mineral metabolism under effect of the hyperthyroidism.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)