Sample records for estrone
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 4 shown.



1

Resposta esteroidogênica induzida por hCG em garanhões jovens Mangalarga: testosterona e sulfato de estrona plasmáticos/ hCG induced steroidogenic response in Mangalarga young stallions: plasma testosterone and estrone sulphate

LIMA, Samira Barbosa; WISCHRAL, Aurea; FERREIRA, Fernando; VERRESCHI, Ieda Therezinha do Nascimento
2000-01-01

Resumo em português Avaliou-se a resposta esteroidogênica aguda da célula de Leydig em sete garanhões jovens da raça Mangalarga (2,6 a 4,5 anos), através de estimulação com gonadotrofina coriônica humana (hCG). Os animais foram tratados com 5.000 UI (hCG) Vetecor®, i.v., in bollus, às 8 horas. Amostras de plasma foram obtidas por venopuntura às 7 horas (basal), 4, 24, 48, 72 horas pós-estímulo (28 a 31 de agosto). Testosterona (T) e sulfato de estrona (E1SO4) foram dosados por r (mais) adioimunoensaio (RIE) c.v. Resumo em inglês Leydig cell acute steroidogenic response, in seven young Mangalarga stallions (2.6 - 4.5 ys), was evaluated through human Corionic Gonadotrophin (hCG) stimulation. The animals were treated with 5,000 UI (hCG) Vetecor®, i.v., in bollus, at 8 a.m. Plasma samples were collected by venopuncture at 7 a.m. (basal), 4, 24, 48, and 72 hours after stimulation (from 28 to August 31). Testosterone (T) and estrone sulphate (E1SO4) was measured by radioimmunoassay (RIA), intra-assay (mais) variation

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

A influência do ciclo menstrual na flexibilidade em praticantes de ginástica de academia/ The influence of the menstrual cycle on the flexibility in practitioners of gymnastics at fitness centers/ La influencia del ciclo menstrual sobre la flexibilidad en practicantes de gimnasia de academia

Melegario, Solange Mattos; Simão, Roberto; Vale, Rodrigo G.S.; Batista, Luiz Alberto; Novaes, Jefferson S.
2006-06-01

Resumo em português Este estudo teve por objetivo investigar se existem diferenças no grau de flexibilidade nas fases do ciclo menstrual de mulheres adultas jovens praticantes de ginástica de academia. A amostra intencional foi composta de 20 mulheres, com idade de 18 a 35 anos (25,8 ± 6,06), com o ciclo menstrual regular (28 até 32 dias) e que não faziam uso de anticoncepcional oral. Dados referentes ao ciclo menstrual e atividade física habitual foram obtidos através da aplicação (mais) de um questionário. A flexibilidade foi aferida através da goniometria, utilizando-se oito movimentos, em três fases do ciclo menstrual. Os sujeitos foram submetidos a um teste hormonal, em que foram verificadas as taxas de estrona, estradiol e progesterona. O tratamento estatístico foi feito através de análise descritiva e inferencial (teste de Kolmogorov-Smirnov e ANOVA). Os resultados encontrados demonstraram que não houve diferença significativa (p Resumo em espanhol Este estudio ha tenido por objetivo investigar si existen diferencias en el grado de flexibilidad en las fases del ciclo menstrual de mujeres adultas jóvenes practicantes de gimnasia de academia. La muestra intencional fue compuesta de 20 mujeres, con edades entre 18 a 35 años (25,8 ± 6,06), con ciclo menstrual regular (28 a 32 días) y que no hacían uso de anticonceptivo oral. Datos referentes al ciclo menstrual y actividad física habitual fueron obtenidos a través (mais) de una encuesta. La flexibilidad fue medida a través de la goniometría, utilizándose ocho movimientos, en tres fases del ciclo menstrual. Los individuos fueron sometidos a un test hormonal, en donde se verificaron la tasa de estrona, estradiol y progesterona. El tratamiento estadístico fue hecho a través del análisis descriptivo y de inferencia (test de Kolmogorov-Smirnov y ANOVA). Los resultados encontrados mostraron que no hubo diferencia significativa (p Resumo em inglês This study aims to verify if there are differences in the degree of flexibility in the phases of the menstrual cycle of adult young women who practice gymnastics at fitness centers. A sample of 20 adult women aged between 18 and 35 years (25.8 ± 6.06) was studied; they had regular menstrual cycle (28 up to 32 days) and were not taking oral contraceptives. Information concerning the menstrual cycle and routine physical activity was obtained through a questionnaire. The fl (mais) exibility was evaluated through the goniometry, using eight movements, in three phases of the menstrual cycle. The subjects were submitted to a hormonal test, where the estrone, estradiol and progesterone levels were verified. The statistics treatment was conducted through descriptive and inferential analysis; Kolmogorov-Smirnov's test and ANOVA were used to verify hypothesis. The results demonstrated that no significant differences (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Prevalência de lesões endometriais em mulheres obesas assintomáticas/ Prevalence of endometrial injury in asymptomatic obese women

Gouveia, Daniela Alves da Cruz; Bahamondes, Luis; Aldrighi, José Mendes; Tamanaha, Sonia; Ribeiro, Alessandra Lorenti; Aoki, Tsutomu
2007-08-01

Resumo em português OBJETIVOS: A obesidade representa importante fator de risco para alterações endometriais. O presente estudo teve por objetivo avaliar a prevalência de lesões endometriais, como pólipos, hiperplasia e câncer de endométrio em mulheres obesas assintomáticas, assim como reconhecer os fatores de risco associados. MÉTODOS: Entre dezembro de 2004 e fevereiro de 2006, em estudo transversal foram avaliadas 94 mulheres obesas (índice de massa corpóreo >30Kg/m²), div (mais) ididas em dois grupos com 47 participantes cada: em idade reprodutiva e após a menopausa. Foram analisados: história clínica, exame físico (antropométrico/ginecológico), determinações bioquímicas e avaliação do endométrio por ultra-sonografia endovaginal, biópsia e histeroscopia (para confirmar patologia endometrial). RESULTADOS: Nas mulheres em idade reprodutiva foram encontrados 12,8% de casos de patologia endometrial, que se associaram significativamente com as elevações da idade, hipertensão arterial (HAS), colesterol e LDL-c. Após a menopausa, foram identificadas 40,4% de lesões endometriais que se associaram significativamente com pressão arterial sistólica (PAS) > 140mmHg, elevação do LDL-c e da estrona. Dois casos de câncer de endométrio foram constatados, sendo um em cada grupo. CONCLUSÃO: O aumento de incidência da obesidade nos últimos anos tem elevado os fatores de risco para o câncer de endométrio. Na idade reprodutiva tivemos um pequeno tamanho amostral de alterações endometriais; com isso, poderíamos apenas sugerir, uma maior atenção àquelas com idade superior a 40 anos, que apresentem HAS e/ou elevação do LDL-c. O status menopausal eleva o risco de lesão endometrial; associado com elevações da PAS, LDL-c e/ou estrona, elas se tornarão candidatas à biópsia de endométrio, visando o diagnóstico precoce do câncer, decisivo para o prognóstico favorável da mulher. Resumo em inglês OBJECTIVE: Obesity represents the most important risk factor for endometrial pathology. This study aimed to evaluate the prevalence of endometrial injuries, such as polyps, hyperplasia and endometrial cancer in asymptomatic obese women, as well as to recognize the associated risk factors . METHODS: A cross-sectional study was conducted between December 2004 and February 2006. Ninety-four obese (body mass index > 30 kg/m²) women were evaluated, divided in two groups o (mais) f 47 participants each: pre-menopausal and postmenopausal women. Clinical characteristics, physical exams (anthropometric and gynecological), blood count and endometrial assessment by vaginal ultrasonography, biopsy, and hysteroscopy (only for confirmed endometrial pathology), were the variables appraised. RESULTS: In pre-menopausal women, 12.8% of cases had endometrial pathology statistically associated to age, hypertension, hypercholesterolemia and LDL-c increase. In the post-menopausal women, 40.4% of cases had a pathology identified as statistically associated with hypertension, LDL-c and estrone increase. Two cases of endometrial cancer were identified, one in each group. CONCLUSIONS: The increased incidence of obesity over recent years has increased risk factors of endometrial cancer. In pre-menopausal women only a small number of cases with endometrial alterations was observed. Therefore, it is suggested that greater attention be given to those over 40 years of age, associated with hypertension and/or higher LDL-c . The menopausal status increases risk of endometrial injury, and when associated with hypertension, LDL-c and/or estrone increase, women become candidates to biopsy aiming for an early diagnosis of cancer, a decisive factor for a favorable prognosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Estrógenos em água: otimização da extração em fase sólida utilizando ferramentas quimiométricas/ Estrogens in water: optimization of solid phase extraction by chemometric tools

Girotto, G.; Nogueira, K. L.; Moura, J. A.; Souza, J. B.; Giacometti, L. L.; Marchi, M. R.R.; Tognolli, J. O.
2007-01-01

Resumo em português Muitos métodos analíticos estão sendo desenvolvidos visando à determinação de contaminantes orgânicos, especialmente alteradores endócrinos. Tais métodos baseiam-se geralmente na extração em fase sólida (SPE) seguida por determinação cromatográfica (CG ou HPLC). No presente trabalho utilizou-se ferramentas quimiométricas no processo de SPE para avaliar os principais fatores que influenciam tal processo e as interações entre os mesmos. Foram analisadas ma (mais) trizes de água subterrânea fortificada com hormônios (17 b estradiol, estrona e 17 b etinilestradiol) e a determinação analítica foi feita por HPLC/Fluorescência. Um planejamento fatorial completo foi utilizado. Os fatores escolhidos incluíram: condicionamento da fase sólida, concentração dos analitos, volume da amostra e solvente de eluição. As melhores condições obtidas foram: 500 mL da amostra, condicionamento da fase sólida (C18) com acetona (4mL), metanol (6 mL) e água pH 3(10 mL), e eluição dos analitos com 4 mL de acetona. Resumo em inglês Several analytical methods have been proposed for organic pollutants determination in water, specially endocrine disrupters. These methods are frequently based in solid phase extraction (SPE) followed by chromatographic determination (GC or HPLC). In this work it was used chemometric tools on experimental design and experimental data treatment to evaluate the principal factors in SPE process and their interactions. It was used water matrices fortified with hormones (17 b (mais) estradiol, estrone and 17 b ethinylestradiol) and HPLC/Fluorescence did analytical determination. It was used a factorial complete design. The choosed factors included: solid phase type, analytes concentration, sample volumen, eluent composition, analytes concentration and solvents to solid phase conditioning. The best condition obtained in this initial procedure included: 500 mL sample, conditioning SPE cartridge with acetone (4mL), methanol (6 mL) and water pH 3(10 mL), and analytes elution with acetone.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)