Sample records for epidemiology
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Epidemiologia da insônia/ Epidemiology of the insomnia

Souza, José Carlos; Reimão, Rubens
2004-04-01

Resumo em português Os autores fizeram uma ampla revisão da literatura científica mundial sobre a epidemiologia da insônia, o mais prevalente dos distúrbios do sono. Foi feito um levantamento bibliográfico, no período de janeiro de 2002 a novembro de 2003, das publicações dos últimos 30 anos, nos bancos de dados MEDLINE e LILACS, sobre a definição e prevalência da insônia, além de suas conseqüências socioeconômicas. As palavras-chaves pesquisadas foram: distúrbio de iniciar (mais) o sono, distúrbio de manutenção do sono, distúrbio do despertar precoce, insônia, distúrbios do sono, prevalência da insônia, conseqüências da insônia. Observou-se uma grande variação dos critérios de definição da insônia, dos desenhos metodológicos e dos resultados dos estudos epidemiológicos, o que prejudicou as comparações dos dados das várias pesquisas. As futuras linhas de pesquisa sobre a epidemiologia da insônia devem se embasar em um consenso sobre sua definição e critérios metodológicos mais bem-definidos. Resumo em inglês A vast literature review on the insomnia epidemiology, the most common sleep disorder, using MEDLINE and LILACS last 30 years of data, was performed from January 2002 to November 2003. The key-words were: sleep initiation disorders, sleep maintenance disorders, early awakening disorder, insomnia, sleep disorders, insomnia prevalence, insomnia consequences. Several insomnia definition criteria and epidemiology researches methods, with data comparison difficulties, were not (mais) iced. In the future it will be necessary similar insomnia definition and epidemiology studies criteria.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Epidemiologia e planejamento de saúde/ Epidemiology and health planning

Teixeira, Carmem Fontes
1999-01-01

Resumo em português A utilização de conhecimentos, métodos e técnicas epidemiológicas no processo de planejamento e programação em saúde vem sendo objeto de experimentação prática e reflexão teórico-metodológica, particularmente nos últimos 15 anos, em função do processo de reforma dos sistemas de saúde na América Latina e Brasil. Esse artigo discute especificamente a contribuição da epidemiologia ao planejamento no âmbito da construção do Sistema Único de Saúde no (mais) Brasil, tendo por base um estudo das tendências da prática epidemiológica apresentadas nos Congressos Brasileiros de Epidemiologia realizados no período 1990 a 1995. Em seguida discute as perspectivas teórico-metodológicas de aperfeiçoamento e redefinição da prática de planejamento e programação em saúde, levando em conta o debate epistemológico e as proposições teóricas que caracterizam o campo da epidemiologia hoje. Resumo em inglês The utilization of epidemiological knowledge, methods and techniques in the process of health planning and programming has become an object of practical experimentation and theoretical, methodological reflection, particularly in the past 15 years, in the light of the process of reform of the health systems in Brazil and in Latin America. This paper discusses specifically the contribution of epidemiology to health planning in the process of building up the National Health (mais) Service in Brasil, based on a study of the trends of epidemiological practice presented in the Brazilian Congresses of Epidemiology held between 1990-1995. In addition, it discusses the theoretico-methodological perspectives of improvemment and redefinition of the practice of planning and programming in health, taking into account the epistemological debates and the conceptual propositions which characterize the field of epidemiology today.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Epidemiologia e planejamento de saúde/ Epidemiology and health planning

Teixeira, Carmem Fontes
1999-01-01

Resumo em português A utilização de conhecimentos, métodos e técnicas epidemiológicas no processo de planejamento e programação em saúde vem sendo objeto de experimentação prática e reflexão teórico-metodológica, particularmente nos últimos 15 anos, em função do processo de reforma dos sistemas de saúde na América Latina e Brasil. Esse artigo discute especificamente a contribuição da epidemiologia ao planejamento no âmbito da construção do Sistema Único de Saúde no (mais) Brasil, tendo por base um estudo das tendências da prática epidemiológica apresentadas nos Congressos Brasileiros de Epidemiologia realizados no período 1990 a 1995. Em seguida discute as perspectivas teórico-metodológicas de aperfeiçoamento e redefinição da prática de planejamento e programação em saúde, levando em conta o debate epistemológico e as proposições teóricas que caracterizam o campo da epidemiologia hoje. Resumo em inglês The utilization of epidemiological knowledge, methods and techniques in the process of health planning and programming has become an object of practical experimentation and theoretical, methodological reflection, particularly in the past 15 years, in the light of the process of reform of the health systems in Brazil and in Latin America. This paper discusses specifically the contribution of epidemiology to health planning in the process of building up the National Health (mais) Service in Brasil, based on a study of the trends of epidemiological practice presented in the Brazilian Congresses of Epidemiology held between 1990-1995. In addition, it discusses the theoretico-methodological perspectives of improvemment and redefinition of the practice of planning and programming in health, taking into account the epistemological debates and the conceptual propositions which characterize the field of epidemiology today.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Epidemiologia clínica: nova ideologia médica?/ Clinical epidemiology: a new medical ideology?

Barata, Rita Barradas
1996-12-01

Resumo em português Este trabalho discute a emergência da epidemiologia clínica e seu caráter duplamente ideológico. Inicialmente são apresentadas diferentes conotações do conceito de ideologia optando-se por trabalhar com dois desses sentidos. O primeiro é a noção positivista de ideologia enquanto idéias de um dado tempo histórico; e o segundo é a noção marxista de ideologia como ocultamento das relações de dominação. Sob o primeiro sentido, a epidemiologia clínica é di (mais) scutida com relação às idéias vigentes na década de 80, o que lhe conferiria um caráter eminentemente pós-moderno, com toda a carga de individualismo que o termo carrega. Finalmente são apontados os mitos de que se alimenta a epidemiologia clínica, tomada agora no segundo sentido da noção de ideologia. Resumo em inglês In this work we discuss the emergence of Clinical Epidemiology with its doubly ideological nature. We begin by presenting different connotations of ideology, two of which are chosen to be discussed here. The first is the positivistic concept of ideology as the set of ideas of a given historical time; the second is the Marxist concept of ideology, as concealing relations of dominance. Under the first meaning, Clinical Epidemiology is discussed vis-à-vis ideas in force in (mais) the 1980's, giving it a predominantly post-modern character along with the load of individualism born by this word. Finally, we present the myths underlying Clinical Epidemiology, seen now according to the second meaning of ideology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Epidemiologia clínica: nova ideologia médica?/ Clinical epidemiology: a new medical ideology?

Barata, Rita Barradas
1996-12-01

Resumo em português Este trabalho discute a emergência da epidemiologia clínica e seu caráter duplamente ideológico. Inicialmente são apresentadas diferentes conotações do conceito de ideologia optando-se por trabalhar com dois desses sentidos. O primeiro é a noção positivista de ideologia enquanto idéias de um dado tempo histórico; e o segundo é a noção marxista de ideologia como ocultamento das relações de dominação. Sob o primeiro sentido, a epidemiologia clínica é di (mais) scutida com relação às idéias vigentes na década de 80, o que lhe conferiria um caráter eminentemente pós-moderno, com toda a carga de individualismo que o termo carrega. Finalmente são apontados os mitos de que se alimenta a epidemiologia clínica, tomada agora no segundo sentido da noção de ideologia. Resumo em inglês In this work we discuss the emergence of Clinical Epidemiology with its doubly ideological nature. We begin by presenting different connotations of ideology, two of which are chosen to be discussed here. The first is the positivistic concept of ideology as the set of ideas of a given historical time; the second is the Marxist concept of ideology, as concealing relations of dominance. Under the first meaning, Clinical Epidemiology is discussed vis-à-vis ideas in force in (mais) the 1980's, giving it a predominantly post-modern character along with the load of individualism born by this word. Finally, we present the myths underlying Clinical Epidemiology, seen now according to the second meaning of ideology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Epidemiologia molecular de Haemophilus parasuis/ Molecular epidemiology of Haemophilus parasuis

Macêdo, Núbia Resende de; Oliveira, Simone Rodrigues; Lage, Andrey Pereira; Guedes, Roberto Maurício Carvalho
2009-11-01

Resumo em português A maioria dos estudos epidemiológicos envolvendo Haemophilus parasuis isolados de rebanhos suínos brasileiros se baseia em sorotipagem. Entretanto, uma alta porcentagem de amostras não é sorotipável. Técnicas moleculares têm sido utilizadas com sucesso para caracterizar a diversidade dos isolados de H. parasuis e a epidemiologia das infecções por esse agente dentro e entre rebanhos. Esta revisão enfoca aspectos gerais da infecção por H. parasuis, principalmente em relação às técnicas de epidemiologia molecular. Resumo em inglês The majority of epidemiological studies involving Haemophilus parasuis from Brazilian herds are based on serotyping. However, a high percentage of isolates are non-typable. Recently, molecular-based techniques were successfully used to characterize the diversity of H. parasuis isolates and the epidemiology of H. parasuis infections within and among herds. This review tackles general aspects of H. parasuis infection, mainly regarding to techniques of molecular epidemiology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Epidemiologia dos transtornos psiquiátricos na mulher/ Epidemiology of women's psychiatric disorders

Andrade, Laura Helena S. G. de; Viana, Maria Carmen; Silveira, Camila Magalhães
2006-01-01

Resumo em português A conscientização de que os transtornos mentais representam um sério problema de saúde pública é relativamente recente, ocorrendo a partir da publicação do estudo The Global Burden of Disease pela Organização Mundial da Saúde. Diferenças de gênero na incidência, prevalência e curso de transtornos mentais, assim como na apresentação clínica e na resposta terapêutica, têm sido extensivamente demonstradas por estudos epidemiológicos. Resumo em inglês The awareness that mental disorders present a serious public health problem is relatively new, occurring after the publication of The Global Burden of Disease by the World Health Organization. Gender differences in the incidence, prevalence, and course of mental disorders, as well as in their clinical features and response to treatment; have been extensively demonstrated in epidemiological studies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Epidemiologia, curso e evolução dos transtornos alimentares/ Epidemiology, course and evolution of eating disorders

Pinzon, Vanessa; Nogueira, Fabiana Chamelet
2004-01-01

Resumo em português Os transtornos alimentares costumam afetar mulheres jovens e ter curso crônico, variável e com alto grau de morbidade e mortalidade. Este artigo visa a apresentar os dados que suportam tais impressões clínicas. Resumo em inglês Eating disorders use to affect young women and have a chronic and variable course, with high levels of morbidity and mortality. The objective of this article is to demonstrate the epidemiological findings that support such clinical impressions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Epidemiologia e saúde bucal coletiva: um caminhar compartilhado/ Epidemiology and public health dentistry: a shared walkway

Roncalli, Angelo Giuseppe
2006-03-01

Resumo em português A saúde bucal coletiva, na medida em que surge como um modo de trazer a saúde bucal para o SUS (e vice-versa), tem, na epidemiologia, um de seus mais contundentes aliados. Este artigo discute o modo como se deu esse caminhar, trilhado compartilhadamente, entre a saúde bucal coletiva e a epidemiologia. Analisa, inicialmente, os esforços na tentativa de estabelecer modelos metodológicos para pesquisas transversais, bem como a possibilidade da construção de uma base d (mais) e dados nacional. Num segundo momento, discute-se como esse conjunto de conhecimentos tem se corporificado em uma produção científica qualificada e compartilhada com seus pares, refletindo sobre o modo como este processo vem contribuindo para a consolidação do campo da saúde bucal coletiva. Percebe-se que este caminhar compartilhado esteve e está condicionado pela conjuntura política que, em momentos distintos, proporcionou o crescimento da saúde bucal coletiva. A epidemiologia em saúde bucal, ao mesmo tempo em que se consolida como área de conhecimento no plano da produção científica no Brasil, articula-se com este movimento, proporcionando, de um lado, uma ferramenta que aproxima os modelos assistenciais em saúde bucal do ideário do SUS; e, de outro, aprofunda as discussões a respeito dos determinantes biopsicossociais das doenças bucais. Resumo em inglês The public health dentistry is a way to bring oral health to Brazilian National Health System (SUS) and vice-versa. Thus, the epidemiology, in this context, it is one of the most important allies. In this article we intend to discuss the "shared walkway" between epidemiology and public health dentistry, through two views: first, we analyzed the efforts to establish methodological models for oral health sectional studies and the possibilities to construct a national data b (mais) ase. Second, we discussed how this knowledge has been transformed in a qualified scientific production presented in meetings and papers, which reflects, at the same time, about the contribution of this process in the consolidation of public health dentistry field. We concluded that this "shared walkway" was (and still is), influenced by political aspects, which, in different moments, leads to an improvement of public health dentistry. The oral health epidemiology has been established as a knowledge area, with regard to the scientific production in Brazil. At the same time, provide a tool that contributes to make oral health care models more appropriate to National Health System principles and, in other hand, make better the discussions about the social determinants of oral diseases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Epidemiologia e saúde bucal coletiva: um caminhar compartilhado/ Epidemiology and public health dentistry: a shared walkway

Roncalli, Angelo Giuseppe
2006-03-01

Resumo em português A saúde bucal coletiva, na medida em que surge como um modo de trazer a saúde bucal para o SUS (e vice-versa), tem, na epidemiologia, um de seus mais contundentes aliados. Este artigo discute o modo como se deu esse caminhar, trilhado compartilhadamente, entre a saúde bucal coletiva e a epidemiologia. Analisa, inicialmente, os esforços na tentativa de estabelecer modelos metodológicos para pesquisas transversais, bem como a possibilidade da construção de uma base d (mais) e dados nacional. Num segundo momento, discute-se como esse conjunto de conhecimentos tem se corporificado em uma produção científica qualificada e compartilhada com seus pares, refletindo sobre o modo como este processo vem contribuindo para a consolidação do campo da saúde bucal coletiva. Percebe-se que este caminhar compartilhado esteve e está condicionado pela conjuntura política que, em momentos distintos, proporcionou o crescimento da saúde bucal coletiva. A epidemiologia em saúde bucal, ao mesmo tempo em que se consolida como área de conhecimento no plano da produção científica no Brasil, articula-se com este movimento, proporcionando, de um lado, uma ferramenta que aproxima os modelos assistenciais em saúde bucal do ideário do SUS; e, de outro, aprofunda as discussões a respeito dos determinantes biopsicossociais das doenças bucais. Resumo em inglês The public health dentistry is a way to bring oral health to Brazilian National Health System (SUS) and vice-versa. Thus, the epidemiology, in this context, it is one of the most important allies. In this article we intend to discuss the "shared walkway" between epidemiology and public health dentistry, through two views: first, we analyzed the efforts to establish methodological models for oral health sectional studies and the possibilities to construct a national data b (mais) ase. Second, we discussed how this knowledge has been transformed in a qualified scientific production presented in meetings and papers, which reflects, at the same time, about the contribution of this process in the consolidation of public health dentistry field. We concluded that this "shared walkway" was (and still is), influenced by political aspects, which, in different moments, leads to an improvement of public health dentistry. The oral health epidemiology has been established as a knowledge area, with regard to the scientific production in Brazil. At the same time, provide a tool that contributes to make oral health care models more appropriate to National Health System principles and, in other hand, make better the discussions about the social determinants of oral diseases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Epidemiologia e estatística: integrando ensino, pesquisa, serviço e comunidade/ Epidemiology and statistics: integrating teaching, research, services, and the community

Lima, Estelita Pereira
2010-06-01

Resumo em português O novo modelo de saúde brasileiro exige médicos dotados de visão social abrangente e capacitados para prestar à comunidade cuidados permanentes e resolutivos, bem como profissionais críticos diante da tomada de decisões. Este relato descreve uma experiência estratégica de ensino de epidemiologia e bioestatística no curso de Medicina, cuja construção do processo foi centrada no educando, que foi o agente dos conhecimentos adquiridos, por meio da produção de in (mais) formações e da pesquisa na comunidade ou nos serviços de saúde. Esta estratégia resultou na integração e interdisciplinaridade acadêmica, contribuindo para a compreensão de assuntos clínicos considerando a abordagem epidemiológica e estatística. Os acadêmicos despertaram para a importância da produção científica e da construção do currículo profissional ainda na fase acadêmica, sendo capazes de identificar problemas locais e direcionar as intervenções, e reconhecer que isto representa um dos objetivos mais importantes da pesquisa em saúde. Os resultados indicam que a epidemiologia e a bioestatística podem ser trabalhadas no curso de Medicina com o mesmo sucesso de outras disciplinas da clínica, desde que seja favorecida a aprendizagem significativa dos acadêmicos. Resumo em inglês The new Brazilian health model requires physicians with a comprehensive social vision that are trained to provide the community with high-quality care on an on-going basis and are capable of making critical decisions. The current article describes a strategic teaching experiment in epidemiology and biostatistics during undergraduate medical training. The experiment focused on the students themselves as protagonists in acquiring knowledge through the production of informat (mais) ion and research in both the community and health services. The strategy resulted in academic integration and interdisciplinarity, contributing to the grasp of clinical topics through an epidemiological and statistical approach. Students realized the importance of scientific output and the development of a professional resume while still in their undergraduate training and proved capable of identifying local problems and managing interventions, acknowledging the latter as a key health research objective. The findings indicate that epidemiology and biostatistics can be taught as successfully as other clinical courses during undergraduate medical training, as long as meaningful learning by students is encouraged.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Epidemiologia e planejamento: a recomposição das práticas epidemiológicas na gestão do SUS/ Epidemiology and planning: the recomposition of the epidemiological practices in management of SUS

Paim, Jairnilson Silva
2003-01-01

Resumo em português Com os objetivos de sistematizar os esforços para a utilização da epidemiologia nos serviços de saúde, descrever algumas propostas construídas no Brasil e discutir obstáculos e possibilidades de recomposição das práticas epidemiológicas no Sistema Único de Saúde (SUS), o ensaio apresenta elementos da crise da epidemiologia e analisa certos constrangimentos impostos ao desenvolvimento da racionalidade técnico-sanitária e à incorporação tecnológica do sab (mais) er epidemiológico na gestão em saúde. São identificados avanços e recuos desses processos durante a implementação do SUS e apresentadas algumas proposições para a construção coletiva de uma epidemiologia contra-hegemônica que contribua na constituição de sujeitos sociais comprometidos com uma prática sanitária que aposte na planificação e gestão de um sistema de saúde efetivo, democrático, humanizado e equânime. Resumo em inglês This paper has the aims of synthesizing some of the approaches related with the use of epidemiology in health services, of describing some proposals and of discussing the feasibility and obstacles for structuring epidemiological practices inside Unified Brazilian Health System (SUS). The essay describes some aspects of the epidemiology’s crisis and analysis some constraints to the use of epidemiological knowledge in health services management. The main achievements and t (mais) urn backs related to that issue, during the SUS implementation processes, are identified. Finally, some proposals related to the development of a counter hegemonic epidemiology are discussed looking forward the creation of a new public health practice based on planning and management of a effective, democratic, human and equitable health system.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Epidemiologia e planejamento: a recomposição das práticas epidemiológicas na gestão do SUS/ Epidemiology and planning: the recomposition of the epidemiological practices in management of SUS

Paim, Jairnilson Silva
2003-01-01

Resumo em português Com os objetivos de sistematizar os esforços para a utilização da epidemiologia nos serviços de saúde, descrever algumas propostas construídas no Brasil e discutir obstáculos e possibilidades de recomposição das práticas epidemiológicas no Sistema Único de Saúde (SUS), o ensaio apresenta elementos da crise da epidemiologia e analisa certos constrangimentos impostos ao desenvolvimento da racionalidade técnico-sanitária e à incorporação tecnológica do sab (mais) er epidemiológico na gestão em saúde. São identificados avanços e recuos desses processos durante a implementação do SUS e apresentadas algumas proposições para a construção coletiva de uma epidemiologia contra-hegemônica que contribua na constituição de sujeitos sociais comprometidos com uma prática sanitária que aposte na planificação e gestão de um sistema de saúde efetivo, democrático, humanizado e equânime. Resumo em inglês This paper has the aims of synthesizing some of the approaches related with the use of epidemiology in health services, of describing some proposals and of discussing the feasibility and obstacles for structuring epidemiological practices inside Unified Brazilian Health System (SUS). The essay describes some aspects of the epidemiology’s crisis and analysis some constraints to the use of epidemiological knowledge in health services management. The main achievements and t (mais) urn backs related to that issue, during the SUS implementation processes, are identified. Finally, some proposals related to the development of a counter hegemonic epidemiology are discussed looking forward the creation of a new public health practice based on planning and management of a effective, democratic, human and equitable health system.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Epidemiologia, Ciências Humanas e Sociais e a integração das ciências/ Epidemiology, Social and Human Sciences and integration of sciences/ Epidemiología, Ciencias Humanas y Sociales y la integración de las ciencias

Czeresnia, Dina
2008-12-01

Resumo em português O objetivo do artigo foi abordar o problema da integração entre epidemiologia e ciências humanas e sociais no contexto da integração das ciências. A epidemiologia, anteriormente ao surgimento da medicina moderna, apresentava uma cosmovisão que concebia processos de saúde e doença integrados a aspectos geográficos, históricos, econômicos e sociais. A dissociação que marcou seu desenvolvimento posterior foi decorrente das concepções de corpo e doença constr (mais) uídas pelas ciências da vida e medicina moderna. Para pensar a integração entre ciências humanas e sociais e epidemiologia, na sua ligação com a biologia, é necessário interrogar a cisão entre natureza e cultura, inscrita no desenvolvimento das ciências. O conceito de normatividade vital, proposto por Canguilhem, e a discussão de Bohr sobre as relações entre física atômica, biologia e unidade do conhecimento são tratados com a perspectiva de refletir sobre desafios contemporâneos da integração entre as ciências. Resumo em espanhol El objetivo del artículo fue abordar el problema de la integración entre epidemiología y ciencias humanas y sociales en el contexto de la integración de las ciencias. La epidemiología, anteriormente al surgimiento de la medicina moderna, presentaba una cosmovisión que concebía procesos de salud y enfermedad integrados a aspectos geográficos, históricos, económicos y sociales. La disociación que marcó su desarrollo posterior fue resultado de las concepciones de (mais) cuerpo y enfermedad construidas por las ciencias de la vida y medicina moderna. Para penar la integración entre ciencias humanas y sociales y epidemiología, en su relación con la biología, es necesario interrogar la ruptura entre naturaleza y cultura, inscrita en el desarrollo de las ciencias. El concepto de normatividad vital, propuesto por Canguilhem, y la discusión de Bohr sobre las relaciones entre física atómica, biología y unidad de conocimiento son tratados con la perspectiva de reflexionar sobre los desafíos contemporáneos de la integración entre las ciencias. Resumo em inglês The objective of the article was to broach the problem of integration between epidemiology and human and social sciences, within the context of integration of the sciences. Before the emergence of modern medicine, epidemiology held a worldview that conceived of health and disease processes as integrated with their geographic, historical, economic and social aspects. The dissociation that marked its subsequent development resulted from concepts of the body and disease that (mais) were constructed by the life sciences and modern medicine. To reflect on the integration between human and social sciences and epidemiology in relation to their connection with biology, the nature-culture divide inscribed in the development of the sciences needs to be questioned. The concept of normativity of life, proposed by Canguilhem, and the discussion by Bohr on the relationships between atomic physics, biology and unity of knowledge are dealt with from the perspective of reflecting on contemporary challenges for integration among the sciences.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Epidemiologia, Ciências Humanas e Sociais e a integração das ciências/ Epidemiology, Social and Human Sciences and integration of sciences/ Epidemiología, Ciencias Humanas y Sociales y la integración de las ciencias

Czeresnia, Dina
2008-12-01

Resumo em português O objetivo do artigo foi abordar o problema da integração entre epidemiologia e ciências humanas e sociais no contexto da integração das ciências. A epidemiologia, anteriormente ao surgimento da medicina moderna, apresentava uma cosmovisão que concebia processos de saúde e doença integrados a aspectos geográficos, históricos, econômicos e sociais. A dissociação que marcou seu desenvolvimento posterior foi decorrente das concepções de corpo e doença constr (mais) uídas pelas ciências da vida e medicina moderna. Para pensar a integração entre ciências humanas e sociais e epidemiologia, na sua ligação com a biologia, é necessário interrogar a cisão entre natureza e cultura, inscrita no desenvolvimento das ciências. O conceito de normatividade vital, proposto por Canguilhem, e a discussão de Bohr sobre as relações entre física atômica, biologia e unidade do conhecimento são tratados com a perspectiva de refletir sobre desafios contemporâneos da integração entre as ciências. Resumo em espanhol El objetivo del artículo fue abordar el problema de la integración entre epidemiología y ciencias humanas y sociales en el contexto de la integración de las ciencias. La epidemiología, anteriormente al surgimiento de la medicina moderna, presentaba una cosmovisión que concebía procesos de salud y enfermedad integrados a aspectos geográficos, históricos, económicos y sociales. La disociación que marcó su desarrollo posterior fue resultado de las concepciones de (mais) cuerpo y enfermedad construidas por las ciencias de la vida y medicina moderna. Para penar la integración entre ciencias humanas y sociales y epidemiología, en su relación con la biología, es necesario interrogar la ruptura entre naturaleza y cultura, inscrita en el desarrollo de las ciencias. El concepto de normatividad vital, propuesto por Canguilhem, y la discusión de Bohr sobre las relaciones entre física atómica, biología y unidad de conocimiento son tratados con la perspectiva de reflexionar sobre los desafíos contemporáneos de la integración entre las ciencias. Resumo em inglês The objective of the article was to broach the problem of integration between epidemiology and human and social sciences, within the context of integration of the sciences. Before the emergence of modern medicine, epidemiology held a worldview that conceived of health and disease processes as integrated with their geographic, historical, economic and social aspects. The dissociation that marked its subsequent development resulted from concepts of the body and disease that (mais) were constructed by the life sciences and modern medicine. To reflect on the integration between human and social sciences and epidemiology in relation to their connection with biology, the nature-culture divide inscribed in the development of the sciences needs to be questioned. The concept of normativity of life, proposed by Canguilhem, and the discussion by Bohr on the relationships between atomic physics, biology and unity of knowledge are dealt with from the perspective of reflecting on contemporary challenges for integration among the sciences.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Raça e epidemiologia: as estratégias para construção de diferenças biológicas/ Race and epidemiology: strategies to build on biological differences

Laguardia, Josué
2007-03-01

Resumo em português Nas controvérsias atuais sobre raça e diferença racial nos agravos à saúde, a epidemiologia é vista como detentora de autoridade para confirmar ou refutar a verdade científica dessas diferenças. Ao apontar as discussões sobre as limitações da epidemiologia dos fatores de risco, vertente hegemônica nas abordagens epidemiológicas, buscou-se destacar nesse artigo o caráter ideológico dos pressupostos causais e as estratégias epistemológicas que reiteram e re (mais) ificam as diferenças raciais na saúde com base no determinismo biológico e no reducionismo estatístico. O objetivo deste trabalho é destacar as possibilidades de contestação de algumas interpretações dos achados epidemiológicos sobre diferenças raciais na saúde, enfatizando os aspectos políticos e ideológicos da ciência e provendo os investigadores de argumentos que ajudem a superar o racialismo que permeia algumas hipóteses causais acerca da diversidade humana e doença. Resumo em inglês In the current controversies about race and racial differences in health, epidemiology is seen as the authority that confirms or refutes the scientific truth of these differences. Pointing out the current discussions about the limitations of risk factor epidemiology, hegemonic branch of the epidemiological approaches, it is the aim of this article to highlight the ideological character of the causal assumptions and epistemological strategies that restate and reify the rac (mais) ial differences in health based on biological determinism and statistical reductionism. The objective of this work is to highlight the possibilities of contestation of some interpretations about epidemiological findings on racial differences in health, emphasizing the political and ideological aspects of science and providing the investigators with arguments that can help to overcome the racialism that permeates certain causal hypothesis about human diversity and disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Raça e epidemiologia: as estratégias para construção de diferenças biológicas/ Race and epidemiology: strategies to build on biological differences

Laguardia, Josué
2007-03-01

Resumo em português Nas controvérsias atuais sobre raça e diferença racial nos agravos à saúde, a epidemiologia é vista como detentora de autoridade para confirmar ou refutar a verdade científica dessas diferenças. Ao apontar as discussões sobre as limitações da epidemiologia dos fatores de risco, vertente hegemônica nas abordagens epidemiológicas, buscou-se destacar nesse artigo o caráter ideológico dos pressupostos causais e as estratégias epistemológicas que reiteram e re (mais) ificam as diferenças raciais na saúde com base no determinismo biológico e no reducionismo estatístico. O objetivo deste trabalho é destacar as possibilidades de contestação de algumas interpretações dos achados epidemiológicos sobre diferenças raciais na saúde, enfatizando os aspectos políticos e ideológicos da ciência e provendo os investigadores de argumentos que ajudem a superar o racialismo que permeia algumas hipóteses causais acerca da diversidade humana e doença. Resumo em inglês In the current controversies about race and racial differences in health, epidemiology is seen as the authority that confirms or refutes the scientific truth of these differences. Pointing out the current discussions about the limitations of risk factor epidemiology, hegemonic branch of the epidemiological approaches, it is the aim of this article to highlight the ideological character of the causal assumptions and epistemological strategies that restate and reify the rac (mais) ial differences in health based on biological determinism and statistical reductionism. The objective of this work is to highlight the possibilities of contestation of some interpretations about epidemiological findings on racial differences in health, emphasizing the political and ideological aspects of science and providing the investigators with arguments that can help to overcome the racialism that permeates certain causal hypothesis about human diversity and disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Epidemiologia e Saúde Coletiva: tendências da produção epidemiológica brasileira quanto ao volume, indexação e áreas de investigação - 2001 a 2006/ Epidemiology and Public Health: tendencies of the Brazilian epidemiology production regarding volume, indexation and investigation areas - 2001 a 2006

Turci, Silvana Rubano Barretto; Guilam, Maria Cristina Rodrigues; Câmara, Maria Clara Coelho
2010-07-01

Resumo em português O presente artigo examina e interpreta as tendências da produção epidemiológica no Brasil, no contexto da Saúde Coletiva. Utilizou-se, como banco de dados, os Cadernos de Indicadores da Capes, no período de 2001 a 2006. Foram analisados 26 programas, sendo que os dez maiores tiveram sua produção bibliográfica em periódicos indexados examinada. Observou-se que a produção total de artigos epidemiológicos representou 40% da produção em Saúde Coletiva e 55% da (mais) produção em revistas internacionais, destacando-se Cadernos de Saúde Pública, Revista de Saúde Pública e Ciência & Saúde Coletiva. Os temas mais prevalentes foram nutrição em saúde pública, saúde materno-infantil e doenças infectocontagiosas, particularmente a aids. Saúde-trabalho-ambiente, saúde oral, violência e saúde do idoso vêm se consolidando como objeto de estudo da disciplina, enquanto estudos de meta-análise e geoprocessamento aparecem como ferramenta útil para os serviços de saúde. Conclui-se que há tendência de aumento da produção epidemiológica em publicações indexadas, abrangendo temáticas diversas e abarcando amplo espectro de aspectos relevantes para a política de saúde no país. Resumo em inglês This article examines and interprets the trends of epidemiological production in Brazil in the Public Health context. CAPES indicators from 2001 to 2006 were used as database. We analyzed 26 programs and select the 10 major ones to analyze their bibliographic production in indexed journals. It was observed that the total production of epidemiological articles accounted for 40% of production in Public Health and 55% of the production was published in international journals (mais) , especially Cadernos de Saúde Pública, Revista de Saúde Pública and Ciência & Saúde Coletiva. The most prevalent themes were public health nutrition, maternal and infant health and, infectious diseases, particularly AIDS. Environmental e worker's heath, oral health, violence and health of the elderly have been ratified as objects of study for the discipline, while meta-analysis and geoprocessing appear as a useful tool for health services. We conclude that the epidemiological production tends to increase in indexed publications, covering various topics and a wide spectrum of relevant issues to Brazilian health policy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Epidemiologia e Saúde Coletiva: tendências da produção epidemiológica brasileira quanto ao volume, indexação e áreas de investigação - 2001 a 2006/ Epidemiology and Public Health: tendencies of the Brazilian epidemiology production regarding volume, indexation and investigation areas - 2001 a 2006

Turci, Silvana Rubano Barretto; Guilam, Maria Cristina Rodrigues; Câmara, Maria Clara Coelho
2010-07-01

Resumo em português O presente artigo examina e interpreta as tendências da produção epidemiológica no Brasil, no contexto da Saúde Coletiva. Utilizou-se, como banco de dados, os Cadernos de Indicadores da Capes, no período de 2001 a 2006. Foram analisados 26 programas, sendo que os dez maiores tiveram sua produção bibliográfica em periódicos indexados examinada. Observou-se que a produção total de artigos epidemiológicos representou 40% da produção em Saúde Coletiva e 55% da (mais) produção em revistas internacionais, destacando-se Cadernos de Saúde Pública, Revista de Saúde Pública e Ciência & Saúde Coletiva. Os temas mais prevalentes foram nutrição em saúde pública, saúde materno-infantil e doenças infectocontagiosas, particularmente a aids. Saúde-trabalho-ambiente, saúde oral, violência e saúde do idoso vêm se consolidando como objeto de estudo da disciplina, enquanto estudos de meta-análise e geoprocessamento aparecem como ferramenta útil para os serviços de saúde. Conclui-se que há tendência de aumento da produção epidemiológica em publicações indexadas, abrangendo temáticas diversas e abarcando amplo espectro de aspectos relevantes para a política de saúde no país. Resumo em inglês This article examines and interprets the trends of epidemiological production in Brazil in the Public Health context. CAPES indicators from 2001 to 2006 were used as database. We analyzed 26 programs and select the 10 major ones to analyze their bibliographic production in indexed journals. It was observed that the total production of epidemiological articles accounted for 40% of production in Public Health and 55% of the production was published in international journals (mais) , especially Cadernos de Saúde Pública, Revista de Saúde Pública and Ciência & Saúde Coletiva. The most prevalent themes were public health nutrition, maternal and infant health and, infectious diseases, particularly AIDS. Environmental e worker's heath, oral health, violence and health of the elderly have been ratified as objects of study for the discipline, while meta-analysis and geoprocessing appear as a useful tool for health services. We conclude that the epidemiological production tends to increase in indexed publications, covering various topics and a wide spectrum of relevant issues to Brazilian health policy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

O futuro da epidemiologia genética de características complexas/ Future of genetic epidemiology in complex traits

Feitosa, Mary F.; Krieger, Henrique
2002-01-01

Resumo em português A epidemiologia genética evoluiu de um enfoque em estudos sobre doenças mendelianas raras para a análise genética de características complexas. Com o advento de informações sobre a completa seqüência de genes ao longo do genoma humano e de outros organismos, o interesse da epidemiologia genética em desvendar a natureza dos fatores que influenciam essas características se tornou primordial. São apresentados os principais métodos empregados no estudo de doença (mais) s complexas bem como suas principais vantagens e desvantagens. Discute-se a importância na determinação da amostra e o uso de fenótipos e marcadores genéticos apropriados. Como exemplo das estratégias citadas tomamos o estudo de índice de massa corporal (BMI) para ilustrar um fator genético principal localizado no cromossomo 7. Em uma discussão sobre tendências no estudo de ligação, embora reconhecendo que famílias e genealogias continuarão sendo o foco principal das amostras, discute-se alguns novos e eficientes tipos de amostragem (como por exemplo, controles não-relacionados) em que amostras de conjunto de DNA serão universalmente empregadas. O reconhecimento da heterogeneidade genética entre estudos e sua interpretação será uma das mais importantes características no futuro das análises de características complexas. Resumo em inglês Genetic epidemiology has advanced from its early focus on rare mendelian diseases to the genetic dissection of complex traits. With the advent of the complete genome map of humans and other organisms, more than ever genetic epidemiology has an important role in ascertaining the relative importance of genetic and environment causative factors of complex traits. The main methodology strategies (familial resemblance, segregation analysis, association and linkage analysis and (mais) meta-analysis) in the study of complex traits are outlined and its advantages and shortcomings are discussed. The importance of sampling and the use of appropriate phenotypes and genetic markers are stressed and an example on the study of BMI (Body Mass Index), showing the role of a major genetic factor located at chromosome 7 illustrates some of the above strategies. It is suggested that in the future, although recognizing that multiplex families will still be the mainstay of linkage studies, new and efficient types of sampling (unrelated controls, for instance) utilizing pooled DNA samples will be universally employed. The recognition of genetic heterogeneity between studies and its interpretation will be one of the proeminent features in the forthcoming complex traits studies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

O futuro da epidemiologia genética de características complexas/ Future of genetic epidemiology in complex traits

Feitosa, Mary F.; Krieger, Henrique
2002-01-01

Resumo em português A epidemiologia genética evoluiu de um enfoque em estudos sobre doenças mendelianas raras para a análise genética de características complexas. Com o advento de informações sobre a completa seqüência de genes ao longo do genoma humano e de outros organismos, o interesse da epidemiologia genética em desvendar a natureza dos fatores que influenciam essas características se tornou primordial. São apresentados os principais métodos empregados no estudo de doença (mais) s complexas bem como suas principais vantagens e desvantagens. Discute-se a importância na determinação da amostra e o uso de fenótipos e marcadores genéticos apropriados. Como exemplo das estratégias citadas tomamos o estudo de índice de massa corporal (BMI) para ilustrar um fator genético principal localizado no cromossomo 7. Em uma discussão sobre tendências no estudo de ligação, embora reconhecendo que famílias e genealogias continuarão sendo o foco principal das amostras, discute-se alguns novos e eficientes tipos de amostragem (como por exemplo, controles não-relacionados) em que amostras de conjunto de DNA serão universalmente empregadas. O reconhecimento da heterogeneidade genética entre estudos e sua interpretação será uma das mais importantes características no futuro das análises de características complexas. Resumo em inglês Genetic epidemiology has advanced from its early focus on rare mendelian diseases to the genetic dissection of complex traits. With the advent of the complete genome map of humans and other organisms, more than ever genetic epidemiology has an important role in ascertaining the relative importance of genetic and environment causative factors of complex traits. The main methodology strategies (familial resemblance, segregation analysis, association and linkage analysis and (mais) meta-analysis) in the study of complex traits are outlined and its advantages and shortcomings are discussed. The importance of sampling and the use of appropriate phenotypes and genetic markers are stressed and an example on the study of BMI (Body Mass Index), showing the role of a major genetic factor located at chromosome 7 illustrates some of the above strategies. It is suggested that in the future, although recognizing that multiplex families will still be the mainstay of linkage studies, new and efficient types of sampling (unrelated controls, for instance) utilizing pooled DNA samples will be universally employed. The recognition of genetic heterogeneity between studies and its interpretation will be one of the proeminent features in the forthcoming complex traits studies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Causalidade e epidemiologia/ Causality and epidemiology

Barata, Rita Barradas
1997-06-01

Resumo em português Este texto trata da questão da causalidade em epidemiologia. Começa com um breve retrospecto histórico para recuperar os diversos sentidos dados ao conceito pelos principais filósofos ocidentais. Em seguida, considera as raízes históricas da epidemiologia enquanto disciplina científica e as transformações que o conceito de causa sofreu em seu âmbito. Estabelecidas essas premissas, analisa-se o desenvolvimento da epidemiologia no século XX e a crise de paradigma (mais) que enfrenta na atualidade. Como saídas para a crise, no que se refere à questão da causalidade, examina três alternativas: a epidemiologia social, a crítica popperiana a os aportes da biologia molecular. Finalmente, comenta a necessiclade de uma nova teoria epidemiológica construída a partir da teoria da complexidade. Resumo em inglês In examining the issue of causality whithin epidemiology, the text begins with a brief historical overview that reclaims the different meanings which the West's main philosophers have lent to this concept. It next delves into the historical roots of epidemiology as a scientific discipline and the transformations the concept of cause has undergone to within this realm. With these presuppositions in place, the text goes on to analyse the 20th century development of epidemio (mais) logy and the crisis ít currently faces in terms of paradigm. Three alternatives are explored as ways out of this crisis: social epidemiology, Popperian criticism and the contributions of molecular biology. Lastly, the tent discusses the need for a new epidemiological theory grounded on the theory of complexity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Promoção da saúde, epidemiologia social e capital social: inter-relações e perspectivas para a saúde pública/ Health promotion, social epidemiology, and social capital: associations and perspectives for public health

Souza, Elza Maria de; Grundy, Emily
2004-10-01

Resumo em português A idéia de promover saúde antecede o uso explícito do termo. No entanto, a incorporação dessa idéia e da prática no campo da saúde pública foi influenciado especialmente pela reforma de saúde iniciada no Canadá, em 1974, a qual refletiu os anseios de muitos outros preocupados com influência do meio físico e social na saúde. Essa reforma serviu de base para o lançamento de várias conferências desencadeados pela Organização Mundial da Saúde, começando p (mais) ela de Alma Ata em 1977, e seguida pela Conferência de Ottawa, da qual resultou o primeiro documento internacional em promoção de saúde: a Carta de Ottawa. Embora promoção da saúde esteja presente em uma grande e variada literatura, seu conceito ainda não é bem entendido e sua prática dificultada. Parece que a importância dessas conferências tem servido para não deixar fenecer a idéia de eqüidade em saúde, uma vez que os esforços para reduzir a distância entre retórica e prática continuam longe de ser alcançados. Entretanto, o crescimento da epidemiologia social associado ao conceito de capital social para saúde podem complementar os preceitos da epidemiologia tradicional e, conseqüentemente, contribuir para a efetivação do modelo estruturalista para a promoção da saúde. O propósito desse artigo é elucidar esses conceitos e descrever o papel que eles desempenham no campo da saúde pública a fim de estimular debates futuros. Resumo em inglês The idea of health promotion predates the use of the actual term. However, the incorporation of this idea and the practice of health promotion were influenced by the Canadian health reform movement, which echoed the voices of many others who were concerned with the influence of the physical and social environment on health. This provided the basis for the World Health Organization to launch a series of conferences beginning with the Alma Ata Conference in 1977 and followe (mais) d by the Ottawa Conference, from which resulted the first international document on health promotion, known as the Ottawa Charter. Although health promotion has been the subject of a wide range of studies, the concept is still not well understood and its explicit practice is limited. Health conferences have been important for keeping the notion of equity in health alive, while the gap between the rhetoric of these conferences and practice remains to be bridged. However, the rise of social epidemiology and the development of the concept of social capital for health could bring new insights into traditional epidemiology in order to narrow this gap. The purpose of this paper is to elucidate these concepts and to describe the roles they play in public health in order to stimulate further debate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Promoção da saúde, epidemiologia social e capital social: inter-relações e perspectivas para a saúde pública/ Health promotion, social epidemiology, and social capital: associations and perspectives for public health

Souza, Elza Maria de; Grundy, Emily
2004-10-01

Resumo em português A idéia de promover saúde antecede o uso explícito do termo. No entanto, a incorporação dessa idéia e da prática no campo da saúde pública foi influenciado especialmente pela reforma de saúde iniciada no Canadá, em 1974, a qual refletiu os anseios de muitos outros preocupados com influência do meio físico e social na saúde. Essa reforma serviu de base para o lançamento de várias conferências desencadeados pela Organização Mundial da Saúde, começando p (mais) ela de Alma Ata em 1977, e seguida pela Conferência de Ottawa, da qual resultou o primeiro documento internacional em promoção de saúde: a Carta de Ottawa. Embora promoção da saúde esteja presente em uma grande e variada literatura, seu conceito ainda não é bem entendido e sua prática dificultada. Parece que a importância dessas conferências tem servido para não deixar fenecer a idéia de eqüidade em saúde, uma vez que os esforços para reduzir a distância entre retórica e prática continuam longe de ser alcançados. Entretanto, o crescimento da epidemiologia social associado ao conceito de capital social para saúde podem complementar os preceitos da epidemiologia tradicional e, conseqüentemente, contribuir para a efetivação do modelo estruturalista para a promoção da saúde. O propósito desse artigo é elucidar esses conceitos e descrever o papel que eles desempenham no campo da saúde pública a fim de estimular debates futuros. Resumo em inglês The idea of health promotion predates the use of the actual term. However, the incorporation of this idea and the practice of health promotion were influenced by the Canadian health reform movement, which echoed the voices of many others who were concerned with the influence of the physical and social environment on health. This provided the basis for the World Health Organization to launch a series of conferences beginning with the Alma Ata Conference in 1977 and followe (mais) d by the Ottawa Conference, from which resulted the first international document on health promotion, known as the Ottawa Charter. Although health promotion has been the subject of a wide range of studies, the concept is still not well understood and its explicit practice is limited. Health conferences have been important for keeping the notion of equity in health alive, while the gap between the rhetoric of these conferences and practice remains to be bridged. However, the rise of social epidemiology and the development of the concept of social capital for health could bring new insights into traditional epidemiology in order to narrow this gap. The purpose of this paper is to elucidate these concepts and to describe the roles they play in public health in order to stimulate further debate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Integração entre epidemiologia e antropologia/ The integration of epidemiology and anthropology

Gadelha, Angela Maria Jourdan; Coimbra Jr., Carlos E. A.; Stotz, Eduardo Navarro; Castiel, Luís David; Hartz, Zulmira de Araújo; Czeresnia, Dina
2000-02-01

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Pesquisa avaliativa e epidemiologia: movimentos e síntese no processo de avaliação de programas de saúde/ Evaluative research and epidemiology: trends and synthesis in the health programs evaluation process

Matida, Álvaro Hideyoshi; Camacho, Luiz Antônio Bastos
2004-02-01

Resumo em português Este artigo enfoca alguns antecedentes da avaliação de programas de saúde e aponta a diversidade de teorias e métodos que informam o campo. Com o objetivo de fornecer subsídios para pesquisas avaliativas em HIV/AIDS, discutem-se alguns pressupostos clássicos da epidemiologia, em especial da teoria de inferência causal e seus limites na abordagem de enfermidades infecciosas. Argumenta-se que os debates recentes acerca da lógica e aplicabilidade dos estudos de tipo (mais) ecológico marcam interesses convergentes entre a epidemiologia e a pesquisa avaliativa, preocupada na incorporação de variáveis contextuais nos modelos de análise. Explicitam-se preceitos e tipologias da pesquisa avaliativa contemporânea com vistas à defesa de um modelo de análise de processos de saúde-doença na perspectiva da avaliação de ações e programas. Por fim, sublinham-se os propósitos comuns e movimentos convergentes da epidemiologia e da pesquisa avaliativa, que servem de referência à discussão sobre os limites e potencialidades do modelo proposto. Resumo em inglês This article focuses on antecedents in the evaluation of health programs and highlights the diversity of theories and methods applied to the field. In order to provide support for evaluative research in HIV/AIDS, the article discusses several classical principles in epidemiology, particularly the theory of causal inference and its limits for approaching infectious diseases. The article contends that recent debates concerning the logic and applicability of ecological studi (mais) es establish convergent interests between epidemiology and evaluative research, concerned with incorporating contextual variables into the analytical models. The principles and typologies of contemporary evaluative research are explained with a view towards defending an analytical model for health-disease processes from the perspective of evaluating actions and programs. The article concludes by highlighting common proposals and convergent trends in epidemiology and evaluative research, serving as the framework for discussion on the limits and potentialities of the proposed model.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Pesquisa avaliativa e epidemiologia: movimentos e síntese no processo de avaliação de programas de saúde/ Evaluative research and epidemiology: trends and synthesis in the health programs evaluation process

Matida, Álvaro Hideyoshi; Camacho, Luiz Antônio Bastos
2004-02-01

Resumo em português Este artigo enfoca alguns antecedentes da avaliação de programas de saúde e aponta a diversidade de teorias e métodos que informam o campo. Com o objetivo de fornecer subsídios para pesquisas avaliativas em HIV/AIDS, discutem-se alguns pressupostos clássicos da epidemiologia, em especial da teoria de inferência causal e seus limites na abordagem de enfermidades infecciosas. Argumenta-se que os debates recentes acerca da lógica e aplicabilidade dos estudos de tipo (mais) ecológico marcam interesses convergentes entre a epidemiologia e a pesquisa avaliativa, preocupada na incorporação de variáveis contextuais nos modelos de análise. Explicitam-se preceitos e tipologias da pesquisa avaliativa contemporânea com vistas à defesa de um modelo de análise de processos de saúde-doença na perspectiva da avaliação de ações e programas. Por fim, sublinham-se os propósitos comuns e movimentos convergentes da epidemiologia e da pesquisa avaliativa, que servem de referência à discussão sobre os limites e potencialidades do modelo proposto. Resumo em inglês This article focuses on antecedents in the evaluation of health programs and highlights the diversity of theories and methods applied to the field. In order to provide support for evaluative research in HIV/AIDS, the article discusses several classical principles in epidemiology, particularly the theory of causal inference and its limits for approaching infectious diseases. The article contends that recent debates concerning the logic and applicability of ecological studi (mais) es establish convergent interests between epidemiology and evaluative research, concerned with incorporating contextual variables into the analytical models. The principles and typologies of contemporary evaluative research are explained with a view towards defending an analytical model for health-disease processes from the perspective of evaluating actions and programs. The article concludes by highlighting common proposals and convergent trends in epidemiology and evaluative research, serving as the framework for discussion on the limits and potentialities of the proposed model.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Serviços de saúde: epidemiologia, pesquisa e avaliação/ Epidemiology, research, and health services evaluation

Santos, Iná S. dos; Victora, Cesar G.
2004-01-01

Resumo em português A pesquisa epidemiológica na área de serviços de saúde envolve geralmente a experimentação da eficácia de novos programas ou estratégias e a avaliação da qualidade dos serviços de saúde. Repetindo o modelo da medicina baseada em evidência, que floresceu na área clínica, as avaliações de efetividade de programas de saúde pública têm proposto e empregado, preferentemente, estudos randomizados, como forma de garantir um padrão científico de credibilidad (mais) e nos resultados. Uma nova tendência entre os intelectuais da epidemiologia aplicada aos serviços de saúde questiona essa premissa e propõe que os estudos randomizados sejam adaptados, para compreender a ampla cadeia causal que vincula a implementação de um programa a um determinado indicador de impacto. Outros desenhos, em níveis diferentes de inferência causal, mas suficientemente rigorosos para que seus resultados sejam confiáveis, são também propostos. Resumo em inglês Health services epidemiological research generally involves testing the efficacy of new programs or strategies and the evaluation of health services quality. Repeating the evidence-based medicine model that has flourished in the clinical field, evaluations of public health programs' effectiveness has preferentially proposed and employed randomized studies as a way of guaranteeing a scientific standard of credibility in the results. A new trend among researchers of epidemi (mais) ology applied to health services has challenged this premise and proposes that randomized studies be adapted to encompass the broad causal chain linking the implementation of programs to a given impact indicator. Others designs are proposed at different levels of causal inference, but sufficiently rigorous for their results to be reliable.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Serviços de saúde: epidemiologia, pesquisa e avaliação/ Epidemiology, research, and health services evaluation

Santos, Iná S. dos; Victora, Cesar G.
2004-01-01

Resumo em português A pesquisa epidemiológica na área de serviços de saúde envolve geralmente a experimentação da eficácia de novos programas ou estratégias e a avaliação da qualidade dos serviços de saúde. Repetindo o modelo da medicina baseada em evidência, que floresceu na área clínica, as avaliações de efetividade de programas de saúde pública têm proposto e empregado, preferentemente, estudos randomizados, como forma de garantir um padrão científico de credibilidad (mais) e nos resultados. Uma nova tendência entre os intelectuais da epidemiologia aplicada aos serviços de saúde questiona essa premissa e propõe que os estudos randomizados sejam adaptados, para compreender a ampla cadeia causal que vincula a implementação de um programa a um determinado indicador de impacto. Outros desenhos, em níveis diferentes de inferência causal, mas suficientemente rigorosos para que seus resultados sejam confiáveis, são também propostos. Resumo em inglês Health services epidemiological research generally involves testing the efficacy of new programs or strategies and the evaluation of health services quality. Repeating the evidence-based medicine model that has flourished in the clinical field, evaluations of public health programs' effectiveness has preferentially proposed and employed randomized studies as a way of guaranteeing a scientific standard of credibility in the results. A new trend among researchers of epidemi (mais) ology applied to health services has challenged this premise and proposes that randomized studies be adapted to encompass the broad causal chain linking the implementation of programs to a given impact indicator. Others designs are proposed at different levels of causal inference, but sufficiently rigorous for their results to be reliable.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Conceitos básicos de epidemiologia e estatística para a leitura de ensaios clínicos controlados/ Basic concepts in epidemiology and statistics for reading controlled clinical trials

Coutinho, Evandro Silva Freire; Cunha, Geraldo Marcelo da
2005-06-01

Resumo em português Os autores apresentam conceitos básicos de epidemiologia e de estatística necessários para a compreensão adequada do desenho e dos resultados de ensaios clínicos controlados. No texto apresentam-se, através de exemplos, os conceitos de medidas de associação e de efeito, teste de significância estatística, p-valor, intervalo de confiança e poder do estudo, e discutem-se os erros mais comuns em suas interpretações. Resumo em inglês The authors present the basic concepts in epidemiology and statistics needed for understanding properly the design and results of controlled clinical trials. Through a set of examples, the concepts of measures of association and effect, statistical significance tests, p-value, confidence interval and statistical power are presented and common their misinterpretations are discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

A institucionalização da epidemiologia como disciplina na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro/ The institutionalization of epidemiology as a subject at Rio de Janeiro Federal University Medical School

Torres, Carlos Henrique Duarte Alves; Czeresnia, Dina
2003-08-01

Resumo em português Este trabalho teve o objetivo de estudar o ensino de epidemiologia nos cursos de graduação em medicina. Foi feita uma revisão da literatura para analisar a constituição da epidemiologia como disciplina científica e suas relações com a medicina e com o ensino médico na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Examinamos regimentos internos, catálogos do curso, programas das disciplinas. e entrevistamos professores. Concluimos que a (mais) aplicação da epidemiologia cresceu a partir do final da década de 1980, quando seu ensino começou a ser mais valorizado. Entre as disciplinas da área de saúde coletiva, a epidemiologia e a estatística apresentaram o maior crescimento. Resumo em inglês This article aimed at studying the teaching of epidemiology in medical school undergraduate courses. Medical books have been analyzed in order to understand the constitution of epidemiology as a scientific subject, as well as its relations with medical science and secondary school teaching. The introduction and development of the subject in UFRJ Medical School were studied through the analysis of internal regulations, courses brochures and programs. Professors were interv (mais) iewed. The analysis revealed that epidemiology concepts spread to health services and practice, as well as to medical research. At UFRJ Medical School, starting at the end of the 1980's, epidemiology teaching began to be emphasized and valued. That was the time when collective health began to develop. Among collective health subjects, both epidemiology and statistics developed the most.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

O conceito de espaço em epidemiologia: uma interpretação histórica e epistemológica/ The concept of space in epidemiology: a historical and epistemological interpretation

Czeresnia, Dina; Ribeiro, Adriana Maria
2000-09-01

Resumo em português Este trabalho apresenta uma interpretação a respeito da utilização do conceito de espaço em epidemiologia. Destaca que o que orienta epistemologicamente a concepção do espaço em epidemiologia é a teoria da doença, assinalando a importância do conceito de transmissão de agentes específicos como estrutura nuclear da apreensão da relação entre espaço e corpo. A caracterização do espaço de circulação de agentes etiológicos das doenças foi a base episte (mais) mológica que configurou a utilização de sucessivos desenvolvimentos teóricos da geografia, possibilitando a construção das diferentes vertentes explicativas do conceito de espaço. O artigo analisa especificamente a produção da vertente latino-americana, revisando os principais autores que orientam esses estudos, como Pavlovsky, Max Sorre e Samuel Pessoa. Ressalta o pensamento de Milton Santos como referência fundamental das pesquisas mais recentes acerca da organização social do espaço e emergência ou prevalência de doenças. Aborda, ainda, transformações contemporâneas na apreensão do espaço e seus reflexos nos estudos epidemiológicos. Resumo em inglês This study provides an interpretation of the concept of space in epidemiology. The authors highlight that the epistemological orientation of the space concept in epidemiology is the theory of disease, emphasizing the importance of the concept of specific etiologic agents and their transmission as the central structure for grasping the relationship between space and the body. Characterization of the space for circulation of etiologic agents was the epistemological base sha (mais) ping the use of various theoretical developments in geography, allowing for the construction of different explanatory watersheds in the concept of space. The article specifically analyzes the Latin American watershed, reviewing the main authors orienting these studies, like Pavlovsky, Max Sorre, and Samuel Pessoa. The authors highlight Milton Santos' thinking as a fundamental reference in recent research on the social organization of space and disease emergence or prevalence. The authors also approach contemporary changes in the understanding of space as they are reflected in epidemiological studies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Sibilância no lactente: epidemiologia, investigação e tratamento/ Wheezing in infancy: epidemiology, investigation, and treatment

Chong Neto, Herberto José; Rosário, Nelson Augusto
2010-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Realizar revisão de aspectos epidemiológicos, de investigação e tratamento da sibilância em lactentes. FONTES DOS DADOS: Foram avaliados os estudos disponíveis na base de dados MEDLINE utilizando os descritores "sibilosc, "lactentes", "diagnóstico", "tratamento" e "crianças", e estudos encontrados com a ferramenta Google utilizando o tema "Estudio Internacional de Sibilancias en Lactantes". SÍNTESE DOS DADOS: Foi observada globalmente grande variabilida (mais) de na prevalência de sibilância em lactentes. Os fatores associados à sibilância na infância diferem entre os centros. O tratamento de lactentes sibilantes ainda é controverso e depende de diagnóstico preciso. A história clínica e o exame físico são fundamentais para o diagnóstico. CONCLUSÕES: A padronização de método pode demonstrar dados relevantes sobre a epidemiologia e o tratamento da sibilância em nosso país para comparação entre os centros envolvidos. Resumo em inglês OBJECTIVE: To perform a review of the epidemiological aspects of investigating and treating wheezing in infants. SOURCES: A search was run on MEDLINE using the keywords "wheezing," "infants," "diagnosis," "treatment," and "children," and Google was also used to search for "Estudio Internacional de Sibilancias en Lactantes." SUMMARY OF THE FINDINGS: The prevalence of wheezing in infants varies greatly around the world. The factors associated with wheezing in infants are di (mais) fferent at different research centers. Treatment of wheezing infants is still controversial and is dependent on a precise diagnosis. Clinical history and physical examination are fundamental to diagnosis. CONCLUSIONS: A standardized method could reveal data of relevance to the epidemiology and treatment of wheezing in Brazil and allow comparisons between different participating centers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

O conceito de espaço na epidemiologia das doenças infecciosas/ The concept of space in infectious disease epidemiology

Silva, Luiz Jacintho da
1997-10-01

Resumo em português Análise teórica da utilização do conceito de espaço na epidemiologia das doenças infecciosas. Faz-se uma breve retrospectiva do uso de diferentes conceituações de espaço e de suas implicações. Ênfase é dada à teoria dos focos naturais de Pavlovsky e às interações entre a epidemiologia e a geografia. O problema atual das infecções emergentes é visto como determinante da necessidade de se intensificarem as discussões sobre este conceito na epidemiologia das doenças infecciosas. Resumo em inglês This article analyzes how space is employed in infectious disease epidemiology, with a brief retrospective of the various definitions of space and its implications. Emphasis is given to the theory of natural foci of infectious diseases formulated by Pavlovsky and the interactions of epidemiology and geography.The current problem posed by emerging infections is seen as a determinant of the need for further discussion on the concept of space in infectious disease epidemiology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

O conceito de espaço na epidemiologia das doenças infecciosas/ The concept of space in infectious disease epidemiology

Silva, Luiz Jacintho da
1997-10-01

Resumo em português Análise teórica da utilização do conceito de espaço na epidemiologia das doenças infecciosas. Faz-se uma breve retrospectiva do uso de diferentes conceituações de espaço e de suas implicações. Ênfase é dada à teoria dos focos naturais de Pavlovsky e às interações entre a epidemiologia e a geografia. O problema atual das infecções emergentes é visto como determinante da necessidade de se intensificarem as discussões sobre este conceito na epidemiologia das doenças infecciosas. Resumo em inglês This article analyzes how space is employed in infectious disease epidemiology, with a brief retrospective of the various definitions of space and its implications. Emphasis is given to the theory of natural foci of infectious diseases formulated by Pavlovsky and the interactions of epidemiology and geography.The current problem posed by emerging infections is seen as a determinant of the need for further discussion on the concept of space in infectious disease epidemiology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

O indivíduo, o sujeito e a epidemiologia/ Individual, subject and epidemiology

Brant, Luiz Carlos
2001-01-01

Resumo em português Este artigo visa demonstrar a necessidade de inclusão do construto teórico do sujeito de desejo no âmbito da epidemiologia atual, o que deve operar nesta uma transformação radical em seu modelo metodológico e ampliação de seu objetivo para além de instrumento estatístico coadjuvante da saúde pública e da prática clínica. Afirma a psicanálise como instrumento teórico privilegiado, capaz de oferecer contribuições significativas a esse processo. Nesse senti (mais) do, contextualiza social, epistemológica e ideologicamente o percurso do indivíduo e do sujeito que vai da filosofia cartesiana ao nascimento da epidemiologia e da psicanálise, no século XIX. Propõe que a epidemiologia deve, ainda, incorporar ao seu objeto seres-em-grupo-em-comunidade - as novas formas de viver na contemporaneidade, ultrapassando assim os conceitos de "populações humanas específicas", "doente" e "não-doente". Resumo em inglês Individual, subject and epidemiology tries to maintain the thesis about the necessity of including the subject as a category of thought in the field of the actual epidemiology and signs psychoanalysis as a science able to offer meaningful contributions for this enterprise. Contextualizes social, epistemological and ideologically the course of individual and subject since Descartes`Philosophy till the birth of epidemiology and psychoanalysis, in the 19th century. Affirms t (mais) hat epidemiology must operate a radical transformation in its theoretical and methodological model and cease to be a statistical and assistant instrument for public health and for medical practice. It must, also, incorporate to its object of attention - human beings in-group - the new ways of living contemporaneously, exceeding the "specific human populations", "sick" and "non-sick" concepts.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

O indivíduo, o sujeito e a epidemiologia/ Individual, subject and epidemiology

Brant, Luiz Carlos
2001-01-01

Resumo em português Este artigo visa demonstrar a necessidade de inclusão do construto teórico do sujeito de desejo no âmbito da epidemiologia atual, o que deve operar nesta uma transformação radical em seu modelo metodológico e ampliação de seu objetivo para além de instrumento estatístico coadjuvante da saúde pública e da prática clínica. Afirma a psicanálise como instrumento teórico privilegiado, capaz de oferecer contribuições significativas a esse processo. Nesse senti (mais) do, contextualiza social, epistemológica e ideologicamente o percurso do indivíduo e do sujeito que vai da filosofia cartesiana ao nascimento da epidemiologia e da psicanálise, no século XIX. Propõe que a epidemiologia deve, ainda, incorporar ao seu objeto seres-em-grupo-em-comunidade - as novas formas de viver na contemporaneidade, ultrapassando assim os conceitos de "populações humanas específicas", "doente" e "não-doente". Resumo em inglês Individual, subject and epidemiology tries to maintain the thesis about the necessity of including the subject as a category of thought in the field of the actual epidemiology and signs psychoanalysis as a science able to offer meaningful contributions for this enterprise. Contextualizes social, epistemological and ideologically the course of individual and subject since Descartes`Philosophy till the birth of epidemiology and psychoanalysis, in the 19th century. Affirms t (mais) hat epidemiology must operate a radical transformation in its theoretical and methodological model and cease to be a statistical and assistant instrument for public health and for medical practice. It must, also, incorporate to its object of attention - human beings in-group - the new ways of living contemporaneously, exceeding the "specific human populations", "sick" and "non-sick" concepts.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Geografia da Fome: clínica de paisagens ou epidemiologia crítica?/ The Geography of Hunger: clinical interpretation of landscapes or critical epidemiology?

Melo Filho, Djalma Agripino de
2008-11-01

Resumo em português Procede-se a uma releitura da Geografia da Fome, de Josué de Castro, na perspectiva da convergência de três saberes: geografia, clínica e epidemiologia. Embora haja uma fixidez nos procedimentos metodológicos, observam-se múltiplas configurações de objetos e um arcabouço teórico transdisciplinar para explicar o fenômeno da fome. Resumo em inglês This article provides a new interpretation of Geografia da Fome [The Geography of Hunger], by Josué de Castro, focusing on the convergence of three fields of knowledge: geography, clinical science, and epidemiology. Although there is a certain commonality in the methodological procedures, the book offers multiple configurations of objects and a cross-disciplinary theoretical framework for explaining the phenomenon of hunger.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Geografia da Fome: clínica de paisagens ou epidemiologia crítica?/ The Geography of Hunger: clinical interpretation of landscapes or critical epidemiology?

Melo Filho, Djalma Agripino de
2008-11-01

Resumo em português Procede-se a uma releitura da Geografia da Fome, de Josué de Castro, na perspectiva da convergência de três saberes: geografia, clínica e epidemiologia. Embora haja uma fixidez nos procedimentos metodológicos, observam-se múltiplas configurações de objetos e um arcabouço teórico transdisciplinar para explicar o fenômeno da fome. Resumo em inglês This article provides a new interpretation of Geografia da Fome [The Geography of Hunger], by Josué de Castro, focusing on the convergence of three fields of knowledge: geography, clinical science, and epidemiology. Although there is a certain commonality in the methodological procedures, the book offers multiple configurations of objects and a cross-disciplinary theoretical framework for explaining the phenomenon of hunger.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Tributo a Manoel da Gama Lobo (1835-1883), pioneiro na epidemiologia da deficiência de vitamina A no Brasil/ A tribute to Manoel da Gama Lobo (1835-1883), pioneer in the epidemiology of vitamin A deficiency in Brazil

Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de; Santos, Leonor Maria Pacheco
2007-12-01

Resumo em português Analisa a contribuição do médico paraense Manoel da Gama Lobo à história da epidemiologia da deficiência de vitamina A no Brasil. Tem como foco central de investigação a obra "Da oftalmia brasiliana", publicada originalmente em 1865. A trajetória acadêmica de Gama Lobo, particularmente essa obra, nos leva a identificar estreitos laços de comunhão entre o cientista e o grupo de médicos da Escola de Medicina Tropicalista Baiana. Embora não se possa creditar a (mais) Gama Lobo uma possível filiação às idéias do movimento abolicionista, algumas das passagens de "Da oftalmia brasiliana" indicam que esse cientista foi, no mínimo, um defensor do direito humano à alimentação para os escravos brasileiros. Resumo em inglês This analysis of the contributions of Manoel da Gama Lobo (physician born in Pará), to the epidemiology of vitamin A deficiency in Brazil focuses primarily on "Da oftalmia brasiliana" [On Brazilian ophthalmia], originally published in 1865. An analysis of Gama Lobo's academic trajectory, and especially of this work, points up the tight ties between the scientist and doctors within the Escola de Medicina Tropicalista Baiana. Although one cannot claim that Gama Lobo was a (mais) proponent of the ideas of the abolitionist movement, some passages of "Da oftalmia brasiliana" lead us to recognize this scientist at the very least as an advocate of Brazilian slaves' human right to food.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Velocidade/aceleração temporal e infecções emergentes: epidemiologia e tempo social/ Speed/temporal acceleration and emerging infections: epidemiology and social time

Sevalho, Gil
1996-10-01

Resumo em português O texto é uma abordagem sobre epidemiologia e tempo social, tendo como objetivo argumentar sobre a importância do ponto de vista do tempo para a epidemiologia. O tempo é um elemento pouco refletido teoricamente pela disciplina, embora participe de seus conceitos principais. Com a utilização de aportes da história e da geografia, são apresentadas notas históricas sobre o tempo social imposto pelo capitalismo globalizado e suas implicações na saúde das populaçõ (mais) es humanas. A velocidade/ aceleração temporal das sociedades contemporâneas e suas relações com as infecções emergentes é discutida. Ao final, são desenvolvidas algumas considerações críticas sobre os conceitos de tempo social e um provável tempo epidemiológico. Resumo em inglês In an examination of epidemiology and social time, this paper argues that the time perspective should he an important consideration within epidemiology. 'Time' is an element to which this field devotes little theoretical attention, although it is present as a pan of epidemiology's main concepts. Drawing from history and geography, the text offers historical notes on social time as imposed by globalized capitalism and its implications regarding the health of human populati (mais) ons. The speed/temporal acceleration of contemporary societies and their relationships to emerging infections is discussed. Lastly, the paper presents some critical considerations regarding the concepts of social time and of a probable epidemio logical time.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

A relação entre o espaço e a saúde bucal coletiva: por uma epidemiologia georreferenciada/ The relation between space and collective oral health: for a georeferenced epidemiology

Moreira, Rafael da Silveira; Nico, Lucélia Silva; Tomita, Nilce Emy
2007-03-01

Resumo em português A importância do meio-ambiente sobre a saúde das pessoas é uma preocupação antiga do ser humano. Dos textos hipocráticos aos dias de hoje, o conceito de espaço permitiu e permite diferentes representações e formas de apreensão. Superando a concepção natural do espaço apenas como um ambiente inerte e passivo, a visão de um espaço geográfico socialmente construído, tanto como um receptor dos processos sociais quanto como o próprio ativador destes processos (mais) , torna-se cada vez mais relevante na compreensão dos fenômenos envolvidos no processo saúde-doença. Neste sentido, a epidemiologia se apresenta como um referencial privilegiado na articulação entre os elementos lugar-tempo-pessoas. Este ensaio reflexivo busca explorar as relações estabelecidas entre o espaço (social e geográfico) e a Saúde Bucal Coletiva, destacando o papel do território na reprodução das iniqüidades em saúde e a necessidade do desenvolvimento de pesquisas que abordem o espaço como elemento constitutivo do processo saúde-doença bucal. Aproximando-se do que poderia ser chamado de uma epidemiologia georreferenciada, a expressão espacial dos eventos de saúde-doença bucal e dos atores envolvidos neste processo fortalece a importância do território (e suas várias significações) para a Saúde Bucal Coletiva. Resumo em inglês The influence of the environment on health is an ancient human concern. From the Hippocratic texts to today, the concept of space permitted and still permits different representations and forms of perception. Overcoming the natural conception of space as only an inert and passive environment, the idea of a socially constructed geographic space, both as a receiver of social processes as much as being its own activator in these processes, becomes ever more relevant in the c (mais) omprehension of phenomena involved in the health-disease process. In this sense, epidemiology is presented as a privileged reference point in the articulation of place-time-people elements. This reflexive investigation seeks to explore the relations established between space (social and geographical) and Collective Oral Health, emphasizing the role of territory in the reproduction of iniquities in health and the necessity of developing studies that approach space as a constitutive element in the oral health-disease process. In what could be termed a georeferenced epidemiology, the spatial expression of events of oral health-disease and of the actors involved in this process strengthens the importance of territory (and its various significations) to Collective Oral Health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

A relação entre o espaço e a saúde bucal coletiva: por uma epidemiologia georreferenciada/ The relation between space and collective oral health: for a georeferenced epidemiology

Moreira, Rafael da Silveira; Nico, Lucélia Silva; Tomita, Nilce Emy
2007-03-01

Resumo em português A importância do meio-ambiente sobre a saúde das pessoas é uma preocupação antiga do ser humano. Dos textos hipocráticos aos dias de hoje, o conceito de espaço permitiu e permite diferentes representações e formas de apreensão. Superando a concepção natural do espaço apenas como um ambiente inerte e passivo, a visão de um espaço geográfico socialmente construído, tanto como um receptor dos processos sociais quanto como o próprio ativador destes processos (mais) , torna-se cada vez mais relevante na compreensão dos fenômenos envolvidos no processo saúde-doença. Neste sentido, a epidemiologia se apresenta como um referencial privilegiado na articulação entre os elementos lugar-tempo-pessoas. Este ensaio reflexivo busca explorar as relações estabelecidas entre o espaço (social e geográfico) e a Saúde Bucal Coletiva, destacando o papel do território na reprodução das iniqüidades em saúde e a necessidade do desenvolvimento de pesquisas que abordem o espaço como elemento constitutivo do processo saúde-doença bucal. Aproximando-se do que poderia ser chamado de uma epidemiologia georreferenciada, a expressão espacial dos eventos de saúde-doença bucal e dos atores envolvidos neste processo fortalece a importância do território (e suas várias significações) para a Saúde Bucal Coletiva. Resumo em inglês The influence of the environment on health is an ancient human concern. From the Hippocratic texts to today, the concept of space permitted and still permits different representations and forms of perception. Overcoming the natural conception of space as only an inert and passive environment, the idea of a socially constructed geographic space, both as a receiver of social processes as much as being its own activator in these processes, becomes ever more relevant in the c (mais) omprehension of phenomena involved in the health-disease process. In this sense, epidemiology is presented as a privileged reference point in the articulation of place-time-people elements. This reflexive investigation seeks to explore the relations established between space (social and geographical) and Collective Oral Health, emphasizing the role of territory in the reproduction of iniquities in health and the necessity of developing studies that approach space as a constitutive element in the oral health-disease process. In what could be termed a georeferenced epidemiology, the spatial expression of events of oral health-disease and of the actors involved in this process strengthens the importance of territory (and its various significations) to Collective Oral Health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

O desafio das doenças emergentes e a revalorização da epidemiologia descritiva/ The challenge of emergent disease and the return to descriptive epidemiology

Barata, Rita de Cássia Barradas
1997-10-01

Resumo em português Este artigo trata das doenças emergentes e re-emergentes apresentando seu conceito, as principais ocorrências nos últimos 25 anos, e os determinantes dessas ocorrências. Trata também da epidemiologia descritiva e sua utilização na investigação desses problemas de saúde apontando a importância de sua recuperação pelos epidemiologistas. Finalmente, são mencionados os desafios que as doenças emergentes colocam para a prática em saúde coletiva e também para o desenvolvimento metodológico da epidemiologia descritiva. Resumo em inglês The definition of emergent and re-emergent diseases, patterns of ocurrence during the last 25 years, and the determinants of this occurrence are presented. The importance of descriptive epidemiology and its use in the investigation of these health problems, especially in view of epidemiologists' tendency to give less attention to it, finally, is emphasized the challenges that the emergent diseases pose for public health practice and for the methodological development of d (mais) escriptive epidemiology are also set out. These challenges are considered in three fields: biosecurity, surveillance systems and descriptive epidemiology techniques.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

O desafio das doenças emergentes e a revalorização da epidemiologia descritiva/ The challenge of emergent disease and the return to descriptive epidemiology

Barata, Rita de Cássia Barradas
1997-10-01

Resumo em português Este artigo trata das doenças emergentes e re-emergentes apresentando seu conceito, as principais ocorrências nos últimos 25 anos, e os determinantes dessas ocorrências. Trata também da epidemiologia descritiva e sua utilização na investigação desses problemas de saúde apontando a importância de sua recuperação pelos epidemiologistas. Finalmente, são mencionados os desafios que as doenças emergentes colocam para a prática em saúde coletiva e também para o desenvolvimento metodológico da epidemiologia descritiva. Resumo em inglês The definition of emergent and re-emergent diseases, patterns of ocurrence during the last 25 years, and the determinants of this occurrence are presented. The importance of descriptive epidemiology and its use in the investigation of these health problems, especially in view of epidemiologists' tendency to give less attention to it, finally, is emphasized the challenges that the emergent diseases pose for public health practice and for the methodological development of d (mais) escriptive epidemiology are also set out. These challenges are considered in three fields: biosecurity, surveillance systems and descriptive epidemiology techniques.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Constituição epidêmica: velho e novo nas teorias e práticas da epidemiologia/ Epidemic constitution: old and new theories and practices in epidemiology

Czeresnia, Dina
2001-08-01

Resumo em português O artigo analisa a importância da idéia de constituição epidêmica, identificada pela presença recorrente do pensamento hipocrático na história da epidemiologia. Em termos gerais, constituição relaciona epidemias a circunstâncias geográfico-atmosféricas. O que se destaca é a concepção do fenômeno epidêmico como desequilíbrio da harmonia da natureza, como totalidade e ultrapassando a dimensão geográfica. Permanência de um pensamento hipocrático não s (mais) ignifica a existência de uma continuidade. A idéia de constituição foi marcada por descontinuidades e definida por conceitos distintos no decorrer da história. A força desse pensamento deve ser compreendida a partir da base filosófica que a origina: a physis. O interesse pelo pensamento pré-socrático ganha significado especial na crise da modernidade, trazendo novos elementos, também, para a interpretação da idéia de constituição em epidemiologia. Resumo em inglês The article analyzes the importance of the concept of epidemic constitution, whose presence has been recurrently identified in Hippocratic thinking throughout the history of epidemiology. In general terms, constitution relates epidemics to geographic and atmospheric conditions. The outstanding point in the article is the view of epidemics as phenomena associated to disruption in the harmony of nature, here understood as a whole beyond geographic dimensions. The permanence (mais) of Hippocratic thinking does not imply continuity. The concept of epidemic constitution has been discontinuous and structurally different throughout history. The power of the concept lies on its philosophical foundations: physis. Pre-Socratic ideas gain special significance for the understanding of the crisis of modern times and introduces new elements for the interpretation and conceptualization of constitution in epidemiology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Considerações acerca dos fundamentos teóricos da explicação em epidemiología/ Considerations concerning the theoretical foundations of explanation in epidemiology

Silva, Luiz Jacintho da
1985-08-01

Resumo em português São analisadas as condições históricas do surgimento da epidemiologia como disciplina científica, em meados do século passado. É revista a evolução das bases teóricas do processo explicativo em epidemiologia até o momento atual. Especial atenção é dada ao papel da lógica positivista de Stuart Mill como base teórica da Epidemiologia até recentemente. São discutidas as alternativas teóricas correntes e proposta maior abertura da epidemiologia a diferentes (mais) correntes filosóficas como o caminho para o estabelecimento da epidemiologia como uma ciência madura. Resumo em inglês The historical conditions surrounding the emergence, by the mid-19th century, of epidemiology as a scientific discipline, were analysed. Special consideration is given to the influence of the political milieu of Victorian England in the definition of the theoretical basis of epidemiology. The English Sanitary Movement is seen as a response of the emerging bourgeoise to problems created by industrialization and urbanization. As a consequence, epidemiology was strongly infl (mais) uenced by Stuart Mill's system of logic. During the latter part of the 19th century, bacteriology brought important transformations to epidemiology. However, its theoretical foundations suffered almost no change. Possibly the new challenges created by -the expanding colonial empires were the driving force in the evolution of epidemiology. As a science, it could not escape from the influence of social and political forces, It has only been recently, mainly in Latin America, that a search for alternatives to the dominating theoretical structure of epidemiology has taken place. The historical-materialist approach has given way to what is sometimes refered to as "social epidemiology". Epidemiology should be regarded as a science in which different theoretical approaches may coexist, as in history, sociology or physics.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Considerações acerca dos fundamentos teóricos da explicação em epidemiología/ Considerations concerning the theoretical foundations of explanation in epidemiology

Silva, Luiz Jacintho da
1985-08-01

Resumo em português São analisadas as condições históricas do surgimento da epidemiologia como disciplina científica, em meados do século passado. É revista a evolução das bases teóricas do processo explicativo em epidemiologia até o momento atual. Especial atenção é dada ao papel da lógica positivista de Stuart Mill como base teórica da Epidemiologia até recentemente. São discutidas as alternativas teóricas correntes e proposta maior abertura da epidemiologia a diferentes (mais) correntes filosóficas como o caminho para o estabelecimento da epidemiologia como uma ciência madura. Resumo em inglês The historical conditions surrounding the emergence, by the mid-19th century, of epidemiology as a scientific discipline, were analysed. Special consideration is given to the influence of the political milieu of Victorian England in the definition of the theoretical basis of epidemiology. The English Sanitary Movement is seen as a response of the emerging bourgeoise to problems created by industrialization and urbanization. As a consequence, epidemiology was strongly infl (mais) uenced by Stuart Mill's system of logic. During the latter part of the 19th century, bacteriology brought important transformations to epidemiology. However, its theoretical foundations suffered almost no change. Possibly the new challenges created by -the expanding colonial empires were the driving force in the evolution of epidemiology. As a science, it could not escape from the influence of social and political forces, It has only been recently, mainly in Latin America, that a search for alternatives to the dominating theoretical structure of epidemiology has taken place. The historical-materialist approach has given way to what is sometimes refered to as "social epidemiology". Epidemiology should be regarded as a science in which different theoretical approaches may coexist, as in history, sociology or physics.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Evolução do pensamento epidemiológico: O Ser de uma Disciplina/ Evolution of the epidemiological thinking

Barros, Henrique
2006-07-01

Resumo em português A epidemiologia é reconhecida como uma ciência fundamental para a saúde pública e para a clínica, fornecendo aproximações técnicas, soluções metodológicas e informações originais indispensáveis para responder aos desafios da saúde, enquanto problemas a identificar, problemas a resolver e medidas do efeito das decisões empreendidas. A extensão do método que a justifica como disciplina científica autónoma e o carácter abrangente dos domínios que englob (mais) a, tanto fundamentais como substantivos, fazem da epidemiologia uma das mais fascinantes e, por natureza, modernas áreas do pensamento e do conhecimento médicos. Neste artigo são identificados os acontecimentos que ao longo da história marcaram a evolução do pensamento epidemiológico e os desafios que actualmente se colocam à disciplina. Resumo em inglês Epidemiology is recognized as a fundamental science for both public health and clinics, providing technical approaches, methodological solutions and original information essential to answer the different challenges posed in the field of health research, from the identification of needs to the evaluation of interventions. The extent of the method that justifies epidemiology as an autonomous scientific discipline and the comprehensiveness of its domains, both fundamental an (mais) d substantive, make epidemiology one of the most fascinating and, by nature, modern areas of medical knowledge and reasoning. This article covers the landmarks that contributed to shape the epidemiological thinking throughout history, and the challenges currently faced by this discipline.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Transtorno bipolar do humor e uso indevido de substâncias psicoativas/ Bipolar disorder and substance abuse

Ribeiro, Marcelo; Laranjeira, Ronaldo; Cividanes, Giuliana
2005-01-01

Resumo em português O transtorno bipolar e o uso indevido de substâncias psicoativas são doenças com alto potencial de limitação de autonomia, tornando-se ainda mais sérios quando associados. Este artigo apresenta as evidências científicas disponíveis acerca da epidemiologia, etiologia, evolução clínica, diagnóstico e tratamento farmacoterápico e psicossocial da comorbidade transtorno bipolar do humor e o uso indevido de substâncias psicoativas. Resumo em inglês The bipolar disorder and substance abuse are illness with highly autonomy limitation potential, becoming still more serious when associates. This article presents the available scientific evidences concerning the epidemiology, etiology, clinical evolution, diagnosis and pharmacological and psychosocial approaches designed for the bipolar disorder and substance abuse comorbidity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Leishmaniose visceral no município de Várzea Grande, Estado de Mato Grosso, no período de 1998 a 2007/ Visceral leishmaniasis in the municipality of Várzea Grande, State of Mato Grosso, between 1998 and 2007

Missawa, Nanci Akemi; Borba, João Francisco
2009-10-01

Resumo em português O presente trabalho objetivou descrever a epidemiologia e a expansão da leishmaniose visceral no município de Várzea Grande/Mato Grosso/Brasil de 1998 a 2007. Foram notificados 48 casos humanos, com taxa de incidência de até 11,7 por 100.000 habitantes, preferencialmente em crianças e adolescentes de ambos os sexos, com acentuada expansão geográfica da doença no município. Resumo em inglês This study aimed to describe the epidemiology and spread of visceral leishmaniasis in the municipality of Várzea Grande, State of Mato Grosso, Brazil, between 1998 and 2007. Forty-eight human cases were reported, with an incidence rate of up to 11.7 per 100,000 inhabitants, particularly among children and adolescents of both sexes, with marked geographical spread of the disease in the municipality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Tendências da investigação epidemiológica em doenças crônicas/ Epidemiological research trends in chronic diseases

Mendonça, Gulnar Azevedo Silva
2001-06-01

Resumo em português A identificação de vários fatores de risco da vida adulta contribuiu, sobretudo nos países desenvolvidos, para a diminuição da ocorrência de doenças cardiovasculares e de alguns tipos de câncer. O modelo etiológico mais adotado enfatiza no entanto, os fatores de risco relacionados ao estilo de vida e às exposições ocupacionais. Esta ênfase vem levando a uma excessiva individualização do risco, com um conseqüente enfraquecimento do vínculo da epidemiologi (mais) a com a saúde pública. São comentadas neste artigo as opiniões de epidemiologistas que fazem uma reflexão sobre as falhas, os limites e os desdobramentos da epidemiologia moderna que têm contribuído para uma reorientação teórica da disciplina. Identifica-se assim, que as alternativas ao modelo atual devem buscar uma integração entre os achados de biologia molecular com os fatores de risco classicamente concebidos e com condições adversas em etapas precoces da vida, considerando todas estas influências causais em níveis hierarquizados de organização. São destacadas e comentadas três importantes vertentes neste processo de evolução: a epidemiologia molecular, a teoria dos eventos precoces na vida e os modelos multinível. Resumo em inglês Identification of adult risk factors has contributed to a decrease in the occurrence of cardiovascular diseases and some types of cancer, particularly in developed countries. However, the prevailing etiologic model emphasizes risk factors associated with life style and occupational exposures. This emphasis leads to an excessive individualization of risk, weakening the link between epidemiology and public health. This article comments on the opinions of epidemiologists con (mais) cerning the failures, limitations, and evolution of modern epidemiology that have helped redirect the field's theoretical underpinnings. Alternatives to the current model tend to integrate findings from molecular biology with classic risk factors and early adverse conditions in life, taking into account all these causal influences in hierarchical levels of organization. The author identifies and comments on three important approaches in this evolution: molecular epidemiology, the theory of early life factors, and multilevel models.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Tendências da investigação epidemiológica em doenças crônicas/ Epidemiological research trends in chronic diseases

Mendonça, Gulnar Azevedo Silva
2001-06-01

Resumo em português A identificação de vários fatores de risco da vida adulta contribuiu, sobretudo nos países desenvolvidos, para a diminuição da ocorrência de doenças cardiovasculares e de alguns tipos de câncer. O modelo etiológico mais adotado enfatiza no entanto, os fatores de risco relacionados ao estilo de vida e às exposições ocupacionais. Esta ênfase vem levando a uma excessiva individualização do risco, com um conseqüente enfraquecimento do vínculo da epidemiologi (mais) a com a saúde pública. São comentadas neste artigo as opiniões de epidemiologistas que fazem uma reflexão sobre as falhas, os limites e os desdobramentos da epidemiologia moderna que têm contribuído para uma reorientação teórica da disciplina. Identifica-se assim, que as alternativas ao modelo atual devem buscar uma integração entre os achados de biologia molecular com os fatores de risco classicamente concebidos e com condições adversas em etapas precoces da vida, considerando todas estas influências causais em níveis hierarquizados de organização. São destacadas e comentadas três importantes vertentes neste processo de evolução: a epidemiologia molecular, a teoria dos eventos precoces na vida e os modelos multinível. Resumo em inglês Identification of adult risk factors has contributed to a decrease in the occurrence of cardiovascular diseases and some types of cancer, particularly in developed countries. However, the prevailing etiologic model emphasizes risk factors associated with life style and occupational exposures. This emphasis leads to an excessive individualization of risk, weakening the link between epidemiology and public health. This article comments on the opinions of epidemiologists con (mais) cerning the failures, limitations, and evolution of modern epidemiology that have helped redirect the field's theoretical underpinnings. Alternatives to the current model tend to integrate findings from molecular biology with classic risk factors and early adverse conditions in life, taking into account all these causal influences in hierarchical levels of organization. The author identifies and comments on three important approaches in this evolution: molecular epidemiology, the theory of early life factors, and multilevel models.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Granulomas não-infecciosos: sarcoidose/ Noninfectious granulomas: sarcoidosis

Daldon, Patrícia Érica Christofoletti; Arruda, Lúcia Helena Fávaro
2007-12-01

Resumo em português A sarcoidose é doença granulomatosa não infecciosa de etiologia desconhecida, de cuja patogênese parecem participar os fatores genéticos, imunológicos, ambientais e infecciosos. Vários órgãos podem ser afetados, causando amplo espectro de manifestações clínicas. A pele é acometida em cerca de 20 a 35% dos casos, proporcionando ao dermatologista importante papel no diagnóstico da doença. Epidemiologia, imunologia e tratamento também são discutidos para prover melhor entendimento dessa enfermidade. Resumo em inglês Sarcoidosis is a noninfectious granulomatous disease of unknown etiology, in which genetic, immunological, environmental and infectious factors seem to participate in the pathogenesis. Any organ or system can be affected with a wide range of clinical manifestations. As involvement of the skin occurs in approximately 20 to 35% of the cases, the dermatologist may play an important role in the diagnosis of the disease. Epidemiology, immunology and treatment are also discussed to provide a better understanding of this entity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Blefaroespasmo essencial: revisão da literatura/ Essential blepharospasm: literature review

Nicoletti, André Gustavo Bombana; Aoki, Lísia; Nahas, Tatiana Rizkallah; Matayoshi, Suzana
2010-10-01

Resumo em português O blefaroespasmo essencial é uma distonia focal caracterizada por contrações involuntárias, espasmódicas e bilaterais dos músculos orbicular da pálpebra, corrugador, prócerus e depressor do supercílio. Trata-se de uma doença rara, cujo diagnóstico é frequentemente tardio, o que permite a progressão dos sintomas até quadros de cegueira funcional. Nesse estudo, por meio de revisão da literatura, descreve-se as principais características da doença, incluindo (mais) os seguintes aspectos: histórico, epidemiologia, etiologia, quadro clí­nico, diagnóstico diferencial e tratamento. Resumo em inglês Essential blepharospasm is a focal distonia characterized by involuntary, spasmodic, bilateral contractions of eyelid protractors. This is a rare disease, which diagnosis is frequently late and symptoms may progress until functional blindness. In this article, we perform a review and describe the most important features of the disease, including historical aspects, epidemiology, etiology, clinical findings, differential diagnosis and treatment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Paradigmas em psicologia: compreensões acerca da saúde e dos estudos epidemiológicos/ Paradigms in psychology: comprehension about health and epidimiology studies

Sarriera, Jorge Castellá; Moreira, Mariana Calesso; Rocha, Kátia Bones; Bonato, Taís Nicoletti; Duso, Rafaela; Prikladnicki, Sabrina
2003-12-01

Resumo em português O presente artigo tem como objetivo investigar de que forma a saúde é entendida pelos diferentes paradigmas em psicologia e como são avaliados os estudos epidemiológicos. Para tanto, entrevistou-se sete pesquisadores e profissionais da área da psicologia do Brasil, Espanha e Argentina, que orientam suas práticas pelos seguintes referenciais teóricos e metodológicos: social-crítico, clínico (enfoque psicodinâmico e cognitivo-comportamental), ecológico-contextua (mais) l e comunitário. A partir dos dados obtidos na investigação empírica observou-se que há uma diversidade de compreensões do conceito de saúde. O conceito de saúde apresentado pelos diferentes paradigmas está relacionados à elementos como a concepção de homem, mundo, realidade, influência do contexto social e possibilidade de mudança. Em relação aos estudos epidemiológicos nota-se que alguns participantes voltam-se a uma descrição superficial e ampla, vinculada à concepção médica do conceito de epidemiologia; outros ressaltam a relevância de se considerar os contextos em que são realizados estes estudos. Apenas no um participante mencionou o papel da epidemiologia especificamente para psicologia. Concluímos que é de fundamental importância que o profissional da saúde tenha consciência do paradigma que orienta sua prática para poder avaliar as conseqüências de sua atuação como profissional e cidadão. Resumo em inglês This article aims is investigate how health is understood by differents paradigms in psychology and how they evaluated epidemiology studies. Seven investigators and psychology health professional from Brazil, Spain and Argentina were interviews, this professionals guide their practices by differents conceptual theories: Social Critique, Clinical (Psychodynamic and Cognitive Behavior), Ecological Contextual and Community. After the evaluation of those interviews it was pos (mais) sible identify that exist a diversity of health compression. The health concepts are related with the human, world, reality, social context and possibility of change compression concepts. In relation to the epidemiology studies we realizes that some participations use a superficial and large description, related to the medical conception about the epidemiology; others emphasizes the relevance of to consider the contexts that the studies are achieves. Only one participant mentioned the role of epidemiology specifically for psychology. We conclude that is of fundamental importance that the professional of health has conscience of the paradigm that directs your practice can to evaluate the consequences of your action like professional and citizen.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Validade científica de conhecimento epidemiológico gerado com base no estudo Saúde Bucal Brasil 2003/ Scientific validity of epidemiological knowledge based on data from the Brazilian Oral Health Survey (SB Brazil 2003)

Narvai, Paulo Capel; Antunes, José Leopoldo Ferreira; Moysés, Samuel Jorge; Frazão, Paulo; Peres, Marco Aurélio; Peres, Karen Glazer; Sousa, Maria da Luz Rosário de; Roncalli, Angelo Giuseppe
2010-04-01

Resumo em português Problematiza-se a afirmação de que não são válidas as estimativas sobre as condições de saúde bucal da população brasileira geradas pelo SB Brasil 2003. Criticam-se os elementos que pretendem sustentar esse ponto de vista com base apenas em conceitos estatísticos, sem prova empírica. Identificam-se reduções decorrentes da abordagem epistemocêntrica que recusa peremptoriamente outras formas de conhecimento e não reconhece o caráter multidisciplinar da epid (mais) emiologia. Reconstituem-se informações sobre a realização do levantamento e seu impacto na produção de conhecimento. Faz-se uma analogia entre ciência e arte, argumentando-se que, nas imagens obtidas por ambas, os saberes gerados a partir do objeto cognoscível assumem feições variadas e, portanto, o reconhecimento de sua validade requer amplo domínio do objeto e operações com adequados critérios de valor. Conclui-se pela cientificidade, validade e relevância da produção acadêmica desenvolvida a partir da base de dados do levantamento SB Brasil 2003. Resumo em inglês Indicators and analyses that used the database from SB Brazil 2003 (the most recent nationwide oral health survey) have been criticized as unreliable due to sampling problems. The current study countered that this critique was based solely on statistical concepts, unsupported by empirical evidence. The critique's essentially epistemic approach leads to peremptory reductionism that denies other forms of knowledge and fails to recognize the multidisciplinary nature of epide (mais) miology. The current study retrieves information on the implementation of the oral health survey and its impact on knowledge output in the field. The article draws an analogy between science and art, demonstrating the multifaceted images obtained by both. Thus, recognition of validity requires a full grasp of the field and appropriate use of value criteria. The current article concludes that use of the SB Brazil 2003 database is a reliable and relevant application of epidemiology to oral health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Validade científica de conhecimento epidemiológico gerado com base no estudo Saúde Bucal Brasil 2003/ Scientific validity of epidemiological knowledge based on data from the Brazilian Oral Health Survey (SB Brazil 2003)

Narvai, Paulo Capel; Antunes, José Leopoldo Ferreira; Moysés, Samuel Jorge; Frazão, Paulo; Peres, Marco Aurélio; Peres, Karen Glazer; Sousa, Maria da Luz Rosário de; Roncalli, Angelo Giuseppe
2010-04-01

Resumo em português Problematiza-se a afirmação de que não são válidas as estimativas sobre as condições de saúde bucal da população brasileira geradas pelo SB Brasil 2003. Criticam-se os elementos que pretendem sustentar esse ponto de vista com base apenas em conceitos estatísticos, sem prova empírica. Identificam-se reduções decorrentes da abordagem epistemocêntrica que recusa peremptoriamente outras formas de conhecimento e não reconhece o caráter multidisciplinar da epid (mais) emiologia. Reconstituem-se informações sobre a realização do levantamento e seu impacto na produção de conhecimento. Faz-se uma analogia entre ciência e arte, argumentando-se que, nas imagens obtidas por ambas, os saberes gerados a partir do objeto cognoscível assumem feições variadas e, portanto, o reconhecimento de sua validade requer amplo domínio do objeto e operações com adequados critérios de valor. Conclui-se pela cientificidade, validade e relevância da produção acadêmica desenvolvida a partir da base de dados do levantamento SB Brasil 2003. Resumo em inglês Indicators and analyses that used the database from SB Brazil 2003 (the most recent nationwide oral health survey) have been criticized as unreliable due to sampling problems. The current study countered that this critique was based solely on statistical concepts, unsupported by empirical evidence. The critique's essentially epistemic approach leads to peremptory reductionism that denies other forms of knowledge and fails to recognize the multidisciplinary nature of epide (mais) miology. The current study retrieves information on the implementation of the oral health survey and its impact on knowledge output in the field. The article draws an analogy between science and art, demonstrating the multifaceted images obtained by both. Thus, recognition of validity requires a full grasp of the field and appropriate use of value criteria. The current article concludes that use of the SB Brazil 2003 database is a reliable and relevant application of epidemiology to oral health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Tricotilomania/ Trichotillomania

Toledo, Edson Luiz; Taragano, Rogéria Oliveira; Cordás, Táki Athanássios
2010-01-01

Resumo em português CONTEXTO: Relatada desde a Antiguidade, a tricotilomania (TTM) somente na última década despertou maior interesse clínico, sendo incluída no DSM-IV-TR (The Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders 4th Text Revision) como um transtorno do controle dos impulsos não especificado. Dados recentes estimam uma prevalência em torno de 3%, indicando uma incidência mais comum do que se imaginava. Aspectos clínicos e terapêuticos ainda não estão totalmente de (mais) finidos. OBJETIVO: Revisão sistemática da literatura de vários aspectos da tricotilomania pertinentes à teoria clínica e prática. MÉTODO: Os termos "trichotillomania", "epidemiology", "clinical characteristics", "etiology", "comorbidity" e "treatment" foram consultados nas bases de dados Medline/PubMed, Lilacs, PsycINFO e Cochrane Library. RESULTADOS: Pesquisas com populações não clínicas sugerem que a TTM é mais comum do que se acreditava. Aspectos fenomenológicos, taxonômicos, comorbidades e possibilidades terapêuticas são discutidos. CONCLUSÃO: Apesar de um crescente número de estudos recentes, questões clínicas e terapêuticas permanecem em aberto. Com base nesta revisão da literatura, sugerem-se direções para diagnóstico, tratamento e futuras pesquisas. Resumo em inglês BACKGROUND: Recognized since antiquity, only within the last decade has the subject of trichotillomania provoked any larger clinical interest since it has been included in the DSM-IV-TR (The Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders 4th Text Revision) as a disturbance of the impulse-control disorders not elsewhere classified. Recent data estimates its prevalence at around 3%. Although more common than it was imagined before, clinical and therapeutic aspects ar (mais) e still not well defined. OBJECTIVE: Systematic revision in the literature of several aspects of trichotillomania and its clinical and practical theory. METHOD: The term "trichotillomania", "its epidemiology", "clinical characteristics", "etiology", "comorbidity" and "treatment" were searched in the data bases of Medline/ PubMed, Lilacs, PsycINFO and Cochrane Library. RESULTS: Research with no clinical populations suggests that TTM is more common than it was previously suspected. Phenomenological and taxonomical aspects, comorbidity as well as therapeutic possibilities are discussed. CONCLUSION: Despite a growing number of recent studies, clinical and therapeutic aspects remain undefined. Based on this literature's review, directions are suggested concerning diagnosis, treatment and future research.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Tradução, adaptação e avaliação psicométrica da Escala de Conhecimento Nutricional do National Health Interview Survey Cancer Epidemiology/ Translation, adaptation and psychometric evaluation of the National Health Interview Survey Cancer Epidemiology Nutrition Knowledge Scale

Scagliusi, Fernanda Baeza; Polacow, Viviane Ozores; Cordás, Táki Athanássios; Coelho, Desire; Alvarenga, Marle; Philippi, Sonia Tucunduva; Lancha Júnior, Antonio Herbert
2006-08-01

Resumo em português OBJETIVO: O estudo objetivou traduzir e adaptar, para a língua portuguesa, a escala de conhecimento nutricional aplicada no National Health Interview Survey Cancer Epidemiology e avaliar sua validade e precisão. MÉTODOS: Após sua tradução e retro-tradução, a escala foi adaptada, substituindo-se alimentos tipicamente americanos por outros típicos do Brasil. Ela foi aplicada em 39 mulheres com transtornos alimentares e 57 estudantes de Nutrição. Esperava-se uma m (mais) aior pontuação destas últimas, atestando a validade discriminatória do questionário. O instrumento foi reaplicado em 50 estudantes e obteve-se o coeficiente de correlação entre as duas aplicações. RESULTADOS: As estudantes fizeram 10,5 pontos, com desvio-padrão de 1,7 pontos, enquanto as pacientes fizeram 7,4, com desvio-padrão de 2,6 pontos (p=0,0000001). Apenas 1,75% das estudantes apresentou baixo conhecimento, versus 34,21% das pacientes (p Resumo em inglês OBJECTIVE: The study aimed to translate and adapt into Portuguese the nutrition knowledge scale applied in the National Health Interview Survey Cancer Epidemiology and to evaluate its validity and precision. METHODS: The scale was translated, back-translated, and then adapted. Typical foods from the American diet were replaced by other foods that are typical of the Brazilian diet. The questionnaire was administered to 39 women with eating disorders and 57 Dietetics studen (mais) ts. The students were expected to have higher scores, which would attest the discriminating validity of the scale. The students were tested twice and a correlation coefficient between test and retest was obtained. RESULTS: The students scored 10.5 points with a standard deviation of 1.7 points while the patients scored 7.4 points with a standard deviation of 2.6 points (p=0.0000001). Only 1.75% of the students presented low knowledge versus 34.21% of the patients (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Tinea nigra na cidade de Santos: relato de cinco casos/ Tinea nigra in the City of Santos: five case reports

Dinato, Sandra Lopes Mattos e; Almeida, José Roberto Paes de; Romiti, Ney; Camargo, Fabiana Addário de Abreu
2002-12-01

Resumo em português Relato de cinco casos de tinea nigra palmaris observados em quatro crianças, do sexo feminino, e um adolescente, do sexo masculino, em Santos, litoral de São Paulo. Discutem-se os aspectos históricos, epidemiológicos, diagnósticos, terapêuticos e prognósticos embasados em revisão de literatura. Resumo em inglês Five cases are reported of tinea nigra palmaris in four female children and one male teenager in Santos, São Paulo's littoral. The history, epidemiology, diagnosis, treatment and prognosis are discussed in a review of the literature.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

The utility of screening for perinatal depression in the second trimester among Chinese: a three-wave prospective longitudinal study

Lau, Ying; Wong, Keung Fu Daniel; Chan, Sin Kin

This paper aims to study the pattern of perinatal depressive symptomatology and determine the predictive power of second trimester perinatal depressive symptoms for future perinatal periods. A population-based sample of 2,178 women completed the Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS) in the sec...

DRIVER (Portuguese)

97

Molecular Analysis of Burkholderia cepacia Complex Isolates from a Portuguese Cystic Fibrosis Center: a 7-Year Study

Vandamme, Peter; Cunha, Mónica V.; Mahenthiralingam, Eshwar; Leitão, Jorge H.; Lito, Luís; Sá-Correia, Isabel; Barreto, Celeste

This work reports results of a systematic molecular analysis involving 113 Burkholderia cepacia complex isolates obtained from 23 cystic fibrosis (CF) patients under surveillance over a 7-year period at the major Portuguese CF center, the Santa Maria Hospital in Lisbon. The majority of the isolates ...

DRIVER (Portuguese)

98

Mediterranean spotted fever and identification of new agents of rickettsioses in Portugal : epidemiological determinants, host and microbial features in portuguese patients

Sousa, Rita Marques de

Resumo: a febre botonosa, também conhecida por febre escaro-nodular (FEN) é uma doença endémica nos Países da bacia do Mediterrâneo, África, Médio Oriente, Índia e Paquistão. O agente etiológico responsável por esta patologia é a bactéria Rickettsia conorii. Contudo, em alguns países, como Portugal ...

DRIVER (Portuguese)

99

Intercontinental Spread of a Multidrug-Resistant MethicillinResistant Staphylococcus aureus Clone

Vaz, M. J.; de Sousa, M. Aires; Ferro, M. L.; Sanches, I. Santos; Saraiva, Z.; de Lencastre, H.; Tendeiro, T.; Serra, J.

Two hundred ten methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA) isolates recovered between 1990 and 1997 from three Portuguese hospitals located in Lisbon and Oporto were analyzed by molecular fingerprinting techniques. The hybridization of ClaI restriction digests with the mecA- and Tn554-specif...

DRIVER (Portuguese)

106

Comparison of Genetic Backgrounds of Methicillin-Resistant and -Susceptible Staphylococcus aureus Isolates from Portuguese Hospitals and the Community

de Lencastre, H.; de Sousa, M. Aires; Simas, C.; Conceição, T.

In order to understand the origins of the dominant methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA) clones in Portuguese hospitals, we compared the genetic backgrounds of nosocomial MRSA with methicillin-susceptible S. aureus (MSSA) isolates from the same hospitals (n = 155) and from the community...

DRIVER (Portuguese)

107

Changes in the Clonal Nature and Antibiotic Resistance Profiles of Methicillin-Resistant Staphylococcus aureus Isolates Associated with Spread of the EMRSA-15 Clone in a Tertiary Care Portuguese Hospital▿

Ramos, M. H.; Cabeda, J. C.; Mendes, A. C.; Vasconcelos, C.; Amorim, M. L.; Faria, N. A.; Castro, A. P.; Calado, E.

Two hundred eighty methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA) clinical isolates recovered from a tertiary care hospital in Oporto, Portugal, between 2003 and 2005 were studied by a combination of molecular typing techniques in order to investigate the genetic backgrounds associated with the ...

DRIVER (Portuguese)

112

Harding, S; Boroujerdi, M; Santana, P; Cruickshank, JK

DRIVER (Portuguese)