Sample records for enzyme reactivation
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 1 shown.



1

Possíveis efeitos do cobre sanguíneo sobre parâmetros hematológicos em idosas/ Possible effects of blood copper on hematological parameters in elderly

Baierle, Marília; Valentini, Juliana; Paniz, Clóvis; Moro, Angela; Barbosa Junior, Fernando; Garcia, Solange Cristina
2010-12-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: O cobre é um elemento traço essencial e sua homeostase é importante, principalmente em idosos, uma vez que seu metabolismo está associado a doenças neurodegenerativas e distúrbios na eritropoiese, entre outros. OBJETIVO: O presente estudo avaliou a associação entre cupremia, parâmetros hematológicos e estresse oxidativo. MATERIAIS E MÉTODOS: Amostras de sangue de 39 mulheres idosas (grupo de estudo) e de 20 indivíduos adultos saudáveis (grupo-co (mais) ntrole) foram coletadas. As concentrações de cobre sérico foram quantificadas por espectrometria de massa por plasma indutivamente acoplado (ICP-MS), a atividade e o índice de reativação da enzima δ-aminolevulinato desidratase (ALA-D) foram determinados por espectrofotometria e parâmetros sanguíneos foram analisados em sistema automatizado. Os resultados foram expressos em média ± desvio padrão (DP). RESULTADOS: As concentrações de cobre, parâmetros hematológicos e índice de reativação da ALA-D para ambos os grupos encontraram-se dentro dos valores de referência. Porém, a atividade da ALA-D (11,47 ± 2,81 U.L-1) foi significativamente inferior no grupo de estudo em comparação com o grupo-controle. Correlações de Spearman (observadas somente nas mulheres idosas) entre as concentrações de cobre versus hemoglobina, hematócrito e atividade da ALA-D foram -0,384; -0,408 e -0,395, respectivamente (p Resumo em inglês INTRODUCTION: Copper is an essential trace element, and its homeostasis is important, mainly among the elderly, since their metabolism is associated with neurodegenerative diseases and erythropoiesis disorders, among others. OBJECTIVE: This study evaluated the association among cupremia, hematological parameters and oxidative stress. MATERIAL AND METHODS: Blood samples from 39 elderly women (study group) and 20 health individuals (control group) were collected. The concen (mais) trations of serum copper were quantified by ICP-MS. The activity and enzyme ALA-D reactivation index were determined by spectrophotometry and blood parameters were analyzed in the automated system. The results were expressed as mean ± standard deviation. RESULTS: Concentrations of copper, hematological parameters and ALA-D reactivation were within the reference values in both groups. However, ALA-D activity (11.47 ± 2.81 UL-1) was significantly lower in the study group compared to the control group. Spearman correlations (observed only in elderly women) between copper concentration versus hemoglobin, hematocrit and ALA-D activity were -0.384, -0.408 and -0.395, respectively (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)