Sample records for enzyme induction
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 12 shown.



1

Anestesia geral após falha da raquianestesia para procedimento de urgência em paciente com mucopolissacaridose: relato de caso/ General anesthesia after failed spinal block for emergency surgery in a patient with mucopolysaccharidosis: case report/ Anestesia general después de la falla de la anestesia raquidea para procedimiento de urgencia en paciente con mucopolisacaridosis: relato de caso

Barbosa, Fabiano Timbó; Borges, Eduardo Luiz de Araújo; Brandão, Roberta Ribeiro Marques
2007-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As mucopolissacaridoses são grupo heterogêneo de doenças hereditárias que ocorrem devido à deficiência enzimática lisossomal com acúmulo de mucopolissacárides ácidos nos tecidos. A mortalidade perioperatória é de 20% e deve-se principalmente à dificuldade no manuseio das vias aéreas. O objetivo deste relato foi apresentar a conduta anestésica adotada diante de paciente portador de mucopolissacaridose que se apresentou ao centro ci (mais) rúrgico para realização de intervenção cirúrgica de urgência. RELATO DO CASO: Paciente de 15 anos, sexo masculino, com diagnóstico de mucopolissacaridose, deu entrada no centro cirúrgico para tratamento de hérnia umbilical encarcerada. Após monitorização, foi submetido à anestesia subaracnóidea com bupivacaína hiperbárica na posição sentada. Após identificar falha na raquianestesia, o paciente foi submetido à anestesia geral. A indução anestésica foi realizada com clonidina, fentanil e propofol por via venosa, seguida de intubação sem intercorrências. Após 45 minutos de procedimento cirúrgico, o paciente foi extubado e encaminhado à sala de recuperação pós-anestésica. Lá permaneceu por 12 horas sob observação, recebendo alta para enfermaria sem ter havido intercorrências durante esse período. CONCLUSÕES: No caso em questão, não houve dificuldade no manuseio das vias aéreas. Entretanto, esse é o principal problema encontrado nesse grupo de pacientes, cabendo ao anestesiologista escolher a melhor técnica para garantir adequado manuseio das vias aéreas. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Las mucopolisacaridosis son un grupo heterogéneo de enfermedades hereditarias que ocurren debido a la deficiencia enzimática lisosomal con acumulación de muco polisacáridos ácidos en los tejidos. La mortalidad perioperatoria es de un 20% y se debe principalmente a la dificultad en el manejo de las vías aéreas. El objetivo de este relato fue el de presentar la conducta anestésica adoptada con paciente portador de muco polisacaridosis que (mais) se presentó en el centro quirúrgico para la realización de intervención quirúrgica de urgencia. RELATO DEL CASO: Paciente de 15 años, sexo masculino, con diagnóstico de muco polisacaridosis, llegó al centro quirúrgico para tratamiento de hernia umbilical encarcelada. Después de la monitorización, se sometió a la anestesia subaracnoidea con bupivacaina hiperbárica en la posición sentado. Después de identificar la falla en la anestesia raquidea, el paciente fue sometido a la anestesia general. La inducción anestésica fue realizada con clonidina, fentanil y propofol por vía venosa, seguida de intubación sin intercurrencias. Después de 45 minutos de procedimiento quirúrgico, el paciente fue extubado y llevado a recuperación anestésica. Allá estuvo por 12 horas bajo observación, recibiendo alta para enfermería sin haber tenido intercurrencias durante ese período. CONCLUSIONES: En el caso en cuestión, no hubo dificultad en el manejo de las vías aéreas. Sin embargo, ese es el principal problema encontrado en ese grupo de pacientes, cabiéndole al anestesiólogo escoger la mejor técnica para garantizar un adecuado manoseo de las vías aéreas. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Mucopolysaccharidosis are a group of heterogenous disorders secondary to the deficiency of a lysosomal enzyme, with accumulation of acid mucopolysaccharides in the tissues. It carries a 20% perioperative mortality rate due mainly to difficulties on handling the airways. The objective of this report was to present the anesthetic approach of a patient with mucopolysaccharidosis who presented in the operating room for emergency surgery. CASE REPORT (mais) : A 15 year-old male patient with a diagnosis of mucopolysaccharidosis was admitted to the operating room for treatment of an incarcerated umbilical hernia. After monitoring, a subarachnoid block with hyperbaric bupivacaine was performed with the patient in the sitting position. After identifying failure of the spinal block it was changed to general anesthesia. Anesthetic induction consisted of intravenous clonidine, fentanyl and propofol, followed by endotracheal intubation without intercurrences. After a 45-minute surgery, the patient was extubated and transferred to the postanesthetic care unit where he remained under observation for 12 hours, being discharged to the regular ward without intercurrences. CONCLUSIONS: In the case presented here we did not have any difficulties handling the airways. However, this is the main problem in this group of patients and it is up to the anesthesiologist to choose the better technique to guarantee adequate handling of the airways.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Micorrização e indução de quitinases e β-1,3-glucanases e resistência à fusariose em porta-enxerto de videira/ Mycorrhizal inoculation and induction of chitinases and β-1,3-glucanases and fusarium resistance in grapevine rootstock

Costa, Murilo Dalla; Lovato, Paulo Emílio; Sete, Paula Beatriz
2010-04-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar os níveis de expressão de β-1,3-glucanases e quitinases nos porta-enxertos de videira SO4 e R110, respectivamente suscetível e resistente a Fusarium oxysporum f. sp. herbemontis, bem como avaliar o efeito do fungo micorrízico arbuscular Glomus intraradices no crescimento, na expressão dessas enzimas e na supressão do patógeno no porta-enxerto suscetível. Foram quantificadas as atividades enzimáticas de β-1,3-glucana (mais) ses e quitinases nas raízes dos porta-enxertos. Mudas do porta-enxerto SO4 receberam inóculos de G. intraradices e F. oxysporum, e foram avaliadas quanto ao crescimento, atividade das duas enzimas e sintomas de doença. As atividades das enzimas nas raízes do porta-enxerto resistente aumentaram entre 0 e 5 dias após a inoculação do patógeno. A atividade de quitinases nas raízes do porta-enxerto suscetível aumentou com a inoculação do fungo micorrízico e do patógeno. A atividade de β-1,3-glucanases foi maior somente com a presença do fungo micorrízico e do patógeno. Videiras com inoculação de G. intraradices apresentaram diminuição nos sintomas de infecção por Fusarium spp., o que indica que o fungo micorrízico promove a indução de quitinases e β-1,3-glucanases especificamente na supressão ou inibição do patógeno. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the expression levels of β-1,3-glucanases and chitinases in SO4 and 110 grapevine rootstocks, respectively susceptible and resistant to Fusarium oxysporum f. sp. herbemontis, as well as to evaluate the effect of the arbuscular mycorrhizal fungus Glomus intraradices on plant growth, on enzyme expression and on pathogen suppression in the susceptible rootstock. The enzyme activities of β-1,3-glucanases and chitinases in t (mais) he rootstocks roots were evaluated. Plant growth, enzyme activity, and disease symptoms were evaluated in SO4 plantlets inoculated with G. intraradices and F. oxysporum. Enzyme activities in the plant roots increased in the resistant rootstock, between 0 and 5 days after pathogen inoculation. In the susceptible rootstock, chitinase activity enhanced after the mycorrhizal fungus and the pathogen inoculations. β-1,3-glucanase activity increased only in the presence of both the mycorrhizal and the pathogenic fungi. G. intraradices-inoculated SO4 grapevine plantlets showed decreased symptoms of Fusarium infection, which indicates that the mycorrhizal fungus promotes chitinase and β-1,3-glucanase activities leading to pathogen suppression or inhibition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Parâmetros cinéticos da Glutationa S-Transferase e sua ativação por extratos de vegetais/ Kinetics parameters of Glutathione S-Transferase and its activation by vegetable extracts

Torres, Maria Célia Lopes; Soares, Nilda de Fátima Ferreira; Maia, June Ferreira
2004-06-01

Resumo em português Este estudo teve como objetivos avaliar a indução da Glutationa S-Transferase, com extratos de vegetais, e caracterizar os parâmetros cinéticos desta enzima. Foram obtidos os extratos aquoso, etanólico e hexanólico de vegetais, amplamente consumidos no Brasil, como berinjela (Solanum melongena L.), couve-flor (Brassica oleracea L.), couve (Brassica oleracea L.), brócolis (Brassica oleracea L.), couve-de-bruxelas (Brassicaoleraea L.), cebola (Allium cepa L.), alho ( (mais) Allium sativum L.); vegetais que apresentam gosto amargo, como jiló (Solanum gilo Raddi), guariroba (Syagrus oleracea Becc.), mostarda (Brassica nigra L.), carqueja (Cacalia spp.), e de plantas relacionadas, na cultura popular, como curadoras de determinadas doenças, como a babosa (Aloe vera L.). A atividade da enzima foi determinada usando como substrato o 1 cloro 2, 4 dinitrobenzeno, na presença dos extratos vegetais. A mistura da reação, sem a presença do extrato, foi considerada controle. Das amostras de vegetais avaliadas, a berinjela, a couve e o brócolis apresentaram maior indução na atividade da GST, sendo o extrato etanólico o mais eficaz. A enzima apresentou um Vmax de 0,016 abs. min-1/unidade da enzima e um Km de 0,323mM. O baixo valor de Km encontrado indica uma alta especificidade da enzima pelo substrato 1 cloro 2, 4 dinitrobenzeno e a atividade máxima da enzima foi na faixa de pH entre 6,5 e 7,0. Resumo em inglês This study was done to evaluate induction Glutathione S-Transferase, with vegetable extracts, and characterize its kinetics parameters. The aqueous, alcoholic, and hexanoic extracts were obtained from vegetables widely consumed in Brazil: eggplant (Solanum melongena L.), cauliflower (Brassica oleracea L.), cauli leaves (Brassica oleracea L.), broccoli (Brassica oleracea L.), Brussels sprout (Brassicaoleraea L.), onions (Allium cepa L.), garlic (Allium sativum L.); and bit (mais) ter tasting vegetable such as jiló (Solanum gilo Raddi), guariroba (Syagrus oleracea Becc.), black mustard (Brassica nigra L.), carqueja (Cacalia spp.) and plants popularly considered as medicinal for curing certain diseases such as aloe vera (Aloe vera L.). The enzyme activity was determined using 1 chloro 2, 4 dinitrobenzene (CDNB) as substrate, in the presence of vegetable extracts. The reaction mixture, without the extract served as control. Of the botanical samples evaluated, eggplant, cauli leaves and broccoli showed highest induction of GST activity, the most being the alcoholic extract. The enzyme showed a Vmax of 0.016 abs.min-1/unit of enzyme and a Km of 0.323mM. Low Km value indicates high specificity of the enzyme with CDNB substrate and the maximum enzyme activity was in the pH range of 6.5 to 7.0.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Lentivírus de pequenos ruminantes (CAEV e Maedi-Visna): revisão e perspectivas/ Lentiviruses of small ruminants (CAEV and Maedi-Visna): a review and perspectives

Callado, Ana Karina Cunha; Castro, Roberto Soares de; Teixeira, Maria Fátima da Silva
2001-09-01

Resumo em português Os lentivírus de pequenos ruminantes (SRLV), cujos protótipos são os vírus da Artrite-Encefalite Caprina (CAEV) e Maedi-Visna, são patógenos amplamente distribuidos, os quais causam doenças degenerativas progressivas lentas em caprinos e ovinos, determinando importantes perdas econômicas. Estes vírus causam infecções persistentes com período de incubação longo e causam inflamatórias e degenerativas. As lesões são induzidas em tecidos específicos do hospe (mais) deiro como articulações, pulmões, CNS e glandulas mamárias devido à replicação viral em células da linhagem monocítico-fagocitária que são as principais células-alvo. A infecção ocorre principalmente durante os primeiros meses de vida, através da ingestão de vírus no leite ou colostro de cabras ou ovelhas infectadas. A indução da resposta imunológica é variável e não protege contra a infecção. O diagnóstico é baseado primariamente na detecção de anticorpos para SRLV, geralmente por imunodifusão em gel de agar (AGID) e enzyme linked immunosorbent assay (ELISA). O diagnóstico e separação ou descarte dos animais soropositivos associado ao uso de certas práticas de manejo, especialmente das crias, são os principais meios implementados para prevenir a disseminação de SRLV, uma vez que ainda não existe vacina contra o vírus. As estratégias adotadas pelos SRLV para enfrentar o sistema imune dificultam o diagnóstico da infecção, controle ou prevenção da disseminação de SRLV. Esta revisão apresenta alguns aspectos das lentivíroses de pequenos ruminantes baseadas em estudos filogenéticos de amostras isoladas, aspectos clínicos e imunopatológicos. Resumo em inglês Small ruminant lentiviruses (SRLV), whose prototypes are Caprine Arthritis-Encephalitis virus (CAEV) and Maedi-Visna virus, are the causative agents of slow progressive degenerative diseases of goats and sheep (infected animals), responsible for significant economic losses. These viruses cause persistent infections with long periods of incubation and induce inflammatory and degenerative lesions. The lesions are induced in target organs of the host such as joints, CNS, lun (mais) gs and mammary glands due to viral replication in cells of the monocyte/macrophage lineage which is the main target cell. Infections occur particularly in the young and are acquired through ingestion of virus in milk or colostrum from infected does or ewes. The induction of immune response is variable and does not protect against the infection. Diagnosis is primarily based on the presence of SRLV antibodies usually detected by agar gel immunodiffusion (AGID) or enzyme linked immunosorbent assays (ELISA). As no vaccine is available, most often employed schemes to prevent spread of SRLV are based on segregation or/and culling of positive animals associated with management practices, especially the offspring. The strategies of SRLV for dealing with the immune system make difficult to accomplish diagnosis of infection, control or prevention of the viral spread. This review shows aspects of SRLV based on their phylogenetic studies of fields isolates, clinical, and immuno-pathological features.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Influência do uso crônico dos inibidores da enzima conversora da angiotensina na hipotensão arterial após indução anestésica: é necessário suspender esse fármaco no pré-operatório?/ Influence of angiotensin-converting enzyme inhibitors on hypotension after anesthetic induction: is the preoperative discontinuation of this drug necessary?/ Influencia del uso crónico de los inhibidores de la enzima conversora de la angiotensina en la hipotensión arterial después de la inducción anestésica: ¿es necesario suspender ese fármaco en el preoperatorio?

Costa, Verônica Vieira da; Caldas, Alexandre Curvelo; Nunes, Luiz Guilherme Nadal; Beraldo, Paulo Sérgio Siebra; Saraiva, Renato Ângelo
2009-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Tem sido sugerida a suspensão de medicamentos como os inibidores da enzima conversora de angiotensina (IECA) com base em relatos de hipotensão arterial durante a anestesia. Isso pode implicar em maior risco de picos hipertensivos no intraoperatório, com efeitos deletérios para o paciente. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência dos IECA utilizados no pré-operatório na ocorrência de hipotensão arterial durante anestesia. MÉTODO (mais) : Delineamento tipo caso controle, onde casos foram pacientes que apresentaram hipotensão arterial após indução da anestesia. Como controles foram selecionados pacientes da mesma faixa etária e sexo, submetidos à intervenção cirúrgica no mesmo período dos casos e que não apresentaram hipotensão arterial. As variáveis de interesse: idade, sexo, porte cirúrgico, diagnóstico prévio de hipertensão arterial sistêmica (HAS), uso de IECA, estado físico (ASA), sangramento no intraoperatório, técnica anestésica e tempo cirúrgico. RESULTADOS: 40 pacientes apresentaram hipotensão arterial, num total de 2.179 operações. Desses, 20 usaram IECA no dia da operação. O grupo controle foi composto por 171 pacientes, dos quais 11 usaram IECA. Na análise univariada foi encontrada associação entre hipotensão arterial e idade avançada (p Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: En base a relatos de hipotensión arterial durante la anestesia, se ha sugerido la suspensión de medicamentos como los inhibidores de la enzima conversora de angiotensina (IECA). Eso puede redundar en un riesgo más elevado de picos hipertensivos en el intraoperatorio y con efectos perjudiciales para el paciente. El objetivo de este estudio, fue evaluar la influencia de los IECA utilizados en el preoperatorio si surge la hipotensión arterial d (mais) urante la anestesia. MÉTODO: Delineamiento de tipo caso control, donde los casos fueron pacientes que presentaron hipotensión arterial después de la inducción de la anestesia. Como controles fueron seleccionados pacientes de la misma franja etaria y sexo, sometidos a la intervención quirúrgica en el mismo período de los casos y que no presentaron hipotensión arterial. Las variables de interés fueron las siguientes: edad, sexo, porte quirúrgico, diagnóstico previo de hipertensión arterial sistémica (HAS), uso de IECA, estado físico (ASA), sangramiento en el intraoperatorio, técnica anestésica y tiempo quirúrgico. RESULTADOS: Cuarenta pacientes presentaron hipotensión arterial, en un total de 2.179 operaciones. De ellos, 20 usaron IECA el día de la operación. El grupo control estuvo compuesto por 171 pacientes, de los cuales 11 usaron IECA. En el análisis univariado, se encontró una asociación entre la hipotensión arterial y la edad avanzada (p Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: The discontinuation of drugs such as angiotensin-converting enzyme inhibitors (ACE inhibitors) has been suggested based on reports of hypotension during anesthesia. This may imply on a higher risk of intraoperative hypertensive peaks with deleterious consequences for the patient. The objective of the present study was to evaluate the influence of the preoperative use of ACE inhibitors on the development of hypotension during anesthesia. METHODS: (mais) This is a case-controlled study of patients who developed hypotension after anesthetic induction. The control group was composed of patients of the same age and gender who underwent surgeries during the same period and who did not develop hypotension. Parameters of interest included: age, gender, size of the surgery, prior diagnosis of hypertension, use of ACE inhibitors, physical status (ASA), intraoperative bleeding, anesthetic technique, and duration of the surgery. RESULTS: In 2,179 surgeries, 40 patients developed hypotension. Twenty of those patients used ACEIs on the day of the surgery. The control group was composed by 171 patients, 11 of which used ACE inhibitors. Univariate analysis showed an association between hypertension and advanced age (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Hipotensão arterial em cirurgia de revascularização do miocárdio: influência dos inibidores da enzima conversora de angiotensina/ Arterial hypotension in myocardial revascularization surgery: influence of angiotensin-converting enzyme inhibitors/ Hipotensión arterial en cirugía de revascularización del miocardio: influencia de los inhibidores de la enzima conversora de angiotensina

Jordão, Míriam Gomes; Santos, Ari Tadeu Lírio dos
2002-04-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA) são drogas muito utilizadas em estados hipertensivos e insuficiência cardíaca. Seu uso prolongado pode acarretar instabilidade hemodinâmica com episódios hipotensivos durante a indução anestésica. O objetivo deste estudo é comparar a incidência de hipotensão arterial em pacientes cronicamente tratados com IECA com pacientes não tratados com IECA, quando submetidos à anestesia (mais) para cirurgia de revascularização do miocárdio. MÉTODO: Participaram do estudo 50 pacientes, estado físico ASA II, III e IV, divididos em dois grupos: Grupo 1 - pacientes tratados com IECA por mais de dois meses e Grupo 2 - pacientes que não fazem uso de IECA. Os parâmetros avaliados foram pressão arterial média (PAM), freqüência cardíaca (FC), sendo anotados os menores valores da PAM e FC verificados em diferentes períodos da anestesia, e análise do segmento ST em D II e V5. Durante a CEC, foi determinada a resistência vascular sistêmica. RESULTADOS: A incidência de hipotensão arterial em pacientes anestesiados em uso de IECA foi maior do que no grupo controle em vários períodos da anestesia, mas principalmente na indução anestésica. Neste grupo foi necessário o uso de dopamina por tempo mais prolongado. Dos 26 pacientes tratados previamente com IECA, 23% necessitaram de drogas para correção da hipotensão desde a indução até a CEC e 19,1% em outros períodos da anestesia, perfazendo um total de 42,3%. No grupo controle nenhum paciente necessitou infusão contínua de drogas para aumentar a pressão arterial sistêmica, da indução até a CEC. Porém, 21% dos pacientes deste grupo necessitaram dopamina ou araminol em um ou mais períodos da anestesia. CONCLUSÕES: Neste estudo, os pacientes tratados com IECA, por tempo prolongado, apresentam maior incidência de hipotensão arterial na indução anestésica, necessitando, com maior freqüência, de drogas para manter a pressão arterial sistêmica em níveis adequados. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Los inhibidores de la enzima conversora de la angiotensina (IECA) son drogas muy utilizadas en estados hipertensivos e insuficiencia cardíaca. Su uso prolongado puede ocasionar instabilidad hemodinámica con episodios hipotensivos durante la inducción anestésica. El objetivo de este estudio es comparar la incidencia de hipotensión arterial en pacientes crónicamente tratados con IECA con pacientes no tratados con IECA, cuando sometidos a ane (mais) stesia para cirugía de revascularización del miocardio. MÉTODO: Participaron del estudio 50 pacientes, estado físico ASA II, III y IV, divididos en dos grupos: Grupo 1 - pacientes tratados con IECA por mas de dos meses y Grupo 2 - pacientes que no hacen uso de IECA. Los parámetros evaluados fueron presión arterial media (PAM), frecuencia cardíaca (FC), siendo anotados los menores valores de la PAM y FC verificados en diferentes períodos de la anestesia, y análisis del segmento ST en D II y V5. Durante la CEC, fue determinada la resistencia vascular sistémica. RESULTADOS: La incidencia de hipotensión arterial en pacientes anestesiados en uso de IECA fue mayor de que en el grupo control en varios períodos de la anestesia, mas principalmente en la inducción anestésica. En este grupo fue necesario el uso de dopamina por tiempo más prolongado. De los 26 pacientes tratados previamente con IECA, 23% necesitaron de drogas para corrección de la hipotensión desde la inducción hasta la CEC y 19,1% en otros períodos de la anestesia, haciendo un total de 42,3%. En el grupo control ningún paciente necesitó infusión continua de drogas para aumentar la presión arterial sistémica, de la inducción hasta la CEC. Más, 21% de los pacientes de este grupo necesitaron dopamina o araminol en un o mas períodos de la anestesia. CONCLUSIONES: En este estudio, los pacientes tratados con IECA, por tiempo prolongado, presentaron mayor incidencia de hipotensión arterial en la inducción anestésica, necesitando, con mayor frecuencia, de drogas para mantener la presión arterial sistémica en niveles adecuados. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Angiotensin-converting enzyme inhibitors (ACEI) are widely used in hypertension and heart failure. Their prolonged use may lead to hemodynamic instability and hypotension during anesthetic induction. This study aimed at comparing the incidence of hypotension in patients chronically treated and non treated with ACEI, submitted to anesthesia for myocardial revascularization. METHODS: Participated in this study 50 patients, physical status ASA II, (mais) III and IV, who were distributed in two groups: Group 1 - patients treated with ACEI for more than two months. Group 2 - patients not treated with ACEI. Parameters evaluated were mean blood pressure (MBP), heart rate (HR), and analysis of the ST segment in D II and V5. Systemic vascular resistance was determined during CPB. RESULTS: The incidence of arterial hypotension in anesthetized patients under ACEI was higher than in the control group in several anesthetic moments, but was predominant during anesthetic induction. This group needed dopamine for longer periods. From the 26 patients previously treated with ACEI, 23% needed drugs to correct hypotension from induction to CPB, and 19.1% in other anesthetic periods, totaling 42.3%. No control group patient needed drug infusion to increase systemic blood pressure, from induction to CPB. However, 21% of patients in this group needed dopamine or araminol in one or more anesthetic moments. CONCLUSIONS: In our study, patients treated whit ACEI for prolonged periods had a higher incidence of hypotension on anesthetic induction, requiring more drugs to maintain systemic pressure in adequate levels.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Estimulação elétrica neuromuscular de média freqüência (russa) em cães com atrofia muscular induzida/ Medium frequency neuromuscular electrical stimulation (russian) in dogs with induced muscle atrophy

Pelizzari, Charles; Mazzanti, Alexandre; Raiser, Alceu Gaspar; Lopes, Sonia Terezinha dos Anjos; Graça, Dominguita Lühers; Salbego, Fabiano Zaninni; Ramos, Adriano Tony; Festugatto, Rafael; Beckmann, Diego Vilibaldo; Cunha, Marina Mori da; Santos, Rosmarini Passos dos; Cargnelutti, Juliana Filipeto; Pereira, Desydere Trindade; Martins, Tessie Beck
2008-06-01

Resumo em português A estimulação elétrica neuromuscular (EENM) de média freqüência (Russa) ou de Kotz pode ser empregada para a recuperação de massa muscular em animais apresentando atrofia muscular por desuso. Assim, o objetivo deste trabalho foi empregar a EENM de média freqüência no quadríceps femoral de cães com atrofia muscular induzida, avaliando-se a ocorrência de ganho de massa. Foram utilizados oito cães em dois grupos denominados de GI ou controle e de GII ou tratad (mais) o. Para a indução da atrofia muscular, a articulação fêmoro-tíbio-patelar esquerda foi imobilizada por 30 dias. Após 48 horas da remoção, foi realizada a EENM nos cães do grupo II, três vezes por semana, com intervalo de 48 horas cada sessão, pelo período de 60 dias. Foram avaliadas a mensuração da perimetria da coxa, da goniometria do joelho, as enzimas creatina-quinase (CK) e morfometria das fibras musculares em cortes transversais do músculo vasto lateral, colhido mediante a biópsia muscular. A EENM foi empregada no músculo quadríceps femoral numa freqüência de 2.500Hz, largura de pulso de 50% e relação de tempo on/off de 1:2. Não houve diferença significativa quanto aos valores de perimetria da coxa e a atividade da enzima CK entre os grupos I e II. Na goniometria, houve diminuição significativa (P Resumo em inglês The medium frequency neuromuscular electrical stimulation (NMES) (Russa) or Kotz is designed for recuperation of muscle mass in dogs with muscular atrophy in disuse. This study aims to utilize medium frequency NMES on the femoral quadriceps of dogs with induced muscular atrophy and evaluate the occurrence of gain in mass. Eight dogs in two groups denominated GI, or control, and GII, or treated were used. For the induction of muscular atrophy, the left femoral-tibial-patel (mais) lar joint was immobilized for 30 days. NMES treatment began 48 hours after the removal of the immobilization device on dogs from group II and was carried out three times per week, with an interval of 48 hours between each session, during 60 days. The following parameters were measured: thigh perimeter, goniometry of the knee, creatine kinase (CK) enzymes and morphometry of the muscular fibers in transversal cuts of the vastus lateralis muscle, collected through a muscular biopsy. EENM was utilized on the femoral quadriceps at a frequency of 2500 Hz, with pulse duration of 50%, and the time on/off was at a proportion of 1:2. There was no significant difference between the thigh perimeter and the activity of enzyme CK between groups I and II. As for the goniometry a significant increase (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Efeito da temperatura de estocagem de leveduras de panificação sobre a atividade da glicerol-3-fosfato desidrogenase/ The effect of storage temperature on the glycerol-3-phosphate dehydrogenase activity of baker's yeasts

Tininis, Claudia Regina Cançado Sgorlon; Gattás, Edwil Aparecida Lucca
2002-03-01

Resumo em português Níveis intracelulares de G-3-PDH (sn-glicerol-3-fosfato:NAD+ 2oxidoredutase, EC 1.1.1.8) de levedura de panificação foram acompanhados durante a estocagem sob três diferentes temperaturas. Semelhantes valores de biomassa final e de atividade específica da enzima foram obtidos após crescimento por 48 horas de duas linhagens de leveduras de panificação. O melhor meio (meio indutor) para obtenção de G-3-PDH foi: extrato de levedura (1%,p/v), peptona (2%,p/v), glice (mais) rol (3%,v/v) e etanol (1%,v/v). O choque osmótico com adição de NaCl 0,6 M provocou aumento da atividade de G-3-PDH de 1,2 vezes para leveduras crescidas em meio indutor por 48 horas e transferidas para o meio salino, por 2 horas. A estocagem (até 10 dias) da linhagem de levedura GD0, sob temperatura ambiente (27 ºC) estimulou a síntese da G-3-PDH de células propagadas no meio indutor, lavadas e liofilizadas. Estocagens em geladeira (temperatura de 4 - 5 ºC) ou em ''freezer'' (temperatura de -18 ºC) mantiveram a atividade da G-3-PDH por até 8 meses. Resumo em inglês Intracellular levels of glycerol-3-phosphate dehydrogenase (G-3-PDH) in baker's yeasts were monitored during storage at 3 different temperatures. Similar values for final biomass and specific activity of the enzyme were found, in each of two strains of baker's yeast, after 48 hours growth. The best medium tested, for the induction of G-3-PDH, contained: yeast extract (1% w/v), peptone (2% w/v), glycerol (3% w/v)and ethanol (1% w/v). Osmotic shock, provoked by suspending c (mais) ells, after 48 hours growth in inducing medium, in 0.6 M NaCl solution for 2 hours, caused the activity to increase by a factor of 1.2. Cells of the GDO yeast strain, grown in inducing conditions, washed and lyophilized, exhibited a 35% rise in G-3-PDH activity during storage (10 days) at ambient temperature (about 27 ºC). Both refrigeration (4-5 ºC) and freezer storage (-18 ºC) maintained the G-3-PDH activity for up to 8 months.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Comparação entre a imunidade induzida em bovinos vacinados com bacterinas polivalentes comerciais e uma monovalente experimental/ Comparison between immunity induced in cattle vaccinated with commercial polyvalent bacterins and one experimental monovalent

Rodrigues, Rogério O.; Herrmann, Geder P.; Heinemann, Marcos B.; Lage, Andrey P.; Lopes, Luciano B.; Moreira, Elvio C.
2011-01-01

Resumo em português O presente estudo avaliou a indução da produção de anticorpos contra Leptospira spp.por dez bacterinas, sendo nove polivalentes e uma monovalente experimental para a sorovariedade Hardjo amostra Norma. A concentração celular foi controlada e utilizou-se adjuvante de emulsão óleo em água. Um ensaio imunoenzimático (ELISA) indireto foi desenvolvido utilizando-se conjugado anti-IgG total para mensurar os níveis de anticorpos da classe IgG conferido pelas bacterina (mais) s utilizando três amostras diferentes: Hardjoprajitino, Norma e Hardjo-bovis. Paralelamente foi utilizado também o Teste de Soroaglutinação Microscópica (SAM) para mensurar os níveis de anticorpos contra as mesmas amostras. Encontraram-se títulos variáveis entre as bacterinas de acordo com o teste ELISA. Os títulos no SAM foram de pouca intensidade e de curta duração indicando a necessidade de controle celular para uma posterior padronização destes produtos. Com base nos resultados encontrados no presente estudo, a bacterina monovalente foi a que apresentou melhor desempenho. Resumo em inglês The study evaluated the induction of antibody production against ten bacterins, nine polyvalent and one experimental monovalent to serovar Hardjo strain Norma. An indirect enzyme linked immunosorbent assay (ELISA) was developed using anti-IgG conjugate to measure total levels of IgG class antibodies conferred by bacterins using three different strains: Hardjoprajiitino, Norma and Hardjo-bovis. Microscopic Agglutination Test (MAT) was also used to measure immunoglobulin le (mais) vels of the same strains. Variable ELISA titers were induced by the tested bacterins. The MAT titers found showed lower intensity and shorter duration, indicating the need to cellular control in further standardization of these vaccines. Based on results of this study, the monovalent bacterin showed best performance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Avaliação do sequestro do óxido nítrico (NO) pelo extrato metanólico da alga Bryothamnion triquetrum (Gmelin) Howe/ Evaluation of nitric oxide (NO) scavenging for the metanol extract of the alga Bryothamnion triquetrum (Gmelin) Howe

Maia, Robinson M.; Moura, Carlos W. N.; Bispo, Vanderson S.; Santos, João L. A.; Santana, Rafael S.; Matos, Humberto R.
2010-09-01

Resumo em português O excesso de óxido nítrico (NO) produzido por indução da enzima óxido nítrico sintase (iNOS) participa do desenvolvimento de inúmeras desordens que conduzem à perda da homeostasia. O estresse oxidativo gerado pelo aumento da produção endógena de NO pode levar a efeitos de toxidade induzida, tais como peroxidação lipídica, nitração de proteínas e danos ao DNA. Compostos que sejam capazes de sequestrar o radical NO podem diminuir a toxicidade das espécies (mais) reativas de nitrogênio (RNS), atuando na modulação de processos inflamatórios. Trabalhos realizados com alga da espécie Bryothamnion triquetrum (Gmelin) Howe, demonstraram que a mesma apresenta ação antioxidante, tendo sido eficiente no sequestro do radical DPPH, além de inibição da peroxidação lipídica, com uma atividade comparável ao ácido ascórbico e ao α-tocoferol. Este estudo objetivou avaliar a capacidade de sequestro do radical NO in vitro pelo extrato metanólico da Bryothamnion triquetrum. Os resultados obtidos revelaram a presença de polifenóis sendo que todas as concentrações testadas (1,0; 2,5; 7,5; 10,0 mg/mL) foram capazes de inibir a formação de nitrito a partir de uma solução de nitroprussiato de sódio 5 mM sendo a concentração de 7,5 mg/mL a que apresentou maior percentual de inibição com 46,6%. Resumo em inglês The excess of nitric oxide (NO) produced by induction of nitric oxide sintase enzyme (iNOS) participates in the development of countless disorders that lead to the loss of homeostasis. The oxidative stress generated by the increase of endogenous production of NO can lead to some effects of induced toxicity, such as fatty per oxidation, nitration of proteins and DNA damages. Compounds that scavenge the NO radical can reduce the toxicity of reactive nitrogen species (RNS), (mais) and act in the modulation of inflammatory processes. Works accomplished with the alga species Bryothamnion triquetrum (Gmelin) Howe demonstrated that it presents an antioxidant action, and it is efficient in the scavenging of DPPH radical and in the inhibition of fatty per oxidation, with activity comparable to the ascorbic acid and α-tocoferol. This study aimed to evaluate the capacity of NO radical scavenging in vitro for the methanol extract of the alga Bryothamnion triquetrum. The results revealed that the presence of poliphenol in all tested concentrations (1,0; 2,5; 7,5; 10,0 mg/mL) was capable to inhibit the nitrite formation, starting from a solution of sodium nitroprussiate 5 mM whose concentration of 7,5 mg/mL presented the largest inhibition percentage of 46,6%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Indução de resistência sistêmica à antracnose em feijoeiro-comum pela raça delta avirulenta de Colletotrichum lindemuthianum/ Induction of systemic resistance to anthracnose in common bean by the avirulent delta race of Colletotrichum lindemuthianum

Campos, Ângela Diniz; Hampe, Magdolna Maria Vozarí; Ferreira, Alfredo Gui; Antunes, Irajá Ferreira; Castro, Luis Antônio Suita de
2009-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial da raça delta avirulenta do fungo Colletotrichum lindemuthianum, como protetora contra raças virulentas deste fungo e quanto à capacidade de induzir resistência sistêmica em feijoeiro-comum (Phaseolus vulgaris). Quatro cultivares de feijoeiro foram avaliadas quanto às alterações nas atividades de beta 1,3 glucanase e quitinase, em dois estádios de desenvolvimento (V2 e R6), três dias após a aplicação de suspen (mais) são de esporos de C. lindemuthianum raça delta avirulenta, em comparação com aplicações de água e ácido salicílico. As plantas foram, então, infectadas com o patótipo virulento 33/95 de C. lindemuthianum em suspensão e, depois de cinco dias, foram reavaliadas quanto à atividade das enzimas. Observaram-se acréscimos significativos nas atividades da beta 1,3 glucanase e quitinase, após inoculação do fungo indutivo, nas duas avaliações, nos dois estádios de desenvolvimento. As atividades da beta 1,3 glucanase e da quitinase variaram entre as cultivares e entre os estádios de desenvolvimento das plantas. A correlação entre o índice de severidade da doença e a atividade das enzimas foi altamente significativa. O uso de C. lindemuthianum raça delta avirulenta diminuiu a severidade da doença e pode ter potencial para controlar a antracnose do feijoeiro. Resumo em inglês The objectives of this work were to evaluate the potential of the avirulent delta race of Colletotrichum lindemuthianum as a protector against virulent races of this fungus and induce systemic resistance to anthracnose in common bean (Phaseolus vulgaris). Four common bean cultivars were evaluated for changes in the activities of beta-1,3-glucanase and chitinase at two common bean developmental stages, V2 and R6, three days after the infection with delta race of C. lindemu (mais) thianum, in comparison with control applications of water and salicylic acid. The plants were then infected with a spore suspension of 33/95, a virulent C. lindemuthianum patotype and reevaluated five days later for the enzyme activities. Significant increases in the activities of both beta-1,3-glucanase and chitinase were observed after inoculation of inductive fungus at the two evaluation periods, at both plant development stages. The activities of both beta-1,3-glucanase and chitinase varied among cultivars and among plant development stages. A significant correlation was observed between the disease severity and the enzyme activity. The avirulent delta race of C. lindemuthianum reduced the severity of anthracnose on common bean and may have the potential to control the disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Indução de resistência em tomateiro por extratos aquosos de Lentinula edodes e Agaricus blazei contra Ralstonia solanacearum/ Induction of resistance in tomato plants by aqueous extracts of Lentinula edodes and Agaricus blazei against Ralstonia solanacearum

Silva, Ricardo F.; Pascholati, Sérgio F.; Bedendo, Ivan P.
2007-06-01

Resumo em português O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar o efeito dos extratos aquosos dos cogumelos Lentinula edodes e Agaricus blazei e do indutor de resistência acibenzolar-S-metil (ASM) no controle da murcha bacteriana em tomate (Lycopersicon esculentum Mill.), bem como investigar o modo de ação destes produtos na atividade protetora, através de alterações na atividade de determinadas enzimas. Extratos aquosos dos cogumelos e o ASM foram testados na inibiçã (mais) o do crescimento da bactéria in vitro. Em casa-de-vegetação, plantas foram tratadas com diferentes doses dos extratos e com ASM (0,05 g/L), dois dias antes da inoculação. As avaliações foram efetuadas com base na severidade da doença e determinação da atividade de algumas enzimas. Os isolados de A. blazei e L. edodes, bem como o ASM, não exerceram efeito inibitório direto no crescimento da bactéria. Quanto à indução de resistência, o isolado Le-96/17 de L. edodes na concentração de 10 % (v/v) e o ASM reduziram significativamente a ocorrência de murcha. As atividades de quitinase, fenilalanina amônia-liase e polifenoloxidase não foram alteradas para a maioria dos tratamentos, porém foi constatado um aumento na atividade de quitinase nas plantas tratadas com ASM. Para a peroxidase, os tratamentos ASM, Abl-26 e Le-96/17 ocasionaram aumentos na atividade da enzima e, com base nos resultados, o cogumelo L. edodes e o ASM apresentam potencial para reduzir a murcha bacteriana provavelmente através da indução de resistência. Resumo em inglês This work deals with the effect of aqueous extracts from the mushrooms Lentinula edodes and Agaricus blazei and the inducer of resistance acibenzolar-S-methyl (ASM) on the control of bacterial wilt in tomato (Lycopersicon esculentum Mill.), as well as investigating changes in enzyme activities. Aqueous extracts of the mushrooms and ASM were tested for inhibition of bacterial growth in vitro. Plants were treated with different concentrations of the extracts and with ASM tw (mais) o days before inoculation in greenhouse conditions. The evaluations were based upon disease severity and activity of some enzymes. In general, the isolates of A. blazei and L. edodes, as well as ASM, did not inhibit in vitro bacterial growth. In treated plants, the isolate Le-96/17 10 % (v/v) of L. edodes and ASM significantly reduced bacterial wilt. Chitinase, phenylalanine ammonia-lyase and polyphenoloxidase activities were not changed for most of the treatments; however, increased chitinase activity was verified in plants treated with ASM. The ASM, Abl-26 and Le-96/17 treatments increased peroxidase activity in plants and, based upon the results, L. edodes mushroom and ASM both exhibit potential to reduce bacterial wilt in tomato plants, probably by inducing resistance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)