Sample records for endothelium
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

O endotélio na síndrome metabólica/ The endothelium in the metabolic syndrome

Bahia, Luciana; Aguiar, Luiz G. K. de; Villela, Nivaldo Ribeiro; Bottino, Daniel; Bouskela, Eliete
2006-04-01

Resumo em português O endotélio é responsável pela manutenção da homeostase vascular. Em condições fisiológicas, mantém o tônus vascular, o fluxo sangüíneo laminar, a fluidez da membrana plasmática, o equilíbrio entre coagulação e fibrinólise, a inibição da proliferação e da migração celulares e o controle da resposta inflamatória. A disfunção endotelial é definida como uma alteração do relaxamento vascular por diminuição da biodisponibilidade de fatores de rel (mais) axamento derivados do endotélio, principalmente o óxido nítrico (NO). Estas respostas vasomotoras anormais ocorrem na presença de inúmeros fatores de risco para a aterosclerose. A síndrome metabólica é considerada um estado de inflamação crônica que se acompanha de disfunção endotelial e ocasiona aumento na incidência de eventos isquêmicos cardiovasculares e elevada mortalidade. Essa revisão abordará o processo fisiológico de regulação da função vascular pelo endotélio, os métodos disponíveis para avaliação in vivo da disfunção endotelial e as terapias capazes de melhorar a função vascular e conseqüentemente minimizar o risco cardiovascular dessa síndrome tão prevalente no nosso meio. Resumo em inglês The endothelium is responsible for the maintenance of vascular homeostasis. In physiological conditions it acts keeping vascular tonus, laminar blood flow, plasmatic membrane fluidity, the balance between coagulation and fibrinolysis and the inhibition of cellular proliferation, migration and the inflammatory response. Endothelial dysfunction is defined as an alteration of vascular relaxation induced by reduction of endothelium-derived relaxing factors (ERRFs), mainly nit (mais) ric oxide. These abnormal vasomotor responses occur in the presence of various risk factors for atherosclerosis. The metabolic syndrome is considered a state of chronic inflammation accompanied of endothelial dysfunction causing an increased incidence of ischemic cardiovascular events and high mortality. This revision will encompass the physiological process of vascular function regulation, methods for in vivo assessment of endothelial dysfunction and therapies capable to improve vascular function and consequently minimize the cardiovascular risk due to metabolic syndrome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Efeito protetor da criocardioplegia cristalóide na isquemia global e reperfusão durante circulação extracorpórea: um mecanismo dependente do endotélio?

ÉVORA, Paulo Roberto B; PEARSON, Paul J; DISCIGIL, Berent; OELTJEN, Marilyn; SCHAFF, Hartzell V
1997-01-01

Resumo em português Estudos prévios demonstraram que o comprometimento da produção de EDRF/NO mediada por receptores, após isquemia global e reperfusão, possa ser devido a uma disfunção de G-proteínas que liga os receptores da célula endotelial à via da síntese de EDRF/NO. O presente trabalho experimental sugere que a criocardioplegia cristalóide, associada a hipotermia tópica, previne ou pode reverter, em parte, a disfunção endotelial nas mesmas condições. Mais estudos ser� (mais) �o necessários para conclusões mais definitivas, pois as análises estatísticas mais acuradas sugeriram aumento da amostragem. Este detalhe talvez seja devido às grandes dificuldades de uniformização relacionada a este tipo de experimentos. Além disso, demonstrou-se pela primeira vez que a hipotermia, por si só, pode estimular a liberação de EDRF/NO pelo endotélio vascular. Isto sugere que o endotélio possa ser um importante sensor de mudanças da temperatura sangüínea e tem importantes implicações para o entendimento da fisiologia da CEC e dos mecanismos locais de auto-regulação. Resumo em inglês Previous experiments showed evidence of impaired receptor-mediated production of EDRF/NO following reperfusion injury could be due to G-protein dysfunction which links endothelial cell receptors to the pathway of EDRF/NO synthesis. This experimental research suggested that criocrystalloid cardioplegia, associated to topic hypotermia, could prevent or reverse the endothelium disfunction under same experimental conditions. More experiments will be necessary to get definitiv (mais) e conclusions, because fine statystical analysis suggested increasing the number of experiments. Otherwise, the present study proved for the first time that hypothermia alone can cause the release of PGI2 and EDRF/NO from the endothelium. This suggests that the endothelium could be an important temperature sensor and has important implications for the understanding of cardiopulmonary bypass physiology and local vascular autoregulation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Estudo histopatológico do efeito do tenoxicam com água bidestilada ou com cloreto de sódio a 0,9% no endotélio venoso de coelhos/ Histopathologic study on the effects of tenoxicam with bidistilled water or with 0.9% sodium chloride in rabbits venous endothelium/ Estudio histopatológico del efecto del tenoxican con agua bidestilada o con cloreto de sodio a 0,9% en el endotélio venoso de conejos

Schnaider, Taylor Brandão; Silva, Alcino Lázaro da; Engelman, Míriam de Fátima Brasil; Juliano, Yara; Novo, Neil Ferreira; Schnaider, Gabrielle Sormanti; Schnaider, Caroline Sormanti
2002-04-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Em estudo com células endoteliais de veias umbilicais humanas expostas à indometacina, foi observado aumento da atividade pró-coagulante. Estudo em coelhos comprovou a presença de trombose nas veias auriculares após administração de tenoxicam com seu diluente ou de seu diluente isolado. Não foram encontrados estudos na literatura consultada que tenham avaliado o endotélio venoso após a administração do tenoxicam, em seres humanos. O (mais) objetivo desta pesquisa foi avaliar se o tenoxicam com cloreto de sódio a 0,9% (NaCl a 0,9%) provoca alterações no endotélio venoso de coelhos, como as observadas quando associado ao seu diluente (água bidestilada). MÉTODO: Noventa coelhos (2.000 - 3.500 g) foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos: Controle, com administração de NaCl a 0,9%; Experimento, com tenoxicam (20 mg) associado à água bidestilada ou ao NaCl a 0,9%. O volume injetado nos dois grupos foi constante de 2 ml. A anestesia foi induzida com maleato de acepromazina, cloridrato de cetamina e cloridrato de xilazina, sendo a punção das veias auriculares caudais direita e esquerda realizada com agulha tipo borboleta 27G. Os animais foram mantidos no biotério por 6 h, 12 h e 24 h, novamente anestesiados e submetidos à eutanásia, sendo então realizada exérese das aurículas em sua base e posterior avaliação microscópica das veias. RESULTADOS: Observou-se trombose no grupo Experimento, numa porcentagem de 19,4% após administração do tenoxicam com água bidestilada e 22,2% após administração do tenoxicam com NaCl a 0,9%. No grupo Controle, em que foi injetado somente NaCl a 0,9%, nenhuma das veias apresentou trombose. CONCLUSÕES: Os resultados encontrados permitem concluir que o tenoxicam, com água bidestilada ou com solução de cloreto de sódio a 0,9%, produziu trombose nas veias em que foi injetado. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: En estudio con células endoteliales de venas umbilicales humanas expuestas a la indometacina, fue observado aumento de la actividad pró-coagulante. Estudio en conejos comprobó la presencia de trombosis en las venas auriculares después de la administración de tenoxicam con su diluyente o de su diluyente aislado. No fueron encontrados estudios en la literatura consultada que hayan evaluado el endotélio venoso después de la administración d (mais) e tenoxicam, en seres humanos. El objetivo de esta pesquisa fue evaluar se el tenoxicam con cloreto de sodio a 0,9% (NaCl a 0,9%) provoca alteraciones en el endotélio venoso de conejos, como las observadas cuando asociado a su diluyente (agua bidestilada). MÉTODO: Noventa conejos (2.000 - 3.500 g) fueron distribuidos aleatoriamente en dos grupos: Control, con administración de NaCl a 0,9%; Experimento, con tenoxicam (20 mg) asociado a agua bidestilada o al NaCl a 0,9%. El volumen inyectado en los dos grupos fue constante de 2 ml. La anestesia fue inducida con maleato de acepromazina, clorhidrato de cetamina y clorhidrato de xilazina, siendo la punción de las venas auriculares caudales derecha e izquierda realizada con aguja tipo mariposa 27G. Los animales fueron mantenidos en el biotério por 6 h, 12 h e 24 h, nuevamente anestesiados y sometidos a eutanasia, siendo entonces realizada exéresis de las aurículas en su base y posterior evaluación microscópica de las venas. RESULTADOS: Se observó trombosis en el grupo Experimento, en una porcentaje de 19,4% después de administración del tenoxicam con agua bidestilada y 22,2% después administración del tenoxicam con NaCl a 0,9%. En el grupo Control, en que fue inyectado, solamente NaCl a 0,9%, ninguna de las venas presento trombosis. CONCLUSIONES: Los resultados encontrados permiten concluir que el tenoxicam, con agua bidestilada o con solución de cloreto de sodio a 0,9%, produjo trombosis en las venas en que fue inyectado. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: After exposure to indomethacin, human umbilical vein endothelial cells have shown increased procoagulant activity. Thrombosis in rabbit auricular veins has been observed after injection of tenoxicam with its diluent or of the diluent alone ². Human studies evaluating venous endothelium after tenoxican injection were not found in the literature. This study aimed at evaluating whether tenoxicam with 0.9% sodium chloride changes the venous endothe (mais) lium of rabbits as it is observed when associated to its diluent (bidistilled water). METHODS: The study involved 90 rabbits (2000 and 3500 grams) divided in two groups: Control group, which received 0.9% NaCl; Experimental group, which received tenoxicam (20 mg) with bidistilled water or with 0.9% NaCl. A constant volume of 2 ml was administered to both groups. Anesthesia was induced with acepromazine maleate, ketamine hydrochloride and xylazine hydrochloride, and the puncture of right and left caudal auricular veins was performed with a 27G butterfly needle. Animals were confined for 6 hrs, 12 hrs, and 24 hrs, when they were once more anesthetized and sacrificed, with extraction of the auriculae at their base, followed by microscopic venous study. RESULTS: Thrombosis was observed in 19.4% of the Experimental Group after the administration of tenoxicam with bidistilled water and in 22.2% after the administration of tenoxicam with 0.9% sodium chloride. In the Control group, which has only received 0.9% sodium chloride, no thrombosis was observed. CONCLUSIONS: It was possible to conclude that tenoxicam, either with bidistilled water or 0.9% sodium chloride, has induced thrombosis in the veins it was injected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Avaliação microscópica e ultra-estrutural do endotélio de veia safena preparada pela técnica "no touch"/ Microscopic and ultrastructural evaluation of the saphenous vein endothelium for CABG prepared by the no touch technique

Silva, Virgílio Figueiredo; Ishigai, Márcia Marcelino de Souza; Freymüller, Edna; Branco, João Nelson Rodrigues; Gaia, Diego Felipe; Gabriel, Edmo Atique; Romão, Renata Aparecida Leonel; Buffolo, Enio
2008-09-01

Resumo em português OBJETIVO: O enxerto de veia safena (VS) utilizado em revascularização miocárdica possui uma vida útil, sendo o estágio final a oclusão do vaso. Esforços em adquirir novas técnicas de coleta da VS podem possibilitar uma viabilidade maior do enxerto. MÉTODOS: Vinte pacientes foram randomizados e divididos em dois grupos com o objetivo de avaliação do endotélio vascular. A técnica "no touch" (NT) consiste em retirar o segmento de VS com o tecido perivascular. A (mais) técnica convencional consiste em retirar a VS, com remoção "in situ" do tecido perivascular e conseqüente vasoespasmo. Houve um padrão de retirada das VS com incisões longitudinais escalonadas. Características da VS foram consideradas. A avaliação do endotélio das VS foi realizada usando microscópio eletrônico (ME) pelo método de varredura e de transmissão. Cortes histológicos das VS foram corados em Hematoxilina-Eosina (HE). O colágeno subendotelial foi analisado pelos métodos de Picro-Sirius e Tricrômio de Masson. RESULTADOS: A ME evidenciou que o Grupo NT possui maiores áreas endoteliais não desnudadas, além de um menor número de células degradadas. A coloração em HE nos permitiu verificar a forma e a integridade das camadas das VS. Há um predomínio maior de fibras colágenas coradas no Grupo NT. CONCLUSÕES: A técnica NT permite uma melhor preservação endotelial da VS, sugerindo um enxerto mais viável em longo prazo. Resumo em inglês OBJECTIVE: Saphenous vein grafts (SV) used in coronary artery bypass grafting have a limited life and vein occlusion may be the final adverse effect. Efforts to develop new techniques to harvest the saphenous vein may improve the viability of the graft. METHODS: Twenty patients were randomly divided into two groups with the objective of evaluating the vascular endothelium. The No Touch (NT) technique consists in removing the saphenous vein with perivascular tissue. The co (mais) nventional technique consists in harvesting with "in situ" removal of the perivascular tissue. The standard saphenous vein harvesting procedure used bridged incisions. Characteristics of the vein were considered. Evaluation of the endothelium was achieved by electron microscopy and histologic analysis using hematoxylin eosin staining. The Picrosirius and Masson Trichrome methods were used to analyze subendothelial collagen. RESULTS: Electron microscopy demonstrated that the NT Group had larger non-denudated endothelial areas as well as a smaller number of degraded cells. Histological analysis showed the form and integrity of the saphenous vein layers. A larger amount of collagen fibers were identified in the NT Group. CONCLUSIONS: The NT technique better preserves the saphenous vein endothelium suggesting a more viable graft in the long term.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Toxicidade da mitomicina C ao endotélio da córnea de coelhos/ Mitomycin C toxicity in rabbit corneal endothelium

Silva, Maria Rosa Bet de Moraes; Gregório, Elisa Aparecida
2009-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar alterações do endotélio corneano após aplicação de mitomicina C na esclera por meio de microscopia eletrônica de transmissão e de varredura e correlacionar as alterações com tempo, concentração e entre os dois métodos de avaliação. MÉTODOS: Foi avaliado o endotélio corneano dos olhos de 32 coelhos albinos distribuídos em 4 grupos experimentais com 8 coelhos cada um. A mitomicina C foi aplicada sob retalho escleral no olho direito por 5 (mais) minutos. Nos grupos G1 e G2 a concentração da mitomicina C foi de 0,5 mg/ml e nos grupos G3 e G4 a concentração foi de 0,2 mg/ml. O exame foi realizado com 15 dias após nos grupos G1 e G3 e com 30 dias nos grupos G2 e G4. Dos 8 animais 4 foram preparados para microscopia eletrônica de transmissão e 4 para microscopia eletrônica de varredura. Os olhos esquerdos de todos animais serviram como controle. RESULTADOS: À microscopia eletrônica de transmissão foram observadas alterações do endotélio corneano em todos os grupos experimentais: rarefação do citoplasma, dilatação e fragmentação das cisternas do retículo endoplasmático rugoso, aparelhos de Golgi com dilatação das cisternas, redução de vacúolos e irregularidades da membrana celular interna sendo mais intensas em G1 e G2. À microscopia eletrônica de varredura foram observadas alterações em todos grupos experimentais, exceto G1: alteração de forma e tamanho das células e projeções filopoidais mais longas. CONCLUSÕES: 1 - A mitomicina C causou alteração no endotélio da córnea tanto na concentração de 0,5 mg/ml como de 0,2 mg/ml observadas 15 e 30 dias após a aplicação; 2 - As alterações foram mais intensas com a maior concentração de mitomicina C (0,5 mg/ml) na microscopia eletrônica de transmissão e não na microscopia eletrônica de varredura; 3 - As alterações tiveram correlação com o tempo na microscopia eletrônica de varredura e não na microscopia eletrônica de transmissão. Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate corneal endothelium alterations after applying mitomycin C to the sclera using transmission and scanning electron microscopy, correlating alterations with time, concentration, and evaluation methods. METHODS: The corneal endothelium of both eyes of 32 albino rabbits was evaluated and distributed into four groups of 8. Mitomycin C was applied under a scleral flap in the right eye for 5 minutes. Mitomycin C concentrations were 0.5 mg/ml for G1 and G2 an (mais) d 0.2 mg/ml for G3 and G4. Examinations were performed 15 days after application to G1 and G3, and 30 days after application to G2 and G4. Four cornea in each group were prepared for transmission electron microscopy and four for scanning electron microscopy. Left eyes of all animals were used as controls. RESULTS: Transmission electron microscopy showed corneal endothelium alterations in all groups: rarefied cytoplasm, dilation and fragmentation of rough endoplasmic reticulum cisternae, Golgi apparatus with cisternal dilation, reduced vacuoles, and irregularities of internal membrane more noticeable in G1 and G2. Scanning electron microscopy revealed alterations in all groups except G1: changes in the shape and size of cells and longer filopodial projections. CONCLUSIONS: 1 - Corneal endothelium alterations were seen at both 0.5 and 0.2 mg/ml concentrations and at 15 and 30 days after mytomicin C application; 2 - Alterations were more intense with higher mytomicin C concentration by transmission electron but not by scanning electron microscopy; 3 - The alterations correlated with time by scanning electron microscopy but not by transmission electron microscopy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Amiodarona causa vasodilatação dependente do endotélio em artérias coronárias caninas/ Amiodarone causes endothelium-dependent vasodilation in canine coronary arteries

Rodrigues, Alfredo José; Evora, Paulo Roberto Barbosa; Maruo, Ayako; Schaff, Hartzell V.
2005-03-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar os efeitos vasodilatadores da amiodarona em artérias coronárias caninas empregando soluções de amiodarona dissolvida em polisorbato 80 ou em água. MÉTODOS: Anéis de artéria coronária, com e sem o endotélio íntegro, foram imersos em solução de krebs e conectadas a um transdutor para aferição de força isométrica promovida por contração vascular. As artérias foram expostas a concentrações crescentes de polisorbato 80, amiodarona dissol (mais) vida em água, amiodarona dissolvida em polisorbato 80 e uma apresentação comercial da amiodarona (Cordarone®). Os experimentos foram conduzidos na presença e na ausência dos seguintes bloqueadores enzimáticos: apenas indometacina, Nômega-nitro-L-arginina associada à indometacina e apenas Nômega-nitro-L-arginina. RESULTADOS: O polisorbato 80 causou pequeno relaxamento não dependente do endotélio. O Cordarone®, a amiodarona dissolvida em água e em polisorbato 80 promoveram relaxamento dependente do endotélio, que foi de maior magnitude para a amiodarona dissolvida em polisorbato e para o Cordarone®. Apenas a associação de indometacina com a Nômega-nitro-L-arginina foi capaz de abolir o relaxamento dependente do endotélio provocado pela amiodarona dissolvida em polisorbato 80. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos indicam que a vasodilatação promovida pela amiodarona em artérias coronárias caninas é causada principalmente pela estimulação da liberação de óxido nítrico e fatores endoteliais relaxantes dependentes das ciclo-oxigenases. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the vasodilating effects of amiodarone on canine coronary arteries by using solutions of amiodarone dissolved in polysorbate 80 or water. METHODS: Rings of coronary arteries, with or without intact endothelium, were immersed in Krebs solution and connected to a transducer for measuring the isometric force promoted by a vascular contraction. The arteries were exposed to increasing concentrations of polysorbate 80, amiodarone dissolved in water, amiodar (mais) one dissolved in polysorbate 80, and a commercial presentation of amiodarone (Cordarone). The experiments were conducted in the presence of the following enzymatic blockers: only indomethacin, Nw-nitro-L-arginine associated with indomethacin, and only Nw-nitro-L-arginine. RESULTS: Polysorbate 80 caused a small degree of nonendothelium-dependent relaxation. Cordarone, amiodarone dissolved in water, and amiodarone dissolved in polysorbate 80 caused endothelium-dependent relaxation, which was greater for amiodarone dissolved in polysorbate and for Cordarone. Only the association of indomethacin and Nw-nitro-L-arginine could eliminate the endothelium-dependent relaxation caused by amiodarone dissolved in polysorbate 80. CONCLUSION: The results obtained indicate that vasodilation promoted by amiodarone in canine coronary arteries is mainly caused by stimulation of the release of nitric oxide and cyclooxygenase-dependent relaxing endothelial factors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Análise do efeito imediato do jato de CO2 sobre o endotélio vascular de caprinos/ Analyses of the immediate effect of CO2 flow on vascular endothelium in goats

Alves, Eucário Leite Monteiro; Stolf, Noedir Antonio Groppo; Almeida, Ezequiel Cardoso Saraiva de; Moreira, Luiz Felipe Pinho; Feitosa Júnior, Francisco Solano; Gutierrez, Paulo Sampaio
2006-09-01

Resumo em português OBJETIVO: O objetivo deste estudo é avaliar a influência do jato de CO2 na parede da Artéria Torácica Interna Esquerda (ATIE) e Artéria Interventricular Anterior (AIVA), em um modelo experimental em caprinos, comparando os efeitos imediatos do uso do CO2 com velocidade de fluxo de 5 L/min e 10 L/min, por 20 minutos, com fluxo intermitente (30 em 30 segundos), com e sem umidificação, simultaneamente nas ATIE e AIVA. MÉTODO: Trinta e seis caprinos foram submetidos a (mais) o procedimento cirúrgico. A análise histológica foi feita por meio da reação de imunoperoxidase para marcação do endotélio, por meio da detecção do Fator VIII da coagulação. A mensuração foi feita pelo Quantimet, seguindo a escala de Ip para lesão vascular. RESULTADOS: Nos grupos controle, com e sem umidificação, não houve lesão endotelial. A velocidade de fluxo de 5 L/min provocou lesão endotelial com nível de significância intermediária na AIVA, sem umidificação; e, com a umidificação, a lesão ocorreu, porém, sem significância. A velocidade de fluxo de 5L/min, com e sem umidificação, provocou lesão endotelial na ATIE, contudo, sem significância. Com a velocidade de fluxo de 10 L/min, houve lesão endotelial com nível de significância importante, tanto para a ATIE quanto para a AIVA, não alterando se umidificado ou não. CONCLUSÃO: Pôde-se concluir que a lesão endotelial é fluxo-dependente. As artérias envolvidas na anastomose (ATIE e AIVA) foram afetadas simultaneamente, sendo que a agressão foi maior para AIVA. Resumo em inglês OBJECTIVE: The purpose of this study was to assess the effect of CO2 on the wall of the Left Internal Thoracic Artery (LITA) and Anterior Interventricular Artery (AIVA) in an experimental model using goats, comparing the immediate effects of the use of CO2 at flow rates of 5 L/min and 10 L/min during 20 minutes, with intermittent flow (every 30 seconds) with and without humidification, simultaneously to the LITA and AIVA. METHODS: Thirty-six male goats were submitted to a (mais) surgical procedure. Histological analysis was carried out using the immunoperoxidase reaction to mark the endothelium through the detection of VIII Coagulation Factor. Measurement was made by Quantimet following the Ip scale for vascular injury. RESULTS: Within control groups, with and without humidification, both for AIVA and LITA, there was no endothelial injury. The flow rate of 5 L/min provoked moderately significant endothelial injury of the AIVA without humidification, whereas with humidification the endothelial injury was seen but without statistical significance. The flow rate of 5 L/min, with or without humidification, provoked insignificant endothelial injury at LITA. With a flow rate of 10 L/min, there was highly significant endothelial injury, both for the LITA and AIVA and whether humidified or not. CONCLUSION: In conclusion endothelial injury is flow-dependent with greater injury when using CO2 at a flow rate of 10 L/min and less at 5 L/min. The arteries involved in anastomosis (LITA and AIVA) are both affected, but there is a greater effect on the AIVA.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Efeito dos ácidos graxos ômega-3 sobre o relaxamento-dependente do endotélio em coelhos hipercolesterolêmicos/ Effects of omega-3 fatty acids on endothelium-dependent relaxation in hypercholesterolemic rabbits

Ribeiro Jorge, Paulo Afonso; Neyra, Lidia Cruz; Ozaki, Regina Michico; Almeida, Eros de
1997-07-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar o efeito dos ácidos graxos ômega-3 sobre o relaxamento-dependente do endotélio, o colesterol plasmático, as LDL, VLDL, HDL, triglicérides e a peroxidação lipídica das partículas de LDL-nativas, oxidadas e da parede arterial. MÉTODOS: Coelhos da raça Nova Zelândia foram submetidos a dieta enriquecida com colesterol (0,5%) e gordura de coco (2%), por 30 dias e separados em grupo hipercolesterolemia (H) e ômega-3 (O-3), sendo administrado ao O- (mais) 3 ácidos graxos ômega-3 na dose de 300mg/kg/dia, durante 15 dias, através de gavagem. O colesterol plasmático, triglicérides, LDL-colesterol, VLDL e HDL-colesterol foram medidos através de kits enzimáticos e os resultados expressos em mg/dl. As LDL foram obtidas por ultracentrifugação e oxidadas através da exposição ao Cu++. A peroxidação lipídica das LDL e da parede da aorta foi mensurada pela dosagem do malondialdeido (MDA). A função endotelial foi avaliada por curvas de concentração-efeito obtidas pela acetilcolina e nitroprussiato, após contração com norepinefrina. RESULTADOS: Houve aumento do colesterol plasmático e das VLDL, sem interferência nos níveis de LDL e HDL, no O-3. Observou-se redução significante dos triglicérides. Verificou-se aumento significante do teor de MDA nas LDL-nativas e oxidadas, assim como na parede arterial. O relaxamento-dependente do endotélio foi significativamente menor no O-3. CONCLUSÃO: A administração de ácidos graxos ômega-3 na dosagem de 300/mg/kg/dia, a coelhos hipercolesterolêmicos aumentou o colesterol e as VLDL plasmáticas, enquanto reduziu os triglicérides. O relaxamento-dependente do endotélio foi menor que no grupo H. Resumo em inglês PURPOSE: To study the effect of omega-3 fatty acid on endothelium-dependent relaxation, total plasma cholesterol, LDL-cholesterol, HDL-cholesterol and triglycerides levels as well as, the malondialdehyde (MDA) content of the LDL particles and arterial wall. METHODS: Fourteen male rabbits were randomly assigned to hypercholesterolemic and omega-3 groups. The dose of omega-3 fatty acid utilized was 300g/kg/day during 15 days. All rabbits were fed a diet supplemented with ch (mais) olesterol (0.5%) and coconut oil (2%) for four weeks. At the end of the experiment the animals were killed and the aorta removed for measurement of MDA content and the endothelium-dependent relaxation studies. Total plasma cholesterol, VLDL-cholesterol, LDL-cholesterol, HDL-cholesterol and triglycerides was measured by enzymatic kits. MDA was also measured in natives and oxidized LDL and arterial wall. RESULTS: Cholesterol and VLDL-cholesterol were increased significantly in the omega-3 treated animals. The triglyceride level was significantly reduced (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Estudo morfométrico do efeito do Tenoxicam e do seu diluente no endotélio venoso, em coelhos/ Morphometric study on the effect of tenoxicam and its diluent in the venous endothelium, in rabbits

Schnaider, Taylor Brandão; Andrade, Carlos Henrique Vianna de; Juliano, Yara; Novo, Neil Ferreira; Engelman, Miriam de Fátima Brasil; Schnaider, Gabrielle Sormanti; Schnaider, Caroline Sormanti
2001-09-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar pela morfometria o efeito do tenoxicam e do seu diluente no endotélio venoso, foram utilizados 48 coelhos (Oryctolagus cuniculus), brancos, da linhagem Nova Zelândia, machos, com idade acima de 10 semanas, com peso variando entre 2.350 e 3.500 gramas, divididos em dois grupos, denominados Experimento e Controle, que foram observados nos tempos de 6, 12 e 24 horas. Administrou-se nas venae auriculares dextra e sinistra, diluente ou tenoxicam/dil (mais) uente no Grupo Experimento e cloreto de sódio a 0,9% no Grupo Controle. Não se constatou diferença estatisticamente significante entre o peso dos animais do Grupo Experimento e do Grupo Controle, antes da realização do procedimento. Pode-se observar que após a administração do tenoxicam com o seu diluente ou do diluente isolado, os diâmetros dos núcleos das células endoteliais apresentaram significativamente menor dimensão, quando comparados aos do grupo Controle, em que foi injetado cloreto de sódio a 0,9%. Os resultados encontrados permitem concluir que o tenoxicam com o seu diluente comercial ou o diluente isolado reduzem o diâmetro dos núcleos das células endoteliais das venae em que foram injetados os fármacos. Resumo em inglês To evaluate, by the morphometry, the effect of tenoxicam and its diluent in the venous endothelium, were used 48 white male rabbits (Oryctolagus cuniculus), of the New Zealand branch, with age over 10 weeks and weight varying between 2.350 and 3.500 grams. The rabbits were divided in two groups: Experiment and Control, and analyses were conduced in 6, 12 and 24 hours after the procedure. Into the right and left mediales auriculares veins of the Experiment group was inject (mais) ed tenoxicam or tenoxicam and its diluent; in the Control group 0,9% sodium chloride was injected. No statistically significant difference was observed between the animals weight in both groups before the performance of the procedure. It was possible to observe, after the use of tenoxicam with its diluent or the isolated diluent, that the nuclei diameter of the cells of the venous endothelium showed a dimension, markedly smaller when compared to the Control Group, in which was injected 0,9% sodium chloride. The results found allow to conclude that tenoxicam with its commercial or its isolated diluent reduce the nuclei diameter of the cells of the venous endothelium, where they were injected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Estudo histopatológico do efeito do tenoxicam e do seu diluente no endotélio venoso, em coelhos/ Histopathologic study on the effect of Tenoxicam and its diluent in the venous endothelium, in rabbits

Schnaider, Taylor Brandão; Andrade, Carlos Henrique Vianna de; Juliano, Yara; Novo, Neil Ferreira; Engelman, Miriam de Fátima Brasil; Schnaider, Gabrielle Sormanti; Schnaider, Caroline Sormanti
2000-06-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar pela histopatologia o efeito do tenoxicam e do seu diluente no endotélio venoso, foram utilizados 48 coelhos (Oryctolagus cuniculus), rancos, da linhagem Nova Zelândia, machos, com idade acima de 10 semanas, com peso variando entre 2350 e 3500 gramas, divididos em dois grupos, denominados Experimento e Controle, que foram observados nos tempos de 6, 12 e 24 horas. Administrou-se nas venae auriculares dextra e sinistra, diluente ou tenoxicam/dil (mais) uente no Grupo Experimento e cloreto de sódio a 0,9% no Grupo Controle. Não se observou diferença estatisticamente significante entre o peso dos animais do Grupo Experimento e do Grupo Controle, antes da realização do procedimento. No que se refere à presença ou ausência de trombose, observamos que: após administração do diluente no Grupo Experimento, 19,4% das venae apresentaram trombos; após administração do tenoxicam com o diluente no Grupo Experimento, a incidência de trombose foi também de 19,4%; no Grupo Controle, em que foi injetado cloreto de sódio a 0,9%, nenhuma das venae apresentou trombos. Os resultados observados permitem concluir que o tenoxicam com o seu diluente comercial ou o seu diluente isolado podem acarretar trombose nas venae em que foram injetados. Resumo em inglês Aiming to evaluate by the histopathology the effect of tenoxicam and its diluent in the venous endothelium, 48 white male New Zealand rabbits (Oryctolagus cuniculus) with age over 10 weeks and weight varying between 2350 and 3500 grams were used. They were divided into two groups called Experiment and Control which were observed in intervals of 6, 12 and 24 hours. It was administered diluent or tenoxicam/diluent into the right and left auriculares veins in the Experiment (mais) Group and 0,9% sodium chloride in the Control Group. No statistically significant difference was observed between the animals weight in both groups before the performance of the procedure. In regarding to the presence or absence of thrombosis, it was possible to observe that: after the administration of diluent in the Experiment Group, 19,4% of the veins presented thrombi; after the administration of tenoxicam with the diluent in the Experiment Group, the incidence of thrombosis was also 19,4%, in the Control Group, which received 0,9% sodium chloride, none of the veins presented thrombi. The results observed allow to conclude that tenoxicam with its commercial diluent or its isolated diluent may cause thrombosis in the venous where they were injected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Estudo morfométrico do efeito do tenoxicam com água bidestilada ou com cloreto de sódio a 0,9% no endotélio venoso, em coelhos/ Morphometric study on the effect of tenoxicam with bidistilled water or with 0.9% sodium chloride in the venous endothelium, in rabbits

Schnaider, Taylor Brandão; Silva, Alcino Lázaro da; Engelman, Miriam de Fátima Brasil; Juliano, Yara; Novo, Neil Ferreira; Schnaider, Gabrielle Sormanti; Schnaider, Caroline Sormanti
2002-04-01

Resumo em português Objetivo: Avaliar, pela morfometria, se o tenoxicam com água bidestilada (diluente) ou com cloreto de sódio a 0,9% (NaCl 0,9%) provoca alterações no endotélio venoso. Métodos: Foram utilizados 90 coelhos (Oryctolagus cuniculus), brancos, da linhagem Nova Zelândia, machos, com idade acima de 10 semanas, com peso variando entre 2000 e 3500 gramas, divididos em dois grupos denominados Experimento e Controle, que foram observados nos tempos de 6h, 12h e 24h. Administro (mais) u-se nas venae auriculares dextra e sinistra, tenoxicam com seu diluente ou com NaCl 0,9% no grupo Experimento e NaCl 0,9% no grupo Controle. Para análise estatística dos resultados foi aplicada a análise de variância a um critério: a) em separado para cada grupo (Tenoxicam/NaCl 0,9%, Tenoxicam/Diluente e NaCl 0,9%), para comparar as medidas médias dos diâmetros dos núcleos das células endoteliais obtidas nos períodos de observação de 6h, 12h e 24h. Resultados: Observou-se que não ocorreram diferenças significantes entre as medidas médias dos diâmetros nucleares encontradas nos períodos de eutanásia de 6, 12 e 24h, em separado para cada grupo. As medidas médias dos diâmetros nucleares do grupo Controle foram significantemente maiores do que as observadas no grupo Experimento. Conclusão: O tenoxicam, com água bidestilada ou com cloreto de sódio a 0,9%, reduziu os diâmetros dos núcleos das células endoteliais nas venae em que foi injetado. Resumo em inglês Objective: Evaluate by morphometry, if tenoxicam with bidistilled water (diluent) or 0.9% sodium chloride, causes venous endothelium alterations. Methods: 90 white male rabbits of the New Zealand branch (Oryctolagus cuniculus) with age over 10 weeks, weight varying between 2000 and 3500 grams were used. The rabbits were divided in two groups: Experiment and Control, and analyses were conducted in 6hrs, 12hrs and 24hrs after the procedure. Into the right and left auricular (mais) es veins of the Experiment group was injected tenoxicam with its diluent or 0.9% sodium chloride; in the Control group 0.9% sodium chloride was injected. Results: Statistical differences were evaluated by One-way analysis of variance: a) apart for each group (Tenoxicam/0.9% Sodium Chloride, Tenoxicam/Diluent and 0.9% Sodium Chloride), to compare the average measures of the endothelial cells nuclei diameters obtained in the observation period of 6hrs, 12hrs and 24hrs, without significant difference among them; b) apart from the observation period (6hrs, 12hrs and 24hrs), to compare the average measures obtained, in the Tenoxicam/0.9% Sodium Chloride, Tenoxicam/Diluent and 0.9% Sodium Chloride groups, it was observed that the average measures of the nuclei diameters of the 0.9% Sodium Chloride group were significantly bigger than the ones observed in the Tenoxicam/0.9% Sodium Chloride and Tenoxicam/Diluent groups. Conclusion: Tenoxicam, either with bidistilled water or 0.9% sodium chloride, reduced the endothelial cells nuclei diameters in the veins where it was injected.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

A natação forçada induz subsensibilidade à fenilefrina em aorta torácica de rato/ Forced-swim induces subsensitivity to phenylephrine in the rat thoracic aorta

Moura, Maria José C. Sampaio; Quintal, Maísa Momesso de; Marcondes, Fernanda Klein
2003-12-01

Resumo em português O estresse pode alterar a função vascular. O objetivo deste trabalho foi estudar a sensibilidade à fenilefrina (FE) em aorta torácica de ratos submetidos à natação forçada. Ratos Wistar (200-250 g) foram submetidos a três sessões de natação aplicadas em dias consecutivos (15, 30 e 30 min respectivamente). Imediatamente após a última sessão, os animais foram sacrificados e, da aorta torácica foram obtidos anéis (3-5 mm) com e sem endotélio. Os anéis fora (mais) m mantidos em solução de Krebs-Henseleit (37 ºC; 95% O2-5% CO2). A integridade do endotélio foi avaliada pelo relaxamento em resposta à acetilcolina (10 µM), após indução de contração por FE (0,1 µM). Curvas concentração-efeito à FE foram obtidas (n=5/grupo). Não houve diferença na resposta máxima à FE entre os tratamentos controle e estresse, em anéis com e sem endotélio (p>0,05). A natação forçada induziu subsensibilidade à FE em anéis com endotélio de aorta torácica isolada de ratos submetidos à natação (pD2= 6,89 ± 0,07, p Resumo em inglês Stress may change vascular function. The aim of this report was to study the sensitivity to phenylephrine (PHE) in the thoracic aorta from rats submitted to forced-swim. Male Wistar rats (200-250 g) were submitted to three swimming sessions, one session/day (15, 30 and 30 min, respectively). Immediately after the last swimming session, the animals were sacrificed and thoracic aorta was isolated. Aortic rings (3-5 mm), with and without endothelium, were carefully obtained (mais) and were main-tained in Krebs-Henseleit solution (95% O2- 5% CO2, 37 ºC). Endothelial integrity was assessed by relaxation to acetylcholine (10 µM) in pre-contracted rings (PHE 0.1 µM). Concentration-effect curves to PHE were obtained (n = 5/group). There was no difference between control and stress groups in the maximum response to PHE of aortic rings with and without endothelium (p>0.05). Forced-swim induced subsensitivity to PHE in aortic rings with endothelium isolated from stressed rats (pD2 = 6.89 ± 0.07; p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Punção estromal anterior na descompensação corneana secundária à iridosquise: relato de caso e revisão da literatura/ Anterior stromal puncture in bullous keratopathy secondary to iridoschisis: case report and literature review

Fontes, Bruno Machado; Alvarenga, Lênio Souza; Vieira, Luís Antonio; Souza, Luciene Barbosa de; Freitas, Denise de
2003-10-01

Resumo em português Descrevemos o tratamento da descompensação localizada do endotélio corneano secundária à iridosquise primária utilizando a punção estromal anterior em uma paciente de 81 anos. O exame ocular revelou iridosquise inferior no olho direito, com edema corneano localizado no local de contato entra as fibras irianas e o endotélio corneano. Foi realizada a fotocoagulação com laser de argônio das fibras irianas em contato com o endotélio, sem melhora do quadro clínic (mais) o. Optou-se por realizar a punção estromal anterior, com resolução total da sintomatologia. Assim, sugerimos que a punção estromal anterior deve ser considerada uma opção terapêutica no controle da sintomatologia da descompensação corneana localizada secundária à iridosquise. Foi feita uma revisão da literatura sobre tratamentos paliativos para descompensação endotelial. Resumo em inglês To describe the treatment of localized bullous keratopathy secondary to iridoschisis with anterior stromal puncture in a 81-year-old female with iridoschisis and localized corneal edema, in whom anterior stromal puncture was performed. Ocular examination showed inferior iridoschisis in the right eye, with localized edema in the area of contact between the fibers and the endothelium. Photocoagulation of the fibers was performed but no biomicroscopic changes were observed. (mais) Anterior stromal puncture was performed and a complete resolution of symptoms was observed. We suggest that anterior stromal puncture should be considered as an option to reduce the symptoms of patients with localized corneal edema secondary to iridoschisis. Review of the literature about palliative treatments for bullous keratopathy was also performed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Reatividade vascular da artéria mamária interna: estudos farmacológicos comparativos entre artérias caninas direita e esquerda/ Vascular reactivity of the internal mammary artery: comparative pharmacological studies between canine right and left arteries

EVORA, Paulo Roberto B.; PEARSON, Paul J.; OELTJEN, Marilyn; DISCIGIL, Berent; SCHAFF, Hartzell V.
1999-10-01

Resumo em português Para estudos comparativos da reatividade vascular entre artéria mamária interna (AMI) canina direita e esquerda, realizaram-se experimentos "in vitro" utilizando-se banhos orgânicos ("organ chambers") e ensaios biológicos: 1) os produtos plaquetários ADP e 5-HT induziram, respectivamente, vasodilatação dependente e independente do endotélio; 2) os autacóides, bradicinina e histamina, também induziram vasodilatação, respectivamente, dependente e independente do (mais) endotélio; 3) o A23187, vasodilatador independente de receptor, induziu relaxamentos dependentes do endotélio; 4) dopamina, dobutamina, papaverina e a poli-L-arginina induziram vasodilatações independentes do endotélio; 5) a NOR induziu intensa vasoconstrição comparável à causada pelo KCI e pela endotelina; 6) em 83% de 24 ensaios, a liberação basal de NO foi maior na AMI esquerda, em comparação com a AMI direita; 7) ensaios biológicos de AMIs demonstraram a importância da PGI2 nas condições de hipóxia, uma vez que a indometacina aboliu vasodilatação adicional em resposta à hipóxia em condições de vasodilatação induzida pela liberação basal de NO; 8) não ocorreram diferenças significantes de resposta, comparando-se estudos realizados em AMIs direita e esquerda. Resumo em inglês To study factors which modulate the tone of internal mammary artery (IMA) bypass grafts, right and left canine IMAs were studied in vitro in organ chambers: 1) increasing concentrations of the platelet-derived products adenosine diphosphate (ADP) or serotonin (5-HT) induced vasodilation of contracted right and left IMAs. The vasodilation caused by ADP was endothelium-dependent while serotonin acted directly on the vascular smooth muscle; 2) the autacoids histamine and bra (mais) dykinin also induced IMA vasodilation, histamine via a direct action on the smooth muscle, and bradykinin through the release of nitric oxide; 3) in canine IMAs, the calcium ionophore A23187, which acts independently of receptors produced endothelium-dependent vasodilation of contracted blood vessels; 4) dopamine, dobutamine, and papaverine induced vasodilation of the IMA, regardless of the presence or absence of an intact intima; 5) norepinephrine induced profound IMA vasoconstriction which was comparable to contraction to potassium ions or the constrictor peptide endothelin; 6) in 83% of 20 biological assays the basal release of nitric oxide was bigger in left IMAs than right IMAs; 7) biological assays of IMAs confirmed the importance of prostacyclin (PGI2) in response to hypoxia; 8) no differences between right and left IMAs were observed studying the different drugs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Marcadores de função endotelial no hipotireoidismo/ Markers of endothelial function in hypothyroidism

Cabral, Mônica Dias; Teixeira, Patrícia de Fátima Santos; Leite, Sandra Pereira; Vaisman, Mário
2009-04-01

Resumo em português O papel do endotélio em várias doenças vem sendo o foco da investigação científica e recentemente estão disponíveis métodos de avaliação da função endotelial de menor custo e menos invasivos. O endotélio modula o tônus vascular, participa dos processos inflamatórios, da ativação de plaquetas e da trombose. Consequentemente, a disfunção endotelial tem sido considerada evento importante na patogênese da aterosclerose. O hipotireoidismo está associado a (mais) maior risco cardiovascular, e a avaliação da função endotelial vem sendo reconhecida como ferramenta promissora na detecção de alterações cardiovasculares pré-clínicas associadas à disfunção tireoidiana. Alguns estudos recentes demonstraram relação entre o status tireoidiano e a função endotelial. Entretanto, estudos multicêntricos e controlados por placebo são necessários para abordar essa questão e o efeito da reposição da levotiroxina na função endotelial. Esse artigo propõe-se a discutir as perspectivas da relação entre endotélio e função tireoidiana. Resumo em inglês The role of the endothelium in human disease has become the focus of scientific investigation and recently noninvasive and less expensive measures of endothelial function have become available. The endothelium modulates the vascular tonus and participates in inflammatory processes, platelet aggregation and thrombosis. Consequently, endothelial dysfunction has been implicated as an important event in the pathogenesis of atherosclerosis. Hypothyroidism is associated with an (mais) increased cardiovascular risk, and the assessment of endothelial function holds a great deal of promise as an assessment tool for the detection of preclinical cardiovascular alterations associated with thyroid dysfunction. Some recent studies have demonstrated a relationship between thyroid status and endothelial function, but large multicenter, placebo-controlled prospective trials are necessary to address this issue and the effect of levothyroxine replacement treatment in endothelial function. The objective of this work is to discuss the perspective picture in endothelium and thyroid function relationship.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Alguns aspectos da função endotelial em cirurgia cardíaca/ Some aspects of the enothelial function in cardiac surgery

Évora, Paulo Roberto B; Pearson, Paul J; Schaff, Hartzell V
1993-09-01

Resumo em português Este estudo mostra alguns aspectos da função endotelial relacionados, diretamente, com a cirurgia cardíaca: 1) Após isquemia miocárdica global seguida de reperfusão, o endotélio coronariano perde a habilidade de expressar vasodilatação endotélio-dependente mediada por receptores, ao passo que o relaxamento endotélio-dependente mediado pelo cálcio ionóforo A23187 e a fosfolipasec C, que não dependem de estimulação de receptores, encontra-se inalterada. O re (mais) laxamento produzido pelo fluoreto de sódio, o qual atua através de G-proteína(s), encontra-se comprometido. Estes experimentos indicam que o comprometimento da produção de EDRF/NO mediada por receptores após a lesão de reperfusão possa ser devido a uma disfunção de G-proteínas que liga os receptores da célula endotelial à via da síntese de EDRF/ NO; 2) Quarenta e cinco minutos de parada cardioplégica de corações de cães, pela solução St.Thomas não comprometem a produção de EDRF/NO em artérias epicárdicas coronárias. Estudos farmacológicos in vitro semelhantes, testando-se os efeitos da solução UW, suportaram o conceito de que ela não lesa o endotélio coronariano sendo segura para a preservação cardíaca durante transplantes cardíacos; 3) Em segmentos de artérias coronárias, renais, femorais, e em segmentos de artéria pulmonar, a protamina induziu vasodilatação endotélio-dependente, mediada pela estimulação da liberação de EDRF/NO. Nas circulações coronariana e sistêmica, ao contrário do que se verificou nos experimentos envolvendo a circulação pulmonar, este efeito foi independente da presença de heparina; 4) Em 83% dos ensaios biológicos, o efluente da AMI esquerda induziu um relaxamento maior do anel coronariano bioensaiado do que o efluente da AMI direita,por liberação basal de EDRF/NO. Este inibe a adesividade e a agregação plaquetárias e a aterogêne, contribuindo para os resultados superiores obtidos quando se utiliza esta artéria para a revascularização do miocárdio. Quando expostos à hipoxia, as atividades vasodilatadoras da AMI e da veia safena foram maiores. Esta acentuação da vasodilatação causada pela hipoxia foi inibida pelo tratamento com a indometacina, e, rapidamente, revertida, quando se restabeleceu a normóxia. Resumo em inglês This study shows some aspects of endothelial function closely related with cardiac surgery: 1) Following global myocardial ischemia and reperfusion, the coronary endothelium has an impaired ability to express endothelium-dependent vasodilation to the receptor-dependent agonists while endothelium-dependent relaxation to the receptor-independent A23187 and phospholipase C is unaltered. The relaxation to sodium fluoride, which acts on a pertussis toxin-sensitive G-protein is (mais) impaired. These experiments indicate that impaired receptor-mediated production of EDRF/NO following reperfusion injury could be due to G-protein dysfunction in the pathway which links endothelial cell receptors to the pathway of EDRF/NO synthesis; 2) Forty-five minutes of cardioplegic arrest of the canine heart does not alter the production EDRF/NO in the epicardial coronary artery. Similar experiments support the concept that UW solution is safe for cardiac preservation during heart transplantation; 3) In coronary, renal, femoral and pulmonary arterial segments, protamine induced endothelium-dependent vasodilation mediated by the stimulated release of EDRF/NO. In the pulmonary circulation, differently of the coronary, renal and femoral arteries, protamine-induced endothelium-dependent vasodilation could be inhibited by comparable amounts of heparin, and this effect was overcome by adding additional protamine; 4)ln 83% of the superfusion experiments, effluent from the left IMA induced greater relaxation of the bioassay ring than did the right IMA due to the basal release of EDRF/NO. Because EDRF/NO induces vasodilation and also inhibits platelet adhesion, platelet aggregation, and atherogenesis, luminal release of EDRF/NO by the IMA could contribute to superior results when the artery is used in bypass grafting. Upon exposure of the grafts to hypoxia, the vasodilator activity of effluent from both IMA and saphenous vein grafts was augmented.This hypoxic augmentation could be inhibited by indomethacin treatment and the relaxation was quickly reversed with return to normoxia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Ondas ultra-sônicas de alta freqüência causam disfunção endotelial em artérias coronárias caninas epicárdicas/ High-frequency ultrasonic waves cause endothelial dysfunction on canine epicardial coronary arteries

Discigil, Berent; King, R. Michael; Pearson, Paul J.; Capellini, Verena K.; Rodrigues, Alfredo José; Schaff, Hartzell V.; Evora, Paulo Roberto Barbosa
2008-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Aplicação de energia por ultra-som pode facilitar a remoção da placa ateromatosa, mas o efeito desse procedimento em vasos próximos ainda é matéria de estudos experimentais. MÉTODOS: Para determinar se a energia ultra-sônica compromete a produção de óxido nítrico, segmentos de artérias coronárias caninas foram expostos a baixos (0-10 W) e altos (25 W) níveis de energia por 15 segundos, utilizando-se protótipo de aparelho para a realização de e (mais) ndarterectomia. Após exposição, segmentos das artérias coronarianas foram estudados em organ chambers. Para os ensaios farmacológicos foram utilizadas as seguintes drogas:difosfato de adenosina (ADP), acetilcolina (Ach) e fluoreto de sódio (NaF) para a avaliação do relaxamento dependente do endotélio. O nitroprussiato de sódio (NPS) e o isoproterenol foram utilizados para a avaliação do relaxamento independente do endotélio. RESULTADOS: A aplicação de alta energia ultra-sônica comprometeu o relaxamento dependente do endotélio induzido por ADP (10-9 - 10-4 M), Ach (10-9 - 10-4 M) e NaF (0,5 -9,5 mM) em artérias coronarianas epicárdicas. Entretanto, baixos valores de energia ultra-sônica não alteraram o relaxamento dependente do endotélio (nem o relaxamento máximo e nem a EC50) induzido pelos mesmos agonistas. O relaxamento da musculatura lisa vascular induzido por isoproterenol (10-9 - 10-5 M) ou NPS (10-9 - 10-6 M) não foi comprometido, tanto por baixos, quanto por altos níveis de energia ultra-sônica. CONCLUSÃO: Os experimentos demonstram que altas energias ultra-sônicas alteram a função endotelial. Entretanto, o ultra-som não altera a habilidade de relaxamento da musculatura lisa vascular de artérias caninas epicárdicas. Resumo em inglês OBJECTIVE: Application of ultrasound energy by an endarterectomy probe can facilitate the removal of atheromatous plaque, but the effect of this procedure on surrounding vessel structure and function is still a matter of experimental investigations. METHODS: To determine whether ultrasound energy impairs the production of nitric oxide or damages vascular smooth muscle function, isolated canine epicardial coronary artery segments were exposed to either high (25 W) or low ( (mais) 0-10 W) ultrasonic energy outputs, for 15 seconds, using an endarterectomy device prototype. After exposure, segments of epicardial coronary artery were studied in organ chambers. The following drugs were used: adenosine diphosphate (ADP), acetylcholine (Ach) and sodium fluoride (NaF) to study endothelium-dependent relaxation and sodium nitroprusside (SNP) and isoproterenol to evaluate endothelium-independent relaxation. RESULTS: Application of high ultrasonic energy power impaired endothelium-dependent relaxation to ADP (10-9 - 10-4 M), Ach (10-9 - 10-4 M) and NaF (0.5 - 9.5 mM) in epicardial coronary arteries. However, low ultrasound energy output at the tip of the probe did not alter the endothelium-dependent relaxation (either maximal relaxation or EC50) to the same agonists. Vascular smooth muscle relaxation to isoproterenol (10-9 - 10-5 M) or SNP (10-9 - 10-6 M) was unaltered following exposure to either low or high ultrasonic energy outputs. CONCLUSION: These experiments currently prove that ultrasonic energy changes endothelial function of epicardial coronary arteries at high power. However, ultrasound does not alter the ability of vascular smooth muscle of canine epicardial coronary arteries to relax.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Disfunção endotelial venosa em pacientes com doença de Chagas sem insuficiência cardíaca/ Venous endothelial dysfunction in Chagas' disease patients without heart failure

Plentz, Rodrigo Della Méa; Irigoyen, Maria Claudia; Muller, Andreia Simone; Casarini, Dulce Elena; Rubira, Marcelo Custodio; Moreno Junior, Heitor; Mady, Charles; Ianni, Bárbara Maria; Krieger, Eduardo Moacir; Consolim-Colombo, Fernanda
2006-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar a função endotelial venosa em pacientes chagásicos sem insuficiência cardíaca. MÉTODOS: O grupo Chagas (G1) foi composto por quatorze mulheres e dois homens com idade de 46 ± 2,7 anos, e o grupo controle (G0), por sete mulheres e um homem, pareados em idade, peso, altura. A Técnica de Complacência da Veia Dorsal da Mão foi utilizada para avaliação da função endotelial venosa. Foram infundidas doses crescentes de fenilefrina para se o (mais) bter pré-constrição de 70% do basal; a seguir, foram administradas acetilcolina e nitroprussiato de sódio para avaliar as respostas de venodilatação, respectivamente, dependentes e independentes do endotélio. RESULTADOS: Não houve variação entre os valores hemodinâmicos nos grupos durante o experimento. A dose média de fenilefrina necessária para pré-constrição da veia foi significativamente maior no G1 (1116 ± 668,2 ng/ml), comparada à do G0 (103 ± 28 ng/ml) p = 0,05. A resposta de venodilatação máxima dependente do endotélio foi significativamente menor no grupo G1 (65,5 ± 8%), comparada à do G0 (137 ± 20 %) p = 0,009. Não houve diferença nas respostas de venodilatação independente do endotélio entre os grupos. CONCLUSÃO: Pacientes com doença de Chagas sem insuficiência cardíaca apresentam disfunção endotelial venosa. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the venous endothelial function in Chagas' disease patients without heart failure. METHODS: The Chagas' disease Group (G1) was composed by 14 women and 2 men aged 46 ± 2,7 and the Control Group (G0) by 7 women and 1 man matched by age, weight and height. Dorsal Hand Vein Compliance Technique was used to evaluate the venous endothelial function. Crescent doses of phenylephrine were infused to get a 70% pre-constriction of the vein; after that, (mais) acetylcholine and sodium nitroprusside were respectively administrated to analyze the endothelium-dependent and -independent venodilation. RESULTS: No significant systemic hemodynamic changes were observed in both groups during the experiment. The necessary phenylephrine dose to reach 70% pre-constriction of the vein was significantly higher in the G1 (1116 ± 668,2 ng/ml) compared to G0 (103 ± 28 ng/ml) p = 0,05. The endothelium-dependent venous dilation was significantly lower in G1 (65,5 ± 8%) compared to G0 (137 ± 20 %) p = 0,009. No difference was observed in the endothelium-independent venous dilatation between groups. CONCLUSION: Patients with Chagas' disease without heart failure presented venous endothelial dysfunction.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Hemangio-endoteliosarcoma primário do fígado

Azevedo, A. Penna de; Duarte, Eitel
1943-01-01

Resumo em português Os autores descrevem um caso de tumor raro do fígado, em mulher de 49 anos de idade, o qual apresentou a estrutura de hemângio-endotélio-sarcoma, de acordo com a nomenclatura aconselhada por FOOTE. O fígado pesou 1.700 g e era sede de múltiplas formações de dimensões variaveis, de aspecto comparavel ao de hemangioma cavernoso, emitindo metástases pouco numerosas ao baço. Pelo exame microscópico, pode ser reconhecida a estrutura histológica do hemangioma cavern (mais) oso associado à proliferação atípica do endotélio vascular, com a propriedade de reproduzir novos e imperfeitos espaços vasculares. No baço, embora em menor extensão, a estrutura é semelhante à observada no fígado. Analisando-se as várias hipóteses referentes à histogênese do tumor, pode-se admitir a sua origem a custa da transformação anaplásica do hemangioma cavernoso do fígado. Resumo em inglês A case of a reare live tumor is described in a 49-year-old woman, presenting the structure of a hemangio-endotheliosarcoma, according to FOOTE's nomenclature. The liver, 1700 gr. in weight, was the seat of numerous formations of different sizes, its appearance being comparable to that of a cavernous hemangioma (ill. 1) sending forth a small number of metastases to the spleen (ill. 2). On microscopical examination, the AA. coud recognize the histological structure of caver (mais) nous hemangioma associated with atypic proliferation of vascular endothelium with the propriety of reproducing new and imperfect vascular spaces (ill. 3-4-5-6-). In the spleen, although on a smaller extension, the structure is similar to that observed in the liver (ill. 7). On analytical examination of different hypotheses concerning the histogenesis of the tumor, one may admit its origination at the expense of anaplastic transformation of the cavernous hemangioma of the liver.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Técnica de separação da membrana de Descemet para transplante de células endoteliais da córnea: estudo experimental em coelhos/ Technique for separating Descemet membrane for corneal endothelial cells transplantation: experimental study in rabbits

Wasilewski, Daniel; Siqueira, Alexandre Lass; Rife, Lawrence; Arana, Eduardo; Moreira, Hamilton; Smith, Ronald
2010-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a porcentagem de dano endotelial induzido por uma técnica cirúrgica para a separação da membrana de Descemet contendo endotélio sadio, analisar a viabilidade e eficácia desta técnica, e avaliar a porcentagem de dano endotelial causado pela inversão da córnea em câmara anterior artificial. MÉTODOS: As córneas de três grupos de 12 coelhos da linhagem Nova Zelândia foram avaliadas. O grupo 1 foi usado como controle; portanto, as córneas foram (mais) analisadas após coletadas e trepanadas. O grupo 2 foi analisado após a inversão da córnea (endotélio para cima na posição convexa), montada em câmara anterior artificial, para o cálculo da porcentagem do dano endotelial induzido por esta inversão. O grupo 3 foi avaliado após a separação entre a membrana de Descemet e o estroma com o uso de substância viscoelástica em córneas invertidas e montadas em câmara anterior artificial. O dano endotelial foi avaliado por meio de fotografias digitais tiradas no microscópio após impregnar o endotélio com vermelho de alizarina. Amostras do grupo 3 foram processadas para avaliação histopatológica. RESULTADOS: O grupo 3 (separação viscoelástica) apresentou um índice de lesão celular endotelial de 10,06%, o grupo 2 apresentou um índice de 3,58% e o grupo controle um índice de 0,18% de lesão celular endotelial (p Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate the percentage of endothelial cell damage induced during a surgical technique of Descemet's membrane separation containing healthy endothelium, analyze the viability and efficacy of this technique, and evaluate the percentage of endothelial cell damage caused by inversion of the cornea on an artificial anterior chamber. METHODS: The corneas from three groups of 12 New Zealand rabbits were evaluated. The Group one was used as the control, so the cornea (mais) s were analyzed after collected and trephinated. The Group two was analyzed after inversion of the cornea (endothelial side up at a convex shape) mounted on an artificial anterior chamber to calculate the percentage of endothelial cell damage caused by this inversion. The Group three was evaluated after the separation between the Descemet's membrane and the stroma using viscoelastic substance in corneas inverted and mounted on an artificial anterior chamber. The endothelial cell damage was analyzed by digital photographs taken under a microscope after staining the endothelium with alizarin red. Group three samples were processed for histologic evaluation. RESULTS: The Group three (viscoelastic separation) showed an index of endothelial cell damage of 10.06%, the Group two showed an index of 3.58% and the control group an index of 0.18% of endothelial cell damage (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Disfunção Endotelial no Diabetes do Tipo 2/ Endothelial Dysfunction in Type 2 Diabetes Mellitus

Wajchenberg, Bernardo Léo
2002-10-01

Resumo em português A principal etiologia para a mortalidade e grande morbidade dos diabéticos é a ateroesclerose. A hipótese para a lesão inicial da ateroesclerose é a disfunção endotelial, pelo reconhecimento de que o endotélio tem um papel fundamental na manutenção das características de fluidez do sangue, tônus vascular e sua permeabilidade, sendo o óxido nítrico derivado do endotélio (e-NO) o principal protetor contra a moléstia ateroesclerótica por inibir as diversas v (mais) ias envolvidas na aterogênese. A disfunção endotelial identificada como um marcador precoce de moléstia cardiovascular poderá prever coronariopatia no futuro, mesmo antes que alterações ateroescleróticas evidentes apareçam nas artérias. Assim, medidas da função endotelial poderiam identificar indivíduos com risco para moléstia cardiovascular, como determinar a vaso-dilatação endotélio-dependente pelo fluxo após isquemia induzida, que requer a produção de e-NO. Além disso, pode-se também avaliar a reatividade vascular da microcirculação bem como dosar os marcadores bioquímicos da função endotelial. Finalmente, pode-se fazer a mensuração da espessura da camada médio-intimal de grandes artérias, como as carótidas, um marcador indireto da função do endotélio. A disfunção endotelial tem sido documentada no diabetes (DM), em indivíduos com resistência à insulina ou com alto risco para desenvolver DM do tipo 2, nos quais a hiperglicemia está associada a um aumento do estresse oxidativo, levando a um incremento na formação de radicais oxigênio tais como o superóxido, que reage com o e-NO, levando à sua degradação. No DM do tipo 1 o estado diabético predispõe para a alteração endotelial mas não é suficiente para causá-lo, outros agentes tendo provavelmente um papel. No tipo 2 estão presentes os efeitos do envelhecimento, hipertensão arterial e outros fatores e, em contraste à disfunção no tipo 1, esta pode ser observada anos antes da manifestação da vasculopatia, associada com a resistência à insulina. Resumo em inglês The main cause for mortality and the great morbidity in diabetes (DM) is atherosclerosis. A hypothesis for the initial lesion of atherosclerosis is endothelial dysfunction by recognizing that the endothelium plays a fundamental role in the maintenance of blood fluidity, vessel wall tone and permeability, the endothelium-derived nitric oxide (e-NO) being the main protector against atherosclerotic disease by inhibiting key pathways involved in atherogenesis. Endothelial dys (mais) function identified as an early marker of cardiovascular disease (CVD) could predict coronary artery disease in the future before the development of evident atherosclerotic changes in the arteries. Thus, the evaluation of endothelial function would identify subjects at high risk for CVD, such as determining flow-mediated endothelium-dependent vasodilatation, following induced ischemia, which requires the production of e-NO. Furthermore, it could also be assessed the vascular reactivity of the microcirculation as well as the biochemical markers of endothelial activity. Finally, it could also be measured the thickness of intima-media of large arteries, such as the carotids, an indirect measurement of the endothelial function. Endothelial dysfunction has been documented in DM, in individuals with insulin resistance or at high risk for future development of type 2 DM. In the DM subjects the hyperglycemia is associated with increased oxidative stress leading to increased formation of oxygen radicals such as super-oxide, which reacts with NO, causing it to be degraded. Although the diabetic state in type 1 DM predisposes to endothelial dysfunction it is not sufficient to cause it, other agents are likely to play a role. In type 2, the effects of aging, hyperelipidemia, hypertension and other factors add to the complexity of the problem and in contrast to the type 1 DM dysfunction, it could be observed years before the manifestation of the disease, associated with insulin resistance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Adaptação de um sistema de ensaio biológico para detecção de fatores relaxantes endoteliais derivados do endocárdio atrial canino/ Adaptation of bioassay to detect endothelium-derived relaxing factors from the canine atrial endocardium

Chua, Yeow Leng; Evora, Paulo Roberto Barbosa; Celotto, Andrea Carla; Pearson, Paul Joseph; Discigil, Berent; Schaff, Hartzell Vernon
2009-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar a liberação de fatores relaxantes derivados do endotélio (EDRF) pelo endocárdio de aurículas de corações caninos. MÉTODOS: Aurículas atriais caninas foram suturadas em forma de tubos e o efluente desses tubos foram submetidos a ensaios biológicos (sistema de perfusão isolada em câmaras de órgãos) utilizando artéria coronária canina, para a detecção de EDRFs. RESULTADOS: O efluente da aurícula direita promoveu relaxamento de 58,4 + 10,1 (mais) % e da aurícula esquerda 74,9 + 8,5% da contração inicial obtida pela ação da prostagladina F2α em artéria coronária. Não houve diferença estatística no relaxamento da artéria coronária induzido pelos efluentes das aurículas direita e esquerda. O relaxamento induzido pelos efluentes das aurículas direita e esquerda foi abolido pelo tratamento das mesmas com Triton X-100. O tratamento das aurículas com L-NMMA, um inibidor competitivo da síntese de óxido nítrico, e com indometacina, um inibidor da via da ciclooxigenase, promoveu redução no relaxamento da artéria coronária induzido pelo efluente auricular, indicando que o endotélio endocárdico libera óxido nítrico e prostanóides. CONCLUSÕES: Esse estudo demonstra, pela primeira vez, a liberação luminal in vitro de EDRF e prostaciclina pelo átrio de coração canino. A habilidade do endotélio endocárdico em produzir esses fatores pode ter um papel importante na prevenção da formação de trombos nas câmaras cardíacas. Resumo em inglês OBJECTIVE: The aim of this study was to assess the release of endothelium-derived relaxing factors from the endocardium of canine atrial appendage. METHODS: To study the release of endothelium-derived relaxing factor (EDRF) from intact atrial endocardial endothelium, tube-shaped sutures of canine atrial appendages were performed and effluents from these tubes were bioassayed (isolated perfused organ chamber system) for detection of EDRF in canine coronary artery. RESULTS: (mais) Effluent from the right atrial appendage caused a relaxation of 58.4 + 10.1% and the left atrial appendage 74.9 + 8.5% from the initial prostagladin F2α contraction in coronary artery. No significant statistical difference was detected in effluent from the right and left atrial appendages. This relaxation was abolished by treating the heart tubes with Triton X-100 and reduced by treatment with LNMMA, a competitive inhibitor of nitric oxide and with indomethacin, an inhibitor of the cyclo-oxygenase pathway, also indicating the release of vasodilatory prostanoids from the endocardial endothelium. CONCLUSION: This study showed for the first time, in vitro luminal release of EDRF and prostacyclin from the canine heart atrium. The ability of the endocardial endothelium to produce these factors could play an important role in preventing thrombus formation in the cardiac chambers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Função endotelial de adolescentes normotensos sem fatores de risco para hipertensão arterial/ Endothelial function of normotensive adolescents with no risk factors for arterial hypertension

Andrade, Zélia M. de; Carvalhaes, João T. A.; Taddei, José A. A. C.; Christofalo, Dejaldo M. J.; Ajzen, Sergio A.
2005-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Definir padrões de normalidade da função endotelial de adolescentes através de avaliação ultra-sonográfica da dilatação vascular dependente do endotélio. MÉTODOS: Estudo descritivo observacional de corte transversal, parte do projeto temático "Estudos Clínicos de Crescimento, Comportamento, Hipertensão Arterial, Obesidade e Saúde Bucal", de sigla ECCCHOS, desenvolvido na Disciplina de Nutrologia da Universidade Federal de São Paulo - Escola Pauli (mais) sta de Medicina. Foram selecionados 31 adolescentes, sendo oito do sexo masculino e 23 do feminino, sem fatores de risco conhecidos para hipertensão arterial sistêmica, entre 1.420 alunos de uma escola de ensino médio da cidade de São Paulo, capital do estado de São Paulo, situado no Sudeste do Brasil. Para apresentação de todos os resultados, utilizaram-se as médias, desvios padrão e percentis. RESULTADOS: A dilatação vascular dependente do endotélio 90 segundos pós-liberação do manguito foi de 20,9±6,7% [média mais ou menos 1 desvio padrão (DP)] e o 10° percentil ficou em 12,5% no sexo masculino e de 18,8±12,9% DP e o 10° percentil em 6,6% no sexo feminino. Os valores no grupo todo foram de 19,3±11,7% e 6,7%, respectivamente. CONCLUSÃO: O 10° percentil (6,7%) da curva de distribuição dos valores de dilatação vascular dependente do endotélio, em adolescentes do presente estudo, pode ser considerado como limite inferior da normalidade. O conhecimento desse limite é importante para o diagnóstico de disfunções endoteliais que aparecem antes das doenças cardiovasculares. Resumo em inglês OBJECTIVE: To define standards for normal endothelial function in adolescents by high-resolution ultrasound measurement of endothelium-dependent vascular dilatation. METHODS: This was a cross-sectional, descriptive, observational study and part of the thematic project "Clinical Study of Growth, Behavior, Arterial Hypertension, Obesity and Oral Health" (ECCCHOS) that was developed by the Discipline of Nutrition at the Universidade Federal de São Paulo. Thirty-one adolesce (mais) nts, eight male and 23 female, with no risk factors for systemic arterial hypertension were selected from 1,420 high school students. The students were daytime pupils at a school in the southeastern district of the city of São Paulo, the capital of São Paulo state, located in the Southeast region of Brazil. All results are presented in the form of means with standard deviations and percentiles. RESULTS: For male students, endothelium-dependant dilation 90 seconds after the cuff was released was 20.9±6,7% [mean ±1 standard deviation] with a 10th percentile of 12.5 and for females these figures were 18.8±12.9% with a 10th percentile of 6.6%. Values for the whole group of subjects were 19.3±11.7% and 6.7%, respectively. CONCLUSION: Endothelium-dependant vascular dilation of 6.7%, after 90 seconds, which corresponds to the 10th percentile, can be considered the lower limit of normality for this age group. Knowledge of this limit is important for the diagnosis of endothelium dysfunction that appears before cardiovascular disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Ontogenia da semente de Tabebuia ochracea (Cham.) Standl. (Bignoniaceae)/ Seed ontogeny in Tabebuia ochracea (Cham.) Standl. (Bignoniaceae)

Sampaio, Diana Salles; Costa, Maria Eugênia; Paoli, Adelita Aparecida Sartori
2007-06-01

Resumo em português O presente trabalho descreveu a ontogenia da semente de T. ochracea através de análises histológicas com especial referência a endospermogênese. Os óvulos são anátropos unitegumentados e tenuinucelados; hipóstase, rota de passagem de nutrientes e endotélio estão presentes. O endosperma é celular com desenvolvimento posterior do tipo Catalpa. O haustório calazal do endosperma é primário, bicelular e apresenta-se totalmente degenerado durante a maturidade da (mais) semente; já o micropilar é secundário, multicelular, diferencia-se tardiamente e está ativo até a maturidade da semente. Foi observado um endosperma diferenciado tardiamente formando, juntamente com o endotélio, um envoltório membranáceo dos embriões. A endospermogênese corresponde ao encontrado para outras espécies do gênero. Além disso, a diferenciação do haustório micropilar e a origem do envoltório membranáceo são elucidadas e, a última, provavelmente é a mesma nas espécies que apresentam essa estrutura. Resumo em inglês The present work describes seed ontogeny in T. ochracea through histological analysis with special reference to the endospermogenesis. The ovule is anatropous, unitegmic and tenuinucelate; hypostase, nutrient passage route and endothelium are present. The endosperm is cellular with posterior development of Catalpa type. The chalazal haustorium of endosperm is primary, bicellular and it is totally degenerated during seed maturity; on the contrary the micropylar one is seco (mais) ndary, multicellular, differentiates latter, and remains active until the seed maturity.A latter differentiated endosperm was observed forming, together with the endothelium, a membranaceous envelope of the embryos. The endospermogenesis are in accord with previous results from other species of Tabebuia. Furthermore, the micropylar haustorium diferentiation and the membranaceous envelope origin were elucidated, the latter probably is the same in other species that present this structure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Efeito da berinjela sobre os lípides plasmáticos, a peroxidação lipídica e a reversão da disfunção endotelial na hipercolesterolemia experimental/ Effect of eggplant on plasma lipid levels, lipidic peroxidation and reversion of endothelial dysfunction in experimental hypercholesterolemia

Jorge, Paulo Afonso Ribeiro; Neyra, Lidia C.; Osaki, Regina M.; Almeida, Eros de; Bragagnolo, Neura
1998-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar o efeito do suco da berinjela sobre os lípides plasmáticos, o colesterol tecidual, a peroxidação lipídica das LDL nativas, oxidadas e da parede arterial e o relaxamento dependente do endotélio, em coelhos hipercolesterolêmicos. MÉTODOS: Coelhos foram separados em grupos controle (GC), hipercolesterolêmico (GH) e berinjela (GB), (n=10). Os animais do GC foram alimentados com ração normal, o GH e o GB com ração acrescentada de colesterol (0,5% (mais) ) e gordura de babaçu (10%) durante 30 dias. Ao GB acrescentou-se suco de berinjela, nos últimos 15 dias do experimento. Os lípides plasmáticos foram medidos através de kits enzimáticos, a peroxidação lipídica pela dosagem do malondialdeído (MDA) e o relaxamento dependente do endotélio, por curvas de concentração efeito pela acetilcolina e nitroprussiato. RESULTADOS: O peso dos animais foi menor no GB em relação ao GC e GH (p Resumo em inglês PURPOSE: To study the effect of egg plant on endothelium-dependent relaxation, and plasma lipids in hypercholesterolemic rabbits, and to assess influence of this plant on the malondialdehyde (MDA) content of LDL particles and the arterial wall. METHODS: Thirteen male rabbits were randomly assigned to control (C), hypercholesterolemic (H) and egg plant (E) treated groups (n=10 each). The H and E rabbits were fed a diet supplemented with cholesterol (0.5%) and coconut oil ( (mais) 10%) for 4 weeks. In addition, group E received 10mL of the fruit juice/day during the last 2 weeks.The animals were killed and the aorta removed to measure MDA content and the endothelium dependent relaxation responses. Total plasma cholesterol, VLDL, LDL, HDL and triglyceride levels were determined using commercial kits. MDA was quantified in native and oxidized LDL and in the arterial wall. RESULTS: After 4 weeks, the E group rabbits had a significantly lower weight , plasma cholesterol, LDL, triglyceride and aortic cholesterol contentthan group H(p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Exercício físico e disfunção endotelial/ Physical exercise and endothelial dysfunction/ Ejercicio físico y disfunción endotelial

Ghisi, Gabriela Lima de Melo; Durieux, Adriana; Pinho, Ricardo; Benetti, Magnus
2010-10-01

Resumo em português Considerava-se que o papel do endotélio era, sobretudo, de barreira seletiva para a difusão de macromoléculas da luz dos vasos sanguíneos para o espaço intersticial. Durante os últimos 20 anos, foram definidas muitas outras funções para o endotélio, como a regulação do tônus vagal, a promoção e inibição do crescimento neovascular e a modulação da inflamação, da agregação plaquetária e da coagulação. Esse achado é considerado um dos mais important (mais) es conceitos da biologia vascular moderna. Atualmente, a aterosclerose é o protótipo da doença caracterizada em todas as suas fases por uma disfunção endotelial, que é definida como uma oferta insuficiente de óxido nítrico (ON), o qual dispõe o endotélio a estresse oxidativo, inflamação, erosão e vasoconstrição. Nesse sentido, numerosos estudos experimentais têm demonstrado que o exercício físico é capaz de restaurar e melhorar a função endotelial. O impacto do exercício no endotélio vem sendo amplamente discutido. Diante de seu efeito vasodilatador e sobre os fatores de risco, tornou-se insustentável a hipótese de tratamento da doença arterial coronariana e de seus desfechos sem a inclusão do exercício físico. Entretanto, a literatura ainda é controversa quanto à intensidade de esforço necessária para provocar alterações protetoras significativas na função endotelial. Ainda, a relação entre exercícios intensos e aumento no consumo de oxigênio, com consequente aumento na formação de radicais livres, também é discutida. Resumo em espanhol Se consideraba que el papel del endotelio era, sobre todo, de barrera selectiva para la difusión de macromoléculas de la luz de los vasos sanguíneos al espacio intersticial. Durante los últimos 20 años, fueron definidas muchas otras funciones para el endotelio, como la regulación del tono vagal, la promoción e inhibición del crecimiento neovascular y la modulación de la inflamación, de la agregación plaquetaria y de la coagulación. Ese hallazgo es considerado (mais) uno de los más importantes conceptos de la biología vascular moderna. Actualmente, la aterosclerosis es el prototipo de la enfermedad caracterizada en todas sus fases por una disfunción endotelial, que es definida como una oferta insuficiente de óxido nítrico (ON), el cual expone al endotelio a estrés oxidativo, inflamación, erosión y vasoconstricción. En ese sentido, numerosos estudios experimentales han demostrado que el ejercicio físico es capaz de restaurar y mejorar la función endotelial. El impacto del ejercicio en el endotelio viene siendo ampliamente discutido. Delante de su efecto vasodilatador y sobre los factores de riesgo, se volvió insostenible la hipótesis de tratamiento de la enfermedad arterial coronaria y de sus desenlaces sin la inclusión del ejercicio físico. Entre tanto, la literatura aun es controvertida en cuanto a la intensidad de esfuerzo necesaria para provocar alteraciones protectoras significativas en la función endotelial. Aun la relación entre ejercicios intensos y aumento en el consumo de oxígeno, con consecuente aumento en la formación de radicales libres, también es discutida. Resumo em inglês The role of the endothelium was considered mainly as a selective barrier for the diffusion of macromolecules from the lumen of blood vessels to the interstitial space. During the last 20 years, many other functions have been defined for the endothelium, such as the regulation of the vagal tonus, the promotion and inhibition of neovascular growth and the modulation of inflammation, of platelet aggregation and coagulation. This finding is considered one of the most importan (mais) t concepts in modern vascular biology. Currently, atherosclerosis is the prototype of the disease characterized in all its phases by an endothelial dysfunction, defined as an insufficient offer of nitric oxide (NO), which predisposes the endothelium to oxidative stress, inflammation, erosion and vasoconstriction. In this sense, several experimental studies have demonstrated that physical exercise is capable of restoring and improving the endothelial function. The impact of exercise on the endothelium has been broadly discussed. Considering its vasodilating effect and the risk factors, the possibility of treating coronary artery disease and its outcomes without the inclusion of physical exercise became unconceivable. However, the literature is still controversial regarding the intensity of physical effort that is necessary to cause significant protective alterations in endothelial functions. Moreover, the association between intense physical exercises and increased oxygen consumption, with a consequent increase in free radical formation, is also discussed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Estudo da reatividade vascular em portadores de HIV com e sem uso de inibidor de protease/ Study of vascular reactivity in HIV patients whether or not receiving protease inhibitor/ Estudio de la reactividad vascular en portadores de VIH con y sin uso de inhibidor de proteasa

Teixeira, Hamilton Nenrod Pereira; Mesquita, Evandro Tinoco; Ribeiro, Mário Luiz; Bazin, Anna Ricordi; Mesquita, Cláudio Tinoco; Teixeira, Manuel Pereira; Pellegrini, Rafael da Cunha; Nóbrega, Antonio Claudio Lucas da
2009-10-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Considerando o alto número de pacientes infectados por HIV em uso de antirretrovirais, evoluindo com alteração da função endotelial e aterotrombose, levando ao alto custo médico social, é importante identificar mecanismos fisiopatológicos envolvidos com a função endotelial em portadores de HIV, para que, precocemente, possamos intervir e evitar a progressão da doença. OBJETIVO: Avaliar a função endotelial pela vasodilatação endotélio dependent (mais) e e independente em pacientes HIV positivo e em grupo controle. MÉTODOS: O estudo avaliou 27 pacientes HIV positivo e 16 do grupo controle. A avaliação da função endotelial foi realizada por meio da vasodilatação da artéria braquial endotélio dependente (hiperemia reativa) e independente (nitroglicerina SL). RESULTADOS: Pacientes HIV positivo em uso de inibidor de protease (IP) apresentaram vasodilatação endotélio independente significativamente menor que os subgrupos HIV negativo (p = 0,020) e HIV positivo sem uso de IP (p = 0,034). A variação do diâmetro da artéria braquial durante hiperemia reativa não apresentou significância estatística em qualquer subgrupo. A análise de regressão linear múltipla mostrou que apenas o IP estava associado ao delta relativo da reatividade braquial pelo vasodilatador, nos pacientes HIV positivo, aos 60 e 90 segundos. CONCLUSÃO: Os pacientes HIV positivo em uso de IP apresentam disfunção endotélio independente quando comparados a pacientes HIV positivo que não fazem uso de IP e a um grupo controle. Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Considerando el alto número de pacientes infectados por VIH en uso de antirretrovirales, evolucionando con la alteración de la función endotelial y aterotrombosis, llevando al alto coste médico social, es importante identificar mecanismos fisiopatológicos implicados en la función endotelial en portadores de VIH, para que, precozmente, podamos intervenir y evitar la progresión de la enfermedad. OBJETIVO: Evaluar la función endotelial por la vasodilataci (mais) ón endotelio dependiente e independiente en pacientes VIH positivo y en grupo control. MÉTODOS: El estudio evaluó a 27 pacientes VIH positivo y a 16 del grupo control. La evaluación de la función endotelial se llevó a cabo mediante la vasodilatación de la arteria braquial endotelio dependiente (hiperemia reactiva) e independiente (nitroglicerina SL). RESULTADOS: Pacientes VIH positivo en uso de inhibidor de proteasa (IP) presentaron vasodilatación endotelio independiente significativamente menor que los subgrupos VIH negativo (p = 0,020) y VIH positivo sin uso de IP (p = 0,034). La variación del diámetro de la arteria braquial durante hiperemia reactiva no presentó significancia estadística en cualquier subgrupo. El análisis de regresión lineal múltiple evidenció que apenas el IP estaba asociado al delta relativo de la reactividad braquial por el vasodilatador, en los pacientes VIH positivo, a los 60 y 90 segundos. CONCLUSIÓN: Los pacientes VIH positivo en uso de IP presentan disfunción endotelio independiente cuando comparados a pacientes VIH positivo que no están en tratamiento con IP y a un grupo control. Resumo em inglês BACKGROUND: A great number of HIV-infected patients using antiretroviral drugs develop endothelial dysfunction and atherothrombosis, which lead to a high medical and social burden. Thus, it is important to identify pathophysiological mechanisms involved with the endothelial function in these patients, so that early intervention can be made to avoid disease progression. OBJECTIVE: To evaluate endothelial function using endothelium-dependent and independent vasodilation in (mais) HIV-positive patients and in a control group. METHODS: A total of 27 HIV-positive patients and 16 controls were evaluated. Endothelium-dependent (reactive hyperemia) and independent (SL nitroglycerine) vasodilation of the brachial artery was used to evaluate the endothelial function. RESULTS: HIV-positive patients receiving protease inhibitors (PI) showed significantly lower endothelium-independent vasodilation than the HIV-negative (p=0.020) and HIV-positive without PI (p=0.034) subgroups. The change in brachial artery diameter during active hyperemia was not statistically significant in any subgroup. Multiple linear regression analysis showed that only PI was associated with the relative delta of brachial reactivity to vasodilator in HIV-positive patients at 60s and 90s. CONCLUSION: HIV-positive patients receiving PI presented endothelium-independent dysfunction when compared to HIV-positive patients not receiving PI and to the control group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

A influência dos ácidos graxos trans na disfunção da célula endotelial e o possível efeito terapêutico do exercício sobre o tecido endotelial como forma de prevenção ou regressão da aterosclerose/ Influence of trans fatty acids on endothelial cell dysfunction and possible therapeutic effects of physical activity on endothelial tissue for prevention or regression of atherosclerosis

Masi, Laureane Nunes; Silva, Érica Paula Portioli
2009-06-01

Resumo em português O endotélio atua ativamente na regulação do tônus vascular, sintetizando e liberando substâncias vasoativas. A inflamação e os fatores de risco cardiovasculares alteram a homeostase vascular, levando à disfunção endotelial e possível formação de placas de ateroma. O aumento das concentrações plasmáticas de ácidos graxos livres pode causar lipotoxicidade vascular, disfunção do endotélio e, finalmente, aterosclerose. Dieta rica em lipídeos contendo áci (mais) dos graxos trans tem correlação positiva com a progressão de doenças cardiovasculares. Mudanças no estilo de vida, na adoção de dieta balanceada e atividade física são estratégias para a prevenção de doenças cardiovasculares e a reabilitação de pacientes. Nesta revisão, discutimos a influência benéfica do exercício físico em aspectos importantes da disfunção endotelial causados pelos ácidos graxos trans, incluindo evidências recentes e/ou ainda não exploradas. Discutimos também quais seriam os mecanismos envolvidos no comprometimento funcional da célula endotelial frente ao aumento de ácidos graxos trans na circulação. Resumo em inglês The endothelium actively participates in the regulation of vascular tone through the synthesis and release of vasoactive mediators. Inflammation and cardiovascular risk factors affect vascular homeostasis, causing endothelial dysfunction and atheromatous plaque formation. Increased free fatty acid concentrations may result in vascular lipotoxicity, endothelium dysfunction and, ultimately, atherosclerosis. A lipid-rich diet including trans fatty acids has a positive correl (mais) ation with the progression of cardiovascular diseases. Lifestyle changes, such as eating a well-balanced diet and participating in regular physical activity, have been proposed to prevent cardiovascular diseases and improve rehabilitation. In this review, we discuss the beneficial effects of regular exercise on important aspects of endothelial dysfunction caused by trans fatty acids, including recent and/or yet-to-be-described evidence. The discussion also comprehends the mechanisms involved in endothelial cell dysfunction due to increased trans fatty acid concentrations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Possíveis mecanismos trombogênicos da hiper-homocisteinemia e o seu tratamento nutricional/ Possible thrombogenic mechanisms of hyperhomocysteinemia and its nutritional treatment

Uehara, Sofia Kimi; Baluz, Kátia; Rosa, Glorimar
2005-12-01

Resumo em português A hiper-homocisteinemia é um fator de risco independente para as doenças vasculares oclusivas. Os mecanismos exatos pelos quais a hiper-homocisteinemia favorece o desenvolvimento dessas doenças não são totalmente compreendidos. Sugere-se que o dano ao endotélio vascular, promovido pelas espécies de oxigênio reativas, oriundas da oxidação da homocisteína, seja a causa dos eventos tromboembólicos. Estudos indicam que a homocisteína interfere em vários mecanism (mais) os anticoagulantes mediados pelo endotélio vascular, tais como: redução da ativação da proteína C, inibição da trombomodulina e supressão da expressão do sulfato de heparan. Sabe-se que os níveis de homocisteína são influenciados por diversos fatores, dentre eles destaca-se a deficiência de vitaminas do complexo B (especialmente folato, cobalamina e piridoxina). A suplementação de folato, isoladamente ou em combinação com a cobalamina e piridoxina, reduz os níveis de homocisteína plasmática mesmo em pessoas que não apresentam deficiência dessas vitaminas. Esta revisão tem como objetivos abordar os possíveis mecanismos pelos quais a hiper-homocisteinemia poderia levar ao desenvolvimento de eventos tromboembólicos e o tratamento nutricional da hiper-homocisteinemia. Resumo em inglês Hyper-homocysteinemia is an independent risk factor for occlusive vascular disease. The exact mechanisms by which hyperhomocysteinemia promotes the development of these diseases are still unclear. It has been suggested that damage to the vascular endothelium caused by reactive oxygen species produced during the auto-oxidation of homocysteine, may be the cause of the thrombo-embolic events. Studies have indicated that homocysteine interferes in various anticoagulant mechan (mais) isms mediated by the vascular endothelium, for example, reduction in protein C activation, inhibition of thrombomodulin and suppression of heparan sulfate expression. It is known that many factors influence the homocysteine levels including deficiency of the vitamin B complex (mainly folate, pyridoxine and cobalamin). Folate supplementation, alone or combined with pyridoxine and cobalamin, reduces plasmatic homocysteine levels even in people who are not vitamin deficient. This paper will address the possible mechanisms by which hyper-homocysteinemia could favor the development of thrombo-embolic events as well as addressing its nutritional treatment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Doença de Fabry/ Fabry disease

Boggio, Paula; Luna, Paula Carolina; Abad, María Eugenia; Larralde, Margarita
2009-08-01

Resumo em português A doença de Fabry é enfermidade de armazenamento lisossômico rara, ligada ao cromossomo-X, causada pela deficiência parcial ou completa da enzima alfagalactosidase A. O defeito resulta no acúmulo de globotriaosilceramida no endotélio vascular e tecidos viscerais, sendo a pele, o coração, os rins e o sistema nervoso central os mais afetados. As autoras realizam revisão da literatura relacionada a essa afecção e ressaltam que o reconhecimento precoce dos angioque (mais) ratomas e da hipoidrose constitui sinal-chave no diagnóstico dessa doença grave. Destacam também a necessidade de esses doentes serem avaliados por equipe multidisciplinar. Resumo em inglês Fabry disease is an uncommon, X-linked lysosomal storage disorder, caused by partial or complete deficiency of the enzyme a-galactosidase A. The defect leads to accumulation of uncleaved globotriaosylceramide on the vascular endothelium and visceral tissues, being the skin, heart, kidneys and central nervous system the most affected organs. We performed review of the literature related to the disease and emphasized that early recognition of angiokeratomas and hypohidrosis (mais) are key diagnostic signs of this serious disease. We also addressed the need of multidisciplinary assessment of these patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Estresse oxidativo e disfunção endotelial na doença renal crônica/ Oxidative stress and endothelial dysfunction in chronic kidney disease/ Estrés oxidativo y disfunción endotelial en la enfermedad renal crónica

Costa-Hong, Valeria; Bortolotto, Luiz Aparecido; Jorgetti, Vanda; Consolim-Colombo, Fernanda; Krieger, Eduardo M; Lima, Jose Jayme Galvão de
2009-05-01

Resumo em português FUNDAMENTO: A doença renal crônica (DRC) caracteriza-se pela alta prevalência de aterosclerose. Uma vez que o estresse oxidativo e a disfunção endotelial são promotores da aterosclerose, é interessante verificar se as duas condições estão associadas em pacientes com DRC, ainda sem doença cardiovascular (DCV) clínica. OBJETIVO: Avaliar as relações entre o estresse oxidativo e a função endotelial em pacientes com DRC estágio 5, sem DCV. MÉTODOS: Foram estu (mais) dados 22 pacientes com DRC, não-diabéticos, não-fumantes, sem DCV e tratados por hemodiálise; além de 22 indivíduos normais. Em todos os indivíduos foram avaliados a reatividade vascular, dependente e independente de endotélio (ultra-som de alta resolução da artéria braquial), e o estresse oxidativo (níveis plasmáticos de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico - TBARS). RESULTADOS: A reatividade vascular dependente de endotélio (6,0 ± 4,25% vs. 11,3 ± 4,46%, p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: La enfermedad renal crónica (ERC) se caracteriza por la alta prevalencia de aterosclerosis Siendo el estrés oxidativo y la disfunción endotelial promotores de la aterosclerosis, es interesante verificar si las dos condiciones están asociadas en pacientes con ERC, aun sin enfermedad cardiovascular (ECV) clínica. OBJETIVO: Evaluar las relaciones entre el estrés oxidativo y la función endotelial en pacientes con ERC estado 5, sin ECV. MÉTODOS: Se estudiar (mais) on 22 pacientes con ERC, no diabéticos, no fumadores, sin ECV y tratados por hemodiálisis; además de 22 individuos normales. En todos los individuos se evaluaron la reactividad vascular, dependiente e independiente de endotelio (ecografía de alta resolución de la arteria braquial), y el estrés oxidativo (niveles plasmáticos de sustancias reactivas al ácido tiobarbitúrico - TBARS). RESULTADOS: La reactividad vascular dependiente de endotelio (6,0 ± 4,25% vs. 11,3 ± 4,46%, p Resumo em inglês BACKGROUND: Chronic kidney disease (CKD) is characterized by the high prevalence of atherosclerosis. Considering that endothelial dysfunction and oxidative stress are promoters of atherosclerosis, it is of interest to verify whether the two conditions are associated in CKD patients still free of clinical cardiovascular disease (CVD). OBJECTIVE: To evaluate the association between oxidative stress and endothelial function in end-stage CKD patients without clinically eviden (mais) t CVD. METHODS: We studied 22 nondiabetic, nonsmoker CKD patients without clinical CVD treated by maintenance hemodialysis and 22 healthy controls. Endothelium- dependent and independent vascular reactivity and oxidative stress, as determined by the plasma levels of thiobarbituric acid-reactive substances - TBARS, were evaluated in all subjects. RESULTS: Endothelium-dependent (6.0 ± 4.25 vs. 11.3 ± 4.46 %, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Estudo sôbre a célula leprosa do rato

Linhares, Hermínio
1944-04-01

Resumo em português Onze ratos com lepra murina em periodo muito adiantado, foram inoculados várias vezes com litio carmin e azul pirrol. Foi possível evidenciar nestes onze ratos que as células que englobam as partículs do corante, na coloração vital, eram as mesmas que continham os bacilos. Vêem-se mesmo num únoco elemento celular os grãos de corante e os bacilos. Em cortes da pele é possível observar-se a transformação dos histiocitos do tecido cojuntivo frouxo em células le (mais) prosas. Em órgãos internos examinados, sempre se verificou que a célula leprosa provinha de um elemento do sistema retículo endotelial e grânulos de corante juntamente com bacilos foram encontrados nas células do retículo-endotélio do baço, medula óssea gânglios linfáticos, células de Kupffer e histiocitos do pulmão. Resumo em inglês Eleven infect rats with murine leprosy were inoculated several time with lithiocarmine and pyrrole blue. One can see that the same cells which phagocytize the dye granules, in vital staining, were the same which contained bacilli. One can observe in the cell both dye particles and staining bacilli together. It is possible to see the transformation of the histiocytes into lepra cells. In inner organs examined we have always ascertained that the lepra cell was derived from (mais) an element of the reticuloendothelial system and the dye particles and bacilli were seen in the cells of reticulo-endothelium of the spleen, bone marrow, lymph nodes, Kupffer cells and lung histiocytes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Edema de Reinke: estudo da imunoexpressão da fibronectina, da laminina e do colágeno IV em 60 casos por meio de técnicas imunoistoquímicas/ Reinkes'edema: immunoexpression study of fibronectin, laminin and colagen IV in 60 cases by imunohistochemical techniques

Martins, Regina Helena Garcia; Domingues, Maria Aparecida; Fabro, Alexandre Todorovic; Dias, Norimar Hernandes; Santana, Marcela Ferreira
2009-12-01

Resumo em português Edema de Reinke é doença crônica da laringe na qual a camada superficial da lâmina própria é expandida por muco espesso conferindo-lhe aspecto gelatinoso. Relaciona-se ao tabagismo e acomete, preferencialmente mulheres, as quais apresentam a voz mais grave. Suas características histológicas nem sempre conseguem diferenciá-lo das demais lesões benignas da laringe, havendo necessidade de técnicas histológicas adicionais. OBJETIVOS: Estudar a imunoexpressão da f (mais) ibronectina, do colágeno IV e da laminina no edema de Reinke por meio de técnicas imunoistoquímicas. Estudo prospectivo. MATERIAL E MÉTODOS: Blocos histológicos de 60 casos cirúrgicos de edema de Reinke foram resgatados, submetidos a novos cortes e às reações imunoistoquímicas para fibronectina, laminina e colágeno IV pelo método da Avidina Biotina Peroxidase. Todos os pacientes eram fumantes e adultos, sendo 50 mulheres e 10 homens. RESULTADOS: As análises da imunoexpressão da fibronectina, do colágeno IV e da laminina foram mais expressivas no endotélio dos vasos (68,33%, 76,66%, 73,33%, respectivamente), e menos relevantes na membrana basal (25,0%, 5,0% e 3,3%, respectivamente). CONCLUSÕES: No edema de Reinke, a imunoexpressão da fibronectina, da laminina e do colágeno IV na membrana basal não apresentam relevância, havendo predomínio desses anticorpos no endotélio do vasos. Resumo em inglês Reinke's edema is chronic laryngeal disease in which the superficial layer of the lamina propria is expanded by thick mucus, giving it a gelatin aspect. The disease is directly related to smoking and more frequent in women, who end up having a lower tone of voice. Its histological characteristics cannot always distinguish it from other benign lesions of the larynx for which additional histological techniques are necessary. AIM: to study the immunoexpression of fibronectin (mais) , collagen IV and laminin in Reinke's edema by immunohistochemical technique. Prospective study. MATERIALS AND METHODS: histological blocks of 60 cases of surgical Reinke's edema were saved, submitted to new cross-sections and to immunohistochemical reactions for fibronectin, laminin and collagen IV by the Avidin-Biotin-Peroxidase method. Fragments of five normal vocal folds were used as control, removed during autopsy. All patients were chronic smokers and adults- 50 women and 10 men. RESULTS: the immunoexpression of fibronectin, collagen IV and laminin was more important in the endothelium of blood vessels (68.33%, 76.66%, 73.33%, respectively) and less relevant in the basement membrane (25.0%, 5.0% and 3.3%, respectively). CONCLUSIONS: the immunoexpression of fibronectin, laminin and of collagen IV in the basal membrane of Reinke's edema was not relevant, with a predominance of these antibodies in the endothelium of blood vessels.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Efeitos da metformina na disfunção endotelial da circulação renal induzida pela hiperglicemia em coelhos não diabéticos/ Effects of metformin on endothelial dysfunction of the renal circulation resulting from acute hyperglycemia in non-diabetic rabbits

Gomes, Marília de Brito; Cailleaux, Solange; Tibiriçá, Eduardo
2005-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar o efeito da metformina (Met) na disfunção endotelial da circulação renal de coelhos não diabéticos induzida por concentrações de glicose usualmente observadas em pacientes com diabetes tipo 2 (DM2) em tratamento ambulatorial. METODOLOGIA: Rins isolados de coelhos não diabéticos foram expostos por 3h a concentrações normais (100mg/dl) e elevadas (270mg/dl) de glicose na presença ou ausência de Met (100µM). Os níveis de glicose utiliza (mais) dos correspondem à mediana da glicemia pós-prandial (270mg/dl) obtida 2h após o café da manhã em 780 pacientes com DM2 atendidos em nosso serviço. A reatividade vascular (RV) dependente do endotélio (DE) foi avaliada com acetilcolina (ACh) e independente do endotélio (IE) com nitroprussiato de sódio (NPS). RESULTADO: Houve redução significativa na vasodilatação DE no grupo com infusão elevada de glicose em comparação ao controle (redução máxima na pressão de perfusão de respectivamente 25 ± 3 vs. 41 ± 3%; p 0,05). A Met não alterou a vasodilatação induzida pela ACh na presença de níveis normais de glicose. Finalmente, a vasodilatação renal induzida por NPS não foi modificada pela infusão conjunta de glicose e Met. CONCLUSÃO: Níveis de glicose observados em pacientes com DM2 em tratamento ambulatorial são capazes de provocar alterações agudas na RV no modelo experimental estudado, sendo estes efeitos totalmente abolidos pela Met. Os mecanismos envolvidos nesta ação protetora da Met merecem investigações específicas. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the effects of metformin (Met) on the endothelial dysfunction of the renal circulation of non-diabetic rabbits acutely induced by levels of glucose usually observed in diabetic patients in daily clinical practice. METHODS: Isolated perfused kidneys from non-diabetic rabbits were exposed for 3h to normal (100mg/dl - control group) or high (270mg/dl) D-glucose with or without Met (100µM). The glucose levels used correspond to 2h post-breakfast med (mais) ian values (272mg/dl) obtained from a cohort of 780 type 2 diabetic (DM2) outpatients seen in our service. Vascular reactivity was evaluated with endothelium-dependent (ED) [acetylcholine - ACh] and independent (EI) [sodium nitroprusside - SNP] vasodilating agents. RESULTS: Kidneys perfused with high glucose had ED maximal vasodilation blunted in comparison to controls (respectively 25 ± 3 and 41 ± 3%; p 0.05). Met did not affect maximum vasodilation induced by ACh in the presence of normal glucose levels. Finally, renal vasodilation induced by SNP was not modified by simultaneous infusion of glucose and Met. CONCLUSIONS: Acute hyperglycemia corresponding to the range observed in patients with DM2 induces endothelial dysfunction in the renal circulation of normal rabbits. Acute treatment with Met was able to protect the renal circulation against the effects of high glucose. The mechanisms involved in this protector effect deserve further investigation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Efeitos da rosiglitazona sobre a função endotelial em indivíduos não-diabéticos com síndrome metabólica/ Effects of rosiglitazone on endothelial function in non-diabetic subjects with metabolic syndrome

Bahia, Luciana; Aguiar, Luiz Guilherme K.; Villela, Nivaldo; Bottino, Daniel; Godoy-Matos, Amélio F.; Bouskela, Eliete
2006-05-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar os efeitos de um sensibilizador de insulina - rosiglitazona (ROSI) sobre a função endotelial e marcadores de ativação endotelial em um grupo de indivíduos com síndrome metabólica não-diabéticos. MÉTODOS: O grupo foi composto de dezoito indivíduos (doze mulheres, seis homens), com 41,2 ± 9,7 anos e IMC de 37,8 ± 6,1 kg/m². A dose de ROSI utilizada foi 8 mg/dia durante doze semanas. Um grupo de nove indivíduos saudáveis, com 26, (mais) 1 ± 4,4 anos e IMC de 21,7 ± 1,7 kg/m², foi estudado no estado basal para comparação da resposta vasodilatadora. A função endotelial foi avaliada através da pletismografia de oclusão venosa com infusão intra-arterial de acetilcolina (Ach) e nitroprussiato de sódio (SNP). Foram dosados: glicose, insulina, lipídeos, fibrinogênio e proteína C reativa ultra-sensível (PCR). Os índices HOMA e Quicki foram calculados para quantificar a resistência insulínica (RI). RESULTADOS: Houve melhora nos índices de RI com diminuição do HOMA-R e aumento do Quicki, além de diminuição da PCR e do fibrinogênio. A vasodilatação endotélio-dependente melhorou, com aumento no porcentual de incremento do fluxo sangüíneo após Ach e aumento no porcentual de decremento da resistência vascular. Não foi observada diferença na vasodilatação endotélio-independente. CONCLUSÃO: O uso de ROSI induziu uma redução da RI, do fibrinogênio e da PCR e melhorou a função endotelial em indivíduos com SM não-diabéticos. Esses dados sugerem o papel dessa substância na regulação da função endotelial em indivíduos com alto risco cardiovascular. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the effects of rosiglitazone (ROSI), an insulin-sensitizer, on endothelial function and endothelial activation markers in a group of non-diabetic subjects with metabolic syndrome. METHODS: A group of eighteen subjects (12 women, 6 men), mean age 41.2 ± 9.7 and BMI 37.8 ± 6.1 Kg/m², was treated with rosiglitazone 8 mg/day for 12 weeks. Another group of nine healthy subjects, mean age 26.1 ± 4.4 and BMI 21.7 ± 1.7 Kg/m², (mais) was studied at baseline to compare vasodilator response. Endothelial function was evaluated by venous occlusion plethysmography after intra-arterial infusions of acetylcholine (Ach) and sodium nitroprusside (SNP). The following were measured: glucose, insulin, lipids, fibrinogen, and high-sensitivity C-reactive protein (CRP). HOMA and Quicki indexes were calculated to quantify insulin resistance (IR). RESULTS: There was an improvement in insulin resistance, as evidenced by lower HOMA-R and higher QUICKI index, as well as a decrease in CRP and fibrinogen levels. Endothelium-dependent vasodilation also improved, as evidenced by greater increment in blood flow after Ach and greater decrement in vascular resistance. No difference in endothelium-independent vasodilation was noted. CONCLUSION: Rosiglitazone treatment reduced insulin resistance, fibrinogen, and CRP levels and improved endothelial function in non-diabetic subjects with metabolic syndrome. These data suggest that rosiglitazone plays a role in the regulation of endothelial function in patients at high cardiovascular risk.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Alterações pulmonares em um modelo de diabetes mellitus em ratos: o efeito da terapia antioxidante/ Lung alterations in a rat model of diabetes mellitus: effects of antioxidant therapy

Forgiarini Junior, Luiz Alberto; Kretzmann, Nélson Alexandre; Tieppo, Juliana; Picada, Jaqueline Nascimento; Dias, Alexandre Simões; Marroni, Norma Anair Possa
2010-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar as alterações estruturais no pulmão de ratos com diabetes mellitus (DM) através da quantificação do estresse oxidativo e do dano ao DNA, assim como determinar os efeitos de superóxido dismutase (SOD) exógena nessas alterações. MÉTODOS: Estudo experimental controlado com 40 ratos Wistar, divididos em quatro grupos (10 animais cada): grupo controle, grupo SOD (sem DM e tratados com SOD), grupo DM (com DM induzido por estreptozotocina), e grupo D (mais) M+SOD (com DM induzido por estreptozotocina e tratados com SOD). Os animais foram avaliados por um período de 60 dias, iniciado a partir do dia em que os animais com diabetes induzido por estreptozotocina apresentaram glicemia > 250 mg/dL. Nos últimos 7 dias do período, os animais nos grupos tratados receberam SOD. Ao final do tempo de estudo, amostras de tecido pulmonar foram coletadas para análise histopatológica e avaliação do estresse oxidativo e do dano ao DNA. RESULTADOS: Não houve diferenças significativas entre os grupos em relação ao dano ao DNA. Houve um aumento significativo na matriz extracelular e hiperplasia do endotélio capilar no grupo DM quando comparado com os grupos controle e SOD. Também houve mudanças significativas em pneumócitos tipo II e macrófagos intravasculares, sugerindo um processo inflamatório no grupo DM. Entretanto, uma redução na matriz extracelular, endotélio capilar normal e pneumócitos tipo II normais foram encontrados no grupo com DM+SOD. CONCLUSÕES: A administração exógena de SOD pode reverter alterações nos pulmões de animais com DM induzido. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate structural alterations of the lung in rats with diabetes mellitus (DM), by quantifying oxidative stress and DNA damage, as well as to determine the effects that exogenous superoxide dismutase (SOD) has on such alterations. METHODS: A controlled experimental study involving 40 male Wistar rats, divided into four groups (10 animals each): control; SOD-only (without DM but treated with SOD); IDM-only (with streptozotocininduced DM but untreated); and I (mais) DM+SOD (with streptozotocin-induced DM, treated with SOD). The animals were evaluated over a 60-day period, day 0 being defined as the day on which the streptozotocin-injected animals presented glycemia > 250 mg/dL. The SOD was administered for the last 7 days of that period. At the end of the study period, samples of lung tissue were collected for histopathological analysis, evaluation of tissue oxidative stress, and assessment of DNA damage. RESULTS: There were no significant differences among the groups regarding DNA damage. In the IDM-only group, there was a significant increase in the extracellular matrix and significantly greater hyperplasia of the capillary endothelium than in the SOD-only and control groups. In addition, there were significant changes in type II pneumocytes and macrophages, suggesting an inflammatory process, in the IDM-only group. However, in the IDM+SOD group, there was a reduction in the extracellular matrix, as well as normalization of the capillary endothelium and of the type II pneumocytes. CONCLUSIONS: Exogenous SOD can reverse changes in the lungs of animals with induced DM.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Diagnóstico diferencial de trombose aortoilíaca e mieloencefalite protozoária equina: relato de caso/ Differential diagnosis between aorto-iliac thrombosis and equine protozoal myeloencephalitis: case report

Escodro, P.B.; Lopes, P.F.R.; Gianini, C.G.; Jorge Filho, D.N.
2010-10-01

Resumo em português Relata-se o caso de uma égua de atividade de polo, que apresentou inicialmente claudicação leve no membro posterior esquerdo, a qual evoluiu para ataxia e atrofia da musculatura glútea do lado esquerdo, com diagnóstico de trombose aortoilíaca (TAI). A paciente foi tratada com suspeita de mieloencefalite protozoária equina, devido à semelhança dos sinais clínicos com essa doença, porém o líquido cefalorraquidiano apresentou-se negativo para anticorpos anti-Sar (mais) cocystis neurona. A palpação transretal indicou uma massa na bifurcação aortoilíaca esquerda. Na avaliação ultrassonográfica, visualizou-se imagem hiperecoica aderida ao endotélio vascular, sugerindo TAI atingindo a estenose de 70% da luz arterial. Resumo em inglês The case of a mare used for polo is reported. The animal showed clinical signs of soft lameness of the hindlimb, evolving to ataxia and gluteal muscle atrophy, with aorto-iliac thrombosis (AIT). The patient was treated with the suspect of equine protozoal myeloencephalitis (EPM), due to the resemblance of clinical signs. Cerebrospinal fluid analysis was negative for antibodies against Sarcocystis neurona. The transrectal examination indicated a mass in the left aorto-ilia (mais) c bifurcation. In the ultrasonographic evaluation, a hyperechoic image adhered to the vascular endothelium was observed, suggesting (AIT), occupying 70% of arterial lumen. The present article has the objective of pointing out the importance of the differential diagnosis between AIT and EPM in horses with ataxia in hindlimbs and muscular atrophy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Óxido nítrico e sistema cardiovascular: ativação celular, reatividade vascular e variante genética/ Nitric oxide and the cardiovascular system: cell activation, vascular reactivity and genetic variant/ Óxido nítrico y sistema cardiovascular: activación celular, reactividad vascular y variante genética

Dias, Rodrigo Gonçalves; Negrão, Carlos Eduardo; Krieger, Marta Helena
2011-01-01

Resumo em português O óxido nítrico (NO), primariamente identificado como um fator relaxante derivado do endotélio, é um radical livre atuante na sinalização de diferentes processos biológicos. A identificação das isoformas das sintases do NO (NOS) e a subsequente caracterização dos mecanismos de ativação celulares das enzimas possibilitaram tanto a compreensão de parte das interações fisiológicas como a compreensão de parte dos mecanismos de doença, na qual o NO está env (mais) olvido. A isoforma endotelial da NOS (eNOS), expressa principalmente no endotélio vascular, desempenha importante papel na regulação da reatividade vascular e no desenvolvimento e na progressão da aterosclerose. Esta revisão tem o propósito de contextualizar o leitor sobre a estrutura da eNOS e seus mecanismos de ativação celular. Tendo em vista os avanços da biologia molecular, trataremos ainda dos conhecidos mecanismos de regulação da expressão gênica e do papel de variantes no código genético da eNOS associados a fenótipos cardiovasculares. Embora se reconheça a importância do NO como molécula ateroprotetora, nossa atenção estará voltada à revisão de literatura envolvendo NO e sua participação na modulação do fenótipo de vasodilatação muscular. Resumo em espanhol El óxido nítrico (NO), primariamente identificado como un factor relajante derivado del endotelio, es un radical libre actuante en la señalización de diferentes procesos biológicos. La identificación de las isoformas de las sintasas del NO (NOS) y la subsecuente caracterización de los mecanismos de activación celulares de las enzimas posibilitaron tanto la comprensión de parte de las interacciones fisiológicas como la comprensión de parte de los mecanismos de e (mais) nfermedad, en la cual el NO está envuelto. La isoforma endotelial de la NOS (eNOS), expresada principalmente en el endotelio vascular, desempeña importante papel en la regulación de la reactividad vascular y en el desarrollo y en la progresión de la aterosclerosis. Esta revisión tiene el propósito de contextualizar al lector sobre la estructura de la eNOS y sus mecanismos de activación celular. Teniendo en vista los avances de la biología molecular, trataremos aun de los conocidos mecanismos de regulación de la expresión génica y del papel de variantes en el código genético de la eNOS asociados a fenotipos cardiovasculares. Aunque se reconozca la importancia del NO como molécula ateroprotectora, nuestra atención estará volcada a la revisión de literatura envolviendo NO y su participación en la modulación del fenotipo de vasodilatación muscular. Resumo em inglês Nitric oxide (NO), primarily identified as an endothelium-derived relaxing factor, is a free radical that signals different biological processes. The identification of NO synthase (NOS) isoforms and the subsequent characterization of the mechanisms of cell activation of the enzymes permitted the partial understanding of both the physiological interactions and of the mechanisms of the diseases in which NO is involved. Mainly expressed in the vascular endothelium, the endot (mais) helial NOS isoform (eNOS) plays an important role in the regulation of vascular reactivity and in the development and progression of atherosclerosis. The purpose of this review is to contextualize the reader about the eNOS structure and its mechanisms of cell activation. In view of the advances in molecular biology, we will also address the known mechanisms of gene expression regulation and the role of variants on the genetic code of eNOS associated with cardiovascular phenotypes. Although the importance of NO as an atheroprotective molecule is recognized, our focus will be the review of the literature on NO and its participation in the modulation of the muscle vasodilatation phenotype.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Síndrome da resposta inflamatória sistêmica na circulação extracorpórea: papel das interleucinas/ Systemic inflammatory response syndrome: role of the interleukins

MOURA, Helmiton Vieira de; POMERANTZEFF, Pablo M. A.; GOMES, Walter José
2001-12-01

Resumo em português A síndrome da resposta inflamatória sistêmica (SIRS) na cirurgia cardíaca ocorre, com maior freqüência, com o uso da CEC. Isto se deve ao contato do sangue com superfícies não endoteliais e, mais tarde, à reperfusão. Esse contato leva à liberação de componentes moleculares, dos quais as anafilotoxinas ativadas pelo fator de complemento, que estimulam a liberação de citocinas pró-inflamatórias, tais como a IL-1, IL-6, FNT-a. Estas interleucinas são respon (mais) sáveis por indução de febre, neutrofilia, com aumento da adesividade entre neutrófilos e miócitos e/ou endotélio, e agem de forma sinergética estimulando a produção de outras interleucinas pelos monócitos e leucócitos (IL-6, IL-8). Observa-se que a isquemia intestinal, decorrente do uso da CEC, ocasiona a produção de IL-6, FNT-a, IL-1 no epitélio intestinal, e a reperfusão pós-CEC provoca a expressão de IL-1 e FNT-a no endotélio microvascular e pode gerar uma disfunção que danifica os cardiomiócitos. Seguindo a cascata de reações pós- CEC, a síndrome do distress respiratório do adulto é mediada pela IL-8, encontrada a nível alveolar. Cérebro e fígado também podem ser afetados pelos fenômenos causados pela isquemia/reperfusão e se demonstra que as interlucinas, uma vez mais (IL-8 e IL-13, respectivamente), têm um papel importante na série de eventos que ocorre. As técnicas de CEC bem como a anestesia podem influenciar a atividade das interleucinas. Não há um consenso sobre terapias preventivas ou de tratamento das complicações advindas da SIRS. Intervenção a nível dos mediadores da inflamação, procedimento de descontaminação digestiva, uso de drogas como a indometacina ou esteróides são opções possíveis. A regulação do processo inflamatório, de um modo geral, depende do equilíbrio entre citocinas pró- e anti-inflamatórias. Estas últimas são detectáveis no indivíduo normal, enquanto que as pró-inflamatórias apenas se manifestam localmente ou são quase inexistentes. Conclui-se que, o aumento da concentração das interleucinas pró-inflamatórias no organismo é um fato esperado, em grandes cirurgias, e que trará complicações se este aumento for exacerbado e se o organismo estiver muito debilitado. Resumo em inglês The systemic inflammatory response syndrome (SIRS) occurs in the cardiac surgery more often with the use of CPB. It is due to the contact of the blood with non-endothelial surfaces and, later to reperfusion. This contact leads to the release of substances such as anaphylotoxins, which are activated by the complement factor, and stimulate the production of pro-inflammatory cytokines (IL-1, IL-6, TNF-a). Cytokines are responsible for induction of fever, neutrophilia with in (mais) crease of adhesiveness between neutrophils and mocytes and, they act synergetically stimulating the production of other interleukins (IL-6, IL-8). It is observed that intestinal ischemia secondary to CPB, causes the production of IL-6, TNF-a, IL-1 in the intestinal epithelium and, reperfusion post CPB induces the expression of IL-1 and TNF-a in the vascular endothelium that can generate a dysfunction able to injure cardiomyocytes. Following the post-CPB cascade of reactions, the adult respiratory distress syndrome is mediated by IL-8, found the at alveolar level. The brain and the liver can also be affected by ischemia/reperfusion phenomena and, once more, it is shown that interleukins (IL-8 and IL-13, respectively) have an important role in the course of SIRS- related events. CPB and anesthesia techniques can influence interleukin activity. There is not a consensus regarding preventive or treatment therapies for complications from SIRS. Possible choices are: intervention at the level of inflammation mediators, digestive decontamination procedures, use of drugs such as indometacin or steroids. The regulation of the inflammatory process, generally depends on the balance between anti- and pro- inflammatory cytokines. These later are detectable in normal individuals whereas the others only manifest locally or are almost inexistent. We conclude that the increase of the concentration of pro-inflammatory interleukins in the organism is expected during important surgical intervention. Such an increase will bring complications if it is exacerbated and, the organism is debilitated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Níveis glicêmicos usados para o diagnóstico do diabetes mellitus alteram a função endotelial? Estudo em rim isolado de coelhos normais/ Is endothelial function altered by glucose levels used in the diagnosis of diabetes mellitus? Study in the isolated rabbit kidney

Affonso, Filipe de Souza; Cailleaux, Solange; Pinto, Leonardo F. Corrêa; Tibiriçá, Eduardo; Gomes, Marília de Brito
2003-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar os efeitos agudos de concentrações de glicose usadas para o diagnóstico do diabetes mellitus, na reatividade vascular (RV) de rim isolado de coelhos normais. METODOLOGIA: Rins isolados de coelhos normais foram agudamente expostos (3hs) a concentrações normais (5,5mM) e elevadas (7, 7,8 e 11,1mM) de glicose. A RV foi avaliada com acetilcolina. RESULTADO: Houve redução significativa na vasodilatação dependente do endotélio no grupo com glicose 11 (mais) ,1mM em comparação ao controle (redução máxima na pressão de perfusão de 24±3 vs. 41±4%; p0,05). CONCLUSÃO: Níveis de glicose utilizados para o diagnóstico pós-TOTG de DM são capazes de provocar alterações agudas na RV. Estes efeitos não foram observados com os valores diagnósticos de jejum. Especulamos que a glicemia pós-TOTG possa estar mais relacionada com a presença de disfunção endotelial do que os níveis diagnósticos de jejum e, por isto, se correlacione melhor com o risco cardiovascular. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the acute effects of glucose levels used in diagnosis of diabetes mellitus on vascular reactivity in the isolated rabbit kidney. METHODS: Isolated rabbit kidneys were acutely exposed (3hs) to normal (5.5mM) and high (7, 7.8 and 11.1mM) glucose concentrations. Vascular reactivity was evaluated with acetylcholine. RESULTS: Kidneys perfused with glucose 11.1mM (maximal reduction in the perfusion pressure of 24±3 vs. 41±4%; p(mais) .8mM (maximal reduction in the perfusion pressures of 39±4 e 34±3%, respectively, vs. 41±4%, p>0.05) showed significantly decreased endothelium-dependent relaxations compared to control. CONCLUSIONS: High glucose levels typically observed after an oral glucose challenge can acutely alter vascular reactivity. We speculated that post-OTTG glucose levels are more strongly related to endothelial dysfunction and this is the reason why it is more correlated with cardiovascular disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Forças mecânicas e veias safenas humanas: implicação na revascularização do miocárdio/ Mechanical forces and human saphenous veins: coronary artery bypass graft implications

Tineli, Rafael Angelo; Viaro, Fernanda; Dalio, Marcelo Bellini; Reis, Graziela Saraiva; Basseto, Solange; Vicente, Walter Villela de Andrade; Rodrigues, Alfredo José; Evora, Paulo Roberto Barbosa
2007-03-01

Resumo em português As células endoteliais vasculares estão expostas a uma variedade de forças mecânicas in vivo, resultantes do fluxo sangüíneo pulsátil. Dentre essas forças, destacam-se: forças de cisalhamento, tangenciais à parede do vaso, produzidas pelo atrito com o fluxo sangüíneo viscoso, tensão de complacência da parede vascular e a pressão hidrostática do conteúdo sangüíneo no interior da vasculatura. Diversos autores estudaram as alterações hemodinâmicas, func (mais) ionais e morfológicas em veias safenas humanas causadas por esses tipos de forças com resultados conflitantes. A motivação dessa revisão foi analisar dados da literatura e alguns dados experimentais do nosso laboratório. Os aspectos revistos são: 1) Respostas endoteliais e regulação gênica causadas pelo shear stress; 2) Efeitos da pressão hidrostática na morfologia da célula endotelial, expressão gênica da superfície celular endotelial e proliferação das células endoteliais, 3) Efeitos da tração no endotélio de veias safenas humanas. Resumo em inglês Vascular endothelial cells are exposed to a variety of in vivo mechanical forces, specifically, shear stress for the blood flow, tensile stress from the compliance of the vessel wall and the hydrostatic pressure from containment of blood within inside the vasculature. Many authors studied hemodynamic, functional and morphological human saphenous veins alterations caused by these different forces with conflictant results. This review text was motivated with the specific ai (mais) m of analyze literature data and some experimental data carried out in our laboratory. The adopted review subjects were: 1) Endothelial responses and gene regulation to shear stress; 2) Effects of the hydrostatic pressure in the endothelial cell morphology, gene expression of the endothelial cellular surface and proliferation of endothelial cells; 3) Effects of the traction on the human saphenous vein endothelium.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Disfunção endotelial no diabetes melito tipo 1/ Endothelial dysfunction in type 1 diabetes

Bertoluci, Marcello Casaccia; Cé, Gislaine Vissoky; Silva, Antônio Marcos V. da; Puñales, Marcia K. C.
2008-03-01

Resumo em português As complicações vasculares são a maior causa de morbimortalidade em pacientes com diabetes. Os mecanismos envolvidos no desenvolvimento das doenças micro e macrovasculares são complexos e parcialmente compreendidos, mas se iniciam invariavelmente por um endotélio que se torna disfuncionado. O óxido nítrico é um importante regulador da função endotelial e o comprometimento da sua atividade é fator determinante para a disfunção endotelial (DE). No diabetes tip (mais) o 1, diversos fatores, como a hiperglicemia aguda, mau controle glicêmico crônico, tempo de diagnóstico e presença de neuropatia autonômica ou microalbuminúria estão associados à DE. Tanto o estresse oxidativo, como a ativação da via dos polóis, via da proteína quinase C e formação dos produtos avançados de glicação não-enzimática são potenciais mecanismos patogenéticos da DE. A detecção precoce da disfunção endotelial tem valor prognóstico para o desenvolvimento de complicações vasculares e pode ser importante em estratégias de prevenção primária de eventos cardiovasculares no diabetes tipo 1. Resumo em inglês Vascular complications are the main cause of mortality and morbidity in diabetes. Mechanisms involved in the development of micro and macrovascular disease are complex and partially understood, but invariably begin as a dysfunctional endothelium. Nitric oxide is an important regulator of endothelial function and the impairment of its activity is determinant of the endothelial dysfunction. In type 1 diabetes, many factors like acute, chronic and post-prandial hyperglycemia (mais) , as well as the duration of diabetes or autonomic neuropathy and microalbuminuria are associated to endothelial dysfunction. Oxidative stress, polyol pathway activation, protein kinase C activation and the presence of advanced glycation end-products are potential mechanisms involved in the development of endothelial dysfunction. Early detection of endothelial dysfunction has prognostic value for the development of vascular complications and may be important in strategies for primary prevention of cardiovascular endpoints in type 1 diabetes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Alterações hemostáticas em pacientes com doença falciforme/ Changes in hemostasis in sickle cell disease patients

Stypulkowski, Jaíne B.; Manfredini, Vanusa
2010-02-01

Resumo em português A doença falciforme (DF) é uma doença hereditária que tem uma fisiopatologia complexa e diversificada. Além da falcização dos eritrócitos, responsável pelos fenômenos de vaso-oclusão e hemólise, alterações no sistema de coagulação parecem ter papel importante nas várias manifestações clínicas desta doença. Aproximadamente todos os componentes da hemostasia, incluindo função plaquetária, mecanismos procoagulantes, anticoagulantes e sistema fibrinol� (mais) �tico, estão alterados nesta patologia, mesmo em pacientes clinicamente estáveis. A presença da fosfatidilserina (FS) na superfície externa da membrana do eritrócito e o aumento dos anticorpos antifosfolipídeos e do fator tecidual (FT) marcam o início da ativação da coagulação nestes pacientes. Também a destruição dos eritrócitos diminui a biodisponibilidade do óxido nítrico (NO) e, como consequência, modifica a hemostasia vascular, aumentando a ativação plaquetária e a adesão de moléculas ao endotélio. Assim, o objetivo deste trabalho foi abordar as diferentes alterações hemostáticas que ocorrem nos pacientes com doença falciforme, a fim de melhor compreender o estado "hipercoagulável" como é descrito nesta doença. Resumo em inglês Sickle cell disease is an inherited disease characterized by a complex and varied physiopathology. Apart from the sickle red blood cells, responsible for vascular occlusion and hemolytic anemia, changes in the coagulation system seem to play an important role in the clinical manifestations of this disorder. Nearly every component of hemostasis, including platelet function and the procoagulant, anticoagulant, and fibrinolytic systems, are altered in sickle Cell Disease eve (mais) n in non-crisis steady-state patients. The presence of phosphatidylserine on the external membrane of the red blood cell and the increase in antiphosphatidylserine antibodies and tissue factor mark the beginning of coagulation activation in these patients. Moreover, red blood cell destruction decreases the bioavailability of nitric oxide, which modifies hemostasis, increasing platelet activation and the adhesion of molecules to the vascular endothelium. Thus, this study aimed to evaluate several hemostatic changes in patients with sickle cell disease in order to have a better understanding of the "hypercoagulable" state described in this disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Fatores de crescimento presentes no miocárdio de pacientes com cardiopatia chagásica crônica/ Growth factors in the myocardium of patients with chronic chagasic cardiomyopathy

Reis, Marcia Martins; Higuchi, Maria de Lourdes; Aiello, Vera Demarchi; Benvenuti, Luiz Alberto
2000-12-01

Resumo em português Neste trabalho, quantificamos fatores de crescimento em fragmentos de miocárdio de 19 cardiopatas chagásicos crônicos com insuficiência cardíaca congestiva, através da técnica da imunoperoxidase. Pesquisamos: antígenos de T. cruzi , fatores de crescimento (GM-CSF, TGF-beta1, PDGF-A e PDGF-B) e células inflamatórias (CD4+, CD8+, CD20+ e CD68+). A razão média CD4+/CD8+ foi 0,6 ± 0,3. O número médio de macrófagos (CD68+) foi 5,9±3,1; de células intersticiai (mais) s PDGF-A+ foi 7,5 ± 4,3; PDGF-B+ 2,9 ± 2,7, TGF-beta1+ 2,2 ± 1,9 e GM-CSF+ 2,3 ± 1,9. A marcação para PDGF-A foi geralmente intensa, ocorrendo também em endotélio, células musculares lisas e sarcolema; não houve correlação dessa positividade com a quantidade de células intersticiais positivas para os mesmos fatores. TGF-beta1 ocorreu em baixa expressão em 100% dos casos. Em conclusão, PDGF-A e B são, provavelmente, os fatores de crescimento mais relacionados às lesões proliferativas na cardiopatia chagásica crônica e, conseqüentemente, à fibrose. GM-CSF e TGF-beta1 estão pouco expressos. Não houve correlação estatisticamente significante entre os fatores de crescimento e a quantidade de parasita. Resumo em inglês In this work we quantified various growth factors in the myocardium of 19 patients with chronic chagasic cardiomyopathy and heart failure, through the immunoperoxidase technique. We looked for T. cruzi antigens, growth factors (GM-CSF, TGF-beta1, PDGF-A and PDGF-B) and inflammatory cells (CD4+, CD8+, CD20+ and CD68+). The mean ratio of CD4+/CD8+ T lymphocytes was 0.6 ± 0.3. The mean number of positive interstitial cells was 5.9 ± 3.1 for CD68+ (macrophages); 7.5 ± 4.3 (mais) for PDGF-A+; 2.9 ± 2.7 for PDGF-B+, 2.2 ± 1.9 for TGF-beta1+ and 2.3 ± 1.9 for GM-CSF+. The immunoreaction for PDGF-A was intense, occurring also in the endothelium, smooth muscle cells and the sarcolemma; there was no correlation between the number of positive interstitial cells and the semiquantitation of the same growth factors in the other cells. TGF-beta1 presented low expression in 100% of the cases. In conclusion, PDGF-A and B are probably the growth factors most related to the proliferative lesions and fibrosis present in chronic chagasic cardiomyopathy. GM-CSF and TGF-beta1 are present in low levels. There was no statistical correlation between growth factors and the quantity of the parasitic antigens.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Importância da invasão neural e linfática no prognóstico do adenocarcinoma colorretal/ Prognostic value of lymphatic vessel and neural invasion in colorectal carcinoma

Durante, Antonio Paulo; Bromberg, Sansom Henrique; Barreto, Elci; Cappellano, Giovanni; Godoy, Antonio Claudio de
2004-01-01

Resumo em português OBJETIVOS: A evolução paradoxal de um terço dos doentes com neoplasias colorretais catalogadas no estádio B e C de Dukes mostra ser desejável a adição de outras variáveis prognósticas. O principal objetivo deste trabalho foi o de estudar o papel prognóstico da invasão linfática e neural em uma série de doentes submetidos à cirurgia curativa e acompanhados por longo período. MÉTODOS: Foram estudados 320 doentes com câncer colorretal submetidos à extirpaç (mais) ão curativa, com idade mediana de 58 anos, sendo 199 (62,8%) do sexo feminino. A invasão neural foi caracterizada pela presença de células cancerosas, infiltrando o perineuro e/ou o fascículo neural. A linfática, pela presença de células neoplásicas no interior de espaço limitado por endotélio, desprovido de fibras musculares e elásticas. Essas variáveis foram associadas à classificação original de Dukes. RESULTADOS: A invasão neural foi observada em 15% das peças extirpadas e a linfática em 14,1%. Os índices de invasão cresceram do ceco ao reto, local preferencial das mesmas. A sobrevida de cinco anos dos portadores de neoplasias com invasão neural foi de 25% em oposição a 64% daqueles sem invasão (p Resumo em inglês OBJECTIVES: The paradoxical evolution of approximately one third of patients with colo-retal cancer cataloged in Dukes stages B and C demonstrates the necessity of make useful other prognostic criteria. The presence of neural and lymphatic invasion of tumor cells was correlated with the prognosis of patients submitted to radical operation. METHODS: We performed a retrospective study on 320 patients with colo-rectal carcinoma , with mean age 58 years and 199 (62.2%) female (mais) s. Neural invasion was accessed as positive if cancer cells infiltration into the perineurium or neural fasciculus was detected at the leading point. Lymphatic invasion was defined by cancer cells infiltration into a space limited by endothelium without muscular or elastic fibers. Those variable were associated to the original classification of Dukes. RESULTS: Lymphatic and neural invasion was demonstrated in 14.1% and 15% of 320 operation specimens respectively. The most frequent site of lymphatic and neural invasion was the rectum. The overall survival was 25% in the presence of neural invasion and 64% without neural invasion (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Uso de viscoelásticos na facoemulsificação em cães portadores de catarata: efeitos sobre a pressão intraocular, a morfologia das células endoteliais e a espessura corneana/ Use of viscoelastic substances for the phacoemulsification in dogs with cataract: effects on the intraocular pressure, morphology of endothelial cells, and corneal thickness

Chiurciu, J.L.V.; Brandão, C.V.S.; Rodrigues, A.C.L.; Ranzani, J.J.T.; Ferreira, T.H.; Padovani, C.R.
2010-06-01

Resumo em português Avaliaram-se as células endoteliais, a espessura corneana e a pressão intraocular (PIO) de cães portadores de catarata madura, empregando-se viscoelástico à base de hialuronato de sódio 3% e sulfato de condroitina 4% e hidroxipropilmetilcelulose 2%, utilizando-se 20 cães, distribuídos entre os dois grupos dos viscoelásticos. A técnica cirúrgica adotada foi a da facoemulsificação bimanual. As avaliações tonométricas foram efetuadas antes e após o ato cirú (mais) rgico, aos 1, 7, 14, 21, 28 e 60 dias de pós-operatório, e a microscopia especular, antes e após 7, 28 e 60 dias. Não houve diferença estatística entre os grupos quanto à PIO, com exceção aos 14 dias, em que se observou maior PIO com o uso de hialuronato de sódio 3% e sulfato de condroitina 4%. Não houve diferença entre os grupos quanto aos parâmetros relacionados ao endotélio, com diminuição discreta da densidade celular endotelial e aumento da área celular com a utilização de hidroxipropilmetilcelulose 2%. A utilização de ambos os dispositivos viscoelásticos analisados é recomendada para o procedimento de facoemulsificação em cães. Resumo em inglês The endothelial cells, the corneal thickness, and the intraocular pressure (IOP) were evaluated in dogs with cataract, using viscoelastic substances based on 3% sodium hyaluronate and 4% chondroitin sulfate and comparing them with 2% hydroxypropylmethylcellulose. Twenty dogs were distributed in two groups of ten, each using one viscoelastic material. The surgical technique was bimanual phacoemulsification. The tonometric evaluations were made before and at one, seven, 14, (mais) 21, 28, and 60 days after the surgery and the specular microscopy before and after seven, 28, and 60 days. No statistical difference between groups was found according to IOP, except at 14 days, which was significantly higher with the use of 3% sodium hyaluronate and 4% chondroitin sulfate. There was no statistical difference between the groups considering the parameters related to the endothelium, with slight decrease in endothelial cell density and increase of cell area with the use of 2% hydroxypropylmethylcellulose. The use of both viscoelastic devices is recommended for the phacoemulsification in dogs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Disfunção endotelial após isquemia global e reperfusão em cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea: estudo do papel do magnésio em artérias coronarianas caninas

VOLPE, Marco A.; CARNEIRO, João J.; MAGNA, Luiz Alberto; VIARO, Fernanda; ORIGUELA, Eliana Aparecida Lopes; EVORA, Paulo R. B.
2002-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar a disfunção endotelial conseqüente à lesão provocada por isquemia global seguida de reperfusão e a potencial influência protetora do magnésio sobre a integridade funcional do endotélio em coronárias isoladas de cães. MÉTODO: Segmentos de artérias coronárias caninas foram suspensos em banhos orgânicos para medida de força isométrica. A disfunção endotelial foi avaliada pela capacidade destes segmentos produzirem óxido nítrico, alteran (mais) do a força isométrica inicial. Foram selecionados quatro grupos com seis cães em cada um: SEM CEC (controle), CEC (110 minutos de perfusão sem isquemia), ISQ (45 minutos de isquemia), ISQ/REP (45 minutos de isquemia seguidos de 60 minutos de reperfusão). A ação do magnésio foi avaliada em três fases: I (banho orgânico com magnésio), II (banho orgânico sem magnésio) e III (banho orgânico com magnésio restaurado). Foram utilizados três agonistas farmacológicos que representam os principais passos da via de produção do óxido nítrico: receptor de membrana da célula endotelial - acetilcolina (ACh); transdução do sinal entre o receptor e os processos intracelulares através da G-proteína - fluoreto de sódio (NaF); liberação dos estoques intracelulares de cálcio - cálcio ionóforo (A23187). Ao estudo da função endotelial associou-se a avaliação da atividade da musculatura lisa dependente de GMPc - nitroprussiato de sódio (NPS). RESULTADOS: Os principais achados desta investigação foram: 1) a presença de magnésio no perfusato pareceu atenuar a disfunção endotelial causada por isquemia global seguida de reperfusão; 2) a presença de magnésio no banho orgânico (fase I) associou-se a maior relaxamento em resposta aos agonistas da produção de óxido nítrico; 3) a remoção de magnésio do banho orgânico (fase II) esteve associada à redução na intensidade do relaxamento em resposta aos agonistas da produção de óxido nítrico; 4) a restauração de magnésio ao banho orgânico (fase III) permitiu recuperação do relaxamento observado na fase I, apenas em resposta à estimulação direta das G-proteínas. Para os demais agonistas a restauração esteve associada à redução adicional na intensidade do relaxamento; 5) a musculatura lisa recebeu influência da concentração de magnésio no banho orgânico. CONCLUSÃO: O magnésio influencia favoravelmente na produção de óxido nítrico pelo endotélio coronariano, atenuando a disfunção endotelial causada por isquemia global seguida de reperfusão. Resumo em inglês INTRODUCTION: Hypomagnesemia and ischemia followed by reperfusion often occur in cardiac surgery. Both of them are associated with endothelial dysfunction which interfers negatively with patient evolution. Phisiopatology of these disturbances is similar and involves G-proteins dysfunction. OBJECTIVE: The present study focuses on the endothelial dysfunction consequent to the lesion resulting from global ischemia followed by reperfusion and the potential protective influenc (mais) e of magnesium on the endothelium functional integrity in isolated coronaries of dogs. METHOD: Segments of canine coronary arteries were suspended in organ chambers to measure isometric force. Endothelial dysfunction was evaluated by the ability of these segments to produce nitric oxide changing the initial isometric force. Four groups with six dogs in each one were selected: SEM CEC (control), CEC (110 minutes of perfusion without ischemia), ISQ (45 minutes of ischemia), ISQ/REP (45 minutes of ischemia followed by 60 minutes of reperfusion). The magnesium action was evaluated in three different phases: I (organ chambers with magnesium), II (organ chambers without magnesium) and III (organ chambers with restored magnesium). Three pharmacological agonists were used which represented the main steps involved in the nitric oxide production: the membrane receptor of the endothelial cell - acetylcholine (ACh); transduction of the signal between the receptor and the intracellular processes through the G-protein - sodium fluoride (NaF); liberation of intracellular stocks of calcium - calcium ionophore (A23187). The study of endothelial function was combined with the evaluation of smooth muscle activity dependent on GMPc - sodium nitroprusside (NPS). RESULTS: The major findings of this investigation were as follows: 1) presence of magnesium in priming seemed to attenuate the endothelial dysfunction caused by global ischemia followed by reperfusion; 2) presence of magnesium in the organ chamber (phase I) was associated with the greatest relaxation in response to agonists of the nitric oxide production; 3) removal of magnesium in the organ chamber (phase II) was linked to the reduction in the relaxation intensity in response to agonists of the nitric oxide production; 4) the magnesium restoration to the organ chamber (phase III) allowed restoration of the relaxation observed in the phase I, only in response to the direct stimulation of the G-proteins. For the rest of the remaining agonists, the restoration was associated with the additional reduction in the relaxation intensity; 5) the smooth muscle received the influence of the magnesium concentration in the organ chamber. CONCLUSION: It was concluded that magnesium favorably influences the nitric oxide production by the coronary endothelium attenuating the endothelial dysfunction caused by global ischemia followed by reperfusion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

A terapia celular no tratamento da isquemia crítica dos membros inferiores/ Cell therapy for the treatment of critical ischemia of the lower limbs

Araújo, José Dalmo de; Araújo Filho, José Dalmo de; Ciorlin, Emerson; Ruiz, Milton Artur; Ruiz, Lílian Piron; Greco, Oswaldo Tadeu; Lago, Mario Roberto; Ardito, Roberto Vito
2005-01-01

Resumo em português Os autores fazem um histórico sobre as pesquisas com células-tronco embrionárias e do cordão umbilical, suas respectivas vantagens e desvantagens. Seguem com as discussões sobre células-tronco adultas, sua definição, histórico, fontes e participação nos processos de regeneração tecidual, particularmente no endotélio. Ressaltam a importância de fatores que mobilizam as células-tronco adultas a partir da medula óssea: citocinas, angiopoietinas e outros fato (mais) res de crescimento. As células-tronco adultas mobilizam-se sob a forma de células endoteliais progenitoras, que têm origem comum com as células endoteliais a partir dos hemangioblastos. Os fatores de mobilização manifestam-se em condições de hipoxia e fazem com que as células endoteliais progenitoras se localizem nos locais de isquemia para produzir a neovasculogênese, que se faz por três possíveis mecanismos: a angiogênese (formação de novos capilares a partir de brotos de capilares já existentes), a arteriogênese (relacionada à circulação colateral) e a vasculogênese (vasos realmente novos). Fazem, a seguir, uma análise da literatura relativa à experimentação animal e aos estudos clínicos. Concluem ressaltando que as células-tronco adultas, embora tenham um grande potencial de uso, ainda demandam muito estudo e pesquisa para se firmar como método terapêutico. Resumo em inglês The authors review the history of the researches on embryonic and umbilical cord vein stem cells, their advantages and disadvantages. They proceed with comments on adult stem cells, their concept, history, sources and role on tissue regenerative processes, mainly on the endothelium. They stress the importance of factors that mobilize the adult stem cells from the bone marrow: cytokines, angyopoietine and other growth factors. The adult stem cells are mobilized as endothel (mais) ial progenitor cells, which have a common origin with the endothelial cells from the hemangioblasts. The mobilizing factors are activated under hypoxia and promote the homing of the endothelial progenitor cells on the ischemic sites in order to generate the neovasculogenesis, which is accomplished through three possible mechanisms: angiogenesis (new capillaries from sprouts of the existing ones), arteriogenesis (related to collateral circulation) and vasculogenesis (actual new vessels). An appraisal of the literature is made with regard to animal and clinical sets Finally, they stress that adult stem cells, although bearing an enormous potential, still demand a considerable amount of work to become a current therapeutic method.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Morfoanatomia e ontogênese do fruto e semente de Vernonia platensis (Spreng.) Less. (Asteraceae)/ Morphology, anatomy and ontogeny of the fruit and seed of Vernonia platensis (Spreng.) Less. (Asteraceae)

Galastri, Natália Arias; Oliveira, Denise Maria Trombert de
2010-03-01

Resumo em português Asteraceae possui cerca de 23.000 espécies e Vernonieae tem sua maior representatividade no Brasil, sendo Vernonia o maior gênero da tribo. Devido à ampla ocorrência nos Cerrados, V. platensis foi selecionada para a realização deste trabalho, que objetiva descrever a morfoanatomia e o desenvolvimento do pericarpo e da semente desta espécie, comparando os resultados com a literatura. O material coletado foi processado segundo técnicas usuais. O ovário é ínfero, (mais) bicarpelar, sincárpico, unilocular, com um óvulo anátropo, unitegumentado, tenuinucelado, formado em placentação basal. A parede ovariana é homogênea, com células mais densas perifericamente. O tegumento possui três regiões, destacando-se evidente endotélio. Na maturidade, a maioria das camadas colapsa, mantendo-se as fibras mesocárpicas externas; o pápus duplo persiste formado por células lignificadas. A semente madura apresenta testa restrita a uma faixa de células colapsadas; o endosperma é celular, persistindo residualmente na maturidade, e o embrião exibe eixo hipocótilo-radícula axial, espesso e curto. Em apenas 40% das cipselas maduras analisadas, há sementes completamente desenvolvidas. As observações deste trabalho corroboram pesquisas anteriores com Asteraceae, mas destaca-se o papel nutritivo do tegumento no desenvolvimento seminal e a baixa produção de sementes em V. platensis. Resumo em inglês The Asteraceae comprises approximately 23,000 species and Vernonieae is best represented in Brazil; Vernonia is the largest genus in this tribe. Due to occurrence in extensive areas of Cerrado, Vernonia platensis was selected for this work that aims to describe the morphology, anatomy and development of the pericarp and seed of this species, comparing the results with the literature. The collected material was processed by conventional techniques. The ovary is inferior, b (mais) icarpellate, syncarpous, unilocular with a single anatropous ovule, unitegmic, tenuinucelate, attached in a basal placenta. The ovary wall is homogenous with dense cells peripherally. The integument has three zones, with a conspicuous endothelium. At maturity, most layers collapse, only the outer mesocarp fibers remaining; the double pappus persists and has lignified cells. The mature seed has a testa composed of collapsed cells; the endosperm is cellular, residual at maturity, and the embryo has a thick, short, and axial embryo axis. Completely developed seeds were found in only 40% of the mature cypselae evaluated. Our observations corroborate previous research with Asteraceae; we call attention to the nutritive role of the seed coat in seed development, and the low production of seeds in V. platensis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Prótese de íris, na aniridia traumática, como tentativa de controlar glaucoma refratário provocado pela presença de óleo de silicone na câmara anterior: relato de caso/ Iris prosthesis in traumatic aniridia as an attempt to control refractory glaucoma induced by silicone oil in the anterior chamber: case report

Torres, Rogil José de Almeida; Luchini, Andréa; Torres, Rogério João de Almeida; Abib, Fernando César; Torres, Reginaldo Antônio de Almeida
2005-06-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho é demonstrar a eficácia da prótese iriana na resolução do glaucoma refratário, provocado pela presença de óleo de silicone na câmara anterior. Trata-se de paciente que sofreu trauma por estilhaços de projétil de arma de fogo. A cirurgia vítreo-retiniana visou a remoção dos corpos estranhos intra-oculares e posicionamento da retina, que se encontrava descolada. Devido à ausência parcial do tecido iriano e a afacia, o óleo de silic (mais) one introduzido na câmara vítrea, para manter a retina colada, migrou para a câmara anterior e provocou gradativa diminuição do número de células endoteliais e aumento da pressão intra-ocular incontrolável clinicamente. Optamos pela fixação transescleral da prótese de íris para corrigir tais complicações. Após 45 meses de evolução, a acuidade visual estabilizou-se em conta dedos a 1 metro e a pressão intra-ocular em 14 mmHg. Concluímos que a tríade composta pela ausência do diafragma iriano, afacia e impossibilidade da remoção do óleo de silicone, devido a inexorável recorrência de descolamento de retina, deve levar o cirurgião a ponderar sobre a fixação transescleral da prótese de íris. Esta conduta poderá controlar a pressão intra-ocular e/ou preservar a transparência corneana, impedindo o contato do óleo de silicone com a malha trabecular e com o endotélio corneano. Resumo em inglês The objective of this report is to demonstrate the effectiveness of an iris prosthesis to treat a refractory glaucoma induced by silicone oil in the anterior chamber. This case is about a patient who suffered a trauma caused by firearm shrapnel. A vitreous-retinal surgery was performed to remove intraocular foreign matter and to realign the retina that was detached. Due to the partial traumatic aniridia, silicone oil that was introduced in the vitreous chamber to keep the (mais) retina in place migrated to the anterior chamber, resulting in the decrease of endothelium cells and uncontrollable intraocular pressure. We performed transscleral fixation of the iris prosthesis to correct these problems. After a 45-month period of evolution, sight became stable at the 1 meter finger-count distance and intra-ocular pressure at 14 mmHg We may conclude that the triad that consists of lack of: iris diaphragm, aphakia and silicone oil that could not be removed because of inexorable occurrence of detachment of the retina should lead the surgeon to consider transscleral fixation of the iris prosthesis. This procedure might control intraocular pressure and/or preserve corneal transparency, preventing silicone oil from contact with the trabecular net and the corneal endothelium.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Astrócitos imunorreativos à proteína glial fibrilar ácida (GFAP) em sistema nervoso central de equinos normais e de equinos com leucoencefalomalácia/ Glial fibrillary acidic protein (GFAP) immunoreactive astrocytes in the Central Nervous System of normal horses and horses with leukoencephalomalacia

Lemos, Karen Regina; Alessi, Antonio Carlos
1999-07-01

Resumo em português A proteína glial fibrilar ácida (GFAP), subunidade dos filamentos intermediários do citoesqueleto celular, está presente no citoplasma de astrócitos. Técnicas imunohistoquímicas com anticorpos primários anti-GFAP são geralmente empregadas para identificar astrócitos no sistema nervoso, permitindo verificar também sua hipertrofia. Vários estudos mostram a distribuição, a morfologia e a citoarquitetura de astrócitos em várias regiões do SNC do homem e de an (mais) imais de laboratório. No entanto, em animais domésticos e, especialmente em equinos, poucas informações estão disponíveis. No presente trabalho, verificou-se a densidade e a morfologia de astrócitos imunorreativos à GFAP na substância branca da córtex cerebral de equinos com leucoencefalomalácia (LEM) comparando-se esses aspectos com o de equinos normais. Animais com LEM apresentaram hipertrofia de astrócitos em áreas próximas às lesões, representada pelo aumento do corpo celular, do núcleo e dos prolongamentos citoplasmáticos. O número de astrócitos apresentou-se reduzido e a imunorreatividade foi mais acentuada. Nos animais normais, verificou-se distribuição constante de astrócitos imunorreagentes com características de fibrosos. Alterações vasculares nos animais com LEM, como por exemplo degeneração de endotélio vascular, também foram observadas, podendo estar associadas às alterações astrocíticas. Resumo em inglês The glial fibrillary acidic protein (GFAP), subunit of the intermediary filaments of the cellular cytoskeleton, exists in the cytoplasm of astrocytes. Immunohistochemistry utilizing primary antibodies anti-GFAP is generally chosen to identify astrocytes in the central nervous system (CNS), allowing also to verify their hypertrophy. Several studies show the distribution, morphology and cytoarchitecture of the astrocytes in several areas of the CNS of humans and laboratory (mais) animals. However, in domestic animals, especially in horses, little information is available. In the present study the density and morphology of GFAP-immunoreactive astrocytes in the white matter of the cerebral cortex of horses with leukoencephalomalacia (LEM) has been compared with such aspects in normal horses. In animals with LEM hypertrophic astrocytes in areas close to the lesions were observed. There was enlargement of the perikarion, nucleus and the cytoplasmic extension. The astrocytes were reduced in number and the immunoreactivity was increased. In the normal animals constant distribution of immunoreactive cells characteristic of fibrous astrocytes was seen. Vascular changes in the animals with LEM, as for example degeneration of vascular endothelium, were also observed and could be correlated with the astrocytic alterations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Características morfológicas do funículo espermático do burro (Equus asinus x Equus caballus)/ Morphological aspects of the spermatic cord in mules (Equus asinus x Equus caballus)

FOZ FILHO, Roberto Pimenta de Pádua; FERNANDES FILHO, Antônio; BORELLI, Vicente
1999-01-01

Resumo em português Estudando 15 pares de funículos espermáticos de burros (Equus asinus x Equus caballus), observamos em 5 pares que seus componentes acham-se envolvidos por delgada cápsula de tecido conjuntivo denso, revestido por mesotélio. Sob esta cápsula e em estreita relação com ela encontra-se espessa camada de musculatura lisa (músculo cremáster interno) que acompanha também o mesoducto deferente. A cápsula funicular e o músculo cremáster interno aparecem em alguns pont (mais) os levemente pregueados. Os componentes vásculo-nervosos estão envolvidos por tecido conjuntivo frouxo integrado predominantemente por fibras colágenas. A artéria testicular no funículo mostra trajeto sinuoso, túnica interna constituída por endotélio acompanhado de delicada camada de tecido conjuntivo e lâmina elástica limitante interna. Sua espessa túnica média é composta por fibras musculares lisas sustentadas por rede de fibras reticulares, e a túnica externa, por tecido conjuntivo que se confunde com o tecido conjuntivo intervascular. As veias testiculares aparecem em grande número, possuem túnica média formada por fibras elásticas e reticulares, com poucas fibras musculares e são desprovidas de válvulas, envolvem as artérias testiculares formando os plexos pampiniformes. O modelo do segmento da artéria testicular obtido com Neoprene látex 450 em 20 preparações, correspondentes a 10 pares de funículos espermáticos, apresentaram, respectivamente como comprimentos médio, máximo e mínimo, 58,2 cm, 81,0 cm e 44,0 cm à direita e 66,3 cm, 96,0 cm e 51,0 cm à esquerda. Resumo em inglês In a morphologic study of 15 spermatic cord pairs of male mules (Equus asinus x Equus caballus), histology showed in 5 pairs that its components are involved in a thin capsule of a dense connective tissue, covered by a mesothelium. Underneath the capsule, in a close relation, we identified the internal cremaster muscle. This muscle goes with mesoductus. The funicular capsule and muscular tissue form a few small plicae. The funicular vessels (testicular artery and veins) a (mais) re wrapped up in loose conjunctive tissue prevailing collagen fibers. The funicular part of the testicular artery is convoluted. It shows a thick tunica média vasorum supported by a net of reticular fibers; tunica intima vasorum is build up endothelium, thin connective tissue and a well defined internal elastic layer; tunica externa vasorum with the connective tissue becoming part of intervascular connective tissue. The testicular veins constituted a very elaborated close-meshed pampiniform plexus in which contortions of the artery are embedded. These veins have a medial tunic formed by elastic and reticular fibers, with a few muscular fibers without valves. The part of testicular artery model obtained with Neoprene latex 450 in 20 preparations, corresponding to 10 pairs of spermatic cords, have mean, maximum, and minimum lengths, respectively, of 58,2 cm, 81 cm, and 44 cm to the right side and 66,5 cm, 96 cm, and 51 cm to the left side.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Ceratoplastia endotelial lamelar profunda em distrofia de Fuchs: relato de caso/ Deep lamellar endothelial keratoplasty in Fuchs' dystrophy: case report

Komatsu, Fernando Trench de Oliveira; Noletto, Stephan; Oliveira, Gilvan Amorim; Ribeiro, Luis Eduardo; Komatsu, Maria Claudia; Moro, Fernando; Cvintal, Tadeu
2004-08-01

Resumo em português Descrever o caso de paciente portador de distrofia de Fuchs submetido a ceratoplastia endotelial lamelar profunda. O procedimento cirúrgico foi realizado no olho direito em um caso de distrofia de Fuchs com falência endotelial. Realizou-se incisão límbica superior, o estroma corneano foi delaminado e um disco lamelar de 8,5 mm com 0,150 mm de espessura, contendo estroma, membrana de Descemet e endotélio, foi transplantado sem sutura corneana. Foram avaliados: acuidad (mais) e visual sem e com correção, biomicroscopia, topografia, paquimetria ultra-sônica e densidade endotelial. A paciente apresentava na avaliação pré-operatória acuidade visual com correção de 20/100 (+4,00 DE -3,25 DC x 60º), astigmatismo de 6,6 dioptrias (37,5 a 12º x 44,1 a 102º), espessura paquimétrica de 0,625 mm e contagem endotelial de 720 cel/mm². Após três meses da cirurgia, apresentava-se com acuidade visual com correção de 20/30 (-1,25 DE -0,50 DC x 45º), astigmatismo regular de 1,0 dioptria (37,2 a 75º x 38,2 a 165º), espessura paquimétrica de 0,503 mm e contagem endotelial de 2447 cel/mm². Observaram-se como complicações: corte inadvertido da íris, má coaptação de bordas, dobras do disco doador e nébula na interface. Os resultados preliminares sugerem que a ceratoplastia endotelial lamelar posterior é uma alternativa para o tratamento cirúrgico da distrofia de Fuchs com falência endotelial. Seguimento mais prolongado e maior número de casos são necessários para melhor entendimento e caracterização desta técnica e de suas repercussões. Resumo em inglês To report a case of deep lamellar endothelial keratoplasty (DLEK) technique applied to a patient with Fuchs' dystrophy. The surgical procedure was performed on the right eye for a case of Fuchs' dystrophy with endothelial failure. Through a 9 mm self-sealing scleral tunnel incision, a stromal pocket was dissected at 0.35 mm depth. A 8.5 mm lamellar donor disc with 0.150 mm thickness, containing posterior stroma, Descemet's membrane and endothelium, was transplanted withou (mais) t corneal suture. Best spectacle-corrected visual acuity, biomicroscopy, topography, ultrasound pachymetry and endothelial cell density were evaluated. Before surgery, the patient presented best spectacle-corrected visual acuity of 20/100 (+4.00 -3.25 x 60º), astigmatism of 6.60 D (37.5 a 12º x 44.1 a 102º), ultrasound pachy-metry of 0.625 mm and endothelial cell density of 720 cel/mm². Three months after surgery, best spectacle-corrected visual acuity was 20/30 (-1.25 -0.50 x 45º), astigmatism was 1.00 D (37.2 a 75º x 38.2 a 165º); ultrasound pachymetry showed 0.503 mm and endothelial cell density showed 2447 cel/mm². Complications: intraoperative iris cut, disc edge dislocation, wrinkled disc and interface nebula. The preliminary results suggested that deep lamellar endothelial keratoplasty is an alternative to surgical treatment of Fuchs' dystrophy with endothelial failure. A greater number of cases and longer follow-up are necessary to better understand this keratoplasty technique and its outcome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Importância do co-cultivo com fibroblastos de camundongo 3T3 para estabelecer cultura de suspensão de células epiteliais do limbo humano/ Importance of 3T3 feeder layer to establish epithelial cultures from cell suspension obtained from corneo-scleral rims

Cristovam, Priscila Cardoso; Glória, Maria Aparecida da; Melo, Gustavo Barreto; Gomes, José Álvaro Pereira
2008-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar a importância da presença de células 3T3 para estabelecer cultura de suspensão de células epiteliais do limbo obtido de rimas córneo-esclerais. MÉTODOS: Rimas de diferentes doadores tiveram seus estroma posterior e endotélio removidos (n=6). Cada rima foi dividida em três segmentos iguais, que foram colocados em cultura em três diferentes condições: um segmento foi colocado na placa de cultura com o lado epitelial para cima (Grupo A). Os dois (mais) segmentos restantes foram tripsinizados e a suspensão de células obtida foi cultivada com (Grupo B) ou sem (Grupo C) células 3T3 irradiadas. As células foram mantidas em meio de cultura "supplemental hormonal epithelial médium" (SHEM), a migração epitelial e a formação de clones nos grupos A, B e C foram avaliadas pela microscopia de contraste de fase e por coloração pela rodamina B. Os resultados foram comparados estatisticamente. RESULTADOS: O crescimento de células epiteliais foi observado em 4/6 rimas (Grupo A). Todas as suspensões de células epiteliais que foram cultivadas com células 3T3 (Grupo B) formaram clones. Nenhuma adesão ou formação de clones verdadeiros (holo ou meroclones) foi observada na cultura de células que foi cultivada sem 3T3 (Grupo C) (p=0,009). CONCLUSÕES: Suspensão de células epiteliais límbicas obtidas de rimas córneo-esclerais no modelo utilizado precisa ser cultivada com células 3T3 para formar clones e estabelecer colônias epiteliais com perspectivas para uso terapêutico na reconstrução da superfície ocular. Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate the importance of the presence of 3T3 fibroblasts for establishing limbal epithelial cultures from cell suspension obtained from corneo-scleral rims (CSR). METHODS: Corneo-scleral rims from different donors (n=6) had their posterior stroma and endothelium stripped away. Each corneo-scleral rim was divided into three equal segments that were set up in tissue culture in three different conditions: one of the segments was placed with the epithelial side (mais) up on the bottom of a 6-well culture plate (Group A). The other two fragments were trypsinized and the obtained cell suspension was cultured with (Group B) or without (Group C) irradiaded 3T3 cells. The cells were cultured in supplemental hormonal epithelial medium (SHEM), the epithelial migration and clone formation in groups A, B and C were evaluated with phase contrast microscopy and rodamine B staining. RESULTS: Epithelial cell growth was observed in 4/6 rims (Group A). All epithelial cell suspensions that were cultured with 3T3 cells (Group B) formed clones. No adhesion or true clone formation (holo- or meroclones) was observed in the cell suspensions that were cultivated without 3T3 (Group C) (p=0.009). CONCLUSIONS: Epithelial cell suspension obtained from corneo-scleral rims in this model needs to be cultivated with 3T3 cells in order to form clones and establish limbal epithelial cell colonies with the potential to be used for ocular surface reconstruction.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Controvérsias acerca da acidose hipercápnica na síndrome do desconforto respiratório agudo/ Controversies involving hypercapnic acidosis in acute respiratory distress syndrome

Nardelli, Liliane; Rocco, Patricia Rieken Macedo; Garcia, Cristiane Sousa Nascimento Baez
2009-12-01

Resumo em português A síndrome do desconforto respiratório agudo é caracterizada por uma reação inflamatória difusa do parênquima pulmonar induzida por um insulto direto ao epitélio alveolar (síndrome do desconforto respiratório agudo pulmonar) ou indireto por meio do endotélio vascular (síndrome do desconforto respiratório agudo extrapulmonar). A principal estratégia terapêutica da síndrome do desconforto respiratório agudo é o suporte ventilatório. Entretanto, a ventila� (mais) �ão mecânica pode agravar a lesão pulmonar. Nesse contexto, uma estratégia ventilatória protetora com baixo volume corrente foi proposta. Tal estratégia reduziu a taxa de mortalidade dos pacientes com síndrome do desconforto respiratório agudo, porém acarretou acidose hipercápnica. O presente artigo apresenta uma revisão da literatura acerca dos efeitos da acidose hipercápnica na síndrome do desconforto respiratório agudo. Para tal, realizou-se uma revisão sistemática da literatura científica conforme critérios já estabelecidos para análise documental incluindo artigos experimentais e clínicos sobre o tema, usando-se como bases de dados MedLine, LILACS, SciElo, PubMed, Cochrane. A acidose hipercápnica é defendida por alguns autores como moduladora do processo inflamatório da síndrome do desconforto respiratório agudo. Entretanto, estudos clínicos e experimentais acerca dos efeitos da acidose hipercápnica têm demonstrado resultados controversos. Logo, é fundamental a realização de mais pesquisas para elucidar o papel da acidose hipercápnica na síndrome do desconforto respiratório agudo. Resumo em inglês Acute respiratory distress syndrome is characterized by a diffuse inflammatory reaction of lung parenchyma induced by a direct insult to the alveolar epithelium (pulmonary acute respiratory distress syndrome) or an indirect lesion through the vascular endothelium (extrapulmonary acute respiratory distress syndrome). The main therapeutic strategy for acute respiratory distress syndrome is the ventilatory support. However, mechanical ventilation can worsen lung injury. In t (mais) his context, a protective ventilatory strategy with low tidal volume has been proposed. The use of low tidal volume reduced the mortality rate of acute respiratory distress syndrome patients, but result in hypercapnic acidosis. The current article presents a review of literature on the effects of permissive hypercapnia in acute respiratory distress syndrome. To that end, we carried out a systematic review of scientific literature based on established criteria for documental analysis including clinical and experimental articles, using as data bases MedLine, LILACS, SciELO, PubMed, Cochrane. Hypercapnic acidosis has been considered by some authors as a modulator of the inflammatory process of acute respiratory distress syndrome. However, clinical and experimental studies on the effects of hypercapnic acidosis have shown controversial results. Therefore it is important to better elucidate the role of hypercapnic acidosis in acute respiratory distress syndrome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Perfil do paciente com ceratopatia bolhosa pós-facectomia atendidos em hospital público/ Profile of patient with aphakic/pseudopfakic bullous keratopaty attended at public hospital

Santhiago, Marcony Rodrigues de; Monica, Luiz Alberto Molina; Kara-Junior, Newton; Gomes, Beatriz de Abreu Fiúza; Bertino, Pedro Moreira; Mazurek, Maysa Godoy Gomes; Yamane, Yoshifume; Meirelles, Sergio Henrique Sampaio
2009-08-01

Resumo em português Objetivo: Identificar e analisar criticamente o perfil dos pacientes com ceratopatia bolhosa atendidos em um hospital municipal. Métodos: Foi realizada análise retrospectiva de 35 olhos de 35 pacientes em acompanhamento no setor de córnea e doenças externas do Hospital da Piedade, que apresentavam ceratopatia bolhosa pós-facectomia. Foram excluídos aqueles onde não se conseguiu determinar características pré e per-operatórias fundamentais em nossa pesquisa. Esta (mais) seleção de pacientes foi realizada durante o período de janeiro de 2007 a junho de 2007. Resultados: Como principais resultadosobservou-se que a ceratopatia bolhosa ocorreu em 22.86 % (8 olhos) dos casos pós-facectomia extracapsular (FEC) e 74.28 % (26 olhos) pós- facoemulsificação. Em 25.71 % (9 olhos) foi documentado rotura de cápsula posterior (RCP) com perda vítrea. Em 94.29 % (33 olhos) a lente intraocular se localizava na câmara posterior, e dois pacientes estavam afácicos. A acuidade visual de todos os pacientes era pior que 20/200. O tempo médio de evolução entre a facectomia e o diagnostico de ceratopatia bolhosa foi 11,93 meses (1 - 44 meses). Conclusão: A análise adequada do endotélio corneano é condição essencial para o sucesso da cirurgia de catarata com transparência corneal, e que a ceratopatia bolhosa parece estar mais associada à facoemulsificação. Esta informação deve ser interpretada com cautela, já que esta relação pode vir do maior numero de facoemulsificações realizadas no Hospital onde foi realizado o estudo e muitas destas por cirurgiões em treinamento. Resumo em inglês Objective: Analyze and identify critically the profile of patients with aphakic/pseudophakic bullous keratopathy attended at a public hospital. Methods: Retrospective analysis of 35 eyes of 35 patients with diagnosis of bullous keratopathy, which has been followed in the department of cornea and external diseases of Hospital da Piedade. The one whose pre and per operative data we did not find were excluded. This selection of patients was done from January to June of 2007. (mais) Results: As main results we found that bullous keratopathy occurred in 22.86 % (8 eyes) of cases after extracapsular phakectomy and 74.28 % (26 eyes) after phacoemulsification. Rupture of posterior capsule and vitreous loss was documented in 25.71% (9 eyes). In 94.29% (33eyes) the intraocular lenses was in posterior chamber, and two patients were aphakic. The visual acuity of all patients was worse than 20/200. The mean time from phakectomy to diagnosis of bullous keratopathy was 11.93 months (1-44 months). Conclusion: Adequate analysis of corneal endothelium is an essential condition to obtain success of cataract surgery with corneal transparency, and bullous keratopathy seems to be more related to phacoemulsification. That should be read with caution since this relation may occur because of the higher number of phacoemulsifications that are practiced in that Hospital where the study was conducted and many of them was performed by training surgeons.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Marcadores de ativação endotelial e auto-anticorpos na artrite reumatóide/ Markers of endothelial activation and autoantibodies in rheumatoid arthritis

Teixeira, Roberto Cordeiro de A.; Gabriel Júnior, Alexandre; Martino, Maria Cristina De; Martins, Lourdes Conceição; Lopes, Antonio Carlos; Tufik, Sérgio
2007-12-01

Resumo em português A artrite reumatóide (AR) é uma doença crônica inflamatória, caracterizada pela produção de auto-anticorpos e participação do endotélio vascular em sua patogênese. OBJETIVOS: Analisar a correlação da molécula de adesão intercelular (ICAM-1), o fator de von Willebrand (vWF), o fator reumatóide (FR) e o anticorpo antipeptídeo citrulinado cíclico (anti-CCP) com parâmetros de atividade clínica, laboratorial e alterações radiológicas da AR. MÉTODOS: Em (mais) 38 pacientes e 24 indivíduos que não apresentavam artrite reumatóide foram dosados FR, anti-CCP, vWF e ICAM-1 no soro. A atividade da doença foi definida pelo escore do DAS-28. O Health Assessment Questionnaire (HAQ) definiu a capacidade funcional, e os critérios revisados do American College of Rheumatology, a classe funcional. Radiografias de mãos e punhos quantificaram o índice de Sharp modificado. RESULTADOS: A idade dos pacientes foi de 52 ± 12,5 anos e dos indivíduos que não apresentavam artrite reumatóide, de 49 ± 9,4 anos. O tempo de doença foi de 68 ± 66,6 meses. O vWF apresentou correlação significativa com o tempo de evolução da doença. Os auto-anticorpos tiveram correlação significativa com o índice de Sharp. A correlação do vWF e a ICAM-1 foi significativa com o DAS-28, mas apenas o vWF se correlacionou com o HAQ e com índice de Sharp. CONCLUSÃO: Esse estudo demonstrou que os auto-anticorpos não estão correlacionados com a atividade da doença, mas com seu prognóstico e sua gravidade por meio da relação destes com o índice de Sharp. O vWF apresentou correlação significativa com os parâmetros de atividade e gravidade da doença. Resumo em inglês Rheumatoid arthritis (RA) is an inflammatory chronic disease characterized by the production of antibodies and participation of the vascular endothelium in its pathogenesis. OBJECTIVES: to analyze the correlation of serum levels of the intercellular adhesion molecule 1 (ICAM-1), von Willebrand factor (vWF), Rheumatoid factor (RF), and anti-cyclic citrulinated peptide (anti-CCP) with clinical, laboratory, and radiological parameters of RA. METHODS: Serum levels of ICAM-1, (mais) vWF, RF, and anti-CCP were measured in 38 RA patients and 24 controls. Disease activity was measured by the DAS-28 score and functional capa-city was assessed using the HAQ score. The American College of Rheumatism criteria defined the functional class. Hand and fist X-rays were analyzed using the Sharp's score. Statistical analysis utilized the chi-square, Student's "t", Kolmogorov-Smirnov, and Mann-Whitney tests, as appropriate, as well as the Spearman's correlation coefficient. RESULTS: Age range was from 52 ± 12.5 and 49 ± 9.4 years-old in RA and controls, respectively. Disease duration range was 68 ± 66.6 months. Serum vWF levels had a positive significant correlation to disease evolution, whereas RF and anti-CCP correlated to the Sharp score. Serum vWF and ICAM-1 levels correlated to DAS-28, while only vWF correlated with HAQ and Sharp scores. CONCLUSION: This study shows that RF and anti-CCP autoantibody levels are correlated to disease prognosis rather than activity. Serum vWF levels are positively correlated to both activity and severity parameters of the disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Cardioplegia cristalóide, barotrauma e função endotelial: considerações experimentais/ Crystalloid cardioplegia, barotrauma and endothelium function: experimental considerations

Évora, Paulo Roberto B; Pearson, Paul J; Oeltjen, Marilyn; Discigil, Berent; Schaff, Hartzell V
1996-06-01

Resumo em português O presente ensaio experimental estudou o efeito da infusão de solução cardioplégica cristalóide a altas pressões sobre a função endotelial de artérias epicárdicas de cães. Não se encontraram alterações a nível de receptores (curvas dose-respostas à ACH e ADP; da transdução do sinal iniciado nos receptores/sitema de G-proteínas (fluoreto de sódio) e nos processos intracelulares da produção de EDRF/ NO (fosfolipase C e ionóforo do cálcio A23187). A f (mais) unção da musculatura lisa vascular não foi afetada quando se analisaram as respostas relaxantes (nitroprussiato de sódio e isoproterenol) e contrateis (KCI e prostaglandina 2alfa). Estes achados permitem as seguintes considerrações especulativas: a) O barotrauma produzido pela infusão da cardioplegia cristalóide a altas pressões ocorreria apenas em circulações coronarianas previamente doentes? b) Uma vez que as infusões duraram de 2 a 3 minutos, seria o barotrauma coronariano um fenômeno dependente do tempo de infusão? c) Para que ocorra o barotrauma seriam necessários níveis mais elevados de potássio? d) Questionar a existência do fenômeno do barotrauma coronariano produzido pela infusão de soluções cadioplégicas pelo menos nas condições experimentais utilizadas, e) A metodologia empregada estuda apenas as reatividades vasculares de artérias coronárias epicárdicas. Estas artérias seriam menos sensíveis aos efeitos da pressão de infusão da cardioplegia do que a microcirculação coronariana? f) Seria a circulação coronária do cão menos sensível a altas pressões do que do homem? Estas observações experimentais sugerem que a infusão de cardioplegia cristalóide, moderadamente hipocalêmica, a altas pressõe em um tempo de 2 a 3 minutos, não interfere com a produção de EDRF/NO pelo endotélio de coronárias epicárdicas do cão. Resumo em inglês Experiments were performed in "organ chambers" to investigate if high pressures infusions of crystalloid cardioplegia effect the endothelium function of epicardic canine coronary arteries. These experiments did not show any alterations at level of receptors (dose-response curves to ACH and ADP); signal transduction/G-proteins (dose-response curve to sodium fluoride); intracellular mechanisms of the EDRF/NO release (dose-response curves to phospholipase C and calcium ionop (mais) hores A23187). The smooth muscular relaxant function (dose-response curves to sodium nitroprusside and isoproterenol) and contarctions (doseresponse curves to KCI and PGF2alpha) were also preserved. These experimental observations allow the following speculative considerations: a) Should barotrauma be a phenomenon present only in damaged coronary circulation? b) All infusion were performed in no more than two or three minutes. Is cardioplegia barotrauma a phenomenon time-dependente? c) High levels of potassium could be associated with barotrauma, d) Cardioplegia barotrauma is a fancy, at least in our experimental conditions? e) Experiments in "organ chambers" study only epicardic arteries. Could barotrauma damage the microcirculation? f) The canine coronary circulation is less affeccted by high pressure than human coronaries? These data are suggestive that crystalloid moderately hyperkalemic infusions at high pressures for two or three minutes, do not impair the endothelium release of EDRF/NO of canine epicardic coronary arteries.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Embolia gordurosa: uma revisão para a prática ortopédica atual/ Fat embolism: a review for current orthopaedics practice

Filomeno, Luiz Tarcisio B.; Carelli, Clara R.; Silva, Nuno C. L. Figueiredo da; Barros Filho, Tarcisio Eloy Pessoa de; Amatuzzi, Marco Martins
2005-01-01

Resumo em português A embolia gordurosa (EG) é a oclusão de pequenos vasos por gotículas de gordura, geralmente originadas nas fraturas do fêmur, tíbia e bacia, e nas artroplastias do joelho e quadril. Normalmente não causa danos aos órgãos atingidos, a menos que seja maciça. Em poucos casos a EG evolui para a "síndrome da embolia gordurosa" (SEG) a qual afeta principalmente os pulmões e o cérebro, embora qualquer órgão ou estrutura do organismo possa ser afetada. A gordura emb (mais) olizada é hidrolizada pela lipase, originando os ácidos graxos livres (AGL) que agem toxicamente sobre o endotélio capilar e que intensificam a ação das integrinas as quais acentuam a adesividade dos neutrófilos às células endoteliais, facilitando a ação das enzimas proteolíticas dos lisossomas desses neutrófilos sobre o endótelio. O resultado dessas reações é a ruptura da rede capilar seguida de hemorragia e edema nos órgãos afetados. A SEG apresenta desde insuficiência respiratória e alterações neurológicas variadas até convulsões e coma profundo. O diagnóstico da SEG é puramente clínico, não existindo nenhum exame laboratorial que o confirme. Dentre os exames de imagens, apenas a ressonância magnética cerebral demonstra claramente as áreas do edema perivascular e dos infartos. O tratamento da EG com inúmeras drogas não apresentou resultados positivos; no entanto, a medida mais requisitada para a SEG é a assistência ventilatória. A mortalidade é quase de 100% nas formas fulminantes; aproximadamente de 20% nas formas sub-agudas e não há mortalidade na forma sub-clínica. Para prevenir a SEG é fundamental evitar o choque e a hipóxia desde a cena do acidente, e proceder à fixação precoce das fraturas, o que diminui a incidência de SARA e a mortalidade pós-trauma. Resumo em inglês Fat embolism (FE) is the occlusion of small blood vessels by fat droplets originated mainly from femur, tibia and pelvis fractures, as well as from knee and hip arthroplasty. It usually does not cause damage to the involved organs, unless when it is massive. In a few cases, FE evolves to the 'fat embolism syndrome' (FES), affecting most often the lungs and the brain, although any organ or structure of the body can be damaged. Fat embolisms are hydrolyzed by lipase, formin (mais) g free fatty acids (FFA), which cause a toxic effect to capillary endothelium, intensifying integrins activity, which, in turn, intensify neutrophils' adherence to endothelial cells, making easier the activity of the proteolytic enzymes of such neutrophils' lysosomes on the endothelium. The result of those reactions is the capillary meshwork rupture, followed by hemorrhage and edema on affected organs. The FES presents many conditions, ranging from respiratory failure and variable neurological changes, to convulsions and deep coma. The diagnosis of FES is essentially made on clinical basis only, since there are no laboratory tests to validate it. Among imaging tests, only brain magnetic resonance clearly shows the perivascular edema and infarction areas. FE treatment with uncountable drugs did not present positive results; however, the most required measure to FES is mechanical ventilation. Mortality rate is almost 100% in fulminant forms; approximately 20% in the sub acute forms, and there is no mortality in a sub clinical form. In order to prevent FES is crucial to avoid shock and hypoxia from the accident scenery, and to proceed to the early fixation of fractures, which reduces the incidence of SARA and post-trauma mortality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Ceratoplastia lamelar profunda com viscodissecção da membrana de Descemet/ Deep lamellar keratoplasty with viscodissection of Descemet's membrane

Francesconi, Cláudia M.; Forseto, Adriana S.; Nosé, Regina M.; Nosé, Walton
2001-10-01

Resumo em português Objetivo: Avaliar a eficácia da técnica de ceratoplastia lamelar profunda preservando a membrana de Descemet e as células endoteliais do paciente, com a utilização de botão esclero-corneano. Métodos: Foram realizadas 14 ceratoplastias lamelares com viscodissecção da membrana de Descemet do receptor usando sulfato de condroitina 4% e hialuronato de sódio 3%. Dez (10) pacientes apresentavam ceratocone avançado, 3 tinham leucoma por herpes simples e em 1 havia irr (mais) egularidade corneana pós-ceratotomia radial. O acompanhamento pós-operatório variou de 12 a 48 meses (média 24 ±10,5 meses). Resultados: Após a retirada de todas as suturas a média do equivalente esférico no último exame oftalmológico foi de -2,0 ± 3,6 dioptrias (D) (-10,3 D a +4,74 D). O astigmatismo final variou de -6,0 DC a -0,75 DC com média de -3,3 ± 1,9 DC. Dos 14 pacientes 12 apresentaram na visita final acuidade visual com correção de 20/40 ou melhor. Todos os pacientes ganharam linha de visão pela tabela de Snellen. Não houve presença de edema corneano, descompensação endotelial ou rejeição. Nenhuma opacidade ou depósito na interface foi observado. Dois pacientes apresentaram dobras na membrana de Descemet com baixa da acuidade visual. Conclusão: Apesar das dificuldades técnicas relacionadas à ceratoplastia lamelar e viscodissecção da membrana de Descemet, acreditamos que este seja um procedimento de escolha em pacientes cuja população de células endoteliais esteja preservada. Esta técnica resulta em melhor acuidade visual final quando comparada ao transplante lamelar tradicional e menor reação imunológica quando comparada a ceratoplastia penetrante. Independentemente da qualidade do tecido doador, conseguimos córneas transparentes como resultado, pois o endotélio do receptor foi preservado. Resumo em inglês Objective: To evaluate the effect of the deep lamellar keratoplasty technique in preserving Descemet's membrane and the patient's endothelial cells, using corneoscleral donor button. Methods: 14 lamellar keratoplasties were performed with viscodissection of the receptor's Descemet's membrane using 4% chondroitin sulphate and 3% sodium hyaluronate. Ten (10) patients presented advanced keratoconus, 3 had herpes simplex leucoma and 1 had corneal irregularity due to a previou (mais) s radial keratotomy. Postoperative follow-up varied from 12 to 48 months (average 24 ± 10.5 months). Results: After all sutures had been removed, the spherical equivalent on the last ophthalmic examination was -2.0 ± 3.6 diopters (D) (-10,3 D to +4,74 D). Final astigmatism varied from -6,0 CD to -0,75 CD with an average of -3,3 ± 1,9 CD. Twelve of 14 patients presented a best spectacle corrected visual acuity of 20/40 or better on the last examination. All patients gained Snellen lines. Postoperatively there was no corneal edema, endothelial decompensation, rejection, interface opacity nor deposits. Two patients developed Descemet's folds accounting for low visual acuity. Conclusion: In spite of technical difficulties related to lamellar keratoplasty and viscodissection of Descemet's membrane, we believe that this is a procedure of choice in patients whose endothelial cells population is preserved. This technique results in better final visual acuity when compared to the traditional lamellar transplant, and less immunologic reaction when compared to penetrating keratoplasty. Because the receptor's endothelium was preserved, surgeries resulted in transparent corneas, regardless of the donor's tissue quality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Aspectos morfológicos do funículo espermático de jumentos (Equus asinus -- Linnaeus, 1758) da raça Pêga/ Morphological aspects study of spermatic cord in Pêga donkey

NORONHA, Patrícia Borelli; Pedutti NETO, José; BORELLI, Vicente
2001-01-01

Resumo em português Estudando aspectos morfológicos de 38 pares de funículos espermáticos de jumentos da raça Pêga, observamos histologicamente que seus componentes encontram-se envolvidos por delgada cápsula de tecido conjuntivo denso, revestido pelo mesotélio, sob a qual se encontra o músculo cremáster interno, apresentando camadas distintas ou septado por tecido conjuntivo denso. Cápsula funicular e tecido muscular formam inúmeras pregas e algumas expansões, por vezes acompanh (mais) adas pelo tecido conjuntivo frouxo intervascular. Envolvendo a artéria e as veias funiculares, identificamos tecido conjuntivo frouxo rico em fibras elásticas e reticulares, com arteríolas, vênulas, nervos e linfáticos. O segmento da artéria testicular estudado possui trajeto sinuoso, túnica interna formada pelo endotélio e tecido conjuntivo, com destacada lâmina limitante elástica interna. A túnica média é formada por espessa camada de musculatura lisa, sustentada por rica e ordenada rede de fibras reticulares e escassas fibras elásticas, e a túnica externa, constituída por tecido conjuntivo denso, contendo fibras colágenas e elásticas, apresenta continuidade com tecido conjuntivo frouxo intervascular. Veias testiculares que envolvem a artéria testicular para formar o plexo venoso pampiniforme mostram calibre variável, túnica média desenvolvida, constituída por fibras musculares lisas, sustentadas por irregular rede de fibras reticulares e poucas fibras elásticas. Os segmentos das artérias testiculares dos funículos espermáticos possuem como comprimento médio, máximo e mínimo, respectivamente, 71,34 , 108,9 e 41,6 cm à direita e 68,78, 110,4 e 41,6 cm à esquerda, não apresentando diferenças estatisticamente significantes ao nível de 5%. O funículo espermático possui forma cônica, achatado látero-lateralmente, com base assentada sobre a margem epididimária do testículo. Resumo em inglês We have studied morphologic aspects of 38 pairs of spermatic cord in Pêga donkey, and histologically observed that their components are involved for a slim capsule of dense connective tissue. Bellow this capsule we find internal cremaster muscle that shows distinct layer or arises septate by dense connective tissue invasion. Funicular capsule and muscular tissue form disordered plicae and also some expansions that sometimes are followed for intervascular loose connective (mais) tissue. Involving funicular arteries and veins, we identified loose connective tissue with elastic and reticular fibbers, with arteriolae, venulae, nerves and lymphatic. Testicular artery studied has sinuous course, internal tunica formed by endothelium and connective tissue, with outstanding internal elastic limiting lamina. Tunica media shows to be formed for smooth musculature, supported by a rich and orderly net of reticular fibbers and few elastic fibbers, while external tunica, constituted of dense connective tissue, with collagenous and elastic fibbers, has continuity with intervascular loose connective tissue. Testicular veins, involving testicular artery, to form venous pampiniform plexus and show variable caliber, a developed tunica media, constituted of smooth muscular fibbers supported by a irregular net of reticular fibbers and few elastic fibbers. Testicular arteries segments of spermatic cord have mean, maximum and minimum lengths, respectively, of 71.34 cm, 108.9 cm and 41.6 cm at the right, and 68.78 cm, 110.4 cm and 41.6 cm at the left, and do not have statiscally significant differences, at level of 5%. Spermatic cord has a conical shape, latero-laterally flattened, with basis settled over orchis epididymal edge.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Efeitos da atorvastatina, fluvastatina, pravastatina e simvastatina sobre a função endotelial, a peroxidação lipídica e a aterosclerose aórtica em coelhos hipercolesterolêmicos/ Effects of atorvastatin, fluvastatin, pravastatin, and simvastatin on endothelial function, lipid peroxidation, and aortic atherosclerosis in hypercholesterolemic rabbits

Jorge, Paulo Afonso Ribeiro; Almeida, Eros Antonio de; Ozaki, Michiko R.; Jorge, Mariana; Carneiro, Adriano
2005-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Comparar os efeitos da atorvastatina, fluvastatina, pravastatina e simvastatina sobre a função endotelial, a aterosclerose aórtica e o teor de malonodialdeído (MDA) nas LDL nativas, oxidadas e na parede arterial de coelhos hipercolesterolêmicos, depois que as doses destas estatinas foram ajustadas para reduzir o colesterol total plasmático a valores similares. MÉTODOS: Coelhos machos, foram separados em grupos de 10 animais (n=10), chamados hipercolestero (mais) lêmico (controle), atorvastatina, fluvastatina, pravastatina e normal. A exceção do grupo normal, os animais foram alimentados com ração padrão acrescida de colesterol a 0,5% e óleo de coco a 2% durante 45 dias. As drogas foram administradas a partir do 15º dia do início do experimento e no 30º dia, as doses foram ajustadas, através do controle do colesterol plasmático, para obter valores semelhantes em cada grupo. Ao final do experimento foi dosado o colesterol plasmático e as lipoproteinas e retirado um segmento de aorta torácica para estudo da função endotelial, da peroxidação lipídica e exame histológico para medida da aterosclerose aórtica. RESULTADOS: As estatinas reduziram significantemente o colesterol total plasmático, as LDL-colesterol e a aterosclerose aórtica. O teor de MDA também foi significantemente reduzido nas LDL nativas e oxidadas, assim como na parede arterial. O relaxamento-dependente do endotélio foi significantemente maior no grupo tratado em comparação ao hipercolesterolêmico. CONCLUSÃO: As estatinas, em doses ajustadas, tiveram efeito significante e similar em reduzir a peroxidação lipídica nas LDL e na parede arterial, na regressão da aterosclerose aórtica e na reversão da disfunção endotelial. Resumo em inglês OBJECTIVE: To compare the effects of atorvastatin, fluvastatin, pravastatin, and simvastatin on endothelial function, aortic atherosclerosis, and the content of malondialdehyde (MDA) in native and oxidized LDL and in the arterial wall of hypercholesterolemic rabbits after adjusting the dosages of those statins to reduce total serum cholesterol levels to similar values. METHODS: Male rabbits were divided into the following 6 groups of 10 animals (n=10): 1) GH (control) - h (mais) ypercholesterolemic animals; 2) GA - atorvastatin; 3) GF - fluvastatin; 4) GP - pravastatin; 5) GS - simvastatin; and 6) GN - normal. The animals were fed a standard food preparation enriched with 0.5% cholesterol and 2% coconut oil for 45 days. Fifteen days after beginning the experiment, atorvastatin, fluvastatin, pravastatin and simvastatin were administered for 15 days through gavage, and the dosages were adjusted to obtain similar cholesterol values in each group. At the end of the experiment, a blood sample was withdrawn for determining total cholesterol and separating the lipoproteins, and a segment of the thoracic aorta was removed to be used for studying endothelial function and lipid peroxidation, and for measuring aortic atherosclerosis in histological sections. RESULTS: The statins significantly reduced total serum cholesterol levels, LDL-cholesterol levels, and aortic atherosclerosis. The MDA content was also significantly reduced in native and oxidized LDL, as well as in the arterial wall. Endothelium-dependent relaxation was significantly greater in the treated group compared with that in the hypercholesterolemic group. CONCLUSION: The statins, at dosages adjusted, had a significant and similar effect in reducing lipid peroxidation in native and oxidized LDL-C and in arterial walls, in decreasing aortic atherosclerosis, and in reverting endothelial dysfunction.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Microangiopatias trombóticas: púrpura trombocitopênica trombótica e síndrome hemolítico-urêmica/ Thrombotic microangiopathies: thrombotic thrombocytopenic purpura / hemolytic uremic syndrome

Polito, Maria Goretti; Kirsztajn, Gianna Mastroianni
2010-09-01

Resumo em português As microangiopatias trombóticas (MATs) são condições caracterizadas por oclusão microvascular generalizada por trombos de plaquetas, trombocitopenia, e anemia hemolítica microangiopática. Duas manifestações fenotípicas típicas das MATs são a síndrome hemolítica urêmica (SHU) e a púrpura trombocitopênica trombótica (PTT). Outras doenças ocasionalmente apresentam manifestações similares. Na dependência de prevalecer a lesão renal ou a cerebral, duas e (mais) ntidades patologicamente indistinguíveis, mas de alguma forma clinicamente diferentes, têm sido descritas: a SHU e a PTT. Injúria das células endoteliais é o fator desencadeante central na sequência de eventos que levam a MAT. Perda da trombo resistência fisiológica, adesão de leucócitos no endotélio lesado, consumo de complemento, liberação e fragmentação anormais do fator de von Willebrand (FvW), e aumento do estresse de cisalhamento vascular podem sustentar e ampliar o processo microangiopático. Anormalidades intrínsecas do sistema do complemento e do FvW podem acompanhar a predisposição genética à doença, que pode ter um papel chave, em particular nas formas recorrentes e familiares. Nos casos de SHU associada à diarreia (SHU+D), o dano endotelial renal é mediado (pelo menos em parte) pela Shigatoxina (Stx) bacteriana, uma família de toxinas elaboradas por certas cepas da Escherichia coli e Shigella dysenteriae. A evolução é geralmente boa na criança, na SHU associada a Stx, enquanto sequelas renais e neurológicas são mais frequentemente encontradas em adultos, formas familiares e atípicas da SHU e na PTT. Estudos recentes têm demonstrado que a deficiência na clivagem do FvW pela proteinase ADAMTS13 pode ser genética ou mais comumente adquirida, resultante da produção de anticorpos inibidores da ADAMTS13, causando a PTT. Durante a última década, demonstrou-se que a SHU atípica (SHU-D) é uma doença de desregulação da via alternativa do complemento. Uma série de mutações e polimorfismo em genes que codificam proteínas reguladoras do complemento sozinhas ou em combinação podem levar a SHU atípica. Aproximadamente 60% dos casos de SHU atípica têm mutações do tipo "perda da função" em genes que codificam as proteínas reguladoras do complemento, as quais protegem as células hospedeiras da ativação do complemento: fator H do complemento (FHC), fator I (FIC) e proteína cofator de membrana (PCM ou CD46), ou mutações do tipo "ganho da função" em genes que codificam o FHC ou C3. Além disso, aproximadamente 10% dos pacientes com SHU atípica têm deficiência na função do FHC devido a anticorpos anti-FHC. Mesmo que as MATs sejam condições altamente heterogêneas, um terço dos pacientes tem deficiência severa da ADA-MTS13. Transfusões de plaquetas são contraindicadas nesses pacientes. Infusão de plasma ou plasma exchange (PE) é o único tratamento eficiente. Resumo em inglês Thrombotic microangiopathies (TMAs) are pathological conditions characterized by generalized microvascular occlusion by platelet thrombi, thrombocytopenia, and microangiopathic hemolytic anemia. Two typical phenotypes of TMAs are hemolytic- uremic syndrome (HUS) and thrombotic thrombocytopenic purpura (TTP). Other disorders occasionally present with similar manifestations. Depending on whether renal or brain lesions prevail, two pathologically indistinguishable but someho (mais) w clinically different disorders have been described: HUS and TTP. Injury to the endothelial cell is the central and likely inciting factor in the sequence of events leading to TMA. Loss of physiological thromboresistance, leukocyte adhesion to damaged endothelium, complement consumption, abnormal von Willebrand factor release and fragmentation, and increased vascular shear stress may then sustain and amplify the microangiopathic process. Intrinsic abnormalities of the complement system and of the von Willebrand factor pathway may account for a genetic predisposition to the disease that may play a paramount role in particular in familial and recurrent forms. In the case of diarrhea-associated HUS (D+HUS), renal endothelial damage is mediated (at least in large part) by the bacterial agent Shigatoxin (Stx), which is actually a family of toxins elaborated by certain strains of Escherichia coli and Shigella dysenteriae. Outcome is usually good in childhood, Shiga toxin-associated HUS, whereas renal and neurological sequelae are more frequently reported in adult, atypical, and familial forms of HUS and in TTP. Recent studies have demonstrated that deficiency in the von Willebrand factor cleaving protease ADAMTS13, due to deficiency of ADAMTS13 can be genetic or more common, acquired, resulting from autoimmune production of inhibitory anti-ADAMTS13 antibodies, that causes TTP. During the last decade, atypical HUS (aHUS) has been demonstrated to be a disorder of the complement alternative pathway dysregulation, as there is a growing list of mutations and polymorphisms in the genes encoding the complement regulatory proteins that alone or in combination may lead to aHUS. Approximately 60% of aHUS patients have so-called 'loss-of-function' mutations in the genes encoding the complement regulatory proteins, which normally protect host cells from complement activation: complement factor H (CFH), factor I (CFI) and membrane cofactor protein (MCP or CD46), or have 'gain-of-function' mutations in the genes encoding the complement factor B or C3. In addition, approximately 10% of aHUS patients have a functional CFH deficiency due to anti-CFH antibodies. Although TMAs are highly heterogeneous pathological conditions, one-third of TMA patients have severe deficiency of ADAMTS13. Platelet transfusions are contraindicated. Plasma infusion or exchange (PE) is the only treatment of proven efficacy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Intoxicação em suínos pela ingestão de sementes de Aeschynomene indica (Leg.Papilionoideae)/ Poisoning in swine from the ingestion of Aeschynomene indica (Leg.Papilionoideae) seeds

Oliveira, Fabiano N.; Rech, Raquel R.; Rissi, Daniel R.; Barros, Ricardo R.; Barros, Claudio S.L.
2005-09-01

Resumo em português Relata-se um surto espontâneo de intoxicação em suínos pela ingestão de sementes de Aeschynomene indica e a reprodução da doença nessa espécie animal. O surto espontâneo ocorreu numa propriedade de criação de suínos localizada na região central do Rio Grande do Sul. Nessa propriedade havia 100 suínos (20 matrizes e 80 suínos jovens de várias categorias). Os suínos eram alimentados com uma ração feita na propriedade pela mistura de 50% farelo de milho, (mais) 25% de farelo de soja, 5% de um suplemento vitamínico-mineral de origem comercial e 20% quirera de arroz contaminada por 40% de sementes de A. indica. Embora aparentemente todos os suínos tenham recebido a mesma ração, apenas os suínos de 45 dias de idade foram afetados; as taxas de morbidade, mortalidade e letalidade foram respectivamente 25%-40%, 8,5%-20% e 25%-66%. Os sinais clínicos apareceram cerca de 24 horas após o início da administração da ração contendo sementes de A. indica e incluíam vários graus de incoordenação no andar, quedas, decúbito esternal com membros pélvicos posicionados afastados entre si, decúbito lateral e morte. Não foi possível determinar quantos suínos se recuperaram e quanto tempo levou a recuperação. Um suíno foi submetido à eutanásia e necropsiado na propriedade. A doença foi reproduzida em 5 suínos jovens (A-E) alimentados com uma ração contendo 10% (Suíno A), 15% (Suíno B) e 20% (Suínos C-E) de sementes de A. indica e em um suíno mais velho (Suíno F) que recebeu uma ração com 16,5% de sementes de A. indica. Os sinais clínicos foram semelhantes aos observados nos suínos do surto espontâneo. Os Suínos A, B e F foram submetidos à eutanásia e os Suínos C-E morreram de uma doença aguda respectivamente 16, 21 e 24 horas após o início do experimento. Os achados de necropsia incluíam acentuada hiperemia das leptomeninges em todos os suínos, grandes quantidades de sementes de A. indica no estômago e avermelhamento transmural da parede do intestino e conteúdo intestinal sanguinolento nos Suínos C-E. Um hematoma foi observado no pulmão do Suíno C. Os achados histopatológicos no encéfalo dos suínos alimentados com as maiores concentrações (20%) de sementes de A. indica (C-E) consistiram em áreas focais e simétricas de congestão, edema, hemorragia e tumefação do endotélio vascular em diversos núcleos e no córtex telencefálico. Nos Suínos A e B, que receberam menores concentrações das sementes de A. indica, e no Suíno F, caso espontâneo da doença, as alterações histológicas no encéfalo consistiam de áreas bem definidas de malacia focal simétrica; nessas áreas a neurópila normal era obliterada por numerosos macrófagos espumosos dispostos em estreita aposição, astrocitose e capilares com endotélios tumefeitos. Os focos de malacia focal simétrica em suínos intoxicados com sementes de A. indica afetavam os núcleos cerebelares e vestibulares, a substância negra, o putâmen e os núcleos mesencefálicos, oculomotor e núcleo vermelho. Esses dados indicam que a ingestão de sementes de A. indica é responsável por essa condição neurológica, que a doença pode ser fatal e que parece afetar igualmente suínos jovens e adultos. O desenlace clínico e as alterações patológicas são dependentes da dose e as lesões encefálicas progridem de danos vasculares a edema vasogênico, hemorragia e malacia. Resumo em inglês A spontaneous outbreak of a neurological disease in swine caused by the ingestion of Aeschynomene indica seeds and the reproduction of the disease in the same animal species are reported. The natural outbreak occurred in a pig-raising facility in the central region of the state of Rio Grande do Sul, Brazil. On the premises there were 100 pigs (20 breeding sows and 80 young weaned pigs from several categories) that were fed a ration made by mixing 50% of corn bran, 25% of (mais) soybean bran, 5% of a commercial mix of vitamins and minerals, and 20% of broken rice contaminated with 40% of A. indica seeds. Although all pigs apparently ingested the same ration, only 45-day-old pigs were affected; morbidity, mortality and lethality rates were respectively 25%-40%, 8.5%-20%; and 25%-66%. Clinical signs appeared 24 hours after the beginning of feeding of A. indica seeds contaminated ration and included variable degrees of incoordinated gait, falls, sternal recumbency with the hind limbs in a wide base stance, lateral recumbency and death. It was not possible to ascertain how many pigs recovered nor the time frame of recovery. One pig was euthanatized and necropsied in the premises. The poisoning was reproduced in 5 young pigs (A-E) which were fed a ration containing 10% (Pig A), 15% (Pig B) and 20% (Pigs C-E) of A. indica seeds, and in one older pig (Pig F) which was fed a ration with 16.5% of A. indica seeds. Pigs A, B and F were euthanatized and Pigs C-E died of an acute disease respectively 16, 21 and 24 hours after the beginning of the experiment. Clinical signs were similar to those observed in pigs of the spontaneous outbreak. Necropsy findings included marked hyperemia of the encephalic leptomeninges of all pigs; there were large amounts of A. indica seeds in the stomach and reddening of the intestinal wall and bloody intestinal content in Pigs C-E. A hematoma was observed in the lungs of Pig C. The histopathological findings in the brain of pigs fed rations with larger concentrations (20%) of A. indica seeds (C-E) included congestion, edema and hemorrhage and swollen vascular endothelia with focal symmetrical distribution in several brain nuclei and in the telencephalic cortex. In Pigs A and B, and in Pig F, the case which received the lower dosage of the seeds of A. indica, and in the pig from the spontaneous outbreak, histopathological changes in the brain consisted of discrete focal symmetrical areas of malacia in which closely packed Gitter cells and astrocytosis, and capillaries with swollen endothelium obliterated the normal neuropil. The symmetrical malacic foci caused by the ingestion of A. indica seeds in swine affected cerebellar and vestibular nuclei, putamen, and the mesencephalic oculomotor and red nuclei. This indicates that the A. indica seeds ingestion was responsible for the neurological condition, that it may be fatal and seems to affect equally young and older swine. The clinical outcome and pathological changes were dose-dependent, and the brain lesions progressed from damaged blood vessels to vasogenic edema, hemorrhage and malacia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Transmissão congênita de Babesia bovis/ Prenatal Babesia bovis infection

Bracarense, A.P.F.L.; Vidotto, O.; Cruz, G.D.
2001-08-01

Resumo em inglês A case of prenatal Babesia bovis infection in Brazil in a 17 year-old Holstein × Brown Swiss cow which aborted at approximately eight months of gestation is described and discussed. The newborn calf outlived for few minutes and then died. At necropsy, the thoracic and abdominal cavities were filled by a great volume of a transparent liquid and petechial hemorrhages in oral mucosa and epicardium were observed. Histopathologic examination stained by Haematoxylin-Eosin of l (mais) ungs, spleen, liver, kidneys, brain and cerebellum revealed variable degrees of congestion and edema, particularly in the liver and brain. In the liver, inflammatory multi-nucleated cells were seen surrounding the portal area and a reasonable degeneration was noted. The brain also revealed endothelium reaction, multi-located hemorrhagic areas in blood vessels and neuronal degeneration. The diagnosis was based on necropsy and microscopic examination of brain that showed B. bovis in the capillary vessels in imprints by Giemsa.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Púrpura trombocitopênica trombótica: o papel do fator von Willebrand e da ADAMTS13/ Thrombotic thrombocytopenic purpura: the role of von Willebrand factor and ADAMTS13

Tonaco, Leandro C.; Rios, Danyelle R. A.; Vieira, Lauro M.; Carvalho, Maria das Graças; Dusse, Luci M. S.
2010-01-01

Resumo em português A púrpura trombocitopênica trombótica (PTT) instala-se de modo abrupto e é caracterizada pela oclusão difusa de arteríolas e capilares da microcirculação, levando à isquemia de tecidos. A oclusão é causada por microtrombos compostos basicamente de plaquetas e fator von Willebrand (FvW). O FvW é uma glicoproteína de estrutura multimérica sintetizada exclusivamente por células endoteliais e megacariócitos. Este fator promove a adesão das plaquetas ao endot� (mais) �lio lesado, participa do processo de agregação plaquetária e é a proteína carreadora do fator VIII na circulação. Em condições fisiológicas, os grandes multímeros do FvW encontram-se dentro das células endoteliais e nas plaquetas e não estão presentes no plasma. Tão logo estes grandes multímeros são liberados da célula endotelial, são clivados e removidos da circulação pela enzima ADAMTS13 (A Desintegrin And Metalloprotease with eight Thrombo Spondin-1-like). A deficiência funcional ou quantitativa de ADAMTS13 resulta no acúmulo de grandes multímeros de FvW no plasma, propiciando a agregação das plaquetas e oclusão difusa das arteríolas e capilares. A maioria dos casos de PTT está associada à deficiência da ADAMTS13 e já estão disponíveis no mercado internacional conjuntos diagnósticos para a determinação dos níveis de antígenos desta enzima, da de sua atividade e dos anticorpos anti-ADAMTS13. A avaliação laboratorial da ADAMTS13 parece constituir um avanço para o diagnóstico precoce da PTT. No entanto, a interpretação dos resultados exige cautela e um conhecimento do princípio do método, bem como das etapas das reações envolvidas. Resumo em inglês Thrombotic thrombocytopenic purpura (TTP) starts abruptly and is characterized by diffuse occlusion of microcirculation arterioles and capillaries, leading to ischemia of tissues. Occlusion is caused by microscopic clots primarily composed of platelets and von Willebrand factor (VWF). VWF is a multimeric glycoprotein synthesized exclusively by endothelial cells and megakaryocytes. This factor promotes adhesion of platelets to injured endothelium, participates in the proce (mais) ss of platelet aggregation and is the carrier protein of factor VIII in the circulation. In physiological conditions, large VWF multimers are present in endothelial cells and platelets and are not present in plasma. As soon as these large multimers are released from the endothelial cell, they are cleaved and removed from circulation by the ADAMTS13 enzyme. A quantitative or functional deficiency of ADAMTS13 results in the accumulation of large VWF multimers in the plasma and may result in the aggregation of platelets and diffuse occlusion of arterioles and capillaries. Most cases of PTT are associated with ADAMTS13 deficiency. The levels of antigens, activity and antibodies of MTS13 can be evaluated using internationally manufactured kits. The laboratory evaluation of ADAMTS13 appears to be a useful tool for the early diagnosis of PTT. However, interpretation of the results requires caution, as well as knowledge of the principles of the method and the steps of the reactions involved.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Nova técnica cirúrgica de preparo da veia safena para revascularização do miocárdio sem manipulação direta - no-touch/ Novel no-touch technique of harvesting the saphenous vein for coronary artery bypass grafting

Rueda, Fabio de; Souza, Domingos; Lima, Ricardo de Carvalho; Menezes, Alexandre; Johansson, Benny; Dashwood, Michael; Thé, Emmanuel; Gesteira, Mário; Escobar, Mozart; Vasconcelos, Frederico
2008-06-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Otimização da veia safena na revascularização miocárdica. OBJETIVO: Apresentar a técnica no-touch de preparo da veia safena. Essa técnica consiste na retirada da veia safena do seu leito, com um pedículo de tecido adiposo, protegendo-a contra espasmos, sendo desnecessário distendê-la. MÉTODOS: Estudo prospectivo e randomizado, incluindo 156 pacientes submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica. Comparação da técnica no-touch com duas (mais) outras técnicas: convencional e intermediária. Procedeu-se à avaliação da morfologia endotelial, utilizando a microscopia. A perviabilidade das pontes foi determinada com exame angiográfico num período médio de 18 meses após a operação. A enzima óxido nítrico sintetase endotelial (eNOS) foi identificada por meio do estudo imunohistoquímico. RESULTADOS: A avaliação morfológica mostrou integridade endotelial de 97% nas veias do grupo no-touch; enquanto quase metade da superfície endotelial das veias tratadas pelas outras técnicas exibiu ausência de células endoteliais. A angiografia revelou perviabilidade de 95,4% para as pontes do grupo no-touch, 88,9 e 86,2% para as pontes do grupo convencional e intermediária, respectivamente. O estudo imunohistoquímico revelou a presença da eNOS nas três camadas que compõem a parede da veia no grupo no-touch e redução dessa enzima no grupo convencional. CONCLUSÃO: A integridade endotelial e a atividade da eNOS foram melhor preservadas com o uso da técnica no-touch. A proteção mecânica fornecida pelo tecido gorduroso circundante à veia e a atividade vasodilatadora e bloqueadora da agregação plaquetária causada pelo óxido nítrico podem ser responsáveis pela proteção da veia contra o espasmo, como também por sua alta perviabilidade imediata. Resumo em inglês BACKGROUND: Optimization of the saphenous vein for myocardial revascularization. OBJECTIVE: To present the no-touch technique of the saphenous vein preparation. This technique consists of harvesting the vein with a pedicle of surrounding tissue, which protects the vein from spasms, obviating the need for distension. METHODS: A prospective, randomized study with 156 patients who underwent artery bypass grafting was performed comparing three saphenous vein harvesting techni (mais) ques: conventional, intermediate, and no-touch. A morphological study of the endothelium was carried out using scanning microscopy. An angiographic assessment of the vein graft patency was performed at a mean follow-up time of 18 months. Also, an immunohistochemical assessment was carried out to identify the endothelial enzyme nitric oxide synthase (eNOS) in the vein wall RESULTS: The preservation of the endothelial cell integrity was greater in the no-touch technique than in the other procedures. At angiographic follow-up, the patency for the no-touch group was 95.4%, 88.9% for the grafts of the conventional technique group, and 86.2% for the grafts performed in the intermediate technique group. The immunohistochemical assessment revealed eNOS in all three layers of the vein wall in the no-touch group and reduction of this enzyme in the conventional group. CONCLUSION: The endothelial integrity and eNOS activity were better preserved when using the no-touch technique for vein graft harvesting. The mechanical protection provided by the cushion of surrounding tissue in the no-touch group, the vasorelaxation and thromboresistant activities of nitric oxide may be responsible for the reduction of vasospasms and improved patency rate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Intoxicação por veneno de cobra: necrose symetrica da cortex renal: uremia

Azevedo, A. Penna de; Teixeira, J. de Castro
1938-01-01

Resumo em português Em um caso fatal de ophidismo, em individuo de 15 annos de edade, picado por uma cobra jararaca (Bothrops jararaca) na face externa da perna direita e que veio a fallecer 26 dias apoz o accidente, os A.A, descrevem as lesões anatomo-pathologicas encontradas e as modificações do metabolismo, evidenciadas pelos exames chimicos do sangue. As principaes alterações existentes, acham-se localisadas nos rins os quaes apresentam lesões de glomerulonephrite diffusa e o aspec (mais) to typico da necrose cortical symmetrica. Como alterações de maior significação observam-se ainda lesões vasculares de grande intensidade e constituidas essencialmente por processo de endoarterite productiva. A necrose symmetrica da cortex renal, a vista das intensas alterações vasculares (endoarterite productiva) que acarretaram a obliteração das arterías, é considerada como a consequencia immediata de taes lesões vasculares. Os vasos renaes, séde do processo inflammatorio, são as arterias interlobar, arciforme e interlobular, mas principalmente as arteriolares da camada cortical. O processo de endoarterite assume sempre o carater progressivo, de modo que a luz vascular vae sendo aos poucos, totalmente obstruida. Ao contrario do que se tem observado nos casos de necrose cortical symmetrica, citados na literatura, em que as alterações parenchymatosas são consequentes a thrombose dos vasos reanes, no caso presente esse aspecto não foi verificado mas tão sómente a existencia da endoarterite productiva obliterante. Consideram os A.A. as lesões renaes no caso que estudaram, como a resultante da actuação lenta e prolongada do veneno de cobra sobre as estructuras renaes, baseados nos seguintes factos já conhecidos e admittidos: eliminação do veneno de cobra pelos rins; capacidade do mesmo veneno, determinar a glomerulo-nephrite diffusa e acção do veneno de cobra sobre o endothelio vascular, facilitada essencialmente pela funcção especifica do orgão. As modificações do metabolismo se traduziram por alterações urinarias e sanguineas. As urinas foram emitidas em muito pequena quantidade (50 cc. em 24 horas) não havendo comtudo, anuria absoluta. Cylindros hyalinos e granulosos, bem como leucocytos e cellulas renaes, associadas á albuminoria, era presentes. Os exames chimicos do sangue, revelaram: Proteinas totaes 7,61 grs. em 1000 cc.; Albumina 2,39 grs em 1000 cc.; Globulina 5,22 grs. em 1000 cc.; Uréa 6,42 grs. em 1000 cc.; Fibrinogeneo 0,324 grs. em 1000 cc.; Indican +++; Cl. plasmatico 339 mgrs. em 100 cc.; Cl. globular 170 mgrs. em 100 cc.; Cholesterol 163 mgrs. em 100 cc.; Creatinia 260 mgrs. em 100 cc.; Ph. inorganico 13,4 mgrs. em 100 cc.; Calcio 10,3 mgrs em 100 cc.; Potassio 28 mgrs. em 100 cc.; Sodio 328 mgrs. em 100 cc.. O exame hematologico revelou 11% de hemoglobina; 960.000 hematias por mm.³; e 5.200 leucocytos por mm.³. A formula leucocytaria revelou augmento dos neutrophilos, com 74% dos segmentados. A proporção entre sôro o coagulo foi 9 x 3 cc. A reacção de Wassermann no sôro sanguineo foi negativa. A insufficiencia renal se traduziu no caso em estudo, por modificações humoraes, particularmente pela azotemia elevada, pelo augmento da creatinina, do phosphoro inorganico e do indican. Em contraste com a existencia de taes modificações, o doente não apresentou os signaes clinicos observados nos casos emque a azotemia se mantem elevada, reproduzindo tal facto, o quadro clinico descripto para a necrose symmetrica da cortex renal. Resumo em inglês In a mortal case of ophidism, in an individual 15 years old, bitten by a snake (Bothrops jararaca) on the external face of his right leg and who died 26 days after the accident, the AA. describe the pathologic-anatomical changes met with and the modifications of the metabolism put into evidence through chemical blood examinations. The main changes there existing are located in the kidneys, which present changes of diffused glomerulonephritis and the typic features of symm (mais) etrical cortical necrosis. Among the changes of greater significance there are, moreover, observed vascular injuries of great intensity and essentially constituted by a process of productive endoarteritis. The necrosis of the cortex renis, in view of the intensive vascular changes (productive endoarteritis) conveying the obliteration of the arteries, is considered as a direct consequence of such vascular changes. The renal vessels, which are the seat of the inflammatory process, are the interlobar, arciform and interlobular arteries, but mainly the arteriolary ramifications of the cortical layer. The process of endoarteritis always assumes a progressive character so that the vascular lumen, little by little, is getting obstructed. In opposition to what has been observed in the cases, quoted in the literature, of symmetrical necrosis of the cortex, in which the parenchymatous changes are consecutive to thrombosis of the renal vessels, in the present case this appearance was not verified, there being observed only the existence of obliterating productive endoarteritis. The AA. consider the kidney changes in their case as resulting from the slow and prolongated action of the snake venom on the renal structures, on the strength of the following facts already known and agreed to: elimination of snake venom through the kidneys; capability of the same venom of determining diffused glomerulonephritis, and action of snake venom on vascular endothelium, turned essentially easier by the specific function of the organ. The modifications of metabolism were shown by urine and blood changes. Urine was eliminated in very small quantities (50 cc. in 24 hours); yet, absolute anuria was not observed. Hyaline and granular casts, as well as white blood cells and kidney cells along with albuminuria, were present. Hematologic examination revealed 11% of hemoglobin; 960.000 red blood cells per cmm., and 5.200 leukocytes per cmm.; differential blood count revealed increase of neutrophil leukocytes along with 74% of segmentated ones. The rate between serum and clot was 9 x 3 cc. Wassermann's test in blood serum was negative. The chemical blood examinations revealed: Total proteins 7.61 grs per 100 cc.; Albumin 2.39 grs. per 100 cc.; Globulin 5.22 grs. per 100 cc.; Urca 6.42 grs. per 100 cc.; Fibrinogen 0.324 grs. per 100 cc.; Indican +++; Plasmal cl. 339 mgrs. in 100 cc.; Globular cl. 170 mgrs. in 100 cc.; Cholesterol 163 mgrs. in 100 cc.; Creatinin 260 mgrs. in 100 cc.; Inorganic phosph. 13.4 mgrs. in 100 cc.; Calcium 10.3 mgrs. in 100 cc.; Potassium 28 mgrs. in 100 cc.; Sodium 328 mgrs. in 100 cc.. The renal insufficiency in the case studied was shown by humoral modifications, particularly by increased azotemia, by the increase of creatinin, inorganic phosphorus and indican. In opposition to the existence of such modifications, the patient did not present the clinical evidence observed in cases in which azotemia is at a high degree, a fact which reproduces the clinical aspect as described for the symmetrical necrosis of cortex renis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Estudos hemodinâmicos e da função endotelial em porcas saudáveis após injeção em bolus endovenoso de azul de metileno/ Hemodynamic and vascular endothelium function studies in healthy pigs after intravenous bolus infusion of methylene blue

Menardi, Antonio Carlos; Viaro, Fernanda; Vicente, Walter Vilella de Andrade; Rodrigues, Alfredo José; Évora, Paulo Roberto Barbosa
2006-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Benefícios clínicos obtidos pelo azul de metileno (AM) no tratamento da vasoplegia induzida pela ação do óxido nítrico (NO) têm sido relatados na sepse, na síndrome da resposta inflamatória sistêmica (SIRS) em cirurgia cardíaca e no choque anafilático, mas a sua segurança é muitas vezes questionada, principalmente relacionada aos seus efeitos hemodinâmicos e à possibilidade de causar disfunção endotelial. O objetivo deste estudo foi examinar os (mais) efeitos hemodinâmicos e a função endotelial da infusão endovenosa in vivo do AM em porcos. MÉTODOS: O protocolo de estudo incluiu dois grupos experimentais de porcas fêmeas: Grupo I (Controle) - os animais (n = 6) não receberam AM; Grupo II (AM) - os animais receberam 3 mg/kg de AM em forma de bolus endovenoso. Após quinze minutos de registro dos parâmetros hemodinâmicos os animais foram sacrificados por exsangüinação, e os estudos in vitro foram conduzidos usando segmentos de artérias coronária, hepática, mesentérica superior, renal, para determinar o efeito do AM na função endotelial relacionada com a liberação de NO. Mediu-se também o NO plasmático nos dois grupos experimentais. RESULTADOS: Os resultados obtidos no presente estudo foram: 1) a infusão endovenosa de AM (3,0 mg/kg) não causou nenhuma alteração hemodinâmica significativa; 2) os valores absolutos e porcentuais e nitrito/nitrato plasmático (NOx) não apresentaram diferenças nos dois grupos experimentais; 3) o estudo in vitro dos segmentos arteriais (coronária, hepática, renal e mesentérica superior) não apresentou disfunção endotelial nos dois grupos. Os resultados sugerem que a injeção endovenosa de AM é segura. Esse dado concorda com dados clínicos no qual o AM foi utilizado para tratar a síndrome vasoplégica após circulação extracorpórea, síndrome da resposta infamatória sistêmica (SIRS) e anafilaxia. Os resultados não foram inesperados porque os animais não apresentavam vasoplegia, não se esperando que a inibição da guanilatociclase tenha algum efeito. CONCLUSÃO: A infusão em bolus endovenoso in vivo na dose investigada (3 mg/kg) não causou alterações hemodinâmicas e comprometimento da liberação in vitro de NO. Resumo em inglês OBJECTIVE: Clinical benefit of methylene blue (MB) treating NO-induced vasoplegia has been reported in sepsis, systemic inflammatory response syndrome (SIRS) in cardiac surgery and anaphylactic shock, but its safety is sometimes questioned, mainly regarding its hemodynamic effects and the possibility of causing endothelium dysfunction. To examine the nitric oxide plasma levels and cardiovascular effects of the infusion of MB in vivo and its effects on endothelium-dependen (mais) t and endothelium-independent in vitro vascular relaxation. METHODS: The study protocol included two experimental groups of female pigs: Group I (Control) - the animals (n=6) did not receive MB; Group II (MB) - the animals received 3 mg/kg of MB intravenous bolus infusion. After fifteen minutes of hemodynamic parameter recording the animals were sacrificed by exsanguination, and in vitro studies were conducted using segments of coronary, hepatic, superior mesenteric and renal arteries, to determine the effect of MB on the arterial endothelium function with regard to NO release. Nitric oxide plasma levels (NOx) were measured in each of the experimental groups. RESULTS: The results obtained in the present investigation were: 1) intravenous infusion of MB (3.0 mg/kg) caused no hemodynamic changes; 2) absolute and percent plasma NOx values did not differ between the experimental groups; and 3) in vitro study of vascular relaxation showed no significant difference between groups. These results show that MB intravenous infusion seems to be safe. This finding agrees with data from clinical experiments where MB was used to treat vasoplegic syndrome after cardiopulmonary bypass, systemic inflammatory response syndrome (SIRS) and anaphylaxis. These results were not unexpected because, as in healthy subjects, hemodynamics is only fine tuned and not fully under NO control; therefore, MB inhibiting guanylyl cyclase is not expected to do anything. CONCLUSION: Intravenous use of MB, at the investigated dose, did not cause any abnormal hemodynamic responses or impairment of endothelium-dependent relaxation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Estudo ultra-estrutural do estômago de Trichogenes longipinnis (Britski & Ortega) (Pisces, Siluriformes, Trichomicteridae)/ Ultrastructural study of the stomach of Trichogenes longipinnis (Britski & Ortega) (Pisces, Siluriformes, Trichomicteridae)

Pinheiro, Nadja Lima; Mendes, Rosa Maria M.; George, Luiz Ludovico; Chaves, Antonio Carlos P.
1993-01-01

Resumo em inglês The observations made about the stomach of Trichogenes longipinnis (Britski & Ortega, 1983) showed a rounded organ which has in its dorsal side an accessory structure - a cul de sac - that comunicates with it. The distal part of this dorsal accessory presents characteristic of an organ that exercise respiratory functions: reduction in the thickness of the mucosa and arrangement of an intrincate continuous capilar net in close contact with the superficial cells of the epit (mais) helium. In this portion there are no glands in the lamina propria. The epithelium shows a superficial squamous cels; they are very slim, and sometimes, with the capillary endothelium form a single barrier between the organ lumen and the blood. Polyhedric cells are also present in this epithelium; they are located under the squamous cells, sheltered between capillaries and basal cells.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Estudo da morfologia endotelial em usuários de lentes de contato acrílicas/ Endothelial morphology study in PMMA contact lens wearers

Schaefer, Tânia Mara; Abib, Fernando Cesar; Barreto Junior, Jackson
2002-03-01

Resumo em português Objetivo: Demonstrar o risco dos usuários de lentes de contato acrílicas de desenvolverem polimegatismo, o que pode ser interpretado como indicativo de estresse endotelial. Métodos: Dados coletados de exames de microscopia especular realizados nos últimos 6 anos por um único examinador. Grupo estudo composto de 43 usuários de lentes de contato acrílicas; grupo controle formado por 34 ocorrências a partir da média etária do grupo estudo. Os exames foram realizado (mais) s com microscópio especular de contato e análise semi-automatizada do mosaico endotelial. Resultados: Evidenciaram-se 29 (67,5%) usuários do sexo feminino e 14 (32,5%) do sexo masculino. A média etária no grupo estudo foi de 37,86±9,81 anos, no grupo controle 37,08±6,59 anos. O tempo médio de uso das lentes de contato foi de 17±7,5 anos. No grupo estudo 53,5% das ocorrências apresentaram polimegatismo, já no controle apenas 11,76%. Comparando-se os grupos encontrou-se odds ratio de 8,63 (2,33 Resumo em inglês Purpose: To demonstrate the risk of developing polymegathism in PMMA contact lens users which can be suggestive of endothelial stress. Methods: Data were obtained from patients who underwent corneal specular microscopy in the last 6 years by the same examiner. Patients were separated in two groups: one of 43 PMMA contact lens users and a control group of 34 patients with a mean age similar to the study group. A contact specular microscope was used and a semiautomated anal (mais) ysis of endothelium mosaic was made. Results: There were 29 (67.5%) females and 14 (32.5%) males in the study group. The mean age of the study group was 37.86±9.81 and 37.08±6.59 of the control group. The mean time of the lens use was 17±7.5 years. The study group had 53.5% polymegathism and only 11.76% in the control group. The odds ratio found was 8.63 (2.33

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Endotelização in vivo das biopróteses cardíacas: preservação convencional versus não-aldeídica/ In vivo endothelialization of cardiac bioprostheses: conventional versus non-aldehyde preservation

Nina, Vinicius José da Silva; Pomerantzeff, Pablo Maria Alberto; Casagrande, Ivan Sérgio Joviano; Chung, David; Brandão, Carlos Manuel de Almeida; Nascimento, Sérgio Antonio Barbosa do; Benvenuti, Luiz Alberto; Oliveira, Sérgio Almeida de
2004-06-01

Resumo em português OBJETIVO: O revestimento endotelial in vitro das biopróteses com células do hospedeiro parece ter ação protetora contra a calcificação, trombose, inflamação e o desgaste mecânico. O objetivo deste estudo é analisar o potencial para endotelização in vivo com um processo alternativo de preservação tecidual (L-HydroTM). MÉTODO: A preservação L-Hydro consiste na extração controlada de substâncias antigênicas pela ação do polietilenoglicol e na incorpora (mais) ção de um agente antiinflamatório e antitrombótico. Para testar a re-endotelização in vivo, foram implantadas em posição mitral de ovelhas jovens sete próteses porcinas L-Hydro (grupo teste) e três convencionais preservadas com glutaraldeído (GA - grupo controle). Estas próteses foram explantadas com 150 dias após avaliação ecocardiográfica e angiográfica. A avaliação histológica consistiu em microscopia de varredura e transmissão, e imuno-histoquímica (von Willebrand) para detecção da presença e viabilidade das células endoteliais, respectivamente. Utilizou-se o teste-t não pareado para análise estatística. RESULTADOS: Não houve diferença hemodinâmica significativa nos dois grupos (p>0.05). Entretanto, a microscopia mostrou no grupo teste um revestimento endotelial quase completo formado por células confluentes, viáveis com expressão do fator vW, as quais encontravam-se em contato direto com a matriz colagênica subjacente. No grupo controle (GA), as superfícies valvulares estavam recobertas por fibrina, macrófagos, cálcio, material trombótico e células endoteliais esparsas com expressão fraca do fator vW, e com pouco contato direto com o colágeno. CONCLUSÕES: Estes dados indicam que o processo L-HydroTM permite endotelização espontânea com boa adesividade celular à matriz colagênica, o que favoreceria maior durabilidade às biopróteses porcinas. Resumo em inglês OBJECTIVE: A protective layer of endothelial cells (EC) of host origin on the entire surface of bioprosthetic heart valves has never been reported. Current commercial bioprosthetic heart valves are commonly preserved in glutaraldehyde (GA) and are cytotoxic to host cells preventing spontaneous endothelialization. The aim of this study is to demonstrate the potential for in vivo endothelialization of heart valves treated by the L.-Hydro™ preservation process. METHOD: (mais) L-Hydro™ preservation process consists of mild extraction of antigenic substances by the action of polyethyleneglycol and incorporation of an anti-inflammatory and a anti-thrombotic agent. Seven stented porcine valves treated by the L-Hydro™ process and three GA-fixed porcine valves were implanted in the mitral position of juvenile sheep. The valves were evaluated by echocardiography and angiography prior to sacrifice at five months. Recovered valves were also histologically and histo-chemically evaluated. RESULTS: There were no hemodynamic differences between the groups. However, scanning and transmission electron microscopy showed a nearly complete coverage of EC on the surfaces of all leaflets in the L-Hydro™ treated valves. The EC were in direct contact with the underlying collagen layer and expressed von Willebrand-related antigens (vW). The surfaces of the GA-treated valves were covered by fibrin deposition, macrophages, calcium and thrombotic material. Only sparse EC were observed and contact of the EC where the underlying tissue was incomplete. CONCLUSION: These data indicate that L-Hydro™ treated porcine valve tissues are capable of inducing spontaneous endothelialization with evidence of strong cell attachment of the new endothelium to the collagen matrix.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Disfunção endotelial causada pela pressão aguda de distensão em veias safenas humanas utilizadas para revascularização do miocárdio/ Endothelium dysfunction caused by acute pressure distension of human saphenous vein used for myocardial revascularization

Viaro, Fernanda; Carlotti Jr, Carlos Gilberto; Rodrigues, Alfredo José; Vicente, Walter Vilella de Andrade; Bassetto, Solange; Reis, Graziela Saraiva; Alves Junior, Lafaiete; Evora, Paulo Roberto Barbosa
2007-06-01

Resumo em português OBJETIVO: Estudar as alterações morfofuncionais induzidas por pressão de distensão, em veias safenas humanas utilizadas para revascularização do miocárdio. MÉTODO: Foram estudadas veias safenas de 20 pacientes, distribuídas em quatro grupos experimentais: controle, 100, 200 e 300 mmHg, submetidos a distensões pressóricas com solução de Krebs por 15 segundos. A metodologia utilizada incluiu: 1) Imunohistoquímica do CD34; 2) Estudo in vitro da reatividade vasc (mais) ular em câmaras de órgãos. RESULTADOS: Os principais achados experimentais foram: 1) A partir da pressurização com 200 mmHg, observou-se uma tendência à diminuição da expressão do CD34, tornando-se estatisticamente significante com 300 mmHg; 2) Não houve comprometimento da contratilidade e dos relaxamentos estudados in vitro. CONCLUSÕES: Embora o estudo in vitro não tenha demonstrado comprometimento da reatividade vascular das veias estudadas, o estudo imunohistoquímico do CD34 mostrou que existe disfunção endotelial com pressurizações de 300 mmHg. Resumo em inglês OBJECTIVE: To study morphofunctional alterations induced by brief pressure increases in human saphenous veins utilized in coronary artery bypass grafting. METHOD: Saphenous veins of 20 patients undergoing coronary artery bypass grafting, were distributed into four experimental groups, control, 100 mmHg, 200 mmHg and 300 mmHg, and submitted to pressure distention over 15 seconds using Krebs solution. The evaluation included CD34 immunohistochemistry and an In vitro vascula (mais) r reactivity study in organ chambers. RESULTS: The main experimental findings were 1) From pressures of 200 mmHg there was a tendency to reduce the CD34 expression which became statistically significant at 300 mmHg; 2) There was no impairment of the contraction and relaxation as evidenced by in vitro vascular reactivity tests. CONCLUSION: Although vascular reactivity impairment was not demonstrated in vitro, the CD34 expression, measured by imunohistochemistry, shows there is endothelium dysfunction at pressures of 300 mmHg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Alterações do sistema hemostático nos pacientes com diabetes melito tipo 2/ Hemostatic changes in patients with type 2 diabetes mellitus

Soares, Anna Letícia; Sousa, Marinez de Oliveira; Fernandes, Ana Paula Salles Moura; Carvalho, Maria das Graças
2010-01-01

Resumo em português O diabetes tem adquirido um caráter de epidemia devido ao grande aumento do número de indivíduos acometidos nas últimas décadas. A mortalidade relacionada ao diabetes está associada a eventos trombóticos, principalmente cardiovasculares. De uma maneira geral, pacientes com diabetes apresentam um quadro de hipercoagulabilidade e hipofibrinólise; entretanto, ainda não foram esclarecidos os mecanismos que deflagram as alterações hemostáticas nos indivíduos diab� (mais) �ticos. O objetivo do presente artigo foi abordar as alterações mais frequentes do sistema hemostático descritas na literatura nos indivíduos diabéticos. Os indivíduos diabéticos apresentam alterações endoteliais, plaquetárias, nos fatores de coagulação, nos anticoagulantes naturais e no sistema fibrinolítico, sendo que essas alterações são causadas direta ou indiretamente pela hiperglicemia. Dessa forma, analitos como fator de Von Willebrand, fator VIII, fibrinogênio e D-dímero são marcadores que apresentam interpretações diferenciadas no contexto do paciente diabético. As evidências laboratoriais das alterações hemostáticas nos indivíduos diabéticos suportam a observação clínica de que o diabetes é um estado de hipercoagulabilidade e hipofibrinólise. Ainda não estão bem estabelecidas as estratégias de intervenção clínica e/ou medicamentosa frente aos resultados alterados do sistema hemostático. Resumo em inglês Diabetes has acquired an epidemic character due to the large increase in the number of individuals affected over recent decades. Diabetes-related mortality is associated with thrombotic events, especially cardiovascular. In general, patients with diabetes present symptoms of hypercoagulability and hypofibrinolysis. However, the mechanisms that trigger hemostatic abnormalities in diabetic patients are not clear. The aim of this paper was to address the most frequent change (mais) s of the hemostatic system in diabetic patients described in the literature. Diabetics have abnormalities of the endothelium, platelets, clotting factors, natural anticoagulants and the fibrinolytic system; all these changes are directly and/or indirectly caused by hyperglycemia. Thus, analytes such as von Willebrand factor, factor VIII, fibrinogen and D-dimer are markers that should be interpreted differently in diabetic patients. Laboratory evidence of hemostatic abnormalities in diabetic patients supports clinical observations that diabetes is a state of hypercoagulability and hypofibrinolysis. Strategies for clinical intervention and medications are not well established considering the results of the hemostatic markers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Aborto ovino associado com infecção por Sarcocystis sp/ Ovine abortion associated with Sarcocystis sp. infection

Pescador, Caroline A.; Corbellini, Luís G.; Oliveira, Eduardo C. de; Bandarra, Paulo M.; Leal, Juliano S.; Pedroso, Pedro M.O.; Driemeier, David
2007-10-01

Resumo em português Infecções por protozoários têm distribuição mundial e podem causar aborto, nascimentos prematuros e ou morte fetal em diversas espécies animais. Em julho de 2004, oito ovinos Corriedale apresentaram problemas reprodutivos caracterizados por aborto e natimortalidade no terço final da gestação. Dessas oito perdas, um natimorto macho foi enviado ao Setor de Patologia Veterinária para necropsia. Alterações macroscópicas não foram observadas durante a necropsia. (mais) Lesões histológicas foram observadas principalmente no cérebro e coração e se caracterizaram por encefalite não-supurativa multifocal acentuada associada à presença de protozoários no interior de células endoteliais e vasos sanguíneos e miocardite não-supurativa focal leve. Alguns desses organismos apresentaram formato de roseta. O teste de imunoistoquímica anti-Toxoplasma gondii foi negativo, mas houve reação cruzada com anticorpo anti-Neospora caninum. O exame de imunofluorescência direta para Leptospira sp. foi negativo. A bacteriologia aeróbica e micro-aeróbica não revelou crescimento significativo. Esses achados foram compatíveis com o diagnóstico de Sarcocystis sp. Resumo em inglês Protozoal infection has worldwide distribution and may cause abortion, premature parturition or fetal death in almost all domestic animals. In July 2004, eight Corriedale sheep showed abortion and stillbirth in the third trimester of gestation. Of these reproductive losses, one stillborn male was submitted to the Laboratory of Veterinary Pathology for necropsy investigation. The direct immunofluorescence test for Leptospira sp. was negative. No significant bacteria was is (mais) olated from lung and liver by aerobic and microaerobic cultures. Macroscopic lesions were not found in any fetal tissue. The histological lesions were observed mainly in the brain and heart and consisted primarily of severe multifocal nonsupurative encephalitis and nonsuppurative myocarditis. Schizonts of a protozoan parasite consistent with Sarcocystis sp. were found in the endothelial cells and vascular endothelium in several organs. Many schizonts with merozoites arranged in a rosette-like pattern were observed in brain and kidney tissues. In sections stained with periodic acid-Schiff (PAS), the limiting membrane of some schizonts appeared to be weakly PAS-positive. Merozoites and nuclei were PAS-negative. Protozoa did not react immunohistochemically to the antibody anti-Toxoplasma gondii; however, cross-reactivity was observed with Neospora caninum antibody. These findings were consistent with the diagnosis of Sarcocystis sp.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

A influência da intensidade do exercício físico aeróbio no processo aterosclerótico/ The aerobic physical exercise intensity influence on the atherosclerotic process

Teodoro, Bruno Gonzaga; Natali, Antônio José; Fernandes, Sílvio Anderson Toledo; Peluzio, Maria do Carmo Gouveia
2010-10-01

Resumo em português A aterosclerose é um processo inflamatório crônico e degenerativo que acomete os vasos, sendo caracterizada pelo acúmulo de lipídeos no espaço subendotelial da íntima, acúmulo de células inflamatórias e elementos fibrosos. A oxidação de LDL-c parece ser o principal evento para o início da aterosclerose. O exercício físico aeróbio melhora os sistemas de defesa orgânicos contra aterosclerose, diminuindo o estresse oxidativo e aumentando a síntese de enzima (mais) s antioxidantes; aumento da vasodilatação via óxido nítrico (NO) e óxido nítrico sintase endotelial (eNOS) e diminuição da inflamação sistêmica com produção de citocinas pró-inflamatórias e aumento de fatores anti-inflamatórios. Porém, de maneira aguda, o exercício aeróbio de alta intensidade aumenta o risco de desenvolvimento de eventos cardiovasculares e, de forma crônica, pode atuar negativa ou positivamente na prevenção do processo aterosclerótico. Resumo em inglês Atherosclerosis is a chronic-degenerative inflammatory process that occurs in blood vessels and is characterized by accumulation of lipids, of inflammatory cells and fibrosis factors on the vessels walls. The (LDL-c) oxidation seems to be the main event to trigger atherosclerosis. Aerobic exercise improves the organic system defense against atherosclerosis by decreasing oxidative stress and increasing anti-oxidant enzyme biosynthesis, improving blood vessels vasodilatatio (mais) n by nitric oxide (NO) and endothelium nitric oxide synthase (eNOS), decreasing the pro-inflammatory cytokine production and increasing anti-inflammatory factors. However, acute high intensity aerobic exercises increase the cardiovascular event risk and its chronic type may affect either positively or negatively in the prevention of atherosclerosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)