Sample records for diuretics
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Diuréticos melhoram a capacidade funcional em pacientes com insuficiência cardíaca congestiva/ Diuretics improve functional capacity in patients with congestive heart failure

Eterno, Francesca Tadeu; Oliveira Jr, Múcio Tavares de; Barretto, Antonio Carlos Pereira
1998-05-01

Resumo em português OBJETIVO: Quantificar a influência do diurético na capacidade funcional em portadores de insuficiência cardíaca congestiva (ICC) descompensada, através do teste de caminhada. MÉTODOS: Estudamos 10 pacientes internados, com idade média de 47 anos, sendo cinco do sexo masculino, com ICC descompensada, em classe funcional III e IV (NYHA), submetidos ao teste de caminhada de 6 e 9min na admissão e alta. Foram obtidos registros na admissão e alta, do peso, do ecocardi (mais) ograma, sódio, potássio, uréia, creatinina séricos, hematócrito e hemoglobina. O tratamento instituído foi o aumento da dose prévia de furosemida EV e/ou VO, associado ou não a diurético tiazídico, tendo sido mantidas as doses prévias de digital, captopril ou da associação de nitrato e hidralazina. RESULTADOS: O período de compensação variou entre 4 a 30 dias (média 8,7±7,8 dias). Ao ecocardiograma bidimensional apresentaram diâmetro do ventrículo esquerdo que variou de 47 a 81mm e a fração de ejeção de 0,26 a 0,74. A distância caminhada em 6min passou de 193,4±71,5m para 341,8±67,7m (p Resumo em inglês PURPOSE: The 6-9 minute walking test was used in this study to evaluate the impact of these drugs on functional capacity of patients admitted to the Hospital because of Heart Failure (CHF). METHODS: Ten patients (5 males and 5 females) with mean age of 47 years and NYHA CHF functional class III or IV underwent a 6-9 minute walking test at admission and on the day of discharge from the Hospital. The following parameters were evaluated both at admission and discharge: body (mais) weight, echocardiography-derived LV dimensions and function, plasmatic levels of sodium, potassium, BUN, creatinine, hemoglobin and hematocrit. Treatment consisted of increasing outpatient dose of furosemide (IV and/or PO) plus the association of thiazide if necessary. The previous dose regimen of digitalis, ACE inhibitors or the association nitrate and hydralazine was kept unchanged. RESULTS: Time to compensation of CHF varied from 4 to 30 days (mean 8.7±7.8 days). LV end diastolic dimension varied from 47 to 81mm. LV EF spanned from 0.26 to 0.74. The 6min walking distance improved from 193.4± 71.5m to 341.8±67.7m (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Determinação de fármacos diuréticos em associação por cromatografia em camada delgada e espectrofotometria/ Determination of diuretic drugs by thin layer chromatography and spectrophotometry

Valladão, Dênia Mendes de Sousa; Ionashiro, Massao; Zuanon Netto, José
2008-01-01

Resumo em inglês A rapid, sensitive and reliable thin-layer chromatography/spectrophotometry screening procedure was developed for quantitative determination of diuretics associated in pharmaceutical dosage forms. The chromatographic method employed microcrystalline cellulose and butanol : acetic acid : water (4:1:1) or amilic alcohol : ammonium hydroxide 25% (9:1) as mobile phases and detection by U.V. light. The drugs were extracted using a simple procedure and were quantified by U.V. s (mais) pectrophotometry. Results varied from 97.5 to 102.5% and are similar to those obtained by conventional methods. This method of quantification of diuretics is promising for quality control of drugs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Tratamento medicamentoso da doença arterial coronária estável em centros de atendimento primário e terciário/ Clinical therapeutics for stable coronary artery disease. Differences between primary and tertiary medical care centers

Mansur, Antônio P.; Gomes, Everli P. S. Gonçalves; Favarato, Desidério; Raineri, Angela; Martins, José Renato M.; Ramires, José A. F.
1997-09-01

Resumo em português OBJETIVO: Observar a distribuição das drogas em pacientes com doença arterial coronária (DAC) estável, em centros de atendimento (CA) primário e terciário. MÉTODOS: Foram analisados, 300 pacientes, consecutivos, no ambulatório do Grupo de Coronariopatias do INCOR com diagnóstico de DAC, idades entre 31 a 80 (58,5±8,0) anos, sendo 205 (68%) do sexo masculino e 95 (32%) do feminino e estudadas as características clínicas e hemodinâmicas. Avaliaram-se as drogas (mais) utilizadas, inicialmente, nos CA primários (comunitários) e, posteriormente, no CA terciário. RESULTADOS: As drogas mais utilizadas nos CA primários foram os b-bloqueadores (50% dos pacientes), nitratos (48%), bloqueadores dos canais de cálcio (46%), ácido acetil-salicílico (44%), diuréticos (30%) e os inibidores da enzima de conversão de angiotensina (ECA), em 11% dos pacientes. No CA terciário as drogas mais utilizadas foram o ácido acetil-salicílico (76% dos casos), nitratos (55%), diuréticos (49%), inibidores da ECA (42%), os antagonistas dos canais de cálcio (37%) e os betabloqueadores (35% dos pacientes). Os b-bloqueadores foram mais prescritos em CA primário, p= 0,02, já os inibidores da ECA, p Resumo em inglês PURPOSE: To observe the distribution of the main drugs used in patients with stable coronary heart disease, in primary and tertiary medical care centers (MCC). METHODS: We studied 300 consecutive out patients at the Hetat Institute with the diagnosis of stable coronary artery disease, 205 (68%) males and 95 (32%) female, aged from 31 to 80 (mean 58±8.0) years old. Drug intake was evaluated. RESULTS: We observed that the use of nitrates (48% vs 55%; p=NS) and calcium anta (mais) gonists (46% vs 37%; p=NS), respectively in both primary and tertiary MCC was similar. The beta blockers were used more often in the primary MCC (50% vs 35%; p= 0,02). Angiotensin coverting enzyme inhibitors (11% vs 42%; p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Condições de saúde de idosos com diabetes no município de Uberaba, Minas Gerais/ Health conditions for elderly with diabetes in city of Uberaba, Minas Gerais, Brazil/ Las condiciones de salud para ancianos con diabetes en la ciudad de Uberaba, Minas Gerais, Brasil

Tavares, Darlene Mara dos Santos; Drumond, Fernanda Ribeiro; Pereira, Gilberto de Araújo
2008-06-01

Resumo em português Este estudo, do tipo inquérito domiciliar, teve como objetivo comparar as condições de saúde dos idosos com Diabetes Mellitus, segundo as variáveis sexo e faixa etária. Participaram 417 idosos, entrevistados no domicílio, no período de dezembro 2005 a fevereiro 2006. Os dados foram analisados através de freqüência simples e teste qui-quadrado (p (mais) ). Os principais problemas de saúde foram a hipertensão arterial (75,5%), os problemas de visão (73,6%) e de coluna (56,4%). As mulheres consideram a autopercepção da saúde má ou péssima e referem o custo dos remédios como problema para a sua aquisição, quando comparada aos homens, diferença estatisticamente significativa. Conforme elevou-se a faixa etária, verificou-se maior proporção de idosos que utilizam aparelhos, com problemas de coluna e que usavam diuréticos. Resumo em espanhol Este estudio, del tipo investigación domiciliaria, tiene como objetivo comparar las condiciones de salud de las personas mayores con diabetes mellitus de acuerdo a las variables sexo y área de edad. Participaron del estudio 417 ancianos, entrevistado en su casa, en el período comprendido entre diciembre de 2005 a febrero de 2006. Los datos fueron analizados a través de frecuencia simple y del teste qui-cuadrado (p (mais) 0 años (50,1%), es la mujer (71,2%) e hicieron uso de medicamentos (96,1%). Los principales problemas de salud fueron la hipertensión (75,5%), los problemas de visión (73,6%) y la columna (56,4%). Las mujeres consideran la salud mala o muy mala y refieren el costo de medicamentos como un problema para su compra, en comparación con los hombres, diferencia estadísticamente significativa. Como ascendió a la edad, encontró mayor proporción de ancianos que utilizan los equipos, problemas de columna y que utilizan diuréticos. Resumo em inglês This study, a household survey, aimed to compare the health conditions of elderly people with diabetes mellitus according to gender and age variables. Study participants were 417 elderly people, interviewed in their homes from December, 2005 to February, 2006. The data was analyzed through simple frequency and chi-squared tests (p (mais) hypertension (75.5%), vision problems (73.6%), and spinal cord (56.4%). Women considered self-perceptions of health bad or very bad and referred to costs as a problem for acquiring medicines, when compared to men. This difference proved to be statistically significant. With increasing age groups, higher proportions of elderly people were found to use devices, have spinal cord problems, and use diuretics.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Estudo multicêntrico de idosos atendidos em ambulatórios de cardiologia e geriatria de instituições brasileiras/ Multicenter study of elderly patients in outpatient clinics of cardiology and geriatric brazilian institutions

Taddei, Cláudia F. Gravina; Ramos, Luiz Roberto; Moraes, José Cássio de; Wajngarten, Maurício; Libberman, Alberto; Santos, Silvio Carlos; Savioli, Felício; Dioguardi, Giuseppe; Franken, Roberto
1997-11-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar aspectos epidemiológicos, clínicos e terapêuticos de idosos com doenças cardiovasculares (DCV), no Brasil. MÉTODOS: Idosos com DCV, atendidos em 36 serviços de Cardiologia e Geriatria do Brasil, foram investigados através de questionário aplicado aos que tinham consulta marcada para o período analisado (um mês). RESULTADOS: Estudados 2196 idosos de 65 a 96 anos, sendo 60% mulheres e analisados os fatores de risco: sedentarismo (74%), pressão a (mais) rterial (PA) elevada (53%), LDL colesterol aumentado (33%), colesterol total aumentado (30%), obesidade (30%), HDL-colesterol diminuído (15%), diabetes (13%) e tabagismo (6%). Observou-se maior prevalência nas mulheres, com três ou mais fatores de risco. O principal motivo de consulta foi a PA elevada (48%). Teste ergométrico e cinecoronariografia, foram mais solicitados para os homens. Os diagnósticos mais comuns foram hipertensão arterial sistêmica (HAS) (67%) e insuficiência coronária (ICo) (29%). Os medicamentos mais utilizados foram diuréticos (42%). CONCLUSÃO: Foi observada alta prevalência de fatores de risco (93%), principalmente nas mulheres; sedentarismo, como fator de risco mais freqüente, aumentando de prevalência com a idade; HAS, como principal motivo de consulta e diagnóstico; menor investigação e diagnóstico de ICo em mulheres; diuréticos, como os fármacos mais freqüentemente prescritos; insuficiência cardíaca como principal doença associada a internação (31%) e atendimento de emergência (10%). Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate epidemiological, clinical and therapeutic aspects of elderly patients with cardiovascular disease in Brazil. METHODS: Elderly patients with cardiovascular disease treated in 36 centers of cardiology and geriatrics were investigated through a questionnaire applied to those who had an appointment during the analyzed period . RESULTS: 2196 elderly patients ranging from 65 to 96 years of age were analyzed, 60% of which were females. The main risk factors (mais) were: sedentarism (74%); high blood pressure (53%), high LDL-cholesterol (33%), high total cholesterol (30%), obesity (30%), low HDL-cholesterol (15%), diabetes (13%) and smoking (6%). A higher prevalence of females existed among those with > 3 risk factors. The main reason for the medical appointment was high blood pressure (48%). Stress test and coronariography were requested more often in males. The most common diagnoses were hypertension (67%), and coronary disease (29%). The most often used medications were diuretics (42%). CONCLUSION: There was high prevalence of risk factors (93%), mainly in females; sedentarism was the most common risk factor and prevalence increased with age; hypertension was the most common reason for a medical appointment . Diuretics were the most used drugs; congestive heart failure was the main disease associated to hospitalization (31%) and emergencies (10%).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Confiabilidade (teste-reteste) de um questionário simplificado para triagem de adolescentes com comportamentos de risco para transtornos alimentares em estudos epidemiológicos/ Test-retest reliability of a simplified questionnaire for screening adolescents with risk behaviors for eating disorders in epidemiologic studies

Ferreira, Julia Elba de Souza; Veiga, Gloria Valeria da
2008-09-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: É crescente o número de adolescentes apresentando comportamentos alimentares anormais com o objetivo de alcançar o atual ideal estético de magreza, podendo comprometer o estado nutricional nesta fase de crescimento intenso. Ressalta-se a necessidade de instrumentos simples para investigação do problema em estudos populacionais. OBJETIVOS: Avaliar a confiabilidade de um questionário simplificado para investigar comportamentos de risco para transtornos (mais) alimentares (TA) entre adolescentes. MÉTODOS: O questionário, contendo duas perguntas, sendo a última subdividida em quatro questões, sobre freqüência de episódios de compulsão alimentar, uso de laxantes, diuréticos e vômitos auto-induzidos e hábito de consumir dietas restritivas, foi aplicado em dois momentos (teste-reteste), com distância de 15 dias, em 195 estudantes (70 % meninas) de uma escola pública de Niterói, RJ, com idade entre 12 a 19,9 anos. A confiabilidade das perguntas foi avaliada utilizando o coeficiente kappa ponderado e seus respectivos intervalos de confiança (IC) de 95% e kappa ajustado para freqüência. RESULTADOS: Os valores de kappa ajustado para freqüência para os comportamentos menos freqüentes foram: 0,93 para o uso de laxantes, 0,97 para o uso de diuréticos e 0,92 para vômito auto induzido. Para os comportamentos de risco mais freqüentes como episódios de compulsão alimentar e hábito de fazer dieta restritiva encontrou-se valores de kappa ponderado 0,50 e 0,61, respectivamente. CONCLUSÃO: A confiabilidade do questionário foi boa, com melhores resultados para investigar comportamentos menos freqüentes. Resumo em inglês INTRODUCTION: The number of people presenting abnormal eating behaviors based on the habit of going on strict diets and taking measures to compensate food consumption (use of laxatives, diuretics, and self-induced vomiting) is growing. There is a clear need for simple investigative tools in population-based studies. OBJECTIVE: Evaluate the reliability of a simplified questionnaire to investigate risk behaviors for eating disorders (ED) among adolescents. METHODS: The ques (mais) tionnaire had two questions: the second question was subdivided into four other ones, about the frequency of binge eating episodes, the use of laxatives and diuretics, self-induced vomiting, and strict dieting. It was applied in two moments (test-retest), with an interval of 15 days between the two assessments, in 195 students (70% girls) aged from 12 to 19.9 years, from a Niterói/RJ public school. The reliability of the questions was assessed through the weighted Kappa coefficient and their 95% respective confidence intervals (CI) and frequency adjusted kappa. RESULTS: Frequency-adjusted kappa values for less frequent behaviors were: 0.93 for the use of laxatives, 0.97 for the use of diuretics and 0.92 for self-induced vomiting. For the more frequent risk behaviors for ED such as binge eating episodes and restrictive dieting, weighted Kappa coefficients were 0.50 and 0.61, respectively. CONCLUSIONS: The reliability of the questionnaire was good, with better results for investigating less frequent behaviors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Confiabilidade (teste-reteste) de um questionário simplificado para triagem de adolescentes com comportamentos de risco para transtornos alimentares em estudos epidemiológicos/ Test-retest reliability of a simplified questionnaire for screening adolescents with risk behaviors for eating disorders in epidemiologic studies

Ferreira, Julia Elba de Souza; Veiga, Gloria Valeria da
2008-09-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: É crescente o número de adolescentes apresentando comportamentos alimentares anormais com o objetivo de alcançar o atual ideal estético de magreza, podendo comprometer o estado nutricional nesta fase de crescimento intenso. Ressalta-se a necessidade de instrumentos simples para investigação do problema em estudos populacionais. OBJETIVOS: Avaliar a confiabilidade de um questionário simplificado para investigar comportamentos de risco para transtornos (mais) alimentares (TA) entre adolescentes. MÉTODOS: O questionário, contendo duas perguntas, sendo a última subdividida em quatro questões, sobre freqüência de episódios de compulsão alimentar, uso de laxantes, diuréticos e vômitos auto-induzidos e hábito de consumir dietas restritivas, foi aplicado em dois momentos (teste-reteste), com distância de 15 dias, em 195 estudantes (70 % meninas) de uma escola pública de Niterói, RJ, com idade entre 12 a 19,9 anos. A confiabilidade das perguntas foi avaliada utilizando o coeficiente kappa ponderado e seus respectivos intervalos de confiança (IC) de 95% e kappa ajustado para freqüência. RESULTADOS: Os valores de kappa ajustado para freqüência para os comportamentos menos freqüentes foram: 0,93 para o uso de laxantes, 0,97 para o uso de diuréticos e 0,92 para vômito auto induzido. Para os comportamentos de risco mais freqüentes como episódios de compulsão alimentar e hábito de fazer dieta restritiva encontrou-se valores de kappa ponderado 0,50 e 0,61, respectivamente. CONCLUSÃO: A confiabilidade do questionário foi boa, com melhores resultados para investigar comportamentos menos freqüentes. Resumo em inglês INTRODUCTION: The number of people presenting abnormal eating behaviors based on the habit of going on strict diets and taking measures to compensate food consumption (use of laxatives, diuretics, and self-induced vomiting) is growing. There is a clear need for simple investigative tools in population-based studies. OBJECTIVE: Evaluate the reliability of a simplified questionnaire to investigate risk behaviors for eating disorders (ED) among adolescents. METHODS: The ques (mais) tionnaire had two questions: the second question was subdivided into four other ones, about the frequency of binge eating episodes, the use of laxatives and diuretics, self-induced vomiting, and strict dieting. It was applied in two moments (test-retest), with an interval of 15 days between the two assessments, in 195 students (70% girls) aged from 12 to 19.9 years, from a Niterói/RJ public school. The reliability of the questions was assessed through the weighted Kappa coefficient and their 95% respective confidence intervals (CI) and frequency adjusted kappa. RESULTS: Frequency-adjusted kappa values for less frequent behaviors were: 0.93 for the use of laxatives, 0.97 for the use of diuretics and 0.92 for self-induced vomiting. For the more frequent risk behaviors for ED such as binge eating episodes and restrictive dieting, weighted Kappa coefficients were 0.50 and 0.61, respectively. CONCLUSIONS: The reliability of the questionnaire was good, with better results for investigating less frequent behaviors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Revendo a orientação dietética na gota/ Diet orientation on gout revisited

Pinheiro, Geraldo da Rocha Castelar
2008-06-01

Resumo em português A gota é uma condição médica comum, sendo a principal causa de artropatia inflamatória na população masculina adulta. Os principais fatores envolvidos no aumento da prevalência dessa enfermidade, observados nas duas últimas décadas, incluem aumento da longevidade, uso de diuréticos e aspirina em dose baixa, insuficiência renal crônica, hipertensão arterial sistêmica, obesidade e síndrome metabólica. Entre as causas de hiperuricemia observadas nos paciente (mais) s com gota, está a ingestão dietética de purinas. A associação entre dieta hiperprotéica e alimentos ricos em purina e consumo de bebidas alcoólicas com hiperuricemia e gota carecia, até bem pouco tempo, de documentação científica adequada. Com base nos últimos trabalhos sobre o tema, publicados na literatura, este artigo faz uma atualização a respeito da orientação dietética mais adequada para os pacientes de gota. Resumo em inglês Gout is a common medical condition, being the main cause of inflammatory arthropathy in adult men. The main factors involved in the increased prevalence of this disease, observed in the two last decades, include: use of diuretics and low dose aspirin, chronic renal insufficiency, hypertension, obesity, and metabolic syndrome. Among the causes of hyperuricemia seen in patients with gout is the dietary ingestion of purines. The association between a high-protein diet, purin (mais) e-rich foods, and alcoholic beverages with hyperuricemia and gout, until very recently, lack adequate scientific documentation. Based on the most recently publications on this subject, the present article brings an actualization about the most adequate dietary orientation for patients with gout.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Diálise peritoneal (DP) como tratamento da insuficiência cardíaca congestiva (ICC) em pacientes com doença renal crônica estágio IV/ Peritoneal dialysis for treating congestive heart failure in patients with stage IV chronic kidney disease

Prompt, Carlos Alberto; Almeida, Rafael de; Clausel, Nadine; Biolo, Andréa; Bercht, Fábio; Oliveira, Jerônimo D. C.; Almeida, Eduardo D.; Pribbernow, Suzane
2009-09-01

Resumo em português A Insuficiência Cardíaca Congestiva (ICC) é uma patologia com incidência crescente e que representa uma condição de grande impacto na saúde pública, com alta morbidade e mortalidade. O excesso de volume é uma complicação prevalente, presente em 80% dos pacientes atendidos com o diagnóstico de ICC. Estratégias farmacológicas e não farmacológicas no manejo terapêutico da ICC visam ao melhor manejo do volume e à redução no uso de diuréticos. A ultrafiltr (mais) ação extracorpórea tem evidenciado melhor controle de peso, redução nos dias de hospitalização e re-hospitalização dos pacientes com ICC. Neste artigo, relatamos dois casos atendidos no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, relativos a pacientes com diagnóstico de ICC tratados com diálise peritoneal. Resumo em inglês Congestive heart failure (CHF) has a growing incidence, a great impact on public health, and high morbidity and mortality. Excessive blood volume is a prevalent complication present in 80% of the patients diagnosed with CHF. Pharmacological and non-pharmacological strategies in the treatment of CHF aim to better manage blood volume and reduce the use of diuretics. Extracorporeal ultrafiltration has evidenced better weight control, and a reduction in the length of hospital (mais) ization and re-hospitalization of patients with CHF. We report the cases of 2 patients diagnosed with CHF and treated with peritoneal dialysis at Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

A relação entre polifarmácia, complicações crônicas e depressão em portadores de Diabetes Mellitus Tipo 2/ The relationship between polipharmacy, chronic complications and depression in individuals with Type 2 Diabetes Mellitus/ Relación entre polifarmacia, complicaciones crónicas y depresión en portadores de Diabetes Mellitus Tipo 2

Nascimento, Alexandra Bulgarelli do; Chaves, Eliane Corrêa; Grossi, Sônia Aurora Alves; Lottenberg, Simão Augusto
2010-03-01

Resumo em português Os objetivos deste estudo foram: caracterizar a polifarmácia entre portadores de Diabetes Mellitus tipo2(DM2); e correlacionar polifarmácia e número de complicações do DM2 com indicadores de depressão (Inventário de Depressão de Beck[IDB] e cortisol urinário[CORT]). A amostra foi composta por 40 pacientes da Liga de Diabetes do HCFM-USP, avaliados quanto aos indicadores de depressão (CORT e IDB) e quanto à prática de polifarmácia e número de complicações d (mais) o DM2. Os resultados mostraram que os medicamentos utilizados foram: antidiabéticos orais, insulinas, anti-hipertensivos, diuréticos, anti-lipêmicos e trombolíticos. No grupo estudado, 75% fizeram uso diário de 5 a 8 medicamentos, e 12,5% de 8 medicamentos/dia ou mais; todos fizeram no mínimo 3 tomadas diárias, 60% tinham entre 1 e 3 complicações do DM2, e 22,5% tinham 3 ou mais. A correlação entre os indicadores de depressão(IDB e CORT), o número de medicamentos e o número de complicações do DM2 não foi estatisticamente significante. No entanto, houve correlação positiva entre CORT e número de tomadas diárias de medicamentos (Spearman,r=0.319, p=0.019). Resumo em espanhol Fueron objetivos de este estudio: caracterizar a la polifarmacia entre portadores de Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2) y correlacionar la polifarmacia y el número de complicaciones de la DM2 con indicadores de depresión (Inventario de Depresión de Beck [IDB] y cortisol urinario [CORT]). La muestra fue integrada por 40 pacientes de la Liga de Diabetes del HCFM-USP evaluados respecto de los indicadores de depresión (CORT e IDB) y también en cuanto a la práctica de polifa (mais) rmacia y número de complicaciones de la DM2. Los resultados mostraron que los medicamentos utilizados fueron: antidiabéticos orales, insulinas, antihipertensivos, diuréticos, antilipemiantes y trombolíticos. Dentro del grupo estudiado, 75% de los pacientes utilizaban diariamente entre 5 y 8 medicamentos, un 12,5% de la muestra hacía uso de 8 medicamentos/día o más; todos hicieron como mínimo tres tomas diarias, el 60% presentaba entre 1 y 3 complicaciones de la DM2 y el 22,5% presentaba 3 o más. La correlación entre los indicadores de depresión (IDB y CORT) y el número de medicamentos y de complicaciones de la DM2 no fue estadísticamente significativa. Sin embargo, hubo correlación positiva entre CORT y la cantidad de tomas diarias de medicamentos (Spearman, r=0.319, p=0.019). Resumo em inglês The objectives of this study were: to characterize the polipharmacy in subjects with Type 2 Diabetes Mellitus (DM2) and to verify the correlation between polipharmacy and number of medications for DM2 complications with depression indicators (Beck Depression Inventory (BDI) and urinary cortisol (CORT) levels). A sample composed of 40 patients with DM2 from the Diabetes League of HCFM-USP was analyzed for depression indicators (CORT and BDI) in addition to evaluation for p (mais) olipharmacy and number of DM2 complications. The results showed oral hypoglycemic agents, insulins, antihypertensives, diuretics, lipid-lowering drugs and thrombolytics are the most frequent medications used. In this sample, 75% used from 5 to 8 medicines daily and 12.5% used more than eight medicines/day; all of them used to take each medication at least 3 times daily. Between 1 and 3 DM2 complications were observed in 60% of the individuals and 22.5% showed more than 3 DM2 complications. No significant correlations were observed between depression indicators (BDI and CORT), number of medications and DM2 complications. However, positive correlation was observed between CORT and daily frequency of medication (Spearman, r=0.319, p=0.019).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Perfil do doente renal crônico no ambulatório multidisciplinar de um hospital universitário/ Demographic profile of individuals with chronic renal disease from a multidisciplinary outpatient clinic of a university teaching hospital/ Perfil del enfermo renal crónico de consultorios externos multidisciplinario de un hospital universitario

Rembold, Simone Martins; Santos, Débora Lucy da Silva dos; Vieira, Gabriela Baptista; Barros, Marlise Silva; Lugon, Jocemir Ronaldo
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Descrever o perfil do cliente com doença renal crônica em tratamento conservador no Ambulatório Multidisciplinar do Hospital Universitário Antonio Pedro. MÉTODOS: O estudo é descritivo tendo sido analisados 72 prontuários de pacientes atendidos nos anos de 2006 a 2008. Os dados foram processados eletronicamente com o auxílio dos programas EXCEL 2007 e SPSS 13.0. RESULTADOS: A média de idade dos pacientes foi 59 + 14 anos sendo 60% do sexo feminino. Em r (mais) elação à escolaridade, 42% tinham ensino fundamental incompleto. A maior parte encontrava-se no estágio 4 da doença renal crônica, sendo as principais doenças de base o diabetes mellitus e a hipertensão arterial. Mais de 80% usavam anti-hipertensivos, e mais da metade usava diuréticos. O sintoma predominante foi a noctúria. Apenas em sete pacientes foi confeccionada fístula artério-venosa. CONCLUSÃO: A população atendida no referido ambulatório consistiu, na sua maior parte de pacientes na quinta ou sexta década de vida, com predominância do sexo feminino. A maioria encontrava-se no estágio 4 da classificação do DOQI para doença renal crônica sendo diabetes a principal causa da doença renal. Resumo em espanhol OBJETIVO: Describir el perfil del cliente con enfermedad renal crónica en tratamiento conservador en Consultorio Externo Multidisciplinario del Hospital Universitario Antonio Pedro. MÉTODOS: Se trata de un estudio descriptivo en el que se analizaron 72 historias clínicas de pacientes atendidos en los años de 2006 a 2008. Los dados fueron procesados electrónicamente con la ayuda de los programas EXCEL 2007 y SPSS 13.0. RESULTADOS: El promedio de edad de los pacientes (mais) fue entre 59 + 14 años siendo el 60% del sexo femenino. En relación a la escolaridad, el 42% tenían primaria incompleta. La mayor parte se encontraba en la fase 4 de la enfermedad renal crónica, siendo las principales enfermedades de base la diabetes mellitus y la hipertensión arterial. Más del 80% usaban anti-hipertensivos, y más de la mitad usaba diuréticos. El síntoma predominante fue la nicturia. Apenas en siete pacientes se confeccionó una fístula arterio-venosa. CONCLUSIÓN: La población atendida en el referido consultorio externo consistió, en su mayor parte de pacientes que se encontraban entre la quinta y sexta década de su vida, con predominancia del sexo femenino. La mayoría se encontraba en la fase 4 de la clasificación del DOQI para enfermedad renal crónica siendo la diabetes la principal causa de la enfermedad renal. Resumo em inglês OBJECTIVE: To describe the demographic profile of individuals with chronic renal disease from a multidisciplinary outpatient clinic of the Antonio Pedro University Teaching Hospital. METHOD: This descriptive study consists of a review of medical records of 72 patients from 2006 to 2008. EXCEL 2007 and SPSS 13.0 were used for data management and analysis. RESULTS: Participants had a mean age of 59 + 14 years, 60% of them were female, and a great number (42%) incomplete ele (mais) mentary education. The majority of them had stage 4 chronic renal disease. The primary underlying diseases were diabetes mellitus and high blood pressure. Over 80% of the participants were taking antihypertensive medication, and more than a half were taking diuretics. Nocturia was the most common symptoms among the participants. Only 7 individuals had arteriovenous fistula for hemodialysis. CONCLUSION: The majority of the sample of participants consisted of women in their 50s or 60s who had stage 4 chronic renal diseases per DOQI classification, and diabetes mellitus was the main cause of renal disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Uso de medicamentos como fator de risco para fratura grave decorrente de queda em idosos/ Medication as a risk factor for falls resulting in severe fractures in the elderly

Coutinho, Evandro da Silva Freire; Silva, Sidney Dutra da
2002-10-01

Resumo em português Quedas seguidas de fraturas entre idosos constituem um importante problema de saúde pública. Um estudo caso-controle foi conduzido para avaliar o papel do uso de um conjunto de medicamentos, como fator de risco para esses acidentes entre pessoas com 60 anos ou mais, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Cento e sessenta e nove casos de internação por fratura conseqüente a queda, e 315 controles hospitalares foram pareados por idade, sexo e hospital. Odds ratios (OR), (mais) ajustados por fatores potenciais de confusão, foram obtidos utilizando-se regressão logística condicional. Observou-se um aumento no risco desses acidentes para o uso de drogas bloqueadoras dos canais de cálcio (OR = 1,96, 1,16-3,30) e benzodiazepínicos (OR = 2,09, 1,08-4,05), e uma redução para o uso de diuréticos (OR = 0,40, 0,20-0,80). Antiácidos, digitálicos e laxantes mostraram-se associados a uma redução do risco de fraturas por quedas, cuja significância estatística atingiu níveis limítrofes (0,05 Resumo em inglês Falls leading to fractures among the elderly are a major public problem. A case-control study was conducted on the use of certain drugs as a risk factor for hospitalization due to fractures after falls among individuals aged 60 years or over in the city of Rio de Janeiro, Brazil. One hundred sixty-nine cases and 315 in-patient controls were matched by age, sex, and hospital. Odds ratios (OR) adjusted for potential confounders were calculated using conditional logistic reg (mais) ression. Increased risk of such accidents was found for calcium channel antagonists (OR = 1.96, 1.16-3.30) and benzodiazepines (OR = 2.09, 1.08-4.05), and decreased risk was associated with diuretics (OR = 0.40, 0.20-0.80). Antacids, digitalis, and laxatives were associated with reduced risk of fractures after falls that reached borderline statistical significance (0.05

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Uso de medicamentos como fator de risco para fratura grave decorrente de queda em idosos/ Medication as a risk factor for falls resulting in severe fractures in the elderly

Coutinho, Evandro da Silva Freire; Silva, Sidney Dutra da
2002-10-01

Resumo em português Quedas seguidas de fraturas entre idosos constituem um importante problema de saúde pública. Um estudo caso-controle foi conduzido para avaliar o papel do uso de um conjunto de medicamentos, como fator de risco para esses acidentes entre pessoas com 60 anos ou mais, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Cento e sessenta e nove casos de internação por fratura conseqüente a queda, e 315 controles hospitalares foram pareados por idade, sexo e hospital. Odds ratios (OR), (mais) ajustados por fatores potenciais de confusão, foram obtidos utilizando-se regressão logística condicional. Observou-se um aumento no risco desses acidentes para o uso de drogas bloqueadoras dos canais de cálcio (OR = 1,96, 1,16-3,30) e benzodiazepínicos (OR = 2,09, 1,08-4,05), e uma redução para o uso de diuréticos (OR = 0,40, 0,20-0,80). Antiácidos, digitálicos e laxantes mostraram-se associados a uma redução do risco de fraturas por quedas, cuja significância estatística atingiu níveis limítrofes (0,05 Resumo em inglês Falls leading to fractures among the elderly are a major public problem. A case-control study was conducted on the use of certain drugs as a risk factor for hospitalization due to fractures after falls among individuals aged 60 years or over in the city of Rio de Janeiro, Brazil. One hundred sixty-nine cases and 315 in-patient controls were matched by age, sex, and hospital. Odds ratios (OR) adjusted for potential confounders were calculated using conditional logistic reg (mais) ression. Increased risk of such accidents was found for calcium channel antagonists (OR = 1.96, 1.16-3.30) and benzodiazepines (OR = 2.09, 1.08-4.05), and decreased risk was associated with diuretics (OR = 0.40, 0.20-0.80). Antacids, digitalis, and laxatives were associated with reduced risk of fractures after falls that reached borderline statistical significance (0.05

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Análise descritiva de variáveis teoricamente associadas ao risco de quedas em mulheres idosas/ Descriptive analysis of variables theoretically associated to the risk of falls in elder women/ Análisis descritivo de variábles teoricamente asociadas al riesgo de caidas en mujeres añosas

Guimarães, Joanna Miguez Nery; Farinatti, Paulo de Tarso Veras
2005-10-01

Resumo em português As quedas são um problema de saúde pública entre os idosos, em vista da mortalidade, morbidade e dos custos social e econômico decorrentes. O objetivo do estudo foi analisar a relação do histórico relatado de quedas em um grupo de sujeitos com mais de 65 anos de idade, participantes de um programa de atividades físicas, com variáveis apontadas pela literatura como associadas ao risco desses eventos: visão, uso de medicamentos, doenças associadas, flexibilidade, (mais) força e equilíbrio. Após entrevista com um grupo inicial de 72 sujeitos, foram selecionadas 30 pessoas cujos relatos indicaram maior freqüência de quedas nos últimos 12 meses e após os 65 anos de idade. As variáveis de exposição foram testadas neste subgrupo e os resultados comparados com a freqüência de quedas por meio de estatística descritiva (valores absolutos e relativos), com uso de tabelas de contingência confeccionadas para cada variável. Os resultados indicaram que a deterioração da visão, uso simultâneo de medicamentos (especialmente diuréticos e psicoativos) e flexibilidade reduzida (quadril e tornozelos) parecem associar-se com a freqüência de quedas nos períodos observados. Esses fatores deveriam ser considerados em programas para prevenção de quedas em idosos. Resumo em espanhol Las caídas son un problema de salud publica entre los añosos, en vista de la mortalidad, morbilidad y de los costos socilaes y económicos ocasionados. El objetivo de este estudio fué el de analizar analizar la relación los interrogatorios de historias de caidas en un grupo de sujetos con mas de 65 años de edad, participantes de um programa de actividades físicas, con variables presentadas en la literatura como asocciadas al riesgo de estos eventos: visión, uso de (mais) medicación, patologías asociadas, flexibilidad, fuerza y equilibrio. Después de la entrevista con el grupo inicial de 72 sujetos, fueron selecionadas 30 personas cuyos relatos indicaron mayor frecuencia de caidas en los últimos 12 meses y después de los 65 años de edad. Las variábles de exposición fueron testadas en este subgrupo y los resultados comparados con la frecuencia de caídas por medio de estadística descriptiva (valores absolutos y relativos), con uso de tablas de contingencia confeccionadas para cada variable. Los resultados indicaron que el deterioro de la visión, uso simultáneo de medicamentos (especialmente diuréticos y psicoactivos) y flexibilidad reducida (cadera y tobillo) parecen asociarse con la frecuencia de caidas en los períodos observados. Estos factores deberían ser considerados en programas para la prevención de las caídas en añosos. Resumo em inglês Falls are a public health problem among elderly persons having in mind the mortality and morbidity rates, and the social and economical costs they cause. The purpose of this study was to analyze the relationship of the historic of falls reported in a group of individuals with more than 65 years old participating in a physical activity program, with variables defined by the literature as being associated to the risk of these kind of event: lack of sight, use of drugs, rela (mais) ted diseases, poor strength and balance. After an interview with an initial group composed by 72 individuals, it was selected a sample of 30 persons whose reports indicated major frequency of falls in the previous twelve months, with ages after 65 years old. The exposition variables were tested in this subgroup, and the results were compared with the frequency of falls by means of a descriptive statistics (absolute and relative values) using contingency charts for each variable. Results indicated that the deterioration of sight, the simultaneous use of drugs (especially diuretics and psycho-actives) and reduced flexibility (hips and ankles) seem to be associated with the frequency of falls in the period observed. Such factors should be considered in programs designed to prevent falls in the elderly.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Usos e abusos da hiperventilação nos traumatismo crânio-encefálicos graves/ Uses and abuses of the hyperventilation in severe traumatic brain injury

ANDRADE, FRANCISCO CARLOS DE; ANDRADE JR, FRANCISCO CARLOS DE
2000-09-01

Resumo em português É feita avaliação crítica sobre as diretrizes atuais e consequências da manobra de hiperventilação (MHV) na prevenção e tratamento da hipertensão intracraniana (HIC) que segue aos traumatismos crânio-encefálicos (TCE) graves. O uso profilático da MHV deve ser evitado na fase aguda de TCE grave, a menos que se registrem altos valores de O2 no sangue venoso medido no bulbo jugular, ou para ganhar tempo quando o paciente apresenta evidentes sinais posturais de d (mais) eterioração neurológica. A falta de resposta cerebrovascular à MHV para baixar a HIC significa que a barreira hemato-encefálica (BHE) está difusamente lesada. Então, a MHV pode ser utilizada como um crivo nos TCE graves, uma vez que a lesão da BHE atesta que os demais tratamentos disponíveis para combater a HIC (sedação, paralisia e diuréticos osmóticos) não funcionarão. Uma nova hipótese patogênica do edema encefálico traumático e abordagem terapêutica é apresentada. Resumo em inglês A critical evaluatin was done about the guidelines and effects of the hyperventilation maneuver on prevention and treatment of increased intracranial pressure (ICP) that follows severe traumatic brain injury (TBI). The prophylatic use of hyperventilation should be avoided after severe TBI acute phase, unless high venous O2 values are recorded at jugular bulb blood (SjO2), or to allow time when there are evidences of neurologic deterioration with posturing. The lack of cer (mais) ebrovascular response to hyperventilation to low the ICP means that the blood brain barrier (BBB) function is extensively impaired. Then, hyperventilacion may be used as a screening therapeutic test in acute severe TBI, since BBB impairment is the pointer that other available clinical procedures for high ICP control (sedation, paralysis and osmotic diuretics) are not workable. A new pathogenetic hypothesis about traumatic brain edema and its therapeutic approach is presented.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Tratamento de insuficiência cardíaca com benazepril em cães com cardiomiopatia dilatada e endocardiose/ Treatment of congestive heart failure with benazepril in dogs with dilated cardiomyopathy and endocardiosis

Pereira, P.M.; Camacho, A.A.; Morais, H.A.
2005-09-01

Resumo em português Foram avaliados os efeitos clínicos do benazepril, um inibidor da enzima de conversão da angiotensina de ação prolongada, em cães com insuficiência cardíaca congestiva (ICC) secundária à endocardiose de mitral ou cardiomiopatia dilatada. O medicamento foi administrado na dose de 0,25 a 0,5mg/kg/dia. Diuréticos, digitálicos e fármacos antiarrítmicos foram usados de acordo com a necessidade de cada paciente. Exames físico, radiográfico e eletrocardiográfico (mais) foram realizados nos dias 0, 7, 28 e 56. A gasometria arterial e a bioquímica sérica foram avaliadas nos dias 0 e 56. Os sinais de dispnéia e o estado geral dos pacientes melhoraram em todos os cães após o início do tratamento. Houve diminuição na freqüência da tosse e não houve alterações no eletrocardiograma, exceto pela diminuição na amplitude e na duração da onda P. Nenhum efeito colateral foi observado. Conclui-se que o benazepril é um inibidor da enzima de conversão da angiotensina, eficaz e bem tolerado no tratamento da ICC no cão. Resumo em inglês Clinical effects of benazepril, a long acting angiotensin-converting enzyme (ACEi), in dogs with naturally-occurring congestive heart failure (CHF) caused by mitral endocardiosis or dilated cardiomyopathy were studied. The drug was given orally at a dose of 0.25 to 0.5mg/kg/day. Diuretics, digitalics, and antiarrhtyhmic drugs were given as needed. Physical, radiographic, and eletrocardiographic examination were performed at days 0, 7, 28, and 56. Serum biochemistry and ar (mais) terial blood gases were obtained at days 0 and 56. Signs of dyspnea and general condition improved in all dogs. Cough decreased in frequency. The electrocardiogram did not change with benazepril use except for a decrease in P wave amplitude and duration. No adverse effects related to the use of benazepril were observed. Benazepril is an effective and well tolerated ACEi for the treatment of CHF in dogs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Prevalência do uso de agentes anabólicos em praticantes de musculação de Porto Alegre/ Prevalence of the use of anabolic agents among strength training apprentices in Porto Alegre, RS

Silva, Paulo R.P. da; Machado Júnior, Leonel C.; Figueiredo, Vandré C.; Cioffi, Alex P.; Prestes, Marcius C.; Czepielewski, Mauro A.
2007-02-01

Resumo em português Este estudo procura determinar, através de questionário realizado por entrevistadores, a prevalência do uso atual ou passado de esteróides anabólicos androgênicos (EAA), outros hormônios (OH), outros medicamentos (OM) e outras substâncias (suplementos alimentares e drogas ilícitas) em praticantes de musculação da cidade de Porto Alegre, entrevistando 288 indivíduos sorteados de uma amostra de 13 academias. A prevalência observada foi de 11,1% (32/288) para EA (mais) A, 5,2% (16/288) para OH e 4,2% (12/288) para OM. Os EAA mais usados foram decanoato de nandrolona e estanozolol. Os OH foram gonadotrofina coriônica humana, triiodotironina e OM como lipostabil, diuréticos e medicamentos veterinários (ex.: Monovin E). Os efeitos colaterais mais freqüentes foram comportamentais (variação de humor, irritabilidade e agressividade) e endócrinos (acne e aumento/ diminuição da libido). Quando analisados os EAA juntamente aos OH na variável denominada "agentes hormonais" (AH), observamos diferença estatística (p Resumo em inglês This study aimed to determine through a questionnaire applied to interviewers, the current or past use of anabolic androgenic steroids (AAS), as well as other hormones (OH), and other medicines (OM), food supplement and illicit drugs among strength training apprentices in the city of Porto Alegre, RS. We interviewed 288 subjects draw from a sample of 13 gyms. The prevalence of current and past use of AAS was about 11.1% (32/288), OH 5.2% (16/288) and OM 4.2% (12/288). The (mais) most used AAS were nandrolone and stanozolol; the OH were gonadotropin, triiodothyronine (T3) and OM, like lipostabil, diuretics and veterinary medicines (Monovin E). The most frequent side-effects were behavioral such as humor oscillation, irritability and hostility, and endocrine disturbances such as acne and increased or decreased libido. When analyzed together with other hormones in a variable named "hormonal agents" (AH), AAS presented a statistical difference (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Uso de medicamentos por pessoas com deficiências em áreas do estado de São Paulo/ Use of medicines by persons with disabilities in São Paulo state areas, Southeastern Brazil/ Uso de medicamentos por personas con deficiencias en áreas del Estado de Sao Paulo, Sureste de Brasil

Castro, Shamyr Sulyvan; Pelicioni, Americo Focesi; Cesar, Chester Luiz Galvão; Carandina, Luana; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Alves, Maria Cecilia Goi Porto; Goldbaum, Moisés
2010-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar o consumo de medicamentos e os principais grupos terapêuticos consumidos por pessoas com deficiências físicas, auditivas ou visuais. MÉTODOS: Estudo transversal em que foram analisados dados do Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo (ISA-SP) em 2002 e do Inquérito de Saúde no Município de São Paulo (ISA-Capital), realizado em 2003. Os entrevistados que referiram deficiências foram estudados segundo as variáveis que compõe (mais) m o banco de dados: área, sexo, renda, faixa etária, raça, consumo de medicamentos e tipos de medicamentos consumidos. RESULTADOS: A percentagem de consumo entre as pessoas com deficiência foi de: 62,8% entre os visuais; 60,2% entre os auditivos e 70,1% entre os físicos. As pessoas com deficiência física consumiram 20% mais medicamentos que os não-deficientes. Entre as pessoas com deficiência visual, os medicamentos mais consumidos foram os diuréticos, agentes do sistema renina-angiotensina e analgésicos. Pessoas com deficiência auditiva utilizaram mais analgésicos e agentes do sistema renina-angiotensina. Entre indivíduos com deficiência física, analgésicos, antitrombóticos e agentes do sistema renina-angiotensina foram os medicamentos mais consumidos. CONCLUSÕES: Houve maior consumo de medicamentos entre as pessoas com deficiências quando comparados com os não-deficientes, sendo os indivíduos com deficiência física os que mais consumiram fármacos, seguidos de deficientes visuais e auditivos. Resumo em espanhol OBJETIVO: Analizar el consumo de medicamentos y los principales grupos terapéuticos consumidos por personas con deficiencias físicas, auditivas o visuales. MÉTODOS: Estudio transversal en que fueron analizados datos de la Pesquisa Multicentrica de Salud en el Estado de Sao Paulo (ISA-SP) en 2002 y de la Pesquisa de Salud en el Municipio de Sao Paulo (ISA-Capital), realizado en 2003. Los entrevistados que refirieron deficiencias fueron estudiados según las variables qu (mais) e componen el banco de datos: área, sexo, renta, grupo etario, raza, consumo de medicamentos y tipos de medicamentos consumidos. RESULTADOS: El porcentaje de consumo entre las personas con deficiencia fue de: 62,8% entre los visuales; 60,2% entre los auditivos y de 70,1% entre los físicos. Las personas con deficiencia física consumieron 20% más medicamentos que los no deficientes. Entre las personas con deficiencia visual, los medicamentos más consumidos fueron los diuréticos, agentes del sistema renina-angiotensina y analgésicos. Personas con deficiencia auditiva utilizaron más analgésicos y agentes del sistema renina-angiotensina. Entre individuos con deficiencia física, analgésicos, antitrombóticos y agentes del sistema renina-angiotensina fueron los medicamentos más consumidos. CONCLUSIONES: Hubo mayor consumo de medicamentos entre las personas con deficiencias al compararse con los no deficientes, siendo los individuos con deficiencia física los que más consumieron fármacos, seguidos de los deficientes visuales y auditivos. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the use of medicines and the main therapeutic groups consumed by persons with physical, hearing and visual disabilities. METHODS: A cross-sectional study was performed, where data from the 2002 Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo (ISA-SP - São Paulo State Multicenter Health Survey), as well as the 2003 Inquérito de Saúde no Município de São Paulo (ISA-Capital - City of São Paulo Health Survey), Southeastern Brazil, were (mais) analyzed. Respondents who reported having disabilities were studied, according to variables that comprise the database: geographic area, gender, income, age group, ethnic group, use of medicines and types of drugs consumed. RESULTS: The percentage of use of drugs by persons with disabilities was 62.8% among the visually impaired; 60.2% among the hearing impaired; and 70.1% among the persons with physical disabilities. Individuals with physical disabilities consumed 20% more medications than non-disabled ones. Among persons with visual disabilities, the most frequently consumed drugs were diuretics, agents of the renin-angiotensin system and analgesics. Persons with hearing disabilities used more analgesics and agents of the renin-angiotensin system. Among those with physical disabilities, analgesics, antithrombotics and agents of the renin-angiotensin system were the most frequently consumed medicines. CONCLUSIONS: There was a greater use of medicines among persons with disabilities than non-disabled ones. Persons with physical disabilities were those who most consumed medicines, followed by the visually impaired and the hearing impaired.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Uso de medicamentos por pessoas com deficiências em áreas do estado de São Paulo/ Use of medicines by persons with disabilities in São Paulo state areas, Southeastern Brazil/ Uso de medicamentos por personas con deficiencias en áreas del Estado de Sao Paulo, Sureste de Brasil

Castro, Shamyr Sulyvan; Pelicioni, Americo Focesi; Cesar, Chester Luiz Galvão; Carandina, Luana; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Alves, Maria Cecilia Goi Porto; Goldbaum, Moisés
2010-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar o consumo de medicamentos e os principais grupos terapêuticos consumidos por pessoas com deficiências físicas, auditivas ou visuais. MÉTODOS: Estudo transversal em que foram analisados dados do Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo (ISA-SP) em 2002 e do Inquérito de Saúde no Município de São Paulo (ISA-Capital), realizado em 2003. Os entrevistados que referiram deficiências foram estudados segundo as variáveis que compõe (mais) m o banco de dados: área, sexo, renda, faixa etária, raça, consumo de medicamentos e tipos de medicamentos consumidos. RESULTADOS: A percentagem de consumo entre as pessoas com deficiência foi de: 62,8% entre os visuais; 60,2% entre os auditivos e 70,1% entre os físicos. As pessoas com deficiência física consumiram 20% mais medicamentos que os não-deficientes. Entre as pessoas com deficiência visual, os medicamentos mais consumidos foram os diuréticos, agentes do sistema renina-angiotensina e analgésicos. Pessoas com deficiência auditiva utilizaram mais analgésicos e agentes do sistema renina-angiotensina. Entre indivíduos com deficiência física, analgésicos, antitrombóticos e agentes do sistema renina-angiotensina foram os medicamentos mais consumidos. CONCLUSÕES: Houve maior consumo de medicamentos entre as pessoas com deficiências quando comparados com os não-deficientes, sendo os indivíduos com deficiência física os que mais consumiram fármacos, seguidos de deficientes visuais e auditivos. Resumo em espanhol OBJETIVO: Analizar el consumo de medicamentos y los principales grupos terapéuticos consumidos por personas con deficiencias físicas, auditivas o visuales. MÉTODOS: Estudio transversal en que fueron analizados datos de la Pesquisa Multicentrica de Salud en el Estado de Sao Paulo (ISA-SP) en 2002 y de la Pesquisa de Salud en el Municipio de Sao Paulo (ISA-Capital), realizado en 2003. Los entrevistados que refirieron deficiencias fueron estudiados según las variables qu (mais) e componen el banco de datos: área, sexo, renta, grupo etario, raza, consumo de medicamentos y tipos de medicamentos consumidos. RESULTADOS: El porcentaje de consumo entre las personas con deficiencia fue de: 62,8% entre los visuales; 60,2% entre los auditivos y de 70,1% entre los físicos. Las personas con deficiencia física consumieron 20% más medicamentos que los no deficientes. Entre las personas con deficiencia visual, los medicamentos más consumidos fueron los diuréticos, agentes del sistema renina-angiotensina y analgésicos. Personas con deficiencia auditiva utilizaron más analgésicos y agentes del sistema renina-angiotensina. Entre individuos con deficiencia física, analgésicos, antitrombóticos y agentes del sistema renina-angiotensina fueron los medicamentos más consumidos. CONCLUSIONES: Hubo mayor consumo de medicamentos entre las personas con deficiencias al compararse con los no deficientes, siendo los individuos con deficiencia física los que más consumieron fármacos, seguidos de los deficientes visuales y auditivos. Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the use of medicines and the main therapeutic groups consumed by persons with physical, hearing and visual disabilities. METHODS: A cross-sectional study was performed, where data from the 2002 Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo (ISA-SP - São Paulo State Multicenter Health Survey), as well as the 2003 Inquérito de Saúde no Município de São Paulo (ISA-Capital - City of São Paulo Health Survey), Southeastern Brazil, were (mais) analyzed. Respondents who reported having disabilities were studied, according to variables that comprise the database: geographic area, gender, income, age group, ethnic group, use of medicines and types of drugs consumed. RESULTS: The percentage of use of drugs by persons with disabilities was 62.8% among the visually impaired; 60.2% among the hearing impaired; and 70.1% among the persons with physical disabilities. Individuals with physical disabilities consumed 20% more medications than non-disabled ones. Among persons with visual disabilities, the most frequently consumed drugs were diuretics, agents of the renin-angiotensin system and analgesics. Persons with hearing disabilities used more analgesics and agents of the renin-angiotensin system. Among those with physical disabilities, analgesics, antithrombotics and agents of the renin-angiotensin system were the most frequently consumed medicines. CONCLUSIONS: There was a greater use of medicines among persons with disabilities than non-disabled ones. Persons with physical disabilities were those who most consumed medicines, followed by the visually impaired and the hearing impaired.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Tratamento de Diabetes e Hipertensão no Paciente Obeso/ Treating Diabetes and Hypertension in the Obese Patient

Faria, Alessandra N.; Zanella, Maria Teresa; Kohlman, Oswaldo; Ribeiro, Artur B.
2002-04-01

Resumo em português A obesidade é um fator de risco independente para doença coronariana. A resistência à insulina associada à obesidade contribui para o desenvolvimento de dislipidemia, hipertensão arterial e diabetes tipo 2. A coexistência de hipertensão e diabetes aumenta o risco para complicações micro e macrovasculares, predispondo os indivíduos à insuficiência cardíaca congestiva, doença coronariana e cerebrovascular, insuficiência arterial periférica, nefropatia e ret (mais) inopatia. Em pacientes diabéticos obesos a redução do peso, bem como o uso de metiformina, melhoram a sensibilidade à insulina, o controle da glicemia e da pressão arterial. O tratamento anti-hipertensivo em diabéticos reduz a mortalidade cardiovascular e retarda o declínio da função glomerular. Deve-se considerar os efeitos dos agentes anti-hipertensivos sobre a sensibilidade à insulina e o perfil lipídico. Diuréticos e b-bloqueadores podem reduzir a sensibilidade à insulina, enquanto bloqueadores de canais de cálcio são metabolicamente neutros e os iECA aumentam a sensibilidade à insulina, além de conferir proteção adicional cardiovascular e renal para diabéticos. O bloqueio da angiotensina II tem mostrado benefícios semelhantes. Resumo em inglês Obesity is an independent risk factor for coronary heart disease and it is associated with insulin resistance, which contributes to the development of dyslipidemia, hypertension, and type 2 diabetes. The coexistence of hypertension and diabetes increases the risk for macrovascular and microvascular complications, predisposing patients to congestive heart failure, coronary heart disease, cerebral and peripheral vascular diseases, nephropathy, and retinopathy. In obese diab (mais) etic patients, body weight reduction, as well as metiformin therapy, increase insulin sensitivity and enhance blood pressure and glicemic control. Antihypertensive treatment in diabetic patients decreases cardiovascular mortality and delays the decline of the glomerular function. Pharmacological treatment should consider the effects of the antihypertensive agents on insulin sensitivity and lipid profile. Diuretics and b-blockers are reported to reduce insulin sensitivity, whereas calcium channel blockers are metabolically neutral and ACE inhibitors increase insulin sensitivity and confer additional renal and vascular protection to diabetic patients. Angiotensin II antagonists has shown similar effects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Perfil de utilização de medicamentos em idosos da zona urbana de Santa Rosa, Rio Grande do Sul, Brasil/ Use of medicines by the elderly in Santa Rosa, Rio Grande do Sul State, Brazil

Flores, Vanessa Boeira; Benvegnú, Luís Antônio
2008-06-01

Resumo em português Os medicamentos representam um dos itens mais importantes da atenção à saúde do idoso. Estes particularmente utilizam múltiplos medicamentos apresentando mais reações adversas. O estudo objetivou avaliar o perfil do consumo de medicamentos por idosos. Desenvolveu-se um estudo epidemiológico transversal mediante entrevistas domiciliares, numa amostra aleatória de 294 idosos, residentes em Santa Rosa, Rio Grande do Sul, Brasil. Os idosos representam 9% da populaç� (mais) �o. Os resultados evidenciaram consumo médio de 2,79 medicamentos por idoso. O coeficiente de prevalência do uso de medicamentos na última semana foi de 82%, dos 827 medicamentos utilizados pelos idosos 794 (96%), foram prescritos. As classes farmacológicas mais utilizadas foram os anti-hipertensivos (21,3%) e diuréticos (11,3%). A prevalência do uso de medicamentos foi comparável ao encontrado em outros estudos, confirmando a importância dos medicamentos na atenção à saúde do idoso. A porcentagem de medicamentos utilizados sem prescrição médica foi baixa. Os medicamentos e forma de apresentação mais freqüentemente relatados foram os usualmente prescritos e dispensados gratuitamente na rede básica de saúde do município que está estruturada há mais de 10 anos com quase 100% de cobertura. Resumo em inglês Medicines are one of the most important health care items for the elderly, who are particularly prone to use multiple drugs with a higher number of adverse reactions. The current study aimed to assess the profile of pharmaceutical consumption by the elderly. A cross-sectional epidemiological study used household interviews in a random sample of 294 elderly living in Santa Rosa, Rio Grande do Sul State, Brazil. The elderly represent 9% of the local population. The results (mais) showed a mean consumption of 2.79 medicines per individual. The prevalence rate for use of medicines in the previous week was 82%, and of the 827 medicines used by the elderly, 794 (96%) had been prescribed. The most widely used pharmacological classes were anti-hypertensives (21.3%) and diuretics (11.3%). Prevalence of pharmaceutical use was comparable to the results from other studies, thus confirming the importance of medicines in the health of the elderly. The percentage of medicines used without a medical prescription was low. The most frequently reported medicines and formulations were those usually prescribed and dispensed free of cost in the municipal basic health care system, which has been organized for more than 10 years, with coverage of nearly 100%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Perfil de utilização de medicamentos em idosos da zona urbana de Santa Rosa, Rio Grande do Sul, Brasil/ Use of medicines by the elderly in Santa Rosa, Rio Grande do Sul State, Brazil

Flores, Vanessa Boeira; Benvegnú, Luís Antônio
2008-06-01

Resumo em português Os medicamentos representam um dos itens mais importantes da atenção à saúde do idoso. Estes particularmente utilizam múltiplos medicamentos apresentando mais reações adversas. O estudo objetivou avaliar o perfil do consumo de medicamentos por idosos. Desenvolveu-se um estudo epidemiológico transversal mediante entrevistas domiciliares, numa amostra aleatória de 294 idosos, residentes em Santa Rosa, Rio Grande do Sul, Brasil. Os idosos representam 9% da populaç� (mais) �o. Os resultados evidenciaram consumo médio de 2,79 medicamentos por idoso. O coeficiente de prevalência do uso de medicamentos na última semana foi de 82%, dos 827 medicamentos utilizados pelos idosos 794 (96%), foram prescritos. As classes farmacológicas mais utilizadas foram os anti-hipertensivos (21,3%) e diuréticos (11,3%). A prevalência do uso de medicamentos foi comparável ao encontrado em outros estudos, confirmando a importância dos medicamentos na atenção à saúde do idoso. A porcentagem de medicamentos utilizados sem prescrição médica foi baixa. Os medicamentos e forma de apresentação mais freqüentemente relatados foram os usualmente prescritos e dispensados gratuitamente na rede básica de saúde do município que está estruturada há mais de 10 anos com quase 100% de cobertura. Resumo em inglês Medicines are one of the most important health care items for the elderly, who are particularly prone to use multiple drugs with a higher number of adverse reactions. The current study aimed to assess the profile of pharmaceutical consumption by the elderly. A cross-sectional epidemiological study used household interviews in a random sample of 294 elderly living in Santa Rosa, Rio Grande do Sul State, Brazil. The elderly represent 9% of the local population. The results (mais) showed a mean consumption of 2.79 medicines per individual. The prevalence rate for use of medicines in the previous week was 82%, and of the 827 medicines used by the elderly, 794 (96%) had been prescribed. The most widely used pharmacological classes were anti-hypertensives (21.3%) and diuretics (11.3%). Prevalence of pharmaceutical use was comparable to the results from other studies, thus confirming the importance of medicines in the health of the elderly. The percentage of medicines used without a medical prescription was low. The most frequently reported medicines and formulations were those usually prescribed and dispensed free of cost in the municipal basic health care system, which has been organized for more than 10 years, with coverage of nearly 100%.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Avaliação dos fatores relacionados à ocorrência da incontinência urinária feminina/ Evaluation of factors related to the occurrence of female urinary incontinence

Oliveira, Emerson; Zuliani, Lucia Maria Martins; Ishicava, Juliana; Silva, Soraya Vilela; Albuquerque, Samuel S. Rollemberg; Souza, Angela Mara Bentes de; Barbosa, Caio Parente
2010-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar os fatores de risco relacionados à ocorrência da incontinência urinária feminina. MÉTODOS: Estudo caso-controle que incluiu 253 mulheres (102 incontinentes e 151 continentes) convidadas a responder a um questionário epidemiológico sobre possíveis fatores de risco para a incontinência urinária como: idade, estado hormonal, raça, Índice de Massa Corporal, paridade, tipos de partos (normais, fórcipes ou cesarianas), peso do maior recém-nascido (mais) , utilização de episiotomia e ou analgesia durante o parto, história de histerectomia, prática de atividade física, tabagismo, diabetes mellitus, constipação intestinal, história de asma brônquica e ou doença pulmonar obstrutiva crônica, uso de diuréticos e ou antidepressivos. RESULTADOS: Foram encontrados, após a aplicação do modelo de regressão logística binária, como fatores de risco para a ocorrência de incontinência urinária: a idade [OR = 1,07 (IC 1,03 - 1,1)], o parto normal [OR = 1,5 (IC 1,1 - 12,0)], o parto fórcipe [OR = 35,0 (IC 3,7 - 327)] e o peso do maior recém-nascido [OR = 1,001 (IC 1 - 1,002)]. Além disso, identificamos como fator de proteção a cesariana [OR = 0,39 (IC 0,23 - 0,65)]. CONCLUSÃO: Os fatores de risco independentes para a ocorrência da incontinência urinária foram idade, parto normal, parto fórcipe e peso do maior recém-nascido e, como fator de proteção, a cesariana. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate the risk factors related to occurrence of female urinary incontinence. METHODS: A case-control study that included 253 women (102 continent and 151 incontinent) invited to respond to an epidemiological questionnaire on possible risk factors for urinary incontinence. They were age, hormone status, race, body mass index, parity, types of deliveries (normal, forceps or cesarean), weight of largest newborn, use of episiotomy and / or analgesia during la (mais) bor, history of hysterectomy, physical activity, smoking, diabetes mellitus, constipation, history of bronchial asthma and / or chronic obstructive pulmonary disease, use of diuretics and / or antidepressants. RESULTS: After application of binary logistic regression model we found, as risk factors for occurrence of urinary incontinence: age [OR = 1.07 (CI 1.03 to 1.1)], vaginal delivery [ OR = 1.5 (CI 1.1 to 12.0)], forceps delivery [OR = 35.0 (CI 3.7 to 327)] and weight of largest newborn [OR = 1.001 (CI 1 - 1.002)]. Furthermore, we identified as a protective factor cesarean delivery [OR = 0.39 (CI 0.23 to 0.65)]. CONCLUSION: The independent risk factors for occurrence of urinary incontinence included age, vaginal delivery, forceps delivery and weight of largest infant and as a protective factor, cesarean section delivery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Frequência de retinopatia da prematuridade em recém-nascidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo/ Frequency of retinopathy of prematurity at newborns at the Clinical Hospital, Ribeirão Preto Medical School, University of São Paulo

Shinsato, Rogério Neri; Paccola, Letícia; Gonçalves, Walusa Assad; Barbosa, José Carlos; Martinez, Francisco Eulógio; Rodrigues, Maria de Lourdes Veronese; Jorge, Rodrigo
2010-02-01

Resumo em português OBJETIVOS: Determinar a frequência de retinopatia da prematuridade no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP-USP) e verificar a associação da retinopatia da prematuridade com fatores de risco conhecidos. MÉTODOS: Foi realizada análise prospectiva de 70 pacientes, nascidos no HCFMRP-USP, com peso inferior a 1.500 gramas, no período de um ano. Os pacientes foram divididos em dois grupos (Retinopatia da prematuridade e Normal) para r (mais) ealização de análise estatística com relação a fatores de risco conhecidos. Adotou-se nível de significância de 5%. RESULTADOS: A frequência de retinopatia da prematuridade foi de 35,71% entre os pré-termos estudados. Os fatores pesquisados que apresentaram relação de risco para o desenvolvimento da doença foram: peso (p=0,001), idade gestacional (p=0,001), escore SNAPPE II (p=0,008), uso de oxigenoterapia por intubação (p=0,019) e por pressão positiva de vias aéreas (p=0,0017), múltiplas transfusões sanguíneas (p=0,01) e uso de diuréticos (p=0,01). CONCLUSÃO: A frequência de retinopatia da prematuridade foi de 35,71% entre os prétermos nascidos com menos de 1.500 g. Vários fatores de risco foram identificados nos recém-nascidos do HCFMRP-USP, sendo constatado que crianças mais pré-termos apresentam formas mais graves de retinopatia da prematuridade. Resumo em inglês PURPOSE: To determine the frequency of retinopathy of prematurity at the Clinical Hospital of Ribeirão Preto Medical School (HCFMRP-USP) and verify the association of retinopathy of prematurity with known risk factors. METHODS: Prospective analysis of 70 patients born in the HCFMRP-USP, weighing less than 1,500 grams, in a period of 1 year. The patients were divided into 2 groups (Retinopathy of prematurity and Normal) to verify the association of retinopathy of prematur (mais) ity and known risk factors. Significance level of 5% was used. RESULTS: The frequency of retinopathy of prematurity was 35.71% among the study population. The studied risk factors significantly related to the development of the disease were: weight (p=0.001), gestational age (p=0.001), score SNAPPE II (p=0.008), use of oxygen by intubation (p=0.019) and continuous positive airway pressure (p=0.0017), multiple blood transfusions (p=0.01), and the use of diuretics (p=0.01). CONCLUSION: The frequency of retinopathy of prematurity was 35.71% and several risk factors have been identified in newborns in the HCFMRP-USP, being evidenced that the more preterm, the more severe retinopathy of prematurity is likely to be.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Rastreamento, Comprovação e Diferenciação Laboratorial do Hiperaldosteronismo Primário/ Screening, Confirmation and Differential Diagnosis of Primary Aldosteronism

Kater, Claudio E.
2002-02-01

Resumo em português Hiperaldosteronismo primário (HAP), antes considerado uma causa rara de hipertensão, pode corresponder, em séries recentes, a 5-10% da população de hipertensos. Embora alguns considerem o HAP como a principal causa de hipertensão secundária, outros recomendam cautela na análise desta recente "epidemia". As manifestações clássicas do excesso de aldosterona não estão sempre presentes no HAP, determinando como base para o seu rastreamento a relação aldosterona (mais) : renina plasmática (ng/dl:ng/ml/h). Hipertensos com valor desta relação > ou = 25 (e aldosterona >14ng/dl) devem prosseguir numa avaliação que inclui testes de supressão da aldosterona plasmática ou urinária (infusão de salina, administração de fludrocortisona ou dieta hipersódica). A ausência de supressão caracteriza autonomia da secreção de aldosterona e HAP, cujas principais etiologias são o adenoma adrenal (APA) e a hiperplasia bilateral ou hiperaldosteronismo idiopático (HAI). A diferenciação entre APA e HAI - obrigatória para direcionar a intervenção terapêutica -, fundamenta-se na ausência de resposta da aldosterona aos testes de estímulo da renina (teste postural, diuréticos ou dieta hipossódica) no primeiro e na hiperresposta, no último. A complementação diagnóstica inclui a avaliação por TC e, se necessário, cateterismo venoso bilateral com dosagem de aldosterona dos efluentes adrenais para confirmar a origem de seu excesso. Resumo em inglês Primary aldosteronism (PA), previously considered a rare cause of hypertension, may be responsible in recent series for 5-10% of the hypertensive population. Although one might consider PA as the main cause of secondary hypertension, caution is recommended when interpreting this sudden "epidemics". Because the classical manifestations of aldosterone excess are not always present, screening for PA must include determinations of random plasma aldosterone: renin ratios (ng/d (mais) l:ng/ml/h). Hypertensive patients with ratios > or = 25 (and aldosterone >14ng/dl) must be further investigated with plasma/urine aldosterone suppression tests (IV saline infusion, oral fludrocortisone or high-sodium diets). Failure to suppress is typical of aldosterone autonomy in PA. Differentiation of the two main subgroups (aldosterone-producing adenoma - APA -, and bilateral adrenal hyperplasia or idiopathic hyperaldosteronism - IHA) is mandatory since therapeutic intervention varies. Distinction between APA and IHA is based on the absence of plasma aldosterone increases to renin stimulation (upright posture, diuretics or low-sodium diets) in the first, as opposed to exaggerated responses in the latter. The diagnostic workup must include an adrenal CT and, if necessary, bilateral adrenal vein catheterization and aldosterone measurement to ascertain the source of aldosterone excess.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Adaptações fisiológicas precoces e tardias após valvotomia mitral por cateter balão/ Early and late physiological effects of balloon mitral valvuloplasty

Oliveira Fº, Japy Angelini; Regazzini, Marcelo; Campos Fº, Orlando; Salles, Ana Fátima; Barros Neto, Turíbio Leite; Novo, Neil Ferreira; Bocanegra, José; Martinez Fº, Eulógio; Santos Fº, Dirceu Vieira
1998-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliação não invasiva das respostas cardiopulmonares ao exercício a curto e longo prazo após valvotomia mitral por cateter balão. MÉTODOS: Estudaram-se 9 pacientes do sexo feminino, 35±9 anos, com estenose mitral, tipo funcional II ou III, em uso de digitálicos e diuréticos, através de teste ergoespirométrico, eletrocardiograma e ecocardiograma, antes e após valvotomia em fase precoce (3 a 5 dias) e tardia (8 a 12 meses). RESULTADOS: Os pacientes e (mais) voluíram para tipo funcional II (44%) ou I (56%), na fase tardia. Houve redução da freqüência cardíaca de repouso (87±11bpm vs 85±7bpm vs 75±9bpm) e elevação do número de estágios (4±1 estágios vs 5±2 estágios vs 6±1 estágios); a capacidade aeróbia máxima aumentou apenas na fase tardia (16±3mL/kg/min vs 18±4mL/kg/min vs 22±7mL/kg/min). O limiar anaeróbio, a ventilação pulmonar e o equivalente ventilatório do O2 permaneceram inalterados. Nas cargas submáximas de exercício ocorreu redução da freqüência cardíaca (estágio I: 124±18bpm vs 112±13bpm vs 87±15bpm), consumo de O2 (estágio I: 10±2mL/kg/min vs 8±2mL/kg/min vs 8±mL/kg/min) e ventilação pulmonar, nas fases precoce e tardia. A área valvar mitral mostrou reduções na fase tardia (0,94cm² vs 1,66cm² vs 1,20cm² ). CONCLUSÃO: Apesar da tendência à reestenose parcial, houve melhora no tipo funcional e no desempenho cardiopulmonar com diminuição da sobrecarga circulatória no exercício submáximo. Resumo em inglês PURPOSE: To evaluate the early and late cardiorespiratory responses after balloon mitral valvuloplasty. METHODS: Nine female patients aged 35±9 years, with mitral stenosis, in class II or III (NYHA) underwent upright ergoespirometric test, resting electrocardiogram and echocardiogram before, 3 to 5 days (early evaluation) and 8 to 12 months (late evaluation) after mitral valvuloplasty. All patients were treated with digitalis and diuretics. RESULTS: During late evaluatio (mais) n, 44% patients were in class II and 56% were in class I (NYHA). The resting heart rate decreased (87±11bpm vs 85±7bpm vs 75±9bpm) and the number of steps increased (4±1 steps vs 5±2 steps vs 6±1 steps); the peak oxygen uptake improved only in the late evaluation (16±3mL/kg/min vs 18±4mL/kg/min vs 22±7mL/kg/min). The anaerobic threshold, minute ventilation (VE) and ventilatory equivalent for oxygen showed no change. The heart rate (1st step: 124±18bpm vs 112±13bpm vs 87±15bpm), O2 uptake (1st step: 10±2mL/kg/min vs 8±2mL/kg/min vs 8±2mL/kg/min) and VE decreased during submaximal exercise in early and late phases. The mitral valve area decreased in the late evaluation (0.94cm² vs 1.66cm² vs 1.20cm²). CONCLUSION: Although partial restenosis tended to occur in these patients, they improved the functional class and cardiorespiratory performance and cardiocirculatory load during submaximal exercise.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Inércia clínica e controle da hipertensão arterial nas unidades de atenção primária à saúde/ Therapeutic inertia and control of high blood pressure in primary health care units

Hoepfner, Clóvis; Franco, Selma Cristina
2010-08-01

Resumo em português FUNDAMENTO: A importância do manejo adequado e do controle da hipertensão arterial (HA). OBJETIVO: Estimar a prevalência do controle da hipertensão arterial e da inércia terapêutica em adultos atendidos nas unidades básicas da saúde (UBS) do município de Joinville e dos fatores associados. MÉTODOS: Estudo transversal, com amostragem por conglomerados, mediante pesquisa em prontuários, em que foram avaliados 415 portadores de HA. Foram avaliados a pressão arter (mais) ial (PA), os incrementos terapêuticos, os fatores de risco e as comorbidades associadas. RESULTADOS: Houve predomínio do sexo feminino e de consultas de enfermagem. A idade variou entre 28 e 90 anos (média de 61,5 anos). Observou-se redução das médias da PA (155,8 ± 20,8/95,7 ±10,6 mmHg para 140,3 ± 22/84,1 ± 12,4 mmHg) entre o primeiro e o último registro e a PA final normal em 36,6% dos pacientes, semelhante para homens e mulheres. Nos últimos 12 meses, a PA esteve elevada em 1.295 ocasiões, ocorrendo incremento terapêutico em apenas 156 (12,0%). Foram usados 1,85 fármacos por paciente, predominando diuréticos e IECA. Encontrou-se elevada prevalência de obesidade (40%), diabete (41%), LDL elevado (46%) e de hipertrofia ventricular esquerda (25,5%). CONCLUSÃO: A elevada inércia clínica, o baixo controle da HA e a elevada presença de comorbidades sugerem a necessidade de programas de educação permanente para os profissionais da saúde e de outras medidas para melhorar o controle da doença nas UBS. Resumo em inglês BACKGROUND: The importance of adequate management and control of high blood pressure (HBP). OBJECTIVE: To estimate the prevalence of hypertension control and therapeutic inertia among adults treated at primary health care units (PHCU) in the city of Joinville, as well as the associated factors. METHODS: A cross-sectional study, which included cluster sampling and analysis of medical records, with the evaluation of 415 patients with high blood pressure. We evaluated the bl (mais) ood pressure (BP), increments of therapy, risk factors and comorbidities. RESULTS: There was prevalence of females and nursing appointments. The age ranged between 28 and 90 years (mean of 61.5 years). There was a reduction in the mean BP (155.8 ± 20.8/95.7 ± 10.6 mmHg to 140.3 ± 22/84.1 ± 12.4 mmHg) between the first and last record and the final normal BP in 36.6% of patients, with similar results for men and women. Over the past 12 months, the BP was high on 1,295 occasions, and there was a therapeutic increment on only 156 occasions (12.0%). 1.85 drugs were used per patient, mainly diuretics and ACE inhibitors. There was high prevalence of obesity (40%), diabetes (41%), high LDL (46%) and left ventricular hypertrophy (25.5%). CONCLUSION: The high therapeutic inertia, low control of high blood pressure and the large number of comorbidities suggest the need for continuing education programs for health professionals and other measures to improve the disease control in primary health care units.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Utilização de fitoterápicos por idosos: resultados de um inquérito domiciliar em Belo Horizonte (MG), Brasil/ Herbal drug use by elderly people: results from a domiciliary survey in Belo Horizonte (MG), Brazil

Marliére, Lucianno D. P.; Ribeiro, Andréia Q.; Brandão, Maria das Graças L.; Klein, Carlos H.; Acurcio, Francisco de Assis
2008-12-01

Resumo em português Os fitoterápicos constituem uma modalidade de terapia complementar ou alternativa diante das necessidades de saúde e seu uso tem sido crescente na população idosa de diversos países. Entretanto, apresentam interações medicamentosas e reações adversas importantes e sua utilização não deve ser indiscriminada. Este estudo objetivou caracterizar o perfil de utilização de fitoterápicos por aposentados e pensionistas do INSS, com 60 anos e mais, residentes em Bel (mais) o Horizonte, MG. A partir do cadastro do INSS, selecionou-se uma amostra aleatória de 881 idosos para entrevista. Investigou-se a prevalência de uso de fitoterápicos e interações medicamentosas potenciais. Um total de 667 (80,3%) dos selecionados foi entrevistado. Setenta e um participantes (10,6%) utilizaram fitoterápicos nos últimos 15 dias, principalmente aqueles preparados a partir de extratos de ginkgo (41,8%), aesculus (12,3%) e isoflavonas de soja (8,2%). Mais de 60% dos fitoterápicos foram adquiridos em farmácias de manipulação. Aproximadamente 45% dos usuários de fitoterápicos estavam expostos a pelo menos uma interação medicamentosa potencial entre eles e medicamentos sintéticos, tais como entre ginkgo e diuréticos tiazídicos (14) e antiagregante plaquetário/anticoagulantes (8). São necessárias estratégias de orientação para o uso racional de fitoterápicos entre idosos, mais vulneráveis aos prejuízos decorrentes da utilização inadequada desses. Resumo em inglês The herbal drugs constitute an alternative or complementary therapy for the health needs and its use has been growing in the aged population of many countries. However, herbal drugs present important adverse effects and drug interactions and should not be indiscriminately used. The aim of this study was to investigate the profile of herbal drug use by elderly and pensioner residents of Belo Horizonte, Brazil. Eight hundred and eighty-one retirees were randomly selected fr (mais) om the Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) database for in-home interview. The prevalence of herbal drugs use, and possible drug interactions were investigated. Results showed that 667 (80.3%) of selected individuals were interviewed. Seventy-one subjects (10.6%) used herbal drugs in the past 15 days, mainly those prepared from ginkgo (41.8%), horse chestnut (12.3%), and soya extract (8.2%). More than 60% of the herbal drugs were acquired in compounding pharmacies. Almost 45% of the herbal drug users were exposed to at least one potential herb-drug interaction, such as between ginkgo and thiazide diuretics (14) and antithrombotic/anticoagulants (8). Strategies to provide orientation for the rational use of these products in elderly people are necessary, since they are the population most exposed to polypharmacy and in consequence, most vulnerable to inappropriate uses of medications.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Tratamento da hipertensão arterial - respostas de médicos brasileiros a um inquérito/ Survey about hypertension treatment

MION JR, D.; PIERIN, A.M. G.; GUIMARÃES, A.
2001-09-01

Resumo em português O III Consenso Brasileiro de Hipertensão Arterial recomenda o uso de tratamento farmacológico (TF) e não-farmacológico (TNF). Em nosso meio não se tem conhecimento como esta recomendação vem sendo seguida pelos médicos. OBJETIVOS: a) caracterizar o TNF quanto à indicação e aceitação pelos hipertensos; b) caracterizar o TF quanto ao critério de escolha e drogas prescritas; e c) identificar a opinião do médico sobre o grau de adesão do paciente ao TF e TNF. (mais) MÉTODOS: Foram enviados 37.904 questionários com carta-resposta por mala direta para médicos brasileiros e recebidas 2.519 respostas (57% região Sudeste, 41% cardiologistas e 26% clínicos). RESULTADOS: 1- 62% dos médicos que responderam recomendam TNF para 25% dos pacientes. 2- Os TNF mais recomendados são: dieta hipossódica (55%), perda de peso (29%) e prática de exercícios (8%), sendo que os médicos acreditam que 50% dos pacientes seguem dieta hipossódica, 20% prática de exercícios e 19% perda de peso. 3- O TF é iniciado com o uso de droga isolada (88%) e quando não há controle da pressão arterial 55% indicam associação de outras drogas e 33% aumentam a dose. 4- As drogas mais utilizadas são diuréticos (53%) e inibidores da ECA (24%). 5- Os principais critérios para escolha das drogas são experiência pessoal (32%) e características do paciente (31%). 6- Os médicos (60%) acreditam que a adesão ao TF é melhor. CONCLUSÃO: As recomendações do III Consenso Brasileiro de Hipertensão Arterial estão sendo seguidas parcialmente para o TNF e dentro do esperado para o TF. Resumo em inglês INTRODUCTION: The third Brazilian Consensus of Hypertension recomends the usage of pharmacological (PT) and non-pharmacological treatment (NPT). In Brazil, we don't know how if this recommedation has been followet by doctors. OBJECTIVES: a) to characterize NPT regarding prescription and acceptability by hypertensive patients; b) characterize PT concerning the criterion used for choosing medication and medication prescribed; and c) identify doctors' opinions about patients (mais) ' degree of acceptability to PT and NPT. METHODS: 37904 questionnaires with reply-paid envelopes were sent to Brazilian doctors and 2519 of those were replied (57% from the Southeast region, 41% were cardiologists, and 26% clinicians). RESULTS: 1- 62% of doctors recommend NPT to 25% of their patients. 2 -- The most recommended NP treatments are: hyposodic diet (55%), weight reduction (29%) and physical exercises (8%), considering that doctors believe that 50% of their patients follow a hyposodic diet, 20% do physical exercises and 19% lose weight. 3 -- Only one medication is prescribed at the beginning of a PT (88%) and when blood pressure isn't under control, 55% of the doctors associate other medications with it whereas 33% of them increase the dose. 4 -- The most prescribed medications are: diuretics (53%) and ECA inhibitors (24%). 5 -- The main criteria for choosing medication are: personal experience (32%) and characteristics of patients (31%). 6 -- Doctors (60%) believe that acceptability to PT is better. CONCLUSION: The recommendations of the Third Brazilian Consensus of Hypertension have been followed partially concerning NPT and as expected regarding PT.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Tratamento medicamentoso da insuficiência cardíaca em hospital terciário de São Paulo/ Heart failure medical treatment in a tertiary hospital of São Paulo

Barretto, Antonio Carlos Pereira; Wajngarten, Mauricio; Serro-Azul, João Batista; Pierri, Humberto; Nussbacher, Amit; Gebara, Otávio Celso Eluf
1997-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar como são tratados pacientes com insuficiência cardíaca (IC) em hospital terciário de São Paulo. MÉTODOS: Analisados 100 pacientes com IC, em tratamento ambulatorial, com idade média de 56,8 anos, sendo 76 homens. Todos realizaram estudo ecocardiográfico, que identificou diâmetros ventriculares entre 48 e 89mm (média 65,9) e fração de ejeção (FE) entre 0,22 e 0,59 (média 0,43). A etiologia da disfunção ventricular (DV) foi isquêmica em (mais) 42 casos, cardiomiopatia dilatada em 28, secundária à valvopatia em 12, doença de Chagas em 10 e cardiomiopatia hipertensiva em 8. Analisou-se a terapêutica prescrita, se continha inibidores da enzima conversora de angiotensina (IECA) e qual a sua dosagem. Foi analisado, também, se a etiologia ou o grau de DV tinha influência na prescrição. RESULTADOS: Oitenta e sete pacientes receberam IECA, sendo que em 31 a dose foi inferior à preconizada nos grandes estudos. Digoxina foi prescrita em 69 casos, diuréticos em 85 e ácido acetilsalicílico em 33. Dividindo os pacientes em dois grupos, com FE maior e menor que 0,45, observamos que, no último, foi maior a prescrição de IECA (91,5% vs 80,4%) e maior o uso de doses adequadas (61% vs 48,7%). CONCLUSÃO: A maioria dos pacientes foi tratada conforme recomendações atuais, apresentando boa tolerabilidade para IECA, contudo 1/3 deles não usou IECA em dose considerada adequada. Esquemas terapêuticos com betabloqueadores e inibidores da angiotensina II não fizeram parte da prática clínica rotineira. Resumo em inglês PURPOSE: To study how patients with heart failure (HF) are treated in a tertiary hospital in São Paulo. METHODS: One hundred patients with HF during ambulatory care were analyzed. Seventy-six were men, and the average population age was 56.8 years old. All patients were submitted to echocardiogram, which identified ventricular diameters ranging between 48 and 89mm (average 65.9) and ejection fraction (EF) between 0.22 and 0.59 (average 0.43). The cause of HF was ischemic (mais) in 42 cases, dilated cardiomyopathy in 28, valvular heart disease in 12, Chagas' disease in 10 and systemic hypertension in 8 patients. The prescribed treatment was analyzed, with attention to the prescription and dosage of angiotensin converting enzyme (ACE) inhibitors. We also analyzed whether the cause and/or the degree of HF influenced the treatment chosen. RESULTS: Eighty-seven patients received ACE inhibitors, 31 received doses below those recommended in the large trials. Digoxin was prescribed in 69 cases, diuretics in 85, and aspirin in 33. When dividing the patients according to EF, the group with EF below 0.45 was prescribed more often ACE inhibitors (91.5% vs 80.4%) and had more often usage of adequate doses (61% vs 48.7%). CONCLUSION:In this sample the majority of the patients were treated according to modern recommendations and tolerated well ACE inhibitors, however 1/3 did not receive ACE inhibitors in the recommended doses. Treatment based on betablockers or angiotensin II inhibitors were not routinely employed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Aspectos clínicos da doença renal policística autossômica recessiva DRPAR/ Clinical aspects of autosomal recessive polycystic kidney disease

Dias, Natasha Favoretto; Lanzarini, Vivian; Onuchic, Luiz Fernando; Koch, Vera Hermina Kalika
2010-09-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma causa importante de morbidade e mortalidade pediátricas, com um espectro variável de manifestações clínicas. MÉTODOS: A apresentação e evolução clínica de 25 pacientes (Pts) foram analisadas através da revisão de prontuários, aplicando-se os formulários propostos por Guay-Woodford et al. As morbidades associadas à doença foram avaliadas quanto à frequência e à idade de man (mais) ifestação. RESULTADOS: A idade média de diagnóstico foi de 61,45 meses (0 a 336,5 meses), com distribuição similar entre os sexos (52% dos pts do sexo feminino). Houve histórico familiar da doença em 20% dos casos (5/25), com dois casos de consanguinidade. Na análise inicial, diagnosticou-se hipertensão arterial (HAS) em 56% dos Pts (14/25); doença renal crônica estágio > 2 (DRC > 2) em 24% (6/25); infecções do trato urinário (ITU) em 40% (10/25) e hipertensão portal (HP) em 32% dos casos (8/25). Das ultrassonografias abdominais iniciais, 80% demonstraram rins ecogênicos com cistos grosseiros e 64% detectaram fígado e vias biliares normais. Inibidores da ECA foram utilizados em 36% dos Pts, betabloqueadores em 20%, bloqueadores de canais de cálcio em 28% e diuréticos em 36% dos casos. Na análise final, após um tempo de acompanhamento médio de 152,2 meses (29,8 a 274,9 meses), HAS foi diagnosticada em 76% dos Pts, DRC > 2 em 44%, ITU em 52% e HP em 68%. CONCLUSÃO: As altas morbidade e mortalidade associadas à DRPAR justificam a construção de um banco de dados internacional, visando ao estabelecimento de um tratamento de suporte precoce. Resumo em inglês INTRODUCTION: Autosomal Recessive Polycystic Kidney Disease (ARPKD) is an important pediatric cause of morbidity and mortality, with a variable clinical spectrum. METHODS: The clinical presentation and evolution of 25 patients (Pts) were analyzed by clinical record review, according to the forms proposed by Guay-Woodford et al. Morbidities associated with the disease were evaluated with respect to their frequencies and age of onset. RESULTS: The median age at the diagnosi (mais) s was 61.45 months (0 to 336.5 months), with similar gender distribution (52% of the patients were female). A family ARPKD history was found in 20% of the cases (5/25), two of them associated with consanguinity. On arrival, arterial hypertension (SAH) was diagnosed in 56% of the Pts (14/25); chronic kidney disease stage > 2 (CKD > 2) in 24% (6/25); urinary tract infection (UTI) in 40% (10/25); and portal hypertension (PH) in 32% of the cases (8/25). Eighty percent of the initial abdominal ultrasonograms detected echogenic kidneys with gross cysts and 64% demonstrated normal liver and biliary ducts. ACE inhibitors were used in 36% of the analyzed patients, beta-blockers in 20%, calcium channel blockers in 28%, and diuretics in 36% of them. In the final evaluation, after an average follow-up time of 152.2 months (29.8 to 274.9 months), SAH was detected in 76% of the cases, CKD > 2 in 44%, UTI in 52% and PH in 68%. CONCLUSION: The high morbidity and mortality associated with ARPKD justify the assembly of an international database, with the aim of establishing an early therapeutic support.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

A hipercalcemia nas malignidades: aspectos clínicos, diagnósticos e terapêuticos/ Hypercalcemia of malignancy: clinical features, diagnosis and treatment

Farias, Maria Lucia F. de
2005-10-01

Resumo em português A hipercalcemia associada à malignidade é descrita em 20 a 30% dos pacientes com câncer em alguma etapa da doença, e significa mau prognóstico. Os sintomas relacionados ao sistema nervoso central predominam, tais como progressivo declínio da capacidade cognitiva, estupor e coma. As alterações na função renal (incapacidade de concentrar a urina acarretando poliúria) e no trato gastrointestinal (anorexia, náuseas e vômitos) corroboram para a desidratação e ag (mais) ravam a hipercalcemia. A hipercalcemia causada pelo câncer é comumente classificada em: 1) hipercalcemia osteolítica local, decorrente da intensa reabsorção óssea osteoclástica nas áreas em torno das células malignas na medula óssea; 2) hipercalcemia humoral maligna, causada pela secreção do peptídeo relacionado ao paratormônio (PTHrP) pela neoplasia maligna; 3) hiperparatireoidismo ectópico; 4) produção de 1,25 (OH)2 D pelo tumor. O controle adequado da hipercalcemia é necessário para dar tempo de o paciente responder ao tratamento antineoplásico. A expansão de volume com solução salina corrige a desidratação, melhora a filtração glomerular e aumenta a excreção urinária de cálcio, que pode ser ampliada por diuréticos de alça. Os bisfosfonatos intravenosos são os medicamentos mais eficientes em controlar a hipercalcemia, uma vez que bloqueiam a osteólise osteoclástica e também possuem efeito anti-tumoral, diminuindo as metástases ósseas. Novas alternativas de tratamento das manifestações ósseas das malignidades são os anticorpos anti-PTHrP, anticorpos anti-RANKL e a osteoprotegerina, além de inibidores de proteossomo no caso do mieloma múltiplo. Resumo em inglês Hypercalcemia associated with malignancies is reported in up to 20 to 30% of patients with cancer during the course of the disease, and points to a poor prognosis. Symptoms related to the central nervous system, as progressive mental impairment, stupor and coma, predominate. Alterations in kidney function (water-concentrating defect leading to polyuria) and gastrointestinal tract (anorexia, nausea, vomiting) corroborate to dehydration and a further increase in serum calci (mais) um. Cancer-induced hypercalcemia may be classified as: 1) local osteolytic hypercalcemia (LOH), due to marked increase in osteoclastic bone resorption in areas surrounding the malignant cells within the marrow space; 2) humoral hypercalcemia of malignancy, caused by the secretion of parathyroid hormone-related protein (PTHrP) by the malignant tumor; 3) ectopic hyperparathyroidism; 4) 1,25(OH)2 D-secreting tumors. Adequate control of hypercalcemia is necessary to give the patient time to respond to anti-cancer therapy. Volume expansion with saline will correct dehydration, improve glomerular filtration and increase urinary calcium excretion, which may be further stimulated by loop diuretics. Intravenous bisphosphonates are the most effective agents to control hypercalcemia, as they block osteoclastic osteolysis and also have antitumoral effects, decreasing bone metastases. New approaches to control the skeletal manifestations of malignancies are anti-PTHrP and anti-RANKL antibodies, osteoprotegerin, and also proteasome inhibitors in the case of multiple myeloma.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Acurácia de informações sobre classes de medicamentos obtidas com questionário postal aplicado a idosos - Rio de Janeiro, RJ/ Accuracy of drug class information obtained from a postal questionnaire to elderly respondents

Vasconcelos, Maria Estrella L.; Fonseca, Maria J. M.; Rozenfeld, Suely; Acurcio, Francisco A.
2009-12-01

Resumo em português OBJETIVOS: verificar a confiabilidade e a validade das informações sobre medicamentos obtidas em questionário postal, respondido por idosos, sendo a entrevista face a face o padrão-ouro. MÉTODOS: estudo seccional (Perfil de Utilização de Medicamentos por Aposentados Brasileiros), onde foram utilizadas duas abordagens (postal e domiciliar) para coleta de informações de aposentados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com sessenta anos de idade ou mais. (mais) Foram utilizadas também as estatísticas kappa (simples (k), ajustado (PABAK) e ponderado), índices de correlação intra-classe, indicadores de sensibilidade e especificidade, e o gráfico de Luiz et al. RESULTADOS: 234 idosos (M = 42%; F = 58%) responderam às duas abordagens (média = 71,7 anos). A concordância entre postal e entrevista domiciliar foi excelente (k = 0,94) para hipoglicemiantes; muito boa (k = 0,83-0,82) para inibidores da enzima conversora de angiotensina e anti-hipertensivos; boa (k = 0,71) para diuréticos; e razoável (k = 0,47) para antiinflamatórios não esteróides. A concordância foi boa (k = 0,61) para o número total de medicamentos usados. A validade da abordagem postal foi elevada, às vezes total, para os fármacos empregados no tratamento do diabetes (sensibilidade e especificidade = 100%), seguidos dos anti-hipertensivos. Os menores valores obtidos foram para antiinflamatórios não esteróides (sensibilidade = 64%; especificidade = 88%). CONCLUSÃO: a abordagem postal pode ser usada para se obter informações acuradas sobre classes de medicamentos usados por população com idade igual ou superior a 60 anos, considerando idosos com perfil social semelhante ao dos beneficiários do INSS. Resumo em inglês OBJECTIVES: to determine the reproducibility and validity of information on medication obtained in a postal questionnaire, with face-to-face interviews providing the gold standard. METHODS: cross-sectional study (Perfil de Utilização de Medicamentos por Aposentados Brasileiros), using two approaches (postal and home visit) to collect information from retirees who were 60 years old or older and beneficiaries of Brazil's national social security system (INSS). Statistics (mais) used were: simple kappa (k), adjusted kappa (PABAK), weighted kappa, intraclass correlation coefficients, indicators of sensitivity and specificity, and Luiz et al's graph method. RESULTS: 234 elderly (male = 42%; female = 58%; mean = 71.7 years) answered both approaches. Concordance between the postal and face-to-face interview approaches was excellent (k=0.94) for hypoglycemics; very good (k = 0.83-0.82) for angiotensin-converting enzyme inhibitors and anti-hypertensives; good (k = 0.71) for diuretics; and reasonable (k = 0.47) for non-steroidal anti-inflammatories. Concordance was good (k = 0.61) for information on the total number of medications used. The validity of the postal approach was high, at times total, for the drugs used in treating diabetes (sensitivity and specificity = 100%), followed by anti-hypertensives. The lowest values obtained were for non-steroidal anti-inflammatories (sensitivity = 64%; specificity = 88%). CONCLUSION: the postal approach can be used to obtain accurate information on classes of medications used by a population aged 60 years or more with a social profile similar to that of social security beneficiaries.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Acurácia de informações sobre classes de medicamentos obtidas com questionário postal aplicado a idosos - Rio de Janeiro, RJ/ Accuracy of drug class information obtained from a postal questionnaire to elderly respondents

Vasconcelos, Maria Estrella L.; Fonseca, Maria J. M.; Rozenfeld, Suely; Acurcio, Francisco A.
2009-12-01

Resumo em português OBJETIVOS: verificar a confiabilidade e a validade das informações sobre medicamentos obtidas em questionário postal, respondido por idosos, sendo a entrevista face a face o padrão-ouro. MÉTODOS: estudo seccional (Perfil de Utilização de Medicamentos por Aposentados Brasileiros), onde foram utilizadas duas abordagens (postal e domiciliar) para coleta de informações de aposentados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com sessenta anos de idade ou mais. (mais) Foram utilizadas também as estatísticas kappa (simples (k), ajustado (PABAK) e ponderado), índices de correlação intra-classe, indicadores de sensibilidade e especificidade, e o gráfico de Luiz et al. RESULTADOS: 234 idosos (M = 42%; F = 58%) responderam às duas abordagens (média = 71,7 anos). A concordância entre postal e entrevista domiciliar foi excelente (k = 0,94) para hipoglicemiantes; muito boa (k = 0,83-0,82) para inibidores da enzima conversora de angiotensina e anti-hipertensivos; boa (k = 0,71) para diuréticos; e razoável (k = 0,47) para antiinflamatórios não esteróides. A concordância foi boa (k = 0,61) para o número total de medicamentos usados. A validade da abordagem postal foi elevada, às vezes total, para os fármacos empregados no tratamento do diabetes (sensibilidade e especificidade = 100%), seguidos dos anti-hipertensivos. Os menores valores obtidos foram para antiinflamatórios não esteróides (sensibilidade = 64%; especificidade = 88%). CONCLUSÃO: a abordagem postal pode ser usada para se obter informações acuradas sobre classes de medicamentos usados por população com idade igual ou superior a 60 anos, considerando idosos com perfil social semelhante ao dos beneficiários do INSS. Resumo em inglês OBJECTIVES: to determine the reproducibility and validity of information on medication obtained in a postal questionnaire, with face-to-face interviews providing the gold standard. METHODS: cross-sectional study (Perfil de Utilização de Medicamentos por Aposentados Brasileiros), using two approaches (postal and home visit) to collect information from retirees who were 60 years old or older and beneficiaries of Brazil's national social security system (INSS). Statistics (mais) used were: simple kappa (k), adjusted kappa (PABAK), weighted kappa, intraclass correlation coefficients, indicators of sensitivity and specificity, and Luiz et al's graph method. RESULTS: 234 elderly (male = 42%; female = 58%; mean = 71.7 years) answered both approaches. Concordance between the postal and face-to-face interview approaches was excellent (k=0.94) for hypoglycemics; very good (k = 0.83-0.82) for angiotensin-converting enzyme inhibitors and anti-hypertensives; good (k = 0.71) for diuretics; and reasonable (k = 0.47) for non-steroidal anti-inflammatories. Concordance was good (k = 0.61) for information on the total number of medications used. The validity of the postal approach was high, at times total, for the drugs used in treating diabetes (sensitivity and specificity = 100%), followed by anti-hypertensives. The lowest values obtained were for non-steroidal anti-inflammatories (sensitivity = 64%; specificity = 88%). CONCLUSION: the postal approach can be used to obtain accurate information on classes of medications used by a population aged 60 years or more with a social profile similar to that of social security beneficiaries.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Redução da mortalidade após implementação de condutas consensuais em pacientes com infarto agudo do miocárdio/ Mortality decline after implementation of standard protocols for treating patients with acute myocardial infarction

Bordon, Juliana G.; Paiva, Sérgio A. R.; Matsubara, Luiz S.; Inoue, Roberto M. T.; Matsui, Mirna; Gut, Ana Lúcia; Ferreira, Ana Lúcia A.; Zornoff, Leonardo A. M.
2004-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Comparar a mortalidade em 30 dias com a utilização de determinados grupos de medicamentos por pacientes, entre 1992-1997, quando não se dispunham de condutas consensuais para tratamento do infarto agudo do miocárdio, e de 2000-2002, após a padronização dessas condutas em nosso serviço. MÉTODOS: Avaliados, retrospectivamente, no 1º e 2º períodos, 172 e 143 pacientes respectivamente, admitidos com diagnóstico de infarto agudo do miocárdio: foram real (mais) izados os testes estatísticos: c² para comparar proporções, teste t de Student e o de Mann-Whitney para comparação de médias ou medianas. RESULTADOS: A análise não mostrou diferença em relação aos homens, brancos e a idade média de 61 anos, nos dois períodos. Com relação aos fatores de risco clássicos, foi observada diferença apenas na incidência de dislipidemia (17 e 29%) e, quanto à estratégia terapêutica, aumento significativo do uso de: trombolíticos (39 e 61,5%), ácido acetilsalicílico (70,9 e 96,5%), betabloqueadores (34,8 e 67,8%), inibidor da enzima conversora da angiotensina (45,9 e 74,8%), nitratos (61 e 85,3%) e a redução significativa de bloqueadores de cálcio (16,8 e 5,3%), antiarrítmicos (29,1 e 9,7%) e diuréticos (50,6 e 26,6%). O uso de inotrópicos não diferiu entre os períodos (29,6 e 32,1%). A mortalidade em 30 dias apresentou redução estatisticamente significante de 22,7 para 10,5%. CONCLUSÃO: A implementação das condutas consensuais para o tratamento do infarto agudo do miocárdio foi acompanhada por significante redução da taxa de mortalidade em 30 dias. Resumo em inglês OBJECTIVE: To compare 30-day mortality in patients receiving different types of medication from 1992 to 1997, when no consensual treatment for acute myocardial infarction was available, versus 30-day mortality in patients being treated between 2000 and 2002 after standardization of that treatment was obtained in our service. METHODS: In the first and second study periods, 172 and 143 patients, respectively, admitted with the diagnosis of acute myocardial infarction were r (mais) etrospectively assessed. Their diagnoses were confirmed, and the following statistical tests were performed: the chi-square test for comparing proportions and the Student t test and the Mann-Whitney test for comparing the means or medians. RESULTS: The analysis showed no difference in regard to white men with a mean age of 61 years in the 2 study periods. In regard to the traditional risk factors, a difference was observed only in the incidence of dyslipidemia (17 and 29%). In regard to the therapeutic strategy adopted, the following was observed: 1) a significant increase in the use of thrombolytic agents (39 and 61.5%), acetylsalicylic acid (70.9 and 96.5%), beta-blockers (34.8 and 67.8%), angiotensin-converting enzyme inhibitors (45.9 and 74.8%), and nitrates (61 and 85.3%); and 2) a significant reduction in the use of calcium channel blockers (16.8 and 5.3%), antiarrhythmics (29.1 and 9.7%), and diuretics (50.6 and 26.6%). The use of inotropic agents did not differ between the study periods (29.6 and 32.1%). The 30-day mortality showed a statistically significant reduction from 22.7 to 10.5%. CONCLUSION: The implementation of standard protocols for the treatment of acute myocardial infarction was accompanied by a significant reduction in the 30-day mortality rate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Estoque domiciliar de medicamentos na comunidade ibiaense acompanhada pelo Programa Saúde da Família, em Ibiá-MG, Brasil/ Drug storage at home in the community assisted by the Family Health Programme in Ibiá, MG, Brazil

Ribeiro, Maria Ângela; Heineck, Isabela
2010-09-01

Resumo em português O objetivo do estudo foi examinar o estoque de medicamentos na comunidade Ibiaense acompanhada pelo Programa Saúde da Família (PSF). Buscou-se descrever as características dos usuários, as condições de armazenamento, as classes terapêuticas, as formas farmacêuticas e a procedência dos medicamentos do estoque caseiro. Foram visitados 285 domicílios, no período de julho a setembro de 2004. Verificou-se que a média de medicamentos por domicílio foi de 8,4, e que (mais) 93,5% das famílias entrevistadas apresentaram pelo menos um medicamento em estoque. Os medicamentos estocados em maior número foram: analgésicos (11,15%), seguidos dos diuréticos (6,42%), antibacterianos para uso sistêmico (5,82%), anti-inflamatórios (5,08%) e antiácidos (4,10%). Embora seja considerável o número de medicamentos estocados nos domicílios, foi pequeno o número de medicamentos sem prescrição médica procedentes do Sistema Público de Saúde, sendo este um reflexo favorável dos serviços de Assistência Farmacêutica do Município. Apesar disso, foi verificado um elevado percentual (41,6%) de medicamentos adquiridos em farmácias sem a devida prescrição médica (automedicação). Foi encontrado um percentual de 18,5% de medicamentos vencidos. Verificou-se, também, que parte do estoque domiciliar resulta de prescrições com quantidades superiores às necessárias para o tratamento (20%), do não cumprimento do tratamento prescrito (17%) e da aquisição por conta própria (9%). O estudo sugere a necessidade de orientação dos usuários em relação à utilização e ao armazenamento dos medicamentos, à sistematização dos registros de dados e oferece subsídios para adoção de decisões vinculadas ao processo de planejamento e execução das ações na Assistência Farmacêutica. Resumo em inglês The objective of this study was to examine the stock of drugs in the community that is assisted by Programa Saúde da Família (PSF - Family Health Programme) in the city of Ibiá, state of Minas Gerais. The purpose was to describe users' characteristics, storage conditions, therapeutic classes and pharmaceutical forms, the origin of the drugs, as well as the cost of the drugs provided by the Public Health System. A total number of 285 households were visited from July to (mais) September 2004. It was verified that the average number of drugs per household was 8.4 and that 93.5% of the surveyed families had at least one sort of drug in stock. The most stored drugs were: analgesics (11.15%), diuretics (6.42%), antibacterials for systemic use (5.82%), anti-inflamatory drugs (5.08%) and antacids (4.10%). Although there is a considerable number of drugs stored in the households, the number of drugs without prescription coming from the Public Health System was small. This is a good consequence of the Pharmaceutical Assistance services in the municipality. On the other hand, it was prescription (self-medication). In addition, 18.5% of the drugs were no longer valid for use. Part of the drug storage at home results from prescriptions in amounts that are higher than what is necessary for treatment (20.0%), from non-completion of the prescribed treatment (17.0%) and from acquisition of drugs for self-medication (9.0%).The study suggests the need to educate users in relation to drugs utilization and storage, and the need to systematize data records in order to manage the resources more efficiently, which will lead to adequate decisions related to the Pharmaceutical Assistance policy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Descompressão da bainha do nervo óptico para tratamento do papiledema no pseudotumor cerebral/ Optic nerve sheath decompression for the treatment of papilledema in pseudotumor cerebri

Monteiro, Mário Luiz Ribeiro
2002-08-01

Resumo em português Objetivos: Avaliar a eficácia da descompressão da bainha do nervo óptico (DBNO) realizada em olhos com papiledema e perda visual, de pacientes com pseudotumor cerebral. Métodos: Foram estudados 17 pacientes (24 olhos) submetidos à descompressão da bainha do nervo óptico entre janeiro de 1991 e janeiro de 1999. Todos tinham diagnóstico de pseudotumor cerebral e foram operados por apresentar perda da acuidade (AV) e/ou do campo visual (CV). Duas pacientes não toler (mais) aram o tratamento clínico com diuréticos e corticóides e, nos demais, a medicação não surtiu efeito satisfatório. Quatro pacientes já haviam sido submetidas à derivação lombo-peritoneal. Resultados: A cirurgia foi unilateral em dez pacientes e bilateral em sete. Quatro tiveram cirurgia bilateral e simultânea devido à gravidade da perda visual. A acuidade visual e/ou o campos visuais melhorou em 14, permaneceu inalterada em 9 e piorou em apenas 1 dos 24 olhos operados. A paciente que apresentou piora já tinha perda visual acentuada e rapidamente progressiva, com apenas uma ilha paracentral de visão e conta dedos no pré-operatório. Houve resolução do edema em todos os olhos operados, seguido de atrofia óptica em muitos deles. Os pacientes que não melhoraram a função visual foram aqueles operados já com perda acentuada da função visual. Hemorragia moderada trans-operatória ocorreu em duas cirurgias. Conclusões: A descompressão da bainha do nervo óptico pode ser útil para proteger a função visual de pacientes com papiledema por pseudotumor cerebral que não respondem adequadamente ao tratamento clínico, além de poder servir como tratamento complementar para pacientes já submetidos à derivação lombo-peritoneal. Resumo em inglês Purpose: To evaluate the efficacy of optic nerve sheath decompression (ONSD) performed in eyes with papilledema and visual loss in patients with pseudotumor cerebri. Methods: Seventeen patients (24 eyes) submitted to optic nerve sheath decompression from January 1991 until January 1999 were analyzed. All of them had the diagnosis of pseudotumor cerebri and were operated on due to reduction of visual acuity (VA) and/or visual fields (VF). Two patients did not tolerate clin (mais) ical treatment with diuretics and corticosteroids and the others did not present a satisfactory response to these treatments. Four patients had been previously submitted to lumboperitoneal shunt. Results: Surgery was unilateral in 10 patients and bilateral in 7. Four patients were submitted to bilateral simultaneous surgery because of the severity of visual loss. Visual acuity and/or visual fields improved in 14 eyes, remained unchanged in 9 and became worse in one of 24 operated eyes. The patient that worsened already had rapidly progressive severe visual loss with a remaining paracentral island of vision and visual acuity of counting finger in the preoperative period. Papilledema resolved in every operated eye, followed by optic atrophy in many of them. Patients who did not improve vision were those who already had severe visual loss at the time of surgery. Moderate intraoperative hemorrhage occurred in two surgeries. Conclusions: Optic nerve sheath decompression can be useful to protect visual function in patients with papilledema from pseudotumor cerebri who do not respond properly to clinical treatment. It can also be helpful as an adjunctive treatment in patients with lumboperitoneal shunt surgery.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Os médicos brasileiros seguem as diretrizes brasileiras de hipertensão?/ Do Brazilian physicians follow the Brazilian guidelines on hypertension?

Mion Junior, Décio; Silva, Giovanio Vieira da; Gusmão, Josiane Lima de; Machado, Carlos Alberto; Amodeo, Celso; Nobre, Fernando; Praxedes, José Nery; Mota, Marco Antonio
2007-02-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar os procedimentos adotados pelos médicos brasileiros para o diagnóstico e tratamento da hipertensão em relação aos preconizados pelas IV Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. MÉTODOS: Questionário aplicado por entrevista telefônica a médicos brasileiros, buscando levantar recebimento e adesão às diretrizes, bem como avaliar vários aspectos relacionados ao manejo do paciente hipertenso. RESULTADOS: 68,3% dos médicos receberam às diretrizes (mais) e responderam completamente o questionário, perfazendo uma amostra de 483 médicos, sendo 47% cardiologistas, 31,7% clínicos e 21,3% nefrologistas. A adesão a certos pontos das diretrizes é alta, tais como à utilização de mais de uma medida em ocasiões diferentes para o diagnóstico de hipertensão (94,0%) e orientação quanto a mudanças no estilo de vida como estratégia terapêutica. Quanto aos valores utilizados para diagnóstico e alvo-terapêutico, o seguimento as recomendações não é uniforme, com uma nítida preferência por valores inferiores aos preconizados, particularmente para pacientes com co-morbidades. A procura por fatores de risco cardiovascular também se mostrou baixa, com apenas 64,7% e 56,4% dos médicos referindo pesquisar, respectivamente, a presença de diabetes e dislipidemia. Os diuréticos são a classe de droga preferencialmente citada (59,3%) como tratamento medicamentoso inicial da hipertensão. CONCLUSÃO: O seguimento as diretrizes é apenas parcial. Questões como uma melhor distribuição do documento, normatização de valores para diagnóstico e alvo-terapêutico e formas de abordar o paciente hipertenso dentro de seu risco cardiovascular global deverão ser mais bem abordadas quando da confecção de futuras diretrizes. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate whether procedures adopted by Brazilian physicians in the diagnosis and treatment of hypertension are in compliance with those advocated by the IV Brazilian Hypertension Guidelines. METHOD: Survey carried out by means of telephone interviews with Brazilian physicians. The survey featured application of a questionnaire aimed to assess receipt of and compliance with the guidelines, and to evaluate various aspects regarding the treatment of hypertensiv (mais) e patients. RESULTS: 68.3% of the respondents had received the guidelines and answered the questionnaire in full. The total sample consisted of 483 physicians - 47% cardiologists, 31.7% internists, and 21.3% nephrologists. The survey showed high compliance with certain guideline topics such as more than one measurement at different times for the diagnosis of hypertension (94%), and providing guidance regarding lifestyle changes as a therapeutic strategy. As to arterial pressure levels used for diagnosis and therapeutic target, compliance with guideline recommendations lacks uniformity. The survey showed a clear preference for pressure levels lower than those recommended, especially in patients with comorbidities. Attempts to assess cardiovascular risk also proved to be low. Only 64.7% of the respondents reported that they seek to determine the presence of diabetes mellitus, and 56.4% check for dyslipidemia. The majority (59.3%) mentioned diuretics as the preferred drug class for initial drug treatment of hypertension. CONCLUSION: We concluded that there is only partial compliance with Brazilian Hypertension Guidelines and that certain factors should be taken into consideration when drawing up future guidelines, such as: improved distribution; standardization of values for diagnosis and therapeutic target; more extensive coverage of ways for physicians to approach hypertensive patients to better evaluate their overall cardiovascular risk.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

O Conhecimento de diferenças raciais pode evitar reações idiossincrásicas na anestesia?/ Could the understanding of racial differences prevent idiosyncratic anesthetic reactions?/ El conocimiento de diferencias raciales puede evitar reacciones idiosincrásicas en la anestesia?

Vale, Nilton Bezerra do; Delfino, José; Vale, Lúcio Flávio Bezerra do
2003-04-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: No campo da variabilidade inter-étnica da resposta de drogas anestésicas e adjuvantes existem várias questões sem resposta. Estamos na iminência de sermos capazes de identificar diferenças raciais herdadas que podem prever a resposta de cada paciente aos anestésicos pelo atual desenvolvimento farmacogenético. CONTEÚDO: O conhecimento de fatores inter-étnicos que alteram a resposta à droga permitirá ao anestesiologista evitar reaçõe (mais) s idiossincrásicas: (1) Branco caucasiano - aumento do efeito diurético da dopamina; apnéia prolongada após succinilcolina ou mivacúrio; arritmias cardíacas após uso de halotano e catecolaminas na síndrome de Riley-Day; ataques agudos de porfiria após tiopental. (2) Negro americano: diferentes abordagens terapêuticas, hipertensão arterial essencial advêm da pior resposta aos anti-hipertensivos de IECA, inibidores do AT1, bloqueadores beta e à clonidina, contrastando com a melhor resposta anti-hipertensiva dos diuréticos, antagonistas de canais de cálcio e clarvedilol; ação vasodilatadora atenuada do isoproterenol (beta2) e uma maior resposta vasodilatadora à nitroglicerina sublingual; menor ação fibrinolítica do t-PA; recuperação mais lenta da anestesia venosa pela associação de remifentanil e propofol; menor glicuronidação do paracetamol e menos analgesia da codeína nos fracos metabolizadores (CYP2D6); a melanina retarda o início da analgesia epidérmica do creme anestésico EMLA; menor midríase pela adrenalina; maior broncoespasmo à metacolina em crianças asmáticas; deficit da G-6-PD nas hemácias eleva o risco de hemólise a drogas oxidativas (10% da população negra). (3) Asiáticos: alterações cinéticas tóxicas da meperidina e codeína; maior duração da ansiólise do diazepam; espasmo coronariano pela injeção de metilergonovina no pós-parto; inter-relação do receptor GABA, das desidrogenases e do comportamento de beber nipônico, contribui para sua maior sensibilidade etanólica. Isoenzimas do citocromo P450 apresentam polimorfismo genético no metabolismo de neuropsicotrópicos e a lenta acetilação da N-acetiltransferase na população equatorial (95%) aumenta a toxicidade de isoniazida e hidralazina. CONCLUSÕES: A presente revisão pretende dar algumas respostas específicas na área da idiossincrasia anestésica relacionada ao efeito da etnicidade sobre a farmacocinética, a farmacodinâmica das drogas e a segurança do paciente cirúrgico, objetivando otimizar uma neuropsicofarmacologia mais individualizada. Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: En el campo de la variabilidad inter-étnica de la respuesta de drogas anestésicas y coadyuvantes existen varias cuestiones sin respuesta. Estamos en la inminencia de ser o no capaces de identificar diferencias raciales heredadas que pueden prever la respuesta de cada paciente a los anestésicos por el actual desenvolvimiento farmacogenético. CONTENIDO: El conocimiento de factores inter-étnicos que alteran la respuesta a la droga permitirá a (mais) l anestesiologista evitar reacciones idiosincrásicas: (1) Blanco caucasiano - aumento del efecto diurético de la dopamina; apnea prolongada después de succinilcolina o mivacúrio; arritmias cardíacas después del uso de halotano y catecolaminas en la síndrome de Riley-Day; ataques agudos de porfiria después de tiopental. (2) Negro americano: diferentes abordajes terapéuticas, hipertensión arterial esencial adviene de la peor respuesta a los anti-hipertensivos de IECA, inhibidores del AT1, bloqueadores beta y a la clonidina, contrastando con la mejor respuesta anti-hipertensiva de los diuréticos, antagonistas de canales de calcio y clarvedilol; acción vasodilatadora atenuada del isoproterenol (beta2) y una mayor respuesta vasodilatadora a la nitroglicerina sublingual; menor acción fibrinolítica del t-PA; recuperación mas lenta de la anestesia venosa por la asociación de remifentanil y propofol; menor glucuronidación del paracetamol y menos analgesia de la codeína en los flacos matabolizadores (CYP2D6); la melanina retarda el inicio de la analgesia epidérmica de la crema anestésica EMLA; menor midriasis por la adrenalina; mayor broncoespasmo a la metacolina en niños asmáticos; deficit de la G-6-PD en las hemácias eleva el riesgo de hemólisis a drogas oxidativas (10% de la población negra). (3) Asiáticos: alteraciones cinéticas tóxicas de la meperidina y codeína; mayor duración de la ansiólisis del diazepam; espasmo coronariano por la inyección de metilergonovina en el pós-parto; inter-relación del receptor GABA, de las desidrogenasis y del comportamiento de beber nipónico, contribuye para su mayor sensibilidad etanólica. Isoenzimas del citocromo P450 presentan polimorfismo genético en el metabolismo de neuropsicotrópicos y a lenta acetilación de la N-acetiltransferasis en la población ecuatorial (95%) aumenta a toxicidad de isoniazida e hidralazina. CONCLUSIONES: La presente revisión pretende dar algunas respuestas específicas en la área de la idiosincrasia anestésica relacionada al efecto de la etnicidad sobre la farmacocinética, la farmacodinámica de las drogas y a la seguridad del paciente quirúrgico, objetivando optimizar una neuropsicofarmacologia más individualizada. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: There are several unanswered questions about the interethnic variability in anesthetic and adjuvant drugs responses. Current pharmacogenetic developments are taking us to the verge of being able to identify inherited racial differences which could predict individual patient’s anesthetic response. CONTENTS: The understanding of interethnic factors affecting drug response will allow anesthesiologists to prevent idiosyncratic reactions: (1) Caucas (mais) ian: increased dopamine diuretic effect; prolonged apnea following succinylcholine or mivacurium; cardiac arrhythmias after halothane and catecholamines in Riley-Day syndrome; acute porphyria episodes after thiopental. (2) Afro-American: different therapeutic approaches, essential arterial hypertension caused by the poorert response to ACEI anti-hypertensives, AT1 blockers, beta-blockers and clonidine, contrasted with the best anti-hypertensive response of diuretics, calcium channel blockers, claverdilol; attenuated isoproterenol-mediated vasodilatation (beta2) and a better vasodilating response to sublingual nitroglycerine; lower t-PA-induced thrombolytic effect; slower recovery from intravenous anesthesia with propofol and remifentanil; less glycuronide conjugation of paracetamol and less pain relief by codeine in weak metabolizers (CYP2D6); melanin slows onset of epidermal analgesia with EMLA anesthetic cream; less epinephrine-induced mydriasis; major metacholine-induced bronchocospasm in asthmatic children; G-6-PD deficit in erythrocytes increases the risk for hemolysis to oxidative drugs in 10% of the Afro-American population. (3) Asians: toxic kinetic changes of meperidine and codeine; longer diazepam-induced anxiolysis; postpartum intravenous ergonovine-induced coronary artery spasm; inter-relationships of GABA receptor, dehydrogenases and Japanese drinking behavior contribute to their higher sensitivity to alcohol. Cytochrome P450 isoenzymes show genetic polymorphisms in neuropsychotropic drugs metabolism and the slow acetylation of N-acetyltransferase in equatorial populations (95%) increases isoniazid and hydrazine toxicity. CONCLUSIONS: This review aimed at answering specific questions in the area of anesthetic idiosyncrasy related to the effect of ethnicity on drugs’ pharmacokinetics and pharmacodynamics, in addition to surgical patients safety by optimizing a more individualized neuropsychopharmacotherapy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Distúrbios na secreção e ação do hormônio antidiurético/ Abnormalities of ADH secretion and action

Naves, Luciana A.; Vilar, Lucio; Costa, Augusto Cézar F.; Domingues, Lucilia; Casulari, Luiz Augusto
2003-08-01

Resumo em português A manutenção da constância da osmolalidade plasmática e do equilíbrio hidroeletrolítico deve-se à regulação do volume extracelular e da natremia, através da integração entre as ações do hormônio antidiurético (ADH), o sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA) e o mecanismo da sede. Distúrbios na síntese, secreção ou ação do ADH podem resultar em síndromes poliúricas, em que ocorre excreção aumentada de urina hipotônica, resultante da ingest (mais) ão excessiva de água, secreção ou ação inadequadas do ADH ou alterações nos canais de água da aquaporina-2 (AQP2). A hiponatremia pode ocorrer por depleção de sal, mecanismos dilucionais ou metabólicos, além de ser uma freqüente ocorrência após a cirurgia hipofisária, tendo sido descrita em 9 a 35% de pacientes operados. A causa pode ser devida a uma lesão transitória ou definitiva da hipófise posterior, a síndrome de secreção inapropriada do hormônio antidiurético (SIADH) ou, mais freqüentemente, a síndrome cerebral perdedora de sal (SCPS). A apresentação clínica de ambas as síndromes é similar e o diagnóstico diferencial pode apresentar dificuldades. A determinação do estado volêmico é essencial para o diagnóstico, já que os pacientes portadores de SIADH caracterizam-se por serem euvolêmicos ou hipervolêmicos, enquanto aqueles com a SCPS são hipovolêmicos. Os critérios para o diagnóstico incluem parâmetros clínicos, determinação da osmolalidade plasmática e urinária e os testes de restrição hídrica, sobrecarga hipertônica e o da furosemida, importante na discriminação entre SIADH e SCPS. O tratamento das síndromes poliúricas depende da etiologia e inclui o uso de análogos do ADH, diuréticos, ou outras drogas tais como clorpropramida, clofibrato, corticóides e carbamazepina. O tratamento da SIADH necessita de restrição de líqüidos e/ou furosemida para diminuir o volume de água extracelular. O tratamento da SCPS, ao contrário, implica em reposição de volume com fornecimento de suplementação de sódio e líqüidos, sendo que a fludrocortisona pode ser uma boa alternativa terapêutica. Resumo em inglês The maintenance of normal plasma osmolality depends on the interaction of some complex mechanisms that regulates the extracellular fluid and sodium levels, involving antidiuretic hormone (ADH) actions, thirst, and the renin-angiotensin-aldosterone system. The hyponatremia may be caused by salt depletion, dilution mechanisms, or metabolic disturbances and is a frequent occurrence after the pituitary surgery, affecting 9 to 35% of these patients. Its causes can be the syndr (mais) ome of inappropriate secretion of antidiuretic hormone (SIADH) or, more frequently, the cerebral salt-wasting syndrome (CSWS). The clinical presentation of both syndromes is similar and the differential diagnosis may be difficult. The determination of the volemic state is essential for the diagnosis, since the patients with the SIADH are characterized for being euvolemic or hypervolemic, while those with CSWS are hypovolemic. Several methods are used to detect the volemic state of those patients, such as the determination of plasma and urinary osmolality, water deprivation test, hypertonic load test and the test of the furosemide that can be discriminatory for the SIADH and CSWS. The treatment of polyuric syndromes depends on their etiology, and includes vasopressin analogs (dDAVP), diuretics (chlorothiazide, hydrochlorothiazide and amiloride), and other drugs such as clorpropramide, hydroclorothiazide, clofibrate, glucocorticoids, carbamazepine and indomethacin. The treatment of SIADH needs fluid restriction and/or furosemide to reduce the extracellular volume. In contrast, the treatment of CSWS requires volume replacement with supply of sodium and liquids, and the fludrocortisone can be a good therapeutic alternative. The diagnosis and treatment of these syndromes are discussed in view of the literature.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Abordagem clínico-laboratorial no diagnóstico diferencial de hipercalcemia

Martin, Luciana N. C.; Kayath, Marcia J.
1999-12-01

Resumo em português A hipercalcemia é anormalidade metabólica comum, porém pouco diagnosticada por ser freqüentemente assintomática. Aproximadamente 90% dos casos são decorrentes de hiperparatireoidismo primário (HPT) ou doença maligna complicada por hipercalcemia, estando prevalentes em pacientes ambulatoriais e hospitalizados, respectivamente. Laboratorialmente, o HPT e hipercalcemia humoral maligna apresentam algumas semelhanças, tais como: aumento do AMPc nefrogênico, hipofosfa (mais) temia e hipercalciúria. Porém, o quadro clínico da hipercalcemia associada à malignidade é mais severo e, geralmente, o paciente apresenta-se clinicamente debilitado pela doença, com múltiplas metástases. A dosagem sérica de PTH intacto (PTHi) é fundamental para o diagnóstico definitivo, estando o PTHi elevado ou normal no HPT primário, e suprimido na malignidade. Os mecanismos de hipercalcemia da doença maligna são: secreção de fatores humorais que alteram a homeostase do cálcio e fatores locais produzidos pelos tumores metastáticos ou hematológicos no osso, causando aumento da reabsorção osteoclástica. A proteína relacionada ao hormônio da paratireóide (PTHrP) tem sido implicada na maioria dos casos de hipercalcemia devido a tumores sólidos. Outros fatores como interleucina-6, fator de crescimento tumoral, fator de necrose tumoral e interleucina-1 podem modular os efeitos do PTHrP nos órgãos-alvo, e em alguns tumores, ativam diretamente o osteoctastos como por exemplo no mieloma múltiplo. A hipercalcemia pode estar menos freqüentemente associada a algumas doenças endócrinas como tireotoxicose, feocromocitoma, doença de Addison e neoplasia endócrino múltipla tipos I e IIA. Algumas drogas podem causar esse distúrbio metabólica, merecendo destaque a vitamina D, os diuréticos tiazídicos e o lítio. A sarcoidose é exemplo de doença granulomatosa que pode associar-se à hipercalcemia em 10% dos casos e hipercalciúria em 50%. O diagnóstico diferencial das hipercalcemias é essencial para que haja uma abordagem terapêutica eficaz dessa anormalidade metabólica. Resumo em inglês Hypercalcemia is a common underdiagnosed metabolic abnormality, since it is frequently asymptomatic. Approximately 90% of the cases are due to primary hyperparathyroidism (HPT) or malignancies, and it is more prevalent in outpatients or inpatients, respectively. HPT and malignant humoral hypercalcemia share some similarities such as: increase of nephrogenic cAMP, hypophosphatemia and hypercalciuria. However, patients with hypercalcemia associated with malignancy are usual (mais) ly clinically very ill with mestatasis in multiple organs. The intact PTH (iPTH) serum measurement is very important for definitive diagnosis, since iPTH is elevated or normal in primary hyperparathyroidism and supressed in malignancies. Hypercalcemia in malignancies may be due to humoral factors secreted by tumors that act on target organs and change normal calcium homeostasis. Also, local factors secreted by tumors in bone, either metastatic or hematological, may stimulate osteoclastic bone resorption. The parathyroid hormone-related protein (PTHrP) is responsible for the majority cases of hypercalcemia associated to solid tumors. Other factors like interleukin-6, tumoral growth factor, tumoral necrosis factor and interleukin-1 can modulate the end-organ effects of PTHrP and in some tumors they can directly stimulate the osteoclasts such as in the case of multiple myeloma. Hypercalcemia can less frequently be associated with some endocrine diseases like thyrotoxicosis, pheochromocytoma, Addison's disease and multiple endocrine neoplasia types I and IIA. Some drugs may cause this metabolic abnormality, mainly vitamin D, thiazide diuretics, and lithium. Sarcoidosis is a granulomatous-forming disease that may present with hypercalcemia in 10% of the patients and with hypercalciuria in 50% of the cases. The differential diagnosis of hypercalcemias is essencial for the appropriate treatment of this metabolic abnormality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Influência da ascite na avaliação da função pulmonar em portadores de hipertensão portal/ Influence of ascites in the pulmonary function of patients with portal hypertension

Nitrini, Angela Maria Stiefano; Stirbulov, Roberto; Rolim, Ernani Geraldo
2004-02-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A oxigenação inadequada nos pacientes com hipertensão portal pode ser secundária a alterações na mecânica respiratória, determinadas pela presença da ascite. OBJETIVO: Avaliar a função pulmonar de doentes com hipertensão portal antes e após redução do volumeda ascite. Método: Quinze doentes com hipertensão portal e ascite foram submetidos a provas de função pulmonar, constituindo-se de espirometria e gasometria arterial, antes e após redu (mais) ção do volume da ascite. Os parâmetros analisados foram: capacidade vital forçada (CVF); volume expiratório no primeiro segundo (VEF1); fluxo expiratório entre 25 e 75% da CVF (FEF 25-75% ); volume de reserva expiratória (VRE); relação VEF1 / CVF; pressão arterial de oxigênio (PaO2), pressão arterial de dióxido de carbono (PaCO2) e saturação arterial de oxigênio (SaO2). RESULTADOS: Houve melhora significativa dos volumes pulmonares analisados após a diminuição da ascite com o tratamento diurético associado ou não à paracentese. CONCLUSÃO: Concluímos que nos doentes com hipertensão portal e ascite, há diminuição dos volumes pulmonares emrelação aos valores preditos, com melhora significativa após diminuição da ascite. Do mesmo modo, observamos aumento na PaO2 e na SaO2. Resumo em inglês BACKGROUND: Oxygen deficiency in patients with portal hypertension may be secondary to changes in respiratory mechanics due to ascites. OBJECTIVES: Evaluate pulmonary function in patients with portal hypertension before and after reduction of the ascites. METHOD: Fifteen patients with portal hypertension and ascites were submitted to pulmonary function tests, comprising spirometry and arterial blood gas determination, before and after reduction of ascites. The analysed pa (mais) rameters were: forced vital capacity (FVC); forced expiratory volume in one second (FEV1); forced expiratory flow between 25-75% of the forced vital capacity (FEF 25-75%); expiratory reserve volume (ERV); FEV1/CVF; arterial oxygen pressure (PaO2); arterial carbon-dioxide pressure (PaCO2) and arterial oxygen saturation (SaO2). RESULTS: There was remarkable improvement in pulmonary volumes after decrease of ascites by treatment with diuretics associated or not to paracentesis. CONCLUSION: We concluded, that in patients with portal hypertension and ascites, there is a decrease of pulmonary volumes compared to predicted values, with significant improvement after decrease of ascites. Similarly, an increase of the arterial oxygen pressure and of the arterial oxygen saturation was perceived.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Transtornos alimentares na visão de meninas adolescentes de Florianópolis: uma abordagem fenomenológica/ Eating disorders in the view of teenage girls from Florianópolis, Santa Catarina State: a phenomenological approach

Nunes, Arlene Leite; Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de
2010-03-01

Resumo em português O presente trabalho objetiva compreender o significado da experiência vivida por adolescentes do sexo feminino com transtorno alimentar (TA), com ênfase nos aspectos relacionados à alimentação, a partir de uma perspectiva fenomenológica. Entrevistamos sete adolescentes com TA, atendidas em hospitais e clínicas de Florianópolis (SC). Na análise das entrevistas, procuramos identificar as unidades de significado, categorizandoas para apreensão da estrutura geral da (mais) vivência, extraindo a estrutura do vivido. Foram identificadas nove unidades de significado: o que representa a comida, hábito alimentar, alimentos que deixaram de ser consumidos, alimentos que passaram a ser consumidos, consumo de refrigerantes, escolhas alimentares, composição das refeições, hábito alimentar da família e alimentação saudável. As unidades de significado revelaram, entre outros, o sofrimento das adolescentes, seja por engordar, não se achar magra suficiente, comer demais, não comer, provocar vômito, tomar laxante/diurético, tentar suicídio, ver pais sofrendo, não se sentirem compreendidas. A pesquisa proporcionou contemplar o fenômeno pelo prisma da relação com a comida, confirmando como esta relação está ligada ao emocional. Também mostrou como é viver com TA na visão das adolescentes, procurando enxergar esses transtornos segundo suas óticas e sentimentos. Resumo em inglês The article aims to understand the meaning of the teenagers' experience of having ED (eating disorders), underscoring the aspects related to eating, from a phenomenological perspective. Seven female teenagers with ED being taken care in Florianópolis, Santa Catarina State, were interviewed. A categorization was made to reach the perception of the general structure of the experience, extracting the structure of the past experience. Nine signification units that assessed t (mais) he life experience were identified: the representation of the food, eating habits, food that no longer were eaten, food that they had began eating, the use of soda, food choices, the composition of the meals, family eating habits and healthy food. These showed the suffering that permeates the existence of all the interviewed teenagers, whether for gaining weight, or not considering themselves thin enough, eating too much, not eating at all, forcing vomiting, taking laxatives and diuretics, trying to commit suicide, seeing the parents suffering, not feeling understood by the others, or by themselves. This research allowed us to study this phenomenon from another angle, the relation with the food, confirming how much the way our relation to food is connected to emotional matters. It also allowed showing how it is to live with an ED from the view of each of the interviewed teenagers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Transtornos alimentares na visão de meninas adolescentes de Florianópolis: uma abordagem fenomenológica/ Eating disorders in the view of teenage girls from Florianópolis, Santa Catarina State: a phenomenological approach

Nunes, Arlene Leite; Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de
2010-03-01

Resumo em português O presente trabalho objetiva compreender o significado da experiência vivida por adolescentes do sexo feminino com transtorno alimentar (TA), com ênfase nos aspectos relacionados à alimentação, a partir de uma perspectiva fenomenológica. Entrevistamos sete adolescentes com TA, atendidas em hospitais e clínicas de Florianópolis (SC). Na análise das entrevistas, procuramos identificar as unidades de significado, categorizandoas para apreensão da estrutura geral da (mais) vivência, extraindo a estrutura do vivido. Foram identificadas nove unidades de significado: o que representa a comida, hábito alimentar, alimentos que deixaram de ser consumidos, alimentos que passaram a ser consumidos, consumo de refrigerantes, escolhas alimentares, composição das refeições, hábito alimentar da família e alimentação saudável. As unidades de significado revelaram, entre outros, o sofrimento das adolescentes, seja por engordar, não se achar magra suficiente, comer demais, não comer, provocar vômito, tomar laxante/diurético, tentar suicídio, ver pais sofrendo, não se sentirem compreendidas. A pesquisa proporcionou contemplar o fenômeno pelo prisma da relação com a comida, confirmando como esta relação está ligada ao emocional. Também mostrou como é viver com TA na visão das adolescentes, procurando enxergar esses transtornos segundo suas óticas e sentimentos. Resumo em inglês The article aims to understand the meaning of the teenagers' experience of having ED (eating disorders), underscoring the aspects related to eating, from a phenomenological perspective. Seven female teenagers with ED being taken care in Florianópolis, Santa Catarina State, were interviewed. A categorization was made to reach the perception of the general structure of the experience, extracting the structure of the past experience. Nine signification units that assessed t (mais) he life experience were identified: the representation of the food, eating habits, food that no longer were eaten, food that they had began eating, the use of soda, food choices, the composition of the meals, family eating habits and healthy food. These showed the suffering that permeates the existence of all the interviewed teenagers, whether for gaining weight, or not considering themselves thin enough, eating too much, not eating at all, forcing vomiting, taking laxatives and diuretics, trying to commit suicide, seeing the parents suffering, not feeling understood by the others, or by themselves. This research allowed us to study this phenomenon from another angle, the relation with the food, confirming how much the way our relation to food is connected to emotional matters. It also allowed showing how it is to live with an ED from the view of each of the interviewed teenagers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Edema pulmonar por pressão negativa após extubação traqueal: relato de caso/ Negative pressure pulmonary edema after tracheal extubation: case report

Barbosa, Fabiano Timbó; Barbosa, Luciano Timbó; Almeida, Jadielson Higino de; Silva, Kleyner Leão Gomes da; Brandão, Roberta Ribeiro Marques; Santos, Leyna Leite
2007-03-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O edema pulmonar por pressão negativa após obstrução de via aérea é atualmente uma entidade bem descrita, porém pouco diagnosticada e com poucos casos relatados. O objetivo deste artigo foi relatar um caso de edema pulmonar por pressão negativa (EPPN) após extubação traqueal com sucesso terapêutico, após uso de ventilação mecânica não-invasiva com pressão positiva. RELATO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 22 anos, foi submeti (mais) da à colecistectomia aberta. Os exames pré-operatórios encontravam-se sem alterações. Imediatamente após extubação a paciente apresentou dispnéia súbita e crepitações pulmonares. Foi iniciado tratamento para edema agudo de pulmão com oxigenoterapia sob máscara de Venturi, elevação do tórax e diurético. A paciente foi encaminhada a UTI devido a falha no tratamento. Ao chegar a UTI foi iniciada ventilação mecânica não-invasiva (VMNI) com pressão de suporte (15 cmH2O) e pressão expiratória final positiva (5 cmH2O) com resolução dos sintomas. A paciente foi mantida em observação por mais 24 horas depois do evento com boas condições e recebeu alta para o quarto sem sintomas. CONCLUSÕES: O EPPN é uma entidade de difícil diagnóstico e deverá ser observada sempre que os pacientes evoluem com sinais e sintomas de insuficiência respiratória pós-extubação. Esta paciente se beneficiou de VMNI, mas caso haja falha terapêutica, a intubação traqueal e o suporte ventilatório mecânico invasivo deverão ser instituídos para melhor oxigenação dos pacientes. Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: Negative pressure pulmonary edema after acute upper airway obstruction is a well-described event, thought infrequently diagnosed and reported. This report aimed at presenting a case of postextubation negative pressure pulmonary edema refractory to use of diuretics and with successful therapeutic after using positive pressure noninvasive mechanic ventilation. CASE REPORT: A 22-year-old-woman underwent an operation to opened colecistectomy. The pr (mais) eoperative exams were abnormality us. Immediately after the extubation the patient presented with dyspnea and lungs stertors. The treatment for the acute pulmonary edema started with oxygen therapy under Venturi mask, lifting up chest and diuretic. The patient was transferred to Intensive Care Unit due to the lack of success with the treatment. A noninvasive ventilation (NIV) was started with support pressure of 15 cmH2O and PEEP of 5 cmH2O with resolution of symptoms. The patient was maintained under observation for 24 hours after the event with good conditions and received discharge to room without symptoms. CONCLUSIONS: Negative pressure pulmonary edema (NPPE) is a difficult diagnosed event and it must be always considered when patient develop with symptoms and signals of respiratory insufficiency postextubation. In our case was possible to treat with positive pressure non-invasive mechanical ventilation, but in case of the NIV failure the tracheal intubation and the invasive mechanical ventilatory support be initiated to improve the oxygen levels of the patient.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Terapia de resgate com amiodarona em crianças com grave disfunção ventricular esquerda causada por veneno de escorpião/ Antiadrenergic rescue therapy with amiodarone in children with severe left ventricular dysfunction secondary to scorpion envenomation/ Terapia de rescate con amiodarona en niños con severa disfunción ventricular izquierda ocasionada por veneno de escorpión

Santiago, Justo J.; Dávila, Carmen A. Mazzei de; Davila, Diego F.; Donis, Jose H.; Villaroel, Vanesa
2010-01-01

Resumo em português FUNDAMENTO: As crianças picadas por escorpião, pressintam ativação maciça do sistema nervoso simpática com vários graus de disfunção sistólica ventricular esquerda. OBJETIVO: Testar um protocolo de resgate em crianças com grave disfunção ventricular esquerda causada por picada de escorpião. Métodos: Quatro crianças após serem picadas por escorpião foram submetidas a: Encubação endotraqueal e suporte respiratório, eletrocardiograma, radiografia de tór (mais) ax, ecocardiograma e determinação sérica da norepinefrina e troponina I. As análises foram repetidas após 12, 24 e 48 horas. As seguintes medicações intravenosas foram administradas: dobutamina 4-6 μg/kg/min; amiodarona 3 mg/kg durante duas horas, com dose de manutenção de 5 mg/kg/dia; e furosemida 0,5 mg/kg. Amiodarona, dobutamina e furosemida foram administradas durante as primeiras 48 horas. Bloqueadores beta-adrenérgicos e inibidores da enzima conversora da angiotensina foram administrados até 48 após a internação, uma vez que o estado clínico havia melhorado e a fração de ejeção ventricular esquerda encontrava-se acima de 0,35%. RESULTADOS: Na admissão, a dosagem da norepinefrina foi 1.727,50± 794,96 pg/ml, a de troponina I 24,53 ± 14,09 ng/ml e a fração de ejeção do ventrículo esquerdo foi 0,20 ± 0,056. Após 12 horas, os níveis séricos de norepinefrina e de troponina I diminuíram para a metade dos valores iniciais e a fração de ejeção aumentou para 0,32 ± 0,059. Durante as 24 e 48 horas subseqüentes, a fração de ejeção elevou-se para 0,46 ± 0,045 (p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Los niños con picaduras de escorpión sufren activación masiva del sistema nervioso simpático con varios grados de disfunción sistólica ventricular izquierda. OBJETIVO: Probar un protocolo de rescate en niños con disfunción ventricular severa izquierda ocasionada por picadura de escorpión. MÉTODOS: Cuatro niños tras un escorpión picarlas se sometieron a: incubación endotraqueal y soporte respiratorio, electrocardiograma, radiografía de tórax, eco (mais) cardiograma y determinación sérica de la norepinefrina y troponina I. Los análisis se repitieron tras 12, 24 y 48 horas. Las siguientes medicaciones intravenosas se administraron: dobutamina 4-6 mcg/kg/min; amiodarona 3 mg/kg durante dos horas, con dosis de mantenimiento de 5 mg/kg/día; y furosemida 0.5 mg/kg. Amiodarona, dobutamina y furosemida se administraron durante las primeras 48 horas. Bloqueante betaadrenergicos e inhibidores de la enzima convertidora de la angiotensina se administraron hasta 48 tras la internación, una vez que el estado clínico había mejorado y la fracción de eyección ventricular izquierda se hallaba superior a un 0,35%. RESULTADOS: Al ingreso, la dosificación de la norepinefrina fue 1727,50± 794,96 pg/ml, la de troponina I 24,53 ± 14,09 ng/ml y la fracción de eyección del ventrículo izquierdo fue 0,20 ± 0,056. Tras 12 horas, los niveles séricos de norepinefrina y de troponina I disminuyeron para la mitad de los valores iniciales y la fracción de eyección aumentó para 0,32 ± 0,059. Durante las 24 y 48 horas subsiguientes, la fracción de eyección se elevó para 0,46 ± 0,045 (p Resumo em inglês BACKGROUND: Children with scorpion envenomation have massive sympathetic activation and variable degrees of left ventricular systolic dysfunction. OBJECTIVE: To evaluate a rescue protocol for children with severe left ventricular dysfunction secondary to scorpion envenomation. METHODS: Four children, after scorpion envenomation, were subjected to a rescue protocol for acute left ventricular dysfunction: Endotracheal intubation and respiratory assistance, electrocardiogram (mais) s, chest x-Ray, echocardiograms and blood samples for norepinephrine and troponin I serum levels. Samples and echocardiograms were repeated at 12, 24 and 48 hours. Intravenous medications: Dobutamine: 4-6 μg/kg/min. Amiodarone: 3 mg/kg during a 2 hour period. Maintenance: 5 mg/kg/day. Furosemide: 0.5 mg/kg/dose. Diuretics were given when the systemic blood pressure was above percentile fifty. Amiodarone, Dobutamine and Furosemide were administered during the first 48 hours. Beta-adrenergic blockers and angiotensin converting enzyme were given, at 48 hours after admission, once the left ventricular Ejection fraction > 0.35 and the clinical status had improved. RESULTS: On admission, norepinephrine was 1,727.50 ±794.96 pg/ml, troponin I 24.53 ± 14.09 ng/ml and left ventricular ejection fraction 0.20 ± 0.056. At twelve hours, norepinephrine and troponin I serum levels were down to half of the initial values and the ejection fraction increased to 0.32 ± 0.059. During the next 24 and 48 hours, the ejection fraction rose to 0.46 ± 0.045, (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Perfil epidemiológico, clínico e terapêutico da insuficiência cardíaca em hospital terciário/ Epidemiological, clinical e therapeutic profile of heart failure in a tertiary hospital/ Perfil epidemiológico, clínico y terapéutico de la insuficiencia cardíaca en hospital terciario

Nogueira, Patrícia Resende; Rassi, Salvador; Corrêa, Krislainy de Sousa
2010-09-01

Resumo em português FUNDAMENTO: A insuficiência cardíaca é uma síndrome complexa com múltiplos fatores de risco envolvidos em sua gênese, tornando difícil a prevenção e o manejo. OBJETIVO: Identificar as principais etiologias e os fatores de risco na insuficiência cardíaca; comparar características clínicas e demográficas dos pacientes conforme a etiologia; analisar se o tratamento utilizado está de acordo com o preconizado pelas diretrizes brasileiras. MÉTODOS: Estudo retros (mais) pectivo, descritivo e observacional realizado no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. Os pacientes foram reunidos em quatro grupos, conforme etiologia, para comparação: cardiomiopatia chagásica, cardiomiopatia hipertensiva, cardiomiopatia dilatada e outras e cardiomiopatia isquêmica. Os testes de Qui-quadrado e Exato de Fisher, a ANOVA e o teste de Kruskal-Wallis foram utilizados na análise dos grupos e das formas de tratamento. RESULTADOS: Foram analisados 144 prontuários de pacientes, com média de idade 61 ± 15 anos, sendo 54,2% do sexo masculino. A cardiomiopatia chagásica destacou-se como principal etiologia (41%). Hipertensão arterial (48,6%), anemia (22,9%), doença coronariana (19,4%), dislipidemia (17,3%) e diabete (16,6%) foram os principais fatores de risco. Os hipertensos apresentaram prevalência maior do sexo feminino (p=0,044) e maior frequência de estertores pulmonares (p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: La insuficiencia cardiaca es un síndrome complejo con múltiples factores de riesgo involucrados en su génesis, lo que vuelve difícil la prevención y el manejo. OBJETIVO: Identificar las principales etiologías y los factores de riesgos en la insuficiencia cardíaca; comparar las características clínicas y demográficas de los pacientes conforme la etiología; analizar si el tratamiento utilizado está de acuerdo al preconizado por las directrices brasil (mais) eñas. MÉTODOS: Estudio retrospectivo, descriptivo y observacional llevado a cabo en el Hospital de las Clínicas de la Universidad Federal de Goiás. Los pacientes se reunieron en cuatro grupos, conforme etiología, para la comparación: cardiomiopatía chagásica, cardiomiopatía hipertensiva, cardiomiopatía dilatada y otras; cardiomiopatía isquémica. Las pruebas del chi-cuadrado y Exacta de Fisher, ANOVA y de Kruskal-Wallis se utilizaron en el análisis de los grupos y de las formas de tratamiento. RESULTADOS: Se analizaron 144 prontuarios de pacientes, con promedio de edad 61 ± 15 años, siendo un 54,2% del sexo masculino. La cardiomiopatía chagásica se destacó como principal etiología (41%). Hipertensión arterial (48,6%), anemia (22,9%), enfermedad coronaria (19,4%), dislipidemia (17,3%) y diabetes (16,6%) fueron los principales factores de riesgos. Los hipertensivos presentaron prevalencia mayor del sexo femenino (p=0,044) y una mayor frecuencia de estertores pulmonares (p Resumo em inglês BACKGROUND: Heart failure is a complex syndrome with multiple risk factors involved in its genesis, making its prevention and management difficult to achieve. OBJECTIVE: To identify the main etiologies and risk factors in heart failure; to compare clinical and demographic characteristics of patients according to the etiology; analyze whether the treatment is according to that recommended by the Brazilian guidelines. METHODS: Retrospective, descriptive and observational st (mais) udy, carried out at Hospital das Clínicas of Universidade Federal de Goiás. The patients were divided in four groups, according to the etiology, for comparison: chagasic cardiomyopathy, hypertensive cardiomyopathy, dilated cardiomyopathy and others, ischemic cardiomyopathy. The Chi-square and Fisher's Exact tests, ANOVA and Kruskal-Wallis tests were used in the analysis of the groups and types of treatment. RESULTS: A total of 144 patients' files were analyzed; the patients' mean age was 61 ± 15 years and 54.2% of them were males. Chagasic cardiomyopathy was the main etiology (41%). Arterial hypertension (48.6%), anemia (22.9%), coronary disease (19.4%), dyslipidemia (17.3%) and diabetes (16.6%) were the main risk factors. There was a higher prevalence of female individuals among the hypertensive patients (p=0.044) as well as a higher frequency of pulmonary rales (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Inibidor da ECA e concentrações do peptídeo natriurético do tipo B, em idosos com insuficiência cardíaca/ ACE inhibitors and plasma B-type natriuretic peptide levels in elderly patients with heart failure/ Inhibidor de la enzima conversora de la angiotensina y concentraciones del péptido natriurético de tipo B, en personas adultas mayores con insuficiencia cardiaca

Savioli Neto, Felicio; Magalhães, Hélio M.; Batlouni, Michel; Piegas, Leopoldo S.
2009-05-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Ensaios clínicos demonstraram os benefícios dos inibidores da ECA (IECA) na atividade neuro-hormonal e na capacidade funcional de pacientes com insuficiência cardíaca (IC), com a magnitude desses efeitos sendo proporcional à dose desses agentes. Entretanto, a sistemática exclusão dos idosos, observada na maioria desses estudos, tem questionado a validação e incorporação de tais resultados na população geriátrica. OBJETIVO: Avaliar os efeitos de d (mais) iferentes doses de quinapril, um IECA com meia vida biológica >24 horas, nas concentrações plasmáticas do PNB, nas distâncias percorridas no teste da caminhada de 6 minutos (TC-6 min) e na incidência de reações adversas, em idosos com IC sistólica. MÉTODOS: Foram avaliados 30 pacientes (76,1 ± 5,3 anos; 15 mulheres), IC II-III (NYHA), FE ventricular esquerda Resumo em espanhol FUNDAMENTO: Ensayos clínicos revelaron los beneficios de los inhibidores de la enzima conversora de la angiotensina (IECA) en la actividad neurohormonal y en la capacidad funcional de pacientes con insuficiencia cardiaca (IC). La magnitud de esos efectos fue proporcional a la dosificación de esos agentes. Sin embargo, la sistemática exclusión de las personas adultas mayores, observada en la mayoría de esos estudios, ha conllevado al cuestionamiento de la validación (mais) e incorporación de dichos resultados en la población geriátrica. OBJETIVO: Evaluar los efectos de diferentes dosis de quinapril, un IECA con vida media biológica >24 horas, en las concentraciones plasmáticas del péptido natriurético de tipo B (PNB), en las distancias recorridas en el test de marcha de 6 minutos (TM6m) y en la incidencia de reacciones adversas, en personas adultas mayores con IC sistólica. MÉTODOS: Se evaluaron a 30 pacientes (76,1 ± 5,3 años; 15 mujeres), IC II-III (NYHA), fracción de eyección (FE) ventricular izquierda Resumo em inglês BACKGROUND: Clinical trials have demonstrated the benefits of ACE inhibitors (ACEI) in the neurohormonal activity and in the functional capacity of patients with heart failure (HF), and also that these effects are dose dependent. However, since elderly individuals have been systematically excluded from the majority of these studies, the validation and incorporation of these results in the geriatric population has been questioned. OBJECTIVE: To evaluate the effects of diff (mais) erent doses of quinapril, an ACEI with a > 24-hour biological half-life, on plasma BNP levels, on the distance walked in the 6-minute walk test (6MWT) and on the incidence of adverse reactions in elderly individuals with systolic HF. METHODS: A total of 30 patients (76.1 ± 5.3 years; 15 women), in NYHA functional class II-III HF, with left ventricular EF

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Influência da terapia com espironolactona sobre níveis sangüíneos de tiamina em pacientes com insuficiência cardíaca/ Influence of spironolactone therapy on thiamine blood levels in patients with heart failure

Rocha, Ricardo Mourilhe; Silva, Guilherme Vianna e; Albuquerque, Denilson Campos de; Tura, Bernardo Rangel; Albanesi Filho, Francisco Manes
2008-05-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Estudos do manejo não-farmacológico da insuficiência cardíaca (IC) têm sido muito escassos. A importância de micronutrientes como tiamina há muito é conhecida, uma vez que sua deficiência está associada com o desenvolvimento de IC de alto débito. OBJETIVO: Nós estudamos a relação entre adicionar à inibição da ECA uma supressão adicional da aldosterona com espironolactona e níveis sangüíneos de tiamina (pmol/ml). MÉTODOS: Um total de 22 pa (mais) cientes (pc) com IC (classes III/IV da NYHA) foi dividido em dois grupos [grupo I - espironolactona 25mg/dia (n=11) e grupo II - sem espironolactona (n=11)]. Determinamos os níveis de tiamina pelo uso da atividade da transcetolase eritrocitária. Os grupos foram comparados com relação à ingesta alimentar, demografia, doses de furosemida e níveis sangüíneos de tiamina, usando os testes de Mann-Whitney e t de Student. Analisamos as proporções com testes de qui-quadrado e de Kruskal-Wallis para associarmos a tiamina com fatores demográficos e usamos as doses de furosemida como variáveis dependentes. RESULTADOS: Os grupos I e II eram similares em relação à ingesta alimentar, doses diárias de furosemida (110,9±30,2 e 105,5±26,9 mg, respectivamente; p>0,05), demografia (etiologia, idade, hipertensão, diabete, tabagismo, abuso de álcool, dislipidemia e tratamento adjuvante da IC com drogas). Os pacientes do grupo I mostraram níveis de tiamina significativamente superiores, comparados com aqueles do grupo II (277,2±89,8 e 154,7±35,7, respectivamente) (p Resumo em inglês BACKGROUND: The nonpharmacological management of heart failure (HF) has been understudied. The importance of micronutrients such as thiamine has long been known since its deficiency is associated with the development of high-output HF. OBJECTIVE: We studied the relationship between adding to ACE inhibition further aldosterone suppression with spironolactone and thiamine blood levels (pmol/ml). METHODS: A total of 22 patients (pts) with HF (NYHA III/IV) were divided in two (mais) groups [group I-spironolactone 25mg/qd (n=11) and group II - no spironolactone (n=11)]. Thiamine levels were determined using the erythrocyte transketolase activity. The groups were compared regarding food intake, demographics, furosemide doses and thiamine blood levels using Mann-Whitney and student's T-test. The proportions were analyzed with Chi-square and Kruskal-Wallis tests to associate thiamine with demographics and furosemide doses as dependent variables. RESULTS: Group I and II were similar regarding food intake, daily furosemide doses (110.9±30.2 and 105.5±26.9 mg, respectively; p>0.05), demographics (etiology, age, hypertension, diabetes, smoking, alcohol abuse, dyslipidemia and adjuvant drug HF treatment). Pts in group I showed significantly higher thiamine levels when compared to pts in group II (277.2±89.8 and 154.7±35.7, respectively) (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Estudo comparativo de padrões de sono em trabalhadores de enfermagem dos turnos diurno e noturno/ Comparative study of sleep patterns in nurses working day and night shifts

Martino, Milva Maria Figueiredo de
2002-08-01

Resumo em português Objetivo. Comparar os padrões de sono de enfermeiros dos turnos diurno e noturno em um hospital de Campinas (SP), Brasil. Métodos. Participaram 59 enfermeiros entre 23 e 59 anos. Para os enfermeiros do dia, analisou-se o sono noturno, e, para os da noite, os sonos diurno e noturno. Os informantes preencheram um diário do sono durante 1 semana, ao acordar. Foram analisados hora de ir deitar, de dormir, e de acordar; latência do sono; horas de sono noturno e diurno; coc (mais) hilos; qualidade do sono; modo de acordar; e comparação do sono registrado no diário com o sono habitual. Também foram coletadas informações pessoais e profissionais. Resultados. O grupo diurno ia dormir às 23h36min e o grupo noturno, às 23h52min (P Resumo em inglês Objective. To compare sleep patterns in nurses working day and night shifts in a hospital in Campinas (SP), Brazil. Methods. Fifty-nine nurses between 23 and 59 years of age participated in the study. For day shift workers, the pattern of nocturnal sleep was examined; for night shift workers, nocturnal and diurnal sleep patterns were examined. During 1 week, participants filled out a sleep diary right after waking up. The following items were assessed: time going to bed, (mais) falling asleep, and waking up; sleep latency; duration in hours of nocturnal and diurnal sleep; naps; quality of sleep; mode of waking up; and comparison between the sleep recorded in the diary with the usual sleep. Personal and professional information was also collected. Results. Day shift workers went to bed at 23h36min, and night workers at 23h52min (P > 0.05). The nurses working a day schedule woke up earlier (7h3min) than those working a night schedule when they slept at night (8h30min) (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Dosagem do fator natriurético atrial em pacientes pediátricos submetidos à ventilação pulmonar mecânica/ Dosage of atrial natriuretic peptide in pediatric patients submitted to mechanical ventilation

Costa, K.N.; Carvalho, W.B.; Kopelman, B.I.; Didio, R.
2000-10-01

Resumo em português OBJETIVOS: Os objetivos deste trabalho foram verificar se existe alteração na secreção do fator natriurético atrial (FNA) em crianças submetidas à ventilação pulmonar mecânica e se essas possíveis alterações levariam à modificações no débito urinário e na excreção urinária de sódio. METODOLOGIA: Estudo prospectivo, realizado em uma Unidade de Cuidados Intensivos Pediátricos Terciária, em nove crianças submetidas à ventilação pulmonar mecânica (mais) para recuperação anestésica, exceto em uma que sofreu traumatismo cranioencefálico não-cirúrgico. O período de estudo foi de Setembro de 1995 a Março de 1996. Aguardava-se pelo menos três horas do início da ventilação pulmonar mecânica e então colhia-se amostra de sangue para dosagem de fator natriurético atrial, gasometria arterial, glicemia, creatinina e eletrólitos. Coletava-se ainda urina durante 6 horas para a verificação do débito urinário e da concentração de sódio. Depois da extubação, aguardava-se por um período de 15 a 30 minutos e colhia-se sangue e urina para as mesmas dosagens realizadas anteriormente. A comparação estatística foi feita pelo teste não-paramétrico de Wilcoxon Signed Rank, sendo o nível de significância de 0,05. RESULTADOS: O fator natriurético atrial mostrou uma tendência ao aumento quando a ventilação pulmonar mecânica foi retirada (p= 0,0547). O débito urinário e a natriurese não se alteraram com a ventilação pulmonar mecânica. CONCLUSÕES: A tendência ao aumento do fator natriuretico atrial ocorreu provavelmente por diminuição da pressão intratorácica. A reposição volêmica no trans-operatório pode ter influenciado no débito urinário e na natriurese. Em pacientes submetidos à ventilação pulmonar mecânica por períodos prolongados, com altos parâmetros de pressão inspiratória e pressão expiratória final positiva, seria interessante a dosagem do fator natriurético atrial e se esse se encontrasse diminuído, seria uma indicação para o seu uso. Resumo em inglês OBJECTIVE: The aims of this article are to verify if there is any alteration in the secretion of natriuretic atrial factor (NAF) in children submitted to mechanical pulmonary ventilation and if these possible alterations would lead to modification in the urinary volume and in the urinary sodium excretion. METHODOLOGY: A prospective study in a tertiary pediatric intensive care unit, nine children submitted to mechanical pulmonary ventilation for recuperation from anestheti (mais) cs, except one who suffered a not surgical cranioencephalic trauma. The period of the study was from September 1995 to March 1996. Patients with renal pathology, pulmonary pathology, in use of diuretics until 24 hours before the collection of laboratory dosages, hemodynamic instability in need of vasoactive and inothropic agents, and patients with alterations of sodium blood levels were excluded from this work. In order to have an adequate alveolar recruitment at least 3 hours were taken. After this period a blood sample was collected for dosage of natriuretic atrial factor, arterial gas analysis, glucose analysis, creatinine and electrolytes dosage. Urine was collected in a 6 hours interval during the patient's period under mechanical pulmonary ventilation in order to verify the urinary volume and urinary sodium excretion. Fifteen to thirty minutes after extubation, blood an urine were collected for the same dosages done before. Urine was collected in a 6 hour period. A statistical comparison was done by the non parametric test of Wilcoxon signed rank, with a significance level of 0,05. RESULTS: The natriuretic atrial factor showed tendency to increase when mechanical pulmonary ventilation was taken away (p=0,0547). The urinary volume and natriuresis were not altered by mechanical pulmonary ventilation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Avaliação hemodinâmica em paciente criticamente enfermo/ Hemodynamic assessment in the critically ill patient

Rocha, Paulo Novis; Menezes, Jorge Arnaldo Valente de; Suassuna, José Hermógenes Rocco
2010-06-01

Resumo em português Uma fração crescente das atividades clínicas dos nefrologistas é exercida nas unidades de terapia intensiva (UTIs). Ao avaliar pacientes com insuficiência renal aguda no contexto de choque circulatório, que também apresentam anasarca e/ou trocas gasosas ruins, o nefrologista precisa decidir entre duas condutas antagônicas: 1) remover volume através de diálise ou diureticoterapia para melhorar o quadro edematoso; 2) administrar volume para melhorar a hemodinâmic (mais) a. Para minimizar a chance de decisões incorretas, é imperativo que o nefrologista conheça as ferramentas disponíveis para avaliação hemodinâmica invasiva e de estimativa de adequação da volemia no paciente com doença crítica. Neste artigo, fazemos uma breve revisão da fisiologia da regulação do volume do líquido extracelular e, em seguida, abordamos o diagnóstico de volemia, com base em critérios clínicos e hemodinâmicos. Resumo em inglês A growing fraction of the clinical duties of Nephrologists is undertaken inside intensive care units. While assessing patients with acute renal failure in the context of circulatory collapse, which are also edematous and/or with impaired gas exchanges, the Nephrologist must decide between two opposing therapies: 1) remove volume with the aid of dialysis or diuretics to improve the edematous state; 2) volume expand to improve hemodynamics. To minimize the odds of making in (mais) correct choices, the Nephrologist must be familiar with the tools available for determining the adequacy of volume status and for invasive hemodynamic monitoring in the critically ill patient. In this manuscript, we will briefly review the physiology of extra cellular fluid volume regulation and then tackle the issue of volume status assessment, based on clinical and hemodynamic criteria.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)