Sample records for disinfectants
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Descontaminação prévia de materiais médico-cirúrgicos: estudo da eficácia de desinfetantes químicos e água e sabão/ Previous descontamination of the medical surgical materials: study of the efficiency of chemical disinfectants and water and soap/ Descontaminación prévia de los instrumentos médico-quirúrgicos: estudio de la eficacia de desinfectantes químicos y agua y jabón

Souza, Adenícia Custódia Silva e; Pereira, Milca Severino; Rodrigues, Márcia Alves Vasconcelos
1998-07-01

Resumo em português Estudo experimental, visando a comparar a eficácia da descontaminação prévia de materiais médico-cirúrgicos pelo uso de desinfetantes químicos e pela utilização de água, sabão e ação mecânica, e verificar a interferência da matéria orgânica nesse procedimento. Utilizaram-se como carreadores pinças cirúrgicas contaminadas com Staphylococcus aureus ATCC-6538, Salmonella cholerae suis ATCC-10708 e Pseudomonas aeruginosa ATCC-15442, em presença e ausência (mais) de matéria orgânica (soro fetal bovino a 10%). Empregaram-se cinco tratamentos: glutaraldeído 2%, hipoclorito de sódio 1%, peróxido de hidrogênio 6%, álcool 70% e, água, sabão e ação mecânica; com oito repetições, em um total de 480 observações. Nas condições testadas, os desinfetantes foram eficazes na descontaminação prévia de materiais médico-cirúrgicos e pouco inativados pela matéria orgânica. A limpeza mecânica com água e sabão apresentou redução dos microrganismos a níveis considerados adequados para descontaminação prévia. Resumo em espanhol Estudio experimental, dirigido a comparar la eficacia de la descontaminación previa de instrumentos médico-quirúrgicos por el uso de desinfectantes químicos y de agua, jabón y acción mecánica, y vereificar la interferencia de la materia orgánica en ese procedimento. Se utilizaron como vehículos, pinzas quirúrgicas contaminadas con Staphylococcus aureus ATCC-6538, Salomella choleras suis ATCC-10708 y Pseydomonas aeruginosa ATCC-15423, en presencia y ausencia de m (mais) ateria orgánica (suero fetal bovino, 10%). Se emplearon cinco tratamientos: glutaraldeído 2%, hipoclorito de sodio 1%, peróxido de hidrógeno 6%, alcohol 70% y agua, jabón y acción mecánica; con ocho repeticiones, en un total de 480 observaciones. En las condiciones probadas, los desinfectantes fueron eficaces en la descontaminación previa de instrumentos médico-quirúrgicos y poco inactivados por la materia orgánica. La limpieza mecánica con agua y jabón, presentó redución de microorganismos a niveles considerados adecuados para descontaminación previa. Resumo em inglês In this experimental study we compared the previous descontamination efficacy of the medical surgical materials by the use of chemical disinfectants and the mechanical cleaning with water and soap, as well as verified the organic material interference in these procedures. To carry out this study, we used surgical pincers under contamination with: Staphylococcus aureus ATCC-6538, Salmonella cholerae suis ATCC-10708, and Pseudomonas aeruginosa ATCC-15442 in presence and abs (mais) ence of organic matter (fetal bovine serum). The following treatments: glutaraldehyde 2%, sodium hypochlorite 1%, hydrogen peroxide 6%, alcohol 70% and the mechanical cleaning with water and soap were compared with eight repetitions in a total of 480 observations. In the described conditions, the disinfectants had a good efficacy in the previous descontamination of the medical surgical materials and a less inativation by the organic material. The mechanical cleaning with water and soap showed a reduction of the microrganism to safe levels, considered adequate for previous descontamination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Determinação potenciométrica em fluxo de cloreto de cetilpiridinio em desinfectantes bucais/ Potentiometric determination of cetylpyridinium chloride in oral desinfectants by flow injection analysis

Baptista, Paula C. S.; Araújo, Alberto N.; Montenegro, Maria da Conceição B. S. M.
2003-08-01

Resumo em inglês The work describes a new procedure for cetylpyridinium chloride determination in oral disinfectants, based on a flow-injection system with potentiometric detection. The determination was based on the measurement of picrate concentration decrease as result of ion-pair reaction with the analyte present in the injected sample. In the optimised set-up the sample injection volume was kept at 400 µL and merged downstream with the reagent solution containing 1,0 x10-5 mol/L of (mais) picrate adjusted to pH 5.0 with citrate/citric acid buffer. The flow rate was fixed at 8 mL/min and the reactor length at 40 cm. The proposed procedure enables the determination of cetylpyridinium in the analytical range of 5,0x10-6 - 7,5x10-5 mol/L at a sampling rate of 60/h. The results for real samples had a precision better than 3% and were comparable to the labelled values.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Técnicas de pulverização e imersão com distintos desinfetantes sobre ovos incubáveis/ Immersion and pulverization techniques with different disinfectants above hatchin eggs

Cony, Huldo Colares; Vieira, Sergio Luiz; Berres, Josemar; Gomes, Hirã Azevedo; Coneglian, Jorge Luis Bernardon; Freitas, Dimitri Moreira de
2008-08-01

Resumo em português Foram conduzidos dois experimentos com o objetivo de avaliar a eficiência de diferentes princípios ativos desinfetantes e dois métodos de desinfecção de ovos. No primeiro experimento, as desinfecções foram realizadas por pulverização, enquanto que no segundo foram feitas por imersão, em granja de reprodutoras pesadas imediatamente após a postura. Os experimentos foram constituídos por um tratamento sem desinfecção e outros seis utilizando soluções desinfet (mais) antes: fenol sintético (1040ppm), digluconato de clorexidina (200ppm), amônia quaternária (800ppm), amônia quaternária (400ppm) + uréia (600ppm), amônia quaternária (130ppm) + glutaraldeído (370ppm) e formaldeído (7,7g m-3). Em cada experimento houve tratamentos-controle com fumigação (formaldeído) e sem desinfecção alguma. Após a desinfecção, 40 ovos por tratamento foram avaliados para presença de mesófilos totais, bolores e leveduras, coliformes totais, Pseudomonas sp e Aspergillus sp. Foi conduzido embriodiagnóstico nos ovos não eclodidos para determinação do período da mortalidade embrionária, da contaminação interior dos ovos, tendo sido determinado o nascimento de pintos impróprios para a criação e a eclodibilidade. No experimento em que os ovos foram desinfetados por pulverização, a associação entre amônia e glutaraldeído apresentou maior contaminação para mesófilos totais em relação aos demais tratamentos, à exceção do tratamento com fenol sintético, que apresentou contaminação semelhante a todos. Não foram detectadas diferenças entre os tratamentos para bolores e leveduras, coliformes totais, Pseudomonas sp e Aspergillus sp e, tampouco, entre os resultados de embriodiagnóstico. No experimento em que os ovos foram desinfetados por meio de imersão, foi verificada maior contaminação por mesófilos totais nos ovos não-desinfetados em relação aos desinfetados com os diferentes princípios ativos. Os ovos sem desinfecção também apresentaram maior contaminação por coliformes totais em relação aos tratados com amônia e uréia, sendo os demais tratamentos similares a todos. A análise de contaminação por bolores e leveduras, Pseudomonas sp e Aspergillus sp mostrou resultados similares entre os tratamentos. Os ovos desinfetados com formaldeído tiveram maior mortalidade embrionária, no período de quatro a sete dias, em relação àqueles desinfetados com amônia quaternária, sendo os outros tratamentos similares a todos. De modo geral, os desinfetantes estudados apresentaram capacidade de ação na redução da contaminação microbiana da casca de ovos incubáveis. Todos os desinfetantes também demonstraram ser seguros sob o ponto de vista de sobrevivência dos embriões, sem grandes restrições. Resumo em inglês Two experiments were conducted with the objective of evaluating different active compounds and methods of egg disinfection. In the first experiment, disinfection was done through spray whereas in the second it was done using immersion. Disinfections were performed at breeder house immediately after laying. In both experiments there were five treatments using the following disinfection solutions for each method: synthetic phenol (1040ppm), chlorexidine digluconate (200ppm) (mais) , quaternary ammonium (800ppm), quaternary ammonium (400ppm) + urea (600ppm), quaternary ammonium (130ppm) + glutaraldehyde (370ppm). In both experiments there were a control treatment without disinfection and another using disinfection using fumigation with formaldehyde (7.7gm-3). After the disinfection procedures, forty eggs per treatment were evaluated for presence of total mesophiles, mould and yeast, total coliforms, Pseudomonas sp and Aspergillus sp. Embryo diagnosis was driven in no hatched eggs, for determination of embryo mortality period, interior contamination, and it was determined the birth of inappropriate chicks for rear and hatchability. In the experiment in that eggs were disinfected by pulverization, the association between ammonia and glutaraldehyde presented higher contamination for total mesophiles in relation to other treatments, with exception of synthetic phenol treatment, which presented similar contamination to all. Differences were not detected among treatments for mold and yeast, total coliforms, Pseudomonas sp and Aspergillus sp, and for embryo diagnosis results. In experiment in that eggs were disinfected through immersion, higher contamination was verified to total mesophiles in eggs no disinfected in relation to disinfected with the different active components. Eggs without disinfection also presented larger contamination for total coliforms in relation to ammonia and urea treatment, being similar to all other treatments. The analysis of mold and yeast contamination, Pseudomonas sp and Aspergillus sp showed similar results among treatments. Eggs disinfected with formaldehyde had higher embryo mortality, in the period from 4 to 7 days, in relation to those disinfected with quaternary ammonia, being other treatments similar to all. In general, the studied disinfectants presented action capacity in the reduction of microbial contamination of incubated eggs. All disinfectants also demonstrated to be safe to survival of the embryos, without great restrictions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Tratamento de águas de refrigeração com peróxido de hidrogênio/ Treatment of cooling water with hydrogen peroxide

Peres, Fernando Antonio Serrapio; Teixeira, Luiz Alberto Cesar; Yokoyama, Lídia; Campos, Juacyara Carbonelli; Miguel, Marco Antônio Lemos
2008-01-01

Resumo em inglês Hydrogen peroxide and chlorine are compared as possible disinfectants for water-cooling circuits. To this purpose, samples taken from the cooling system of a steel making plant were treated (at 25ºC and pH values of 5.5 and 8.5) with varying amounts of the two oxidizing agents (0.0 mg/L, 2.0 mg/L and 6.0 mg/L). The results were evaluated through bacterial counting and measurement of corrosion rates upon AISI1020 carbon steel coupons. Bacterial removal and corrosion effects proved to be similar and satisfactory for both reagents.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Sensibilidade e resistência de amostras de Salmonella Typhimurium isoladas de suínos abatidos no Rio Grande do Sul/Brasil frente aos desinfetantes químicos quaternário de amônio e iodofor/ Sensitivity and resistance of samples of Salmonella Typhimurium isolated in slaughter swines in the state Rio Grande do Sul/Brazil, front to disinfectants quaternary ammonium and iodophor

Borowsky, Luciane Martins; Bessa, Marjo Cadó; Cardoso, Marisa de Itapema; Avancini, César Augusto Marchionatti
2006-10-01

Resumo em português Na prevenção da ocorrência ou na interrupção da evolução de enfermidades infecto-transmissíveis comuns aos animais e aos seres humanos, como é o caso da salmonelose, o uso de um desinfetante capaz de agir sobre o agente causal quando em vida livre, no ambiente, exerce grande importância. No entanto, a resistência microbiana, intrínseca ou adquirida, pode apresentar-se como um limitante no uso deste instrumento sanitário. Objetivando monitorar a sensibilidade (mais) da Salmonella Typhimurium, 96 amostras isoladas de suínos abatidos no Estado do Rio Grande do Sul,Brasil, foram confrontadas com dois compostos químicos desinfetantes (origem comercial) de uso freqüente em ambientes de produção animal e de transformação de seus subprodutos: um quaternário de amônio e o iodofor. Foram usadas as concentrações indicadas pelo fabricante e uma menor para simular possível situação de sub-concentração. O método de verificação foi o de diluição através do teste de suspensão, observando a inativação bacteriana nos tempos de contato 5, 15, 30 e 60 minutos. Como resultados obtidos, todas as amostras foram inativadas quando utilizado o composto quaternário de amônio, em ambas as concentrações. Frente ao iodofor, 4 (quatro) amostras mostraram-se resistentes a este composto na concentração indicada e 59 frente à sub-concentração. Conclui-se ser necessário, seja para a eleição ou para o monitoramento da eficácia, o confronto dos desinfetantes/anti-sépticos com bactérias presentes nos ambientes específicos de produção animal ou mesmo nos de transformação de seus subprodutos. Resumo em inglês For prevention of infectious diseases common to man and animals such as salmonellosis, the successful use of disinfectants is of great importance. However, intrinsic or acquired resistance presented by microorganism against these compounds may constitute a limiting aspect in disinfections protocols. This study was aimed at monitoring the sensitivity of 96 Salmonella Typhimurium strains isolated from slaughter pigs in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. The isolates we (mais) re tested against quaternary ammonium and iodophor, which represent two commercial disinfectants commonly used in animal production. The tested disinfectants were used in the concentration recommended by the fabricant and in a sub-concentration in order to simulate a possible field situation. Dilution suspension tests were conducted, observing the inactivation of each S.Typhimurium isolate after 5, 15, 30 and 60 minutes of contact with each compound. All tested isolates were inactivated by the quaternary ammonium compound in both concentrations. Four isolates revealed resistant to iodophor in the recommended concentration and 59 isolates when a sub-concentration was tested. The testing of resistance against disinfectants in microorganisms present on farm and in food processing plants might be an important step on monitoring the effectiveness of adopted disinfections protocols.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Ocorrência de Escherichia coli 0157:H7 em vegetais e resistência aos agentes de desinfecção de verduras/ Occurrence of Escherichia coli 0157:H7 in vegetables and its resistance to the disinfectants used in fresh produce

Silva, Neusely da; Silveira, Neliane Ferraz de Arruda; Yokoya, Fumio; Okazaki, Margarete Midori
2003-08-01

Resumo em português Foi feito um estudo da ocorrência de E.coli O157:H7 em vegetais que são normalmente consumidos crus no Brasil e uma avaliação da sua resistência aos sanitizantes disponíveis no mercado para desinfecção de verduras, equipamentos e utensílios, incluindo compostos clorados e compostos de amônio quaternário. Na avaliação da ocorrência em vegetais foram analisadas 869 amostras, não sendo detectada a presença do patógeno. Os imunoensaios enzimáticos (ELISA) ut (mais) ilizados nas análises (Reveal E.coli O157 Neogem e EHEC Test Kit 3M Company) apresentaram uma taxa de falsos resultados presuntivos de 13,6 e 11,8%, respectivamente, não confirmados como E.coli O157 nos testes bioquímicos posteriores. Na avaliação da resistência aos sanitizantes pelo método 960.9 da AOAC, observou-se que os tratamentos com 100 e 200ppm de hipoclorito de sódio, dicloroisocianurato de sódio e cloreto de benzalcônio/30s se mostraram eficazes contra E.coli ATCC 11229 e E.coli O157:H7 ATCC 43890, promovendo mais de 5 reduções decimais nas populações alvo. Resumo em inglês A study of E.coli O157:H7 occurrence in vegetables that are usually consumed raw in Brazil was carried out as well as an evaluation of its resistance to the sanitizers available on the market for disinfection of green vegetables, equipment and utensils, including chlorine and quaternary ammonium compounds. In the evaluation of the occurrence in vegetables, 869 samples were analyzed, without the presence of the pathogen being detected. The enzymatic immunoassay (ELISA) use (mais) d in the analyses (Reveal E.coli O157 Neogem e EHEC Test Kit 3M Company) presented a false presumtive rate of 13,6 and 11,8%, respectively, not confirmed as E.coli O157 in the subsequent stages of identification. In the evaluation of the resistance to the sanitizers using the AOAC method 960.9 it was observed that the treatment with 100ppm and 200ppm of sodium hypochlorite, sodium dichloroisocyanurate and benzalconium chloride/30s showed effectiveness against E.coli ATCC 11229 e E.coli O157:H7 ATCC 43890, with more than 5 decimal reductions over the population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Manifestações respiratórias e doenças de vias aéreas: prevalência e fatores de risco em suinocultores de Braço do Norte, Santa Catarina/ Respiratory manifestations and respiratory diseases: prevalence and risk factors among pig farmers in Braço do Norte, Brazil

Costa, Marcelo; Teixeira, Paulo José Zimermann; Freitas, Paulo Fontoura
2007-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Descrever a prevalência de sinais e sintomas de doença respiratória, avaliar as características do confinamento e identificar potenciais fatores de risco nos suinocultores do município de Braço do Norte, Santa Catarina. MÉTODOS: Um estudo do tipo observacional, de caráter exploratório, com delineamento transversal, em que a coleta de dados foi através de entrevistas e realização de espirometrias. Foram investigados o histórico laborativo, as condiç (mais) ões do ambiente e trabalho, a saúde respiratória e o hábito tabágico. Como medida de risco foi utilizada a razão de chances da exposição, ao comparar suinocultores expostos e não expostos aos fatores de interesse de acordo com presença de sinais e sintomas de doença respiratória. RESULTADOS: A prevalência das manifestações de sintomas e sinais respiratórios foi de 84,3%, de asma brônquica foi de 5,6% e de bronquite crônica naqueles acima de 40 anos foi 5,1%. Apenas 2,6% dos suinocultores utilizavam equipamentos de proteção específica para o aparelho respiratório. Manifestações respiratórias entre os suinocultores mostraram-se associadas ao baixo nível socioeconômico, baixa escolaridade, tabagismo, uso de fogão a lenha e uso de desinfetantes. Havia uma aparente associação entre tempo e intensidade de trabalho e os achados de uma menor prevalência de manifestações respiratórias. CONCLUSÃO: O 'fenômeno saúde do trabalhador' pode explicar a associação entre tempo/intensidade de trabalho e a menor prevalência de manifestações respiratórias. Entretanto, o evidente comprometimento do aparelho respiratório entre os suinocultores e a baixa adoção de medidas de proteção específica nesta população apontam para a necessidade de um programa de controle da exposição e regulamentação dos fatores ambientais. Resumo em inglês OBJECTIVE: To describe the prevalence of signs and symptoms of respiratory disease among pig farmers in Braço do Norte, Santa Catarina, Brazil, evaluating the characteristics of swine confinement buildings and identifying potential risk factors. METHODS: An exploratory, cross-sectional, observational study involving interviews and pulmonary function tests (spirometry). Aspects related to job history, work conditions, and environment, as well as to respiratory status and (mais) smoking, were evaluated. Odds ratios were used to estimate the chances of exposure when comparing pig farmers according to the signs and symptoms of respiratory disease. RESULTS: The prevalence of clinical signs and symptoms of respiratory disease was 84.3%, clinical manifestations of bronchial asthma were detected in 5.6% of the farmers evaluated, and chronic bronchitis was diagnosed in 5.1% of the workers over the age of 40. Only 2.6% used specific individual respiratory protection devices. Respiratory disease was positively associated with low socioeconomic level, low level of education, smoking, the use of wood stoves, and the use of disinfectants. Work load and length of employment were both apparently associated with a lower prevalence of respiratory disease. CONCLUSION: The association between duration of employment and lower prevalence of respiratory disease can be attributed to the healthy worker effect. However, the evident respiratory impairment among pig farmers and the limited use of personal protective equipment draw attention to the need to implement a program to monitor exposure and regulate environmental factors.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Isolamento de esporos de equipamentos de abatedouros avícolas e avaliação de sua resistência a sanificantes químicos/ Isolament of aerobic mesofilic and thermofilic spores in equipaments of poultry slaughter and their resistance against the chemists disinfectants

MORAES, M.S.V.; ANDRADE, N.J.; CHAVES, J.B.P.; PASSOS, F.J.V.; GOMIDE, L.A.M.
1997-12-01

Resumo em português Com o objetivo de fornecer subsídios para o controle de microrganismos em abatedouro de aves, avaliou-se a ação dos agentes químicos sanificantes comprovadamente mais eficientes (hipoclorito de sódio, ácido peracético, e dicloroisocianurato de sódio) em suspensões de esporos de bactérias aeróbias mesófilas e termófilas, isoladas de equipamentos de abatedouro de aves. Pelo teste de Duncan, constatou-se que dentre os esporos isolados o mais resistente obteve 1, (mais) 5 e 1,2 RD quando em contato com o hipoclorito de sódio e ao ácido peracético com 30 minutos de tempo de contato, que foram os sanificantes mais eficientes (P > 0,05). O dicloroisocianurato de sódio proporcionou 0,1 RD em 30 minutos de tempo de contato com a mesma suspensão de esporos. Os esporos isolados apresentaram diferentes resistências aos sanificantes avaliados, indicando a necessidade de uma seleção criteriosa de agentes químicos para o procedimento de sanificação, sendo importante um rodízio entre os sanificantes mais eficientes testados, que foram o hipoclorito de sódio e o ácido peracético. Resumo em inglês With the objective of providing subsidies for the control of microorganisms at poultry slaughter, evaluated the action of agents disinfectants chemists, provably more efficient (sodium hypochlorite, peracetic acid, and sodium dicloroisocyanurate) in suspensions of bacterium spores morphologicly different, isolated of equipaments of poultry slaughter. Through Duncan test, we verified that the most resistant, isolate, got 1,5 and 1,2 RD when in contact with the sodium hypoc (mais) hlorite and peracetic acid, respectively, with contact time of 30 minutes (P > 0,05). The sodium dicloroisocyanurate got 0,1 RD in 30 minutes of contact time with this suspension. The isolated spores show different resistances in relationship to disinfectants evatuaded, indicating the necessity of the standard selection of chemists agents for the proceeding of sanitation, being important a selection between the most efficient testified disinfectants,that were sodium hypochlorite and peracetic acid.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Infecções por micobactérias de crescimento rápido resistentes a desinfetantes: uma problemática nacional?/ Infections by rapidly growing mycobacteria resistant to disinfectants: a national matter?

Pitombo, Marcos Bettini; Lupi, Otília; Duarte, Rafael Silva
2009-11-01

Resumo em inglês Rapidly growing mycobacteria (RGM) are opportunistic microorganisms and widely distributed into aqueous environment and soil. Human RGM infections are usually associated with contaminated solutions or medical instruments used during invasive procedures. RGM postsurgical infections have recently emerged in Brazil and have caused national alert, considering the risk factors and epidemiological aspects. This study aimed at analysing the main factors linked to the recent RGM (mais) outbreaks, with focus on the national epidemic of Mycobacterium massiliense infections related to the BRA100 strains resistant to 2% glutaraldehyde commercial solutions commonly used for preoperative high-level disinfection. Based on previous studies and laboratorial results of assays and colaborations, it has been observed that the cases have been associated with videolaparoscopy for different applications and elective esthetic procedures, such as lipoaspiration and mammary prosthesis implant. Furthermore, outbreaks between 2004 and 2008 and the epidemic in Rio de Janeiro state may be considered particular Brazilian events. Although there are a few epidemiological published studies, some hypotheses based on common aspects related to most national nosocomial occurrences are possible, such as lack of protocols for cleaning and high-level disinfection, use of 2% glutaraldehyde as high-level disinfectant for surgical instruments, and dissemination of M. massiliense BRA100 by unknown mechanisms.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Infecção por micobactérias de crescimento rápido após procedimentos videocirúrgicos - a hipótese do glutaraldeído/ Rapidly growing mycobacteria infection after videosurgical procedures - the glutaraldehyde hypothesis

Lorena, Nádia Suely de Oliveira; Duarte, Rafael Silva; Pitombo, Marcos Bettini
2009-07-01

Resumo em inglês Between August 2006 and February 2007, in the state of Rio de Janeiro, Brazil, a massive outbreak of RGM infections after video laparoscopy was mainly associated to the recently described Mycobacterium massiliense species. All confirmed and probable cases reports described the use of high-level disinfection of medical devices by using 2% glutaraldehyde (2% GA) for 30 min before the surgical procedures. We investigated the susceptibility of the M. massiliense isolates reco (mais) vered during the outbreak to high-level disinfection after 30 min, 1h, 6h and 10h of exposure to the commercial disinfectants. Reference strains for official mycobactericidal tests such as Mycobacterium abscessus, Mycobacterium bovis, Mycobacterium chelonae, Mycobacterium neoaurum and Mycobacterium smegmatis were included as controls. Although all the reference strains were eliminated in 30 min of exposure to 2% GA, we observed the recovery of all M. massiliense clinical isolates even after 10h of exposure. This study suggests that failures in high-level disinfection and the high tolerance of these M. massiliense clinical strains to the 2% GA were strongly associated to the magnitude of the outbreak.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Eficiência de desinfestantes na erradicação de conídios de Mycosphaerella fijiensis aderidos à superfície de bananas/ Effects of disinfectants on the conidia germination of Mycosphaerella fijiensis the causal agent of black sigatoka in banana

Hanada, Rogério E; Gasparotto, Luadir; Pereira, José Clério R
2004-02-01

Resumo em português Os conídios de Mycosphaerella fijiensis agente causal da Sigatoka-negra da bananeira (Musa spp.) podem ser disseminados a longas distâncias, aderidos em diversos materiais, como tecidos e caixas. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo selecionar desinfestantes eficientes para inibir a germinação de conídios do patógeno. Foram testados benomil, amônia quaternária, digluconato de chlorhexidina, formaldeído, óleo essencial de pimenta longa (OEPL), E (mais) colife-40, thiabendazole e hipoclorito de sódio, nas concentrações de 1, 5, 10, 25, 50 e 100 mg/l. Os conídios do isolado LPM 472 foram produzidos em BDA. Para os testes transferiu-se 1 ml de uma suspensão de 10(5) conídios/ml de M. fijiensis para cada tubo de ensaio com 1ml de desinfestante na sua respectiva concentração. Após 30 h de incubação à temperatura ambiente, com o auxílio de um microscópio óptico, quantificou-se a viabilidade de 100 conídios, computando-se apenas os germinados. A amônia quaternária, o benomil, o Ecolife-40 e o thiabendazole a 100 mg/l inibiram totalmente a germinação. Esses mesmos produtos, aplicados em frutos colhidos em área com a doença, apresentaram a mesma eficiência, via imersão ou pulverização, nas concentrações de 100 e 200 mg/l. Resumo em inglês The conidia of Mycosphaerella fijiensis the causal agent of black sigatoka in banana (Musa spp.) can be disseminated over long distances when attached to substrates like cloth and boxes. The aim of this work was to select of effective chemicals for inhibiting conidial germination. The chemicals tested were benomyl, ammonium quaternary, digluconate of chlorhexidine, formaldehyde, pepper essential oil, Ecolife-40, thiabendazol and sodium hypochloride, using the concentratio (mais) ns of 1, 5, 10, 25, 50 and 100 mg/l for each one. For each concentration tested, 1 ml of a conidial suspension (10(5) conidia/ml) of M. fijiensis isolate LPM472 grown on PDA for the tests, was transferred into test tubes filled with 1 ml of the above chemicals. After 30 h of incubation at room temperature, 100 conidia were observed using light microscope and only germinated conidia were counted. The results show that germination was completely inhibited by ammonium quaternary, benomyl, Ecolife-40 and thiabendazol at 100 mg/l. The same chemicals were also effective when fruits collected from an infected area, were treated by pulverization or immersion techniques (100 and 200 mg/l).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Determinação do volume saturante de solução desinfetante em piso de chão batido de granja avícola em função da carga microbiana (coliformes) e composição do solo/ Determination of saturant volume of disinfectant solution in floor soil ground of poultry farms in function of microbian load (coliforms) and composition of the soil

Pilotto, Fernando; Klein, Vilson Antonio; Wald, Vera Beatriz; Rodrigues, Laura Beatriz; Santos, Luciana Ruschel dos; Colussi, Frederico de Mello; Nascimento, Vladimir Pinheiro do
2006-12-01

Resumo em português O piso de chão batido é utilizado na maioria das granjas avícolas brasileiras devido ao baixo custo em relação à construção de pisos concretados. A presença de matéria orgânica na superfície do solo dificulta sua desinfecção, devido à redução da ação antimicrobiana dos desinfetantes, sendo que os testes realizados in vitro para verificar a eficácia dos desinfetantes não contemplam as condições adversas encontradas em granjas avícolas. Assim, o pres (mais) ente trabalho objetivou avaliar a contaminação por coliformes totais e fecais através do número mais provável (NMP) no piso de chão batido de uma granja avícola e definir o volume de solução desinfetante necessário para saturar uma determinada área conforme a composição físico-hídrica do solo. Foi detectada a presença de coliformes totais e fecais na profundidade de 0,5cm, com população média de 1100NMP g-1 e 460NMP g-1, respectivamente. O volume de solução desinfetante adequado para saturar 1m² a uma profundidade de 1cm em um piso de chão batido composto por solo argiloso, com baixa porosidade e boa compactação, foi de um litro. Resumo em inglês The floor soil ground is used in most of the Brazilian poultry farms due to the high cost of the construction of concreted floors. The presence of organic matter on the surface of the soil hinders its disinfection, due to the reduction of the antimicrobial action of disinfectants and the tests accomplished in vitro to verify the effectiveness of the disinfectants do not contemplate the adverse conditions found at poultry farms. Thus, the present work intended to determina (mais) te the volume of disinfectant solution required to be used on m² floor and the counting of total and fecal coliforms in floor soil ground. Presence of total and faecal coliforms was detected in the depth of 0.5cm with 1100NMP g-1 e 460NMP g-1, respective. The volume of disinfectant solution defined to saturate 1m² to 1cm of depth was of one liter.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Determinação de mercúrio em águas sanitárias comercializadas em região do sudeste do Brasil/ Determination of mercury content in bleaches sold in southeastern Brazil

Zenebon, Odair; Maio, Franca Durante de; Sakuma, Alice M.; Rosa, Eliani
1994-04-01

Resumo em português Para determinação de mercúrio presente como contaminante nas águas sanitárias usadas para desinfecção de água e alimentos, foi proposto um tratamento de amostra com ácido clorídrico para eliminação do cloro. A técnica de espectrofotometria de absorção atômica com gerador de vapor utilizada para quantificação do mercúrio apresentou uma recuperação de 103%. Foram analisadas 69 amostras de águas sanitárias de 35 diferentes marcas, comercializadas no Es (mais) tado de São Paulo. Os valores obtidos para a mediana e nonagésimo percentil foram respectivamente: 15 e 67 ug/L. Pelas concentrações de mercúrio encontradas nas águas sanitárias, verificou-se que, usando as quantidades recomendadas para descontaminar água, frutas e hortaliças, o mercúrio residual não apresenta riscos à saúde, situando-se dentro dos valores estabelecidos pela legislação em vigor. Resumo em inglês In order to determine the mercury content present as a contaminant in samples of bleach used in water and food disinfection, a method for sample treatment using chloridric acid to eliminate the chlorine was proposed. The technique of cold vapour atomic absorption spectrophotometry, used to quantify the mercury, showed a recovery of 103%. Sixty nine samples of bleach were analysed and the values found for the median and 90th percentil were respectively, 15 and 67 mg/L. Acc (mais) ording to the values of residual mercury found and using the quantities of bleach recommended by the Brazilian Sanitary Authorities, the use of these disinfectants offers no risk to human health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Determinação de mercúrio em águas sanitárias comercializadas em região do sudeste do Brasil/ Determination of mercury content in bleaches sold in southeastern Brazil

Zenebon, Odair; Maio, Franca Durante de; Sakuma, Alice M.; Rosa, Eliani
1994-04-01

Resumo em português Para determinação de mercúrio presente como contaminante nas águas sanitárias usadas para desinfecção de água e alimentos, foi proposto um tratamento de amostra com ácido clorídrico para eliminação do cloro. A técnica de espectrofotometria de absorção atômica com gerador de vapor utilizada para quantificação do mercúrio apresentou uma recuperação de 103%. Foram analisadas 69 amostras de águas sanitárias de 35 diferentes marcas, comercializadas no Es (mais) tado de São Paulo. Os valores obtidos para a mediana e nonagésimo percentil foram respectivamente: 15 e 67 ug/L. Pelas concentrações de mercúrio encontradas nas águas sanitárias, verificou-se que, usando as quantidades recomendadas para descontaminar água, frutas e hortaliças, o mercúrio residual não apresenta riscos à saúde, situando-se dentro dos valores estabelecidos pela legislação em vigor. Resumo em inglês In order to determine the mercury content present as a contaminant in samples of bleach used in water and food disinfection, a method for sample treatment using chloridric acid to eliminate the chlorine was proposed. The technique of cold vapour atomic absorption spectrophotometry, used to quantify the mercury, showed a recovery of 103%. Sixty nine samples of bleach were analysed and the values found for the median and 90th percentil were respectively, 15 and 67 mg/L. Acc (mais) ording to the values of residual mercury found and using the quantities of bleach recommended by the Brazilian Sanitary Authorities, the use of these disinfectants offers no risk to human health.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Desenvolvimento de método espectrofotométrico para análise de paraformaldeído em saneantes comerciais e industriais/ Development of spectrophotometric method for the analysis of paraformaldehyde in commercial and industrial disinfectants

FAGNANI, Enelton; MELIOS, Cristo Bladimiros; PEZZA, Leonardo; PEZZA, Helena Redigolo
2002-01-01

Resumo em português O presente artigo descreve uma metodologia espectrofotométrica para a análise de paraformaldeído presente em amostras de saneantes comerciais e industriais, utilizando-se ácido cromotrópico (ACT), ácido clorídrico concentrado e peróxido de hidrogênio, produzindo um composto púrpura - avermelhado (lambda max = 575 nm). A lei de Beer é obedecida numa faixa de concentração de 0,8 - 4,8 mg L-1 em formaldeído, apresentando excelente coeficiente de correlação (r (mais) = 0,9999). Os valores obtidos nas análises concordaram muito favoravelmente com os obtidos pelo procedimento padrão recomendado pelo NIOSH (National Institute for Occupational Safety and Health). Resumo em inglês This paper describes a spectrophotometric method for the paraformaldehyde analysis in industrial and commercial disinfectant samples using chromotropic acid, concentrated hydrochloridric acid and hydrogen peroxide. The reaction produces a violet-red compound (lambda max = 575 nm). The method permits the determination of paraformaldehyde over a concentration range of 0.8-4.8 mg L-1 and the results obtained by the proposed method compared very favorably with those obtained by NIOSH’s standard procedure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Comparação entre hipoclorito de sódio e ácido peracético na inativação de E. coli, colifagos e C. perfringens em água com elevada concentração de matéria orgânica/ Comparison between sodium hipoclorite and peracetic acid for E. coli, coliphages and C. perfringens inactivation of high organic matter concentration water

Souza, Jeanette Beber de; Daniel, Luiz Antonio
2005-06-01

Resumo em português Foi realizado estudo comparativo em condições experimentais similares, entre hipoclorito de sódio e ácido peracético na desinfecção de água com elevada concentração de matéria orgânica. O conteúdo de carbono orgânico dissolvido (COD) variou de 4,652 a 30,13 mgC/L para a água de estudo bruta e após a desinfecção esses valores variaram de 5,105 a 26,16 mgC/L para os ensaios com cloro e de 15,89 a 32,78 mgC/L para os ensaios com ácido peracético. O desemp (mais) enho dos dois desinfetantes foi avaliado segundo a inativação de três microrganismos indicadores, Escherichia coli ATCC 11229, colifagos e Clostridium perfringens ATCC 13124 que eram previamente cultivados e inoculados à água no momento do experimento. As concentrações aplicadas de cloro e ácido peracético foram de 2,0; 3,0; 4,0 e 5,0 mg/L e os tempos de contato de 5, 10, 15 e 20 minutos. Para 3,0 mg/L de cloro aplicado, obteve-se 3 log de inativação de E. coli em 20 minutos de contato, 2,92 log de inativação de fagos em 10 minutos e 2 log de inativação de C. perfringens em 15 minutos. Os resultados dos ensaios de desinfecção com ácido peracético indicaram efetiva inativação dos microrganismos indicadores empregados, mesmo na presença de elevada concentração de matéria orgânica. Para 5,0 mg/L de ácido peracético aplicado e 15 minutos de contato, inativações de E. coli maiores que 6 log, de fagos maiores que 5 log em 20 minutos e de C. perfringens maiores que 4 log em 10 minutos de contato foram alcançadas. Resumo em inglês The research comparing the action of sodium hypochlorite and peracetic acid to disinfect drinking water with high concentration organic matter was carried out in similar conditions. The dissolved organic carbon (DOC) concentration was from 4.652 to 30.13 mg/L in raw water, from 5.105 to 26.16 mg/L in water disinfected with chlorine and from 15.89 to 32.72 mg/L in water disinfected with peracetic acid. The efficiency of the two disinfectants was evaluated comparing the ina (mais) ctivation of three indicator microorganisms: Escherichia coli ATCC 11229, coliphages and Clostridium perfringens ATCC 13124 previously cultivated and inoculated to the water just before the essay. The Chlorine and peracetic acid concentrations applied was 2.0, 3.0, 4.0 and 5.0 mg/L each of them with contact time of 5, 10, 15 and 20 minutes. When applying 3.0 mg/L of chlorine 3 log inactivation of E. coli with 20 minutes contact time, 2.92 log inactivation of coliphages with 10 minutes contact time and 2 log inactivation of C. perfringens with 15 minutes contact time was obtained. The peracetic acid was effective for the inactivation of all indicator microorganisms even to water with high concentration organic matter. Using peracetic acid dosage of 5 mg/L more than 6 log inactivation of E. coli with 15 minutes contact time, more than 5 log inactivation of coliphages with 20 minutes contact time and more than 4 log inactivation of C. perfringens with 10 minutes contact time was obtained.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Coeficiente fenólico na avaliação microbiológica de desinfetantes de uso hospitalar e doméstico/ The phenolic coefficient in microbiological evaluation of disinfectants for hospital and household use

Timenetsky, Jorge; Alterthum, Flávio
1989-04-01

Resumo em português Analisou-se o coeficiente fenólico de 24 desinfetantes comercializados em São Paulo (Brasil). Seis produtos eram de uso hospitalar e os restantes de uso doméstico. Os compostos ativos eram à base de fenóis, amônio quaternário, formaldeído, etanol e cloro, sendo que alguns estavam associados. Os microrganismos utilizados foram Staphylococcus aureus ATCC 6538, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 e Salmonella choleraesuis ATCC 10708. Os valores dos coeficientes fenóli (mais) cos variaram de 58,3 a 0,1. Os desinfetantes hospitalares mostraram valores superiores aos de uso doméstico, mas estas diferenças, proporcionalmente, não significaram melhor qualidade dos mesmos. O método microbiológico adotado mostrou que alguns produtos, de uso doméstico, aparentemente possuiam atividade antibacteriana baixa ou inexistente porque o coeficiente fenólico não pôde ser obtido nas diluições utilizadas na avaliação. Resumo em inglês The phenolic coefficient of 24 disinfectants (six for hospital and the remainder for household use) commercialized in S. Paulo were verified. The active compounds found were phenol, quaternary ammonium, formaldehyde, ethanol and chlorine, some of then in association. The microorganisms used were Staphylococcus aureus ATCC 6538, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 and Salmonella choleraesuis ATCC 10708. The values of the phenolic coefficient ranged from 58.3 to 0.1. The hosp (mais) ital disinfectants showed values greater than those of the disinfectants for household use, though these differences do not necessarily indicate the quality of the respective products. Conversely the microbiological method adopted showed that some products for household use had low or inexistent antibacterial activity because the phenolic coefficient could not be determined for the dilutions used for this evaluation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Coeficiente fenólico na avaliação microbiológica de desinfetantes de uso hospitalar e doméstico/ The phenolic coefficient in microbiological evaluation of disinfectants for hospital and household use

Timenetsky, Jorge; Alterthum, Flávio
1989-04-01

Resumo em português Analisou-se o coeficiente fenólico de 24 desinfetantes comercializados em São Paulo (Brasil). Seis produtos eram de uso hospitalar e os restantes de uso doméstico. Os compostos ativos eram à base de fenóis, amônio quaternário, formaldeído, etanol e cloro, sendo que alguns estavam associados. Os microrganismos utilizados foram Staphylococcus aureus ATCC 6538, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 e Salmonella choleraesuis ATCC 10708. Os valores dos coeficientes fenóli (mais) cos variaram de 58,3 a 0,1. Os desinfetantes hospitalares mostraram valores superiores aos de uso doméstico, mas estas diferenças, proporcionalmente, não significaram melhor qualidade dos mesmos. O método microbiológico adotado mostrou que alguns produtos, de uso doméstico, aparentemente possuiam atividade antibacteriana baixa ou inexistente porque o coeficiente fenólico não pôde ser obtido nas diluições utilizadas na avaliação. Resumo em inglês The phenolic coefficient of 24 disinfectants (six for hospital and the remainder for household use) commercialized in S. Paulo were verified. The active compounds found were phenol, quaternary ammonium, formaldehyde, ethanol and chlorine, some of then in association. The microorganisms used were Staphylococcus aureus ATCC 6538, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 and Salmonella choleraesuis ATCC 10708. The values of the phenolic coefficient ranged from 58.3 to 0.1. The hosp (mais) ital disinfectants showed values greater than those of the disinfectants for household use, though these differences do not necessarily indicate the quality of the respective products. Conversely the microbiological method adopted showed that some products for household use had low or inexistent antibacterial activity because the phenolic coefficient could not be determined for the dilutions used for this evaluation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Avaliação microbiológica de um processo de sanificação de galões de água com a utilização do ozônio/ Microbiological evaluation of a mineral water packaging sanitizing processing with ozone

Cardoso, Claudia Catelani; Veiga, Sandra Maria Oliveira Morais; Nascimento, Luiz Carlos do; Fiorini, João Evangelista; Amaral, Luiz Augusto do
2003-04-01

Resumo em português O Brasil é o sétimo maior consumidor mundial de águas engarrafadas. Os recipientes mais utilizados, galões plásticos de 20 litros, devem ser submetidos à inspeção individual e posteriormente a sanificação. Recentemente, enfermidades associadas a microrganismos emergentes têm despertado o interesse por novos sanitizantes. Entre estes, o gás ozônio é um dos mais atraentes em virtude da sua segurança e eficácia superiores aos desinfetantes convencionais, não (mais) gerando resíduos tóxicos. Neste trabalho, o ozônio foi avaliado como método alternativo na sanificação de galões de água de 20 litros, na cidade de Alfenas, MG. Trinta galões foram avaliados sem tratamento e trinta após a sanificação com água ozonizada (4mg/L/2minutos) quanto à contagem total de microrganismos aeróbios mesófilos heterotróficos, número mais provável (NMP) de coliformes totais e Escherichia coli, Staphyloccocus aureus e Pseudomonas spp. em 100mL de solução enxaguatória. A contagem média de unidades formadoras de colônias (UFC) de microrganismos heterotróficos no estágio de pré-lavagem foi de 5,7/cm² enquanto que o tratamento com a água ozonizada reduziu este valor para 0,003/cm², além de promover a negativação das análises para coliformes Pseudomonas ssp. e somente 13,3% das amostras apresentaram-se positivas para Staphylococcus aureus após a sanificação. Concluiu-se que o tratamento com utilização de ozônio foi eficiente, nas condições testadas. Resumo em inglês Brazil is ranked as the seventh in worldwide consumer of bottled mineral water. The mineral water bottles should be inspected regarding the physical integrity and then submitted to sanitization, using specific wash machines. Recently diseases associated with new microbial strains have increased interest in exploring different disinfectants in food sanitizing processing. Ozone is particularly attractive because of its high security and effectiveness than conventional disin (mais) fectants, without risk of toxic residues generating. The current work evaluated the ozone as an alternative method for sanitizing 20 liters mineral water gallons in Alfenas-MG (Brazil). Thirty gallons were analyzed before (pre-wash) and thirty after washing with ozonated water (4mg/L, 2 min.) (post-wash). The samples were evaluated regarding the number of aerobic mesophiles, Escherichia coli, total coliforms, Staphylococcus aureus and Pseudomonas spp. The data about the aerobic mesophiles at pre-wash was 5,7 colony forming units/cm² and post-wash was 0,003CFU/cm². The post-wash samples showed negative of total coliforms, E. coli and Pseudomonas spp. and only 13,3% samples presented grow of S. aureus. In comparison, all the pre-wash showed presence of total coliforms and S. aureus. E. coli and Pseudomonas spp. were present in 80% and 50% of the samples, respectively. Therefore, the sanitizing processing with ozone (4mg/L) was demonstrated in this study was an adequate alternative method for washing mineral water gallons in tested condition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Avaliação microbiológica de desinfetantes químicos de uso doméstico/ Evaluation of chemical disinfectants for household use

Timenetsky, Jorge
1990-02-01

Resumo em português Em 1988 e no primeiro semestre de 1989 cinco desinfetantes de uso doméstico foram divulgados através de publicação televisiva. Para avaliar as propriedades antimicrobianas desses produtos os mesmos foram testados por um método qualitativo (Diluição-Uso com 10 carreadores, método convencional e outro simplificado adaptado) e outro quantitativo, também adaptado. Os compostos ativos dos produtos descritos nos respectivos rótulos foram: 1- Paraclorofenol (O- Benzil) (mais) 0,1%; 2 - Éter 2,4,4' Cloro (III) 2' hidroxifenilico 0,1%; 3 - N-alquildimetil benzil amônio-Cloreto de alquil dimetil etil benzil amonio 50% - 1,6%; 4 - formaldeído 37% (solução de 0,3%); 5 - Sem informação. Os microrganismos utilizados foram: Staphylococcus aureus ATCC 6538, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 e Salmonella choleraesuis ATCC 10708. No método qualitativo, a cepa de pseudomonas foi recuperada dos desinfetantes 1, 2 e 3. Todos os desinfetantes mostraram um efeito germicida de 5,0 (99,999% de redução) em 15 segundos frente às três cepas. O desinfetante 3 estava contaminado com Enterobacter sp na ordem de 10(4) células por ml. Este contaminante foi sensível diante dos desinfetantes 1, 4 e 5, frente à metodologia qualitativa, e relativamente resistente frente ao desinfetante 2, na metodologia quantitativa. Resumo em inglês Five disinfectants for household use were advertised on television during 1988 and the first half of 1989. The products were tested by a qualitative (Use-Dilution with 10 carriers, a conventional and simplified, adapted method) and a qualitative, adapted method with a view to evaluating their antimicrobial activity. The active compounds of the products, according to their respective labels were: 1 - Parachlorophenol (0-Benzil) 0.1%; 2 - Eter 2.4.4' Chloro (III) 2' hydroxi (mais) phenylic 0.1%; 3 - N - alkyl dimethylbenzyl ammonium chlorides, N - alkyl dimethylethybenzyl ammonium 50% - 1.6%; 4 - Formaldehyde 37% (0.3% solution); 5 - No information. The microorganisms used were: Staphylococcus aureus ATCC 6538, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 and Salmonella choleraesuis ATCC 10708. In the qualitative method the pseudomonas strain was recovered from disinfectants 1, 2, and 3 and the salmonella strain from disinfectants 2 and 3. All disinfectants showed germicidal effect 5.0 (99.999%) of reduction) in 15 seconds against all strains. Disinfectant 3 was contamined with Enterobacter sp to the order of 10(4) cells/ml. This contaminant was sensitive against disinfectants 1, 4 and 5, in the qualitative method and had a relative resistance to disinfectant 2 in the quantitative method.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Avaliação microbiológica de desinfetantes químicos de uso doméstico/ Evaluation of chemical disinfectants for household use

Timenetsky, Jorge
1990-02-01

Resumo em português Em 1988 e no primeiro semestre de 1989 cinco desinfetantes de uso doméstico foram divulgados através de publicação televisiva. Para avaliar as propriedades antimicrobianas desses produtos os mesmos foram testados por um método qualitativo (Diluição-Uso com 10 carreadores, método convencional e outro simplificado adaptado) e outro quantitativo, também adaptado. Os compostos ativos dos produtos descritos nos respectivos rótulos foram: 1- Paraclorofenol (O- Benzil) (mais) 0,1%; 2 - Éter 2,4,4' Cloro (III) 2' hidroxifenilico 0,1%; 3 - N-alquildimetil benzil amônio-Cloreto de alquil dimetil etil benzil amonio 50% - 1,6%; 4 - formaldeído 37% (solução de 0,3%); 5 - Sem informação. Os microrganismos utilizados foram: Staphylococcus aureus ATCC 6538, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 e Salmonella choleraesuis ATCC 10708. No método qualitativo, a cepa de pseudomonas foi recuperada dos desinfetantes 1, 2 e 3. Todos os desinfetantes mostraram um efeito germicida de 5,0 (99,999% de redução) em 15 segundos frente às três cepas. O desinfetante 3 estava contaminado com Enterobacter sp na ordem de 10(4) células por ml. Este contaminante foi sensível diante dos desinfetantes 1, 4 e 5, frente à metodologia qualitativa, e relativamente resistente frente ao desinfetante 2, na metodologia quantitativa. Resumo em inglês Five disinfectants for household use were advertised on television during 1988 and the first half of 1989. The products were tested by a qualitative (Use-Dilution with 10 carriers, a conventional and simplified, adapted method) and a qualitative, adapted method with a view to evaluating their antimicrobial activity. The active compounds of the products, according to their respective labels were: 1 - Parachlorophenol (0-Benzil) 0.1%; 2 - Eter 2.4.4' Chloro (III) 2' hydroxi (mais) phenylic 0.1%; 3 - N - alkyl dimethylbenzyl ammonium chlorides, N - alkyl dimethylethybenzyl ammonium 50% - 1.6%; 4 - Formaldehyde 37% (0.3% solution); 5 - No information. The microorganisms used were: Staphylococcus aureus ATCC 6538, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 and Salmonella choleraesuis ATCC 10708. In the qualitative method the pseudomonas strain was recovered from disinfectants 1, 2, and 3 and the salmonella strain from disinfectants 2 and 3. All disinfectants showed germicidal effect 5.0 (99.999%) of reduction) in 15 seconds against all strains. Disinfectant 3 was contamined with Enterobacter sp to the order of 10(4) cells/ml. This contaminant was sensitive against disinfectants 1, 4 and 5, in the qualitative method and had a relative resistance to disinfectant 2 in the quantitative method.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Avaliação in vitro da eficácia de desinfetantes comerciais utilizados no pré e pós-dippingfrente amostras de Staphylococcus spp. isoladas de mastite bovina/ In vitro evaluation of the efficacy of commercial disinfectants used in pre and post-dipping against Staphylococcus spp. isolated from bovine mastitis

Medeiros, Elizabeth Sampaio de; Santos, Marcos Veiga dos; Pinheiro Júnior, José Wilton; Faria, Eduardo Bento de; Wanderley, Guido Gomes; Teles, José Andreey Almeida; Mota, Rinaldo Aparecido
2009-01-01

Resumo em português Objetivou-se com este estudo avaliar a sensibilidade in vitro de Staphylococcus spp.frente a alguns desinfetantes comerciais utilizados no pré e pós-dipping em vacas leiteiras. Foram testados um total de 60 isolados de Staphylococcus spp. identificados como S. aureus (50) e Staphylococcus coagulase positiva (10) recuperados de glândulas mamárias de vacas com mastite subclínica procedentes das regiões Metropolitana do Recife, Agreste e Zona da Mata do Estado de Perna (mais) mbuco. O estudo da eficácia dos desinfetantes utilizados no pré e pós-dipping foi realizado utilizando-se os seguintes princípios ativos: cloro (2,5%), iodo (0,57%), clorexidine (2,0%), amônia quaternária (4,0%) e ácido lático (2,0%) em quatro tempos distintos (15", 30", 60" e 300"). Observou-se que 100% de S. aureus foram sensíveis ao iodo, 93,3% sensíveis a clorexidine, 80% sensíveis a amônia, 35,6% sensíveis ao ácido lático e 97,8% resistentes ao cloro no tempo de 60". Com relação a Staphylococcus coagulase positiva (SCP), 100% dos isolados foram sensíveis ao iodo, 81,8% sensíveis a amônia quaternária, 99,9% sensíveis ao ácido lático, 72,7% sensíveis a clorexidine e 100% resistentes ao cloro no tempo de 60". Conclui-se que a maior atividade desinfetante in vitro foi verificada para o iodo e clorexidine frente a S. aureus e do iodo e ácido lático frente aos SCP e que há necessidade de avaliação periódica dos desinfetantes utilizados nas propriedades leiteiras nas regiões estudadas, pois, existem variações no perfil de sensibilidade e resistência aos desinfetantes que podem comprometer os programas de controle da mastite bovina causada por Staphylococcus spp. Resumo em inglês The objective of this investigation was to evaluate the in vitro sensibility of Staphylococcus spp. to several commercially available disinfectants used for pre and post dipping. A total of 60 isolates of Staphylococcus spp., identified as Staphylococcus aureus (50) and Positive coagulase Staphylococcus (10) were obtained from the mammary glands of dairy cows with subclinical mastitis in the regions of Metropolitan Recife, the Agreste and the Zona da Mata of the State of (mais) Pernambuco, Brazil. As active ingredients were used a chlorine base (25%), iodine (0.6%), chlorhexidine (2.0%), quaternary ammonium (4.0%), and lactic acid (2.0%) at four specific intervals (15", 30", 60", and 300"). One hundred percent of S. aureus was found to be sensitive to iodine, 93.3% to chlorhexidine, 80% to ammonia, 35.6% to lactic acid, and 97.8% were resistant to chlorine at a 60-minute interval. With respect to the Positive coagulase Staphylococcus (SCP), 100.0% of the isolates were sensitive to iodine, 81.8% to quaternary ammonium, 99.9% to lactic acid, 72.7% to chlorhexidine, and 100% was resistant to chlorine at an interval of 60 minutes. It can be concluded that the highest disinfectant activity in vitro was found to be with iodine and chlorhexidine for S. aureus, and with iodine and lactic acid for SCP. A further conclusion was that it is important to undertake a periodic evaluation of the disinfectants used on the dairy properties in the regions studied, given the variety of sensibilities and resistance to disinfectants used, which may prejudice the control of bovine mastitis caused by Staphylococcus spp.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Avaliação de desinfetantes químicos de uso doméstico contra Vibrio cholerae EL TOR (amostra não toxigênica)/ Evaluation of the effect of chemical domestic disinfectants on Vibrio cholerae EL TOR (non toxigenic strain)

Timenetsky, Jorge; Yanaguita, Roberto Mitio; Silva, Luzinete Alves
1992-10-01

Resumo em português As metodologias de avaliação microbiológica de desinfetantes são permanentemente questionadas porque os protocolos laboratoriais não representam as condições reais de uso desses produtos. Em 1985, adotou-se no Brasil, a metodologia da Diluição-Uso da AOAC, para a qualificação microbiológica de desinfetantes químicos, para fins comerciais. Desta maneira, os desinfetantes domésticos são testados contra amostras padrões de Salmonella choleraesuis e Staphyloco (mais) ccus aureus. Pesquisou-se o emprego de Vibrio cholerae devido a sua atual importância, no Brasil, em termos de Saúde Pública, associada ao estudo da atividade antimicrobiana de desinfetantes. Dezenove produtos desinfetantes de uso doméstico encontrados no comércio foram microbiologicamente avaliados. A metodologia foi a Diluição-Uso com 10 carreadores. Os compostos ativos dos produtos incluíam: formaldeído, fenóis, cresóis, amônio quaternário, cloro e etanol, sendo que sete, eram de composição associada. Conforme as recomendações de uso, dezesseis produtos, devem ser utilizados sem diluição. Nestas condições, 9 desinfetantes foram vibriocidas e sete não revelaram tal atividade antibacteriana. Quatro produtos em diluições não esclarecedoras para a desinfecção também mostraram-se ineficazes. Os produtos vibriocidas que devem ser utilizados sem diluição, foram reavaliados diluídos ao dobro. Estas soluções não inativaram V.cholerae, demonstrando microbiologicamente que os seus compostos ativos estão em concentrações limítrofes. O álcool comercial (95,5° GL) a 1:3, a "água sanitária" (2,8% de cloro ativo) a 1:200, creolina a 1:10 e o "Lysoform" a 1:20 atingiram os padrões do teste. Resumo em inglês The methodology of microbiological evaluation of disinfectants is permanently being questioned because the laboratorial protocols do not correspond to the real conditions under which these products are used. In 1985 the Use-Dilution method of AOAC was adopted in Brazil for microbiological qualification of chemical disinfectants for commercial purposes. Domestic disinfectants are tested in this way against Salmonella choleraesuis and Staphylococcus aureus ATCC strains, was (mais) chosen for this evaluation Vibrio cholerae in view of its current importance in Brazil, in terms of Public Health associated with the study of the disinfectant's antimicrobial activities. Nineteen disinfectant products for domestic use for available to the public were evaluated microbiologically by means of simplified Use-Dilution test with 10 carriers. The active compounds of the products included formaldeyde, phenols, cresols, quaternary ammonium compouds, chlorine and ethanol. Seven were mixtures of these. According to the recommendations for their use, sixteen products should be used undiluted. Under these conditions, 9 disinfectants were vibriocides and 7 did not demonstrate this antibacterial activity. Four products in dilutions not clearly specificated were also ineffective. The vibriocide products which must used without dilution were tested again, diluted at 1:2. These solutions did not inactivate V. cholerae showing that, microbiologically, their active compounds are used in limited concentrations. Commercial alcohol (95.5°GL) at 1:3, chlorine 2.8% Água sanitária at 1:200 and Lysoform at 1:20 came up to the standards required by the test.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Avaliação de desinfetantes químicos de uso doméstico contra Vibrio cholerae EL TOR (amostra não toxigênica)/ Evaluation of the effect of chemical domestic disinfectants on Vibrio cholerae EL TOR (non toxigenic strain)

Timenetsky, Jorge; Yanaguita, Roberto Mitio; Silva, Luzinete Alves
1992-10-01

Resumo em português As metodologias de avaliação microbiológica de desinfetantes são permanentemente questionadas porque os protocolos laboratoriais não representam as condições reais de uso desses produtos. Em 1985, adotou-se no Brasil, a metodologia da Diluição-Uso da AOAC, para a qualificação microbiológica de desinfetantes químicos, para fins comerciais. Desta maneira, os desinfetantes domésticos são testados contra amostras padrões de Salmonella choleraesuis e Staphyloco (mais) ccus aureus. Pesquisou-se o emprego de Vibrio cholerae devido a sua atual importância, no Brasil, em termos de Saúde Pública, associada ao estudo da atividade antimicrobiana de desinfetantes. Dezenove produtos desinfetantes de uso doméstico encontrados no comércio foram microbiologicamente avaliados. A metodologia foi a Diluição-Uso com 10 carreadores. Os compostos ativos dos produtos incluíam: formaldeído, fenóis, cresóis, amônio quaternário, cloro e etanol, sendo que sete, eram de composição associada. Conforme as recomendações de uso, dezesseis produtos, devem ser utilizados sem diluição. Nestas condições, 9 desinfetantes foram vibriocidas e sete não revelaram tal atividade antibacteriana. Quatro produtos em diluições não esclarecedoras para a desinfecção também mostraram-se ineficazes. Os produtos vibriocidas que devem ser utilizados sem diluição, foram reavaliados diluídos ao dobro. Estas soluções não inativaram V.cholerae, demonstrando microbiologicamente que os seus compostos ativos estão em concentrações limítrofes. O álcool comercial (95,5° GL) a 1:3, a "água sanitária" (2,8% de cloro ativo) a 1:200, creolina a 1:10 e o "Lysoform" a 1:20 atingiram os padrões do teste. Resumo em inglês The methodology of microbiological evaluation of disinfectants is permanently being questioned because the laboratorial protocols do not correspond to the real conditions under which these products are used. In 1985 the Use-Dilution method of AOAC was adopted in Brazil for microbiological qualification of chemical disinfectants for commercial purposes. Domestic disinfectants are tested in this way against Salmonella choleraesuis and Staphylococcus aureus ATCC strains, was (mais) chosen for this evaluation Vibrio cholerae in view of its current importance in Brazil, in terms of Public Health associated with the study of the disinfectant's antimicrobial activities. Nineteen disinfectant products for domestic use for available to the public were evaluated microbiologically by means of simplified Use-Dilution test with 10 carriers. The active compounds of the products included formaldeyde, phenols, cresols, quaternary ammonium compouds, chlorine and ethanol. Seven were mixtures of these. According to the recommendations for their use, sixteen products should be used undiluted. Under these conditions, 9 disinfectants were vibriocides and 7 did not demonstrate this antibacterial activity. Four products in dilutions not clearly specificated were also ineffective. The vibriocide products which must used without dilution were tested again, diluted at 1:2. These solutions did not inactivate V. cholerae showing that, microbiologically, their active compounds are used in limited concentrations. Commercial alcohol (95.5°GL) at 1:3, chlorine 2.8% Água sanitária at 1:200 and Lysoform at 1:20 came up to the standards required by the test.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Avaliação de desinfetantes de superfície utilizados em Odontologia/ Evaluation of surface disinfectants utilized in dentistry

Silva, Célia Regina Gonçalves e; Jorge, Antonio Olavo Cardoso
2002-06-01

Resumo em português Desinfecção de superfície é um procedimento realizado nas áreas externas do equipamento odontológico e demais itens do consultório. O objetivo deste trabalho foi analisar a ação de quatro desinfetantes utilizados em Odontologia: álcool etílico a 77°GL, composto fenólico (Duplofen), iodóforo (PVP-I) e solução de álcool etílico a 77°GL com 5% de clorexidina para desinfecção de superfície. Foram analisados quatro pontos em cada equipamento ("carter", pi (mais) a de lavagem de mãos, encosto de cabeça da cadeira e superfície frontal externa do refletor), utilizando-se a técnica de "spray-wipe-spray". De cada ponto, foram coletadas amostras utilizando-se placas de superfície contendo ágar Mitis Salivarius bacitracina sacarose, ágar Sabouraud Dextrose com cloranfenicol, ágar MacConkey e ágar-sangue para contagem de estreptococos do grupo mutans, leveduras do gênero Candida, bactérias gram-negativas e contagem total de microrganismos, respectivamente (ufc/placa). Os resultados foram analisados estatisticamente utilizando-se teste t de Student para comparação entre as médias de ufc/placa. O desinfetante que demonstrou ser mais efetivo na redução microbiana foi a solução alcoólica de clorexidina, principalmente para bactérias gram-positivas. O iodo e o composto fenólico mostraram ser bastante eficazes na redução microbiana. O álcool etílico a 77°GL foi o menos eficaz dos quatro desinfetantes analisados, mas apesar de não ser indicado como desinfetante de superfície, mostrou, no presente trabalho, redução microbiana estatisticamente significativa após o processo de desinfecção. Resumo em inglês Surface disinfection is a procedure carried out on the external parts of the dental equipment as well as on other items of the dental office. The aim of this study was to analyze the efficacy of 4 surface disinfectants utilized in dentistry: 77°GL alcohol, phenolic compound (Duplofen), iodophor (PVP-I) and 77°GL alcohol with 5% of chlorhexidine. Four surfaces of the equipment were analyzed in the study (the carter, the washbasin for hand-washing, the headrest of the cha (mais) ir and the external surface of the reflector), and the spray-wipe-spray procedure was carried out. From each surface, samples were collected by means of surface plates containing Mitis Salivarius bacitracin sucrose agar, Sabouraud Dextrose agar with chloramphenicol, MacConkey agar and blood agar, for counting mutans streptococci, Candida yeasts, gram-negative bacteria and total microorganisms, respectively (ufc/plate). The results were statistically analyzed by means of the Student's t test in order to compare the mean ufc/plate values. The most effective disinfectant was 77°GL alcohol with 5% of chlorhexidine, mainly against gram-positive bacteria. Iodophor and phenolic compound were also effective in microbial reduction. 77°GL alcohol was the least effective product - however, although it is not considered as a surface disinfectant, it produced, in this study, statistically significant microbial reduction after the disinfecting procedure.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Avaliação da contaminação bacteriana em desinfetantes de uso domiciliar/ Evaluation of bacterial contamination in disinfectants for domestic use

Miyagi, Fumie; Timenetsky, Jorge; Alterthum, Flávio
2000-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar desinfetantes de uso domiciliar, identificando a presença de bactérias contaminantes, e conhecer o nível de tolerância dessas bactérias ao cloreto de benzalcônio. MÉTODOS: Foram adquiridas aleatoriamente no comércio da região metropolitana de São Paulo, SP, Brasil, 52 amostras de desinfetantes de uso domiciliar para análise quanto à presença de bactérias contaminantes. O nível de tolerância dessas bactérias ao cloreto de benzalcônio foi (mais) determinado pelo método da macrodiluição em caldo. RESULTADOS: De 52 amostras, 16 (30,77%) estavam contaminadas por bactérias Gram negativas, com contagens variando entre 10(4) e 10(6) UFC/ml. Esses contaminantes foram identificados como Alcaligenes xylosoxidans, Burkholderia cepacia e Serratia marcescens. As Concentrações Inibitórias Mínimas (CIM: mg/ml) do cloreto de benzalcônio para S. marcescens, A. xylosoxidans e B. cepacia foram: 2,48, 1,23 e 0,30, respectivamente. CONCLUSÕES Os desinfetantes de uso domiciliar à base de compostos de amônio quaternário são passíveis de contaminação por bactérias. As CIM do cloreto de benzalcônio para as bactérias contaminantes estavam abaixo das concentrações do princípio ativo presente nos desinfetantes, indicando que a tolerância ao biocida não é estável, podendo ser perdida com o cultivo das bactérias em meios de cultura sem o biocida. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate disinfectants for domestic use for the presence of bacteria, identify them, and determine their tolerance level to benzalkonium chloride. METHODS: Fifty-two samples of commercially available disinfectants for domestic use were acquired at random in the metropolitan area of São Paulo, Brazil, and analyzed to detect the presence of bacterial contaminants. The isolated organisms were identified and their tolerance level to benzalkonium chloride was de (mais) termined by broth macrodilution method. RESULTS: Sixteen (30.77%) of fifty-two disinfectants sampled were contaminated by Gram-negative bacteria, with counts varying between 10(4) and 10(6) UFC/ml. Alcaligenes xylosoxidans, Burkholderia cepacia and Serratia marcescens were the predominant organisms found. The minimum inhibitory concentration (MIC: mg/ml) of benzalkonium chloride for these bacteria were 2.48, 1.23 and 0.30 to S. marcescens, A. xylosoxidans and B. cepacia, respectively. CONCLUSIONS: The disinfectant formulation containing quaternary ammonium compounds (QACs) may be exposed to contamination by Gram-negative bacteria. The MICs of benzalkonium chloride against the isolated bacteria were low, indicating that the bacteria grown in culture media without QACs lost their tolerance to this biocide.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Avaliação da contaminação bacteriana em desinfetantes de uso domiciliar/ Evaluation of bacterial contamination in disinfectants for domestic use

Miyagi, Fumie; Timenetsky, Jorge; Alterthum, Flávio
2000-10-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar desinfetantes de uso domiciliar, identificando a presença de bactérias contaminantes, e conhecer o nível de tolerância dessas bactérias ao cloreto de benzalcônio. MÉTODOS: Foram adquiridas aleatoriamente no comércio da região metropolitana de São Paulo, SP, Brasil, 52 amostras de desinfetantes de uso domiciliar para análise quanto à presença de bactérias contaminantes. O nível de tolerância dessas bactérias ao cloreto de benzalcônio foi (mais) determinado pelo método da macrodiluição em caldo. RESULTADOS: De 52 amostras, 16 (30,77%) estavam contaminadas por bactérias Gram negativas, com contagens variando entre 10(4) e 10(6) UFC/ml. Esses contaminantes foram identificados como Alcaligenes xylosoxidans, Burkholderia cepacia e Serratia marcescens. As Concentrações Inibitórias Mínimas (CIM: mg/ml) do cloreto de benzalcônio para S. marcescens, A. xylosoxidans e B. cepacia foram: 2,48, 1,23 e 0,30, respectivamente. CONCLUSÕES Os desinfetantes de uso domiciliar à base de compostos de amônio quaternário são passíveis de contaminação por bactérias. As CIM do cloreto de benzalcônio para as bactérias contaminantes estavam abaixo das concentrações do princípio ativo presente nos desinfetantes, indicando que a tolerância ao biocida não é estável, podendo ser perdida com o cultivo das bactérias em meios de cultura sem o biocida. Resumo em inglês OBJECTIVE: To evaluate disinfectants for domestic use for the presence of bacteria, identify them, and determine their tolerance level to benzalkonium chloride. METHODS: Fifty-two samples of commercially available disinfectants for domestic use were acquired at random in the metropolitan area of São Paulo, Brazil, and analyzed to detect the presence of bacterial contaminants. The isolated organisms were identified and their tolerance level to benzalkonium chloride was de (mais) termined by broth macrodilution method. RESULTS: Sixteen (30.77%) of fifty-two disinfectants sampled were contaminated by Gram-negative bacteria, with counts varying between 10(4) and 10(6) UFC/ml. Alcaligenes xylosoxidans, Burkholderia cepacia and Serratia marcescens were the predominant organisms found. The minimum inhibitory concentration (MIC: mg/ml) of benzalkonium chloride for these bacteria were 2.48, 1.23 and 0.30 to S. marcescens, A. xylosoxidans and B. cepacia, respectively. CONCLUSIONS: The disinfectant formulation containing quaternary ammonium compounds (QACs) may be exposed to contamination by Gram-negative bacteria. The MICs of benzalkonium chloride against the isolated bacteria were low, indicating that the bacteria grown in culture media without QACs lost their tolerance to this biocide.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Atividade de detergentes e desinfetantes sobre a evolução dos ovos de Ascaris lumbricoides/ Effects of detergents and disinfectants on the development of Ascaris lumbricoides eggs

Massara, Cristiano Lara; Ferreira, Rafaela Salgado; Andrade, Luiz Dias de; Guerra, Henrique Leonardo; Carvalho, Omar dos Santos
2003-02-01

Resumo em português A infecção por Ascaris lumbricoides decorre da ingestão de ovos embrionados deste parasita, o que justifica a pesquisa de substâncias que tenham efeito deletério sobre estes ovos. Nosso objetivo foi estudar a ação de 16 produtos detergentes e desinfetantes, de uso doméstico e laboratorial, sobre a embriogênese deste helminto. Crianças portadoras desta infecção foram tratadas com levamisol e os vermes fêmeas expelidos foram recolhidos e dissecados, para obten� (mais) �ão dos ovos intra-uterinos. Os ovos foram postos em contato com os produtos em diversas diluições e tempos, lavados e incubados a 28ºC, por 20 dias, para teste da viabilidade e determinação da porcentagem de embrionamento. Apenas um produto inibiu completamente o embrionamento dos ovos, em todos os tempos e diluições testados. Cinco produtos inibiram o embrionamento dos ovos em mais de 50%, seis inibiram o embrionamento em menos de 50% e três não tiveram efeito sobre o embrionamento dos ovos. Por outro lado, com um produto observou-se aumento da porcentagem de embrionamento dos ovos em relação aos controles. Resumo em inglês Ascaris lumbricoides infection is acquired via ingestion of embryonated eggs of the parasite, thus justifying the search for ovicidal compounds. We studied the effect of 16 household and laboratory detergents and disinfectants on the embryogenesis of this helminth. Children carrying this infection were treated with levamisole. Eliminated female worms were collected and dissected to obtain eggs from the uteri. The eggs were placed in contact with various products at differ (mais) ent dilutions and for various periods of time. After washing, eggs were incubated at 28ºC for 20 days, for viability tests and to determine the embryonation rate. Only one product completely inhibited the embryonation of eggs at every dilution and for every time period tested. Five products inhibited more than 50% of embryonation, while six inhibited less than 50%. Three products showed no effect on embryonation, while for one the percentage of embryonated eggs was higher than in the control tubes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Atividade de detergentes e desinfetantes sobre a evolução dos ovos de Ascaris lumbricoides/ Effects of detergents and disinfectants on the development of Ascaris lumbricoides eggs

Massara, Cristiano Lara; Ferreira, Rafaela Salgado; Andrade, Luiz Dias de; Guerra, Henrique Leonardo; Carvalho, Omar dos Santos
2003-02-01

Resumo em português A infecção por Ascaris lumbricoides decorre da ingestão de ovos embrionados deste parasita, o que justifica a pesquisa de substâncias que tenham efeito deletério sobre estes ovos. Nosso objetivo foi estudar a ação de 16 produtos detergentes e desinfetantes, de uso doméstico e laboratorial, sobre a embriogênese deste helminto. Crianças portadoras desta infecção foram tratadas com levamisol e os vermes fêmeas expelidos foram recolhidos e dissecados, para obten� (mais) �ão dos ovos intra-uterinos. Os ovos foram postos em contato com os produtos em diversas diluições e tempos, lavados e incubados a 28ºC, por 20 dias, para teste da viabilidade e determinação da porcentagem de embrionamento. Apenas um produto inibiu completamente o embrionamento dos ovos, em todos os tempos e diluições testados. Cinco produtos inibiram o embrionamento dos ovos em mais de 50%, seis inibiram o embrionamento em menos de 50% e três não tiveram efeito sobre o embrionamento dos ovos. Por outro lado, com um produto observou-se aumento da porcentagem de embrionamento dos ovos em relação aos controles. Resumo em inglês Ascaris lumbricoides infection is acquired via ingestion of embryonated eggs of the parasite, thus justifying the search for ovicidal compounds. We studied the effect of 16 household and laboratory detergents and disinfectants on the embryogenesis of this helminth. Children carrying this infection were treated with levamisole. Eliminated female worms were collected and dissected to obtain eggs from the uteri. The eggs were placed in contact with various products at differ (mais) ent dilutions and for various periods of time. After washing, eggs were incubated at 28ºC for 20 days, for viability tests and to determine the embryonation rate. Only one product completely inhibited the embryonation of eggs at every dilution and for every time period tested. Five products inhibited more than 50% of embryonation, while six inhibited less than 50%. Three products showed no effect on embryonation, while for one the percentage of embryonated eggs was higher than in the control tubes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Atividade antibacteriana de desinfetantes para uso na produção orgânica de aves/ Antibacterial activity of disinfectants for use in organic poultry keeping

Jaenisch, Fátima Regina Ferreira; Kuchiishi, Suzana Satomi; Coldebella, Arlei
2010-02-01

Resumo em português A determinação de produtos eficazes para a desinfecção e que não causem danos ao meio ambiente é um grande desafio para a avicultura orgânica. Neste trabalho foram avaliadas as atividades antibacterianas de quatro desinfetantes: ácido peracético, amônia quaternária, hipoclorito de sódio a 1% e a 0,1% de cloro ativo e do composto de ácidos orgânicos (cítrico, lático e ascórbico), frente às amostras padrão de Escherichia coli, Salmonella enteritidis e Sta (mais) phylococcus aureus, na presença e ausência de matéria orgânica, sob duas diferentes temperaturas e tempo de contato de 20 minutos. Os ácidos orgânicos mostraram-se menos efetivos na presença de matéria orgânica. No entanto, o ácido peracético, na ausência desta, foi o mais eficaz frente à S. Enteritidis e igualmente efetivo, independente da matéria orgânica, frente ao S. aureus e E. coli, revelando-se uma opção válida para desinfecção na avicultura orgânica, desde que precedida de limpeza criteriosa. Resumo em inglês Efficient products in the disinfection that do not cause damages to the environment are a challenge for the organic poultry keeping. The antibacterial activity of four disinfectants was evaluated to per acetic acid, quaternary ammonium, sodium hypochlorite at 1% and 0,1% and the composed of organics acids (citric, lactic and ascorbic) against standard samples of Escherichia coli, Salmonella enteritidis and Staphylococcus aureus in the presence and absence of organic matte (mais) r, at two different temperatures and with 20 minutes of contact. Organic acids were shown less effective in the presence of organic matter. However, the per acetic acid in the absence of this revealed most efficient against S. Enteritidis and equally effective in the presence of organic matter, against S. aureus and E. coli showing a valid option for disinfection in the organic poultry keeping since preceded of careful cleanness.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Alface minimamente processada: uma revisão/ Minimally processed lettuce: a review

MAISTRO, Liliane Corrêa
2001-12-01

Resumo em português Segurança e qualidade na produção de alimentos frescos são dependentes da microflora. Cada etapa da cadeia de produção desde o plantio até o consumo final influencia a qualidade microbiológica do alimento. Manipulação inadequada e ausência de procedimentos adequados, como a não sanitização dos equipamentos utilizados no beneficiamento, levam a um incremento do crescimento microbiano, podendo comprometer a qualidade e segurança de frutas e vegetais frescos. (mais) Por razões de ordem econômica e higiênica, o consumo de vegetais frescos pré-preparados, "prontos para consumo" (ready-to-eat), tornou-se bastante popular, pois se encontram disponíveis já higienizados e embalados nos mais diversos formatos, isto é, minimamente processados. Etapas de processamento como a picagem e o corte normalmente incrementam a população de microorganismos, diminuindo, conseqüentemente, a vida-de-prateleira do alimento. A utilização de técnicas para estender a vida-de-prateleira de um produto alimentício pode incrementar os riscos com problemas correlacionados com a segurança alimentar. O uso adequado de desinfetantes pode complementar um programa de sanitização, mas pode não obter sucesso absoluto na erradicação de microorganismos patogênicos em alimentos pré-contaminados. O objetivo desta revisão é apresentar os principais aspectos envolvendo a qualidade e segurança na produção da alface picada minimamente processada. Resumo em inglês Quality and safety of fresh produce depend on their microbial flora. Every step from production to consumption will influence the microbiology of fresh produce. Improper handling and unsanitary equipment lead to an increase in populations of microorganisms in fresh fruits and vegetables and can compromise quality and safety. For reasons of expense, labor and hygiene, fresh prepacked vegetables have become very popular, since they are already peeled, sliced, shredded, that (mais) is, minimally processed. Processing steps such as cutting usually increase the populations of microorganisms and developing shorten shelf life. The use of techniques to extend shelf life can increase the risk of developing safety problems and therefore need to be carefully evaluated. Proper use of disinfectants can complement an effective sanitization program but should not be relied upon to eliminate pathogenic microorganisms from contaminated produce. The aim of this review article is to present quality and safety aspects of minimal processing of ready-to-eat shredded lettuce.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Agravos respiratórios decorrentes da atividade agrícola/ Respiratory health hazards in agricultural activities

VIEGAS, CARLOS A.A.
2000-04-01

Resumo em português As doenças respiratórias são um importante problema crítico para trabalhadores rurais, uma vez constatada evidência de aumento significativo do risco de morbidade e mortalidade, por problemas respiratórios, em trabalhadores agrícolas. Este fato é de grande importância especialmente nos países em desenvolvimento, onde grande parte da população depende da agricultura como fonte de subsistência. Sabidamente, pessoas envolvidas em atividades agrícolas estão pot (mais) encialmente expostas a vários agentes como poeira inorgânica do solo, poeira orgânica, gases tóxicos, pesticidas, etc. O aparelho respiratório pode reagir a estes insultos ao nível de vias aéreas superiores com rinite, sinusite e otite. As vias aéreas inferiores podem responder desencadeando ou agravando asma brônquica, com o quadro conhecido como síndrome asthma-like, com obstrução crônica e lesões causadas por poeira orgânica, pneumonite por hipersensibilidade e fibrose intersticial. Assim, se faz necessário uma identificação precisa dos possíveis agentes etiológicos e conseqüentes medidas profiláticas das doenças respiratórias decorrentes da atividade agrícola. Resumo em inglês Respiratory diseases are today an important clinical problem for agricultural workers since many studies have demonstrated a significantly increased risk of respiratory morbidity and mortality. This is also important as a public health problem, specially in many developing countries where over half of the work force is involved in agriculture. The rural workers have potential inhalatory exposure to a very wide range of agents like organic and inorganic dust, decomposition (mais) gases, pesticides, disinfectants, etc. The impact on the respiratory system varies considerably and may affect all the airways and the pulmonary interstitium and may be associated to rhinitis, asthma, asthma-like syndrome, chronic airway disease, organic dust toxic syndrome, hypersensitivity pneumonitis, and interstitial fibrosis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)