Sample records for directed-energy weapons
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 1 shown.



1

Armas estratégicas e poder no sistema internacional: o advento das armas de energia direta e seu impacto potencial sobre a guerra e a distribuição multipolar de capacidades/ Strategic weapons and power in international system: the arise of direct energy weapons and their potential impact over the war and multipolar distribution of capabilities

Ávila, Fabrício Schiavo; Martins, José Miguel; Cepik, Marco
2009-04-01

Resumo em português O pós-Guerra Fria (1991-2006) apresenta uma mudança significativa no cenário estratégico: a maior acessibilidade da tecnologia militar e o surgimento de novas armas capazes de modificar o poder coercitivo dos países - como as armas de energia direta - acabam pondo em xeque a ideia de que a primazia nuclear é condição suficiente para garantir a unipolaridade. Focando-se no atual recrudescimento das tensões entre EUA e Rússia - especialmente com a proposta norte-a (mais) mericana de implementação do Escudo Antimíssil no Leste Europeu - e analisando as relações de poder entre os três países, procuramos revelar que tipo de competição ocorrerá no sistema internacional nas próximas décadas. O presente artigo analisa as reais possibilidades de que a primazia nuclear norte-americana se torne efetiva, uma vez que, para tanto, é necessário o desarmamento estratégico das demais potências. Como uma guerra nuclear entre os três países possui um custo político muito elevado, as disputas tendem a ser decididas na esfera das operações. Para ilustrar esta última afirmação, usamos um cenário contrafactual de guerra nuclear limitada entre Estados Unidos, Rússia e China, por meio do qual tentamos evidenciar as precondições táticas e operacionais para uma eventual vitória da coalizão sino-russa. Resumo em inglês The evolution of the Post-Cold War (1991-2006) international system shows a significant amount of change regarding the strategic capabilities of United States, Russia, and China. The rise of a new class of strategic weapons called directed energy weapons (lasers and high power microwaves), as well as the great costs associated with the quest for nuclear primacy, demand closer examination of the current assumption about the links between nuclear primacy and unipolar distri (mais) bution of power in the International System. Starting with the current tensions between US and Russia, we try to reveal in this article what kind of competition might be observed in the international system over the next decade. The present work analyzes the real possibilities of the USA achieving an effective nuclear primacy condition, which requires the complete disarmament of all other powers. Since a nuclear war between the three countries has a very high political cost, disputes tend to be settled on the operational sphere. In order to demonstrate this final point, we made comparative use of two nuclear war scenarios. The article concludes by establishing the tactical and operational conditions that Russia and China seems to counting with in order to defeat United States if a shooting war comes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)