Sample records for dioxane
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 2 shown.



1

Composição fenólica de ligninas dioxano determinadas pela reação oxidativa com o nitrobenzeno/ Phenolic composition of dioxane lignins as determined by nitrobenzene oxidative reaction

Fukushima, Romualdo Shigueo; Hatfield, Ronald Donald
2003-03-01

Resumo em português A correta quantificação da concentração de lignina em plantas forrageiras, pelo método espectrofotométrico, pressupõe a existência de um padrão de referência. Um padrão de referência deve ter composição fenólica semelhante à da lignina da parede celular. O objetivo deste trabalho foi verificar se ligninas extraídas com solução ácida de dioxano para serem utilizadas como padrão de referência, apresentariam variação na composição fenólica da mesma (mais) maneira que a lignina da parede celular. Amostras de parede celular de "bromegrass", milho e trevo-vermelho foram submetidas ao método para extração de ligninas com solução ácida de dioxano. A composição fenólica das ligninas foi analisada mediante oxidação alcalina pelo nitrobenzeno com posterior separação dos componentes monoméricos via HPLC. As ligninas extraídas confirmaram a existência de variação na composição fenólica da mesma maneira às ligninas intactas presentes na parede celular e de substancial presença de ácidos cinâmicos nas ligninas de gramíneas. No que diz respeito à composição fenólica, ligninas extraídas com solução ácida de dioxano podem ser consideradas potenciais padrões de referência paras as análises espectrofotométricas. Resumo em inglês The correct quantification of lignin concentration in forages through the spectrophotometric method presumes the existence of a reference standard. This standard must have a phenolic composition similar to the cell wall lignin. The objective of this work was to verify if the lignins extracted with acidic dioxane solution to be used as reference standard would present the same variation in the phenolic composition as it occurs in the cell wall lignin. Bromegrass, corn and (mais) red clover cell wall samples were submitted to the method for extraction of lignins with an acidic dioxane solution. The phenolic composition of the extracted lignins was analyzed by alkaline nitrobenzene oxidation followed by HPLC separation. Extracted lignins confirmed that they have phenolic composition variation the same way as do intact lignins present in the cell wall and that grass lignins showed substantial presence of cinnamic acids. Concerning to phenolic composition lignins extracted by acidic dioxane may potentially be used as reference standards in the spectrophotometric analysis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Espectros de duas formas de lignina obtidos por ressonância magnética nuclear/ Nuclear magnetic resonance spectra of two types of lignin

Fukushima, Romualdo Shigueo; Hatfield, Ronald Donald
2003-04-01

Resumo em português O conteúdo de lignina pode ser útil na estimativa da digestão da fibra de plantas forrageiras. A determinação quantitativa da lignina pelo método espectrofotométrico pressupõe a existência de um padrão de referência satisfatório. O objetivo deste trabalho foi avaliar, por meio da ressonância magnética nuclear (RMN), duas ligninas, uma extraída com brometo de acetila (LBrAc) e outra com solução ácida de dioxano (LDiox), para utilização como padrão de r (mais) eferência em análises espectrofotométricas. A ressonância de próton acusou altos teores de carboidratos contaminantes nas amostras de LBrAc. Como a cromatografia líquida já havia indicado menor presença de carboidratos contaminantes na LDiox, os espectros por ressonância de carbono, mais rica em detalhes do que a espectroscopia anterior, porém mais demorada, foram realizados somente nas ligninas LDiox. Este espectro revelou picos típicos, comuns à maioria das ligninas. Os achados da RMN foram condizentes com a análise química, a qual identificou que o carboidrato da parede celular que acompanha a LBrAc seria possivelmente a celulose, ao passo que a pequena contaminação da LDiox teria origem nas pentosanas. A LDiox pode ser considerada melhor padrão de referência para as análises espectrofotométricas do que a LBrAc. Resumo em inglês Lignin content can be useful to estimate fiber digestion of forage plants. Quantitative determination of lignin by the spectrophotometric method presumes an efficient standard. The objective of this work was to evaluate, by the nuclear magnetic resonance (NMR), two lignins, one extracted with acetyl bromide (AcBrL) and another with acidic dioxane solution (DL), as standards in spectrophotometric analysis. Proton resonance revealed high presence of carbohydrates in the AcB (mais) rL residues. Because liquid chromatograph had already shown low contamination with carbohydrates in the DL samples, only carbon resonance, which is lengthier, but richer in details than proton resonance, was run on these lignin samples. The carbon resonance revealed typical peaks common to most lignins. NMR findings were harmonious with wet chemistry which revealed that the cell wall carbohydrates attached to AcBrL would possibly be cellulose whereas in the DL, the small carbohydrate components would come from pentosans. DL can be considered a better standard to the spectrophotometric analysis than AcBrL.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)