Sample records for dicotyledons
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 7 shown.



1

Período crítico de interferência das plantas daninhas na cultura do feijoeiro-comum em sistema de semeadura direta/ Critical period of weed interference in the common bean crop under direct seeding system

Kozlowski, L.A.; Ronzelli Júnior, P.; Purissimo, C.; Daros, E.; Koehler, H.S.
2002-08-01

Resumo em português No ano agrícola 1996/97 foi conduzido, na Fazenda-Escola da Universidade Estadual de Ponta Grossa, em Ponta Grossa-PR, um experimento a campo com o objetivo de determinar o período crítico de prevenção da interferência das plantas daninhas sobre a cultura do feijoeiro-comum (Phaseolus vulgaris), em sistema de semeadura direta, associando esse período com a fenologia da planta. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso em arranjo fatorial 2 x 8, (mais) com quatro repetições. Os 16 tratamentos testados foram resultados da combinação de dois conjuntos de tratamentos de interferência das plantas daninhas: (1) inicialmente em convivência com as plantas daninhas (2) inicialmente sem convivência com as plantas daninhas, em sete estádios fenológicos do feijoeiro - V2, V3, V4, R5, R6, R7 e R8 - e uma testemunha em convivência durante todo o ciclo da cultura. O experimento foi instalado em uma área há oito anos sob plantio direto, com semeadura realizada de acordo com a tecnologia recomendada para a cultura, com adubações no sulco e em cobertura e tratamentos fitossanitários, para que os feijoeiros se desenvolvessem normalmente. O período crítico de prevenção da interferência ocorreu entre os estádios fenológicos V4 e R6, e a interferência das plantas daninhas durante todo o ciclo reduziu em média 71% o rendimento de grãos dos feijoeiros. Com relação à comunidade infestante, as dicotiledôneas representaram 61,3% das plantas daninhas, destacando-se as espécies Bidens pilosa e Richardia brasiliensis, com 30,6 e 16,6%, respectivamente; já as monocotiledôneas representaram 38,7% da comunidade infestante, com destaque para as espécies Digitaria horizontalis e Brachiaria plantaginea, com 23,6 e 14,3%, respectivamente. Resumo em inglês A field experiment was carried out at the Training Farm of Ponta Grossa State University, in Ponta Grossa-PR, Brazil, during the 1996/1997 growing season to determine the critical period of weed interference in the common bean under direct seeding system, associated with the phenological stage of the common bean growth. The experimental design was a randomized complete block arranged in a 2 x 8 factorial, with four replications. The 16 treatments tested resulted from a co (mais) mbination of two groups of weed interference treatments : (a) relative weedy period, and (b) relative weed-free period, in seven physiological stages of bean growth: V2, V3, V4, R5, R6, R7 and R8, and a check plot with the crop in coexistence with the weeds. The experiment was carried out on an area 8 years under direct seeding system. Sowing, fertilization, and insect and disease control were performed according to the technology recommended for the crop. The weed interference critical period occurred between the V4 and R6 phenological stages of growth, and bean yield was reduced in 71% when the crop was maintained in coexistence with the weeds during all the crop cycle. Regarding weed composition, the dicotyledons class of weed represented 61.3%, being Bidens pilosa and Richardia brasiliensis the most prevalent, with 30.6% and 16.6%, respectively. Monocotyledons represented 38.7%, and Digitaria horizontalis and Brachiaria plantaginea, were the most prevalent, with 23.6% and 14.3%, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Organização estrutural da casca de Persea major Kopp (Lauraceae)/ Structural organization of Persea major Kopp bark (Lauraceae)

Maranho, Leila Teresinha; Preussler, Karla Heloise; Rocha, Ledyane Dalgallo
2009-06-01

Resumo em português O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de contribuir ao conhecimento da estrutura da casca de Persea major Kopp (Lauraceae), espécie nativa da América do Sul. No Brasil, é conhecida, popularmente, como "pau de andrade" e utilizada na cultura tradicional na cicatrização dos ferimentos. A análise da casca foi feita usando microscopia de óptica. A casca se distingue, principalmente, pelo tipo e distribuição dos tecidos esclerenquimáticos e a presença de (mais) células oleíferas e mucilaginosas. As características encontradas na estrutura da casca desta espécie mostram grande importância para a identificação e servem como parâmetros no controle de qualidade. Estas células oleíferas e mucilaginosas com uma distribuição restrita nas dicotiledôneas constituem uma característica taxonômica e diagnóstica particularmente valiosa. Resumo em inglês The study was undertaken to increase our knowledge of bark structure of Persea major Kopp (Lauraceae), a native specie from South America. In Brazil, it is known as "pau de andrade" and is used by traditional cultures to heal injuries. This analysis was done by light microscopy. The bark is distinguished mainly by the type and distribution of sclerenchymatic tissues, and the presence of oil and mucilage cells. The characteristics found in the bark anatomy of this species (mais) are of great importance for identification purposes and as parameters in quality control. These oil and mucilage cells have a restricted distribution in the dicotyledons and constitute a particularly valuable taxonomic and diagnostic feature.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Efeito de diferentes herbicidas nas culturas de alho e cebola/ Effect of different herbicides on garlic and onion crops

Deuber, Robert; Fornasier, João Baptista; Lisbão, Rogério Salles
1983-01-01

Resumo em português Foram instalados dois experimentos de campo, um com alho 'Lavínia' e outro com cebola 'Monte Alegre' e 'Roxa do Traviú', para estudar a eficiência de controle e a seletividade de herbicidas. Na cultura do alho, havia os seguintes tratamentos: pendimethalin a 1,50kg/ha, linuron a 1,00kg/ha e oxadiazon a 1,00kg/ha, aplicados no dia do plantio; ioxinil a 0,50 e 0,75kg/ha, ioxinil + oxadiazon a 0,75 + 0,25kg/ha e 0,50 + 0,50kg/ha, aplicados em pós-emergência, testemunhas (mais) com e sem cultivo e com palha seca. Ocorreu uma população mista de mato com predomínio de beldroega. Em contagens realizadas aos 48 e 84 dias, verificou-se excelente controle de dicotiledôneas por todos os tratamentos. Ioxinil só ou em mistura com oxadiazon, em pós-emergência, não controlou gramíneas. Nenhum tratamento herbicida reduziu o número de plantas de alho, ocorrendo os menores valores com as testemunhas com mato e com palha. As produções, em peso, de bulbos ocorreram na seguinte ordem decrescente: testemunha capinada >oxadiazon >ioxinil + oxadiazon a 0,50 + 0,50 = pendimethalin = testemunha com palha = ioxinil + oxadiazon a 0,75 + 0,25kg > linuron > ioxinil a 0,75kg >ioxinil a 0,50kg > testemunha com mato. Na cultura da cebola, havia os seguintes tratamentos: pendimethalin a 1,50kg/ha, linuron a 1,00kg, oxadiazon a 1,00kg e chloroxuron a 4,00kg, aplicados no dia do transplantio; ioxinil a 0,50kg e 0,75kg, oxadiazon + ioxinil a 0,75 + 0,25kg, idem a 1,00 + 0,25kg e a 1,00 + 1,00kg, e linuron a 1,00kg, todos aplicados 32 dias após o transplantio, testemunhas com e sem capina. Ocorreu uma população predominante de dicotiledôneas com maior frequência de beldroega e de quenopódio.A avaliação, realizada aos 48 dias, mostrou excelente controle de dicotiledôneas por todos os tratamentos, com valores acima de 95%.O ioxinil, só ou em mistura com oxadiazon, não controlou gramíneas, e o chloroxuron apresentou o menor controle geral, mas ainda satisfatório.O oxadiazon em PRÉ e o linuron em PÓS foram os mais eficientes no controle de gramíneas. Não houve diferenças entre as produções de cebola nos diferentes tratamentos. Resumo em inglês Two field trials with garlic 'Lavínia' and onion 'Monte Alegre' and 'Roxa do Traviú' were performed on a loamy soil to study herbicide selectivity and their efficiency on weed control. The following treatments were studied on garlic: pendimethalin at 1.50 kg/ha; linuron at 1.00 kg/ha and oxadiazon at 1.00 kg/ha, applied in pre-emergence at the planting day; ioxynil at 0.50 and 0.75 kg/ha, ioxynil + oxadiazon at 0.75 + 0,25 kg/ha and 0.50 + 0.50 kg/ha, applied 35 days af (mais) ter, weeded and hoed checks and a check with mulch. The weed population was a mixture of various types of weeds; predominated by Portucala oleracea L. Weed control was evaluated at 48 and 84 days. All treatments controlled very well the dicotyledons. Ioxynil alone or mixed with oxadiazon in post-emergence did not control grasses. None of the herbicide treatments reduced the garlic stand, occurring the lowest number on the checks with weeds and mulch. The yields occurred in the following: hoed check > oxadiazon > ioxynil + oxadiazon at 0.50 + 0.50 kg/ha = pendimethalin = mulch = ioxynil + oxadiazon at 0.75 + 0.25 kg/ha > linuron > ioxynil at 0.75 kg/ha > ioxynil at 0.50 kg/ha > weeded check. On the onion crop the following treatments were studied: pendimethalin at 1.50 kg/ha, linuron at 1.00 kg/ha, oxadiazon at 1.00 kg/ha, and chloroxuron at 4.00 kg/ha, applied in pre-emergence on the day of transplanting; ioxynil at 0.50 and 0.75 kg/ha, oxadiazon + ioxynil at 0.75 + 0.25 kg/ha, at 1.00 + 0.25 kg/ha and at 1.00 + 1.00 kg/ha and linuron at 1.00 kg/ha, all applied 32 days after, weeded and hoed checks. The weeds occurring were predominantly dicotyledons being Portulaca oleracea L. and Chenopodium album L. the most dominant. Control evaluation was done at 48 days showing an excelent control of dicotyledons (over 95%) by all treatments. Ioxynil alone or mixed with oxadiazon did not control grasses and chloroxuron showed the lowest general control but yielded satisfactory. Oxadiazon in pre-emergence and linuron in post-emergence were the most efficient in controling gresses. There were no differences among treatments for bulb yield.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Controle da germinação de sementes de soja em testes de sanidade pelo uso da restrição hídrica/ Control of seed germination in blotter test through the water restriction technique

Machado, José da Cruz; Oliveira, João Almir de; Vieira, Maria das Graças G.C.; Alves, Marcelo de C.
2003-12-01

Resumo em português A inibição do processo de germinação de sementes em testes de sanidade é de vital importância na avaliação da ocorrência de fungos, especialmente por melhorar a precisão e a operacionalidade da análise. Como existem inconvenientes nos métodos tradicionais para inibição da germinação nos testes de sanidade, o presente trabalho teve como objetivo investigar a viabilidade da aplicação da restrição hídrica para inibir a germinação de sementes de soja, e (mais) m substituição ao método tradicional com 2,4,D. Para tanto, foi utilizado como substrato papel de filtro umedecido com soluções de 2,4D (10ppm), e de manitol, NaCl e KCl nos potenciais hídricos de 0, -0,4, -06, -08, e -1,0MPa. Pelos resultados, pôde-se verificar que houve inibição crescente da germinação com o aumento da restrição hídrica, não sendo afetadas as incidências dos principais fungos presentes nas amostras analisadas, havendo entretanto melhor controle nas concentrações acima de -0,6 MPa. Resumo em inglês The inhibition of seed germination in health testing is important because germinated seeds may cause contamination and make microscopic assessment difficult. To inhibit seed germination of some dicotyledons species the use of 2,4-D is commonly recommended and for monocotyledons the use of deep freezing is used. In both cases, there are serious inconveniences for several reasons. In the present study the use of the water restriction technique was investigated as mean to in (mais) hibit soybean seeds in substitution to 2,4-D in the blotter test. Manitol, NaCl and KCl were the osmotic compounds tested. The effects of the water restriction were also evaluated on the occurrence of the fungi associated with seeds. Water restriction in the range of -0,6 to -1,0 MPa was effective in the inhibition of the seed germination without affecting the occurrence of the fungi in the samples used.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Composição e dinâmica da biomassa aérea após a queima em savana gramíneo-lenhosa no Pantanal/ Composition and aerial biomass dynamics after burning of a grassy-woody savanna in the Pantanal wetlands

CARDOSO, EVALDO LUIS; CRISPIM, SANDRA MARA ARAÚJO; RODRIGUES, CRISTINA APARECIDA G.; BARIONI JÚNIOR, WALDOMIRO
2000-11-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi avaliar a composição e dinâmica da biomassa aérea após a queima de uma savana gramíneo-lenhosa no Pantanal. Foram coletados dados mensais de freqüência de espécies, biomassa aérea e cobertura do solo durante 11 meses em uma área com queima (CQ) e outra sem queima (SQ), ambas sem pastejo. A queima reduziu a freqüência das gramíneas predominantes e condicionou aumento no número de espécies dicotiledôneas e ciperáceas. A produç� (mais) �o de biomassa aérea total foi inferior na área com queima, embora a tendência de incremento tenha sido semelhante nas duas áreas. A produção de biomassa morta foi muito afetada pela queima, cuja produção, 11 meses após, representou aproximadamente 25% da obtida na área sem queima. A cobertura do solo foi inferior na área com queima e somente no quarto mês assemelhou-se à área sem queima. Resumo em inglês The purpose of this work was to evaluate composition and aerial biomass dynamics after burning of a grassy-woody savanna in the Pantanal wetlands, Brazil. During 11 months, data on species frequency, aerial biomass and soil cover were collected in an area with burning (WB) and another free of burning (FB), both not grazed. Burning reduced the frequency of the most predominant grasses and increased the number of dicotyledons and cyperaceae species. The production of total (mais) aerial biomass was lower in the WB area, despite an increase tendency that was similar in both areas. Litter production was strongly affected by burnings. After 11 months its production was approximately 25% of the production exhibited by the FB area. Soil cover was also lower in the WB and only after four months it was similar to the FB area.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Chave de identificação para as espécies de Dicotiledôneas arbóreas da Reserva Biológica do Tinguá, RJ, com base em caracteres vegetativos/ Identification key of the most common woody Dicotyledons from the Tinguá Biological Reserve (State of Rio de Janeiro, Brazil) based on vegetative characters

Braz, Denise Monte; Moura, Maria Verônica Leite Pereira; Rosa, Maria Mercedes Teixeira da
2004-06-01

Resumo em português A Reserva Biológica do Tinguá abrange parte dos municípios de Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Miguel Pereira e Petrópolis, localizados na região centro-oeste do Estado do Rio de Janeiro, apresentando vegetação predominantemente florestal que integra o complexo vegetacional Mata Atlântica. Embora situada próxima à área urbana, a Reserva do Tinguá apresenta desmatamento quase nulo e grande riqueza florística. Dentre os projetos realizados como parte do programa (mais) Linhas de Pesquisa em Mata Atlântica - CNPq, desenvolvida pelo Departamento de Botânica da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, foi elaborada a chave para a identificação das espécies arbóreas, tendo como base características morfológicas vegetativas, tais como a filotaxia e forma das folhas, presença ou ausência de estípulas, exsudado, lenticelas, indumento e glândulas. A chave apresentada consta de 109 espécies, distribuídas em 35 famílias botânicas. Resumo em inglês The Tinguá Biological Reserve is located within the boundaries of the municipalitiesof Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Miguel Pereira, and Petrópolis, in the central-western region of Rio de Janeiro State, Brazil. Its vegetation is mainly formed by forests belonging to the Atlantic Rain Forest Complex. Although located close to urban areas, the Tinguá Reserve has suffered little deforestation which is assured by its species richness. As one of the several projects for t (mais) he Reserve, developed by the Botany Department of the Federal University of Rio de Janeiro, an identification key of the woody Dicotyledons is presented, using morphological vegetative characters such as phyllotaxy, leaf shape, stipules, exsudates, lenticells, indument, and glands. A total of 109 species can be identified, belonging to 35 families.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Avaliação de resíduo do herbicida imazethapyr e da interferência de plantas daninhas na cultura da alfafa/ Effect of Imazethapyr residue and weed interference in alfalfa

Pagotto, Juliana Z.; Reis, Ricardo A.; Durigan, Julio C.
1998-12-01

Resumo em português Foram conduzidos dois experimentos de campo em área experimental do Departamento de Nutrição Animal e Pastagens da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (UNESP), Campus de Jaboticabal, com o objetivo de observar resíduos do herbicida imazethapyr na forragem da alfafa e analisar a interferência de plantas daninhas monocotiledôneas e dicotiledôneas. No primeiro experimento, o herbicida foi aplicado nas doses de 0,5 e 1,0 l do p.c./ha, nos estádios de dese (mais) nvolvimento: início de brotação das gemas basais, estádio vegetativo, ou seja, antes da cobertura total do solo e início do florescimento da alfafa. Foi observado que o herbicida não deixou resíduo nas plantas da alfafa, podendo estas serem consumidas pelos animais, logo após seu tratamento. No segundo experimento, foi estabelecido com base no manejo de cortes da área experimental e na presença de plantas daninhas, quatro tratamentos: 1)corte no verão de 1996, sem a presença de invasoras, 2)corte no inverno de 1996, sem a presença de invasoras, 3)corte no verão de 1997, com predominância de espécies monocotiledôneas, 4)corte no verão de 1997, com predominância de espécies dicotiledôneas. A presença de plantas daninhas reduziu a produção de matéria seca da alfafa. Quanto aos valores de parede celular, observou menores de Hem (5,7) e Lig (5,1) e maior de PB (26,1%) nas plantas colhidas no inverno, devido à maior proporção de folhas. Resumo em inglês Two field experiments were carried out in an experimental area of the FCAV/UNESP - Jaboticabal/SP, Brazil, aiming to observe imazethapyr residues in the forage of the alfalfa and to analyze the interference of monocotyledons and dicotyledons weeds. In the first experiment, the herbicide was applied at rates of 0,5 and 1,0 l of p.c./ha on the development stadium: bud sprouting, vegetative stadium, that is, before the total covering of the soil and beginning of the flowerin (mais) g of the alfalfa.. Since no herbicide residues were found in the alfalfa plants, they can be consumed by the animals, right after its treatment. In the second experiment, four treatments were established concerning the handling of courts of the experimental area and in the presence of weeds: 1) cut in the summer of 1996, without the weed presence, 2) cut in the winter of 1996, without the weed presence, 3) cut in the summer of 1997, with the presence of monocotyledons, 4)cut in the summer of 1997, with the presence of dicotyledons. The presence of weeds reduced the production of dry matter of the alfalfa. Concerning the values of the cellular wall, lower values of Hem (5,7) and Lig (5,1) and higher value of PB (26,1%) were observed in the plants picked in the winter, due to the largest proportion of leaves.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)