Sample records for deposits geological
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 17 shown.



1

Depósitos de sulfetos metálicos no fundo dos oceanos/ Metallic sulfide deposits in deep sea

Mello, Sidney L. M.; Quental, Sandra H. A. J.
2000-01-01

Resumo em português Os processos geológicos que atuam na formação da crosta oceânica são eventuais geradores de intensa atividade hidrotermal, a qual é por sua vez capaz de garantir a existência de uma exótica comunidade biológica em profundidades aonde não chega a luz solar e ainda produzir importantes depósitos minerais. Desde a descoberta do primeiro depósito de sulfetos metálicos na Cadeia do Pacífico Leste, hoje são conhecidos cerca de 100 sítios hidrotermais associados (mais) a uma variedade de depósitos minerais. Estas ocorrências têm lugar em diferentes ambientes tectônicos, porém não são contínuas globalmente. Apenas algumas regiões possuem as condições ideais para a formação de plumas hidrotermais, sobretudo aquelas que são influenciadas por anomalias térmicas do manto e, portanto, onde as rochas da crosta oceânica são mais aquecidas em profundidade. Estas rochas devem não somente ser quentes como também possuir falhas, fraturas e fissuras a fim de garantir um caminho bastante permeável para a circulação hidrotermal e a formação de fontes hidrotermais. Ao penetrar na crosta oceânica a água do mar mais fria interage com as rochas intensamente aquecidas e transforma-se num fluido hidrotermal de alta temperatura (300°-400°C) com baixo pH e Eh. Este fluido retorna para a superfície lixiviando e transportando metais e outros elementos, os quais serão eventualmente precipitados como depósitos de sulfetos maciços na superfície do fundo oceânico ou como depósitos do tipo stockwork em subsuperfície. Em geral, estes depósitos são encontrados em profundidades médias da ordem de 2500 m e ocorrem em altas concentrações de cobre (calcopirita), zinco (esfalerita), chumbo (galena) e ainda ouro e prata. Estima-se que os depósitos podem atingir proporções entre 1 e 100 milhões de toneladas. Muitas empresas de mineração têm acompanhado com interesse o desenvolvimento das pesquisas sobre os depósitos de sulfetos metálicos no fundo dos oceanos, até mesmo porque estes têm sido interpretados como análogos modernos de ocorrências de sulfetos metálicos no passado geológico, proporcionando assim melhores modelos para a exploração e explotação mineral no continente. Neste trabalho apresentamos uma revisão sobre a ocorrência dos depósitos de sulfetos metálicos marinhos, com ênfase na sua formação, nos métodos de investigação, na localização dos principais depósitos, na sua mineralogia e conteúdo em metais, no seu potencial como recursos minerais e prováveis impactos na sua explotação. Resumo em inglês The geological processes that lead to the formation of a new oceanic crust may cause intense hydrothermal activity. This activity supports the existence of an exotic fauna in deep ocean and also forms mineral deposits. Since the discovery of the first hydrothermal field on the East Pacific Rise, there has already been found about 100 hydrothermal sites associated with important metallic sulfide deposits. These sites occur along the oceanic spreading centers in different t (mais) ectonic settings, but are not continuous globally. They are localized at specific sites where hot rocks are connected to faults and fractures, creating a permeable pathway for the hydrothermal circulation. Seawater penetrates into the oceanic crust and is modified to hydrothermal fluid with high temperature (up to 400°C), low pH and Eh. This fluid interacts with the rocks leaching and transporting metals, which precipitate as massive sulfides at the seafloor or as stockwork in the subseafloor. Metallic sulfide deposits can reach considerable size ranging from 1 to 100 million tones with high concentrations of copper, zinc, lead and precious metals such as gold and silver. Some of these deposits have recently attracted the interest of the scientific community and the international mining industry. They are good examples of modern analogues for understanding the genesis of volcanic-hosted massive sulfides on land and show strong potential mining in the near future. Here we provide a review on the deep-sea sulfide deposits, focusing on its formation, methods of exploration, location and characteristics (mineralogy/metal contents) of the main sites, and also the potential mining impacts.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Avaliação do uso de dados aerogeofísicos para mapeamento geológico e prospecção mineral em terrenos intemperizados: o exemplo de Serra Leste, província mineral de Carajás

Carrino, Thais Andressa; Souza Filho, Carlos Roberto de; Leite, Emilson Pereira
2007-09-01

Resumo em português A região Amazônica é caracterizada por floresta equatorial densa, espessa cobertura de solos e clima chuvoso. Este contexto torna os aerolevantamentos geofísicos ferramentas-chave para mapeamentos litológicos e estruturais e para revisão de mapas geológicos pré-existentes. Este artigo apresenta um estudo de aplicação de dados gamaespectrométricos e magnetométricos na região de Serra Leste, Província Mineral de Carajás, proporcionando discussões sobre as as (mais) sinaturas geofísicas de litotipos específicos e estratégias para realce de alvos favoráveis à exploração de depósitos de Au-Pd-Pt, Cr-EGP, Cu-Mo-Au e Fe. Resumo em inglês The Amazon region is characterized by dense equatorial forest, thick soil cover and rainy weather. This makes airborne geophysics a key tool for lithologic and structural mapping and improvement of preexisting geological maps. This paper presents an application study of airborne magnetic and gamma-ray spectrometric data in the Serra Leste region, Carajás Mineral Province, providing discussions about the geophysical signatures of specific lithologies and strategies to constrain favorable targets for exploration of Au-Pd-Pt, Cr-PGE, Cu-Mo-Au and Fe deposits.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Caulins brasileiros: alguns aspectos da geologia e da mineralogia/ Brazilian kaolins: some aspects of the geology and mineralogy

Wilson, Ian Richard; Santos, Helena de Souza; Santos, Pérsio de Souza
1998-08-01

Resumo em português A dimensão do Brasil e a diversidade da geologia se reflete em vários meios nos quais montagens de caulinita foram formadas. Os meios geológicos dos caulins brasileiros podem ser divididos nos seguintes grupos - caulins sedimentares, caulins oriundos de pegmatitas, de rochas graníticas, de rochas vulcânicas, e caulins derivados de anortosito. As argilas sedimentares são encontradas principalmente na bacia amazônica e aquelas adjacentes ao rio Jari estão sendo expl (mais) oradas comercialmente para exportação como argilas para recobrimento de papel. Os caulins amazônicos são caracterizados por alto teor de ferro e titânia (estruturais) com baixos níveis de álcalis e exibindo cristais de caulinita euédricos. As pegmatitas do sudeste, quando não recobertas com óxido de ferro, tem extremamente baixos teores de ferro e titânia e uma mistura de caulinita 7Å / haloisita 10Å ocorre em todos depósitos. As pegmatitas do nordeste produzem caulins constituídos somente por caulinitas euédricas com ausência de haloisita. Os caulins de granito tem geralmente maiores teores de ferro quando comparados com pegmatitas e são raros os depósitos constituídos somente por caulinita, sendo comum uma mistura de caulinita 7Å / haloisita. Os caulins obtidos da pegmatita e do granito são utilizados como cobertura de papel e em cerâmica em geral. Argilas de origem vulcânica são utilizadas em cerâmicas na região. Os caulins obtidos de anortosito são semelhantes em níveis de ferro e titânia àqueles obtidos de caulins graníticos. Montagens de caulinita e pequenas quantidades de haloisita 7Å são encontrados. Essas argilas são usadas tanto em cerâmicas de mesa quanto em preenchimentos para papel. Resumo em inglês The size of Brazil and the diversity of geology is reflected in varying environments in which kaolinite assemblages have been formed. The geological environments of the Brazilian kaolin may be divided into the following groups - sedimentary kaolin, kaolin derived from pegmatite, from granitic rocks, from volcanic rocks and kaolin derived from anorthosite. The sedimentary clays are mainly found in the Amazon basin and those adjacent to the Jari River are being exploited co (mais) mmercially for export as a paper coating clay. Amazon kaolin is characterised by high iron and titania (lattice-held) with low levels of alkali and exhibiting euhedral kaolinite crystals. The South-eastern pegmatite, when not iron stained, are extremely low in iron and titania and a mixture of kaolinite 7Å/10Å-halloysite occurs in all deposits. The North-eastern pegmatite produces kaolin constituted only by euhedral kaolinites with an absence of halloysite. Kaolin from granites generally has higher iron levels when compared with pegmatite and deposits constituted only by kaolinite are rare, a mixture of kaolinite/7Å-halloysite being common. Both the pegmatite and granite derived kaolin are utilised as a paper filler and in general ceramics. Volcanic rocks on alteration produce a fine siliceous clay with titania levels higher than other types and are generally mixtures of kaolinite-7Å. Volcanic derived clays are utilized locally in ceramics. Kaolins derived from anorthosite are similar in iron and titania levels to those from granitic kaolins. Assemblages of kaolinite and small quantities of 7Å-halloysite are found. These clays are used in both whiteware ceramics and paper filler.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Relações solo, superfície geomórfica e substrato geológico na microbacia do ribeirão Marins (Piracicaba - SP)

Teramoto, Edson Roberto; Lepsch, Igo Fernando; Vidal-Torrado, Pablo
2001-06-01

Resumo em português O estudo das inter-relações entre aspectos pedológicos, geológicos e geomorfológicos de uma área são importantes para a compreensão da distribuição das unidades de mapeamento de solos na paisagem, constuituindo importante ferramenta para mapeamento de solos. Com o objetivo de estabelecer essas relações, efetuou-se um mapeamento detalhado dos depósitos geológicos superficiais, das superfícies geomórficas e das unidades de solos de uma área na microbacia do (mais) ribeirão Marins em Piracicaba, SP. Tais relações foram obtidas através de um sistema geográfico de informações e de um índice de homogeneidade para avaliar quantitativamente as inter-relações de cada tema estudado. A estratigrafia da área está representada por siltitos e folhelhos da formação Corumbataí, arenitos da formação Pirambóia, uma cobertura neo-cenozóica de textura média e por sedimentos holocênicos coluviais e aluviais. Foram identificadas cinco superfícies geomórficas e foram estabelecidas dez unidades de mapeamento em cinco classes, LATOSSOLO, ALISSOLO, ARGISSOLO, CAMBISSOLO e NEOSSOLO. o LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO está relacionado à cobertura neocenozóica e à superfície I, mais alta. O Alissolo e os Argissolos Vermelho-Amarelos de textura arenosa/média relacionam-se aos arenitos da formação Pirambóia e às superfícies II e III em áreas com declive suave, posicionadas abaixo da I. Os NEOSSOLOS LITÓLICOS argilosos estão associados aos siltitos da formação Corumbataí, ocorrendo nas superfícies IV e V, mais recentes, inferiores e em áreas muito inclinadas. Os CAMBISSOLOS HÁPLICOS de textura variada relacionam-se aos alúvios-colúvios da base. Quanto mais velha e estável for a superfície geomórfica mais homogênea ela é em relação aos solos que nela ocorrem. A evolução pedogenética é maior na medida em que em que aumenta a idade da superfície. A variabilidade dos atributos químicos e físicos dos solos na camada de 60-80cm é influenciada principalmente pela natureza química e física do substrato geológico, enquanto que os atributos morfológicos são determinados principalmente pelo relevo. Estas relações se repetem na paisagem da microbacia com características de solo, relevo e litologia semelhantes, permitindo sua extrapolação para outras áreas, contribuindo para futuros levantamentos detalhados de solos que possam vir a ser realizados na região. Resumo em inglês The relationships between soil, geology and geomorphic surface were studied in the Marins basin of Piracicaba, S.P., Brazil. Soils, parent material, geology and geomorphic surfaces were mapped. Two transects were studied to verify the lateral variation of the soils. Geology derives from Neo-Cenozoic superficial deposits of a loamy sand texture, sandstone belonging to the Piramboia Formation of the São Bento group, with siltstones and shales belonging to the Corumbatai Fo (mais) rmation of the Passa Dois group, and colluvial and alluvial sediments. Five geomorphic surfaces were identified. The relationships between soil, parent material, geology and geomorphic surfaces were performed cross-referencing the different maps. These relations were analyzed by comparision to an "uniformity index", specialy developed to verify the inter-relation uniformity. Ten soil units were identified (Oxisol, Ultisol and Inceptisol orders). The Oxisol is related to the neocenozoic cover and surface I, were the relief is almost flat. The Ultisol, with a predominance of a sandy loam texture, is related to the Pirambóia formation sandstone and to surfaces II and III, with gentle slopes. The Incepstisol, with a clayey texture, are associated to the Corumbataí formation siltstone and silex, with IV and V surfaces (ondulating relief). The Incepitsols of varied textures are related to alluvium and colluvium deposits.The relation that exists between the soils and the geomorphic surfaces is represented by the tendency that, the older and more stable the surface is, more homogeous it is in relation to the soils formed on it. The relation established in this area of study, is repeated in the landscape in other locations of the basin with soil, relief and lithological characteristics similar to the ones of the studied area. This shows that the relations established in this area can be extrapolated to other, contibuting in this way to future soils surveys that could be perfomed in this basin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Arsênio na água subterrânea em Ouro Preto e Mariana, Quadrilátero Ferrífero (MG)

Borba, Ricardo Perobelli; Figueiredo, Bernardino Ribeiro; Cavalcanti, José Adilson
2004-03-01

Resumo em português No Quadrilátero Ferrífero (QF), o abastecimento público de água é feito principalmente com a captação de águas das bacias hidrográficas. Entretanto, em alguns locais, há a utilização de água subterrânea, proveniente de nascentes ou mesmo de minas abandonadas, para o abastecimento humano. As principais fontes naturais de As no QF estão relacionadas às rochas que hospedam depósitos auríferos sulfetados. As fontes antrópicas de As são as pilhas de rejeito (mais) , solos e sedimentos contaminados. Em águas coletadas em algumas minas auríferas subterrâneas e nascentes das regiões de Ouro Preto e Mariana, foram encontradas concentrações de As total variando de 2 a 2980µg/L e de As3+ de 1 até 86 µg/L. Com base nos estudos geológicos e hidrogeoquímicos da ocorrência de As, nas rochas e nas águas subterrâneas, observou-se que as maiores concentrações de As são encontradas nos aqüíferos hospedados em rochas que possuem sulfetos e carbonatos, embora as concentrações dos aqüíferos que possuem somente sulfetos também foram elevadas. O monitoramento de As na água subterrânea deve ser periódico, independentemente de sua ausência num primeiro momento, nos poços e em outras fontes de captações de águas subterrâneas atualmente em utilização no abastecimento público ou privado. Resumo em inglês In the Iron Quadrangle region the public supply of water is done mainly by the impound of water of watersheds. However, in some places, the population use spring water or ground water from closed mines for human consumption. The main natural sources of As in the Iron Quadrangle are related to the rocks that contain lode gold deposits. The antropic sources of As are contaminated refuse piles, soil, and sediment. It was found total As concentration varying from 2 to 2,980 � (mais) �g/L and As3+ from 1 to 86 µg/L in water samples collected in underground gold mines, artesian wells, and springs in Ouro Preto and Mariana counties. Based on geological and hydrogeochemical studies of the occurrence of As in rocks and groundwater, it was found that the highest As concentrations occurred in aquifers hosted in carbonate sulphide rich rocks. The As monitoring in underground water should be done periodically, independent of its absence in a first instance, in wells and other groundwater caption sources that are used nowadays for public or private suppliers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Relação solo-relevo-substrato geológico nas restingas da planície costeira do estado de São Paulo/ Relationship between soil, landscape and geological substrate of the sandy coastal plain of São Paulo state

Coelho, Maurício Rizzato; Martins, Vanda Moreira; Vidal-Torrado, Pablo; Souza, Célia Regina de Gouveia; Perez, Xosé Luis Otero; Vázquez, Felipe Macías
2010-06-01

Resumo em português Atributos morfológicos de 28 pedons, descritos e amostrados em cronossequências, e datações absolutas por luminescência (TL e LOE) e 14C foram utilizados para elucidar os principais fatores envolvidos na formação e evolução dos Espodossolos nos depósitos marinhos quaternários da planície costeira do Estado de São Paulo. Os solos estudados localizam-se nos municípios de Bertioga (Baixada Santista), Cananeia e Ilha Comprida (Litoral Sul). Essa abordagem, pouco (mais) comum nos estudos dos ambientes de planície costeira brasileiros, possibilitou as seguintes interpretações: (a) o relevo, a dinâmica hídrica e o tempo (incluindo as variações do nível relativo do mar) são os principais condicionantes da diferenciação espacial dos Espodossolos nos terraços marinhos; (b) os Espodossolos mais antigos e bem drenados, devido às condições de relevo e rebaixamento do nível do lençol freático, apresentam grande variabilidade e diversidade de seus horizontes e atributos morfológicos, diferindo daqueles mal drenados (antigos ou jovens), em que os horizontes são mais homogêneos; (c) os Espodossolos mais antigos, quando bem drenados, mostram-se em avançado estádio de degradação, enquanto os mal drenados encontram-se bem preservados, indicando que a sua gênese e permanência na paisagem estão ligadas ao relevo, que, por sua vez, controla a dinâmica hídrica; (d) os Espodossolos mais evoluídos e antigos, dotados de horizontes cimentados (orstein), podem ser considerados indicadores pedolitoestratigráficos dos depósitos marinhos pleistocênicos da Formação Cananeia; e (e) a gênese do horizonte orstein se deu em condições topográficas e hidrológicas pretéritas diferentes das atuais, indicando se tratar de solos poligenéticos ou paleossolos. Resumo em inglês This paper presents the results of morphological properties and absolute dating by luminescence and 14C of 28 pedons from Quaternary marine deposits located in three counties along the coast in São Paulo State, Brazil: Bertioga, Cananéia, and Ilha Comprida. The objective was to provide evidence to elucidate the main processes of the genesis of Spodosols. This approach, which is unusual in research concerned with Brazilian Quaternary coastal plains, resulted in the follo (mais) wing interpretations: (a) relief, hydrologic conditions and time were the main soil formation factors responsible for the spatial differentiation of the Spodosols in marine terraces; (b) The horizon morphologic features of the most aged and well-drained Spodosols are highly variable and diverse. On the other hand, poorly drained Spodosols (old or young) are more homogeneous; (c) the oldest Spodosols, when well-drained, are in an advanced degradation stage while the poorly drained are well-preserved. This suggests that the genesis and permanence of the Spodosols on the landscape depend on the relief features controlling the hydrologic dynamics; (d) the most aged and developed Spodosols with orstein horizons can be considered lithostratigraphic indicators of marine deposits of the Pleistocene age in the Cananéia Formation; (e) the orstein horizon genesis took place under ancient topographic and hydrologic conditions that differ from the current. This indicates that such Spodosols are polygenetic or paleosols.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Comportamento geoelétrico da sequência drifte da bacia potiguar (RN/CE)/ Geoelectrical configuration of the drift sequence of Potiguar basin, NE Brazil

Matos, João Paulo Lopes de; Castro, David Lopes de; Pedrosa Jr, Nilo Costa
2010-09-01

Resumo em português Uma seção geoelétrica de 70 km de extensão, constituída por vinte e nove sondagens elétricas verticais (SEV's), revela o comportamento geoelétrico da sequência drifte da Bacia Potiguar (RN/CE). Esta unidade tectono-estratigráfica preserva registros estruturais das atividades tectônicas posteriores ao encerramento do processo de rifteamento no Nordeste Setentrional, desde o Albiano até o Recente, e engloba os principais reservatórios de hidrocarbonetos da porç (mais) ão emersa da bacia. As SEV's foram executadas com separação de 2,0 ou 3,0 km, ao longo de um perfil geofísico transversal ao eixo principal da arquitetura rifte da bacia e com aberturas máximas dos eletrodos de corrente que permitiram investigar de 500 a 1000 m de profundidade. O modelo geológico interpretativo foi obtido pela inversão das sondagens elétricas, vinculado a informações a priori oriundas da geologia de superfície, de dados sísmicos de reflexão e da perfilagem de poços exploratórios. A distribuição das resistividades das unidades geoelétricas em subsuperfície reflete o forte condicionamento estrutural dos níveis estratigráficos da sequência drifte. Na borda falhada do rifte, um conjunto de falhas normais subverticais provoca um aumento escalonado das espessuras do pacote sedimentar na direção noroeste. Já na plataforma marginal a sudeste do rifte, a cobertura sedimentar apresenta uma espessura relativamente constante e pouco afetada por expressivos falhamentos. Este modelo geotectônico sugere que prováveis reativações das estruturas rúpteis da fase rifte condicionam a estruturação dos depósitos tectono-sedimentares do período de deriva continental da porção emersa da Bacia Potiguar. Resumo em inglês A 70 km long geoelectric section, formed by twenty-nine vertical electric soundings (VES), reveals the geoelectrical configuration of the drift sequence of Potiguar basin, NE Brazil. This tectono-stratigraphic unit preserves structural records of tectonic activities after the end of the northeastern Brazilian rifting process, since the Albian to present day, and encompasses the main hydrocarbon reservoirs in the onshore portion of the basin. The VES were carried out every (mais) 2.0 or 3.0 km along a geophysical cross section to the major axis of the rift architecture. The VES were performed with maximum apertures of the current electrodes, which allow us to investigate depth of 500 to 1000 m. The geological interpretative model was obtained by inversion of the soundings, constrained to a priori information derived from geological mapping, seismic reflection and well logging. The subsurface distribution of geoelectric resistivities reflects the strong structural conditioning of the drift sequence stratigraphic units. At the faulted border of the rift, a set of subvertical, normal faults causes a NW stepping increase in the thickness of the basin infill. While to southeast, the sedimentary cover of the marginal platform has a thickness relatively constant and is little affected by faulting. This model suggests that probable tectonic reactivation of brittle structures of the rift phase determines the structural setting of the drift tectono-sedimentary deposits in the onshore portion of Potiguar basin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Solos da bacia de Taubaté (Vale do Paraíba): levantamento de reconhecimento. Séries monotípicas, suas propriedades genético-morfológicas, físicas e químicas/ Soils of Taubaté basin (Paraíba Valley)

Verdade, F. C.; Hungria, L. S.; Russo, R.; Nascimento, A. C.; Grohmann, F.; Medina, H. Penna
1961-01-01

Resumo em português A Bacia tie Taubaté corresponde a um «vale de afundimento», onde ocorreram sedimentações no período Terciário, estando atualmente moldada pelo rio Paraíba e seus tributários. A planície aluvial é extensa e de grande importância econômica para o Estado de São Paulo. No presente trabalho é apresentado o levantamento de reconhecimento dos solos da Bacia de Taubaté, cujas finalidades foram determinar as características fisicas e químicas das terras e sua ext (mais) ensão aproximada, visando fornecer dados para o planejamento geral de irrigação e drenagem, ao mesmo tempo que eram identificados os tipos de solos (séries monotipicas) para o levantamento detalhado que se processa a partir do município de Pindamonhangaba. As categorias dos solos foram estabelecidas até séries monotípicas, mas a delimitação no campo, em mapas na escala de 1:100 0()0. foi feita nas unidades chamadas associação de séries. Procurou-se grupar na mesma associação solos que, pertencendo ao mesmo grande grupo e formação geológica, tivessem no perfil igual distribuição de classes texturais. Alguns solos, devido à sua pequena extensão ou da ocorrência íntima com outros de associações diferentes, fugiram à regra preliminarmente exposta. O levantamento abrange uma área de 222 980 hectares, incluindo a planície aluvial, as sedimentações terciárias e pequena faixa pré-cambriana que orla a Bacia. Foram estudados 151 perfis, caracterizando 48 séries monotípicas, grupadas em 18 associações de séries. A associação de séries A é constituída de solos pertencentes a sub-ordem Latossolo, formados em sedimentos do Terciário com textura argilosa em todos os horizontes. Os perfis dêstes solos apresentam um horizonte A3 normalmente adensado e um B friável. Compreendem as séries monotipicas: Borda, Cajuru, Feital, Gleba, Guatemala, Pinda, Pinhão, Polêmica, Ponte Alta, Rapadura e Ronco. Resumo em inglês The Taubaté Basin represents a > where sediments were deposited during the terciary period, and the present configuration is set-up by the Paraíba river and its tributaries. The flood plain occupies large areas of economical significance for the State of São Paulo. This work may be classified as a reconnaissance soil survey, whose main objetives were to determine the physical and chemical soil characteristics, the area occupied by soil units in such a way (mais) that it would be usefull for a general drainage and irrigation program of the basin. At same time the identification of soil types (as monotype-series) was done looking to a detailed soil survey which is in development. The unit identified in the field was a mono-type-series but for mapping they were grouped into series associations, whose boundaries were plotted in maps on the scale 1:100,000. The series association includes soils belonging to the same great soil group, same geological formation, and same distribution of textural classes in the profile. Some soils because of small occurrence and relative intricacy of soil pattern, did not follow the last criterion. The area studied by this survey is about 222,980 hectares, including the flood-plain, tlie terciary sediments and small strip of the pre-Cambriam formation. Data are presented for identification of the units on the ground (48 soil types or mono-type series), and the chemical and physics craracteristics for 151 profiles. The soil types were grouped into 18 series associations. The series association A groups soil belonging to the sub-order Latosol, with clay texture in profile, derived from the terciary sediments. They have dense A horizon and friable B, and they include 11 soil types. The series association B is classified as red-yellow podzolic soil, with origin in Terciary sediments, having nonclay texture in the A horizon and clay one in the B. Three soil types were identified. The series association C. with the same origin and texture distribution in the profile as the B are characteristic Latosol. It also has three soil types. As representative of an intergrarle (latosol and red-yellow podzolic soil) is the Tumirim soil type. It represents an unique monotype series of the soil association D, but it is expected that other soil types will be defined in the detailed soil survey. Its profile is less than 1 meter deep, and clayey throughout. The Tumirim soil type is derived from Terciary mottled clays. The series associations E includes soils with poor drainage. Three soil types were determined representing Latosol imperfectly drained. Low Humic Glei and Humic Glei. The Terraces are represented by three soil types, forming the series association F. The texture goes from medium to sandy. The clay alluvial soils are in the series association (j, representing five soil types. According the topography position, some color layers and the kind of texture below 60 cm deep they have phases. The series associations H, I and J were plotted in a map but after mapping was done, the criterion for alluvial non-clay soils was changed and now the scries associations represent seven soil types. Bog and half bog are grouped in the soil association M. representing muck and peat-muck soils. Four soil types were identified. In Pre-cambrian area two series associations, N and O, were studied without soil type definitions. The former includes latosols with clay texture and the latter belongs to red-yellow podzolic soils with the same texture as the N. South of the town São José dos Campos a wide sandy soil area is represented by the serie association P, and it developed from sand deposits of Terciary, The soil type Putins may be considered as representative of the area. The serie association Q, is a group of mono-type-series belonging to the serie associations A and N in a intricate pattern only showed in detailed maps. When the alluvial soils are in a topographic position above the flood and the water table is almost permanently below one meter deep the soil types are grouped in the associations R and S. The lormer are non-clayed soil and the latter, clayey soils. Other soils considered as local occurrance are described.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Investigações GPR nos distritos mineiros de Santa Bárbara e Bom Futuro: Província Estanífera de Rondônia

Porsani, Jorge Luís; Mendonça, Carlos Alberto; Bettencourt, Jorge Silva; Hiodo, Francisco Yukio; Vian, José Antonio Jerônymo; Silva, Jorge Eduardo da
2004-04-01

Resumo em português Investigações GPR - Ground Penetrating Radar foram realizadas nos distritos mineiros de Santa Bárbara e Bom Futuro (Província Estanífera de Rondônia), visando averiguar a aplicabilidade do método para localização de depósitos estaníferos primários e secundários, bem como otimizar os custos envolvidos na etapa de prospecção. Os perfis de reflexão GPR foram adquiridos com antenas de 25, 50 e 100 MHz, o que permitiu investigar a subsuperfície até 30 metros (mais) de profundidade. Em relação aos depósitos primários das minas de Santa Bárbara e de Bom Futuro, o método GPR permitiu identificar zonas com predominância de corpos de greisens. No depósito secundário aluvionar da mina de Bom Futuro, o método GPR permitiu localizar uma estrutura de paleocanal na base do sistema deposicional sedimentar. Os resultados obtidos apresentaram uma excelente concordância com as informações geológicas provenientes das sondagens, demonstrando essa nova aplicabilidade do método GPR para a exploração mineral, na qual poderá ser extendida para ambientes similares do Cráton Amazônico. Além disso, os custos envolvidos no processo exploratório poderão ser otimizados, caso as investigações GPR sejam realizadas antes da execução de sondagens. Resumo em inglês GPR - Ground Penetrating Radar investigations were carried out on Santa Bárbara and Bom Futuro Mining Districts (The Rondônia Tin Province). The main purpose of this study was to check a new application of this method directed towards the detection of primary and secondary tin deposits, and to optimize detailed exploration costs. The GPR profiles were acquired with antennas of 25, 50 and 100 MHz, that allowed to investigate the subsurface down to 30 meters depth. Greise (mais) n bodies at the Santa Bárbara and Bom Futuro primary tin deposits were easily detected through the GPR survey. In Bom Futuro mining district, a paleochannel structure at the bottom of the alluvial sedimentary sequence was also identified. The geophysical results show an excellent agreement with borehole log geological informations, which prove the relevance of this new application of GPR method for tin exploration. It is suggested that this method might be successfully applicable to similar geological environments within the Amazon Cráton. Moreover, the exploration expenditures might be optimized if the GPR investigations were conducted before drilling campaign.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Homogeneização da Cartografia Geológica do Cenozóico da Área Metropolitana de Lisboa (AML)/ Homogenization of the Cenozoic Geological Mapping of the Lisbon Metropolitan Area (AML)

Dias, Rúben; Pais, João
2009-01-01

Resumo em português Neste trabalho procura identificar-se alguns dos problemas relacionados com a cartografia do Cenozóico da Área Metropolitana de Lisboa (AML) na sequência do protocolo de colaboração entre a Junta Metropolitana de Lisboa, Instituto Geológico e Mineiro e a Fundação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa destinado a enquadrar o desenvolvimento da Cartografia Geológica na AML. A região da AML integra-se na Bacia do Baixo Tejo, que se e (mais) stende, com direcção aproximadamente NE-SW, desde o litoral ocidental (Península de Setúbal), até à área de Placência, em Espanha. Este protocolo, que teve como principal objectivo a revisão e actualização da cartografia geológica de base e produção de cartografia geológica temática para a região da AML, permitiu que se efectuasse a normalização e homogeneização das unidades litostratigráficas representadas na carta geológica, estabelecer correlações entre elas (Tabela I) e a elaboração de mapas de conjunto a várias escalas. Resumo em inglês The main aspects related with the geological mapping of the Cenozoic units of the “Lisbon Metropolitan Area” (AML) are presented. The mapped area makes part of the “Lower Tagus Basin” which extends from the littoral western part of the Setúbal Peninsula and crosses the Portugal/Spain border in the Castelo Branco region. The basin was differentiated during the Eocene and evolved up to the present. The mapped unities are integrated in the evolution of the basin and ref (mais) lect the different infill stages under different sedimentary contexts. Taking into account the relations between the sediments infill and their genetic environments, the basin can be subdivided in 3 sectors: the distal one, with alternating marine and continental deposits in the Lisboa area and always marine in most of the Setúbal Peninsula; the middle sector with continental environments and some brackish episodes during high sea levels; and the proximal sector with exclusively continental sedimentation. In the distal sector, high-resolution stratigraphy could be achieved for the Neogene deposits; fifteen lithostratigraphic units have been characterized for the Lisboa region, twelve for the Almada area and eight for the remaining Setúbal Peninsula region. In the middle sector, that occupies great part of Ribatejo and Alto Alentejo provinces, it was possible to characterize just five units for the same time interval. In some areas, a number of units were merged due to their lithological similarity. The AML project allowed to normalize and homogenize the mapped lithostratigraphic units and to establish some correlations between them. These facts are reflected in the presentation of general maps from which the 1/100 000 scale map is an example. The lithostratigraphic units and symbols are also presented as well as the old units used in the geological maps at the 1/50 000 scale.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Estruturas geoelétrica e hidroquímica do sistema aquífero cristalino da bacia do alto rio Curaçá, semi-árido da Bahia/ Geoelectrical and hydrochemical structures of the crystalline aquifer system of the high Curaçá river basin, semi-arid of Bahia, Brazil

Lima, Olivar Antonio Lima de
2010-09-01

Resumo em português Neste trabalho se analisa uma estratégia geofísico-hidrogeológica proposta para explorar racionalmente a água subterrânea armazenada nos terrenos cristalinos semi-áridos, como aqueles da bacia do alto rio Curaçá, Bahia. Num estudo integrado, três principais problemas foram considerados e resolvidos. O primeiro envolveu a proposição de um modelo hidrogeológico conceitual para representar o armazenamento e a transmissão de água no sistema aquífero da área. U (mais) sando informações geofísicas aéreas e terrestres com dados geológicos de testemunhos de sondagens, propõe-se um modelo consistindo de: (i) uma cobertura aluvionar e de saprólitos, com cerca de 20 a 30 m de espessura e que se estende, continuamente, ao longo da planície do rio Curaçá e de seus tributários; e (ii) zonas largas e extensas de densos e profundos fraturamentos subverticais, geralmente abertos e que formam faixas com mais de 500 m de largura e profundidades maiores que 300 m, separadas entre si por ombreiras de rocha cristalina mais fechada. O segundo consistiu em aperfeiçoar um procedimento geoelétrico capaz de imagear, com boa resolução espacial, esses complexos reservatórios subterrâneos de água. Assim, um esquema de imageamento bidimensional de IP-resistividade foi realizado através de um adensamento lateral da amostragem geoelétrica por sondagens verticais e de um aumento na profundidade de investigação, usando uma instrumentação mais potente. O terceiro foi pesquisar e explicar os mecanismos e processos responsáveis pela alta salinização da água observada em poços perfurados nesse sistema. Usando um modelo simplificado de fluxo bidimensional estacionário, num aquífero livre, homogêneo e isotrópico, se sugere que a salinização se deve, principalmente, ao quase-contínuo e intenso processo de evapo-transpiração, característico das zonas semi-áridas. Tal processo atua sobre um sistema de circulação hidráulica controlado pela topografia do terreno, o qual se processa em células de diferentes dimensões laterais e profundidades, sendo que é nas mais rasas que se concentram os sais. Resumo em inglês In this work we discuss a geophysical-hydrogeological strategy proposed to explore rationally the groundwater stored in the semi-arid terrains, such as those of the upper Curaçá river basin, Bahia. Three main subjects were considered and solved in this study. The first one was to develop a conceptual geohydrologic model to represent the water storage and transmission within the aquifer zones of the area. Based on surface and aero-geophysical information and on geologica (mais) l data obtained in deep cored mining-wells we propose the model to consist of: (i) a thick layer of alluvial deposits and weathered rocks (saprolites) having up to 30 m thickness, covering almost continuously the Curaçá river plain and those of their tributaries; and (ii) large and wide belts of densely fractured rocks, laterally and vertically alternating with zones of impervious crystalline basement. These belts of open, subvertical fracturing may reach more than 500 m in width and depths larger than 300 m. The second was to optimize a geoelectrical procedure capable of imaging, with good spatial resolution, these complexes underground reservoirs. Thus, a two-dimensional scheme of IP-resistivity imaging was performed with a closely spaced association of deep vertical electrical soundings. The third was to search and explain the mechanisms and processes responsible for the high water salinization in the wells drilled in this system. Based on a simplified model for a steady-state, two-dimensional flow of water in a water-table homogeneous and isotropic aquifer, we suggest this salt concentration process is mainly due to the intense and almost continuous evapo-transpiration, that characterizes the semi-arid lands. This process acts over a hydraulic circulating system controlled by the terrain topography. The circulation cells have different sizes and depth of propagation, the salt accumulation being concentrated in the smaller cells.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Estratigrafia rasa da Ilha Comprida (SP): um exemplo de aplicação do GPR/ Shallow stratigraphy of Ilha Comprida -SP by ground penetrating radar survey

Gandolfo, Otávio C. B.; Souza, Luiz A. P.; Tessler, Moysés G.; Rodrigues, Marcelo
2001-12-01

Resumo em português A estratigrafia rasa da Ilha Comprida, localizada no litoral sul do Estado de São Paulo, foi analisada em detalhe através de perfis de radar solo penetrante (GPR), executados ao longo da estrada que corta transversalmente a ilha em sua porção extremo sudeste. O GPR constitui-se num método geofísico de alta resolução, com vasta aplicação em estudos de áreas costeiras. Registros de excelente qualidade obtidos neste estudo possibilitaram a visualização de caract (mais) erísticas da estratigrafia rasa da Ilha Comprida, que foram correlacionadas ao modelo evolutivo descrito para a área. A interpretação dos dados revelou a ocorrência de três unidades estratigráficas, separadas por contatos bastante conspícuos identificados nos registros. As duas unidades superiores corresponderiam a depósitos holocênicos, formados em eventos transgressivo e regressivo, sendo este último responsável pela formação de cordões arenosos claramente identificados nos registros. Estes depósitos encontram-se superpostos, em contato erosivo, a sedimentos associados a variações do nível médio do mar no Pleistoceno. Os resultados mostram uma evidente correlação entre as unidades identificadas nas seções de GPR e o modelo evolutivo sedimentar proposto por Suguio & Martin (In Rabassa, J. (Ed.) Quarternary of S. America and Antartica Península, 1978), baseado nas variações do nível médio do mar no Quaternário, para a região sul da Ilha Comprida. Resumo em inglês The shallow stratigraphy of Ilha Comprida-SP was analised based on ground penetrating radar (GPR) profiles, that allowed to identify some important geological characteristics of southern São Paulo State coast. GPR is a very high resolution geophysical method applied in shallow investigations providing excellent results in several geologic environments. The interpretation of the data revealed the occurrence of three main stratigraphic units separated by strong electromagn (mais) etic reflectors. The two superior units can be correlated to the holocenic deposits, formed in transgressive and regressive events. The deeper unit is related to the sandy ridges formation, clearly identified in the registers. These deposits overlap, in erosive contact, the sediments associated with sea level changes in the Pleistocene. These results show an evident correlation between the stratigraphic units identified in the GPR sections and the sedimentary evolutive model, proposed by Suguio & Martin (In Rabassa, J. (Ed.) Quaternary of S. America and Antartica Peninsula, 1978), based in the sea level changes during the Quaternary, for the southern region of the Ilha Comprida.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Dépositos ferromanganesíferos de oceano profundo/ Deep-seabed ferrromanganese deposits

Palma, Jorge J. C.; Pessanha, Ivo B. M.
2000-01-01

Resumo em português Os depósitos ferromanganesíferos (nódulos polimetálicos e crostas cobaltíferas) são considerados recursos minerais muito promissores pelos altos conteúdos de metais importantes, como Ni, Co, Cu e Mn. Entretanto, apresentam extrema variabilidade de distribuição, morfologia, propriedades físicas, químicas e mineralógicas, o que interfere sobremaneira nos processos de mineração e de tratamento de minério. A investigação sistemática dos principais depósitos (mais) , no Pacífico e Índico, nos últimos 30 anos, permitiu identificar os fatores de controle da formação dos campos de nódulos e dos pavimentos de crostas polimetálicas. Uma revisão resumida desse conhecimento é apresentada neste trabalho. A condição inicial básica para a formação dos depósitos é a combinação de localização de fontes de metais com circulação oceânica superficial para prover Fe, Mn e elementos menores como Na, Ca, Sr, Ni, Cu, Co, Mo. Os processos de precipitação podem ser hidrogenéticos e/ou diagenéticos. No processo hidrogenético, formam-se oxi-hidróxidos coloidais complexos, enriquecidos em Fe e Co que precipitam diretamente sobre os topos de nódulos ou formam crostas sobre superfícies de afloramentos rochosos expostos por milhões de anos à ação de correntes, em encostas de montes, cristas e platôs submarinos. Nas baixas latitudes, zonas de produtividade primária superficial baixa a moderada favorecem processos biogênicos e diagenéticos de crescimento de nódulos enriquecidos em Mn, Ni e Cu. A profundidade do assoalho oceânico varia geralmente de 4.000 m a 5.500 m, na faixa ou abaixo da profundidade de compensação de carbonato. Topografia local irregular e sedimentação terrígena desprezível possibilitam o crescimento e o enriquecimento metálico de nódulos. As condições geológicas e oceanográficas do Atlântico Sul são mais favoráveis aos processos hidrogenéticos de formação de crostas cobaltíferas. Porém, somente com estudos sistemáticos será possível avaliar adequadamente o potencial de depósitos de Fe-Mn de mar profundo, nesta região. Resumo em inglês Deep-seabed Fe-Mn deposits are very promising mineral resources due to their high contents of important metals as Ni, Co, Cu, Mn, Pt, Tl, Te, and other metals. Nevertheless, they show so variable distribution, morphology, and physical, chemical, and mineralogical proprieties as to impact future mining operation and metallurgical processing. Systematic investigation of the main areas of occurrence in the Pacific Ocean and Central Indian Ocean Basin over the past 30 years a (mais) llows one to identify main controls of formation and growth of nodule fields and polymetallic encrustations. In the present work this knowledge is summarily reviewed. The basic condition to form Fe-Mn deep-seabed deposits is a combination of sources of metals and circulation of superficial waters to provide a due flux of Fe, Mn, as well as minor elements like Na, Ca, Sr, Ni, Cu, Co, and Mo. Hydrogenetic and/or diagenetic processes may form Fe-Mn deposits. Hydrogenetic precipitation of colloidal Fe/Co-rich oxy-hydroxides may accrete the upper side of nodules or pave basaltic outcrops swept by bottom currents over million years. Low latitudes and weak to moderate primary productivity zones favor biogenetic and diagenetic growth of high-grade Mn, Ni, and Cu nodules. Diagenetic growth occurs mostly on seafloor 4000 m to 5500 m deep, in or below the range of calcite compensation depth. Moderate pelagic sedimentation and locally rough topography favor fast growth of Mn/Ni/Cu-rich nodules. South Atlantic geological and oceanographic settings apparently meet requirements for hydrogenetic formation of Co-rich crusts rather than Mn-rich nodules but only systematic studies will allow properly assess of potential deep-seabed Fe-Mn deposits in this region.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Contribuição ao Conhecimento dos Solos dos Campos Gerais no Estado do Paraná

Bodziak Jr., Carlos; Maack, Reinhard
2001-12-01

Resumo em inglês The present work is the first contribution for the knowledge of the Campos Gerais soils, the study of which was started by the Biological Institute and Technological Research, in Curitiba. In it there are discussed the soils of the Vila Velha region. Exposed the geological constitution of the landscape integrated by devonian beds in the Campos Gerais serie and the glacial deposits of the Itararé formation, the results of petrographic-sediment researches and the coefficie (mais) nts of selection of various sediments are given. A rapid exposition of the phytogeographic and climate conditions - according to Koeppen = 7 Cfb - is followed by the presentation of the results of the physical and chemical researches made in the soils of eight profiles, illustrated with the corresponding charts and by volumetric-chemical diagrams. The authors came to the conclusion that the part of Campos Gerais here taken into consideration is characterized by poor and washed soils, motivated by geological and climatic conditions. These soils lack specially in phosphorus, calcium, nitrogen and potassium. Two of the profiles constituted exception as they correspond to the area covered by a forest island, therefore, showing its soils in a little better condition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Comparação de métodos de estimativa de profundidades de fontes magnéticas utilizando dados aeromagnéticos da província mineral de Carajás, Pará/ Comparison of methods for estimating magnetic source depths using aeromagnetic data of the Carajás mineral province, state of Pará, Brazil

Correia, Manuel Gomes; Leite, Emilson Pereira; Souza Filho, Carlos Roberto de
2010-09-01

Resumo em português Com o objetivo de fornecer uma análise eficaz na estimativa e interpretação de profundidades de fontes magnéticas dentro do contexto da geofísica de exploração, foram avaliados três métodos de estimativa de profundidades, aplicando-os a dados aeromagnéticos de alta densidade da região de Serra Leste, inserida na Província Mineral de Carajás, no Estado do Pará. Os métodos compreendidos na avaliação foram os seguintes: (i) Deconvolução de Euler; (ii) Sina (mais) l Analítico; e (iii) Número de Onda Local. De acordo com os resultados obtidos por estes três métodos, a maioria das fontes magnéticas na área de estudo situa-se em profundidades menores do que 100 m. A partir de análises estatísticas demonstrou-se que o método da Deconvolução de Euler forneceu os resultados mais precisos na estimativa de profundidades (erro padrão médio = 6%) e melhor correlacionados com as estruturas geológicas, especialmente aquelas relacionadas aos depósitos minerais. Por exemplo, foi constatado que o depósito de Serra Pelada (Au, Pt, Pd) está posicionado sobre um lineamento magnético com mergulho de direção NNE-SWW com profundidades que aumentam de cerca de 25 até 270 m. Na posição deste depósito, a profundidade magnética estimada é de cerca de 205 m. Resumo em inglês With the goal of providing an effective analysis for assessment and interpretation of depth to magnetic sources, depth estimates were yielded from high density, aeromagnetic data collected over the Serra Leste region (Carajás Mineral Province, Pará State, Brazil), by three distinct methods: (i) Euler Deconvolution; (ii) Analytic Signal; and (iii) Local Wavenumber. According to the results obtained by these three methods, most of the magnetic sources in the study area ar (mais) e located above 100 m depth. Statistical analysis showed that the Euler Deconvolution method provides more accurate depth estimates (mean standard error = 6%) and that the solutions are better correlated with geological structures and contacts, especially those related to the mineral deposits. For instance, it was verified that the Serra Pelada (Au, Pt, Pd) deposit is located over a NNE-SWW dipping magnetic trend with depths increasing from 25 to 270 m. At this deposit, the estimated depth is about 205 m.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Carvão fóssil

Gomes, Aramis Pereira; Ferreira, José Alcides F.; Albuquerque, Luiz Fernando de; Süffert, Telmo
1998-08-01

Resumo em português A HISTÓRIA DO CARVÃO fóssil no Brasil tem início em 1795 (primeira descoberta), mas somente a partir da Segunda Guerra Mundial passa a adquirir status de indústria moderna. De 1970 em diante têm lugar trabalhos de pesquisa geológica sob bases técnicas adequadas que mudaram o panorama do conhecimento de nossos depósitos. Há oito grandes jazidas e diversas menores no Brasil, sendo que 88% dos recursos estão no Rio Grande do Sul. Os parâmetros geométricos e fís (mais) ico-químicos são conceituados e apresentados para os principais depósitos. As reservas mundiais de carvão são cerca de quatro vezes superiores às de seus principais concorrentes: petróleo e gás natural, além de terem distribuição geográfica mais desconcentrada. O maior consumo de carvão nacional está na termoeletricidade; outros consumidores são a indústria cimenteira, petroquímica, papel e celulose, alimentos e cerâmica. A siderurgia, que já foi grande consumidora, hoje depende inteiramente de importações. O balanço de exportações/importações mostra um déficit de US$ 807 milhões, sendo o segundo produto na pauta de importações. Mais do que a insuficiência de recursos, constata-se serem as dificuldades na indústria carbonífera devidas a erros de planejamento, de caráter técnico e político, tornando-se necessário, portanto, resolver os problemas pendentes do passado antes de projetar novos empreendimentos. Resumo em inglês ALTHOUGH THE HISTORY of the Brazilian fossil coal started in 1975, when it first was discovered, it was only after the II World War that it began to reach the status of a modern industry. Since 1970 a proper geological exploration has improved the knowledge on coal deposits. There are eight large coal fields and several minor ones in the country, most of them (88%) in the Rio Grande do Sul state. The geometric and physicochemical parameters of the main deposits are define (mais) d and presented in this paper. The world coal reserves correspond to about four times those of its major concurrents: oil and natural gas, and they have a better geographical spread. Thermoelectricity uses most of the Brazilian coal; cement, petrochemical, paper and cellulose plants as well as food and ceramic industries are usual consumers. The steel manufacturing industry was an important consumer in a recent past, but nowadays it totally relies on the imported coal. Brazil's balance of trade in 1996 showed a deficit of US$ 807 million and coal is the second commodity of the country's imports. More than a lack of money, the main difficulties of the coal industry were due to a technical and political misplanning that is indispensable to correct, before projecting new enterprises.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Assinaturas magnéticas e gravimétricas do arcabouço estrutural da bacia Potiguar emersa, NE do Brasil

Pedrosa Jr, Nilo Costa; Castro, David Lopes de; Matos, João Paulo Lopes de
2010-06-01

Resumo em português Apresenta-se nesse trabalho uma interpretação qualitativa das assinaturas aeromagnética e gravimétrica do arcabouço estrutural da Bacia Potiguar emersa, situada na porção setentrional da Província Borborema. O embasamento pré-cambriano consiste da amalgamação de blocos crustais arqueanos e proterozóicos, formados por diversas sequências litoestratigráficas de rochas ígneas e metamórficas. Estas unidades geológicas são parcialmente recobertas por um expre (mais) ssivo pacote sedimentar cretáceo, de até 6000 m de espessura, da Bacia Potiguar e depósitos de idades terciária e quaternária. O contexto geotectônico regional encontra-se condicionado por extensas zonas de cisalhamento neoproterozóicas, que foram reativadas por esforços distensionais associados a abertura do Atlântico Sul no Cretáceo Inferior. Neste sentido, o estudo da evolução tectônica mesozóica da Bacia Potiguar passa pelo conhecimento da trama estrutural pré-cambriana e sua relação com a arquitetura interna da bacia. A interpretação integrada dos dados geofísicos permitiu a caracterização de seis domínios magnéticos e gravimótricos distintos para o arcabouço regional da Bacia Potiguar, que podem ser correlacionados com os principais blocos geotectônicos da região. A arquitetura do rifte principal da bacia pode ser bem delineada nos diversos mapas geofísicos, estando esta inserida na configuração geotectônica regional, cujo trend estrutural tem direção principal NE-SW. As estruturas internas da bacia, como depocentros e altos estruturais internos, são também orientadas na direção preferencial NE-SW. Foi possível identificar descontinuidades nos lineamentos magnéticos e gravimétricos, que fornecem novas evidencias para o controle estrutural do embasamento sobre a distribuição de falhas normais e de transferência, que afetaram as rochas sedimentares meso-cenozóicas da bacia. Resumo em inglês This work presents a qualitative interpretation of aeromagnetic and gravity signatures of the onshore Potiguar Basin structural framework, located in the northern portion of the Borborema Province. The Precambrian basement consists of the amalgamation of Archaean and Proterozoic crustal blocks, formed by several lithostratigraphic sequences of igneous and metamorphic rocks. These geological units are partially underlain by more than 6000 m thick Cretaceous sedimentary str (mais) ata of the Potiguar Basin and deposits of Tertiary and Quaternary age. The regional structural framework is controlled by reactivation of Neoproterozoic shear zones, which culminated to the South Atlantic opening in the Cretaceous. In this sense, the study of the Potiguar basin tectonic evolution in Mesozoic depends on the knowledge of the plot structural Precambrian and its relationship with the internal architecture of the basin. The integrated interpretation of geophysical data allowed the characterization of six distinct magnetic and gravity domains correlated to the main geotectonic blocks. The internal geometry of the main rift structure could be well delineated in the various geophysical maps. The rift internal architecture is in the regional geotectonic setting, whose structural framework preferentially trends to NE-SW direction. The depocenters and internal basement highs are strongly NE-SW oriented. It was also possible to identify discontinuities in magnetic and gravity lineaments, which provide new evidences for the basement structural control on the distribution of normal and transfer faults, which outline the rift architecture.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)