Sample records for density energy-level
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 4 shown.



1

Resíduos vegetais na superfície e carbono orgânico do solo e suas relações com a densidade máxima obtida no ensaio proctor/ Mulch and soil organic carbon content and their relationship with the maximum soil density obtained in the proctor test

Braida, João Alfredo; Reichert, José Miguel; Veiga, Milton da; Reinert, Dalvan José
2006-08-01

Resumo em português A susceptibilidade do solo à compactação, avaliada pelo ensaio Proctor, torna-se menor à medida que cresce a quantidade de material orgânico existente. Em geral, para um mesmo nível de energia, quanto maior o teor de matéria orgânica do solo, menor é o valor de densidade máxima obtido e maior é o teor de água necessário para atingi-lo. As características da palha, como sua baixa densidade, elasticidade e susceptibilidade à deformação, tornam-na potencialm (mais) ente capaz de atenuar as cargas aplicadas sobre o solo. O presente trabalho foi realizado para estudar o efeito da matéria orgânica do solo no comportamento da curva de compactação e avaliar a capacidade dos resíduos vegetais em dissipar a energia compactante. Amostras superficiais (0-0,05 m) de um Argissolo Vermelho-Amarelo arênico, de textura franco-arenosa, e de um Nitossolo Vermelho distrófico, de textura argilosa, ambos com variações nos teores de matéria orgânica, foram submetidas ao ensaio Proctor Normal, determinando-se a densidade máxima e a umidade crítica para compactação. Determinaram-se, também, os limites de liquidez e de plasticidade e o teor de carbono orgânico. Para avaliar a capacidade da palha em dissipar a energia de compactação, amostras do Argissolo foram compactadas com a aplicação de uma camada de palha sobre o solo, dentro do cilindro do aparelho de Proctor, em quantidades correspondentes a 2, 4, 8 e 12 Mg ha-1 de matéria seca. O acúmulo de matéria orgânica nos solos, proporcionado por diferentes sistemas de manejo, reduziu a densidade máxima e aumentou a umidade crítica para compactação do solo, significando que o solo torna-se mais resistente à compactação. A magnitude desses efeitos, contudo, foi dependente da granulometria do solo. A palha na superfície do solo, durante a realização do ensaio Proctor, dissipou até 30 % da energia de compactação utilizada, com redução da densidade obtida, confirmando a hipótese de que a palha existente sobre o solo é capaz de absorver parte da energia de compactação produzida pelo trânsito de máquinas e animais. Resumo em inglês The susceptibility of soils to compaction, measured by the Proctor test, decreases with increasing soil organic matter (SOM) content. For a given energy level, with increasing SOM contents the maximum obtained density decreases and the corresponding critical moisture content increases. Due to its low density, elasticity and deformation susceptibility, straw is potentially able to dissipate applied loads. This study was conducted to evaluate the SOM effect on the soil comp (mais) action curve and to evaluate the ability that mulch has to absorb compactive energy in the Proctor test. The compaction test was carried out using soil surface samples (0 to 0.05 m) of a Hapludalf, with sandy loam texture at its soil surface, and an Oxisol, with clayey texture at its soil surface, both with variations in the SOM content. The maximum density, the critical moisture content, the liquid and plastic limits, and the soil organic carbon content were determined. A second test was performed to evaluate the ability of mulch to absorb compactive energy, by compacting Hapludalf samples with the presence of a straw layer on the soil surface, inside a Proctor cylinder, at amounts corresponding to 2, 4, 8 and 12 Mg ha-1. SOM accumulation reduced the maximum density and increased the critical moisture content, suggesting an increased resistance to soil compaction. In the Proctor test the straw on the soil surface dissipated up to 30 % of the compactive energy and reduced the bulk density, confirming the hypothesis that mulch can absorb part of the compactive energy caused by machine traffic and by animals.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Rendimento corporal e composição química de jundiás alimentados com diferentes níveis de proteína e energia na dieta, criados em tanques-rede/ Catfish (jundia) body yield and chemical composition fed different protein and energy level in the diet, reared in net-tanks

Reidel, Adilson; Romagosa, Elizabeth; Feiden, Aldi; Boscolo, Wilson Rogério; Coldebella, Anderson; Signor, Arcangelo Augusto
2010-02-01

Resumo em português Objetivou-se analisar o rendimento corporal e a composição química de jundiás, Rhamdia quelen, alimentados com rações contendo diferentes níveis de proteína e energia e criados em sistema de tanques-rede. Utilizou-se a densidade inicial de 70 peixes/m³, em 18 tanques-rede (5,0 m³), durante 324 dias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com dois fatores - níveis de proteína bruta (PB), 25, 30 ou 35%; e níveis de energia digestível (ED): 3. (mais) 250 e 3.500 kcal - e três repetições. A dieta foi fornecida à vontade, mas mensurada diariamente. No início, um lote de peixes foi sacrificado para determinação dos parâmetros corporais e químicos. A cada 28 dias, dois peixes de cada unidade experimental foram abatidos para determinação dos comprimentos total e padrão, do peso total e dos pesos de fígado, gônadas, cabeça, tronco limpo e gordura visceral, respectivamente. Posteriormente, foram realizados cálculos dos índices hepatossomático e gonadossomático, da porcentagem de cabeça e do rendimento de carcaça e do rendimento de tronco limpo. A partir do mês de junho de 2006, também foram registrados o rendimento de filé e o sexo dos indivíduos. Para determinação da composição da carne do jundiá, foram realizadas as análises químicas de umidade, proteína bruta, lipídios e matéria mineral. O fornecimento da ração com 30% de PB resultou em maior rendimento de tronco limpo. A composição do músculo não foi influenciada pelas dietas testadas. Os melhores resultados foram obtidos com a utilização de dietas contendo 30% de PB e 3.250 kcal de energia digestível/kg. Resumo em inglês The objective of this study was to analyze the body yield and the chemical composition of catfish (jundia), Rhamdia quelen, reared in net-tanks and fed with diets containing different levels of protein and energy. An initial density of 70 fish/m³, in 18 net-tanks (5.0 m³) was used, for 324 days. A randomized complete design was used, with two factors: Crude Protein (CP) at three levels, 25, 30 and 35%; and Digestible energy (DE) at two levels, 3,250 and 3,500 kcal, and (mais) three replications. The diet was given freely, but it was measured daily. At the beginning of the experiment, one group of fish was killed to determine the body and chemical parameters. Every 28 days, two individuals of each experimental unit were killed and measured: total and standard length, total weight, liver, gonads, head, clean torso (CT) and visceral fat weight, respectively. Subsequently, the hepatosomatic index, gonadosomatic index, head percentage, carcass and clean torso yield were calculated. The fillet yield and the sex of the individuals were also registered from June/2006 on. Analyses of humidity, crude protein, lipids and mineral matter were conducted for the chemical composition of the jundia meat. Feed with 30% CP provided fish with better clean torso yield. The muscle composition was not influenced by the tested diets. The best result was obtained using diets containing 30% CP and 3,250 kcal digestible energy/kg.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Dietas de diferentes densidades energéticas mantendo constante a relação energia metabolizável: nutrientes para codornas japonesas em postura/ Diets of different energetic densities, keeping constant the metabolizable energy: nutrients ratio, for laying Japanese quails

Moura, Guilherme de Souza; Barreto, Sergio Luiz de Toledo; Donzele, Juarez Lopes; Hosoda, Lúcia Reiko; Pena, Graciane de Miranda; Angelini, Marjorie Sartorelli
2008-09-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar os efeitos da redução da densidade energética das dietas no desempenho de codornas japonesas em produção mantendo-se constante a relação energia metabolizável (EM):nutrientes. Foram utilizadas 400 codornas japonesas com peso inicial de 155 ± 15,5 g e 76 a 160 dias de idade, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (densidades energéticas: 2.900, 2.800, 2.700, 2.600 e 2.500 kcal de EM/kg), oito repetiçõe (mais) s e dez aves por unidade experimental. Observou-se diferença no consumo de ração e na conversão alimentar por massa e por dúzia de ovos relacionada ao nível energético da dieta. Entretanto, as dietas não influenciaram os consumos de EM, proteína bruta, lisina, metionina+cistina e treonina, a produção de ovos, a produção de ovos comercializáveis, o peso e a massa de ovo, a eficiência energética por massa de ovo e por dúzia de ovos, o ganho de peso e a viabilidade das aves. Para codornas japonesas em postura, dietas contendo 2.900 e 2.800 kcal de EM/kg proporcionam melhor conversão alimentar por massa e por dúzia de ovos, respectivamente, quando se mantém a relação EM:nutrientes. Resumo em inglês The aim of this experiment was to evaluate the effects of energetic density reduction in diets in the performance of Japanese quail, keeping constant the metabolizable energy (ME) to nutrients ratio. A total of 400 Japanese quails with 155 g ± 5.5 g and 76 to 160 days old were distributes to a complete randomized experimental design with five energetic density, eight replicates and ten birds per experimental unit. Five energetic density in the diets was evaluated (2,900, (mais) 2,800, 2,700, 2,600, and 2,500 kcal ME/kg of diet) keeping constant the metabolizable energy to nutrients ratio. The birds were fullfed during all experimental period. It was observed difference for feed intake, feed conversion per egg mass and feed conversion per egg dozen related to energy level in the diet. However, the diets did not influence the intakes of energy, crude protein, lysine, methionine+cystine, threonine, egg production, commercial egg production, egg mass, energy efficiency per egg mass, energy efficiency per egg dozen, weight gain and quail viability. For Japanese quail in posture, diets with 2,900 and 2,800 kcal ME/kg provided better feed conversion per egg mass and feed conversion per egg dozen, respectively, when the metabolizable to nutrients ratio is kept.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Desempenho e composição da carcaça de cordeiros deslanados terminados em confinamento com diferentes dietas/ Performance and carcass composition of shorn lambs finished in a feedlot on different diets

Araújo Filho, José Teodorico de; Costa, Roberto Germano; Fraga, Angelina Bossi; Sousa, Wandrick Hauss de; Cezar, Marcílio Fontes; Batista, Ana Sancha Malveira
2010-02-01

Resumo em português Este trabalho foi realizado com os objetivos de avaliar os efeitos da alimentação e do genótipo sobre as características quantitativas de carcaça de cordeiros terminados em confinamento e estimar sua margem bruta. Foram utilizados 18 cordeiros de cada genótipo: Morada Nova, Santa Inês e mestiços Dorper × Santa Inês. As rações foram constituídas de 2,5 Mcal EM/kg MS e 2,94 Mcal EM/kg MS. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado, em esquema fato (mais) rial 3 × 2. As dietas influenciaram o ganho de peso diário, o peso de corpo vazio, o escore corporal, a eficiência alimentar e o tempo de confinamento, enquanto o genótipo promoveu diferenças em todas as variáveis estudadas. A densidade calórica das dietas influenciou os rendimentos biológicos, de carcaça quente e fria, esses dois últimos influenciados pelos genótipos. A dieta mais energética (2,94 Mcal EM/kgMS) proporcionou maiores pesos absolutos de pescoço, paleta, costela, lombo e perna, porém, em valores relativos, cordeiros alimentados com diferentes níveis energéticos não diferiram quanto a essas características, independentemente do nível energético da dieta. Os rendimentos percentuais dos cortes foram influenciados pelos genótipos, exceto o corte pescoço. Os pesos de todos os cortes foram influenciados pelos genótipos. A maior margem bruta de carcaça foi obtida com ração de maior nível energético. Resumo em inglês This study was performed with the objective of assessing the effects of feed and genotype on the quantitative characteristics of carcasses of lambs finished in a feedlot and estimate gross margins. Eighteen lambs of each genotype were used: Morada Nova, Santa Inês and cross-breed Dorper × Santa Inês. Feeds with low and high energetic levels consisted of 2.5 Mcal ME/kg DM and 2.94 Mcal ME/kg DM, respectively. A randomized complete design was used, with a 3 × 2 (mais) factorial scheme. The diets influenced daily weight gain, empty body weight, body score, feed efficiency and feedlot days, whilst the genotype promoted differences in all the variables studied. The caloric density of the diets influenced the biological hot and cold carcass yields, and the latter two were influenced by genotype. The more energetic diet (2.94 Mcal EM/kgDM) resulted in higher absolute weights of neck, shoulder, rib, loin and leg, but, in relative values, lambs fed with different energetic levels did not differ for these characteristics, regardless of the energetic level of the diet. The percentage yield of the cuts was influenced by the genotypes, except for the neck. The weights of all the cuts were influenced by genotypes. The treatment with the highest energy level resulted in the largest gross margin.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)