Sample records for decay heat
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 3 shown.



1

Tratamento térmico para controle da lanosidade em pêssegos 'Dourado-2' refrigerados/ Heat treatment to alleviation of woolliness of cold stored 'Dourado-2' peach

Vitti, Daniela Cristina Clemente; Kluge, Ricardo Alfredo; Jacomino, Angelo Pedro; Lima, Giuseppina Pace Pereira
2007-12-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de tratamentos térmicos na incidência de lanosidade em pêssegos 'Dourado-2' armazenados a 0ºC e na fisiologia e bioquímica dos frutos. Foram realizados condicionamentos térmicos antes da refrigeração, por meio da exposição dos frutos a 50ºC por 2 horas ou a 20ºC por 48 horas e do aquecimento intermitente durante o armazenamento refrigerado; os frutos foram submetidos a 25ºC durante 24 horas, a cada cinco dias de (mais) armazenamento a 0ºC, ou durante 48 horas, a cada dez dias de armazenamento a 0ºC. Frutos continuamente armazenados a 0ºC serviram de controle. Após 30 dias de armazenamento mais três dias de comercialização simulada, foram determinados os efeitos dos tratamentos sobre a incidência de lanosidade, podridões, teor de sólidos solúveis, acidez, teor de ácido ascórbico, coloração, firmeza da polpa, taxa respiratória, produção de etileno, atividade das enzimas poligalacturonase e pectinametilesterase. O aquecimento intermitente com ciclos de cinco ou dez dias e o condicionamento a 20ºC durante 48 horas foram mais eficazes para reduzir a incidência de lanosidade, mas acelerou a perda de firmeza dos frutos. A produção de etileno foi maior nos frutos submetidos a aquecimento intermitente. Os tratamentos térmicos provocaram poucas alterações no teor de sólidos solúveis, acidez, ácido ascórbico, coloração e incidência de podridões. Resumo em inglês The work was carried out with the objective to verify the effect of heat treatments on the incidence of woolliness in 'Dourado-2' peaches stored at 0ºC. Heat treatments were applied as conditioning temperature (50ºC during 2 hours or 20ºC during 48 hours) before cold storage. In intermittent warming, fruit treatments were warmed each five days at 25ºC during 24 hours or each ten days during 48 hours. Control fruit were continuously stored at 0ºC. The variables evalua (mais) ted after 30 days at 0ºC (plus three days at room temperature) were: incidence of woolliness and decay, soluble solids content (SSC), acidity, ascorbic acid, skin color, firmness, respiratory rate, ethylene production and activity of polygalacturonase (PG) and pectinmethylesterase (PME). The intermittent warming with cycles of five or ten days and the conditioning temperature at 20ºC during 48 hours before cold storage was the most effective treatment to reduce incidence of woolliness. However, heat treatment hastened fruit softening. Ethylene production was higher in fruits intermittently warmed and this can be related to the higher activity of PG and PME and consequently to alleviation of woolliness of the fruit. Heat treatment caused little variations on SSC, acidity, ascorbic acid and skin color.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Respostas pós-colheita de abacaxi 'Pérola' no tratamento com calor e armazenagem refrigerada/ Postharvest behavior of 'Perola' pineapples to heat treatments cold storage

Souto, Rosilene Ferreira; Durigan, José Fernando; Santos, Leandra Oliveira; Souza, Bianca Sarzi de; Menegucci, João Luiz Palma
2010-01-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes temperaturas de armazenamento e do tratamento inicial a 40 ºC, por 24 horas, na preservação de abacaxis 'Pérola'. Os abacaxis foram colhidos no estádio de maturação "pintado", tratados com calor e foram mantidos sob condição de ambiente (25 ºC e 75-80% UR) ou refrigerados durante 17 dias, a 8 ºC, ou 14 ºC. Após este período, foram transferidos para condição de ambiente, 25 ºC e 75-80% UR. As (mais) avaliações foram realizadas no início (0 dia) e após 1; 5; 9; 13 ou 17 dias. Os frutos armazenados sob refrigeração foram transferidos para o ambiente e também foram avaliados aos 21, 25 ou 29 dias. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial (2x3x9), tendo-se os fatores, frutos tratados com calor ou não, três temperaturas de armazenamento e 9 épocas de avaliação. Os frutos foram avaliados quanto à perda de massa fresca, coloração externa, resistência da casca e da polpa, rendimento em polpa, além da intensidade respiratória. A perda de massa fresca e a resistência da casca e da polpa foram maiores nos frutos armazenados sob condição ambiente quando comparada à perda de massa e resistência dos abacaxis armazenados sob refrigeração, com variação na coloração da casca, de verde para amarela, com a evolução do tempo. Os abacaxis mantidos sob refrigeração a 8 ºC ou 14 ºC tiveram vida útil de 29 dias, enquanto os abacaxis mantidos a 25 ºC foram descartados após 17 dias. Abacaxis tratados com calor apresentaram a maior taxa respiratória, enquanto aqueles mantidos a 8 ºC apresentaram a menor atividade respiratória, tanto sob refrigeração como em condição ambiente. Resumo em inglês This work aimed to evaluate the effect of different temperature storage and a initial treatment at 40 ºC for 24 hours, to preserve 'Perola' pineapples. Pineapples were harvested at "pintado" ripening stage, heated and stored under environmental condition (25 ºC and 75-80% RH) or refrigerated during 17 days at 8 ºC or 14 ºC. After this period the pineapples were transferred to environmental condition. The evaluations were carried out at the beginning of the experiment (mais) (day 0) and after 1, 5, 9, 13 or 17 days. The cold stored fruits were transferred to a ambient condition and evaluation were at carried out 21, 25, or 29 days. An entirely randomized experimental design was used, in a factorial scheme of 2x3x9 to analyze the following factors: heat and non heated fruits, three different storage temperatures and different evaluation periods. The pineapples were evaluation for fresh weight loss; external color; of the resistance rind, stem and pulp; pulp yeld; incidence of decay and overall appearance, aswell as respiration rates. Fresh weight losses and skin and pulp resistance fruits stored under ambient condition were higher compared to cold stored fruit with variation of the skin color, from green to yellow as time went by. The fruits kept under cold condition had a shelf life of 29 days while the ones kept at 25 ºC were discarded after 17 days. Heat treated fruit showed the highest respiration rates, while pineapples kept at 8 ºC showed the lowest rates under refrigeration and ambient conditions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Qualidade do mamão cv. Solo submetido ao choque térmico e tratamento quarentenário por radiação gama/ Quality of papaya cv. Solo submitted to heat shock and quarantine treatment by gamma radiation

Pimentel, Rodrigo Meirelles de Azevedo; Marcondes, Yvens Ely de Mattos; Walder, Julio Marcos Melges
2007-01-01

Resumo em português Para se exportar, é necessário não só atingir padrões de qualidade exigidos pelo país importador, mas também padrões fitossanitários. A irradiação tem como principal função o controle quarentenário de moscas-das-frutas, portanto é necessário que se associe a tratamentos que visem à manutenção da qualidade do fruto. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade dos mamões submetidos à imersão em água quente seguidos de irradiação em doses de tr (mais) atamento quarentenário. Os mamões verdes selecionados foram submetidos aos seguintes tratamentos: a) controle; b) 250 Gy; c) 500 Gy; d) choque térmico (60º C por 30 segundos); e) 250 Gy + choque térmico, e f) 500 Gy + choque térmico. Os mamões foram armazenados a 21±1ºC e umidade relativa de 85-90%, e, após 8 dias, foram avaliados quanto ao teor de sólidos solúveis, pH, acidez titulável, firmeza, índice de doenças e coloração interna. As análises de perda de massa e coloração externa foram realizadas a 0; 2; 4 e 7 dias após a irradiação. Foi observado nos frutos submetidos a choque térmico (d, e, f) quantidade menor de sintomas de antracnose e podridão peduncular e, nos tratamentos combinados (e, f), foi verificada manutenção da firmeza do mamão. Somente no segundo dia os frutos irradiados (b, c, e, f) estavam mais amarelados que os demais. Para os demais parâmetros avaliados, não houve diferença entre os tratamentos. Resumo em inglês To export, it is not only necessary to achieve quality standards, but also, phytosanitary standards. The main function of irradiation is quarantine control of fruit flies, therefore it is necessary to combine with treatments which focus at keeping fruit quality. The objective of this work was the evaluation of the quality of papaya submitted to irradiation and heat shock treatment through immersion in hot water. Green papayas selected were submitted in the following treat (mais) ments: a) control, b) 250 Gy, c) 500 Gy; d) heat shock (60ºC for 30 seconds), e) 250 Gy + heat shock and f) 500 Gy + heat shock. The papayas were stored at 21 ±1ºC with relative humidity of 85-90%, and then after 8 days, they were evaluated by their soluble solid content, pH, titratable acidity, firmness, decay index and internal color. The analysis of fresh matter loss and external color were executed at 0, 2, 4 and 7 days after irradiation. It was observed that in treatments submitted to hot water (d, e, f) decay was controlled and in combined treatments (e, f) it was verified higher firmness. In the second day, irradiated treatments (b, c, e, and f) were yellower than the others. As to the other factors evaluated, there were no differences between treatments.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)