Sample records for data display systems
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 4 shown.



1

Trabalho, saúde e gênero: estudo comparativo sobre analistas de sistemas/ Work and health: a gender study on systems analysts

Rocha, Lys Esther; Debert-Ribeiro, Myriam
2001-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar as repercussões do trabalho de mulheres e homens analistas de sistemas na saúde. MÉTODOS: Trata-se de estudo exploratório de delineamento transversal, abrangendo 553 analistas de duas empresas de processamento de dados da região metropolitana de São Paulo. Foram realizadas análises ergonômicas do trabalho, entrevistas semi-estruturadas e preenchimento de questionários para auto-aplicação. A análise dos dados baseou-se em tabelas de contingên (mais) cia com qui-quadrado a 5% de significância e razões de prevalência e seus intervalos de confiança segundo gênero. RESULTADOS: As mulheres constituíram 40,7% do grupo estudado, sendo mais jovens que os homens. A presença de filhos foi maior entre os homens, embora o tempo diário dedicado às tarefas domésticas tenha sido maior entre as mulheres. Observou-se predomínio dos homens nas funções de chefia. Fatores de incômodo, com freqüência semelhante entre homens e mulheres, foram: sobrecarga de trabalho devido a prazos curtos; alto grau de responsabilidade; exigência mental do trabalho; e complexidade da tarefa. Fatores de incômodo predominantes em mulheres foram: postura desconfortável; maior exposição ao computador; e presença de equipamento obsoleto. As mulheres relataram maior freqüência de sintomas visuais, musculares e relacionados a estresse; maior insatisfação com o trabalho; maior fadiga física e mental. CONCLUSÕES: O estudo sugere que as repercussões na saúde das analistas de sistemas estão associadas às exigências do trabalho e ao papel da mulher na sociedade. Os resultados destacam a importância de estudos sobre saúde, trabalho e gênero, em analisar a interseção entre a esfera produtiva e a doméstica. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the health impact of working conditions among male and female systems analysts. METHODS: In this cross-sectional study, 533 systems analysts of two data analysis companies located in the metropolitan area of São Paulo were studied. Data was collected using work ergonomic assessments, individual and group semi-structured interviews and a self-applied questionnaire. Data analysis was based on contingency tables, Chi-square values at 5% level, prevalenc (mais) e rates and ratios, and their 95% confidence intervals. RESULTS: Of the participants, 40.7% were women who on average were younger that the studied men (59.6% of women and 39% of men were in the age range 25 to 34). Though fatherhood was more frequently seen among men (57.6% x 34.2% for women), women spent more time with household tasks, including children care. There were more men in leading management positions. Work-related discomfort factors were seen in both sexes at similar frequencies. Men most commonly complained of work overload due to tight deadlines, high degree of responsibility, mental strain, and work complexity. Women more frequently complained of postural discomfort, higher exposure to video display terminal, and obsolete equipment. Women reported more visual, musculoskeletal and stress related symptoms, and higher work dissatisfaction and mental fatigue. CONCLUSIONS: The study suggests that the health impact on female systems analysts is associated with the work demands and the women's social role. There is a need of further studies associating health, work and gender and an assessment of the intersection between the domestic and productive roles.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Trabalho, saúde e gênero: estudo comparativo sobre analistas de sistemas/ Work and health: a gender study on systems analysts

Rocha, Lys Esther; Debert-Ribeiro, Myriam
2001-12-01

Resumo em português OBJETIVO: Avaliar as repercussões do trabalho de mulheres e homens analistas de sistemas na saúde. MÉTODOS: Trata-se de estudo exploratório de delineamento transversal, abrangendo 553 analistas de duas empresas de processamento de dados da região metropolitana de São Paulo. Foram realizadas análises ergonômicas do trabalho, entrevistas semi-estruturadas e preenchimento de questionários para auto-aplicação. A análise dos dados baseou-se em tabelas de contingên (mais) cia com qui-quadrado a 5% de significância e razões de prevalência e seus intervalos de confiança segundo gênero. RESULTADOS: As mulheres constituíram 40,7% do grupo estudado, sendo mais jovens que os homens. A presença de filhos foi maior entre os homens, embora o tempo diário dedicado às tarefas domésticas tenha sido maior entre as mulheres. Observou-se predomínio dos homens nas funções de chefia. Fatores de incômodo, com freqüência semelhante entre homens e mulheres, foram: sobrecarga de trabalho devido a prazos curtos; alto grau de responsabilidade; exigência mental do trabalho; e complexidade da tarefa. Fatores de incômodo predominantes em mulheres foram: postura desconfortável; maior exposição ao computador; e presença de equipamento obsoleto. As mulheres relataram maior freqüência de sintomas visuais, musculares e relacionados a estresse; maior insatisfação com o trabalho; maior fadiga física e mental. CONCLUSÕES: O estudo sugere que as repercussões na saúde das analistas de sistemas estão associadas às exigências do trabalho e ao papel da mulher na sociedade. Os resultados destacam a importância de estudos sobre saúde, trabalho e gênero, em analisar a interseção entre a esfera produtiva e a doméstica. Resumo em inglês OBJECTIVE: To assess the health impact of working conditions among male and female systems analysts. METHODS: In this cross-sectional study, 533 systems analysts of two data analysis companies located in the metropolitan area of São Paulo were studied. Data was collected using work ergonomic assessments, individual and group semi-structured interviews and a self-applied questionnaire. Data analysis was based on contingency tables, Chi-square values at 5% level, prevalenc (mais) e rates and ratios, and their 95% confidence intervals. RESULTS: Of the participants, 40.7% were women who on average were younger that the studied men (59.6% of women and 39% of men were in the age range 25 to 34). Though fatherhood was more frequently seen among men (57.6% x 34.2% for women), women spent more time with household tasks, including children care. There were more men in leading management positions. Work-related discomfort factors were seen in both sexes at similar frequencies. Men most commonly complained of work overload due to tight deadlines, high degree of responsibility, mental strain, and work complexity. Women more frequently complained of postural discomfort, higher exposure to video display terminal, and obsolete equipment. Women reported more visual, musculoskeletal and stress related symptoms, and higher work dissatisfaction and mental fatigue. CONCLUSIONS: The study suggests that the health impact on female systems analysts is associated with the work demands and the women's social role. There is a need of further studies associating health, work and gender and an assessment of the intersection between the domestic and productive roles.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Análise comparativa da complacência do sistema respiratório em três diferentes posições no leito (lateral, sentada e dorsal) em pacientes submetidos à ventilação mecânica invasiva prolongada/ Comparative analysis of respiratory systems compliance in three different positioning (lateral, dorsal and sitting) in patients in prolonged invasive mechanical ventilation

Porto, Elias Ferreira; Castro, Antonio Adolfo Matos de; Leite, José Renato de Oliveira; Miranda, Saul Vitoriano; Lancauth, Auristela; Kumpel, Claudia
2008-09-01

Resumo em português OBJETIVOS: A realização deste estudo se justifica pelo fato que na prática clinica ocorrem constantes mudanças de decúbito do paciente no leito durante a hospitalização na terapia intensiva, sendo que necessita melhor entendimento sobre possíveis efeitos adversos principalmente sobre as condições do sistema respiratório que tais mudanças podem ocasionar. O objetivo deste estudo foi avaliar se o posicionamento do paciente no leito pode interferir na complacênc (mais) ia pulmonar. MÉTODOS: Todos os pacientes incluídos neste estudo estavam em ventilação mecânica, e foram sedados e curarizados. Verificou-se a complacência do sistema respiratório de todos os pacientes em três diferentes posicionamentos: decúbito lateral (DL), decúbito dorsal (DD) e sentado (PS), para tanto, após a manobra de recrutamento alveolar os pacientes ficavam no posicionamento definido por 2 horas e nos últimos 5 min os dados eram colhidos do mostrador do ventilador mecânico. RESULTADOS: Vinte e oito pacientes foram prospectivamente analisados, Os valores de complacência do sistema respiratório no DL foram 37,07 ± 12,9 no DD 39,2 ± 10,5 e na PS 43,4 ± 9,6 mL/cmH2O. Houve diferença estatisticamente significativa quando a PS e a DD foram comparadas com a DL para complacência o sistema respiratório (p = 0.0052) e volume corrente (p Resumo em inglês OBJECTIVES: This study is justified by the fact that in clinical practice, changes occur in patient's positioning in the bed during hospitalization in intensive care unity, it's necessary better understanding about possible adverse effects that such changes might cause mainly on the respiratory system condition. The objective this study was to evaluate if the patients positioning in bed can to alter the pulmonary complacency. METHODS: All included patients were submitted (mais) to mechanical ventilation and were sedated and curarized respiratory system compliance was assessed in three different positioning: lateral, dorsal and sitting. After an alveolar recruitment maneuver, patients were placed to a position throughout two hours, and in the last five minutes the data was collected from the mechanical ventilator display. RESULTS: twenty eight patients were prospectively assessed. Values of respiratory system compliance in the lateral position were 37,07 ± 12,9 in the dorsal were 39,2 ± 10,5 and in the sitting 43,4 ± 9,6 mL/cmH2O. There were a statistical difference when we compared to the sitting and dorsal with lateral positioning for respiratory system compliance (p = 0.0052) and tidal volume (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Análise de sistemas de mesoescala utilizando dados de descargas nuvem-terra/ Analysis of mesoscale system using cloud-to-ground flash data

Abdoulaev, Sanjar; Marques, Valdo S.; Pinheiro, Francisca M. A.; Martinez, Eduardo F. A.; Lenskaia, Olga
2001-04-01

Resumo em português Campos Acumulados de Descargas atmosféricas à terra (CAD) são examinados como fonte na diagnose da estrutura e evolução dos sistemas de mesoescala observados por satélite e radar associados com 16 passagens de frentes e 9 casos de ciclogênese local, durante o inverno de 1999, na região sul do Brasil e do Oceano Atlântico. As maiores taxas de descargas nuvem - terra são associadas à ciclogênese local, em média, 4 (quatro) vezes maior do que as taxas de raio as (mais) sociadas às frentes frias. Construindo a sobreposição dos CAD numa imagem de vídeo, em intervalos de tempo de 0,5 à 2 horas, e código de cores apropriado, foi determinado o seguinte: a) orientação e velocidade das frentes frias, representadas por faixas lineares estreitas ou arcos não acentuados; b) seções frontais (quente e fria) do ciclone e onda frontal, reconhecidas pela sua forma convexa e côncava; c) convecção em desenvolvimento e dissipação com as mesmas características nas imagens de satélite em infravermelho, discriminadas pela forma de CAD e polaridade preferencial das descargas. A análise de 37 sistemas de mesoescala classificados em 6 (seis) padrões de eco de radar, indica que a taxa de raios oscila periodicamente durante a evolução do sistema, crescendo com a extensão da altura de eco de Z>30 dBZ em direção às temperaturas negativas. A área de eco >30 dBZ dos sistemas, com núcleos de refletividade maior do que 50 dBZ e alturas de 30 dBZ maiores do que 7,5 km, produz mais do que 0,025 descarga .h-1. km-2. Os sistemas lineares e não lineares das tempestades severas e os lineares moderados acompanhados por regiões estratiformes extensas produzem número de descargas maior do que em outros sistemas. Resumo em inglês Time-Integrated Cloud-to-Ground Lightning Field (TILF) are used as a source to diagnose the structure and evolution of mesoscale rainfall systems observed by radar and satellite during cold front movement (16 cases) and local cyclogenesis (9 cases) southward of Brazilian and South Atlantic Ocean. The major cloud-to-ground lightning events are associated with local cyclogenesis, when hourly registered number of flashes is four times greater than frontal cases. Building the (mais) TILF with time intervals of 0.5 to 2 hours and superposed one by one, using appropriated color-coded display, are determinate as following: a) direction and velocity of cold fronts, showing narrow bands or not accentuates arcs; b) warm and cold sections of fronts associated with cyclones and cyclonic waves, showing their convex and concave shape; c) developing and dissipating convection having same characteristics on satellite image, but different form of TILF and preferential flash polarity. The analysis of 37 mesoscale systems classified using 6 morphologic types of radar echoes, indicated that lightning rate have periodic oscillation during system evolution, increasing with extent of height of 30 dBZ towards negative temperatures. The area of systems with echoes >30 dBZ, reflectivity cores more than 50 dBZ and 30 dBZ at height greater than 7.5 km, have flash density more than 0.025 flashes .h-1.km-2. The lightning rates of linear and nonlinear severe storm or moderate bands accompanied by large stratiform regions are stronger than others.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)