Sample records for crystal field
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 9 shown.



1

Micropropagação de baixo custo em bananeira cv. Maçã em meios com diferentes fontes de carbono e avaliação da performance em campo das mudas produzidas/ Low cost of micropropagation of banana cv. Maçã in media with different carbon source and evaluation of performance of shoot production in field

Bernardi, Walter Fernando; Rodrigues, Benedita Inês; Cassiere Neto, Paulo; Ando, Akihiko; Tulmann Neto, Augusto; Ceravolo, Leonardo Coutinho; Montes, Sonia Maria Nalesso Marangoni
2004-12-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo reduzir o custo da micropropagação de bananeira cv. Maçã (Musa spp AAB), bem como avaliar o desenvolvimento em campo das mudas produzidas. Para tanto, cultivaram-se, no Centro de Energia Nuclear na Agricultura - USP, explantes de bananeira em meio de multiplicação MS com diferentes fontes de carbono (açúcar). As fontes de carbono testadas foram: sacarose P.A., açúcar cristal e açúcar mascavo. Após a etapa de micropropagação, (mais) as plantas foram avaliadas quanto as suas características em campo, na cidade de Presidente Prudente-SP, em 2002. O desenvolvimento e vigor in vitro dos explantes nos três tratamentos testados foram semelhantes. A média do número de brotos produzidos em meio contendo açúcar cristal foi semelhante ao da sacarose P.A. e superior ao do açúcar mascavo. Em campo, as plantas produzidas em meios com diferentes fontes de carbono não apresentaram diferenças estatísticas entre as características avaliadas, e não houve ocorrência de variação somaclonal. Com esta alternativa de produção in vitro de bananeira cv. Maçã, pode-se ter uma redução de cerca de 50% do custo para a produção de 1 litro de meio de cultura utilizando açúcar cristal como substituto da sacarose P.A., mantendo-se a qualidade das mudas e reduzindo-se o custo de sua produção. Resumo em inglês The aims of the present work were to reduce the production cost of micropropagation of shoot tips of banana cv. Maçã (Musa spp. AAB) and to evaluate their performance in field. The micropropagation was performed in Nuclear Energy Center of Agriculture - USP, with explants in multiplication MS media, containg different carbon sources (sucrose P.A., crystal sugar and mascavo sugar). The number of shoot tips produced during treatments was not different statisticaly in resp (mais) onse to sucrose P.A. and crystal sugar, but crystal sugar was superior to mascavo sugar. In the field of Presidente Prudente-SP city, plants obtained from different treatments of micropropagation stages did not show differences in agronomical characteristics, and the occurence of somaclonal variation was not observed. Utilization of crystal sugar could reduce about 50% of the media costs, maintaing the same quality of shoots tips micropropagated on sacarose P.A. medium.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Palavras de cristal: sujeito, sentido e versões no processo discursivo de reformulação de livros/ Crystal words: subject, meaning and versions in the discursive process of books reformulation

Silva, Adriana Pozzani de La Vielle e
2010-08-01

Resumo em português O campo teórico da Análise do Discurso sustenta a presente discussão sobre o processo discursivo de reformulação de livros. Ao focar o eixo sujeito-sentido-versões - com uma ênfase pontual nos mecanismos sócio-históricos constitutivos do trabalho de autoria -, buscamos explicitar o modo como o acontecimento enunciativo (INDURSKY, 2008), uma vez que é responsável pela emergência da chamada "edição revista", afeta o enunciável próprio a uma dada formação d (mais) iscursiva e reconfigura as redes de memória. O sujeito-autor, tomado na teia das contradições históricas do campo em que se constitui, entra num jogo de repetir-deslocar-esquecer. A reflexão em pauta ganha um matiz a mais quando a identidade polêmica da "edição revista" entra em cena nos encaminhamentos finais. Resumo em inglês The theoretical field of Discourse Analysis stands at the basis of the present discussion on the discursive process for reformulation of books. By focusing on the axis subject-meaning-versions - with a punctual emphasis on the socio-historical mechanisms, which constitute the work of authorship -, here one tries to make explicit how the enunciative event (INDURSKY, 2008), once it is responsible for the emergence of the so called "revised edition," affects the enunciable p (mais) roper to a certain discursive formation, and reconfigures the memory networks. The subject-author, caught within the web of historical contradictions in which he constitutes himself, enters in a play of repeat-dislocate-forget. The reflection here developed acquires an overtone when the polemical identity of the "revised edition" is dealt with at the final considerations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Morfologia e anatomia foliar de três morfotipos de Marcetia taxifolia (A. St.-Hil.) DC. (Melastomataceae) na Serra do Cipó, MG/ Morphology and leaf anatomy of three morphotypes of Marcetia taxifolia (A. St.-Hil.) DC. (Melastomataceae) in "Serra do Cipó", MG

Gardoni, Lívia Cristina de Paiva; Isaias, Rosy Mary dos Santos; Vale, Fernando Henrique Aguiar
2007-09-01

Resumo em português Nos campos rupestres da Serra do Cipó, MG, é possível distinguir morfotipos de M. taxifolia com intenso polimorfismo. Os objetivos deste estudo foram caracterizar e interpretar comparativamente a morfologia e a anatomia foliar de três morfotipos em condições de campo e cultivados, relacionando os fenótipos com variações ambientais. Os morfotipos foram denominados "Rosa", "Branco" e "Rosa Cristal" devido à cor das flores e ao aspecto do solo. Foram medidos no cam (mais) po: altura da planta, área da copa, diâmetro da base caulinar e número de eixos caulinares. Em casa de vegetação, sementes de cada morfotipo germinaram em seu solo de origem e no dos outros dois morfotipos. Lâminas histológicas permanentes e temporárias de folha foram feitas para estudo anatômico. Os parâmetros mais significativos foram altura das plantas, número de caules e área foliar, que nas plantas do campo apresentaram-se maior no morfotipo "Branco" e menores no "Rosa Cristal". O número de eixos caulinares foi significativamente maior em "Rosa Cristal". Marcetia taxifolia apresenta grande plasticidade fenotípica, evidenciada pela heterogeneidade encontrada nos três morfotipos estudados, no campo e em casa de vegetação. A maior divergência ocorreu entre os morfotipos "Rosa Cristal" e "Branco". A plasticidade da espécie é pouco refletida em nível anatômico, sendo as variações encontradas, insuficientes para diferenciar os morfotipos. Fatores ambientais, como a composição química do solo, especialmente as concentrações de ferro e alumínio, e a disponibilidade hídrica foram os principais fatores que influenciaram as divergências relatadas. Resumo em inglês Some morphotypes of Marcetia taxifolia have many polymorphic features in "campos rupestres" of "Serra do Cipó", MG. This study aimed to characterize and compare the morphology and anatomy of three morphotypes of M. taxifolia in their natural habitat and in cultivating conditions. The natural selected morphotypes were denominated "Pink", "White" and "Crystal Pink", according to the color of the flowers and to the soil type where each morphotype was found. For leaf anatomi (mais) cal studies, permanent and semi-permanent prepations with transverse sections were done. At green house conditions, thirty seeds of each morphotype were planted on their own soil and on the soil of the other two morphotypes. The most significant differences among the morphological parameters evaluated were plant height, number of stems, and leaf area. "White" and "Crystal Pink" natural morphotypes plants had the higher and the lower values of height and leaf area, respectively. The "Crystal Pink" plants presented more branches than the other two morphotypes. Marcetia taxifolia great phenotypic plasticity is mainly evidenced by the morphological variation observed in the three morphotypes, in field and cultivating conditions. Species plasticity is poorly reflected in anatomical level, therefore anatomical features were insufficient to distinguish M. taxifolia morphotypes. Environmental factors, such as soil fertility, especially iron and aluminum concentrations, and water abundance may be the major factors that influence the divergences found in this study.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Propriedades ópticas de amostras policristalinas LiGaSiO4 contendo Fe3+ como impureza substitucional/ Optical properties of Fe3+ substitutional impurities in LiGaSiO4 polycrystalline samples

Pedro, S. S.; Nakamura, O.; Barthem, R. B.; Sosman, L. P.
2006-09-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi a investigação das propriedades ópticas da amostra LiGaSiO4 contendo Fe3+ como impureza substitucional. Materiais do tipo óxido dopados com metais de transição podem apresentar bandas largas de absorção e emissão nas regiões do visível e do infravermelho próximo. Estas bandas são sintonizáveis e permitem um amplo número de aplicações em medicina, comunicações e lasers de estado sólido, por exemplo. As amostras dopadas com (mais) 5% de Fe3+ foram produzidas por métodos cerâmicos a partir dos óxidos ultrapuros Li2CO3, beta-Ga2O3, SiO2 e Fe2O3, na forma de pastilhas de 10 mm x 2 mm. O tratamento térmico foi realizado a 1000ºC por 96 h em forno com pressão ambiente. Após a síntese, as amostras foram pulverizadas e examinadas por difração de raios X em um difratômetro de pó e os dados obtidos foram comparados com a base JCPDS. Verificamos a formação do LiGaSiO4 acompanhado pelas fases espúrias LiGa5O8 e gama-Li5GaSi2O8. A seguir foram realizadas as espectroscopias fototérmica e de fotoluminescência à temperatura ambiente. Os espectros obtidos exibem largas bandas de absorção e de fotoluminescência. A partir dos dados ópticos identificamos os níveis de energia envolvidos nas transições, obtivemos o tempo de vida das transições radiativas, calculamos os parâmetros de campo cristalino e de repulsão intereletrônica e identificamos a simetria dos sítios de ocupação do Fe3+ na amostra. Resumo em inglês The proposal of this work was the investigation of optical properties of LiGaSiO4 samples using Fe3+ ions as substitucional impurity. Oxide materials doped with transition metals can present broad absorption and emission bands in visible and near infrared regions. These bands are tunable and allow various applications, in medicine, communications and solid state lasers, for example. The samples containing 5 at % of Fe3+ were produced by ceramic methods from high purity ra (mais) w oxides Li2CO3, beta-Ga2O3, SiO2 and an appropriated amount of Fe2O3 and pressed in circular tablets with 10 x 2mm. The thermal treatment duration was 96 h under a temperature of 1000ºC in ambient pressure electric furnace. After the thermal treatment, samples were pulverized and examined by X ray diffraction in a powder diffractometer, and the obtained data compared with JCPDS data base. We verify the formation of LiGaSiO4 accompanied by LiGa5O8 and gamma-Li5GaSi2O8 undesirable phases. In sequence we carried out the room temperature photothermal and photoluminescence spectroscopy. The obtained spectra show wide photoluminescence and absorption bands. From the optical data we identified energy levels and radiative lifetimes, calculated the crystal field and electronic repulsion parameters and identified the site symmetry of the Fe3+ in the samples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Fotoluminescência no infravermelho da cerâmica galato de magnésio dopada com cromo trivalente/ Infrared photoluminescence of magnesium gallate ceramics doped with trivalent chromium

Sosman, L. P.; Fonseca, R. J. M. da; Tavares Jr, A. Dias; Barthem, R. B.; Abritta, T.
2007-01-01

Resumo em português Amostras policristalinas de MgGa2O4 dopadas com Cr3+ são investigadas por espectroscopia de luminescência e luminescência de excitação sob as temperaturas 4,2 K, 77 K e ambiente. Nos espectros observamos bandas de fotoluminescência nas regiões do vermelho e do infravermelho próximo, associadas às transições eletrônicas ²E(²G)-> 4A2(4F) e 4T2(4F)-> 4A2(4F) dos íons trivalentes de cromo em sítios de coordenação octaédrica. Os espectros de fotoluminescênc (mais) ia do MgGa2O4 contendo 1% de Cr3+ apresentam picos estreitos de intensidade na região de maior energia e várias estruturas sobre uma larga e intensa banda na região de menor energia. Os picos são atribuídos à transição proibida por spin ²E(²G) -> 4A2(4F) e as bandas largas são associadas à transição 4T2(4F)-> 4A2(4F) do Cr3+ em sítios octaédricos. Nos espectros de emissão também surgem linhas estreitas na região de alta energia atribuídas à presença do composto beta-Ga2O3:Cr3+. Os espectros de excitação exibem duas bandas largas. A de menor energia é identificada com a transição 4A2 (4F) -> 4T2(4F), enquanto a banda de maior energia é associada com a transição 4A2(4F)-> 4T1(4F). A partir das posições em energia das bandas de excitação, podemos calcular os parâmetros de campo cristalino, Dq = 1780 cm-1 e de Racah B = 630 cm-1 e C = 2820 cm-1. Os resultados mostram que o material apresenta sítios de campo cristalino alto e intermediário para os íons Cr3+. Resumo em inglês Polycrystalline MgGa2O4 samples doped with Cr3+ are investigated by luminescence and excitation spectroscopy at 4.2 K, 77 K and room temperature. In the spectra we observe photoluminescence bands in red and near infrared spectral regions, associate to the ²E(²G)-> 4A2(4F) and 4T2(4F)-> 4A2(4F) electronic transitions of trivalent chromium ions in octahedral sites. The luminescence spectra of the MgGa2O4 with 1% of Cr3+ present narrow peaks in the higher energy region and (mais) some structures on a wide band in the lower energy region. The peaks are attributed to the spin forbidden ²E(²G)-> 4A2(4F) electronic transition and the broad bands are associates to the spin allowed 4T2(4F)->4A2(4F) electronic transition of Cr3+ in octahedral sites. In the emission spectra narrow lines appear at high energy region and are attributed to the presence of the beta-Ga2O3:Cr3+ compound. The excitation spectra show two broad bands. The lower energy band is identified with the 4A2(4F)-> 4T2(4F) while the higher energy band is associated to 4A2(4F)->4T1(4F) electronic transition. From the excitation bands energy positions we calculate the crystal field Dq = 1780 cm-1 and Racah B = 630 cm-1 and C = 2820 cm-1 parameters. The results show that the material presents both high and intermediate crystal-fields for these ions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Fotoluminescência em amostras policristalinas de galato de magnésio dopado com Ni2+/ Photoluminescence of polycrystalline samples of magnesium gallate doped with Ni2+

Sosman, L. P.; Fonseca, R. J. M. da; Tavares Jr., A. Dias; Abritta, T.
2006-06-01

Resumo em português São apresentados resultados de fotoluminescência do MgGa2O4:Ni2+ nas temperaturas ambiente e de nitrogênio líquido. As bandas observadas são atribuídas às transições proibidas por spin, ¹T2 (¹D) -> ³T2 (³F) e ¹T2 (¹D) -> ³T1 (³F), no visível e no infravermelho próximo, respectivamente. Espectros de absorção obtidos a partir de medidas de reflectância difusa exibem bandas associadas às transições ³A2 (³F) -> ³T1 (³F) e ³A2 (³F) -> ³T2 (³F) (mais) e uma fraca estrutura identificada com a transição ³A2 (³F) -> ¹E (¹D). Todas as transições observadas são identificadas com níveis de energia do Ni2+ em sítios octaédricos do galato de magnésio. A partir dos diagramas de energia de Tanabe-Sugano para configuração d8 foram calculados os parâmetros de campo cristalino, Dq e de repulsão intereletrônica, B e C. Apresentamos também, para efeito de comparação, resultados anteriores dos íons Cr3+ (configuração eletrônica d³), Fe3+ (d5) e Co2+ (d7) nesta rede hospedeira para amostras preparadas com o mesmo método cerâmico. Resumo em inglês The photoluminescence of MgGa sO4:Ni2+ are presented in this article. The observed bands are attributed to the ¹T2 (¹D) ® ³T2 (³F) and ¹T2 (¹D) ® ³T1 (³F) spin-forbidden transitions and located in the visible and infrared regions, respectively. Absorption spectra obtained from diffuse reflectance measurements show bands associated with ³A2 (³F) ® ³T1 (³F) and ³A2 (³F) (mais) mbol>® ³T2 (³F) transitions and a weak structure assigned to ³A2 (³F) ® ¹E (¹D) transition. All the observed transitions are identified with energy levels of Ni2+ in octahedral sites of magnesium gallate. From the Tanabe-Sugano energy diagrams for a d8 configuration, the crystal field Dq and interelectronic repulsion B and C parameters were calculated. We also present, for comparison, previous results of Cr3+ (d³ electronic configuration), Fe3+ (d5) and Co2+ (d7) ions in this host lattice for samples prepared with the same ceramic method.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Espectros eletrônicos de alguns complexos de geometria octaédrica de Ni2+: uma introdução prática à teoria do campo cristalino no curso de graduação/ Electronic spectra of some Ni2+ octahedral complexes: a practical introduction to the crystal field theory in the undergraduate course

Gushikem, Yoshitaka
2005-02-01

Resumo em inglês The experiment introduces the undergraduate students to the crystal field theory. The electronic spectra of the octahedral complexes of [Ni(L)n]2+ (L = H2O, dmso, NH3 and en) obtained in the experiment are used to calculate 10Dq and B parameters. The experiment shows how the parameters can be calculated and correlated with the nature of the ligands and the field intensities produced.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Efeito do campo magnético na precipitação de parafinas/ Magnetic field effect on paraffin deposition

Rocha, Nelson de Oliveira; González, Gaspar; Vaitsman, Delmo Santiago
1998-02-01

Resumo em inglês In the oil industry, the paraffination phenomenon is a major problem during oil production, displacement and treatment. Paraffin deposition in subsea flowlines, surface equipment, production string or even in the reservoir, can cause significant and increasing oil losses. To minimize paraffin precipitation, the application of magnetic field in the petroleum path has been suggested based on empiric studies. In this study, we assembled a labscale magnetic conditioner to det (mais) ermine the influence of magnetic field on the physical-chemical properties of two fluids : oil and a paraffin mixture. We observed that magnetic field reduce sample aparent viscosity due to crystal morphology alteration.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Acúmulo de ácido oxálico e cristais de cálcio em ectomicorrizas de eucalipto.: II- formação de cristais de oxalato de cálcio induzida por fungos ectomicorrízicos em raízes laterais finas/ Accumulation of oxalic acid and calcium crystals in ectomycorrhizas of eucalypt.: II- calcium oxalate crystal formation induced by ectomicorrhizal fungi in fine lateral roots

Gonzalez, Jhon Alexander Zambrano; Costa, Maurício Dutra; Silva, Ivo Ribeiro; Neves, Júlio César Lima; Barros, Nairam Félix de; Borges, Arnaldo Chaer
2009-06-01

Resumo em português O eucalipto é eficiente na aquisição de Ca do solo, mas pouco se sabe sobre a participação das ectomicorrizas e dos ácidos orgânicos nesse processo em campo. O acúmulo de cristais de Ca (CaOx) foi avaliado em, aproximadamente, 2.100 raízes laterais finas e ectomicorrizas do híbrido de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla, cultivado por 2,5 anos em área com topografia típica em meia laranja, com vertente côncavo-convexa, na região de Viçosa, MG. Técnic (mais) as de microscopia óptica e microscopia eletrônica de varredura foram usadas para a visualização dos CaOx. Em 73,7 % das raízes, ocorreu abundante acúmulo de drusas e grânulos de CaOx nas células do córtex. A presença conspícua de CaOx foi observada em 56,2 % das ectomicorrizas e em 17,5 % das raízes laterais finas não colonizadas, evidenciando o papel das micorrizas no acúmulo de Ca em eucalipto. A forma predominante dos CaOx foram as drusas nas ectomicorrizas e os grânulos cristalinos nas raízes. Os dez morfotipos de ectomicorrizas observados na área diferiram quanto à presença e à morfologia dos CaOx, o que pode representar distintas capacidades dos fungos ectomicorrízicos em fornecer Ca para a planta hospedeira. A análise da superfície do manto das ectomicorrizas por microscopia eletrônica de varredura não evidenciou a presença de CaOx nessa estrutura, confirmando que, nas condições avaliadas, o acúmulo de cristais limita-se ao córtex radicular. Este é o primeiro relato da ocorrência de CaOx em ectomicorrizas de eucalipto no Brasil, com dados que comprovam que há mecanismos de armazenamento de Ca nas ectomicorrizas em áreas com baixa disponibilidade do elemento. Resumo em inglês Eucalypt is efficient at taking up Ca from the soil, however little is known about the contribution of ectomycorrhizas and organic acids to this process under field conditions. The accumulation of calcium oxalate crystals (CaOx) was evaluated in, approximately, 2,100 fine lateral roots and ectomycorrhizas of a 2.5-year-old Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla hybrid, grown in a mountainous area at Viçosa, MG, Brazil. Optical and scanning electron microscopy techniqu (mais) es were used for CaOx observation. Abundant accumulation of calcium as druses or grains in the root cortex cells was observed in 73.7 % of the fine lateral roots. The conspicuous presence of CaOx was observed in 56.2 % of the ectomycorrhizal and in 17.5 % of the nonmycorrhizal fine lateral roots, evidencing the role of the ectomycorrhizal association in calcium storage of eucalypt roots. In the ectomycorrhizal root, druses were the predominant CaOx form, while in nonmycorrhizal roots crystalline grains were more frequent. The 10 ectomycorrhizal morphotypes observed varied in relation to the CaOx content in the root cortex, possibly representing distinct capacities of each ectomycorrizal fungi to supply Ca to the host plant. The analysis of the mantle surface of the different ectomycorrhizal morphotypes by scanning electron microscopy did not detect the presence of CaOx in this structure, confirming that under the conditions evaluated, CaOx accumulation in the association is limited to the root cortex. This is the first report on the occurrence of CaOx in eucalypt ectomycorrhizas in Brazil, with data that demonstrate the existence of calcium storage mechanisms in the ectomycorrhizas in areas with low calcium availability.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)