Sample records for cross sections
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 17 shown.



1

Anatomia foliar em plantas jovens de Solanum lycocarpum A.St.-Hil. (Solanaceae)/ Leaf anatomy in young plants of Solanum lycocarpum A.St.-Hil. (Solanaceae)

Elias, Sandra R.M.; Assis, Rosângela M.; Stacciarini-Seraphin, Eliane; Rezende, Maria Helena
2003-06-01

Resumo em português Solanum lycocarpum A.St.-Hil. é um arbusto com ampla distribuição no cerrado brasileiro e se mostra bem adaptado às condições deste ambiente. Foram estudadas anatomicamente folhas provenientes de plantas jovens de S. lycocarpum com 60 diasobtidas por meio da germinação de sementes em casa de vegetação. Cortes transversais e paradérmicos foram preparados de acordo com as técnicas usuais de microtécnica vegetal. Ambas as superfícies foliares são recobertas po (mais) r tricomas tectores simples bicelulares, estrelados e tricomas glandulares. Em vista frontal, as paredes das células epidérmicas são sinuosas e os estômatos estão distribuídos nas faces adaxial e abaxial. A partir das secções transversais, observa-se que a epiderme é unisseriada e o mesofilo é dorsiventral. O parênquima paliçádico é uniestratificado e o parênquima voltado para a face abaxial é formado por três a cinco camadas de células com disposição compacta. Os resultados constituem uma referência básica para outros estudos envolvendo indivíduos desta espécie, neste estádio de desenvolvimento. Resumo em inglês Solanum lycocarpum A.St.Hil. is a widely distributed and well adapted shrub of cerrado areas in Brazil. Anatomic studies of the leaves of 60 days old plants obtained from seeds germinated at the greenhouse were carried out. Transversal and paradermal sections were prepared using the usual microthecniques. Both leaf surfaces are covered with simple glandular and non-glandular trichomes, and stellate trichomes. At front sight, the walls of the epidermal cells are sinuous wi (mais) th stomata occurring on both upper and lower surfaces. At cross-section it is observed that the epidermis consists of a single layer of cells and the mesophyll is dorsiventral. The palisade parenchyma consists of a single layer of cells and the parenchyma which is faced to abaxial surface is shaped by three to five layers of cells with compact arrangement. The results constitute a basic reference for further studies about this species, on this stage of development.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Aspectos morfo-anatômicos do embrião de Euterpe precatoria Mart. durante o processo germinativo/ Morphological and anatomical studies on germinating seeds of Euterpe precatoria Mart.

Aguiar, Madalena Otaviano; Mendonça, Maria Sílvia de
2002-09-01

Resumo em português Euterpe precatoria Mart. é uma palmeira amplamente distribuída na bacia Amazônica, em terra firme e em solos de várzea. Dos frutos obtém-se o "vinho do açaí" e do ápice caulinar o palmito, que fazem desta palmeira um importante recurso alimentar. Foi feita a descrição morfo-anatômica do embrião de Euterpe precatoria, durante o processo germinativo, possibilitando o entendimento do mesmo. As observações foram realizadas em microscopio óptico, a partir de cor (mais) tes histológicos de secções longitudinais e transversais da semente em diversos estádios da germinação. O eixo embrionário é curvo. No início da germinação, forma-se externamente o botão cotiledonar contendo a futura planta. A radícula emerge primeiro, apresentando coifa bem desenvolvida, desenvolvendo-se mais rapidamente que a plúmula. O processo de formação das primeiras folhas é contínuo. À medida que o embrião se desenvolve, a região distal aumenta de tamanho, formando o haustório e ocupando o lugar do endosperma. Resumo em inglês Euterpe precatoria is a palm tree widespread in Amazon basin, in terra firme and várzea sites. The fruit is used for the production of Açaí wine, and the sten apex for the production of palm hearts (palmito), which are an important food source. Different stages of germinated açaí seed were studied in longitudinal and transversal sections, under a optical microscope. The embryonic axis is curved. In the early stages of germination, the integument is displaced, forming (mais) the cotyledonal bud and the future plant. The radicle emerges first, with a well developed root cap and develops faster than the plumula. The process of formation of the first leaves is continuous. As the embryo is developing, the distal region increases in size, forming the haustorium and occupying the place of the endosperm.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Anatomia comparada das folhas de espécies de Peperomia (Piperaceae): I. Ontogênese do tecido aqüífero e dos estômatos/ Comparative leaf anatomy of Peperomia (Piperaceae): I. Ontogenesis of the aquiferous tissue and the stomata

Takemori, Nathieli Keila; Bona, Cleusa; Alquini, Yedo
2003-09-01

Resumo em português A maioria das espécies de Peperomia apresenta tecido que reserva água na face adaxial de suas folhas. Esse tecido pode variar em espessura, determinando maior ou menor suculência à folha. A fim de se determinar a origem de estruturas anatômicas relevantes ao grupo, o presente trabalho descreveu o desenvolvimento do tecido especializado na reserva de água, bem como a ontogênese dos estômatos de P. catharinae Miquel, P. emarginella (Sw.) C.DC., P. quadrifolia (L.) K (mais) unth e P. rotundifolia (L.) Kunth. Para tanto, foram observadas folhas jovens do ápice caulinar e do primeiro nó subseqüente, em secções transversais e paradérmicas. As técnicas utilizadas foram as usuais para microscopia fotônica. Todas as espécies apresentaram tecido especializado na reserva de água, originado de divisões periclinais das células protodérmicas. A ontogênese estomática é mesoperígena, dando origem a estômatos anisocíticos, tetracíticos e estaurocíticos. Resumo em inglês Most species of Peperomia presents a water reservoir tissue on the adaxial surface of the leaf. This tissue can vary in thickness determining more or less succulence to the leaf. On purpose of determining the origin of important anatomic structures for this group, the present work describes the development of the water reservoir specialized tissue, as well as the stomata ontogenesis for P. catharinae Miquel, P. emarginella (Sw.) C.DC., P. quadrifolia (L.) Kunth and P. rot (mais) undifolia (L.) Kunth. Young leaves from the stem apex and the first node were observed in cross and paradermic sections. The techniques were the usual for light microscopy. All the species presented the water reservoir specialized tissue originated from periclinal divisions of protodermal cells. The stomata ontogenesis is mesoperigenous and it gives rise to anisocytic, tetracytic and staurocytic stomata.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Estudo morfoanatômico preliminar do caule e da folha de Acanthospermum australe (Loefl.) Kuntze (Asteraceae-Heliantheae)/ A preliminary morphological and anatomical study of the stem and leaf of Acanthospermum australe (Loefl.) Kuntze (Asteraceae-Heliantheae)

Martins, Lúcia R. Rocha; Mourão, Káthia S. Mathias; Albiero, Adriana L. Meyer; Cortez, Diógenes A. Garcia; Dias-Filho, Benedito P.; Nakamura, Celso V.
2006-03-01

Resumo em português Descrições morfoanatômicas preliminares do caule e da folha de Acanthospermum australe (Loefl.) Kuntze foram realizadas a partir de material vegetal fresco e fixado. Secções transversais e paradérmicas, coradas com safranina/azul de astra e azul de toluidina foram analisadas ao microscópio. As superfícies do caule e da folha foram observadas através de microscopia eletrônica de varredura. A. australe apresenta, tanto no caule quanto na folha, tricomas tectores p (mais) luricelulares, unisseriados e de extremidades afiladas, e glandulares discóides, com pedúnculo curto unicelular, no qual se prendem cinco séries de células. A folha é anfiestomática e os estômatos são do tipo anomocítico, levemente proeminentes em relação ao nível das demais células epidérmicas. O caule apresenta crescimento secundário inicial, destacando-se os ductos secretores no parênquima cortical e medular. Resumo em inglês Preliminary morphological and anatomical descriptions of stem and leaf of Acanthospermum australe (Loefl.) Kuntze were made in fresh and fixed material. Cross and superficial sections, stained with safranin/astra blue and Toluidine blue were analyzed at the light microscopic and the images were acquired by means the program Image Pro-Plus, version 4.0 (Media Cybertecnics). The surface of the stem and leaf were observed through scanning electronic microscopy. The species p (mais) resents in the stem and leaf surface multicellular nonglandular trichome, uniseriate with a pointed edge and multicellular glandular trichome like a disk with a unicellular peduncle, in which is attached a series of five cells. The leaf presents anomocytic stomata in both surfaces a little prominent in relation to the level of the epidermal cells. The stem presents an initial secondary growth with evident secretory ducts in the cortex and pith.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Caracterização morfoanatômica de Ageratum fastigiatum (Asteraceae)/ Morpho-anatomical characterization of Ageratum fastigiatum (Asteraceae)

Del-Vechio-Vieira, Glauciemar; Barbosa, Max V. D.; Lopes, Bruno C.; Sousa, Orlando V.; Santiago-Fernandes, Lygia D. R.; Esteves, Roberto L.; Kaplan, Maria A. C.
2008-12-01

Resumo em português Ageratum fastigiatum (Gardn.) R. M. King et H. Rob. (Asteraceae), conhecido como "matapasto", é uma planta usada na medicina popular como cicatrizante e antimicrobiano. O objetivo deste trabalho foi realizar caracterização morfoanatômica da folha, dos ramos e da raiz de A. fastigiatum. Secções transversais e paradérmicas, coradas com safranina/azul de astra e azul de toluidina foram analisadas ao microscópio. As folhas são alternas ou fasciculadas; a inflorescên (mais) cia é constituída de capítulos; as flores com corola lilás; ausência de pápus. A raiz apresenta crescimento secundário na zona de ramificação com estruturas secretoras. O caule possui epiderme uniestratificada, estômatos, tricomas tectores simples e tricomas glandulares capitados. O pecíolo exibe contorno côncavo-convexo e a epiderme é unisseriada. A lâmina foliar é anfiestomática e o mesófilo dorsiventral. A epiderme possui células de contorno sinuoso e os estômatos são do tipo anomocítico. Os caracteres morfoanatômicos permitiram estabelecer parâmetros para identificação do A. fastigiatum. Resumo em inglês Ageratum fastigiatum (Gardn.) R. M. King et H. Rob. (Asteraceae), known as "matapasto", is a plant used in the popular medicine as cicatrizant and antimicrobial. The aim of this work was to perform a morpho-anatomical characterization of the leaves, the stems and the roots from A. fastigiatum. Transversal and paradermic sections, stained with astra safranin/blue and toluidine blue were analyzed under a microscope. The leaves are alternate or fasciculate; the inflorescence (mais) is constituted of chapters; the flowers with lilac corolla; papus is absence. The root presents secondary growth in the ramification area with secretor structures. The stem possesses epidermis unistratified, stomata, simple non-glandular trichomes and capitates glandular trichomes. The petiole exhibits concave-convex outline and the epidermis is uniseriate. The blade leaf is hypostomatic; the mesophyll is dorsiventral. The epidermis possesses cells of sinuous outline and the stomata of the anomocytic type. The morpho-anatomical characters allowed establishing parameters for identification of A. fastigiatum.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Estudo farmacobotânico comparativo de folhas de Turnera chamaedrifolia Cambess. e Turnera subulata Sm. (Turneraceae)/ Comparative and pharmacobotanical study of the leaves of Turnera chamaedrifolia Cambess. and Turnera subulata Sm. (Turneraceae)

Barbosa, Danila de Araújo; Silva, Kiriaki Nurit; Agra, Maria de Fátima
2007-09-01

Resumo em português Neste trabalho realizou-se um estudo farmacobotânico comparativo entre as folhas de Turnera chamaedrifolia Cambess. e Turnera subulata Sm. (Turneraceae), espécies cujas folhas são usadas na medicina popular. As identificações botânicas e as morfodiagnoses macroscópicas foram realizadas após estudos morfológicos. Para as morfodiagnoses microscópicas realizaram-se secções paradérmicas e transversais de folhas (lâmina e pecíolo), que foram posteriormente clari (mais) ficadas em hipoclorito (1%) e coradas com safranina hidroalcoólica e safrablue. As duas espécies compartilham o mesmo tipo de estômato, paracítico, entretanto, T. chamaedrifolia possui folhas com a epiderme hipoestomática, com células de paredes ondeadas; o mesofilo dorsiventral; e a vascularização do pecíolo com três feixes nas porções distal e mediana, e apenas um feixe na proximal. Em T. subulata a epiderme é anfi-hipoestomática, com paredes sinuosas; mesofilo isobilateral; e a vascularização do pecíolo possui um feixe na porção distal e três feixes nas porções mediana e proximal. A morfologia das estruturas vegetativas e reprodutivas associada à anatomia foliar são caracteres distintivos para estas espécies. Resumo em inglês This work is a comparative pharmacobotanical study between the leaves of Turnera chamaedrifolia Cambess. and Turnera subulata Sm. (Turneraceae), which are used in folk medicine. The botanical identifications and macroscopical morphodiagnosis were done after morphological studies. The microscopical morphodiagnosis was carried out by paradermic and transversal cuts of the leaves (blade and petiole), clarified and coloured with safranin and astrablue. The leaves of T. chamae (mais) drifolia have hypostomatics epidermis, with wavy cells walls; the mesophyll is dorsiventral; and the vascular system of the peciole has three vascular bundles in the distal and medium portions, and only one, in the proximal portion. T. subulata has amphihypostomatic epidermis, with sinuous cells walls; the mesophyll is isobilateral; and the vascular system of the petiole has only one vascular bundle in the distal portion and three in the medium and proximal portions. The vegetative and reproductive morphologies associated to the leaf anatomy constitute a set of distinctive characters for these species.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Aplicação de ácido giberélico (GA3) e anatomia da epiderme foliar visando à detecção de variantes somaclonais de bananeira Musa sp. Colla cv. Prata-anã (Musaceae)/ Gibberellic acid (GA3) and anatomy of the leaf epidermises to detect somaclonal variants of the banana tree Musa sp. Colla cv. Prata-anã (Musaceae)

Silva, Janaína de Oliveira Costa; Lacerda, Guilherme Araújo; Castro, Evaristo Mauro de; Chalfun-Júnior, Antonio; Paiva, Luciano Vilela; Oliveira, Cynthia de
2010-03-01

Resumo em português A micropropagação de indivíduos do gênero Musa vem sendo aplicada em larga escala para obtenção de mudas de qualidade fitossanitária. O cultivo in vitro pode levar a ocorrência de variação somaclonal que pode acarretar em prejuízos aos produtores. Atualmente, a diferenciação das plantas variantes somaclonais é possível somente quando as mesmas encontram-se em condições de campo, mediante crescimento exagerado, conhecido como gigantismo. Mutantes para a pr (mais) odução de giberelina apresentaram fenótipo anão e esta mutação já foi revertida com a aplicação de ácido giberélico exógeno. A anatomia de plântulas cultivadas in vitro e ex vitro fornece informações que podem auxiliar na melhoria das técnicas de micropropagação e na sua seleção precoce. Objetivou-se verificar a diferenciação das estruturas anatômica entre plantas normais e variantes somaclonais. Para tal, utilizaram-se folhas de 'Prata-anã' cultivadas in vitro, em fase de aclimatização e no campo após a constatação da variação somaclonal. Secções paradérmicas foram realizadas para avaliação do complexo estomático. Secções transversais foram realizadas para medições da espessura das faces adaxial e abaxial da epiderme, medições dos parênquimas clorofilianos e da nervura central. Os resultados permitiram verificar diferenças estruturais das plantas ao longo das fases de cultivo. Foi possível também determinar marcadores anatômicos baseados no diâmetro da nervura central e na hipoderme inferior que permiti distinguir as plantas normais das variantes somaclonais. Resumo em inglês Micropropagation of Musa plants is applied on a wide scale in order to obtain plantlets with high sanitary quality. In vitro cultivation may lead to somaclonal variation that can cause harm the producers. Currently, differentiation of somaclonal variants is possible only in the field based on the exaggerated growth of the plants. Mutants for gibberellin production are dwarfed and this mutation is reverted by applying gibberellic acid. The anatomy of plants cultivated in v (mais) itro and ex vitro can give information to improve micropropagation techniques. The objective of this work was to differentiate normal plants from variant ones by anatomic structures. For this propose, leaves of banana plants 'Prata-anã' cultivated in vitro, during the acclimatization phase and in the field after the visual detection of somaclonal variation, were used. Paradermic sections were produced to evaluate the stomata complex. Transverse sections were done to measure adaxial and abaxial epidermal-face thickness, chlorophyll parenchyma andmidrib. Structural differences were detected in plants during developmental phases. Moreover, in this work it was possible to determine anatomical markers to distinguish normal from variant plants based on midrib diameter and inferior hypodermis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Substâncias ergásticas foliares de espécies amazônicas de Oenocarpus Mart. (Arecaceae): caracterização histoquímica e ultra-estrutural/ Leaf ergastic substances of Amazonian species of Oenocarpus Mart. (Arecaceae): histochemical and ultrastructural characterization

Silva, Rolf Junior Ferreira; Vilhena Potiguara, Raimunda Conceição de
2009-01-01

Resumo em português O presente estudo teve por objetivo diagnosticar e caracterizar as substâncias ergásticas foliares de Oenocarpus bacaba Mart., O. distichus Mart., O. mapora H. Karst. e O. minor Mart. através de microscopias óptica e eletrônica de varredura, análises histoquímicas e microanálises físicas. Secções transversais e longitudinais, assim como maceração foram realizadas em material botânico fixado. As análises histoquímicas foram empregadas em material botânico (mais) in natura, seguindo-se protocolos específicos para mucilagem, amido e sílica. Microanálises físicas foram feitas com Energy Dispersive Spectroscopy (EDS) detector. Nas espécies estudadas de Oenocarpus Mart., as substâncias ergásticas foliares correspondem a mucilagem amorfa; grãos de amido poliédricos do tipo simples e sílica opalina sob a forma de corpos elípticos e esféricos-globosos de superfície espiculada, ambos com elevado teor de dióxido de silício. As observações microscópicas, os testes histoquímicos e as microanálises físicas permitiram diagnosticar, caracterizar e elucidar a estrutura e ultra-estrutura das substâncias ergásticas ocorrentes nas folhas dos táxons analisados de Oenocarpus Mart. Resumo em inglês The purpose of this study was to diagnose and characterize the leaf ergastic substance of Oenocarpus bacaba Mart., O. distichus Mart., O. mapora H. Karst. and O. minor Mart. by light and scanning electron microscopy, histochemical analyses and physical microanalyses. Transverse and longitudinal sections as well as maceration were made in fixed botanical material. The histochemical analyses were made in non-fixed botanical material, using specific tests for mucilage, starc (mais) h and silica. An Energy Dispersive Spectroscopy (EDS) detector was used for the physical microanalyses. In the Oenocarpus Mart. species studied, the leaf ergastic substances corresponded to amorphous mucilage, simple-type polyhedrical starch grain and opaline silica in the shape of elliptical and spherical, globular of pointed surface bodies, both with silicon dioxide in the correct concentration. The microscopic observations, histochemical analyses and physical microanalyses permitted us to diagnose, characterize and elucidate the structure and ultrastructure of the ergastic substances occurring in the leaves of the analyzed Oenocarpus Mart. taxa.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Fases do desenvolvimento e diferenciação testicular em cutias (Dasyprocta aguti) criadas em cativeiros/ Phases of the development and testicular differentiation in agoutis (Dasyprocta aguti) rised in captivity

Assis-Neto, Antônio Chaves de; Carvalho, Maria Acelina Martins de; Melo, Maria Isabel Vaz de; Miglino, Maria Angélica; Oliveira, Moacir Franco de; Mariana, Arani Nanci Bomfim
2003-01-01

Resumo em português A cutia (Dasyprocta aguti) é um roedor silvestre encontrado amplamente na região Nordeste do Brasil. É uma espécie muito utilizada pela população humana de baixa renda como fonte alternativa de proteína na alimentação. Foram utilizadas 31 cutias, machos, provenientes da Universidade Federal do Piauí, Estado do Piauí e da Escola Superior de Agricultura de Mossoró Estado do Rio Grande do Norte. Os animais foram divididos em grupos etários desde o nascimento at� (mais) � os 14 meses de idade. O diâmetro nuclear médio foi obtido pela medida de 10 núcleos do tipo celular estudado em cada testículo, no estágio 1 do ciclo do epitélio seminífero. Nos animais que não apresentaram o epitélio organizado em estágios bem definidos em virtude da idade, foram feitas medidas em secções transversais escolhidas somente pelo contorno circular. O início da assincronia do processo espermatogênico foi observado a partir dos seis meses de idade. A puberdade, na cutia Dasyprocta aguti, foi definitivamente estabelecida a partir dos nove meses de idade, pois estavam presentes todos os tipos celulares e espermatozóides liberados no lume tubular em grande parte do parênquima testicular. Resumo em inglês The Agouti (Dasyprocta aguti) is a wild rodent that, in the Northeast region of Brazil, is a species that is very used by the low-income population as an alternative protein source for human feeding. Thirty-one male Agouti were used, coming from the Universidade Federal do Piauí (UFPI) - Piauí State, and from Escola Superior de Agricultura de Mossoró (ESAM) - Rio Grande do Norte State - Brazil. The animals were divided in to age groups, from the birth to fourteen month (mais) s old. The average diameter average of the nucleus was obtained by measuring 10 nuclei of the studied cellular type, in each testicle that was in the stage I of the seminiferous epithelium cycle. This was performed in animals that did not present an organized epithelium in well-defined periods due to the age, and measurements were made in transversal sections chosen only for the circular contour. The beginning of the asynchronism of the spermatogenic process was observed since the six months of age. The puberty of the Agouti Dasyprocta aguti was definitely established at nine months of age, because all the cellular types and free spermatozoa in the tubular lumen were present in a large extent of the testicular parenchyma.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Estudo farmacobotânico de folhas de Cissampelos sympodialis Eichl. (Menispermaceae)/ Pharmacobotanical study of the leaves of Cissampelos sympodialis Eichl., (Menispermaceae)

Porto, Niara Moura; Basílio, Ionaldo José Lima Diniz; Agra, Maria de Fátima
2008-03-01

Resumo em português Cissampelos sympodialis Eichl. é uma espécie empregada na medicina popular do Nordeste do Brasil, cujos estudos farmacológicos são bastantes promissores no tratamento de doenças do trato respiratório. Neste trabalho realizou-se um estudo farmacobotânico de suas folhas, com o objetivo de elaborar morfodiagnoses macroscópicas e microscópicas que auxiliem sua caracterização. Realizaram-se secções paradérmicas (lâminas) e transversais de folhas (lâmina e pecí (mais) olo), posteriormente clarificadas e coradas com safranina e safrablue, respectivamente, e observadas ao microscópio óptico. Cissampelos sympodialis caracteriza-se pelas folhas peltadas, com as lâminas deltóides, nervação actinodroma-broquidodroma, e o pecíolo espessado nas extremidades. A epiderme é hipoestomática, com células de paredes anticlinais ondeadas na face adaxial e irregularmente sinuosa a ondeada na abaxial. O mesofilo é dorsiventral e o sistema vascular do pecíolo é formado de um anel de feixes isolados colaterais. Esparsos idioblastos de cristais prismáticos foram observados no parênquima peciolar. A morfologia foliar em conjunto com a anatomia da epiderme são caracteres distintivos para Cissampelos sympodialis. Resumo em inglês Cissampelos sympodialis Eichl. is a plant species used in popular medicine in Northeast of Brazil, whose pharmacological studies are very promising in the treatment of diseases of the respiratory tract. In this work, a pharmacobotanical study of the leaves was performed with the objective to elaborate a macroscopical and microscopical morphodiagnosis to support its characterization. The microscopical morphodiagnosis was done with paradermic sections on the blades and cros (mais) s sections on the blades and petioles followed by clarification and coloring with safranin and safrablue, respectively, and examined by optical microscopy. Cissampelos sympodialis has peltate leaves with deltoid blades with actinodromous -brochidodromous nervation, and the petioles are swollen at the extremities. The epidermis is hipostomatic with anticlinal walls of epidermal cells waved in the upper surface and irregularly sinuate to wavy on the lower surface. The mesophyll is dorsiventral and the vascular system of the petiole is formed by a ring of 6-7 free collateral bundles. Sparce idioblasts of prismatic crystals in parenchyma of petiole were observed. The morphology of the leaves and the anatomy of epidermis are distinguishing characters of Cissampelos sympodialis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Morfoanatomia, histoquímica e perfil fitoquímico de Priva lappulacea (L.) Pers. (Verbenaceae)/ Morphoanatomy, histochemistry and phytochemical screening of Priva lappulacea (L.) Pers. (Verbenaceae)

Braga, Jovita Maria de Farias; Pimentel, Rejane Magalhães de Mendonça; Ferreira, Clébio Pereira; Randau, Karina Perrelli; Xavier, Haroudo Satiro
2009-06-01

Resumo em português Este estudo descreve a anatomia e analisa a histoquímica dos órgãos vegetativos de Priva lappulacea (L.) Pers. Secções transversais e paradérmicas, à mão livre, de material fresco e fixado foram utilizadas para as análises anatômicas e histoquímicas, usando microscopia óptica. Os caracteres anatômicos são comuns àqueles descritos para a família, podendo ser utilizados como diagnóstico na sua identificação. Destacam-se, nas folhas, os tricomas, glandular (mais) e não-glandular, estômatos anomocíticos, em ambas as faces da epiderme, e mesofilo dorsiventral. As expansões no pecíolo são acrescentadas à diagnose da espécie. Estudo fitoquímico realizado com as partes aéreas mostrou a presença de triterpeno (ácido ursólico) e esteróide (β-sitosterol), iridóides (ipolamida e catalpol), açúcar redutor (glucose), flavonóide (luteolina) e fenilpropanóide (verbascosídeo). Nas raízes foi encontrada apenas glucose e dois iridóides estiveram presentes no caule e folhas. Alcalóides, saponinas, cumarinas, derivados cinâmicos, proantocianidinas condensadas e leucoantocianidinas não foram constatados nas partes analisadas. A descrição anatômica e os testes histoquímicos são inéditos para P. lappulacea. Resumo em inglês This study describes the anatomy and analyzes the histochemistry of the vegetative organs of Priva lappulacea (L.) Pers. Freehanded transversal and paradermal sections of fresh and fixed material were used for the anatomical and histochemical analyses, using optical microscopy. The anatomical characters are common to those described for the family, being able to be used to diagnosis in its identification. The leaves are highlighted by the presence of glandular and non-gla (mais) ndular trichomes, anomocytic stomata on both faces of the epidermis and dorsiventral mesophyll. The expansions in the petiole are added to the diagnosis of this species. The phytochemical study carried out with aerial organs showed the presence of triterpene (ursolic acid) and steroid (β-sitosterol), iridoids (ipolamide and catalpol), reducing sugar (glucose), flavonoid (luteolin) and fenilpropanoid (verbascosides). In the roots only glucose was found and two iridoids are present in stem and leaves. Alkaloids, saponins, cumarines, cinamic acid derivates, condensed proantocianidines and leucoantocianidines were not checked in the analyzed parts. The anatomical description and the histochemical tests are unpublished for P. lappulacea.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Avaliação morfométrica da área do epidídimo e dos dúctulos eferentes e ductos epididimários da codorna doméstica, no decorrer do ano/ Morphometric evaluation of the epididymal area and efferent ducts and epididymal ducts in the domestic quail, throughout the year

ARTONI, Silvana Martinez Baraldi; MANOEL, Helio Luis; CARVALHO, Tereza Lúcia Lamano; ORSI, Antonio Marcos; STEFANINI, Maira Aparecida
1999-01-01

Resumo em português Estudo morfométrico das porções cranial, média e caudal do epidídimo, no decorrer do ano, foi realizado utilizando-se 72 epidídimos de codornas domésticas, sendo coletados 6 epidídimos por mês. As porções do epidídimo foram avaliadas morfometricamente após a obtenção de 5 lâminas histológicas de 7 µm de espessura, de cada animal, e coradas pela técnica de Hematoxilina de Harris. As medidas morfométricas foram obtidas de 4 secções transversais, escolh (mais) idas aleatoriamente, de cada corte, totalizando 120 medidas por animal/mês. Através da objetiva de 40x, foram mensurados área do epidídimo, diâmetro e altura do epitélio de revestimento dos dúctulos eferentes proximais, distais e ductos epididimários com o auxílio de um analisador de imagens acoplado a um microscópio binocular "Zeiss". Os dados foram tratados estatisticamente através de um programa computacional "SAS". Analisando-se os resultados, verificou-se que a porção caudal do epidídimo apresentou-se significativamente maior que a porção cranial em relação à área do epidídimo e o diâmetro máximo do dúctulo eferente distal e epididimário, evidenciando, portanto, que a porção caudal é mais ativa que as porções média e cranial, à semelhança do que ocorre com os mamíferos. Resumo em inglês A morphometrical study of the cranial, medial and caudal portions of the epididymis from 72 domestic quail was performed during one year, being six epididymides collected each month. The epididymal portions were morphometrically evaluated through five histological slides (7 µm thick) from each bird. The slides were stained by Harri’s hematoxilin. The morphometrical measures were taken from 4 transversal sections, randomly chosen, from each organs (120 measurements per b (mais) ird each month). Measures were taken from the epididymal area. The diameter and thickness of the epithelium in the proximal and distal efferent ductules and the epididymal ducts were also measured, using 40x magnification lenses and an image analyzer coupled with a binocular Zeiss microscope. Statistical analyses were performed using the SAS computer program. The analyses of the results showed that the caudal portion of the epididymus was significantly larger than the cranial portion when comparing the epididymal area and the major diameter of the distal and epididymal efferent ductules. These data suggested that the caudal portion is more active than the medial and cranial ones, similar to what occurs in mammals.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Morfo-anatomia foliar de Ocotea gardneri (Meisn.) Mez (Lauraceae-Lauroideae)/ Morpho-anatomy of the leaves of Ocotea gardneri (Meisn.) Mez (Lauraceae-Lauroideae)

Coutinho, Denise F.; Agra, Maria de Fátima; Barbosa-Filho, José M.; Basílio, Ionaldo J.L. Diniz
2006-06-01

Resumo em português Ocotea gardneri (Meisn.) Mez é uma espécie arbórea, encontrada no nordeste brasileiro, principalmente nos estados da Paraíba e Pernambuco, conhecida por "louro-branco" e "louro-babão". Neste trabalho realizou-se morfodiagnoses (macroscópica e microscópica) de folhas de O. gardneri, com o objetivo de fornecer subsídios à sua caracterização e identificação. Para a morfologia externa, analisaram-se amostras frescas e conservadas em álcool (70º), com auxílio d (mais) e estereomicroscópio, e observações de campo. Realizaram-se secções transversais em lâminas foliares e pecíolos, e seções paradérmicas nas duas faces de lâminas foliares. Ocotea gardneri possui folhas elípticas a oval-elípticas, margem inteira, levemente ondeada, ápice agudo e base arredondada. A lâmina foliar é hipoestomática com estômatos do tipo paracítico; a epiderme é uniestratificada, com células de paredes retas e espessadas; o mesofilo é isobilateral, aqui referido pela primeira vez para uma espécie de Lauraceae, com células e ductos secretores evidentes e feixes vasculares colaterais envolvidos pela bainha esclerenquimática. Este conjunto de caracteres aliado à morfologia foliar, permitiram o estabelecimento de parâmetros que possibilitarão a caracterização de folhas de Ocotea gardneri em testes de autenticidade, bem como auxiliarão em estudos da taxonomia da espécie estudada. Resumo em inglês Ocotea gardneri (Meisn.) Mez is a tree growing in the Northeast of Brazil and mainly found in the States of Paraiba and Pernambuco. It is known in the region as "louro-branco" and "louro-babão". This work was carried out with morphodiagnosis of leaves of O. gardneri for their characterization and identification. The study of external morphology was carried out with fresh and conserved (alcohol, 70º) samples with stereomicroscope complemented by field observations. Anato (mais) mical studies were done by transversal sections of leaves (blade and petiole), and paradermic sections in two surfaces of blades. The sections were clarified and stained with astrablue and basic fuchsine. The leaves of O. gardneri are elliptic to oval-elliptic, margin entire, slightly wavy, acute at the apex and rounded at the base. The blade leaf is hypostomatic with stomata of the paracytic type; the epidermis is unisseriate with cells of straight and thickened walls; the mesophyll is isobifacial, which is being related here for the first time for Lauraceae, with secretories cells and ducts and collateral vascular bundles involved by sclerenchymatic shealth. These features allowed the establishment of parameters for characterization of the leaves of Ocotea gardneri, as well as to the taxonomic studies on this species.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Caracterização morfoanatômica das folhas de Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeisch, Asteraceae/ Leaf morpho-anatomical characterization of Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeisch, Asteraceae

Dutra, Rafael C.; Ferraz, Sávio O.; Pimenta, Daniel S.; Sousa, Orlando V.
2010-12-01

Resumo em português Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeisch (Asteraceae), popularmente conhecida como "candeia-da-serra", é uma espécie utilizada na medicina tradicional como cicatrizante e antimicrobiano. O objetivo do presente trabalho foi comparar o número de tricomas glandulares nas folhas jovens e adultas de E. erythropappus, assim como realizar a caracterização morfoanatômica destas folhas. Secções transversais e paradérmicas das folhas foram submetidas às microtécnicas fot (mais) ônicas e à microscopia eletrônica de varredura. A quantificação dos tricomas glandulares foi realizada em folhas jovens e adultas com auxílio de câmara clara. As folhas são alternas ou fasciculadas e a lâmina foliar possui epiderme uniestratificada, revestida por cutícula delgada e lisa e mesofilo dorsiventral. Em ambas as faces da epiderme, ocorrem estômatos predominantemente anomocíticos e tricomas glandulares inseridos em depressões. Na face abaxial observam-se numerosos tricomas tectores. O parênquima paliçádico é uniestratificado e o parênquima voltado para a face abaxial é formado por três a cinco camadas de células com disposição compacta. As folhas jovens e adultas apresentam respectivamente 21,78±5,83 e 17,80±6,69 tricomas glandulares na face adaxial. A análise morfoanatômica das folhas de E. erythropappus mostra-se um método rápido e prático para a identificação e controle de qualidade de espécies vegetais utilizadas na terapêutica. Resumo em inglês Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeisch (Asteraceae), commonly known as 'candeia-da-serra', is a plant used in folk medicine as wound healing and antimicrobial. The aim of this study was to compare the number of glandular trichomes between the young and the mature leaves, as well as to perform the morpho-anatomical characterization of E. erythropappus leaves. Transverse and paradermal sections of the leaves were prepared according to light and scanning microtechniques fo (mais) r the morpho-anatomical characterization. The quantification of glandular trichomes on the adaxial surface of the epidermis was evaluated in young and mature leaves with camera lucida. The leaves are alternate or fasciculate and the blade has uniseriate epidermis coated with thin and smooth cuticle and dorsiventral mesophyll. There are predominantly anomocytic stomata on both surfaces, as well as glandular trichomes located in epidermal depressions. Various non-glandular trichomes are encountered on the abaxial surface. The palisade parenchyma consists of a single layer of cells and the parenchyma which is faced to the abaxial surface comprehends three to five layers of cells in compact arrangement. The young and mature leaves showed, respectively, 21.78±5.83 e 17.80±6.69 glandular trichomes on the adaxial side. The morpho-anatomical analysis of E. erythropappus leaves has proved to be a practical and rapid method for the identification and quality control of the vegetal species used for medical purposes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Estudos de microscopia óptica e de microscopia eletrônica de varredura em folhas de Mentha spicata e de Mentha spicata x suaveolens (Lamiaceae)/ Optical microscopy studies and scanning electron microscopy in leaf the Mentha spicata and Mentha spicata x suaveolens (Lamiaceae)

Martins, Maria Bernadete Gonçalves
2002-12-01

Resumo em português O presente trabalho tem como objetivo realizar um estudo de anatomia foliar por meio de microscopia óptica e de microscopia eletrônica de varredura em Mentha spicata L. e Mentha spicata X suaveolens, caracterizando histologicamente a lâmina foliar. Secções transversais e paradérmicas da região mediana do limbo foliar mostraram a presença de epiderme unisseriada, coberta por uma fina camada de cutícula, apresentando tricomas glandulares do tipo capitado e peltado (mais) e não glandulares unisseriados multicelulares, não ramificados. O mesofilo de ambas as espécies é dorsiventral, com parênquima paliçádico uniestratificado, com células alongadas e rico em inclusões citoplasmáticas. O parênquima lacunoso é formado por três a quatro camadas de células irregulares. Os tricomas capitados presentes são classificados como do tipo I, e apresentam-se com uma célula basal, uma célula peduncular e uma grande célula apical, cujo formato varia de circular a piriforme. Os tricomas peltados consistem de uma célula basal, uma célula peduncular curta, larga e unicelular, com paredes externas cutinizadas e uma cabeça grande multicelular com 12 células secretoras, distribuídas radialmente em dois círculos concêntricos, o central com 4 células e o externo com 8 células, as quais acumulam o produto da secreção em uma cavidade entre a cutícula e as células secretoras; o pé do tricoma glandular está inserido em 11 células epidérmicas. Há predominância de tricomas capitados em relação aos tricomas peltados em ambas as espécies de Mentha. Resumo em inglês The objective of the present work is to make a study of leaf anatomy through optic microscopy and eletronic microscopy of scanning in Mentha spicata L. and Mentha spicata X suaveolens, characterizing the leaf blade histology. Cross and paradermic sections of the leaf, showed the presence of uniseriate epidermal cells covered by a fine cuticle layer, presenting gland trichomes of multicellular type capitate and peltate and no gland trichomes, not ramified. The mesophyll of (mais) both species mantain with uniseriate palisade parenchyma only in high epidermal, prolonged cells, and rich in cytoplasmic inclusions. Lacunary parenchyma is formed by 3 to 4 layers of irregular cells. The capitate trichomes are classified as type I they presented with a basal, a pedunculary and a great apical cell, whose format varies from circular to periform. Peltate trichomes consist of a basal cell, a short, wide and unicellular stalk cell, with cutinized external walls and one great multicellular head with 12 secretory cells distributed in two concentrical circles. The trunk has 4 cells and the external one 8 cells, which accumulate the product of the secretion in a cavity between cuticle and the secretor cells, as the foot of glandular trichomes is inserted in 11 epidermal cells. There is a predominance of capitate trichomes in relation to peltate trichomes in both species of Mentha.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Análise histométrica do desenvolvimento testicular de cutias (Dasyprocta aguti) criadas em cativeiros/ Histometric analysis of testis development in agoutis (Dasyprocta aguti) raised in captivity

Assis-Neto, Antônio Chaves de; Melo, Maria Isabel Vaz de; Carvalho, Maria Acelina Martins de; Miglino, Maria Angélica; Oliveira, Moacir Franco de
2003-01-01

Resumo em português Foi estudado, por meio da histometria, o desenvolvimento testicular em 31 cutias da espécie Dasyprocta aguti desde o nascimento até 14 meses de idade. O diâmetro e a área, médios, foram obtidos a partir de 30 secções transversais de cordões e/ou túbulos seminíferos, em cada testículo, utilizando-se sistema de computadorizado de analises de imagem e uma ocular micrométrica Zeiss CPL 10X, acoplada a uma objetiva de 40X. As proporções volumétricas do testícul (mais) o foram obtidas com o método estereométrico, segundo Elias, Henning e Schwartz¹. O diâmetro tubular médio apresentou crescimento lento desde o nascimento até os oito meses de idade, nas duas metodologias empregadas. Quando foi usada a ocular micrométrica observou-se que, a partir de nove meses, o diâmetro tubular teve um crescimento acelerado, chegando a duplicar o seu valor, se comparado com grupo etário que o antecedia. A proporção volumétrica dos cordões testiculares e túbulos seminíferos cresceu gradualmente, atingindo, aos nove meses, seu valor máximo (86,50%). As células de Leydig apresentaram proporção volumétrica decrescente, e seus maiores valores foram expressivos do nascimento até quatro meses de idade (7,00 ± 1,77% a 9,55 ± 0,64%) e mínimos a partir de nove meses, tendendo ainda a uma estabilização. O estroma diminuiu com a evolução da idade caindo bruscamente a partir da puberdade. Conclui-se que o diâmetro dos cordões testiculares e túbulos seminíferos apresentou maior crescimento, coincidindo com o início da puberdade e a proporção volumétrica das células de Leydig encontrou-se, respectivamente, mais alta e mais baixa no mesmo período. Resumo em inglês The testicular development in 31 Agoutis, of the Dasyprocta aguti species, from the birth up to 14 months of age was studied through the histometric analysis. Mid diameter and the mean area, in each testicle, were obtained through 30 crosscuts of the funiculus and/or the seminiferous tubule, by means of a computerized system for image analysis and a Zeiss CPL 10X ocular micrometric device, coupled to an objective lens of 40X. Testicles volume proportions were obtained thr (mais) ough the stereometric method, according to Elias, Henning and Schwartz¹. Tubule medium diameter presented a slow growth from the birth to the eight months of age, for both used methodologies. When the ocular micrometric device was used it was observed that, beginning in the ninth month, the tubule diameter had an accelerated growth getting to duplicate its value if compared with the preceded age group. The volume proportion of the testicle cord and the seminiferous tubule grew gradually, reaching its maximum value (86,50%) on the ninth month. The Leydig cells presented a decreasing volume proportion, and their largest values were expressive from the birth up to four months of age (7,00 ± 1,77% to 9,55 ± 0,64%) and a minimum value, starting from nine months, still tending to stabilize. The stroma decreased with the development of age and fall abruptly when the puberty starts. It is concluded that the diameter of the testicles cords and seminiferous tubule presented a larger growth coinciding with the start of puberty and the volume proportion of the Leydig cells was lower in the same period.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Influência da energia de soldagem em uniões de lâminas finas através de laser pulsado de Nd:YAG/ Effect of the heat input on pulsed Nd:YAG laser welding of thin foil

Ventrella, Vicente A.; Berretta, José Roberto; Rossi, Wagner de
2010-12-01

Resumo em português A soldagem laser vem sendo utilizada como um importante processo de manufatura. Ela pode ser utilizada tanto no modo contínuo quanto no modo pulsado. No processo onde se utiliza laser pulsado é possível realizar soldas de costura em lâminas finas, através da sobreposição dos pulsos. Nesse caso a velocidade de soldagem é definida pela taxa de sobreposição, taxa de repetição e diâmetro do pulso. A soldagem de sobreposição de lâminas finas apresenta problemas (mais) típicos como distorção excessiva da junta soldada, falta de contato entre as lâminas a serem soldadas (presença de um gap de ar), perfuração da junta e presença de altos níveis de tensões residuais. O processo de laser pulsado é preferido em relação ao processo por laser contínuo, pois ele possibilita um melhor controle da energia de soldagem. O presente trabalho estudou a influência da energia do pulso, no caso processo de soldagem laser Nd:YAG, na soldagem de lâminas finas ( 100µm ) de aço inoxidável austenítico AISI 316L, utilizado no revestimento de sensores (que trabalham em ambiente corrosivo) da indústria sucroalcooleira. Utilizou-se energia de pulso de 1,0 a 2,25 Joules, com incremento de 0,25 Joules e largura temporal de 4 ms. As soldas foram realizadas com proteção gasosa de argônio. Foram realizadas análises macrográficas das juntas soldadas, através de secções transversais das mesmas e, ensaios de microdureza Vickers e ensaios de tração. Os resultados obtidos mostraram que o controle da energia do pulso, em processo de soldagem por laser de lâminas finas é de fundamental importância para a geração de juntas soldadas com boas propriedades mecânicas e livres de descontinuidades. O limite de resistência da junta soldada aumentou no início e depois sofreu um pequeno decréscimo em função do aumento da energia do pulso. O processo mostrou-se muito sensível à presença de gap entre as lâminas. Resumo em inglês Laser beam welding has been used widely as an important manufacturing process. It can be performed using either pulsed or continuous lasers. A pulsed laser can be used to create weld seams in thin foils by means of overlapping pulses. Typical problems in lap joint welding of thin foils for sealing components in corrosive environment applications include excessive distortion, absence of intimate contact between couple, melt drop through and high level of residual stress. P (mais) ulsed laser processing is expected to be the method of choice because it allows more precise heat control compared with continuous laser processing. Experimental investigations were carried out using a pulsed neodymium: yttrium aluminum garnet laser welding to examine the influence of the pulse energy in the characteristics of the weld fillet. The pulse energy was varied from 1.0 to 2.25 J at an increment of 0.25 J and 4 ms pulse duration. The base material used for this study was the AISI 316L stainless steel foil with 100µm thickness. The welds were analyzed by optical microscopy, tensile shear tests and micro hardness. The results indicated that pulse energy control is of considerable importance for thin foil weld quality since it can generate good mechanical properties and discontinuities free weld joints. The ultimate tensile strength of the welded joints increased at first and then decreased with the pulse energy increasing. The process showed very sensitive to the gap between couple.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)