Sample records for cortisol
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Cortisol como variável em psicologia da saúde/ Cortisol as a variable in health psychology

Soares, António José de Almeida; Alves, Maria da Graça Pereira
2006-01-01

Resumo em português O artigo faz uma pequena revisão sobre a investigação passada e recente no campo do Stress. É dada particular atenção às alterações fisiológicas decorrentes das situações de stress e distress, principalmente em cuidadores informais de pacientes com doença crónica. São referidos métodos de avaliação das hormonas de stress, bem como dos seus benefícios, limitações e implicações na saúde física e mental. Por fim, são feitas considerações acerca da importância do cortisol como método válido de estudo em Psicologia da Saúde. Resumo em inglês The article revises past and recent research in Stress. Special relevance is given to the physiological changes that occur due to stress and distress situations, mainly in informal caregivers of chronically ill patients. Some methods of assessment of stress hormones are reviewed, along with their benefits, limitations and implications to physical and mental health. Finally, the importance of the use of cortisol as a valid method of study in Health Psychology is emphasized.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Cortisol basal em asmáticos em uso de duas diferentes doses de propionato de fluticasona/ Basal cortisol in asthmatics on two different doses of fluticasone propionate

Andrade, Cláudia R. de; Camargos, Paulo Augusto M.; Ibiapina, Cássio da C.; Lasmar, Laura Maria de L. B. F.
2008-08-01

Resumo em português OBJETIVOS: Avaliar os valores de cortisol basal em asmáticos persistentes em uso de propionato de fluticasona inalatório na dose de 200 ou 300 mcg/dia. MÉTODOS: O diagnóstico e a classificação da gravidade da asma basearam-se nas recomendações do Global Initiative for Asthma. Pacientes menores de 11 anos receberam fluticasona na dose de 200 mcg/dia, e aqueles com mais de 11 anos receberam 300 mcg/dia. Após 10 semanas de tratamento, a dosagem do cortisol foi reali (mais) zada para avaliação da função adrenal. RESULTADOS: Foram avaliados 41 pacientes (65,9% do sexo masculino) entre 6 e 18 anos. Não houve diferença significativa entre as médias de cortisol basal nos pacientes que receberam 200 mcg/dia de propionato de fluticasona (n = 13) e naqueles que receberam 300 mcg/dia (n = 28). CONCLUSÕES: Os achados mostram que doses baixas a moderadas de propionato de fluticasona não causam supressão adrenal. Resumo em inglês OBJECTIVES: To evaluate basal plasma cortisol in persistent asthmatics on inhaled fluticasone propionate 200 mcg/day and 300 mcg/day. METHODS: Asthma diagnosis and classification was based on Global Initiative for Asthma recommendations. Patients aged 11 years old or less received fluticasone propionate 200 mcg/day and those older than 11 years received 300 mcg/day. After 10 weeks of treatment, plasma cortisol levels were monitored to evaluate the hypothalamic-pituitary-a (mais) drenal axis. RESULTS: Forty-one patients (65.9% males) aged 6 to 18 years old were evaluated. No statistical differences were found between plasma cortisol levels in patients who received 200 mcg/day (n = 13) and those who received 300 mcg/day (n = 28). CONCLUSIONS: Our results show that low and moderate doses of fluticasone propionate do not cause adrenal suppression.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Cortisol sérico e glicemia em cadelas tratadas com tramadol e submetidas à ovário-histerectomia/ Serum cortisol and blood glucose in bitches treated with tramadol and submitted to ovariohysterectomy

Caldeira, Fátima Maria Caetano; Oliveira, Humberto Pereira; Melo, Eliane Gonçalves; Martins, Claudia; Vieira, Marilisa Souza; Silva, Cristiano Nicomedes da
2006-02-01

Resumo em português O tramadol é um analgésico opióide usado em medicina veterinária, embora existam poucos estudos sobre este fármaco. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito analgésico promovido pela administração do tramadol, mensurando o cortisol sérico e a glicemia de cadelas. Para isso, foram utilizadas 15 fêmeas, submetidas a ovário-histerectomia sob anestesia geral com isofluorano. Os animais foram divididos em três grupos. Grupo 1 (Tep) receberam tramadol pela via (mais) epidural (1,0mg kg-1 diluído em água bidestilada ao volume final de 3,0mL) e, após 15 minutos, 3,0mL de água bidestilada pela via intravenosa. No grupo 2 (Tiv), foi administrado 3,0mL de água bidestilada pela via epidural e, após 15 minutos, tramadol pela via intravenosa (1,0mg kg-1 diluído em água bidestilada ao volume final de 3,0mL). No grupo 3 (CT), os animais receberam 3,0mL de água bidestilada pela via epidural e, após 15 minutos, 3,0mL de água bidestilada pela via intravenosa. A eficácia de cada regime analgésico foi avaliada durante 12 horas após a administração da injeção epidural. Não houve diferença significativa entre os grupos experimentais para as variáveis estudadas (P>0,05). Foram observadas diferenças significativas dentro de cada tratamento. No grupo Tep houve aumento do cortisol sérico aos 25 minutos do trans-operatório (M3), em relação ao valor obtido imediatamente após a indução anestésica (M2) (P>0,05). Nos tratamentos Tiv e CT, verificou-se elevação das variáveis, duas (M4) e quatro (M5) horas da injeção epidural (P Resumo em inglês Tramadol is an opiate analgesic used in veterinary medicine, although few studies exist on this drug. The objective of this work was to evaluate the analgesic effect promoted by the administration of tramadol, determined the serum cortisol and blood glucose concentrations of female dogs. For that, 15 animals were used, submitted to the ovaryhysterectomy under general anesthesia with isofluorane. The animals were assigned into three groups. Group 1 (Tep): received epidural (mais) tramadol (1.0mg kg-1 diluted in bi-distilled water at 3.0mL final volume), followed by 3.0mL of bi-distilled water applied intravenously fifteen minutes later. Group 2: (Tiv) 3.0mL of bi-distilled water applied via epidural, following intravenous tramadol (1.0mg kg-1 diluted in bi-distilled water at 3.0mL final volume) applied fifteen minutes later. Group 3 (CT): 3.0mL of bi-distilled water applied via epidural, followed by 3.0mL of bi-distilled water applied intravenously fifteen minutes later. The efficacy of each analgesia regimen was evaluated for 12 hours after epidural. There were no significant differences among the experimental groups to the studied variables (P(0.05). Significant differences were observed in each treatment. In the Tep group, there was a serum cortisol increase in the 25 minutes of the transoperatory (M3), in relation to the obtained value right after the anesthesia induction (M2) (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Cortisol salivar na avaliação do eixo hipotálamo-hipofisário-adrenal em crianças saudáveis menores de 3 anos/ Salivary cortisol to assess the hypothalamic-pituitary-adrenal axisin healthy children under 3 years old

Silva, Margarete L.; Mallozi, Márcia C.; Ferrari, Giesela F.
2007-04-01

Resumo em português OBJETIVO: Estabelecer intervalos de concentrações referenciais de cortisol salivar em crianças saudáveis, nos períodos matutino e vespertino, verificando os fatores de interferência nessa dosagem e a possibilidade de presença de ritmo circadiano. MÉTODOS: Pesquisa observacional controlada, incluindo aleatoriamente 91 crianças com idade de 45 dias a 36 meses, residentes em comunidade de Santo André (SP). Critérios de inclusão: nutridas, saudáveis, sem febre ou (mais) uso de corticóide, subdivididas em faixas etárias (cinco subgrupos) com intervalo de 6 meses. Houve coleta de saliva domiciliar nos períodos manhã e tarde para dosagem de cortisol, sob radioimunoensaio com anticortisol 3-oxima-albumina bovina. RESULTADOS: Os cinco subgrupos apresentaram dosagens matutinas superiores às vespertinas (p Resumo em inglês OBJECTIVE: To establish reference concentration intervals for salivary cortisol in healthy children, in the morning and in the afternoon, investigating factors that interfere with the concentration measured and the possibility that circadian rhythms are present. METHODS: A controlled observational study was carried out with 91 children aged 45 days to 36 months, selected at random and living in Santo André, state of São Paulo, Brazil. Inclusion criteria were: healthy, w (mais) ell-nourished, free from fever and corticoid use, subdivided by age group (five subsets) at 6-month intervals. Saliva was collected during home visits in the morning and afternoon. Cortisol was radioimmunoassayed with cortisol 3-oxime-bovine albumin antiserum. RESULTS: The five subsets exhibited higher cortisol concentration during the morning than in the afternoon (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Depressão, cortisol urinário e perfil sócio-demográfico de portadores de diabetes mellitus tipo 2/ Depression, urinary cortisol and social demographics characteristics in subjects with type 2 diabetes mellitus/ Depresion, el cortisol urinario y perfil sociodemografico em portadores de diabetes mellitus tipo 2

Nascimento, Alexandra Bulgarelli do; Chaves, Eliane Corrêa; Grossi, Sonia Aurora Alves
2009-12-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi investigar a relação entre indicadores de depressão e perfil sócio-demográfico de portadores de Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2).A avaliação sócio-demográfica foi conduzida em amostra composta por 40 pacientes na Liga de Diabetes (HC-FMUSP).Os indicadores de depressão foram investigados a partir do Inventário de Depressão de Beck (IBD) em associação com cortisol urinário (CORT).Os resultados mostraram que indivíduos portadores de (mais) DM2 com alta escolaridade, baixo poder aquisitivo individual e familiar e com história de rompimento de relação conjugal estável estão mais propensos a sintomas de depressão. Resumo em espanhol Lo objective deste estudo fue investigar la relación entre la depresión y los indicadores de perfil socio-demográfico de los pacientes con diabetes mellitus tipo 2 (DM2). Evaluación socio-demográficos se llevó a cabo en una muestra de 40 pacientes en la Liga de la Diabetes (HC-FMUSP). Indicadores de la depresión se han investigado en el Beck Depression Inventory (BDI),en asociación con el cortisol urinario (CORT).Resultados muestraron que los pacientes con DM2 con (mais) alto nivel de educación,las personas de bajos ingresos y familias con historia de interrupción de los matrimonios estables son más propensos a tener síntomas de la depresión. Resumo em inglês The objective this study was investigate the relationship between depression indicators and social-demographics characteristics in subjects with Type 2 Diabetes Mellitus (DM2). The socio-demographic evaluation was conducted in a sample composed of 40 patients with DM2 from Diabetes League (HCFM-USP).Depression indicators were evaluated through the Beck Depression Inventory (BDI) in addition to urinary cortisol (CORT).The results showed that individuals with high education (mais) level,poor individual and familiar economic status in addition to history of broken stable relationship are more likely to depressive symptoms.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Doságem de cortisol sánguíneo em suínos submetidos áo mánejo pré-ábáte e insensibilizáção elétricá/ Serum cortisol concentrátion in swines submitted to pre-sláughter hándling ánd electric stunning

Santana, Á.P.; Murata, L.S.; McManus, C.P.; Bernal, F.E.M.
2009-03-01

Resumo em português Á dosagem de cortisol tem sido um parâmetro bastante utilizado atualmente para medir o nível de estresse de sistemas de criações de animais de produção. Neste trabalho foi realizada a dosagem da concentração de cortisol sanguíneo de suínos em terminação em descanso (grupo 1) e em suínos submetidos ao manejo e insensibilização elétrica pré-abate (grupo 2). No grupo de suínos abatidos a dosagem foi realizada no sangue obtido imediatamente após a insensib (mais) ilização. Á média da concentração para os animais do grupo 1 foi de 21,70 ng/ml enquanto que para os animais do grupo 2 foi de 74,5 ng/ml, havendo diferença altamente significativa (p Resumo em inglês The dosage of cortisol concentration has been used as stress measure parameter of swine breedings. Serum cortisol concentration was determined in finishing pigs in rest (group 1) and in finishing pigs submmited to pre-slaughter handling and electric sttuning (group 2). Blood from slaughtered swine were collected immediately after sttuning. Cortisol concetration average for group 1 animal was of 21.70 ng/ml while for the group 2 was of 74.5 ng/ml, the difference between co (mais) rtisol levels were significant (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Dosagem de cortisol e cortisona livres urinários empregando cromatografia líquida associada a espectrometria de massa em tandem (LC-MS/MS)/ Measurement of free urinary cortisol and cortisone using liquid chromatography associated with tandem mass spectrometry method

Vieira, José Gilberto H.; Nakamura, Odete H.; Carvalho, Valdemir M.
2005-04-01

Resumo em português A dosagem de cortisol livre na urina (CLU) é um método útil na triagem de pacientes suspeitos de síndrome de Cushing. Os imunoensaios atuais apresentam limitações que dificultam sua aplicação e a comparação de resultados por diferentes ensaios. No presente método para dosagem de cortisol e cortisona livres urinários, baseado em cromatografia líquida com detecção por espectrômetro de massa em tandem (LC-MS/MS), uma alíquota de urina 24h (200µL) é mistura (mais) da com solução contendo quantidade conhecida de cortisol deuterado e extraída on-line em fase sólida (C18). O eluato é transferido para uma segunda coluna C18 (Phenomenex Luna, 3µ, de 50 x 2mm), e o eluato obtido em modo isocrático é aplicado diretamente no MS/MS modelo Quattro Micro, operando no modo positivo de ionização química a pressão atmosférica (APCI). Todo o processo é automatizado e a quantificação é feita por diluição isotópica com base nas razões das áreas dos picos dos analitos e do padrão interno deuterado. O estudo de especificidade mostrou que nenhum esteróide testado apresenta reatividade cruzada superior a 1% com cortisol ou cortisona. A sensibilidade funcional é Resumo em inglês Free urinary cortisol (UFF) measurement is one of the most useful screening tests for Cushing's syndrome. Immunoassays employed today by most clinical laboratories present limitations, specially concerning specificity. These limitations restrain a widespread application of the method, as well as the comparison of results obtained by the use of different methods. We present the development and characterization of a UFF and cortisone method based on liquid chromatography an (mais) d tandem mass spectrometry (LC-MS/MS). A 200µL aliquot from a 24h urine sample is mixed with a solution containing a known quantity of deuterated cortisol and on-line extracted in solid phase (C18). The eluate is transferred to a second C18 column (Phenomenex Luna, 3µ, 50x2 mm) and the isocratic mode elution profile is directly applied to a tandem mass spectrometer model Quattro Micro operating in positive mode atmospheric pressure chemical ionization (APCI). All process is automated and the quantification is performed by isotopic dilution, based on the analyte and the deuterated internal standard peak area ratios. The specificity study showed that all the steroids tested presented cross reactivity of

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Análise crítica do cortisol salivar na avaliação do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal/ Salivary cortisol on the evaluation of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis

Castro, Margaret; Moreira, Ayrton C.
2003-08-01

Resumo em português A dosagem do cortisol salivar, que avalia a fração livre do hormônio, tem se tornado cada vez mais popular, com vários ensaios comerciais disponíveis. Neste artigo avaliamos criticamente os diferentes ensaios disponíveis para dosagem de cortisol salivar e suas aplicações em situações fisiológicas e patológicas. Esta técnica tem se mostrado útil para o estudo do ritmo circadiano do cortisol e para a avaliação de insuficiência adrenal, nos primeiros dias de (mais) vida de recém-nascidos a termo e pré-termo. Adicionalmente, tem sido utilizada para avaliar o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA) em alterações da função cognitiva, em situações de estresse, ansiedade, depressão, síndrome do pânico, na avaliação da privação de sono em pacientes trabalhadores noturnos e naqueles com fadiga crônica. Recentemente, a dosagem de cortisol salivar têm sido empregada no diagnóstico da síndrome de Cushing (SC), inclusive em crianças: sua dosagem às 24:00h apresenta sensibilidade diagnóstica superior a todos os outros parâmetros para detectar pacientes com a condição, mesmo naqueles com hipercortisolismo intermitente ou leve. Utilizando a dosagem do cortisol salivar, avaliamos a acurácia diagnóstica do teste de supressão com dexametasona (DEX, 8mg e 24mg) no diagnóstico diferencial da SC. Nossos dados sugerem que a medida do cortisol salivar, quando comparada ao cortisol plasmático, melhora a acurácia diagnóstica do teste de supressão com altas doses de DEX, mesmo utilizando critérios mais rigorosos. É importante que o pesquisador e o clínico estejam cientes das possíveis diferenças geradas pelos diferentes ensaios, para interpretarem adequadamente os intervalos de referências. Os ensaios para cortisol salivar devem ser padronizados e interpretados com base em valores de corte, obtidos em cada laboratório, utilizando amostras de controles normais da população, de obesos e de pacientes com pseudo-Cushing e SC comprovada. Os laboratórios de pesquisa ou laboratórios comerciais devem, desta forma, realizar a validação de seus ensaios para dosagem de cortisol salivar, tornando-os mais disponíveis à prática clínica. Resumo em inglês Measurement of salivary cortisol, which evaluates the free form of the hormone, has become popular following the development of commercial assays. This article evaluates the different assays available for measurement of salivary cortisol, and its clinical application in some physiological and pathological conditions. Measurement of salivary cortisol has been extensively used to evaluate cortisol circadian rhythm and adrenal insufficiency, in the first days of life of full (mais) -term and pre-term infants, and to evaluate the hypothalamic-pituitary-adrenal axis (HPA) activity in adults and children with cognitive impairment, major depression, stress, anxiety, panic syndrome, chronic fatigue syndrome, and sleep deprivation in shift workers. Measurement of salivary cortisol is also used in the diagnosis of Cushing syndrome, in adults and children. These studies demonstrate that midnight salivary cortisol measurement has higher diagnostic sensitivity compared to all other previously analyzed parameters, in detecting Cushing syndrome (CS), even in patients with intermittent or mild hypercortisolism. Using salivary cortisol measurement, we evaluated the diagnostic accuracy of the high dose dexamethasone (DEX, 8mg and 24 mg) suppression test in the differential diagnosis of CS. Our data suggest that salivary cortisol compared to plasma cortisol improved the diagnostic accuracy of high dose DEX suppression tests, even using more rigorous criteria of suppression. It is critical that researchers and clinicians must be aware of the differences generated in different salivary cortisol assays, in order to interpret the intervals of references adequately. Thus, salivary cortisol assays should be chosen and interpreted based on assay-specific normative data in combination with results from patients suspected but proven not to have CS. We also suggest that commercial laboratories consider large-scale validation of these assays to make them widely available to practicing clinicians.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Alteração da relação testosterona: cortisol induzida pelo treinamento de força em mulheres/ Alteration of testosterone: cortisol ratio induced by resistance training in women/ Alteración de la relación testosterona: cortisol inducida por el entrenamiento de fuerza en mujeres

Uchida, Marco Carlos; Bacurau, Reury Frank Pereira; Navarro, Francisco; Pontes Jr., Francisco Luciano; Tessuti, Vitor Daniel; Moreau, Regina Lúcia; Rosa, Luís Fernando Bicudo Pereira Costa; Aoki, Marcelo Saldanha
2004-06-01

Resumo em português A razão entre a concentração de testosterona e cortisol (T:C) é freqüentemente utilizada como indicativo do nível de estresse imposto pelo exercício. Alterações na concentração destes hormônios são responsáveis por modular diversas respostas induzidas pelo treinamento, como hipertrofia e ganho de força. O objetivo do presente estudo foi examinar a influência do protocolo de treinamento de força, conhecido como múltiplas-séries (MS), sobre o ganho de for (mais) ça, de resistência muscular localizada e a relação entre a concentração de hormônios catabólicos (cortisol) e anabólicos (testosterona). Para testar esta hipótese cinco jovens do sexo feminino com um ano de experiência em treinamento de força foram submetidas ao protocolo MS. As amostras de sangue foram coletadas antes e imediatamente após o exercício, no primeiro dia e após oito semanas de treinamento. Os testes de 1-RM e de repetições máximas foram realizados também no início e ao final das oito semanas de treinamento de força. Não foram observadas alterações na massa corporal, no IMC, na percentagem de massa gorda e na força máxima (1-RM) no supino, no agachamento e na rosca direta. O número de repetições máximas a 50% de 1-RM foi aumentado apenas para o supino (p Resumo em espanhol La razón entre testosterona y cortisol (T:C) es frecuentemente utilizada como indicador del nivel de stress impuesto por el ejercicio. Las alteraciones de las concentraciones de estas hormonas son las responsables por modular diversas respuestas inducidas por el entrenamiento, como son la hipertrofia y el aumento de la fuerza. El objetivo del presente estudio fué examinar la influencia del protocolo de entrenamiento de fuerza, conocido como series multiples (MS), sobre (mais) la ganancia de fuerza, la resistencia muscular localizada y la relación entre las concentraciones de las hormonas catabólicas (cortisol) y anabólicas (testoterona). Para testar esta hipótesis, cinco jovenes del sexo feminino con un año de experiencia en entrenamiento de fuerza fueron sometidas al protocolo MS. Las muestras de sangre fueron colectadas antes e imediatamente después del ejercicio, en el primer día y después de ocho semanas de entrenamiento. Los tests de 1-RM y de repeticiones máximas fueron realizados también al inicio y al final después de las ocho semanas del entrenamiento de fuerza. No fueron observadas alteraciones de la masa corporal, IMC, porcentaje de masa grasa, fuerza (1-RM) para los ejercicios supino, agachamiento y rosca directa. El número de repeticiones máximas al 50% de 1-RM fue aumentando solamente apenas para el supino (p Resumo em inglês The ratio between the concentration of testosterone and cortisol (T:C) is frequently used as indicative of the stress level imposed by the exercise. Alterations in the concentration of these hormones are responsible for modulating several responses induced by training, such as hypertrophy and strength gain. The objective of the present study was to investigate the influence of the resistance training protocol, also known as multiple-series (MS), on the strength gain, the (mais) muscular endurance and the relation between the concentration of catabolic hormones (cortisol) and anabolic hormones (testosterone). In order to test this hypothesis, five young women with one-year of strength training practice were submitted to the MS protocol. The blood samples were collected before and immediately after the exercise at the first day and after eight weeks of training. The 1-RM and the maximal repetition tests were also performed at the beginning and after eight weeks of strength training. No alterations on the body mass, on the IMC, on the fat mass percentage and on the maximal strength (1-RM) on bench press, squat and arm curl were observed. The number of maximal repetitions at 50% of the 1-RM was increased only for the bench press (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Concentração plasmática de cortisol, uréia, cálcio e fósforo em vacas de corte mantidas a pasto suplementadas com levedura de cromo durante a estação de monta/ Cortisol, urea, calcium and phosphorus plasma concentration in grazing beef cows supplemented with high chromium yeast during breeding season

Aragón Vásquez, Eduardo Fabian; Naranjo Herrera, Alexandra del Pilar
2003-08-01

Resumo em português Foi pesquisada a influência da suplementação com cromo (Cr) sobre a concentração plasmática de cortisol, uréia, cálcio e fósforo em vacas zebu mantidas a pasto e numa situação de estresse calórico durante a estação de monta. Foram utilizadas trinta vacas primíparas com peso entre 380 e 385kg. Os animais foram divididos em grupos de 15 vacas, formando o tratamento suplementado com Cr e o tratamento não suplementado (controle). As vacas pastorearam em piquet (mais) es formados por Brachiaria brizanta cv. Marandu. A fonte de Cr foi levedura enriquecida (1g Cr kg-1 de produto comercial) e foi adicionado à mistura mineral aportando 0,017% de Cr. Amostras de sangue foram tomadas em três períodos através de venipunção jugular e coletadas em tubos contendo heparina. As amostras de plasma foram analisadas para fósforo, cálcio, uréia e cortisol. Os dados foram analisados como um desenho de blocos ao acaso. O consumo médio diário de mistura mineral foi de 72,92g no grupo suplementado com Cr (12,40mg Cr/cabeça/dia) e 77,84g no grupo controle (0,78mg Cr/cabeça/dia). A concentração plasmática de cortisol, no grupo suplementado com Cr, foi menor que no tratamento controle (2,11mg dl-1 vs. 3,29mg dl-1). As concentrações plasmáticas de fósforo (6,36mg dl-1 vs 3,56mg dl-1) e de cálcio (12,87mg dl-1 vs 9,02mg dl-1) foram maiores no grupo suplementado com Cr durante o primeiro período, mas não existiram diferenças no segundo e terceiro períodos de colheita. Os níveis plasmáticos de uréia (17,13mg dl-1 vs. 17,70mg dl-1) não foram diferentes entre os grupos experimentais. Resumo em inglês The influence of supplemental chromium (Cr) on plasma cortisol, urea, calcium and phosphorus concentration were investigated in grazing cattle in caloric stress situation during the breeding season. Thirty primiparous zebu cows with 380 to 385kg of body weight were assigned to the following treatments: 15 cows fed supplemental Cr and 15 cows without supplemental Cr (Control). The cows were grazing in Brachiaria brizantha pasture. Chromium was supplied as high-Cr yeast Sac (mais) haromices cerevisae (1gCr kg-1). Chromium was added to mineral premix to provide 0.017% of supplemental Cr. Blood samples were collected in three periods by jugular venipuncture in heparinized tubes. Plasma was analysed for phosphorus, calcium, urea and cortisol. Data were analysed as a randomised block design. Premix daily consumption was 72.92g in the supplemented cow (12.40mg Cr/animal/day) and 77.84g premix in the non supplemented cow (0.78mg Cr/animal/day) groups. The concentration of cortisol in Cr-supplemented group was lower than that in control treatment (2.11mg dl-1 vs. 3.29mg dl-1). Plasma phosphorus (6.36mg dl-1 vs. 3.56mg dl-1) and calcium (12.87mg dl-1 vs. 9.02mg dl-1) were higher in Cr-supplemented group in the first period but no differences were found between groups in other periods. There was no difference in urea level (17.13mg dl-1 vs 17.70mg dl-1) between supplemented and control group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

A redução dos níveis de cortisol sanguíneo através da técnica de relaxamento progressivo em nadadores/ Reduction of blood cortisol levels through the progressive relaxation technique in swimmers

Bara Filho, Maurício Gattás; Ribeiro, Luiz Carlos Scipião; Miranda, Renato; Teixeira, Mônica Tavares
2002-08-01

Resumo em português OBJETIVO: Analisar os efeitos da técnica de relaxamento progressivo na redução/controle dos níveis de cortisol sanguíneo em nadadores durante determinado período de treinamentos. METODOLOGIA: Nadadores de ambos os sexos (n = 23) foram divididos em dois grupos: experimental GE (n = 11), submetido a tratamento com a técnica de relaxamento progressivo duas vezes por semana; de controle GC (n = 12), submetido a tratamento placebo nas mesmas condições. Os tratamentos (mais) foram realizados durante sete semanas, com três coletas de sangue (pré, mid e pós-testes). RESULTADOS: A partir da não-normalidade da distribuição indicada pelo teste de Kolmogorov-Smirnov (Dmax = 3,61 > Dcrítico = 0,276, NC = 95%), decidiu-se pela análise exploratória dos dados, que revelou os seguintes valores da mediana do nível de cortisol sanguíneo (ng/ml) para os grupos nos pré, mid e pós-testes, respectivamente: GE = 140,7; 95,5 e 86,5, e GC = 141,1; 132,8 e 138,6. Além de observar maior redução da mediana no GE, os valores deste grupo apresentaram-se mais próximos da mediana no pós-teste, o que não ocorreu com o GC, que permaneceu inalterado em relação ao pré-teste. Para corroborar essa tendência, utilizou-se o teste de Mann-Whitney e observou-se uma diferença significativa (p 0,05), o que demonstra maior redução dos níveis de cortisol sanguíneo no GE em relação ao GC. CONCLUSÕES: Os resultados indicam que há influência do tratamento experimental (relaxamento progressivo) na redução dos níveis de cortisol sanguíneo. Isso demonstra intensa relação psicofisiológica entre os processos do organismo humano, indicando a necessidade da utilização de estratégias de controle do treinamento desportivo para evitar o estresse excessivo. Resumo em inglês PURPOSE: To analyze the effects of the progressive relaxation technique to reduce/control blood cortisol levels in swimmers during a period of training. METHODS: Swimmers of both sexes (n = 23) were divided into two groups: experimental EG (n = 11), which was submitted to the progressive relaxation technique session twice a week; control CG (n = 12), which was submitted to a placebo treatment under the same conditions. The treatments lasted for seven weeks with three bloo (mais) d samples (pre, mid and post tests). RESULTS: Starting from the distribution non-normality showed by the Kolmogorov-Smirnov test (Dmax = 3.61 > Dcritical = 0.276, p= 0.05), the exploratory analysis reveals the following cortisol (ng/ml) median values in the pre, mid and post tests, respectively: EG = 140.7; 95.5, and 86.5, and CG = 141.1; 132.8, and 138.6. Besides this greater reduction in the EG median values, the EG values were closer to median in the posttest, which did not happenned in the CG. To corroborate this tendency, the Mann-Whitney test was used, depicting a significant statistical difference (p 0.05), depicting a greater cortisol level reduction in EG compared to the CG. CONCLUSION: The results indicate that the experimental treatment (progressive relaxation) influenced the reduction of blood cortisol levels. These results show an intense psychophysiologic relationship between human body processes, indicating the need to use training strategies to prevent excessive stress.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

A influência do treinamento de força e do treinamento aeróbio sobre as concentrações hormonais de testosterona e cortisol/ The influence of the training of resistance and the aerobic training on the hormonal concentrations of testosterone and cortisol

Araújo, Marcelo Rangel de
2008-06-01

Resumo em português A intenção desse trabalho é rever a influência do treinamento aeróbio e de força, perante as concentrações agudas e crônicas dos hormônios testosterona e cortisol. Além disso, verificar outros fatores importantes, tais como idade, alimentação e ritmo circadiano, os quais podem modificar agudamente as concentrações de testosterona e cortisol, dificultando assim o entendimento das respostas hormonais desencadeadas pelo treinamento. Apesar das diversas controv (mais) érsias encontradas no presente estudo, as atividades periodizadas e de alta intensidade parecem estimular maiores liberações de testosterona e pouca liberação de cortisol, potencializando, conseqüentemente, os níveis de força e hipertrofia muscular. Todavia, novos estudos devem ser realizados com delineamentos mais adequados respeitando as diversas interações (alimentação, idade, sexo, nível de experiência com o treinamento físico, etc.) que envolvem o treinamento físico. Resumo em inglês The goal of this paper is to review the influence of aerobic training and resistance in the acute and chronic concentrations of hormones testosterone and cortisol. In addition, it looks at other important factors, such as age, feeding and circadian rhythm which can modify the concentration of testosterone and cortisol acutely thus making it difficult the understanding of the hormonal answers unchained by the training. Although the diverse controversies found in the presen (mais) t study, the periodical and high intensity activitiesseem to stimulate bigger releases of testosterone and little release of cortisol, contributing , consequently, to the levels of force and muscular hypertrophy. However, new studies need to be carried out with adjusted delineations respecting the diverse interactions (feeding, age, sex, level of experience with the physical training, etc.) that involve the physical training.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Correlação entre Inventário de Depressão de Beck e cortisol urinário em diabéticos tipo 2/ Correlation between urine cortisol and scores on the Beck Depression inventory in patients with type 2 diabetes/ Correlación entre el inventario de Depresión de Beck y el cortisol urinario en diabeticos tipo 2

Nascimento, Alexandra Bulgarelli do; Chaves, Eliane Corrêa; Grossi, Sônia Aurora Alves; Lottenberg, Simão Augusto
2009-01-01

Resumo em português OBJETIVO: Verificar a correlação entre o cortisol urinário e o Inventário de Depressão de Beck em diabéticos do tipo 2. MÉTODOS: O cortisol urinário foi avaliado em uma amostra composta por 40 pacientes da Liga de Controle de Diabetes da Disciplina de Endocrinologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e para a avaliação dos sintomas de depressão foi aplicado o Inventário de Depressão de Beck. RESULTADOS: Alta confi (mais) abilidade para o Inventário de Depressão de Beck(Alfa de Cronbach=0,920)e correlação significativa foi observada entre cortisol urinário e Inventário de Depressão de Beck(Spearman,r=0.523,p Resumo em espanhol OBJETIVO: Verificar la correlación entre el cortisol urinario y el Inventario de Depresión de Beck en diabéticos del tipo 2. MÉTODOS: El cortisol urinario fue evaluado en una muestra compuesta por 40 pacientes de la Liga de Control de Diabetes de la Disciplina de Endocrinología del Hospital de las Clínicas de la Facultad de Medicina de la Universidad de Sao Paulo y para la evaluación de los síntomas de depresión fue aplicado el Inventario de Depresión de Beck. R (mais) ESULTADOS: Alta confiabilidad para el Inventario de Depresión de Beck(Alfa de Cronbach=0,920) y correlación significativa observada entre el cortisol urinario e Inventario de Depresión de Beck (Spearman,r=0.523,p Resumo em inglês OBJECTIVE: To determine the relationship between urinary cortisol and scores on the Beck Depression Inventory in type 2 diabetics. METHODS: The sample consisted of 40 patients with type 2 diabetes from the diabetes control league of the discipline of endocrinology of the HCFM-USP. Measures consisted of urinary cortisol and depression symptoms using the Beck Depression Inventory. RESULTS: The Beck Depression Inventory had a Cronbach's alpha of 0.92. There was a statistical (mais) ly significant correlation between urinary cortisol and scores on the Beck Depression Inventory (Spearman r = 0.52, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

Avaliação da recuperação do eixo hipotalâmico-hipofisário-adrenal após corticoterapia por meio do cortisol basal/ Evaluation of hypothalamic-pituitary-adrenal axis recovery after corticotherapy by using basal cortisol secretion

Silva, Ivani N.; Cunha, Cristiane F.; Finch, Francisca L.; Colosimo, Enrico A.
2006-02-01

Resumo em português A suspensão da corticoterapia é a causa mais comum de insuficiência supra-renal, e ainda persistem dúvidas quanto à melhor forma de avaliação da inibição e recuperação do eixo hipotalâmico-hipofisário-adrenal (HHA) provocada pelos glicocorticóides. O objetivo deste estudo foi avaliar a utilidade da dosagem do cortisol basal na avaliação desta insuficiência. Foram avaliadas 35 crianças (mediana da idade de 6,9 anos) submetidas ao tratamento preconizado pe (mais) lo Grupo Brasileiro para o tratamento da Leucemia Linfocítica Aguda (LLA). O teste de estímulo com o hormônio liberador da corticotrofina (CRH ­ 1 mcg/kg) foi realizado antes da introdução da dexametasona (6 mg/m²/dia, por 28 dias), no 8º e no 28º dias do uso do glicocorticóide e 48 horas e um mês após sua retirada. Houve inibição da secreção do cortisol basal e da concentração máxima (após CRH) durante a corticoterapia e 48 horas após sua suspensão, em relação ao valor obtido antes do tratamento (p Resumo em inglês The glucocorticoid-induced inhibition that occurs after discontinuation of treatment is the most frequent cause of adrenal insufficiency. There are yet some doubts about the best way of evaluating the hypothalamic-pituitary-adrenal (HPA) axis in those patients. The main objective of this study was to evaluate the utility of basal cortisol in diagnosing adrenal insufficiency. Thirty-five children with acute lymphoid leukemia (ALL) receiving glucocorticoid therapy (median a (mais) ge of 6.9 years) were evaluated. A stimulus test with corticotropin releasing hormone (CRH ­ 1 mcg/kg) was performed before the introduction of dexamethasone (6 mg/m²/day, for 28 days), in the 8th and the 28th days of glucocorticoid therapy, and 48 hours and one month after discontinuation of therapy. Suppression of the basal secretion as well as the maximum concentration of cortisol (post-CRH) occurred during glucocorticoid therapy, which persisted for 48 hours after the steroid was removed from treatment (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Avaliação física e dos níveis séricos de cortisol de bezerros neonatos da raça Nelore, nascidos de partos normais e auxiliados/ Physical and serum cortisol levels evaluation of Nelore newborn calves born by normal and laborious parturition

Gasparelli, Everton R.F.; Camargo, Diogo G.; Yanaka, Rodrigo; Mendes, Luiz C.N.; Peiró, Juliana R.; Bovino, Fernanda; Perri, Sílvia H.V.; Feitosa, Francisco L.F.
2009-10-01

Resumo em português O presente trabalho visou avaliar a vitalidade e os níveis séricos de cortisol de bezerros neonatos, nascidos de partos eutócicos e auxiliados, bem como determinar os índices de partos distócicos em vacas receptoras de embriões nelores. Cerca de 310 bezerros foram avaliados. Observou-se a ocorrência de 38 partos distócicos (38/310) e de oito abortos (8/310). Os bezerros nascidos de partos distócicos mais duradouros, entre quatro e seis horas, apresentaram os maio (mais) res valores médios de frequência respiratória e dos níveis séricos de cortisol. A temperatura retal foi mais elevada em animais nascidos de partos laboriosos do que naqueles nascidos de partos normais. As taxas de morbidade e mortalidade em animais neonatos nelores foram de 77,93% e 3,44%, respectivamente. O emprego do escore APGAR, ao nascimento, demonstrou que 90% dos bezerros apresentavam-se deprimidos, independente do tipo de nascimento. Resumo em inglês The purpose of present study was to evaluate the vitality and the serum levels of cortisol from newborn calves by normal and laborious deliveries, and to obtain the distocia register in Nelore embryo recipient cows. Three hundred ten calves were evaluated. The register of 38 dystocic calvings (38/310) and 8 abortions (8/310) were observed. In newborn animals the morbity and mortality rates were 77.93% and 3.44%, respectively. Calves born after long dystocic calving, lasti (mais) ng 4-6 hours, showed the highest mean values of respiratory frequency and serum cortisol levels. Animals born after laborious calving presented higher rectal temperature than those born at normal calving. The APGAR score showed that 90% calves had signs of dullness independent of parturition type.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

Ovário-histerectomia: estudo experimental comparativo entre as abordagens laparoscópica e aberta na espécie canina- III. estresse pela análise do cortisol plasmático/ Ovariohysterectomy: experimental and comparative study between laparoscopic and conventional approaches- III. stress by plasmatic cortisol analysis

Malm, C.; Savassi-Rocha, P.R.; Gheller, V.A.; Oliveira, H.P.; Lamounier, A.R.; Foltynek, V.
2005-10-01

Resumo em português Avaliou-se o estresse pós-operatório, durante sete dias, em 30 cadelas, aleatoriamente distribuídas em dois grupos de 15 animais submetidos à ovário-histerectomia (OVH) pelas abordagens laparoscópica (grupo I) e aberta (grupo II). Os grupos foram comparados mediante dosagens do cortisol plasmático. Não se observou aumento do cortisol plasmático no pré-operatório imediato (tempo 1) e quando o animal estava sob anestesia geral imediatamente antes do procedimento (mais) cirúrgico (tempo 2). Nos dois grupos houve aumento do cortisol apenas no período intra-operatório (tempo 3) e uma hora após o retorno anestésico (tempo 4), sendo maior nas cadelas submetidas à OVH por laparoscopia. No pós-operatório, os níveis de cortisol das cadelas de ambos os grupos apresentaram-se normais e equivalentes aos do pré-operatório. Independente da abordagem utilizada, a resposta ao estresse foi semelhante para os dois grupos. Resumo em inglês Post-operative stress, as indicated by changes in plasma cortisol concentration, was monitored for seven days in 30 bitches, half of whom were subjected to conventional (group I) and half to laparoscopic ovariohysterectomy (group II). No increases on plasmatic cortisol concentration were observed in the pre-surgery phase (time 1) and when animals were under anaesthesia just before surgery (time 2). Cortisol concentration increased in both groups only during the intra-oper (mais) ative period (time 3) and one hour after recovery from anesthesia (time 4). Cortisol levels were higher in the bitches submitted to laparoscopy than in those experiencing conventional surgery. For both surgical approaches, cortisol concentrations in the post-operative phase returned to values characteristic of the pre-operative phase. Response to stress, assessed from changes in plasma cortisol concentration, was similar for both groups.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Resposta divergente da testosterona e do cortisol séricos em atletas masculinos após uma corrida de maratona/ Divergent responses of serum testosterone and cortisol in athlete men after a marathon race

França, Sheyla Carla A.; Barros Neto, Turíbio Leite; Agresta, Marisa Cury; Lotufo, Renato Fraga M.; Kater, Claudio E.
2006-12-01

Resumo em português O exercício físico altera a homeostase, pois requer rápida mobilização de fontes metabólicas. Neste estudo, analisamos a resposta dos níveis séricos de testosterona (T) e cortisol (C) e das enzimas de desgaste muscular CK, CKMB e LDH, em 20 atletas masculinos sadios (25 a 40 anos), participantes de uma maratona (42,2 km). Coletas de sangue venoso foram feitas em 3 períodos: (i) pela manhã, 48 h antes da maratona (controle), (ii) logo após o término da corrida (mais) (final) e (iii) na manhã seguinte, 20 h após a realização da prova (recuperação). Ao final, T estava significantemente mais baixa (de 673 para 303 ng/dl) e C mais elevado (de 20,3 para 42,5 µg/dl) que no período controle. Na recuperação, ambos praticamente retornaram aos níveis basais. CK, CKMB e LDH estavam significantemente mais elevadas ao final da corrida e mais ainda na recuperação (exceto a CKMB), caracterizando o desgaste muscular. Enquanto CK e LDH apresentaram significante correlação negativa com a T (-0,412 e -0,546, respectivamente), CKMB correlacionou-se positivamente com o C (0,4521). Concluímos que a correlação inversa entre T e C, e o comportamento das enzimas CK, CKMB e LDH, permite comprovar que uma corrida de maratona causa intenso stress físico, provocando desequilíbrio hormonal e lesão celular severa. Resumo em inglês Physical exercise alters homeostasis, as it requires prompt mobilization of metabolic sources. In this study, we measured serum testosterone (T) and cortisol (C) levels and the muscle-wastage enzymes CK, CKMB and LDH in 20 healthy male athletes (ages 25 to 40 years) in response to a marathon race (42.2 km). Venous blood samples were drawn in 3 different periods: (i) in the morning, 48 h before the competition (control), (ii) at the end of the race (end), and (iii) in the (mais) next morning, 20 h after the race (recovery). At the end, T was significantly lower (from 673 to 303 ng/dl) and C higher (from 20.3 to 42.5 µg/dl) as compared to the control period. At recovery, both were virtually identical to control levels. CK, CKMB and LDH were significantly higher at the end of the competition and even higher in the recovering period (except for CKMB), characterizing muscle wastage. CK and LDH disclosed a significant negative correlation with T (-0.412 and -0.546, respectively), whereas CKMB correlated positively with C (0.4521). We conclude that the inverse correlation observed between T and C levels, and the pattern of CK, CKMB and LDH increase, allow us to confirm that a marathon race may cause a marked physical stress, resulting in a distinct hormonal imbalance and severe cellular damage.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Efeito do manejo de aleitamento nos níveis de cortisol no metabolismo e na produção de leite de vacas holandesas/ Effects of different milking management on metabolism, cortisol levels, and milk yield of Holstein cows

Paiva, Fernanda Alves de; Negrão, João Alberto; Saran Netto, Arlindo; Porcionato, Marco Aurélio de Felicio; Lima, César Gonçalves de
2006-12-01

Resumo em português Avaliou-se a influência do manejo de aleitamento nos níveis de cortisol, no metabolismo e na produção de leite de vacas leiteiras. Utilizaram-se 18 vacas holandesas e seus bezerros alocados em três tratamentos: T1: as vacas foram separadas dos bezerros 6 horas após o parto, sendo mantidas com suas crias 60 minutos por dia nos três primeiros dias; T2: as vacas foram separadas dos bezerros 6 horas após o parto; T3: as vacas foram mantidas com seus bezerros durante o (mais) s três primeiros dias de lactação, exceto no momento das ordenhas. Foram coletadas amostras de sangue 168 horas antes do parto, no dia do parto (0 hora) e 24, 48, 72 e 96 horas após o parto para a determinação de glicose, triglicerídeos, proteína total e cortisol. A produção leiteira foi mensurada duas vezes ao dia e a porcentagem de leite residual foi estimada nas duas ordenhas posteriores à desmama. As concentrações de cortisol foram maiores ao parto, contudo, não houve diferença significativa entre os tratamentos. Durante o período experimental, as vacas separadas dos bezerros apresentaram maior produção de leite, porém, após este período, não houve diferença entre os tratamentos. Após a desmama, a porcentagem de leite residual foi maior em T1 e T3, demonstrando que o uso de ordenha mecânica exclusiva após um período de amamentação prejudicou a ejeção do leite, mesmo em vacas especializadas. Os níveis de glicose foram menores em T2 às 72 horas e as concentrações de triglicerídeos foram menores em T3 às 72 e 96 horas. Os manejos estudados não influenciaram os níveis de cortisol e o metabolismo das vacas e nem prejudicaram a produção leiteira após o período colostral. Resumo em inglês The effects of different milking management on metabolism, cortisol levels, and milk yield of Holstein cows were investigated in this trial. Eighteen Holstein cows and calves were randomly assigned to one of the following three treatments: T1) cows were separated from their calves 6 h after parturition but reunited with them for two daily periods of 30 minutes each; T2) cows were separated from their calves 6 h after parturition; or T3) cows were maintained with their cal (mais) ves during the first three days of lactation except at milking times. Blood samples were collected 168 h before parturition, at parturition (0 h) and at 24, 48, 72 and 96 h after parturition and analyzed for glucose, triglycerides, total protein, and cortisol. Milk yield was measured twice a day and the percentage of residual milk was estimated based on the first two milkings after weaning. Although plasma cortisol levels were greater at parturition (0 h) compared to the remaining sampling points, no significant differences were observed among treatments. Cows on T2 yielded more milk than those on T1 and T3 during the first four days of lactation with no difference in milk production thereafter. After weaning, the percentage of residual milk was higher on T1 and T3 showing that the exclusive use of milking machine after a nursing period appeared to negatively affect milk ejection. Concentration of plasma glucose was lower at 72 h on T2 while that of triglycerides was lower at 72 and 96 h on T3. The studied managements did not influence the cortisol levels and metabolism of cows and did not prejudice the milk production after the colostral period.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Metabolismo oxidativo de neutrófilos em ovelhas naturalmente infectadas por nematódeos gastrintestinais e correlação entre nível sérico de cortisol e carga parasitária/ Neutrophils oxidative metabolism in sheep naturally infected by gastrointestinal nematodes and correlation between serum level of cortisol and parasitary burden

Ciarlini, P.C.; Ciarlini, L.D.R.P.; Alencar, N.X.; Hohayagawa, A.; Rodrigues, C.F.C.
2002-06-01

Resumo em português Estudaram-se as relações entre o metabolismo oxidativo dos neutrófilos, os níveis séricos de cortisol e a carga parasitária estimada pela contagem de ovos por grama de fezes (OPG) no final da gestação, durante a lactação e após o desmame de ovelhas naturalmente infectadas por nematódeos gastrintestinais. Utilizaram-se 22 ovelhas da raça Suffolk, homogêneas quanto à idade (três a quatro anos), número de parições (terceira) e época de parição. O cortis (mais) ol sérico foi determinado por radioimunoensaio e o metabolismo oxidativo dos neutrófilos pelo teste de redução do tetrazólio nitroazul (NBT). Os maiores valores de OPG foram observados na quinta semana de lactação, e as maiores taxas de cortisol e de redução do NBT ocorreram na quarta semana pós-desmame. Verificou-se correlação positiva (r = 0,52; P Resumo em inglês The relationships between neutrophils oxidative metabolism, cortisol serum levels and worm burden, estimated by fecal egg count (EPG), were studied in sheep naturally infected by gastrointestinal parasites at the end of pregnancy, during lactation, and after weaning. Twenty-two Suffolk sheep three to four year-old, of same parity and season of parturition were used. Serum cortisol was determined by radioimmunoassay and the neutrophils oxidative metabolism by the nitroblue (mais) tetrazolium (NBT) reduction test. The highest EPG values were observed on the fifth week of lactation while the highest rates of cortisol and reduction of NBT occurred on the fourth week after weaning. A positive correlation (r = 0.52; P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Concentrações séricas de progesterona, 17 b-estradiol e cortisol durante o final do próestro, estro e diestro gestacional em cadelas/ Progesterone, estradiol 17 b and cortisol serum concentrations during late proestrus, estrus and gestational diestrus in canine female dogs

Benetti, Ana Helena; Toniollo, Gilson Hélio; Oliveira, João Ademir de
2004-04-01

Resumo em português Neste estudo, foram utilizadas 7 cadelas sem raça definida, adultas e hígidas, copuladas com macho hígido, após exame andrológico, para acompanhamento das variações hormonais de progesterona, 17b-estradiol e cortisol a partir do final do próestro, durante o estro e diestro gestacional em fêmeas da espécie canina. As avaliações séricas do cortisol foram iniciadas no período de estro. A citologia vaginal esfoliativa foi utilizada como parâmetro auxiliar para (mais) a determinação das fases do ciclo estral, mais especificamente para análise do melhor momento para cópula, através da presença das células superficiais queratinizadas visibilizadas nas lâminas. Os resultados obtidos mostraram concentrações médias de progesterona elevando-se discretamente no final do próestro (de 1,56 para 2,85ng ml-1), concomitante com o início do declínio dos valores de estradiol no mesmo período (de 20,93 para 18,81pg ml-1). Durante a gestação pôde-se observar concentrações elevadas de progesterona (36,90ng ml-1), havendo declínio apenas no terço final (4,10ng ml-1), quando também pôde ser notada, por um momento, ligeira elevação das concentrações médias de 17b-estradiol (2,46pg ml-1). O aumento do cortisol sérico foi notado na última semana da gestação havendo, antes disso, alterações significativas (P Resumo em inglês In this study, seven adult crossbred bitches, copulated with healthy dog after andrologic exam, were used with the objective of studying progesterone and estradiol 17-b serum concentrations during late proestrus, estrus and pregnancy. During the phases, except on late proestrus, mean cortisol levels were measured. Vaginal citology were used to indicate the interval to submit the bitch to mate, based on the presence of superficial cells into the smears. By the results, ser (mais) um progesterone concentrations were reduced in late proestrus, reaching gradually ascending levels during estrus up to 36.90ng ml-1 in mid gestation; in late gestation levels were obtained around 4ng ml-1. Serum estradiol was high in late proestrus (18.81pg ml-1) but decreased in estrus (1.57pg ml-1). In late pregnancy estradiol levels were reduced behind the limits of detection, probably because the laboratory methods. Elevations in maternal cortisol levels were seen prepartum (22.27ng ml-1), releasing after whelping (6.52ng ml-1), when progesterone had manteined basal levels.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Influência do treinamento aeróbio sobre o cortisol e glicose plasmáticos em equinos/ Influence of the aerobic training on cortisol and glucose levels in horses

Ferraz, G.C.; Teixeira-Neto, A.R.; Pereira, M.C.; Linardi, R.L.; Lacerda-Neto, J.C.; Queiroz-Neto, A.
2010-02-01

Resumo em português Estudou-se a resposta do cortisol e da glicemia em 12 equinos da raça Puro Sangue Árabe destreinados (T0) por oito meses e submetidos a um período de 90 dias de treinamento aeróbio (T90). Para avaliação dos efeitos do treinamento, empregou-se teste ergométrico constituído de exercício progressivo em esteira rolante, acompanhado por colheitas de sangue 15 segundos antes do término de cada etapa de esforço. A velocidade (intensidade) do treino foi definida como s (mais) endo 80% da V4 (velocidade na qual a lactacidemia atinge 4mmol/L). Adicionalmente, no último mês de treinamento, foi instituído, uma vez por semana, exercício com velocidades variáveis, chamado "fartlek". Após 90 dias de treinamento, a concentração plasmática de cortisol elevou-se e após o teste de esforço (20min), houve aumento da glicemia. Este resultado reflete a possibilidade de adaptação ao treinamento. Conclui-se que o cortisol plasmático pode ser utilizado como ferramenta na avaliação de um programa de treinamento em equinos. Resumo em inglês Cortisol and glucose responses were evaluated in 12 Arabian (PSA) horses submitted to a detraining period of eight months (T0) and to 90 days of aerobic training (T90). For the evaluation of the effect of training, a standardized incremental exercise test in a treadmill was used. Fifteen seconds before the ending of each effort step, blood samples were collected. The speed (intensity) of the training was defined as being 80% of the V4 (speed at which the blood lactate con (mais) centration reaches 4mmol/L). Additionally, in the last month of training, velocity play, a type of exercise with varying velocities called "fartlek" was instituted, once a week. Results showed that after 90 days of training, the plasmatic concentrations of cortisol and glucose increased when compared to the untrained horses. This result reflects the possibility of adaptation to the training. The blood cortisol levels may be used as a tool for the evaluation of a training program in horses.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Insuficiência adrenal relativa no choque séptico: comparação da resposta ao tratamento com hidrocortisona em pacientes diagnosticados através de dosagem única do cortisol plasmático versus teste da corticotropina/ Relative adrenal insufficiency in septic shock: comparison of the response to hydrocortisone in patients diagnosed through random cortisol measurement versus corticotropin test

Azevedo, José Raimundo A. de; Azevedo, Renato Palácio de; Cossetti, Rachel Jorge D.; Lima, Eduardo Rodrigues M.; Sousa, Gescirene Borges de
2008-03-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A incidência de insuficiência adrenal relativa (IAR) no paciente com choque séptico é elevada e tem impacto significativo na sobrevida. O objetivo deste estudo foi determinar se a dosagem única do cortisol (mais) orizados para dosagem única do cortisol ou teste da corticotropina com 1 mg. Após a coleta de sangue para dosagem do cortisol, os pacientes passaram a receber 100 mg de hidrocortisona, por via venosa a cada 8 horas, durante 36 horas. IAR foi definida por uma dosagem única do cortisol 25 mg/dL. No grupo 2, os pacientes com D cortisol 9 mg/dL (6 dias). CONCLUSÕES: O teste da corticotropina com 1 mg foi mais eficiente que a dosagem única do cortisol plasmático Resumo em inglês BACKGROUND AND OBJECTIVES: The incidence of relative adrenal insufficiency (RAI) in patients with septic shock is high and has a significant impact on survival. The purpose of this study was to determine whether a random cortisol concentration (mais) le cortisol determination or to a low dose corticotrophin stimulation test. After blood collection to cortisol determinations, hydrocortisone (100 mg every 8 hrs) was administered for all patients in the first 36 hours. RAI was defined by a random cortisol concentration 25 mg/dL. In group 2 patients with D cortisol 9 (6 days). CONCLUSIONS: This study suggests that 1 mg corticotrophin test is better than a random cortisol determination

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Desenvolvimento e caracterização de método para a dosagem de cortisol livre urinário

Vieira, José Gilberto H.; Noguti, Keiko O.; Rayol, Maria da Penha; Maciel, Rui M.B.
2000-06-01

Resumo em português A dosagem de cortisol livre na urina de 24 horas é considerada por muitos como a dosagem mais útil na pesquisa da presença de síndrome de Cushing. Os resultados publicados são, no entanto, pouco comparáveis entre si em função de diferenças metodológicas importantes, relacionadas principalmente aos processos preparativos, sendo que a especificidade é diretamente proporcional à complexidade dos mesmos. Neste trabalho descrevemos a adaptação de um ensaio de rot (mais) ina, desenvolvido originalmente para a medida de cortisol sérico, para a medida de cortisol urinário. O antisoro empregado, F-79-1, foi estudado quanto à especificidade em relação aos principais metabólitos urinários de cortisol, sendo os resultados obtidos comparáveis aos dos melhores antisoros descritos na literatura. O método preparativo utilizado faz uso de extração de alíquota de urina com diclorometano, seguida de cromatografia em coluna de Sep-Pak Diol. A recuperação média do processo foi de 63,3%; a sensibilidade do ensaio é da ordem de 1,6 mig/L e os coeficientes de variação intra e inter-ensaio da ordem de 7,2 e 15,6%, respectivamente. Os resultados obtidos em 40 amostras de indivíduos normais foram de 21,9 a 74,1 mig/24hs (média de 47,8); a comparação com método semelhante de laboratório de referência internacional mostrou alta correlação (R= 0,9286, n= 74, p Resumo em inglês The measurement of 24-hours free urinary cortisol is considered by many authors as the best screening test for Cushing's syndrome. However, the published results are not comparable due to methodological differences between the various available techniques. These differences are related mainly to the preparative process employed, and in general there is a direct relation between the complexity of the process and the degree of specificity achieved. In this publication we de (mais) scribe the adaptation for free urinary cortisol measurement of a routine assay, developed originally for the measurement of serum cortisol. The specificity of the antiserum employed, F-79-1, was studied against the major urinary cortisol metabolites, and the results comparable to the best antisera described in the literature. The preparative method utilized includes dichloromethane extraction followed by a Sep-Pak Diol column chromatography. The mean recovery of the preparative process was 63.3%; the sensitivity of the assay is in the order of 1.6 mug/L and the intra and inter-assay CVs in the order of 7.2 and 15.6%, respectively. The results obtained in 40 samples from normal adults ranged betwen 21.9 and 74.1 mug/24hs (mean 47.8); the comparison with a similar method from an international reference laboratory showed a high correlation (R= 0.9286, n= 74, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Fatores relacionados com as respostas da testosterona e do cortisol ao treinamento de força/ Factors concerned with the testosterone and cortisol response to strength training

Cadore, Eduardo Lusa; Brentano, Michel Arias; Lhullier, Francisco Luiz Rodrigues; Kruel, Luiz Fernando Martins
2008-02-01

Resumo em português Esse artigo visa revisar os resultados encontrados na literatura a respeito dos diversos fatores relacionados com a resposta hormonal aguda e crônica ao treinamento de força. Foi observado que existe uma estreita relação entre a treinabilidade de indivíduos submetidos ao treinamento de força e os níveis circulantes de testosterona nesses sujeitos. Além disso, outros parâmetros hormonais, tais como as razões entre a testosterona e sua proteína carreadora e entre (mais) a testosterona com o cortisol, também foram relacionados com a capacidade de aumento de força. Diversos fatores ligados à sessão de treino, além das características da população investigada, influenciam a resposta hormonal aguda e crônica ao treinamento. Entre esses fatores, o volume e a intensidade são as principais variáveis ligadas à magnitude dessa resposta. A determinação de quais fatores possam estar estreitamente relacionados com a resposta hormonal ao treinamento de força pode ser importante para o estabelecimento de uma sessão de treino e uma periodização que otimizem o ambiente anabólico determinado pelas concentrações de testosterona e cortisol, e, dessa forma, maximizar os ajustes neuromusculares decorrentes desse tipo de treinamento. Resumo em inglês This study aims to review the results found in the literature concerning a variety of factors related to the acute and chronic hormonal response to strength training. It has been observed that there is a close relationship between the trainability of individuals submitted to strength training and the circulating testosterone levels in these subjects. Moreover, other hormonal parameters, such as the ratios between testosterone and its binding protein and between testostero (mais) ne and cortisol, were also related to the ability to increase strength. Besides the characteristics of the population investigated, several factors associated with the training session affect the acute and chronic hormonal response to training. Among them, volume and intensity are the main variables associated with the magnitude of this response. Determining which factors might be closely related to the hormonal response to strength training may be important to establish a training session and a periodization that optimize the anabolic environment determined by the testosterone and cortisol concentrations, and thus enhance the neuromuscular adaptations resulting from this type of training.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Variação estacional dos hormônios tireoideanos e do cortisol em ovinos em ambiente tropical/ Seasonal variation of thyroid hormones and cortisol of sheep in tropical environment

Starling, Josiane Maria Cardoso; Silva, Roberto Gomes da; Negrão, João Alberto; Maia, Alex Sandro Campos; Bueno, Andrea Roberto
2005-12-01

Resumo em português Foram estudadas as variações nas concentrações de cortisol e dos hormônios da tireóide de ovinos da raça Corriedale criados em ambiente tropical. Vinte e um ovinos (14 machos e sete fêmeas) foram mantidos em uma câmara climática à 45ºC por nove dias, 8 horas por dia. Registraram-se a temperatura retal (TR) e a frequência respiratória (FR) dos animais, a temperatura ambiente (TA) e a pressão parcial de vapor (PV). Os animais foram posteriormente classificado (mais) s de acordo com suas respostas quanto à TR e à FR, selecionando-se cinco animais mais aclimatados (grupo A) e cinco animais menos aclimatados (grupo NA) às altas temperaturas do ar. Esses dez animais foram transferidos para um cercado, onde foram registradas a TR e FR duas vezes ao dia e coletadas as amostras sanguíneas uma vez por semana, durante um ano. Foram observadas diferenças nas concentrações de cortisol, de tiroxina (T4) e de triiodotironina (T3), atribuídas às variações na TA e na PV. Ocorreram maiores concentrações de cortisol e menores de T4 e de T3 nos períodos de maior TA e/ou PV, sendo que as estimativas dos coeficientes de correlação (r) das variáveis TA e PV com o cortisol foram r = 0,224 e r = 0,395, respectivamente. As correlações entre os hormônios tireoideanos e a TA foram negativas (r = -0,156, para T4, e r = -0,151, para T3), evidenciando que um aumento na TA causou redução na taxa metabólica. As variáveis medidas não diferiram entre os grupos de animais classificados. Portanto, a utilização apenas das variáveis fisiológicas TR e FR como parâmetros para a seleção não é suficiente para se avaliar o grau de aclimatação dos animais ao ambiente tropical. Resumo em inglês The variation of cortisol and thyroid hormones in Corriedale sheep bred in a tropical environment was evaluated. Fourteen males and seven females were observed in a climatic chamber at 45ºC for nine days, eight hours per day. Rectal temperature (TR), respiratory rate (FR), air temperature (TA) and air humidity (PV) were recorded. The animals were ranked according to their responses for TR and FR and then the five highest (A group) and five lowest (NA group) ranked animal (mais) s were selected. These ten animals were moved to a pen where they were observed along one year for TR and FR two times a day, and blood-sampled once a week. The results showed differences for T3, T4, and cortisol concentrations, which were attributed to variations in TA and PV. Cortisol concentrations were higher and T3 and T4 ones were lower under increased TA and PV. Correlations of TA and PV with cortisol values were r = .224 and r = .395 respectively. The negative correlations of TA with T3 (r = -.151) and T4 (r = -.156) showed that increase in TA may be followed by decrease in the metabolic rate. No significant difference for all variables investigated was found between the two groups, thus it is not recommended the use of TR and FR as the only criteria to evaluate sheep performance in tropical environments.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Efeito do manejo de fornecimento de colostro na imunidade passiva, cortisol e metabólitos plasmáticos de bezerros Holandeses/ Effects of colostrum supply manner on passive immunity and levels of cortisol and plasmatic metabolites of Holstein calves

Paiva, F.A.; Negrão, J.A.; Bueno, A.R.; Saran-Netto, A.; Lima, C.G.
2006-10-01

Resumo em português Avaliou-se a influência do manejo de fornecimento de colostro nas concentrações de imunoglobulina G, glicose, proteína total, triglicerídeos, lactato e cortisol de 18 bezerros da raça Holandesa. Os animais foram distribuídos em três tratamentos: T1 - os bezerros foram separados das vacas 6h após o nascimento, mamando em suas mães, por 30 minutos, duas vezes ao dia, nos três primeiros dias; T2 - os bezerros foram separados 6h após o nascimento e nos três prime (mais) iros dias receberam o colostro em mamadeiras, duas vezes ao dia, quando receberam 2l/refeição; T3 - permaneceram o tempo todo com as vacas durante os três primeiros dias de vida. Foram colhidas amostras de sangue nos tempos de 0; 12; 24; 48; 72 e 96h após o nascimento. Os valores de IgG do T3 foram mais altos que os encontrados no T1, às 24h (P Resumo em inglês The influence of colostrum supply on immunoglobulin G, glucose, total protein, triglycerides, lactate and cortisol concentrations of 18 Holstein calves, was evaluated. Calves were allotted to three treatments, T1 - calves were separated from cows 6h after birth, nursing 30 minutes a day in their mothers, twice a day in the first three days; T2 - calves were separated 6h after birth, and in the first three days they received colostrum through nipple bottles twice a day, 2l (mais) /meal; and T3 - calves remained all the time with cows during the first three days. Blood samples were taken at times 0; 12; 24; 48; 72 and 96h after birth. IgG levels were higher in T3 than in T1 at 24h (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Emprego da cromatografia líquida de alta eficiência na determinação de cortisol sérico em substituição à técnica de radioimunoensaio/ High-performance liquid chromatography application for serum cortisol quantification as a substitute for radioimmunoassay

Sugawara, Eduardo Kinio; Ribeiro Neto, Luciane Maria; Oliveira, Kelly Cristina de; Verreschi, Ieda Therezinha do Nascimento
2008-10-01

Resumo em português INTRODUÇÃO: A determinação de cortisol nos diferentes fluídos orgânicos tem sido aplicada como auxílio diagnóstico em distintas condições nosológicas em humanos, bem como empregada em estudos envolvendo pesquisa clínica. No intervalo de aplicação clínica, rotineiramente é determinado pela técnica de radioimunoensaio (RIE). Na determinação do cortisol urinário livre essa técnica vem sendo substituída pelo emprego da cromatografia líquida de alta efic (mais) iência (HPLC), principalmente no diagnóstico da síndrome de Cushing. Já para a determinação do cortisol sérico não se têm evidências do emprego da cromatografia líquida em substituição a outras técnicas analíticas. OBJETIVOS: O desenvolvimento de metodologia analítica empregando HPLC no modo fase reversa (RP-HPLC) para a determinação de cortisol sérico em substituição ao RIE visando à redução da geração de resíduos radioativos. MATERIAL E MÉTODOS: O cortisol foi quantificado diretamente empregando-se RP-HPLC em amostras de soro previamente extraídas com éter utilizando-se acetonido de triancinolona como padrão interno (PI). Utilizou-se coluna analítica BDS-Hypesil-C18® (125 x 4 mm, 5 µm), fase móvel composta de água e acetonitrila (72:28; v/v) a 1 ml/min e detecção a 243 nm. RESULTADOS: O cortisol e o PI apresentaram tempo de retenção de 3,4 e 7,1 min, respectivamente. O coeficiente de variação (CV%) obtido no estudo da precisão foi menor que 10%, e a exatidão apresentou um desvio inferior a 4%. DISCUSSÃO: O método mostrou-se eficaz e eficiente, com sensibilidade e linearidade na faixa estudada de 2,5 a 60 µµg/dl. CONCLUSÃO: O método proposto substitui o RIE no intervalo de sua aplicação clínica. Resumo em inglês BACKGROUND: The quantification of cortisol in different organic fluids has not only been applied to different human nosological conditions as a diagnostic aid but it has also been used in clinical research. In clinical application, cortisol is routinely measured by radioimmunoassay (RIA). In the determination of free urinary cortisol this technique has been replaced by the high-performance liquid chromatography mainly in the diagnosis of Cushing syndrome. As to serum cort (mais) isol determination, there is no evidence of the application of liquid chromatography as a substitute for other analytical techniques. OBJECTIVE: The development of an analytical methodology using reversed-phase high-performance liquid chromatography (RP-HPLC) to determine serum cortisol levels as a substitute for RIA in order to reduce radioactive waste. MATERIAL AND METHODS: Cortisol was directly quantified by RP-HPLC in previously ether-extracted serum samples. Triamcinolone acetonide was used as internal standard (IS). The chromatographic separation was developed in a BDS-Hypersil-C18® column (125 x 4 mm, 5 µm) using water-acetonitrile (72:28; v/v) as mobile phase at 1 ml/min and steroid peaks were measured at 243 nm. RESULTS: Cortisol and IS presented retention time of 3.4 and 7.1 min, respectively. The precision was less than 10% and accuracy was less than 4%. DISCUSSION: The method was effective and efficient, with good sensitivity and linearity in the concentration range of 2.5 to 60.0 µµg/dl. CONCLUSION: The present methodology substitutes RIA at clinical application.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Avaliação dos parâmetros cardiorrespiratórios, hemogasométricos e da concentração plasmática de cortisol em bovinos submetidos à imobilização eletromagnética/ Evaluation of the cardiorrespiratory and hemogasometrics effects and cortisol plasmatic concentration in bovine submitted of electromagnetic immobilization

Rosa, Ademir C.; Moraes, Aury N.; Beier, Suzane L.; Oleskovicz, Nilson; Regalin, Doughlas; Carneiro, Ruiney; Nascimento, Corinne A.F.
2009-10-01

Resumo em português As formas de imobilização em bovinos mais utilizadas levam a uma manipulação excessiva e consequentemente estressante para o animal. A dor é uma experiência emocional de sensação desagradável que vem associada a um prejuízo tecidual. Surge no mercado um método de contenção física para bovinos que propõe a utilização de um aparelho que funciona com ondas eletromagnéticas de baixa intensidade promovendo imobilização sem estresse e ou estímulo doloroso p (mais) ara o animal. O objetivo deste projeto foi avaliar os parâmetros cardiorrespiratórios e hemogasométricos bem como os níveis de cortisol de bovinos submetidos à imobilização eletromagnética, a fim de observar se tal método é eficaz na diminuição do estresse e/ou estímulo doloroso. Foram utilizados 6 bovinos, mestiços, peso médio de 300,3 kg (±85,76). Os animais foram alocados aleatoriamente em dois grupos (controle dele mesmo): grupo controle (GC), introdução da sonda via retal (desligada); grupo Imobilizador (GI) introdução da sonda e permanência desta ligada por 5 minutos. Análise estatística utilizou o Teste T pareado entre os grupos (P Resumo em inglês The ways of immobilization generally used in cattle provide excessive manipulation and stress for the animal. The pain is an emotional experience and unpleasant sensation in combination with tissue damage. The new method of physical restraint for cattle uses low intensity electromagnetic waves, promising immobilization without stress or painful stimulation for the animals. The aim of this study is to evaluate of cardiorespiratory effects and plasmatic cortisol concentrati (mais) on of cattle submitted to electromagnetic immobilization. Six healthy cows with average weight of 300.3 ± 85.76 kg (mean ± SD) were assigned to two treatments in a randomized design with a 15-day interval between experiments GC (control group) and GI (immobilization group). Data are presented as mean + SD. The statistical analyses used the t-Test between groups, and ANOVA random block design between times into same group. All statistical analyses were performed using P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Produção de leite, leite residual e concentração hormonal de vacas Gir × Holandesa e Holandesa em ordenha mecanizada exclusiva/ Milk yield, residual milk, oxytocin concentration and cortisol release in Holstein and Gir × Holstein cows machine milked without stimulus from a calf

Porcionato, M.A.F.; Negrão, J.A.; Lima, M.L.P.
2005-12-01

Resumo em português Avaliaram-se as concentrações de ocitocina e de cortisol e as produções de leite e de leite residual de três grupos genéticos de vacas: ½Gir×½Holandês (n=6, grupo genético F2), ¼Gir×¾Holandês (n=6, grupo genético F3) e Holandês (n=6, grupo genético H), ordenhadas mecanicamente e na ausência do bezerro. O grupo genético H produziu mais leite do que os grupos F2 e F3, e a concentração de ocitocina foi semelhante nos tr (mais) ês grupos. O aumento de ocitocina durante a ordenha foi maior para os grupos H e F3 em relação ao grupo F2. O leite residual do grupo F2 foi maior do que o dos grupos genéticos F3 e H. O cortisol do grupo F2 foi maior do que o das vacas dos demais grupos genéticos. Vacas dos grupos F2 e F3 foram mais estressadas durante a ordenha do que vacas do grupo H, mas as dos dois grupos genéticos cruzados liberavam suficiente quantidade de ocitocina que permitiu a ejeção efetiva de leite. Resumo em inglês In a machine milking system in which calves were not present, oxytocin concentration (OT), cortisol release (CORT), milk yield and residual milk were evaluated for cows of three genetic groups: ½Gir×½Holstein (n=6, genetic group F2), ¼Gir×¾Holstein (n=6, genetic group F3) and Holstein (n=6, genetic group H). Group H had higher milk yield than groups F2 and F3, whereas OT was similar among groups. The increase in OT during milking wa (mais) s greater for H and F3 than for F2. Residual milk for F2 was higher than for F3 and H. The CORT for F2 was higher than for cows of the other two genetic groups. Cows from F2 and F3 were more stressed than H cows during machine milking, but the Gir × Holstein groups did release sufficient OT to induce an effective milk letdown response.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

O espectro das síndromes de hipertensão esteróide na infância e adolescência

Kater, Claudio E.; Costa-Santos, Marivânia
2001-02-01

Resumo em português Hipertensão arterial não é privilégio de adultos. Além de causas renais e vasculares, doenças adrenocorticais ou correlatas devem ser consideradas na investigação da criança e adolescente hipertensos. O receptor mineralocortidóide (MC) pode ser ativado tanto por MC típicos como pelo cortisol, e mesmo funcionar de maneira autônoma, decorrente de distúrbio nos canais de sódio. Assim, hiperatividade MC (hipertensão, hipocalemia e supressão de renina) pode res (mais) ultar do excesso de: (1) aldosterona, (2) deoxicorticosterona (DOC) e (3) cortisol. O primeiro grupo, denominado hiperaldosteronismo primário (HAP), inclui o adenoma, o carcinoma e a hiperplasia produtora de aldosterona, além de causa familiares: HA supressível por dexametasona (ou tipo I) e o tipo II. O segundo grupo engloba os tumores produtores tanto de DOC, como de andrógenos ou estrógenos, e a produção de DOC secundária ao excesso de ACTH (síndrome de Cushing, hiperplasia adrenal congênita por deficiência de 11beta- e 17alfa-hidroxilases e síndrome de resistência periférica ao cortisol). Na síndrome do excesso aparente de MC, cortisol age como um MC graças à deficiência congênita ou à inibição (pelo alcaçuz) da enzima 11beta-hidroxisteróide desidrogenase, responsável pela oxidação do cortisol em cortisona. Sódio e fluidos podem ser absorvidos nos túbulos renais de forma inapropriada, tanto na síndrome de Liddle (mutações ativadoras do gene do canal epitelial de sódio) como na de Arnold-Healy-Gordon (onde a hiperreabsorção de cloretos e sódio no túbulo renal impede a excreção de H+ e K+, produzindo hipertensão com acidose e hipercalemia). Todo este espectro de doenças adrenais hipertensivas, apesar de pouco prevalentes, deve ser lembrado com possível causa da hipertensão que pode ocorrer na infância e adolescência. Resumo em inglês Arterial hypertension is not a privilege of adults. Besides renal and vascular causes, adrenocortical and correlated diseases must be considered when investigating a hypertensive child or adolescent. The mineralocorticoid (MC) receptor can be activated by typical MC as well as by cortisol, and even run autonomously, as a result of disturbances in the sodium channel. Thus, MC hyperactivity (hypertension, hypokalemia and renin suppression) may result from excess of: (1) ald (mais) osterone, (2) deoxycorticosterone (DOC), and (3) cortisol. The first group, called primary hyperaldosteronism (PHA), includes aldosterone-producing adenoma, carcinoma and hyperplasia, in addition to familial causes: dexamethasone suppressible HA (or type I) and type II familial PAH. The second group encompasses DOC-producing, as well as androgen- and estrogen-producing tumors, and ACTH-dependent DOC hypersecretion (Cushing’s syndrome, congenital adrenal hyperplasia due to 11beta- and 17alpha-hydroxylase deficiencies and the syndrome of peripheral cortisol resistance). In the syndrome of apparent MC excess, cortisol acts as the operating MC, due to congenital deficiency or licorice-induced enzymatic inhibition of 11beta-hydroxysteroid dehydrogenase, responsible for cortisol to cortisone oxidation. Sodium and fluids are inappropriately absorbed at the renal tubule, both in Liddle’s syndrome (activating mutations in the epithelial Na+ channel gene) and Arnold-Healy-Gordon’s syndrome (in which excess tubular chloride and sodium resorption impairs H+ and K+ excretion, producing hypertension with acidosis and hyperkalemia). Although not much prevalent, this wide spectrum of hypertensive adrenal diseases should be considered as the potential cause of childhood and adolescence hypertension.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Resposta Hipofisária-Adrenal ao Teste de Estímulo Com o Hormônio Liberador da Corticotrofina em Crianças Hospitalizadas/ Pituitary-Adrenal Response to Corticotropin Releasing Hormone Stimulation in Hospitalized Children

Cunha, Cristiane F.; Silva, Ivani N.
2002-04-01

Resumo em português O conhecimento da função do eixo hipotalâmico-hipofisário-adrenal (HHA), responsável pela coordenação da resposta ao estresse, em crianças internadas, permite melhor compreensão da resposta neuroendócrina durante o período de internação e doença. Com o objetivo de avaliar essa resposta, estudamos 11 crianças internadas com doenças não-endócrinas e idade média de 5,4 ± 3,3 anos. O teste de estímulo com o hormônio liberador da corticotrofina ovino (CRH (mais) ; 1 µg/kg IV) foi efetuado às 8:00hs, com dosagens sanguíneas de ACTH e de cortisol basais e 30, 60 e 90 min após o estímulo. Nenhum efeito adverso relacionado ao uso do CRH foi observado. As concentrações basais do ACTH e cortisol estavam elevadas em, respectivamente, 3 e 4 crianças, refletindo provavelmente a resposta do eixo HHA ao estresse. A concentração plasmática basal média do ACTH foi 9,9 ± 8,0 pmol/l e sua concentração máxima média foi 15,1 ± 11,9 pmol/l. Não houve diferença significativa entre as concentrações basais e máximas. A concentração sérica basal média do cortisol foi 725,6 ± 264,9 nmol/dl; a concentração máxima média foi significativamente mais elevada: 1095,3 ± 479,9 nmol/dl (p Resumo em inglês Hospitalization and sickness are known as possible interference factors on the neuroendocrine (pituitary-adrenal) response to stimulation tests. To evaluate this response, we studied 11 hospitalized children (mean age: 5.4 ± 3.3 years). The stimuluation test using ovine corticotropin-releasing hormone (CRH; 1 ±g/kg) was performed at 8:00 am. Blood samples were collected at 0, 30, 60, and 90 min after CRH injection, to measure ACTH and cortisol. No adverse effect related (mais) to the use of CRH was observed. Basal levels of ACTH and cortisol were high in 3 and 4 children, respectively, probably reflecting the response of HPA axis to stress. The mean basal level of ACTH was 9.9 ± 8.0 pmol/l and its mean maximum concentration was 15.1 ± 11.9 pmol/l (p>0.05). There was no significant difference between the basal and maximun levels. The mean basal level of cortisol was 725.6 ± 264.9 nmol/dl and its mean maximum concentration was significantly higher: 1095.3 ± 479.9 nmol/dl (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Avaliação de diferentes híbridos suínos submetidos à insensibilização elétrica e gasosa (CO2). Parte 1: mensuração de indicadores sanguíneos de estresse/ Evaluation of pig hybrids stunned with electrical and gaseous (co2) systems. Part 1: blood stress indicators

Bertoloni, William; Silveira, Expedito Tadeu Facco; Ludtke, Charlí B.; Andrade, Juliana C. de
2006-09-01

Resumo em português Suínos provenientes de três linhagens genéticas A, B e C comercializadas no Brasil, com peso vivo de 100 a 120 kg foram submetidos ao insensibilizador elétrico manual (Karl Schermer 220-230/250 volts, 45-60 Hz e 1,4 -1,5 A) e ao sistema gasoso coletivo (COMBI-BUTINA 90% CO2). Alíquotas sanguíneas, para determinação dos níveis de creatina fosfoquinase (CPK), lactato e cortisol, assim como amostras do músculo semimembranosus (10 g) para a determinação do gene ha (mais) lotano, foram coletadas. Comparando-se os sistemas de insensibilização elétrico e gasoso (CO2), o elétrico demonstrou ser mais estressante, proporcionando maiores concentrações plasmáticas de cortisol (p Resumo em inglês Pigs of three genetics lineages A, B and C marketed in Brazil, with alive weight from 100 to 120 kg were submitted to the manual electric stunning (Karl Schermer 220-230/250 volts, 45-60 Hz and 1.4 -1.5 A) and to the collective gaseous system (COMBI-BUTINA 90% CO2). Blood samples, for levels determination of creatine phosphokinase (CPK), lactate and cortisol, as well as samples of the semimembranosus muscle (10 g) for the determination of the gene halothane, were collecte (mais) d. Being compared the electric and gaseous stunning systems, the electric stunning did demonstrate to be more stressful providing larger plasmatic concentrations of cortisol ( p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Síndrome de cushing endógena: características clínico-laboratoriais em 73 casos/ Endogenous cushing’s syndrome: clinical and laboratorial features in 73 cases

Vilar, Lucio; Naves, Luciana A.; Freitas, Maria da Conceição; Moura, Eliane; Canadas, Viviane; Leal, Edmundo; Teixeira, Luciano; Gusmão, Amaro; Santos, Vera; Campos, Renata; Lima, Marise; Paiva, Renata; Albuquerque, José Luciano; Egito, Célia S.; Botelho, Carlos A.; Lyra, Ruy; Azevedo, Monalisa F.; Casulari, Luiz Augusto
2007-06-01

Resumo em português Avaliamos as características clínico-laboratoriais de 73 pacientes com síndrome de Cushing (SC) endógena, assim distribuídos: 46 (63%) com doença de Cushing (DC), 21 (28,7%) com tumores adrenais (TA) e 6 (8,2%) com a síndrome do ACTH ectópico (SAE). A freqüência de manifestações clássicas do hipercortisolismo foi similar, independentemente da etiologia da SC. Em 100% dos casos de SC, observaram-se níveis do cortisol sérico (CS) > 1,8 µg/dL após supressão (mais) com doses baixas de dexametasona (DMS), além de elevação do cortisol à meia-noite (sérico ou salivar). Contudo, o cortisol livre urinário foi normal em 11,5% dos pacientes. Os níveis de ACTH mostraram-se suprimidos nos pacientes com TA, normais ou elevados na DC e sempre elevados na SAE. No teste de supressão noturna com 8 mg de DMS, supressão do CS > 50% foi observada em 78,2% dos casos de DC e 33,3% dos casos de SAE, enquanto uma supressão > 80% foi exclusiva da DC. Após estímulo com CRH ou DDAVP, um incremento do ACTH > 35% aconteceu em 81% dos indivíduos com DC e em 16,6% daqueles com SAE, ao passo que um incremento do ACTH > 50% restringiu-se à DC. A combinação de incremento do ACTH > 35 e supressão do CS > 50% foi também exclusiva da DC. A ressonância magnética visualizou 100% dos macroadenomas e 59,4% dos microadenomas hipofisários nos casos de DC. Em 10 pacientes submetidos ao cateterismo bilateral do seio petroso inferior, um gradiente centro-periferia de ACTH > 3 pós-CRH ou DDAVP teve sensibilidade de 90% e especificidade de 100% para a doença de Cushing. Resumo em inglês We studied clinical and laboratorial features of 73 patients with endogenous Cushing’s syndrome, subdivided as follows: 46 (63%) with Cushing’s disease (CD), 21 (28.7%) with an adrenal tumor and 6 (8.2%) with ectopic ACTH secretion (EAS). The rate of typical manifestations of hypercortisolism was similar regardless its etiology. In 100% of cases of Cushing’s syndrome we observed serum cortisol levels greater than 1.8 µg/dL in low-dose dexamethasone (DMS) suppression t (mais) ests, as well as elevation of serum or salivary midnight cortisol. However, urinary free cortisol was normal in 11.5% of patients. ACTH levels were suppressed in patients with adrenal tumors, normal or high in CD and always high in EAS. In the 8-mg overnight DMS suppression test, serum cortisol suppression > 50% was observed in 78.2% of cases of CD and in 33.3% of subjects with EAS, while an 80% suppression was only seen in CD. After stimulation with CRH or DDAVP an ACTH increase > 35% occurred in 81% of individuals with CD and 16.6% of those with EAS, while an ACTH increase > 50 achieved 100% specificity. Moreover, the combination of serum cortisol suppression > 50% and an ACTH increase > 35% in both tests only occurred in Cushing’s disease. Pituitary magnetic resonance imaging identified 100% of macroadenomas and 59.4% of microadenomas in patients with CD. Among 10 patients that underwent bilateral inferior petrosal sinus sampling, a central-to-peripheral ACTH gradient > 3 after CRH or DDAVP had 90% sensitivity and 100% specificity for Cushing’s disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Aspectos fisiológicos, comportamentais e produtivos de cabras Alpinas submetidas ao transporte/ Physiological, behavioral and productive response of Alpine goats submitted to transportation

Canaes, Taissa de Souza; Negrão, João Alberto
2009-05-01

Resumo em português Objetivou-se avaliar as alterações fisiológicas, produtivas e comportamentais em cabras da raça Alpina submetidas ao transporte. Foram utilizadas 12 cabras pluríparas em final de lactação. A produção, composição e contagem de células somáticas do leite e as respostas comportamentais das cabras durante a ordenha foram mensuradas três dias antes, no dia e três dias após o transporte. Também foram colhidas amostras de sangue antes (-120 e -10 minutos) e apó (mais) s (10 e 120 minutos) o transporte para determinação dos níveis de cortisol e glicose. Entre os comportamentos estudados durante a ordenha, apenas sobrepasso e coçar foram significativamente influenciados pelo transporte. Também foram observados aumentos significativos nos níveis de glicose e cortisol 10 minutos após o transporte. Os níveis de glicose permaneceram elevados até 120 minutos após o transporte, enquanto os de cortisol aos 120 minutos foram semelhantes aos observados antes do transporte. O transporte com retorno às instalações conhecidas e ao manejo rotineiro de ordenha causa pequenas alterações fisiológicas e comportamentais que não alteram significativamente a produção, a composição e a contagem de células somáticas do leite. Resumo em inglês The aim of this work was to evaluate the physiological, productive and behavioral variations in Alpine goats during transportation. Twelve multiparous Alpine goats at late lactation period were used. Milk production, composition and somatic cells count, as well as the behavioral responses of goats during milking were measured in three time periods: three days before transportation, in the transportation day and three days after transportation. Also, blood samples were col (mais) lected 120 min and 10 min before transportation and equal period after transportation for cortisol and glucose dosages. Among the behaviors studied during milking, only overstep and grooming were significantly changed by transportation. Significant increases were observed on glucose and cortisol levels 10 minutes after transportation. Glucose levels remained high until 120 minutes after transportation; however, cortisol presented similar level from before transportation until 120 minutes after transportation. Thus, in the present study, transportation with return to known facilities and to milking routine caused little physiologic and behavioral variations that did not decrease milk production, composition and somatic cell count.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Anestesia epidural com lidocaína isolada e associada ao fentanil para realização de ováriossalpingo-histerectomia em cadelas/ Epidural anesthesia with lidocaine and its combination with fentanyl for ovaryhysterectomy in dogs

Cassu, R.N.; Stevanin, H.; Kanashiro, C.; Menezes, L.M.B.; Laposy, C.B.
2008-08-01

Resumo em português Investigou-se o efeito da lidocaína isolada ou associada ao fentanil na anestesia epidural, para realização de ováriossalpingo-histerectomia. Dezoito cadelas foram tranqüilizadas com acepromazina, seguindo-se indução anestésica com propofol, para a realização da punção lombossacra. Os animais foram distribuídos em dois grupos: o grupo GL recebeu lidocaína (8,5mg/kg) e o GLF fentanil (5µg/kg) associado à lidocaína (6,5mg/kg). Mensuraram-se as freqüências (mais) cardíaca (FC) e respiratória (FR), pressão arterial sistólica (PAS), variáveis hemogasométricas, concentração sérica de cortisol, necessidade de complementação anestésica com propofol durante a cirurgia, temperatura retal (T), período de latência e duração do bloqueio anestésico. Foi observada redução na FC, FR e PAS no GL e GLF, porém esses parâmetros mantiveram-se dentro dos limites fisiológicos. Para ambos os grupos, a concentração sérica de cortisol manteve-se estável após a cirurgia. Complementação anestésica foi necessária em 40% e 75% dos animais do GLF e GL, respectivamente. Conclui-se que ambos os protocolos foram suficientes para inibir a elevação sérica do cortisol, e resultaram em alterações mínimas cardiorrespiratórias, e que a complementação anestésica foi necessária. Resumo em inglês The effects of lidocaine or lidocaine associated with fentanyl for epidural anesthesia in dogs were studied. Eighteen adult healthy bitches were sedated with acepromazine, with subsequent propofol anesthetic induction for the accomplishment of lumbosacral puncture. The animals were alloted in two groups and received: 8.5mg/kg lidocaine (GL group) or 5µg/kg fentanyl associated with 6.5mg/kg (GLF group). Heart and respiratory rates, systolic arterial blood pressure, blood (mais) gas variables, plasmatic concentration of cortisol, need of complementary doses of propofol for surgery, rectal temperature, and onset and duration of anesthesic block were measured. Mild alterations in the cardiorespiratory, blood gas variables and plasmatic concentration of cortisol were observed after the epidural anesthesia in both groups. There was no statistical significance in the onset and duration of anesthesic block. Complementary doses of propofol were necessary in 40% and 75% of the dogs in GLF and GL, respectively. The anesthesic protocols inhibited the elevation of the plasmatic concentration of cortisol, causing minimal cardiopulmonary alterations in the animals. Besides, the addition of fentanyl showed best results compared to the local anesthesic isolatedly.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Incidentaloma adrenal bilateral associado à síndrome de cushing sub-clínica

Leal, Angela; Freitas, Renata M.P. Martins; Tucci, Silvio; Soares, Edson Garcia; Moreira, Ayrton Custódio
1998-12-01

Resumo em português Apresentamos um caso de paciente com achado de massa adrenal bilateral à tomografia computadorizada e ausência de sinais ou sintomas associados à hipersecreção adrenal (incidentaloma). A investigação laboratorial revelou perda do ritmo circadiano do cortisol plasmático e salivar, não supressibilidade do cortisol plasmático e salivar a doses crescentes de dexametasona (1 mg, 2mg, 8mg, 24mg), ACTH plasmático basal baixo e não responsivo à injeção de CRH ovino (mais) , caracterizando assim autonomia da secreção adrenal e o quadro de síndrome de Cushing sub-clínica. Os achados cirúrgico e anátomo-patológico e o cateterismo seletivo de veias renais e supra renais foram compatíveis com o diagnóstico de adenomas adrenais bilaterais funcionantes. A paciente foi submetida à adrenalectomia com boa evolução clínica. São discutidos dados clínicos e laboratoriais pertinentes ao caso. Resumo em inglês We present the case of a patient with bilateral adrenal mass on CT and no symptoms related to adrenal hypersecretion (incidentaloma). Laboratory investigation revealed loss of arcadian rhythm of plasma and salivary cortisol, no supression of plasma and salivary cortisol to increasing dexamethasone doses (1mg, 2mg, 8mg, 24mg), low basal plasma ACTH and no response of ACTH to ovine CRH. These data characterize autonomous adrenal secretion and sub-clinical Cushing's Syndrome (mais) . Surgical and anatomopathological findings and selective catheterization of adrenal and renal veins indicated the diagnosis of functional bilateral adrenal adenomas. The patient was adrenalectomized and had good clinical evolution. We discuss clinical and laboratory data related to the case.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Incidentaloma de supra-renal: manejo diagnóstico e terapêutico

Oliveira, Alessandra T. de; Silveira, Vera M.F.; Carnieletto Jr, Ary; Rotta, Eduardo M.; Berçot, Róger R.
2000-12-01

Resumo em português Descrevemos o caso de paciente que apresentou massa em supra-renal direita na ultra-sonografia abdominal durante investigação de dor abdominal, caracterizando um incidentaloma de supra-renal; a tomografia computadorizada confirmou a presença de lesão. A avaliação endócrina detectou perda do ritmo circadiano do cortisol e sua não supressibilidade pela dexametasona, caracterizando síndrome de Cushing. Entretanto, a paciente não apresentava as características clí (mais) nicas da síndrome, o que sugeriu o diagnóstico de síndrome de Cushing subclínica. A paciente foi submetida a cirurgia laparoscópica para ressecção da glândula adrenal direita cujo diagnóstico anátomo-patológico foi de adenoma de supra-renal. Uma nova avaliação do cortisol foi feita após a cirurgia com resultados normais. Pretendemos sugerir neste relato um manejo racional e com baixos custos, dos incidentalomas de supra-renal. Resumo em inglês We report a patient who presented a mass in the right adrenal gland during ultra-sound imaging for the investigation of abdominal pain, characterizing an adrenal incidentaloma; computed tomography confirmed the presence of the lesion. Endocrine evaluation detected loss of circadian rhythm of cortisol production and its non suppressibility to dexamethasone testing, characteristics of the presence of Cushing's syndrome. However, the patient did not present typical clinical (mais) manifestations, suggesting subclinical Cushing's syndrome. Laparoscopic surgery for ressection of the right adrenal gland was performed with a pathology diagnosis of adrenal adenoma. Normal cortisol levels were found on re-evaluation. We propose in this report a rational and inexpensive management for adrenal incidentalomas.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Plaqueta e leptina em adolescentes com obesidade/ Platelet and leptin in obese adolescents

Foschini, Denis; Santos, Ronaldo V. T. dos; Prado, Wagner L.; Piano, Aline de; Lofrano, Mara C.; Martins, Aniela C.; Carnier, June; Caranti, Danielle A.; Sanches, Priscila de L.; Tock, Lian; Mello, Marco T. de; Tufik, Sérgio; Dâmaso, Ana R.
2008-12-01

Resumo em português OBJETIVOS: Analisar a influência de obesidade na contagem de células imunológicas e na concentração dos hormônios cortisol e leptina, a fim de estabelecer uma relação entre as variáveis analisadas. MÉTODOS: Foram recrutados 27 adolescentes obesos [índice de massa corporal (IMC) ≥ percentil 95[ e 21 não-obesos (IMC ≤ percentil 75), de ambos os sexos, com idade entre 15 e 19 anos, na fase pós-púbere. O IMC foi calculado através da divisão do peso (mais) pela altura ao quadrado e a composição corporal foi estimada por pletismografia no sistema Bod PodTM. Amostras de sangue foram colhidas para análise de leucócitos, neutrófilos, linfócitos, monócitos, plaquetas, cortisol e leptina. O teste de Kolmogorov-Smirnov foi utilizado, seguido pelo teste t de Student independente supondo distribuição normal. O nível de significância estabelecido foi p Resumo em inglês OBJECTIVE: To analyze the influence of obesity status on immune cell count and concentration of the hormones cortisol and leptin, in order to establish a relationship among the variables analyzed. METHODS: We recruited 27 obese [body mass index (BMI) ≥ 95th percentile[ and 21 non-obese (BMI ≤ 75th percentile) adolescent boys and girls, aged 15-19 years at the post-pubertal stage. BMI was calculated as body weight divided by height squared, and body composition (mais) was estimated by plethysmography in the Bod PodTM system. Blood samples were collected to analyze leukocytes, neutrophils, lymphocytes, monocytes, platelets, cortisol, and leptin. The Kolmogorov-Smirnov test was performed, followed by the independent Student t test in case of normal distribution. Significance values were set at p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Efeito da alteração ambiental sobre componentes psicológicos e parâmetros fisiológicos durante corrida em atletas/ Effect of environment alteration in psychological components and physiological parameters during the treadmill running in athletes

Rocha, Priscila Garcia Marques da; Lopes, José Luiz; Moraes, Solange Marta Franzói de
2010-06-01

Resumo em português Avaliou-se o efeito da alteração ambiental no afeto, percepção subjetiva do esforço e em parâmetros fisiológicos durante a corrida em atletas. Dezoito atletas de andebol atenderam a quatro sessões experimentais de corrida na esteira (linha de base, fragmentada, superestimada e indefinida) de 20 minutos. Foram avaliados: afeto, percepção subjetiva do esforço, frequência cardíaca e cortisol. Manipulou-se a informação sobre a duração da corrida. Verificou-se (mais) um aumento estatisticamente significativo para o afeto no decorrer da corrida das sessões "fragmentada" e "superestimada", assim como no nível de cortisol salivar aos 11 minutos da corrida. O controle do comportamento afetivo dos atletas parece amenizar desgastes fisiológicos frente a adversários desconhecidos e condições indefinidas de jogo. Resumo em inglês It was evaluated the effect of environmental alteration in affect, perceived exertion and in physiological parameters during treadmill running in athletes. Eighteen handball players participated in four running experimental sessions (baseline, fragmented overrated and unknown) for 20 minutes. It was analyzed: affect, rating of perceived exertion, heart rate and cortisol. Information about the running duration was manipulated. It was observed a statistically significant in (mais) crease in affect during the treadmill running for the "fragmented" and "overrated " sessions, as well as in salivary cortisol level at the 11th minute of running. The control of athletes' affective behavior seems to relieve physiological damage when facing unknown opponents and uncertain game conditions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Respostas hormonais agudas a diferentes intensidades de exercícios resistidos em mulheres idosas/ Acute hormonal responses to different intensities of resistance exercises in older women

Oliveira, Ricardo Jacó de; Lima, Ricardo Moreno; Gentil, Paulo; Simões, Herbert Gustavo; Ávila, Waldney Roberto de Matos e; Silva, Rogério Wagner da; Silva, Francisco Martins da
2008-08-01

Resumo em português O treinamento resistido vem sendo apontado como eficaz em retardar o declínio de força e massa muscular que acompanham o envelhecimento; contudo, a resposta hormonal aguda a esse tipo de exercício precisa ser mais bem caracterizada. Os objetivos do presente estudo foram caracterizar e comparar as respostas hormonais agudas resultantes de diferentes intensidades de exercícios resistidos realizados por mulheres idosas. A amostra foi composta por 15 mulheres com idade m� (mais) �dia de 67,5 anos, as quais realizaram, de forma aleatória, três visitas ao laboratório: 1) exercícios resistidos realizados a 50% de 1-RM (G50); 2) exercícios resistidos realizados a 80% de 1-RM (G80); e 3) sessão controle (GC). Coletas sanguíneas foram realizadas imediatamente antes e após (TO e T1, respectivamente) cada sessão, bem como três e 48 horas após (T2 eT3, respectivamente), para posterior análise hormonal através do método imunoensaio quimiluminescente. ANOVA e ANCOVA foram utilizadas, respectivamente, para examinar diferenças intra e intersessões. Não foram observadas diferenças significativas entre as sessões para nenhum dos hormônios avaliados. EmT2, as concentrações do cortisol encontraram-se significativamente inferiores quando comparados com T0 nas três sessões realizadas, enquanto a testosterona apresentou-se reduzida no T2 do GC. Apenas a sessão G80 induziu elevação transitória significativa da razão testosterona/cortisol e nenhuma das sessões provocou alterações nas concentrações séricas de GH. Conclui-se que exercícios resistidos realizados a 50% ou a 80% de 1-RM não induziram agudamente elevação significativa de cortisol, testosterona ou GH na amostra estudada. Por outro lado, a sessão realizada a 80% de 1-RM promoveu aumento significativo da razão testosterona/cortisol três horas pós-exercício quando comparada com a dos valores basais, em mulheres idosas. Resumo em inglês Resistance training has been pointed as an effective intervention to minimize muscle mass and strength decline observed with advancing age, however, its acute hormonal responses need to be better characterized. The purposes of the present study were characterize and compare the acute hormonal responses to different resistance exercises intensities performed by older women. Sample was composed by 15 women with a mean age of 67,5 years, who performed, in a randomized order, (mais) three visits at the laboratory: 1) resistance exercises performed at 50% of 1-RM (G50); 2) resistance exercises performed at 80% of 1-RM (G80) and 3) control session (GC). Blood samples were taken immediately before and after (T0 and T1, respectively) each session, as well as three and 48 hour after (T2 and T3, respectively), for subsequent hormonal analyses by the enzyme immunoassay chemiluminescent method. ANOVA and ANCOVA were used, respectively, to examine intra and inter sessions differences. No significant differences were observed between sessions for any of the evaluated hormone. In T2, cortisol concentrations were significantly reduced when compared to T0 for the three examined sessions, while testosterone was reduced after (T2) GC. Only G80 elicited a significant transient elevation in testosterone/cortisol ratio and none of the sessions provoked alterations on serum GH concentrations. It's concluded that resistance exercises performed at 50% or 80% of 1-RM do not acutely induce significant elevation of cortisol, testosterone or GH in the studied population. On the other hand, the session performed at 80% of 1-RM promoted significant elevations on the testosterone/cortisol ratio three hours post exercises when compared to basal values, in older women.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Diagnóstico Laboratorial da Síndrome de Cushing

Castro, Margaret; Moreira, Ayrton C.
2002-02-01

Resumo em português A suspeita clínica de síndrome de Cushing leva obrigatoriamente a uma avaliação laboratorial, baseada nas dosagens de cortisol e de ACTH. Entretanto as dosagens basais destes hormônios não são suficientes para confirmar o diagnóstico, sendo necessários testes dinâmicos que estimulem ou inibam o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA). A adequada interpretação das dosagens requer o conhecimento dos princípios básicos da regulação do eixo HHA, o meio e a fo (mais) rma (ligada ou livre) onde o hormônio será quantificado, além das características dos ensaios empregados. Numa primeira fase do diagnóstico laboratorial, é feita a documentação do hipercortisolismo endógeno, através de dosagens salivares, urinárias ou séricas de cortisol, em amostras coletadas em horários apropriados e/ou após uso de dexametasona em doses baixas (1 mg). Numa segunda fase procede-se ao diagnóstico etiológico da síndrome de Cushing empregando-se basicamente dosagens de ACTH e de cortisol após uso de doses maiores de dexametasona. Muitas vezes a complexidade da patologia exige o uso de testes funcionais mais sofisticados, como o emprego de CRH, chegando até à necessidade de cateterismo do seio petroso inferior com coleta de amostras para a dosagem de ACTH. Apresentamos também o esquema utilizado na Divisão de Endocrinologia e Metabologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto para a confirmação da existência de síndrome de Cushing e determinação de sua etiologia. Resumo em inglês The clinical suspicion of Cushing's syndrome leads to an obligatory laboratory evaluation, based on measurements of cortisol and ACTH. However, basal determination of these hormones is not sufficient to confirm the diagnosis, so that dynamic tests based on stimulation or inhibition of the hypothalamus-pituitary-adrenal axis (HPA) are necessary. An adequate interpretation of the laboratory results needs the understanding of the basic principles that regulate the HPA axis, (mais) the media and the form (bound or free) where the measurement will be perfomed, as well as the characteristics of the assays employed. The initial diagnostic phase, a documentation of the presence of endogenous hypercortisolism is done with the use of salivary, urinary or serum cortisol measurements, using samples collected with appropriate timing and/or after the use of low doses (1 mg) of dexamethasone. In a second phase we proceed to the etiologic diagnosis of Cushing's syndrome, using ACTH and cortisol measurements after higher doses of dexamethasone. The complexity of the syndrome frequently prompts the use of sophisticated functional tests, with the use of CRH and even samples collected during inferior petrosous sinus catheterization for the measurement of ACTH. We present the diagnostic scheme employed at the Division of Endocrinology and Metabolism of the Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto for the confirmation of Cushing's syndrome and determination of its etiology.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Hipopituitarismo Associado a Hipoglicemia: Relato de 2 Casos e Revisão da Literatura

Rocha, Catarina B. D'Alva; Pereira, Maria Adelaide A.
2002-10-01

Resumo em português A ocorrência de hipoglicemia associada a hipopituitarismo é evento raro em pacientes adultos e um pouco mais freqüente em crianças portadoras de disfunção pituitária semelhante. Nos pacientes portadores de insuficiência adrenal, a hipoglicemia é mais prevalente naqueles cuja deficiência de cortisol é secundária à deficiência de ACTH do que naqueles com doença adrenal primária. Isto se deve, provavelmente, ao fato de que, na primeira condição, existem def (mais) iciências simultâneas de GH e cortisol. Entretanto, hipoglicemia pode ocorrer nos casos com deficiência isolada de ACTH. Vamos apresentar, inicialmente, dois casos de pacientes adultos, do sexo masculino, com hipopituitarismo e hipoglicemia. A seguir, discutiremos os possíveis mecanismos envolvidos na hipoglicemia, a etiologia mais provável do hipopituitarismo e algumas particularidades presentes nos dois pacientes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Operação do refluxo gastro-esofágico isolada ou associada à colecistectomia: avaliação do estresse cirúrgico pela dosagem hormonal e de citocinas/ Gastroesophageal reflux surgery alone or associated with cholecystectomy: evaluation of surgical stress by means of hormones and cytokines dosage

Crema, Eduardo; Silva, Pauliana Lamounier e; Silva, Giselle Mateus da; Rodrigues Junior, Virmondes; Gomes, Roseli Aparecida da Silva
2006-06-01

Resumo em português OBJETIVO: O objetivo do presente estudo é comparar o estresse cirúrgico por meio de dosagens hormonais (ACTH e cortisol) e de citocinas (IL-4, IL-10, TNF-a, e IFN-g), em pacientes que foram submetidos somente à operação da transição esofagogástrica com aqueles submetidos à operação da transição esofagogástrica associada à colecistectomia. MÉTODO: Foram estudados 31 pacientes , sendo 19 submetidos à operação da transição esofagogástrica e 12, que apre (mais) sentavam associação de colelitíase, foram submetidos à colecistectomia e à operação da transição esofagogástrica. A coleta do sangue foi realizada no pré operatório e às 24, 48 e 72 horas no período pós-operatório. Foram realizadas as dosagens de hormônios (ACTH e cortisol) e citocinas (IL-4, IL-10, TNF-a e IFN-g). As variáveis contínuas foram submetidas a teste de normalidade. Foram aplicados testes não paramétricos Mann-Whitney, com significância estabelecida a p Resumo em inglês BACKGROUND: The aim of this study was to compare the surgical stress through hormones dosages, (ACTH and cortisol) and cytokines (IL-4, IL-10, TNF-alpha, and INF-gamma), who were operated on esophagogastric transition only with those submitted to both esophagogastric and cholecystectomy. METHODS: Thirty one patients were studied, 19 of these (group 1) were submitted to esophagogastric surgery only and 12 (group 2) had cholecystectomy procedure associated because of cholel (mais) ithiasis. Blood was collected preoperatively and 24, 48, and 72 hours later at postoperative period in order to measure hormones (ACTH and cortisol) and cytokines (IL-4, IL-10, TNF-alpha, and INF-gamma). The continuous variables were submitted to normality tests. Nonparametric Mann-Whitney tests with significance established at p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Efeito do manejo pré-abate sobre alguns parâmetros fisiológicos em fêmeas suínas pesadas/ Effect of pre-slaughter management on physiological parameters of heavy-weight female pigs

Dalla Costa, Osmar Antonio; Ludke, Jorge Vitor; Coldebella, Arlei; Kich, Jalusa Deon; Costa, Mateus José Rodrigues Paranhos da; Faucitano, Luigi; Peloso, José Vicente; Dalla Roza, Darlan
2009-06-01

Resumo em português O objetivo neste trabalho foi avaliar o efeito do período de descanso (3, 5, 7 e 9 horas) dos suínos no frigorífico (PDF) e da localização dos suínos na carroceria do caminhão (PBO), quando transportados, no inverno ou verão, sobre alguns parâmetros fisiológicos avaliados em 64 fêmeas, com peso médio de 130kg para abate, durante o manejo pré-abate. Para a análise estatística, foram considerados, no modelo de análise da variância, os efeitos de bloco, PDF, (mais) PBO e da interação (bloco x PDF), entre outros. O PDF influenciou, significativamente, as concentrações de lactato no sangue e cortisol na saliva. Suínos que descansaram 5 e 7 horas apresentaram maior concentração de lactato em relação aos animais que descansaram 3 e 9 horas. No transporte, a freqüência cardíaca foi muito maior em relação aos demais locais avaliados. Concluiu-se que o incremento do PDF não promove mudanças na freqüência cardíaca, nas concentrações de glicose e CPK no sangue e cortisol na saliva, mas interfere na concentração de lactato no sangue dos suínos. Resumo em inglês The aim of the research was to evaluate the effect of pig lairage time (PDF=3, 5, 7 and 9 hours) and evaluate the effect of pig position into the truck (PBO) during transportation to slaughterhouse, in winter or summer conditions, on some physiologic parameters evaluated on 64 heavyweight females with mean liveweight of 130kg during pre-slaughter events. The following effects were considered in the statistical analysis of variance model: block (BL=summer farm or winter fa (mais) rm), PDF, PBO and interaction (Block x PDF), under other factors. The PDF influenced significativelly blood lactate and saliva cortisol levels. Pig submitted to 5 and 7 hours of lairage had higher levels of lactate when compared to pigs submitted to 3 and 9 hours of lairage. During transport the heart rate were higher than in other pre-slaughter events. It is concluded that increasing PDF above 3 hours had no effects on heart frequency, glucose and CPK levels and salivary cortisol levels but affects the blood lactate levels.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Teores plasmáticos de hormônios, produção e composição do leite em sala de espera climatizada/ Plasmatic levels of hormones, production and composition of milk in an acclamatized waiting room

Arcaro Junior, Irineu; Arcaro, Juliana R. P.; Pozzi, Cláudia R.; Fagundes, Helena; Matarazzo, Soraia V.; Oliveira, Claudio A. de
2003-08-01

Resumo em português Através do presente trabalho, avaliou-se a eficiência da climatização do ambiente da sala de ordenha (ventilação ou ventilação mais aspersão) sobre a produção e composição do leite (gordura, proteína, lactose) e os níveis plasmáticos de cortisol, triiodotironina (T3) e tiroxina (T4). Foram utilizadas 21 vacas em lactação, com produção média de 21 kg d-1 de leite, distribuídas em um delineamento inteiramente casualisado. O período experimental foi de (mais) 90 dias, entre os meses de agosto e outubro. Os tratamentos utilizados foram: 1) sala de espera sem climatização - controle (CONTR); 2) sala de espera com ventilação artificial (V) e 3) sala de espera com ventilação artificial mais aspersão (VA). Os dados referentes à produção de leite foram coletados diariamente em cada ordenha e, para análise da composição do leite, coletaram-se amostras semanais. Para a determinação dos hormônios - cortisol, T3 e T4, foram colhidas amostras de sangue, semanalmente, da veia coccídea. Mediante análises dos dados (ANOVA), verificou-se que não houve diferença entre os tratamentos para a produção de leite, que os animais do tratamento V apresentaram maior teor de gordura no leite e, ainda, que os animais do grupo CONTR apresentaram maiores concentrações hormonais de cortisol, T3 e T4, seguida pelo tratamento VA. Por fim, o tratamento VA proporcionou melhores condições de conforto aos animais, porém o tempo de permanência dos animais na sala de ordenha climatizada (30 min) foi, provavelmente, insuficiente para proporcionar aumento na produção de leite. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the effects of acclimatization of the milking ambient (ventilation and ventilation + water spraying) on milk production, milk composition (fat, protein, lactose) and plasma concentration of cortisol, T3 and T4. The experiment was conducted from August to October during 90 days. Twenty-one lactating dairy cows with milk yield around 21 kg d-1 were allocated three random treatments. The tested treatments were: 1) waiting room with (mais) out climatization (CONTR); 2) waiting room with ventilation (V) and 3) waiting room with ventilation + water spraying (VA). Milk production data were collected daily and for milk composition, samples were collected once a week. Blood samples for hormone determination were collected weekly, from the coccigea vein. Data were analyzed by computer program SAS PROC ANOVA. Results showed no significant differences among treatments for milk production; the treatment ventilation had higher fat content; and the control group had higher concentrations of cortisol, T3 and T4 followed by treatments 2 and 3. The treatment VA although increased animal comfort it was insufficient to improve milk production, probably because of short time exposure (30 min).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Efeito de diferentes protocolos de treinamento de força sobre parâmetros morfofuncionais, hormonais e imunológicos/ Effects of different resistance training protocols over the morphofunctional, hormonal and immunological parameters/ Efecto de protocolos diferentes en el entrenamiento de la fuerza en los parámetros morfo-funcional, hormonal e inmunológico

Uchida, Marco Carlos; Aoki, Marcelo Saldanha; Navarro, Francisco; Tessutti, Vitor Daniel; Bacurau, Reury Frank Pereira
2006-02-01

Resumo em português O objetivo do estudo foi examinar a influência de dois diferentes protocolos de treinamento de força sobre parâmetros antropométricos (peso, IMC, massa gorda), funcionais (teste de 1-RM e teste de repetições máximas) e relacionados ao sistema endócrino (concentração de testosterona e de cortisol) e ao sistema imunológico (concentração de glutamina e de IgG). Participaram do estudo 12 homens treinados (27,4 ± 4,8 anos). Esses indivíduos foram aleatoriamente (mais) divididos em dois grupos, que posteriormente foram submetidos a dois protocolos de treinamento distintos: Múltiplas séries (MS) e Tri-set (TS). Amostras de sangue foram coletadas antes e depois de uma sessão de exercício de força, no início e no final do período de oito semanas de treinamento. Não foram observadas alterações nos parâmetros morfo-funcionais (com exceção do teste de repetições máximas para o agachamento). Com relação aos parâmetros endócrinos, foi observado que o TS provocou aumento significativo do cortisol, imediatamente após a sessão de treino, tanto no início como no final das oito semanas (p Resumo em espanhol El objetivo del estudio fué examinar la influencia de 2 protocolos diferentes de entrenamiento de fuerza sobre parámetros antropométricos (peso, IMC, masa grasa), funcionales (prueba de 1-RM y prueba de repeticiones máximas) y los parámetros relacionados al sistema endocrino (concentraciones de testosterona y de cortisol) y al sistema inmunológico (la concentración del glutamina y de IgG). Participaron en el estudio 12 hombres entrenados (27,4 ± 4,8 años). Estos (mais) individuos fueron aleatoriamente divididos en 2 grupos que después se sometieron a 2 protocolos de entrenamiento en dos series diferentes, Múltiple (MS) y Tri-juego (TS). Las muestras de sangre eran reunidos antes y después de una sesión de ejercicio de fuerza, al principio y en el fin del período de 8 semanas de entrenar. No se observaron alteraciones en los parámetros morfo-funcionales (salvo la prueba de repeticiones máximas para el agachamiento). Con respecto a los parámetros endócrinos, se observó que TS provocó un aumento significante del cortisol, inmediatamente después de la sesión de entrenamiento, al principio y en el fin de las 8 semanas (p Resumo em inglês The purpose of this study was to assess the influence of two different resistance training protocols on the anthropometric (weight, BMI, fat mass), functional parameters (1-MR test, and maximal repetition test) and the parameters related to the endocrine system (testosterone and cortisol concentrations), as well as to the immunological system (glutamine and IgC concentrations). The study was composed by twelve trained men (27.4 ± 4.8 years), who were randomly divided in (mais) two groups that later were submitted to two different training protocols: the Multiple Series (MS), and Tri-set (TS). Blood samplings were collected before and after an resistance training session in the beginning and the end of the 8 weeks training period. It was observed no alterations in the morphofunctional parameters (except as to the maximal repetition test for the squat). As to the endocrine parameters, it was observed that the TS caused a significant increase in the cortisol immediately after the training session both in the beginning and in the end of the eight weeks (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Insuficiência adrenal na criança com choque séptico/ Adrenal insufficiency in children with septic shock

Casartelli, Carlos H.; Garcia, Pedro Celiny Ramos; Piva, Jefferson P.; Branco, Ricardo Garcia
2003-11-01

Resumo em português OBJETIVO: Revisar os critérios para o diagnóstico e o tratamento da insuficiência adrenal nos pacientes com choque séptico. FONTES DOS DADOS: Artigos publicados em revistas nacionais e internacionais, selecionados nas suas páginas eletrônicas e através do Medline, bem como referências citadas em artigos chaves. SÍNTESES DOS DADOS: Nos trabalhos publicados na literatura, o achado de insuficiência adrenal em pacientes com choque séptico tem variado entre 17% a 54 (mais) %. Os dados publicados até a presente data, na literatura consultada, revelam a inexistência de um consenso para o diagnóstico da insuficiência adrenal em pacientes com doenças críticas, particularmente naqueles com choque séptico. A presença de choque refratário a volume e resistente a catecolaminas pode ser aceito como sugestivo, enquanto que um cortisol basal inferior a 25 µg/dl é um critério diagnóstico indicativo de insuficiência adrenal. O teste de estimulação adrenal é um recurso útil na identificação dos pacientes com insuficiência adrenal relativa. Nossa opção de teste para estimulação adrenal em pediatria é a utilização de corticotropina em baixas doses (0,5 µg/ 1,73 m²). Um aumento inferior a 9 µg/dl no valor do cortisol pós-teste sugere a presença de insuficiência adrenal oculta (relativa). Nos pacientes com choque séptico apresentando insuficiência adrenal, suspeita ou confirmada, a utilização de hidrocortisona em dose de choque ou de estresse pode ser vital na sua evolução favorável. CONCLUSÕES: Os dados existentes na literatura, embora controversos, já nos permitem especular sobre quando iniciar o tratamento de reposição hormonal, sobre qual o nível sérico de cortisol aceito como adequado e em relação à escolha da dose de corticotropina, para a realização do teste de estimulação adrenal e diagnóstico de insuficiência adrenal oculta ou relativa nos pacientes com choque séptico. Resumo em inglês OBJECTIVE: To review the criteria for diagnosing and treating adrenal insufficiency in patients with septic shock. SOURCES OF DATA: Articles published in Brazilian and foreign journals selected through these publications' websites and Medline, as well as references cited in key articles. SUMMARY OF THE FINDINGS: The literature reports a range betwen 17 and 54 % for the finding of adrenal insufficiency in patients with septic shock. There is no consensus for diagnosing adr (mais) enal insufficiency in patients suffering from critical diseases, particularly in patients with septic shock. The presence of volume-refractory and catecholamine-resistant septic shock suggests this condition, while basal cortisol under 25 µg/dl is a diagnostic criterion indicating adrenal insufficiency. The adrenal stimulation test is a useful resource for identifying patients with relative adrenal insufficiency. Our testing option for adrenal stimulation in children is the use of corticotropin in low doses (0.5 µg/1,73 m²). An increase of less than 9 µg/dl in the value of postcorticotropin-stimulated cortisol suggests the presence of occult (relative) adrenal insufficiency. In patients with septic shock presenting adrenal insufficiency, either suspected or confirmed, the administration of hydrocortisone in shock or stress doses can be vital for a favorable clinical outcome. CONCLUSIONS: The existing data, although controversial, already provides a basis to determine when to begin hormone replacement therapy, the serum level of cortisol accepted as adequate, and the choice of corticotropin doses for performing the adrenal stimulation test and diagnosing occult or relative adrenal insufficiency in patients with septic shock.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

O extrato de maracujá sobre a morfometria de hepatócitos da tilápia do Nilo/ The passion fruit on hepatocytes morphometry of Nile tilapia

Oliveira, Ricardo Henrique Franco de; Silva, Elyara Maria Pereira-da; Bueno, Rachel Santos; Barone, Adriana Aparecida Cuel
2010-12-01

Resumo em português Avaliaram-se os efeitos do extrato de maracujá veiculado na dieta (0, 50, 100 e 200mg kg-1) sobre o consumo de alimento, o ganho em peso e os níveis de glicose e cortisol plasmático de juvenis de tilápias do Nilo (87,0±6,6g). Ao final do experimento (28 dias), os peixes foram eutanasiados para remoção do fígado, visando à avaliação da área citoplasmática, contagem de células e verificação dos estoques de glicogênio hepático. Os dados foram submetid (mais) os à ANOVA unidirecional, comparando-se as médias pelo Teste de Tukey (P Resumo em inglês The effects of passion fruit extract (0, 50, 100 and 200mg kg-1) on food consumption, growth and glucose levels and plasma cortisol were investigated in juvenile Nile tilapia (87.0±6.6g). After 28 days, fish were killed and the liver was removed for study of cytoplasm area, cell count and verification of hepatic glycogen stores. The data were subjected to one-way ANOVA comparing the means by Tukey´s test (P(mais) n curves of cytoplasm areas related to different doses of the extract. The inclusion of the extract in the diet did not affect food consumption and growth, and all fish showed increased glucose and reduced plasma cortisol, without differences between treatments. The cytoplasm area increased quadratically as the doses increased, mainly for 100mg kg-1, resulting in an inverted "U" dose-response curve. The increase of cytoplasm area resulted from hepatic glycogen storage, as confirmed by salivary amylase. It was concluded that passion fruit extract can be delivered in the diet of juvenile tilapia, without impairing of food consumption and growth, and that the product affects the hepatocytes morphometry, suggesting flavonoids activity on carbohydrate metabolism.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

O papel dos glicocorticóides na expressão dos sintomas de humor: uma revisão/ The role of glucocorticoids in the modulation of mood symptoms: a review/ El rol de los glicocorticóides en la expresión de los síntomas de humor: una revisión

Alheira, Flávio Valdozende; Brasil, Marco Antônio Alves
2005-08-01

Resumo em português O objetivo desta revisão é verificar, na literatura, uma relação entre níveis plasmáticos aumentados de corticosteróides e sintomas psiquiátricos, identificar as manifestações clínicas mais comuns e os tratamentos propostos. Alterações no eixo hipotálamo-hipófise-supra-renal levando a hipercortisolemia estariam associadas a distúrbios do humor, sobretudo depressão, enquanto que o uso de drogas glicocorticóides estaria relacionado ao aparecimento de sinto (mais) mas psiquiátricos, como mania, depressão, labilidade afetiva e psicose. O levantamento bibliográfico foi realizado através dos indexadores Medline e Bireme no período de 1993 a 2003, em inglês, francês e espanhol, utilizando-se o cruzamento das seguintes palavras-chave: cortisol, corticosteróides, depressão, transtorno bipolar e psicose. Foram incluídos artigos originais (33) e de revisão (22) e excluídos relatos de caso. Alguns estudos sugerem que altas concentrações plasmáticas de cortisol, em longo prazo, podem levar à depressão, propondo que a utilização de drogas antiglicocorticóides teria efeito antidepressivo. Outros estudos, por outro lado, indicam não haver associação entre hipercortisolemia e episódios depressivos. Resumo em espanhol El objetivo de esta revisión es verificar en la literatura una relación entre niveles plasmáticos aumentados de corticosteróides y síntomas psiquiátricos, identificando las manifestaciones clínicas mas comunes y los tratamientos propuestos. Alteraciones en el eje hipotálamo-hipófisis-supra-renal (HHSR) llevando a una hipercortisolemia estarían asociadas a disturbios del humor, sobretodo depresión, mientras el uso de drogas glicocorticóides estaría relacionado (mais) al aparecimiento de síntomas psiquiátricos como: manía, depresión, labilidad afectiva e psicosis. El levantamiento bibliográfico fue realizado a partir de los indexadores MEDLINE y BIREME en el período de 1993 a 2003 en ingles, francés y español, utilizando el entrecruce de las palabras clave: cortisol, corticosteróides, depresión, trastorno bipolar e psicosis. Fueron inclusos artículos originales (33) y de revisión (22) y excluidos relatos de caso. Algunos estudios sugieren que altas concentraciones plasmáticas de cortisol, a largo plazo, pueden llevar a una depresión, proponiendo que la utilización de drogas antiglicocorticóides tendría un efecto antidepresivo. Otros, por otro lado, indican no haber asociación entre hipercortisolemia e episodios decisivos. Resumo em inglês The objective of this study was to make a literature review on associations between high plasma levels of corticosteroids and psychiatry symptoms, as well as to identify the most common clinical manifestations and treatments suggested. Hipercortisolemia resulting from alterations in the HPA axis would be associated with mood disorders, especially depression, whereas the use of glucocorticoid drugs would be related to the occurrence of psychiatric symptoms such as mania, d (mais) epression, affective lability and psychosis. The review was performed via Medline and Bireme indexes, and articles published in English, French and Spanish between 1993 and 2003 were included. The following keywords were used: cortisol, corticosteroids, depression, bipolar disorder and psychosis. Original (33) and review (22) articles were included in the review; case reports were excluded. Some studies suggest that long-term high plasma cortisol concentrations may cause depression, and that the use of antiglucocorticoid drugs would have an antidepressant effect. On the other hand, other studies do not show association between hypercortisolemia and depressive episodes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Participação dos androgênios adrenais na síndrome dos ovários policísticos/ Adrenal androgen participation in the polycystic ovary syndrome

Gil Junior, Angelo Barrionuevo; Rezende, Ana Paula Rodrigues; Carmo, Anselmo Verlangieri do; Duarte, Erico Isaias; Medeiros, Márcia Marly Winck Yamamoto de; Medeiros, Sebastião Freitas de
2010-11-01

Resumo em português OBJETIVO: reavaliar a função adrenal em pacientes com síndrome dos ovários policísticos, após a introdução dos critérios de Roterdã. MÉTODOS: estudo descritivo de corte transversal, incluindo 53 pacientes com média de idade de 26±5,1 anos. Glicose, hemoglobina glicada, lipídios, estradiol, progesterona, 17-OHP4, DHEAS, FSH, LH, TSH, PRL, androstenediona, tiroxina livre, insulina, testosterona total, SHBG e índice de androgênios livres foram estimados. Resi (mais) stência à insulina, examinada pelo modelo homeostático, foi admitida com índice >2,8. A resposta adrenal à cortrosina foi avaliada pelo incremento hormonal observado após 60 minutos e área sobre a curva. RESULTADOS: entre as 53 pacientes elegíveis, hiperandrogenismo bioquímico foi encontrado em 43 (81,1%). Trinta e três delas, com idade de 25,1±5,0 anos, apresentaram hiperandrogenismo adrenal (62,2%), pesavam 74,9±14,9 kg; tinham IMC de 28,8±6,0 e razão cintura/quadril de 0,8±0,1. DHEAS foi >6,7 nmol/L em 13 (39,4%) e androstenendiona >8,7 nmol/L em 31 (93,9%). Cortisol, 17-OHP4, A e progesterona tiveram incremento de 153%, 163%, 32% e 79%, respectivamente. O modelo usado para avaliar a resistência á insulina foi >2,8 em 14 (42,4%). Não foi encontrada correlação entre as concentrações de insulina ou estradiol com as de cortisol ou androgênios. CONCLUSÕES: a utilização de múltiplos parâmetros hormonais revela alta prevalência de hiperandrogenismo bioquímico na SOP, sendo que as adrenais têm participação em dois terço dos casos. Níveis de estradiol e insulina não influenciam a secreção adrenal de androgênios e cortisol. Resumo em inglês PURPOSE: to reassess the adrenal function of patients with PCOS after the introduction of the Rotterdam's criteria. METHODS: descriptive and cross-sectional study including 53 patients 26±5.1 years old. Glucose, glycosylated hemoglobin, lipids, estradiol, progesterone, 17-OHP4, DHEAS, FSH, LH, TSH, PRL, androstenedione, free thyroxine, insulin, total testosterone, SHBG, and free androgen index were measured. Insulin resistance was considered to be present with a homeosta (mais) tic model assessment index >2.8. The adrenal response to cortrosyn was assessed by the hormonal rise observed at 60 minutes, and by the area under the response curve. RESULTS: biochemical hyperandrogenism was found in 43 of 53 eligible patients (81.1%). Thirty-three women had adrenal hyperandrogenism (62.2%). The weight of these 33 women, aging 25.1±5.0 years, was 74.9±14.9 kg, BMI was 28.8±6.0 and the waist/hip ratio was 0.8±0.1. DHEAS was >6.7 nmol/L in 13 (39.4%) and androstenendione was >8.7 nmol/L in 31 (93.9%). The increments in 17-OHP4, cortisol, A, and progesterone were 163%, 153%, 32%, and 79%, respectively. The homeostatic insulin resistance model was >2.8 in 14 (42.4%). Insulin and estradiol were not correlated with cortisol or androgens. CONCLUSIONS: the use of multiple endocrine parameters showed a high prevalence of biochemical hyperandrogenism in patients with PCOS. Two thirds of the patients had adrenal hyperandrogenism, and estradiol and insulin did not influence adrenal secretion.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Efeitos bioquímicos da suplementação de carboidratos após uma competição simulada de Short Duathlon Terrestre/ Biochemical Effects of Carbohydrates Supplementation in a Simulated Short Land Duathlon Competition

Mamus, Renata; Santos, M. Gisele
2006-01-01

Resumo em português A proposta do presente estudo foi investigar os efeitos bioquímicos da suplementação de carboidratos em uma competição simulada de short duathlon terrestre. A amostra foi constituída de quatorze duatletas, aos quais foram dados suplementos de uma bebida com carboidrato em uma solução a 6% de maltodextrina (g1), placebo (g2) e solução a 6% de glicose (g3), em três momentos distintos da competição simulada: 30 minutos antes da prova (500ml), a cada 15 minutos d (mais) urante essa competição (200ml) e imediatamente após o término desta (300ml). Amostras de sangue foram coletadas em dois momentos - antes e imediatamente após o final da competição - para análise da glicemia, lactato, insulina e cortisol. Verificaram-se diferenças significativas, em relação aos níveis de glicemia entre g1 e g2, na fase pós-competição. Quando analisado o lactato, também se verificou uma diferença significativa em g1 e g2 na fase durante a competição. Da mesma forma, foram observadas diferenças significativas nas concentrações de cortisol durante a competição (g1) e pós-competição (g2). A conclusão desse estudo, baseada nos dados obtidos das amostras sanguíneas, foi que a suplementação de maltodextrina fornece indicativos bioquímicos que favorecem sua utilização em competições como o short duathlon terrestre. Resumo em inglês This study aimed to investigate the biochemical effects of carbohydrates supplementation in a simulated short land duathlon competition. Sample size consisted of 14 athletes that ingested supplements of a 6% maltodextrin solution (G1), placebo (G2), and a 6% glucose solution (G3), in three different moments of the simulated competition: 30 min before de competition (500ml), every 15 min during the competition (200ml), and immediately after the end of the competition (300m (mais) l). Blood sampling was obtained during two stages of the competition - before and immediately after the end - to blood glucose, lactate, insulin and cortisol analyses. We found significant differences at glucose concentrations between G1 and G2 after competition. When lactate concentrations were analysed, it was also found a significant difference in G1 and G2 during the competition, as well, in the cortisol concentrations during the competition (G1) and after competition (G2). We conclude that the maltodextrin supplementation provides biochemical evidence that favors its ingestion in simulated short land duathlon competition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Impacto do tratamento com GH sobre as funções tireoidiana e adrenal/ hGH treatment impact on adrenal and thyroid functions

Martins, Manoel R. A.; Abucham, Julio
2008-07-01

Resumo em português O estado somatotrófico é modulador importante dos eixos tirotrófico e corticotrófico. Enquanto a reposição somatotrófica em pacientes com deficiência de GH aumenta a conversão do hormônio inativo (T4) na sua forma ativa (T3), aumentando dessa forma a ação biológica do hormônio tireoidiano, a mesma reposição induz no eixo corticotrófico a conversão de cortisol, hormonalmente ativo, em cortisona, que é biologicamente inativa. Nessa revisão, foram discuti (mais) dos os efeitos do GH nesses dois eixos hormonais, os possíveis mecanismos e as implicações clínicas no manejo dos pacientes com hipopituitarismo. Resumo em inglês Somatotrophic status is a major determinant of both thyrotrophic and corticotrophic axis. In growth hormone deficient patients, somatotrophic replacement increases the conversion rate of the inactive form of the thyroid hormone (T4) to its active form (T3), whereas the same replacement induces the conversion of cortisol, which is hormonally active, in cortisone, its inactive form. This review details the effects of GH on these two hormonal axis, possible mechanisms and clinical implications for the management of hypopituitary patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Respostas fisiológicas de estresse no matrinxã (Brycon amazonicus) após exercício físico intenso durante a captura/ Physiological stress responses of matrinxã (Brycon amazonicus) after chasing

Hoshiba, Márcio Aquio; Gonçalves, Flávio Daolio; Urbintati, Elisabeth Criscuolo
2009-01-01

Resumo em português Para determinar as respostas de estresse do matrinxã após perseguição com puçá, juvenis (26,7±6,7 g) foram aclimatados em caixas plásticas e submetidos aos tratamentos: Controle (sem perseguição), Perseguição por 2 minutos, Perseguição por 5 minutos, Perseguição por 10 minutos (quatro repetições, N=8/tratamento). Amostras de sangue foram coletadas 15, 30 e 60 minutos após a perseguição para determinação do cortisol, glicose, sódio, cloreto, potáss (mais) io, hematócrito, hemoglobina, número total de eritrócitos e osmolaridade. O perfil das respostas após o exercício físico dos peixes não mostrou as alterações típicas do estresse. Até 60 minutos após o estímulo, não ocorreram alterações nos níveis sanguíneos de cortisol, glicose e potássio nos peixes dos diferentes tratamentos. Os níveis de cloreto foram reduzidos 15 minutos após a natação forçada, enquanto os níveis do sódio mais baixos foram registrados 60 minutos depois. Houve redução da osmolaridade a partir dos 30 minutos após o estímulo, independente do tempo de perseguição. A natação forçada não interferiu nos indicadores hematológicos, corroborando os outros indicadores usados. Dessa forma, o exercício intenso dos peixes por até 10 minutos não foi estímulo suficiente para gerar respostas de estresse, sugerindo que o matrinxã é bastante resistente ao manejo de criação. Resumo em inglês This study reports the stress responses of matrinxã after chasing. Juvenile fish (26.7±6.7 g) were adapted to 100L plastic boxes and submitted to the treatments: Control (no chasing), Chasing for 2 min, Chasing for 5 min, Chasing for 10 min (four boxes/treatment, 32 fish). Blood was drawn 15, 30 and 60 min after chasing to determine levels of cortisol, glucose, sodium, chloride, potassium, calcium, hematocrit, hemoglobin, erythrocytes number and osmolality. Matrinxã re (mais) sponses after forced swimming did not show the typical stress responses. There were no changes in blood cortisol, glucose, potassium and calcium levels in fish from any treatment until 60 min after chasing. Blood chloride levels were lower 15 min after chasing while the lowest levels of sodium were registered 60 min after the forced swimming. Osmolality dropped 30min after chasing, regardless the period of chasing. The intense swimming did not affect hematological indicators confirming the other physiological indicators. The results suggest that the intense swimming provoked by chasing up to 10 min was not intense enough to promote stress responses in matrinxã indicating that the species is very resistant to the farming handling.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

Comportamento de variáveis fisiológicas em atletas de nado sincronizado durante uma sessão de treinamento na fase de preparação para as Olimpíadas de Atenas 2004/ Behavior of physiological variables in synchronized swimming athletes during a training session preparing for the Athens 2004 Olympic Games/ Comportamiento de variábles fisiológicas en atletas de nado sincronizado durante una sesion de entrenamiento en la fase de preparación para las Olimpíadas de Atenas 2004

Pazikas, Marina Guimarães Antunes; Curi, Andréa; Aoki, Marcelo Saldanha
2005-12-01

Resumo em português O objetivo do presente estudo foi avaliar o comportamento de variáveis fisiológicas durante uma sessão de treino de nado sincronizado realizada na fase de preparação para as Olimpíadas de Atenas 2004. MATERIAIS E MÉTODOS: A amostra utilizada foi constituída pelo dueto (24 ± 0 anos) representante do Brasil em Atenas 2004. A coleta de dados foi realizada durante uma sessão de treinamento com duração de 198 minutos. O treino se iniciou com a parte física, seguid (mais) a da parte técnica. Para a determinação da glicemia e da concentração de beta-hidroxibutirato foi utilizado o monitor Optium® com suas respectivas tiras. As concentrações de cortisol e das enzimas lactato desidrogenase (LDH) e creatina quinase (CK) foram determinadas por radioimunoensaio (DPC©) e kits comerciais (CELM®), respectivamente. O acompanhamento da freqüência cardíaca (FC) foi realizado com o freqüêncimetro Advantage Polar®. RESULTADOS: Foi observada redução (~2%) do peso corporal. A glicemia também apresentou queda (~30%) em comparação ao valor obtido no início do treino. Em contrapartida, foi observada elevação na concentração de cortisol (salivar 22% e plasmática 29%) e de beta-hidroxibutirato (~340%). Não foi observada alteração significativa na concentração plasmática de CK e de LDH. O acompanhamento da FC demonstrou que dos 198 minutos que constituíram a sessão de treino, 36,5 ± 0,7 minutos foram realizados em intensidade leve; 103,5 ± 0,7 minutos em intensidade moderada, 54,0 ± 2,1 minutos em intensidade alta e 4,0 ± 0,0 minutos em intensidade muito alta. CONCLUSÕES: A perda de peso indica que a reposição hídrica não foi adequada. A redução na glicemia e o aumento na concentração de corpos cetônicos e de cortisol reforçam a importância da suplementação de carboidrato durante o treino de longa duração. O comportamento da FC demonstra que a sessão de treinamento foi realizada em uma intensidade moderada, porém com breves momentos de intensidade alta, nos quais foram realizadas as rotinas. Resumo em espanhol El objetivo del presente estudio fue el de evaluar la conducta de algunas variables fisiológicas durante una sesión de entrenamiento de nado sincronizado cumplido en la fase de la preparación para los Juegos Olímpicos de Atenas 2004. MATERIALES Y MÉTODOS: La muestra usada se constituyó por el dueto (24 ± 0 años) representante de Brasil en Atenas 2004. La colección de datos fue cumplida durante una sesión de entrenamiento con una duración de 198 minutos. Los ent (mais) renamientos empezaron con la parte física, mientras era seguida por la parte técnica. Para la determinación de la glicemia y de la concentración de beta-hidroxibutirato el experimentador usó Optium® con las cintas respectivas. Las concentraciones del cortisol y de las enzimas lactico deshidrogenasa (LDH) y creatinquinase (CK) fueron medidas por el radio-imuno-ensayo (DPC©) con equipos comerciales (CELM®), respectivamente. La asistencia de la frecuencia del corazón (FC) fue cumplida con elfrecuencímetro Polar®. RESULTADOS: La reducción fue observada (~2%) en el peso corporal. La glicemia también presentó una caída (~30%) comparada con el valor obtenido al principio del entrenamiento. En contra de la salida, se observó una elevación en la concentración del cortisol (en saliva 22% y plasmático 29%) y del beta-hidroxibutirato (~340%). No se observó una alteración significante en la concentración plasmática de CK y de LDH. El control de la de FC demostró a los 198 minutos de la sesión de entrenamiento, que 36,5 ± 0,7 minutos eran cumplidos en una intensidad ligera; 103,5 ± 0,7 minutos en una intensidad moderada, 54,0 ± 2,1 minutos en la intensidad alta y 4,0 ± 0,0 minutos en una intensidad muy alta. CONCLUSIONES: La pérdida de peso indica que el remplazo hidrico no se adaptó. La reducción en el glicemia y el aumento en la concentración de los cuerpos cetónicos y de cortisol ellos refuerzan la importancia del suplementación de hidratos de carbono durante el entrenamiento de larga duración. La conducta de FC demuestra que la sesión de entrenamiento fué cumplida en una intensidad moderada, sin embargo en los momentos breves de intensidad alta, mientras, las rutinas eran cumplidas. Resumo em inglês The purpose of this study was to evaluate the behavior of physiological variables during a synchronized swimming training session performed in athletes preparing for the Athens 2004 Olympic Games. MATERIALS AND METHODS: The sampling used was constituted by the duet (24 ± 0 years) who was representing Brazil in the Athens 2004 Olympic Games. Data collection was performed during a 198 minute training session. The training started with the physical portion, followed by the (mais) technical portion. In order to determine the glycemia and the beta-hydroxybutyrate, it was used an Optium® monitor with its respective stripes. The cortisol and the dehydrogenase lactate enzymes (LDH), concentrations, as well as the kinase creatine (KC) concentration were determined through the radioimmunoassay (RIA©) and through commercially available kits (CELM©), respectively. The follow-up of the heart rate (HR) was performed using an Advantage Polar® heart rate monitor. RESULTS: It was noted a reduction (~2%) in the body weight. The glycemia also presented a fall (~30%) compared to the value attained in the beginning of the training session. Otherwise, it was observed an elevation in the cortisol concentration (salivary, 22%, and plasmatic, 29%) and in the beta-hydroxybutyrate (~340%). No significant changes in the plasmatic concentration of the KC and LDH were observed. The follow-up of the HR showed that from all 198 minutes of the training session, 36.5 ± 0.7 minutes were performed at a light intensity; 103.5 ± 0.7 minutes at a moderate intensity, 54.0 ± 2.1 minutes at a high intensity, and 4.0 ± 0.0 minutes at a very high intensity. CONCLUSIONS: The weight loss indicates that the hydric reposition was not adequate. The reduction in the glycemia and the increase in the ketonic bodies and cortisol concentrations reinforce the importance of a carbohydrate supplement during the long endurance training. The HR behavior shows that the training session was performed at a moderate intensity, but having fast moments of high intensity, in which routines were performed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Efeito da cor do ambiente sobre o estresse social em tilápias do Nilo (Oreochromis niloticus)/ Effect of background color on the social stress of Nile tilapia (Oreochromis niloticus)

Merighe, Giovana Krempel Fonseca; Pereira-da-Silva, Elyara Maria; Negrão, João Alberto; Ribeiro, Sandra
2004-08-01

Resumo em português Estudaram-se as respostas comportamentais e fisiológicas de juvenis de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) submetidos a diferentes cores de ambientes e situações sociais. Os animais foram mantidos isolados em aquários recobertos com papel-cartão colorido, compondo cinco tratamentos (preto, verde, marrom, azul e branco).Utilizando-se filmagens semanais realizadas em etapas distintas e alternadas (isolamento e presença de um espelho), registraram-se os seguintes (mais) parâmetros: distribuição na coluna d'água, coloração, atividade locomotora, confrontos agonísticos, posição da nadadeira dorsal e postura. Para quantificação dos níveis plasmáticos de glicose, triglicerídeos, proteínas totais e cortisol, coletaram-se amostras de sangue após cada filmagem. As médias obtidas foram analisadas estatisticamente pelo método não-paramétrico de Kruskal-Wallis. Os peixes mantidos nos ambientes preto e verde apresentaram baixas freqüências de confrontos agonísticos, enquanto aqueles mantidos no ambiente branco, altas freqüências, porém com redução do padrão ameaça e não alterando sua locomoção. Animais submetidos às cores marrom e azul apresentaram as mais altas freqüências de comportamentos agonísticos e maior atividade locomotora. Os peixes permaneceram em todos os tratamentos com a coloração clara, ocupando, com maior freqüência, a região inferior da coluna d'água. Não foram observadas diferenças significativas para as concentrações de glicose, triglicerídeos e proteínas totais entre os tratamentos, porém obteve-se elevado nível de cortisol para os animais mantidos nos ambientes azul e marrom, quando submetidos à reflexão da própria imagem em espelho. Estes resultados mostraram que existe influência da cor do ambiente sobre o estresse social, em particular nas interações agonísticas entre coespecíficos e na concentração do hormônio cortisol. Concluiu-se que as cores verde e preta são recomendadas à manutenção da espécie, por amenizarem as interações agonísticas e o estresse, enquanto a marrom e azul devem ser evitadas por estimularem estas respostas. Resumo em inglês It was studied the behavior and physiologic answers of juvenile of Nile tilapia, Oreochromis niloticus, submitted the different backgrounds colors and social situations. The animals were maintained isolated in fishbowls covered with colored paper-card, composing five treatments (black, green, brown, blue and white). Through weekly filmings and in different and alternate stages (isolation and presence of a mirror), it enrolled the following parameters: distribution in the (mais) column of water, coloration, motility, agonistic behaviors, position of the dorsal fin and posture. For quantification of the glucose, triglycerides, total proteins and cortisol levels, were collected samples of blood after each filming. The obtained averages were analyzed statistically through the no-parametric Kruskal-Wallis method. The fish maintained in the black and green background presented low frequencies of agonistic behaviors, while those maintained in the white background, high frequencies, even so with low numbers of the alert pattern and not altering its motility. Animals submitted to the brown and blue colors presented the highest frequencies of agonistic behaviors, and larger motility. The fish stayed in all the treatments with the clear coloration, occupying, with larger frequency, the bottom of the column of water. Significant differences were not observed for the glucose, triglycerides and total proteins concentrations among the treatments, even so it was obtained a high level of cortisol for the animals maintained in the blue and brown backgrounds when submitted to the reflection of the own image in mirror. These results showed that there is influence of the background color on the social stress, in particular in the agonistic interactions among individuals of the same specie and in the concentration of the hormone cortisol. It was ended that the green and black colors are recommended to the maintenance of the species, for they liven up the agonistic interactions and the stress, while the brown and blue should be avoided for they stimulate these answers.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Desenvolvimento de um radioimunoensaio para 21-deoxicortisol sérico e sua potencial aplicação no diagnóstico da hiperplasia adrenal congênita/ Development of a radioimmunoassay for serum 21-deoxycortisol and its potential application in the diagnosis of congenital adrenal hyperplasia

Tonetto-Fernandes, Vânia; Ribeiro-Neto, Luciane M.; Verreschi, Ieda T.N.; Fiet, Jean; Vieira, José Gilberto H.; Kater, Claudio E.
2003-04-01

Resumo em português O 21-deoxicortisol (21DF) sérico tem sido considerado um excelente marcador para o diagnóstico da hiperplasia adrenal congênita (HAC) por deficiência de 21-hidroxilase (D21OH). Embora vários métodos de radioimunoensaio (RIE) tenham sido descritos para 21DF, nenhum deles está disponível comercialmente. Desenvolvemos um RIE adaptado para a dosagem de 21DF, com extração prévia das amostras com éter e separação por cromatografia líquida (HPLC). O ensaio foi apl (mais) icado para a avaliação de crianças portadoras da forma clássica de D21OH (15F/10M) e um grupo controle (5F/8M). O anticorpo obtido, associado à eficiência da separação por HPLC, viabilizou o emprego do cortisol triciado neste RIE. Enquanto nos pacientes os níveis de cortisol estavam reduzidos (48h após suspensão do tratamento) em comparação com o grupo controle (2,1±2,1 vs. 16,2±7,0mig/dl), os valores do 21DF sérico estavam bastante elevados (1.359±853ng/dl, variando de 434 a 3.079), embora consistentemente abaixo do limite de sensibilidade (156ng/dl) no grupo controle. O presente método, mesmo destituído de sensibilidade para aplicação em indivíduos normais, permite a quantificação deste esteróide em portadores de D21OH, com a sensibilidade e a especificidade necessárias para o diagnóstico e acompanhamento desta condição clínica. Resumo em inglês Serum 21-deoxycortisol (21DF) has been considered a useful hormonal marker for the diagnosis of congenital adrenal hyperplasia (CAH) due to 21-hydroxylase deficiency (21OHD). Although several radioimmunoassay (RIA) methods for 21DF have been reported, none are commercially available. We developed a RIA adapted for 21DF determination, preceded by ether-extraction and liquid chromatographic separation (HPLC) of samples. The assay was employed to evaluate children (15F/10M) (mais) with the classic form of 21OHD and a control group (5F/8M). The antibody obtained, in addition to efficient HPLC separation, permitted tritiated cortisol instead of 21DF to be used, since labeled ³H-21DF is expensive and difficult to obtain. Serum cortisol levels were reduced in patients with 21OHD (48h following therapy withdrawal) as compared to controls (2.1±2.1 vs. 16.2±7.0mug/dl), whereas serum levels of 21DF were significantly elevated (1,359±853ng/dl, ranging from 434 to 3,079) in the former, but consistently below the sensitivity limit of the assay (156ng/dl) in the latter group. The reported method, although devoid of sensitivity for its application in normal subjects, permits 21DF to be quantified in patients with 21OHD, with adequate sensitivity and specificity to diagnose and follow patients with this condition.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Velocidade crítica de natação (Ucrit) de matrinxã (Brycon amazonicus) após exposição à hipoxia/ Critical swimming speed of matrinxã (Brycon amazonicus) exposed to hypoxia

Ferreira, Marcio Soares; Oliveira, Alzira Miranda de; Val, Adalberto Luis
2010-12-01

Resumo em português A primeira resposta ao estresse é a fuga, que depende do desempenho natatório e de ajustes fisiológicos. Este estudo investigou a velocidade crítica de natação (Ucrit) de matrinxã após exposição à hipoxia. Para isso, os peixes foram expostos à hipoxia, sendo uma parte do grupo analisada antes e outra após natação forçada, por meio da Ucrit. A hipoxia resultou no aumento de lactato, glicose, cortisol e hematócrito. Mudanças nos níveis de sódio e potáss (mais) io, bem como os valores de Ucrit não foram observadas. Sugere-se que o matrinxã seja sensível à hipoxia, mas os ajustes fisiológicos são suficientes para manter seu desempenho natatório. Resumo em inglês Escape is the first response of fish to stress, that depends on the swimming performance and the physiological adjustments. This study has investigated the critical swimming speed (Ucrit) of matrinxã after exposure to hypoxia. To achieve that, the fishes were exposed to hypoxia and analyzed before and after forced swimming, using Ucrit. The hypoxia caused an increase of lactate, glucose, cortisol and hematocrit. No changes of plasma sodium and potassium levels, as well a (mais) s the Ucrit, were observed. We suggest that matrinxã is sensitive to hypoxia, but the physiological adjustments are sufficient to keep its swimming performance.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Eixos hormonais na obesidade: causa ou efeito?/ Hormonal axes in obesity: cause or effect?

Lordelo, Roberta A.; Mancini, Marcio C.; Cercato, Cíntia; Halpern, Alfredo
2007-02-01

Resumo em português Diversas alterações endócrinas são descritas na obesidade. O eixo corticotrófico encontra-se hiper-responsivo, com maior depuração dos hormônios e nível de cortisol normal. A caracterização do pseudo-Cushing é importante. A leptina parece ser um hormônio permissivo para o desencadeamento da puberdade. Em adultos, as gonadotrofinas são normais, hiperandrogenismo e hiperestrogenismo são encontrados. Nas mulheres, a resistência insulínica é central no desen (mais) volvimento da síndrome dos ovários policísticos (SOP), associada a hiperandrogenemia ovariana. Nos obesos, GH geralmente é baixo e IGF1 normal. A função tireoidiana é habitualmente normal nos obesos. Resumo em inglês Several endocrine changes have been described in the obesity state. The corticotropic axis is hyperresponsive and there is enhancement of hormonal clearance, but cortisol levels are within the normal range. It is important to characterize a pseudo-Cushing in obesity. Leptin seems to be a permissive hormone for the beginning of puberty. In adults, gonadotropines are normal, and hyperandrogenism and hyperestrogenism are found. In women, insulin resistance has a central role (mais) in polycystic ovarian syndrome (POS), which is associated to ovarian hyperandrogenemia. In obese subjects, growth hormone (GH) is generally low and IGF1 is normal. Thyroid function is commonly normal in obese subjects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Uso de morfina, xilazina e meloxicam para o controle da dor pós-operatória em cadelas submetidas à ovariossalpingo-histerectomia/ Morphine, xylazine and meloxicam in pain management after ovariosalpingohysterectomy of bitches

Pereira, D.A.; Marques, J.A.
2009-04-01

Resumo em português Foram realizados estudos empregando-se analgésicos por via epidural e subcutânea em cadelas de diferentes raças e idades, submetidas à castração mediante celiotomia. Vinte animais foram tranquilizados e anestesiados com tiletamina-zolazepam, e aleatoriamente distribuídos em quatro grupos (n=5), de acordo com o fármaco e a via de administração. Os do grupo morfina (GM) foram submetidos à anestesia epidural no espaço lombossacro, com morfina (0,1mg/kg) associada (mais) ao cloreto de sódio a 0,9%. Aos do grupo xilazina (GX), foram administrados xilazina (0,2mg/kg) e cloreto de sódio a 0,9%. Os do grupo meloxicam (GME) receberam 0,2mg/kg do anti-inflamatório meloxicam associado ao cloreto de sódio a 0,9%, injetado pela via subcutânea. Os do grupo-controle (CG) receberam apenas cloreto de sódio a 0,9%. O volume final para as injeções epidurais foi padronizado para 0,3mL/kg. A mensuração inicial da concentração de cortisol plasmático, do ritmo cardíaco, da frequência respiratória e os parâmetros comportamentais foram registrados imediatamente antes do procedimento cirúrgico (M1). Registros adicionais foram apresentados às 2, 6, 12 e 24 horas após o procedimento cirúrgico (M2, M3, M4 e M5, respectivamente). As variáveis comportamentais foram avaliadas por meio de sinais clínicos e seus respectivos escores. Em GX foram observadas depressão respiratória, bradicardia e concentração de cortisol mais alta do que o registrado no GM. A analgesia obtida pelo meloxicam foi considerada ineficiente. É possível concluir que a morfina, via epidural, promoveu menor incidência de efeitos colaterais e melhor analgesia e bem-estar animal. Resumo em inglês The use of analgesics by epidural and subcutaneous way in bitches submitted to surgical sterilization by laparotomy was evaluated. Twenty females dogs of different ages and breeds were sedated and anesthetized with a combination of tiletamine-zolazepam and randomly distributed into four experimental groups of five animals each. Through the epidural space, the animals of each group received 0.1mg/kg of morphine (MG) or 0.2mg/kg of xylazine (XG); while the control group (CG (mais) ) received a 0.9% solution of chloride sodium. The final volume stabilished for lumbosacral epidural injections was 0.3mL/kg. The dogs of meloxicam group (MEG) subcutaneously received 0.2mg/kg of the drug. The initial measurement of plasmatic cortisol concentration, heart and respiratory rates, and behaviour parameters were evaluated as soon as the surgical procedure had finished (M1). These evaluations were repeated after 2, 6, 12, and 24 hours of the post-operative period (M2, M3, M4, and M5 respectively). The behaviour parameters were evaluated by clinical signs and respective scores. Values of cortisol concentration were higher in the xylazine group than the ones registered in the morphine group. Meloxicam failed to provide pain control. Epidural use of morphine guaranteed fewer side effects and better pain control.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Influência do transporte e mudança de local de manejo nas variáveis fisiológicas e produtivas de cabras Alpinas/ Physiologic and productive responses of Alpine goats submitted to transportation to a new dairy location

Canaes, T.S.; Negrão, J.A.; Paiva, F.A.; Zaros, M.; Delgado, T.F.G.
2009-08-01

Resumo em português Estudaram-se o efeito do transporte e a mudança de local de manejo sobre a produção e a composição do leite e sobre as variáveis fisiológicas, utilizando-se 12 cabras da raça Alpina em final de lactação. Semanalmente, foram mensuradas a produção e composição do leite e a contagem de células somáticas, além do volume do leite residual após administração de ocitocina. Foram colhidas amostras de sangue para dosagem hormonal (cortisol) e enzimática (glico (mais) se) no plasma no dia do transporte: antes (7h10min) e após (8h20min, 8h30min e 10h30min) o transporte. Nas três semanas subsequentes ao transporte, também foram colhidas amostras de sangue às 8h20min. Obtiveram-se teores mais elevados (P Resumo em inglês The effects of transportation and reallocation on milk production and composition and physiological responses were studied in 12 late-lactation Alpine goats. Weekly, somatic cell count, milk production and composition, and residual milk volume (after administration of oxytocin) were monitored. Blood samples were taken for hormonal (cortisol) and enzymatic dosages (glucose) in plasma on the day of transportation: before (7h10min) and after transportation (8h20min, 8h30min, (mais) and 10h30min). During the three weeks after transportation, blood samples were also taken at 8h20min. Higher levels (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Influência da suplementação de carboidrato na função imune de judocas durante o treinamento/ Influence of carbohydrate supplementation in the immune response of judoists during training

Mendes, Edmar Lacerda; Brito, Ciro José; Batista, Ellencristina Silva; Silva, Carlos Henrique Osório; Paula, Sérgio Oliveira de; Natali, Antonio José
2009-02-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi investigar os efeitos da suplementação de carboidrato, durante uma sessão de treino, sobre a função imune de atletas de judô. Dezesseis judocas do sexo masculino foram submetidos a duas sessões de treinamento de 120 minutos cada, com três dias de intervalo entre elas. Na primeira sessão, oito judocas, separados de forma aleatória, foram suplementados (3mL/kg peso corporal) com solução carboidratada (grupo CHO) e os demais, com sol (mais) ução placebo (grupo PLA), de forma duplo-cega. Na segunda sessão os tratamentos foram invertidos. O número de leucócitos, linfócitos, monócitos, eosinófilos, neutrófilos, os níveis de cortisol e as concentrações de glicose e lactato foram medidos em repouso (Pré-E), imediatamente após (Pós-E) e uma hora após o término da sessão de treino (1h pós-E). Os resultados mostraram que a glicemia aumentou (p Resumo em inglês The aim of this study was to investigate the effects of carbohydrate supplementation on the immunological function of judoists during a training session. Sixteen male judo athletes were submitted to two 120 min training sessions within 3 days interval. In the first session eight athletes randomly chosen were supplemented (3mL/kg body weight) with a carbohydrate solution (CHO group) while the others ingested a placebo solution (PLA group) in a randomized and double blind w (mais) ay. In the second session, treatments were inverted. Leukocyte, lymphocyte, monocyte, eosinophil and neutrophil were counted and blood levels of cortisol, glucose and lactate were assessed at rest (Pre-E), immediately after the training session (Post-E) and one hour after the training session (1h Post-E). The results showed that the blood glucose levels increased during the training session when athletes were given CHO and decreased when they ingested PLA. Cortisol levels increased during the training session in both conditions and decreased 1h Post-E. Athletes consuming CHO presented a reduced number of leukocytes when compared to those ingesting PLA in both Post-E and 1h Post-E periods. The increase in blood lactate concentration in response to exercise training was positively correlated with the increase in the leukocyte number (r = 0. 86, p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Bases Moleculares da Hiperplasia Adrenal Congênita/ Molecular Bases of Congenital Adrenal Hyperplasia

Mello, Maricilda Pallandi de; Bachega, Tânia A.S.S.; Costa-Santos, Marivânia da; Mermejo, Lívia Mara; Castro, Margaret de
2002-08-01

Resumo em português Hiperplasia adrenal congênita (HAC) é uma doença autossômica recessiva decorrente da alteração de enzimas que participam da síntese do cortisol. As manifestações podem ser causadas pela deficiência do cortisol e, em alguns casos, aldosterona e pelo acúmulo de precursores. O objetivo desta revisão é apresentar os mecanismos moleculares dos principais defeitos enzimáticos envolvidos na etiopatogênese da HAC. A deficiência da 21-hidroxilase (21OH) ocorre em 9 (mais) 5% dos casos de HAC. Existem dois genes que codificam o P450c21: um ativo, CYP21, e um pseudogene CYP21P. Ambos são altamente homólogos (98%), o que favorece o emparelhamento desigual dos cromossomos homólogos durante a meiose, levando a duplicações e/ou deleções ou conversões desses genes. Adicionalmente, foram também descritas mutações de ponto, muitas delas presentes no pseudogene sugerindo microconversões. Mutações no gene CYP11B1 causam HAC por deficiência da 11beta-hidroxilase, forma esta que corresponde a 5% dos casos. Algumas mutações são recorrentes, situando-se principalmente entre os exons 6-8 que representaria uma área hot-spot no gene CYP11B1. A deficiência de 17-hidroxilase é causada por mutações no gene CYP17, que codificam uma proteína alterada, levando a deficiência total ou parcial de 17-hidroxilação e 17,20-liase ou deficiência isolada de 17,20-liase. Finalmente, deficiência de 3beta-HSD é causada por mutações no gene HSD3B2, que codifica a enzima 3beta-HSD tipo II e estas mutações têm sido associadas tanto com a forma clássica como com a forma não clássica da deficiência da 3beta-HSD. Resumo em inglês Congenital adrenal hiperplasia (CAH) is a recessive autossomic disease caused by inherited defects in cortisol biosynthesis. The manifestations are caused both by the deficient synthesis of cortisol, and sometimes of aldosterone, and by accumulation of the precursor steroids. The objective of this review is to present the molecular mechanisms of the main enzymatic defects involved in the etiopathogenesis of CAH. Deficiency of 21-hydroxylase (21OH) accounts for more than 9 (mais) 5% of all cases of CAH. The human genome contains two CYP genes: one active, CYP21, and a pseudogene, CYP21P. Both are highly homologous (98%), facilitating recombination events during meiosis, leading to duplication and/or deletion or conversion of these genes. Additionally, point mutations have also been described. Deficiency of 11beta-hydroxylase (11betaOH) is caused by mutations in the CYP11B1 gene, and accounts for 5% of all cases. Some mutations are recurrent, and mainly located on exons 6-8, which is considered a hot-spot area in CYP11B1 gene. Deficiency of 17alpha-hydroxylase (17OH) is caused by mutations in the CYP17 gene, producing a truncated or impaired protein. These mutations have been described in patients with combined deficiencies of 17OH and 17,20-lyase or with isolated 17,20-lyase. Finally, CAH caused by 3beta-HSD deficiency is the consequence of mutations in the gene HSD3B2 that encodes 3beta-HSD type II. In the classical form of the disease nonsense mutations, insertion and deletions have been described, while in non classical forms, mutations result in diminished enzyme affinity and loss of enzyme activity.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Correlação entre a suplementação de proteína e carboidrato e variáveis antropométricas e de força em indivíduos submetidos a um programa de treinamento com pesos/ Correlation between the protein and carbohydrate supplement and anthropometric and strength variables in individuals submitted to a resistance training program/ Correlación entre la suplementación de proteínas e hidratos de carbono con las variables antropométricas y de fuerza en individuos sometidos a un programa de entrenamiento con pesos

Oliveira, Patrícia Veiga de; Baptista, Luciana; Moreira, Fernando; Lancha Junior, Antônio Herbert
2006-02-01

Resumo em português A grande maioria dos indivíduos que aderem a programas regulares de exercícios com pesos têm grande preocupação estética que se resume ao aumento da força e massa musculares à custa do treinamento associado à suplementação. O objetivo deste trabalho foi verificar se a ingestão de uma dieta hiperprotéica (4g.kg¹.d¹), aliada ao treinamento, provoca maior aumento da massa muscular e força quando comparado com o padrão dietético normoprotéico. METODOLOGIA: (mais) Dezesseis voluntários foram divididos em dois grupos segundo a suplementação: com proteína (HP), perfazendo 4g.kg-1.d-1, e com carboidrato (NP), na quantidade calórica da suplementação protéica (225g.d¹). Os dois grupos foram submetidos ao treinamento com pesos para os músculos bíceps e tríceps, três vezes por semana durante oito semanas. Foram analisados a força, massa muscular, área de secção transversa muscular, cortisol e insulina. RESULTADOS: O grupo HP apresentou maior consumo de proteína e o grupo NP, de carboidrato. Os grupos também apresentaram diferença nos valores de cortisol. O grupo NP apresentou correlação positiva entre o maior aumento na ingestão de carboidrato (%) e o aumento da área M, e também entre a força para o exercício tríceps francês (TFR2) e o aumento da massa muscular e a maior ingestão de carboidrato. CONCLUSÃO: Sugere-se que a correlação entre a ingestão de carboidrato e o aumento da área muscular e da força para o exercício tríceps francês pelo grupo NP esteja relacionada à situação metabólica favorável para síntese protéica. Resumo em espanhol La gran mayoría de los individuos que se adhieren a los programas regulares de ejercicios con pesos tienen gran preocupación estética que se resume al aumento de la fuerza y masa muscular con empleo del entrenamiento asociado a la suplementación. El objetivo de este trabajo era verificar la ingestión de una dieta hiperprotéica (4g.kg-1.d-1), unido al entrenamiento que provoca un aumento más grande de la masa muscular y fuerza cuando se lo compara al modelo normopro (mais) téico dietético. METODOLOGIA: Dieciséis voluntarios divididos en dos grupos según el suplementación: con proteína (HP), recibiendo 4g.kg-1.d-1, y con hidratos de carbono (NP), en la cantidad calórica de suplementación proteica (225g.d¹). Los dos grupos se sometieron al entrenamiento con pesos para los músculos bíceps y tríceps, 3 veces por semana durante 8 semanas. La fuerza, la masa muscular, el área de sección transverso muscular, se analizaron así como el cortisol y la insulina. RESULTADOS: El grupo HP presentó el consumo de la proteína más grande y el grupo NP, de hidratos de carbono. Los grupos también presentaron diferencia en los valores del cortisol. El grupo NP presentó la correlación positiva entre el aumento más grande en la ingestión de hidratos de carbono (%) y el área de aumento M, y también entre la fuerza para el ejercicio del tríceps (TFR2) y el aumento de la masa muscular y la ingestión más grande de hidratos de carbono. CONCLUSIÓN: Este estudio hace pensar en que la correlación entre la ingestión de hidratos de carbono y el aumento del área muscular y de la fuerza para el ejercicio tríceps por el grupo NP está relacionada con la situación metabólica favorable para la síntesis protéica. Resumo em inglês The majority of individuals following regular resistance exercise trainings have a major esthetic concern that may be summarized through the increase in the strength and muscular mass under the training associated to the supplement. The purpose of this paper was to verify if the intake of a high protein diet (4 g.kg-1.d-1) associated to the training causes a higher increase in the muscular mass and strength compared to the normo protein dietetic pattern. METHODOLOGY: Sixt (mais) een volunteers were divided in two groups according to the supplement pattern: a total of 4 g.kg-1.d-1 protein (HP), and carbohydrate (NP) intake following the caloric quantity of the protein supplement (225 g.d-1). Both groups were submitted to the resistance training protocol to the biceps and triceps muscles three times a week for 8 weeks. It was analyzed the strength, the muscular mass, the muscular cross section area, the cortisol and the insulin. RESULTS: The HP group presented higher protein intake, and the NP group presented higher carbohydrate intake. Both groups also presented a difference in the cortisol values. The NP group presented a positive correlation between the higher carbohydrate intake (%) and the increase in the muscle area, and also between the strength to the overhead triceps, and the increase in the muscular mass and the higher carbohydrate intake. CONCLUSION: It is suggested that the correlation between the carbohydrate intake and the increase in the muscular area and strength to the overhead triceps found in the NP group is related to the favorable metabolic situation to the protein synthesis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Deficiência da 11beta-hidroxilase/ 11beta-hydroxylase deficiency

Mello, Maricilda Palandi; Penachioni, Junia Yara; Amaral, Fernando C. do; Castro, Margaret de
2004-10-01

Resumo em português A hiperplasia congênita da adrenal devido à deficiência da enzima 11beta-hidroxilase é resultado de uma falha na conversão do 11-desoxicortisol em cortisol na última etapa da via sintética dos glicocorticóides. Em geral, esta forma da doença é responsável por cerca de 5% dos casos. A manifestação clínica do excesso de andrógenos em pacientes do sexo feminino inclui graus de ambigüidade genital que podem variar entre uma clitoromegalia até a virilização (mais) completa da genitália. Devido ao acúmulo de mineralocorticóides, aproximadamente 50% dos pacientes desenvolvem hipertensão arterial. Mutações no gene CYP11B1, que codifica a enzima 11beta-hidroxilase, são responsáveis pela doença. As características bioquímicas e moleculares da enzima e suas implicações na apresentação clínica da deficiência da 11beta-hidroxilase são abordadas no presente trabalho de revisão. Resumo em inglês Congenital adrenal hyperplasia due to 11beta-hydroxylase enzyme deficiency is a result of the impairment of 11-deoxycortisol to cortisol conversion. In general, it is responsible for less than 5% of the congenital adrenal hyperplasia cases. The clinical expression of androgen excess in females includes several degrees of genital ambiguity, varying from clitoromegaly to complete virilization. Due to the accumulation of mineralocorticoids, approximately 50% of the patients (mais) develop blood hypertension. Mutations in the CYP11B1 gene are responsible for the disease. Biochemical and molecular characteristics of the enzyme and their implications in the clinical presentation of 11beta-hydroxylase deficiency are reviewed here.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Tempo de jejum na granja sobre o perfil hormonal e os parâmetros fisiológicos em suínos de abate pesados/ Fasting time at farm on hormonal status and physiological parameters of heavy-weight slaughter pigs

Dalla Costa, Osmar Antonio; Ludke, Jorge Vitor; Costa, Mateus José Rodrigues Paranhos da; Faucitano, Luigi; Coldebella, Arlei; Kich, Jalusa Deon; Peloso, José Vicente; Dalla Roza, Darlan
2008-11-01

Resumo em português O objetivo deste estudo foi avaliar o tempo de jejum na granja e a posição dos animais na carroceria do caminhão durante o transporte ao abatedouro sobre o status hormonal e fisiológico de suínos de abate pesados visando obter melhorias no manejo pré-abate e reduzir perdas na qualidade de carne. Foram utilizadas 64 fêmeas com peso médio de 133+11kg, oriundas de duas granjas de terminação. Os tempos de jejum avaliados foram nove, 12, 15 e 18h, enquanto que as pos (mais) ições consideradas na carroceria foram box (frente, meio e atrás), piso (inferior e superior) e lado (lateral direita e esquerda). Ao abate, foram medidos os níveis de glicose, lactato e CPK no sangue. A concentração de cortisol na saliva (CCS) foi medida nas granjas (24 horas antes e após embarque) e no abatedouro (logo após o descarregamento e antes do abate). A freqüência cardíaca foi monitorada durante todo o manejo pré-abate. Foi observado o efeito da interação entre TJG e o local de avaliação sobre a CCS e a freqüência cardíaca. A CCS e a freqüência cardíaca aumentaram significativamente da granja ao desembarque no abatedouro em relação ao descanso pré-abate no abatedouro foi observada uma redução (P0,05) os níveis de glicose, lactato e CPK no abate dos suínos. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate the effect of fasting time on the farm (TJG) and the position of the animals on truck compartment during transport to slaughterhouse in the hormonal and physiological status of heavy-weight swine in order to obtain future management improvements and to reduce meat quality downgrades. Sixty-four females obtained from two farms and averaging 133+11kg body weight were used. Fasting time evaluated on farms were 9, 12, 15 and 18 h while th (mais) e positions considered in the truck were Box (front, middle, and back), Deck (under and upper level) e Side (right and left). Swine blood concentration of glucose, lactate and CPK were evaluated at slaughter. Cortisol concentration on saliva (CCS) was evaluated on the farm (24 hours before uploading and after loading) and at slaughterhouse (after downloading and before slaughter). Hearth frequency was continuously evaluated during pre-slaughter management. Interaction between TJG and moment of salivary cortisol sampling and heart rate data recording were observed. CCS and heart rate values increased from farm to truck downloading at slaughterhouse, while pre-slaughter resting reduced (P0.05) on glucose, lactate and CPK levels at slaughter time.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Uso de sal durante o transporte de juvenis (1kg) de pirarucu (Arapaima gigas)/ Use of salt during the transportation of pirarucu juveniles (1kg) (Arapaima gigas)

Brandão, Franmir Rodrigues; Gomes, Levy de Carvalho; Crescêncio, Roger; Carvalho, Edivania da Silva
2008-12-01

Resumo em português O pirarucu é um peixe nativo da bacia Amazônica cuja criaçãovem sendo estudada em algumas partes do Brasil. O objetivo desse trabalho foi testar o sal de cozinha como mitigador de estresse durante o transporte de juvenis de pirarucu (1 kg). Para isso, os peixes foram transportados em dois diferentes sistemas: caixas sem adição de oxigênio (transporte aberto) e sacos plásticos com injeção de oxigênio e lacrado (transporte fechado). Nos dois sistemas os peixes fo (mais) ram transportados em três diferentes tratamentos: controle e duas concentrações de sal na água (3 e 6 g.L-1). Após o transporte os peixes foram colocados em viveiros para avaliação da recuperação. Foram analisados parâmetros do metabolismo energético (cortisol, glicose e lactato) e de hematologia (hematócrito). O sal de cozinha não foi eficiente em mitigar as respostas de estresse no transporte em nenhum dos dois sistemas de transporte estudados. Resumo em inglês Pirarucu is a native fish of the Amazon basin, widely used in culture systems in some parts of Brazil. The objective of this work was to test table salt as a stress mitigator during transportation of pirarucu juveniles (1kg). Fish were transported by two different systems: boxes without addition of oxygen (open system) and closed oxygen filled plastic bags (closed system). To both systems fish were transported at three different treatments: control and two table salt conc (mais) entration (3 and 6 gL-1). After transportation, fish were stocked in ponds to monitor recovery. Metabolic (cortisol, glucose and lactate) and hematological (hematocrit) parameters were analyzed. The table salt was not efficient in mitigating stress response during the both tested transport system.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Parâmetros clínicos, hematológicos, bioquímicos e hormonais de bovinos submetidos ao estresse calórico/ Clinical, hematological, biochemical, and hormonal parameters of cattle submitted to heat stress

Ferreira, F.; Campos, W.E.; Carvalho, A.U.; Pires, M.F.A.; Martinez, M.L.; Silva, M.V.G.B.; Verneque, R.S.; Silva, P.F.
2009-08-01

Resumo em português Caracterizaram-se as respostas clínicas, hematológicas, bioquímicas e hormonais de 71 bovinos F2 (½ Gir x ½ Holandês), 39 machos e 32 fêmeas, entre 14 e 20 meses de idade, submetidos a condições de termoneutralidade (22ºC a 70% de umidade relativa) e ao estresse calórico (42ºC e 60% de umidade relativa). Os tratamentos foram realizados nas estações de verão e inverno em câmara bioclimática. Ao exame clínico, todos os animais apresentaram salivação e re (mais) tração de globo ocular. Os animais apresentaram aumento do número de eritrócitos, concentração de hemoglobina, hematócrito, proteínas totais, ureia, creatinina, sódio, potássio, cloretos, cortisol, pH e densidade urinária e matéria seca das fezes no período de estresse calórico (P0,05). Concluiu-se que as variáveis hematológicas, bioquímicas e hormonais, bem como as características fenotípicas, revelaram-se importantes para caracterizar o estresse calórico em bovinos. Resumo em inglês Clinical, haemathological, biochemical, and hormonal parameters were characterized in 39 males and 32 females crossbred cattle (½ Holstein x ½ Gir), averaging 14 to 20 months of age, submitted to thermoneutrality (22ºC and 70% of RH) and heat stress (42ºC and 60% RH) in summer and winter in climatic chamber. At clinical examination, all animals presented salivation and ocular globe retraction. Under heat stress, animals increased erythrocytes count, hemoglobin total c (mais) oncentration, hematocrit, concentraction of total proteins, urea, creatinin, sodium, potassium, chlorides, cortisol, urinary pH and density, and dry matter of feces (P0.05). It was concluded that hematology, biochemical, and hormonal parameters are important to characterize the heat stress in cattle.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Hipoglicemia na infância: resultados de um protocolo de avaliação prospectiva em crianças com até 1 ano de idade/ Childhood hypoglycemia: results of prospective evaluation protocols in children with up to 1 year of age

Rodrigues, Ticiana C.; Colli, Maikel; Czepielewski, Mauro A.
2007-12-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho é relatar a experiência na aplicação de um protocolo de avaliação de hipoglicemia. Realizamos um estudo prospectivo com treze crianças com sintomas de hipoglicemia atendidas no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, com idade média de 5,3 ± 4,5 meses, das quais oito pacientes eram do sexo feminino. Os pacientes foram submetidos ao teste de jejum, estímulo com glucagon e dosagens de glicemia, lactato, pH, ácidos graxos, insulina, (mais) peptídeo C, TSH, GH e cortisol, além de urina para avaliação de cetonúria. Dos treze pacientes avaliados, oito apresentaram hipoglicemia persistente e cinco apresentaram hipoglicemia transitória. O diagnóstico mais freqüente foi hiperinsulinismo persistente. Sugerimos a utilização de um protocolo simples de avaliação para hipoglicemia, que contempla as principais etiologias em crianças e que facilita o manejo desses pacientes. Resumo em inglês The aim of this study is to present the experience of applying hypoglycemia evaluation protocol. We performed a prospective study with 13 children with hypoglycemia symptoms at the Hospital of Clinicas of Porto Alegre, with range age 5.3 ± 4.5 months and eight patients are female. The patients had been submitted to glucagon fasting test and blood glucose, lactate, pH, C peptide, insulin, fatty acids, TSH, GH, cortisol, and urine ketones were measured. Eight patient (mais) s presented persistent hypoglycemia and five presented transitory hypoglycemia. The most frequent diagnosis was persistent hyperinsulinism. We suggest the use of a simple protocol for the evaluation of hypoglycemia, which contemplates the identifications of the main etiologies in children and facilitates the handling of these patients.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Doença de cushing subclínica: relato de três casos e revisão da literatura/ Subclinical cushing’s disease: presentation of three cases and critical review

Silva, Bárbara C. Carvalho; Baruqui Júnior, Alfredo M.; Barbosa, Víctor Eurípedes; Pena, Gil Patrus Mundim; Campos, Marisa Helena de F.; Ramos, Adauto Versiani; Dias, Eduardo Pimentel
2007-06-01

Resumo em português Ao contrário da doença de Cushing subclínica, a síndrome de Cushing subclínica de origem adrenal é uma entidade amplamente conhecida. É definida como uma hiperprodução autônoma de cortisol, de leve intensidade, insuficiente para causar sinais clínicos específicos de hipercortisolismo, porém suficiente para levar a alterações bioquímicas detectáveis no eixo hipotálamo-hipófise-adrenal. Apesar de a doença de Cushing representar a grande maioria dos casos (mais) de hipercortisolismo, há poucos relatos na literatura sobre doença de Cushing subclínica. Neste trabalho são descritos três casos de doença de Cushing subclínica, causadas por macroadenomas hipofisários corticotróficos, confirmados por estudo imuno-histoquímico, despertando a atenção dos endocrinologistas clínicos para essa entidade e sugerindo que a investigação laboratorial do hipercortisolismo seja incluída em todos os casos de adenomas hipofisários. Resumo em inglês Unlike subclinical Cushing’s disease, adrenal subclinical Cushing’s syndrome is widely recognized. It is defined as an autonomous cortisol hyperproduction of mild intensity not causing specific clinical signs, but detectable biochemically as derangements of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis function. Although Cushing’s disease accounts for the majority of hypercortisolism states, subclinical Cushing’s disease has been rarely reported. Three cases of subclinical (mais) Cushing’s disease due to pituitary corticotrophic macroadenomas, confirmed by immunohistochemistry, are presented in order to underscore its recognition by clinical endocrinologists and to emphasize a diagnostic evaluation of hypercortisolism in all cases of pituitary adenomas.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Hipoadrenocorticismo primário em um cão/ Primary hipoadrenocorticism in a dog

Emanuelli, Mauren Picada; Lopes, Sonia Terezinha dos Anjos; Schmidt, Claudete; Maciel, Roberto Marinho; Godoy, Carmen Lice Buchmann de
2007-10-01

Resumo em português O presente relato descreve um caso de hipoadrenocorticismo primário em uma fêmea canina, com seis anos de idade, sem raça definida, atendida no Hospital de Clínicas Veterinárias da Universidade Federal de Santa Maria. O cão apresentava letargia, vômito, anorexia, fraqueza, tremores, poliúria e polidipsia. Há um mês o animal estava sendo tratado para insuficiência renal crônica sem melhora clínica. Nos exames laboratoriais, evidenciaram-se anemia normocítica (mais) normocrômica, azotemia, hiponatremia, hipercalemia, hipercalcemia e hiperfosfatemia e, por meio de radiografia, foi observada microcardia. O diagnóstico foi confirmado pelas alterações eletrolíticas, principalmente por diminuição da relação sódio:potássio e pelo teste de estimulação com corticotrofina, que resultou em baixa concentração plasmática de cortisol pós-estimulação. Após o diagnóstico, iniciou-se terapia com acetato de fludrocortisona, com melhora significativa dos sinais clínicos depois de dois meses de tratamento. Resumo em inglês This study describes a primary hypoadrenocorticism in a mixed-breed six years old bitch examined at the Federal University of Santa Maria Veterinary Hospital. The animal presented lethargy, vomiting, anorexia, weakness, shaking, polyuria and polydipsia. During a month the animal was medicated for chronic renal failure, showing no clinical progress. Laboratory exams evidenced a normocytic normochromic anemia, azotemia, hyponatremia, hyperkalemia, hypercalcemia and hyperpho (mais) sphatemia. Microcardia was observed on radiographic exam. The diagnosis was confirmed by altered electrolytic pattern, mainly by sodium:potassium ratio and by corticotrophin stimulation test, which resulted in low plasma cortisol. After the diagnosis fludrocortisone acetate therapy has begun, showing a clinical evolution after two months treatment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Papel da terapia medicamentosa na síndrome de Cushing/ The role of medical therapy for Cushing's syndrome

Liberman, Bernardo
2003-08-01

Resumo em português A terapêutica cirúrgica continua, até o momento, a ser considerada a principal, para a síndrome de Cushing endógena, qualquer que seja a causa. Entretanto em certas circunstâncias, como preparo pré-cirúrgico, ausência de cura após a cirurgia ou impossibilidade cirúrgica, a terapêutica medicamentosa tem papel importante. As drogas que inibem a esteroidogênese, como mitotane, metirapona, cetoconazol e aminoglutetimida são as drogas de escolha qualquer que seja (mais) a causa da síndrome de Cushing. Cetoconazol constitui-se em nosso meio na droga de escolha entre os inibidores da síntese de cortisol. É uma medicação que pode ser usada a longo prazo e freqüentemente não ocasiona efeitos colaterais importantes. Os chamados neuromoduladores, como ciproheptadina, bromocriptina e ácido valpróico em nossa experiência tem pouco efeito na doença de Cushing. Somatostatina de ação prolongada como Sandostatin e Sandostatin-LAR podem ter papel importante na terapêutica da síndrome de secreção ectópica de ACTH/CRH. Quimioterapia e radioterapia têm indicações especificas nas diversas causas da síndrome de Cushing. Resumo em inglês Surgical approach is still the optimal therapy for endogenous Cushing's syndrome. However, pharmacotherapy has a role as primary or adjunctive therapy, when surgery fails or the patient refuses or cannot be submitted to surgery. Steroidogenesis inhibitors are the main drugs used to control Cushing's syndrome by reducing cortisol levels by adrenolytic or direct blocking enzymatic actions. Ketoconazol is effective as monotherapy; methyrapone and mitotane are also effective (mais) as single on combined therapy. Neuromodulators (compounds that modulate ACTH release from a pituitary tumor) such as bromocriptine, cyproheptadine, and valproic acid have been tested in Cushing's disease with a poor response rate. Long-acting somatostatin analogs may decrease ACTH secretion in patients with ectopic ACTH producing tumors, with temporary control of Cushing's syndrome.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

HELLP síndrome associada à síndrome de Cushing: relato de dois casos/ HELLP syndrome associated to Cushing's syndrome: report of two cases

Castro, Rodrigo F.; Maia, Frederico F.R.; Ferreira, Antônio R.; Purisch, Saulo; Calsolari, Maria R.; Menezes, Patrícia A.F.C.; Victória, Ivana Maria N.
2004-06-01

Resumo em português A gravidez associada à síndrome de Cushing (SC) é quadro raro e está relacionada com hipertensão arterial severa em 64,6% dos casos, além de infertilidade e abortamento em 75% das pacientes com SC. Quando ocorre a gravidez, a causa mais freqüente do hipercortisolismo é o adenoma adrenal produtor de cortisol. Uma das principais complicações da hipertensão arterial na gravidez é a HELLP síndrome. Os autores relatam dois casos de gestação em paciente portadora (mais) de síndrome de Cushing, que evoluíram com quadro súbito e severo de HELLP síndrome e conseqüente progressão para o óbito fetal. O primeiro caso foi ocasionado por adenoma adrenal e o segundo, por um carcinoma de supra-renal. A gestação associada à síndrome de Cushing predispõe a situações ameaçadoras à vida, como a HELLP síndrome, devendo-se dar atenção especial à paciente nesses casos. O diagnóstico precoce permite o tratamento específico em tempo hábil, tentando reduzir a alta morbi-mortalidade nesses casos. Resumo em inglês Pregnancy is a rare occurrence in Cushing's syndrome (CS) and it is associated with severe arterial hypertension in 64.6% of cases; infertility and abortion occur in 75% of patients with CS. In the event of a pregnancy in CS the etiology of hypercortisolism is the cortisol-producing adrenal adenoma in most cases. A most severe complication of high blood pressure in pregnancy is the HELLP syndrome. We report two cases of pregnancy in patients with CS, who developed a sever (mais) e, sudden and early situation of HELLP syndrome which progressed to fetal death. The first was caused by an adrenal adenoma and the second by an adrenal carcinoma. Pregnancy due to CS can lead to a serious life-threatening situation, like the HELLP syndrome. Special attention should be paid when pregnancy is associated to CS. Early diagnosis leads to specific treatment, in an attempt to reduce de high morbid-mortality in these cases.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Gêmeas idênticas discordantes para a doença de Cushing: relato de caso/ Identical twins discordant for Cushing's disease: case report

PINHEIRO, MARCELO MAIA; LIBERMAN, BERNARDO; SALGADO, LUIS ROBERTO; GOLDMAN, JAYME; NERY, MARCIA; CUKIERT, ARTHUR
1999-09-01

Resumo em português A doença de Cushing é rara em crianças e sua ocorrência em gêmeos é ainda mais rara. O presente estudo relata a ocorrência de gêmeas idênticas discordantes quanto à doença de Cushing. Uma das gêmeas, desenvolveu síndrome de Cushing aos 10 anos de idade. Sua investigação demonstrou cortisol urinário elevado, ACTH sérico elevado e testes de supressão com dexametasona compatíveis com doença de Cushing. A RMN mostrou macroadenoma hipofisário que foi opera (mais) do por via transesfenoidal. O estudo imuno-histoquímico confirmou a presença de células produtoras de ACTH. A paciente entrou em remissão clínica e laboratorial desde a cirurgia. Após o desaparecimento dos estigmas do Cushing, a paciente reiniciou ganho estatural, mas permanece menor que sua irmã gêmea. Esta última permanece saudável 4 anos após o início da doença de sua irmã. Este é o terceiro caso do gênero relatado na literatura. Estes achados sugerem que fatores não genéticos estão envolvidos na gênese da doença de Cushing. Resumo em inglês Cushing's disease is rare in children and its ocurrence in identical twins is extremely rare. This paper reports on identical twins discordant for Cushing's disease. One of them first presented with a cushingoid phenotype by the age of 10. Her evaluation showed an increased urinary free-cortisol and serum ACTH. Her pattern in the dexametazone supression tests was compatible with Cushing's disease. MRI disclosed a pituitary macroadenoma which was removed by the transesphen (mais) oidal approach. Immunohistochemical studies of the tumor showed the presence of ACTH-producing cells. The patient went into clinical and laboratorial remission after surgery. She re-started to grow after the disappearance of the Cushing's phenotype but she is still shorter than her healthy sister. The latter remains disease-free 4 years after her sister's diagnosis. This represents the third such case reported in the literature. Our findings suggest that acquired factors may be responsible for the genesis of Cushing's disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

O eixo hipotálamo-pituitária-adrenal, a função dos receptores de glicocorticóides e sua importância na depressão/ The Hypothalamic Pituitary Adrenal axis, Glucocorticoid receptor function and relevance to depression

Juruena, Mario F; Cleare, Anthony J; Pariante, Carmine M
2004-09-01

Resumo em português OBJETIVO: As mudanças no eixo hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA) são características da depressão. Devido aos efeitos dos glicocorticóides serem mediados por receptores intracelulares, como os receptores de glicocorticóides (RGs), inúmeros estudos examinaram o número e/ou função dos RGs em pacientes com depressão. MÉTODOS: Os autores fazem uma revisão das evidências científicas dos estudos que têm consistentemente demonstrado que a função dos RGs est� (mais) � prejudicada na depressão maior, em conseqüência da redução da resposta do eixo HPA ao feedback negativo mediado pelos RGs e a um aumento na produção e secreção de HLC em várias regiões cerebrais, sugerindo que esses mecanismos estão envolvidos na etiologia da depressão e no tratamento antidepressivo. RESULTADOS: Esta revisão faz um resumo da literatura atual sobre RG na depressão e sobre o impacto dos antidepressivos nos RGs em estudos clínicos e pré-clínicos, e dá suporte ao conceito de que a sinalização deficiente dos RGs é parte fundamental na fisiopatogenia da depressão, na ausência de evidências claras de redução na expressão dos RGs. Embora os efeitos dos antidepressivos nos hormônios glicocorticóides e seus receptores sejam relevantes para a ação terapêutica dessas drogas, os mecanismos moleculares subjacentes a esses efeitos ainda não estão esclarecidos. Estudos indicam que os antidepressivos têm efeitos diretos nos RGs, levando a uma melhora da função e a um aumento da expressão dos RGs. Nós propomos que, em humanos, os antidepressivos podem inibir os transportadores de esteróides localizados na barreira hemato-liquórica e nos neurônios, como o complexo de resistência a múltiplas drogas glicoproteína-p ("multidrug resistance p-glycoprotein"), e podem aumentar o acesso do cortisol ao cérebro e o feedback negativo mediado por glicocorticoides no eixo HPA. CONCLUSÃO: O aumento da ação do cortisol no cérebro pode ser uma abordagem eficaz para maximizar os efeitos terapêuticos dos antidepressivos. Hipóteses referentes aos mecanismos destes receptores envolvem compostos não esteróides que regulam a função dos RGs via segundos mensageiros. A pesquisa nesta área trará novos entendimentos à fisiopatologia e ao tratamento dos transtornos afetivos, em especial na depressão. Resumo em inglês OBJECTIVES: Changes in the hypothalamic-pituitary-adrenocortical (HPA) system are characteristic of depression. Because the effects of glucocorticoids are mediated by intracellular receptors including, most notably, the glucocorticoid receptor (GR), several studies have examined the number and/or function of GRs in depressed patients. METHODS: Review scientific evidences have consistently demonstrated that GR function is impaired in major depression, resulting in reduced (mais) GR-mediated negative feedback on the HPA axis and increased production and secretion of CRF in various brain regions postulated to be involved in the causality of depression. RESULTS: This article summarizes the literature on GR in depression and on the impact of antidepressants on the GR in clinical and preclinical studies, and supports the concept that impaired GR signalling is a key mechanism in the pathogenesis of depression, in the absence of clear evidence of decreased GR expression. The data also indicate that antidepressants have direct effects on the GR, leading to enhanced GR function and increased GR expression. Although the effects of antidepressants on glucocorticoid hormones and their receptors are relevant for the therapeutic action of these drugs, the molecular mechanisms underlying these effects are unclear. We propose that antidepressants in humans could inhibit steroid transporters localised on the blood-brain barrier and in neurones, like the multidrug resistance p-glycoprotein, and thus increase the access of cortisol to the brain and the glucocorticoid-mediated negative feedback on the HPA axis. CONCLUSION: Enhanced cortisol action in the brain might prove to be a successful approach to maximise therapeutic antidepressant effects. Hypotheses regarding the mechanism of these receptor changes involve non-steroid compounds that regulate GR function via second messenger pathways. Research in this field will lead to new insights into the pathophysiology and treatment of affective disorders.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Repercussões imunológicas dos distúrbios do sono: o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal como fator modulador/ Immune outcomes of sleep disorders: the hypothalamic-pituitary-adrenal axis as a modulatory factor

Palma, Beatriz Duarte; Tiba, Paula Ayako; Machado, Ricardo Borges; Tufik, Sergio; Suchecki, Deborah
2007-05-01

Resumo em português OBJETIVO: Revisar a literatura a respeito da interação entre sono e sistema imunológico. MÉTODO: Busca no Web of Science e no PubMed com os descritores: sono, privação de sono, estresse, eixo hipotálamo-pituitária-adrenal, sistema imunológico e doenças auto-imunes. RESULTADOS: Foram encontrados 588 artigos no Web of Science. As 61 referências mais significativas e mais relacionadas aos objetivos do estudo foram utilizadas. Foram incluídos artigos originais e d (mais) e revisão. CONCLUSÃO: A privação de sono e o sistema imunológico exercem e sofrem influências mútuas. A privação de sono é considerada um estressor, uma vez que induz a elevação do cortisol em seres humanos - ou da corticosterona em roedores. Os glicocorticóides, por sua vez, exercem um efeito imunossupressor. Por essas razões, foi proposto que o aumento da ativação do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal seja um importante mediador das alterações imunológicas observadas em pacientes com insônia ou privados de sono. Resumo em inglês OBJECTIVE: To review the literature on the interaction between sleep and the immune system. METHOD: A search on Web of Science and Pubmed database including the keywords sleep, sleep deprivation, stress, hypothalamic-pituitary-adrenal axis, immune system, and autoimmune diseases. RESULTS: On Web of Science, 588 publications were retrieved; 61 references, more significant and closer to our objective, were used, including original articles and review papers. CONCLUSION: Sle (mais) ep deprivation and immune system exert a bidirectional influence on each other. Since sleep deprivation is considered a stressor, inasmuch as it induces elevation of cortisol or corticosterone levels in humans and rodents, respectively, and given the well-known immunosuppressive effect of glucocorticoids, we propose that increased activation of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis is a major mediator of the immune alterations observed in patients with insomnia or in sleep deprived subjects.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Síndrome de Cushing por uso abusivo de descongestionante nasal contendo dexametasona: Relato de caso/ Cushing syndrome after abusive use of a nasal preparation containing dexamethasone: A case report

Caldas, Dayse; Schrank, Yolanda
2001-11-01

Resumo em português Os glicocorticóides têm sido largamente utilizados na prática clínica desde os princípios de 1950. Enquanto são bem conhecidos os efeitos adversos relacionados ao seu uso oral ou parenteral, não existem muitos relatos na literatura sobre efeitos adversos relacionados ao seu uso tópico. Relatamos o caso clínico de um rapaz de 16 anos com rinite alérgica que desenvolveu síndrome de Cushing exógena por uso abusivo de descongestionante nasal à base de dexametason (mais) a numa dose diária que variava de 0,5-0,7mg durante um período de 4 anos. O desmame do glicocorticóide foi iniciado substituindo-se o descongestionante em uso por outro sem glicocorticóide associado a doses progressivamente decrescentes de dexametasona administrada via oral, medicação esta que foi definitivamente suspensa 3 meses após o início do desmame - época na qual foi constatada recuperação do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal. Chamamos a atenção para a importância do acompanhamento criterioso dos pacientes em uso, a longo prazo, de toda e qualquer medicação que contenha glicocorticóide, eventualmente até com monitorização mais rigorosa através da determinação do cortisol livre urinário ou do cortisol plasmático após teste de estímulo com o ACTH dose baixa (1mcg), permitindo assim o diagnóstico de insuficiência adrenal, mesmo que incipiente, mas que na presença de stress leve a moderado poderia oferecer risco de vida. Diante da possibilidade de severos efeitos colaterais sistêmicos mesmo quando utilizados esteróides nasais, devemos sempre que possível dar preferência aos glicocorticóides de menor biodisponibilidade e insistir junto ao paciente para que seja respeitada a dose assim como o tempo de uso prescrito. Resumo em inglês Glucocorticoids have been largely used in the clinical practice since the early 1950s. While unwanted side effects related to its oral or parenteral use are well known, there are not many reports about such effects when glycocorticoids were used topically. We relate the case of a sixteen-year-old boy with allergic rhinitis who developed exogenous Cushing syndrome after abusive use of a nasal spray containing dexamethasone in a daily dose varying from 0.5-0.7mg during 4 ye (mais) ars. Once the diagnosis of exogenous Cushing syndrome was established, the spray containing dexamethasone was substituted by another one without steroids associated with the prescription of dexamethasone tablets in progressively lower doses. About 3 month later, when complete restoration of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis was observed, the tablets were discontinued. We would like to emphasize the importance of a strict follow-up of all patients with chronic use of any drug containing glycocorticoids; it is recommended in some cases to determine urinary free or plasmatic cortisol after the new low-dose (1mcg) ACTH stimulation test, in order to come to the diagnosis of incipient adrenal insufficiency, which could offer some danger in the presence of mild to moderate stress. Since the possibility of severe systemic side effects remains with the use of nasal steroids, we should whenever feasible prefer the use of glycocorticoids with lower bioavailability and emphasize the importance of respecting the dose and the time prescribed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Prevalência do anti-TPO e anti-21-hidroxilase no paciente diabético tipo 1/ Prevalence of anti-thyroid peroxidase and anti-adrenal 21-hidroxylase in type 1 diabetes patients

Nunes, Reinaldo Cavalcante; Almeida, Mirella Hansen de; Rodacki, Melanie; Noé, Rosângela Aparecida; Bencke, Maria Rocio; Oliveira, José Egídio Paulo de; Vaisman, Mario
2009-06-01

Resumo em português Ainda não está definida a estratégia ideal para rastrear a doença de Addison em pacientes com diabetes melito tipo 1 (DMT1). OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência do anticorpo anti-21-hidroxilase (AC anti-21OH) em pacientes DMT1 de etnia diversificada e investigar sua associação à disfunção adrenal e autoimunidade tireoidiana. MÉTODOS: Quarenta indivíduos foram avaliados, submetidos à entrevista e à dosagem de AC antitireoperoxidase (mais) (anti-TPO), anti-21OH, TSH, T4 livre e cortisol. AC anti-21OH foi encontrado em 7,5% (n = 3) dos casos, sem disfunção adrenal associada. RESULTADOS: Positividade para anti-21OH não ocorreu exclusivamente em pacientes com anti-TPO (+). Este foi detectado em 25% dos casos e associado a níveis de TSH mais elevados (p = 0,034) e à idade mais avançada (p = 0,009). CONCLUSÕES: Embora nossa frequência de anti-TPO (+) seja similar à da literatura, a presença de anti-21OH (+) foi superior. Entretanto, esses AC não foram associados à disfunção hormonal, o que parece não justificar o rastreamento universal da doença de Addison. Resumo em inglês There is still no consensus about the best strategy to screen Addison's disease (AD) in type 1 diabetes mellitus (T1DM) patients. OBJECTIVE: The aim of this study was to determine the frequency of anti-21-hydroxilase (anti-21OH) in a multiethnic T1DM population and investigate if its presence is associated with any adrenal dysfunction or thyroid autoimmunity. METHODS: Forty individuals underwent an interview and blood was drawn for anti-thyroperoxidase (anti-TPO), anti-21 (mais) OH, TSH, free T4 and cortisol measurement. RESULTS: Anti-21OH was found in 7.5% (n = 3), none with adrenal dysfunction. This antibody was not exclusively seen in patients with anti-TPO (+). Anti-TPO was positive in 25% and associated with higher TSH levels (p = 0.034) and older age (p = 0.009). CONCLUSIONS: Although the frequency of anti-TPO in this sample was similar to previous studies, a higher prevalence of anti-21-OH was found. However, no coexisting adrenal dysfunction was detected, which does not support universal screening for AD in this group.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Síndrome de Cushing subclínica em populações de risco/ Subclinical Cushing's syndrome in populations at risk

Caetano, Maria Silvia S.; Vilar, Lucio; Kater, Claudio E.
2007-11-01

Resumo em português Os incidentalomas de adrenais (IA) são tumores freqüentes em humanos. A síndrome de Cushing (SC) endógena é rara e os adenomas de adrenais são responsáveis por 10% dos casos de SC. A SC subclínica ocorre em IA com dinâmica do cortisol anormal e ausência de fenótipo característico de hipercortisolismo. A prevalência média de SC subclínica em IA é de 9%. Dados de pequenas séries indicam que 20% dos IA desenvolvem alterações bioquímicas quando acompanhado (mais) s por 10 anos. A evolução da SC subclínica parece ser benigna, raramente ocorrendo aumento da massa e evolução para a SC clinicamente manifesta. Os incidentalomas e a SC subclínica têm sido correlacionados aos componentes da síndrome metabólica, especialmente ao diabetes mellitus do tipo 2. Embora o número de pacientes avaliados ainda seja pequeno, os estudos disponíveis demonstram que o tratamento do hipercortisolismo resulta em melhor controle metabólico e da pressão arterial. Esses achados levaram alguns autores a pesquisar a presença de SC subclínica em pacientes com diagnóstico prévio de diabetes mellitus. Os estudos realizados utilizando diferentes abordagens diagnósticas mostraram que nesse grupo de pacientes a incidência de SC subclínica é maior do que na população geral. Resumo em inglês Based on autopsy studies, adrenal masses are among the most common tumors in humans. Endogenous Cushing's syndrome (CS) is unusual and adrenal adenomas account for 10% of all cases of CS. Patients with subclinical CS (SCS) present abnormal cortisol dynamics without obvious manifestations. The prevalence of hypercortisolism in clinically inapparent adrenal masses has been reported as 9%. Data from several small series of patients indicate that fewer than 20% develop hormon (mais) e overproduction when followed for up to 10 years. Follow-up of patients with subclinical CS suggests that rarely masses increase in size or progress to overt CS. Adrenal incidentalomas and subclinical CS are related to metabolic disorders, in special to type-2 diabetes. The scarce available data suggest that treatment of hypercortisolism correct the metabolic abnormalities and blood pressure. Some studies evaluating the prevalence of subclinical CS in overweight type-2 diabetes patients suggest that it is considerably higher in populations at risk than in the general population.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Aplicação da cromatografia a líquido em substituição à técnica de radioimunoensaio como auxílio diagnóstico visando ao gerenciamento de resíduos de serviço da saúde em laboratório de pesquisa/ Application of liquid chromatography in substitution of the radioimmunoassay technique in order to reduce residues generated in health services in research laboratory

Ribeiro Neto, Luciane M.; Sugawara, Eduardo K.; Verreschi, Ieda T. N.
2008-10-01

Resumo em português A elaboração do Plano de Gerenciamento dos Resíduos dos Serviços de Saúde, normatizado na RDC nº 306/2004, é de responsabilidade de todos os geradores. Sendo o radioimunoensaio (RIE) uma das técnicas mais empregadas, estudou-se o impacto da substituição dessa técnica por cromatografia líquida (HPLC), no aspecto da redução na geração de resíduos radioativos na rotina do Laboratório de Esteróides da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Os resídu (mais) os gerados nas determinações de cortisol e 17α-hidroxiprogesterona séricos foram classificados, e aqueles pertencentes aos grupos B e C foram avaliados. Observou-se que no emprego de RIE há geração de resíduos químicos (grupo B) e rejeitos radioativos (grupo C), enquanto no HPLC gerou-se apenas resíduos químicos. A adequação dessas técnicas teve vantagem de redução significativa no tempo de análise e, sobretudo, a eliminação e/ou a diminuição na geração de rejeitos radioativos, estimulando a sua aplicação para outras metodologias, bem como a implantação em outras unidades de pesquisas. Resumo em inglês Designing a Health Care Service Waste Management Plan, according to the RDC 306 rules, is a responsibility of all those who produce such waste. Since radioimmunoassay (RIA) is one of the most employed techniques, we studied the impact of replacing this technique by liquid chromatography (HPLC) with regard to the reduction of the radioactive residues routinely produced by the Unifesp steroid laboratory. The residues produced by the determination of serum cortisol and 17 &# (mais) 945;-hydroxyprogesterone were classified, and those belonging to groups B and C were evaluated. We observed that, when RIA is used, chemical residues (group B) and radioactive waste (group C) are produced, whereas HPLC generates only chemical residues. Adequation of these techniques showed to be advantageous, by significantly reducing the time of analysis and mainly by eliminating and/or reducing the generation of radioactive waste, encouraging its application to other methodologies, as well as its adoption by other research units.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Uso tópico do amitraz em concentração terapêutica em gatos/ Topical use of amitraz in therapeutic concentration in cats

Andrade, Silvia Franco; Laposy, Cecília Braga; Cardoso, Cléber Salesse; Sakamoto, Keila Priscilla; Motta, Yudney Pereira da
2007-08-01

Resumo em português O amitraz é um inseticida do grupo das formamidinas muito utilizado como acaricida e carrapaticida em medicina veterinária. O presente trabalho teve como objetivo analisar as alterações induzidas com o uso do amitraz por via tópica, através de banho, em concentração terapêutica de 0,05%, avaliando-se a freqüência cardíaca, o eletrocardiograma, a pressão arterial sistólica, a freqüência respiratória, a temperatura retal, o diâmetro pupilar e o grau de sed (mais) ação, além da dosagem da concentração de glicose, insulina e cortisol. As alterações observadas foram diminuição da pressão arterial, hipotermia, vômito, salivação, midríase, grau de sedação leve e aumento no nível de glicose. Alguns animais, individualmente, em alguns momentos, também apresentaram arritmia sinusal. Apesar de ter ocorrido diminuição da freqüência cardíaca e pressão arterial sistólica e aumento no nível de glicose, esses valores estavam dentro da normalidade referida para a espécie felina. O trabalho demonstrou que a utilização do amitraz por via tópica em concentração terapêutica é segura em gatos hígidos e, assim como ocorre em outras espécies, o seu uso deve ser contra-indicado em gatos diabéticos, com problemas cardíacos e hipotérmicos. Resumo em inglês Amitraz is an insecticide of the formamidine group very used as acaricide and tickicide in veterinary medicine. The present research was aimed at analyzing the alterations induced by the topical use of amitraz in therapeutic concentration of 0.05%. Heart rate, electrocardiogram, systolic blood pressure, respiratory rate, rectal temperature, pupil diameter and degree of sedation, dosage of the glucose, insulin and cortisol concentration were measurements. The alterations w (mais) ere blood pressure decrease, hypothermia, vomit, salivation, mydriasis, light degree of sedation and increase in plasma glucose level. Some animals also presented sinusal arrhthymia. In spite of having occurred decrease of the heart rate and systolic blood pressure and increase in the glucose levels, these values were inside of the normality referred for the feline species. The research demonstrated that the use of the amitraz by topical way in therapeutic concentration is safe in healthy cats, and as well as it happens in other species, it’s use should be contraindicated in cats with diabetic, heart problems and hypothermia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Insuficiência adrenal primária na infância/ Primary adrenal insufficiency in children

Longui, Carlos Alberto
2004-10-01

Resumo em português A insuficiência adrenal primária manifesta-se raramente na infância, podendo apresentar-se de forma insidiosa ou aguda, especialmente na vigência de um estresse desencadeante. Os sinais clínicos são inespecíficos e incluem fraqueza, inapetência, náuseas e vômitos, dor abdominal e diarréia, hipotensão, hipoglicemia e desidratação. As causas podem ser adquiridas (hiperplasia adrenal congênita, doença de Addison, hipoplasia adrenal, adrenoleucodistrofia, doen (mais) ças de depósito etc). A presença de história familial, consangüinidade, doenças de base e fatores desencadeantes deve ser valorizada para a elucidação diagnóstica. A investigação laboratorial inclui a determinação do cortisol, ACTH, bem como de precursores da esteroidogênese. O teste de estímulo com ACTH é reservado para os quadros intermediários. A quantificação dos auto-anticorpos anti-adrenal e os estudos moleculares estão indicados na confirmação diagnóstica de quadros específicos. O tratamento substitutivo com glicocorticóide, e se necessário a associação com mineralocorticóide, deve ser instituído de forma precoce e utilizando-se a menor dose que controle os sintomas e restabeleça um crescimento estatural e desenvolvimento puberal adequados. Resumo em inglês Primary adrenal insufficiency is a rare pediatric condition, which can be presented as chronic or acute forms, especially during stress. The clinical features are unspecific and include weakness, nausea and vomiting, abdominal pain and diarrhea, arterial hypotension, hypoglycemia and dehydration. The etiology can be acquired such as infectious, hemorrhagic and drug-induced disorders, or be dependent on a genetic origin, such as congenital adrenal hyperplasia, Addison’s d (mais) isease, congenital adrenal hypoplasia, adrenoleucodystrophy, or deposit disorders of the adrenal gland. The familial history, presence of consanguinity, adjacent diseases and associate factors, should be considered to confirm the diagnosis. Laboratory investigation includes cortisol, ACTH and the determination of the steroidogenic precursors. The ACTH stimulation test is performed in intermediate conditions. Adrenal auto-antibodies quantitation and molecular studies can be helpful to confirm specific diseases. A substitutive glucocorticoid and mineralocorticoid therapy should be started as soon as the diagnosis is confirmed. The treatment aimed to control the symptoms with the smaller dose that can allow an adequate growth and pubertal development.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

A relação entre polifarmácia, complicações crônicas e depressão em portadores de Diabetes Mellitus Tipo 2/ The relationship between polipharmacy, chronic complications and depression in individuals with Type 2 Diabetes Mellitus/ Relación entre polifarmacia, complicaciones crónicas y depresión en portadores de Diabetes Mellitus Tipo 2

Nascimento, Alexandra Bulgarelli do; Chaves, Eliane Corrêa; Grossi, Sônia Aurora Alves; Lottenberg, Simão Augusto
2010-03-01

Resumo em português Os objetivos deste estudo foram: caracterizar a polifarmácia entre portadores de Diabetes Mellitus tipo2(DM2); e correlacionar polifarmácia e número de complicações do DM2 com indicadores de depressão (Inventário de Depressão de Beck[IDB] e cortisol urinário[CORT]). A amostra foi composta por 40 pacientes da Liga de Diabetes do HCFM-USP, avaliados quanto aos indicadores de depressão (CORT e IDB) e quanto à prática de polifarmácia e número de complicações d (mais) o DM2. Os resultados mostraram que os medicamentos utilizados foram: antidiabéticos orais, insulinas, anti-hipertensivos, diuréticos, anti-lipêmicos e trombolíticos. No grupo estudado, 75% fizeram uso diário de 5 a 8 medicamentos, e 12,5% de 8 medicamentos/dia ou mais; todos fizeram no mínimo 3 tomadas diárias, 60% tinham entre 1 e 3 complicações do DM2, e 22,5% tinham 3 ou mais. A correlação entre os indicadores de depressão(IDB e CORT), o número de medicamentos e o número de complicações do DM2 não foi estatisticamente significante. No entanto, houve correlação positiva entre CORT e número de tomadas diárias de medicamentos (Spearman,r=0.319, p=0.019). Resumo em espanhol Fueron objetivos de este estudio: caracterizar a la polifarmacia entre portadores de Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2) y correlacionar la polifarmacia y el número de complicaciones de la DM2 con indicadores de depresión (Inventario de Depresión de Beck [IDB] y cortisol urinario [CORT]). La muestra fue integrada por 40 pacientes de la Liga de Diabetes del HCFM-USP evaluados respecto de los indicadores de depresión (CORT e IDB) y también en cuanto a la práctica de polifa (mais) rmacia y número de complicaciones de la DM2. Los resultados mostraron que los medicamentos utilizados fueron: antidiabéticos orales, insulinas, antihipertensivos, diuréticos, antilipemiantes y trombolíticos. Dentro del grupo estudiado, 75% de los pacientes utilizaban diariamente entre 5 y 8 medicamentos, un 12,5% de la muestra hacía uso de 8 medicamentos/día o más; todos hicieron como mínimo tres tomas diarias, el 60% presentaba entre 1 y 3 complicaciones de la DM2 y el 22,5% presentaba 3 o más. La correlación entre los indicadores de depresión (IDB y CORT) y el número de medicamentos y de complicaciones de la DM2 no fue estadísticamente significativa. Sin embargo, hubo correlación positiva entre CORT y la cantidad de tomas diarias de medicamentos (Spearman, r=0.319, p=0.019). Resumo em inglês The objectives of this study were: to characterize the polipharmacy in subjects with Type 2 Diabetes Mellitus (DM2) and to verify the correlation between polipharmacy and number of medications for DM2 complications with depression indicators (Beck Depression Inventory (BDI) and urinary cortisol (CORT) levels). A sample composed of 40 patients with DM2 from the Diabetes League of HCFM-USP was analyzed for depression indicators (CORT and BDI) in addition to evaluation for p (mais) olipharmacy and number of DM2 complications. The results showed oral hypoglycemic agents, insulins, antihypertensives, diuretics, lipid-lowering drugs and thrombolytics are the most frequent medications used. In this sample, 75% used from 5 to 8 medicines daily and 12.5% used more than eight medicines/day; all of them used to take each medication at least 3 times daily. Between 1 and 3 DM2 complications were observed in 60% of the individuals and 22.5% showed more than 3 DM2 complications. No significant correlations were observed between depression indicators (BDI and CORT), number of medications and DM2 complications. However, positive correlation was observed between CORT and daily frequency of medication (Spearman, r=0.319, p=0.019).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Fatores que tornam estressante o trabalho de médicos e enfermeiros em terapia intensiva pediátrica e neonatal: estudo de revisão bibliográfica/ Factors that cause stress in physicians and nurses working in a pediatric and neonatal intensive care unit: bibliographic review

Fogaça, Monalisa de Cássia; Carvalho, Werther Brunow de; Cítero, Vanessa de Albuquerque; Nogueira-Martins, Luiz Antonio
2008-09-01

Resumo em português OBJETIVOS: Revisão de literatura sobre estresse ocupacional e síndrome de burnout em médicos e enfermeiros que trabalham em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal. MÉTODOS: Os artigos foram identificados a partir das bases de dados MedLine, LILACS e SciElo, usando as palavras-chave estresse, burnout, médicos, enfermagem, unidade de terapia intensiva, unidade de cuidados intensivos pediátricos e unidades de cuidados intensivos neonatais. O período pesqu (mais) isado foi de 1990 a 2007. RESULTADOS: Médicos e enfermeiros que trabalham em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal são candidatos a apresentarem estresse, alterações psicológicas e síndrome de Burnout. Pesquisas sobre o tema identificaram alterações importantes que acometem médicos e enfermeiros intensivistas: sobrecarga de trabalho, burnout, desejo de abandonar o trabalho e níveis elevados de cortisol entre outros fatores. CONCLUSÕES: Os profissionais que trabalham em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal , pela especificidade do seu trabalho, estão expostos ao risco do estresse ocupacional e, conseqüentemente ao Burnout. Estes dados sugerem a necessidade de serem feitas pesquisas, com o objetivo de desenvolver medidas preventivas e modelos de intervenção. Resumo em inglês OBJECTIVES: Bibliographic review on occupational stress and burnout presence in physicians and nurses that work in pediatric and neonatal intensive care units. METHODS: The articles were selected from the MedLine, LILACS and SciElo data base using the key words: stress, burnout, physicians, nursing, intensive care unit, pediatric intensive care unit and neonatal intensive care unit. The studied period ranged from 1990 to 2007. RESULTS: Health professionals who work in ped (mais) iatric and neonatal intensive care units are strong candidates for developing stress, psychological alterations and burnout syndrome. Researches on this subject identified important alterations suffered by these physicians and nurses, such as: work overload, burnout, desires of giving up their jobs, high levels of cortisol, among other alterations. CONCLUSIONS: Professionals, who work in pediatric and neonatal intensive care units, due to the specificity of their job, are liable to develop occupational stress, and consequently burnout. These results suggest the need for further research with the objective of developing preventive measures and intervention models.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Dermatofitose por Tricophyton rubrum como infecção oportunista em pacientes com doença de Cushing/ Dermatophytosis caused by Tricophyton rubrum as an opportunistic infection in patients with Cushing disease

Peixoto, Isy; Maquine, Gustavo; Francesconi, Valeska Albuquerque; Francesconi, Fabio
2010-12-01

Resumo em português O dermatófito Trichophyton rubrum é um agente comum nas micoses superficiais, podendo apresentar lesões extensas pauci-inflamatórias de evolução crônica, especialmente em imunocomprometidos. O hipercortisolismo, na síndrome de Cushing, aumenta o risco de infecções, resultado do efeito imunossupressor dos glicocorticóides. Os casos relatados apresentam duas formas distintas de dermatofitose, em pacientes com doença de Cushing, causadas por Tricophyton rubrum e posterior remissão após normalização da cortisolemia. Resumo em inglês Trichophyton rubrum is a common agent found in superficial mycoses, which present ample nonin?ammatory lesions, with chronic evolution, especially in immunocompromised patients. The hypercortisolism in Cushing's syndrome increases the risk of infections as a result of the immunosuppressive effect of glucocorticoids. The reported cases here refer to two different types of dermatophytosis caused by Trichophyton rubrum in patients with Cushing's disease, resistant to antifungal treatment. The disease remitted after the levels of cortisol went back to normal.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Fatores que interferem no crescimento e na altura final de pacientes com hiperplasia congênita das supra-renais por deficiência da 21-hidroxilase

Menezes Filho, Hamilton C. de; Dichtchekenian, Vaê; Kuperman, Hilton; Della Manna, Thais; Damiani, Durval; Setian, Nuvarte
2001-12-01

Resumo em português A hiperplasia congênita das supra-renais (HCSR) representa um grupo de doenças genéticas que comprometem a síntese de cortisol devida à deficiência em uma das enzimas responsáveis pela esteroidogênese supra-renal. Na deficiência da 21-hidroxilase (D21OH), responsável por mais de 90% dos casos de HCSR, a secreção androgênica supra-renal está aumentada. A forma clássica de D21OH é tratada com glicocorticóide, repondo-se mineralocorticóide quando necessári (mais) o. O uso continuado de corticosteróides pode comprometer o crescimento através de diferentes mecanismos. Por outro lado, a excessiva secreção adrenocortical dos esteróides sexuais pode levar à redução do tempo de crescimento, tanto por aceleração da idade óssea quanto pela possibilidade de indução de puberdade precoce central. A combinação dos efeitos da corticoterapia e do excesso de esteróides sexuais sobre o crescimento faz com que as crianças com HCSR estejam sob risco de baixa estatura. Daí a importância da cuidadosa avaliação e monitorização do crescimento e da evolução puberal desses pacientes. Igualmente importante é o emprego de glicocorticóides com menor capacidade em suprimir o crescimento. Desse modo, acreditamos que a melhor opção terapêutica para crianças com HCSR é representada pela hidrocortisona ou acetato de cortisona, empregadas na dose fisiológica e administrando-se a maior dose pela manhã. Resumo em inglês Congenital adrenal hyperplasia (CAH) represents a group of genetic diseases where the synthesis of cortisol is compromised by deficiency in one of the enzymes involved in adrenal steroidogenesis. In CAH owing to 21-hydroxylase deficiency (21OHD), responsible for more than 90% of all cases, the adrenal androgen secretion is increased. The classic form of 21OHD is treated with glucocorticoids, and mineralocorticoid is replaced if necessary. The chronic use of corticosteroid (mais) s may compromise growth by different means. Otherwise, the excessive adrenocortical secretion of sex steroids reduces the duration of growth, by both accelerating bone age and the possible induction of central precocious puberty. The associated effects of prolonged glucocorticoid therapy and excessive amounts of sex steroids upon growth render children with CAH specially at risk for short stature. Therefore their growth and pubertal evolution must be carefully evaluated and monitored. It is also important to use glucocorticoids with less growth suppressive potential. Thus, we believe that the best therapeutic option for children with CAH is the use of hydrocortisone ou cortisone acetate in physiologic doses, the larger dose given in the morning.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Causas raras de pseudo-hermafroditismo feminino: quando suspeitar?/ Rare forms of female pseudohermaphroditism: when to investigate?

Castro, Margaret de; Elias, Lucila Leico
2005-02-01

Resumo em português Neste artigo discutiremos as causas raras de pseudo-hermafroditismo feminino. Hiperplasia congênita adrenal é a causa mais comum da ambigüidade da genitalia externa no nascimento, em fetos 46,XX, devido principalmente à forma clássica de deficiência de 21-hidroxilase. São apresentadas aqui as deficiências de 11beta-hidroxilase e de 3beta-hidroxiesteroide desidrogenase, além da resistência familial aos glicocorticóides, caracterizada pela secreção aumentada de (mais) cortisol sem evidência clínica de hipercortisolismo, mas com manifestations de excesso de andrógenos e de mineralocorticóides, decorrente de mutações no gene do receptor do glucocorticóide. Também são discutidas a deficiência de aromatase placentária, caracterizada por masculinização do feto feminino, acompanhada de virilização materna durante a gestação, e deve ser considerada na ausência da hiperplasia adrenal fetal e de tumores maternos produtores de andrógenos e a deficiência da P450-oxidorredutase, além das causas maternas e de quadros dismórficos complexos que levam ao pseudo-hermafroditismo feminino. A investigação requer a análise do cariótipo, dosagens séricas iniciais de 17OH progesterona, 11 desoxicortisol, 17-pregnenolone e andrógenos para avaliar o diagnóstico das diferentes causas de hiperplasia adrenal congênita. Após este diagnóstico ser afastado, dados clínicos e laboratoriais devem ser coletados para afastar as causas ainda mais raras de pseudo-hermafroditismo feminino. Resumo em inglês The congenital adrenal hyperplasia is the commonest cause of ambiguity of the external genitalia at birth, due to classic forms of 21-hydroxylase and 11beta-hydroxylase deficiencies. 3beta-hydroxysteroid dehydrogenase (3betaHSD) is a rare disorder that affects both sexes and female patients may have ambiguous genitalia. Familial glucocorticoid resistance is characterized by increased cortisol secretion without clinical evidence of hypercortisolism, but with manifestations (mais) of androgen and mineralocorticoid excess, caused by glucocorticoid receptor gene mutation, and rarely can lead to female pseudohermaphroditism. Placental aromatase deficiency is a rare disease characterized by a masculinized female fetus and a virilized mother, which should be considered in the absence of fetal adrenal hyperplasia and maternal androgen-secreting tumours. Finally, mutations of P450 oxidoreductase causes disordered steroidogenesis with ambiguous genitalia. The investigation of abnormal sexual development requires an initial karyotype analysis and serum 17OH progesterone, 11 deoxycortisol, 17 pregnenolone, and androgen measurements to assess the diagnosis of different forms of congenital adrenal hyperplasia.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

Ração suplementada com vitaminas C e E influencia a resposta inflamatória aguda em tilápia do Nilo/ Vitamin C and E supplemented diet influences the acute inflammatory response in Nile tilapia

Martins, Maurício Laterça; Miyazaki, Danilo Makoto Yamaguchi; Moraes, Flávio Ruas de; Ghiraldelli, Luciana; Adamante, Washington de Barros; Mouriño, José Luiz Pedreira
2008-02-01

Resumo em português Este estudo avaliou o hemograma e a resposta inflamatória aguda em tilápia do Nilo alimentada com 500mg de vitamina C e 500mg de vitamina E/kg de ração. Após 30 dias de alimentação com a dieta suplementada com as vitaminas, 500µg de carragenina, 3mg de lipopolissacarídeo (LPS)/kg de peixe e 0,5ml de solução salina estéril (controle) foram injetados na bexiga natatória dos animais. Seis horas após, os peixes foram anestesiados para coleta de amostras san (mais) güíneas e análise da resposta inflamatória. Peixes injetados com carragenina e LPS apresentaram as maiores contagens totais de leucócitos no sangue, sendo que a suplementação vitamínica na ração provocou redução no número total de trombócitos nos injetados com carragenina. A taxa de glicose, o número de eritrócitos, o hematócrito e o cortisol não sofreram influência da suplementação vitamínica na ração. A suplementação vitamínica provocou redução no número de neutrófilos no sangue dos animais injetados com LPS. Nos peixes injetados com carragenina e LPS alimentados com vitaminas, houve maior migração de células para o sítio inflamado. O LPS provocou maior migração de células em comparação com os demais tratamentos, principalmente por macrófagos. A suplementação vitamínica provocou aumento no número de trombócitos no exsudato em peixes injetados com carragenina e LPS. Resumo em inglês This study evaluated the haematology and acute inflammatory response in Nile tilapia fed with 500mg vitamin C and 500 mg vitamin E/kg dry ration. Thirty days after feeding with supplemented diet, 500µg carrageenin, 3mg lipopolysacharide (LPS)/kg body weight and 0.5ml sterile saline solution (control) were injected in the swim bladder. Six hours after the fish were anesthetized to collect blood and analysis of the inflammatory response. Fish injected with carrageenin (mais) and LPS showed the highest counts of total leucocytes in blood and, the vitamin supplementation provoked reduction in the number of total thrombocytes in the carrageenin injected fish. Glucose, erythrocyte number, hematocrit and cortisol were not influenced by the vitamin supplmentation. The addition of vitamins in the diet caused reduction in the number of neutrophils in LPS injected fish. Once more, fish injected with carrageenin and LPS fed vitamins showed higher migration of leucocytes to the inflamed site. LPS provoked the highest migration of inflammatory cells, mainly by macrophages when compared to the other treatments. Vitamin supplementation increased the number of thrombocytes in the inflammatory exsudate in carrageenin and LPS injected fish.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

Avaliação dos efeitos da adição de sal e da densidade no transporte de tambaqui/ Assessment on the effect of salt and density on tambaqui fish transportation

Gomes, Levy de Carvalho; Araujo-Lima, Carlos Alberto Rego Monteiro; Roubach, Rodrigo; Urbinati, Elisabeth Criscuolo
2003-02-01

Resumo em português Os objetivos deste trabalho foram testar a eficiência do sal como redutor de estresse e verificar a melhor densidade de transporte de juvenis de tambaqui (Colossoma macropomun) em caixas de plástico adaptadas. No primeiro experimento foram testadas diferentes concentrações de sal de cozinha (NaCl) na água; no segundo, o transporte foi realizado por três horas em caixas de plástico de 200 L estocadas com diferentes densidades de peixe, com 8 g de sal/L de água. O c (mais) ortisol plasmático dos peixes sofreu aumento significativo após o transporte no tratamento sem sal e com 2 g de sal/L de água, retornando para níveis normais após 96 horas. A glicose plasmática dos peixes sofreu aumento após o transporte em todas as concentrações de sal testadas, com exceção da com 8 g/L de água, retornando para níveis normais em 24 horas. Nos peixes transportados no segundo experimento, com 8 g de sal/L de água, não foi verificada mudança significativa no cortisol plasmático, mas a glicose aumentou significativamente em todas as densidades após o transporte, retornando para níveis normais em 24 horas. Houve mortalidade de 11% em uma das repetições da densidade de 200 kg/m³ de água. Para o transporte com 8 g de sal/L de água, a densidade máxima deve ser de 150 kg/m³ de água. Nesta densidade os parâmetros físico-químicos de qualidade de água se mantêm com características adequadas, as respostas ao estresse são mínimas e não há mortalidade. Resumo em inglês The objectives of this study were to evaluate the efficiency of salt as a stress reductor and to determine the best transportation density for tambaqui (Colossoma macropomum) juveniles in customized plastic boxes. In the first experiment different concentrations of cooking salt (NaCl) in the water were tested, and in the second experiment the fishes were transported for three hours in 200 L plastic boxes using different fish densities and 8 g of salt/L of water. Plasma co (mais) rtisol presented a significant increase after transportation in water without salt or with 2 g of salt/L, returning to normal levels after 96 hours. The fishes exposed to all salt concentrations had plasma glucose increased after transportation, except the treatment with 8 g of salt/L of water, returning to normal levels within 24 hours. In the second experiment, the fishes transported at different densities with 8 g of salt/L of water did not present a significant change in plasma cortisol after transportation, but plasma glucose increased after transportation at all fish densities, returning to normal levels in 24 hours. Fish transported at a density of 200 kg/m³ of water had 11% mortality in one of the replicates. For tambaqui transportation with 8 g of salt/L of water, maximum density should be 150 kg/m³ of water. At this density water parameter levels are adequate, stress responses are minimum and there is no fish mortality.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

Picnodisostose: relato de dois casos/ Pycnodysostosis: report of two cases

Quezado, Rosana; Montenegro Jr., Renan M.; Araripe, Fabiana F. A.; Corrêa, Rafaela Vieira; Montenegro, Renan M.
2003-02-01

Resumo em português Picnodisostose (PYCD) é uma rara displasia esquelética autossômica recessiva, decorrente de defeito no gene codificador da enzima catepsina K, caracterizada por baixa estatura (BE), osteoesclerose, acroosteólise, deformidades crânio-faciais e fragilidade óssea. Embora a BE seja característica, deficiência de GH tem sido relatada apenas em parte dos casos de PYCD. Apresentamos dois casos isolados, com quadros clínico-radiológicos característicos. Caso 1: 9 anos, (mais) masculino, pais consangüíneos, apresentando BE, osteoesclerose, fragilidade óssea, exoftalmia bilateral, fronte ampla, braquicefalia, alargamento das suturas cranianas, fontanelas abertas, micrognatia, implantação anormal dos dentes, braquidactilia, unhas distróficas e acrosteólise das falanges distais. Caso 2: 17 anos, masculino, com BE, nariz proeminente, braquicefalia, plastibasia, falha de fechamento de suturas e fontanelas, hipoplasia mandibular, dentição anormal, osteoesclerose difusa, braquidactilia, acrosteólise das falanges distais e aumento das pregas cutâneas nas mãos. Ambos apresentaram níveis basais normais de TSH, T4 livre, gonadotrofinas e testosterona, e da resposta do GH e do cortisol, durante teste farmacológico. Em conclusão, a PYCD parece ser uma condição heterogênea com apresentação clínica variável. Assim, embora não tenha sido observado nestes casos, mas tendo em vista as descrições prévias, consideramos importante que pacientes com PYCD sejam rotineiramente submetidos à avaliação hormonal. Resumo em inglês Pycnodysostosis (PYCD) is a rare autosomal recessive skeletal dysplasia, due to a defect in the gene encoding cathepsin K, and characterized by short stature (SS), osteosclerosis, acro-osteolysis, skull deformities, and bone fragility. Although SS is characteristic in PYCD, GH deficiency has been reported only in some cases. We present two isolated cases, with typical clinical-radiological pictures. Case 1: a 9 year-old boy, offspring of consanguineous parents, presenting (mais) SS, osteosclerosis, bone fragility, bilateral ocular proptosis, frontal bossing, brachycephaly, wide cranial sutures, open fontanels, micrognathia, abnormal teeth, brachydactyly, dystrophic nails, and acro-osteolysis of the distal phalanges. Case 2: a 17 year-old boy, presenting SS, prominent nose, brachycephaly, plastibasia, separated cranial sutures, large fontanels, mandibular hypoplasia, abnormal teeth, diffuse osteosclerosis, brachydactyly, acro-osteolysis and increased cutaneous pleats in the hands. Both patients presented normal levels of TSH, free T4, gonadotropins and testosterone, and normal GH and cortisol responses to pharmacological stimuli. In conclusion, PYCD is a heterogeneous condition with variable clinical presentation. Thus, although not observed in these cases, but in light of previous descriptions, we consider important that patients with PYCD be routinely submitted to hormonal evaluation.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

Hiperplasia adrenal macronodular independente de ACTH (AIMAH): aspectos clínicos e moleculares/ Clinical and molecular aspects of the ACTH: independent bilateral macronodular adrenal hyperplasia

Antonini, Sonir R.; Fragoso, Maria Cândida; Lacroix, André
2004-10-01

Resumo em português A AIMAH é caracterizada pela presença de macronódulos em ambas as adrenais, na ausência da estimulação do ACTH. Habitualmente, as manifestações clínicas aparecem somente após várias décadas de vida, provavelmente em função da baixa atividade esteroidogênica do tecido hiperplásico. Entretanto, em indivíduos assintomáticos cuja AIMAH foi descoberta acidentalmente, o eixo HHA já se encontra alterado. Estudos têm demonstrado que, na maioria dos casos de AI (mais) MAH, a secreção de cortisol é regulada de modo "aberrante" por hormônios como o GIP, AVP, catecolaminas, LH/hCG e serotonina, através de seus respectivos receptores, ectópicos ou eutópicos, porém aberrantemente acoplados à esteroidogênese. Os mecanismos moleculares responsáveis pela expressão ectópica dos receptores hormonais e/ou de seu acoplamento anormal à esteroidogênese adrenal ainda são pouco conhecidos. Embora a expressão aberrante destes receptores hormonais possa desempenhar um papel importante na iniciação da proliferação celular aumentada, bem como na esteroidogênese, é provável que eventos genéticos adicionais ocorram, envolvendo a regulação do ciclo celular, adesão e transcrição. Mutações no gene GNAS1 não associadas à síndrome de McCune-Albright podem ser encontradas em raros casos de AIMAH. Em alguns casos, a presença de receptor hormonal aberrante abre novas possibilidades de tratamento farmacológico específico do hipercortisolismo, seja isolado ou associado à adrenalectomia unilateral. Resumo em inglês AIMAH is a clinical condition characterized by the presence of adrenal macronodules even in the absence of ACTH. Usually the clinical overt syndrome only becomes apparent after several decades of life; this is probably due to the low steroidogenic enzyme capacity of the hyperplastic tissue. However, in asymptomatic individuals in whom the AIMAH was incidentally discovered, the HHA axis is usually disrupted. In the great majority of AIMAH cases, cortisol secretion is aberr (mais) antly regulated by hormones such as GIP, AVP, beta-adrenergic agonists, LH/hCG and in some cases by serotonin, acting through their specific receptors. The molecular mechanisms responsible by ectopic expression of such hormone receptors and/or their aberrant coupling to steroidogenesis are still largely unknown. Although this aberrant expression may have an important role in the augmented cell proliferation initiation, as well as in the steroidogenesis, it is probable that additional genetic events involving cell cycle regulation, adhesion and transcription occur. In rare cases GNAS1 mutations not related to McCune-Albright syndrome may be found in this condition. In some patients, the presence of aberrant hormone receptors creates the possibility of specific pharmacological treatment, isolated or associated with unilateral adrenalectomy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

Ansiedade, pânico e o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal/ Anxiety, panic and the hypothalamic-pituitary-adrenal axis

Graeff, Frederico G
2007-05-01

Resumo em português OBJETIVO: Este artigo discute a ativação diferencial do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal no transtorno de ansiedade generalizada e no transtorno de pânico. MÉTODO: Resultados de recentes revisões da literatura são resumidos e discutidos. RESULTADOS: Os resultados de estudos experimentais que dosaram o hormônio adrenocorticotrópico, o cortisol e a prolactina mostram que ataques de pânico naturais, bem como os provocados por agentes panicogênicos seletivos - c (mais) omo lactato de sódio e dióxido de carbono -, não ativam o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal. Agonistas do receptor de colecistocinina do tipo B, como o peptídeo colecistocinina-4 e a pentagastrina, elevam os hormônios de estresse, independentemente da ocorrência de um ataque de pânico, parecendo ativar diretamente o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal. O antagonista benzodiazepínico flumazenil não eleva o nível dos hormônios de estresse; porém, este agente farmacológico não induz ataques de pânico de modo consistente. Agentes farmacológicos que aumentam a ansiedade em pacientes de pânico (cafeína, ioimbina, agonistas serotonérgicos), assim como em pessoas saudáveis, elevam o nível dos hormônios de estresse. CONCLUSÕES: Além das diferenças na sintomatologia e na resposta farmacológica, o transtorno de ansiedade generalizada e o transtorno de pânico afetam os hormônios de estresse de modo distinto. Enquanto a ansiedade antecipatória e o transtorno de ansiedade generalizada ativam tanto o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal como o simpático-adrenal, o ataque de pânico causa acentuada ativação simpática; porém, afeta pouco o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal. Resumo em inglês OBJECTIVE: This article focuses on the differential activation of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis in generalized anxiety disorder and panic disorder. METHOD: The results of recently reported reviews of the literature are summarized and discussed. RESULTS: The results of experimental studies that assayed adrenocorticotropic hormone, cortisol and prolactin show that real-life panic attacks, as well as those induced by selective panicogenic agents such as lactate and (mais) carbon dioxide, do not activate the hypothalamic-pituitary-adrenal axis. Agonists of the cholecystokinin receptor B such as the cholecystokinin-4 peptide and pentagastrin increase stress hormones regardless of the occurrence of a panic attack and, thus, seem to activate the hypothalamic-pituitary-adrenal axis directly. The benzodiazepine antagonist flumazenil does not increase stress hormones, but this agent does not reliably induce panic attacks. Pharmacological agents that increase anxiety in both normal people and panic patients (caffeine, yohimbine, serotonergic agonists) raise stress hormone levels. CONCLUSIONS: In addition to the differences in symptomatology and pharmacological response, generalized anxiety disorder and panic disorder affect stress hormones in distinct ways. While anticipatory anxiety and generalized anxiety disorder activate both the hypothalamic-pituitary-adrenal and the sympathoadrenal axes, panic attack causes major sympathetic activation, but has little effect on the hypothalamic-pituitary-adrenal axis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

94

Efeito preemptivo da morfina por via venosa na analgesia pós-operatória e na resposta ao trauma cirúrgico/ The effect of preemptive intravenous morphine on postoperative analgesia and surgical stress response/ Efecto preemptivo de la morfina por vía venosa en la analgesia pós-operatoria y en la respuesta al trauma quirúrgico

Kiliçkan, Levent
2001-12-01

Resumo em português JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Embora os primeiros estudos sobre analgesia preemptiva tenham demonstrado que o bloqueio pré-operatório com anestésicos locais ou a medicação pré-anestésica com opióides sistêmicos eram mais eficazes no alívio da dor pós-operatória do que qualquer outro tratamento, o resultado de outros estudos comparando os efeitos do tratamento pré operatório ao mesmo tratamento iniciado após a cirurgia, produziram efeitos inconsistentes. As raz (mais) ões para essa falta de consistência não são claras. São poucos os estudos sobre a relação entre analgesia preemptiva e o consumo de analgésicos e a resposta ao trauma cirúrgico. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito preemptivo da morfina por via venosa preemptiva no consumo pós-operatório de analgésicos e na resposta ao trauma cirúrgico. MÉTODO: Participaram deste estudo 60 pacientes, estado físico ASA I ou II, com idades entre 20 e 60 anos, escalados para histerectomia abdominal total e salpingo-ooferectomia bilateral, que foram aleatoriamente distribuídos em três grupos de 20 pacientes. Grupo I (n=20) - 0,15 mg.kg-1 de morfina após a indução anestésica e soro fisiológico durante o fechamento do peritônio. Grupo II (n=20) - soro fisiológico após a indução e 0,15 mg.kg-1 de morfina durante o fechamento do peritônio. Grupo III (n=20) soro fisiológico durante a indução e o fechamento do peritônio. Foram medidos os níveis sangüíneos de cortisol e de glicose e feita a contagem de leucócitos nos períodos pré e pós-operatórios. RESULTADOS: O consumo total de morfina pós-operatória foi significativamente mais baixo no grupo I comparado ao grupo III (p Resumo em espanhol JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: No obstante los primeros estudios sobre analgesia preemptiva hayan demostrado que el bloqueo pré-operatorio con anestésicos locales o la medicación pré-anestésica con opioides sistemicos eran mas eficaces en el alivio del dolor pós-operatorio de que cualquier otro tratamiento, el resultado de otros estudios comparando los efectos del tratamiento pré-operatorio al mismo tratamiento iniciado después de la cirugía, produjeron efectos incon (mais) sistentes. Las razones para esa falta de consistencia no son claras. Son pocos los estudios sobre la relación entre analgesia preemptiva y el consumo de analgésicos y la respuesta al trauma quirúrgico. El objetivo de este estudio fue evaluar el efecto preemptivo de la morfina por vía venosa preemptiva en el consumen pós-operatorio de analgésicos y en la respuesta al trauma quirúrgico. MÉTODO: Participaron de este estudio 60 pacientes, estado físico ASA I ó II, con edades entre 20 y 60 años, escaladas para histerectomía abdominal total y salpingo-ooferectomia bilateral, que fueron aleatoriamente distribuidos en tres grupos de 20 pacientes. Grupo I (n=20) - 0,15 mg.kg-1 de morfina después de la inducción anestésica y suero fisiológico durante el cerramiento del peritoneo Grupo II (n=20) - suero fisiológico después de la inducción y 0,15 mg.kg-1 de morfina durante el cerramiento del peritoneo. Grupo III (n=20) suero fisiológico durante la inducción y el cerramiento del peritoneo. Fueron medidos los niveles sanguíneos de cortisol y de glucosa y hecho el contage de leucocitos en los períodos pré y pós-operatorios. RESULTADOS: El consumen total de morfina pós-operatoria fue significativamente mas bajo en el grupo I comparado al grupo III (p Resumo em inglês BACKGROUNDS AND OBJECTIVES: Although initial studies of preemptive analgesia showed that preoperative blockade with local anaesthetics or pre-operative administration of systemic opioids was more effective in reducing postoperative pain than control conditions involving no treatment, the result of subsequent investigations comparing the effects of pre-operative treatment with the same treatment initiated after surgery have produced inconsistent results.The reasons for the (mais) lack of consistency are not clear. Studies about the relationship of preemptive analgesia and both analgesic consumption and surgical stress response are limited. The purpose of this study was to evaluate the effect of preemptive intravenous morphine on both postoperative analgesic consumption and surgical stress response. METHODS: Sixty patients, ASA lor II, aged 20-60, undergoing total abdominal hysterectomy plus bilateral salphingo-opherectomy were randomly assigned to three groups of 20 patients. Group I (n = 20) received 0.15 mg.kg-1 of morphine following induction and placebo saline during peritoneal closure. Group II (n = 20) received placebo saline following induction and 0.15 mg.kg-1 of morphine during peritoneal closure. Group III (n = 20) received placebo salin, both during induction and peritoneal closure. Blood cortisol, glucose levels and leukocyte count were measured in the pre and postoperative period. RESULTS: Postoperative total morphine consumption was significantly lower in group I compared with group III (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

95

Efeitos cardiovasculares e neuroendócrinos do butorfanol e da buprenorfina em cães anestesiados pelo desfluorano/ Cardiovascular and neuroendocrine effects of butorphanol and buprenorphine in dogs anesthetized with desflurane

Souza, A.P.; Nunes, N.; Santos, P.S.P.; Nishimori, C.T.; Paula, D.P.; Silva, R.M.N.
2007-04-01

Resumo em português Avaliaram-se os efeitos do butorfanol e da buprenorfina sobre variáveis cardiovasculares e neuroendócrinas em cães anestesiados com desfluorano, utilizando-se 30 cães adultos, machos e fêmeas, distribuídos em três grupos denominados grupo butorfanol (GBT), grupo buprenorfina (GBP) e grupo-controle (GCO). A anestesia foi induzida com propofol (8mg/kgIV) e nos animais intubados administrou-se desfluorano (1,5CAM). Após 30 minutos, nos cães do GBT, aplicou-se butorf (mais) anol (0,4mg/kgIM); nos do GBP, buprenorfina (0,02mg/kgIM); e nos do GCO, solução de NaCl a 0,9% (0,05ml/kgIM). Avaliaram-se: freqüência cardíaca; pressões arteriais sistólica, diastólica e média; débito cardíaco; pressão venosa central; cortisol; hormônio adrenocorticotrópico; noradrenalina; e glicose. As colheitas dos dados foram feitas aos 30 minutos após o início da administração do desfluorano (M0), 15 minutos após a administração do opióide ou placebo (M15), e a cada 15 minutos após M15 (M30, M45, M60 e M75). Para a avaliação neuroendócrina utilizaram-se os momentos M-30 (antes da administração dos fármacos), M0, M15 e M45. Na freqüência cardíaca houve diferença entre M0 e M15 (129 e 111bat/min) em GBT, e entre M0 e M30 (131 e 112bat/min) em GBP. Na pressão arterial média, a diferença foi entre M0 (86mmHg) e todos os momentos que se seguiram (todos os valores foram menores que 72mmHg), em GBT. A pressão arterial diastólica foi menor em todos os momentos ( Resumo em inglês The effects of butorphanol and buprenorphine on cardiovascular and neuroendocrine variables in dogs anesthetized with desflurane were studied. Thirty adult healthy, males and females, mongrel dogs were distributed in three groups denominated butorphanol group (BTG), buprenorphine group (BPG) and control group (COG). The anesthetic induction was done using propofol (8mg/kg, IV), and immediately, the dogs were intubated and submited to desflurane anaesthesia (1.5 MAC). Afte (mais) r 30 minutes, the BTG animals received butorphanol (0.4mg/kg IM), the BPG animals buprenorphine (0.02mg/kg IM) and the COG animals saline solution at 0.9% (0.05 ml/kg IM). Heart rate; systolic, diastolic and mean arterial blood pressures; cardiac output; venous central pressure; cortisol; ACTH; noradrenalin; and glucose were measured. The measurements were recorded at 30 minutes after beginning the inhalatory anaesthesia (M0) and at 15 minutes after opioid or saline administration (M15). Also a serial measurements were carried out in 15-minute intervals after M15 (M30, M45, M60 and M75). For neuroendocrine evaluation measurements were recorded before desflurane administration (M-30), and at M0, M15 AND m45. For heart rate there were differences between M0 and M15 (129 and 111 beats/min) in BTG, and between M0 and M30 (131 and 112 beats/min), in BPG. For mean arterial blood pressure there were differences between M0 (86mmHg) and all the recorded measurements (all measurements were lower than 72mmHg), in BTG. All recorded diastolic arterial blood pressures were lower than 53mmHg and different of the recorded measure M0 (67mmHg), in BTG. For systolic arterial blood pressure there were differences between M0 and M15 and M30 (112 vs 93 and 94mmHg, respectively), in BTG. Opioids administration determined discrete reduction in cardiovascular parameters while desflurane caused alterations in neuroendocrine function, increasing plasmatic levels of glucose.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

96

Avaliação das respostas fisiológicas de bezerros zebuínos puros e cruzados nascidos em clima subtropical/ Evaluation of physiological responses of straightbred and crossbred Zebu calves born in a subtropical environment

Ribeiro, Andréa Roberto Bueno; Alencar, Maurício Mello de; Negrão, João Alberto; Costa, Mateus José Rodrigues Paranhos da; Starling, Josiane Maria Cardoso
2006-06-01

Resumo em português Estudou-se a influência de fatores climáticos sobre as respostas fisiológicas de bezerros, puros e cruzados, filhos de vacas da raça Nelore ou de alta mestiçagem de Nelore acasaladas com touros das raças Aberdeen Angus (AN), Simental (SN), Canchim (CN) e Nelore (NI e NR). Os bezerros AN, SN, CN e NI foram mantidos em sistema rotacionado intensivo, enquanto o grupo NR foi mantido em sistema extensivo. Os bezerros foram observados de forma direta desde o nascimento at (mais) é a primeira mamada, medindo-se a latência para a primeira mamada (LM). Aproximadamente 24 horas após o parto, coletaram-se amostras de sangue do bezerro para as dosagens de proteína total (PT), glicose (Gli), triiodotironina (T3), tiroxina (T4), relação T4:T3, cortisol (Cort) e imunoglobulina G (IgGb), além das medidas de temperatura retal do bezerro (TR) e dos pesos de vacas e bezerros. Para análise dos efeitos de clima, foram tomadas no dia do nascimento as medidas de temperatura do ar (Temp), umidade do ar (UR) e precipitação (PRE). Os parâmetros fisiológicos foram estudados pelo método dos quadrados mínimos com modelos que incluíram os efeitos de ano e mês de nascimento, grupo e sexo do bezerro, categoria da vaca e hora do parto e das interações ano × grupo e ano × mês de nascimento, além das covariáveis peso do bezerro, PRE, Temp, UR e LM. Temp mostrou efeito significativo para as concentrações de T3, T4, T4:T3 e de Cort. Quanto maior Temp, menores as concentrações de T3 e de Cort e maiores as de T4 e de T4:T3. LM influenciou os níveis de Cort, PT e IgGb, de modo que, quanto maior LM, maior a concentração de Cort e menor as de IgGb e PT. Também houve efeito significativo de grupo do bezerro sobre PT, que foi maior nos bezerros NR que nos bezerros NI. Resumo em inglês The influence of environmental parameters on the physiological responses of purebred and crossbred Nellore calves born in a subtropical region was studied. All calves were born from high grade Nellore cows sired by Aberdeen Angus (AN), Simmental (SN), Canchim (CN) and Nellore (NI) bulls. These calves were raised under intensive management and another group of Nellore calves (NR) was raised under extensive management, similar to the typical brazilian system for beef produc (mais) tion. Calves were observed from birth until the end of the first suckling, and the variable first suckling latency (LM) was estimated. Aapproximately 24 hours after birth, blood samples were collected from each calf to measure the plasma concentrations of total protein (PT), glucose (Gli), triiodothyronin (T3), thyroxin (T4), T3:T4 ratio, cortisol (Cort) and immunoglobulin-G (IgGb). At the same time, the calves' rectal temperature was taken and the cows and the calves were weighed. Climatic data of temperature (Temp), relative humidity (UR) and rain precipitation (PRE) in the birth day were also recorded. Physiological parameters were analyzed by least squares method using a model that included the effects of year and month of calving, group of calf, sex of calf, cow category, calving time, year × group and year × month of birth interactions and the covariables calf's weight, PRE, Temp, UR and LM. The effect of Temp was significant for the concentrations of T3, T4, T4:T3 and Cort. The concentrations of T3 and Cort decreased and the levels of T4 and T4:T3 ratio increased as Temp increased. Similarly, the concentration of Cort increased and the concentrations of IgGb and PT decreased as LM increased. PT level was significantly higher in NR calves than in NI ones.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

97

Bases biológicas do transtorno de estresse pós-traumático/ Biological basis of posttraumatic stress disorder

Graeff, Frederico G
2003-06-01

Resumo em português A pesquisa neuroendocrinológica dos sistemas fisiológicos envolvidos no estresse evidencia hiper função do eixo simpato-adrenal em conjunto com uma redução da atividade do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA) em pacientes com estresse pós-traumático (TEPT). Uma resposta prejudicada do cortisol aos estressores parece estar associada com um aumento da vulnerabilidade ao desenvolvimento do TEPT. O excesso de catecolaminas, sem o pareamento do aumento dos corticó (mais) ides promoveria uma consolidação excessiva das memórias traumáticas e a indevida generalização para outras situações estressantes. Sintomas como o entorpecimento e flashbacks têm sido relacionados com o aumento de opióides endógenos. Estudos de neuroimagem evidenciam uma redução do volume hipocampal no TEPT, que tem sido relacionada a alterações cognitivas e anormalidades do eixo HHA encontrados no TEPT. Resumo em inglês Neuroendocrinological research on the physiological systems involved in stress evidenced hyper functioning of the sympatho-adrenal axis together with reduced activity of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis in patients with posttraumatic stress disorder (PTSD). An impaired corticoid response to stressors seems to be associated with enhanced vulnerability to PTSD. Excess catecholamines, unchecked by corticoids would promote over consolidation of traumatic memories and u (mais) ndue generalization to other stressful situations. Symptoms such as numbing and flashbacks have been related to endogenous opioids. Neuroimaging studies evidenced a reduction of hippocampal volume in PTSD patients, which has been related to both cognitive changes and abnormalities of the HPA axis that are found in PTSD.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

98

Criptococose pulmonar pseudotumoral associada à síndrome de Cushing/ Pseudotumoral pulmonary cryptococcosis in association with Cushing's syndrome

Lacativa, Paulo G.S.; Donangelo, Ines; Wagman, Márcia B.; Sieiro Neto, Lino; Caldas, Carolina R.; Violante, Alice H.D.; Lima, Roberto J.; Vaisman, Mário
2004-04-01

Resumo em português Em pacientes com síndrome de Cushing, observa-se freqüência aumentada de infecções oportunistas que possuem uma elevada mortalidade e estão associadas à gravidade do hipercortisolismo. Criptococose pulmonar é uma destas infecções oportunistas e pode mimetizar uma neoplasia pulmonar, tornando o seu diagnóstico difícil. Apresentamos um caso de um paciente do sexo masculino, jovem, com síndrome de Cushing ACTH-dependente e grave hipercortisolismo. O paciente obt (mais) eve a cura após cirurgia transfenoidal, mas desenvolveu quadro febril. Tomografia computadorizada de tórax mostrou um nódulo pulmonar que não se alterava em radiografias seriadas. A investigação para tuberculose, infecção fúngica e bacteriana foi inconclusiva, tornando a hipótese de neoplasia pulmonar mais provável. O paciente faleceu por sepse urinária. A necropsia, no entanto, demonstrou tratar-se de criptococose pseudotumoral. Pacientes com síndrome de Cushing e infiltrado pulmonar devem ser avaliados quanto à infecção fúngica, como Cryptococcus neoformans. Resumo em inglês Opportunistic infections in endogenous Cushing's syndrome are associated with severe cortisol excess and carry a high mortality. Pulmonary cryptococcosis is one of these opportunistic infections and can mimic a lung neoplasm, therefore making its diagnosis difficult. We report a case of a young male with ACTH-dependent Cushing's syndrome and severe hypercortisolism. The patient achieved cure after the transfenoidal surgery, but developed a febrile state. A chest computed (mais) tomography showed a pulmonary nodule that did not change in serial chest radiographs. Diagnosis of tuberculosis, fungal and bacterial infections were inconclusive, so the hypothesis of lung neoplasm became more probable. The necropsy, however, disclosed a pseudotumoral cryptococcosis. Opportunistic infections, like Cryptococcus neoformans, should be considered in patients with Cushing's syndrome and a pulmonary infiltrate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

99

Transtorno bipolar do humor e gênero/ Bipolar affective disorder and gender

Dias, Rodrigo da Silva; Kerr-Corrêa, Florence; Torresan, Ricardo Cezar; Santos, Carlos Henrique R. dos
2006-01-01

Resumo em português Embora o transtorno bipolar (TB) ocorra quase igualmente em ambos os sexos, a fenomenologia e o curso da doença diferem no homem e na mulher. No entanto, há evidências de que mulheres bipolares, mais que os homens, apresentariam início mais tardio (em especial na quinta década de vida), ciclagem rápida, mais episódios depressivos, mais mania disfórica que eufórica, estados mistos e evolução do tipo bipolar II, ainda que os achados nem sempre sejam consistentes. (mais) Embora o risco de comorbidades no TB inclua, para ambos os gêneros, abuso de álcool e drogas, homens bipolares teriam maior probabilidade de ser alcoolistas, não procurar tratamento e de se suicidar. Hipóteses sugeridas para explicar tais diferenças variam daquelas centradas em aspectos culturais ou psicológicos para as que focalizam os sistemas hormonais, como os esteróides gonadais ou o eixo tireoidiano, e até mesmo a anatomia cerebral. A influência do ciclo reprodutivo (ciclo menstrual, gravidez e menopausa) sobre as opções terapêuticas no tratamento do TB é apresentada na última parte desta revisão. Resumo em inglês Although the bipolar disorder (BD) occurs almost with the same frequency in both genders, the phenomenology and the outcome of the illness differ between them. Nevertheless, there is evidence that women with BD show, more than men, delayed beginning, especially in their fifth decade, more rapid cycling outcome, more depressive episodes, more dysphoric mania, more mixed states and more BD type II. Even so, the findings are not always consistent. Although the risk of comorb (mais) idities in BD includes, for both the sorts, excessive alcoholic consumption and drugs, bipolar men would have greater probability of being alcohol dependent, of not seeking treatment and of committing suicide. Suggested hypotheses to explain such differences vary from those centered in cultural or psychological aspects to those that focus on the steroids hormones, and other hormones such as cortisol, thyroid hormones and even on the cerebral anatomy. The reproductive cycle (menstrual cycle, pregnancy and menopause) influences on the BD phenomenology and its relevance to the therapeutical options in the treatment of the BD in women are presented in the last part of this review. Further investigations must to be done in order to clarify this controversy. However, up to now the data indicate that estrogen therapy is not to be primarily indicated to prevent depression, Alzheimer disease or cognition impairment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

100

Mecanismos fisiopatológicos do delirium/ Pathophysiological mechanisms of delirium

Santos, Franklin Santana
2005-06-01

Resumo em português O delirium é uma das síndromes mais fascinantes na medicina, apesar de pobremente compreendida. Apesar de sua ocorrência freqüente e de haver crescente informação sobre o diagnóstico, fenomenologia, epidemiologia e etiologias, estudos sobre os mecanismos que mediam a fisiopatologia são, freqüentemente, ausentes. O desenvolvimento de sofisticadas metodologias de imagem cerebral tem permitido ir além das considerações diagnósticas e investigar a neurobiologia d (mais) os sintomas específicos observados no delirium. Esses avanços na neuropsiquiatria e na neuroimagem têm revelado diferenças entre as regiões cerebrais, incluindo os hemisférios. O delirium é uma síndrome que pode ocorrer como o resultado de múltipla e complexa interação entre sistemas de neurotransmissores e processos patológicos. Os neurotransmissores, acetilcolina e serotonina, podem ter participação importante no delirium devido a condições clínicas comuns, bem como no delirium pós-cirúrgico. Outros neurotransmissores (dopamina e GABA) e fatores neurobiológicos tais como citocinas, hormônios e radicais livres precisarão de mais estudos para definir as suas participações na gênese do delirium. Futuros estudos, centralizados na fisiopatologia do delirium, poderão levar a melhores estratégias de prevenção e tratamento. Resumo em inglês Delirium is one of the most fascinating and poorly understood syndromes in medicine. Despite its frequent occurrence and growing information on diagnosis, phenomenology, epidemiology, and aetiologies, studies on mediating pathophysiological mechanisms in delirium are largely lacking. The emergence of sophisticated brain imaging methodologies has made it possible to move beyond diagnostic consideration and investigate the neurobiology of specific symptom clusters observed (mais) in delirium. Advances in neuropsychiatry and neuroimaging have revealed differences between brain regions, including the hemispheres. Delirium is a syndrome that may occur as the result of multiple complex interacting neurotransmitter systems and pathologic processes. The neurotransmitters acetylcholine and serotonin may play particularly important roles in common medical and surgical delirium. Others neurotransmitters such as dopamine and GABA and neurobiologic factors such as cytokines, cortisol abnormalities, and oxygen free radicals will require further study to define their role in delirium. Distinct neuropathologic processes leading to delirium are beginning to be defined. Further situation-specific studies of delirium pathophysiology should lead more effective prevention and treatment strategies.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)