Sample records for conidia
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 20 shown. Select sample records:



1

Virulência de conídios armazenados do fungo Nomuraea rileyi à lagarta da soja, Anticarsia gemmatalis/ Virulence of stored conidia of Nomuraea rileyi fungi against soybean caterpillar, Anticarsia gemmatalis

Lopes, Maria Inez Lopes e; Barros, Neiva Monteiro de
1995-01-01

Resumo em português O presente trabalho foi conduzido com a finalidade de avaliar a virulência de conídios de três linhagens do fungo Nomuraea rileyi produzidos em arroz, sorgo e soja estocados por 3 meses a 4°C. Verificou-se que conídios armazenados apresentaram baixas taxas de mortalidade de Anticarsia gemmatalis. Resumo em inglês The present work was carried out aiming to estimate the conidia virulence of three strains of Nomuraea rileyi fungi. Conidia produced in rice, sorghum and soybean was stored at 4°C for three months. It was observed that stored conidia caused the Anticarsia gemmatalis death rate reduction.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Quantificação de conídios de Pyricularia grisea no plantio direto e convencional de arroz de terras altas/ Quantification of conidia of Pyricularia grisea in rice using direct and conventional drilling under upland conditions

Silva, Gisele B. da; Prabhu, Anne S.
2005-12-01

Resumo em português Foi estudada a liberação de conídios de Pyricularia grisea no plantio convencional (PC) e direto (PD) de arroz (Oryza sativa) de terras altas, nas fases de desenvolvimento vegetativo e emissão de panículas nos experimentos de campo realizados em dois anos (1998/2000). As coletas de conídios de P. grisea foram realizadas com as armadilhas volumétricas Rotorod sampler. Objetivando quantificar os conídios viáveis e com potencial para causar infecção em folhas nova (mais) s foram também utilizadas bandejas com plantas de arroz com 25 dias de idade das cultivares Carajás e Primavera expostas no campo, como armadilhas vivas. Na safra 1998/1999, o número de conídios de P. grisea aumentou linearmente com o tempo, entre o estádio de grão pastoso e maduro. Na safra de 1999/2000, a quantidade de conídios coletada aumentou de maneira exponencial, iniciando ao final do estádio emborrachamento até na fase de grão semi-maduro. O número de conídios coletados com a armadilha volumétrica diminuiu exponencialmente com o aumento da precipitação pluviométrica, assim como, reduziu a severidade da brusone nas plantas da armadilha viva tanto para a cultivar Carajás como para Primavera. A produção e a liberação de conídios foi menor no plantio direto tanto na fase vegetativa como durante o enchimento dos grãos nas panículas. Resumo em inglês The conidial release of Pyricularia grisea in upland rice (Oryza sativa) in vegetative and panicle developmental phases was studied in field experiments, under both conventional planting and direct drilling methods, over a period of two years (1998/2000). The conidia of P. grisea were collected with a volumetric Rotorod spore sampler. For quantifying viable conidia that posseses potential for causing infection in new leaves, plastic trays containing 25-day old rice plants (mais) of cultivars Carajas and Primavera were exposed in the field as live spore traps. The increase in conidial production and release was linear with time from dough to mature growth stages, during the 1998/99 rice growing season. In 1999/2000, the quantity of conidia increased exponentially starting from terminal booting until semimature growth stages. The number of conidia colleted with the volumetric spore sampler decreased in an exponential manner with an increase in the amount of rainfall, with reduction of leaf blast severity in live traps in cultivars Carajas and Primavera. Conidial production and release was lower under direct drilling than in the conventional method of planting in both the vegetative and grain formation phases of panicle.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Quantificação dos conídios produzidos por Pyrenophora chaetomioides em folhas mortas de Avena sativa em condições de campo/ Quantification of conidia produced by Pyrenophora chaetomioides on dead leaves of Avena sativa under field condition

Rosa, Carlos R. E. da; Martinelli, José A.; Federizzi, Luiz C.; Bocchese, Carla A. C.
2003-06-01

Resumo em português Procurou-se quantificar a produção de conídios por Pyrenophora chaetomioides sobre folhas mortas de aveia branca (Avena sativa), e relacionar essas observações com as condições de temperatura e precipitação ocorridas no período. Foram coletadas regularmente folhas mortas da superfície das parcelas experimentais, onde se realizou a contagem dos conídios. Os resultados mostraram que a quantidade de conídios produzidos diminuiu com o atraso na semeadura da cultu (mais) ra. Além disso, a produção de conídios nas folhas mortas foi maior na cultivar precoce do que nas cultivares semi-tardias. Também foi observada uma associação entre a precipitação acumulada no período anterior à coleta e a produção de conídios. Resumo em inglês Efforts were made to quantify the production of Pyrenophora chaetomioides conidia on basal, dead oat leaves and to correlate it with temperature and precipitation during the crop season. At regular intervals of time samples of dead leaves were harvested from the surface of the plots, and the conidia were counted in the laboratory. The results showed that conidia decreased as the sowing date was delayed and that spore production was higher on the early variety than on the (mais) later ones. There was an association between the accumulated precipitation in the previous period of the harvested sample and the conidia produced.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Sobrevivência de conídios de Mycosphaerella fijiensis em diferentes materiais/ Conidium survival of Mycosphaerella fijiensis on different materials

HANADA, ROGÉRIO E.; GASPAROTTO, LUADIR; PEREIRA, J. CLÉRIO R.
2002-07-01

Resumo em português Determinou-se o período de sobrevivência de conídios de Mycosphaerella fijiensis sobre diversos materiais como: madeira, plástico, tecido de algodão, papelão, pneu, ferro (carcaça de automóvel), folhas e frutos de bananeira (Musa sp.), materiais possíveis de transportar e disseminar o patógeno a longas distâncias. Concomitantemente, avaliou-se a sobrevivência de M. fijiensis associada a folhas de bananeira com mais de 50% da área foliar lesionada. Os materiai (mais) s foram infestados com conídios de M. fijiensis, em locais predeterminados, produzidos em meio de BDA. Os materiais, as folhas e os frutos infestados e as folhas com sintomas da doença, foram mantidos em sala com condicionador de ar (17,8 - 20,1 ºC e 40 - 50% U.R.), em sala com temperatura ambiente (23,6 - 29,8 ºC e 55 - 75% U.R.) e também em um galpão em condições de campo (22,2 - 30,9 ºC e 60 - 92% U.R.). As avaliações foram feitas imediatamente após a infestação e com um, três, cinco, sete, dez, 13, 18, 23, 30 e 60 dias, removendo-se os conídios e semeando-os em placas de Petri contendo ágar-água, mantidas em incubadora a 25 ºC ± 2 ºC, no escuro. Após 24 h, avaliou-se, sob microscópio ótico, a germinação dos conídios. O comportamento da sobrevivência dos conídios nos diferentes materiais e associados nas folhas doentes, foi semelhante nos três ambientes testados. Os conídios de M. fijiensis permaneceram viáveis até a última avaliação (60 dias) em folhas de bananeira e tecido de algodão; até 30 dias em papelão, madeira, plástico e pneu; até 18 dias em frutos e até dez dias em ferro. Resumo em inglês An experiment was conducted with the objective to determine the survival period of Mycosphaerella fijiensis on common long distance dispersal materials: iron, wood, plastic, cotton textiles, fruits and leaves of banana (Musa sp.), rubber (tires) and cardboard packing. Conidia of M. fijiensis produced on PDA were atomized onto materials. The infested materials were placed in rooms with and without air conditioning systems and in a shed. Conidium survival was evaluated zero (mais) , one, three, five, seven, ten, 13, 18, 23, 30 and 60 days after infestation by collecting conidia, plating them and incubating at 25 ºC. Conidium germination was quantified by microscope 24 h after incubation. The results showed that the conidia remained viable on leaves and cotton textiles until the last evaluation. The viability of M. fijiensis on cardboard, wood, plastic and tires surfaces was detected up to 30 days after infestation. On fruits and iron, conidia remained viable until 18 days and ten days after infestation, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Efeito do substrato na morfologia de conídios de Bipolaris sorokiniana e da densidade de inóculo na intensidade da mancha marrom em cevada/ Effect of growing substrates on the morphology of Bipolaris sorokiniana conidia and the relationship of inoculum density to disease intensity for brown spot of barley

Barba, Javier Toledo; Reis, Erlei M; Forcelini, Carlos A
2004-02-01

Resumo em português O fungo Bipolaris sorokiniana causa a mancha marrom da cevada (Hordeum vulgare), doença foliar amplamente distribuída no mundo. A sua identificação ou diferenciação de outras espécies baseia-se principalmente na variação morfológica dos esporos. Porém, muitos fatores podem alterar o tamanho e a septação dos conídios dentro da espécie. O presente trabalho objetivou estudar o efeito de diferentes substratos no tamanho, septação e morfologia de conídios de (mais) B. sorokiniana, assim como o efeito da densidade de inóculo na intensidade da mancha marrom em plantas de cevada. Os substratos constaram de seis meios de cultura, de sementes e folhas verdes de cevada, trigo (Triticum aestivum), centeio (Secale cereale) e triticale (Triticum secalotricum). O tipo de substrato afetou significativamente o comprimento, a largura e o número de pseudoseptos de B. sorokiniana. Os esporos desenvolvidos em meios de cultura (68,2 × 21,9 mm; 5,7 pseudoseptos) e em sementes (78,3 × 20,4 mm e 7,2 pseudoseptos) foram mais curtos, mais largos e com menor número de pseudoseptos, além de serem mais escuros e retos, em relação aos recuperados de tecidos verdes (92,9 × 18,2 mm e 7,7 pseudoseptos). O efeito da densidade de inóculo foi testado através da aplicação de suspensões de esporos contendo 2,5 x 103, 5 x 10³, 10 x 10³, 15 x 10³ e 20 x 10³ conídios/ml a plantas de cevada do cultivar BR-2. A relação com a intensidade da mancha marrom seguiu uma tendência polinomial quadrática, na qual os pontos máximos corresponderam a 183 manchas/folha (16.500 esporos/ml) e 79% de severidade (14.000 esporos/ml). Estimou-se que 50 a 90 esporos foram necessários para produzir uma lesão. Resumo em inglês The fungus Bipolaris sorokiniana causes brown spot, a barley (Hordeum vulgare) disease, worldwide. Identification of the fungus is based mainly on the morphology of its conidia, whose size and septation may be altered by many factors. This research studies the effect of growing substrates on the size, septation, and morphology of conidia, as well as the relationship of inoculum density to disease intensity. The various substrates included six culture media, seeds, and fre (mais) sh leaves of barley, wheat (Triticum aestivum), rye (Secale cereale), and triticale (Triticum secalotricum). Conidia formed in culture media (68,2 × 21,9 mm; 5,7 pseudosepta) and on seeds (78,3 × 20,4 mm; 7,2 pseudosepta) were shorter, wider, and with less septa than those from leaf lesions (92,9 × 18,2 mm; 7,7 pseudosepta). The effect of the inoculum density (ID) on disease intensity (DI) was tested by applying spore suspensions (2.5 x 10³, 5.0 x 10³, 10.0 x 10³, 15.0 x 10³, and 20.0 x 10³ conidia/ml) to plants of the barley cultivar BR-2. The ID/DI relationship was represented by a quadratic model equation, in which the maximum values of 183 lesion/leaf and 79% disease severity were obtained with 16.500 and 14.000 conidia/ml, respectively. The number of conidia required for one leaf lesion was estimated in 50 to 90.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Dispersão vertical e horizontal de conídios de Stenocarpella macrospora e Stenocarpella maydis/ Vertical and horizontal dispersion of conidia of Stenocarpella macrospora and Stenocarpella maydis

Casa, Ricardo T.; Reis, Erlei M.; Zambolim, Laércio
2004-04-01

Resumo em português Em experimentos conduzidos no campo, quantificaram-se a dispersão vertical e horizontal dos conídios de Stenocarpella maydis e S. macrospora liberados de palha de milho (Zea mays) naturalmente infetada. Verificou-se que 93% do número total de conídios de S. maydis e 88% de S. macrospora foram capturados durante o dia, diferindo estatisticamente do período noturno. O número de conídios de S. maydis e S. macrospora capturados no ar foi inversamente proporcional à di (mais) stância da posição vertical e horizontal das armadilhas da fonte de inóculo. Os conídios foram capturados até uma altura de 2 m acima e distantes 120 m da fonte de inóculo. No entanto, em ambos experimentos, a freqüência e o número de esporos coletados foram maiores até 25 cm acima e 20 m distante da fonte de inóculo. Além disto, a dispersão dos conídios isolados ou agrupados no cirro, ocorreu livremente no ar, não necessitando estarem veiculados a gotículas d'água. Resumo em inglês Experiments were carried out in the field to quantify airborne dispersal of Stenocarpella maydis and S. macrospora conidia from naturally infected corn (Zea mays) straw. The data indicated that 93% and 88% of the total number of sampled conidia of S. maydis and S. macrospora, respectively, were trapped during the day, differing statistically from the night period. The number of sampled conidia of both fungi, was inversely proportional to the vertical and horizontal distan (mais) ce of spore traps from the inoculum source. Conidia were collected up to a height of 2.0 m and up to 120.0 m from the inoculum source. In both experiments, the frequency and the number of collected spores were the highest at a height of 25.0 cm and at a distance of 20.0 m from the inoculum source. Conidia was dispersed in the air as individual spores and/or grouped in cirri and not essentially associated to rain splashes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Eficiência de desinfestantes na erradicação de conídios de Mycosphaerella fijiensis aderidos à superfície de bananas/ Effects of disinfectants on the conidia germination of Mycosphaerella fijiensis the causal agent of black sigatoka in banana

Hanada, Rogério E; Gasparotto, Luadir; Pereira, José Clério R
2004-02-01

Resumo em português Os conídios de Mycosphaerella fijiensis agente causal da Sigatoka-negra da bananeira (Musa spp.) podem ser disseminados a longas distâncias, aderidos em diversos materiais, como tecidos e caixas. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo selecionar desinfestantes eficientes para inibir a germinação de conídios do patógeno. Foram testados benomil, amônia quaternária, digluconato de chlorhexidina, formaldeído, óleo essencial de pimenta longa (OEPL), E (mais) colife-40, thiabendazole e hipoclorito de sódio, nas concentrações de 1, 5, 10, 25, 50 e 100 mg/l. Os conídios do isolado LPM 472 foram produzidos em BDA. Para os testes transferiu-se 1 ml de uma suspensão de 10(5) conídios/ml de M. fijiensis para cada tubo de ensaio com 1ml de desinfestante na sua respectiva concentração. Após 30 h de incubação à temperatura ambiente, com o auxílio de um microscópio óptico, quantificou-se a viabilidade de 100 conídios, computando-se apenas os germinados. A amônia quaternária, o benomil, o Ecolife-40 e o thiabendazole a 100 mg/l inibiram totalmente a germinação. Esses mesmos produtos, aplicados em frutos colhidos em área com a doença, apresentaram a mesma eficiência, via imersão ou pulverização, nas concentrações de 100 e 200 mg/l. Resumo em inglês The conidia of Mycosphaerella fijiensis the causal agent of black sigatoka in banana (Musa spp.) can be disseminated over long distances when attached to substrates like cloth and boxes. The aim of this work was to select of effective chemicals for inhibiting conidial germination. The chemicals tested were benomyl, ammonium quaternary, digluconate of chlorhexidine, formaldehyde, pepper essential oil, Ecolife-40, thiabendazol and sodium hypochloride, using the concentratio (mais) ns of 1, 5, 10, 25, 50 and 100 mg/l for each one. For each concentration tested, 1 ml of a conidial suspension (10(5) conidia/ml) of M. fijiensis isolate LPM472 grown on PDA for the tests, was transferred into test tubes filled with 1 ml of the above chemicals. After 30 h of incubation at room temperature, 100 conidia were observed using light microscope and only germinated conidia were counted. The results show that germination was completely inhibited by ammonium quaternary, benomyl, Ecolife-40 and thiabendazol at 100 mg/l. The same chemicals were also effective when fruits collected from an infected area, were treated by pulverization or immersion techniques (100 and 200 mg/l).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Efeito da temperatura e de regimes de luz no crescimento do micélio, germinação de conídios e esporulação de Stenocarpella macrospora e Stenocarpella maydis/ Effect of temperature and light regimes on mycelial growth, conidial germination and sporulation of Stenocarpella macrospora and Stenocarpella maydis

Casa, Ricardo T.; Reis, Erlei M.; Zambolim, Laércio; Moreira, Éder N.
2007-04-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da temperatura (5 a 45 ºC) e do regime de luz no crescimento radial do micélio, na germinação dos conídios e na esporulação (produção de cirros) de Stenocarpella macrospora e de S. maydis. Foram utilizados um isolado monospórico de cada uma das espécies de Stenocarpella obtidos na área experimental da Universidade de Passo Fundo RS, a partir de colmos de milho infectados. A faixa de temperatura entre 23 e 28 (mais) ºC proporcionou crescimento do micélio mais rápido para os dois isolados, tanto sob luz contínua como sob fotoperíodo de 12 h. Não se observou crescimento do micélio nas temperaturas de 5 a 45 ºC. Considerando o período de luz, verificou-se que o crescimento do micélio de ambas espécies foi maior no fotoperíodo de 12 h. Os conídios de S. macrospora e S. maydis não germinaram mesmo após 24 h de incubação nas temperaturas de 5 e 45 ºC, independentemente do regime de luz. As temperaturas entre 28 e 33 ºC propiciaram a maior porcentagem de germinação dos conídios de S. maydis, enquanto os conídios de S. macrospora apresentaram maior germinação na faixa de temperatura entre 26 e 29 ºC. Os conídios de ambos isolados apresentaram uma maior velocidade de germinação na presença da luz. Ambos isolados apresentaram maior esporulação em colmos de milho na faixa de temperatura entre 30 e 35 ºC e sob regime de luz contínua. Resumo em inglês Mycelial growth, spore germination and sporulation (production of cirri) of Stenocarpella macrospora and S. maydis were evaluated under temperatures ranging from 5 ºC to 45 ºC and under different photoperiods. Monosporic isolates from each species of Stenocarpella from infected corn stalks, collected in the experimental area of the University of Passo Fundo RS, were used throughout this work. Temperature range between 23 and 28 ºC allowed the fastest mycelial growth fo (mais) r two isolates, both under continuous light and under 12 h photoperiod. No mycelial growth was observed at 5 ºC and 45 ºC for either isolate. Mycelium of both isolates grew faster under a photoperiod of 12 h. Conidia of both fungi did not germinate even after 24 h of incubation at 5 and 45 ºC, independently of photoperiod. The highest proportion of conidial germination of the isolate of S. maydis was observed between 28 and 33 ºC. On the other hand, conidia of S. macrospora germinated under lower temperature range than S. maydis. Conidia of both species germinated faster in the presence of light. For both isolates, sporulation on corn stalk segments was highest at temperatures ranging from 30 to 35 ºC under continuous light.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

9

Efeito de fungicidas na germinação in vitro de conídios de Claviceps africana/ Fungicides effect on conidia germination of Claviceps africana in vitro

Nogueira, Sônia Regina; Castro, Hilário Antonio de; André, Claudomiro Moura Gomes
2002-10-01

Resumo em português A cultura do sorgo não enfrentava problemas sérios de doenças nas condições de cultivo no Brasil, até o ano de 1995, quando se registrou a ocorrência da doença-açucarada, causada por Claviceps africana, que afeta as panículas e reduz a quantidade e a qualidade dos grãos; os conídios constituem a principal fonte de inóculo fúngico. Este trabalho teve como objetivo estudar o efeito dos fungicidas tebuconazole, propiconazole, triadimenol, triadimefon, flutriafo (mais) l e mancozeb na inibição in vitro da germinação dos conídios. Os fungicidas mancozeb, triadimenol e propiconazole foram os mais eficientes na inibição da germinação dos conídios. Resumo em inglês The sorghum crop did not face serious problems with diseases in Brazil, until occurrence of sugary disease (sorghum ergot), caused by Claviceps africana, was recorded in 1995 in Brazilian sorghum fields. The pathogen infects panicles reducing the quantity and quality of the produced grains. Conidia are the main fungus inoculum. This work aimed to study the potential of fungicides tebuconazole, propiconazole, triadimenol, triadimefon, flutriafol and mancozeb in inhibiting (mais) conidia germination in vitro. The fungicides mancozeb, triadimenol and propiconazole were the most effective to inhibit the in vitro germination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Efeito de Secreções da Glândula Mandibular de Atta sexdens rubropilosa Forel (Hymenoptera: Formicidae) Sobre a Germinação de Conídios de Botrytis cinerea Pers. Fr./ Inhibition of the Germination of Botrytis cinerea Pers. Fr. Conidia by Extracts of the Mandibular Gland of Atta sexdens rubropilosa Forel (Hymenoptera: Formicidae)

MARSARO JÚNIOR, ALBERTO L.; DELLA LUCIA, TEREZINHA M.C.; BARBOSA, LUIZ C.A.; MAFFIA, LUIZ A.; MORANDI, MARCELO A.B.
2001-09-01

Resumo em português Estudou-se o efeito de secreções da glândula mandibular de Atta sexdens rubropilosa Forel (Hymenoptera: Formicidae) sobre a germinação de conídios de Botrytis cinerea Pers. Fr., fungo fitopatogênico de várias plantas de importância econômica. De 20 glândulas mandibulares de operárias dessa formiga cortadeira, com cápsula cefálica entre 3,60 e 4,30 mm, obtiveram-se 9,40 mg de secreção, aos quais adicionaram-se 0,25 ml de água esterilizada, resultando em um (mais) a solução de concentração 37,60 mg/ml. Essa mistura foi utilizada para o preparo de soluções com diferentes concentrações de secreção (0,94 mg/ml, 4,70 mg/ml e 9,40 mg/ml). Foram também preparadas uma testemunha negativa (água), uma testemunha de acetona e outra positiva, o fungicida Mancozeb a 1600 ppm. A cada 5 ml de solução dos tratamentos, foram adicionados 5 ml de suspensão de conídios de B. cinerea em lâminas escavadas, as quais foram mantidas a 20°C, no escuro. Portanto as concentrações das soluções dos tratamentos foram reduzidas à metade, ou seja, 0,47 mg/ml, 2,35 mg/ml, 4,70 mg/ml e 18,80 mg/ml. Após 8h, determinou-se a porcentagem de germinação de conídios desse fungo. Os experimentos foram realizados em 12 repetições. A análise de Probit indicou que quanto maior a concentração das soluções, maior foi o efeito inibitório sobre a germinação de conídios de B. cinerea. A solução de concentração 18,80 mg/ml mostrou efeito inibitório de (94,2%) semelhante ao do fungicida Mancozeb (95,3%). Resumo em inglês This research investigated the effect of mandibular gland secretions of Atta sexdens rubropilosa Forel on the germination of Botrytis cinerea Pers. Fr. conidia. This fungus attacks several species of cultivated plants of economic importance. From 20 mandibular glands of workers of the leaf-cutting ant (3.60-4.30 mm head capsule width) we obtained 9.4 mg of acetone soluble secretion. To this mass, sterile water and the dispersing agent Tween 20 were added to prepare four d (mais) oses which composed the treatments of 0.94 mg/ml, 4.70 mg/ml, 9.40 mg/ml and 37.60 mg/ml. We also used a negative control (water), a solvent control (acetone) and a positive control (the Mancozeb fungicide at 1600 ppm). Five microliters of B. cinerea conidia suspension were added to excavated plates maintained at 20°C in the dark. Therefore the solution concentrations of the treatments were reduced to half, that is 0.47 mg/ml, 2.35 mg/ml, 4.70 mg/ml and 18.80 mg/ml. A total of 12 replicates were performed for each of four treatments. The percentage of conidia germination was obtained 8h after treatments. Results by Probit analysis of data indicated that higher gland concentrations led to higher inhibition of conidia germination. The concentration of 18.80 mg/ml had an inhibitory effect (94.2%) similar to that of Mancozeb (95.3%).

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Patogenicidade de Corynespora cassiicola em soja, limiares térmicos e temperatura ótima para a germinação de conídios em meio de cultura/ Pathogenicity, thermal thresholds and optimal temperature for Corynespora cassiicola conidium germination in culture medium

Melo, Márcia Muliterno de; Reis, Erlei Melo
2010-09-01

Resumo em português Ensaios em câmara climatizada e laboratório, foram conduzidos para demonstrar a patogenicidade de Corynespora cassiicola em soja. Para esse estudo, utilizou-se um isolado monosporico obtido de folhas de soja de Primavera do Leste, MT. Os conídios analisados ao mi croscópio ótico a presentaram morfologia semelhante a do gênero Corynespora. A mensuração de 200 conídios desenvolvidos em meio de cultura, obteve-se as seguintes medidas 8-12 x 20 - 280 µm, média de 1 (mais) 0 x 150 µm. O isolado foi inoculado no cultivar CD 219 RR para comprovar a sua patogenicidade. Pela comparação dos sintomas com as descrições da literatura e pelo reisolamento do patógeno, seguido de sua caracterização morfológica, confirmou-se à patogenicidade do isolado de C. cassiicola. Para identificar os limiares térmicos inferior (Lti) e superior (Lts) e a temperatura ótima e o limiar térmico superior (Lt s) para a germinação de esporos de C. cassiicola, foi conduzido um ensaio em placas de Petri, com meio de cultur a Czapekága r. Foram testados: ( a ) tempo de exposiçã o de 6 , 1 2 e 24 hora s e (b) temperaturas mínimas de 5, 6, 7, 8, 9 e 10 ºC, intermediárias de 15, 20, 25, 30 e 35ºC e superiores de 36, 37, 38, 39, 40 e 41ºC. Os dados foram submetidos a análise de variância e regressão. Os conídios germinaram em uma ampla gama de tempera tura tendo como valores de Lti 7ºC, ótima de 23ºC e valores de Lts 39ºC. Resumo em inglês In experiments conducted in a growth chamber, the pathogenicity of a monosporic isolate of Corynespora cassiicola was tested. The isolate was obtained from the leaves of soybean was performed. The isolate of C. cassiicola used was obtained from leaves of soybean from Primavera do Leste, Mato Grosso State, Brazil. The morphology of the conidia under the optical microscope was similar to that of the genus Corynespora. In the assessment of 200 conidia, the following measures (mais) were obtained: 8-12 x 20 -280 m, mean of 10 x 150 µm. T he cultivar CD 219 RR was inoculated to prove pathogenicity. Based on the comparison of the symptoms with the descriptions in literature and on the pathogen reisolations followed by its morphological characterization, the pathogenicity of the C. cassiicola isolate used in this work is confirmed. To identify the lower (Lti), and upper (Lts) thermal threshold, as well as the optimal temperature, for the germination of spores, an experiment was performed in Petri dishes containing Czapek agar medium. The tested variables were: (a) exposure times of 6, 12 and 24 hours and (b) low temperatures of 5, 6, 7, 8, 9 and 10ºC, intermediate temperatures of 10, 15, 20, 25, 30 and 35ºC, and high temperatures of 36, 37, 38, 39, 40 and 41ºC. Data were subjected to analysis of variance and regression. The conidia germinated within a wide temperature range presenting Lti of 7ºC, optimal temperature of 23ºC and Lts of 39ºC.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Virulência de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. a Diatraea saccharalis (F.) (Lepidoptera: Crambidae) após armazenamento de conídios em baixa temperatura/ Virulence of Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. to Diatraea saccharalis (F.) (Lepidoptera: Crambidae) after conidia storage at low temperature

Marques, Edmilson J.; Alves, Sergio B.; Marques, Irene M.R.
2000-06-01

Resumo em português Verificou-se a viabilidade e virulência de conídios puros de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. isolado 447, armazenado por longos períodos em baixa temperatura. O experimento iniciou-se no Laboratório de Patologia de Insetos do Departamento de Entomologia, Fitopatologia e Zoologia Agrícola da ESALQ-USP (Piracicaba, SP) e teve seqüência no Laboratório de Patologia de Insetos do Departamento de Agronomia da UFRPE (Recife, PE), durante o período de abril de 1992 a j (mais) aneiro de 1999. O fungo foi produzido em arroz pré-cozido e os conídios puros, com umidade de 15,5% foram armazenados em freezer, à temperatura de -7 ± 1ºC. Após 0, 5, 8, 50, 75 e 80 meses de armazenamento, a viabilidade dos conídios foi avaliada em meio BDA e a virulência foi testada sobre larvas de Diatraea saccharalis (F.). O fungo manteve viabilidade de 100% em todos os tratamentos, com elevada virulência sobre larvas de D. saccharalis. Os resultados de TL50 e porcentagens de mortalidade foram de 3,0 dias e 92,0%; 3,86 e 96,0%; 3,97 e 92,0% ; 4,05 e 94,0% e 4,0 e 96,0 %; 4,1 dias e 94,0% , respectivamente. O armazenamento em freezer é, portanto, uma forma adequada de conservação de conídios puros de B. bassiana por pelo menos 80 meses. Resumo em inglês The viability (germination capability) and virulence of the fungus Beauveria bassiana (Bals.) Vuill strain 447 was assessed after long term storage at a low temperature.. The experiments were initiated at the Laboratory of Insect Pathology of the Department of Entomology, Phytopathology and Zoology, ESALQ-USP (Piracicaba, SP) and concluded at the Laboratory of Insect Pathology, Department of Agronomy UFRPE (Recife, PE) conducted from May 1992 to January 1999. The fungus w (mais) as produced on rice, and pure conidia with 15. 5 % RH was stored in a freezer at -7±1ºC. The conidial viability and virulence towards Diatraea saccharalis larvae after 0, 5, 8, 50, 75 and 80 months of storage were evaluated. The stored fungus maintained 100% viability in all tratments and freezing was proven a good procedure for storing pure conidia of B. bassiana for at least 80 months. LT50 and mortality rate were 3.02 days and 92%, 3.86 and 96%, 3.97 and 92%, 4.05 and 94% and 3.97 and 96%, 4.10 days and 94%, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

13

Dispersão anemófila do fungo Lasiodiplodia theobromae em plantações de coqueiro/ Aerial dispersion of Lasiodiplodia theobromae in coconut plantations

Correia, Maiko S.; Costa, Jefferson L. da S.
2005-04-01

Resumo em português Neste trabalho determinou-se a dispersão anemófila de conídios de Lasiodiplodia theobromae, agente causal da queima das folhas do coqueiro (Cocos nucifera), e sua relação com a precipitação pluviométrica. Para tanto, cinco armadilhas cata-vento e uma armadilha tipo Burkard, coletoras de esporos, foram instaladas nas entrelinhas de um coqueiral, a 1,80 m de altura do solo. Os conídios foram capturados em fitas transparentes, untadas com solução adesiva de gelvat (mais) ol e vaselina. Semanalmente, as fitas foram retiradas das armadilhas e remontadas em lâminas para microscopia, onde era contado o número de conídios capturados, com auxilio de um microscópio. Esses dados foram coletados durante um ano e relacionados com dados pluviométricos obtidos na área experimental. Para as armadilhas cata-vento, a maior quantidade de conídios foi de 231 unidades, no mês de outubro. Para a armadilha Burkard, a maior quantidade capturada foi de 3.072 conídios, no mês de junho. Em geral, durante todo o ano, houve predominância na liberação de esporos no período diurno, ocorrendo maior captura entre 6:00 e 10:00 h. O número de conídios capturados pelos dois tipos de armadilhas relacionou-se com a precipitação de forma positiva entre 25 e 80 mm, e após 80 mm, negativamente. Foram estabelecidas curvas de tendências da quantidade de conídios capturados nos dois tipos de armadilhas, em função da pluviosidade mensal, através de equações de regressões cúbicas. As curvas apresentaram formatos semelhantes. A liberação dos conídios foi estimulada sempre que a pluviosidade mensal atingia o mínimo de 25 mm. O ponto de máxima da curva, correspondente a 80 mm de chuva, indica que acima deste volume os conídios são precipitados do ar. Resumo em inglês The objective of this research was to study the aerial dispersion of Lasiodiplodia theobromae, the causal agent of coconut (Cocos nucifera) leaf blight, and its relationship with pluviometric precipitation. Five wind catcher spore traps and one Burkard spore trap were installed in a coconut plantation, at a height of 1.80 m from the ground. The conidia were captured in transparent tapes covered with gelvatol and vaseline. Every week, the tapes were retrieved and mounted o (mais) n slides for microscopy, where the number of trapped conidia was determinated. For the wind catcher trap, the highest amount of trapped conidia was 231 units in the month of October. For the Burkard spore trap the highest amount of captured conidia was 3072 units achieved in June. In general, during a-year-round sampling, there was a predominance of conidia liberation during the diurnal period. The highest amount of conidia was captured from 6:00 to 10:00 a.m. The number of conidia trapped by the two types of devices correlated positively with the amount of precipitation ranging from 25 to 80 mm. Above 80 mm of rain, the correlation was negative. Curves of tendency were established indicating that the amount of conidia captured by the two types of spore traps is a function of monthly precipitation and that both devices showed similar curves of tendency. The liberation of conidia was stimulated whenever precipitation reached a minimum of 25 mm. The curves maximum point, correspond to 80 mm of rain, indicating that above this volume the conidia were precipitated.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

14

Produção de Bipolaris euphorbiae em meios de cultura sólidos e líquidos obtidos de grãos e resíduos agroindustriais/ Production of Bipolaris euphorbiae in solid and liquid culture media obtained from grains and agricultural industry residues

Penariol, Mara Cristina; Monteiro, Antonio Carlos; Pitelli, Robinson Antonio; Pereira, Gener Tadeu
2008-12-01

Resumo em português A introdução de Bipolaris euphorbiae como bioagente de controle de Euphorbia heterophylla é dependente da produção de conídios em grande quantidade. No presente trabalho, objetivou-se definir meios de cultura sólidos e líquidos, obtidos de grãos ou resíduos da agroindústria, eficazes para a produção de conídios de B. euphorbiae. No preparo dos meios sólidos utilizaram-se grãos de arroz, trigo e sorgo, quirelas de arroz, milho e trigo, sorgo moído, farelos (mais) de arroz, trigo e soja, cascas de mandioca e soja, casca de mandioca + farelo de soja, bagaço de cana e bagaço de cana + amido solúvel. No preparo dos meios líquidos, utilizaram-se grãos de arroz, sorgo e trigo, quirela de milho, farelos de trigo, soja e arroz, casca de mandioca e soja, vinhaça de cana e água de prensa da mandioca. Avaliaram-se a produção e a viabilidade dos conídios e a virulência do fungo e, nos meios líquidos, também a biomassa. A produção de conídios é influenciada pelo tipo de meio de cultura, sendo acentuadamente maior nos meios sólidos, destacando-se, como substratos, o sorgo em grão (474 x 10(6) conídios g-1) e a casca de soja (472 x 10(6) conídios g-1). Dentre os meios líquidos obteve-se mais produção usando-se farelo de trigo (1,33 x 10(6) conídios mL-1). A virulência e a viabilidade de B. euphorbiae não são afetadas pelo preparo de meios sólidos ou líquidos e pela composição nutricional dos meios de cultura. Na maioria dos meios sólidos ou líquidos obteve-se viabilidade de conídios maior que 98%; apenas os conídios produzidos nos meios sólidos de quirela de arroz, casca de mandioca + farelo de soja e farelo de soja estavam com viabilidade significativamente menor. Resumo em inglês The introduction of Bipolaris euphorbiae as a bioagent for Euphorbia heterophylla control depends on fungal conidia production in large amount. This work evaluate to solid and liquid culture media obtained from grains and residues from agriculture industries for conidial production of B. euphorbiae. The fungus was cultivated in different solid media obtained from grains of rice, wheat and sorghun, cracked rice, corn and wheat, ground sorghun, rice, wheat and soybean brans (mais) , cassava and soybean peels, cassava peel + soybean bran, sugar-cane bagasse and sugar-cane bagasse + soluble starch. The liquid media were obtained from grains of rice, sorghum and wheat, cracked corn, wheat, soybean and rice bran, cassava and soybean peels, sugar-cane vinasse and water from cassava bran production. The production and viability of conidia and virulence of the fungus were evaluated, and in liquid media assay the micelial biomass was also mesuared. The conidial production is influenced by the type of culture medium and was higher on solid media. The larger productions were obtained using sorghum grains and soybean peel as substrates (474 x 10(6) conidia g-1 and 472 x 10(6) conidia g-1, respectively). Among the liquid media, the larger conidial production was verified using wheat bran as substrate (1.33 x 10(6) conidia ml-1). The fungal virulence and viability of B. euphorbiae is not affected by the preparation of solid or liquid media and by the composition of the culture medium. The conidial viability obtained from most solid and liquid media was greater that 98%. Only conidia produced in the solid media obtained from cracked rice, cassava + soybean peels and soybean bran showed significantly lower viability.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

15

Sôbre a ocorrência de Conidiobolus utriculosus Bref. no Brasil/ Occurrence of Conidiobolus utbiculosus in Brazil

Viégas, A. P.; Teixeira, C. G.
1954-01-01

Resumo em português Isolamos de corpos de frutificação de Peziza sp., um ficomiceto, que foi identificado como Conidiobolus utriculosus Bref. Parece tratar-se da primeira referência sôbre a ocorrência dêste fungo no Brasil. Os conidióforos são erectos, aéreos, variando o seu diâmetro de 12 a 16m, dando formação a conídios terminais. Os conídios são globosos, medindo de 20-46[x em diâmetro, apresentando papila basal um tanto cônica. Os conídios germinam dando formação a co (mais) nídios secundários e terciários; podem germinar para formar micélio, emitindo uma ou mais hifas. Em culturas velhas, conservadas em refrigerador, observa-se a formação de conídios revestidos de paredes mais espessas e providas de estruturas semelhantes a pêlos, denominados clamidósporos ou esporos de repouso. Não foram observados zigósporos em culturas do fungo por nós coletado. Resumo em inglês A phycomycete which has been identified as Conidiobolus utriculosus Bref. has been isolated from fruit bodies of Peziza sp. This seems to be the first reference on the occurrence of this fungus in Brazil. The conidiophores are erect, aereal, 12-16m in diameter, producing terminal co-nidia; the conidia are globose 20-46m, in diameter, with a basal papilla somewhat conical. They germinate to produce secondary and terciary conidia. Certain conidia can also produce mycelium g (mais) iving rise to one or more hyphae, upon germination. In old cultures kept in the refrigerator spores characterized by thicker walls and provided with a hairy structure were found. These spores have been called chlamy-dospores or resting spores. Zygospores were not observed in cultures of the Brazilian fungus.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

16

PROCESSOS DE GERMINAÇÃO DE ISOLADOS DO FUNGO Zoophthora radicans SOBRE Empoasca kraemeri

LEITE, L.G; ALVES, S.B; WRAIGHT, S.P; GALAINI-WRAIGHT, S; ROBERTS, D.W
1996-01-01

Resumo em português Foram analisados e comparados os processos de germinação dos isolados ARS-1590, ARS-1261 e ARS-1229 de Zoophthora radicans (Brefeld) Batko sobre ninfas do 5º ínstar de Empoasca kraemeri (Ross & Moore, 1957) a 20ºC e 100% de umidade relativa (RH). A germinação dos conídios primários dos isolados sobre o inseto iniciou-se dentro do período de duas horas após a inoculação. A produção total de tubos germinativos tendeu a se igualar a de capiloconídios sobr (mais) e o corpo do hospedeiro, doze horas após a inoculação. A proporção de conídios secundários, dentro das formas geradas pelos conídios primários germinados sobre o inseto, não ultrapassou 25% em qualquer das regiões do corpo. Resumo em inglês The germination processes of ARS-1590, ARS-1261 and ARS-1229 isolates of Zoophthora radicans (Brefeld) Batko on fifth-instar Empoasca kraemeri (Ross & Moore, 1957) nymphs, at 20ºC and 100% relative humidity were investigated and compared. The primary conidia on the insect germinated within two hours after inoculation for all isolates. The total production of germ tubes tended to be equal to that of capilliconidium on the host body, 12 hours after inoculation. The sec (mais) ondary conidia proportion, among the forms produced by the primary conidia on the insect, did not exceed 25% in all body regions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

17

Ação dos fungos Beauveria bassiana (Balsamo) Vuillemin, 1912 e Metarhizium anisopliae (Metschnikoff, 1879) Sorokin, 1883 sobre larvas do carrapato Anocentor nitens (Acari: Ixodidae)/ ACTIONS OF FUNGUS Beauveria bassiana AND Metarhizium anisopliae ON LARVAE OF THE TICK Anocentor nitens

BITTENCOURT, VANIAR.E.P; CASTRO RODRIGUES DE MENEZES, GABRIELE; MASCARENHAS, ANDRÉA G.; MONTEIRO, E SILVIA G.
1999-07-01

Resumo em português A patogenicidade in vitro dos isolados Ma959, MaE9 e Ma319 do fungo M. anisopliae e do isolado Bb747 de B. bassiana foi avaliada em larvas do carrapato A. nitens mantidas em temperatura controlada. Quatro suspensões com diferentes concentrações (105, 106, 107 e 108 conídios/ml) de cada isolado foram testadas para avaliar o percentual de mortalidade das larvas após 10 dias da infecção calculando-se as concentrações letais 50 e 90. A média de mortalidade nos grupo (mais) s tratados com o isolado Ma959 variou entre 81% à 10%. O uso do isolado Ma319 revelou uma mortalidade de quase 100% das larvas na concentração 108 conídios/ml. Os testes realizados com o isolado Ma E9 revelaram uma maior mortalidade de larvas nas concentrações 108 e 107 conídios /ml. A média de mortalidade nos grupos tratados com o isolado Bb747 variou entre 4% (105 conídios/ml) à 97% (108 conídios/ml). As DL 50 foram 1,6 x 106; 1,2 x 106; 1,6 x 107 e 1.8 x 106 para Ma319, MaE9, Ma959 e Bb747, respectivamente. Os resultados obtidos demonstram a susceptibilidade das larvas de A. nitens frente à estes fungos, comprovando seu potencial uso em programas integrados de controle Resumo em inglês The pathogenicity of isolates Ma959, MaE9, Ma319 from Metarhizium anisopliae and isolate Bb747 from Beauveria bassiana was evaluated using Anocentor nitens larvae under controlled conditions. Four suspensions with different concentrations (108, 107, 106 and 105 conidia/ml) were tested for evaluating the percentage of larvae mortality ten days after the infection and the probit analysis was realized. The mortality average of larvae in treated groups with the isolate Ma959 (mais) alternate between 80.8% and 10.2%. The use of isolate Ma319 showed almost 100% of mortality for the 108 conidia/ml concentration. The isolate MaE9 showed the best results of mortality in 108 and 107 concentration. The mortality of the groups treated with Bb747 alternate between 3.6% (105 conidia/ml) to 97.4% (108 conidia/ml). The LC 50 were 1.6 x 106; 1.2 x 106; 1.6 x 107 e 1.8 x 106 for the isolates Ma319, MaE9, Ma959 e Bb747, respectively. The results reveal a susceptibility of Anocentor nitens larvae to these fungus and prove their potential use in integrate control programs

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

18

PATOGENICIDADE DE BEAUVERIA BASSIANA (BALS.) VUILL. AO ÁCARO Tetranychus urticae KOCH/ PATHOGENICITY OF BEAUVERIA BASSIANA (BALS.) VUILL. AGAINST Tetranychus urticae KOCH

Tamai, Marco Antonio; Alves, Sérgio Batista; Neves, Pedro Janeiro
1999-01-01

Resumo em português O estudo da patogenicidade de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. ao ácaro Tetranychus urticae Koch foi desenvolvido a 25 ± 2°C, 70 ± 5% UR e 12 horas de fotofase, utilizando-se fêmeas recém-emergidas. Os ácaros foram mantidos durante seis dias em discos de folha de Canavalia ensiformis (L.) DC. inoculadas com B. bassiana, isolado 447, nas concentrações: 5x106, 1x107, 5x107, 1x108, 5x108 e 1x109 conídios/ml. Este isolado mostrou-se patogênico a T. urticae, aprese (mais) ntando aumento nos valores das mortalidades acumuladas (total, corrigida e confirmada) à medida que a suspensão de conídios se tornou mais concentrada. Nas seis concentrações testadas, os valores de mortalidade corrigida ao sexto dia, foram inferiores a 50%, sendo observada apenas na concentração de 1x109 conídios/ml, mortalidade total superior a 50%. Resumo em inglês The pathogenicity of Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. for Tetranychus urticae Koch was studied at 25 ± 2oC, 70 ± 5% RH and 12 h photophase, using recently emerged females. Mites were maintained for 6 days on leaf disks of Canavalia ensiformis (L.) DC. inoculated with B. bassiana, isolate 447, at concentrations of 5x106, 1x107, 5x107, 1x108, 5x108 and 1x109 conidia/ml. Progressively higher values of accumulated mortality (total, corrected and confirmed) were observed wi (mais) th increasing concentrations of conidia. At all concentrations, corrected mortality was lower than 50% on the sixth day. Total mortality higher than 50% was observed only at concentration of 1x109 conidia/ml.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

19

Métodos de inoculação e efeitos de Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum em sementes de algodoeiro/ Methods of inoculation and effects of Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum in cotton seeds

Sousa, Marcella V.; Machado, José C.; Pfenning, Ludwig H.; Kawasaki, Vivian H.; Araújo, Dejânia V.; Silva, Adriano A.; Martini Neto, Alfredo
2008-02-01

Resumo em português A disponibilidade de sementes com diferentes níveis de infecção por fungos, transmissíveis por esta via, é importante na realização de diversos estudos. Este trabalho teve como objetivo avaliar procedimentos de inoculação e períodos de exposição das sementes de algodoeiro ao Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum (Fov), por meio da técnica de restrição hídrica, capazes de proporcionar elevados índices de infecção. Para isso, foram comparados os métodos: (mais) 1) imersão das sementes por 10 min em suspensão de conídios (10(6) conídios/mL) com incubação, em seguida, em substrato com potencial osmótico de -1,0 MPa; 2) atomização de suspensão de conídios (10(6) conídios/mL) sobre o substrato e sobre as sementes, e 3) contato direto das sementes com o micélio do fungo previamente desenvolvido no substrato de papel. Todos os métodos permitiram a obtenção de sementes com diferentes potenciais de inóculo, equivalentes aos diferentes tempos de exposição, 24 h, 48 h, 72 h, 96 h e 120 h, ao substrato contendo ou não o fungo previamente desenvolvido. As avaliações neste ensaio foram feitas por meio dos testes de germinação em rolo de papel, emergência em solo/areia e sanidade. O método mais eficaz foi o de imersão das sementes na suspensão de conídios com incubação em substrato de papel com restrição hídrica. O período de tempo que as sementes devem ficar em contato com o patógeno, sem afetar a sua qualidade fisiológica, é de 53 h a 57 h. Resumo em inglês The availability of seeds infected by fungi or other pathogens transmissible by this way is important for several purposes. This work was conducted to evaluate proceedings of inoculations and period of exposition of seeds to Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum through the water restriction technique. The following methods were compared: (1) seed immersion in a conidial suspension (10(6) conidia/mL) following incubation in substrate with an osmotic potential of -1.0 MPa; (mais) (2) atomization of a conidial suspension (10(6) conidia/mL) upon the substrate and on the seeds, and (3) direct contact of the seeds with the fungus mycelium, grown upon the substrate. All methods enabled to obtain seeds with different inoculum potential equivalent to different times, 24, 48, 72, 96 and 120 hours of seed expositions to the fungus. To evaluate the efficacy of infection, germination tests on roll paper and in soil/sand substrate and Blotter Test were applied. The most effective method was the immersion of seeds in inoculum suspension followed incubation in substrate with water restriction. The period of time that seeds should stay in contact with the pathogen, without affecting their physiological quality, was 53 h to 57 h.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

20

Patogenicidade de Metarhizium anisopliae var. anisopliae e Metarhizium anisopliae var. acridum sobre Nasutitermes coxipoensis (Holmgren) (Isoptera: Termitidae)/ Pathogenicity of Metarhizium anisopliae var. anisopliae and Metarhizium anisopliae var. acridum on Nasustitermes coxipoensis (Holmgren) (Isoptera: Termitidae)

Albuquerque, Auristela C.; Pereira, Karla C.A.; Cunha, Franklin M.; Veiga, Antonio F.S.L.; Athayde, Ana C.R.; Lima, Elza A.L.A.
2005-08-01

Resumo em português A ação de Metarhizium anisopliae var. anisopliae e Metarhizium anisopliae var. acridum sobre o cupim de montículo Nasutitermes coxipoensis (Holmgren) e a produção de conídios sobre os insetos mortos foram estudadas em laboratório. Doses infectivas foram determinadas através do contato direto dos insetos com a cultura fúngica após 12 dias de crescimento e quantificação dos conídios em câmara de Neübauer. Foram utilizadas as doses 0,5 x 10(6) e 1,6 x 10(7) co (mais) nídos/ml, para M. anisopliae var. anisopliae, e 1,4 x 10(5) e 1,8 x 10(6) conídios/ml para M. anisopliae var. acridum, nominadas dose A e dose B, respectivamente. As doses corresponderam a 3 min. e 15 min. de contato direto de 20 cupins com a cultura fúngica. A produção de conídios foi avaliada utilizando-se insetos inoculados com o fungo, 10 dias após a morte. Os bioensaios foram realizados em triplicata. Os percentuais de mortalidade acumulada de N. coxipoensis tratados com M. anisopliae, no terceiro dia após a inoculação, foram: controle, 15,7%; dose A 95,7% e dose B 100%; para M. anisopliae var. acridum foram: controle, 13,3%; dose A 66,4 e dose B 88,8%. A média da produção de conídios foi mais elevada para M. anisopliae var. anisopliae do que para M. anisopliae var. acridum. Os resultados mostraram que M. anisopliae var. anisopliae apresentou maior potencial para o controle biológico de N. coxipoensis. Resumo em inglês The action of Metarhizium anisopliae var. anisopliae and Metarhizium anisopliae var. acridum on the mound termite Nasutitermes coxipoensis (Holmgren) and the conidia production on dead insects were studied in laboratory. Infective doses were determined through direct contact of the insects with the fungi cultures with 12 days of growth followed by conidia quantification in Neübauer camera. The doses of 0.5 x 10(6) and 1.6 x 10(7) conidia/ml of M. anisopliae var. anisopli (mais) ae, and 1.4 x 10(5) e 1.8 x 10(6) conidia/ml of M. anisopliae var. acridum were named dose A and dose B, for each fungus, respectively. These doses corresponded to 3-min and 15-min direct contact of 20 insects with the fungi cultures. Conidia production was evaluated using the insects inoculated with fungi. The bioassays were carried out in triplicate. The percentage of accumulated mortality of N. coxipoensis treated with M. anisopliae var. anisopliae on the third day after inoculation were: control, 15.7%; dose A 95.7% and dose B 100%; for M. anisopliae var. acridum: control, 13.3%; dose A 66.4% and dose B 88,8%. The average of conidia production was higher for M. anisopliae var. anisopliae than M.anisopliae var. acridum. The results showed that M. anisopliae var. anisopliae presented better potential for the biological control of N. coxipoensis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

21

Compatibilidade entre Beauveria bassiana e o predador Chrysoperla externa em laboratório/ Compatibility between Beauveria bassiana and the predator Chrysoperla externa in laboratory

Pessoa, Luis Gustavo Amorim; Cavalcanti, Ricardo Sousa; Moino Júnior, Alcides; Souza, Brígida
2005-06-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do fungo Beauveria bassiana sobre ovos e larvas de Chrysoperla externa. Ovos com até 24 horas de idade e insetos no 1º, 2º e 3º ínstares foram imersos em suspensões fúngicas de 1,0x10(4) a 1,0x10(8) conídios mL-1. Não houve efeito do fungo sobre a viabilidade dos ovos. Larvas de terceiro ínstar foram afetadas por B. bassiana, e as suspensões de 1,0x10(7) e 1,0x10(8) conídios mL-1 interferiram nos parâmetros avaliados. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the effect of the fungus Beauveria bassiana on eggs and larvae of Chrysoperla externa. Eggs with 24 hours and insects on 1st, 2nd and 3rd instar were immersed in fungal suspensions at 1,0x10(4) to 1,0x10(8) conidia mL-1 . There was no fungal effect on the eggs viability. Third instar larvae were affected by B. bassiana, and the suspensions with 1,0x10(7) and 1,0x10(8) conidia mL-1 interfered in the evaluated parameters.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

22

Efeito da temperatura e cama do aviário na virulência de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. e Metarhizium anisopliae (Metsch.) para o controle do cascudinho (Alphitobius diaperinus) (Panzer) (Coleoptera: Tenebrionidae)/ Effect of temperature and poultry litter in Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. and Metarhizium anisopliae (Metsch) Virulence against the lesser mealworm Alphitobius diaperinus (Panzer) (Coleoptera: Tenebrionidae)

Alexandre, Talita M.; Alves, Luis F.A.; Neves, Pedro M.O.J.; Alves, Sérgio B.
2006-02-01

Resumo em português O estudo avaliou a influência da temperatura e de cama nova e usada na germinação, crescimento vegetativo, virulência e produção de conídios de isolados de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. e Metarhizium anisopliae (Metsch.) sobre larvas e adultos do cascudinho Alphitobius diaperinus (Panzer). O crescimento vegetativo e a produção de conídios foram avaliados em meio de cultura. Para a avaliação da virulência os insetos foram tratados com suspensões contendo (mais) 1 x 10(8) conídios/ml. Os experimentos foram realizados em câmara B.O.D. (26ºC e 32ºC e 14h de fotofase). Diariamente os insetos mortos foram coletados para quantificação da produção de conídios. Para avaliação das camas, após a inoculação, insetos foram transferidos para recipientes contendo cama de aviário (nova e usada). Os isolados de B. bassiana foram mais sensíveis à temperatura elevada em relação aos isolados de M. anisopliae no que se refere à viabilidade, crescimento vegetativo e virulência (P Resumo em inglês This study was carried out to evaluate the influence of temperature and poultry litter on germination vegetative growth virulence and conidial production of Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. and Metarhizium anisopliae (Metsch.) isolates on larvae and adults of the lesser mealworm (Alphitobius diaperinus) (Panzer). The vegetative growth and conidial production were evaluated on culture media. Virulence was studied submerging larvae and adults in a conidial suspension (1 x (mais) 10(8) conidia/ml). All the experiments were carried out in growth chamber (26ºC and 32ºC and 14h photophase). Fungus-killed insects were daily collected and used for microscopic conidial counts. The poultry litter effect was evaluated by submerging the insects in a fungal suspension (10(8) conidia/ml) and then transferring them to cups containing poultry litter (new and used). B. bassiana isolates were more sensitive than M. anisopliae to high temperature because conidia viability, vegetative growth and virulence were negatively affected (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

23

Determinação de concentrações de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. para o controle de insetos-pragas de grãos armazenados/ Determination of dosages of Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. for stored grain pests control

Moino Jr., Alcides; Alves, Sérgio B.
1997-04-01

Resumo em português Determinou-se a suscetibilidade de Sitophilus oryzae (L.), S. zeamais (Motsch.) e Rhyzopertha dominica (Fabr.) a dois isolados do fungo Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. Para isso foram usados recipientes contendo arroz beneficiado, inoculado previamente com conídios dos isolados, infestados com as três espécies de insetos. Esses recipientes foram mantidos a 26 ± 0,5°C, 70 ± 10% de UR e fotofase de 12 horas. As três espécies foram suscetíveis aos dois isolados do (mais) patógeno. Os dois isolados foram eficientes para o controle de S. oryzae, na concentração de 0,5 g de conídios/100 g de grãos. Para S. zeamais, o isolado 604 foi mais eficiente na concentração de 0,1 g de conídios/100 g de grãos. Com relação a R. dominica, foram suficientes dosagens de 0,01 g (isolado 476) e 0,05 g (isolado 604)/100 g de grãos, confirmando a maior suscetibilidade desta espécie ao patógeno. Resumo em inglês The susceptibility of two isolates of Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. against Sitophilus oryzae (L.), S. zeamais (Motsch.) and Rhyzopertha dominica (Fabr.) was determined. Boxes containing stored rice previously inoculated with conidia of two B. bassiana isolates were infested with the three insect species and maintained at 26 ± 0.5°C, 70 ± 10% of RH, and photophase of 12 hours. Ali three species were susceptible to both fungal isolates. Both isolates were efficient (mais) against S. oryzae, at the concentration of 0.5 g conidia/ 100 g of grain. The isolate 604 was the most efficient against S. zeamais, at the concentration of 0.1 g conidia/100 g of grain. Dosages of 0.0l g (isolate 476) and 0.05 g (isolate 604)/100 g of grain provided high mortality leveis of R. dominica, confirming the higher susceptibility of this species to the pathogen.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

24

Pressão de aplicação com pulverizador de barra e eficiência de bioinseticidas fúngicos comerciais/ Application pressure in boom sprayer and efficiency of commercial fungal bioinsecticides

Guimarães, Cesar de Oliveira; Correia, Antônia do Carmo Barcelos; Ferreira, Marcelo da Costa
2004-12-01

Resumo em português Bioinseticidas fúngicos são aplicados com pulverizadores convencionais e algumas características destes equipamentos podem não ser adequadas e afetar a eficiência dos bioinseticidas. O objetivo deste trabalho foi verificar se pressões usuais, em aplicações com o pulverizador de barra, podem afetar a ação inseticida de conídios de Beauveria bassiana e Metarhizium anisopliae, componentes de produtos comerciais brasileiros. Para isso, suspensões aquosas de três (mais) bioinseticidas foram submetidas à passagem pelo equipamento em três pressões (20, 40 e 60 lbf pol-2) e avaliadas quanto ao rompimento, à viabilidade e à virulência dos conídios. Avaliou-se a viabilidade em lâminas de microscopia cobertas com meio de cultura, após incubação a 26±0,5ºC e fotoperíodo de 12 horas. A concentração foi determinada por meio de contagens em câmara de Neubauer e a virulência foi avaliada para lagartas de Diatraea saccharalis. Não foram encontradas, nos três produtos, influências significativas em nenhum dos parâmetros. Nas pressões avaliadas, a aplicação com o pulverizador de barra não reduz a viabilidade e nem a virulência dos conídios dos bioinseticidas testados, tampouco provoca destruição dos conídios. Resumo em inglês Fungal biopesticides are applied with conventional sprayers and this equipment may be inappropriate, and therefore affect field control efficacy of biopesticides. The objective of this research was to find out if the usual pressures used in the boom sprayers can affect the conidia pesticide activity of the Brazilian commercial entomopathogenic fungi Beauveria bassiana and Metarhizium anisopliae. Water fungi suspensions were passed through the equipment under three pressur (mais) es (20, 40 and 60 psi) and evaluated for viability, virulence and conidia disruption. The viability was evaluated in slides covered by culture media after incubation at 26±0.5ºC and 12 hours photophase. The concentration was determined through Neubauer chamber count and the virulence to Diatraea saccharalis caterpillars was evaluated. In the three tested biopesticides no significant effect was found in any parameters. For the tested pressures, the boom sprayer does not affect the viability or virulence and does not destroy the conidia of the evaluated commercial biopesticides.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

25

Influência da temperatura e da umidade relativa do ar na esporulação de Magnaporthe grisea em trigo/ Influence of temperature and relative air humidity on the sporulation of Magnaporthe grisea on wheat

Alves, Kalíbia Jane P.; Fernandes, José Maurício C.
2006-12-01

Resumo em português O fungo Magnaporthe grisea (Anamorfo Pyricularia grisea) é o agente causal da brusone do trigo (Triticum aestivum), uma doença limitante à cultura do trigo no Brasil em regiões produtoras localizadas acima do paralelo 24 °S. O objetivo do presente trabalho foi estudar o efeito da temperatura e da umidade relativa do ar na esporulação de M. grisea. O número médio de conídios foi determinado em ráquis de plantas de trigo previamente colonizados com o fungo e expo (mais) stos em câmaras de crescimento sob temperaturas de 23 e 28 ºC, e com umidade relativa do ar de 80, 85, 90, 95 e 100%. A determinação do número de conídios produzidos foi feita após 24, 48, 72 e 96 horas de exposição em cada combinação de temperatura e umidade. Os efeitos da temperatura e da umidade foram significativos (P 90%) e a temperatura se encontra ao redor de 28 ºC, a produção de conídios de M. grisea é favorecida. Resumo em inglês The fungus Magnaporthe grisea (anamorph Pyricularia grisea) is the causal agent of wheat blast (Triticum aestivum), an important disease for the wheat crop in Brazil. The disease is more frequent in wheat producing regions above the parallel 24 °S. The objective of the present work was to study the effect of temperature and relative air humidity in the sporulation of M. grisea. The average number of conidia was determined in raquis of wheat plants previously colonized by (mais) the fungus and exposed to growth chambers under temperatures of 23 and 28 ºC, and with relative humidity of 80, 85, 90, 95 and 100%. The number of produced conidia was determined after 24, 48, 72 and 96 hours of exposure in each combination of temperature and humidity. The effect of the temperature and the humidity was significant (P 90%) and temperature around 28 ºC.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

26

Seleção de isolados de Beauveria bassiana para o controle biológico da broca-do-café, Hypothenemus hampei (Ferrari) (Coleoptera: Scolytidae)/ Beauveria bassiana strains selection for biological control of the coffee berry borer, Hypothenemus hampei (Ferrari) (Coleoptera: Scolytidae)

Neves, Pedro M.O.J.; Hirose, Edson
2005-02-01

Resumo em português A broca-do-café, Hypothenemus hampei (Ferrari), é uma das mais importantes pragas do cafeeiro. Seu controle é realizado, na maioria das vezes, utilizando-se produtos químicos sintéticos que contaminam o meio ambiente, os alimentos e os agricultores. O fungo Beauveria bassiana é um agente natural de controle dessa praga e apresenta potencial para o controle biológico. Assim, com o objetivo de selecionar isolados de B. bassiana para o controle da broca-do-café avali (mais) ou-se a virulência de 61 isolados, originários de diversos hospedeiros e regiões geográficas. A seleção foi realizada em duas fases: na primeira fase selecionaram-se 11 isolados com mortalidade confirmada acima de 60%. Na segunda fase determinou-se para os 11 isolados pré-selecionados, a CL50, taxa de esporulação (mortalidade confirmada/mortalidade total) e a produção de conídios em H. hampei. O isolado CG425 apresentou maior mortalidade total corrigida e confirmada, maior taxa de esporulação e CL50 = 2,5 x 10(6) conídios/ml e o isolado CB102, apresentou maior produção de conídios sobre os cadáveres, 11,6 x 10(6) conídios/adulto. Esses isolados apresentam potencial para serem utilizados em programas de controle biológico da broca-do-café com B. bassiana. Resumo em inglês Hypothenemus hampei (Ferrari) (Coffee Berry Borer) is one of the most important coffee pests. Its control is carried out mainly using synthetic chemical products, which contaminate the environment, food and farmers. The entomopathogenic fungus Beauveria bassiana is a natural enemy of coffee berry borer and presents potential for biological control. With the objective to select strains of B. bassiana for the management of H. hampei, the virulence of 61 strains, from divers (mais) e hosts and geographic regions, were tested. The selection was carried out in two phases: in the first phase 11 strains, with confirmed mortality above 60%, were selected. In the second phase, for the 11 preselected strains, we determined: LC50, sporulation rate (confirmed mortality/total mortality) and conidia production on H. hampei cadavers. The CG425 strain presented the greater total and confirmed mortality, highest sporulation rate and CL50 = 2.5 x 10(6) conidia/ml and CB102 strain, presented highest conidia production on insects, 11.6 x 10(6) conidia/insect. These isolates present height potential to be used in biological control programs of coffee berry borer with B. bassiana.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

27

Eficiência de Metarhizium anisopliae no controle do Percevejo-do-Colmo Tibraca limbativentris (Heteroptera: Pentatomidae) em lavoura de arroz irrigado/ Efficiency of Metarhizium anisopliae on rice stem bug Tibraca limbativentris (Heteroptera: Pentatomidae) control in flooded rice field

Martins, José Francisco da Silva; Botton, Marcos; Carbonari, Jairo João; Quintela, Eliane Dias
2004-12-01

Resumo em português O percevejo-do-colmo, Tibraca limbativentris Stal, 1860 (Heteroptera: Pentatomidae), é altamente prejudicial à cultura do arroz no Brasil, principalmente em sistemas de cultivo irrigados por inundação. O efeito de duas formas de aplicação, conídios em suspensão e veiculados em grãos de arroz autoclavado, da cepa (CP) 172 de Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok., no controle do percevejo, foi avaliado em três experimentos conduzidos em 1991, 1993 e 1994, em lav (mais) oura comercial de arroz irrigado. Em 1991, tanto a pulverização de conídios como a distribuição manual grãos de arroz cobertos com material fúngico em dosagem equivalente a 7,2 x 10(13) conídios.ha-1, sobre o solo e entre os colmos de arroz, onde os percevejos estavam alojados, reduziram significativamente a população natural do inseto com eficiência de controle de 52,6% e 61,8%, respectivamente. Ainda em 1991, estudo sobre o estabelecimento e persistência da cepa no solo do arrozal, com base na contagem de unidades formadoras de colônias (UFC), indicou que o fungo manteve-se viável na entressafra, até 216 dias após a aplicação, época da implantação de novos arrozais. O número de UFC foi maior nas parcelas tratadas com os grãos de arroz cobertos com material fúngico. O crescimento linear do número de UFC, no solo nas parcelas testemunhas, evidenciou disseminação do fungo para partes anteriormente não tratadas do arrozal. Resultados significativos de controle com a aplicação da suspensão de conídios e dos grãos de arroz com o fungo, na dose de 5 x 10(13) conídios.ha-1, também foram obtidos em 1993, com 51,8% e 48,2% de eficiência, respectivamente. Em 1994, a aplicação da suspensão de 5 x 10(13) conídios.ha-1 resultou em 39,5% de controle do inseto. O índice de confirmação de infeção, contudo, foi baixo, nos dois anos, atingindo, no máximo, 20%, em 1993. O baixo número de insetos com micose, em comparação ao índice de mortalidade, pode provavelmente reduzir a taxa de disseminação do fungo nos arrozais e, por conseqüência, ser desfavorável à ocorrência de epizootias. Resumo em inglês The rice stem bug, Tibraca limbativentris Stal, 1860 (Heteroptera: Pentatomidae), is an important pest of rice (Oryza sativa L.) in Brazil, mainly in flooded system of cultivation. The effect of two ways of application (conidia in aqueous suspension and on rice grain) of Metarhizium anisopliae strain 172 for the control of the rice stem bug, was evaluated in three experiments conducted in 1991, 1992 and 1994 in commercial irrigated rice. In 1991, the spraying of conidia s (mais) uspension and manual distribution of rice grain covered with fungal material at dose of 7.2 x 10(13) conidia.ha-1, on soil and among rice stems, where the bugs were located, reduced significantly the insect natural population with control efficiencies of 52.6 and 61.8%, respectively. Studies about establishment and persistence of fungal conidia in soil, using the colony forming unity (CFU) counts, indicated that the fungus persisted in the soil between two rice crop seasons, up to 216 days after application, when new rice crops were established. The number of CFU was greater in the plots treated with rice grain covered with fungal material. The linear growth of CFU in the control plots showed that the fungus spread to the untreated areas of the rice field. Significant control efficiency was obtained in 1993 for grain and aqueous fungus treatment with 48.2% and 51.8%, respectively. In 1994, the conidial suspension at dose of 5x10(13) conidia.ha-1 resulted in control efficiency of 39.5%. The level of insect mycosis, however, was low in both 1993 and 1994, reaching a maximum of 20% mycosis in 1993. The low numbers of insect with mycosis compared with the level of mortality, may probably reduce the rate of fungal dissemination in rice fields and, consequently, be detrimental to the occurrence of epizootics.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

28

Metodologia para produção de Metarhizium anisopliae (METSCH.) sorokin em cultivo submerso: esporulação da biomassa, efeito da concentração de açúcar e custo do inoculant/ Methodology for production of Metarhizium anisopliae (METSCH.) sorokin in submerged cultivation: biomass sporulation, sugar concentration effect and inoculant cost

Pereira, Sonia Regina de Mello; Eira, Augusto Ferreira da
1999-09-01

Resumo em português Desenvolveram-se um método de cultivo e um meio de cultura para produção massal do fungo Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin, 1883, com maior pureza e concentração de conídios. Este método envolveu o cultivo submerso da linhagem M-61 do entomopatógeno em meio líquido de arroz parboilizado, extrato de levedura, extrato do percevejo da soja (Nezara viridula (L., 1758) Hemiptera, Pentatomidae), sob seis diferentes níveis de concentração de açúcar (0, 2, 4, (mais) 6, 8, 10g l-1), além do meio convencional sólido de arroz em grão. As biomassas obtidas foram separadas através de tela de nylon (63 mesh) e dispostas em estufa para a esporulação. Os efeitos dos tratamentos foram avaliados pelos parâmetros pesos fresco e seco do micélio, número de conídios por grama de substrato, viabilidade e patogenicidade dos conídios sobre o percevejo. Observou-se que 2.0g l-1 de açúcar em meio de cultura de extrato de N. viridula produziu o dobro do número de conídios por grama de substrato em relação à concentração de 10.0g l-1, a um custo 51 vezes inferior ao obtido no processo convencional de produção do fungo. A viabilidade não foi afetada nos diferentes meios utilizados. Não ocorreram diferenças significativas na patogenicidade em função dos meios de cultura e métodos de cultivo. Resumo em inglês A method of cultivation and a culture medium were developed aiming at the mass production of fungus Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin, 1883, with great concentration and purity of conidia. This method involved the M-61 strain of entomopathogenic fungus in liquid medium of rice, yeast extract, soybean bug extract (Nezara viridula (L., 1758) Hemiptera, Pentatomidae), under six differents concentrations of sugar (0, 2, 4, 6, 8, 10g l-1), and the solid conventional med (mais) ium of rice grains. The biomasses obtained were filtered and put in an incubator to promote sporulation. The treatments were evaluated through the parameters wet and dry-weight of micelium, number of conidia per gram of substrate, viability and pathogenicity of conidia against the bug. It was observed that the sugar concentration of 2.0g l-1 in extract of N. viridula produced two times more conidia per gram of substrate when compared to 10.0g l-1, and 51 times cheaper than the conventional process of production of fungus. Viability was not affected by the different culture media. Significant differences did not occur in the pathogenicity among culture media and cultivations methods.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

29

Caracterização fisiomorfológica de isolados de Colletotrichum musae/ Physiological and morphological characterization of Colletotrichum musae isolates

Couto, Erick F.; Menezes, Maria
2004-08-01

Resumo em português Isolados de Colletotrichum musae obtidos de quatro cultivares de banana (Musa spp.) 'Comprida', 'Maçã', 'Pacovan' e 'Prata' foram estudados quanto ao aspecto morfológico dos conídios, apressórios, características culturais, diâmetro das colônias em meio BDA, germinação dos conídios em água destilada esterilizada e meio líquido BD, como também, quanto ao efeito da combinação de C/N no crescimento micelial, esporulação e peso da matéria seca, sob alternâ (mais) ncia luminosa, a aproximadamente, 25 ºC. No estudo da relação C/N, as fontes de carbono foram dextrose, sacarose e sorbitol e as de nitrogênio asparagina, peptona e nitrato de potássio combinadas na proporção 10:1 (10 g de carbono para 1 g de nitrogênio). Os resultados mostraram conídios hialinos, com forma e tamanhos característicos da espécie, variando dentro dos limites estabelecidos para a espécie. A relação comprimento/largura foi menor para os isolados Iso-1, Iso-6 e Iso-8 oriundos de banana 'Comprida'. A germinação de conídios ocorreu a partir de 8 h de incubação, havendo diferença significativa entre os isolados, quanto ao percentual de conídios germinados. Foram observados apressórios em todos os isolados, variando em quantidade. Houve diversidade nas características culturais e diâmetro das colônias dos isolados, em BDA. Com relação às combinações C/N, a análise estatística revelou diferença significativa entre os isolados, sob efeito da interação C/N, bem como dos fatores independentes, sobre o crescimento micelial, produção de esporos e peso seco do micélio. De um modo geral, as combinações de carbono com peptona favoreceram esses três processos fisiológicos, porém com diferença significativa entre os isolados de C. musae dentro de cada processo considerado. Resumo em inglês Isolates of Colletotrichum musae from four banana (Musa spp.) cultivars 'Comprida', 'Maçã', 'Pacovan' and 'Prata' were studied in relation to morphological aspects of conidia, cultural characteristics, diameter of colony on PDA medium, and conidia germination in sterile water and potato dextrose agar (PDA). Also observed was the effect of the carbon/nitrogen ratio on growth, sporulation, and dry weight of mycelial mass, under alternating light at 25 ºC. To study the ef (mais) fect of the C/N ratio, carbon sources (dextrose, sucrose and sorbitol) and nitrogen sources (asparagin, peptone and potassium nitrate) were combined in a proportion of 10:1 (10 g of C for 1 g of N). The results showed hyaline conidia with form and size characteristics of C. musae, which ranged within the limits established for the species. The isolates from 'Comprida' banana presented the shortest length in relation to the others. Conidia germination occurred after 8 h of incubation, and isolates varied in relation to percentage of germinated conidia. All isolates formed appressoria but they varied in the amount produced. In general, the cultural characteristics of the isolates on PDA showed variation in color and diameter of colonies. In relation to to effect of the C/N interactions, statistical analysis revealed significant variation among isolates, as well as independent factors, which effected mycelial growth, conidial production and the dry weight of the mycelial mass. All combinations of carbon involving peptone as the nitrogen source were favorable to the three physiological processes. Nevertheless, in each process observed, significant differences were found among the isolates of C. musae.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

30

Colonização de raízes de tomateiro por Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici em solução nutritiva com três fontes de nitrogênio/ Tomato root colonization by Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici in nutrient solution containing three nitrogen sources

Carvalho, Aldir de O. de; Jacob Neto, Jorge; Carmo, Margarida Goréte F. do
2005-02-01

Resumo em português Os objetivos do presente trabalho foram os de avaliar o efeito do pH sobre a germinação de conídios e o crescimento miceliano de F. oxysporum f. sp. lycopersici e o efeito da fonte de nitrogênio sobre o início do processo de infecção de raízes de mudas de tomateiro (Lycopersicon esculentum). Inicialmente quantificou-se a porcentagem de germinação dos conídios e o crescimento miceliano em meio Caldo Nutritivo com pH variando de 2,0 a 11,0. O pH do meio foi tamb� (mais) �m medido ao final de 14 dias de crescimento do fungo. Avaliou-se, ainda, por meio de isolamentos e observações ao microscópio óptico, o efeito das fontes de nitrogênio sobre o processo de infecção e colonização das raízes. Utilizou-se a cultivar Kada Gigante e solução nutritiva contendo como fontes de nitrogênio N-NH4+, N-NO3- e N-NH4NO3, seguido da adição ou não de conídios do patógeno. As avaliações de pH da solução, das alterações morfológicas da raiz e da colonização pelo patógeno foram feitas até 240 h após a infestação. O N-NO3- proporcionou maiores valores de pH e favoreceu o desenvolvimento radicular, com aumento do tamanho e número de pêlos radiculares, e redução da taxa de adesão de conídios e da colonização por F. oxysporum f. sp. lycopersici comparado a N-NH4NO3 e, principalmente, N-NH4+. Estes resultados, porém, devem-se, mais provavelmente, ao desbalanço iônico nas plantas supridas com N-NH4+, do que ao efeito simples da variação de pH da rizosfera. O patógeno mostrou-se hábil em se desenvolver em faixa ampla de pH, 3 a 9, em meio de cultura. Resumo em inglês This work was conducted to elucidate the pH effect on the conidia germination and on the mycelium growth of F. oxysporum f. sp. lycopersici and the effect of N sources on the infection process of the tomato (Lycopersicon esculentum) roots. Initially, the quantification of conidia germination and the mycelium growth were performed in liquid culture medium with pH ranging from 2,0 to 11,0. The medium pH at 14 day after fungi growth was also measured. Cultivar 'Kada Gigante' (mais) was grown in a nutrient solution containing three N sources, NH4+, NO3- and NH4NO3, with or without addition of Fusarium conidia in the solution. The solution pH, root morphological alterations and pathogen colonization were measured up to 240 h after infestation. N-NO3- application resulted in higher pH values and favored root development, with significant increase of root hair number. It also reduced the conidia attachment rate and Fusarium colonization rate compared to N-NH4NO3 and N-NH4+. These results are mostly due to the ionic imbalance of N-NH4+ fed plants than to the single rhizospheric pH change pH. The pathogen was able to develop on a wide range of pH - 3,0 to 9,0 in medium culture.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

31

Controle de nematóides parasitos gastrintestinais por Arthrobotrys musiformis em ovinos naturalmente infestados mantidos em pastagens/ Control of gastrintestinal parasitic nematodes by Arthrobotrys musiformis in naturally infested sheep maintained on pastures

Graminha, Érika Barbosa Neves; Monteiro, Antonio Carlos; Silva, Heloísa Cristina da; Oliveira, Gilson Pereira; Costa, Alvimar José da
2005-09-01

Resumo em português Este trabalho objetivou avaliar, in vitro e in vivo, o fungo predador Arthrobotrys musiformis, administrado via oral na forma de conídios microencapsulados em alginato ou in natura em meio líquido, após passagem pelo trato gastrintestinal de ovinos. No teste in vitro, avaliou-se a manutenção da atividade predatória, e no teste in vivo, a capacidade de controlar nematóides parasitos de ovinos naturalmente infectados, mantidos em pastagens. O resultado do teste in vi (mais) tro confirmou a viabilidade de A. musiformis (95,5%), mesmo após a passagem pelo trato gastrintestinal. Na avaliação in vivo, não houve diferença estatística entre o número de ovos por grama de fezes dos grupos tratados e controle, provavelmente em razão da baixa lotação dos piquetes, da quantidade e periodicidade insuficientes de oferecimento de conídios aos ovinos, o que teria proporcionado dispersão e migração das larvas na pastagem. Contudo, os helmintos recuperados na necropsia dos animais traçadores mostraram que A. musiformis reduziu em 50,9% e 57,6% o número de Trichostrongylus colubriformis dos grupos tratados com conídios microencapsulados e in natura, respectivamente, e em 95% o número de L4 de Haemonchus do grupo tratado com conídios in natura. Embora os resultados não sejam conclusivos, A. musiformis mostrou-se promissor agente no biocontrole de nematóides parasitos gastrintestinais. Resumo em inglês The objective of the present study was to assess in vitro and in vivo the predatory fungus Arthrobotrys musiformis administered orally, in the form of alginate-microencapsulated conidia, or in natura in liquid medium after passage through the gastrointestinal tract of sheep. Maintenance of the predatory activity of the fungus was evaluated in the in vitro test, and its ability to control parasitic nematodes in naturally infested sheep maintained on pastures was analyzed i (mais) n the in vivo test. The result of the in vitro test confirmed the viability of A. musiformis (95.5%) even after passage through the gastrointestinal tract. In vivo analysis revealed no difference in the number of eggs per gram between treated and control groups, probably because of the low crowding of the corrals, the insufficient amount and interval time of conidial supplying, permitting dispersal and migration of the larvae in the pasture. However, helminths recovered at autopsy from the tracer animals showed that A. musiformis reduced 50.9% and 57.6% the number of Trichostrongylus colubriformis in the groups treated with microencapsulated conidia and conidia in natura, respectively, and 95% the number of L4 larvae of Haemonchus in the group treated with conidia in natura. Despite the inconclusiveness of the results, A. musiformis was considered a promising agent in the biocontrol of gastrintestinal parasitic nematodes.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

32

Ação in vitro dos fungos Beauveria bassiana (Bals) Vuill e Metarhizium anisopliae (Metsch) Sorok sobre ninfas e adultos de Amblyomma cajennense (Fabricius, 1787) (Acari: Ixodidae)/ In vitro action of the fungi Beauveria bassiana (Bals) Vuill and Metarhizium anisopliae (Metsch) Sorok on ninphs and adults of Amblyomma cajennense (Fabricius, 1787) (Acari: Ixodidae)

Reis, R.C.S.; Melo, D.R.; Souza, E.J.; Bittencourt, V.R.E.P.
2001-10-01

Resumo em português O trabalho teve por objetivo verificar a mortalidade in vitro de ninfas e adultos de Amblyomma cajennense frente à ação de isolados dos fungos Beauveria bassiana e Metarhizium anisopliae. Foram avaliados três isolados de M. anisopliae (959, 319 e E9) e dois de B. bassiana (986 e 747). As suspensões de conídios foram preparadas a partir de fungos produzidos em meio de arroz, e cada bioensaio foi constituído de quatro tratamentos nas concentrações 10(5), 10(6), 10( (mais) 7), 10(8) conídios/ml e um grupo-controle. A análise constou da observação do percentual de mortalidade, 15 dias após o tratamento ou após a ecdise de adultos. Foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos quanto à mortalidade para todos os isolados e todos os instares. Nos grupos tratados houve aumento considerável na mortalidade à medida que se aumentava a concentração de conídios na suspensão. Conclui-se que todos os isolados testados causaram mortalidade em testes in vitro sobre esses estádios evolutivos, sugerindo o controle do A. cajennense pela ação desses fungos. Resumo em inglês This work aimed at the evaluation of the in vitro susceptibility of Amblyomma cajennense nimphs and adults to isolates of Beauveria bassiana and Metarhizium anisopliae fungi. Three isolates of M. anisopliae (959, 319 e E9) and two of B. bassiana (986 e 747) were used. Conidia suspensions were made from fungi grown up in a rice culture medium and each test consisted of four treated groups (10(5), 10(6), 10(7), 10(8) conidia/ ml) plus a control group. Viability of individua (mais) ls was assessed 15 days after treatment or after adult ecdisis. Significative differences were found for all treatments and for all stages studied. A large reduction in the viability of ticks was observed, and this effect increased as conidia concentration raised. Based upon the results obtained, it can be concluded that all isolates tested presented an in vitro lethality for the biological stages of A. cajennense evaluated, suggesting a potential use in the biological control of this tick species.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

33

Queima das flores e podridão parda em pessegueiro sob sistema de cultivo orgânico/ Blossom blight and brown rot on organic peach production system

Keske, Cláudio; Amorim, Lilian; Biasi, Luiz Antônio; May-De Mio, Louise Larissa
2010-08-01

Resumo em português A queima das flores e a podridão parda, causadas por Monilinia fructicola, são as doenças mais importantes na cultura do pessegueiro. Este estudo teve como objetivo verificar a incidência de queima das flores e podridão parda latente em frutos verdes e na colheita sob condições naturais de infecção, em relação à posição dos ramos em pomar com cultivares de pessegueiro sob sistema de cultivo orgânico. As avaliações foram realizadas com as cultivares 'Auror (mais) a', 'Flordaking', 'Marli' e 'Della Nona' em 2006, e 'Aurora' e 'Marli' em 2007 e 2008 e conduzidas em sistema orgânico em Rio do Sul, Santa Catarina (SC). Foram monitorados semanalmente os conídios do patógeno em armadilhas tipo "cata-vento". A incidência média da doença na floração foi de 0,8 ('Della Nona') a 19,1% ('Marli'). A incidência na colheita foi de 15,4('Della Nona') a 65,7% ('Flordaking'). Correlações positivas e significativas foram verificadas entre número de conídios e fases fenológicas variando de 0,67 ('Flordaking) a 0,99 ('Aurora'). A posição do ramo no pomar, na linha ou na entrelinha não influenciou a incidência da doença nas flores e nos frutos. A maior concentração de conídios foi observada na fase de maturação dos frutos. Resumo em inglês The blossom blight and brown rot caused by Monilinia fructicola are the most important diseases of peach tree. This study aimed to verify the incidence of the blossom blight on flowers and latent brown rot in green fruits, and at harvest under natural infection, in relation to the position of branches in the orchard with peach cultivars under organic system. The evaluations were carried out with the cultivars 'Aurora', 'Flordaking', 'Marli' and 'Della Nona' in 2006, 'Auro (mais) ra' and 'Marli' in 2007 and 2008 and conducted in an organic syste m in Rio do Sul, SC. Conidia were monitored weekly by "winddriven" traps. At flowering the average incidence was 0.8 ('Della Nona') to 19.1% ('Marli'). The incidence at harvest was 15.4 ('Della Nona') to 65.7% ('Flordaking'). It was observed positive and significant correlations between conidia numbers and phenological phases varying from 0.67 ('Flordaking') to 0.99 ('Aurora'). The position of the branch in the orchard, within-row, across-row, did not influence the incidence of disease in the flowers and fruits. The highest conidia concentration was observed during the ripening.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

34

Sensibilidade de Colletotrichum gloeosporioides (mancha manteigosa do cafeeiro) a diferentes concentrações de fungicidas/ Sensibility of Colletotrichum gloeosporioides (coffee blister spot) to different fungicide concentrations

Ferreira, Josimar Batista; Abreu, Mario Sobral de; Pereira, Igor Souza; Fernandes, Katiucia Dias; Pereira, Ricardo Borges
2009-01-01

Resumo em português Com o objetivo de avaliar a eficiência de alguns fungicidas sobre Colletotrichum gloeosporioides, agente etiológico da mancha manteigosa do cafeeiro (Coffea arabica L.), testes in vitro foram conduzidos no Laboratório de Diagnose e Controle/UFLA. Utilizou-se o método de incorporação de fungicidas ao meio de cultura MEA 2% para a avaliação da inibição do crescimento micelial e em lâmina escavada contendo água com fungicida para a germinação de conídios. Os f (mais) ungicidas, tetraconazol, triadimenol, chlorotalonil e mancozeb foram testados quanto à inibição do crescimento do micelial (nas concentrações de 1, 5, 10, 25, 50, 100, 500 e 1.000 mg L-1) e quanto à inibição da germinação de conídios (nas concentrações de 1, 5, 10, 25, 50 e 100 mg L-1). Os fungicidas tetraconazol e triadimenol apresentaram alta eficiência na inibição do crescimento micelial. Os fungicidas chlorotalonil e mancozeb mostraram baixa eficiência e ineficiência, respectivamente. Quanto à germinação dos conídios, os fungicidas que demonstraram maior eficiência em baixas concentrações foram o chlorotalonil e o tetraconazol. Resumo em inglês With the aim of assessing the effect of selected fungicides on Colletotrichum gloeosporioides, the cause of coffee blister spot, in vitro tests were carried out in the Laboratory of Diagnosis and Control/UFLA, Federal University of Lavras, Brazil. In the in vitro experiments the fungicides were incorporated into malt extract medium (MEA 2%) to evaluate the effect on the fungus growth rate, and concavity slides containing water plus fungicide to assess the conidia germinat (mais) ion. The fungicides tetraconazol, triadimenol, chlorothalonil and mancozeb were tested on the mycelial growth inhibition (in the concentrations of 1, 5, 10, 25, 50, 100, 500 and 1.000 mg L-1) and on the inhibition conidia germination (in the concentrations of 1, 5, 10, 25, 50 e 100 mg L-1). The fungicides tetraconazol and triadimenol showed high efficiency on the mycelial growth inhibition. Chlorotalonil and mancozeb showed low efficiency and inefficiency, respectively. As to the germination of conidia, chlorothalonil and tetraconazol demonstrated to be more efficient in low concentrations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

35

Seleção de isolados de Verticillium lecanii para o controle de Cinara atlantica/ Screening of Verticillium lecanii isolates for controlling of Cinara atlantica

Leite, Maria Silvia Pereira; Penteado, Susete do Rocio Chiarello; Zaleski, Scheila Ribeiro Messa; Camargo, Joelma Melissa Malherbe; Ribeiro, Rodrigo Daniel
2005-11-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a patogenicidade de isolados de Verticillium lecanii, sobre Cinara atlantica, e estimar a CL50 do melhor isolado. No teste de seleção, utilizaram-se mudas de pinus com ninfas do pulgão, 20 isolados do fungo e um controle, num total de 21 tratamentos e dez repetições. Na CL50 do isolado CG 904, utilizaram-se seis concentrações, com dez repetições. VL 6, CG 902 e VL 2 apresentaram os mais altos índices de mortalidade, 72,22%, (mais) 67,34% e 67,31%, respectivamente. A testemunha apresentou mortalidade de 15,6%. Nos bioensaios de CL50, a concentração de 10(8) conídios mL-1 , do isolado CG 904, causou mortalidade de 100%, CL50 de 2x10(5) conídios mL-1 e TL50 de 4,4 dias. Resumo em inglês The aim of this study was to evaluate the pathogenicity of Verticillium lecanii isolates against Cinara atlantica, and the LC50 of the best strain. For selection tests, nymphs of C. atlantica were placed on individual pine seedling with 20 isolates and one control, in a total of 21 treatments and ten replicates. For the LC50 estimation it was used the CG 904 strain with six concentrations and ten replicates. VL 6, CG 902 and VL 2 produced the highest mortality, of 72.22%, (mais) 67.34% and 67.31%, respectively. The control plot showed mortality of 15.6%. The LC50 of the CG 904 strain indicated mortality of 100% at the concentration of 10(8) conidia mL-1; LC50, 2x10(5) conidia mL-1; and LT50, 4.4 days.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

36

Esporulação de Mycosphaerella fijiensis em diferentes meios de cultura/ Sporulation of Mycosphaerella fijiensis in different culture media

HANADA, ROGÉRIO E.; GASPAROTTO, LUADIR; PEREIRA, JOSÉ CLÉRIO R.
2002-04-01

Resumo em português Avaliou-se a esporulação de conídios de Mycosphaerella fijiensis (isolado LPM472) em sete meios de cultura (batata dextrose ágar, V8 ágar, V8 CaCO3 ágar, água de coco ágar, batata cenoura ágar, folha de banana ágar e micophil) sob quatro regimes de luminosidade (escuro contínuo, fotoperíodo de 12 h, luz contínua e seqüencial - dez dias no escuro e cinco dias sob luz contínua). O ensaio foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com cinco repeti (mais) ções. A esporulação foi determinada em erlenmeyer de 125 ml, contendo 20 ml de seu respectivo meio de cultura e 0,5 ml de suspensão com 5 x 10(4) conídios de M. fijiensis/ml, mantidos a 25 ºC + 2 ºC, durante 15 dias. Não ocorreu esporulação em todos os meios de cultura sob regime de escuro contínuo, assim como no meio de folha de banana ágar, sob todos os regimes de luminosidade. No regime de fotoperíodo, ocorreu esporulação apenas nos meios V8 CaCO3 ágar e michophil, e no regime de luz contínua, apenas no micophil. No regime seqüencial, os meios de batata dextrose ágar e V8 CaCO3 ágar propiciaram as maiores produções de conídios. Resumo em inglês The conidial production of Mycosphaerella fijiensis (isolate LPM472) was evaluated on seven culture media (potato dextrose agar, V8 agar, V8 CaCO3 agar, coconut water agar, potato carrot agar, banana leaf extract agar and mycophil) under four different light exposure regimes (continuous darkness, 12-hour photoperiod, continuous light and ten days under continuous darkness followed by five days of continuous light). The experiment was arranged using a completely random fac (mais) torial design with five replications with factor A being the four light regimes and factor B being the seven types of media. An erlenmeyer flask (125 ml) containing 20 ml of culture media and 0,5 ml of conidial suspension (5 x 10(4) conidia/ml) was considered as an experimental unit incubated at 25 ºC + 2 ºC for 15 days. Sporulation was quantified by counting the number of conidia in a Neubaeur chamber. No sporulation was observed under continuous darkness or for the banana leaf extract agar. Under the 12-hour- photoperiod regime, only mycophil and V8 CaCO3 agar provided sporulation while under continuous light, leave in mycophil resulted in sporulation. The best conidial production was obtained on PDA and V8 CaCO3 agar under the ten days of continuous darkness followed by five days of continuous light regime.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

37

Água aquecida e radiação UV-C no controle pós-colheita de Cryptosporiopsis perennans em maçãs/ Heated water and UV-C radiation to postharvest control of Cryptosporiopsis perennans on apples

Bartnicki, Vinícius Adão; Valdebenito-Sanhueza, Rosa Maria; Amarante, Cassandro Vidal Talamini do; Castro, Luis Antônio Suita de; Rizzatti, Mara Regina; Souza, João Antônio Vargas de
2010-02-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a colonização de Cryptosporiopsis perennans na epiderme de maçãs e a eficiência da aplicação de água aquecida e radiação UV-C no controle desse patógeno. Em maçãs submetidas à inoculação de C. perennans, a colonização de lenticelas e das áreas adjacentes pelo patógeno foi avaliada por microscopia eletrônica de varredura. A sensibilidade dos conídios de C. perennans aos tratamentos foi avaliada em suspensão aquos (mais) a, às temperaturas de 28, 45, 50 e 55ºC, por 15 e 30 s, e às doses de radiação UV-C de 0,018, 0,037, 0,075, 0,150, 0,375, 0,750, 1,500 e 3,000 kJ m-2. Em maçãs submetidas à inoculação de C. perennans, foram avaliados os efeitos de 0,375, 0,750 e 1,500 kJ m-2 de radiação UV-C e da aspersão de água aquecida à 50ºC, por 15 e 30 s no controle do patógeno. O fungo produziu abundante micélio e conídios nas lenticelas e nas áreas adjacentes, na epiderme das maçãs. A água aquecida a 50ºC por 15 s e à dose de radiação de UV-C de 0,750 kJ m-2 reduzem em mais de 99% a sobrevivência de conídios. A aspersão de água aquecida a 50ºC por 15 s e à dose de radiação de UV-C de 0,375 kJ m-2, controlam C. perennans em maçãs. Resumo em inglês The objective of this work was to assess the colonization of Cryptosporiopsis perennans in the epidermis of apples and the efficiency of heated water and UV-C radiation application to control this pathogen. In apples inoculated with C. perennans, the colonization of lenticels and adjacent areas by the pathogen was observed by electronic scanning microscopy. The sensitivity of C. perennans conidia was evaluated in aqueous suspension, at temperatures of 28, 45, 50 and 55ºC (mais) for 15 and 30 s, and at UV-C radiation doses of 0.018, 0.037, 0.075, 0.150, 0.375, 0.750, 1.500 and 3.000 kJ m-2. The effects of UV-C radiation doses at 0.375, 0.750 and 1.500 kJ m-2 and heated water at 50ºC, sprayed during 15 and 30 s were evaluated for controlling C. perennans in apples inoculated with the pathogen. The fungus produced abundant mycelium and conidia in lenticels and adjacent areas on the epidermis of the apples. The heated water at 50ºC during 15 s and a 0.750 kJ m-2 UV-C radiation dose reduced conidia survival in more than 99%. Heated water sprayed at 50ºC during 15 s and a UV-C radiation dose of 0.375 kJ m-2 control C. perennans in apples.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

38

Avaliação de quitosana, aplicada em pós-colheita, na proteção de uva 'Itália' contra Botrytis cinerea/ Evaluation of chitosan on postharvest protection of ‘Itália’ grapes against Botrytis cinerea

Camili, Elisangela Clarete; Benato, Eliane Aparecida; Pascholati, Sérgio Florentino; Cia, Patrícia
2007-09-01

Resumo em português Perdas significativas ocorrem durante o armazenamento e a comercialização de uvas de mesa devido, principalmente, à ocorrência do mofo cinzento (Botrytis cinerea Pers.:Fr.) e, para o controle de patógenos emprega-se, geralmente, o dióxido de enxofre (SO2). Diante da restrição crescente ao uso de produtos químicos em pós-colheita, tem ocorrido considerável interesse em métodos alternativos de controle. Este trabalho teve como principal objetivo avaliar os efeit (mais) os da quitosana, na proteção pós-colheita de uva 'Itália' contra B. cinerea. In vivo, avaliou-se o efeito direto e indireto da quitosana pelo tratamento dos cachos de uva, antes e após a inoculação com o patógeno. Utilizou-se quitosana nas concentrações de 0,00; 0,25; 0,50; 1,00; 1,50 e 2,00 % (v/v). Para inoculação, em 10 bagas de cada cacho de uva foram feitos ferimentos de ±2 mm de profundidade, procedendo-se em seguida, a aspersão da suspensão de conídios (±10(5) conídios.mL-1) de B. cinerea. Após os tratamentos, os cachos foram mantidos a 25±1 °C / 80-90 % UR e avaliados diariamente quanto à incidência e severidade da podridão. Avaliações in vitro do efeito do produto sobre o patógeno também foram realizadas analisando-se o crescimento micelial e a germinação dos conídios de B. cinerea. A solução de quitosana, nas concentrações de 1,5 e 2,0 % (v/v), quando empregada após a inoculação com B cinerea, reduziu significativamente o índice de doença no entanto, quando os cachos foram tratados antes da inoculação, não houve efeito significativo do tratamento sobre o desenvolvimento da doença. Nos ensaios in vitro, a solução de quitosana, nas maiores concentrações, suprimiu o crescimento micelial do patógeno e retardou a germinação dos conídios. Resumo em inglês Significant losses of table grapes are seem during storage and marketing due mainly to the occurrence of gray mold (Botrytis cinerea Pers.:Fr.), whick has been frequently controlled by using sulfur dioxide (SO2). Due to increase in restrictions on the postharvest use of chemical products, considerable interest in alternative control measures has arise. The main objective of this study was to evaluate the effects of chitosan in 'Itália' grapes, aimed at post-harvest prote (mais) ction against B. cinerea. The direct and indirect effects of chitosan were evaluated in vivo by treating bunches of grapes before and after inoculation with the pathogen. Chitosan was used in the concentrations of 0.00; 0.25; 0.50; 1.00; 1.50 and 2.00 % (v/v). For inoculation, 10 grapes in each bunch were injured by piercing the grape to a depth of ±2 mm, followed spraying with B. cinerea conidia (± 10(5) conidia.mL-1). After the treatments, the bunches were kept at 25±1°C/80-90% RH. Disease incidence and severity evaluations were carried out daily. In vitro evaluations regarding the effect of the product were also carried out based upon mycelial growth and germination of B. cinerea conidia. When applied after inoculation with B. cinerea, 1.5 and 2.0 % (v/v) solutions of chitosan significantly reduced the occurrence of the disease, although when applied before inoculation there was no significant effect on the development of the disease. The higher concentrations of chitosan suppressed mycelial growth of the pathogen and delayed conidium germination.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

39

Caracterização morfocultural e molecular de isolados de Colletotrichum gloeosporioides patogênicos ao mamoeiro/ Morphocultural and molecular characterization of Colletotrichum gloeosporioides isolates pathogenic to papaya

Andrade, Eiko M.; Uesugi, Carlos H.; Ueno, Bernardo; Ferreira, Marisa A.S.V.
2007-02-01

Resumo em português Vinte e nove culturas monospóricas de Colletotrichum, isoladas de frutos e pecíolos de mamoeiro (Carica papaya), foram caracterizadas quanto à morfologia dos conídios e apressórios, coloração e crescimento das colônias, sensibilidade ao benomyl, presença de setas e do teleomorfo, PCR com primers taxon-específicos e análise de PCR-RFLP da região ITS. Os 29 isolados foram identificados como C. gloeosporioides com base na morfologia dos conídios e apressórios, (mais) tendo a maioria dos isolados conídios cilíndricos e/ou obclavados e apressórios lobados ou fracamente lobados, em contraste com C. acutatum, isolado de morango (Fragaria x ananassa), que apresentou conídios fusiformes e apressórios circulares e lisos. Presença de setas e do teleomorfo, cor de colônia, sensibilidade ao benomyl e velocidade de crescimento variaram conforme o isolado e sofreram influência do meio de cultura usado. Todos os isolados de mamão e quatro de outras hospedeiras, manga (Mangifera indica), morango e maçã (Malus domestica), foram patogênicos a frutos de mamão cv. Sunrise Solo, mas com variabilidade em agressividade. PCR com o primer específico para C. gloeosporioides, CgInt, confirmou a identidade de apenas quatro isolados de mamão e dois isolados apresentaram reação positiva com o primer CaInt2, específico para C. acutatum. A maioria dos isolados de mamão (23) não reagiu com nenhum dos primers. Por outro lado, a análise de restrição da região ITS do rDNA, com RsaI, gerou perfis distintos entre C. gloeosporioides e C. acutatum e mostrou uniformidade entre os isolados de mamão. Resumo em inglês Twenty-nine monoconidial cultures of Colletotrichum isolated from papaya (Carica papaya) petioles and fruits were characterized by conidial and appressoria morphology, colony color, growth rate, sensitivity to benomyl, presence of setae, presence of the teleomorph, PCR with taxon-specific primers and analysis of PCR-RFLP of the ITS region. The 29 isolates from papaya were identified as C. gloeosporioides, based mainly on conidial and appressoria morphology, with most isol (mais) ates producing cylindrical and/or obclavate conidia and entirely or weakly lobed appressoria, in contrast with the strawberry (Fragaria x ananassa) isolate of C. acutatum, which produced fusiform conidia and circular appressoria with entire edges. Presence of setae, teleomorphic stage, colony color, sensitivity to benomyl and growth rate were variable among isolates and influenced by the culture medium. All papaya isolates and four isolates (C. gloeosporioides and C. acutatum) from other hosts, mango (Mangifera indica), strawberry and apple (Malus domestica), were pathogenic to papaya fruits cv. Sunrise Solo, producing similar symptoms, but with variability in aggressiveness. PCR with C. gloeosporioides-specific primer, CgInt, confirmed the identity of four papaya isolates. Two other isolates reacted with C. acutatum-specific primer, CaInt2. The majority of papaya isolates (23), however, did not react with any of the primers tested. In contrast, RFLP analysis of the amplified ITS region with RsaI, generated distinct patterns that could differentiate between the two species, C. gloeosporioides and C. acutatum, and showed uniformity among papaya isolates.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

40

Estudo in vitro da habilidade predatória de monacrosporium robustum sobre heterodera glycines/ In vitro study of the predatory ability of Monacrosporium robustum on Heterodera glycines

MAIA, ARLETE S.; SANTOS, JAIME M. DOS; DI MAURO, ANTÔNIO O.
2001-12-01

Resumo em português O fungo nematófago Monacrosporium robustum foi detectado, isolado e identificado pela primeira vez de solos do Brasil, em maio de 1999, no Laboratório de Nematologia do Departamento de Fitossanidade da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus de Jaboticabal, São Paulo, tendo sido o potencial como agente de biocontrole do nematóide de cisto da soja, Heterodera glycines raça 3 observado ao microscópio eletrônico de varredura (MEV) (Maia & Santos, 1999). Na pres (mais) ente pesquisa, detalhes das estruturas de captura, tamanho, forma e septação dos conídios, bem como nematóides capturados pelo fungo foram documentados. Monacrosporium robustum produz micélio hialino, e as estruturas de captura são constituídas por ramificações adesivas, na forma de protuberâncias verticais que surgem das hifas, medindo, em média, 10 µm de comprimento e 5 µm de diâmetro. Uma substância gelatinosa desprende- se dessas estruturas, ao contato com o nematóide, aprisionando-o. Os conídios do fungo são hialinos, fusóides com dois ou quatro septos, às vezes, cinco. Conídios jovens são asseptados e piriformes. Sob condições de laboratório, esse fungo predou 100% dos ovos e dos juvenis de segundo estádio de H. glycines e formas ativas de Panagrellus sp., no período de 72 h da exposição desses nematóides ao fungo. Resumo em inglês The nematophagous fungus Monacrosporium robustum was detected, isolated and identified for the first time in Brazil, in May 1999, at the Departamento de Fitossanidade of the Universidade Estadual Paulista (UNESP), Câmpus of Jaboticabal, São Paulo, and its potential as a biological control agent of the soybean cyst nematode (Heterodera glycines) race 3 was evaluated with a scanning electron microscope (SEM). Details of the capture structures such as adhesive nets, size, (mais) septation and conidia shape, as well as nematodes captured were documented. Monacrosporium robustum produces hyaline mycelium and the capture structures are adhesive branches that rise vertically from the hyphae, averaging 10 µm in height and 5 µm in width. A gelatinous substance is freed from these structures when in contact with nematodes, capturing them. The conidia of the fungus are hyaline, fusiforme with two or four, and sometimes five, septa. The young conidia does not have septum. In laboratory, 100% of the eggs and second stage juveniles of H. glycines and the active forms of Panagrellus sp. were captured in 72 h of exposure of these nematodes to the fungus.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

41

Seleção de Isolados de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. e Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. Contra a Broca Gigante da Cana-de-Açúcar Castnia licus (Drury) (Lepidoptera: Castniidae)/ Screening of Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. and Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. Isolates Against the Giant Borer of Sugarcane Castnia licus (Drury) (Lepidoptera: Castniidae)

FIGUEIRÊDO, MARIA DE F. DE S.; MARQUES, EDMILSON J.; LIMA, RICARDO O.R. DE; OLIVEIRA, JOSÉ V. DE
2002-07-01

Resumo em português Isolados dos fungos entomopatogênicos Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. e Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. foram testados sobre lagartas de Castnia licus (Drury), coletadas nos canaviais da Destilaria Tabu, em Caaporã-PB. Foram utilizados os isolados de código 645, 604, 512, 447, IPA 205, IPA 202, 610, IPA 198, IPA 214 e CG 001 de B. bassiana, bem como os isolados de código 1172, 866, PL 47, IPA 204, CG 423, UOD, 860, IPA 216, E9 e CG 100 de M. anisopliae, prov (mais) enientes de diferentes hospedeiros e localidades. Na concentração de 10(8) conídios/ml, a percentagem de mortalidade provocada pelos isolados de B. bassiana variou de 53,3 a 83,3%, com Tempo Letal (TL50) compreendido entre 8,5 e 14,8 dias, sendo que o isolado 645 apresentou maior potencial para o controle de C. licus. Para os isolados de M. anisopliae, o percentual de lagartas mortas variou de 43,3 a 80%, com os valores de TL50 compreendidos entre 7,3 e 17,9 dias, sendo o isolado 1172 o mais virulento. As concentrações letais (CL50) para o isolado 645 de B. bassiana e 1172 de M. anisopliae foram de 1,17 x 10(7) conídios/ml e 2,34 x 10(7) conídios/ml, respectivamente, demonstrando que ambos isolados foram patogênicos para a fase larval de C. licus. Resumo em inglês Isolates of the entomopathogenic fungi Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. and Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. were tested against Castnia licus (Drury) larvae, collected from Tabu Distillery sugar cane fields, in Caaporã-PB. The isolates code 645, 604, 512, 447, IPA 205, IPA 202, 610, IPA 198, IPA 214 and CG 001 of B. bassiana, as well as the isolates code 1172, 866, PL 47, IPA 204, CG 423, UOD, 860, IPA 216, E9 and CG 100 of M. anisopliae, originated from differe (mais) nt hosts and localities, were tested. At the concentration of 10(8) conidia/ml, the percentage of mortality caused by isolates of B. bassiana ranged from 53.3% to 83.3%, with Lethal Time (LT50) ranging from 8.5 to 14.9 days. The isolate 645 presented the highest potential to control C. licus. For M. anisopliae isolates, the percentage of larval mortality ranged from 43.3 to 80%, with LT50 ranging from 7.3 to 18.0 days. The isolate 1172 was the most virulent. The lethal concentrations (LC50) for the isolates 645 of B. bassiana and 1172 of M. anisopliae, were 1,17 x 10(7) conidia/ml and 2,34 x 10(7) conidia/ml, respectively, thus showing that both isolates are pathogenic to larval phase of C. licus.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

42

Controle biológico da podridão de raiz causada por Pythium aphanidermatum e promoção de crescimento de alface hidropônica com Clonostachys rosea/ Biological control of Pythium aphanidermatum root rot and growth promotion of hydroponic lettuce by Clonostachys rosea

Corrêa, Élida B; Bettiol, Wagner; Morandi, Marcelo A.B
2010-08-01

Resumo em português Clonostachys rosea foi avaliado como promotor de crescimento e no controle da podridão de raiz (Pythium aphanidermatum) em sistemas de fluxo laminar de nutrientes (NFT) e "floating". Na promoção de crescimento, Clonostachys (0, 10³, 10(4), 10(5), 10(6) e 10(7) conídios/mL) foi introduzido na solução nutritiva (SN) e avaliada a massa das plantas. O biocontrole, em sistema NFT, foi avaliado introduzindo Clonostachys na SN (10(6) conídios/mL) i. um dia após o transp (mais) lantio na ausência do patógeno; ii. três dias antes e no momento da infestação com Pythium e, iii. três dias antes, no momento e três dias após infestação com Pythium. Em sistema "floating", Clonostachys foi introduzido na SN (10(6) conídios/mL) i. quatro dias antes e no momento da infestação com Pythium, e ii. quatro dias antes, no momento e quatro dias após a infestação com Pythium. Nesses experimentos foram determinadas as massas das plantas, e a recuperação do patógeno e antagonista. O antagonista não promoveu o crescimento das plantas, entretanto protegeu-as do subdesenvolvimento causado pelo patógeno no sistema NFT. Não foi observada proteção em sistema "floating". Clonostachys reduziu a incidência do patógeno nas raízes no sistema NFT em 28,6% e 42,8%, quando aplicado duas e três vezes, respectivamente. Resumo em inglês Clonostachys rosea was evaluated for growth promotion and control of root rot (Pythium aphanidermatum) in hydroponic lettuce in NFT and floating systems. For growth promotion, Clonostachys (0, 10³, 10(4), 10(5), 10(6) and 10(7) conidia/mL) was added in nutrient solution (NS) and the mass of the plants was measured. To evaluate the control of the disease in NFT, Clonostachys was applied to the NS (10(6) conidia/mL) i. one day after transplanting in the absence of Pythium; (mais) ii. three days before and simultaneously with Pythium infestation; and, iii. three days before, simultaneously and three days after Pythium infestation. To evaluate the control of root rot in floating system, Clonostachys was added in NS (10(6) conidia/mL) i. four days before, and at the moment of pathogen infestation, and, ii. four days before, simultaneously, and four days after pathogen infestation. Plant mass and the recovery of pathogen and antagonist from the roots were evaluated. Clonostachys did not improve plant growth in the absence of Pythium. In the NFT system Clonostachys protected the plants from yield losses caused by Pythium, but not in the floating system. Pythium recovery from the roots was reduced by 28,6% and 42,8% when Clonostachys was applied two or three times, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

43

Interferência da metodologia nos resultados de bioensaios de seleção de fungos entomopatogênicos para o controle de insetos/ Interference of bioassay methods on the results of entomopathogenic fungi selection for insect control

Santoro, Patricia Helena; Neves, Pedro Manuel Oliveira Janeiro; Alexandre, Talita Moretto; Alves, Luís Francisco Angeli
2007-04-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a interferência dos métodos de bioensaios nos resultados de seleção de fungos entomopatogênicos, com a utilização de quatro isolados de Beauveria bassiana e adultos de Alphitobius diaperinus. Quanto à forma de inoculação, foram testados os seguintes métodos: imersão do inseto em suspensão de conídios; pulverização da suspensão sobre insetos; e tratamento de superfície com a suspensão em oito concentrações. Para av (mais) aliar a interferência do tempo de imersão sobre a mortalidade, os insetos foram colocados em suspensão de conídios por 1, 10, 20, 30, 40, 50 e 60 segundos. Conídios produzidos em arroz, insetos e meio sintético foram utilizados para avaliar a influência do substrato na virulência dos isolados. Os isolados UNIOESTE 4 e CG 152 foram os mais virulentos pelos métodos imersão e pulverização, respectivamente; em tratamento de superfície, a mortalidade foi baixa para todos os isolados. Observou-se que a mortalidade dos insetos é proporcional ao tempo em que ficam imersos, com tendência a se estabilizar após 40 segundos. Os isolados CG 71 e CG 152, produzidos sobre insetos, foram menos virulentos. Os métodos utilizados podem influenciar os resultados de bioensaios de seleção de fungos para o controle de insetos. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the interference of bioassay methods on the entomopathogenic fungi selection, using four Beauveria bassiana isolates and Alphitobius diaperinus adults. Regarding the inoculation form on insect mortality, the following methods were tested: insects immersion in a conidia suspension; spraying of a suspension over the insects; and surface treatment with eight concentrations. In order to evaluate the interference of immersion time on (mais) mortality, insects were immersed in a fungal suspension for 1, 10, 20, 30, 40, 50, and 60 seconds. Conidia produced on rice, insects, and synthetic medium were used to evaluate the influence of substrate on the virulence of the isolates. UNIOESTE 4 isolate and CG 152 were the most virulents for the methods immersion and spray, respectively; however, mortality was low in all isolates for the surface treatment. Mortality was proportional to the time during which insects stayed immersed, with a tendency to become stable after 40 seconds. Conidia from isolates CG 71 and CG 152 produced on insects were less virulent. The methods may influence bioassay results in the fungi selection for insects control.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

44

Compatibilidade de Beauveria bassiana com agrotóxicos visando o controle da cochonilha-da-raiz-do-cafeeiro Dysmicoccus texensis Tinsley (Hemiptera: Pseudococcidae)/ Compatibility of Beauveria bassiana with chemical pesticides for the control of the coffee root mealybug Dysmicoccus texensis Tinsley (Hemiptera: Pseudococcidae)

Andaló, Vanessa; Moino Jr., Alcides; Santa-Cecília, Lenira V.C.; Souza, Giselle C.
2004-08-01

Resumo em português Várias são as substâncias químicas usadas no controle de insetos, doenças e plantas invasoras, porém muitos desses produtos são tóxicos ao homem e aos animais, além de reduzir o potencial de controle de predadores, parasitóides e entomopatógenos. O controle integrado utilizando agrotóxicos seletivos e fungos entomopatogênicos é uma estratégia viável, porém alguns destes produtos podem atuar negativamente sobre estes microrganismos, reduzindo crescimento v (mais) egetativo, esporulação e viabilidade. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de agrotóxicos aplicados na cultura do cafeeiro, sobre o fungo Beauveria bassiana (isolado UEL 114), visando o controle da cochonilha-da-raiz-do-cafeeiro. Uma suspensão de 1 x 10(7) conídios viáveis/ml do fungo foi adicionada a soluções dos produtos nas concentrações recomendadas. Após 1h, foi feito o plaqueamento em meio BDA, e a quantificação dos conídios germinados após 20h. O crescimento vegetativo e a esporulação foram avaliados oito dias após a inoculação do fungo em meio BDA contendo os produtos nas concentrações recomendadas, e mantido em câmara B.O.D. à temperatura de 25 ± 1ºC, fotofase de 12 h e umidade relativa de 70 ± 10%. Foram medidos o diâmetro médio das colônias e quantificados os conídios produzidos em câmara de Neubauer. Azafenidine, quintozene, simazine + ametrine, 2,4-D, acetoclor e oxifluorfem afetaram a germinação dos conídios de B. bassiana. Tiametoxam, imidaclopride, carbofuram e pencicurom foram compatíveis; ao passo que glifosato, dimetilurea, azafenidine, quintozene, simazine + ametrine, 2,4-D, acetoclor e oxifluorfem reduziram significativamente o crescimento vegetativo e esporulação do isolado UEL 114 de B. bassiana. Resumo em inglês Several chemical substances are used to control insects, diseases and weeds, however many of these products are toxic to mankind and the animals, besides reducing the potential of pest control by predators, parasitoids and pathogens. The integrated control using selective chemical pesticides and entomopathogenic fungi is a viable strategy, however some of these products can impact these microorganisms, reducing vegetative growth, viability and sporulation. The objectives (mais) of this work were to evaluate the effect of chemical pesticides used in the coffee crop on the entomopatogenic fungus Beauveria bassiana (isolate UEL 114), for the control of the cofee root mealybug. A fungal suspension of 1 x 10(7) viable conidia/ml was added to solutions of the products at the recommended concentrations. After 1h, conidia were inoculated onto PDA medium, and quantification of germinated conidia assessed after 20h. The vegetative growth and sporulation were appraised eight days after the fungus inoculation onto PDA medium containing the products at recommended concentrations and maintained at the temperature of 25 ± 1ºC, 12h photofase and 70 ± 10% relative humidity. The mean diameter of the colonies was measured and conidial production quantified in a Neubauer chamber. Azafenidyne, Quintozene, Symazine + Ametryne, 2,4-D, Acetochlor and Oxyfluorfen affected the conidial germination. Thiamethoxan, Imidacloprid, Carbofuran and Pencycuron were compatible; whereas Glyphosate, Dimetilurea, Azafenidine, Quintozene, Symazine + Ametryne, 2,4-D, Acetochlor and Oxyfluorfen significantly impacted vegetative growth and sporulation of B. bassiana UEL 114.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

45

Eventos do processo de infecção de Colletotrichum gloeosporioides inoculados em folhas de Coffea arabica L

Ferreira, Josimar Batista; Abreu, Mario Sobral de; Alves, Eduardo; Pereira, Igor Souza; Fernandes, Katiúcia Dias
2009-12-01

Resumo em português O presente trabalho teve por objetivo obter informações sobre os eventos de pré-penetração, penetração e colonização de isolados de C. gloeosporioides, obtidos de mangueira e cafeeiro, quando inoculados em folhas de cafeeiros (Coffea arabica L.) da cultivar Catucaí Vermelho. As folhas foram selecionadas, padronizadas e lavadas, demarcando-se áreas circulares de 0,5 cm de diâmetro na face abaxial, inoculando-se uma alíquota de 20 µL da suspensão de conídios (mais) . Utilizou-se um isolado obtido de mangueira e dois isolados obtidos de cafeeiro com mancha manteigosa. Realizaram-se avaliações com 3, 6, 8, 12, 24, 36, 48, 72, 96, 144 e 240 horas após a inoculação (hai). Todos os materiais foram processados e observados em microscópico eletrônico de varredura. Os conídios de todos os isolados aderiram freqüentemente nas depressões das células da epiderme e células-guarda dos estômatos, formando septo antes da germinação. A penetração, na maior parte, se deu por via direta e algumas vezes por estômatos. Isolados de cafeeiro germinaram em folhas de 6 a 8 hai, produzindo apressórios 12 hai e acérvulos de 96 a 144 hai. O isolado de mangueira germinou de 6 a 8 hai com formação de apressório de 8 a 12 hai e produziu novos conídios diretamente em hifas conidiogênicas. Não foi observada a formação acérvulos para este isolado. Resumo em inglês The present study was carried out with the objective to provide information on the pre-penetration, penetration and colonization events of isolates of Colletotrichum gloeosporioides from mango and coffee, when inoculated in coffee leaves. The cultivar Catucaí Vermelho was used in all experiments. Coffee leaves were selected, standardized and washed in sterile water. After that, circular areas of 0.5 cm in diameter were marked on the undersurface of the leaves. In the cen (mais) ter of each circular area, 20 µL of spore suspension was deposited. One isolate from mango and two from coffee presenting blister spot were used in all trials. The time course of the experiments was 3, 6, 8, 12, 24, 36, 48, 72, 96, 144 and 240 hours after inoculation (h.a.i.). All materials were analyzed in scanning electron microscopy. The conidia of all isolates adhered more frequently on the plant tissue depressions and guard-cells forming septum before germination. The most common penetration via was the direct, although some penetration through stomata also occurred. Isolates obtained from blister spot symptoms germinated on coffee leaves after 6 to 8 h.a.i., producing appressoria after 12 h.a.i., and acervuli after 96 to 144 h.a.i. The isolate from mango germinated on the coffee leaves after 6 to 8 h.a.i. and formed appressoria after 8 to 12 h.a.i., but was unable to form acervuli, bearing conidia directly from conidiogenous hypha on the mycelium.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

46

Vaporização de ácido acético para o controle pós-colheita de botrytis cinerea em uva 'Itália'/ Fumigation of 'itália'grape with acetic acid for postharvest control of botrytis cinerea

Camili, Elisangela Clarete; Benato, Eliane Aparecida; Pascholati, Sérgio Florentino; Cia, Patrícia
2010-06-01

Resumo em português Visando a avaliar o efeito do vapor de ácido acético (AA) como medida alternativa no controle pós-colheita do mofo-cinzento (Botrytis cinerea) em uva 'Itália', foram conduzidos dois ensaios in vivo onde se avaliou o efeito direto e indireto do AA através do tratamento dos cachos antes e após a inoculação do patógeno, sendo: 1) cachos de uva foram inoculados e, após 4 h, vaporizados com AA (0,0; 0,25; 0,5; 1,0 ou 2,0 mL 100 L-1 vol. de câmara) em tambores hermé (mais) ticos (200 L), a 25±1 ºC / 70-80 % UR, por 30 min; 2) cachos foram, ou não, vaporizados com AA (1 mL 100 L-1 vol. de câmara) e, após 24; 48; 72 ou 96 h, inoculados com B. cinerea. Para inoculação, em cada cacho, 10 por tratamento, foram feridas 10 bagas, fazendo-se um furo por baga de ±2 mm de profundidade, procedendo-se, em seguida, aspersão de suspensão de esporos (±105 conídios mL-1). Após os tratamentos, os cachos foram mantidos a 25±1 ºC / 80-90 % UR e avaliados diariamente quanto à incidência e severidade da podridão. O efeito in vitro do vapor de AA no controle do patógeno foi avaliado com o intuito de verificar se tal agente estaria exercendo efeito direto sobre o crescimento micelial e a germinação de conídios de B. cinerea. Nos ensaios in vivo, o vapor de AA controlou a podridão de B. cinerea em uva 'Itália', nos cachos inoculados antes ou após o tratamento com AA, sendo as uvas inoculadas 48 h após o tratamento, as que apresentaram menor índice de doença. In vitro, o AA exerce efeito direto sobre o crescimento micelial e a germinação de conídios de B. cinerea. Resumo em inglês Two in vivo trials were carried out in order to evaluate the effect of acetic acid vapor (AA) as an alternative for postharvest control of gray mold (Botrytis cinerea) in 'Itália' grapes. The direct and indirect effect of AA over treated bunches before and after pathogen inoculation was evaluated. In trial 1, grape bunches were inoculated and after 4 h submitted to AA vapors (0.0, 0.25, 0.5, 1.0 or 2.0 mL) in hermetic chambers (200 L), at 25±1 ºC / 70-80 % RH, for 30 m (mais) in. In trial 2, grape bunches were vaporized or not with AA (1 mL 100 L-1) and after 24, 48, 72 or 96 h, inoculated with B. cinerea. For inoculation, in each bunch (10 per treatment) 10 berries were injured with a ±2 mm deep puncture and sprayed with a spore suspension (±105 conidia mL-1). After treatments, bunches were stored at 25±1 ºC / 80-90 % RH and daily evaluated regarding rot incidence and severity. The in vitro effect of AA vapor on pathogen control was evaluated in order to verify if this agent would directly affect mycelia growth and B. cinerea conidia germination. In the in vivo trials, AA vapor control B. cinerea rot in 'Itália' grape in bunches inoculated before and after treatment with AA. Grapes inoculated 48 h after treatment with AA showed the lowest disease incidence index. In vitro AA has a direct effect on mycelia growth and conidia germination of B. cinerea.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

47

Microscopia eletrônica de varredura do processo infeccioso de Ramularia areola em folhas de algodoeiro/ Scanning microscopy of the infectious process of Ramularia areola on cotton leaves

Curvelo, Carmen R. S; Rodrigues, Fabrício A; Berger, Paulo G; Rezende, Dalilla C
2010-04-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo estudar o processo infeccioso de Ramularia areola, agente causal da ramulária, em folhas de algodoeiro utilizando-se a microscopia eletrônica de varredura. Plantas de algodoeiro da cultivar Nu-Opal no estádio V4 foram inoculadas com uma suspensão de 1,5 × 10(5) conídios mL-1 de R. areola. Amostras de folhas foram coletadas 12 horas após a inoculação (h.a.i.) e aos 12 e 22 dias após a inoculação (d.a.i.) e preparadas para ob (mais) servação no microscópio eletrônico de varredura. A partir das 12 h.a.i. após a inoculação das plantas, conídios de R. areola germinaram sem a formação de apressório e a maioria deles produziram dois tubos germinativos que cresceram em direção aos estômatos na tentativa de penetrá-los. Aos 12 e 22 d.a.i., as hifas de R. areola colonizaram, inter e intracelularmente, o mesófilo foliar e a esporulação ocorreu através dos estômatos presentes nas faces adaxial e abaxial da epiderme foliar. Resumo em inglês This study aimed to elucidate the infectious process of Ramularia areola, the causal agent of ramularia leaf spot, on cotton leaves by using scanning microscopy. Plants from cotton cultivar Nu-Opal at growth stage V4 were inoculated with a 1.5 × 10(5) conidial suspension of R. areola. Leaf samples were collected at 12 hours after inoculation (h.a.i.) and also at 12 and 22 days after inoculation (d.a.i.) and prepared to be observed under scanning electron microscope. (mais) At 12 h.a.i., conidia of R. areola started to germinate without formation of appressoria and most of them produced two germ tubes that grew towards the stomata in an attempt to penetrate them. At 12 and 22 d.a.i., hifa of R. areola colonized, inter and intracellularly, the mesophyll cells and sporulation occurred through the stomata present on both adaxial and abaxial leaf epidermis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

48

Esporulação de Pyricularia grisea em diferentes meios de cultura e regimes de luz/ Sporulation of Pyricularia grisea on different culture media and light regimes

Cruz, Maria Fernanda Antunes da; Prestes, Ariano Moraes; Maciel, João Leodato Nunes
2009-08-01

Resumo em português Diferentes fatores influenciam o crescimento e a esporulação dos fungos, tais como: composição do meio de cultivo, temperatura e luz. O objetivo do trabalho foi determinar o melhor meio de cultivo e regime de luz para a esporulação de Pyricularia grisea. Um isolado deste, obtido da cultivar de trigo 'BRS 194', foi repicado por disco micelial em oito meios de cultivo (farinha integral de arroz, aveia, centeio, cevada, trigo, triticale; BSA e extrato de tomate) e subm (mais) etido a três regimes de luz (escuro, fotoperíodo de 12h e luz contínua). As placas permaneceram por 10 dias, em câmara de crescimento sob temperatura de 23-25°C. Em seguida, o número de conídios foi determinado em câmara de Neubauer. O meio de cultivo à base de farinha integral de trigo propiciou a maior esporulação do fungo em todos os regimes de luz, e a maior esporulação ocorreu em regime de luz contínua para todos os meios de cultivos testados. Os meios de arroz e BSA propiciaram uma menor produção de conídios pelo fungo. Resumo em inglês A set of conditions is necessary for the growth and sporulation of fungi, particularly the composition of culture media, temperature and light. The objective of this research was to determine the ideal culture medium and light regime for the sporulation of P. grisea. Micelial discs of an isolate, obtained from cultivar 'BRS 194' of wheat, were transferred to eight culture media (rice wholemeal, oat, rye, barley, wheat, triticale, PSA and tomato sauce) and kept in the dark (mais) , under continuous light and 12h of light. In a growing chamber, for 10 days at 23-25°C. Then, the number of conidia was determined in a Neubauer chamber. The higher sporulation, regardless of light regime, was observed on wheat wholemeal culture medium. The continuous light provided higher sporulation this fungus in all culture medium. The lowest production of conidia was observed on rice wholemeal and PSA culture media.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

49

Patogenicidade de Verticillium lecanii ao pulgão-do-pinus/ Pathogenicity of Verticillium lecanii to pine aphid

Loureiro, Elisângela de Souza; Oliveira, Nádia Cristina de; Wilcken, Carlos Frederico; Batista Filho, Antonio
2004-10-01

Resumo em português Avaliou-se a patogenicidade do isolado IBCB 473 de Verticillium lecanii no pulgão-do-pinus Cinara atlantica (Hemiptera, Aphididae), inseto-praga em plantios de Pinus spp. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com cinco repetições por tratamento e cada repetição constituída de uma placa de Petri (9 cm de diâmetro) contendo 10 ninfas. Foram testadas suspensões de inóculo nas concentrações de 1,0 ' 10(6); 0,5 ' 10(7); 1,0 ' 10(7); 0 (mais) ,5 ' 10(8); e 1,0 ' 10(8) conídios/mL, pulverizando-se 1 mL sobre as ninfas. Como tratamento-testemunha, utilizou-se água esterilizada. As placas de Petri foram mantidas em câmara climatizada a 25 ± 1 °C, 70 ± 10% de UR e fotofase de 12 horas. As avaliações foram realizadas diariamente, anotando-se a mortalidade dos indivíduos de cada tratamento. A dose mais eficiente foi de 1,0 x 10(8) conídios/mL, causando mortalidade de 86,0% após cinco dias da pulverização. Os valores de TL50 das concentrações utilizadas foram de 5,82; 5,24; 4,60; 4,34; e 3,83 dias, respectivamente. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the pathogenicity of the entomopathogenic fungus Verticillium lecanii isolate IBCB 473 to the aphid Cinara atlantica (Hemiptera: Aphididae), insect pest in Pinus spp plantations. The trials were conduced in a completely randomized design, treatments with 5 repetitions, and each repetition consisting of one Petri dish (9 cm of diameter) containing 10 nymphs. Suspensions adjusted to concentrations of 1,0 ' 10(6); 0,5 ' 10(7); 1,0 ' (mais) 10(7); 0,5 ' 10(8) e 1,0 ' 10(8) conidia/mL were tested by spraying 1mL over the nymphs. Sterilized water was used as control treatment. The Petri dishes were maintained at 25±1°C, 70±10% RH and 12-hour photophase. The evaluations were carried out daily, recording the individual mortality of each treatment. The best concentration was 1,0 x 10(8) conidia/mL with mortality of 86,0% after five days. LT50 for each concentration was 5,82; 5,24; 4,60; 4,34 and 3,83 days, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

50

Patogenicidade de isolados de Beauveria bassiana para ovos, larvas e ninfas ingurgitadas de Rhipicephalus sanguineus/ Pathogenicity of Beauveria bassiana isolates towards eggs, larvae and engorged nymphs of Rhipicephalus sanguineus

Prette, Nancy; Monteiro, Antonio Carlos; Garcia, Marcos Valério; Soares, Vando Edesio
2005-08-01

Resumo em português O presente trabalho objetivou avaliar a ação dos isolados JAB 07, CB 7 e AM 9 do fungo Beauveria bassiana para ovos, larvas e ninfas ingurgitadas de Rhipicephalus sanguineus. Padronizou-se a concentração de 109 conídios mL-1 para cada isolado e por meio de diluições seriadas, obtiveram-se as suspensões com concentrações de 10(8) e 10(7)con. mL-1. Preparou-se um bioensaio para cada fase do ciclo de vida do carrapato. Cada ensaio foi composto por 10 grupos tratame (mais) ntos, formados por um isolado do fungo e uma concentração de conídios, e um grupo controle contendo apenas o veículo das suspensões. Os isolados do fungo, aplicados nas diferentes concentrações de esporos, causaram redução no percentual de eclosão de larvas oriundas de ovos infectados (0,7 a 12,1% de eclosão) e no percentual de ecdise de larvas (4,7 a 33,7% de ecdise) e ninfas (0 a 16,7% de ecdise). Não houve diferença entre os isolados (P>0,05) quanto à infecção de ovos, mas a aplicação de 109 con./mL de JAB 07 e AM 9 promoveu redução significativa da eclosão de larvas, em relação à concentração de 10(7)con. mL-1. O isolado CB 7 foi o mais eficaz na redução do número de ecdises de larvas. Os isolados e as concentrações de conídios não diferiram (P>0,05) quanto à capacidade de redução do percentual de ecdise de ninfas, mas evidenciou-se intensa atividade patogênica do fungo. Resumo em inglês The aim of the present study was to determine the action of isolates JAB 07, CB 7 and AM 9 of the fungus Beauveria bassiana on eggs, larvae and engorged nymphs of Rhipicephalus sanguineus tick. A concentration of 109 conidia mL-1 was standardized for each isolate and suspensions containing 10(8) and 10(7) conidia mL-1 were obtained by serial dilution. A bioassay was prepared for each phase of the life cycle of the tick. Each assay comprised 10 treatment groups, consisting (mais) of one fungal isolate and one conidial concentration, and one control group containing only the vehicle of suspensions. For the eggs infection 0.1g (about 270 eggs) were placed at 1ml of suspension at different concentrations, each engorged larvae group (n=250) and engorged nymphs (n=50) received 2ml of one conidial suspension. Thereafter, eggs, larvae and nymphs were placed in on incubator at 27 ± 1°C and at a humidity above 80%. The fungal isolates applied at different spore concentrations caused a reduction in percent hatching of larvae derived from infected eggs (0.7 to 12.1% of hatching) and in percent ecdysis of larvae (4.7 to 33.7% of ecdysis) and nymphs (0 to 16.7% of ecdysis). No difference in the infection of eggs was observed between isolates (P>0.05), but the application of 109 conidia/ml of JAB 07 and AM 9 significantly reduced the hatching of larvae compared to the concentrations of 10(7) conidia mL-1. The isolate CB 7 was more efficient in reducing the number of larval ecdysis. The isolates and concentrations tested didn’t differ (P>0.05) in their ability to reduce percent ecdysis of nymphs, but an intense pathogenic activity of the fungus was observed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

51

Germinação e penetração de Stenocarpella macrospora em folhas de milho/ Germination and penetration of Stenocarpella macrospora on maize leaves

Brunelli, Kátia R.; Athayde Sobrinho, Cândido; Cavalcanti, Leonardo S.; Ferreira, Paulo T. O.; Camargo, Luis E. A.
2005-04-01

Resumo em português O sucesso do estabelecimento de uma relação parasitária entre fungos e plantas, em muitos casos, depende de eventos que antecedem à infecção. Neste trabalho, as fases compreendidas entre a germinação e a penetração do fungo Stenocarpella macrospora foram analisadas por meio de microscópio eletrônico de varredura. Para tanto, plantas de milho (Zea mays) híbrido Das-8492, suscetível à mancha foliar de diplodia, foram cultivadas em casa de vegetação e inocul (mais) adas com 300 µl de uma suspensão de 10(5) conídios/ml ao atingirem cinco-seis folhas expandidas. As amostras foram obtidas a partir de discos foliares coletados em vários momentos após a inoculação e preparadas para análise ao microscópio eletrônico de varredura. Oitenta e seis por cento dos conídios germinaram entre 12 e 15 h após a inoculação, ao passo que a formação dos apressórios ocorreu 18 h após a inoculação. A presença de uma matriz extracelular também foi observada desde a germinação até a penetração do patógeno, sugerindo a participação da mesma nos processos relacionados à patogênese. Resumo em inglês The success of a parasitic relationship between fungal pathogens and their host plants depends on pre-infectional events. In this work scanning electron microscopy was used to study the events that occur between germination and penetration of the fungus Stenocarpella macrospora on maize (Zea mays) leaves. Plants of the hybrid Das-8492 were cultivated in greenhouse, and inoculated at the five-six leaves stage with 300 µl of a conidial suspension of 10(5) conidia/ml. Disk (mais) samples of leaf tissue were collected at different times after inoculation and prepared for analysis by scanning electron microscopy. It was verified that 86% of the conidia germinated between 12-15 h whereas apressoria formation occurred 18 h after inoculation. The presence of an extra cellular matrix also was observed during germination and penetration, suggesting that it may have a role in pathogenesis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

52

Efeito do meio de cultura e do regime de luz na esporulação de Cercospora zeae-maydis/ Effect of culture media and light exposure on the sporulation of Cercospora zeae-maydis

Brunelli, Kátia Regiane; Fazza, Ana Carolina; Athayde Sobrinho, Cândido; Camargo, Luis Eduardo Aranha
2006-03-01

Resumo em português Algumas espécies fúngicas não esporulam satisfatoriamente em meio de cultura, a exemplo de Cercospora zeae-maydis, agente causal da cercosporiose do milho. A esporulação deste patógeno foi avaliada em sete meios de cultura agarizados (V8, suco de tomate temperado, água de coco, aveia, BDA, extrato de folha de milho e extrato de folha de milho + CaCO3) sob dois regimes luminosos (fotoperíodo de 12 horas e seqüencial - 6 dias claro/3 dias escuro). O ensaio foi cond (mais) uzido em esquema fatorial 7 x 2, com os tratamentos dispostos em delineamento inteiramente casualizado com cinco repetições. A parcela experimental compreendeu uma placa de petri contendo 20 mL de meio de cultura sobre o qual foram colocados 200 mL de uma suspensão de 8 x 10(4) esporos/mL. As culturas foram posteriormente incubadas a 27ºC durante nove dias. Os meios V8 e suco de tomate temperado (STT) sob regime de fotoperíodo 12h/12h, foram aqueles que apresentaram melhor indução de esporulação, resultando na produção de 22,4 x 10(4) conídios/ mL e 28,62 x 10(4) conídios/mL, respectivamente. Resumo em inglês Some fungal species, like Cercospora zeae-maydis, causal agent of maize gray leaf spot, do not satisfactorily produce spores in artificial media. The conidial production of C. zeae-maydis was evaluated on seven culture media (V8, tomato juice, coconut water, oat, PDA, maize leaf extract and maize leaf extract plus CaCO3) under two light exposure regimens (12-hours photoperiod or six days under continuous light followed by three days of continuous darkness). The experiment (mais) was arranged as a 7 x 2 factorial design in a completely randomized design with five replicates. A single petri dish containing 20 mL of culture media inoculated with 200 mL of conidial suspension (8 x 10(4) conidia/mL) comprised the experimental unit. Plates were incubated at 27ºC for nine days. The highest conidial production was obtained on V8 and tomato juice media under 12-hours photoperiod, resulting in the production of 22.4 and 28.62 x 10(4) conidia/mL respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

53

Reação de cultivares de alface a Thielaviopsis basicola/ Lettuce reaction to black root rot caused by Thielaviospsis basicola

Sala, Fernando C; Costa, Cyro P da; Teixeira, Liliane de D; Fabri, Eliane G; Blat, Sally F
2008-09-01

Resumo em português A alface é a folhosa de maior importância no Brasil. O presente trabalho visou determinar a reação de cultivares de alface à murchadeira provocada pelo fungo Thielaviopsis basicola, na fase juvenil. Um experimento foi conduzido em casa-de-vegetação em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 37 x 2 (cultivares, com e sem inoculação), com três repetições. Mudas com 30 dias foram transplantadas para bandejas de 128 células preenchidas com 1/3 (mais) de substrato colonizado com 7,5 x 10(5) conídios/g de substrato. Logo após o transplante, inoculou-se 3 mL de suspensão de esporos de concentração 2 x 10(6) conídios/mL, próximo ao colo de cada planta. A reação do hospedeiro ao patógeno e sua avaliação foi realizada utilizando escala de nota de 1 (ausência de sintomas) a 5 (mais de 90% das raízes afetadas), com base na severidade da doença. Cultivares do tipo crespa e batavia foram todas resistentes. Cultivares do tipo americana e lisa apresentaram variação inter-varietal quanto à reação da hospedeira ao patógeno. Resumo em inglês Lettuce is the most important leafy crop in Brazil. The varietal reaction of four lettuce types to lettuce black root rot (LBRR) caused by Thielaviopsis basicola at the juvenile stage were determined. The trial was carried out in controlled greenhouse conditions and arranged in completely randomized design, in a 37 x 2 (cultivars with and without inoculation) cheme with three replications. 30-day old seedlings were transplanted to styrofoam tray of 128 cells filled with 1 (mais) /3 of colonized substrate with 7,5 x 10(5) conidia/g of substrate. After transplant, seedlings were reinoculated with a spore suspension with 2 x 10(6) conidia/mL poured next to the seedling stem. Host reaction to the pathogen and its evaluation were performed according to a severity scale from 1 (absence of symptoms) to 5 (more than 90% of rotted roots). Lettuce cultivars belonging to the loose leaf and batavia types were all resistant to LBRR. Cultivars of iceberg lettuce and butterhead types presented inter-varietal reactions being, some resistant and others susceptible.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

54

Phoma sp. (sect. Peyronellaea), como agente etiológico de mancha foliar de Paspalum atratum no Brasil/ Phoma sp. (sect. Peyronellaea), as causal agent of leaf spot on Paspalum atratum in Brazil

Anjos, José R. N.; Charchar, Maria J. A.; Anjos, Sérgio S. N.; Teixeira, Rogério N.
2005-02-01

Resumo em português Phoma sp. (sect. Peyronellaea) foi consistentemente isolado de plantas de Paspalum atratum cv. Pojuca (capim Pojuca) com sintomas de manchas foliares em uma população no Distrito Federal, em 2002. Os conídios mostraram-se hialinos, predominantemente elípticos, unicelulares, gutulados, medindo entre 2,50-5,25 mim de largura e 10,25-17,25 mim de comprimento. Os picnídios mostraram-se escuros, medindo entre 100-310 mim de diâmetro, com pescoço curto, na maioria são g (mais) lobosos e solitários. Clamidósporos multicelulares, freqüentemente semelhantes a conídios de Alternaria foram observados nas colônias. Testes de patogenicidade em casa de vegetação e o ubsequente reisolamento do fungo confirmaram a hipótese de que Phoma sp. é o agente etiológico das manchas foliares de capim Pojuca. Os primeiros sintomas apareceram em todas as plântulas inoculadas, quatro a cinco dias após a inoculação. Sete outras espécies de gramíneas foram suscetíveis ao fungo. A ocorrência de manchas foliares de capim Pojuca causadas por Phoma sp. é relatada pela primeira vez no Brasil. Resumo em inglês The fungus Phoma sp. (sect. Peyronellaea) was consistently isolated from infected Paspalum atratum cv. Pojuca (Pojuca grass) plants with leaf spot symptoms in the Federal District, Brazil, in 2002. Conidia were hyaline, usually ellyptical, unicellular, gutullate, 2,50-5,25 x 10,25-17,25 mum. Pycnidia were mostly solitary, 100-310 mum diameter, globose, usually with a short neck. Multicellular chlamidospores often resembling conidia of Alternaria were present in the coloni (mais) es. Pathogenicity tests under greenhouse conditions and subsequent reisolations of Phoma sp. from artificially inoculated Pojuca seedlings confirmed the hypothesis that this fungus was the causal agent of the disease. Symptoms of leaf spot appeared four to five days after inoculation in 100% of the inoculated Pojuca grass plants. All seven species of grasses evaluated were susceptible to this fungus. The occurrence of leaf spots of Pojuca grass caused by Phoma sp. is reported for the first time in Brazil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

55

Métodos de inoculação de Alternaria alternata e A. dauci em sementes de salsa e sua influência na qualidade fisiológica/ Inoculation methods of Alternaria alternata and A. dauci in parsley seeds and their influence on the physiological quality

Pedroso, Daniele Cardoso; Menezes, Vanessa Ocom; Muniz, Marlove Fátima Brião; Piveta, Graziela; Tunes, Lilian Madruga de; Muller, Juceli; Menezes, Nilson Lemos de
2010-09-01

Resumo em português O objetivo neste trabalho foi avaliar o efeito da associação de Alternaria alternata e A. dauci na qualidade fisiológica de sementes de salsa inoculadas sob dois métodos, suspensão de conídios e restrição hídrica. Para a inoculação por suspensão, foi preparada uma solução contendo 10(5) conídios de A. alternata, A. dauci e ambas as espécies (A. alternata + A. dauci), na qual as sementes permaneceram por 30 minutos. Para inoculação por restrição hídric (mais) a foi preparado meio BDA, acrescido com 33,10 g/L de manitol, no qual cresceram as colônias de A. alternata; A. dauci e A. alternata + A. dauci. As sementes permaneceram nas placas por 48 horas. Após os procedimentos de inoculação, a qualidade fisiológica das sementes foi avaliada por testes realizados em condições controladas de laboratório e em casa de vegetação. As sementes de salsa tiveram a sua qualidade fisiológica prejudicada pela associação com A. alternata e A. dauci em condições de laboratório, especialmente com relação à germinação, primeira contagem de germinação, porcentagem de plântulas anormais, porcentagem de sementes mortas e ao teste de frio. Resumo em inglês The objective of the study was to evaluate the effect of the association of Alternaria alternata and A. dauci on the physiologic quality of parsley seeds inoculated by two methods: conidia suspension and water restriction. For the inoculation with suspension, a solution containing 10(5) conidia of A. alternata, A. dauci and both species (A. alternata + A. dauci), was prepared in which the seeds remained for 30 minutes. For inoculation by water restriction, a PDA medium wa (mais) s prepared, supplemented with 33.1 g/L of manitol, in which the A. alternata, A. dauci and A. alternata + A. dauci colonies grew. The seeds remain on the plates for 48 hours. After the inoculation, the quality of the seeds was evaluated by testing in the laboratory and greenhouse. The parsley seeds had their physiological quality damaged by association with A. alternata and A. dauci under laboratory conditions, especially in relation to germination, first count germination, abnormal seedlings, percentage of dead seeds and the cold test.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

56

UTILIZAÇÃO DE DOIS MÉTODOS DE INOCULAÇÃO NA AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA DE CULTIVARES E LINHAGENS DE FEIJOEIRO A Fusarium oxysporum F. SP. phaseoli/ USE OF TWO INOCULATION METHODS TO EVALUATE THE RESISTANCE OF COMMON BEAN CULTIVARS AND LINES TO Fusarium oxysporum F. SP. phaseoli

Cavalcanti, Leonardo Sousa; Coêlho, Rildo Sartori Barbosa; Perez, Jane Oliveira
2002-02-01

Resumo em português Este trabalho foi conduzido com o objetivo de comparar a eficiência de dois métodos de inoculação na avaliação da resistência de plantas de feijoeiro a Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli. Avaliou-se a reação de 16 cultivares e linhagens, incluindo padrões de resistência e suscetibilidade à doença. Num dos métodos, o plantio foi realizado em solo tratado com brometo de metila (CH3Br). As plantas foram inoculadas através do método de perfuração do solo, qu (mais) e consistiu na aplicação de 10m de suspensão de conídios ao redor das plantas, previamente feridas. No outro método utilizado, denominado método de imersão de raízes, as plantas obtidas em areia lavada e aquecida (60ºC - 30min) foram retiradas e lavadas em água corrente e cortadas em cerca de 01cm do sistema radicular, o qual foi imerso em suspensão de conídios por 05 minutos. As plantas foram então replantadas em vasos contendo solo tratado com brometo de metila. Em ambos os métodos de inoculação, as plantas estavam com 07 dias de germinação, sendo inoculadas com a suspensão de inóculo a uma concentração de 1 x 10(6) conídios/m. As plantas controle sofreram o mesmo tratamento, referente ao método de inoculação correspondente. O experimento foi delineado inteiramente ao acaso, em parcelas subdivididas, com 04 repetições por tratamento, sendo o método de inoculação locado na parcela principal e as cultivares e linhagens nas subparcelas. Cada repetição foi constituída por 01 vaso com 04 plantas. As avaliações foram realizadas aos 15, 20, 25 e 30 dias após a inoculação, baseadas em escala de notas, com 9 graus de infecção, proposta pelo CIAT. Os dados obtidos foram transformados para índice de doença de Mackinney. Observou-se uma maior eficiência do método de imersão das raízes, na avaliação da resistência do feijoeiro a murcha de Fusarium, evidenciando os genótipos Goiano precoce, RH 3104 e IPA-9 como resistentes, e LM 93204247, LM 93204296 e IPA-1 como suscetíveis. Resumo em inglês This experiment was conducted aiming to study the efficiency of two inoculation methods to evaluate the resistance of common bean to Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli. The reaction of 16 cultivars and lines tested, including resistant and suscetible patterns to the disease. In one of the methods, plants were inoculated by the soil perfuration method, which consists on the aplication of 10m of conidia suspension around, prev (mais) iously wounded plants. For the other method, named root immersion, the plants obtained in washed and warmed up sand (60ºC - 30min) were extracted, washed with running water, and tipped about one centimeter from their roots, which were submersed into conidia suspension for 05 minutes. Then, plants were replanted in plastic pots with treated soil. Two inoculation procedures were performed after seven days from plant emergence. A suspension containing 1 x 10(6) conidia/m was used in both inoculation methods. The experiment was performed in completely randomized split-plot design, with 04 replicates per treatment. Each replicate consisted of one plastic pot containing four plants. The evaluations were carried out 15, 20, 25 and 30 days after each inoculation procedure. A grading scale, proposed by CIAT, considering levels of infection ranging from 1 (highly resistant) to 9 (highly suscetible) was used. The data were converted to Mackinney disease index. The root immersion method presented better efficacy than soil perfuration method to assess commom bean resistance to Fusarium wilt, evidencing Goiano precoce, RH 3104 and IPA-9 cultivars as the most resistant genotypes, and LM 93204247, LM 93204296 and IPA-1 as the most susceptible ones.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

57

Desempenho de Lecanicillium lecanii em meios de cultura contendo vitaminas e concentrações de extrato de levedura/ Performance of Lecanicillium lecaniion culture media containing vitamins and yeast extract concentrations

Wenzel, Inajá Marchizeli; Monteiro, Antonio Carlos; Pereira, Gener Tadeu
2007-01-01

Resumo em português Para viabilizar a produção massal de fungos entomopatogênicos a serem usados no controle biológico de pragas é importante conhecer as características nutricionais e fisiológicas das espécies e as condições de cultivo que permitam obter bom crescimento com alta esporulação. O presente trabalho objetivou avaliar o desempenho de Lecanicillium lecanii cultivado em meios de cultura contendo diferentes vitaminas e concentrações de extrato de levedura. Cultivaram-s (mais) e os isolados JAB 02 e JAB 45 em meio salino contendo uma solução de vitaminas (tiamina, biotina, riboflavina, piridoxina, ácido nicotínico, ácido ro-aminobenzóico) ou em meio contendo cada vitamina separadamente. Em seguida, os mesmos isolados foram cultivados em meios suplementados com as seguintes concentrações de extrato de levedura: 0,0; 0,5%; 1,0%; 2,0%; 3,0% e 5,0%. Avaliou-se o crescimento radial medindo-se, a cada três dias, durante dezoito dias, o diâmetro das colônias. A esporulação foi avaliada no 18.º dia, pela contagem de conídios. O meio de cultura contendo todas as vitaminas e aquele apenas com tiamina proporcionaram maior crescimento dos isolados do fungo, mas reduziram a esporulação de JAB 45. O ácido nicotínico estimulou em 38,5% a esporulação deste isolado, mas não houve diferença significativa (P>0,05) em relação ao controle. O isolado JAB 02 produziu poucos conídios nos tratamentos com vitaminas, mas houve um incremento da esporulação com a adição de riboflavina, biotina e piridoxina. A suplementação com extrato de levedura, em qualquer concentração, estimulou o crescimento de ambos os isolados e a esporulação de JAB 02, mas não influenciou a produção de conídios por JAB 45, pois não houve diferença significativa (P>0,05) nesta produção, nos meios suplementados com quaisquer concentrações do extrato. A concentração de 1,0% pode ser considerada a mais favorável, pois proporcionou os maiores valores de esporulação usando uma das menores quantidades do suplemento. Resumo em inglês Massal production of entomopathogenic fungi for the biological control of insects should be based on the species' nutritional and physiological characteristics and the conditions that favor high growth and sporulation. The performance of Lecanicillium lecanii on culture media with various vitamin and yeast extract concentrations was assessed. The JAB 02 and JAB 45 isolates were grown on media containing a vitamins solution (thiamin, biotin, riboflavin, pyridoxine, nicotin (mais) ic acid, rho-amino benzoic acid) or other containing one vitamin at a time. The same isolates were then cultivated on media supplemented with yeast extract concentrations at 0.0, 0.5, 1.0, 2.0, 3.0 and 5.0 %. Mycelia growth was evaluated measuring two colonies diameters, every three days, during the eighteen days incubation period. Sporulation was assessed on the 18th day, by counting the conidia. The culture media containing the all-vitamins and that containing thiamin only provided greater growth of the fungus isolates but decreased JAB 45 sporulation. Nicotinic acid stimulated JAB 45 sporulation by 38.5% but did not differ (P>0.05) from the control. Little conidial production was observed for JAB 02 isolate on media containing vitamins, but an increased sporulation was observed with the addition of riboflavin, biotin and pyridoxine. Yeast extract stimulated growth of the isolates JAB 02 and JAB 45 and sporulation of JAB 02 at all concentrations but did not affect (P>0.05) conidia production by JAB 45 at any concentration. Concentration of 1.0% led to the highest sporulation values and can, therefore, be considered the most favorable since it represent one of the smaller amounts of supplement used.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

58

Caracterização morfofisiológica de isolados do gênero Cylindrocladium/ Morphophysiologic characterization studies of the genus Cylindrocladium

Aparecido, Christiane Ceriani; Furtado, Edson Luiz; Figueiredo, Mário Barreto
2008-02-01

Resumo em português Com o objetivo de caracterizar o "complexo" gênero anamórfico Cylindrocladium, dezoito isolados foram cultivados em meios de cultura distintos, mantidos sob diferentes temperaturas, além de ter conídios e vesículas terminais analisados morfologicamente para identificação correta das culturas. Inoculações em diferentes hospedeiros foram, também, realizadas para avaliação do comportamento patogênico dos isolados estudados. Com relação aos caracteres morfológ (mais) icos, pôde-se observar que ocorrem alterações nas dimensões de conídios e na morfologia da vesícula terminal devido, provavelmente, à mudança do substrato de cultivo. Porém, a variabilidade natural nas características dessas estruturas é tão elevada que dificulta a identificação correta dos isolados. Em uma mesma cultura, por exemplo, foram observadas vesículas terminais de diferentes morfologias. Pôde-se constatar que existem diferenças patogênicas e fisiológicas entre os isolados, uma vez que houve a formação de grupos distintos quando tais características foram consideradas. Estas diferenças, provavelmente, sejam devidas à constituição genética distinta existente entre os isolados. Resumo em inglês In order to characterize the anamorphic genus Cylindrocladium eighteen isolates of this funguswere cultivated in different culture media, kept under different temperatures, besides having conidia and terminal vesicles morphologically analyzed for correct identification of the isolates. Inoculations on different hosts were carried out to evaluate of pathogenic behavior of the studied isolates. Concerning the morphologic characters studied, it was observed that alterations (mais) occurred in the conidial dimensions and morphology of the terminal vesicles, but was not important considering that is due to substratum changes. However, the natural variability in the general characteristics of these structures indicated that it is difficult to obtain a correct identification of the isolates. In the same culture it was observed terminal vesicles with different morphologies. Pathogenic and physiological differences among the isolates could be observed. This brings the idea of distinct population groups when such characteristics are considered in this study. These differences probably indicate a distinct genetic constitution among the isolates used in this study.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

59

Eventos externos e internos da infecção de larvas e ninfas de Rhipicephalus sanguineus por Metarhizium anisopliae/ External and internal events of Rhipicephalus sanguineus larvae and nymphs infection by Metarhizium anisopliae

Garcia, M.V.; Monteiro, A.C.; Szabó, M.P.J.; Prette, N.
2008-08-01

Resumo em português Examinaram-se a adesão, a germinação, a penetração e a colonização de larvas e ninfas de Rhipicephalus sanguineus por Metarhizium anisopliae, assim como as lesões infringidas pelo fungo nas respectivas fases do ciclo de vida do ácaro. Realizaram-se infecções experimentais em 11 grupos contendo 250 larvas e 11 grupos contendo 75 ninfas de R. sanguineus, por meio de banho, durante três minutos sob agitação manual, em suspensão contendo 10(8) conídios/ml do f (mais) ungo. Nos grupos-controles, o banho foi realizado usando o veículo da suspensão. Larvas e ninfas foram processadas para um estudo histopatológico e de microscopia eletrônica de varredura nos seguintes tempos após a infecção: uma e 18 horas, e um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, nove e 11 dias. A germinação dos conídios ocorreu em até 18 horas pós-inoculação, e o fungo penetrou nas larvas e ninfas através do tegumento, dois e três dias após a infecção, respectivamente. Após penetração, o fungo invadiu o corpo das larvas e ninfas, promovendo uma colonização difusa, sem preferência aparente por tecidos específicos. Lesões significativas não foram observadas. A morte das larvas e ninfas ocorreu no terceiro e quarto dias pós-infecção, e a esporulação do patógeno sobre o cadáver foi iniciada no sexto dia pós-infecção. Resumo em inglês The adhesion, germination and colonization of Rhipicephalus sanguineus larvae and nymphs by Metarhizium anisopliae as well as the lesions caused by the fungus were studied. For this purpose, 11 groups of 250 larvae each and 11 groups of 75 nymphs each were bathed during 3 minutes under manual shaking in a 10(8) conidia/ml suspension. Corresponding control groups were bathed only in the suspension vehicle. Ticks were also submitted to both conventional microscopy and scann (mais) ing eletronmicrocopy analyses at several post-infection periods (1 and 18 hours and 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 9, and 11 days). Conidial germination occurred in less than 18 hours post-inoculation and the fungus penetration through the tegument into the larvae and nymphs in, respectively, two and three days post-infection. Following penetration, the fungus invaded the body of the ticks and colonized it diffusely without a noticeable predilection for tissue, but no apparent lesions were observed. Death of larvae and nymphs occurred on the 3rd and 4th post-infection days and pathogen sporulation over the dead tick began on the 6th post-infection day.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

60

Controle associado de Alphitobius diaperinuse efeito de microrganismos eficazes no desenvolvimento de Beauveria bassiana/ Associated control of Alphitobius diaperinus and effect of effective microorganisms in the development of Beauveria bassiana

Santoro, Patricia Helena; Neves, Pedro Manuel Oliveira Janeiro; Cavaguchi, Silvia Akimi; Constanski, Kelly; Amaro, Junio Tavares; Alves, Luis Francisco Angeli; Gomes, Bruno Biazotto
2008-01-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de Beauveria bassiana (Bb), terra diatomácea (TD) e microrganismos eficazes (EM-4), associados ou não, no controle de Alphitobius diaperinus, e o efeito de EM-4 no desenvolvimento de B. bassiana. Os agentes de controle (Bb, TD e EM-4), em diferentes concentrações e combinações, foram aplicados em uma mistura de cama-de-frango e ração, em que os insetos foram acondicionados por dez dias. Avaliaram-se, in vitro: a (mais) germinação, as unidades formadoras de colônia (UFC), o crescimento vegetativo e a produtividade de conídios de Bb em contato com suspensão aquosa de EM-4 (1%) não filtrada e filtrada. Os maiores índices de mortalidade foram observados nos tratamentos TD + Bb + EM-4 e TD + Bb, nas maiores concentrações. Verificou-se efeito não-aditivo sinérgico para TD + Bb nas três concentrações. Nos testes com EM-4 filtrado, não houve diferença em relação à testemunha quanto à germinação e às UFC, entretanto, o crescimento vegetativo e a produtividade de conídios foram negativamente afetados. O uso conjunto de B. bassiana e terra diatomácea, para o manejo de populações de A. diaperinus, pode reduzir o uso de produtos químicos. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate Beauveria bassiana (Bb), diatomaceous earth (TD) and effective microorganisms (EM-4), associated or not, to Alphitobius diaperinus control, and the EM-4 effect on B. bassiana development. The control agents (Bb, TD and EM-4), in different concentrations and combinations, were applied in a mixture of litter and chicken food, where insects had been left per ten days. Conidia germination, colony-forming units (CFU), vegetative growt (mais) h and the productivity of Bb conidia were evaluated when in contact with a filtered and non filtered watery EM-4 suspension (1%). The highest indices of mortality were observed in the treatments TD + Bb + EM and TD + Bb in the highest concentrations. A synergic non additive effect was observed for TD + Bb in the three concentrations. In filtered EM-4 tests, no difference was observed related to the control of germination and CFU, however, vegetative growth and conidia productivity were negatively affected. The joint use of B. bassiana and diatomaceous earth for A. diaperinus populations management can minimize the use of chemical products.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

61

Caracterização morfológica e fisiológica de isolados de Colletotrichum sp. causadores de antracnose em solanáceas/ Morphological and physiological characterization of Colletotrichum sp. isolates from solanaceous crops

Tozze Júnior, Hugo J.; Mello, Margarita B. A.; Massola Júnior, Nelson S.
2006-03-01

Resumo em português A antracnose é uma doença freqüente nas hortaliças solanáceas. O agente causal é reportado como o fungo Colletotrichum gloeosporioides. Neste trabalho caracterizou-se a morfologia e a fisiologia de Colletotrichum sp. obtidos de pimenta, pimentão e jiló. A caracterização morfológica se baseou no tamanho e forma dos conídios e na forma dos apressórios de 30 isolados. A caracterização fisiológica foi baseada no crescimento em diferentes temperaturas, utiliza� (mais) �ão de diferentes fontes de carbono e sensibilidade ao fungicida benomyl. Quinze isolados foram cultivados em meio BDA, nas temperaturas de 10, 15, 20, 25, 28, e 30ºC. Trinta e dois isolados foram cultivados em meio mínimo acrescido de glicose, frutose, lactose, maltose, sacarose ou amido. Além disso, 43 isolados foram cultivados em meio BDA suplementado com 0, 1, 10 e 100 mig/mL de benomyl. Os isolados de jiló apresentaram menor sensibilidade ao benomyl e predominância de conídios fusiformes, com ápices afilados e menores dimensões, características semelhantes às citadas para C. acutatum. Os isolados de pimentão e pimenta apresentaram alta sensibilidade ao benomyl e predominância de conídios cilíndricos com ápices arredondados, características citadas para C. gloeosporioides. Apressórios de formato irregular, circular e ovalado foram observados independente do hospedeiro de origem do isolado. O amido foi a fonte de carbono que proporcionou maior desenvolvimento micelial para a maioria dos isolados. A temperatura ótima de desenvolvimento, para todos os isolados, foi próxima a 25ºC, exceto para um único isolado de pimenta, com maior desenvolvimento a 28ºC. A velocidade de crescimento micelial para todos os isolados, em todas as temperaturas testadas, foi semelhante à apresentada pelo isolado padrão de C. acutatum usado no teste. Os isolados de pimentão e pimenta foram os que mostraram maior variabilidade para as características estudadas. Finalmente, ficou demonstrado que C. acutatum também está associado à antracnose nessas solanáceas. Resumo em inglês Anthracnose is a very frequent disease of solanaceous crops. The causal agent is reported as Colletotrichum gloeosporioides. In this work, Colletotrichum sp. isolates from hot pepper, sweet pepper and garden egg were characterized based on some of their morphological and physiological characteristics. Morphological characterization was based on the size and shape of conidia and the shape of the apressoria of 30 isolates. Physiological characterization was based on growth (mais) in different temperatures, use of different carbon sources and sensitivity to benomyl. Fifteen isolates were cultured on PDA under 10, 15, 20, 25, 28 and 30ºC. Use of carbon sources was achieved by culturing 32 isolates on minimal medium supplemented with glucose, fructose, lactose, maltose, sucrose or starch. To establish benomyl sensitivity, 43 isolates were cultured on PDA supplemented with 0, 1, 10 and 100 mug/mL of the fungicide. Garden egg isolates were less sensitive to benomyl and showed mainly fusiform conidia, with acute ends, similar to C. acutatum. Isolates from hot pepper and sweet pepper were highly sensitive to benomyl and showed mainly cylindrical conidia, with round ends, similar to C. gloeosporioides. Irregular, clavate or circular apressoria were observed in all isolates. Starch was the carbon source that led to the greater mycelial development of most isolates. The optimal temperature for almost all isolates was near to 25ºC, except for an isolate from hot pepper, which developed better at 28ºC. The mycelial growth rates of all isolates, for all tested temperatures, were similar to those showed by C. acutatum used as reference. The isolates collected from sweet pepper and hot pepper showed the greatest variability among the studied characteristics. Finally, it was shown that C. acutatum is also associated to anthracnose in solanaceous crops.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

62

Indução de resistência à brusone em folhas de arroz por isolado avirulento de Magnaporthe oryzae/ Induction of leaf blast resistance in rice by an avirulent isolate of Magnaporthe oryzae

Filippi, Marta C.C.; Silva, Gisele B.; Prabhu, Anne S.
2007-10-01

Resumo em português A resistência a doenças pode ser induzida em plantas tanto por agentes abióticos como por agentes bióticos, por exemplo isolados avirulentos de patógenos. No presente trabalho objetivou-se determinar a concentração de um isolado avirulento (indutor) e o período necessário para induzir resistência em folhas de arroz a um isolado virulento de M. oryzae. Em casa de vegetação, plantas com 18 dias das cultivares Metica-1 e Cica-8 foram pulverizadas com um isolado i (mais) ndutor de resistência, nas concentrações de 0, 10(5), 3x10(5) e 6x10(5) conídios.mL-1 em períodos que antecederam a inoculação do isolado virulento de 24, 48 e 72 horas. A indução da resistência manifestou-se na redução da área foliar afetada e no tipo de lesão. O grau de indução de resistência foi maior na cultivar Metica-1 do que na cultivar Cica-8, em relação a suas respectivas testemunhas. A indução da resistência em Cica-8 foi superior quando o indutor foi aplicado 48 horas antes da aplicação do isolado virulento nas concentrações de 6x10(5) e 3x10(5) conídios.mL-1. Por outro lado, a indução de resistência em Metica-1 foi significativamente maior em todas as concentrações e períodos de aplicações do indutor quando comparados com a testemunha, mas não houve diferença entre os tratamentos de indução. Resumo em inglês The induction of disease resistance can be activated in plants with biotic and abiotic agents such as avirulent isolates of pathogens. The objective of this investigation was to determine the concentration of inducer isolate and the time required between the inoculation with inducer (avirulent isolate) and virulent isolate of Magnaporthe oryzae, for the induction of resistance in rice leaves. Eighteen-day-old plants of rice cultivars Metica-1 and Cica-8 were sprayed in a (mais) greenhouse with an avirulent isolate utilized as inducer, at the concentrations of 0, 10(5), 3x10(5) and 6x10(5) conidia mL-1; sprayed 24, 48, and 72 hours prior to inoculation with virulent isolate. The induction of resistance was manifested in the reduction of leaf area affected and lesion type. The degree of induced resistance was greater in cultivar Metica-1 than in cultivar Cica-8 in relation to respective controls. The induction of resistance was superior in Cica-8 in treatments where inducers were applied 48 hours prior to inoculation with the virulent isolate, at concentrations of 6x10(5) and 3x10(5) conidia mL-1. On the other hand, the induction in Metica-1 was significantly higher in relation to control, at all concentrations and all periods of application of the inducer, and did not show differences between treatments.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

63

Patogenicidade, DL50 e TL50 de isolados de Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. para o percevejo castanho das raízes Scaptocoris carvalhoi BECKER (Hemiptera: Cydnidae)/ Pathogenicity, LD50 and LT50 of Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. isolates at the root brown stinkbug, Scaptocoris carvalhoi BECKER (Hemiptera: Cydnidae)

Xavier, Luciane Modenez Saldivar; Ávila, Crébio José
2005-08-01

Resumo em português Objetivou-se neste trabalho avaliar a patogenicidade de isolados do fungo Metarhizium anisopliae em Scaptocoris carvalhoi BECKER, 1967, bem como determinar a Dose Letal média (DL50) e o Tempo Letal médio (TL50), em laboratório. Os experimentos foram conduzidos na Embrapa Agropecuária Oeste em Dourados, MS, durante 2003. Suspensões de quatro isolados de M. anisopliae (Ma7, Ma69, Ma283 e Ma342) foram preparadas nas concentrações 10(4), 10(5), 10(6), 10(7) e 10(8) con (mais) ídios mL-1 e inoculados topicamente 5mil dessas suspensoes sobre S. carvalhoi correspondendo, respectivamente, a 50, 500, 5.000, 50.000 e 500.000 conídios percevejo-1. Após a inoculação, os insetos (10 adultos e cinco ninfas) foram acondicionados em gerbox (parcela) e mantidos em câmaras climatizadas reguladas para 26±1ºC, UR 85%, sem fotofase. Na maior dose testada (500.000 conídios inseto-1), observou-se um incremento significativo de mortalidade do percevejo com o aumento da dose do fungo, para todos os isolados testados. Os menores valores da DL50 foram observados com os isolados Ma69 e Ma7 e o maior com Ma283. Os valores do TL50 variaram de 0,32 a 5,84 dias, sem diferirem significativamente, entre si. Os isolados Ma69 e Ma7 apresentam potencial para serem empregados no controle de S. carvalhoi a campo. Resumo em inglês The objective of this research was to evaluate the pathogenicity of Metarhizium anisopliae isolates on Scaptocoris carvalhoi (BECKER 1967), and to determine the average Lethal Dose (LD50) and the average Lethal Time (LT50), under laboratory conditions. The bioassays were conducted at Embrapa Western Agriculture in Dourados, MS, Brazil, during the year 2003. Suspensions of four M. anisopliae isolates (Ma7, Ma69, Ma283, and Ma 342) were made at 10(4), 10(5), 10(6), 10(7) e (mais) 10(8) conidia mL-1 and 5mul of each concentration were inoculated topically on S. carvalhoi and corresponded to 50, 500 5,000, 50,000, and 500,000 conidia stinkbug-1, respectively. After inoculation, the insects (ten adults and five nymphs per plot) were placed into gerboxes and kept in growth chambers at 26±1ºC and 85% relative humidity, under darkness conditions. At the highest dose (500,000 conidia insect-1), a significant increase in stinkbug mortality was observed, regardless of the isolate. The lowest LD50 were observed with the Ma69 and the Ma7 isolates, and the highest with the Ma283 isolate. The LT50 ranged from 0.32 to 5.84 days, with no significant differences. The isolates Ma69 and Ma7 showed potential for S. carvalhoi control under field conditions.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

64

Mancha de Septoria da alface: isolamento, inoculação e avaliação de cultivares em condições de campo e casa de vegetação/ Lettuce Septoria leaf spot: isolation, inoculation, cultivar evaluation in field and greenhouse conditions

Sousa, Cristina S.; Kerr, Warwick E.; Santos, Marlos R.; Arruda, Alcione S.; Spini, Vanessa B. M. G.; Juliatti, Fernando C.; Takatsu, Armando
2003-10-01

Resumo em português Este trabalho teve como objetivo estabelecer metodologias adequadas para o isolamento e inoculação de Septoria lactucae e avaliação de nove cultivares de alface (Lactuca sativa), Vitória-de-Santo-Antão, Uberlândia 10.000, Maioba, Elba, Aurélia, Black Seeded Simpson, Grand Rapids, Salad Bowl-Mimosa e Babá de Verão, quanto aos níveis de resistência à septoriose, em condições de casa de vegetação e campo. Os melhores resultados obtidos foram: a) para isolame (mais) nto: transferência dos cirros de conídios diretamente para o meio de BDA com os antibióticos estreptomicina, cloranfenicol, ampicilina e rifampicilina; b) para inoculação: aspersão das plantas no estádio de seis a oito folhas com a suspensão de inóculo na concentração de 1 x 10(4)conídios/ml, e manutenção em câmara úmida por 48 h. Houve diferenças significativas entre as cultivares testadas em casa de vegetação e em campo. Tanto em casa de vegetação quanto em teste de campo as cultivares Maioba e Vitória de Santo Antão foram avaliadas como a mais susceptível e a mais resistente, respectivamente. Diante desses resultados, a metodologia de casa de vegetação pode ser considerada como altamente promissora para a avaliação rápida de grande número de variedades ou materiais genéticos, nos trabalhos de melhoramento de alface para a resistência à S. lactucae. Resumo em inglês The objectives of this work were to establish appropriate methodologies for isolation and inoculation of Septoria lactucae in order to evaluate resistance. Nine lettuce (Lactuca sativa) cultivars (Vitória-de-Santo-Antão, Uberlândia 10.000, Maioba, Elba, Aurélia, Black Seeded Simpson, Grand, Rapids, Salad Bowl-Mimosa and Babá de Verão) were screened for resistance to this pathogen under greenhouse and field conditions. The best results obtained were: a) for isolation (mais) : to transfer cirrus of conidia directly to the surface of Petri dishes with PDA medium plus antibiotics (streptomycin, chloramphenicol, ampicilim and riphampicin); b) for inoculation: to spray plants of six to eight leaves with a conidia suspension of 1 x 10(4) spores/ml and keep them in a moist chamber for 48 h. Significant differences were found among cultivars both in greenhouse and field tests. Under both conditions the cultivars Maioba and Vitoria de Santo Antão were found to be, respectively, the most susceptible and the most resistant cultivars among those tested. From these results, the greenhouse test methodology is seen to ge highly promising for the rapid screening of a great number of genotypes in breeding programs of lettuce resistant to S. lactucae.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

65

Adiaspiromicose pulmonar humana/ Human pulmonary adiaspiromycosis

Santos, Lina Gomes dos; Araújo, José Klérton Luz; Tavares, Ana Carolina Brito; Fé, João dos Martírios de Araújo Moura
2009-08-01

Resumo em português A adiaspiromicose é uma doença fúngica sistêmica que acomete usualmente roedores e raramente atinge o homem. É causada pelo fungo Emmonsia crescens e ocorre após a inalação da forma contagiante (conídios). Embora estas formas não se multipliquem nem se disseminem no organismo humano, induzem uma reação inflamatória crônica granulomatosa de padrão miliar que pode levar a falência respiratória e morte. Apresentamos aqui um caso de adiaspiromicose pulmonar h (mais) umana em paciente imunocompetente que exibia infiltrado intersticial pulmonar difuso ao exame de imagem e fora diagnosticado mediante biópsia pulmonar. Resumo em inglês Adiaspiromycosis is a systemic fungal disease that usually affects rodents and rarely infects humans. It is caused by the fungus Emmonsia crescens and occurs after inhalation of its contagious form (conidia). Although these forms neither multiply nor spread in the human body, they cause a chronic granulomatous inflammatory reaction of miliary pattern, which may lead to respiratory failure and death. In this study we present a case of human pulmonary adiaspiromycosis in an (mais) immunocompetent patient that showed a diffuse pulmonary interstitial infiltrate diagnosed by pulmonary biopsy.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

66

Seleção de fungos entomopatogênicos para o controle de Oligonychus yothersi (McGregor) (Acari: Tetranychidae), na cultura da erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hill.)/ Entomopathogenic fungi selection to control Oligonychus yothersi (McGregor) (Acari: Tetranychidae) in Paraguay tea crops (Ilex paraguariensis St. Hill.)

Oliveira, Renato C. de; Neves, Pedro M.O.J.; Alves, Luís F.A.
2004-06-01

Resumo em português A virulência de isolados dos fungos entomopatogênicos Beauveria bassiana, Metarhizium anisopliae e Paecilomyces fumosoroseus foi avaliada sobre Oligonychus yothersi (McGregor) em laboratório. Os bioensaios de seleção e de determinação de CL50 e TL50 foram realizados com discos foliares de erva-mate previamente infestados com 10 fêmeas adultas do ácaro. Para cada isolado um conjunto de cinco discos foram pulverizado com 1 ml da suspensão padronizada em 1,0x10(7) (mais) conídios/ml (50 ácaros por tratamento). Após pulverizados os discos foram mantidos flutuando em água destilada em caixas plásticas (3 cm diâmetro e 1,5 cm altura), em câmara tipo B.O.D. (temperatura: 25 ± 1ºC; UR: 70 ± 10% e fotofase de 12h). A mortalidade total foi avaliada cinco dias após a inoculação. Os ácaros mortos foram transferidos para câmara úmida para confirmação de mortalidade, sendo examinados sob microscópio ocular seis dias após a morte. O fungo B. bassiana apresentou grande potencial como agente de controle microbiano, podendo ser incorporado em programas de manejo integrado do ácaro vermelho da erva-mate, O. yothersi. Os isolados de B. bassiana UEL02, UEL08, UEL10, UEL50, CG082, CG166, CG375, CG424 e CG481 foram os mais virulentos. Eles apresentaram mortalidades corrigida e confirmada superiores a 70% e valores estimados de CL50 variando entre 1,9x10(6) e 6,0x10(7) conídios/ml e de TL50 variando entre 3,3 e 4,3 dias. Resumo em inglês The virulence of strains of the entomopathogenic fungi Beauveria bassiana, Metarhizium anisopliae and Paecilomyces fumosoroseus was evaluated on Oligonychus yothersi (McGregor) in laboratory. The bioassays for strain selection and determination of LD50 and LT50 were elaborated with leaf disks of Paraguay tea infested with 10 adult females of the mite. Groups of five disks were sprayed with 1 ml of the suspension standardized in 1.0x10(7) conidia per ml (50 mites per treat (mais) ment) of each strain. After that, the disks were maintained floating in distilled water in plastic boxes (3 cm diameter and 1.5 cm height), in environmental chamber (temperature: 25 ± 1ºC; RH: 71 ± 10% and 12h photophase). Five days after the inoculation the total mortality was evaluated, and the dead mites were transferred to humid chamber. Six days after death, the sporulation in the cadavers was examined under an optical microscope. B. bassiana presented great potential as a microbial control agent, and can be incorporated in integrated pest management of the Paraguay tea red mite, O. yothersi. The B. bassiana strains UEL02, UEL08, UEL10, UEL50, CG082, CG166, CG375, CG424 and CG481, were the most virulent, with corrected and confirmed mortality higher than 70% and estimated value of CL50 varying between 1.9x10(6) and 6.0x10(7) conidia per ml and TL50 varying between 3.3 and 4.3 days.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

67

Suscetibilidade de Plutella xylostella (L.) (Lepidoptera: Plutellidae) aos fungos Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. e Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok/ Susceptibility of Plutella xylostella (L.) (Lepidoptera: Plutellidae) to the fungi Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. and Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok

Silva, Valda C.A.; Barros, Reginaldo; Marques, Edmilson J.; Torres, Jorge B.
2003-12-01

Resumo em português Inicialmente realizou-se a seleção dos isolados ESALQ 447, ESALQ 760, ESALQ 900, ESALQ 634, IPA-205 e ESALQ 760 de B. bassiana e de ESALQ E9, IPA-207, ESALQ 860, IPA-204 e UFPE 3027 de M. anisopliae na concentração de 10(8) conídios/ml para lagartas do segundo estádio de Plutella xylostella (L.). Todos os isolados testados causaram mortalidade de lagartas variando de 70% a 96%, exceto para o isolado UFPE 3027 de M. anisopliae, cuja mortalidade foi apenas de 26%. Bas (mais) eado nesta seleção, os isolados de B. bassiana ESALQ 634 e ESALQ 447 e de M. anisopliae IPA-207 e ESALQ E9 foram escolhidos e avaliados nas concentrações de 10(5), 10(6), 10(7) e 10(8) conídios/ml sobre lagartas do segundo estádio de P. xylostella. Estes isolados nas concentrações superiores a 10(6) ocasionaram mortalidade de lagartas variando de 58% a 96%. O tempo letal (TL50) para larvas do segundo ínstar da traça-das-crucíferas foi de 1,1 a 4,3 dias e de 0,7 a 5,8 dias para os isolados ESALQ 634 e ESALQ 447 de B. bassiana e IPA-207 e ESALQ E9 de M. anisopliae, respectivamente. Os valores da concentração letal (CL50) evidenciam que os isolados IPA-207 e ESALQ E9 de M. anisopliae foram cerca de sete vezes mais virulentos para a traça-das-crucíferas que os isolados ESALQ 634 e ESALQ 447 de B. bassiana. Estes resultados indicam que lagartas de P. xylostella foram mais suscetíveis ao fungo M. anisopliae que B. bassiana, evidenciando que os isolados IPA-207 e ESALQ E9 de M. anisopliae têm potencial para serem utilizados no manejo integrado da traça-das-crucíferas. Resumo em inglês An initial screening was undertaken using the isolates ESALQ 447, ESALQ 760, ESALQ 900, ESALQ 634, IPA-205 and ESALQ 760 of B. bassiana, and ESALQ E9, IPA-207, ESALQ 860, IPA-204 and UFPE 3027 of M. anisopliae at the concentration of 10(8) conidia/ml for the diamondback moth (DBM) second instar. All isolates tested caused DBM larval mortality ranging from 70% to 96%, except the M. anisopliae isolate UFPE 3027, which resulted in a mortality of 26%. Based on this survey the (mais) isolates ESALQ 634 and ESALQ 447 of B. bassiana and IPA-207 and ESALQ E9 of M. anisopliae were chosen and assessed at the concentrations 10(5), 10(6), 10(7) and 10(8) conidia/ml for DBM second instar. These selected isolates at concentrations higher than 10(6) conidia/ml caused DBM larval mortality ranging from 58% to 96%. The mean lethal time (LT50) for DBM second instar were 1.1 and 4.3 days, and 0.7 and 5.8 days for B. bassiana isolates ESALQ 634 and ESALQ 447 and M. anisopliae isolates IPA-207 and ESALQ E9, respectively. Based on the lethal concentrations (LC50) the isolates IPA-207 and ESALQ E9 were seven times more virulent to DBM second instar than B. bassiana isolates ESALQ 634 and ESALQ 447. These results showed that DBM larvae were more susceptible to M. anisopliae than to B. bassiana and that M. anisopliae isolates IPA-207 and ESALQ E9 may be a valuable component for the integrated management of DBM larvae.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

68

Controle de larvas de Boophilus microplus por Metarhizium anisopliae em pastagens infestadas artificialmente/ Control of Boophilus microplus larvae by Metarhizium anisopliae in artificially infested pastures

Basso, Lúcia Mara de Souza; Monteiro, Antonio Carlos; Belo, Marco Antonio de Andrade; Soares, Vando Edesio; Garcia, Marcos Valério; Mochi, Dinalva Alves
2005-06-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência do controle exercido por Metarhizium anisopliae na população de Boophilus microplus, em pastagens de Brachiaria brizantha, e do híbrido Tifton 85 (Cynodon spp.), artificialmente infestadas com fêmeas ingurgitadas do carrapato. Trinta canteiros com 1 m² de área cada foram distribuídos aleatoriamente. Quinze foram pulverizados com esporos do fungo e quinze controles em cada forrageira, constituindo cinco repetiçõe (mais) s de cada tratamento, foram infestados com número e peso padronizados de fêmeas ingurgitadas do ácaro. Aplicou-se o fungo, na concentração de 1,8x10(8) conídios mL-1, em três situações: pulverização antes da infestação com o carrapato, após a infestação e posterioriormente à emergência das primeiras larvas nos capins. A ação do fungo foi avaliada no 35º, 38º, 41º, 48º, 55º e 61º dia pós-infestação, por meio da contagem de larvas recuperadas. Obteve-se controle de larvas do ácaro, que, nas avaliações realizadas entre o 35º e o 48º dia pós-infestação, variou entre 87% e 94%. As médias das contagens de estágios larvares do carrapato foram menores em todas as amostragens realizadas no capim-Tifton 85, indicando que houve efeito da pastagem na ação do fungo. A situação de aplicação influencia a atividade do fungo, com melhor resultado nas coletas realizadas entre o 41º e 55º dia após infestação em B. brizantha, e aplicação dos conídios logo após a emergência das primeiras larvas. Resumo em inglês The objective of this work was to evaluate the efficiency of Metarhizium anisopliae fungus against Boophilus microplus population in Brachiaria brizantha and Tifton 85 (Cynodon) pastures, artificially infested with tick engorged females. Thirty plots of 1 m² each were randomly distributed in fifteen treated and fifteen control groups per type of grass, establishing five repetitions for each treatment. Pastures were infested with engorged tick females standardized by numb (mais) er and weight. Metarhizium anisopliae suspension with 1.8x10(8) conidia mL-1 concentration was sprayed on the plot in three different assays, prior infested with tick females, immediately after tick inoculation and at first larvae emergency. The fungus action was evaluated at 35th, 38th, 41st, 48th, 55th and 61st day post infestation by counting recovered larvae. A significative reduction of larvae counts occurred in fungus treated groups during 35th to 48th day post infestation, ranging between 87% and 94% of efficacy on tick larvae control. The mean values for larvae counting in Tifton 85 pasture were lower than in B. brizantha plot in all analysis, suggesting the pasture effect on fungus action. Treatment strategy influenced on M. anisopliae activity, which demonstrated better results at 41st and 55th day post infestation in B. brizantha, submitted to conidia challenge after larvae emergency.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

69

Efeito de meios de cultura na virulência de Hirsutella thompsonii (Fischer) (Deuteromycetes) para o controle Brevipalpus phoenicis (Geijskes) (Acari: Tenuipalpidae)/ Effect of culture media on virulence of Hirsutella thompsonii (Fischer) (Deuteromycetes) to control Brevipalpus phoenicis (Geijskes) (Acari: Tenuipalpidae)

Rossi-Zalaf, Luciana S.; Alves, Sérgio B.; Vieira, Solange A.
2008-06-01

Resumo em português O objetivo do trabalho foi avaliar a virulência de Hirsutella thompsonii (Fischer), a Brevipalpus phoenicis (Geijskes), produzido nos substratos: meio de cultura completo e sólido (MC-S); meio completo e líquido (MC-L); arroz pré-cozido (APC) e arroz pré-cozido seco e moído (APC-SM). Os adultos do ácaro foram mantidos em arenas foliares de citros inseridas em placas acrílicas contendo ágar-água. As suspensões do patógeno, preparadas em diferentes concentraçõ (mais) es (3,2 x 10(5) a 1 x 10(7) conídios/ml) foram pulverizadas sobre os ácaros, estabelecendo-se as curvas de concentração-resposta após o quarto dia. Para a avaliação no campo, os adultos foram mantidos em arenas preparadas em frutos que foram colocados em plantas de citros. Nesse experimento, quatro tratamentos foram aplicados: H. thompsonii produzida em arroz (APC) em duas concentrações (20 kg/ha e 10 kg/ha), H. thompsonii produzida em meio líquido (MC-L) (5L/ha) e a testemunha (água estéril). A sobrevivência dos adultos e o número de ovos e ninfas originados foram avaliados 10 e 20 dias após as aplicações. A menor CL25 calculada foi para o patógeno produzido em MC-S (1,9 x 10(5) conídios/ml). Os valores de CL25 calculados para o fungo produzido em APC e APC-SM não diferiram estatisticamente. Para o fungo produzido em MC-L e MC-S os valores de CL25 foram de 1,9 x 10(6) células infectivas/ml e 2, 2 x10(5) conidios/ml. No campo, houve diferenças dos tratamentos quanto às concentrações aplicadas e o tempo após a pulverização. As aplicações do patógeno resultaram em redução apenas no número de adultos e de ovos. Resumo em inglês The virulence of Hirsutella thompsonii (Fischer) to Brevipalpus phoenicis (Geijskes) was evaluated in laboratory, grown on complete and solid culture media (MC-S); complete and liquid culture media (MC-L); rice (APC) and powdered rice (APC-SM). Adults were confined to arenas prepared with citrus leaves in acrylic dishes containing water-agar. Conidial suspensions were prepared at different concentration (3.2 x 10(5) to 1 x 10(7) spores/ml) and applied on mites to establis (mais) h the table curve-response on fourth day. For field evaluation, adults were maintained in arenas prepared with fruits which were placed in plants. In this test, four treatments were tried: H. thompsonii cultured on rice (APC) at two concentrations (20 kg/ha and 10 kg/ha), H. thompsonii produced by liquid fermentation (MC-L) (5 L/ha) and control (sterile water). Adult survival, number of eggs and nymphs per fruit were observed 10 and 20 days after the fungus application. The lowest LC25 value calculated was from pathogen produced in MC-S (1.9 x 10(5) conidia/ml).The LC25 values calculated to APC and APC-SM did not differ statistically. The LC25 values to MC-L and MC-S were 1.9 x 10(6) infective cells/ml and 2.2 x 10(5) conidia/ml. In the field, concentration and time to death differed between treatments and control. The applications resulted in reduction of adult survival and number of eggs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

70

Efeito antagônico de fungos predadores dos gêneros Monacrosporium, Arthrobotrys e Duddingtonia sobre larvas infectantes de Cooperia sp. e Oesophagostomum sp./ Antagonistic effect of nematophagous fungi Monacrosporium, Arthrobotrys and Duddingtonia on infective Cooperia sp. and Oesophagostomum sp. larvae

Araújo, J.V.; Assis, R.C.L.; Campos, A.K.; Mota, M.A.
2006-06-01

Resumo em português Seis isolados dos fungos nematófagos Monacrosporium thaumasium (isolado NF 34A), Monacrosporium sinense (isolado SF 470), Monacrosporium appendiculatum (isolado CGI), Arthrobotrys robusta (isolado I 31), Arthrobotrys cladodes (isolado CG 719) e Duddingtonia flagrans (isolado CG 768) foram avaliados em laboratório quanto à capacidade de predar larvas infectantes de Cooperia sp. e Oesophagostomum sp. Nos testes in vitro, os fungos foram eficientes em predar os nematóide (mais) s (P0,05) durante os cinco dias do ensaio. Estruturas reprodutivas (conídios) foram encontradas em todos os isolados no quinto dia. Todos os fungos testados são promissores para serem utilizados no controle biológico de Cooperia sp. e Oesophagostomum sp., parasitos de bovinos. Resumo em inglês Six isolates of nematophagous fungi Monacrosporium thaumasium (isolate NF 34A), Monacrosporium sinense (isolate SF 470), Monacrosporium appendiculatum (isolate CGI), Arthrobotrys robusta (isolate I 31), Arthrobotrys cladodes (isolate CG 719) and Duddingtonia flagrans (isolate CG 768) were evaluated under laboratory conditions regarding the capacity to entrap infective Cooperia sp. and Oesophagostomum sp. larvae. In the in vitro tests the fungi tested were equally efficien (mais) t to prey the nematodes (P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

71

Estudos histoplásticos da interação Colletotrichum gloeosporioides: cafeeiro/ Histopathological studies of the interaction Colletotrichum gloeosporioides: coffee tree

Pereira, Igor Souza; Abreu, Mario Sobral de; Alves, Eduardo; Ferreira, Josimar Batista
2009-01-01

Resumo em português Nos estudos envolvendo a interação Colletotrichum gloeosporioides-cafeeiro (Coffea arabica L.), poucas são as informações a respeito do modo de penetração e colonização deste patógeno. Estudou-se por meio da microscopia eletrônica de varredura (MEV), os eventos de pré-penetração e penetração de C. gloeosporioides em hipocótilos de cafeeiros e a colonização natural de ramos e frutos provenientes de plantas com mancha manteigosa. Realizaram-se três ensai (mais) os. No primeiro, fez-se a observação dos eventos de pré-penetração de C. gloeosporioides inoculados em hipocótilos de plântulas da cv. Acaiá Cerrado com e sem ferimentos; no segundo, observou-se a colonização de ramos enfermos em que havia murcha drástica e necrose local e, no terceiro, a colonização de frutos enfermos. A germinação dos conídios nos hipocótilos feridos ocorreu 6 horas após a inoculação, com a formação de um ou dois tubos germinativos terminais e a adesão dos conídios nas depressões dos hipocótilos. Apressórios globosos a subglobosos e de contorno regular surgiram 12 horas após a inoculação. Até 72 horas, não foi possível observar a formação de acérvulos sobre os tecidos submetidos à inoculação. Nos ramos observava-se colonização nos vasos floema e parênquima cortical. Nos frutos em diferentes estádios de maturação foi observada a colonização do tecido próximo à epiderme e colapso dos estômatos na área lesionada. Resumo em inglês In studies involving the interaction Colletotrichum gloeosporioides - coffee trees (Coffea arabica L.) there is little information regarding the pre-penetration, penetration and colonization pathways of this pathogen. The objectives of this work were: 1. to study through scanning electron microscopy (SEM) the pre-penetration and penetration events of C. gloeosporioides in hypocotyls of coffee plantlets; 2. to observe the colonization of Colletotrichum spp. in branches and (mais) fruits of coffee trees with blister spot symptoms. The study took place in three trials. In the first trial, it was observed and reported the pre-penetration events of C. gloeosporioides inoculated on hypocotyls of coffee cv. Acaiá Cerrado with and without wounds. The second trial was performed to investigate the colonization of diseased coffee branches that presented drastic wilt and local necrosis was observed. Finally the third trial investigated the colonization of this pathogen in diseased coffee fruits. When C. gloeosporioides was inoculated, germination could be observed in wounded hypocotyls 6 hours after inoculation. Better adhesion of conidia was evident at surface depressions of hypocotyls and germination started by emission of one or two terminal germ tubes. Round or sub-round shaped apressoria appeared 12 hours after inoculation. Up to 72 hours, acervula formation was not observed on inoculated tissues. The wilted branches presented colonization in the phloem and cortical tissues. In fruits at different stages of maturation, it was observed colonization in tissues near the epidermis and collapse of the stomata in the affected area.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

72

Avaliação de genótipos de bananeira à Colletotrichum musae em pós-colheita/ Evaluation of genotypes of banana to Colletotrichum musae in postharvest

Pinho, Danilo Batista; Mizobutsi, Edson Hiydu; Silva, Sebastião de Oliveira e; Reis, Sidney Tavares dos; Mizobutsi, Gisele Polete; Xavier, Adelica Aparecida; Ribeiro, Regina Cássia Ferreira; Maia, Victor Martins
2010-09-01

Resumo em português Alguns hibridos tetraploides apresentam resistência à antracnose, porém são reduzidas as informações sobre os níveis de resistência desses genótipos e o comportamento dos mesmos no Brasil. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a incidência e a severidade de antracnose sobre o comportamento de diferentes genótipos de bananeiras resistentes a Sigatoka-Negra em função de diferentes concentrações de conídios de Colletotrichum musae em diferentes épocas (mais) de avaliação. Os frutos colhidos no estádio de maturação fisiológica dos genótipos, Thap Maeo, Caipira, Pacovan Ken, Ambrosia, PV 42-53, PA 42-44, FHIA 01, FHIA 18 e a cultivar Prata-Anã utilizada como testemunha. Buquês contendo três frutos foram atomizados com diferentes concentrações (0; 10²; 10³; 10(4); 10(5) e 10(6) conídios/mL) de C. musae. Os frutos foram incubados a 25 ºC. A incidência e severidade da antracnose foi avaliada aos 3; 6; 9 e 12 dias após a inoculação. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 9x6x4 (genótipos, concentrações de esporos e épocas de avaliação), com quatro repetições, contendo quatro buquês de três frutos. Aos doze dias de avaliação, todos os frutos de todos os genótipos estudados apresentaram incidência de C. musae quando inoculados com as diferentes concentrações de inóculo. A cultivar Thap Maeo apresentou a menor severidade (27,5%) de antracnose, enquanto os genótipos Ambrosia, PV 42-53, FHIA 18 e FHIA 01 foram as mais suscetíveis à antracnose com 64%, 64%, 61,33% e 58% de severidade, respectivamente. Resumo em inglês Some tetraploides hybrids present resistance to anthracnose, however the information on the levels of resistance of these genotypes and the behavior in Brazil are reduced. The aim of this study was to evaluate the incidence and severity of injury on the behavior of different banana genotypes resistant to Black Sigatoka for different concentrations of conidia of Colletotrichum musae in different times of evaluation. The fruits of the genotypes, Thap Maeo, Caipira, Pacovan (mais) Ken, Ambrosia, PV 42-53, PA 42-44, FHIA 01, FHIA 18 and cultivar Prata Anã, were collected at the stage of physiological maturation. Bunches containing three fruits were atomized with different concentrations: 0, 10², 10³, 10(4), 10(5) and 10(6) conidia/mL of C. musae. The fruits were incubated at 25 ºC. The incidence and severity of the anthracnose were evaluated 3, 6, 9 and 12 days after the inoculation. A completely randomized experimental design was used, in a factorial scheme 9x6x4 (genotypes, concentrations of spores and evaluation periods) with four replications containing four bunches of three fruits. After twelve days of evaluation all the fruits of all the studied genotypes presented incidence of C. musae when different concentrations of inoculum were used. Concerning the severity of the anthracnose, the cultivar Thap Maeo had the lowest severity (27,5%) of anthracnose while the genotypes Ambrosia, PV 42-53, FHIA 18 and FHIA 01 were the most susceptible to the anthracnose at 64%, 64%, 61,33%, 58% of severity, respectively.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

73

Ocorrência de Passalora bougainvilleae (Muntañola) Castañeda & Braun associado à Bougainvillea spectabilis Willd. em Boa Vista, Roraima/ Repot of Passalora bougainvilleae (Muntañola) Castañeda & Braun associated with Bougainvillea spectablis Willd. in Boa Vista, Roraima

Nechet, Kátia de Lima; Halfeld-Vieira, Bernardo A.
2008-01-01

Resumo em português O fungo Passalora bougainvilleae é relatado, pela primeira vez, na região de Boa Vista, Roraima, associado a manchas foliares na planta ornamental Bougainvillea spectabilis. As características do fungo são conidióforos agregados em fascículos, emergindo de um estroma subcuticular na face abaxial de lesões velhas. Os conidióforos são lisos, retos, de coloração marrom, não ramificados, maioria asseptados, medindo de 26-57µm x 4µm. Células conidiogênicas term (mais) inais de proliferação simpodial com cicatrizes escuras e pouco espessas. Os conídios são solitários, marrom claro, obclavados, retos a ligeiramente curvos, medindo de 32-70 µm x 4-5 µm, maioria com 3 septos, apresentando um hilo truncado e ápice obtuso. Resumo em inglês The fungi Passalora bougainvilleae is reported, for the first time, Boa Vista, Roraima state, causing leaf spots on ornamental specie Bougainvillea spectabilis. The fungi characteristics are conidiophores hypophyllous in fascicles arising from the upper cells of a stroma subcuticular at old spots. The conidiphores are smooth, straight, pale brown, non-branched, mostly aseptate, 26-57µm x 4µm. Conidiogenous cells terminal, sympodial with black and thin scars. Conidia sol (mais) itary, pale brown, obclavate, straight to slightly flexuous, 32-70 µm x 4-5 µm, 3 septate, rounded at apex, truncate at base, with a conspicuous hilum.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

74

Resíduos e subprodutos agroindustriais e grãos como substratos para produção do fungo entomapatogênico Lecanicillium lecanii/ Grain and agroindustrial residue and by-products as substrate for production of the Lecanicillium lecanii entomopathogenic fungus

Machado, Ana Carolina Ribeiro; Monteiro, Antonio Carlos; Mochi, Dinalva Alves; Yoshida, Luciana
2009-09-01

Resumo em português Lecanicillium lecanii é um fungo promissor no controle biológico de pragas e para sua utilização em campo é necessária a produção de conídios em grande quantidade. Este trabalho objetivou selecionar meios de cultura líquidos feitos com resíduos ou subprodutos agroindustriais e meios sólidos pela mistura de grãos e derivados, visando à produção dos isolados JAB 02 e JAB 45 do fungo. Como substratos líquidos utilizaram-se, em diferentes concentrações, ág (mais) ua do cozimento do arroz e da prensa da mandioca, soro de queijo, milhocina®, melaço, vinhaça e leite de levedura da indústria da cana, avaliando-se a esporulação e biomassa. Como substratos sólidos, combinaram-se, em diferentes proporções, trigo grosso, farelos de trigo e de soja com quirela de milho, lentilha e sorgo para JAB 02, e com painço, trigo em grão e lentilha para JAB 45, avaliando-se a produção e viabilidade de conídios. O meio contendo 4% de milhocina® favoreceu a produção de ambos os isolados. Para JAB 02, proporcionaram melhores resultados os meios com 85% de água da prensa da mandioca, 5,5% de melaço e 100% de soro de queijo, além de misturas entre trigo grosso e farelo de trigo com lentilha (70:30%) e trigo grosso e farelo de trigo com sorgo (85:15%). Os meios com 100% da água da prensa da mandioca e 85% de soro de queijo, e as misturas entre farelo de trigo e painço (85:15%), trigo grosso e lentilha (55:45%) e farelo de trigo com trigo em grão e com lentilha (70:30%) favoreceram a produção de JAB 45. Resumo em inglês Lecanicillium lecanii is a fungus that shows much promise as a biological control agent against plague. To explore this possibility in field conditions conidia would have to be produced in large scale. With this dim, the present study selected substrates that could be used as media for cultivating isolates JAB 02 and JAB 45 from this fungus. Liquid media prepared with agro industrial by-products and residue, and solid media using mixtures of grain and derivates were teste (mais) d. For liquid media different concentrations of water obtained from cooking rice and from squeezing dry cassava root, besides cheese whey , milhocina®, sugar cane molasses, vinasse and cream yeast from sugar cane milling, were assessed regarding spore production and biomass. Considering solid media, ground wheat, wheat and soy brans with broken corn, lentil seed and sorghum were all combined in different proportions for JAB 02, and with millet seed, wheat grain and lentil seed for JAB 45. These were assessed regarding conidia productivity and viability. The medium containing 4% milhocina® promoted good productivity from both isolates. Regarding JAB 02, the substrates containing 85% water from the squeezed cassava, 5,5% of molasses and 100% cheese whey, besides the mixtures of ground wheat and wheat bran with lentil seed (70:30%) and ground wheat and wheat bran with sorghum (85:15%) produced the best results. The media containing 100% water from the squeezed cassava with 85% cheese whey; and the mixtures of wheat bran plus millet seed (85:15%); ground wheat and lentil seed (55:45%); and wheat bran with wheat grain plus with lentil seed (70:30%) favored productivity in the JAB 45 isolate.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

75

Efeito de fontes de silício na incidência e na severidade da antracnose do feijoeiro/ Effects of silicon sources on the incidence and severity of the common beans anthracnose

Moraes, Sylvia R. G.; Pozza, Edson A.; Alves, Eduardo; Pozza, Adélia A. A.; Carvalho, Janice G.; Lima, Paulo H.; Botelho, Alex O.
2006-02-01

Resumo em português Foram realizados três experimentos para estudar a influência do silício na redução da antracnose, causada por Colletotrichum lindemuthianum, em feijoeiro (Phaseolum vulgaris). No primeiro experimento plantas tratadas com silicato de cálcio foram inoculadas com 0, 10³, 10(4), 5x10(4), 10(5), 5x10(5) e 10(6) conídios/ml de C. lindemuthianum. Na concentração de 10(6) conídios/ml avaliou-se a diferença entre o silicato de cálcio e uma fonte de cálcio (óxido de (mais) cálcio). No segundo experimento foi avaliado o silicato de cálcio e de sódio na redução da antracnose. No terceiro experimento, por meio da microscopia eletrônica de varredura (MEV) e da microanálise de raios-X (MAX), estudou-se o efeito do silício nos mecanismos de resistência. Foram realizadas cinco avaliações da doença, utilizadas para calcular a área abaixo da curva de progresso da incidência (AACPI), da severidade (AACPS) e a duração da área foliar sadia (HAD), nos dois primeiros experimentos. Com o aumento da concentração do inóculo houve aumento na AACPI e AACPS e redução na HAD, porém a testemunha inoculada com a maior concentração de inóculo, e tratada apenas com cálcio (CaO), sem silicato, teve maiores AACPI e AACPS do que as plantas tratadas com silicato de cálcio. No segundo experimento, a menor AACPS e maior HAD foram obtidas no tratamento com silicato de sódio via foliar, que proporcionou redução de 62,4% na AACPS. Na MEV e na microanálise de raios X não se observaram a formação de barreira física e o acúmulo de silício externamente com a aplicação de silicato de cálcio, embora o elemento tenha contribuído para reduzir a antracnose. Resumo em inglês Three experiments were performed to study the influence of the silicon on the reduction of the common bean (Phaseolum vulgaris) anthracnose. The first experiment involved a plant fertilized with calcium silicate and different inoculum concentrations of the Colletotrichum lindemuthianum (0, 10³, 10(4), 5x10(4), 10(5), 5x10(5) and 10(6) conidia/ml). In the concentration 10(6) conidia/ml the difference between calcium silicate and calcium oxide was evaluated for effects on (mais) the disease. The second experiment evaluated the influence of sodium and calcium silicate on the reduction of the anthracnose. In the third experiment, the scanning electron microscopy (SEM) and X-ray micro-analysis (EDAX) were used to study the effect of the silicon on the plant resistance mechanism. Five evaluations of the incidence, severity and leaf area were done, in the first and second experiment. Disease evaluation was made using area under disease progress curve for incidence (AUDPCI) and severity (AUDPCS) and healthy leaf area duration (HAD). Inoculum concentration was found to increase the AUDPCI and AUDPCS. In contrast, the HAD had decreased. Fertilization of plants with calcium silicate significantly reduced the AUDPCI and AUDPCS, when compared to inoculated control and fertilized plants by calcium oxide (CaO) with higher inoculum concentration. On the second trial, the application of sodium silicate on the leaves of the bean plant reduced AUDPCS by 62,4% when compared to control. When the treated leaves were scanned with SEM and EDAX was performed, although the silicon had reduced the disease, no accumulation of an external silicon barrier was observed with application of the element.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

76

Estudos histopatológicos de Colletotrichum spp. em plântulas de cafeeiro/ Histopathologic study of Colletotrichum spp. in coffee plantlets

Lins, Severina R.O.; Abreu, Mário S.; Alves, Eduardo
2007-12-01

Resumo em português Objetivou-se neste trabalho, acompanhar pela microscopia eletrônica de varredura, os processos de infecção, colonização e reprodução de diferentes isolados de Colletotrichum spp. em plântulas de cafeeiro. Plântulas da cultivar Rubi produzidas por cultura de embrião foram inoculadas com 5µL de suspensão de esporos ajustada para 10(6) conídios mL-1, na região do hipocótilo e folhas, após ferimento com agulha entomológica. Os isolados avaliados foram Colleto (mais) trichum gloeosporioides (IH), obtido de ramos e (IF) de folhas de planta de café com sintomas de mancha manteigosa, C. dematium (ID) de cafeeiro sadio e C. gloeosporioides (IM) de casca de manga com sintomas de antracnose. Duas horas após as inoculações (HAI), fragmentos de folhas e hipocótilos foram transferidos para microtubos de 1,5mL contendo solução fixadora de Karnovsky modificado. As demais amostras foram coletadas 3, 5, 12, 16, 24, 48, 72, 96, 114 e 144 HAI. Os conídios de todos os isolados aderiram preferencialmente nas depressões dos órgãos inoculados, formando um septo e germinando cinco HAI (C. gloeosporioides) e doze HAI (C. dematium) emitindo tubos germinativos, tanto nas extremidades como lateralmente. Apressórios globosos, trilobulados, em forma de pé e de vírgula foram produzidos apenas por C. dematium (ID), 12 HAI; enquanto que C. gloeosporioides (IF), produziu apressórios globosos 24 HAI; os demais isolados não produziram apressórios. C. gloeosporioides isolados IH, IF e IM produziram células conidiogênicas 48 HAI. Acérvulos foram produzidos 72 HAI, por C. gloeosporioides (IH) e 96 horas por C. dematium. O isolado IM colonizou tecidos de plantas de cafeeiro, produzindo conidióforos, no entanto, sem produção de acérvulo. Os isolados mais agressivos foram IH e IF. Resumo em inglês The objective of this work was to follow the process of infection, colonization and reproduction of different isolates of Colletotrichum spp. in coffee plantlets, obtained by embryo culture, using scanning electron microscopy. The embryo explants were obtained from coffee seeds cv. Rubi. Plants produced in vitro were inoculated with 5µL of a 10(6) conidia.mL-1 spore suspension, on the hypocotyl region and leaves, wounding with an entomological needle. Isolates of Colleto (mais) trichum gloesporioides were obtained from stem (IS) and leaves (IL) from plants with symptoms of greasy leaf spot, and from mangos with symptoms of anthracnose (IM). Isolates of Colletotrichum dematium were obtained from healthy coffee plants. Three hours after inoculation (h.a.i.), leaves and hypocotyl fragments were transferred to 1.5mL-microtubes containing modified Karnovsky's fixative solution. Further samples were collected at 3, 5, 12, 16, 24, 48, 72, 96, 114 and 144 h.a.i. Conidia of all isolates adhered more frequently in the depressions of hypocotyls and guard-cells, forming a septum 5 h.a.i. Germ tubes were observed 12 h.a.i. starting from the extremities as well as laterally in the conidia. Appressoria were produced by C. dematium (globoses, trilobullated and foot and comma-shaped), and C. gloeosporioides, respectively globoses, 24 h.a.i. C. gloeosporioides (IH and IF) produced conidiogenic cells 48 h.a.i. Acervuli were produced 72 h.a.i. by C. gloeosporioides (IH), 96 h.a.i. by C. dematium. C. gloeosporioides isolated from mango colonized coffee plant tissues, producing conidiogenic cells without production of acervuli. The most aggressive isolates were IS and IL.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

77

Eficácia da clorexidina-cetrimida na desinfecção ambiental contra Aspergillus spp./ Chlorexidine-cetrimide efficacy in ambient disinfection against Aspergillus spp

Xavier, M.O.; Meinerz, A.R.M.; Cleff, M.B.; Osório, L.G.; Schuch, L.F.D.; Nobre, M.O.; Silva Filho, R.P.; Meireles, M.C.A.
2008-08-01

Resumo em português Avaliou-se a ação in loco da clorexidina-cetrimida no controle de Aspergillus spp., considerando-se a influência de fatores climáticos e populacionais, em um centro de recuperação de animais marinhos. Durante dois anos, realizaram-se colheitas de amostras de ar por meio da técnica de sedimentação, com implantação no segundo ano de um programa de desinfecção com clorexidina-cetrimida. Os resultados do isolamento fúngico nos dois anos foram comparados estatist (mais) icamente pelo programa Epinfo 8.0. Demonstrou-se que o isolamento de Aspergillus spp. não apresentou relação significativa com fatores climáticos e populacionais e que a diminuição da concentração de conídios de Aspergillus spp. do ambiente ocorreu devido ao programa eficaz de desinfecção com a clorexidina-cetrimida. Resumo em inglês The study evaluated the in loco activity of chlorexidine-cetrimide for environmental control of Aspergillus spp. considering the climatic influence and population variations, in a recuperation center of marine animals. Samples of air were collected throughout two years by the sediment method, and the disinfection program was established in the second year. Data collected during the two years were statistically compared by Epinfo 8.0. program. It was demonstrated that both (mais) population and climate had no influence on the fungal isolation, and the disinfection program with chlorexidine-cetrimide was considered effective in the reduction of conidia Aspergillus concentration indoor.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

78

Hábito de crescimento de Colletotrichum gossypii e C. gossypii var. Cephalosporioides em sementes de algodoeiro/ Growth habit of Colletotrichum gossypii and C. Gossypii var. Cephalosporioides on cotton seeds

Tanaka, Maria Aparecida de Souza; Menten, José Otavio Machado; Machado, José da Cruz
1996-01-01

Resumo em português Observações sobre o hábito de crescimento de Colletotrichum gossypii e C. gossypii var. cephalosporioides em sementes de algodoeiro, inoculadas artificialmente e incubadas a 20-22°C durante cinco a sete dias, evidenciaram as seguintes características: (a) em raízes: acérvulos isolados ou em grupos, massa conidial cor branco-suja, alaranjada ou salmão (mais freqüente), setas marrom-escuras, muitas vezes encobertas pela matriz gelatinosa; conídios produzidos tamb� (mais) �m no micélio aéreo ou nas extremidades das setas, onde ficam aderidos, formando pequenos aglomerados; (b) na superfície das sementes: conídios produzidos nos ápices de setas que emergem diretamente do tegumento, ficando aderidos uns aos outros, formando cachos, semelhantes a cadeias, que são vistos brilhantes sob a luz, em estereomicroscópio. As setas férteis são formadas também no micélio aéreo que recobre as sementes, geralmente após cinco dias de incubação. Os acérvulos com massa conidial raramente são visíveis, exceto em sementes danificadas ou mortas. Como característica de C. gossypii, observou-se que as sementes exibem, de modo geral, uma coloração rosada, em decorrência da abundante esporulação; a ausência ou escassez de micélio aéreo e as setas curtas resultam em um crescimento rente ao tegumento e aspecto compacto. Comparativamente, nas sementes com C. gossypii var. cephalosporioides, as setas são mais longas e menos densas; o micélio aéreo com setas férteis ocorre com mais freqüência, conferindo às sementes tonalidades acinzentadas e aspecto solto. A constatação de setas férteis em lesões foliares de ramulose evidencia que, no campo, essas estruturas podem funcionar como autênticos conidióforos, desempenhando um importante papel epidemiológico, ao possibilitar a disseminação dos esporos pelos ventos, a longas distâncias. Resumo em inglês The growth habit of Colletotrichum gossypii and C. gossypii var. cephalosporioides on artificially inoculated cotton seeds and incubated at 20-22°C during 5 to 7 days, showed the following characteristics: (a) on roots: single or coalesced acervuli, conidial mass dirty white, orange or salmon (frequently), dark brown setae, often covered by the gelatinous matrix; conidia also produced from the aerial mycelium or from the apex of the setae, where some of them remain bound (mais) to each other, forming small heads; (b) seed surface: the setae arise directly from the seed coat, bearing conidia in the apex. These conidia are seen slicked together, forming clusters resembling chains, bright under stereomicroscope light. The fertile setae are also produced from the aerial mycelium that cover the seeds, generally 5 days after incubation. The acervuli with conidial matrix are rarely visible, except for the embrionary tissues, under the damaged seed coat or for dead seeds. The seeds with C. gossypii show generally a light pink shade due to the abundant sporulation that cover the setae. The mycelium over the seeds is scanty or absent and the short setae appear flat on the seeds, resulting in a compact growth. In contrast, on seeds with C. gossypii var. cephalosporioides, the setae are taller and less dense. The aerial mycelium with fertile setae is frequent, giving to the seed a grayish and loose, fluffy appearance. The presence of fertile setae also could be seen on foliar lesions of ramulosis. This fact suggest that under field conditions these structures have a function of authentic conidiophores, which play an important epidemiological role on long distance spore dissemination by the wind.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

79

Avaliação do potencial recombinogênico do antibiótico danofloxacina em células diplóides de Apergillus nidulans/ Evaluation of the recombinogenic activity of danofloxacin in diploid cells of Aspergillus nidulans

Leonardo, A.L.; Castro-Prado, M.A.A.
2001-02-01

Resumo em português Estudou-se o potencial recombinogênico da danofloxacina, novo antimicrobiano pertencente ao grupo das 4-fluoroquinolonas e de uso exclusivo em medicina veterinária, no fungo filamentoso Aspergillus nidulans. A linhagem mestra UT196 e o mutante Z1 foram utilizados para formar o diplóide Z1//UT196. Conídios desse diplóide foram inoculados em placas de Petri contendo meio mínimo suplementado com 2,5, 5,0 e 10,0 mig/ml de danofloxacina. As placas foram incubadas por cin (mais) co dias a 37 ºC. Segregantes mitóticos foram isolados das colônias tratadas com o antimicrobiano e as análises de seus fenótipos evidenciaram o efeito recombinogênico da danofloxacin na dose de 10,0 mig/ml. Recombinantes para vários intervalos dos cromossomos I e II foram identificados entre os segregantes analisados. Resumo em inglês The aim of this work was to demonstrate the recombinogenic effect of danofloxacin, a new 4-fluoroquinolone antimicrobial used only in veterinary medicine, in the filamentous fungi Aspergillus nidulans. The UT196 master strain and the Z1 mutant were used to produce the Z1//UT196 diploid strain. Conidia of this diploid strain were inoculated in Petri dishes containing selective medium supplemented with 2.5, 5.0 or 10.0 mug/ml danofloxacin. The plates were incubated for five (mais) days at 37 ºC. Mitotic segregants were isolated from the diploid colonies and phenotypes of the segregants were analyzed. Inoculation of 10.0 mug/ml danofloxacin was shown to be positive in inducing somatic crossing-over in diploid cells of A. nidulans. An increase in the mitotic recombination frequencies was observed in several linkage-intervals of chromosomes I and II from Z1//UT196 diploid strain.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

80

Patogenicidade de Beauveria bassiana sobre estágios imaturos de Stomoxys calcitrans/ Pathogenicity of Beauveria bassiana on immature stages of Stomoxys calcitrans

Moraes, Ana Paula Rodrigues; Bittencourt, Vânia Rita Elias Pinheiro; Bittencourt, Avelino José
2010-08-01

Resumo em português Por ser um díptero hematófago, a mosca Stomoxys calcitrans (Linnaeus, 1758) ocasiona grandes perdas na pecuária brasileira. Atualmente, pesquisas têm sido direcionadas para métodos de controle que reduzam a utilização de inseticidas químicos e que preservem o meio ambiente. Este estudo avaliou o potencial entomopatogênico dos isolados CG 138 e CG 228 de Beauveria bassiana sobre ovos, larvas e pupas de S. calcitrans em condições ambientais e o isolado ESALQ 986 (mais) de B. bassiana em ovos, nas mesmas condições. Para cada isolado fúngico, foram utilizadas as concentrações de 2x10(6), 2x10(7) e 2x10(8) conídios ml-1. Os resultados sugerem que os isolados CG 138, CG 228 e ESALQ 986 apresentaram efeito saprofítico, pois não afetaram significativamente o desenvolvimento dos estágios imaturos da mosca dos estábulos, comprometendo dessa forma sua utilização como agente entomopatogênico. Resumo em inglês Because it is a hemathofagic diptera, the Stomoxys calcitrans (Linnaeus, 1758) inflicts great losses in the Brazilian cattle. Nowadays, researches have been directed to the control methods that reduce the use of chemical insecticides and preserve the environment. This study evaluated the entomopathogenic potential of the isolated CG 138 and CG 228 of Beauveria bassiana on eggs, larvae and pupae of S. calcitrans in environmental conditions and the isolated ESALQ 986 of B. (mais) bassiana in eggs. For each fungal isolated were used concentrations of 2x10(6), 2x10(7) and 2x10(8) conidia ml-1. The results suggest that the isolated CG 138, CG 228, ESALQ 986 present a saprophytic effect, because they did not affect significantly the development of immature stages of the stable flies, affecting this way its use as entomopathogenic agent.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

81

Seleção de isolados de Metarhizium anisopliae e Beauveria bassiana patogênicos a soldados de Atta bisphaerica e Atta sexdens rubropilosa em condições de laboratório/ Selection of Metarhizium anisopliae and Beauveria bassiana isolates pathogenic to Atta bisphaerica and Atta sexdens rubropilosa soldiers under laboratory conditions

Castilho, Alzimiro Marcelo Conteiro; Fraga, Marcelo Elias; Aguiar-Menezes, Elen de Lima; Rosa, Carlos Alberto da Rocha
2010-06-01

Resumo em português As formigas do gênero Atta são pragas importantes de diversas culturas agrícolas, pastagens e reflorestamentos. Os fungos entomopatogênicos estão entre os fatores naturais de mortalidade dessas formigas e por isso apresentam potencial para serem usados no controle biológico dessa praga. O presente trabalho teve como objetivo selecionar isolados de Metarhizium anisopliae e Beauveria bassiana patogênicos a soldados de Atta bisphaerica e Atta sexdens rubropilosa em co (mais) ndições de laboratório. Para a avaliação da patogenicidade, foram utilizados oito isolados de M. anisopliae e seis de B. bassiana. O experimento foi conduzido em DIC, sendo a parcela composta por um grupo de 10 soldados por espécie de formiga, sendo utilizadas três repetições por tratamento. Para cada isolado, três grupos de soldados foram pulverizados com suspensão de 1,0 x 10(8) conídios ml-1 e mantidos em câmara úmida (25±1°C, 80±1% de UR e no escuro) sem alimentação, sendo a mortalidade verificada diariamente. Dos 14 isolados testados, quatro de M. anisopliae e quatro de B. bassiana foram patogênicos aos soldados de ambas as espécies de formigas. A virulência foi avaliada para os isolados que causaram mortalidade igual ou maior a 50%. Para cada isolado, suspensões contendo 1,0 x 10(6) a 1,0 x 10(11) conídios ml-1 foram pulverizadas sobre três grupos de 10 soldados e igualmente acondicionados como no teste de patogenicidade. A porcentagem de mortalidade foi calculada a cada 24 horas para determinação do TL50. O isolado ENA04 de M. anisopliae foi mais patogênico, causando mais de 80% de mortalidade nos primeiros três dias após a inoculação, apresentou maior capacidade de esporular nos cadáveres dos soldados e foi o mais virulento para os soldados de A. bisphaerica, com um TL50 de 1,15 dias. Todos os isolados patogênicos aos soldados de A. sexdens rubropilosa foram igualmente virulentos. Resumo em inglês The ants of the genus Atta are important pests of several crops, pastures and planted forests. The entomopathogenic fungi are among the natural mortality factors of these ants and because of that they have potential to be use in biological control of this pest. The present research aimed to select isolates of Metarhizium anisopliae and Beauveria bassiana pathogenic to soldiers of Atta sexdens rubropilosa and Atta bisphaerica under laboratory conditions. To evaluate the pa (mais) thogenicity, eight isolates of M. anisopliae and six of B. bassiana were used. The experiment was carried out in a completely randomized design, being the plots composed by a group of ten soldiers per each ant species, and three replicates per treatment. For each isolate, three groups of soldiers were sprayed with conidial suspensions containing 1.0 x 10(8) conidia ml-1, kept in moist chamber (25±1°C, 80 1% of RH in the dark) without food, and the mortality was evaluated every day. From the 14 isolates tested, four of M. anisopliae and four of B. bassiana were pathogenic to soldiers of the both ant species. The virulence was evaluated to the isolates that caused mortality equal or higher than 50%. For each isolate, suspensions containing 1.0 x 10(6) to 1.0 x 10(11) conidia ml-1 were sprayed on three groups of ten soldiers, and equally kept as on the pathogenicity test. The mortality percentage was calculated each 24 hours for determining TL50. The isolate ENA04 of M. anisopliae was the most pathogenic, causing more than 80% of mortality in the first three days after inoculation, showed higher capacity of spore production on ant cadavers, and was the most virulent to the soldiers of A. bisphaerica, with a TL50 of 1.15 days. All pathogenic isolates of A. sexdens rubropilosa soldiers were equally virulent.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

82

Variabilidade patogênica e efeito de carboidratos no crescimento micelial, esporulação e agressividade de Colletotrichum gloeosporioides da pupunheira/ Pathogenic variability and effect of carbohydrates on mycelial growth, sporulation and aggressiveness of Colletotrichum gloeosporioides from peach palm

Mafacioli, Rudimar; Tessmann, Dauri José; Santos, Álvaro Figueredo dos; Vida, João Batista
2008-02-01

Resumo em português A agressividade de 17 isolados de Colletotrichum gloeosporioides associados à antracnose em folhas da pupunheira (Bactris gasipaes), oriundos de estados no Norte, Sudeste e Sul do Brasil, foi avaliada através de bioensaio com folhas de pupunheira destacadas, em três estágios de desenvolvimento: jovem, intermediária e completamente expandida. Diferenças significativas na agressividade dos isolados foram verificadas apenas em folhas completamente expandidas e intermed (mais) iárias. O emprego de diferentes carboidratos, tais como glicose, maltose ou amido, em suplemento ao meio batata-ágar, influenciou o crescimento micelial e a esporulação de alguns isolados. A agressividade de dois isolados, dentre cinco isolados testados, foi significativamente maior quando os conídios foram produzidos no meio de cultura com amido, em relação aos meios com glicose e maltose. Resumo em inglês The aggressiveness of 17 Colletotrichum gloeosporioides isolates associated with anthracnose on leaves of peach palm (Bactris gasiapes) from Northern, Southeastern and Southern States of Brazil was evaluated through a bioassay using detached leaves of peach palm, at three stages: young, intermediate and fully expanded leaves. Differences on aggressiveness among isolates were significant only on fully expanded and intermediate leaves. Different sources of carbohydrates suc (mais) h as glucose, maltose and starch, added to potato-agar medium affected mycelial growth and sporulation of some isolates. Among five isolates tested, only two had their aggressiveness increased when conidia were produced on potato-agar medium supplemented with starch.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

83

Podridão por Fusicoccum em mangas submetidas a baixas doses de radiação gama/ Fusicoccum rot in mangoes submitted to low doses of gamma irradiation

Santos, Alice Maria Gonçalves; Oliveira, Sônia Maria Alves de; Silva, Josenilda Maria da; Terao, Daniel
2010-10-01

Resumo em português O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da radiação gama em doses baixas no controle pós-colheita da podridão por Fusicoccum em manga 'Tommy Atkins', bem como avaliar o efeito desse método sobre as características físico-químicas da fruta. Frutos aparentemente livres de doenças no estádio de maturação 1,5 foram inoculados com 10 μL de suspensão de Fusicoccum parvum a 10(6) conídios mL-1. Após a inoculação, os frutos foram irradiados com as dos (mais) es de 0,24, 0,35 e 0,45 kGy e armazenados a 13ºC, durante 15 dias, seguidos de mais seis dias em temperatura ambiente, a 25ºC. A dose mais alta de radiação gama foi eficiente em retardar o desenvolvimento da doença em razão do atraso causado na maturação das frutas. Não houve efeito significativo da radiação sobre as características físico-químicas das frutas. Os frutos mantiveram características ideais para comercialização, mesmo após o armazenamento refrigerado, com a presença de filme plástico, por 15 dias. Resumo em inglês This study aimed to evaluate the effect of gamma irradiation in low doses on the postharvest control of 'Tommy Atkins' mango rot caused by Fusicoccum, and to evaluate the effect of this method on the physicochemical characteristics of the fruit. Fruits in ripening stage 1,5 and apparently free of disease were inoculated with 10 μL of a Fusicoccum parvum suspension at 10(6) conidia mL-1. They were gamma irradiated with the doses 0.24, 0.35 and 0.45 kGy, and stored und (mais) er 13°C for 15 days, followed by a further six days at room temperature, 25°C. The higher dose of gamma radiation was effective in delaying the disease development due to fruit delayed maturation. No significant effect of radiation was observed on fruit physicochemical characteristics. Fruit maintained ideal commercialization features even after cold storage, in the presence of plastic film, for 15 days.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

84

Meio semiseletivo para recuperação e quantificação de Cryptosporiopsis perennans em maçãs/ Semi-selective medium for recovery and quantification of Cryptosporiopsis perennans from apple fruits

Spolti, Piérri; Valdebenito-Sanhueza, Rosa Maria; Del Ponte, Emerson Medeiros
2010-03-01

Resumo em português A podridão "olho de boi", causada pelo fungo Cryptosporiopsis perennans, é uma das doenças de pós-colheita da macieira mais importantes no Brasil. Os objetivos deste trabalho foram desenvolver e avaliar um meio semiseletivo para a recuperação e mensuração da população epífita de C. perennans em maçãs "Fuji". A suplementação de BDA com tetraciclina, nistatina e iprodiona, nas respectivas concentrações de 12,5; 1 e 1µg p.a mL-1, proporcionou o desenvolvime (mais) nto de colônias de C. perennans estatisticamente igual (P>0,05) ao observado no meio BDA. Em condições de infecção natural e em amostras pré-inoculadas com C. perennans, o meio semiseletivo permitiu detectar e quantificar a população do fungo na superfície dos frutos, além de ter inibido o crescimento de fungos leveduriformes, dematiáceos e leveduras. Em lavagens de frutos previamente inoculados, o número de conídios recuperados com o meio semiseletivo apresentou correlação (r=0,88; P Resumo em inglês Bull's eye rot, caused by Cryptosporiopsis perennans, is one of the most important apple's posharvest diseases in Brazil. The aim of this research was to develop and evaluate a semi-selective media to recovery and quantification of the epiphytic population of C. perennans on the apple fruit surface. A PDA medium amended with tetracycline, nistatine and iprodione in concentrations of 12.5; 1 and 1µg i.a.mL-1, respectively, allowed the development of C. perennans colonies (mais) statistically similar (P>0.05) to those in PDA media. Nistatine concentrations higher than 1µg.mL-1 inhibited the growth of the pathogen. Under natural infection conditions and pre-inoculation with C. perennans, the media allowed the detection and quantification of the fungal population on the fruit surface without affecting C. perennans development. Number of conidia observed in pre-inoculated fruits was correlated (r=0.88; P

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

85

Determinação da variabilidade em isolados de Colletotrichum lindemuthianum por meio de marcadores morfológicos e culturais/ Determination of variability in isolates of Colletotrichum lindemuthianum based on morphological and cultural markers

Souza, Breno Oliveira de; Souza, Elaine Aparecida de; Mendes-Costa, Maria Cristina
2007-08-01

Resumo em português Colletotrichum lindemuthianum (teleomorfo Glomerella cingulata f. sp. phaseoli) apresenta ampla variabilidade genética, demonstrada por suas características morfológicas. Com este trabalho, objetivou-se caracterizar, por meio de marcadores morfológicos, diferentes isolados de C. lindemuthianum e identificar marcadores morfológicos com uso potencial em análises genéticas. Foram avaliados os seguintes caracteres morfológicos e culturais: cor e textura das colônias, (mais) compatibilidade vegetativa e sexual, índice de velocidade de crescimento micelial (IVCM), diâmetro colonial (DC), capacidade de esporulação (CE), dimensões e formas conidiais, dimensões dos ascósporos, formação de estruturas reprodutivas e formação de anastomoses entre hifas e conídios. Os resultados obtidos demonstraram que os isolados de C. lindemuthianum possuem ampla variabilidade genética para todas as características avaliadas e que a forma do conídio pode ser usada como marcador morfológico em análises genéticas. Resumo em inglês Colletotrichum lindemuthianum (teleomorfo Glomerella cingulata f. sp. phaseoli) presents wide genetic variability, demonstrated by its morphological traits. The objective of this study was to characterize morphological markers in different isolates of C. lindemuthianum and, to identify useful morphological markers in genetic analyses. The following morphological and cultural traits were evaluated: color and texture of the colonies, vegetative and sexual compatibility, mic (mais) elial growth index (MGI), colonial diameter (CD), esporulation capacity (EC), conidia dimensions and form, ascospores dimensions and formation of reproductive structures. The data showed wide genetic variability for all traits and that conidial form can be used as morphological marker in genetic analysis.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

86

Descritores bioquímicos em cultivares de algodoeiro em resposta à inoculação com Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides/ Biochemical descriptors of cotton cultivars in response to Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides

Silva, Fabiana A.C; Santos, Roseane C. dos; Azevedo Neto, André de; Granja, Manuela M.C; Souza, Claudia C. F. de; Melo Filho, Péricles A
2010-04-01

Resumo em português Cinco descritores bioquímicos foram avaliados em algodoeiro infectados com o fungo causador da ramulose visando detectar respostas associadas à infecção. Sementes de quatro cultivares com diferentes níveis de resistência à doença foram semeadas em vasos plásticos, em casa de vegetação. Vinte dias após a emergência, as plântulas foram inoculadas com uma suspensão de 1 x 10(6) conídios/mL de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides. Folhas foram coleta (mais) das aos 3, 15 e 30 dias após a inoculação e utilizadas para determinação de prolina livre, catalase, peroxidase, carboidratos solúveis e proteínas totais. Verificou-se que os teores de prolina livre, peroxidase e catalase foram discriminadores na reação de plantas infectadas. Estes descritores apresentaram rápida resposta nos primeiros dias após a infecção das plantas, sendo mais expressivo na cv. resistente BRS Antares. Os descritores prolina livre e catalase podem ser utilizados como ferramentas auxiliares na identificação de cultivares resistentes à ramulose nos programas de melhoramento da cultura do algodão. Resumo em inglês Five biochemical descriptors were assessed in cotton plants infected with the ramulosis-causing fungus in order to detect differences associated with the infection. Seeds from four cotton cultivars with different levels of resistance were sown in plastic containers in greenhouse conditions. At 20 days after emergence, plants were inoculated with a suspension at 1 x 10(6) conidia/mL of Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides. Leaves were collected at 3, 15 and 30 da (mais) ys after inoculation and free proline, catalase, peroxidase, soluble carbohydrates and total proteins were determined. Proline, peroxidase and catalase levels discriminated the reaction of infected plants. These descriptors changed soon after infection and the change was more evident in the resistant BRS Antares variety. Free proline and catalase descriptors can be used in the identification of ramulosis-resistant cultivars in cotton breeding programs.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

87

Ação do fungo Metarhizium anisopliae sobre desenvolvimento do díptero Muscina stabulans em laboratório/ Action of Metarhizium anisopliae fungi over the development of Muscina stabulans dipteran in laboratory

Zimmer, C.R.; Cárcamo, M.C.; Ribeiro, P.B.; Nascimento, J.S.
2010-10-01

Resumo em português Avaliou-se o desenvolvimento de Muscina stabulans (Diptera, Muscidae) após exposição ao fungo Metarhizium anisopliae (isolado CG34), sob condições de laboratório. Suspensões de esporos foram preparadas nas concentrações de 10(5), 10(6), 10(7) e 10(8)conídeos/mL-1. Noventa larvas pós-alimentar por tratamento, distribuídas em cinco tratamentos e três repetições, foram mergulhadas por um segundo nas respectivas suspensões, transferidas para placas de Petri co (mais) m papel filtro umedecido e mantidas em estufa BOD à temperatura de 25ºC, umidade relativa de 80% e fotoperíodo de 12:12 horas até a emergência dos adultos. Foram avaliados a taxa de mortalidade pupal e o período de desenvolvimento pupal. As larvas apresentaram suscetibilidade à ação de M. anisopliae em diferentes concentrações. A mortalidade pupal assim como o tempo de desenvolvimento das pupas (de 8,8 a 10 dias) aumentaram conforme o aumento da concentração de conídios (de zero a 47%). A aplicação de M. anisopliae nesta fase do ciclo biológico comprometeu o desenvolvimento de M. stabulans e interferiu no controle natural de pragas que se desenvolvem no mesmo ambiente. Resumo em inglês The development of Muscina stabulans (Diptera, Muscidae) after exposure to Metarhizium anisopliae (CG34 isolated) fungi under laboratory conditions was evaluated. Suspensions of spores were prepared in concentrations of 10(5), 10(6), 10(7), and 10(8)conidia/mL-1. Ninety postfeeding larvae per treatment, divided into five treatments and three repetitions, were dived for one second in the respective suspensions, and transferred to Petri dishes with humidified filter paper a (mais) nd maintained in BOD at 25 ºC with 80% relative humidity and a 12:12h photoperiod, until the emergency of adults. The rate of pupal mortality and the period of pupal development were evaluated. The larvae showed susceptibility to the action of M. anisopliae in different levels of concentration. The pupal mortality increased accordingly to the increase in the conidia concentration (from zero to 47%), as well as prolonged the time of development of the pupae (from 8.8 to 10 days). The application of M. anisopliae in this phase of the biological cycle compromised the development of M. stabulans and interfered in the natural control of pests that develop in the same environment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

88

Atividade do óleo de Eucalyptus citriodora e Azadirachta indica no controle de Colletotrichum acutatum em morangueiro/ Eucalyptus citriodora and Azadirachta indica oil activity in the control of Colletotrichum acutatum, in strawberry crop

Dias-Arieira, Cláudia Regina; Ferreira, Lucas da Rocha; Arieira, Jailson de Oliveira; Miguel, Edenilson Gonçalves; Donega, Mateus Augusto; Ribeiro, Regina Cássia Ferreira
2010-09-01

Resumo em português A flor-preta é uma das doenças mais importantes do morangueiro e a busca por alternativas de controle tem sido uma constante, principalmente em áreas de cultivo orgânico. Assim, objetivou-se avaliar a eficiência, in vitro e in vivo, dos óleos de Eucalyptus citriodora e Azadirachta indica no controle de Colletotrichum acutatum em morangueiro. No experimento in vitro determinou-se a inibição do crescimento micelial quando o fungo foi submetido aos extratos nas conce (mais) ntrações de 0; 0,25; 0,5; 1,0 e 1,5%. No campo, avaliou-se o controle da doença com a aplicação dos óleos nas concentrações de 0, 0,5 e 1,0%, pulverizados em intervalos de 7, 15 e 30 dias, em plantas inoculadas com suspensão de 10(6) conídios/mL. As avaliações foram realizadas semanalmente, observando-se a ocorrência e tamanho de lesões no pedúnculo e nos frutos, abortamento floral, produtividade, e ocorrência natural da doença. In vitro todos os tratamentos apresentaram redução significativa do crescimento micelial do fungo quando comparados ao controle. No campo, apenas o óleo de nim apresentou efeito significativo, reduzindo o abortamento floral e a ocorrência de frutos doentes advindos de flores inoculadas. Porém, maior ocorrência natural de doença foi observada quando a dosagem de 1,0% foi aplicada semanalmente. Resumo em inglês Anthracnose is one of the most important diseases in strawberry crop, and the search for control alternatives has been frequent, especially in organic cultivation areas. Thus, the present study aimed to evaluate the in vitro and in vivo efficiency of Eucaliptus citriodora and Azadirachta indica oil on the control of Colletotrichum acutatum in strawberry. In the in vitro experiment, mycelial growth inhibition was determined when the fungus was subjected to extracts at the (mais) following concentrations: 0; 0.25; 0.5; 1.0; and 1.5%. In the field, the disease control was evaluated through oil spraying at 0, 0.5 and 1.0% concentrations at intervals of seven, fifteen and thirty days, in plants inoculated with 10(6) conidia/mL suspension. Evaluations were weekly performed, and parameters such as occurrences and size of lesions in the peduncle and in the fruits, flower abortion, productivity, and natural disease occurrences were observed. In vitro, all treatments showed significant reduction in the mycelial growth relative to control. In the field, only neem oil had a significant effect decreasing flower abortion and the occurrences of sick fruits originated from inoculated flowers. However, natural disease occurrence was higher when 1.0% was weekly sprayed.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

89

Interação entre Colletotrichum gloeosporioides e ecótipos de pinha/ Interaction between Colletotrichum gloeosporioides and ecotypes of sugar apple

López, Ana Maria Queijeiro; Pereira, Danielle dos Santos Tavares
2010-01-01

Resumo em português A produção brasileira de pinha (Annona squamosa L.) predomina no Nordeste, sendo afetada pela antracnose causada por Colletotrichum gloeosporioides. Este estudo avaliou: 1) as taxas de crescimento micelial e conidiação, dimensões de conídios e produção de amilase, xilanase, pectinases e protease por isolado desse fungo de lesões de abacate (Persea americana Mill), em diferentes meios; 2) as porcentagens de germinação e formação de apressórios do mesmo sobre (mais) folhas jovens de pinha; 3) as alterações in vivo nos teores de proteínas, fenóis e carboidratos solúveis totais, antes e após a inoculação. Folhas jovens de plântulas de dois ecótipos de pinha (PI e CT) foram destacadas, submetidas à inoculação e incubadas ou para sua extração (0 e 36 horas após), ou para seu clareamento (0, 12, 18, 24, 30, 36, 42 e 46 horas após), coloração e análise ao microscópio. Particionou-se cada extrato contra hexano, e a fração polar foi concentrada e resolubilizada para determinação dos parâmetros bioquímicos mencionados. Verificou-se maior esporulação do isolado fúngico em meio Mathur, e este produziu todas as enzimas ensaiadas in vitro. In vivo, este foi mais agressivo ao ecótipo PI, mas verificou-se ca. de 80% de germinação e 50% de formação de apressórios após 24 e 30 horas de incubação respectivamente sobre os ecótipos PI e CT. Os teores de proteínas, glicídeos redutores e fenóis totais dos extratos de CT foram mais elevados 36 horas após a inoculação, enquanto apenas uma ligeira elevação no conteúdo de fenóis foi constatada nos extratos de PI. Resumo em inglês The Brazilian production of sugar-apple (Annona squamosa L.) predominates in the Northeast, being affected by anthracnose caused by Colletotrichum gloeosporioides. This study evaluated:1) the rates of micelial growth, conidiation, size of conidia and production of amylase, xylanase, protease and pectinases by the fungus isolated from lesions of avocado (Persea americana Mill), in different media; 2) the percentage of its germination and formation of appressoria on the you (mais) ng leaves of sugar apple; 3) the in vivo changes in levels of total proteins, phenols and soluble carbohydrates, before and after inoculation. Young leaves of two different ecotypes of sugar apple (PI and CT) were detached, inoculated and incubated either for their extraction (after 0 and 36 hours), or for its clearing (after 12, 18, 24, 30, 36, 42 and 46 hours), staining and analysis under the microscope. Each extract was partitioned against hexane, and the polar fraction was concentrated and re-solubilized for determination of biochemical parameters above mentioned. It was observed a higher sporulation of the fungal isolate in Mathur's medium, and it has produced all the enzymes tested in vitro. In vivo, this was more aggressive on the ecotype PI. There was ca. 80% germination and 50% of appressoria formation of the same after 24 and 30 hours of incubation on the ecotypes PI and CT respectively. The levels of total proteins, phenols and reducing glycids in extracts of CT were higher at 36 hours after inoculation, while only a slight increase in phenolic content was detected in extracts of PI.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

90

Patogenicidade de Alternaria cichorii sobre espécies da família Asteraceae no Brasil/ Pathogenicity of Alternaria cichorii in species of the family Asteraceae

Lima, Milton L. Paz; Reis, Ailton; Lopes, Carlos A.
2003-12-01

Resumo em português Em 2001, plantas de chicória (Cichorium endivia) originárias do município de Catalão-GO apresentando sintomas de manchas e queima foliar foram recebidas na Clínica Fitopatológica da Embrapa Hortaliças (CNPH). Tecidos submetidos à câmara úmida produziram esporulação fúngica, de onde foi obtida cultura monospórica em BDA + cloranfenicol. Para o teste de patogenecidade, o fungo foi multiplicado em meio de cultura suco de tomate ágar (ST) e inoculado em plantas (mais) de chicória da cultivar comercial AG-3804, em casa-de-vegetação. Após dez dias de incubação, verificou-se nas plantas inoculadas a presença de sintomas, semelhantes àqueles observados inicialmente. O patógeno foi reisolado a partir destas lesões, completando os postulados de Koch. Em seguida, visando testar a possibilidade deste patógeno infetar outras plantas da família Asteraceae, conídios produzidos em ST e atomizados em plantas de alface (Lactuca sativa) (três variedades), almeirão (Cichorium intybus) (duas variedades), Catalonha (Cichorium intybus) folha fina, serralha (Sonchus oleraceus) e uma outra variedade de chicória. Houve infecção em todas as plantas inoculadas, sendo que os sintomas variaram nas espécies e nas variedades testadas. Em chicória os sintomas surgiram mais cedo e se desenvolveram rapidamente. O fungo foi caracterizado morfológica e morfometricamente permitindo identificá-lo como sendo Alternaria cichorii. Não se encontra registro desta espécie de Alternaria infetando plantas da família Asteraceae no Brasil. Neste trabalho relata-se pela primeira vez, a ocorrência de A. cichorii infetando chicória no Brasil e o potencial deste fungo como patógeno de outras espécies da família Asteraceae. Resumo em inglês Endive plants (Cichorium endivia) from Catalão city, in the state of Goiás, Brazil that presented leaf spots, were examined in 2001 at the Embrapa Hortaliças (Embrapa Research Center for Vegetable Crops), Plant Disease Clinic. A single spore culture of a fungus of the genus Alternaria was obtained in PDA. The isolate was cultivated on tomato juice agar and conidia was used for inoculating endive plants (10(5) conidia/ml) under greenhouse conditions. After incubation (t (mais) en days) symptoms similar to the ones originally observed were detected on the inoculated plants. The fungus was reisolated from those plants and Koch's postulates were carried out. The Pathogenicity of the fungus was also tested on other plants from the Asteraceae family such as lettuce (Lactuca sativa) (three cultivars), chicory (two cultivars), Catalonha (Cichorium intybus), annual sowthistle (Sonchus oleraceus) (weed species) and endive (control). The fungus infected all inoculated plants, but disease symptoms varied on each one. Symptoms started sooner and developed much more rapidly on endive plants. The pathogen was characterized morphologically and morphometrically and identified as Alternaria cichorii. Another Alternaria species (A. sonchi) was reported on endive in the States of São Paulo and Minas Gerais. This paper reports for the first time an occurrence of A. cichorii as a pathogen of endive in Brazil and discusses the possibility of infection in other Asteraceae plants.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

91

Contribuição ao estudo das atividades antifúngica e elicitora de fitoalexinas em sorgo e soja por eucalipto (Eucalyptus citriodora)/ Contribution for the study of antifungal and phytoalexins elicitors in sorghum and soybean activities by eucalyptus (Eucalyptus citriodora)

Bonaldo, Solange Maria; Schwan-Estrada, Kátia Regina Freitas; Stangarlin, José Renato; Cruz, Maria Eugênia Silva; Fiori-tutida, Ana Cristina Grade
2007-12-01

Resumo em português Compostos secundários presentes em plantas medicinais desempenham funções importantes em interações planta-patógeno, por ação antimicrobiana direta ou induzindo a síntese de mecanismos de defesa em outras plantas. Para verificar o efeito fungitóxico do eucalipto sobre o crescimento micelial de Rhizoctonia solani, Sclerotium rolfsii, Phytophthora sp, Alternaria alternata e Colletotrichum sublineolum, o extrato bruto (EB) foi incorporado ao BDA e o óleo essencial (mais) (OE) foi distribuído na superfície do meio com alça de Drigalski. A germinação de esporos de C. sublineolum também foi avaliada na presença de diferentes alíquotas de OE. Para verificar a indução de fitoalexinas, mesocótilos de sorgo foram aspergidos com EB a 20% ou então, mergulhados em suspensões do OE. Para a indução de gliceolina, 20 µL do EB foram colocados em cotilédones de soja. A presença de compostos fungitóxicos no OE e EB através da cromatografia de camada delgada também foi avaliada. Os resultados evidenciaram inibição do crescimento micelial dos fungos para concentrações do EB acima de 20%. Todas as alíquotas do óleo inibiram o crescimento micelial dos fungos testados, com exceção de R. solani cuja inibição ocorreu para alíquotas acima de 20µL. Houve inibição de 100% na germinação dos conídios para todas as alíquotas do OE testadas na primeira metodologia, porém, na segunda metodologia o OE não promoveu inibição da germinação de esporos. Entretanto, foram observadas alterações na morfologia dos tubos germinativos e inibição da formação de apressórios. Observou-se a presença de apenas uma fração fungitóxica no OE, e o EB não apresentou frações fungitóxicas. Houve a produção de fitoalexinas apenas em mesocótilos de sorgo tratados com o EB. Resumo em inglês Secondary compounds found in medicinal plants play important role in plant-pathogen interactions by having direct antimicrobian effect on them or inducing the defense mechanisms on defense of other plants. To verify the fungi toxic effect of the eucalyptus on the micelial growth of Rhizoctonia solani, Sclerotium rolfsii, Phytophthora sp, Alternaria alternata and Colletotrichum sublineolum, the crude extract (CE) was incorporate to PDA and the essential oil (EO) and distri (mais) buted in the surface of the middle with Drigalski loop. Germination of spores of C. sublineolum was also evaluated in the presence of different brackets of EO using two methodologies. In order to verify the induction phytoalexins sorghum mesocotyls were asperged with CE to 20% or then dived in suspensions of EO. For the gliceolin induction, 20 µL of CE were put in cotyledons soybean. The presence of fungitoxic compounds in EO and CE through the thin layer chromatography was also evaluated. The results evidenced inhibition of the fungus micelial growth for concentrations of CE above 20%. All of the aliquots of the oil inhibited micelial growth micelial fungi, except for R. solani whose inhibition happened for aliquots above 20µL. There was inhibition of 100% in conidia germination for all of the aliquots of EO tested in the first methodology. However, in the second methodology EO did not promote inhibition of conidia germination. It was observed the presence of one fraction fungitoxic in EO, and CE did not present fungitoxic fractions. There was the phytoalexins production just in sorghum mesocotyls treated with CE.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

92

Controle alternativo de Colletotrichum acutatum agente causal da queda prematura dos frutos cítricos/ Alternative control of Colletotrichum acutatum, causal agent of postbloom fruit drop of citrus

Kupper, Katia Cristina; Bellotte, José Antonio Miranda; Goes, Antonio de
2009-12-01

Resumo em português A queda prematura dos frutos cítricos (QPFC), causada por Colletotrichum acutatum, dados os grandes prejuízos que têm causado aos produtores, constitui-se numa doença de grande importância econômica. O controle da doença é feito predominantemente mediante uso de fungicidas, que eleva o custo de produção e afeta negativamente o meio ambiente. Diante disso, este trabalho teve por objetivo buscar um método alternativo de controle da QPFC, mediante o uso de agentes (mais) de biocontrole ou de biofertilizantes. Diferentes concentrações de biofertilizantes (originários de duas fontes distintas e denominados de Bio1 e Bio 2); três isolados de Bacillus subtilis (ACB-69; 72 e 77) e três isolados de Trichoderma spp. (ACB-14; 37 e 39) foram testados, isoladamente ou em combinação, sob condições de laboratório, quanto à capacidade inibitória da germinação de conídios de C. acutatum. Estudaram-se, ainda, a produção de metabólitos termoestáveis por B. subtilis e o efeito sobre a germinação do patógeno. Quinze isolados de B. subtilis foram testados quanto à capacidade de prevenir a infecção por C. acutatum em flores destacadas de lima- ácida 'Tahiti' e, no campo, foram instalados dois experimentos, visando a testar ACBs e biofertilizantes no controle da doença. Verificou-se que o isolado ACB-72 (B. subtilis) e ACB-37 (T. pseudokoningii) foram os que mais inibiram a germinação do patógeno. Quanto à produção de metabólitos termoestáveis, ACB-69 e 77 foram os mais eficientes em produzir substâncias antifúngicas, e em quantidades suficientes para inibirem a germinação do patógeno. A mistura dos quatro isolados de Bacillus (ACBs: 69; 72; 77 e AP3) foi o que apresentou maior porcentagem de inibição (73%). Os biofertilizantes (Bio1 e Bio2), em concentrações acima de 10% e, quando em associação com isolados de Trichoderma spp., promoveram maiores inibições na germinação de C. acutatum. Em testes com flores destacadas, verificou-se que, onde foram aplicados os ACBs 69; 76; 74 e 77, as porcentagens de pétalas sem sintomas de infecção por C. acutatum foram de 83; 92; 92 e 97%, respectivamente. Mediante avaliações a campo, verificou-se a potencialidade de B. subtilis e de biofertilizantes em controlar a doença. Resumo em inglês Postbloom Fruit Drop of Citrus (PDF), caused by Colletotrichum acutatum, has caused losses to citrus producers and therefore it is economically very important. This disease is generally controlled by fungicide sprayings, which increase the production cost, and affects the environment. Thus, this work aimed at developing an alternative control method through the use of biocontrol agents, or biofertilizers. Different concentrations of biofertilizers (from two distinct sourc (mais) es and named Bio1 and Bio2), three strains of Bacillus subitlis (BCA-69, 72 and 77) and three isolates of Trichoderma spp. (BCA-14, 37 and 39) were tested, in vitro, alone or in combination, for the inhibitory capacity of conidia germination of C. acutatum. It was studied the production of thermo-stable metabolites by B. subtilis and their effect on the germination of C. acutatum conidia. Under in vivo conditions, 15 isolates of B. subtilis were tested for the ability to prevent C. acutatum infection on 'Tahiti' lime detached flowers and in the field, where two experiments were installed, for testing the BCA and biofertilizers in the control of the disease. It was found that the isolate BCA-72 (B. subtilis) and BCA-37 (T. pseudokoningii) were the most efficient in inhibiting conidia germination. BCA69 and BCA-77 were the most effective in producing anti-fungal substances, and in quantities sufficient to inhibit the germination of C. acutatum. The mixture of four strains of Bacillus (BCA: 69, 72, 77 and AP3) presented the highest percentage of inhibition (73%). Regarding the use of biofertilizers (Bio1 and Bio2), it was observed that concentrations above 10% of the product, when combined with the strains of Trichoderma spp. decreased the pathogen germination. The experiments with detached flowers showed that the flowers where the BCA: 69, 76, 74 and 77 were applied presented 83, 92, 92 and 97% respectively, of the petals without symptoms of infection by C. acutatum. Field tests showed the potential of B. subtilis and biofertilizers in controlling the disease.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

93

Ocorrência do fungo entomopatogênico Isaria javanica (Frieder. & Bally) Samson & Hywell-Jones (Fungi, Sordariomycetes) em lagartas de Lonomia obliqua Walker (Lepidoptera, Saturniidae, Hemileucinae)/ Occurrence of the entomopathogenic fungus Isaria javanica (Frieder. & Bally) Samson & Hywell-Jones (Fungi, Sordariomycetes) infecting Lonomia obliqua Walker (Lepidoptera, Saturniidae, Hemileucinae) caterpillars

Specht, Alexandre; Azevedo, João Lúcio; Lima, Elza Áurea de Luna Alves; Boldo, Juliano Tomazzoni; Martins, Mayra Kassawara; Lorini, Lisete Maria; Barros, Neiva Monteiro
2009-01-01

Resumo em português Este fungo foi isolado pela primeira vez de lagartas de L. obliqua de uma agregação em plátano (Platanus acerifolia (Aiton) Wild - Platanaceae), em Bento Gonçalves, RS, Brasil. Após isolamento, purificação e caracterização, realizou-se um teste de patogenicidade com lagartas sadias de L. obliqua para corroborar, sua infectividade pelo postulado de Koch. Constatou-se correspondência morfológica e molecular entre o inóculo e o reisolado, comprovando sua patogenicidade a L. obliqua. Resumo em inglês It is recorded for the first time the occurrence of the entomopathogenic fungus Isaria javanica (Frieder. & Bally) Samson & Hywell-Jones (Fungi: Sordariomycetes) infecting Lonomia obliqua Walker (Lepidoptera: Saturniidae: Hemileucinae) caterpillars. This fungus was isolated from L. obliqua individuals collected from Platanus acerifolia (Aiton) Wild- Platanaceae in Rio Grande do Sul state, Brazil. After isolation, purification and characterization, fungal conidia were inoc (mais) ulated on healthy L. obliqua caterpillars and from dead caterpillars the fungal isolates were again obtained. New isolates and the original isolate did not differ when compared by morphological and molecular tests.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

94

Ocorrência de queima das folhas causada por Phomopsis sp. em Aroeira no Distrito Federal/ Occurrence of leaf blight caused by Phomopsis sp. on aroeira in Federal District, Brazil

ANJOS, JOSÉ R. N.; CHARCHAR, MARIA J. A.; GUIMARÃES, DANIEL P.
2001-09-01

Resumo em português O fungo Phomopsis sp. foi consistentemente isolado de plantas de aroeira (Myracrodruon urundeuva.) com sintomas de queima nas folhas, no Distrito Federal, em 1999. Testes de patogenicidade em casa de vegetação confirmaram Phomopsis sp. como o agente etiológico da doença. Dezesseis, de 20 outras espécies vegetais inoculadas em condições similares, também foram suscetíveis ao fungo. Resumo em inglês The fungus Phomopsis sp. was consistently isolated from blighted leaves of aroeira trees (Myracrodruon urundeuva) in Federal District, Brazil, in 1999. Pathogenicity tests on aroeira seedlings under greenhouse conditions have confirmed the fungus as the causal organism of the disease. Symptoms of leaf blight appeared six to eight days after inoculation. The alpha conidia of the pathogen were 5,3-7,8 x 2,0-2,7 µm, hyaline, ellipsoid to ovoid, and the beta conidia were 17,5-.27,5 x 0,5 µm, filiform, mostly curved and hyaline.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

95

Método para preservação da viabilidade e atividade antagônica de Trichoderma stromaticum , agente de biocontrole da vassoura-de-bruxa do cacaueiro/ Method for preservation of viability and antagonic activity of Trichoderma stromaticum, biocontrol agent of witches´broom disease of cocoa

Bastos, Cleber Novais
2008-09-01

Resumo em português Avaliou-se a viabilidade da massa esporógena de Trichoderma stromaticum, através do crescimento micelial em meio de cultivo e a atividade antagônica (parasitária) em vassouras secas de cacaueiro, após a preservação de quatro isolados (Ts1606, Ts3107, Ts0108, Ts2705) do antagonista por quatro anos em fragmentos de vassoura secas, acondicionados em tubos de ensaio e mantidos em refrigerador com temperatura aproximada de 5 °C. Todos os isolados preservados apresentar (mais) am-se viáveis, com crescimento e esporulação normais e continuavam antagônicos a Crinipellis perniciosa. Os resultados obtidos indicam a eficiência do método, que é capaz de manter os isolados de T. stromaticum viáveis por longos períodos de tempo, preservando características morfológicas, fisiológicas e antagônicas. Resumo em inglês After four years of preservation by using dried cocoa brooms in fridge at 5 °C, the viability of four isolates (Ts1606, Ts3107, Ts0108, Ts2705) of Trichoderma stromaticum was evaluated based on germination of conidia, mycelium growth in a culture medium and antagonistic activity on dry cocoa brooms. All the isolates preserved maintained viability, showing normal growth, sporulation and antagonistic activity against Crinipellis perniciosa.. These results indicate the effi (mais) cience of the method for the long term preservation of T. stromaticum, maintaining their morphological, physiological, and antagonistic characteristics.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

96

Eficiência de Metarhizium anisopliae (Metsch.) no controle de Mahanarva fimbriolata (Stål) (Hemiptera: Cercopidae) em cana-de-açúcar/ Efficiency of Metarhizium anisopliae (Metsch.) on sugarcane root froghopper Mahanarva fimbriolata (Stål) (Hemiptera: Cercopidae)

Dinardo-Miranda, Leila L.; Vasconcelos, Antônio C.M.; Ferreira, José M.G.; Garcia Jr., Carlos A.; Coelho, Álvaro L.; Gil, Marcelo A.
2004-12-01

Resumo em português Avaliou-se a eficiência de isolados do fungo Metarhizium anisopliae no controle da cigarrinha-das-raízes em cana-de-açúcar, aplicados em quatro doses, uma ou duas vezes ao longo do período de ocorrência da praga. Os ensaios foram conduzidos em três municípios do estado de São Paulo: Guaíra, Iracemápolis e Tarumã. Somente no ensaio conduzido em Tarumã, o fungo mostrou-se eficiente no controle da cigarrinha-das-raízes, reduzindo as populações em até 91,2%, (mais) quando aplicado em duas ocasiões, utilizando em cada uma a dose de 1kg/ha de arroz esporulado, na concentração aproximada de 9.10(8)conídeos/g de arroz. A eficiência do fungo em Tarumã foi atribuída às temperaturas mais amenas da região, permitindo o desenvolvimento do ciclo das relações parasito/hospedeiro. Resumo em inglês The efficiency of isolates of the fungus Metarhizium anisopliae was evaluated on sugarcane root froghopper, applied at four doses, once or twice during the pest infestation period. The experiments were carried out in three São Paulo State regions: Guaíra, Iracemápolis and Tarumã. Only in the experiment conducted at Tarumã, the fungus was efficient for root froghopper control, reducing the pest population in 91.2%, when it was applied twice, using in each application (mais) the conidia obtained on 1 kg/ha of rice (9.10(8) conidia/g of rice). The fungus efficiency in Tarumã was attributed to the lower temperatures, favoring the development of the cycle of the relation parasite/host.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

97

Eficiência da disseminação aérea em Pyricularia grisea/ Efficiency of aerial dissemination of Pyricularia grisea

Urashima, Alfredo Seiiti; Leite, Sabrina Ferreira; Galbieri, Rafael
2007-09-01

Resumo em português Pyricularia grisea (teleomorfa Magnaporthe grisea) é um patógeno que infecta mais de 80 gramíneas. No Brasil ataca importantes culturas como arroz e trigo, causando a brusone. Mais recentemente foi reportada na triticale, cultura alternativa para os produtores de trigo no sul do estado de São Paulo. Um dos principais meios de disseminação da doença é a dispersão aérea embora pouca informação esteja disponível sobre a distância que esses esporos podem atingir (mais) a partir de uma determinada fonte de inóculo. O presente trabalho teve o objetivo de avaliar a capacidade de disseminação de P. grisea a partir de um foco inicial, empregando ferramentas moleculares. A presença de clones do patógeno em campos distantes 4, 30 e 1000 metros a partir de um campo infectado sugere que esporos de um determinado foco podem atingir pelo menos essas distâncias. Resumo em inglês Pyricularia grisea (teleomorph Magnaporthe grisea) infects more than 80 gramineous plants. In Brazil, it attacks important crops like rice and wheat causing blast disease. Recently the disease was reported in triticale, an alternative crop to wheat producers in Southern São Paulo state. Airborne conidia are one of the most important way of dissemination, although little reliable information is available on the distance traveled by spores from an inoculum source. The pres (mais) ent work aimed to determine by molecular tools the efficiency of aerial dissemination of P. grisea from a known inoculum source. The presence of pathogen clones in fields distant 4, 30 and 1000 meters from an infected field suggested that spores can travel at least these distances.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

98

Efeitos de Beauveria bassiana (Bals) Vuill e Metarhizium anisopliae (Metsc) Sorok sobre fêmeas ingurgitadas de Amblyomma cajennense (Fabricius, 1787) em condições de laboratório/ Effects of Beauveria bassiana (Bals) Vuill and Metarhizium anisopliae (Metsc) Sorok on engorged females of Amblyomma cajennense (Fabricius, 1787) in laboratory conditions

Reis, R.C.S.; Melo, D. R.; Bittencourt, V.R.E.P.
2004-12-01

Resumo em inglês The in vitro susceptibility of Amblyomma cajennense engorged females to some isolated of the fungus Beauveria bassiana and Metarhizium anisopliae was verified and lethal concentrations (LC 50 and LC 90) were calculated. The females were dived in conidia suspensions for five minutes, and kept in climatically controlled chambers BOD under 27° C and 80% relative humidity. Each bioassay had four treatments in concentrations of 10(5),10(6),10(7)e10(8) conidia/ml. A control (mais) group was also used. The following characteristics were evaluated: weight and period of oviposition, indexes of reproductive and nutritional efficiency and percentage of microbiological control. A dose dependent negative effect was observed in ticks treated with the suspension. All isolates tested cause a negative effect on in vitro tests of engorged females of A. cajennense, suggesting its potential for microbiological control of tick's species.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

99

Avaliação in vitro dos fungos Aspergillus flavus e Penicillium corylophilum em larvas de Musca domestica (Diptera: Muscidade)/ In vitro AVALIATION OF THE FUNGUS Aspergillus flavus AND Penicillium corylophilum IN LARVAE OF Musca domestica (DIPTERA: MUSCIDADE)

DE SENNA NUNES, MÁRCIA; DA COSTA, GISELA L.; BITTENCOURT, VÂNIA RITA E.P.; SOUZA, EDSON J.
2002-07-01

Resumo em inglês The present study was aimed at the evaluation of two isolates of Aspergillus flavus and two isolates of Penicilium corylophilum on third stage larvae of Musca domestica. The samples tested were isolated directly from M. domestica specimens. Third stage larvae were obtained from pupas of a laboratory colony. Four batches with 20 larvae were used for each of conidia dilution tested (10(5) to 10(8) conidia/ml). Larvae were dipped for one minute into conidia dilution, being t (mais) hen moved to dishes and kept under controlled environmental conditions. Two control groups were used: one received a treatment with spreading adhesive and the other one with no treatment at all. Larval surviving rates were: 57.50% and 86.25% for groups treated with 10(8) conidia/ml of A. flavus; and 63.75% and 72.50% for those who had received the same concentration of P. corylophilum conidia. Larval mortality rates were greater for groups that received higher conidia concentrations, and also increased directly proportional to exposition time. Adult hatching rates on treated groups, were affected by fungi treatment. It was concluded that A. flavus and P. corylophilum presented detrimental effects for third stage larvae of M. domestica

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

100

Avaliação in vitro dos fungos Aspergillus flavus e Penicillium corylophilum em adultos de Musca domestica (Diptera: Muscidae)/ IN VITRO AVALIATION OF THE FUNGUS Aspergillus flavus AND Penicillium corylophilum IN ADULTS OF Musca domestica (DIPTERA: MUSCIDAE)

DE SENNA-NUNES, MÁRCIA; DA COSTA, GISELA L.; BITTENCOURT, VÂNIA RITA E.P.; SOUZA, EDSON J.
2002-01-01

Resumo em inglês The aim of the present paper was to evaluate the effects of two isolates of Aspergillus flavus and two isolates of Penicillium corylophilum on adults of Musca domestica. The samples tested were isolated directly from M. domestica specimens. Adult flies were obtained from pupas of a laboratory colony. After hatching from pupa, 4 groups with 10 young adults each were formed for each one of the conidia suspensions tested (105to 108 conidia/m (mais) l). 2,5 ml of solution was sprayed on each batch. Two control groups were made: one treated with spreading adhesive and other with no treatment at all. Adult insects were sensitive to treatments with these fungi isolates, mainly to those with higher conidia concentration. One of the A. flavus isolates killed 100% of flies on third day after treatment. The two P. corylophilum isolates killed 100% of flies seven days after treatment. The death rates were slower in the groups with smaller conidia concentrations, with death occurring up to the 15th day after treatment. Fungi were re isolated from dead flies

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)