Sample records for chlorine 33
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 5 shown.



1

Teste LERCAFÉ para sementes de cafeeiro com diferentes teores de água/ The LERCAFÉ test for coffee seeds with different moisture contents

Zonta, João Batista; Araújo, Eduardo Fontes; Araújo, Roberto Fontes; Reis, Múcio Silva; Zonta, Flávia Miranda Garcia
2010-01-01

Resumo em português A determinação rápida do potencial germinativo é um fator importante a ser considerado no programa de produção de sementes. Nesse contexto, o teste LERCAFÉ tem se mostrado alternativa promissora, pois é um teste rápido e barato, além de ser de fácil execução e avaliação. Objetivou-se no presente trabalho definir novas combinações de concentração do hipoclorito de sódio, tempo de embebição e temperatura de exposição, para utilização do teste LERCA (mais) FÉ em sementes de cafeeiro com diferentes teores de água. Utilizaram-se sementes de café arábica, variedade Catuaí IAC 44, com 33, 23 e 13% de teor de água (base úmida). As sementes foram avaliadas pelos testes de germinação e LERCAFÉ, sendo este com as seguintes variáveis: embebição em solução de hipoclorito de sódio nas concentrações de 2,5, 3,5 e 4,5% de cloro ativo, durante período de embebição de uma, duas e três horas, à temperatura de 25, 30 e 35 ºC. Após terem seu pergaminho removido manualmente, as sementes foram acondicionadas em caixas plásticas para germinação, com tela, onde ficaram embebidas em solução de hipoclorito de sódio, numa concentração, tempo de embebição e temperatura de acordo com as combinações estabelecidas. Para todos os teores de água estudados, as combinações 2,5% de cloro ativo, a 35 ºC, por três horas e 3,5% de cloro ativo, a 30 ºC, por duas horas foram mais eficientes para estimar a germinação de sementes de cafeeiro. Concluiu-se que é possível a utilização do teste LERCAFÉ em sementes com ampla faixa de umidade, bem como reduzir o tempo de embebição das sementes, utilizando temperatura de 30 ºC e concentração de 3,5% de cloro ativo na solução. Resumo em inglês Rapid determination of germination potential is important in seed production programs. Coffee (Coffea arabica L.) seeds for planting are marketed with a wide range of water contents because of doubt as to the appropriate values for maintaining seed viability during storage. The non-destructive LERCAFÉ test, based on sodium hypochlorite (NaOCl), correlates well with germination tests and is rapid, cheap and simple to execute and interpret. We assessed different LERCAFÉ t (mais) est NaOCl concentrations (2.5, 3.5 and 4.5% ative chlorine), seed immersion times (1, 2 and 3 hours) and temperatures (25, 30 and 35 ºC) for determining the viability of manually hulled Arabic coffee variety Catuaí IAC 44 seeds with different water contents (33, 23 and 13%, wet basis). The seeds were also assessed by a standard germination test, which indicated that there was no significant difference in germination frequency between seeds with the different water contents studied. The LERCAFÉ results showed that immersion in 2.5% active chlorine at 35 ºC for three hours or 3.5% active chlorine at 30 ºC for two hours were most efficient for estimating germination, indicating that this test can be used over a wide range of water content. To reduce seed immersion times, 30 °C and 3.5% active chlorine appear to be the best parameters

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Uso de hipoclorito de sódio para acelerar a emergência das plântulas e o desenvolvimento das mudas de cafeeiro/ Use of sodium hypochlorite to hasten the emergence and development of coffee seedlings

Sofiatti, Valdinei; Araujo, Eduardo Fontes; Araujo, Roberto Fontes; Cargnin, Adeliano; Reis, Múcio Silva; Silva, Leda Veronica Benevides Dantas
2009-01-01

Resumo em português O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito das concentrações de hipoclorito de sódio em solução aquosa de pré-embebição das sementes sobre a porcentagem e velocidade de emergência das plântulas de cafeeiro, bem como avaliar o desenvolvimento das mudas. Cinco ensaios foram realizados, sendo um para cada grau de umidade das sementes (13%, 18, 23%, 28% e 33% base úmida). Cada ensaio constituiu-se de cinco tratamentos, formados por sementes préembebidas (mais) em três concentrações de solução aquosa contendo hipoclorito de sódio (4%, 5% e 6% de cloro ativo), por um período de 3 horas, além de sementes com pergaminho e sem pergaminho, removido manualmente (testemunha). As plântulas foram avaliadas quanto à porcentagem e velocidade de emergência, e as mudas quanto à altura, número de folhas e área foliar. A préembebição das sementes com grau de umidade inicial de 23%, 28% e 33%, em solução aquosa contendo hipoclorito de sódio na concentração de 4% de cloro ativo, aumenta a porcentagem e a velocidade de emergência das plântulas, além de melhorar o desenvolvimento das mudas em relação às sementes com pergaminho. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the effect of seed imbibition in water solution at different concentrations of sodium hypochlorite on the rate and speed of emergence of coffee seedlings as well as to assess the development of the seedlings. One trial was conducted for each of the five seed moisture content (13%, 18%, 23%, 28% and 33% wet weight). Each one consisted of five treatments, represented by seeds previously imbibed for three hours in water solution wi (mais) th three sodium hypochlorite concentrations (4, 5 and 6% of active chlorine), besides seeds with parchment and seeds without parchment (control). The seedlings were evaluated for the emergence rate and speed, and the seedlings for height, number of leaves and leaf area. The preimbibition of seeds with initial moisture degree of 23, 28 or 33% in water solution with sodium hypochlorite at 4% active chlorine increased the rate and speed of seedling emergence, and improving the seedling development compared to seeds with parchment.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Uso de hipoclorito de sódio para degradação do endocarpo de sementes de cafeeiro com diferentes graus de umidade/ Use of sodium hypochlorite to degrade the endocarp in cofee seeds at different moisture contents

Sofiatti, Valdinei; Araujo, Eduardo Fontes; Araujo, Roberto Fontes; Reis, Múcio Silva; Silva, Leda Veronica Benevides Dantas; Cargnin, Adeliano
2008-01-01

Resumo em português Objetivou-se estudar combinações entre concentrações de hipoclorito de sódio e tempos de pré-embebição que proporcionem maior velocidade de germinação das sementes de cafeeiro com graus de umidade entre 13 e 33% em base úmida. As sementes da variedade Catuaí Vermelho IAC 44 foram secadas à sombra até atingirem as umidades desejadas. Foram realizados cinco ensaios, um para cada grau de umidade das sementes (13, 18, 23, 28 e 33%). Cada ensaio foi constituído (mais) por 12 tratamentos, formados pelas combinações de 5 concentrações de hipoclorito de sódio na solução de pré-embebição (3, 4, 5, 6 e 7% de cloro ativo) e 2 tempos de pré-embebição (3 e 6 horas), além de sementes com pergaminho e sem pergaminho, removido manualmente (testemunha). As sementes foram avaliadas por meio dos testes de primeira contagem de germinação, germinação, índice de velocidade de germinação e classificação do vigor das plântulas. Os resultados mostraram que a pré-embebição das sementes de cafeeiro em hipoclorito de sódio na concentração de 6% de cloro ativo, durante 3 horas, além de degradar o pergaminho eficientemente, proporcionou germinação e índice de velocidade de germinação semelhantes ao tratamento testemunha, quando as sementes apresentavam grau de umidade inicial entre 23 e 33%. Nas sementes com grau de umidade de 18 e 13%, a pré-embebição em hipoclorito de sódio proporcionou desempenho germinativo inferior às sementes sem pergaminho, removido manualmente, independente da combinação entre concentração e tempo de embebição utilizada. Resumo em inglês The objective of this study was to evaluate the combinations between sodium hypochlorite concentrations and presoaking times that would provide higher germination of coffee seeds with moisture contents from 13 to 33% (w.b.). The seeds of Catuaí Vermelho IAC 44 variety were dried in the shade until they reached the desired moisture contents. Five assays were accomplished, one for each moisture content of the seeds (13, 18, 23, 28 and 33%). Each assay consisted of 12 treat (mais) ments, each one consisting of combinations of five sodium hypochlorite concentrations (3, 4, 5, 6 and 7% active chlorine) in the presoaking solution and two presoaking times (3 and 6 hr), besides the seeds with or without endocarp that were manually removed (control). The seeds were evaluated, by using the following tests: first germination counting, germination, germination speed index and seedling vigor. According to the results, the presoaking of the coffee seeds into sodium hypochlorite at 6% concentration active chlorine for three hours promoted an efficient degradation of the endocarp, besides providing germination speed index similar to the control, when seeds showed initial moisture content between 23 and 33%. In those seeds with moisture content at 18 and 13%, the presoaking in sodium hypochlorite led to an inferior germination performance of the seeds relative to the seeds without endocarp that was manually removed, regardless of the combination between concentration and the presoaking time.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Variação sazonal de eletrólitos no sangue de vacas aneloradas sob pastejo contínuo de Brachiaria decumbens/ Seasonal changes of blood electrolytes in graded Nelore cows on continuous grazing of Brachiaria decumbens

Morais, M.G.; Gonçalves, L.C.; Lopes, H.O.S.; Costa, M.F.V.; Nunes, A.B.
2000-04-01

Resumo em português Durante 13 meses foram acompanhadas as mudanças sazonais dos eletrólitos cálcio (Ca), fosfatos (PO4), potássio (K), cloretos (Cl), cobre (Cu) e zinco (Zn) no sangue de 20 de vacas "aneloradas" mantidas sob pastejo contínuo de Brachiaria decumbens com alta taxa de lotação. As vacas apresentaram-se hipocalcêmicas e hipofosfatêmicas durante praticamente todo o ano. Na primavera, com a brotação dos pastos (novembro e dezembro), vacas mantidas em pastos de solo argi (mais) loso foram mais propensas à alcalose metabólica, caracterizada por hipocalemia e hipocloremia, do que vacas mantidas em pastos de solo arenoso. Os animais apresentaram-se com níveis séricos normais de Cu, 0,79 e 0,81mi g/ml e Zn, 1,43 e 1,33mi g/ml, quando mantidas em solos arenoso e argiloso, respectivamente, apesar de os pastos estarem deficientes nesses minerais. O tipo de solo alterou a composição de minerais na braquiária e influiu significativamente nos níveis séricos de P, Mg, K, Cl e Zn. Solos arenosos mostraram teores séricos significativamente mais elevados de P, Mg, K e Cl do que os solos argilosos. Resumo em inglês The seasonal changes of blood electrolytes concentration (calcium, phosphates, magnesium, potassium, chlorine, copper, and zinc) were evaluated using 20 graded Nelore cows on continuous grazing of Brachiaria decumbens. The cows were hypocalcemic and hypophosphatemic throughout the year. In the spring, during the pasture sprouting (November and December), cows grazing on clay soil were more predisposed to metabolic alkalosis, compared to cows kept on pastures located in sa (mais) ndy soil. Metabolic alkalosis was characterized by low blood levels of potassium and chlorine. Normal serum levels of copper, 0.79 and 9.81mu g/ml, and zinc, 1.42 and 1.33mu g/ml were observed in cows grazing on sandy and clay soils, respectively. However, these minerals were found in low concentrations on the pasture. The type of soil affected the mineral composition of the brachiaria pasture, and the blood serum levels of phosphates, potassium, magnesium, chlorine, copper, and zinc. Higher serum levels of phosphates, magnesium, potassium and chlorine were observed on animals grazing on sandy than on clay soil.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Perfil físico-químico do soro de queijos mozarela e minas-padrão produzidos em várias regiões do estado de Minas Gerais/ Physical-chemical profile of the whey of minas-padrão and mozzarella cheeses produced in some regions of Minas Gerais state

Teixeira, L.V.; Fonseca, L.M.
2008-02-01

Resumo em português O perfil físico-químico de soros de queijos mozarela e minas-padrão foi analisado em quatro das cinco macrorregiões com maior produção desses queijos no estado de Minas Gerais: Alto São Francisco, Zona Metalúrgica, Zona da Mata e Sul de Minas. Os valores média+desvio padrão encontrados para os componentes do soro de queijo mozarela foram: -0,565+0,031°H para crioscopia; 6,19+0,26 para pH; 13,16+3,08°D para acidez; 6,33+0,43g/100g para sólidos totais; 93,67+0, (mais) 43g/100g para umidade; 0,77+0,26g/100g para gordura; 0,84+0,04g/100g para proteína; 4,42+0,68g/100g para lactose; 0,47+0,04g/100g para cinzas; 0,18+0,01g/100g para cloretos e 1,0253+0,0006 para densidade. Para soro de queijo minas-padrão, foram encontrados: -0,555+0,030°H para crioscopia; 6,30+0,31 para pH; 12,48+2,07°D para acidez; 6,28+0,51g/100g para sólidos totais; 93,97+0,54 g/100g para umidade; 0,70+0,21g/100g para gordura; 0,49+0,03g/100g para cinzas; 4,12+0,36 g/100g para lactose; 0,80+0,04g/100g para proteínas; 0,20+0,01g/100g para cloretos e 1,0249+0,0009 para densidade. Não houve diferença significativa entre os dois tipos de soro, mas encontrou-se diferença entre os soros de diferentes regiões para crioscopia, sólidos totais, umidade e densidade, e observou-se interação tipo de soro versus região para proteínas, acidez, gordura e cloretos. Os teores de lactose e resíduo mineral fixo (cinzas) não apresentaram nenhuma diferença significativa. Por não existir um padrão de identidade e qualidade específico para soros de queijo, esses resultados podem ser tomados como base para se desenvolver tais padrões. Resumo em inglês The physical-chemical profile of the whey of mozzarella and minas-padrão cheeses was studied in four regions ("Alto São Francisco", "Zona Metalúrgica", "Zona da Mata" and "Sul de Minas") which produce milk and cheese in Minas Gerais. Due to the lack of a specific identity and a quality pattern for cheese whey, the results can be taken as a base to develop such patterns. The mean values found for mozzarella cheese whey were: - 0.565± 0.031ºH for freezing point; (mais) 6.19± 0.26 for pH; 13.16± 3.08ºD for titratable acidity; 6.33± 0.43g/100g for total solids; 93.67± 0.43g/100g for moisture; 0.77± 0.26g/100g for fat; 0.84± 0.04g/100g for protein; 4.42± 0.68g/100g for lactose; 0.47± 0.04 g/100g for ashes; 0.18± 0.01g/100g for chlorine and 1.0253± 0.0006 for density. In relation to minas-padrão cheese whey, the following mean results were obtained: - 0.555± 0.030ºH for freezing point; 6.30± 0.31 for pH; 12.48± 2.07ºD for titratable acidity; 6.28± 0.51g/100g for total solids; 93.97± 0.54 g/100g for moisture; 0.70± 0.21g/100g for fat; 0.80± 0.04g/100g for protein; 4.12± 0.36g/100g for lactose; 0.49± 0.03g/100g for ashes; 0.20± 0.01g/100g for chlorine and 1.0249± 0.0009 for density. No statistical difference between those types of whey was observed, but difference among wheys from regions for freezing point, total solids, moisture and density as well as interaction whey x regions for protein, titratable acidity, fat, and chorine were found. Only lactose and ash contents did not present any statistical difference.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)