Sample records for chemoreceptors
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 3 shown.



1

Avaliação do feromônio sexual de Neoleucinodes elegantalis Guenée (Lepidoptera: Crambidae)/ Evaluation of sexual pheromone of Neoleucinodes elegantalis Guenée (Lepidoptera: Crambidae)

Badji, Cesar A.; Eiras, Alvaro E.; Cabrera, Aivlé; Jaffe, Klaus
2003-06-01

Resumo em português Foram avaliados os quatro componentes sintéticos identificados no feromônio sexual da broca-pequena-do-tomate, Neoleucinodes elegantalis Guenée (BPT): (E)-11-hexadecenol (E11-16:OH), (Z)-11-hexadecenol (Z11-16:OH), (E)-11-hexadecenal (E11-16:Al) e (E)-11-Acetato de hexadecenila (E11-16:OAc). Testes de campo foram realizados com armadilhas objetivando identificar o composto mais eficaz na captura de machos do inseto e determinar o efeito de concentrações do isômero Z (mais) 11-16:OH, em mistura com o componente mais eficaz na captura de machos. Em laboratório, foram realizados testes eletrofisiológicos com eletroantenógrafo para monitorar as respostas da antena de machos de N. elegantalis a diferentes concentrações dos componentes. E11-16:OH, na concentração de 100 µg foi o mais eficaz entre os componentes testados do feromônio sexual da BPT. A adição de seu isômero, Z11-16:OH, reduziu a captura de insetos. Obteve-se resposta fisiológica (potencial de ação) a todos os componentes testados. Para E11-16:OH, a intensidade de despolarização da antena aumentou em relação direta com sua concentração, no entanto, para os demais componentes, os quimioreceptores foram sensíveis somente nas concentrações mais altas. Resumo em inglês Four synthetic components of the sexual pheromone identified from the small tomato borer Neoleucinodes elegantalis Guenée (BPT) were evaluated: (E)-11-hexadecenol (E11-16:OH), (Z)-11-hexadecenol (Z11-16:OH), (E)-11-hexadecenal (E11-16:Al) and (E)-11-hexadecenyl acetate (E11-16:OAc). Field tests were carried out with traps aiming at identifying the most effective component in the capture of N. elegantalis males, and determining the effect of different concentrations of th (mais) e isomeric Z11-16:OH, in a mixture with the most effective component, in the capture of the males. In laboratory, electrophysiological tests were carried out with an electroantennograph to monitor the response of the antenna of N. elegantalis males to logarithmic concentrations of the four identified components. E11-16:OH, at the concentration of 100 µg, was the most effective among the tested components of the sexual pheromone of BPT. The isomer of this component, Z11-16:OH, was added and reduced insect capture. Physiological responses to all tested components were registered. E11-16:OH promoted depolarization of the antenna in straight relation with its concentration, while for the others components, the chemoreceptors have responded only to the higher concentrations.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Quimiossensibilidade durante exercício na insuficiência cardíaca: respostas ventilatórias, cronotrópicas e neurohormonais/ Exercise chemosensitivity in heart failure: ventilatory, chronotropic and neurohormonal responses/ Quimiosensibilidad durante ejercicio en la insuficiencia cardíaca: respuestas ventilatorias, cronotrópicas y neurohormonales

Moura, Lídia Zytynski; Guimarães, Guilherme Veiga; Pires, Philippe Vieira; Cruz, Fátima; Stopa, Gabriela; Bocchi, Edimar Alcides
2010-09-01

Resumo em português FUNDAMENTO: Insuficiência cardíaca (IC) está associada com aumento da quimio-sensibilidade periférica e central em repouso, que pode estar correlacionada com um aumento na resposta ventilatória durante exercício. Entretanto, SUS sensibilidade na IC durante o exercício ainda não foi reportada. OBJETIVO: Testar se o estímulo dos quimiorreceptores centrais e periféricos em pacientes com IC pode modular respostas ventilatórias, cronotrópicas e neurohormonais duran (mais) te exercício submáximo. MÉTODOS: Investigamos a quimio-sensibilidade central e periférica em 15 pacientes com insuficiência cardíaca (IC) e 7 controles normais (C), comparando a resposta durante 3 testes de caminhada de 6 minutos (TC6M), realizado em esteira ergométrica com: ar ambiente, em hipóxia e em hipercapnia (em ordem randômica). RESULTADOS: FR em ar ambiente nos grupos C e IC foi 17±2 e 22±2 (p Resumo em espanhol FUNDAMENTO: La insuficiencia cardíaca (IC) está asociada con aumento de la quimiosensibilidad periférica y central en reposo, que puede estar correlacionada con un aumento en la respuesta ventilatoria durante ejercicio. Mientras tanto, SUS sensibilidad en la IC durante el ejercicio aun no fue reportada. OBJETIVO: Verificar si el estímulo de los quimiorreceptores centrales y periféricos en pacientes con IC puede modular respuestas ventilatorias, cronotrópicas y neuro (mais) hormonales durante ejercicio submáximo. MÉTODOS: Investigamos la quimiosensibilidad central y periférica en 15 pacientes con insuficiencia cardíaca (IC) y 7 controles normales (C), comparando la respuesta durante 3 tests de caminata de 6 minutos (TC6M), realizado en cinta ergométrica con: aire ambiente, en hipoxia y en hipercapnia (en orden randómico). RESULTADOS: FR en aire ambiente en los grupos C y IC fue 17±2 y 22±2 (p Resumo em inglês BACKGROUND: Heart failure (HF) is associated with resting increased peripheral and central chemosensitivity which may correlate with an increased ventilatory response to exercise. However, its sensitivity in HF during exercise was never really reported. OBJECTIVE: We tested if stimulation of central and peripheral chemoreceptors in HF patients could modulate ventilatory, chronotropic, and neurohormonal response during submaximal exercise. METHODS: We investigated central (mais) and peripheral chemosensitivity in 15 HF and 7 control (C) comparing response through three 6 minute walking tests conducted in a treadmill with : room air, hypoxia, and hypercapnia (in a randomic order). RESULTS: RR at room air C and HF was 17±2 and 22±2 (p

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Drive respiratório anormal na doença vibroacústica/ Abnormal respiratory drive in vibroacoustic disease

Ferreira, José Reis; Sousa, José Albuquerque e; Foreid, Peter; Antunes, Marco; Cardoso, Sofia; Alves-Pereira, Mariana; Castelo Branco, Nuno A A
2006-07-01

Resumo em português Enquadramento: As alterações do sistema nervoso central em trabalhadores expostos a ruído de baixa frequência (RBF, (mais) posição excessiva a RBF. O aparelho respiratório continua sob estudo intensivo, quer em modelos humanos quer animais, expostos a excessivo RBF, e tem sido confirmado como um alvo preferencial do RBF. Uma vez que ambos os sistemas, respiratório e nervoso central, estão comprometidos nestes trabalhadores, torna-se pertinente a investigação do estado do controlo neurológico da respiração em doentes com a VAD. O propósito deste estudo é a exploração das implicações destes resultados. Métodos: Avaliaram-se as pressões respiratórias máximas, incluindo a pressão aos 0,100 seg de uma inspiração profunda, com início na capacidade residual funcional (P0.1), em respiração com ar ambiente, e também após estabilização respiratória face à inalação de uma mistura de ar com 5,9% de CO2 (Masterscreen versão 4.3, Viasys,Wurzburg, Alemanha), por válvula em Y com oclusão - P0.1CO2. Foram observados 22 indivíduos de sexo masculino, de 50,5 anos (± 8,5, entre 36-66 anos), expostos a nível ocupacional a ambientes ricos em RBF. Também se avaliou um grupo de controlo, de 7 indivíduos, exposto a menores níveis acumulados de RBF, idade média 42,4 ±14, entre 25 e 61 anos. Resultados:Os exames funcionais respiratórios foram normais, quer em doentes com VAD quer em controlos. O índice de P0.1(CO2) (% do valor de referência) ficou muito abaixo em doentes com VAD (média: 22,9%) relativamente ao grupo de controlo (>60%). Conclusões:Na resposta reflexa ao acréscimo de PCO2, os quimio-receptores centrais são responsáveis por 70% do estímulo ventilatório. Um estímulo ventilatório diminuído pode traduzir certa disfunção do tronco cerebral. Em doentes com VAD, esta disfunção é corroborada por anomalias dos potenciais evocados auditivos do tronco cerebral, bem como por alterações detectáveis em ressonância magnética. O índice P0.1CO2 pode revelar-se um indicador clínico útil para o diagnóstico e seguimento da VAD. Em resumo, o controlo neurológico da respiração está comprometido em doentes com VAD. Resumo em inglês Introduction: Central nervous system disorders in workers exposed to low frequency noise (LFN, (mais) both LFN-exposed humans and animal models and has been confirmed as a major target for LFN-induced damage. Given that both the respiratory and central nervous systems were compromised in these workers, it became pertinent to investigate the status of the neurological control of breathing in VAD patients. Methods: The P-0.1 value, a measure of the suction pressure developed at the mouth 0.1 seconds after the start of inspiration, depends on the respiratory centres and the autonomic nervous system pathway of the neural control of respiratory function. By rebreathing CO2,(6% in air) normal individuals present an average seven-fold increase in P0.1(CO2) as compared to basal P-0.1. Twenty-two male VAD patients (ave. age 50.5±8.5 years, range: 36-66 years) underwent the P0.1(CO2) index respiratory drive tests, as well as standard pulmonary function tests. Seven individuals (ave. age 42.4 ±14 years, range: 25-61 years) with reduced LFN exposure served as controls. Results: Pulmonary function tests were normal in both VAD patients and controls. The P0.1(CO2) index was below average value in VAD patients (average: 22.9%) while it presented normal values in the control group (average >60%). Discussion: In the involuntary response to increased PCO2 levels, central chemoreceptors are responsible for 70% of the ventilatory stimulus. In VAD patients, this dysfunction may originate in the brainstem. This is corroborated by the fact that VAD patients register abnormal values for auditory brainstem evoked potentials, and disclose lesions with magnetic resonance imaging. The neurological control of breathing is compromised in VAD patients. The P0.1(CO2)index may be a useful clinical indicator for VAD diagnosis and follow-up.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)