Sample records for aluminium hydroxides
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 6 shown.



1

Mineralogia e susceptibilidade magnética dos óxidos de ferro do horizonte B de solos do Estado do Paraná/ Mineralogy and magnetic susceptibility of iron oxides of B horizon of Paraná state soils


2010-03-01

Os solos tropicais altamente intemperizados tendem a acumular residualmente óxidos de ferro e alumínio. Entre os óxidos e hidróxidos de ferro presentes na fração argila, a goethita (Gt) e a hematita (Hm) são os mais abundantes e estudados. No entanto, há poucos estudos acerca da identificação e quantificação da maghemita (Mh), um mineral ferrimagnético que está na fração argila dos solos, principalmente naqueles desenvolvidos de rochas máficas. A Mh e a m

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Cerâmicas porosas para aplicação em altas temperaturas/ Porous ceramics for high temperature applications


2007-12-01

Com o objetivo de reduzir o consumo energético, tem crescido o uso de cerâmicas refratárias porosas como isolantes térmicos para altas temperaturas. Entre as técnicas comumente empregadas na produção desses materiais (como a adição de surfactante e incorporação de orgânicos), destaca-se aquela baseada na geração de poros por meio de transformações de fase. Comparada às outras técnicas, esse processo se mostra bastante simples e sem geração de voláteis

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Caracterização e incorporação de resíduos provenientes de Estação de Tratamento de Água em cerâmica argilosa/ Characterization and incorporation of wastes from Water Treatment Plant into clayey ceramic


2009-12-01

O objetivo deste trabalho é caracterizar e incorporar, em cerâmica argilosa, três tipos de resíduos provenientes das etapas de desarenação, decantação e de filtração de uma estação de tratamento de água - ETA. Os resíduos foram caracterizados por difração de raios X, fluorescência de raios X, análise termogravimétrica e térmica diferencial, microscopia eletrônica de varredura e técnicas de peneiramento e sedimentação. As propriedades físicas e mec

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

CORRELAÇÃO ENTRE MICROESTRUTURA E CORROSÃO DA LIGA 2024-T351


2002-01-01

Neste trabalho se caracterizou o comportamento eletroquímico da liga de alumínio 2024-T351 em solução de NaCl 5%(m/m) pH=6,0. O estudo morfológico e microestrutural da liga permitiram uma melhor interpretação da resistência à corrosão em meios aquosos contendo cloretos. Em meio aerado, a velocidade de corrosão está determinada pela difusão de oxigênio através da solução para os sítios catódicos. Estes sítios podem ser partículas intermetálicas que co

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Avaliação físico-química de águas minerais comercializadas na região de Campinas, SP/ Physical-chemical evaluation of mineral waters marketed in Campinas, SP


2002-12-01

Com o objetivo de avaliar a qualidade de águas minerais, foram analisadas amostras, adquiridas em supermercados, de oito fontes localizadas no Estado de São Paulo entre agosto de 1999 e maio de 2000, com coletas trimestrais. Os resultados das análises físico-químicas mostraram que as amostras possuíam, em sua maioria, composição química dentro dos limites permitidos pela legislação brasileira, exceto quatro amostras, que apresentaram resultados na análise de c

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

A turquesa de Itacupim, Pará


2004-12-01

Na ilha de Itacupim, localizada na região costeira do nordeste do Pará, foram encontrados veios de fosfatos de alumínio contendo turquesa, além de quartzo e argilominerais. A ilha é sustentada por espesso perfil laterítico maturo desenvolvido sobre complexo alcalino-ultramáfico mineralizado em apatita. Os veios e vênulas são de espessura centimétrica, normalmente constituídos de wavellita fibro-radial, onde pode ser observada turquesa verde-azulada, em massas s

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)