Sample records for adsorption heat
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 5 shown.



1

Isotermas de adsorção e calor isostérico da palma forrageira enriquecida proteicamente/ Adsorption isotherms and heat isosteric of protein enriched cactus pear


2009-12-01

O enriquecimento protéico da palma forrageira através de fermentação semissólida com a utilização de leveduras visou aumentar o valor nutricional dessa forragem a fim de que possa ser utilizada como suplemento protéico para ração animal, que poderá ser oferecida ainda úmida ou ser secada e armazenada sob condições adequadas. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de estudar as isotermas de adsorção da palma forrageira enriquecida proteicamente, n

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Comportamento higroscópico do resíduo seco de camarão-rosa/ Hygroscopic behavior of the dry residue of pink shrimp


2007-12-01

Estudou-se o comportamento higroscópico do resíduo seco de camarão-rosa (Peneaus subtilis), o qual foi caracterizado como sendo rico em proteínas totais (42,59%) e resíduo mineral fixo (22,01%). Foram construídas isotermas de adsorção e dessorção de umidade a 10, 25, e 40 °C. Determinou-se o valor da monocamada e o calor de dessorção, e testou-se a aplicabilidade de treze modelos matemáticos na predição dos dados de sorção. O produto apresentou isoter

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Comportamento higroscópico do açaí e cupuaçu em pó/ Hygroscopic behavior of açaí and cupuaçu powders


2008-12-01

Neste trabalho, isotermas de adsorção e dessorção do açaí (Euterpe oleracea Mart.) e do cupuaçu (Theobroma grandiflorum Schum.) em pó foram determinadas experimentalmente com o auxílio de higrômetro AQUAlab3TE da Decagon nas temperaturas de 15, 25 e 35 °C. As curvas obtidas apresentaram um comportamento do tipo III, característico de materiais ricos em carboidratos. Os dados experimentais de adsorção e dessorção dos produtos foram ajustados, por análise d

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Comportamento higroscópico da farinha de pupunha (Bactris gasipaes)/ Hygroscopic behavior of the pupunha flour (Bactris gasipaes)


2003-08-01

Avaliou-se o comportamento higroscópico da farinha de pupunha obtida por secagem em estufa a 70°C. Obteve-se dados de equilíbrio de adsorção de umidade a 15°C e 35°C, através de um método estático, onde recipientes de 500mL, contendo soluções saturadas de sais, foram utilizados como ambientes geradores de umidades relativas constantes, na faixa de 11% a 97%, aos quais foram submetidas amostras do produto. A partir dos dados de equilíbrio foram construídas is

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Característica higroscópica e termodinâmica do coentro desidratado/ Hygroscopic and thermodynamic features of dehydrated coriander


2010-06-01

A determinação das isotermas de adsorção de umidade constitui fator essencial nos projetos e estudos de sistemas de secagem, processamento, armazenagem, embalagem e predição tempo de prateleira de produtos alimentícios. A obtenção das isotermas dar-se por meio da variação do conteúdo de umidade de equilíbrio em função da atividade de água a uma dada temperatura constante. A predição das curvas das isotermas é realizada por meio da aplicação de modelos

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)