Sample records for acetolysis
from WorldWideScience.org

Sample records 1 - 12 shown.



1

Recursos tróficos de Apis mellifera L. (Hymenoptera, Apidae) na região de Morro Azul do Tinguá, Estado do Rio de Janeiro/ Trophic resources for Apis mellifera L. (Hymenoptera, Apidae) in the Morro Azul do Tinguá region, Rio de Janeiro state


2007-03-01

A vegetação original de Morro Azul, região serrana a noroeste da cidade do Rio de Janeiro, era constituída de Mata Atlântica. Sofreu modificações antrópicas e atualmente apresenta áreas de pastagens e manchas de mata remanescente. Ocorrem ainda áreas de reflorestamento com Pinus, Eucalyptus e outras espécies não nativas. O presente trabalho tem como objetivo avaliar, através da análise polínica, a contribuição de cada tipo de vegetação no fornecimento d

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

2

Pólen de gimnospermas e angiospermas em sedimentos quaternários de duas matas com Araucária, planalto leste do Rio Grande do Sul, Brasil/ Gymnosperm and angiosperm pollen in Quaternary sediments from two Araucaria forests on the Rio Grande do Sul State eastern plateau, Brazil


2009-09-01

Catálogos polínicos de material contido em sedimentos servem como referência em estudos de reconstituição paleoambiental dos últimos milênios. Nesse contexto, a análise palinológica de dois perfis sedimentares do interior de matas com Araucária do estado do Rio Grande do Sul foi realizada. São apresentadas descrições dos grãos de pólen e dados ecológicos dos respectivos táxons de gimnospermas e angiospermas. A análise envolveu amostras de dois perfis sed

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

3

Própolis marrom da vertente atlântica do Estado do Rio de Janeiro, Brasil: uma avaliação palinológica/ Brownish propolis from the Atlantic coastal areas in the state of Rio de Janeiro, Brazil: a palynological approach


2010-06-01

Diversos ecossistemas são encontrados ao longo da área litorânea do Estado do Rio de Janeiro onde se desenvolvem atividades apícolas visando à produção de própolis, entretanto, poucos são os trabalhos que tratam da análise palinológica da própolis dessa região. Foram analisadas vinte e quatro amostras de própolis coletadas ao longo do ano de 1997 e procedentes de três apiários localizados em áreas distintas da vertente atlântica na zona oeste do municíp

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

4

Palinotaxonomia de espécies de Apocynaceae ocorrentes na Restinga de Carapebus, Carapebus, RJ, Brasil/ Palynotaxonomy of the species of the Apocynaceae occur on the "restinga" of the Carapebus, Carapebus, Rio de Janeiro State, Brazil


2004-12-01

Neste trabalho foram tratadas, palinologicamente, 11 espécies de Apocynaceae pertencentes a sete gêneros, ocorrentes na restinga de Carapebus, situada no litoral norte do Estado do Rio de Janeiro. As espécies tratadas foram: Aspidosperma parvifolium A. DC.; Forsteronia leptocarpa (Hook. & Arns.) A. DC.; Himatanthus lancifolius (Müll. Arg.) Woodson; Mandevilla fragrans (Stadelm.) Woodson; Mandevilla sp.; M. moricandiana (A. DC.) Woodson; M. tenuifolia (J.C. Mikan) Wood

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

5

Palinomorfos de fungos e criptógamas em sedimentos quaternários de duas matas com Araucária, Planalto leste do Rio Grande do Sul, Brasil/ Palynomorphs of fungi and cryptogams in Quaternary sediments from two Araucaria forests, Eastern Plateau of Rio Grande do Sul, Brazil


2008-03-01

Pólen, esporos e demais palinomorfos preservados em sedimentos são material de referência básico em estudos paleoambientais. A presente pesquisa tem como objetivo apresentar a taxonomia de palinomorfos correspondentes a fungos e criptógamas contidos em sedimentos do interior de duas matas com Araucária do Planalto leste do Rio Grande do Sul e, assim, fornecer subsídios para reconstituições paleoambientais na região. A análise envolveu amostras de dois perfis se

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

6

Morfologia polínica de espécies de Brunfelsia L. (Solanaceae) ocorrentes no Estado do Rio de Janeiro/ Pollinic morphology of species of Brunfelsia L. (Solanaceae) occuring in state of Rio de Janeiro


2002-06-01

Neste trabalho foram analisados os grãos de pólen de seis táxons do gênero Brunfelsia: B. bonodora (Vell.) J.F. Macbr., B. brasiliensis (Spreng.) L.B. Sm. & Downs var. brasiliensis, B. brasiliensis subsp. macrocalyx (Dusén) Plowman, B. hydrangeiformis subsp. capitata (Benth.) Plowman, B. latifolia (Pohl) Benth. e B. uniflora D. Don. Os grãos de pólen foram tratados com ACLAC 60% (exceto os de B. latifolia, que sofreram o processo da acetólise). Os grãos de pólen

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

7

Morfologia dos esporos de Sematophyllaceae Broth. ocorrentes em três fragmentos de Mata Atlântica, no Rio de Janeiro, Brasil/ Spores morphology from Sematophyllaceae Broth. from three fragments of Mata Atlântica, in Rio de Janeiro, Brazil


2009-06-01

No presente trabalho foram analisados os esporos de sete espécies da família Sematophyllaceae Broth. (Bryophyta) ocorrentes em três áreas de Mata Atlântica. Para análise da morfologia externa dos esporos, utilizou-se o método direto em gelatina glicerinada e para as medidas foi utilizado o método de acetólise. Foram medidos os diâmetros maior e menor (em vista polar) e a espessura da parede. As análises foram realizadas sob microscópio de luz e microscópio el

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

8

Morfologia de esporos de espécies de Polytrichaceae Schwägr. (Bryophyta) do Brasil/ Spore morphology of Polytrichaceae Schwägr. (Bryophyta) from Brazil


2008-09-01

A morfologia dos esporos é descrita para todos os seis gêneros de Polytrichaceae ocorrentes no Brasil baseando-se no estudo, em microscopia de luz e eletrônica de varredura, de 13 das aproximadamente 30 espécies da família nativas para o país. Também é apresentada a discussão sobre sua importância taxonômica. Os esporos foram estudados antes e após o método da acetólise. Os resultados indicam Polytrichaceae como euripalinológica. A superfície dos esporos d

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

10

Cargas polínicas de abelhas polinizadoras de Byrsonima chrysophylla Kunth. (Malpighiaceae): fidelidade e fontes alternativas de recursos florais/ Pollen loads of pollinator bees of Byrsonima chrysophylla Kunth. (Malpighiaceae): fidelity and alternative sources of flower resources


2008-03-01

Byrsonima chrysophylla, conhecida popularmente como murici pitanga, é uma espécie arbustiva que ocorre em restinga. Dentre seus visitantes, além de abelhas da tribo Centridini, também se encontram com freqüência abelhas Xylocopini. Para verificação das espécies vegetais utilizadas pelas abelhas visitantes mais freqüentes, cargas polínicas de suas pernas posteriores (n = 5), bem como de ninhos naturais de Centris caxiensis (n = 7) foram analisados através de ac

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

11

Caracterização do Espectro Polínico dos Méis do Alentejo (Portugal)/ Characterization of Pollen Spectra in Alentejo Honey, Portugal/ Caractérisation du Spectre Pollinique des Miels de l'Alentejo (Portugal)


2005-06-01

Analisámos o espectro polínico de 36 amostras de mel da cresta de 2000 provenientes da região do Alentejo (Portugal). As amostras foram tratadas pelo método de acetólise e contados pelo menos 1200 grãos de pólen por amostra. Foram identificadas 27 famílias botânicas e 36 tipos polínicos. As principais espécies nectaríferas identificadas no espectro polínico foram a Lavandula stoechas e o Echium plantagineum. Das 36 amostras analisadas, 39% foram classificadas como mel monofloral de rosmaninho, 33% de soagem e 28% multifloral.

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)

12

Análise polínica do resíduo pós-emergência de ninhos de Centris tarsata Smith (Hymenoptera: Apidae, Centridini)/ Pollen analysis of the post-emergence residue of Centris tarsata Smith (Hymenoptera: Apidae, Centridini) nests


2009-04-01

Foi estabelecido um protocolo de tratamento para análise do resíduo polínico de ninhos de Centris tarsata Smith, obtidos através do uso de ninhos-armadilha. A área estudada localiza-se na Estação Biológica de Canudos, município de Canudos (09º56'34"S; 38º59'17"W), microrregião Nordeste da Bahia. A vegetação local é de caatinga hiperxerófila arbustiva, o clima é semi-árido, com temperatura média anual de 24,1ºC e precipitação anual de 454 mm. Foram ut

Scientific Electronic Library Online (Portuguese)